Mateus Camana

Sou Biólogo formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente curso graduação em licenciatura em ciências biológicas e mestrado no Programa de Pós Graduação em Ecologia, também na UFRGS. Atuo junto ao Laboratório de Ecologia de Paisagem (LECOPAI) onde fui bolsista de iniciação científica entre os anos de 2013 e 2016 e desenvolvi o meu trabalho de conclusão de curso. Tenho experiência em ecologia de peixes de riacho e a sua relação com fatores físicos e químicos, influência de cruzamentos de estrada nas populações e padrões de distribuição e dispersão de espécies, sendo todos esses conhecimentos analisados e compreendidos em diferentes escalas de paisagem. Além disso, também tenho experiência na área do geoprocessamento e sensoriamento remoto com o uso de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e desde do ano de 2015, ministro cursos de especialização e extensão acadêmica e aulas particulares referentes ao assunto.

Informações coletadas do Lattes em 05/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Ecologia

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Trajetórias de mudança no uso da terra e conservação dos campos no sul do Brasil e seu efeito sobre comunidades de peixes,Orientador:
Fernando Gertum Becker.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências Biológicas

Graduação em andamento em Ciências Biológicas

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduação em Ciências Biológicas

2012 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Movimento de peixes de riacho é afetado por cruzamentos de estrada ? Um estudo de marcação e recaptura com Rineloricaria aequalicuspis (Loricariidae)
Orientador: Fernando Gertum Becker

Ensino Médio (2º grau)

2008 - 2010

Colégio Madre Imilda

Ensino Fundamental (1º grau)

1997 - 2007

Escola Estadual de Ensino Fundamental Aquilino Zatti

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Cultivo de orquídeas. (Carga horária: 4h). , Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, FZB/RS, Brasil.

2018 - 2018

Produção de Mapas e Geoprocessamento. (Carga horária: 5h). , CLICKGEO, CG, Brasil.

2017 - 2017

Oficina de Infraestrutura para Turismo de Observação de Aves. (Carga horária: 8h). , Prefeitura Municipal de Tavares, PNT, Brasil.

2016 - 2016

II Curso de Verão em Biologia Evolutiva. (Carga horária: 26h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2016 - 2016

Os Jogos Dentro da Caixa: Possibilidades Criativas de Materiais Recicláveis. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2015 - 2015

I Curso de Verão em Biologia Evolutiva. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2014 - 2014

Manejo de Crocodilianos. (Carga horária: 4h). , Instituto Curicaca, CURICACA, Brasil.

2014 - 2014

Comunicação em Anfíbios Anuros. (Carga horária: 6h). , Sociedade Brasileira de Zoologia, SBZ, Brasil.

2013 - 2013

A Trajetória da Conservação Ambiental no Rio Grande do Sul. (Carga horária: 12h). , Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, FAURGS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Paisagem.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ciências Ambientais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

CAMANA, M. ; PALUDO, P. ; FERREIRA, H. J. ; VON EYE C. C. ; PETZHOLD, E. ; SCHIMTZ, A. P. ; BALDISSERA, G. . Semana Acadêmica Biologia UFRGS. Biologia e Cidades. 2017. (Outro).

CAMANA, M. ; CASTRO, A. ; CORREIA, B. ; ROSSETO, E. S. ; FERREIRA, H. J. ; UBER, L. R. ; MACHADO, L. ; AURICH, M. A. C. ; LIRIO, M. ; MATZENBACHER, M. ; SIDI, M. J. ; MARCHIORETTO, R. M. ; PAULSEN, R. K. ; BOMBASSARO, V. M. . Semana Acadêmica Biologia UFRGS. Que Biólogxs Queremos Formar. 2015. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Semana Acadêmica Biologia UFRGS. Conservação: desafios e perspectivas. 2018. (Simpósio).

VII Encontro de Estudos do PEI.Proposta de uma revisão para o Plano de Manejo do Parque Estadual de Itapuã. 2018. (Encontro).

VI Seminário sobre Estudos Limnológicos em Clima Subtropical.Cruzamentos de estrada podem afetar a movimentação de peixes de riacho? Um estudo de caso utilizando fotoidentificação. 2018. (Seminário).

XIV Salão de Ensino.Aproximando a formação da prática profissional: elaboração de um plano de manejo em uma disciplina do curso de Ciências Biológicas da UFRGS. 2018. (Encontro).

Trote Consciente: Gestão Ambiental na Mata Atlântica.História geológica de Itapeva e região. 2017. (Encontro).

I Congresso Iberoamericano de Biodiversidade e Estrutura Viária. Is movement of stream fish disturbed by road crossings? A case study using of photo-identification. 2016. (Congresso).

I Seminário Técnico da Rota dos Butiazais. 2016. (Encontro).

Jornadas de Pesquisa em Comunicação e Informação. 2016. (Encontro).

V Simpósio Acadêmico de Biologia Marinha.Cruzamentos de estrada-riacho afetam o deslocamento de peixes? Um estudo de caso com Rineloricaria aequalicuspis (Loricariidae, Siluriformes). 2016. (Simpósio).

XXVIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS.Cruzamentos estrada-riacho afetam o deslocamento de peixes? Um estudo de caso com Rineloricaria aequalicuspis (Loricariidae, Siluriformes). 2016. (Encontro).

Ciclo de Palestras Transgênicos: uma abordagem crítica. 2015. (Outra).

Encontro REgional dos Estudantes de Biologia do Sul. 2015. (Encontro).

I Simpósio de Bioacústica. 2015. (Simpósio).

XV Congresso Brasileiro de Limnologia. Relação entre riqueza de espécies de peixes, vegetação ripária, e estrutura do habitat local em riachos dos campos sulinos. 2015. (Congresso).

XXVII Salão De Iniciação Científica.Relação entre riqueza de espécies de peixes e estrutura do habitat local em riachos dos campos sulinos. 2015. (Encontro).

II Simpósio Gaúcho de Herpetologia. 2014. (Simpósio).

IV Semana Acadêmica das Ciências Biológicas. 2014. (Encontro).

X Salão de Ensino.MUDABIO. 2014. (Encontro).

XXVI Salão de Iniciação Científica.. Relação de Peixes Bentônicos em Riachos e a Declividade: Influência do Método de Mensuração. 2014. (Feira).

XXX Congresso Brasileiro de Zoologia. Declividade de riachos: faz diferença medir diferentes escalas para detectar respostas biológicas?. 2014. (Congresso).

Jornada Acadêmica da Biologia UFRGS. 2013. (Encontro).

VI Ciclo de Palestras - Mamíferos do Rio Grande do Sul. 2013. (Encontro).

XXV Salão de Iniciação Científica. Declividade de riachos: faz diferença medir diferentes escalas para acessar respostas biológicas?. 2013. (Feira).

Encontro REgional dos Estudantes de Biologia do Sul. 2012. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Andreas Kindel

BECKER, Fernando Gertum; MAKRAKIS, S.;KINDEL, A.. MOVIMENTO DE PEIXES DE RIACHO É AFETADO POR PONTES? UM ESTUDO PELO MÉTODO DE MARCAÇÃO E RECAPTURA DE Rineloricaria aequalicuspis (LORICARIIDAE). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

FERNANDO GERTUM BECKER

Trajetórias de mudança no uso da terra e conservação dos campos no sul do Brasil; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

FERNANDO GERTUM BECKER

MOVIMENTO DE PEIXES DE RIACHO É AFETADO POR CRUZAMENTOS DE ESTRADA? UM ESTUDO DE MARCAÇÃO E RECAPTURA COM Rineloricaria aequalicuspis (LORICARIIDAE); 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Fernando Gertum Becker;

FERNANDO GERTUM BECKER

Estradas causam fragmentação de hábitats em riachos? Um teste com base na marcação e recaptura de peixes; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fernando Gertum Becker;

FERNANDO GERTUM BECKER

Movimento de peixes de riacho é afetado por pontes? Um estudo pelo método de marcação e recaptura de Rineloricaria aequalicuspis (Loricariidae); 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fernando Gertum Becker;

FERNANDO GERTUM BECKER

RELAÇÃO ENTRE RIQUEZA DE ESPÉCIES DE PEIXES E VEGETAÇÃO RIPARIA EM RIACHOS DOS CAMPOS SULINOS; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fernando Gertum Becker;

FERNANDO GERTUM BECKER

relação entre declividade de riachos e riqueza de espécies em diferentes escalas espaciais; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Fernando Gertum Becker;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FERRER, J. ; CAMANA, M. ; JACOBI C. ; SOUZA, L. B. ; Furlan, E. O. ; DUZ, J. V. V. ; GASTAL, E. R. S. ; NUNES, R. R. ; CARVALHO, T. P. . Inventário ictiológico da bacia rio Forqueta com ênfase na região do Perau de Janeiro, Arvorezinha - RS. BOLETIM - SOCIEDADE DE ICTIOLOGIA DE LONDRINA , v. 216, p. 4-12, 2018.

  • CAMANA, Mateus ; DALA-CORTE, RENATO BOLSON ; BECKER, FERNANDO GERTUM . Relation between species richness and stream slope in riffle fish assemblages is dependent on spatial scale. Environmental Biology of Fishes , v. 100, p. 1, 2016.

  • PETZHOLD, E. S. ; CAMANA, M. ; PALUDO, P. ; GUADAGNIN, D. L. . Aproximando a formação da prática profissional: elaboração de um plano de manejo em uma disciplina do curso de Ciências Biológicas da UFRGS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • AURICH, M. A. C. ; CAMANA, M. ; BECKER, F. G. . Pressão ambiental na área de distribuição de peixes de água doce no Rio Grande Do Sul. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • CAMANA, M. ; PALUDO, P. . Proposta de uma revisão para o Plano de Manejo do Parque Estadual de Itapuã. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • CAMANA, M. ; de FRIES, L. C. C. ; BECKER, F. G. . Cruzamentos de estrada podem afetar a movimentação de peixes de riacho? Um estudo de caso utilizando fotoidentificação. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CAMANA, M. ; de FRIES, L. C. C. ; FLORES, A. M. ; BECKER, FERNANDO GERTUM . Cruzamentos estrada-riacho afetam o deslocamento de peixes? Um estudo de caso com Rineloricaria aequalicuspis (Loricariidae, Siluriformes). 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CAMANA, M. ; FLORES, A. M. ; de FRIES, L. C. C. ; BECKER, F. G. . Cruzamentos estrada-riacho afetam o deslocamento de peixes? Um estudo de caso com Rineloricaria aequalicuspis (Loricariidae, Siluriformes). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • CAMANA, M. ; de FRIES, L. C. C. ; FLORES, A. M. ; BECKER, F. G. . Is movement of stream fish disturbed by road crossings? A case study using of photo-identification.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMANA, M. ; GUIMARAES, T. F. R. ; DALA-CORTE, R. B. ; BECKER, F. G. . Relação entre riqueza de espécies de peixes, vegetação ripária, e estrutura do habitat local em riachos dos campos sulinos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMANA, M. ; GUIMARAES, T. F. R. ; DALA-CORTE, R. B. ; BECKER, F. G. . Relação entre riqueza de espécies de peixes e estrutura do habitat local em riachos dos campos sulinos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • CAMANA, M. ; GUIMARAES, T. F. R. ; DALA-CORTE, R. B. ; BECKER, F. G. . Declividade de riachos: faz diferença medir diferentes escalas para detectar respostas biológicas?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMANA, M. ; GUIMARAES, T. F. R. ; DALA-CORTE, R. B. ; BECKER, F. G. . Relação de peixes bentônicos em riachos e a declividade: influência do método de mensuração. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PERUZZO, G. A. ; GONÇALVEZ, K. G. ; SOARES, J. F. ; CAMANA, M. ; SIDI, M. J. ; MARCHIORETTO, R. M. ; LOPES, P. N. ; MORES, G. B. ; ADAMI, C. V. K. ; AURICH, M. A. C. ; FLORES, A. M. . MUDABIO. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • CAMANA, M. ; BECKER, FERNANDO GERTUM . Declividade de riachos: faz diferença medir diferentes escalas para acessar respostas biológicas?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

CAMANA, M. ; AURICH, M. A. C. ; SOUZA, L. B. . Introdução aos Sistemas de Informação Geográfica. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CAMANA, M. ; GUIMARAES, T. F. R. . Introdução ao SIG com enfoque em ambientes aquáticos. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

CAMANA, M. . História geológica de Itapeva e região. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

JACOBI C. ; AURICH, M. A. C. ; CAMANA, M. ; LOPES, P. N. ; POTT C. . Introdução ao geoprocessamento com o uso de software livre. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CAMANA, M. ; JACOBI C. ; LOPES, P. N. ; MOSCHEN w. ; FLORES, A. M. ; BECKER, F. G. ; MENESES, B. A. . Noções básicas de sistemas de informação geográfica (SIG). 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CAMANA, M. ; MENESES, B. A. ; BECKER, F. G. . SIG: princípios e elaboração de layouts. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Cenários de conversão da vegetação nativa e a sustentabilidade de agroecossistemas no bioma Pampa, Descrição: A crescente supressão da vegetação nativa dos campos do bioma Pampa para a expansão em grande escala da agricultura intensiva, em substituição à atividade pastoril histórica, pode comprometer processos ecossistêmicos essenciais e a manutenção da biodiversidade e dos serviços que dela dependem, com impactos na sustentabilidade do uso dos recursos naturais, nas mudanças climáticas e no bem-estar humano. Este projeto objetiva analisar e quantificar os efeitos da conversão dos campos em cultivos agrícolas e silvicultura sobre a biodiversidade, a eficiência produtiva, os recursos hídricos, as emissões de gases de efeito estufa e a eficiência energética comparativamente a agroecossistemas de produção pecuária desenvolvidos em campos nativos sob manejo pastoril. Os dados, portanto, permitirão uma análise integrada sobre os impactos da conversão agrícola sobre a segurança hídrica, energética e alimentar. Para uma amostra representativa dos diferentes tipos de agroecossistemas do bioma Pampa no Rio Grande do Sul, serão estimados a produtividade primária e a produtividade pecuária, agrícola e silvicultural, a infiltração de água e os estoques de carbono no solo, as emissões de metano e de óxido nitroso, e o gasto energético envolvido no manejo e nos insumos utilizados. Será também avaliada a biodiversidade e as características de comunidades de plantas, de artrópodes terrestres e de peixes, usando as comunidades desses tipos de organismos como indicadoras de processos e serviços ecossistêmicos e de qualidade ambiental. Essa abordagem permitirá quantificar a pegada ecológica dos diferentes tipos de uso da terra. Os dados de campo, complementados com sensoriamento remoto, serão integrados através de modelos espacialmente explícitos para estimar os efeitos e identificar limiares críticos de conversão agrícola e de restauração/regeneração natural de ecossistemas campestres considerando escalas de tempo (anos, décadas) e espaço (agroecossistema, bacia hidrográfica, região), e diferentes cenários de cumprimento das atuais restrições legais ambientais. Os resultados do projeto serão úteis para embasar políticas públicas que atendam a Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, i.e., que os agroecossistemas desenvolvidos no bioma Pampa assegurem a provisão de água e alimentos de maneira sustentável e com menor uso de energia, e ao mesmo tempo permitam a melhoria de renda para as comunidades rurais.... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Mateus Camana - Integrante / Fernando Gertum Becker - Integrante / Bruna Winck - Coordenador.

  • 2014 - 2019

    Impactos de estruturas viárias sobre biodiversidade aquática, Descrição: Estradas e malhas viárias são parte dominante da paisagem em grande parte da geografia terrestre, alterando padrões de escoamento da água em bacias hidrográficas e a hidrologia dos riachos, o aporte de solo erodido aos riachos. Além disso, cruzamentos da malha viária com riachos podem potencialmente gerar efeito de barreira à dispersão de organismos aquáticos, especialmente peixes, produzindo um efeito de fragmentação que aumenta o risco de extinções locais. O objetivo deste projeto é investigar os efeitos ambientais da malha viária sobre riachos e sua biodiversidade (particularmente peixes), tanto em escala local como regional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Mateus Camana - Integrante / Fernando Gertum Becker - Coordenador / Alice Mainieri Flores - Integrante / Lucas Castelo Castro de Fries - Integrante / Cristina Jacobi - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Peixes dos Campos Sulinos: estado do conhecimento, padrões de diversidade, relação com uso da terra e implicações para pesquisa, manejo e conservação, Descrição: Este projeto tem por objetivos principais (a) estabelecer uma base de dados e informações sistematizada e acessível sobre a ictiofauna dos Campos Sulinos; (b) investigar padrões de diversidade taxonômica, filogenética e funcional das comunidades de peixes e suas relações com alterações de uso da terra e características de paisagem; (c) a partir dos dois primeiros objetivos, produzir estudos de síntese sobre o conhecimento atual, estado e estratégias de conservação e pesquisa sobre a ictiofauna dos Campos Sulinos associadas a práticas produtivas sustentáveis; (d) integração dos resultados à Rede de Pesquisa em Biodiversidade dos Campos Sulinos (RPBCS), permitindo análises de padrões e produção de síntese em perspectiva integrada sobre a biodiversidade dos Campos Sulinos, além de monitoramento de longo prazo. Para atingir esses objetivos será realizado um inventário dos peixes de 13 Unidades Amostrais de Paisagem (UAP) selecionadas segundo protocolo de amostragem definido na Rede de Pesquisa em Biodiversidade dos Campos Sulinos (conforme PPBio), do qual o presente Projeto Associado faz parte. As UAPs estarão distribuídas ao longo de extensa região dos Campos Sulinos contemplando variações naturais existentes. Em cada UAP serão realizadas amostragens de peixes em Unidades Amostrais Locais (UAL) de forma a obter dados comparáveis entre as UAPs e também em séries temporais. Será aplicada metodologia de pesca elétrica seguindo protocolo internacional. Nas UALs, serão ainda obtidas amostras de água para avaliar parâmetros que auxiliam na interpretação das interações entre uso do solo e alterações do ambiente aquático (nutrientes, sólidos suspensos e dissolvidos, turbidez e sedimento fino) e será realizada uma caracterização de hábitat (largura, profundidade, composição de substrato e composição da mata ripária). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Mateus Camana - Integrante / Fernando Gertum Becker - Integrante / Taís de Fátima Ramos Guimarães - Integrante / Clarice Bernhardt Fialho - Integrante / Luiz Roberto Malabarba - Coordenador / Juliano Ferrer - Integrante / Renato Bolson Dala Corte - Integrante / Adriano Sanches Melo - Integrante / Karine Orlandi Bonato - Integrante / Vinícius de Araújo Bertaco - Integrante / Marco Aurélio Azevedo - Integrante / Juliana Mariani Wingert - Integrante / Caroline Hartmann - Integrante / Matheus Gibeke Siqueira Dalmolin - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - Atual

    Abordagem da ecologia de paisagem no estudo de padrões espaciais em lagoas e ictiofauna da Planície Costeira do RS, Descrição: O projeto visa investigar padrões de comunidades de peixes e distribuição de espécies e sua relação com a conectividade e estrutura de paisagem na bacia do rio Tramandaí, RS. Em particular, busca avaliar a importância da limitação de dispersão e de filtros ambientais em escala de paisagem, uma vez que geralmente apenas filtros em escala local (limnologia, estrutura de habitat) são investigados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Mateus Camana - Integrante / Fernando Gertum Becker - Integrante / Sandra M Hartz - Coordenador / Taís de Fátima Ramos Guimarães - Integrante / Elise A. Rocha - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Destaque na modalidade apresentação oral no V Simpósio Acadêmico de Biologia Marinha, UFRGS/UERGS.

2014

Destaque na Sessão Ecologia de Ecossistemas Aquáticos e Indicação ao Prêmio Jovem Cientista do XXVI Salão de Iniciação Científica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2014

Destaque na modalidade Relato - Pesquisa em Ensino do X Salão de Ensino, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - Atual

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista de Mestrado CAPES

  • 2017 - 2017

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor Voluntário, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Monitor da disciplina Limnologia, no curso de graduação em Ciências Biológicas com ênfase Marinha e Costeira.

  • 2017 - 2017

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Monitor da disciplina Zoologia de Chordata I, no curso de graduação em Ciências Biológicas.

  • 2017 - 2017

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor Voluntário, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Monitor voluntário da disciplina Ictiologia, no curso de graduação em Ciências Biológicas.

  • 2015 - 2017

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor Voluntário, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Monitor da disciplina Geoprocessamento, no Curso de Especialização em Inventariamento e Monitoramento de Fauna do PPG Biologia Animal.

  • 2016 - 2016

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Monitor da disciplina Biogeografia, nos cursos de graduação em Ciências Biológicas e Geografia.

  • 2015 - 2016

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 32

    Outras informações:
    Monitor durante as tertúlias do XVI e do XVII Salões de Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

  • 2013 - 2016

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista de iniciação científica no Laboratório de Ecologia de Paisagem, sob a orientação de Fernando Gertum Becker.

  • 2017 - 2017

    AÇÃO NASCENTE MAQUINÉ

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40

  • 2015 - 2015

    Centro de Tortugas Marinas Karumbé

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40