Lucia Helena Sider

É graduada em Medicina Veterinária pela Universidade de São Paulo (1996), possui mestrado (Biotecnologia, 2000) e doutorado (Reprodução Animal, 2005) pela mesma universidade. Tem experiência em Neurociências e Fisiologia da Reprodução, com aplicação de ferramentas de Biologia Molecular e Genômica. Desde 2006 é Pesquisadora A da Embrapa Caprinos e Ovinos, onde atua na área de Biologia Avançada aplicada a problemas de pequenos ruminantes, com linhas de pesquisas em Sanidade Animal. Realizou seu pós doutorado (cientista visitante) em 2010-2011 no US Meat Animal Research Center, Clay Center, Nebraska, USA, onde estudou o perfil filogenético do vírus da pneumonia progressiva ovina e sua relação com a resistência genética do hospedeiro à doença. De 20016 a 2018 foi bolsista do Programa de Bolsas de Produtividade em Pesquisa, Estímulo à Interiorização e à Inovação Tecnológica - BPI, da FUNCAP. É líder de projeto Macroprograma 2/Novo SEG que visa o controle da artrite-encefalite caprina. Trabalha também com linha de pesquisa em Melhoramento Animal na procura de marcadores genéticos associados à resistência às lentiviroses de pequenos ruminantes. É filiada à Sociedade Brasileira de Genética, à Sociedade Brasileira de Virologia, à Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, à Sociedade Brasileira de Computação e à Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento. Possui interesses variados desde epigenética e edição gênica a ferramentas como vesículas endossomais e biópsias líquidas. Exercita o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Reprodução Animal

2001 - 2005

Universidade de São Paulo
Título: Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes e púberes Bos primigenius indicus (Nelore) por meio da Análise serial de expressão gênica (SAGE)
José Fernando Garcia. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Bovinos; puberdade; Análise serial de expressão gênica; folículo ovariano; SAGE.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Animal. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia da Reprodução. Setores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.

Mestrado em Biotecnologia

1997 - 2000

Universidade de São Paulo
Título: Modulação dos sistemas dopaminérgicos pela experiência reprodutiva em fêmeas prenhes,Ano de Obtenção: 2000
Luciano Freitas Felicio.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: dopamina; experiência reprodutiva; prolactina; ratas; haloperidol; HPLC. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Neuropsicofarmacologia. Setores de atividade: Neurociências; Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.

Graduação em Medicina Veterinária

1991 - 1996

Universidade de São Paulo - FMVZ - USP

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2010 - 2011

Pós-Doutorado. , US Meat Animal Research Center, USMARC-ARS-USDA, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas, Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Genômica Animal. , Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Medicina Veterinária Preventiva / Especialidade: Doenças Infecciosas de Animais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Acesso à informação. (Carga horária: 20h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2020 - 2020

Eneagrama voltado para resultados organizacionais. (Carga horária: 16h). , Instituto Conectomus, IC, Brasil.

2020 - 2020

Me poupe! Invista com Nathalia Arcuri. (Carga horária: 20h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2020 - 2020

Treinamento do Portal de Periódicos da CAPES. (Carga horária: 3h). , Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2020 - 2020

A liderança pública em tempos de crise. (Carga horária: 10h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2020 - 2020

Workshop - Elaboração e validação de metodologia de capacitação online. (Carga horária: 4h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2020 - 2020

Introdução à Neuroeconomia: O cérebro e as tomadas de decisão financeiras. (Carga horária: 8h). , Instituto Conectomus, IC, Brasil.

2020 - 2020

O passo a passo da criação de personagens. , Carreira Literária, CR, Brasil.

2020 - 2020

Combo Autor Bestseller. , Carreira Literária, CR, Brasil.

2020 - 2020

O Conto - a escrita do nocaute. , Carreira Literária, CR, Brasil.

2020 - 2020

Gestão Pessoal: Base da Liderança. (Carga horária: 50h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2019 - 2019

Banco de Dados e Bioinformática. (Carga horária: 6h). , Sociedade Brasileira de Computação - Porto Alegre, SBC, Brasil.

2019 - 2019

Métodos de análise para identificação de susceptibilidade genética de doenç. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2019 - 2019

I Workshop de Genômica Aplicada. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Vale do São Francisco, UNIVASF, Brasil.

2018 - 2018

Introdução à Bioinformática Genômica e Pós-Genômica. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2017 - 2017

O Sistema CRISPR/Cas9: conceitos básicos e implementação prática. (Carga horária: 3h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2017 - 2017

Origem da vida: de Darwin a Pós-genômica. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2017 - 2017

Revisitando os modelos animais em Psicofarmacologia: validades e limitaçãoe. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento, SBNeC, Brasil.

2017 - 2017

Novas sinapses novos neurônios: aspectos biológicos e computacionais. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento, SBNeC, Brasil.

2017 - 2017

Relógio Biológico e Transtornos Mentais. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento, SBNeC, Brasil.

2017 - 2017

Farmacogenômica: fundamentos, estado da arte e tópicos avançados. (Carga horária: 3h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2017 - 2017

Propriedade Intelectual. (Carga horária: 14h). , Embrapa Caprinos e Ovinos, CNPC, Brasil.

2017 - 2017

Sistema Eletrônico de Informações - SEI! USAR. (Carga horária: 20h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2017 - 2017

Neurociência para todos. (Carga horária: 20h). , Inédita, INÉDITA, Brasil.

2014 - 2014

Excel 2010 Avançado. (Carga horária: 20h). , Compuway - Formação Profissional, CONPUWAY, Brasil.

2013 - 2013

Otimizaçào de qPCR para detecção e quantificação d. (Carga horária: 32h). , Embrapa Caprinos e Ovinos, CNPC, Brasil.

2013 - 2013

Media training. (Carga horária: 24h). , Embrapa Caprinos e Ovinos, CNPC, Brasil.

2013 - 2013

I Workshop sobre Escrita Científica. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2013 - 2013

Uso da norma padrão em textos científicose empresa. (Carga horária: 12h). , Embrapa Caprinos e Ovinos, CNPC, Brasil.

2012 - 2012

Reação em qPCR na Plaforma TaqMan. (Carga horária: 40h). , Embrapa Caprinos e Ovinos, CNPC, Brasil.

2011 - 2011

Cell culture on a chip - possib. and technologies. (Carga horária: 4h). , Select Biosciences, SELECTBIO, Grã-Bretanha.

2011 - 2011

Princ. and applic. of Microfluids in the Life Sci. (Carga horária: 4h). , Select Biosciences, SELECTBIO, Grã-Bretanha.

2011 - 2011

Computational Advances in NexGen Sequencing. (Carga horária: 4h). , Select Biosciences, SELECTBIO, Grã-Bretanha.

2010 - 2010

Sist. Agilent p/ an. de expr. gênica por microarra. (Carga horária: 16h). , GE Healthcare - Life Sciences, GE, Brasil.

2010 - 2010

Ciclo de Palestras do GE Day. (Carga horária: 8h). , GE Lifesciences, GE, Brasil.

2010 - 2010

Academic English Immersion Program. (Carga horária: 130h). , Casa Thomas Jefferson, CTJ, Brasil.

2009 - 2009

Capacit. de presidentes de CIBios da Embrapa. (Carga horária: 24h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, SNT, Brasil.

2009 - 2009

Molecular Epidemiology of Infectious Diseases. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

2008 - 2008

Uso de ferram de Biol Mol na conserv de rec gen an. (Carga horária: 3h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2007 - 2008

Gestão de Projetos e Processos. (Carga horária: 120h). , Vero Consultoria de Organização, VERO, Brasil.

2007 - 2007

Organiz. e evolução dos genomas: de vírus a humano. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2005 - 2005

Aplic. de SNPs no estudo de doenças complexas. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2005 - 2005

Células-tronco: características e aplicações. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2004 - 2004

Uso de imunohistoquímica para diagnóstico. (Carga horária: 2h). , Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2004 - 2004

RNAi (RNA de interferência) e o silenciam. gênicoi. (Carga horária: 8h). , Sociedade Brasileira de Genética - MG, SBG-MG, Brasil.

2003 - 2003

Anál. computac. da expressão diferencial de fungos. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2003 - 2003

Medicina Genômica. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2002 - 2002

Simpósio Sobre o Uso e Aplicações de Microarrays. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2001 - 2001

Seminário intern. "Microarrays and Gene expression. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em Biometria de Marcadores Genéticos. (Carga horária: 40h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2000 - 2000

Tecnol. de Microarrays Abordagem Teórico Prática. (Carga horária: 12h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2000 - 2000

Bases da Biologia Molecular Para Neurobiologistas. (Carga horária: 3h). , Federação de Sociedades de Biologia Experimantal, FESBE, Brasil.

2000 - 2000

Bases Molec. Em Doenças Endócr. Mutações Somáticas. (Carga horária: 3h). , Federação de Sociedades de Biologia Experimantal, FESBE, Brasil.

1999 - 1999

Monit. de Neurotransm. In Vivo: La Microdialisis. (Carga horária: 3h). , Federação de Sociedades de Biologia Experimantal, FESBE, Brasil.

1998 - 1998

Modelos de Estudo da Resposta Plástica Neuronal. (Carga horária: 3h). , Federação de Sociedades de Biologia Experimantal, FESBE, Brasil.

1998 - 1998

Segurança Em Laboratórios. (Carga horária: 8h). , Isolab Consultoria e Representações Ltda, ISOLAB, Brasil.

1997 - 1997

Extensão universitária em Intensive English Program for International Studen. (Carga horária: 200h). , University of California, Davis, UCDAVIS, Estados Unidos.

1996 - 1996

Extensão universitária em Téc. Imunol. e de Biol. Molec. Aplic. a Med. Vet.. (Carga horária: 15h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1996 - 1996

Basics of molecular biology for neuroscientists. (Carga horária: 8h). , Society for Neuroscience, SFN, Estados Unidos.

1996 - 1996

I Workshop Sobre Informática p/ Méd. Veterinários. (Carga horária: 8h). , Technovet Informática e Consultoria Ltda, TECHNOVET, Brasil.

1996 - 1996

Encontro Internac. de Virologia Molec. Veterinária. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1995 - 1995

Neurofarmacologia da Ansiedade. (Carga horária: 3h). , Federação de Sociedades de Biologia Experimental, FESBE*, Brasil.

1995 - 1995

Gerenciamento Para Clínicas Veterinárias. (Carga horária: 8h). , Conselho Regional de Medicina Veterinária Sp, CRMV-SP, Brasil.

1994 - 1994

Extensão universitária em Aspec. da Organiz. Molec. da Célula de Eucariotos. (Carga horária: 22h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1994 - 1994

Extensão universitária em Fisiologia da Lactação Conceitos Básicos e Aplicad. (Carga horária: 18h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1994 - 1994

Atualiz. em Patol. da Reprodução de Fêmeas Bovinas. (Carga horária: 10h). , Sociedade Paulista de Medicina Veterinária, SPMV, Brasil.

1994 - 1994

Neonatologia e Geriatria Em Pequenos Animais. (Carga horária: 10h). , Sociedade Paulista de Medicina Veterinária, SPMV, Brasil.

1994 - 1994

Bovinocultura na IV Sacavet. (Carga horária: 20h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1994 - 1994

II Sem. de Atualiz. em Nutrição e Doenças Nutric.. (Carga horária: 12h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1993 - 1993

Uso de Animais no Ensino e na Pesquisa. (Carga horária: 3h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1992 - 1992

Temas atuais em bovinocultura leiteira, II Sacavet. (Carga horária: 20h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1992 - 1992

Primeiros Socorros Em Medicina Veterinária. (Carga horária: 9h). , Centro Acadêmico Moacir Rossi Nilsson, CAMRN, Brasil.

1992 - 1992

Atuqalização na Clínica de Cães e Gatos na II Saca. (Carga horária: 20h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1991 - 1991

Introdução Ao Estudo do Comportamento Animal. (Carga horária: 20h). , Sociedade Paulista de História Natural, SPHN, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Alemão

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Genômica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Melhoramento Genético.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Reprodução Animal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Neuropsicofarmacologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SIDER, L.H. ; PINHEIRO, R. R. ; Souza, K.C. ; FERNANDES, F. E. P. . Diagnóstico da CAE: do protocolo à interpretação. 2018. (Outro).

SIDER, L.H. ; CARDOSO, A. J. . Workshop Estado da Arte e Perspectivas para o Controle das Lentiviroses de Pequenos Ruminantes. 2015. (Outro).

SIDER, Lucia ; RAVAZZOLO, A. P. ; PINHEIRO, R. R. ; PINHEIRO, A. A. . Otimização de qPCR para detecção e quantificação de lentivirus. 2013. (Outro).

SIDER, Lucia Helena ; RAVAZZOLO, A. P. ; PINHEIRO, R. R. ; ANDRIOLI, A. . Reação de qPCR pela plataforma TaqMan. 2012. (Outro).

SIDER, Lucia Helena ; RAVAZZOLO, A. P. ; PINHEIRO, R. R. ; PINHEIRO, A. A. . Workshop Diagnóstico Molecular de Retroviroses Animais. 2008. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

4o Congresso Brasileiro de Qualidade em Laboratórios. 2020. (Congresso).

I Simpósio de análises de dados e programação. 2020. (Simpósio).

Pet Comportamento ONLINE: Comportamento e bem-estar animal. 2020. (Outra).

Encontro Internacional Centenário do Eclipse de Sobral (1919 - 2019). 2019. (Encontro).

Genética 2019 - 65th Brazilian Congress of Genteics. 2019. (Congresso).

IX Semana da Caprinocultura e Ovinocultura Brasileiras SECOB 2019. 2019. (Outra).

XII Brazilian Symposium on Bioinformatics. 2019. (Simpósio).

XII Symposium on Knowledge Discovery, Mining and Learning. 2019. (Simpósio).

XXXIV Brazilian Symposium on Databases. 2019. (Simpósio).

2018 International Congress of Genetics. 2018. (Congresso).

GENÉTICA 2017 - Brazilian-International Congress of Genetics. 2017. (Congresso).

XL Reunião Anual da SBNeC. 2017. (Congresso).

XXXII Reunião Anual da FeSBE. 2017. (Congresso).

58o Congresso Brasileiro de Genética. Phylogenetic clades of ovine progressive peumonia virus (OPPV) associate with sheep TMEM154 genotypes. 2012. (Congresso).

The Braziliam Genome Conference. 2012. (Congresso).

Epigenetics World Congress. 2011. (Congresso).

Next-Gen Sequencing Congress. 2011. (Congresso).

II Simpósio Brasileiro de Recursos Genéticos. 2008. (Simpósio).

53 Congresso Brasileiro de Genética. 2007. (Congresso).

51o Congresso Nacional de Genética. 51o Congresso Nacional de Genética. 2005. (Congresso).

50o Congresso Nacional de Genética. 50o Congresso Nacional de Genética. 2004. (Congresso).

Simpósio sobre Tecnologias Genômicas e Proteômicas. 2004. (Simpósio).

1st International Conference on Bioinformatics and Computational Biology. 2003. (Congresso).

49o Congresso Nacional de Genética. 2003. (Congresso).

XVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. 2003. (Congresso).

XV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. XV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. 2000. (Congresso).

The Maternal Brain.The Maternal Brain. 1999. (Encontro).

XIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. XIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. 1999. (Congresso).

VIII Congresso Interno do Núcleo de Neurociências e Comportamento. VIII Congresso Interno do Núcleo de Neurociências e Comportamento. 1998. (Congresso).

XIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. XIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. 1998. (Congresso).

26-th Society for Neuroscience Annual Meeting.26-th Society for Neuroscience Annual Meeting. 1996. (Encontro).

I Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Medicina Veterinária.I Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Medicina Veterinária. 1995. (Simpósio).

IX Semana Científica do Departamento de Patologia da FMVZ-USP.IX Semana Científica do Departamento de Patologia da FMVZ-USP. 1995. (Outra).

V Congresso Interno do Núcleo de Neurociências e Comportamento. V Congresso Interno do Núcleo de Neurociências e Comportamento. 1995. (Congresso).

X Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. X Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. 1995. (Congresso).

I Simpósio de Inciação Científica.I Simpósio de Inciação Científica. 1993. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: DALVA ALANA ARAGÃO DE AZEVEDO

PINHEIRO, R. R.; PINHEIRO, A. A.; ELOY, A. M. X.;SIDER, Lucia Helena; CUNHA, R. M. S.. Perfil proteico-imunogênico dos epítopos detentores de alto valor diagnóstico de lentivirus de pequenos ruminantes. 2015. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Aluno: Amanda Aragão Avila

PINHEIRO, A. A.; SANTOS, D. O.;SIDER, L.H.; PINHEIRO, R. R.. Uso da técnica de swim-up para remoçãodovírus da artrite encefalite caprina e obtenção de espermatozóides viáveis. 2013. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Aluno: Maria Juliane Passos

Passos, M.J.; Silva, J.R.V.;SIDER, Lucia Helena; Saraiva, M,V.A.. Efeito da proteína morfogenética óssea 15 (BMP-15) e do hormônio folículo estimulante (FSH) sobre o desenvolvimento de folículos ovarianos bovinos. 2012. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Kelma Costa de Souza

PINHEIRO, A. A.; Paula, N.R.O.;SIDER, Lucia Helena; PINHEIRO, R. R.. Artrite-encefalite caprina: infecção experimental via inseminação artifiicial e acompanhamento clínico e sorológico. 2010. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Aluno: Kelma Costa de Souza

TEIXEIRA, M. F. S.;SIDER, L. H.; PINHEIRO, A. A.; PAULA, N. R. O.; PINHEIRO, R. R.. Análise do CAEV em saliva e dinâmica viral em sêmen de reprodutores nas fases aguda e crônica da infecção. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Estadual do Ceará.

Aluno: Rosalba Moreira das Neves

LOBO, R. N. B.;ZAROS, L. G.SIDER, L.H.; PINHEIRO, R. R.; TEIXEIRA, M.. Caracterização fenotípica e resposta imune de caprinos naturalmente infectados por nematóides gastrintestinais. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aryana Lushese Vasconcelos Lima Feitosa

FEITOSA, A. L. V. L.; PINHEIRO, R. R.; TEIXEIRA, M. F. S.;SIDER, Lucia Helena; Brandão, P.E.; DANTAS, T. V. M.. Caracterização molecular de lentivírus de pequenos ruminantes isolados no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias) - Universidade Estadual do Ceará.

Aluno: Maria Rosalba Moreira das Neves

LOBO, R. N. B.; LOBO, A. M. B. S.; MONTEIRO, J. P.;SIDER, L.H.VIEIRA, L. S.. Exame de Qualificação de Doutorado. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aryana Lushese Vasconcelos Lima Feitosa

TEIXEIRA, M. F. S.; PINHEIRO, R. R.; PINHEIRO, A. A.;SIDER, Lucia Helena; CUNHA, R. M. S.; MELO, V.S.P.; ARAUJO, S.A.C.; DANTAS, T. V. M.; FERRAZ, R.E.O.. Clonagem e filogenia de lentivírus de pequenos ruminantes. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias) - Universidade Estadual do Ceará.

Aluno: DALVA ALANA ARAGÃO DE AZEVEDO

PINHEIRO, R. R.; PINHEIRO, A. A.;SIDER, L.H.; ELOY, A. M. X.. Análise proteômica sorológica (SERPA) associada à espectrometria de massas de antígeno de lentivirus de pequenos ruminantes. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Aluno: Amanda Aragão Avila

PINHEIRO, A. A.; SANTOS, D. O.;SIDER, L.H.; PINHEIRO, R. R.. Uso da técnica de swim-up para remoção do vírus da artrite encefalite caprina e obtenção de espermatozóides viáveis. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Aluno: Mariana Sousa do Nascimento

PINHEIRO, R. R.;SIDER, L.H.; AZEVEDO, D. A. A.. Delineamento e otimização de teste diagnóstico para a artrite encefalite caprina baseado em PCR quantitativo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Tania Maria Araujo Domingues Zucchi

ZUCCHI, T. M. A. D.. Biotecnologia. 2000 - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS.

Jose Fernando Garcia

GARCIA, J. F.. Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de femeas pre - púberes e púberes Bos primigenius indicus (Nelore) por meio da Análise de Expressão Gênica (SAGE). 2005 - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia.

Rodrigo Martins Soares

SOARES, R. M.. Exame Geral de Qualificação de Doutorado. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Reprodução Animal) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Luiz Lehmann Coutinho

GARCIA, Jose Fernando; Visintin, José Antonio; Baruselli, Pietro Sampaio;Coutinho, Luiz Lehmman; Cunha, Anderson Ferreira. Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes e púberes Bos primigenius indicus (Nelore) por meio da Análise Serial de Expressão Gênica (SAGE). 2005. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP.

José Antonio Visintin

GARCIA, J. F.VISINTIN, J. A.BARUSELLI, Pietro Sampaio; COUTINHO, Luiz Lehmann; CUNHA, A. F.. Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes e púberes de Bos primigenius indicus (Nelore) através da Análise Serial de Expressão Gênica (SAGE). 2005 - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP.

José Antonio Visintin

GARCIA, J. F.VISINTIN, J. A.; Soares RM. Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes e púberes de Bos primigenius indicus (Nelore) através da Análise Serial de Expressão Gênica (SAGE). 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Reprodução Animal) - Universidade de São Paulo.

Pietro Sampaio Baruselli

GARCIA, José Fernando;VISINTIN, José AntônioBARUSELLI, P. S.; COUTINHO, Luiz Lehmann; CUNHA, Anderson Ferreira da. Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes e púberes bos primigenius indicus (Nelore) por meio da análise Serial de Expressão Gênica (SAGE). 2005. Tese (Doutorado em Reprodução Animal) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

João Palermo Neto

Palermo-Neto, João. Modulação funcional dos sistemas dopaminérgicos pela experiência reprodutiva em fêmeas prenhes. 2000. Dissertação (Mestrado em Clínica Cirúrgica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

CLAUDIO ALVARENGA DE OLIVEIRA

OLIVEIRA, C. A. (ou ALVARENGA, C.). Dissertação de Mestrado. 2000. Dissertação (Mestrado em Clínica Cirúrgica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

CLAUDIO ALVARENGA DE OLIVEIRA

OLIVEIRA, C. A. (ou ALVARENGA, C.). Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes Bos primigenius indicus (Nelore) através da Análise Serial de Expressão Gênica (SAGE). 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Reprodução Animal) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

CLAUDIO ALVARENGA DE OLIVEIRA

Oliveira, C.A.. ANÁLISE DA EXPRESSÃO DIFERENCIAL DE GENES DO FOLÍCULO OVARIANO DE FÊMEAS PRÉ-PÚBERES E PÚBERES BOS PRIMIGENIUS INDICUS (NELORE) ATRAVÉS DA ANÁLISE SERIAL DE EXPRESSÃO GÊNICA (SAGE). 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Reprodução Animal) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

CLAUDIO ALVARENGA DE OLIVEIRA

OLIVEIRA, C. A. (ou ALVARENGA, C.). Exames Gerais de Qualificação. 2000. Outra participação, Universidade de São Paulo.

Anderson Ferreira da Cunha

CUNHA, A. F.. Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré púberes e púberes Bos trimigenius indicus (Nelore) por meio da Anélise Serial da Expressão Gênica (SAGE). 2005 - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Maria Nikaele Capos do Carmo Alcantara

Implantação de testes diagnósticos para a CAE baseados em qPCR; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lucia Helena Sider;

Adriano da Silva Ferreira

Implantação de testes diagnósticos para a CAE baseados em qPCR; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Centro Universitário UNINTA, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lucia Helena Sider;

Mariana Sousa do Nascimento

Delineamento e otimização de teste diagnóstico para a lentivirus caprino baseado em PCR quantitativo; ; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lucia Helena Sider;

Ana Kamila Andrade Veras

Identificação de genes candidatos associados à resistência genética à verminose gastrintestinal em caprinos por meio de ferramentas moleculares e geômicas; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Lucia Helena Sider;

Alexsandro Nunes de Oliveira

Identificação de genes candidatos associados a resistência genética à verminose gastrintestinal por meio de ferramentas moleculares e genômicas; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Lucia Helena Sider;

Ana Kamila Andrade Veras

Diagnóstico da arttite-encefalite caprina por RT-nested PCR; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lucia Helena Sider;

Ana Kamila Andrade Veras

Identificação de genes candoidatos associados à resistência genética à verminose gastrintestinal em caprinos por meio de ferramentas moleculares e genômicas; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Lucia Helena Sider;

Alexsandro Nunes de Oliveira

Diagnóstico do vírus da artrite-encefalite caprina por meio de RT-nested PCR; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú; Orientador: Lucia Helena Sider;

Ana Kamila Andrade Veras

Diagnóstico da artrite-encefalite caprina por RT-nested PCR; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lucia Helena Sider;

Ricardo Basto Souza

Diagnóstico viral e expressão gênica de eucariontes: extração e análise de RNA, síntese de cDNA e RT-PCR; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual Vale do Acaraú; Orientador: Lucia Helena Sider;

Mônica Maria Souza Amaral

Metodologias de diagnóstico da Artrite-encefalite caprina; 2018; Orientação de outra natureza; (Farmáçia) - Instituto Superior de Teologia Aplicada; Orientador: Lucia Helena Sider;

Mariana Sousa do Nascimento

Delineamento e otimização de teste diagnóstico para a artrite encefalite caprina baseado em PCR quantitativo; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Estadual Vale do Acaraú; Orientador: Lucia Helena Sider;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Nancy Starobinas

Avaliação do estado funcional de macrófagos peritoneais estimulados com BCG e ConA; 1993; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Nancy Starobinas;

Jose Fernando Garcia

Análise da expressão diferencial de genes do ovário e hipófise de fêmeas pré-púbere Bos primigenius taurus (Marchegiana) e Bos primigenius indicus (Nelore) através da análise serial de expressão gênica (SAGE); 2005; Tese (Doutorado em Reprodução Animal) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: José Fernando Garcia;

Luciano Freitas Felício

Modulação funcional dos sistemas dopaminérgicos pela experiência reprodutiva; 2000; Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Luciano Freitas Felicio;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DE AZEVEDO, DALVA ALANA ARAGÃO ; MONTEIRO, JOMAR PATRÍCIO ; PINHEIRO, RAYMUNDO RIZALDO ; DE ALVARENGA MUDADU, MAURICIO ; ANDRIOLI, ALICE ; ARAÚJO, JUSCILÂNIA FURTADO ; DE SOUSA, ANA LÍDIA MADEIRA ; SIDER, LÚCIA HELENA ; PEIXOTO, RENATO MESQUITA ; DA SILVA TEIXEIRA, MARIA FÁTIMA . Molecular characterization of circulating strains of small ruminant lentiviruses in Brazil based on complete gag and pol genes. SMALL RUMINANT RESEARCH , v. 177, p. 160-166, 2019.

  • ARAGÃO DE AZEVEDO, DALVA ALANA ; PINHEIRO, RAYMUNDO RIZALDO ; SOUZA DE SANTOS, VANDERLAN WARLINGTON ; DAMASCENO, EDGAR MARQUES ; MADEIRA DE SOUSA, ANA LÍDIA ; ARAÚJO, JUSCILÂNIA FURTADO ; ANDRIOLI, ALICE ; SIDER, LÚCIA HELENA ; PEREIRA, RENATO MESQUITA ; DA SILVA TEIXEIRA, MARIA FÁTIMA . Comparison of Serological and Molecular Tests for Diagnosis of Caprine Arthritis Encephalitis and Clinical Evaluation of Mammary Glands of Infected Dairy Goats. ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE (ONLINE) , v. 47, p. 1668, 2019.

  • RODRIGUES, A.S. ; PINHEIRO, R.R. ; BRITO, R.L.L. ; ANDRIOLI, A. ; OLIVEIRA, E.L. ; SIDER, L.H. ; SANTOS, V.W. ; OLIVEIRA, L.S. ; DIAS, R.P. ; GOUVEIA, A.M.G. ; TEIXEIRA, M.F.S. . AvaliaÃÃo de um controle estratÃgico da artrite encefalite caprina em rebanho caprino leiteiro. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA , v. 70, p. 139-146, 2018.

  • Ávila, A.A. ; SIDER, L.H. ; VERAS, A.K.A. ; PINHEIRO, R. R. ; OLIVEIRA, M. L. M. ; SILVA, P. A. F. ; Sousa, S.D. ; ANDRIOLI, A. . Uso da técnica de swim-up para a remoção do vírus da artrite-encefalite caprina do sêmen de reprodutores infectados. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , v. 67, p. 94-102, 2015.

  • SOUZA, K. C. ; ANDRIOLI, A. ; SIDER, L.H. ; PINHEIRO, R. R. ; BEZERRA JUNIOR, R. Q. ; PEIXOTO, R. M. ; TEIXEIRA, M. F. S. . Detecção de sequências do DNA proviral do vírus da Artrite Encefalite Caprina em saliva. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 43, p. 1-6, 2015.

  • ZAROS, L. G. ; NEVES, M. R. M. ; BENVENUTI, C. L. ; NAVARRO, A. M. C. ; SIDER, L. H. ; COUTINHO, L. L. ; VIEIRA, L. S. . Response of resistant and susceptible Brazilian Somalis crossbreed sheep naturally infected by Haemonchus contortus. Parasitology Research (1987. Print) , v. 113, p. 1155-1161, 2014.

  • SOUZA, K. C. ; PINHEIRO, R. R. ; SANTOS, D. O. ; BRITO, Roberta Lomonte Lemos de ; BRITO, R. L. L. ; RODRIGUES, A. S. ; SIDER, Lucia Helena ; PAULA, N. R. O. ; AVILA, A. A. ; CARDOSO, J. F. S. ; ANDRIOLI, A. . Transmission of the caprine arthritis?encephalitis virus through articial insemination. Small Ruminant Research , v. 109, p. 193-198, 2013.

  • SIDER, LUCIA H ; HEATON, MICHAEL P ; CHITKO-MCKOWN, CAROL G ; HARHAY, GREG P ; SMITH, TIMOTHY PL ; LEYMASTER, KREG A ; LAEGREID, WILLIAM W ; CLAWSON, MICHAEL L . Small ruminant lentivirus genetic subgroups associate with sheep TMEM154 genotypes. Veterinary Research , v. 44, p. 64, 2013.

  • SIDER, Lucia Helena ; HUCKE, E. E. T. S. ; FELICIO, L. F. . Modulation of post-coital dopaminergic tone by prior parity. BRAZILIAN ARCHIVES OF BIOLOGY AND TECHNOLOGY , v. 53, p. 615-622, 2010.

  • ZAROS, L. G. ; COUTINHO, L. L. ; SIDER, Lucia Helena ; MEDEIROS, H.R. ; NEVES, M. R. ; BENVENUTI, C.L. ; NAVARRO, A.M.C. ; VIEIRA, L. S. . Evaluation of reference genes for real-time PCR studies of Brazilian Somalis sheep infected by gastrointestinal nematodes. Genetics and Molecular Biology (Impresso) , v. 33, p. 486-490, 2010.

  • TEODOROV, E. ; HABR-ALENCAR, S. ; SIDER, Lucia Helena ; FELICIO, L. F. ; VAROLI, F. ; BERNARDI, M. M. . Prenatal treatment with picrotoxin promotes heterotypical sexual behavior and neurochemical changes in male rat offspring. Brain Research , v. 1069, p. 113-119, 2006.

  • SANTOS, S. E. C. ; ESCOBAR, H. M. ; SIDER, Lucia Helena ; WINKLER, S. ; AOKI, S. M. ; MILAZZOTTO, M. P. ; CAMPAGNARI, F. ; VANNUCCHI, C. I. ; BULLERDIEK, J. ; NOLTE, I. . DNA Sequence, polymorphism, and mapping of luteinizing hormone receptor fragment (LHCGR) gene in Great Dane dogs. Animal Genetics (Print) , Estados Unidos da América, v. 35, n.1, p. 74-75, 2004.

  • SIDER, Lucia Helena ; HUCKE, E. E. T. S. ; FLORIO, J. C. ; FELICIO, L. F. . Influence of time of day on hypothalamic monoaminergic activity in early pregnancy. Psychoneuroendocrinology, v. 28, n.2, p. 195-206, 2003.

  • HUCKE, E. E. T. S. ; CRUZ-CASALLAS, P. E. ; SIDER, Lucia Helena ; FELICIO, L. F. . Reproductive experience modulates dopamine-related behavioral responses. Pharmacology, Biochemistry and Behavior , v. 68, n.3, p. 575-582, 2001.

  • FELICIO, L. F. ; FLORIO, J. C. ; SIDER, Lucia Helena ; CRUZ-CASALLAS, P. E. ; BRIDGES, R. S. . Reproductive experience increases striatal and hypothalamic dopamine levels in pregnant rats. Brain Research Bulletin , v. 40, n.4, p. 253-256, 1996.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SIDER, L.H. ; PINHEIRO, R. R. ; SOUZA, K. C. ; FURTADO, J. R. ; DAMASCENO, E. M. . Diagnóstico da CAE: do protocolo à interpretação. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SIDER, L.H. . Marcadores genéticos na identificação e seleção de animais resistentes às Lentiviroses. 2015. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . Ferramentas Moleculares e Genômicas para o Estudo das Retroviroses Animais. 2010. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . Biotecnologia Animal. 2009. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . Potencial da Genômica nos Estudos de Biodiversidade. 2009. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . CAE Program at Embrapa Goats and Sheep: Development of Diagnostic Methods and Transmission Studies. 2009. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . A Biotecnologia aplicada à caprinovinocultura: das medidas tradicionais às ferramentas mais modernas. 2008. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . Clonagem, transgenia e células-tronco. 2008. (palestra).

SIDER, Lucia Helena . Biologia Avançada na Produção de Pequenos Ruminantes. 2008. (palestra).

SIDER, Lucia Helena . RT-nested PCR: Detecção de RNA genômico do vírus da artrite encefalite caprina. 2008. (Palestra).

SIDER, Lucia Helena . .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    Programa de Melhoramento Genético de Caprinos Leiteiros (Capragene) - Fase 2, Descrição: Nesse projeto, será dada continuidade ao Programa de Melhoramento Genético de Caprinos Leiteiros (Capragene) objetivando aumentar a sustentabilidade dos sistemas de produção de leite de cabra nos principais polos de produção das regiões Sudeste e Nordeste do País. Nesse projeto trabalharemos duas estratégias ? uma para o sistema de produção da região Sudeste (SE) e outra para o sistema da região Nordeste (NE) ? em função da situação (problema/necessidade) em que tais regiões se encontram. No SE o programa já é estabelecido, inclusive, com seleção de animais pelos seus valores genéticos genômicos (Lobo et al., 2017). No entanto, o ganho genético para as características selecionadas ainda está aquém do potencial. Portanto, o foco é aprimorar as estratégias de seleção para a acelerar e intensificar o progresso genético para as características de importância econômica sob seleção. Para isso, especial atenção será dada na identificação de bodinhos por meio de seleção genômica e no uso de ferramentas reprodutivas visando aumentar a intensidade de seleção para obtenção de maior ganho genético, conforme proposto na Solução de Inovação 2 (S2 - Valores genéticos/genômicos de matrizes e reprodutores para promover maior ganho genético nos sistemas de produção da região Sudeste do país). No NE o programa será implantado do zero, sendo, portanto, necessário estabelecer a escrituração zootécnica e o controle leiteiro que são inexistentes na região e constituir um banco de dados de pedigree e fenótipos. Ou seja, haverá uma fase de estabelecimento e estruturação. Desta forma, para a região NE, o objetivo é implantar o programa numa estratégia mais adequada à realidade e ao arranjo institucional presente no NE, sem pretender reproduzir o modelo do Sudeste (S1 - Implantação da solução tecnológica - Programa de Melhoramento Genético de Caprinos Leiteiros (Capragene) ? na região Nordeste do país para promover a eficiência do sistema de produção de leite caprino). Nessa solução, objetiva-se implantar teste de progênie, intensificar as ações relativas ao controle leiteiro e avaliar a interação genótipo x ambiente (nas duas regiões) para aumentar a disponibilidade de animais provados para as condições de meio e de produção da região. Dessa forma, o projeto propõe o desenvolvimento de três Soluções para Inovação (SI), visando atender às demandas específicas dos sistemas de produção de cada região e aquela comum às duas (S3 - Marcadores genéticos associados à infecção pela artrite-encefalite caprina como meio auxiliar de seleção para o controle sanitário e segurança da multiplicação de material genético em rebanhos caprinos leiteiros) e que limita a comercialização (trânsito) e fluxo de animais testados entre as regiões do país. A S3, portanto, é tranversal e independente e aplicável a todas as regiões do país.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Olivardo Facó - Integrante / Raimundo Nonato Braga Lôbo - Integrante / Alice Andrioli - Integrante / Ana Maria Bezerra da Silva Lôbo - Coordenador / Marcos Vinícius Gualberto Barbosa Silva - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Implantação de testes diagnósticos para a CAE baseados em qPCR, Descrição: A artrite encefalite caprina (CAE) afeta animais de todas as racas e faixas etárias, podendo causar encefalite nos animais jovens e quadros de artrite, mastite e pneumonia em animais adultos. Por ser uma doença de caráter crônico, incuravel, debilitante e de progressão lenta, ela leva a perdas produtivas significativas, determinando a morte do animal. A transmissão da CAE se dá por meio da ingestão de leite e colostro de fêmeas infectadas, mas a transmissão horizontal ocorre também por meio de contato direto, sobretudo nos animais mantidos em confinamento, e na inseminacao artificial por meio de sêmen contaminado com o vírus da CAE (CAEV). A CAE e uma doença de difícil controle que requer um conjunto de medidas profiláticas complexas e onerosas. Todavia, para que estas medidas sejam eficazes, é imprescindível a identificação dos animais positivos, de forma rápida, pelos métodos de diagnóstico. Porém, embora existam vários métodos de imunodiagnóstico desenvolvidos, os quais apresentam variados graus de complexidade e sensibilidade, eles não são capazes de identificar todos os animais portadores do CAEV, devido à soroconversão tardia e aos periodos de latência viral, de forma que e necessário associar métodos diagnósticos diretos, como os moleculares baseados na reação em cadeia da polimerase (PCR), para a identificacao dos animais que não apresentam anticorpos detectáveis. A PCR quantitativa (qPCR) é um método sensível, específico e rápido, que permite a detecção e a quantificação relativa ou absoluta do DNA inicial, se constituindo um método diagnóstico importante que pode inclusive auxiliar em estudos de carga viral. Pretende-se na presente proposta desenvolver e entregar métodos diagnósticos moleculares para a CAE baseados em qPCR.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador / Alice Andrioli Pinheiro - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Ana Paula Ravazzolo - Integrante / Kelma Costa de Souza - Integrante / Marta Fonseca Martins - Integrante / Mariana Sousa do Nascimento - Integrante / Adriano da Silva Ferreira - Integrante / Maria Nikaele Campos do Carmo Alcantara - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Estratégias inovadoras multimodais no controle à lentivirose caprina, Descrição: A artriteencefalite caprina (CAE) afeta animais de todas as raças e faixas etárias, causando encefalite nos animais jovens e quadros de artrite, mastite e pneumonia em animais adultos. Por ser uma doença de caráter crônico, incurável, debilitante e de progressão lenta, ela leva a perdas produtivas significativas, levando o animal à morte. A transmissão da CAE se dá por meio da ingestão de leite e colostro de fêmeas infectadas, mas a transmissão horizontal ocorre por meio de contato direto, sobretudo nos animais mantidos em confinamento e na inseminação artificial por meio de sêmen contaminado com o vírus da CAE (CAEV). A CAE é uma doença de difícil controle que requer um conjunto de medidas profiláticas complexas e onerosas. Todavia, para que estas medidas sejam eficazes, é imprescindível a identificação dos animais positivos, de forma rápida, pelos métodos de diagnóstico. Porém, embora existam vários métodos de imunodiagnóstico desenvolvidos, como a imunodifusão em gel de agar (IDGA), o teste de ELISA e o Western blotting, os quais apresentam variados graus de complexidade e sensibilidade, eles não são capazes de identificar todos os animais portadores do CAEV. Isto se deve à soroconversão tardia e aos períodos de latência viral, de forma que é necessário associar métodos diagnósticos diretos, como os moleculares baseados na reação em cadeia da polimerase (PCR), para a identificação dos animais que não apresentam anticorpos detectáveis. No entanto, a despeito dos programas de controle e dos métodos de diagnóstico, o CAEV ainda está bastante disseminado nos rebanhos e os produtores ainda resistem ao descarte de animais de alto valor zootécnico portadores do vírus. Neste sentido, a presente proposta visa combinar estratégias multimodais para controlar a artriteencefalite caprina (CAE) nos rebanhos nacionais, aperfeiçoando o diagnóstico, os métodos de prevenção e, consequentemente, o controle da doença. Com este objetivo, serão formalizadas parcerias entre a Embrapa e a universidade visando fortalecer o grupo de estudo das lentiviroses e esta importante linha de pesquisa. Esta interação visa desenvolver e entregar uma série de metodologias que vão dos métodos diagnósticos moleculares baseados em qPCR, testes de avaliação de prognóstico da infecção pela CAE por meio de marcadores protéicos, metodologias de inativação viral no leite e colostro por compostos químicos, avaliação do potencial antiviral de fitocompostos acrescidos em meios e diluidores de sêmen, até a realização da primeira etapa de um estudo genético de associação, que é a caracterização fenotípica de animais provenientes de rebanhos acometidos pela CAE. Serão também avaliados parâmetros de bem estar animal, que em conjunto com todos os outros resultados, visam fundamentar um plano de controle da lentivirose caprina em que pretende-se formular uma série de recomendações para os produtores visando agregar valores sanitários, produtivos, econômicos e éticos, e também sensibilizar técnicos e órgãos governamentais acerca da dimensão dos problemas causados pela CAE e da necessidade de políticas públicas que apoiem o controle desta enfermidade nos rebanhos nacionais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador / Alice Andrioli Pinheiro - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Ana Paula Ravazzolo - Integrante / Olivardo Facó - Integrante / Suzana Aparecida Costa de Araújo - Integrante / Tânia Valeska Medeiros Dantas - Integrante / Eduardo Luis Oliveira - Integrante / Maria Fátima da Silva Teixeira - Integrante / Angela Maria Xavier Eloy - Integrante / Espedito Cezário Martins - Integrante / Adriano Rodrgues Lima - Integrante / Alexandre Weick Uchoa Monteiro - Integrante / Francisco Eden Paiva Fernandes - Integrante / Marta Fonseca Martins - Integrante., Financiador(es): Embrapa - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2017

    ESTUDO ZOOSSANITÁRIO DA CAPRINOCULTURA E DA OVINOCULTURA TROPICAL: Epidemiologia, Riscos e Impacto econômico das enfermidades. PARTE II, Descrição: Pouca ênfase tem sido dada, nos últimos anos, ao controle das doenças infecciosas. Sua ocorrência no rebanho brasileiro resulta em consequências socioeconômicas graves e importantes, não só referentes à perda de animais, mas também, no que diz respeito ao comércio de animais e seus produtos. Apesar da dimensão territorial brasileira e das condições ambientais serem favoráveis ao desenvolvimento da atividade, altos índices de mortalidade e a presença de extensa gama de patologias têm sido descritos nos rebanhos ovinos e caprinos no Brasil. Os altos índices de mortalidade, problemas sanitários e nutricionais e o baixo nível tecnológico das propriedades, detectados a partir de pesquisas realizadas nos últimos 30 anos, mantêm-se nos dias atuais, sendo que em muitos casos, observa-se uma piora no quadro. Levando em consideração a grande relevância dos resultados obtidos ao longo do projeto Estudo Zoossanitário da Caprinocultura e Ovinocultura Tropical , que realizou um levantamento epidemiológico em nove estados do Brasil, a Embrapa Caprinos e Ovinos percebe a necessidade de dar continuidade a este trabalho, abordando os estados não contemplados no estudo inicial e que possuem representatividade para a caprinocultura e ovinocultura brasileira. Nesse sentido, seriam incluídos nesta nova proposta os estados do Pará e Rondônia (Norte), Maranhão, Pernambuco e Alagoas (Nordeste), Mato Grosso e Goiás (Centro-Oeste), São Paulo (Sudeste) e Paraná e Rio Grande do Sul (Sul). Além do levantamento epidemiológico, esta proposta visa também o apoio tecnológico e educativo em sanidade de caprinos e ovinos, com ações diretas de transferência de tecnologia, e avaliação da capacidade laboratorial brasileira. Será realizado o diagnóstico sorológico das dez principais doenças infecciosas de caprinos e ovinos, sendo elas: Artrite-Encefalite Caprina (CAE), Maedi-Visna (MV), Brucelose Ovina, Língua Azul, Leptospirose, Linfadenite Caseosa, Clamidofilose, Micoplasmose, Neosporose e Toxoplasmos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Luiz da Silva Vieira - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Antônio Cézar Rocha Cavalcante - Coordenador / Eduardo Luis Oliveira - Integrante / Lauana B. Santiago - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante / ANDRIOLI, ALICE - Integrante / Jomar Patrício Monteiro - Integrante / Angela Maria Xavier Eloy - Integrante / Espedito Cezário Martins - Integrante / João Ricardo Furtado - Integrante / Leandro da Silva Oliveira - Integrante / Fernando Henrique Melo A. Rodriques de Albuquerque - Integrante / Marcel Teixeira - Integrante / Marcos Cláudio Rogério Pinheiro - Integrante / Luciana Shiotsuki - Integrante / Jamile Bezerra de Araújo - Integrante / Viníciues Pereira Guimarães - Integrante / Viviane de Souza - Integrante.

  • 2012 - 2016

    METAGENÔMICA DOS LENTIVÍRUS DE PEQUENOS RUMINANTES, Descrição: Os Lentivírus de Pequenos Ruminantes (LVPRs) estão amplamente distribuídos entre caprinos e ovinos no mundo, causando grandes perdas econômicas. A Artrite Encefalite Caprina é considerada a principal enfermidade infecciosa nos caprinos leiteiros do Brasil. Diferentes formas clínicas da doença têm sido descritas em pequenos ruminantes infectados com LVPRs no país, como artrite, pneumonia, mastite infectando caprinos e também recentemente a forma nervosa da doença em ovinos. Estes vírus têm sido considerados como patógenos geneticamente distintos, mas antigenicamente relacionados entre si. Estão constantemente transpondo a barreira entre espécies de caprinos e ovinos. A alta heterogeneidade de seqüências de nucleotídeos e aminoácidos em lentivírus pode determinar a sua antigenicidade, virulência e crescimento e pode afetar sua persistência e o seu mecanismo de evasão. A análise genética desses LVPRs será importantíssima para entender as relações genéticas, protéicas e antigênicas, sua patogênese, epidemiologia, e relações filogenéticas. Isto também é relevante para o desenvolvimento de testes de diagnósticos mais sensíveis. O conhecimento dos sorotipos virais existentes servirão de base para a produção de antígenos para testes de diagnósticos mais eficientes e possíveis antígenos vacinais. Este projeto tem como objetivo ainda, averiguar a pressão de seleção imposta pela compartimentalização do sangue e sêmen sobre populações de lentivírus caprino (LVC) e detectar regiões conservadas para aplicação em testes baseados em PCR bem como novas terapias... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Coordenador / Alice Andrioli - Integrante / Juliano Cezar Minardi da Cruz - Integrante / Jomar Patrício Monteiro - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Uso da técnica de PCR nested para eleger partidas de sêmen criopreservadas livres do Vírus da Artrite Encefalite Caprina, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Ana Paula Ravazzolo - Integrante / Kelma Costa de Souza - Integrante / Alice Andrioli - Coordenador / Maria Layris Melo de Oliveira - Integrante / Renato Mesquita Peixoto - Integrante / Nikaelyson John Marcos Batista - Integrante / Maria Fátima da Silva Teixeira - Integrante / Ana Dalila Pereira Lima - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Transmissão interespécie do lentivírus caprino para ovinos: aspectos clínicos, epidemiológicos, monitoramento sorológico e análise molecular, Descrição: Os rebanhos de caprinos e ovinos possuem grande importância socio-econômica no nordeste brasileiro e diversas enfermidades têm comprometido o desempenho dos sistemas produtivos e ameaçado o sucesso da atividade por envolverem perdas desastrosas. Os lentivírus de pequenos ruminantes encontram-se difundidos nos rebanhos de caprinos e ovinos de diferentes países e inquéritos epidemiológicos no Brasil têm demonstrado a sua disseminação em vários estados. A ocorrência de caprinos soropositivos é cada vez maior, inclusive com manifestação clínica da enfermidade. Entretanto, o mesmo não tem ocorrido com os ovinos, que têm o relato clínico da doença discreto. Recentemente, estudos filogenéticos observaram a capacidade de subtipos virais infectarem tanto caprinos quanto ovinos. Nesse sentido, a possibilidade de o lentivírus caprino circulante nos rebanhos nordestinos atravessar a barreira interespécie e se disseminar também pelos rebanhos ovinos precisa ser analisada, uma vez que a maioria desses sistemas de criação são consorciados, com caprinos e ovinos convivendo em estreita relação. Sendo assim, o objetivo deste projeto é avaliar a possibilidade de transmissão interespécie do lentivírus de caprinos para ovinos sob diferentes variáveis de exposição e através de ferramentas de diagnóstico imunológico e molecular. Grupos experimentais serão estabelecidos para averiguar a transmissão do vírus entre espécies através da ingestão de colostro e leite contaminados e também por meio do contato prolongado entre caprinos infectados e ovinos sadios. Os animais serão monitorados clinicamente e também por meio de testes de imunodiagnóstico e de biologia molecular. Espera-se, ao final do projeto, elucidar a possibilidade de transmissão do vírus de caprinos para ovinos; contribuir para a formação de mestres e doutores, fortalecendo programas de pós-graduação; consolidar grupos de pesquisa multi-institucionais; divulgar os resultados em periódicos científicos de forte impacto e em eventos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Coordenador / Lauana B. Santiago - Integrante / Alice Andrioli - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante / Maria Fátima da Silva Teixeira - Integrante / Thiago Sampaio de Sousa - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Validação do diagnóstico por PCR e RT-PCR do vírus da artrite encefalite caprina em amostras de sêmen, ovócito e embrião, Descrição: Reproduzir com a finalidade de validar os testes de nested-PCR e RT-nested PCR desenvolvidos nos projetos de pesquisa código (03.06.06. 023.00 e 03.07.09.039) em amostras de sêmen, fluido uterino, líquido folicular e sangue de uma população de caprinos leiteiros. Serão avaliados a repetibilidade, a sensibilidade e a especificidade dos testes. Metodologia: Amostras de sêmen, fluido uterino, líquido folicular e sangue serão coletadas de uma população de caprinos leiteiros. O DNA proviral e o RNA genômico do vírus da artrite encefalite caprina (CAEV) serão extraídos de cada amostra. O RNA será convertido a cDNA com um kit de transcrição reversa e em seguida, tanto o DNA quanto o cDNA serão submetidos a duas amplificações com primers externos e internos. Amostras negativas e positivas serão comparadas com amostras limpas experimentalmente infectadas com quantidades conhecidas de vírus. Para cada teste serão calculados a repetibilidade, a sensibilidade e a especificidade .. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Hymerson Costa Azevedo - Integrante / Kelma Costa de Souza - Integrante / Alice Andrioli - Coordenador / Ana Kamila Andrade Veras - Integrante / Francisco Roger Aguiar Cavalcante - Integrante / Tania de Azevedo Lopes - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Diversidade de sequência do vírus visna/maedi (lentivirus ovino) americano e sua associação com a infecção (pneumonia progressiva ovina) em um rebanho de pesquisa da região central dos Estados Unidos da América, Descrição: Os retrovírus causam doenças animais de importância econômica global e estratégica. Em particular, os lentivírus de pequenos ruminantes (LVPR) afetam caprinos e ovinos no mundo todo produzindo doença crônica, de evolução lenta e progressiva. Existe grande variabilidade genética entre as cepas de retrovirus, que é decorrente principalmente de altas taxas de mutação / erros de leitura da enzima transcriptase reversa. A variabilidade de sequência é importante já que pode diretamente influenciar a biologia e a virulência do patógeno. Esta variabilidade pode ser eficientemente determinada por meio de ferramentas de seqüenciamento de primeira e segunda geração. Este projeto de pós doutorado propõe a caracterização da variabilidade genética de cepas norte-americanas do vírus visna/maedi. Além disso, o estudo almeja elucidar se existe uma associação entre cepas específicas e a infecção e a patogenicidade em um rebanho multiracial de pesquisa da região central dos Estados Unidos. Estes animais serão caracterizados sorologicamente e clinicamente para os fenótipos resistente e susceptível. Se identificadas, as sequências virais associadas com uma virulência aumentada podem se tornar alvo para monitoramento e manejo da prevalência, levando a um controle mais efetivo da doença. Se bem sucedida, esta abordagem pode ser aplicada a outras retroviroses animais de importância no Brasil, como a artrite-encefalite caprina e outros estudos de resistência a fatores bióticos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador / Michael Clawson - Integrante / Michael Heaton - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Bolsa.

  • 2009 - 2013

    ESTUDO ZOOSSANITÁRIO DA CAPRINOCULTURA E DA OVINOCULTURA TROPICAL: Epidemiologia, Riscos e Impacto econômico das enfermidades, Descrição: Atualmente têm surgido núcleos de criação de caprinos e de ovinos de raças de origem exótica, os quais fornecem animais de qualidade para serem usados em programas de melhoramento genético. Essas mudanças na forma de produção introduziram novos componentes como, animais importados, agentes patogênicos, uso de tecnologia e relações de produção que culminaram em alterações no perfil zoossanitário. Assim, além dos problemas sanitários clássicos, outros novos têm sido identificados, como a infecção pelos lentivírus, a artrite encefalite caprina em caprinos e Maedi-Visna em ovinos, já bem registrada nas duas espécies, hoje, motivo de preocupação das autoridades sanitárias que esperam a partir do conhecimento da situação, desenhar e implantar medidas de controle e profilaxia, diferenciadas de acordo com as características de cada região. A pouca informação zoossanitária tem limitado a implantação de medidas profiláticas, sendo o levantamento epidemiológico, o primeiro passo para a prevenção e/ou controle de doenças. Dados relativos ao sistemas de produção, tipos de vacinas e vacinação específicas para os animais e por região e das características epidemiológicas e sanitárias dos rebanhos são escassos. Este projeto tem como objetivo caracterizar os sistemas de produção da caprinocultura e da ovinocultura tropical em seus aspectos zoossanitários, possíveis fatores de risco das principais enfermidades e seus impactos econômicos... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Luiz da Silva Vieira - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Antônio Cézar Rocha Cavalcante - Integrante / Eduardo Luis Oliveira - Integrante / Lauana B. Santiago - Coordenador / Alice Andrioli - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante / Angela Maria Xavier Eloy - Integrante / Fernando Henrique Melo A. Rodriques de Albuquerque - Integrante / Jeferson Ferreira da Fonseca - Integrante / Lea Chapaval - Integrante.

  • 2009 - 2013

    Validação de ferramentas biotecnológicas para programas de controle das Lentiviroses de Pequenos Ruminantes., Descrição: Os lentivírus de pequenos ruminantes (LVPR) determinam sérias perdas à caprinocultura leiteira e ovinocultura, e foram introduzidos no Brasil através da importação de ovinos e caprinos oriundos de países onde a presença dos LVPR é endêmica. Atualmente, a enfermidade encontra-se disseminada pelo Brasil, estando, por enquanto, restrita aos rebanhos mestiços ou de raças exóticas. Para o controle dos lentivírus, faz-se necessária a realização periódica de testes nos rebanhos aliada a uma série de medidas de manejo. Atualmente, os testes sorológicos são realizados com antígenos de elevado custo e de difícil aquisição. A técnica sorológica Imunodifusão em gel de ágar (IDGA), utilizada atualmente, adequa-se ao monitoramento inicial de rebanhos, mas carece de sensibilidade para o diagnóstico individual preciso que pode ser alcançado com técnicas imunológicas mais sensíveis e de biologia molecular. Propõe-se, portanto, o aprimoramento de biotécnicas usando antígeno padrões e nativos, desenvolvido no Brasil. Os ensaios imunológicos ELISA e Immunoblotting padronizados e validados com antígenos de cepas padrões e nativas serão comparados com a IDGA quanto à especificidade e sensibilidade e então aplicados no rebanho da Embrapa, o qual vêm sendo monitorado por um programa de controle há quatoze anos. Constituem ainda como objetivo, a validação da PCR em sangue. Pretende-se, ao final do projeto, controlar esta enfermidade e subsidiar o desenvolvimento de estratégias de ação para controle das Lentiviroses de Pequenos Ruminantes em nível nacional... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Coordenador / Ana Paula Ravazzolo - Integrante / Ney Rômulo de Oliveira Paula - Integrante / Alice Andrioli - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante / Maria Fátima da Silva Teixeira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Avaliação de técnicas reprodutivas e biomoleculares utilizada no controle da artrite encefalite caprina, Descrição: Reprodutores e matrizes acometidos pela CAE são importantes fontes de infecção e disseminação do CAEV, pois o vírus está presente no sêmen e embrião e já foi comprovada a sua transmissão pela inseminação artificial utilizando sêmen artificialmente contaminado. Desta forma, o desenvolvimento de tecnologias reprodutivas aliadas a testes moleculares de PCRn e RT-PCRn podem permitir o aproveitamento do germoplasma destes animais, de forma segura, antes de retirá-los da reprodução. Com este projeto iremos avaliar o uso da técnica de Swin up, visando a obtenção de material livre do vírus e, consequentemente, de prôgenie destes reprodutores acometidos pela CAE, ao mesmo tempo em que quantificaremos o risco da transmissão deste agente pela Inseminação Artificial e pela TE. Neste projeto serão avaliados protocolos e estratégias obtenção de crias sadias a partir de matrizes portadoras do LVC. Também será elaborado um protocolo para a obtenção de progênie de reprodutores portadores do LVC utilizando-se a técnica do swin up no sêmen para obtenção de espermatozóides livres do LVC... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Alice Andrioli - Coordenador / Ana Kamila Andrade Veras - Integrante / Amanda Aragão Ávila - Integrante / Aiesca Oliveira Pellegrin - Integrante / Francisco Roger Aguiar Cavalcante - Integrante / Solange Damasceno Sousa - Integrante / Pedro Alberto Freitas da Silva - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro / Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2012

    Identificação de genes candidatos associados a resistência genética à verminose gastrintestinal em caprinos por meio de ferramentas moleculares e genômicas., Descrição: As parasitoses gastrintestinais estão entre os principais problemas que acometem os rebanhos de caprinos criados a pasto, acarretando em diminuição da produção e grande prejuízo econômico. Seu controle tem sido feito com a aplicação de anti-helmínticos, mas a crescente resistência a estas drogas e a demanda cada vez maior de consumidores por produtos de origem animal livres de resíduos químicos têm estimulado as pesquisas sobre novas alternativas de controle. Uma eficiente alternativa é a seleção de animais geneticamente resistentes à infecção por nematóides. Diversos trabalhos demonstraram a variabilidade genética em relação à resistência genética a endoparasitas em caprinos. Animais mais resistentes toleram melhor os efeitos das infecções helmínticas e promovem menor contaminação da pastagem, reduzindo o número de vermifugações e retardando o aparecimento da resistência anti-helmíntica. Em decorrência do menor número de vermifugações anuais, a presença de resíduos químicos em produtos de origem animal também tende a reduzir. A seleção assistida por marcadores ainda não está sendo plenamente aplicada à resistência genética à verminose. Este projeto propõe a identificação de genes candidatos associados à resistência genética a endoparasitas em caprinos por meio de ferramentas moleculares e genômicas, como a genotipagem com marcadores moleculares (microssatélites), microarranjos de DNA e a PCR em tempo real.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / José Fernando Garcia - Integrante / Luiz da Silva Vieira - Coordenador / Lílian Giotto Zaros - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Rodrigo Maranguape Silva da Cunha - Integrante / Luciana Correia de Almeida Regitano - Integrante / Luciana Cristine Vasques Villela - Integrante / Antônio Cézar Rocha Cavalcante - Integrante / Olivardo Facó - Integrante / Raimundo Nonato Braga Lôbo - Integrante / Samuel Rezende Paiva - Integrante / Simone Cristina Meo Niciura - Integrante / Alexandre Rodrigues Caetano - Integrante / Magda Vieira Benavides - Integrante / Luiz Lehman Coutinho - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Diagnóstico do Vírus da Artrite-Encefalite Caprina por RT-nested PCR., Descrição: O vírus da artrite encefalite caprina (CAEV) é um lentivírus que acomete caprinos no mundo todo provocando quadros de artrite, encefalite, mamite e pneumonia. Além disso, produz a diminuição de diversos parâmetros produtivos e reprodutivos acarretando em perdas econômicas. O animal, uma vez infectado, torna-se reservatório da doença. Medidas epidemiológicas de controle e o exame periódico por imunodifusão em gel de ágar não são suficientes para o controle e erradicação da doença. Métodos de diagnóstico alternativos se fazem necessários. O RT-PCR é uma técnica que se mostra adequada por sua alta sensibilidade e especificidade. Além disso, ela permite a detecção do vírus em sua forma livre, antes mesmo da soroconversão. A sua variação RT-nested PCR tem uma sensibilidade ainda maior e é apropriada para a detecção do vírus em amostras clínicas onde a carga viral é baixa. Para uma avaliação quantitativa da carga viral, o PCR em tempo real é a técnica mais adequada. O objetivo do presente projeto é o de desenvolver um método de diagnóstico do vírus da artrite encefalite caprina baseada na técnica de RT-nested PCR com a finalidade de contribuir para o controle e a erradicação da doença. A técnica RT-nested PCR será aplicada em amostras clínicas (sangue, leite, sêmen, fluido uterino, líquido folicular, líquor, líquido sinovial) coletadas de animais infectados pelo CAEV provenientes do rebanho isolado da Embrapa Caprinos. O RNA será extraído pelo método TRIzol (Invitrogen) e, a partir deste, será sintetizado o cDNA com o kit SuperScript (Invitrogen). O cDNA passará então por duas etapas consecutivas de amplificação com iniciadores externos e internos direcionados para o gene gag. O desenvolvimento da reação de RT-nested PCR resultará em uma importante ferramenta para o diagnóstico precoce, sensível e específico da artrite encefalite caprina. Além disso, animais serão infectados experimentalmente com amostras locais do vírus da CAE e serão avaliados quanto a carga vi. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador / Alice Andrioli Pinheiro - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Maria de Fátima da Silva Teixeira - Integrante / Ana Paula Ravazzolo - Integrante / Rodrigo Maranguape Silva da Cunha - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2012

    LENTIVÍRUS DE PEQUENOS RUMINANTES: EPIDEMIOLOGIA MOLECULAR E PRODUÇÃO DE ANTÍGENO DE ISOLADOS DO ESTADO DO CEARÁ., Descrição: A natureza de uma doença, especialmente sua epidemiologia e impacto econômico potencial sobre populações de animais são fatores de elevada importância para autoridades veterinárias nacionais, quando forem avaliar as ameaças a países importadores, regiões ou rebanhos. Ou seja, deve-se levar em consideração a morbidade e mortalidade da doença, se a doença é endêmica ou não para a região que irá receber o germoplasma. Não obstante, a introdução de novas cepas merece atenção especial, pois podem ser mais virulentas que as nativas, além do que muitos agentes têm o potencial de se multiplicar e mudar muito e rapidamente e, subseqüentemente, se adaptar a novos ambientes, como é o caso dos vírus RNA. O conhecimento dos tipos de vírus existentes no Brasil é importante do ponto de vista zoosanitário e econômico, já que a realização das diversas provas de diagnóstico têm utilizado sorotipos importados. Tal fato tem trazido alguns problemas, tais como a elevação do custo da realização dos testes de diagnóstico, além da detecção de um número expressivo de resultados falso-negativo, em função da inexistência de produção de antígenos virais com amostras brasileiras, principalmente em se tratando de Lentivírus de Pequenos Ruminantes(LVPR). Dessa forma, o isolamento e a caracterização de novas amostras virais provenientes de regiões geográficas distintas possibilitam melhorar os testes de diagnóstico. Este projeto objetiva avaliar o perfil imunológico e molecular dos LVPR, através do isolamento, estudo filogenético molecular, produção de antígenos, padronização de teste de diagnóstico e montagem de banco de amostras virais como referência nacional e internacional. Bem como, capacitar técnicos e estudantes dos cursos de Zootecnia e Biologia da UVA, Medicina da UFC e do Mestrado em Medicina Veterinária da UECE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Coordenador / Maria de Fátima da Silva Teixeira - Integrante / Rodrigo Maranguape Silva da Cunha - Integrante / Aryana Lushese Vasconcelos Lima Feitosa - Integrante / Roberta Lomonte Lemos de Brito - Integrante / Ronaldo Pereira Dias - Integrante / Alice Andrioli - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante / Maria Alzira do Carmo Aragao - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Banco do Nordeste do Brasil - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2012

    LENTIVÍRUS DE PEQUENOS RUMINANTES: EPIDEMIOLOGIA MOLECULAR E PRODUÇÃO DE ANTÍGENO DE ISOLADOS DO ESTADO DO CEARÁ., Descrição: A natureza de uma doença, especialmente sua epidemiologia e impacto econômico potencial sobre populações de animais são fatores de elevada importância para autoridades veterinárias nacionais, quando forem avaliar as ameaças a países importadores, regiões ou rebanhos. Ou seja, deve-se levar em consideração a morbidade e mortalidade da doença, se a doença é endêmica ou não para a região que irá receber o germoplasma. Não obstante, a introdução de novas cepas merece atenção especial, pois podem ser mais virulentas que as nativas, além do que muitos agentes têm o potencial de se multiplicar e mudar muito e rapidamente e, subseqüentemente, se adaptar a novos ambientes, como é o caso dos vírus RNA. O conhecimento dos tipos de vírus existentes no Brasil é importante do ponto de vista zoosanitário e econômico, já que a realização das diversas provas de diagnóstico têm utilizado sorotipos importados. Tal fato tem trazido alguns problemas, tais como a elevação do custo da realização dos testes de diagnóstico, além da detecção de um número expressivo de resultados falso-negativo, em função da inexistência de produção de antígenos virais com amostras brasileiras, principalmente em se tratando de Lentivírus de Pequenos Ruminantes(LVPR). Dessa forma, o isolamento e a caracterização de novas amostras virais provenientes de regiões geográficas distintas possibilitam melhorar os testes de diagnóstico. Este projeto objetiva avaliar o perfil imunológico e molecular dos LVPR, através do isolamento, estudo filogenético molecular, produção de antígenos, padronização de teste de diagnóstico e montagem de banco de amostras virais como referência nacional e internacional. Bem como, capacitar técnicos e estudantes dos cursos de Zootecnia e Biologia da UVA, Medicina da UFC e do Mestrado em Medicina Veterinária da UECE... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Coordenador / Rodrigo Maranguape Silva da Cunha - Integrante / Aryana Lushese Vasconcelos Lima Feitosa - Integrante / Ronaldo Pereira Dias - Integrante / Alice Andrioli - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante / Roberta Lomonte Lemos de Brito - Integrante / Maria Fátima da Silva Teixeira - Integrante / Maria Alzira do Carmo Aragão - Integrante.

  • 2007 - 2009

    Diagnóstico do lentivírus caprino e desenvolvimento de tecnologia reprodutiva visando o uso de reprodutores infectados, Descrição: A artrite encefalite caprina (CAE) é uma das enfermidades que mais causa prejuízos a caprinocultura, sendo o que seu agente etiológico, o lentivírus caprino (LVC), está presente no sêmen de animal infectado. Desta forma, o diagnóstico positivo de um macho nos obriga a retirá-lo da reprodução, e muitas vezes de um programa de melhoramento, o que representa uma grande perda genética e econômica, não só pelo animal em si, mas de todo o seu potencial de descendentes. O projeto tem o objetivo aprimorar métodos de diagnóstico moleculares e imunohistoquímicos, além de desenvolver uma tecnologia que possibilite a obtenção de material genético livre do LVC, a partir do sêmen coletado de reprodutores portadores do vírus, e de analisar a viabilidade do uso destes considerando a evolução sintomática da AEC. Serão acompanhados, por um ano, 15 machos, sendo cinco naturalmente infectados, cinco inoculados com o LVC e cinco animais sadios (controle), para a obtenção da curva sorológica do LVC no sangue (imunodifusão em gel de ágar -IDGA) e viral no sangue e sêmen (PCR Semi-Nested), comparando com o quadro de evolução da enfermidade e correlacionando com seus aspectos reprodutivos e comportamentais. Será realizada a imunohistoquímica dos tecidos do sistema reprodutivo de machos para identificação da infecção in situ do LVC. Visando obter espermatozóides livres do vírus será padronizada a técnica de Seleção de espermatozóides por gradiente de percoll (SEGP), sendo em seguida avaliado por PCR se o material obtido está livre do LVC. Dez cabras serão inseminadas com espermatozóides obtidos pela técnica de SEGP para a comprovação ou não da transmissão do LVC, sendo em seguida acompanhadas com testes de diagnóstico (IDGA e PCR), por 15 meses após a inseminaçãoartificial (IA). Na mesma época 10 cabras serão inseminadas com sêmen sem o vírus (controle negativo) e dez com sêmen infectado artificialmente com o LVC (controle positivo). Com os resultados da pesquisa, será realizado o estudo de. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Lucia Helena Sider - Integrante / Alice Andrioli Pinheiro - Coordenador / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante / Amanda Aragão Ávila - Integrante / Francisco Selmo Fernandes Alves - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2007

    Diagnóstico viral e expressão gênica em eucariontes: extração e análise de RNA, síntese de cDNA e RT-PCR, Descrição: O projeto fez parte das atividades do estágio probatório da recém contratada na Embrapa Caprinos, Lucia Helena Sider. A finalidade do projeto foi a de padronizar as reações de RT-PCR tanto para o diagnóstico viral do vírus da artrite encefalite caprina como para a expressão de genes constitutivos e caprinos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador / Alice Andrioli Pinheiro - Integrante / Raymundo Rizaldo Pinheiro - Integrante.

  • 2001 - 2005

    Análise da expressão diferencial de genes do folículo ovariano de fêmeas pré-púberes e púberes Bos primigenius indicus (Nelore) por meio da Análise Serial de Expressão Gênica (SAGE), Descrição: A puberdade é o momento quando um mamífero, macho ou fêmea, se torna capaz de produzir gametas viáveis e exibir comportamento sexual completo. Trata-se do resultado do ajuste gradativo entre o aumento da atividade gonadotrófica e a habilidade das gônadas em assumir simultaneamente a esteroidogênese e a gametogênese. Um dos principais fatores que influenciam o início à puberdade é o genético. A puberdade é uma característica fisiológica originada por muitos fatores (orgânicos e ambientais), que relacionam-se com a expressão de diversos genes, muitos dos quais ainda com funções desconhecidas. Metodologias para a análise da expressão gênica diferencial em tecidos, em particular a Análise Serial de Expressão Gênica (SAGE), incluem ferramentas que permitem a análise global e simultânea de vários transcritos de um determinado tecido, sejam eles conhecidos ou não, fornecendo informações sobre o padrão de expressão gênica de um determinado tipo celular de maneira qualitativa e semi-quantitativa. O objetivo do presente projeto foi analisar, por meio da técnica de SAGE, a expressão gênica diferencial no folículo ovariano de fêmeas bovinas da raça Nelore púberes e pré-púberes, segundo o critério da apresentação ou não de ondas de crescimento folicular que culminavam com a ovulação.. Um total de 14.531 e 14.285 tags tiveram sua seqüência de DNA determinada, revelando a existência de 6.840 e 6.386 genes únicos (biblioteca das novilhas pré-púberes e púberes respectivamente). A comparação entre as duas bibliotecas revelou um total de 127 tags diferencialmente expressos (P<0,05). Os folículos ovarianos de novilhas púberes apresentaram expressão mais elevada de algumas enzimas esteroidogências (CYP11A1 e CYP19) e do transportador de colesterol para a mitocôndria (StAR) indicando intensa atividade esteroidogência (produção de estrógeno) quando comparada ao folículo das bezerras pré-púberes. Além disso, o CTGF (fator de crescimento do tecido conectivo) e o TIMP2 (inibidor tecidua. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 1997 - 2000

    Modulação Funcional dos Sistemas Dopaminérgicos pela Experiência Reprodutiva em Fêmeas Prenhes, Descrição: A prolactina (PRL) é um hormônio adenohipofisário secretado de maneira característica em diversas condições reprodutivas, incluindo o ciclo estral, a gestação e a lactação. Sua liberação no início da gestação em roedores, caracterizada por dois picos de secreção (diurno e noturno), é importante para a manutenção do corpo lúteo e portanto da gestação propriamente dita. A dopamina é o principal fator inibitório da síntese e da secreção de prolactina. Os corpos celulares tuberoinfundibulares e tuberohipofisários sintetizam e liberam a dopamina no sistema porta hipotálamo-hipofisário, e a sua ligação a receptores de dopamina D2 em células lactotróficas na pituitária anterior produz este efeito inibitório. Uma experiência reprodutiva anterior acarreta em níveis diminuídos de PRL em mulheres e em ratas não gestantes. Uma alteração no mesmo sentido ocorre durante a primeira parte da gestação em ratas: os picos diurno e noturno em multigrávidas não são tão intensos quando comparados com os das primigrávidas. Pesquisas anteriores de nosso laboratório mostraram que a experiência reprodutiva aumenta os níveis estriatais e hipotalâmicos de dopamina em ratas prenhes. Assim sendo, nosso objetivo foi investigar os efeitos da experiência reprodutiva nos níveis estriatais, hipotalâmicos e corticais de dopamina e outros neurotransmissores e seus metabólitos durante os momentos correspondentes aos picos diurno (1700-1900 h) e noturno (0200-0400 h) de secreção de prolactina em ratas no sétimo dia de gestação. As diferenças de concentrações de neurotransmissores entre primi e multigrávidas se mostraram mais evidentes durante o horário correspondente ao pico diurno de secreção de prolactina, tanto no hipolálamo quanto no estriato. A resposta dopaminérgica induzida pelo haloperidol (1mg/Kg/i.p.) no estriato, ou seja, o aumento nos níveis de HVA e DOPAC foi menos intensa nas multigrávidas quando comparada às primigrávidas. Uma tendência no mesmo sentido (0,05, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucia Helena Sider - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

1995

II Prêmio Jovem Cientista Prof Dr Mario Mariano - 1 lugar, Departamento de Patologia - FMVZ - USP.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro Nacional de Pesquisa de Caprinos. , Estrada Sobral/Groaíras km 4, Zona Rural, 62010970 - Sobral, CE - Brasil - Caixa-postal: 145, Telefone: (88) 31127578, Fax: (88) 31127455, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2010 - Atual

EMBRAPA Caprinos e Ovinos

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Pesquisadora A, Carga horária: 40

2008 - 2012

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora A, Carga horária: 40

2006 - Atual

Embrapa Caprinos

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador A, Carga horária: 40

Atividades

  • 11/2006

    Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Biologia Molecular, .,Linhas de pesquisa

2010 - 2011

US Meat Animal Research Center

Vínculo: Pos doutorado, Enquadramento Funcional: Cientista visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2003 - 2005

Universidade Estadual Paulista - UNESP - Araçatuba

Vínculo: auxiliar de ensino, Enquadramento Funcional: auxiliar de ensino

Outras informações:
Auxiliou na disciplina de Graduação "Bioquímica" do curso de Medicina Veterinária, ministrando as aulas "Bioquímica do Sistema Nervoso" e "Bioquímica da Visão" e monitorando a preparação e apresentação dos seminários dos alunos

Atividades

  • 03/2003 - 06/2005

    Ensino, Bioquímica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica

2003 - 2003

Universidade de São Paulo - FMVZ - USP

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: professor visitante, Carga horária: 3

Outras informações:
Colaborou na disciplina de pós-graduação VRA733 - Técnicas de DNA recombinante aplicadas à Reprodução Animal, ministrando as aulas Estrutura e função do RNA", "Expressão gênica" e "Serial Analysis of Gene Expression-SAGE como ferramenta para análise da expressão gênïca", totalizando três horas

Atividades

  • 12/2003 - 12/2003

    Ensino, Reprodução Animal, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, VRA733 - Técnicas do DNA recombinante aplicadas à Reprodução Animal