Matheus Bastos Tarjano Santos

Doutorando em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense (PPGH-UFF). Mestre em História Social pela mesma instituição (PPGH-UFF). Foi bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) durante a pesquisa de Mestrado. Membro do laboratório de pesquisa Translatio Studii - Núcleo Dimensões do Medievo (História, Língua e Filosofia) e do Centro Ciro Cardoso de Pesquisa do Pré-Capitalismo (CCCP-PréK). Graduado e licenciado em História pela Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de História Medieval, com ênfase em História medieval portuguesa. Pesquisa, atualmente, a alteração das relações de produção nos fins da Idade Média em Portugal (séculos XIII ao XVIII) e o surgimento das formas embrionárias das relações capitalistas advindas do processo de disputa pela apropriação dos incultos entre camponeses e senhores. Atua sobre os seguintes temas: Idade Média, feudalismo, Portugal feudal, transição ao capitalismo, incultos, áreas comunais, direitos consuetudinários, ecologia, História Ambiental e marxismo.

Informações coletadas do Lattes em 08/09/2021

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em História

2021 - Atual

Universidade Federal Fluminense
Título: Uma Transição em Curso: Restrições Comunais e Enquadramento da Força de Trabalho em Portugal (Séculos XIII-XVIII),
Mário Jorge da Motta Bastos.

Mestrado em História

2019 - 2021

Universidade Federal Fluminense
Título: Despossuindo os Despossuídos: Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal (1290-1412),Ano de Obtenção: 2021
Mário Jorge da Motta Bastos.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Idade Média; Portugal medieval; Feudalismo; Áreas Comunais; Expropriação; Transição do Feudalismo ao Capitalismo. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.

Graduação em História

2014 - 2018

Universidade Federal Fluminense
Título: A Transição do Feudalismo ao Capitalismo: Revisitando os debates e o caso de Portugal
Orientador: Prof. Dr. Mário Jorge da Motta Bastos

Formação complementar

2016 - 2016

Extensão universitária em Grupo de Estudos e Debates: A Formação do Historiador. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em Formas de dominação na Idade Média: teoria, metodologia e historiografia. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: História.

Comissão julgadora das bancas

Paulo Henrique de Carvalho Pachá

BASTOS, M. J. M.Pachá, Paulo; VEREZA, R. R.. Despossuindo os Despossuídos: Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal (1290-1412).. 2021. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

Paulo Henrique de Carvalho Pachá

BASTOS, M. J. M.; VEREZA, R. R.;PACHÁ, P. H. C.. "Despossuindo os Despossuídos": Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal na Baixa Idade Média. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

Renata Rodrigues Vereza

BASTOS, Mario Jorge da Motta;VEREZA, R.; PACHA, P. H.. "Despossuindo os Despossuídos": Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal na Baixa Idade Média. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

Mário Jorge da Motta Bastos

BASTOS, M. J. M.PACHÁ, P. H. C.; VEREZA, R. R.. Despossuindo os Despossuídos: Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal na Baixa Idade Média. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense.

Foi orientado por

Mário Jorge da Motta Bastos

Uma Transição em Curso: Restrições Comunais e Enquadramento da Força de Trabalho em Portugal (Séculos XIII-XVIII); Início: 2021; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense; (Orientador);

Mário Jorge da Motta Bastos

"Despossuindo os Despossuídos": Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal na Baixa Idade Média; 2021; Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Mário Jorge da Motta Bastos;

Mário Jorge da Motta Bastos

A Transição do Feudalismo ao Capitalismo - Relações de Produção na Baixa Idade Média Portuguesa; 2019; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Mário Jorge da Motta Bastos;

Produções bibliográficas

  • TARJANO SANTOS, M.B. . Interdições régias, incultos e alimentação camponesa no reinado de D. João I (1383-1433). Manduarisawa , v. 4, p. 276-292, 2020.

  • TARJANO SANTOS, M.B. . Direitos comunais e mão de obra no baixo medievo português. In: XIII Encontro Internacional de Estudo Medievais, 2020, Salvador. Anais do XIII Encontro Internacional de Estudos Medievais Sobre Margens, Diversidades e Ensino, 2020.

  • TARJANO SANTOS, M.B. . Trabalho assalariado, campesinato e luta de classes. A violência estatal e os conflitos de classe na Baixa Idade Média portuguesa (séculos XIV e XV). In: Marx e o Marxismo 2019: Marxismo sem tabus - enfrentando opressões, 2019, Niterói. Anais do Colóquio Internacional Marx e o Marxismo 2019: Marxismo sem tabus - enfrentando opressões, 2019.

  • TARJANO SANTOS, M.B. . Restrições à Exploração dos Incultos em Portugal (1290-1412). In: V Encontro Estadual de Estudos Medievais, 2021, Santa Maria. Caderno de Resumos do V Encontro Estadual de Estudos Medievais, 2021.

  • TARJANO SANTOS, M.B. . 'Que sejam costrangidos pera servirem': aspectos da acumulação primitiva na Baixa Idade Média portuguesa. 2019. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • TARJANO SANTOS, M.B. . Direitos comunais e mão de obra no Baixo Medievo Português. 2019. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • TARJANO SANTOS, M.B. . Trabalho assalariado, campesinato e luta de classes. A violência estatal e os conflitos de classe na Baixa Idade Média portuguesa (séculos XIV e XV). 2019. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções

TARJANO SANTOS, M.B. ; FEO, C. A. ; CARVALHO, João C. L. ; MAGELA, T. P. S. ; MENEZES JUNIOR, E. A. . TranslatioCast #2 - Estado na Idade Média. 2020.

TARJANO SANTOS, M.B. ; CHARRONE, J. ; DAFLON, E. ; RUST, L. . TranslatioCast #8.1 - História do Papado na Idade Média (parte 2). 2021. (Edição de Podcast).

Prêmios

2018

1 colocado no processo seletivo para o Mestrado na banca de História Antiga e Medieval, PPGH-UFF.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Federal Fluminense. , Rua Professor Marcos Waldemar de Freitas Reis, São Domingos, 24210201 - Niterói, RJ - Brasil, Telefone: (21) 26292919

Experiência profissional

2019 - 2021

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Mestrado, Carga horária: 40

2018 - 2019

Pré-Vestibular Social Rede Educativa UFF

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 2

2019 - 2020

Resolve Educação

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4