Rodrigo Luiz Ludwig

Engenheiro agrônomo (UFSM), Mestre e Doutor em Agronomia pelo programa de Pós Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria. Professor no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Ibirubá.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia

2015 - 2019

Universidade Federal de Santa Maria
Título: DESEMPENHO AGRONÔMICO DO SORGO SACARINO SUBMETIDO A REGULADOR DE CRESCIMENTO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DAS SEMENTES
Sandro Luis Petter Medeiros. Coorientador: Ubirajara Russi Nunes.

Mestrado em Agronomia

2013 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria
Título: INOCULAÇÃO COM Azospirillum brasilense E ADUBAÇÃO NITROGENADA EM CULTIVARES DE TRIGO,Ano de Obtenção: 2015
Thomas Newton Martin.Coorientador: Ubirajara Russi Nunes. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia.

Aperfeiçoamento em Curso de Formação de Professores para Educação Profissional

2018 - 2019

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Relatório de estágio final. Ano de finalização: 2019

Graduação em Agronomia

2008 - 2012

Universidade Federal de Santa Maria

Curso técnico/profissionalizante

2003 - 2006

Escola Agrotécnica Federal de Sertão

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Sistema de Plantio Direto. (Carga horária: 15h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2020 - 2020

Fixação Biológica de Nitrogênio. (Carga horária: 20h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2020 - 2020

Iniciação ao Serviço Público. (Carga horária: 80h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.

2019 - 2019

PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM MÁQUINAS AGRÍCOLAS - NR-31.12. (Carga horária: 20h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2019 - 2019

MÁQUINAS PARA A COLHEITA DE GRÃOS. (Carga horária: 20h). , Mais Soja, + SOJA, Brasil.

2018 - 2018

Reprodução e Genética em Bovinocultura de Leite. (Carga horária: 30h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2017 - 2017

Manejo Produtivo na Piscicultura. (Carga horária: 40h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2016 - 2016

Introdução à Agricultura de Precisão. (Carga horária: 18h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2016 - 2016

Sistemas de Orientação por Satélite. (Carga horária: 17h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2016 - 2016

Proteção de Nascentes. (Carga horária: 10h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2016 - 2016

Reúso de Água Agrícola e Florestal. (Carga horária: 60h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2016 - 2016

Manejo Sanitário e Qualidade do Leite. (Carga horária: 30h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural -(RS), SENAR, Brasil.

2015 - 2016

Inglês. (Carga horária: 90h). , WFour Cursos, WFOUR, Brasil.

2015 - 2015

Cadastro Ambiental Rural - CAR - CBO 6210-05. (Carga horária: 16h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2015 - 2015

Tratores Agrícolas - CBO 6410-15. (Carga horária: 32h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2015 - 2015

Operador de Tratores Agrícolas - CBO 6410-15. (Carga horária: 32h). , SENAR ? Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR/RO, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Capacitação para a Rede Nacional de Certificadores. (Carga horária: 30h). , Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.

2014 - 2014

Excel Básico, Intermediário e Avançado. (Carga horária: 40h). , ESAF-ESCOLA DE ADMINISTRACAO FAZENDARIA, EAF_FORN, Brasil.

2011 - 2011

Curso de Língua Inglesa - Four Skills I. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2008 - 2008

CURSO DE VITICULTURA. (Carga horária: 20h). , Colegio Politécnico Da UFSM, CPUFSM, Brasil.

2005 - 2005

Manejo da Cultura da Soja - Plantio Direto. (Carga horária: 16h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2005 - 2005

Manejo Integrado de Pragas de Culturas Anuais. (Carga horária: 8h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2005 - 2005

Informática - Módulo de Micrsoft Excel. (Carga horária: 30h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2005 - 2005

Inseminação Artificial em Bovinos. (Carga horária: 40h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2005 - 2005

Nível Básico em Inglês. (Carga horária: 40h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2005 - 2005

Manejo da Cultura da Soja - Plantio Direto. (Carga horária: 16h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2004 - 2004

Informática - Módulo de Micrsoft Word/97. (Carga horária: 30h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2003 - 2003

II Semana Zootécnica. (Carga horária: 16h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2003 - 2003

Informática - Módulo de Micrsoft Digitação. (Carga horária: 30h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

2003 - 2003

Palestra - Os Jovens e o Caminho para o Sucesso. (Carga horária: 6h). , Escola Agrotécnica Federal de Sertão, EAFS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MARTIN, T. N. ; LUDWIG, R. L. . Tarde de Campo: Manejo de Soja e Milho em Áreas de Coxilha. 2014. (Outro).

MARTIN, T. N. ; LUDWIG, R. L. . Tarde de Campo: Manejo de Cereais de Inverno. 2013. (Outro).

LUDWIG, R. L. . Seminário Sobre o Impacto da Agricultura nos Recursos Hídricos. 2012. (Outro).

LUDWIG, R. L. ; PIZZANI, R. ; SCHAEFER, P. E. . Dia de Campo. 2012. (Outro).

PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; SCHAEFER, P. E. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. . 2o Seminário leiteiro e 1a mostra da novilha e da terneira. 2010. (Outro).

PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; LUDWIG, R. L. ; SCHAEFER, P. E. ; GOULART, R. Z. . 1o. seminário leiteiro e 2a. tarde de campo. 2009. (Outro).

PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. ; SCHAEFER, P. E. . Tarde de Campo. 2008. (Outro).

LUDWIG, R. L. . 41ª Expofeira Agropecuária de Santa Maria. 2008. (Exposição).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

III Simpósio de Atualização em Grandes Culturas: CEREAIS DE INVERNO. 2013. (Simpósio).

IX Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo. Modelos Empíricos para Estimativa das Variáveis Hidrossedimentológicas para Bacias Hidrográficas Florestais no Sul do Brasil. 2012. (Congresso).

Seminário Sobre o Impacto da Agricultura nos Recursos Hídricos. 2012. (Seminário).

26ª Jornada Acadêmica Integrada.ESTABILIDADE DE AGREGADOS E MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO EM DIFERENTES SISTEMAS FORRAGEIROS NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL. 2011. (Outra).

25ª Jornada Acadêmica Integrada.CICLAGEM DE NUTRIENTES EM DIFERENTES SISTEMAS FORRAGEIROS SUBMETIDOS OU NÃO A ADUBAÇÃO MINERAL. 2010. (Outra).

VIII Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo. Resistência do solo à penetração em função da intensidade de pastejo em sistema integração lavoura-pecuária. 2010. (Congresso).

1er. Simposio Paraguayo de Manejo Y Conservación de suelos.Propriedades físicas de um Argissolo vermelho afetadas por diferentes sistemas forrageiros. 2009. (Simpósio).

23ª Jornada Acadêmica Integrada.SITUAÇÃO DAS PASTAGENS EM PROPRIEDADES LEITEIRAS DO MUNICÍPIO DE MATA - RS. 2008. (Outra).

VII Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo.Teores de Nitrogênio no solo em diferentes sistemas forrageiros. 2008. (Outra).

XVII Reunião Brasileira de Manejo e conservação do solo e da água.Potencial produtivo de um campo nativo submetido à calagem e adubação. 2008. (Outra).

Escola de Verão do Galileo. 2007. (Simpósio).

MESE-Management and Economics Simulation Exercise.MESE-Management and Economics Simulation Exercise. 2007. (Oficina).

VIII Encontro Gaúcho de Agrimensura e Cartografia. 2007. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Adelar Dilly

SANTOS, D. B.; PIMANTA, B. D.;LUDWIG, R. L.. Avaliação de adjuvantes associados à fungicidas protetor no controle de ferrugem asiática da soja. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Jamile Jandrey

JANDREY, J.;LUDWIG, R. L.; LUDWIG, M. P.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Diego de Oliveira Camera

CAMERA, D. O.; LUDWIG, M. P.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Giovane Antônio Giacomolli

GIACOMOLLI, G. A.; LUDWIG, M. P.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marco Antônio Barasoul Girardi

GIRARDI, M. A. B.; SANTOS, D. B.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Murilo Rebelato

REBELATO, M.; SANTOS, D. B.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rodrigo Ristow Soares

SOARES, R. R.; MONTEZANO, E. M.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Vitor Godoy Brignoni

BRIGNONI, V. G.; MONTEZANO, E. M.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Carolina Henrich Dierings

DIERINGS, C. H.; KIRCHNER, J. H.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Maurice Franciele Guedes

GUEDES, M. F.; SANTOS, D. B.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Thiago de Campus Schussler

SCHUSSLER, T. C.; UHRY, D.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Felipe Ahlert

AHLERT, F.; UHRY, D.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Juliane Silveira Fonseca

GOULART, R. Z.; GRIMM, E. L.;LUDWIG, R. L.. Plantas de cobertura e sua influência nas propriedades físicas do solo e no rendimento de culturas estivais.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Pampa.

Aluno: Bruno Pilecco Bisognin

DIAS, V. O.;LUDWIG, R. L.. Perdas na colheita do arroz irrigado: qualidade, quantidade e método de determinação em função da velocidade.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Pampa.

Aluno: Bruna Flores Batistella

BATISTELLA, B. F.; DIAS, V. O.; FONTANELA, E.;LUDWIG, R. L.. DEMANDA ENERGÉTICA E AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE APLICAÇÃO DE UM PULVERIZADOR TRATORIZADO EM DIFERENTES CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Pampa.

Aluno: Paulo Eugênio Schaefer

SCHAEFER, P. E.; LOVATO, T.;PIZZANI, R.LUDWIG, R. L.. Potencial produtivo de sistemas integração lavoura-pecuária-floresta. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Jessica Deolinda Leivas Stecca

STECCA, J. D. L.;MARTIN, T. N.LUDWIG, R. L.. Utilização de Azospirillum brasilense no manejo nitrogenado na cultura do trigo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Eduardo Fredrich

FREDRICH, E.;MARTIN, T. N.; CUNHA, V. S.;LUDWIG, R. L.. Eficiëncia agronomica de Azospirillum brasilense em cultivares de trigo e o efeito nos componentes do rendimento.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Fabrício Picada Bulcão

LOVATO, C.;MARTIN, T. N.LUDWIG, R. L.. INOCULAÇÃO DE AZOSPIRILLUM BRASILIENSE EM CULTIVARES DE TRIGO. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

ROSA, G. B.; MONTEZANO, E. M.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2018. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

GIONGO, A. V.; PEGORARO, E. J.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2018. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

RODRIGUES, W. S.; GARCIA, R. P. A.;LUDWIG, R. L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2018. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

HENRICHSEN, L. H.; MARTINS, J. D.;LUDWIG, R. L.; NAVARINI, L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2017. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

VOGEL, L. G.; LUDWIG, M. P.;LUDWIG, R. L.; MARTINS, J. D.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2017. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

DRESSER, M. G.; MARTINS, J. D.;LUDWIG, R. L.; NAVARINI, L.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2017. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

KUMMER, E. L.; LUDWIG, M. P.;LUDWIG, R. L.; MARTINS, J. D.. Defesa de Estágio Curricular Supervisionado do curso técnico em Agropecuária. 2017. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Evandro Zanini Righi

MEDEIROS, S.L.P.; DURIGON, A.; KRUGER, C. A. M. B.;RIGHI, E. Z.; MARTIN, T. N.. Desempenho agronômico e qualidade industrial do sorgo sacarino submetido a reguladores de crescimento. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Juçara Terezinha Paranhos

MEDEIROS, S. L. P.;PARANHOS, J. T.; MARTIN, T. N.; BANDEIRA, A. H.; CONCEICAO, G. M.. DESEMPENHO AGRONÔMICO DO SORGO SACARINO SUBMETIDO A REGULADOR DE CRESCIMENTO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DAS SEMENTES. 2019. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Sandro Luis Petter Medeiros

MEDEIROS, S. L. P.Bandeira, A. H.; MARTIN, T. N.; MASSUQUINI, G. C.; Paranhos, J.T.. DESEMPENHO AGRONÔMICO DO SORGO SACARINO SUBMETIDO A REGULADOR DE CRESCIMENTO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DAS SEMENTES PRODUZIDAS. 2019. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Sandro Luis Petter Medeiros

MEDEIROS, SANDRO L. P.; Durigon, A.; KRÜGER, C.A.M.B.;MARTIN, Thomas Newton; RIGHI, E. Z.. Desempenho agronômico e qualidade industrial do sorgo sacarino submetido a reguladores de crescimento.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Jean Paolo Gomes Minella

MINELLA, J. P. G.RODRIGUES, M. F.; COSTA, A.. Estudo da descarga sólida transportada em arraste em bacias hidrográficas florestais. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Jean Paolo Gomes Minella

MINELLA, J. P. G.. Monitoramento hidrossedimentológico de bacias hidrográficas. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Angélica Durigon

MEDEIROS, S. L. P.;DURIGON, A.; KRUGER, C. A. M. B.; RIGHI, E. Z.; MARTIN, T. N.. Desempenho agronômico e qualidade industrial do sorgo sacarino submetido a reguladores de crescimento. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Thomas Newton Martin

MARTIN, Thomas Newton; GIACOMINI, Sandro;Pavinato, Paulo Sérgio. Manejo da Adubação nitrogenada e fixação biológica de nitrogênio na cultura do trigo. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Thomas Newton Martin

MEDEIROS, Sandro Luis Petter; DURIGON, Angélica; Kruger, Cleusa Adriane Menegassi Bianchi; Rigui, Evandro Zanini;MARTIN, Thomas Newton. Desempenho agronômico e qualidade industrial do sorgo sacarino submetido a reguladores de crescimento. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Andre da Costa

MINELLA, J. P. G.; RODRIGUES, M. F.;COSTA, A.. Estudo da Descarga Sólida transportada em Arraste em Bacias Hidrográficas Florestais. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Paulo Sérgio Pavinato

MARTIN, T.N.PAVINATO, P. S.; GIACOMINI, S. J.. Manejo da adubação nitrogenada e fixação biológica de nitrogênio na cultura do trigo. 2015. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Miriam Fernanda Rodrigues

MINELLA, J. P. G.RODRIGUES, M. F.; COSTA, A.. Estudo da Descarga Sólida transportada em Arraste em Bacias Hidrográficas Florestais. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Miriam Fernanda Rodrigues

MINELLA, J. P. G.RODRIGUES, M. F.; PELAEZ, J. J. Z.. Monitoramento Hidrossedimentológico de Bacias Hidrográficas. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Heloísa Schmitz

CARACTERIZAÇÃO MORFOAGRONÔMICA DE FEIJÕES DE GRÃOS ESPECIAIS; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Hélio Gonçalves dos Santos Filho

Estágio Curricular Obrigatório; 2018; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; Orientador: Rodrigo Luiz Ludwig;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Odirce Teixeira Antunes

Estágio Curricular Supervisionado; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária) - Escola Agrotécnica Federal de Sertão; Orientador: Odirce Teixeira Antunes;

Thomé Lovato

Manejo racional e sustentável de pastagens em propriedades produtoras de leite na região central do RS (Município de Mata); 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria - Fundo de Incentivo à Extensão; Orientador: Thomé Lovato;

Thomé Lovato

Sistemas forrageiros submetidos a diferentes adubações; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Thomé Lovato;

Thomé Lovato

Sistemas forrageiros tradicionais, inovações tecnológicas e implicações na produtividade sutentável do solo; 2008; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria - Fundo de Incentivo à Extensão; Orientador: Thomé Lovato;

Thomé Lovato

Alteração de solo degradado através do suso de diferentes sistemas de culturas forrageiras e manejo do solo; 2007; Orientação de outra natureza; (Pós-Médio do Colégio Politécnico) - Universidade Federal de Santa Maria, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Thomé Lovato;

RODRIGO PIZZANI

MANEJO RACIONAL E SUSTENTÁVEL DE PASTAGENS NAS PROPRIEDADES PRODUTORAS DE LEITE NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL (Município de Mata); 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, FUNDO DE INCENTIVO A EXTENSÃO; Orientador: Rodrigo Pizzani;

RODRIGO PIZZANI

ALTERAÇÃO DE SOLO DEGRADADO ATRAVÉS DO USO DE DIFERENTES SISTEMAS DE CULTURAS FORRAGEIRAS E MANEJO DO SOLO; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em TÉCNICO EM GEOMÁTICA) - COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM, PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA; Orientador: Rodrigo Pizzani;

Sandro Luis Petter Medeiros

DESEMPENHO AGRONÔMICO DO SORGO SACARINO SUBMETIDO A REGULADOR DE CRESCIMENTO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DAS SEMENTES; 2019; Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria,; Orientador: Sandro Luis Petter Medeiros;

Thomas Newton Martin

Manejo do nitrogênio utilizando-se Azospirillum brasilense para a fixação biológica na cultura do trigo; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Thomas Newton Martin;

José Miguel Reichert

PROPRIEDADES MECÂNICAS DE SOLO FRANCO ARENOSO SOB DISTINTOS ESTADOS DE COMPACTAÇÃO; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: José Miguel Reichert;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LUDWIG, RODRIGO LUIZ ; MARTIN, THOMAS NEWTON ; STECCA, JESSICA DEOLINDA LEIVAS ; CUNHA, VINÍCIUS DOS SANTOS ; NUNES, UBIRAJARA RUSSI ; GRANDO, LUIZ FERNANDO TELEKEN . Action specificity of chemical treatment and inoculation with Azospirillum brasilense in wheat seed on the crop initial growth. REVISTA CERES , v. 65, p. 407-414, 2018.

  • FIPKE, GLAUBER MONÇON ; CONCEIÇÃO, GERUSA MASSUQUINI ; GRANDO, LUIZ FERNANDO TELEKEN ; LUDWIG, RODRIGO LUIZ ; NUNES, UBIRAJARA RUSSI ; MARTIN, THOMAS NEWTON . Co-inoculation with diazotrophic bacteria in soybeans associated to urea topdressing. Ciência e Agrotecnologia (Online) , v. 40, p. 522-533, 2016.

  • LUDWIG, R. L. ; GRANDO, L. F. T. ; MARTIN, T. N. ; PAVINATO, P. S. . Na medida. Cultivar Grandes Culturas , v. XV, p. 42-44, 2014.

  • ORTIZ, SIDNEY ; MARTIN, THOMAS NEWTON ; BRUM, MARCOS DA SILVA ; NUNES, NATHÁLIA VASCONCELOS ; STECCA, JESSICA DEOLINDA LEIVAS ; LUDWIG, RODRIGO LUIZ . Densidade de semeadura de duas espécies de ervilhaca sobre caracteres agronômicos e composição bromatológica. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 00, p. 00-00, 2014.

  • API, I. ; MARTIN, T. N. ; KUSS, F. ; ZIECH, M. F. ; BERTONCELLI, P. ; STECCA, J. D. L. ; NUNES, N. V. ; LUDWIG, R. L. . Planeamento da Produção leiteira, silagem e a modelagem auxiliando a tomada de decisão. Revista de Ciências Agrárias (Lisboa) , v. 37, p. 384-391, 2014.

  • MACIEL, J. S. ; MARTIN, T. N. ; LUDWIG, R. L. ; ROCHEMBACK, D. . Ideais para o Sul. Cultivar Grandes Culturas , v. XV, p. 33-35, 2014.

  • MARTIN, T. N. ; PAVINATO, P. S. ; MENEZES, L. F. G. ; SANTI, A. L. ; BERTONCELLI, P. ; ORTIZ, SIDNEY ; LUDWIG, R. L. . Utilização de Cálcio e Boro na produção de grãos e silagem de girassol. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 35, p. 2699-2710, 2014.

  • RODRIGUES, MIRIAM FERNANDA ; REICHERT, J.M. ; Minella, Jean Paolo Gomes ; DALBIANCO, LEANDRO ; LUDWIG, R. L. ; RAMON, RAFAEL ; RODRIGUES, LILIAN ALESSANDRA ; BORGES JÚNIOR, NORTON . Hydrosedimentology of nested subtropical watersheds with native and eucalyptus forests. Journal of Soils and Sediments , v. 14, p. 1311-1324, 2014.

  • PIZZANI, R. ; SCHAEFER, P. E. ; LOVATO, T. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. . ACÚMULO DE MASSA DE FORRAGEM E PARÂMETROS NUTRICIONAIS DO AMENDOIM FORRAGEIRO E TIFTON 85 EM CULTIVO SINGULAR OU CONSÓRCIO SUBMETIDO OU NÃO À ADUBAÇÃO MINERAL. Enciclopédia Biosfera , v. 8, p. 23-32, 2012.

  • SCHAEFER, P. E. ; PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. . ATRIBUTOS FÍSICOS E CARBONO ORGÂNICO DO SOLO EM SISTEMAS FORRAGEIROS EM CULTIVO SINGULAR OU EM CONSÓRCIO.. Enciclopédia Biosfera , v. 8, p. 97-104, 2012.

  • LUDWIG, R. L. ; PIZZANI, R. ; SCHAEFER, P. E. ; GOULART, R. Z. ; LOVATO, T. . EFEITO DE DIFERENTES SISTEMAS DE USO DO SOLO NA DIVERSIDADE DA FAUNA EDÁFICA NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL.. Enciclopédia Biosfera , v. 8, p. 485-495, 2012.

  • LUDWIG, R. L. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; GOULART, R. Z. ; SCHAEFER, P. E. . Produção e qualidade do Arachis pintoi. Enciclopédia biosfera , v. 6, p. 1-14, 2010.

  • GOULART, R. Z. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; LUDWIG, R. L. ; SCHAEFER, P. E. . Comportamento de atributos físicos do solo em sistema de integração lavoura-pecuária. Enciclopédia biosfera , v. 6, p. 1-15, 2010.

  • SCHAEFER, P. E. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; GOULART, R. Z. ; LUDWIG, R. L. . Produção de fitomassa da parte aérea e ciclagem de nutrientes de diferentes sistemas forrageiros. Enciclopédia biosfera , v. 6, p. 1-5, 2010.

  • PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; SCHAEFER, P. E. ; GOULART, R. Z. ; LUDWIG, R. L. . Produção de forragens de milho e pastagens hibernais em sistema de integração lavoura-pecuária leiteira submetido a diferentes intensidades de pastejo. Enciclopédia biosfera , v. 6, p. 1-6, 2010.

  • SCHAEFER, P. E. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. . Evolução de uma propriedade leiteira submetida à assistência técnica no município de São Sepé-RS. Cadernos Agroecológicos , v. 4, p. 3237-3239, 2009.

  • PIZZANI, R. ; SCHAEFER, P. E. ; GOULART, R. Z. ; LUDWIG, R. L. . Produção de Leite a Pasto: a Importância do Pastoreio Rotativo. Cadernos Agroecológicos , v. 4, p. 3456-3459, 2009.

  • GOULART, R. Z. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; LUDWIG, R. L. ; SCHAEFER, P. E. . Carbono orgânico e atributos biológicos de diferentes solos sob campo nativo na região da Campanha do Rio Grande do Sul. Cadernos Agroecológicos , v. 4, p. 2093-2096, 2009.

  • LUDWIG, R. L. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; GOULART, R. Z. ; SCHAEFER, P. E. . CARBONO ORGÂNICO E ATRIBUTOS FÍSICOS DE UM ARGISSOLO VERMELHO SUBMETIDO A DIFERENTES SISTEMAS FORRAGEIROS. SYNERGISMUS SCYENTIFICA UTFPR , v. 4, p. 549, 2009.

  • SCHAEFER, P. E. ; PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. . MELHORAMENTO DO CAMPO NATIVO SUBMETIDO À ADUBAÇÃO E INTRODUÇÃO DO Arachis pintoi. SYNERGISMUS SCYENTIFICA UTFPR , v. 4, p. 568, 2009.

  • PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; GIROTTO, E. ; SCHAEFER, P. E. ; LUDWIG, R. L. . ATRIBUTOS FÍSICOS E BIOLÓGICOS DE UM ARGISSOLO VERMELHO SOB SISTEMAS FORRAGEIROS NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL. SYNERGISMUS SCYENTIFICA UTFPR , v. 4, p. 569, 2009.

  • GOULART, R. Z. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. ; LUDWIG, R. L. ; SCHAEFER, P. E. . CARGA ANIMAL EM PROPRIEDADES LEITEIRAS NO MUNICÍPIO DE MATA-RS RELACIONANDO SITUAÇÃO DAS PASTAGENS, FERTILIDADE DO SOLO E CONSUMO DE CONCENTRADO. SYNERGISMUS SCYENTIFICA UTFPR , v. 4, p. 513, 2009.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

LUDWIG, R. L. . Regulagem de Semeadoras e Pulverizadores. 2015. .

GOULART, R. Z. ; SCHAEFER, P. E. ; LUDWIG, R. L. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. . Manejo de Bezzeras e novilhas em propriedades leiteiras. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Informe Técnico).

LUDWIG, R. L. ; SCHAEFER, P. E. ; GOULART, R. Z. ; LOVATO, T. ; PIZZANI, R. . Manejo alimentar de vacas secas e em lactação. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Informe Técnico).

PIZZANI, R. ; LOVATO, T. ; SCHAEFER, P. E. ; LUDWIG, R. L. ; GOULART, R. Z. . FORRAGENS: ALTERNATIVAS PARA PROPRIEDADES LEITEIRAS. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Informe Técnico).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    DESEMPENHO AGRONÔMICO E QUALIDADE INDUSTRIAL DO SORGO SACARINO SUBMETIDO A REGULADOR DE CRESCIMENTO, Descrição: A cultura do sorgo sacarino vem ganhando espaço no mercado brasileiro dos biocombustíveis, devido a crescente demanda por energias renováveis, além de ser uma boa alternativa para compensar o período de entressafra da cana-de-açúcar (principal matéria prima do etanol no Brasil), podendo ainda, utilizar a mesma infraestrutura das usinas de cana-de-açúcar. No entanto, a cultura ainda apresenta algumas limitações quanto a sua produção, como por exemplo, altos índices de acamamento, devido seu porte elevado. Frente a isso, o objetivo do estudo será avaliar o desempenho agronômico e a qualidade industrial de duas cultivares de sorgo sacarino, submetidas a aplicações do redutor de crescimento trinexapaque-etílico em diferentes doses e momentos de aplicação. Para isto, será conduzido um experimento de campo no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, campus Iirubá, nos anos agrícolas 2016/2017 e 2017/2018. O experimento será conduzido em Delineamento de Blocos Casualizados, com parcelas subdivididas quanto ao momento da aplicação do regulador de crescimento, e quatro repetições por tratamento, envolvendo um modelo trifatorial (2 x 5 x 3) com duas cultivares de sorgo sacarino (BRS 506 e Fepagro 19), cinco doses do redutor de crescimento, produto comercial (0; 0,15; 0,3; 0,45, 0,6 e 0,75 L ha-1) e dois momentos de aplicação (estágio V5, e V5+V8) totalizando 24 tratamentos e 96 unidades experimentais. Para avaliar o efeito do redutor de crescimento, serão realizadas avaliações de crescimento das plantas (altura e diâmetro do colmo) a cada 15 dias e comprimento dos entrenós no florescimento e colheita. Será determinado o percentual de acamamento, índice de área foliar, teor relativo de clorofila nas folhas, fotossíntese, transpiração, condutância estomática e concentração interna de CO2, quantificar a produção de biomassa total, folhas, colmos, grãos e caldo, construir a curva de maturação para cada tratamento, avaliar a qualidade dos materiais utilizados por meio de parâmetros industriais e o rendimento de etanol.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Coordenador / UBIRAJARA RUSSI NUNES - Integrante / Vilnei de Oliveira Dias - Integrante / Sandro Petter Medeiros - Integrante.

  • 2013 - 2015

    INOCULAÇÃO COM Azospirillum brasilense E ADUBAÇÃO NITROGENADA EM CULTIVARES DE TRIGO, Descrição: O Brasil é um grande importador de trigo, pois sua produção não é suficiente para atender a demanda nacional. O alto custo de produção é um dos fatores que limitam produtores a investir nesta cultura, sendo necessário o desenvolvimento de tecnologias para aumentar a produção sem aumentar os custos. Uma tecnologia recentemente disponível para a cultura do trigo é a inoculação de sementes com bactérias promotoras de crescimento e fixadoras de nitrogênio atmosférico (FBN). O objetivo do estudo é verificar o efeito da inoculação com Azospirillum brasilense sobre os componentes de rendimento na cultura do trigo, com diferentes cultivares, manejos da adubação nitrogenada, locais e épocas de semeadura e também avaliar a interação da bactéria com o tratamento de sementes na germinação, vigor e crescimento inicial das plântulas. Para isto, serão instalados experimentos a campo em duas épocas e dois locais distintos e outro, em laboratório. Os experimentos de campo apresentarão um esquema trifatorial (10x2x3), utilizando 10 genótipos de trigo ambos inoculados e não inoculados e manejados com três doses de nitrogênio, em delineamento de blocos ao acaso com três repetições. Serão avaliados os componentes do rendimento, teor de clorofila nas folhas e a contribuição da FBN. O experimento de laboratório será um trifatorial (4x4x2) utilizando 4 genótipos de trigo, 4 diferentes tratamentos de sementes, ambos inoculados ou não. Será aplicado o teste do envelhecimento acelerado nas sementes e verificado se ocorre interações entre o inoculante e o tratamento de sementes na germinação, crescimento inicial das plântulas e massa seca.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Coordenador / Thomas Newton Martin - Integrante / UBIRAJARA RUSSI NUNES - Integrante / Luiz Fernando Teleken Grando - Integrante / Sandro José Giacomini - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft como Excel, Banco de dados e Visual Basic. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Tempo de reconsolidação, após escarificação do solo e estratégias para mitigação da compactação em sistema plantio direto, Descrição: A compactação tornou-se uma das principais causas de degradação do solo em áreas agrícolas, estando diretamente relacionada ao sistema de manejo do solo adotado. Na região de clima subtropical úmido do Brasil essa situação pode ser verificada pela degradação estrutural da camada subsuperficial do solo, perceptível, em áreas manejadas sob sistema plantio direto (SPD), por alterações de propriedades físicas do solo, alterações morfológicas de raízes e percepção, ocasional, de redução da produtividade das culturas. Como estratégia de mitigação desse processo, produtores vêm utilizando implementos de hastes, como escarificadores para promover o rompimento de camadas subsuperficiais compactadas e melhorar a estrutura do solo. Contudo, os benefícios da escarificação sobre atributos físicos do solo têm apresentado duração efêmera, o que pode ser atribuído ao processo natural de reconsolidação do solo, resultante, entre outros fatores, da chuva e dos ciclos de umedecimento e secagem. Nesse sentido, o presente trabalho visa estudar a durabilidade dos benefícios da intervenção mecânica do solo sobre atributos físicos do solo e crescimento radicular das culturas, com objetivo geral de gerar conhecimento sobre o tempo de reconsolidação do solo, após escarificação, necessário para que o solo atinja os níveis prévios de compactação. Para tanto, será realizado um estudo no município de Passo Fundo, na região norte do Rio Grande do Sul sob Latossolo Vermelho Distrófico típico. O experimento tomado como base para o estudo foi instalado no ano de 2009, sob delineamento blocos inteiramente casualizados com 4 repetições, em área de produção de grãos manejada sob SPD. Para composição dos tratamentos será mantida uma parcela testemunha da condição inicial do solo, ou seja, SPD contínuo, ao passo em que as demais parcelas serão submetidas à escarificação do solo. Assim, a cada safra agrícola uma nova parcela será submetida à intervenção mecânica, de modo que na safra agrícola 2012/2013 (p. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / José Miguel Reichert - Integrante / Dalvan José Reinert - Coordenador / Alan Ébano de Oliveira - Integrante / Lorenzo Rolim Da Silva - Integrante / Bernardo Rodrigues da Silva - Integrante / Greissi Tente Giraldi - Integrante / Marta Sandra Drescher - Integrante.

  • 2012 - Atual

    EFEITOS DO PREPARO DO SOLO NO ESTABELECIMENTO INICIAL DA NOGUEIRA-PECÃ (Carya Ilinoensis (Wang) Koch) EM ARGISSOLO VERMELHO AMARELO NO RIO GRANDE DO SUL, Descrição: A estrutura do solo é definida pela sua condição física, expressa pela dimensão, forma e arranjo das partículas sólidas e dos poros a elas associados.Com o uso e manejo do solo em pomares de nogueira-pecã, a estrutura do solo é modificada pelo preparo do solo, crescimento e desenvolvimento radicular durante o cultivo. O objetivo deste trabalho será avaliar a qualidade estrutural de um Argissolo sob pecã em campo nativo, estabelecer parâmetros e valores indicadores de qualidade do solo para o crescimento e cultivo de pecã. O estudo será realizado na FEPAGRO Florestas localizada em Santa Maria no Rio Grande do Sul. Os sistemas de preparo do solo serão: T1 Plantio com cova pequena 20 x 60 cm (PCP);T2 Plantio com cova grande 40 x 60 cm (PCG); T3 Escarificado mais grade niveladora (EG) e cova de 20 x 60 cm; T4 Enxada rotativa (ER) e cova com 20 x 60 cm. A adubação e calagem serão realizadas na cova com base no Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O delineamento experimental será Blocos ao Acaso e cinco repetições Com este trabalho, esperam-se encontrar respostas físicas e hídricas do solo, crescimento e produção, nas condições de preparo do solo mencionadas para o cultivo da nogueira-pecã.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Integrante / Rafael Ziani Goulart - Integrante / Eloi Paulus - Integrante / Cedinara Arruda Santana Morales - Integrante / José Miguel Reichert - Integrante / Dalvan José Reinert - Coordenador / Jean Paolo Gomes Minella - Integrante / Alan Ébano de Oliveira - Integrante / Jean Alberto Sampietro - Integrante / Júlio César Wincher Soares - Integrante / Eduardo Saldanha Volgemann - Integrante / Marta Sandra Drescher - Integrante / Mauro Valdir Schumacher - Integrante / Juliana Prevedello - Integrante / Paulo Ivonir Gubiani - Integrante / Rudi Witschoreck - Integrante / Marília Lazarotto - Integrante / Marcelo Ivan Mentgues - Integrante / Neiva Somavilla Gelain - Integrante / Evandro Luiz Missio - Integrante / Fernando Mateus Rodrigues Cargnin - Integrante.

  • 2011 - Atual

    MONITORAMENTO E MODELAGEM MATEMÁTICA DOS PROCESSOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS EM BACIAS SOB FLORESTA E CAMPO NATIVO NO CENTRO-SUL DO RIO GRANDE DO SUL, Descrição: A demanda por produtos florestais e a preocupação com a preservação do meio ambiente implicam na necessidade de informações que possam servir como ferramentas para a adoção do manejo mais adequado dos recursos naturais. Esta proposta aborda as relações entre as atividades de produção florestal e seus impactos sobre a melhoria ou a degradação do solo e da água considerando a bacia hidrográfica como unidade de estudo. O entendimento dos fatores relacionados ao uso, manejo e ocupação dos solos na escala de bacia hidrográfica tem sido um dos grandes desafios para o estabelecimento dos impactos das atividades florestais sobre o solo e a água principalmente em relação aos processos erosivos. A estratégia de análise o monitoramento de bacias hidrográficas é direcionada para obtenção de um conjunto representativo de dados e informações capazes de caracterizar os processos hidrológicos, erosivos e de qualidade de água em diferentes condições de uso e manejo dos solos. A análise dos processos que ocorrem na bacia hidrográfica, mediante utilização do banco de dados e modelagem matemática, possibilitará o delineamento de estratégias efetivas para o controle da erosão (sedimentos) e poluição (pontual e difusa) e recuperação de rios afetados pela presença de sedimentos em bacias hidrográficas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Miriam Fernanda Rodrigues - Integrante / José Miguel Reichert - Coordenador / Jean Paolo Gomes Minella - Integrante / Alan Ébano de Oliveira - Integrante / Pedro Henrique Rodrigues Borges - Integrante / Mayra de Souza Dettmer - Integrante / Claudine Ohana Barcellos Consensa - Integrante / Anaí Sangiovo Ottonelli - Integrante / Debora Tonon Schreiner - Integrante / Lorenzo Rolim Da Silva - Integrante / Bernardo Rodrigues da Silva - Integrante / Leandro Dalbianco - Integrante / Cláudia Alessandra Peixoto de Barros - Integrante / Rafael Ramon - Integrante / Greissi Tente Giraldi - Integrante / Fernando Andre Vitalis - Integrante / Maía Carina Zardin - Integrante.

  • 2011 - Atual

    ATRIBUTOS FÍSICO-QUÍMICOS EM SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA LEITEIRA E SEUS EFEITOS NO RENDIMENTO DE GRÃOS, Descrição: A diversificação da propriedade por meio da integração lavoura-pecuária constitui-se numa importante alternativa para minimizar riscos e a baixa rentabilidade da exploração de cereais de inverno, contribuindo para a viabilidade econômica do sistema de produção agrícola. A produção de leite a pasto é o sistema de maior sustentabilidade técnica, econômica e social. O presente trabalho objetiva estudar em um Latossolo vermelho e em condições de campo, os efeitos da integração lavoura-pecuária leiteira, sobre os atributos físico-químicos e na produção das culturas do milho e da soja e forragens de inverno submetidas a diferentes intensidades de pastejo. O delineamento experimental será o de blocos ao acaso com cinco tratamentos e três repetições. Os tratamentos utilizados serão: sem controle (SC), pastejo com altura de saída de 10 cm, 20 cm, 30 cm e sem pastejo (SP). O sistema forrageiro a ser utilizado dispôs do consórcio entre duas gramíneas, a aveia (Avena sativa) e o azevém (Lolium multiflorum) e uma leguminosa, a ervilhaca (Vicia sativa), e após o final do ciclo das mesmas, será realizada a semeadura da cultura do milho e soja. Os atributos físicos avaliados serão a densidade, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, estabilidade de agregados, resistência à penetração e capacidade de infiltração de água. Quanto às análises químicas, será analisado os teores de nitrogênio total e estoques de carbono orgânico. As culturas do milho e da soja terão suas produtividades avaliadas nas diferentes intensidades de pastejo, para se quantificar o efeito do pisoteio animal no rendimento das culturas de verão. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Maurício de Trindade Viegas - Integrante / Álvaro Luís Pasquetti Berghetti - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Monitoramento e Modelagem dos Fluxos de Água, Solutos e Sedimentos em Bacias Hidrográficas Rurais, Descrição: Esta proposta faz parte de uma linha de pesquisa do Departamento de Solos que aborda as relações entre as atividades agrícolas e seus impactos sobre a melhoria ou a degradação do solo e da água considerando a bacia hidrográfica como unidade de estudo. O entendimento dos fatores relacionados ao uso, manejo e ocupação dos solos na escala de bacia hidrográfica tem sido um dos grandes desafios para o estabelecimento dos impactos das atividades agrícolas sobre os recursos naturais (solo e água) principalmente pela erosão e poluição difusa. Nesse contexto, este grupo de pesquisa tem como estratégia de análise o monitoramento de bacias hidrográficas para a obtenção de um conjunto representativo de dados e informações capazes de caracterizar os processos hidrológicos, erosivos e de qualidade de água em diferentes condições de uso e manejo dos solos, e a partir disto propor medidas de conservação e manejo do solo e água.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Miriam Fernanda Rodrigues - Integrante / Cedinara Arruda Santana Morales - Integrante / José Miguel Reichert - Integrante / Dalvan José Reinert - Integrante / Jean Paolo Gomes Minella - Coordenador / Jean Alberto Sampietro - Integrante / Anaí Sangiovo Ottonelli - Integrante / Aline Andressa Bervig - Integrante / Adriano Dicesar Martins de Araújo Gonsalves - Integrante / Flávio Fontinelli - Integrante / Daniel Donida Schlottfeldt - Integrante / Rafael Daniel Mundt - Integrante / André Carlos Cruz Copetti - Integrante / Douglas Rodrigo Kaiser - Integrante / Júlio César Wincher Soares - Integrante / Leandro Dalbianco - Integrante / Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Nádia Bernardi Bonumá - Integrante / Sandro Luciano Barreto Fensterseifer - Integrante / Vilson Antonio Klein - Integrante / Elizeu Jonas Didoné - Integrante / Eduardo Saldanha Volgemann - Integrante / Cláudia Alessandra Peixoto de Barros - Integrante / Tales Tiecher - Integrante / Jhon Jairo Zaluaga Peláez - Integrante / Gabriel Oladele Awe - Integrante / André da Costa - Integrante / Márcia Luciene Kochem - Integrante / Alessandra dos Santos Pichini - Integrante / Leonardo Guimarães Machado - Integrante / Lucas Henrique Ciotti - Integrante / Rafael Ramon - Integrante / Rafael Carlesso Aita - Integrante / Thaís Regina Mentgues - Integrante.

  • 2010 - Atual

    GESTÃO TÉCNICA EM PEQUENAS PROPRIEDADES FAMILIARES NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL: ATIVIDADE LEITEIRA SOB A ÓTICA DA SUSTENTABILIDADE, Descrição: A produção de leite e de carne no Rio Grande do Sul é feita predominantemente a pasto. O sistema de produção no pasto, além de ser a fonte de alimentação mais econômica, tem credenciado o país na exportação de carne e seus derivados. No Estado do Rio Grande do Sul, sistemas de produção de leite baseados no uso de pastagens vêm experimentando índices significativos de expansão. Esta expansão teve impulso seja pelas sucessivas frustrações nas safras de grãos, substituição de algumas culturas como o fumo e/ou pela instalação de importantes indústrias do setor leiteiro. A estrutura de produção de leite baseada em pequenos produtores é sem dúvida um problema crônico no Brasil. Em outras palavras, a baixa produtividade e a má qualidade do leite são desdobramentos de uma crise enfrentada pelos pequenos produtores. A elevada concentração de sistemas de produção agropecuários do tipo familiar na região tornou a produção leiteira à principal fonte de renda da maioria dos produtores rurais que desenvolve esta atividade. Têm-se como objetivos elucidar um mapeamento para o setor produtivo em termos de potencialidades e demandas de uma pequena propriedade familiar, diagnosticando e apontando técnicas sustentáveis na atividade leiteira na região Central do Rio Grande do Sul.O trabalho será conduzido no município de Mata, onde os produtores de leite entregam o produto em um laticínio, de propriedade particular. O número de produtores está próximo aos trinta, sendo estes divididos em alta produção, média e baixa produção de leite. Dentre os trinta produtores, serão selecionado dois produtores. Inicialmente farão visitas para diagnostico da propriedade, coletas de solo e das pastagens, sendo analisadas no laboratório. Realizado as análises retornaremos as propriedades com as sugestões e propostas para implantação. Serão realizadas palestras e dias de campo na área experimental de um dos produtores que tem parceria com a UFSM. O que se espera do trabalho que sirva na construção de bas. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Rafael Ziani Goulart - Integrante / Deiverson Luiz Ceconi - Integrante.

  • 2010 - Atual

    INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA LEITEIRA E SEUS EFEITOS NAS CARACTERÍSTICAS DO SOLO, Descrição: A diversificação da propriedade por meio da integração lavoura-pecuária constitui-se numa importante alternativa para minimizar riscos e a baixa rentabilidade da exploração de cereais de inverno, contribuindo para a viabilidade econômica do sistema de produção agrícola. A produção de leite a pasto é o sistema de maior sustentabilidade técnica, econômica e social. A integração lavoura-pecuária tanto dentro da propriedade, como entre propriedades, pode melhorar a utilização e reciclagem de nitrogênio e, também, ajudar a reverter a degradação da qualidade do solo, desde a perda de matéria orgânica até a acumulação excessiva de nutrientes na exploração pecuária. O presente trabalho será conduzido em uma propriedade leiteira no município de Mata,RS, com o objetivo de avaliar os efeitos da raça Jersey no sistema de integração lavoura-pecuária sobre atributos físicos, químicos e biológicos do solo e sobre a produção de milho, na Depressão Central do RS, durante os anos agrícolas 2009/ 2010 e 2010/2011. Será utilizado delineamento experimental blocos casualizados (DBC), com três repetições. As parcelas terão dimensões de 14 m de largura por 15 m de comprimento, onde serão usados 70 m2 para raça Jersey, onde a distribuição fica 3 animais da raça por parcelas. Os tratamentos constituíram de quatro alturas médias pretendidas de pastejo, sem controle (PC), 0,10; 0,20 e 0,30 m. Entre os blocos, três faixas de 70 m2 cada, serão isoladas do pastejo, as quais se constituíram no tratamento testemunha. A pastagem será formada por um consórcio de aveia preta (Avena strigosa Schreb.), azevém (Lolium multiflorum Lam.) e ervilhaca (Vicia villosa L.). Serão determinadas a densidade do solo (Ds), pelo método do anel volumétrico, a porosidade total (Pt), pela percentagem de saturação por água do solo, e a microporosidade (Mi) e macroporosidade do solo (Ma), determinadas pela "mesa de tensão", infiltração de água no solo, teores e estoque de nitrogênio e carbono orgânico total. Para a cultur. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Rafael Ziani Goulart - Integrante / Henrique Arcego - Integrante / Maurício de Trindade Viegas - Integrante / Álvaro Luís Pasquetti Berghetti - Integrante.

  • 2009 - Atual

    Relação solo-forragens-ovinos e indicadores de sustentabilidade, Descrição: O sistema extensivo de criação de ovinos em campo nativo, com baixo nível tecnológico, caracteriza uma pecuária com baixo nível produtivo e reprodutivo. O manejo do rebanho e da pastagem ocasiona, em condições de superpastoreio, compactação do solo, redução da capacidade de infiltração de água no solo, redução da oferta de forragem e baixo desempenho produtivo do rebanho. Estudos demonstram que o sistema de pastoreio contínuo com alta lotação pode agravar estes fatores. Já o sistema de pastoreio rotativo sendo bem manejado, com lotação adequada pode melhorar as características físicas, químicas e biológicas do solo. No entanto a adoção deste sistema é limitada devido à necessidade maior de investimentos, uma vez que consiste na subdivisão da área. Neste sentido muitos produtores com escasso capital de investimentos necessitam de tecnologias eficientes e de baixo custo que viabilizem a adoção do sistema de pastoreio rotativo. Este projeto tem como objetivo avaliar a eficiência do uso de redis móveis de baixo custo e fácil execução no manejo do rebanho ovino em sistemas de pastoreio rotativo em campo nativo, e determinar os aspectos positivos e limitações da adoção deste sistema de manejo em relação ao desempenho produtivo do rebanho, da forragem e dos indicadores físicos, químicos e biológicos do solo. Será desenvolvido, adaptado e testado a campo um modelo de equipamento móvel para condução dos ovinos na colheita da pastagem em sistema de pastoreio rotativo. O experimento será realizado em uma área experimental localizado no campus da UFSM, e serão realizadas avaliações dos atributos físicos, químicos e biológicos do solo no sistema de pastejo rotativo e contínuo da pastagem nativa. Será avaliada também a eficiência da adoção desta tecnologia no sistema de pastejo rotativo. Neste projeto espera-se incrementar e contribuir com o desenvolvimento da pecuária ovina melhorando os índices zootécnicos da criação de ovinos em campo nativo, e buscar indicadores de melhoria e. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Luiz Eugênio Jacobs - Integrante / Deiverson Luiz Ceconi - Integrante / Eloi Paulus - Integrante / Aline Andressa Bervig - Integrante / Emerson Dalla Chieza - Integrante / Rodrigo Emanule Riffel - Integrante / Lucas Duarte - Integrante / Mateus Turatti - Integrante.

  • 2009 - Atual

    A história revela que desde cedo, a estrutura agrária brasileira se concentra nas mãos de poucos e que esses detentores da condição privilegiada sempre voltaram seus interesses para o capital estrangeiro. Com a explosão demográfica mundial a partir da met, Descrição: A produção de leite e de carne no Rio Grande do Sul é feita predominantemente a pasto. O sistema de produção no pasto, além de ser a fonte de alimentação mais econômica, tem credenciado o país na exportação de carne e seus derivados. No Estado do Rio Grande do Sul, sistemas de produção de leite baseados no uso de pastagens vêm experimentando índices significativos de expansão. Esta expansão teve impulso seja pelas sucessivas frustrações nas safras de grãos, substituição de algumas culturas como o fumo e/ou pela instalação de importantes indústrias do setor leiteiro. Têm-se como objetivos avaliar a resposta de diferentes sistemas forrageiros, com adubação química e orgânica, em um Argissolo Vermelho e proporcionar conhecimentos para produtores, técnicos e meio acadêmico. O trabalho será conduzido no município São Sepé. Serão usadas três forrageiras no experimento, sendo uma leguminosa (Arachis pintoi: Amendoim forrageiro) e duas gramíneas (Cynodon dactylon (L.) Pers cv. Tifton 85 e Panicum maximum: Capim elefante). A nomenclatura usada será a seguinte: AFTI (Amendoim forrageiro + Tifton 85), CNAF (Campo nativo + Amendoim forrageiro), AFTICE (Amendoim forrageiro + Tifton 85 + Capim elefante) e CN (Campo Nativo). Ambos os tratamentos receberão adubação química (NPK), com exceção das parcelas que apresentam o amendoim forrageiro (leguminosa) que receberão apenas PK e adubação orgânica (cama de aviário e esterco bovino). Após a correção das parcelas, será implantado o amendoim forrageiro através de estolões (mudas), por ser de fácil aquisição e baixo custo. Serão realizados cortes ao nível do solo por parcela a cada 30 dias com o objetivo de estimar a produção de massa seca. A cada corte será feita a separação botânica do material colhido. Após secagem das amostras, serão moídas para análises qualitativas, tais como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, proteína bruta, FDN e FDA. As determinações serão feitas pela metodologia conforme Tedesco et al. (1995). No restante da. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Rafael Ziani Goulart - Integrante / Henrique Arcego - Integrante / Guilherme Felipe Millanesi Callegari - Integrante.

  • 2008 - 2012

    MANEJO RACIONAL E SUSTENTÁVEL DE PASTAGENS NAS PROPRIEDADES PRODUTORAS DE LEITE NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL (MUNICÍPIO DE MATA), Descrição: A produção de leite e de carne no Rio Grande do Sul é feita predominantemente a pasto. O sistema de produção no pasto, além de ser a fonte de alimentação mais econômica, tem credenciado o país na exportação de carne e seus derivados. No Estado do Rio Grande do Sul, sistemas de produção de leite baseados no uso de pastagens vêm experimentando índices significativos de expansão. Esta expansão teve impulso seja pelas sucessivas frustrações nas safras de grãos, substituição de algumas culturas como o fumo e/ou pela instalação de importantes indústrias do setor leiteiro. A elevada concentração de sistemas de produção agropecuários do tipo familiar na região tornou a produção leiteira à principal fonte de renda da maioria dos produtores rurais que desenvolve esta atividade. Têm-se como objetivos realizar dia de campo para demonstrar resultados de pesquisas em Solo, manejo de pastagens, alternativas para melhoria do solo sob pastagens com alternativas de espécies para introdução em áreas de pastejo, com o intuito de melhorar pastagens já estabelecidas e proporcionar conhecimentos para produtores, técnicos e meio acadêmico. O trabalho será conduzido no município de Mata, onde os produtores de leite entregam o produto em um laticínio, de propriedade particular. O número de produtores está próximo aos trinta, sendo estes divididos em alta produção, média e baixa produção de leite. Dentre os trinta produtores, serão selecionado 3 produtores em cada categoria, dentre as classificações mencionadas anteriormente, totalizando nove produtores para estudos. Inicialmente farão visitas para diagnostico da propriedade, coletas de solo e das pastagens, sendo analisadas no laboratório. Realizado as análises retornaremos as propriedades com as sugestões e propostas para implantação. Serão realizadas palestras e dias de campo na área experimental de pastagens na propriedade de um produtor que tem parceria com a UFSM. O que se espera do trabalho que sirva na construção de base teórica e prá. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Deiverson Luiz Ceconi - Integrante.

  • 2008 - 2010

    MANEJO COM PLANTAS DE COBERTURA E FORMAS DE ADUBAÇÃO: BUSCA PELO CONCILHAMENTO ENTRE MELHORIAS NA QUALIDADE DO SOLO E PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NUM ASSENTAMENTO DE REFÓRMA AGRÁRIA, Descrição: A história revela que desde cedo, a estrutura agrária brasileira se concentra nas mãos de poucos e que esses detentores da condição privilegiada sempre voltaram seus interesses para o capital estrangeiro. Com a explosão demográfica mundial a partir da metade do último século e a adoção de uma matriz tecnológica agrícola, balizada por preceitos tecnocratas e produtivistas regidos pelas racionalidades econômicas, juntamente com fatores de ordem técnica, cientifica, política, entre outros, tornaram as atividades agrosilvipastoris predadoras dos recursos naturais, provocando um patamar de insustentabilidade, e gerando uma grande exclusão social. Neste contexto surgiram ao longo da história, inúmeros movimentos e/ou manifestações sociais , reivindicando uma mudança paradigmática. A Lei 4.504 (BRASIL, 1964), que dispõe sobre o Estatuto da Terra, regulou os direitos e obrigações dos bens imóveis rurais para Reforma Agrária. Esta Lei estabelece os critérios para avaliação da produtividade das propriedades rurais. Em geral, as áreas desapropriadas coincidem com propriedades que possuem solos com avançados estados de degradação. A ciência vem estudando meios para minimizar os impactos ambientais promovidos por estas atividades agrosilvipastoris. Contudo, no que tange as questões sociais, é difícil de contemplá-las, tendo em vista que historicamente as questões políticas e econômicas sempre se sobressaíram, sobretudo nas decisões governamentais. Nesta perspectiva é necessário repensar os processos produtivos vigentes, Costabeber e Caporal (2003) expressam a necessidade imediata de novas descobertas científicas e produção tecnológica compatíveis com o imperativo ambiental e expectativas sócio-econômicas e culturais daqueles segmentos da população que ainda continuam à margem das políticas públicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Rafael Ziani Goulart - Integrante / Flávio Luiz Foletto Eltz - Integrante / Emerson Dalla Chieza - Integrante / Heitor de Souza Peretti - Integrante / Jonatan Maicon Antonio Tonin - Integrante.

  • 2008 - Atual

    INTRODUÇÃO DO AMENDOIM FORRAGEIRO EM CAMPO NATIVO, Descrição: Para avaliar a introdução, estabelecimento e produção do amendoim forrageiro (Arachis pintoi) em área de campo natural, se conduzirá um experimento a campo sob um Argissolo Vermelho, localizado na Depressão Central do Rio Grande do Sul, no município de Mata - RS. O trabalho tem por objetivo avaliar a capacidade de estabelecimento do amendoim forrageiro por mudas no campo nativo, verificar a necessidade de adubação no estabelecimento e produção do amendoim forrageiro, analisar a qualidade da forragem produzida no campo nativo, realizar dia de campo para demonstrar resultados das pastagens e seus efeitos nos atributos do solo. Serão realizados cinco tratamentos referentes à adubação da pastagem natural consorciada com o amendoim forrageiro, a saber: T1= Arachis pintoi + campo nativo com NPK, T2 = Arachis pintoi + campo nativo com PK, T3 = Arachis pintoi + campo nativo sem adubo, T4 = testemunha (campo nativo) e T5 = campo nativo + N. Após a correção das parcelas, será implantado o amendoim forrageiro através de estolões (mudas), por ser de fácil aquisição e baixo custo. Serão realizados cortes ao nível do solo por parcela a cada 30 dias com o objetivo de estimar a produção de massa seca. A cada corte será feita a separação botânica do material colhido. Após secagem das amostras, serão moídas para análises qualitativas, tais como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, proteína bruta, FDN e FDA. As determinações serão feitas pela metodologia conforme Tedesco et al. (1995). No restante da área, onde não serão coletadas amostras, os animais terão livre acesso para consumir a forragem restante. Na avaliação estatística dos dados será utilizando a análise de grupos de experimentos (CRUZ, 2006), aplicando-se o teste de comparação de médias de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Palavras chave: Amendoim forrageiro, campo nativo, adubação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Gilmar Luiz Schaefer - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Rafael Ziani Goulart - Integrante / Henrique Arcego - Integrante / Fernando Antonio Valenca Floresta - Integrante.

  • 2008 - Atual

    MELHORAMENTO DO CAMPO NATIVO SUBMETIDO À ADUBAÇÃO, CALAGEM E INTRODUÇÃO DE ESPECIES HIBERNAIS, Descrição: A pastagem natural é o principal recurso forrageiro das pecuárias de corte, leite e ovinocultura do Rio Grande do Sul, ocupando uma área de aproximadamente 10 milhões de hectares. Na sua grande maioria, são caracterizadas por grande biodiversidade e por serem de crescimento tipicamente estival. No inverno as pastagens nativas apresentam baixos níveis de produção, sendo essa mínima nos meses de julho e agosto e máxima produção nos meses quentes, compreendido entre outubro e março. Para avaliar a correção do solo e introdução, estabelecimento de espécies hibernais como azevém e trevo em área de campo natural, se conduzirá um experimento a campo sob um Argissolo Vermelho, localizado na Depressão Central do Rio Grande do Sul, no município de Mata - RS. Tendo como objetivos avaliar a produção de forragem, resposta da adubação mineral e da calagem no campo nativo, avaliar a introdução do azevém e trevo em relação à adubação e calagem no campo nativo, avaliar a produção de forragem de estação fria em campo nativo. Serão realizados 4 tratamentos, a saber: testemunha (campo nativo), campo nativo + N, campo nativo + NPK + 1SMP de calcário e campo nativo + NPK + SMP de calcário. Após a correção das parcelas, será realizado a semeadura do azevém e trevo vermelho. Serão realizados cortes ao nível do solo por parcela a cada 30 dias com o objetivo de estimar a produção de massa seca. A cada corte será feita a separação botânica do material colhido. Após secagem das amostras, serão moídas para análises qualitativas, tais como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, proteína bruta, FDN e FDA. As determinações serão feitas pela metodologia conforme Tedesco et al. (1995). No restante da área, onde não serão coletadas amostras, os animais terão livre acesso para consumir a forragem restante. Na avaliação estatística dos dados será utilizando a análise de grupos de experimentos (CRUZ, 2006), aplicando-se o teste de comparação de médias de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Palavras-c. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Gilmar Luiz Schaefer - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante.

  • 2006 - 2011

    ALTERAÇÃO DE SOLO DEGRADADO ATRAVÉS DO USO DE DIFERENTES SISTEMAS DE CULTURAS FORRAGEIRAS E MANEJO DO SOLO., Descrição: A economia do Brasil e, em especial a do Rio Grande do Sul, estão fundamentadas no setor primário, no qual a atividade pecuária destaca-se como uma das mais importantes. Esta atividade proporciona o desenvolvimento tanto no meio rural, promovendo grande número de postos de trabalhos, como nas áreas urbanas, onde se localizam as indústrias de transformação dos produtos e o comércio de insumos e medicamentos utilizados para a produção. Além disso, o Rio Grande do Sul possui aptidão ambiental para produzir carne e leite de boa qualidade, que têm como base produtiva pastagens naturais e/ou cultivadas, com capacidade de competir no exigente mercado internacional. No Brasil, a maioria dos solos utilizados na pecuária apresenta algumas limitações de fertilidade. A baixa disponibilidade de fósforo, nitrogênio e a alta saturação por alumínio são os fatores químicos que limitam a produção. Na produção animal a pasto, a utilização de leguminosas forrageiras deve ser valorizada pela qualidade que estas oferecem à dieta e, também, pelo aporte de nitrogênio atmosférico incorporado ao ecossistema pastoril a um custo baixo através da fixação biológica. Desta forma, melhora-se o ambiente pastoril, aumenta-se o potencial produtivo e diminui-se a necessidade de adubação nitrogenada. Evita-se também uma eventual poluição do lençol freático pela lixiviação do excesso de nitrogênio aplicado através dos fertilizantes nitrogenados. O objetivo desta pesquisa é avaliar a capacidade de recuperar solos degradados através de cultivos isolados ou com o consorcio de duas leguminosas perenes: Arachis pintoi, gênero Stylozanthes e a grama bermuda Cynodon dactylon (L.) Pers cv. Tifiton 85, com ou sem a adubação mineral inicial para instalação dos cultivos, bem como analisar algumas características morfogênicas das plantas, onde poderão ser delineadas estratégias seguras para seus estabelecimentos e manejos. O experimento será conduzido no município de Mata-RS, localizado na Depressão Central do Rio. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thome Lovato - Coordenador / Rodrigo Pizzani - Integrante / Paulo Eugênio Schaefer - Integrante / Luiz Eugênio Jacobs - Integrante / Deiverson Luiz Ceconi - Integrante / Eloi Paulus - Integrante / Aline Andressa Bervig - Integrante / Emerson Dalla Chieza - Integrante.

  • 2003 - Atual

    PROPRIEDADES MECÂNICAS DE SOLO FRANCO ARENOSO SOB DISTINTOS ESTADOS DE COMPACTAÇÃO, Descrição: Com o uso cada vez mais intenso do solo para a produção vegetal e animal, há uma deformação e degradação irreversível em solos de todo o mundo, e o que é agravado pelo aumento significativo do peso das máquinas agrícolas e freqüente tráfego. Há a necessidade da determinação de limites críticos da compactação e disponibilidade de água para tomada de decisão de adoção sobre estratégias de manejo do solo. o tema proposto tem fundamental importância na manutenção e, ou sustentabilidade de agro-ecosistemas. A compactação do solo é considerado como um dos fatores limitantes da sustentação do sistema semeadura direta no Brasil. contudo, ainda não há informações consolidadas para a predição e recuperação da compactação do solo sob diferentes sistemas de manejo e uso do solo. O objetivo deste estudo é determinar o efeito do estado de compactação em propriedades mecânicas do solo, com ênfase na compressibilidade e cisalhamento, sob distintos sistemas de manejo e umidade, tendo como finalidade estabelecer relações entre compactação e disponibilidade hídrica às plantas com propriedades físicas e mecânicas do solo; e propor alternativas para minimizar os efeitos negativos da compactação no solo, principalmente em solos com semeadura direta.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / José Miguel Reichert - Coordenador / Dalvan José Reinert - Integrante / Alan Ébano de Oliveira - Integrante / Letícia Sequinatto - Integrante / André Anibal Brand - Integrante / Bruno Roberto Pereira de Aguiar - Integrante / Lenise Raquel Mentgues - Integrante / Mayra de Souza Dettmer - Integrante / Tiago Ivan Pereira - Integrante / Claudine Ohana Barcellos Consensa - Integrante / Anaí Sangiovo Ottonelli - Integrante / Debora Tonon Schreiner - Integrante / Lorenzo Rolim Da Silva - Integrante / Bernardo Rodrigues da Silva - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft como Excel, Banco de dados e Visual Basic . A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft como Excel, Banco de dados e Visual Basic . A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft como Excel, Banco de dados e Visual Basic . A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft ® como Excel, Banco de dados e Visual Basic®. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de software para estimação da produtividade potencial e deplecionada de culturas agrícolas, Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um software que possibilite a estimação das produtividades de culturas agrícolas a partir de diferentes condições edafoclimáticas no Rio grande do Sul. Serão utilizados dados dos experimentos de campo já realizados na Área Experimental da Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria dos anos de 2011, 2012 e 2013, juntamente com as características de solo (análises de solo realizadas no local). Os dados climáticos (temperatura e precipitação) que serão utilizados serão obtidos no site do Instituto Nacional de Meteorologia (http://www.inmet.gov.br). Paralelamente serão conduzidas parcelas experimentais com diferentes cultivares de trigo para estimação e validação dos parâmetros de crescimento e desenvolvimento da cultura do trigo. E posteriormente validação dos dados obtidos e do software desenvolvido. A partir desses dados serão ajustados modelo matemáticos para posteriormente serem convertidos em linguagem linear de programação. Posteriormente essas equações serão convertidas em um modelo linear de programação utilizando-se softwares específicos. A partir da serão organizados os dados para a alimentação do modelo matemático, teste dos valores e comparações com os valores obtidos a campo. E por fim obtenção dos dados de saída com os dados de produtividade potencial e deplecionada. Serão utilizadas as plataformas de programação da Microsoft como Excel, Banco de dados e Visual Basic. A partir do desenvolvimento do software será possível estimar a produtividade de culturas agrícolas, em um primeiro momento a cultura do trigo. E dessa forma, poderão ser estudados facilmente, sem que haja necessidade de instalação de experimentos caros e que demandam tempo e verificadas as produtividades potencial e deplecionadas. Esse software poderá ser utilizado para ensino pois pode-se apresentar cenários de mudança edafoclimáticos ou de características das diferentes cultivares de trigo e verificar-se rapidamente as repercussões do manejo, por exemplo. Além disso, haverá o treinamento de alunos de graduação e o desenvolvimento do espírito inovador dos alunos. A disponibilização gratuita desse software permitirá o desenvolvimento da pesquisa, auxilhará a docência e a extensão, pois softwares que realizam essas funções são adquiridos por meio de licenças pagas e ficam disponíveis por um curto período de tempo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rodrigo Luiz Ludwig - Integrante / Thomas Newton Martin - Coordenador / NATHALIA VASCONCELOS NUNES - Integrante / ANDRESSA VILLANI PERLIN - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

Desafio Modelo de Negócio -Equipe vencedora da categoria: IMPACTO SOCIAL , com o Modelo de Negócio ProRAF., Universidade Federal do Pampa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS - Campus Vacaria. , Estrada Municipal João Viterbo de Oliveira, 3061, Zona rural, 95200000 - Vacaria, RS - Brasil, Telefone: (54) 32317400

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2019

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico em Agropecuária, Carga horária: 40

2017 - 2017

Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12

Outras informações:
Disciplinas: 1- Máquinas, implementos e mecanização agrícola; 2- Fisiologia vegetal; 3 - Agrometeorologia; 4- Produção e tecnologia de sementes.

2014 - 2016

Universidade Federal do Pampa

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Técnico em Agropecuária, Carga horária: 40

2013 - 2014

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Capes, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2013

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista FAPERGS, Enquadramento Funcional: Bolsista PROBIC/FAPERGS, Carga horária: 20

Outras informações:
Atuou como bolsista no projeto "Monitoramento e modelagem matemática dos processos hidrossedimentológicos em bacias sob florestas e campo nativo no centro-sul do Rio Grande do Sul".

2012 - 2012

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista CNPq, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPq, Carga horária: 20

Outras informações:
Atuou como bolsista no projeto "Desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar para o Rio Grande do Sul - Foco na produção de álcool".

2009 - 2011

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: BOLSISTA FAPERGS, Enquadramento Funcional: BOLSISTA FAPERGS, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2009 - 2009

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista FIEX, Enquadramento Funcional: BOLSISTA FIEX, Carga horária: 12

Outras informações:
Atuou como bolsista no projeto "MANEJO RACIONAL E SUSTENTÁVEL DE PASTAGENS NAS PROPRIEDADES DE LEITE NA REGIÃO CENTRAL DO RS (MUNICÍPIO DE MATA)".

2008 - 2008

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista FIEX, Enquadramento Funcional: BOLSISTA FIEX, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Atuou como bolsista no projeto "MANEJO RACIONAL E SUSTENTÁVEL DE PASTAGENS NAS PROPRIEDADES PRODUTORAS DE LEITE NA REGIÃO CENTRAL DO RS (MUNICÍPIO DE MATA).

2008 - 2008

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista de informática, Enquadramento Funcional: Bolsista de informática na 23 JAI-UFSM

2007 - 2008

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista FAPERGS, Enquadramento Funcional: Bolsista PROBIC JUNIOR II/FAPERGS/UFSM

Outras informações:
Atuou no projeto "ALTERAÇÃO DE SOLO DEGRADADO ATRAVÉS DO USO DE DIFERENTES SISTEMAS DE CULTURAS FORRAGEIRAS E MANEJO DO SOLO".

2007 - 2007

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista de informática, Enquadramento Funcional: Bolsista de informática na 22 JAI-UFSM

2007 - 2007

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista de informática, Enquadramento Funcional: Bolsista de informática LINCE/UFSM

Outras informações:
Desempenhou atividades no projeto "APOIO TÉCNICO CONTÍNUO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DO CENTRO DE EDUCAÇÃO" no laboratório de Ensino e Informática do centro de educação da UFSM.

2005 - 2005

Cooperativa Triticola Taperense

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Pré estágio curricular pela EAFsertão, Carga horária: 30