Alvaro Eduardo Eiras

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1983) e PhD em Ecologia Química pela University of Southampton, Inglaterra (1991), pós-doutorado pela Universidade de Viçosa (1993) e James Cook University, Austrália (2013). Atualmente é Professor Titular do Departamento de Parasitologia, ICB, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e é orientador nos cursos de pós-graduação em Parasitologia e Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual. Foi Membro do Comitê Assessor e Avaliador do Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD) durante 2003-2008. Atua principalmente no Desenvolvimento de tecnologias inovadoras de monitoramento e controle Aedes aegypti. É sócio-fundador das empresas de biotecnologia Ecovec Ltda, lotada no Parque Tecnológico de Belo Horizonte, MG (BHTec) e BioGents AG, lotada em Regensburgo, Alemanha. Recebeu duas premiações internacionais de Inovação Tecnológica: (1) "Tech Award Museum", Tecnologia em Beneficio à Humanidade, em San Jose (Vale do Silício, Califórinia, USA) e (2) "Edison Awards - Innovations & Innovators (Chicago, IL, USA). Em 2013, recebeu o Prêmio José Costa da Fundação Dom Cabral (MG), como a melhor tecnologia inovadora do Estado de MG na área de Saúde. É empreendedor, possui 04 cartas de patentes (INPI e WCT), 08 pedidos de patentes, sendo que dessas, 05 foram licenciadas.

Informações coletadas do Lattes em 14/11/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Entomologia (Ecologia Química)

1987 - 1991

University of Southampton
Título: The role of human odours in host location behaviour by female Aedes aegypti (Diptera: Culicidae).
Orientador: Paul Charles Jepson
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Aedes aegypti; Comportamento de Insetos; semioquímicos; dengue e febre amarela; Feromônio.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores / Especialidade: Comportamento de Insetos. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores / Especialidade: Atraentes de Insetos. Setores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos.

Graduação em Ciências Biológicas

1980 - 1983

Pontifícia Universidade Católica de Campinas, PUC Campinas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2011 - 2013

Pós-Doutorado. , James Cook University, JCU, Austrália. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores / Especialidade: Comportamento de Insetos. , Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores.

1991 - 1993

Pós-Doutorado. , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Agrárias, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Feromônio.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 -

Bolsista Produtividade e Pesquisa DT - 1B. , (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

2014 -

Produtividade em Desenvolvimento Tecnologico e Gestão Inovadora - DT 2014. , (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

2011 - 2011

Curso de Formação em Cinema. (Carga horária: 160h). , Escola Livre de Cinema, E.L.C./BH, Brasil.

2008 - 2011

Bolsa de Produtividade em Pesquisa - PQ - 2007 - 2. , (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

2007 - 2010

Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1D. (Carga horária: 40h). , Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

2003 - 2006

Bolsista Em Produtividade e Pesquisa Nível 1C. (Carga horária: 40h). , Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

2002 - 2002

Curso Básico Plano de Negócio. (Carga horária: 16h). , Sebrae Minas, SEBRAE-MG, Brasil.

1994 - 1994

Fundamentos de dinamica populacional para avaliação no uso de inimigos natu. (Carga horária: 20h). , 4° Simpósio de Controle Biológico, 4°SIMCONBIOL, Brasil.

1993 - 1994

Bolsa de Aperfeiçoamento. , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

1992 - 1992

Interações Plantas-Pragas-Inimigos Naturais. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

1992 - 1992

III Curso de técnicas de criação de insetos para programas de controle biol. (Carga horária: 24h). , Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz, FEALQ, Brasil.

1991 - 1992

Jornada de Qualidade. (Carga horária: 8h). , Dupont, DUPONT, Brasil.

1987 - 1988

Programa aperfeiçoamento científico em nível de pós-graduação no exterior. , Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

1984 - 1984

Iniciação a Ranicultura. (Carga horária: 16h). , Associação Nacional de Ranicultura e dos Ranicultores, ANARR, Brasil.

1982 - 1982

Extensão universitária em Curso de Oceanografia. (Carga horária: 12h). , Pontifícia Universidade Católica de Campinas, PUC Campinas, Brasil.

1982 - 1982

Extensão universitária em Curso de Paleontologia. (Carga horária: 20h). , Pontifícia Universidade Católica de Campinas, PUC Campinas, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores/Especialidade: Atraentes de Insetos.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores/Especialidade: Comportamento de Insetos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

LINTHICUM, K. ; ALTHBYANI, A. ; NICK, R. ; CHARCONVIRYYAPHAP, T. ; WALTON, W. E. ; AMOO, A. ; LI, W. ; CAO, W. ; HSU, E. ; SCHLEIN, Y. ; MOELLER, J. ; AHMAD, A. H. ; FERNANDEZ-SALAS, I. ; WANG, C. ; WHITE, G. ; CHENG, M. ; REITER, P. ; SCHMIDT-CHANASIT, J. ; EIRAS, A. E . The 4th International Forum for Surveillance and Control of Mosquitoes and Mosquito-borne Diseases (IFSCMMD). 2015. (Congresso).

Álvaro E. Eiras . 6º Encontro de Pesquisa em Parasitologia. 2015. (Outro).

Eiras, Álvaro Eduardo . IX EBEQ Encontro Brasileiro de Ecologia Química. 2015. (Outro).

Eiras, Alvaro E. . III Workshop PRONEX Dengue. 2013. (Outro).

Alvaro Eduardo . International Symposium in Modelling of Terrestrial Systems and Evolution - building interdisciplinary networks. 2011. (Outro).

Alvaro Eduardo . "DESENVOLVIMENTO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA O CONTROLE DO VETOR DA DENGUE Aedes aegypti". 2011. (Outro).

Eiras ÁE ; MONNERAT, R. ; RABINOVITCH, L. . I Workshop da Plataforma FeroBio - Saúde Humana e Animal. 2002. (Congresso).

EIRAS, A. E ; IVO, E. S. ; GOMES, A. S. . XVII Annual Meeting of the International Society of Chemical Ecology. 2000. (Congresso).

EIRAS, A. E . XXI International Congress of Entomology. 2000. (Congresso).

Eiras ÁE . I Encontro Brasileiro de Ecologia Química. 1999. (Outro).

EIRAS, A. E . Seminário Internacional sobre Controle de Vetores e Reservatórios. 1998. (Congresso).

EIRAS, A. E . XVI Congresso Brasileiro de Parasitologia. 1998. (Congresso).

Eiras ÁE . Feromônios de insetos e o seu uso no manejo de pragas. 1993. (Concerto).

Eiras ÁE . III Simpósio de Controle Biológico ( SINCOBIOL). 1992. (Outro).

EIRAS, A. E . III Simpósio de Controle Biológico. 1992. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

55º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Desenvolvimento de armadilhas para o controle de Aedes e Anopheles.. 2019. (Congresso).

55º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Identificação de arbovírus em fêmeas de Aedes sp coletados no Campus Saúde da Universidade Federal de Minas Gerais. 2019. (Congresso).

55º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliação de modificações na armadilha Gravid Aedes Trap (GAT) para captura de fêmeas grávidas de Aedes aegypti.. 2019. (Congresso).

Semana de Orientação do Estudante Internacional da UFMG.Doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti e os cuidados para evitar a sua proliferação?. 2019. (Outra).

Seminário comemorativo: Os 10 anos de Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual da UFMG.Startups e spin-off acadêmicas: Experiências e desafios.. 2019. (Seminário).

EXPOPRAG 2018 - Congresso e Feira Internacional de Controle de Vetores e Pragas Urbanas.. Apresentou as armadilhas.. 2018. (Exposição).

III Simpósio de Modelagem de Sistemas Ambientais e Gestão da Paisagem.ECOVEC: Caso de sucesso de uma spinoff.. 2018. (Simpósio).

IV Inovação em Pauta: Spinoffs e Parcerias Tecnológicas.ECOVEC: Caso de Sucesso de uma Spinoff.. 2018. (Encontro).

MEDTROP 2018. Plataforma MI-Aedes: é possível reduzir a transmissão de arboviroses com auxílio do monitoramento em tempo real de adultos de Aedes?. 2018. (Congresso).

8º Encontro de Pesquisa em Parasitologia.Inovação e empreendedorismo em doenças negligenciadas.. 2017. (Encontro).

AMCA 2017 - American Mosquito Control Association. The passive Gravid Aedes Trap (BG-GAT) an environmentally-friendly, low-cost and effective tool for Aedes (Stegomyia) surveillance. 2017. (Congresso).

ASTMH Annual Meeting -. Video graphic analysis of host-seeking Anopheles arabiensis towards baited Biogents Sentinel® and Biogents Malaria® traps.. 2017. (Congresso).

Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde - Conectando Pesquisas e Soluções. e S. 2017. (Encontro).

Clubes de Ciência Brasil - Combatendo Endemias.Inovação científica no combate a mosquitos vetores de doenças.. 2017. (Seminário).

Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (FINIT). 2017. (Feira).

Pint Of Science.Febre Amarela: surto, prevenção e estratégias de combate.. 2017. (Encontro).

RENEZIKA - 3° Encontro da Rede Nacional de Especialistas em Zika e Doenças Correlatas. 2017. (Encontro).

VIIIth Conference of the European Mosquito Control Association - EMCA.Two plus One: The combination of two passive and one active mosquito trap may well be anAedes(Stegomyia) control tool worthy of attention.. 2017. (Encontro).

V Semana do Meio Ambiente.Infestações do mosquito Aedes aegypti no campus da UFMG: o perigo da transmissão de Dengue, Chikungunya, Zika vírus e Febre amarela.. 2017. (Outra).

X Encontro Brasileiro de Ecologia Química - EBEQ.Chemical ecology of Aedes aegypti: from the laboratory bench to the society. 2017. (Encontro).

XXVI SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA.AVALIAÇÃO DA ARMADILHA GAT IMPREGNADA COM INFUSÃO DE PANICUM MAXIMUM (CAPIM COLONIÃO). 2017. (Outra).

7° Encontro de Pesquisa em Parasitologia. 2016. (Encontro).

Enfrentamento do Aedes Aegypti e da Epidemia de Dengue, Zika e Chikungunya - Ciência, Tecnologia, Inovação e Políticas Públicas.Criadouro controlado: uma nova metodologia para o controle do Aedes?. 2016. (Seminário).

Oficina de Prioridades de Pesquisa em Arboviroses. 2016. (Oficina).

Seminário de Acompanhamento de Pesquisas em Arboviroses Financiadas pelo Decit/SCTIE/MS.Avaliação de novas tecnologias para o controle de vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae): uma nova armadilha para controle de adultos, modelos de predição e novos indicadores entomológicos em áreas de transmissão de dengue.. 2016. (Seminário).

Simpósio Zika, Dengue e Chikungunya: Panorama Atual.Controle do vetor Aedes aegypti: passado, presente e futuro.. 2016. (Simpósio).

Worldwide Insecticide Resistance Network. 2016 - Insecticide resistance in vectors of emerging arboviruses: Challenge and prospects for vector control.2+1: Why the combination of two passive and one active mosquito trap may well be a control tool worthy of attention. 2016. (Outra).

XXV International Congress of Entomology (ICE 2016). Using online and real time monitoring dengue vector system to reduce dengue cases and its cost-benefit. 2016. (Congresso).

81 ST Annual Meeting - AMCA.Plataform MI-Dengue: 10 years of experience of citywide surveillance adult Aedes aegypti in Brazil. 2015. (Encontro).

Aula Magna do Curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Belo Horizonte.Empreendedorismo na Biologia: do laboratório à sociedade.. 2015. (Seminário).

Coordenadoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão.Da bancada à sociedade: Inovações tecnológicas no combate à Dengue. 2015. (Outra).

ENAPEBI 2015 - VII Encontro de Pesquisa em Bioquímica e Imunologia.A Ciência além da bancada: o desafio da inovação.. 2015. (Encontro).

Inova Minas FAPEMIG.A pesquisa aplicada: do laboratório à sociedade. 2015. (Outra).

Seminários do ICB-2015.Tecnologia inovadora no controle do vetor dengue: dos laboratórios á sociedade.. 2015. (Seminário).

WORKSHOP Engenharia de Máquinas Biológicas. 2015. (Outra).

XXI Jornada acadêmica de Ciências Biológicas Izabela Hendrix.A pesquisa aplicada: do laboratório à sociedade. 2015. (Seminário).

ANASTASIA MOSQUITO CONTROL DISTRICT. Surveillance and Cos-effectiveness Techniques for Dengue Fever Vector Mosquito Surveillance and Control in Brazil. 2014. (Congresso).

Centro de Estudos do Instituto Oswaldo Cruz.Plataforma MI-Dengue: Tecnologia inovadora no controle do vetor da dengue. 2014. (Outra).

III Congress of the Latin American Association of Chemical Ecology - ALAEQ. 2014. (Congresso).

IX Congresso brasileiro de epidemiologia. DINÂMICA POPULACIONAL DO Aedes aegypti NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA-ES. 2014. (Congresso).

Pan-american dengue research network meeting. 2014. (Simpósio).

XXXV Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional. Controle da dengue na estação seca da cidade de Curvelo-MG através de um modelo preditivo. 2014. (Congresso).

6 Internacional Congress Society for Vector Ecology Setember. Blinded by the light: using insect's love of light to produce novel mosquito traps. 2013. (Congresso).

6º Workshop do programa de Excelência da Dengue de Santos.MI Dengue Mi Virus. 2013. (Outra).

Congresso Anual del instituto Conmemorativo Gorgas. Por que no podemos controlar el Aedes Aegypti? Situacion actual y perspectivas futuras.. 2013. (Congresso).

III Workshop PRONEX - Rede Dengue - ?Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti ?.Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae). 2013. (Outra).

II Workshop PRONEX- Rede Dengue - ?Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti ?.?Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti ?. 2012. (Outra).

7º International Conference on Urban Pests.MI-DENGUE: AN INNOVATIVE TECHNOLOGY FOR GPS MONITORING AEDES AEGYPTI POPULATION ON WEBPAGE AT REAL TIME. 2011. (Outra).

Grandes temas da Microbiologia: Dengue - Atualidades e desafios.HOMEM VERSUS AEDES AEGYPTI: POR QUE O MOSQUITO ESTA MAIS PREPARADO PARA VENCER A BATALHA?. 2011. (Outra).

II Encontro do INCTD - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Dengue. 2011. (Encontro).

International Symposium in Modelling of Terrestrial Systems and Evolution - Building interdisciplinary networkWk.PREDICTING DENGUE OUTBREAK BY MONITORING VECTOR AND INFECTED MOSQUITOES? A CHALLENGE IN REAL WORLD. 2011. (Simpósio).

I Workshop Pronex-Dengue... 2011. (Outra).

Semana de Estudos da Química.Ecologia Quimica no Combate a Dengue. 2011. (Outra).

Universidad Simón Bolívar.Trabajos con mosquitos y Neoleucinodes elegantalis. 2011. (Outra).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Avaliação de extratos de larvas de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) na armadilha MosquiTrap como atraentes de oviposição para fêmeas co-específicas em condições de semi-campo. 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Captura de Aedes albopictus (Skusse) em remanescente de mata atlântica e cerrado no município de Sabará/MG. 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Influência da preexistência de ovos de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera:Culicidae) de diferentes idades no comportamento de oviposição de fêmeas co-específicas e avaliação das alterações dos infoquímicos provenientes destes ovos com o envelhecimento. 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Avaliação de extratos de pequenos mamíferos silvestres de remanescente de mata no município de Sabará/MG. 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Investigação da presença do feromônio de oviposição n-heneicosano nos extratos de ovos, larvas e adultos da população brasileira de Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera:Culicidae). 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Identificação de composto cuticular de fêmeas de Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus 1762) e sua influência no comportamento de machos co-específicos. 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Influência do odor humano na atração de Anopheles darlingi. 2011. (Encontro).

VII Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Coleta massal de adultos de A. aegypti com uso da armadilha BG-Sentinel no município de Sete Lagoas, MG. 2011. (Encontro).

XXII Congresso Brasileiro de Parasitologia. Utilização de Flabotomíneos da Espécie Nyssomyia neivai (Diptera: Psychodidae, Phlebotominae) vindos de campo para padronização de testes com substâncias atrativas em túnel de vento.. 2011. (Congresso).

1st Latin American Meeting of Chemical Ecology.Attraction of virgin Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus 1762) to the odor of conspecific adults and to hexanic extract of adults. 2010. (Encontro).

1st Latin American Meeting of Chemical Ecology.Practical application of olfactory cues for monitoring and control of Aedes aegypti in Brazil. 2010. (Encontro).

1 st Latin American Meeting of Chemical Ecology. Evaluation the addition of CO2 for capturing Culex quinquefasciatus Say with BG-Sentinel trap in the urban area of Manaus (AM, Brazil). 2010. (Congresso).

COBRE/APITMID Seminar Series.Mi-Dengue: new technology for monitoring gravid Aedes aegypti mosquitoes in real time. 2010. (Seminário).

DENGUE - Desenvolvimento, Avaliação e Marco Regulatóro de Vacinas III Fórum e Ciência e Tecnologia.Entomological Surveillance and combat Aedes aegypti: state of the art limits, progress, needs and perspectives. 2010. (Simpósio).

I Encontro de Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Parasitologia, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG. 2010. (Encontro).

I Encontro de Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Parasitologia, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.PERFIL DE SUCETIBILIDADE DE POPULAÇÕES MINEIRAS DE TRIATOMA SORDIDA STAL, 1859 AO PIRETRÓIDE DELTAMETRINA. 2010. (Encontro).

II Simpósio de Entomologia. 2010. (Simpósio).

Simposio de Actualizacion en Dengue... 2010. (Simpósio).

VI Semana Científica. 2010. (Outra).

XII Reunião Nacional de Pesquisa em Malária. 2010. (Congresso).

XXIII Congresso Brasileiro de Entomologia. ISOLAMENTO E IDENTIFICAÇÃO DO FEROMÔNIO DE OVIPOSIÇÃO DE LARVAS DA POPULAÇÃO BRASILEIRA DE AEDES (STEGOMYIA) AEGYPTI LINNAEUS, 1762 (DIPTERA: CULICIDAE)). 2010. (Congresso).

XXIII Congresso Brasileiro de Entomologia. Comportamento de Oviposição em Saltos de Aedes aegypti sua implicação na sua ecologia.. 2010. (Congresso).

5TH International SOVE Congress Belek-Antalta-Turkey. .. 2009. (Congresso).

Oficina de Monitoramento de Pesquisas de Interesse do PNCD.Resumo sobre Projeto SVS. 2009. (Oficina).

VI EBEQ Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Atraentes de oviposição sintético de Aedes aegypti: da banca de laboratório ao uso em larga escala em monitoramento georreferenciado. 2009. (Encontro).

VI Encontro Brasileiro de Ecologia Química. Isolamento de ferômonio de oviposição de Aedes aegypti(Diptera: Culicidae) e sua avaliação em armadilha para a captura de adultos do vetor da dengue.. 2009. (Congresso).

V Seminário PROVOC na UFMG."Avaliação da mosquiteira generica" e "Criação e Manutenção de colônia de mosquito Aedes aegypti em condições de Laboratório". 2009. (Seminário).

XI Simpósio de Controle Biológico SICONBIOL.Inovação tecnológica no monitoramento de culicídeos vetores da dengue e malária.. 2009. (Simpósio).

XXI Congresso Brasileiro de Parasitologia e II Encontro de Parasitologia do MERCOSUL. ''Avaliação da captura de Aedes aegypti e Aedes albopictus em área urbana de Manaus(AM) utilizando armadilha BG_Sentinel iscada com CO2.. 2009. (Congresso).

XXI XXI Congresso Brasileiro de Parasitologia e II Encontro de Parasitologia do MERCOSUL. Avaliação da atratividade de machos de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) de diferentes idades ao odor humano.. 2009. (Congresso).

XXI XXI Congresso Brasileiro de Parasitologia e II Encontro de Parasitologia do MERCOSUL. Comparação da atratividade de machos e fêmeas virgens e não-virgens de Aedes aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera:Culicidae) a diferentes hospedeiros humanos. 2009. (Congresso).

5º Encontro Científico do Sub-Programa de Vetores.Armadilha contra mosquitos é ferramenta no combate à dengue.. 2008. (Encontro).

60ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC / 16ª Mostra de Ciência e Tecnologia - ExpoT&C.O Monitoramento Inteligente da Dengue (MI-Dengue). 2008. (Outra).

6th International symposium on phlebotomine sandflies.The BG-Sentinel tras as a tool to catch phlebotomine sand flies (Diptera: Psychodidae). 2008. (Simpósio).

II Jornada de Pós-Graduação, V Jornada do Programa de Vocação Científica e XVI Jornada de Iniciação Científica ..Dengue: Atualidades e perspectivas do controle no Brasil.. 2008. (Outra).

II Workshop do projeto CNPq/Doenças Negligenciadas: Desenvolvimento de novas abordagens para o controle de Aedes aegypti, vetor da dengue no Brasil..Armadilhas combatem colonização das fêmeas do Aedes. 2008. (Outra).

I Jornada de Inverno de Química - UFMG.Armas inteligentes no controle de insetos. 2008. (Outra).

IV Congresso da Sociedade Paulista de Parasitologia - Parasitologia no contexto da saúde pública. Estratégias de monitoramento e/ou controle para flebotomíneos e culicídeos.. 2008. (Congresso).

XVIII Semana de Estudos da Biologia.Empreendedorismo: relação universidade-empresa.. 2008. (Outra).

XXII Congresso Brasileiro de Entomologia. Inovação tecnológica no monitoramento e controle do Aedes aegypti.. 2008. (Congresso).

XXIII International Congress of Entomology.Novel mosquito traps in the fight against urban dengue ? from monitoring to control. Introduction to a feasibility study in Manaus, Brazil.. 2008. (Encontro).

1º Seminário Internacional - Novas Tecnologias Para a Prevenção e Controle da Dengue.Novas Tecnologias Para a Prevenção e Controle da Dengue. 2007. (Seminário).

2º Fórum Ciências e Tecnologias.Novas Tecnologias Para a Prevenção e Controle da Dengue. 2007. (Outra).

6º Congresso Brasileiro de Gestão de Desenvolvimento de Produto. Contribuições das ferramentas planejamento de experimentos e prototipagem rápida nas fases de desenvolvimento de protótipos de um Spinoff acadêmico do setor de Biotecnologia. 2007. (Congresso).

6º Congresso Brasileiro de Gestão de Desenvolvimento de Produto. GPD em uma Empresa Nascente de Base Tecnológica - Caso Ecovec.. 2007. (Congresso).

9ª Semana de Atividades Integradas do CEATEC. "Território, Tecnologia e Inovação". 2007. (Congresso).

IV Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. Novas Tecnologias para o controle de Aedes aegypti: da bancada ao consumidor.. 2007. (Congresso).

V Encontro Brasileiro de Ecologia Química. Semioquímicos: da bancada de laboratório a sua aplicação em programas de controle do mosquito Aedes aegypti, vetor da Dengue.. 2007. (Congresso).

V Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Avaliação preliminar da armadilha BG-Sentinel como ferramenta de controle de Musca domestica (Diptera: Muscidae). 2007. (Encontro).

V Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Semioquímicos: da bancada de laboratório a sua aplicação em programas de controle do mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue. 2007. (Encontro).

XI Encontro Anual do Grupo Arthromint.Novas Tecnologias Aplicadas ao Controle de Aedes aegypti. 2007. (Encontro).

X SICONBIOL.Empreendedorismo: da bancada de laboratório à aplicação em programas de controle do mosquito Aedes aegypti.. 2007. (Simpósio).

Feira do Empreendedor, "Bons ventos para os seus negócios", Belo Horizonte. 2006. (Encontro).

II Seminario Internacional sobre Técnicas e Ferramentas de Controle das Doenças Transmitidas por Vetores. Brasilia, 17 a 19 de outubro.Avaliação de Armadilhas e Atraentes para a Vigilância Entomológica Aedes aegypti. 2006. (Seminário).

The Tech Museum Awards 2006, San Jose, 13 a 17 de novembro. 2006. (Encontro).

X Arthromint, Ilha Grande,RJ, 26 a 29 de julho. 2006. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Entomologia, Recife, 06 a 11 de agosto. 2006. (Congresso).

XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia / Ecologia quimica de insetos vetores de doenças, Londrina, 12 a 17 de fevereiro. 2006. (Congresso).

IV Encontro Brasileiro de Ecologia Quimica, Piracicaba,SP."Ecologia química de insetos vetores de interesse médico e veterinário". 2005. (Encontro).

IV International Congress of Vector Ecology, Reno EUA. 2005. (Congresso).

Phitochemicals and Natural Products for the Progress of Mankind.International Conference on Biopesticides IV. 2005. (Simpósio).

Seminarios de Pesquisa e Desenvolvimento da Fundação Ezequiel Dias.Monitoramento Stegomyia aegypti (= Aedes aegypti) por meio de armadilhas iscadas com atraentes sintéticos de oviposição e do odor humano: da ciência à inovação tecnoógica. 2005. (Seminário).

Seminário Universidade /Indústria, Belo Horizonte,MG. 2005. (Seminário).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliação de armadilhas iscadas com infusões de gramíneas como atraentes e/ouestimulantes de oviposição do mosquito Aedes sp. (Diptera: Culicidae). 2005. (Congresso).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliação do uso da MosquiTRAP em área endêmica de dengue do estado de São Paulo. 2005. (Congresso).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliação das respostas eletroantenográficas e comportamentais de fêmeas adultas de Aedes aegypti (Diptera:Culicidae) ao octenol. 2005. (Congresso).

XL Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. XL Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - Endemias: Sob o olhar dos sertões. 2004. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro de Entomologia. XX Congresso Brasileiro de Entomologia. 2004. (Congresso).

XXII International Congress of Entomology. XXII International Congress of Entomology. 2004. (Congresso).

II Mostra de Trabalhos Financiados pela FAPEMIG: Ciência, Tecnologia e Inovaçãopara o Desenvolvimento.II Mostra de Trabalhos Financiados pela FAPEMIG: Ciência, tecnologia e Inovação para o desenvolvimento. 2003. (Outra).

Seminário Internacional em Prevenção e Controle da Dengue.Vigilância Epidemológica. 2003. (Simpósio).

XVIII Congresso Brasileiro De Parasiltologia. XVIII Congresso Brasileiro de Parasitologia. 2003. (Congresso).

XXXIX Congresso da Sociedade de Medicina Tropical. XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2003. (Congresso).

2002 Annual Meeting of Entomological Society of America.Identification of Oviposition Attractants from Grass Infusions that Attract Aedes aegypti. 2002. (Encontro).

III Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Comportamento de oviposição de Aedes aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) em armadilhas contendo extratos de larvas e infusão de gramíneas. 2002. (Encontro).

III Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Atraentes de oviposição de Aedes aegypti: uma nova abordagem em ecologia química para o seu monitoramento. 2002. (Encontro).

III Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Desenvolvimento de um olfatômetro de dupla escolha para o estudo de orientação de fêmeas grávidas de Aedes aegypti (Linnaeus, 1792) (Diptera: Culicidae) a atraentes de oviposição. 2002. (Encontro).

III Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Seqüência dos comportamentos de fêmeas grávidas de Culex quinquefasciatus (Diptera: Culicidae) em resposta a um atraente e estimulante de oviposição. 2002. (Encontro).

III Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Evaluation of different mosquito traps baited with synthetic human odor in laboratory and in the field. 2002. (Encontro).

Oficina do Empreendedor: Workshop's. 2002. (Oficina).

3rd International Congress of Vector Ecology. 2001. (Congresso).

Curso de dengue & febre amarela - Atualização 2001.Biologia, ecologia e controle do transmissor do dengue. 2001. (Outra).

I MINASPRAG - I Seminário Mineiro de Controle de Pragas Urbanas.I MINASPRAG - I Seminário Mineiro de Controle de Pragas Urbanas. 2001. (Seminário).

VII Siconbiol - Simpósio de Controle Biológico. 2001. (Simpósio).

XXI Semana Acadêmica de Biologia.Epidemiologia, Parasitologia e Saúde Pública. 2001. (Encontro).

Control Etológico: Uso de feromonas, trampas de colores y de luz para el control de plagas en la agricultura sostenible..Control etológico y uso de feromonas: experiencia Brasileña. 2000. (Seminário).

IV Encontro Anual do Arthromint. 2000. (Encontro).

XXI International Congress of Entomology. The role of grass infusion as oviposition attractants and oviposition stimulants for Aedes aegypti mosquitoes. 2000. (Congresso).

Dengue - I Curso de atualização.Biologia, ecologia e controle do transmissor da dengue. 1999. (Outra).

I Encontro Brasileiro de Ecologia Química. 1999. (Encontro).

Universidade Rural de Pernambuco.Ecologia química de insetos. 1999. (Outra).

VI Salón Nacional de Innovadores e Inventores - EUREKA. 1999. (Encontro).

XVI Congresso Brasileiro de Parasitologia. Avanços no controle de vetores de parasitos. 1999. (Congresso).

XVI Congresso Brasileiro de Parasitologia. Coordenador de sessão de apresentação oral. 1999. (Congresso).

Controle Biológico e Feromonios de Insetos. 1998. (Oficina).

Disciplina Biologia da interação parasita-insetos vetores.Ecologia química de insetos hematófagos. 1998. (Outra).

XVII Congresso Brasileiro de Entomologia. Aplicações práticas e Feromônios. 1998. (Congresso).

XVII Congresso Brasileiro de Entomologia. Tabelas de vida e de fertilidade de Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera, Pentatomidae), alimentado com curuquerê-do-algodoeiro. 1998. (Congresso).

16o Congresso Brasileiro de Entomologia. Uso de Feromônios no controle de pragas com ênfase no Brasil - Identificação e formulaçaõ do feromonio sexual da lagarta enroladeira, Bonagota cranaodes (M.) (Lepidoptera: Tortricidae). 1997. (Congresso).

1º Congresso Brasileiro de Controle de Vetores e Pragas Urbanas,Rio de Janeiro, 26 a 28 de maio. 1997. (Congresso).

26a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica, Caxambú, MG 03 a 06 de maio. 1997. (Outra).

Arthromint, Campo dos Goytacazes, RJ. 1997. (Congresso).

Science for Sustainable development in Latin America and the Caribbean, Rio de janeiro, 06 a 11 de setembro. 1997. (Congresso).

VI Encontro do Clube da Ciencia.Feromonios: O perfume dos animais. 1997. (Encontro).

X Semana do saber-fazer-saber. 1997. (Encontro).

36o congresso Brasileiro de Olericultura, Rio de Janeiro. Uso de feromônios para o Monitoramento e Controle Populacional de Pragas da Tomaticultura. 1996. (Congresso).

Departamento de Biología Animal.Comportamiento de los mosquitos Aedes aegypti en la localización del hospedeiro. 1996. (Outra).

Workshop sobre Controle Biológico.Uso de feromônios/ cairomônios no controle de pragas e manipulação do comportamento de insetos benéficos. 1996. (Outra).

Workshop sobre Controle Biológico - CENARGEN.uso de feromônios/ cairomônios no controle de pragas e manipulação do comportamento de insetos benéficos. 1996. (Outra).

.Current Research on Semiochemicals in Brazil. 1995. (Outra).

15° Congresso de Entomologia. Eficiência de captura da traça do tomateiro Scrobipalpuloides absoluta (Meyrick) empregando o feromônio sexual sintético em tomateiro estaqueado . 1-Efeito de diferentes tipos de armadilhas. 1995. (Congresso).

15o Congresso Brasileiro de Entomologia, Caxambú, MG, 12 a 17 de março. Uso de Semioquímicos em programa de MIP no Brasil - O uso e perspectivas de semioquímicos no Brasil. 1995. (Congresso).

Techniques in plant-insect interactions and biopesticides. The behavioral responses of Aedes aegypti (L.) (Diptera: Culicidae) to carbon dioxide plumes. 1995. (Congresso).

XII International Society of Chemical Ecology Meeting. 1995. (Encontro).

.Comportamento de Insetos. 1994. (Outra).

1ª Reunião especial da SBPC, Uberlândia, 10 a 14 de abril. 1994. (Encontro).

4º SICONBIOL, Gramado, 15 a 20 de maio. 1994. (Congresso).

Congresso da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Feromônios no Controle e Monitoramento de Insetos-Praga. 1994. (Congresso).

. Aspectos da Fisiologia Sensorial dos insetos. 1993. (Congresso).

. O uso da Semioquímicos no Controle de Pragas. 1993. (Congresso).

.Desenvolvimento de Pesquisa com Semioquímicos. 1993. (Outra).

.Localização do Hospedeiro por Fêmaes de Culicídeos através do Odor Humano. 1993. (Outra).

.Feromônios: Aspectos Químicos e Biólogicos. 1993. (Outra).

14º Congresso Brasileiro de Entomologia, Piracicaba. 1993. (Congresso).

Disciplina Fisiologia Animal Comparada.Aspectos da fisiologia sensorial de insetos. 1993. (Outra).

XIII Congresso Brasileiro de Parasitologia, Campus da UERJ, 02 a 06 de agosto. 1993. (Congresso).

.O Uso de Semioquímicos no Controle de Pragas. 1992. (Outra).

Dia de Campo: Uso de Energia Solar no Controle de Doenças de Plantas: Solarização e Coletor Solar. 1992. (Oficina).

.Comportamento de Dípteros Hematófagos. 1991. (Outra).

.Localização do Hospedeiro por Dípteros Hematófagos. 1991. (Outra).

Disciplina Comportamento de Insetos.Comportamento de dípteros hematófagos. 1991. (Outra).

Seminário da pós-graduação em Entomologia.Localização do hospedeiro por dipteros hematófagos. 1991. (Outra).

XII International Plant Protection Congress, Rio de Janeiro, 11 a 16 de agosto. 1991. (Congresso).

British Ecology Society.Monitoring mosquito flight behaviour. 1989. (Outra).

Departamento of Biology.Mosquito host location. 1989. (Outra).

III Debates Ecológicos do Instituto de Ciências Biológicas da PUC-Campinas. 1982. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Luiz Henrique Vieira Mota

Eiras, Álvaro E; Luciano A. Moreira; Karlos Diogo de Melo Chalegre; Mauricio Roberto Viana Sant'; Resende, M. C.. ?Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus,1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap (GAT) em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais?. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Paulo Cezar Demarco Júnior

Eiras, Álvaro E.; Juliana Corrêa Crepalde Medeiros;RESENDE, M. C.; Renato de Lima Santos; Ricardo Toshio Fujiwara;PAIXAO, Kelly da Silva. Dispositivo para captura e monitoramento de Flebotomíneo.. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Amália Soares Vieira de Vasconcelos

Rodrigo Tomás Nogueira Cardoso; José Luiz Acebal Fernandes;EIRAS, Á. E.; Elizabeth Fialho Wanner; Allbens Atman Picardi Faria. "Controle do Mosquito Aedes aegypti nas fases imatura e adulta ao longo das estações do ano, utilizando um modelo com dependência da pluviosidade: uma abordagem multiobjetivo.". 2016. Dissertação (Mestrado em Modelagem Matemática e Computacional) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

Aluno: Danielle Andreza da Cruz Ferreira

EIRAS, A. E; CARNEIRO, M.; SIMOES, T. C.; TEIXEIRA, C. P.. "Distribuição espaço-temporal do Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) e casos de Dengue em Porto Alegre (RS)". 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Eliseu Joaquim Armando

EIRAS, Á. E.. Avaliação de novas metodologias de captura de Anopheles (Nyssorhynchus) darlingi Root, 1926 (Diptera:Culicidae) e Anopheles (Cellia) funestus Giles, 1900 (Diptera:Culicidae).. 2014. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Rafaela Augusta Mouzinho Bordalo

EIRAS, Á. E.. Avaliação da Armadilha BG-Sentinela para captura de culicídeos silvestres (Diptera:Culicidae) em fragmentos florestais ? Manaus-AM. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Maíra Moreira Morais

EIRAS, Á. E.. Há correlação entre mudanças abióticas resultantes da fragmentação da Mata Atlântica nsobre a transmissão de Dengue, Febre Amarela e Leishmaniose, no estado de Minas Gerais. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Elis Paula de Almeida Batista

Alvaro Eduardo. "Avaliação da atratividade de Anopheles darlingi (Diptera: Culicidae) por indivíduos infectados com Plasmodium vivax". 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Experimental) - Universidade Federal de Rondônia.

Aluno: Laila Heringer Costa

Alvaro EduardoROQUE, Rosemary A.Sérvio Pontes Ribeiro. "Avaliação de infoquímicos presentes em ovos e larvas de Aedes (Stegomya) aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) como atraentes e/ou estimulantes de oviposição para grávidas co-específicas". 2010. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Filipe Vieira Santos de Abreu

EIRAS, Á. E.. Estudo do comportamento de "oviposição em saltos" por fêmeas de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) e diferentes densidades de criadouros e a influência da armadilha MosquiTRAP na redução de ovos e criadouros positivos.. 2010. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Márcia Batista Jota Morais

Eiras ÁE; SOUZA, Carlos Eduardo Pillegi de; FARIA, Maurício Lopes de. Avaliação de métodos de amostragem na captura do mosquito Aedes (Stegomya) Aegypti (Linnaeus), (Diptera: Culicidae).. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Montes Claros.

Aluno: Diogo Portella Ornelas de Melo

EIRAS, A. E.; CARNEIRO, M.; BURATTINI, M. N.. "Análise espacial e temporal da distribuição de casos de dengue e do monitoramento de Aedes aegypti (Diptera:Culicidae) em duas regiões de Belo Horizonte (MG): influência das variáveis climáticas e das intervenções do controle do vetor". 2009. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Tatiana Mingote de Ázara

EIRAS, A. E; Alessandra Aparecida Guarnieri; SUGAYAMA, R.. "Captura de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) e Aedes albopicpus (Skuse, 1894) (Dípteras: Culicidaes) utilizando armadilha BG-Sentinel®". 2009. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Sandra da Silva Barros Marinho

Eiras ÁEROQUE, R. A.; BORGES, Magno Augusto. Infestação do Aedes aegypti em dois bairros da cidade de Montes Claros.. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Montes Claros.

Aluno: Lara Saraiva

MELO, Maria Norma; BRAZIL, Reginaldo Peçanha;Eiras ÁE. Estudo da fauna flebotomínica (Diptera: Psychodidae: Phelebotominae) sua infecção natural por Leishmania sp. e aspectos biogeográficos da Leishmaniose Visceral, na regional nordeste do município de Belo Horizonte, Minas Gerais - Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Grasielle Caldas D'Avila Pessoa

Eiras ÁE. Monitoramento da suscetibilidade ao piretróide deltametrina em populações de Triatoma sordida Stal, 1859 (Hemíptera, Reduviidae).. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisa René Rachou.

Aluno: Daniel Albeny Simões

VILELA, E. F.; BORGES, Magno A. Z.;Eiras ÁE; LIMA, Eraldo Rodrigues; KRUGER, Rodrigo Ferreira. Ocorrência de Toxorhynchites (Culicidae) em Mata Atlântica Viçosa, MG e potencial de predação de T. violaceus sobre larvas de Aedes aegypti.. 2008. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Kelly da Silva Paixão

Eiras ÁE; GOMES, Cláudia Cristina Gulias; MACORIS, Maria de Lourdes da Graça. Avaliação do Impacto de Inseticidas no Controle de Adultos de Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) por meio das Armadilhas BG-TRAP e MosquiTRAP. 2007. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Carla Maria Dias Lopes

Eiras ÁE; OLIVEIRA, Paulo Roberto de; GOMES, Cláudia Cristina Gulias. Avaliação de Protótipos de Armadilhas e Atraentes de Oviposição para Captura de Fêmeas Grávidas de Culex quinquefasciatus Say, (1823) (Diptera: Culicidae). 2007. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Luciana Paula Reis

Eiras ÁE; QUELHAS, O. L. G.;ROMEIRO FILHO, E.. Um Modelo Para o Gerenciamento de Informações no Processo de Planejamento Tecnológico Aplicado a um Spinoff do Setor de Biotecnologia.. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Sandro Jerônimo de Almeida

Eiras ÁE. Modelo e simulação multiagentes de uma população de mosquitos Aedes aegypti.. 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Informática) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Aluno: Claudeth de Souza Pinto

Eiras ÁE. Ecologia de culicídeos vetores de febre amarela silvestre em relação ao microclima na floresta nacional de Caxiuanãmelgaço - PA. 2007. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

Aluno: Andrey José de Andrade

Eiras ÁE; RANGEL, Elizabeth Ferreira; VILELA, Evaldo Ferreira. Avaliação de cairomônios na atratividade de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) em Brejo do Mutambal, município de Varzêlandia, Minas Gerais.. 2006. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Eliane Aparecida Favaro

Eiras ÁECHIARAVALLOTI NETO, FranciscoDIBO, Margareth Regina; STRANGUETTI, Valéria; ZANETTA, Dirce Maria T. Estudo da relação entre indicadores entomológicos para Aedes aegypyi obtidos de armadilhas adulticidas, de oviposição e de coleta de adultos. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

Aluno: Vania Cristina dos Santos

Eiras ÁE. Determinação do pH e estudo dos mecanismos envolvidos em seu controle no intestino médio de Lutzomyia longipalpis (Díptera: Psychodidae) durante a digestão de sangue e açúcares.. 2006. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Renata Antonaci Gama

Eiras ÁE; PEREIRA, Marcos Horácio; RESENDE, Marcelo de Carvalho. Avaliação da MosquiTRAP e o uso de computação móvel para o monitoramento Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) no bairro Itapoã, Belo Horizonte (MG).. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Marcos Aurelio Fulgencio Malacco

Eiras ÁE; LEITE, Romário Cerqueira; OLIVEIRA, Paulo Roberto de; LOPES, Cristina Marques Lisboa. Levantamento acerca do uso doméstico de inseticidas por demanda espontânea em Lagoa Santa, Minas Gerais. 2005. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Raquel Aparecida Ferreira

Eiras ÁE; PEREIRA, Marcos Horácio; GONTIJO, Nelder de Figueiredo; LORENZO, Marcelo Gustavo. Aspectos relacionados à escolha do sítio de alimentação de Rhodnius prolixus Stal, 1859 (Heteroptera: Reduviidae) e o papel do sentido térmico neste comportamento. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Renato Nogueira Mota

Eiras ÁE; LIMA, Eraldo Rodrigues; BORGES, Ligia Miranda Ferreira. Construção de um olfatômetro de dupla escolha para estudos de orientação de fêmeas grávidas de Aedes aegypti ( Linnaeus, 1792) (Díptera: Culicidae) a atraentes de oviposição. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Rosangela Maria Rodrigues Barbosa

Eiras ÁE. Estudo do comportamento do Culex quinquefasciatus (Diptera: Culicidae) na escolha de um sítio de postura para construção de armadilha de oviposição.. 2001. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Jeane Cristina Menezes Alves

EIRAS, A. E. Aspectos biológicos de Lutzomyia renei (Martins, Falcão & Silva) (Diptera: Psychodidae): Sazonalidade, ciclo evolutivo e oviposição. 2000. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Parasitária) - FIOCRUZ/IOC-INSTITUTO OSWALDO CRUZ.

Aluno: Alessandra Aparecida Guarneri

EIRAS, A. E. Influência da fonte alimentar no potencial biológico de Triatomíneos. 1999. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Parasitária) - FIOCRUZ/IOC-INSTITUTO OSWALDO CRUZ.

Aluno: César Auguste Badji

EIRAS, A. E. Avaliação do feromônio sexual sintético de Neoleucinodes elegantalis Guenée, 1854 (Lepidoptera: Crambidae) em campo e laboratório. 1998. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

Aluno: Karin Ferreto Santos Collier

EIRAS, A. E. Interações tritróficas entre ácaro predador, ácaro fitófago e suas plantas hospedeiras. 1998. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

Aluno: Michereff Filho, M

Eiras ÁE. . Emprego do Feromônio Sexual Sintético para o Confundimento de Machos de Tuta absoluta (Meyrinck) (Lepdoptera: Gelechidae) no Tomate Estaqueado. 1997. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitopatologia)) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: da Costa, M

Eiras ÁE. L.M.. Parâmetros da biologia e os efeitos dos enanciômeros da mistura racêmica do feromônio sexual de Eushistus heros (F.) (Heteroptera: Pentatomidae). 1997. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitopatologia)) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Tavares, A

Eiras ÁE. M.. Biologia reprodutiva e avaliação do feromônio sexual sintético da lagarta enroladeira, Bonagota cranaodes em laboratório e em campo. 1997. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Ferrara, F

Eiras ÁE. A.A.. Avaliação do acetato de (EZZ)-3,8,11- de tetradecatrienila componente principal sintético do feromônio sexual da traça-do-tomateiro Scrobipalpuloides absoluta (Meyrick) (Lepidoptera: Gelechiidae). 1995. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: PEREIRA, M

Eiras ÁE. G.B.. Biologia de Bephratelloides pomorum Fab. 1908, (Hymenoptera:Eurytomidae) broca de semente de graviola (Annona muricata). 1995. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Meteorologia Aplicada)) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Cavalcanti, M

Eiras ÁE. G.. Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae), Thyrinteina arnobia Stall (Lepidoptera: Geometridae) e Espécies de Eucalyptus: Interação entre os três níveis tróficos. 1994. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitopatologia)) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: MENDONÇA, F

Eiras ÁE. A.C.. Feromônio de agregação do molequeda-bananeira, Cosmopolites sordidus (Germar, 1824) (Coleoptera: Curculionidae). 1994. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitopatologia)) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Gerk, A

Eiras ÁE. O.. Biologia da mosca branca Trialeurodes vaporariorum (Homoptera: Aleyrodidae), e atraçaõ do parasitóde Encarsia formosa (Hymenoptera: Aphelinidae) pelo complexo planta-hospedeiro. 1992. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Ermelindo Barreto

Eiras, Alvaro E; ALLEGRETTI, S.; PINTO, M.; Resende, M. C.; Ricardo Toshio Fujiwara; CARNEIRO, M.; Mauricio Roberto Viana Sant'. Avaliação de atraentes naturais, infestação e infecção de Aedes spp em Dili, capital do Timor Leste.. 2018. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Daniela Pádua Jardim de Miranda

EIRAS, A. E; MOTA, B. E. F.; ARAUJO, V. E. M.; RUIZ, A. C. G.. "Dengue vírus: circulação em larvas de Aedes sp e em humanos.". 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Microbiologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Laila Heringer Costa

Eiras, Álvaro E. Eiras;CHIARAVALLOTI NETO, Francisco; José Eduardo Marques Pessanha; Resende, M. C.; GONTIJO, Nelder de Figueiredo;PEREIRA, L. G. B.. "Análise dos Padrões do comportamento de oviposição e avaliações de supressão de grávidas por armadilhas de fêmeas de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae)". 2014. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS.

Aluno: Carolin Marlen Degener

EIRAS, Á. E.. Avaliação da armadilha BG-Sentinel e da tecnologia MI-Dengue no controle da dengue em áreas com alta taxa de infestação de vetores.. 2014. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Moreno de Souza Rodrigues

Eiras, Alvaro E.; SILVA, A.A.; Tadei, W.P.; Adriano Pereira Paglia; Erika Martins Braga. "Desenvolvimento e avaliação da eficiência de protótipos da armadilha BG-Malaria para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos". 2013. Tese (Doutorado em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS.

Aluno: Tatiana Mingote Ferreira de Ázara

Eiras, Alvaro E.; Breno de Mello Silva; José Eduardo Marques Pessanha; Frederico de Siqueira Neves; LORENZO, Marcelo Gustavo. "Culicideos (Diptera:Culicidae) com ênfase em Aedes albopictus Skuse 1894 e pequenos mamíferos de remanescente de cerrado e Mata Atlântica e sua relação com Dengue-Vírus no Município de Sabará, MG". 2013. Tese (Doutorado em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS.

Aluno: Ana Paula Pessoa Vilela

EIRAS, Á. E.. Detecção de dengue vírus em fêmea de Aedes aegypti coletadas em campo. 2013. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Microbiologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Grasielle Caldas

EIRAS, Á. E.. Perfil da suscetibilidade de Triatoma sordida ao piretróide deltametrina através de ensaios biológicos e bioquímicos.. 2012. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Kelly da Silva Paixão

Alvaro Eduardo; BORGES, Ligia Miranda Ferreira;PINTO, Mara Cristina; FERRAZ, V. P.; FERNANDES, G. W.;VILELA, E. F.. "Avaliação da resposta de adultos de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) ao odor de diferentes hospedeiros vertebrados e insetos co-específicos e identificação química de compostos presentes na cutícula". 2011. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Adriano Mondini

EIRAS, A. E; CHIARAVALLTI NETO, Francisco; Luiz Tadeu Morais Figueiredo; Domingo Marcolino Braile; Jose Carlos Lopes. "Análise Molecular, Espacial e Temporal da Transmissão de Dengue no Município de São José do Rio Preto, SP". 2010. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

Aluno: Andrey José de Andrade

Álvaro E. EirasRICARDO,; FERRAZ, V. P.. "Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Pshychodidae: Phlebotominae): Desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies". 2010. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Renata Antonaci Gama

SILVA, A.A.; SANTOS, F;VILELA, E. F.SANTOS, R LA CORTE; EIRAS, A. E. Periodicidade de hematofagia de Anopheles darlingi, em Porto Velho ( RO), e modificação da armadiha BG-Sentinel para a captura de anofelinos, visando a substituição da atração humana. 2009. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Marcelo Carvalho de Resende

EIRAS, A. E;CHIARAVALLOTI NETO, FranciscoVILELA, E. F.; LORENZO, M. G.; CARNEIRO, M.. "Estudo Multicêntrico do uso da armadlha MosquiTRAP para captura de Aedes aegypti e geração de índices de vigilância enomológica". 2009. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Vanessa Cristina Gonçalves Morato e Silva

Teixeira, Maria da Glória Lima Cruz; Costa, Maria da Conceição Nascimento; Waldman, Eliseu Alves; Pereira, Susan Martins;Eiras ÁE. Fatores ambientais que condicionam a infecção pelo vírus do dengue.. 2008. Tese (Doutorado em Programa de pós-Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Rosemary Aparecida Roque

Eiras ÁEVILELA, E. F.PINTO, Mara Cristina; LORENZO, M. G.; FERNANDES, G. W.. Formulação e Avaliação de atraentes sintéticos identificados em infusões do capim colonião (Panicum maximum) com atraentes de oviposição para fêmeas grávidas do mosquito Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) em condições de campo e semi campo. 2007. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Stênio Nunes Alves

MELO, Alan Lene de;Eiras ÁE; MOCELIN, G. (Giovani Mocelin); SERRAO, J. E.; OLIVEIRA, Paulo Roberto de. Aspectos biológicos e morfológicos de formas evolutivas de Culex quinquefasciatus Say, 1823 após exposição a inseticidas.. 2007. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Carolina Nascimento Spiegel

Eiras ÁE; RANGEL, Elizabeth Ferreira; PEIXOTO, Alexandre Afrânio; BARBOSA, Helene Santos; ATELLA, Geórgia Corrêa; SOARES, Maurílio José; BRASIL, Reginaldo Peçanha. Contribuição ao estudo da comunicação química em Lutzomyia longipalpis e Lutzomyia cruzi (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae). 2005. Tese (Doutorado em Biologia Celular e Molecular) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Catarina de Andrade Lima

Eiras ÁE. Desenvolvimento de Armadilha e Atraentes de Oviposição para Captura de Fêmeas Grávidas do mosquito Culex quimquefasciatus Say, 1823 (Diptera: Culicidae). 2005. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Claudia Cristina Gulias Gomes

Eiras ÁE; AZEVEDO, Eliane Maria Vieira Milward de; BORGES, Miguel; BORGES, Lígia Miranda Ferreira; BRASIL, Reginaldo Peçanha. Ecologia química dos adultos de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr.,1781)(Díptera: Oestridae) e descrição morfológica de estruturas sensoriais do flagelo da antena de machos e fêmeas. 2004 - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Adson Luís Sant'Ana

Eiras ÁE; RIBEIRO, Mucio Flávio Barbosa; SOUZA, Carlos Eduardo Pillegi de; BORGES, Lígia Miranda Ferreira; PEREIRA, Marcos Horácio; GONTIJO, Nelder de Figueiredo. Avaliação, extração, identificação e estudos eletrofisiológicos dos voláteis presentes em infusões de Panicum maximun que estimulam e/ou atraem fêmeas de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1792 (díptera: Cuicidae) para oviposição. 2003. Tese (Doutorado em Ciencias Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Herton Helder Rocha Pires

Eiras ÁE; BRAZIL, Reginaldo Peçanha; LIMA, Eraldo. Aspectos do comportamento do Panstrongylus Megistus (Burmeister, 1835). 2003. Tese (Doutorado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Ivoneide Maria da Silva

Eiras ÁE; GONTIJO, Nelder de Figueiredo; BRAZIL, Reginaldo Peçanha;OLIVEIRA, Ricardo Lourenço; LEITE, Romário Cerqueira. Avaliação de componentes sintéticos do odor humano como atraentes para Aedes aegypti (Díptera: Culicidae) em laboratório e em campo. 2003. Tese (Doutorado em Ciencias Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Tânia Santos de Marco

Eiras ÁE. Aspectos ecológicos dos flebotomíneos, em recente foco de transmissão de leishmaniose tegumentar, na microregião de Viçosa-MG. 2001. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Carlos Eduardo Pilleggi de Souza

Eiras ÁE; AMARAL FILHO, B. F.; GOBBI, N.; LARA, F. M.; BOIÇA JÚNIOR, A. L.. Estudos de biologia e ecologia química de Leptoglossus zonatus (Dallas) (Heteroptera: Coreidae). 2001. Tese (Doutorado em Entomologia) - Universidade de São Paulo.

Aluno: MORAES, A

Eiras ÁE. B.M.. Interações tritrófica no sistema A. arcuata, B. polydamas e alguns de seus inimigos naturais.. 1997. Tese (Doutorado em Biologia (Imunologia)) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Elis Paula de Almeida Batista

Álvaro E. Eiras; Erika Martins Braga; Mauricio Roberto Viana Sant'. Avaliação e otimização da armadilha BG-Malária como método de amostragem de Anopheles spp. na Tanzânia. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS.

Aluno: Ermelindo Barreto

Álvaro E. Eiras; CARNEIRO, M.; Ricardo Toshio Fujiwara. Avaliação de atraentes naturais, infestação e infecção de Aedes spp em Dili, capital do Timor Leste.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Laila Heringer Costa

EIRAS, A. E;PAIXAO, Kelly da SilvaRESENDE, M. C.. "Análises dos padrões do comportamento de "oviposição em saltos" adotados por fêmeas de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) e análises preliminares de supressão de grávidas por armadilhas". 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS.

Aluno: Ana Paula Pessoa Vilela

EIRAS, Á. E.. Detecção de Dengue virus em fêmeas de Aedes aegypti coletadas em campo.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biologicas (Microbiologia)) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Tatiana Mingote de Ázara

EIRAS, Á. E.. Culicideos (Diptera: Culidae) com enfase em Aedes Albopictus Skuse 1894 e pequenos mamiferos de remanescente de cerrado e Mata Atlântica e sua relação com Dengue-vírus no Município de Sabará, MG. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Grasielle Caldas

EIRAS, Á. E.. Perfil da suscetibilidade de Triatoma sordida ao piretróide deltametrina através de ensaios biológicos e bioquímicos.. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Carolin Marlen Degener

EIRAS, A. E; PAGLIA, A. P.; Resende, M. C.; CODECO, C. T.. Avaliação das armadilhas BG-Sentinel e BG-Mosquitito para o controle de Aedes aegypti em áreas com altas taxas de infestação. 2012.

Aluno: Taynãna Cesar Simões

Álvaro E. Eiras; Guilherme Loureiro Werneck;Cláudia Torres Codeço. "Modelagem da dinâmica espaço-temporal de índice de infestação do vetor da dengue, Aedes aegypti, obtidos com armadilhas de oviposição". 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Epidemiologia em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Moreno de Souza Rodrigues

EIRAS, Á. E.. Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para captura de anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos.. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Andrey José de Andrade

Alvaro EduardoRICARDO,; FERRAZ, V. P.. "Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): Desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies". 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Kelly da Silva Paixão

PAIXAO, Kelly da SilvaÁlvaro E. Eiras. "Avaliação da atratividade de machos de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) ao odor de hospedeiros vertebrados e insetos co-específicos". 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Renata Antonaci Gama

Eiras ÁE; SOUZA, Carlos Eduardo Pillegi de;PEREIRA, L. G. B.. Avaliação da armadilha BG-Sentinel como método de captura de anofelinos, em Porto Velho - RO, visando a substituição da atração humana.. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencias Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Marcelo Carvalho de Resende

EIRAS, A. E.; LORENZO, Marcelo Gustavo; GONTIJO, Nelder de Figueiredo. "Estudo multicêntrico do uso da armadilha MosquiTRAP para captura e geração de índices de vigilância entomológica para Aedes aegypti". 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Rosemary Aparecida Roque

Eiras ÁE; GONTIJO, Nelder de Figueiredo; GUIMARÃES, Marcos Pezzi. Formulação e avaliação de atraentes sintéticos identificados em infusões do capim colonião (panicum maximum) como atraente de ovoposição para f~emeas grávidas do mosquito Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera:Culicidae) sp em condições de campo e semicampo.. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Catarina de Andrade Lima

Eiras ÁE; MELO, Alan Lene de; PEREIRA, Marcos Horácio. Desenvolvimento de armadilha e atraentes de oviposição sintético para captura de grávidas do mosquito Culex quinquefasciatus Say, 1823 (Diptera: Culicidae). 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencias Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Claudia Cristina Gulias Gomes

EIRAS, Á. E.. Ecologia química dos adultos de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr.,1781)(Díptera: Oestridae) e descrição morfológica de estruturas sensoriais do flagelo da antena de machos e fêmeas.. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Animal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Adson Luís Sant'Ana

Eiras ÁE; PEREIRA, Marcos Horácio; PIMENTA, Paulo Filemon Paolucci. Avaliação, extração e identificação dos voláteis presentes em água fermentada de gramíneas que estimulam e/ou atraem a oviposição de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1792 (Díptera: Culicidae) visando o seu uso para o monitoramento em armadilhas de oviposição.. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencias Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Ivoneide Maria da Silva

Eiras ÁEDIAS, Edelberto Santos; PEREIRA, Marcos Horácio. Avaliação de compostos sintéticos do odor humano como atraentes para o mosquito Aedes aegypti ( Díptera: Culicidae) em laboratório e em campo. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencias Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

PRADO, Angelo Pires; KAWAZOE, Urara; ROSA, João Aristeu; ALBUQUERQUE, Sérgio;Eiras ÁE. Membro da comissão julgadora do Concurso para provimento de um cargo de Professor Doutor em RTP na área de Zooparasitologia.. 2008. UNICAMP.

Eiras ÁE. Membro da Comissão Examinadora do Concurso Público da Fiocruz para Provimento de Uma Vaga no Cargo de Pesquisador Adjunto, no Perfil de Entomologia. 2002. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

EIRAS, A. E. Membro da Comissão Examinadora do Concurso Público da Fiocruz para Provimento de Uma Vaga no Cargo de Assistente de Pesquisa, no Perfil de Entomologia. 2002. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

EIRAS, A. E; OLIVEIRA, Paulo Roberto de; Oki, Yumi. Coleta de Aedes albopictus (Skuse, 1894) e de pequenos mamíferos silvestres em remanescente de mata no município de Sabará/ MG. 2012. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Alvaro Eduardo; Daniella Castanheira Bartolomeu; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado do aluno Antonio Ferreira Mendes de Sousa. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Álvaro E. Eiras; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado da aluna Cynthia de Paula Andrade. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Alvaro Eduardo; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado da aluna Flaviane Cristina Lopes Matosinhos. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Alvaro Eduardo; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado do aluno Gregório Guilherme Almeida. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Alvaro Eduardo; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado da aluna Luciana Ramos Dias. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara; EIRAS, A. E; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado da aluna Michelle Carvalho de Rezende. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Alvaro Eduardo; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado da aluna Ruth Massote Dracz. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Toshio Fujiwara;Alvaro Eduardo; Daniella Castanheira Bartolomeu; Hélida de Andrade Monteiro; CARNEIRO, M.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado do aluno Thiago Antonio de Oliveira Mendes. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

Elida Mara Leite Rabelo; Eiras, Álvaro Eduardo; Ricardo Wagner de Almeida Vitor.. Comissão de Exame de Seleção para Professor Substituto. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

GONTIJO, Nelder de Figueiredo; EIRAS, A. E;PEREIRA, L. G. B.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado de Alexandre Alves de Sousa. 2010. Universidade Federal de Minas Gerais.

GONTIJO, Nelder de Figueiredo; EIRAS, A. E;PEREIRA, L. G. B.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado de Laila Heringer Costa. 2010. Universidade Federal de Minas Gerais.

GONTIJO, Nelder de Figueiredo; EIRAS, A. E;PEREIRA, L. G. B.. Membro da Banca Examinadora do Projeto de Mestrado de Rafaela Magalhaes Macedo. 2010. Universidade Federal de Minas Gerais.

GUIMARÃES, Marcos Pezzi; Ricardo Wagner de Almeida Vitor.; Eiras, Álvaro Eduardo. Comissão de Exame de Seleção para Professor Substituto. 2008. Universidade Federal de Minas Gerais.

Eiras ÁE. Avaliação das armadilhas MosquiTRAP e BG-Sentinel na captura de adultos do mosquito Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) como métodos de amostragem.. 2007. Universidade Estadual de Montes Claros.

Eiras ÁE. Avaliação do nível de infestação do Aedes (Stegomyia) aegypti, utilizando a armadilha MosquiTRAP e o sistema MI-Dengue, em dois bairros de Montes Claros.. 2007. Universidade Estadual de Montes Claros.

Eiras, Álvaro Eduardo; Marilene S. Marques Michalick; Maria Auxiliadora R. Carvalho. Comissão Avaliadora Local dos Trabalhos de Iniciação Científica do ICB. 1998. Universidade Federal de Minas Gerais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Hilcielly Antunes Silva

Monitoramento de Aedes aegypti no Campus da Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais; (Orientador);

Lucas Fabrini Ramalho Zanandrez

Desenvolvimento e avaliação de novos indicadores para predição do risco de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti no Sistema MI-Aedes (Ecovec Ltda); ; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual) - Universidade Federal de Minas Gerais; (Orientador);

André Tetzl Costa

Avaliação da LeishTrap um novo Dispositivo para captura e monitoramento de flebotomíneos; Início: 2019; Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Paulo Cezar Demarco Júnior

Avaliação de supressão massal de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) pela armadilha GAT em Porto Alegre (RS); ; Início: 2018; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais; (Orientador);

Leonardo Rodrigues dos Santos

Avaliação de compostos com potencial efeito deterrente de oviposição em mosquitos Aedes aegypti e desenvolvimento de liberadores usando nanomateriais; ; Início: 2018; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais; (Orientador);

João Maike de Brito Santos

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Tales Batista Ribeiro

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Gabriel do Nascimento Portugal

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Sarah Carvalho Batista

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Amanda Lorena Marques Rosa

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Bruna Luiza Marinho Silva

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; (Orientador);

Sara Ellen Costa Silva Reis

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Hans Muller Silva Campos

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; (Orientador);

Vítor Júnio Silva

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; (Orientador);

Caroline Pepinelli dos Santos

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; (Orientador);

Agustin Hinojosa Gavilanes

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; (Orientador);

Ana Carolina Gomes de Oliveira

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Elizângela Ferreira de Melo

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Universidade Federal de Minas Gerais; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Bruna Antoniety Oliveira

Padronização da detecção de Zika Vírus em Aedes spp usando cartões FTA em laboratório; ; 2019; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Luiz Henrique Vieira Mota

Avaliação de novas tecnologias no controle do vetor da Zika vírus; ; 2018; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Paulo Demarco Junior

Dispositivo para captura e monitoramento de Flebotomíneo; ; 2018; Dissertação (Mestrado em Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Carlos Eduardo Klein de Oliveira

Population and Spatial Dynamics Forecasts from Ecophysiological Individual-Based Models for Aedes; 2016; Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Danielle Andreza da Cruz Ferreira

Distribuição espaço-temporal do Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) e casos de Dengue em Porto Alegre-RS; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Eliseu Joaquim Armando

Avaliação de Novas Metodologias de Captura de Anopheles (Nyssorhynchus) darlingi Root, 1926 (Diptera: Culicidae) e Anopheles (Cellia) funestus Giles, 1900 (Diptera: Culicidae); 2014; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Ministério de Ciência e Tecnologia de Moçambique; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Maíra Moreira Morais

Há correlação entre mudanças abióticas resultantes da fragmentação da Mata Atlântica nsobre a transmissão de Dengue, Febre Amarela e Leishmaniose, no estado de Minas Gerais; 2011; Dissertação (Mestrado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rafaela Augusta Mouzinho Bordalo

Avaliação da Armadilha BG-Sentinela para captura de culicídeos silvestres (Diptera:Culicidae) em fragmentos florestais ? Manaus-AM; 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Filipe Vieira Santos de Abreu

"Estudo do comportamento de "ovipoição em saltos" por fêmeas deAedes aegypti (Díptera Culicidae) e diferntes densidades de criadouros e a influência da armadilha MosquiTRP® na redução de ovos e criadouros positivos"; 2010; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Laila Heringer Costa

Isolamento de atraentes de oviposição (feromônio de oviposição) de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) e sua avaliação em armadilha para captura de adultos do vetor da dengue; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Diogo Portella Ornelas de Melo

Avaliação do potencial de dispersão de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) e casos de dengue após realização de medidas de controle; ; 2009; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Sandra da Silva Barros Marinho

Medida do nível de infestação do Aedes (Stegomyia) aegypti, com o uso da armadilha Mosquitrap e o sistema MI-Dengue, em dois bairros de Montes Claros - MG; ; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Montes Claros,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Márcia Batista Jota Morais

Avaliação comparativa das armadilhas MosquiTRAP e BG-Sentinel na captura do mosquito Aedes (Stegomya) aegypti (Diptera: Culicidae) como método de amostragem; ; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Montes Claros,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tatiana Mingote Ferreira Azara

A supressão na transmissão de dengue em localidades de Manaus - AM, utilizando armadilhas BG-Sentinel; ; 2009; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

Avaliação do Impacto de Insetcidas no Controle de Adultos de Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus,1762) (Diptera: Culicidae) por meio das Armadilhas BG-TRAP e MosquiTRAP; 2007; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Carla Maria Dias Lopes

Avaliação de Protótipos de Armadilhas e Atraentes de Oviposição para Captura de Fêmeas Grávidas de Culex quinquefasciatus Say, (1823) (Diptera: Culicidae); ; 2007; Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Andrey José de Andrade

Avaliação de cairomônios na atratividade de Flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) em Brejo do Mutambal, Município de Varzelândia, MG; ; 2006; Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Renata Antonaci Gama

Avaliação da MosquiTRAP no monitoramento do mosquito Aedes aegypti (Díptera: Culicidae) em campo; 2005; 0 f; Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Renato Nogueira Mota

Construção de um olfatômetro de dupla escolha para estudos de orientação de fêmeas grávidas de Aedes aegypti (Linnaeus, 1792) (Díptera: Culicidae) a atraentes de oviposição; 2003; 0 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Microbiologia)) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Adriana dos Santos Gomes

Sequencia do Comportamento de Oviposição de Femeas Gravidas do Mosquito Aedes aegypti ( Diptera: Culicidae) em Condições de Laboratório; ; 2003; 0 f; Dissertação (Mestrado em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rosemary Aparecida Roque

Avaliação de Armadilhas de Oviposição , Iscadas com Infusões de Gramíneas, como Atraente e/ou Estimulante de Oviposição do Aedes (Stegomya) sp, (Diptera: Culicidae); 2002; 0 f; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Karin F

S; Collier; Interações Tritróficas Entre O Ácaro Predador Neoseiulus Californicus (Mcgregor) (Acari: Phytoseiidae), Ácaros Fitófagos e Suas Plantas Hospedeiras; 1998; Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Cesar A

Badji; Avaliação do Feromônio Sexual Sintético da Broca-Pequena-Do-Tomateiro, Neoleucinodes Elegantalis (Lepidoptera: Pyralidae) Em Campo e Em Laboratório; 1998; Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

M

G; B; Pereira; Biologia de Bephratelloides pomorum Fab; 1908, (Hymenoptera: Eurytomidae) broca da semente de graviola (Annona muricata); ; 1996; 0 f; Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

A

M; Tavares; Biologia reprodutiva e avaliação do feromônio sexual sintético da lagarta enroladeira, Bonagota cranaodes em laboratório e em campo; ; 1996; 0 f; Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

F

A; A; Ferrara; Avaliação do acetato de (EZZ)- 3,8,11- de tetradecatrienila componente principal sintético do feromônio sexual da traça-do-tomateiro Scrobipalpuloides absoluta (Meyric) (Lepidoptera: Gelechiidae); ; 1995; 0 f; Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

M

G; Cavalcanti; Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae), Thyrinteina arnobia (Stall) (Lepidoptera: Geometridae) e espécies de Eucaliptus: Interação entre os três níveis tróficos; ; 1994; 0 f; Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

F

A; C; Mendonça; Atratividade da planta hospedeira e liberação do feromônio de agregação de Cosmopolites sordidus (Germar, 1824) (Coleoptera: Curculionidae) em olfatômetro; ; 1994; 0 f; Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

A

O; Gerk; Biologia da mosca branca Trialeurodes vaporariorum (Homoptera:Aleyrodidae), e atração do parasitóide Encarsia formosa (Hymenoptera: Aphelinidae) pelo complexo planta-hospedeiro; ; 1992; 0 f; Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Elis Paula de Almeida Batista

Otimização da armadilha BG-Malária como método de monitoramento de anofelinos (Diptera:Culicidae) neotropicais e afro-tropicais e avaliação de sua aplicabilidade como ferramenta complementar de controle; ; 2019; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Ermelindo Barreto

Monitoramento e controle de Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762) e Aedes (Stegomyia) albopictus (Skuse, 1894) no Munícipio de Dili, Timor Leste; 2018; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Carolin Marlen Degener

Avaliação da armadilha BG-Sentinel e da tecnologia MI-Dengue no controle da dengue em areas com alta taxa de infestação de vetores; ; 2014; Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Laila Hering Costa

Análises dos padrões do comportamento de ?oviposição em saltos? de fêmeas de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) e avaliações preliminares de supressão de grávidas por armadilhas?; ; 2014; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Lilia dos Santos Barsante

Otimização de um modelo preditivo sobre efeito de variáveis climáticas na população de vetores da dengue; 2014; Tese (Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Flávia da Silva Cordeiro

Refinamento de modelos populacionais de vetores de vetores da dengue através de estudos cruzados de variáveis climáticas e vetores da dengue; 2014; Tese (Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Ana Paula de Paiva Pereira

Aplicação de cálculo fracionário na elaboração de modelos de dispersão de vetores da dengue; 2014; Tese (Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Moreno de Souza Rodrigues

?Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para captura de anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2013; Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tatiana Mingote Ferreira de Ázara

Culicideos (Diptera: Culidae) com enfase em Aedes Albopictus Skuse 1894 e pequenos mamiferos de remanescente de cerrado e Mata Atlântica e sua relação com Dengue-vírus no Município de Sabará, MG; 2013; Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Ana Paula Pessoa Vilela

Detecção de Dengue virus em fêmeas de Aedes aegypti coletadas em campo; 2013; Tese (Doutorado em Ciências Biologicas (Microbiologia)) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

Avaliação da atratividade de machos de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) ao odor de diferentes hospedeiros vertebrados associados ou não à presença e ?odor? de fêmeas do mosquito; ; 2011; Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Andrey José de Andrade

Cladística de Três Populações de Lutzomyia (Nyssomyia) whitmani (Antunes & Coutinho,1939) (Diptera: Psychodidae) Baseada na Morfologia por MEV, na Quimiotaxonomia e na Mofometria dos Espécimes; 2010; Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Ulla Obermayr

Development and Evaluation of Push and Pull-Strategies in Mosquito Control; 2010; Tese (Doutorado em Zoology) - Universität Regensburg,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Marcelo Carvalho de Resende

Avaliação da MosquiTRAP e Monitoramento Inteligente da Dengue na Geração de Indices de Vigilância Entomológica para Aedes aegypti; 2009; Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Renata Antonaci Gama

Utilização da Armadilha BG-TRAP no monitoramento de Anapheles darlingi em áreas com diferentes características ambientais e vetoriais; 2009; 0 f; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Grasielle Caldas D'Avila Pessoa

Monitoramento da suscetibilidade de Triatoma sordida Stal, 1859 ao piretróide deltametrina através de ensaios biológicos e bioquímicos; 2008; Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rosemary Aparecida Roque

Formulação e Avaliação de atraentes sintéticos identificados em infusões do capim colonião (Panicum maximum) com atraentes de oviposição para fêmeas grávidas do mosquito Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) em condições de campo e semi campo; 2007; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Catarina de Andrade Lima

Desenvolvimento de armadilha e atraentes de oviposição sitético para captura de fêmeas grávidas do mosquito Culex quinquefasciatus Say, 1823 (Díptera: Culicidae); 2005; 0 f; Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Claudia Cristina Gulias Gomes

Ecologia química dos adultos de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr; ,1781)(Díptera: Oestridae) e descrição morfológica de estruturas sensoriais do flagelo da antena de machos e fêmeas; 2004; 0 f; Tese - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Adson Luís Sant'Ana

Avaliação, Extração, Identificação e Estudos Eletrofisiológicos dos Voláteis Presentes em Infusões de Panicum maximum que Estimulam e/ou Atraem Fêmeas de Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaueus, 1762 (Diptera: Culicidae) para Oviposição; 2003; 0 f; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Microbiologia)) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Ivoneide Maria da Silva

Avaliação de componentes sintéticos do odor humano como atraentes para Aedes aegypti (Díptera: Culicidae) em laboratório e campo; 2003; 0 f; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Microbiologia)) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Miryan Denise Araujo Coracini

Semiochemicals Claim Territory - Sex Pheromones and plant volatiles for control of codling moth and Brazilian apple leafroller; 2002; 0 f; Tese (Doutorado em Chemical Ecology) - Swedish University Of Agricultural Scienses, International Foundation For Science; Coorientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2019; Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Alvaro Eduardo Eiras;

ANDERSON MAIA PERES

2017; Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Simone da Fonseca Pires

2017; Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2017; Universidade Federal de Minas Gerais, Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional; Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2016; Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Alvaro Eduardo Eiras;

Luciane Batista Pereira

2016; UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Alvaro Eduardo Eiras;

Marcelo Carvalho Resende

2015; Fundação Nacional de Saúde - MG, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2015; Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2014; Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Luciane Gomes Batista Pereira

2013; Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2013; Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Alvaro Eduardo Eiras;

Kelly da Silva Paixão

2013; Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Luciane Gomes Batista Pereira

2011; Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Alvaro Eduardo Eiras;

Claudia Cristina Gulias Gomes

?Desenvolvimento de armadilha ecológica e de atraente biológico (feromônio) para a captura de moscas-domésticas; ?; 2008; Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Rosemary Aparecida Roque

2007; Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Ivoneide Maria da Silva

Avaliação da MosquiTrap e do Monitoramento Inteligente ECOVEC: Uma Nova Tecnologia para o Monitoramento e Geração de Novos ìndices de Vigilância Entomológica para o Mosquito Aedes aegypti; ; 2003; UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Mara Cristina Pinto

Avaliação de Substâncias Químicas Atrativas para Flebotomíneos (Diptera: Psychodidae); ; 2003; UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS,; Alvaro Eduardo Eiras;

Cristina Marques Lisbôa Lopes

Desenvolvimento e Padronização de Novos Métodos de Amostragem de Aedes aegypti e índices de predição de risco de epidemias de dengue; ; 2003; UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Alvaro Eduardo Eiras;

Adriana S Gomes

EStudos do comportamento de ovioposição do mosquito Aedes aegypti; 2000; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Bacharelado Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rosemary A Roque

Avaliação do tempo de fermentação de gramías como atraentes de oviposicao do mosquito Aedes aegypti (Diptera: Culicidae); 2000; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Bacharelado Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Eduardo Silveira Ivo

Comportamento de exploracao do mosquito Aedes aegypti em criadouros com atraentes de oviposição; 2000; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Bacharelado Em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

J

M; S; Silva; Biologia e comportamento sexual da lagarta enroladeira Phtheochroa cranaodes; ; 1994; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

L

R; K; Delmore; Avaliação de dieta artificial em laboratório e de plantas hospedeiras pela lagarta enroladeira Phtheochroa cranaodes (Lepidoptera: Tortricidae); ; 1993; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Victor Augusto Isidoro Maia

Avaliação das Tecnologias MI-Aedes e MI-Vírus Durante a Epidemia de Chikungunya em 2017no município de Governador Valadares (MG); ; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Bruna Antoniety Oliveira

Pesquisa de arbovírus em mosquitos do gênero Aedes capturados no Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais empregando RT-PCR em tempo real; ; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário de Belo Horizonte; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

R

Gothardo; Estudos do comportamento do gorgulho da cana-de-açúcar; ; 1992; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Entomologia) - Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

L

R; K; Delmore; Desenvolvimento de dieta artificial para a lagarta enroladeira da maçã; ; 1992; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Entomologia) - Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Sandra Leticia De Sousa

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Raquel Freire Santos

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; ; 2018; Iniciação Científica - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Yasmim Soares Silva

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Natalia Alves de Abreu

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Cristiane Freitas Diamantino

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Carolina Guedes Pereira

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Marcela Cristina Raso

Calçados impregnados com repelentes para complementar as ações de controle a vetores de doenças em áreas endêmicas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Marcela Cristina Raso

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Isabella Domingos

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tales Batista Ribeiro

Calçados impregnados com repelentes para complementar as ações de controle a vetores de doenças em áreas endêmicas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Amanda Lorena Marques Rosa

Calçados impregnados com repelentes para complementar as ações de controle a vetores de doenças em áreas endêmicas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tamires Amorim

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Bárbara Sicília Matos David

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Sandra Leticia De Sousa

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Richard Diogo da Silva

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário de Belo Horizonte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tales Batista Ribeiro

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Daniel Milagre Marques

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Sara Aparecida Rocha

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rafael Luiz Silva

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Hilcielly Antunes Silva

Monitoramento e Controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Administração; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Isadora Rocha

Monitoramento da população de Aedes (Stegomyia) aegypti e Aedes (Stegomyia) albopictus no ICB-UFMG; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Bruna Leal Brandão

Monitoramento da população de Aedes (Stegomyia) aegypti e Aedes (Stegomyia) albopictus no ICB-UFMG; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Isadora Moreira Sepúlveda

?Estabelecimento e manutenção de Anopheles aquasalis em condições de laboratório?; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, CASU; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Bárbara Rayanne Silvestre Bitarães

PRONEX-DENGUE Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Frederico Nascimento Silva e Lima

Avaliação do comportamento de fêmeas grávidas de Aedes aegypti ao semioquímico n-heneicosano em olfatômetro horizontal de dupla escolha; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Bruna Antoniety Oliveira

PRONEX-DENGUE Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

BRUNO DA SILVA CARVALHO

PRONEX-Rede Dengue: ?Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae)?; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Danielle Andreza da Cruz Ferreira

PRONEX-Rede Dengue: ?Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae)?; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Andrea de Faria Vieira

Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae); 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Andréa Ferreira Souto

Avaliação da influência dos ciclos gonótroficos no comportamento de; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Parasitologia) - UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Dulcina Hellen Moreira Martins Leão

PRONEX-Rede Dengue: ?Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae)?; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Paloma Amorim Caldas

PRONEX-DENGUE Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Iuri Castro de Andrade Pereira

Avaliação de atrentes sintéticos de oviposição para Aedes aegypti; ; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Isadora Moreira Sepúlveda

Avaliação da atratividade de extratos e larvas de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) utilizando a armadilha MosquiTRAP para a captura de adultos do vetor da dengue; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Felipe Fonseca do Carmo

Avaliação de Substancias químicas atrativas para flebotomineo; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Priscila Barbi Trindade

Avaliação de extratos de larvas de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) como estimulante de oviposição em laboratório; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, FUNDEP/SANTANDER; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Caio Leme Gonçalves

Avaliação da atratividade de machos de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) ao odor de diferentes hospedeiros vertebrados em laboratório associados ou não à presença de fêmeas do mosquito; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

MICHELLE CRISTINE PEDROSA

Densidade e distribuição de imaturos de Aedes aegypti e Ae; albopictus em áreas verdes nas cidades de Ouro Preto e Mariana, MG; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em ECOLOGIA) - Universidade Federal de Ouro Preto; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Filipe Vieira Santos de Abreu

Comportamento de Oviposição de fêmea de Aedes aegypti em laboratório; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Mateus Ramos de Andrade

Resposta de fêmeas grávidas do mosquito Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) a diferentes combinações de ácidos carboxílicos em condições de semi-campo; ; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Laila Heringer Costa

Monitoramento do mosquito Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) no campus Pampulha da UFMG; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Laila Meringer Costa

Monitoramento do Mosquito vetor da dengue (Aedes aegypti) no campus Pampulha da UFMG; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Madson Neves Gomes de Carvalho

Desenvolvimento e Padronização de Novos Métodos de Amostragem de Aedes aegypti e índices de predição de risco de epidemias de dengue; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biológicas) - Faculdades Metodista Izabela Hendriz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Maria Cristina Ribeiro Castelano

Desenvolvimento e Padronização de novos métodos de amostragem de Aedes aegypti e índices de predição de risco de epidemias de dengue; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biológicas) - Faculdades Metodista Izabela Hendriz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Mateus Ramos de Andrade

Avaliação de substâncias químicas atrativas para flebotomíneo ( Diptera: Psychodidae); 2005; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Izabela Mascarenhas Matozinhos

Avaliação da MosquiTRAP e do monitoramento inteligente ECOVEC: uma nova tecnologia para o monitoramento e geração de novos índices de vigilância entomológica para o mosquito Aedes aegypti; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Carla Dias

Comparação das armadilhas MosquiTRAP e Ovitrampa para Aedes aegypti em período de baixa população; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Liliane Ramos S Machado

Desenvolvimento de formulações de atraentes de oviposição para o mosquito Culex quinquefaciatus; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Bilógicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Maíra Neves Santos

Desenvolvimento de armadilha e atraentes de oviposição para captura de fêmeas grávidas do mosquito Culex quinquefasciatus (Díptera: Culicidae); 2003; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Gabriela Rosa Chaves

Influência do sexo e idade de Musca doméstica Linaeus (Díptera: Muscidae) no papel de vetor biológico dos ovos de Dermatobia hominis L; (Díptera: Cuterebridae); 2002; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biólogicas) - Universidade Federal do Maranhão, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

E S IVO

Identificação do feromônio de oviposição de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) para o monitoramento e/ou controle por meio de armadilhas; ; 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Monica Garcia Pontes

Avaliação de Armadilhas de Oviposição para o Controle Alternativo de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae); 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Fellipe Pinheiro Chagas Mendonça

Avaliação dos Atraentes 1-octen-3-ol e Ácido Láctico como Isca Atrativa em Armadilhas para o Mosquito Aedes aegypti; 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Renata Antonaci Gama

Efeito da ovitrampa letal na longevidade de fêmeas do mosquito Aedes aegypti ( Diuptera: Cilicidae); 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Renata Antonaci Gama

Avaliação de ovitrampa letal como método alternativo de controle do mosquito Aedes aegypti; 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rosemary Aparecida Roque

Identificação de feromonio de oviposição de aedes aegypti (Diptera: Culicidae) para o monitoramento e/ou controle por meio de armadilhas; 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Adriana S Gomes

Comportamento de oviposição do mosquito Aedes aegypti em condicoes de laboratório; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

R A Roque

Identificação de feromônio de oviposição de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) para o monitoramento e/ou controle por meio de armadilhas; ; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Adriana dos Santos Gomes

Metodos de controle de aedes aegypti: odor humano sintético como isca atrativa em armadilhas; 1999; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rodneia N Duarte

Identificação dos voláteis de água fermenta de feno e o seu pontencial uso em ovitrampas para o controle do mosquito Aedes aegypti; ; 1999; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Lara Gisele dos Reis

Identificaçõ do feromônio de oviposição de aedes aegypti ( Diptera: Culicidae) para o monitoramento e/ou controle por meio de armadilhas; ; 1999; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

L

A; Reis; Iddentificação de feromonio de oviposição de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) para o monitoramento e/ou controle por meio de armadilhas; ; 1998; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

S

T; Lopes; Desenvolvimento de dieta artificial para a criação da broca pequena do tomateiro, Neoleucinodes elegantalis (Lepidoptera: Pyralidae) em laboratório; ; 1997; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

C

Andrade Jr; ; Estudos do comportamento e extração do feromônio sexual da broca pequena do tomateiro, Neoleucinodes elegantalis (Lepidoptera: Pyralidae); 1996; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Fenorte; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

F

B; Abreu; Interação tritrófica entre a cana-de-açúcar, a broca Diatraea saccharalis (Lepidoptera: Pyralidae) e o parasitóide Cotesia flavipes (Hymenoptera: Braconidae); ; 1995; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Fenorte; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

C

Justino; Estudo do comportamento de oviposição da mosca-do-chifre, Dermatobia hominis; 1995; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Fenorte; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Richard Diogo da Silva

Armadilhas de alta performance para capturas de mosquitos vetores de Zika vírus, Chikungunya e Dengue a partir de protótipos funcionais para o uso doméstico e em saúde pública; ; 2019; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Daniela Cristina Lima

Armadilhas de alta performance para capturas de mosquitos vetores de Zika vírus, Chikungunya e Dengue a partir de protótipos funcionais para o uso doméstico e em saúde pública; ; 2018; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Paulo Cezar Demarco Júnior

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2018; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Richard Diogo da Silva

Calçados impregnados com repelentes para complementar as ações de controle a vetores de doenças em áreas endêmicas; ; 2017; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Elizângela Ferreira de Melo

Calçados impregnados com repelentes para complementar as ações de controle a vetores de doenças em áreas endêmicas; ; 2017; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Luiz Henrique Vieira Mota

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Bruna Antoniety Oliveira

Avaliação da supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor; ; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Paulo Demarco Junior

Projeto RHAE; 2016; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tales Bontempo Cunha

ATRAENTES DE ALTA PERFORMANCE PARA CAPTURA DO MOSQUITO TRANSMISSOR DA DENGUE ATRAVÉS DO DESENVOLVIMENTO DE MATERIAIS POLIMÉRICOS COM LIBERAÇÃO CONTROLADA; 2016; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Elis Paula de Almeida Batista

Projeto RHAE; 2015; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Luiz Paulo Terra Hipólito

Projeto RHAE; 2015; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Cristiane Bittencourt Barroso Toledo

ATRAENTES DE ALTA PERFORMANCE PARA CAPTURA DO MOSQUITO TRANSMISSOR DA DENGUE ATRAVÉS DO DESENVOLVIMENTO DE MATERIAIS POLIMÉRICOS COM LIBERAÇÃO CONTROLADA; 2015; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rodrigo Monteiro da Mota

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Karla Helia Laass

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Ana Paula Parreira Carrusca

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Karla Helia Laass

Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae); 2013; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Mariele Ribeiro Pinto

PRONEX-DENGUE Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti; 2013; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Priscila Barbi Trindade

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2012; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Rodrigo de Loyola Dias

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2012; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Nilmar Bispo Santana

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2012; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Luciano de Araújo Pereira

"Montagem e Identificação de Flebotomíneos"; 2010; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Sergipe; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Anna Alexandrovna Efremova

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2010; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Estefane do Nascimento Leoncini Siqueira

Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos; 2010; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

DIANA DA NOBREGA SILVEIRA

Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório; 2009; Orientação de outra natureza; (VETERINARIA) - Universidade Federal de Goiás; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Philippe Henrique Rodrigues Sousa

"Avaliação da mosquiteira generica"; 2009; Orientação de outra natureza - Programa de Iniciação Científica Júnior da UFMG - Provoc; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Laira Iasmim Costa Delamoura

"Criação e Manutenção de colônia de mosquito Aedes aegypti em condições de Laboratório"; 2009; Orientação de outra natureza - Programa de Iniciação Científica Júnior da UFMG - Provoc; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Maria Cristina Ribeiro Castelano

Desenvolvimento de armadilha ecológica e de atraente biológico (feromônio) para a captura de moscas-domésticas; Bolsa DTI 3; ; 2008; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Victor Iuri de Castro Alves

Desenvolvimento de armadilha ecológica e de atraente biológico (feromônio) para a captura de moscas-domésticas; Bolsa DTI 3; 2008; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

DIANA DA NOBREGA SILVEIRA

Relatório de estágio obrigatório supervisionado; 2008; Orientação de outra natureza; (VETERINARIA) - Universidade Federal de Goiás; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Joao Manuel Peixinho Sousa Lima

Desenvolvimento de Armadilha para Captura do Vetor da Leishmaniose (Leishtrap); Bolsa DTI-IC; 2006; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Tatiana Mingote Ferreira de Ázara

Armadilha Ecológica de Proteção Contra o Mosquito Culex; Bolsa DTI-IH; 2006; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Luciana Paula Reis

Desenvolvimento de Armadilha para captura do vetor da Leishmaniose (Leishtrap); Bolsa DTI-IE; 2006; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Claudia Cristina Gulias Gomes

Armadilha Ecológica de Proteção contra o mosquito Culex; DTI-IC; 2006; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Mara Cristina Pinto

Avaliação de Substâncias Químicas Atrativas para Flebotomíneos (Diptera: Psychodidae); 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Alvaro Eduardo Eiras;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2019 MMBANDO, ARNOLD S. ; BATISTA, ELIS P. A. ; KILALANGONGONO, MASOUD ; FINDA, MARCELINE F. ; MWANGA, EMMANUEL P. ; KAINDOA, EMMANUEL W. ; KIFUNGO, KHAMIS ; NJALAMBAHA, RUKIYAH M. ; NGOWO, HALFAN S. ; Eiras, Alvaro E. ; OKUMU, FREDROS O. . Evaluation of a push-pull system consisting of transfluthrin-treated eave ribbons and odour-baited traps for control of indoor- and outdoor-biting malaria vectors. MALARIA JOURNAL , v. 18, p. 01-14, 2019.

  • 2019 BATISTA, ELIS P. A. ; MAPUA, SALUM A. ; NGOWO, HALFAN ; MATOWO, NANCY S. ; MELO, ELIZANGELA F. ; PAIXÃO, KELLY S. ; Eiras, Alvaro E. ; OKUMU, FREDROS O. . Videographic analysis of flight behaviours of host-seeking Anopheles arabiensis towards BG-Malaria trap. PLoS One , v. 14, p. e0220563, 2019.

  • 2018 LANA, RAQUEL MARTINS ; MORAIS, MAÍRA MOREIRA ; LIMA, TIAGO FRANÇA MELO DE ; CARNEIRO, TIAGO GARCIA DE SENNA ; STOLERMAN, LUCAS MARTINS ; DOS SANTOS, JEFFERSON PEREIRA CALDAS ; CORTÉS, JOSÉ JOAQUÍN CARVAJAL ; Eiras, Álvaro Eduardo ; CODEÇO, CLÁUDIA TORRES . Assessment of a trap based Aedes aegypti surveillance program using mathematical modeling. PLoS One , v. 13, p. e0190673, 2018.

  • 2018 Luigi Sedda ; Ana Paula Pessoa Vilela ; Eric Roberto Guimaraes Rocha Aguiar ; Caio Henrique Pessoa Gaspar ; André Nicolau Aquime Gonçalves ; Roenick Proveti Olmo ; Ana Teresa Saraiva Silva ; Lízia Cássia Silveira da Cunha ; Álvaro E. Eiras ; Betânia Paiva Drumond ; Erna Geessien Kroon ; João Marques . The spatial and temporal scales of local dengue virus transmission in natural settings: a retrospective analysis. Parasites & Vectors , v. 11, p. 1-14, 2018.

  • 2018 PARRA, MAISA CARLA PEREIRA ; FÁVARO, ELIANE APARECIDA ; DIBO, Margareth Regina ; MONDINI, Adriano ; Eiras, Álvaro Eduardo ; KROON, ERNA GEESSIEN ; TEIXEIRA, MAURO MARTINS ; NOGUEIRA, MAURICIO LACERDA ; Chiaravalloti-Neto, Francisco . Using adult Aedes aegypti females to predict areas at risk for dengue transmission: A spatial case-control study. ACTA TROPICA , v. 1, p. 1-36, 2018.

  • 2018 Doreen J. Siria ; Elis P. A. Batista ; Mercy A. Opiyo ; Elizangela F. Melo ; Robert D. Sumaye ; Halfan S. Ngowo ; Álvaro E. Eiras ; Fredros O. Okumu . Evaluation of a simple polytetrafluoroethylene (PTFE)-based membrane for blood-feeding of malaria and dengue fever vectors in the laboratory. Parasites & Vectors , v. 11, p. 236, 2018.

  • 2018 Eiras, Alvaro E. ; PIRES, SIMONE F. ; STAUNTON, KYRAN M. ; PAIXÃO, KELLY S. ; Resende, Marcelo C. ; SILVA, HILCIELLY A. ; ROCHA, ISADORA G. ; OLIVEIRA, BRUNA A. ; PERES, ANDERSON M. ; DRUMOND, BETÂNIA P. ; Ritchie, Scott A. . A high-risk Zika and dengue transmission hub: virus detections in mosquitoes at a Brazilian university campus. Parasites & Vectors , v. 11, p. 359, 2018.

  • 2018 Ermelindo Barreto ; RESENDE, M. C. ; EIRAS, Á. E. ; DEMARCO JR, P. . Avaliação da armadilha ovitrampa iscada com atraente natural para o monitoramento de Aedes spp. em Dili, capital do Timor-Leste.. Ciência & Saúde Coletiva , v. 23, p. 01, 2018.

  • 2018 BARSANTE, L. B. ; CARDOSO, R. T. N. ; ACEBAL, JOSÉ LUIZ ; SILVA, C. A. ; EDUARDO EIRAS, ÁLVARO . Modelo Entomológico Determinístico sob Efeito da Pluviosidade para o Aedes aegypti e o Aedes albopictus.. TENDÊNCIAS EM MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL , v. 19, p. 289-303, 2018.

  • 2018 BATISTA, ELIS P. A. ; NGOWO, HALFAN ; OPIYO, MERCY ; SHUBIS, GASPER K. ; MEZA, FELICIAN C. ; SIRIA, DOREEN J. ; Eiras, Alvaro E. ; OKUMU, FREDROS O. . Field evaluation of the BG-Malaria trap for monitoring malaria vectors in rural Tanzanian villages. PLoS One , v. 13, p. e0205358, 2018.

  • 2017 Danielle Andreza da Cruz Ferreira ; Carolin M. Degener ; MARQUES-TOLEDO, C. ; BENDATI, M. M. ; FETZER, L. O. ; TEIXEIRA, C. P. ; EIRAS, A.E . Meteorological variables and mosquito monitoring are good predictors for infestation trends of Aedes aegypti, the vector of dengue, chikungunya and Zika. Parasites & Vectors , v. 10, p. 78-91, 2017.

  • 2017 MIRANDA, JÚLIA B. ; BORGES, IARA A. ; CAMPOS, SAMANTHA P.S. ; VIEIRA, FLÁVIA N. ; DE ÁZARA, TATIANA M.F. ; MARQUES, FERNANDA A. ; COSTA, GALILEU B. ; LUIS, ANA PAULA M.F. ; DE OLIVEIRA, JAQUELINE S. ; FERREIRA, PAULO CÉSAR P. ; BONJARDIM, CLÁUDIO ANTÔNIO ; DA SILVA, SILVIO L.M. ; Eiras, Álvaro E. ; ABRAHÃO, JÔNATAS S. ; KROON, ERNA G. ; DRUMOND, BETÂNIA P. ; PAGLIA, ADRIANO P. ; TRINDADE, GILIANE DE S. . Serologic and Molecular Evidence of Vaccinia Virus Circulation among Small Mammals from Different Biomes, Brazil. EMERGING INFECTIOUS DISEASES , v. 23, p. 931-938, 2017.

  • 2017 BATISTA, E.P ; Halfan S. Ngowo ; Mercy Opiyo ; Gasper K. Shubis ; Felician C. Meza ; OKUMU, F. O. ; Eiras, Álvaro E . Semi-field assessment of the BG-Malaria trap for monitoring the African malaria vector, Anopheles arabiensis. PLoS One , v. 12, p. e0186696, 2017.

  • 2016 Laila Heringer Costa ; Brian Johnson ; Kara Fikrig ; Bruna A. Oliveira ; Richard D. Silva ; Michael Townsend ; Roberto Barrera ; Scott A. Ritchie ; EIRAS, Á. E. . Evaluation of Alternative Killing Agents for (Diptera: Culicidae) in the Gravid Trap (GAT). Journal of Medical Entomology , p. tjw051, 2016.

  • 2016 THORNTON, JONATHAN HAROLD ; BATENGANA, BERNARD MALONGO ; Eiras, Alvaro Eduardo ; IRISH, SETH ROBERT . Evaluation of collection methods for , and in northeastern Tanzania. Journal of Vector Ecology , v. 41, p. 265-270, 2016.

  • 2015 PEPIN, KIM M ; LEACH, CLINT B ; MARQUES-TOLEDO, CECILIA ; LAASS, KARLA H ; PAIXAO, KELLY S ; LUIS, ANGELA D ; HAYMAN, DAVID TS ; JOHNSON, NELS G ; BUHNERKEMPE, MICHAEL G ; CARVER, SCOTT ; GREAR, DANIEL A ; TSAO, KIMBERLY ; Eiras, Alvaro E ; WEBB, COLLEEN T . Utility of mosquito surveillance data for spatial prioritization of vector control against dengue viruses in three Brazilian cities. Parasites & Vectors , v. 8, p. 98, 2015.

  • 2015 DA SILVA PAIXÃO, KELLY ; DE CASTRO PEREIRA, IURI ; LOPES ALVES BOTTINI, LUCILENE ; EDUARDO EIRAS, ÁLVARO . Volatile semiochemical-conditioned attraction of the male yellow fever mosquito, Aedes aegypti , to human hosts. Journal of Vector Ecology , v. 40, p. 1-6, 2015.

  • 2015 DEGENER, CAROLIN MARLEN ; ÁZARA, TATIANA MINGOTE FERREIRA DE ; ROQUE, Rosemary Aparecida ; RÖSNER, SUSANNE ; ROCHA, ELISEU SOARES OLIVEIRA ; KROON, ERNA GEESSIEN ; CODEÇO, CLÁUDIA TORRES ; NOBRE, ALINE ARAÚJO ; OHLY, JÖRG JOHANNES ; GEIER, Martin ; Eiras, Álvaro Eduardo . Mass trapping with MosquiTRAPs does not reduce Aedes aegypti abundance. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 110, p. 00-00, 2015.

  • 2015 ABREU, F. B. ; MORAIS, M. M. ; Laila Heringer Costa ; Sérvio Pontes Ribeiro ; EIRAS, A. E . Influence of breeding site availability on the oviposition behaviour of Aedes aegypti . Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , v. 110, p. 669-676, 2015.

  • 2015 FAVARO, Eliane A ; PARRA, M. C. P. ; DIBO, Margareth Regina ; PEREIRA, M. ; Kroon, E.G. ; TEIXEIRA, M. M. ; CHIARAVALLOTI NETO, Francisco ; MONDINI, Adriano ; NOGUEIRA, M. L. ; Eiras, Álvaro E. Eiras . Sentinel Surveillance: Evaluation of a Sentinel System for Dengue in a neighborhood from city in the northwest São Paulo.. PLoS Neglected Tropical Diseases , v. 00, p. 00, 2015.

  • 2015 IRISH, S. R. ; BATENGANA, B. M. ; EIRAS, A. E. ; CAMERON, M. M. . Evaluation of the Atr aedes - Lure for Collection of Culex quinquefasciatus in Gravid Traps. Journal of the American Mosquito Control Association , v. 31, p. 107-109, 2015.

  • 2014 DEGENER, C. M. ; EIRAS, Á. E. ; ÁZARA, T. M. F. ; ROQUE, R. A. ; RÖSNER, S. ; CODEÇO, C. T. ; NOBRE, A. A. ; ROCHA, E. S. O. ; KROON, E. G. ; OHLY, J. J. ; GEIER, M. . Evaluation of the Effectiveness of Mass Trapping With BG-Sentinel Traps for Dengue Vector Control: A Cluster Randomized Controlled Trial in Manaus, Brazil. Journal of Medical Entomology , v. 51, p. 408-420, 2014.

  • 2014 Eiras, Alvaro E. ; BUHAGIAR, TAMARA S. ; Ritchie, Scott A. . Development of the Gravid Aedes Trap for the Capture of Adult Female Container-Exploiting Mosquitoes (Diptera: Culicidae). Journal of Medical Entomology , v. 51, p. 200-209, 2014.

  • 2014 DE LIMA SANTOS, NATALY DINIZ ; DA SILVA PAIXÃO, KELLY ; NAPOLEÃO, THIAGO HENRIQUE ; TRINDADE, PRISCILA BARBI ; PINTO, MARIELE RIBEIRO ; COELHO, LUANA CASSANDRA BREITENBACH BARROSO ; Eiras, Álvaro Eduardo ; NAVARRO, DANIELA MARIA DO AMARAL FERRAZ ; PAIVA, PATRÍCIA MARIA GUEDES . Evaluation of Moringa oleifera seed lectin in traps for the capture of Aedes aegypti eggs and adults under semi-field conditions. Parasitology Research (1987. Print) , v. 113, p. 175-184, 2014.

  • 2014 DEGENER, CAROLIN MARLEN ; ÁZARA, TATIANA MINGOTE FERREIRA DE ; ROQUE, Rosemary Aparecida ; CODEÇO, CLÁUDIA TORRES ; NOBRE, ALINE ARAÚJO ; OHLY, JÖRG JOHANNES ; GEIER, Martin ; Eiras, Álvaro Eduardo . Temporal abundance of Aedes aegypti in Manaus, Brazil, measured by two trap types for adult mosquitoes. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 00, p. 00-00, 2014.

  • 2014 BARSANTE, L. S. ; PAIXÃO, Kelly Cristina da Silva ; LAASS, K. H. ; CARDOSO, R. T. N. ; Eiras, Álvaro E. Eiras ; José Luiz Acebal . A model to predict the population size of the dengue fever vector based on rainfall data. Mathematical Bioscience , v. 1, p. 1-22, 2014.

  • 2014 RODRIGUES, MORENO S. ; SILVA, I. M. ; LEAL, LEANDRO B. ; DOS SANTOS, CARLOS A. C. ; Eiras ÁE . Development of a New Mosquito Retention System for the BG-Malaria Trap To Reduce The Damage To Mosquitoes. Journal of the American Mosquito Control Association , v. 30, p. 184-190, 2014.

  • 2014 Ritchie, Scott A. ; BUHAGIAR, TAMARA S. ; TOWNSEND, MICHAEL ; HOFFMANN, ARY ; VAN DEN HURK, ANDREW F. ; MCMAHON, JAMIE L. ; Eiras, Alvaro E. . Field Validation of the Gravid Trap (GAT) for Collection of (Diptera: Culicidae). Journal of Medical Entomology , v. 51, p. 210-219, 2014.

  • 2013 FIGUEIREDO, R. ; MOURAO, M. P. G. ; MATOS, M. S. ; ROQUE, R. A. ; Martin ; EIRAS, A. E. . Identification of dengue viruses in naturally infected Aedes aegypti females captured with BioGents (BG)-Sentinel traps in Manaus, Amazonas, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 46, p. 221-222, 2013.

  • 2013 PEPIN, K. M. ; MARQUES-TOLEDO, C. ; SCHERER, L. ; MORAIS, M. M. ; ELLIS, B. ; EIRAS, A. E . Cost-effectiveness of Novel System of Mosquito Surveillance and Control, Brazil. Emerging Infectious Diseases (Print) , v. 19, p. 542-550, 2013.

  • 2013 ÁZARA,T.M.F. ; DEGENER,C. ; ROQUE, R A ; OHLY, J. J. ; Martin ; EIRAS, A. E . The impact of CO2 on collection of Aedes aegypti (Linnaeus) and Culex quinquefasciatus Say by BG-Sentinel(r) traps in Manaus, Brazil. MEMORIAS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ , v. 108, p. 229-232, 2013.

  • 2013 SIMÕES, TAYNÃNA C. ; CODEÇO, CLÁUDIA T. ; NOBRE, ALINE A. ; Eiras, Álvaro E. . Modeling the Non-Stationary Climate Dependent Temporal Dynamics of Aedes aegypti. Plos One , v. 8, p. e64773, 2013.

  • 2013 Marcelo Carvalho de Resende ; SILVA, Ivoneide Maria da ; ELLIS, B. ; Eiras, Alvaro Eduardo . A comparison of larval, ovitrap and MosquiTRAP surveillance for Aedes (Stegomyia) aegypti. MEMORIAS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ , v. 108, p. 1024-1030, 2013.

  • 2013 GAMA, Renata Antonaci ; SILVA, Ivoneide Maria da ; Martin ; Eiras, Alvaro E. . Development of the BG-Malaria trap as an alternative to human-landing catches for the capture of Anopheles darlingi. MEMORIAS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ , v. 108, p. 763-771, 2013.

  • 2013 Dílvia Ferreira Silva ; Simão Dias Vasconcelos ; Eiras, Álvaro E. Eiras . Análise de atrativos químicos na coleta de flebotomíneos em uma área de mata atlântica da cidade de Recife, Pernambuco, Brasil. Bol. Mus. Int. de Roraima , v. 7, p. 24-27, 2013.

  • 2012 GAMA, Renata Antonaci ; SILVA, Ivoneide Maria da ; MONTEIRO, H. A. O. ; Alvaro Eduardo . Fauna of Culicidae in rural areas of Porto Velho and the first record of Mansonia (Mansonia) flaveola (Coquillet, 1906), for the state of Rondônia, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , v. 45, p. 125-127, 2012.

  • 2012 MELO, D. P. O. ; SCHERRER, L. R. ; Eiras, Álvaro Eduardo . Dengue Fever Occurrence and Vector Detection by Larval Survey, Ovitrap and MosquiTRAP: A Space-Time Clusters Analysis. Plos One , v. 7, p. e42125, 2012.

  • 2012 Pinto, Mara C. ; Bray, Daniel P. ; Eiras, Alvaro E. ; Carvalheira, Henrique P. ; Puertas, Camila P. . Attraction of the cutaneous leishmaniasis vector Nyssomyia neivai (Diptera: Psychodidae) to host odour components in a wind tunnel. Parasites & Vectors , v. 5, p. 210, 2012.

  • 2012 RESENDE, MARCELO CARVALHO DE ; ÁZARA, TATIANA MINGOTE FERREIRA DE ; COSTA, IONE OLIVEIRA ; HERINGER, LAILA COSTA ; Andrade, Mateus Ramos ; ACEBAL, JOSÉ LUIZ ; Eiras ÁE . Field optimisation of MosquiTRAP sampling for monitoring Aedes aegypti Linnaeus (Diptera: Culicidae). Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 107, p. 294-302, 2012.

  • 2011 Pinto, M. C. ; Barbieri, K. ; Silva, M.C.E. ; Graminha, M.A.S. ; CASANOVA, C. ; Andrade, A. J. ; Álvaro E. Eiras . Octenol as Attractant to Nyssomyia neivai (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae) in the Field. Journal of Medical Entomology , v. 48, p. 39-44, 2011.

  • 2011 Spiegel, Carolina N. ; Batista-Pereira, Luciane G. ; Bretas, Jorge A. C. ; Eiras, Álvaro E. ; Hooper, Antony M. ; Pelxoto, Alexandre A. ; Soares, Maurilio J. . Pheromone Gland Development and Pheromone Production in (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae). Journal of Medical Entomology , v. 48, p. 489-495, 2011.

  • 2010 ALMEIDA, S. J. ; Ricardo Poley Martins Ferreira ; EIRAS, A. E ; OBERMAYR, R. P. ; GEIER, Martin . Multi-agent Modeling and Simulation of a Mosquito Population of the mosquito Aedes aegypti.. Environmental Modelling & Software , v. 26, p. 1-18, 2010.

  • 2010 Vilela, Ana P.P. ; Álvaro E. Eiras . Dengue Virus 3 Genotype I in Aedes aegypti Mosquitoes and Eggs, Brazil, 2005-2006. Emerging Infectious Diseases , p. 989-992, 2010.

  • 2010 De Andrade Lima, Catarina ; Eiras, Alvaro Eduardo . Analysis of VCR images of pre-oviposition and oviposition behaviour of Culex quinquefasciatus (Diptera: Culicidae) females, in the laboratory. Journal of Natural History , v. 44, p. 1659-1669, 2010.

  • 2010 Santos, L.M. ; Gama, R.A. ; Fonseca, C.G. ; Álvaro E. Eiras . Genetic differences based on AFLP markers in the mosquito species Anopheles darlingi collected in versus near houses in the region of Porto Velho, RO, Brazil. Genetics and Molecular Research , v. 9, p. 2254-2262, 2010.

  • 2010 RESENDE, M. C. ; SILVA, Ivoneide Maria da ; Álvaro E. Eiras . Avaliação da operacionalidade da armadilha MosquiTRAP no monitoramento de Aedes aegypti. EPIDEMIOLOGIA E SERVICOS DE SAUDE , v. 19, p. 1, 2010.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

EDUARDO EIRAS, ÁLVARO . Casos de Sucesso de uma Spinoff.. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

EIRAS, A. E . Brésil. Belo Horizonte à la pointe de l'innovation. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Câmara debate febre amarela. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

EIRAS, A. E . Entrada do vírus 4 da dengue preocupa Secretaria de Saúde em Uberaba. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Cópia de mostra Inova Minas reúne projetos que possam ser aplicados em problemas do dia a dia. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, Á. E. . Saúde Preventiva: Diagnóstico e realidade. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . In Brasile via ripresa passa boom start up. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Palavra Cruzada - Aedes aegypti. 2016. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

EIRAS, A. E . Monitoramento por armadilhas é destaque no site do Ministério da Saúde. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Pesquisadores da UFMG desenvolvem forma de reduzir população de Aedes aegypti. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Start-up Brazil - Belo Horizonte is emerging as a leading centre for entrepreneus. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Porto Alegre usa inovação tecnológica no combate à dengue. 2015.

EIRAS, A. E . Sistema desenvolvido pela ufmg pode auxiliar no combate ao Zika vírus. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Vigilância em saúde antecipa cenário da dengue para 2016. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Um incentivo à inovação. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Surto de microcefalia no Brasil pede alerta máximo contra o mosquito. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, Á. E. . Biólogo cria sistema de armadilhas e controle do mosquito da dengue. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Cientistas da ufmg exportam tecnologia contra dengue. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Big Brother da Dengue - MI-Dengue. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Biólogo cria sistema de armadilhas e controle do mosquito da dengue. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Você já teve dengue?. 2014.

EIRAS, A. E . Jornal Minas 2 181103. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Monitoramento inteligente da dengue. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia e genética contra a dengue. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . EUA Premia armadilha contra dengue. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MG: Sistema que reduz dengue pela metade é ignorado. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Terrível contra os insetos - Biólogo do mês. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . New moquito control strategy prevents dengue, saves money. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Dengue: A novel tool for dengue vector monitoring in Brazil. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . DC premia iniciativas inovadoras em minas. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . O caso Ecovec - Da ciência ao mercado. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia reduz incidência de dengue. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Aedes no Jornal da Rede Minas. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Saúde Pública. 2011. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

EIRAS, A. E . Xeque mate no Aedes. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Método da UFMG reduz casos de dengue. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Guerra com armas de 90 anos. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Fábrica de invenções. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia implantada pela Ecovec reduz em 50% o impacto de epidemia de dengue. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Biólogo cria armadilha para monitorar o mosquito da dengue. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia reduz pela metade casos de dengue e divide por dez o custo da doença. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia da UFMG reduz casos de dengue em minas gerais. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia reduz em 50% casos de dengue. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Dos laboratórios para a sociedade. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Caçada ao Aedes. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia de combate à dengue criada por universidade mineira conquista mercado no exterior. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Alvaro Eduardo . UFMG Desenvolve tecnologia com uso do GPS para combater o mosquito da dengue. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Alvaro Eduardo . Dengue. Pesquisa. Monitoramento inteligente do mosquito vetor da dengue.. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Aedes no Jornal Nacional - Ecovec. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . À captura do mosquito. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Capital soma 12 mortes por dengue. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Preocupação com dengue aumenta em regiões do país. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Álvaro E. Eiras . MosquiTrap. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Alvaro Eduardo . MG Acontece. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Armadilha contra o mosquito da dengue é instalada na UFJF. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia no combate ao mosquito da dengue. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Como surgiu a Ecovec e o Monitoramento Inteligente do Aedes. 2009.

EIRAS, A. E . MI-Aedes na TV UFMG - Ecovec. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Globo News - INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EMPREENDEDORISMO. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Aedes no MGTV. 2009.

EIRAS, A. E . MI-Aedes no Jornal Hoje em Dia. 2009.

EIRAS, A. E . MI-Aedes no Jornal BandNews. 2009.

EIRAS, A. E . Inovação tecnológica a serviço da humanidade. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Cidades que se destacam no controle da dengue são premiadas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . UFMG recebe royalites por invenção. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Três Lagoas é premiada pelo uso do MI-Dengue. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Armadilha que imita suor humano ajuda no combate à dengue. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Crianças conhecem as armadilhas do MI-Aedes. 2008.

EIRAS, A. E . Projetos do CNPq em exposição na 60ª SBPC. 2008. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

EIRAS, A. E . Risco de surto em 71 cidades. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Dengue Inovação tecnológica no combate à dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Sistema auxilia no combate à dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Sem trégua para o Aedes. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Ciência empreendedora: parceira UFMG - ECOVEC cria sistema que atrai e monitora o mosquito da dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia contra a dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Pesquisadores desenvolvem nova tecnologia para combater o mosquito da dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Armadilhas combatem colonização do Aedes. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Sistema de monitoramento combate a dengue em minas. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Armadilha caseira pode indicar presença do Aedes aegypti nas redondezas. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Ciência no Parque mostra sistema para monitorar dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia contra a dengue. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Mosquito na mira. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Casos de dengue diminuem em Vitória. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Guerra ao Aedes. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Armadilha contra a dengue. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . De BH para o mundo. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Dos laboratórios para o mercado. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Enquanto MS sofre, Brasil cria tecnologia antidengue. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Empresa mineira fará monitoramento de dengue no Rio. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . No final de novembro o Ministério da Saúde anunciou um resultado potencialmente animador no combate à dengue: há muito menos áreas com risco iminente de novos surtos da doença.... 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Pesquisas visam prevenção à dengue. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . UFMG cria armadilha para combater mosquito da dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Bill Gates fala do MI-Aedes. 2006.

EIRAS, A. E . Tecnologia da UFMG para prevenção à dengue é apresentada a Bill Gates. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tech Museum Awards 2006. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Prêmio internacional do Tech Museum Awards. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Sistema tecnológico de combate à dengue ganha prêmio na área da saúde. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Pesquisador apresenta Sistema de Monitoramento Inteligente da Dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Sistema brasileiro de combate à Dengue ganha prêmio mundial. 2006. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

EIRAS, A. E . Sistema tecnológico de combate à Dengue ganha prêmio mundial. 2006. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

EIRAS, A. E . Sistema de combate à Dengue apoiado pela FINEP ganha prêmio mundial de tecnologia em saúde. 2006. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

EIRAS, A. E . Sistema brasileiro de combate à dengue é premiado. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Lutte contre la dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Tecnologia em armadilha contra dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . UFMG cria armadilha para acabar com a dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Novas armas contra o mosquito da dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Austrália adota tecnologia de combate à dengue desenvolvida pela UFMG. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Dengue motiva debate. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Empresa mineira desenvolve sistema inovador de combate à dengue. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Die Mückenjäger. 2005. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Novo método promete combate à dengue mais eficaz. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . ICB cria armadilha contra o mosquito da dengue. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . UFMG lidera licenciamento de patentes no Brasil. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Ecovec paga os primeiros royalties para a UFMG. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Alta tecnologia made in Brasil. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Aedes no MG TV. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . MI-Aedes no Jornal Nacional - Matéria do Dia Nacional de Combate à Dengue. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Minas sob o risco de epidemia de dengue. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Palm apoia nova tecnologia de combate a dengue. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Cheiros na captura do Aedes. 2001. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . ICB pesquisa métodos de combate à dengue. 1999. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Männchen und Weibchen finden einander nicht mehr. 1998. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

EIRAS, A. E . Entomologia. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Entomologia. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A.E . Entomologia. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Entomologia. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Eiras ÁE . Campo minado. 2009. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Nova tecnologia para combater o mosquito da dengue. 2008. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Do solo antártico á captura do mosquito da dengue.. 2008. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Inovação a serviço da Sociedade. 2008. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Infestação de dengue terá controle diário. 2007. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Tecnologia e genética contra a dengue. 2007. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Empresa desenvolve método que monitora mosquito da dengue. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Gates elogia combate à dengue. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Novos ataques à dengue. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Casos de dengue diminuem em Vitória. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Ele caiu na armadilha. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Inovação mineira ganha prêmio mundial de tecnologia em saúde. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Bill Gates conhece tecnologia da Ecovec na premiação do Tech Museum Awards. 2007. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Dengue: Conhecer é a melhor forma de previnir. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Jeca Tatu, o Retorno. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Um caminho para o desenvolvimento -. 2007. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Anjos inovadores. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Mosquito na mira. 2007. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Armadilha contra a dengue. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Distinção ao talento. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Inovação otimiza ações no combate à dengue. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Inteligência para combater a dengue. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Invenção da UFMG contra o Aedes é adotada na Austrália. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Políticos se curvam a dengue. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Projects aimed at solving global problems get honors. 2006. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Caçador de mosquitos. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Epidemia de dengue no triângulo mineiro só é vencida com ação integrada. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Na captura do Aedes aegypti. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . The Agilent Technologies Foundation Health Award. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Austrália adota tecnologia mineira de combate à dengue. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . UFMG cria armadilha para acabar com a dengue. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Tecnologia em armadilha contra dengue. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Austrália adota tecnologia de combate à dengue desenvolvida pela UFMG. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Tecnologia de combate à dengue criada por universidade mineira conquista mercados no exterior. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Tecnologia de combate à dengue criada pela UFMG conquista o mundo. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Sistema tecnológico brasileiro de combate à dengue ganha prêmio mundial de saúde. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Comissão de saúde debate epidemia de dengue no triângulo. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . FINEP e SEBRAE apoiaram pesquisador na criação de sistema de combate à dengue. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Novo sistema contra a dengue começa a ser testado no Rio. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Sistema tecnológico de combate à dengue ganha prêmio mundial na área de saúde. 2006. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Armadilha ataca dengue em duas frentes. 2005. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Dia de combate à dengue. 2005. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Verfeinerte und neu entwickelte fallen fur Stechmucken. 2005. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Novo método promete combate à dengue mais eficaz. 2005. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Armadilha especial contra o Aedes aegypti. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Cidade recebe novas armadilhas. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Combate à dengue ganha novo aliado na praia. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Combate à dengue testa novo método. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Dengue: Novas armadilhas começam a ser instaladas. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Dengue: Santos irá testar nova armadilha. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Nova Arma contra a dengue é testada. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Pesquisas colocam UFMG na liderança. 2004. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Agência de inovação adota metodologia mineira de análise de mercado no licenciamento das patentes da Unicamp. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Casos de sucesso contra o mosquito da dengue. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Contra o mosquito da dengue. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Mosquito da dengue terá monitoramento por meio de planilha. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Santos começa a testar a armadilha pra o mosquito da dengue. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . SMS vai testar novas armadilhas para o Aedes. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Warum es nützt, den Feind zu locken: Stechmücken in die Irre geführt. 2004. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Funas inova arma contra o Aedes. 2003. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Há pouco investimento em pesquisa, diz professor. 2003. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Pesquisa mostra como usar tecnologia no combate à dengue. 2003. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Pesquisador mineiro desenvolve nova técnica de combate à dengue. 2003. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Regensburg: Im Forschen spitze. 2003. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . Armadilha tecnológica para o controle do Aedes aegypti. 2003. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Mata mosquito digital. 2003. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Dengue- Armadilha para o Aedes aegypti é adotada no combate à doença em Belo Horizonte. 2002. (Veiculação em Revista).

EIRAS, A. E . Biologia, Ecologia e Controle do Transmissor do Dengue. 2001. .

EIRAS, A. E . Ecologia Química de Insetos Hematófagos. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Ecologia Química de Insetos. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Biologia, Ecologia e Controle do Transmissor da Dengue. 1999. .

Eiras ÁE . Atraentes de Aedes aegypti trazem novas perspectivas. 1999. (Veiculação em Revista).

Eiras ÁE . Feromônios - o que são e porque utilizá-los no controle de insetos nos pomares. 1999. (Veiculação em Revista).

EIRAS, A. E ; PIMENTA, Paulo Filemon Paolucci . Ecologia Química de Insetos Hematófagos. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Eiras ÁE . Pesquisador da UENF fala sobre controle de pragas e insetos no NF. 1997. (Veiculação em Jornal).

Eiras ÁE . UENF pequisa substituto para os agrotóxicos. 1997. (Veiculação em Jornal).

EIRAS, A. E . Semioquímicos. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Comportamento de Insetos. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Semioquímicos. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, Á. E. . Métodos Alternativos e Controle de Pragas. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Semioquímicos. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Iniciação à Entomologia. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Agentes Biológicos. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Comportamento de Insetos. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . O papel dos Compostos Secundários na Interação Inseto-Planta. 1993. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Feromônios de Insetos e o seu uso no Manejo de Pragas. 1993. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Comportamento de Insetos. 1993. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Feromônios de Insetos. 1992. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Comportamento de Insetos. 1992. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Localização do hospedeiro por Dípteros Hematófagos. 1991. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . Comportamento de dípteros hematófagos. 1991. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

EIRAS, A. E . 20:55. 2011. Filme.

EIRAS, A. E . Aorm Aélm da Mrote. 2011. Filme.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Creating a low-cost repellent-treated sandal that provides round-the-clock protection against mosquito borne infections; Dengue, Zika, Chikungunya and Malaria, Descrição: The emergence and re-emergence of major mosquito-borne infections has rejuvenated the need for more aggressive targeting of these mosquitoes for control, and possibly elimination. Diseases such as Dengue, Chikungunya and more recently Zika present major public health, but also global security concerns. Together with malaria, which still kills 480,000 annually, mostly African children, disease-transmitting mosquitoes have become by far the world?s deadliest organisms. Local epidemiology of these diseases vary, and current tools are increasingly reaching their limits. For example, long-lasting insecticidal nets (LLINs) and indoor residual spraying (IRS), have jointly contributed ~78% of all gains accrued against malaria since 2000, but will be insufficient to eliminate the disease. LLINs and IRS predominantly target indoor-biting and indoor-resting mosquitoes, yet dominant vectors are increasingly biting outdoors before times when bed nets are used, and the mosquitoes are also increasingly resistant to the insecticides used. Thus appropriate low-cost tools are needed to proactively prevent outbreaks and control infections. For maximum cost-effectiveness, scalability and user-acceptability, such new approaches should be integrated against all or most mosquito-borne infections, and be implementable alongside existing measures. Mosquitoes predominantly bite people around the feet and ankles, and protecting the lower limbs of individual?s results in up to 65% reduction in mosquito bites. We propose to exploit this mosquito behaviour and use footwear as a platform to release highly effective wide-area spatial mosquito repellents, creating full-time protection against both day-biting and nitght-biting mosquitoes at individual and household level. We will create low-cost repellent-treated sandals that provide round-the-clock protection against Dengue, Zika, Chikungunya and Malaria.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Kelly da Silva Paixao - Integrante / Elis Paula de Almeida Batista - Integrante / Fredros Oketch Okumu - Integrante / Elizângela Ferreira Melo - Integrante., Financiador(es): U.S. Agency for International Development - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Armadilhas de alta performance para capturas de mosquitos vetores de Zika vírus, chikungunya e dengue a partir de protótipos funcionais para o uso doméstico e em saúde pública, Descrição: No Brasil, o controle do mosquito Aedes aegypti tem sido realizado pelos programas municipais, estaduais e federais, mas deixando uma grande responsabilidade e a culpa para a população, pois segundo o Ministério da Saúde, a proliferação do mosquito ocorre em criadouros residenciais (ex: vasos de plantas, caixas de água, e qualquer recipiente que acumula água). No Brasil, o controle do Aedes ocorre apenas por métodos antigos que consiste da remoção de criadouros (ovos, larvas e pupas) e aplicação de inseticidas (larvicidas e adulticidas), enquanto espera-se da população a remoção dos criadouros em casa e o uso de repelentes para a proteção pessoal. Infelizmente, não existe no mercado brasileiro uma armadilha específica para captura e eliminação do mosquito Aedes aegypti que procura criadouros. Estas armadilhas poderiam ser utilizadas por empresas profissionais de controle de vetores, em residências, em hospitais, empresas e condomínios. Em 2014, a armadilha GAT (Gravid Aedes TRAP) específica para capturar fêmeas do Aedes aegypti foi desenvolvida e patenteada pela UFMG e licenciada para a empresa BioGents (Alemanha) que atualmente comercializa a armadilha nos países asiáticos e na Austrália. Portanto, pretende-se introduzir e produzir para o mercado brasileiro, uma armadilha profissional e específica para o controle do Aedes, principalmente para capturar as fêmeas que procuram criadouros para depositar seus ovos. O objetivo principal desta proposta é de desenvolver novos protótipos a partir da GAT, para a produção em grande escala industrial da nova armadilha Bio-GAT para o mercado brasileiro, principalmente os profissionais de controle de vetor. O nome Bio-GAT é devido ao fato da armadilha não utilizar inseticidas ou agentes tóxicos, ou seja, é uma armadilha biológica e também ao fato de se adequar à proposta de trabalho da empresa Bio Controle, produtos menos agressivos ao meio ambiente. Visando utilizar a armadilha como uma nova ferramenta alternativa no controle do vetor da Zika, será desenvolvido um novo design brasileiro da armadilha para melhorar a sua performance e aumentar sua aceitação no mercado. Insumos da armadilha, tais como atraentes sintéticos de oviposição (para aumentar a eficiência da armadilha) e cartão adesivo (reter os mosquitos no interior da armadilha) serão também modificados a partir de produtos brasileiros existentes. Testes com a Bio-GAT serão realizados em condições de laboratório, semicampo e de campo (área urbana) com outras armadilhas comerciais existentes em outros países (ex: armadilha BG- Sentinela), visando comparar a eficiência do novo produto nacional. Metodologias de testes de qualidades de todos os produtos e insumos serão desenvolvidas para manter a qualidade produto que será colocado no mercado brasileira e possivelmente internacional. Uma vez que parte do desenvolvimento do projeto será realizada sob forma de consultoria por pesquisadores da UFMG que desenvolveram a armadilha, a tecnologia da Bio-GAT será posteriormente transferida da universidade para a empresa Bio Controle. Concomitantemente, será conduzida uma análise mercadológica do desenvolvimento e da produção da armadilha; visando conhecer os custos de produção, transporte e logística de entrega, além da percepção do consumidor que será adicionada aos resultados das análises. O projeto termina imediatamente no início da fase de produção para fins comerciais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Integrante / Mario Yacoara de Menezes Neto - Coordenador / Fabio Silber Schmidt - Integrante / Fernanda de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Monitoramento e controle de arboviroses transmitidas por Aedes aegypti no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Descrição: Realização de monitoramento do mosquito Aedes aegypti e dos vírus circulantes que são transmitidos nele. A partir dos resultados do monitoramento será realizado o controle do vetor utilizando as metodologias preconizadas pela OMS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): Universidade Federal de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Avaliação de supressão de adultos de Aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor., Descrição: Como a maioria das ferramentas de controle dos vetores da dengue, Chikungunya e Zika vírus disponíveis atualmente apresentam eficácia limitada, há necessidade do desenvolvimento e avaliação de novas estratégias de controle que devem ser ambientalmente corretas, seguras, eficazes, com boa relação custo benefício e aceitas pela população (TDR/WHO 2007). Entre os métodos preconizados pelo Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD), o controle físico busca a remoção de criadouros do vetor nos imóveis e é focado no combate de formas imaturas, não apresenta resultados satisfatórios uma vez que a população de mosquitos em campo é capaz de restabelecer em apenas 30 dias. Assim, a remoção de criadouros elimina somente as formas imaturas, mantendo os adultos do vetor. Os adultos por sua vez, após o repasto sanguíneo procuram criadouros para a deposição de ovos ou dispersam para áreas vizinha que possuem criadouros disponíveis. Portanto, o controle de adultos, após a remoção de criadouros é fundamental para evitar o restabelecimento da população e evitar a dispersão para outras áreas. O grupo de pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) possui experiência no desenvolvimento de produtos e tecnologias para o monitoramento e controle do vetor da dengue desde 2001. Por meio da Coordenação de Transferência e Inovação Tecnológica (CT&IT) da UFMG, seis depósitos de pedidos de patentes e três cartas de patentes de novas tecnologias de combate ao vetor Aedes aegypti foram realizadas. Todas as tecnologias foram desenvolvidas e avaliadas por meio de recursos da FINEP, CNPq, DECIT, FAPEMIG, FAPESP, SEBRAE, UNESCO e SVS-MS. Temos evidências que a armadilha Bio-GAT apresenta um grande potencial no controle do vetor da Zika, uma vez que o custo desta armadilha é inferior, pois não utiliza eletricidade (aproximadamente US$20,00). Baseado nos resultados do experimento em Piumhi (MG), elaboramos a presente proposta onde o OBJETIVO é avaliar a metodologia de supressão populacional por armadilhas (Bio-GAT) e a tecnologia de monitoramento de adultos em tempo real como ferramentas no controle integrado do vetor. Temos como OBJETIVOS ESPECÍFICOS: (1) Monitorar população de adulto de Ae. aegypti em tempo real; (2) Monitorar a circulação dos vírus dengue, Chikungunya e Zika em mosquitos capturados nas armadilhas; (3) Realizar a supressão de adultos de Ae aegypti com a armadilha Bio-GAT em municípios pilotos; (4) Avaliar e integrar o uso de repelente de oviposição em criadouros permanentes; (5) Avaliar o custo-benefício do metodologia do controle integrado do vetor nos municípios pilotos e (6) Desenvolver modelos matemáticos a partir dos resultados. A proposta tem como colaboradores pesquisadores brasileiros com grande experiência em controle do vetor da dengue (MS-FUNASA, UFPA), desenvolvimento de modelagem matemática (USP, IOC-FIOCRUZ, CEFET) e avaliação do custo-benefício da metodologia em comparação com a utilizada pelo PNCD. Temos também como colaboradores estrangeiros com experiência no controle da dengue (Austrália e USA) e no desenvolvimento de modelos matemáticos para geração de dados que corroborem nossos objetivos (USA). A proposta atual é inédita, abrange a inovação, a criatividade, a escalabilidade rápida e atende à necessidade de desenvolvimento de novas metodologias para o controle do vetor Ae. aegypti. A incorporação dessas tecnologias nos programas de combate aos vetores em áreas urbanas do país poderá contribuir para o aprimoramento da vigilância entomológica e epidemiológica e no controle racional do vetor de dengue no Brasil e em diversos países onde ocorrem epidemias recorrentes de Zika vírus.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Marcelo C Resende - Integrante / Scott A Richie - Integrante / Eduardo Massad - Integrante / Brett Ellis - Integrante / Carolin M. Degener - Integrante / Cecília Marques-Toledo - Integrante / Claudia T. Codeço - Integrante / Ivoneide Maria da Silva - Integrante / PAIXAO, KELLY S - Integrante / Lillia dos Santos Barsante - Integrante / Rodrigo Tomás Nogueira Cardoso - Integrante / CORDEIRO, FLÁVIA S. - Integrante / ACEBAL, JOSÉ L. - Integrante / Anderson Maia Peres - Integrante / Allbens Atman Picardi Faria - Integrante / Simone Pires - Integrante / Rebecca Wattam - Integrante / Stephen Eubank - Integrante / Sílvia Helena Galvão Miranda - Integrante / luiz henrique vieira mota - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Atraentes de alta performance para captura do mosquito transmissor da dengue através do desenvolvimento de materiais poliméricos com liberação controlada, Descrição: A dengue é uma doença infecciosa causada pelo virus DENV que é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. Esta doença representa um grande problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente, estima-se que 80 milhões de pessoas sejam infectadas pelo virus e estima-se que 2,5 bilhões de pessoas residam em áreas com grande risco de infecção. É estimado que cada paciente com dengue no Brasil custa aproximadamente USD 349,00 em custos ambulatoriais e caso necessite de internação este valor sobe para USD 2.130,70. Uma vez que não há vacina nem tratamento específico, a principal forma de se prevenir a epidemia da doença é o combate ao mosquito vetor. A Ecovec é uma empresa de biotecnologia aplicada com atuação pioneira no Brasil. Nascida em 2002 da parceria universidade-empresa especializou-se na pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços de inteligência e suas aplicações para o monitoramento e gestão em saúde. Seu negócio é disponibilizar informações essenciais, principalmente em relação ao Aedes aegypti, mosquito responsável pela transmissão do vírus da Dengue, Febre Amarela e Chikungunya por meio de um monitoramento contíno do vetor em áreas urbanas. A Ecovec disponibiliza como produto/serviço uma inovação tecnológica para o monitoramento em tempo real do mosquito Aedes aegypti, denominado M.I. Dengue que também inclui um mapeamento dos vírus da dengue dentro dos mosquitos coletados. O produto é um sistema que permite identificar, antes que ocorra uma epidemia, as regiões onde os mosquitos infectados estão presentes, agilizando a prevenção e beneficiando a população. Esta tecnologia foi desenvolvida no Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG, com apoio financeiro da FAPEMIG, FINEP, CNPq, OPAS e SEBRAE. Atualmente a Ecovec está localizada no Parque Tecnológico de Belo Horizonte ? BHTEC, um centro de excelência em inovação que reúne diversas empresas de base tecnológica. Com um departamento de P&D atuante, a empresa mantém canal sempre aberto à inovação, e espera comercializar mais tecnologias advindas de ECTIs, aplicando o conhecimento técnico gerado no mercado, gerando inovação tecnológica. O volume de investimento em P&D corresponde a quase 10% do faturamento atual da empresa. O principal produto da Ecovec, desenvolvida em parceria com a UFMG é o M.I. Dengue, que oferece de forma contínua, ao longo das 52 semanas epidemiológicas do ano, informações precisas sobre a presença e a evolução da população do vetor Aedes aegypti na área urbana da cidade. Com o sistema, torna-se possível um acompanhamento contínuo e preciso das áreas de risco, com segurança e uso de sistemas avançados que detectam e capturam o vetor na forma infectante (fêmea grávida do mosquito Aedes aegypti). O MI-Dengue consiste de três ferramentas: (1) MosquiTRAP®: Armadilha para captura do mosquito da dengue. Específica para captura da fêmea grávida do Aedes aegypti; (2) AtrAedes®: Atraente de oviposição sintético específico para a fêmea grávida do mosquito Aedes aegypti e Aedes albopictus que estão em busca de sítios de oviposição colocado no interior da armadilha MosquiTRAP® e (3) Sistema de Gestão Inteligente com acesso via Internet: sistema informatizado composto por 3 softwares desenvolvidos para agilizar as informações. Atualmente, o grande gargalo da empresa é a produção do atraente sintético de oviposição para a armadilha MosquiTRAP. O custo é elevado e a sua performance em campo não é muito eficiente, devido o atual liberador utilizado. Existe uma necessidade de desenvolver novas metodologias para formulação de atraentes, não somente para o vetor da dengue e chikungunya, recentemente chegado no Brasil, mas que pode ser utilizado para outros mercados no monitoramento de insetos vetores de doenças como malária e leishmaniose.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Anderson Maia Peres - Integrante / Bruna A. Oliveira - Integrante / Paulo Demarco Jr - Integrante., Financiador(es): Associação dos Servidores do CNPq - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2016

    Avaliação de novas tecnologias para o controle de vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae): uma nova armadilha para controle de adultos, modelos de predição e novos de indicadores entomológicos em área de transmissão de dengue, Descrição: A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) e pode ser considerada como um dos maiores problemas de saúde pública no Brasil. Atualmente, a doença é registrada em mais de 100 países e territórios, colocando em risco a saúde de mais de 2,5 bilhões de pessoas. No Brasil, o Ministério da Saúde registrou 787.726 casos de dengue em 2008 (aumento de 40,68% em relação a 2007) e 223 óbitos por febre hemorrágica de dengue (aumento de 41,14% em relação a 2007- Boletim SVS, 2008). Uma vez que não há vacina ou quimioterápicos eficientes para a doença, a única medida disponível para interromper a cadeia de transmissão é a detecção e o controle do mosquito, Ae. aegypti, principal vetor da doença no país(Gubler 2002).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Kelly da Silva Paixao - Integrante / Eduardo Massad - Integrante / José Luiz Acebal Fernandes - Integrante / Marcelo Carvalho de Resende - Integrante / Brett Richard Ellis - Integrante / Scott Alexander Ritchie - Integrante / Daniel A Grear - Integrante / Kimberly Muguette Pepin - Integrante / Colleen Tristana Webb - Integrante., Financiador(es): (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento de novas abordagens para monitoramento da população de vetores de doenças e do contato destes com seus hospedeiros domésticos: uma parceria entre o Programa de Pós-graduação em Parasitologia do ICB/UFMG e o Núcleo de entomologia do Piauí, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (4) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Luciane G Batista Pereira - Integrante / Marcos Horácio Pereira - Integrante / Nelder de Figueiredo Gontijo - Integrante / Kelly da Silva Paixao - Integrante / Ricardo Nascimento Araújo - Integrante / Adriana Coelho Soares - Integrante / Reginaldo Doris Cavalcante - Integrante / Veruska Cavalcanti Barros - Integrante / Cynara Cristhina Aragão Pereira - Integrante / Simone Pires - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2013

    PRONEX- Rede Dengue: Desenvolvimento de novas tecnologias para o controle do vetor da dengue Aedes aegypti (Diptera: Culicidae), Descrição: Este trabalho propõe o aprimoramento técnico-científico com o emprego de tecnologias inovadoras para estimar, monitorar e correlacionar a dinâmica populacional dos mosquitos vetores com a transmissão do víruas do dengue em áreas urbanas, além de desenvolver experimentos visando a avaliação da eficácia e viabilidade, em condições reais de campo, do emprego destas tecnologias para controlar a população do vetor por meio de métodos ecologicamente corretos. A proposta é inédita e atende à necessidade de desenvolvimento de novas metodologias para o controle do vertor Aedes aegypti. A incorporação dessas tecnologias nos programas de combate aos vetores em áreas urbanas do país poderá contribuir para o aprimoramento da vigilância epidemiológica e do controle racional do vetor da dengue no Brasil e me diversos países onde ocorrem epidemias recorrentes de dengue. A presente proposta reúne sete grupos de pesquisa de quatro estados das regiões Sudeste (SP e MG) e Nordeste (BA, AL) do país.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Evaldo F Vilela - Integrante / Marcelo C Resende - Integrante / Scott Ritchie - Integrante / Marcelo Nascimento Burattini - Integrante / Vanessa Cristina Gonçalves Morato e Silva - Integrante / Ruth do Nascimento - Integrante / Alvaro Cantini Nunes - Integrante / Paul Reiter - Integrante / Duane Gubler - Integrante / Brett Ellis - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2013

    PRONEX- Rede Malária: Desenvolvimento e avaliação da eficiência da armadilha para a captura de adultos de Anopheles darlingi em substituição a coleta por atração em humanos, Descrição: Até o presente, ainda não se dispõe de uma armadilha específica e eficiente para a coleta e conseqüente monitoramento de fêmeas de anofelinos, especificamente A. darlingi. Existem armadilhas generalistas disponíveis, tais como a CDC luminosa e a Shannon. No entanto, uma armadilha específica e sensível seria uma valiosa ferramenta para o monitoramento vetorial, principalmente em áreas com elevada transmissão, uma vez que o principal método de coleta é realizado através da coleta por atração em humanos que expõe o agente de saúde ao risco de ser picado e adquirir a doença. Recentemente, a armadilha BG-Sentinel (Krückel et al., 2006) foi modificada e avaliada para captura de anofelinos, com ênfase para A. darlingi (Eiras et al., 2008 -Depósito de Patente de Modelo de Utilidade). Estudos realizados em Porto Velho (RO), armadilha teve uma captura de 1505 anofelinos contra 1538 pela atração em humano, entretanto a identificação de cerca de 80% dos anofelinos coletados não foi possível, uma vez que estes tiveram as pernas removidas do corpo, fato que pode ter ocorrido provavelmente no interior do tubo coletor da armadilha. No entanto, o atual protótipo da BG-Malária apresentou duas limitações: (a) 80% dos anofelinos capturados no interior do tubo coletor da armadilha apresentavam pernas removidas do corpo, impossibilitando a sua identificação e (b) o atraente CO2 apresenta problemas e limitações para o uso rotineiro podendo ser substituído por outros atraentes do odor humano. Portanto a presente proposta tem o objetivo de aprimorar a armadilha BG-Malária identificar os compostos voláteis do odor humano capazes de atrair fêmeas de A. darlingi a armadilha BG-Malária. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Evaldo F. Vilela - Integrante / Renata Antonaci Gama - Integrante / Ivoneide Maria da Silva - Integrante / Luciane G Batista Pereira - Integrante / Elis Paula de Almeida Batista - Integrante / Claudio Luis Donnici - Integrante / Silvano da Rocha Coêlho - Integrante / Moreno Souza Rodrigues - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2009 - 2013

    Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Dengue, Descrição: A missão e o objetivo do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Dengue é realizar pesquisa científica da mais alta qualidade sobre o vírus, seu vetor e suas interações com o hospedeiro e produzir conhecimento básico e aplicado e tecnologias, que são necessários para a prevenção e controle da doença e de seu vetor no Brasil. O INCT em Dengue deverá se constituir em um centro de excelência e referência internacional em pesquisa sobre o Dengue. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Integrante / Mauro Martins Teixeira - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Isolamento de atraentes de oviposição (feromônio de oviposição) de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) e sua avaliação em armadilha para captura de adultos do vetor da dengue, Descrição: Isolamento de atraentes de oviposição (feromônio de oviposição) de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) e sua avaliação em armadilha para a captura de adultos do vetor da dengue O Aedes (Stegomyia) aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) é um mosquito de hábitos essencialmente doméstico e antropofílico, sendo considerado o principal vetor do vírus da dengue e da febre amarela. O processo de busca e a seleção de sítios de oviposição dos culicídeos são mediados por estímulos químicos, físicos e visuais particulares de cada espécie preferencialmente em águas previamente habitadas por ovos, larvas, pupas e exúvias. É ciente que formas imaturas liberam um ?feromônio de oviposição? na água atraindo fêmeas co-específicas, porém é desconhecida a fonte de produção deste feromônio em larvas. Foi desenvolvida no Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores, uma nova armadilha denominada MosquiTRAP que permite capturar mosquitos adultos de A. aegypti e A. albopictus, principalmente fêmeas grávidas, devido a presença de um atraente de oviposição, denominado AtrAedes®. Porém, essa taxa de captura de adultos de A. aegypti em campo, usando apenas o AtrAedes®, é bastante reduzida para ser usada como método de controle. Devido a este fato, esse sistema necessita ser melhorado e aperfeiçoado em uma ferramenta de controle de A. aegypti, fazendo-se necessário a adição de novos atraentes. Esta pesquisa tem como objetivos preparar extratos de larvas de A. aegypti, em diferentes concentrações e avaliar sua atratividade para fêmeas grávidas nas armadilhas MosquiTRAP, em condições de semi-campo. As larvas de A. aegypti serão oriundas de uma criação estabelecida no Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores, Departamento de Parasitologia, ICB, UFMG. A criação será realizada sob condições ambientais controladas (27 ± 2oC, 70 ± 5,0 % U.R. e 12 h de fotofase). Todos os extratos de larvas serão preparados com larvas de A. aegypti de terceiro ínstar (L3) oriundas da criação estoque. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Célia José De Sá Sciavico - Integrante / Luciane G Batista Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2012

    Impacto de armadilhas letais na captura de fêmeas de Aedes aegypti visando a redução da circulação do vírus do dengue., Descrição: Partindo da hipótese de que as armadilhas de captura de adultos de A. aegypti (MosquiTRAP-Letal e BG-Sentinel) ao diminuir a população de fêmeas adultas deste vetor no ambiente urbano podem reduzir a transmissão do vírus do dengue, este projeto tem os seguintes objetivos: a) Avaliar o comportamento de oviposição e dispersão de ovos de A. aegypti em diferentes densidades de criadouros em condições de laboratório; b) Avaliar em condições controladas de semi-campo (?casa de vegetação?), o potencial de redução de populações do mosquito A. aegypti pelas armadilhas MosquiTRAP-Letal e BG-Sentinel; c) Quantificar a variação ocorrida nos níveis de infestação do A. aegypti em um grande centro urbano produzida pela MosquiTRAP-Letal e BG-Sentinel. d) Avaliar o impacto epidemiológico das armadilhas MosquiTRAPLetal e BG-Sentinel sobre a transmissão do vírus do dengue.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Integrante / Maria da Glória Lima Cruz Teixeira - Coordenador / Vanessa Cristina Gonçalves Morato e Silva - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2011

    Inovações Tecnológicas para o monitoramento e controle do vetor do dengue, o mosquito Aedes aegypti (Diptera: Culicidae), Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 28 / Número de orientações: 6

  • 2007 - 2010

    Supressão da transmissão da dengue com as armadilhas para capturar mosquitos MosquiTrap e BG-Sentinel, Descrição: A idéia básica é combater o problema onde aparece: os vetores da dengue são espécies de mosquitos domésticos e peri-domésticos. Conseqüentemente, ações de controle devem ser executadas no nível de terrenos particulares, lugares de trabalho ou edifícios públicos. Propomos uma estratégia moderna para suprimir eficazmente a transmissão da dengue em áreas urbanizadas usando armadilhas inovativas de mosquitos. Um sistema de armadilha recentemente desenvolvido, a BG-Sentinel, é altamente eficaz para os vetores da dengue Aedes aegypti e Aedes albopictus e tem o potencial de ser produzido economicamente em grande escala devido sua tecnologia simples. Usando uma abordagem baseada na comunidade para a educação e o treino apropriado dos usuários, as armadilhas devem ser posicionadas nas residências e nos terrenos, nos edifícios públicos e nos lugares de trabalho. Elas podem ser colocadas tanto interna como externamente, dependendo da situação e a prevalência dos vetores. As armadilhas devem estar em funcionamento durante toda a estação ou ano.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / M Geier - Integrante / Marcelo Nascimento Burattini - Integrante / Markus Siegers - Integrante / Eduardo Massad - Integrante / Maria Paula Morão - Integrante., Financiador(es): World Bank ? Bill & Melinda Gates Fundation - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2007 - 2009

    Avaliação da armadilha BG-Trap como novo método de captura de anofelinos, visando a substituição da isca humana., Descrição: Avaliar a armadilha BG-Trap e o BG-Lure par que seja capaz de capturar mosquitos Anopheles. Avaliar a resposta eletrofísica de fêmeas de Anopheles darlingi e Anopheles aquasalis frente aos atraentes sintéticos presentes no BG-Lure. Comparar a BG-Trap com a isca humana. Avaliar a resposta em campo das diferentes concentrações dos componentes do atraente sintético (BG-Lure) usados no BG-Trap; Levantamento da fauna de Anophelinos (formas imaturas e adultas) presentes nas localidade estudada. Caracterizar as coleções hídricas próximas aos locais de captura.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Renata Antonaci - Integrante., Financiador(es): Organização Pan-Americana da Saúde- Organização Mundial da Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha e atraente sintético para o monitoramento e controle de Musca domestica (Diptera:Muscidae), Descrição: O projeto visou o desenvolvimento de armadilha iscada com um atraente sintético para atrair e capturar Musca domestica. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Claudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de novas metodologias para o monitoramento e controle do mosquito Aedes aegypti (Diptera:Culicidae), Descrição: Programa pesquisador mineiro. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Outra.

  • 2006 - 2008

    Desenvolvimento de indicadores de risco de epidemias de dengue fornecidos pela armadilha MosquiTRAP e o potencial da armadilha no controle de Aedes aegypti., Descrição: A armadilha MosquiTRAP foi desenvolvida pela UFMG e utiliza um atraente de oviposição sintético que foi identificado a partir de voláteis de infusões de gramíneas, permitindo a captura de fêmeas grávidas de A. aegypti e Aedes albopictus. A identificação dos mosquitos capturados pela MosquiTRAP ocorre no momento da inspeção da armadilha, evitando assim a mão-de-obra e o tempo necessário em laboratório para identificação do inseto, como ocorre com a ovitrampa. Além de representar uma economia significativa nos recursos humanos, agiliza a obtenção dos resultados que podem ser disponibilizados no mesmo dia da inspeção das armadilhas. A principal vantagem é a captura de adultos, que pode ser utilizada com sucesso na estimativa da população do vetor na área, de uma forma não evasiva. Associado à armadilha e ao atraente foi desenvolvido um sistema de monitoramento informatizado, denominado de Monitoramento Inteligente da Dengue (MI-Dengue) que permite aumentar a velocidade das informações sobre a presença e a densidade do vetor em áreas urbanas, por meio de planilhas eletrônicas (ex: Palm) que enviam por telefone celular para o servidor e cerca de 24 horas após o envio dos resultados das vistorias de campo relatórios (tabelas) e mapas georreferenciados podem ser disponibilizados pela internet, por meio de uma senha do usuário. Os mapas georrefenciados semanais permitem acompanhar a distribuição e o número de fêmeas de A. aegypti capturadas em áreas urbanas. A armadilha MosquiTRAP e o MI-Dengue foram avaliados e comparados com os métodos da pesquisa larvária e pela ovitrampa durante 2004 e 2005 por meio de um estudo multicêntrico, realizado em 10 municípios brasileiros pela equipe proponente deste projeto, com o apoio da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS-MS) e acompanhados por consultores da SVS-MS. Um relatório técnico foi elaborado com os resultados do estudo multicêntrico da MosquiTRAP e MI-Dengue e encaminhado à SVS-MS, visando a sua implemen. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Evaldo F Vilela - Integrante / Marcelo C Resende - Integrante / Marcelo Nascimento Burattini - Integrante / Silvana Tecles Brandão - Integrante / Erna Geessien Kroon - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2008

    Identification of kairomone blends are most attractive to ovipositing and host seeking Ae. aegypti from north Queensland using an olfactometer and field bioassays, Descrição: The premise of this project is to use existing kairomones that are known to be attractive to Ae. aegypti provided by our collaborators and others. We will confirm, using laboratory studies, that these kairmones are also attractive against a north Queensland strain of Ae. aegypti. We will then use field trials employing sticky traps to see which kairomones are most attractive in the field. Two very important tools will be employed to maximise field studies.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Daniel Kline - Integrante / M Geier - Integrante / Craig Williams - Integrante / Scott Ritchie - Integrante / Richard Russell - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2005 - 2007

    Armadilha ecológica de proteção contra o mosquito Culex, Descrição: A proposta da ECOVEC empresa da Biotecnologia é desenvolver uma armadilha para captura e índices epidemiológicos para o mosquito Culex, popularmente conhecido como pernilongo. A Ecovec já possui uma armadilha e um feromônio específico para o Mosquito Stegomya aegypit. Esta tecnologia totalmente ecológica tem sido usada em capitais brasileiras como preditor de risco para o transmissor da dengue. Com a incorporação deste produto ao mercado, fomos demandados por vários grupos empresarias, instituições e pessoas físicas a desenvolver uma solução eficiente e ecológica para a captura do mosquito culex em residências, principalmente para proteção de crianças e pessoas alérgicas, e também desenvolver um sistema de monitoramento deste vetor em grandes áreas como condomínios, empresas e pequenas cidades. Este sistema de monitoramento vai permitir identificar os principais focos do Culex em uma determinada região, para que em seguida medidas de controle possam ser tomadas de forma a evitar a ploriferação destes mosquitos. A Ecovec possui um convênio de colaboração com o laboratório de culicídios do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, onde testes e melhorias nos produtos são realizadas. Nossa proposta com este edital será oportunizar a formação de uma equipe multidisciplinar na empresa que em conjunto com a equipe do Laboratório de Culicídios liderado pelo Dr. Alvaro Eduardo Eiras, possa produzir uma armadilha ecológica para o Culex e, através de testes de campo, criar os índices de infestação da população. Trata-se de um produto inovador, sem nenhuma toxidade e sem risco a saúde, com possibilidade de uso inclusive para alérgicos, não existente no mercado e com a proposta de ter um custo bastante acessível a população.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Gustavo Junqueira Pessoa - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de armadilha para captura do vetor da leishmaniose (Leish-Trap), Descrição: A Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença que atinge cerca de 3.156 mil pessoas por ano no Brasil, onde 41% dos casos são registrados em crianças com menos de 5 anos de idade, com índice de fatalidade (morte) de 7,3%. A fêmea do mosquito palha, Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae) é o mais importante vetor da LV no Brasil e o seu hábito de alimentar de sangue é noturno. Atualmente não existe método eficaz para monitoramento ou controle desse vetor no mundo. A prevenção é comumente feita com inseticidas, método ineficiente e oneroso. No passado era usado a isca humana como técnica de capturar o vetor da leishmaniose e atualmente a armadilha luminosa CDC é considerada mundialmente como uma ferramenta padrão em programas de controle do vetor de leishmaniose. A armadilha CDC foi desenvolvida na década de 1960 e utiliza oito pilhas grandes (1,5 Volts) para o funcionamento do ventilador e de uma lâmpada incandescente durante 24 horas (duas noites), sendo, portanto, oneroso e limitado o uso desta ferramenta em programas de controle da leishmaniose. Não existe no mercado privado, uma armadilha para capturar o vetor de leishmaniose em residências, protegendo assim o homem e o cachorro, principal reservatório doméstico no meio rural e urbano. Portanto, o presente projeto teve o objetivo de desenvolver e colocar no mercado brasileiro e internacional, uma nova ferramenta (armadilha) para ser usada no mercado privado e/ou em programas de controle de leishmaniose (mercado público) onde esta nova tecnologia para monitorar o inseto vetor fornecerá informações georreferenciadas on-line para os gestores de saúde pública. Para desenvolver o projeto foram essenciais os recursos financeiros e a parceria universidade-empresa (UFMG-Ecovec Ltda) que já têm experiência em desenvolvimento de produtos e na geração de produtos biotecnológicos. Tecnicamente, a participação de pesquisadores especialistas no assunto de várias instituições (IOC-FIOCRUZ, IEC, UNESP, UFPA) foi essencial. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Ivoneide Maria da Silva - Integrante / Andrey José de Andrade - Integrante / Marcia B.J.Moraes - Integrante / Andrade, Mateus R - Integrante / Pinto, Mara C - Integrante / Rodrigo Gomes da Silva - Integrante / Carolina Spiegel - Integrante., Financiador(es): Sebrae Minas - Auxílio financeiro / (FINEP) Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2005 - 2007

    MosquiTRAP e MI-Dengue: Biotecnologia no monitoramento e controle do mosquito Aedes aegypti, vetor do dengue, Descrição: A armadilha MosquiTRAP® utiliza estímulos visuais (cor, tamanho, índice de reflexão de luz) e químicos (atraentes) que refletem diretamente na capacidade de captura da armadilha. O objetivo da captura do vetor fêmea do Aedes, que é responsável pela picada nos seres humanos e transmissão da doença. Ela possui um ciclo de vida de 45 a 60 dias, quando deposita cerca de 500 ovos no meio ambiente durante toda vida. Quando utilizada de forma adequada a MosquiTRAP® pode interromper o ciclo de reprodução da fêmea do Aedes impedindo sua proliferação de forma exponencial. Quando utilizada em domicílios escolhidos por amostragem, a MosquiTRAP® é uma ferramenta para o monitoramento da população do mosquito. Conhecendo-se o número fêmeas grávidas existem em determinada região, é possível calcular índices de positividade e indicadores entomológicos para que o combate ao vetor ocorra na hora certa, no lugar correto, na intensidade exata. A rapidez e precisão da informação são armas importantíssimas para a prevenção de epidemias. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Marcelo C Resende - Integrante / Adson Luís Sant'ana - Integrante / I M Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de armadilha para captura do mosquito da dengue focada no mercado privado - Biotecnologia na saúde, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Desenvolvimento e padronização do uso de novos métodos de amostragem de Aedes aegypti e índices de predição de risco de epidemias de dengue, Descrição: Atualmente, a única medida disponível para interromper a cadeia de transmissão do dengue é o combate ao vetor. No Brasil, o monitoramento do Ae. aegypti é feito por meio da pesquisa larvária, método pouco sensível que é realizado de 3-4 vezes/ano, utiliza muita mão-de-obra em campo e em laboratório e não fornece índices de riscos de dengue não confiáveis. Armadilhas de oviposição (ovitrampa) iscadas com infusões de gramas é mais sensível do que a pesquisa larvária, porém também exige mão-de-obra em laboratório e permite quantificar apenas o número de ovos depositados, dificultando estimar a densidade populacional do vetor em uma determinada área. A isca-humana é um método eficiente para a captura de adultos do mosquito Ae. aegypti, não é mais usado por motivos éticos e por colocar o agente de campo em risco de contrair doenças. A MosquiTRAP®8 é um novo modelo de armadilha desenvolvido pela UFMG que utiliza atraentes de oviposição sintético que captura grávidas de Ae. aegypti e Aedes albopictus. A identificação dos mosquitos ocorre no momento da inspeção da armadilha, evitando assim a mão-de-obra e o tempo necessário em como ocorre com a ovitrampa. Além de representar uma economia significativa nos recursos humanos, agiliza a obtenção dos resultados que podem ser disponibilizados no mesmo dia da inspeção das armadilhas. Testes de campo comprovaram que a MosquiTRAP apresenta uma eficácia e sensibilidade semelhante à armadilha de oviposição, porém com as vantagens de não usar mão-de-obra em laboratório e agilidade nas operações de campo. O uso de atraentes de oviposição sintéticos evita o preparo e transporte de infusões de gramas, facilitando assim na rotina nas operações de campo e padronizando os atraentes nas armadilhas. A B-Trap é também uma nova armadilha desenvolvida pela Universidade de Regensburg (Alemanha) em colaboração com o Laboratório de Culicídeos (UFMG) que utiliza o odor humano sintético como atraente para capturar adultos de Ae. aegypti e Aedes albopi. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Marcelo C Resende - Integrante / Renata Antonaci Gama - Integrante / Ivoneide Maria da Silva - Integrante / Ricardo Lourenço Oliveira - Integrante / Maria da Glória Lima Cruz Teixeira - Integrante / Marcelo Nascimento Burattini - Integrante / Erna Geessien Kroon - Integrante / Vanessa Cristina Gonçalves Morato e Silva - Integrante / Alexandre Alves da Silva - Integrante / Marcia Goncalves de Castro - Integrante / Wanderli Pedro Tadei - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2006

    Avaliação de substâncias químicas atrativas para Flebotomíneos (Diptera: Psychodidae)., Descrição: Obter gerações F1 ou F2 de Lutzomyia longipalpis em insetário climatizado, provenientes de indivíduos coletados na área dos experimentos de campo, para a realização de experimentos de eletrofisiologia e comportamento de orientação em olfatômetro. Estudar eletrofisioloficamente as respostas de antenas de fêmeas de Lutzomyia longipalpis (F1 ou F2) aos atraentes sintéticos do odor humano identificados para Aedes aegypti. Comparar as respostas eletrofisiologicas de indivíduos F1 ou F2 de Luztomyia longipalpis com individuos de uma colônia já mantida em laboratório por muitas gerações. Avaliar a resposta em laboratório de fêmeas F1 ou F2 de Luztomyia longipalpis aos atraentes sintéticos do odor humano em olfatômetro. Utilizar em campo armadilhas CDC iscadas com atraentes sintéticos do odor humano para a captura de Luztomyia longipalpis. Identidicar outras espécies de flebotomíneos atraídas pelos atraentes sintéticos em campo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Célia J S Sciavicco - Integrante / Mara Cristina Pinto - Integrante / Edelberto Santos Dias - Integrante / Nelder de Figueiredo Gontijo - Integrante / Andrey José de Andrade - Integrante / Mateus Ramos de Andrade - Integrante / GEIER, M. - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1

  • 2003 - 2006

    Avaliação de armadilhas MosquiTRAP e AtrAedes no monitoramento e controle do mosquito Aedes aegypti, Descrição: No Brasil, o método mais utilizado para monitoramento de populações de Aedes aegpyti e Aedes albopictus em áreas urbana é a pesquisa larvária. Este método não é sensível, requer mão de obra para a procura de criadouros nas residências ou pontos estratégicos, necessitando de pessoas treinadas para identificar o mosquito no laboratório. Atualmente, indicadores de risco de dengue não são confiáveis e aumentam os riscos de transmissão que a população humana. A remoção de potenciais criadouros de Aedes das áreas urbanas é um método integrado a outros métodos, porém é muito difícil ou quase que impossível à remoção e eliminação de todos os criadouros de Aedes, fazendo com que este vetor coloque seus ovos nos criadouros remanescentes. Portanto, um método de supressão, de baixo custo e ecologicamente compatível que poderia ser integrado ao programa de controle de Aedes aegypti, seria a retirada de fêmeas grávidas de áreas urbanas evitando assim a proliferação e a distribuição de ovos no meio ambiente. Recentemente, a UFMG depositou no INPI Brasil, o relatório técnico da patente baseado nos resultados do o coordenador deste projeto, sobre atraentes sintéticos que são capazes de aumentar a eficiência de armadilhas de oviposição de mosquitos, principalmente do gênero Aedes. Os atraentes são específicos para o mosquito Aedes aegypti e apresenta uma eficiência em campo semelhante aos atraentes (infusões de material orgânico) utilizados pela FUNASA. O AtrAedes tem sido utilizado em um novo modelo de armadilha desenvolvido pelo coordenador deste projeto, a Mosquitrap (pedido de patente depositado). A Mosquitrap permite a captura de mosquitos adultos Aedes aegypti e Aedes albopictus, quando estes procuram criadouros para depositar seus ovos, e a identificação do inseto capturado no momento da inspeção da armadilha pelo agente de saúde, evitando assim a mão-de-obra e o tempo necessário para identificação do inseto em laboratório (uma semana). Uma grande vantagem do usa da Mosquitrap. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Renata Antonaci Gama - Integrante / Ivoneide Maria da Silva - Integrante / Gabriela Rosa Chaves - Integrante / Marcelo Carvalho Resende - Integrante / Celia Jose de Sa Sciavicco - Integrante / Juliana Pereira Moreira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2003 - 2005

    Controle biológico de insetos vetores de doenças de interesse à saúde humana, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary Aparecida Roque - Integrante / Renata A. Gama - Integrante / Debora Trindade dos Anjos - Integrante / Cristiano Fernandes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2005

    AtrAedes e MosquiTrap: uma nova perspectiva de controle do mosquito da dengue (Aedes aegypti), utilizando-se da biotecnologia de feromônios naturais, Descrição: A presente proposta diz respeito ao desenvolvimento de um pacote tecnológico que inclui um novo modelo de armadilha e de um atraente sintético para capturar a fêmea do mosquito Aedes aegypti, objetivando o seu monitoramento, detecção e controle. A partir da parceria entre o Laboratorio de Culicídeos da UFMG, e as empresas COLERE e Instituto Inovação, pretende-se apresentar no mercado de saúde pública e privado do Brasil, um Kit Tecnológico constituído de um Feromônio natural - Atraente (Atraedes) e uma armadilha (Mosquitrap) especificos para o . A proposta inovador é resultado de seis anos de pesquisas na área de Biotecnologia de Feromônios para o controle biológico de insetos-pragas, onde neste período já foram realizados testes de laboratório e de campo em cidades brasileiras. Palavras Chaves: Dengue, Feromônio, Armadilha. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Renata Antonaci Gama - Integrante / Ivoneide Maria da Silva - Integrante / Erick Maciel - Integrante / Isis Diniz - Integrante / ANA MARCIA MACEDO CABRAL - Integrante., Financiador(es): Instituto Inovação - Auxílio financeiro / UFMG-INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2001 - 2003

    Avaliação em laboratório e em campo de atraentes sintéticos de oviposição de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae) identificados a partir de infusões de gramíneas, visando o seu uso para o monitoramento em armadilhas, Descrição: O mosquito Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) é o principal vetor da febre amarela e do dengue no Brasil. Atualmente a única medida disponível para a interrupção da cadeia de transmissão do dengue é o combate ao vetor, enquanto que a da febre amarela é a vacinação. No Brasil, o seu monitoramento é feito por meio da pesquisa larvária, que consiste na procura de criadouros de A. aegypti e na coleta de suas formas imaturas para a identificação em laboratório. Este método apresenta várias desvantagens tais como: é realizado apenas 3 ou 4 vezes/ano; requer mão de obra intensiva na procura de criadouros; é menos sensível quando comparado com armadilhas de oviposição e possue confiabilidade duvidosa quanto ao seu emprego monitoramento e avaliação de ações no controle do Aedes. Recentemente, a Fundação Nacional da Saúde (FUNASA) avaliou o uso de armadilhas de oviposição para a detecção e monitoramento de Aedes e concluiu que esta armadilha apresenta grande potencial e que poderá ser adotada em programas de vigilância epidemiológica. O uso desta armadilha é um método mais sensível e econômico para detectar a presença de Ae. aegypti em situações onde a densidade populacional é baixa e geralmente não é detectada pelo método da pesquisa larvária. A adição de Infusões de gramíneas em armadilhas de oviposição tem aumentado a taxa de oviposição de várias espécies de mosquitos, incluindo Ae. aegypti.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Adson Luis Sant`ana - Integrante / Rosemary Aparecida Roque - Integrante / Kathrin Stein - Integrante / Fellipe Pinheiro Chagas Mendonça - Integrante / Eraldo Rodrigues Lima - Integrante / Gabriela Rosa Chaves - Integrante / Evaldo Ferreira Vilela - Integrante / Celia Jose de Sa Sciavicco - Integrante / Nerice Cristina Ventura Costa - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / International Foundation for Sciences - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2004

    Método de controle alternativo de Aedes aegypti: dor humano sintético como isca alternativa em armadilhas, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Identificaçao do feromônio de oviposiçao de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) para o monitoramento e/ou controle por meio de armadilhas, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Plataforma FEROBIO - Desenvolvimento e Uso do Controle Biológico e Semioquímicos de Insetos Vetores da Saúde Humana e Animal, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 1996 - 1997

    Implantação do sistema de eletroantenografia para identificação de feromonios de insetos, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador., Financiador(es): FAPERJ - Auxílio financeiro.

  • 1994 - 1998

    Estudos do comportamento, extração e identificação do feromônio sexual da largata enroladeira, Phtheochroa cranaodes (Lepidoptera: Tortricidae), Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Evaldo Ferreira Vilela - Integrante., Financiador(es): (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Ecovec - Cooperação.

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de armadilha ecológica e de feromônio biológico para captura de moscas domésticas., Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de um produo tecnólogico, seguro e atóxico de monitoramento e controle da mosca-doméstica que utiliza um feromônio biológico específico para este inseto. A mosca, da ordem díptera, atua como transportador mecânico de vírus, bactérias, protozoários e ovos de parasitas, chegando a contaminar alimentos de consumo humano e a causar doenças como tuberculose, hanseníase, cólera, brucelose, verminoses, meningites, entre outras. Atualmente, o controle das moscas é feito, principalmente, por meio de produtos químicos, que deixam resíduos tóxicos no ambiente e podem causar efeitos nocivos à saúde humana. Através de armadilhas de sucção munidas do feromônio sexual, a serem desenvolvidas no presente projeto, será possível o combate às moscas de forma eficiente no mercado doméstico e coorporativo (empresas produtoras de alimentos, fármacos, matadouros e lacticínios), configurando então à esta inovação, potencial de comercialização em todo o mundo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Alvaro Eduardo Eiras - Coordenador / Rosemary A. ROQUE - Integrante / Magno Borges - Integrante / Cláudia Cristina Gulias Gomes - Integrante., Financiador(es): Ecovec - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Belo Horizonte - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

Inova Minas, FAPEMIG.

2013

Homenagem aos Inventores da UFMG com tecnologias licenciadas, CTIT-UFMG.

2013

Edison Awards Winners 2013, Chicago (IL, USA).

2013

Prêmio José Costa 2013, Fundação Dom Cabral (MG).

2010

Orientação da tese de Marcelo Carvalho de Resende ganhadora do Prêmio UFMG de teses como melhor tese do Programa de Pós-Graduação em Parasitologia, Universidade Federal de Minas Gerais.

2008

Casos de Sucesso - Tecnologia contra a dengue, SEBRAE.

2006

The Tech Museum Awards - Technology Benefiting Humanity - Health Award Laureates, Tech Award Museum of Inovation, Agilent Technologies Foundation, Vale do Silíclio, San Jose, CA, USA.

2004

Prêmio Ciência e Tecnologia, Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT / BRAZIL & US TECHNOLOGY OPEN HOUSE.

2002

Eco Cidadão, Centros de Estudos Ambientais e da Cultura Contemporânea - CEAMC.

1989

Melhor Seminário Apresentado no Annual Postgraduate Conference, Departament of Biology - University of Southampton, Inglaterra.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Minas Gerais, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia. , Av. Antônio Carlos 6627, Pampulha, 31270901 - Belo Horizonte, MG - Brasil, Telefone: (31) 34092976, Ramal: 2976

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2003 - 2005

    Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2000 - 2002

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2015 - Atual

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Suplente Prof. Adjunto Câmara Departamental

  • 2001 - Atual

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Membro suplente do Conselho da Biblioteca do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG

  • 2010 - 2013

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro Titular Colegiado Pós-Graduação

  • 2008 - 2010

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Rep. Suplente Professor Câmara Departamental

  • 2003 - 2005

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Suplente Prof. Adjunto Câmara Departamental

  • 1998 - 1998

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 08/1998

      Serviços técnicos especializados , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia.,Serviço realizado, Desenvolvimento de armadilhas para o mosquito Aedes aegypti.; Desenvolvimento de tecnologias para monitoramento e controle de vetores de dengue, chickungunia, zika e malária.; Desenvolvimento de liberadores de atraentes..

    • 05/1998

      Treinamentos ministrados , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia.,Treinamentos ministrados, Identificação do mosquito Aedes aegypti

    • 04/1998

      Ensino, Parasitologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Ecologia Química de Artrópodos de Interesse em Parasitologia, Entomologia, Distribuição temporal e espacial de Aedes aegypti.

    • 04/1998

      Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia.,Atividade de extensão realizada, Fornecimento de Posters e mosquitos Aedes aegypti para campanhas contra Dengue.

    • 03/1998

      Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Parasitologia Humana, Parasitologia Médica, Parsitologia Geral

    • 03/1998

      Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia.,Atividade de extensão realizada, Desenvolvimento de Kit do mosquito Aedes aegypti.

    • 01/1998

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia.,Linhas de pesquisa

    • 01/1999

      Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Parasitologia.,Atividade de extensão realizada, Curso de Atualização sobre o Dengue.

  • 1993 - 1998

    Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 44, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 1997 - 1997

    Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Exames de Inglês

    Outras informações:
    Comissão Coordenadora do Curso de Pós-graduação em Produção Vegetal.

  • 1996 - 1996

    Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefe do Setor de Semioquímicos

  • 1995 - 1995

    Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Exames de Inglês

    Outras informações:
    Comissão Coordenadora do Curso de Pós-graduação em Produção Vegetal.

  • 1994 - 1994

    Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefe do Setor de Entomologia

  • 1991 - 1993

    Universidade Federal de Viçosa

    Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Carga horária: 40

  • 1993 - 1993

    Universidade Federal de Alagoas

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor vistante, Carga horária: 60

    Atividades

    • 02/1993 - 03/1993

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e Naturais, Departamento de Química.,Serviço realizado, Desenvolvimento de aperelhos de olfatometria.

  • 2002 - Atual

    Ecovec

    Vínculo: Sócio-fundador, Enquadramento Funcional: Pesquisa & Desenvolvimento, Carga horária: 2

  • 1985 - 1985

    Sociedade Agrícola Tabajara LTDA.

    Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Propriedade Intelectual

Patentes (11)