Edviges Maristela Pituco

Degree in Veterinary Medicine at Federal University of Paraná - UFPR (1982), Master in Bovine Pathology, by FMVZ-USP (1988) and Doctor of Veterinary Medicine at the School of Veterinary Medicine Hannover (Tierärztliche Hochschule Hannover (TiHo), Germany (1995). Since 1985 is Scientific Researcher at the Instituto Biológico, Center for Research and Development of Animal Health in the interest areas: Animal Health (Sanitary Programs), Infectious Animals Diseases and Preventive Veterinary Medicine. Also have occupying several positions of leadership and, actually, as Advisor, Diagnostic Virology, post.5436, P-4, at the PANAFTOSA OIE Reference Laboratories for Foot and mouth disease, Pedro Leopoldo, Minas Gerais, Brazil. Have experience in the following topics: viruses of cattle, differential diagnosis of vesicular diseases, development and improvement of molecular and serological diagnostic techniques, molecular epidemiology and surveillance and monitoring animal health production. Have published more than 60 scientific papers and author of several chapters of book in these areas. Has a strong role in training and qualification of staff and since 2007 teaches in the postgraduate course in Sanitary, Food Safety and Environmental in Agribusiness, the Instituto Biológico, in this period guided more than 20 theses and dissertations. Have participating as a Member of several Comissions, Commitees and Councils in Animal Health (Ministry of Agriculture, Livestock and Supply of Brazil/MAPA, Secretary of Agriculture, Council of Veterinary Medicine of São Paulo, Universities, Asseblies industries) including BSE Commitees and Sanitary Education in Agribusiness Defense of MAPA/São Paulo State..

Informações coletadas do Lattes em 27/04/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Medicina Veterinária

1993 - 1995

Escola Superior de Medicina Veterinária de Hannover
Título: ANALISE DA DIVERSIDADE ANTIGÊNICA DO VÍRUS DA DIARRÉIA BOVINA (BVDV) EM ISOLADOS OBTIDOS NO PERÍODO DE 1959 A 1994 NA ALEMANHA COM O USO DE ANTICORPOS MONOCLONAIS.
Orientador: B. LIESS
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: BOVINE VIRUS DIARRHEA-BVD; ANTICORPOS MONOCLONAIS; Alemanha; Espécime diagnóstico.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura.

Mestrado em Clínica Veterinária

1985 - 1988

Universidade de São Paulo
Título: OCORRENCIA DA RINITRAQUEITE INFECCIOSA DOS BOVINOS/VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA(IBR/IPV) EM REBANHOS BOVINOS CRIADOS NOS ESTADOS DE SAO PAULO, RIO GRANDE DO SUL, PARANA E MINAS GERAIS,Ano de Obtenção: 1988
DR EDUARDO HARRY BIRGEL.Palavras-chave: RINOTRAQUEITE INFECCIOSA, BOVINOS; HERPESVIRUS BOVINO-1; TESTE DE SORONEUTRALIZACAO, IFI, HTP.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários; Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura.

Especialização - Residência médica

1983 - 1985

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Residência médica em: CLINICA DE GRANDES ANIMAISNúmero do registro: . Bolsista do(a): Fundação Para O Desenvolvimento da Pesquisa Agropecuária, FUNDAP, Brasil. Palavras-chave: Bovino; Diagnóstico; Clínica Médica.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura.

Especialização em Medicina Veterinária

1992 - 1993

Escola Superior de Medicina Veterinária de Hannover
Título: DIARRÉIA VIRAL BOVINA
Orientador: Irene Greiser-Wilke
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Medicina Veterinária

1979 - 1983

Universidade Federal do Paraná

Pós-doutorado

1999 - 1999

Pós-Doutorado. , Escola Superior de Medicina Veterinária de Hannover, TIHO, Alemanha. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências Agrárias

Formação complementar

2021 - 2021

PRODUÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE MATERIAIS DE REFERÊNCIA - ABNT NBR ISO 17034. (Carga horária: 26h). , Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, INMETRO, Brasil.

2019 - 2019

PRODUÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE MATERIAIS DE REFERÊNCIA - ABNT NBR ISO 17034. (Carga horária: 24h). , Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, INMETRO, Brasil.

2019 - 2019

Atualização em certificação e auditoria de biossegurança e bioproteção em l. (Carga horária: 20h). , Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA/DF, Brasil.

2018 - 2018

Workshop para Avaliadores e Especialistas voltados à Agricultura e Pecuária. (Carga horária: 19h). , Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, INMETRO, Brasil.

2017 - 2017

Treinamento Interpretação da Norma ABNT ISO/IEC 17043:2011 (Provedor Ensaio. (Carga horária: 16h). , Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, INMETRO, Brasil.

2007 - 2007

Gerenciamento de Projetos. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2007 - 2007

3º Simpósio sobre Enfermidades de Caprinos Ovinos. (Carga horária: 16h). , Instituto Biológico, IB, Brasil.

2006 - 2006

Como Negociar (Cursos executivos). (Carga horária: 16h). , Kato, KATO, Brasil.

2006 - 2006

2º Simpósio sobre Enfermidades de Caprinos Ovinos. (Carga horária: 16h). , Instituto Biológico, IB, Brasil.

2005 - 2005

Rastreabilidade da Informação Cadeias Produtivas. (Carga horária: 8h). , Escola Politécnica da USP e Associação Brasileira de Agroinformática, USP, Brasil.

2005 - 2005

Modelo de Gestão e Experiência do CETEA/Ital. (Carga horária: 8h). , Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.

2005 - 2005

I Simpósio sobre Manejo San. da Reprodução de Bov.. (Carga horária: 32h). , Instituto Biológico, IB, Brasil.

2004 - 2004

Capacitação, prevenção e diag. da BSE na América. (Carga horária: 40h). , Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária, INTA, Argentina.

2004 - 2004

Vigilância San. das Salmoneloses, Neosporose e BSE. (Carga horária: 27h). , Associação Mundial de Buiatria, WBA, Bélgica.

2003 - 2003

Sistema de Qualidade em Laboratórios. (Carga horária: 32h). , MAPA/ANVISA, MAPA/ANVISA, Brasil.

2003 - 2003

Sem. Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis. (Carga horária: 16h). , MAPA ? Secretaria de Defesa Agropecuária, Departamento de Defesa Animal, MAPA, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Alemão

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Medicina Veterinária Preventiva/Especialidade: Saúde Animal (Programas Sanitários).

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Medicina Veterinária Preventiva/Especialidade: Doenças Infecciosas de Animais.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Animal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Reprodução Animal.

Organização de eventos

PITUCO, E.M. . ENDESA 2017 - V ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL. 2017. (Congresso).

JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; Batista, C.F. ; OKUDA, L. H. ; Della Libera, A. M. P. ; DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M ; Ortolani, E.L. ; Pogliani, F.C. ; GREGORY, L. ; VIANA, R. B. ; Faria Junior, S.P. ; Benesi, F.J. . XVII Congresso Latino-americano de Buiatria e o XI Congresso Brasileiro de Buiatria. 2015. (Congresso).

PITUCO, E. M ; OKUDA, L. H. ; ALLENDE, R. . 4 CURSO SOBRE DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE DOENÇAS VESICULARES E DIFERENCIAIS. 2015. (Outro).

Medeiros, H.D. ; Henriques, J.M.S ; Said, A.L.P.R. ; Bueno, D.S.A. ; PITUCO, E.M . ENDESA 2015 - IV ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL. 2015. (Congresso).

PITUCO, E.M . Course on vector borne diseases (bluetongue, schmallenberg and flavivirus). 2014. (Outro).

PITUCO, E.M ; ALLENDE, R. ; OKUDA, L. H. . 3 CURSO DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE VIRUS DE ENFERMEDADES VESICULARES. 2014. (Outro).

PITUCO, E.M ; ALLENDE, R. . 2 CURSO SOBRE DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE VIRUS DE ENFERMEDADES VESICULARES. 2013. (Outro).

COSTA, D. E. M. ; BORGES, C. H. P. ; HENN, R. ; LIMA, R. M. ; BIANCHINI, J. A. C. ; BURER, S. P. ; RICCIARDI, M. F. ; MONDADORI, R. G. ; WOUK, A. F. P. F. ; KROETZ, I. A. ; BARBIERI, E. ; PITUCO, E.M . ENDESA 2013 - III ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL. 2013. (Congresso).

PITUCO, E.M ; ALLENDE, R. ; OKUDA, L. H. . 1 CURSO DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE VIRUS DE ENFERMEDADES VESICULARES. 2012. (Outro).

NOGUEIRA, A. H. C. ; DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M . Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais. 2012. (Congresso).

Borges, C.H.P.B. ; Mossero, O. D. M. ; PITUCO, E.M ; Said, A. L. P. R. S. ; Jácomo, S.R.L. ; MELO, C. A. ; Pozzetti, P. S. P. . ENDESA 2011 - II ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL. 2011. (Congresso).

PITUCO, E.M ; NOGUEIRA, A. H. C. ; Roxo, E. . V Curso de Treinamento em Métodos de Diagnóstico e Controle de Brucelose, Tuberculose e EETs. 2010. (Outro).

PITUCO, E.M ; Pozzetti, P. S. P. ; Mossero, O. D. M. ; MARQUES, G. H. F . Colheita de amostras para diagnóstico de doenças em animais de produção. 2010. (Outro).

PITUCO, E.M . Presidente da XX Reunião Anual do Instituto Biológico (RAIB), II Simpósio Sobre Manejo Sanitário na Reprodução de Bovinos e I Simpósio Sobre Manejo de Doenças e Pragas em Horticultura. 2007. (Congresso).

PITUCO, E.M . COORDENOU O I SIMPÓSIO SOBRE MANEJO SANITÁRIO DA REPRODUÇÃO DE BOVINOS. 2005. (Congresso).

Ferreira, V.C.A. ; PITUCO, E.M . Curso Teórico prático sobre técnicas moleculares e sua utilização na agricultura. 1996. (Outro).

Participação em eventos

46th ORDINARY MEETING OF THE SOUTH AMERICAN COMMISSION FOR THE FIGHT AGAINST FOOT-AND-MOUTH DISEASE.LABORATORIO DE REFERENCIA INTERNACIONAL: POR QUÉ Y PARA QUÉ. 2019. (Encontro).

SEMINARIO INTERNACIONAL PRE-COSALFA En el Umbral de la Erradicación de Fiebre Aftosa: Las Tareas Pendientes.SITUACIÓN ACTUAL DE LA FIEBRE AFTOSA EN EL MUNDO. 2019. (Seminário).

45ª COSALFA - Reunião Ordinária da da Comissão Sul-Americana para a Luta contra a Febre Aftosa.Resumos apresentados. 2018. (Outra).

Curso de Capacitação do Grupo Especial de Atenção às Enfermidades Emergenciais ou Exóticas - GEASE Piauiaui.Diagnóstico diferencial de doenças vesiculares e outras confundíveis. 2018. (Outra).

44ª COSALFA, Pirenópolis, Goiás - Brasil. 2017. (Outra).

ENDESA 2017 - V ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL.Comissão Científica. 2017. (Encontro).

VI COSALFA Extraordinaria Brasília, Distrito Federal - Brasil. 2017. (Outra).

43ª COSALFA Punta del Este, Uruguay. 2016. (Outra).

10th Congresso Internacional de Virologia Veterinária - ESVV 2015 e 9th Annual Meeting of EPIZONE. HERD-LEVEL PREVALENCE AND RISK FACTORS FOR BOVINE VIRAL DIARRHEA VIRUS INFECTION IN CATTLE IN THE STATE OF SÃO PAULO, BRAZIL. 2015. (Congresso).

42ª COSALFA - Reunião Ordinária da Comissão Sul-Americana para a Luta contra a Febre Aftosa. 2015. (Outra).

Consolidando el Estatus Lbre de Fiebre Aftosa de la región de Sudamérica: Planes de Preveción, Vigilancia y Contingencia. 2015. (Seminário).

ENDESA 2015 - IV ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL.Mérito Científico - Secretaria de Defesa Agropecuária, ENDESA 2015. 2015. (Encontro).

XVII Congresso Latino-americano de Buiatria e o XI Congresso Brasileiro de Buiatria. PASSIVE TRANSFER OF SPECIFIC ANTIBODIES TO VIROSIS INVOLVED IN BOVINE RESPIRATORY DISEASE. 2015. (Congresso).

XVII Congresso Latino-americano de Buiatria e o XI Congresso Brasileiro de Buiatria. UTILIZAÇÃO DE ENSAIO IMUNOENZIMÁTICO PARA DETECÇÃO DO VÍRUS DA DIARREIA BOVINA EM VACAS DE CORTE DA RAÇA NELORE. 2015. (Congresso).

XVII Congresso Latino-americano de Buiatria e o XI Congresso Brasileiro de Buiatria. CASOS CLÍNICOS EM OVINOS E CAPRINOS ATENDIDOS PELO GEPECO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. 2015. (Congresso).

XVII Congresso Latino-americano de Buiatria e o XI Congresso Brasileiro de Buiatria. FEBRE CATARRAL MALIGNA: DIAGNÓSTICO CLÍNICO, EPIDEMIOLÓGICO E LABORATORIAL. RELATO DE CASO. 2015. (Congresso).

39th Annual International Herpesvirus Workshop. BOVINE HERPESVIRUS ENCEPHALITIS (BoHV-5) DIAGNOSED BY THE BRAZILIAN SURVEILLANCE PROGRAM OF BOVINE NEUROLOGICAL SYNDROME. 2014. (Congresso).

41ª COSALFA Lima, Perú. 2014. (Outra).

La vigilancia con base a riesgo: una herramienta para consolidación de los los estatus de libre de fiebre aftosa. 2014. (Seminário).

Processo de Acreditação segundo a ISO/IEC 17025. 2014. (Outra).

Técnicas para cultivo celular.Experiência do LVB/IB em cultivo celular. 2014. (Encontro).

Vector borne diseases (BTV, schmallenberg and flavivirus) course. 2014. (Outra).

16. International Symposium of the World Association of Veterinary Laboratory Diagnosticians (WAVLD). 2013. (Simpósio).

40ª Cosalfa - Reunião Ordinária da da Comissão Sul-Americana para a Luta contra a Febre Aftosa. 2013. (Outra).

IV Ciclo de Palestras em Reprodução Bovina.Principais doenças que afetam o desempenho reprodutivo de fêmeas bovinas. 2013. (Simpósio).

Reunião do Comité Veterinario Permanente del Cono Sur (CVP).Encefalopatia Espongiforme Bovina. 2013. (Encontro).

Seguimento do PHEFA: prevenção de Zonas Livres de Febre Aftosa.A experiência brasileira no combate a febre aftosa. 2013. (Seminário).

12ª Reunião do Comitê Hemisférico para Erradicação de Febre Aftosa (COHEFA 12). 2012. (Congresso).

16ª Reunião em Nível Ministerial sobre Saúde e Agricultura. 2012. (Congresso).

39ª COSALFA - Reunión Ordinaria de la Comisión Sudamericana para la Lucha contra la Fiebre Aftosa. 2012. (Congresso).

4th World Congress of Vaccine, 2012 - BIT's, Pequim China. 2012. (Congresso).

6ª Reunião da Comissão PanAmericana de Inocuidade dos Alimentos. 2012. (Congresso).

El proceso de erradicación y los desafios del mantenimiento del status de libre de fiebre aftosa. 2012. (Congresso).

Fórum Inter -Agências Rumo a uma vigilância epidemiológica integrada. 2012. (Congresso).

IX Internacional Congress of Veterinary Virology. 2012. (Congresso).

XXIII Brazilian Congresso of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology. ELISA antigen and RT-PCR in the diagnosis of bovine viral diarrhea. 2012. (Congresso).

XXVII World Buiatrics Congress. Use of fetal bovine serum for reduction of guinea pigs serum cytotoxicity in the evaluation of vaccines. 2012. (Congresso).

38 - Cosalfa - Comissão Sul-Americana para Luta contra Febre Aftosa.SORODIAGNÓSTICO DE FEBRE AFTOSA POR ELISA 3ABC/EITB EM BOVINOS SISTEMATICAMENTE VACINADOS NO PERÍODO DE 2001 A 2010. 2011. (Encontro).

Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal.Avaliador dos resumos apresentados. 2011. (Encontro).

Etapa final da Erradicação da febre aftosa: o Plano de Ação do PHEFA 2011-2020. 2011. (Seminário).

IV Reunião Extraordinária da COSALFA,.Diagnóstico de febre aftosa. 2011. (Encontro).

RH: Requisitos de Competência. 2011. (Outra).

Foot and Mouth Disease International Symposium and Workshop.Workshop - interactive simulation exercises -Management of FMD in endemic situations. 2010. (Simpósio).

6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos.Ocorrência da língua azul em cordeiros das regiões de Sorocaba e Araçatuba-SP-Brasil. 2009. (Outra).

III Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária. Aspectos zoonóticos da infecção por Parapoxvirus ovis: Relato de Caso. 2009. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Buiatria. OCORRÊNCIA DO VÍRUS PARAINFLUENZA-3, VÍRUS RESPIRATÓRIO SINCICIAL, VÍRUS DA DIARRÉIA VIRAL BOVINA E HERPEVÍRUS TIPO 1 EM REBANHOS OVINOS DA REGIÃO DE BOTUCATU-SP. 2009. (Congresso).

XIV Congreso Latinoamericano de Buiatria. Serologic Evidence of Bluetongue Infection in buffaloes from Brazilian Amazon.. 2009. (Congresso).

XVIII Congresso Brasileiro de Reprodução Animal. Bluetongue virus in bovine semen samples from artificial insemination centers in Brazil. 2009. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Parasitologia. Ocorrência de Neosporose e Toxoplasmose em ovinos (Ovis aries) e caprinos (Capra hircus) em quatro Estados Brasileiros. 2009. (Congresso).

16th International Congress on Animal Reproduction. BVDV em Sêmen. 2008. (Congresso).

35ª COSALFA - Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. 2008. (Seminário).

Curso de Epecialização em Doenças Infecciosas e Parasitárias.Principais doenças infecciosas de Interesse veterinário. 2008. (Outra).

Instituto Biologico e a ISO 9001. 2008. (Seminário).

Seminário Internacional " América do Sul Livre de Febre Aftosa: Novos Paradigmas". 2008. (Seminário).

XVIIth International Poxvirus and Iridovirus Conference. Bovine Poxviruses in Brazil. 2008. (Congresso).

XXV Jubilee World Buiatrics Congres. Pestiviral infections in sheep in São Paulo State, Brazil. 2008. (Congresso).

Curso de Introdução ao Gerenciamento de Projetos. 2007. (Outra).

Encontro dos Institutos de Pesquisa Científica do Estado de São Paulo. 2007. (Encontro).

Seminário em Comemoração ao Dia Mundial da Raiva.Vigilância Epidemiológica da BSE no Estado de São Paulo: diagnóstico diferencial. 2007. (Seminário).

XVIII Encontro Nacional de Virologia.Situation of Bluetongue and Cowpox in Brazil. 2007. (Encontro).

XX Reunião Anual do Instituto Biológico (RAIB), II Simpósio Sobre Manejo Sanitário na Reprodução de Bovinos e I Simpósio Sobre Manejo de Doenças e Pragas em Horticultura. 2007. (Congresso).

1ª Conferência Internacional de Laboratórios de Referência e Centros Colaboradores. 2006. (Seminário).

24th World Buiatrics Congress.. Occurrence of BoHV-1 and BVDV-1 in aborted bovine fetuses in Brazil. 2006. (Congresso).

7o International Ruminant Reproduction Symposium. 7o International Ruminant Reproduction Symposium. 2006. (Congresso).

Congresso Brasileiro de Buiatria. Congresso Brasileiro de Buiatria. 2005. (Congresso).

Jornadas Chilenas de Buiatría. Jornadas Chilenas de Buiatría. 2005. (Congresso).

Congresso Mundial de Buiatría. Congresso Mundial de Buiatria. 2004. (Congresso).

Congresso Brasileiro de Reprodução Animal. Congresso Brasileiro de Reprodução Animal. 2003. (Congresso).

Congresso Mundial de Buiatria. Congresso Mundial de Buiatria. 2002. (Congresso).

Congresso Mundial de Medicina Veterinária. Congresso Mundial de medicina Veterinária. 2002. (Congresso).

14° Reunião Anual do Instituto Biológico. Reunião Anual do Instituto Biológico. 2001. (Congresso).

lV congresso Brasileiro de Buiatria. lV Congresso Brasileiro de Buiatria. 2001. (Congresso).

Xll Encontro Nacional de Virologia e 4° Encontro de Virologia do MERCOSUL.Encontro Nacional de Virologia. 2001. (Encontro).

Xll Reunião interamericana, em nível ministerial, sobre saúde e agricultura. 2001. (Congresso).

XlV Congresso Brasileiro de Reprodução Animal. XlV Congresso Brasileiro de Reprodução Animal. 2001. (Congresso).

XXl Congresso Brasileiro de Microbiologia. XXI ongresso Brasileiro de Microbiologia. 2001. (Congresso).

Congresso Latinoamericano de buiatria. Congresso Latinoamericano de Buiatria. 2000. (Congresso).

III COSALFA Extraordinária Rio de Janeiro, Brasil. 2000. (Outra).

Seminário IDEXX/Universidade de São Paulo/BIOBRASIL.Enfermidades dos Suínos e Bovinos. 2000. (Seminário).

XXl Congresso Mundial de Buiatria. Congresso Mundial de Buiatria. 2000. (Congresso).

10° Encontro Nacional de Virologia. Encontro Nacional de Virologia. 1999. (Congresso).

26ª COSALFA - Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. 1999. (Outra).

Doenças Infecciosas da Reprodução.Curso sobre Doenças Infecciosas e Parasitárias da Reprodução que interferem na Produtividade de Rebanhos Bovinos. 1999. (Encontro).

Seminário Internacional sobre Aspectos da Vigilância Aplicados a Gestão Sanitária em Áreas com e sem vacinação. 1999. (Seminário).

Ciclo Internacional de Atualização em Doenças Infecciosas de Equinos.Atualização em Doenças Infecciosas de Equinos. 1998. (Outra).

ll Simpósio Internacional sobre Produção Intensiva de Gado de Corte.Produção Intensiva de Gado de Corte. 1998. (Simpósio).

Seminário Internacional sobre Ações de prevenção da Febre Aftosa.Ações de prevenção para evitar a introdução da Febre Aftosa e outras enfermidades exóticas. 1998. (Seminário).

Xll Reunião Anual do IB. Xl Reunião Anual do Instituto Biológico. 1998. (Congresso).

Curso de Difusão Cultural sobre Epidemiologia Veterinária.Curso de Difusão Cultural sobre Epidemiologia Veterinária. 1997. (Outra).

Participação em bancas

Aluno: Marina Lopes Mechler Dreibi

OLIVEIRA, L. G.;PITUCO, E.M.; SAMARA, S.I.. TREMOR CONGÊNITO EM SUÍNOS: O VÍRUS DA DIARREIA VIRAL BOVINA É UM AGENTE ETIOLÓGICO?. 2018. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - FMVZ-Unesp, Campus de Jaboticabal.

Aluno: Natália Meirelles Sobreira

PITUCO, E.M.; BARUSELLI, P.S.; GOMES, V.. Aspectos Clínicos, hematológicos e imunológicos em fêmeas Holandesas persistentemente infectadas pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina-BVDV. 2018. Dissertação (Mestrado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Maria Carolina Ricciardi Sbizera

CUNHA FILHO, LUIZ FERNANDO; Lisboa, J.A.N;PITUCO, E.M.. OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS PARA O VÍRUS DA LÍNGUA AZUL EM OVINOS NO ESTADO DO PARANÁ, BRASIL. 2018. Dissertação (Mestrado em SAÚDE E PRODUÇÃO DE RUMINANTES) - Universidade Norte do Paraná.

Aluno: Vinicius Scenegaglia Potasio dos Santos

GOMES, V.; Basso, A.;PITUCO, E.M.. IMPACTO DA LEUCOSE ENZOÓTICA BOVINA NA PRODUÇÃO INVITRO DE EMBRIÕES. 2018. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Igor Renan Honorato Gatto

OLIVEIRA, L. G.;MONTASSIER, H.J.PITUCO, E.M. Prevalência de anticorpos contra o vírus da diarreia viral bovina em suínos. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - FMVZ-Unesp, Campus de Jaboticabal.

Aluno: Marisilda Albanese Dias Ferreira

PITUCO, E.M; Laporta, M.Z.;OKUDA, L. H.. IDENTIFICAÇÃO DE Legionella spp. EM AMOSTRAS DE ÁGUA DAS REGIÕES DA GRANDE SÃO PAULO E INTERIOR. 2015. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Simone Fabris de Souza

PITUCO, E.M.; Della Libera, A. M. P.;MIYASHIRO, S.. Pseudovaríola em Bovinos no Brasil. 2015. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Bruno Toledo Silva

GOMES, V.; Della Libera, A. M. P.;PITUCO, E. M. Influência dos anticorpos maternos na resposta imune induzida pela vacinação em bezerros Holandeses. 2015. Dissertação (Mestrado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Letícia Carrão Silva

PITUCO, E.MVASCONCELLOS, S. A.DEL FAVA, C.. PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCO ASSOCIADOS AO VÍRUS DA DIARREIA VIRAL BOVINA NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL. 2014. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Maira de Souza Nunes Martins

PITUCO, E.M; Gregori, F.; CASTRO, A. M. M. G.. DIAGNÓSTICO MOLECULAR RETROSPECTIVO DE FEBRE CATARRAL MALIGNA EM BOVINOS. 2014. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Marcia Mayumi Fusuma

PITUCO, E.M; Gregori, F.; Mori, E. Vigilância epidemiológica de doenças do sistema nervoso central em bovinos: diagnóstico do herpesvírus bovino. 2014. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Randy Narumoto

GONCALVES, V. S. P.;BIRGEL JUNIOR, E. H.PITUCO, E.M. Situação Sanitária de Touros Residentes em Centros de Coleta e Processamento de Sêmen. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: GUILHERME HENRIQUE FIGUEIREDO MARQUES

PITUCO, E.M; Pozzetti, P. S. P.; Dias, R.A.. A experiência brasileira na erradicação da febre aftosa e o emprego do sistema I-ELISA 3ABC/EITB para certificação sanitária de bovinos e bubalinos. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Ana Luiza Ramos de Oliveira

PITUCO, E.M; Mori, E; Gameiro, A.H.. ANÁLISE DA EFICIÊNCIA E DO CUSTO-BENEFÍCIO DA RT-PCR EM TEMPO REAL NO DIAGNÓSTICO DA DIARREIA VIRAL BOVINA. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Luís Gustavo Ricardo Sturaro

PITUCO, E.M; Barreiros, T. R. R.;DEL FAVA, C.. INTERFERÊNCIA NO DESEMPENHO REPRODUTIVO APÓS A TRANSFERÊNCIA DE EMBRIÕESEM RECEPTORAS BOVINAS NATURALMENTE INFECTADAS POR Neospora caninum. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Thais Garcia da Silva

PITUCO, E.MDEL FAVA, C.; Gregori, F.. DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE VACCINIA BOVINA E AVALIAÇÃO DO IMPACTO EM SAÚDE PÚBLICA. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Nayte Vitiello

BATISTA FILHO, A.;PITUCO, E.M; KAWAI, J. G. C.. Sanidade e sistema de gestão da qualidade em instituição pública: estudo da transição da NBR ISO 9001 para NBR ISO/IEC 17025. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Michele dos Santos Lima

PITUCO, E.M; HARAKAVA, R.; CASTRO, A. M. M. G.. CARACTERIZAÇÃO DO VÍRUS DA LÍNGUA AZUL EM OVINOS, CAPRINOS E CERVÍDEOS NO BRASIL. 2013. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Elizabeth Cristina Mota Marconi

Gregori, F.; JEREZ, J.A;PITUCO, E.M. Desenvolvimento de um método de PCR em tempo real para o diagnóstico de rotavirus suíno grupo A. 2013. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária (Epidemiologia Experimental e Aplicada às Zoonoses)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Samira Eugênio de Souza Borges

Gregori, F.; Mori, E;PITUCO, E.M. AVALIAÇÃO DA PCR EM TEMPO REAL E DA NESTED PCR PARA O DIAGNÓSTICO DA RINOTRAQUEÍTE INFECCIOSA BOVINA. 2012. Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg.Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Rafael Massa

MATHIAS, L.A.; SAMARA, S.I.;PITUCO, E.M. Associação entre Concepção e Doenças Infecciosas da Reprodução em Fêmeas Nelore. 2012. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - FMVZ-Unesp, Campus de Jaboticabal.

Aluno: Marina Gea Peres

MEGID, J.; PANTOJA, J. C. F.;PITUCO, E.M. Ciclo silvestre do vírus vaccínia na região noroeste do Estado de São Paulo. 2012. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Rubens Henrique Ramos D'Angelino

DEL FAVA, C.; Gregori, F.; Bohland, E;PITUCO, E.M. Vigilância Epidemiológica das Encefalites Bovinas: vírus da leucemia bovina como agente causal. 2012. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Marília Carolina Oliveira de Paula e Silva

PITUCO, E.M; Della Libera, A. M. P.. SOROPREVALÊNCIA DO HERPESVÍRUS BOVINO TIPO 1 E 5 NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL. 2011. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Nara Thiers Cacciatori Galleti Bernardes

PITUCO, E.M; Della Libera, A. M. P.. Soroprevalência da língua azul em bovinos do Estado de São Paulo, Brasil, 2001. 2011. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Jane Mary Albinati Malaguti

DEL FAVA, C.; Pozzetti, P. S. P.;PITUCO, E.M. Gestão Sanitária das Encefalites em Bovinos: Neospora caninum como agente causal. 2011. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Marianne de Oliveira Silva

Liboni, M.; Borges, S.R.T.;PITUCO, E.M. DIAGNÓSTICO DE SITUAÇÃO DE PEQUENAS PROPRIEDADES PRODUTORAS DE LEITE DO ESTADO DE SÃO PAULO. 2010. Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg.Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Ana Carolina Goes

PITUCO, E.M. Avaliação dos tratamentos com tripsina e antibiótico na inativação da Leptospira interrogans, Sorovar Canicula, em oócitos bovinos maturados. 2010. Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg.Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Eduardo Gimenes Palazzi

PITUCO, E.M; Vicente, E.J.. EFETIVIDADE DA TRIPSINA SOBRE EMBRIÕES MURINOS INFECTADOS EXPERIMENTALMENTE COM BoHV-1. 2010. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Instituto de Ciências Biomédicas/Universidade de São Paulo.

Aluno: Aline Diniz Cabral

Coelho, H. E.;PITUCO, E.M. Pesquisa de Neospora Caninum em fetos bovinos abortados utilizando análises histológicas (HE), imunoistoquímica (IHQ) e nested PCR. 2009. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Leandro Lima Rossignolo Venditti

Della Libera, A. M. P.;PITUCO, E.M. Infecção pelo vírus da língua azul em ovinos e bovinos na Região Sudeste do Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Cláudia Pestana Ribeiro

PITUCO, E.M; Della Libera, A. M. P.; BENESI, F. J.. Avaliação da virusneutralização cruzada frente BVDV-1 e BVDV-2 no diagnóstico da diarréia viral bovina em animais naturalmente infectados. 2009. Dissertação (Mestrado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Adriana Helmeister Campos Nogueira

CARDOSO, T. C.; LUVIZOTTO, M. C. R.;PITUCO, E.M. Prevalencia da Língua Azul em ovinos na região de Araçatuba-São Paulo. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - UNESP Araçatuba.

Aluno: Nair Maria Cipresso Zerio

Visintin J.A.;PITUCO, E.M. Interação de oócitos bovinos maturados invitro infectados experimentalmente com Neospora caninum. 2007. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Clarice Neves Camargo

PITUCO, E.M; MEHNERT, D.U.. INFECÇÃO TRANSPLACENTÁRIA COM VÍRUS DA DIARRÉIA VIRAL BOVINA (BVD) EM FETOS BOVINOS ORIUNDOS DE ABATEDOURO DA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE ? SP. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Microbiologia)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Thiago Wilson Patriarca Mineo

PITUCO, E.MMONTASSIER, H.J.; SOARES, Rodrgio Martins. Estudo da ocorrência de anticorpos contra o vírusda diarréia viral bovina, herpesvirus tipo 1 e Neospora caninum em dois rebanhos de aptidão leiteira no triângulo mineiro. 2003. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária (Patologia Animal) [Jaboticabal]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Liria Hiromi Okuda

PITUCO, E.M. Monitoramento de uma central de inseminação artificial para Estomatite Vesicular através da pesquisa de Anticorpos pela Reação de Soroneutralização em touros doadores de sêmen.. 2002. Dissertação (Mestrado em Clínica Cirúrgica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Jacqueline Campalans-Barnier

PITUCO, E.M; ARNS, C. W.; GATTI, M. S. V.; VEGA, J.. Caracterização Molecular do Vírus Respiratório Sincicial Bovino (BRSV) isolado no Brasil.. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Biologia Genética)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Eliana De Stefano

PITUCO, E.M. Ocorrencia de Estomatite Vesicular em rebanhos Bovinos criados no Estado de São Paulo. 2001. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Adriana Dausen Meyer

PITUCO, E.M. Detecção de Herpes bovina por Nested. 2001. Dissertação (Mestrado em Medicina (Medicina Preventiva)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Regina Celia Freitas D'Arce

PITUCO, E.M; ARNS, C. W.; PINTO, A. A.. Estudo das diferenças genômicas entre amostras de Herpesvírus Bovino tipo 1 e tipo 5 isoladas no Brasil através da análise com enzimas de restrição.. 2000 - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcia Yumiko Hasegawa

PITUCO, E.M. Ocorrência de Neosporose Bovina em bovinos criados na Região de Botucatu-SP. 2000. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Julio Cesar Paredes Muñoz

PITUCO, E.M; ROEHE, P. M.. Desenvolvimento e Padronização de um ELISA INdireto para o Diagnóstico sorológico de Peste Suína Clássica.. 1997 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Eber Acácio Stoduto Oliveira

PITUCO, E.M; ROEHE, P. M.. Caracterização Antigênica de Amostras de Vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) com Anticorpos Monoclonais.. 1996. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Claudia Franco

PITUCO, E.M; WENTZ, I.; ROEHE, P. M.. Estudos sobre a Imunopatogenia da Peste Suína Clássica. 1995 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tatiana Flávia Pinheiro de Oliveira

DRUMOND, B. P.; GUEDES, R. M. C.; CRUZ, I. R.;PITUCO, E. M.; GUEDES, M. I. M.. Desenvolvimento e padronização de PCR Digital e metagenômica viral para avaliação do Senecavirus A em surtos de doenças vesiculares ocorridas no Brasil. 2019. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Daniele Araujo Pereira

PITUCO, E.M.; OLIVEIRA, L. G.;MONTASSIER, H.J.; Silva, D.G.; VICENTE, H. I. G.. Infecção experimental com vírus da Diarreia Viral Bovina na Gestação e Neonatos Suínos. 2018. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária Preventiva) - FMVZ-Unesp, Campus de Jaboticabal.

Aluno: Fernanda Dornelas Florentino Silva

Gregori, F.; Brandão, P.E.; JEREZ, J.A; KAWAI, J. G. C.;PITUCO, E. M.. Análise multigênica de rotavirus do grupo A em suínos. 2016. Tese (Doutorado em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Nara Thiers Cacciatori Galleti Bernardes

Gregori, F.; JEREZ, J.A; Labruna, M. B.;PITUCO, E. M.OKUDA, L. H.. Desenvolvimento de PCR em tempo real em sistema TaqMan para detecção de rotavírus amostras fecais de bovinos. 2016. Tese (Doutorado em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Telma Alves Monezi

PITUCO, E. M; SOUZA, S. C. O. M.; OLIVEIRA, S. F.; DURIGON, E. L.; BORELLA, M. I.. Identificação de sequências gênicas de Chelonid alphaherpesvirus 5 (ChHV5) em tecidos tumorais caracterizados histologicamente e secreções de Cheloniamydas capturadas no litoral norte do Estado de São Paulo no período de 2001 a 2012. 2016. Tese (Doutorado em Biologia Celular e Molecular) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Leonardo Pereira Mesquita

MAIORKA, P. C.; MORI, C. M. C.; PINTO, F. A. C.; VARASCHIN, M. S.;PITUCO, E.M.. Avaliação da resposta imune e inflamatória na encefalite experimentalmente induzida em camundongos pela infecção pelo vírus da estomatite vesicular e herpesvirus tipo 5. 2016. Tese (Doutorado em Patologia Experimental e Comparada) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Ingrid Bortolin Affonso

PITUCO, E.M; Gatti, S. P.. MONITORAÇÃO DA OCORRÊNCIA DO VÍRUS RESPIRATÓRIO SINCICIAL BOVINO (BRSV) EM PLANTÉIS LEITEIROS INFECTADOS PELO HERPESVÍRUS BOVINO TIPO 1 (BOHV-1). 2010. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária Preventiva) - FMVZ-Unesp, Campus de Jaboticabal.

Aluno: SÍLVIO ROBERTO THIMÓTEO BORGES

Souza, L.C.; BIONDI, G. F.; Chiacchio, S.B.; Ishizuka, M.M.;PITUCO, E.M. Análise do Risco da Ocorrência da Síndrome Reprodutiva e Respiratória dos Suínos (PRRS) em Granjas de Suínos Tecnificadas do Estado de São Paulo. Estudo do Perfil Descritivo da Situação Atual. 2007. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Rodrigo Franco de Carvalho

PITUCO, E.M; ARNS, C. W.; FERNANDES, W. R.; BOTELHO, S. C.; MAISONNAVE, J.. Caracterização genômica de isolados brasileiros do Herpesvírus Equino do tipo I. 2005. Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Luis Carlos Vianna

SARTOR, I.F.; LOPES, R.S.; GONÇALVES, R.C.;PITUCO, E.M; GUIMARAES, J. S.. Transmissão vertical de Neospora caninum em novilhas prenhes. 2004. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Carlos Henrique de Azeredo Lima

PITUCO, E.M; SOARES, Rodrigo Martins; ITO, F. H.; ANDRADE, C.M.. Estomatite vesicular Alagoas: estudo da transmissão entre tilápias nilóticas (Oreochromis niloticus) experimentalmente inoculadas em cobaios (Cavia porcellus) através da água e desenvolvimento de um método de diagnóstico. 2003. Tese (Doutorado em Medicina (Medicina Preventiva)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: CLAUDIA DEL FAVA

PITUCO, E.M; BENESI, F. J.;BIRGEL JUNIOR, E. H.; D'ANGELINO, J. L.; TÁVORA, J.. Índices Reprodutivos e Características de Desempenho em Bovinos de Corte Infectados e não Infectados pelo Herpesvírus Bovino tipo-1 (HVB-1). 2002. Tese (Doutorado em Clínica Cirúrgica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Isabela Cristina Simoni

PITUCO, E.M; ARNS, C. W.; PINTO, A. A.; MADEIRA, A. M. B. N.; KUBRUSLY, F. S.. Utilização de Diferentes Linhagens Celulares para Propagação do Vírus da Doença Infecciosa da Bursa. 2001 - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Jenner Karlisson Pimenta dos Reis

PITUCO, E.M; LEITE, R.C.. Anemia Infecciosa Equina. 1997 - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: ZELIA INES PORTELA LOBATO

PITUCO, E.M; LEITE, R.C.. Vírus da Língua Azul: construção de recombinante em vírus vaccínia e resposta imune.. 1996 - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Maira de Souza Nunes Martins

PITUCO, E. M.; Brandão, P.E.; Gregori, F.. SCHMALLENBERG VIRUS NO BRASIL: PADRONIZAÇÃO DE MÉTODO MOLECULAR PARA VIGILÂNCIA E PESQUISA EM AMOSTRAS BRASILEIRAS. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Liria Hiromi Okuda

JEREZ, J.A;PITUCO, E.M; Gregori, F.. Caracterização de Vaccínia vírus isolados no Brasil. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Milton Ricardo Azedo

PITUCO, E.M; BENESI, F. J.; Della Libera, A. M. P.. Avaliação de monócitos de bovinos naturalmente infectados pelo Vírus da Leucose Enzoótica Bovina. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Luciana Batista Leite Resende

PITUCO, E.M. Dinâmica da Infecção do Paracoccidioides brasiliensis à Linhagem celular HeLa Avaliando-se Expressão de Antígenos, Modificações Morfológicas e Fisiológicas durante a Relação Parasita-Hospedeiro.. 2002 - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Lígia Antunes Cocenas

PITUCO, E.M. Influência da nicotina na cinética da expressão da enzima do óxido nítrico sintase em doença periodontal induzida em ratos.. 2002 - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcos Antonio de Achilles

PITUCO, E.M; GENOVEZ, M. E.; Bicudo, S. D.. Produção in vitro de embriões bovinos certificados como livres de BoHV-1. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Simone Fabris de Souza

PITUCO, E.M; Della Libera, A. M. P.;MIYASHIRO, S.. ESTUDO CLÍNICO-MOLECULAR DA PSEUDOVARÍOLA BOVINA NO BRASIL. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Marisilda Albanese Dias Ferreira

PITUCO, E.M; PINHEIRO, E.S.; Laporta, M.Z.. IDENTIFICAÇÃO DE Legionella spp. EM AMOSTRAS DE ÁGUA DA ÁREA URBANA E RURAL DAS REGIÕES DA GRANDE SÃO PAULO E INTERIOR. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Luís Gustavo Ricardo Sturaro

D'ANGELO, M.;PITUCO, E.M; CARVALHO, N. A. T.. Avaliação da interferência no desempenho reprodutivo após a transferência de embriões em receptoras bovinas naturalmente infectadas por Neóspora caninum. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Nayte Vitiello

BATISTA FILHO, A.; DESTRO, M. T.;PITUCO, E.M; Luchini, L.C.. Sanidade e qualidade nos agronegócios: estudo da transição do sistema de gestão da qualidade, baseada na ISO/IEC 17025 em Instituição Pública Certificada na ISO 9001. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Michele dos Santos Lima

PITUCO, E.MLARA, M. C. C. S. H.; CLAVIJO, A.. Risco epidemiológico da língua azul - isolamento e caracterização molecular de amostras positivas. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Randy Narumoto

PITUCO, E.M; Gonçalves, V.S.P.; CUNHA, E. M. S.; PINHEIRO, E.S.. Situação Sanitária de Touros Residentes em Centros de Coleta e Processamento de Sêmen. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Thais Garcia da Silva

PITUCO, E.MDEL FAVA, C.; CASTRO, A. M. M. G.; PINHEIRO, E.S.. DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE METODOLOGIAS PARA DETECÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA DE ISOLADOS DE VACCÍNIA. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Ana Luiza Ramos de Oliveira

PITUCO, E.M; Mori, E; Gameiro, A.H.. DETECÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA DE ISOLADOS DE BVDV. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Kelly Cristina Montanari

DEL FAVA, C.PITUCO, E.M; Della Libera, A. M. P.; PINHEIRO, E.S.. Transplacentary infection of Bovine Leukemia Virus in aborted bovine fetuses. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: GUILHERME HENRIQUE FIGUEIREDO MARQUES

PITUCO, E.M; Dias, R.A.; Pozzetti, P. S. P.; CUNHA, E. M. S.. Diagnóstico de febre aftosa pelo sistema ELISA 3ABC e EITB. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

Aluno: Vivian Cardoso Castiglioni

BASTOS, P. A. S.;PITUCO, E.M. Avaliação da Resposta Imune Humoral para o vírus da Rinotraqueíte Infecciosa Bovina/VulvovaginitePustular Infecciosa Bovina (IBR/IPV) em bezerros que receberam colostro de vacas vacinadas pré-parto. 2013 - Faculdades Metropolitanas Unidas.

Aluno: Regiane Machado de Souza

PITUCO, E.M; BENESI, F. J.; ATHAYDES, P. F.;BIRGEL JUNIOR, E. H.. Relatório final estágio curricular supervisionado. Área: Buiatria. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Renata Paraventi

PITUCO, E.M. Monografia sobre Modelo Alternativo para Erradicação da Rinotraqueíte Infecciosa Bovina.. 1999 - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Colariccio, A.; Andréa, M.M.; PINHEIRO, E.S.;PITUCO, E.M. Comissão de seleção da pós-graduação em Sanidade Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio. 2011. Instituto Biológico.

Colariccio, A.;PITUCO, E.M; PINHEIRO, E.S.; Andréa, M.M.; Costa, V.A.; Guzzo, S.D.. Comissão de seleção da pós-graduação em Sanidade Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio. 2010. Instituto Biológico.

PITUCO, E.M; Felício, J. D.; Andréa, M.M.; Alexandre, M.A.V.; Savoy, V. L. T.. Comitê Institucional do PIBIC/CNPq/IB período 1996 a 2003. 2003. Instituto Biológico.

Comissão julgadora das bancas

Eduardo Harry Birgel

PITUCO, E. M.;BIRGEL, E.H.. Membro Titular da Comissão Julgadora de Exame de Qualificação da candidada Edviges Maristela Pituco, inscrita no Curso de Pós-Graduação da FMVZ/USP. 1987. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Orientou

ANNA CAROLINA CENAMO JUNQUEIRA

Impacto do vírus da língua azul na produção in vitro de embriões; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico; (Orientador);

PRISCILLA SCHOEPS FELICIO

Estudo de relações genéticas entre membros da Família Flaviviridae: Gêneros Pestivirus e Hepacivirus; Início: 2017; Tese (Doutorado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico; (Orientador);

Vinicius Scenegaglia Potasio dos Santos

IMPACTO DA LEUCOSE ENZOÓTICA BOVINA NA PRODUÇÃO INVITRO DE EMBRIÕES; 2018; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Gabriel Adrian Sanchez Torres

AVALIAÇÃO DA EFICIENCIA DA VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AFTOSA NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL; 2018; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Larissa Tuffani de Paula

PADRONIZAÇÃO DA SEMI-NESTED PCR E PCR EM TEMPO REAL PARA DETECÇÃO DO VÍRUS DA MAMILITE HERPÉTICA BOVINA; 2017; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Adeline de Mira Fernandes

Genealogia de Amostras Brasileiras de Coronavírus Bovino; 2016; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Allan Rogério de Alvarenga

Avaliação de parâmetros microbiológicos e toxicológicos de ostras (Crassostrea sp; ) do município de Cananéia, São Paulo; 2016; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Vivian Cardoso Castiglioni

IMPACTO DA DIARREIA VIRAL BOVINA NA PRODUÇÃO IN VITRO DE EMBRIÕES BOVINOS; 2016; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Marisilda Albanese Dias Ferreira

IDENTIFICAÇÃO DE Legionella spp; EM AMOSTRAS DE ÁGUA DAS REGIÕES DA GRANDE SÃO PAULO E INTERIOR; 2015; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Simone Fabris de Souza

Pseudovaríola em Bovinos no Brasil; 2015; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Maira de Souza Nunes Martins

DIAGNÓSTICO MOLECULAR RETROSPECTIVO DE FEBRE CATARRAL MALIGNA EM BOVINOS; 2014; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Letícia Carrão Silva

PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCO ASSOCIADOS AO VÍRUS DA DIARREIA VIRAL BOVINA NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL; 2014; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Marcia Mayumi Fusuma

Vigilância epidemiológica de doenças do sistema nervoso central em bovinos: diagnóstico do herpesvírus bovino; 2014; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Fundação de Desenvolvimento e Pesquisa do Agronegócio; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

GUILHERME HENRIQUE FIGUEIREDO MARQUES

A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA NA ERRADICAÇÃO DA FEBRE AFTOSA E O EMPREGO DO SISTEMA I-ELISA 3ABC/EITB PARA CERTIFICAÇÃO SANITÁRIA DE BOVINOS E BUBALINOS; 2013; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Michele dos Santos Lima

CARACTERIZAÇÃO DO VÍRUS DA LÍNGUA AZUL EM OVINOS, CAPRINOS E CERVÍDEOS NO BRASIL; 2013; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Thais Garcia da Silva

DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE VACCINIA BOVINA E AVALIAÇÃO DO IMPACTO EM SAÚDE PÚBLICA; 2013; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Randy Narumoto

SITUAÇÃO SANITÁRIA DE REPRODUTORES RESIDENTES EM CENTROS DE COLETA E PROCESSAMENTO DE SÊMEN; 2013; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Ana Luiza Ramos de Oliveira

ANÁLISE DA EFICIÊNCIA E DO CUSTO-BENEFÍCIO DA RT-PCR EM TEMPO REAL NO DIAGNÓSTICO DA DIARREIA VIRAL BOVINA; 2013; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Samira Eugênio de Souza Borges

AVALIAÇÃO DA PCR EM TEMPO REAL E DA NESTED PCR PARA O DIAGNÓSTICO DA RINOTRAQUEÍTE INFECCIOSA BOVINA; 2012; Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg; Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Marília Carolina Oliveira de Paula e Silva

SOROPREVALÊNCIA DO BoHV- 1 e 5 NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL; 2011; Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nara Thiers Cacciatori Galleti Bernardes

Soroprevalência da língua azul em bovinos do Estado de São Paulo, Brasil, 2001; 2011; Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg; Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Marianne de Oliveira Silva

DIAGNÓSTICO DE SITUAÇÃO DE PEQUENAS PROPRIEDADES PRODUTORAS DE LEITE DO ESTADO DE SÃO PAULO; ; 2010; Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg; Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Leandro Lima Rossignolo Venditti

Infecção pelo vírus da língua azul em ovinos e bovinos na Região Sudeste do Brasil; 2009; Dissertação (Mestrado em Sanidade, Seg; Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Adriana Hellmeister de Campos Nogueira Romaldini

Detecção de Anticorpos Contra o Vírus da Língua Azul em ovinos na Região de Araçatuba pela Técnica de Imunodifusão Em Gel de Ágar (Idga) e Elisa Competitivo; 2007; Dissertação (Mestrado em Saúde Animal) - UNESP Araçatuba,; Coorientador: Edviges Maristela Pituco;

Ricardo Spacagna Jordão

Desenvolvimento de uma vacina inativada contendo um isolado nacional de BVDV; 2004; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Microbiologia)) - Universidade de São Paulo,; Coorientador: Edviges Maristela Pituco;

Márcio José Ricardo Sturaro

Avaliação da transferência de imunidade passiva colostral e desenvolvimento ponderal de bezerros búfalos Murrah submetidos a diferentes formas de aleitamento; ; 2018; Tese (Doutorado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico,; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Michele dos Santos Lima

Vírus da língua azul no Brasil: isolamento e caracterização genética de novos sorotipos em ovinos, bovinos, caprinos e cervídeos; ; 2017; Tese (Doutorado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Thais Garcia da Silva

Prevalência e caracterização espacial de sorotipos do vírus da língua azul em bovinos, São Paulo, Brasil, 2011; 2017; Tese (Doutorado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Lucimara Antônio Borges

Monitoramento dos Parâmetros Reprodutivos e Perfil Sorológico do Herpesvirus Caprino tipo 1 e do Herpesvirus Bovino tipo 1 em Rebanhos Caprinos dos Estados de São Paulo e Minas Gerais; 2015; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária Preventiva) - FMVZ-Unesp, Campus de Jaboticabal, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Edviges Maristela Pituco;

Eduardo Gimenes Palazzi

AVALIAÇÃO DOS PRODUTOS NATURAIS NA DIMINUIÇÃO DA REPLICAÇÃO VIRAL DO BoHV-1-COLORADO EM EMBRIÕES MURINOS EXPERIMENTALMENTE INFECTADOS; 2015; Tese (Doutorado em Interunidades em Biotecnologia) - Universidade de São Paulo,; Coorientador: Edviges Maristela Pituco;

Bruna Lapenna Sanches Ferreira

ASSOCIAÇÃO DA OCORRÊNCIA DO ECTIMA CONTAGIOSO (ORF VÍRUS) EM OVINOS COM OS CUIDADORES DESTES ANIMAIS; 2015; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Edviges Maristela Pituco;

Cláudia Maris Ferreira Mostério

2008; Instituto Biológico, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Edviges Maristela Pituco;

Roberta Martins Basso

Exames virológicos e imunodiagnóstico; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nayra Villar Scattone

Diagnóstico de doenças virais; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Metodista de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Tatiane Sorgon Pires

Métodos de diagnóstico virológico; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Desenvolvimento e Pesquisa do Agronegócio; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Fernanda Conceição Gaio

Diagnóstico de Doenças Virais; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Silmara Camargo Prado Lunelli

Diaganóstico de Doenças Virais; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Metodista de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nara Thiers Cacciatore Galleti

Diagnóstico de doenças virais bovinas; 2003; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biologia) - Universidade São Judas Tadeu; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Mônica Regina Brito

Diarréia Viral Bovina - BVDV revisão bibliográfica; 2001; 100 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Paulista; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Adriana Dausen Meyer

Diagnóstico de doenças virais da reprodução; 2000; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade do Estado de Santa Catarina; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Cristiane M Trotter

Diagnóstico de doenças virais reprodutivas; 2000; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Brasil; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Luana Hellmeister de Campos Nogueira

PREVALÊNCIA DA RINOTRAQUÍTE INFECCIOSA BOVINA (IBR) NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL; ; 2018; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nathalia Beatriz Spagnuolo Yunes

Ocorrência da Rinotraqueíte infecciosa bovina (IBR/IPV) em búfalos no estado de São Paulo e Paraná; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nathalia Beatriz Spagnuolo Yunes

PREVALÊNCIA DA RINOTRAQUÍTE INFECCIOSA BOVINA (IBR) NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Luana Hellmeister de Campos Nogueira

PREVALÊNCIA DA RINOTRAQUÍTE INFECCIOSA BOVINA (IBR) NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Anhembi Morumbi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

ELIZANGELA MARIA DA SILVA

AVALIAÇÃO DA FREQUENCIA DE ANTICORPOS POR LINGUA AZUL EM BÚFALOS; 2013; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nathalia Beatriz Spagnuolo Yunes

Ocorrência da Rinotraqueíte infecciosa bovina (IBR/IPV) em búfalos no estado de São Paulo e Paraná; 2013; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Thiago Jordão da Silva Lemos

Viroses de Bovídeos; 2012; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Fundação de Desenvolvimento e Pesquisa do Agronegócio; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Maria Jeovânia Freire de Almeida

Diagnóstico de amostras de sistema nervoso central de bovinos por meio do exame histopatológico; 2008; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Monik de Cássia Sena de Almeida

Pesquisa de Neospora Caninum e Toxoplama gondii em fetos ovinos (Ovis aries) utilizando as técnicas de isolamento em cultivo celular e ?nested? PCR; 2007; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Darsi de Souza

Diagnóstico Diferencial de Doenças Infecciosas da Reprodução de Bovinos; 2007; Iniciação Científica - Instituto Biológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Rodrigo César Fredrigo

Diagnóstico de amostras de sistema nervoso central de bovinos por meio de exame histopatológico; 2005; Iniciação Científica - Universidade Metodista de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Marcia Mayumi Fusuma

Detecção do herpesvírus bovino tipo 5 (BHV-5) em amostras de cérebro bovino pela técnica de isolamento viral e PCR; 2004; Iniciação Científica - Universidade Cidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Natália Maria Inácio de Medeiros bolsista FAPESP 04/01337-0

Diagnóstico de amostras de sistema nervoso central de bovinos por meio de exames histopatológico e imuno-histoquímico; 2004; Iniciação Científica - Universidade Metodista de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Mariana Peão Lorenzin

Detecção do BVDV em amostras de cérebro bovino - bolsista PIBIC; 2003; 0 f; Iniciação Científica - Universidade Presbiteriana Mackenzie, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Heloísa Orsini de Souza

Detecção de herpesvírus bovino tipo 5 em amostras de cérebro bovino Bolsista FAPESP 0208325-1; 2002; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Paulista, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Clarice Neves Camargo

Pesquisa do HVB-5 a partir de cérebros bovinos; FAPESP - processo 00/03863-6; 2001; 30 f; Iniciação Científica - Universidade São Judas Tadeu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Vivian Gallo

Detecção do Herpes Vírus Bovino 1 e 5 pela reação em cadeia da polimerase (PCR) em fetos abortados - bolsista PIBIC; 2000; 0 f; Iniciação Científica - Faculdades Metropolitanas Unidas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Sergio Ricardo Batlouni

Pesquisa do vírus da Peste Suína Clássica e do vírus da Diarréia Viral Bovina em suínos do Estado de São Paulo; FAPESP - processo 97/06521-9; 1998; 0 f; Iniciação Científica - Universidade Presbiteriana Mackenzie, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

CAMILA MALTA ROMANO

Pesquisa do Virus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) e HVB-1 a partir de feto abortado; Processo FAPESP n° 97/04588-8; 1998; 0 f; Iniciação Científica - Universidade Presbiteriana Mackenzie, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Renata Paraventi

Controle da Rinotraqueíte Infecciosa Bovina em Rebanhos Leiteiros do Estado de São Paulo; Bolsista PIBIC CNPq; 1998; 0 f; Iniciação Científica - Universidade Presbiteriana Mackenzie, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Patrícia Vieira Coelho

Controle da Rinotraqueíte Infecciosa Bovina em 03 rebanhos leiteiros do Estado de São Paulo; CNPq - PIBIC Processo n 105 687/96-0 Período: 1996-1997; 1997; 0 f; Iniciação Científica - Universidade Presbiteriana Mackenzie; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

ANA GARRIDO HARO

CAPACITACIÓN PARA EL DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE ENFERMEDADES VESICULARES Y CONFUNDIBLES; 2012; Orientação de outra natureza - Instituto Biológico; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

ANA GARRIDO HARO

Capacitação para diagnóstico molecular de enfermidades vesiculares confundíveis; 2012; Orientação de outra natureza; (Biologia Molecular) - Agencia Ecuatoriana de Aseguramiento de la Calidad del Agro; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Tatiane Sorgon Pires

Diagnóstico de doenças virais em bovinos; 2012; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Faculdade de medicina veterinária e zootecnia; Universidade Estadual Pauli; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Ana Paula de Oliveira Nunes

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovídeos; 2006; Orientação de outra natureza - Universidade do Estado de Santa Catarina; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Leandro Lima Rossignolo Venditti

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovídeos; 2006; Orientação de outra natureza - UNESP Araçatuba; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Rodrigo da Silva Mauro

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2004; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Brasil; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Daniel Gomes e Camargo

Pesquisa de Neospora caninum pela reação em cadeia da polimerase em amostras de cérebro bovino; 2004; Orientação de outra natureza - Universidade Presbiteriana Mackenzie; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Cláudia Pestana Ribeiro

Desenvolvimento de vacina contra doenças virais respiratórias e reprodutivas em bovinos; 2004; Orientação de outra natureza - Vallée; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Huber Rizzo

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2003; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Paulista; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Fernanda Calvo Duarte

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2003; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Metodista de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Leonardo Monteiro Perucini

Alterações Placentárias Causadas pela Neosporose Bovina; 2003; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Brasil; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Claudia K Minazaki

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2003; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Nadini de Azevedo Barbosa

diagnóstio de doenças virais da reprodução de bovinos; 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Bandeirante de São Paulo; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Renata Kiyomi Kishimoto

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Paulista; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Alexandre Mendes Batista

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Paulista; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Daniella Christina Navarro

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade de Santo Amaro; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Raquel Baldan

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Paulista; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Marcelo de Lima

Diagnóstico viral de doenças abortivas em bovinos; 2001; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Edviges Maristela Pituco;

Foi orientado por

Eduardo Harry Birgel

Ocorrência da rinotraqueíte infecciosa dos bovinos/vulvovaginite pustular infecciosa (IBR/PV) em rebanhos bovinos criados nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais: utilização das reações sorológicas de microssoroneutralização, microhemaglutinação passiva e de imunofluorescência indireta para detecção de anticorpos anti-Herpes Virus Bovino-1; ; 1988; Dissertação (Mestrado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Eduardo Harry Birgel;

Produções bibliográficas

  • PATON, DAVID J ; DI NARDO, ANTONELLO ; KNOWLES, NICK J ; WADSWORTH, JEMMA ; PITUCO, EDVIGES M ; COSIVI, OTTORINO ; RIVERA, ALEJANDRO M ; KASSIMI, LABIB BAKKALI ; BROCCHI, EMILIANA ; DE CLERCQ, KRIS ; CARRILLO, CONSUELO ; MAREE, FRANCOIS F ; SINGH, RAJ K ; VOSLOO, WILNA ; PARK, MIN-KYUNG ; SUMPTION, KEITH J ; LUDI, ANNA B ; KING, DONALD P . The history of foot-and-mouth disease virus serotype C: the first known extinct serotype?. Virus Evolution , v. March, p. 1-27, 2021.

  • STORINO, GABRIEL YURI ; XAVIER, EDUARDA BELLINI ; MECHLER-DREIBI, MARINA LOPES ; SIMONATTO, ARTUR ; GATTO, IGOR RENAN HONORATO ; OLIVEIRA, MARIA EMILIA FRANCO ; Pituco, Edviges Maristela ; DE OLIVEIRA, LUÍS GUILHERME . No effects of noncytopathic bovine viral diarrhea virus type 2 on the reproductive tract of experimentally inoculated boars. VETERINARY MICROBIOLOGY , v. 240, p. 108512, 2020.

  • STURARO, M. J. R. ; PITUCO, E.M ; BITTAR3, C. M. M. ; STUARO, L. G. R. ; SARAIVA, R. G. . TRANSFER COLOSTRUM OF PASSIVE IMMUNITY BY ANTIBODY IN MURRAH CALF BUFFALO. Buffalo Bulletin , v. 39, p. 27-33, 2020.

  • GOMES, V. ; GONZALEZ, D. D. ; MADUREIRA, K. M. ; MOZGOVOJ, M. V. ; BACCILI, C. C. ; SILVA, B. T. ; RAMOS, J. S. ; SILVA, K. N. ; PITUCO, E.M . Effect of Parenteral Vaccination of Newborn Holstein Calves against Viral Agents Involved in Bovine Respiratory Disease (BRD). ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE (ONLINE) , v. 48, p. 1-9, 2020.

  • ABREU, DIEGO CANDIDO ; GOMES, ALINE SILVA ; TESSLER, DANIELLE KLEIN ; CHIEBAO, DANIELA PONTES ; FAVA, CLÁUDIA DEL ; ROMALDINI, ADRIANA HELLMEISTER DE CAMPOS NOGUEIRA ; ARAUJO, MATEUS CARVALHO ; POMPEI, JÚLIO ; MARQUES, GUILHERME FIGUEIREDO ; HARAKAVA, RICARDO ; Pituco, Edviges Maristela ; NASSAR, ALESSANDRA FIGUEIREDO DE CASTRO . Systematic monitoring of glanders-infected horses by complement fixation test, bacterial isolation, and PCR. VETERINARY AND ANIMAL SCIENCE , v. 10, p. 100147, 2020.

  • NASSAR, A. F. C. ; DEL FAVA, C. ; TESSLER, D. K. ; CASSIANO, L. L. ; LEZIER, D. H. ; GUNNEWIER, M. F. K. ; MAGRINHO, F. ; PITUCO, E. M. ; CHIEBAO, D. P. . BURKHOLDERIA MALLEI ISOLATION FROM MILK OF A MARE AND EVIDENCE OF CONGENITAL TRANSMISSION OF GLANDERS IN EQUIDS: CASE REPORTS. ARS VETERINÁRIA Jaboticabal , v. 36, p. 181-186, 2020.

  • ESCHBAUMER, MICHAEL ; VÖGTLIN, ANDREA ; PATON, DAVID J. ; BARNABEI, JAMIE L. ; SANCHEZ-VAZQUEZ, MANUEL JOSE ; Pituco, Edviges Maristela ; RIVERA, ALEJANDRO MAURICIO ; O'BRIEN, DWANE ; NFON, CHARLES ; BROCCHI, EMILIANA ; BAKKALI KASSIMI, LABIB ; LEFEBVRE, DAVID J. ; NAVARRO LÓPEZ, ROBERTO ; MARADEI, EDUARDO ; DUFFY, SERGIO J. ; LOITSCH, ANGELIKA ; DE CLERCQ, KRIS ; KING, DONALD P. ; ZIENTARA, STÉPHAN ; GRIOT, CHRISTIAN ; BEER, MARTIN . Non-discriminatory Exclusion Testing as a Tool for the Early Detection of Foot-and-Mouth Disease Incursions. FRONTIERS IN VETERINARY SCIENCE , v. 7, p. 1-11, 2020.

  • VENDRAMEL, B ; SANTILLI, A ; OKUDA, L ; ROMALDINI, A ; PITUCO, E ; SAVINI, G ; GOFFREDO, M ; CHIEBAO, E . Entomological study of Culicoides (Diptera: Ceratopogonidae) potential vectors of the bluetongue vírus in São Paulo State, Brazil. O BIOLÓGICO (ONLINE) (SÃO PAULO) , v. 82, p. 57-57, 2020.

  • FAVA, CLAUDIA DEL ; OKUDA, LÍRIA HIROMI ; SCARELLI VICENTE, MARTA ELISABETE ; DE SOUZA HUNOLD LARA, MARIA DO CARMO CUSTODIO ; CASSARO VILLALOBOS, ELIANA MONTEFORTE ; MORI, ENIO ; SILVA MOURA, TALITA DE PAULA ; BOAS LOIACONO, WALESKA VILLAS ; JUSTINO, DIRLENE MARQUES ; MARISTELA PITUCO, EDVIGES . Bovine Papillomavirus Type 1 in Brains of Cattle with a Neurological Syndrome: Pathological and Molecular Study. Journal of Carcinogenesis & Mutagenesis , v. 10, p. 1-5, 2019.

  • MONTANARI, K. C. S. ; FUSUMA, M. M. ; LACERDA, A. M. D. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M ; CARVALHO, A. F. ; CASTRO, V. ; PIATTI, R.M. ; PINHEIRO, E. S. ; HARAKAVA, R. ; DEL FAVA, C. . Bovine Leukemia Virus in Bovine Aborted Fetuses. Journal of Leukemia , v. 7, p. 1-7, 2019.

  • FERNANDES, LEÍSE GOMES ; DENWOOD, MATTHEW JAMES ; DE SOUSA AMÉRICO BATISTA SANTOS, CAROLINA ; ALVES, CLEBERT JOSÉ ; Pituco, Edviges Maristela ; DE CAMPOS NOGUEIRA ROMALDINI, ADRIANA HELLMEISTER ; DE STEFANO, ELIANA ; NIELSEN, SREN SAXMOSE ; DE AZEVEDO, SÉRGIO SANTOS . Bayesian estimation of herd-level prevalence and risk factors associated with BoHV-1 infection in cattle herds in the State of Paraíba, Brazil. PREVENTIVE VETERINARY MEDICINE , v. XX, p. 104705, 2019.

  • BACCILI, CAMILA C. ; MARTIN, CAMILA CECILIA ; SILVA, KAREN N. ; NICHI, MARCÍLIO ; FLORES, EDUARDO F. ; VERCESI FILHO, ANÍBAL E. ; Pituco, Edviges Maristela ; GOMES, VIVIANI . Serological response against bovine herpesvirus and bovine viral diarrhea virus induced by commercial vaccines in Holstein heifers. PESQUISA VETERINÁRIA BRASILEIRA (ONLINE) , v. 39, p. 870-878, 2019.

  • FILHO, LUIZ FERNANDO COELHO DA CUNHA ; SBIZERA, MARIA CAROLINA RICCIARDI ; BARRETO, JOSÉ VICTOR PRONIEVICZ ; Pituco, Edwiges Maristela ; LORENZETTI, ELIS ; LUNARDI, MICHELE ; PATELLI, THAIS HELENA CONSTANTINO ; MATIAS, BRUNA FONSECA . Bluetongue disease in sheep: a review. ARQUIVOS DO INSTITUTO BIOLÓGICO (ONLINE) , v. 86, p. 1-10, 2019.

  • DE MIRA FERNANDES, ADELINE ; BRANDÃO, PAULO E. ; DOS SANTOS LIMA, MICHELE ; DE SOUZA NUNES MARTINS, MAIRA ; DA SILVA, THAIS G. ; DA SILVA CARDOSO PINTO, VIVIAN ; DE PAULA, LARISSA T. ; VICENTE, MARTA ELISABETE S. ; OKUDA, LIRIA H. ; Pituco, Edviges M. . Genetic diversity of BCoV in Brazilian cattle herds. Veterinary Medicine and Science , v. 102, p. 1-7, 2018.

  • SILVA, THAÍS GARCIA DA ; LIMA, MICHELE DOS SANTOS ; CASTRO, ALESSANDRA MARNIE MARTINS GOMES DE ; MARTINS, MAIRA DE SOUZA NUNES ; CASTIGLIONI, VIVIAN CARDOSO ; DEL FAVA, C. ; OKUDA, LIRIA HIROMI ; PITUCO, E.M . Bovine Vaccinia in dairy cattle and suspicion of vesicular disease on milkers in Brazil. CIÊNCIA RURAL , v. 48, p. 1-5, 2018.

  • MECHLERA, M. L. ; GOMESA, F. S. ; NASCIMENTO, K. A. ; SOUZA-POLLOA, A. ; PIRESA, F. F. B. ; SAMARA, S.I. ; PITUCO, E. M ; OLIVEIRA, L. G. . Congenital tremor in piglets: Is bovine viral diarrhea virus an etiological cause?. VETERINARY MICROBIOLOGY , v. 220, p. 107-112, 2018.

  • MONTEIRO, F. L. ; CARGNELUTTI, J. F. ; BRAUNIG, P. ; FOLGUERAS-FLATSCHART, A. V. ; SANTOS, N. C. ; PITUCO, E.M. ; WEIBLEN, R. ; FLORES, E.F. . Detection and genetic identification of pestiviruses in Brazilian lots of fetal bovine serum collected from 2006 to 2014. PESQUISA VETERINÁRIA BRASILEIRA (ONLINE) , v. 38, p. 387-392, 2018.

  • GAETA, N. C. ; Ribeiro, B. L. M. ; ALEMAN, M. A. ; YOSHIHARA, E. ; MARQUES, E. C. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M. ; GREGORY, L. . Serological investigation of antibodies against respiratory viruses in calves from Brazilian family farming and their relation to clinical signs of bovine respiratory disease. PESQUISA VETERINÁRIA BRASILEIRA (ONLINE) , v. 38, p. 642-648, 2018.

  • SILVA, T. G. ; LIMA, MICHELE S. ; SPEDICATO, MASSIMO ; CARMINE, IRENE ; TEODORI, LIANA ; LEONE, ALESSANDRA ; MARTINS, MAIRA S. N. ; BUCHALA, FERNANDO G. ; HELLWIG, KLAUS S. ; DE CAMPOS NOGUEIRA ROMALDINI, ADRIANA H. ; DE STEFANO, ELIANA ; SAVINI, GIOVANNI ; PITUCO, E.M . Prevalence and risk factors for bluetongue in the State of São Paulo, Brazil. Veterinary Medicine and Science , v. 1, p. 1-8, 2018.

  • FERNANDES, LEÍSE GOMES ; PITUCO, E.M ; DE CAMPOS NOGUEIRA ROMALDINI, ADRIANA HELLMEISTER ; STEFANO, E. ; CLEMENTINO, INÁCIO JOSÉ ; MAIA, AMANDA RAFAELA ALVES ; DE SOUSA AMÉRICO BATISTA SANTOS, CAROLINA ; ALVES, CLEBERT JOSÉ ; DE AZEVEDO, SÉRGIO SANTOS . Spatial analysis for bovine viral diarrhea virus and bovine herpesvirus type 1 infections in the state of Paraíba, northeastern Brazil. BMC Veterinary Research , v. 14, p. 2-9, 2018.

  • ARAUJO PEREIRA, DANIELE ; BRIGOLIN PERON, JULIANA ; DE SOUZA ALMEIDA, HENRIQUE MEIROZ ; GASPARINI BARALDI, THAÍS ; HONORATO GATTO, IGOR RENAN ; COELHO KASMANAS, THAIANE ; Pituco, Edviges Maristela ; MONTASSIER, HÉLIO JOSÉ ; DE OLIVEIRA, LUÍS GUILHERME . Experimental inoculation of gilts with bovine viral diarrhea virus 2 (BVDV-2) does not induce transplacental infection. VETERINARY MICROBIOLOGY , v. 225, p. 25-30, 2018.

  • FERREIRA, H. I. P. ; CALABUIG, C. ; BORGES, P. A. C. ; OLIVEIRA, I. V. P. M. ; FREIRE, D. A. C. ; Vilalobos, E.M.C. ; LARA, M. C. C. S. H. ; PITUCO, E. M ; NOGUEIRA, A. H. C. ; CUNHA, E. M. S. ; STEFANO, E. ; ANTUNES, J. M. A. P. . Seroprevalence of viral agents in vaquejada horses. Brazilian Journal of Veterinary Medicine , v. 40, p. 1-6, 2018.

  • VIANA, R. B. ; DEL FAVA, C. ; REZENDE, M.L.G. ; PEREIRA, W. L. A. ; MONTEIRO, B.M. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; PITUCO, E.M . Infecção natural pelo vírus da diarreia viral bovina (BVDV) em bovinos de corte no Estado do Pará. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 45, p. 1-4, 2017.

  • MARTINS, MAIRA DE S.N. ; CASTRO, ALESSANDRA M.M.G. DE ; LIMA, MICHELE DOS S. ; PINTO, VIVIAN DA S.C. ; SILVA, THAÍS G. DA ; FAVA, CLAUDIA DEL ; DEPES, CLAUDIO REGIS ; OKUDA, LIRIA H. ; Pituco, Edviges M. . Malignant Catarrhal Fever in Brazilian cattle presenting with neurological syndrome. BRAZILIAN JOURNAL OF MICROBIOLOGY , v. 48, p. 366-372, 2017.

  • DA SILVA CARDOSO PINTO, V. ; ALVES, M.F. ; DE SOUZA NUNES MARTINS, M. ; BASSO, A.C. ; TANNURA, J.H. ; PONTES, J.H.F. ; LIMA, M. SANTOS ; GARCIA DA SILVA, T. ; OKUDA, L.H. ; STEFANO, E. ; ROMALDINI, A.H.C.N. ; ARNOLD, D.R. ; PITUCO, E.M. . Effects of oocytes exposure to bovine diarrhea viruses BVDV-1, BVDV-2 and Hobi-like virus on invitro-produced bovine embryo development and viral infection. THERIOGENOLOGY , v. 97, p. 67-72, 2017.

  • BASQUEIRA, N. S. ; MARTIN, C. C. ; COSTA, J. F. R. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M ; BATISTA, C. F. ; LIBERA, A. M. M. P. D. ; GOMES, V. . Bovine Respiratory Disease (BRD) Complex as a Signal for Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV) Presence in the Herd. ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE (ONLINE) , v. 45, p. 1434, 2017.

  • MESQUITA, L. P. ; COSTA, R. C. ; FUSUMA, M. M. ; BRUHN, F. R. P. ; MORI, E. ; PITUCO, E. M. ; MORI, C. M. C. ; WEIBLEN, R. ; MAIORKA, P. C. . Susceptibility of mice to bovine herpesvirus type 5 infection in the central nervous system. VETERINARY RESEARCH COMMUNICATIONS , v. 2017, p. 1-10, 2017.

  • GREGORY, LILIAN ; CARRILLO GAETA, NATÁLIA ; ARAÚJO, JANSEN ; MATSUMIYA THOMAZELLI, LUCIANO ; HARAKAWA, RICARDO ; IKUNO, ALICE A. ; HIROMI OKUDA, LIRIA ; DE STEFANO, ELIANA ; Pituco, Edviges Maristela . Bovine leukaemia virus genotypes 5 and 6 are circulating in cattle from the state of São Paulo, Brazil. JOURNAL OF MEDICAL MICROBIOLOGY , v. 66, p. 1790-1797, 2017.

  • VIANA, RINALDO BATISTA ; KZAM, ALINE DO SOCORRO LIMA ; MONTEIRO, BRUNO MOURA ; CAMPELLO, CLÁUDIO CABRAL ; SOUSA, ELIOMAR DE MOURA ; SOUZA, DAMAZIO CAMPOS DE ; OKUDA, LIRIA HIROMI ; Pituco, Edviges Maristela ; RIBEIRO FILHO, JOSÉ DANTAS . Sensitivity and specificity of indirect ELISA for the detection of antibody titers against BVDV from beef cattle raised in Pará State. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 38, p. 3049-3058, 2017.

  • GAETA, N. C. ; Ribeiro, B. L. M. ; Alemán, M. A. R. ; Thomazelli, L. M. ; Durigon, E. L. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L.H. ; PITUCO, E.M. ; GREGORY, L. . Evaluation of bovine Parainfluenza type-3 virus and Influenza virus D participation in bovine respiratory disease of calves from Brazilian family farming. Medicina Veterinaria-Recife , v. 11, p. 227, 2017.

  • VIANA, R. B. ; DEL FAVA, C. ; MONTEIRO, B.M. ; MOURA, A. C. B. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; CARDOSO, E. C. ; ARAUJO, C. V. ; PITUCO, E.M . Ocorrência do vírus da leucose enzoótica dos bovinos (BLV) e de anticorpos contra herpesvírus bovino tipo-1 (BoHV-1) e vírus da diarreia viral bovina (BVDV) em búfalos no Estado do Pará. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 44, p. 1-7, 2016.

  • MONGER, S. G. B. ; PEREIRA, W. L. A. ; PITUCO, E.M ; NOGUEIRA, A. H. C. ; LIMA, M.S. ; VIANA, R. B. ; BARBOSA, N. G. S. . Linfossarcoma em uma búfala - Relato de caso. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , v. 38, p. 19-24, 2016.

  • FERNANDES, LEISE GOMES ; DE CAMPOS NOGUEIRA, ADRIANA HELLMEISTER ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; RIBEIRO, CLÁUDIA PESTANA ; ALVES, CLEBERT JOSÉ ; OLIVEIRA, TAINARA SOMBRA ; CLEMENTINO, INÁCIO JOSÉ ; DE AZEVEDO, SÉRGIO SANTOS . Herd-level prevalence and risk factors for bovine viral diarrhea virus infection in cattle in the State of Paraíba, Northeastern Brazil. Tropical Animal Health and Production , v. 48, p. 157-165, 2016.

  • GAETA, N. C. ; RIZZO, H. ; MEIRA JUNIOR, Enoch Brandão de Souza ; PITUCO, E.M ; OKUDA, Liria Hiromi ; Ribeiro, C.P. ; GREGORY, L. . Detecção de anticorpos anti-pestivírus em ovinos com histórico de problema reprodutivo no Estado de São Paulo*. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , v. 38, p. 153-156, 2016.

  • MARTIN, CAMILA CECILIA ; BACCILI, CAMILA COSTA ; SILVA, BRUNO TOLEDO ; NOVO, SYLVIA MARQUART FONTES ; SOBREIRA, NATÁLIA MEIRELLES ; Pituco, Edviges Maristela ; GOMES, VIVIANI . Detection of Bovine Viral Diarrhea virus infection in newborn calves before colostrum intake. Semina. Ciências Agrárias (Online) , v. 37, p. 1379-1388, 2016.

  • FERNANDES, L. G. ; PIMENTA, C. L. R. M. ; PITUCO, E.M ; BRASIL, A. W. L. ; AZEVEDO, S. S. . Risk factors associated with BoHV-1 and BVDV seropositivity in buffaloes (Bubalus bubalis) from the State of Paraíba, Northeastern Brazil. Semina. Ciências Agrárias (Online) , v. 37, p. 1929-1936, 2016.

  • DEL FAVA, C. ; Basílio, M. L. F. ; RIBEIRO, C. P. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E. M . Seroreactivity to bovine leukemia virus in goat (Capra hircus) in Brazil. Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais (PUCPR. Impresso) , v. 14, p. 101-107-107, 2016.

  • DINIZ, J. V. A. ; OCHOA, J. ; MONTOYA, L.M. ; Satrapa, R. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. ; MARCELINO, R.R ; OBA, E. . Immune-serological identification of infectious agents with influence on bovine embryo transfer in the north of Brazil. Archivos de Medicina Veterinaria (Impresa) , v. 48, p. 145-152, 2016.

  • Baccili, C.C. ; SOBREIRA, NATÁLIA MEIRELLES ; SILVA, B. T. ; PITUCO, E.M. ; GOMES, V. . Interface between maternal antibodies and natural challenge for Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV) in Holstein heifers. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 44, p. 1-6, 2016.

  • REGO, M. J. P. ; BATISTA FILHO, A. F. B. ; OLIVEIRA, P. R. F. ; BORGES, J. M. ; FRANCA, C. A. B. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M. ; PINHEIRO JUNIOR, J. W. . Epidemiological analysis of infection by the bovine viral diarrhea virus on family farms in Brazil. Semina. Ciências Agrárias (Online) , v. 37, p. 4119-4130, 2016.

  • NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; MARTINS, M. S. N. ; OKUDA, L. H. ; LIMA, M.S. ; SILVA, T.G. ; HELLWIG, O. H. ; LIMA, J. E. A. ; SAVINI, G. ; PITUCO, E.M . Prevalence of Bluetongue virus serotype 4 in cattle in the State of Sao Paulo, Brazil. Veterinaria Italiana (Online) , v. 52, p. 319-323, 2016.

  • FERREIRA, B.L.S. ; SILVA, D.T. ; PITUCO, E.M. ; Ribeiro, C.P. ; OKUDA, L.H. ; VICTORIA, C. ; PANTOJA, J.C.F. ; MODOLO, J.R. . Associação da ocorrência do ectima contagioso (ORF vírus) em ovinos com os cuidadores desses animais. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA (ONLINE) , v. 68, p. 1523-1530, 2016.

  • MEGID, JANE ; FERREIRA VICENTE, ACÁCIA ; APPOLINARIO, CAMILA MICHELE ; ALLENDORF, SUSAN DORA ; DE SOUZA RIBEIRO MIONI, MATEUS ; GASPARINI BARALDI, THAÍS ; CORTEZ, ADRIANA ; BRYAN HEINEMANN, MARCOS ; REINALDO SILVA FONSECA, CLOVIS ; CRISTINA PELÍCIA, VANESSA ; DEVIDÉ RIBEIRO, BRUNA LETICIA ; HIROMI OKUDA, LIRIA ; Pituco, Edviges Maristela . Outbreak Control and Clinical, Pathological, and Epidemiological Aspects and Molecular Characterization of a Bovine Herpesvirus Type 5 on a Feedlot Farm in São Paulo State. BIOMED RES INT , v. 2015, p. 1-5, 2015.

  • MELO, ALFREDO J. F. ; PONCIO, VINÍCIUS A. P. ; DEL FAVA, CLÁUDIA ; Pituco, Edviges M. ; SORDI NETO, JOSÉ DE ; ALVAREZ, RAFAEL H. . Perfil sanitÃrio e eficiência da inseminaÃÃo artificial em tempo fixo de rebanhos bovinos de pequenos produtores da regiÃo de Piracicaba. Boletim de Indústria Animal (Online) , v. 72, p. 221-228, 2015.

  • ZIMPEL, CRISTINA KRAEMER ; GRAZZIOTIN, ANA LAURA ; BARROS FILHO, IVAN ROQUE DE ; GUIMARAES, ANA MARCIA DE SA ; SANTOS, LEONILDA CORREIA DOS ; MORAES, WANDERLEI DE ; CUBAS, ZALMIR SILVINO ; OLIVEIRA, MARCOS JOSE DE ; Pituco, Edviges Maristela ; LARA, MARIA DO CARMO CUSTÓDIO DE SOUZA HU ; VILLALOBOS, ELIANA MONTEFORTE CASSARO ; SILVA, LÍLIA MARCIA PAULIN ; CUNHA, ELENICE MARIA SEQUETIN ; CASTRO, VANESSA ; BIONDO, ALEXANDER WELKER . Occurrence of antibodies anti -Toxoplasma gondii, Neospora caninum and Leptospira interrogans in a captive deer herd in Southern Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária (Online) , v. 23, p. 255-259, 2015.

  • Silva, F.S. ; Oliveira, J.M.B. ; BATISTA FILHO, A. F. B. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E. M. ; PINHEIRO JUNIOR, J. W. . Análise soroepidemiológica da infecção pelo herpesvírus bovino tipo 1 (BoHV-1) em bovinos no Estado de Pernambuco. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. Pub. 1324, p. 1-11, 2015.

  • BACCILI, C. C. ; Marques, R.S. ; Novo, S.M.F. ; SILVA, B. T. ; PITUCO, E. M. ; GOMES, V. . Immune Response in Holstein Calves Vaccinated at Six Months of Age. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 43, p. 1-7, 2015.

  • MARQUES, GUILHERME HENRIQUE FIGUEIREDO ; DE STEFANO, ELIANA ; RIBEIRO, CLÁUDIA PESTANA ; TURISSI, LUIS HENRIQUE AGUILERA ; DIAS, RICARDO AUGUSTO ; NARANJO, JOSÉ ; POZZETTI, PATRÍCIA SILVIA ; COSTA, JÉSSICA FREIRE ; Pituco, Edviges Maristela . A experiência brasileira na erradicação da febre aftosa e o emprego do sistema I-ELISA 3ABC/EITB para certificação sanitária de bovinos e bubalinos. Arquivos do Instituto Biológico (Online) , v. 82, p. 1-11, 2015.

  • PALAZZI, EDUARDO GIMENES ; Pituco, Edviges Maristela ; VICENTE, ELISABETE JOSE ; HANSEN, DAIANE ; FELICIO, JOANA D'ARC ; LIMA, MICHELE DOS SANTOS ; NOGUEIRA, ADRIANA HELLMEISTER DE CAMPOS ; DE STEPHANO, ELIANE ; OKUDA, LIRIA HIROMI ; D'ANGELO, MAGALI . Avaliação do extrato etanólico de casca de Punica granatum (romã) na diminuição da replicação viral do BoHV-1 Colorado em embriões murinos experimentalmente infectados. Arquivos do Instituto Biológico (Online) , v. 82, p. 1-9, 2015.

  • SILVA, MARIA LUANA CRISTINY RODRIGUES ; Pituco, Edviges Maristela ; NOGUEIRA, ADRIANA HELLMEISTER DE CAMPOS ; LIMA, MICHELE DOS SANTOS ; MARTINS, MARIA DE SOUZA NUNES ; SANTOS, CAROLINA DE SOUSA AMÉRICO BATISTA ; AZEVEDO, SÉRGIO SANTOS . Prevalência de anticorpos anti-pestivírus e fatores de risco em caprinos leiteiros do semiárido da Paraíba, Nordeste do Brasil. Semina. Ciências Agrárias (Online) , v. 35, p. 1291-1300, 2014.

  • GOMES, V. ; BACCILI, C. C. ; SILVA, C. P. C. ; PINTO, V. S. C. ; SILVA, B. T. ; POZZI, C. R. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M . Humoral Immunity Assessment in Calves Born to Cows Immunized with Inactivated Vaccine for Bovine Herpesvirus 1 and Bovine Viral Diarrhea Virus. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 42, p. 1239, 2014.

  • BALARO, M. F. A. ; LIMA, M. D. S. ; FAVA, C. D. ; DE OLIVEIRA, G. R. ; PITUCO, E. M. ; BRANDAO, F. Z. . Outbreak of Bluetongue virus serotype 4 in dairy sheep in Rio de Janeiro, Brazil. Journal of Veterinary Diagnostic Investigation , v. 26, p. 567-570, 2014.

  • SILVA, M. L. C. R. ; PITUCO, E. M. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; MARTINS, M. S. N. ; LIMA, M. S. ; DE AZEVEDO, S. S. . Serological evidence and risk factors associated with Caprine herpesvirus 1 in dairy goat flocks in a semiarid region of northeastern Brazil. Journal of Veterinary Diagnostic Investigation , v. 25, p. 125-128, 2013.

  • PALAZZI, E. G. ; GONÇALVES, R. F. ; HANSEN, D. ; PITUCO, E. M. ; FELICIO, J. D'A. ; DE ALMEIDA, M. L. ; ALVES, M. F. ; DE CAMPOS NOGUEIRA, A. H. ; STURARO, L. G. R. ; D'ANGELO, M. . 152 EVALUATION OF POMEGRANATE (PUNICA GRANATUM) AS REPLICATION INHIBITOR OF BoHV-1 COLORADO STRAIN DURING IN VITRO MATURATION OF INFECTED BOVINE OOCYTES. Reproduction, Fertility and Development , v. 25, p. 224-224, 2013.

  • PITUCO, E.M ; CABRAL, A.D. ; CAMARGO, C. N. ; GALLETI, N. T. C. ; OKUDA, L. H. ; DEL FAVA, C. . Screening for Toxoplasma gondii in aborted bovine fetuses in Brazil. Arquivos do Instituto Biológico (Online) , v. 80, p. 103-105, 2013.

  • D?ANGELINO, RUBENS HENRIQUE RAMOS ; Pituco, Edviges Maristela ; VILLALOBOS, ELIANA MONTEFORTE CASSARO ; HARAKAVA, RICARDO ; GREGORI, FÁBIO ; DEL FAVA, CLAUDIA . Detection of Bovine Leukemia Virus in Brains of Cattle with a Neurological Syndrome: Pathological and Molecular Studies. BioMed Research International , v. 2013, p. 1-6, 2013.

  • PERES, MARINA GEA ; BACCHIEGA, THAIS SILVA ; APPOLINÁRIO, CAMILA MICHELE ; VICENTE, ACÁCIA FERREIRA ; ALLENDORF, SUSAN DORA ; ANTUNES, JOÃO MARCELO AZEVEDO PAULA ; MOREIRA, SABRINA ALMEIDA ; LEGATTI, EMERSON ; FONSECA, CLÓVIS RINALDO ; Pituco, Edviges Maristela ; OKUDA, LIRIA HIROMI ; PANTOJA, JOSÉ CARLOS DE FIGUEIREDO ; FERREIRA, FERNANDO ; MEGID, JANE . Serological study of vaccinia virus reservoirs in areas with and without official reports of outbreaks in cattle and humans in São Paulo, Brazil. Archives of Virology , v. 158, p. 2433-2441, 2013.

  • PITUCO, E.M ; MALAGUTI, J. M. A. ; CABRAL, A. D. ; ABDALLA, R. P. ; SALGUEIRO, Y. O. ; GALLETI, N. T. C. ; OKUDA, L. H. ; CUNHA, E. M. S. ; DEL FAVA, C. . Neospora caninum as causative agent of bovine encephalitis in Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária (Online) , v. 21, p. 48-54, 2012.

  • HIPOLITO, M ; CATROXO, M. H. B ; MARTINS, A. M. C. R. P. F ; MELO, N.A ; PITUCO, E. M ; GALLETI, N.T.C ; RANZANI-PAIVA, M. J. T ; MOURIO, J.L.P ; FERREIRA, C.M . Detection of White Spot Syndrome Virus in Brazil using Negative Staining, Immunoelectron Microscopy and Immunocytochemistry Techniques. International Journal of Morphology (Online) , v. 30, p. 761-768, 2012.

  • PITUCO, E.M ; CILENTO, M.C. ; JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; MARCHIORI FILHO, M. ; MONTASSIER, H.J. . Systemic and local antibodies induced by an experimental inactivated vaccine against bovine herpesvirus type 1. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 41, p. 307-313, 2011.

  • AGUIAR, D. M. ; LACERDA, D.P. ; ORLANDELLI, R.C. ; AZEVEDO, S. S. ; OKUDA, L. H. ; CASTRO, V. ; GENOVEZ, M. E. ; PITUCO, E.M . Seroprevalence and risk factors associated to Neospora caninum in female bovines from the western São Paulo State, Brazil. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , v. 78, p. 183-189, 2011.

  • JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M ; OKUDA, L. H. ; DEL FAVA, C. ; STEFANO, E. ; MARCHIORI FILHO, M. ; MEHNERT, D.U. . Serological response of guinea pigs to oily and aqueous inactivated vaccines containing a Brazilian isolate of the Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV). RESEARCH IN VETERINARY SCIENCE , v. 91, p. 311-315, 2011.

  • LIMA, M.S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Pesquisa de anticorpos contra o Herpesvirus Bovino tipo 1 em Bovinos no Brasil. O Biológico (Impresso) , v. 73, p. 214-218, 2011.

  • GONÇALVES, R.C. ; Silva, A. A. ; Ferreira, D.O.L. ; Marcondes, J.S. ; PITUCO, E.M. ; Dias, A. . Detection of serum antibodies to parainfluenza type 3 virus, respiratory syncytial virus, bovine viral diarrhea virus, and herpes virus type 1 in sheep in the Region of Botucatu, São Paulo - Brazil. 118B8D43423 , v. 3, p. 1-5, 2011.

  • SILVA, A. P. P. ; STAUDT, N.P. ; PITUCO, E.M . Processo de Implantação de Normas Técnicas de Produção para a Pecuária de Corte no Estado de São Paulo. Análises e Indicadores do Agronegócio , v. 05, p. 01-02, 2010.

  • DEL FAVA, C. ; Del Fava, Claudia ; BASÍLIO, M. L. F. ; DE DONATO, T. M. ; RIBEIRO, C. P. ; OKUDA, L. H. ; DE STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Ocorrência de ovinos (Ovis aries) soropositivos ao vírus da Leucemia Bovina no Brasil. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso) , v. 47, p. 483, 2010.

  • NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CARDOSO, T. C. . DETECÇÃO DE ANTICORPOS CONTRA O VÍRUS DA LÍNGUA AZUL EM OVINOS NA REGIÃO DE ARAÇATUBA, SÃO PAULO, BRASIL. Ciência Animal Brasileira (UFG) , v. 10, p. 1271-1276, 2009.

  • PITUCO, E.M ; CABRAL, A. D. ; CAMARGO, C. N. ; GALLETI, N. T. C. ; OKUDA, L. H. ; DEL FAVA, C. . Diagnosis of Neospora caninum in bovine fetuses by histology, immunohistochemistry, and nested-PCR. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária (Online) , v. 18, p. 14-19, 2009.

  • VIANA, R. B. ; DEL FAVA, C. ; MOURA, A. C. B. ; CARDOSO, E. C. ; ARAÚJO, C.V. ; MONTEIRO, B. M. ; PITUCO, E. M. ; VASCONCELLOS, S. A. . OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-NEOSPORA CANINUM, BRUCELLA SP. E LEPTOSPIRA SPP. EM BÚFALOS (BUBALUS BUBALIS) CRIADOS NA AMAZÔNIA. Arquivos do Instituto Biológico (Online) , v. 76, p. 453-457, 2009.

  • PITUCO, E.M ; YAGUIU, A. ; DAGLI, M.L.Z. ; BIRGEL JUNIOR, E. H. ; FERRAZ, O.P. ; Freitas, A.C. ; BECAK, W. ; STOCCO, R.C. . Simultaneous presence of bovine papillomavirus and bovine leukemia virus in different bovine tissues: in situ hybridization and cytogenetic analysis. Genetics and Molecular Research , v. 7, p. 487-497, 2008.

  • MORAES, C. C. G. ; MEGID, J. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CROCCI, A. J. . OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-Neospora caninum EM CÃES DA MICRORREGIÃO DA SERRA DE BOTUCATU, ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária (Impresso) , v. 17, p. 1-6, 2008.

  • PITUCO, E.M ; VIANNA, L.C ; SARTOR, I.F. ; OKUDA, L. H. ; CAMARGO, C. N. ; Kronka, S. N . Incidência e transmissão transplacentária de Neospora caninum em fêmeas primíparas da raça Bos indicus abatidos em Presidente Prudente, São Paulo, Brasil. Semina. Ciências Agrárias (Online) , v. 29, p. 387, 2008.

  • MEGID, J. ; APPOLINARIO, C. M. ; LANGONI, H. ; PITUCO, E.M ; OKUDA, L. H. . Vaccinia virus in humans and cattle in southwest region of São Paulo State- Brazil.. The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene , v. 79, p. 647-651, 2008.

  • PITUCO, E.M . A importância da Febre Aftosa em Saúde Pública. Portal Educação , v. 01, p. 01-01, 2008.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M ; GENOVEZ, M. E. . DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE DOENÇAS DA REPRODUÇÃO EM BOVINOS: EXPERIÊNCIA DO INSTITUTO BIOLÓGICO. O Biológico , v. 69, p. 73-79, 2007.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; FERRARI, C. J. L. ; DEMARCHI, J. J. A. A. ; MARINI, A. ; OLIVEIRA, F. P. ; FONZAR, J. F. ; GASPARELLI JR, A. G. . COEFICIENTES REPRODUTIVOS E CARACTERÍSTICAS DE DESEMPENHO EM MATRIZES. Boletim de Indústria Animal , v. 64, p. 191-196, 2007.

  • PITUCO, E.M . FEBRE AFTOSA. O Biológico (Campinas. Impresso) (Cessou em 1987) , v. 68, p. 25-28, 2006.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M ; FIGUEIREDO, L.A. ; RAZOOK, A. G. ; CYRILLO, J.N.S.G. ; OLIVEIRA, J. V. ; REICHERT, R.H. ; D'ANGELINO, J. L. . Reproductive Rates and performance traits in beef cattle infected by Bovine herpevirus 1 (BoHV-1).. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso) , v. 43, p. 739-746, 2006.

  • D'ANGELO, M. ; GALUPO, A. G. ; ZERIO, N. M. C. ; MELO, G.M. ; PITUCO, E.M ; OKUDA, L. H. . Estudo morfológico de embriões bovinos fertilizados in vitro expostos experimentalmente à Neospora caninum. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , v. 73, p. 211-224, 2006.

  • SARTOR, I.F ; GARCIA FILHO, A. ; VIANNA, L.C ; PITUCO, E.M ; DAL PAI, V. ; SARTOR, R. . Ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum em bovinos leiteiros e de corte da região de Presidente Prudente, SP.. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , São Paulo, v. 72, n.4, p. 413-418, 2005.

  • FLORES, EDUARDO F. ; WEIBLEN, RUDI ; VOGEL, FERNANDA S. FLORES ; ROEHE, PAULO M. ; ALFIERI, AMAURI A. ; Pituco, Edviges M. . A infecção pelo vírus da diarréia viral bovina (BVDV) no Brasil: histórico, situação atual e perspectivas. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso) , v. 25, p. 125-134, 2005.

  • MANCINI, D.A.P. ; MENDONÇA, R.M.Z. ; PITUCO, E.M ; TRINDADE, H.G. ; PINTO, J.R. . Influenza serological survey in bovines from Brazil. Virus Reviews and Research , v. 09, n.2, p. 47-51, 2004.

  • PITUCO, E.M ; PEREIRA, N. . Encefalopatia Espongiforme Bovina. BEEF POINT, http://www.beefpoint.com.br, 2004.

  • CARNEIRO, P S ; BEIER, D. ; HARAKAVA, R. ; LARA, M. C. C. S. H. ; FERREIRA, V.C. A. ; IKUNO, A. A. ; PITUCO, E.M . Nested Polymerase Chain Reaction validated for sensitive detection of bovine leukemia virus in blood samples from brazilian cattle herds: comparison with conventional Elisa and Agar gel immunodiffusion. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , São Paulo - SP, v. 71, n.3, p. 303-308, 2004.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M . INFECÇÃO PELO VÍRUS DA LEUCEMIA BOVINA (BLV) NO BRASIL. O Biológico , São Paulo, v. 66, n.1/2, p. 1-8, 2004.

  • SCARCELLI, Eliana ; GENOVEZ, M. E. ; CARDOSO, M. V. ; CAMPOS, Fabiola Ribeiro ; MIYASHIRO, S. ; PIATTI, Rosa Maria ; TEIXEIRA, S. R. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M . Abortamento e morte embrionária em receptoras bovinas por Histophilus somni (Haemophilus somni). Acta Scientiae Veterinariae (UFRGS. Impresso) , v. 32, n.1, p. 59-64, 2004.

  • PITUCO, E.M ; TRINDADE, G. S. ; FONSECA, F. G. ; MARQUES, J. T. ; NOGUEIRA, M. L. ; MENDES, L.C.N. ; BORGES, A. S. ; PEIRÓ, J. R. ; BONJARDIM, C. A. ; FERREIRA, P. C. P. . Araçatuba Virus: A Vaccinialike Virus Associated with Infection in Humans and Cattle. Emerging Infectious Diseases (Online) , EUA, v. 9, n.2, p. 155-160, 2003.

  • PITUCO, E.M ; PRADO, W.N.A. ; STEFANO, E. . Vulvovaginites e falhas reprodutivas devido a Histophilus somni (ex-Haemophilus somni) em receptoras de embriões de um rebanho leiteiro: relato de caso. Napgama (São Paulo) , São Paulo, v. 6, n.1, p. 15-18, 2003.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PASSOS, E.C. . Pesquisa de anticorpos contra o vírus da Estomatite Vesicular em bovinos de corte criados na região de Araçatuba, Estado de São Paulo, Brasil em 2000. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso) , v. 40, n.1, p. 29-35, 2003.

  • DEL FAVA, C. ; ARCARO, J. R. P. ; POZZI, C. R. ; ARCARO JÚNIOR, I. ; FAGUNDES, H. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; VASCONCELLOS, S. A. . Manejo sanitário para o controle de doenças da reprodução em um sistema leiteiro de produção semi-intensivo.. Arquivos do Instituto Biológico , São Paulo, v. 70, n.1, p. 25-33, 2003.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; SILVA, L. M. P. ; OLIVEIRA, J. V. ; FADIL, P. A. . Modelo de manejo sanitário para erradicação do herpesvírus bovino tipo 1 (HVB-1) em rebanho bovino leiteiro.. Boletim de Indústria Animal , Nova Odessa/SP, v. 60, n.2, p. 163-171, 2003.

  • OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M ; RODRIGUES, L.H. . Estomatite Vesicular: Monitoramento em touros doadores de sêmen de uma Central de Inseminação Artificial. Arquivos do Instituto Biológico , v. 70, n.1, p. 11-15, 2003.

  • PITUCO, E.M ; OKUDA, L. H. ; RODRIGUES, L.H. . Ocorrência de neosporose em touros de centrais de inseminação artificial. Revista Brasileira de Reprodução Animal , Belo Horizonte, v. 27, n.3, p. 313-606, 2003.

  • MEYER, A. D. ; SOARES, R.M. ; PITUCO, E.M ; OKUDA, L. H. ; LEONIL, H. ; CASTRO, A. M. M. G. . Comparação das Técnicas de Isolamento Viral e Nested PCR na detecção de BHV-1 em sêmen bovino experimentalmente e naturalmente infectado. Arquivos do Instituto Biológico , São Paulo, v. 70, n.2, p. 143-146, 2003.

  • BRUM, M.C.S. ; WEIBLEN, R. ; PITUCO, E.M ; WINKELMANN, E.R. . Proteção fetal frente a desafio com o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) em ovelhas imunizadas com duas amostras de vírus modificadas experimentalmente.. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso) , v. 22, n.2, p. 64-72, 2002.

  • PITUCO, E.M . A importância da Febre Aftosa em Saúde Pública. Beefpoint, 2002.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; ARAUJO, W. P. ; PASSOS, E.C. . Estomatite vesicular - Revisão Bibliográfica. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , São Paulo, v. 69, n.3, p. 127-133, 2002.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M . Herpesvirus Bovino tipo 1 (HVB-1): revisão e situação atual no Brasil.. Revista da Educação Continuada do CRMV-SP , São Paulo, v. 5, n.3, p. 300-312, 2002.

  • Souza, V.F. ; MELO, S.V. ; ESTEVES, P.A. ; SCHMIDT, C.S. ; Gonçalves, D.A. ; Schaefer, R. ; SILVA, T.C. ; ALMEIDA, R.S. ; VICENTINI, F. ; FRANCO, A.C. ; OLIVEIRA, E.A. ; SPILKI, F.R. ; WEIBLEN, R. ; FLORES, E.F. ; LEMOS, R.A. ; ALFIERI, A.A. ; PITUCO, E.M. ; ROEHE, P.M. . Caracterização de herpesvírus bovinos tipos 1 (BHV-1) e 5 (BHV-5) com anticorpos monoclonais. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso) , v. 22, p. 13-18, 2002.

  • GENOVEZ, M. E. ; OLIVEIRA, J. C. F. ; FERRARI, C. I. L. ; PITUCO, E.M ; SANTOS, S. M. . Desempenho reprodutivo de um rebanho Nelore de criação extensiva com leptospirose endêmica: Estudos preliminares.. Revista Brasileira de Reprodução Animal (Impresso) , Belo Horizonte, v. 25, n.2, p. 244-246, 2001.

  • GENOVEZ, Margareth Elide ; OLIVEIRA, J. C. ; CASTRO, V ; GREGORY, L. ; FAVA, Claudia Del ; FERRARI, C I L ; PITUCO, E.M ; SCARCELLI, Eliana ; CARDOSO, M. V. ; GRASSO, L. M. P. ; SANTOS, S. M. . Desempenho reprodutivo de um rebanho Nelore de criação extensiva com leptospirose endêmica: Estudos Preliminares. Revista Brasileira de Reprodução Animal , Belo Horizonte, v. 25, n.2, p. 244-246, 2000.

  • Flores, E.F. ; TOBIAS, F.L.T ; WEIBLEN, R. ; GARCEZ, D.C. ; ODEON, A. ; PITUCO, E.M . ANÁLISE ANTIGÊNICA E MOLECULAR DE AMOSTRAS CITOPÁTICAS DO VÍRUS DA DIARREIA VIRAL BOVINA. CIENCIA RURAL , Santa Maria, v. 30, n.1, p. 129-135, 2000.

  • PITUCO, E.M . Situação do BVD na América do Sul. Anais do Simpósio Internacional Sobre Herpesvírus Bovino Tipo 1 e 5 e Vírus da Diarréia Viral Bovina Bvdv, Santa Maria RS, p. 49-57, 1998.

  • PITUCO, E.M . Situação do BHV-1 na América do Sul.. Anais do Simpósio Internacional Sobre Herpesvírus Bovino Tipo 1 e 5 e Vírus da Diarréia Viral Bovina Bvdv, Santa Maria RS, p. 75-87, 1998.

  • PITUCO, E.M ; SOARES, J.A.G. . The possibilities of Infectious disease transmission by embrio transfer in the bovine. Revista Brasileira de Reprodução Animal (Impresso) , v. 16, n.1, p. 24-30, 1998.

  • DEL FAVA, C. ; DE STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; BILINSKYJ, M. C. V. ; POZZI, C. R. ; VERÍSSIMO, C. J. ; DEMARCHI, J. J. A. A. . Eradication of Herpesvirus Bovine-1 (BHV-1) from a dairy cattle herd with a semi-intensive management. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso) , Brasil, v. 18, n.2, p. 65-68, 1998.

  • PITUCO, E.M ; DEL FAVA, C. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. . PREVALENCIA DO VIRUS DA DIARREIA VIRAL BOVINA(BVD) EM BUFALOS NA REGIAO DO VALE DO RIBEIRA, SP, BRASIL. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , São Paulo, v. 64, n.1, p. 23-28, 1997.

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M ; DE STEFANO, E. ; BILINSKYJ, M. C. V. ; SAMARA, S. I. . Prevalencia da infecção pelo vírus da Diarréia Viral Bovina (BVD) em búfalos (Bubalus bubalis) no Vale do Ribeira, SP, Brasil. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso) , Brasil, v. 64, n.1, p. 23-28, 1997.

  • SOARES, J.A.G. ; BARNABE, V. H. ; PITUCO, E.M ; BARNABE, R. C. . EFEITO DE DIFERENTES GONADOTROFINAS NO CRESCIMENTO FOLICULAR E OVULACAO NA COBAIA(CAVIA PORCELLUS). Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science , v. 33, n.2, p. 110-114, 1996.

  • PITUCO, E.M ; GREISER-WILKE, I. ; LIESS, B. . Experimentally induced late-onset mucosal disease characterization of the cytopathogenic viruses isolated. Veterinary Microbiology (Amsterdam. Print) , v. 46, n.-, p. 285-294, 1995.

  • 110 1994 PITUCO, E.M ; MAVRIDIS, S. C. ; STEFANO, E. ; WINCKLER, M.T. . DIAGNOSTICO DA FEBRE AFTOSA NO ESTADO DE SAO PAULO NO PERIODO DE 1984 A 1994.. O Biológico (Campinas. Impresso) (Cessou em 1987) , São Paulo, v. 56, n.1/2, p. 11-13, 1994.

  • STEFANO, E. ; MAVRIDIS, S. C. ; PITUCO, E.M . PESQUISA DO VIRUS DA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) EM SEMEN E SWAB PREPUCIAL E ESTUDO DA PERSISTENCIA DE ANTICORPOS EM TOUROS DOADORES. Revista Brasileira de Reprodução Animal (Impresso) , v. 16, n.3/4, p. 87-93, 1992.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PUSTIGLIONE NETO, L. . ISOLAMENTO DO SUBTIPO INDIANA 3 DO VIRUS DA ESTOMATITE VESICULAR NO ESTADO DE SAO PAULO. O Biológico , São Paulo, v. 55, n.1/2, p. 5-6, 1989.

  • PITUCO, E.M ; Bersano, J. G. ; RIBEIRO, C. P. ; MIYASHIRO, S. ; JORDÃO, R. S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; Castro, A. G. M. ; Luciano, R. L. ; Kanashiro, A. M. I. ; Cardoso, A. L. S. P. ; Tessari, E. N. C. ; Teixeira, E.W. ; Message, D. . Manual Veterinário de Colheita e Envio de Amostras. 1ª. ed. São Paulo: Horizonte, 2010. v. 01. 218p .

  • PITUCO, E.M . Suplemento da Revista Arquivos do Instituto Biológico - Anais do III Congresso Brasileiro de Buiatria. 1. ed. São Paulo: Stampato, 1999. v. 66. 198p .

  • BLISKA, F. M. M. (Org.) ; RAZOOK, A. G. (Org.) ; PITUCO, E.M (Org.) ; ALEONI, G. F. (Org.) ; COUTINHO FILHO, J. L. V. (Org.) ; GONCALVES, J.R. (Org.) ; LEME, P.R. (Org.) . Prospecção de demandas tecnológicas na cadeia produtiva de carne bovina no Estado de São Paulo. 1. ed. Campinas-SP: Nova Odess : ITAL/IZ, 1998., 1998. v. 1. 71p .

  • PITUCO, E. M. . Diarreia Viral Bovina. In: Megid, J.; Ribeiro, M.G.; Paes, A. C.. (Org.). Doenças Infecciosas em Animais de Produção e de Companhia. 1ed.Rio de Janeiro: Roca - GEN, 2016, v. 01, p. 587-597.

  • STEFANO, E. ; PITUCO, E. M. . Estomatite Vesicular. In: Megid, J.; Ribeiro, M.G.; Paes, A. C.. (Org.). Doenças Infecciosas em Animais de Produção e de Companhia. 1ed.Rio de Janeiro-RJ: Roca - GEN, 2016, v. 01, p. 651-656.

  • GENOVEZ, M. E. ; PITUCO, E. M. . Causas Infecciosas de Mortalidade Embrionária e Fetal em Bovinos. In: Megid, J.; Ribeiro, M.G.; Paes, A. C.. (Org.). Doenças Infecciosas em Animais de Produção e de Companhia. 1ed.Rio de Janeiro-RJ: Roca - GEN, 2016, v. 01, p. 1128-1134.

  • NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E. M ; CARDOSO, T. C. . Língua Azul.. In: Adriana Hellmeister de Campos Nogueira; Daniela Pontes Chiebao; Eliana Monteforte Cassaro Villalobos. (Org.). Sanidade na ovinocultura. 1ªed.Campinas: Companygraf, 2011, v. 24, p. 20-24.

  • PITUCO, E.M . Aspectos gerais da infecção pelo vírus da Leucose Enzoótica Bovina(LEB), Rinotraqueíte Infecciosa Bovina/Vulvovaginite Pustular Infecciosa (IBR/IPV) e Diarréia Viral Bovina (BVD) em Búfalos ( Bubalus bubalis).In: Oliveira, G.J.C., Almeida,A.M.L., Souza Filho, U.A.(Ed.). O Búfalo no Brasil. Cruz das Almas: Unv. Federal da Bahia,1997.pág171-184.. In: Oliveira,G.J.C.,Almeida,A.M.L. (Org.). O Búfalo no Brasil.. Salvador: , 1997, v. 1, p. 1-.

  • Aguiar, I. D. ; Mendes, M.C. ; PITUCO, E.M . Proteja seu rebanho das doenças infecciosas. Leite Sustentável, São Paulo, p. 52 - 54, 31 jan. 2011.

  • STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Estomatite vesicular. Comunicados técnicos - Instituto Biológico, São Paulo, 11 jan. 2011.

  • PITUCO, E.M . A importância da Febre Aftosa em Saúde Pública. Beef Point, site na internet, 20 set. 2002.

  • PITUCO, E.M . Abortamentos têm nova causa. DBO Rural, 05 maio 2002.

  • PITUCO, E.M . Diarréia viral bovina. Revista dos criadores, , v. 806, p. 40 - 41, 01 jul. 1997.

  • PITUCO, E.M . Biológico oferece serviços para estação de monta. DBO - A revista de negócios do criador, p. 130 - 130.

  • PITUCO, E.M . Varíola Bovina no Vale do Paraíba. Pesquisa Fapesp, p. 32 - 32.

  • CARDOSO, T. C. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CURCI, V. C. L. M. . Língua Azul em Ovinos. Infobibos.

  • PITUCO, E.M . A influência da sanidade na reprodução de bovinos. DBO.

  • Lima, M.S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Pesquisa de Anticorpos contra o herpesvírus bovino tipo 1 em bovinos no Brasil. In: 24ª Reunião Anual do Instituto Biológico, 2011, São Paulo. O Biológico (Impresso), 2011. v. 73. p. 2014-218.

  • PITUCO, E.M ; GENOVEZ, M. E. . Diagnóstico Diferencial de Doenças da Reprodução em bovinos: experiência do Instituto Biológico. In: XX Reunião Anual do Instituto Biológico (XX RAIB), 2007, São Paulo. O Biológico, 2007. v. 69. p. 73-79.

  • PITUCO, E.M . Causas Infecciosas de mortalidade embrionária e fetal em bovinos. In: 15 CONGRESSO BRASILEIRO DE REPRODUÇÃO ANIMAL, 2003, Porto Seguro. Revista Brasileira de Reprodução Animal, 2003. v. 27. p. 68-75.

  • OLIVEIRA, J. C. ; PITUCO, E.M ; CASTRO, V ; SANTOS, S. M. . Desempenho reprodutivo de um rebanho Nelore de criação extensiva com leptospirose endêmica: Estudos preliminares. In: XIV Congresso Brasileiro de Reprodução Animal, 2001, Belo Horizonte. Revista Brasileira de Reprodução Animal, 2001. v. 25. p. 45-276.

  • PITUCO, E.M . Situação do BHV-1 na América do Sul. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE HERPESVÍRUS BOVINO (TIPO 1 E 5), 1998, Santa Maria. Anais do SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE HERPESVÍRUS BOVINO (TIPO 1 E 5), 1998. p. 75-87.

  • PITUCO, E.M . Situação do BVDV na América do Sul. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE HERPESVÍRUS BOVINO (TIPO 1 E 5),, 1998, Santa Maria. Anais do Simpósio INTERNACIONAL SOBRE HERPESVÍRUS BOVINO (TIPO 1 E 5),, 1998. p. 49-57.

  • PITUCO, E.M ; SOARES, J.A.G. . The possibilities of infectious diseases transmission by embryo transfer in the bovine. In: XIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Transferência de Embriões, 1998, Atibaia. Arquivos da Faculdade de Veterinária da UFRGS, 1998. v. 26. p. 90-103.

  • PITUCO, E.M . Situação do BHV-1 na América do Sul. In: Simpósio Internacional sobre herpesvírus Bovino (tipo 1 e 5), 1998, Santa Maria. Anais do Simpósio Internacional sobre herpesvírus Bovino (tipo 1 e 5), 1998. p. 75-87.

  • GREISER-WILKE, I. ; FRITZEMEIER, J. ; HAAS, L. ; PITUCO, E.M ; LIEBLER, E. ; POHLENZ, J. ; MOENNIG, V. ; LIESS, B. . EXPERIMENTALLY INDUCED LATE ONSET MUCOSAL DISEASE- PRELIMINARY CHARACTERIZATION OF THE CITOPATHOGENIC VIRUSES ISOLATED. In: III CONGRESS OF THE EUROPEAN SOCIETY VETERINARY VIROLOGY, IMMUNOLOGY OF VIRAL INFECTIONS, 1995, INTERLAKEN-SUI?A. Proccedings of the III Congress of teh European Society Veterinary Virology, 1995. p. 282-287.

  • GONCALVES, A. M. M. ; BASTOS, P. A. S. ; SOUZA, V. A. F. ; PITUCO, E. M. ; STACHISSIMI, A. ; Vaz, J.A.M.C. . RESÍDUOS DOS PRODUTOS DE USO VETERINÁRIO EM PROPRIEDADES RURAIS: DIAGNÓSTICO DO DESCARTE. In: IV Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos Agropecuários e Agroindustriais, 2015, Rio de Janeiro, RJ. Anais do IV Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos Agropecuários e Agroindustriais. Concórdia -SC: Embrapa Suínos e Aves, 2015. v. 1.

  • NARUMOTO, R. ; Oliveira, A. L. R. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. . Frequência de touros portadores do vírus da leucose enzoótica bovina residentes em centros de coleta e processamento de sêmen. In: XI Congresso Internacional do Leite, XI Worshop de Políticas Públicas e XII Simpósio de Sustentabilidade da Atividade Leiteira, 2012, Goiânia. Anais do XI Congresso Internacional do Leite, 2012.

  • DANGELINO, R. H. R. ; PITUCO, E.M ; IKUNO, A. A. ; FERREIRA, V. C. A. ; HARAKAVA, R. ; DEL FAVA, C. . Vigilancia epidemiológica das encefalites bovinas: vírus da Leucemia Bovina como agente causal. In: IX Congresso Brasileiro de Buiatria, 2011, 2011, Goiânia/Goiás. Veterinária e Zootecnia (UNESP). Botucatu-SP, Brasil: Biblioteca do Campus de Botucatu, 2011. v. v.18. p. 783-786.

  • GONÇALVES, R.C. ; Silva, A. A. ; Ferreira, D.O.L. ; PITUCO, E.M ; Dias, A. . OCORRÊNCIA DO VÍRUS PARAINFLUENZA-3, VÍRUS RESPIRATÓRIO. In: VIII Congresso Brasileiro de Buiatria, 2009, Belo Horizonte. Ciência Animal Brasileira ? Suplemento 1, 2009. v. Sup 1. p. 563-568.

  • FELICIO, P. S. ; CUNHA, E. M. S. ; CAMARGO, C. N. ; CASTRO, V ; VENDITTI, L. L. R. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Toxoplamose em um rebanho caprino (Capra hircus) no Estado de São Paulo,Brasil. In: 35 Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária - CONBRAVET, 2008, 2008, Gramado. Trabalhos On-line, 2008, 2008.

  • GABRIEL, F. H. L. ; CASTRO, V. ; NASSAR, A. ; PITUCO, E.M . Determinação da Condição Sanitária de Rebanhos Caprinos e Ovinos na Região Sudoenste do Estado de São Paulo, Brasil. In: 35 Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária - CONBRAVET, 2008, 2008, Gramado-RS. Trabalhos On-line, 2008, 2008.

  • AGUIAR, D. M. ; CAVALCANTI, G.T. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; LABRUNA, M.B. ; GENARI, S. M. . Inquérito soro-epidemiológico do Herpesvírus Bovino tipo 1 (BoHV-1) no município de Monte Negro, Estado de Rondônia, Brasil. In: XIX Reunião Anual do Instituto Biológico, 2006, São Paulo. O Biológico, 2006.

  • STEFANO, E. ; RIBEIRO, C. P. ; NALI, L.H.S. ; VIANNA, L.C ; PITUCO, E.M . Detecção de anticorpos contra o Herpesvírus Bovino tipo 2 (BoHV-2) em bovinos de corte. In: XIX Reunião Anual do Instituto Biológico, 2006, São Paulo. O Biológico, 2006.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; DEMARCHI, J.J.A.A. ; OLIVEIRA, F. P. ; FONZAR, J. F. ; GASPARELLI JUNIOR, A.G. . Coeficientes reprodutivos e características de desempenho em bovinos de corte infectados pelo Neospora caninum. In: 16. CONGRESSO BRASILEIRO DE REPRODUÇÃO ANIMAL, 2005, Goiânia. Anais do 16O. CONGRESSO BRASILEIRO DE REPRODUÇÃO ANIMAL, 2005.

  • MARTINS, A. M. C. P. F. ; MACRUZ, Romeu ; PITUCO, E.M . Neoplasias en el sistema nervioso central en bovinos en el Brasil. In: XII CONGRESO LATINOAMERICANO DE BUIATRÍA, 2005, Valdívia. Anais do XII CONGRESO LATINOAMERICANO DE BUIATRÍA, 2005. p. 296-297.

  • MOURA, A. C. B. ; VIANA, R. B. ; PITUCO, E.M ; ARAUJO, C. V. ; CARDOSO, E. C. ; OLIVEIRA, N. ; VALE, W. G. . Ocurrencia de anticuerpos anti-neospora caninum, Brucella sp y Leptospira spp em búfalos criados en el norte de Brasil. In: XII CONGRESO LATINOAMERICANO DE BUATRÍA, 2005, Valdívia. Anales del XII Congreso Latinoamericano de Buiatría, 2005. p. 270-271.

  • PITUCO, E.M ; MOURA, A. C. B. ; VIANA, R. B. ; CARDOSO, E. C. ; ARAUJO, C. V. ; VALE, W. G. . Ocurrencia de bufalinos (Bubalus bubalis) seroreaccionantes a los vírus de la rinotraqueitis infecciosa bovina, diarrea bovina a vírus, estomatitis vesicular y leucosis enzootica de los bovinos, criados en la Amazonia oriental. In: XII CONGRESO LATINOAMERICANO DE BUIATRÍA, 2005, Valdívia. Anales del XII Congreso Latinoamericano de Buiatría, 2005. p. 272-273.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CAMARGO, C. N. ; LORENZIN, M. P. ; JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. . Typing of bovine viral diarrhea viruses by nested multiplex PCR in Brazil. In: XII CONGRESO LATINOAMERICANO DE BUIATRÍA, 2005, Valdívia. Anais delXII CONGRESO LATINOAMERICANO DE BUIATRÍA, 2005. p. 254-255.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CAMARGO, C. N. ; DUARTE, F. C. . Bovine Herpesvirus-1: Monitoring its presence in Donor Bulls in an Artificial Insemination Center. In: XV International Congress on Animal Reproduction, 2004, Porto Seguro. Brazilian College of Animal Reproduction, 2004. v. 01. p. 274.

  • STEFANO, E. ; CAMARGO, C. N. ; CATROXO, M.H.B ; PITUCO, E.M . Ocorrência de HVB-1 em partidas de sêmen de uma Central de Inseminação Artificial, Brasil. Resultados preliminares. In: XXVII Reunião Anual do Instituto Biológico, 2004, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2004. v. 71. p. 474-476.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; DUARTE, F. C. . Ocorrência de Neosporose em touros de Central Inseminação Artificial. In: XV Congresso Brasileiro de Reprodução Animal, 2003, Porto Seguro. Revista Brasileira de Reprodução, 2003. v. 27. p. 345-347.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. . Isolamento de Neóspora Caninum em amostras de fetos bovinos abortados no Brasil. In: XIV Congresso Brasileiro de Reprodução Animal, 2001, Belo Horizonte. Revista Brasileira de Reprodução Animal, 2001. v. 25. p. 45.

  • SOARES, J.A.G. ; WABERSKI, D. ; PITUCO, E.M . Early development of swine embryos. In: XIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Transferência de Embriões, 1998, Atibaia. Arquivos da Faculdade de Veterinária UFRGS, 1998. v. 26. p. 371.

  • DINIZ, J. V. A. ; Scott, C. ; MOYA, C. ; FREITAS, R. ; Satrapa, R. ; Montoya, L. ; PITUCO, E. M ; OKUDA, L. H. . Immuno serological survey of infectious agents and their interference in reproductive processes in embryos recipient cows. In: 18TH INTERNATIONAL CONGRESS ON ANIMAL REPRODUCTION - ICAR, 2016, Tours - França. ABSTRACT BOOK 18TH INTERNATIONAL CONGRESS ON ANIMAL REPRODUCTION, 2016. p. 375-376.

  • PINTO, V. S. C. ; Alves, M. F. ; MARTINS, M.S.N. ; Basso, A. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; Arnold, D. R. ; ALMEIDA, T. G. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PONTES, J. H. F. ; TANNURA, J. H. ; PITUCO, E. M . Effects of different pathogens on development of in vitro produced bovine (IVP) embryo. In: 18TH INTERNATIONAL CONGRESS ON ANIMAL REPRODUCTION - ICAR, 2016, Tours - França. ABSTRACT BOOK 18TH INTERNATIONAL CONGRESS ON ANIMAL REPRODUCTION, 2016. p. 428-428.

  • PINTO, V. S. C. ; Alves, M. F. ; MARTINS, M.S.N. ; Basso, A. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; Arnold, D. R. ; ALMEIDA, T. G. ; TANNURA, J. H. ; PITUCO, E. M . Effect of bovine viral diarrhea virus on in vitro produced bovine embryos. In: 18TH INTERNATIONAL CONGRESS ON ANIMAL REPRODUCTION - ICAR, 2016, Tours - França. ABSTRACT BOOK 18TH INTERNATIONAL CONGRESS ON ANIMAL REPRODUCTION, 2016. p. 439-439.

  • OKUDA, L. H. ; MARTINS, M.S.N. ; Vicente, M.E.S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E. M . RETROSPECTIVE STUDY OF POXVIRUS ON EPIDEMIOLOGICAL SURVEILLANCE SYSTEM OF VESICULAR DISEASES IN BRAZILIAN CATTLE. In: XXI International Poxvirus, Asfavirus and Iridovirus Conference, 2016, Bishoffsheim, France. Proceedings of the World XXI International Poxvirus, Asfavirus and Iridovirus Conference, 2016, 2016. p. P6-10.

  • SILVA, B. T. ; BACCILI, C. C. ; Novo, S.M.F. ; REIS, J. F. D. ; SOBREIRA, NATÁLIA MEIRELLES ; PITUCO, E. M ; GOMES, V. . Influence of maternal antibodies on induction of vaccine immune response against respiratory viroses in Holstein calves. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress 2016., 2016. p. 165-165.

  • BACCILI, C. C ; SOBREIRA, NATÁLIA MEIRELLES ; SORIANO, S. ; SILVA, B. T. ; PITUCO, E. M ; RIBEIRO, C. P. ; GUILLOUX, A. G. A. ; GOMES, V. . Interface between maternal antibodies and natural challenge for BVDV in dairy heifers.. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress 2016, 2016., 2016. p. 324.

  • SILVA, B. T. ; Baccili, C.C. ; NOVO, SYLVIA MARQUART FONTES ; REIS, J. F. D. ; SOBREIRA, NATÁLIA MEIRELLES ; PITUCO, E. M ; GOMES, V. . Passive immunity and natural infection to viroses involved in Bovine Respiratory Disease (BRD). In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress 2016, 2016., 2016. p. 430-430.

  • STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E. M ; NOGUEIRA, A. H. C. ; RIBEIRO, C. P. ; Oliveira, A. L. R. . Retrospective study of HoBi-like in Brazilian cattle herds.. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress 2016, 2016. p. 323-324.

  • RIBEIRO, C. P. ; MACHADO, R. ; JORDÃO, R. S. ; STEFANO, E. ; OKUDA, Liria Hiromi ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E. M . Evaluation of the presence of antibodies to BVDV I and II in cattle on a farm with rigorous control on the transit of animals. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the 29th Congress of the World Association For Buiatrics, 2016. p. 312-312.

  • PITUCO, E. M ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; RIBEIRO, C. P. . Detection of bovine leukemia virus antibodies in receptive cows. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress, 2016. p. 531-531.

  • BALARO, M. F. A. ; RIBEIRO, A. C. S. ; SANTOS, A. S. ; CAVALCANTI, L. M. ; GONCALVES, L. H. S. ; DEL FAVA, C. ; PITUCO, E. M ; NASSAR, A. . Clinical cases in sheep and goat attended by the GEPECO from Universidade Federal Fluminense at Rio de Janeiro State, Brazil.. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress, 2016. p. 616-616.

  • COSTA, JÉSSICA FREIRE ; MOURA, T. P. S. ; LOIACONO, W. V. B. ; OLIVEIRA, L. C. ; Mori, E ; LARA, M. C. C. S. H. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E. M ; DEL FAVA, C. . SURVEILLANCE OF BOVINE ENCEPHALITIS: PAPILOMAVIRUS AS CASUAL AGENT (PRELIMINARY RESULTS).. In: 29th World Buiatrics Congress, 2016, Dublin, Ireland. Proceedings of the World Buiatrics Congress, 2016. p. 474-474.

  • NOGUEIRA, L. H. C. ; STEFANO, E. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E. M . PREVALÊNCIA DA RINOTRAQUEÍTE INFECCIOSA BOVINA (IBR) NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL. In: 14 Congresso de Iniciação Científica, em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais, 2016, São Paulo-SP. Biológico, 2016. v. 78. p. 23.

  • MORAES, B. ; PITUCO, E. M ; RIBEIRO, C. P. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. . LEVANTAMENTO SOROEPIDEMIOLÓGICO DA NEOSPOROSE E TOXOPLASMOSE EM BOVINOS LEITEIROS CRIADOS EM SISTEMA DE AGRICULTURA FAMILIAR. In: 14CICAM Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais, 2016, São Paulo-SP. O Biológico, 2016. v. 78. p. Resumo 01.

  • Silva, L.C. ; Gonçalves, V.S.P. ; STEFANO, E. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; RIBEIRO, C. P. ; Hellwig, H.O. ; Lima, J.E.A. ; Savini, G. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M . Herd-level prevalence and risk factors for bovine viral diarrhea virus infection in cattle in the state of São Paulo, Brazil. In: 10th Congresso Internacional de Virologia Veterinária - ESVV 2015 e 9th Annual Meeting of EPIZONE, 2015, Montipellier-França. ESVV2015 - EPIZONE, 2015. p. 266-266.

  • PITUCO, E.M. ; FUSUMA, M.M. ; DEL FAVA, C. ; RIBEIRO, C. P. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. . BOVINE HERPESVIRUS ENCEPHALITIS (BoHV-5) DIAGNOSED BY THE BRAZILIAN SURVEILLANCE PROGRAM OF BOVINE NEUROLOGICAL SYNDROME. In: 39th Annual International Herpesvirus Workshop, 2014, Kobe - Japão. Proceedings 39th Annual International Herpesvirus Workshop, 2014. p. 70.

  • RIBEIRO, C. P. ; JORDÃO, R. S. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; LIMA, M. S. ; MARTINS, M.S.N. ; FUSUMA, M.M. ; Souza, S.F. ; PITUCO, E.M. . Diagnosis of viral diseases carried out in the period 2011 - 2013 by laboratory belonging to the Brazilian Network for Agricultural Laboratories. In: XXVIII World Buiatrics congress, 2014, Cairns - Autralia. Proceedings of the XXVIII World Buiatrics Congress, Cairns 2014. Melbourne Australia: Australian Cattle Veterinarians, 2014. p. 186.

  • Lima, M.S. ; MARTINS, M.S.N. ; Silva, T.G. ; Pinto, V.S.C. ; Souza, S.F. ; VENDITTI, L. L. R. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. . DETECTION OF VIRUS BLUETONGUE IN SHEEP IN THE STATE OF SÃO PAULO. In: XXV Brazilian Congress of virology & IX Mercosur Meeting of virology, 2014, Ribeirão Preto. Virus Reviews & Research, 2014. v. 19.

  • Pinto, V.S.C. ; MARTINS, M.S.N. ; Lima, M.S. ; Silva, T.G. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. . CASE REPORT: DETECTION OF BVDV-3 IN A BOVINE WITH ENCEPHALITIS FROM THE STATE OF SÃO PAULO. In: XXV Brazilian Congress of virology & IX Mercosur Meeting of virology, 2014, Ribeirão Preto-SP. Virus Reviews & Research, 2014. v. 19.

  • Silva, T.G. ; Lima, M.S. ; MARTINS, M.S.N. ; Pinto, V.S.C. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. . COINFECTION OF VACCINIA BEEF AND DAIRY CATTLE PSEUDOVARIOLA IN PROPERTY OF A MATO GROSSO STATE, BRAZIL. In: XXV Brazilian Congress of virology & IX Mercosur Meeting of virology, 2014, Ribeirão Preto - SP. Virus Reviews & Research, 2014. v. 19.

  • MARTINS, M.S.N. ; Lima, M.S. ; Silva, T.G. ; Pinto, V.S.C. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. . STANDARDIZATION AND VALIDATION OF MOLECULAR METHOD DIAGNOSTIC FOR MALIGNANT CATARRHAL FEVER. In: XXV Brazilian Congress of virology & IX Mercosur Meeting of virology, 2014, Ribeirão Preto - SP. Virus Reviews & Research, 2014. v. 19.

  • YUNES, N. B. S. ; Pinto, V.S.C. ; Lima, M.S. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M. . OCORRÊNCIA DA RINOTRAQUEÍTE INFECCIOSA BOVINA (IBR/IPV) EM BÚFALOS NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL. In: 12 CICAM, 2014, São Paulo. O Biológico, 2014. v. 76. p. 31-78.

  • Veschi, J.L.A ; ZAFALON, L. ; RAMOS, E. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M. . Ocorrência de animais portadores de anticorpos para o vírus da Língua Azul no semiárido pernambucano. In: V conferência Nacional de Defesa Agropecuária, 2014, Florianópolis - SC. Anais da V conferência Nacional de Defesa Agropecuária, 2014. p. 21-187.

  • NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; MARTINS, M.S.N. ; OKUDA, L. H. ; Lima, M.S. ; Silva, T.G. ; Hellwig, H.O. ; Lima, J.E.A. ; Savini, G. ; PITUCO, E. M . PREVALENCE OF BLUETONGUE SEROTYPE 4 IN CATTLE OF THE STATE OF SAO PAULO, BRAZIL. In: V International Conference on Bluetongue and related Orbiviruses, 2014, Roma. Book of Abstracts - V International Conference on Bluetongue and related Orbiviruses, 2014. p. 53.

  • Palazzi, E.G. ; PITUCO, E.M. ; Felício, J. D. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; QUEIROZ, R. ; GONCALVES, R. ; Lima, M.S. ; Sturaro, L.G.R ; Vicente, E.J. . Avaliação dos produtos naturais na diminuição da replicação viral do BoHV-1 colorado em embriões murinos experimentalmente infectados. P. In: 27 Reunião Anual do Instituto Biológico -27 RAIB, 2014, São Paulo. Revista o Biológico, 2014.

  • OKUDA, L. H. ; CATROXO, M.H.B ; NASSAR, A. ; Brandão, P.E. ; Fernandes, A.M. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M. . CASE REPORT: BOVINE CORONAVIRUS ASSOCIATED WITH OTHER PATHOGENS IN DAIRY FARM IN STATE OF SAO PAULO, BRAZIL.. In: XXV Brazilian Congress of virology & IX Mercosur Meeting of virology, 2014, Ribeirão Preto - SP. Virus Reviews & Research, 2014. v. 19.

  • BACCILI, C. C. ; SILVA, B. ; NOVO, S. ; MARTINS, C. ; MIRANDA, M. ; PITUCO, E.M. ; Mori, E ; GOMES, V. . Humoral and cellular immune response in vaccinated calves against Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV). In: XXVIII World Buiatrics congress, 2014, Cairns - Autralia. XXVIII World Buiatrics Congress, Cairns 2014. Melbourne Australia: Australian Cattle Veterinarians. p. 186.

  • BACCILI, C. C. ; PITUCO, E.M. ; POZZI, C. R. ; GOMES, V. . Humoral immune response to Bovine Herpesvirus type-1 (BoHV-1) in Holstein calves vaccinated at six months of age. In: XXVIII World Buiatrics congress, 2014, Cairns - Autralia. Proceedings of the XXVIII World Buiatrics Congress, Cairns 2014. p. 186.

  • BACCILI, C. C. ; SILVA, C. P. C ; PITUCO, E.M. ; GOMES, V. . Maternal vaccination against BVDV and BoHV-1 enhances the transfer of passive immunity in calves. In: XXVIII World Buiatrics congress, 2014, Cairns - Autralia. Proceedings of the XXVIII World Buiatrics Congress, Cairns 2014, 2014. p. 186.

  • OLIVEIRA, L.C. ; AZEVEDO, B.G. ; FUSUMA, M.M. ; OKUDA, L. H. ; LARA, M. C. C. S. H. ; Mori, E ; PITUCO, E.M. ; Dib, C. ; DEL FAVA, C. . GESTÃO SANITÁRIA DAS ENCEFALITES EM BOVINOS: PAPILOMAVÍRUS COMO AGENTE CAUSAL. RESULTADOS PRELIMINARES. In: 27 Reunião Anual do Instituto Biológico -27 RAIB, 2014, São Paulo-SP. Biológico, São Paulo. v. 76. p. 43-43.

  • KLEIN, M. ; MARTINS, M.S.N. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M. ; STEFANO, E. . SORODIAGNÓSTICO DE ESTOMATITE VESICULAR EM BÚFALOS. In: 11 CICAM, 2013, São Paulo. Biológico, 2013. v. 75. p. 9-49.

  • ALVAREZ, R. H. ; DEL FAVA, C. ; PITUCO, E. M . Reproductive diseases survey in small herds assigned to set up artificial insemination programs in Sao Paulo State, Brazil. In: 17th International Congress on Animal Reproduction (ICAR), 2012, Vancouver. REPRODUCTION IN DOMESTIC ANIMALS. NJ USA: 09366768, 2012. v. 47. p. 461-461.

  • MONTANARI, K. C. S. ; LACERDA, A. M. D. ; PITUCO, E. M ; IKUNO, A. A. ; HARAKAVA, R. ; PINHEIRO, E.S. ; PIATTI, R.M. ; DEL FAVA, C. . Infecção Transplacentaria do vírus da leucemia bovina em fetos bovinos abortados.. In: 25 Reunião Anual do Instituto Biológico, 2012, São Paulo. O Biológico (Impresso). São Paulo: Núcleo de Editoração técnico-Científica, IB, 2012. v. 74. p. 98-98.

  • DANGELINO, R. H. R. ; PITUCO, E. M ; Vilalobos, E.M.C. ; IKUNO, A. A. ; HARAKAVA, R. ; Gregori, F. ; DEL FAVA, C. . SURVEILLANCE OF BOVINE ENCEPHALITIS: BOVINE LEUKEMIA VIRUS AS CAUSAL AGENT. In: XXVII World Buiatrics Congress, 2012, Lisboa. CDROM. p. 240-240.

  • FUSUMA, M.M. ; DEL FAVA, C. ; RIBEIRO, C. P. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E. M . Detection of bovine herpesvirus 1 and 5, BVDV and Neospora caninum in central nervous system in bovines. In: XXIII Brazilian Congresso of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology, 2012, Foz do Iguacu. Virus Reviews and Research, 2012. v. 17. p. 491-492.

  • Oliveira, A. L. R. ; OKUDA, L. H. ; RIBEIRO, C. P. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E. M . ELISA antigen and RT-PCR in the diagnosis of bovine viral diarrhea. In: XXIII Brazilian Congress of Virology and VII Mercosur Meeting of Virology, 2012, Foz do iguacu. Virus Reviews and Research, 2012. v. 17. p. 457-457.

  • STEFANO, E. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; OKUDA, L. H. ; Vicente, M.E.S. ; PITUCO, E. M . Diagnosis of vesicular and reproductive viral diseases. In: XXIII Brazilian Congress of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology, 2012, Foz do iguacu. Virus Reviews and Research, 2012. v. 17. p. 461-462.

  • MARTINS, M.S.N. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; Lima, M.S. ; COSTA, J. F. ; MONTEIRO, B. M. ; BIRGEL JUNIOR, E. H. ; PITUCO, E. M . Infection of buffaloes of State of Sao Paulo/ Brazil by BoHV-1 and BVDV. In: XXIII Brazilian Congress of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology, 2012, Foz do iguacu. Virus Reviews and Research, 2012. v. 17. p. 467-468.

  • Silva, T.G. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E. M . Evaluation of different extraction protocols for detection of DNA of vaccinia virus from epithelium of cattle. In: XXIII Brazilian Congress of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology, 2012, Foz do Iguacu. Virus Reviews and Research, 2012. v. 17. p. 484-485.

  • Lima, M.S. ; MARTINS, M.S.N. ; MONTEIRO, B. M. ; BIRGEL JUNIOR, E. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E. M . Comparison of methods for detection of antibodies to bluetongue in buffalo. In: XXIII Brazilian Congress of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology, 2012. Virus Reviews and Research, 2012. v. 17. p. 485-486.

  • PITUCO, E.M. . Produção de Interferon Gama pelas Células Mononucleares do sangue de Bezerros Recém-Nascidos Estimulados com vírus da Diarréia Viral Bovina. In: 39 CONBRAVET - Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2012, Santos - SP. Anais do 39 CONBRAVET. São Paulo: TEC Art Editora Ltda, 2012.

  • Oliveira, A. L. R. ; NARUMOTO, R. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M. . Detecção de varíola bovina em propriedade leiteira do Estado de Tocantins - Relato de Caso. In: 39 CONBRAVET - Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2012, Santos - SP. Anais do 39 CONBRAVET. São Paulo: TEC Art Editora Ltda, 2012. p. 222-222.

  • NARUMOTO, R. ; Oliveira, A. L. R. ; Lima, M.S. ; Silva, T.G. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; PITUCO, E.M. . Frequência do vírus da leucose enzoótica bovina em amostras de sêmen bovino. In: AVISULAT 2012, 2012, Bento Gonçalves. Anais da AVISULAT 2012. Porto Alegre, 2012.

  • NARUMOTO, R. ; RIBEIRO, C. P. ; Lima, M.S. ; Silva, T.G. ; Oliveira, A. L. R. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M. . Situação Sanitária de Touros Residentes em Centros de Coleta e Processamento de Sêmen. In: 25ª Reunião Anual do Instituto Biológico - RAIB 2012, 2012, São Paulo. O Biológico (Online) (São Paulo). São Paulo, 2012. v. 74. p. 103-103.

  • Palazzi, E.G. ; Felício, J. D. ; PITUCO, E.M. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; GALLETI, N. T. C. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; D'ANGELO, M. . Avaliação comparativa entre extrato etanólico da chamomilla recutita e punica granatum como inibidores da replicação do BoHV-1 colorado em zigotos murinos infectados experimentalmente. In: 25ª Reunião Anual do Instituto Biológico - RAIB 2012, 2012, São Paulo - SP. O Biológico (Impresso). São Paulo, 2012. v. 74. p. 102-102.

  • Palazzi, E.G. ; CATROXO, M.H.B ; PITUCO, E.M. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; GALLETI, N. T. C. ; PIATTI, R.M. ; D'ANGELO, M. . Efetividade da tripsina sobre embriões murinos infectados experimentalmente com BoHV-1.. In: 25ª Reunião Anual do Instituto Biológico - RAIB 2012, 2012, São Paulo - SP. O Biológico (Online) (São Paulo). v. 74. p. 102-102.

  • PERES, M. G. ; BACHIEGA, T. S. ; APPOLINARIO, C. M. ; VICENTE, A. F. ; ANTUNES, J. M. A. P. ; ALLENDORF, S. D. ; PITUCO, E. M ; OKUDA, L. H. ; MEGID, J. . Orthopoxvirus seroprevalence in cattle and human in rural areas of São Paulo State, Brazil. In: 4th European Congress of Immunology Workshop, 2012, Glasgow. Immunology, 2012. v. 137. p. 459-459.

  • Oliveira, A. L. R. ; OKUDA, L. H. ; RIBEIRO, C. P. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E. M . Comparison between ELISA antigen and RT-PCR in the diagnosis of bovine viral diarrhea. In: XXIII Brazilian Congresso of Virology e VII Mercosur Meeting of Virology, 2012, Foz do Iguaçu. Virus Reviews and Research Supplement 1, 2012. v. 17.

  • RIBEIRO, C. P. ; JORDÃO, R. S. ; CILENTO, M.C. ; PITUCO, E. M . Use of fetal bovine serum for reduction of guinea pigs serum cytotoxicity in the evaluation of vaccines. In: XXVII World Buiatrics Congress, 2012, Lisboa. Abstract book XXVII World Buiatrics Congress, 2012. p. 221-221.

  • NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; Bernardes, N. ; Souza, S.F. ; OKUDA, L. H. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M . Occurrence of bovine neosporosis in herds with history of abortion in Brazil. In: XXVII World Buiatrics Congress, 2012, Lisboa. Abstract book XXVII World Buiatrics Congress, 2012. p. 203-203.

  • Marcondes, J.S. ; LUVIZOTTO, M. C. R. ; PITUCO, E.M ; Dias, A. ; GONÇALVES, R.C. . Comparison of diagnostic methods for viral respiratory diseases in sheep naturally infected. In: XXVII World Buiatrics Congress, 2012, Lisboa. Abstract book XXVII World Buiatrics Congress, 2012. p. 293-294.

  • BACCILI, C. C ; SILVA, C. P. C ; BALDACIM, V.A.P. ; FONTES NOVO, S. M. ; VASCONCELLOS, G. S. F. M. ; POZZI, C. R. ; PITUCO, E. M. ; GOMES, V. . Produção de ifn- (interferon gama) pelas células mononucleares do sangue de bezerros recém-nascidos estimulados com o vírus da diarreia viral bovina (VDVB). In: Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2012, Santos. Anais do Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2012.

  • MONTANARI, K. C. S. ; LACERDA, A. M. D. ; PITUCO, E. M ; IKUNO, A. A. ; HARAKAVA, R. ; PINHEIRO, E.S. ; PIATTI, R.M. ; DEL FAVA, C. . Transplacentary infection of Bovine Leukemia Virus in aborted bovine fetuses. In: IV Simpósio Internacional em Biologia da Reprodução Animal (ISABR 2012), 2012, Campinas. Animal Reproduction. Belo Horizonte, 2012. v. 9. p. 872-872.

  • MALAGUTI, J. M. A. ; CABRAL, A. D. ; GALLETI, N. T. C. ; CUNHA, E. M. S. ; PITUCO, E.M ; DEL FAVA, C. . Sanitary surveillance of bovine encephalitis: Neospora caninum as causative agent. In: 23ª Conferência Internacional da Associação Mundial para o avanço da Parasitologia Veterinária, 2011, 2011, Buenos Aires. Proceedings 23rd. International Conference of the World Association for the Advancement of Veterinary Parasitology. Buenos Aires : MCI-group, 2011, 2011. v. V.1. p. 78-78.

  • MARQUES, G. H. F ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Sorodiagnóstico de febre aftosa por ELISA 3ABC/EITB em bovinos sistematicamente vacinados no período de 2001 a 2010, Brasil. In: 35 COSALFA - 35ª Reunión Ordinaria de la Comisión Sudamericana para la Lucha contra la Fiebre Aftosa, 2011, Recife. O Biológico (Impresso), 2011. v. 73. p. 131-131.

  • OLIVEIRA, M.C.T. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . SEROPREVALENCE OF BOVINE HERPESVIRUS 1 AND 5 IN SAO PAULO STATE, BRAZIL. In: XXII Encontro Nacional de Virologia e VI Encontro de Virologia do Mercosul, 2011, Atibaia/SP. Virus Reviews and Research, 2011. v. 16. p. 247-247.

  • RIBEIRO, C. P. ; Della Libera, A. M. P. ; JORDÃO, R. S. ; PITUCO, E.M . COMPARISON OF VIRUSNEUTRALIZATION TESTS AGAINST FOUR STRAINS OF BVDV. In: 4 CONGRESS OF EUROPEAN MICROBIOLOGISTS, 2011, GENEVA/SWITZERLAND. Anais do 4 CONGRESS OF EUROPEAN MICROBIOLOGISTS, 2011.

  • JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M ; MEHNERT, D.U. . USE OF GUINEA PIGS IN THE EVALUATION OF VACCINES FOR BOVINE VIRAL DIARRHOEA (BVD). In: 4 CONGRESS OF EUROPEAN MICROBIOLOGISTS, 2011, GENEVA/SWITZERLAND. Anais do 4 CONGRESS OF EUROPEAN MICROBIOLOGISTS, 2011.

  • STEFANO, E. ; GALLETI, N. T. C. ; RIBEIRO, C. P. ; OKUDA, L. H. ; Souza, S.F. ; Borges, S. E. S. ; PITUCO, E.M . DETECTION OF BOVINE HERPESVIRUS-1 (BoHV-1) IN SEMEN. In: 15th Annual Conference of the European Society for Domestic Animal Reproduction - ESDAR., 2011, Antalya/Turquia. Reproduction in Domestic Animals (1990), 2011. v. 43. p. 98-98.

  • ALMEIDA, M.C.S. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M . Pesquisa de Anticorpos Anti-Vaccínia Vírus em Soro de Ratos de Telhado. In: 24ª Reunião Anual do Instituto Biológico, 2011, São Paulo. O Biológico (Impresso), 2011. v. 73.

  • Lima, M.S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; MARTINS, M.S.N. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Occurence of antibodies to bovine herpesvirus type 1 in bufaloes from state of Pará.. In: XXII National Meeting of Virology, 2011, Atibaia/SP. Virus Reviews and Research, 2011. v. 16. p. 280-281.

  • Oliveira, A. L. R. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; GALLETI, N. T. C. ; Vicente, M.E.S. ; Souza, S.F. ; PITUCO, E.M . Bovine Viral Diarrhea Virus in fetal serum bovine and tissues of bovine aborted fetuses, newborn and calves. In: XXII National Meeting of Virology & VI Mercosur Meeting of Virology, 2011, Atibaia/SP. VIRUS Reviews and Research, 2011. v. 16. p. 278-278.

  • MARTINS, M.S.N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; Lima, M.S. ; RIBEIRO, C. P. ; NOGUEIRA, A. H. C. . The detection of antibodies against bluetongue virus in buffalo created in Pará-Brazil.. In: XXII National Meeting of Virology & VI Mercosur Meeting of Virology, 2011, Atibaia/SP. VIRUS Reviews and Research, 2011. v. 16. p. 238-238.

  • Silva, T.G. ; OKUDA, L. H. ; Lima, M.S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; GALLETI, N. T. C. ; Vicente, M.E.S. ; PITUCO, E.M . SURVEY FOR ANTI-VACCINIA VIRUS AND PSEUDOVARIOLA VIRUS ANTIBODIES IN CATTLE. In: XXII National Meeting of Virology & VI Mercosur Meeting of Virology, 2011, Atibaia/SP. VIRUS Review and Research, 2011. v. 16. p. 279-279.

  • GALLETI, N. T. C. ; STEFANO, E. ; OKUDA, L. H. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M . Prevalence of bluetongue in cattle of Sao Paulo-Brazil. In: 30th World Veterinary Congress, 2011, CAPE TOWN. Proceedings, 2011.

  • MALAGUTI, J. M. A. ; CABRAL, A. D. ; ABDALLA, R. P. ; SALGUEIRO, Y. O. ; GALLETI, N. T. C. ; OKUDA, L. H. ; CUNHA, E. M. S. ; PITUCO, E.M ; DEL FAVA, C. . Gestão Sanitária das encefalites em bovinos: Neospora caninum como agente causal. In: 22 Congresso Brasileiro de Parasitologia, 2011, São Paulo/SP. Revista de Patologia Tropical (Impresso), 2011. v. 40. p. 359-359.

  • DEL FAVA, C. ; HARAKAVA, R. ; LARA, M. C. C. S. H. ; PITUCO, E.M . MOLECULAR STUDY OF BOVINE LEUKEMIA VIRUS CAUSING LYMPHOSARCOMA IN BOVINE CENTRAL NERVOUS SYSTEM. In: XXII National Meeting of Virology and VI Mercosul Meeting of Virology, 2011, Atibaia/SP. Virus Reviews and Research -Suplemento 1, 2011. v. 16. p. 232-232.

  • Silva, M.L.C.R. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M ; Alves, C.J. ; AZEVEDO, S. S. . Prevalence of anti-bluetongue vírus antibodies in dairy goats from the semiarid region of Paraíba state, Northeastern Brazil. In: XXII National Meeting of Virology, 2011, Atibaia/SP. Virus Reviews and Research, 2011. v. 16.

  • OKUDA, L. H. ; RIBEIRO, C. P. ; Souza, S.F. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Seroprevalence of vaccinia in dairy cattle at Vale do Paraíba region, State of São Paulo, Brazil. In: XVIIIth International Poxvirus, Asfavirus and Iridovirus Symposium, 2010, Sedona. XVIIIth International Poxvirus, Asfavirus and Iridovirus Symposium, 2010.

  • RIBEIRO, C. P. ; JORDÃO, R. S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; GALLETI, N. T. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Survey bluetongue in cattle of artificial insemination center in Brazil. In: 14th International Conference on Production Diseases in farm Animals (ICPD), 2010, Ghent. 14th International Conference on Production Diseases in farm Animals (ICPD). Ghent Belgica: University Press, 2010. p. 198-198.

  • STEFANO, E. ; GALLETI, N. T. C. ; RIBEIRO, C. P. ; OKUDA, L. H. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M . Bovine viral diarrhea virus in fetal bovine serum batches. In: 8th International Ruminant Reproduction Symposium, 2010, Anchorage Alaska. Reproduction in Domestic Ruminants VII. Londres: British Library Cataloguing in Publication Data, 2010. v. VII. p. 01-623.

  • Lima, M.S. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; ALMEIDA, M.C.S. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . OCORRÊNCIA DE HERPESVÍRUS BOVINO TIPO 1 EM BOVINOS NO BRASIL. In: 8° Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais - 8° CICAM INSTITUTO BIOLÓGICO, 2010, São Paulo SP. O Biológico, 2010.

  • PITUCO, E.M ; NOGUEIRA, A. H. C. ; OKUDA, L. H. ; STEFANO, E. ; RIBEIRO, C. P. ; LARA, M. C. C. S. H. ; Vilalobos, E.M.C. . Detection of caprine herpesvirus (CpHV-1) in small ruminants in the Sorocaba region, São Paulo, Brazil. In: XXI Encontro Nacional de Virologia e V Encontro de Virologia do Mercosul, 2010, Gramado. Virus Reviews and Research, 2010.

  • VENDITTI, L. L. R. ; NOGUEIRA, A. H. C. ; STEFANO, E. ; GALLETI, N. T. C. ; PITUCO, E.M . Ocorrência da língua azul em cordeiros das regiões de Sorocaba e Araçatuba-SP-Brasil. In: 6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos, 2009, São Paulo. Anais da 6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos, 2009.

  • Cardoso, M. V. ; CUNHA, E. M. S. ; CASTRO, V. ; NASSAR, A. ; PITUCO, E.M . Ocorrência de Lentiviroses (CAE e Maedi Visna em pequenos ruminantes criados na região Sudoente do Estado de São Paulo. In: 6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos, 2009, São Paulo. 6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos, 2009.

  • Cardoso, M. V. ; CUNHA, E. M. S. ; PITUCO, E.M . Ocorrência de anticorpos contra Toxoplasma gondii e Neospora caninum em ovinos e caprinos da região de Sorocaba, São Apulo, Brasil. In: 6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos, 2009, Sâo Paulo. 6 Feira Internacional de Caprinos e Ovinos, 2009.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; GALLETI, N. T. C. ; OLIVEIRA, M.C.T. ; RIBEIRO, C. P. . Bovine Poxviruses in Brazil. In: XVIIth International Poxvirus and Iridovirus Conference, 2008, Grainau. XVIIth International Poxvirus and Iridovirus Conference, 2008.

  • CABRAL, A. D. ; MONTANARI, K. C. S. ; CAMARGO, C. N. ; PITUCO, E.M . Pesquisa de Neospora caninum em fetos bovinos abortados utilizando análises histológicas (HE), imunoistoquímica (IHQ) e hemi-nested PCR -resultados preliminares. In: XV Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária, 2008, Curitiba. Anais do XV Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária, 2008.

  • PITUCO, E.M ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; GALLETI, N. T. C. ; OLIVEIRA, M.C.T. . Pestiviral Infections in Sheep in Sao Paulo State, Brazil. In: XXV Jubilee World Buiatrics Congress, 2008, Budapeste - Hungria. Hungarian Veterinary Journal, 2008. v. 130. p. 123-123.

  • JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; CAMARGO, C. N. ; PITUCO, E.M . Susceptibility of ST, MDBK e BHK Cell Lines to Infection with BoHV-1, bPIV3, BRSV e BVDV-1. In: XXV Jubilee World Buiatrics Congress, 2008, Budapeste - Hungria. Hungarian Veterinary Journal, 2008. v. 130. p. 200-200.

  • RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; OLIVEIRA, M.C.T. ; CAMARGO, C. N. ; GALLETI, N. T. C. ; VENDITTI, L. L. R. ; PITUCO, E.M . Anticorpos para Pestivirus em Caprinos: Estudo Preliminar. In: XXI RAIB - Reunião Anual do Instituto Biológico, 2008, São Paulo. O Biológico, 2008. v. 70. p. 122-122.

  • PITUCO, E.M ; CURCI, V. C. L. M. ; CARDOSO, T. C. . Estimativa Bayesiana de Sensibilidade e Especificidade para Vírus da Língua Azul em Ovinos na Região de Araçatuba-São Paulo, Brasil. In: XXI RAIB - Reunião Anual do Instituto Biológico, 2008, São Paulo. O Biológico, 2008. v. 70. p. 119-119.

  • MACHADO, R. ; GENOVEZ, M. E. ; PITUCO, E.M ; CASTRO, V. . Sorologia das Enfermidades Infecciosas da Reprodução e sua Relação com a Fertilidade de Vacas Nelore. In: XXI Reunião Anual do Instituto Biológico (RAIB), 2008, São Paulo. O Biológico, 2008. v. 70. p. 135-135.

  • MACHADO, R. ; FALA, A. M. ; GENOVEZ, M. E. ; PITUCO, E.M ; CASTRO, V. . Perdas de Prenhez em Vacas Nelore e sua Relação com as Enfermidades Infecciosas da Reprodução. In: XXI Reunião Anual do Instituto Biológico, 2008, São Paulo. O Biológico (Impresso), 2008. v. 70. p. 140-140.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; RIBEIRO, C. P. ; JORDÃO, R. S. ; GENOVEZ, M. E. ; SILVA, M.C.O.P. ; PINO, F.A. ; MELO, A.G.F. ; ALVAREZ, R. H. . Perfil Sanitário de Rebanhos Bovinos, Canditados a Ingressar num Programa de Inseminação Artificial na Região de Piracicaba, SP Brasil. In: XXI Reunião Anual do Instituto Biológico, 2008, São Paulo. O Biológico (Impresso), 2008. v. 70. p. 147-147.

  • CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; RIBEIRO, C. P. ; OLIVEIRA, M.C.T. ; GALLETI, N. T. C. ; VENDITTI, L. L. R. ; PITUCO, E. M. . Prevalence of caprine herpesvirus 1 (CapHV-1) in sheep of Araçatuba region, São Paulo State, Brazil. In: XIX National Meeting of Virology, 2008, Caxambu. Virus Reviews & Research - Journal of the Brazilian Society for Virology. Rio de Janeiro-RJ: Imprinta Express LTDA, 2008. v. 13. p. 102-103.

  • ALMEIDA, M.C.S. ; FRANCISCO, W.E. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Ocorrência de Neosporose em ovinos (Ovis aries Linnaeus, 1758 - Mammalia, Artiodactyla, Bovidae) no Brasil. In: 5o. CICAM - Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais, 2007, São Paulo. O Biológico, 2007. v. 69. p. 28-28.

  • JORDÃO, R. S. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Pesquisa de anticorpos anti-BVDV frente à estirpe NADL em rebanhos leiteiros dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. In: Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007, 2007, Brasília. Anais do 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007.

  • CABRAL, A. D. ; RIBEIRO, C. P. ; PITUCO, E.M . Colangioepatite em coelho. In: XX Reunião Anual do Instituto Biológico (RAIB), 2007, São Paulo. O Biológico, 2007. v. 69. p. 133-133.

  • JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Inoculação de Herpesvírus Bovino do tipo 1 (BoHV-1) em Bovino. In: XX Reunião Anual do Instituto Biológico (XX RAIB), 2007, São Paulo. O Biológico, 2007. v. 69. p. 113-113.

  • CAMARGO, C. N. ; GALLETI, N. T. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; MEHNERT, D.U. . Bovine viral diarrhea virus (BVDV) in bovine fetuses collected from slaughterhouses in Presidente Prudente region, São Paulo, Brazil.. In: 7o International Ruminant Reproduction Symposium, 2006, Wellington. Proceedings 7o International Ruminant Reproduction Symposium, 2006.

  • JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; ALESSI, L. M. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; MEHNERT, D.U. . Development of two inactivated vaccines containing one Brazilian isolate of Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV).. In: 4 International Veterinary Vaccines and Diagnostics Conference, 2006, Oslo. Proceedings of the 4 International Veterinary Vaccines and Diagnostics Conference, 2006.

  • FUSUMA, M.M. ; CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Detecção de herpesvírus bovino tipo 1 e 5 em amostras de sistema nervoso central bovino do Brasil.. In: 4 Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais - CICAM, 2006, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso), 2006. v. 73.

  • BASÍLIO, M.L.F. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. . INQUÉRITO SOROEPIDEMIOLÓGICO DA LEUCOSE ENZOÓTICA BOVINA EM OVINOS (Ovis aries) NO BRASIL.. In: 4 Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais - CICAM, 2006, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2006. v. 73.

  • GENOVEZ, M. E. ; CASTRO, V ; GREGORY, L. ; LANCA, P.N ; SOUZA, M.R. ; GOTTI, Tatiana Barrionuevo ; PITUCO, E.M . Effect of of Leptospira spp serovar Hardjo infection on reproduction of two beef nelore herds with different serological status. In: XXIV WORLD BUATRICS CONGRESS, 2006, Nice. XXIV WORLD BUATRICS CONGRESS, 2006.

  • STEFANO, E. ; RIBEIRO, C. P. ; JORDÃO, R. S. ; ARCARO, J. R. P. ; PITUCO, E.M . Prevalence of the infection by type 3 Bovine Parainfluenza Virus (bPI-3) in a bovine herd in the State of São Paulo, Brazil. In: XXIV BUIATRICS CONGRESS, 2006, Nice. Proceedings of the XXIV BUIATRICS CONGRESS, 2006.

  • RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; CAMARGO, C. N. ; JORDÃO, R. S. ; VIANNA, L.C ; PITUCO, E.M . Serologic cross-evaluation between Herpesviruses types 1 and 5 in beef herds. In: XVII Encontro Nacional de Virologia, 2006, Campos do Jordão. Virus Reviews and Research, 2006. v. 11. p. 21-21.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CAMARGO, C. N. ; GALLETI, N. T. C. . Occurrence of BoHV-1 and BVDV-1 in aborted bovine fetuses in Brazil. In: 24th World Buiatrics Congress., 2006, Nice. Anais 24th World Buiatrics Congress., 2006.

  • STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; CAMARGO, C. N. . Pesquisa do vírus da Língua Azul pela técnica da RT-PCR em partidas de sêmen de touros doadores de Centrais de inseminação artificial do Brasil. In: 13. CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 2005, Santos. Anais do 13. CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 2005.

  • LORENZIN, M. P. ; CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Pesquisa do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) em amostras de cérebro bovino. In: III CICAM, 2005, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2005. v. 72. p. 33.

  • STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; CAMARGO, C. N. . Comparação entre os testes ELISA e IDGA na detecção de anticorpos contra o vírus da Leucose Enzoótica Bovina. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE BUIATRIA, 2005, Búzios. Anais do VI CONGRESSO BRASILEIRO DE BUIATRIA, 2005.

  • STEFANO, E. ; OLIVEIRA, M.C.T. ; PITUCO, E.M . Ocorrência de anticorpos para o vírus da estomatite vesicular em bovinos no Brasil.. In: 18ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO, 2005, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2005. v. 72.

  • STEFANO, E. ; OLIVEIRA, M.C.T. ; PITUCO, E.M . Sorodiagnóstico da Estomatite Vesicular em suínos no Brasil. In: I Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária, 2005, Guarapari. Anais do I Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária, 2005.

  • MIYASHIRO, S. ; PITUCO, E.M ; PIATTI, R.M. . Modelo para monitoramento sanitário dos procedimentos na transferência de embriões de doadoras bovinas. In: XVI Congresso Brasileiro de Reprodução Animal, 2005, Goiânia. Anais do XVI Congresso Brasileiro de Reprodução Animal, 2005.

  • CAMARGO, C. N. ; GALLETI, N. T. C. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Pesquisa do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) em amostras de cérebro bovino. In: III CICAM, 2005, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2005. v. 72. p. 33-33.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PERUCINI, L.M. ; DUARTE, F. C. ; CAMARGO, C. N. . Study of the presence of Neospora caninum in the semen of seropositive bulls from artificial insemination centers in Brazil- preliminar results. In: 23rd World Buiatrics Congress, 2004, Quebec. Le Médécin Vétérinaire, 2004. v. 34. p. 31.

  • CASTRO, V ; PITUCO, E.M ; PINHEIRO, E.S. . Effect of Leptospira ssp serovar Hardjo natural infection on the reproductive performance of a nelore herd managed under extensive condictions. In: 23rd World Buiatrics Congress, 2004, Quebec. Le Médecin Vétérinaire, 2004. v. 34. p. 73-74.

  • LORENZIN, M. P. ; CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Detecção do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) em amostras de cérebro bovino. In: Encontro Nacional de Virologia, 2004, São Pedro. Virus reviews & Research, 2004. v. 9. p. 127-128.

  • RIZZO, H. ; NASSAR, A. ; PITUCO, E.M ; SCHIRRMEIER, H. . Malignant catarrhal fever in Brazil. In: 23 Congresso Mundial de Buiatria, 2004, Quebec. Le Médecin Vétérinaire, 2004. v. 34. p. 15.

  • CARNEIRO, P. ; PACHECO, W. A. ; OLIVEIRA, J. C. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; DUARTE, F. C. ; FERREIRA, F. C. . Evaluation of vulvovaginal lesions, ciclicity and fertility rates of extensively bred Nelore (Bos indicus) cows seroreagent to infectious bovine rhinotracheitis in a farm in the state of São Paulo, Brazil. In: 23 Congresso Mundial de Buiatria, 2004, Quebec. Le Médicin Vétérinaire, 2004. v. 34. p. 74.

  • PINHEIRO, E.S. ; CAMPOS, F. ; PITUCO, E.M ; MIYASHIRO, S. ; NASSAR, A. ; MACRUZ, Romeu . Encephalitis caused by Histophilus somni (Haemophilus somnus) in a bovine: case report, São Paulo, Brazil. In: 23 Congresso Mundial de Buiatria, 2004, Quebec. Le Médecin Vétérinaire, 2004. v. 34. p. 106-107.

  • STEFANO, E. ; OLIVEIRA, M.C.T. ; PITUCO, E.M . Pesquisa de anticorpos para o vírus da Estomatite Vesicular em búfalos no Brasil. In: XXXI CONBRAVET, 2004, São Luís. Anais do XXXI CONBRAVET, 2004.

  • CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV) Detection In Bovine Brain Samples. In: Encontro Nacional de Virologia, 2004, Águas de São Pedro. Virus Reviews & Research., 2004. v. 9. p. 127-128.

  • CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Detecção de Herpesvírus Bovino tipo 5 (BHV-5) em amostras de cérebro bovino. In: 2ª CICAM, 2004, São Paulo. . Arquivos do Instituto Biológico, 2004.

  • PITUCO, E.M ; CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. . Use of the Reverse Transcription Polymerase Chain Reaction in the Diagnosis of Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV). In: XIV National Meeting of Virology, 2003, Florianópolis. Virus Reviews & Research, 2003. v. 8. p. 180.

  • SIQUEIRA, L.A. ; AKAMATSU, M.A. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; BEIER, D. ; Ferreira, V.C.A. . MONITORING BLV PROVIRAL DNA IN BULLS FROM ARTIFICIAL INSEMINATION CENTER. In: XIV National Meeting of Virology, 2003, Florianópolis. Virus Reviews & Research, 2003. v. 08. p. 217-217.

  • LORENZIN, M. P. ; CAMARGO, C. N. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . DETECÇÃO DO VÍRUS DA DIARRÉIA VIRAL BOVINA (BVDV) EM AMOSTRAS DE CÉREBRO BOVINO.. In: 1 Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias e Ambientais, 2003, São Paulo. Arquivos do Instituto Biólogico, 2003. v. 70.

  • IKUNO, A. A. ; SIQUEIRA, L.A. ; HARAKAVA, R. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; BEIER, D. ; FERREIRA, V.C. A. . Heterogeneity of BLV population of same brazilian region 217. In: XIV NATIONAL MEETING OF VIROLOGY, 2003, Florianópolis. Virus Reviews & Research, 2003. v. 70. p. 217-217.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; MACRUZ, Romeu ; MARTINS, A. M. C. P. F. ; BALDASSI, Lúcia ; PINHEIRO, E.S. ; CASTRO, A.F. ; SHIMOZONO, O.S. . ENCEFALITES E ENCEFALOPATIAS DOS BOVINOS: SISTEMATIZAÇÃO DO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL. In: XI Congresso Latinoamericano de Buiatria, 2003, Salvador. Anais do XI Congresso Latinoamericano de Buiatria, 2003. p. 46-47.

  • Mancini, D.A.P. ; MENDONÇA, R.M.Z. ; PITUCO, E.M ; G, Trindade H ; R, Pinto J . Influenza serological survey in bovines from Brazil. In: XIV NAtional Meeting of Virology, 2003, Florianópolis. Virus Reviews and Research, 2003. v. 8. p. 151-152.

  • PITUCO, E.M ; GENOVEZ, M. E. ; STEFANO, E. ; FERREIRA, F. C. . Reproductive impact of a herpesvirus 1 (BHV-1) outbreak in a nelore (Bos indicus) herd bred under extensive management in São Paulo state, Brazil. In: XXII World Buiatrics Congress, Hannover Alemanha., 2002, Hannover. XXII World Buiatrics Congress, Abstracts, Hannover Alemanha, 18-23 Agosto,2002, 2002. p. 01-221.

  • PITUCO, E.M ; FIGUEIREDO, L. A. ; RAZOOK, A. G. ; CYRILLO, J.N.S.G. ; OLIVEIRA, J.G. ; REICHERT, R.H. . Reproductive rates and performance traits in beef cattle, infected and non infected by Bovine Herpesvirus 1 ( BHV-1). In: XXII World Buiatrics Congress., 2002, Hannover. XXII World Buiatrics Congress, Abstracts., 2002. p. 01-221.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; FERREIRA, F.C. . Comparison between Indirect Elisa Test and seroneutralization in BHV-1 infection.. In: 27 World Veterinary Congress, 2002, Tunis. Abstracts 27 World Veterinary Congress, 2002. p. 283.

  • PITUCO, E.M ; LEITE, W.F. ; CARDOSO, J. L. C. ; STEFANO, E. . Vesicular Mamilitis in dairy cows and skin infections in humans. In: XIII encontro Nacional de Virologia, 2002, Águas de Lindóia. Virus rewiews & Research, 2002. v. 07. p. 88.

  • CURI, N.A. ; PITUCO, E.M ; PORTO, A.C.R. ; STEFANO, E. . Ocorrência de Ectima Contagioso em ovinos criados em Itatiba, Estado de São Paulo, Brasil. In: 15° Reunião Anual do Instituto Biológico, 2002, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2002. v. 69. p. 37.

  • BARRA, S. H. C. ; SILVA, S. A. C. M. ; ZERIO, N. M. C. ; MELO, G.M. ; PITUCO, E.M . Estudo morfológico de embriões bovinos, fertilizados in vitro, expostos experimentalmente á Neóspora caninum. In: 15° Reunião Anual do Instituto Biológico, 2002, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2002. v. 69. p. 47.

  • ARCARO, J. R. P. ; PITUCO, E.M . Modelo de manejo sanitário para o controle de doenças da reprodução em um sistema leiteiro de produção semi-intensivo.. In: 15° Reunião Anual do Instituto Biológico, 2002, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2002. v. 69. p. 31.

  • PITUCO, E.M ; GREGORY, L. ; CASTRO, V . Reproductive performance in Nellore (Bos indicus) herds simultaneously seroreagent to Leptospirosis, IBR and BVD. In: 27 World Veterinary Congress, 2002, Tunis. Proceedings 27 World Veterinary Congress, 2002. p. 215-216.

  • PITUCO, E.M ; ROSA, A.F. ; STEFANO, E. . Aspectos Sanitários da Leucose Enzoótica Bovina em reprodutores de Centrais de inseminaçao Artificial do Brasil.. In: IV Congresso Brasileiro de Buiatria-2001, 2001, Campo Grande. Anais do IV Congresso Brasileiro de Buiatria 2001, 2001.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; MARTINS, E.M.F. . Padronização da Reação da Polimerase em Cadeia (PCR) para a detecção do vírus da Lingua Azul e estudo retrospectivo em amostras de sêmen No Brasil.. In: Reunião Anual do Instituto Biológico, 2000, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 2000. v. 67. p. 40.

  • PITUCO, E.M ; ROCHA, N.S. ; LIMA, K.C. ; AGUIAR, D. M. ; NOZAKI, C. N. ; RIBEIRO, M.G. ; BENINE, L. E. . Neosporose em bezerros de 5 a 7 meses de idade.. In: Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2000, Aguas de Lindóia. Anais do CONBRAVET00, 2000.

  • HEINEMANN, M. B. ; SAKAMOTO, S. M. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. . Bovine Herpesvirus 1 DNA detection in experimentally infected bovine semen with nested-Polymerase Chain Reaction: Comparison of different primers and extraction protocols. In: 11 National Meeting of Virology and 3 Mercosul Meeting of Virology, 2000, São Lourenço. Virus Reviews & Research, 2000. v. 5. p. 55.

  • TRINDADE, G.S. ; FONSECA, F. G. ; MARQUES, J.T. ; NOGUEIRA, M.L. ; MENDES, L.C.M. ; PITUCO, E.M ; Borges, A. F. ; PEIRO, J. R. ; BONJARDIM, C. A. ; FERREIRA, P. C. P. . Comparative Analysis of four different poxvirus isolated in Brasil. In: 11 National Meeting of virology and 3 MERCOSUL Meeting of virology., 2000. Virus Reviews & Research, 2000. v. 5. p. 80.

  • PITUCO, E.M ; CARNEIRO, B. ; MENZ, I. ; STEFANO, E. . Detecção de anticorpos contra o Herpesvírus bovino 1 (HVB-1) em rebanhos de corte e leite com roblemas reprodutivos no Brasil. In: III Congresso brasileiro de buiatria, 1999, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1999. v. 66. p. 126.

  • TOBIAS, F.L. ; PITUCO, E.M ; WEIBLEN, R. ; GARCEZ, D.C. . Antigenic and Molecular analysis of cytopathic isolates of bovine viral diarrhea virus.. In: Encontro Nacional de Virologia, 1999. Virus Reviews & Research, 1999. v. 4. p. 55.

  • PITUCO, E.M ; RODRIGUES, C.F.C. ; CUNHA, E.A. ; MARTINS, A. M. C. P. F. ; STEFANO, E. ; CATROXO, M.H.B . Carcinoma epidermóide de células escamosas em ovinos de um criatório do Estado de São Paulo, Brasil. In: 12a. Reunião Anual do Instituto Biológico, 1999, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1999. v. 66. p. 46.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PARAVENTI, R. ; ROMANO, C. M. . Detecção do herpesvírus bovino-1 (HVB-1) e do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) pela imunofluorescência Direta (IFD) em fetos bovinos abortados. In: 12a. Reunião Anual do Instituto Biológico, 1999, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1999. v. 66. p. 44.

  • PITUCO, E.M ; MENDES, L.C.M. ; Borges, A. F. ; PEIRO, J. R. ; CATROXO, M.H.B . Pseudovaríola bovina em rebanho leiteiro na região de Araçatuba, Estado de São Paulo, Brasil. In: III Congresso Brasileiro de Buiatria, 1999, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1999. v. 66. p. 127.

  • TRINDADE, G. S. ; MENDES, L.C.M. ; NOGUEIRA, M.L. ; BORGES, A. S. ; PEIRO, J. R. ; PITUCO, E.M ; FERREIRA, P.C.P. ; KROON, E. G. . Identification and molecular characterization of poxvirus isolated from cattle in a farm in São Paulo State, Brazil. In: Encontro Nacional de Virologia Molecular, 1999. Vírus Reviews & Research, 1999. v. 4. p. 74.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; AUGUSTO, C. ; REZENDE, F.D. . Controle do Herpesvírus Bovino tipo 1(HVB-1) em rebanho bovino leiteiro utilizando vacina inativada. In: 4 Congresso Paulista de Medicina Veterinária, 1998, São Paulo. Anais do 4 Congresso Paulista de Medicina Veterinária, 1998.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. . Isolamento do Herpesvírus Bovino(HVB) a partir de amostras de cérebros bovinos. In: XI Reunião Anual do Instituto Biológico, 1998, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1998. v. 65. p. 100.

  • PITUCO, E.M ; SOARES, J.A.G. ; STEFANO, E. . Ocorrência de neosporose bovina em rebanhos com histórico de abortamento no Brasil. In: XI Reunião Anual do Instituto Biológico, 1998, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1998. v. 65. p. 70.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; AUGUSTO, C. ; REZENDE, F.D. . Monitoramento sorológico do HVB-1 em rebanho bovino leiteiro.. In: XXV Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 1997, Gramado, 1997. p. 289.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PARAVENTI, R. . Modelo alternativo para erradicação da Rinotraquíte Infecciosa Bovina/Vulvovaginite pustular infecciosa (IBR/IPV) em rebanhos bovinos leiteiros. In: X Reunião Anual do Instituto Biológico, 1997, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1997. v. 64. p. 29.

  • PITUCO, E.M . Pesquisa da presença do vírus da Peste Suína Clássica (PSC) e do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVD) em suínos no Estado de São Paulo. In: X Reunião Anual do Instituto Biológico, 1997, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1997. v. 64. p. 30.

  • IKUNO, A. A. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; FERREIRA, V. C. A. . Glicosaminoglican heparan sulfatada da superfície celular é essencial para a infecção in vitro pelo vírus da febre aftosa C3 Indaial. In: X Reunião Anual do Instituto Biológico, 1997, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1997. v. 64. p. 28.

  • PITUCO, E.M ; GREISER-WILKE, I. ; LIESS, B. . Análise da diversidade antigênica do Vírus da Diarréia Viral Bovina em isolados de campo obtidos no período de 1959 a 1994 com o uso de anticorpos monoclonais. In: 15 PANVET, 1996, Campo Grande. Abstracts 15 PANVET, 1996. p. 231-231.

  • STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; DEMARCHI, J.J.A.A. . Erradicação do herpesvírus Bovino-1 (HVB-1) de um rebanho bovino leiteiro em manejo semi-intensivo.. In: XV CONGRESSO PANAMERICANO DE CIENCIAS VETERINÁRIAS, 1996, Campo Grande. Anais do XV CONGRESSO PANAMERICANO DE CIENCIAS VETERINÁRIAS, 1996. p. 255-255.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. . . Prevalencia de búfalos (Bubalus bubalis) portadores de anticorpos contra o vírus da Diarríea Bovina a Vírus (BVD) no Vale do Ribeira, SP, Brasil.. In: 9a. RAIB, 1996, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, 1996. v. 63. p. 24.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PASSOS, E.C. ; PINHEIRO, S. R. ; T., T. M. . Foot and Mouth Disease: persistence of colostral antibodies in calves born to dams vaccinated with oil emulsion vaccine. In: 8. Encontro Nacional de Virologia, 1996, São Lourenço. Anais do 8. Encontro Nacional de Virologia, 1996. p. 34.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; MAVRIDIS, S. C. ; CONSALES, C. A. . DIAGNOSTICO SOROLOGICO DA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/ VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) NO PERIODO DE 1988 A 1992. In: VI REUNIAO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO, 1993, SAO PAULO, 1993. p. 16.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; MAVRIDIS, S. C. ; BARUSELLI, P.S. . PESQUISA DE ANTICORPOS PARA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/ VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) EM REBANHO BUBALINO DA REGIAO DO VALE DO RIBEIRA-SAO PAULO. In: VIROLOGICA 93, 1993, PORTO ALEGRE, 1993. p. 257.

  • STEFANO, E. ; MAVRIDIS, S. C. ; KANETO, C. S. ; PITUCO, E.M . PESQUISA DE ANTICORPOS PARA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/ VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) EM REBANHOS LEITEIROS DA REGIAO DE MARILIA-SAO PAULO. In: VIROLOGICA 93, 1993, PORTO ALEGRE, RS, BRA, 1993. p. 256.

  • STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; MAVRIDIS, S. C. . PESQUISA DO VIRUS DA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) EM SEMEM E SWAB PREPUCIAL E ESTUDO DA PERSISTENCIA DE ANTICORPOS EM TOUROS DOADORES. In: V REUNIAO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO, 1992, SAO PAULO, 1992. p. 30.

  • PITUCO, E.M . DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA IMUNOENZIMATICO PARA DETECCAO DO VIRUS DA ESTOMATITE VESICULAR. In: 7 SEMANA DE MEDICINA VETERINARIA DA FACULDADE DE MED VET E ZOOTEC USP, 1990, SAO PAULO, 1990.

  • PITUCO, E.M . APLICACAO DO TESTE DE COAGLUTINACAO COM ESTAFILOCOCOS PRODUTORES DE PROTEINA A (COASPA) PARA IDENTIFICACAO DO VIRUS DA FEBRE AFTOSA PRESENTE EM AMOSTRAS DO EPITELIO LINGUAL PROVENIENTES DE BOVINOS COM SUSPEITA DE FEBRE AFTOSA. In: VIROLOGICA, 1990, CAMBURIU- SC - BRA, 1990.

  • PITUCO, E.M ; BIRGEL, E.H. ; SOARES, J.A.G. ; STEFANO, E. ; ANGELO, M. J. O. . OCORRENCIA DA IBR/IPV EM EM REBANHOS BOVINOS CRIADOS NOS ESTADOS DE SAO PAULO, RIOGRANDE DO SUL, PARANA E MINAS GERAIS.. In: 8 CONGRESSO BRASILEIRO DE REPRODUCAO ANIMAL, 1989, BELO HORIZONTE, MG, BRA. Revista Brasileira de Reproduçaõ Animal, 1989.

  • PITUCO, E.M ; MAVRIDIS, S. C. ; STEFANO, E. . OCORRENCIA DA FEBRE AFTOSA NO ESTADO DE SAO PAULO, NO PERIODO DE 1984 A 1988.. In: II REUNIAO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO, 1989, SAO PAULO, 1989. v. 56. p. 71.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PUSTIGLIONE NETO, L. . ISOLAMENTO DO VIRUS DA ESTOMATITE VESICULAR TIPO INDIANA, SUBTIPO INDIANA 3, DE BOVINOS NO ESTADO DE SAO PAULO, BRASIL. In: 41 REUNIAO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIENCIA, 1989, FORTALEZA, 1989. p. 657.

  • PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; PUSTIGLIONE NETO, L. . RESPOSTA IMUNE AO ANTIGENO VIA EM BOVINOS IMUNIZADOS CONTRA O VIRUS DAFEBRE AFTOSA, UTILIZANDO VACINA COM ADJUVANTE DE HIDROXIDO DE ALUMINIOE ADJUVANTE OLEOSO. In: 40 REUNIAO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIENCIA, 1988, SAO PAULO, 1988. p. 743.

  • LOPES, P. L. ; PITUCO, E. M . Atendimento à notificação de suspeita de doença vesicular. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E. M ; Castro, A. G. M. . Sanidade animal e qualidade de produtos de origem animal. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Revisão dos aspectos clínicos e epidemiológicos da estomatite vesicular e das doenças diferenciais ou confundíveis. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Revisão dos Aspectos clínico-epidemiológicos das doenças diferenciais ou Confundíveis com a Febre Aftosa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Revisão dos Aspectos Clínico-epidemiológicos da Febre Aftosa, estomatite vesicular,. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Encefalopatia espongiforme bovina (BSE). 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Revisão dos aspectos clínicos e epidemiológicos das doenças diferenciais ou confundíveis: IBR, BVD, Língua Azul, Febre Catarral Maligna, Varíola e Mamilite Bovina. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Revisão das técnicas de colheita e remessa de material para laboratório visando o diagnóstico de Febre Aftosa, Estomatite Vesicular e outras doenças vesiculares confundíveis. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Métodos e interpretação das provas diagnósticas para doenças vesiculares e confundíveis. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Febre Catarral Maligna. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Doenças da Reprodução em Bovinos: como diagnosticar?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E. M. . Revisão das técnicas de colheita e remessa de material para laboratório visando o diagnóstico de febre aftosa, estomatite vesicular e outras doenças vesiculares diferenciais confundíveis. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E. M. . Métodos e interpretação das provas diagnósticas para doenças vesiculares e confundíveis. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E. M. . Controle Sanitário e sua importância em programas reprodutivos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M . Principais doenças que afetam o desempenho reprodutivo de fêmeas bovinas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PITUCO, E.M. . Procedimentos de biossegurança durante o atendimento à suspeita de doenças vesiculares. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • BACCILI, C. C. ; SILVA, C. P. C. ; BALDACIM, V. A. P. ; NOVO, S. M. F. ; VASCONCELLOS, G. S. F. M. ; POZZI, C. R. ; PITUCO, E. M. ; GOMES, V. . Produção de ifn- (interferon gama) pelas células mononucleares do sangue de bezerros recém-nascidos estimulados com o vírus da diarreia viral bovina (VDVB). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MARQUES, G. H. F ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Sorodiagnóstico de febre aftosa por ELISA 3ABC/EITB em bovinos sistematicamente vacinados no período de 2001 a 2010, Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • MACRUZ, Romeu ; STEFANO, E. ; NASCIMENTO, V.L.G. ; PITUCO, E.M . Diagnóstico de Encefalites e Encefalopatias Espongiformes transmissíveis em ruminantes no período de 2004 no Estado de São Paulo, Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, C. P. ; JORDÃO, R. S. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Pequisa de Anticorpos anti-BVDV frente à estirpe NADL em rebanhos leiteiros dos Etados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MEGID, J. ; PITUCO, E.M . Vaccinia Virus in Humans and Cattle in Southw Region of São Paulo State - Brazil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MELO, R.M. ; CAMARGO, C. N. ; CATROXO, M.H.B ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M ; JEREZ, J.A . Varíola Bovina causada por Orthopoxvirus no Estado do Mato Grosso, Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CARDOSO, T. C. ; PITUCO, E.M ; STEFANO, E. ; CURCI, V. C. L. M. . Prevalência de anticorpos contra o vírus da Língua Azul (VLA) em ovinos da Região Noroeste do Estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BASÍLIO, M.L.F. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Inquérito Soroepidemiológico da Leucose Enzoótica Bovina em ovinos (ovis aries) e caprinos (capra hircus) no Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • JORDÃO, R. S. ; RIBEIRO, C. P. ; STEFANO, E. ; PITUCO, E.M . Inoculação de herpesvirus Bovino do Tipo 1 (BoHV-1) em ovinos. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MACHADO, R. ; GENOVEZ, M. E. ; BERGAMASCHI, M.A.C.M. ; BARBOSA, R. T. ; CASTRO, V ; PITUCO, E.M . Relação entre perdas embrionárias precoces e a condição sorológica para enfermidades infecciosas da reprodução em bovino de corte. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . MODELO ALTERNATIVO PARA ERRADICACAO DA IBR/IPV EM REBANHOS BOVINOS LEITEIROS. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . GLICOSAMINOGLICAM HEPARAN SULFATADA DA SUPERFICIE CELULAR E ESSENCIAL PARA INFECCAO IN VITROPELO VIRUS DA FEBRE AFTOSA C3 INDAIAL. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . PESQUISA DA PRESENCA DO VIRUS DA PESTE SUINA CLASSICA E DO VIRUS DA DIARREIA VIRAL BOVINA(BVD) EM SUINOS NO ESTADO DE SAO PAULO. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . MONITORAMENTO SOROLOGICO DO HVB-1 EM REBANHO BOVINO LEITEIRO. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . PREVALENCIA DE BUBALOS (BUBALUS BUBALIS) PORTADORES DE ANTICORPOS CONTRA O VIRUS DA DIARREIA BOVINA A VIRUS NO VALE DO RIBEIRA, SAO PAULO, BRASIL.. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . FOOT AND MOUTH DISEASE:PERSISTENCE OF COLOSTRAL ANTIBODIES IN CALVES TO DAMS VACCINATED WITH OIL EMULSION VACCINE.. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . ERRADICACAO DO HERPESVIRUS BOVINO 1 (HVB1) DE UM REBANHO BOVINO LEITEIRO EM MANEJO SEMI-INTENSIVO.. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . DIAGNOSTICO SOROLOGICO DA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/ VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) NO PERIODO DE 1988 A 1992.. 1993. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . PESQUISA DE ANTICORPOS PARA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/ VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV), EM REBANHO BUBALINO, DA REGIAO DO VALE DO RIBEIRA. 1993. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . PESQUISA DE ANTICORPOS PARA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/ VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) EM REBANHOS LEITEIROS DA REGIÇO DE MARÖLIA-SP. 1993. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . LEVANTAMENTO SOROLOGICO DA FEBRE AFTOSA EM CERVOS-DO-PANTANAL. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . LEVANTAMENTO SOROLOGICO DA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA (IBR) EM CERVOS-DO-PANTANAL. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . PESQUISA DO VIRUS DA RINOTRAQUEITE INFECCIOSA BOVINA/VULVOVAGINITE PUSTULAR INFECCIOSA (IBR/IPV) EM SEMEM E SWAB PREPUCIAL E ESTUDO DA PERSISTENCIA DE ANTICORPOS EM TOUROS DOADORES. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . INDUCAO DO CRESCIMENTO FOLICULAR MULTIPLO EM COBAIAS COM O USO DE DIFERENTES GONADOTROFINAS. 1990. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PITUCO, E.M . OCORRENCIA DA FEBRE AFTOSA NO ESTADO DE SAO PAULO, NO PERIODO DE 1984 A 1988.. 1989. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DEL FAVA, C. ; PITUCO, E.M . Diagnóstico da Encefalopatia Espongiforme Bovina (Mal da Vaca Louca). São Paulo: Instituto Biológico, Comunicado Técnico Número 153, 17/01/2011, 2011 (Artigo de divulgação).

  • GONÇALVES, R.C. ; Silva, A. A. ; Ferreira, D.O.L. ; Marcondes, J.S. ; PITUCO, E.M ; Dias, A. . Detection of serum antibodies to parainfluenza type 3 virus, respiratory syncytial virus, bovine viral diarrhea virus, and herpes virus type 1 in sheep in the Region of Botucatu, São Paulo - Brazil. Nairobi Nigéria: ACADEMIC JOURNALS, 2011 (Artigo de divulgação).

  • NOGUEIRA, A. H. C. ; PITUCO, E.M ; CARDOSO, T. C. . Lingua Azul. São Paulo: Boletim Técnico n24 Instituto Biológico, 2011 (Artigo de divulgação).

  • FERREIRA, V. C. A. ; IKUNO, A. A. ; PITUCO, E.M . A leucemia bovina: o produtor fazendo a sua parte 2010 (Artigo de divulgação).

Outras produções

PITUCO, E.M ; STEFANO, E. . Controle sanitário de sêmen e de touros doadores. 1997.

PITUCO, E. M . Curso de Emergência Sanitária em Enfermidades Vesiculares para atualização do GEASE Goiás. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

PITUCO, E. M . II Workshop Técnico: aspectos técnicos e econômicos da Diarreia Viral Bovina (BVD) e Rinotraqueíte Infecciosa Bovina (IBR. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PITUCO, E. M. ; PETRO, M. A. ; LOPES, P. L. . CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM VIGILÂNCIA E ATENDIMENTO À NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE DOENÇAS VESICULARES. 2015. .

PITUCO, E. M. ; Petró, M.A. ; Costa, E.D.L. . Atualização de atendimento à notificação de suspeita de doenças vesiculares. 2014. .

COSTA, D. E. M. ; BORGES, C. H. P. ; PITUCO, E. M. . ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL. 2013. (Editoração/Anais).

PITUCO, E. M . ENCONTRO NACIONAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL - ENDESA. 2011. (Editoração/Anais).

PITUCO, E.M . Doenças Infecciosas e Parasitarias. 2010. .

PITUCO, E.M ; DEL FAVA, C. ; Andréa, M.M. . 20ª. Reunião Anual do Instituto Biológico. 2007. (Editoração/Anais).

PITUCO, E.M . III Congresso Brasileiro de Buiatria. 1999. (Editoração/Anais).

Projetos de pesquisa

  • 2012 - 2014

    Sequenciamento e análise filogenética dos isolados de vírus da febre aftosa no Brasil, Descrição: Objetivos: Geral Estabelecer a sequência genética dos vírus da febre aftosa isolados no Brasil, pertencentes a coleção do Panaftosa, a fim de aumentar o conhecimento em relação aos subtipos do vírus circulantes na região, e também estabelecer protocolos e diretrizes para aplicação de métodos apropriados a fim de se conhecer a relação entre os isolados de campo e os subtipos presentes na vacina. Outro objetivo desta proposta é estabelecer vínculo de colaboração com o Instituto de Saúde Animal, Pirbright, Reino Unido (Laboratório Mundial de Referência para febre aftosa). O IAH tem extensa coleção de vírus de febre aftosa de todos os países, desde 1929. Esta cooperação será de grande valia para o intercâmbio entre jovens cientistas e estudantes de pós-graduação, podendo estes também ter acesso às instalações do laboratório parceiro. Específicos 1. Estabelecer vínculo e uma plataforma de cooperação de pesquisa a longo prazo sobre febre aftosa entre o Panaftosa / OPAS/ OMS, outros laboratórios de referência internacional e laboratórios nacionais. 2. Iniciar projetos de pesquisa conjuntos em vigilância, epidemiologia molecular e contribuir para o desenvolvimento de vacina para o controle da febre aftosa em regiões endêmicas e em fase de erradicação e situações emergenciais. 3. Promover o intercâmbio de jovens cientistas e estudantes de pós-graduação entre o Reino Unido e o Brasil para compartilhar conhecimentos, idéias e reagentes. E fortalecer os programas de pesquisa em doenças virais. 4. Criar oportunidades para o financiamento conjunto de novas pesquisas na área de febre aftosa. 5. Organizar e participar de conferências científicas internacionais para a realização de discussões sobre as direções futuras das pesquisas com apresentação dos resultados da investigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (6) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Ricardo Harakava - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Marcia Mayumi Fusuma - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante / Adriana Hellmeister de Campos Nogueira - Integrante / Liria Hiromi Okuda - Integrante / Michele dos Santos Lima - Integrante / Guilherme Henrique Figueiredo Marques - Integrante / Ana Luiza Ramos de Oliveira - Integrante / Thaís Garcia da Silva - Integrante / Maira de Souza Nunes Martins - Integrante / Ottorino Cosivi - Integrante / Rossana Allende - Integrante / Pedro Jeovah Pereira - Integrante / Jorge Caetano Júnior - Integrante / Ana Cristina Rocha - Integrante / Pedro Moacyr Pinto Coelho Mota - Integrante / Antônio Augusto Fonseca Júnior - Integrante / Mana Mahapatra - Integrante / Yanmin Li - Integrante / Satya Parida - Integrante / Amin Asfor - Integrante / Aravindh Babu - Integrante / Fufa Bari - Integrante / Luis Henrique Aguilera - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Cooperação.

  • 2007 - 2010

    Mortalidade embrionária em bovinos e estratégias Hormonais para a sua redução, Descrição: Programa Sanitário para Embriões de Bovinos. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Integrante / Rui Machado - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Inquérito epidemiológico e caracterização dos vírus vaccinia e do cowpox pela técnica de PCR em bovinos, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Determinação da Condição Sanitária dos Rebanhos de Caprinos e Ovinos do Estado De São Paulo, Descrição: Programa de Pesquisa em Políticas Pública. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2009

    Prevalência e fatores de risco da infecção por Neospora caninum em bovinos da região Oeste do Estado de São Paulo, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Integrante / Margareth Elide Genovez - Integrante / Vanessa Castro - Integrante / Daniel Moura Aguiar - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2009

    Programa de inseminação artificial em bovinos para os pequenos produtores da região de Piracicaba, SP, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Integrante / Rafael Herrera Alvarez - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2004 - Atual

    Projeto FUNDAG processo 409/27/04 - FEBRE AFTOSA E DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL COM DOENÇAS CONFUNDÍVEIS., Descrição: O maior desafio dos órgãos de Vigilância Epidemiológicos brasileiros em relação à Febre Aftosa é impedir sua entrada em uma zona livre. Para tanto requisitos sanitários para movimentação interna, importação e exportação de animais são exigidos dentre os quais certificação de livre de Febre Aftosa. Para atender esses requisitos é fundamental o diagnóstico diferencial com outras viroses que apresentam o mesmo quadro clínico como a Estomatite Vesicular, Língua Azul, Herpesvirus Bovino-1 (HVB-1), Mamilite Herpética Bovina (HVB-2), Diarréia Viral Bovina, Varíola Bovina e Febre Catarral Maligna. Este diagnóstico visa ainda o mapeamento epidemiológico destas doenças, manutenção de um banco de isolados, estudos genômicos dos principais agentes circulantes nos rebanhos, seleção de cepas importantes para o desenvolvimento de vacinas com espectro de ação compatível com as cepas que ocorrem no campo, subsídios indispensáveis para o sucesso nos programas de controle e erradicação destas doenças. O Brasil não dispõe atualmente destas informações e nem possui um banco de dados de forma abrangente, sistematizada e em escala.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Clarice Neves Camargo - Integrante / Claudia K Minazaki - Integrante / Nara Thiers Cacciatori Galleti - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Marília Carolina Tavares de Oliveira - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Fundo de Apoio à Pesquisa Agrícola - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 88

  • 2003 - 2008

    Projeto SIGA NRP 1718 - PROGRAMA SANITÁRIO PARA EMBRIÕES SAUDÁVEIS, Descrição: Estabelecer diagnóstico de situação sanitária de animais em programa de transferência de embrião. Avaliar a freqüência de ocorrência de infecções por agentes causadores de doenças infecciosas da reprodução em amostras de lavados uterinos, embriões degenerados e eventualmente de animais com sinais clínicos em programa de transferência de embriões. Implantar um sistema de orientação para colheita e remessa de amostras, com elaboração de um manual de instruções com objetivos e atividades bem definidas, para monitoramento e certificação sanitária dos embriões. Fornecer subsídios aos órgãos competentes e propor as diretrizes para ações sanitárias relacionadas a prevenção de infecções por agentes causadores de doenças infecciosas da reprodução de animais em programa de transferência de embriões. Implantar um sistema de gerenciamento e tratamento dos dados gerados com recuperação em tempo real. Disponibilizar o diagnóstico e informações sobre as enfermidades estudadas na forma de boletim técnico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Ingrid Menz - Integrante / Clarice Neves Camargo - Integrante / Eliana Scarcelli Pinheiro - Integrante / Rosa Maria Piatti - Integrante / Cristiane Miterbacher Trotter - Integrante / Vanessa Castro-Biologa - Integrante / Wanessa de Andrade Pacheco - Integrante / Tatiana Barrionuevo Gotti - Integrante., Financiador(es): Fort Dodge - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2003 - 2005

    Projeto Políticas Públicas FAPESP Fase II - processo 01/13144-3 - Encefalites e Encefalopatias dos Bovinos: Sistematização do diagnóstico diferencial, Descrição: No período de julho de 2004 a julho de 2005, foram examinadas 245 amostras de cérebros de bovinos que apresentaram sinais clínicos de distúrbios nervosos. Em 161 casos (65,71%) não foram encontradas lesões significativas no sistema nervoso central e nem isolado ou identificado o agente infeccioso. Nos materiais restantes foram identificadas lesões neoplásicas - 6,94% (17 casos), polioencéfalomalácia - 0,82% (02 casos). Das doenças infecciosas, foram identificados agentes bacterianos em 14,29% (35 amostras), virais em 12,25% (30 amostras), destacando-se que deste total, 10,20% (25 amostras) foi detectado o vírus da raiva, 1,63% (4 amostras) encefalite herpética bovina e 0,41% (01 amostra) com o vírus da BVD. Foi pesquisado ainda Aujezsky e Febre Catarral Maligna nas amostras, sendo que em nenhuma foi detectado o agente. Foi possível o estabelecimento de um fluxo de análise laboratorial abrangendo diferentes áreas do conhecimento. Também foram desenvolvidas novas técnicas de diagnóstico laboratorial que foram incorporadas na rotina dos laboratórios envolvidos. Finalmente, foram geradas informações valiosas de ocorrência de diversas causas de encefalites em bovinos, o que permitirá que ações sejam tomadas para a prevenção. Palavras-chave: encefalite, encefalopatia, bovinos, vírus, bactérias, protozoários, EEB.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Clarice Neves Camargo - Integrante / Romeu Macruz - Integrante / Ana Maria Cristina Rebello Pinto da Fonseca Martins - Integrante / Alessandra Nassar - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10

  • 2002 - 2005

    Projeto Políticas Públicas FAPESP Fase I - processo 01/13144-3 - Encefalites e Encefalopatias dos Bovinos: Sistematização do diagnóstico diferencial, Descrição: No período de julho de 2004 a julho de 2005, foram examinadas 245 amostras de cérebros de bovinos que apresentaram sinais clínicos de distúrbios nervosos. Em 161 casos (65,71%) não foram encontradas lesões significativas no sistema nervoso central e nem isolado ou identificado o agente infeccioso. Nos materiais restantes foram identificadas lesões neoplásicas - 6,94% (17 casos), polioencéfalomalácia - 0,82% (02 casos). Das doenças infecciosas, foram identificados agentes bacterianos em 14,29% (35 amostras), virais em 12,25% (30 amostras), destacando-se que deste total, 10,20% (25 amostras) foi detectado o vírus da raiva, 1,63% (4 amostras) encefalite herpética bovina e 0,41% (01 amostra) com o vírus da BVD. Foi pesquisado ainda Aujezsky e Febre Catarral Maligna nas amostras, sendo que em nenhuma foi detectado o agente. Foi possível o estabelecimento de um fluxo de análise laboratorial abrangendo diferentes áreas do conhecimento. Também foram desenvolvidas novas técnicas de diagnóstico laboratorial que foram incorporadas na rotina dos laboratórios envolvidos. Finalmente, foram geradas informações valiosas de ocorrência de diversas causas de encefalites em bovinos, o que permitirá que ações sejam tomadas para a prevenção. Palavras-chave: encefalite, encefalopatia, bovinos, vírus, bactérias, protozoários, EEB.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Clarice Neves Camargo - Integrante / Romeu Macruz - Integrante / Ana Maria Cristina Rebello Pinto da Fonseca Martins - Integrante / Alessandra Nassar - Integrante.

  • 2002 - 2004

    Auxílio à Pesquisa FAPESP processo 02/03966-9 - Infecção pelo Neospora caninum em Touros Doadores de Sêmen: ocorrência e avaliação dos riscos sanitários de transmissão pelo sêmen, Descrição: A Neosporose tem sido descrita como importante causa de abortamento em bovinos. Inquéritos soroepidemiológicos realizados no Brasil relatam elevada ocorrência de Neospora caninum em rebanhos de corte e leite, tendo sido o agente isolado de fetos abortados e de cérebro de bezerros com sintomatologia nervosa. Devido à importância da transmissão de doenças infecto-contagiosas e parasitárias pelo sêmen e as exigências internacionais cada vez mais rigorosas para assegurar a biosseguridade, avaliou-se a ocorrência da Neosporose em touros de Centrais de Inseminação Artificial (IA). Os animais foram examinados semestralmente para detecção de anticorpos pela técnica de ELISA, tendo sido encontrada soropositividade de 20,0% (26/130) em setembro de 2002, 20,2% (24/119) em março de 2003, 25,4% (30/118) em setembro de 2003, 24,0% (31/129) em março de 2004 e 20,2% (25/124) em setembro de 2004, totalizando cinco colheitas nos indivíduos residentes. Soroconversão sorológica foi observada em alguns indivíduos e flutuação em outros. Nos touros sororeagentes colheu-se 0,5 mL de sêmen fresco para pesquisa de Neospora caninum pela técnica da PCR. Para a extração do DNA utilizou-se kit de extração comercial Eppendorf e foram escolhidos primers da região Np-6 e Np-21 do Neospora caninum, o qual amplifica 337 pb. Foram avaliados 38 touros que apresentaram sorodiagnóstico positivo ao ELISA, totalizando 1.124 partidas de sêmen fresco. Em nenhuma partida de sêmen de touro soropositivo detectou-se o DNA do N. caninum, estes resultados sugerem que a quantidade de taquizoítos presente nas alíquotas de sêmen provavelmente estava abaixo do limiar de detecção do método empregado. Dados publicados recentemente apontam ser o nested PCR a prova suficientemente sensível para detectar as baixas concentrações de parasitas eliminados no sêmen de touros sororeagentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Clarice Neves Camargo - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1998 - Atual

    Projeto FUNDEPAG 307/98 e 137/2002 - Controle Sanitário de sêmen e touros doadores, Descrição: Serão realizados exames sorológicos e moleculares em amostras de soro, sêmen e sangue de touros mantidos em quarentena e residentes para as seguintes doenças: Rinotraqueíte Infecciosa Bovina (IBR-IPV), Diarréia Viral Bovina sorotipo I e II (BVD I e II), Leucose Enzoótica Bovina (LEB), Língua Azul (LA), Febre Aftosa (FA), Estomatite Vesicular sorotipos cocal e alagoas (EV/COCVe VSAV) e Neosporose bovina " Monitoramento semestral dos animais residentes " Pesquisa dos vírus da IBR/IPV; BVD; LEB; LA e do Neospora caninum, em todas as partidas de sêmen in natura e industrializado, para comercialização. " Diagnóstico diferencial de BoHV-1 e BoHV-5 em amostras de sêmen pela técnica de PCR. " Assessoria técnica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Clarice Neves Camargo - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Marília Carolina Tavares de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio - Cooperação., Número de produções C, T & A: 10

Projetos de desenvolvimento

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Projeto FUNDAG 410/04 - produção em escala laboratorial e avaliação técnica de polivacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2002 - 2007

    Projeto FUNDEPAG 106/02 e 093/2003 - FORMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE UMA VACINA CONTRA ENFERMIDADES RESPIRATÓRIAS E REPRODUTIVAS DE BOVINOS, Descrição: Desenvolvimento em bancada de uma vacina inativada contra as principais enfermidades enfermidades reprodutivas e respiratórias que acometem bovinos, contendo os antígenos: BHV-1, BHV-5, BVDV-1, BVDV-2, PI3 e BRSV. O projeto também consiste na otimização e adaptção do cultivo celular e viral necessários para o desenvolvimento dessa vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante., Financiador(es): Vallée - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 7

  • 2001 - 2005

    Projeto FUNDEPAG 039/2001 Desenvolvimento de vacina contra enfermidades respiratórias e reprodutivas de bovinos, Descrição: No Brasil o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) está disseminado no rebanho e pesquisas brasileiras mostram que há uma grande variabilidade antigênica deste vírus. As vacinas disponíveis no mercado são importadas e produzidas com estirpes isoladas em outros países. Por este motivo, objetivou-se desenvolver vacinas inativadas contendo o isolado brasileiro BVDV-I IBSP11. Foram formados seis grupos de dez cobaias (Cavia porcellus), selecionadas ao acaso, imunizadas com 3 mL por via subcutânea, em duas ou três doses, em intervalos de 21 dias. Os animais dos grupos A e C receberam vacina aquosa (Hidróxido de Alumínio), B e D vacina oleosa (Montanide ISA50 - Seppic Inc.), E (controle positivo) vacina comercial importada com BVDV-Ia Singer e grupo F não foram vacinados. Os grupos A, B e E receberam duas doses e dos grupos C e D três doses. Realizou-se 12 colheitas de sangue com intervalos de 21 dias durante 231 dias. Utilizou-se a vírus-neutralização (VN) frente à estirpe homóloga (IBSP11) e frente a uma estirpe padrão heteróloga (BVDV-Ia NADL). Após 42 dias da primo-vacinação, a maioria dos animais soroconverteu para a estirpe IBSP11 e NADL, após a segunda dose houve aumento significativo dos títulos em todos os grupos. Os grupos A, B, C e D, frente a estirpe IBSP11, apresentaram os melhores títulos, o que não ocorreu frente a estirpe heteróloga. O grupo D, 21 dias após a terceira dose, apresentou o maior pico de anticorpos, com média estatisticamente superior (p = 0.0011) frente à estirpe homóloga (Média = 5,60), quando comparado com a heteróloga (3,90). Não houve diferença significativa entre a vacina aquosa e a oleosa e quanto ao esquema de vacinação, independente da estirpe utilizada na VN. Observou-se variações marcantes na atividade neutralizante frente às estirpes antigenicamente diferentes das vacinas. Conclui-se a importância de selecionar estirpes nacionais, para sua inclusão nas vacinas comerciais visando melhor eficácia nos programas de prevenção da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edviges Maristela Pituco - Coordenador / Eliana De Stefano - Integrante / Claudia Pestana Ribeiro - Integrante / Ricardo Spacagna Jordão - Integrante.

Prêmios

2015

Mérito Científico - Secretaria de Defesa Agropecuária, ENDESA 2015, Ministério da Agricultura, Pecuária, e Abastecimento, Departamento de Saúde Animal (DSA/MAPA).

2012

HONRA AO MÉRITO, Instituto Biológico.

2010

Prêmio em reconhecimento pela liderança, Instituto Biológico.

2006

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do CNPq - homenagem pela contribuição, Instituto Biológico.

2000

Médica Veterinária 2000 na área de Pesquisa em Bovinos., SINDAN e Conselho Regional de Medicina Veterinária-SP.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Centro Panamericano de Fiebre Aftosa, Laboratorio de Referencia ? LREF/Panaftosa. , Av. Romulo Joviano s/n LREF Panaftosa, Pedro Leopoldo, 33600000 - Pedro Leopoldo, MG - Brasil, Telefone: (21) 36619064, URL da Homepage:

Experiência profissional

2018 - Atual

Centro Panamericano de Fiebre Aftosa

Vínculo: Formal labor contract, Enquadramento Funcional: Advisor, Diagnostic Virology, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Laboratório de Referência OIE FAO em febre aftosa e estomatite vesicular-Panaftosa-OPS/OMS em Pedro Leopoldo,MG

Atividades

  • 02/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Defesa Agropecuária, MAPA Brasilia.,Cargo ou função, Membro da Comissão Permanente de Gestão de Riscos Biológicos e Biossegurança em laboratórios da Rede Nacional de Laboratórios Agropecuários-instituída pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Minsitério da Agricultura do Brasil,.

  • 08/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Defesa Agropecuária, MAPA Brasilia.,Cargo ou função, Representante do Panaftosa-PAHO / WHO no Grupo Técnico de instrutores para treinamento de Atendimento à notificação de suspeita de doença vesicular (Plano de Contingência Tático-Operacional para Febre Aftosa).

1985 - 2018

Instituto Biológico

Vínculo: Civil servant, Enquadramento Funcional: Pesquisador Científico VI

Atividades

  • 02/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.,Cargo ou função, Representante do.

  • 06/2018

    Serviços técnicos especializados , Panaftosa/PAHO.,Serviço realizado, Consultor de Virologia Diagnóstica.

  • 01/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.,Cargo ou função, Comissão de Educação Sanitária em Defesa Agropecuária no Estado de São Paulo.

  • 08/1987

    Serviços técnicos especializados , Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.,Serviço realizado, Consultor na área de diagnóstico de doenças animais.

  • 01/1985

    Pesquisa e desenvolvimento, Instituto Biológico.,Linhas de pesquisa

  • 03/2002 - 04/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.,Cargo ou função, Membro do Comitê Científico Consultivo em Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis.

  • 08/2013 - 08/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Saúde Animal, MAPA.,Cargo ou função, Membro do Grupo Técnico de Instrutores do treinamento de Atendimento à notificação de suspeita de doença vesicular (Plano de Contingência Tático-Operacional para Febre Aftosa) instituído pelo Ministério da Saúde Animal do Ministério da Agricultura..

  • 08/2010 - 07/2018

    Direção e administração, INSTITUTO BIOLÓGICO.,Cargo ou função, Responsável Técnico pelo Laboratório de Diagnóstico Molecular.

  • 09/1997 - 07/2018

    Direção e administração, INSTITUTO BIOLÓGICO.,Cargo ou função, Responsável Técnico pelo Laboratório de Viroses de Bovídeos.

  • 12/2012 - 03/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, CRMV-SP.,Cargo ou função, MEMBRO COMISSÃO DE SAÚDE ANIMAL.

  • 08/2015 - 11/2015

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Doenças da Reprodução em Ruminantes e Suídeos

  • 03/2015 - 06/2015

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Vigilância Zoofitossanitária para a Qualidade dos Produtos Agropecuários

  • 06/2014 - 06/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Agricultura e Abastecimento.,Cargo ou função, Membro Comissão Especial para Diagnóstico da Cadeia Produtiva de Lácteos do Estado de São Paulo.

  • 03/2007 - 03/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Biológico.,Cargo ou função, Membro do Comitê de Pós-Graduação do Programa em Sanidade, Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio.

  • 08/2014 - 11/2014

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Doenças da Reprodução em Ruminantes e Suídeos

  • 03/2014 - 06/2014

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Vigilância Zoofitossanitária para a Qualidade dos Produtos Agropecuários

  • 08/2013 - 11/2013

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, DOENÇAS DA REPRODUÇÃO EM RUMINANTES E SUÍDEOS

  • 03/2013 - 06/2013

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Vigilância Zoofitossanitária para a Qualidade dos Produtos Agropecuários

  • 08/2012 - 11/2012

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, DOENÇAS DA REPRODUÇÃO EM RUMINANTES E SUÍDEOS

  • 03/2012 - 06/2012

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Vigilância Zoofitossanitária para a Qualidade dos Produtos Agropecuários

  • 08/2011 - 11/2011

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Enfermidades reprodutivas que afetam a produtividade de rebanhos de animais de produção

  • 09/2007 - 09/2011

    Direção e administração, Instituto Biológico.,Cargo ou função, Diretor técnico da Unidade Laboratorial de Referência em Diagnóstico de Doenças Animais, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Sanidade Animal do IB da APTA.

  • 03/2011 - 06/2011

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, BARREIRAS SANITÁRIAS NO COMÉRCIO NACIONAL E INTERNACIONAL DE ANIMAIS E SUB-PRODUTOS

  • 09/2001 - 03/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Serviço de Informação da Carne (SIC).,Cargo ou função, Membro do Comitê Técnico do Serviço de Informação da Carne.

  • 08/2010 - 11/2010

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Enfermidades reprodutivas que afetam a produtividade de rebanhos de animais de produção

  • 03/2010 - 06/2010

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, BARREIRAS SANITÁRIAS NO COMÉRCIO NACIONAL E INTERNACIONAL DE ANIMAIS E SUB-PRODUTOS

  • 08/2009 - 11/2009

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Enfermidades reprodutivas que afetam a produtividade de rebanhos de animais de produção

  • 03/2009 - 06/2009

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, BARREIRAS SANITÁRIAS NO COMÉRCIO NACIONAL E INTERNACIONAL DE ANIMAIS E SUB-PRODUTOS

  • 08/2008 - 11/2008

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Enfermidades reprodutivas que afetam a produtividade de rebanhos de animais de produção

  • 03/2008 - 06/2008

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, BARREIRAS SANITÁRIAS NO COMÉRCIO NACIONAL E INTERNACIONAL DE ANIMAIS E SUB-PRODUTOS

  • 08/2007 - 11/2007

    Ensino, Sanidade, Seg.Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Enfermidades reprodutivas que afetam a produtividade de rebanhos de animais de produção

  • 03/2007 - 06/2007

    Ensino, Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, BARREIRAS SANITÁRIAS NO COMÉRCIO NACIONAL E INTERNACIONAL DE ANIMAIS E SUB-PRODUTOS

  • 07/1996 - 11/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Biológico.,Cargo ou função, Membro do Comitê Local do Programa PIBIC/CNPq/IB.

  • 03/1998 - 11/1998

    Outras atividades técnico-científicas , INSTITUTO BIOLÓGICO, INSTITUTO BIOLÓGICO.,Atividade realizada, Membro da comissão executiva da 11ª reunião anual do Instituto Biológico.

  • 01/1986 - 08/1997

    Direção e administração, Instituto Biológico.,Cargo ou função, Chefe da Seção de Febre Aftosa do Instituto Biológico.