Naiara Maria Santana dos Santos Neves

Graduada em Ciências Sociais com ênfase em Sociologia pela Universidade Federal da Bahia, Mestra em Antropologia e doutoranda em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFBa. Vinculada à linha de pesquisa Corpo, Sexualidades, Saúde e Saberes Terapêuticos. Tem experiência na área de Sociologia e Antropologia, com ênfase em Antropologia Feminista, Antropologia da Ciência, Antropologia do Corpo, Saúde e Reprodução, atuando principalmente nos seguintes temas: corpo, saúde, sexualidade e reprodução; processos de formação em medicina e ginecologia e obstetrícia; práticas de parto, práticas de saúde, políticas do corpo, gênero, raça e etnia; territorialização, mapeamento biorregional, comunidades quilombolas.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Antropologia

2017 - Atual

Universidade Federal da Bahia
Título: Do corte ao ponto - A obstetrícia enquanto campo científico e a ?ciência? na formação de médicos obstetras,
Felipe Bruno Martins Fernandes.

Mestrado em Programa de Pós Graduação em Antropologia

2015 - 2017

Universidade Federal da Bahia
Título: ?Como as avós ou entre os doutores?? ? Memórias de Parto e Identidade, Corpos e Territórios em Disputa no Quilombo do Kaonge, Recôncavo da Bahia,Ano de Obtenção: 2017
Felipe Bruno Martins Fernandes.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências Humanas

Graduação em Ciências Sociais

2007 - 2014

Universidade Federal da Bahia
Título: AS MULHERES SABEM PARIR: PRÁTICAS DE PARTO E POLÍTICAS DO COTIDIANO NAS COMUNIDADES DO VALE DO IGUAPE
Orientador: Iara Maria Souza
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Francês

, Lê Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia do Corpo.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SARDENBERG, C. M. B. ; FERNANDES, F. B. M. ; RODRIGUES, M. F. ; MAIA, S. ; NEVES, N. M. S. S. . What about women in the history of anthropology?. 2018. (Congresso).

SARDENBERG, C. M. B. ; FERNANDES, F. B. M. ; RODRIGUES, M. F. ; MAIA, S. ; NEVES, N. M. S. S. . Seminário sobre o empoderamento das mulheres. 2018. (Outro).

SARDENBERG, C. M. B. ; FERNANDES, F. B. M. ; RODRIGUES, M. F. ; MAIA, S. ; NEVES, N. M. S. S. . III Colóquio da Rede LatinoAmericana de Antropologia Feminista. 2018. (Outro).

NEVES, N. M. S. S. . Seminário 10 anos Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFBa ? Antropologia na Bahia: desafios, inovações e encruzilhadas. 2017. (Outro).

NEVES, N. M. S. S. . Congresso Brasileiro de Sociologia. 2013. (Congresso).

NEVES, N. M. S. S. . I Colóquio Nacional de Processos de Hegemonia e Contra-Hegemonia. 2008. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Direitos Sexuais e Reprodutivos, Aborto e Saúde Pública.Direitos Sexuais e Reprodutivos, Aborto e Saúde Pública. 2018. (Seminário).

What about women in the history of anthropology?. Movimento Feministas e Empoderamento. 2018. (Congresso).

XX Encontro Internacional da Rede Feminista Norte e Nordeste de Estudos e Pesquisa sobre Mulher e Relações de Gênero (REDOR).A "vagina-escola": noções de corpo da mulher, reprodução e parto na formação dos médicos ginecologistas e obstetras. 2018. (Encontro).

Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBa. As avós antes dos doutores: Onde estão as parteiras quilombolas e quais são as suas contribuições para as políticas de saúde?. 2017. (Congresso).

Reunião de Antropologia do Mercosul. De canoa até o hospital": Processos de transformação e medicalização das práticas de parto em quilombos do Recôncavo Baiano. 2017. (Congresso).

Diálogos e Saberes Transdiciplinares.Diálogos sobre o cuidado: Gênero, práticas integrativas e humanização do cuidado. 2015. (Seminário).

Feminismo, capitalismo e astúcia histórica. 2015. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Isabella de Melo Moreira

CASTRO, O. B.;NEVES, N. M. S. S.; AVILA, M. C. P.. A gastronomia aliada à economia feminista e solidária: um restaurante como ferramenta de luta por igualdade. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Gastronomia) - Universidade Federal da Bahia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maíra Kubík Taveira Mano

FERNANDES, F. B. M.; TAVARES, F. R. G.;MANO, Maíra Kubík. Como as avós ou entre os doutores: Memórias de Parto e Identidade, Corpos e Territórios em disputa no Quilombo do Kaonge, Recôncavo Baiano. 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Maíra Kubík Taveira Mano

FERNANDES, F. B. M.; TAVARES, F. R. G.;MANO, Maíra Kubík. Como as avós ou entre os doutores: Memórias de Parto e Identidade, Corpos e Territórios em Disputa no Quilombo do Kaonge. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Fatima Regina Gomes Tavares

FERNANDES, F.;TAVARES, F.; KUBIK, M.. Como as avós ou entre os doutores: memórias de parto e identidade, corpos e territórios em disputa no quilombo do Kaonge, Recôncavo da Bahia. 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Fatima Regina Gomes Tavares

KUBIK, M.;Fátima Tavares; FERNANDES, F.. ?Como as ?avós? ou entre os doutores?: Memórias de partos e identidade, corpos e territórios em disputa no quilombo do Kaonge, Recôncavo da Bahia. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Ana Paula dos Reis

REIS, A. P.MCCALLUM, Cecilia; FERNANDES, F. B. M.; TREJO, M. R.. Médicos tradicionais e colegas marginais: a síndrome de Gabriela na formação dos médicos ginecologistas e obstetras na Bahia. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Felipe Bruno Martins Fernandes

FERNANDES, Felipe Bruno Martins; TAVARES, F.;MANO, M. K. T.. Como as avós ou entre os doutores: memórias de parto e identidade, corpos e territórios em disputa no Quilombo do Kaonge, Recôncavo da Bahia. 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Felipe Bruno Martins Fernandes

FERNANDES, Felipe Bruno MartinsMCCALLUM, C.; REIS, A. P.; TREJO, M. R.. ?Médicos Tradicionais? e ?Colegas Marginais?: A ?síndrome de Gabriela? na formação dos médicos ginecologistas e obstetras na Bahia. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Felipe Bruno Martins Fernandes

FERNANDES, Felipe Bruno Martins; TAVARES, F.;MANO, M. K. T.. Como as avós ou entre os doutores: memórias de parto e identidade, corpos e territórios em disputa no quilombo do Kaonge, Recôncavo da Bahia. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Iara Maria de Almeida Souza

AS MULHERES SABEM PARIR: PRÁTICAS DE PARTO E POLÍTICAS DO COTIDIANO NAS COMUNIDADES DO VALE DO IGUAPE; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia; Orientador: Iara Maria de Almeida Souza;

Felipe Bruno Martins Fernandes

Do corte ao ponto: obstetrícia enquanto campo científico e a "ciência" na formação de médicos obstetras; Início: 2017; Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia; (Orientador);

Felipe Bruno Martins Fernandes

Como as avós ou entre os doutores: memórias de parto e identidade, corpos e territórios em disputa no Quilombo do Kaonge, Recôncavo da Bahia; 2017; Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Felipe Bruno Martins Fernandes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ACCIOLY, M. C. ; Lordelo, Natali ; NEVES, N. M. S. S. ; Reis, Fábia ; REGO, J. . Construção Participativa de Projeto de Desenvolvimento Territorial: A Experiência do Projeto Semeie Ostras. NAU - A Revista Eletrônica da Residência Social , v. 2, p. 58-62, 2011.

  • NEVES, N. M. S. S. . COMO AS AVÓS OU ENTRE OS DOUTORES? - O PARTO E OS DIÁLOGOS NECESSÁRIOS PARA POLÍTICAS DE SAÚDE. In: Ligia Moreiras Sena. (Org.). "... com você ando melhor". 1ed.Florianópolis: , 2016, v. , p. 1-177.

  • NEVES, N. M. S. S. . A obstetrícia enquanto campo científico, a 'ciência' na formação dos médicos obstetras e na produção da noção de corpo e de mulher. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • NEVES, N. M. S. S. . A political fiction to think about the notion of body and woman in obstetrics, and the notion of holism in new social movements linked to reproduction and childbirth. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • NEVES, N. M. S. S. . 'De canoa até o hospital' - Processos de transformação e medicalização das práticas de parto em quilombos do recôncavo baiano. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • NEVES, N. M. S. S. . Como as avós ou entre doutores: o parto como afirmação e reinvenção da identidade quilombola. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • NEVES, N. M. S. S. . Diálogos sobre o cuidado: Gênero, práticas integrativas e humanização do cuidado. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • NEVES, N. M. S. S. . Práticas de Parto e Processos de Territorialização em Quilombos do Iguape, uma política do cotidiano. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ACCIOLY, M. C. ; Reis, Fábia ; NEVES, N. M. S. S. ; Lordelo, Natali . ?Construção Participativa (Comunidade-Universidade-Governo) de Projeto de Desenvolvimento Territorial: A Experiência do Projeto Semeie Ostras tendo como Consequência o Processo de Formação da Rede de Ostreicultores Familiares Solidários da Bahia?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ACCIOLY, M. C. ; REGO, J. ; NEVES, N. M. S. S. . ?Fortalecimento da Identidade Quilombola em Comunidades do Baixo Sul Baiano?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ACCIOLY, M. C. ; REGO, J. ; Reis, Fábia ; NEVES, N. M. S. S. ; Lordelo, Natali . Maricultura Familiar Solidária. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ACCIOLY, M. C. ; Reis, Fábia ; Lordelo, Natali ; NEVES, N. M. S. S. . ?Estudo de Viabilidade Econômica da Atividade da Ostreicultura Familiar Solidária?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ACCIOLY, M. C. ; Reis, Fábia ; NEVES, N. M. S. S. ; Lordelo, Natali . ?Construção Participativa do Projeto Semeie Ostras?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • NEVES, N. M. S. S. . COMO AS AVÓS OU ENTRE OS DOUTORES? - O PARTO E OS DIÁLOGOS NECESSÁRIOS PARA POLÍTICAS DE SAÚDE 2016 (Publicação em site).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

NEVES, N. M. S. S. . Projeto Três Marias - Capacitação de Parteiras Tradicionais Quilombolas. 2014.

NEVES, N. M. S. S. . A resistência continua - Comunidades quilombolas de Porto Alegre seguem resistindo ao descaso do poder público e ao racismo, assim como seus antepassados escravizados. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

NEVES, N. M. S. S. . Aborto no Brasil. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Práticas de Subalternização em Gênero e Sexualidades: violências, políticas públicas, ciência e educação, Descrição: Este projeto, continuidade do anterior ?Olhares Antropológicos e Políticos sobre Gênero, Sexualidade, Política e Educação?, visa articular teórica e empiricamente as investigações realizadas por pesquisadoras/es do ?Grupo de Estudos Feministas em Política e Educação? (GIRA), em torno das temáticas de gênero, sexualidade, epistemologias feministas, teorias decoloniais e queer, trabalho, violências, educação e política. Este projeto é ligado às linhas de pesquisa: ?Gênero, Alteridade(s) e Desigualdades? e ?Gênero, Poder e Políticas Públicas? do Programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismos (PPGNEIM), à linha "Corpo, Sexualidades, Saúde e Saberes Terapêuticos? do Programa de Pós-Graduação em Antropologia, à linha ?Estudos Étnicos? do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos (Pós-Afro) e às linhas ?Antropologia Feminista e Queer?, ?Classes Sociais e Relações de Gênero no Mundo do Trabalho?, ?Educação para a Igualdade e a Produção de Conhecimento? e ?Movimentos e Lutas Sociais e Políticas Sexuais e de Gênero? do GIRA. A partir dos marcadores sociais de gênero e sexualidade, os objetivos se desenham conforme a seguir: a) refletir etnográfica e politicamente sobre as dimensões de gênero e sexualidade na sociedade contemporânea, particularmente no que tange grupos subalternizados e b) compreender como as dinâmicas coformacionais de gênero e sexualidade têm sido empreendidas em situações políticas e educacionais estatais e dos movimentos sociais. Assim, como o projeto anterior, parte das teorias feministas, decoloniais e queer, com ênfase na análise do poder e da agência nas múltiplas formas de relações sociais, compreendendo o caráter situado da produção do conhecimento e o viés normativo que as dimensões de gênero e sexualidade assumem na contemporaneidade. A pesquisa será realizada através de etnografia de instituições sociais (como órgãos do governo, organizações civis, universidades e escolas) e de espaços de sociabilidade em que se possa analisar as dinâmicas cotidianas de gênero e sexualidades. Além disso, serão utilizadas outras ferramentas de investigação empírica tais como entrevistas, observação participante, análise de arquivos e revisão da literatura, sempre com um viés engajado e articulado à intervenção social.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Naiara Maria Santana dos Santos Neves - Coordenador / Cecília Carvalho de Andrade - Integrante / Shirley dos Santos de Jesus Silva - Integrante / Jeferson Reis - Integrante / Mariângela Moreira Nascimento - Integrante / Marcos de Jesus dos Santos - Integrante / Sônia Maria Santos Soares - Integrante / Bárbara Silva da Fonseca - Integrante / Florita Cuhanga António Telo - Integrante / Tatiana Cordeiro do Nascimento - Integrante / Elder Luan dos Santos Silva - Integrante / Hairam Machado - Integrante / Felipe Bruno Martins Fernandes - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2018

Menção Honrosa no Prêmio Antropologia e Direitos Humanos - Trabalhos de Doutorado e Mestrado - 31ª Reunião Brasileira de Antropologia, Associação Brasileira de Antropologia.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas. , Rua Professor Aristides Novis, Federação, 40210630 - Salvador, BA - Brasil, Telefone: (71) 32836440, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2014 - 2015

Secretaria de Políticas para as Mulheres

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Auxiliar de projetos e pesquisadora, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Atuação junto à Coordenação de Ações Temáticas nas áreas de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres e Promoção da Autonomia Econômica e Produtiva.

2013 - 2014

Secretaria de Políticas para as Mulheres

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estagiária da Coordenação de Combate a Violência da Secretaria de Políticas para as Mulheres

2009 - 2011

Universidade Federal da Bahia

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Gênero e Gestão Social, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Desenvolvimento da maricultura familiar solidária em comunidades do Baixo Sul Baiano; adequação das tecnologias e manejos de cultivos de ostras para inserção das mulheres marisqueiras e pescadoras; fortalecimento do trabalho coletivo; articulação e fortalecimento da Rede de Ostreicultores Familiares da Bahia com bases em Economia Solidária; apoio à comercialização em rede de ostras cultivas em comunidades tradicionais de pesca; organização de oficinas sobre gênero, etnia, conflito territorial, economia solidária, mapeamento biorregional, políticas públicas, saúde no trabalho, cessão das águas públicas, associativismo, qualidade sanitária e ambiental de ostras cultivadas, depuração de ostras, educação ambiental, estruturação de redes de produção e comercialização, gestão participativa; articulação de saberes técnicos-acadêmicos e populares; auxílio na formação da Associação de Mulheres Quilombolas do Galeão; auxílio na formação da Associação Quilombola da Batateira; articulação com movimentos sociais.

Atividades

  • 01/2013

    Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .,Estágio realizado, Pesquisadora no Projeto Comunidades Pesqueiras da Baía de Todos os Santos: Contaminação e Práticas Terapêuticas do Grupo de Estudos em Ciências Sociais e Saúde - ECSAS da Universidade Federal da Bahia.

  • 10/2011 - 12/2011

    Extensão universitária , Instituto De Biologia, .,Atividade de extensão realizada, Mapeamento Participativo do Território Produtivo da Comunidade Quilombola da Batateira - Cairu / Bahia e Formação Política com a comunidade (conflito territorial, questão étnica e quilombola, articulação com movimentos sociais)..

  • 02/2011 - 08/2011

    Estágios , Instituto De Biologia, .,Estágio realizado, Monitoria da Atividade Curricular em Comunidade sobre Mapeamento Biorregional como Ferramenta para Gestão Compartilhada de Recursos Naturais e Educação Ambiental nas Comunidades Pesqueiras de Taperoá, Galeão, Batateira e Ponta Grossa.

  • 01/2010

    Direção e administração, Diretório Central dos Estudantes, .,Cargo ou função, Diretoria de Meio Ambiente do Diretório Central dos Estudantes UFBA no período de maio de 2010 a maio de 2011 (mobilização estudantil, diálogo institucional, produção de eventos e comunicação, contato inicial com agroecologia e bioconstrução..

  • 01/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .,Cargo ou função, Conselheira Universitária - Representação Estudantil.

2016 - 2016

Faculdade Baiana de Saúde Pública

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora

Outras informações:
Ministrou uma aula sobre Atenção Humanizada à Mulher em Situação de Violência Sexual e Abortamento no curso de Pós-Graduação em Enfermagem Obstétrica.