Sandra Maria Oliveira Morais Veiga

Graduada em Farmácia (1984) e Farmácia-Bioquímica (1985) pela Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas; Especialista em Microbiologia, Saúde Coletiva e Educação; Mestre em Educação em Ciências (1997) pela Unifenas e Doutora em Ciências dos Alimentos (2003) pela Universidade Federal de Lavras. Atua nas áreas de Saúde Coletiva, Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos. É professora, pesquisadora e extensionista, lotada na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal de Alfenas; ministra as disciplinas de Saúde Coletiva aplicada à Farmácia e Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos. Também ministra várias disciplinas no curso de Especialização em Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde e a Disciplina de Microbiologia Industrial no Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos do Ifsuldeminas, Campus Machado. Coordenou e colaborou em vários projetos de pesquisa e extensão com financiamento. É membro de vários órgãos colegiados (Conselho Universitário, Núcleo Docente Estruturante, Câmara de Pesquisa e Colegiado de Extensão da UNIFAL-MG). Atuou como Tutora do Grupo PET Farmácia no período de 2009 a 2016. Foi Coordenadora de Extensão do Curso de Farmácia da Unifal-MG ( 2005 a 2016; 2018 a março de 2019). É Líder do grupo de Pesquisa Alimentos e Nutrição, Foi Vice-Diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG (2017-2019) e Atualmente, Diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG (2019-2021).

Informações coletadas do Lattes em 29/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências dos Alimentos

1999 - 2003

Universidade Federal de Lavras
Título: Sanificação de carcaças de frango: processos alternativos
João Evangelista Fiorini. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: sanificação; bacteriologia; chiller; ozônio; dicloroisocianurato de sódio.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos / Especialidade: Microbiologia de Alimentos. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública / Especialidade: Análise Microbiológica de Alimentos. Setores de atividade: Nutrição e Alimentação.

Mestrado em Mestrado Em Educação Em Ciências

1994 - 1997

Universidade José do Rosário Vellano
Título: AIDS eAdolescência: subsídios para a educação.,Ano de Obtenção: 1997
João Evangelista Fiorini.Palavras-chave: AIDS; Adolescência; educação.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Educação.

Especialização em Especialização Em Educação

1993 - 1994

Universidade José do Rosário Vellano

Especialização em Especialização Em Saúde Pública

1991 - 1992

Universidade Federal de Alfenas

Especialização em Especialização Em Microbiologia

1986 - 1991

Universidade Federal de Alfenas

Graduação em Farmácia Bioquímica

1982 - 1985

Universidade Federal de Alfenas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Extensão universitária em Extensão Universitária: conceitos e avaliação. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL-MG, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Gestão de Riscos e Controles Internos. (Carga horária: 24h). , Controladoria-Geral da União, CGU/PR, Brasil.

2014 - 2014

Introdução aos métodos de PCR e PCR em tempo real para identificação de mic. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Formação em Avaliação da Extensão Universitária. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2008 - 2008

Assistência Farmacêutica e Gestão no SUS. (Carga horária: 4h). , 43ª Semana Farmacêutica UNIFAL-MG, UNIFAL-MG, Brasil.

2004 - 2004

Implementação de Uma Política de Gerenciamento de. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2004 - 2004

Alimentos Funcionais. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2004 - 2004

Fitoterapia e Uso Clínico de Fitoestrogenos. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2003 - 2003

Boas Práticas e Higiene dos Alimentos. (Carga horária: 4h). , Universidade José do Rosário Vellano, UNIFENAS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos/Especialidade: Microbiologia de Alimentos.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Controle de Qualidade Microbiológico.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Educação em saúde.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MARQUES, L. A. M. ; VEIGA, S. M. O. M. . VI Simpósio Internacional do Cuidado farmacêutico. 2018. (Congresso).

MARQUES, L. A. M. ; REIS, T. M. ; VIEIRA, Liliana Batista ; VEIGA, S. M. O. M. . VI Simpósio Internacional do Cuidado Farmacêutico. 2018. (Congresso).

MARQUES, L. A. M. ; VEIGA, S. M. O. M. ; VIEIRA, Liliana Batista ; PEREIRA, D. T. M. ; REIS, J. M. . V SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO FARMACÊUTICA. 2017. (Congresso).

MARQUES, L. A. M. ; VEIGA, S. M. O. M. . V Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica. 2017. (Congresso).

VEIGA, S. M. O. M. ; PEREIRA Júnior, A. A. . Simpósio dobre Infecções Sexualmente Transmissíveis. 2016. (Outro).

MARQUES, L. A. M. ; VEIGA, S. M. O. M. . IV Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica. 2015. (Congresso).

VEIGA, S. M. O. M. ; SILVA, Paulo Márcio de Faria e ; ARAÚJO, Magali Benjamim de ; MEIRA, B. L. C. ; Salgado, I. . Centenário da UNIFAL-MG. 2014. (Outro).

VEIGA, S. M. O. M. ; Paula, F B A ; CARVALHO, D. T. ; SILVA, P. R. ; MAGALHAES, V. F. ; MARQUES, L. A. M. ; Josidel Conceição Oliver ; SELICANI, L. F. . 46 Semana Farmaceutica. 2012. (Congresso).

VEIGA, S. M. O. M. ; Paula, F B A . 42ª Semana Farmacêutica da Unifal-MG. 2012. (Congresso).

MARQUES, L. A. M. ; ARAÚJO, Magali Benjamim de ; VEIGA, S. M. O. M. . Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica. 2011. (Outro).

MAIA, G. D. ; SANT'ANNA, M. F. ; MOREIRA, R. A. ; VEIGA, S. M. O. M. ; Daniela Coelho Lima . XIII Mostra de Extensão. 2011. (Outro).

PEREIRA, A. A. C. ; GOUVEIA, C. M. C. C. ; SILVA, L. E. S. ; VEIGA, S. M. O. M. ; Vieira, V. C. R. ; Rossi Júnior, W. C. . SUDESTEPET. 2011. (Outro).

ARAÚJO, Magali Benjamim de ; MARQUES, L. A. M. ; VEIGA, S. M. O. M. . II Simpósio de Atenção Farmacêutica. 2011. (Congresso).

OLIVEIRA, P. F. V. ; COSTA, H. H. V. ; VEIGA, S. M. O. M. ; Bottrel, P. ; MORAIS, N. C. J. . Memórias do Clube da Esquina. 2010. (Outro).

SANT'ANNA, M. F. ; Mônica La Sallete Godinho ; Daniela Coelho Lima ; VEIGA, S. M. O. M. . XII Mostra de Extensão. 2010. (Outro).

VEIGA, S. M. O. M. . I Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica. 2009. (Outro).

SANT'ANNA, M. F. ; VEIGA, S. M. O. M. . XI Mostra de Extensão. 2009. (Outro).

VEIGA, S. M. O. M. . Curso de Higiene e Boas Práticas em serviços de Alimentação. 2009. (Outro).

RASCADO, R. R. ; MARQUES, L. A. M. ; VEIGA, S. M. O. M. . I Simpósio de Atenção farmacêutica. 2009. (Congresso).

SANT'ANNA, M. F. ; VEIGA, S. M. O. M. . X Mostra de Extensão. 2008. (Outro).

VEIGA, S. M. O. M. . IX Mostra de Extensão. 2007. (Outro).

VEIGA, S. M. O. M. . Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. 2006. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

13 SLACA - 13 Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos.DESEMPENHO DE MÉTODOS CONVENCIONAIS E RÁPIDOS PARA DETECÇÃO DE SALMONELLA SPP EM CARCAÇAS DE FRANGO. 2019. (Simpósio).

V SIMPÓSIO INTEGRADO UNIFAL-MG.Higiene e Segurança de Alimentos. 2019. (Simpósio).

IV SIMPÓSIO INTEGRADO UNIFAL-MG.Infecções Sexualmente Transmissíveis e hepatites virais. 2018. (Simpósio).

12 SLACA. ANTIMICROBIAL ACTIVITY IN VITRO OF ESSENTIAL OILS AGAINST FOOD PATHOGENS. 2017. (Congresso).

III Seminário Interno de Extensão.Higiene e segurança dos alimentos. 2017. (Seminário).

II Seminário interno da Unifal-MG.PROJETO HIGIENE E SEGURANÇA DOS ALIMENTOS. 2016. (Seminário).

XXV Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA E DOS ALIMENTOS DE UM RESTAURANTE POPULAR. 2016. (Congresso).

28 Congresso Brasileiro de Microbiologia. MEASUREMENT OF POSITIVE AND NEGATIVE COAGULASE IN RICOTTA CHEESE AND MINES FRESH. 2015. (Congresso).

II Congresso Mineiro de Farmácia. ADESÃO DE PSEUDOMONAS AERUGINOSA EM SUPERFÍCIE DE AÇO INOXIDÁVEL. 2014. (Congresso).

26 Congresso Brasileiro de Microbiologia. 2011. (Congresso).

III jornada Científica de Alfenas. 2011. (Outra).

Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica. 2011. (Simpósio).

XIII Mostra de Extensão. 2011. (Outra).

44ª Semana Farmacêutica da Unifal-MG. 2010. (Outra).

III Jornada Científica da Unifal-MG.AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DO MEL COMERCIALIZADO EM ALFENAS?MG. 2010. (Outra).

I Seminário da área de saúde do forum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras.Membro efetivo. 2010. (Seminário).

VII Jornada Científico-cultural dos Grupos PET da Unifal-MG. 2010. (Outra).

XV Encontro Nacional dos Grupos PET. 2010. (Encontro).

XXII Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes em morango (Fragaria ananassa Duch) e de suas influências na vida útil do produto.. 2010. (Congresso).

1 Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica. 2009. (Simpósio).

1 Simpósio Sulmineiro do Marolo e frutos do cerrado. 2009. (Simpósio).

Campanha de conscientização em saúde.DST/Aids: Informação e Educação. 2009. (Outra).

II Jornada Científica da Unifal-MG.Qualidade higiênico-sanitária do queijo minas curado, tipo canastra. 2009. (Outra).

IV Congresso Latino-Americano e X Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos, II Encontro Nacional de Centros de Controle de Zoonoses e II Encontro do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal. .. 2009. (Congresso).

XI Mostra de Extensão.DST/Aids: informação e educação. 2009. (Outra).

43ª Semana Farmacêutica. 2008. (Outra).

Jornada Científica da Unifal-MG... 2008. (Outra).

V Encontro Nacional sobre o Processamento Mínimo de frutas e Hortaliças.AVALIÇÃO DA INFLUÊNCIA DE DIFERENTES SANIFICANTES EM ALFACE (LACTUCA SATIVA) E DE SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA ÚTIL DO PRODUTO.. 2008. (Encontro).

V Encontro Nacional sobre Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças... 2008. (Encontro).

XXI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos e XV seminário Latino-Americano e do Caribe de Ciência e Tecnologia de Alimentos. .. 2008. (Congresso).

2ª Semana da Quimica e 41ª Semana Farmacêutica da Unifal-MG. 2007. (Outra).

7° Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos.Pesquisa de Listeria sp em alimentos e perfil de sensibilidade das cepas isoladas aos antimicrobianos. 2007. (Simpósio).

III Congresso Latino-Americano de Higienistas de Alimentos. 2007. (Congresso).

II Workshop da Pós-Graduação, IX Mostra de Extensão e XIII Jornada Científica de Alfenas.Águas, minas e nascentes ? avaliação higiênico-sanitária e atividades educativas. 2007. (Outra).

XIII Jornada de Iniciação Científica de Alfenas.Pesquisa de Listeria monocytogenes e Salmonella sp em alimentos e perfil de sensibilidade das cepas isoladas aos antimicrobianos. 2007. (Outra).

XX Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. 2006. (Congresso).

6 Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos.6 Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos. 2005. (Simpósio).

II Congresso Latino-americano de Higienistas de Alimentos / VIII Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos. II Congresso Latino-americano de Higienistas de Alimentos / VIII Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos. 2005. (Congresso).

VIII Congresso Ibero-Americano de Extensão Universitária. VIII Congresso Ibero-Americano de Extensão Universitária. 2005. (Congresso).

XI Jornada de Iniciação Científica de Alfenas.XI Jornada de Iniciação Científica de Alfenas. 2005. (Outra).

XL Semana Farmacêutica. 2005. (Outra).

39ª Semana Farmacêutica da Efoa/Ceufe. 2004. (Outra).

Simpósio de Segurança Alimentar.Simpósio de Segurança Alimentar. 2004. (Simpósio).

X Jornada de Iniciação Científica de Alfenas.X Jornada de Iniciação Científica de Alfenas. 2004. (Outra).

5 Simpósio Latino Americano de Ciência dos Alimentos.5 Simpósio Latino Americano de Ciência dos Alimentos. 2003. (Simpósio).

I Congresso Latino-Americano de Higienistas de Alimentos / VII Congresso Brasileiro de Hgienistas de Alimentos. I Congresso Latino-Americano de Higienistas de Alimentos / VII Congresso Brasileiro de Hgienistas de Alimentos. 2003. (Congresso).

II CONUTRI - Congresso de Nutrição da Unifenas. 2003. (Congresso).

Mostra do Conhecimento. DST/Aids: Informação e Educação; Água e Alimentos: saneamento, higiene e desinfecção. 2002. (Congresso).

7ª Jornada de Iniciação Científica de Alfenas.Avaliação "in vitro" da efeiciência da da água ozonizada frente a alguns microrganismos contaminantes de alimentos. 2001. (Outra).

I semana de estudos Farmacêuticos. 2001. (Outra).

Seminários Millipore. 2001. (Seminário).

36ª Semana Farmacêutica da EFOA. 2000. (Outra).

I Congresso de Pesquisa e Extensão da EFOA. Avaliação bacteriológica da potabilidade de águas provenientes de nascentes e poços rasos de dois bairros rurais de Alfenas, MG. 2000. (Congresso).

I Encontro de Saúde mental. 2000. (Encontro).

I Forum e II Conferência de Cooperação Técnica Horizontal da América Latina e Caribe em HIV/Aids e DST. DST/Aids: Informação e Educação para Adolescentes. 2000. (Congresso).

IX Encontro Estadual de Farmacêuticos e Bioquímicos, VII Encontro Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos e I Encontro de Farmacêuticos e Bioquímicos do Mercosul.Avaliação bacteriológica da potabilidade de águas provenientes de nascentes e poços rasos de dois bairros rurais de Alfenas, MG. 2000. (Encontro).

Programa de Treinamento sobre o Controle da Tuberculose. 2000. (Oficina).

2° Encontro de Extensão das Universidades Públicas da Região Sudeste.ECOAGIR; Dst/Aids: Informação e Educação. 1999. (Outra).

I Congresso Científico da EFOA. 1999. (Congresso).

I Encontro Alfenense de Adolescência e Sexualidade, Trabalho e Cidadania.Aids: Informação e Educação. 1999. (Encontro).

II Mostra e Seminário de Extensão.DST/Aids: Informação e Educação; Saneamento Doméstico e higiene dos Alimentos.. 1999. (Seminário).

VIII Semana farmacêutica da Unifenas. 1999. (Outra).

5ª Jornada de Inciação Científica de Alfenas. 1998. (Outra).

5 Congresso de farmácia e Bioquímica de Minas gerais. 1998. (Congresso).

Forum de Debates: falsificação de Medicamentos. 1998. (Outra).

II Conferencia Municipal de Saúde de Alfenas.Oficina sobre a prevenção e controle de DST. 1998. (Outra).

I seminário Estadual de Controle de Infecções Hospitalares. 1998. (Seminário).

Seminário de Flexibilização Curricular. 1998. (Seminário).

V Educador - Congresso Internacional de Educação. DST/Aids: Informação e Educação. 1998. (Congresso).

48ª Reunião Anual da SBPC. Determinação da Concentração mínima inibitória de cloro para Escherichia coli. 1996. (Congresso).

II Jornada de Iniciação Científica.Determinação da Concentração mínima inibitória de cloro para Escherichia coli. 1996. (Outra).

XXXII Jornada Científica de Alfenas.Pesquisa de coliformes e Estreptococos fecais e bactérias heterotróficas em águas utilizadas em serviços públicos de saúde da cidade de Alfenas, MG.. 1996. (Outra).

I Encontro de Hanseníase em Alfenas. 1995. (Encontro).

I Jornada de Iniciação Científica.Determinação da Concentração mínima inibitória de cloro para Escherichia coli. 1995. (Outra).

XVIII Congresso Brasileiro de Microbiologia. 1995. (Congresso).

XXXI Jornada Científica de Alfenas.Coordenador da Mesa Redonda Vigilância Sanitária e Saúde. 1995. (Outra).

I Congresso Capixaba de Farmácia. 1994. (Congresso).

III Congresso de Farmácia e Análises Clínicas de MG. 1994. (Congresso).

III Expofarma. 1994. (Outra).

XXX Jornada Científica de Alfenas. 1994. (Outra).

II Congresso de Farmácia e Análises Clínicas de Maringá. 1993. (Congresso).

III Semana Racine de Atualização Técnica. 1993. (Congresso).

II Simpósio sobre tripanozomatídeos. 1993. (Simpósio).

I seminário Macro-regional de Imunização. 1993. (Seminário).

XXIX Jornada Científica de Alfenas. 1993. (Outra).

II Congresso Brasileiro de Epidemiologia. 1992. (Congresso).

II Congresso de Farmácia e Análises Clínicas de Ponta grossa. 1992. (Congresso).

V Jornada da Associação Médica Brasileira e I Encontro de Patologia Clínica do Sul de Minas gerais. 1992. (Encontro).

V Jornada de Patologia e Análises Clínicas de Ribeirão Preto. 1992. (Outra).

XXVIII Jornada Científica de Alfenas. 1992. (Outra).

III Congresso Brasileiro de Produtos farmacêuticos. 1991. (Congresso).

III Encontro de Administrdores Hospitalares; I Encontro de Infecção Hospitalar; I Encontro de Política de saúde Mental. 1991. (Encontro).

XVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. 1991. (Congresso).

XXVII Jornada Científica de Alfenas. 1991. (Outra).

XVII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. 1990. (Congresso).

XXVI Jornada Científica de Alfenas. 1989. (Outra).

I Simpósio sobre sapectos básicos da biologia e ultraestrutura de tripanozomatídeos. 1988. (Simpósio).

XV Congresso Brasileiro de Microbiologia. 1988. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro de Microbiologia. 1987. (Congresso).

XXIV Jornada Científica de Alfenas. 1987. (Outra).

V Simpósio Mineiro de Estética e Cosmetologia. 1986. (Simpósio).

XXII Jornada Científica de Alfenas. 1985. (Outra).

Jornada Científica de Alfenas. 1984. (Outra).

XIX Jornada Cinetífica de Alfenas. 1982. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Juliana Borges Reis

VEIGA, S. M. O. M.; Azeredo, E. M. C.; VILAS BOAS, B. M.. Avaliação da atividade antimicrobiana de óleos essenciais contra patógenos alimentares. 2019. Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais.

Aluno: Polyana de Faria Cardoso Abrão

MARQUES, Marcos José; Da Silva, D. B.;VEIGA, S. M. O. M.; Resende, D. C.. COMPARAÇÃO ENTRE A BIOLOGIA MOLECULAR E A BACTERIOLOGIA CONVENCIONAL PARA DETECÇÃO DEListeria monocytogenes. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais.

Aluno: Gustavo Henrique Andrade Machado

CORRÊA, A. D.; DIAS, D. R.; PEREIRAL, C. A.;VEIGA, S. M. O. M.. Atividade antibacteriana in vitro e potencial cicatrizante in vivo de extratos de casca de jabuticaba. 2017. Dissertação (Mestrado em Agroquímica) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Michelle Carlota Gonçalves

PICOLLI, R.H; PAULA, N. R. F.;Souza, A. C.VEIGA, S. M. O. M.; DIAS, D. R.. Adaptação de Escherichia coli enterotoxigênica ee enteropatogênica a componentes majoritários de óleos essenciais e ao estresse ácido. 2017. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Luara Aparecida Simões

PICCOLI, Roberta Hilsdorf; RAMOS, E. M.;VEIGA, S. M. O. M.. AVALIAÇÕES MICROBIOLÓGICAS E FÍSICO- QUÍMICAS DE APRESUNTADOS ELABORADOS COM ÓLEOS ESSENCIAIS E SEUS COMPOSTOS MAJORITÁRIOS INOCULADOS COM Clostridium sporogenes LAVRAS ? MG 2016. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Heloísa Helena de Abreu Martins

PICOLLI, R.H; RAMOS, E. M.;VEIGA, S. M. O. M.; CARNEIRO, J. D. S.. SINERGISMO ANTIMICROBIANO DE ÓLEOS ESSENCIAIS E NITRITO SOBRE Clostridium sporogenes INOCULADO EM FIAMBRE DE PEITO DE FRANGO. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Geovane Evangelista Moreira

LIMA, D. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Avaliação do Efeito antimicrobiano de sistema adesivo contendo MDPB sobre diferentes cepas de bactérias de lesões de cárie em dentina de dentes decíduos. 2015. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS ODONTOLÓGICAS) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Luciana Teixeira de Siqueira Rodrigues

RAMOS, E. M.;VEIGA, S. M. O. M.; TEBALDI, V. M. R.; PICCOLI, Roberta Hilsdorf. ATIVIDADE ANTIBACTERIANA DE ÓLEOS ESSENCIAIS SOBRE Clostridium botulinum INOCULADO EM MORTADELAS. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Danilo Florisvaldo Brugnera

PICCOLI, Roberta Hilsdorf;VEIGA, S. M. O. M.; ALVES, J. G. L. F.; CARNEIRO, J. D. S.. Ricota: qualidade microbiológica e uso de especiarias no controle de Staphylococcus aureus.. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Nathalia Novack Amaral Barros

VEIGA, S. M. O. M.FIORINI, João EvangelistaNASCIMENTO, Luiz Carlos Do. Probiótico, prebiótico e simbiótico em aves inoculadas com Salmonella enteritidis. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade José do Rosário Vellano.

Aluno: Darlene Cabral

FIORINI, João EvangelistaVEIGA, S. M. O. M.; DUARTE, A.M.. Avaliação da atividade antimicrobiana in vitro e da ação cicatrizante in vivo do óleo-resina de copaíba (Copaifera duckey Dyer). 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade José do Rosário Vellano.

Aluno: Daniel Iscold de Andrade Oliveira

VEIGA, S. M. O. M.. Formação de biofilmes em lâminas de aço inoxidável e vidro temperado por Escherichia coli. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade José do Rosário Vellano.

Aluno: Rafaela Bergmann Strada de Oliveira

VEIGA, S. M. O. M.. Análise microbiológica do quefir em grãos, suspensão, liofilizado e adicionado à ração de coelhos. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade José do Rosário Vellano.

Aluno: Claudete Romeiro do Nascimento Vieira

VEIGA, S. M. O. M.CHAVASCO, Jorge KleberSILVA, Paulo Márcio de Faria e. Qualidade microbiológica da merenda escolar servida nas escolas estaduais de Poços de Caldas, MG. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciencias Biológicas Área de Conc Microbiologia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Letícia Andrade do Vale Canestri

PICOLLI, R.H; DIAS, D. R.;Souza, A. C.VEIGA, S. M. O. M.; SILVA, M. S.; EVANGELISTA, S. R.. ADAPTAÇÃO HOMÓLOGA E HETERÓLOGA DE CÉLULAS PLANCTÔNICAS E SÉSSEIS DE Cronobacter sakazakii A ÓLEOS ESSENCIAIS. 2019. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Rafaela Bergamann Strada de Oliveira

PIMENTA, C. J.; DELLA LÚCIA, F.; MIRANDA, L. P. A.; PIMENTA, M. E. S. G.;VEIGA, S. M. O. M.. PRODUTO TIPO HAMBÚRGUER FORMULADO COM CARNE BOVINA E ADIÇÃO DE RESÍDUO DO EXTRATO AQUOSO DE SOJA. 2016. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Nayane Aparecida Araújo Dias

PICOLLI, R.H; DIAS, D. R.; RAMOS, E. M.;VEIGA, S. M. O. M.; TEBALDI, V. M. R.. Viabilidade de Clostridium difficile em mortadela adicionada de óleos essenciais e teor reduzido de nitrito de sódio. 2015. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos - Universidade Federal de Lavras/UFLA) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Nayane Aparecida Araújo Dias

DIAS, D. R.; RAMOS, E. M.;VEIGA, S. M. O. M.; TEBALDI, V. M. R.; PICCOLI, Roberta Hilsdorf. EFEITOS DE ÓLEOS ESSENCIAIS EM MORTADELAS ELABORADAS COM REDUÇÃO DE NITRITO DE SÓDIO. 2015. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Gislene Regina Fernandes

Nélio José de Andrade;LIMA, Luiz Carlos de Oliveira; CHAVES, J. B. P.; PEA, W. E. L.;VEIGA, S. M. O. M.. Sanitizantes alternativos na qualidade microbiológica, física e química de morango (Fragária x Ananassa Duch) minimamente processados.. 2013. Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Flávia Della Lucia

VILAS BOAS, E. V. B.;VEIGA, S. M. O. M.; CARNEIRO, J. D. S.; Carvalho, E. E. N.; Ferreira, E. A.. Qualidade do Marolo (Annona classiflora Mart.) in natura e minimamente processado durante o armazenamento. 2013. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Carolina Valeriano

PICCOLI, Roberta Hilsdorf;VEIGA, S. M. O. M.; COSTA, G. M.. Ação antimicrobiana de óleos essenciais frente a patógenos sésseis e planctônicos de origem alimentar. 2010. Tese (Doutorado em Microbiologia Agricola) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Mirna Aparecida Pereira

FRANCO, R. M. B.; Allegretti, S. M.; SILVEIRA, N. F. A.;NASCIMENTO, Luiz Carlos DoVEIGA, S. M. O. M.. Ocorrência de Cryptosporidium spp e Giardia spp em hortaliças da região metropolitana de Campinas, SP, sua relação com a comunidade trabalhadora e com área agrícola.. 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em Parasitologia) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Luiz Carlos do Nascimento

LIMA, Luiz Carlos de Oliveira; PICCOLI, Roberta Hilsdorf;FIORINI, João EvangelistaVEIGA, S. M. O. M.; Abreu, C.M.P.. Ozônio e ultra-som: processos alternativos para tratamento e obtenção do café despolpado. 2006. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Nelma de Mello Silva Oliveira

VEIGA, S. M. O. M.; BRESSAN, Maria Cristina;FIORINI, João Evangelista; PICCOLI, Roberta Hilsdorf; LOGATO, Priscila Maria Rosa. Ação sanificante do dicloroisocianurato de sódio, ozônio e ultra-som em filés de tilápia (Orechromis niloticus). 2005. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Camilla Ribeiro Vieira

Paffaro Júnior, V. A.;MONTEIRO, Márcia Regina PereiraVEIGA, S. M. O. M.. Desenvolvimento de produtos à base de farinha de ora-pro-nobis (pareskia aculeata mill.) e sua influência na microbiota intestinal, parâmentros bioquímicos e antropométricos em adultos. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Biociências Aplicadas à Saúde) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Gislene Regina Fernandes

Nélio José de Andrade; CHAVES, J. B. P.;VEIGA, S. M. O. M.. Sanitizantes alternativos na qualidade microbiológica, física e química de morango (Fragária x Ananassa Duch) minimamente processados.. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Maíra Maciel Mattos de Oliveira

PICCOLI, Roberta Hilsdorf;VEIGA, S. M. O. M.; BATISTA, L. R.; DIAS, D. R.; OLIVEIRA, R. M.. A review of current and emergent biofilm control strategies. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Luiz Carlos do Nascimento

LIMA, Luiz Carlos de Oliveira; PICCOLI, Roberta Hilsdorf;FIORINI, João EvangelistaVEIGA, S. M. O. M.. Uso de água ozonizada e ultra-som como sanificantes alternativos de hortaliças. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Nelma de Mello Silva Oliveira

VEIGA, S. M. O. M.; PICCOLI, Roberta Hilsdorf; LOGATO, Priscila Vieira Rosa; PRADO, Mônica Elisabeth Torres;FIORINI, João Evangelista. Avaliação da atividade sanificante do ozônio, cloro e ultra-som sobre filé de tilápia. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Carolina Helena Loureiro

VEIGA, S. M. O. M.. Avaliação do uso de benzodiazepínicos na Drogaria Nossa em Itajubá-MG. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Atenção Farmacêutica) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Valeria Maria das Dores Heyden

VEIGA, S. M. O. M.. A evolução histórica da farmacovilância. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Atenção Farmacêutica) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Valdirene de Matos

VEIGA, S. M. O. M.. Fármacos com isotretinoína: estudo sobre o grau de conhecimento de farmacêuticos e usuários.. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Farmácia Magistral) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Graziela A

VEIGA, S. M. O. M.. T. C. Gonçalves e Nara C. de S. C. Oliveira. Atenção farmacêutica a pacientes com o Mal de Alzheimer.. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Farmácia Magistral) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Bárbara Juliana P

VEIGA, S. M. O. M.; VIEIRA, A.S.; VIEIRA, Elizabeth Pizzamiglio. Borges e Viviane Leal Gonçalves. A importância da qualidade da água na manipulação de medicamentos numa farmácia magistral. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Farmácia Magistral) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Camila Melina de Carvalho Silveira

NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.; Azeredo, E. M. C.. Avaliação microbiológica de equipamentos e utensílios deo Restaurante Universitário da universidade Federal de Alfenas. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: ana beatriz Carvalho Torres

MARQUES, L. A. M.VEIGA, S. M. O. M.; Marques, A.. AVALIAÇÃO DO USO DE CONTRACEPTIVO DE EMERGÊNCIA POR MULHERES ATENDIDAS PELO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS) EM ALFENAS-MG. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Cristiane da Silva Ribeiro

NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.; SANTOS, B. R.. Redução de atributos depreciativos da qualidade de café de varrição. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Andressa Facci Villas Boas

VEIGA, S. M. O. M.; NASCIMENTO, L. C.; CARVALHO, P. L. N.. Avaliação Microbiológica de Queijos Minas Frescal Artesanais e Industrializados. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Higor Matheus Bueno Silva

NASCIMENTO, L. C.; DELLA LÚCIA, F.; CARVALHO, P. L. N.;VEIGA, S. M. O. M.. SEGURANÇA SANITÁRIA DE PRATOS TÍPICOS DA CULINÁRIA JAPONESA REVISÃO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: ROSA MADALENA DE MIRANDA

NASCIMENTO, L. C.; AVELINO, Cássia Carneiro;VEIGA, S. M. O. M.; CARVALHO, P. L. N.. Qualidade sanitária de preparações alimentícias de serviços de alimentação de uma IFES. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Allen Cristina Ribeiro da Silva

SILVA JUNIOR, S. I.;VEIGA, S. M. O. M.; BALDONI, N. R.. Nível de informação sobre Dengue entre usuários de ESF em Alfenas, MG. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Giuliana Martina Castorani

VEIGA, S. M. O. M.; NASCIMENTO, L. C.; CARVALHO, P. L. N.. Atividade antimicrobiana in vitro de óleos essencias contra patógenos alimentares. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Laura Salvatti Zanuni

LEITE, M. F.; NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Avalaição da eficácia antimicrobiana de sistema conservante utilizado em enxaguatório bucal. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Matheus Bruno Bueno

LEMES, R. M. L.; DIAS, A. L. T.;VEIGA, S. M. O. M.. Investigação de Cryptococcus spp. em excretas de pombos na praça Getúlio Vargas em Alfenas, MG: perfil de sensibilidade e resistência. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: João Carlos Vilela Vieira

LEMES, R. M. L.; NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Caracterização fenotípica de Candida albicans isoladas de fezes humanas. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Amanda Rodrigues de Lima

NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Atividade antimicrobiana de compostos presentes em frutas tropicais: uma revisão da literatura. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Katia Diniz Campbell

NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. lavagem das mãos- revisão.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Amanda Cristina Rodrigues Gama de Souza

NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. .Análise de sorvete de massa e picolés vendidos na cidade de Alfenas - MG. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Renata de O

NASCIMENTO, LUIZ CARLOS DO;VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS. Arantes e Silva, Cíntia C. Cruz, Mylena Martins.Qualidade microbiológica de produtos artesanais à base de chocolate e sensibilidade antimicrobiana das cepas isolada.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Débora Thalita M

NASCIMENTO, LUIZ CARLOS DO; Ramon Alves de Oliveira Paula;VEIGA, S. M. O. M.. Pereira, Daniela A. M. Trindade, Leandra A.Sanitização de superfícies de aço inoxidável contaminadas por Staphylococcus aureus. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Amanda Rodrigues de Lima

NASCIMENTO, Luiz Carlos DoVEIGA, S. M. O. M.. Atividade antimicrobiana de compostos presentes em frutas tropicais: uma revisão da literatura. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Katia Diniz Campbell

NASCIMENTO, Luiz Carlos DoVEIGA, S. M. O. M.; PAULA, RAMON ALVES DE OLIVEIRA. Lavagem das maõs: revisão. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Ana Luisa Perini Leme Giordano

LEMES, R. M. L.; Malachias, L. C. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Perfil de Candida tropicalis isoladas de fezes frescas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Amanda Cristina Rodrigues Gama de Souza

NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Análise de sorvete de massa e picolés vendidos na cidade de Alfenas - MG.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Gustavo Brunelli Vallim

NASCIMENTO, L. C.; VIEIRA, D. C. M.;VEIGA, S. M. O. M.. Atividade antimicrobiana de fármacos complexados. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Ana Luisa Perini Leme Giordano

LEMES, R. M. L.; Malachias, L. C. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Perfil de Candida tropicalis isoladas de fezes frescas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Gustavo Brunelli Vallim

NASCIMENTO, L. C.; VIEIRA, D. C. M.;VEIGA, S. M. O. M.. Atividade antimicrobiana de fármacos complexados. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Mariana Belmonte Galvão

VEIGA, S. M. O. M.; NASCIMENTO, L. C.. Qualidade microbiológica de alimentos oriundos do comércio ambulante e intervenção educativa. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Amanda Cristina Pereira de Oliveira e Marcela Forgerini

VEIGA, S. M. O. M.; NASCIMENTO, L. C.; AVELINO, Cássia Carneiro. Sanificação de superfície de aço inoxidável contaminada por Pseudomonas aeruginosa. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Carolina Gonçalves Siqueira

MARQUES, L. A. M.VEIGA, S. M. O. M.RASCADO, R. R.. Avaliação da Efetividade da Atenção Farmacêutica no Tratamento de Pacientes com Transctorno Bipolar do Humor. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Ana Karoliny Acerbi Soares

AVELINO, Cássia Carneiro; NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. UTILIZAÇÃO DO ÓLEO DA SEMENTE DE MORINGA OLEIFERA COMO CONSERVANTE EM EMULSÕES COSMÉTICAS. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Thiago dos Santos

RASCADO, R. R.VEIGA, S. M. O. M.. Uso do portal web e redes sociais na obtenção de reações adversas a medicamentos em endometriose. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Bruna Roberta de Oliveira

MARQUES, L. A. M.VEIGA, S. M. O. M.. Atenção Farmacêutica à pacientes com câncer. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Ana Helena Gomes dos Santos

AVELINO, Cássia Carneiro; NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Avaliação Microbiológica de Alicates de Cutícula e dos Métodos de Esterilização. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Bárbara Vsconcellos de Souza

NASCIMENTO, L. C.; CARVALHO, P. L. N.;VEIGA, S. M. O. M.. Avaliação microbiológica de artigos de festas. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Ana Paula Garcia de Lima

VEIGA, S. M. O. M.; CARVALHO, P. L. N.. Avaliação de métodos convencionais e alternativos para a desinfecção de estojos de lentes de contato. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Ana Carolina Bassi Fortes

VEIGA, S. M. O. M.; BOAS, Olinda Maria Gomes da Costa Villas; Souza, W. A.. O relato do uso de psicotrópicos entre universitários da área da saúde da Universidade Federal de Alfenas. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Taciane Maira Magalhães

VEIGA, S. M. O. M.; AVELINO, Cássia Carneiro; SILVA JUNIOR, S. I.;NASCIMENTO, Luiz Carlos Do; CHAVES, André R.. Pesquisa de Listeria monocytogenes e Salmonella sp em queijos ricota e cottage. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Mariane Gonçalves Santos

VEIGA, S. M. O. M.; MAGALHÃES, Verônica Ferreira;NASCIMENTO, Luiz Carlos Do; SILVA JUNIOR, S. I.; ALVES, M.. Qualidade microbiológica de diferentes marcas de água mineral comercializadas em Alfenas-MG. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Juliana Modulo

VEIGA, S. M. O. M.MARQUES, L. A. M.RASCADO, R. R.; SANTOS, J. Z.. Acompanhamento Farmacoterapêutico de Diabéticos: avaliação da efetividade do tratamento. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: ALINE M

VEIGA, S. M. O. M.. Lana e Lívia C. Crivellenti.Efeito do processamento sobre a qualidade nutricional, microbiológica e sensorial de cenoura (Daucus carota L). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Mariane S

VEIGA, S. M. O. M.. Marcomini e Shelly G. Leite.Qualidade microbiológica da merenda escolar.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Luciene Terezina de Lima

VEIGA, S. M. O. M.. Detecção molecular de Escherichia coli em creme lanete e creme não iônico.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Kátia A

VEIGA, S. M. O. M.. A. Salazar e Carolina P. Carvalho.Anáslise físico-química e microbiológica da água purificada utilizada em farmácias de manipulação.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Cyntia Borges de Souza e Keila Alves Morini

VEIGA, S. M. O. M.; MARQUES, Marcos José; LOYOLA, Carlos. Avaliação do controle vetorial realizados por agentes e saúde em loteamentos em diferentes níveis de incidência de casos de dengue na cidade de Alfenas-MG. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Rogéria Cristina Zauli

SANTOS, Marcelo Henrique; FRANCO, M. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Avaliação de algumas propriedades químicas e biológicas da própolis G6 de Apis mellifera da Bahia. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Marcus Vinícius Gomes da Silva

VEIGA, S. M. O. M.; ORLANDO, Tereza Cristina; MARQUES, Marcos José. Identificação molecular de amebas de vida livre potencialmente patogênicas do reservatório da UHE de Furnas, Alfenas, MG. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: André Luís Ribeiro Claudino

VEIGA, S. M. O. M.CHAVASCO, Jorge Kleber; AVELINO, Cássia Carneiro. Determinação da concentração inibitória mínima (CIM) de antifúngicos sobre amostras de Candida albicans. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Delano Anibal da Silva

VEIGA, S. M. O. M.; SILVA, Antônio Carlos da; SIQUEIRA, Rosângela Vieira. Estudo da fauna flebotomínica no Vale do Rio Doce, município de Aimorés-MG. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Reginaldo dos Santos Pedroso

VEIGA, S. M. O. M.; SIQUEIRA, Rosângela Vieira. Pesquisa de cistos de protozoários, ovos e larvas de helmintos em chupetas de crianças de zero a 7 anos. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Elislene Dias Drumond

VEIGA, S. M. O. M.. Avaliação da sensibilidade de Cryptococcus neoformans e Candida albicans a fungicidas de uso agronômico. 2005. Outra participação, Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Claudete Romeiro Nascimento Vieira

VEIGA, S. M. O. M.CHAVASCO, Jorge Kleber; FRANCO, M. C.. Qualificação - Sistema de pasteurização de carcaças de porco. 2002. Outra participação, Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; PEREIRA, C. A. J.; LIVONESI, M. C.; ALMEIDA, L. A.; NASCIMENTO, L. C.. CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS PARA PROVIMENTO EFETIVO DE VAGAS DA CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR, NA CLASSE A. Disciplinas: Parasitologia Clínica e Estágios Curriculares.. 2017. Universidade Federal de Alfenas.

PODESTÁ, M. H. M. C.; CERON, C. S.;VEIGA, S. M. O. M.; EV, L. S.; PACHECO, L. H. L. T.. Professor do Magistério Superior Edital 075.2016Disciplinas Assistência Farmacêutica I e II, Farmácia hospitalar e Estágio no SUS. 2016. Universidade Federal de Alfenas.

PEREIRA, G. R.; GARCIA, A. L.;VEIGA, S. M. O. M.. Concurso/Processo Seletivo Disciplinas Tecnologia de Cosméticos, Farmacotécnica homeopática e Controle de Qualidade Microbiológico. 2015. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.NASCIMENTO, Luiz Carlos Do; SILVA, Antônio Carlos da; ARANTES, C. I. S.. Concurso Público Professor Adjunto Epidemiologia, Saúde Coletiva, Políticas Públicas, Gestão em Saúde Púbica.. 2009. Universidade Federal de Alfenas.

AVELINO, Cássia Carneiro;VEIGA, S. M. O. M.CHAVASCO, Jorge KleberFIORINI, João Evangelista; DIAS, A. L. T.. Concurso Público Professor Adjunto, disciplinas de Bacteriologia Clínica e Micologia Clínica.. 2009. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; MAGALHÃES, Verônica Ferreira; IKEGAKI, Massaharu;FIORINI, João EvangelistaCARVALHO, E. P.. Concurso Público Professor Adjunto Epidemiologia, Saúde Coletiva, Estágio II e Microbiologia de Alimentos. 2008.

IKEGAKI, Massaharu;VEIGA, S. M. O. M.; MORAES, A.L.L.. Processo Seletivo Simplificado de Provas e Títulos para Professor Substituto do conjunto de disciplinas Tecnologia de Fermentações e Microbiologia e Higiene dos Alimentos. 2007. Universidade Federal de Alfenas.

CARVALHO, Helenice Aparecida;VEIGA, S. M. O. M.; IKEGAKI, Massaharu;LIMA, Luiz Carlos de Oliveira. Concurso público de provas e títulos para professor adjunto, do conjunto de disciplinas: Bromatologia e Tecnologia de Alimentos. 2006. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.. Membro titular da banca examinadora do concurso público de provas e títulos para Professor Assistente , área: Ciência dos Alimentos, Departamento de Nutrição. 2005. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.. Banca examinadora do processo seletivo de prova e títulos para Professor Substituto, do conjunto de disciplinas: Estágio em Farmácia/ Fundamentos em Epidemiologia e Saúde Coletiva. 2005. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.. Banca examinadora do processo seletivo de prova e títulos para Professor Assistente, área de Alimentação e Nutrição. 2005. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.. Banca examinadora do processo seletivo simplificado de provas e títulos para Professor Substituto das disciplinas de Microbiologia e Imunologia Básicas. 2005. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.. Banca examinadora do processo seletivo de prova e títulos para Professor Substituto, do conjunto de disciplinas: Administração de Unidades de Alimentação e Nutrição I e II / Custos em Unidades de Alimentação e Nutrição / Estágio Supervisionado em Unidades de Alimentação e Nutrição. 2004. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; MAGALHÃES, Verônica Ferreira; VIEIRA, Elizabeth Pizzamiglio. Banca Examinadora do Processo Seletivo de Provas e Títulos para Professor Substituto da disciplina de Epidemiologia e Saúde Coletiva. 2002. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; IKEGAKI, Massaharu; MARTINO, Hércia Stampini Duarte. Banca Examinadora do Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Assistente do Conjunto de Disciplinas : Educação nutricional e Ética Profissional. 2002. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; MAGALHÃES, Verônica Ferreira; VIEIRA, Elizabeth Pizzamiglio. Banca examinadora do processo Seletivo de Provas e Títulos para professor Substituto da Disciplina de Epidemiologia e Saúde Coletiva. 2002. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; MAGALHÃES, Verônica Ferreira; SILVEIRA, Ângela M Duarte da. Banca Examinadora do Processo Seletivo de Provas e Títulos para Professor Substituto do conjunto de disciplinas? Higiene Social e Estágio em Farmácia. 2000. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; MAGALHÃES, Verônica Ferreira; SILVEIRA, Ângela M Duarte da. Banca Examinadora do Processo Seletivo de Provas e Títulos para Professor Substituto. 2000. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; BOAS, Olinda Maria Gomes da Costa Villas; ARAÚJO, Magali Benjamim de; JACIRA; TAVARES, José Carlos. Banca Examinadora do Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Assistente do Conjunto de Disciplinas: Farmácia hospitalar, Higiene social e Supervisão de estágio. 1998. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.CHAVASCO, Jorge Kleber; SIQUEIRA, Antônio Martins. Banca da Comissão Examinadora do Processo Seletivo de Provas e Tïtulos para Professor Substituto. 1998. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; BOAS, Olinda Maria Gomes da Costa Villas; ARAÚJO, Magali Benjamim de. Processo Seletivo para Professor Substituto no conjunto de disciplinas Farmácia Hospitalar e estágio Curricular. 1997. Universidade Federal de Alfenas.

Paula, F B A;VEIGA, S. M. O. M.; SILVA, M. A.; Corrêa, D. A.. Banca Examinadora do Processo seletivo para o Grupo PET Farmácia Edital 046/2018. 2018. Universidade Federal de Alfenas.

GOUVEIA, C. M. C. C.; SANTOSFILHO, P. R.; SILVA, R. O.;VEIGA, S. M. O. M.; CHAVES, E. C. L.. Banca Examinadora do Processo seletivo para Professor Tutor do Grupo PET Odontologia Edital 017/2018. 2018. Universidade Federal de Alfenas.

Corrêa, D. A.;MARQUES, L. A. M.; AVELINO, Cássia Carneiro;VEIGA, S. M. O. M.. Banca do processo Seletivo para Obtenção de Novo Título e Transferência Externa. 2016. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; CARVALHO, R. S.; SALIBA, A. S. M. C.. Banca Edital 014.2016 Seleção de Tutor dos Grupos PET - Banca PET Odontologia. 2016. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.MARQUES, L. A. M.; NASCIMENTO, L. C.; MAGALHAES, V. F.; DUARTE, Stella Maris da Silveira. Banca Processo Seletivo para o PET Farmacia Edital 050.2015. 2015. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.MARQUES, L. A. M.; MAGALHAES, V. F.; NASCIMENTO, L. C.. Seleção de bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Edital 060.2014. 2014. Universidade Federal de Alfenas.

MOREIRA, D. S.; CARVALHO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Banca Seleção Professor Tutor do Grupo PET Enfermagem. 2014. Universidade Federal de Alfenas.

PEREIRA, E. M.;MARQUES, L. A. M.; NASCIMENTO, L. C.;VEIGA, S. M. O. M.. Banca do Processo Seletivo para o PET Farmácia - Edital 041/2013.. 2013. Universidade Federal de Alfenas.

VEIGA, S. M. O. M.; JUNQUEIRA, M. E. R.. Banca examinadora do processo de seleção para alunos propensos ao PET(Programa Especial de Treinamento). 1993. Universidade Federal de Alfenas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

João Evangelista Fiorini

FIORINI, J. E.. Aids e Adolescência: Subsídios para a Educação. 1997 - Universidade de Alfenas.

João Evangelista Fiorini

FIORINI, J. E.. Sanificação de carcaças de frango: processos alternativos. 2003. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

João Evangelista Fiorini

FIORINI, J. E.FARIA E SILVA, P. M.; CARVALHO, E. P.. Eficiência da Água Ozonizada como Método Alternativo para Sanificação de Carcaças de Frango. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Jorge Kleber Chavasco

CHAVASCO, J. K.FIORINI, João EvangelistaSILVA, Paulo Marcio Faria e. Sanificação de carcaças de frango: Processos alternativos. 2003. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Jorge Kleber Chavasco

CHAVASCO, J. K.; FIORINI, Joao Evangelista;SILVA, Paulo Marcio Faria e; AVELINO, Cassia Carneiro; CARVALHO, Eliana Pinheiro; SILVEIRA, Ivana Aparecida da; VILLAS BOAS, Eduardo Valério de Barros. Sanificação de carcaças de franfo: processos alternativos. 2003. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos - Universidade Federal de Lavras/UFLA) - Universidade Federal de Lavras.

Jorge Kleber Chavasco

CHAVASCO, J. K.; FIORINI, Joao Evangelista;SILVA, Paulo Marcio Faria e. Exame de Qualificação de Doutorado. 2002 - Universidade Federal de Lavras.

Eduardo Válerio de Barros Vilas Boas

FIORINI, João Evangelista; CARVALHO, Eliana Pinheiro de;VILAS BOAS, E. V. de B.; SILVA, Paulo Márcio de Faria e; CHAVASCO, Jorge Kleber. Sanificação de carcaças de frango: processos alternativos. 2003. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Elaine Vilela Generoso

AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DA AÇÃO DE SANIFICANTES NA REDUÇÃO DE SALMONELLA SP; E LISTERIA MONOCYTOGENES EM CORTES DE FRANGO; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais; (Orientador);

Henrique Lentulo Araujo

UTILIZAÇÃO DA FARINHA DE BAGAÇO DO MALTE DE CEVADA NA PRODUÇÃO DE SALSICHA; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais; (Orientador);

Rosângela Zampero

Uso dos extratos da flor e da semente de Moringa oleifera em tratamento de água de pequenas propriedades rurais; ; Início: 2014; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas; (Coorientador);

Flávia Andrade Ribeiro

Desempenho de métodos convencionais e alternativos para detecção de Salmonella spp em farinhas de carne e Osso; ; 2019; Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais,; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Juliana Borges Reis

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DOS ÓLEOS ESSENCIAIS CONTRA PATÓGENOS ALIMENTARES; 2019; Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais,; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Polyana de Faria Cardoso Abrão

COMPARAÇÃO ENTRE A BIOLOGIA MOLECULAR E A BACTERIOLOGIA CONVENCIONAL PARA DETECÇÃO DE Listeria monocytogenes; 2018; Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais,; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Polyana de Faria carvalho

Comparação da biologia molecular e bacteriologia convencional para detecção de Listeria monocytoges; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais,; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Luiz Carlos do Nascimento

A Hanseníase como problema de saúde pública e suas implicaçõessociais; 1998; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Educação Em Ciências) - Universidade José do Rosário Vellano,; Coorientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Gislene Regina Fernandes

Sanitizantes alternativos na qualidade microbiológica, física e química de morango (Fragária x Ananassa Duch) minimamente processados; ; 2013; Tese (Doutorado em Doutorado em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Flávio Henrique Silva Gonçalves

; CONTROLE DE QUALIDADE MICROBIOLÓGICO EM OVOS E DERIVADOS E PRINCIPAIS MICRORGANISMOS CONTAMINANTES; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Tatiane Alves Lima

INFLUÊNCIA DAS MICOTOXINAS DO MILHO NA SAÚDE HUMANA; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Andreza da Silva Santana Peruchi

PATÓGENOS NA CADEIA PRODUTIVA DE ALIMENTOS; ; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marília Regina Silva Marques

Atenção Farmacêutica em Doenças Infecciosas Congênitas; 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Atenção Farmacêutica) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Maria Cristina de Lima Oliveira

USO DE MEDICAMENTOS POR GESTANTES ATENDIDAS PELO PSF DO MUNICÍPIO DE CRISTINA-MG; 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Atenção Farmacêutica) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Sabrina Carvalho Queiroz

ATENÇÃO FARMACÊUTICA NO USO DE CONTRACEPTIVOS ORAIS; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Atenção Farmacêutica) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marisa Siqueira de Oliveira

Conhecimento e adesão às Precauções Universais entre Trabalhadores de Saúde da Cidade de Areado-MG; ; 1999; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em Administração Hospitalar) - Universidade José do Rosário Vellano; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Caroline Oliveira Araújo

EMPREGO DE SANITIZANTES PARA REDUÇÃO DE SALMONELLA SP; EM CORTES DE FRANGO; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Jeniffer Ramos da Silva

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA DE ABASTECIMENTO E DAS PREPARAÇÕES ALIMENTÍCIAS DE SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO DE UMA IFES ALFENAS 2019; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Higor Matheus Bueno Silva

SEGURANÇA SANITÁRIA DE PRATOS TÍPICOS DA CULINÁRIA JAPONESA, SUSHI E SASHIMI ? REVISÃO; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Isabella da Silva Cola

AÇÃO DO KEFIR SOBRE PATÓGENOS ALIMENTARES; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

ROSA MADALENA DE MIRANDA

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE HIGIÊNICO SANITÁRIA DE PREPARAÇÕES ALIMENTÍCIAS DE SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO DE UMA IFES; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Larissa Aparecida Paiva Nalon

Avaliação do conhecimento sobre o uso racional de medicamentos e intervenção educativa; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Maria Clara Freitas de Assis

Estudo de métodos para a detecção de Listeria monocytogenes; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Amanda Cristina Pereira de Oliveira

SANIFICAÇÃO DE SUPERFÍCIE DE AÇO INOXIDÁVEL CONTAMINADO POR PSEUDOMONAS AERUGINOSA; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Mariana Gonzaga Belmonte Galvão

Qualidade Microbiol[ogica de alimentos oriundos do com[ercio ambulante e interven;'ao educativa; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Bruna Alexandre Oliveira da Silva

QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE ESPECIARIAS; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Renan Gomes Bastos

Eficácia de sanificantes alternativos em morangos (Fragaria Ananassa Duch) cv; Oso Grande; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Olivia Augusto Pereira Lima

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DOS PRODUTOS ARTESANAIS DERIVADOS DO MILHO, COMERCIALIZADO EM ALFENAS - MG; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Simone Scaff Neves

Qualidade microbiológica da couve minimamente processada; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Ellen Neves Cunha

Qualidade higiênico-sanitária do leite UAT comercializado em Alfenas, MG; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Selma Fujinami Aratani

Qualidade higiênico-sanitária do leite UAT comercializado em Alfenas, MG; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

André R

Chaves e Taciane M; M; Hipólito; Pesquisa de Listeria monocytogenes e Salmonella spem queijos Ricota e Cottage; ; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Mariane G

Snatos e Meiriele Alves; Qualidade microbiológica de diferentes marcas de água mineral comercializadas em Alfenas-MG; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Camila pierrotti

Avaliação físico-química e microbiológica mel comercializado em Alfenas ? MG; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Patrícia L N de Carvalho e Flávia A Saikawa

Pesquisa de Listeria monocytogenes em amostras de leite e de queijo minas frescal; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Lívia D

Guimarães e Flávia C; Marotta; Avaliação da eficiência de diferentes tratamentos para a redução de E; coli ATCC 25922 em morango (Fragaria amamassa duch) e de suas influências na vida útil do produto; ; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marcus C Borin e William Y

Oguido; Avaliação da eficiência do oônio e ultra-som como sanificantes em tomate cereja (Lycopersicon esculentum var; cerasiforme) e de suas influências na vida útil do produto; ; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Giórgia G

Silveira; Marina C; Tomazela e Sabrina P; Pimenta; Análise microbiológica de dietas enterais e dos riscos inerentes ao preparo; ; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Mariana Oliveira D?Ambrósio

Avaliação da qualidade microbiológica de dietas enterais artesanais produzidas em ambiente hospitalar; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Paula Telles Poeta

Avaliação Microbiológica de águas minerais comercializadas no município de Alfenas, MG; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Dulcimara Aparecida Coelho

Isolamento de cepas de Salmonella sp e Staphylococcus sp de cortes de frango e avaliação da suscetibilidade aos antimicrobianos; 2004; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Jessica Cristina Alves

EMPREGO DE SANITIZANTES PARA REDUÇÃO DE SALMONELLA SP; EM CORTES DE FRANGO; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Maria Clara Freitas de Assis

ESTUDO DE MÉTODOS CONVENCIONAIS E ALTERNATIVOS PARA A DETECÇÃO DE LISTERIA MONOCYTOGENES EM LEITE UAT; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Nicoly Mendes da Silva Maria

UTILIZAÇÃO DA FARINHA DE BAGAÇO DO MALTE DE CEVADA NA PRODUÇÃO DE SALSICHA; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Escola Estadual Judith Vianna, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Giuliana Martina Castorani

ATIVIDADE ANTIMICROBIANA IN VITRO DE ÓLEOS ESSENCIAIS CONTRA PATÓGENOS ALIMENTARES; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Renata de Oliveira Arantes e Silva

; QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS ARTESANAIS À BASE DE CHOCOLATE E SENSIBILIDADE ANTIMICROBIANA DAS CEPAS ISOLADAS; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Thais Ribeiro da Rocha

QUALIDADE MICROBIOLOGIA DE DOCES ARTESANAIS E O PERFIL DE SENSIBILIDADE DAS CEPAS ISOLADAS AOS ANTIMICROBIANOS; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Débora Thalita Monteiro Pereira

SANITIZAÇÃO DE SUPERFÍCIES DE AÇO INOXIDÁVEL CONTAMINADAS POR STAPHYLOCOCCUS AUREUS; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Ana Karoliny Acerbi Soares

UTILIZAÇÃO DO ÓLEO DA SEMENTE DE MORINGA OLEIFERA COMO CONSERVANTE EM EMULSÕES COSMÉTICAS; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Giuliana Martina Castorani

ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE ÓLEOS ESSENCIAIS SOBRE PATÓGENOS ALIMENTARES; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Vinícius Nério da Silva

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E INTERVENÇÃO EDUCATIVA; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Vera Maria Paiva Lino

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA DE CONSUMO; 2016; Iniciação Científica - Escola Estadual Samuel Engel, BIC Júnior da Unifal-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marcela Forgerini

SANIFICAÇÃO DE SUPERFÍCIE DE AÇO INOXIDÁVEL CONTAMINADO POR PSEUDOMONAS AERUGINOSA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Natacha Rocha Antonacio

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS COMERCIALIZADOS POR AMBULANTES; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Felipe Pitondo Silva Quintiliano

AVALIAÇÃO ENTEROPARASITÁRIA E BACTERIOLÓGICA DE HORTALIÇAS COMERCIALIZADAS EM FEIRA LIVRE NA CIDADE DE ALFENAS ? MG; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Monique Hellen Vieira Ferreira

Avaliação microbiológica de alicates de cutícula e dos métodos de esterilização; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, PROGRAMA DE BOLSAS DE iNICIAÇÃO CIENTÍFICA-UNIFAL-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

José Guilherme Cardoso Chagas

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA MINERAL; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Escola Estadual Dr; Emílio da Silveira, BIC Júnior da Unifal-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Joice Olívia Medeiros Lima

QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DO QUEIJO MINAS CURADO, TIPO CANASTRA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Thaylla Albino Vieira

AVALIAÇÃO DE MÉTODOS CONVENCIONAIS E ALTERNATIVOS PARA A DESINFECÇÃO DE ESTOJOS DE LENTES DE CONTATO; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marília Álvaro de Araújo

Qualidade Microbiológica das Águas de abastecimento e mineral consumidas em uma Instituição Federal de Ensino Superior; 2013; Iniciação Científica - Escola Estadual Dr; Napoleão Salles; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Paula de Sousa Moreira

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO QUEIJO MINAS FRESCAL ARTESANAL E INDUSTRIALIZADO; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Cláudia Andrade Freire

: PESQUISA DE LISTERIA MONOCYTOGENES EM RICOTAS COMERCIALIZADAS NO SUL DE MINAS GERAIS; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, PROGRAMA DE BOLSAS DE iNICIAÇÃO CIENTÍFICA-UNIFAL-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

João Eduardo Carvalho Campos

ANÁLISE DO PERFIL QUÍMICO E MICROBIOLÓGICO DE SALSICHAS TIPO ?HOT DOG? COMERCIALIZADAS EM ALFENAS-MG; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Cláudia Andrade Freire

PESQUISA DE LISTERIA MONOCYTOGENES EM RICOTAS COMERCIALIZADAS NO SUL DE MG; ; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, PROGRAMA DE BOLSAS DE iNICIAÇÃO CIENTÍFICA-UNIFAL-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Jaqueline de Lima Germano

EFICIÊNCIA DE SANIFICANTES ALTERNATIVOS EM TOMATE CEREJA (LYCOPERSICON ESCULENTUM VAR; CERASIFORME) E DE SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA ÚTIL DO PRODUTO; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - PIBIC Unifal-MG, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

João Eduardo Carvalho Campos

ANÁLISE DO PERFIL QUÍMICO E MICROBIOLÓGICO DE SALSICHAS TIPO ?HOT DOG? COMERCIALIZADAS EM ALFENAS-MG; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Gisele Aparecida Isidoro

QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE ESPECIARIAS; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Taciane Maíra Magalhães Hipólito

Qualidade higiênico-sanitária do queijo Minas curado, tipo Canastra; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Jéssica Moreira Rafael

Qualidade higiênico-sanitária do leite UAT comercializado em Alfenas, MG; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Josidel Conceição Oliver

Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes sobre o marolo (Annona crassiflora Mart; ) e de suas influências na vida útil do produto; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Paloma dos Reis Rosa

Técnicas rotineiras utilizadas no Laboratório de Microbiologia de Alimentos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino médio) - Escola Estadual Padre José Grimminck, BIC Júnior da Unifal-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Antônio dos Reis Lopes

Pesquisa de agentes formadores de biofilmes em equipamentos purificadores de água para laboratório; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marcelo Macedo Nubile

Avaliação Microbiológica da Couve Minimamente Processada; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, PROGRAMA DE BOLSAS DE iNICIAÇÃO CIENTÍFICA-UNIFAL-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Patrícia Lunardelli Negreiros de Carvalho

Pesquisa de agentes formadores de biofilmes em equipamentos purificadores de água para laboratório; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Giórgia Gobbi da Silveira

Análise microbiológica de dietas enterais e dos riscos inerentes ao preparo; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Nutrição) - Universidade Federal de Alfenas, PROGRAMA DE BOLSAS DE iNICIAÇÃO CIENTÍFICA-UNIFAL-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Marcus Carvalho Borin

Avaliação da eficiência do oônio e ultra-som como sanificantes em tomate cereja (Lycopersicon esculentum var; cerasiforme) e de suas influências na vida útil do produto; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Lívia Damas Guimarães

Avaliação da eficiência de diferentes tratamentos para a redução de E; coli ATCC 25922 em morango (Fragaria amamassa duch) e de suas influências na vida útil do produto; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Taciane Maíra Magalhães Hipólito

Pesquisa de Listeria monocytogenes e Salmonella sp em queijos Ricota e Cottage; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Tatiane Faria

AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIGIÊNICAS SANITÁRIAS DE ÁGUAS, MINAS E NASCENTES DO MUNICÍPIO DE ALFENAS, MG; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Escola Estadual Dr; Emílio da Silveira, BIC Júnior da Unifal-MG; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Roberto Antônio Souza

Isolamento de cepas de Salmonella e Staphylococcus em amostras de leites crus e pasteurizados e avaliação da suscetibilidade aos antimicrobianos; 2005; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Patrícia Negreiros de Carvalho

Pesquisa de Listeria monocytogenes em leite e queijo Minas frescal; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Ricardo Oliveira Avigo

Avaliação da qualidade microbiológica de água de minas e nascentes de Alfenas-MG; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Escola Estadual Dr; Emílio da Silveira, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Ana Gabriela Figueiredo Peloso

Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes em alface (Lactuca sativa) e de suas influências na vida útil do produto; 2005; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Cássia Aparecida Barbosa

Pesquisa de coliformes e Estreptococos fecais e bactérias heterotróficas em águas utilizadas em serviços públicos de saúde da cidade de Alfenas, MG; ; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Sirlei Rosângela Lourival

Cocentração mínima inibitória de cloro para Escherichia coli; 1995; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Thaylor Alves Gomes

Análise microbiológica da água de consumo em escolas; 2019; Orientação de outra natureza; (Ensino médio) - Escola Estadual Samuel Engel, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Isabella da Silva Cola

Monitoria em Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2019; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Lívia do Nascimento Santana

Monitoria em Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2019; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Andressa Facci Villas Boas

Monitoria em Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2019; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Maria Clara Freitas de Assis

Monitoria em Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2019; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Rafaela Adriane Cabrera

Monitoria em Saúde Coletiva aplicada à Farmácia; 2019; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Cassia Fernandes da Silva

Análise microbiológica de água de serviços de alimentação; 2018; Orientação de outra natureza; (Ensino médio) - Escola Estadual Dr; Emilio da Silveira, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Alana de Souza de Oliveira

Monitoria na Disciplina de Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2018; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Giuliana Martina Castorani

Monitoria na Disciplina de Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2018; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Jefferson Alves Santos Teixeira

Monitoria na Disciplina de Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos; 2018; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Rafaela Adriane Cabrera

Monitoria na Disciplina de Saúde Coletiva aplicada à farmácia; 2018; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Larissa Aparecida Paiva Nalon

Estágio na Empresa 3M do Brasil; 2017; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Amanda Cristina Rodrigues Gama de Souza

Estágio na Empresa Althaia S/A Indústria Farmacêutica; 2017; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Isabella de Cássia Lima Munhoz

Monitoria na Disciplina Controle de Qualidade Microbiológico de Medicamentos, Cosméticos e Alimentos; 2013; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Karina Bacha Quinto

Monitoria na Disciplina Controle de Qualidade Microbiológico de Medicamentos, Cosméticos e Alimentos; 2012; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Ramon Alves de Oliveira PaulaU

Estágio não obrigatório no SAAE Viçosa, MG; 2011; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Núbia Miranda VieiraUNIFA

Estágio não obrigatório na Mineração Água Padre Manoel Ltda em Passa Quatro, MG; ; 2011; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Clara Gavião Prado

Estágio não obrigatório na Empresa Ouro Fino Saúde Animal, Ribeirão Preto, SP; ; 2011; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Oriana Sabatina D'Alessandro Romano

Estágio não obrigatório na Mineração Água Padre Manoel Ltda em Passa Quatro, MG; ; 2011; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Tatiane Faria

Higiene dos Alimentos - bolsa atividade; 2010; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Taciane Maíra Magalhães Hipólito

Monitoria; 2009; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Lilian Harue Endo

; ; 2009; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Fernanda de Lima Moreira

Estágio de Interesse Curricular no Laticínios Múúúsa Indústria e Comércio Ltda; 2009; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Viçosa

Estágio extra-curricular; 2008; Orientação de outra natureza - Laboratório de Análise de Água; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Fernanda Lima Moreira - Muzambinho

Estágio extra-curricular; 2008; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Laboratório de Análise de Água; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Tiago Marques dos Reis - São J

B; do Glória; Estágio extra-curricular; 2008; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Laboratório de Análise de Água; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Samir Antônio Rodrigues Abjaude

Estágio extra-curricular; 2008; Orientação de outra natureza - Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Viçosa; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Sarah Naver Felizali Barbosa

Monitoria voluntária na Disciplina Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva; 2008; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Gabriela Rabelo Cardoso

Monitoria voluntária na Disciplina Estágio II (Estágio em Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva); 2008; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Meiriele Alves

Monitoria voluntária na Disciplina Controle de Qualidade Microbiológico de Medicamentos, Cosméticos e Alimentos; 2008; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Giane Benvinda Damas

; ; 2008; Orientação de outra natureza; (Química) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Luciene Terezina de Lima

; ; 2008; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Angélica Cristina de Souza

Monitoria na Disciplina de Microbiologia e Higiene dos Alimentos; 2007; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Lucas de Andrade Saraiva

Estágio extra-curricular; 2007; Orientação de outra natureza - Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saúde Coletiva; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Lucas de Andrade Saraiva

Estágio extra-curricular; 2007; Orientação de outra natureza - Laboratório M; Cassab; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Angélica Cristina de Souza

Monitoria; 2007; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Anderson Stojan Costa

; ; 2007; Orientação de outra natureza; (Química) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Patrícia Lunardelli Negreiros de Carvalho

Treinamento em Bacteriologia Geral; 2006; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Renata Cristina Silva Alves

Monitoria da disciplina de Epidemiologia e Saúde Coletiva; 2005; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Liliana Batista Vieira

Monitoria da disciplina de Epidemiologia e Saúde Coletiva; 2004; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Ana Gabriela Figueiredo Peloso

Monitoria da disciplina de Epidemiologia e Saúde Coletiva; 2004; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

João Evangelista Fiorini

AIDS e adolescência: subsídios para a educação; 1998; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Educação) - Universidade José do Rosário Vellano,; Orientador: João Evangelista Fiorini;

João Evangelista Fiorini

Sanificação de fcarcaças de frango: processos alternativos; 2003; 0 f; Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras,; Orientador: João Evangelista Fiorini;

Jéssica Rodrigues Pedro

Doenças Sexualmente Transmissíveis e Hepatites Virais; 2016; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Jéssica Rodrigues Pedro;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DE OLIVEIRA LOMEU, FERNANDA LAURIDES RIBEIRO ; VIEIRA, CAMILLA RIBEIRO ; LUCIA, FLÁVIA DELLA ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAES ; MARTINO, Hércia Stampini Duarte ; SILVA, ROBERTA RIBEIRO . Cocoa and unripe banana flour beverages improve anthropometric and biochemical markers in overweight women: A randomised double-blind study. INTERNATIONAL JOURNAL FOR VITAMIN AND NUTRITION RESEARCH , v. 90, p. 1-10, 2020.

  • REIS, J. B. ; FIGUEIREDO, L. A. ; CASTORANI, G. M. ; VEIGA, S. M. O. M. . Avaliação da atividade antimicrobiana dos óleos essenciais contra patógenos alimentares/ Evaluation of antimicrobial activity of essential oils against food pathogens. BJHR - Brazilian Journal of Health Review , v. 3, p. 342-363-363, 2020.

  • SANTOS, LORENNA LINO ; DE ALMEIDA, PEDRO COSTA LIMA ; RODRIGUES, CARLA APARECIDA ; DE BATTISTI, LUÍS FELIPE FRANCO ; COSTA, LELLIS HENRIQUE ; BASTOS, RENAN GOMES ; DE OLIVEIRA, CARLA MIGUEL ; FERRAZ, VANY PERPÉTUA ; MORAES, ANA LÚCIA LEITE ; PAULA, HUDSARA APARECIDA DE ALMEIDA ; PAULA, FERNANDA BORGES DE ARAÚJO ; SILVA, MARCELO JOSÉ DIAS ; VILEGAS, WAGNER ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS ; DA SILVA AMORIM, ANA FLÁVIA ; DA SILVA, GERALDO ALVES ; DA SILVA, MARCELO APARECIDO . Nutritional composition, fatty acid profile, phytochemistry and evaluation of the effects of Carya illinoinensis on diabetes. INTERNATIONAL JOURNAL OF FOOD SCIENCE AND TECHNOLOGY , v. ----, p. 1-9, 2019.

  • OLIVER, JOSIDEL CONCEIÇÃO ; BREDARIOLI, PAULA ANATÁLIA PEREIRA ; LEANDRO, FABRÍCIO DAMASCENO ; FERREIRA, CARLA BENEDINI RIBEIRO JORGE ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS ; DIAS, AMANDA LATERCIA TRANCHES . Ozone against Pseudomonas aeruginosa biofilms in contact lenses storage cases. REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO , v. 61, p. 1-5, 2019.

  • BASTOS, RENAN GOMES ; OLIVER, JOSIDEL CONCEIÇÃO ; GERMANO, JAQUELINE DE LIMA ; FERNANDES, GISLENE REGINA ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . Effectiveness evaluation of alternative sanitizers in microbiological quality of strawberry (Fragaria ananassa Duch Var. Oso Grande) after artificial contamination by Escherichia coli. Food Science and Technology , v. 092019, p. 1-5, 2019.

  • Reis, T.M. ; VEIGA, S. M. O. M. ; VIEIRA, L. B. ; MARQUES, Luciene Alves Moreira . PHARMACEUTICAL CARE IN FOCUS: Scientific dissemination as a driving force for the transformation of reality. Journal of Applied Pharmaceutical Sciences , v. 5, p. 1-1, 2018.

  • FORGERINI, MARCELA ; GONÇALVES, GUSTAVO BRUNO ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO PROJETO DE EXTENSÃO DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E HEPATITES VIRAIS. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 14, p. 913-926, 2016.

  • ALVES, ROSEANE APARECIDA DOS REIS ; FORGERINI, MARCELA ; SILVA, ÍTALA DOS SANTOS E ; VIEIRA, THAYLLA ALBINO ; LIMA, ANA PAULA GARCIA DE ; SENA, GABRIEL BRAULIO XAVIER ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA E EDUCAÇÃO EM DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E TEMAS RELACIONADOS. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 14, p. 1079-1086, 2016.

  • PAULA, RAMON ALVES DE OLIVEIRA ; FARIA, TATIANE ; GERMANO, JAQUELINE DE LIMA ; OLIVER, J. C. ; VEIGA, S. M. O. M. . CONHECIMENTO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE SOBRE SEGURANÇA ALIMENTAR E INTERVENÇÃO. Revista de APS (Online) , v. 18, p. 16-21-21, 2015.

  • HIPÓLITO, T. M. M. ; MONTEIRO, R. T. ; HIPOLITO, L. T. M. ; CHAVES, André R. ; VEIGA, S. M. O. M. . Qualidade higienicos sanitária do queijo minas artesanal do cerrado. Higiene Alimentar , v. 28, p. 158-162, 2014.

  • VEIGA, S. M. O. M. ; FARIA, T. ; Ramon Alves de Oliveira Paula . Perfil das Merendeiras Atuantes em Unidades Produtoras de Alimentação Escolar. Revista eletrônica - Nutrição em Pauta , v. XXII, p. 000, 2014.

  • HIPÓLITO, T. M. M. ; CHAVES, André R. ; HIPOLITO, L. T. M. ; CARVALHO, P. L. N. ; VEIGA, S. M. O. M. . Qualidade higienicossanitaria de queijos ricota e cottage. Higiene Alimentar , v. 27, p. 177-181, 2013.

  • Ramon Alves de Oliveira Paula ; VIEIRA, C. R. ; FARIA, T. ; INACARATO, M. R. ; NEGRI, F. P. ; OLIVER, J. C. ; VEIGA, S. M. O. M. . Qualidade Microbiológica da água de consumo em ecolas e centros municipais da educação infantil. Higiene Alimentar , v. 27, p. 141-146, 2013.

  • VIEIRA, CAMILLA RIBEIRO ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS ; FARIA, TATIANE ; PAULA, RAMON ALVES DE OLIVEIRA ; OLIVER, JOSIDEL CONSEIÇÃO ; ALCÂNTARA, BIANCA GONÇALVES VASCONCELOS ; RIBEIRO, FERNANDA REIS ; VALA, RAPHAELA MARIA FERNANDES ; CARVALHO, PATRÍCIA LUNARDELLI ; NASCIMENTO, LUIZ CARLOS . Higiene dos alimentos: atividades de ensino, pesquisa e extensÃo doi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrv.2013.111.326335. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 11, p. 326-335, 2013.

  • OLIVER, JOSIDEL CONCEIÇÃO ; PRADO, CLARA GAVIÃO ; OLIVEIRA, CRISTIANE CARNEIRO ; ALVARENGA, DALILA JUNQUEIRA ; COSTA, DELIZA RODRIGUES SANTOS ALVES ; GERMANO, JAQUELINE DE LIMA ; NERY, JÉSSICA MARIA ; NERY, JOYCE OLIVEIRA ; FERREIRA, JULIANE NAIARA ; SELICANI, LARISSA FERREIRA ; SOUZA, LARISSA ROCHA ARRUDA ; ROSA, LÊNIN MACHADO ; MONTEIRO, LÍLIA DE OLIVEIRA ; SIQUEIRA, NADIELLE GONÇALVES ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . Hepatite C: prevenção e diagnóstico. CEU Arkos La Universidad Vallartense , v. 11, p. 19-29, 2013.

  • FARIA, TATIANE ; PAULA, RAMON ALVES DE OLIVEIRA ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . Qualidade microbiolÃgica da Ãgua para consumo humano em unidades de alimentaÃÃo escolar doi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrv.2013.111.135144. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 11, p. 135-142, 2013.

  • COELHO, Dulcimara Aparecida ; FIORINI, João Evangelista ; SILVA, Paulo Márcio de Faria e ; VEIGA, S. M. O. M. . Ocorrência de Salmonella sp em cortes de frango e suscetibilidade aos antimicrobianos utilizados na terapia humana. Higiene Alimentar , v. 26, p. 132-137, 2012.

  • CARVALHO, P. L. N. ; NASCIMENTO, L. C. ; ABJAUDE, S. A. R. ; HIPOLITO, T. M. M. ; LOPES, A. R. ; VEIGA, S. M. O. M. . Água purificada para laboratório: qualidade microbiológica, formação de biofilme e uso do ozônio como sanificante alternativo. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 10, p. 260-269, 2012.

  • NASCIMENTO, L. C. ; MELO, L. F. ; VILELA, N. A. ; CARVALHO, P. L. N. ; VEIGA, S. M. O. M. . Qualidade higiênico - sanitária da carne de hambúrguer industrializada. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 10, p. 370-375, 2012.

  • ZAULI, R. D. ; Abreu, L.R. ; Da Silva, D. B. ; OLIVEIRA, N. M. S. ; VEIGA, S. M. O. M. ; Fiorini, João Evangelista . Determinação de nitrito e da qualidade microbiológica de salsichas tipo hot dog comercializadas em Alfenas. Higiene Alimentar , v. 26, p. 143-148, 2012.

  • SANTOS, Mariane Gonçalves ; ALVES, M. ; VEIGA, S. M. O. M. . Pesquisa de Pseudomonas aeruginosa em água mineral comercializada em Alfenas-MG. Higiene Alimentar , v. 26, p. 97-99, 2012.

  • OLIVER, JOSIDEL CONCEIÇÃO ; GERMANO, JAQUELINE DE LIMA ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . Eficiência de sanificantes alternativos sobre frutos contaminados artificialmente com Escherichia coli. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 10, p. 351-359, 2012.

  • FARIA, TATIANE ; PAULA, RAMON ALVES DE OLIVEIRA ; GERMANO, JAQUELINE DE LIMA ; OLIVER, JOSIDEL CONCEIÇÃO ; ALCÂNTARA, BIANCA GONÇALVES VASCONCELOS DE ; VIEIRA, CAMILLA RIBEIRO ; VEIGA, SANDRA MARIA OLIVEIRA MORAIS . Qualidade microbiológica da água de consumo humano e dos alimentos comercializados em lanchonete universitária. Revista da Universidade Vale do Rio Verde , v. 10, p. 360-369, 2012.

  • LANA, A. M. ; CRIVELLENTE, Lívia Castro ; Azeredo, E. M. C. ; VEIGA, S. M. O. M. . Avaliação da qualidade microbiológica de cenoura e eficiência de diferentes tratamentos contra E. coli. Higiene Alimentar , v. 25, p. 176-180, 2011.

  • CARVALHO, P. L. N. ; ABJAUDE, S. A. R. ; CAMILO, L. Y. ; GERENUTTI, E. ; ALENCAR, C. F. O. ; MELO, D. S. ; NASCIMENTO, L. C. ; NASCIMENTO, LUIZ CARLOS DO ; VEIGA, S. M. O. M. . Águas, minas e nascentes: avaliação higiênico-sanitária e atividades educativas, em parceria com poder municipal / Waters, mines and springs: the hygienic evaluation and educational activities in partnership with municipal. Higiene Alimentar , v. 25, p. 16-16, 2011.

  • CARVALHO, P. L. N. ; CARVALHO, P. R. ; HOFER, Ernesto ; REIS, Cristhiane M. F. dos ; VEIGA, S. M. O. M. . Enriquecimento secundário, a frio e microaerofilia: ferramentas auxiliares na detecção de Listeria em alimentos. Higiene Alimentar , v. 24, p. 169-174, 2010.

  • PELOSO, Ana Gabriela Figueiredo ; CARVALHO, P. L. N. ; VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; FIORINI, João Evangelista . Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes em alface (Lactuca sativa) e de suas influências na vida útil do produto. Higiene Alimentar , v. 24, p. 122-127, 2010.

  • SILVEIRA, G G ; PIMENTA, S. P. ; TOMAZELA, M C ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; VEIGA, S. M. O. M. . Análise microbiológica de dietas enterais e dos riscos inerentes ao seu preparo. Higiene Alimentar , v. 24, p. 109-113, 2010.

  • OLIVEIRA, Rafaela Bergmann Strada de ; PEREIRA, M. A. ; VEIGA, S. M. O. M. ; SCHNEEDORF ; OLIVEIRA, N. M. S. ; FIORINI, J. E. . Microbial Profile of a kefir Sample Preparations-grains in Natura and Lyophilized and Fermented Suspension. Ciência e Tecnologia de Alimentos (Impresso) , v. 30, p. 1022-1026, 2010.

  • MARQUES, L. A. M. ; RASCADO, R. R. ; VEIGA, S. M. O. M. ; SANTOS, Mariane Gonçalves ; CAMILO, Y C ; ALENCAR, Cássia F. O. . ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO IDOSO INTEGRANTE DA UNATI (Universidade Aberta à Terceira Idade) DA UNIFAL-MG. Udesc em Ação , v. Vol. 4, p. 1-10, 2010.

  • VIEIRA, E. A. ; Souza, A. C. ; VEIGA, S. M. O. M. ; CHAVASCO, Jorge Kleber . Avaliação higiênico-sanitária dos sucos de laranja comercializados em Alfenas, MG. Higiene Alimentar , v. 23, p. 153-157, 2009.

  • CARVALHO, P. L. N. ; CARVALHO, P. R. ; HOFER, Ernesto ; REIS, C. M. F. ; VEIGA, S. M. O. M. . Research about Listeria sp and others contamination indicators to milk's and cheese's sale in the south of Minas Gerais State. Australian Journal of Basic and Applied Sciences , v. 3, p. 4422-4431, 2009.

  • NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; LIMA, Luiz Carlos de Oliveira ; PICOLLI, R.H ; FIORINI, João Evangelista ; DUARTE, Stella Maris da Silveira ; SILVA, José Maurício Schneedorf Ferreira ; OLIVEIRA, Nelma de Mello Silva ; VEIGA, S. M. O. M. . Ozônio e ultra-som: processos alternativos para o tratamento do café despolpado.. Ciência e Tecnologia de Alimentos (Impresso) , v. 28, p. 282-294, 2008.

  • POETA, Paula Telles ; SALOMAO, R. G. ; VEIGA, S. M. O. M. . Avaliação microbiológica de águas minerais envasadas comercializadas no município de Alfenas-MG.. Higiene Alimentar , v. 22, p. 32-35, 2008.

  • COELHO, Dulcimara Aparecida ; SILVA, Paulo Márcio de Faria e ; VEIGA, S. M. O. M. . Avaliação da qualidade microbiológica de águas minerais comercializadas em supermercado da cidade de Alfenas. Higiene Alimentar , v. 21, p. 88-92, 2007.

  • ALMEIDA, Aline D ; MENDES, Aline ; PEREIRA, F F ; PASQUA, Marina C ; VEIGA, S. M. O. M. . Pesquisa de Staphylococcus coagulase positivo em queijo minas frescal comercializado na cidade de Alfenas, MG.. Higiene Alimentar , v. 20, p. 45-50, 2006.

  • COELHO, Dulcimara Aparecida ; VEIGA, S. M. O. M. ; SILVA, Paulo Márcio de Faria e ; Michelle Carneiro Tanure ; Maria Aparecida Pereira ; Ivana de Cássia Raimundo ; PICCOLI, Roberta Hilsdorf ; FIORINI, João Evangelista . Avaliação da qualidade microbiológica de massas de quibe de carne bovina recém preparadas, comercializadas em açougues do município de Alfenas, MG.. Higiene Alimentar , v. 20, p. 80-84, 2006.

  • MENDES, Josirene Borges ; TAHAN, Flora ; OLIVEIRA, Fernanda Laurides Ribeiro de ; BUENO, Júlia Macedo ; MONTEIRO, Márcia Regina Pereira ; VEIGA, S. M. O. M. . Avaliação da qualidade microbiológica do leite pasteurizado tipo C comercializado na cidade de Alfenas, MG. Higiene Alimentar , São Paulo, v. 19, n.135, p. 64-67, 2005.

  • NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; LIMA, Luiz Carlos de Oliveira ; PICCOLI, Roberta Hilsdorf ; VEIGA, S. M. O. M. ; FIORINI, João Evangelista . Uso de derivados clorados, ozônio e ultra-som na sanificação de água e alimentos - revisão. Higiene Alimentar , São Paulo, v. 19, n.136, p. 48-57, 2005.

  • GOMES, Paulo Clairmont F de L ; CAMPOS, Jussara Júlia ; MENEZES, Maico de ; VEIGA, S. M. O. M. . Análise físico-química e microbiológica da água de bebedouros de uma IFES do Sul de Minas Gerais. Higiene Alimentar , São Paulo, v. 19, n.133, p. 63-65, 2005.

  • VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; CARVALHO, E. P. ; CARDOSO, Claudia Catelani ; FIORINI, João Evangelista . Eficácia da água ozonizada contra patógenos encontrados em água e alimentos. Higiene Alimentar , São Paulo, v. 17, n.106, p. 95-99, 2003.

  • CARDOSO, Claudia Catelani ; VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; FIORINI, João Evangelista ; AMARAL, Luiz Augusto Do . Avaliação microbiológica de um processo de sanificação de galões de água com a utilização do ozônio. Ciência e Tecnologia de Alimentos (Impresso) , Campinas, v. 23, n.1, p. 59-61, 2003.

  • VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; CARDOSO, Claudia Catelani ; CARVALHO, E. P. ; FIORINI, João Evangelista . Eficiência da água ozonizada na inativação de três patógenos alimentares. Revista da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, Alfenas, n.23, p. 105-109, 2003.

  • VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, L. C. ; CARVALHO, E. P. ; CARDOSO, C. C. ; FIORINI, J. E. . Eficácia da água ozonizada contra patógenos encontrados em água e alimentos. Higiene Alimentar , v. 17, p. 95-99, 2002.

  • VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do ; CARDOSO, Claudia Catelani ; CARVALHO, E. P. . Eficiência da água ozonizada na inativação de três patógenos alimentares. Revista da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, Alfenas-MG, n.23, p. 105-109, 2001.

  • BARBOSA, C. A. ; VEIGA, S. M. O. M. . Pesquisa de Coliformes e Estreptococos fecais e contagem de bactérias heterotróficas em águas utilizadas em ambulatórios públicos de saúde de alfenas-MG.. Revista da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, Alfenas - MG, v. 0-0, n.21, p. 41-44, 1999.

  • VEIGA, S. M. O. M. . Avaliação do Conhecimento de adolescentes e Professores de 1 e2 graus da Rede de Ensino de Alfenas-MG., sobre AIDS e Análise das Dificuldades por Eles Encontrdas.. Revista da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, Alfenas-MG, v. n20, n.jan/dez 98, p. 147-151, 1998.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS DE CASOS GRAVES DE DENGUE NO BRASIL. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa Dieta de cafeteria associada com Chia (Salvia hispanica L) na modulação do risco cardiometabólico em ratos Wistar. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa HETEROCONTROLE DA FLUORETAÇÃO DA ÁGUA DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ALFENAS-MG. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa PERFIL MICROBIOLÓGICO DAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA EM SAÚDE EM UM HOSPITAL NO SUL DE MINAS GERAIS. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO DE BIOFILMES POR ISOLADOS CLÍNICOS E AMBIENTAIS DE Cryptococcus neoformans E DETERMINAÇÃO DA SENSIBILIDADE ANTIFÚNGICA DE CÉLULAS SÉSSEIS E PLANCTÔNICAS. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa Caracterização biológica de isolados de Trypanosoma cruzi obtidos de pacientes apresentando diferentes formas clínicas da doença de Chagas. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa EFEITOS DA OBESIDADE INDUZIDA POR DIETA DE CAFETERIA NA ATIVIDADE DAS CÉLULAS NATURAL KILLER UTERINAS LECTINA DBA+ NA GESTAÇÃO DE CAMUNDONGOS. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa Isolamento de Rhodotorula spp. de fezes de pombos em praça pública e sua caracterização. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Trabalhos submetidos ao IV SIMPÓSIO INTEGRADO UNIFAL-MG,. 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa AVALIAÇÃO ANTIMICROBIANA DO EXTRATO DE Carya illinoiensis (Wangenh.) K. Koch (Juglandacea). 2018.

VEIGA, S. M. O. M. . Projeto de Pesquisa SÍNTESE E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIFÚNGICA DE NOVOS DERIVADOS HIDRAZINOTIAZÓLICOS. 2016.

VEIGA, S. M. O. M. . Projetos de extensão submetidos ao Edital PROEX 04/2016 PROBEXT 2017 UNIFAL-MG. 2016.

VEIGA, S. M. O. M. . Controle de qualidade, no setor Microbiológico para análises de alimentos junto ao Núcleo Controle de Qualidade da Efoa/Ceufe. 2003.

VEIGA, S. M. O. M. . Análise microbiológica de água, leite e outros alimentos. 1999.

VEIGA, S. M. O. M. . Curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

VEIGA, S. M. O. M. . Controle de Qualidade de Alimentos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Atenção Farmacêutica. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

VEIGA, S. M. O. M. . Curso de Especialização em Microbiologia aplicado às ciências da Saúde. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

VEIGA, S. M. O. M. . Farmácia Magistral. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

VEIGA, S. M. O. M. . Atenção Farmacêutica. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

VEIGA, S. M. O. M. . Higiene e Boas Práticas em Serviços de Alimentação. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Higiene e Boas Práticas em Serviços de Alimentação. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Atenção Farmacêutica. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

VEIGA, S. M. O. M. . Curso de Especialização em Atenção Farmacêutica. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

VEIGA, S. M. O. M. ; NASCIMENTO, Luiz Carlos Do . Higiene e Boas Práticas em Serviços de Alimentação. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Higiene e Boas Práticas em Serviços de Alimentação. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Toxinfecções alimentares. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

VEIGA, S. M. O. M. . Métodos contraceptivos modernos. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. ; GONÇALVES, Ana Tereza Silva ; MORAES, Lucas Rodrigo de ; BENTINI, Ricardo ; FERRÉ, Felipe ; KUSHIMA, Juliana ; PINOTTI, Marina Bertonha ; ZAMPAR, Marla de Souza . Controle de poluição ambiental: indústria e veículos automotores, agrotóxico e tabagismo. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Higiene Alimentar. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VEIGA, S. M. O. M. . Biossegurança em serviços de saúde. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

VEIGA, S. M. O. M. . Curso de Saúde Pública. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

VEIGA, S. M. O. M. . Curso de Biossegurança. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

VEIGA, S. M. O. M. ; BARBOSA, C. A. . Pesquisa de Coliformes e Estreptococos fecais e contagem de bactérias heterotróficas em águas utilizadas em serviços públicos de saúde de Alfenas-MG.. 1999 (Pesquisa/extensão) .

VEIGA, S. M. O. M. . Análise bacteriológica da àgua de consumo das escolas publicas municipais dos bairros rurais de Alfenas-MG.. 1997 (Pesquisa/extensão) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    COMPARAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E FÍSICO-QUÍMICA DE DIFERENTES TIPOS DE QUEIJOS, Descrição: este estudo tem como objetivo avaliar e comparar a qualidade microbiológica de queijos Minas Frescal, Meia Cura e Mussarela. Ainda, analisar e comparar o teor de umidade e pH, correlacionando com o crescimento de micro-organismos; e verificar se os produtos analisados estão em conformidade com a legislação vigente. Serão realizadas as pesquisas de Salmonella sp e Listeria monocytogenes e a quantificação de Coliformes a 35°C e 45°C (E. coli), Estafilococos coagulase positiva e Bactérias lácticas, por meio de metodologias oficiais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Andressa Facci Villas Boas - Integrante / Mariella Ferreira da Silva - Integrante / NATÁLIA ROBERTO FARIA DA SILVA - Integrante.

  • 2019 - Atual

    UTILIZAÇÃO DA FARINHA DE BAGAÇO DO MALTE DE CEVADA NA PRODUÇÃO DE SALSICHA, Descrição: O objetivo desta pesquisa é elaborar uma salsicha com adição de farinha de RC e avaliar quanto a sua qualidade através dos parâmetros físico-químicos (amido, carboidratos totais, lipídeos totais, proteína e umidade) , microbiológicos (Listeria monocytogenes/25g, Coliformes a 45°C/g, Estafilococos coagulase positiva/g, Clostridium sulfito redutor a 46°C/g e Salmonella sp/25g), análise sensorial em relação ao produto convencional e sua intenção de compra. A pesquisa será realizada no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), nos campus de Muzambinho e Machado ? MG e na Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL), Alfenas ? MG. Espera-se com essa dissertação elaborar um produto cárneo de baixo custo, enriquecido com fibras alimentares e reduzir a destinação de resíduos de cervejaria para o meio ambiente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Délcio Bueno da Silva - Integrante / Henrique Lentulo Araújo - Integrante / Andressa Facci Villas Boas - Integrante.

  • 2019 - Atual

    AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DA AÇÃO DE SANIFICANTES NA REDUÇÃO DE SALMONELLA SP. E LISTERIA MONOCYTOGENES EM CORTES DE FRANGO, Descrição: AVALIAR A EFICÁCIA DA AÇÃO DE SANIFICANTES NA REDUÇÃO DE SALMONELLA SP. E LISTERIA MONOCYTOGENES ARTIFICIALMENTE INOCULADAS EM CORTES DE FRANGO.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Elaine Vilela Generoso - Integrante.

  • 2018 - Atual

    AVALIAÇÃO DE SANITIZANTES CONVENCIONAIS E ALTERNATIVOS EM SUPERFÍCIES DE AÇO INOXIDÁVEL, Descrição: A implantação de programas de higienização mais rigorosos tem sido uma necessidade das indústrias, principalmente devido à produção em larga escala para que seja suprida a demanda do mercado. A contaminação de produtos alimentícios e médico/hospitalares relacionados é uma das principais problemáticas que a saúde pública enfrenta. A ação de sanitizantes vem sendo estudada como medida de controle para amenizar essas contaminações. Esta pesquisa objetiva verificar a eficiência de sanitizantes convencionais e alternativos para a eliminação ou redução do biofilme formado artificialmente por Candida albicans, em superfícies aço inoxidável lisas e rugosas. Será um estudo experimental, no qual será feita a inoculação de cepas de Candida albicans em superfícies de aço inoxidável, formação artificial de biofilme e aplicação de sanitizantes de naturezas físicas e químicas. Esses processos serão testados com o intuito de comprovar a eficácia em eliminar ou reduzir a níveis seguros, a quantidade de micro-organismos aderidos. Espera-se definir qual o sanitizante que apresentará melhor custo/benefício, favorecendo o seu de emprego pelas indústrias de medicamentos, cosméticos e alimentos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Marina Pereira Carvalho - Integrante / LUANA SUELI SILVA - Integrante / LAÍS DE CASTRO CARVALHO SILVA - Integrante.

  • 2018 - Atual

    AÇÃO DO KEFIR SOBRE PATÓGENOS ALIMENTARES, Descrição: Os grãos de Kefir são compostos por micro-organismos (bactérias e leveduras) que coexistem em simbiose. Alguns efeitos prováveis desse alimento tem sido alvo de pesquisas, como por exemplo, a modulação da microbiota intestinal, impedindo a implantação de micro-organismos patógenos; o reforço do sistema imunológico, o controle da colesterolemia, a prevenção de alergias, infecções e câncer de colón. Ainda, o aumento da absorção de minerais. Nos últimos anos, o kefir se tornou bastante popular em várias partes do mundo, devido às suas propriedades terapêuticas. No entanto, muitos dos seus atributos ainda carecem se estudos científicos comprobatórios, sendo necessários novos estudos dos efeitos benéficos associados à sua microbiota e metabólitos. Considerando o amplo uso do Kefir no mundo, este trabalho objetiva avaliar a atividade antimicrobiana ?in vitro? do referido alimento. Será a avaliada a atividade antimicrobiana do kefir preparado em leite e em água, analisando sua influência no desenvolvimento dos seguintes patógenos alimentares: Salmonella typhimurium, Staphylococcus aureus e Listeria monocytogenes. A pesquisa será conduzida por ensaios em triplicatas e três tempos de repetição, nos quais serão testados os filtados de Kefir de água e leite para a inibição do crescimento dos micro-organismos acima citados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Isabella da Silva Cola - Integrante / Alana de Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2017 - Atual

    EMPREGO DE SANITIZANTES PARA REDUÇÃO DE SALMONELLA SP. EM CORTES DE FRANGO, Descrição: Este projeto objetiva pesquisar e determinar o percentual de incidência de Salmonella sp. presentes em cortes de frango oriundos de pequenos, médio e grandes frigoríficos e avaliar a eficiência de sanitizantes convencionais e alternativos para a redução do micro-organismo em níveis seguros para a saúde pública.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Jessica Cristina Alves - Integrante / Isabella Fonseca Fernandes - Integrante / Caroline Oliveira Araújo - Integrante.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DOS ÓLEOS ESSENCIAIS CONTRA PATÓGENOS ALIMENTARES E EMPREGO DAS RESPECTIVAS ESPECIARIAS EM RICOTA., Descrição: O objetivo deste trabalho será avaliar a atividade antimicrobiana dos óleos essenciais de açafrão da terra (Curcuma longa) e pimenta rosa (Schinus terbinthifolius) contra Coliformes a 45C, Estafilococos coagulase positiva, Salmonella sp e Listeria monocytogenes. Em seguida, amostras de ricota serão inoculadas com os patógenos acima descritos e temperadas com as especiarias que contém os óleos essenciais estudados. Após 24h , em câmara de BOD a 4°C 0,5°C, amostras das ricotas contaminadas artificialmente e de ricotas controles serão analisadas para Coliformes a 45C, Estafilococos coagulase positiva, Salmonella sp e Listeria monocytogenes. Assim, será avaliada a viabilidade micro-organismos nesses queijos, comparando com ricotas não temperadas com as especiarias e mantidas em condições semelhantes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / GIULIANA MARTINA CASTORANI - Integrante / LUANA AMARAL DE FIGUEIREDO - Integrante / Juliana Borges Reis - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Desempenho de métodos convencionais e alternativos para detecção de Salmonella spp em farinhas de carne e Osso., Descrição: O controle microbiológico das farinhas de carne e ossos destinados à produção de ração para nutrição animal é de grande importância, pois a utilização da matéria-prima contaminada pode gerar sérios problemas para os animais. As farinhas são produzidas a partir de carcaças, sejam elas de bovinos, suínos ou aves, e não devem conter contaminantes ou produtos estranhos a sua composição, como pêlos, cascos, chifres e conteúdo estomacal. A composição do resíduo do abatedouro tem efeito significativo na qualidade do produto final. Uma produção de farinhas sem controle de qualidade pode permitir o desenvolvimento de microrganismos. Inúmeros métodos laboratoriais de análises podem ser utilizados na investigação da presença ou ausência de Salmonella spp. Atualmente esses métodos são comumente divididos em ?convencionais? e rápidos. Cada vez mais há necessidade de identificar micro-organismos patogênicos com rapidez e segurança e essa tem sido a preocupação de várias indústrias. Visando a necessidade de rapidez e segurança na liberação da matéria prima para a produção de ração, este trabalho tem como objetivo analisar o desempenho do método convencional frente a dois métodos alternativos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Flávia Andrade Ribeiro - Integrante / Jessica Cristina Alves - Integrante.

  • 2016 - 2017

    QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS ARTESANAIS À BASE DE CHOCOLATE E SENSIBILIDADE ANTIMICROBIANA DAS CEPAS ISOLADAS, Descrição: O Brasil é quarto maior consumidor de chocolate do mundo, possui uma grande diversidade de produtos disponíveis no mercado e as empresas investem cada vez mais. O Chocolate, além das atribuições sensoriais, possui propriedades benéficas à saúde, entre elas o aumento da produção de serotonina que é uma substância do cérebro ligado à sensação de prazer. Os produtos artesanais à base de chocolate mais apreciados pela população são as trufas/bombons, pão de mel e bolo de pote. Os fatores que contribuem para o crescimento de microrganismos são a temperatura e as condições de higiene no preparo, armazenamento e comercialização. Considerando os fatores mencionados, este projeto de pesquisa com interface em extensão objetiva avaliar a qualidade microbiológica de produtos artesanais à base de chocolate e o perfil de sensibilidade das cepas isoladas aos antimicrobianos rotineiramente empregados na clínica médica. Ainda, realizar intervenção educativa junto aos produtores caseiros de alimentos à base de chocolate, com a apresentação dos resultados encontrados. Serão obtidas 81 amostras dos produtos alimentícios, sendo 27 de trufas, 27 de pão de mel e 27 de bolo de pote, todas elas de três locais diferentes de fabricação, dentro do prazo de validade, sendo as mesmas analisadas por meio de metodologias oficiais. Serão submetidas às analises de quantificação de bactérias mesófilas, fungos filamentosos e levedura, coliformes a 35°C, Escherichia coli e S. aureus e Pesquisa de Salmonella sp. Ainda, avaliar-se-á o perfil de sensibilidade aos antimicrobianos para os patógenos detectados (S.aureus e Salmonella sp). Palavras- chave: Bombons, trufas, pão de mel, bolo de pote.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / RENATA DE OLIVEIRA ARANTES E SILVA - Integrante / CÍNTIA CARVALHO CRUZ - Integrante / MYLENA PAPINI MARTINS - Integrante.

  • 2016 - 2017

    SANITIZAÇÃO DE SUPERFÍCIES DE AÇO INOXIDÁVEL CONTAMINADAS POR STAPHYLOCOCCUS AUREUS E CANDIDA ALBICANS, Descrição: Os biofilmes são um conjunto de micro-organismos sésseis de mesma espécie ou espécies múltiplas que ficam aderidas sobre superfícies circundadas por uma matriz de polímeros extracelulares, sendo verdadeiros ecossistemas microbiológicos submersos em material orgânico, partículas de proteínas, lipídeos, carboidratos e vitaminas. A sua formação envolve processos de adesão inicial, origem de microcolônias e deslocamento de células. Estas estruturas ocorrem naturalmente em vários tipos de ambientes, sejam eles bióticos ou abióticos. Entretanto, exceto a sua ocorrência natural, pesquisas sobre sua formação em superfícies utilizadas nas indústrias de medicamentos, cosméticos, alimentos e de equipamentos clínicos, como o aço inoxidável, vem recebendo destaque em função dos malefícios de sua presença. Uma vez constituídos, os biofilmes agem como pontos de contaminação constante, liberando células de micro-organismos patogênicos e/ou deteriorantes como o Staphylococcus aureus, podendo comprometer a qualidade de matérias-primas e de produtos acabados, além dos danos que podem causar a saúde pública. Uma das principais preocupações é que os micro-organismos do biofilme são mais resistentes à maioria dos sanificantes e outros procedimentos químicos e físicos utilizados na higienização das superfícies devido a matriz exopolissacarídicas (EPS), que tem diferente composição e função como a de impedir a entrada de agentes antimicrobianos em seu interior. Por meio da produção in vitro de biofilmes de Candida albicans e Staphylococcus aureus sobre pequenas placas de aço inoxidáveis lisas e rugosas semelhante às superfícies empregadas nas indústrias, esse trabalho visa analisar e avaliar a eficiência do uso de sanitizantes convencionais e alternativos de origem química e física. Serão utilizados hipoclorito de sódio, ozônio, cloro orgânico, álcool 70%, água a 80C, ultravioleta e ultrassom para a inativação de microrganismos presentes no biofilme formado, subsidiando a utilização destas substâncias e processos em indústrias de medicamentos, cosméticos e alimentos e em serviços de saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / DÉBORA THALITA MONTEIRO PEREIRA - Integrante / DANIELA APARECIDA MARTINS TRINDADE - Integrante / LEANDRA ANDREZA FERNANDES - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Propriedades Funcionais do Kefir: revisão, Descrição: Alguns povos realizaram procedimentos com o leite e obtiveram subprodutos, como o Kefir, desenvolvido, pela primeira vez, na região do Cáucaso (Turquia, fronteira Europa/Ásia). O habito do seu consumo tem sido associado à longevidade de muitas pessoas. Não há evidencias cientificas para tal fato, mas é provável que o Kefir possua efeitos positivos para a saúde, já que esses povos são os únicos a alcançarem mais de 100 anos de idade. Os grãos de Kefir são compostos por micro-organismos (bactérias, fungos e leveduras) que coexistem em simbiose. Eles são colocados no leite cru para que ocorra a fermentação, preferencialmente em recipiente de vidro. O Kefir forma alguns tipos de estrutura como a ''flor do Kefir'', que se caracteriza por ser gelatinosa e assemelhar-se um ramo de couve flor. Alguns efeitos prováveis desse alimento tem sido alvo de pesquisas, como por exemplo, a modulação da microbiota intestinal, do sistema imunológico, da colesterolemia, prevenção de alergias, infecções e câncer de colón. Ainda, por aumentar a absorção de minerais. Considerando o amplo uso do Kefir no mundo, este trabalho objetiva realizar uma pesquisa bibliográfica sobre o alimento e levantar suas propriedades funcionais atestadas em muitos trabalhos científicos. Para tanto, será feita uma aprofundada revisão da literatura impressa e virtual. Os dados encontrados serão organizados em uma monografia de conclusão de curso. Após a finalização do estudo, pretende-se elaborar um artigo de revisão para publicação em periódico da área.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Isabella da Silva Cola - Integrante / Alana de Souza de Oliveira - Integrante / Letícia de Souza Terra - Integrante.

  • 2016 - Atual

    ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE ÓLEOS ESSENCIAIS SOBRE PATÓGENOS ALIMENTARES, Descrição: Os óleos essenciais são líquidos aromáticos, que provêm do metabolismo secundário dos vegetais e são extraídos das flores, brotos, sementes, folhas, cascas, galhos, madeira, fruto ou raízes das plantas. Alguns destes óleos possuem atividade antimicrobiana, devido ao caráter hidrofóbico do composto, os quais causam distúrbios na membrana celular microbiana afetando a viabilidade dos micro-organismos. Devido a um aumento considerável, nos últimos anos, da demanda dos consumidores por alimentos nutritivos, naturais, seguros à saúde e com menor impacto sobre o meio ambiente, desencadeou-se a busca por novos ingredientes e aditivos que tenham ação antimicrobiana. Alguns condimentos, utilizados como temperos e agentes flavorizantes, por possuírem atividade antimicrobiana, despertam interesse à indústria alimentícia, uma vez que seus óleos essenciais podem ser usados como alternativa ou em conjunto aos aditivos químicos na conservação de alimentos. Os conservantes de alimentos são utilizados para inibir o crescimento de patógenos alimentares e estender a vida útil de alimentos processados. Os princípios ativos das especiarias e condimentos localizam-se na fração do óleo essencial, os quais contêm diferentes compostos, que contribuem com as propriedades antimicrobianas. Sendo assim, o objetivo deste estudo será avaliar a atividade antimicrobiana dos óleos essenciais do orégano (Origanum vulgare) e alecrim (Rosmarinus officinalis), frente aos patógenos alimentares Staphylococcus aureus e Escherichia coli. Será empregado o método de difusão em ágar para determinar a atividade antimicrobiana e o método da diluição para determinar a concentração inibitória mínima (CIM). Espera-se que os óleos essenciais tenham resposta antimicrobiana sobre os patógenos estudados e o potencial como conservantes de alimentos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / GIULIANA MARTINA CASTORANI - Integrante / LUANA AMARAL DE FIGUEIREDO - Integrante / Juliana Borges Reis - Integrante.

  • 2015 - 2016

    AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E INTERVENÇÃO EDUCATIVA, Descrição: Segundo a Organização Mundial de Saúde, entende-se uso racional de medicamentos quando os pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade. O uso racional de edicamentos pode levar uma melhoria na qualidade de vida dos pacientes e, com isso, uma redução nos gastos com a saúde. A população deve ser informada sobre a importância do uso racional de medicamentos e saber que o mesmo medicamento que é capaz de curar, também pode ocasionar sérias consequências à sua saúde e, em casos extremos, até a morte. Além da saúde da população, o uso incorreto dos medicamentos gera gastos desnecessários aos cofres públicos. Os profissionais, trabalhadores e acadêmicos da área de saúde devem estar atentos aos riscos/benefícios associados ao uso dos medicamentos. Assim, este projeto objetiva multiplicar informações sobre a importância do uso correto de medicamentos por meio da capacitação de profissionais, técnicos e acadêmicos da área da saúde e avaliar seus conhecimentos sobre o tema, por meio de questionários simplificados, que serão submetidos ao comitê de ética e apresentados aos participantes das atividades educativas, com esclarecimento que o preenchimento do mesmo é totalmente voluntário. Assim, os questionários serão disponibilizados no início e fim de cada atividade, a fim de avaliar o impacto das informações multiplicadas e o conhecimento prévio sobre o tema. Serão ofertados cursos, minicursos e palestras aos profissionais, trabalhadores e acadêmicos da área de saúde e ainda, organizar-se-ão eventos sobre o tema para a população em geral. Palavras chaves: educação, saúde, medicamentos, riscos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Natacha Rocha Antonacio - Integrante / VINÍCIUS NÉRIO SILVA - Integrante / LARISSA APARECIDA PAIVA NALON - Integrante / GILMARA ADONIS TAVARES - Integrante.

  • 2015 - 2016

    UTILIZAÇÃO DO ÓLEO DA SEMENTE DE MORINGA OLEIFERA COMO CONSERVANTE EM EMULSÕES COSMÉTICAS., Descrição: Moringa oleifera Lamarck, planta pertencente à família das Moringaceae, tem se destacado por suas inúmeras aplicações, sendo que várias partes da planta pode ser utilizada. A planta contém alta quantidade de óleo, que pode ser usado para fazer sabão, como base para cosméticos, e na alimentação. Além disso, algumas pesquisas têm demonstrado o potencial de utilização de M. oleifera com ação antimicrobiana, devido à presença de lectinas, proteínas de origem não imune que se ligam de maneira reversível a carboidratos ou outros açucares. Princípios ativos extraídos de plantas vêm sendo cada vez mais utilizados em produtos cosméticos como agente antimicrobiano uma vez que a utilização de fármacos sintéticos tem ocasionado aumento da incidência de infecções microbianas devido ao surgimento de linhagens resistentes. Este presente trabalho tem como objetivo avaliar a ação antimicrobiana do óleo da semente dessa planta em emulsões cosméticas. Inicialmente, obterá o óleo da semente madura através de uma prensa e, também, o extrato da semente com n-hexano através de um sistema de extração usando soxhlet no qual serão obtidos no laboratório da Universidade Federal de Alfenas. As emulsões vão ser produzidas na Farmácia escola. Em tubos contendo 1 ml do caldo BHI, realizará diluições de 1:10 : adicionando-se em 1 ml do caldo 0,1 ml das seguintes suspensões bacterianas, Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Escherichia coli e, 0,1 ml das emulsões contendo os extratos de óleo da M. oleifera. Todos os procedimentos serão projetados em triplicata e analisados conforme o Guia de estabilidade de Produtos Cosméticos da ANVISA. De acordo com os experimentos, espera-se que haja inibição do crescimento microbiano.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Ana Karoliny Acerbi Soares - Integrante / Thais Prado - Integrante.

  • 2015 - 2016

    ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA DE CONSUMO, Descrição: A água destinada ao consumo humano, sem tratamento adequado, apresenta-se como um dos principais veículos de microrganismos causadores de doenças, podendo gerar como consequência, um surto epidemiológico ameaçando a saúde pública. Bactérias do grupo coliforme são utilizadas como indicadores de contaminação fecal, revelando a existência de microrganismos entéricos patogênicos oriundos de excretas humana ou animal. A qualidade microbiológica da água é um elemento-chave para avaliar o grau de poluição e suas condições sanitárias. Objetivou-se avaliar a qualidade da água dos bebedouros de uma universidade pública, quanto às bactérias heterotróficas aeróbias mesofílicas, coliformes totais e Escherichia coli. Foram coletadas 24 amostras, sendo 11 amostras de bebedouros novos e 13 de bebedouros antigos da Sede e Unidade II da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL). Os ensaios realizados foram: a quantificação de bactérias heteróficas aeróbias mesofílicas, coliformes totais e Escherichia coli, utilizando a metodologia enzimática do substrato cromogênico definido (MU, ONPG e MUG). Adicionalmente, foram feitos ensaios complementares de turbidez e pH. A análise de turbidez mostrou-se satisfatória para todas as amostras analisadas. Por outro lado, a determinação de pH ficou abaixo do mínimo preconizado pela legislação vigente, ou seja, abaixo de 6,5. Nenhuma das amostras apresentou coliformes a 35°C, E. coli e Aeróbios mesófilos acima dos limites preconizados na Portaria N 2914. 2011. Portanto, ambos modelos de bebedouros mostraram-se eficientes. Concluiu-se que as amostras analisadas apresentaram, sob o ponto de vista microbiológico, condições sanitárias satisfatórias, estando aptas para o consumo humano.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Vera Maria Paiva Lino - Integrante / Lucas Toti Rocha - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Comparação da biologia molecular e bacteriologia convencional para detecção de Listeria monocytoges, Descrição: A Listeria monocytogenes geralmente é responsável por provocar a listeriose, que tem como principais manifestações clínicas: inicialmente, infecção semelhante a um resfriado, com febre baixa, cefaléia, calafrios e mal-estar geral, podendo progredir para meningite, meningocefalite, septicemia, aborto ou parto prematuro. A taxa de mortalidade encontra-se na faixa de 20-30% dos casos diagnosticados e os grupos susceptíveis, considerados grupos de risco, são mulheres grávidas (e seus fetos), crianças, idosos e indivíduos com o sistema imunológico comprometido. No Brasil, a Resolução RDC ANVISA/MS n. 12 , de 02 de janeiro de 2001 (BRASIL, 2001) estabelece os padrões microbiológicos para produtos alimentícios expostos à venda, sendo que o microrganismo Listeria monocytogenes deve estar ausente em 25g do alimento. A bacteriologia convencional para a pesquisa de Listeria monocytogenes em alimentos e complexa, envolve dois ou até três formas de enriquecimento das amostras e mesmo assim,muitas vezes, tem resultado frustrado. Assim, este projeto tem o objetivo de validar a técnica de biologia molecular para detecção de Listeria monocytoges e compará-la com a bacteriologia convencional. Para tato, amostras de leite estéreis serão contaminadas com cepa padrão do microrganismo e analisadas pelas duas metodologias. O experimento terá três tempos de repetição e será conduzido em triplicata.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Polyana de Faria Carvalho - Integrante / Maria Bárbara de Carvalho - Integrante / Maria Clara Freitas de Assis - Integrante.

  • 2014 - 2016

    AVALIAÇÃO DE MÉTODOS CONVENCIONAIS E ALTERNATIVOS PARA A DESINFECÇÃO DE ESTOJOS DE LENTES DE CONTATO., Descrição: O uso de lentes de contato, seu manuseio e acondicionamento podem implicar em infecções oculares causadas por vírus, bactérias e fungos. O biofilme formado nos estojos de lentes é um dos responsáveis pela contaminação e infecções oftálmicas. A higienização inadequada dos estojos facilita a formação de biofilmes, sendo que o mesmo pode ser viabilizado pela água, pela manipulação e também pela própria lente após o uso. Considerando a importância da higiene adequada dos estojos de lentes de contato, este trabalho objetiva avaliar soluções multiuso convencionais e métodos alternativos para a desinfecção dos estojos. Para tanto, serão cultivada cepas padrões dos micro-organismos Staphylococcus aureus e Candida albicans, a fim de se obter uma cultura para a contaminação artificial dos estojos. Após a adesão dos microrganismos aos estojos, serão aplicados os tratamentos de desinfecção propostos: ultra-som a frio e em meio aquoso, água ozonizada, clorhexidina e as soluções multiuso encontradas em farmácias locais. Após a obtenção dos dados e emprego de estudos estatísticos pertinentes, serão definidos os tratamentos mais eficazes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Thaylla Albino Vieira - Integrante / Ana Paula Garcia de Lima - Integrante.

  • 2014 - 2015

    AVALIAÇÃO ENTEROPARASITÁRIA E BACTERIOLÓGICA DE HORTALIÇAS COMERCIALIZADAS EM FEIRA LIVRE NA CIDADE DE ALFENAS ? MG, Descrição: As hortaliças são definidas como plantas herbáceas das quais uma ou mais partes são utilizadas como alimentos, que podem estar contaminados por parasitas e por coliformes (totais e os fecais) capazes de se instalar em diversas fases, desde o plantio até o preparo final. Os coliformes totais são compostos por bactérias gram-negativas aeróbicas ou não aeróbicas e os coliformes fecais ou termotolerantes são bactérias capazes de fermentar lactose a uma temperatura média de 44C, são aeróbios facultativos e produtores de ácido e gás. Neste trabalho serão realizadas análises de 27 amostras de hortaliças, sendo 9 de alface, 9 de agrião e 9 de rúcula, provenientes do cultivo convencional, para avaliar e identificar a contaminação por coliformes e parasitas intestinais nos vegetais comercializados em diversas barraquinhas na feira livre realizada sempre aos domingos no município de Alfenas, estado de Minas Gerais. Este processo é importante, pois alimentos contaminados podem gerar surtos de doenças de origem alimentar, que afetam diretamente a saúde dos consumidores e podem aumentar os gastos com a saúde pública. Nas técnicas para a determinação de Coliformes Totais, será utilizado o meio de cultura o Caldo Lactosado Bile Verde Brilhante (CLBVB) e a técnica do NMP (Número Mais Provável), na determinação de Coliformes 45°C e E. coli será utilizado o meio de cultura o Caldo EC e a técnica do NMP (Número Mais Provável) e na análise parasitológica será realizada a partir de uma modificação da técnica de Hoffman, Pons e Janer ou Lutz e juntamente com esta, será utilizada também uma modificação da técnica de Faust, para fins de comparação com a de Hoffman. Palavras chave: Bactérias. Parasitas. Hortaliças. Contaminação. Escherichia. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Cássia Carneiro Avelino - Integrante / Antônio Carlos da Silva - Integrante / Felipe Pitondo Silva Quintiliano - Integrante / Karla Honorato Negri - Integrante.

  • 2014 - 2015

    ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA MINERAL, Descrição: As águas minerais são obtidas de fontes naturais ou captadas de fontes subterrâneas, apresentando conteúdo definido e constante de sais minerais e oligoelementos. O aumento do consumo de água mineral no Brasil se deve a percepção de que a mesma está associada a um estilo de vida saudável e sanitariamente seguro, uma vez que o produto deve seguir os parâmetros da RDC n.275/2005. As bactérias do gênero Pseudomonas têm sido frequentemente encontradas em água mineral e são reconhecidas como patógenos oportunistas. Este projeto teve como objetivo avaliar a qualidade microbiológica de amostras de água mineral natural em função da quantificação de P. aeruginosa, coliformes totais, Escherichia coli e Aeróbios mesófilos, comparando os resultados encontrados coma RDC n.275/2005. Foram analisadas 15 amostras de água mineral natural, sendo 3 amostras de 5 marcas atualmente comercializadas no sul de Minas Gerais, sendo denominadas por A, B , C , D, E. Foram avaliados e quantificados os seguintes parâmetros microbiológicos: Pseudomonas aeruginosa (método da filtração em membrana no ágar Cetrimide com confirmação no ágar Leite e provas bioquímicas, expresso por UFC/100mL), Aeróbios mesófilos (método do Simplate, expresso por NMP/mL), Coliformes totais e E.coli (método do Colilert, expresso por NMP/100mL). Detectou a presença de Pseudomonas aeruginosa e contagens preocupantes de aeróbios mesófilos somente nas amostras da marca C. As amostras das marcas A, B, D e E mostraram-se adequadas para o consumo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / José Guilherme Cardoso Chagas - Integrante / Gustavo dos Santos Borges - Integrante.

  • 2013 - 2015

    AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ALICATES DE CUTÍCULA E DOS MÉTODOS DE ESTERILIZAÇÃO, Descrição: Os instrumentos não descartáveis utilizados por manicures, podem se tornar veículos de transmissão de doenças, caso não sejam corretamente esterilizados. Desse modo, existe o perigo potencial de contaminação das profissionais de beleza e clientes por doenças causados por bactérias, fungos e vírus. Com a finalidade e a preocupação de prevenir doenças, este trabalho tem o objetivo de avaliar a carga microbiana (bactérias totais, fungos filamentosos e Staphylococcus aureus) presente nas lâminas de alicates de cutícula; bem como a efetividade das diversas formas de esterilização: estufa, autoclave, forno elétrico, panela de pressão e forno convencional. Ainda, retornar os dados obtidos às manicures, por meio de materiais e atividades educativas. Para isso, serão coletadas 30 amostras de alicate de cutícula de salões de manicures localizados em Alfenas, MG e realizar os ensaios microbiológicos pertinentes. Esta pesquisa será conduzida no laboratório de microbiologia de alimentos da Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL-MG. Acredita-se que os resultados obtidos não serão satisfatórios quanto à ausência de microrganismos patogênicos, o que implica em risco potencial para clientes e manicures e alerta para necessidade de capacitação profissional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Ana Helena Gomes dos Santos - Integrante / ANNA MAJEWSKI - Integrante / MONIQUE HELLEN VIEIRA FERREIRA - Integrante / THAYLLA VIEIRA ALBINO - Integrante.

  • 2013 - 2015

    QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DO QUEIJO MINAS CURADO, TIPO CANASTRA, Descrição: O queijo Minas curado, tipo Canastra, é produzido artesanalmente a partir do leite cru por sete municípios localizados na Serra da Canastra. Ele exerce uma grande importância na identidade sociocultural do estado, uma vez que foi, em 2008, considerado patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e para a economia, sendo a principal atividade geradora de renda de algumas famílias daquela região. No entanto, o produto pode apresentar contaminação, devido a sua principal matéria prima, o leite cru, ser um notável veículo de transmissão de vários agentes etiológicos causadores de toxinfecções alimentares. Diante do exposto, este projeto objetiva avaliar a qualidade higiênico-sanitária do queijo Minas curado, tipo Canastra, produzido no Sul de Minas Gerais. Para tanto, serão realizados ensaios microbiológicos para determinar o Número Mais Provável de Coliformes a 45°C, quantificar Estafilococcos coagulase positiva e Fungos Filamentosos e Leveduras, pesquisar Listeria monocytogenes e Salmonella sp. Ainda, serão quantificadas as bactérias láticas, correlacionando-as com o padrão higiênico-sanitário obtido, em função dos indicadores de contaminação investigados. Serão empregadas metodologias oficiais. Analisar-se-ão os resultados conforme ANVISA RDC n.12/200, que preconiza dos padrões microbiológicos para alimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Joice Olivia Medeiros Lima - Integrante / Gabriela Marcondes da Silva - Integrante / Larissa Bruno Zan - Integrante.

  • 2013 - 2015

    QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS COMERCIALIZADOS POR AMBULANTES., Descrição: A Segurança Alimentar é um tema que ganha importância a cada dia, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. A ocorrência de casos e surtos de doenças transmitidas por alimentos é grande e traz prejuízos tanto à saúde quanto à economia. O presente trabalho objetiva avaliar a qualidade microbiológica de alimentos comercializados por ambulantes na cidade de Alfenas-MG. Serão coletadas 15 amostras de cachorros quentes, sendo 3 de cada ambulante do município; 10 amostras de picolé comercializadas por carrinhos de picolé, sendo um de fruta e um de leite de cada vendedor; 8 amostras de salgados e 4 amostras de churros. As amostras serão acondicionadas em caixas isotérmicas e imediatamente levadas ao laboratório de microbiologia de Alimentos da Unifal-MG, onde serão analisadas conforme metodologias oficiais. Realizar-se-ão os seguintes ensaios microbiológicos para ?Hot dog? e salgados: Salmonella sp., quantificação coliformes a 35°C (coliformes totais), coliformes a 45C (E. coli), Bacillus cereus, Fungos filamentosos e Leveduras, Clostrídios sulfito redutores e Estafilococos coagulase positivo (Staphylococcus aureus). Picolé (Leite) e Churros(Doce de leite): Salmonella sp., quantificação coliformes a 45C (E. coli) e Estafilococos coagulase positivo. Picolé de fruta: Salmonella sp., quantificação coliformes a 45C (E. coli). Os resultados obtidos nas provas microbiológicas serão comparados aos padrões legais vigentes. Adicionalmente, no momento da coleta de amostras, por meio de questionário de apoio, levantar-se-ão as condições higiênico-sanitárias do comércio ambulante de alimentos e realizar-se-á intervenção por meio de minicurso sobre higiene e boas práticas em serviços de alimentação para os interessados.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Natacha Rocha Antonacio - Integrante / MARIANA GONZAGA BELMONTE GALVÃO - Integrante.

  • 2013 - 2015

    SANIFICAÇÃO DE SUPERFÍCIE DE AÇO INOXIDÁVEL CONTAMINADO POR PSEUDOMONAS AERUGINOSA, Descrição: O processo de adesão microbiana é caracterizado pela interação entre micro-organismos e superfície; posteriormente, tem-se a formação de biofilmes, sendo que esses representam mais de 90% dos contaminantes existentes em sistemas aquosos, ambientais, industriais e clínicos. Assim, as superfícies nos diferentes segmentos citados devem ser resistentes, lisas e de fácil higienização. O aço inoxidável tem sido o material de escolha para as indústrias de medicamentos e alimentos, bem como para serviços de saúde; entretanto, esta superfície também não está livre da formação de biofilmes. Muitos micro-organismos estão envolvidos no processo, mas as bactérias do gênero Pseudomonas compreendem importantes patógenos oportunistas de humanos, além de atuarem como deteriorantes. Vários sanificantes vêm sendo empregados pelas indústrias, a fim de reduzir ou eliminar micro-organismos envolvidos na formação de biofilmes. O hipoclorito de sódio (HONa) ainda é o mais utilizado, porém apresenta algumas desvantagens relacionadas à eficácia contra algumas espécies de micro-organismos, tempo gasto e por gerar subprodutos mutagênicos e cancerígenos. Realça-se, assim, a necessidade de encontrar métodos sanificantes alternativos, que possuam alta eficácia e que sejam operacionalmente viáveis. O Dicloroisocianurato de sódio (DCIS) tem sido uma opção para aos compostos clorados de origem inorgânica, com melhor desempenho e menor formação de subprodutos indesejáveis. O ozônio e o ultrassom são tecnologias modernas, que eliminam micro-organismos resistentes e possuem custo/benefício vantajosos. Este trabalho objetiva avaliar a eficácia do ozônio (O3), ultrassom (US), DCIS e HONa na redução da contaminação por Pseudomonas aeruginosa em cupons de aço inoxidável lisos e rugosos. Empregar-se-á a cepa Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853, que será suspensa em solução salina até turvação compatível com tubo 0,5 da Escala de Mc Farland. Assim, montar-se-ão dois sistemas para a adesão das bactérias, sendo um para cupons de aço inoxidável liso e outro para o rugoso. Eles serão montados em duas cubas contendo 30 cupons (7,5cmx 2,5cm) em cada, distribuídos em cinco suportes; sobre eles, adicionar-se-á 1,0L de caldo TSB e 1,0mL da suspensão bacteriana, sendo ambos mantidos a 20°C por 96h. Os cupons de cada cuba serão divididos em cinco grupos de 06 cupons (01 controle e 04 para a sanificação ? DCIS, O3, US e HONa). O grupo controle será imerso em água destilada por três vezes. Os tratamentos serão conduzidos em meio aquoso, a frio, por 15 minutos, sendo o DCIS (100mg/L), O3 (5 ppm, pressão de 0,3 kgf e fluxo de 4 L/minuto de O2), US (37 kHz) e hipoclorito de sódio (100mg/L). Para os grupos controle e tratados, quantificar-se-á o micro-organismo por meio da amostragem padronizada por swab, diluição seriada e semeadura em ágar Cetrimide, com incubação a 35°C/24h.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Marcela Forgerini - Integrante / Amanda Cristina Pereira de Oliveira - Integrante / Antônio Ávila Fernandes Júnior - Integrante.

  • 2013 - 2014

    ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA E DOS ALIMENTOS DE UM RESTAURANTE POPULAR., Descrição: A ocorrência de doenças transmitidas por alimentos mostra a necessidade de se difundir o conhecimento sobre boas práticas, higiene e segurança alimentar. Este trabalho objetiva estudar a qualidade microbiológica de água e de alimentos servidos em um restaurante popular e realizar intervenção educativa por meio de treinamentos dos manipuladores de alimentos. Serão realizados ensaios laboratoriais prévios para água de abastecimento e alimentos preparados, a fim de conhecer a qualidade microbiológica dos mesmos. Serão pesquisados os microrganismos indicadores de contaminação conforme metodologias oficiais e recomendações legais. Em seguida, os resultados serão apresentados aos interessados e agendadas oficinas educativas, nas quais serão multiplicadas informações sobre higiene e boas práticas em serviços de alimentação. Ao término das atividades pedagógicas, os ensaios serão repetidos e avaliar-se-ão os impactos da intervenção educativa na qualidade dos alimentos preparados. Espera-se que a água e os alimentos analisados alcancem os padrões higiênico-sanitários vigentes, demonstrando a incorporação das informações difundidas e aplicação da higiene e boas práticas no restaurante estudado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / RIBEIRO, FERNANDA REIS - Integrante / VALA, RAPHAELA MARIA FERNANDES - Integrante.

  • 2013 - 2014

    QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PREPARAÇÕES ALIMENTÍCIAS E INTERVENÇÕES EDUCATIVAS., Descrição: A alimentação com padrões higiênicos satisfatórios torna-se uma das condições essenciais para a promoção e manutenção da saúde, com deficiência nesse controle eleva-se o risco de ocorrência de surtos de origem alimentar. Durante a preparação, os alimentos podem ser contaminados com microrganismos que são capazes de alterar suas características sensoriais, resultando na deterioração e na toxinfecção alimentar. Levando em conta a carência de estudos microbiológicos em refeições específicas de restaurantes e lanchonetes universitárias, realizou-se o estudo onde foram coletadas ao todo, 12 amostras de alimentos (sendo seis do Restaurante Universitário- RU e seis da Cantina) e 06 amostras de água (sendo cinco do RU e uma da cantina). Das amostras coletadas e analisadas no Restaurante Universitário, foram encontradas contaminação por Salmonella em três das amostras (cenoura e batata cozida, salada e feijão), presença de fungos e leveduras no suco e teor elevado de cloro na água da caldeira da cozinha, sendo assim, as amostras encontram-se em desacordo com a legislação vigente. Nas amostras coletadas na Lanchonete o resultado obtido foi presença de Fungos filamentos e leveduras no suco, Estafilococos coagulase positiva e fungos filamentos na salada de fruta, além de Bacillus Cereus na esfirra, pão de queijo e enroladinho de presunto e queijo, o que mostra que não estão em conformidade com a legislação vigente. Conclui-se que essas contaminações são indicativas de falha na aplicação de boas práticas e higiene durante a manipulação de alimentos, demonstrando a importância das análises microbiológicas seguidas de uma intervenção educativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Amanda Pinheiro Marconato - Integrante / Juliana Candido Assis - Integrante / Solimara Oliveira Bento - Integrante.

  • 2013 - 2014

    USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS POR GESTANTES, Descrição: Este projeto consistiu em prestar Atenção Farmacêutica às gestantes, fornecendo informações sobre o uso racional de medicamentos durante a gravidez e realizar acompanhamento farmacoterapêutico. Para execução do projeto foi utilizado o Método Dáder (2010). Foram selecionadas 30 gestantes residentes no município de Alfenas que fazem uso do Sistema Único de Saúde (SUS) e que eram cadastradas nos PSFs do município. As gestantes foram acompanhadas durante toda gravidez e por no mínimo seis meses. As visitas foram realizadas quinzenalmente. O acompanhamento farmacoterapêutico sofreu certa resistência por parte das gestantes. No entanto, as que participaram do projeto perceberam a importância da atenção farmacêutica durante toda a gestação. Nenhuma paciente apresentou agravos referentes à utilização incorreta de medicamentos e nem problemas relacionados aos medicamentos, portanto, a intervenção farmacêutica se concentrou nas atividades educativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Camila Marchioni - Integrante / NADIELLE GONCALVES SIQUEIRA - Integrante / Larissa Arruda Rocha - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Prevenção E Diagnóstico De Hepatite C Em Manicures, Descrição: As hepatites virais constituem um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Dentre elas, as hepatites A, B, e C são as de maior importância, tanto pelo contingente de acometido, quanto pela gravidade dos sintomas acarretados pelas formas aguda e crônica. A hepatite C é uma doença causada pelo vírus HCV, e possui como característica marcante a capacidade de se manter assintomática por um longo tempo, tornando-se crônica na maioria dos casos, levando a sérias complicações como cirrose, insuficiência hepática e câncer de fígado. Devido às formas de transmissão da hepatite C, alguns segmentos da população estão mais sujeitos ao contato com o HCV; as manicures correm sérios riscos de contaminação e também podem disseminar a doença por meio dos seus instrumentos de trabalho (alicates, espátulas, palitos e lixas de unha), quando não são dispensados cuidados necessários (esterilização e uso individual). Neste contexto, torna-se importante a orientação das manicures quanto à gravidade da hepatite C, suas medidas de prevenção e controle. Assim, este projeto objetiva a multiplicação da informação inerente à hepatite C, seus riscos, formas de prevenção e segurança no trabalho para as manicures, além de incentivo ao diagnóstico precoce com a disponibilização do teste sorológico rápido e consequente suporte ambulatorial e psicossocial. Este projeto poderá atender também outros segmentos da população por meio de cursos, palestras e material educativo (cartilhas e panfletos).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Josidel Conceição Oliver - Integrante / PRADO, CLARA GAVIÃO - Integrante / NERY, JÉSSICA MARIA - Integrante / NERY, JOYCE OLIVEIRA - Integrante / SOUZA, LARISSA ROCHA ARRUDA - Integrante / SIQUEIRA, NADIELLE GONÇALVES - Integrante / Anna Majewski - Integrante / Ana Helena Gomes dos Santos - Integrante / Monique Monique Hellen Vieira Ferreira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA E ANTIOXIDANTE DE ESPECIARIAS OBTIDAS EM ALFENAS-MG, Descrição: A pesquisa e obtenção de sustâncias antimicrobianas proveniente de produtos naturais são de extrema importância devido à resistência dos microrganismos patógenos frente aos antimicrobianos atuais, podendo também ser empregados como uma alternativa para a conservação dos alimentos. Diante do exposto, este projeto teve como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana e antioxidante de especiarias como o cravo-da-índia e canela, utilizando técnicas de destilação por arraste a vapor para a obtenção dos óleos essências, segundo a Farmacopéia Brasileira; para avaliação da atividade antimicrobiana, será empregada a técnica de difusão, conforme National Committe for Clinical Laboratory Standards (NCCLS). Observaram-se que os óleos de cravo e canela possuem boa atividade antioxidante com IC50 de 489,09 g.mL-1 e 355,58 g.mL-1, respectivamente, em uma solução de óleo essencial em uma concentração de 600 g.mL-1. A avaliação da atividade antimicrobiana mostrou que dentre os micro-organismos testados o Staphylococcus aureus foi o mais sensível ao óleo de cravo, utilizando o método de difusão em agar. Já para a determinação do CIM, usando o método de diluição em caldo, foi observado que, para o óleo de cravo, os valores de CIM foram equivalentes entre os micro-organismos Staphylococcus aureus, Salmonella tiphymurium e Escherichia coli, enquanto que para Candida albicas, esses valores foram menores. Nos resultados obtidos para a canela foi observado que tanto para no método de difusão em agar quanto no método de diluição em caldo, os microorganismos Gram negativos foram mais sensíveis. Os óleos essenciais estudados têm potenciais como antioxidante e antimicrobiano, constituindo se uma boa opção para a formulação de novos produtos alimentícios.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / BRUNA ALEXANDRE OLIVEIRA DA SILVA - Integrante / GISELE APARECIDA ISIDORO - Integrante / Carla Pereira Rosa - Integrante.

  • 2011 - 2012

    PESQUISA DE LISTERIA MONOCYTOGENES EM RICOTAS COMERCIALIZADAS NO SUL DE MINAS GERAIS, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Adesão bacteriana em superfície de aço inoxidável por Pseudomonas aeruginosa, Descrição: O processo de adesão microbiana é caracterizada pela interação dos micro-organismos à uma superfície, envolvendo a formação de uma camada de partículas de matéria orgânica, compostos inorgânicos e outros elementos caraterísticos do ambiente. Tal ação pode ser potencializada pela presença de outros micro-organismos e pelas condições ambientais. O biofilme microbiano se dá posteriormente ao estágio de adesão, no qual há grande interação entre os micro-organismos, e produção de peptídeos, proteínas, lipídeos e polissacarídeos, que promovem o aporte necessário para o seu crescimento e estruturamento. Os biofilmes representam mais de 90% dos contaminantes existentes em sistemas aquosos, clínicos e ambientais, sendo também responsáveis por grandes perdas econômicas na indústria, agricultura além de ser fonte de contaminação cruzada e oferecer riscos à saúde do consumidor. Assim, os equipamentos e superfícies nos diferentes segmentos relacionados devem ser resistentes, lisos e de fácil higienização. O aço inoxidável tem sido o material de escolha, pois as características físico-químicas de sua superfície melhor atendem os requisitos que desfavorecem o processo de adesão. São vários os micro-organismos envolvidos neste impasse, mas as bactérias do gênero Pseudomonas compreendem importantes organismos patogênicos oportunistas de humanos, que participam dos processos de adesão e formação de biofilme, e está frequentemente associada no âmbito industrial. Assim, o objetivo deste trabalho consiste na avaliação de características que envolvem a adesão por Pseudomonas aeruginosa sobre a superfície de aço inoxidável, como fator precursor da formação do biofilme. Neste estudo, a bactéria foi submetida a condições diferentes de acondicionamento, representando condições ótimas e hostis ao seu crescimento. Os parâmetros fator nutricional e temperatura foram observados. O meio enriquecido adotado foi o TSB (Tryptone Soy Broth), e a solução salina complementada com leite integral como fonte deficiente em nutrientes. A temperatura de 20°C representou a faixa onde as reações bioquímicas/enzimáticas são mais otimizadas, em detrimento da outra temperatura avaliada, 5°C. A quantificação e observação dos resultados envolveu a técnica de esgotamento com swab, diluição seriada, semeadura em ágar cetrimide e incubação. Os resultados evidenciaram adesão em ambas condições analizadas. Porém, a adesão foi maior no meio TSB sob 20°C, e proporcional ao aumento do tempo de incubação. Isso evidencia que Pseudomonas aeruginosa nas condições estudadas, mostrou maior potencial de adesão sob condições ótimas a ela, com rescursos alimentares disponíveis e temperatura que propiciem o ápice de seu metabolismo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Integrante / Luiz Carlos do Nascimento - Coordenador / ANDRÉ FELIPE MACIEL MORENO GOMES - Integrante.

  • 2010 - 2012

    ANÁLISE DO PERFIL QUÍMICO E MICROBIOLÓGICO DE SALSICHAS TIPO ?HOT DOG? COMERCIALIZADAS EM ALFENAS-MG, Descrição: Embutidos são produtos constituídos de carnes ou órgãos comestíveis curados ou não, condimentado, cozidos ou não, defumados e dessecados ou não, cujo envoltório é elaborado com tripa, bexiga ou outra membrana animal. A produção de salsicha envolve algumas etapas, dentre as quais destacam-se: recepção da matéria-prima, desossa, moagem da carne, emulsificação, embutimento, cozimento, resfriamento, depelagem, tingimento, embalagem, pasteurização pós-embalagem e refrigeração. A contaminação microbiológica da salsicha pode ocorrer em qualquer uma destas etapas e depende de fatores inerentes aos alimentos, chamados de parâmetros intrínsecos como é o caso do pH e da atividade de água, ou de fatores inerentes ao ambiente, parâmetros extrínsecos, como a temperatura, a umidade relativa e a presença de gases. Ressalta-se que o manuseio e o transporte inadequados também interferem na qualidade do alimento. Em geral, as bactérias mais preocupantes na contaminação de salsichas são: coliformes a 45°C, Salmonella sp., clostrídios sulfito redutores e estafilococos coagulase positivos4. Estas bactérias são utilizadas para determinar condições sanitárias insatisfatórias, pois estão diretamente relacionadas às Enfermidades Transmitidas por Alimentos (ETA). Aditivos alimentares como nitritos e nitratos são utilizados para inibir o crescimento desses microrganismos patogênicos, bem como evitar a deterioração e manter a coloração rósea em salsichas. Entretanto, a ingestão de grandes quantidades de nitritos e nitratos presentes nos alimentos pode implicar em risco à saúde, pois estas substâncias transformam-se facilmente em nitrosaminas, as quais são potencialmente carcinogênicas. A exposição do homem a compostos N-nitrosos ocorre por meio de vias exógenas, que são decorrentes do consumo direto de alimentos, contendo nitrosaminas e vias endógenas, que resultam da reação de agentes nitrosantes com um número de precursores da alimentação, no ambiente estomacal. Atualmente, verifica-se o aumento da resistência bacteriana a antimicrobianos devido à administração excessiva de antibióticos em animais criados para produção de alimentos. Nota-se também que algumas bactérias da espécie Escherichia coli adaptaram-se ao pH ácido, aumentando sua prevalência em tais ambientes. O uso indiscriminado de fármacos pelo homem também pode conferir resistência a essas bactérias. Assim sendo, o tratamento de infecções alimentares tem se tornado difícil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / JOÃO EDUARDO CARVALHO CAMPOS - Integrante.

  • 2010 - 2011

    Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes sobre o marolo (Annona crassiflora Mart.) e de suas influências na vida útil do produto, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Josidel Conceição Oliver - Integrante / Jaqueline De Lima Germano - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    EFICIÊNCIA DE SANIFICANTES ALTERNATIVOS EM TOMATE CEREJA (LYCOPERSICON ESCULENTUM VAR. CERASIFORME) E DE SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA ÚTIL DO PRODUTO, Descrição: O tomate, uma das olerícolas mais difundidas no mundo, ocupa lugar de destaque na mesa do consumidor. A variação ?cereja? (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme) é bastante difundida nas práticas alimentares da população brasileira. A lavagem e desinfecção de produtos consumidos crus são consideradas etapas particularmente críticas para a qualidade microbiológica dos vegetais. Nessa fase, é importante a seleção do sanificante que, além de eficaz, deve ser também seguro do ponto de vista toxicológico . O composto mais utilizado para manter a qualidade microbiológica da água e de alimentos num estágio satisfatório para o consumo humano é o cloro de origem inorgânica, sob a forma de hipoclorito de sódio. Os produtos a base de cloro ? hipoclorito de sódio e dicloroisocianurato de sódio - DCIS são permitidos para a desinfecção de alimentos. Entretanto, atualmente, tem-se o conhecimento que a utilização do cloro de origem inorgânica (hipoclorito de sódio) para a sanificação de alimentos pode levar a formação em niveis preocupantes, de subprodutos químicos, os trihalometanos, que são potencialmente carcinogênicos . Além disso, vários tipos de microrganismos, tais como: Salmonella typhi, Aspergillus niger e Trichophyton vêm apresentando resistência ao cloro de origem inorgânica. Fica claro, então, que sanificantes mais potentes, mais eficazes e que, ao mesmo tempo, não levem à formação de resíduos tóxicos, precisam ser explorados. Nesta linha, o DCIS e ozônio vêm conquistando espaço como produtos alternativos para a desinfecção de água e alimentos, bem como o ultra-som, que está demonstrando ser um promissor aliado para a indústria de alimentos. A utilização deles, isolados ou em conjunto pode ser uma alternativa eficiente para a sanificação de alimentos, sem a indesejável produção de resíduos tóxicos. Considerando o acima descrito, o presente projeto pretende avaliar a eficiência do DCIS, ozônio e do ultra-som como sanificantes alternativos para a higienização d. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Jaqueline De Lima Germano - Integrante.

  • 2010 - 2011

    QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE ESPECIARIAS, Descrição: As especiarias são substâncias vegetais de origem indígena ou exótica, aromáticas ou de sabor forte, picante, utilizados para realçar o gosto dos alimentos e auxiliar na sua conservação. De modo geral, durante os processos de secagem, envase e distribuição das mesmas, pouca importância é dada às Boas Práticas e às condições adequadas de armazenamento; também não existe um rigoroso controle de qualidade. De acordo com a Resolução n°12/2001 da ANVISA. O padrão microbiológico para especiarias íntegras ou moídas isoladas ou em misturas é de no máximo 5x102 colônias para coliformes a 45°C/g e ausência de Salmonella sp/25 g . Foram analisadas 108 amostras de especiarias, sendo 81 artesanais e 27 industrializadas, incluindo canela, colorau, cravo, erva-doce, louro, orégano, pimenta-do-reino. As especiarias artesanais foram obtidas na feira de hortifrutigranjeiros e as industrializadas, em supermercados locais. Realizaram-se os seguintes ensaios microbiológicos: quantificação de coliformes a 45°C (Número mais Provável / grama do produto); contagem de aeróbios mesófilos (Unidades Formadoras de Colônia/grama do produto); contagem de fungos filamentosos e leveduras (UFC/g); quantificação de Estafilococos coagulase positiva (UFC/g); e pesquisa de Salmonella sp em 25 g do produto. Pode verificar-se que as especiarias obtidas na feira hortifrutigranjeira se encontraram contaminadas principalmente, por fungos filamentosos e leveduras e Salmonella sp. Todas as amostras de especiarias industrializadas apresentaram altas contagens de fungos filamentosos e leveduras, sendo que os outros patógenos, não foram encontrados em números elevados. A Salmonella sp não foi detectada em nenhuma amostra industrializada. A falta de qualidade de ingredientes e produtos alimentícios pode levar a ocorrência de toxinfecções alimentares, que seriam evitadas com a utilização de Boas Práticas Manipulação e de métodos seguros de descontaminação. Constatou-se que a qualidade higiênico-sanitária das especiarias é insatisfatória, pois foram detectadas altas contagens de fungos filamentosos e leveduras e de Estafilococos em amostras a granel e industrializadas. Salmonella sp foi detectada somente em amostras à granel oriundas da feira de hortifrutigranjeiros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / BRUNA ALEXANDRE OLIVEIRA DA SILVA - Integrante / GISELE APARECIDA ISIDORO - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Processamento mínimo de alimentos: atividades de pesquisa e extensão em Minas Gerais, Descrição: Este projeto tem como objetivo desenvolver tecnologias de processamento mínimo para produtos agrícolas (marolo, tomate cereja, morango), identificados alternativas para a geração de emprego e renda para pequenos agricultores de Minas Gerais. O projeto tem o apoio do Laboratórios de Microbiologia de Alimentos e Tecnologia de Alimentos da Unifal-MG e está sendo realizado em parceria com EMATER/MG. As tecnologias desenvolvidas serão repassadas para a população rural, por meio de diferentes atividades de capacitação, com o apoio da EMATER-MG e prefeituras locais. Espera-se, como resultado, promover a inclusão social de comunidades rurais por meio da comercialização de produtos de maior valor agragado, com subseqüente geração de renda... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Integrante / Luiz Carlos do Nascimento - Integrante / Eveline Monteiro Cordeiro de Azeredo - Integrante / Luciana Azevedo - Coordenador / Flávia Della Lucia - Integrante / Marcelo Lacerda Rezende - Integrante / Eduardo Valério de Barros Vilas Boas - Integrante / Gislene Regina Fernandes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2010

    AVALIAÇÃO DA QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DO LEITE U.A.T. COMERCIALIZADO EM ALFENAS-MG., Descrição: O processo de Ultra-Alta Temperatura (UAT) tem sido amplamente utilizado para o tratamento do leite no Brasil, especialmente para aproveitar o excesso de produção do Leite tipo C, permitindo maior durabilidade do produto e armazenamento à temperatura ambiente. Entretanto, notícias recentes têm destacado a produção fraudulenta de leites U.A.T., apresentando em sua composição elementos não contidos na informação nutricional indicada. Sabe-se que cerca de 6% do leite brasileiro é fraudado antes mesmo de chegar ao consumidor. Com a finalidade de garantir à qualidade higiênico-sanitária do produto, o presente trabalho propõe realizar análises microbiológicas e físico-químicas do leite U.A.T. comercializado na cidade de Alfenas-MG. Serão adquiridos cinco lotes de três marcas distintas e os ensaios serão realizados em duplicatas. No que concerne a testes microbiológicos, será investigada a presença de Aeróbios Mesófilos, Clostrídios Sulfito Redutores, bolores e leveduras, Estafilococos coagulase positiva e coliformes totais e fecais. Para a análise físico-química, serão realizados testes de acidez, densidade, amônia, amido, gordura, peroxidase e soda. Espera-se que os valores encontrados estejam dentro dos padrões estipulados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Agência Nacional de Vigilância sanitária.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / ELLEN NEVES CUNHA - Integrante / JÉSSICA MOREIRA RAFAEL - Integrante / SELMA FUJINAMI ARATANI - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal de Alfenas - Outra.

  • 2009 - 2010

    Avaliação físico-química e microbiológica mel comercializado em Alfenas ? MG, Descrição: O mel é um produto de grande aceitação popular, considerado um alimento nutritivo e benéfico à saúde. Isto impulsiona o seu mercado e conseqüentemente, aumenta a possibilidade de fraudes e adulterações. Em 2007, um famoso noticiário semanal divulgou reportagem na qual relatou que 16% do mel brasileiro poderia estar contaminado com Clostridium botulinum. Diante da constatação, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária elaborou o Informe Técnico n. 37/ 2008, no qual orienta pais e educadores para não incluir o mel na alimentação de crianças menores de um ano de idade, a fim de prevenir o botulismo infantil. Considerando a inexistência de estudos sobre a qualidade higiênico-sanitária do mel comercializado nesta cidade, elaborou-se este projeto de TTC, que tem como objetivo avaliar por meio de ensaios físico-químicos e microbiológicos o mel comercializado em Alfenas ? MG. Para tanto, coletar-se-ão 5 amostras de cada produtor cadastrado na feira municipal de hortifrutigranjeiros e realizar-se-ão os seguintes testes: umidade, hidroximetilfurfural (HMF), açúcares redutores, sacarose aparente, acidez livre e pH, contagens de aeróbios mesófilos, fungos filamentosos e leveduras e Clostridios sulfito-redutores, conforme metodologia oficial disponível. Nesse sentido, pretende-se conhecer as condições higiênico-sanitárias do mel comercializado em Alfenas e divulgar os resultados para a vigilância sanitária, produtores locais e população.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Ariane Cristina Barbosa Zanetti - Integrante / Camila Custódio Pierrotti - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Avaliação Microbiológica da Couve Minimamente Processada, Descrição: Nos últimos anos, tem-se verificado um grande interesse na produção de frutos e hortaliças minimamente processados, devido a acentuadas mudanças no estilo de vida das pessoas, o qual diminuiu o tempo disponível para preparo de frutas e vegetais, tanto em nível familiar como nos restaurantes de comidas rápidas, tipo fast-food, hotéis e cozinhas hospitalares. Dentre os alimentos minimamente processados, a couve é uma das hortaliças mais comercializadas no município de Alfenas e região. A couve minimamente processada (CMP) deve atender aos limites de tolerância especificados pela RDC n 12/2001, da Agência acional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a qual classifica as amostras em aceitáveis ou inaceitáveis para o consumo. Assim, realizou-se o monitoramento microbiológico de amostras de couve minimamente processada, comercializadas em Alfenas, MG, objetivando avaliar a qualidade higiênico-sanitária do produto.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Simoni Scaff Neves - Integrante / Marcelo Macedo Nubile - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal de Alfenas - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    PESQUISA DE AGENTES FORMADORES DE BIOFILMES EM EQUIPAMENTOS PURIFICADORES DE AGUA PARA LABORATÓRIO, Descrição: A água potável servida no Brasil pela rede pública deve obedecer à Portaria do Ministério da Saúde MS n. 518 de 25 de março de 2004. Deste modo, a qualidade físico-química e microbiológica da água deve ser constantemente monitorada e a avaliação dos processos de purificação vem adquirindo maior importância sanitária, econômica e social. Para ser empregada em laboratórios ou em estabelecimentos de saúde, a água deve receber tratamentos distintos de purificação, conforme a aplicação que se deseja, sendo os métodos convencionais rotineiramente mais utilizados, a destilação e a deionização. A presença de microrganismos (bactérias e fungos) é permitida desde que dentro de limites especificados. Entretanto, estes microrganismos não devem ser patogênicos em hipótese alguma. Desta forma, o procedimento de higienização deve ser periódico para evitar a formação de biofilmes bacterianos nas paredes do reservatório, equipamentos, mangueiras, entre outros. Após a identificação de subprodutos indesejáveis na água, formados a partir da cloração, o mercado vem oferecendo equipamentos industriais para competir vantajosamente com a cloração e outros métodos tradicionais de desinfecção utilizados na área de saúde. Entre estes, se destaca o ozônio, eficiente e seguro do ponto de vista toxicológico e que mostra grande potencial e eficácia na inativação de microrganismos, degradação de compostos orgânicos e dispersão de biofilmes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Antônio dos R. Lopes - Integrante / Patrícia Lunardelli Negreiros de Carvalho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes em morango (Fragaria Ananassa Duch) e de suas influências na vida útil do produto., Descrição: A lavagem e sanificação são consideradas uma etapa particularmente crítica para a qualidade microbiológica dos frutos. Nessa fase é importante a seleção do sanificante que, além de eficaz, deve ser também seguro do ponto de vista toxicológico. Conforme a literatura disponível verifica-se o aumento do interesse por estudos empregando sanificantes alternativos para o controle da qualidade microbiológica, aumento da vida útil e redução dos resíduos químicos em alimentos. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo verificar a eficiência do dicloroisocianurato de sódio, ozônio e ultra-som para a sanificação de morangos (Fragaria Ananassa Duch) bem como, a influência dos mesmos na vida útil destes frutos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Lívia Damas Guimarães - Integrante / Flávia Carvalho Marotta - Integrante.

  • 2008 - 2009

    QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE DIFERENTES MARCAS DE ÁGUA MINERAL COMERCIALIZADAS EM ALFENAS-MG, Descrição: Introdução: Existe a percepção de que o consumo de água mineral natural representa um estilo saudável de vida e que estes produtos são mais seguros. Entretanto, a ocorrência de distúrbios gastrintestinais em conseqüência do consumo destes produtos têm focado atenção dos profissionais de saúde pública e despertado o interesse por estudos microbiológicos. Objetivo: Avaliar a qualidade microbiológica de três marcas de águas minerais envasadas, na forma de garrafas de 1,5L, comercializadas no município de Alfenas, MG, conforme a legislação vigente (RDC ANVISA 54/2000), classificando-as como aptas ou não para o consumo humano. Metodologia: Os ensaios serão feitos a partir de cinco amostras de cada marca, sendo feitos em duplicata e duas repetições. Serão realizadas as quantificações de Aeróbios Mesófilos e de Leveduras (contagem padrão em placa); quantificação de coliformes totais e fecais (colimetria); quantificação Enterococcus faecalis e Pseudomonas aeruginosa (membrana filtrante); e quantificação de Clostridios sulfito-redutores (contagem padrão em placa e incubação em jarra de anaerobiose).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Mariane Gonçalves Santos - Integrante / Meiriele Alves - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal de Alfenas - Cooperação.

  • 2008 - 2009

    AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO OZÔNIO E ULTRA-SOM COMO SANIFICANTES EM TOMATE CEREJA (LYCOPERSICON ESCULENTUM VAR. CERASIFORME) E DE SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA ÚTIL DO PRODUTO, Descrição: Disinfection is a critical step for the microbiological quality of food, so search for new disinfection methods is important. Cherry tomatoes were treated with DCIS at 100 mg / L, ozone at 0,78 mg / L, ultrasound at 40 kHz and drinking water for 20 minutes. For the verification of the shelf-life, they?re stored in plastic bags and kept under refrigeration at 4.0 ° C 0.5 ° C with comments in times of 3, 6, 9 and 12 days of storage. The DCIS was the most efficient in reducing the initial microorganisms. Ozone and ultrasound showed great reduction of microorganisms, demonstrating that it?s a potential alternative disinfection method. Drinking water is not a effective disinfection method. The disinfection agents influenced negatively the shelf-life of cherry tomato, and the ultrasound is more damaging.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Marcus Carvalho Borin - Integrante / Willian Yamamura Oguido - Integrante.

  • 2007 - 2009

    Análise microbiológica de dietas enterais e dos riscos inerentes ao preparo, Descrição: Conforme literatura disponível, o padrão higiênico-sanitário de dietas enterais, preparadas artesanalmente, pode implicar em riscos potenciais à saúde dos usuários. Considerando a carência de estudos sobre dietas enterais, preparadas artesanalmente, administradas em hospitais locais, idealizou-se o presente estudo que tem por objetivo realizar análise microbiológica de dietas enterais artesanais e de dietas enterais industrializadas, comparando os resultados encontrados aos padrões legais vigentes. Para complementar a investigação do padrão higiênico-sanitário das dietas, realizar-se-ão análises microbiológicas das mãos dos manipuladores, liquidificadores, frascos utilizados na administração das dietas artesanais, bem como da água de consumo, disponível na Unidade de Alimentação e Nutrição da instituição.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Sabrina Pessoni Pimenta - Integrante / Giórgia G. da Silveira - Integrante / Marina C. Tomazela - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal de Alfenas - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2008

    AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE DIFERENTES SANIFICANTES EM MORANGO (FRAGARIA ANANASSA DUCH) E DE SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA ÚTIL DO PRODUTO., Descrição: Os produtos a base de cloro são permitidos para a desinfecção de alimentos. Entretanto, atualmente, tem-se o conhecimento que a utilização do cloro para a sanificação de alimentos pode levar a formação de subprodutos químicos, os trihalometanos, que são potencialmente carcinogênicos. Além disso, vários tipos de microrganismos, tais como: Salmonella typhi, Aspergillus niger e Trichophyton vêm apresentando resistência ao cloro. Fica claro, então, que sanificantes mais potentes, mais eficazes e que, ao mesmo tempo, não levem a formação de resíduos tóxicos, precisam ser explorados. Nesta linha, o ozônio vem conquistando espaço como um método alternativo para a desinfecção de água e alimentos, bem como o ultra-som, que está demonstrando ser um aliado na indústria de alimentos. A utilização deles, isolados ou em conjunto, poderia vir a ser promissora na sanificação de alimentos sem a indesejável produção de resíduos tóxicos. Deste modo, o presente projeto pretende avaliar a eficácia de diferentes sanificantes (ozônio, ultra-som e DCIS) na higienização de morangos (Fragaria Ananassa Duch), por meio da redução de E. coli ATTCC 25922, e analisar a influência desses diferentes sanificantes na de vida útil do produto bem como comparar sua ação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Lívia Damas Guimarães - Integrante.

  • 2005 - 2012

    Águas, minas e nascentes, Descrição: O trabalho foi organizado para ser desenvolvido nas 04 estações do ano, sendo que a primeira coleta foi realizada em 19 de outubro de 2005; a segunda em fevereiro de 2006. Foram coletadas 14 amostras de 200 ml de água, em cada etapa, em 07 minas do município de Alfenas - M.G. Este trabalho está sendo realizado em parceria com a Coordenadoria de Meio Ambiente e Saúde Pública da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do respectivo município. As análises físico-químicas foram realizadas no momento da coleta e as microbiológicas no dia seguinte. Todas as análises microbiológicas estão sendo realizadas em duplicata.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Ricardo Oliveira Avigo - Integrante / Mariana Falcão Modesto - Integrante / Michele Monita de Freitas - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2005 - 2007

    Pesquisa de Listeria monocytogenes em amostras de leite e de queijo minas frescal, Descrição: Fundamentando-se na carência de informações quanto à qualidade higiênico-sanitária do leite e seus derivados, fabricados e comercializados na região de Alfenas, Estado de Minas Gerais, o presente projeto se propõe à avaliação da qualidade microbiológica do leite cru e pasteurizado, bem como dos subprodutos: queijos "Minas Frescal" caseiro e industrializado em função da detecção de Listeria monocytogenes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Patrícia Negreiros de Carvalho - Integrante / Flávia Estrella Pagliuso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2005 - 2006

    Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes em alface (Lactuca sativa) e de suas influências na vida útil do produto, Descrição: No Brasil ainda são poucos os trabalhos que têm avaliado a contaminação de verduras e estas, como bem mostra a literatura, podem acarretar várias enfermidades intestinais no homem. Deste modo, o presente projeto pretende avaliar a eficácia de diferentes sanificantes na higienização de alfaces, por meio da redução de coliformes totais e fecais, e analisar a influência dos diferentes sanificantes na de vida útil do produto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Ana Gabriela Figueiredo Peloso - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2005 - 2006

    EMPREGO DA ÁGUA OZONIZADA E ULTRA-SOM COMO SANIFICANTES ALTERNATIVOS DE ALIMENTOS, Descrição: Projeto de Pesquisa aprovado pela Fapemig, com auxilio financeiro destinado ao desenvolvimento de projetos de pesquisa científica e/ou tecnológica formulados pelos Jovens Doutores 2005. Os produtos a base de cloro ? hipoclorito de sódio e o cloro orgânico ? são permitidos para a desinfecção de alimentos. Entretanto, atualmente, tem-se o conhecimento que a utilização do cloro para a sanificação de alimentos pode levar a formação de subprodutos químicos, os trihalometanos, que são potencialmente carcinogênicos. Além disso, de acordo com Block (1991), vários tipos de microrganismos, tais como: Salmonella typhi, Aspergillus niger e Trichophyton vêm apresentando resistência ao cloro. Fica claro, então, que sanificantes mais potentes, mais eficazes e que, ao mesmo tempo, não levem a formação de resíduos tóxicos, precisam ser explorados. Nesta linha, o ozônio vem conquistando espaço como um método alternativo para a desinfecção de água e alimentos, bem como o ultra-som, que está demonstrando ser um aliado na indústria de alimentos. A utilização deles, isolados ou em conjunto, poderia vir a ser promissora na sanificação de hortaliças, sem a indesejável produção de resíduos tóxicos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a eficiência da água ozonizada e do ultra-som frente a microbiota nativa e artificialmente inoculada na alface (L. sativa, L.) e comparar os resultados encontrados aos métodos tradicionais de sanificação. E, por último, fornecer subsídios para aplicação do ozônio e do ultra-som no processamento alimentos. O alimento escolhido para modelo experimental foi a Alface (Lactuca sativa, L.), que é considerada uma das hortaliças mais importantes na alimentação do brasileiro, estando diariamente presente em sua mesa. Nela são encontrados muitos microrganismos, principalmente bactérias e leveduras, inclusive patogênicos, o que torna necessário, então, um controle rigoroso de todo o seu processamento. Desta forma, pode-se prevenir os agravos à saúde relacionado. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Ana Gabriela Figueiredo Peloso - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2005

    Validação da técnica de titulação para a dosagem de ozônio em água, Descrição: O interesse por estudos relacionados ao gás ozônio, ou tríoxigeno, aumentou após a constatação de seu amplo espetro de ação sobre os microrganismos, incluindo aqueles de interesse médico e odontológico. Mas em alguns trabalhos não houve citação das concentrações utilizadas em veículos gasosos, aquosos ou oleosos. A tecnologia empregada na obtenção e medição do ozônio está cada vez mais avançada e precisa, porém estes aparelhos são extremamente caros. Em trabalhos que utilizam o veículo aquoso como carreador do gás, têm a opção de utilizar métodos colorimétricos ou aparatos tecnológicos que medem o ozônio de forma direta e precisa a concentração do gás, como o aparelho ORBESPHERE (tecnologia digital). A busca por métodos convencionais de medição é uma opção mais econômica e viável em ambiente laboratorial. O objetivo deste trabalho foi validar a técnica titulométrica para a medição da concentração d e ozônio em soluções aquosas, conforme proposta no Standard Methods for Examination of Water and Wastewater.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / João Evangelista Fiorini - Integrante / Leonardo Rodrigues Magnago - Integrante / Daniel Iscold Oliveira - Integrante / Ronaldo Célio Mariano - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2005 - Atual

    Emprego da água ozonizada e ultra-som como sanificantes alternativos de alimentos, Descrição: Existe uma demanda crescente de alimentos com alto perfil de qualidade, a redução dos níveis e da incidência de patógenos tornou-se uma prioridade mundial. Cada vez é maior a necessidade de sanificantes mais adequados para o controle de doenças transmitidas pela água e outros alimentos; por outro lado é necessário também, reduzir o acúmulo de resíduos químicos nos mesmos e no ambiente. O ozônio vem conquistando espaço, como um método alternativo para a desinfecção de água e alimentos, bem como o ultra-som, como uma nova tecnologia em estudo para a sanificação de alimentos. A utilização deles, isolados ou em conjunto, poderia vir a ser promissora na sanificação de hortaliças, sem a produção de resíduos indesejáveis. Desta forma, este trabalho tem como objetivo avaliar a eficiência da água ozonizada e do ultra-som frente a microbiota nativa e artificialmente inoculada na alface (L. sativa, L.) e comparar os resultados encontrados aos métodos tradicionais de sanificação. E, por último, fornecer subsídios para aplicação destes sanificantes no processamento alimentos, especialmente no processamento mínimo de hortaliças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Luiz Carlos do Nascimento - Integrante / João Evangelista Fiorini - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2005

    Isolamento de cepas de Salmonella e Staphylococcus em amostras de leites crus e pasteurizados e avaliação da susceptibilidade aos antimicrobianos, Descrição: Isolar cepas de Salmonella sp e Staphylococcus coagulase positivos em amostras de leites crus e pasteurizados e avaliar a susceptibilidade das mesmas aos antimicrobianos mais utilizados. -verificar o percentual de ocorrência de Salmonella sp e Staphylococcus coagulase positivos em amostras de leite pasteurizado do tipo C e amostras de leite cru. -comparar os resultados com a legislação vigente; -identificar sorotipos de Salmonella nas amostras analisadas, no sentido de verificar suas implicações na saúde pública; -Verificar a produção de enterotoxinas pelas cepas de Staphylococcus isoladas. -avaliar o comportamento das cepas de Salmonela e Staphylococcus frente à ação de antibióticos de uso comum.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Kátia Michele de Freitas - Integrante / Roberto Antônio Souza - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 1

  • 2004 - 2005

    Isolamento de sorotipos de Salmonella em carcaças de frango e comportamento das cepas isoladas frente a ação de antimicrobianos, Descrição: Tendo em vista a ocorrência de Salmonella sp em carcaças de frangos e o papel das condições de abate, processamento e comercialização na disseminação da bactéria para o homem, idealiza-se o presente trabalho com os seguintes objetivos: - verificar o percentual de ocorrência de salmonelas em carcaças de frango adquiridas em abatedouros com e sem controle higiênico-sanitário ; - comparar os resultados com a legislação vigente; - identificar sorotipos de Salmonella nas amostras analisadas, no sentido de verificar suas implicações na saúde pública; - verificar o comportamento das cepas de Salmonela frente à ação de antibióticos de uso comum.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / João Evangelista Fiorini - Integrante / Dulcimara Aparecida Coelho - Integrante., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2003

    SANIFICAÇÃO DE CARCAÇAS DE FRANGO: PROCESSOS ALTERNATIVOS, Descrição: Reconhecendo que existe uma crescente demanda de frangos com alto perfil de qualidade, a redução dos níveis e da incidência de patógenos tornou-se uma prioridade mundial. Conseqüentemente, os métodos de sanificação passaram a ocupar espaço relevante no processamento de aves. Para retardar a multiplicação de bactérias deteriorantes e controlar a disseminação de patógenos, as aves são resfriadas em tanques de água gelada (chiller), os quais são normalmente adicionados de cloro. Atualmente, tem-se o conhecimento de que a utilização de compostos clorados, principalmente de origem inorgânica, podem gerar subprodutos indesejáveis. O consumo dos produtos avícolas processados pode implicar, então, em sérios riscos microbiológicos e químicos para a saúde pública, tornando-se altamente necessária a pesquisa de sanificantes alternativos. Considerando o exposto, este trabalho objetivou estudar o emprego do dicloroisocianurato de sódio (DCIS), ozônio (O3) e do ultra-som (US) para a sanificação de carcaças de frango. Na primeira fase, avaliou-se a eficácia da água ozonizada frente a alguns microrganismos associados à carne de frango, constatando-se que o ozônio a 0,6 mg/L foi altamente eficaz na eliminação instantânea dos microrganismos estudados. Na segunda, verificou-se a eficiência da utilização do DCIS e do ozônio, ambos na concentração de 3,0 a 3,5 mg/L, e da aplicação US, na freqüência de 37KHz, combinados ou não, em água de resfriamento de um protótipo de chiller. Avaliou-se a influência desses processos no padrão microbiológico, vida útil do produto, ganho de peso e propriedades sensoriais da carne de frango, e, ainda, em reduzir microrganismos na água do chiller e suas implicações na formação de trihalometanos. A partir dos dados obtidos, verificou-se que, apesar da combinação água ozonizada e US ter apresentado melhor desempenho na descontaminação das carcaças, a aplicação isolada da água ozonizada também eliminou satisfatoriamente microrganismos patogênicos e deteriora. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sandra Maria Oliveira Morais Veiga - Coordenador / Luiz Carlos do Nascimento - Integrante / Eliane Pinheiro de Carvalho - Integrante / João Evangelista Fiorini - Integrante., Financiador(es): Universidade José do Rosário Vellano - Cooperação / WHITE MARTINS GASES INDUSTRIAIS LTDA - Cooperação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Menção Honrosa como terceiro melhor trabalho X Jornada PET "URM - Uso Racional de Medicamentos", Grupos PET da UNIFAL-MG.

2015

homenagem pelo constante apoio e incentivo ao curso e a Faculdade de Odontologia, nas comemorações de seu centenário., Faculdade de Odontologia da UNIFAL-MG..

2014

Menção honrosa 100 anos do Curso de Farmácia, Faculdade de Ciências farmacêuticas da UNIFAL-MG.

2014

Menção honrosa como segundo melhor trabalho na área de extensão - Qualidade microbiológica das águas..., Congresso Científico-Cultural da Unifal-MG.

2014

Menção Honrosa segundo melhor trabalho na área de pesquisa - Sanificação de superfície de aço inoxidável contaminado por Pseudomonas aeruginosa., Congresso Científico Cultural da UNIFAL-MG.

2011

Menção honrosa na IV Jornada Científica e XIII Mostra de Extensão da UNIFAL-MG "PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO DE HEPATITE C EM MANICURES DO MUNICÍPIO DE ALFENAS - MG?,, UNIFAL-MG.

2009

3 Lugar no trabalho oral "Águas, Minas e Nascentes, avaliação higiênico-sanitária e atividades educativas em parceria com o poder municipal", apresentado na sessão de Experiência Bem Sucedida, IV Congresso Latino Americano e X Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos.

2009

Programa Inserção de Portadores de Necessidades Especiais e Autonmia, MEC PROEXT Edital n. 6 de 2009.

2006

Honra ao Mérito pela apresentação do trabalho "Qualidade microbiológica do queijo tipo Minas Frescal, industrializado e caseiro, comercializado em Alfenas-MG, Brasil", Federação de Sociedades de Biologia Experimental.

2006

Honra ao Mérito pela apresentação do trabalho "Qualidade microbiológica de leites in natura e pasteurizado tipo C comercializados em Alfenas-MG, Brasil", Federação de Sociedades de Biologia Experimental.

2005

Projeto de pesquisa aprovado e financiado por órgãos de fomento: Emprego da água ozonizada e ultra-som como sanificantes alternativos de alimentos, FAPEMIG.

2004

Trabalho premiado: Eficiência de diferentes sanificantes em alface (Lactuca sativa) e análise de sua vida útil, Pró-Diretoria de Extensão da Efoa/Ceufe.

2004

Trabalho premiado na III Mostra do Conhecimento: Graduação, Pesquisa e Extensão - Isolamento de cepas de Salmonella e Staphylococcus em amostras de leite crus e pasteurizados e avaliação da suscetibilidade aos antimicrobianos., Pro-Diretoria de Extensão da Efoa-Ceufe.

2000

Menção Honrosa pelo trabalho de extensão universitária desenvolvido no Bairro Santos Reis de Alfenas-MG., Pró-Diretoria de Extensão da EFOA/CEUFE.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Alfenas, Faculdade de Ciências farmacêuticas. , Rua Gabriel Monteiro da Silva - de 640/641 a 1098/1099, Centro, 37130001 - Alfenas, MG - Brasil, Telefone: (35) 37019532, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

1989 - Atual

Universidade Federal de Alfenas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Coordenadora de Extensão do Curso de Farmácia, desde de 08 de junho de 2005 até maio de 2015. Vice- coordenadora de Extensão do Curso de Farmácia , desde março de 2016. Tutora do Grupo PET Farmácia da Unifal-MG, desde de 13 de outubro de 2009. Membro do Núcleo Estruturante Docente desde 2010. Membro do Colegiado do Curso de Farmácia desde de 2011. Membro do Comitê Local de Acompanhamento e Avaliação dos Grupos PET desde 2010.

Atividades

  • 03/2019

    Extensão universitária , Vice- Coordenadora de Extensão da faculdade de Ciências Farmacêuticas, .,Atividade de extensão realizada, Vice Coordenadora de Extensão da FCF.

  • 03/2018

    Extensão universitária , Pró Reitoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Projeto Infecções Sexualmente Transmissíveis e Hepatites Virais.

  • 08/2017

    Pesquisa e desenvolvimento , UNIFAL-MG, .,Linhas de pesquisa

  • 08/2017

    Pesquisa e desenvolvimento , UNIFAL-MG, .,Linhas de pesquisa

  • 06/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências farmacêuticas, .,Cargo ou função, Membro da Comissão de Acompanhamento de Egressos do Curso de Farmácia.

  • 05/2017

    Direção e administração, Faculdade de Ciências farmacêuticas, .,Cargo ou função, Vice Diretora.

  • 05/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, UNIFAL-MG, .,Cargo ou função, Membro Suplente do Conselho Universitário representante da Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

  • 05/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências farmacêuticas, .,Cargo ou função, Vice Presidente da Congregação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

  • 11/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão para fiscalizar o contrato 42.2016 - Lanchonete Universitária, .,Cargo ou função, Membro da Comissão.

  • 03/2016

    Direção e administração, Vice- Coordenadora de Extensão da faculdade de Ciências Farmacêuticas, .,Cargo ou função, Vice-Coordenadora de Extensão..

  • 01/2016

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia e Controle de Qualidade de Alimentos

  • 01/2015

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências farmacêuticas, .,Linhas de pesquisa

  • 09/2014

    Ensino, Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Toxinfecções alimentares; Microbiologia da água e Microbiologia de Alimentos.

  • 03/2014

    Direção e administração, Curso de Especialização em Microbiologia aplicada às Ciências da Saúde, .,Cargo ou função, Coordenadora Substituta..

  • 03/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências farmacêuticas, .,Cargo ou função, Membro do Núcleo Docente Estruturante..

  • 03/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado do Curso de Farmácia, .,Cargo ou função, Professora Convidada.

  • 08/2010

    Direção e administração, Núcleo Docente Estruturante, .,Cargo ou função, Membro do NDE do Curso de Farmácia..

  • 01/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências farmacêuticas, .,Cargo ou função, Membro do Núcleo Docente Estruturante da faculdade de Ciências Farmacêuticas.

  • 01/2010

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Saúde Coletiva aplicada à Farmácia

  • 04/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Estágio do Curso de Farmácia, .,Cargo ou função, Membro da Comissão.

  • 08/2007

    Extensão universitária , Projeto de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenou projeto DST/Aids: Informação e Educação.

  • 08/2007

    Extensão universitária , Projeto de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenou projeto Higiene dos Alimentos.

  • 06/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Fiscalização do cumprimento das normas de funcionamento da cantina, .,Cargo ou função, Membro da Comissão para fiscalização do cumprimento das normas de funcionamento da cantina, do uso dos bens imóveis e quanto aos aspectos qualitativos, conservação, higiene e limpeza dos produtos e serviços oferecidos..

  • 06/2005

    Extensão universitária , Colegiado de Extensão da PROEX UNIFAL-MG, .,Atividade de extensão realizada, Membro do Colegiado de Extensão da PROEX UNIFAL-MG.

  • 04/1999

    Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Farmácia, Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saúde Coletiva.,Linhas de pesquisa

  • 03/1993

    Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Farmácia, Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saúde Coletiva.,Linhas de pesquisa

  • 09/1992

    Serviços técnicos especializados , Departamento de Farmácia, Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saúde Coletiva.,Serviço realizado, Análise microbiológica de água e alimentos.

  • 05/2018 - 02/2019

    Extensão universitária , Coordenadoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora de Extensão Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

  • 10/2016 - 10/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Municipal de Saúde, .,Cargo ou função, Membro Suplente Representante da UNIFAL-MG..

  • 03/2016 - 04/2018

    Extensão universitária , Vice- Coordenadora de Extensão da faculdade de Ciências Farmacêuticas, .,Atividade de extensão realizada, Vice- Coordenadora de Extensão da FCF.

  • 03/1993 - 12/2017

    Extensão universitária , Departamento de Farmácia, Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saúde Coletiva.,Atividade de extensão realizada, DST/Aids: Informação e Educação.

  • 06/2016 - 08/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Edital 014.2016 Comissão para a Seleção de Tutor pra Grupos PET..., .,Cargo ou função, Presidente da Comissão.

  • 08/2010 - 08/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê local para a Avaliação e Acompanhamento dos grupos PET (CLAA), .,Cargo ou função, Membro..

  • 02/2016 - 04/2016

    Extensão universitária , Ciclo de Seminários do Grupo PET Farmácia 2016.1, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento..

  • 01/2016

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos especiais em controle de qualidade de alimentos

  • 01/2008

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Controle de Qualidade Microbiológico de Medicamentos, cosméticos e Alimentos

  • 09/2015 - 12/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão para fiscalizar o contrato 66.2011 - Lanchonete Universitária, .,Cargo ou função, Membro da Comissão.

  • 10/2015 - 11/2015

    Extensão universitária , Campanha Nacional de Fotoeducação..., .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora adjunta..

  • 10/2014 - 11/2015

    Extensão universitária , Minicurso Cerveja artesanal: da arte ao copo., .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento..

  • 09/2015 - 09/2015

    Extensão universitária , Minicurso Farmacologia da Dor, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador da atividade..

  • 07/2015 - 09/2015

    Extensão universitária , Ciclo de Seminários do PET Farmácia 2015.2, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento.

  • 03/2015 - 09/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão organizadora centenário Odontologia Port 598.2015, .,Cargo ou função, Membro da Comissão..

  • 01/2015 - 08/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Científica do IV Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica, .,Cargo ou função, Presidente.

  • 04/2015 - 06/2015

    Extensão universitária , CINEPET Farmácia: Filmes GIA- Fama e Destruição e Teoria de Tudo, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento.

  • 03/2015 - 05/2015

    Extensão universitária , Ciclo de Seminários do Grupo PET Farmácia 2015.1, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento.

  • 06/2005 - 05/2015

    Direção e administração, Coordenadoria de Extensão, .,Cargo ou função, Coordenadora de extensão do Curso de Farmácia.

  • 06/2005 - 05/2015

    Direção e administração, Coordenadoria de Extensão, .,Cargo ou função, Coordenadora de Extensão do Curso de Farmácia.

  • 03/2015 - 04/2015

    Extensão universitária , Mesa Redonda: Egressos do Programa Ciências sem Fronteiras 2015, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador da atividade..

  • 03/2015 - 04/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão organizadora 101 anos da UNIFAL-MG, .,Cargo ou função, Membro da Comissão..

  • 01/2015

    Ensino, Especialização em Atenção Farmacêutica, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Atenção Farmacêutica à Mulher

  • 01/2015

    Ensino, Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Microbiologia do Alimento

  • 01/2015

    Ensino, Microbiologia Aplicada às Ciências da Saúde, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Toxinfecções alimentares

  • 01/2007

    Ensino, Especialização em Atenção Farmacêutica, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina de Atenção Farmacêutica à Mulher. Carga-horária 10 horas.

  • 11/2014 - 11/2014

    Extensão universitária , Minicurso Semiologia Farmacêutica, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento.

  • 09/2014 - 11/2014

    Extensão universitária , Feira de Saúde Comemorativa do Dia do Servidor Público, .,Atividade de extensão realizada, Coordenou o evento.

  • 09/2014 - 11/2014

    Extensão universitária , Mesa Redonda: Atuação do Farmacêutico na Diretoria Regional de Saúde, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento..

  • 10/2014 - 10/2014

    Extensão universitária , Solenidade de Comemoração dos 100 anos do Curso de Farmácia e dos..., .,Atividade de extensão realizada, Subcoordenadora..

  • 09/2014 - 10/2014

    Extensão universitária , Campanha de Saúde da Semana nacional do Idoso, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador da Campanha..

  • 08/2014 - 09/2014

    Extensão universitária , Mesa Redonda: Pós-graduação na Unifal-MG, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento..

  • 07/2014 - 09/2014

    Extensão universitária , Ciclo de Seminários do Grupo PET Farmácia 2014.2, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador do evento.

  • 08/2014 - 08/2014

    Extensão universitária , treinamento teórico e prático no Lab de Microbiologia de Alimentos, .,Atividade de extensão realizada, Subcoordenadora.

  • 08/2014 - 08/2014

    Extensão universitária , Curso Conceitos Básicos em Química Orgânica, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora..

  • 04/2014 - 05/2014

    Extensão universitária , CINEPET Farmácia: Filme Clube de Compras Dallas, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador.

  • 03/2014 - 04/2014

    Extensão universitária , Mesa Redonda: Nova Dinâmica Curricular do Curso de Farmácia, .,Atividade de extensão realizada, Coordenador da atividade.

  • 01/2014 - 04/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Congresso Científico-Cultural da Unifal_MG, .,Cargo ou função, Membro da Comissão Organizadora.

  • 01/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão organizadora das comemorações dos 100 anos da UNIFAL-MG, .,Cargo ou função, Presidente da Comissão Organizadora.

  • 03/2009 - 12/2013

    Extensão universitária , Projeto de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Colaboradora no projeto Águas, Minas e Nascentes..

  • 01/2011

    Ensino, Especialização em Farmácia Magistral, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Controle de Qualidade Microbiológico

  • 01/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Para Fiscalização do Cumprimento das Normas de Funcionamento da Ca, .,Cargo ou função, Membro da Comissão.

  • 01/2010

    Ensino, Especialização em Atenção Farmacêutica, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Atenção Farmacêutica à Mulher e Gestante

  • 01/2009

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão para revisão do projeto de criação do Curso de Medicina Humana, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/2009

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão específica para fiscalização da reforma do Lab. de Saúde Pública, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/2009

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão para elabor da proposta de criação do Curso de Medicina Humana, .,Cargo ou função, Membro.

  • 08/2007 - 12/2009

    Extensão universitária , Projeto de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Colaboradora no projeto Programa de Extensão: Promovendo Saúde e Reduzindo Danos.

  • 05/2009 - 05/2009

    Outras atividades técnico-científicas , I Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica - UNIFAL/MG, I Simpósio Internacional de Atenção Farmacêutica - UNIFAL/MG.,Atividade realizada, Avaliadora dos trabalhos científicos apresentados sob a forma de painel no I Simpósio Internacional de Atencção Farmacêutica.

  • 08/2007 - 02/2009

    Extensão universitária , Projeto de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenou projeto Águas, Minas e Nascentes.

  • 01/2009

    Ensino, Especialização em Atenção Farmacêutica, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Atenção Farmacêutica à Mulher e Gestante

  • 01/2009

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Para Fiscalização do Cumprimento das Normas de Funcionamento da Ca, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/2005

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva

  • 08/2008 - 12/2008

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina DF54- Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva (2 teóricas/ semana), Ministrou disciplina DF58- Controle Microbiológico de Medicamentos, Cosméticos e Alimentos (1,47h teóricas/ semana e 3,2h práticas/ semana)

  • 08/2008 - 12/2008

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina DN07- Microbiologia e Higiene dos Alimentos (4h teóricas/ semana)

  • 08/2001 - 12/2008

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia e Higiene dos Alimentos

  • 10/2008 - 10/2008

    Outras atividades técnico-científicas , X Mostra de Extensão - UNIFAL/MG, X Mostra de Extensão - UNIFAL/MG.,Atividade realizada, Avaliadora dos trabalhos apresentados sob a forma de painel na X Mostra de Extensão.

  • 03/2008 - 07/2008

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina DF58- Controle de Qualidade Microbiológico de Medicamentos, Cosméticos e Alimentos (1,5h teóricas/ semana e 2,0h práticas/ semana), Ministrou disciplina DF54- Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva (4 teóricas/ semana)

  • 01/2008

    Ensino, Especialização em Farmácia Magistral, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina Controle de qualidade microbiológico. Carga-horária 8 horas.

  • 01/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Fiscalização do cumprimento das normas de funcionamento da cantina, .,Cargo ou função, Membro da Comissão para fiscalização do cumprimento das normas de funcionamento da cantina, do uso dos bens imóveis e quanto aos aspectos qualitativos, conservação, higiene e limpeza dos produtos e serviços oferecidos..

  • 01/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Elaboração de proposta de criação de cursos, .,Cargo ou função, Membro da Comissão para elaboração de proposta de criação dos Cursos: Educação Física, Filosofia, Medicina Humana, Serviço Social e Terapia Ocupacional..

  • 01/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão para elaboração de proposta para criação de cursos, .,Cargo ou função, Membro - Comissão para elaboração de proposta para criação de cursos de Educação Física, filosofia, Medicina Humana, Serviço Social e Terapia ocupacional.

  • 08/2007 - 12/2007

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ministrou a disciplina DF54- Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva ( 4 teóricas/ semana)

  • 08/2007 - 12/2007

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina DN07- Microbiologia e Higiene dos Alimentos (4 teóricas/ semana)

  • 08/2007 - 12/2007

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Orientação (perceptoria) de estágio curricular DF04- Estágio II (Fundamentos de Epidemiologia e Saúde Coletiva). Carga-horária 3h/ semana

  • 08/2007 - 12/2007

    Extensão universitária , Projeto de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Colaboradora no projeto Atenção à saúde do idoso integrante da UNATI.

  • 09/2007 - 09/2007

    Outras atividades técnico-científicas , UNIFAL-MG, UNIFAL-MG.,Atividade realizada, Avaliadora dos trabalhos apresentados sob forma de painel durante II Workshop da Pós-Graduação, IX Mostra de Extensão e XIII Jornada de Iniciação Científica da UNIFAL-MG.

  • 01/2007

    Ensino, Especialização em Atenção Farmacêutica, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Ministrou disciplina de Atenção Farmacêutica à Gestante e Saúde da Mulher. Carga-horária 10 horas.

  • 01/2007

    Ensino, Especialização em Atenção Farmacêutica, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Atenção Farmacêutica à Mulher e Gestante - 10h

  • 01/2007

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia de Alimentos

  • 01/2007

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão II Workshop da Pós-Graduação, IX Mostra de Extensão e XIII JCA, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Para Fiscalização do Cumprimento das Normas de Funcionamento da Ca, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão para Elabor do Projeto do Curso lato sensu de saúde Coletiva, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/2003

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Higiene e Saúde Pública

  • 01/2001

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Epidemiologia e Saúde Coletiva

  • 09/2005 - 12/2005

    Extensão universitária , Pró Reitoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto ÁGuas, Minas e Nascentes.

  • 04/2005 - 11/2005

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto DST/AIDS: informação e educação.

  • 04/2005 - 11/2005

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto Higiene dos Alimentos.

  • 03/2005 - 11/2005

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto Aprender Brincando: construindo cidadania.

  • 03/2005 - 11/2005

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto Ecoagir - poluição e doenças relacionadas.

  • 05/2004 - 10/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Interna do Polo Sul, .,Cargo ou função, Membro de comissão permanente.

  • 09/2003 - 09/2005

    Direção e administração, Departamento de Farmácia, .,Cargo ou função, suplente do chefe de departamento.

  • 07/2005 - 07/2005

    Outras atividades técnico-científicas , Pró Diretoria de Pós Graduação e Pesquisa, Pró Diretoria de Pós Graduação e Pesquisa.,Atividade realizada, Avaliadora "ad hoc" da Revista da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas.

  • 06/2005 - 06/2005

    Outras atividades técnico-científicas , Pró Diretoria de Pós Graduação e Pesquisa, Pró Diretoria de Pós Graduação e Pesquisa.,Atividade realizada, Avaliadora "ad hoc" de projeto de pesquisa voluntária.

  • 06/2005 - 06/2005

    Outras atividades técnico-científicas , Pró Diretoria de Pós Graduação e Pesquisa, Pró Diretoria de Pós Graduação e Pesquisa.,Atividade realizada, Avaliadora "ad hoc" de projeto de pesquisa de TCC.

  • 03/2005 - 03/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Alfenas, .,Cargo ou função, Comissão eleitoral.

  • 01/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Fiscalização do cumprimento das normas de funcionamento da cantina, .,Cargo ou função, Membro de comissão temporária.

  • 01/2003

    Direção e administração, Departamento de Farmácia, .,Cargo ou função, Suplente do Chefe do Departamento de Farmácia.

  • 03/2004 - 11/2004

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto DST/AIDS: informação e educação.

  • 03/2004 - 11/2004

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto Higiene dos Alimentos.

  • 03/2004 - 11/2004

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Projeto Ecoagir.

  • 03/2003 - 11/2003

    Extensão universitária , Pró Diretoria de Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Colaboradora no projeto Sáude do Trabalhador.

  • 01/1993

    Extensão universitária , Departamento de Farmácia, Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saúde Coletiva.,Atividade de extensão realizada, Água e Alimentos: higiene, desinfecção e saneamento.

  • 01/1993

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Permanente de Pessoal Docente - EFOA, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/1992

    Ensino, Farmácia Bioquímica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Higiene Social

  • 01/1999

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de seleção para transferência para o terceiro período de Farmácia, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/1999

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Cultural para os festejos dos 85 anos da EFOA, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/1995

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Interna de Prevenção de Acidentes da EFOA, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/1994

    Direção e administração, Coordenadora Adjunta de Extensão - Curso de Farmácia, .,Cargo ou função, Coordenadora.

  • 01/1993

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Municipal de Saúde, .,Cargo ou função, Membro.

  • 01/1993

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Higiene e Saneamento

  • 01/1993

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Licitação da EFOA Port 001 04.01.1993, .,Cargo ou função, Membro.

  • 12/1989 - 09/1992

    Outras atividades técnico-científicas , Laboratório Central de Análises Clinicas, Laboratório Central de Análises Clinicas.,Atividade realizada, Farmacêutica Bioquímica - 40h semanais..

  • 01/1990

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Permanente de Pessoal Técnico Administrativo da EFOA - CPPTA, .,Cargo ou função, Membro.

2016 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador Mestrado Ciência e Tecn Alimentos, Carga horária: 1

Outras informações:
Colaboradora no Mestrado Profissional de Ciência e Tecnologia de Alimentos, ministrando a Disciplina de Microbiologia Industrial (45h - anualmente).

2016 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador, Carga horária: 2

Outras informações:
Linha de pesquisa: Gestão da Qualidade na Cadeia Produtiva de Alimentos

1985 - 1990

Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Regente Auxiliar de Ensino, Carga horária: 24

Outras informações:
Ministrei várias disciplinas nas Escolas da Rede Estadual de Educação situadas em Alfenas, MG.

1988 - 1989

Prefeitura Municipal de Divisa Nova

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bioquímica do Serviço Público, Carga horária: 40

1986 - 1986

Prefeitura Municipal de Alfenas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bioquímica do Serviço Público, Carga horária: 40

1987 - 1987

Centro de Análises e Pesquisas Microbiológicas Louis Pasteur

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Microbiologista, Carga horária: 40

1987 - 1987

Laboratório Alfenense

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Bioquímico, Carga horária: 40

1989 - 1989

Laboratório de Análises Clínicas do Centro Regional de Saúde de Alfenas

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Bioquímica, Carga horária: 20