Juliana Nichterwitz Scherer

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) (2015), com habilitação em Saúde Pública e em Toxicologia, especialização em Redes de Assistência à Saúde pela FIOCRUZ (2017) e doutorado em Psiquiatria e Ciências do Comportamento pela UFRGS (2017). Atua como pesquisadora no Centro de Pesquisas em Álcool e Drogas (CPAD) e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool (NEPTA) do CPAD/HCPA/UFRGS. É professora da Escola de Saúde e coordenadora do Curso de Biomedicina na Universidade do Vale dos Sinos (UNISINOS), e professora e no Programa de Mestrado Profissional em Saúde Mental e Transtornos Aditivos do HCPA. Membro do International Council On Alcohol, Drugs and Traffic Safety e da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego. Tem experiência e interesse nas seguintes áreas/linhas de pesquisa: avaliação de indicadores de saúde; desenvolvimento e avaliação de tecnologias em saúde; saúde mental e transtornos aditivos; avaliação de biomarcadores; e segurança no trânsito.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria

2015 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Substâncias psicoativas no trânsito: Estudo sobre fatores de risco e tecnologias de detecção in loco
Flavio Pechansky. Coorientador: Renata Pereira Limberger. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Trânsito; Substâncias psicoativas; Populações de risco; Toxicologia forense; Detecção de substâncias psicoativas.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Toxicologia. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Trânsito.

Especialização em Gestão de Redes de Assistência à Saúde

2016 - 2017

Fundação Oswaldo Cruz
Título: Incidência e mortalidade de câncer de colo de útero e de mama: comparação entre o Rio Grande do Sul, Brasil e regiões brasileiras
Orientador: Luciana Cavalini

Graduação em Biomedicina

2010 - 2014

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Modificação dos valores de BNDF e TBARS em usuários de crack internados em um programa especializado
Orientador: Flavio Pechansky
com Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2004 - 2008

Colégio Anchieta - RS

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2017

Pós-Doutorado. , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Toxicologia. , Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Curso de Capacitação sobre Machine Learning nas Adições. (Carga horária: 15h). , Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.

2017 - 2017

III Workshop de Metanálise no R. (Carga horária: 16h). , HTANALYZE, HT, Brasil.

2017 - 2017

Curso Introdutório de Revisão Sistemática e Metanálise. (Carga horária: 16h). , HTANALYZE, HT, Brasil.

2016 - 2016

Cosmetodologia. (Carga horária: 50h). , Cursos Online SP do Brasil, CURSOS ONLINE SP, Brasil.

2014 - 2014

XIX Curso de Introdução à Bioética. (Carga horária: 10h). , Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.

2014 - 2014

Medicina Personalizada 2. (Carga horária: 3h). , Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.

2013 - 2013

Suture Clinic. (Carga horária: 4h). , Portland State University, PSU, Estados Unidos.

2013 - 2013

Responding to Emergencies Adult/Pediatric Firs Aid. (Carga horária: 60h). , Portland State University, PSU, Estados Unidos.

2012 - 2013

Extensão universitária em Biology. , Portland State University, PSU, Estados Unidos.

2012 - 2012

Intodução à circulação extracorpórea. (Carga horária: 6h). , Hospital São Francisco, HSF, Brasil.

2012 - 2012

Museum Curation. (Carga horária: 90h). , Portland State University, PSU, Estados Unidos.

2010 - 2010

Protecting Human Research Participants. (Carga horária: 15h). , National Institutes of Health, NIH, Estados Unidos.

2010 - 2010

CITI PROGRAM: Boas Práticas Clinicas. (Carga horária: 15h). , AIDS Clinical Trials Group, ACTG, Estados Unidos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Estatística/Especialidade: Análise de Dados.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Psiquiatria.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Trânsito.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SCHERER, JULIANA N. ; ORNELL, F. ; DALBOSCO, C. ; HALPERN, S. ; FARA, L. S. ; ROGLIO, V. S. ; SILVELLO, D. ; GALLANT, F. ; KESSLER, F. H. P. ; von Diemen, Lisia. ; Pechansky, F. . Simpósio em Álcool e Outras Drogas do HCPA e SENAD. 2018. (Congresso).

SCHERER, JULIANA N. ; DALBOSCO, C. ; HALPERN, S. ; Pechansky, F. ; VON DIEMEN, LISIA ; KESSLER, F. H. P. ; FARA, L. S. ; ROGLIO, V. S. ; ORNELL, F. ; GALLAND, F. ; SILVELLO, D. . Simpósio em Álcool e Outras Drogas do HCPA e SENAD. 2018. (Congresso).

Scherer, J. . XXIV Congresso Brasileiro da ABEAD. 2017. (Congresso).

SCHERER, JULIANA N. . 21st International Council on Alcohol, Drugs and Traffic Safety Conference. 2016. (Congresso).

SCHERER, J. N. . I Simpósio Interno do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

48a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. Psicologia do Trânsito. 2018. (Congresso).

48a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. Uso de drogas e comportamentos no trânsito em motoristas que recusam o teste do etilômetro. 2018. (Congresso).

Brain, Behavior and Emotions 2018. 2018. (Congresso).

Brain, Behavior and Emotions 2018. DRUG USE AND DRIVING BEHAVIORS AMONG DRIVERS WITH AND WITHOUT ALCOHOL-RELATED INFRACTIONS. 2018. (Congresso).

Current trends and challenges in alcohol, drugs and traffic safety. DRUG USE AND DRIVING BEHAVIORS AMONG DRIVERS WITH AND WITHOUT ALCOHOL-RELATED INFRACTIONS. 2018. (Congresso).

II Workshop da Rede Sul de Micobactérias, II Mostra Estadual de Atenção à Saúde Prisional e IV Encontro Regional de Tuberculose,. 2018. (Encontro).

Prioridades de pesquisa do Mestrado Profissional.Sessão Premiação Melhor Pôster. 2018. (Simpósio).

Simpósio em Álcool e Outras Drogas do HCPA e SENAD.Premiação melhor pôster. 2018. (Simpósio).

Simpósio em Álcool e Outras Drogas do HCPA e SENAD.Prioridades de pesquisa do Mestrado Profissional. 2018. (Simpósio).

Simpósio sobre Álcool e outras Drogas do HCPA e SENAD. 2018. (Simpósio).

TIAFT 2019. Detecting alcohol impairment in Brazil: consistencies and discrepancies between signs and symptoms versus breathalyzer results. 2018. (Congresso).

Workshop: THC and its influence on fitness to drive. 2018. (Oficina).

CPDD 79th Annual Scientific Meeting (2017). Evaluation of two screening devices for cocaine detection in oral fluid. 2017. (Congresso).

NIDA International Forum - 2017. Evaluation of two screening devices for cocaine detection in oral fluid. 2017. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro sobre Acidentes e Medicina de Trafego. Associação entre dirigir sob a influência de substâncias psicoativas e impulsividade em motoristas usuários de drogas. 2017. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro sobre Acidentes e Medicina de Tráfego. 2017. (Congresso).

XXII Congresso Brasileiro sobre Acidentes e Medicina de Tráfego. Uso de Drogômetros em abordagens de fiscalização de trânsito: Experiências e resultados de um estudo piloto no RS. 2017. (Congresso).

XXII Congresso Brasileiro sobre Acidentes e Medicina de Tráfego. Exame toxicológico de larga janela: Avaliação dos 18 meses de Implantação. 2017. (Congresso).

XXIV Congresso Brasileiro da ABEAD. Abordagens da dependência química no trânsito. 2017. (Congresso).

21st International Council on Alcohol, Drugs and Traffic Safety Conference. ORAL FLUID TESTING FOR COCAINE: ANALYTICAL EVALUATION OF THE DDS2 MOBILE TEST SYSTEM. 2016. (Congresso).

2 Seminário por um Trânsito Seguro. 2016. (Seminário).

36ª Semana Científica do HCPA.Associação entre Trauma Precoce e Idade do Primeiro Uso de Substâncias Psicoativas. 2016. (Simpósio).

Word Congress on Brain, Behavior and Emotions. ANÁLISE DE NÍVEIS SÉRICOS DE LEPTINA E DO ESTADO NUTRICIONAL EM USUÁRIOS DE CRACK. 2016. (Congresso).

2a Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito. Matrizes biológicas, dispositivos de screening e testes confirmatórios. 2015. (Congresso).

35ª Semana Científica do HCPA. 2015. (Encontro).

77th Annual Meeting - College on Problems of Drug Dependence. Higher levels of brain-derived neurotrophic factor associated with inpatient treatment adherence of crack cocaine users. 2015. (Congresso).

I Simpósio de Genética, Psiquiatria e Saúde Mental da LISPAM. 2015. (Simpósio).

NIDA International Forum.Brazilian crack/cocaine inpatients show more legal and family social problems than outpatients. 2015. (Simpósio).

XI Congresso Brasileiro sobre Acidentes e Medicina do Trafego. Utilização do cabelo como matriz biológica para detecção de substâncias psicoativas. 2015. (Congresso).

XVII Simpósio Internacional sobre Tabaco, Álcool e outras Drogas.Consumo de substâncias psicoativas em usuários de club drugs e a sua associação com sintomas de ansiedade. 2015. (Simpósio).

34ª Semana Científica do HCPA. 2014. (Encontro).

Global Addiction 2014 - Rio Conference. Prevalence of alcohol dependency and family history of alcohol abuse and/or dependence in a sample of patients with severe obesity in Brazi. 2014. (Congresso).

X Salão de Ensino.Práticas Integradas em Saúde I: formação interdisciplinar e multiprofissional na Unidade de Saúde da Família Divisa, 2014-1. 2014. (Encontro).

XXVII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Características demográficas e diagnósticos psiquiátricos em usuários de crack e controles. 2014. (Outra).

XXVII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Associação entre os níveis séricos de BDNF e a evolução clínica de usuários de crack durante o tratamento de internação. 2014. (Outra).

SIDAT - I Simpósio Internacional sobre Drogas, Álcool e Trânsito. 2013. (Simpósio).

Curso Teórico-Pratico sobre "Coleta de Sangue". 2011. (Oficina).

V Semana Acadêmica Biomedicina UFRGS. 2011. (Simpósio).

BIOQUÍMICA HORMONAL E PATOLOGIAS ASSOCIADAS. 2010. (Oficina).

III CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOANÁLISES V CONGRESSO SUL-BRASILEIRO DE BIOMEDICINA X SEMANA GAÚCHA DE BIOMEDICINA. 2010. (Congresso).

IV SEMANA ACADÊMICA DE BIOMEDICINA UFRGS. 2010. (Simpósio).

Seminário Temático de Iniciação Científica. 2010. (Seminário).

Simpósio Sobre Terapias Inovadoras. 2010. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Nelly Rosa Murillo Zegarra

Scherer, JN. Qual é a informação que os jovens têm sobre maconha? Estudo transversal com estudantes do ensino médio do município de Porto Alegre.. 2019. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Aluno: Emmanuele Vianna Baggio

Scherer, Juliana Nichterwitz; MARIOTTI, K. C.; MENDEZ, A. S. L.. Monitoramento do uso de canábis por condutores de veículo automotor: desenvolvimento de método bioanalítico compatível com a rotina laboratorial da perícia no Brasil.. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Laura Bemvenuti Jacques

SCHERER, JULIANA N.; MARIOTTI, K. C.; FROEHLICH, P. E.. Desenvolvimento de método analítico para análise de drogas de abuso utilizando a técnica de dried spot para fluido oral.. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Letícia Mariana da Silva Souza

BREIER, A. R.;SCHERER, JN. Toxina botulínica tipo A: Aplicações e complicações na área estética biomédica. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Mayara Celada

Scherer, JN; BREIER, A. R.. Corticoides tópicos: Revisão da literatura sobre os efeitos adversos em patologias sistêmicas. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: PRISCILA OLIVEIRA

Scherer, JN; PEREIRA, J. I.. Incidência de HIV em idosos do Rio Grande do Sul de 1997 a 2017: Um estudo ecológico. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios.

Aluno: Nilton Castro Nascimento

Scherer, JN. Evidência sobre a utilização do Mindfulness no tratamento do Transtorno de Personalidade Borderline - Revisão da literatura. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios.

Aluno: Bianca Soares Carlotto

DORFMAN, L. E.;Scherer, JN. Casos de Síndrome Williams-Beuren diagnosticados pela metodologia de FISH: Uma revisão sistemática. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Thiago Gatti Pianca

Pianca, Thiago GNARVAEZ, J. C. M.. Modificações dos valores de BDNF e TBARS em usuários de crack internados em um programa especializado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Marcello Ávila Mascarenhas

ANDREUCCETTI, G.; SALUM JUNIOR, G. A.;MASCARENHAS, M. A..; LIMBERGER, R. P.; PECHANSKY, F.. Substância psicoativas no trânsito: estudo sobre fatores de risco e tecnologias de detecção in loco. 2017. Tese (Doutorado em PPG em Psiquiatria e Ciências do Comportamento Metrado e Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Marcello Ávila Mascarenhas

PECHANSKY, F.;MASCARENHAS, M. A..; PASSOS, I. C.; HANSEN, F.. Uso de cocaína e trânisto : populaçõees de risco e métodos de detecção in loco através de matrizes biológicas e alternativas. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em PPG em Psiquiatria e Ciências do Comportamento Metrado e Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Jaqueline Bohrer Schuch

Mascarenhas, M. A.; Salum-Junior, G. A.; Andreuccetti, G.;Schuch, J.B.. Substâncias psicoativas no trânsito: Estudo sobre fatores de risco e tecnologias de detecção in loco. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Giovanni Abrahão Salum Júnior

Salum, G.A.; ANDREUCCETTI, G.; MASCARENHAS, M. A.. Substâncias psicoativas no trânsito: Estudo sobre fatores de risco e tecnologias de detecção in loco. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Joana Corrêa de Magalhães Narvaez

NARVAEZ, J. C. M.; PIANCA, T.. Modificação dos valores de BDNF e TBARS em usuários de crack internados em um programa especializado. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Ives Cavalcante Passos

Passos IC; MASCARENHA, M.; HANSEN, F.. Uso de Cocaína e Trânsito: Populações de Risco e Métodos de Detecção in loco através de Matrizes Biológicas Alternativas. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Fernanda Hansen

Hansen, F.; Mascarenha, M.; Passos, C.I.. Uso de cocaína e trânsito: populações de risco e métodos de detecção in loco através de matrizes biológicas alternativas. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria e Ciências do Comportamento) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Felipe Ornell

Marcadores biológicos potencialmente relacionados à neuroprogressão nos transtornos por uso de crack/cocaína e álcool; ; Início: 2018; Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; (Coorientador);

Vanessa Loss Volpato

ASSOCIAÇÃO ENTRE TRAUMA PRECOCE E O TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE EM USUÁRIOS DE CRACK; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Metodista; (Orientador);

Nathália Moreira Jacques

Análise do perfil sociodemográfico, percepção e comportamento de risco dos condutores brasileiros que bebem e dirigem; 2016; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre,; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Márcia Pereira

Revisão de literatura e desenvolvimento de um manual prático para uso de ETCC como adjuvante no tratamento para cessação do tabagismo; 2016; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre,; Coorientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Caroline Zanoni Cardoso

Aplicação de serious games como ferramenta motivacional em Saúde Mental: Revisão Sistemática; 2016; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre,; Coorientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Vanessa Assunção

Avaliação da Sensibilidade de um Teste Rápido de Urina para Detecção de Cocaínicos e a sua Comparação com Análise Realizadas Através de Testes de Fluido Oral; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário Metodista; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Bruna Luísa Ferlin Ribeiro

Trauma precoce e sua relação com o aumento da morbidade clínica em usuários de crack; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Fernando Pezzini Rebelatto

Personalidade e adesão terapêutica: relação entre Neuroticismo e tempo de internação em usuários de cocaínicos e alcoolistas; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Gustavo Letturiondo

Em que medida a presença de radares inibe comportamento infrator de condutores brasileiros?; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Civil) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Rafaela Ornell

Prevalência de Hepatite C e coinfecção em usuários de crack internados em uma unidade de adição; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Fernando Pezzini Rebelatto

Pais abusivos, mães negligentes: Estilos parentais entre usuários de crack/cocaína e álcool de uma unidade de internação; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Vanessa Loss Volpato

Dirigir sob influência de substâncias psicoativas e impulsividade: similaridades entre usuários de álcool e cocína/crack; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Centro Universitário Metodista, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Rafaela Ornell

Perfil clínico de usuários de crack: A influência de fatores de risco; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Fernando Pezzini Rebelatto

Agravamento de indicativos de trauma em usuários de crack e cocaína após o início do consumo da droga; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Rafaela Ornell

Prevalência de envolvimento em atividades ilegais entre usuários de álcool e crack internados em unidade especializada; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Juliana Nichterwitz Scherer;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Lisia von Diemen

Modificação dos valores de BDNF e TBARS em usuários de crack internados em um programa especializado; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Lisia von Diemen;

Lisia von Diemen

Capacitação PRF - Curso de Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do Uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Lisia von Diemen;

FLAVIO PECHANSKY

Início: 2017; Universidade Federal do Rio Grande do Sul;

Renata Pereira Limberger

PSYCHOACTIVE SUBSTANCEs in TRAFFIC: a STUDY ABOUT RISK FACTORS AND in loco SCREENING technologies; 2017; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul,; Coorientador: Renata Pereira Limberger;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ROGLIO, VINÍCIUS S. ; BORGES, E. ; RABELO-DA-PONTE, F. D. ; ORNELL, FELIPE ; JULIANA NICTERWITZ SCHERER ; SCHUCH, JAQUELINE B. ; PASSOS, I. ; SANVICENTE-VIEIRA, B. ; GRASSI, R. ; von Diemen, L. ; PECHANSKY, FLAVIO ; KESSLER, FELIX . Prediction of attempted suicide in men and women with crack-cocaine use disorder in Brazil. PLoS One , v. 15, p. e0232242, 2020.

  • LIGABUE, KARINA P. ; SCHUCH, JAQUELINE B. ; SCHERER, JULIANA N. ; ORNELL, FELIPE ; ROGLIO, VINÍCIUS S. ; ASSUNÇÃO, VANESSA ; REBELATTO, FERNANDO P. ; HILDALGO, MARIA PAZ ; PECHANSKY, FLAVIO ; KESSLER, FELIX ; VON DIEMEN, LISIA . Increased cortisol levels are associated with low treatment retention in crack cocaine users. ADDICTIVE BEHAVIORS , v. 103, p. 106260, 2020.

  • PECHANKY, FLAVIO ; SCHERER, J. N. ; SCHUCH, J. ; ROGLIO, V. S. ; TELLES, Y. ; SILVESTRIN, R. ; PASA, G. ; SOUSA, TANARA ROSÂNGELA VIEIRA . User experience and operational feasibility of four point-of-collection oral fluid drug- testing devices according to Brazilian traffic agents. Traffic Injury Prevention , v. 20, p. 30-36, 2019.

  • Scherer, JN ; SILVELLO, D. ; VOLPATO, V. ; ROGLIO, V. S. ; FARA, L. S. ; ORNELL, FELIPE ; von Diemen, Lisia. ; KESSLER, FELIX ; Pechansky, F. . Predictive factors associated with driving under the influence among Brazilian drug-using drivers. ACCIDENT ANALYSIS AND PREVENTION , v. 123, p. 256-262, 2019.

  • NARVAEZ, J. C. M. ; REMY, LYSA ; BERMUDEZ, M. ; Scherer, JN ; ORNELL, F. ; SURRATT, H. ; KURTZ, S. P. ; PECHANKY, FLAVIO . Re-traumatization Cycle: Sexual Abuse, Post-Traumatic Stress Disorder and Sexual Risk Behaviors among Club Drug Users. SUBSTANCE USE & MISUSE , p. 1-10, 2019.

  • FBC, D. ; SORDI, A. O. ; ORNELL, F. ; von Diemen, Lisia. ; Scherer, JN ; MARCHI, NINO ; LIMBERGUER, R. ; KESSLER, F. H. P. . Performance Impairment and its Association to other Alterations in Cannabis users. Journal of Criminology and Forensic Studies , v. 2, p. 1, 2019.

  • ESCOBAR, M. ; Scherer, Juliana Nichterwitz ; SOARES, C. M. ; GUIMARAES, L. ; HAGEN, M. E. K. ; von Diemen, L. ; PECHANKY, FLAVIO . Brazilian crack cocaine active users: nutritional, anthropometric and drug use profiles. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 671, p. 56-59, 2018.

  • ESCOBAR, MARIANA ; Scherer, Juliana Nichterwitz ; ORNELL, FELIPE ; BRISTOT, GIOVANA ; SOARES, CASSIA MEDINO ; GUIMARÃES, LUCIANO SANTOS PINTO ; VON DIEMEN, LÍSIA ; PECHANSKY, FLAVIO . Leptin levels and its correlation with crack-cocaine user severity: A preliminary study. NEUROSCIENCE LETTERS , v. 671, p. 56-59, 2018.

  • HALPERN, SILVIA CHWARTZMANN ; SCHUCH, F. B. ; SCHERER, JULIANA N. ; SORDI, ANNE A.O. ; PACHADO, M. P. ; DALBOSCO, C. ; FARA, L. S. ; PECHANKY, FLAVIO ; KESSLER, F. H. P. ; VON DIEMEN, LÍSIA . Child Maltreatment and Illicit Substance Abuse: A Systematic Review and Meta-Analysis of Longitudinal Studies. Child Abuse Review , v. 27, p. 344-360, 2018.

  • PACHADO, M. P. ; Scherer, J ; GUIMARAES, L. ; von Diemen, Lisia. ; Pechansky, F. ; KESSLER, F. H. P. ; ALMEIDA, R. . Markers for Severity of Problems in Interpersonal Relationships of Crack Cocaine Users from a Brazilian Multicenter Study. PSYCHIATRIC QUARTERLY , p. 923-936, 2018.

  • ORNELL, F. ; HANSEN, F. ; SCHUCH, F. ; REBELATTO, F. ; TAVARES, A. L. ; SCHERER, JULIANA N. ; VALERIO, A. ; PECHANKY, FLAVIO ; KESSLER, F. H. P. ; von Diemen, L. . Brain-derived neurotrophic factor in substance use disorders: A systematic review and meta-analysis. DRUG AND ALCOHOL DEPENDENCE , v. 193, p. 91-103, 2018.

  • MARCHI, NINO ; SCHERER, JULIANA N. ; FARA, L. S. ; REMY, L. S. ; ORNELL, R. ; REIS, M. ; ZAMBONI, AMANDA ; PAIM, M. ; FIORENTIN, TAIS R. ; WAYHS, C. A. Y. ; von Diemen, Lisia. ; PECHANSKY, FLAVIO ; KESSLER, FELIX ; LIMBERGER, RENATA . Clinical and toxicological profile of NBOMes: A systematic review. PSYCHOSOMATICS , v. 60, p. 129-138, 2018.

  • FIORENTIN, TAÍS REGINA ; D'AVILA, FELIPE BIANCHINI ; COMIRAN, ELOISA ; ZAMBONI, AMANDA ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; PECHANSKY, FLAVIO ; BORGES, PAULO EDUARDO MAYORGA ; FRÖEHLICH, PEDRO EDUARDO ; LIMBERGER, RENATA PEREIRA . Simultaneous determination of cocaine/crack and its metabolites in oral fluid, urine and plasma by liquid chromatography-mass spectrometry and its application in drug users. JOURNAL OF PHARMACOLOGICAL AND TOXICOLOGICAL METHODS , v. 86, p. 60-66, 2017.

  • SCHERER, JULIANA N. ; FIORENTIN, T. R. ; SOUSA, T. R. V. ; LIMBERGER, R. P. ; PECHANSKY, FLAVIO . Oral Fluid Testing for Cocaine: Analytical Evaluation of Two Point-of-Collection Drug Screening Devices.. JOURNAL OF ANALYTICAL TOXICOLOGY , v. 41, p. 392-398, 2017.

  • MARCHI, NINO ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; PACHADO, M. P. ; GUIMARAES, L. ; SIEGMUND, G. ; CASTRO, M. N. ; HALPERN, S. ; BENZANO, D. ; FORMIGONI, M. L. ; CRUZ, M. ; PECHANSKY, FLAVIO ; KESSLER, FELIX . Crack-cocaine users have less family cohesion than alcohol users. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , p. 28876377, 2017.

  • SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; FIORENTIN, TAIS R. ; BORILLE, B. ; PASA, G. G. ; SOUSA, T. R. V. ; VON DIEMEN, LISIA ; LIMBERGER, RENATA ; PECHANKY, FLAVIO . Reliability of point-of-collection testing devices for drugs of abuse in oral fluid: A systematic review and meta-analysis. JOURNAL OF PHARMACEUTICAL AND BIOMEDICAL ANALYSIS , p. 77-85, 2017.

  • REMY, L. S. ; SCHERER, J. N. ; GUIMARÃES, LUCIANO ; SURRATT, H. ; KURTZ, S. ; PECHANSKY, FLAVIO ; KESSLER, F.H. . Anxiety and depression symptoms in Brazilian sexual minority ecstasy and LSD users. TRENDS IN PSYCHIATRY AND PSYCHOTHERAPY , v. 39, p. 239-246, 2017.

  • HALPERN, SILVIA ; Scherer, Juliana Nichterwitz ; ROGLIO, V. S. ; DALBOSCO, C. ; ORNELL, F. ; SORDI, ANNE A.O. ; FALLER, SIBELE ; PECHANKY, FLAVIO ; KESSLER, FELIX ; VON DIEMEN, LISIA . Vulnerabilidades clínicas e sociais em usuários de crack de acordo com a situação de moradia: um estudo multicêntrico de seis capitais brasileiras. Cadernos de Saude Publica , v. 33, p. e00037517, 2017.

  • SCHUCH, S. ; Scherer, Juliana Nichterwitz ; KESSLER, F. H. P. ; SORDI, ANNE A.O. ; Pechansky, F. ; VON DIEMEN, LISIA . Hepatitis C: clinical and biological features related to different forms of cocaine use. TRENDS IN PSYCHIATRY AND PSYCHOTHERAPY , v. 39, p. 285-292, 2017.

  • Scherer, Juliana Nichterwitz ; ORNELL, FELIPE ; NARVAEZ, J. C. M. ; NUNES, R. C. . Psychiatric disorders in aesthetic medicine: the importance of recognizing signs and symptoms. REVISTA BRASILEIRA DE CIRURGIA PLÁSTICA (ONLINE) , v. 32, p. 586-593, 2017.

  • FIORENTIN, TAÍS REGINA ; Scherer, Juliana Nichterwitz ; MARCELO, MARCELO CAETANO ALEXANDRE ; SOUSA, TANARA ROSÂNGELA VIEIRA ; PECHANSKY, FLAVIO ; FERRÃO, MARCO FLÔRES ; LIMBERGER, RENATA PEREIRA . Comparison of Cocaine/Crack Biomarkers Concentrations in Oral Fluid, Urine and Plasma Simultaneously Collected From Drug Users. JOURNAL OF ANALYTICAL TOXICOLOGY , v. E, p. 1-8, 2017.

  • SCHERER, JULIANA N. ; SCHUCH, SILVIA ; ORNELL, FELIPE ; SORDI, ANNE A.O. ; BRISTOT, GIOVANA ; PFAFFENSELLER, BIANCA ; KAPCZINSKI, FLÁVIO ; KESSLER, FELIX H.P. ; FUMAGALLI, FABIO ; PECHANSKY, FLAVIO ; VON DIEMEN, LISIA . HIGH LEVELS OF BRAIN-DERIVED NEUROTROPHIC FACTOR ARE ASSOCIATED WITH TREATMENT ADHERENCE AMONG CRACK-COCAINE USERS. Neuroscience Letters (Print) , v. 630, p. 169-175, 2016.

  • ORNELL, FELIPE ; DOTTA PANICHI, RENATA MARIA ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; MODENA, SONIA LUCINDA ; CIN, VANESSA DAL ; ZANINIF, ADRIANA MOKWA ; HALPERN, SILVIA CHWARTZMANN . Saúde e cárcere: estruturação da atenção básica à saúde no sistema prisional do Rio Grande do Sul. Sistema Penal & Violência (Online) , v. 8, p. 107, 2016.

  • PEDROSO, ROSEMERI ; ZANETELLO, LUCIANA ; GUIMARÃES, LUCIANO ; PETTENON, MÁRCIA ; GONÇALVES, VERALICE ; SCHERER, JULIANA ; KESSLER, FELIX ; PECHANSKY, FLAVIO . Confirmatory factor analysis (CFA) of the Crack Use Relapse Scale (CURS). Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo) , v. 43, p. 37-40, 2016.

  • SCHERER, J. N. ; SILVESTRIN, R. ; ORNELL, F. ; ROGLIO, V. S. ; SOUSA, T. R. V. ; GROUP, B. C. ; VON DIEMEN, LISIA ; KESSLER, FELIX H.P. ; PECHANKY, FLAVIO . Prevalence of driving under the influence of psychoactive substances and road traffic crashes among Brazilian crack-using drivers. Drug and Alcohol Dependence , p. 255-262, 2016.

  • REMY, LYSA ; MARCHI, NINO ; SCHERER, JULIANA ; FIORENTIN, TAIS R. ; LIMBERGER, RENATA ; PECHANKY, FLAVIO ; KESSLER, FELIX . NBOMe: a new dangerous drug similar to LSD. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 37, p. 351-352, 2015.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SCHIMITZ, A. R. ; SCHERER, J. N. . Álcool, Drogas e Trânsito.. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SCHERER, JULIANA N. ; SILVESTRIN, R. ; ROGLIO, V. S. ; SCHUCH, J. ; LETURIONDO, G. ; SOUSA, T. R. V. ; LIMBERGUER, R. ; Pechansky, F. . Projeto Tecnologias de Screening de SPAs no Trânsito: Segundo Relatório Parcial. 2018. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. ; FIORENTIN, TAIS R. ; LIMBERGER, RENATA ; PECHANSKY, FLAVIO . Relatório Final de Atividades de Pesquisa. 2018. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. ; SOUSA, TANARA ROSÂNGELA VIEIRA ; PECHANSKY, FLAVIO . Relatórios de Execução - Projeto Tecnologias de Screening de SPAs no Trânsito. 2017. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, J. N. ; SILVESTRIN, R. ; BROSELE, G. ; SOUSA, T. R. V. . Curso de Aperfeiçoamento em Identificação de Sinais, Sintomas Clínicos e Triagem de Substâncias Psicoativas no Trânsito. 2016. .

SCHERER, J. N. . Estatística básica utilizando o SPSS. 2015. .

SOUSA, T. R. V. ; SCHERER, JULIANA N. ; SILVESTRIN, R. ; ROGLIO, V. S. ; PASA, G. G. ; PECHANKY, FLAVIO . Projeto Tecnologias de Screening de SPAs no Trânsito: Primeiro Relatório Parcial. 2015. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. . Relatório de Atividades de Pesquisa. 2015. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. . Relatório de Atividades de Pesquisa. 2014. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. . Relatório de Atividades Práticas. 2013. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. . Relatório de Atividades de Pesquisa. 2012. (Relatório de pesquisa).

SCHERER, JULIANA N. . Relatório de Atividades de Pesquisa. 2011. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    ANÁLISES AVANÇADAS DE DADOS BRASILEIROS SOBRE DROGAS COM INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E TRANSLAÇÃO PARA A CLÍNICA, Descrição: Este projeto propõe a aplicação de métodos de análise sofisticados de inteligência artificial e de machine learning para possível identificação de um perfil de pacientes com maior probabilidade de adesão ao tratamento. Adicionalmente, propõe-se a identificar um perfil de condutores com maior probabilidade de envolvimento em comportamentos de risco no trânsito, visando determinar a alocação de recursos, orientação de condutas, direcionamento de estratégias e elaboração de políticas públicas. Tais métodos, quando aliados a um estruturado processo de coleta de dados e grandes bancos de dados, possuem um alto e inovador potencial contributivo para o conteúdo científico. A realização deste projeto poderá contribuir, a médio e longo prazo, para a instrumentalização de profissionais para a construção de modelos inovadores de tratamento de usuários de crack, álcool ou outras drogas em um país de dimensões continentais como o Brasil. Espera-se, assim, real diminuição deste grave problema de saúde pública, em acordo com o que está previsto na Política Nacional sobre Drogas. Da mesma forma, os novos estudos poderão projetar a produção científica nacional de forma mais abrangente ao promover o intercâmbio com instituições regionais, nacionais e estrangeiras, além de organizações multinacionais similares. Isto permitirá aperfeiçoar uma rede colaborativa consistente com a Política Nacional e os compromissos hemisféricos e mundiais assumidos pelo país.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Integrante / Lisia von Diemen. - Integrante / Felipe Ornell - Integrante / Felix Henrique Paim Kessler - Coordenador / VINÍCIUS S ROGLIO - Integrante / eduardo borges - Integrante / Diego Rabello - Integrante / IVES PASSOS - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Análise e identificação de motoristas de risco potencial utilizando simuladores de direção e medidas biológicas, Descrição: Comportamentos de risco ou desviantes - como dirigir sob a influência de SPAs, são dependentes de múltiplos fatores ? desde neurobiológicos até ambientais. Entretanto, ainda não existem estudos identificando tais fatores em motoristas brasileiros, e a falta deste tipo de informação acarreta falta de conhecimentos intrínsecos sobre as características dos mesmos. Consequentemente, menos ações preventivas tendem a ser desenvolvidas para motoristas de risco, fazendo com que estes terminem sendo incorporados à estratégia geral de fiscalização e prevenção, com potencial perda de especificidade e menor efeito, em detrimento de estratégias desenhadas exclusivamente para eles. Nesse sentido, o presente estudo tem como objetivo a identificação de características biológicas, psicológicas e neurobiológicas de motoristas em processo de reabilitação por dirigir sob a influência de álcool, gerando perfis integrados e multidimensionais de periculosidade versus segurança. Para isso, o presente projeto realizará inicialmente a validação e a implantação de tecnologias inovadoras - instrumentos de pesquisa e simuladores de direção - para a detecção de motoristas de risco. A implantação e a adaptação do simulador de direção com tecnologia avançada desenvolvida no Canadá pelos Dres. Marie Claude Ouimet (Universidade de Sherbrooke) e Thomas G. Brown (Universidade McGill), serão realizadas visando explicitar comportamentos de risco e inseguros. Após a adaptação e implantação desses instrumentos, será realizada uma primeira etapa de coleta de dados com 150 voluntários de pesquisa a fim de identificar as características biológicas, psicológicas e neurobiológicas associadas a comportamentos de risco avaliados pelos testes de simulação de direção, em um rigoroso estudo transversal realizado em laboratório. Ao fim da coleta de dados, será solicitada a autorização dos sujeitos de pesquisa para que os investigadores deste estudo tenham acesso aos dados do sistema de infrações do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (DETRAN-RS) durante o período de cinco anos, a fim de iniciarmos um estudo de seguimento dos sujeitos participantes e estabelecer se as variáveis identificadas poderão predizer comportamentos de risco e infrações no trânsito. Os resultados esperados do presente estudo incluem a validação de uma bateria de testes neuropsicológicos, dosagens biológicas periféricas e percursos em realidade aumentada que apresentem validade convergente e permitam a identificação e posterior diferenciação de grupamentos de motoristas de maior/menor risco para comportamentos arriscados, colisões e reincidência no trânsito brasileiro. Em função destes achados, este estudo irá gerar uma estrutura de coleta sistemática de dados que permitirá sua implementação em outros estudos que avaliem performance de direção, além de iniciar um estudo de seguimento dos voluntários de pesquisa, buscando identificar se os achados obtidos na coleta transversal de dados apresentam validade preditiva para eventos futuros, através de estudos longitudinais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Leticia S Fara - Integrante / VINÍCIUS S ROGLIO - Integrante / MARCELO ROCHA - Integrante / Gustavo Leturiondo - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Ensaio Clínico Randomizado, Duplo-Cego, Controlado com Placebo, para Avaliar o Efeito da N-Acetilcisteína no Tratamento dos Transtornos por Uso de Álcool e Cocaína, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Integrante / Silvia Schuch - Integrante / Felipe Ornell - Integrante / Felix Henrique Paim Kessler - Integrante / VON DIEMEN, LISIA - Coordenador / DAIANE SILVELLO - Integrante / FABIANA GALLAND - Integrante.

  • 2015 - 2017

    ANÁLISE DE SISTEMAS DE TESTAGEM MÓVEL PARA A DETECÇÃO DE COCAÍNICOS EM FLUIDOS BIOLÓGICOS, Descrição: No Brasil, aproximadamente 6 milhões de brasileiros e cerca de 442 mil jovens já experimentaram alguma apresentação de cocaína na vida (II LENAD 2012). Se focarmos na região Sul do país, 173 milhões de pessoas já utilizaram cocaína e 63 milhões já fizeram uso de crack (CEBRID 2005). O desenvolvimento e a aplicação de técnicas que permitam o screening do uso de drogas são fundamentais para diversos setores que necessitam desse controle, como por exemplo, em centros de tratamento, em locais de trabalho e no trânsito. O uso de saliva como matriz biológica para a detecção do uso de drogas vem sendo estudado e defendido por diversos grupos de pesquisa (Moore 2001) e sendo alvo de estudos de revisão (Verstraete 2004, Bosker and Huestis 2009), principalmente devido ao fato de que a amostra pode ser coletada de forma simples e não-invasiva, ter menores riscos de infecção comparada a amostras de sangue e ter menor chance de adulteração. Além disso, pesquisadores, profissionais e agentes da polícia constantemente expressam a necessidade da realização de testes e da confirmação dos resultados nos próprios locais de abordagem (Huessi 1999). No sentido de alcançar essas exigências, diversos sistemas de testagem rápida através de fluido oral já foram desenvolvidos, e entre eles está o Alere DDS2. Esse sistema permite permite o screening de cinco classes de drogas: anfetaminas, benzodiazepínicos, cocaína, metanfetaminas e THC. Entretanto, a especificidade e a sensibilidade das análises para cada droga ainda não foram estabelecidas. Sendo assim, estudos são necessários para o estabelecimento desses parâmetros de precisão, a fim de validar esse instrumento. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar a confiabilidade de dispositivos de detecção móvel para a a detecção de cocaínicos em amostra biológicas de usuários de substâncias psicoativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Coordenador / FIORENTIN, TAIS R. - Integrante / LIMBERGER, RENATA - Integrante / Tanara R V Sousa - Integrante / PECHANSKY, FLAVIO - Integrante / VANESSA EGGRES - Integrante / VANESSA ASSUNÇÃO - Integrante / AMANDA ZAMBONI - Integrante., Financiador(es): Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1

  • 2015 - Atual

    Avaliação de Tecnologias para Detecção de Substâncias Psicoativas em Condutores Brasileiros, Descrição: Descrição: A legislação brasileira, através do art. 306 da Lei 12.760/2012, considera crime conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência. Desta forma, apesar da previsão legal para a fiscalização de condutores suspeitos de estarem sob efeito de SPAs, atualmente só é possível a avaliação in loco do teor estimado de etanol através de etilômetros. Assim, a prática de detecção objetiva e in loco para drogas tais como a maconha e a cocaína não é realizada no Brasil. Diversos outros países, tais como a Austrália e a Noruega, já introduziram meios práticos para a fiscalização de condutores quanto ao consumo de outras drogas além do álcool. Assim, para desenvolvermos uma estratégia de implementação de meios de fiscalização no Brasil, faz-se necessária a busca de dados e informações no panorama internacional, tanto no que diz respeito a tecnologias utilizadas quando no que diz respeito à implementação destas, para avaliarmos quais os melhores métodos disponíveis para possível adaptação ao panorama nacional. Logo, os principais objetivos deste estudo são: 1) avaliar tecnologias para detecção de substâncias psicoativas em condutores brasileiros; 2) descrever criticamente as tecnologias disponíveis e utilizadas pelas polícias em diversos países para detecção do uso de SPAs em condutores quanto à sua aplicabilidade, benefícios esperados e custos de implementação; 3) apresentar e discutir com profissionais e gestores públicos na área de trânsito as tecnologias de detecção de SPAs viáveis de serem implementadas no Brasil; 4) implementar, por meio de estudos pilotos com as polícias brasileiras, a utilização da(s) tecnologia(s) mais adequadas ao contexto nacional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Roberta Silvestrin - Integrante / Tanara R V Sousa - Integrante / VINÍCIUS S ROGLIO - Integrante / GRACIELA PASA - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Preditores Clínicos, Biológicos e Psicossociais da Recaída Precoce em Usuários de Crack, Descrição: O objetivo principal desse projeto é avaliar fatores clínicos, biológicos e psicossociais preditores de recaída ou abandono de tratamento precoce em usuários de crack após internação em unidade de tratamento de dependência química em hospital geral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia von Diemen. - Integrante / Felix Kessler - Integrante / Anne Orgle Sordi - Integrante / Silvia Schuch - Integrante / Joana C M Narvaez - Integrante / Mariane Possa - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    ASSOCIAÇÃO ENTRE ESTADO NUTRICIONAL, NÍVEIS SÉRICOS DE LEPTINA E GRELINA E PADRÃO DE CONSUMO DE CRACK, Descrição: Descrição: O uso abusivo e/ou dependência de drogas, principalmente a cocaína e o crack, causam importantes implicações sociais, psicológicas, econômicas e políticas. Estudos recentes mostram que o uso de crack tem início em idades cada vez mais precoces, sendo disseminado pelo País e por todas as classes sociais, devido a facilidade de acesso e normalmente antecedido do consumo de álcool e/ou tabaco (1). A cocaína atua como um potente estimulante do sistema nervoso central (SNC), e no sistema de recompensa cerebral, bloqueando a recaptação pré-sináptica de noradrenalina e dopamina produzindo alto nível destes neurotransmissores nos receptores pós-sinápticos, ocasionando efeitos de prazer (4). O estímulo associado ao aumento de dopamina adquire um significado motivacional e emocional anormais, que resultam na busca excessiva pela substância. Este sistema de recompensa assegura comportamentos fundamentais à sobrevivência da espécie, tais como alimentação e sexo, sendo o uso de substanciais psicoativas (SPA) um ativador deste mecanismo. Dessa forma, aumenta a possibilidade de que tais comportamentos sejam sempre repetidos, implicando no desenvolvimento da dependência (5-7). Muitas morbidades estão associadas com o uso de crack. A vulnerabilidade expõe estes indivíduos a desnutrição e alteração no seu estado nutricional, propiciando o aparecimento de diversas doenças. Tanto os efeitos agudos como os crônicos podem incluir danos individuais ou sociais e prejuízos à saúde (8, 9). A utilização de crack tem sido relatada por induzir perfurações intestinais, ulcerações gástricas, fibrose retroperitoneal, dor abdominal, náuseas, isquemia mesentérica e esofagite (10). Condição que prejudica a absorção, a digestão e o metabolismo, podendo ocasionar deficiências nutricionais. Há presença também, de distúrbios metabólicos como hipoglicemia, acidose láctica e hipocalemia, prejudicando o metabolismo energético e o equilíbrio hidroeletrolítico (8, 9). Em um estudo com usuários de múltiplas substâncias, Sland et al, (11) relatou uma forte associação entre as concentrações de hemoglobina (Hb), ferritina sérica e albumina com desnutrição. Demostrando também, sinais clínicos de deficiência de micronutrientes em cerca de 74% dos indivíduos. A Deficiência de vitaminas antioxidantes nesta população foi noticiado há alguns anos (12), demostrando desnutrição múltipla. No entanto, pouco se sabe sobre a verdadeira prevalência de desnutrição em usuários de crack. Sland et al, (11), verificou que o padrão de uso de SPAs possui uma significativa correlação inversa com o IMC, e que o tempo de uso afetou os parâmetros nutricionais analisados (IMC, albumina, Hb e ferritina). Recentemente Ross et al (13) com uma população predominantemente de alcoolistas, demonstrou que 50% dos indivíduos eram deficientes em ferro ou vitaminas. Volkow (17) sugere a possibilidade de que alimentos e drogas de abuso possam estar atuando nos mesmos mecanismos de recompensa cerebrais. A compulsão, o descontrole alimentar e o uso de alimentos, em especial as gorduras e açúcares têm sido utilizados como substitutos de álcool e SPAs em usuários em tratamento. No entanto, pouca atenção tem sido dada aos sistemas corticais que, em muitas situações, vencem os sistemas de controle metabólico exercidos pelo hipotálamo (4, 18, 19). Não existem estudos na literatura que apontam a associação entre estado nutricional e peptídeos reguladores do comportamento alimentar em usuários de crack. A identificação de parâmetros biológicos na avaliação do comportamento adicto e a verificação das decifiências dietéticas, associados com o padrão de consumo de crack, têm sua relevância para subsidiar a intervenção nutricional e clínica no tratamento da dependência química... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia von Diemen. - Integrante / Felipe Ornell - Integrante / mariana escobar - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação de uma intervenção de capacitação do efetivo da Polícia Rodoviária Federal do Brasil através de verificação do processo de construção de conhecimentos relativos a substâncias psicoativas e sua influência no trânsito brasileiro, Descrição: Através de medidas objetivas delineadas para fornecer informações a respeito do processo de ensino e aprendizagem, esse projeto propõe-se a avaliar a intervenção de capacitação dos PRFs em temáticas relacionadas ao uso de SPAs no trânsito brasileiro, fiscalização e condutas relacionadas à SPAs na construção, pelos policiais, do conhecimento sobre os temas trabalhados nas aulas; bem como a percepção dos próprios policiais a respeito das dificuldades de fiscalização de SPAs nas rodovias. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia von Diemen. - Integrante / Carla Dalbosco - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Programa de Assistência a Usuários de Club Drugs, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Lysa S Remy - Integrante., Financiador(es): Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Análise do Receptor de Insulina (IR), Receptor do Fator de Crescimento Tipo Insulina (IGFR) e do Receptor de Androgênio (AR) em Tecido de Hiperplasia Prostática Benigna tratados e não tratados com Ins, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Patricia Borba Martiny - Coordenador / Ana Caroline Hillebrand - Integrante / Ilma Simoni Brum Da Silva - Integrante.

  • 2011 - Atual

    PSICOPATOLOGIA ASSOCIADA À OBESIDADE E EXPERIÊNCIAS TRAUMÁTICAS: ALTERAÇÕES DO HUMOR, COGNIÇÃO E NEUROBIOLOGIA, Descrição: A crescente prevalência da obesidade e sua forte associação com transtornos psiquiátricos tornam necessária uma melhor compreensão desta relação para o adequado desenvolvimento de estratégias preventivas e de tratamento. A investigação da influência da exposição a experiências traumáticas sobre o desenvolvimento da obesidade e a determinação do papel do BDNF nesta associação permitirá uma melhor compreensão desta patologia. Além disso, torna-se cada vez mais evidente que os danos ocasionados pela obesidade podem ir muito além dos desfechos tradicionalmente estudados, relacionados sobretudo às doenças clínicas crônicas, e as evidências recentes de que a obesidade poderia afetar também a cognição tornam necessária uma melhor avaliação desta associação que, caso confirmada, poderia influenciar negativamente não só a saúde, mas também aspectos sócio-econômicos desta população. Neste sentido, a possibilidade de não só investigar a associação entre obesidade e cognição, mas também poder comparar o desempenho cognitivo apresentado por estes pacientes nos períodos pré e pós-operatório da cirurgia bariátrica, oferecerá condições únicas para a elucidação desta relação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Coordenador / Lisia von Diemen. - Integrante / Ingrid Hartmann - Integrante / Marcia Kauer Samt'anna - Integrante., Financiador(es): Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2014

    Ações Integradas - Componente 3, Descrição: O crescente índice de criminalidade no Brasil tem evidenciado uma relação cada vez mais próxima entre o consumo de drogas e atos violentos, sendo que os jovens têm sido o alvo principal dessas estatísticas. Considerando a multiplicidade de fatores associados aos fenômenos da droga e da violência, configura-se um panorama complexo que se coloca a diferentes segmentos da sociedade e ao Estado. Na busca de respostas capazes de reverter o efeito da associação droga, violência e juventude, o Gabinete de Segurança nstitucional da Presidência da República -GSI/PR e o Ministério da Justiça MJ, por meio da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - SENAD em parceria com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania - PRONASCI, respectivamente, propõem o desenvolvimento de ações conjuntas para prevenção da violência e da criminalidade associada ao uso indevido de álcool e outras drogas, contidas no presente projeto. Trata-se, pois, do desenvolvimento de ações de natureza preventiva, bem como de tratamento e reinserção social. O projeto apresentado aborda especificamente as questões de tratamento dos problemas relacionados ao uso de substâncias psicoativas. Como o PRONASCI é composto por 94 projetos, que envolvem a União, Estados, Municípios e a própria comunidade, suas ações são caracterizadas como Ações Estruturais e Programas Locais, os quais permitem atuar nas áreas onde a violência se manifesta, através da inserção em programas governamentais já existentes. Nesse sentido, uma das ações previstas refere-se à identificação de todos os projetos e programas governamentais existentes nas localidades indicadas, bem como o mapeamento dos serviços públicos disponíveis, tendo como objetivo uma atuação integrada à rede pública, articulando as diferentes perspectivas de ação e otimizando as condições de acesso aos bens e serviços disponíveis, por parte da população-alvo deste projeto. Além da rede pública, é de fundamental importância a identificação dos rec.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia von Diemen. - Integrante / Felix Kessler - Integrante / Raquel Brandini De Boni - Integrante / José Roberto Goldim - Integrante / Renata Limberguer - Integrante / Gabrielle Cunha - Integrante.

  • 2010 - 2013

    Expressão de Marcadores Moleculares em Tumores de Próstata e sua Possível Modulação Androgênica, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / Ilma Simoni Brum Da Silva - Integrante / VANDERLEI BIOLCHI - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2009 - 2011

    TRI PAI, Descrição: Aplicabilidade do teste rápido na identificação de soroconversão para o HIV-1 e status sorológico de seus parceiros em um hospital geral público em pacientes gestantes e seus parceiros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Coordenador.

  • 2009 - 2011

    TRANSPLANTE DE CÉLULAS GLIAIS EMBAINHANTES OLFATÓRIAS E ESTIMULAÇÃO LOCOMOTORA APÓS TRANSECÇÃO MEDULAR EM RATOS: EFEITOS SOBRE A REGENERAÇÃO NEURONAL E RECUPERAÇÃO FUNCIONAL, Descrição: Spinal cord injury (SCI) has very poor clinical prospects, resulting in irreversible loss of function below the injury site. Although applied in clinical trials, olfactory lamina propria (OLP) transplantation is still a controversial repair strategy. The present study explored the efficacy of OLP or respiratory lamina propria (RLP) transplantation and the optimum period post-SCI (immediately, 2 weeks or 4 weeks delayed) for the application of this potential therapy. Adult male rats were submitted to spinal cord transection and pieces of OLP (containing OECs) or RLP (without containing OECs) were placed into the lesion site acute, subacute or chronically post-injury. By the twelfth week after transplantation, animals with OLP or RLP showed a discrete and similar hindlimb motor improvement. Both transplant types produced comparable spinal cord tissue sparing and sprouting in lesion area. Acute transplantation of OLP seems to favor some supraspinal axon regeneration, as observed with retrograde tracer stained cells in brainstem nuclei. However, only the acute RLP transplantation exhibited retrogradely labeled cells in cortical areas. Both lamina propria transplants resulted in an increase of 5-HT positive fibres rostrally to the injury site and CGRP fibres were observed in spinal cord stumps and in the lesion area of animals. Our results failed to show differences between acute, subacute or chronic transplantation of OLP or RLP. In addition, this intervention cannot effectively promote functional recovery, tissue repair or axonal regeneration after SCI. Further studies are required with OLP transplants to strengthen the rationale for application of this treatment in humans.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Nichterwitz Scherer - Integrante / MATILDE ACHAVAL ELENA - Coordenador / Lígia Aline Centenaro - Integrante / Mariane da Cunha Jaeger - Integrante / Jocemar Ilha - Integrante / Simone Marcuzzo - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2018

Prêmio Destaque na II Mostra Estadual de Saúde Prisional, UNISC e Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul.

2017

Prêmio melhor trabalho científico, Associação Brasileira de Medicina de Tráfego - ABRAMET.

2017

Travel Award NIDA forum, National Institute on Drug Abuse - NIDA.

2017

Proeficiência em Inglês, Instituto de Letras, UFRGS.

2017

Proeficiência em Espanhol, Instituto de Letras, UFRGS.

2016

Prêmio Melhor Trabalho ?Iniciação Cientifica?, Centro de Estudos Luís Guedes.

2016

The Best Working Paper from Latin America, ICADTS.

2014

Prêmio Inovação em Psiquiatria, Centro de Estudos Luís Guedes.

2014

Prêmio de Destaque na Área de Multidisciplinares e Ensino de Ciências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2013

Academic Excellence Award, Portland State University.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora conveniada, Carga horária: 2

Outras informações:
Professora das disciplinas de Epidemiologia e de Tratamento Farmacológico do Curso de Mestrado Profissional em Saúde Mental e Transtornos Aditivos do Hospital de Clínicas de Porto Alegre ? HCPA/SENAD.

2016 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 5

Outras informações:
Professora convidada das disciplinas de Seminários Integrados I e II do Curso de Mestrado Profissional em Álcool e Drogas, promovido pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre ? HCPA/SENAD.

2018 - 2018

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Palestrante convidada, Carga horária: 2

Outras informações:
Palestrante do Curso de Capacitação sobre Machine Learning nas Adições

2018 - 2018

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 10

Outras informações:
Organizadora do Curso de Capacitação sobre Machine Learning nas Adições

2016 - 2018

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 5

Outras informações:
Professora convidada da disciplina de Tópicos sobre Substâncias Psicoativas e Tratamento Farmacológico do Curso de Mestrado Profissional em Álcool e Drogas, promovido pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre ? HCPA/SENAD.

2013 - 2015

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20

Outras informações:
Iniciação Científica no Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas (CPAD)

2014 - 2014

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estágio Curricular, Carga horária: 30

Outras informações:
Setor: Serviço de Adição. Ênfase: Saúde Pública relacionada à adição de álcool e outros drogas.

Atividades

  • 03/2015 - 03/2015

    Treinamentos ministrados , Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas, .,Treinamentos ministrados, Curso de Aperfeiçoamento em Identificação de Sinais, Sintomas Clínicos e Triagem de Substâncias Psicoativas no Trânsito,

  • 02/2015 - 03/2015

    Ensino, Curso de atualização em estatística básica, Nível: Aperfeiçoamento,Disciplinas ministradas, Bioestatística básica

2013 - 2013

University of Pennsylvania

Vínculo: Estagiaria, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenadora de Núcleo de Pesqusia, Carga horária: 4

Outras informações:
Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool (NEPTA) do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas do HCPA/UFRGS.

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro fundador, Carga horária: 1

Outras informações:
Membro fundador e colaborador do Núcleo Universitário Interdisciplinar de Trânsito da UFRGS.

2017 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor auxiliar, Carga horária: 2

Outras informações:
Professora Auxiliar da Disciplina PSQ39 - Tópicos Avançados do Programa de Pós Graduação em Psiquiatria e Ciências do Comportamento da UFRGS

2016 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 1

Outras informações:
Professora convidada da disciplina Epidemiologia e Bioestatística do Programa de Pós Graduação em Psiquiatria e Ciências do Comportamento da UFRGS.

2017 - 2018

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenadora de núcleo de pesquisa, Carga horária: 30

Outras informações:
Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool (NEPTA) do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas do HCPA/UFRGS.

2016 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora auxiliar, Carga horária: 8

Outras informações:
Professora auxiliar da disciplina de Epidemiologia para Biomedicina

2009 - 2011

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Bolsista de graduação, Enquadramento Funcional: Iniciação científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2017

    Ensino, Psiquiatria, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos Avançados ? PSQ39, Epidemiologia e Estatística

2009 - 2010

Hospital Nossa Senhora da Conceição

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coletadora, Carga horária: 10, Regime: Dedicação exclusiva.

2017 - Atual

Centro de Pesquisa Em Álcool e Drogas

Vínculo: Coodernador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 30

Outras informações:
Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool (NEPTA) do CPAD/HCPA/UFRGS.

2018 - 2018

Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 5

Outras informações:
Professora responsável pela disciplina de Método em Pesquisa e Estatística do curso de Especialização em Psicologia do Trânsito.

2019 - Atual

Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenadora de curso, Carga horária: 16

Outras informações:
Coordenadora do curso de Biomedicina da UNISINOS.

2019 - Atual

Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 4

Outras informações:
Coordenadora das Monitorias do curso de Medicina da Unisinos.

2019 - Atual

Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 2

Outras informações:
Professora colaboradora do projeto de monitoramento de indicadores de saúde para avaliação do impacto do Curso de Medicina na rede de saúde de São Leopoldo.

2018 - Atual

Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 24

Outras informações:
Professora das seguintes atividades acadêmicas: Epidemiologia e Bioestatística (Medicina); Metodologia Científica (Medicina); Vivência Biomédica (Biomedicina); Estudos em Patologia Humana (Compartilhadas da Saúde); Desenvolvimento Pessoal e Profissional: Colaboração (Cursos da graduação pró - núcleo DNA Jesuíta).

2019 - Atual

Secretaria Nacional de Politicas sobre drogas

Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Consultora, Carga horária: 1

Outras informações:
Consultora do Grupo de Trabalho estabelecido pela Portaria n 384, DE 10 DE ABRIL DE 2019 (8814863) para realizar estudos e elaborar documentos técnicos visando a implementação da utilização de tecnologias de screening para detecção de substâncias psicoativas em condutores no trânsito brasileiro.