Gabrielle dos Santos Barbosa

Possui ensino-medio-segundo-grau pela Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição(2017). Atualmente é da Universidade Estadual de Alagoas.

Informações coletadas do Lattes em 16/03/2021

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento

2019 - Atual

Universidade Estadual de Alagoas

Ensino Médio (2º grau)

2015 - 2017

Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I ELUNEAL.Mini Curso "Ensino de Gramática e Livro Didático". 2019. (Outra).

I ELUNEAL. 2019. (Outra).

I Semana da Diversidade Sexual e de Gênero. 2019. (Outra).

"Reforma da Previdência". 2018. (Outra).

II Encontro Alagoano dos Estudantes de Geográfia. 2018. (Encontro).

IV Seminário Institucional do PIBID\UNEAL. 2018. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BARBOSA, G. S. . HEROÍNAS NO PASSADO E NO PRESENTE: A LUTA FEMININA POR IGUALDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO. 2020. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    TEXTO, ORALIDADE, GÊNEROS TEXTUAIS/DISCURSIVOS: POSIÇÕES EMERGENTES E PERSPECTIVAS ATUANTES., Descrição: Este projeto tem por objetivo dar continuidade às discussões acerca do ensino da oralidade e do texto, em escolas públicas do agreste alagoano, em Arapiraca-Alagoas, por ocasião das aulas de Língua Portuguesa, por meio da perspectiva dos gêneros textuais/discursivos orais e escritos, os quais possibilitam que as categorias da oralidade e do ensino sejam estudadas, não somente quanto aos aspectos da linguagem verbal (modalidades de língua falada e escrita), mas também da não verbal expressa pelas pausas, pela proxêmica, pela paralinguagem e pelos cinestésicos. Inserem-se no trabalho as contribuições de Dolz; Schneuwly (2004), Brasil (1998; 2017), Carvalho; Ferrarezi Jr. (2018), Fávero; Andrade; Aquino (1999), Marcuschi (2008; 2003), Koch e Elias (2016), entre outros. Para a consecução do trabalho, têm-se as concepções de língua numa linha sociocognitivista, com os parceiros da comunicação que agem de maneira construtiva; a oralidade como um bem da humanidade que antecede às construções escritas em sua origem; gêneros textuais/discursivos orais e escritos como práticas sociais com as quais os homens se instauram nas relações sociais, com poder de efetivação, planejamento e poder discursivo; além de outras categorias. Os resultados poderão apontar para uma melhor prática da oralidade nas atividades e discussões de sala de aula, estendendo-se a quaisquer ambientes sociais. A relevância do trabalho se dá por, especificamente, valorizar a oralidade, por meio de suas práticas (gêneros textuais/discursivos) em sala de aula, em universidade pública, de forma a permitir que seus discentes adquiram maior desempenho nas ações que envolvam a competências comunicativa para sua integração na sociedade. 

Palavras-chave: Oralidade e ensino; Gêneros discursivos; Práticas da oralidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Gabrielle dos Santos Barbosa - Integrante / José Vândesson dos Santos - Integrante / Maria Francisca Oliveira Santos - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Alagoas. , Rua Governador Luiz Cavalcante, Alto do Cruzeiro, 57312270 - Arapiraca, AL - Brasil, Telefone: (82) 35213019

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2020 - Atual

Universidade Estadual de Alagoas

Vínculo: , Enquadramento Funcional: