Bruna Dalcin Pimenta

Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal de Santa Maria, RS (2015). Mestre em Engenharia Agrícola (2017), com ênfase em Engenharia de Água e Solo, pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola (PPGEA) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Doutoranda em Engenharia Agrícola na UFSM, com ênfase em Engenharia de Água e Solo. Possui graduação no Programa Especial de Formação de Professores para a Educação Profissional (UFSM). Atualmente, Professora EBTT no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Ibirubá, nas áreas de Agronomia e Engenharia Agrícola.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA

2017 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria
Adroaldo Dias Robaina.

Mestrado em Engenharia Agrícola

2015 - 2017

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados,Ano de Obtenção: 2017
Adroaldo Dias Robaina.Coorientador: Marcia Xavier Peiter. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Perda de carga contínua; Darcy Weisbach; Colebrook-White; regime de fluxo turbulento.Grande área: Ciências Agrárias

Graduação em Programa Especial de Formação de Professores para a Educação Profissional

2018 - 2019

Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Agronomia

2008 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Propague: Como redigir, publicar e avaliar artigos científicos. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2018 - 2018

Determinações de rugosidade em tubos de irrigação utilizando rugosímetro de. (Carga horária: 8h). , Universidade de São Paulo, ESALQ/USP, Brasil.

2018 - 2018

Eneagrama da Personalidade. (Carga horária: 28h). , Instituto Eneagrama, IE, Brasil.

2018 - 2018

Expressividade e Oratória. (Carga horária: 10h). , Centro de Comunicação e Voz Carla Viegas, CCVCV, Brasil.

2017 - 2017

Desenvolvimento Sustentável. (Carga horária: 60h). , Cursos Online Educa, EDUCA, Brasil.

2017 - 2017

Paisagismo e plantas ornamentais. (Carga horária: 60h). , Cursos Online Educa, EDUCA, Brasil.

2015 - 2015

Mudanças climáticas: solos e agricultura. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PIMENTA, B. D. . Tarde de Campo: Manejo de Soja e Milho em Áreas de Coxilha. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

II SEMANA ACADÊMICA DO IFRS ? CAMPUS VACARIA, III SEMANA ACADÊMICA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS IFRS VACARIA, I SEMANA ACADÊMICA DE PEDAGOGIA IFRS VACARIA E IV SIMPÓSIO DE LOGÍSTICA DO IFRS CAMPUS VACARIA. 2019. (Outra).

10 Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPE). 2018. (Outra).

ll Seminário Pró-África-Agricultura Familiar e Combate à Fome: Experiências Brasileiras e Moçambicanas. 2016. (Seminário).

XXI SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XIX MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XIV MOSTRA DE EXTENSÃO, III MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E II MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Jr.UTILIZAÇÃO DE IMAGENS DE SATÉLITE PARA IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS IRRIGADAS POR PIVÔ-CENTRAL NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS. 2016. (Seminário).

V Simpósio de Atualização em Grandes Culturas: SOJA. 2015. (Simpósio).

XXIV Seminário de Educação Socioambiental sobre "A relevância social da pesquisa começando pela extensão". 2015. (Seminário).

XXVI SEAGRO - Semana Acadêmica da Agronomia UFSM. 2015. (Outra).

IV SIMPÓSIO REGIONAL IPNI BRASIL. 2013. (Simpósio).

I Simpósio de Atualização em Grandes Culturas: SOJA. 2011. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Carolina Henrich Dierings

KIRCHNER, J. H.PIMENTA, B. D.; LUDWIG, R. L.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Murilo Rebelato

SANTOS, D. B.;PIMENTA, B. D.; LUDWIG, R. L.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Diego de Oliveira Camera

LUDWIG, M. P.;PIMENTA, B. D.; LUDWIG, R. L.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Jamile Jandrey

LUDWIG, M. P.;PIMENTA, B. D.; LUDWIG, R. L.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Júlia Decarli

LUDWIG, M. P.;PIMENTA, B. D.; FERREIRA, L. V.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Miguel Fredrich

KIRCHNER, J. H.PIMENTA, B. D.; FERREIRA, L. V.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tiago do Couto Rocha

LUDWIG, M. P.;PIMENTA, BRUNA D.. Utilização de imagens digitais do PH em exsudato para avaliação da viabilidade de sementes de soja. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Adelar Dilly

SANTOS, D. B.;PIMENTA, BRUNA D.; LUDWIG, R. L.. Avaliação de adjuvantes associados a fungicidas protetor no controle de ferrugem asiática da soja. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Iago Samuel Bohrz

UHRY, D.;PIMENTA, B. D.. Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marcos Vinicius Loregian

PEITER, M. X.PIMENTA, B. D.MEZZOMO, W.. Estágio Curricular Supervisionado em Agronomia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Heuri Guedes Temp

QUADROS, F. L. F.PIMENTA, B. D.HERBSTRITH, N. B.. Estágio Curricular Supervisionado em Agronomia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Heuri Guedes Temp

QUADROS, F. L. F.PIMENTA, B. D.NUNES, P. A. A.. Sistemas Integrados de Produção Agropecuária. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Angélica Marostega

PEITER, M. X.PIMENTA, B. D.GIRARDI, L. B.. Estágio Curricular Supervisionado em Agronomia. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Pablo Eanes Cocco Rodrigues

ROBAINA, A. D.PIMENTA, B. D.MEZZOMO, W.. Estágio Curricular Supervisionado em Agronomia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Virgínia Pillon

PEITER, M. X.PIMENTA, B. D.. Estágio Curricular Supervisionado em Agronomia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Octacilio do Nascimento Herter

ARBAGE, A. P.PIMENTA, B. D.BRUM, T. M. M.. Perfil empreendedor no Meio Rural. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

PIMENTA, B. D.. Avaliadora Ad hoc dos Projetos de Ensino submetidos ao Edital IFRS N 68/2019 - Bolsas de Ensino 2020. 2020. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

PIMENTA, B. D.. Avaliadora de trabalhos na 33ª Jornada Acadêmica Integrada (JAI). 2018. Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Tonismar dos Santos Pereira

ROBAINA, A. D.PEITER, M. X.; SCHONS, R. L.;PEREIRA, T. S.. ANÁLISE DE FORMULAÇÕES EXPLICITAS DO COEFICIENTE DE PERDA DE CARGA EM CONDUTOS PRESSURIZADOS. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ricardo Benetti Rosso

ROBAINA, A. D.; PEITER, M. X.; ROCHA, H. S.; FRIZZONE, J. A.;ROSSO, R. B.; SCHONS, R. L.. Análise da rugosidade absoluta em tubulações utilizadas para distribuição de água. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

Leonita Beatriz Girardi

ROBAINA, A. D.PEITER, M. X.; SCHONS, R. L.; PEREIRA, T.S.;GIRARDI, L. B.. Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados.. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

Leonita Beatriz Girardi

GIRARDI, L. B.; TORRES, R. R.. Atividades desenvolvidas no Laboratório de Hidráulica da UFSM. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Marcia Xavier Peiter

ADROALDO, DIAS ROBAINA;PEITER, M.X.SCHONS, R. L.PEREIRA, T. S.. Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

Marcia Xavier Peiter

ROBAINA, A. D.PEITER, M.X.; ROCHA, H. S.; FRIZZONE, J. A.;ROSSO, R. B.. Análise da rugosidade absoluta em tubulações utilizadas para distribuição de água. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

ADROALDO DIAS ROBAINA

ROBAINA, A.D.; MARCIA, XAVIER PEITER;SCHONS, R. L.PEREIRA, T. S.. Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

ADROALDO DIAS ROBAINA

ROBAINA, A.D.PEITER, M. X.; ROCHA, H. S.; FRIZZONE, J. A.;ROSSO, R. B.. Análise da rugosidade absoluta em tubulações utilizadas para distribuição de água. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria.

Rogério Ricalde Torres

ROBAINA, A. D.TORRES, R. R.; GIRARDI, L. B.. Estágio profissional em Agronomia. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Jardel Henrique Kirchner

PIMENTA, B. D.;ROBAINA, A. D.PEITER, M. X.KIRCHNER, J. H.. Avaliação da vazão em diferentes canos de PVC utilizando o método por ultra-som. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Tiago do Couto Rocha

Supervisão de Estágio Curricular em Agronomia; Início: 2020; Orientação de outra natureza; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Yesica Ramirez Flores

GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA NA IRRIGAÇÃO- LABORATÓRIO DE ENGENHARIA DE IRRIGAÇÃO (CCR); 2017; Orientação de outra natureza; (Curso de Tecnologia em Geoprocessamento) - Colégio Politécnico da UFSM; Orientador: Bruna Dalcin Pimenta;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marcia Xavier Peiter

Análise da rugosidade absoluta em tubulações utilizadas para distribuição de água; Início: 2019; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Marcia Xavier Peiter

Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados; 2017; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Marcia Xavier Peiter;

ADROALDO DIAS ROBAINA

Cursando disciplinas conforme plano de estudos; Início: 2017; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

ADROALDO DIAS ROBAINA

Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados; 2017; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adroaldo Dias Robaina;

ADROALDO DIAS ROBAINA

Avaliação da vazão em diferentes canos de PVC utilizando o método ultrassom; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Adroaldo Dias Robaina;

ADROALDO DIAS ROBAINA

Estágio Supervisionado - Curso de Agronomia/UFSM; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Adroaldo Dias Robaina;

Leandro Souza da Silva

Características morfológicas de cultivares de arroz e o efluxo de metano em áreas de várzeas alagadas; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leandro Souza da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BRUNING, J. ; ALONCO, A. S. ; FRANCETTO, T. R. ; CHAIBEN NETO, M. ; PIMENTA, B. D. ; RODRIGUES, S. A. . Avaliação de risco ergonômico em atividade no setor de floricultura. Tecno-lógica (Santa Cruz do Sul . Online) , v. 24, p. 58-63, 2020.

  • MEZZOMO, W. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; KIRCHNER, J. H. ; TORRES, R. R. ; PIMENTA, B. D. . PRODUÇÃO FORRAGEIRA E EFICIÊNCIA DE UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DO CAPIM SUDÃO SUBMETIDO A DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO1. IRRIGA , v. 25, p. 143-159, 2020.

  • PIMENTA, B. D. ; ALONCO, A. S. ; FRANCETTO, T. R. ; BRUNING, J. ; CHAIBEN NETO, M. ; RODRIGUES, S. A. . Análise ergonômica do trabalho em um restaurante situado no interior do Rio Grande do Sul. Tecno-lógica (Santa Cruz do Sul . Online) , v. 24, p. 53-57, 2020.

  • MEZZOMO, W. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; TORRES, R. R. ; KIRCHNER, J. H. ; PEREIRA, A. C. ; BEN, L. H. B. ; PIMENTA, B. D. ; ROSSO, R. B. ; BRUNING, J. ; CHAIBEN NETO, M. ; BOSCAINI, RICARDO . Economic Viability of Conventional Sprinkler Irrigation in Sudan Grass Production for Beef Cattle. JOURNAL OF AGRICULTURAL STUDIES , v. 8, p. 622-642, 2020.

  • ROOS, H. T. ; PIRES, F. S. ; GIOTTO, E. ; PIMENTA, B. D. ; VILLALBA, E. O. H. . Registration and Georeferencing of the Family Farming Production Chain in Itapúa Department, Paraguay. Journal of Agricultural Science , v. 11, p. 161-171, 2019.

  • KIRCHNER, J. H. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; TORRES, R. R. ; MEZZOMO, W. ; BEN, L. H. B. ; PIMENTA, B. D. ; PEREIRA, A. C. . Funções de produção e eficiência no uso da água em sorgo forrageiro irrigado. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS AGRARIAS , v. 14, p. 1-9, 2019.

  • BEN, L. H. B. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; KIRCHNER, J. H. ; MEZZOMO, W. ; PIMENTA, B. D. . Agronomic performance of maize hybrids under supplemental irrigation depths. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 23, p. 524-531, 2019.

  • PEREIRA, A. C. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; LOREGIAN, M. V. ; KIRCHNER, J. H. ; MEZZOMO, W. ; BEN, L. H. B. ; PIMENTA, B. D. ; TORRES, R. R. . Aspectos produtivos e eficiência no uso da água em cultivares de canola irrigada. CULTURA AGRONOMICA (UNESP. ILHA SOLTEIRA) , v. 28, p. 166-178, 2019.

  • KIRCHNER, JARDEL HENRIQUE ; ROBAINA, ADROALDO DIAS ; PEITER, MARCIA XAVIER ; TORRES, ROGÉRIO RICALDE ; MEZZOMO, WELLINGTON ; PIMENTA, BRUNA DALCIN . VIABILIDADE FINANCEIRA DA IRRIGAÇÃO EM SORGO FORRAGEIRO EM SISTEMA DE ASPERSÃO PARA BOVINOCULTURA DE CORTE. IRRIGA , v. 24, p. 143-161, 2019.

  • BUSKE, TAISE CRISTINE ; ROBAINA, ADROALDO DIAS ; PEITER, MARCIA XAVIER ; PIMENTA, BRUNA DALCIN ; GOLLO, ELISA DE ALMEIDA . AVALIAÇÃO DE MODELOS AGROMETEOROLÓGICOS NA ESTIMATIVA DE PRODUTIVIDADE DA CULTURA DO MILHO. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 13, p. 3369-3379, 2019.

  • NETO, MIGUEL CHAIBEN ; ROBAINA, ADROALDO DIAS ; PEITER, MARCIA XAVIER ; GOULART, RAFAEL ZIANI ; GOLLO, ELISA DE ALMEIDA ; BRUNING, JHOSEFE ; PIMENTA, BRUNA DALCIN ; RODRIGUES, SILVANA ANTUNES ; FLOREZ, YESICA RAMIREZ ; BORDIGNON, VINÍCIO JOSÉ . Furrow Irrigation for Corn Cultivation in Hydromorphic Soils. Journal of Agricultural Science , v. 11, p. 295-303, 2019.

  • PIMENTA, BRUNA DALCIN ; ROBAINA, ADROALDO DIAS ; PEITER, MARCIA XAVIER ; BRUNING, JHOSEFE ; NETO, MIGUEL CHAIBEN ; FLORES, YESICA RAMIREZ . MODELO MATEMÁTICO PARA DETERMINAÇÃO DO DIÂMETRO ECONÔMICO DE TUBULAÇÕES DE RECALQUE. IRRIGA (UNESP BOTUCATU) , v. 24, p. 208-219, 2019.

  • TORRES, R. R. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; BEN, L. H. B. ; MEZZOMO, W. ; KIRCHNER, J. H. ; ROSSO, R. B. ; PIMENTA, B. D. ; PEREIRA, A. C. ; LOREGIAN, M. V. . Water productivity and production function in irrigated millet crop. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 40, p. 2837-2850, 2019.

  • BRUNING, J. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; PIMENTA, B. D. ; FERREIRA, L. D. ; CHAIBEN NETO, M. ; PEREIRA, A. C. ; SILVA, J. G. ; MEDEIROS, E. P. . Inversor de frequência. Revista Cultivar Máquinas , v. XVII, p. 31-33, 2019.

  • LOREGIAN, M. V. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; PEREIRA, A. C. ; BEN, L. H. B. ; KIRCHNER, J. H. ; MEZZOMO, W. ; PIMENTA, B. D. . Desempenho produtivo do trigo em função da densidade de semeadura e lâminas de irrigação suplementar. CULTURA AGRONOMICA (UNESP. ILHA SOLTEIRA) , v. 28, p. 299-315, 2019.

  • SILVA, J. G. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; FERREIRA, L. D. ; PIMENTA, B. D. ; BRUNING, J. ; PEREIRA, A. C. ; PIROLI, J. D. ; MEZZOMO, W. ; BOSCAINI, R. . Golpe de aríete. Revista Cultivar Máquinas , v. XVII, p. 28-29, 2019.

  • PIMENTA, B. D. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; MEZZOMO, W. ; KIRCHNER, J. H. ; BEN, L. H. B. . Performance of explicit approximations of the coefficient of head loss for pressurized conduits. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 22, p. 301-307, 2018.

  • PIMENTA, B. D. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; PEREIRA, A. C. ; RODRIGUES, S. A. ; LOREGIAN, M. V. . DESEMPENHO E PRECISÃO DE EQUAÇÕES EXPLÍCITAS DO COEFICIENTE DE PERDA DE CARGA EM REGIME DE FLUXO TURBULENTO. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 12, p. 2443-2453, 2018.

  • DE ALMEIDA GOLLO, ELISA ; BRUNING, JHOSEFE ; DIAS ROBAINA, ADROALDO ; XAVIER PEITER, MARCIA ; BUSKE, TAISE CRISTINE ; BOSCAINI, RICARDO ; ANTUNES RODRIGUES, SILVANA ; PIROLI, JÉSSICA DARIANE ; EANES COCCO RODRIGUES, PABLO ; DALCIN PIMENTA, BRUNA . Performance of different methods to estimate reference evapotranspiration in Cruz Alta - RS. CIENTIFICA: REVISTA DE AGRONOMIA , v. 46, p. 226-234, 2018.

  • KIRCHNER, JARDEL HENRIQUE ; ROBAINA, ADROALDO DIAS ; PEITER, MARCIA XAVIER ; TORRES, ROGÉRIO RICALDE ; MEZZOMO, WELLINGTON ; BEN, LUIS HUMBERTO BAHÚ ; GIRARDI, LEONITA BEATRIZ ; PIMENTA, BRUNA DALCIN . PRODUCTIVITY AND EFFICIENCY IN THE USE OF WATER IN DIFFERENT IRRIGATION DEPTHS IN FORAGE SORGHUM IN DYNAMIC OF CUTS. IRRIGA (UNESP BOTUCATU) , v. 23, p. 359-379, 2018.

  • PIMENTA, BRUNA DALCIN ; ROBAINA, ADROALDO DIAS ; PEITER, MARCIA XAVIER ; KIRCHNER, JARDEL HENRIQUE ; MEZZOMO, WELLINGTON ; TORRES, ROGÉRIO RICALDE . DESEMPENHO DO MEDIDOR ULTRASSÔNICO DE VAZÃO EM DIFERENTES TUBOS DE POLICLORETO DE VINILA. IRRIGA (UNESP BOTUCATU) , v. 23, p. 87-87, 2018.

  • KIRCHNER, J. H. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; MEZZOMO, W. ; TORRES, R. R. ; GIRARDI, L. B. ; PIMENTA, B. D. ; ROSSO, R. B. ; PEREIRA, A. C. ; LOREGIAN, M. V. . Variation of leaf area index of the forage sorghum under different irrigation depths in dynamic of cuts. AFRICAN JOURNAL OF AGRICULTURAL RESEARCH , v. 12, p. 111-124, 2017.

  • PEREIRA, A. C. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; LOREGIAN, M. V. ; PIMENTA, B. D. ; KIRCHNER, J. H. ; BEN, L. H. B. ; BRUNING, J. ; MEZZOMO, W. ; TORRES, R. R. . Pressão em campo. Cultivar Máquinas , v. XIV, p. 19-21, 2017.

  • GIRARDI, L. B. ; PEITER, M. X. ; PIMENTA, B. D. ; BRUNING, J. ; RODRIGUES, S. A. ; KIRCHNER, J. H. . CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DA Alstroemeria x hybrida QUANDO SUBMETIDA A DIFERENTES CAPACIDADES DE RETENÇÃO DE VASO. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 11, p. 1191-1200, 2017.

  • BOSCAINI, R. ; RODRIGUES, P. E. C. ; BRUNING, J. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; LOREGIAN, M. V. ; PEREIRA, A. C. ; GOLLO, E. A. ; PIROLI, J. D. ; RODRIGUES, S. A. ; PIMENTA, B. D. ; MEZZOMO, W. . Fluxo contínuo. Revista Cultivar Máquinas , v. XV, p. 42-45, 2017.

  • PIMENTA, B. D. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; BRUNING, J. ; RODRIGUES, S. A. ; GIRARDI, L. B. ; LOREGIAN, M. V. ; RODRIGUES, P. E. C. ; KAYZER, L. P. ; FLORES, Y. R. . Análise de equações do coeficiente de perda de carga em tubulação com água. REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO , v. 4, p. 451-463, 2016.

  • GIRARDI, L. B. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; PIMENTA, B. D. ; BEN, L. H. B. ; RODRIGUES, S. A. ; PIROLI, J. D. ; KIRCHNER, J. H. ; BOSCAINI, R. ; BRUNING, J. . Influência da temperatura e da irrigação no número de hastes totais de Alstroemeria x hybrida. REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO , v. 4, p. 501-510, 2016.

  • FIPKE, G. M. ; PIMENTA, B. D. ; MARTIN, T. N. ; ROCKENBACH, D. . Desempenho Agronômico. CULTIVAR GRANDES CULTURAS , v. XV, p. 14-16, 2014.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PIMENTA, B. D. . Uso e classificação de Índices para análise estatística. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

PIMENTA, B. D. . Estimativa da evapotranspiração de referência pelo método de Penman-Monteith/FAO. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    Filocrono, produção de forragem e produtividade da aveia em função da qualidade das sementes, Descrição: O vigor é um dos principais atributos que influenciam na qualidade fisiológica das sementes, demonstrando a capacidade dessas em formar um estande de plantas uniforme sob variações ambientais. Há uma carência em pesquisas que avaliem os efeitos da qualidade fisiológica das sementes na cultura da aveia. O objetivo do presente projeto será de avaliar o filocrono, componentes do rendimento, características morfológicas e produção de forragem das aveias preta (Avena strigosa) e branca (Avena sativa) em plantas provenientes de sementes de diferentes níveis de qualidade fisiológica. O experimento será realizado em duas partes, sendo a primeira na área didática e experimental de campo, realizando semeadura e condução das parcelas a campo, avaliando estádios fenológicos e o filocrono e a produção de forragem. Já a segunda parte será realizada no Laboratório de Culturas Anuais realizando avaliações de componentes do rendimento (número de espigas, grãos por espiga, peso de mil grãos e peso de grãos por espiga), características morfológicas (altura de planta, número de nós no colmo, espessura da base do colmo e rendimento biológico), secagem e pesagem das amostras ambas pertencentes ao IFRS ? Campus Ibirubá. A análise de variância será realizada através de teste F a 5% de probabilidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / rodrigo luiz ludwig - Integrante / Marcos Paulo Ludwig - Coordenador / Daniel Uhry - Integrante / Maiquel Gromann - Integrante / Gabriel de Franceschi dos Santos - Integrante / Suzana Ferreira da Rosa - Integrante / milton jose busnello - Integrante / anderson Pertuzzatti - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Inoculação via semente e foliar com Azospirillum brasilense associada a doses de nitrogênio em cobertura na cultura do trigo, Descrição: O trigo (Triticum aestivum) representa a segunda maior produção de grãos do mundo, com grande importância na alimentação humana e animal. Porém, necessita-se de tecnologias que proporcionem aumentos de produtividades com baixo custo e impacto ambiental. A inoculação com bactérias promotoras de crescimento e fixadoras de nitrogênio atmosférico, como o Azospirillum brasilense, pode ser uma alternativa viável, mas ainda demanda estudos para melhor recomendação de posicionamento. O objetivo do estudo será de avaliar o desempenho agronômico da cultura do trigo em função da aplicação de Azospirillum brasilense via semente e foliar, isoladas e em conjunto, e associadas a aplicações de doses de nitrogênio em cobertura. Para isto, será instalado um experimento a campo no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, campus Ibirubá, no ano de 2020. O delineamento experimental a ser usado é o Delineamento de Blocos Casualizados (DBC) com quatro repetições por tratamento envolvendo um modelo bifatorial (4 x 4) com os fatores via de inoculação de Azospirillum brasilense (Sem inoculação; Inoculação via semente; Inoculação via foliar e Inoculação via semente + inoculação via foliar) e doses de nitrogênio em cobertura (0; 40; 80 e 120 kg.ha-1). Os parâmetros a serem avaliados são emergência, afilhamento, espigamento, teor relativo de clorofila nas folhas, estatura de plantas, número de espiguetas por espiga, número de grãos por espiga, massa de planta e massa de grãos por planta, produtividade, massa do hectolitro e massa de mil sementes. Os dados serão submetidos a análises estatísticas pelo software sisvar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Thomas Newton Martin - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / rodrigo luiz ludwig - Coordenador / Daniela Batista dos Santos - Integrante / Marcos Paulo Ludwig - Integrante / Daniel Uhry - Integrante / Lucas Frederico Vergütz - Integrante / Maiquel Gromann - Integrante / Gabriel de Franceschi dos Santos - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Uso de fontes alternativas de nutrientes e manejo do solo na produção e qualidade das sementes de culturas anuais de verão, Descrição: O emprego elevado das reservas naturais de nutrientes faz com que o homem utilize outras formas mais sustentáveis de fertilizantes, como fontes alternativas será utilizado o dejeto líquido de suíno, adubo orgânico e organomineral. Ressalta-se a importância das culturas anuais de verão na região, onde a soja se destaca pela importância. O projeto será conduzido no IFRS, Campus Ibirubá, com a cultura da soja. Os manejos implementados serão: testemunha, adubação mineral, orgânica, dejeto líquido de suínos e organomineral estes tratamentos serão aplicados em duas áreas uma com o uso de rotação de culturas e outra com sucessão de culturas. Será avaliada emergência a campo aos 14 e 28 dias após a semeadura (DAS), taxa de cobertura do solo a partir dos quatorze DAS até 95% de cobertura, em pleno florescimento será avaliada a massa seca (parte aérea e raiz) e após a maturidade de colheita avaliada a produtividade de sementes. As avaliações da qualidade física e fisiológica das sementes serão testes de germinação, primeira contagem da germinação, envelhecimento acelerado, peso de 1000 sementes e classificação de peneiras. Posteriormente serão realizadas análises estatísticas através de ANOVA e teste de média.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Daniela Batista dos Santos - Integrante / Marcos Paulo Ludwig - Coordenador / Maiquel Gromann - Integrante / Gabriel de Franceschi dos Santos - Integrante / adriana Riguer Della Méa - Integrante / Suzana Ferreira da Rosa - Integrante / Sandra Meinen da Cruz - Integrante / eduardo girotto - Integrante / milton jose busnello - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Remoção da dominância apical e níveis de desfolha: características agronômicas e rendimento de cultivares de soja, Descrição: O impacto de fatores abióticos e bióticos sobre a área foliar e a repercussão desses no rendimento de cultivares modernos de soja necessita ser melhor elucidado. O objetivo desse projeto é avaliar características agronômicas e o rendimento de cinco cultivares de soja após as plantas, em diferentes estádios fenológicos (V5 e R2), serem submetidas a níveis de desfolha (0%; 16,6%; 33,3%; 50% e 66,6%); e após a remoção da dominância apical (nos estádios V5, V6, V7 e testemunha). Os experimentos serão conduzidos na área agrícola do IFRS Campus Ibirubá, e serão avaliadas características agronômicas como: número de legumes por planta, altura de inserção do primeiro legume, número de nós, distância entre nós, número de ramificações, número de grãos/legume, entre outras; e o rendimento de grãos. Após análise estatística dos dados, por meio de ANOVA, comparação de médias e análise de regressão, deseja-se verificar as modificações morfofisiológicas da planta de soja e encontrar um valor crítico de desfolha que impacte na redução do rendimento numa dada cultivar; além de observar se a remoção do ápice caulinar promove indução e crescimento de ramos laterais na planta. Os resultados podem fomentar práticas de manejo em nível regional e subsidiar ações de melhoramento genético.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / rodrigo luiz ludwig - Integrante / Daniela Batista dos Santos - Coordenador / Marcos Paulo Ludwig - Integrante / Maiquel Gromann - Integrante / adriana Riguer Della Méa - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Tratamento de sementes de soja visando controle de Scleriotinia sclerotiorum, Descrição: O fungo Scleriotinia sclerotiorum, agente causal de mofo-branco na cultura da soja, encontra-se distribuído em todo território brasileiro atingindo cerca de 10 milhões de hectares. Sementes infectadas por micélio dormente estão entre as causas do aumento da área infestada, assim, o tratamento de semente é uma alternativa para combater sua disseminação. Este estudo objetiva verificar a viabilidade do patógeno em sementes tratadas com produtos químicos e biológicos durante seu armazenamento e seu efeito sobre o poder germinativo da semente. Também, objetiva-se verificar se haverá formação de escleródios no substrato e qual o efeito dos tratamentos de semente. Para isso, escleródios de Scleriotinia sclerotiorum serão repicados e cultivada em meio BDA para a obtenção de micélios isolados, nos quais 50 sementes serão dispostas por placa de Petri para que ocorra a infecção das sementes. Após, as sementes serão submetidas a 8 tratamentos: Carbendazin + Thiram (Produto A); Carbendazin + Thiram (Produto B); Carboxin + Thiram; Piraclostrobina + Tiofanato metílico + Fipronil; Thiabendazole + Fludioxonil + Mefenoxan; Fluazinam + Tiofanato metílico; fungo Trichoderma asperellum e sem tratamento (testemunha). Aos 5, 10, 15, 30, 45, 60, 120, 180 dias após o tratamento de sementes, com 4 repetições de cada unidade experimental, serão realizados testes de germinação em papel para geminação e em vasos com areia esterilizada. Os vasos serão acondicionados em incubadora DBO a 20 °C, com um fotoperíodo de 12 horas luz, que é a condição ideal para desenvolvimento de micélio pelo fungo, objetiva-se avaliar a formação de escleródios no substrato.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / rodrigo luiz ludwig - Integrante / Daniela Batista dos Santos - Coordenador / Marcos Paulo Ludwig - Integrante / adriana Riguer Della Méa - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Monitoramento, quantificação e indicação de controle de pragas em culturas de verão (soja) e de inverno (trigo), utilizando diferentes métodos de coleta, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jardel Henrique Kirchner em 22/05/2020., Descrição: O número de espécies de insetos descritas é estimado em um milhão, onde cerca de 10% são pragas agrícolas. Os danos causados pelos insetos às plantas são diferentes, observados em todos os órgãos vegetativos variável conforme as características climáticas, cultivares, técnicas agronômicas e socioeconômica, podendo as perdas serem severas. Um dos principais alicerces do controle de pragas nas culturas é a identificação do início de infestação da espécie, utilizando métodos de coleta de insetos como: pano de batida horizontal, pano de batida vertical, rede de varredura, armadilhas luminosas, etc. Não há na literatura indicações técnicas a respeito de qual método deve ser utilizado para monitorar e quantificar cada espécie de acordo com o estádio fenológico das culturas. Assim, o projeto tem como objetivo determinar o método adequado, a incidência e a necessidade de controle químico através de monitoramento para cada uma das principais pragas, de acordo com o estádio fenológico de diferentes culturas, sendo elas no verão (soja) e no inverno (trigo) em duas cultivares de cada cultura. Serão avaliadas a incidência de pragas nas culturas conforme o estádio de desenvolvimento através de cinco métodos: pano de batida horizontal e vertical, rede de varredura, armadilha luminosa e método dos quadrados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Coordenador / rodrigo luiz ludwig - Integrante / Daniela Batista dos Santos - Integrante / Marcos Paulo Ludwig - Integrante / Daniel Uhry - Integrante / Suzana Ferreira da Rosa - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Variação cultural e de produtividade de híbridos de milho sob distintas populações de plantas em diferentes condições hídricas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jardel Henrique Kirchner em 22/05/2020., Descrição: A cultura do milho caracteriza-se como essencial no ciclo produtivo de uma propriedade agrícola devido à importância na rotação de culturas no sistema de plantio direto. Contudo, o principal problema e que tem limitado a área cultivada no estado é a ocorrência de déficit hídrico e a variabilidade de novos híbridos no mercado a cada safra com distintos intervalos de recomendação de população de plantas por hectare. Desta forma, o objetivo do trabalho é determinar a população de plantas adequada para diferentes híbridos de milho em condições de sequeiro e irrigada, além de caracterizar os estádios fenológicos de maior necessidade hídrica da cultura. O experimento será realizado no município de Ibirubá, Rio Grande do Sul, nos anos agrícolas de 2020 a 2022. O delineamento experimental utilizado será blocos ao acaso (DBA). Para as estimativas da evaporação da água do solo e transpiração vegetal, será determinada a evapotranspiração da cultura (ETc) e calendarização da irrigação. O conteúdo de água no solo será monitorado por sensores FDR. Os tratamentos consistirão de 3 híbridos (AG9025, DBK230 e AG8780), 3 populações de plantas (60,70 e 80 mil plantas ha-1 ) e 2 condições hídricas (irrigado e sequeiro). Serão avaliados os componentes de rendimento (número de espigas, fileiras, grãos por fileiras, massa de mil grãos), além de área foliar, estatura de planta e produtividade final.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Coordenador / rodrigo luiz ludwig - Integrante / Daniela Batista dos Santos - Integrante / Marcos Paulo Ludwig - Integrante / Daniel Uhry - Integrante / Suzana Ferreira da Rosa - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Análise da rugosidade absoluta em tubulações utilizadas para distribuição de água, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Adroaldo Dias Robaina em 18/12/2019., Descrição: Para o dimensionamento de sistemas hidráulicos utilizados para distribuição de água é necessário a quantificação da perda contínua de carga ao longo das tubulações, através, por exemplo, das equações de Darcy-Weisbach (DW) e Hazen-Williams (HW). Para isso, uma das variáveis que influencia nesse processo é a rugosidade da superfície dessas tubulações, a qual, muitas vezes, não se tem informações atualizadas e valores exatos para que haja um correto dimensionamento dos sistemas. Uma alternativa a isso é a medição da rugosidade da superfície através de instrumentos especializados que determinam diversos parâmetros de amplitude das irregularidades. Devido a isso, esse estudo objetiva determinar e analisar os parâmetros de rugosidade da superfície para tubulações utilizadas na distribuição de água. Serão avaliados os parâmetros Ra, Rq, Rc, Rp, Rv, Rt, Rz, Ry, R3y, Rsk e Rku em diversos diâmetros de materiais como o PVC, aço galvanizado, aço não galvanizado e politubos. Os ensaios serão conduzidos em laboratório utilizando instrumentos de medição como o rugosímetro de bancada e rugosímetro portátil. Através dos dados gerados, poderá ser avaliado cada parâmetro isolado e sua interferência na perda de carga das tubulações, utilizando, para isso, a equação de DW, com coeficiente de perda de carga calculado a partir da formulação explícita de Offor e Alabi e comparando-os com dados de rugosidade existentes na literatura. Além disso, será analisada a interferência do diâmetro nos valores de rugosidade absoluta, e, por fim, proposta uma relação entre todos os parâmetros avaliados e entre os coeficientes de rugosidade da equação implícita de Colebrook-White e da formulação de HW.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Yesica Ramirez Flores - Integrante / Luiz Patric Kayzer - Integrante / Jhosefe Bruning - Integrante / Miguel Chaiben Neto - Integrante / Juciano Gabriel da Silva - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Viabilidade econômica do Capim Sudão irrigado, Descrição: As forragens cultivadas podem ser utilizadas como opção para minimizar a carência alimentar dos animais em pastejo, em épocas que o campo nativo apresenta menor produção de massa verde e torna-se menos nutritivo devido às mudanças climáticas. As pastagens cultivadas representam a melhor alternativa para suprir a deficiência de nutrientes e fornecer forragem de qualidade aos animais, aumentando o ganho de peso diário e melhorando a eficiência do sistema produtivo. Sendo assim, para manter a qualidade das pastagens em períodos com precipitação irregular, a irrigação suplementar é uma alternativa que pode ser utilizada para assegurar a alimentação de qualidade durante o ano todo, porém, se faz necessário conhecer a viabilidade econômica da atividade para que os lucros sejam maximizados. Para obter a viabilidade econômica da utilização de sistemas de irrigação se faz necessária à determinação da máxima eficiência técnica do uso da água. A introdução da irrigação nos sistemas de produção de forrageiras tropicais eleva a produtividade, bem como o custo de produção da forragem. O incremento de custo de produção provocado pela aquisição e uso do sistema de irrigação é viável em anos que apresentam períodos de déficit hídrico. Diante do exposto, pretende-se identificar a viabilidade técnica-econômica da implantação de irrigação nos sistemas pecuários da região de Santa Maria - RS. Para tanto, serão realizados: (i) experimento de campo para obter a lâmina de irrigação em que se encontra a máxima eficiência técnica (MET) em produtividade das forrageiras; (ii) estudo dos custos fixos e variáveis da irrigação nos sistemas de produção pecuários, quando irrigados e (iii) estudo da viabilidade econômica da implantação da irrigação, com a utilização dos custos da irrigação e das expectativas de rendimento forrageiro da cultura; Pretende-se com esse projeto, obter a viabilidade técnico-econômica da irrigação, em sistemas de produção de forrageiras irrigadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (6) . , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Coordenador / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Luis Humberto Bahú Ben - Integrante / Jéssica Dariane Piroli - Integrante / Jhosefe Bruning - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Viabilidade econômica da irrigação de sorgo forrageiro, Descrição: A disponibilidade de pastagem durante o ano é essencial para o desenvolvimento dos animais em pastejo. No período primavera-verão, a qualidade das pastagens nativas decai devido à irregularidade das chuvas. Assim, uma alternativa é a utilização de pastagens cultivadas, onde o sorgo vem se caracterizando como uma cultura propícia à sua implantação no Rio Grande do Sul devido a sua adaptação a esta época do ano e pela oferta de massa produzida. No entanto, para atingir o potencial produtivo e qualitativo é necessário que sua necessidade hídrica seja suprida, e assim, a irrigação por aspersão em pastagens cultivadas tem sido utilizada para suprir esta lacuna. Contudo, é necessário a realização de uma análise da viabilidade econômica da irrigação em sorgo forrageiro. O objetivo deste trabalho é avaliar a viabilidade econômica do sorgo forrageiro irrigado, buscando qual das lâminas de irrigação (0, 25, 50, 75, 100 e 125% da evapotranspiração de referência) possibilita o maior retorno econômico, em quatro períodos de corte (50, 80, 110 e 140 dias após a semeadura) em dois anos. O experimento será conduzido na cidade de Santa Maria, RS, com semeadura realizada em novembro. Será utilizado um sistema convencional de irrigação por aspersão com uma linha principal e seis linhas laterais em PVC sendo os níveis de irrigação diferenciados pelo tempo de funcionamento do sistema de acordo com a lâmina de aplicação calibrada pelo teste do Coeficiente de Uniformidade de Christiansen. Para obter-se a viabilidade econômica da utilização de sistemas de irrigação será realizada a determinação da máxima eficiência técnica do uso da água. Para a determinação dos custos de produção, os mesmos serão divididos em fixos e variáveis, em relacionados e não relacionados à irrigação. Será adotado como critério a oferta de 10 % do peso vivo do animal como oferta de alimento e a unidade animal com 450 kg, sendo realizada a análise de sensibilidade do valor mínimo de comercialização do kg de peso vivo para o retorno econômico da atividade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcos Vinicius Loregian - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Rogério Ricaldi Torres - Integrante / Luis Humberto Bahú Ben - Integrante / Pablo Eanes Cocco Rodrigues - Integrante / Ricardo Boscaini - Integrante / Luiz Patric Kayzer - Integrante / Jhosefe Bruning - Integrante / Miguel Chaiben Neto - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Análise de formulações explícitas do coeficiente de perda de carga em condutos pressurizados, Descrição: Um dos parâmetros mais importantes para o dimensionamento de sistemas de irrigação é a estimativa de perda de carga das tubulações. Essa verificação pode ser realizada através de várias equações, como a de Darcy- Weisbach, que é utilizada para qualquer líquido e regime de escoamento. Essa utiliza um coeficiente de perda de carga que pode ser mensurado por diversas equações, como a equação implícita de Colebrook-White (CW). Porém, para essa determinação é necessário utilizar métodos numéricos, os quais, muitas vezes, não são tão rápidos quanto às equações explícitas. Numerosas aproximações explícitas têm sido propostas, mas estipuladas através de simulações, variando número de Reynolds e rugosidade relativa, sem, muitas vezes, verificadas para os materiais de tubulação existentes atualmente. Diante do exposto, o objetivo desse trabalho é comparar equações explícitas do coeficiente de perda de carga (f) de Darcy-Weisbach com a equação implícita de Colebrook-White, através de erros relativos e parâmetros estatísticos com aproximações disponíveis na literatura. As equações que obtiverem menores erros relativos serão analisadas através de valores experimentais em tubos de PVC.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Marcos Evandro Furlanetto - Integrante.

  • 2015 - 2019

    Levantamento da área irrigada por pivô-central no estado do Rio Grande do Sul, utilizando-se imagens de satélite, Descrição: Este projeto visa levantar as áreas irrigadas por pivô central no estado do Rio Grande do Sul, através de uma metodologia automática, utilizando imagens de satélite.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Yesica Ramirez Flores - Integrante / Luiz Patric Kayzer - Integrante / Michele Monguilhott - Coordenador.

  • 2015 - 2017

    Uso de camalhões de base larga como alternativa para o cultivo de soja em terras baixas, Descrição: O Rio Grande do Sul possui 5,4 milhões de hectares de várzeas ou terras baixas, sendo a orizicultura a sua principal atividade agrícola. Esta vem enfrentando problemas, dos quais destaca-se o controle de plantas daninhas e o elevado custo de produção. Em busca de novas alternativas, vem sendo introduzida nestas áreas a rotação de culturas, principalmente com a cultura da soja. Porém, esta planta mesófita apresenta susceptibilidade ao excesso hídrico. Sendo necessário o controle do nível freático, através de uma drenagem eficiente, para que a cultura alcance seu potencial produtivo. Este trabalho tem como objetivo avaliar o cultivo de soja em áreas de várzea, utilizando diferentes técnicas de drenagem, os camalhões de base larga e drenagem superficial, para o manejo do nível freático. A partir deste objetivo, serão realizados dois experimentos, no município de São João do Polêsine, RS, nas safras 2014/15 e 2015/16. O primeiro utilizará o delineamento experimental, blocos ao acaso em esquema bifatorial, faixa para o fator A, e faixa para o fator D, distribuídos em quatro blocos. O fator A será constituído das técnicas de drenagem, constituído de três camalhão de base larga de diferentes dimensões e a drenagem superficial. O fator D será constituído de duas cultivares de soja, a Brasmax Potência RR, e a TEC IRGA 6070 RR. O segundo experimento, utilizará o delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema bifatorial, com quatro repetições. No fator A será constituído por 6 níveis de altura fixa do lençol freático de 0,10; 0,20; 0,30; 0,40; 0,50 e 0,60 metros e o fator D de duas cultivares de soja, a Brasmax Potência RR, e a TEC IRGA 6070 RR. Nos dois experimentos, durante o ciclo da cultura, serão avaliadas as variáveis fenológicas, em quatro momentos, e na maturação fisiológica serão avaliados os componentes de rendimento. Espera-se deste trabalho, contribuir com informações sobre o cultivo de soja em áreas de terras baixas, utilizando técnicas de drenagem para o manejo do nível freático.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcos Vinicius Loregian - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Coordenador / Adroaldo Dias Robaina - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Rogério Ricaldi Torres - Integrante / Luis Humberto Bahú Ben - Integrante / Ricardo Benetti Rosso - Integrante / Angélica Marostega - Integrante.

  • 2014 - 2017

    Estudo experimental e simulado da cultura da cana de açúcar em função de diferentes níveis de irrigação, Descrição: No Brasil, existem poucas pesquisas relevantes que inter-relacionam fatores como solo, clima e variedades com a fenologia da cana-de-açúcar utilizando modelos de simulação de crescimento (SUGUITANI, 2006). Com o objetivo de calibrar e validar os modelos de simulação de crescimento e produção ROBAINA e DSSAT/CANEGRO para a cana-de-açúcar submetida a diferentes níveis de manejo de irrigação para avaliar a viabilidade técnica e econômica da irrigação para cana-de-açúcar, em pequenas propriedades familiares para a Região Central do RS, será instalado uma área experimental no Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) com a variedade RB 76 5418. O modelo físico utilizado para calibrar e testar os modelos matemáticos será constituído de seis tratamentos (T0, T1, T2, T3, T4 e T5) de irrigação, com 0%, 20%, 40%, 60%, 80% e 100%, respectivamente, distribuídas em sistema de irrigação por gotejamento. O plantio será efetuado em setembro de 2014. Cada tratamento terá cinco repetições distribuídos em blocos ao acaso, constituído por cinco linhas de dez metros, o espaçamento entre as linhas será de 1,40 metros e cada parcela terá 56 m2 de área. A distribuição das mudas no sulco será contínua, colocando-se toletes de mais ou menos três a quatro gemas, aproximadamente, 18 gemas/metro. A análise biométrica das variedades será a medida da altura das plantas, perfilhamento, dinâmica foliar, área foliar, diâmetro da base, diâmetro da ponta, peso da amostra integral (AI), peso da massa pré-seca (MPS), profundidade do sistema radicular, fitomassa da parte área, o Brix e a produção total (t/ha). Os valores de produção obtidos no experimento de campo nos tratamentos serão comparados com os resultados simulados através dos modelos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcos Vinicius Loregian - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Coordenador / Adroaldo Dias Robaina - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Cícero Urbanetto Nogueira - Integrante / Helena Maria Camilo de Moraes Nogueira - Integrante / Herculs Nogueira Filho - Integrante.

  • 2014 - 2017

    Uso de diferentes metodologias na obtenção de funções de pedotransferência para capacidade de suporte de carga do solo, Descrição: O conhecimento das relações entre propriedades físicas e mecânicas do solo pode contribuir no desenvolvimento de funções de pedotransferência (FPTs), que permitam estimar outras propriedades do solo de difícil mensuração. Os objetivos deste trabalho serão quantificar a pressão de pré-consolidação e a resistência do solo à penetração, com o uso de metodologias de predição, utilizando-se apenas de dados disponíveis na literatura, com valores de características físico-hídricas e mineralógicas dos solos. O desenvolvimento das FPTs se dará a partir de três métodos de modelagem: (i) regressão linear múltipla (RLM), (ii) redes neurais artificiais (RNAs) e (iii) máquinas de vetores de suporte (MVS). A primeira metodologia proposta para o desenvolvimento das FPTs será a opção "stepwise" (IBM-SPSS 20.0). As FPTs geradas a partir de RNAs, serão implementadas através do perceptron multicamadas com algoritmo backpropagation e otimização Levenberg-Marquardt (MATLAB.7.7.0). O treinamento das redes será efetuado variando-se o número de neurônios na camada de entrada e número de neurônios na camada escondida. A terceira metodologia será gerar FPTs a partir de MVS que se enquadra dentro dos processos de mineração de dados utilizando para tal o software Waikato Environment for Knowledge Analysis (RapidMiner 5).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Wellington Mezzomo - Integrante / Rogério Ricaldi Torres - Integrante / Ricardo Benetti Rosso - Integrante / Tonismar dos Santos Pereira - Integrante.

  • 2014 - 2016

    Comportamento do Capim Sudão submetido a diferentes manejos de água, Descrição: A forragem cultivada pode ser utilizada como opção para minimizar a carência alimentar dos animais em pastejo, em épocas que as pastagens apresentam menor produção de massa verde e tornam-se menos nutritivas devido a mudanças climáticas, fato que afeta o desenvolvimento do rebanho. Sendo assim, para manter a qualidade das pastagens em períodos com precipitação irregular, a irrigação é uma alternativa que deve ser utilizada para que a alimentação animal seja adequada durante todo o ano. Observando a necessidade de melhorar a nutrição animal nessa época, o capim sudão é uma alternativa recomendada e viável devido a sua adaptação a épocas de primavera verão e pela grande oferta de matéria verde produzida, porem para que o potencial máximo seja atingido a disponibilidade hídrica adequada é indispensável para esse processo. Levando em consideração essa condição objetiva-se avaliar o crescimento e desenvolvimento morfogênico de pastagens de verão cultivadas com capim sudão sob diferentes lâminas de irrigação, com a finalidade de determinar a melhor disponibilidade hídrica para atingir o máximo desenvolvimento morfogênico da planta com maior quantidade e qualidade de massa verde para as condições edafoclimaticas de Santiago - RS. Será realizado estudo experimental na Fazenda Liberdade, localizada no município de Santiago - RS. Será determinada qual a melhor lâmina de irrigação a ser aplicada para obter um ótimo desenvolvimento morfogênico da planta, sendo utilizado um sistema de aspersão convencional e o momento de irrigação definido de acordo com o turno de rega pré-fixado, levando em conta a evapotranspiração da cultura (ETc), a semeadura será realizada no mês de novembro, sendo utilizada a cultivar BRS estribo de capim sudão. A adubação obedecerá à necessidade da cultura de acordo com análise de solo local.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Elisa de Almeida Gollo - Integrante / Marcos Vinicius Loregian - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Rogério Ricaldi Torres - Integrante / Paola Soares Ceroni - Integrante.

  • 2014 - 2016

    Cultivo de milho (Zea mays L.) em terras baixas sob diferentes sistemas de irrigação por superfície, Descrição: O milho é o cereal mais produzido e um dos mais importantes cereais cultivados e comercializados no mundo em função de seu uso na alimentação humana e animal, elevado potencial produtivo, composição química, valor nutritivo e uso potencial como biocombustível. No Rio Grande do Sul o milho é cultivado quase na sua totalidade em áreas de terras altas, porém vem ganhando expressivo avanço no cultivo em áreas de várzea, como cultura de rotação com o arroz irrigado, principal cultura cultivada nessas áreas. O plantio de milho nas várzeas pode proporcionar uma série de benefícios, como o aproveitamento de áreas em pousio, melhoria das condições do solo, quebra de ciclo de doenças, auxílio no controle de plantas daninhas, diversificação de receitas, além da possibilidade de matéria prima para a produção de silagem para os animais. O sucesso no cultivo desse cereal, associado ao aumento de sua produtividade é influenciado por uma série de fatores climáticos e de cultivo, dentre eles, destaca-se a necessidade hídrica e a suscetibilidade ao déficit e excesso hídrico da cultura. Por esse motivo, o uso de sistemas de irrigação, associado ao correto suprimento dos demais fatores essenciais à cultura de milho, apresenta grande potencial de aumento de sua produtividade no estado. Os sistemas de irrigação por superfície são os mais indicados para essas áreas e apresentam uma série de vantagens, como a praticidade de manejo e menores custos quando comparados aos sistemas pressurizados. Neste sentido, o presente trabalho visa determinar a resposta da cultura do milho aos sistemas de irrigação por superfície através da quantificação do seu desenvolvimento, eficiência do uso da água pela planta, armazenamento de água no solo e produtividade de grãos de milho cultivado em terras baixas da Depressão Central do estado do Rio Grande do Sul.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Elisa de Almeida Gollo - Integrante / Marcos Vinicius Loregian - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Rogério Ricaldi Torres - Integrante / Flávia Barzotto - Integrante / Ricardo Benetti Rosso - Integrante / Enio Marchesan - Integrante / Guilherme Vestena Cassol - Integrante.

  • 2014 - 2016

    Influência de diferentes lâminas de irrigação na produção de sorgo forrageiro, Descrição: A disponibilidade de pastagem durante o decorrer de todo o ano é de suma importância para o desenvolvimento de qualquer espécie animal, bem como, a manutenção da sua qualidade no decorrer do período de pastejo. Durante o período de primerava-verão a qualidade das pastagens naturais decai devido a irregularidade das precipitações, tornando necessário o cultivo de pastagem cultivada para atender a demanda nutritiva dos animais. Assim, a irrigação em pastagens de verão cultivadas, torna-se uma técnica inovadora e de grande suporte para que se atinja o objetivo de oferta de pastagem de qualidade para os animais durante o período de irregularidade das precipitações. Nesse contexto, o sorgo forrageiro se caracteriza uma cultura propícia a ser implantada pela adaptação a esta época do ano e pela grande oferta de massa verde produzida, porém necessitando de adequada disponibilidade hídrica para que o potencial máximo seja atingido. Desta maneira, objetiva-se avaliar o crescimento e desenvolvimento de pastagens de verão cultivadas com sorgo forrageiro sob diferentes lâminas de irrigação, com o intuito de determinar a lâmina adequada para atingir o ponto de maior eficiência do uso da água, através da quantidade e qualidade de massa forrageira produzida nas condições edafoclimáticas de Santiago-RS. O experimento será realizado na Fazenda Liberdade, no município de Santiago-RS, a semeadura do sorgo forrageiro será realizada no mês de Outubro, sendo utilizada a cultivar Nutribem Elite. As adubações serão feitas de acordo com a exigência da cultura e da análise de solo do local do experimento. Para a irrigação se utilizará um sistema de aspersão convencional e o momento das irrigações será definido com base no turno de rega pré-fixado em sete dias e a quantidade de água pelo cálculo da evapotranspiração da cultura (ETc).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Elisa de Almeida Gollo - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Integrante / Adroaldo Dias Robaina - Coordenador / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Rogério Ricaldi Torres - Integrante / Luis Humberto Bahú Ben - Integrante / Flávia Barzotto - Integrante / Ricardo Benetti Rosso - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Disponibilidade hídrica na produção de Alstroemeria (Alstroemeria x hibrida) em vasos com mistura de substratos cultivados em ambiente protegido, Descrição: A produção de flores possui um grande potencial para o agronegócio brasileiro devido a diversos fatores, tais como: condições favoráveis de clima, diversificação da propriedade rural, alta rentabilidade por área, o uso intenso de mão-de-obra, o que possibilita à diversidade de cultivos e o mercado cativo. A floricultura é considerada uma atividade competitiva, rentável que exige a utilização de tecnologias e conhecimentos técnicos, sendo capaz de promover a fixação do homem no campo. O cultivo em substrato demonstra grande avanço frente ao cultivo em solo, onde as principais vantagens estão no manejo mais adequado da água e redução da ocorrência de problemas fitossanitários. Os estudos com Astrometria no nosso estado, ainda é insipiente, sendo uma flor de corte pouco conhecida, porem com potencial para expansão, pois o estado do Rio Grande do Sul é atualmente um dos maiores consumidores de flor de corte. Entendeu-se como necessário esse trabalho de pesquisa para ajudar os produtores de flores a terem uma economia na produção, com o melhor e mais adequado método de irrigação, e principalmente conseguir plantas saudáveis aceitas no mercado. Assim o presente trabalho tem por objetivo estudar o crescimento da cultura da Alstroemeria em vasos quando submetida a diferentes níveis de água no substrato, analisando sua resposta sob rendimento e qualidade das hastes florais.O experimento será conduzido em estufa climatizada no Setor de Floricultura do Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria - RS, será usado vasos n°07 com capacidade de 20l, uma planta de alstroemeria por vaso, da variedade Firenze. O delineamento experimental será inteiramente casualisado, com 16 repetições e cinco tratamentos, totalizando 80 unidades experimentais, será feita destruição de vasos ao longo do ciclo fenológico para acompanhar o desenvolvimento tanto da parte aérea (área foliar) como das raízes. Para avaliar o consumo de água serão estipulados limites de 30, 45, 60, 75 e 90% da capacidade máxima de retenção de água pelo substrato no vaso, sendo verificada a medida da umidade de cada vaso pelo método das pesagens de cada vaso individualmente. Será realizado um total de dois ciclos de cultivo, onde será avaliado: número de hastes por planta; comprimento das hastes; espessura da haste; peso fresco e seco das hastes e quantidade flores/botões em cada haste, área foliar e a determinação do coeficiente de cultura (Kc) nos diferentes estágios fenológicos. Os resultados serão analisados através de análise de variância e regressão utilizando-se o software SASM-AGRI.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Marcia Xavier Peiter - Coordenador / Adroaldo Dias Robaina - Integrante / Luciana Marini Köpp - Integrante / Jardel Henrique Kirchner - Integrante / Leonita Beatriz Girardi - Integrante / Anderson Crestani Pereira - Integrante / Wellington Mezzomo - Integrante / Flávia Barzotto - Integrante / Marcelo Antonio Rodrigues - Integrante / Rogério Antonio Belle - Integrante / Taíse Cristini Buske - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Distribuição geográfica, taxonomia e nível de danos dos curculionídeos-das-raízes em soja, Descrição: A ocorrência dos curculionídeos-das-raízes nos sistemas de produção de grãos de soja, na região sul do país, tem aumentando significativamente nos últimos anos. No entanto, há poucas informações sobre espécies, distribuição e danos desse grupo de pragas. O presente projeto terá o objetivo de estudar a distribuição geográfica, taxonomia e nível de danos dos curculionídeos-das-raízes na cultura da soja no Rio Grande do Sul.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (15) . , Integrantes: Bruna Dalcin Pimenta - Integrante / Ivair valmorbida - Integrante / deise cagliari - Integrante / caroline huth - Integrante / janine palma - Integrante / JERSON VANDERLEI CARÚS GUEDES - Coordenador / BRUNO GIACOMINI SARI - Integrante / MAURICIO BIGOLIN - Integrante / ALBERTO ROHRIG - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante / ANDREIA SCHUSTER - Integrante / LEONARDO MOREIRA BURTET - Integrante / LUCAS DA SILVA STEFANELO - Integrante / MAICON ROBERTO RIBEIRO MACHADO - Integrante / MIRIAN BARBIERI - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

Aprovação no Teste de Suficiência em Língua Espanhola, Universidade Federal de Santa Maria-RS.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS - Campus Ibirubá. , Rua Nelsi Ribas Fritsch, nº1111, Esperança, 98200000 - Ibirubá, RS - Brasil, Telefone: (54) 33248100, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Campus Ibirubá

  • 2019 - 2019

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Campus Vacaria

    Atividades

    • 11/2019

      Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Ibirubá, .,Cargo ou função, Colegiado do Curso Técnico em Agropecuária.

  • 2017 - 2019

    Universidade Federal de Santa Maria

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de doutorado CAPES, Carga horária: 40

  • 2015 - 2017

    Universidade Federal de Santa Maria

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de mestrado CNPq, Carga horária: 40

  • 2015 - 2015

    Universidade Federal de Santa Maria

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitoria em Hidraúlica Agrícola A, Carga horária: 20

  • 2012 - 2013

    Universidade Federal de Santa Maria

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Laboratório de química e fertilidade do solo

    Atividades

    • 08/2014 - 12/2014

      Estágios , Departamento de Engenharia Rural, .,Estágio realizado, Estágio curricular na área de Hidráulica e Irrigação Agrícola.

    • 06/2013 - 08/2014

      Estágios , Departamento de Fitotecnia, .,Estágio realizado, Grupo de manejo em grandes culturas de coxilha - com ênfase em Soja e Milho.

    • 03/2011 - 11/2011

      Estágios , Departamento de Defesa Fitossanitária, .,Estágio realizado, Entomologia Agrícola - Manejo Integrado de Pragas.

  • 2012 - 2012

    Cooperativa de Desenvolv. e Difusão de Tecnologia Agrícola de Cruz Alta

    Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Assistência Técnica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.