Vinicius de Paula Aragão

Licenciado em Letras - Espanhol pela Universidade Federal de Pernambuco (2019). Tem interesse na área de Letras, com ênfase em Teoria da Literatura e Estudos Culturais | Pós-coloniais.

Informações coletadas do Lattes em 19/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Letras - Espanhol

2015 - 2019

Universidade Federal de Pernambuco
Título: Lo moderno y lo tradicional en el discurso de las armas y las letras realizado por Don Quijote.
Orientador: Alfredo Adolfo Cordiviola

Graduação interrompida em 2013 em Ciências Sociais

2011 - Interrompido

Universidade Federal de Pernambuco
Ano de interrupção: 2013

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Jornadas Cervantinas. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria da Literatura.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Estudos culturais/Pós-coloniais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ARAGÃO, V. P. . Representações sócio-históricas de Espanha através da Literatura. 2019. (Outro).

ARAGÃO, V. P. . I Feira Nordestina do Livro (FENELIVRO). 2015. .

ARAGÃO, V. P. . XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia.. 2011. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Representações sócio-históricas de Espanha através da Literatura.Cartas Marruecas, de José Cadalso. 2019. (Outra).

Argumentação e ensino de língua estrangeira: é possível. 2018. (Seminário).

Formação do leitor: telas, textos e tecnologias. 2018. (Seminário).

II Congresso UFPE em debate. 2018. (Congresso).

XVII Encontro regional de estudantes de Letras - Nordeste. 2016. (Congresso).

Gênero como instrumento no ensino e aprendizagem de línguas. 2015. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Jose Alberto Miranda Poza

MIRANDA POZA, Jose AlbertoCORDIVIOLA, A. A.. Lo Moderno y lo Tradicional en el discurso de las armas y las letras realizado por Don Quijote. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Espanhol) - Universidade Federal de Pernambuco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alfredo Adolfo Cordiviola

Cronistas do Peru colonial; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Espanhol) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alfredo Adolfo Cordiviola;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ARAGÃO, V. P. . Simbolismos presentes en el discurso de la defensia: las armas y las letras, en el Quijote de Cervantes. Ao Pé da Letra (UFPE. Online) , 2019.

  • ARAGÃO, V. P. . Lecciones para una liebre muerta: literatura y posmodernidad en Mario Bellatin. Revista Graduando , 2019.

  • ARAGÃO, V. P. . Mediacimento ou Renascimédia? Considerações acerca do tradicionalismo no Quixote de Cervantes. 2019. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • ARAGÃO, V. P. . Uso do Facebook em escolas municipais de Afogados: um estudo de caso.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ARAGÃO, V. P. ; POZA, J. A. M. . Cartas Marruecas, de José Cadalso. 2019. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Cronistas urbanos da época colonial, Descrição: Este projeto propõe analisar as diversas modalidades, funções e usos da crônica urbana no marco das letras coloniais hispano-americanas. Orientadas por uma ênfase nos aspectos locais e regionais, as histórias e crônicas urbanas rememoram e afirmam passados particulares, e oferecem um detalhado panorama da vida cotidiana de cidades ou províncias, transformadas em foco central e objeto de interpretação. Pintam quadros de costumes, descrevem as evoluções do traçado e dos seus habitantes, consagram episódios históricos relevantes, multiplicam dados, exaltam as grandezas e apontam as falências em cada caso, invocando uma voz autorizada, a do cronista local, como mecanismo de legitimação da narrativa e de reafirmação dos pactos com seus patrocinadores e leitores. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Vinicius de Paula Aragão - Coordenador / Alfredo Adolfo Cordiviola - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional