Angela Juliana Cappeli

Graduação em Fisioterapia pela Universidade do Sagrado Coração (USC), Bauru/SP (2015). Aprimoramento em Fisioterapia Geral pelo Programa de Aprimoramento Profissional da Universidade Estadual Paulista ''Júlio de Mesquita Filho'' (UNESP) - Faculdade de Medicina de Botucatu - FMB (2016). Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, com ênfase em Fisioterapia na Universidade Estadual Paulista ''Júlio de Mesquita Filho'' (UNESP) - Faculdade de Medicina de Botucatu - FMB (2017). Atualmente é doutoranda do programa de pós graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia da Universidade Estadual Paulista ''Júlio de Mesquita Filho'' (UNESP) - Faculdade de Medicina de Botucatu - FMB.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Ginecologia, Obstetricia e Mastologia

2018 - Atual

Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP
Vera Therezinha Medeiros Borges.

Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia

2016 - 2018

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: ESTUDO RANDOMIZADO DO USO DA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NERVOSA TRANSCUTÂNEA (TENS) NO ALÍVIO DA DOR NO TRABALHO DE PARTO,Ano de Obtenção: 2018
Vera Therezinha Medeiros Borges.Palavras-chave: Dor; Trabalho de parto; Etimulação elétrica nervosa transcutânea.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina.

Especialização em Fisioterapia

2015 - 2016

Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP
Título: Principais fatores prognósticos de recuperação funcional em pacientes com paralisia facial periférica
Orientador: Gustavo José Luvizutto
Bolsista do(a): FUNDAP, FUNDAP, Brasil.

Graduação em Fisioterapia

2010 - 2014

Universidade do Sagrado Coração
Título: INCONTINÊNCIA URINÁRIA FEMININA: PREVALÊNCIA E NÍVEL DE INFORMAÇÃO
Orientador: Marta Helena Souza De Conti

Ensino Médio (2º grau)

2006 - 2008

Academia Horácio Berlinck

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Pilates para as patologias da coluna. (Carga horária: 8h). , Instituto Paula Rossi - cursos e formação em pilates, IPR, Brasil.

2016 - 2016

Pilates no solo, bola e acessórios: overball, foam roller e flex ring. (Carga horária: 25h). , Instituto Paula Rossi - cursos e formação em pilates, IPR, Brasil.

2016 - 2016

Pilates nos aparelhos. (Carga horária: 25h). , Instituto Paula Rossi - cursos e formação em pilates, IPR, Brasil.

2015 - 2015

Curso teórico - prático de reabilitação. (Carga horária: 26h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Metodologia Científica. (Carga horária: 32h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Políticas Públicas de Saúde. (Carga horária: 32h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Curso teórico - prático de reabilitação - módulo II. (Carga horária: 24h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Ventilação mecânica no paciente crítico. (Carga horária: 20h). , Centro de estudos HNSL, HNSL, Brasil.

2014 - 2014

Fisioterapia nas Disfunções Estéticas Faciais. (Carga horária: 9h). , Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.

2014 - 2014

Pilates Clínico. (Carga horária: 9h). , Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.

2007 - 2009

Inglês. (Carga horária: 250h). , Aristocrata Clube de Jaú, A, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXII Congresso Paulista de Obstetrícia e Ginecologia. 2017. (Congresso).

Simpósio: Estímulo a pesquisa competitiva na FMB: busca de apoio financeiro adicional às agências de fomento. 2016. (Simpósio).

XIII Jornada de Aprimoramento Profissional (PAP) da Faculdade de Medicina de Botucatu Pesquisa Multidisciplinar e suas Inovações.Preditores de recuperação funcional após paralisia facial periférica: estudo retrospectivo. 2015. (Simpósio).

FEIRA DAS PROFISSÕES 2014 - MONITOR DE STAND. FEIRA DAS PROFISSÕES 2014 - FISIOTERAPIA. 2014. (Feira).

JORNADA DE FISIOTERAPIA "COMEMORAÇÃO DOS 20 ANOS". 2014. (Simpósio).

Palestra "Avaliação de projetos de pesquisa submetidos ao CNPQ e FAPESP". 2014. (Seminário).

III Encontro de extensão. 2013. (Encontro).

Panorama da pós graduação strictu sensu em fisioterapia no Brasil. 2013. (Outra).

XX FORUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E I FORUM DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO DA UNIVERSIDADE SAGRADO CORAÇÃO.Prevalência e nível de informação sobre fatores de risco para incontinência urinária. 2013. (Outra).

DIA INTERNACIONAL DA MULHER: O PAPEL DA MULHER NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA. 2012. (Encontro).

JORNADA INTERDISCIPLINAR DOS CURSOS DA SAÚDE: ESTÉTICA E COSMÉTICA, FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL. 2012. (Encontro).

Encontro Científico de Fisioterapia Aquática. 2011. (Encontro).

II FAADS Fórum das ações antropicas e o desafio da sustentabilidade. 2010. (Outra).

Palestra: Fênix - a Arte de Renascer. 2010. (Outra).

V Jornada de Fisioterapia. 2010. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marta Helena de Souza De Conti

DE CONTI. MHS; BORGES, V. T. M.; MARCOLIN, A. C.. Estudo randomizado do uso da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) no alívio da dor no trabalho de parto.. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Faculdade de Medicina campus Botucatu.

Alberto de Vitta

Vitta ADe CONTI, M. H. S.. Incontinência urinária feminina: prevalência e nível de informação. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Universidade do Sagrado Coração.

VERA THEREZINHA MEDEIROS BORGES

BORGES, V. T. M.; CALDERON, I. M. P.; ABBADE, J. F.. Estudo randomizado do uso da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) no alívio da dor no trabalho de parto. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Joelcio Francisco Abbade

Borges, VTM; Calderon, IMP;Abbade, Joelcio F.. Estudo randomizado do uso da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) no alívio da dor no trabalho de parto. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Gustavo José Luvizutto

: Prognóstico de pacientes com Paralisia Facial periférica submetidos à reabilitação; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia Geral) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à pesquisa; Orientador: Gustavo José Luvizutto;

Marta Helena de Souza De Conti

Incontinencia Urinária Feminina: prevalência e nivel de informação; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Fisioterapia) - Universidade do Sagrado Coração, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marta Helena de Souza De Conti;

Marta Helena de Souza De Conti

Prevalência e nível de informação sobre fatores de riscos para incontinência urinária; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Fisioterapia) - Centro Universitário Sagrado Coração, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marta Helena de Souza De Conti;

VERA THEREZINHA MEDEIROS BORGES

Uso da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) em nulíparas versus multíparas; Início: 2018; Tese (Doutorado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; (Orientador);

VERA THEREZINHA MEDEIROS BORGES

Estudo randomizado do uso da estimulação elétrica nesrvos transcutânea (TENS) no alivio da dor no trabalho de parto; 2018; Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastol) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Vera Therezinha Medeiros Borges;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CONTI, M. H. S. ; CAPPELI, A. J. ; VITTA, A. ; SIMEAO, S. F. A. P. ; GATTI, M. A. N. . PREVALÊNCIA E NIVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE FATORES DE RISCOS PARA INCONTINÊNCIA URINÁRIA. In: 2 CONGRESSO INTERNACIONAL/INSPIRAR DE FISIOTERAPIA PÉLVICA UROGINECOLOGIA FUNCIONAL, 2014, Curitiba. 2 CONGRESSO INTERNACIONAL/INSPIRAR DE FISIOTERAPIA PÉLVICA UROGINECOLOGIA FUNCIONAL. Curitiba: REVISTA ELETRONICA INSPIRAR, 2014. v. 6. p. 72-72.

  • CAPPELI, A. J. ; CONTI, M. H. S. . PREVALÊNCIA E NIVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE FATORES DE RISCOS PARA INCONTINÊNCIA URINÁRIA. In: XX FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E I FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO, 2013, Bauru. XX FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E I FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO - USC - 11 A 19/11/2013. Bauru: Universidade Sagrado Coração, 2013. v. 2. p. 24-25.

  • CAPPELI, A. J. ; CONTI, M. H. S. ; SIMEAO, S. F. A. P. ; VITTA, A. ; CONTI, L. S. . INCONTINÊNCIA URINÁRIA: PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCOS PARA A DISFUNÇÃO - REVISÃO DE LITE RATURA. In: XIX FÓRUM D E INICIAÇÃO CIENTÍFICA ? USC, 2012, Bauru. XIX FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ? USC ? 5 a 9 / 11/2012. Bauru: Universidade do sagrado Coração, 2012. v. 1. p. 64-64.

  • CAPPELI, A. J. ; SILVA, E. S. ; GAMEIRO, M. O. O. ; BAZAN, R. ; LUVIZUTTO, G. J. . PREDITORES DE RECUPERAÇÃO FUNCIONAL APÓS PARALISIA FACIAL. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CONTI, M. H. S. ; CAPPELI, A. J. . PREVALÊNCIA E NIVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE FATORES DE RISCOS PARA INCONTINÊNCIA URINÁRIA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAPPELI, A. J. ; VITTA, A. ; GATTI, M. A. N. ; SIMEAO, S. F. A. P. ; CONTI, M. H. S. . ASPECTOS SOCIODEMOGRÁFICOS E NÍVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE FATORES DE RISCO PARA INCONTINÊNCIA URINÁRIA EM MULHERES INCONTINENTES NO MUNICÍPIO DE BAURU/SP. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • CAPPELI, A. J. ; VITTA, A. ; CONTI, M. H. S. . PREVALÊNCIA E NIVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE FATORES DE RISCOS PARA INCONTINÊNCIA URINÁRIA. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ROSA, J. S. ; VITTA, A. ; CAPPELI, A. J. ; TRIZE, D. M. ; VITTA, F. C. F. ; DELGADO, J. A. ; FERREIRA, L. G. P. ; CONTI, M. H. S. ; QUINTINO, N. M. ; MACIEL, N. M. . Educação postural em escolares do ensino fudamental: investigando o papel do professor, jogos educativos e pais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CAPPELI, A. J. ; VITTA, A. ; CONTI, L. S. ; CONTI, M. H. S. ; SIMEAO, S. F. A. P. . INCONTINÊNCIA URINÁRIA: PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCOS PARA A DISFUNÇÃO - REVISÃO DE LITERATURA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2012 - 2013

    PREVALÊNCIA E NIVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE FATORES DE RISCOS PARA A INCONTINÊNCIA URINÁRIA, Descrição: O objetivo é investigar a prevalência e o nível de informação sobre fatores de riscos para incontinência urinária em mulheres no município de Bauru. A Organização Mundial da Saúde (OMS) relata que a incontinência urinária afeta mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo mais frequente no sexo feminino. Esta disfunção é considerada um problema de saúde pública. O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência e nível de informação sobre fatores de riscos para incontinência urinária em mulheres no município de Bauru. Tratou-se de um estudo transversal, com base populacional, caracterizado por ser um subprojeto da pesquisa ?Sintomas Músculo-esqueléticos, autonomia e qualidade de vida na população de Bauru, São Paulo? (Edital Universal- CNPq), e utilizou-se da metodologia e consequentemente alguns dados do projeto maior supracitado. Para o presente estudo foram utilizadas 300 mulheres nas três faixas etárias, que responderam a um questionário sobre o nível de informação relacionado aos fatores de riscos para incontinência urinária e a prevalência analisada do item saúde referida. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva, assim como frequências absoluta e relativa. As associações entre a prevalência da incontinência urinária, as variáveis demográficas, socioeconômicas e os fatores de riscos foram realizadas pelo teste do qui-quadrado (nível de 5% de significância) e os resultados representados por meio de tabelas e gráficos. Os resultados mostraram que 8,7% das participantes relataram IU. A média de idade destas mulheres foi de 60,3 anos (23,1%, de 20 a 35 anos; 23,1% de 36 a 59 anos; e 53,8% de 60 anos ou mais), IMC de 28,5 kg/m2, caracterizado como sobrepeso, brancas (76,9%), casadas (57,7%) com baixo nível de escolaridade (34,6%) e com renda familiar de 1 a 5 salários mínimos (57,7%). Em relação ao nível de informação 53,49% relataram não ter informações sobre os fatores da I.U. (doenças, hábitos de vida, antecedentes ginecológicos, obstétricos e medicação).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Angela Juliana Cappeli - Integrante / Marta Helena Souza De Conti - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Determinantes de qualidade de vida, promoção e assistência à saúde da mulher, nos diversos ciclos da vida., Descrição: Atualmente, as políticas nacionais de saúde da mulher são direcionadas ao atendimento integral com propostas que priorizam a promoção da saúde, além da prevenção e assistência, por meio da Política Nacional de Assistência Integral à Saúde da Mulher (PNAISM). Estas ações inferem na redução dos agravos por causas preveníeis e evitáveis, sendo um dos enfoques, a atenção obstétrica, o planejamento familiar e a atenção ao abortamento inseguro. Vale ressaltar nas políticas públicas, a efetivação de vários programas direcionados a saúde da mulher como câncer de colo do útero e de mama, atenção o climatério e menopausa e aleitamento materno. Portanto, considerando-se a contextualização de saúde funcional que envolve a própria condição de vida saudável, explorada ao máximo pelas competências (motoras, intelectuais, expressivas, relacionais) das pessoas, segundo suas características físicas ou psicológicas, a saúde da mulher tende a ser vista como uma ação interdisciplinar, que permeia ações de investigação de fatores de risco, avaliações e intervenções em todos os níveis de atenção á saúde e nos vários ciclos da vida. Os objetivos deste projeto serão: 1. Avaliar o nível de informação, fatores de riscos, prevalência de sintomas em situações obstétricas, disfunções ginecológicas, mastológicas e uroginecológicas em mulheres e sua associação com variáveis sociodemográficas, estilo de vida, capacidade funcional, saúde referida e sintomas musculoesqueléticos; 2. Verificar o nível de qualidade de vida relacionada à saúde em mulheres e, sua associação com variáveis demográficas, estilo de vida, capacidade funcional, saúde referida e os sintomas clínicos e músculo-esqueléticos; 3. Promover intervenções e verificar a efetividade das práticas fisioterapeuticas sobre os determinantes de qualidade de vida e sintomas musculoesqueléticos em mulheres.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) . , Integrantes: Angela Juliana Cappeli - Integrante / Marta Helena Souza De Conti - Coordenador / Ticiana Aparecida Alves de Mira - Integrante / Maria Amélia X. Correia Lima - Integrante / Sandra Fiorelli de Almeida Penteado Simeão - Integrante / Alberto De Vitta - Integrante / Leticia Carnaz - Integrante / Raphael Martins de Abreu - Integrante / Thaís dos Santos - Integrante / Angelica Lima - Integrante / Lucilene Ferreira - Integrante / Márcia Aparecida Nuevo Gatti - Integrante / Tânia Terezinha Scudeller Prevedel - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Fatores determinantes de morbidades e sua associação com a qualidade de vida de mulheres., Descrição: No Brasil, ao longo da década de 80, o Ministério da Saúde e as Secretarias de Saúde estaduais e municipais, com o apoio de entidades internacionais e filantrópicas, implementaram programas voltados aos problemas mais prevalentes e de alta morbidade e mortalidade, com ênfase em ações de tecnologia de baixo custo e fácil acesso, tais como os Programas de Assistência Integral à Saúde da Mulher [PAISM]. Nos últimos anos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) vêm desenvolvendo e propondo iniciativas voltadas para a redução da mortalidade e para a melhora da saúde da mulher. Portanto, este projeto tem como objetivo investigar fatores que possam desencadear morbidades em mulheres nos diversos ciclos de vida podem reorientar políticas de saúde e promover atenção adequada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Angela Juliana Cappeli - Integrante / Marta Helena Souza De Conti - Coordenador / Ticiana Aparecida Alves de Mira - Integrante / Sandra Fiorelli de Almeida Penteado Simeão - Integrante / Alberto De Vitta - Integrante / Raphael Martins de Abreu - Integrante / Thaís dos Santos - Integrante / Angelica Lima - Integrante / Márcia Aparecida Nuevo Gatti - Integrante / Tânia Terezinha Scudeller Prevedel - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

3° lugar de melhor trabalho científico na área de obstetrícia, XXII Congresso Paulista de Obstetrícia e Ginecologia - SOGESP.

2013

Prêmio: 3° lugar - melhor trabalho apresentado no XX Fórum de Iniciação Científica e I Fórum de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Universidade do Sagrado Coração, Universidade do Sagrado Coração.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2014 - 2014

Universidade do Sagrado Coração

Vínculo: Aluna da graduação, Enquadramento Funcional: Estágio obrigatório, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 10/2014 - 12/2014

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, .,Estágio realizado, Estágio supervisionado Fisioterapia nas Condições de Saúde Comunitária, realizado na Estratégia da Sáude da Família (Secretaria Municipal de Saúde de Bauru) no bairro Santa Edwiges, englobando atendimento no posto de saúde e na casa de apoio ao aidético..

  • 09/2014 - 10/2014

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, .,Estágio realizado, Estágio supervisionado de Fisioterapia em Reabilitação Cardiorrespiratória, realizado no setor de Cardiologia e Respiratória da clínica de fisioterapia da USC..

  • 08/2014 - 09/2014

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, .,Estágio realizado, Estágio supervisionado de Fisioterapia em Reabilitação Músculo Esquelética, realizado no setor de ortopedia e hidrocinesioterapia da clínica de fisioterapia da USC e no Centro de Reabilitação Profissional (CRP) - INSS Bauru..

  • 05/2014 - 06/2014

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, .,Estágio realizado, Estágio supervisionado de Fisioterapia Hospitalar, realizado no Hospital Estadual de Bauru (Enfermaria e UTI) e no Instituto Lauro de Souza Lima..

  • 03/2014 - 05/2014

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, .,Estágio realizado, Estágio supervisionado em Fisioterapia na Atenção Básica a Saúde, realizado na clínica de fisioterapia da USC (saúde da mulher); no asilo Vila Vicentina (saúde do idoso); e na concessionária de veículos Felivel (saúde do trabalhador)..

  • 01/2014 - 03/2014

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, .,Estágio realizado, Estágio supervisionado de Fisioterapia em Reabilitação Neuromuscular, realizado no setor de neurologia adulto e infantil da clínica de fisioterapia da USC..

2012 - 2013

Universidade Sagrado Coração

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPq - Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.