Francisco Fleury Uchoa Santos Júnior

Possui graduação em Fisioterapia pela Faculdade Integrada do Ceará (2006), mestrado em Ciências Fisiológicas pela Universidade Estadual do Ceará (2010) e doutorado em Biotecnologia - RENORBIO pela Universidade Estadual do Ceará (2014). Atualmente é docente do CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DO CEARÁ, professor da especialização da Universidade Estadual do Ceará e fisioterapeuta do Instituto Le Santé. Tem experiência na área de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, com ênfase em TERAPIA MANUAL, atuando principalmente nos seguintes temas: fisioterapia, imobilização, fisiologia, terapia manual e hipocinesia.

Informações coletadas do Lattes em 01/12/2018

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional / Subárea: TERAPIA MANUAL.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional / Subárea: TERAPIA MANUAL/Especialidade: OSTEOPATIA.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional / Subárea: FISIOTERAPIA DESPORTIVA.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Valdenize Tiziani

Ceccatto, V.M.; Assreuy, A.M.S.;TIZIANI, V.. Avalação músculo esquelética e de genes marcadores em ratos diabéticos com imobilização de pata. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Estadual do Ceará.

Alana de Freitas Pires

PIRES, A. F.; Macena, R.H.M.; OLIVEIRA, A. C.;PEREIRA, M. G.; ASSREUY, Ana Maia Sampaio; Caccato, V.M. Desuso muscular em ratos: alterações sensoriais, estruturais, funcionais e moleculares. 2014. Tese (Doutorado em Biotecnologia - RENORBIO) - Universidade Estadual do Ceará.

Maria Gonçalves Pereira

Ceccatto, V. M.;de Freitas Pires, AlanaASSREUY, A. M. S.; Oliveira, A. C.;PEREIRA, M. G.. ALTERAÇÕES MORFOLÓGICAS E MOLECULARES NA IMOBILIZAÇÃO EM RATOS. 2014. Tese (Doutorado em Biotecnologia - RENORBIO) - Universidade Estadual do Ceará.

Raimunda Hermelinda Maia Macena

ASSEURY, A. M. S.; CECCATTO, V. M.; PIRES, A. F.;MACENA, R. H. M.; OLIVEURA, A. C.; PEREIRA, M. G.. Desuso muscular em ratos: alterações sensoriais, estruturais, funcionais e moleculares. 2015. Tese (Doutorado em Biotecnologia - RENORBIO) - Universidade Estadual do Ceará.

Ana Cristhina de Oliveira Brasil

CARVALHO, Francisco Renato Pereira de;BRASIL, Ana Cristhina de Oliveira; AMORIM, M. M.. Análise comparativa das intervenções eletro-termo-fototerápicas e liberação muscular na tendinite do manguito rotador.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade Integrada do Ceará.

Ana Maria Sampaio Assreuy

CECCATTO, Vânia Marilande; Tiziane V;ASSREUY, A. M. S.. Avaliação músculo esquelética e de genes marcadores em ratos diabéticos com imobilização de pata. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Estadual do Ceará.

Ana Maria Sampaio Assreuy

Macena RHM;PIRES, Alana de FreitasPEREIRA, M. G.; Oliveira AC;ASSREUY, A. M. S.; CECCATO, Vânia. Desuso muscular em ratos: alterações sensoriais, estruturais, funcionais e moleculares. 2014. Tese (Doutorado em Biotecnologia - RENORBIO) - Universidade Estadual do Ceará.

Vânia Marilande Ceccatto

ASSEREUY, A. M. S.; TIZZIANI, V.;CECCATTO, V. M.. Avaliação músculo esquelética e de genes marcadores em ratos diabéticos com imobilização de pata. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Estadual do Ceará.

Vânia Marilande Ceccatto

ASSEREUY, A. M. S.;CECCATTO, V. M.; PIRES, A. F.; MACENA, R. H. M.; Oliveira, A. C.; PEREIRA, M. G.. Desuso muscular em ratos: alterações sensoriais, estruturais, funcionais e moleculares. 2015. Tese (Doutorado em RENORBIO - Rede Norte Nordeste de Biotecnologia) - Universidade Estadual do Ceará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Mauricio Mohalem Valente

Intervenções eletro-termo-fototerápica e miofasciais na tendinite do manguito rotador Estudo comparativo; ; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia) - Centro Universitário de Maringá; Orientador: Mauricio Mohalem Valente;

Vânia Marilande Ceccatto

Alterações Musculares e Bioquímicas na Imobilização de pata de Ratos Diabéticos; 2008; Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Estadual do Ceará,; Orientador: Vânia Marilande Ceccatto;

Vânia Marilande Ceccatto

ALTERAÇÕES MORFOLÓGICAS E MOLECULARES NA IMOBILIZAÇÃO EM RATOS; 2014; Tese (Doutorado em RENORBIO - Rede Norte Nordeste de Biotecnologia) - Universidade Estadual do Ceará,; Coorientador: Vânia Marilande Ceccatto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2016 - 2016

    ÓRTESE ORTOPÉDICA PARA USO COMUM E TREINAMENTO FÍSICO EMPACIENTES DIABÉTICOS, Projeto certificado pela empresa INSTITUTO LE SANTE LTDA - ME em 14/03/2017., Descrição: O Diabetes Mellitus (DM) é uma doença heterogênea de distúrbios metabólicos queapresenta em comum à hiperglicemia, resultada de defeitos na ação e/ou secreçãoda insulina ou em ambas. Estima-se que atualmente a população mundial comdiabetes e da ordem de 387 milhões de pessoas, com um custo deaproximadamente US$ 612 bilhões em investimento em saúde. O DM apresentadiversas complicações dentre elas uma das mais complicadoras é a neuropatiadiabética caracterizada por um conjunto de síndromes que afetam o sistema nervososensitivo, motor e autonômico. O aspecto mutilador da complicação do pé diabéticoé um problema de saúde pública relevante pelo impacto sócio econômico globalresultante. Postula-se que uma das formas de se prevenir tais complicações éatravés da prática de exercícios físicos, o auto-exame dos pés e o uso adequado decalçados. A incidência cumulativa de ulceração no pé diabético ao longo da vidaentre pacientes com DM é estimada em 25%, ressaltando-se que 85% das úlcerasprecedem as amputações. Especialmente as pessoas idosas diabéticas sofrem coma falta de palmilhas ortopédicas adequadas para o exercício ou mesmo para o usocotidiano do trabalho, lazer e para o treinamento físico. O mercado brasileiro paradiabéticos ainda está em expansão. Existe uma falta de produtos no mercadotestados e customizados no estado do Ceará e no Nordeste em geral epossivelmente para o Brasil. Nesta área vemos apenas palmilhas de siliconepadronizadas as quais podem ser encontradas em algumas farmácias e para vendapela internet. Não encontramos palmilhas deste nível produzidas no estado doCeará. Nesse contexto o trabalho tem o objetivo de criar uma órtese ortopédica parao treinamento esportivo de pacientes diabéticos. A metodologia adota em nossoestudo será dividida em três etapas distintas: caracterização dos biomateriais nocontexto mecânico, físico e químico. Nesta etapa será realizada a seleção dosbiomateriais, confecção e adaptação da órtese ortopédica no modelo animal. Oobjetivo da utilização de animais diabéticos treinados é justamente dispensar nestafase, a utilização de voluntários diabéticos treinados e sedentários para a avaliaçãoda palmilha, Os grupos envolvidos já têm ampla experiência de trabalho com omodelo animal diabético e treinado, disponível para estes testes, experiênciaacadêmica evidenciada pelas publicações dos grupos envolvidos. A Fase 1 destaproposta irá ser desenvolvida nos laboratórios onde ocorrerá 1 ? análise dosmateriais, 2 ? produção de um protótipo para utilização por animais diabéticostreinados em esteira adaptada, 3 ? com base nos dados obtidos: produção umprotótipo para humanos, após avaliação preliminar dos testes. Na fase 2 iremos darcontinuidade aos testes com animais, mas para afinamento das condições obtidasno pé diabético sob condições de estresse de corrida ou caminhada. A FASE 2envolverá o teste com humanos (clínica) a qual necessita de aprovação pelo Comitêde Ética em Pesquisa (para humanos) da Universidade Estadual do Ceará, médicos e profissionais de saúde, parceiros nesta proposta, para termos acesso aospacientes com pé diabético ou em risco... , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Francisco Fleury Uchoa Santos Júnior - Coordenador / Emanuela Freire de Almeida - Integrante / Vânia Marilande Ceccato - Integrante / Karla Camila Lima de Souza - Integrante / Jefferson Pacheco Amaral Fortes - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2016

    ÓRTESE ORTOPÉDICA PARA USO COMUM E TREINAMENTO FÍSICO EMPACIENTES DIABÉTICOS, Projeto certificado pela empresa INSTITUTO LE SANTE LTDA - ME em 14/03/2017., Descrição: O Diabetes Mellitus (DM) é uma doença heterogênea de distúrbios metabólicos queapresenta em comum à hiperglicemia, resultada de defeitos na ação e/ou secreçãoda insulina ou em ambas. Estima-se que atualmente a população mundial comdiabetes e da ordem de 387 milhões de pessoas, com um custo deaproximadamente US$ 612 bilhões em investimento em saúde. O DM apresentadiversas complicações dentre elas uma das mais complicadoras é a neuropatiadiabética caracterizada por um conjunto de síndromes que afetam o sistema nervososensitivo, motor e autonômico. O aspecto mutilador da complicação do pé diabéticoé um problema de saúde pública relevante pelo impacto sócio econômico globalresultante. Postula-se que uma das formas de se prevenir tais complicações éatravés da prática de exercícios físicos, o auto-exame dos pés e o uso adequado decalçados. A incidência cumulativa de ulceração no pé diabético ao longo da vidaentre pacientes com DM é estimada em 25%, ressaltando-se que 85% das úlcerasprecedem as amputações. Especialmente as pessoas idosas diabéticas sofrem coma falta de palmilhas ortopédicas adequadas para o exercício ou mesmo para o usocotidiano do trabalho, lazer e para o treinamento físico. O mercado brasileiro paradiabéticos ainda está em expansão. Existe uma falta de produtos no mercadotestados e customizados no estado do Ceará e no Nordeste em geral epossivelmente para o Brasil. Nesta área vemos apenas palmilhas de siliconepadronizadas as quais podem ser encontradas em algumas farmácias e para vendapela internet. Não encontramos palmilhas deste nível produzidas no estado doCeará. Nesse contexto o trabalho tem o objetivo de criar uma órtese ortopédica parao treinamento esportivo de pacientes diabéticos. A metodologia adota em nossoestudo será dividida em três etapas distintas: caracterização dos biomateriais nocontexto mecânico, físico e químico. Nesta etapa será realizada a seleção dosbiomateriais, confecção e adaptação da órtese ortopédica no modelo animal. Oobjetivo da utilização de animais diabéticos treinados é justamente dispensar nestafase, a utilização de voluntários diabéticos treinados e sedentários para a avaliaçãoda palmilha, Os grupos envolvidos já têm ampla experiência de trabalho com omodelo animal diabético e treinado, disponível para estes testes, experiênciaacadêmica evidenciada pelas publicações dos grupos envolvidos. A Fase 1 destaproposta irá ser desenvolvida nos laboratórios onde ocorrerá 1 ? análise dosmateriais, 2 ? produção de um protótipo para utilização por animais diabéticostreinados em esteira adaptada, 3 ? com base nos dados obtidos: produção umprotótipo para humanos, após avaliação preliminar dos testes. Na fase 2 iremos darcontinuidade aos testes com animais, mas para afinamento das condições obtidasno pé diabético sob condições de estresse de corrida ou caminhada. A FASE 2envolverá o teste com humanos (clínica) a qual necessita de aprovação pelo Comitêde Ética em Pesquisa (para humanos) da Universidade Estadual do Ceará, médicos e profissionais de saúde, parceiros nesta proposta, para termos acesso aospacientes com pé diabético ou em risco... , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Francisco Fleury Uchoa Santos Júnior - Coordenador / Emanuela Freire de Almeida - Integrante / Vânia Marilande Ceccato - Integrante / Karla Camila Lima de Souza - Integrante / Jefferson Pacheco Amaral Fortes - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2016

    ÓRTESE ORTOPÉDICA PARA USO COMUM E TREINAMENTO FÍSICO EMPACIENTES DIABÉTICOS, Projeto certificado pela empresa INSTITUTO LE SANTE LTDA - ME em 14/03/2017., Descrição: O Diabetes Mellitus (DM) é uma doença heterogênea de distúrbios metabólicos queapresenta em comum à hiperglicemia, resultada de defeitos na ação e/ou secreçãoda insulina ou em ambas. Estima-se que atualmente a população mundial comdiabetes e da ordem de 387 milhões de pessoas, com um custo deaproximadamente US$ 612 bilhões em investimento em saúde. O DM apresentadiversas complicações dentre elas uma das mais complicadoras é a neuropatiadiabética caracterizada por um conjunto de síndromes que afetam o sistema nervososensitivo, motor e autonômico. O aspecto mutilador da complicação do pé diabéticoé um problema de saúde pública relevante pelo impacto sócio econômico globalresultante. Postula-se que uma das formas de se prevenir tais complicações éatravés da prática de exercícios físicos, o auto-exame dos pés e o uso adequado decalçados. A incidência cumulativa de ulceração no pé diabético ao longo da vidaentre pacientes com DM é estimada em 25%, ressaltando-se que 85% das úlcerasprecedem as amputações. Especialmente as pessoas idosas diabéticas sofrem coma falta de palmilhas ortopédicas adequadas para o exercício ou mesmo para o usocotidiano do trabalho, lazer e para o treinamento físico. O mercado brasileiro paradiabéticos ainda está em expansão. Existe uma falta de produtos no mercadotestados e customizados no estado do Ceará e no Nordeste em geral epossivelmente para o Brasil. Nesta área vemos apenas palmilhas de siliconepadronizadas as quais podem ser encontradas em algumas farmácias e para vendapela internet. Não encontramos palmilhas deste nível produzidas no estado doCeará. Nesse contexto o trabalho tem o objetivo de criar uma órtese ortopédica parao treinamento esportivo de pacientes diabéticos. A metodologia adota em nossoestudo será dividida em três etapas distintas: caracterização dos biomateriais nocontexto mecânico, físico e químico. Nesta etapa será realizada a seleção dosbiomateriais, confecção e adaptação da órtese ortopédica no modelo animal. Oobjetivo da utilização de animais diabéticos treinados é justamente dispensar nestafase, a utilização de voluntários diabéticos treinados e sedentários para a avaliaçãoda palmilha, Os grupos envolvidos já têm ampla experiência de trabalho com omodelo animal diabético e treinado, disponível para estes testes, experiênciaacadêmica evidenciada pelas publicações dos grupos envolvidos. A Fase 1 destaproposta irá ser desenvolvida nos laboratórios onde ocorrerá 1 ? análise dosmateriais, 2 ? produção de um protótipo para utilização por animais diabéticostreinados em esteira adaptada, 3 ? com base nos dados obtidos: produção umprotótipo para humanos, após avaliação preliminar dos testes. Na fase 2 iremos darcontinuidade aos testes com animais, mas para afinamento das condições obtidasno pé diabético sob condições de estresse de corrida ou caminhada. A FASE 2envolverá o teste com humanos (clínica) a qual necessita de aprovação pelo Comitêde Ética em Pesquisa (para humanos) da Universidade Estadual do Ceará, médicos e profissionais de saúde, parceiros nesta proposta, para termos acesso aospacientes com pé diabético ou em risco... , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Francisco Fleury Uchoa Santos Júnior - Coordenador / Emanuela Freire de Almeida - Integrante / Vânia Marilande Ceccato - Integrante / Karla Camila Lima de Souza - Integrante / Jefferson Pacheco Amaral Fortes - Integrante.Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Le Santé, Administração/Pesquisa. , Rua Cel Jucá, 1772, Aldeota, 60000000 - Fortaleza, CE - Brasil, Telefone: (85) 31814422, URL da Homepage: