FLAVIO PECHANSKY

Possui graduação em Medicina pela UFRGS, mestrado e doutorado em Medicina: Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi Hubert Humphrey Fellow da Johns Hopkins School of Public Health (93/94). Atualmente é Professor Titular do Departamento de Psiquiatria da UFRGS, Diretor do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas da UFRGS, Chefe do Serviço de Psiquiatria de Adição do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Coordenador do Centro Colaborador em Álcool e Drogas HCPA/SENAD. Foi Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Prevenção e Assistência a Usuários de Álcool e outras Drogas do HCPA. Criou o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool da UFRGS. É professor visitante das Universidades da Pennsylvania e Kentucky. Foi editor-assistente do periódico Addiction. Membro pleno do College on Problems of Drug Dependence, International Council On Alcohol, Drugs and Traffic Safety do qual é Member-at-Large do Executive Board, Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas e Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. Foi Chair do comitê internacional do College on Problems on Drug Dependence - 2009/12. Membro do Technical Advisory Group on Alcohol and Drug Epidemiology da Organização Mundial da Saúde, e do grupo de experts da Organização Mundial da Saúde nas áreas de álcool e cannabis. É Membro do Comitê sobre álcool, outras drogas e transporte do Transportation Research Board do NIH e Member-at-Large do Comitê Executivo do International Council on Alcohol, Drugs and Traffic Safety. Parecerista: Addiction, Drug and Alcohol Dependence, Traffic Injury Prevention, Social Sciences and Medicine, Digestive Diseases and Sciences, European Child and Adolescence Psychiatry, Revista Brasileira de Psiquiatria, Cadernos de Saúde Pública, Psicologia e Sociedade, Psicologia. Reflexão e Crítica, Trends in Psychiatry and Psychotherapy. Já foi Investigador Principal e Co-Principal de projetos financiados pelo NIDA, NIAID, SENAD e Bloomberg Philantropies. Suas linhas de pesquisa se concentram na área de dependência de drogas em Psiquiatria, atuando principalmente nos seguintes temas: drogas, alcoolismo, cocaína, adolescência e HIV, e álcool e trânsito. Número de citações (ISI):728. ResearchID:P-1629-2014; Índice h: 20; Bolsista de Produtividade 1-D do CNPq.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Medicina: Ciências Médicas

1993 - 1998

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: UM ESTUDO SOBRE SITUAÇÕES DE RISCO PARA CONTAMINAÇÃO PELO VÍRUS HIV EM USUARIOS DE DROGAS DA CIDADE DE PORTO ALEGRE
Orientador: ELLIS ALINDO D'ARRIGO BUSNELLO
com Coorientador: Mary Bozzetti. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: HIV-AIDS; drogas; Epidemiologia.Grande área: Ciências da Saúde

Mestrado em Medicina: Ciências Médicas

1991 - 1993

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: USO DE BEBIDAS ALCOOLICAS EM ADOLESCENTES DA CIDADE DE PORTO ALEGRE CARACTERISTICAS DE CONSUMO E PROBLEMAS ASSOCIADOS,Ano de Obtenção: 1993
FERNANDO CELSO BARROS.Palavras-chave: Alcool; Epidemiologia; SAUDE PUBLICA.Grande área: Ciências da Saúde

Especialização em Curso de Especialização em Psiquiatria da UFRGS

1985 - 1987

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Aperfeiçoamento em Programa Hubert H. Humphrey

1993 - 1994

Johns Hopkins School of Public Health
Título: CENTER FOR INTERNATIONAL COOPERATION ON SUBSTANCE ABUSE REDUCTION - A PROPOSITION FOR THE FUTURE. Ano de finalização: 1994
Orientador: Wallace P. Mandell
Bolsista do(a): United States Information Agency, USIA, Estados Unidos.

Graduação em Medicina

1979 - 1984

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2010 - 2010

O paciente impossível. , Centro de Estudos Luís Guedes, CELG, Brasil.

2008 - 2008

Protecting Human Research Participants. , National Institute of Health (NIH) Office of Extramural Research, NIH, Estados Unidos.

2005 - 2005

ASI (Addiction Severty Index). (Carga horária: 8h). , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas, ABEAD, Brasil.

2005 - 2005

"Alcoolismo: quem paga essa conta?". (Carga horária: 15h). , Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, SIMERS, Brasil.

2001 - 2001

Probl. Psicot. Pacien. c/Transt de Pers. anti-soc.. , Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, SPRS, Brasil.

2000 - 2000

ADD in Adults. , American Psychiatric Association, APA, Estados Unidos.

1997 - 1998

Extensão universitária em Prog. Assist. Saúde Docência em Res.Med. Proj.Psiq. (Carga horária: 168h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1997 - 1998

Extensão universitária em Prog. Assist. Saúde Docência em Res.Med. Proj.Psiq. (Carga horária: 168h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1996 - 1996

Programa de Ativ. de Aperfeiçoamento Pedagógico. (Carga horária: 320h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1996 - 1996

Ensinando a Prevenção em Saúde. , Associação Médica do Rio Grande do Sul, AMRIGS, Brasil.

1994 - 1994

HIV Pre-Post Test Counseling. , National Data Coordination and Evaluation Center Bethesda, Maryland, NATIONAL COM., Estados Unidos.

1993 - 1993

O Abuso de Medicamentos Psicotrópicos Br.. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas, ABEAD, Brasil.

1993 - 1993

Prevenção à recaída - Aplicação Comport.Aditivo. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas, ABEAD, Brasil.

1992 - 1992

Pós-Graduação em Med./Clínica Médica Asses.Cient. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1992 - 1992

Pós-Graduação em Med./Clínica Médica Asses.Cient. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1991 - 1991

O Significado do Desvio Sexual. , Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, SPRS, Brasil.

1988 - 1988

Avaliação da Eficácia Terap de Prog Depend Químic. (Carga horária: 8h). , Associação para o Incentivo à Pesquisa em Álcool e Drogas, FIPAD, Brasil.

1987 - 1987

o Alcoólico em Terapia. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e do Alcoolismo, ABEAA, Brasil.

1987 - 1987

Intervenção Precoce em Problemas do Álcool. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e do Alcoolismo, ABEAA, Brasil.

1986 - 1986

Curso de Diagnóstico e Tratamento do Alcoolismo. (Carga horária: 48h). , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Alcoolismo, ABEAA, Brasil.

1984 - 1984

Síndrome de Dependência do Álcool. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e do Alcoolismo, ABEAA, Brasil.

1984 - 1984

Psicoterapia do Alcoolista. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e do Alcoolismo, ABEAA, Brasil.

1984 - 1984

Estados Ansiosos: Diagnósticos e Tratamento. , Centro de Estudos Luís Guedes, CELG, Brasil.

1983 - 1983

Extensão universitária em Medicina Interna. (Carga horária: 128h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1983 - 1983

Avaliação da Eficácia Terapêutica no Alcoolismo. , Associação Brasileira de Estudos do Álcool e do Alcoolismo, ABEAA, Brasil.

1982 - 1982

Extensão universitária em Medicina Interna Teórico-Prática - II Parte. (Carga horária: 320h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1982 - 1982

II Curso sobre medicina do adolescente. (Carga horária: 16h). , Associação Médica do Rio Grande do Sul, AMRIGS, Brasil.

1982 - 1982

Urgências Neurológicas. (Carga horária: 30h). , Associação Médica do Rio Grande do Sul, AMRIGS, Brasil.

1982 - 1982

Alcoolismo. , Centro de Estudos Luís Guedes, CELG, Brasil.

1981 - 1981

Curso de Psicofarmacologia. (Carga horária: 16h). , Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, SPRS, Brasil.

1981 - 1981

Estudo sobre o significado inconsciente da música. , Centro de Estudos Luís Guedes, CELG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Psiquiatria.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Pesquisa.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; DALBOSCO, C. ; HALPERN, Silvia . I Simpósio de Álcool e Outras Drogas do HCPA e SENAD. 2018. (Congresso).

Pechansky, F. . 22nd International Council on Alcohol, Drugs and Traffic Safety (ICADTS) Confefrence. 2017. (Congresso).

Pechansky, Flavio . 21st International Council on Alcohol Drugs and GTraffic Safety Conference T2016. 2016. (Congresso).

Pechansky, Flavio ; Sousa, Tanara ; PASA, G. G. ; SCHERER, J. N. . Avaliação de Tecnologias para Deteção de Substâncias no Trânsito Brasileiro. 2015. (Outro).

PECHANSKY, F. ; SOUSA, T. R. V. ; PASA, G. G. ; DALBOSCO, C. . Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do Uso de Álcool e Outras Drogas no Trânsito. 2015. (Outro).

Pechansky, Flavio . Ciclo de Palestras: Dependência Química para Rede de Saúde. 2015. (Congresso).

Pechansky, F. . Curso Novas Técnicas para Tratamento de Usuários de Drogas.. 2014. (Outro).

Pechansky, F. . XXVII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.. 2014. (Outro).

Pechansky, F. . I Simpósio Interno do Centro de Pesquisas em Álcool e Drogas-CPAD. 2014. (Outro).

PECHANSKY, F. . Simpósio Crack: o que sabemos?. 2013. (Outro).

PECHANSKY, F. . Workshop - Uso de Técnicas Motivacionais na Abordagem e na Adesão do Paciente ao Tratamento. 2013. (Outro).

Pechansky, F. . I Simpósio internacional sobre Drogas, Álcool e Trânsito. 2013. (Outro).

PECHANSKY, F. ; Azambuja MRF ; SOUSA, T. R. V. . Fórum de Segurança no Trânsito: aspectos legais relacionados ao beber e dirigir. 2012. (Congresso).

Pechansky, F. . I Congresso Internacional Crack e Outras Drogas: Um debate social que se impõe. 2010. (Congresso).

Pechansky, F. . II Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas. 2009. (Outro).

Pechansky, F. . Programa de Assistência à Saúde de Docência em Residência Médica. 2009. (Outro).

Pechansky, F. . Programa de Assistência à Saúde de Docência em Residência Médica. 2008. (Outro).

PECHANSKY, F. . I Curso de Extensão sobre álcool e drogas da UFRGS.. 2007. (Outro).

Pechansky, F. . XVIII Congresso ABEAD. 2006. (Congresso).

Pechansky, F. . Capacitação e Educação Continuada do Serviço de Enfermagem Psiquiátrica. 2006. (Outro).

Pechansky, F. . XXIII Jornada Sul-rio-grandense de Psiquiatria Dinâmica. 2006. (Outro).

Pechansky, F. . II Fórum Brasileiro de Especialistas em Transtorno Bipolar. 2006. (Outro).

Pechansky, F. . I Simpósio do Centro de Estudos Luís Guedes sobre Infância e Adolescência Contemporâneas. 2006. (Outro).

Pechansky, F. . Pré-Congresso do XXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2006. (Outro).

Pechansky, F. . Adição a Sensações na Cultura atual. 2006. (Outro).

PECHANSKY, F. . XVII Congresso da ABEAD. 2005. (Congresso).

PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix Henrique Paim . Curso de Treinamento do Addiction Severity Index Versão 6. 2005. (Outro).

PECHANSKY, F. . Workshop Estágios de Mudança na Prática Clínica. 2005. (Outro).

PECHANSKY, F. . XVI Congresso da ABEAD. 2004. (Congresso).

PECHANSKY, F. . Transtornos aditivos na prática clínica. 2003. (Outro).

PECHANSKY, F. . Sexualidade, drogas e HIV na adolescência. 2002. (Outro).

PECHANSKY, F. . Violência e Ansiedade na Infância e Adolescência. 2001. (Outro).

Pechansky, F. . XIV Congresso Brasileiro sobre Alcoolismo, Tabagismo e Outras Dependência. 2001. (Congresso).

PECHANSKY, F. . XX JORNADA SUL- RIO-GRANDENSE DE PSIQUIATRIA DINÂMICA. 2000. (Congresso).

PECHANSKY, F. . IV CONGRESSO GAÚCHO DE ALCOOLISMO E OUTRAS DEPENDÊNCIAS. 2000. (Congresso).

PECHANSKY, F. . CURSO DE NOÇÕES BÁSICAS SOBRE DEPENDENCIA QUÍMICA. 2000. (Outro).

PECHANSKY, F. ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva . CURSO DE PREVENÇÃO E USO DE DROGAS. 2000. (Outro).

PECHANSKY, F. . II CURSO DE EXTENSÃO EM CLÍNICA PSIQUIÁTRICA. 2000. (Outro).

PECHANSKY, F. . Curso de Extensão Universitária em Psicoterapia de Orientação Analítica,XVII turma. 2000. (Outro).

PECHANSKY, F. . XX Jornada SulRiograndense de Psiquiatria Dinâmica. 2000. (Outro).

PECHANSKY, F. . I Simpósio do II Curso de Extensão em Clínica Psquiátrica - Tratamento Farmacológico das Dependências Químicas. 2000. (Outro).

Pechansky, F. . IV Jornada Gaúcha de Psiquiatria. 1999. (Outro).

Pechansky, F. . Curso de Capacitação na Prevenção sobre Abuso de Drogas para Profissionais da Polícia Civil. 1999. (Outro).

Pechansky, F. . XIX J ornada Sul-rio-grandense de Psiquiatria Dinâmica. 1998. (Outro).

Pechansky, F. . V Simpósio do Curso de Extensão Universitária em Clínica Psiquiátrica. 1998. (Outro).

Pechansky, F. . Exame da Associação Médica do Rio Grande do Sul. 1996. (Outro).

Pechansky, Flavio . I Encontro sobre prevenção de farmacodependência do departamento de psiquiatria da UFRGS. 1996. (Outro).

Pechansky, F. . III Congresso Gaúcho de Alcoolismo e Outras Dependências. 1996. (Congresso).

PECHANSKY, F. . I Fórum Gaúcho sobre Álcool, Outras Drogas e SIDA (AIDS).. 1995. (Congresso).

Pechansky, F. . Exame da Associação Médica do Rio Grande do Sul. 1995. (Outro).

Pechansky, F. ; SOIBELMAN, M. . Avaliação de Fatores de Risco à Transmissão do HIV/AIDS em Usuários de Drogas/Álcool. 1994. (Outro).

Pechansky, F. . 18th Anuual AMERSA National Conference. 1994. (Outro).

PECHANSKY, F. . V Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. 1993. (Outro).

Pechansky, F. . Prevalência de testes anti HIV em uma Unidade de Tratamento de Dependência Química. 1993. (Congresso).

Pechansky, F. . X Congresso Brasileiro. 1993. (Congresso).

Pechansky, F. . 9º Congresso ABEAD. 1991. (Congresso).

PECHANSKY, F. . 1º Congresso Gaúcho de Psiquiatria. 1990. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Virtual meeting of technical experts on alcohol 10-12 June 2020.Debate sobre documento das Naçõs Unidas. 2020. (Encontro).

WHO Meeting on alcohol and drugs 17-18 December 2019.Cannabis in Brazil. 2019. (Encontro).

2018 NIDA International Forum. 2018. (Congresso).

I Simpósio em álcool e outras drogas do HCPA e SENAD.Experiência da legalização da maconha no Uruguai. 2018. (Simpósio).

I Simpósio em álcool e outras drogas do HCPA e SENAD.Concepção e ações do Centro Colaborador em Álcool e Drogas, CPAD e mestrado profissional. 2018. (Simpósio).

I Simpósio em álcool e outras drogas do HCPA e SENAD.20 anos do CPAD: história, conquistas e perspectivas. 2018. (Simpósio).

Jornada CELG: mente e corpo - diálogos contemporâneos. 2018. (Congresso).

The International Council on Alcohol, Drugs & Traffic Safety.T2022 Bids, Strategic Planning. 2018. (Outra).

Traffic safety implications of driving under the influence of pescription and over the counter drugs.Preparação de documento oficial de. 2018. (Simpósio).

Transportation Research Board 97th Annual Meeting. 2018. (Encontro).

2017 NIDA International Forum. Low-and Middle-Income Country Approaches to Marijuana: Case Examples From South America. 2017. (Congresso).

37ª Semana Científica do HCPA - Pesquisa: crise e resiliência.Avaliador dos Temas Livres do evento. 2017. (Outra).

9th Annual (Endmonton) International Conference on Urban Traffic Safety, 4th International Conference on Transportation Information and Safety. Implementing successful programs to deter drugged drivin: barriers and solutions. 2017. (Congresso).

Curso de extensão o modelo transteórico de mudança de comportamento na prática clínica e na promoção de saúde.. 2017. (Outra).

Curso de Extensão O Modelo Transteórico de Mudança de comportamento to na Prática Clínica e na Promoção de Saúde. 2017. (Simpósio).

Transportation Research Board 96th Annual Meeting. Relatório T2016. 2017. (Congresso).

XI Encontro Nacional Pós-Graduação na Área Médica, Medicina I, II e III. 2017. (Encontro).

XII Congresso Gaúcho de Psiquiatria. 2017. (Congresso).

XXIV Congresso Brasileiro da ABEAD. Novidades no tratamento dos transtornos adictivos. 2017. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. High prevalence of suicide risk and brain-derived neurotrophic factor serum levels in crack cocaine users during early abstinence. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. No association between crack cocaine addiction and COMT Val/Met polymorphism. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. Retraumatization: sexual abuse, post-traumatic stress disorder, and sexual risk behavior among club drug users. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. Crack cocaine users with high family/social problems show more psychiatric symptoms and violent behavior. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. TBARS and BDNF changes in newborns exposed to crack cocaine during pregnancy - a comparative study. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. High prevalence of physical and sexual abuse among socially vulnerable women crack users in Brazil. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. High prevalence of driving under the influence, and legal and psychiatric problems, among crack cocaine drivers. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. Accumbens volumes are reduced among crack cocaine users. 2016. (Congresso).

2016 NIDA International Forum. Role of the dopaminergic system on crack cocaine addiction: DRD2 and DRD4 genes, individual and interaction effects. 2016. (Congresso).

21st International Cuncil on Alcohol, Drugs and Traffic Safety Conference. Apresentação de abertura do evento. 2016. (Congresso).

2 Seminário Estadual de Segurança no Trânsito.A influência do uso de álcool como causa de acidentes e insegurança no trânsito. 2016. (Seminário).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. Crack cocaine users with high family/social problems show more psychiatric symptoms and violent behavior. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. High prevalence of suicide risk and brain-derived neurotrophic factor serum levels in crack cocaine users during early abstinence. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. Role of the dopaminergic system on crack cocaine addiction: DRD2 and DRD4 genes, individual and interaction effects. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. High prevalence of driving under the influence, and legal and psychiatric problems, among crack cocaine drivers. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. No association between crack cocaine addiction and COMT Val/Met polymorphism. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. Accumbens volumes are reduced among crack cocaine users. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. Retraumatization: sexual abuse, post-traumatic stress disorder, and sexual risk behavior among club drug users. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. TBARS and BDNF changes in newborns exposed to crack cocaine during pregnancy - a comparative study. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. High prevalence of physical and sexual abuse among socially vulnerable women crack users in Brazil. 2016. (Congresso).

CPDD 78th Annual Scientific Meeting Program. No association between crack cocaine addiction and COMT Val/Met polymorphism. 2016. (Congresso).

I Jornada Gaúcha de Psicologia e Medicina de Tráfego.Uso de álcool e drogas por motoristas - inovações. 2016. (Simpósio).

International Council on Alcohol, Drugs and Traffic Safety - Executive Board Meeting.T2016 Conference Report. 2016. (Encontro).

Regional Meeting on Alcohol, Drugs and Driving 5-6 May 2016.Roadside surveys: methodological issues, mental health assessment, types of drivers. 2016. (Encontro).

TRB 95th Annual Meeting. 2016. (Encontro).

XXVIII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica, Transformações da Psicoterapia, IV Encontro de Ciência e Inovação em Psiquiatria, I Encontro Estadual das Ligas Acadêmicas de Psiquiatria. Da Teoria ao Paciente 1: Álcool e trânsito. 2016. (Congresso).

20TH NIDA International Forum.Crack users with conduct disorder have greater association with violence, trauma, and psychiatric comorbidities. 2015. (Simpósio).

20TH NIDA International Forum.Transition from first substance use to crack cocaine: predictors of faster addiction progression and clinical characteristics in crack cocaine adolescent users. 2015. (Simpósio).

20TH NIDA International Forum.Comparision of DUI prevalence among fatal, monfatal, and roadside samples of brazilian drivers. 2015. (Simpósio).

20TH NIDA International Forum.Methodologies to develop and import an evidence - based intervention: Brazil case study. 2015. (Encontro).

20TH NIDA International Forum.Predictors of early relapse in adlescent crack users after hospital discharge. 2015. (Encontro).

20TH NIDA International Forum.Comparision of DUI prevalence among fatal, monfatal, and roadside samples of brazilian drivers. 2015. (Outra).

35a. Semana Científica do HCPA.Agravamento de indicativos de trauma em usuários de crack e cocaína após início do consumo da droga. 2015. (Encontro).

94th TRB Annual Meeeting. The drinking and driving situation in Brazil = controversies and potential solutions. 2015. (Congresso).

CPDD 77th Annual Scientific Meeting Program. Higher levels of BDNF are associated with inpatient treatment adherence of crack-cocaine users. 2015. (Congresso).

CPDD 77th Annual Scientific Meeting Program. Brazilian crack/cocaine inpatients show more legal and family social problems than outpatients. 2015. (Congresso).

CPDD 77th Annual Scientific Meeting Program. Predictors of early relapse in adlolescent crack users after hospital discharge. 2015. (Congresso).

CPDD 77th Annual Scientific Meeting Program. The validity of DSM-5 criteria for substance-related and addictive disorders adapted for "food addiction". 2015. (Congresso).

CPDD 77th Annual Scientific Meeting Program. Clinical characteristics and genotype frequencies of the dopamine transporter gene (DAT1SLC6A3) 3'UTR variable number of tandem repeats (VNTR) in crack-cocaine users (CCU). 2015. (Congresso).

CPDD 77th Annual Scientific Meeting Program. Crack users with conduct disorder have more association with violence, trauma and psychiatric comorbidities. 2015. (Congresso).

CPPD 77th Annual Scientific Meeting. Comparison of DWI prevalences among fatal, non-fatal and roadside samples of Brazilian drivers. 2015. (Congresso).

Dez anos do Ligue 132.Práticas e políticas sobre drogas no trânsito: uma geração em atraso. 2015. (Simpósio).

II Conferencia global de alto nível sobre segurança no trânsito. Workshop sobre tecnologias de detecção de substâncias no trânsito brasileiro. 2015. (Congresso).

XII Jornada de Psiquiatria da APRS. Usuários de crack apresentam menor coesão familiar quando comparados com alcoolistas. 2015. (Congresso).

XII Jornada de Psiquiatria da APRS. Usuários de crack apresentam menor coesão familiar quando comparados com alcoolistas. 2015. (Congresso).

XII Jornada de Psiquiatria da APRS. Associação entre risco de suicídio e níveis séricos de BDNF em usuários de crack internados. 2015. (Congresso).

XVII Simpósio Internacional sobre Tabaco, Álcool e outras Drogas.Tratamento na Hipermodernidade - Tratamento das adições na era da hipermodernidade. 2015. (Simpósio).

XVII Simpósio Internacional sobre Tabaco, Álcool e outras Drogas.Painel: Álcool e Drogas: consequências negativas - Drogômetro no Trânsito. 2015. (Simpósio).

5 Seminário Regional de Boas Práticas do Projeto Integração de Competências no Desempenho da Atividade Judiciária com Usuários e Dependentes de Drogas..Adolescência, uso de drogas e ato infracional.. 2014. (Seminário).

5 Seminário Regional de Boas Práticas do Projeto Integração de Competências no Desempenho da Atividade Judiciária com Usuários e Dependentes de Drogas.. 2014. (Seminário).

5 Seminário Regional de Boas Práticas do Projeto Integração de Competências no no Desempenho da Atividade Judiciária com Usuários e Dependentes de Drogasom. 2014. (Seminário).

Bloomberg Philanthropies Global Road Safety Program M&E Collaborators Meeting. 2014. (Encontro).

CPDD 76th Annual Scientific Meeting Program. Oxidative Stress, BNDF and Severity of Crack Cocaine use in Early Withdrawal.. 2014. (Congresso).

III Encontro Ciência e Inovação em Psiquiatria.Características demográficas e diagnósticos psiquiátricos em usuários de crack e controles. 2014. (Encontro).

III Encontro Ciência e Inovação em Psiquiatria.Associação entre os níveis séricos de BNDF e a evolução clínicas de usuários de crack durante o tratamento de internação.. 2014. (Encontro).

International Symposium on Road Safety in Low-and Middle-Income Countries Hasted by the Johns Hopkins International Injury Research Unit.Risck Factors for Road Traffic Injuries. 2014. (Simpósio).

I Simpósio Interno do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas-CPAD. 2014. (Simpósio).

I Simpósio Interno do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas-CPAD.Palestrante. 2014. (Simpósio).

Jornada ITIPOA.A psicopatologia na atualidade - Adições. 2014. (Outra).

Novas Técnicas para Tratamento de Usuários de Drogas..Novas Técnicas para Tratamento de Usuários de Drogas.. 2014. (Outra).

PREVINE - I Congresso internacional de prevenção dos problemas relacionados ao uso de drogas. 2014. (Congresso).

XXVII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Palestrante: Novos Comportamentos: O limite do normal e patológico-infância, adolescência, adultos. 2014. (Outra).

XXVII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Associação entre os níveis séricos de BNDF e a evolução clínicas de usuários de crack durante o tratamento de internação.. 2014. (Outra).

XXVII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica; III Encontro Ciência e Inovação em Psiquiatria.Novos comportamentos: o limite do normal e patológico - infância, adolescência, adultos. 2014. (Outra).

20th ICADTS - International Council on Alcohol Drugs and Traffic Safety Conference. Risk factors associated with recurrent DUI offenses in Brazil. 2013. (Congresso).

21th Congress of the World Association for Sexual Health. Psychiatric Symptoms and Sexual Risk Behaviors in a Sample of Brazilian Men Who Have Sex with Men Ecstasy and LSD Users.. 2013. (Congresso).

CPDD 75th Annual Scientific Meeting. User Satisfaction with Health Care Pprovided for Alcohol and Drug Dependency in Brazil. 2013. (Congresso).

Evaluation of Road Safety Interventions: Key Component of the Global Decade of Action - Road Trafic Injuries Research Network Workshop.M&E IN Road Safety and Transport. 2013. (Oficina).

I Fórum de Atualização em Medicina do Tráfego e Acidentes do CREMERS..Capacidade Laborativa do Condutor x Liberação da CNH. 2013. (Outra).

III Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas.. 2013. (Seminário).

II Simpósio da Liga de Psiquiatria da UFRGS.Impactos do uso de drogas. 2013. (Simpósio).

I Simpósio Internacional sobre Drogas, Álcool e Trânsito.Mediador. 2013. (Simpósio).

I Simpósio Internacional sobre Drogas, Álcool e Trânsito. 2013. (Simpósio).

NIDA International Forum. No association between crack cocaine dependence and dopamine D2 receptor gene in Brazil. 2013. (Congresso).

Seminário Estadual do Crack: Não Condene sua Vida.Conceitos Fundamentais em Prevenção ao uso de Drogas.. 2013. (Seminário).

Simpósio Crack: o que sabemos?.Crack - Como enfrentá-lo usando os melhores recursos.. 2013. (Simpósio).

Simpósio Internacional sobre Abuso de Álcool, Prevenção, Intervenção e Políticas Públicas..Beber e Dirigir no Brasil: Por que as Soluções Norte-Americanas não Funcionam na América do Sul?. 2013. (Simpósio).

V Simpósio Nacional sobre Dependência Química. 2013. (Simpósio).

VXIII Congresso Brasileiro de Toxicologia-CBTOX. 2013. (Congresso).

XI Jornada de Psiquiatria da APRS.Coordenador Mesa redonda: Dependência Química. 2013. (Outra).

XI Jornada de Psiquiatria da APRS.Coordenador na Entrevista: Conversando com Nora Volkow. 2013. (Outra).

XI Jornada de Psiquiatria da APRS.Estresse Oxidativo e BNDF como Possíveis Marcadores da Gravidade do Uso de Crack Durante a Abstinência Precoce.. 2013. (Outra).

XI Jornada de Psiquiatria da APRS.Mesa redonda: Desafios atuais da psicoterapia, tema - Álcool e Drogas. 2013. (Outra).

XXII Congresso Brasileiro da ABEAD. Níveis de BDNF no Sangue do Cordão Umbilical (SCU) entre Bebês Expostos a Crack Durante a Gestação.. 2013. (Congresso).

XXXI Congresso Brasileiro de Psquiatria. Apresentador Top Ten Cited RBP 2012: Trabalhos Originais mais Citados na Revista Brasileira de Psiquiatria /RBP Pysichiatry. 2013. (Congresso).

2012 NIDA International Forum New and Emerging Psychoactive Substances: Second Interdisciplinary Forum. Development of a Crack Dependence Severity Scale: First Psychometric Evaluation.. 2012. (Congresso).

32ª Semana Científica do HCPA.Comportamentos de Risco no Trânsito: Um Estudo Piloto acerca dos Condutores Infratores de Porto Alegre.. 2012. (Outra).

Capacitação em Álcool e Drogas..Capacitação em Álcool e Drogas - Colégio Monteiro Lobato. 2012. (Outra).

Congreso Internacional de Ciencias Forences y Criminalística. Drinking and Driving in Brazil a Law Question.. 2012. (Congresso).

CPDD 74th Annual Scientific Meeting Program.Prevalence of drug use among drivers who drank on alcohol outlets of Porto Alegre , Brazil.. 2012. (Encontro).

Curso de Atualização em Álcool e Outras Drogas..Conceitos Básicos: Classificação, Epidemiologia, Uso, Abuso e Dependência.. 2012. (Outra).

Curso de Atualização em Álcool e Outras Drogas..Substâncias e Trânsito: Discussão de Casos.. 2012. (Outra).

Da Poesia da Maconha ao Drama do Crack..Da Poesia da Maconha ao Drama do Crack.. 2012. (Outra).

Encontro Internacional do Projeto RS-10 Brazil/Vida no Trânsi to. 2012. (Encontro).

II Encontro Ciência e Inovação em Psiquiatria.Coordenador da Conferência: A busca por novos tratamentos efetivos para transtornos relacionados ao uso de cocaína: aconselhamento, psicoterapia e medicações. 2012. (Encontro).

II Fórum de Segurança no Trânsito: aspectos legais relacionados ao beber e dirigi.Aspectos legais do Beber e Dirigir. 2012. (Simpósio).

IV Seminário "Álcool e drogas: O grande desafio da segurança no trânsito.Aspectos legais do Beber e Dirigir. 2012. (Seminário).

IV Seminário Álcool e Drogas: O grande desafio da segurança no trânsito e II Fórum Segurança e Saúde no Trânsito. 2012. (Seminário).

NIDA International Forum - New and Emerging Psychoactive Substances: Second Interdisciplinary forum. North versus South: driving under the influence of alcohol in low-and middle-income countries of Latin America. 2012. (Congresso).

Tratamento da dependencia de crack, álcool e outras drogas: aperfeiçoamento para profissionais de saúde e assist~encia social.Avaliação e diagnóstico do uso abuso e dependência de drogas. 2012. (Simpósio).

World Psychiatric Association Meeeting.Inequalities Among Brazilian State Capitals Due To Traffic Accidents.. 2012. (Encontro).

X Congresso Brasileiro de Terapia Familiar. Usuários de Crack Percebem suas Mães Negligentes e seus Pais Controladores Comparados com Não Usuários.. 2012. (Congresso).

XV Simpósio Internacional sobre Tabaco, Álcool e outras Drogas,..The Use of Alcohol Among College Girls: An Alert to the Need for Specific Policies and Researches. 2012. (Simpósio).

XV Simpósio Internacional sobre Tabaco, Álcool e outras Drogas,..Há Futuro nas Políticas Públicas no Brasil.. 2012. (Simpósio).

XXVI Jornada Sul-Riograndensede Psiquiatria Dinâmica - Recordadr, Repetir e Inovar e II Encontro Ciência e Inovação em Psiquiatria.Análise Fatorial Confirmatória do Parental Bonding Instrument em Usuários de Crack.. 2012. (Encontro).

XXVI Jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica-Recordar,Repetir e Inovar.Coordenador da Conferência: A busca por novos tratamentos efetivos para transtornos relacionados ao uso de cocaína: aconselhamento, psicoterapia e medicações. 2012. (Outra).

10th International Conference on Urban Health. Urban Health and Traffic Accidents Among Brazilian State Capitals.. 2011. (Congresso).

10th International Conference on Urban Health. Abstract Reviewer. 2011. (Congresso).

2011 NIDA International Forum. Implementation of a National Collaborative Center as a Result of International Cooperation.. 2011. (Congresso).

2 Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG- Políticas de Produção de Saúde. Urban Health Inequalities Among Brazilian State Capitals, Due to Traffic Accidents. 2011. (Congresso).

2 Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG- Políticas de Produção de Saúde. Abstract Reviewer. 2011. (Congresso).

31ª Semana Científica do HCPA.Patchwork information How to manager mental health based on fragmentar data?. 2011. (Outra).

73rd Annual Meeting - College on Problems of Drug Dependence. Volatile Substance Misuse: A Global Call for Action.. 2011. (Congresso).

73rd Annual Meeting - College on Problems of Drug Dependence.Evidence of Preference for Higher Sucrose Solutions in Psychoactive Substance Subjects.. 2011. (Encontro).

Alcohol and Drugs in Traffic: Compared scenerios between Norway and Brazil and Prospects for Scientific Collaboration.Study on the use of Alcohol and Drugs in Brazilian Highways: logistics and techniques used for data collection. 2011. (Simpósio).

Ciência e Inovação em Psiquiatria.Dependência Química. 2011. (Seminário).

Ciência e Inovação em Psiquiatria. 2011. (Outra).

II Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial - ToxSul. Pesquisa em Álcool e outras Drogas no Brasil. 2011. (Congresso).

II Encontro de Saúde Mental e Prevenção da Violência.Mesa redonda: Álcool, trânsito e violência.. 2011. (Encontro).

III Encontro de Processos de Resiliência e Estratégia de Ação.Mesa redonda: Álcool, trânsito e violência.. 2011. (Encontro).

International Symposium on Drugs and Driving.Mesa Redonda: Nature and Magnitude of the Drugs and Driving Problem (What do we know?). 2011. (Simpósio).

I Seminário de Implantação dos Centros Regionais de Referência para Formação Permanente, no Âmbito do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas.. 2011. (Seminário).

V Encontro de Psiquiatria Social com a Comunidade.Mesa redonda: Álcool, trânsito e violência.. 2011. (Encontro).

Workshop: Princípios da Avaliação para Intervenções de Segurança no Trânsito..Future Planning. 2011. (Encontro).

Workshop: Princípios da Avaliação para Intervenções de Segurança no Trânsito..Challenges for DWI Data Collection in Brazil.. 2011. (Encontro).

XIII Demand Reduction Expert Group Meeting.The Use of Alcohol and Other Drugs on Brazilian Roads and Other Studies: The Drugged Driving Experience in Brazil.. 2011. (Encontro).

XIII Demand Reduction Expert Group Meeting. 2011. (Encontro).

XIII Jornada Sul Rio Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Mesa redonda: Álcool, trânsito e violência.. 2011. (Outra).

X Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Mesa redonda: Álcool, trânsito e violência.. 2011. (Outra).

X Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Urban Health and Traffic Accidents Among Brazilian State Capitals.. 2011. (Outra).

1 Encontro para o Planejamento do Projeto Bloomberg sobre Segurança no Trânsito no Brasil. 2010. (Encontro).

1 Encontro para o Planejamento do Projeto Bloomberg sobre Segurança no Trânsito no Brasil.. 2010. (Encontro).

1 Reunión Internacional de Ciências Farmacéuticas.Fenproporex and amphetamine levels in oral fluid folowing administration of desobesi-Mr. 2010. (Outra).

30ª Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre..Sintomas Psiquiátricos e Uso de Substâncias Lícitas e Ilícitas em Usuários de Club Drugs da Cidade de Porto Alegre.. 2010. (Outra).

38 Encontro Nacional de Economia ANPEC..A Percepção de Risco e o Comportamento no Trânsito Associados ao Consumo de Bebidas Alcoólicas.. 2010. (Encontro).

5° Encontro de Economia Gaúcha EEG.Acidentes de Trânsito e Abuso de Álcool: qual o custo para a sociedade portoalegrense?. 2010. (Encontro).

CPDD 72nd Annual Scientific Meeting. 2010. (Encontro).

CPPD 72nd Annual Scientific Meeting.A Comprehensive approach to examine the use and impact of cannabis: from brain effects to epidemiological impact across the world.. 2010. (Encontro).

CPPD 72nd Annual Scientific Meeting.Drunk and drugged driving on Brazilian highways.. 2010. (Encontro).

Curso de Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do Uso de Drogas no Trânsito.Palestrante no painel "Estudos Nacional nas Rodovias Federais". 2010. (Outra).

I Congresso Internacional Crack e outras Drogas: Um debate que se impõe.. Painel de Tratamento.. 2010. (Congresso).

I Congresso Internacional Crack e outras Drogas: Um debate que se impõe.. Coordenador da oficina: Tratamento: Redes de Atenção. 2010. (Congresso).

I Congresso Internacional Crack e outras Drogas: Um debate que se impõe.. Divulgação de Pesquisa. 2010. (Congresso).

I Congresso Internacional Crack e outras Drogas: Um debate que se impõe.. 2010. (Congresso).

I Simpósio Latinoamericano da International Drug Abuse Resesearch Society.Painel - Lei Seca: Das Aparências às Evidências. 2010. (Simpósio).

I Simpósio Latinoamericano da International Drug Abuse Resesearch Society.Avaliação da impulsividade em indivíduos com dependência de substâncias psicoativas e de açúcar.. 2010. (Simpósio).

IX Simpósio Internacional sobre Álcool e Outras Drogas.Avaliação da impulsividade em indivíduos com dependência de substâncias psicoativas e de açúcar.. 2010. (Simpósio).

IX Simpósio Internacional sobre Álcool e Outras Drogas.Painel - Lei Seca: Das Aparências às Evidências. 2010. (Simpósio).

NIDA International Forum 2010. Welcoming Remarks and Introduction.. 2010. (Congresso).

NIDA International Forum 2010. 2010. (Congresso).

NIDA International Forum 2010. Drinking and driving in a drive probabilistic sample from alcohol outlets of Porto Alegre, Brazil: Preliminary Findings.. 2010. (Congresso).

Palestras para Comunidade - Colégio Monteiro Lobato.E...se eu disser não?. 2010. (Outra).

T2010 Conference. Summary of presentation about the Brazilian situation for the ICATDS workshop.. 2010. (Congresso).

T2010 Conference.Psychiatric disorders, binge drinking and DUI in Brazilian drivers.. 2010. (Outra).

V Salão UFRGS Jovem.Avaliação da impulsividade em indivíduos com dependência de substâncias psicoativas e de açúcar.. 2010. (Outra).

XIII Encontro de Economia da Região Sul ? ANPEC SUL 2010.percepção de risco e o comportamento no trânsito associados ao consumo de bebidas alcoólicas. 2010. (Encontro).

XIII Simpósio Internacional sobre Tratamento de Tabagismo.Avaliação da Impulsividade em Indivíduos com Dependência de Substâncias Psicoativas e de Açúcar.. 2010. (Simpósio).

XIII Simpósio Internacional sobre Tratamento de Tabagismo.Painel - Lei Seca: Das Aparências às Evidências. 2010. (Simpósio).

XI Salão de Iniciação Científica da PUCRS..Avaliação da Impulsividade em Indivíduos com Dependência de Substâncias Psicoativas e Possível Dependência de Açúcar.. 2010. (Outra).

XIX Feira de Iniciação à Inovação e ao Desenvolvimento Tecnológico. Avaliação da impulsividade em indivíduos com dependência de substâncias psicoativas e de açúcar.. 2010. (Feira).

XVIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2010. (Congresso).

XXII Salão de Iniciação Científica da UFRGS..Comportamento Sexual de Risco em uma Amostra de Mulheres Usuárias de Club Drugs da Cidade de Porto Alegre.. 2010. (Outra).

XXVIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Relator de Mesa Redonda: Violência e saúde mental - Álcool, trânsito e saúde mental.. 2010. (Congresso).

XXVIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria.. Encontro com o Especialista - Como eu trato o usuário de crack.. 2010. (Congresso).

XXVIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria.. Preditores de Alcoolemia Positiva em uma Amostra Nacional de Motoristas.. 2010. (Congresso).

XXVIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria.. Maior prevalência de iuso de maconha e cocaína em adultos com abuso de substâncias e sintomas de transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. 2010. (Congresso).

XXV Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica. 2010. (Outra).

XXV Jornada Sul-Rio Grandense de Psiquiatria Dinâmica..Crack e Violência.. 2010. (Outra).

XXV Jornada Sul-Rio Grandense de Psiquiatria Dinâmica..Álcool, trânsito, volência e impunidade.. 2010. (Outra).

XXV Jornada Sul-Rio Grandense de Psiquiatria Dinâmica..Altas taxas de motociclicistas feridos em salas de emergência de Porto Alegre, Brasil: um problema emergente de saúde pública?. 2010. (Outra).

2009 NIDA International Forum. Welcoming Remarks and Introduction. 2009. (Congresso).

2009 NIDA International Forum - Commonalities among the diseases of addiction: implications for treatment and prevention. Brazilian Roadside Survery for Alcohol and Other Drugs-Interim Analysis. 2009. (Congresso).

29ª Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.Avaliador de Temas Livres Orais.. 2009. (Outra).

CPPD 71st Annual Scientific Meeting Program. Validation of a questionnarie for sugar addiction.. 2009. (Congresso).

I Encontro de Saúde Mental e Prevenção da Violência no RS.Apresentação do Método de um Estudo Telefônico Realizado com Motoristas Brasileiros sobre Transtornos Psiquiátricos, Alcoolemia Positiva e Uso de Outras Substâncias. 2009. (Encontro).

II Encontro de Processos de Resiliência e Estratégias de Ação.Apresentação do Método de um Estudo Telefônico Realizado com Motoristas Brasileiros sobre Transtornos Psiquiátricos, Alcoolemia Positiva e Uso de Outras Substâncias. 2009. (Encontro).

II Encontro dos Deptos. da APRS - O uso de psicoestimulantes em pessoas normais: doping cognitivo?.Doping cognitivo e abuso de substâncias. 2009. (Simpósio).

III Seminário Álcool e Drogas: O grande desafio da segurança no trânsito.O impacto do álcool e drogas no trânsito brasileiro.. 2009. (Seminário).

II Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas. 2009. (Seminário).

II Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas.Palestrante tema Projeto Álcool e Trânsito. 2009. (Seminário).

II Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas.Descrição metodológica de estudo telefônico realizado com motoristas brasileiros sobre transtornos psiquiátricos, alcoolemia positiva e uso de outras substâncias.. 2009. (Seminário).

IV Salão UFRGS Jovem.Análise de Delta-9-THC em Amostras de Fluído Oral por Elisa. 2009. (Outra).

IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Acidentes de trânsito e pontos de venda de bebidas alcóolicas em Porto Alegre: Análise preliminar utilizando técnicas de geoprocessamento e estatística espacial. 2009. (Congresso).

IX Encontro Nacional de Economia da Saúde..Os custos dos acidentes de trânsito causados por abusos do álcool na cidade de Porto Alegre- RS - Brasil.. 2009. (Encontro).

IX Jornada Gaúcha de Psiquiatria. Crack: entendendo a epidemia. 2009. (Congresso).

IX Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Validação Transcultural Multicêntrica da Sexta Versão do Addiction Severity Index (AS16) para o Brasil. 2009. (Outra).

Sintonize: mídia e alcoolismo.A propaganda de bebidas alcoólicas e os jovens. 2009. (Seminário).

V Encontro Regional de Toxicologia Forense da América Latina - TIAFT.Estudo do Impacto do Uso de Cocaína no Trânsito Brasileiro. 2009. (Encontro).

XVI Congresso Brasileiro de Toxicologia. Determinação Simultânea de 25 Fármacos e Drogas de Abuso em Fluido Oral por LC-MS/MS.. 2009. (Congresso).

XVIII Feira Iniciação Científica. Análise Qualitativa de Compostos Anfetamínicos em Fluído Oral por Ensaio Imunoenzimático. 2009. (Feira).

XX Congresso Brasileiro da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas. Os custos sociais dos acidentes de trânsito causados por abuso do álcool na cidade de Porto Alegre - Brasil. 2009. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas. Palestrante do Módulo 2: Pesquisa Clinica - Prevalência relatada de beber e dirigir em uma amostra representativa da população brasileira.. 2009. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas. 2009. (Congresso).

XXI Salão de Iniciação Científica da UFRGS.Análise de DELTA-9-THC em Amostras de Fluído Oral por Elisa.. 2009. (Outra).

2008 NIDA International Forum. Measurement Properties of the WHOQOL-BREF in Alcoholics Using the Rasch Model.. 2008. (Congresso).

28ª Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.Age of First Alcohol Use and Opnion About Dui Enforcement are Associated with Drinking and Driving in Brazilian Drivers.. 2008. (Outra).

CPDD 70th Annual Scientifc Meeting Program..Measurement properties of the WHOQOL-BREF in alcoholics using the Rasch model.. 2008. (Encontro).

Curso de Atualização em Alcoolismo - Programa Ensino Avançado da UniAMRIGS.Curso de Atualização em Alcoolismo. 2008. (Outra).

Encontro Comemorativo dos 30 anos da ABEAD.Coordenador do curso: Pesquisa Translacional sobre Craving: De onde viemos? Para onde vamos?. 2008. (Encontro).

Encontro Luso-Brasileiro de Bioética.Condutas éticas e jurídicas em um projeto de pesquisa envolvendo as relações entre o uso de álcool e problemas de trânsito. 2008. (Encontro).

II Encontro da Associação Brasileira de Transtorno Bibolar. 2008. (Encontro).

II Encontro da Associação Brasileira de Transtorno Bibolar.Atitudes aditivas contemporâneas. 2008. (Encontro).

I Seminário sobre Álcool e Drogas "Enfrentando a drogadiçao; constuíndo caminhos".Como identificar e prevenir o uso de drogas por adolescentes. 2008. (Seminário).

Olhares Cruzados Sobre a Droga - II.Contexto, circunstâncias e consequencias associados ao consumo. 2008. (Simpósio).

Primeiro Curso de Extensão em Economia da Saúde.Impacto do Álcool na Sociedade sob o ponto de vista psiquiátrico. 2008. (Outra).

Seminário: Condutas Adequadas em Pesquisa. 2008. (Seminário).

VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Validação de um questionário para Avaliação de dependência de Açucares Extrínsecos não lácticos. 2008. (Congresso).

XI Simpósio Internacional sobre Tratamento de Tabagismo e VII Simpósio Internacional sobre Álcool e outras Drogas.Validação de um Questionário para Avaliação de Dependência de Açúcares Extrínsecos Não Lácticos. 2008. (Simpósio).

XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia. Validação de um questionário para Avaliação de dependência de Açucares Extrínsecos não lácticos. 2008. (Congresso).

XXIV Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Qualidade de vida e gravidade de problemas relacionados ao abuso de álcool.. 2008. (Encontro).

XXIV Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica. 2008. (Outra).

XXIV Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Atitudes aditivas contemporâneas.. 2008. (Outra).

12 Congresso de la Sociedad Espaola de Toxicomanía. Cocaína y salud en el contexto iberoamericano. 2007. (Congresso).

2007 CPDD The College on Problems of Drug Dependence. Methyphenidate-SODAS improves Attention-Deficit Hyperactivity Disorder symptoms in adolescents with illicit substance use disorder:a randomized crossover clinical trial. 2007. (Congresso).

2007 NIDA International Forum. Association Between Age of First Drink and Alcohol-Related Problems in Adolescents from a Brazilian Countryside City. 2007. (Congresso).

III Congresso Iberoamericano de Transtornos Adictivos. 2007. (Congresso).

I Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas.Coordenador de mesa redonda. 2007. (Seminário).

I Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas.Palestrante: Validação Transcultural do Addiction Severity Index (ASI) - Versão 6 para o Brasil. 2007. (Seminário).

I Seminário Internacional da Rede de Pesquisa sobre Drogas. 2007. (Seminário).

IV Foro Internacional de Trastornos Adictivos " Drogodependecias e infección por VIH".Comorbilidad psiquiátrica y VIH asociada con la drogadicción. 2007. (Encontro).

Seminario Avances en el Desarrollo de Indicadores e Instrumentos de Calidad en la Atención de Personas con Consumo Problemático de Drogas.. 2007. (Seminário).

Simpósio Nacional da ABEAD.Mesa Redonda: Projetos para a comunidade:} estamos no caminho certo? - Tema Beber e Dirigir. 2007. (Simpósio).

XIX Congresso ABEAD - Álcool e Drogas Cuidando dos Jovens. Método de um estudo multicêntrico sobre a validação do Addiction Severity Index para o Brasil. 2007. (Congresso).

XIX Congresso da ABEAD. 2007. (Congresso).

XIX Congresso da ABEAD. Palestrante na Oficina: Violência Urbana - O Papel do Álcool e das Drogas Ilícitas. 2007. (Congresso).

XXV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2007. (Congresso).

XXV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2007. (Congresso).

XXV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. o gerenciamento psiquiátrico de casos clínicos em dependência química. 2007. (Congresso).

13 Congresso de Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde do Mercosul. Coordenador da Mesa: Conflito de Interesse. 2006. (Congresso).

2006 NIDA International Forum. 2006. (Congresso).

2006 NIDA International Forum. Impulsivity and Age of First Alcohol Consumption as Risk for Drug and Alcohol Abuse in Male Adolescents. 2006. (Congresso).

26ª Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.Coordenador da Mesa: Conflito de Interesse. 2006. (Outra).

2nd Biennal Conference of the International Society for Bipolar Disorders. Alcohol consumption and suicidal behaviour in bipolar disorder. 2006. (Congresso).

5ª Reunião da Rede Nacional de Pesquisa.Coordenador da Mesa: Conflito de Interesse. 2006. (Outra).

CPDD 68th Annual Scientifc Meeting Program.. Brazilian female crack users show high serum aluminum levels. 2006. (Congresso).

Discussão de Causo em Atenção Primária à Saúde 2006 - Módulo I.Ministrante - Discussão de Causo em Atenção Primária à Saúde 2006 - Módulo I. 2006. (Outra).

II Fórum Brasileiro de Especialistas em Transtorno Bipolar.Membro Efetivo. 2006. (Outra).

II Fórum Brasileiro de Especialistas em Transtorno Bipolar.Coordenador do Simpósio: Adição a Sensações na Cultura Atual. 2006. (Outra).

II Fórum Brasileiro de Especialistas em Transtorno Bipolar.Usuárias de Crack apresentam altos níveis séricos de alumínio. 2006. (Outra).

II Forum Internacional sobre Qualidade de Vida e Saúde. 2006. (Simpósio).

I Simpósio do Centro de Estudos Luís Guedes sobre Infância e Adolescência Contemporânea.Membro Efetivo. 2006. (Simpósio).

I Simpósio do Centro de Estudos Luís Guedes sobre Infância e Adolescência Contemporânea.Coordenador do Simpósio: Adição a Sensações na Cultura Atual. 2006. (Simpósio).

I Simpósio do Centro de Estudos Luís Guedes sobre Infância e Adolescência Contemporânea.Exposição ao HIV em uma amostra de mulheres adolescentes brasileiras. 2006. (Simpósio).

Simposio da ABEAD sobre drogas: Maconha e Ecstasy. 2006. (Simpósio).

Simpósio da ABEAD sobre Drogas: Maconha e Ecstasy.Coordenador da Conferência: Maconha: as novas descobertas sobre o sistema canabinóide endógeno e perspectivas terapêuticas. 2006. (Simpósio).

XVIII Congresso ABEAD. Apresentador da oficina: Prevenção e Populações Especiais-Integração de Serviços para Usuários de Drogas com HIV/AIDS. 2006. (Congresso).

XVIII Congresso da ABEAD. Consumo de Drogas Psicotrópicas em Estudantes do Ensino Médio e Fundamental da Rede de Ensino da Cidade de Veranópolis. 2006. (Congresso).

XXIII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Exposição ao HIV em uma amostra de mulheres adolescentes brasileiras. 2006. (Outra).

XXIII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Coordenador do Simpósio: Adição a Sensações na Cultura Atual. 2006. (Outra).

XXIII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Membro Efetivo. 2006. (Outra).

XXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2006. (Congresso).

XXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Usuárias de Crack apresentam altos níveis séricos. 2006. (Congresso).

XXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Relator: MR2 - Comorbidade Psiquiátrica do uso de Cocaína - Sub-tema: Cocaína e HIV. 2006. (Congresso).

1ª Conferencia Panamericana sobre Políticas do Álcool. 2005. (Simpósio).

2 Simpósio da Saúde do Vale do Rio dos Sinos - Uma abordagem interdisciplinar.Mesa Redonda: Depressão e Violência a partir da Dependência Química. 2005. (Simpósio).

Álcool e Violência: como Diadema Enfrentou este Problema?. 2005. (Encontro).

Curso de Inglês para Médicos e Estudantes de Medicina.Ministrou palestra em inglês: Use, Abuse and Dependence. 2005. (Outra).

I Forum Internacional de Qualidade de Vida. 2005. (Simpósio).

II Congresso Chileno de Adicciones. 2005. (Congresso).

II Congresso Chileno de Adicciones. Intervenciones con Usuários de Cocaína en Riesco de Infección por HIV. 2005. (Congresso).

II Congresso IBEROAMERICANO de Transtornos Adictivos. 2005. (Congresso).

II Congresso IBEROAMERICANO de Transtornos Adictivos. Intervenciones con Usuários de Cocaína en Riesco de Infección por HIV. 2005. (Congresso).

II Congresso IBEROAMERICANO de Transtornos Adictivos. Puesta en práctica de programas de investigación en latinoamérica. 2005. (Congresso).

II Congresso IBEROAMERICANO de Transtornos Adictivos. Clínica y Tratamiento - Situaciones de alto riesgo. 2005. (Congresso).

II Congresso IBEROAMERICANO de Transtornos Adictivos. Clínica y Tratamiento - Situaciones de alto riesgo. 2005. (Congresso).

NIDA International Forum.The brazilian experience on the implementation of the ASI - where are we right now?. 2005. (Outra).

Pré-Congresso do XXIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria.As repercussões do abuso e dependência química no paciente em psicoterapia. 2005. (Outra).

Pré Congresso Gaúcho da ABEAD. 2005. (Simpósio).

UFRGS Portas Abertas.Palestra no Programa de Prevenção e Saúde na Escola. 2005. (Outra).

VII Jornada Gaúcha de Psiquiatria. Membro Efetivo. 2005. (Congresso).

VII Jornada Gaúcha de Psiquiatria.As repercussões do abuso e dependência química no paciente em psicoterapia. 2005. (Outra).

V Simpósio Internacional Revista ERAdicciones.Puesta en práctica de programas de investigación en latinoamérica. 2005. (Simpósio).

V Simpósio Internacional Revista ERAdicciones.Intervenciones con Usuários de Cocaína en Riesco de Infección por HIV. 2005. (Simpósio).

V Simpósio Internacional Revista ERAdicciones. 2005. (Simpósio).

V Simpósio Internacional Revista ERAdicciones.Clínica y Tratamiento - Situaciones de alto riesgo. 2005. (Simpósio).

Workshop Estágios de Mudanças na Prática Clínica. 2005. (Outra).

Workshop Estágios de Mudanças na Prática Clínica. 2005. (Outra).

XVII Congresso Brasileiro da ABEAD.Palestrante. 2005. (Oficina).

XVII Congresso da ABEAD. 2005. (Congresso).

XVIII Enatespo.Criação de um questionário para avaliação de abuso e dependência de açúcares extrínsecos não láctico. 2005. (Outra).

XXIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Relator Sub-tema - Uso de Maconha e Depressão. 2005. (Congresso).

Clube de Cinema. 2004. (Seminário).

Curso de Extensão em Clínica Psquiátrica - IV Turma.Palestrante - Curso de Extensão em Clínica Psquiátrica - IV Turma. 2004. (Outra).

Forum Nacional Sobre Drogas. 2004. (Congresso).

I Congresso Brasileiro de AIDS. Desenhando uma intervenção de prevenção do HIV para usuários de cocaína injetáveis e crack em Porto Alegre. 2004. (Congresso).

I Congresso Iberoamericano de Transtornos Adictivos. Mesa de Trabajo: De la Cocaína Inyectable al Crack, sus Implicaciones en la Transmisión de VIH. 2004. (Congresso).

II Encontro Ibero-Americano de Qualidade de Vida.Mesa Redonda: A Sociedade Contemporânea: As substâncias químicas como mediadores sociais. 2004. (Encontro).

NIDA International Forum Progress Through Collaboration. 2004. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Prevenção em DST e AIDS. Desenhando uma intervenção de prevenção do HIV para usuários de cocaína injetáveis e crack em Porto Alegre. 2004. (Congresso).

V Congresso da Associação Latino-Americana de Psicoterapias Cognitivas. Coordenador da Conferência:Prevenção secundária para uso problemático de substância de abuso. 2004. (Congresso).

V Congresso da Sociedade Brasileira de DST - DST 5. Desenhando uma intervenção de prevenção do HIV para usuários de cocaína injetáveis e crack em Porto Alegre. 2004. (Congresso).

V Congresso Latino-americano de Psicoterapia. Apresentador do Caso Clínico "Adições". 2004. (Congresso).

XVI Congresso da ABEAD. Coordenador: Reunião dos Centros de Pesquisa sobre Tratamento: A Aplicação do ASI. 2004. (Congresso).

XVI Congresso da ABEAD. Coordenador do Workshop Internacional: Drogas e SIDA: O Que Avançamos?. 2004. (Congresso).

XVI Congresso da ABEAD. Simpósio Temático da ABEAD: Jornal Brasileiro de Dependência Química. 2004. (Congresso).

XVI Congresso da ABEAD. Membro Efetivo. 2004. (Congresso).

XVII Ciclo de Avanços em Clínica Psiquiátrica. 2004. (Simpósio).

XXII Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. 2004. (Congresso).

XXII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Mesa Redonda: A Sociedade Contemporânea: As substâncias químicas como mediadores sociais. 2004. (Outra).

III Jornada do Programa de Pós-Graduação em Psicologia: Teoria e Prática da Pesquisa em Psicologia: desafios atuais..Intervenções em Psicologia Clinica. 2003. (Outra).

III Jornada do programa de Pós Graduação e Psicologia.Debatedor: Teoria e Prática da Pesquisa em Psicologia: desafios atuais. 2003. (Outra).

I Symposium Iberoamericano de Trastornos Adictivos. 2003. (Simpósio).

IX Jornada de Psiquiatria da Região Sul.Mesa Redonda: Transtornos aditivos na prática clínica. 2003. (Outra).

NIDA FORUM-Building international research on drug abuse:emerging trends and patterns in drug abuse. Building International research on drug abuse: emerging trends and patterns in drug abuse. 2003. (Congresso).

Pré-Congresso do XXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria -.Membro Efetivo. 2003. (Outra).

Seminário Adolescência, Drogas e o Sistema de Justiça.Adolescência, Drogas e o Sistema de Justiça. 2003. (Outra).

Seminário Drogas: Vozes e Silêncios na Escola. 2003. (Seminário).

Simpósio Temático da WPA.Membro Efetivo. 2003. (Simpósio).

VI Jornada Gaúcha de Psiquiatria. 2003. (Congresso).

VI Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Membro Efetivo. 2003. (Outra).

XV Congresso da ABEAD. Facilitador: O Jovem e as Drogas: Educação, Comunicação e Mídia. 2003. (Congresso).

XV Congresso da ABEAD- O Jovem e as Drogas: Educação, Co Comunidade e Mídia. Coordenador da mesa de Temas Livres. 2003. (Congresso).

XV Congresso da ABEAD- O Jovem e as Drogas: Educação, Co Comunidade e Mídia. Facilitador no Workshop "Tratamento". 2003. (Congresso).

XV Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas. 2003. (Congresso).

XV Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas. References to Alcohol consumption and Alcoholism in medical records of a General Hospital of Porto Alegre, Brazil: a comparison between samples with a 20 - year group. 2003. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2003. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Relator Mesa Redonda: Comorbidade Psiquiátrica e Abuso de Substâncias - Tema Dependência química e transtornos Psicóticos. 2003. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Ministrante do Curso "AIDS e Psiquiatria:Atualização para Psiquiatras" Tema - "AIDS e Drogas". 2003. (Congresso).

9th Annual Conference of the International Society for Quality of Life R Research. Association between severity of alcohol dependence and quality of life using WHOOL-BREF and SF-36. 2002. (Congresso).

III Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Qualidade de Vida.Qualidade de Vida em pacientes do sexo masculino dependentes de álcool. 2002. (Encontro).

NIDA International Forum on Building International Research on Dru Abuse: Treatment Innovations. Seropositivity, drug use, and risky sexual behavior among southern Brazilian adolescents. 2002. (Congresso).

NIDA International Forum on Building International Research on Drug Abuse:Treatment Innovations. Prevalence and Incidence of HIV infection among Brazilian cocaine abusers. 2002. (Congresso).

NIDA International Forum on Building International Research on Drug Abuse: Treatment Innovations. Adaptation and validation of a questionnaire about risk behaviors for HIV transmission among drug users of Porto Alegre,Brazil. 2002. (Congresso).

XIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS.Perfil dos adolescentes que realizaram o teste anti-HIV no COAS de Porto Alegre. 2002. (Simpósio).

XV Ciclo de Avanços em Clínica Psiquiátrica.Coordenador do Grupo: Sexualidade, uso de drogas e comportamento de risco na adolescência. 2002. (Outra).

XV Ciclo de Avanços em Clínica Psiquiátrica.Mmembro Efetivo: Sexualidade,drogas e HIV na adolescência. 2002. (Outra).

XX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Incidência de infecção por HIV entre abusadores de cocaína em Porto Alegre. 2002. (Congresso).

XXI Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica.Comportamento sexual de risco, uso de drogas e soropositividade para HIV em uma amostra de adolescentes de Porto Alegre,RS. 2002. (Encontro).

1 Simpósio Gaúcho de Trasntornos do Humor.Membro Efetivo:TH e Dependências Químicas. 2001. (Simpósio).

Atualização em HIV/AIDS.Membro Efetivo. 2001. (Outra).

II Congresso Brasileiro da ASMELP. Ministrante do Curso "AIDS e Psiquiatria: Atualização para Psiquiatras" - Tema AIDS e Drogas. 2001. (Congresso).

II Simpósio Internacional: Violência e Ansiedade na Infância e na Adolescência.Mesa Redonda: Dependência química, ansiedade e violênia na infância e na adolescência.. 2001. (Simpósio).

Mesa Redonda: Ser humano, humano ou ser?.Mesa Redonda: Ser humano, humano ou ser?. 2001. (Outra).

Relação Médico-Paciente e o Humanismo na Prática Médica Atual.Mesa Redonda: Relação Médico-Paciente nas Especialidades Psiquiatria. 2001. (Outra).

Semana Científica do HCPA.Uso de drogas entre adolescentes que buscaram serviço de testagem para HIV. 2001. (Seminário).

V Jornada Gaúcha de Psiquiatria. Perfil dos adolescentes que realizaram o teste anti-HIV COAS municipal de Porto Alegre. 2001. (Congresso).

V Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Membro Efetivo. 2001. (Outra).

XIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS.Perfil dos adolescentes que realizaram o teste anti-HIV no COAS municipal de Porto Alegre. 2001. (Simpósio).

XIV Congresso Brasileiro de Alcoolismo, Tabagismo e outras dependências. Uso de drogas entre adolescentes que buscaram serviço de testagem para HIV. 2001. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro de Alcoolismo, Tabagismo e outras dependências. Perfil dos adolescentes que realizaram o teste anti-HIV no COAS municipal de Porto Alegre. 2001. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro Sobre Alcoolismo, Tabagismo e outras Dependência. Coordenador do Workshop Entrevista Motivacional como Técnica para Aumentar a Efetividade das Terapias Individuais e de Casal para Dependência de Álcool. 2001. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro Sobre Alcoolismo, Tabagismo e outras Dependência. Debatedor da Sessão de Tema Livre: Redução da dados e comportamentos de risco para HIV. 2001. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro Sobre Alcoolismo, Tabagismo e outras Dependência. 2001. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Debatedor na Sessão Como Eu Trato "Alcoolismo". 2001. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Ministrante do Curso "AIDS e Psiquiatria: Atualização para Psiquiatras" - Tema AIDS e Drogas. 2001. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Relator do Simpósio A Maconha na Prática Psiquiátrica" do Departamento de Dependência Química. 2001. (Congresso).

XVIII Jornada Pernambuco de Psiquiatria.Ministrante do Curso "AIDS e Psiquiatria: Atualização para Psiquiatras" - Tema AIDS e Drogas. 2001. (Outra).

13th International AIDS Conference. Regional differences in HIV risk among cocaine injectors in Brazil. 2000. (Congresso).

20ª Semana Científica do HCPA.Prevalência de soropositividade e presença de sintomas psiquiátricos numa coorte de usuários de cocaína em POA. 2000. (Seminário).

7 Congresso de Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde no Mercosul. Prevalência de Soropositividade e Presença de Sintomas Psiquiátricos numa Coorte de Usuários de Cocaína em POA. 2000. (Congresso).

II Congresso Latinomaericano de Pesquisa em Psicanálise e Psicoterapia. Membro Efetivo - II Congresso Latinomaericano de Pesquisa em Psicanálise e Psicoterapia. 2000. (Congresso).

IV Congresso Gaúcho de Alcoolismo e outras dependências. Palestrante da Mini-Conferência: O álcool e as drogas como fator de risco para a transmissão do vírus HIV. 2000. (Congresso).

IV Congresso Gaúcho de Alcoolismo e outras dependências. Incidência de soropositividade e situações de risco para soroconversão em usuários de cocaína de Porto Alegre. 2000. (Congresso).

Novidades em Psiquiatria Clínica no Congresso da (APA Annual Meeting - Chicago, 2000fo.Dependência Química. 2000. (Outra).

XVIII Congresso Brsileiro de Psiquiatria. Delegado - Assembléias Ordinária e Extraordinária de Delegados da ABP. 2000. (Congresso).

13 Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Dependências. Fatores Associados com Perda de Seguimento em uma Coorte de Usuários de Cocaína em Porto Alegre. 1999. (Congresso).

13 Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Dependências. Abordagem do Serviço Social em Projeto de Intervenção com Usuários de Drogas Injetáveis. 1999. (Congresso).

13 Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Dependências. Projeto Poavhive - Venha Enfrentar o HIV. 1999. (Congresso).

19ª Semana Científica do HCPA.Prevalência de soropositividade e situações de exposição a risco para contaminação por HIV em usuários de drogas não injetáveis. 1999. (Seminário).

19ª Semana Científica do HCPA.Estudo-piloto de prevalência de pacientes tabagistas em uma unidade de internação psiquiátrica em hospital-geral. 1999. (Seminário).

19ª Semana Científica do HCPA.Projeto POAVHIVE - Venha enfrentar o HIV. Proposta de tratamento para usuários de drogas injetáveis. 1999. (Seminário).

1 Encontro de Psiquiatria Psicodinâmica do Mercosul.Membro Efetivo. 1999. (Encontro).

Building International Research on Drug Abuse - Global Focus on Youth. Factors associated with loss to Followup in a cohort of cocaine users in Porto Alegre,Brazil. 1999. (Congresso).

Building International Research on Drug Abuse - Global Focus on Youth. The seroincidence of HIV in a cohort of cocaine users in Porto Alegre,Brazil. 1999. (Congresso).

Building International Research on Drug Abuse - Global Focus on Youth. Poor education and low income are risk factors for HIV seropositivity among drug abusers in Porto Alegre,Brazil.What about age and gender?. 1999. (Congresso).

Dr. Glen Gabbard - 1 Encontro de Psiquiatria Psicodinâmica do Mercosul. 1999. (Encontro).

IV Jornada de Psiquiatria da SPRS. Soroincidência de HIV em uma coorte de usuários de cocaína em Porto Alegre. 1999. (Congresso).

IV Jornada de Psiquiatria da SPRS. Fatores associados com perda de seguimento em uma coorte de usuários de cocaína em Porto Alegre. 1999. (Congresso).

IV Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Membro Efetivo. 1999. (Outra).

Sociedade Brasileira de Clínica Médica Regional Rio Grande do Sul. Mesa Redonda: Abuso de drogas e álcool. 1999. (Congresso).

XIII Congresso da ABEAD. Prevalência de soropositividade e situações de exposição a risco para contaminação por HIV em usuários de drogas não injetáveis. 1999. (Congresso).

XIII Congresso da ABEAD. Projeto POAVHIVE - Venha enfrentar o HIV. 1999. (Congresso).

XIII Congresso da ABEAD. Abordagem do Serviço Social em Projeto de Intervenção com usuários de drogas injetáveis. 1999. (Congresso).

XIII Congresso da ABEAD. Fatores associados com perda de seguimento em uma coorte de usuários de cocaína em Porto Alegre. 1999. (Congresso).

XVII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1999. (Congresso).

XXII Jornada Cearense de Psiquiatria. 1999. (Outra).

XXIV Congresso Nacional de Neurologia Psiquiatria e Higiene Mental. 1999. (Congresso).

16ª Congresso Brasileiro de Psiquiatria-Cidadania e Direito à Saúde Mental. Interface AIDS - Drogas: Papel da Psiquiatria Frente a Epidemia. 1998. (Congresso).

16 Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1998. (Congresso).

18ª Semana Cíentífica do HCPA.Características de uma amostra de usuários de drogas injetáveis que procuram tratamento em Porto Alegre:descrição dos casos coletados. 1998. (Seminário).

1 Congresso Internacional Multidisciplinar de Drogodependência. Perspectivas em Prevenção e Tratamento. 1998. (Congresso).

AMERSA National Conference. HIV seropositivity rates among substance abusers in Porto Alegre,Brazil: a comparison between IDUs and non-IDUs.. 1998. (Congresso).

Building Internacional Research on Drug Abuse: Global Focus on Youth. HIV Seropositivity Rates Among Substance Abusers in Porto Alegre, Brazil. A Comparison Between Injection and Non-Injection Drug User. 1998. (Congresso).

I Argentine Congress of Neuropsychopharmacology. HIV seropositivity rates among substance abusers in Porto Alegre,Brazil: a comparison between IDUs and non-IDUs. 1998. (Congresso).

I Congresso Argentino de Neuropsicofarmacologia. HIV seropositivity rates among substance abusers in Porto Alegre,Brazil: a comparison between IDUs and non-IDUs. 1998. (Congresso).

I Encontro de Promotores da Infância e Juventude sobre Prevenção ao Uso Indevido de Álcool e Outras Drogas..ido.Uso e Abuso de Drogas na Adolescência: Causas e Efeitos. 1998. (Encontro).

I Fórum Internacional sobre Ensino Médio. 1998. (Outra).

II Congresso Latinoamericano de Neuropsicofarmacologia. HIV seropositivity rates among substance abusers in Porto Alegre,Brazil: a comparison between IDUs and non-IDUs. 1998. (Congresso).

II Latinamerican Congress of Neuropsychopharmacology. HIV seropositivity rates among substance abusers in Porto Alegre,Brazil: a comparison between IDUs and non-IDUs. 1998. (Congresso).

I Seminário Gaúcho de Ações Preventivas À AIDS Entre Usuários de Drogas.Projeto POAVHIVE. 1998. (Seminário).

I Treinamento (Inter)Nacional de Redução de Danos à Saúde pelo uso Indevido de Drogas: A Gerência de Projetos. 1998. (Outra).

IV Simpósio do Curso de Extensão em Clínica Psquiátrica - Ansiedade e Depressão na Prática Clínica: I Simpósio Internacional. 1998. (Simpósio).

V Simpósio do Curso de Extensão em Clínica Psiquiátrica - Motivação e Mudança em Dependência Química.Coordenador da Palestra - Motivação e Mudança em Dependência Quimica. 1998. (Simpósio).

XIX Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Projeto POAVHIVE - Venha enfrentar o HIV. 1998. (Congresso).

XIX Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Características de uma amostra de usuários de drogas injetáveis que procuram tratamento em PortoAlegre:descrição geral dos casos coletados. 1998. (Congresso).

XIX Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Descrição de situações de risco para transmissão do vírus HIV por via sexual em usuários de drogas de Porto Alegre. 1998. (Congresso).

XIX Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Um estudo sobre situações de risco para contaminação pelo HIV em usuários de ddrogas da cidade de Porto Alegre. 1998. (Congresso).

XIX Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica.Ministrante do Curso: Pesquisa e Prevenção com Usuários de Drogas. 1998. (Outra).

Encontro com Pais- O Desenvolvimento Normal da Criança e do Adolescente - Compreendendo e Colocando Limites.Ministrante do Curso Tema Abordado - Álcool e Drogas. 1997. (Encontro).

III Jornada Gaúcha de Psiquiatria. Em busca de um modelo para exposição ao vírus HIV em uma amostra de usuários de drogas de Porto Alegre. 1997. (Congresso).

Mesa Redonda: Drogas e AIDS - Estratégias na Redução de Danos.Mesa Redonda: Drogas e AIDS - Estratégias na Redução de Danos. 1997. (Outra).

Mesa Redonda sobre Rede de Atendimento na Área da Dependência Química em Porto Alegre. 1997. (Encontro).

Programa Consciência.Conceitos Básicos Sobre o Uso e Abuso de Drogas. 1997. (Outra).

XII Congresso Brasileiro de Alcoolismo e outras Dependências. Modelos de abordagem ambulatorial. 1997. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro Sobre Alcoolismo e Outras Dependências. Debate Redução de Danos. 1997. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro Sobre Alcoolismo e Outras Dependências. Análise de situações de risco para transmissão do vírus HIV em usuários de drogas de Porto Alegre. 1997. (Congresso).

XV SIPAT- Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho.Palestra Álcool e Outras Drogas. 1997. (Outra).

Curso Ensinando a Prevenção em Saúde.Abordagem Preventiva no Uso de Drogas. 1996. (Outra).

I Encontro sobre Prevenção de Farmacodependência do Departamento de Psiquiatria da UFRGS. 1996. (Encontro).

III Congresso Gaúcho de Alcoolismo e Outras Dependências. Avaliação de situações de risco para transmissão do HIV através do Questionário CRA em Porto Alegre - Dados Preliminares. 1996. (Congresso).

III Congresso Gaúcho de Alcoolismo e Outras Dependências. Projeto de Validação da Addiction Severity Index no Brasil. 1996. (Congresso).

III Congresso Gaúcho de Alcoolismo e Outras Dependências. Avaliação e Utilidade Terapêutica da motivação em Usuários de Substâncias Psicoativas. 1996. (Congresso).

III Congresso Gaúcho de Alcoolismo e Outras Dependências. Prevenindo as Doenças Transmissíveis no Usuário de Drogas e em sua Família. 1996. (Congresso).

I Sattelite Meeting. How(Im)Possible is the development and implementation of Collaborative research in Developing countries?. 1996. (Congresso).

I Sattelite Meeting. Potential Transmission of HIV among drug abusers in South Brazil - Assessing Risk and Visualizing Preventive Interventions. 1996. (Congresso).

IV Jornada do CEF-Centro de Estudos da Família.Mesa Redonda: Convivendo com as Perdas: O Impacto na Rede Social e no Sistema. 1996. (Outra).

IX Ciclo de Avanços em Clínica Psiquiátrica.Transtorno pordéficit de atenção/hiperatividade e abuso de drogas na adolescência. 1996. (Simpósio).

XVIII Jornada Anual de Psicoterapia Psicanalítica de Pacientes (cranças eadolescentes) com Graves Problemas Emocionais com a Dra. Anne Alvares. 1996. (Outra).

XVIII Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Utilidade e Validação do Questionário de Comportamento de Risco para AIDS(CRA) em Porto Alegre - Relatório Preliminar. 1996. (Congresso).

XVIII Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica.Validação da Addiction Severity Index no Brasil: Comunicação Preliminar. 1996. (Simpósio).

XVIII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Coordenador do Painel Comorbidade: Diagnóstico e Tratamento em Dependência Química. 1996. (Outra).

XVIII Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Avaliação de situações de risco para transmissão do HIV através do questionário CRA em Porto Alegre - Dados Preliminares. 1996. (Outra).

1 Forum do Conselho Municipal de Entorpecentes de Porto Alegre.Pensando a Descriminação do Uso de Drogas. 1995. (Outra).

Encontro sobre Psicoterapia Cognitiva.Tradutor - Encontro sobre Psicoterapia Cognitiva. 1995. (Encontro).

II Jornada Gaúcha de Psiquiatria.Álcool e Drogas - Tratamentos. 1995. (Outra).

IV Seminário Internacional da Escola de Pais Educando Pais e Filhos para o século XXI.Consumo de Álcool na Adolescência. 1995. (Seminário).

IV Simpósio de Dependência Química do Hospital Espírita de Porto Alegre.Coordenador Mesa Redonda: Abordagem Multidisciplinar na Prevenção da Dependência Química. 1995. (Simpósio).

Sattelite Conference on AIDS & Drug Abuse-College on Problems in Drug Dependence. Assessment of risk behaviors for HIV transmission using the RAB questionnaire in Porto Alegre, Brazil- a pilot study. 1995. (Congresso).

Third Science Symposium on HIV prevention Research: Current Status and future directions. Improving data collection of risk behaviors for HIV infection in a public center for HIV testing in Southern Brazil. 1995. (Congresso).

V Encontro de Psiquiatria do MERCOSUL.Álcool e Drogas - Tratamentos. 1995. (Encontro).

VI Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria.Membro efetivo - VI Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria. 1995. (Outra).

V Jornada de Psiquiatria da Região Sul.Álcool e Drogas - Tratamentos. 1995. (Outra).

XI Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Dependências. Pesquisa em Dependência Química - Identificando e Contornando Obstáculos para o Desenvolvimento de Projetos de Pesquisa em Dependência Química. 1995. (Congresso).

18th Annual AMERSA National Conference. A proposal for HIV/AIDS prevention/intervention training in Porto Alegre,Brazil. 1994. (Congresso).

ASAM's 25th Annual Medical-Scientific Conference. 1994. (Encontro).

CICSAR-Center for International Cooperation on Substance Abuse Reduction- a proposition for the future. Common Challenges/Creative solutions for the 21st Century. 1994. (Congresso).

Seminar series - Johns Hopkins School of Public Health - Mental Hyg.The need for a drug and alcohol communication network: is it time for Brazil?. 1994. (Seminário).

Seminar series - Johns Hopkins School of Public Health - Mental Hyg.Use of alcohol among adolescents living in Porto Alegre,Brazil. 1994. (Seminário).

Symposium on The Neuroscience of Alcoholism: Advancing Hope in the Decade of the Brain. 1994. (Encontro).

10 Congresso da ABEAD. Membro da Comissão Científica. 1993. (Congresso).

III Congresso Médico de Brasília. Mesa Redonda: TOXICOS. 1993. (Congresso).

III Congresso Médico de Brasília. 1993. (Congresso).

III Feira de Saúde de Brasília. 1993. (Feira).

III Feira de Saúde de Brasília. Expositor Mesa Redonda - Tóxicos. 1993. (Feira).

VI Ciclo de Avanços em Clínica Psiquiátrica.Consumo excessivo de benzodiazepínicos. 1993. (Simpósio).

VI Ciclo de Avanços em Clínicas Psiquiátrica. 1993. (Outra).

VIII Jornada Médica de Brasília. 1993. (Outra).

VIII Jornada Médica de Brasília.Expositor Mesa Redonda - Tóxicos. 1993. (Outra).

X Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Drogas. Prescrição excessiva de Benzodiazepínicos. 1993. (Congresso).

X Congresso Brasileiro de Estudos do Álcool e Outras Drogas. Membro Efetivo. 1993. (Congresso).

X Congresso Brasileiro de Estudos do Álcool e Outras Drogas. Mesa Redonda: Padrões de Consumo de Drogas no Brasil. 1993. (Congresso).

X Congresso Brasileiro de Estudos do Álcool e Outras Drogas. Comentador da Sessão de Temas Livres. 1993. (Congresso).

1 Simpósio Binacional Brasil-EUA sobre pesquisas em drogas.Simpósio Binacional Brasil-EUA sobre pesquisas em drogas. 1992. (Simpósio).

Brasil-United States Meeting on Drug Abuse Research.Evaluation of Drug Dependence Treatments in Brazil. 1992. (Encontro).

Curso de Verão em Epidemiologia - Planaejamento de Pesquisa Clínico-Epimiológica. 1992. (Outra).

Curso de Verão em Epidemiologia - Tópicos Especiais de Pesquisa: Estudo de Caso-Controle. 1992. (Outra).

I Congresso Gaúcho de Alcoolismo. Avaliação de Resultados. 1992. (Congresso).

I Curso de Atualização em Adolescência.Coordenador do Painel: Diferentes Modalidades de Tratamento - Tema Drogas na Adolescência. 1992. (Outra).

I Curso de Atualização em Adolescência - Drogas na Adolescência.Diferentes Modalidades de Tratamento. 1992. (Outra).

II Encontro de Profissionais da área de assistência e tratamento do alcoolismo do Distrito Federal.Apresentação e discussão de caso clínico por profissionais do Programa de Atendimento do Alcoolismo do HUB-Hospital Universitário de Brasília. 1992. (Encontro).

III Encontro Regional de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas.A Epidemiologia das Drogas. 1992. (Encontro).

II Jornada de Adolescência do HCPA.Presidente da Conferência: Álcool na Adolescência: Situação, Preocupação e Propostas. 1992. (Outra).

Simpósio Alcoolismo: O beber social como meta de tratamento - Identificando questões básicas.. 1992. (Simpósio).

XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. O psiquiatra e a questão das toxicomanias. 1992. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Mesa Redonda Simultânea: Abusos e Dependências Químicas. 1992. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Coordenador da Sessão de Temas Livres. 1992. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Descrição de um caso clínico de tratamento ansioso associado ao uso crônico de cocaína. 1992. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Identificação de Outros Diagnósticos Psiquiátricos em Mulheres em Tratamento para Alcolismo. 1992. (Congresso).

XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1992. (Congresso).

1 Congresso Gaúcho de Psiquiatria. Membro Efetivo. 1991. (Congresso).

I Congresso Brasileiro Multiprofissional de Saúde Comunitária. Dependência Química - Álcool e Drogas. 1991. (Congresso).

I Congresso Gaúcho de Psiquiatria. Compreensão e Manejo do Uso de Drogas na Adolescência. 1991. (Congresso).

IV Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.Membro efetivo - IV Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. 1991. (Outra).

IV Congresso Brasileiro de Medicina Geral Comunitária. Dependência Química - Álcool e Drogas. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Consumo de bebidas alcoólicas em 3 escolas privadas da cidade de Porto Alegre:comparação com o consumo em outras cidades. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Características de composição das equipes de centros de tratamento de dependência química no Brasil:dados preliminares. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Expectativas de pacientes quanto aos principais componentes de um programa de tratamento hospitalar para dependência química. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Prevalência de testes anti-HIV em uma unidade para tratamento de dependência química. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Hábitos de usuários de Cocaína, II - Características do uso endovenoso. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Experimentação de substâncias em 3 escolas privadas de Porto Alegre - similaridade entre os achados. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Hábitos de usuários de Cocaína. I - Características gerais. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Estimativa da severidade da dependência do álcool e possibilidade de melhora: discordância entre pacientes e psiquiatras. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. Severidade da dependência do álcool: análise de 557 casos. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Farmacodependências. O uso de substâncias psicoativas em alunos de escola privada de Porto Alegre - I . Experimentação. 1991. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Farmacodependências. Mesa Redonda: Avaliação da Eficácia Terapêutica: Resolve o que se tem feito com o paciente?. 1991. (Congresso).

Seminário o Alcoolismo e Suas Consequências: Prevenção e Tratamento.Programas educacionais para prevenção ao abuso de álcool e outras drogas. 1991. (Seminário).

Third Annual Scientific Meeting of the Canadian Medical Society on Alcohol and Other Drugs. 1991. (Encontro).

X Curso de Formação de Obreiros.Alcoolismo - tipos de Tratamento. 1991. (Outra).

XV Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Prevalência de testes anti-HIV positivos em uma unidade para tratamento de Dependência Química. 1991. (Congresso).

XV Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Severidade da dependência do álcool: análise de 557 casos. 1991. (Congresso).

XV Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Opiniões de pais, professores, alunos e funcionários sobre o uso de drogas em uma escola privada de Porto Alegre. 1991. (Congresso).

XV jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Hábitos de Usuários de Cocaína II Características do Uso Endovenoso. 1991. (Outra).

XV jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Hábitos de Usuários de Cocaína.I.Características Gerais. 1991. (Outra).

XV jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Membro Titular. 1991. (Outra).

XV jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Hábitos de Usuários de Cocaína.I.Características Gerais. 1991. (Outra).

Alcoolismo: o que pensamos, o que sabemos, o que fazemos?.Estimativa da gravidade da dependência e da capacidade de melhora: comparação entre pacientes e Terapeutas.. 1990. (Encontro).

Alcoolismo: O que pensamos, o que sabemos, o que fazemos?.Experimentação de Substâncias Psicoativas em alunos de Escola Privada de Porto Alegre. 1990. (Encontro).

Curso Intervenção breve no Tratamento para Dependentes Químicos. 1990. (Outra).

II Forum Pernambucano de Alcoolismo.Ministrou Curso de Avaliação de Programas de Tratamento. 1990. (Outra).

II Seminário Estadual de Drogas e Alcoolismo.Mesa Redonda: Drogas e Alcoolismo. 1990. (Seminário).

Jornada Temas Atuais Sobre Álcool e Drogas.Mesa Redonda: Prevenção em Consumo de Drogas. 1990. (Outra).

Semana Cientifica do HCPA.Depressão no Hospital Geral-I . Prevalência. 1989. (Simpósio).

Semana Cientifica do HCPA.Percepções do paciente a respeito de sua doença. 1989. (Simpósio).

Semana Esclarecimento Álcool - Saúde.Palestra Álcool - Saúde. 1989. (Outra).

Seminário Interno da PMPA-Prefeitura Municipal de Porto Alegre.Os problemas relacionados ao uso do álcool. 1989. (Seminário).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Secretário do Pré-Congresso. 1989. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Tradutor das apresentações do Dr. Jonathan Chick. 1989. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Modificações no Escore do SADD após aplicações repetidas. 1989. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. 1989. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Variabilidade no Escore do SADD. 1989. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. A Influência da recepção pessoal na avaliação da gravidade da dependência do álcool: Estudo Piloto. 1989. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Presidente de Sessão de Tema Livres: Detenção Diagnóstico. 1989. (Congresso).

VII Simpósio Interno de Psicoterapia.VII Simpósio Interno de Psicoterapia - Membro Titular. 1989. (Simpósio).

XIV Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinamica. Detecção de deficit cognitivo em pacientes internados em area clinica do Hospital de Clinicas de Porto Alegre. 1989. (Congresso).

XIV Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. A influência da Percepção pessoal na avaliação da gravidade da dependência do álcool: Estudo Piloto. 1989. (Congresso).

XIV Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Depressão no Hospital Geral: Habilidade de detecção de Sintomas Psiquiátricos pelo Não-Psiquiatra. 1989. (Congresso).

XIV Jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Comentarista do trabalho: O uso de Benzodiazepínicos na Catatonia: Discussão e Relato de Três Casos. 1989. (Outra).

XIV Jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Membro Titular realizando Curso "Avanços no Diagnóstico e Tratamento dos Transtornos Narcisísticos e Fronteiriços de Personalidade. 1989. (Outra).

XIV Jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Comentarista do Trabalho: Síndrome de Abstinência a Benzodiazepínicos. 1989. (Outra).

40ª Reunião Anual da SBPC.Álcool e Trânsito:Medida da Alcoolemia em Condutores de Veículos em Zona Urbana de Porto Alegre. 1988. (Encontro).

Curso Internacioal: Avaliação da Eficácia Terapêutica de Programas para Dependentes Químicos. 1988. (Outra).

I Encontro Brasileiro de Professores Universitários da Área de Saúde Mental. 1988. (Encontro).

I Encontro Brasileiro de Professores Universitários da Área de Saúde Mental.Mesa Redonda: Controvérsias no Diagnóstico e Tratamento do Alcoolismo. 1988. (Encontro).

I Encontro Brasileiro de Professores Universitários da Área de Saúde Mental.Autor do Tema Livre: Delirium por abstinência de Benzodiazepínicos e Barbitúricos: Relato de Caso. 1988. (Encontro).

III Congresso de Psiquiatria do Espírito Santo. Autor do Tema Livre: Delirium por abstinência de Benzodiazepínicos e Barbitúricos: Relato de Caso. 1988. (Congresso).

III Congresso de Psiquiatria do Espírito Santo. 1988. (Congresso).

III Congresso de Psiquiatria do Espírito Santo. Mesa Redonda: Controvérsias no Diagnóstico e Tratamento do Alcoolismo. 1988. (Congresso).

IV Encontro Luso-Brasileiro de Psiquiatria. 1988. (Encontro).

IV Encontro Luso-Brasileiro de Psiquiatria.Autor do Tema Livre: Delirium por abstinência de Benzodiazepínicos e Barbitúricos: Relato de Caso. 1988. (Encontro).

IV Encontro Luso-Brasileiro de Psiquiatria.Relator Mesa Redonda: Controvérsias no Diagnóstico e Tratamento do Alcoolismo. 1988. (Encontro).

V Ciclo de Debates sobre Psicoterapia.Membro efetivo - V Ciclo de Debates sobre Psicoterapia. 1988. (Outra).

X Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Controvérsias no Diagnóstico e Tratamento do Alcoolismo. 1988. (Congresso).

X Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Delirium por Abstinência a Benzodiazepínicos e Barbitúricos:Relato de Caso. 1988. (Congresso).

X Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1988. (Congresso).

1 Encontro Nacional de Álcool e Trânsito. 1987. (Encontro).

2 Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.Membro efetivo - 2 Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. 1987. (Outra).

4 Congresso Ibero-Americano de Alcoolismo. Membro Efetivo. 1987. (Congresso).

4 Congresso Ibero-Americano de Alcoolismo e 7 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Aspectos Diagnósticos do Alcoolismo. 1987. (Congresso).

7 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Membro Efetivo. 1987. (Congresso).

7 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Secretário Mesa Redonda: Aspectos Diagnósticos do Alcoolismo. 1987. (Congresso).

I Congresso de Psiquiatria da Região Sul. Prevalência de Depressão no Hospital Geral:Dados Preliminares. 1987. (Congresso).

I Congresso de Psiquiatria da Região Sul. Depressão no Hospital Geral: Detecção pelo Clínico. 1987. (Congresso).

IV Ciclo de Debates sobre Psicoterapia.Membro Aderente. 1987. (Outra).

VI Simpósio Interno de Psicoterapia.VI Simpósio Interno de Psicoterapia - Membro aderente. 1987. (Outra).

1 Encontro de Pesquisadores em Psicologia no Rio Grande do Sul. 1986. (Encontro).

6 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Mesa Redonda: Famacoterapia no Alcoolismo. 1986. (Congresso).

III Curso de Debates sobre Psicoterapia. 1986. (Outra).

III Jornada de Psicologia do Rio Grande do Sul/ XIII Jornada SulRiograndense de Psiquiatria Dinâmica. Funcionamento de uma Equipe Multidisciplinar a partir de ocorrências e condutas em uma Unidade de Internação Psiquiátrica -dados preliminares. 1986. (Congresso).

XIII Jornada Sulriograndense de Psiquiatría Dinâmica. Dependência a Benzodiazepínicos: a Próposito de um caso. 1986. (Congresso).

XIII Jornada Sul Rio Grandense de Psiquiatria Dinâmica.Co-autor do trabalho: Funcionamento de uma equipe multidiciplinar a partir de ocorrências e condutas em uma unidade de internação psiquiátrica - Dados Preliminares. 1986. (Outra).

XIII Jornada Sul Rio Grandense de Psiquiatria Dinâmica. 1986. (Outra).

6 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Mesa Redonda: Farmacoterapia no Alcoolismo. 1985. (Congresso).

6 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Lítio e Antidepressivos no tratamento do Alcoolismo. 1985. (Congresso).

5 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Avaliação das Referências ao Consumo de Álcool em um Hospital Geral de Porto Alegre. 1984. (Congresso).

5 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. 1984. (Congresso).

5 Congresso Brasileiro de Alcoolismo. Mesa Redonda: Problemas do Álcool em Pacientes de Psicoterapia. 1984. (Congresso).

8th Congress of Gastroenterology. Hepatomegaly and Gammaglutamyltransferase in Alcoholics admitted to an Addiction Unit. 1984. (Congresso).

I Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do RGS.Avaliação da Influência da Entrevista Individual na Trajetória de um Grupo Operativo de Pacientes Alcoolistas. 1984. (Simpósio).

I Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.Membro Efetivo. 1984. (Outra).

XII Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Variação da Presença de Familiares na Trajetória do Programa de Cuidados Primários de Alcoolismo do Centro Psiquiátrico Melanie Klein. 1984. (Congresso).

XII Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica. Consumo de Álcool em Mulheres: Preconceito?. 1984. (Congresso).

XII Jornada SulRiograndense de Psiquiatria Dinâmica. Problemas com álcool na clientela de Psicoterapia:Ensaio de pesquisa em consultórios de Porto Alegre. 1984. (Congresso).

XII Jornada Sul Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.Membro Aderente. 1984. (Outra).

3a. Semana Científica do HCPA.Problemas do Diagnóstico de Alcoolismo em Hospital Geral: Dados Preliminares. 1983. (Encontro).

4o Encontro Nacional de Alcoolismo. Prevalência de Indicadores de Alcoolismo na Demanda do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. 1983. (Congresso).

4 Encontro Nacional de Alcoolismo. 1983. (Encontro).

Ciclo de Palestras sobre Atualização em Pancreopatias Crônicas. 1983. (Outra).

I Jornada Gaúcha de Desnutrição Materno-Infatil.Membro efetivo - I Jornada Gaúcha de Desnutrição Materno-Infatil. 1983. (Outra).

IV Semana de Debates Científicos em Medicina Interna.Um Estudo de Alcoolismo em Hospital-Escola. 1983. (Encontro).

IV Semana de Debates Científicos em Medicina Interna.Membro Efetivo. 1983. (Outra).

XIII Congresso Latino-Americano de Psiquiatria. Membro Titular. 1983. (Congresso).

XIII Congresso Latino-americano de Psquiatria e XVI Congresso Nacional de Neurologia. Avaliação das Referências ao Consumo de Álcool em um Hospital Geral. 1983. (Congresso).

XVI Congresso Nacional de Neurologia. Membro Titular. 1983. (Congresso).

XVI Congresso Nacional de Neurologia, Psiquiatria e Higiene Mental. Avaliação das Referências ao Consumo de Álcool em Hospital Geral. 1983. (Congresso).

3ª Semana Médica do Pronto Socorro. 1982. (Outra).

Curso Urgências Neurológicas. 1982. (Outra).

II Curso sobre Medicina do Adolescente. 1982. (Outra).

XI Jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica. 1982. (Outra).

Curso de Psicofarmacologia. 1981. (Outra).

X Jornada Sul-Rio-Grandense de Psiquiatria Dinâmica. 1981. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Maurício Castilho de Oliveira

Margarita Uriarte; Brenda Pereira;Pechansky, Flávio. Efeitos da luz do ambiente e de sinalização horizontal na segurança em rodovias: estudo em simulador de direção imersivo. 2019. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Graciela Seibt Licks

PECHANSKY, F; Galland, F.; ORNELL, F.. Peril dos usuários de substâncias psicoativas em um centro de atenção psicossocial de um município de pequeno porte no estado do Rio Grande do Sul. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Outras Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Aluno: Helen Vargas Laitano

Pechansky, F.; HILGERT, J. B.;FALLER, Sibele. Raiva suas dimensões e tratamento para usuários de substâncias psicoativas.. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Outras Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Aluno: Andre Bedendo

PECHANSKY, F.; NOTO, Ana Regina. PRÁTICA ESPORTIVA E CONSUMO DE ÁLCOOL E TABACO ENTRE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO DAS 27 CAPITAIS BRASILEIRAS. 2013 - Programa de Pós-Graduação em Biologia - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Daniel Tornaim Spritzer

SANTANNA, Márcia K;PECHANSKY, F.; FERRAO, Y. A.; SCHIMTZ, M.. Problemas relacionados a jogos de azar em adolescentes brasileiros: participação, prevalência e fatores associados.. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Betina Suñé Mattevi

Trentini C; Heldt EPS;PECHANSKY, F.. Qualidade de Vida e Qualidade de Cuidado de Pessoas co incapacidades físicas e intelectuais: grupos focais do projeto DIS-QOL no Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rafael Stella Wellausen

ARAUJO, L. B.; ROVINSKY, S. L.;PECHANSKY, F.. Avaliação dos Fatores Associados ao Uso do Álcool e Drogas na Criminalidade: Um Estudo no Sistema Prisional. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Mariana Eizirik

PECHANSKY, F.; Manfro Gisele Gus; NUNES, Maria Lúcia Tiellet. Exame geral de qualificação - mestrado: Pesquisa em Psicanálise. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Wilson Vieira Melo

PECHANSKY, F.; WAINER, Ricardo; OLIVEIRA, Margareth. Estágios Motivacionais e Tabagismo. 2005. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Aluno: Laísa Marcorela Andreoli Sartes

PECHANSKY, F.; SCIVOLETO, Sandra; NOTO, Ana Regina. Adaptação e Validação da Versão Brasileira do T-ASI para Avaliação do Uso de Drogas por Adolescentes. 2005. Dissertação (Mestrado em Psicobiologia) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Alceu Gomes Correia Filho

ASSUMPCAO JUNIOR, F. B.; Manfro Gisele Gus;KAPCZINSKI, FlavioPECHANSKY, F.. Avaliação da Eficácia e Torabilidade da Risperidona e do Metilfenidato na Redução de Sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade em Crianças e Adolescentes com Retardo Mental Moderado.. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Carlos Alberto Iglesias Salgado

Hidalgo, Maria Paz; EIZIRIK, Cláudio Laks;ROHDE, Luis AugustoPECHANSKY, F.. Associação entre Subtipos de TDAH em Adultos e Dimensões de Temperamento. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Jair Segal

WANNMACHER, C.;PECHANSKY, F.FLECK, Marcelo. Exame Geral de Qualificação - Mestrado - Comportamento Suicida. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rogério Zimpel

PECHANSKY, F.; Luciano Goldani; Mauricio Tostes. Avaliação da Qualidade de Vida em Pacientes com HIV/AIDS. 2003 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Daniela Knijnik

PECHANSKY, F.. Comparação entre duas formas de terapia de grupo para pacientes com fobia social generalizada. 2002. Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Flávia Barros da Silva Lima

PECHANSKY, F.. Qualidade de vida em pacientes dependentes de álcool. 2002 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Sílvia de Oliveira Martins

PECHANSKY, F.. Exame Geral de Qualificação - Mestrado. 2002. Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Gustavo Schestatsky

PECHANSKY, F.. Exame Geral de Qualificação - Mestrado. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Neusa Sica da Rocha

PECHANSKY, F.. Exame Geral de Qualificação - Mestrado. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Nêmora Tregnago Barcellos

PECHANSKY, F.; Jair Ferreira; Jorge Béria. Prevalência e Fatores de Risco para Infecção pelo HIV em uma População de Indivíduos Testados em Centros de Aconselhamentos no Sul do Brasil. 2001. Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Newra Tellechea Rotta

PECHANSKY, F.. Epidemiologia da Exposição Pré-natal à Cocaína em uma Amostra de Recém-nascidos do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. 2000. Dissertação (Mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Edson Cechin

PECHANSKY, F.. O Efeito Ansiolítico Relacionado à Dosagem de Periciazina em Ratos. 2000. Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Clarissa Severino Gama

PECHANSKY, F.. Exame Geral de Qualificação - Mestrado. 2000. Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Luciana Signor

PECHANSKY, FOLIVEIRA, Margareth da SilvaKESSLER, Félix Henrique Paim; FERRAO, Y. A.. Aconselhamento telefônico para usuários de cocaína e ou crack: perfil dos usuários e efetividade de intervenções. 2017. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Aluno: Fernanda Rasch Czermainski

Pechansky, F.; NAPPO, S. A.; TREINTINI, C. M.. Indicadores Clínicos, Cognitivos e Comportamentais de Adesão ao Tratamento em Usuários de Crack.. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Flávia Barros da Silva Lima

Neuri José Botega; Hidalgo, Maria Paz; Manfro Gisele Gus;PECHANSKY, F.. Avaliação da qualidade de vida e fatores preditores de remissão de sintomas em pessoas com depressão maior acompanhadas através de um estudo longitudinal em um serviço de cuidados primários. 2008. Tese (Doutorado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Neusa Sica da Rocha

PECHANSKY, F.; GOLDIM, José Roberto; Andrade, DF; Manfro Gisele Gus. Avaliação do desempenho do WHOQOL-BREF em pacientes deprimidos provenientes de serviços de cuidados primários em diferentes países usando a análise de Rasch. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Eduardo Chachamovich

PECHANSKY, F.ROHDE, Luis Augusto; Picon, Patrícia da Veiga Chaves; Camey, Suzi. Teoria de resposta ao ítem: aplicação do modelo Rasch em desenvolvimento e validação de instrumentos em saúde mental. 2008. Tese (Doutorado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Sidnei Samuel Schestatsky

PECHANSKY, F.; GOLDIM, José Roberto; NUNES, Maria Lúcia Tiellet. Fatores ambientais e vulnerabilidade ao transtorno de personalidade borderline: estudo caso-controle de traumas psicológicos precoces e percepção dos vínculos parentais em uma amostra brasileira de pacientes mulheres. 2005. Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Flavia Serebrenic Jungerman

PECHANSKY, F.BRESSAN, Rodrigo; MALBERGIER, André; CRIPPA, José; ZILBERMAN, Monica. A Efetividade de um tratamento breve para usuários de maconha. 2005. Tese (Doutorado em Psiquiatria e Psicologia Médica) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Sérgio Carlos Eduardo Pinto Machado

PECHANSKY, F.; Manfro Gisele Gus;KAPCZINSKI, Flavio; BOTEGA, N. J.. Depressão em Hospital Geral: Avaliação do Desempenho de Escalas de Rastreamento e Desenvolvimento de Instrumento para Uso na Rotina Assistencial.. 2003. Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Nadia Krubskaya Bisch

Pechansky, F.; Tanhauser, H.M.B. Aconselhamento telefônico para jovens brasileiros usuários de cocaína e/ou crack. Quem são estes usuários. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Aluno: Fernanda Lucia Capitanio Baeza

Pechansky, Flavio; Clarissa Severino Gama; KUNZ, Mauricio. Desfechos negativos em pacientes admitidos em leito psiquiátrico de um hospital geral: um estudo longitudinal. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Luciana Signor

Stein Airton; BARROS, H. T.;OLIVEIRA, Margareth da SilvaPechansky, Flavio. Entrevista Motivacional por telefone para usuários de cocaína e/ou crack: um estudo randomizado. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Aluno: Aline Rosana Giardin

PECHANSKY, F.; SIKILERO, R. H. A. S.; TRINDADE, J. L. A.. Relação entre Exercício Físico e Humor no Período de Abstinência no Tratamento da Dependência Química.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Residência Integrada Multiprofissional) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Aluno: Juliana Fernandes Tramontina

PECHANSKY, F.; ABREU, Paulo Silva Belmonte de; CERESÉR, Keila Maria Mendes. Exame Geral de Qualificação - Mestrado - Genética e Transtorno Bipolar. 2006. Outra participação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Pechansky, F.; Brito, C. L. S. de; Ramalho, J. F.. Concurso Público de Provas e Títulos para carreira de Magistério Superior Cargo: Professor Adjunto A. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

PECHANSKY, F.. Processo Seletivo 25 - Médico I (Psiquiatria - Álcool e Drogas). 2009. Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

PECHANSKY, F.; ABREU, P.. Comparação entre duas formas de Terapia de Grupo para pacientes com Fobia Social Generalizada. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Pechansky, Flavio. 39ª Semana Científica do HCPA. 2019. Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

PECHANSKY, F.; HALPERN, Silvia; DALBOSCO, C.;DIEMEN, Lisia Von. Comissão de Seleção - Mestrado Profissional em Prevenção e Assistência a Usuários de Álcool e Outras Drogas. 2015. Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

PECHANSKY, F.. Avaliador de Trabalhos Participantes do Edital de Seleção de Projetos do III Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira.. 2014. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas.

Pechansky, Flavio; HALPERN, Silvia; DALBOSCO, C.;DIEMEN, Lisia Von. Comissão de Seleção - Mestrado Profissional em Prevenção e Assistência a Usuários de Álcool e Outras Drogas. 2014. Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

PECHANSKY, F.. Avaliador de Trabalhos do Terceiro Edital de Premiação da Rede de Pesquisa sobre Drogas.. 2013. Associação Mario Tannhauser de Ensino, Pesquisa e Extensão.

PECHANSKY, F.. Trabalhos de Conclusão da V Turma do Hospital Psiquiátrico São Pedro. 1990. Hospital Psiquiátrico São Pedro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Flávio Danni Fuchs

FUCHS, F. D.; MARI, J. J.; BERIA, J. U.. O uso de bebidas alcoólicas em adolescentes na cidade de Porto Alegre: características de consumo e problemas associados. 1993. Dissertação (Mestrado em Curso de Pós-graduação Clínica Medica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Sandra Cristina Pereira Costa Fuchs

Fuchs SC; BUSNELLO, ED. Estudo sobre situações de risco para contaminação pelo vírus HIV em usuários de drogas da cidade de Porto Alegre. 1998. Tese (Doutorado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Silvia Bassani Schuch

Avaliação Neuroanatômica e Neuropsicológica de Usuários de Crack: Um Estudo Transversal; Início: 2014; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Juliana Nichterwitz Scherer

Início: 2017; Universidade Federal do Rio Grande do Sul;

Erica Barezani

LISTAS DE SINAIS DE USO DE DROGAS ENCONTRADAS NA INTERNET: INDÍCIOS DO USO OU CARACTERÍSTICAS DA ADOLESCÊNCIA?; 2016; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Outras Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

Leonardo Gomes Moreira

DA POLÍTICA SOBRE DROGAS ATÉ A GESTÃO PÚBLICA BASEADA EM EVIDÊNCIAS ? UMA ANÁLISE QUALITATIVA NA CAPITAL DO BRASIL; 2015; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Álcool e Outras Drogas) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

Graciela Gema Pasa

Tomada de decisão, impulsividade e comportamento de risco no trânsito: um estudo comparativo entre motoristas infratores e não infratores da cidade de Porto Alegre; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Aurinez Rospide Schmitz

Características de risco de motoristas infratores: tipos de infrações, alcoolemia e lesões associadas; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Flavio Pechansky;

[Nome removido após solicitação do usuário]

Prospecção de marcadores biológicos associados à toxicidade sistêmica e neural desencadeados pelo uso de cocaína tipo crack ao longo do ciclo da vida - Estudo de Polimorfismos Genéticos em Usuários de Crack em Tratamento; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Márcia Izabel Rodzinski Pettenon

Associação entre Percepção da Qualidade do Vínculo com os Pais, Gravidade da Dependência e Prevalência de Violência e de Problemas Legais em uma Amostra de Usuários de Crack Atendida em Seis Centros Brasileiros; ; 2012; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

Francisca Aurina Gonçalves

Desenvolvimento, reprodutibilidade e validação de um instrumento para qualificar em massa o consumo de açúcar de amostra da população adulta de Porto Alegre/RS; 2011; Dissertação (Mestrado em Programa de de Pós-Graduação em Odontologia UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Coorientador: Flavio Pechansky;

Micheline Alves de Moraes

Estudo sobre a Prevalência de Alcoolemia Positiva e Padrões de Consumo em Mulheres Motoristas do Brasil; 2010; Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Flavio Pechansky;

Fernanda Cubas

Um Estudo com Motoristas de Caminhão sobre o Uso de Álcool e Outras Drogas nas Rodovias Federais Brasileiras; ; 2009; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Coorientador: Flavio Pechansky;

Raquel de Boni

Percepção de Risco para Dirigir e Alcoolemia em freqüentadores de Postos de Gasolina de Porto Alegre; 2008; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flavio Pechansky;

Sibele Faller

Associação entre Transtornos Psiquiátricos, Comportamentos de Risco no Trânsito Relacionados ao Consumo de Álcool, Alcoolemias Positivas e Uso de Outras Substâncias Psicoativas em Motoristas do Brasil; 2008; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

Gabriela Baldisseroto

Prevalência de tabagismo, distribuição em estágios de prontidão para mudança, intervenções preventivas e impulsividade em pacientes de um hospital universitário em Porto Alegre; 2007; 139 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flavio Pechansky;

Lisia von Diemen

Associação entre impulsividade, idade do primeiro consumo de álcool e abuso de substâncias psicoativas em adolescentes de uma região do sul do Brasil; 2006; 0 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flavio Pechansky;

Anna Williams

Desenvolvimento e Avaliação da Eficácia de um Jogo Terapêutico para Jovens Usuários de Drogas; 2006; 0 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flavio Pechansky;

Marco Aurélio Camargo da Rosa

Abuso e dependência de açúcares extrínsecos não lácticos: desenvolvimento de um instrumento diagnóstico e teste de campo em uma amostra de obesos e não obesos da cidade de Porto Alegre; 2005; 128 f; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Flavio Pechansky;

Ana Margareth Siqueira Bassols

Adolescência e infecção pelo HIV: situações de risco e proteção, auto-estima e sintomatologia psiquiátrica; 2003; Dissertação (Mestrado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER

Achados Neuropsiquiátricos e Neuroquímicos em Dependentes Crônicos de Cocaína; 2003; Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Ana Flávia Barros da Silva Lima

Qualidade de Vida em Pacientes Dependentes de Álcool; 2002; Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Flavio Pechansky;

Anne Orger Sordi

Resiliência e Dependência Química: Um estudo sobre seus aspectos clínicos e biológicos em uma amostra de usuários de crack; 2015; Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

Veralice Maria Gonçalves

Metodologia de record linkage par amapeamento da trajetória de usuários de crack na rede pública de atenção à saúde; 2015; Tese (Doutorado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Juliana N Scherer

Análise de sistemas de testagem móvel para a detecção de cocaínicos em fluidos biológicos; 2015; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flavio Pechansky;

Sibele Faller

Resultados acerca do uso de substâncias psicoativas no Brasil a partir de estudos multicêntricos; 2015; Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande,; Orientador: Flavio Pechansky;

[Nome removido após solicitação do usuário]

Influência de fatores genéticos e ambientais sobre os transtornos mentais e comportamentais relacionados ao abuso e dependência de crack; 2014; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Lysa Remy

Padrões do uso e dependência de drogas na cultura rave brasileira; 2013; Tese (Doutorado em Medicina Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Lisia von Diemen

Avaliação de Soroprevalência HCV/HIV e Marcadores Bioquímicos de Toxicidade Sistêmica em Usuários de Crack; ; 2013; Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Mariana Escobar

Associação entre estado nutricional, níveis séricos de leptina e grelina e padrão de consumo de substâncias psicoativas em usuários internados em uma unidade de adição; 2013; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Tatiana da Conceição Valverde

Fatores associados ao comportamento de beber e dirigir em uma amostra de motoristas de estradas brasileiras; 2013; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Rosemeri Siqueira Pedroso

Trajetória do usuário de crack internado e seguimento de uma coorte prospectiva; 2013; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Raquel de Boni

Acidentes de trânsito de Porto Alegre e sua associação com uso de bebidas alcoólicas, analisados através de técnicas de geoprocessamento e análise estatística espacial; 2012; Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER

Validação transcultural do Addiction Severity; 2011; Tese (Doutorado em Ciências Médicas: Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Veralice Gonçalves

METODOLOGIA DE RECORD LINKAGE PARA MAPEAMENTO DA TRAJETÓRIA DE USUÁRIOS DE CRACK NA REDE PÚBLICA DE ATENÇÃO À SAÚDE; ; 2011; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Claudia Maciel Szobot

Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e transtorno por uso de substâncias psicoativas em adolescentes: estudo sobre a sua associação e sobre o efeito clínico e cerebral do tratamento com metilfenidato; 2008; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Flavio Pechansky;

Marco Aurélio Camargo Rosa

Abuso e Dependência de Açúcares: uma investigação do constructo; 2008; Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Coorientador: Flavio Pechansky;

TANARA ROSÂNGELA VIEIRA SOUSA

2016; Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Flavio Pechansky;

Lúcia de Paris

Um estudo de alcoolismo no Hospital São Pedro; 1992; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Terapia ocupacional) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Flavio Pechansky;

Juliana Scherer

MODIFICAÇÃO DOS VALORES DE BDNF E TBARS EM USUÁRIOS DE CRACK INTERNADOS EM UM PROGRAMA ESPECIALIZADO; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; Orientador: Flavio Pechansky;

Paulo Eduardo Bortolotti Nunes

Prevalência de Uso na Vida e Idade de Primeiro Consumo de Álcool, Nicotina e Drogas Ilícitas, e sua Associação com Fatores Sócio-Demográficos; Estudo Transversal com Adolescentes Masculinos Oriundos da Comunidade no Sul do Brasil; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Universidade Luterana do Brasil; Orientador: Flavio Pechansky;

Felipe Moreira Borges

Ações Integradas - Componente 3; 2013; Iniciação Científica - Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Flavio Pechansky;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Caroline Machado Mello

Sintomas psiquiátricos e mudança comportamental após uso agudo de ecstasy: uma revisão; Início: 2008 - Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Ellis Alindo D'Arrigo Busnello

UM ESTUDO SOBRE SITUACOES DE RISCO PARA CONTAMINACAO PELO VIRUS HIV EMUSUARIOS DE DROGAS DA CIDADE DE PORTO ALEGRE; 1998; Tese (Doutorado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Ellis Alindo D'Arrigo Busnello;

Mary Clarisse Bozzetti

Uso de Escalas de Risco para HIV em Usuários de Drogas; 1998; 0 f; Tese (Doutorado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Mary Clarisse Bozzetti;

Fernando Celso Lopes Fernandes de Barros

O uso de bebidas alcólicas em adolescentes residentes na cidade de Porto Alegre: características de consumo e problemas associados; 1993; Dissertação (Mestrado em Medicina: Ciências Médicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Fernando Celso Lopes Fernandes de Barros;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LIGABUE, KARINA P. ; SCHUCH, JAQUELINE B. ; SCHERER, JULIANA N. ; ORNELL, FELIPE ; ROGLIO, VINÍCIUS S. ; ASSUNÇÃO, VANESSA ; REBELATTO, FERNANDO P. ; HILDALGO, MARIA PAZ ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, Felix ; von Diemen, Lisia . Increased cortisol levels are associated with low treatment retention in crack cocaine users. ADDICTIVE BEHAVIORS , v. 103, p. 106260, 2020.

  • ROGLIO, VINÍCIUS SERAFINI ; BORGES, EDUARDO NUNES ; RABELO-DA-PONTE, FRANCISCO DIEGO ; ORNELL, FELIPE ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; SCHUCH, JAQUELINE BOHRER ; PASSOS, IVES CAVALCANTE ; SANVICENTE-VIEIRA, BRENO ; GRASSI-OLIVEIRA, RODRIGO ; von Diemen, Lisia ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM . Prediction of attempted suicide in men and women with crack-cocaine use disorder in Brazil. PLoS One , v. 15, p. e0232242, 2020.

  • SCHERER, JULIANA N. ; SILVELLO, DAIANE ; VOLPATO, VANESSA L. ; ROGLIO, VINÍCIUS S. ; FARA, LETÍCIA ; ORNELL, FELIPE ; von Diemen, Lisia ; KESSLER, FELIX PAIM ; Pechansky, Flavio . Predictive factors associated with driving under the influence among Brazilian drug-using drivers. ACCIDENT ANALYSIS AND PREVENTION , v. 123, p. 256-262, 2019.

  • NARVAEZ, JOANA CORRÊA DE MAGALHÃES ; REMY, LYSA ; BERMUDEZ, MARIANE BAGATIN ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; ORNELL, FELIPE ; SURRATT, Hilary ; KURTZ, STEVEN P. ; Pechansky, Flavio . Re-traumatization Cycle: Sexual Abuse, Post-Traumatic Stress Disorder and Sexual Risk Behaviors among Club Drug Users. SUBSTANCE USE & MISUSE , v. 1, p. 1-10, 2019.

  • Pechansky, Flavio ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; SCHUCH, JAQUELINE B. ; ROGLIO, VINÍCIUS ; TELLES, YEGER MORESCHI ; SILVESTRIN, ROBERTA ; PASA, GRACIELA ; Sousa, Tanara . User experience and operational feasibility of four point-of-collection oral fluid drug-testing devices according to Brazilian traffic agents. Traffic Injury Prevention , v. 20, p. 30-36, 2019.

  • MARCHI, NINO CESAR ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; FARA, LETÍCIA SCHWANCK ; REMY, LYSA ; ORNEL, RAFAELA ; REIS, MONIQUE ; ZAMBONI, AMANDA ; PAIM, MARIANA ; FIORENTIN, TAÍS REGINA ; WAYHS, CARLOS ALBERTO YASIN ; von Diemen, Lisia ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; Limberger, Renata Pereira . Clinical and Toxicological Profile of NBOMes: A Systematic Review. PSYCHOSOMATICS , v. 60, p. 129-138, 2019.

  • STOLF, ANDERSON R. ; CUPERTINO, RENATA B. ; MÜLLER, DIANA ; SANVICENTE-VIEIRA, BRENO ; Roman, Tatiana ; VITOLA, EDUARDO S. ; GREVET, EUGENIO H. ; von Diemen, Lisia ; KESSLER, FELIX H. P. ; GRASSI-OLIVEIRA, RODRIGO ; BAU, CLAITON H. D. ; ROVARIS, DIEGO L. ; Pechansky, Flavio ; SCHUCH, JAQUELINE B. . Effects of DRD2 splicing-regulatory polymorphism and DRD4 48bp VNTR on crack cocaine addiction. JOURNAL OF NEURAL TRANSMISSION , v. 126, p. 193-199, 2019.

  • STLF, A. R. ; MULLER, D. ; SCHUCH, J. B. ; AKUTAGAVA-MARTINS, G. C. ; GUIMARÃES, LUCIANO ; SZOBOT, CLÁUDIA ; HALPERN, R. ; KESSLER, FELIX H. ; PECHANSKY, F ; Roman, Tatiana . Association between the Intron 8 VNTR Polymorphism of the DAT1 Gene and Crack Cocaine Addiction.. NEUROPSYCHOBIOLOGY , v. 75, p. 141-144, 2018.

  • ESCOBAR, MARIANA ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; ORNELL, FELIPE ; BRISTOT, GIOVANA ; SOARES, CASSIA MEDINO ; GUIMARÃES, LUCIANO SANTOS PINTO ; VON DIEMEN, LÍSIA ; Pechansky, Flavio . Leptin levels and its correlation with crack-cocaine use severity: A preliminary study. NEUROSCIENCE LETTERS , v. 671, p. 56-59, 2018.

  • PACHADO, MAYRA PACHECO ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; GUIMARÃES, LUCIANO SANTOS PINTO ; von Diemen, Lisia ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; DE ALMEIDA, ROSA MARIA MARTINS . Markers for Severity of Problems in Interpersonal Relationships of Crack Cocaine Users from a Brazilian Multicenter Study. PSYCHIATRIC QUARTERLY , v. 1, p. 1-1, 2018.

  • ORNELL, FELIPE ; HANSEN, FERNANDA ; SCHUCH, FELIPE BARRETO ; PEZZINI REBELATTO, FERNANDO ; TAVARES, ANA LAURA ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; VALERIO, ANDREI GARZIERA ; Pechansky, Flavio ; Paim Kessler, Felix Henrique ; von Diemen, Lisia . Brain-derived neurotrophic factor in substance use disorders: A systematic review and meta-analysis. DRUG AND ALCOHOL DEPENDENCE , v. 193, p. 91-103, 2018.

  • HALPERN, SILVIA CHWARTZMANN ; SCHUCH, FELIPE BARRETO ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; SORDI, ANNE ORGLER ; PACHADO, MAYRA ; DALBOSCO, CARLA ; FARA, LETÍCIA ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, Felix ; von Diemen, Lisia . Child Maltreatment and Illicit Substance Abuse: A Systematic Review and Meta-Analysis of Longitudinal Studies. Child Abuse Review , v. 27, p. 344-360, 2018.

  • HILGERT, JULIANA B. ; BIDINOTTO, AUGUSTO B. ; PACHADO, MAYRA P. ; FARA, LETÍCIA S. ; von Diemen, Lisia ; DE BONI, RAQUEL B. ; BOZZETTI, MARY C. ; Pechansky, Flávio . Satisfaction and burden of mental health personnel: data from healthcare services for substance users and their families. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 40, p. 403-409, 2018.

  • ESCOBAR, MARIANA ; SCHERER, JULIANA N. ; SOARES, CASSIA M. ; GUIMARÃES, LUCIANO S.P. ; HAGEN, MARTINE E. ; von Diemen, Lisia ; Pechansky, Flavio . Active Brazilian crack cocaine users: nutritional, anthropometric, and drug use profiles. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 40, p. 354-360, 2018.

  • MARDINI, VICTOR ; Rohde, Luis A.P. ; CERESER, K. ; GUBERT, CAROLINA ; SILVA, EMILY GALVÃO DA ; XAVIER, FERNANDO ; PARCIANELLO, RODRIGO ; ROHSIG, L. M. ; PECHANSKY, F. ; SZOBOT, CLÁUDIA . TBARS and BDNF levels in newborns exposed to crack/cocaine during pregnancy: a comparative study. Revista Brasileira de Psiquiatria (Sao Paulo.1999.Impresso) , p. 1, 2017.

  • SCHUCH, S. ; Goi, PD ; Bermudez, M ; FARA, L. S. ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; Pechansky, Flavio ; Clarissa Severino Gama ; Massuda, R. ; DIEMEN, Lisia Von . Accumbens volumes are reduced among crack=cocaine users. Neuroscience Letters (Print) , v. 645, p. 86-89, 2017.

  • SCHERER, J. ; FIORENTIN, TAÍS REGINA ; Sousa, Tanara ; LIMBERGER, R. ; Pechansky, Flavio . Oral Fluid Testing for Cocaine: Analytical Evaluation of Two Point-of-Collection Drug Screening Devices. Journal of Analytical Toxicology , v. 41, p. 1-7, 2017.

  • LOPES-ROSA, RONALDO ; KESSLER, FÉLIX P. ; PIANCA, THIAGO G. ; GUIMARÃES, LUCIANO ; FERRONATO, PEDRO ; PAGNUSSAT, ESEQUIEL ; MOURA, HELENA ; Pechansky, Flavio ; von Diemen, Lisia . Predictors of early relapse among adolescent crack users. Journal of Addictive Diseases (Print) , v. 36, p. 00-00, 2017.

  • FIORENTIN, TAÍS REGINA ; D'AVILA, FELIPE BIANCHINI ; Comiran, Eloisa ; ZAMBONI, AMANDA ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; Pechansky, Flavio ; BORGES, PAULO EDUARDO MAYORGA ; FRÖEHLICH, PEDRO EDUARDO ; Limberger, Renata Pereira . Simultaneous determination of cocaine/crack and its metabolites in oral fluid, urine and plasma by liquid chromatography-mass spectrometry and its application in drug users. JOURNAL OF PHARMACOLOGICAL AND TOXICOLOGICAL METHODS , v. 86, p. 60-66, 2017.

  • SCHERER, J. ; FIORENTIN, T. R. ; BORILLE, BRUNA TASSI ; PASA, G. G. ; Sousa, Tanara ; VON DIEMEN, LISIA ; Limberger, Renata P. ; Pechansky, F. . Reliability of point-of-collection testing devices for drugs of abuse in oral fluid: A systematic review and meta-analysis. JOURNAL OF PHARMACEUTICAL AND BIOMEDICAL ANALYSIS , v. 5, p. 77-85, 2017.

  • REMY, L. S. ; BUTTRAM, M. E. ; KURTZ, S. ; SURRATT, Hilary ; Pechansky, Flávio . Motivations for selling ecstasy among young adults in the electronic dance music club culture in Brazil. JOURNAL OF PSYCHOACTIVE DRUGS , v. 49, p. 1-7, 2017.

  • PIANCA, T. G. ; ROSA, R. L. ; CERESÉR, Keila Maria Mendes ; AGUIAR, B. W. ; ABRAHAO, R. C. ; LAZZARI, P. M. ; KAPCZINSKI, Flavio ; Pechansky, Flávio ; ROHDE, Luis Augusto ; DZOBOT, C. M. . Differences in biomarkers of crack-cocaine adolescent users before/after abstinence. DRUG AND ALCOHOL DEPENDENCE , v. 177, p. 207-213, 2017.

  • HALPERN, SILVIA CHWARTZMANN ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; ROGLIO, VINICIUS ; FALLER, Sibele ; SORDI, ANNE ; ORNELL, FELIPE ; DALBOSCO, CARLA ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, Félix ; DIEMEN, LÍSIA VON . Vulnerabilidades clínicas e sociais em usuários de crack de acordo com a situação de moradia: um estudo multicêntrico de seis capitais brasileiras. Cadernos de Saude Publica , v. 33, p. e00037517, 2017.

  • Vernaglia, TVC ; Leite, TH ; FALLER, Sibele ; Pechansky, F. ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; CRUZ, MARCELO SANTOS . The female crack users: Higher rates of social vulnerability in Brazil. Health Care for Women International , v. 38, p. 1170-1187, 2017.

  • MARCHI, NINO C. ; SCHERER, JULIANA N. ; PACHADO, MAYRA P. ; GUIMARÃES, LUCIANO S. ; SIEGMUND, GERSON ; DE CASTRO, MELINA N. ; HALPERN, Silvia ; BENZANO, Daniela ; FORMIGONI, MARIA L. ; CRUZ, Marcelo ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, FELIX H. . Crack-cocaine users have less family cohesion than alcohol users. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 01, p. 01, 2017.

  • BORGES, GUILHERME ; MONTEIRO, MARISTELA ; CHERPITEL, CHERYL J. ; OROZCO, RICARDO ; YE, YU ; POZNYAK, VLADIMIR ; PEDEN, MARGIE ; Pechansky, Flavio ; CREMONTE, MARIANA ; REID, SANDRA D. ; MENDEZ, JESUS . Alcohol and Road Traffic Injuries in Latin America and the Caribbean: A Case-Crossover Study. ALCOHOLISM-CLINICAL AND EXPERIMENTAL RESEARCH , v. 41, p. 1731-1737, 2017.

  • PARCIANELLO, RODRIGO RITTER ; MARDINI, VICTOR ; CERESÉR, Keila Maria Mendes ; LANGLEBEN, DANIEL D. ; XAVIER, FERNANDO ; ZAVASCHI, MARIA LUCRÉCIA SCHERER ; RHODE, LUIS AUGUSTO PAIM ; Pechansky, Flávio ; GUBERT, CAROLINA ; Szobot, Claudia Maciel . Increased cocaine and amphetamine-regulated transcript cord blood levels in the newborns exposed to crack cocaine in utero. PSYCHOPHARMACOLOGY , v. 1, p. 1, 2017.

  • FIORENTIN, TAÍS REGINA ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; MARCELO, MARCELO CAETANO ALEXANDRE ; Sousa, Tanara Rosângela Vieira ; Pechansky, Flavio ; FERRÃO, MARCO FLÔRES ; Limberger, Renata Pereira . Comparison of Cocaine/Crack Biomarkers Concentrations in Oral Fluid, Urine and Plasma Simultaneously Collected From Drug Users. JOURNAL OF ANALYTICAL TOXICOLOGY , v. NOV 13, p. 1-8, 2017.

  • REMY, LYSA S. ; SCHERER, JULIANA ; GUIMARÃES, LUCIANO ; SURRATT, HILARY L. ; KURTZ, STEVEN P. ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, Felix . Anxiety and depression symptoms in Brazilian sexual minority ecstasy and LSD users. TRENDS IN PSYCHIATRY AND PSYCHOTHERAPY , v. 00, p. 1-8, 2017.

  • SCHUCH-GOI, SILVIA BASSANI ; SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; SORDI, ANNE ORGLER ; Pechansky, Flavio ; von Diemen, Lisia . Hepatitis C: clinical and biological features related to different forms of cocaine use. TRENDS IN PSYCHIATRY AND PSYCHOTHERAPY , v. 39, p. 285-292, 2017.

  • PIANCA, T. G. ; FERRONATO, P. B. ; JENSEN, M. C. ; ROSA, R. L. ; CERESER, K. ; BEGNIS, A. P. ; Rohde, Luis A.P. ; Pechansky, Flavio ; SZOBOT, CLÁUDIA . Crack-cocaine in adolescent inpatients: clinical characteristics and early initiation predictors. The Journal of Clinical Psychiatry , v. 1, p. 1, 2016.

  • D?AVILA, FELIPE BIANCHINI ; FERREIRA, PÂMELA C. LUKASEWICZ ; SALAZAR, FERNANDA RODRIGUES ; PEREIRA, ANDREA GARCIA ; SANTOS, MAÍRA KERPEL DOS ; Pechansky, Flavio ; Limberger, Renata Pereira ; FRÖEHLICH, PEDRO EDUARDO . Analysis of cocaine/crack biomarkers in meconium by LC-MS. Journal of Chromatography. B (Print) , v. 1012, p. 113-117, 2016.

  • DE OLIVEIRA, MARCELLA HERBSTRITH ; FERREIRA, PÂMELA CRISTINA LUKASEWICZ ; CARLOS, GRACIELA ; SALAZAR, FERNANDA RODRIGUES ; BERGOLD, ANA MARIA ; Pechansky, Flavio ; Limberger, Renata Pereira ; FRÖEHLICH, PEDRO EDUARDO . Validation and application of a liquid chromatography-electrospray ionization mass spectrometric method for determination of mazindol in human plasma and urine. Journal of Pharmacological and Toxicological Methods , v. 79, p. 1-6, 2016.

  • DE OLIVEIRA, MARCELLA HERBSTRITH ; FERREIRA, PÂMELA CRISTINA LUKASEWICZ ; CARLOS, GRACIELA ; SALAZAR, FERNANDA RODRIGUES ; BERGOLD, ANA MARIA ; Pechansky, Flavio ; Limberger, Renata Pereira ; FRÖEHLICH, PEDRO EDUARDO . Pharmacokinetics study of mazindol in plasma, oral fluid, and urine of volunteers. European Journal of Clinical Pharmacology , v. 1, p. 1-2, 2016.

  • MARDINI, VICTOR ; ROHDE, Luis Augusto ; CERESÉR, Keila Maria Mendes ; GUBERT, CAROLINA DE MOURA ; SILVA, EMILY GALVÃO DA ; XAVIER, FERNANDO ; PARCIANELLO, RODRIGO ; RÖHSIG, LIANE MARISE ; Pechansky, Flávio ; PIANCA, THIAGO GATTI ; SZOBOT, CLAUDIA M. . IL-6 and IL-10 levels in the umbilical cord blood of newborns with a history of crack/cocaine exposure in utero: a comparative study. Trends in Psychiatry and Psychotherapy , v. 38, p. 40-49, 2016.

  • COPPE, BRUNA CLAUDIA ; BORILLE, BRUNA TASSI ; FIORENTIN, TAÍS REGINA ; JACQUES, ANA LAURA BEMVENUTI ; FAGUNDES, ANA CLAUDIA ; CASTRO, STELA MARIS DE JEZUS ; REMY, LYSA SILVEIRA ; Pechansky, Flavio ; Limberger, Renata Pereira . Multianalytical Method Validation for Qualitative and Quantitative Analysis of Solvents of Abuse in Oral Fluid by HS-GC/MS. International Journal of Analytical Chemistry , v. 2016, p. 1-8, 2016.

  • Pechansky, Flavio ; Chandran, Aruna ; Sousa, Tanara . Bridging a historical gap: can changes in perceptions of law enforcement and social deterrence accelerate the prevention of drunk driving in low and middle-income countries?. Revista Brasileira de Psiquiatria (Sao Paulo.1999.Impresso) , v. 38, p. 161-166, 2016.

  • SCHERER, J. ; SCHUCH, S. ; ORNELL, F. ; SORDI, A. O. ; Bristot, G. ; PFAFFENSELLER, BIANCA ; KAPCZINSKI, Flavio ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; FUMAGALLI, F. ; PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von . High levels of brain-derived neurotrophic factor are associated with treatment adherence among crack-cocaine users. Neuroscience Letters (Print) , v. 630, p. 169-175, 2016.

  • SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; SILVESTRIN, ROBERTA ; ORNELL, FELIPE ; ROGLIO, VINÍCIUS ; SOUSA, TANARA ROSANGELA VIEIRA ; von Diemen, Lisia ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; Pechansky, Flavio . Erratum to -Prevalence of driving under the influence of psychoactive substances and road traffic crashes among Brazilian crack-using drivers- [Drug Alcohol Depend. (2016) 255-262]. Drug and Alcohol Dependence , v. 168, p. 255-262, 2016.

  • SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ ; SILVESTRIN, ROBERTA ; ORNELL, FELIPE ; ROGLIO, VINÍCIUS ; SOUSA, TANARA ROSANGELA VIEIRA ; von Diemen, Lisia ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; Pechansky, Flavio . Prevalence of driving under the influence of psychoactive substances and road traffic crashes among Brazilian crack-using drivers. DRUG AND ALCOHOL DEPENDENCE , v. 168, p. 255-262, 2016.

  • BORILLE, B. T. ; FIORENTIN, T. R. ; COPPE, B. C. ; Comiran, Eloisa ; JACQUES, A. L. B. ; Sousa, Tanara ; PASA, G. G. ; PECHANSKY, F. ; CASTRO, S. M. J. ; Limberger, Renata P. . Detection of ethanol in Brazilian gasoline station attendants. Analytical Methods , v. 7, p. 2936-2942, 2015.

  • NARVAEZ, JOANA C.M. ; Pechansky, Flávio ; JANSEN, KAREN ; PINHEIRO, RICARDO T. ; SILVA, RICARDO A. ; KAPCZINSKI, Flávio ; MAGALHÃES, PEDRO V. . Quality of life, social functioning, family structure, and treatment history associated with crack cocaine use in youth from the general population. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 37, p. 211-218, 2015.

  • REMY, L. S. ; MARCHI, N. C. ; SCHERER, J. ; FIORENTIN, T. R. ; Limberger, Renata P. ; PECHANSKY, F. ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM . NBOMe: a new dangerous drug similar to LSD. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 37, p. 351-352, 2015.

  • GONCALVES, V. M. ; PEDROSO, R. S. ; SANTOS, A. M. ; DIEMEN, LISIA ; Pechansky, Flavio . Following-up crack users after hospital discharge using record linkage methodology ? an alternative to find hidden populations. Biomed Research International , v. 2015, p. 973857, 2015.

  • PETTENON, M. ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; GUIMARAES, L. ; PEDROSO, R. S. ; HAUCK, S. ; PECHANSKY, F. . Perceptions of parental bonding in freebase cocaine users vs. non-illicit drug users. INDIAN JOURNAL OF MEDICAL RESEARCH , v. 139, p. 835-840, 2014.

  • OLIVEIRA, M. H. ; CARLOS, G. ; BERGOLD, A. M. ; Pechansky, Flavio ; Limberger, Renata Pereira ; Froehlich, Pedro E. . Determination of mazindol in human oral fluid by high performance liquid chromatography-electrospray ionization mass spectrometry. BMC. Biomedical Chromatography , v. 28, p. n/a-n/a, 2014.

  • NARVAEZ, J. C. ; JANSEN, K. ; PINHEIRO, R. T. ; KAPCZINSKI, Flavio ; SILVA, R. A. ; PECHANSKY, F. ; MAGALHAES, P. V. . Violent and sexual behaviors and lifetime use of crack cocaine: a population-based study in Brazil. Social Psychiatry and Psychiatric Epidemiology (Print) , p. 01-16, 2014.

  • SORDI, ANNE ORGLE ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; KAPCZINSKI, Flávio ; PFAFFENSELLER, BIANCA ; GUBERT, CAROLINA ; AGUIAR, BIANCA WOLLENHAUPT ; MAGALHÃES NARVAEZ, JOANA CORREA ; ORNELL, FELIPE ; DIEMEN, LISIA . Oxidative stress and BDNF as possible markers for the severity of crack cocaine use in early withdrawal. PSYCHOPHARMACOLOGY , v. 231, p. 1432-2072, 2014.

  • NARVAEZ, J. C. ; JANSEN, K. ; PINHEIRO, R. T. ; KAPCZINSKI, Flavio ; SILVA, R. A. ; PECHANSKY, F. ; MAGALHAES, P. V. . Psychiatric and substance-use comorbidities associated with lifetime crack cocaine use in young adults in the general population. Comprehensive Psychiatry (Print) , v. 55, p. 01-010, 2014.

  • MARIOTTI, K. D. C. ; SCHUH, R. S. ; FERRANTI, P. ; ORTIZ, R. S. ; SOUZA, D. Z. ; Pechansky, F. ; FROEHLICH, P. E. ; LIMBERGER, R. P. . Simultaneous Analysis of Amphetamine-type Stimulants in Plasma by Solid-phase Microextraction and Gas Chromatography-Mass Spectrometry. Journal of Analytical Toxicology , v. 19, p. 01-06, 2014.

  • STOLF, A. R. ; SZOBOT, Claudia Maciel ; HALPERN, R. ; AKUTAGAVA-MARTINS, G. C. ; MULLER, D. ; GUIMARAES, L. ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM ; Pechansky, Flávio ; Roman, Tatiana . Crack cocaine users show differences in genotype frequencies of the 3'UTR variable number of tandem repeats (VNTR) of the dopamine transporter gene (DAT1/SLC6A3).. Neuropsychobiology (Online) , v. 70, p. 44-51, 2014.

  • MOURA, HF ; BENZANO, D ; PECHANSKY, F ; KESSLER, FH . Crack/cocaine users show more family problems than other substance users. Clinics (USP. Impresso) , v. 69, p. 497-499, 2014.

  • DE BONI, RAQUEL B. ; Pechansky, Flavio ; VASCONCELLOS, MAURICIO T. DE ; BASTOS, FRANCISCO I. . Have drivers at alcohol outlets changed their behavior after the new traffic law?. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 36, p. 11-15, 2014.

  • FREITAS, T. A. ; PALAZZO, R. ; ANDRADE, F. D. ; REICHERT, C. L. ; KESSLER, F. H. P. ; FARIAS, C. D. ; ANDRADE, G. D. ; LEISTNER-SEGAL, S. ; MALUF, S. ; Pechansky, F. . Genomic Instability in Human Lymphocytes from Male Users of Crack Cocaine. International Journal of Environmental Research and Public Health , v. 11, p. 10003-10015, 2014.

  • SALDANHA, RAQUEL FORGIARINI ; Pechansky, Flavio ; BENZANO, Daniela ; BARROS, CARLOS ALBERTO SAMPAIO MARTINS DE ; BONI, RAQUEL BRANDINI DE . Differences between attendance in emergency care of male and female victims of traffic accidents in Porto alegre, Rio Grande do Sul state, Brazil. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso) , v. 19, p. 3925-3930, 2014.

  • FALLER, Sibele ; PEUKER, ANA CAROLINA ; SORDI, ANNE ; STOLF, ANDERSON ; SOUZA-FORMIGONI, MARIA LUCIA ; CRUZ, MARCELO SANTOS ; BRASILIANO, Sílvia ; Pechansky, Flavio ; KESSLER, Felix . Who seeks public treatment for substance abuse in Brazil? Results of a multicenter study involving four Brazilian state capitals. Trends in Psychiatry and Psychotherapy , v. 36, p. 193-202, 2014.

  • ZAVASCHI, M. L. S. ; MARDINI, V. ; CUNHA, G. B. ; COSTA, S. H. A. M. ; GUARIENTI, F. ; PIANCA, T. G. ; Pechansky, Flavio ; Rohde, Luis A.P. ; KAPCZINSKI, Flavio ; CERESER, Keila M ; SZOBOT, CLÁUDIA . Socio-demographic and clinical characteristics of pregnant and puerperal crack-cocaine using women: preliminary data. ARCHIVES OF CLINICAL PSYCHIATRY (SÃO PAULO) , v. 41, p. 121-123, 2014.

  • SILVA, NEIVO ; SZOBOT, CLAUDIA M. ; SHIH, MING C. ; Hoexter, Marcelo Q. ; ANSELMI, CARLOS EDUARDO ; Pechansky, Flavio ; Bressan, Rodrigo A. ; ROHDE, Luis Augusto . Searching for a Neurobiological Basis for Self-Medication Theory in ADHD Comorbid With Substance Use Disorders. CLINICAL NUCLEAR MEDICINE , v. 39, p. 1-129-34, 2014.

  • MARDINI, V. ; SZOBOT, CLAUDIA M. ; PARCIANELLO, R. ; Manna L ; ROHSIG, L. ; CANABARRO, N. ; GAMBOGI, N. ; SEHBE, M. ; ZAVASCHI, J. ; CERESER, K. ; FRIES, G. R. ; Pechansky, Flavio ; Rohde, Luis A.P. . BDNF levels at umbilical cord blood (UCB) among babies exposed to crack during pregnancy. Drug and Alcohol Dependence , v. 140, p. e133, 2014.

  • SCHMITZ, AURINEZ R. ; GOLDIM, JOSE R. ; GUIMARAES, LUCIANO S.P. ; LOPES, FERNANDA M. ; KESSLER, Felix ; Sousa, Tanara ; GONCALVES, VERALICE M. ; Pechansky, Flavio . Factors associated with recurrence of alcohol-related traffic violations in southern Brazil. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 00, p. 000-000, 2014.

  • GJERDE, H. ; SOUZA, T. T. ; BONI, Raquel de ; CHRISTOPHERSEN, A. ; LIMBERGER, R. ; ZANCANARO, IVOMAR ; OIESTAD, E. ; NORMAN, P. T. ; MORLAND, J. ; PECHANSKY, F. . A comparison of alcohol and drug use by random motor vehicle drivers in Brazil and Norway. International Journal on Drug Policy , v. 25, p. 393-400, 2014.

  • PEDROSO, R. S. ; KESSLER, Felix ; PECHANSKY, F. . Treatment of female and male inpatient crack users: a qualitative study. Trends in Psychiatry and Psychotherapy , v. 35, p. 36-45, 2013.

  • ROSA, Marco Aurélio Camargo da ; ASSIS GOMES, Cristiano Mauro ; ROCHA, N. S. ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; SLAVUTZKY, S.M.B. ; Ferreira, EF ; PECHANSKY, F. . Dependence module of the MINI plus adapted for sugar dependence: psychometric properties. Psicologia: Reflexão e Crítica (UFRGS. Impresso) , v. 26, p. 77-86, 2013.

  • BONI, Raquel de ; Cruz OG ; WEBER, E. ; HASENACK, H. ; PECHANSKY, F. ; BASTOS, Francisco Inacio . Traffic crashes and alcohol outlets in a Brazilian state capital. Traffic Injury Prevention (Print) , v. 14, p. 86-91, 2013.

  • PEDROSO, R. S. ; PETTENON, M. ; KESSLER, F. H. P. ; GUIMARAES, L. ; Pechansky, Flavio . The Crack Use Relapse Scale (CURS): development and psychometric validation. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 35, p. 271-273, 2013.

  • REMY, L. S. ; SURRATT, Hilary ; KURTZ, S. ; Pechansky, Flavio . Correlates of unprotected sex in a sample of young club drug users. Clinics (USP. Impresso) , v. 68, p. 1384-1391, 2013.

  • NARVAEZ, J. C. ; MAGALHAES, P. V. ; FRIES, G. R. ; COLPO, G. D. ; CZEPIELEWSKI, L. S. ; VIANNA, P. ; CHIES, J. A. ; ROSA, A. ; von Diemen, Lisia ; VIETA, E. ; Pechansky, Flavio ; KAPCZINSKI, Flávio . Peripheral toxicity in crack cocaine use disorders. Neuroscience Letters (Print) , v. 544, p. 80-84, 2013.

  • DIEMEN, Lisia Von ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; SORDI, A. O. ; PECHANSKY, F. . Increase in brain-derived neurotrophic factor expression in early crack cocaine withdrawal. International Journal of Neuropsychopharmacology (Print) , v. 16, p. 1-8, 2013.

  • DE BONI, RAQUEL B. ; BASTOS, Francisco Inacio ; DE VASCONCELLOS, MAURICIO ; OLIVEIRA, FERNANDA ; Limberger, Renata P. ; Pechansky, Flavio . Drug use among drivers who drank on alcohol outlets from Porto Alegre, Brazil. Accident Analysis and Prevention , v. 62, p. 137-142, 2013.

  • REMY, L. S. ; DIEMEN, Lisia Von ; SURRATT, Hilary ; KURTZ, S. ; Pechansky, Flávio . Changes in method for obtaining better outcomes in the recruitment of synthetic drug users. Addiction Research and Theory , p. 1-6, 2013.

  • De Boni, Raquel ; De Boni, R. ; PECHANSKY, F. ; SILVA, P. L. D. N. ; DE VASCONCELLOS, M. T. L. ; BASTOS, F. I. . Is the Prevalence of Driving After Drinking Higher in Entertainment Areas?. Alcohol and Alcoholism , v. 48, p. 356-362, 2013.

  • MOURA, HELENA FERREIRA ; FALLER, SIBELE ; BENZANO, DANIELA ; SZOBOT, Claudia Maciel ; SZOBOT, CLÁUDIA ; VON DIEMEN, LISIA ; STOLF, ANDERSON RAVY ; SOUZA-FORMIGONI, MARIA LUCIA ; CRUZ, MARCELO SANTOS ; BRASILIANO, SÍLVIA ; PECHANSKY, F. ; KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM . The Effects of ADHD in Adult Substance Abusers. Journal of Addictive Diseases , v. 32, p. 252-262, 2013.

  • SURRATT, Hilary ; KURTZ, S. ; Pechansky, Flavio ; REMY, L. S. . Psychiatric Symptoms and Sexual Risk Behaviors in a Sample of Brazilian Men who Have Sex with Men Ecstasy and LSD user.. The Journal of Sexual Medicine (Print) , v. 10, p. 333-333, 2013.

  • Sousa, Tanara ; LUNNEN, J. C. ; GONCALVES, V. M. ; Aurinez Schmidt ; PASA, G. G. ; BASTOS, T. M. ; SRIPAD, P. ; CHANDRAN, A. ; PECHANSKY, F. . Challenges associated with drink driving measurement: combining police and self-reported data to estimate an accurate prevalence in Brazil. Injury , v. 44, p. S11-S16, 2013.

  • Chandran, Aruna ; Kahn, Geoffrey ; Sousa, Tanara ; Pechansky, Flavio ; Bishai, David M. ; Hyder, Adnan A. . Impact of Road Traffic Deaths on Expected Years of Life Lost and Reduction in Life Expectancy in Brazil. Demography (Chicago) , v. 50, p. 229-236, 2013.

  • Paim Kessler, Felix Henrique ; Barbosa Terra, Mauro ; FALLER, Sibele ; Ravy Stolf, Anderson ; Carolina Peuker, Ana ; BENZANO, Daniela ; Pechansky, Flavio . Crack Users Show High Rates of Antisocial Personality Disorder, Engagement in Illegal Activities and Other Psychosocial Problems. The American Journal on Addictions , v. 21, p. 370-380, 2012.

  • BONI, Raquel de ; SILVA, P. L. N. ; BASTOS, Francisco Inacio ; PECHANSKY, F. ; VASCONCELOS, M. . Reaching the Hard-to-Reach:A Probability Sampling Method for Assessing Prevalence of Driving Under the Influence After Drinking in Alcohol Outlets. Plos One , v. 7, p. e34104-e34104, 2012.

  • COELHO, R. ; GRASSI-OLIVEIRA, R. ; MACHADO, M. A. R. ; WILLIAMS, A. V. ; MATTE, B. ; PECHANSKY, F. ; ROHDE, Luis Augusto ; SZOBOT, Cláudia Maciel . Translation and adaptation of the Motorcycle Rider Behavior Questionnaire: a Brazilian version. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 28, p. 1205-1210, 2012.

  • Souza, Daniele Z. ; BOEHL, P. O. ; COMIRAN, E. ; PRUSCH, D. S. ; ZANCANARO, I. ; FUENTEFRIA, A. ; PECHANSKY, F. ; DUARTE, P. ; BONI, Raquel de ; FROELICH, P. ; LIMBERGER, R. . Which amphetamine-type stimulants can be detected by oral fluid immunoassays?. Therapeutic Drug Monitoring (Print) , v. 34, p. 98-109, 2012.

  • KESSLER, Felix ; CACCIOLA, John ; Alterman, Arthur ; FALLER, Sibele ; Souza-Formigoni, Maria Lucia ; Cruz, Marcelo Santos ; BRASILIANO, Sílvia ; Pechansky, Flavio . Psychometric properties of the sixth version of the Addiction Severity Index (ASI-6) in Brazil. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 34, p. 24-33, 2012.

  • Chandran, Aruna ; Sousa, Tanara Rosângela Vieira ; Guo, Yayi ; Bishai, David ; Pechansky, Flavio ; The Vida No Transito Evaluation Tea, . Road Traffic Deaths in Brazil: Rising Trends in Pedestrian and Motorcycle Occupant Deaths. Traffic Injury Prevention (Print) , v. 13, p. 11-16, 2012.

  • COMIRAN, E. ; ZAGO, D. ; PECHANSKY, F. ; BOEHL, P. O. ; Mariotti C, Kristianne ; BONI, Raquel de ; Froehlich, Pedro E. ; LIMBERGER, R. . Fenproporex and Amphetamine Pharmacokinetics in Oral Fluid After Controlled Oral Administration of Fenproporex. Therapeutic Drug Monitoring (Print) , v. 34, p. 545-553, 2012.

  • Pechansky, Flavio ; Chandran, Aruna . RESPONSE TO COMMENTARIES. Addiction (Abingdon. Print) , v. 107, p. 1211-1213, 2012.

  • FALLER, Sibele ; WEBSTER, J. M. ; LEUKEFELD, Carl ; BUMAGUIN, Daniela Benzano ; DUARTE, P. C. A. V. ; BONI, Raquel de ; PECHANSKY, F. . Psychiatric disorders among individuals who drive after the recent use of alcohol and drugs. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , p. 314-320, 2012.

  • Zancanaro, Ivomar ; Limberger, Renata P. ; Boehl, Paula O. ; SANTOS, M. K. ; De Boni, Raquel ; Pechansky, Flavio ; CALDAS, E. D. . Prescription and illicit psychoactive drugs in oral fluid LC MS/MS method development and analysis of samples from Brazilian drivers. Forensic Science International , v. 223, p. 208-216, 2012.

  • De Boni, Raquel ; von Diemen, Lisia ; Duarte, Paulina C.A.V. ; BUMAGUIN, Daniela Benzano ; Hilgert, Juliana ; Bozzetti, Mary Clarisse ; SORDI, A. O. ; PECHANSKY, F. . Regional differences associated with drinking and driving in Brazil. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , p. 306-313, 2012.

  • Pechansky, Flavio ; Duarte, Paulina do Carmo Arruda Vieira ; De Boni, Raquel ; LEUKEFELD, CARL G. ; von Diemen, Lisia ; BUMAGUIN, Daniela Benzano ; KREISCHE, FERNANDA ; HILGERT, JULIANA BALBINOT ; Bozzetti, Mary Clarisse ; FUCHS, DANIEL FERNANDO PALUDO . Predictors of positive Blood Alcohol Concentration (BAC) in a sample of Brazilian drivers. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 34, p. 277-285, 2012.

  • Pechansky, Flavio ; Chandran, Aruna . Why don't northern American solutions to drinking and driving work in southern America?. ADDICTION , v. 107, p. 1201-1206, 2012.

  • BASSOLS, Ana Margareth ; BONI, Raquel de ; Pechansky, Flavio . Alcohol, drug use and risky sexual behavior are related to HIV infection in female adolescents. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 32, p. 361-368, 2011.

  • Junior Neivo ; SZOBOT, Cm. ; ANSELMI, C. ; JAKOWSKI, Andrea ; SHIH, M. ; HOEXTER, M. ; ANSELMI, O. ; PECHANSKY, F. ; BRESSAN, Rodrigo ; ROHDE, Luis Augusto . Attention-deficit/hyperactivity disorder: is there a correlation between dopamine transporter. Clinical Nuclear Medicine , v. 36, p. 656-660, 2011.

  • Goldim, José R ; Fernandes, Márcia S ; Pechansky, Flávio . Ethical, legal and social issues related to alcohol and drug research. Current Opinion in Psychiatry , v. 24, p. 181-185, 2011.

  • De Boni, Raquel ; Bozzetti, Mary Clarisse ; Hilgert, Juliana ; Sousa, Tanara ; von Diemen, Lisia ; BENZANO, Daniela ; Menegon, Guilherme ; Holmer, Barbara ; Duarte, Paulina do Carmo Arruda Vieira ; Pechansky, Flavio . Factors associated with alcohol and drug use among traffic crash victims in southern Brazil. Accident Analysis and Prevention , p. 1408-1413, 2011.

  • Souza, Daniele Z. ; Boehl, Paula O. ; Comiran, Eloisa ; Mariotti, Kristiane C. ; Pechansky, Flavio ; Duarte, Paulina C.A.V. ; De Boni, Raquel ; Froehlich, Pedro E. ; Limberger, Renata P. . Determination of amphetamine-type stimulants in oral fluid by solid-phase microextraction and gas chromatography mass spectrometry. Analytica Chimica Acta (Print) , v. 696, p. 67-76, 2011.

  • PECHANSKY, F. ; REMY, L. S. ; SURRATT, Hilary ; KURTZ, S. ; Thiago Botter Maio Rocha ; DIEMEN, Lisia Von ; BENZANO, Daniela ; INCIARDI, James . Age of Sexual Initiation, Psychiatric Symptoms, and Sexual Risk Behavior among Ecstasy and LSD Users in Porto Alegre, Brazil: A Preliminary Analysis. Journal of Drug Issues , v. 41, p. 217-232, 2011.

  • da Conceição, Tatiana Valverde ; De Boni, Raquel ; Duarte, Paulina do Carmo Arruda Vieira ; Pechansky, Flávio . Awareness of legal blood alcohol concentration limits amongst respondents of a national roadside survey for alcohol and traffic behaviours in Brazil. International Journal on Drug Policy , v. 22, p. 507, 2011.

  • ROSA, Marco Aurélio ; Campos, Michelle VB ; Cardoso Andreza VL ; Pechansky, Flavio ; Ferreira, EF . Prevalence of sugar dependence in a sample of obese individuals of Porto Alegre, Brazil. Anuario de investigacion en adicciones guadalajara , v. 12, p. 31-36, 2011.

  • Pechansky, Flavio . Commentary on Bodin & Strandberg (2011): Scepticism, publication bias and a grain of salt - do we already know how to evaluate prevention programmes?. Addiction (Abingdon. Print) , v. 106, p. 2144-2145, 2011.

  • GONCALVES, F. A. ; Pechansky, Flavio ; SLAVUTZKY, S.M.B. . Desenvolvimento de um Questionário de Frequência Alimentar (QFA-açúcar) para Quantificar o Consumo de Sacarose.. Revista HCPA (Online) , v. 31, p. 428-436, 2011.

  • BREITENBACH, T.C. ; PECHANSKY, F. ; BENZANO, D ; DE BONI, RAQUEL B. . High rates of injured motorcycle drivers in emergency rooms and the association with substance use in Porto Alegre, Brazil. Emergency Medicine Journal (Print) , v. 29, p. 205-207, 2011.

  • SZOBOT, CLAUDIA M. ; Roman, Tatiana ; Hutz, Mara H. ; Genro, Júlia P. ; Shih, Ming Chi ; Hoexter, Marcelo Q. ; Júnior, Neivo ; Pechansky, Flávio ; Bressan, Rodrigo A. ; Rohde, Luis A.P. . Molecular imaging genetics of methylphenidate response in ADHD and substance use comorbidity. Synapse (New York, N.Y. Print) , v. 65, p. 154-159, 2011.

  • KIELING, R. ; SZOBOT, Cláudia Maciel ; MATTE, B. ; KIELING, C. ; COELHO, R. ; PECHANSKY, F. ; ROHDE, Luis Augusto . Mental disorders and delivery motorcycle drivers (motoboys): a dangerous association.. European Psychiatry (Paris) , v. 26, p. 23-27, 2010.

  • PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von ; SOIBELMAN, M. ; BONI, Raquel de ; BUMAGUIN, Daniela Benzano ; FURST, M. C. . Clinical signs of alcohol intoxication as markers of refusal to provide blood alcohol readings in emergency rooms: an exploratory study. Clinics (USP. Impresso) , v. 65, p. 1391-1392, 2010.

  • KESSLER, Félix ; FALLER, Sibele ; FORMIGONI, Maria Lúcia ; CRUZ, Marcelo ; BRASILIANO, Sílvia ; STOLF, A. R. ; Pechansky, Flavio . Avaliação multidimensional do usuário de drogas e a Escala de Gravidade de Dependência.. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (Impresso) , v. 32, p. 48-56, 2010.

  • PECHANSKY, F. ; BONI, Raquel de ; DIEMEN, Lisia Von ; BUMAGUIN, Daniela Benzano ; PINSKY, Ilana ; ZALESKI, M. ; CAETANO, R. ; LARANJEIRA, Ronaldo . Highly reported prevalence of drinking and driving in Brazil: data from first representative household study.. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 31, p. 125-130, 2009.

  • DIEMEN, Lisia Von ; BONI, Raquel de ; KESSLER, Félix ; BENZANO, Daniela ; PECHANSKY, F. . Risk behaviors for HCV- and HIV-seroprevalence among female crack users in Porto Alegre, Brazil. Archives of Women's Mental Health , v. 1, p. 1-2, 2009.

  • KESSLER, Felix ; WOODY, George ; BONI, Raquel de ; DIEMEN, Lisia Von ; BENZANO, Daniela ; FALLER, Sibele ; PECHANSKY, F. . Evaluation of psychiatric symptoms in cocaine users in the Brazilian public health system: need for data and structure. Public Health (London) , v. 122, p. 1349-1355, 2008.

  • von Diemen, Lisia ; Bassani, Diego Garcia ; FUCHS, Sandra Costa ; Szobot, Claudia Maciel ; PECHANSKY, F. . Impulsivity, age of first alcohol use and substance use disorders among male adolescents: a population based case control study. ADDICTION , v. 103, p. 1198-1205, 2008.

  • SZOBOT, Cláudia Maciel ; Shih Ming Chi ; SCHAEFER, Thais ; Junior Neivo ; HOEXTER, M. ; Fu, Ying Kai ; PECHANSKY, F. ; BRESSAN, Rodrigo ; ROHDE, Luis Augusto . Methylphenidate DAT binding in adolescents with Attention-Deficit/ Hyperactivity Disorder comorbid with Substance Use Disorder - a single Photon Emission Computed Tomography with [Tc(99m)]TRODAT-1 study. Neuroimage (Orlando, Fla. Print) , v. 40, p. 1195-1201, 2008.

  • SZOBOT, Cláudia Maciel ; ROHDE, Luis Augusto ; KATZ, Betina ; RUARO, Pauline ; SCHAEFER, T ; WALCHER, M ; BUKTSTEIN, Oscar G ; PECHANSKY, F. . A randomized crossover clinical study showing that methylphenidate-SODAS improves attention-deficit/hyperactivity disorder symptoms in adolescents with substance use disorder. Brazilian Journal of Medical and Biological Research (Impresso) , v. 41, p. 250-257, 2008.

  • BONI, Raquel de ; BENZANO, Daniela ; LEUKEFELD, Carl ; Pechansky, Flavio . Uso de bebidas alcoólicas em postos de gasolina de Porto Alegre: estudo piloto. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (Impresso) , v. 30, p. 65-68, 2008.

  • KESSLER, Félix Henrique Paim ; PECHANSKY, F. . Uma visão psiquiátrica sobre o fenômeno do crack na atualidade. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (Impresso) , v. 30, p. 96-98, 2008.

  • BONI, Raquel de ; LEUKEFELD, Carl ; PECHANSKY, F. . Young people's blood alcohol concentration and the alcohol consumption city law, Brazil.. Revista de Saúde Pública (Impresso) , v. 42, p. 1101-1104, 2008.

  • BASSOLS, Ana Margareth ; SANTOS, Rafael Alberto Pacheco dos ; ROHDE, Luis Augusto ; PECHANSKY, F. . Exposure to HIV in Brazilian adolescents: the impact of psychiatric symptomatology. European Child & Adolescent Psychiatry , Munique, v. 16, p. 236-242, 2007.

  • PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix ; DIEMEN, Lisia Von ; BUMAGUIN, Daniela Benzano ; SURRATT, Hilary ; INCIARDI, James . Brazilian female crack users show elevated serum aluminum levels. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , São Paulo, v. 29, n.1, p. 39-42, 2007.

  • DIEMEN, Lisia Von ; SZOBOT, Cláudia Maciel ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; PECHANSKY, F. . Adaptation and construct validation of the Barratt Impulsiveness Scale BIS 11 to Brazilian Portuguese for use in adolescents. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA , v. 29, p. 153-156, 2007.

  • PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; WOODY, George ; PORTELA, L. V. C. ; TORT, A. B. L. ; BONI, Raquel de ; PEUKER, A. C. W. B. ; GENRO, Vanessa ; DIEMEN, Lisia Von ; SOUZA, D. O. G. . Brain injury markers (S100B and NSE) in chronic cocaine dependents. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 29, p. 134-139, 2007.

  • SZOBOT, Cláudia Maciel ; ROHDE, Luis Augusto ; BUKTSTEIN, Oscar G ; MOLINA, Brooke ; MARTINS, Caroline ; RUARO, Pauline ; PECHANSKY, F. . Is attention-deficit/hyperactivity disorder associated with illicit substance use disorders in male adolescents? A community-based case?control study. ADDICTION , v. 102, p. 1122-1130, 2007.

  • PECHANSKY, F. ; BASSANI, Diego ; DIEMEN, Lisia Von ; KESSLER, Felix ; LEUKEFELD, Carl ; SURRATT, Hilary ; INCIARDI, James ; MARTIN, Steve . Using thought mapping and structured stories to decrease HIV risk behaviors among cocaine injectors and crack smokers in the South of Brazil. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 29, p. 233-240, 2007.

  • PECHANSKY, F. ; WILLIAMS, Anna ; SILVA, Elisabeth Meyer da . Desenvolvimento de um jogo terapêutico para prevenção da recaída e motivação para mudança em jovens usuários de drogas. Psicologia: Teoria e Pesquisa (UnB. Impresso) , v. 23, p. 407-413, 2007.

  • PECHANSKY, F. ; KESSLER, Felix ; CACCIOLA, John ; FORMIGONI, Maria Lúcia ; CRUZ, Marcelo ; BRASILIANO, Sílvia . Adaptação transcultural multicêntrica da sexta versão da Escala de Gravidade de Dependência (ASI6) para o Brasil. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (Impresso) , v. 29, p. 335, 2007.

  • PECHANSKY, F. . The question of technology transfer: how does that apply to Brazilian reality?. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , Rio de Janeiro, v. 22, n.4, p. 720-721, 2006.

  • PECHANSKY, F. ; WOODY, George ; INCIARDI, James ; SURRATT, Hilary ; KESSLER, Felix ; DIEMEN, Lisia Von ; BUMAGUIN, Daniela Benzano . HIV seroprevalence among drug users: an analysis of selected variables based on 10 years of data collection in Porto Alegre, Brazil. DRUG AND ALCOHOL DEPENDENCE , EUA, v. 82, n.1, p. S109-S113, 2006.

  • PECHANSKY, F. ; INCIARDI, James ; SURRATT, Hilary ; KESSLER, Félix ; DIEMEN, Lisia Von ; SILVA, Elisabeth Meyer da ; MARTIN, Steven . Changing Patterns of Cocaine Use and HIV Risks in the South of Brazil. Journal of Psychoactive Drugs , San Francisco, v. 38, n.3, p. 305-310, 2006.

  • PECHANSKY, F. ; LARANJEIRA, Ronaldo ; PINSKY, Ilana . Was Goliath blind or ignorant? The struggle between evidence and passion in alcohol public policies in Brazil]]>. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , São Paulo, v. 28, n.4, p. 259-260, 2006.

  • PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von ; KESSLER, Felix ; BONI, Raquel de ; SURRATT, H. ; INCIARDI, Ja. . Preditores de soropositividade para HIV em indivíduos não abusadores de drogas que buscam centros de testagem e aconselhamento de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , Rio de Janeiro, v. 21, n.1, p. 266-274, 2005.

  • LIMA, Ana Flavia Barros da Silva ; PECHANSKY, F. ; FLECK, Marcelo ; BONI, Raquel de . Association between psychiatric symptoms and severity of alcohol dependence in a sample of brazilian men. The Journal of Nervous and Mental Disease , v. 193, n.2, p. 126-130, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von ; INCIARDI, James ; SURRATT, H. ; BONI, Raquel de . Diferenças entre fatores de risco para infecção pelo HIV em usuários de drogas injetáveis do Rio de Janeiro e Porto Alegre. Revista de Psiquiatria Clínica (São Paulo. Impresso) , Rio de Janeiro, v. 32, n.6, p. 5-9, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva ; FLECK, Marcelo ; BONI, Raquel de ; SUKOP, Paula . Psychometric properties of the World Health Organization Quality of Life instrument (WHOQoL-BREF) in alcoholic males: A pilot study. Quality of Life Research , v. 14, n.2, p. 473-478, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; GENRO, Vanessa ; DIEMEN, Lisia Von ; KESSLER, Felix ; SANTOS, Rafael Alberto Pacheco dos . References to Alcohol Consumption and Alcoholism in Medical Records of a General Hospital of Porto Alegre, Brazil-. Substance Abuse , v. 25, n.2, p. 29-34, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; LEUKEFELD, Carl ; MARTIN, Steve ; SURRATT, Hilary ; INCIARDI, James ; KESSLER, Felix ; MAGRINELLI, Mylene ; DIEMEN, Lisia Von ; SILVA, Elisabeth Meyer da . Tailoring an HIV-prevention intervention for cocaine injectors and crack users in Porto Alegre, Brazil. AIDS CARE-PSYCHOLOGICAL AND SOCIO-MEDICAL ASPECTS OF AIDS/HIV , v. 17, n.1, p. 77-87, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; BENZANO, Daniela ; DIEMEN, Lisia Von . Uso de drogas y riesgos relacionados con el VIH/sida en diferentes muestras de Porto Alegre, Brasil. Trastornos Adictivos (Barcelona. Ed. Impresa) , Madrid, v. 7, n.3, p. 130-136, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix ; DIEMEN, Lisia Von ; INCIARDI, James ; SURRATT, Hilary . Uso de substâncias, situações de risco e soroprevalência em indivíduos que buscam testagem gratuita para HIV em Porto Alegre, Brasil. Revista Panamericana de Salud Publica (Print) , Washington, v. 18, n.4-5, p. 249-255, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; SZOBOT, Cm. ; SCHIVOLETTO, S. . Uso de álcool entre adolescentes: conceitos, características epidemiológicas e fatores etiopatogênicos. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , São Paulo, v. 26, n.suplemento, p. 14-17, 2004.

  • PECHANSKY, F. . Para Quê um Jornal da ABEAD?. JBDQ. Jornal Brasileiro de Dependências Químicas , São Paulo, v. 5, n.1, p. 57-58, 2004.

  • MAGRINELLI, Mylene ; KESSLER, Felix ; PECHANSKY, F. ; ARAUJO, Renata ; OLIVEIRA, Margareth da Silva ; SOUZA, Ana Cristina de . Características do uso de cocaína em indivíduos internados em unidades de tratamento de Porto Alegre, Rs. Jornal Brasileiro de Psiquiatria , v. 53, n.6, p. 351-358, 2004.

  • PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; WOODY, George ; METZGER, David ; DIEMEN, Lisia Von ; HIRAKATA, Vania . Preliminary Estimates of Human Immunodeficiency Virus Prevalence and Incidence Among Cocaine Abusers of Porto Alegre, Brazil. Journal of Urban Health , Estados Unidos, v. 80, n.1, p. 115-126, 2003.

  • PECHANSKY, F. ; SILVA, Elisabeth Meyer da ; Carvalhal A . Adaptation for Brazilian Portuguese of a scale to measure willingness to wear condoms. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , Porto Alegre, v. 25, n.4, p. 224-227, 2003.

  • PECHANSKY, F. ; BONI, Raquel de ; Prevalência de tabagismo em uma unidade de internação psiquiátrica de Porto Alegre. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (Impresso) , Porto Alegre, v. 25, n.3, p. 475-478, 2003.

  • PECHANSKY, F. ; METZGER, David ; HIRAKATA, Vania . Adaptation and validation of a questionnaire about risk behaviors for AIDS among drug users. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , São Paulo, v. 24, n.3, p. 130-136, 2002.

  • PECHANSKY, F. ; BASSOLS, Ana Margareth Siqueira ; DIEMEN, Lisia Von . Gênero, sexualidade e uso de drogas e adolescentes que realizaram o teste anti-HIV em um centro de testagem gratuita de Porto Alegre. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 24, n.1, p. 77-84, 2002.

  • PECHANSKY, F. ; BONI, Raquel de . Age and gender as risk factors for the transmission of HIV in a sample of drug users of Porto Alegre, Brazil. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , São Paulo, v. 24, n.3, p. 137-140, 2002.

  • PECHANSKY, F. ; BICCA, C. . Estudo-piloto sobre o uso de preservativo feminino em mulheres que buscam atendimento em um centro de triagem para HIV/AIDS em Porto Alegre. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 51, n.4, p. 217-222, 2002.

  • PECHANSKY, F. ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva ; GENRO, Vanessa . Soropositividade para HIV entre usuários de drogas em Porto Alegre: uma comparação entre usuários e não-usuários de drogas injetáveis. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 51, n.5, p. 323-326, 2002.

  • Pechansky, Flavio . Resposta à carta ao editor 'Qual a melhor opção: desenvolver questionários nacionais ou traduzir e validar questionários internacionais?' sobre o artigo 'Adaptação e validação de um questionário sobre comportamentos de risco para Aids em usuários de droga em Porto Alegre'. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 24, p. 203-203, 2002.

  • PECHANSKY, F. . Modelo teórico de exposição a risco para transmissão do vírus HIV em usuários de drogas. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 23, n.1, p. 41-47, 2001.

  • PECHANSKY, F. ; HALPERN, Silvia ; BICCA, C. ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva . Limites e alternativas para a implementação de um programa para dependentes químicos em risco para infecção pelo HIV utilizando o conceito de Rede Social. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 17, n.4, p. 195-204, 2001.

  • PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von ; GENRO, Vanessa . Presença de situações de risco para a transmissão do HIV em usuários de drogas não injetáveis. Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 28, n.3, p. 157-159, 2001.

  • PECHANSKY, F. ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; SOIBELMAN, M. ; HIRAKATA, Vania . Estudo sobre as características de usuários de drogas injetáveis que buscam atendimento em Porto Alegre, RS. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , Brasil, v. 22, n.4, p. 164-171, 2000.

  • PECHANSKY, F. . O que funciona melhor no tratamento de transtornos por uso de substâncias: Aconselhamento ou Psicoterapia?. Revista Brasileira de Psicoterapia, v. 1, p. 73-91, 1999.

  • PECHANSKY, F. . A Comunidade Terapêutica como modalidade de Tratamento para dependentes Químicos: Relato de uma observação Participante.. Revista Hcpa, v. 19, n.1, p. 91-107, 1999.

  • PECHANSKY, F. . Patterns of Alcohol Use Among Adolescents Living in Porto Alegre, Brazil. Journal of Psychoactive Drugs , Estados Unidos, v. 30, n.1, p. 45-51, 1998.

  • PECHANSKY, F. ; DIEMEN, Lisia Von . Homens e Mulheres Usuários de Drogas: Semelhanças e diferenças na exposição ao Vírus HIV em Porto Alegre- No Prelo. Álcool e Drogas Revista Abead, v. 1, p. 15-26, 1998.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. ; KOHLRAUSCH, E. . Assessment of Risk Situations for HIV transmission among Drug Abusers in Porto Alegre, Brazil. JOURNAL OF DRUG ISSUES, v. 27, n.1, p. 147-154, 1997.

  • PECHANSKY, F. ; INCIARDI, Ja. ; KOHLRAUSCH, E. . Uma proposta para Treinamento em Intervenções Preventivas sobre HIV/AIDS em Porto Alegre. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, Brasil, v. 18, n.3, p. 374-381, 1996.

  • MELLO, C. O. ; PECHANSKY, F. ; INCIARDI, Ja. ; SURRATT, H. . A Participant observation of the Therapeutic Community as a Model for Drug Dependence Treatment. JOURNAL OF DRUG ISSUES , v. 27, n.2, p. 299-314, 1996.

  • WALLAUER, A. P. ; BICCA, C. ; ZUBARAN, C. S. C. ; ALVES NETO, ; PECHANSKY, F. ; LEMOS, N. ; FERREIRA, P. M. . Transtorno por Déficit de atenção/Hiperatividade e abuso de drogas na Adolescência. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 18, n.SUPL., p. 162-169, 1996.

  • PECHANSKY, F. ; BARROS, F. . Problems related to Alcohol consumption by adolescents living in the city of Porto Alegre, Brazil. AMERICAN JOURNAL OF DRUG ISSUES, v. 25, n.4, p. 735-750, 1995.

  • PECHANSKY, F. . Padrões de consumo de bebidas alcoólicas em adolescentes residentes na cidade de Porto Alegre. JORNAL BRASILEIRO DE PSIQUIATRIA, v. 44, n.5, p. 231-242, 1995.

  • ODERICH, G. S. C. ; PECHANSKY, F. ; TATSCH, F. F. ; CAVAZZOLA, L. T. ; BOENO, R. L. ; MENEGAZ, F. . Consumo de Bebidas Alcoólicas em alunos de Escolas Públicas de Porto Alegre. REVISTA AMRIGS, v. 39, n.3, p. 229-236, 1995.

  • PECHANSKY, F. . Treatment for Alcohol and Other Drug Problems in Brazil: A Puzzle with Missing Pieces. Journal of Psychoactive Drugs , v. 27, n.1, p. 117-123, 1995.

  • PECHANSKY, F. ; CARLO ; DOMINO, M. E. ; PODUSKA, J. N. C. . Transtorno de Personalidade anti-social: O estado atual de sua epidemiologia e identificação.. JORNAL BRASILEIRO DE PSIQUIATRIA, v. 43, n.10, p. 533-541, 1994.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. ; JACQUES, S. C. . Estimativas para a severidade da dependência do álcool e possibilidade de melhora:Discordância entre pacientes e psiquiatras. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 16, n.3, p. 196-201, 1994.

  • WORTMANN, A. ; GRUDTER, M. C. ; JARDIM NETO, ; SCHAEFER, L. G. ; SEHN, F. ; PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. ; A.C, J.c. Fialho . Consumo de Benzodiazepínicos em Porto Alegre. REVISTA DA ASSOCIACAO MEDICA BRASILEIRA, v. 40, n.4, p. 265-270, 1994.

  • PECHANSKY, F. . Uma cultura de comunicação entre profissionais da área de dependência química: será que já amadurecemos o suficiente?. Boletim da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas, São Paulo, v. 23, p. 2-5, 1994.

  • PECHANSKY, F. ; WORTMANN, A. . O consumo de Benzodiazepínicos na cidade de Porto Alegre e a situação conjugal de seus Usuários. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 15, n.2, p. 150-151, 1993.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. . O uso de substâncias psicoativas por alunos de uma escola privada de Porto Alegre. REVISTA DA ASSOCIACAO MEDICA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 36, n.2, p. 114-119, 1992.

  • PECHANSKY, F. ; DURGANTE, L. . O uso de bebidas alcoólicas em adolescentes residentes na cidade de Porto Alegre: Dados iniciais referentes à sexo e faixa etária dos entrevistados.. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 14, n.3, p. 210-212, 1992.

  • L.R.F, M. Paris ; MIRANDA, R. S. ; PECHANSKY, F. . Pacientes alcoolistas após a alta hospitalar: Descrição das dificuldades na localização dos casos e características da amostra. REVISTA ABP/APAL, v. 13, n.3, p. 117-121, 1991.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. . Consumo de álcool em três escolas de Porto Alegre. Boletim da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas, São Paulo, v. 4, n.3, p. 4, 1991.

  • MACHADO, S. ; ABREU, P. ; PECHANSKY, F. ; SCHNEIDER, F. ; ALBERTI, V. ; GUS, G. ; VASCONCELOS, M. ; ROCHA, D. ; CALEFFI, L. ; BENIA, L. . Depressão no Hospital Geral II: Habilidade do não especialista em detectar sintomas. REVISTA ABP/APAL, v. 11, n.3, p. 97-100, 1990.

  • PECHANSKY, F. . Avaliação da severidade da dependência do álcool: Problemas relacionados a padrões objetivos e subjetivos de estimativa. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 12, n.3, p. 196-201, 1990.

  • PECHANSKY, F. . Consumo de álcool em mulheres: Preconceito?. REVISTA DA ABP/APAL, v. 10, n.3, p. 87-90, 1989.

  • PILTCHER, R. ; PECHANSKY, F. ; FLECK, Marcelo ; DORFMAN, M. ; LIBERMAN, Z. . Delirium por abstinência a Benzodiazepínicos e Barbitúricos: Relato de um caso.. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 11, n.2, p. 146-149, 1989.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. ; GOLDIM, J. R. . Modificações no Escore do Questionário SADD após aplicações repetidas. REVISTA ABP/APAL, v. 11, n.1, p. 25-28, 1989.

  • MACHADO, S. ; TOWSEND, R. ; PECHANSKY, F. ; SCHNEIDER, F. ; CALEFFI, L. . Depressão no Hospital Geral: Detecção pelo Clínico. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 11, n.3, p. 203-206, 1989.

  • PECHANSKY, F. ; FLECK, Marcelo . Dependência a Benzodiazepínicos: A propósito de um caso.. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 10, n.1, p. 33-36, 1988.

  • MACHADO, S. ; PECHANSKY, F. ; TOWSEND, R. ; SCHNEIDER, F. ; CALEFFI, L. . Depressão no Hospital Geral: Dados Preliminares. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 10, n.3, p. 57-62, 1988.

  • PECHANSKY, F. ; BARROS, S. ; GALPERIM, B. . Hepatomegaly and Gammaglutamyltransferase in Alcoholics admitted to an Addiction Unit. Digestive Diseases and Sciences , v. 31, n.10, 1986.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. ; MEIRELLES, M. ; SANTANNA, R. . Um estudo de Alcoolismo em Hospital-Escola.. REVISTA DE PSIQUIATRIA DO RIO GRANDE DO SUL, v. 6, n.1, p. 38-42, 1984.

  • PECHANSKY, F. ; DUARTE, P. . Considerações sobre custo hospitalar em um Hospital Universitário.. REVISTA DO HOSPITAL DE CLINICAS DE PORTO ALEGRE, v. 4, n.2, p. 99-102, 1984.

  • PECHANSKY, F. ; SOIBELMAN, M. . Avaliação das referências ao consumo de álcool em um Hospital Geral de Porto Alegre. REVISTA DO HOSPITAL DE CLINICAS DE PORTO ALEGRE, v. 4, n.2, p. 129-134, 1984.

  • CARDOSO, Betina M ; GOMES, Fabiano A ; CERESER, Keila M ; KUNZ, Mauricio ; ANDREAZZA, Ana Cristina ; SANTANNA, Márcia K ; PECHANSKY, F. ; SANTIN, Aida ; KAPCZINSKI, Flávio . Alcohol consumption and suicidal behavior in bipolar disorder. Bipolar Disorders , v. 8, n.suppl, p. 46-46, 2006.

  • BONI, Raquel de ; PECHANSKY, F. ; KESSLER, Felix ; DIEMEN, Lisia Von ; BENZANO, Daniela ; SURRATT, Hilary ; INCIARDI, James ; MARTIN, Steven . Comparação dos comportamentos de risco para HIV e uso de drogas em homens e mulheres usuários de crack ou cocaína injetável de Porto Alegre. Chamada Para Elaboração de Artigos Sobre Dst Hiv Aids no Brasil, Brasília, v. 1, n.1, p. 25-25, 2005.

  • KESSLER, Félix ; DIEMEN, Lisia Von ; WOODY, George ; INCIARDI, James ; SURRATT, Hilary ; PECHANSKY, F. . Técnicas de retenção em coortes de usuários de cocaína/crack em Porto Alegre. Chamada Para Elaboração de Artigos Sobre Dst Hiv Aids, Brasília, v. 1, n.1, p. 17-17, 2005.

  • PECHANSKY, F. ; METZGER, David ; KESSLER, Félix Henrique Paim ; WOODY, George ; HIRAKATA, Vania ; DIEMEN, Lisia Von . Incidência de infecção por HIV entre abusadores de cocaína em Porto Alegre. Anais do XX Congresso Brasileiro de Psiquiatria, Florianopolis, 2002.

  • PECHANSKY, F. ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva ; FLECK, Marcelo ; BONI, Raquel de ; SUKOP, Paula . Qualidade de Vida em pacientes do sexo masculino dependentes de Álcool. Anais do XX Congresso Brasileiro de Psiquiatria, Florianópolis, v. 24, n.2, p. 5, 2002.

  • PECHANSKY, F. ; FLECK, Marcelo ; LIMA, Ana Flavia Barros da Silva ; BONI, Raquel de ; SUKOP, Paula . Association between severity of alcohol dependence and quality of life using whoqol-bref and sf-36. Anais da 9 Annual Conference of the International Society for Quality of Life Research, Orlando, v. 2, n.7, p. 655, 2002.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Pechansky, F. . Gaúcho Flavio Pechansky é indicado pela Organização Mundial da Saúde para integrar o Technical Advisory Group on Alcohol and Drug Epidemiology. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CANTO, M. ; ALIATI, I. ; PECHANSKY, F. . Alô pai mãe. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PECHANSKY, F. . Eleito Coordenador do Comitê Internacional do College on Problems of Drug Dependence (CPDD). 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix Henrique Paim . DO DIVÃ PARA A CAMA. 2000. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Pechansky, F. . Saúde no ar. 1993.

Pechansky, F. . Grand Round HCPA: Guerra Urbana. 2014. (Conferencia).

Pechansky, F. . Grand Round HCPA: Desafios no Tratamento do Usuário de Crack. 2013. (Conferencia).

Pechansky, F. . 1 Congresso Internacional Crack e Outras Drogas, um debate que se impõe.. 2012. (Conferencia).

PECHANSKY, F. ; KESSLER, Felix ; FALLER, Sibele . Grand Round HCPA: Desafios na Abordagem do Alcoolismo. 2011. (Conferencia).

Pechansky, F. . Uso de crack e outras drogas. 2010. (Conferencia).

Pechansky, F. . Primeiro Curso de Extensão em Economia da Saúde. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

KESSLER, Felix ; PECHANSKY, F. ; Cleide Bittencourt . Vídeo de aplicação da Escala de Gravidade de Dependência ASI 6. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Vídeo de apresentação do Addiction Severity Index Versão 6).

Pechansky, F. . 1 Curso de Extensão Sobre Álcool e Drogas. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PECHANSKY, F. ; ETAL . Fatores de risco e proteção em diferentes grupos de usuários: mulheres, adolescentes, idodos, indígenas. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Capítulo de material de ensino à distância).

PECHANSKY, F. ; ETAL . Tratamentos farmacológicos utilizados no tratamento de pessoas dependentes de substâncias. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Capítulo de material de ensino à distância).

Pechansky, F. . Psiquiatria na Prática Médica. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Pechansky, F. . Programa de Educação Médica Continuada - Psiquiatria na Prática Médica. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Pechansky, F. . AIDS e Psiquiatria: Atualização para Psiquiatras. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria - AIDS e Psiquiatria. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . XI Curso de Inverno de Atualização em Dependência Química. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. ; BICCA, C. ; HALPERN, Silvia . XIX Jornada Sul-rio-grandense de Psiquiatria Dinâmica - Pesquisa e Prevenção com Usários de Drogas. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Programa de Educação Médica Continuada - Psiquiatria na Prática Médica. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Pechansky F . 'Encontro com pais 'O desenvolvimento normal da criança e do adolescente' - Compreendendo e colocando limites'. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Programa de Educação Médica Continuada - Psiquiatria na Prática Médica. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Pechansky, F. . Ensinando a Prevenção em Saúde. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky F . I Encontro sobre prevenção de farmacodependência do departamento de psiquiatria da UFRGS. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Pechansky, F. . Curso de Saúde Pública. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Atualização em Dependência Química. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Curso de Preparação de Equipes de Saúde Mental para Assistência a Portadores de HIV e Pacientes com AIDS. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Curso de Psicoterapia de Orientação Analítica. 1993. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Contribuição Psicológicas ao trabalho da Pré-Escola e Escola. 1992. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . Curso de Treinamento de Saúde Mental em HIV-AIDS. 1992. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Pechansky, F. . II Forum Pernambucano de Alcoolismo - Avaliação de Programas de Tratamento. 1990. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

PECHANSKY, F. . Cocaina y salud en el contexto iberoamericano. 2007 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Comorbidad psiquiatrica y VIH asociada con la drogadicción. 2007 (Demais trabalhos relevantes) .

PECHANSKY, F. ; BONI, Raquel de . Alcohol y transito en Brasil. 2007 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Adolescência e Drogas. 2006 (Demais trabalhos relevantes) .

PECHANSKY, F. . Proposta de implementação passo a passo em pesquisa. 2006 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. ; LEVY, Ruggero . Adição a sensações na cultura atual. 2006 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Conflito de Interesse. 2006 (Participação como Facilitador Workshop) .

PECHANSKY, F. ; FALLER, Sibele ; DIEMEN, Lisia Von . Cocaína e HIV. 2006 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Drogas na Escola. 2005 (Demais trabalhos relevantes) .

PECHANSKY, F. ; KESSLER, Felix . The Brazilian Experience on the Implementation of the ASI - Where Are We Right Now?. 2005 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Prioritizing HIV/AIDS Research - Needs in Drug Abuse Treatment Settings Epidemiology and Current Research Activities - Regional Reports - South America. 2005 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Depressão e Violência a partir da dependência química. 2005 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. ; KESSLER, Félix . Coordenador - Curso Internacional Addiction Severity Index. 2005 (Demais trabalhos relevantes) .

PECHANSKY, F. . Puesta en Practica de Programas de Investigación en Latinoamerica - Situaciones de Alto Riesgo. 2005 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Intervenciones con usuarios de cocaína en riesgo de infección por HIV. 2005 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Abordaje terapeutico del crack y cocaina. 2005 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . De la cocaína inyectable al crack - implicaciones para investigación, prevención y tratamiento. 2004 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Adições - a respeito de Christiane F. 2004 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Cocaine use and HIV-related risks in different samples of Porto Alegre, Brazil. 2004 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Os Afetos Artificiais. 2004 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Para quê um jornal da ABEAD? Ou: Alice e o gato de Cheshire. 2004 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Coordenador do Workshop DROGAS e AIDS: O QUE AVANÇAMOS?. 2004 (Participação como Facilitador Workshop) .

PECHANSKY, F. . O Consenso de especialistas brasileiros sobre políticas públicas a respeito do álcool. 2004 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Coordenador da Reunião dos Centros de Pesquisa Sobre Tratamento: A aplicação do ASI. 2004 (Participação como Facilitador Workshop) .

PECHANSKY, F. . Tratamento. 2003 (Participação como Facilitador Workshop) .

PECHANSKY, F. . Investigación en drogodependencias. 2003 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Comorbidade psiquiátrica e abuso de Substâncias. 2003 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Alcoolismo: o que fazer quando o paciente nega?. 2002 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Annual Meeting and Science Innovation Exposition. 2001 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Relação Médico-paciente e o humanismo na prática médica atual. 2001 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Como avaliamos nossos resultados?. 2001 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Humanização do atendimento do dependente químico. 2001 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Como eu trato Alcoolismo. 2001 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Maconha na prática Psiquiátrica. 2001 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Sociedade Brasileira de Clínica Médica - Regional do RS. 1999 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Treinamento Internacional de Redução de Danos à Saúde: Gerência de Projetos. 1998 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Congesso Internacional Multidisciplinar de Drogodependência. 1998 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . XVI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1998 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Seminário Gaúcho de Ações Preventivas à AIDS entre usuários de Drogas. 1998 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Redes de atendimento na área de Dependência Química em Porto Alegre. 1997 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Painel - XII Congresso Brasileiro sobre Alcoolismo e Outras Dependências. 1997 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Mesa Redonda - XII Congresso Brasileiro sobre Alcoolismo e outras Dependências. 1997 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . III Congresso Gaúcho de Alcoolismo e Outras Dependências. 1996 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Sattelite Meeting"Building and International Research infrastructure in the field of drug Abuse". College on Problems in drug Dependence. 1996 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . IV Jornada do CEF. 1996 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . XI Congresso Brasileiro de Alcoolismo e Outras Dependências. 1995 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . IV Simpósio de Dependência Química do Hospital Espírita de Porto Alegre. 1995 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . V Jornada de Psiquiatria da Região Sul. 1995 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Fórum do Conselho Municipal de Entorpecentes de Porto Alegre. 1995 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Curso de Saúde Pública do HCPA. 1995 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Regional Pannel for South American Issues(Hubert H. Humphrey Fellowship Program Minnesota Workshop:Common Challenges/Creative Solutions for the 21st. Century). 1994 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . III Congresso Médico de Brasília. 1993 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . X Congresso Brasileiro de Estudos do Álcool e Outras Drogas. 1993 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Curso de Atualização em Adolescência. 1992 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Congresso Gaúcho de Alcoolismo. 1992 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . XII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1992 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . IX Congresso Brasileiro de Alcoolismo e outras Farmacodependências. 1991 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1991 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Grand Round sobre Alcoolismo. 1990 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Encontros de Medicina Interna. 1990 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Temas atuais sobre Álcool e Drogas. 1990 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . II Seminário Estadual de Alcoolismo e Drogas na Empresa. 1990 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . X Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1988 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . Curso de Diagnóstico e Tratamento de Alcoolismo da ABEAA. 1986 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . VI Congresso Brasileiro de Alcoolismo. 1985 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . I Ciclo de Debates da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. 1984 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

PECHANSKY, F. . V Congresso Brasileiro de Alcoolismo. 1984 (Participação como Relator de Mesa Redonda) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    AVALIAÇÃO DE INTERVENÇÕES RELACIONADAS A USO DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS, Descrição: Este projeto tem como objetivo principal avaliar intervenções relacionadas a prevenção e tratamento do uso de álcool e outras drogas, em diversos contextos, incluindo o trânsito. Avaliar uma intervenção significa sistematicamente coletar, analisar e interpretar informações sobre a forma como a intervenção funciona, com que efeitos e para quem, pela utilização rigorosa dos métodos científicos de pesquisa, para julgar o mérito e o valor de uma intervenção. Neste sentido, esta proposta visa desenvolver estudos de Monitoramento e Avaliação, bem como metodologias e protocolos para fortalecer e disseminar o uso do Monitoramento e Avaliação no contexto do uso de álcool e drogas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Tanara Rosângela Vieira Sousa - Integrante / SCHERER, JULIANA NICHTERWITZ - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2016 - Atual

    Ensaio Piloto de Farmacoterapia para Adição em Cocaína, Descrição: Dependência de cocaína é um problema significativo de saúde pública nas Américas. Este projeto foi escrito em resposta ao anúncio de programa de Colaboração Internacional de Pesquisa sobre Abuso de Drogas e Pesquisa em Adição. Este programa incentiva projetos colaborativos de pesquisa sobre o abuso de drogas e toxicodependência que tiram proveito de oportunidades especiais que existem fora dos Estados Unidos. Este projeto descreve um ensaio clínico de fase II de um novo medicamento, NS2359, para o tratamento da dependência de cocaína em um programa de tratamento da dependência recentemente desenvolvido em Porto Alegre, Brasil, para pacientes internados ou ambulatoriais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Integrante / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Coordenador / Anderson Ravy Stlf - Integrante / Anne Ogler Sordi - Integrante / Sílvia Schuch - Integrante / Juliana Scherer - Integrante / thiago casarin hartmann - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Avaliação de Tecnologias para Detecção de Substâncias Psicoativas em Condutores Brasileiros, Descrição: A legislação brasileira, através do art. 306 da Lei 12.760/2012, considera crime conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência . Além disso, o Conselho Nacional de Trânsito - CONTRAN, através da resolução número 432 de 23 de Janeiro de 2013, resolve: Art. 3 A confirmação da alteração da capacidade psicomotora em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência dar-se-á por meio de, pelo menos, um dos seguintes procedimentos a serem realizados no condutor de veículo automotor: I exame de sangue; II exames realizados por laboratórios especializados, indicados pelo órgão ou entidade de trânsito competente ou pela Polícia Judiciária, em caso de consumo de outras substâncias psicoativas que determinem dependência; III teste em aparelho destinado à medição do teor alcoólico no ar alveolar (etilômetro); IV verificação dos sinais que indiquem a alteração da capacidade psicomotora do condutor. 1 Além do disposto nos incisos deste artigo, também poderão ser utilizados prova testemunhal, imagem, vídeo ou qualquer outro meio de prova em direito admitido. 2 Nos procedimentos de fiscalização deve-se priorizar a utilização do teste com etilômetro. 3° Se o condutor apresentar sinais de alteração da capacidade psicomotora na forma do art. 5 ou haja comprovação dessa situação por meio do teste de etilômetro e houver encaminhamento do condutor para realização do exame de sangue ou exame clínico, não será necessário aguardar o resultado desses exames para fins de autuação administrativa. Desta forma, apesar da previsão legal para a fiscalização de condutores suspeitos de estarem sob efeito de SPAs, atualmente só é possível a avaliação in loco do teor estimado de etanol através de etilômetros. Assim, a mesma prática de detecção in loco não ocorre para outras drogas psicoativas que também causam alterações psicomotoras, tais como a maconha e a cocaína, e que comprovadamente trazem prejuízos a condução de veículos automotores. Diversos outros países, tais como a Austrália e a Noruega, já introduziram meios práticos para a fiscalização de condutores quanto ao consumo de outras drogas além do álcool. Assim, para desenvolvermos uma estratégia de implementação de meios de fiscalização no Brasil, faz-se necessária a busca de dados e informações no panorama internacional, tanto no que diz respeito à tecnologias utilizadas quando no que diz respeito à implementação destas, para avaliarmos quais os melhores métodos disponíveis para possível adaptação ao panorama nacional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Tanara Rosângela Vieira Sousa - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2015 - Atual

    Percepções de profissionais e pacientes sobre o Manejo de Contingência aplicado para usuários de Crack internados em Unidade de Adição SUS, Descrição: O uso de crack tem se tornado um grave problema de saúde pública no Brasil e alvo de preocupação devido ao aumento considerável do consumo na última década e suas implicações na vida das pessoas, tanto fisiológica, quanto psicológica e socialmente. Neste contexto, existem várias técnicas e abordagens para o tratamento de dependência química aos usuários de cocaína/crack, porém a adesão costuma ser baixa. Entre essas estratégias, a intervenção chamada Manejo de Contingência (MC) tem sido uma das formas mais eficazes de reforçar a adesão ao tratamento, assim como também gratifica comportamentos saudáveis, que são reconhecidos como incompatíveis com o uso de substâncias. Ao longo da história da Unidade de Adição (UA) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), regras e gratificações têm sido implementadas e costumam ser discutidas pelos profissionais e pacientes, visando o desenvolvimento dessas atividades e de um melhor ambiente terapêutico. Têm sido criados instrumentos, quadros e atividades visando a utilização de incentivos motivacionais para os usuários de drogas, através de reforçadores (pontuações e figuras representativas), porém o MC ainda não foi avaliado de forma mais sistemática e aprofundada. Nesse sentido, este trabalho tem como objetivo avaliar a percepção dos pacientes e profissionais sobre a técnica de MC, especificamente direcionada aos usuários de crack internados na UA. Considerando os incentivos motivacionais ofertados durante a internação, estes serão avaliados em uma revisão documental dos livros de registro das gratificações da unidade, visando identificar quais incentivos foram mais utilizados pelos usuários nos últimos anos. A partir do comprometimento dos usuários com a técnica do MC, será possível acompanhá-los durante sua trajetória de tratamento e avaliar se esta técnica tem influência em mudanças no tempo de permanência em internação, considerando seu perfil sociodemográfico, de comorbidades psiquiátricas e gravidade de dependência. O desenvolvimento deste estudo poderá servir de subsídio para aplicabilidade em outros ambientes terapêuticos com objetivos semelhantes, visando uma melhor adesão dos usuários de drogas e o desenvolvimento de novas estratégias para o tratamento em dependência química.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Félix Henrique Paim Kessler - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Ensaio Clínico Randomizado, Duplo-Cego, Controlado com Placebo, para Avaliar o Efeito da N-Acetilcisteína no Tratamento dos Transtornos por Uso de Álcool e Cocaína, Descrição: O tratamento farmacológico dos transtornos por uso de cocaína/crack ou álcool permanece com resultados desapontadores. Até o presente momento, não há nenhuma farmacoterapia aprovada pelo Food and Drug Admninistration (FDA) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para o tratamento do transtorno por uso de cocaína. Também há poucas opções terapêuticas medicamentosas para a abordagem de usuários de álcool e com resultados modestos (61, 62). Em ambos os casos, inúmeras medicações foram avaliadas, bem como intervenções psicossociais, sem resultados significativos. Dentro dessa perspectiva, é provável que os diferentes tratamentos funcionem para diferentes perfis de pacientes, sendo essa avaliação ainda muito incipiente na literatura (63). Os recentes avanços na compreensão dos aspectos neurobiológicos dos transtornos aditivos colocam a NAC em um papel de destaque como potencial fármaco no tratamento dessas patologias, visto que essa substância parece modular os principais sistemas biológicos envolvidos na fisiopatologia da doença (conforme figura 1). Entretanto, os estudos que testaram esse fármaco em humanos são exploratórios, com amostras pequenas, mas com resultados promissores, gerando a necessidade de ensaios clínicos com metodologia mais rigorosa. Nessa perspectiva, o projeto também inova na proposição da utilização de biomarcadores para avaliação do efeito do fármaco, trazendo a possibilidade de identificar perfis biológicos de pacientes que respondam à medicação. A nossa instituição está em uma posição única para a realização de um estudo com essas características. O HCPA possui um Centro Colaborador em Álcool e Drogas HCPA/SENAD, o qual conta com uma unidade de internação e um ambulatório, ambos especializados no tratamento dos transtornos por uso de substâncias, além de uma unidade de ensino e pesquisa específica. Ademais, a colaboração com o INCT de medicina translacional, situado dentro do HCPA, possibilita a utilização das tecnologias mais avançadas na avaliação dos biomarcadores. Um outro aspecto importante é o potencial benéfico da NAC tanto para usuários de cocaína/crack quanto para alcoolistas, as duas principais substâncias responsáveis pelas internações hospitalares por uso de substâncias em nosso país. Nessa linha, os possíveis efeitos benéficos podem ter um impacto importante em termos de saúde pública, já que se trata de uma medicação de baixo custo, segura e acessível.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Anderson Ravy Stlf - Integrante / Sílvia Schuch - Integrante / Felipe Ornell - Integrante / Juliana Scherer - Integrante.

  • 2014 - 2016

    Indicadores clínicos, cognitivos e comportamentais de adesão ao tratamento em usuários de crack e controles, Descrição: O consumo de substâncias psicoativas é uma prática social presente ao longo da história da humanidade, em todas as culturas, na busca de prazer ou alívio do sofrimento físico ou psíquico, como também nos rituais religiosos (Carlini, Notto, Galduróz & Nappo, 1996; Jaffe, 1993). Tais substâncias podem ser consumidas de forma ocasional ou recreativa, porém, atualmente há um número crescente de pessoas que apresentam problemas relacionados ao abuso de drogas e até mesmo dependência física e/ou psíquica das mesmas (Siliquini, Morra, Versino & Renga, 2005). A dependência química, por sua vez, é um fenômeno complexo, influenciado por diversos fatores relacionados à genética, ao ambiente, à cultura e ao desenvolvimento (Cami & Farré, 2003; Laranjeira & Surjan, 2001). A literatura especializada tem indicado que o primeiro contato com as drogas ocorre, geralmente, na adolescência, através dos comportamentos de experimentação, do consumo ocasional, indevido ou até mesmo abusivo dessas substâncias (Schenker & Minayo, 2005). Estudos evidenciaram que a experimentação de drogas psicoativas tem sido cada vez mais precoce nas últimas décadas, com quadros de abuso e dependência incidindo em jovens de faixas etárias cada vez menores (Czermainski, Zanini & Schmidt, submetido para publicação; Galduróz, Noto & Carlini, 1997). O crack é uma droga estimulante do Sistema Nervoso Central (SNC), derivada da cocaína, porém mais barata e acessível e com grande potencial para desenvolver dependência. O seu consumo tem sido associado a um conjunto de impactos socioeconômicos, bem como a desajustes em diversas áreas da vida do indivíduo e a comprometimentos cognitivos e comportamentais (Fryer, Heaton, Levitt & Murphy, 2005; Ribeiro-Araújo, Laranjeira & Dunn, 1998). Diversos estudos têm investigado aspectos clínicos, cognitivos e comportamentais em usuários de crack, no intuito de melhor compreender os problemas relacionados ao uso dessa substância. No entanto, há uma carência de estudos que avaliem a possível relação entre esses aspectos e o sucesso ou abandono do tratamento para a dependência de crack. O presente projeto pretende investigar indicadores de adesão ao tratamento em usuários de crack, através de medidas clínicas (gravidade dos sintomas de dependência, presença de comorbidades psiquiátricas, trauma infantil e estilos parentais); comportamentais (intensidade do consumo da droga e níveis de impulsividade e agressividade) e cognitivas (funções executivas e controle inibitório). A análise conjunta dessas medidas poderá contribuir para a identificação de fatores associados à adesão e ao abandono ao tratamento em usuários de crack. Nesse sentido, esses dados poderão servir de parâmetro para profissionais da saúde, bem como orientar o desenvolvimento de programas de prevenção e tratamento mais efetivos para dependentes dessa droga.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Fernanda Rasch Czermainski - Integrante / Rosa Maria Almeida - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Da política sobre drogas até a gestão pública baseada em evidências - uma análise qualitativa na capital do Brasil, Descrição: A política sobre drogas no Brasil passou por marcos importantes nos últimos 20 anos. O direito universal e integral à saúde foi conquistado pela sociedade na Constituição de 1988, com a criação do Sistema Único de Saúde (SUS). No âmbito do Distrito Federal, havia registros nos documentos oficiais do Governo do Distrito Federal, de diferentes ações e da constituição do Conselho de Políticas Sobre Drogas do Distrito Federal14. Entretanto uma política sobre Drogas com ações delimitadas e com um comitê gestor somente foi lançada em 2011- o Plano Distrital de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas.3 As ações do plano contemplam a prevenção ao uso, o tratamento e a reinserção social de usuários, bem como o combate ao tráfico de crack e de outras drogas ilícitas.O Presente estudo buscará descrever qualitativamente as tomadas de decisão relacionadas à formulação e a execução da política pública sobre drogas no Distrito Federal, entre os anos de 2011 e 2013. Esta descrição poderá auxiliar em uma futura análise do quão embasados em evidencias foram estas decisões. Esta aproximação entre a política pública e a ciência já se mostrou saudável para produção de resultados mais custo efetivos para a sociedade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Preditores Clínicos, Biológicos e Psicossociais da Recaída Precoce em Usuários de Crack, Descrição: Os tratamentos para usuários de crack no Brasil ainda são muito precários tanto no que tange a estrutura do sistema de saúde quanto em relação a técnicas terapêuticas efetivas, e há um consenso entre os profissionais da saúde que o número de pacientes recuperados ainda é muito reduzido, além dos poucos resultados documentados até o momento. Um outro aspecto é que muitas das propostas de tratamento que hoje são oferecidas para usuários de crack foram desenvolvidas para usuários de outras substâncias, não levando em consideração as particularidades deste grupo de pacientes. Alguns estudos têm focado, principalmente, em preditores de tratamento a médio e longo prazo, o que faz sentido, quando se busca avaliar a efetividade de um tratamento proposto (McKay JR & Weiss RV, 2001). Entretanto, em ensaios clínicos com dependentes de substâncias, podemos identificar um grupo que terá recaída ou abandono precoce do tratamento, sendo esse número cerca de 50% em dependentes de cocaína (Wilkins JN et al, 2005). Especificamente entre dependentes de crack, as taxas de recaída e abandono de tratamento precocemente são ainda maiores (Campbell J et al, 2003), porém pouco ainda se sabe sobre as características clínicas e biopsicossociais desses pacientes que não aderem ou recaem rapidamente após a internação hospitalar. É possível que, ao menos em parte, a baixa efetividade de tratamentos para problemas com substâncias, tanto tratamento farmacológicos quanto psicossociais, possam ser atribuídas ao fato de não serem direcionados a grupos específicos de pacientes. A identificação das características desses grupos com evoluções e respostas diferentes a tratamentos podem direcionar intervenções mais específicas e com maiores taxas de recuperação. Uma das hipóteses para essas recaídas precoces é de que estejam relacionadas aos danos neurocognitivos induzidos pelas drogas, que aumentam a impulsividade e diminuem o auto-controle em relação ao uso de drogas. Estudos preliminares indicaram que alterações neurocognitivas estão associadas com resposta a tratamento em dependentes de cocaína, mas não há estudos com usuários de crack (Brewer, 2008 ; Turner, 2009). os mecanismos de estresse oxidativo têm sido associados também ao abuso e dependência de substâncias psicoativas, principalmente, em relação à toxicidade induzida por estas (Kovacic, 2005). Em relação à cocaína, há consenso na literatura sobre a indução de estresse oxidativo e que esse possa ser um mecanismo dos diferentes danos produzidos por essa droga (Riezzo, 2012), mas ainda pouco estudado em relação à impacto cerebral e correlação com variáveis clínicas. Nosso grupo avaliou estresse oxidativo em usuários de crack e a alteração no período de abstinência durante a internação psiquiátrica teve uma relação direta com a gravidade do uso de crack e inversa ao BDNF (material em preparação para publicação). Além disso, há estudos, mostrando que existe uma relação entre os níveis séricos de neuropeptídeo Y (NPY) e o desenvolvimento de dependência de álcool e cocaína (Wetherill et all 2008). Porém, o NPY parece atuar de forma independente no mecanismo de adição mediado pelas vias cerebrais relacionadas à dopamina. Ele modula a atividade do Sistema Nervoso Central (SNC) inibindo a atividade desencadeadora de estresse, desta maneira, reduzindo sintomas de ansiedade e facilitando a resolução de problemas. Esta associação parece estar direcionada para questões emocionais relativas ao uso de substância e funções da amígdala na manifestação do comportamento aditivo (Koob GF et al, 1998). Ainda não há estudos, avaliando se há relação dos níveis séricos de NPY e recaída precoce em usuários de crack ou cocaína. Em conjunto, a avaliação neurocognitiva, BDNF, NPY e marcadores de estresse oxidativo como potenciais marcadores de recaída precoce em usuários de crack, podem contribuir de forma importante no deline. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia Von Diemen - Integrante., Número de produções C, T & A: 6

  • 2014 - Atual

    ASSOCIAÇÃO ENTRE ESTADO NUTRICIONAL, NÍVEIS SÉRICOS DE LEPTINA E GRELINA E PADRÃO DE CONSUMO DE CRACK, Descrição: O uso abusivo e/ou dependência de drogas, principalmente a cocaína e o crack, causam importantes implicações sociais, psicológicas, econômicas e políticas. Estudos recentes mostram que o uso de crack tem início em idades cada vez mais precoces, sendo disseminado pelo País e por todas as classes sociais, devido a facilidade de acesso e normalmente antecedido do consumo de álcool e/ou tabaco (1). A cocaína atua como um potente estimulante do sistema nervoso central (SNC), e no sistema de recompensa cerebral, bloqueando a recaptação pré-sináptica de noradrenalina e dopamina produzindo alto nível destes neurotransmissores nos receptores pós-sinápticos, ocasionando efeitos de prazer (4). O estímulo associado ao aumento de dopamina adquire um significado motivacional e emocional anormais, que resultam na busca excessiva pela substância. Este sistema de recompensa assegura comportamentos fundamentais à sobrevivência da espécie, tais como alimentação e sexo, sendo o uso de substanciais psicoativas (SPA) um ativador deste mecanismo. Dessa forma, aumenta a possibilidade de que tais comportamentos sejam sempre repetidos, implicando no desenvolvimento da dependência (5-7). Muitas morbidades estão associadas com o uso de crack. A vulnerabilidade expõe estes indivíduos a desnutrição e alteração no seu estado nutricional, propiciando o aparecimento de diversas doenças. Tanto os efeitos agudos como os crônicos podem incluir danos individuais ou sociais e prejuízos à saúde (8, 9). A utilização de crack tem sido relatada por induzir perfurações intestinais, ulcerações gástricas, fibrose retroperitoneal, dor abdominal, náuseas, isquemia mesentérica e esofagite (10). Condição que prejudica a absorção, a digestão e o metabolismo, podendo ocasionar deficiências nutricionais. Há presença também, de distúrbios metabólicos como hipoglicemia, acidose láctica e hipocalemia, prejudicando o metabolismo energético e o equilíbrio hidroeletrolítico (8, 9). Em um estudo com usuários de múltiplas substâncias, Sland et al, (11) relatou uma forte associação entre as concentrações de hemoglobina (Hb), ferritina sérica e albumina com desnutrição. Demostrando também, sinais clínicos de deficiência de micronutrientes em cerca de 74% dos indivíduos. A Deficiência de vitaminas antioxidantes nesta população foi noticiado há alguns anos (12), demostrando desnutrição múltipla. No entanto, pouco se sabe sobre a verdadeira prevalência de desnutrição em usuários de crack. Sland et al, (11), verificou que o padrão de uso de SPAs possui uma significativa correlação inversa com o IMC, e que o tempo de uso afetou os parâmetros nutricionais analisados (IMC, albumina, Hb e ferritina). Recentemente Ross et al (13) com uma população predominantemente de alcoolistas, demonstrou que 50% dos indivíduos eram deficientes em ferro ou vitaminas. Volkow (17) sugere a possibilidade de que alimentos e drogas de abuso possam estar atuando nos mesmos mecanismos de recompensa cerebrais. A compulsão, o descontrole alimentar e o uso de alimentos, em especial as gorduras e açúcares têm sido utilizados como substitutos de álcool e SPAs em usuários em tratamento. No entanto, pouca atenção tem sido dada aos sistemas corticais que, em muitas situações, vencem os sistemas de controle metabólico exercidos pelo hipotálamo (4, 18, 19). Não existem estudos na literatura que apontam a associação entre estado nutricional e peptídeos reguladores do comportamento alimentar em usuários de crack. A identificação de parâmetros biológicos na avaliação do comportamento adicto e a verificação das decifiências dietéticas, associados com o padrão de consumo de crack, têm sua relevância para subsidiar a intervenção nutricional e clínica no tratamento da dependência química.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia Von Diemen - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    METODOLOGIA DE RECORD LINKAGE PARA MAPEAMENTO DA TRAJETÓRIA DE USUÁRIOS DE CRACK NA REDE PÚBLICA DE ATENÇÃO À SAÚDE., Descrição: Estudos epidemiológicos baseados em bases de dados médicos e administrativos tem sido implementados em todo o mundo utilizando técnicas de linkagem de registros. As bases hospitalares, populacionais e de atendimentos ambulatoriais são valiosas fontes de pesquisa. Elas permitem obter informações mais completas e fazer análises mais robustas. No Brasil, tem havido aumento do uso de registros médicos pelos pesquisadores. Porém, há pouca literatura sobre o uso de registro de dados para seguimento de pacientes psiquiátricos, especialmente para estudos sobre usuários de drogas. Os usuários de crack podem atingir o índice de abstinência completa em torno de 75% quando estão em tratamento, mesmo que por poucos dias. No entanto, padrões mais graves de consumo podem comprometer o sucesso da abstinência. A motivação para abstinência completa também evidencia boa evolução, atingindo cerca de 80% dos usuários. Um importante fator de sucesso é a continuidade do tratamento em regime ambulatorial após a internação ou programa de tratamento. Uma das formas de viabilizar o sucesso do tratamento é garantir o acesso do usuário às estruturas de atendimento, e esse acesso pode ser avaliado se acompanhada sua trajetória por meio dos sistemas de informação. No Brasil há muitos sistemas de informação na área de saúde pública, cada um com uma coleção de dados específica para seus objetivos específicos. A maioria deles produz uma quantidade muito grande de registros e não possuem formatos padronizados entre eles. Este desafio para encontrar o mesmo paciente em múltiplas bases de dados é uma das aplicações práticas para o uso da técnica de linkagem de registros. Este projeto propõe o estudo para investigar a capacidade do uso da metodologia de linkage de bases de dados para mapear a trajetória de usuários de crack no período de até um ano antes de sua hospitalização e seguimento de até um ano após sua alta. Record Linkage O Record linkage neste contexto é baseado na comparação entre bases de dados médicos e administrativos, com o objetivo de encontrar registros que se acredita pertencerem ao mesmo paciente. No caso de ser possível encontrar os registros para o mesmo indivíduo são denominados pares verdadeiros ou exact match. Isto é fácil quando as bases de dados possuem um único identificador dos pacientes. Porém, isso se torna um desafio quando não há um identificador dos pacientes ou se a informação é armazenada sem formato padrão ou quando os arquivos são muito grandes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Rosemeri Siqueira Pedroso - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação neuroanatômica e neuropsicológica de usuários de crack: um estudo transversal, Descrição: A relevância desse estudo se justifica, pois o mesmo visa a investigar os aspectos bioquímicos, neuropsicológicos e neuroanatômicos em usuários de crack, dados até hoje desconhecidos na literatura. A proposta desse projeto será estudar a associação entre os aspectos cognitivos e as possíveis alterações em neuroimagem nestes pacientes; correlacionar os achados com os níveis séricos de neurotrofinas, de marcadores de estresse oxidativo e de inflamação. A importância da realização desse estudo se justifica, uma vez que, até o presente momento, não há na literatura científica estudo que contemple a correlação de tais aspectos. O maior conhecimento sobre os mecanismos envolvidos na disfunção cognitiva em indivíduos usuários de crack poderá contribuir para avaliar possíveis níveis de gravidade da doença, pois sabemos que os pacientes apresentam diferentes apresentações clínicas e respostas aos tratamentos hoje disponíveis. Com isso, futuramente embasar políticas públicas que orientem um tratamento mais direcionado ao perfil destes pacientes, podendo futuramente aumentar as taxas de adesão ao tratamento e diminuir a chance de recaída precoce.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Félix Henrique Paim Kessler - Integrante / Lisia Von Diemen - Integrante., Financiador(es): Fundo de Incentivo à Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    ANÁLISE DE SISTEMAS DE TESTAGEM MÓVEL PARA A DETECÇÃO DE COCAÍNICOS EM FLUIDOS BIOLÓGICOS, Descrição: No Brasil, aproximadamente 6 milhões de brasileiros e cerca de 442 mil jovens já experimentaram alguma apresentação de cocaína na vida (II LENAD 2012). Se focarmos na região Sul do país, 173 milhões de pessoas já utilizaram cocaína e 63 milhões já fizeram uso de crack (CEBRID 2005). O desenvolvimento e a aplicação de técnicas que permitam o screening do uso de drogas são fundamentais para diversos setores que necessitam desse controle, como por exemplo, em centros de tratamento, em locais de trabalho e no trânsito. O uso de saliva como matriz biológica para a detecção do uso de drogas vem sendo estudado e defendido por diversos grupos de pesquisa (Moore 2001) e sendo alvo de estudos de revisão (Verstraete 2004, Bosker and Huestis 2009), principalmente devido ao fato de que a amostra pode ser coletada de forma simples e não-invasiva, ter menores riscos de infecção comparada a amostras de sangue e ter menor chance de adulteração. Além disso, pesquisadores, profissionais e agentes da polícia constantemente expressam a necessidade da realização de testes e da confirmação dos resultados nos próprios locais de abordagem (Huessi 1999). No sentido de alcançar essas exigências, diversos sistemas de testagem rápida através de fluido oral já foram desenvolvidos, e entre eles está o Alere DDS2. Esse sistema permite permite o screening de cinco classes de drogas: anfetaminas, benzodiazepínicos, cocaína, metanfetaminas e THC. Entretanto, a especificidade e a sensibilidade das análises para cada droga ainda não foram estabelecidas. Sendo assim, estudos são necessários para o estabelecimento desses parâmetros de precisão, a fim de validar esse instrumento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / Renata Limberger - Integrante / Nino Cesar Marchi - Integrante / Juliana Scherer - Integrante / Taís Regina Fiorentin - Integrante / Rafaela Ornell - Integrante / Gustavo Leturiondo - Integrante / Vanessa Eggres - Integrante., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Vulnerabilidade social em usuários de crack em seis capitais Brasileiras, Descrição: A relação do indivíduo com substâncias psicoativas é formada por múltiplos fatores, incluindo a cultura, sociedade, religião e crenças, as características psicologicas individuais a cognição, neurobiologia e a genética. O comportamento aditivo resulta da conjunção de uma substância psicoativa e a personalidade. Dependência não é apenas uma substância, mas define o padrão como um indivíduo a usa e sua relação com o meio ambiente (1). A vulnerabilidade para desenvolver a dependência química depende de fatores genéticos, ambientais, sociais e biológicos. A interação entre fatores ambientais e genéticos indicam a importância de mecanismos epigenéticos que tem sido encontrados em resposta ao uso de drogas ilícitas ou como fatores subjacentes ao uso crônico de substâncias e recaídas (2). O abuso de substâncias psicoativas vem se tornando um problema de proporções epidêmicas, que envolve todos os segmentos da sociedade. Dentre estas substâncias, o crack, devido a sua trajetória de uso, perfil do usuário e suas graves consequências tais como rápida dependência, altas taxas de mortalidade, incidência de doenças sexualmente transmissíveis, associação com criminalidade e tráfico entre outros comportamentos de risco, além de alterações em funções psíquicas como pensamento, raciocínio, abstração, planejamento e controle de impulsos, frequentemente dificultam ações terapêuticas e impõem um desafio aos profissionais, pesquisadores, gestores de políticas públicas e de segurança e comunidade em geral (3), (4). É dentro deste cenário que evidencia-se uma intrínseca relação negativa no contexto do usuário e suas relações sociais. Os prejuízos sociais do uso do crack envolvem isolamento social, problemas laborais e/ou educacionais, comportamento violento e sexual de risco, envolvimento com atividades criminosas, disseminação de doenças e infecções. Além disso, o uso indiscriminado tem potencial impacto no ambiente dos usuários uma vez que é frequente o rompimento com vínculos familiares, e consequências que atingem os filhos devido a maus tratos e negligência, prejuízo no desenvolvimento e risco de abuso (5).Dados governamentais estimam que os usuários regulares de crack e/ou de formas similares de cocaína fumada (pasta-base, merla e oxi) somam 370 mil pessoas nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal. É considerada uma população oculta e de difícil acesso, e representa 35% do total de consumidores de drogas ilícitas (6). Trata-se de uma droga preferencialmente usada por crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e vivendo nas ruas. Porém, o perfil do usuário vem mudando e hoje observa-se um uso crescente em camadas sociais mais elevadas da sociedade e em mulheres (7).Esse estudo pretende estudar as características dos usuários de crack em relação à vulnerabilidade social, adesão ao tratamento e gravidade de uso em uma população de usuários em seis capitais brasileiras.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / SILVIA HALPERN - Integrante / Anne Orgle Sordi - Integrante / Joana C M Narvaez - Integrante / Carla Dalbosco - Integrante / Juliana Scherer - Integrante / Mayra Pachado Machado - Integrante / Rafaela Ornell - Integrante / Letícia Schwanck Fara - Integrante / Vanessa Loss Volpatto - Integrante / Marcia Carvalho de Oliveira - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Projeto de Desenvolvimento: Programa de Assistência a Usuários de Club Drugs, Descrição: O uso de club drugs tem aumentado nas últimas duas décadas, tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento. Este grupo de substâncias está associado a efeitos físicos e mentais incluindo euforia, desidratação, aumento da energia e sensibilidade para relações interpessoais, aumento de excitação sexual e comprometimento cognitivo. Muito embora a incidência de uso das club drugs esteja em crescimento, são escassos dados sobre o uso desta categoria de drogas no Brasil. Entretanto, o que se sabe por meios de nformação informais, como jornais e revistas é que o cenário brasileiro é preocupante e inclui envolvimento em comportamentos de risco sexuais, uso de multiplas drogas, entre outros. Esta população é resistente a busca espontânea por tratamento, mesmo tendo sido identificados por estudos prévios, problemas psiquiátricos e a necessidade para tanto. As alternativas de tratamentos para esta população incluem abordagens comportamentais e especificamento o modelo Matrix de tratamento. Já estabelecido na lieratura como efetivo para transtornos de adição e em especial, substancias estimulantes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (6) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Lysa Silveira Remy - Integrante / Renata Limberger - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2013 - 2015

    Avaliação de uma intervenção de capacitação do efetivo da Polícia Rodoviária Federal do Brasil através de verificação do processo de construção de conhecimentos relativos a substâncias psicoativas e sua influência no trânsito brasileiro, Descrição: Através de medidas objetivas delineadas para fornecer informações a respeito do processo de ensino e aprendizagem, esse projeto propõe-se a avaliar a intervenção de capacitação dos PRFs ? em temáticas relacionadas ao uso de SPAs no trânsito brasileiro, fiscalização e condutas relacionadas à SPAs ? na construção, pelos policiais, do conhecimento sobre os temas trabalhados nas aulas; bem como a percepção dos próprios policiais a respeito das dificuldades de fiscalização de SPAs nas rodovias.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Lisia Von Diemen - Integrante / Carla Dalbosco - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    ESTUDO DE POLIMORFISMOS GENÉTICOS EM USUÁRIOS DE CRACK EM TRATAMENTO, Descrição: O presente projeto integra um consórcio intitulado Prospecção de marcadores biológicos associados à toxicidade sistêmica e neural desencadeados pelo uso de cocaína tipo crack ao longo do ciclo da vida, desenvolvido pelo Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas (CPAD) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, em colaboração com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD). Serão investigadas várias características relacionadas ao uso dessa substância, entre elas o estudo de polimorfismos genéticos. Esta etapa será realizada como o presente sub-projeto, através de uma colaboração entre o Departamento de Genética ? PPG Genética e Biologia Molecular e o Departamento de Psiquiatria ? PPG Psiquiatria / CPAD. Entre os vários objetivos previstos para o consórcio, são objetivos referentes ao presente sub-projeto investigar diferentes polimorfismos presentes nos genes codificadores da enzima catecol-metil-transferase (COMT) e do transportador de dopamina (DAT1), além de outros genes que possam ser eventualmente associados com tal fenótipo, em usuários de crack em tratamento e em uma amostra controle.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Tatiana Roman - Integrante / Anderson Ravy Stlf - Integrante / DIANA MULLER - Integrante / TATIANE EMMANUELE DA ROSA - Integrante / BARBARA ALVES ZOLET - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 4

  • 2012 - 2013

    Efetividade da Terapia Cognitivo-comportamental em grupo para usuários de crack: ensaio clínico simples-cego, randomizado e placebo controlado, Descrição: Nosso país tem registrado intensa busca de tratamento para os transtornos relacionados ao uso de crack, associado ou não ao uso de outras substâncias psicoativas e as unidades de desintoxicação em hospitais psiquiátricos estão lotadas de pacientes que internam, refletindo assim a realidade atual que já se constitui numa forte justificativa para que se estude essa população e se desenvolvam técnicas de tratamento que contribuam para a eficácia das terapêuticas que buscam a abstinência do uso dessa droga.A literatura apresenta estudos avaliando a efetividade da TCCG em vários transtornos psiquiátricos, como depressão, transtorno obsessivo compulsivo, fobia social e ainda para uso de drogas em geralNo entanto, não encontramos nenhum estudo específico de TCC em grupo para usuários de crack. Daí a importância do presente estudo, uma vez que a Terapia Cognitivo Comportamenal em grupo permite que vários pacientes recebam tratamento ao mesmo tempo, o que também significa maior acesso dos usuários de crack à rede pública de saúde.Salientamos que o objetivo principal deste estudo é avaliar a efetividade da terapia cognitivocomportamental em grupo para usuários de crack em tratamento ambulatorial.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Rosemeri Siqueira Pedroso - Integrante / Félix Henrique Paim Kessler - Integrante / Lisia Von Diemen - Integrante.

  • 2011 - 2016

    ESTIMULANTES ANFETAMÍNICOS: desenvolvimento e validação de método por cromatografia líquida utilizando microextração em fase sólida e avaliação farmacocinética., Descrição: O abuso de substâncias psicoativas (SPA) é hoje um problema global. De acordo com a United Nations (2001) verificou-se um crescimento no abuso e má utilização de drogas utilizadas tradicionalmente para fins medicinais. O Brasil destaca-se no cenário mundial em relação ao consumo de anorexígenos estimulantes do sistema nervoso central, sendo a anfepramona e o femproporex os mais utilizados. As SPA, dentre estas o metilfenidato, causam importantes alterações comportamentais e psicomotoras. Por isso, a utilização destes compostos por motoristas e suas conseqüências no trânsito têm sido objeto de preocupação de autoridades nacionais e internacionais. Para a monitorização do consumo de drogas no trânsito o fluido oral apresenta uma série de vantagens como: coleta fácil e não invasiva, a qual pode ser realizada no próprio local da abordagem, sob vigilância e sem constrangimentos, e o fato de fornecer informação sobre o consumo recente. Assim, dentre os objetivos deste projeto está a validação de métodos analíticos para análise de femproporex, anfepramona e metilfenidato e o estabelecimento o perfil farmacocinético da anfepramona e do metilfenidato. As matrizes utilizadas serão: fluido oral, sangue e urina. Estes dados são necessários para alavancar o desenvolvimento de técnicas de monitorização do consumo de SPA no trânsito brasileiro e também para colaborar com a criação de políticas públicas visando à diminuição do número de acidentes. Cabe salientar que o presente projeto é parte de um estudo realizado em conjunto com o Cento de Pesquisa em Álcool e Drogas do Hospital de Clinicas de Porto Alegre, denominado Estudo do impacto do uso de bebidas alcoólicas e outras substâncias psicoativas no trânsito brasileiro (PECHANSKY e DE BONI, 2007), aprovado e cadastrado sob n° 07-069 o qual está diretamente ligado a SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Renata Pereira Limberger - Integrante.

  • 2011 - 2014

    Avaliação da farmacocinética do mazindol em plasma, saliva e urina e validação de metodologias analíticas, Descrição: O Brasil ocupa uma das primeiras posições no abuso de medicamentos estimulantes, principalmente o femproporex, a amfepramona, e o mazindol e o uso dessas substâncias por motoristas consiste em um problema com conseqüências graves, sendo de fundamental importância a monitoração desses fármacos em fluidos humanos (BRASIL, 2011). O mazindol é um fármaco quimicamente não relacionado às anfetaminas, porém também possui característica anorexígena, ou seja, ação inibidora do apetite. O efeito anorexígeno é mediado por alterações no nível da norepinefrina e dopamina do cérebro (Libbs, 2009). Além disso, esses medicamentos possuem muitos efeitos adversos como hipertensão pulmonar e arterial, arritmias cardíacas e ansiedade, possuindo em seus usos mais riscos do que benefícios No Brasil, o fármaco é comercializado sob alguns nomes comerciais como Fagolipo, Absten e Moderine e é pertencente à classe das substâncias psicotrópicas anorexígenas da portaria 344/98 da agência Nacional de Vigilância Sanitária (BRASIL,1998). Entretanto, o medicamento está com a comercialização suspensa nos Estados Unidos e na Comunidade Européia com a devido à falta de estudos que comprovem a segurança do seu uso em longo prazo (EMEA, 1999; FDA, 2003). Apesar de o mazindol ser comercializado ha bastante tempo, dados farmacocinéticos ainda são escassos na literatura e praticamente limitados a estudos pré-clínicos. Além disso, os estudos em humanos relatados na literatura são em plasma, utilizando como técnica a cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) (Kaddoumi et al.,2001; Kim et al., 2009). Portanto são inexistentes os estudos usando como matrizes biológicas urina e saliva usando como técnicas a cromatografia gasosa e a eletroforese capilar. É importante ressaltar que o presente projeto fará parte de um estudo realizado em conjunto com o Cento de Pesquisa em Álcool e Drogas do Hospital de Clinicas de Porto Alegre, denominado Estudo do impacto do uso de bebidas alcoólicas e outras substâncias psicoativas no trânsito brasileiro (PECHANSKY e DE BONI, 2007), aprovado e cadastrado sob n° 07-069 o qual está diretamente ligado a SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Renata Pereira Limberger - Integrante.

  • 2011 - 2014

    Viés na atenção para estímulos relacionados ao crack, Descrição: No campo das investigações sobre os comportamentos aditivos tem sido documentado que indivíduos dependentes de drogas apresentam um viés na atenção (VA) para pistas associadas à sua droga de escolha. Ou seja, eles tendem a alocar sua atenção, preferencialmente, para pistas relacionadas à droga em detrimento de outros estímulos do meio.De acordo com teorias da adição, a motivação para consumir drogas de abuso tais como cocaína, álcool, nicotina e opiáceos é determinada, em grande parte, pelas propriedades motivacionais ). É amplamente aceito entre os estudiosos dos comportamentos aditivos que os estímulos associados à droga provocam respostas condicionadas que podem motivar seu consumo. O viés atencional (VA) refere-se a um processo cognitivo implícito que pode orientar o comportamento do uso da substância em um nível pré-consciente. Devido a uma predisposição natural e/ou experiências anteriores de aprendizagem, os indivíduos podem ser mais ou menos propensos a ter seu foco atencional capturado automaticamente através de pistas ambientais .. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Ana Carolina Wolf Baldino Peuker - Integrante / Tatiana Roman - Integrante / Félix Henrique Paim Kessler - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Tomada de decisão, impulsividade e comportamento de risco no trânsito: um estudo comparativo entre motoristas infratores e não infratores da cidade de Porto Alegre, Descrição: O fenômeno trânsito tem conduzido a reflexões de maneira crescente em várias áreas do conhecimento científico medicina, psicologia, educação, sociologia, antropologia, engenharia, política, economia - em decorrência do seu impacto no meio ambiente e na qualidade de vida das pessoas (Bastos, Andrade & Soares, 2005). Além disso, os índices alarmantes da morbi-mortalidade devido aos acidentes de trânsito são mundialmente compreendidos como um crescente problema social e de saúde pública (Bhalla, et al 2009; Sánchez-Mangas, et al 2010). De acordo com a OMS estima-se que, em nível mundial, 1,2 milhões de pessoas morrem nas estradas anualmente e mais de 50 milhões ficam feridas (OMS, 2009). No Brasil, no ano de 2006, foram registrados 35.155 mortos e 407.685 feridos, conferindo ao país a condição de possuir um dos trânsitos mais perigosos do mundo (OMS, 2009). Dentre os elementos relacionados às causas dos acidentes, mais de 90% estão associados a fatores humanos, envolvendo o cometimento de erros ou infrações à lei de trânsito (Marchetti et al, 2009; Nallet, Bernard, Chiron, 2010). Apenas 10% dos acidentes têm suas causas relacionadas às condições ambientais, condições da via ou condições do veículo (Rozestraten & Dotta, 1996). Na circulação humana, o comportamento do condutor é, indubitavelmente, o mais importante fator contribuinte para a ocorrência de acidentes automobilísticos. Assim sendo, conhecer aspectos do comportamento humano no trânsito é uma necessidade social e cientifica. Além disso, estudos específicos sobre os componentes que determinam a conduta no trânsito, como a tomada de decisão e impulsividade, possibilitarão o desenvolvimento de ações eficazes e sustentáveis no âmbito da prevenção.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Graciela Gema Pasa - Integrante / Larissa Netto de Freitas - Integrante / LUISA RUZZARIN PESCE - Integrante / Ricardo Bins Ely Seffner - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2011 - 2012

    Avaliação dos Índices de DNA Danificado em Usuários de Crack - segunda etapa: em associação com o CPAD - HCPA, como parte do projeto: Ações integradas, componente 3, metas 9,10 e 11 (SENAD), Descrição: Um estudo investigativo dos possíveis efeitos tóxicos da cocaína e crack, sobre o DNA contido no macronúcleo do protozoário Tetrahymena pyriformis, mostra que tanto a cocaína, quanto o crack, afetam significativamente o conteúdo de DNA, quando comparados as culturas controle. E sugerem, pelo resultado observado, que o crack é muito mais potente e rápido na ação, do que a cocaína (Stefanidou, Chatziioannou et al., 2002). Correlacionando o dano de DNA com outras drogadições, na literatura há trabalhos que relatam um aumento significativo no dano oxidativo ao DNA em leucócitos de indivíduos expostos à fumaça ambiental do tabaco e uma correlação entre o dano de DNA e da exposição ao tabaco, medido pelos níveis de cotinina no plasma (Howard, Ota et al., 1998) (Lodovici, Caldini et al., 2005). O potencial do fumo de cannabis para causar dano ao DNA foi testado e, na maioria dos trabalhos não foi demonstrado (Wickelgren, 1997) (Linszen, Dingemans et al., 1994). Contrapondo a estes, um recente estudo publicado na Chemical Research in Toxicology fornece evidências para o potencial de danificar o DNA com fumo de cannabis e sugere que o consumo de cigarros de cannabis pode ser prejudicial para a saúde humana com a possibilidade de iniciar o desenvolvimento do câncer (Singh, Sandhu et al., 2009). Níveis mais elevados de danos no DNA em forma de rupturas da fita simples têm sido detectados em macrófagos alveolares humanos obtidos a partir de fumantes de cannabis, em comparação aos não-fumantes (Sherman, Aeberhard et al., 1997). Neste contexto, o presente projeto propõe-se a estudar os níveis de dano de DNA nos leucócitos de usuários de crack e acompanhar esses níveis durante o tratamento. Este estudo consiste em uma avaliação das alterações no material genético (DNA) de cada participante. Estas alterações ocorrem normalmente nas células em níveis bastante baixos, e são apontadas como responsáveis, entre outros efeitos, pelos processos de envelhecimento. Em um primeiro momento, essas mesmas avaliações foram realizadas em usuários de crack internados em uma clínica de reabilitação de São Leopoldo. Esta próxima etapa será para avaliar usuários acompanhados pelo CPAD HCPA e será um estudo bem mais completo, com possibilidade de relacionar os resultados obtidos com toda a gama de informações coletadas sobre os pacientes. Avaliação do dano de DNA Ensaio Cometa "O teste Cometa ou SCGE (Single Cell Gel Eletrophoresis Assay) é um teste de genotoxicidade capaz de detectar danos no DNA induzidos por agentes alquilantes, intercalantes e oxidantes, de forma quantitativa. No presente projeto será utilizada a versão alcalina, a qual detecta quebras de fita única e dupla, sítios alcali-lábeis, e crosslinks. "Através dessa técnica, o dano de DNA é visualizado individualmente na célula sob a forma de um aumento na migração de material genético a partir do núcleo ( cauda do cometa). O mecanismo da técnica relaciona-se com a organização super-helicoidal do DNA, a qual se torna relaxada em função de processos de quebras, podendo formar estruturas alongadas a partir da eletroforese (Maluf, 2004). Teste de Micronúcleo "O ensaio serve como primeiro passo no estudo de compostos mutagênicos, tendo a vantagem de ser mais rápido do que a análise de quebras cromossômicas (clastogênese), sendo mais eficiente para detectar a perda de cromossomos inteiros (aneugênese) (Heddle, 1973). "A freqüência de MN em linfócitos do sangue periférico humano foi estudada por Cauntryman e Heddle (1976), mostrando a possibilidade de se medir o dano cromossômico através de um tecido de mais fácil acesso, já que, originalmente, a técnica de MN tinha sido descrita apenas para eritrócitos de medula óssea, em 1975 por Schmid. A dificuldade dessa técnica era distinguir as células que, em cultura, haviam passado por um ciclo de divisão, daquelas que não haviam se dividido (Cauntryman e He. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (5) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / SHARBEL WEIDNER MALUF - Integrante.

  • 2011 - Atual

    QUANTIFICAÇÃO DE BIOMARCADORES DE EXPOSIÇÃO AO CRACK/COCAÍNA EM AMOSTRAS DE MECÔNIO DE RECÉM NASCIDOS E SUA CORRELAÇÃO COM A ESCALA DE GRAVIDADE DE DEPENDÊNCIA (ASI 6)., Descrição: O aumento considerável no número de apreensões de cocaína no Brasil nos últimos anos é tido como reflexo do grande crescimento no seu consumo (United Nations, 2010), principalmente sob a forma de crack, uma droga de fácil acesso e baixo custo. Os consumidores da droga compreendem adolescentes e jovens, inclusive do sexo feminino e em idade fértil, suscetíveis à exposição da droga durante a gestação (CEBRID, 2007). A escassez de estudos, principalmente na América Latina, e especificamente no Brasil, a respeito do padrão de uso do crack e de metodologias validadas que determinem a gravidade de dependência da droga por gestantes e confirmem seu consumo através de análises em matrizes biológicas, correlacionando com os resultados obtidos nas entrevistas, dificultam a elaboração de intervenções e políticas públicas eficazes para minimizar o impacto dos efeitos desta droga à mãe e ao feto. Estudos relatam que o mecônio possui uma série de vantagens sobre as matrizes tradicionais, e vem sendo empregada como método de escolha para monitorar o uso de drogas de abuso na gestação. O ASI é um instrumento orientado bastante completo e relativamente breve, desenhado para fornecer informações importantes sobre os vários aspectos da vida de um paciente, os quais costumam estar relacionados aos problemas de abuso e dependência de substâncias psicoativas (KESSLER, F. et. al, 2007). Em vista disso, o objetivo do presente trabalho é proceder a quantificação dos bioindicadores de consumo do crack no mecônio de recém-nascidos através de metodologia validada e correlacionar com os resultados obtidos na escala de gravidade de dependência (ASI6). A metodologia analítica será baseada em protocolos analíticos previamente desenvolvidos, e as entrevistas que irão avaliar a gravidade de dependência, através de aplicação orientada do ASI6 em estudo prévio entre as gestantes usuárias da droga, correlacionando o score do resultado obtido no ASI6 com a quantificação dos metabólitos do crack/cocaína, encontrados nas análises do mecônio.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Número de produções C, T & A: 3

  • 2010 - 2015

    EFEITOS DA EXPOSIÇÃO AO ETANOL NA ADOLESCÊNCIA SOBRE A ATENÇÃO, IMPULSIVIDADE E AGRESSIVIDADE DE RATOS WISTAR, Descrição: A adolescência é uma fase de transição para a vida adulta e se caracteriza por intenso comportamento exploratório e de exposição a riscos. Durante esse período, são comuns a experimentação e o início do uso de drogas, como a nicotina e o álcool (SPEAR, 2000). O uso de álcool entre adolescentes é bastante comum e consiste em um problema de saúde pública, sendo associado com maiores índices de dependência de substâncias e com uma progressão mais rápida do uso ocasional para a dependência de álcool na vida adulta (STANSFIELD; KIRSTEIN, 2007)(ENGLUND ET AL., 2008). Em seres humanos, o cérebro continua a se desenvolver até aproximadamente 20 anos de idade, com ocorrência de mielinização e seleção sináptica em regiões do córtex frontal na fase final da adolescência (CASEY ET AL., 2005). Essas mudanças são importantes para o controle de impulsos, planejamento, motivação, tomada de decisão e interação social, entre outras funções. O uso de drogas nesse período pode afetar o desenvolvimento de regiões corticais, ocasionando alterações em tais funções que podem persistir na vida adulta (SLOTKIN ET AL., 2006). Além disso, os jovens são menos sensíveis aos efeitos sedativos do álcool (LITTLE ET AL., 1996) e, por isso, mais vulneráveis ao uso de grandes quantidades dessa droga. Sabe-se que a idade de início de uso de álcool está inversamente correlacionada com um maior grau de impulsividade e dependência/abuso de substâncias (DIEMEN ET AL., 2008), incluindo o álcool (HINGSON ET AL., 2006), e a maiores níveis de agressividade (HINGSON ET AL., 2001) e impulsividade (DOM ET AL., 2006). Adolescentes com diagnóstico de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade têm maior probabilidade de apresentarem abuso de substâncias ilícitas, mesmo controlando comorbidades como Transtornos de Conduta (SZOBOT ET AL., 2007). É difícil concluir, entretanto, qual a relação causal - se ela existe - entre esses aspectos comportamentais e os efeitos do consumo de álcool na adolescência a partir de estudos transversais. Uma hipótese é que o consumo crônico de álcool, particularmente em idade jovem, ocasiona efeitos comportamentais duradouros. Estudos longitudinais sugerem que um início precoce no consumo de álcool causa um maior consumo na vida adulta (PITKÄNEN ET AL., 2005)(ANDERSEN ET AL., 2003). Além disso, o álcool aumenta a severidade de comportamentos agressivos (KOMRO ET AL., 2000) e a probabilidade de envolvimento em acidentes (HINGSON ET AL., 2000). Outra interpretação possível é que a precocidade e a severidade do consumo de álcool sejam influenciadas por um conjunto de características relacionadas à capacidade de auto-controle, como agressividade e impulsividade. A literatura apresenta resultados divergentes sobre o efeito causal dessas características no consumo precoce de álcool (GRANT; DAWSON, 1997)(PITKÄNEN ET AL., 2005). Com relação à desinibição comportamental, a dependência ao álcool na vida adulta parece ser influenciada pelo grau de desatenção (FERGUSSON ET AL., 2007), hiperatividade (KLINTEBERG ET AL., 1993), agressividade (KELLAM ET AL., 1980) e impulsividade (MCGUE ET AL., 2001) na infância e adolescência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / Lisian Bizarro Araújo - Integrante / Rosa Maria Almeida - Integrante / Flavio Kapczinski - Integrante / ivany brys - Integrante / STEFANO PUPE JOHANN - Integrante / Caroline Perinazzo da Veiga - Integrante.

  • 2010 - 2015

    Trajetória do usuário de crack internado e seguimento de uma coorte prospectiva, Descrição: Pouco se sabe da história natural do crack embora uma boa parte dos estudos aponte para maior freqüência de uso entre homens jovens, composta de solteiros, desempregados, com idades entre 15 e 30 anos e que apresentam baixos níveis de educação e renda. O crack apareceu pela primeira vez no Brasil no final dos anos 80, e o primeiro relato publicado de uso de crack na cidade de São Paulo ocorreu em 1989. Desde então o uso de crack tem se disseminado rapidamente, popularizando-se no território brasileiro, através das facilidades do tráfico. Observa-se o aumento de acesso à droga, que tem aparecido sob novas formas, como por exemplo, o farelo ou pó, que são vendidos por menor preço, aumentando assim a oferta da droga, seu consumo e prevalência de uso. Dessa forma, estudar a trajetória do usuário de crack tem se tornado importante, pois o manejo clínico com esta clientela exige novas estratégias na abordagem desse grande problema de saúde pública que ameaça fugir do controle dos profissionais que trabalham com dependência química. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Rosemeri Siqueira Pedroso - Integrante / KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2010 - 2014

    Road Safety 10: Vida no Trânsito - Diagnóstico Epidemiológico e Avaliação de Intervenções., Descrição: Projeto de pesquisa em parceria com a John Hopkins University, para construção de base epidemiológica e avaliação de intervenções para segurança no trânsito em 5 capitais brasileiras.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Sousa, Tanara Rosângela Vieira - Integrante., Financiador(es): Johns Hopkins University - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2010 - 2014

    Trauma, Resiliência e Dependência Química: Um estudo sobre seus aspctos dinâmicos e biológicos em uma população usuária de crack, Descrição: O termo resiliência engloba um conceito que transita entre aspectos físicos, biológicos e psíquicos. Quando aplicado à pratica psiquiátrica, a resiliência refere-se à capacidade do indivíduo de enfrentar as adversidades, manter uma capacidade adaptativa, ser transformado por elas, recuperar-se, ou conseguir superá-las. Estudos mostram o desenvolvimento desta capacidade pode estar relacionado com experiências primitivas na infância que modulam circuitos neuroquimicos. Desta maneira, torna-se muito iimportante estudarmos este constructo em uma popualção usuária de drogas, visto que o uso de substâncias é o recurso que utilizam para lidar com situações adversas. Entender como se estabelece o desenvolvimento da resiliência em usuários de drogas pode ser importante para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de técnicas terapeuticas. Estudo Transversal. Casos são 80 pacientes internados no Hospital Psiquiátrico São Pedro, com diagnóstico de abuso de crack. Controles são 80 indivíduos usuários de substâncias que não o crack, 80 indivíduos não usuários de SPA. Os oitenta indivíduos usuários de outras drogas que não o crack serão selecionados a partir de uma amostra comunitária proveniente do Bairro Matias Velho, Município de Canoas, Rio Grande do Sul. Os oitenta indivíduos não usuários de SPA serão selecionados a partir desta mesma amostra e a partir de uma amostra de familiares de pacientes internados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) / Especialização: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): FIPE/HCPA - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2014

    Associação entre Percepção da Qualidade do Vínculo com os Pais, Gravidade da Dependência e Prevalência de Violência e de Problemas Legais em uma Amostra de Usuários de Crack e Não Usuários de Porto Alegre, Descrição: No Brasil, o uso abusivo de drogas lícitas e ilícitas tem sido alvo de grande preocupação, em vista de sua expressiva expansão em várias regiões, não somente na população adulta como também em adolescentes e pré-adolescentes. O uso de crack prejudica diversos órgãos e funções do corpo humano. Além dos prejuízos orgânicos, como vaso constrição, isquemias, infarto do miocárdio ou arritmias cardíacas, também podem ocorrer graves lesões do Sistema Nervoso Central (SNC). Devido aos danos no SNC, o usuário pode apresentar sérios déficits cognitivos, especialmente na função da memória, pensamento, aprendizagem, habilidades viso-espaciais, funções executivas e na tomada de decisões. A literatura tem mostrado que os déficits parecem perdurar por longo prazo, podendo ser irreversíveis (Stocker, 1998; Kosten, et. al, 1998; Verdejo-Garcia, 2007).A investigação da existência de eventuais situações de risco que possam estar fomentando o uso e/ou abuso de drogas tem sido fator primordial para a compreensão do fenômeno da expansão do uso do crack. Devido aos transtornos individuais, ao impacto na sociedade com dados sobre violência e criminalidade crescentes, e às graves desestruturações familiares que o abuso de crack e outras drogas vêm causando, existe uma necessidade de investigações sistematizadas a respeito do contexto em que está inserido o usuário de crack (William et. al. 1990). Muitos fatores influenciam e condicionam a aprendizagem do comportamento violento ao longo da história do indivíduo. A violência pode ser entendida como um consequência da junção de fatores como a personalidade do indivíduo, aspectos genéticos, estrutura familiar, grupo social, uso de substâncias psicoativas que podem influenciar na repressão ou manifestação da violência (Terreros, 2009). Referentemente aos comportamentos de risco, presenciamos na atualidade crescentes índices de uso, abuso e dependência de drogas, em especial o uso de crack. Os custos sociais que o uso das drogas gera à economia brasileira, tem sido um fator preocupante, aliado ao agravante aumento de atos violentos e ilegais cometidos por essa população. A crescente criminalidade, especialmente aquela vinculada às drogas e ao tráfico, vem sendo uma das maiores preocupações da população (Santos, 2008). Recentemente uma revisão sistemática sobre a influência de estilos parentais e uso de drogas em adolescentes constatou influência significativa da família no uso de drogas em relação ao tipo de práticas educativas, destacando os estilos parentais como autoritário, negligente e indulgente, significativamente, relacionados com uso de substâncias psicoativas em diversas culturas e contextos (Paiva & Ronzani, 2009). Esse sub-projeto faz parte de um projeto global denominado de Ações Integradas 10/0002 do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas - CPAD, através da implantação de um núcleo de estudos sobre crack. O projeto total está constituído de sub-projetos, que investigarão as características relacionadas ao uso de crack, como: riscos da exposição aos efeitos do crack em bebês, estudo de polimorfismos genéticos, marcadores biológicos cerebrais, comorbidades psiquiátricas, efeitos da estimulação magnética transcraniana na elucidação da fisiopatologia do uso e abstinência do crack, estudo da avaliação do efeito do tratamento à gestantes usuárias de crack e outras drogas sobre a qualidade da interação mãe/bebê, impulsividade, sensation seeking e bdnf em dependentes de crack, trajetória no SUS dos usuários de crack, reinserção social e profissional de usuários, manejo de craving e avaliação da estrutura familiar e os problemas legais em usuários de crack, melhor especificada nesse projeto. Esse projeto global contará com recursos financeiros já disponibilizados pela Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas SENAD.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Simone Hauck - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2010 - 2014

    Avaliação e seguimento de adolescentes usuários de crack internados em hospital psiquiátrico de Porto Alegre, Descrição: O uso de crack é um grave problema de saúde pública, com prevalência crescente em nosso meio. Acomete, em muito, os adolescentes. Acredita-se haver uma predisposição genética, mas há poucos estudos específicos em usuários de crack. Da mesma forma, o uso de crack está associado a uma série de danos neurotóxicos, até o momento estudados basicamente apenas em modelo animal. Neste trabalho, adolescentes internados por uso de crack (n=81) serão avaliados quanto aos diagnósticos psiquiátricos, perfil psicossocial, possíveis genes candidatos para dependência de crack, marcadores de toxicidade celular. Os pacientes serão seguidos após a alta, no intuito de avaliar preditores de abstinência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Mauricio Kunz - Integrante / Keila Maria Mendes Ceresér - Integrante / Tatiana Roman - Integrante / Rohde, Luis A.P. - Integrante / Flavio Kapczinski - Integrante / cladia maciel szobot - Integrante / ricardo halpern - Integrante / ronaldo lopes rosa - Integrante / alexia vasconcellos - Integrante / ana paula de assis begnis - Integrante / Mariana Chedid Jensen Cunha - Integrante / Patrícia Mafra Lazzari - Integrante / mariana motta bergonsi - Integrante / Rafaela Carvalho Abrahão - Integrante / Elisa de Azambuja Loureiro - Integrante / Pedro Barbieri Ferronatto - Integrante.

  • 2010 - 2014

    Prospecção de marcadores biológicos associados à toxicidade sistêmica e neural desencadeados pelo uso de cocaína tipo crack ao longo do ciclo da vida, Descrição: Os fatores que favorecem a dependência ao crack são diversos e envolvem aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais (Leite, 1999). Mesmo diante do progressivo aumento de consumo de crack no Brasil e no mundo, ainda pouco se sabe a respeito de mecanismos neurobiológicos da dependência, abstinência, da fissura e recaída, bem como dos aspectos genéticos relacionados. Dessa forma, para que intervenções mais efetivas sejam desenvolvidas para o tratamento do crack, a melhor compreensão desses aspectos é fundamental, já que os tratamentos convencionais para as outras substâncias têm tido resultados muito ruins nessa população (Knapp, Soares et al., 2007; Kessler e Pechansky, 2008; Lopez, Becoa et al., 2008). Em virtude da escassez de estudos específicos para o crack utilizamos nesta revisão informações referentes à cocaína devido às semelhanças entre as duas drogas. Está bastante claro na literatura que a cocaína inibe também transportadores de outros neurotransmissores, como noradrenalina e serotonina, mas suas ações no sistema dopaminérgico são consideradas as mais importantes. A hipótese biológica mais aceita na atualidade pressupõe neuroadaptações no sistema de aprendizado e memória no sistema dopaminérgico e no circuito glutamatérgico, nos quais as projeções dos neurônios dopaminérgicos estão inseridas (Thomas, Kalivas et al., 2008). Estruturas relacionadas aos processos de estabelecimento de memória incluem o hipocampo e a amígdala, e a via dopaminérgica é um sistema cerebral de importância fundamental para a sobrevivência, garantindo a repetição de experiências vitais como a fome e a sede. A identificação de polimorfismos genéticos que podem alterar o metabolismo dopaminérgico é um dos principais alvos dos estudos nessa área. Acredita-se que a variabilidade genética modifique a resposta dos indivíduos aos psicoestimulantes, incluindo o crack, e possivelmente à farmacoterapia (Haile, Kosten et al., 2007). O uso de cocaína/crack está relacionado à diversas situações que sugerem que essa substância possa ser tóxica ao organismo, tanto de forma sistêmica quanto cerebral. Por exemplo, estudos mostram que o uso de cocaína está relacionado a progressão mais rápida da AIDS (Cook, Burke-Miller et al., 2008), e mortalidade precoce também aparece como característica dessa população (Ribeiro, Dunn et al., 2006). O grupo de Kapczinski (Kapczinski, Vieta et al., 2008) adaptou o modelo da carga alostática para o transtorno bipolar e propôs uma série de medidas bioquímicas para avaliar o impacto cerebral e físico do transtorno bipolar. Essas medidas são indicadores sistêmicos de alostase e toxicidade e constituem-se de neurotrofinas - BDNF (Brain-derived neurotophic factor), NT-3 (Neurotrophin 3), GDNF (glial cell line-derived neurotrophic factor), marcadores de estresse oxidativo -TBARS (thiobarbituric acid reactive substances), PCC (protein carbonyl content), TRAP (total reactive antioxidant potential) e mediadores inflamatórios (IL8, IL1b, IL6, IL10, TNF).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Cláudia Maciel Szobot - Integrante / Mauricio Kunz - Integrante / Keila Maria Mendes Ceresér - Integrante / Tatiana Roman - Integrante / Anderson Ravy Stolf - Integrante / ricardo halpern - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2010 - 2014

    Resiliência e Dependência Química: Um estudo sobre seus aspectos dinâmicos e biológicos em uma população usuária de crack, Descrição: O termo resiliência engloba um conceito que transita entre aspectos físicos, biológicos e psíquicos. Quando aplicado à pratica psiquiátrica, a resiliência refere-se à capacidade do indivíduo de enfrentar as adversidades, manter uma capacidade adaptativa, ser transformado por elas, recuperar-se, ou conseguir superá-las. Estudos mostram o desenvolvimento desta capacidade pode estar relacionado com experiências primitivas na infância que modulam circuitos neuroquimicos. Desta maneira, torna-se muito importante estudarmos este constructo em uma população usuária de drogas, visto que o uso de substâncias é o recurso que utilizam para lidar com situações adversas. Entender como se estabelece o desenvolvimento da resiliência em usuários de drogas pode ser importante para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de técnicas terapeuticas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) / Especialização: (5) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Anne Ogler Sordi - Integrante / Simone Hauck - Integrante / Juliana Scherer - Integrante / Vanessa Manzke - Integrante / Mayra Pachado Machado - Integrante / Roberta Bristot Silvestrin - Integrante / Chrystian da Rosa Kroeff - Integrante / DAIANE SILVA DE SOUZA - Integrante / Federico Troiano - Integrante / STEFANIA PIGATTO TECHE - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2010 - 2013

    Percurso do usuário de crack internado e desenvolvimento de um questionário que avalie a sua trajetória de tratamento, Descrição: De acordo com Pasquali14, para construção de um instrumento de medida são necessárias as definições constitutivas que irão contextualizar o construto alvo dentro da teoria e da literatura disponível e estudada. Nem sempre um instrumento que mede um construto abrangerá toda a amplitude semântica de um conceito. Daí a importância de boas definições constitutivas que permitem avaliar a qualidade do instrumento. A validade de um instrumento se fundamenta na definição operacional que consiste em definir comportamentos que devem ocorrer devendo ser o mais abrangente possível em relação ao construto. Não há a intenção de que uma definição operacional esgote a amplitude semântica do construto, mas quanto maior for a sua qualidade maior será a qualidade do instrumento. Na elaboração de um instrumento, os itens são elaborados a partir das definições operacionais de um construto, fundamentado teoricamente e baseado em dados empíricos pesquisados. Importância do desenvolvimento de um instrumento para avaliar a trajetória do usuário de crack O manejo clínico dos usuários de crack exige novas estratégias na abordagem desse grande problema de saúde pública que ameaça fugir do controle dos profissionais que trabalham com dependência química, daí importância em estudar a trajetória do usuário de crack 4,20. Foi realizada uma busca detalhada e minuciosa nos Bancos de Dados: Medline, Psyc-Info, Proquest, Ovid, Lilacs e Corkc, utilizando os descritores em português (trajetória, uso de crack, tratamento) em inglês (trajectory, crack, trajectories, treatment). Não foi encontrada nenhuma escala para avaliar a trajetória do usuário de crack, quanto à sua percepção do uso da substância psicoativa e quanto a sua busca por tratamento. Portanto construir, validar e testar a reprodutibilidade de um questionário que avalie o construto trajetória de tratamento do usuário de crack tem a intenção de ajudar a apontar novas metas de políticas públicas que possam oferecer diversificados tratamentos para esta clientela.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Rosemeri Siqueira Pedroso - Integrante / KESSLER, FELIX HENRIQUE PAIM - Integrante.

  • 2010 - 2013

    Desenvolvimento, reprodutibilidade e validação de um instrumento para quantificar o consumo diário de açúcar em uma amostra da população adulta de Porto Alegre/RS, Descrição: A alimentação possui um importante pale na prevenção e na determinação das doenças. A epidemiologia nutricional tem desenvolvido instrumentos com o o bjetivo de verificar a associação entre dieta e defechos em saúde. Entre estes instrumentos encontra-se o Questionário de Frequência Alimentar(QFA) que é considerado o mais prático e informativo método de avaliação dietética, fundamental em estudos epidemiológicos que relacionam a dieta com doenças crônicas, as quais também estão associadas com o consumo excessivo de açúcar. Por este motivo torna-se importante a quantificação do consumo de açúcar utilizado pela população.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador.

  • 2010 - 2013

    Ações Integradas- meta 3: Avaliação da atenção à saúde de usuários de álcool e outras drogas em cinco regiões brasileiras, Descrição: O consumo abusivo de álcool e outras substancias psicoativas pode ser considerado um problema de saúde pública no Brasil. Estimativas apontam que as taxas de dependência de álcool encontram-se por volta de 12,3% e o uso de drogas ilícitas, alguma vez na vida, em torno de 22,8%, sendo que é estimado que um quinto dos paciente atendidos na atenção primária apresentem transtornos relacionados ao uso de álcool. Além disso, as conseqüências do abuso e/ou dependência causam um impacto considerável à população, como, por exemplo, altas taxas de homicídios e de acidentes de trânsito, relacionadas ao álcool. Estudos recentes e as apreensões de drogas ilícitas apontam que uso de substâncias vem aumentando no país, o que pode onerar de forma ainda mais contundente o sistema de saúde, bem como a qualidade de vida da população.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Juliana B. Hilgert - Integrante / Raquel Brandini De Boni - Integrante / José Roberto Goldim - Integrante.

  • 2010 - 2013

    Mapeamento das instituições governamentais e não-governamentais de atenção às questões relacionadas ao consumo de álcool e outras drogas no Brasil - 2010x, Descrição: O uso de substâncias psicoativas (SPAs) no Brasil têm crescido na última década, aumentando a demanda por tratamento para abuso de SPAs e tornando necessário o desenvolvimento de locais de atenção ao usuário de drogas para minimizar o problema, fica evidente. Entretanto, haverá excesso de gastos financeiros e inadequado aproveitamento de recursos públicos se intervenções no sentido de expandir a rede de atenção ao usuário de SPAs no país não forem acompanhadas de diagnóstico e monitoramento. Se não possuirmos a localização exata e os contatos da instituição, bem como o tipo de tratamento executado e a quantidade e especialidade de seus profissionais, não poderemos fornecer à população encaminhamento adequado, nem controlar recursos governamentais, como materiais, profissionais, necessidade de capacitações, que devem ser destinados a essas instituições. O Brasil já conta com a realização de um mapeamento anterior que resultou na obtenção de um banco de dados com informações básicas sobre instituições vinculadas à atenção as questões relacionadas ao consumo de álcool e drogas (3). Essas informações, contudo, encontram-se desatualizadas. Da mesma forma, instituições pertencentes a cadastros importantes na área da saúde como o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), cadastro do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), registro da Associação de Comunidades Terapêuticas e cadastro da ANVISA não foram agregadas ao primeiro mapeamento por questões logísticas e financeiras. Além disso, é preciso compilar todos esses cadastros em um único com o objetivo de facilitar o acesso e alcançar aquelas instituições que ainda não foram mapeadas e não estão contidas em nenhuma base de dados. Existe uma técnica de amostragem, chamada bola-de-neve (do inglês snowball), que foi desenvolvida especificamente para alcançar populações difíceis em estudos onde o uso dos tipos de amostragem normalmente empregados não são uma alternativa factível (4, 5). A estratégia é utilizada comumente em estudos com populações escondidas, como usuários de drogas portadores de HIV e seus parceiros, consumidores de drogas sintéticas em festas rave, moradores de rua e profissionais do sexo (4, 6, 7). O uso da bola-de-neve proporcionou reconhecimento da importância de métodos inovadores não-randômicos de coleta de dados (8). De uma forma geral, o método consiste em um sistema onde cada unidade de pesquisa indica outra (ou outras, dependendo to tamanho amostral) para participar do estudo, sendo que a unidade de pesquisa é geralmente o indivíduo. Não foram encontrados estudo publicados com o uso da técnica para mapear instituições de saúde. Esta, porém, parece uma alternativa viável frente a necessidade de encontrarmos instituições que não estão registradas em nenhum sistema ou cadastro. Através do Mapeamento das instituições governamentais e não-governamentais de atenção às questões relacionadas ao consumo de álcool e outras drogas no Brasil, objetiva-se contribuir com a melhoria dos programas, ações e atividades de prevenção, tratamento e reinserção social por meio da articulação e fortalecimento dos recursos existentes. Sendo assim, esse levantamento oportunizará a organização e ampliação desses recursos e, com isso, a melhoria do acesso à população que necessita desses serviços. O presente estudo é parte de um projeto nacional chamado Ações Integradas , cadastrado no GPPG sob número 10-0002, aprovado pela Comissão Científica e Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) em janeiro de 2010 e desenvolvido através de uma parceria entre Centro de Estudos e Pesquisa em Álcool e Drogas (CPAD), HCPA, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / BONI, RAQUEL BRANDINI DE - Integrante.

  • 2010 - 2013

    INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA INTEGRADA, REALIZADA DURANTE A GESTAÇÃO EM USUÁRIAS DE COCAÍNA E OUTRAS DROGAS LICITAS E ILÍCITAS: EFEITOS NA EVOLUÇÃO NEONATAL, NO NEUROCOMPORTAMENTO DO RECÉM-NASCIDO E NO DES, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Maria Lucrecia Scherer Zavaschi - Integrante / RUDIMAR DOS SANTOS RIESGO - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Ações Integradas - Componente 3, Descrição: O crescente índice de criminalidade no Brasil tem evidenciado uma relação cada vez mais próxima entre o consumo de drogas e atos violentos, sendo que os jovens têm sido o alvo principal dessas estatísticas. Considerando a multiplicidade de fatores associados aos fenômenos da droga e da violência, configura-se um panorama complexo que se coloca a diferentes segmentos da sociedade e ao Estado. Na busca de respostas capazes de reverter o efeito da associação droga, violência e juventude, o Gabinete de Segurança nstitucional da Presidência da República -GSI/PR e o Ministério da Justiça MJ, por meio da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - SENAD em parceria com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania - PRONASCI, respectivamente, propõem o desenvolvimento de ações conjuntas para prevenção da violência e da criminalidade associada ao uso indevido de álcool e outras drogas, contidas no presente projeto. Trata-se, pois, do desenvolvimento de ações de natureza preventiva, bem como de tratamento e reinserção social. O projeto apresentado aborda especificamente as questões de tratamento dos problemas relacionados ao uso de substâncias psicoativas. Como o PRONASCI é composto por 94 projetos, que envolvem a União, Estados, Municípios e a própria comunidade, suas ações são caracterizadas como Ações Estruturais e Programas Locais, os quais permitem atuar nas áreas onde a violência se manifesta, através da inserção em programas governamentais já existentes. Nesse sentido, uma das ações previstas refere-se à identificação de todos os projetos e programas governamentais existentes nas localidades indicadas, bem como o mapeamento dos serviços públicos disponíveis, tendo como objetivo uma atuação integrada à rede pública, articulando as diferentes perspectivas de ação e otimizando as condições de acesso aos bens e serviços disponíveis, por parte da população-alvo deste projeto. Além da rede pública, é de fundamental importância a identificação dos recurso. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / RAQUEL DE BONI - Integrante / José Roberto Goldim - Integrante / Paulina do Carmo Arruda Vieira Duarte - Integrante / Renata Limberger - Integrante / Henrich Hasenack - Integrante / Gabriela Cunha - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro / FIPE/HCPA - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2012

    Caracteríticas de risco de motoristas infratores: Tipo de infração, alcoolemia e lesões associadas., Descrição: Cada vez mais os acidentes de transito são motivo de preocupação mundial, com a literatura internacional apontando crescentemente os danos e riscos envolvendo a associação entre acidentes e consumo de álcool e drogas. Segundo dados recentes, o uso de substâncias está ligado a pelo menos 50% dos acidentes de transito. No Brasil, estudos recentes analisaram esta problemática porém observa-se que são raros os estudos nacionais referentes a caracterização da personalidade e características do condutor infrator elementos que podem ter bastante impacto na relação entre consumo de substâncias de a ocorrência de acidentes. Neste sentidos este projeto se propõe a identificar as características de risco como um indicador indireto dos estilos de funcionamento psicológico - dos motoristas infratores no Estado do Rio Grande do Sul no ano de 2009, através de um delineamento do tipo transversal envolvendo as infrações registradas no banco de dados do DETRAN/RS no ano de 2009. A partir das informações sobre as infrações de trânsito serão verificadas as possíveis associações com as demais variáveis constantes no mesmo banco, tais como: categoria do condutor, condutor com atividade remunerada ou não, reincidência nas infrações, idade, sexo, escolaridade, resultado da avaliação psicológica e alcoolemia. Com uma análise mais sofisticada e aprofundada, o conhecimento das características do infrator pode ser de grande utilidade do ponto de vista de benefício público, potencialmente contribuindo com a redução de acidentes e das lesões associadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / José Roberto Goldim - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Avaliação, gerenciamento de caso e seguimento de usuários de crack que se encontram em tratamento em seis estados brasileiros, Descrição: o consumo de crack no Brasil tem sido alvo de grande preocupação em vista de sua expressiva expansão em várias regiões e o aumento da prevalência do seu consumo vem sendo documentado nos últimos anos. Em 1999, o CEBRID realizou um levantamento domiciliar abrangendo as 24 maiores cidades paulistas onde foi constatado que o uso de cocaína, ao longo da vida, foi de 2,1% sendo maior na faixa etária entre 26 34 anos (4,0%) e que o uso de crack foi de 0,4% (Galduroz et al., 2000). Dois anos depois, no I Levantamento Domiciliar sobre o uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil, foram entrevistadas pessoas de 107 cidades com mais de 200.000 habitantes (Carlini et al., 2001). Neste, o uso na vida de cocaína foi de 2,3%, sendo mais prevalente nas regiões Sul (3,6%) e Sudeste (2,6%). A faixa etária de maior uso foi encontrada entre os 25 aos 34 anos (4,4%). O uso na vida de crack foi de 0,7% para o sexo masculino. No II Levantamento Domiciliar sobre o uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil, realizado em 2005, nas 108 maiores cidades do país, foi constatado que o uso geral de drogas, exceto álcool e tabaco, havia aumentado, em 4 anos, de 19,4% para 22,8%. Neste estudo, a prevalência para o uso de cocaína, durante a vida, foi de 2,9%, e a prevalência para o uso de crack foi de 1,5% em homens (Carlini et al., 2007). Um dos aspectos que mais chama a atenção na expansão do uso de crack é a velocidade do deterioro da vida mental, orgânica e social do indivíduo. De um modo geral, os dependentes químicos apresentam alterações em extensas áreas corticais, em especial na área frontal e temporal, além de estruturas subcorticais e gânglios da base. Tais alterações estão associadas com padrões alterados de ativação durante tarefas cognitivas, inibição e tomada de decisões. Os usuários de cocaína e crack, contudo, parecem possuir as maiores alterações dentre os usuários de drogas estudados (Verdejo-Garcia 2007). O uso de cocaína/crack também está associado a comorbidades psiquiátricas como os transtornos de personalidade e os de humor (Kessler et al., 2008). Em um estudo com uma amostra de 313 usuários de crack, que não estavam em tratamento, foi encontrado que 37,7% apresentavam também dependência de álcool, 24% transtorno da personalidade anti-social, 17,8% depressão, 12.1% dependência de maconha e 11,8% transtorno de estresse pós-traumático, sendo que a taxa de abstinência, após 6 meses de acompanhamento, foi de apenas 19,9% (Falck et al., 2004). Ao definir o modelo técnico de abordagem terapêutica, é essencial ter o cuidado que ela seja adequada para a idade, gênero, etnia e cultura do paciente, devendo estar estruturada de modo a que, se for necessário, possa ser reformulada conforme as necessidades mutantes dos sujeitos (Pinho et. al., 2008). O Gerenciamento de Casos (GC) é uma abordagem terapêutica desenvolvida nos EUA, no final dos anos 1960, quando os serviços de saúde mental passaram a ocorrer em ambulatórios localizados em centros de saúde mental na comunidade, com assistentes sociais integrando suas equipes (ref). Esse modelo se tornou popular nos anos 1990 como uma etapa essencial no tratamento do abuso de SPAs, ocorrendo principalmente na transição entre internação e tratamento ambulatorial. De acordo com essa abordagem, a situação habitacional, financeira, educacional, a saúde física e mental e as condições do paciente de se beneficiar com opções de lazer são determinantes para o sucesso do tratamento. A eficácia do GC, contudo, ainda não foi testada no Brasil, e não foram encontrados estudos publicados na literatura internacional sobre a técnica direcionada especificamente para usuários de crack.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante / Rosemeri Siqueira Pedroso - Integrante / PEUKER, ANA CAROLINA - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Perfil dos usuários de crack nas 26 capitais, DF, 9 regiões metropolitanas e Brasil, Descrição: O consumo de crack, segundo matérias veiculadas diariamente pelos meios de comunicação, estaria se transformando numa epidemia de grandes proporções em nosso país, seja nas grandes metrópoles, onde esta disseminação ter-se-ia iniciado (Dunn et al., 1996), ou, mais recentemente, em cidades de médio porte (Priuli & Moares, 2007; Malta et al., 2008). A prevalência do crack em alguns segmentos populacionais, como trabalhadores sazonais, em cidades de pequeno porte e no meio rural vem sendo mencionada pela grande imprensa (http://www.reporterbrasil.org.br/clipping.php?id=396), mas até onde é do nosso conhecimento não está documentada na literatura indexada. Os estudos científicos brasileiros na área se tornaram mais freqüentes em anos recentes, mas persistem importantes lacunas nesse campo do conhecimento, e uma recente revisão acerca do consumo de cocaína (em pó) e crack (Dualibi et al., 2008) sistematiza o muito que conseguimos até o presente momento, mas, igualmente, as importantes deficiências de conhecimento com que ora nos defrontamos. As pesquisas desenvolvidas pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) com crianças e adolescentes em situação de rua datam de 7 anos atrás (ou seja, a última rodada de coleta de dados junto a esta população teve lugar em 2003). O CEBRID realizou seis levantamentos (1987, 1989, 1993, 1997, 2003) referentes a meninos em situação de rua, tendo sido observadas, naqueles anos, proporções elevadas de consumo de drogas (Silva- Filho et al., 1990; Noto et al., 1997; Noto, 1998; Noto et al., 2003). Se os padrões de consumo entre os menores institucionalizados refletirem, grosso modo, as tendências observadas entre os menores não institucionalizados, os estudos mais recentes documentariam uma extensão do consumo dessas substâncias a cidades de porte médio do Estado de São Paulo (Martins & Pillon, 2008) e Porto Alegre (RS) (Ferigolo et al., 2004). A isso se soma o fato da imensa maioria dos estudos conduzidos no país até o momento terem por base casuísticas clínicas (Dualibi et al., 2008), obviamente, não representativas da situação e comportamentos dos usuários de drogas nas suas comunidades. Foi definido pela SENAD que seria necessário implementar um estudo sobre o tema de abrangência nacional. A partir da consulta aos estatísticos sênior da ENCE/IBGE, Maurício de Vasconcellos e Pedro Nascimento Silva, optou-se por uma estratégia amostral que levasse em conta a relevância geopolítica das 26 capitais das respectivas Unidades da Federação, além do Distrito Federal (http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=1246&id_p agina=1), as 9 regiões metropolitanas federais, e uma fração Brasil , correspondente a cidades de médio e pequeno porte e à zona rural do país. Cabe observar que em se tratando de um evento de inquestionável relevância em saúde pública, mas relativamente esparso em se tratando da população geral do país, especialmente em determinados estratos etários (por exemplo, adultos e idosos) e de magnitude desconhecida na imensa maioria das regiões do país, a fração Brasil corresponderá ao que é viável obter a partir de uma amostra composta por mais de 21000 entrevistados, numa malha municipal de mais de 5600 municípios, a grande maioria deles de pequeno porte. Essa estratégia segue exatamente a metodologia padrão utilizada pelo IBGE em pesquisas similares.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / BASTOS, FRANCISCO I. - Integrante / neilane bertoni - Integrante., Número de produções C, T & A: 6

  • 2009 - 2013

    O IMPACTO DO CONSUMO DE MDMA/ECSTASY EM USUARIOS DE PORTO ALEGRE, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / REMY, LYSA SILVEIRA - Integrante.

  • 2009 - 2013

    QUANTIFICAÇÃO SÉRICA DO FATOR NEUROTRÓFICO DERIVADO DO CÉREBRO E SUAS CORRELAÇÕES NA SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA ALCÓOLICA: UM ESTUDO CONTROLADO, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / Kenia Fogaca - Integrante / Flávio Kapczinski - Integrante / Sílvia Schuch - Integrante / marcia kauer-santanna - Integrante / FERNANDA LIA DE PAULA RAMOS - Integrante / NATHALIA CHAVES AMARO - Integrante / PEDRO BECKER SANDER - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Avaliação do efeito do tratamento a gestantes usuarias de crack e outras drogas sobre a qualidade da interacao mae-bebe, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Gabriela Cunha - Integrante.

  • 2009 - Atual

    Determinação de Aminas Psicoativas na Saliva por SPME-CG, Descrição: Desenvolvimento de técnica adaptada ao Brasil para mensuração do uso de anfetaminas através de obtenção de saliva de voluntários oriundos do trânsito brasileiro. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Renata Limberger - Integrante., Financiador(es): Fundo de Incentivo à Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro / Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Bolsa.

  • 2008 - Atual

    Prevalência de Alcoolemias Positivas e de Outras Substâncias Psicoativas em Motoristas Profissionais e Privados do Brasil que Circulam em Rodovias que Cruzam Regiões Metropolitanas das Capitais Brasileiras, Descrição: Objetivos: Estimar a prevalência de alcoolemia acima do limite legal e substâncias psicoativas Avaliar os fatores de risco /percepção de risco para dirigir sob influência de álcool/SPA Método: 3.388 condutores privados e profissionais de veículos que trafegam em rodovias federais que cruzam regiões metropolitanas das capitais brasileiras. Estudo transversal com amostra aleatória Quatro coletadores e um policial federal irão viajar alternadamente pelas 27 capitais brasileiras obtendo entrevistas, alcoolemia por bafômetro e presença do uso de drogas por Quantisal. Os dados serão armazenados em palmtops e enviados online para Porto Alegre.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / RAQUEL DE BONI - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro.

  • 2008 - Atual

    Associação entre Infrações de Trânsito, Comportamentos de Risco e Transtornos Psiquiátricos em Motoristas Infratores Brasileiros, Descrição: Estimar a associação entre comportamentos de risco e infrações de trânsito relacionados a consumo de álcool e comorbidades psiquiátricas em uma amostra de motoristas infratores com processos judiciais por dirigir com alcoolemia ilegal. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2007 - 2012

    Alcoolemia e Uso de Substâncias Psicoativas em Vítimas de Acidentes de Trânsito Atendidos em Centros De Atendimento de Emergência ou Trauma, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Raquel Brandini De Boni - Integrante / lUIS aUGUSTO Paim Rohde - Integrante / ANA SOLANGE AMARAL - Integrante / GABRIELA DE VASCONCELLOS BALDISSEROTTO - Integrante / MAURO SOIBELMAN - Integrante., Financiador(es): FIPE/HCPA - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Estudo do impacto do uso de bebidas alcoólicas e outras substâncias psicoativas no trânsito brasileiro, Descrição: Série de 8 estudos de âmbito nacional e regional que envolvem a criação de um núcleo de pesquisa específico e relacionamento com cinco programas de pesquisa. Principais objetivos: Produzir dados nacionais e locais sobre as diversas associações entre álcool, drogas, transtornos psiquiátricos e acidentes de trânsito; Estimar os custos envolvidos nestas associações; Identificar elementos éticos e jurídicos associados à investigação científica sobre álcool, drogas, transtornos psiquiátricos e acidentes de trânsito; Desenvolver e adaptar metodologia apropriada para pesquisa nesta área no Brasil, disponibilizando-a para outros centros por meio da Rede de Pesquisa sobre Drogas da SENAD; Gerar formação pós-graduada e intercâmbio inter-institucional. VALOR TOTAL: R$ 2.514.274,16. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (25) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / J.R. GOLDIM - Integrante / Luis Augusto Rohde - Integrante / Sabino Jr. Porto - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro.

  • 2007 - Atual

    Os Custos Sociais e Econômicos dos Acidentes de Trânsito com Vítimas, Causados por Abuso do Álcool na Cidade de Porto Alegre, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Integrante / Sabino da Silva Porto Junior - Coordenador.

  • 2007 - Atual

    O Impacto do Consumo de Mdma/Ecstasy em Usuários de Porto Alegre, Descrição: Estudo de coorte de 200 usuários de Ecstasy que frequentam a cena "clubber" e Rave de Porto Alegre. Ao longo de 12 meses os voluntários serão questionados sobre o uso desta e outras substâncias, seu impacto na vida social, profissional e do ponto de vista psiquiátrico. VALOR TOTAL: U$ 60,000.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / James Inciardi - Integrante / Hilary Surratt - Integrante / Lysa Silveira Remy - Integrante / Steven Kurtz - Integrante., Financiador(es): Fogarty International Center - Auxílio financeiro / Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2006 - 2009

    Prevalência de alcoolemia acima da legalmente permitida em indivíduos freqüentadores de postos de gasolina de Porto Alegre, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2006 - 2007

    Análise Sangüínea e Urinária de Alumínio em Usuários e Não-Usuários de Crack, Descrição: Não há informação na literatura sobre o impacto do uso de crack fumado em latas de alumínio utilizadas como cachimbos improvisados, uma forma comum de uso de crack no Brasil. Uma vez que a ingestão de alumínio está associada a dano neurológico, nós medimos alumínio sérico em usuários de crack. O objetivo deste estudo foi avaliar os níveis de alumínio em usuários de crack que fumam em cachimbos improvisados de lata de alumínio. Setenta e uma usuárias de crack, com média de idade de 28,0 anos ( 7,7), forneceram informação sobre seu uso de drogas e tiveram amostras de seu sangue testadas para níveis séricos de alumínio. Usuários de crack apresentam altos níveis de alumínio sérico, mas não temos certeza disto estar associado completamente com as latas de alumínio. Mais estudos são necessários. Se tal associação se mostrar verdadeira em pesquisa no futuro, questões terão que ser debatidas a respeito deste problema, incluindo planejamento apropriado e avaliação das políticas públicas nesta área.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Incentivo a Pesquisa - Outra.

  • 2005 - 2009

    Validação transcultural do addiction severity index (asi) versão 6 para o brasil, Descrição: O projeto "Validação Transcultural do Addiction Severity Index (ASI) versão 6 para o Brasil" tem como objetivos realizar a tradução e adaptação transcultural do ASI6 (Addiction Severity Index) para o Brasil, validar o ASI6 em um estudo multicêntrico no Brasil e Descrever o comportamento do instrumento em amostras de usuários de álcool e/ou drogas de quatro capitais brasileiras. Trata-se de um estudo de validação multicêntrico com corte transversal. A amostra será obtida por conveniência em quatro capitais brasileiras (Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo) em centros (internações e ambulatórios) para o tratamento de dependentes químicos. Calcula-se um tamanho amostral de, pelo menos, 750 indivíduos adultos em uso recente de álcool ou droga. Além do instrumento validado e dos dados gerados pelo estudo, este projeto prevê a elaboração de material para treinamento formal (vídeo com vinhetas clínicas, manual do ASI6) do instrumento, a fim de ser utilizado posteriormente por pesquisadores e clínicos no Brasil, assim como a capacitação de um grupo de profissionais da área da saúde para a aplicação deste instrumento em 4 estados brasileiros. VALOR TOTAL: R$ 300.000,00. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (5) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Larriani Giglio - Integrante / Carolina Moser - Integrante / Pedro Paim Santos - Integrante / André Korzenowski - Integrante / Patricia Simões - Integrante / Franciny Port - Integrante / Cristine Costa - Integrante / Maria Adélia Pieta - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional Antidrogas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2005 - 2007

    Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso de substâncias em adolescentes: estudo aberto sobre o seu tratamento farmacológico com metilfenidato, Descrição: Objetivos: projeto A: comparar a prevalência de TDAH entre adolescentes com e sem TUSP; projeto B: avaliar o efeito do tratamento com MFD, em comparação ao placebo, em pacientes com TDAH e TUSP, no TDAH e no TUSP; projeto C: avaliar o efeito cerebral, em nível dopaminérgico, do MFD nos pacientes com TDAH/TUSP. Metodologia: projeto A : estudo de caso-controle, com 60 casos (adolescentes com TUSP) e 180 controles (adolescentes sem TUSP). O fator em estudo é o TDAH e o desfecho é o TUSP. Projetos B e C: Ensaio Clínico Randomizado; 20 sujeitos em cada grupo, onde o fator em estudo é o MFD e os desfechos são gravidade nos sintomas de TDAH e do TUSP, e concentração de dopamina em determinadas regiões cerebrais. Foram utilizados os seguintes instrumentos: questionário ASSIST (WHO, 2002); Schedule for Affective Disorders and Schizophrenia for School-Age Children, Epidemiological Version (Mercadante et al, 1995); Mini International Neuropsychiatric Interview MINI (Amorin, 2000); SNAP-IV (Swanson, 2001); WISC-III (Wecheler, 1991). O SPECT será realizado em uma câmara GE, com o radiofármacoTRODAT. A amostra é oriunda do município de Canoas, RS, onde através da revisão de fichas do Programa de Serviço da Família, selecionamos todas as famílias, em uma área geograficamente limitada, com adolescentes de 15-20 anos (N=1531). Estes adolescentes foram entrevistados, identificando-se 63 sujeitos com o diagnóstico de TUSP que então realizaram o protocolo no intuito de detecção ou não de TDAH, e avaliação cognitiva. Os sujeitos que além do TUSP também apresentam o TDAH, são automaticamente convidados a ingressar nos projetos B e C. Status do projeto: o projeto encontra-se com todos os dados coletados, estando-se, atualmente, trabalhando na an'alise dos resultados. Resultados esperados: a) prevalência de TUSP na região visitada e sua correlação com variáveis sócio-demográficas; b) prevalência de TDAH entre adolescentes com X sem TUSP; c) efeito clínico do MFD no TDAH em adolescente. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Caroline Hespanhol - Integrante / Kenia Fogaca - Integrante / Mariana Walcher - Integrante / Pauline Ruaro - Integrante / Paulo Eduardo Nunes - Integrante / Thais Schaeffer - Integrante., Financiador(es): Fundo de Incentivo à Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro / Toxilab Laboratório de Análises Clínicas - Cooperação / Eli Lilly do Brasil - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Levantamento sobre o consumo de drogas psicotrópicas entre estudantes do ensino médio e fundamental da rede pública e privada do município de veranópolis, Descrição: Estudo censitário sobre os estudantes de ensino médio e fundamental da cidade de Veranópolis, buscando obter informações sobre seu uso de substâncias dados demográficos e qualidade de vida.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (28) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante., Financiador(es): Prefeitura Municipal de Veranópolis - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2007

    Prevalência de tabagismo e distribuição em estágios de prontidão para mudança em pacientes, funcionários e equipes clínicas de um hospital universitário em porto alegre, Descrição: . Objetivos 5.1. Objetivos Gerais A) Estudar a prevalência do uso atual e passado de tabaco em uma amostra da população do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, através de informação obtida de pacientes internados e do ambulatório, funcionários da área assistencial e administrativa e médicos. B)Determinar o estágio de mudança relativo a parar de fumar nos indivíduos fumantes no grupo dos pacientes internados, pacientes ambulatoriais, funcionários e médicos. 5.2. Objetivos Secundários A) Conhecer a idade de experimentação do tabaco. B) Conhecer a gravidade da dependência de nicotina entre os fumantes entrevistados. C) Conhecer quais as intervenções para tratamento do tabagismo os profissionais de saúde usam, e com que frequência D) Conhecer qual a percepção dos pacientes internados e de ambulatório quanto à abordagem e tratamento do tabagismo E) Conhecer a percepção de risco a que os indivíduos se expõem ao fumar F) Aferir o nível de monóxido de carbono no ar expirado nos entrevistados F) Aumentar a visibilidade interna e externa da questão tabagismo através da divulgação dos resultados. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Fundo de Incentivo à Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2005 - 2006

    Redução de risco e prevenção do HIV em usuários de drogas brasileiros e suas parceiras sexuais, Descrição: a) Traduzir e adaptar a técnica de Mapa Cognitivo e seu manual de mapeamento do pensamento e "cartões-lembrete" revisados para o português brasileiro, e testar os materiais com grupos focais de potenciais clientes em Porto Alegre, Brasil. Uma cópia da primeira tradução do manual - ainda não revisada e nem testada em campo - encontra-se anexada a este protocolo de pesquisa. b) Implementar e testar a efetividade da intervenção para amostras-piloto separadas de usuários de drogas injetáveis e parceiras sexuais de usuários conduzida nos Centros de Apoio e Orientação Sorológica (COAS, ou atualmente denominados CTAs), que atendem a populações de uma variada gama de estratos socio-econômicos e culturais em Porto Alegre, com predominância de indivíduos de baixa renda e pouco acesso a serviços de saúde. c) Como consequüencia deste processo, treinar o grupo de pesquisadores e assistentes locais nos métodos já desenvolvidos pelo Center for Drug and Alcohol Studies, e desta forma preparar a instalação do "Data Center" em conjunto com a instituição americana.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / James Inciardi - Integrante / Hilary Surratt - Integrante., Financiador(es): National Institute On Drug Abuse - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1

  • 2004 - 2006

    Avaliação da eficácia de uma técnica psico-educacional para habilidades de manejo de situações de risco em adolescentes abusadores e dependentes de drogas, Descrição: . Objetivos 2.1. Objetivo Geral O objetivo geral deste estudo é o de testar em adolescentes abusadores e dependentes de drogas a eficácia de uma técnica psico-educacional para habilidades de manejo de situação de risco para uso de drogas, comparando-a com uma intervenção controle. 2.2. Objetivos Específicos - Avaliar, sob formato qualitativo, a adaptação da técnica psico-educacional no que compete a sua factibilidade de execução e compreensão por parte dos probandos. - Avaliar se há efeito superior da técnica psico-educacional, quando comparada à técnica controle no que se refere a: - Habilidades de coping para situações de risco. Motivação para redução à exposição de drogas. Modificação de pensamentos a respeito do consumo de drogas. Verificar se os adolescentes que participarem da técnica psico-educacional permanecem mais tempo abstinentes ("time until relapse"), utilizando este parâmetro como medida de eficácia, quando comparados aos que participarem da intervenção controle.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / Viviane Rodrigues - Integrante / Francine Port - Integrante / Luisa Soriano - Integrante / Juliana Amaral - Integrante., Financiador(es): Fundo de Incentivo à Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2006

    Estudo sobre a associação entre impulsividade e uso de substâncias psicoativas em adolescentes, Descrição: Objetivos principais - Traduzir e adaptar para o português a BIS 11 (Escala de Impulsividade de Barratt) - Avaliar se adolescentes masculinos com consumo de álcool de risco são mais impulsivos do que os com consumo de álcool de baixo risco. Objetivos específicos - Avaliar se adolescentes masculinos com consumo de alto risco de álcool são mais impulsivos do que adolescentes com consumo de baixo risco. - Avaliar se adolescentes masculinos com consumo de alguma droga ilícita (cocaína, maconha ou loló) nos últimos 30 dias são mais impulsivos do que adolescentes sem consumo de drogas ilícitas. - Avaliar se adolescentes masculinos com consumo recente de múltiplas drogas são mais impulsivos do que adolescentes sem consumo de drogas ilícitas. - Avaliar se adolescentes masculinos com início precoce de consumo de álcool são mais impulsivos do que os com início tardio. - Avaliar se adolescentes masculinos com início precoce de consumo de álcool apresentam mais consumo sugestivo de abuso ou dependência de álcool do que os com início tardio.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Fundo de Incentivo à Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2005

    Avaliação da presença de critérios para abuso e dependência de substâncias adaptados para açúcares extrínsecos não lácticos em indivíduos obesos e não obesos, Descrição: 4.1 - Objetivo geral Desenvolver um questionário de avaliação da presença de critérios de abuso e dependência de substâncias para AENL; Avaliar a presença de critérios para abuso e dependência de substâncias adaptados para açúcares extrínsecos não lácticos em indivíduos obesos e não obesos. 4.2 - Objetivos específicos " Descrever a proporção de indivíduos com presença de critérios de abuso e dependência a partir do questionário para AENL em obesos e não obesos de serviços de Porto Alegre; " Verificar a presença dos critérios de abuso e dependência para AENL em obesos e não obesos freqüentadores de grupos de auto-ajuda para controle de peso em Porto Alegre.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2003 - 2005

    Intervenções baseadas em Evidência para HIV/AIDS para grupos de risco, Descrição: Investigador Principal: Flavio Pechansky.Co-Investigador Principal: Félix HP Kessler. Assistente de Pesquisa: Lísia Von Diemen Suporte Técnico: CIPRA/NIAID, Universidade da Pennsylvania Dotação Orçamentária: US$ 106,668 Prazo de execução: 24 meses. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / LISIA VON DIEMEN - Integrante / FÉLIX HENRIQUE PAIM KESSLER - Integrante., Financiador(es): National Institute of Aids and Allergic Diseases - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Redução de Risco e prevenção do HIV em usuários de drogas brasileiros e suas parceiras sexuais, Descrição: Realização: Center for Drug and Alcohol Studies da Universidade de Delaware e Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas da UFRGS.Dotação Orçamentária: US$ 25,300 Prazo de execução: 12 meses. Co-Investigador Principal no Brasil: Flavio Pechansky. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Cooperação.Número de orientações: 1

  • 1997 - 1998

    Projeto POAVHIVE - Venha enfrentar o HIV, Descrição: Os autores descrevem as etapas de execução de um programa de ações preventivas para usuários de drogas sob risco de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), utilizando como paradigma de intervenção um modelo de abordagem de redes sociais. São descritos os passos de instalação do projeto dentro de um grande hospital universitário do sul do Brasil, com ênfase nos métodos e técnicas originais desenvolvidos pela equipe de atendimento. As dificuldades de implementação do projeto são discutidas ao longo das seções, buscando identificar os motivos pelos quais o programa obteve êxito apenas parcial. Os autores destacam alguns pontos críticos, tais como a utilização de uma técnica ainda não difundida em nosso meio, a dificuldade de reter em tratamento usuários de drogas injetáveis, a falta de estrutura para atendimentos imediatos, e as dificuldades em motivar equipes e pacientes para o tratamento. Ao final do texto, são feitas sugestões com o objetivo de facilitar o desenvolvimento de novos projetos que busquem utilizar o mesmo modelo conceitual.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador / EGLÊ KOHLRAUSCH - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Auxílio financeiro.

  • 1996 - 1999

    A disseminação do HIV entre abusadores de drogas brasileiros, Descrição: Investigador Chefe: George E. Woody. Investigadores Principais: David Metzger e Flavio Pechansky. Co-Investigador Mauro Soibelman. Tempo de Execução: 36 meses Dotação Orçamentária: US$ 59,978 Entidade Financiadora: Fogarty Foundation - National Institute on Drug Abuse; Suporte Técnico Departamento de Psiquiatria e Universidade da Pennsylvania. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Universidade da Pennsylvania - Cooperação.

  • 1996 - 1996

    Validação do Questionário CRA e da Escala de Motivação para Mudança, Descrição: abc. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador.

  • 1995 - 1995

    Assessment of Risk Behaviors for HIV transmission among high risk individuals in Porto Alegre-Brazil- Projeto financiado pela Universidade de Delaware, custo total US$ 20,000, Descrição: Investigador Principal: Flavio Pechansky. Co-Investigadores: Mauro Soibelman e Eglê Kohlrausch. Entidade Fiannciadora: Universidade de Miami Dotação Orçamentária: US$ 20.790 . Tempo de execução 12 meses Cosnultoria e Suporte Técnico: Center for Drug and Alcohol Studies , University of Delaware. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Pechansky - Coordenador., Financiador(es): Universidade de Miami - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Menção Honrosa no XV Simpósio de Pesquisa em Ciências da Saúde, UNESC.

2019

Menção Honrosa no XXV Congresso Brasileiro da ABEAD, ABEAD.

2016

Prêmio Melhor Trabalho Psiquiatria Clinica, Centro de Estudos Luis Guedes, Depto de Psiquiatria e Medicina Legal FAMED/UFRGS, Serviço de Psiquia.

2015

Reconhecimento por Two Decades of Building International Collaborative Research on Drug Abuse at the NIDA International Forum, National Institute on Drug Abuse.

2015

Premio Jandira Masur- Melhor Trabalho, ABEAD.

2014

Prêmio Inovação em Psiquiatria, CELG-Centro de Estudos Luís Guedes.

2013

Premio Cyro Martins - melhor apresentação em congresso (como co-autor), Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.

2013

Prêmio de melhor Apresentação Oral, CBTOX.

2012

Top Ten Cited RBP 2012: Trabalhos Originais mais Citados na Revista Brasileira de Psiquiatria, Associação Brasileira de Psiquiatria.

2012

Ciência e Inovação em Psiquiatria, XXVI Jornada Sul-Riograndense de Psiquiatria Dinâmica.

2011

Presidente de Honra, II Toxsul.

2011

Paraninfo - turma de especialização em psiquiatria - UFRGS, Serviço de Psiquiatria do HCPA e Departamento de Psiquiatria da UFRGS.

2010

Melhor poster do Congresso: Drunk and drugged driving in Brazilian highways., International Council on Alcohol, Drugs and Traffic Safety..

2010

Trabalho premiado: Dependência de açúcar e transtorno alimentar: Um estudo em usuários de tabaco., ABEAD.

2010

Travel Award, National Institute on Drug Abuse (NIDA).

2010

Prêmio Volvo de Segurança no trânsito, Volvo do Brasil Veículos Ltda. e Programa Volvo de Segurança no Trânsito..

2010

Trabalho premiado: Um Estudo Exploratório sobre o Uso de Álcool e Outras Drogas no Trânsito e Psicopatologia em Motoristas no Brasil, XXV Jornada Sul-rio-grandense de Psiquiatria Dinâmica.

2010

Travel Award, ICADTS.

2009

Melhor pôster na IX Jornada Gaúcha de Psiquiatria, APRS.

2009

Prêmio Ernani Luz Junior melhor pôster, ABEAD.

2007

Melhor pôster do XIX Congresso da ABEAD, ABEAD.

2006

Award of excellence in International Leadership, National Institute on Drug Abuse.

2006

Prêmio ABEAD na categoria Tratamento, ABEAD.

2006

Menção Honrosa, XVIII Congresso ABEAD.

2003

Mérito pela Valorização da Vida - Conselho Estadual de Entorpecentes/Secretaria da Saúde/RS, SENAD.

2001

Prêmio JANDIRA MASUR para Melhor Trabalho em Investigação Científica, , XIV Congresso Brasileiro de Alcoolismo, Tabagismo e Outras Dependências, ABEAD.

2000

Premio Paulo Guedes pela melhor notificação de Pesquisa, XIX Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica/CEL.

1999

Primeiro Prêmio no II Festival de Vídeo Universitário e Independente do VII Gramado Vídeo, .

1999

Travel Award, National Institute on Drug Abuse.

1998

Primeiro Prêmio no XV Set Universitário da Puc para o Vídeo "A Escolha"., PUCRS.

1998

Prêmio Paulo Guedes para melhor comunicação de pesquisa, Centro de Estudos Luis Guedes - XIX Jornada SulRioGrandense de Psiquiatria Dinâmica.

1996

Menção Honrosa como Trabalho de Pesquisa na XVIII Jornada Sulriograndense de Psiquiatria Dinâmica., CELG.

1995

Travel Award, National Institute on Drug Abuse.

1994

Representante Selecionado pelo Programa Hubert H. Humphrey para homenagem junto ao Depto. de Estado Americano e para o Video Investing in Peoplelinking Nations - Institute of Inernational Education, Depto. de Estado Americano - Washington.

1992

Proficiência em Inglês, TOEFL Examinee's Score Record.

1988

Proficiência em Inglês, University of Cambridge.

1984

Proficiência em Inglês, University of Michigan.

1983

Menção Honrosa IV Semana de Debates Cientificos em Medicina Interna Trabalho: Um Estudo de Alcoolismo em um Hospital Escola., AMRIGS.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Medicina, Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal. , Rua Professor Álvaro Alvim 400, térreo, Rio Branco, 90420020 - Porto Alegre, RS - Brasil, Telefone: (51) 33596472, Fax: (51) 33596472, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Transportation Research Board

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê sobre álcool, outras drogas

2013 - Atual

Norwegian Institute of Public Health

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Outras informações:
Criação de grupos de pesquisa conjuntos e projetos/artigos em colaboração

Atividades

  • 01/2013

    Pesquisa e desenvolvimento , Norwegian Institute of Public Health, .,Linhas de pesquisa

2012 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Médico Assistente, Carga horária: 40

Outras informações:
Chefe do Serviço de Psiquiatria de Adição da Unidade Álvaro Alvim

2011 - Atual

Ministério Público - RS

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor

Outras informações:
Consultor e membro do Fórum Permanente de Combate ao Uso de Bebidas Alcoólicas por Crianças e Adolescentes do Ministério Público do Rio Grande do Sul

2009 - 2018

Colégio Monteiro Lobato

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 1

1999 - 2002

American Psychiatric Association

Vínculo: Membro Internacional, Enquadramento Funcional: Membro Internacional

1999 - Atual

Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

Vínculo: Delegado, Enquadramento Funcional: Delegado

Outras informações:
Eleito para participar da Assembléia Ordinária de Delegados

2013 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40

Outras informações:
Professor Associado Nível 04

1999 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor e Orientador do PPG em Psiquiatria, Carga horária: 5

2008 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor associado, Carga horária: 40

Outras informações:
Professor Associado Nível 03

2000 - 2007

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40

1995 - 1999

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 20

1998 - 1998

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Professor Convidado, Enquadramento Funcional: Professor Convidado

Outras informações:
Disciplina de Psicopatologia na Infância e Adolescência do 1 Curso de Especialização e Residência em Psiquiatria da Infância e Adolescência do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

1995 - 1995

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Monitor e tradutor, Enquadramento Funcional: Monitor e tradutor

Outras informações:
Na disciplina Tópicos de Pesquisa em Clínica Médica II (Aspectos Psicossociais e Culturais: Pesquisa e Intervenção)

1994 - 1994

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário

Outras informações:
5 Edição do programa de atividades de aperfeiçoamento pedagógico - PAAP

1984 - 1984

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor

Outras informações:
14 Seminários para alunos da disciplina "Acompanhamento de Família I" desenvolvendo os temas: - Técnica de abordagem da família e de entrevista; - Diabete Mélito, Disfunção cerebral Mínima, Insuficiência Cardíaca, Parto e Aleitamento Materno

1984 - 1984

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor

Outras informações:
Seminários teóricos para alunos da disciplina "Acompanhamento de Família II" com as seguintes atividades: Supervisão das atividades práticas de acompanhamento de famílias por um grupo de alunos; Seminários teóricos sobre os seguintes temas: - Hipertensão Arterial, Técnica de Entrevista e Coleta de Dados, Parto e Puerpério e Imunização na Infância

1982 - 1984

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor

Outras informações:
Monitor do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da UFRGS Disciplinas: MED-811 - MED-816 - 01/03/1982 a 31/12/1982

1983 - 1983

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 2

Outras informações:
Disciplina Acompanhamento de Família II - Coordenador do Seminário sobre Diagnóstico de Alcoolismo

1982 - 1982

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 4

Outras informações:
Disciplina Acompanhamento de Família II - Coordenando o Seminário sobre Alcoolismo

Atividades

  • 01/2012

    Direção e administração, Faculdade de Medicina, Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal.,Cargo ou função, Membro de colegiado superior.

  • 09/2005

    Direção e administração, Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas, .,Cargo ou função, Diretor de Unidade.

  • 01/2000

    Serviços técnicos especializados , Instituto de Psicologia, .,Serviço realizado, Montagem do Comitê de Ética.

  • 12/1995

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina, Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal.,Linhas de pesquisa

  • 12/1995

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ESTAGIO CLINICO EM DEPENDENCIA QUIMICA, MED 8834 - PSIQUIATRIA, MED 8806 - PSICOLOGIA MÉDICA II - RELACAO MEDICO-PACIENTE

  • 12/1995

    Ensino, Medicina: Ciências Médicas, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Alcoolismo

  • 12/1995

    Ensino, Medicina Psiquiatria, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Behavioral Health Theory, Research and Practice, Clinical and Translational Research Study Design, CONCEITOS BASICOS DE DEPENDENCIA QUIMICA, Desenvolvimento de Instrumentos de Pesquisa para Avaliação de Estágios de Mudança., LABORATÓRIO DE PRODUÇÃO AUDIOVISUAL, SEMINÁRIOS INTEGRADOS DE PESQUISA - ÁLCOOL E DROGAS, TRATAMENTO PSICOTERAPICO DE DEPENDENCIA QUIMICA

  • 12/1995

    Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina, Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal.,Serviço realizado, ATENDIMENTO CLINICO AMBULATORIAL DE DEPENDENCIA QUIMICACONSULTORIA MEDICO-HOSPITALAR EM DEPENDENCIA QUIMICA.

  • 01/2005 - 01/2007

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Psicologia, .,Cargo ou função, Membro da comissão de Ética em Pesquisa do Instituto de Psicologia da UFRGS.

  • 01/2003 - 01/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina, .,Cargo ou função, Membro da Comissão Científica do grupo de Pesquisa e Pós-Graduação do HCPA.

  • 05/2001 - 05/2001

    Extensão universitária , Faculdade de Medicina, .,Atividade de extensão realizada, Ministrou seminário "Uso e Abuso de Álcool de Drogas na Infância e Adolescência" no 2 ano do Curso de Especialização e Residência em Psiquiatria na disciplina Psiquiatria Infantil.

  • 12/1995 - 12/1998

    Direção e administração, Faculdade de Medicina, Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal.,Cargo ou função, Membro do Comitê Científico do Grupo de Pesquisa e Pós-Graduação do HCPA.

  • 12/1995 - 12/1997

    Direção e administração, Faculdade de Medicina, Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal.,Cargo ou função, Membro de colegiado superior.

2015 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador - Programa de Psiquiatria Forense, Carga horária: 40

Outras informações:
Programa de Residência Médica em Psiquiatria Forense do HCPA

2013 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador - Mestrado Profissional Dep Quim.

Outras informações:
Mestrado Profissional em Prevenção e assistência a usuários de álcool e outras drogas

2012 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Chefe do Serviço de Psiquiatria de Adição, Carga horária: 40

Outras informações:
Chefe do Serviço de Psiquiatria de Adição, da Unidade Álvaro Alvim, subordinado à Vice-Presidência Médica do HCPA

2012 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador - Centro Colaborador HCPA/SENAD

1995 - Atual

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40

Outras informações:
Chefe do Programa de Álcool e Drogas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

1995 - 2012

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador do Programa de Álcool e Drogas, Carga horária: 15

2000 - 2004

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão de Ética e Pesquisa, Carga horária: 0

Atividades

  • 01/1998

    Serviços técnicos especializados , Grupo de Pesquisa e Pós Graduação, .,Serviço realizado, Participação em comitê de ética; Revisor de projetos.

  • 01/1995

    Direção e administração, Hospital de Clínicas de Porto Alegre, .,Cargo ou função, Chefe do Programa de Alcooolismo e Farmacodependencias.

  • 01/2002 - 01/2004

    Direção e administração, Grupo de Pesquisa e Pós Graduação, .,Cargo ou função, Membro.

2013 - Atual

World Health Organization

Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro do Global Clinical Practice Network

1998 - 2010

University of Delaware

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 0

Outras informações:
Visiting Scientist, Center for Drug and Alcohol Studies

Atividades

  • 01/1998 - 01/2010

    Pesquisa e desenvolvimento , Center for Drug and Alcohol Studies, .,Linhas de pesquisa

2009 - Atual

University of Kentucky

Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Visiting scientist

Outras informações:
Associate professor voluntary faculty to the department of behavioral science.

Atividades

  • 01/2009

    Pesquisa e desenvolvimento , Center for Drug and Alcohol Research, .,Linhas de pesquisa

2011 - 2016

University of Pennsylvania

Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Adjunct Assistant Professor

1998 - 2011

University of Pennsylvania

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Associate Professor, Carga horária: 0

Outras informações:
Adjunct Assistant Professor, Department of Psychiatry, Faculty of the School of Medicine

Atividades

  • 01/1998

    Pesquisa e desenvolvimento , Treatment Research Institute, .,Linhas de pesquisa

2004 - Atual

College on Problems of Drug Dependence

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: membro pleno, Carga horária: 0

2009 - 2011

College on Problems of Drug Dependence

Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador Comitê Internacional CPDD

Atividades

  • 06/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria, .,Cargo ou função, Membro do International Board.

  • 06/2004

    Outras atividades técnico-científicas , College on Problems of Drug Dependence, College on Problems of Drug Dependence.,Atividade realizada, Full member.

2004 - Atual

Secretaria Nacional de Politicas sobre drogas

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Membro da Câmara Técnica

Atividades

  • 02/2004

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Câmara de Assessoramento Técnico-Científico, .,Cargo ou função, Membro da Câmara Técnica..

2014 - Atual

International Council On Alcohol Drugs And Traffic Safety

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Member-at-large

2013 - Atual

International Council On Alcohol Drugs And Traffic Safety

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Chair - ICADTS T2016

Outras informações:
Chair do 21st International Council on Alcohol, Drugs and Trafic Safety Conference, Gramado, 2016

2006 - 2014

International Council On Alcohol Drugs And Traffic Safety

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro, Carga horária: 0

Atividades

  • 05/2006

    Outras atividades técnico-científicas , International Council On Alcohol Drugs And Traffic Safety, International Council On Alcohol Drugs And Traffic Safety.,Atividade realizada, Membro.

1994 - 1997

Universidade de Brasília, UnB

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 0

Outras informações:
Consultor em Pesquisa e Capacitação de Recursos Humanos e Treinamento em Drogadição, Alcoolismo e AIDS do PRODEQUI - Instituto de Psicologia

Atividades

  • 01/2005

    Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Psicologia, Instituto de Psicologia.,Atividade realizada, Parecerista.

  • 01/1994 - 01/1997

    Serviços técnicos especializados , Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica.,Serviço realizado, consultor.

2005 - 2007

Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Secretário, Carga horária: 0

Outras informações:
Secretário

Atividades

  • 09/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas, .,Cargo ou função, Secretário.

1999 - 2003

Centro de Estudos Luiz Guedes

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Presidente

2001 - 2001

Centro de Estudos Luiz Guedes

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador

Outras informações:
Professor na Disciplina Psiquiatria Infantil ministrando Seminário Uso e Abuso de Álcool de Drogas na Infância e Adolescência no 2 ano do Curso de Especialização e Residência em Psiquiatria

1996 - 1999

Centro de Estudos Luiz Guedes

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Secretário

1990 - 1993

Centro de Estudos Luiz Guedes

Vínculo: Professor Convidado, Enquadramento Funcional: Professor Convidado

Outras informações:
Segue atividades desenvolvidas: - Supervisão, preceptoria, seminários cm os alunos da Residência em Psiquiatria do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - HCPA e dos Cursos de Especialização em Psiquiatria da Universidade Federal d Rio Grande do Sul - UFRGS; - Contribuiu para reorganização e início dos Programas de Atendimento a Álcool e Farmacodependências do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - HCPA.

2004 - 2007

Colegio Iberoamericano de Trastornos Adictivos

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Vice-Presidente para Formação, Carga horária: 0

Outras informações:
Vice-Presidente para Formação de Recursos Humanos em Pesquisa

Atividades

  • 06/2004 - 03/2007

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Iberoamericano de Trastornos Adictivos, .,Cargo ou função, Vice-Presidente Executivo para Formação Profissional.

1988 - 1989

Associação Para O Incentivo À Pesquisa Em Álcool E Drogas

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 0

2013 - Atual

Sindicato Médico do Rio Grande do Sul

Vínculo: Membro do conselho, Enquadramento Funcional: Membro do conselho consultivo, Carga horária: 1

2016 - Atual

University of Pennsylvania Health System

Vínculo: Professor Adjunto, Enquadramento Funcional: Professor adjunto de Psiquiatria

Outras informações:
Professor Adjunto Assistente de Psiquiatria na Faculdade Associada da Faculdade de Medicina de Perelman por cinco anos. (sem salário, sem estágio probatório e sem nomeação)

2018 - Atual

Associação Médica Brasileira

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Comissão de Combate às Dependências Químicas