Reginaldo Osnildo Barbosa

Bacharel em Comunicação Social-Habilitação para Jornalismo pela Universidade do Sul de Santa Catarina, escritor - Vidas Quebradas: Reflexos do crack e palestrante.

Informações coletadas do Lattes em 30/05/2018

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em PPG em Ciências da Linguagem

2016 - 2018

Universidade do Sul de Santa Catarina
Título: Análise do fortalecimento da imagem do vilão mediante o medo expresso nas tecnologias do imaginário.,Ano de Obtenção: 2018
Dra. Heloisa Juncklaus Preis de Moraes.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: imaginário; medo; vilão; tecnologias do imaginário.Grande área: Lingüística, Letras e ArtesSetores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Graduação em Comunicação Social

2012 - 2015

Universidade do Sul de Santa Catarina
Título: A (des) construção do estereótipo do cidadão-presidiário no jornalismo impresso de Santa Catarina sob a perspectiva de Bakhtin: um estudo de caso das capas da série de reportagens A Máfia das Cadeias, veiculada pelo jornal Diário Catarinense
Orientador: Prof. Msc. Willian Corrêa Máximo
Bolsista do(a): Programa Universidade para Todos, PROUNI, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2002 - 2011

E. E. Professor José Rodrigues Lopes

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Apresentação do Artigo A estrutura simbólica da marca Red Bull: voando no universo lúdico do energético austríaco. 2017. (Outra).

Apresentação do artigo No entremeio do tempo, trabalha a impunidade: silêncio, memória e esquecimento. 2017. (Outra).

Como cultivar a espiritualidade na vida profissional. 2017. (Outra).

Como cultivar a espiritualidade na vida profissional. 2017. (Outra).

Conferência Fitoterapia Racional nas práticas de extensão universitária. 2017. (Outra).

Defesa de dissertação: Imaginário e identidade nacional: análise mitocrítica na série de TV Família Imperial. 2017. (Outra).

Defesa de Tese: A identidade dos professores de Educação Física. 2017. (Outra).

Defesa de Tese: As redes sociais como dispositivos do imaginário. 2017. (Outra).

Defesa de Tese: Tubarão e o Imaginário de 1974. 2017. (Outra).

Desejo e sedução: a traição nos romances de Júlia Lopes de Almeida. 2017. (Outra).

Direitos Humanos e Sistema Prisional no Brasil.Direitos Humanos e Sistema Prisional no Brasil. 2017. (Seminário).

Direitos Humanos e Sistema Prisional no Brasil.Direitos Humanos e Sistema Prisional no Brasil. 2017. (Encontro).

III Seminário de Projetos de Dissertação - PPGE Unisul. 2017. (Seminário).

Judiciário na crise política atual. 2017. (Outra).

O Imaginário do Brincar. 2017. (Oficina).

O imaginário do sagrado. 2017. (Outra).

Qualificação de projeto de dissertação: A dignidade suprema de um navio perdendo a rota: figurações de um Leminski acéfalo e alguma crítica da razão. 2017. (Outra).

Seminário As produções simbólicas das marcas de energético. 2017. (Seminário).

Seminário Conversão de diferentes registros de representação semiótica na modelagem de matemática de situações-probleas. 2017. (Seminário).

Seminário Intervenção Militar já: o deslizamento dos sentidos. 2017. (Seminário).

Seminário O imaginário do imigrante italiano no sul catarinense. 2017. (Seminário).

Seminário Tons e sons na formação da identidade musical brasileir. 2017. (Seminário).

Defesa de dissertação: O panelaço como resistência ao político no Brasil. 2016. (Outra).

Defesa de Tese: Identidade, memória e cultura no trato com plantas medicinais. 2016. (Outra).

Semana de qualificação de projetos de Dissertação. 2016. (Outra).

Semana de Qualificação de Projetos de Dissertação. 2016. (Outra).

VIII Simpósio sobre Formação de Professores: 20 anos da LDB. 2016. (Simpósio).

VIII Simpósio sobre Formação de Professores: 20 anos da LDB.A (DES) CONSTRUÇÃO DO ESTEREÓTIPO DO CIDADÃO-PRESIDIÁRIO NO JORNALISMO IMPRESSO DE SANTA CATARINA SOB A PERSPECTIVA DE BAKHTIN: UM ESTUDO DE CASO DAS CAPAS DA SÉRIE DE REPORTAGENS A MÁFIA DAS CADEIAS, VEICULADA PELO JORNAL DIÁRIO CATARINENSE. 2016. (Simpósio).

Aula Magna: Forma x conteúdo - a ética na comunicação. 2015. (Seminário).

2 Insônia produtiva.Sinergia. 2014. (Outra).

A formação da cultura brasileira. 2014. (Seminário).

Aula Magna no Curso de Jornalismo e Publicidade e Propaganda Unisul. 2014. (Seminário).

1 Insônia produtiva.Os insones. 2013. (Outra).

2 Mostra de Pôster Científico. A invisibilidade dos excluídos. 2013. (Exposição).

8 Jornada Unisul de Iniciação Científica e 8 Seminário de pesquisa - 2013.A LINGUAGEM JORNALÍSTICA DAS COBERTURAS POLICIAIS DO JORNAL NOTISUL DE TUBARÃO É SENSACIONALISTA? : AVALIAÇÃO DAS EDIÇÕES DE AGOSTO DE 2012.. 2013. (Seminário).

A importância da pesquisa na sala de aula. 2013. (Seminário).

Redes sociais políticas. 2013. (Seminário).

Calouro solidário.Calouro. 2012. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marília Köenig

MORAES, H. J. P.; VARGAS, A. L.;KÖENIG, M.. Análise do fortalecimento da imagem do vilão mediante o medo expresso nas tecnologias do imaginário. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências da Linguagem) - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Heloisa Juncklaus Preis Moraes

MORAES, H. J. P.; LINCK, A.; Koenig, M.. Análise do fortalecimento da imagem do vilão mediante o medo expresso nas tecnologias do imaginário. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências da Linguagem) - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Heloisa Juncklaus Preis Moraes

Análise do fortalecimento da imagem do vilão mediante o medo expresso nas tecnologias do imaginário; 2016; Dissertação (Mestrado em PPG em Ciências da Linguagem) - Universidade do Sul de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Heloisa Juncklaus Preis Moraes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DAMAZIO, LUCAS PEREIRA ; OSNILDO, Reginaldo . As transfigurações míticas: dos clássicos aos digitais. REVISTA MEMORARE , v. 5, p. 97-116, 2018.

  • BRESSAN, L. L. ; MORAES, H. J. P. ; OSNILDO, Reginaldo . O medo no imaginário e o imaginário do medo. REVISTA MEMORARE , v. 4, p. 192-206, 2017.

  • SILVA, I. S. ; ESTEVÂO, Alice Goulart ; ARENT, A. ; BONETTI, A. C. ; SOUSA, A. W. F. ; GOULART, D. ; VENTURA, E. L. ; NOVASCO, E. C. ; ESPINDOLA, G. G. ; LEONARDO, H. ; SOPRANA, I. C. ; VEIGA, M. ; MENDES, M. A. ; FERNANDES, P. E. ; GARCIA, P. ; MULLER, S. D. ; ROSICK, T. ; SILVA, T. P. ; TREVISOL, T. ; OSNILDO, Reginaldo . A visão social de novos jornalistas. 1. ed. Palhoça: Unisul, 2015. 50p .

  • OSNILDO, Reginaldo . Vidas Quebradas: Reflexos do crack. 1. ed. Florianópolis: IOESC, 2014. v. 1. 96p .

  • OSNILDO, Reginaldo . O filósofo. Revista Subversa, Digital, p. 20 - 26, 15 jun. 2015.

  • OSNILDO, Reginaldo . Veranico pós sexta-feira treze. Jornal de Paulo Lopes, Paulo Lopes, Santa Catarina, p. 2 - 2, 01 mar. 2015.

  • OSNILDO, Reginaldo . Drogas: um dos maiores adversários do Brasil. Extra, Tubarão, p. 17 - 17, 17 jun. 2014.

  • OSNILDO, Reginaldo . Eolina e Selino Bernardo. Jornal de Paulo Lopes, Paulo Lopes, p. 4 - 4, 15 ago. 2013.

  • OSNILDO, Reginaldo . Palestra Vidas Quebradas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OSNILDO, Reginaldo . Palestra Vidas quebradas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OSNILDO, Reginaldo . Palestra Vidas quebradas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OSNILDO, Reginaldo . Palestra Vidas Quebradas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OSNILDO, Reginaldo . Maçonaria promove a palestra ?Vidas Quebradas ? Os Reflexos do Crack?, na Loja Liberdade Criciúmense nº 55. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OSNILDO, Reginaldo ; SILVA, I. S. . A linguagem jornalística das coberturas policiais do jornal Notisul de Tubarão é sensacionalista? Avaliação das edições de agosto de 2012. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

OSNILDO, Reginaldo . Unisul Comunidade | Vidas Quebradas. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

OSNILDO, Reginaldo . História de superação vira livro. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

OSNILDO, Reginaldo . Estudante de jornalismo lança livro 'Vidas quebradas, reflexos do crack'. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

OSNILDO, Reginaldo . jornalista:ndo. 2016; Tema: Portfólio de jornalismo digital. (Site).

OSNILDO, Reginaldo . Reginaldo Palestrante. 2010; Tema: Escrita criativa. (Blog).

OSNILDO, Reginaldo . Facebook. 2010; Tema: Facebook. (Rede social).

OSNILDO, Reginaldo . LinkedIn. 2010; Tema: LinKedIn. (Rede social).

OSNILDO, Reginaldo . Twitter. 2010; Tema: Twitter. (Rede social).

OSNILDO, Reginaldo . O poder da escolha. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    O FORTALECIMENTO DA IMAGEM DO VILÃO MEDIANTE O MEDO EXPRESSO NAS TECNOLOGIAS DO IMAGINÁRIO, Descrição: projeto de Mestrado apresentado como requisito parcial para a candidatura ao Curso de Mestrado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina ? UNISUL.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Reginaldo Osnildo Barbosa - Coordenador / Heloisa Juncklaus Preis Moraes - Integrante.

  • 2015 - 2015

    A (DES) CONSTRUÇÃO DO ESTEREÓTIPO DO CIDADÃO-PRESIDIÁRIO NO JORNALISMO IMPRESSO DE SANTA CATARINA SOB A PERSPECTIVA DE BAKHTIN: UM ESTUDO DE CASO DAS CAPAS DA SÉRIE DE REPORTAGENS A MÁFIA DAS CADEIAS, VEICULADA PELO JORNAL DIÁRIO CATARINENSE, Descrição: A presente monografia resgata fragmentos da vasta trajetória da comunicação social e, posteriormente, a contextualização da comunicação de massa com suas teorias. Além disso, estabelece-se uma interface com as ciências da linguagem, da intenção até a formulação do significado nos estudos da linguagem. Abre-se espaço para Bakhtin e os signos ideológicos; conceitua-se a consciência individual, fatos da linguagem, interação verbal, diálogo, enunciação, tema, significado, acento apreciativo e discurso. Ademais, são feitas ligações entre esses conceitos e a análise proposta, o jornalismo, em especial o impresso. O conceito de jornalismo impresso é definido, bem como, os critérios de noticiabilidade e o papel do gatekeeper na construção da notícia. Apresenta-se a especialização policial e se faz um recorte do contexto que envolve o cidadão-presidiário. O objetivo é refletir sobre a ação do jornalismo impresso, a partir da linguagem utilizada nas capas, e a reação perante o social. Após as conceituações, apresenta-se o objeto, contextualiza-se a proposta no espaço/tempo da veiculação do periódico e analisam-se as capas da série de reportagens intitulada A máfia das cadeias, publicadas no jornal Diário Catarinense, em suas seis edições, coletadas entre 12 e 17 de abril de 2013. Palavras-chave: Bakhtin; jornalismo; ciências da linguagem; jornalismo impresso.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Reginaldo Osnildo Barbosa - Integrante / Willian Corrêa Máximo - Coordenador.

  • 2012 - 2013

    A LINGUAGEM JORNALÍSTICA DAS COBERTURAS POLICIAIS DO JORNAL NOTISUL DE TUBARÃO É SENSACIONALISTA? : AVALIAÇÃO DAS EDIÇÕES DE AGOSTO DE 2012., Descrição: Esta pesquisa apresenta breves definições para jornalismo popular, jornalismo investigativo e jornalismo policial, unindo, ou descartando, na conclusão, os conceitos ao jornal Notisul de Tubarão, objeto da pesquisa. Traz ainda um resumido apanhado histórico sobre o jornalismo impresso, tecendo uma linha com a história do próprio jornal pesquisado. O conceito de sensacionalismo e suas características são expostos para haver uma total compreensão. Posteriormente, tendo em vista o embasamento teórico, as capas de todo o mês de agosto do ano de dois mil e doze, as notícias de segurança de ultima hora e as páginas policiais são analisadas. Para finalizar; a conclusão, baseada nas análises de imagens e textos, define a página policial do jornal Notisul de Tubarão; revelando se é, ou não, de acordo com a pesquisa, sensacionalista. O material jornalístico analisado está anexado nesta pesquisa, para que havendo dúvidas quanto ao que foi publicado, o leitor (a) possa saná-las. Para melhor compreender o conteúdo jornalístico do jornal, foi necessário separá-lo em notas, acima das notícias; ?box?, contendo várias notas; primeiras notícias, geralmente as chamadas pelas capas; segundas notícias; terceiras e quartas, quando assim necessário.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Reginaldo Osnildo Barbosa - Integrante / Ildo Silva da Silva - Coordenador., Financiador(es): Universidade do Sul de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional