Giovana Barbieri Galeano

Doutoranda em Psicologia Social e Institucional pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre em Psicologia, área de concentração Psicologia da Saúde, pela Universidade Católica Dom Bosco. Graduação em Psicologia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Oriento meu trabalho de pesquisa a partir do referencial teórico de Michel Foucault, Giorgio Agamben e Walter Benjamin. Com experiência na área de Psicologia Social, principalmente nos seguintes temas: políticas públicas, juventude, psicologia social, segurança pública, justiça e direitos humanos. Integro o Núcleo de Estudos em Políticas Contemporâneas de Subjetivação (e-politics) coordenado pela Dra. Neuza Maria de Fátima Guareschi. Colaboro com o Grupo de Pesquisa: Psicologia, Direitos Humanos e Subjetivação, liderado pela Dra. Andrea Cristina Coelho Scisleski.

Informações coletadas do Lattes em 17/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Psicologia Social e Institucional

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Ainda em elaboração,
Neuza Maria de Fátima Guareschi.

Mestrado em Psicologia

2016 - 2017

Universidade Católica Dom Bosco
Título: Partiu rolezinho: juventude, cidade, barbárie,Ano de Obtenção: 2017
ANDREA CRISTINA COELHO SCISLESKI.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Juventude; Rolezinho; Cidade; Segurança; Resistência.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.

Graduação em PSICOLOGIA - FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO

2011 - 2015

Universidade Católica Dom Bosco
Título: POLÍTICAS PÚBLICAS E JUVENTUDE: SOCIOEDUCAÇÃO OU PUNIÇÃO? (Artigo não publicado)
Orientador: Fernando Ulisses Rosalino
Bolsista do(a): Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2008 - 2010

E. E. JOSE BARBOSA RODRIGUES

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Programa de Apoio à Edição de Periódicos: Curso SEER/OJS. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2018 - 2018

Extensão universitária em O Golpe de 2016: seus efeitos nos processos de subjetivação. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2018 - 2018

IELTS: Preparatório - Nível B2. (Carga horária: 64h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Reabilitação Cognitiva. (Carga horária: 330h). , Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: psicologia da saúde.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Direitos Humanos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . Colóquio Internacional de Segurança Pública: Debates sobre o encarceramento. 2017. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Encontro de Pesquisa Interinstitucional: Territorialidades, violências, políticas e subjetividades.Quais lutas nos propomos travar em tempos de acirramento dos processos de violência estatal?. 2019. (Encontro).

V Congresso Ibero-Americano e Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde I Congresso Promoção da Saúde e do Bem-Estar no Ensino Superior. (DES)Investimento em saúde: o que a Psicologia tem a ver com isso?. 2019. (Congresso).

XVII ENCONTRO DA REGIONAL SUL DA ABRAPSO - "Colonialidades e Ódio às Indiferenças: Políticas, Afetos e Resistências no Brasil". 2018. (Encontro).

VII Simpósio Internacional sobre a Juventude Brasileira. 2017. (Simpósio).

XIX Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social. 2017. (Encontro).

Abolindo Prisões de dentro para fora: experimentações da Inglaterra e do Brasil. 2016. (Seminário).

Seminário "Laicidade e a Política Nacional de Assistência Social". 2016. (Seminário).

XIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS: MIGRAÇÃO E DIREITOS HUMANOS NAS FRONTEIRAS. 2016. (Congresso).

I ENCONTRO NÚCLEO ABRAPSO CAMPO GRANDE: OS DESAFIOS E CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA NO CAMPO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS. 2015. (Encontro).

II CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. 2015. (Congresso).

II SEMINÁRIO DE PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS. 2015. (Seminário).

XII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS. 2015. (Congresso).

XIX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UCDB. 2015. (Encontro).

XVIII ENCONTRO NACIONAL DA ABRAPSO. 2015. (Encontro).

XVIII ENCONTRO NACIONAL DA ABRAPSO. 2015. (Encontro).

I QUALIFICA - SEMINÁRIO DE QUALIFICAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA EM PSICOLOGIA A E SAÚDE. 2014. (Seminário).

IV CONGRESSO BRASILEIRO DE PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO. 2014. (Congresso).

IV CONGRESSO BRASILEIRO DE PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO. 2014. (Congresso).

IV Congresso Brasileiro de Psicologia Ciência e Profissão. 2014. (Congresso).

IV Congresso Brasileiro de Psicologia Ciência e Profissão. 2014. (Congresso).

IV CONGRESSO NACIONAL DOS DEFENSORES PÚBLICOS DA INFÂNCIA E JUVENTUDE. 2014. (Congresso).

XI Congresso Internacional de Direitos Humanos. 2014. (Congresso).

XVIII Encontro de Iniciação Científica. 2014. (Encontro).

I SIMPÓSIO EM PSICOLOGIA: AS PRÁTICAS PSICOSSOCIAIS NOS ESPAÇOS DA JUSTIÇA. 2013. (Simpósio).

X Congresso Internacional de Direitos Humanos. 2013. (Congresso).

XVII Encontro de Iniciação Científica UCDB. 2013. (Encontro).

AMPLIANDO SABERES: PRINCÍPIOS DA TERAPIA COGNITIVA-COMPORTAMENTAL. 2012. (Outra).

I CICLO DE PALESTRAS PSICANALÍTICAS. 2011. (Outra).

II SEMANA DE FILOSOFIA UFMS - POLÍTICA, ENSINO DE FILOSOFIA , PSICANÁLISE. 2011. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

GALEANO, G. B.. Avaliador(a) de trabalhos no XVII ENCONTRO DA REGIONAL SUL DA ABRAPSO - "Colonialidades e Ódio às Indiferenças: Políticas, Afetos e Resistências no Brasil". 2018. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

andrea Cristina Coelho Scisleski

SCISLESKI, A. C. C.; HUNING, S. M.; BACKES, J. L.;Bernardes, A. G.. Partiu Rolezinho: Juventude, Cidade, Barbárie. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

andrea Cristina Coelho Scisleski

SCISLESKI, A. C. C.Bernardes, A. G.; HUNING, S. M.; BACKES, J. L.. Partiu rolezinho: juventude, cidade, barbárie. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

José Licínio Backes

SCISLESK, A. C. C.;BACKES, J. L.; BERNARDES, A. G.; HUNING, S. M.. Partiu rolezinho: juventude, cidade, barbárie. 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

José Licínio Backes

SCISLESK, A. C. C.;BACKES, J. L.; BERNARDES, A. G.; HUNING, S. M.. Partiu rolezinho: juventude, cidade, barbárie. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

Anita Guazzelli Bernardes

Scisleski, Andrea; HUNNING, S. M.;BERNARDES, ANITA GUAZZELLI; BACKES, J. L.. Partiu Rolezinho: Juventude, Cidade, Barbárie. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

Anita Guazzelli Bernardes

Scisleski, Andrea; HUNNING, S. M.;BERNARDES, ANITA GUAZZELLI; BACKES, J. L.. Partiu Rolezinho: Juventude, cidade, barbárie. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

Simone Maria Hüning

SCISLESKI, A. C. C.;HÜNING, S. M.; BERNARDES, A.; BACKES, J. L.. Partiu rolezinho: juventde, cidade, barbárie. 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

Simone Maria Hüning

SCISLESKI, A. C. C.;HÜNING, S. M.; BERNARDES, A.; BACKES, J. L.. Partiu rolezinho: juventude, cidade, barbárie. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

andrea Cristina Coelho Scisleski

Partiu rolezinho: juventude, cidade, barbárie; 2017; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andrea Cristina Coelho Scisleski;

andrea Cristina Coelho Scisleski

INDISTINÇÃO ENTRE GOVERNO E SOBERANIA: AS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JOVENS EM CONFLITO COM A LEI (2014-2015); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco; Orientador: Andrea Cristina Coelho Scisleski;

andrea Cristina Coelho Scisleski

DISPOSITIVOS GOVERNAMENTAIS E A VIDA ABANDONADA: UM ESTUDO SOBRE A CATEGORIA DOS JOVENS EM CONFLITO COM A LEI (2013-2014); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco; Orientador: Andrea Cristina Coelho Scisleski;

Neuza Maria de Fátima Guareschi

Está ainda em elaboração; ; Início: 2018; Tese (Doutorado em Psicologia Social e Institucional) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . O pesquisador como testemunha da barbárie. ATHENEA DIGITAL , v. 19, p. e2193, 2019.

  • HADLER, O. H. ; GUARESCHI, N. M. F. ; GALEANO, G. B. . A PRODUÇÃO DA DELINQUÊNCIA E SUA OBJETIFICAÇÃO PELA PSICOLOGIA. ATHENEA DIGITAL , v. 19, p. e2230, 2019.

  • SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . PESQUISA-INTERVENÇÃO E JUVENTUDES: ENREDANDO A PRODUÇÃO DE VIDAS MARGINAIS. Revista de Psicologia da UFC , v. 9, p. 18-29, 2018.

  • SCISLESKI, A. C. C. ; CHECA, M. E. P. ; BRUNO, B. S. ; GALEANO, G. B. ; SANTOS, S. N. . A lei em conflito com os jovens: problematizando políticas públicas. POLIS E PSIQUE , v. 7, p. 4-27-27, 2017.

  • SCISLESKI, A. C. C. ; SILVA, J. L. C. ; GALEANO, G. B. ; BRUNO, B. S. ; SANTOS, S. N. . Racismo de Estado e tanatopolítica: reflexões sobre os jovens e a lei. Fractal: Revista de Psicologia , v. 28, p. 84-93, 2016.

  • SCISLESKI, A. C. C. ; BRUNO, B. S. ; GALEANO, G. B. ; SANTOS, S. N. ; SILVA, J. L. C. . MEDIDA SOCIOEDUCATIVA DE INTERNAÇÃO: ESTRATÉGIA PUNITIVA OU PROTETIVA. Psicologia & Sociedade (Online) , v. 27, p. 505-515, 2015.

  • SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO ; GALEANO, GIOVANA BARBIERI ; GUARESCHI, N. M. F. . LIFE IN THE LOGIC OF THE EXCEPTION: Violation of Rights and Abandonment. International Jornal of Advances in Social Science and Humanities , v. 3, p. 18-26, 2015.

  • SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO ; GALEANO, GIOVANA BARBIERI ; SILVA, JHON LENNON CALDEIRA DA ; SANTOS, SUYANNE NAYARA DOS . Medida Socioeducativa de Internação: dos Corpos Dóceis às Vidas Nuas. Psicologia: Ciência e Profissão (Impresso) , v. 34, p. 660-675, 2014.

  • SCISLESKI, A. C. C. ; SILVA, J. L. C. ; GALEANO, G. B. ; CAETANO, C. C. ; BRUNO, B. S. . Polícias de saúde: quem tem medo de usuários de drogas?. P o l i s e P s i q u e , v. 3, p. 106-124, 2013.

  • SCISLESKI, A. C. C. ; CAETANO, C. C. ; GALEANO, G. B. . Pensando as (im)políticas para juventudes e os (in)direitos (des)humanos. In: Andrea Cristina Coelho Scisleski e Neuza Maria Guareschi. (Org.). Juventude, Marginalidade Social e Direitos Humanos. 1ed.Porto Alegre: EdiPUCRS, 2015, v. 1, p. 167-180.

  • VITTA, A. L. S. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. ; SANTOS, S. N. . Juventude e violência: regimes de verdade e a produção do jovem perigoso. In: XIX Encontro Nacional ABRAPSO, 2017, Uberlândia. ANAIS XIX Encontro Nacional da ABRAPSO. BRASIL: ABRAPSO EDITORA, 2017. v. XIX. p. 598-598.

  • GALEANO, G. B. ; VITTA, A. L. S. ; SCISLESKI, A. C. C. ; SANTOS, S. N. . Rolezinho como aposta metodológica para pensar o governo da juventude e a produção de conhecimento. In: XIX Encontro Nacional ABRAPSO, 2017, Uberlândia. ANAIS XIX Encontro Nacional da ABRAPSO. BRASIL: ABRAPSO EDITORA, 2017. v. XIX. p. 607-607.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO . O DISCURSO DOS DIREITOS HUMANOS PARA JUVENTUDE. In: XIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, 2016, CAMPO GRANDE - MS. CADERNO DE RESUMO. CAMPO GRANDE - MS, 2016. v. .. p. .-..

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . A JUVENTUDE PERIGOSA: VIOLAÇÃO DE DIREITOS EM NOME DA SEGURANÇA. In: XIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANO, 2016, CAMPO GRANDE. CADERNO DE RESUMO. CAMPO GRANDE - MS, 2016. p. 0-0.

  • GALEANO, G. B. ; MARQUES, C. F. ; BERNARDES, A. G. . Roda de Conversa com as pessoas que tiveram hanseníase: a experiência de saúde. In: II Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UCDB, 2015, Campo Grande - MS. Saberes em ação: II Congresso de ensino, pesquisa e extensão. Campo Grande - MS: UCDB, 2015. v. 2. p. 95-95.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . INDISTINÇÃO ENTRE GOVERNO E SOBERANIA: AS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. In: XIX Encontro de Iniciação Científica da UCDB, 2015, Campo Grande - MS. XIX Encontro de Iniciação Científica da UCDB - CADERNO DE RESUMOS. Campo Grande - MS: UCDB, 2015. v. XIX. p. 230-230.

  • VITTA, A. L. S. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . JOVENS EM CONFLITO COM A LEI: DA REINCIDÊNCIA À CARCERAGEM ADULTA. In: XII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, 2015, CAMPO GRANDE - MS. XII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS. CAMPO GRANDE - MS: UFMS, 2015. v. XII. p. 69-69.

  • GALEANO, G. B. ; CHECA, M. E. P. ; SCISLESKI, A. C. C. . O DISCURSO DOS DIREITOS HUMANOS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. In: XII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, 2015, CAMPO GRANDE - MS. XII CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS - CADERNO DE RESUMOS. CAMPO GRANDE - MS: UFMS, 2015. v. XII. p. 72-72.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO ; BRUNO, B. S. ; MARQUES, C. F. . Produtos da exceção: morte, abandono e desproteção da juventude em conflito com a lei. In: XVIII Encontro Nacional da ABRAPSO, 2015, FORTALEZA - CE. XVIII Encontro Nacional da ABRAPSO. 0: 0, 2015. v. 0. p. 0-0.

  • MARQUES, C. F. ; BERNARDES, A. G. ; GALEANO, G. B. . Hanseníase e Políticas Públicas: Formas de vida. In: XVIII Encontro Nacional da ABRAPSO, 2015, FORTALEZA - CE. XVIII Encontro Nacional da ABRAPSO. 0: 0, 2015. v. 0. p. 0-0.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . DISPOSITIVOS GOVERNAMENTAIS E A VIDA ABANDONADA: UM ESTUDO SOBRE A CATEGORIA DOS JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. In: XVIII Encontro de Iniciação Científica da UCDB, 2014, Campo Grande. XVIII Encontro de Iniciação Científica da UCDB, 2014.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; SANTOS, S. N. . JOVENS EM CONFLITO COM A LEI: SUJEITOS DE DIREITOS?. In: XI Congresso Internacional de Direitos Humanos, 2014, Campo Grande. XI Congresso Internacional de Direitos Humanos, 2014.

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . PERCURSOS DE UMA JUVENTUDE EM CONFLITO COM A LEI. In: IV Congresso Brasileiro Ciência e Profissão, 2014, São Paulo. IV Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e Profissão, 2014.

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . POLÍTICAS DE (DES) PROTEÇÃO PARA A JUVENTUDE: VIOLAÇÃO E VIOLÊNCIA. In: IV Congresso Brasileiro Ciência e Profissão, 2014, São Paulo. IV Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e Profissão, 2014.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; CAETANO, C. C. ; CHECA, M. E. P. . A OPERACIONALIZAÇÃO DAS MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS DE INTERNAÇÃO. In: IV Congresso Brasileiro Ciência e Profissão, 2014, São Paulo. IV Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e Profissão, 2014.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; CAETANO, C. C. ; SANTOS, S. N. . DESPROTEÇÃO E VIOLAÇÃO DE DIREITOS: JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. In: IV Congresso Brasileiro Ciência e Profissão, 2014, São Paulo. IV Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e Profissão, 2014.

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, A. C. C. ; BRUNO, B. S. ; GALEANO, G. B. . MEDIDAS DE INTERNAÇÃO DE JOVENS EM CONFLITO COM A LEI: ESTRATÉGIAS SOCIOEDUCATIVAS OU DE EXCLUSÃO?,. In: IV Congresso Brasileiro Ciência e Profissão, 2014, São Paulo. IV Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e Profissão, 2014.

  • SANTOS, S. N. ; RODRIGUES, V. H. S. ; GALEANO, G. B. . Naturalizaçäo de uma Juventude Pobre ':Criminosa' Imbricada no Conflito com a Lei. In: XI CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, 2014, Campo Grande - MS. XI CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS. CAMPO GRANDE - MS: UFMS, 2014. v. XI.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . MEDIDA SOCIOEDUCATIVA: UM ESTUDO SOBRE O COTIDIANO DAS UNIDADES EDUCACIONAIS DE INTERNAÇÃO. In: XVII Encontro de Iniciação Científica da UCDB, 2013, Campo Grande. XVII Encontro de Iniciação Científica da UCDB, 2013.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . QUE DIREITOS PARA QUAIS HUMANOS?. In: X Congresso Internacional de Direitos Humanos, 2013, Campo Grande. X Congresso Internacional de Direitos Humanos, 2013.

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; CARMO JUNIOR, G. . Rolezinho de uma vida que insiste: juventude e práticas de segurança. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SANTOS, S. N. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . Jovens em situação de medidas protetivas sobre a égide da socieducativa. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CARMO JUNIOR, G. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. . A não-neutralidade do Projeto de Lei Federal Escola Sem Partido. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GALEANO, G. B. ; VITTA, A. L. S. ; SCISLESKI, A. C. C. ; SANTOS, S. N. . Rolezinho como aposta metodológica para pensar o governo da juventude e a produção de conhecimento. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • VITTA, A. L. S. ; SCISLESKI, A. C. C. ; GALEANO, G. B. ; SANTOS, S. N. . Juventude e violência: regimes de verdade e a produção do jovem perigoso. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . INDISTINÇÃO ENTRE GOVERNO E SOBERANIA: AS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MARQUES, C. F. ; GALEANO, G. B. ; BERNARDES, A. G. . HANSENÍASE E POLÍTICAS PÚBLICAS: FORMAS DE VIDA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GALEANO, G. B. ; MARQUES, C. F. ; SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO ; BRUNO, B. S. . PRODUTOS DA EXCEÇÃO: MORTE, ABANDONO E DESPROTEÇÃO DA JUVENTUDE EM CONFLITO COM A LEI. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GALEANO, G. B. ; CHECA, M. E. P. ; SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO . O DISCURSO DOS DIREITOS HUMANOS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GALEANO, G. B. ; MARQUES, C. F. ; BERNARDES, A. G. . Roda de Conversa com as pessoas que tiveram hanseníase: a experiência de saúde. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, A. C. C. ; BRUNO, B. S. ; GALEANO, G. B. . MEDIDAS DE INTERNAÇÃO DE JOVENS EM CONFLITO COM A LEI: ESTRATÉGIAS SOCIOEDUCATIVAS OU DE EXCLUSÃO?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . Dispositivos governamentais e a vida abandonada: um estudo sobre a categoria dos jovens em conflito com a lei. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; SANTOS, S. N. . Jovens em conflito com a lei: sujeitos de direitos?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; CAETANO, C. C. ; SANTOS, S. N. . Desproteção e violação de direitos: jovens em conflito com a lei. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. ; CAETANO, C. C. ; CHECA, M. E. P. . A operacionalização das Medidas Socioeducativas de Internação. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO ; GALEANO, GIOVANA BARBIERI . Políticas de (des) proteção para a juventude: violação e violência. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAETANO, C. C. ; SCISLESKI, ANDREA CRISTINA COELHO ; GALEANO, G. B. . Percurso de uma juventude em conflito com a lei. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . Que Direitos Para Quais Humanos?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GALEANO, G. B. ; SCISLESKI, A. C. C. . Medida socioeducativa?: um estudo sobre o cotidiano das Unidades Educacionais de Internação. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GUARESCHI, N. M. F. ; GALEANO, G. B. ; NARDI, H. C. . Editorial (Polis e Psique, v. 9, n. 1, 2019). Saúde Mental, Produção de Subjetividade e Resistências: interpelações pela e para a Psicologia. PORTO ALEGRE: Polis e Psique, 2019 (Editorial).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

GALEANO, GIOVANA BARBIERI . XVII ENCONTRO DA REGIONAL SUL DA ABRAPSO - 'Colonialidades e Ódio às Indiferenças: Políticas, Afetos e Resistências no Brasil'. 2018.

GALEANO, GIOVANA BARBIERI . Parecer Ad Hoc da Revista Psicologia & Sociedade. 2018.

GALEANO, GIOVANA BARBIERI . Parecer Ad Hoc da Revista Psicologia e Saúde. 2018.

GALEANO, G. B. . Parecer Ad Hoc da Revista Psicologia e Saúde. 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Cidade e resistências: estudo sobre intervenções que resistem às práticas de normalização neoliberais nos espaços urbanos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Neuza Maria de Fátima Guareschi em 22/05/2019., Descrição: Os efeitos da acumulação do capital versus a geração de pobreza e miséria podem ser vistos nos desenhos urbanos, nos condomínios de luxo que dividem o muro com favelas, na distribuição desigual dos recursos da própria cidade, com acúmulo de oferta de trabalho, transporte, lazer, serviços públicos, em determinadas regiões em detrimento de outras. Esse contexto produz o estabelecimento de uma relação de medo que associa pobreza e violência, ainda que essa associação não leve a movimentos de enfrentamento das condições de pobreza. Por consequência, vê-se um acirramento desse processo de fragmentação da cidade e asseveramento das relações individualistas. Criam-se mecanismos de segregação do espaço urbano, de controle dos meios de circulação, produzem-se barreiras mais ou menos visíveis que delineiam quem pode circular por onde. O presente projeto de pesquisa tem por objetivo analisar as intervenções que resistem às práticas de normalização neoliberais nos espaços urbanos e o modo como produzem rupturas nas formas hegemônicas de habitar e viver na cidade, construindo novos conceitos de cidade/cidadania. Busca-se, ainda, mapear as práticas de normalização que produzem segregação, higienização e desigualdades de acesso ao espaço urbano e seus efeitos na produção de subjetividades, identificando os mecanismos repressivos bem como os tensionamentos que os movimentos sociais e de resistência e coletivos têm produzido frente às práticas de normalização. Sob tal enfoque, torna-se imprescindível problematizar a forma como são engendradas políticas de normalização que fundamentam práticas estatais, analisando quais estratégias de governo da vida constituem o cenário político econômico das cidades brasileiras e quais campos de saber e mecanismos de poder que sustentam essas estratégias. Frente a isso, este projeto visa analisar a forma como políticas de normalização operam na produção de sujeitos através da regulamentação do espaço urbano, bem como a forma por meio das quais se constituem intervenções, movimentos sociais e culturais na cidade que resistem às práticas de normalização neoliberais que sobre ela se impõe, produzindo novos conceitos de cidade/cidadania. Para isso, a pesquisa será composta por três eixos de ações. Os eixos, contudo, não serão executados em sequência, de modo que algumas etapas ocorrerão concomitantemente. Cada um dos membros da equipe executora da pesquisa será responsável por ações em específico, mas todos estarão envolvidos no desenvolvimento do estudo como um todo e, em determinadas etapas, compartilhando de todas as ações da pesquisa, garantindo a não fragmentação da mesma e a qualificação dos processos de discussão e análise dos materiais. Com essas estratégias metodológicas se pretende descrever como as práticas de normalização têm produzido segregação, higienização e desigualdades de acesso ao espaço urbano e seus efeitos na produção de subjetividades, quais mecanismos repressivos, estatais e não estatais, têm incidido sobre as intervenções que resistem às práticas de normalização, bem como compreender como a função social da propriedade e os empreendimentos em moradia produzem a gestão do espaço urbano e das populações. Buscamos, ainda, identificar quais as novas configurações dos movimentos e coletivos sociais e de resistências e quais os seus repertórios de ação na cidade. Esperamos, com o desenvolvimento do projeto, realizar, além das publicações científicas, como artigos, capítulos e um livro, e participação em eventos da área, produzir um seminário com a participação dos coletivos e movimentos de sociais e de resistências a fim de que se possam criar estratégias de enfrentamento às práticas de normalização, produção de um dossiê sobre os resultados da pesquisa e, também, a realização de uma exposição com os registros fotográficos oriundos de todas as etapas do processo da pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Giovana Barbieri Galeano - Integrante / Neuza Maria de Fátima Guareschi - Coordenador / Oriana Holsbach Hadler - Integrante / Carolina dos Reis - Integrante / Simone Maria Hüning - Integrante / Wanderson Vilton Nunes da Silva - Integrante / joão paulo pereira barros - Integrante / Frédéric Louaut - Integrante / Lucas de Melo Melgaço - Integrante.

  • 2018 - Atual

    POLÍTICAS DE NORMALIZAÇÃO E PRÁTICAS ESTATAIS: DISCURSOS NORMATIVOS NO GOVERNO DA VIDA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Neuza Maria de Fátima Guareschi em 22/05/2019., Descrição: O projeto visa problematizar como são constituídas políticas de normalização no campo das práticas estatais e das políticas públicas sociais, analisando quais estratégias de governo da vida constituem o cenário político-econômico-jurídico brasileiro. Em um interesse claro de problematizar o momento presente em que vivemos, este projeto se situa no campo de análise da Psicologia Social para compreender os efeitos das políticas de normalização na construção dos processos de subjetivação contemporâneos. Tomando a implementação de políticas públicas, bem como a articulação entre determinados campos de saber e mecanismos de poder que sustentam esse processo, este projeto busca analisar a forma como políticas de normalização operam produzindo formas de subjetivação e de governo à vida, tendo como efeito a cisão entre aqueles sujeitos que devem viver e cujos direitos serão resguardados e aqueles que serão expostos a morte, seja ela física ou política.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Giovana Barbieri Galeano - Integrante / Neuza Maria de Fátima Guareschi - Coordenador / Oriana Holsbach Hadler - Integrante.

  • 2015 - 2017

    Políticas Públicas para jovens em conflito com a lei: uma análise da rede de proteção e de segurança, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Andrea Cristina Coelho Scisleski em 09/05/2016., Descrição: Esta proposta visa investigar tanto a produção das relações entre saberes no campo da Saúde e da Justiça que se arranjam no campo social que vão tratar dos jovens em conflito com a lei, bem como o percurso social por onde esses jovens se constituem enquanto sujeitos. Cabe salientar ainda que tal proposta pretende instaurar e fortalecer, portanto, um campo intersetorial de investigação que envolve uma análise das relações produzidas especialmente entre os saberes que das áreas da saúde e da justiça no que tange às práticas voltadas a jovens em conflito com a lei no âmbito das Políticas Públicas. O foco, detidamente, desta proposta é estudar como a interseção entre essas práticas ocorre nas relações entre as instâncias jurídicas e sanitárias, seja para a obtenção de medicamentos, seja pelo cometimento de delitos motivados pela dependência química, ou seja ainda por diversos outros fatores que levam esses campos a se conectarem no percurso dos jovens em conflito com a lei. Nesse sentido, o projeto de pesquisa pretende se desenvolver pondo em análise a articulação entre esses saberes e sua implicação para o campo das Políticas Públicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Giovana Barbieri Galeano - Integrante / Andrea Cristina Coelho Scisleski - Coordenador / Suyanne Nayara dos Santos - Integrante / Maria Eduarda Parizan Checa - Integrante / Debora Fernanda Haberland - Integrante / Ana Lígia Saab Vitta - Integrante / PRISCILLA SOARES TERUYA - Integrante / ADRIANA GARRITANO DOURADO - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Relações entre a saúde e a justiça: uma problematização das Políticas Públicas, Descrição: A proposta desse projeto consiste na investigação das relações que se dão entre as práticas dos serviços de Saúde e os serviços ligados à Justiça, tomando como campo analítico o modo como as Políticas Públicas são operadas. No entanto, ressalta-se que aqui o que é chamado como "justiça" não se restringe somente aos órgãos formais relativos ao judiciário, mas diz respeito a uma abrangência maior referente, inclusive, às instituições como polícias, delegacias, conselhos tutelares, entre outros que exercem uma função de proteção da sociedade. Ao mesmo tempo, o que é entendido como saúde diz respeito às práticas sanitárias que ocorrem em diversos contextos institucionais que são exercidas pelos profissionais da área da saúde. No campo das relações entre a Saúde e a Justiça, nesse contexto de pesquisa, o foco concerne em discutir como as populações em situação de marginalidade social são tratadas nessa interface, bem como realizar uma análise da situação das Políticas Públicas voltadas para esse público. Nesse sentido, as práticas e técnicas desenvolvidas para o governo da vida de certas parcelas da população são problematizadas, tais como a criança de rua, o jovem em conflito com a lei, o dependente químico, bem como a configuração de certos espaços sociais que se configuram como locus de vivência do sujeito: a rua, as instituições de internação, a "cracolândia", entre outros. Nesse estudo, tomamos que as relações que se dão no contexto das Políticas Públicas atreladas nessa relação "saúde-justiça" produz efeitos na vida dos sujeitos envolvidos - desde os usuários dos programas aos quais as políticas públicas se dirigem, bem como aos profissionais operadores dessa relação. As práticas ocorridas nesse contexto podem oferecer aos sujeitos possibilidades de produção e promoção de vida, mas ao mesmo, esses sujeitos também estão expostos a uma certa produção de morte. Desse modo, busca-se estudar essa bipolaridade produzida na relação "Saúde-Justiça" no âmbito das Políticas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (5) . , Integrantes: Giovana Barbieri Galeano - Integrante / Bruna Soares Bruno - Integrante / Andrea Cristina Coelho Scisleski - Coordenador / Suyanne Nayara dos Santos - Integrante / Carla Concentino Caetano - Integrante / Maria Eduarda Parizan Checa - Integrante / Victor Hugo Silva Rodrigues - Integrante / VALDEIR SILVA - Integrante / Debora Fernanda Haberland - Integrante / Ana Lígia Saab Vitta - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2014

Melhores trabalhos PIBIC/PIBIT por Área ciclo 2013-2014 (Ciências Humanas), Universidade Católica Dom Bosco.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - 2017

    Universidade Católica Dom Bosco

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista UCDB pelo período de 02/2016 a 2/2017 por ter, no ano de 2014, classificado-se em 1º lugar no "Prêmio Destaque de Iniciação Científica na área de Ciências Humanas", sob orientação da Professora Doutora Andrea Cristina Coelho Scisleski. Bolsista CAPES/PROSUP de 02/2017 a 08/2017 e CAPES/PROSUC de 09/2017 a 01/2018.

  • 2012 - 2015

    Universidade Católica Dom Bosco

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Pesquisadora voluntária durante o ciclo de 2012-2013. Bolsista CNPq durante o ciclo de 2013-2014 e 2014-2015. No ano de 2014 recebeu o 1º lugar no "Prêmio Destaque de Iniciação Científica na área de Ciências Humanas", sob orientação da Professora Doutora Andrea Cristina Coelho Scisleski.

    Atividades

    • 08/2012 - 12/2017

      Pesquisa e desenvolvimento , PPG-PSICOLOGIA, .,Linhas de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorado em Psicologia Social Institucional, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 03/2019

      Estágios , Instituto de Psicologia, .,Estágio realizado, SEMINÁRIO TEMÁTICO EM PSICOLOGIA SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS II.

    • 01/2018

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Psicologia, .,Linhas de pesquisa

    • 01/2018

      Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Psicologia, Instituto de Psicologia.,Atividade realizada, Editora Assistente da Revista Polis e Psique.

    • 03/2018 - 07/2018

      Estágios , Instituto de Psicologia, .,Estágio realizado, SEMINÁRIO TEMÁTICO EM PSICOLOGIA SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS I.