Ana Letícia Campos Yamamoto

Doutoranda e Mestra (2020) em Ciências em Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI). Graduada em Ciências Atmosféricas pela Universidade Federal de Itajubá (2017). Atua como pesquisadora na área de Radiação Atmosférica.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Meio Ambiente e Recursos Hídricos

2020 - Atual

Universidade Federal de Itajubá
Marcelo de Paula Corrêa.

Mestrado em Meio Ambiente e Recursos Hídricos

2018 - 2020

Universidade Federal de Itajubá
Título: Imageamento da cobertura de nuvens por smartphone: contribuições para a modelagem do índice UV por modelo de transferência radiativa,Ano de Obtenção: 2020
Marcelo de Paula Corrêa.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências Exatas e da TerraGrande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia.

Graduação em Ciências Atmosféricas

2014 - 2017

Universidade Federal de Itajubá
Título: Análise espectral de diferentes respostas fotobiológicas da radiação ultravioleta
Orientador: Marcelo de Paula Corrêa

Ensino Médio (2º grau)

2010 - 2012

Colégio SUCESSO

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

O balanço de radiação e as mudanças climáticas. (Carga horária: 1h). , Editora Oficina de Textos, OFITEXTO, Brasil.

2015 - 2015

Minicurso Shell Script. , Universidade Federal de Itajubá, UNIFEI, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

VI Seminário de Recursos Naturais.Avaliação do imageamento por smartphone e câmera fotográfica na estimativa da cobertura de nuvens. 2019. (Seminário).

XX Congresso Brasileiro de Meteorologia. Avaliação dos efeitos de diferentes tipos de nuvens nas medidas de radiação UV em superfície. 2018. (Congresso).

IV Seminário de Recursos Naturais. 2017. (Seminário).

XX Congresso Brasileiro de Agrometeorologia e V Simpósio de Mudanças Climáticas e Desertificação no Semiárido Brasileiro. Análise espectral de respostas fotobiológicas da radiação UV para danos às plantas e fotossíntese. 2017. (Congresso).

XXIV Jornada de Iniciação Científica.Análise da variabilidade de dados de radiação solar ultravioleta coletados pelo Serviço Meteorológico Peruano em função de parâmetros atmosféricos e geográficos. 2017. (Outra).

III Seminário de Recursos Naturais. 2016. (Seminário).

XXIII Jornada de Iniciação Científica.Avaliação da base de dados de radiação solar ultravioleta coletada pelo Serviço Meteorológico Peruano. 2016. (Outra).

II Seminário de Recursos Naturais, Sustentabilidade e Tecnologias Ambientais. 2015. (Seminário).

VI Simpósio Internacional de Climatologia. 2015. (Simpósio).

I Seminário de Recursos Naturais, Sustentabilidade e Tecnologias Ambientais. 2014. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Enrique Vieira Mattos

ASSIREU, A. T.;MATTOS, E. V.; CORREA, M. P.. Imageamento de Nuvens Por Telefone Celular como Forma de Aperfeiçoamento de Modelos de Transferência Radiativa. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Meio Ambiente e Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Itajubá.

Enrique Vieira Mattos

CORREA, M. P.; RUBINGER, R. M.;MATTOS, E. V.. Análise espectral de diferentes respostas fotobiológicas da radiação ultravioleta. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Atmosféricas) - Universidade Federal de Itajubá.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marcelo de Paula Corrêa

Mudanças climáticas e radiação UV (título provisório); Início: 2020; Tese (Doutorado em Meio Ambiente e Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Itajubá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Marcelo de Paula Corrêa

Imageamento da cobertura de nuvens por smartphone: Contribuições para a modelagem do índice UV por modelo de transferência radiativa; 2020; Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Itajubá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Marcelo de Paula Corrêa;

Marcelo de Paula Corrêa

Análise espectral de diferentes respostas fotobiológicas da radiação ultravioleta; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Atmosféricas) - Universidade Federal de Itajubá; Orientador: Marcelo de Paula Corrêa;

Marcelo de Paula Corrêa

Análise da variabilidade de dados de radiação solar ultravioleta coletados pelo Serviço Meteorológico Peruano em função de parâmetros atmosféricos e geográfico; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Atmosféricas) - Universidade Federal de Itajubá, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Marcelo de Paula Corrêa;

Marcelo de Paula Corrêa

Avaliação da base de dados de radiação solar ultravioleta coletada pelo Serviço Meteorológico Peruano; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Atmosféricas) - Universidade Federal de Itajubá, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marcelo de Paula Corrêa;

Abel Antônio da Silva

Determinação semi-empírica da dose eritematosa diária nos trópicos; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Física das Radiações) - Instituto de Estudos Avançados, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Abel Antônio da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SILVA, ABEL A. ; YAMAMOTO, ANA L. C. ; CORRÊA, MARCELO P. . Daily Maximum Erythemal Dose Rates in the Tropics. PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY , v. 95, p. 886-894, 2019.

  • DE PAULA CORREA, MARCELO ; YAMAMOTO, ANA L. C. ; MORAES, GABRIELA RAMOS ; GODIN-BEEKMANN, SOPHIE ; MAHÉ, EMMANUEL . Changes in the total ozone content over the period 2006 to 2100 and the effects on the erythemal and vitamin D effective UV doses for South America and Antarctica. PHOTOCHEMICAL & PHOTOBIOLOGICAL SCIENCES , p. 2931-2941, 2019.

  • YAMAMOTO, A. L. C. ; CORRÊA, M. P. ; SANCHEZ-CCOYLLO, O. . Avaliação e Análise da Série Temporal de Radiação UV Coletadas em Diferentes Cidades Peruanas. Revista Brasileira de Meteorologia , v. 33, p. 298-305, 2018.

  • SILVA, ABEL A. ; YAMAMOTO, ANA L. C. ; CORRÊA, MARCELO P. . A Semiempirical Approach to the Determination of Daily Erythemal Doses. PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY , v. 94, p. 791-796, 2018.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2020

    Radiação UV biologicamente ativa: Novas perspectivas no conhecimento de sua interação com componentes da atmosfera a partir de medidas espectrais, Descrição: OBJETIVO GERAL: Trazer novos conhecimentos acerca da influência de parâmetros atmosféricos, tais como conteúdo total de ozônio, aerossóis atmosféricos e nuvens, sobre os fluxos e doses de radiação solar ultravioleta, ponderada por diferentes espectros fotobiológicos, a partir de medidas espectrais. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Comparar as medidas espectrais com aquelas realizadas por sensores de banda larga (integradores) de modo a estimar erros e propor correções em função de parâmetros temporais, geográficos e atmosféricos; Avaliar a variação espectral da R-UV em função da presença de nebulosidade avaliada por observações em superfície e registros fotográficos; Avaliar a variação espectral da R-UV em função das propriedades ópticas de aerossóis atmosféricos inferidas pelo fotômetro Cimel/Aeronet; Estudar o efeito das nuvens e aerossóis em bandas particulares de forte resposta biológica e comparar com medidas de banda larga as estimativas e aproximações comumente utilizadas são efetivas em condições de forte intensidade de radiação solar Discutir os efeitos das diferentes proposições para a função resposta para a síntese de vitamina D (corte nas bandas de 315 ou 330 nm; McKenzie et al., 2009) em localidades com alta incidência de radiação solar; Ampliar as possibilidades de estudos relacionados a outras áreas importantes da medicina, biologia e agricultura por meio da possibilidade de realizar avaliações usando outras funções resposta, tais como: doenças oculares conjuntivites e ceratites (Steck, 1986), danos às plantas e culturas vegetais (Caldwell et al., 1986; Flint e Caldwell, 2003), desinfecção de águas por R-UV (Önorm, 2003) e demais efeitos sobre a pele humana como o envelhecimento precoce (Wulf et al., 1989); Dar apoio às atividades de pesquisa interdisciplinares atualmente desenvolvidas por colaboradores em diferentes regiões do país. (Chamada CNPq N 12/2016 - Bolsas de Produtividade em Pesquisa - PQ/CNPq - #304701/2016-5).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ana Letícia Campos Yamamoto - Integrante / Marcelo de Paula Corrêa - Coordenador / Miguel Rivas - Integrante / Elisa Rojas - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2015 - 2018

    Contribuições para melhor compreensão dos efeitos benéficos e nocivos relacionados à exposição a níveis elevados de radiação solar ultravioleta a partir de medidas espectrais, Descrição: O presente projeto tem por objetivo avaliar as doses de radiação ultravioleta, ponderadas pelas respostas espectrais eritêmica e de síntese da vitamina D, a partir de medições espectrais inéditas realizadas em regiões de alta incidência de radiação solar, com vistas a estimar os impactos causados sobre a saúde das populações. Além disso, pretende-se: a) Comparar as medidas espectrais com aquelas realizadas por sensores de banda larga (integradores) de modo a estimar erros e propor correções em função de parâmetros temporais, geográficos e atmosféricos; b) Discutir os efeitos das diferentes proposições para a função resposta para a síntese de vitamina D (corte nas bandas de 315 ou 330 nm; McKenzie et al., 2009) em localidades com alta incidência de radiação solar; c) Avaliar a variação espectral da R-UV em função da presença de nebulosidade e aerossóis atmosféricos; d) Ampliar as possibilidades de estudos relacionados a outras áreas importantes da medicina, biologia e agricultura por meio da possibilidade de realizar avaliações usando outras funções resposta, tais como: doenças oculares ? conjuntivites e ceratites (Steck, 1986), danos às plantas e culturas vegetais (Caldwell et al., 1986; Flint e Caldwell, 2003), desinfecção de águas por R-UV (Önorm, 2003) e demais efeitos sobre a pele humana como o envelhecimento precoce (Wulf et al., 1989); e, e) Dar apoio às atividades de pesquisa interdisciplinares atualmente desenvolvidas por colaboradores em diferentes regiões do país... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ana Letícia Campos Yamamoto - Integrante / Marcelo de Paula Corrêa - Coordenador / Lara Amanda Marques Vieira - Integrante / Luis Felipe Silva - Integrante / Rita de Cássia Marques Alves - Integrante / Tiago Oselame Fontanive - Integrante / Tania Weber Furlanetto - Integrante / Clarissa Santos de Carvalho Ribeiro - Integrante / Mayara Motta Melo - Integrante / Plínio Bernardo de Souza - Integrante / Natana Batista de Paiva - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Melhor trabalho do eixo temático Tempo, Clima e Sociedade (Nível Pós-Graduação), VI Seminário de Recursos Naturais.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - 2020

Universidade Federal de Itajubá

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Pós-Graduação (Mestrado)

2018 - 2018

Universidade Federal de Itajubá

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária de docência, Carga horária: 45

2016 - 2017

Universidade Federal de Itajubá

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica - Fapemig

2015 - 2016

Universidade Federal de Itajubá

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica - Fapemig

Atividades

  • 07/2018 - 12/2018

    Estágios , Instituto de Recursos Naturais, .,Estágio realizado, Disciplina PRE401 - Probabilidade e Estatística.

2017 - 2017

Instituto de Estudos Avançados, IEAv

Vínculo: Colaboradora, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Atividades

  • 01/2017 - 02/2017

    Estágios , Instituto de Estudos Avançados do DCTA, Divisão de Energia Nuclear, ENU.,Estágio realizado, Área: Radiação atmosférica, com ênfase em dose eritematosa.