LÍLIA CALHEIROS DE OLIVEIRA BARRETTO

Lília Calheiros de Oliveira Barretto recentemente ingressou na Universidade Federal de Sergipe como Professora Ajunta (DE) no Núcleo de Agroindústria de Campus Sertão. Concluiu o curso de Doutorado em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015). Graduada em Engenharia de Alimentos (UFS/2007), finalizou seu Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos em 2011. Sua tese focou no aproveitamento do bagaço de caju para desenvolvimento de um produto de alto valor agregado. Os projetos de pesquisa que atuou como aluna/colaboradora se concentram, principalmente, nos seguintes temas: compostos bioativos, aromas, frutas tropicais, resíduos (co-produtos) agroindustriais, microencapsulamento e cromatografia. Lecionou em cursos técnicos e de graduação. Vem desenvolvimento suas experiências de pesquisa como autora de capítulos de livros e artigos científicos. Também tem experiência na indústria de alimentos com foco em atividades de coordenação de produção de sucos concentrados, derivados cítricos e corantes naturais, bem como na área de garantia da qualidade com ênfase para os programas de Boas Práticas de Fabricação e Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, além de certificações internacionais como Kosher e Sure Global Fair.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos

2013 - 2015

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: Microencapsulamento de compostos fenólicos extraídos de resíduo do processamento de caju (Anacardium occidentale L.)
Profa. Dra. Suely Pereira Freitas. Coorientador: Jane de Jesus Moreira e Virgínia Martins da Matta. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: compostos bioativos; resíduos agroindustriais; caju; spray dryer; hidrólise enzimática; extração hidroalcoólica. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos / Especialidade: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal. Setores de atividade: Fabricação de Produtos Alimentícios.

Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos

2009 - 2011

Universidade Federal de Sergipe
Título: CARACTERIZAÇÃO E EXTRAÇÃO DE COMPOSTOS VOLÁTEIS DE RESÍDUOS DE PROCESSO DAS FRUTAS ABACAXI (Ananas comosus, L.Merril) E MARACUJÁ (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Degener),Ano de Obtenção: 2011
Prof. Dr. Narendra Narain.Coorientador: Prof. Dr. João Antônio Belmino dos Santos. Palavras-chave: resíduos agroindustriais; aroma; destilação; cromatografia gasosa; espectrometria de massa.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos / Especialidade: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares. Setores de atividade: Fabricação de Produtos Alimentícios.

Graduação em Engenharia de Alimentos

2003 - 2007

Universidade Federal de Sergipe
Título: ACOMPANHAMENTO DO PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE SUCO CONCENTRADO DE LARANJA NA MARATÁ SUCOS DO NORDESTE LTDA. E DESENVOLVIMENTO DE PESQUISA NA ÁERA DE AROMAS DE FRUTAS TROPICAIS NA UNIVERSIDADE DA FLÓRIDA
Orientador: Prof. Dr. Narendra Narain
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES. (Carga horária: 2h). , Instituto Federal da Bahia, IFBA, Brasil.

2018 - 2018

Gestão Estratégica de Pessoas. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.

2016 - 2016

Programa de Recepção de Docentes. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.

2016 - 2016

Design Thinking Applied. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.

2014 - 2014

Technological Information. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Workshop de redação de patentes. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.

2013 - 2013

Prospecção Tecnológica Básica e Patentes. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.

2013 - 2013

Operação e manutenção básica de TOC-LCPH Shimadzu. (Carga horária: 16h). , SINC DO BRASIL, SB_FORN, Brasil.

2013 - 2013

Agitação e mistura com suspensão de sólidos. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2011 - 2011

Análise Sensorial. (Carga horária: 16h). , Duas Rodas, DUAS RODAS, Brasil.

2011 - 2011

PDCA. (Carga horária: 8h). , Prodap Soluções em TI, Prodapti, Brasil.

2010 - 2010

Orientação em sistema APPCC. (Carga horária: 20h). , SENAI - Departamento Regional de Sergipe, SENAI/DR/SE/, Brasil.

2008 - 2008

Sistema de APPCC e Requisitos da Norma ISO 22000. (Carga horária: 40h). , SENAI - Departamento Regional de Sergipe, SENAI/DR/SE/, Brasil.

2007 - 2007

HACCP for Juice Processors. (Carga horária: 20h). , University of Florida, UF, Estados Unidos.

2006 - 2006

Avanços em Análise Sensorial. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.

1997 - 2004

Língua Inglesa. (Carga horária: 520h). , Cultura Inglesa, CI, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Engenharia de Alimentos.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos/Especialidade: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos/Especialidade: Aproveitamento de Subprodutos.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos/Especialidade: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BARRETTO, L.C.O. . FÓRUM DE DISCUSSÕES EM METODOLOGIAS ATIVAS DO CAMPUS DO SERTÃO. 2019. (Outro).

BARRETTO, L. C. O. ; LIMA, A. K. V. O. . I SIMPÓSIO DE HABILIDADES E ATITUDES EM AGROINDÚSTRIA. 2018. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

5 WORKSHOP DO DIA DO LEITE.IMPORTÂNCIA DAS PATENTES e DOS BANCOS DE DADOS PARA A CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO LEITE. 2019. (Outra).

3° CONGRESSO BRASILEIRO EM SAÚDE E ALIMENTOS. METABOLISMO DE COMPOSTOS BIOATIVOS E EFEITOS À SAÚDE HUMANA. 2016. (Congresso).

V CONGRESO INTERNACIONAL CIENCIA Y TECNOLOGIA DE LOS ALIMENTOS. valuation of phenolic compounds during storage of cashew apple bagasse (Anacardium occidentale L.). 2014. (Congresso).

V Congreso Internacional de Ciencia y Tecnología de Alimentos. Effect of pectinase treatment in isabel s grape skins (Vitis labrusca) on the availability of phenolic compounds. 2014. (Congresso).

V Congreso Internacional de Ciencia y Tecnología de Alimentos. Enhancement of phenolic compounds from cashew apple bagasse assisted by enzymatic hydrolysis. 2014. (Congresso).

III Congresso Brasileiro de Prospecção Tecnológica. PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA SOBRE MORINGA OLEÍFERA APLICADA À CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS. 2013. (Congresso).

III Congresso Brasileiro de Prospecção Tecnológica. PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA SOBRE Jatropha curcas L.. 2013. (Congresso).

WORKSHOP DE REDAÇÃO DE PATENTES. 2013. (Outra).

XXXVI Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados. EFEITO DA DESIDRATAÇÃO OSMÓTICA COMO TRATAMENTO PRELIMINAR NA SECAGEM E LIOFILIZAÇÃO DO ABACAXI. 2013. (Congresso).

III Conferência do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Frutos Tropicais.Limonin quantification in different parts of 'Pera Rio' oranges cultivated in the northeast of Brazil. 2012. (Simpósio).

XVI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA.Diagnóstico do queijo pré-cozido e do requeijão produzidos nos Estado de Sergipe e desenvolvimento de tecnologia para apresentação de produtos de alta qualidade. 2006. (Encontro).

XX Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Microbial evaluation of pre-cooked cheese produced in the State of Sergipe. 2006. (Congresso).

SImpósio Latino Americano de Ciência e Tecnologia de Alimentos.SImpósio Latino Americano de Ciência e Tecnologia de Alimentos. 2005. (Simpósio).

VI Congresso de Iniciação Científica. VI Congresso de Iniciação Científica. 2004. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Jamiles Francisca dos Santos

MOREIRA, J. J. S.; CARVALHO, I. M. M.;BARRETTO, L. C. O.. INVESTIGAÇÃO DO PERFIL BIOATIVO E BIOQUÍMICO DO FRUTO DO MANDACARU (Cereus jamacaru DC). 2020. Dissertação (Mestrado em Ciências da Nutrição) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: MARIA CECILIA CASTELO BRANCO SANTANA

OLIVEIRA JUNIOR, A. M.; ABUD, A. K. S.; SANTOS, J. A. B.;BARRETTO, L. C. O.; BASTOS, V. S.. MAPEAMENTO TECNOLÓGICO DA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS: PATENTEAMENTO, INOVAÇÃO E REDES GLOBAIS DE COOPERAÇÃO. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em CIÊNCIA DA PROPRIEDADE INTELECTUAL) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Julio Page de Castro

HENRIQUES, A. W. S.; MEDRONHO, R. A.;BARRETTO, L. C. O.. MICROENCAPSULAMENTO DO ÓLEO DE BORRA DE CAFÉ PARA APLICAÇÃO EM ALIMENTOS COMO FONTE DE COMPOSTOS COM PROPRIEDADES FUNCIONAIS E SENSORIAIS. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PROCESSOS QUÍMICOS E BIOQUÍMICOS) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Jamiles Francisca dos Santos

CARVALHO, I. M. M.;BARRETTO, L. C. O.; SCHER, R.. Investigação do perfil bioativo e bioquímico da polpa de Cereus jamacaru DC.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Nutrição) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Johanathan Vieira dos Santos

BARRETTO, L. C. O.. Acompanhamento de Pesquisa Agropecuária da Emdagro. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Centro Estadual de Educação Profissional Agonalto Pacheco da Silva.

Aluno: Caroline dos Santos Melo

CARVALHO, M. G.; CARVALHO, I. M. M.;BARRETTO, L. C. O.. SORVETE DE UMBU E MANGABA COM PROPRIEDADE FUNCIONAL: PROCESSAMENTO E CARACTERIZAÇÃO. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Bruno Rafael Couto

SOUZA, J. D. R. P.;BARRETTO, L. C. O.; MAZZUTTI, S.. PERFIL SENSORIAL E ACEITABILIDADE DE NÉCTARES DE LARANJA FABRICADOS E COMERCIALIZADOS NO ESTADO DE SERGIPE. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Eliziane Monteiro Santos

BARRETTO, L. C. O.; LIMA, A. K. V. O.; DURIGON, A.. OBTENÇÃO DA FRAÇÃO LIPÍDICA DA SEMENTE DE MARACUJÁ DO MATO (Passiflora cincinnata Mast.) PARA APLICAÇÃO EM UM PERFUME SÓLIDO. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Claudenice dos Santos

REIS, M. F. T.;BARRETTO, L. C. O.; CAMPOS, A. C.. ACEITAÇÃO SENSORIAL DE PRODUTOS LÁCTEOS PELO PÚBLICO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA-SE. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Everton Oliveira Cassemiro Aragão

BARRETTO, L.C.O.; SA, J. P. N.; LEMOS, N. L. S.. PROCESSAMENTO DE QUEIJO PRÉ-COZIDO MATURADO. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe.

CARVALHO, M. G.; FEITOSA, P. R. B.;BARRETTO, L. C. O.. Processo Seletivo Simplificado para Professor Substituto da Universidade Federal de Sergipe ? Departamento de Nutrição/Campus São Cristóvão, na área de conhecimento Atividades de Estágio e Conclusão de Curso, Alimentação Institucional e Ciências Nutricionais.. 2019. Universidade Federal de Sergipe.

OLIVEIRA, L. C.. Avaliadora de Apresentações Orais. 2012. Universidade Federal de Sergipe.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Antonieta Peixoto Gimenes Couto

GIMENES COUTO, M.A.P.; MEDRONHO, R. A.; PEREIRA, C. A. M.; PEREIRA, R. S. S.; CARNELOSSI, M. A. G.. Microencapsulamento de compósitos fenólicos extraídos de resíduo de processamento de caju (Anacardium occidentale L.). 2015. Tese (Doutorado em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Ricardo Sposina Sobral Teixeira

SPOSINA, R. S. T.; MEDRONHO, R. A.; COUTO, M. A. P. G.;Freitas, S. P.; PEREIRA, C. A. M.; CARNELOSSI, M. A. G.. Microencapsulamento de compostos fenólicos extraídos de resíduo do processamento de caju.. 2015. Tese (Doutorado em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Maria Alice Zarur Coelho

Coelho, M.A.Z.. Microencapsulamento de Compostos Fenólicos em Extratos Aquosos Derivdos de Resíduos do Processamento do Caju. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Monica Marques Pagani

PAGANI, M. M.; COELHO, M.; COURI, S.. Microencapsulamento de Compostos Fenólicos em Extratos Aquosos Derivados de Resíduos do Processamento de Caju. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Jailton Ribeiro Dos Santos Junior

Processamento de requeijão à base de mandioca a partir de condições parametrizadas de processamento; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; (Orientador);

Carolina Natalie Fontes Arôxa

Estimativa da vida de prateleira de um análogo ao requeijão cremoso à base de mandioca; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Sergipe; (Orientador);

Debora Oliveira Lemos

Processamento de queijos regionais maturados com vinhos; 2020; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Debora Oliveira Lemos

Processamento de queijos regionais maturados com bebidas alcoólicas; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Claudineide de Almeida Farias

Produção de sour cream a partir do aproveitamento do soro do leite; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Everton Oliveira Cassemiro Aragão

PROCESSAMENTO DE QUEIJO DE COALHO MATURADO; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Claudenice dos Santos

ACEITAÇÃO SENSORIAL DE PRODUTOS LÁCTEOS PELO PÚBLICO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA/SE; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Eliziane Monteiro Santos

OBTENÇÃO DA FRAÇÃO LIPÍDICA DA SEMENTE DE MARACUJÁ DO MATO (Passiflora cincinnata Mast; ); 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Claudenice dos Santos

Obtenção um smoothie rico em carotenoides elaborado com polpas de manga, maracujá e cenoura; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Carolina Natalie Fontes Arôxa

Efeito do tratamento térmico brando sobre os compostos bioativos de um smoothie de frutas amarelas; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Sergipe, COORDENAÇÃO DE PESQUISA DA UFS; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Tâmara Arielle Barbosa dos Santos

Estimativa da vida útil de smoothies tratados sob diferentes condições térmicas brandas; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Eliziane Monteiro Santos

OBTENÇÃO DA FRAÇÃO LIPÍDICA EXTRAÍDA DA BORRA DO CAFÉ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe, COORDENAÇÃO DE PESQUISA DA UFS; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Carolina Natalie Fontes Arôxa

AVALIAR A INTERAÇÃO ANTIOXIDANTE ENTRE O INGREDIENTE FENÓLICO DO CAJU COM A FRAÇÃO LIPÍDICA DO CAFÉ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Tâmara Arielle Barbosa dos Santos

CARACTERIZAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE QUEIJO COTTAGE E ESTABELECIMENTO DE SUA VIDA DE PRATELEIRA; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Everton Oliveira Cassemiro Aragão

PARAMETRIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE QUEIJO COTTAGE; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Iris Layane Rodrigues Torres

MONITORIA EM HABILIDADES E ATITUDES EM AGROINDÚSTRIA; 2019; Orientação de outra natureza; (Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe, FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Tatiane Graciele dos Santos

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CENTRO DE CONVIVENCIA PARA IDOSOS PADRE LEON GREGORIO; 2019; Orientação de outra natureza; (Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Claudineide de Almeida Farias

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA; 2019; Orientação de outra natureza; (Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Everton Oliveira Cassemiro Aragão

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: NATULACT; 2018; Orientação de outra natureza; (Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Claudenice dos Santos

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: BETÂNIA LÁCTEOS; 2018; Orientação de outra natureza; (Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Bruno Rafael Couto

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: MARATÁ SUCOS DO NORDESTE LTDA; ; 2018; Orientação de outra natureza; (Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Lília Calheiros de Oliveira Barretto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Virgínia Martins Da Matta

Microencapsulamento de compostos fenólicos extraídos de resíduo do processamento de caju; 2015; Tese (Doutorado em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Virgínia Martins da Matta;

Suely Pereira Freitas

MICROENCAPSULAMENTO DE COMPOSTOS FENÓLICOS EM EXTRATOS AQUOSOS DERIVADOS DOS RESÍDUOS DO PROCESSAMENTO DE CAJU; 2015; Tese (Doutorado em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos) - UFRJ- Escola de Química, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Suely Pereira Freitas;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • AROXA, C. N. F. ; SILVA, G. F. ; SANTOS, J. A. B. ; MOREIRA, J. J. S. ; BARRETTO, L. C. O. . PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA SOBRE O POTENCIAL INDUSTRIAL DO RESÍDUO DA GRAVIOLA (ANNONA MURICATA L.). Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação , v. 4, p. 664-673, 2020.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BARRETTO, L.C.O. . @profa_lilia_barretto. 2018; Tema: Divulgação da ciência, tecnologia e agroindústria de alimentos. Conhecimentos e curiosidades!. (Rede social).

BARRETTO, L. C. O. . DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS DA MORINGA. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

BARRETTO, LILIA CALHEIROS DE OLIVEIRA . COMO REALIZAR UMA PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA NA BASE DE PATENTES DO INPI, WIPO E ESPACENET. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BARRETTO, LÍLIA CALHEIROS DE OLIVEIRA ; PORTO, C. C. S. . COMO FAZER UM BLOG?,. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    DEFINIÇÃO DOS ATRIBUTOS DE QUALIDADE DO QUEIJO DE COALHO PRODUZIDO NO ALTO SERTÃO SERGIPANO, Descrição: Muitos programas e políticas públicas contribuem com o desenvolvimento da produção do leite na região do Alto Sertão Sergipano. Embora diversas ações venham sendo propostas com o intuito de assistir aos pequenos produtores, estes ainda carecem de estrutura tecnológica que adequem suas propriedades às exigências da legislação sanitária vigente. O queijo de coalho, produto reconhecido por sua importância histórica, social, econômica e cultural, continua sendo marginalmente comercializado pelas pequenas agroindústrias. Dentre as principais estratégias de abordagem das ações de melhoria atuantes neste contexto, destacam-se os treinamentos em programas de segurança de alimentos, como as Boas Práticas de Fabricação, e intervenções sobre higiene e conduta a serem realizadas durante o processamento do queijo. A não adequação às diretrizes de segurança implica em uma maior probabilidade de ocorrência de doenças provocadas pelo consumo de alimentos contaminados, entretanto muitos produtores resistem em atendê-las, apresentando como principal justificativa a oneração do orçamento familiar. Este projeto propõe uma estratégia inovadora para conscientização dos queijeiros artesanais locais. A partir de um treinamento e capacitação em análise sensorial do queijo de coalho, os provadores terão oportunidade de compreender e identificar as principais características organolépticas deste produto regional. Em testes comparativos com amostras produzidas pelas próprias agroindústrias familiares, haverá possibilidade de desenvolvimento de diálogo e pensamento crítico, com perspectivas de criação de um modelo de identidade e caracterização do queijo artesanal proveniente desta região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante / DANILO SANTOS SOUZA - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Desenvolvimento de um produto tipo requeijão à base de mandioca como alternativa para a expansão da agroindústria sergipana, Descrição: A mandioca é um importante produto da agricultura brasileira. Apresenta-se como base da alimentação de expressiva parcela da população. Também, é matéria-prima para a agroindústria, especialmente destinada à produção de farinha e fécula. Além destes derivados, outros amidos modificados podem ser obtidos da mandioca e são aplicados em diversos segmentos industriais. Citam-se as indústrias química, siderúrgica, petrolífera, dentre outras (FELIPE, 2018). Em Sergipe, a mandiocultura, cultivada predominantemente pela agricultura familiar, está inserida enquanto importante atividade agrícola estadual e sua produção indica a existência do camponês, do seu modo de vida e a importância desta cultura para a segurança alimentar dos sergipanos (SANTOS; SOUZA, 2015). A mandioca de mesa tem grande potencialidade de ampliação da sua participação no mercado, especialmente por sua tradição culinária (CENI et al., 2009). Estudos sugerem que o principal mercado com espaço para novos empreendimentos e mais oportunidades para os próximos anos é o de serviço customizado focado em nichos, como o de alimentação vegana ou para pessoas com restrições alimentares e o de cosméticos personalizados (VASSALO, 2018). Segundo a agência de pesquisas Euromonitor Internacional, o mercado de alimentação saudável no Brasil deverá crescer, em média, 4,41 % por ano até 2021. Como exemplo da forte evidência do crescimento do setor de bebidas e alimentos saudáveis, em 2016 foram movimentados cerca de R$ 93,6 bilhões em vendas, colocando o mercado brasileiro na 5ª posição no ranking dos países mais importantes para o setor (EUROMONITOR, 2017; BARREIRA, 2018). Dentro deste contexto, a mandioca aparece como uma matéria-prima de referência para o desenvolvimento de novos produtos que podem atender a segmentos específicos de consumidores. Ela vem sendo utilizada em diversas preparações culinárias voltadas especificamente aos serviços de alimentação restrita, como os públicos vegetariano, vegano, celíaco, intolerantes a lactose, além de outras restrições de alta demanda (VASSALO, 2018). A inovação da indústria de alimentos, que traz soluções para esta parcela importante do mercado, vem implementando esforços para ofertar produtos alimentícios de base vegetal similares aos de origem animal. Análogos dos alimentos de base proteica animal, como carnes e derivados lácteos, podem ser elaborados com ingredientes vegetais, no entanto ainda não há uma legislação específica que estabeleça um padrão de identidade e qualidade para estes novos produtos. Como proposta de integrar a cadeia produtiva da mandioca com a pesquisa, desenvolvimento e inovação da agroindústria, este projeto propõe investigar soluções tecnológicas que possam ser exploradas industrialmente a curto e médio prazos, trazendo como proposta um produto vegetal similar ao requeijão cremoso que satisfaça as demandas dos consumidores vegetarianos, veganos e intolerantes à lactose.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Gabriel Francisco da Silva - Integrante / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante / FABIO DE MELO RESENDE - Integrante / RAFAELA FIGUEIREDO FONTES - Integrante., Número de orientações: 2

  • 2018 - Atual

    INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO TÉRMICO BRANDO NA PRESERVAÇÃO DOS COMPOSTOS BIOATIVOS DE UM SMOOTHIE DE FRUTAS TROPICAIS AMARELAS, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante / ANA VIRGINIA DANTAS FIGUEIREDO - Integrante / JANE DELANE REIS PIMENTEL SOUZA - Integrante / ACENINI LIMA BALIEIRO - Integrante / RAISA SOARES MOES - Integrante., Número de orientações: 3

  • 2017 - 2018

    INTERAÇÃO ANTIOXIDANTE ENTRE UM INGREDIENTE FENÓLICO OBTIDO DO BAGAÇO DE CAJU (Anacardium occidentale L.) COM A FRAÇÃO LIPÍDICA EXTRAÍDA DA BORRA DO CAFÉ (Coffea arabica L.) LILIA CALHEIROS DE OLIVEIRA BARRETTO, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / ANA VIRGINIA DANTAS FIGUEIREDO - Integrante / DANILO SANTOS SOUZA - Integrante., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 2

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de queijo minas frescal produzido com leite caprino e enriquecido com compostos bioativos extraidos da Moringa oleífera Lam., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / João Antônio Belmino dos Santos - Integrante / Carla Crislan de Souza Bery - Integrante / LUCIANA PEREIRA LOBATO - Integrante.

  • 2013 - 2013

    Desenvolvimento de Tecnologia e Inovação no Processamento de Produtos Orgânicos, Projeto certificado pela empresa DaTerra Agroindústria em 25/03/2015., Descrição: Programa RHAE/CNPq - Projeto 551654/2011-2. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Carla Crislan de Souza Bery - Integrante / Débora de Cássia Silva - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO COTTAGE SABORIZADO COMO PRODUTO POTENCIAL PARA INDUSTRIALIZAÇÃO NA BACIA LEITEIRA DE SERGIPE, Descrição: O consumo per capita de queijos no Brasil teve crescimento médio anual de 8,3% ao ano entre 2006 e 2013. Esta evolução levou o consumo brasileiro a uma média per capita de 5,3 kg por ano, a qual supera o consumo verificado no México, mercado ao qual os brasileiros são normalmente comparados quando se avaliam o tamanho e o potencial de determinado mercado, o interesse em investimentos multinacionais, entre outros parâmetros (CARVALHO; VENTURINI; GALAN, 2015). No período de 2009 a 2013, o faturamento do setor de lácteos aumentou 61 %, passando de R$ 38,6 bilhões para R$ 62 bilhões. A explicação para esse excelente desempenho é o aumento do consumo de leite e derivados pela classe C. A melhor distribuição de renda ampliou o número de pessoas nesse segmento e elevou o poder de compra da população (RABELO, 2015). Recentemente, muitas empresas têm apostado na produção de queijos especiais, os quais têm penetração de 9 % no mercado brasileiro, com destaque para os queijos gruyère, gouda, emmental, brie, camembert e cottage (MARSOLA, 2017). O queijo cottage é um produto lácteo muito popular nos Estados Unidos e recentemente sua oferta e consumo vêm aumentando no Brasil. Consiste basicamente em grãos da coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Seu sabor é ligeiramente ácido e salgado. Em geral apresentam vida de prateleira variando entre 2 e 3 semanas sob refrigeração (RODRIGUES, 2015). Atualmente, o mercado do queijo cottage está em ascensão. Seu sucesso recente pode ser atribuído à sua composição química, uma vez que este é um produto de alto valor proteico e de baixo teor lipídico, atendendo assim às demandas atuais do mercado consumidor (CORNALL, 2016). Considerando a importância da indústria de laticínios no âmbito da inovação no Brasil e em Sergipe, este projeto busca parametrizar as condições de processamento do queijo cottage incorporados de sabores específicos, como forma de diferenciação dos produtos disponíveis atualmente no mercado brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO COTTAGE SABORIZADO COMO PRODUTO POTENCIAL PARA INDUSTRIALIZAÇÃO NA BACIA LEITEIRA DE SERGIPE, Descrição: O consumo per capita de queijos no Brasil teve crescimento médio anual de 8,3% ao ano entre 2006 e 2013. Esta evolução levou o consumo brasileiro a uma média per capita de 5,3 kg por ano, a qual supera o consumo verificado no México, mercado ao qual os brasileiros são normalmente comparados quando se avaliam o tamanho e o potencial de determinado mercado, o interesse em investimentos multinacionais, entre outros parâmetros (CARVALHO; VENTURINI; GALAN, 2015). No período de 2009 a 2013, o faturamento do setor de lácteos aumentou 61 %, passando de R$ 38,6 bilhões para R$ 62 bilhões. A explicação para esse excelente desempenho é o aumento do consumo de leite e derivados pela classe C. A melhor distribuição de renda ampliou o número de pessoas nesse segmento e elevou o poder de compra da população (RABELO, 2015). Recentemente, muitas empresas têm apostado na produção de queijos especiais, os quais têm penetração de 9 % no mercado brasileiro, com destaque para os queijos gruyère, gouda, emmental, brie, camembert e cottage (MARSOLA, 2017). O queijo cottage é um produto lácteo muito popular nos Estados Unidos e recentemente sua oferta e consumo vêm aumentando no Brasil. Consiste basicamente em grãos da coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Seu sabor é ligeiramente ácido e salgado. Em geral apresentam vida de prateleira variando entre 2 e 3 semanas sob refrigeração (RODRIGUES, 2015). Atualmente, o mercado do queijo cottage está em ascensão. Seu sucesso recente pode ser atribuído à sua composição química, uma vez que este é um produto de alto valor proteico e de baixo teor lipídico, atendendo assim às demandas atuais do mercado consumidor (CORNALL, 2016). Considerando a importância da indústria de laticínios no âmbito da inovação no Brasil e em Sergipe, este projeto busca parametrizar as condições de processamento do queijo cottage incorporados de sabores específicos, como forma de diferenciação dos produtos disponíveis atualmente no mercado brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO COTTAGE SABORIZADO COMO PRODUTO POTENCIAL PARA INDUSTRIALIZAÇÃO NA BACIA LEITEIRA DE SERGIPE, Descrição: O consumo per capita de queijos no Brasil teve crescimento médio anual de 8,3% ao ano entre 2006 e 2013. Esta evolução levou o consumo brasileiro a uma média per capita de 5,3 kg por ano, a qual supera o consumo verificado no México, mercado ao qual os brasileiros são normalmente comparados quando se avaliam o tamanho e o potencial de determinado mercado, o interesse em investimentos multinacionais, entre outros parâmetros (CARVALHO; VENTURINI; GALAN, 2015). No período de 2009 a 2013, o faturamento do setor de lácteos aumentou 61 %, passando de R$ 38,6 bilhões para R$ 62 bilhões. A explicação para esse excelente desempenho é o aumento do consumo de leite e derivados pela classe C. A melhor distribuição de renda ampliou o número de pessoas nesse segmento e elevou o poder de compra da população (RABELO, 2015). Recentemente, muitas empresas têm apostado na produção de queijos especiais, os quais têm penetração de 9 % no mercado brasileiro, com destaque para os queijos gruyère, gouda, emmental, brie, camembert e cottage (MARSOLA, 2017). O queijo cottage é um produto lácteo muito popular nos Estados Unidos e recentemente sua oferta e consumo vêm aumentando no Brasil. Consiste basicamente em grãos da coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Seu sabor é ligeiramente ácido e salgado. Em geral apresentam vida de prateleira variando entre 2 e 3 semanas sob refrigeração (RODRIGUES, 2015). Atualmente, o mercado do queijo cottage está em ascensão. Seu sucesso recente pode ser atribuído à sua composição química, uma vez que este é um produto de alto valor proteico e de baixo teor lipídico, atendendo assim às demandas atuais do mercado consumidor (CORNALL, 2016). Considerando a importância da indústria de laticínios no âmbito da inovação no Brasil e em Sergipe, este projeto busca parametrizar as condições de processamento do queijo cottage incorporados de sabores específicos, como forma de diferenciação dos produtos disponíveis atualmente no mercado brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO COTTAGE SABORIZADO COMO PRODUTO POTENCIAL PARA INDUSTRIALIZAÇÃO NA BACIA LEITEIRA DE SERGIPE, Descrição: O consumo per capita de queijos no Brasil teve crescimento médio anual de 8,3% ao ano entre 2006 e 2013. Esta evolução levou o consumo brasileiro a uma média per capita de 5,3 kg por ano, a qual supera o consumo verificado no México, mercado ao qual os brasileiros são normalmente comparados quando se avaliam o tamanho e o potencial de determinado mercado, o interesse em investimentos multinacionais, entre outros parâmetros (CARVALHO; VENTURINI; GALAN, 2015). No período de 2009 a 2013, o faturamento do setor de lácteos aumentou 61 %, passando de R$ 38,6 bilhões para R$ 62 bilhões. A explicação para esse excelente desempenho é o aumento do consumo de leite e derivados pela classe C. A melhor distribuição de renda ampliou o número de pessoas nesse segmento e elevou o poder de compra da população (RABELO, 2015). Recentemente, muitas empresas têm apostado na produção de queijos especiais, os quais têm penetração de 9 % no mercado brasileiro, com destaque para os queijos gruyère, gouda, emmental, brie, camembert e cottage (MARSOLA, 2017). O queijo cottage é um produto lácteo muito popular nos Estados Unidos e recentemente sua oferta e consumo vêm aumentando no Brasil. Consiste basicamente em grãos da coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Seu sabor é ligeiramente ácido e salgado. Em geral apresentam vida de prateleira variando entre 2 e 3 semanas sob refrigeração (RODRIGUES, 2015). Atualmente, o mercado do queijo cottage está em ascensão. Seu sucesso recente pode ser atribuído à sua composição química, uma vez que este é um produto de alto valor proteico e de baixo teor lipídico, atendendo assim às demandas atuais do mercado consumidor (CORNALL, 2016). Considerando a importância da indústria de laticínios no âmbito da inovação no Brasil e em Sergipe, este projeto busca parametrizar as condições de processamento do queijo cottage incorporados de sabores específicos, como forma de diferenciação dos produtos disponíveis atualmente no mercado brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO COTTAGE SABORIZADO COMO PRODUTO POTENCIAL PARA INDUSTRIALIZAÇÃO NA BACIA LEITEIRA DE SERGIPE, Descrição: O consumo per capita de queijos no Brasil teve crescimento médio anual de 8,3% ao ano entre 2006 e 2013. Esta evolução levou o consumo brasileiro a uma média per capita de 5,3 kg por ano, a qual supera o consumo verificado no México, mercado ao qual os brasileiros são normalmente comparados quando se avaliam o tamanho e o potencial de determinado mercado, o interesse em investimentos multinacionais, entre outros parâmetros (CARVALHO; VENTURINI; GALAN, 2015). No período de 2009 a 2013, o faturamento do setor de lácteos aumentou 61 %, passando de R$ 38,6 bilhões para R$ 62 bilhões. A explicação para esse excelente desempenho é o aumento do consumo de leite e derivados pela classe C. A melhor distribuição de renda ampliou o número de pessoas nesse segmento e elevou o poder de compra da população (RABELO, 2015). Recentemente, muitas empresas têm apostado na produção de queijos especiais, os quais têm penetração de 9 % no mercado brasileiro, com destaque para os queijos gruyère, gouda, emmental, brie, camembert e cottage (MARSOLA, 2017). O queijo cottage é um produto lácteo muito popular nos Estados Unidos e recentemente sua oferta e consumo vêm aumentando no Brasil. Consiste basicamente em grãos da coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Seu sabor é ligeiramente ácido e salgado. Em geral apresentam vida de prateleira variando entre 2 e 3 semanas sob refrigeração (RODRIGUES, 2015). Atualmente, o mercado do queijo cottage está em ascensão. Seu sucesso recente pode ser atribuído à sua composição química, uma vez que este é um produto de alto valor proteico e de baixo teor lipídico, atendendo assim às demandas atuais do mercado consumidor (CORNALL, 2016). Considerando a importância da indústria de laticínios no âmbito da inovação no Brasil e em Sergipe, este projeto busca parametrizar as condições de processamento do queijo cottage incorporados de sabores específicos, como forma de diferenciação dos produtos disponíveis atualmente no mercado brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO COTTAGE SABORIZADO COMO PRODUTO POTENCIAL PARA INDUSTRIALIZAÇÃO NA BACIA LEITEIRA DE SERGIPE, Descrição: O consumo per capita de queijos no Brasil teve crescimento médio anual de 8,3% ao ano entre 2006 e 2013. Esta evolução levou o consumo brasileiro a uma média per capita de 5,3 kg por ano, a qual supera o consumo verificado no México, mercado ao qual os brasileiros são normalmente comparados quando se avaliam o tamanho e o potencial de determinado mercado, o interesse em investimentos multinacionais, entre outros parâmetros (CARVALHO; VENTURINI; GALAN, 2015). No período de 2009 a 2013, o faturamento do setor de lácteos aumentou 61 %, passando de R$ 38,6 bilhões para R$ 62 bilhões. A explicação para esse excelente desempenho é o aumento do consumo de leite e derivados pela classe C. A melhor distribuição de renda ampliou o número de pessoas nesse segmento e elevou o poder de compra da população (RABELO, 2015). Recentemente, muitas empresas têm apostado na produção de queijos especiais, os quais têm penetração de 9 % no mercado brasileiro, com destaque para os queijos gruyère, gouda, emmental, brie, camembert e cottage (MARSOLA, 2017). O queijo cottage é um produto lácteo muito popular nos Estados Unidos e recentemente sua oferta e consumo vêm aumentando no Brasil. Consiste basicamente em grãos da coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Seu sabor é ligeiramente ácido e salgado. Em geral apresentam vida de prateleira variando entre 2 e 3 semanas sob refrigeração (RODRIGUES, 2015). Atualmente, o mercado do queijo cottage está em ascensão. Seu sucesso recente pode ser atribuído à sua composição química, uma vez que este é um produto de alto valor proteico e de baixo teor lipídico, atendendo assim às demandas atuais do mercado consumidor (CORNALL, 2016). Considerando a importância da indústria de laticínios no âmbito da inovação no Brasil e em Sergipe, este projeto busca parametrizar as condições de processamento do queijo cottage incorporados de sabores específicos, como forma de diferenciação dos produtos disponíveis atualmente no mercado brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Coordenador / Jane de Jesus da Silveira Moreira - Integrante / João Antonio Belmino dos Santos - Integrante / MAYCON FAGUNDES TEIXEIRA REIS - Integrante / ANNY KELLY VASCONCELOS DE OLIVEIRA LIMA - Integrante / ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR - Integrante / TATIANA PACHECO NUNES - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de Tecnologia para Processamento de Leite - DT LEITE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Gabriel Francisco da Silva em 25/03/2015., Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Lília Calheiros de Oliveira Barretto - Integrante / Lília Calheiros de Oliveira - Integrante / Gabriel Francisco da Silva - Coordenador / Roberto Rodrigues Souza - Integrante / NARAIN, NARENDRA - Integrante / Alessandra Lopes de Oliveira - Integrante / Vahideh Jalali - Integrante / Maria Nadja Gois Santos - Integrante / Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi - Integrante / heila Cristina de Souza Nascimento - Integrante / Moema de Lima Lira - Integrante / Ana Eleonora Almeida Paixão - Integrante / Ediraldo Barros Campos - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

1° Lugar no Prêmio Destaque na Àrea de Ciências Agrárias no 29° Encontro de Iniciação Científica, Universidade Federal de Sergipe.

2019

Menção Honrosa no X International Symposium on Technological Innovation, Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual.

2018

3° Lugar de melhor apresentação em forma de pôster no 5° Congresso Brasileiro em Saúde e Alimentos, 5° Congresso Brasileiro em Saúde e Alimentos.

2017

1 lugar na V Semana Acadêmica de Engenharia Alimentos: Inovação e Praticidade, Universidade Federal de Sergipe.

2016

BEST PAPER no VII ISTI, VII INTERNATIONAL SYMPOSIUM OF TECHNOLOGICAL INNOVATION.

2013

1° lugar em trabalho oral intitulado "Prospecção Tecnológia sobre Jatropha curcas L.", Rede NIT-NE - III Congresso Brasileiro de Prospecção Tecnológica.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - Atual

Universidade Federal de Sergipe

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Núcleo de Graduação em Agroindústria Campus Sertão Rodovia Engenheiro Jorge Neto, km 3, Silos Nossa Senhora da Glória/SE CEP 49680-000

2013 - 2013

Universidade Federal de Sergipe

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Modalidade SET-6A, Carga horária: 40

Outras informações:
Cargo: Pesquisadora na Empresa do Programa RHAE/FAPs/CNPq no Laboratório de Tecnologias Alternativas da UFS. Projeto "Desenvolvimento de Tecnologia e Inovação no Processamento de Produtos Orgânicos".

Atividades

  • 04/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus do Sertão, .,Cargo ou função, Presidente do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Bacharelado em Agroindústria.

  • 01/2013 - 09/2013

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, .,Linhas de pesquisa

2013 - 2015

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Pós-Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Bolsa concedida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

2014 - 2014

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Docência, Carga horária: 3

Outras informações:
Estágio Docência na disciplina Laboratório de Operações Unitárias para alunos de graduação em Engenharia de Alimentos (Escola de Química/UFRJ).

Atividades

  • 10/2013

    Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Química, .,Linhas de pesquisa

2013 - 2013

Secretaria de Estado da Educação de Sergipe

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Profissional, Carga horária: 25

Outras informações:
Professora do Curso Técnico em Alimentos (3° e 4° períodos) Disciplinas: Operações Unitárias; Tecnologia de Processamento de Frutas e Hortaliças; Higiene e Segurança Alimentar.

2013 - 2013

Faculdade Regional da Bahia

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Mestre, Carga horária: 2

2007 - 2012

Maratá Sucos do Nordeste Ltda.

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Engenheira de Alimentos, Carga horária: 44

Outras informações:
Responsabilidades: - Coordenação de linha de processamento de corantes naturais à base de urucum; - Supervisão de laboratório de cromatografia líquida de alta eficiência com foco em análises de capsaicinoides em pimentas e de limonin em suco concentrado de laranja; - Supervisão do setor de Garantia da Qualidade; - Programas de certificação de qualidade (BPF, APPCC, SGF e Kosher); - Auditorias internas e externas; - Responsável técnica perante o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA-SE); -PD&I de novos produtos. Experiências anteriores: - Coordenação de Produção; - Treinamento de Pessoal; - Análises laboratoriais referentes ao controle de qualidade de sucos concentrados.

2007 - 2007

University of Florida

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Outras informações:
Desenvolvimento de pesquisa na área de aromas de frutas tropicais. Aplicação de técnicas de cromatografia gasosa acoplada com olfatometria (GC-O), espectrometria de massa (GC-MS), detector de ionização de chama (GC-FID) e extração de compostos voláteis com técnica de microextração em fase sólida (SPME).

Atividades

  • 04/2007 - 07/2007

    Pesquisa e desenvolvimento , Citrus Research and Education Center, .,Linhas de pesquisa

2006 - 2007

Insituto Canadá

Vínculo: Monitora de Línga Inglesa, Enquadramento Funcional: Monitora

Outras informações:
Programa de monitoria para crianças, jovens e adultos, desde o nível básico ao avançado.