Tiago Severo Peixe

Possui graduação em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Especialização em Saúde e Segurança do Trabalho pela Organização Internacional do Trabalho (OIT/ONU), Mestrado e Doutorado em Toxicologia e Análises Toxicológicas pela Universidade de São Paulo (FCF/USP). Atualmente, é Professor Adjunto da Universidade Estadual de Londrina (UEL) nos Cursos de Graduação em Farmácia e Medicina e no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva. É lotado no Departamento de Patologia, Análises Clínicas e Toxicológicas e atua no Setor de Toxicologia do Hospital Universitário (HU/UEL). Nas atividades de ensino e pesquisa se dedica à área de Toxicologia e Análises Toxicológicas em avaliação da exposição ocupacional e ambiental aos xenobióticos e aplicação de metodologias analíticas em análises de matrizes ambientais e biológicas. É avaliador de Cursos do INEP/MEC. Atuou como Oficial Farmacêutico do Exército Brasileiro. Foi membro do conselho consultivo e fiscal da Sociedade Brasileira de Toxicologia (SBTox) e colaborador do Swiss Toxicological Information Centre (STIC), atualmente, é membro do conselho fiscal da Fundação HUTEC e voluntário na área de segurança química da 3ª Coordenadoria Regional de Proteção e Defesa Civil (CORPDEC), Londrina-PR

Informações coletadas do Lattes em 31/01/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Toxicologia e Análises Toxicológicas

2006 - 2010

Universidade de São Paulo
Título: Avaliação da exposição aos metais Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não ferrosos e correlações com marcadores de estresse oxidativo
Prof. Dr Elizabeth de Souza Nascimento. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Toxicologia Ocupacional; Biomarcadores de efeito; Higiene Industrial; Carcinogênese e Mutagênese.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.

Mestrado em Toxicologia e Análises Toxicológicas

2004 - 2006

Universidade de São Paulo
Título: Validação e aplicação de métodos para análise de fenol urinário e no ar do ambiente de trabalho,Ano de Obtenção: 2006
Prof Dr Henrique Vicente Della Rosa.Palavras-chave: Toxicologia Ocupacional; Higiene Industrial; Validação de métodos analíticos.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.

Especialização em Saúde e Segurança do Trabalho

2006 - 2006

International Training Center International Labour Organization
Título: Chemical safety at the academic laboratory level
Orientador: Profa Dra. Helena Herrrero Hernandes
Bolsista do(a): Organização das Nações Unidas, ONU, Suiça.

Graduação em Farmácia e Bioquímica

1999 - 2003

Universidade Estadual de Ponta Grossa

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Improving your business through a culture of health. (Carga horária: 45h). , Harvard School of Public Health, HSPH, Estados Unidos.

2018 - 2018

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - BASIs. (Carga horária: 150h). , Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.

2012 - 2012

59° Curso Básico para Professor Tutor. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Estágio de Adaptação ao Serviço Militar. (Carga horária: 360h). , Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo, CPOR/SP, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Escola de Altos Estudos em Toxicologia. (Carga horária: 70h). , Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2009 - 2009

Characterizing and communicating human risk assess. (Carga horária: 8h). , European Society of Toxiology, EUROTOX, Alemanha.

2008 - 2008

Challenge for Risk Assessment Under the Reach. (Carga horária: 8h). , European Society of Toxiology, EUROTOX, Alemanha.

2008 - 2008

Interpretações laboratoriais toxicologia analítica. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2008 - 2008

Extração em ponto nuvem. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.

2008 - 2008

Latin American Risk Assessment. (Carga horária: 52h). , Sociedade Brasileira de Toxicologia, SBTOx, Brasil.

2007 - 2007

Toxicologia do SNC Aspectos Bioquímicos. (Carga horária: 90h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2007 - 2007

Interpretação e Elaboração de Fispq NBR 14725. (Carga horária: 24h). , InterTox, INTERTOX, Brasil.

2007 - 2007

Avaliação da Toxicidade. (Carga horária: 75h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2007 - 2007

Espectrometria de Absorção Atômica: Chama, Grafite. (Carga horária: 90h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2005 - 2005

Toxicologia Aplicada a Alimentos. (Carga horária: 90h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2005 - 2005

Neurotoxicologia Em Produção Ambiente e Saúde. (Carga horária: 6h). , Sociedade Brasileira de Toxicologia, SBTOX, Brasil.

2004 - 2004

Lc Ms. (Carga horária: 8h). , Varian do Brasil, VARIAN, Brasil.

2004 - 2004

Higiene e Toxicologia Ocupacional. (Carga horária: 60h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2004 - 2004

Aplicações Cromatográfica em Análises Toxicológica. (Carga horária: 60h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2004 - 2004

Higiene Ocupacional Riscos Químicos. (Carga horária: 60h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2003 - 2003

Curso de Toxicologia Ambiental. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2003 - 2003

Metais Saúde e Ambiente. (Carga horária: 8h). , Sociedade Brasileira de Toxicologia, SBTOX, Brasil.

2003 - 2003

Toxicologia Aplicada. (Carga horária: 30h). , Centro de Assistência Toxicológica, CEATOX, Brasil.

2002 - 2002

Diabettes mellitus Aspectos Laboratoriais. (Carga horária: 4h). , Associação Pontagrossense de Farmacêuticos, ASPONFAR, Brasil.

2002 - 2002

Abordagem Primária. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.

2002 - 2002

Estudo de Casos Clínicos Em Bioquímica Clínica. (Carga horária: 6h). , Sindicato dos Farmacêuticos de Santa Catarina, SINDIFAR-SC, Brasil.

2002 - 2002

Medicina Laboratorial Para Clínicos. (Carga horária: 8h). , Associação Paranaense de Medicina, APM, Brasil.

2002 - 2002

Citopatologia Cérvico Vaginal. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.

2002 - 2002

Anaeróbios de Importância Clínica. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.

2002 - 2002

Citogenética e Sua Aplicação Em Análises Clínicas. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.

2002 - 2002

Metodologias Ligadas Ao Dna. (Carga horária: 9h). , Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.

2002 - 2002

Agrotóxicos Impactos na Saúde e Meio Ambiente. (Carga horária: 8h). , Núcleo de Estudos Para o Meio Ambiente, NUCLEAM, Brasil.

2002 - 2002

Dislepidemias Aspectos Laboratoriais. (Carga horária: 4h). , Associação Pontagrossense de Farmacêuticos, ASPONFAR, Brasil.

2000 - 2000

Toxicologia Ocupacional. (Carga horária: 6h). , Sindicato dos Farmacêuticos de Santa Catarina, SINDIFAR-SC, Brasil.

1999 - 1999

Técnicas de Aplicação de Injeção e Diluição de Med. (Carga horária: 30h). , Serviço Nacional de Aprendizagem, SENAC, Brasil.

1999 - 1999

Primeiros Socorros. (Carga horária: 10h). , Serviço Social do Comércio Pr, SESC-PR, Brasil.

1999 - 1999

Plantas Medicinais. (Carga horária: 12h). , Associação Pontagrossense de Farmacêuticos, ASPONFAR, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Avaliação e analises toxicológicas/Especialidade: Toxicologia Ocupacional.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Avaliação e analises toxicológicas/Especialidade: Toxicologia Analítica.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Avaliação e analises toxicológicas/Especialidade: Toxicologia Molecular.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

DUARTE, J. C. ; COUTO, R. O. ; PEIXE, T. S. ; POMIGLIO, G. F. ; JORGE, L. R. ; OLIVEIRA, G. ; MILANI, V. . IV Simpósio de Integração Indústria Universidade. 2016. (Congresso).

DUARTE, J. C. ; LONNI, A. S. G. ; ARAKAWA, N. S. ; PEIXE, T. S. . ATEFA Atualização em Tecnologias Farmacêuticas Aplicadas. 2013. (Congresso).

DUARTE, J. C. ; ARAKAWA, N. S. ; LONNI, A. S. G. ; RAFAEL, J. A. ; GEORGETTI, S. R. ; PETRIS, A. J. ; PEIXE, T. S. . II Simposio de Integração Universitária à Indústria (SIUIN). 2013. (Congresso).

PEIXE, T. S. . 1° Jornada de Toxicologia da UniABC. 2006. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Audiência pública sobre "Uso de Agrotóxicos em Londrina".Toxicologia de praguicidas. 2019. (Outra).

Workshop Reino Unido-Brasil sobre financiamento do desenvolvimento urbano resiliente ao clima.Environmental Health & Toxicology. 2019. (Simpósio).

XVIII SENABOM - Seminário Nacional de Bombeiros.Possíveis intoxicações exógenas em atendimentos de emergência. 2018. (Seminário).

32 Semana da Química da UEL. A importância do Exame toxicológico do cabelo por motoristas profissionais. 2016. (Congresso).

Fórum Acadêmico do Curso de Farmácia da Unicesumar.Toxicologia Forense. 2016. (Simpósio).

Seminário de Segurança Química do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.Toxicolgia regulatória e a Segurança Química. 2016. (Seminário).

Seminário Exame Toxicológico.A importância do Exame Toxicológico. 2016. (Seminário).

VI Congresso Nacional/Reunião Anual da ILSI. CIÊNCIA: INDÚSTRIA, GOVERNO E SOCIEDADE OPORTUNIDADES E DESAFIOS​​ VI. 2015. (Congresso).

Tenth International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Resarch.Profile of Drug Abuse in Urine Samples from Truck Drivers at a Port Terminal in Brazil. 2013. (Simpósio).

"Álcool e drogas: o grande desafio da segurança no trânsito". 2012. (Seminário).

Feira de Profissões da UEL.A profissão do Farmacêutico. 2012. (Oficina).

IV Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica. Polineuropatia periférica em piloto de aviação agrícola: relato de caso. 2012. (Congresso).

Ninth International Symphosium on Recent Advances in Environmental Health h.Occupational exposure profile of pb, mn, and cd in nonferrous brazilian sanitary alloy foundries. 2012. (Simpósio).

Workshop Bases Científicas para Avaliação Toxicológica, Avaliação e Gerenciamento do Risco.Risk assessment. 2011. (Simpósio).

XVII Congresso Brasileiro de Toxicologia. 2011. (Congresso).

46 Congress of the European Societis of Toxicology. Malondialdehyde (MDA) quantification in plasma of foundry workers: the oxidative stress perspective e Biomonitoring of Pb, Cd and Mn in semi-automated non-ferrous alloy foundries. 2009. (Congresso).

XVI Congresso Brasileiro de Toxicologia. Biomonitoramento de Pb, Cd, Mn e Ni em trabalhadores de fundições não ferrosas. 2009. (Congresso).

45 Congress of the European Societes of Toxicology. Determination of Pb, Al and Ni using ICP/OES in the workplace of a bronze alloy foundry. 2008. (Congresso).

I Congresso de Toxicologia Clínico-Laboratorial. Determinação de Pb, Al e Ni por ICP/OES no ar do ambiente de trabalho de uma fundição de ligas metálicas de bronze. 2008. (Congresso).

IV Workshop em Gestão Integrada: Riscos e Prevenção de Danos Ambientais e Ocupacionais.Proteção à Saúde do Trabalhador: um estudo comparativo entre regulamentações da Espanha, dos EUA e Brasil. 2008. (Seminário).

Seminário de Nanotecnologia, Saúde dos Trabalhadores, Alimentos e Impactos à Sociedade. 2007. (Seminário).

XV Congresso Brasileiro de Toxicologia. 2007. (Congresso).

28 International Congress on Occupational Health. 2006. (Congresso).

Simpósio Satélite do VII Congresso Brasileiro de Carcinogênese e Mutagênese.Simpósio Satélite do VII Congresso Brasileiro de Carcinogênese e Mutagênese. 2005. (Simpósio).

V Congresso de Farmácia e Análises Clínicas. V Congresso Pontagrossense de Farmácia e Anáilises Clínicas. 2005. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia. XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia. 2005. (Congresso).

Encontro Ítalo-Brasileiro de Toxicologia Ocupacional..IV Encontro Ítalo-Brasileiro de Toxicologia Ocupacional.. 2004. (Encontro).

Seminários da Comissão de Pesquisa..Seminários da Comissão de Pesquisa da USP/SP.. 2004. (Seminário).

.XIII Jornada Científica de Toxicologia. 2003. (Encontro).

XIII Congresso Brasileiro de Toxicologia. XIII Congresso Brasileiro de Toxicologia.. 2003. (Congresso).

. XI Encontro de Farmacêuticos e Bioquímicos, IX Congresso Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos e II Encontro de Farmacêuticos e Bioquímicos do Mercosul.. 2002. (Congresso).

IV Congresso de Farmácia e Análises Clínicas. IV Congresso de Farmácia e Análises Clínicas. 2002. (Congresso).

. XII Congresso Brasileiro de Toxicologia. 2001. (Congresso).

. I Encontro Pan-americano de Centros de Informação e Controle Toxicológico e I Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica. 2001. (Congresso).

. IX Encontro de Farmacêuticos e Bioquímicos, VII Congresso Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos, I Encontro de Farmacêuticos e Bioquímicos do Mercosul. 2000. (Congresso).

.III Simpósio de Farmácia e Análises Clínicas de Ponta Grossa. 1999. (Simpósio).

Comunidade e Informação.Oficina de Plantas Medicinais. 1999. (Oficina).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: ELIEL MÁRCIO PEDRO

IABE, M. J. S.; BARACAT, M. M.;PEIXE, T. S.. Avaliação de metais envolvidos na resistência à insulina em pacientes com Lupus Eritematoso. 2018. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Helenize Ferreira Lima Leachi

RIBEIRO, R. P.; MARTINS, J. T.; MARZIALE, M. H. P.; HADDAD, M. C. F. L.;PEIXE, T. S.. Presença de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos na urina de trabalhadores expostos à fumaça cirúrgica. 2018. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Patricia Souza Xavier

PEIXE, T. S.; PAOLIELLO, M. M. B.; NASCIMENTO, E. D. S.. O novo sistema para o registro de componentes de agrotóxicos desenvolvido pela ANVISA. 2015. Dissertação (Mestrado em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Lívia Carvalho da Silva

PAOLIELLO, M. M. B.; CAPITANI, E. M.;PEIXE, T. S.. Níveis de manganês e fatores associados em população urbana com 40 anos ou mais em municípios do sul do Brasil. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alexandre Lindolfo Modesto

PEIXE, T. S.; NIXDORF, S. L.; DINIZ, A.. Análise crítica segundo requisitos de validação de método para a detecção e quantificação de fumonisinas B1 e B2 em milho por HPLC. 2013. Dissertação (Mestrado em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Adiel Goes de Figueiredo Júnior

PEIXE, T. S.; DOMENECO, E. B. L.; FONSECA, S. M.. Estudo da aderência à capecitabina em pacientes com câncer colorretal e câncer de mama metastático. 2012. Dissertação (Mestrado em Gastroenterologia) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Erika Cristiane Mayumi Mimura

CARRILHO, A. J. F.; IABE, M. J. S.; FERREIRA FILHO, O. F.;PEIXE, T. S.; DELFINO, V. D. A.. Níveis séricos de prata encontrados em pacientes queimados e avaliação de sua toxicidade em cultura de leucócitos de indivíduos saudáveis. 2016. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Carolina B

PAOLIELLO, M. M. B.; CAPITANI, E. M.; BARBOSA JUNIOR, F.; BARBOSA, D. S.; MESAS, A. E.; GUIDONI, C. M.;PEIXE, T. S.. de Almeida Lopes. Exposição ambiental ao chumbo e pressão arterial em população urbana: estudo de base populacional. 2015. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Edmarlon Girotto

ANDRADE, S. M.; MORENO, C. R. C.; YONAMINE, M.; NUNES, E. F. P. A.; GUIDONI, C. M.;PEIXE, T. S.. Características do trabalho, consumo de substâncias psicoativas e acidentes de trânsito entre motoristas de caminhão.. 2014. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Erika Cristiane Mayumi Mimura

CARRILHO, A. J. F.; BARBOSA, D. S.;PEIXE, T. S.; IABE, M. J. S.; DELFINO, V. D. A.. Níveis séricos de prata encontrados em pacientes queimados e toxicidade em cultura de leucócitos. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: ELIEL MÁRCIO PEDRO

IABE, M. J. S.; BARACAT, M. M.;PEIXE, T. S.. Avaliação de metais envolvidos na resistência à insulina em pacientes com Lupus Eritematoso Sistêmico. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Química) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Patricia Xavier

NASCIMENTO, E. S.; PAOLIELLO, M. M. B.;PEIXE, T. S.. O novo sistema para o registro de componentes de agrotóxicos desenvolvido pela ANVISA. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alexandre Lindolfo Modesto

PEIXE, T. S.; NIXDORF, S. L.; DINIZ, A.. Análise crítica segundo requisitos de validação de método para a detecção e quantificação de fumonisinas B1 e B2 em milho por HPLC. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fabiane Resende Gomes

PEIXE, T; CALDAS, E. D.; NASCIMENTO, E. D. S.. Avaliação dos riscos dietético e ocupacional resultantes da exposição de consumidores e trabalhadores rurais brasileiros ao ingrediente ativo alacloro. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Lívia Carvalho da Silva

PAOLIELLO, M. M. B.; CAPITANI, E. M.;PEIXE, T. S.. Níveis de manganês e fatores associados em população urbana com 40 anos ou mais em municípios do sul do Brasil. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alessandra Vertuan Santos

FAZINGA, W. R.; MANSOUR, A. L. N.;PEIXE, T. S.. Aplicação da NR32: uma análise da implementação de medeidas de proteção à segurança e à saúde dos trabalhadores em um hospital de pequeno porte. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia e Segurança do Trabalho) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: HIlda Baptistotti

PEIXE, T. S.; MURAKAMI, Y.; NUNES, M. P.. Intoxicações por agrotóxico de uso agrícola no ambiente de trabalho no estado do Paraná no período de 2007 a 2015. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização à distância em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Claudineia Veiga de Paula Pizzi

MEZZAROBA, L.; BREGANO, J. W.;PEIXE, T. S.. Drogas sintéticas emergentes: a busca por novas sensações e seus perigos. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Análises Clínicas e Toxicológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Isabela Cristina Pinheiro de Freitas Santos

PEIXE, T. S.; GUIDONI, C. M.; TURINI, C. A.. Cerebral venous thrombosis in a young non-athlete anabolic androgenic user: case report. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência em Análises Clínicas e Toxicológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Mayara de Souza

ARAKAWA, N. S.; ARAKAWA, J. A. R.;PEIXE, T. S.. Isolamento do ácido caurenóico a partir de raízes de Sphagnetícola trilobata pruski, desenvolvimento e validação de metodologia. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Wallace Cardoso de Matos

PEIXE, T. S.; GONZALES, A. D.; GIROTTO, E.. Rabdomiólise associada a acidente crotálico: relato de caso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Gisele Antoniaconi e Kariny Araújo Muniz

SAUDIVA, P. H.;PEIXE, T. S.; REIS, R. A.. Prevalência de Asma e Rinite em Estudantes de 13 e 14 anos no município de Paranaguá - PR. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Paraná.

Aluno: Gisele Antoniaconi

PEIXE, T. S.; SALDIVA, P. H. N.; REIS, R. A.. Prevalência de asma e rinite em estudantes de 13 a 14 anos no município de Paranaguá-PR. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Paraná.

Aluno: Kariny Araújo Muniz

PEIXE, T. S.; SALDIVA, P. H. N.; REIS, R. A.. Prevalência de asma e rinite em estudantes de 13 a 14 anos no município de Paranaguá-PR. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Paraná.

Aluno: Flávio Luise Bressan

GUIDONI, C. M.; GIROTTO, E.;PEIXE, T. S.. Análise das interações medicamentosas com digoxina em diferentes fontes de informação sobre medicamentos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sarah Caroline Santini

GIROTTO, E.;PEIXE, T. S.; GUIDONI, C. M.. Uso de substâncias psicoativas por motoristas de caminhão frequentadores do porto de Paranaguá, Paraná. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Luiz Carlos Ferreira Lima

PEIXE, T. S.; RIZZI, R.. Análise da gestão interna da drogaria e sua implicação no atendimento ao cliente. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Centro Universitário Campo Limpo Paulista.

Aluno: Jair Beraldes Sobrinho

PEIXE, T. S.; RIZZI, R.. Atenção Farmacêutica ao idoso. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Centro Universitário Campo Limpo Paulista.

Aluno: Ariane Corrêa Moura

PEIXE, T. S.. Situações clínicas em que está indicada a Nutrição Parenteral e a atuação do Farmacêutico na Nutrição Parenteral. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Centro Universitário Campo Limpo Paulista.

Aluno: Genze Taborda da Silva

PEIXE, T. S.. Epidemiologia da Hanseníase no Brasil e no estado de São Paulo. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Centro Universitário Campo Limpo Paulista.

Aluno: Leticia Ribeiro Lima

PEIXE, T. S.. Atenção farmacêutica aos cuidadores dos pacientes com doença de Alzheimer. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Centro Universitário Campo Limpo Paulista.

Aluno: Edvaldo Aparecido Domingos e Roque Jusson Rodrigues

PEIXE, T. S.. Biomonitoramento da Qualidade de Ar em Santo André - São Paulo com a Tradescantia pallida cv. Purpúrea. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Grande Abc.

Aluno: Ricardo Soares de Oliveira

PEIXE, T. S.. Phanerochaete chrysosporium (como um fungo causador de podridão branca na madeira) e sua utilização em estudos de biorremediação de solos contaminados. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Grande Abc.

BREGANO, J. W.; FAVERO, M. E.;PEIXE, T. S.. Professor temporário: área de Hematologia Laboratorial.. 2019. Universidade Estadual de Londrina.

MEZZAROBA, L.; CUSTODIO, L. A.;PEIXE, T. S.. Processo seletivo simplificado (PSS) para contratação de Professor: Área de Toxicologia Clínica. 2018. Universidade Estadual de Londrina.

MEZZAROBA, L.; VENTURINI, D.;PEIXE, T. S.. Processo seletivo simplificado (PSS) para contratação temporária de Professor: área Toxicologia/Análises Toxicológicas. 2016. Universidade Estadual de Londrina.

PERUGINI, M. R. E.; BREGANO, J. W.;PEIXE, T. S.. Processo seletivo simplificado (PSS) para contratação temporária de Professor: área Imunologia Clínica. 2015. Universidade Estadual de Londrina.

PEIXE, T. S.. Comissão de avaliação externa para o ato de autorização de curso, 141715. 2019. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

CUNHA, M. F.;PEIXE, T. S.. Comissão de avaliação externa para o ato de autorização de curso, 142207. 2019. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC). 2019. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas.

SILVA, T. M. E.;PEIXE, T. S.. Comissão de avaliação externa para o ato de autorização de curso, 139627. 2018. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

PEIXE, T. S.; SILVA, T. M. E.. Comissão de avaliação externa para o ato de autorização de curso, 145843. 2018. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

PEIXE, T. S.. Avaliação de Cursos Superiores de Farmácia do Guia do Estudante (GE) - Editora Abril. 2018. Editora Abril.

PEIXE, T. S.. Referee de trabalhos para apresentação no XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III Inovarse. 2016. Universidade Federal Fluminense.

PEIXE, T. S.. Avaliação de Projeto de Pesquisa (UFPR) BANPESQ/THALES: 2009023499. 2014. Universidade Federal do Paraná.

PEIXE, T. S.. Parecer de Projeto de Pesquisa 15195/2011. 2014. Fundação Araucária.

PEIXE, T. S.. Referee de trabalhos para apresentação no IX Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2013. Universidade Federal Fluminense.

PEIXE, T. S.. Parecer Técnico Ed. nº 13/2012 - NAPs - ad hoc. 2013. Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe.

PEIXE, T. S.. Parecer Projeto de Pesquisa e Inovação Ed. nº 02/2013 - ad hoc. 2013. Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco.

PEIXE, T. S.. Referee de trabalhos para apresentação no VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2012. Universidade Federal Fluminense.

PEIXE, T. S.. Consultor ad hoc da UESB/BA em parecer técnico de projetos. 2011. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

PEIXE, T. S.. Referee de trabalhos para apresentação no VII Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2011. Universidade Federal Fluminense.

PEIXE, T. S.. Referee de trabalhos para apresentação no VI Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2010. Universidade Federal Fluminense.

PEIXE, T. S.. Referee de trabalhos para apresentação no V Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2009. Universidade Federal Fluminense.

PEIXE, T. Referee de trabalhos para apresentação no IV Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2008. Universidade Federal Fluminense.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Carlos Sérgio da Silva

SILVA, C. S.; Mendes, R.; Yonamine, M; PINTO JUNIOR, E.; NASCIMENTO, E. S.. Avaliação das concentrações de exposição aos metais Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não ferrosos e correlações com marcadores de dano oxidativo. 2010. Tese (Doutorado em Análises Clínicas e Toxicológicas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo.

ELIZABETH DE SOUZA NASCIMENTO

NASCIMENTO, E. S.. Validação e aplicação de métodos para a determinação de fenol em urina de trabalhadores e no ar do ambiente de trabalho. 2006. Dissertação (Mestrado em Toxicologia e Análises Toxicológicas) - Universidade de São Paulo.

René Mendes

SILVA, C. S.;MENDES, R.; PINTO JUNIOR, E.; YONAMINE, M.; NASCIMENTO, E. S.. Avaliação das concentrações de exposição aos metais Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não ferrosos e correlações com marcadores de dano oxidativo. 2010 - Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo.

René Mendes

MENDES, R.. -. 2009. Tese (Doutorado em Toxicologia) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo.

Ana Paula de Melo Loureiro

PEIXE, T. S.; ROSA, H. V. D.; COLACIOPPO, S.;LOUREIRO, A. P. M.. Validação e aplicação de métodos para determinação de fenol em urina de trabalhadores e ar do ambiente de trabalho em fundições. 2005. Dissertação (Mestrado em Toxicologia e Análises Toxicológicas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas - USP.

Maurício Yonamine

SILVA, C. S.;PINTO, E.; NASCIMENTO, E. S.; MENDES, R.;YONAMINE, M.. Avaliação das concentrações de exposição aos metais Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não-ferrosos e correlações com marcadores de dano oxicdativo. 2010. Tese (Doutorado em Toxicologia e Análises Toxicológicas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas-USP.

Ernani Pinto Junior

PINTO, Ernani; NASCIMENTO, Elizabeth de Souza; COLACIOPPO, Sergio. Validação e aplicação de métodos para determinação de fenol em urina de trabalhadores e no ar do ambiente de trabalho. 2006. Dissertação (Mestrado em Toxicologia e Análises Toxicológicas) - Universidade de São Paulo.

Ernani Pinto Junior

NASCIMENTO, Elizabeth de Souza;PINTO, EYONAMINE, Mauricio; MENDES, R.; SILVA, C. S.. Avaliação das concentrações de exposição aos metais Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não ferrosos e correlações com marcadores de dano oxidativo. 2010. Tese (Doutorado em Toxicologia e Análises Toxicológicas) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Helenize Ferreira Lima Leachi

Avaliação de sinais e sintomas à exposição à fumaça cirúrgica em trabalhadores da saúde; Início: 2019; Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Estadual de Londrina; (Coorientador);

Dauane Lima

Os exames toxicológicos associados a Programas de Prevenção e Controle ao Uso de Substâncias Psicoativas no ambiente de trabalho como forma de evitar acidentes e promover a saúde do trabalhador; Início: 2019; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Toxicológicas) - Faculdades Oswaldo Cruz; (Orientador);

Tiago Takao Goto Pereira

Análises Toxicológicas voltadas à saúde do trabalhador; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Giovanna Malagutti Ferreira

Segurança do trabalho na construção civil; 2019; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia e Segurança do Trabalho) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Rafael Mendonça Ribeiro da Silva

Análise de layout arquitetônico na prevenção aos riscos ocupacionais em laboratório de análises clínicas; 2018; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências Forenses, Investigação e Produção das Provas) - Instituto Keynes Serviços Educacionais; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Marcio Adriano Porfírio da Silva

Aumento da utilização de agrotóxicos nas plantações na região norte do Paraná; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Saude Publica) - Fundação Oswaldo Cruz; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Irineu Zambaldi

Recebimento de embalagens de produtos fitossanitários; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia e Segurança do Trabalho) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Leandro Vaz Toffoli

Análises toxicológicas de larga janela de detecção; 2014; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Análises Clínicas e Toxicológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Stephanie Garcia Lima

Dosagem sérica de lítio em pacientes com psicose maníaco-depressiva: correlação entre litemia, comprometimento com o tratamento e perfil renal; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Marília, UNIMAR; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Carlos Eduardo da Conceição

Produção de comprimidos: principais aspectos e desvios relacionados ao processo de fabricação; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Centro Universitário Campo Limpo Paulista; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Adriana Nunes

Triclorocompostos totais; 2006; 218 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia e Bioquímica) - Universidade do Grande Abc; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Lílian Vanilda de Carvalho

Aspectos toxicológicos da Ayahuasca sp; 2006; 110 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia e Bioquímica) - Universidade do Grande Abc; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Vinícius de Melo Milani

Detecção de 1-hidroxipireno por metodologia de cromatografia líquida de alta eficiência; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Fernanda Fontana Sanches Calvo

Fundamentos de toxicologia na prática clínica; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Camila Franciele de Souza

Determinação de níveis séricos de prata (Ag) em pacientes queimados; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Ana Paula Michelin

Avaliação de parâmetros de estresse oxidativo na população do município de Cambé-Pr; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Gabriele Oliveira

Monitoramento da poluição atmosférica a metais utilizando-se bioindicadores; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Erika Barbosa Vieira

Monitoramento da poluição atmosférica a Pb, Cu e Zn utilizando liquens fruticosos; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Isabela Salomão Ludwig

Bioindicadores de estresse oxidativo e fatores de risco para doenças cardiovasculares na população geral do município de Cambé-Pr; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Tiago Severo Peixe;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Henrique Vicente Della Rosa

Validação e aplicação de métodos para análise de fenol urinário e no ar do ambiente de trabalho; 2006; Dissertação (Mestrado em Toxicologia e Análises Toxicológicas) - Universidade de São Paulo - Faculdade de Ciências Farmacêuticas,; Orientador: Henrique Vicente Della Rosa;

ELIZABETH DE SOUZA NASCIMENTO

Avaliação da exposição ao Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não ferrosos e sua correlação com marcadores de dano oxidativo; 2009; Tese (Doutorado em Toxicologia e análises toxicológicas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Elizabeth de Souza Nascimento;

Alaor Aparecido Almeida

Técnicas e Metodologias quali-quantitativas de rotina em Toxicologia (CEATOX); ; 2003; Orientação de outra natureza; (Farmacia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Alaor Aparecido Almeida;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GIROTTO, EDMARLON ; BORTOLETTO, MAIRA SAYURI SAKAI ; GONZÁLEZ, ALBERTO DURÁN ; MESAS, ARTHUR EUMANN ; PEIXE, TIAGO SEVERO ; GUIDONI, CAMILO MOLINO ; DE ANDRADE, SELMA MAFFEI . Working conditions and sleepiness while driving among truck drivers. Traffic Injury Prevention , v. 1, p. 1-6, 2019.

  • ALMEIDA LOPES, ANA CAROLINA BERTIN DE ; CUNHA, AIRTON MARTINS DA ; URBANO, MARIANA RAGASSI ; BUZZO, MARCIA LIANE ; CAMARGO, ALISSANA ESTER IAKMIU ; PEIXE, TIAGO SEVERO ; ASCHNER, MICHAEL ; BARBOSA, FERNANDO ; DA SILVA, ANA MARIA RIGO ; PAOLIELLO, MONICA MARIA BASTOS . Blood reference values for metals in a general adult population in southern Brazil. ENVIRONMENTAL RESEARCH , v. 177, p. 108646, 2019.

  • PEDRO, ELIEL MARCIO ; DA ROSA FRANCHI SANTOS, LORENA FLOR ; SCAVUZZI, BRUNA MIGLIORANZA ; IRIYODA, TATIANA MAYUMI VEIGA ; PEIXE, TIAGO SEVERO ; LOZOVOY, MARCELL ALYSSON BATISTE ; REICHE, EDNA MARIA VISSOCI ; DICHI, ISAIAS ; SIMÃO, ANDRÉA NAME COLADO ; SANTOS, MARIA JOSEFA . Trace Elements Associated with Systemic Lupus Erythematosus and Insulin Resistance. BIOLOGICAL TRACE ELEMENT RESEARCH (ONLINE) , v. 1, p. 1-11, 2019.

  • ALMEIDA LOPES, ANA CAROLINA BERTINDE ; URBANO, MARIANA RAGASSI ; SOUZA-NOGUEIRA, ANDRÉ DE ; OLIVEIRA-PAULA, GUSTAVO H. ; MICHELIN, ANA PAULA ; CARVALHO, MARIA DE FÁTIMA H. ; CAMARGO, ALISSANA ESTER IAKMIU ; PEIXE, TIAGO SEVERO ; CABRERA, MARCOS APARECIDO SARRIA ; PAOLIELLO, MONICA MARIA BASTOS . Association of lead, cadmium and mercury with paraoxonase 1 activity and malondialdehyde in a general population in Southern Brazil. ENVIRONMENTAL RESEARCH , v. 156, p. 674-682, 2017.

  • SILVA, A. L. C. ; URBANO, MARIANA RAGASSI ; LOPES, A. C. B. ; CARVALHO, MARIA DE FÁTIMA H. ; BUZZO, M. L. ; PEIXE, T. S. ; ASCHNER, M. ; MESAS, ARTHUR EUMANN ; PAOLIELLO, M. M. B. . Blood manganese levels and associated factors in a population-based study in Southern Brazil. JOURNAL OF TOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL HEALTH-PART A-CURRENT ISSUES , p. 1-14, 2017.

  • LOPES, A. C. B. ; PEIXE, T. S. ; MESAS, ARTHUR EUMANN ; PAOLIELLO, M. M. B. . Lead exposure and oxidative stress: a systematic review. Reviews of Environmental Contamination and Toxicology , v. 236, p. 193-238, 2015.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, E. S. ; SCHOFIELD, KATIE LARSON ; ARCURI, ARLINE S. A. ; BULCÃO, RACHEL P. . Nanotoxicology and Exposure in the Occupational Setting. Occupational Diseases and Environmental Medicine , v. 03, p. 35-48, 2015.

  • PEIXE, TIAGO SEVERO ; DE ALMEIDA, RAFAEL MENCK ; GIROTTO, EDMARLON ; DE ANDRADE, SELMA MAFFEI ; MESAS, ARTHUR EUMANN . Use of illicit drugs by truck drivers arriving at Paranaguá port terminal, Brazil. Traffic Injury Prevention (Print) , v. 15, p. 131207050001004-677, 2013.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, E. D. S. ; SILVA, C. S. ; BUSSACOS, M. A. . Occupational exposure profile of Pb, Mn, and Cd in nonferrous Brazilian sanitary alloy foundries. Toxicology and Industrial Health , v. 30, p. 701-713, 2012.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; PINHEIRO, F. . Proteção à Saúde do Trabalhador: um estudo comparativo entre regulamentações da Espanha, dos EUA e Brasil.. RevInter , v. 2, p. 27-41, 2009.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth . Análise de amostras de fenol em urina de trabalhadores e no ar de fundição de metais. Revista Brasileira de Toxicologia , São Paulo, v. 21, p. 60-69, 2008.

  • PEIXE, T. S. ; Nascimento, Elizabeth de Souza ; Della Rosa, Henrique Vicente . Determinação de fenol urinário por cromatografia em fase gasosa em trabalhadores que utilizam resinas fenólicas em fundições. RBCF. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-8250 Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences) , São Paulo, v. 42, n.2, p. 279-287, 2006.

  • PEIXE, T. S. ; SANTOS, C. E. M. . Dicionário de saúde e segurança do trabalho e do trabalhador. 1. ed. Novo Hamburgo: Proteção Publicações Ltda, 2018. v. 1. 1280p .

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, E. S. ; BULCAO, R. P. ; SANTOS, C. E. M. ; PAIS, M. C. N. . Regulations for Safety Assessment of Nanomaterials. In: Vineet Kumar, Nandita Dasgupta & Shivendu Ranjan. (Org.). Nanotoxicology: Toxicity Evaluation, Risk Assessment and Management. 1ed.Boca Ranton: CRC Press, 2018, v. 1, p. 635-649.

  • NASCIMENTO, E. D. S. ; PEIXE, T. S. . Princípios da Toxicocinética e Toxicodinâmica. In: René Mendes. (Org.). Patologia do Trabalho. 3ed.São Paulo: Atheneu, 2013, v. 1, p. 121-135.

  • PEIXE, T. S. . Droga e direção, não !. Hoje em dia, Belo Horizonte, , v. 1, p. 1 - 1, 15 jun. 2016.

  • PEIXE, T. S. ; MARCHI, E. . Indústria reduz exposição do trabalhador ao chumbo. Jornal de Londrina, Londrina, p. 6 - 6, 26 ago. 2015.

  • PEIXE, T. S. ; GIROTTO, E. . Exames toxicológicos e a redução de acidentes de trânsito. Jornal Gazeta do Povo, Curitiba, 21 ago. 2015.

  • PEIXE, T. S. ; GIROTTO, E. . Os exames toxicológicos e a redução de acidentes. Correio Braziliense, Brasília, DF, p. 11 - 11, 21 jul. 2015.

  • PEIXE, T. S. . Nanotoxiologia e exposição no ambiente de trabalho. Revista PbBrasil, Londrina, Pr, p. 56 - 61, 01 ago. 2014.

  • PEIXE, T. S. . Qual indicador é mais adequado: um estudo comparativo entre regulamentações em saúde do trabalhador.. Revista Chumbo Brasil, Brasil, Londrina-Pr, p. 05 - 13, 01 dez. 2012.

  • MILANI, V. ; ALMEIDA, M. B. ; PEIXE, T. S. . Detecção de 1-hidroxipireno por metodologia de cromatografia líquida de alta eficiência. In: 27 º Encontro anual de iniciação científica - EAIC, 2018, Londrina. 27 º Encontro anual de iniciação científica - EAIC. Londrina: EDUEL, 2018. v. 1. p. 1-4.

  • SOUZA, C. F. ; IABE, M. J. S. ; PEIXE, T. S. . Determinação de níves séricos de prata em pacientes queimados. In: XXIV Encontro de Iniciação Científica, 2015, Londrina. XXIV Encontro de Iniciação Científica. Londrina: UEL, 2015. v. 1. p. 1-4.

  • PAOLIELLO, M. M. B. ; PEIXE, T. S. ; MICHELIN, A. P. ; LUDWIG, I. S. . Avaliação de parâmetros de estresse oxidativo na população do município de Cambé-PR. In: 21º Encontro Anual de Iniciação Científica (EAIC), 2012, Maringá. 21º Encontro Anual de Iniciação Científica (EAIC), 2012.

  • PAOLIELLO, M. M. B. ; PEIXE, T. S. ; MICHELIN, A. P. ; LUDWIG, I. S. ; NOGUEIRA, A. S. . Bioindicadores de estresse oxidativo em mulheres de 40 anos ou mais do município de Cambé-PR. In: 21º Encontro Anual de Iniciação Científica (EAIC), 2012, Maringá. 21º Encontro Anual de Iniciação Científica (EAIC), 2012.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth . Proteção à Saúde do Trabalhador: um estudo comparativo entre regulamentações da Espanha, dos EUA e Brasil.. In: IV Workshop em Gestão Integrada: Riscos e Prevenção de Danos Ambientais e Ocupacionais, 2008, São Paulo. Interfacehs - Revista de Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente. São Paulo: Senac, 2008. v. 4.

  • LEACHI, H. F. L. ; MANOEL NETO, C. ; STANGANELLI, N. C. ; GALDINO, M. J. Q. ; PEIXE, T. S. ; RIBEIRO, R. P. . Concentrações de 1-OHpireno na urina de trabalhadores da saúde expostos à fumaça cirúrgica.. In: 70 º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2018, Curitiba. 70 º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Curitiba: Anais 70 CBEn, 2018. v. 1. p. 1-1.

  • SILVA, A. L. C. ; URBANO, M. R. ; CARVALHO, M. D. F. H. ; BUZZO, M. L. ; PEIXE, T. S. ; PAOLIELLO, M. M. B. . Manganese levels in blood and associated factors in urban population aged 40 or more in a city in the southern Brazil. In: SOT Annual Meeting, 2016, New Orleans. 55 th Annual Meeting and ToxExpo. Londres: Oxford University Press, 2016. v. 150. p. 149-149.

  • LOPES, A. C. B. ; NAVAS-ACIEN, A. ; SILBERGELD, E. K. ; CARVALHO, M. D. F. H. ; BUZZO, M. L. ; PEIXE, T. S. ; URBANO, M. R. ; PAOLIELLO, M. M. B. . Cadmium exposure and associated factors among an adult population from Southern Brazil. In: 28th Annual Conference International Society for Environmental Epidemiology, 2016, Roma. 28th Annual Conference International Society for Environmental Epidemiology. New York: Environmental Health Perspectives, 2016. v. 1. p. 196-196.

  • LOPES, A. C. B. ; PEIXE, T. S. ; NOGUEIRA, A. S. ; MICHELIN, A. P. ; PAULA, G. H. O. ; PAOLIELLO, M. M. B. . Blood Lead Levels, Paraoxonase-1 and Malondialdehyde in urban population from Southern Brazil. In: 28th Annual Conference International Society for Environmental Epidemiology, 2016, Roma. 28th Annual Conference International Society for Environmental Epidemiology. New York: Environmental Health Perpectives, 2016. v. 1. p. 73-73.

  • RAFAELLI, R. A. ; GUIDONI, C. M. ; DIAS, J. B. ; PEIXE, T. S. . Intoxicação aguda por gás cloro em laboratório clínico. In: 48 º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2014, Rio de Janeiro. 48 º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2014.

  • RAFAELLI, R. A. ; DIAS, J. B. ; GIROTTO, E. ; PEIXE, T. S. . Correlação entre a concentração de chumbo em sangue (Pb-S) e ácido aminolevulínico urinário (ALA-U) em trabalhadores de fábricas de baterias. In: 48 º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2014, Rio de Janeiro. 48 º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2014.

  • PEIXE, T. S. ; GUIDONI, C. M. ; DIAS, J. B. ; RAFAELLI, R. A. . Suspeita de intoxicação aguda por gás cloro em laboratório clínico. In: V Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica, 2014, Salvador. V Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica. Porto Alegre: Associação Brasileira de Centro de Informação e Assistência Toxicológica - ABRACIT, 2014. v. 1. p. 139-139.

  • REIS, R. A. ; ANTONIACONI, G. ; IABE, M. J. S. ; OLIVEIRA, G. ; VIEIRA, E. B. ; PEIXE, T. S. . Monitoramento ambiental e uso de biomonitores na avaliação de poluentes atmosféricos. In: VII Simpósio de Experiências e Pesquisas Integradas Ensino, Serviços e Comunidade (SEPIESC) IV Congresso Científico do Centro de Ciências da Saúde/UEL, 2014, Londrina. VII Simpósio de Experiências e Pesquisas Integradas Ensino, Serviços e Comunidade (SEPIESC) IV Congresso Científico do Centro de Ciências da Saúde/UEL. Londrina: UEL, 2014. v. 1. p. 1-1.

  • SANTINI, S. C. ; GIROTTO, E. ; PEIXE, T. S. ; MESAS, A. E. ; ANDRADE, S. M. . Uso de substâncias psicoativas por motoristas de caminhão frequentadores do porto de Paranaguá, Paraná. In: 40 º Congresso Brasileiro de Anáiises Clínicas, 2013, Florianópolis. 40 º Congresso Brasileiro de Anáiises Clínicas. Florianópolis: SBAC, 2013. v. 1.

  • PEIXE, T. S. ; MENCK, R. A. ; GIROTTO, E. ; ANDRADE, S. M. ; MESAS, A. E. . Profile of Drug Abuse in Urine Samples from Truck Drivers at a Port Terminal in Brazil. In: Tenth International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Resarch, 2013, Jackson, MS, USA. Tenth International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Research. Jackson, MS: JSU, 2013. v. 1. p. 10-11.

  • PEIXE, T. S. ; PAOLIELLO, M. M. B. ; MENCK, R. A. ; GIROTTO, E. ; ANDRADE, S. M. ; MESAS, A. E. . Perfil do uso de drogas por motoristas de caminhão em um terminal portuário no Brasill. In: XVIII Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2013, Porto Alegre. XVIII Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2013.

  • SILVA, L. F. R. S. ; PETENUCI, D. L. ; TURINI, C. A. ; PEIXE, T. S. . Intoxicação por fenobarbital em tentativa de suicídio: relato de caso. In: 47º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, 2013, São Paulo. 47º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial. Rio de Janeiro: SBPC, 2013. v. 1. p. 1-1.

  • SANTOS, I. C. P. F. ; NOGUEIRA, A. S. ; SILVA, L. F. R. S. ; FERREIRA, A. R. M. ; NOMURA, P. R. ; TURINI, C. A. ; PEIXE, T. S. . Intoxicação por cocaína: relato de caso. In: I Encontro Paranaense de Inserção do Farmacêutico no SUS e XII Jornada de Farmácia e Análises Clínicas, 2013, Londrina. I Encontro Paranaense de Inserção do Farmacêutico no SUS e XII Jornada de Farmácia e Análises Clínicas. Londrina: CCS-UEL, 2013. v. 1. p. 1-1.

  • SANTOS, I.C.P.F. ; NOGUEIRA, A.S. ; SILVA, L.F.R.S. ; PEIXE, T. S. ; TURINI, C. A. . A importância da correlação clínico-laboratorial como ferramenta no diagnóstico de intoxicações por cocaína. In: 47º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, 2013, São Paulo. Jornal Brasileiro de Medicina Laboratorial. São Paulo: SBPC/ML, 2013. v. 49. p. 120-121.

  • SILVA, L.F.R.S. ; PETENUCI, D.L. ; SANTOS, I.C.P.F. ; TURINI, C. A. ; PEIXE, T. S. . Intoxicação por fenobarbital em tentativa de suicídio: um relato de caso:. In: 47 º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, 2013, São Paulo. Suplemento Científico do 47 º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial. São Paulo: Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2013. v. 49. p. 120-120.

  • PEIXE, T. S. ; COSTA, E. D. . Proposta de monitoramento do uso de medicamentos antidiabéticos em pacientes residentes na área de abrangência da UBS Guanabara, em Londrina-PR. In: XIII Simpósio de Experiências e Pesquisas Integradas de Ensino, Serviços e Comunidade - SEPIESC e VI Mostra Científica do CCS/UEL, 2013, Londrina. XIII Simpósio de Experiências e Pesquisas Integradas de Ensino, Serviços e Comunidade - SEPIESC e VI Mostra Científica do CCS/UEL, 2013.

  • PEIXE, T. S. . Perfil dos pacientes Diabéticos da UBS San Izidro em Londrina/PR. In: XII SEPIESC e V Mostra Científica, 2012, Londrina. XII SEPIESC e V Mostra Científica, 2012.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, E. D. S. ; SILVA, C. S. ; BUSSACOS, M. A. . Occupational exposure profile of Pb, Mn and Cd in nonferrous brazilian sanitary alloy foundries. In: 9th International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Research, 2012, Jackson, MS, USA. 9th International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Research, 2012. v. 1. p. 35-35.

  • LOPES, A. C. B. ; MESAS, A. E. ; PAOLIELLO, M. M. B. ; PEIXE, T. S. . Exposure to lead and oxidative stress: a systematic review. In: Ninth International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Research, 2012, Jackson. Annals to the Ninth International Symposium on Recent Advances in Environmental Health Research, 2012. v. 1. p. 67-67.

  • PEIXE, T. S. ; PAOLIELLO, M. M. B. ; TURINI, C. A. ; SILVA, M. M. R. . Polineuropatia periférica em piloto de aviação agrícola: relato de caso. In: IV Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica, 2012, Águas de Lindóia. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Toxicologia (SBTOX), 2012. v. 25. p. 78-79.

  • PEIXE, T. S. ; Nascimento, Elizabeth ; Loureiro, Ana Paula . Malondialdehyde (MDA) quantification in plasma of foundry workers: The oxidative stress perspective. In: 46 Congress of the European Societis of Toxicology, 2009, Dresden. Astracts 46 Congress of the European Societis of Toxicology. v. 189S. p. 117-117.

  • PEIXE, T. S. ; Nascimento, Elizabeth ; SILVA, Carlos Sérgio . Biomonitoring of Pb, Cd, Ni and Mn in semi-automated non-ferrous alloy foundries. In: 46 Congress of the European Societis of Toxicology, 2009, Dresden. Abstracts of the 46 Congress of the European Societis of Toxicology. v. 189S. p. 220-220.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; SILVA, Carlos Sérgio ; BUSSACOS, M. . Biomonitoramento de Pb, Cd, Mn e Ni em trabalhadores de fundições não ferrosas. In: XVI Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2009, Belo Horizonte. Revista Brasileira de Toxicologia. SP: Sbtox, 2009. v. 22. p. 266-266.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; SILVA, Carlos Sérgio ; Pedreira, W.R. . Determinação de Pb, Al e Ni por ICP/OES no ar do ambiente de trabalho de uma fundição de ligas metálicas de bronze. In: I Congresso de Toxicologia Clínico-Laboratorial, 2008, Porto Alegre. Anais do I Congresso de Toxicologia Clínico-Laboratorial, 2008. v. 1. p. 13-13.

  • PEIXE, T ; SCHOFIELD, K . Trends in nanotoxicology exposure at the occupational exposure level. In: 45 Congress of the European Society of Toxicology, 2008, Rhodes. Toxicology Letters, 2008. v. 180S. p. S225-S225.

  • PEIXE, T ; NASCIMENTO, E ; PEDREIRA, W ; SILVA, C . Determination of Pb, Al and Ni using ICP/OES in the workplace of a bronze alloy foundry. In: 45 Congress of the European Societes of Toxicology, 2008, Rhodes. Toxicology Letters, 2008. v. S180. p. S148-S148.

  • PEIXE, T ; NASCIMENTO, E ; PEDREIRA, W ; SILVA, C . Avaliação da exposição a metais no ar do ambiente de trabalho: aplicação da ferramenta MOE (Margin Occupational Exposure). In: XIII Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia, 2008, São Paulo. RBCF. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-8250 Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences), 2008. v. 44.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; ROSA, Henrique Vicente Della . Determination of urinary phenol by gas chromatography in workers using phenolic resins in foundries. In: International Congress on Occupational Health, 2006, Milan. Annals of the International Congress on Occupational Health.

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; ROSA, Henrique Vicente Della . Validação de metodologia analítica para determinação de fenol urinário por cromatografia em fase gasosa e extração líquido-líquido. In: V Congresso de Farmácia e Análises Clínicas, 2005, Ponta Grossa, 2005.

  • PEIXE, T. S. ; ROSA, Henrique Vicente Della ; NASCIMENTO, Elisabeth . Determination of urinary phenol by gas chromatography in occupational biological monitoring of workers using phenolic resins. In: XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Revista Brasileira de Toxicologia, 2005. v. 18. p. 64-64.

  • MIMURA, E. C. M. ; FAVORETO, J. P. ; FAVERO, M. E. ; BONIFACIO, K. ; PEIXE, T. S. ; CARRILHO, A. J. F. ; MORITA, A. ; BARBOSA, D. S. . Silver serum levels in burned patients treated with silver sulfadiazine and its toxicity on inflammatory cells. BURNS , 2019.

  • PEIXE, T. S. . Segurança Química no Transporte de Produtos Perigosos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PEIXE, T. S. . Toxicologia de agrotóxicos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • LOPES, A. C. B. ; NAVAS-ACIEN, A. ; SILBERGELD, E. K. ; CARVALHO, M. D. F. H. ; BUZZO, M. L. ; PEIXE, T. S. ; URBANO, M. R. ; PAOLIELLO, M. M. B. . Cadmium exposure and associated factors among an adult population from Southern Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PEIXE, T. S. . Toxicologia: áreas de atuação. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PEIXE, T. S. . Atendimentos a intoxicações agudas: relatos de caso. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PEIXE, T. S. ; MENCK, R. A. ; GIROTTO, E. ; ANDRADE, S. M. ; MESAS, A. E. . Profile of Drug Abuse in Urine Samples from Truck Drivers at a Port Terminal in Brazil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; Pedreira, W.R. ; SILVA, Carlos Sérgio . Proteção à Saúde do Trabalhador: um estudo comparativo entre regulamentações da Espanha, dos EUA e Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; Pedreira, W.R. ; SILVA, Carlos Sérgio . Determinação de Pb, Al e Ni por ICP/OES no ar do ambiente de trabalho de uma fundição de ligas metálicas de bronze. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PEIXE, T. S. ; NASCIMENTO, Elisabeth ; ROSA, Henrique Vicente Della . Validação de metodologia analítica para determinação de fenol urinário por cromatografia em fase gasosa e extração líquido-líquido.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PEIXE, T . Elaboração de documentos em avaliação de risco, segurança química e adequação à norma NR 32. 2008.

PEIXE, T. S. . Elaboração de fichas de informação de segurança de produtos químicos (FISPQ). 2006.

PEIXE, T. S. ; SILVA, Carlos Sérgio . Avaliação da exposição aos metais Pb, Mn, Cd e Ni em fundição de metal não ferroso (Empresa). 2009.

PEIXE, T. S. ; SILVA, Carlos Sérgio . Avaliação da exposição aos metais Pb, Mn, Cd e Ni em fundição de metal não ferroso.. 2009.

PEIXE, T. S. ; SILVA, Carlos Sérgio . Avaliação da exposição aos metais Pb, Mn, Cd e Ni em fundição de metal não ferroso (Empresa). 2008.

PEIXE, T. S. ; SILVA, Carlos Sérgio . Avaliação da exposição aos metais Pb, Mn, Cd e Ni em fundição de metal não ferroso (Empresa). 2008.

PEIXE, T. S. ; MESAS, A. E. ; URBANO, M. R. . UEL integra projeto nacional que busca antecipar riscos à saúde. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEIXE, T. S. . Professor é autor de capítulo de livro publicado pela CRC Press. 2018. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

PEIXE, T. S. ; SANTOS, C. E. M. ; MENDES, R. . Livro traz verbetes de saúde e segurança do trabalhador. 2018. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

PEIXE, T. S. . Começa a valer nova regra para renovação de carteira de caminhoneiros. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

RIZZOTO, R. ; PEIXE, T. S. . Motoristas profissionais farão teste do cabelo para detecção de drogas. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

VENTURA, M. U. ; DEGA, V. L. ; PEIXE, T. S. . Debate sobrea produção e o consumo de produtos orgânicos. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEIXE, T. S. . Motoristas de ônibus e caminhões terão de fazer exame toxicológico. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEIXE, T. S. ; ALMEIDA, R. . Evento Internacional na UEL, voltado a modelos alternativos de ensaios toxicológicos. 2015. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

PEIXE, T. S. ; LEAL, G. ; SIMOES, F. ; ACIOLY, A. ; BLOISE, J. . Detran-RJ discute exame toxicológico e efeito do consumo de drogas ao volante. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

PEIXE, T. S. ; ABI-SAAB, O. J. ; COLUS, I. M. . Jantando com o inimigo: a polêmica de agrotóxicos. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

GIROTTO, E. ; PEIXE, T. S. ; MESAS, A. E. ; GONZALES, A. D. ; ANDRADE, S. M. ; GUIDONI, C. M. . Estudo mostra que 50,7% de 670 caminhoneiros já fizeram uso de anfetaminas. 2014. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

PEIXE, T. S. ; GIROTTO, E. . Estudo revela uso de drogas por caminhoneiros. 2013.

PEIXE, T. S. . Professor da UEL apresenta trabalho em simpósio internacional. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

PEIXE, T. S. ; GIROTTO, E. ; MESAS, A. E. ; ANDRADE, S. M. . Professor do CCS apresenta trabalho em simpósio internacional (Agência UEL). 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

SALDIVA, P. H. N. ; PEIXE, T. S. . Compartilhe - Educação é a nossa praia - UFPR Litoral. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

PEIXE, T. S. . Intoxicações exógenas - Curso de Formação de Socorristas SIATE-SAMU. 2018. .

ALMEIDA, R. ; PEIXE, T ; OLIVEIRA JUNIOR, A. G. ; KOBAYASHI, R. K. T. . III MALTOX: Métodos Alternativos à Experimentação Animal em Testes Toxicológicos e no Estudo da Relação Parasito-Hospedeiro. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PEIXE, T. S. ; ALMEIDA, R. ; OLIVEIRA JUNIOR, A. G. ; PANAGIO, L. ; VERRI JUNIOR, W. A. . II MALTOX: Métodos Alternativos à Experimentação Animal em Testes Toxicológicos e no Estudo da Relação Parasito-Hospedeiro. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PEIXE, T. S. ; SILVA, G. V. . Toxicologia de Agrotóxicos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PEIXE, T. S. . Legislação Sanitária: saneamento ambiental e vigilância em saúde do trabalhador. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

ALMEIDA, R. ; PEIXE, T. S. ; PANAGIO, L. ; OLIVEIRA JUNIOR, A. G. ; VENANCIO, E. J. ; NAKAZATO, G. ; NIEMEYER, J. C. ; SIMONETTA, S. H. ; KOBAYASHI, R. K. T. ; VERRI JUNIOR, W. A. . I MALTOX: Curso Internacional de Métodos Alternativos à Experimentação Animal em Testes Toxicológicos e no Estudo da Relação Parasito-Hospedeiro. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PEIXE, T. S. . Toxicologia ambiental. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

PEIXE, T. S. . Higiene Industrial. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

NASCIMENTO, E. S. ; PEIXE, T. S. . Toxicologia de Alimentos. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SALDIVA, P. H. N. ; PEIXE, T. S. . Toxicologia em Saúde Ambiental. 2013. (Palestra ministrada).

PEIXE, T. S. . Toxicologia Ocupacional. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

PEIXE, T. S. . Toxicologia de Alimentos. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

NASCIMENTO, E. S. ; PEIXE, T. S. . Avaliação das concentrações de exposição aos metais Pb, Cd, Mn e Ni em fundições de metais não ferrosos e sua correlação com marcadores de dano oxidativo. 2009. (Relatório de pesquisa).

PEIXE, T. S. ; Pedreira, W.R. . Análises toxicológicas de metais por AAS e ICP-OES. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PEIXE, T. S. . Monitorização Ambiental e Biológica: conceitos e aplicações. 2007. (Palestra ministrada).

PEIXE, T. S. . Toxicologia Ocupacional: da teoria à prática. 2006. (Palestra ministrada).

PEIXE, T. S. . 1° Jornada de Toxicologia da UniABC. 2006. (Organização de evento).

PEIXE, T. S. . Exposição ocupacional, toxicologia dos solventes e amostragens ambientais e biológicas.. 2005. (Palestra ministrada).

PEIXE, T. S. . Toxicologia dos solventes. 2004. (Palestra ministrada).

PEIXE, T. S. . IV Congresso de Farmácia e Análises Clínicas. 2002. (Organização de evento).

PEIXE, T. S. . Assembléia da Sociedade Paranaense de Plantas Medicinais/Ciclo de Palestras. 2001. (Organização de evento).

PEIXE, T. S. . I Semana Farmacêutica de Farmácia Professor Oscar Rosa Lima. 2000. (Organização de evento).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    RESEARCH: Recognizing Signatures of the Exposome to Anticipate Risks for Continuous Health Coordination:, Descrição: No dia-a-dia o homem está exposto a uma grande quantidade de compostos químicos (essenciais e tóxicos), provenientes de exposição ambiental e/ou ocupacional, da dieta, do uso de medicamentos ou drogas de abuso que interagem entre si e com nosso organismo, direta ou indiretamente, promovendo reações simultâneas, dinâmicas e complexas de ataque e de defesa. Este processo promove a formação de inúmeras moléculas no organismo que sustentam íntima relação com a saúde de um indivíduo. Além disso, ao longo da vida, este processo pode ser modificado várias vezes, em decorrência da mudança de hábitos de vida (ex. estresse, dieta, fumo, sono alterado, ruído, atividade física, poluição), levando a condições de maior predisposição a determinadas patologias. Cabe ainda ressaltar que estas variáveis flutuantes (estilo de vida/dieta/poluição) podem abreviar um determinado efeito adverso para alguns indivíduos, por meio de variações genéticas (genoma). Consequentemente, os estudos populacionais que abordam as relações exposição (dose)-efeito para uma única ou poucas substâncias ou que não consideram a influência de variáveis relacionadas ao estilo de vida, sobre os efeitos, são bastante limitados. Neste sentido, o exposoma, definido como o conjunto global de exposições de origem externa (ex. dieta, suplementos, água, ar, medicamentos) e interna (ex. expressão de proteínas e metabólitos formados), deve apresentar uma relação muito mais forte com as condições de saúde e doença de um indivíduo (fenótipo). Assim, este projeto tem como principal objetivo utilizar estudos sistêmicos de associação ampla do exposoma (do inglês exposome-wide association study) em diversas populações brasileiras, para estabelecer perfis característicos associados àbiomarcadores de efeito ou a desfechos definidos. Para isso, dados obtidos sobre a concentração de substâncias tóxicas e de nutrientes no organismo por meio de estudos de biomonitoramento humano, hábitos e estilos de vida (dieta, atividade física, estresse), perfis epigenômicos, proteômicos e metabolômicos, bem como de microbioma serão integrados com uso de ferramentas de mineração de dados (supervisionada ou não supervisionada). Assim, a presente proposta está dividida em 6 subprojetos que contemplam diferentes estudos populacionais: (i)-PREGNANT; (ii)-AMAZOMICS;(iii)-CARDIOGENES e (iv)-ObESE; (v)-MICROPEST; (vi)-METROPOLIS. Além disso, para facilitar futuros estudos populacionais no Brasil em grande escala e também auxiliar na criação de biobancos, estudos em sistemas de microcoleta de amostras biológicas (com matriz seca), simples, de baixo custo e que reduzem volume e necessidade de refrigeração das amostras serão realizados. Além de propiciar a constituição de uma rede de pesquisas na área de biomonitoramento humano e exposômica no Brasil, a proposta contribuirá para a formação de recursos humanos de alta qualidade. Já os resultados dos vários estudos propostos poderão evidenciar populações sob risco (exposição acentuada a contaminantes e deficiência de nutrientes) para ações de políticas públicas e estabelecer mecanismos moleculares, que podem ser usados para prevenir futuros agravos a saúde. Finalmente, com o constante desenvolvimento tecnológico e crescente uso de smartphones e de sistemas de point-of-care, novos aplicativos inteligentes para geração de dados individualizados de exposoma externo e sistemas de detecção miniaturizados de biomarcadores (exposoma interno), podem ser desenvolvidos, o que poderá estimular propostas de startups (futuros projetos PIPE-FAPESP).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (5) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Arthur Eumann Mesas - Integrante / Fernando Barbosa Júnior - Coordenador / Mariana Ragassi Urbano - Integrante / Ana Carolina Bertin de Almeida Lopes - Integrante / Monica Maria Bastos Paoliello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Riscos ocupacionais de trabalhadores de saúde, Descrição: O trabalhador de saúde está constantemente exposto a riscos em seu processo de trabalho, dentre os quais se destacam os riscos químicos e ergonômicos, que podem comprometer a saúde física e mental desses indivíduos. objetivo: avaliar os riscos ocupacionais de trabalhadores da saúde e desenvolver estratégias para a minimização desses riscos. material e métodos: serão realizados seis subprojetos: o primeiro consistirá em uma revisão sistemática de literatura voltada às estratégias de promoção da saúde mental e bem estar de trabalhadores da saúde; o segundo constituirá uma pesquisa metodológica direcionada ao desenvolvimento de uma ferramenta móvel para apoio à saúde mental e bem-estar de trabalhadores de enfermagem; no terceiro serão analisados os sinais e sintomas relacionados à presença de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos na urina de trabalhadores expostos à fumaça cirúrgica, por meio de delineamento transversal; o quarto destina-se a elaboração e validação de uma escala para avaliação de sinais e sintomas relacionados à exposição à fumaça cirúrgica em trabalhadores da saúde; o quinto consistirá na tradução, adaptação cultural e validação para o uso no brasil da nursing incivility scale ? nis; por fim será elaborado e validado um protocolo para uso do eletrocautério em salas cirúrgicas. resultados esperados: espera-se demonstrar a efetividade das estratégias de promoção da saúde do trabalhador por meio de aplicativos web, embasar futuros estudos e por a construção de ferramentas que facilitem o acesso a informações para melhoria do ambiente de trabalho com os recursos disponíveis. a tradução e validação de uma escala para mensurar a incivilidade entre trabalhadores de enfermagem fornece subsídios para que os gestores possam planejar intervenções efetivas além disso, a elaboração do protocolo para o uso do eletrocautério com base nos achados científicos da pesquisa de viabilidade celular, além dos encontrados embasamentos da literatura, incentivará os gestores sobre a necessidade da utilização de EPI e EPC efetivos e que realmente protejam os trabalhadores deste risco químico e biológico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Renata Perfeito Ribeiro - Coordenador / Helenize Ferreira Lima Leachi - Integrante.

  • 2019 - Atual

    GraduaUEL, Descrição: O ingresso no ensino superior representa uma fase com diversos aspectos positivos para os jovens, como possibilidade de fazer novas amizades e adquirir novos conhecimentos, porém também envolve situações que podem torná-los vulneráveis a determinados riscos à saúde. as exigências acadêmicas e as relações entre pares e com professores podem levar a sofrimento psíquico, à adoção de comportamentos não saudáveis, comprometer a qualidade do sono e elevar o risco de problemas como síndrome de burnout, consumo abusivo de substâncias lícitas e ilícitas, medicamentos, entre outros. a exposição a violências, além do trote, também pode ocorrer, especialmente em um contexto de ampliação de acesso de um público historicamente excluído do ensino superior. identificar a prevalência dos principais problemas de saúde, exposição a violências e hábitos de vida não saudáveis pode contribuir para o estabelecimento e políticas universitárias e ações que visem melhorar a qualidade de vida e saúde dos estudantes. objetivo. analisar aspectos relacionados à saúde, à exposição a violências e aos hábitos de vida de estudantes universitários. métodos. a população de estudo será composta por todos os estudantes universitários matriculados nos cursos de graduação da universidade estadual de londrina (uel) no ano de 2019. os dados serão coletados no primeiro semestre letivo do ano de 2019, com a utilização de uma plataforma digital online. este instrumento conterá as variáveis a serem aferidas e será pré-testado e aplicado em estudo piloto com outras populações universitárias. serão obtidos dados relacionados ao curso de graduação, sociodemográficos, hábitos de vida, exposição a violências e condições de saúde, como sintomas depressivos, qualidade do sono, uso de medicamentos, síndrome de burnout, entre outras. serão calculadas prevalências, razões de prevalência e intervalos de confiança de 95% por meio de modelos de regressão múltipla. modelos de equações estruturais serão usados em análises de mediações. resultados esperados. espera-se contribuir para ampliar o conhecimento sobre hábitos de vida, aspectos relacionados ao sono, saúde mental, consumo de medicamentos e violência entre os estudantes universitários, entre outros aspectos relacionados à saúde e ao bem-estar dos estudantes. também se espera que os resultados possam subsidiar o planejamento de ações que reduzam a ocorrência de problemas de saúde e violência nesse ambiente. espera-se, ainda, contribuir para a formação de recursos humanos em pesquisa, com a incorporação de alunos da graduação e da pós-graduação nas atividades desta investigação epidemiológica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Edmarlon Girotto - Integrante / Camilo Molino Guidoni - Coordenador / Arthur Eumann Mesas - Integrante / Selma Maffei de Andrade - Integrante / Renne Rodrigues - Integrante / Marselhe Nobre de Carvalho - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Fatores de risco, saúde e labor de trabalhadores de um Hospital Universitário, Descrição: Introdução: os trabalhadores da saúde estão expostos a riscos ocupacionais do tipo físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes durante as suas atividades laborais. A análise das relações entre saúde e trabalho nas abordagens tradicionais tem sido realizada considerando-se a exposição do trabalhador aos fatores de risco. A prevenção a tal exposição inicia-se pela identificação e quantificação dos riscos para posterior minimização ou até exclusão dos mesmos, quando possível. A vida particular e a saúde do trabalhador normalmente são tratadas como algo à parte, fora do contexto do trabalho, como se fossem indissociáveis. Muitas vezes, as doenças ou agravos à saúde ocorrem concomitantemente, devido às condições de trabalho ou são agravadas pelas mesmas. Tipo de estudo: descritivo, exploratório com abordagem qualitativa e quantitativa. Objetivo geral: analisar os riscos ocupacionais a que estão expostos a equipe de saúde de um hospital universitário. Objetivos específicos: verificar se existe correlação entre os riscos no trabalho com as variáveis: sexo, estado civil, escolaridade, salário, idade, turno e local de trabalho e atividade desenvolvida; identificar o conhecimento da equipe de saúde em relação aos riscos aos quais estão expostos; identificar os fatores de risco no trabalho da equipe de saúde; identificar os problemas de saúde percebidos pela equipe de saúde; propor medidas de intervenção para minimizar ou extinguir os riscos ocupacionais da equipe de saúde. Material e métodos: por se tratar de um projeto de pesquisa onde participarão estudantes de diferentes níveis de formação, cada estudo desenvolvido dentro desta proposta de pesquisa utilizará abordagens metodológicas especificas que respondam aos objetivos propostos. Todas as etapas deste estudo serão realizadas com os trabalhadores de saúde em um hospital universitário de grande porte localizado no norte do estado do Paraná. Resultados esperados: confirmar a presença de riscos ocupacionais entre os trabalhadores de saúde do HU e desenvolver medidas que minimizem ou extinguam os riscos aos quais os trabalhadores estão expostos na prática diária das suas atividades laborais, trará benefícios para a saúde, quer seja pela prevenção de doenças, promoção da saúde, aumentando a qualidade de vida dos mesmos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Renata Perfeito Ribeiro - Coordenador / Helenize Ferreira Lima Leachi - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Riscos ambientais e à saúde devido ao teor anormal de flúor nas águas da região de Londrina (PR), Descrição: As águas superficiais e subterrâneas, tem recebido atenção especial das agências reguladoras e de seus usuários, devido a negligência reinante no tocante a contaminações. isso representa sérios riscos à saúde coletiva. a poluição da água resulta da disposição de resíduos na superfície da terra, incluindo fossas sépticas, aterros sanitários e resíduos industriais. todavia, valores anormais naturais de determinados elementos químicos são rotineiros. na área investigada se destacam duas formas de ocorrência de água: 1) a superficial; 2) a subterrânea subdividida em: aqüífero freático e o sistema aqüífero serra geral. a ocorrência de áreas de anomalias hidrogeoquímicas em diversas regiões paranaenses e sua repercussão sobre a saúde humana e animal vêm sendo apontadas em estudos específicos, como na região norte do estado do Paraná, com níveis elevados de flúor no solo e em águas subterrâneas e de bacias superficiais. o método propõe o uso de material de composição de imagens orbitais multitemporais e da técnica da potenciometria direta com eletrodo seletivo a íons fluoreto. a interação saúde coletiva, meio ambiente, geografia da saúde e hidrogeoquímica do flúor obedecerá uma fase diagnóstica onde serão usados dados das doenças dentárias, ósseas e de outras naturezas registrados no DATASUS. desse modo, considera-se que os estudos detalhados de distribuição e do comportamento do flúor na fase aquosa superficial e subterrânea, em especial das fontes de abastecimento público da 17ª Regional de Saúde de Londrina, subsidiem a confecção de um perfil estimativo do grau de toxicidade naquele contexto, delimitando em mapas áreas de maior risco à saúde. iniciar-se-á também uma rede de riscos ambientais e à saúde coletiva, nesse momento, capitaneada pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), com inserção futura no Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres do Paraná (CEPED).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / J P P PINESE - Coordenador / P G CALDARELLI - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2017 - 2019

    Interações de Riscos Ambientais com a Saúde Coletiva, Relacionadas à Distribuição dos Fluoretos nas Águas de Abastecimento Público da Regional de Saúde de Londrina (PR), Descrição: Águas superficiais e subterrâneas, tem recebido atenção especial das agências reguladoras e de seus usuários, devido a negligência reinante no tocante a contaminações. Isso representa sérios riscos à saúde coletiva. A maioria da poluição da água resulta da disposição de resíduos na superfície da Terra, incluindo fossas sépticas, aterros sanitários e resíduos industriais. Contudo, valores anormais naturais de determinados elementos têm sido rotineiramente assinalados (Pinese et al, 2001). Na área investigada existem duas formas de ocorrência de água: 1) A superficial com rios e outras drenagens e; 2) A subterrânea subdividida em: Aqüífero freático e o sistema Aqüífero Serra Geral. O Sistema hídrico superficial na região é representado por bacias hidrográficas de destaque como a do Rio Tibagi, que de modo geral alimenta parcialmente o Rio Paranapanema (Divisa do Estado do Paraná e São Paulo). O aqüífero subterrâneo freático é representado pela camada de solo e rocha alterada. Ao contrário dos sistemas aqüíferos sedimentares, os quais possuem uma certa homogeneidade física, o sistema Aqüífero Serra Geral, pelas suas características litológicas de rochas cristalinas, se constitui em um meio aqüífero de condições hidrogeológicas heterogêneas e anisotrópicas (FREEZE & CHERRY, 1979). Por outro lado, o impacto do uso indevido do meio ambiente gerando riscos a saúde humana é merecedor de toda atenção por parte das autoridades. A ocorrência de áreas de anomalias hidrogeoquímicas em diversas regiões paranaenses e sua repercussão sobre a saúde humana e animal vêm sendo apontadas em estudos específicos (LICHT, O. A. B. & MORITA, M. C., 1995; LICHT, O. A. B., MORITA, M. C. & TARVAINEN, T., 1996, LICHT, 2001 e PINESE ET AL., 2001; ARAUJO & PINESE, 2013). Um estudo geoquímico multielementar de baixa densidade desenvolvido no Estado do Paraná pela Minerais do Paraná (MINEROPAR) (LICHT et al., 1997), com base em dados produzidos através de análise de sedimentos de drenagem e água de bacias superficiais em escala regional, identificou áreas de teores anômalos de diversos elementos químicos, passíveis de ter implicações na saúde do homem. Na região denominada Norte Pioneiro do Estado do Paraná (Figura 1), detectou-se níveis elevados de flúor no solo e em águas de bacias superficiais e subterrâneas (e.g., PINESE ET AL., 2001). Na medida em que os rios nada mais são do que áreas de descarga dos aqüíferos subterrâneos, acrescidos do escoamento superficial e da pluviometria, este estudo assume caráter de extrema importância para o controle ambiental das bacias hidrográficas superficiais e dos aqüíferos subterrâneos como o Aqüífero Serra Geral no Norte do Paraná. O método propõe o uso de material de composição de imagens orbitais multitemporais para determinação e identificação das estruturas geológicas e hidrográficas, através do tratamento destas que sirvam para a base cartográfica preliminar, além da demarcação das áreas de amostragem sistemática de corpos de águas superficiais e subterrâneos utilizados no abastecimento público. Os dados da hidrogeoquímica do flúor, bem como sua distribuição na 17ª Regional de Saúde de Londrina, objetivam tentativamente elucidar seus processos evolutivos e possíveis riscos à saúde coletiva nesta regional. Para avaliar a concentração de flúor nas amostras de água será empregado a técnica da Potenciometria Direta com eletrodo seletivo a íons Fluoreto, nos laboratórios da UEL. A interação Saúde Coletiva, ambiente e Hidrogeoquímica do Fluor obedecerá uma fase diagnóstica onde serão usados dados das enfermidades dentárias, ósseas e de outras naturezas registrados no DATASUS ou UBS. Desse modo, considera-se que os estudos detalhados de distribuição e da geoquímica do Flúor na fase aquosa superficial e subterrânea, em especial das fontes de abastecimento público da 17ª Regional de Saúde de Londrina, subsidiem a confecção de. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Mônica Maria Bastos Paoliello - Integrante / J P P PINESE - Coordenador / M M SANTOS - Integrante / A CELLIGOI - Integrante / J C ALVES - Integrante / C A P CAMARA - Integrante / M C MORITA - Integrante / P G CALDARELLI - Integrante / V GENARO - Integrante / D V GUIMARAES - Integrante / J R V SILVA - Integrante / L A S CRISPIM - Integrante., Financiador(es): Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2018

    Análise das atividades desenvolvidas e casos atendidos por um Centro de Informações Toxicológicas, Descrição: As intoxicações podem ser definidas como a manifestação de efeitos nocivos produzidos em um organismo vivo como resultado da sua interação com alguma substância química, além de envenenamentos relacionados a acidentes com animais peçonhentos. Diante da importância das intoxicações e envenenamentos na prática clínica, é importante a formação adequada dos profissionais de saúde no manejo destes eventos, em especial a medicina. Desta forma, são importantes estudos que avaliem os casos atendidos pelos centros de informações toxicológicas e o papel deste como agente formador dos futuros profissionais médicos. Assim sendo, este estudo tem por objetivo determinar o perfil de casos de intoxicação, exposições e envenenamentos atendidos por um centro de informações toxicológicas e analisar a contribuição do estágio neste centro para as atividades desenvolvidas no internato médico. Para isso será desenvolvido um estudo com abordagem quantitativa e qualitativa. No âmbito quantitativo serão analisados os dados referentes aos casos atendidos pelo centro de informações toxicológicas a partir das fichas de atendimento e do sistema de informação de agravos de notificação, avaliando aspectos relacionados ao paciente, procedimentos, evolução e desfecho do caso. No estudo qualitativo, serão analisados estudantes que concluíram estágio no centro de informações toxicológicas e que estão há, no mínimo, seis meses no internato médico. a análise dos dados quantitativos será realizada utilizando-se os programas EPI INFO, versão 3.5.3 para windows e SPSS, versão 19.0. os dados qualitativos serão analisados utilizando-se a técnica de análise de conteúdo, englobando as etapas de pré-análise, exploração do material e tratamento dos resultados, e inferência e interpretação. O estudo obedecerá às disposições sobre diretrizes e normas de pesquisa envolvendo seres humanos, sendo submetido ao comitê de ética em pesquisa da Universidade Estadual de Londrina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Edmarlon Girotto - Coordenador / Camilo Molino Guidoni - Integrante / Arthur Eumann Mesas - Integrante / Selma Maffei de Andrade - Integrante / Alberto Duran Gonzales - Integrante.

  • 2015 - 2017

    Vigilância das doenças cardiovasculares: análise de tendência, de ações de promoção, de práticas assistenciais e da evitabilidade das internações e mortes, Descrição: O presente projeto visa desenvolver estudos que contribuam nos processos de vigilância das doenças crônicas não transmissíveis, com ênfase nas doenças cardiovasculares e no diabetes mellitus. Colaboração no que se refere às análises dos biomarcadores, interpretação dos resultados e aplicação de metodologias analíticas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Selma Maffei de Andrade - Integrante / Alberto Duran Gonzales - Integrante / Mathias Roberto Loch - Coordenador / ANA MARIA RIGO SILVA - Integrante / WLADITHE ORGAN DE CARVALHO - Integrante.

  • 2014 - 2018

    Avaliação da resposta inflamatória e estresse oxidativo relacionados aos níveis séricos de prata em pacientes queimados, Descrição: A queimadura é uma doença inflamatória pós-traumática acompanhada de efeitos locais e à distância, levando a inflamação intensa, lesão tecidual e infecção. Estima-se que no Brasil ocorram aproximadamente um milhão de acidentes com queimaduras por ano. Destes, 100.000 pacientes procurarão atendimento hospitalar e cerca de 2500 irão falecer direta ou indiretamente decorrentes de suas lesões. A queimadura é um gatilho da síndrome da resposta inflamatória sistêmica, sendo proporcionalmente mais severa quanto maior e mais profunda a área queimada. Após o trauma, ocorre ativação de mediadores inflamatórios, liberação de substâncias oxidantes e proteases, causando lesões na pele e em células endoteliais dos capilares, potencializando a necrose tecidual. A ativação desse sistema resulta na produção de espécies reativas de oxigênio (EROS) pela ativação dos neutrófilos. O estresse oxidativo é o maior fator contribuinte para as altas taxas de mortalidade associadas com várias doenças inflamatórias e outras doenças como sepse severa, e tem um papel importante na formação do edema após a queimadura. A prevalência de sepse nos pacientes queimados tem sido relatada entre 8-65%, e apesar dos avanços no tratamento da queimadura, a sepse permanece como uma importante causa de morte nesta condição. Com intuito de diminuir a infecção da área queimada, vários tratamentos foram desenvolvidos, desde a balneoterapia até utilização de medicações tópicas, como o creme de sulfadiazina de prata 1% por sua conhecida ação bactericida contra a Pseudomonas aeroginosa. Entretanto, até o presente momento, não há registro de estudo na literatura que estabeleça relação entre a resposta inflamatória e o estresse oxidativo com a absorção sérica da prata em pacientes queimados. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Camilo Molino Guidoni - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / c. Maria Josefa Santos Yabe - Integrante / Maria Emília Favero - Integrante / Erika Cristiane Mayumi Mimura - Integrante / Alexandre José Faria Carrilho - Coordenador.

  • 2013 - 2015

    Monitoramento da poluição atmosférica a Pb, Cu e Zn utilizando liquens fruticosos, Descrição: Há diversos modelos de monitoramento da qualidade do ar, estes se dividem principalmente em métodos diretos, que medem a concentração de contaminantes diretamente da atmosfera e os indiretos, que utilizam indicadores biológicos que respondem a condição da qualidade do ar, um exemplo são os liquens. Estes são definidos como organismos simbióticos compostos por um fungo (micobionte) e um organismo fotossintetizante, o qual pode ser uma alga verde (ficobionte) ou uma cianobactéria. Desta forma, o presente projeto tem por objetivo estudar a potencialidade do uso de indicadores biológicos como instrumentos de avaliação da qualidade do ar no município de Paranaguá, sugerindo as principais fontes de poluição atmosférica deste. Esta avaliação será possível, adotando-se a metodologia de Espectrometria de Absorção Atômica-Chama (EAA/Chama) na determinação dos metais Pb, Cu e Zn, matérias particulados (PM 10), em espécies de liquens liofilizados utilizados como bioindicadores. O trabalho será realizado em parceria com a UFPR-Litoral, Campus Matinhos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Coordenador / Mônica Maria Bastos Paoliello - Integrante / Suzana Lucy Nixdorf - Integrante / Rodrigo Arantes Reis - Integrante / Antônio Luis Serbena - Integrante / Cláudia Leiser - Integrante / Adolfo Luiz - Integrante / Kellen Sakurai - Integrante / Gisele Antoniaconi - Integrante / Natacha Verônica Bazanella - Integrante / Édipo Vinícius Tagliatella - Integrante / Kariny Araujo Muniz - Integrante., Financiador(es): Fundação da UFPR para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Cultura - Cooperação.

  • 2012 - 2015

    Prevalência de fatores de risco à saúde e para acidentes entre motoristas de transporte rodoviário de cargas, Descrição: Após a realização das entrevistas com os caminhoneiros, os mesmos serão convidados também a fornecerem sua amostra de urina para a determinação de algumas substâncias psicoativas. Serão, então, fornecidos frascos de coleta e orientação quanto ao procedimento, o qual ocorrerá nos diversos sanitários existentes na Pátio do Porto de Paranaguá. Solicitar-se-á que seja coletada entre 50 e 80 mL de urina, em frasco identificado apenas com o número também constantes nos instrumentos de coleta de dados, sem qualquer menção ao nome do motorista. Pretende-se, inicialmente, coletar amostras de 300 motoristas, ou seja, cerca de 20% do total de motoristas entrevistados. Para isso, num momento inicial, todos os motoristas entrevistados serão convidados a fornecerem material biológico, entretanto, após serem entrevistas 10% do total de motoristas, poder-se-á estimar a aceitação a esta coleta, de forma que o intervalo entre as coletas pode ser espaçado, podendo chegar até a um a cada cinco motoristas, em caso de não haver recusas. É importante ressaltar que a matriz biológica adequada à detecção de substâncias psicoativas é a urina, pois é uma amostra fácil de ser colhida, não invasiva, seu armazenamento é fácil e o exame possui um baixo custo, além de que respeita o período de triagem em usuários crônicos e agudos (ALVES, 2005). Processo: 1214/2012.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Edmarlon Girotto - Coordenador / Arthur Eumann Mesas - Integrante / Selma Maffei de Andrade - Integrante / Rafael Almeida Menck - Integrante., Financiador(es): PROHOSP medicamentos & diagnóstica - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 5

  • 2011 - 2015

    Bioindicadores de estresse oxidativo e fatores de risco para doenças cardiovasculares na população geral do município de Cambé-Pr, Descrição: A toxicidade do chumbo está relacionada principalmente aos sistemas nervoso, gastrointestinal, renal e hematopoiético, sendo este último afetado pela inibição de determinadas etapas na biossíntese do heme. A relação entre exposição ao chumbo e doenças cardiovasculares têm sido observada em inúmeras publicações científicas. O presente estudo tem como objetivo estabelecer a relação entre níveis de marcadores de estresse oxidativo e os fatores de risco para a exposição ao chumbo na população geral do município de Cambé, Paraná. As amostras fazem parte do projeto maior denominado VIGICARDIO, cadastrado na UEL. Com o presente estudo, pretende-se obter uma melhor compreensão entre a relação dos indicadores de estresse oxidativo (MDA, NO) e a exposição ao chumbo numa população geral não exposta ocupacionalmente ao referido metal.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Mônica Maria Bastos Paoliello - Coordenador / Isabela Salomão Ludwig - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Avaliação da exposição aos metais Pb, Cd, Mn, Ni e As em fundições de metais sanitários e sua correlação com marcadores de dano oxidativo em leucócitos dos trabalhadores expostos, Processo FAPESP n. 06/59210-0, Descrição: De acordo com a ABIFA (Associação Brasileira de Indústrias de Fundição), a produção em março de 2006 no País foi de 279.353 toneladas, deste montante, a região de São Paulo agrega 77.011t, com 26.593 trabalhadores relacionados com a manufatura de metais ferrosos, aço e não ferrosos. As poeiras metálicas são pequenas partículas sólidas no ar. Os fumos são partículas sólidas ainda menores liberadas onde são usados metais derretidos. Escumar, mexer, vazar, agitar, encher e outras operações que mexem com o fundido podem provocar a liberação de grandes quantidades de emanações. As inalações de fumos metálicos são mais perigosas que as das poeiras metálicas porque os fumos metálicos podem entrar mais facilmente nos pulmões. As fundições de metais não ferrosos utilizam basicamente lingotes de latão (Cobre (Cu) - Zinco (Zn)), nas quais os níveis de Cu variam de 68 a 98 %, e os de Zn de 2 -32 %, dependendo das características do latão. Além dos componentes primários da liga, aproximadamente 5 % da formulação contém outros metais, dentre eles: chumbo, cádmio, arsênio, estanho, ferro, fósforo, manganês e níquel. Uma vez que os trabalhadores nas fundições estão expostos a diversos compostos, é importante verificar os níveis de lesões que possam refletir um efeito aditivo, sinérgico ou antagônico desses vários compostos. No presente trabalho avaliaremos os níveis de dois marcadores de dano oxidativo ao DNA (8-oxo-7,8-dihidro-2'-desoxiguanosina e 1,N2-eteno-2'-desoxiguanosina) procurando correlacioná-los aos níveis dos metais Pb, As, Cd, Ni e Mn encontrados no sangue e urina dos trabalhadores expostos em fundições de louças sanitárias. A análise de dano oxidativo em DNA no caso da exposição aos metais citados acima em fundições de louças sanitárias nos permitirá investigar se essa exposição conjunta leva a danos biológicos mesmo no caso de os níveis isolados dos compostos estarem dentro dos limites de exposição considerados seguros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Coordenador / Elisabeth Nascimento - Integrante / Carlos Sérgio Silva - Integrante / Wagner Pedreira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2006 - 2010

    Avaliação da exposição ao fenol em pacientes submetidos ao peeling dermatológico, Descrição: O presente trabalho está sendo realizado com pacientes da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo, em parceria com a FCF/USP. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Elisabeth Nascimento - Coordenador / Lecy Marcondes Cabral - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo - Cooperação.

  • 2006 - 2007

    Quantificação de fenol em águas residuárias provenientes de tratamento de efluentes, Descrição: O trabalho está sendo desenvolvido com o Prof. Mauri TQF/FCF/USP, trata-se avaliar as concentrações de fenol no processo de tratamento de efluentes industriais. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Integrante / Mauri Sérgio Alves Palma - Coordenador., Financiador(es): Universidade de São Paulo - Cooperação / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2006

    Determinação de fenol na urina de trabalhadores e no ar do ambiente de trabalho em fundições, Descrição: O fenol é utilizado na indústria como agente desinfetante, no preparo de resinas fenólicas e pigmentos de tintas. Apresenta-se no estado sólido à temperatura ambiente, com coloração fracamente rósea, odor acre e é higroscópico. Na exposição ocupacional aguda o composto pode levar a lesões eritematosas e sensação de calor, cronicamente, afetar a maturação celular no compartimento medular ósseo devido à formação de 1,4-benzoquinona. Os monitoramentos ambiental e biológico possuem relevância nas situações de exposições ocupacionais. O objetivo do trabalho foi validar e aplicar métodos apropriados na determinação de fenol em amostras de ar do ambiente de trabalho e urinas provenientes de trabalhadores do setor de macharia de uma indústria de peças sanitárias. Amostras de urina e ar foram analisadas, permitindo-se verificar a aplicação dos métodos cromatográficos para determinação de fenol.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Tiago Severo Peixe - Coordenador / Henrique Vicente Della Rosa - Integrante / Elisabeth Nascimento - Integrante., Financiador(es): Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - Cooperação / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro / Universidade de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Honra ao Mérito: Cinquentenário do Curso de Farmácia da UEL., Universidade Estadual de Londrina.

2018

Medalha do Mérito do XVIII Seminário Nacional de Bombeiros, Academia de Medalhística Cívico Militar do Brasil.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Patologia Aplicada, Análise Clínicas e Toxicológicas. , Av. Robert Koch, n° 60 - Laboratório de Toxicologia, Vila Operáriia, 86038440 - Londrina, PR - Brasil, Telefone: (43) 33712294, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - Atual

    Universidade Estadual de Londrina

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto D, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 02/2018

      Ensino, Saúde Coletiva, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Epidemiologia , Seminários em Pesquisa

    • 02/2018

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Assessoria de Relações Internacionais, .,Cargo ou função, Vice-Representante do Centro de Ciências da Saúde (CCS/UEL).

    • 11/2016

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Câmara de Extensão, .,Cargo ou função, Suplente da Área de Trabalho do CCS.

    • 07/2016

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CEPE, .,Cargo ou função, Membro suplente do CCS.

    • 10/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Hospital Universitário, .,Cargo ou função, Componente da Comissão de Pesquisa do HU.

    • 02/2013

      Extensão universitária , Hospital Universitário, Núcleo de Telemedicina e Telessaúde do HU/UEL.,Atividade de extensão realizada, Representante do Departamento PAC/CCS..

    • 07/2012

      Estágios , Hospital Universitário, Laboratório de Toxicologia.,Estágio realizado, Análises toxicológicas de metais: Pb, Cu, Zn e Li.

    • 06/2012

      Ensino, Residência em Análises Clínicas e Toxicológicas, Nível: Aperfeiçoamento,Disciplinas ministradas, Atividades relacionadas ao Setor de Toxicologia

    • 02/2012

      Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Toxicocinética, Farmacocinética e Matemática , Toxicologia Geral, Habilidades em análises de fluidos biológicos, Estágio em análises clínicas

    • 02/2012

      Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Módulo PBL (Problem Based Learning) - Doenças resultantes da agressão ao meio ambiente, Coordenador de módulo MOD 209 - 2015 e 2016

    • 02/2012

      Serviços técnicos especializados , Hospital Universitário, Laboratório de Toxicologia.,Serviço realizado, Responsável técnico no Setor de Toxicologia do LAC/HU.

    • 04/2014 - 04/2017

      Ensino, Análises Clínicas e Toxicológicas, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Toxicologia avançada: UV/VIS, HPLC, ICP e EAA em matrizes biológicas

    • 12/2012 - 02/2016

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Patologia Aplicada, Análise Clínicas e Toxicológicas.,Cargo ou função, Comissão coordenadora do curso de Especialização em Análises Clínicas e Toxicológicas.

    • 04/2014 - 10/2015

      Direção e administração, Hospital Universitário, Laboratório de Toxicologia.,Cargo ou função, Chefe do Setor de Toxicologia HU/UEL.

  • 2018 - Atual

    Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

    Vínculo: Avaliador, Enquadramento Funcional: Avaliador de Cursos, Carga horária: 1

  • 2016 - Atual

    Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil

    Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Assessor Técnico, Carga horária: 4

  • 2015 - Atual

    Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Tenológico do Hospital Universitário

    Vínculo: Membro do Conselho Fiscal, Enquadramento Funcional: Conselheiro, Carga horária: 4

  • 2018 - Atual

    Associação Brasileira de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

    Vínculo: Associado, Enquadramento Funcional: Associado, Carga horária: 1

  • 2011 - 2015

    Sociedade Brasileira de Toxicologia, SBTOx

    Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro Fiscal

  • 2010 - 2011

    Ministério do Exército

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: 2° Tenente Farmacêutico, Carga horária: 36

    Outras informações:
    Farmacêutico-Bioquímico do Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Militar de Área de São Paulo (HMASP, SP)

  • 2011 - 2015

    Swiss Toxicological Information Centre

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 4

  • 2006 - 2010

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Doutorando, Enquadramento Funcional: Aluno Pós-graduação, Carga horária: 40

    Atividades

    • 08/2007 - 12/2007

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciências Farmacêuticas.,Atividade realizada, Monitor de Análises Toxicológicas, curso de Farmácia e Bioquímica.

    • 08/2005 - 12/2005

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciências Farmacêuticas.,Atividade realizada, Monitor de Toxicologia Ambiental, curso de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica.

  • 2009 - 2011

    CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPO LIMPO PAULISTA

    Vínculo: Professor Adjunto, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Disciplinas ministradas: Toxicologia Geral, Toxicologia Clínica e Química Farmacêutica

    Atividades

    • 02/2009 - 12/2011

      Ensino, Ciências Farmacêuticas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Toxicologia Forense

  • 2005 - 2006

    Universidade do Grande ABC

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor auxiliar, Carga horária: 20

    Atividades

    • 02/2006 - 08/2006

      Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Farmacologia: interação fármaco-nutrientes

    • 02/2006 - 08/2006

      Ensino, Tecnologia Em Gestão Ambiental, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Química ambiental

    • 03/2005 - 08/2006

      Ensino, Farmácia e Bioquímica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Química Farmacêutica II, Química Farmacêutica I, Toxicologia Analítica I, Toxicologia Analítica II, Toxicologia Geral

    • 03/2005 - 12/2005

      Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Toxicologia Ambiental

  • 2008 - 2008

    Universidade Paulista

    Vínculo: Professor Adjunto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10

    Outras informações:
    Professor, Curso de Farmácia e Bioquímica. Disciplinas: Análises Toxicológicas Química Analítica Aplicada

    Atividades

    • 08/2008 - 12/2008

      Ensino, Farmácia e Bioquímica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Análises Toxicológicas, Química Analítica Aplicada

  • 2004 - 2004

    Faculdade de Ciências de Guarulhos

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor auxiliar, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Atuação como Professor de Disciplinas do Curso Técnico em Farmácia e Patologia Clínica.

    Atividades

    • 03/2004 - 09/2004

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Patologia Humana, Manipulação e Receituário

  • 1999 - 2003

    Universidade Estadual de Ponta Grossa

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Acadêmico, Carga horária: 40

    Atividades

    • 03/2003 - 12/2003

      Outras atividades técnico-científicas , Setor de Ciências Biológicas e da Saúde, Setor de Ciências Biológicas e da Saúde.,Atividade realizada, Monitor de Bioquímica Clínica.

    • 03/2002 - 12/2002

      Outras atividades técnico-científicas , Setor de Ciências Biológicas e da Saúde, Setor de Ciências Biológicas e da Saúde.,Atividade realizada, Monitor de Farmacodinâmica.

    • 03/2001 - 12/2001

      Outras atividades técnico-científicas , Setor de Ciências Exatas e Naturais, Setor de Ciências Exatas e Naturais.,Atividade realizada, Monitor de Química Geral e Inorgânica.

  • 2003 - 2003

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 60

    Atividades

    • 07/2003 - 07/2003

      Estágios , Instituto de Biociências, Centro de Assistência Toxicológica.,Estágio realizado, Atuar nos Procedimentos Relativos às Análises Toxicológicas.

  • 2007 - 2012

    Intertox Consultoria

    Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultoria

    Outras informações:
    Atuação em elaboração de documentos de segurança, treinamentos e atendimentos dos clientes ao cumprimento das Legislações NR-7, NR-15, NR-9 e NR-32 (MTE/Brasil)

  • 2008 - 2012

    Laboral Saúde Ocupacional

    Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultoria

    Outras informações:
    Atuação em atendimento dos clientes à Legislação NR-32 (MET/Brasil)

  • 2009 - 2012

    Rene Mendes Consultoria

    Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultoria

    Outras informações:
    Atuação em elaboração de documentos de segurança ocupacional, literatura educacional em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) e atendimento às Legislações governamentais

  • 2004 - 2004

    Hospital e Maternidade Vidas

    Vínculo: Cooperado, Enquadramento Funcional: Farmacêutico-Bioquímico, Carga horária: 36

  • 2000 - 2000

    Prefeitura Municipal de Ponta Grossa

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

    Atividades

    • 04/2000 - 10/2000

      Estágios , Defesa Civil, Sub Comissão de Saúde.,Estágio realizado, Elaboração de Campanhas, Palestras e Projetos junto à Sub Comissão de Saúde..

  • 2001 - 2001

    Associação Brasileira de Educação e Cultura

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Professor Voluntário, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Atuação como Prof. Voluntário de Química Geral e Inorgânica a alunos carentes.

    Atividades

    • 03/2001 - 07/2001

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Química Geral e Inorgânica