Sidney Luiz Sturmer

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (1991) e Ph.D. em Genetics and Developmental Biology pela West Virginia University, West Virginia, EUA (1998). Realizou pós-doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (1999-2000) e licença sabática na University of Kansas, KS, EUA (2017-2018). Atualmente é professor titular do Dept. de Ciências Naturais da Universidade Regional de Blumenau (FURB), onde atua como Chefe de Departamento, e curador da Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota (CICG). Atua na graduação no curso de Ciências Biológicas onde ministra as disciplinas de Micologia, Botânica Sistemática I, TCC, e Biologia do Solo e nos programas de pós-graduação em Engenharia Ambiental (Mestrado e Doutorado) e Engenharia Florestal (Mestrado), onde ministra as disciplinas de Microbiologia do Solo, Interação Planta-organismos do Solo, Diversidade Biológica e Sistemática Filogenética. De 2012 a 2018 atuou como Editor Assistente na Revista Brasieira de Ciência do Solo, na área de Biologia do Solo. De 2018 até o momento atua como Editor de Área da Revista Brasileira de Ciência do Solo na área de Propriedades e Processos do Solo. Atua também como Coordenador da Comissão 2.1 Biologia do Solo da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Tem experiência na área de Microbiologia do Solo, com ênfase em Micologia, atuando nas seguintes linhas de pesquisa: sistemática, biogeografia e ecologia de fungos micorrizicos arbusculares, métodos de multiplicação e formulação de inoculante micorrízico, e metabarcoding da biota do solo.

Informações coletadas do Lattes em 21/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Genetics and Developmental Biology

1994 - 1998

West Virginia University
Título: Characterization of diversity of fungi forming arbuscular endomycorrhizae in selected plant communities
Orientador: Joseph B Morton
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: fungo micorrizicos arbsucular; sistematica; ecologia; ontogenia de esporos; diversidade de especies; diversidade fisiologica. Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Produção Vegetal; Produtos e Processos Biotecnológicos.

Graduação em Ciências Biológicas

1987 - 1991

Universidade Federal de Santa Catarina

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2017 - 2018

Pós-Doutorado. , University of Kansas, KU, Estados Unidos. , Grande área: Ciências Biológicas, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular. , Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Taxonomia Vegetal / Especialidade: Taxonomia de Criptógamos.

1999 - 2000

Pós-Doutorado. , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Introduction to Phylogenetics Systematics. (Carga horária: 8h). , Sociedade Brasileira de Micologia, SBM, Brasil.

2008 - 2008

Crédito de Carbono. (Carga horária: 8h). , CLK WEB Solutions, CLK WEB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Italiano

Compreende Pouco, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Alemão

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos/Especialidade: Micologia.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Microbiologia e Bioquímica do Solo.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

STÜRMER, S. L. . XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. 2014. (Congresso).

STÜRMER, S. L. . FERTBIO 2004. 2004. (Congresso).

STÜRMER, S. L. . XXVIII Semana Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas - Conservando o Presente para Preservar o Futuro. 2004. (Outro).

STÜRMER, S. L. . XII Congresso Brasileiro de Ornitologia. 2004. (Congresso).

STÜRMER, S. L. . XXVII Semana Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas - Terra, Ar e Água: 35 anos de Biologia. 2003. (Outro).

STÜRMER, S. L. . Encontro Técnico-Científico sobre florestas fluviais do Rio Itajaí. 2001. (Outro).

STÜRMER, S. L. . IV Simpósio Nacional de Recuperação de Áreas Degradadas. 2000. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

ICOM10 - International Conference on Mycorrhiza. Patterns of global distribution of families in Glomeromycota related to soil properties and biomes. 2019. (Congresso).

FERTBIO2016. Padrões biogeográficos de fungos micorrízicos arbusculares: aspectos filogenéticos e teste de hipóteses. 2016. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Micologia. Sobre a biogeografia de fungos micorrízicos arbusculares (Filo Glomeromycota). 2016. (Congresso).

8th International Conference on Mycorrhiza. Phylogenetic perspective on biogeographic patterns in Glomeromycota. 2015. (Congresso).

Conferência Governança do Solo. Biodiversidade de solos no Brasil: questões estratégicas para a definição de políticas públicas brasileiras relativas ao seu uso, manejo e conservação. 2015. (Congresso).

FERTBIO2014. Sistemática de Glomeromycota: uma filogenia compreensivel ou um catálogo de nomes. 2014. (Congresso).

XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Influência de inoculante micorrízico on farm e níveis de fósforo no crescimento de quatro espécies arbóreas nativas. 2013. (Congresso).

XXV Reunion Latinoamericana de Rizobiologia / I Congreso Nacional de Microorganismos Promotores del Crecimiento Vegetal. Diversidade de Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) em Ecossistemas Agricolas e Naturais. 2011. (Congresso).

XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Hospedeiros e substratos na produção massal de fungos micorrízicos arbusculares. 2011. (Congresso).

FERTBIO2010. Procedimentos de estabelecimento, manutenção e gerenciamento da Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG). 2010. (Congresso).

VI Congresso Brasileiro de Micologia. Avanços na Taxonomia de Glomeromycota. 2010. (Congresso).

ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza. Community diversity and structure of arbuscular mycorrhizal fungi across distinct land uses in Western Brazilian Amazon. 2009. (Congresso).

FERTBIO2008. Diversidade e estrutura de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares em campos nativos e florestas de Araucaria no estado de Santa Catarina. 2008. (Congresso).

Fórum Integrado de Ensino Pesquisa e Extensão ACAFE. 2008. (Outra).

57 Congresso Nacional de Botânica. Diversidade Fúngica na América Tropical e Temperada. 2006. (Congresso).

5th International Conference on Mycorrhizae. Biodiversity and community structure of AMF in pasture and primary forest in brazilian Amazon. 2006. (Congresso).

FERTBIO2006. Diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em ecossistemas naturais e agrícolas brasileiros. 2006. (Congresso).

4th Annual Meeting of the CSM-BGBD Project.4th Annual Meeting of the CSM-BGBD Project. 2005. (Encontro).

56 Congresso Nacional de Botânica. Atualização em Sistemática de Fungos. 2005. (Congresso).

IV Fórum Anual de Iniciacao Cientifica.4 FAIC. 2005. (Seminário).

V Congresso Latino-americano de Micologia. Taxonomia e Diversidade de FMAs em Ecossistemas brasileiros. 2005. (Congresso).

FERTBIO2004. Diversidade de Glomales em sistemas de produção orgânico e convencional de maçã. 2004. (Congresso).

4th International Conference on Mycorrhizae. Diversity of Glomalean fungi in selected Brazilian ecosystems. 2003. (Congresso).

II Fórum Anual de Iniciação Científica. 2003. (Simpósio).

XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia. Taxonomia de Micorrizas. 2003. (Congresso).

FERTBIO2002. Efeitos da inoculação com fungos micorrízicos arbusculares e adubação fosfatada no crescimento e nutrição de Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong. 2002. (Congresso).

I Fórum Anual de Iniciação Científica. 2002. (Simpósio).

III Congresso Brasileiro de Micologia. Avanços recentes na sistemática e taxonomia de fungos micorrízicos arbusculares (Zygomycota, Glomales). 2001. (Congresso).

XXVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Diversidade de Glomales em plantações de alho com três sistemas de manejo. 2001. (Congresso).

FERTBIO2000. Micorrização arbuscular do alho (Allium sativum) em diferentes sistemas de manejo da fertilidade do solo. 2000. (Congresso).

IV Simpósio Nacional de Recuperação de Áreas Degradadas. 2000. (Congresso).

II Simpósio de Recursos Genéticos para a América Latina e Caribe.Fungos micorrízicos no Brasil: potencial de utilização. 1999. (Simpósio).

2nd International Conference on Mycorrhizae. Patterns of sporulation of AMF in sand dunes systems after successive cycles of trap cultures.. 1998. (Congresso).

FERTBIO 98. O papel da morfologia na interpretação dos padrões e processos evolutivos em FMA. 1998. (Congresso).

II Congresso Brasileiro de Micologia. Análise das comunidades de fungos micorrizicos arbusculares - estrutura e função. 1998. (Congresso).

1st International Conference on Mycorrhizae. 1996. (Congresso).

V Reunião Brasileira sobre Micorrizas. Spore differentation sequences among isolates of Glomus etunicatum and Glomus intraradices.. 1994. (Congresso).

9th North American Conference on Mycorrhizae. Occurrence of endomycorrhizal fungi in soils and on roots of 3 successional stages in the development of Atlantic Forest in Brazil.. 1993. (Congresso).

III Encontro de Botânicos do Paraná e Santa Catarina. Variacao sazonal de fungos micorrizicos vesiculo-arbusculares em dunas na Ilha de Santa Catarina. 1991. (Congresso).

IV Reunião Brasileira sobre Micorrizas. Ecologia de fungos micorrizicos vesicular-arbuscular em dunas da Ilha de Santa Catarina. 1991. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Anna Flávia Neri de Almeida

LOVATO, P. E.;STÜRMER, S. L.SOARES, C. R. F. S.; MONTAGNA, T.. Fungos micorrízicos arbusculares em Gaylussacia brasiliensis (Spreng.) Meissner em área de restinga. 2019. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Shantau Camargo Gomes Stoffel

SOARES, C. R. F. S.STÜRMER, S. L.PESCADOR, R.. Inoculante micorrízico a base de Rhizophagus intraradices no crescimento e nutrição de culturas de importância agrícola. 2019. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Carlos Eduardo Schwartz

GASPER, A. L.;STÜRMER, S. L.; ELIAS, G. A.. Avaliação da distribuição espacial, estrutura populacional e aspectos enológicas em espécies de samambaias arborescentes no estado de Santa Catarina. 2019. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Caroline Krug Vieira

STÜRMER, S.L.; ARMAS, R. D.; ADENESKY FILHO, E.. Diversidade de fungos micorrízicos arbusculares e metagenômica em solo de mineração de ferro e áreas do entorno no Cerrado. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Edson Torres

KAUFMANN, V.; PINHEIRO, A.; ZANATTA, J. A.;STÜRMER, S. L.. Fluxo de CO2 e CH4 do sistema solo-atmosfera e estoque de carbono do solo na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Concórdia em função do uso do solo. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Taise Cristina Plattau Arenhardt

VITORINO, M. D.; SAUTTER, K. D.;STÜRMER, S. L.; ADENESKY FILHO, E.. A influência das técnicas de restauração na composição da entomofauna de serapilheira no Parque Nacional da Serra do Itajaí- SC. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Marcelo Betancur Agudelo

LOVATO, P. E.; ARMAS, R. D.;SOARES, C. R. F. S.STÜRMER, S. L.. Ocorrência de FMA e caracterização da simbiose em milho crioulo, híbrido convencional e transgênico no Oeste de Santa Catarina, Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: David Andrès González Rocha

SOARES, C. R. F. S.STÜRMER, S. L.; ARMAS, R. D.; LOVATO, P. E.. Biocarvão e fungos micorrízicos arbusculares na produção de mudas de bracatinga (Mimosa scabrella) e cedro (Cedrella fissilis) em solos de áreas de mineração de carvão. 2016. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Anita Fernanda dos Santos Teixeira

MOREIRA, F. M. S.;CARNEIRO, M. A. C.SIQUEIRA, J. O.; PEREIRA, M. C.;STÜRMER, S.L.. Densidade e diversidade de esporos de fungos micorrízicos arbusculares em áreas do Quadrilátero Ferrífero. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Hayssa Carolini Alamar Nunes

TAVARES, L. B. B.; ZANONI, P. R. S.;STÜRMER, S. L.; HELM, C. V.. Influência do resíduo do processamento da pupunha (Bactris gasipaes) e do tipo de cultivo na atividade de celulases por Ganoderma lucidum e Trichoderma sp.. 2015. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Tulio Wiles Cicero Notari

STÜRMER, S. L.; MOREIRA, F. M. S.; SCHORN, L. A.. Interação entre Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert, bactérias diazotróficas e fungos micorrízicos arbusculares. 2015. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Daiane Luchetta Ronchi

SCHORN, L. A.; KUNZ, S. H.;STÜRMER, S. L.. Avaliação do processo de restauração ecológica através da regeneração natural e da macrofauna edáfica após a extração de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. 2015. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Andreza Mara Pozzan

STÜRMER, S. L.SOARES, C. R. F. S.; TAVARES, L. B. B.. Produção de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares utilizando resíduos sólidos como substrato. 2015. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Zaira Chiodini Pedri

TAVARES, L. B. B.; MAGALHAES, W. L. E.;STÜRMER, S. L.. Uso de biomassa lignocelulósica e Lentinula edodes para desenvolvimento de um biocompósito. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Luís Claudio Goetten

STÜRMER, S. L.; LOVATO, P. E.; SCHORN, L. A.; VIBRANS, A. C.. Efeito do inoculante micorrízico on farm no crescimento de espécies arbóreas nativas. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Marlon João Czerniak

STÜRMER, S. L.; Klauberg Filho, Osmar; TAVARES, L. B. B.; VIBRANS, A. C.. Estudo de resíduos do setor florestal como substrato para produção de inoculante micorrízico on farm e seus efeitos no crescimento de espécies florestais. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Eduardo Henrique Felisberto

Klauberg Filho, Osmar;STÜRMER, S. L.; PURIN, S.; SANTOS, J. C. P.; MAFRA, A. L.; OLIVEIRA FILHO, L. C. I.. Eficiência simbiótica de inoculantes a base de fungos micorrízicos arbusculares na produção de mudas de cebola (Allium cepa L.). 2013. Dissertação (Mestrado em Manejo do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Joseane Gabriele Kryzozun Ribeiro Rubin

STÜRMER, S. L.SOARES, C. R. F. S.; FENILLI, T. A. B.. Influência de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) na agregação de solos fluviais na bacia do Rio Itajaí-Açu. 2012. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Priscila Natasha Kinas

SILVA, M. R.; LINDINO, C. A.;STÜRMER, S. L.. Biomonitoramento de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos - HPA em zona industrial no município de Pomerode. 2012. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Felipe Luiz Braghirolli

STÜRMER, S. L.; SEVEGNANI, L.;SOARES, C. R. F. S.. Carboidratos solúveis e estabelecimento a campo de espécies florestais inoculadas com fungos micorrízicos arbusculares para a recuperação de ambientes fluviais. 2011. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Bruno Coutinho Moreira

KASUYA, M. C. M.;STÜRMER, S. L.; BAZZOLLI, D. M. S.; TOTOLA, M. R.; LONDE, L. N.. Fungos micorrízicos arbusculares em rizosfera de pinhão-manso. 2011. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Andressa Franzoi Sgrott

STÜRMER, S. L.SOARES, C. R. F. S.; FENILLI, T. A. B.. Acúmulo de carbono no solo e na biomassa de três espécies arbóreas associadas a fungos micorrízicos arbusculares. 2010. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Gessiane Ceola

KLAUBERG FILHO, O.STÜRMER, S. L.; SANTOS, J. C. P.; CAMPOS, M. L.; MIQUELLUTI, D. J.. Uso de fungos micorrízicos arbusculares e rizobactérias promotoras de crescimento na recuperação de solos construídos em áreas de mineração de carvão. 2010. Dissertação (Mestrado em Manejo do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: André Shigueyoshi Nakatani

SIQUEIRA, J. O.SOARES, C. R. F. S.; MOREIRA, F. M. S.;STÜRMER, S. L.. Microbiota rizosférica e micorriza arbuscular em solo de "landfarming" de resíduos petroquímicos. 2007. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Sonia Purin

KLAUBERG FILHO, O.; SANTOS, J. C. P.; ALBUQUERQUE, J. A.;STÜRMER, S. L.. Fungos micorrizicos arbusculares: atividade, diversidade e aspectos funcionais em sistemas de producao de maca. 2005. Dissertação (Mestrado em Manejo do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Gláucia Alves e Silva

SIQUEIRA, J. O.; MOREIRA, F. M. S.;STÜRMER, S. L.. Infectividade e eficiência de comunidades de fungos micorrízicos isoladas de solos sob diferentes sistemas de uso na região Amazônica. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Patricia Lopes Leal

SIQUEIRA, J. O.STÜRMER, S. L.; MOREIRA, F. M. S.. Fungos micorrízicos arbusculares isolados em culturas armadilhas de solos sob diferentes sistemas de uso na Amazônia. 2005. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Priscila P

KLAUBERG FILHO, O.; SANTOS, J. C. P.; AMARANTE, C. V. T.;STÜRMER, S. L.. Albuquerque. Aspectos ecologicos de populacoes de fungos micorrizicos arbusculares em reflorestamentos e em mata nativa de Araucaria angustifolia. 2003. Dissertação (Mestrado em Manejo do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: ROBERTA B

STÜRMER, S. L.. Zandavalli. Aspectos ecologicos e fisiologicos de micorrizas em Araucaria angustifolia (Bertoloni) Otto Kuntze. 2001. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Chaiane Schoen

STÜRMER, S. L.; LOVATO, P. E.;SOARES, C. R. F. S.; ADENESKY FILHO, E.; GOULART, J. A. G.. Variabilidade inter e intraespecifica e Enemy Release Hypothesis em isolados de fungos micorrízicos arbusculares. 2019. Tese (Doutorado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Diana Marcela Morales Londono

LOVATO, P. E.;STÜRMER, S. L.; SOUZA, F. A.; ARMAS, R. D.; NODARI, R. O.. Efeitos do milho transgênico sobre aspectos morfofisiológicos da associação micorrízica e sobre a diversidade de fungos micorrízicos arbusculares. 2016. Tese (Doutorado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Bruno Coutinho Moreira

KASUYA, M. C. M.;STÜRMER, S. L.; SALOMAO, L. C. C.; OTONI, W. C.; MARTINS, A. G.. Fungos micorrízicos arbusculares e Piriformospora indica em mudas micropropagadas de abacaxizeiro: benefícios sob doses de fosfato, resistência à fusariose e produção de inóculo pelo método on farm. 2015. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Diego Pasqualini

SANTOS, J. C. P.;STÜRMER, S. L.; PURIN, S.; ALVES, M. V.; Klauberg Filho, Osmar. Fungos micorrízicos e solubilizadores de fosfato: alternativas no sistema de produção de inoculantes e processo de co-inoculação. 2013. Tese (Doutorado em Manejo do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Adalberto Antonio Sukumula Chiquete

KASUYA, M. C. M.; BAZZOLLI, D. M. S.;STÜRMER, S. L.; PEREIRA, O. L.; BARROS, N. F.. Diversidade de fungos em solos de florestas plantadas de eucalipto. 2011. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Lucas Carvalho Basilio de Azevedo

LAMBAIS, M. R.; CERRI, C. E. P.; PFENNING, L.; SOUZA, F. A.;STÜRMER, S. L.. Comunidade de fungos micorrízicos arbusculares no solo e raízes de cana-de-açúcar. 2009. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Gláucia Alves e Silva

SIQUEIRA, J. O.; ANDRADE, M. J. B.;SOARES, C. R. F. S.; MOREIRA, F. M. S.;STÜRMER, S. L.. Diversidade funcional de fungos micorrízicos arbusculares oriundos de solos da Amazônia Ocidental. 2009. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Precila Lopes

SOGLIO, F. K. D.; SOUZA, P. V. D.; SCHAFER, G.; SCHWARZ, S. F.;STÜRMER, S. L.. Propagação vegetativa e interação com endomicorrizas arbusculares em mirtáceas nativas do sul do Brasil.. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Silvana da Silva

SIQUEIRA, J. O.; CASTRO, E. M.; MOREIRA, F. M. S.;SOARES, C. R. F. S.STÜRMER, S. L.. Fungos Micorrízicos Arbusculares no Crescimento, Extração de Metais Pesados e Características Anatômicas da Brachiaria decumbens Stapf. em Solo Contaminado. 2006. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: GLADSTONE ALVES DA SILVA

MAIA, L. C.; ALVES, M. V.; OLIVEIRA, N. T.; TRUFEM, S. F. B.;STÜRMER, S. L.. Aspectos Taxonômicos e Filogenéticos em Fungos Micorrízicos Arbusculares (Glomeromycota). 2004. Tese (Doutorado em Biologia de Fungos) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares

SIQUEIRA, J. O.; MOREIRA, F. M. S.;STÜRMER, S. L.; CARVALHO, J. G.; SOARES, A. M.. Fósforo e micorriza arbuscular na toxicidade de metais pesados para a trema(Trema micrantha (L.) Blum.) e braquiária (Brachiaria decumbens Stapf). 2004. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Guilherme Buzzi

GASPER, A. L.;STÜRMER, S. L.; PEREIRA, R. A.. Sinopse da família Orchidaceae no Parque Natural Municipal São Francisco de Assis, Blumenau - SC. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Fernanda Alves Lichtenfelz

GASPER, A. L.; PEREIRA, R. A.;STÜRMER, S.L.. Flora vascular no Parque Natural Municipal São Francisco de Assis, Blumenau, Santa Catarina. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Felipe Bittencourt

STÜRMER, S. L.; SANTOS, E. R. D.; GASPER, A. L.. Diversidade e ecologia funcional de fungos poliporoides em duas Unidades de Conservação em Blumenau/SC. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Denis Amicto

STÜRMER, S. L.; PEREIRA, R. A.; GASPER, A. L.. Análise do desenvolvimento de aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi) inoculada com diferentes doses de inoculante micorrízico produzido on farm. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Karl Kemmelmeier

STÜRMER, S.L.; GASPER, A. L.; GIASSON, L. O. M.. Variação sazonal e ocorrencia de fungos micorrízicos arbusculares em área de Floresta Ombrófila Densa. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Andreza Mara Pozzan

STÜRMER, S. L.PASQUALINI, D.; PEREIRA, R. A.. Eficiência de isolados de fungos micorrízicos arbusculares pertencentes a Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Djeine Kétule Correia

PESCADOR, R.STÜRMER, S. L.; SCHORN, L. A.. Alocação de carbohidratos em espécies arbóreas associadas com fungos micorrízicos arbusculares. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Daiane Luchetta Ronchi

TAVARES, L. B. B.; PINHEIRO, A.;STÜRMER, S. L.. Remoção de corantes de processo flebográficos por basidiomicetos com atividade fenoloxidase. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Danieli Schneiders

PESCADOR, R.; SCHORN, L. A.;STÜRMER, S. L.. Desenvolvimento in vitro e aclimatação de plântulas da orquídea Cattleya harrisoniana Bateman ex Lindl.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Roger Strapazzon

MORETTO, G.; Nascimento, A.P.;STÜRMER, S. L.. Caracterização genética do ácaro Varroa destructor em colônias de abelhas Apis mellifera (africanizadas) no estado de Santa Catarina. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Bruna Grosch

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.PESCADOR, R.. Influência dos fungos micorrízicos arbusculares no potencial de alocação de carbono em plântulas de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Lívia Mattos Brighenti

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.PESCADOR, R.. Eficiência simbiótica de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares originadas de ecossistemas naturais e agrícolas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Daiane Janaina de Souza

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.PESCADOR, R.. Determinação da diversidade funcional de isolados dos fungos micorrízicos arbusculares Gigaspora albida Schecnk & Smith e Acaulospora koskei Blaszkowski. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Emanuela Wehmuth Alves

PESCADOR, R.UHLMANN, A.STÜRMER, S. L.. Alocação de recursos (carboidratos) na germinação de sementes e desenvolvimento de plântulas de Schizolobium parahyba (Vellozo) S.F. Blake (Fabaceae - Caesalpinioideae). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Diego Fagundes Koling

MORETTO, G.; Nascimento, A.P.;STÜRMER, S. L.. Análise da variabilidade genética intra e inter-populacional em abelhas nativas Tetragonisca angustula Latreille, 1811 (Hymenoptera, Trigonini). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Gessiane Ceola

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.PESCADOR, R.. Efeitos de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento de plantas arbóreas em diferentes solos do Vale do Itajaí. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Fernanda Karstedt

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.; GHODDOSI, S. M.. Ocorrência da Ordem Agaricales em Sistemas Florestais do Estado de Santa Catarina. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Josiane Borderes

TAVARES, L. B. B.;STÜRMER, S. L.; QUADROS, K. E.. Crescimento micelial e produção de basidioma de Pycnoporus sanguineus em resíduo do processamento da palmeira real da Austrália. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Maicon Fernando da Silva

STÜRMER, S. L.PESCADOR, R.; REBELO, R. A.. Efeito de isolados de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento e produção de óleos essenciais de gengibre (Zingiber officinale Roscoe) micropropagado. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Diego Pasqualini

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.PESCADOR, R.. Inoculação com comunidades de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e absorção de nutrientes de espécies arbóreas nativas da Floresta Atlântica. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Aline Danieli da Silva

UHLMANN, A.STÜRMER, S. L.; LAPS, R. R.. Efeito da densidade total de plantas e fungos micorrízicos arbusculares na competição entre Cabralea canjerana (Meliaceae) e Lafoensia pacari (Lythraceae). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Maurício Pozzobon

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.. Influência das estratégias de alocação de recursos na formação de sementes e seus efeitos na germinação e desenvolvimento de plântulas de Talauma ovata Saint-Hilaire (Magnoliaceae) e Cabralea canjerana (Vellozo) Martius (Meliaceae). 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Carlos Roberto Grippa

STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.; SEVEGNANI, L.. Ocorrência de Fungos Micorrízicos Arbusculares em Espécies de Bromélias e Pteridófitas Nativas da Floresta Ombrófila Densa. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Rafael André Mergener

DEBIASE, C.;STÜRMER, S. L.. Diagnose de deficiência e toxidade de micronutrientes em explantes de banana in vitro. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Indiamara Lupatini

UHLMANN, A.STÜRMER, S. L.. Estudo da estrutura populacional de Copaifera trapezifolia no Parque São Francisco de Assis - Blumenau/SC. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Sonia Purin

STÜRMER, S. L.; AUMOND, J. J.; DEBIASE, C.. Desenvolvimento, Recrutamento e Interação com Fungos Micorrízicos de Plantas Nativas Utilizadas na Recuperação de uma Área Degradada por Mineração. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.; GASPER, A. L.; Nascimento, A.P.. Concurso Público para Professor Substituto - Matéria Geociências. 2019. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.; GASPER, A. L.; PEREIRA, R. A.. Concurso Público para Professor Substituto - Matéria Botânica. 2016. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.; GASPER, A. L.; PEREIRA, R. A.. Concurso Público para Monitoria - Matérias Botânica e Ecologia. 2015. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Stürmer, Sidney L.; HOFMANN, P. R. P.; BATISTA, K. Z. S.; ZENI, A. L. B.. Concurso Público para Professor do Quadro - Matéria Genética. 2015. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.; SCHORN, L. A.; GIASSON, L. O. M.. Concurso Público para Professor Substituto: Botânica e Ecologia. 2012. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

SEVEGNANI, L.; QUADROS, K. E.;STÜRMER, S. L.UHLMANN, A.. Concurso Público para Professor Substituto - Matéria Botânica. 2007. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

SEVEGNANI, L.; QUADROS, K. E.;UHLMANN, A.STÜRMER, S. L.. Concurso Publico para Professor Substituto - Materia Botânica. 2005. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

UHLMANN, A.; LAPS, R. R.;STÜRMER, S. L.; BERTELLI, P. W.. Concurso Publico para Monitoria - Materias Ecologia, Botânica e Zoologia. 2005. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

MORETTO, G.;STÜRMER, S. L.; HOFMANN, P. R. P.;UHLMANN, A.. Concurso Público para Professor do Quadro - Matéria Genética. 2004. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

SEVEGNANI, L.;UHLMANN, A.; BACCA, L. E.;STÜRMER, S. L.. Concurso Publico para Professor Substituo - Materia Ecologia. 2004. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

MORETTO, G.; HEBLING, A.; BONFIGLIO, N. S.;STÜRMER, S. L.. Concurso Público para Professor do Quadro - Matéria Anatomia. 2003. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.. Concurso Público para Professor do Quadro - Matéria Anatomia. 2003. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.; LOVATO, P. E.; NODARI, R. O.; ARMAS, R. D.. Exame de Qualificação de Projeto de Doutorado. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

LAPS, R. R.; ALTHOFF, S. L.;STÜRMER, S. L.. Banca examinadora de Exame de Qualificação Mestrado de Juliano Cristofolini. 2010. Universidade Regional de Blumenau.

STÜRMER, S. L.. Banca Examinadora Especial de Prova Suficiência - Disciplina Biologia I. 2003. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Veturia Lopes de Oliveira

BELLEI, Margarida de Mendonça; QUEIROZ, Maike Hering;OLIVEIRA, V. L.. Variação sazonal da abundância de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares associados a Spartina ciliata em dunas da Praia da Joquina (SC). 1991. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Débora Cristina Hammes

Variabilidade intraespecifica em Gigaspora albina e Acaulospora koskei associadas a plantas de interesse econômico e florestal; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; (Orientador);

Caroline Krug Vieira

Interação entre fungos micorrízicos arbusculares e a biota do solo presente em áreas impactadas pela mineração; ; Início: 2017; Tese (Doutorado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; (Orientador);

Kássia Gisele Hackbarth Heinz

Ocorrência e serviços ambientais de fungos micorrízicos arbusculares originados de diferentes ecossistemas brasileiros; Início: 2015; Tese (Doutorado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Luiza Lã

Relação do pH do solo e a esporulação de fungos micorrízicos pertencentes a diferentes famílias do Filo Glomeromycota; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Tamiris Marandola

Efeito da riqueza especifica de fungos micorrízicos arbusculares em atributos físicos e biológicos do solo em áreas impactadas pela mineração de carvão; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Caroline Krug Vieira

Diversidade de fungos micorrízicos arbusculares e metagenômica em solo de mineração de ferro e áreas do entorno no Cerrado; 2017; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Andreza Mara Pozzan

Produção de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares utilizando resíduos sólidos como substrato; 2015; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Fund; Apoio à Pesquisa Cientif; e Tecnol; do Estado de Santa Catarina; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Tulio Notari

Interação entre Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert, bactérias diazotróficas e fungos micorrízicos arbusculares; 2015; Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Chaiane Schoen

Técnicas de rugosidade no solo e condicionantes de solo no crescimento de Schinus terebinthifolius e Eucalyptus saligna: estratégias para recuperação e revegetação de áreas degradadas; 2015; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Luís Claudio Goetten

Efeito de inoculante micorrízico on farm no crescimento de espécies arbóreas nativas; 2014; Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Marlon João Czerniak

Estudo de resíduos do setor florestal como substrato para produção de inoculante micorrízico on farm e seus efeitos no crescimento de espécies florestais; 2014; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Thiago Roberto Schlemper

Avaliação de resíduos agroindustriais como substrato na produção de inoculante on farm de fungos micorrízicos arbusculares; 2013; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Joseane Gabriele Kryzozun Ribeiro Rubin

Influência de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) na agregação de solos fluviais na bacia do Rio Itajaí-Açu; 2012; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Felipe Luiz Braghirolli

Carboidratos solúveis e estabelecimento a campo de espécies florestais inoculadas com fungos micorrízicos arbusculares para a recuperação de ambientes fluviais; 2011; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Bruno Coutinho Moreira

Fungos micorrízicos arbusculares em rizosfera de pinhão-manso; 2011; Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Carla Giovana Girardi

Quantificação de carbono na biomassa e matéria orgânica do solo em áreas sob processo de recuperação induzida, na Bacia do Rio Itajaí-açú; 2010; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Andressa Franzoi Sgrott

Acúmulo de carbono no solo e na biomassa de três espécies arbõreas associadas a fungos micorrízicos arbusculares; 2010; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Hesmael Antônio Orlandi Costa

Fungos micorrízicos arbusculares em sempre-viva pé-de-ouro (Syngonanthus elegans (Bong; ) Ruhland); 2008; Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Maristela Raitz Booz

Estudo de Seqüestro de Carbono das Espécies Archontophoenix alexandrae e Euterpe edulis; 2007; Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Patricia Lopes Leal

Fungos micorrízicos arbusculares isolados em culturas armadilhas de solos sob diferentes sistemas de uso na Amazônia; 2005; Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Gláucia Alves e Silva

Infectividade e eficiência de comunidades de fungos micorrízicos isoladas de solos sob diferentes sistemas de uso na região Amazônica; 2005; Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Jose Renato Pereira Cavallazzi

Selecao de fungos micorrizicos arbusculares (FMA) para mudas de macieiras micropropagadas adaptadas a solos acidos; 2000; 0 f; Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Chaiane Schoen

Variabilidade inter e intraespecifica e Enemy Release Hypothesis em isolados de fungos micorrízicos arbusculares; 2019; Tese (Doutorado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Bruno Coutinho Moreira

Fungos micorrízicos arbusculares e Piriformospora indica em mudas micropropagadas de abacaxizeiro: benefícios sob doses de fosfato, resistência à fusariose e produção de inóculo pelo método on farm; 2015; Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Sidney Luiz Stürmer;

Felipe Bittencourt

Diversidade taxonômica e funcional de fungos poliporoides em duas Unidades de Conservação em Blumenau/SC; ; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Denis Amilton dos Santos

Análise do desenvolvimento de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) com o uso de diferentes doses de inoculante micorrízico produzido on farm; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Daiane Janaina de Souza

Determinação da diversidade funcional de isolados dos fungos micorrízicos arbusculares Gigaspora albida Schenck & Smith e Acaulospora koskei Blaszkowski; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Gessiane Ceola

Efeitos de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento de plantas arbóreas em diferentes solos do Vale do Itajaí; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Lívia Mattos Brighenti

Eficiência simbiótica de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares originadas de ecossistemas naturais e agrícolas; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Fernanda Karstedt

Ocorrência da Ordem Agaricales em Sistemas Florestais do Estado de Santa Catarina; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Maicon Fernando da Silva

Efeito de isolados de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento e produção de óleos essenciais de gengibre micropropagado; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Diego Pasqualini

Inoculação com comunidades de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e absorção de nutrientes de espécies arbóreas nativas da Floresta Atlântica; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Fundação de Apoio à Pesquisa; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Aline Danieli da Silva

Efeito da densidade total de plantas e fungos micorrízicos arbusculares na competiçaõ entre Cabralea canjerana (Meliaceae) e Lafoensia pacari (Lythraceae); 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Carlos Roberto Grippa

Ocorrência de Fungos Micorrízicos Arbusculares em Espécies de Bromélias e Pteridófitas Nativas da Floresta Ombrófila Densa; 2004; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Sonia Purin

Desenvolvimento, recrutamento e interação com fungos micorrízicos de plantas nativas utilizadas na recuperação de uma área degradada por mineração; 2002; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Tamiris Marandola

Interação entre fungos micorrízicos arbusculares e a microbiota do solo presente em área impactada pela mineração; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Matheus Nicoletti Marascalchi

Caracterização morfológica e variação sazonal de fungos micorrízicos arbusculares em duas áreas de Restinga; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Morgana Montibeler

Diversidade funcional intraespecífica de isolados de fungos micorrízicos arbusculares (Glomeromycota) associados com duas espécies hospedeiras; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Janaina Cruz

Efeito da adição de biocarvão na esporulação e colonização micorrízica de fungos micorrízicos arbusculares; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Débora Cristina Hammes

Uso de barcode para identificação de espécies de Acaulospora e Gigaspora (Glomeromycota); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Matheus Nicoletti Marascalchi

Diversidade de FMAs em duas áreas de Restinga analisada por métodos morfológicos e moleculares; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Débora Hammes

Diversidade genética de isolados de fungos micorrízicos arbusculares pertencentes a Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota (CICG); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Camila Bohn da Silva

Diversidade funcional intraespecífica de isolados de fungos micorrízicos arbusculares (Glomeromycota) associados com duas espécies hospedeiras; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Luis Augusto Scheuermann França

Efeito da adição de biocarvão na esporulação e colonização micorrízica de fungos micorrízicos arbusculares; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Felipe Bittencourt

Diversidade e aspectos ecológicos de fungos poliporoides em duas Unidades de Conservação em Blumenau, SC; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Luis Augusto Scheuermann França

Eficiência de isolados de fungos micorrízicos arbusculares em promover o crescimento de Schinus terebinthifolius sob diferentes doses de fósforo; 2015; Iniciação Científica - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Camila Bohn da Silva

Caracterização morfológica e variação sazonal de fungos micorrízicos arbusculares em duas áreas de Restinga; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Guilherme Salgado Gritz

Flora Catarinense revisada: Blechnaceae; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Hanna Carolina Bloemer

Composição florística e estrutural da regeneração natural em uma Unidade de Conservação de Blumenau, SC; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Matheus Nicoletti Marascalchi

Ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em áreas de mineração de ferro e áreas do entorno no Domínio Cerrado; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Debora Cristine Hammes

Diversidade genética de isolados de Acaulospora koskei e Gigaspora decipiens pertencentes a Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Matheus Nicoletti Marascalchi

Análise da diversidade taxonomica e eficiência de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares em áreas de Cerrado; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Karl Kemmelmeier

Variação sazonal e ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em área de Floresta Ombrófila Densa Submontana em Blumenau, Santa Catarina; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Denis Amilton dos Santos

Análise do desenvolvimento de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) com o uso de diferentes doses de inoculante micorrízico produzido; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Thainá Alves Herber

Colonização micorrízica e diversidade taxonomica de fungos micorrízicos arbusculares associados com plantas de dunas; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Hanna Carolina Bloemer

Colonização micorrízica e diversidade taxonomica de fungos micorrízicos arbusculares associados com plantas de dunas; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Andreza Mara Pozzan

Eficiência de isolados de fungos micorrízicos arbusculares pertencentes a Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Simoni Fiori Riva

Multiplicação in vitro de Dyckia brevifolia Baker; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Karl Kemmelmeier

Colonização micorrízica e diversidade de espécies de fungos micorrízicos arbusculares associados com plantas do Filo Lycophyta; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Júnia Schultz

Efeitos da associação micorrízica no desenvolvimento, fixação de carbono e nutrição de plantas ornamentais micropropagadas; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Denis Amilton dos Santos

Diversidade morfológica e molecular de fungos micorrízicos arbusculares em dunas, cerrado e áreas degradadas sob interferência antrópica; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Mariana Alves

Produção e multiplicação de bromélias e orquídeas nativas em sistemas in vitro; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Karl Kemmelmeier

Fungos micorrízicos arbusculares em Floresta Ombrófila Estacional e Densa no estado de Santa Catarina; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Karl Kemmelmeier

Análise do desenvolvimento de espécies arbóreas com potencial para a recuperação de ambientas fluviais na bacia hidrográfica do rio Itajaí-açu - UP IV: Depósito Psamo-pelítico - Ano III; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Jéssika Maryellen Kalk

Diversidade de Fungos Micorrízicos Arbusculares em Diferentes Classes de Solo do Vale do Itajaí; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Fund; Apoio à Pesquisa Cientif; e Tecnol; do Estado de Santa Catarina; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Taciane Ribeiro

Inoculação de plantas arbóreas com fungos micorrízicos arbusculares para recuperação de ambientes fluviais e incorporação de carbono no solo; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Marcelo Devid Ferreira Silva

Estabelecimento de um banco de germoplasma e teste de eficiência de fungos micorrízicos arbusculares; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Jéssica Maryellen Kalk

Diversidade taxonômica e funcional de fungos micorrízicos arbusculares em diferentes classes de solo do Vale do Itajaí; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Lívia Mattos Brighenti

Eficiência de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e acúmulo de de açúcares solúveis em Acca sellowiana; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Lívia Mattos Brighenti

Eficiência simbiótica de comunidade de fungos micorrízicos arbusculares originados de ecossistemas naturais e agrícolas; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Daiana Janaina de Souza

Eficiência de isolados de fungos micorrízicos arbusculares originados de ecossistemas naturais; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Fernanda Karstedt

Ocorrência da família Entolomataceae em um fragmento de Floresta Ombrófila Densa; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Rosilda dos Santos

Estrutura de comunidades e biodiversidade de FMA em ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarian; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Daiane Janaina de Souza

Efeito da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento de espécies arbóreas da Floresta Atlântica; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Rosilda dos Santos

Diversidade de Fungos Micorrízicos Arbusculares FMA em Ecossistemas Catarinenses; 2004; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Fernanda Karstedt

Ocorrência de agaricales em áreas de Floresta Ombrófila Densa Montana e plantações de Pinus; 2004; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Diego Pasqualini

Diversidade taxonômica de FMA em ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina; 2004; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Diego Pasqualini

Efeito da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares e adição de P no solo no crescimento de espécie arbóreas da Floresta Atlântica; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Carlos Roberto Grippa

Colonização micorrízica e diversidade de FMA associados com bromélias e pteridófitas; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sidney Luiz Stürmer;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Margarida de Mendonça Bellei

Estudo ecológico de fungos micoríizicos vesiculo-arbusculares em região de dunas na Ilha de Santa Catarina; 1991; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciencias Biologicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Margarida de Mendonça Bellei;

Benedito Cortês Lopes

Levantamento taxonômico de membracídeos (Insecta: Homoptera) no Estado de Santa Catarina; 1988; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Benedito Cortês Lopes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PRATES JÚNIOR, PAULO ; MOREIRA, BRUNO COUTINHO ; DA SILVA, MARLIANE DE CÁSSIA SOARES ; VELOSO, TOMAS GOMES REIS ; Stürmer, Sidney Luiz ; FERNANDES, RAPHAEL BRAGANÇA ALVES ; MENDONÇA, EDUARDO DE SÁ ; KASUYA, MARIA CATARINA MEGUMI . Agroecological coffee management increases arbuscular mycorrhizal fungi diversity. PLoS One , v. 14, p. e0209093, 2019.

  • TREVIZAN CHIOMENTO, JOSÉ LUÍS ; Stürmer, Sidney Luiz ; CARRENHO, ROSILAINE ; CASTOLDI DA COSTA, ROSIANI ; MEREDITH SCHEFFER-BASSO, SIMONE ; CORRÊA ANTUNES, LUIS EDUARDO ; NIENOW, ALEXANDRE AUGUSTO ; OLIVEIRA CALVETE, EUNICE . Composition of arbuscular mycorrhizal fungi communities signals generalist species in soils cultivated with strawberry. SCIENTIA HORTICULTURAE , v. 253, p. 286-294, 2019.

  • ARAÚJO, THARLES MESQUITA ; SILVA, KRISLE DA ; PEREIRA, GILMARA MARIA DUARTE ; CURCINO, ALEXANDRE ; Stürmer, Sidney Luiz ; GOMIDE, PLINIO HENRIQUE OLIVEIRA . Diversity of Arbuscular Mycorrhizal Fungi in Agroforestry, Conventional Plantations and Native Forests in Roraima State, Northern Brazil. Journal of Agricultural Science , v. 11, p. 282-290, 2019.

  • SILVA, GLÁUCIA ALVES E ; SIQUEIRA, JOSÉ O. ; Stürmer, Sidney L. ; MOREIRA, FATIMA M.S. . Effectiveness of Arbuscular Mycorrhizal Fungal Isolates from the Land Uses of Amazon Region in Symbiosis with Cowpea. ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS (ONLINE) , v. 1, p. 60189, 2018.

  • Stürmer, Sidney L. ; OLIVEIRA, LAIO Z. ; MORTON, JOSEPH B. . Gigasporaceae versus Glomeraceae (phylum Glomeromycota): A biogeographic tale of dominance in maritime sand dunes. Fungal Ecology , v. 32, p. 49-56, 2018.

  • BITTENCOURT, FELIPE ; Stürmer, Sidney Luiz ; RECK, MATEUS ARDUVINO ; DRECHSLER-SANTOS, ELISANDRO RICARDO . Phylloporia minuta sp. nov. (Basidiomycota, Hymenochaetales): a remarkable species discovered in a small protected urban area of Atlantic Forest. Phytotaxa , v. 348, p. 199-210, 2018.

  • VIEIRA, C. K. ; MARASCALCHI, MATHEUS NICOLETTI ; RODRIGUES, A. V. ; ARMAS, RAFAEL DUTRA DE ; STÜRMER, S. L. . Morphological and molecular diversity of arbuscular mycorrhizal fungi in revegetated iron-mining site has the same magnitude of adjacent pristine ecosystems. JOURNAL OF ENVIRONMENTAL SCIENCES , v. 67, p. 330-343, 2018.

  • Stürmer, Sidney L. ; BEVER, JAMES D. ; MORTON, JOSEPH B. . Biogeography of arbuscular mycorrhizal fungi (Glomeromycota): a phylogenetic perspective on species distribution patterns. MYCORRHIZA , v. 28, p. 587-603, 2018.

  • VIEIRA, CAROLINE KRUG ; BORGES, LUIZ GUSTAVO DOS ANJOS ; MARCONATTO, LETICIA ; GIONGO, ADRIANA ; Stürmer, Sidney Luiz . Microbiome of a revegetated iron-mining site and pristine ecosystems from the Brazilian Cerrado. APPLIED SOIL ECOLOGY , v. 131, p. 55-65, 2018.

  • Stürmer, Sidney Luiz ; KEMMELMEIER, KARL ; MOREIRA, BRUNO COUTINHO ; KASUYA, MARIA CATARINA MEGUMI ; PEREIRA, GILMARA MARIA DUARTE ; DA SILVA, KRISLE . Arbuscular mycorrhizal fungi (Glomeromycota) communities in tropical savannas of Roraima, Brazil. MYCOLOGICAL PROGRESS , v. 17, p. 1149-1159, 2018.

  • SANTANA, M. S. ; KOLM, H. E. ; SANDRINI-NETO, L. ; STÜRMER, S. L. . Does dune type regulate spore distribution or arbuscular mycorrhizal fungi in beaches with different exposure regimes?. PAN-AMERICAN JOURNAL OF AQUATIC SCIENCES , v. 13, p. 102-113, 2018.

  • DUARTE, LORRANE MARQUES ; BERTINI, SIMONE CRISTINA BRAGA ; Stürmer, Sidney Luiz ; LAMBAIS, MARCIO RODRIGUES ; AZEVEDO, LUCAS CARVALHO BASILIO . Arbuscular mycorrhizal fungal communities in soils under three phytophysiognomies of the Brazilian Atlantic Forest. ACTA BOTANICA BRASILICA , v. 33, p. 50-60, 2018.

  • PEDERSEN, A.C. ; DE NARDI, F.S. ; DA COSTA, R.C. ; ANTONIOLLI, R. ; STURMER, S.L. ; CALVETE, E.O. . Diversity of arbuscular mycorrhizal fungi in strawberry crop systems detected in trap cultures. Acta Horticulturae , v. 1170, p. 1085-1092, 2017.

  • TEIXEIRA, ANITA FERNANDA DOS SANTOS ; KEMMELMEIER, KARL ; MARASCALCHI, MATHEUS NICOLETTI ; Stürmer, Sidney Luiz ; CARNEIRO, MARCO AURÉLIO CARBONE ; MOREIRA, FATIMA MARIA DE SOUZA . Arbuscular mycorrhizal fungal communities in an iron mining area and its surroundings: Inoculum potential, density, and diversity of spores related to soil properties. CIENCIA E AGROTECNOLOGIA , v. 41, p. 511-525, 2017.

  • GOETTEN, LUIS CLAUDIO ; MORETTO, GERALDO ; Stürmer, Sidney Luiz . Influence of arbuscular mycorrhizal fungi inoculum produced on-farm and phosphorus on growth and nutrition of native woody plant species from Brazil. Acta Botanica Brasilica , v. 30, p. 9-16, 2016.

  • COSTA, HESMAEL ANTONIO ORLANDI ; Stürmer, Sidney Luiz ; RAGONEZI, CARLA ; GRAZZIOTTI, PAULO HENRIQUE ; GRAZZIOTTI, DANIELLE CRISTINA FONSECA SANTOS ; SILVA, ENILSON DE BARROS . Species richness and root colonization of arbuscular mycorrhizal fungi in Syngonanthus elegans, an endemic and threatened species from the Cerrado domain in Brazil. Ciência e Agrotecnologia (Online) , v. 40, p. 326-336, 2016.

  • MOREIRA, BRUNO COUTINHO ; PRATES JUNIOR, PAULO ; JORDÃO, THUANY CERQUEIRA ; DE CÁSSIA SOARES DA SILVA, MARLIANE ; Stürmer, Sidney Luiz ; SALOMÃO, LUIZ CARLOS CHAMHUM ; OTONI, WAGNER CAMPOS ; KASUYA, MARIA CATARINA MEGUMI . Effect of inoculation of symbiotic fungi on the growth and antioxidant enzymes? activities in the presence of Fusarium subglutinans f. sp. ananas in pineapple plantlets. Acta Physiologiae Plantarum , v. 38, p. 235, 2016.

  • VELÁZQUEZ, MARÍA SILVANA ; Stürmer, Sidney Luiz ; BRUZONE, CLARA ; FONTENLA, SONIA ; BARRERA, MARCELO ; CABELLO, MARTA . Occurrence of arbuscular mycorrhizal fungi in high altitude sites of the Patagonian Altoandina region in Nahuel Huapi National Park (Argentina). ACTA BOTANICA BRASILICA , v. 30, p. 521-531, 2016.

  • FERNANDES, RAFAELA ALVES ; FERREIRA, DOROTEIA ALVES ; SAGGIN-JUNIOR, ORIVALDO JOSE ; Stürmer, Sidney Luiz ; PAULINO, HELDER BARBOSA ; Siqueira, José Oswaldo ; CARNEIRO, MARCO AURÉLIO CARBONE . Occurrence and species richness of mycorrhizal fungi in soil under different land use 1 . CANADIAN JOURNAL OF SOIL SCIENCE , v. 96, p. 1-10, 2016.

  • SCHOEN, CHAIANE ; AUMOND, JUARÊS JOSÉ ; Stürmer, Sidney Luiz . Efficiency of the On-Farm Mycorrhizal Inoculant and Phonolite Rock on Growth and Nutrition of Schinus terebinthifolius and Eucalyptus saligna. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online) , v. 40, p. 40:e0150440, 2016.

  • RUBIN, JOSEANE GABRIELE KRYZOZUN RIBEIRO ; Stürmer, Sidney Luiz . POTENCIAL DE INÓCULO MICORRÍZICO E IMPORTÂNCIA DO COMPRIMENTO DO MICÉLIO PARA A AGREGAÇÃO DE SOLOS DE AMBIENTE FLUVIAL. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 39, p. 59-68, 2015.

  • BRUNO, COUTINHO MOREIRA ; ANA, LUCIA RODRIGUES ; SABRINA, FELICIANO OLIVEIRA ; PAULO, SERGIO BALBINO MIGUEL ; DENISE, MARA SOARES BAZZOLLI ; SIDNEY, LUIZ STURMER ; MARIA, CATARINA MEGUMI KASUYA . Arbuscular mycorrhizal fungi in the Jatropha curcas rhizosphere. African Journal of Microbiology Research , v. 9, p. 1060-1074, 2015.

  • LAMMEL, DANIEL R. ; CRUZ, LEONARDO M. ; MESCOLOTTI, DENISE ; Stürmer, Sidney Luiz ; Cardoso, Elke J. B. N. . Woody Mimosa species are nodulated by Burkholderia in ombrophylous forest soils and their symbioses are enhanced by arbuscular mycorrhizal fungi (AMF). PLANT AND SOIL , v. 393, p. 123-135, 2015.

  • MOREIRA, B.C. ; MENDES, F.C. ; MENDES, I.R. ; PAULA, T.A. ; PRATES JUNIOR, P. ; SALOMÃO, L.C.C. ; STÜRMER, S.L. ; OTONI, W.C. ; GUARÇONI M., A. ; KASUYA, M.C.M. . The interaction between arbuscular mycorrhizal fungi and Piriformospora indica improves the growth and nutrient uptake in micropropagation-derived pineapple plantlets. Scientia Horticulturae , v. 197, p. 183-192, 2015.

  • HEBERLE, ELAINE DOS SANTOS ; ARMAS, RAFAEL DUTRA DE ; HEBERLE, DANIEL ALEXANDRE ; Stürmer, Sidney Luiz ; PERUCH, LUIZ AUGUSTO MARTINS ; LOVATO, PAULO EMÍLIO ; Soares, Cláudio Roberto Fonsêca Sousa . Occurrence and Structure of Arbuscular Mycorrhizal Fungal Communities in Cassava after Cultivation of Cover Crops as Observed by the ?PCR-DGGE? Technique. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online) , v. 39, p. 1292-1301, 2015.

  • ASSIS, P. C. R. ; SAGGIN JUNIOR, O. J. ; PAULINO, H. B. ; STÜRMER, S. L. ; Siqueira, José Oswaldo ; CARNEIRO, M. A. C. . Fungos micorrízicos arbusculares em campos de murundus após a conversão para sistemas agrícolas no cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 38, p. 1703-1711, 2014.

  • GOMIDE, P. H. O. ; SILVA, M. L. N. ; SOARES, C. R. F. S. ; CARDOSO, E. L. ; CARVALHO, F. ; LEAL, P. L. ; MARQUES, R. M. ; STÜRMER, S. L. . Fungos micorrízicos arbusculares em fitofisionomias do Pantanal da Nhecolândia, Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 38, p. 1114-1127, 2014.

  • CZERNIAK, M. J. ; STÜRMER, S. L. . Produção de inoculante micorrízico on farm utilizando resíduos da indústria florestal. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 38, p. 1712-1721, 2014.

  • SCHLEMPER, THIAGO ROBERTO ; Stürmer, Sidney Luiz . On farm production of arbuscular mycorrhizal fungi inoculum using lignocellulosic agrowastes. Mycorrhiza (Berlin) , v. 24, p. 571-580, 2014.

  • AZEVEDO, L. C. B. ; LAMBAIS, M. R. ; STÜRMER, S. L. . Early changes in arbuscular mycorrhiza development in sugarcane under two harvest management systems. Brazilian Journal of Microbiology (Impresso) , v. 45, p. 995-1005, 2014.

  • FRANÇA, A.C. ; CARVALHO, F.P. ; FRANCO, M.H.R. ; AVELAR, M. ; SOUZA, B.P. ; STÜRMER, S.L. . Crescimento de mudas de cafeeiro inoculadas com fungos micorrízicos arbusculares. Agrária (Recife. Online) , v. 9, p. 506-511, 2014.

  • STÜRMER, S. L. ; STURMER, R. ; PASQUALINI, D. . Taxonomic diversity and community structure of arbuscular mycorrhizal fungi (Phylum Glomeromycota) in three maritime sand dunes in Santa Catarina state, south Brazil. Fungal Ecology , v. 6, p. 27-36, 2013.

  • REDECKER, D. ; SCHUSSLER, A. ; STOCKINGER, H. ; STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. ; WALKER, C. . An evidence-based consensus for the classification of arbuscular mycorrhizal fungi (Glomeromycota). MYCORRHIZA , v. 23, p. 515-531, 2013.

  • BONFIM, J.A. ; VASCONCELLOS, R.L.F. ; STÜRMER, S.L. ; CARDOSO, E.J.B.N. . Arbuscular mycorrhizal fungi in the Brazilian Atlantic forest: A gradient of environmental restoration. Applied Soil Ecology (Print) , v. 71, p. 7-14, 2013.

  • LEAL, PATRICIA LOPES ; Siqueira, José Oswaldo ; Stürmer, Sidney Luiz . Switch of tropical Amazon forest to pasture affects taxonomic composition but not species abundance and diversity of arbuscular mycorrhizal fungal community. APPLIED SOIL ECOLOGY , v. 71, p. 72-80, 2013.

  • Schneider, Jerusa ; Stürmer, Sidney Luiz ; Guilherme, Luiz Roberto Guimarães ; DE SOUZA MOREIRA, FATIMA MARIA ; SOARES, CLAUDIO ROBERTO FONSÊCA DE SOUSA . Arbuscular mycorrhizal fungi in arsenic-contaminated areas in Brazil. Journal of Hazardous Materials (Print) , v. 262, p. 1105-1115, 2013.

  • Schneider, Jerusa ; Oliveira, Letúzia Maria de ; Guilherme, Luiz Roberto Guimarães ; Stürmer, Sidney Luiz ; Soares, Cláudio Roberto Fonsêca Sousa . Espécies tropicais de pteridófitas em associação com fungos micorrízicos arbusculares em solo contaminado com arsênio. Química Nova (Impresso) , v. 35, p. 709-714, 2012.

  • STÜRMER, S. L. . A history of the taxonomy and systematics of arbuscular mycorrhizal fungi belonging to the phylum Glomeromycota. Mycorrhiza (Berlin) , v. 22, p. 247-258, 2012.

  • BRAGHIROLLI, F. L. ; SGROTT, A. F. ; PESCADOR, R. ; UHLMANN, A. ; STÜRMER, S. L. . Fungos micorrízicos arbusculares na recuperação de florestas ciliares e fixação de carbono no solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 36, p. 733-744, 2012.

  • SGROTT, A. F. ; BOOZ, M. R. ; PESCADOR, R. ; HECK, T. C. ; STÜRMER, S. L. . Arbuscular mycorrhizal inoculation increases biomass of Euterpe edulis and Archontophoenix alexandrae after two years under field conditions. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 36, p. 1103-1112, 2012.

  • Nakatani, André S. ; Mescolotti, Denise L. C. ; Nogueira, Marco A. ; Martines, Alexandre M. ; Miyauchi, Marina Y. H. ; STÜRMER, S. L. ; Cardoso, Elke J. B. N. . Dosage-dependent shift in the spore community of arbuscular mycorrhizal fungi following application of tannery sludge. Mycorrhiza (Berlin) , v. 21, p. 515-522, 2011.

  • STÜRMER, S. L. ; Siqueira, José Oswaldo . Species richness and spore abundance of arbuscular mycorrhizal fungi across distinct land uses in Western Brazilian Amazon. Mycorrhiza (Berlin) , v. 21, p. 255-267, 2011.

  • SANTOS, R. ; GIRARDI, C. G. ; PESCADOR, R. ; STÜRMER, S. L. . Effects of arbuscular mycorrhizal fungi and phosphorus fertilization on post vitro growth of micropropagated Zingiber officinale Roscoe. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 34, p. 765-771, 2010.

  • Danieli-Silva, Aline ; Uhlmann, Alexandre ; Vicente-Silva, José ; Stürmer, Sidney L. . How mycorrhizal associations and plant density influence intra- and inter-specific competition in two tropical tree species: Cabralea canjerana (Vell.) Mart. and Lafoensia pacari A.St.-Hil.. Plant and Soil (Print) , v. 330, p. 185-193, 2010.

  • Leal, Patrícia Lopes ; STÜRMER, S. L. ; Siqueira, José Oswaldo . Occurrence and diversity of arbuscular mycorrhizal fungi in trap cultures from soils under different land use systems in the Amazon, Brazil. Brazilian Journal of Microbiology , v. 40, p. 111-121, 2009.

  • STÜRMER, S. L. ; SILVA, G. A. E. ; SIQUEIRA, J. O. . Eficiência de fungos micorrízicos arbusculares isolados de solos sob diferentes sistemas de uso na região do Alto Solimões na Amazônia. Acta Amazonica (Impresso) , v. 39, p. 477-488, 2009.

  • Karstedt, Fernanda ; Stürmer, Sidney Luiz . Agaricales em áreas de Floresta Ombrófila Densa e plantações de Pinus no Estado de Santa Catarina, Brasil. Acta Botanica Brasilica , v. 22, p. 1036-1046, 2008.

  • ZANDAVALLI, R. B. ; STÜRMER, S. L. ; DILLENBURG, L. R. . Species richness of arbuscular mycorrhizal fungi in forests with Araucaria in Southern Brazil. Hoehnea (São Paulo) , v. 35, p. 63-68, 2008.

  • Silva, Maicon F. da ; Pescador, Rosete ; Rebelo, Ricardo A. ; STÜRMER, S. L. . The effect of arbuscular mycorrhizal fungal isolates on the development and oleoresin production of micropropagated Zingiber officinale. Brazilian Journal of Plant Physiology , v. 20, p. 119-130, 2008.

  • Grippa, Carlos Roberto ; Hoeltgebaum, Marcia Patricia ; Stürmer, Sidney Luiz . Occurrence of arbuscular mycorrhizal fungi in bromeliad species from the tropical Atlantic forest biome in Brazil. Mycorrhiza (Berlin) , v. 17, p. 235-240, 2007.

  • PASQUALINI, D ; UHLMANN, A ; STURMER, S . Arbuscular mycorrhizal fungal communities influence growth and phosphorus concentration of woody plants species from the Atlantic rain forest in South Brazil. Forest Ecology and Management , v. 245, p. 148-155, 2007.

  • CORDAZZO, C. V. ; STÜRMER, S. L. . Ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em Panicum racemosum (P. Beauv.) Spreng (Poaceae) em dunas costeiras do extremo Sul do Brasil. Atlântica , v. 29, p. 65-68, 2007.

  • CAVALLAZZI, J. R. P. ; KLAUBERG FILHO, O. ; STÜRMER, S. L. ; RYGIEWICZ, P. T. ; MENDONCA, M. M. . Screening and selecting arbuscular mycorrhizal fungi for inoculating micropropagated apple rootstocks in acid soils. Plant Cell, Tissue and Organ Culture , v. 90, p. 117-129, 2007.

  • KARSTEDT, F. ; CAPELARI, M. ; STÜRMER, S. L. . A new combination and new records of Pouzarella (Agaricales, Entolomataceae) from Brazil. Mycotaxon , v. 102, p. 147-153, 2007.

  • Trindade, Aldo Vilar ; Siqueira, José Oswaldo ; Stürmer, Sidney Luiz . Arbuscular mycorrhizal fungi in papaya plantations of Espírito Santo and Bahia, Brazil. Brazilian Journal of Microbiology , v. 37, p. 283-289, 2006.

  • PURIN, S ; FILHO, O ; STURMER, S . Mycorrhizae activity and diversity in conventional and organic apple orchards from Brazil. Soil Biology & Biochemistry , v. 38, p. 1831-1839, 2006.

  • Stürmer, Sidney Luiz ; Klauberg Filho, Osmar ; Queiroz, Maike Hering de ; Mendonça, Margarida Matos de . Occurrence of arbuscular mycorrhizal fungi in soils of early stages of a secondary succession of Atlantic Forest in South Brazil. Acta Botanica Brasilica , v. 20, p. 513-521, 2006.

  • SILVA, G. A. ; MAIA, L. C. ; STÜRMER, S. L. . A dichotomous key to Scutellospora species (Gigasporaceae, Glomeromycota) using morphological characters. Mycotaxon , Estados Unidos, v. 94, n.Oct-Dec, p. 293-301, 2005.

  • STÜRMER, S. L. . Efeito de diferentes isolados fúngicos da mesma comunidade micorrízica no crescimento e absorção de fósforo em soja e trevo vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , Vicosa, MG, v. 28, n.4, p. 611-622, 2004.

  • SIQUEIRA, J. O. ; LAMBAIS, M. R. ; STÜRMER, S. L. . Fungos micorrízicos arbusculares - caracteristicas, associação simbiótica e aplicação na agricultura. Biotecnologia Ciência & Desenvolvimento , Brasilia, v. 25, n.25, p. 12-21, 2002.

  • CORDOBA, A. S. ; MENDONCA, M. M. ; STÜRMER, S. L. ; RYGIEWICZ, P. T. . Diversity of arbuscular mycorrhizal fungi along a sand dune stabilizatoin gradient: A case study at Praia da Joaquina, Ilha de Santa Catarina, South Brazil.. Mycoscience (Tokyo) , Japao, v. 42, p. 379-387, 2001.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Scutellospora rubra, a new species of arbuscular mycorrhizal fungi (Glomales) from Brazil. Mycological Research , Reino Unido, v. 103, p. 949-954, 1999.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Taxonomic reinterpretation of morphological characters in Acaulosporaceae (Glomales) based on developmental patterns in two Acaulospora and one Entrophospora species.. MYCOLOGIA , Estados Unidos, v. 91, n.5, p. 849-857, 1999.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Developmental patterns defining morphological characters in spores of four species in Glomus. MYCOLOGIA , Estados Unidos, v. 89, n.1, p. 72-81, 1997.

  • STÜRMER, S. L. ; BELLEI, M. M. . Composition and seasonal variation of spore populations of arbuscular mycorrhizal fungi in dune soils on the Island of Santa Catarina, Brazil. Canadian Journal of Botany (Print) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1916-2790 Botany (Ottawa. Print)) , Canada, v. 72, n.3, p. 359-363, 1994.

  • MOREIRA, F. M. S. ; CARES, J. ; ZANETTI, R. ; STÜRMER, S. L. . O Ecossistema Solo. 1. ed. Lavras, MG: Editora UFLA, 2013. v. 1. 351p .

  • DIAS, T. ; STÜRMER, S. L. ; CHAVES, S. ; FIDALGO, C. ; TENREIRO, R. ; CORREIA, P. ; CARVALHO, L. ; MARTINS-LOUCAO, M. ; SHEPPARD, L. J. ; CRUZ, C. . Species of arbuscular mycorrhizal fungal spores can indicate increased nitrogen availability in Mediterranean-type ecosystems. In: Mark A. Sutton; Kate E. Mason; Lucy J. Sheppard; harald Sverdrup; Richard Haeuber, W. Kevin Hicks. (Org.). Nitrogen Deposition, Critical Loads and Biodiversity. 1ed.Dordrecht: Springer, 2014, v. , p. 259-266.

  • STÜRMER, S. L. ; SGROTT, A. F. ; BRAGHIROLLI, F. L. ; UHLMANN, A. ; PESCADOR, R. . Importance of Arbuscular Mycorrhizal Fungi for Recovery of Riparian Sites in Southern Brazil. In: Marcela C. Pagano. (Org.). Mycorrhiza: Occurrence and Role in Natural and Restored Environments. Hauppauge, NY: Nova Science Publishers, 2012, v. , p. 275-289.

  • BAGYARAJ, J. D. ; STÜRMER, S. L. . Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs). In: F.M.S. Moreira; E.J. Huising; D.E. Bignell. (Org.). Manual de Biologia dos Solos Tropicais - Amostragem e Caracterização da Biodiversidade. Lavras, MG: Editora UFLA, 2010, v. , p. 205-225.

  • SOUZA, F. A. ; STÜRMER, S. L. ; CARRENHO, R. ; TRUFEM, S. F. B. . Classificação e taxonomia de fungos micorrízicos arbusculares e sua diversidade e ocorrência no Brasil. In: José Oswaldo Siqueira, Francisco Adriano de Souza, Elke J. B. N. Cardoso, Siu Mui Tsai. (Org.). Micorrizas: 30 anos de Pesquisa no Brasil. Lavras, MG: Editora UFLA, 2010, v. , p. 15-73.

  • STÜRMER, S. L. ; MELLONI, R. ; CAPRONI, A. L. . Micorrizas arbusculares em dunas marítimas e em áreas de mineração. In: José Oswaldo Siqueira, Francisco Adriano de Souza, Elke J. B. N. Cardoso, Siu Mui Tsai. (Org.). Micorrizas: 30 anos de pesquisa no Brasil. Lavras, MG: Editora da UFLA, 2010, v. , p. 341-360.

  • STÜRMER, S. L. ; SAGGIN-JUNIOR, O. J. . Bancos de germoplasma de Glomeromycota no Brasil. In: José Oswaldo Siqueira, Francisco Adriano de Souza, Elke J. B. N. Cardoso, Siu Mui Tsai. (Org.). Micorrizas: 30 anos de pesquisa no Brasil. Lavras, MG: Editora da UFLA, 2010, v. , p. 525-550.

  • STÜRMER, S. L. ; SIQUEIRA, J. O. . Diversidade de Fungos Micorrízicos Arbusculares em Ecossistemas Brasileiros. In: Moreira, F.M.S.; Siqueira, J.O.; Brussaard, L.. (Org.). Biodiversidade do Solo em Ecossistemas Brasileiros. Lavras, MG: Editora UFLA, 2008, v. , p. 537-583.

  • BAGYARAJ, J. D. ; STÜRMER, S. L. . Arbuscular Mycorrhizal Fungi (AMF). In: Moreira, F.M.S.; Huising, E.J.; Bignell, D.E.. (Org.). A Hankdbook of Tropical Soil Biology - Sampling & Characterization of Below-ground Biodiversity. London: Earthscan, 2008, v. , p. 131-147.

  • STÜRMER, S. L. ; SIQUEIRA, J. O. . Diversity of Arbuscular Mycorrhizal Fungi in Brazilian Ecosystems. In: Moreira, F.M.S.; Siqueira, J.O.; Brussaard, L.. (Org.). Soil Biodiversity in Amazonian and Other Brazilian Ecosystems (no prelo). : CAB International, 2006, v. , p. 206-236.

  • MORTON, J. B. ; KOSKE, R. E. ; STÜRMER, S. L. ; BENTIVENGA, S. P. . Mutualistic Arbuscular Endomycorrhizal Fungi. In: Gregory M. Mueller; Gerald F. Bills; Mercedes S. Foster. (Org.). Biodiversity of Fungi - Inventory and Monitoring Methods. 1ed.Oxford, UK: Elsevier Academic Press, 2004, v. , p. 317-336.

  • STÜRMER, S. L. . Evolução, Classificação e Filogenia dos Fungos Micorrizicos Arbusculares. In: J O Siqueira; F M S Moreira; A S Lopes; L R Guilherme; V Faquin; A E Furtini; J G Carvalho. (Org.). Inter-relacao Fertilidade, Biologia do Solo e Nutricao de Plantas. 1ed.Lavras: Universidade Federal de Lavras e Sociedade Brasileira de Ciencias do Solo, 1999, v. , p. 797-818.

  • BARCENAS-ORTEGA, A. E. ; VARELA-FREGOSO, L. ; STÜRMER, S. L. ; AGUIRRE-PALEO, S. ; CHAVEZ-BARCENAS, A. T. . Arbusculares para ser utilizados como inóculo en huertos de aguacatae de Michoacán. In: IV Reunión Científica de la DES-Agropecuarias Uruapan, 2008, Uruapan. IV Reunión Científica de la DES-Agropecuarias Uruapan. Michoacán: Morevallado Editores de Morelia, 2008. p. 62-68.

  • SANTOS, D. A. ; GOETTEN, L. C. ; STÜRMER, S. L. . Análise do desenvolvimento de Schinus terebinthifolius Raddi em diferentes doses de inoculante micorrízico on farm. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis, SC. Anais?XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013.

  • Klauberg Filho, Osmar ; CEOLA, G. ; STÜRMER, S. L. ; NIEDERAUER, P. ; MAZZO, M. V. ; LOVATEL, A. C. . Diversidade e aspectos funcionais de fungos micorrízicos arbusculares no planalto catarinense. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis, SC. Anais?XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013.

  • CEOLA, G. ; Klauberg Filho, Osmar ; STÜRMER, S. L. ; MAZZO, M. V. ; NIEDERAUER, P. ; LOVATEL, A. C. . Diversidade e aspectos funcionais de fungos micorrízicos arbusculares no oeste catarinense. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis, SC. Anais?XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013.

  • GOETTEN, L. C. ; STÜRMER, S. L. . Influência de inoculante micorrízico on farm e níveis de fósforo no crescimento de quatro espécies arbóreas nativas. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis, SC. Anais?XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013.

  • CEOLA, G. ; Klauberg Filho, Osmar ; MIQUELLUTE, D. J. ; STÜRMER, S. L. ; NIEDERAUER, P. ; MAZZO, M. V. ; BRORING, J. M. . Fungos micorrízicos arbusculares como indicadores de manejo de solos reconstruídos após mineração de carvão. In: FERTBIO 2012, 2012, Maceió. Anais...FERTIO 2012 - A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola. Maceió, 2012.

  • FELISBERTO, E. H. ; Klauberg Filho, Osmar ; STÜRMER, S. L. ; PURIN, S. ; MAFRA, A. L. ; VERDI, A. A. . Avaliação de doses de inoculantes micorrízicos monoespecíficos na produção de mudas de cebola. In: FERTBIO 2012, 2012, Maceió. Anais...FERTBIO 2012 - A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola. Maceió, 2012.

  • NEVES, A. N. ; MAFRA, A. L. ; STÜRMER, S. L. ; PEREIRA, M. D. C. ; KLAUBERG FILHO, O. . Eficiência simbiótica de fungos micorrízicos arbusculares na produção de mudas de cebola (Allium cepa). In: XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2011, Uberlânida, MG. Anais...XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo - Solos nos biomas brasileiros: sustentabilidade e mudanças climáticas, 2011. p. 38-38.

  • STÜRMER, S. L. ; CARNEIRO, F. E. ; SGROTT, A. F. ; PASQUALINI, D. . Hospedeiros e substratos na produção massal de fungos micorrízicos arbusculares. In: XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2011, Uberlândia, MG. Anais...XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo - solos nos biomas brasileiros:sustentabilidade e mudanças climáticas, 2011. p. 39-39.

  • STÜRMER, S. L. ; KLAUBERG FILHO, O. . Procedimentos de estabelecimento, manutenção e gerenciamento da Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG). In: FERTBIO2010, 2010, Guaraparí, ES. FERTBIO2010 - Fontes de nutrientes e produção agrícola: modelando o futuro, 2010. p. 73-73.

  • SILVA, S. L. O. ; SANTOS, J. G. D. ; STÜRMER, S. L. ; RIOS, C. B. ; NOGUEIRA, C. F. ; MOURA, E. G. . Ocorrência e diversidade de fungos micorrízicos arbusculares sob diferentes sistemas de uso da terra no Centro-Norte Maranhense. In: FERTBIO2010, 2010, Guarapari, ES. FERTBIO2010 - Fontes de nutrientes e produção agrícola: modelando o futuro. Vitoria, ES, 2010. p. 73-73.

  • MOREIRA, B. C. ; RODRIGUES, A. L. ; SILVA, C. V. ; STÜRMER, S. L. ; KASUYA, M. C. M. . Avaliação da colonização micorrízica e densidade de esporos em diferentes acessos de pinhão-manso cultivados em região do semiáriado mineiro. In: FERTBIO2010, 2010, Guaraparí, ES. FERTBIO2010 - Fontes de nutrientes e produção agrícola: modelando o futuro. Vitória, ES, 2010. p. 69-69.

  • STÜRMER, S. L. . Diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em ecossistemas naturais e agrícolas brasileiros. In: FERTBIO2006, 2006, Bonito. Anais....FERTBIO 2006: a busca das raízes - CD Rom. Dourados, MS: EMBRAPA Agropecuária Oeste, ISSN 1809-9718, 2006.

  • SOUZA, D. J. ; STÜRMER, S. L. . Diversidade de FMAs em plantações de trigo no estado de Santa Catarina. In: FERTBIO2006, 2006, Bonito. Anais...FERTBIO 2006:a busca das raízes - CD ROM. Dourados, MS: EMBRAPA Agropecuária Oeste - ISSN 1809-9718, 2006.

  • SILVA, G. A. E. ; SIQUEIRA, J. O. ; STÜRMER, S. L. . Avaliação da eficiência simbiótica de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares isoladas de solos da Amazônia sob diferente tipos de uso. In: FERTBIO2006, 2006, Bonito. Anais...FERTBIO2006: a busca das raízes - CD ROM. Dourados, MS: EMBRAPA Agropecuária Oeste - ISSN 1809-9718, 2006.

  • LEAL, P. L. ; SIQUEIRA, J. O. ; STÜRMER, S. L. . Fungos micorrízicos arbusculares isolados em culturas armadilhas de solos sob diferentes sistema de uso na Amazônia. In: FERTBIIO2006, 2006, Bonito, MS. Anais...FERTBIO2006: a busca das raízes - CD ROM. Dourados: EMBRAPA Agropecuária Oeste - ISSN 1809-9718, 2006.

  • STÜRMER, S. L. . Diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em ecossistemas brasileiros. In: 57 Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado, RS. Os Avanços da Botânica no Início do Século XXI - Morfologia, Fisiologia, Taxonomia, Ecologia e Genética. Porto Alegre, RS: Sociedade Botânica do Brasil, 2006. p. 216-219.

  • KLAUBERG FILHO, O. ; PURIN, S. ; STÜRMER, S. L. ; ALMEIDA, D. . Indicadores biológicos e químicos de qualidade do solo no cultivo da macieira. In: XXX Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2005, Recife, PE. Anais do XXX Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2005.

  • STÜRMER, S. L. . Divisão Glomeromycota: aspectos históricos da taxonomia e classificação dos fungos micorrízicos arbusculares. In: 56 Congresso Nacional de Botãnica, 2005, Curitiba. Anais...56 Congresso Nacional de Botânica. Curitiba, 2006.

  • GRIPPA, C. R. ; STÜRMER, S. L. . Diversidade de fungos micorrizicos arbusculares (FMA) associados com especies de pteridofitas da Floresta Atlantica. In: FERTBIO2004, 2004, Lages. Anais em CD Rom, 2004.

  • PASQUALINI, D. ; GRIPPA, C. R. ; STÜRMER, S. L. . Inoculação com comunidades de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e absorção de fósforo em especies arbóreas nativas da Floresta Atlântica. In: FERTBIO2004, 2004, Lages. Anais em CD Rom, 2004.

  • VIEIRA, C. K. ; MARASCALCHI, M. N. ; STÜRMER, S. L. . Riqueza de fungos do solo em áreas impactadas pela mineração de ferro e do entorno no Cerrado. In: IX Congresso Brasileiro de Micologia, 2019, Manaus, AM. Anais...IX Congresso Brasileiro de Micologia, 2019.

  • MONTIBELER, M. ; SCHOEN, C. ; STÜRMER, S. L. . Efeito de diferentes isolados de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) no crescimento vegetal e agregação do solo em duas espécies vegetais. In: IX Congresso Brasileiro de Micologia, 2019, Manaus, AM. Aais...IX Congresso Brasileiro de Micologia, 2019.

  • MARANDOLA, T. ; VIEIRA, C. K. ; STÜRMER, S. L. . Efeito da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares em diferentes diluições microbiana em solo impactado pela mineração de carvão. In: IX Congresso Brasileiro de Micologia, 2019, Manaus, AM. Anais...IX Congresso Brasileiro de Micologia, 2019.

  • STÜRMER, S. L. ; BEVER, JAMES D. . Patterns of global distribution of families in Glomeromycota related to soil properties and biomes. In: ICOM10 - International Conference on Mycorrhiza, 2019, Mérida, México. Anais...ICOM10, 2019.

  • MONTIBELER, M. ; SCHOEN, C. ; COSTA, M. D. ; STÜRMER, S. L. . Intra and interspecific variability of arbuscular mycorrhizal fungal isolates in Vitis vinífera L.. In: IV SIMB - Simpósio Internacional de Microbiologia e Biotecnologia, 2018, Viçosa, MG. Anais...SIMB2018/CBMAAA, 2018. p. 87.

  • VIEIRA, C. K. ; SCHOEN, C. ; CRUZ, J. ; SCHEUERMANN, L. A. ; STÜRMER, S. L. . Biochar promotes plant growth but decreases sporulation and colonization by arbuscular mycorrhizal fungi. In: IV SIMB2018 - Simpósio Internacional de Microbiologia e Biotecnologia, 2018, Viçosa, MG. Anais...SIMB2018/CBMAAA, 2018.

  • SANTOS, M. L. ; LOVATO, P. E. ; SOARES, C. R. F. S. ; STÜRMER, S.L. ; MEYER, E. ; RAMPINELLI, E. C. . Arbuscular mycorrhizal fungi affect legume tree uptake of trace metal from substrate with coal-mine tailings. In: ICOM9, 2017, Prague. Book of Abstract - iCOM9, 2017. p. 185-185.

  • STOFFEL, S. C. G. ; ROCHA, D. A. G. ; STÜRMER, S.L. ; SOARES, C. R. F. S. . Aplicação de inoculantes microbianos e biocarvão na recuperação de áreas impactadas pela mineração de carvão. In: 69 Reunião Anual da SBPC, 2017, Belo Horizonte, MG. Anais...69 SBPC, 2017.

  • PRIMIERI, S. ; COSTA, M. D. ; PASSOS, J. F. M. ; STÜRMER, S. L. ; RAMOS, G. B. . Arquitetura radicular de bracatinga (Mimosa scabrella) inoculada com fungos micorrízicos arbusuculares. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2017, Belém, PA. Anais...XXXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Viçosa, MG: SBCS, 2017.

  • MENDES, N. S. ; AGUDELO, M. B. ; MEYER, E. ; STÜRMER, S. L. ; SOARES, C. R. F. S. ; RITA, Y. L. ; SANTOS, M. L. ; TEDESCO, V. ; BESEN, K. ; LOVATO, P. E. . Colonização micorrízica e número de esporos em lavouras de milho crioulo, híbrido convencional e transgênico no Oeste de Santa Catarina, Brasil. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • SANTOS, M. L. ; SOARES, C. R. F. S. ; STÜRMER, S. L. ; TEIXEIRA, T. N. S. A. ; TEDESCO, V. ; MENDES, N. S. ; RITA, Y. L. ; KUNZE, A. ; BESEN, K. ; LOVATO, P. E. . Fungos micorrízicos arbusculares no crescimento, absorção e translação de Cu e Zn em Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong.. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • BRORING, J. M. ; BRORING, M. M. ; MALMANN, G. C. ; Klauberg Filho, Osmar ; STÜRMER, S. L. . Resistência e resiliência de FMAs em nitossolo sob plantio direto e integração lavoura pecuária: ensaio em 'terrestrial model ecosystems - TME'. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • TEDESCO, V. ; SANTOS, M. L. ; BESEN, K. ; TONIAL, A. P. ; VENDRUSCULO, J. P. ; FILIPINI, L. D. ; MENDES, N. S. ; AGUDELO, M. B. ; STÜRMER, S. L. ; LOVATO, P. E. . Crescimento e colonização micorrízica em mudas de videira inoculadas com fungos micorrízicos arbusculares. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • AGUDELO, M. B. ; MENDES, N. S. ; STÜRMER, S. L. ; SOARES, C. R. F. S. ; KUNZE, A. ; MEYER, E. ; SANTOS, M. L. ; TEDESCO, V. ; BESEN, K. ; LOVATO, P. E. . Ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em milho crioulo, híbrido convencional e transgênico no Oeste de Santa Catarina, Brasil. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • CARNEIRO, M. A. C. ; KEMMELMEYER, K. ; TEIXEIRA, A. F. S. ; ANDRADE, J. F. C. ; STÜRMER, S. L. ; MOREIRA, F. M. S. . Diversidade de esporos de fungos micorrízicos arbusculares em áreas de canga e de pilha de rejeito de mineração de ferro em Minas Gerais. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • BITTENCOURT, F. ; DRECHSLER-SANTOS, E. R. ; STÜRMER, S. L. . Contribuição ao conhecimento da diversidade de fungos poliporóides no Vale do Itajaí, Santa Catarina. In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Sobre a biogeografia de fungos micorrízicos arbusculares (Filo Glomeromycota). In: VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016, Florianópolis, SC. Anais 2016 VIII Congresso Brasileiro de Micologia, 2016.

  • SCHOEN, C. ; COSTA, M. D. ; STÜRMER, S. L. . Diversidade funcional de fungos micorrízicos arbusculares associados a Malus prunifolia Willd na prestação de serviços ecossistêmicos. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafiosss, 2016. p. 1180.

  • MARASCALCHI, M. N. ; FRANCA, L. A. S. ; SCHOEN, C. ; STÜRMER, S. L. . Efeitos de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares com alta e baixa riqueza específica no crescimento e conteúdo de fósforo em Schinus terebinthifolius Raddi. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafios, 2016. p. 1183.

  • VIEIRA, C. K. ; MARASCALCHI, M. N. ; ARMAS, R. D. ; STÜRMER, S. L. . Diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em solos de mineração de ferro e áreas do entorno. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafioss, 2016. p. 1184.

  • HEINZ, K. G. H. ; SILVA, C. B. ; STÜRMER, S. L. . Variabilidade espacial na estrutura de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares em duas áreas de restinga. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafioss, 2016. p. 1184.

  • TEIXEIRA, A. F. S. ; CARVALHO, F. ; KAMMERMEIER, K. ; STÜRMER, S. L. ; CARNEIRO, M. A. C. ; MOREIRA, F. M. S. . Atributos de solo associados à ocorrência de espécies de fungos micorrízicos arbusculares no Quadrilátero ferrífero. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafioss, 2016. p. 1202.

  • SILVA, G. A. E. ; SIQUEIRA, J. O. ; MOREIRA, F. M. S. ; STÜRMER, S. L. . Performance funcional de isolados de fungos micorrízicos arbusculares da Amazônia em caupi. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafioss, 2016. p. 1106.

  • ARAUJO, T. M. ; ARAUJO, R. S. ; NOBREGA, S. B. ; PEREIRA, G. M. D. ; SILVA, K. ; GOMIDE, P. H. O. ; STÜRMER, S. L. . Ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares sob diferentes sistemas de uso e manejo do solo em Roraima. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafioss, 2016.

  • KAMMERMEIER, K. ; SANTOS, D. A. ; STÜRMER, S. L. . Variação sazonal e ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em serapilheira e tapete de raízes de floresta ombrófila densa submontana em Blumenau, Santa Catarina. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafiosss, 2016. p. 1218.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Padrões biogeográficos de fungos micorrizicos arbusculares: aspectos filogenéticas e teste de hipóteses. In: FERTBIO2016, 2016, Goiânia, GO. Anais...FERTBIO2016 - Rumo aos novos desafioss, 2016.

  • GONZALES, D. ; ARMAS, R. D. ; STÜRMER, S. L. ; MORALES-LONDONO, D. M. ; SOARES, CLAUDIO ROBERTO FONSÊCA DE SOUSA . Arbuscular mycorrhiza and addition of phosphate in seedlings growth of bracatinga (Mimosa scabrella) in soil degraded by coal mining. In: 28 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2015, Florianópolis. Anais?28 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2015.

  • SIDNEY, LUIZ STURMER . International Culture Collection of Glomeromycota (CICG): procedures and services. In: 8th International Conference on Mycorrhiza, 2015, Flagstaff, AZ. Anais?.8th ICOM, 2015.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Phylogenetic perspective on biogeographic patterns in Glomeromycota. In: 8th International Conference on Mycorrhiza, 2015, Flagstaff, AZ. Anais?8th ICOM, 2015.

  • BITTENCOURT, F. ; STÜRMER, S. L. ; DRECHSLER-SANTOS, E. R. . Características morfológicas e ecológicas de uma nova espécie de Phylloporia Murrill (Hymenochaetaceae, Hymenochaetales) encontrada em Blumenau/SC. In: 66 Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos, SP. Anais?66 Congresso Nacional de Botânica, 2015.

  • MARASCALCHI, M. N. ; KEMMELMEYER, K. ; STÜRMER, S. L. . Fungos micorrízicos arbusulares detectados em culturas armadilhas em áreas de mineração de ferro e do entorno. In: 66 Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos, SP. Anais?66 Congresso Nacional de Botânica, 2015.

  • BLOEMER, H. C. ; STÜRMER, S.L. . Comunidades de fungos micorrízicos arbusculares associadas a três populações de Spartina ciliata Brongn. em dunas marítimas. In: FERTBIO2014, 2014, Araxá, MG. Anais?FERTBIO2014. Araxá, MG, 2014.

  • POZZAN, A. M. ; STÜRMER, S. L. . Produção de inóculo micorrízico monoespecífico e multiespecífico utilizando o método on farm. In: FERTBIO2014, 2014, Araxá, MG. Anais?FERTBIO2014. Araxá, MG, 2014.

  • POZZAN, A. M. ; SCHOEN, C. ; STÜRMER, S. L. . Eficiênci de isolados de fungos micorrízicos arbusculares da Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota (CICG). In: FERTBIO2014, 2014, Araxá, MG. Anais?FERTBIO2014. Araxá, MG, 2014.

  • MOREIRA, B. C. ; MENDES, I. R. ; CARVALHO, D. R. ; PRATES JUNIOR, P. ; COUTINHO, R. R. ; SALOMAO, L. C. C. ; STÜRMER, S. L. ; KASUYA, M. C. M. . Produção de mudas de abacaxizeiro micropropagado inoculados com fungos micorrízicos arbusculares e Piriformospora indica em diferentes doses de P. In: FERTBIO2014, 2014, Araxá, MG. Anais?FERTBIO2014. Araxá, MG, 2014.

  • STÜRMER, S. L. ; KLAUBERG FILHO, O. . Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG): estabelecimento e gerenciamento. In: VI Congresso Brasileiro de Micologia, 2010, Brasilia. Anais do VI Congresso Brasileiro de Micologia - CD ROM. Brasilia, DF, 2010. p. 437-438.

  • STÜRMER, S. L. ; SOUZA, F. A. . Community structure of arbuscular mycorrhizal fungi in Brazilian ecosystems: patterns, methodologies and perspectives. In: ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza, 2009, Belo Horizonte, MG. Abstract of ICOM 6 - 6th International Conference on Mycorrhiza:. Viçosa, MG: UFV, 2009. p. 11-11.

  • STÜRMER, S. L. ; SIQUEIRA, J. O. . Community diversity and strucutre of arbuscular mycorrhizal fungi across distinct land uses in Western Brazilian Amazon. In: ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza, 2009, Belo Horizonte. Abstracts of the 6th International Conference on Mycorrhiza: "Beyond the roots". Viçosa, MG: UFV, 2009. p. 39-39.

  • BARCENAS-ORTEGA, A. E. ; CHAVEZ-BARCENAS, A. T. ; STÜRMER, S. L. ; VARELA-FREGOSO, L. . Occurrence of arbuscular mycorrhizal fungi in avocado orchards in Mexico. In: ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza, 2009, Belo Horizonte, MG. Abstract of the 6th International Conference on Mycorrhiza: "Beyond the roots". Viçosa, MG: UFV, 2009. p. 60-60.

  • MESCOLOTTI, D.L.C. ; NAKATANI, A. S. ; MARTINES, A. M. ; NOGUEIRA, M. A. ; STÜRMER, S. L. ; CARDOSO, E.J.B.N. . Arbuscular mycorrhizal fungi in agricultural soil under disposal of tannery sludge. In: ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza, 2009, Belo Horizonte, MG. Abstract of the ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza: "Beyond the roots". Viçosa, MG: UFV, 2009. p. 61-61.

  • BINI, D. ; NOGUEIRA, M. A. ; MIYAUCHI, M.Y.H. ; SANTOS, C.A. ; MESCOLOTTI, D.L.C. ; ANDRADE, G. ; ZANGARO, W. ; CARDOSO, E.J.B.N. ; STÜRMER, S. L. . Diversity and density of spors of arbuscular mycorrhizal fungi under different land use systems. In: ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza, 2009, Belo Horizonte, MG. Abstracts of the ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza. Viçosa, MG: UFV, 2009. p. 62-62.

  • CARDOSO, E.J.B.N. ; LAMMEL, D. R. ; MESCOLOTTI, D.L.C. ; STÜRMER, S. L. . Diversity of AMF isolates from Araucaria angustifolia forest soils using Mimosa scabrella and M. bimucronata as trap plants. In: ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza, 2009, Belo Horizonte. Abstracts of the ICOM6 - 6th International Conference on Mycorrhiza: "Beyond the roots". Viçosa, MG: UFV, 2009. p. 66-67.

  • BARCENAS-ORTEGA, A. E. ; VARELA-FREGOSO, L. ; STÜRMER, S. L. ; AGUIRRE-PALEO, S. ; CHAVEZ-BARCENAS, A. T. . Identificacion de hongos micorrizógenos arbusculares en rizósfera de aguacate em Michoacan. In: X Congreso Nacional de Micologia, 2009, Guadalajara. Anais do X Congreso Nacional de Micologia. Guadalajara, 2009.

  • BARCENAS-ORTEGA, A. E. ; CHAVEZ-BARCENAS, A. T. ; VARELA, L. ; STÜRMER, S. L. ; AGUIRRE-PALEO, S. . Identificación morfológica de hongos formadores de micorriza arbuscular en suelo rizosférico de aguacate. In: III Congreso Latinoamericano del aguacate, 2009, Medellin. Anais do III Congreso Latinoamericano del aguacate. Medellin, 2009. p. 62-62.

  • STÜRMER, S. L. ; SANTOS, R. ; GRIPPA, C. R. ; PASQUALINI, D. . Diversidade e estrutura de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares em campos nativos e florestas de Araucaria no estado de Santa Catarina. In: FERTBIO2008, 2008, Londrina. Resumos FERTBIO2008. Londrina: EMBRAPA Soja:SBCS:IAPAR:UEL, 2008. p. 44-44.

  • COSTA, H. A. O. ; GRAZZIOTTI, P. H. ; STÜRMER, S. L. ; SANTOS, D. C. F. ; CARVALHO, A. J. E. ; DUTRA, T. R. . Colonização e diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em Syngonanthus elegans endêmica de campos rupestres. In: FERTBIO2008, 2008, Londrina. Resumo da FERTBIO2008. Londrina: EMBRAPA Soja:SBCS:IAPAR:UEL, 2008. p. 48-48.

  • COSTA, H. A. O. ; GRAZZIOTTI, P. H. ; STÜRMER, S. L. ; FONSECA, D. C. ; DORNAS, M. F. S. ; CARVALHO, V. J. S. M. . Micorriza arbuscular em Syngonanthus elegans, uma espécie endêmica de campos rupestres na Serra do Espinhaço Meridional, MG. In: FERTBIO2008, 2008, Londrina. Resumos da FERTBIO2008. Londrina: EMBRAPA Soja:SBCS:IAPAR:UEL, 2008. p. 48-48.

  • BENTIVENGA, S. P. ; STÜRMER, S. L. . Diversity of arbuscular mycorrhizal fungal communities associated with maritime sand dunes in Southern Brazil. In: 5th International Conference on Mycorrhiza, 2006, Granada. Abstracts 5th ICOM. Granada. p. 115-115.

  • STÜRMER, S. L. ; SIQUEIRA, J. O. . Biodiversity and community structure of AMF in pasture and primary forest in brazilian Amazon. In: 5th International Conference on Mycorrhizae, 2006, Granada. Abstracts 5th ICOM. Granada. p. 259-259.

  • KARSTEDT, F. ; CAPELARI, M. ; STÜRMER, S. L. . Ocorrência de Agaricales em áreas de Floresta Ombrófila Densa e Plantações de Pinus. In: V Congresso Latino Americano de Micologia, 2005, Brasilia, DF. Anais do V Congresso Latino Americano de Micologia, 2005. p. 275-275.

  • STÜRMER, S. L. . Taxonomia e Diversidade de FMAs em Ecossistemas brasileiros. In: V Congresso Latino Americano de Micologia, 2005, Brasilia, DF. Anais do V Congresso Latino Americano de Micologia, 2005. p. 185-185.

  • SANTOS, R. ; GIRARDI, C. G. ; PESCADOR, R. ; STÜRMER, S. L. . Efeito da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) no desenvolvimento de gengibre (Zingiber officinale R.) micropropagado. In: 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, PR. Anais do 56 Congresso Nacional de Botânica - CD Rom, 2005. p. 68-68.

  • SILVA, A. D. ; STÜRMER, S. L. ; UHLMANN, A. . Fungos micorrízicos arbusculares em plântulas de Lafoensia pacari St-Hil. e Cabralea canjerana (Vell.) Mar.: mutualismo ou parasitismo?. In: 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, PR. Anais do 56 Congresso Nacional de Botanica - CD Rom, 2005. p. 62-62.

  • SILVA, A. D. ; UHLMANN, A. ; STÜRMER, S. L. . Influência de fungos micorrízicos arbusculares na competição interespecífica entre indivíduos de Lafoensia pacaria St-Hil. e Cabralea canjerana (Vell.) Mart.. In: 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, PR. Anais do 56 Congresso Nacional de Botânica - CD Rom, 2005. p. 62.

  • KARSTEDT, F. ; STÜRMER, S. L. . Diversidade de Agaricales em uma regiao de Floresta Ombrofila Densa no estado de Santa Catarina. In: 55 Congresso Nacional de Botanica, 2004, Vicosa, MG. Anais em CD Rom, 2004.

  • STÜRMER, S. L. ; PURIN, S. ; KLAUBERG FILHO, O. ; SILVA, D. C. P. R. ; BARETTA, D. . Diversidade de Glomales em sistema de produção orgânico e convencional de maçã. In: FERTBIO2004, 2004, Lages. Anais em CD Rom, 2004.

  • KARSTEDT, F. ; CAPELARI, M. ; STÜRMER, S. L. . Estudo comparativo da diversidade de Agaricales em dois sistemas florestais no estado de Santa Catarina. In: IV Congresso Brasileiro de Micoloia, 2004, Ouro Preto, MG. Anais...IV Congresso Brasileiro de Micologia, 2004. p. 50-50.

  • STÜRMER, S. L. ; SIQUEIRA, J. O. . Diversity of Glomalean fungi in selected Brazilian ecosystems. In: 4th International Conference on Mycorrhizae, 2003, Montreal. Anais do ICOM4, 2003. p. 520-520.

  • GRIPPA, C. R. ; PASQUALINI, D. ; STÜRMER, S. L. . Arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) associated with bromeliads in the Brazilian Atlantic Rain Forest. In: 4th International Conference on Mycorrhizae, 2003, Montreal. Anais do ICOM4, 2003. p. 521-521.

  • KLAUBERG FILHO, O. ; ALBUQUERQUE, P. P. ; SANTOS, J. C. P. ; STÜRMER, S. L. ; MOTA, E. C. ; FIGUEIREDO, S. R. ; SOUZA, I. M. Z. . Fungos micorrizicos arbusculares em reflorestamentos sobre campo nativo e em mata nativa de Araucaria. In: XXIX Congresso Brasileiro de Ciencia do Solo, 2003, Ribeirao Preto. Anais do Congresso Brasileiro de Ciencia do Solo, 2003.

  • GERMANO, A. P. ; KLAUBERG FILHO, O. ; STÜRMER, S. L. . Colonização micorrízica e diversidade de Glomales em uma área abandonada após mineração de carvão. In: FERTBIO2002, 2002, Rio de Janeiro. Anais...FERTBIO2002 - Agricultura:bases ecológicas para o desenvolvimento social e econômico sustentado, 2002. p. 105-105.

  • PURIN, S. ; AUMOND, J. J. ; STÜRMER, S. L. . Efeitos da inoculação com fungos micorrízicos arbusculares e adubação fosfatada no crescimento e nutrição de Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong.. In: FERTBIO2002, 2002, Rio de Janeiro. Anais...FERTBIO2002 - agricultura: bases ecológicas para o desenvolvimento social e econômico sustentado, 2002. p. 167-167.

  • STÜRMER, S. L. ; KLAUBERG FILHO, O. . Diversidade de Glomales em plantações de alho com três sistemas de manejo. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2001, Londrina, PR. Ciencia do Solo: Fator de Produtividade Competitiva com Sustentabilidade, 2001. p. 94.

  • STÜRMER, S. L. . Avanços recentes na sistemática e taxonomia de fungos micorrízicos arbusculares (Zygomycota, Glomales). In: III Congresso Brasileiro de Micologia, 2001, Aguas de Lindoia, SP. Micologia: Desenvolvimento e perspectivas para o milenio, 2001. p. 17.

  • PURIN, S. ; STÜRMER, S. L. ; AUMOND, J. J. . Comportamento inicial de espécies florestais implantadas em um áerea sob processo de recuperação ambiental pertencente a Pedreira Ouro Preto, Ltda.. In: VII Seminário Integrado de Iniciação Científica, 2001, Blumenau. Anais, 2001. p. 96.

  • PURIN, S. ; STÜRMER, S. L. ; AUMOND, J. J. . Efeitos da adição de serapilheira para aceleração da revegetação em uma área sob processo de recuperação ambiental pertencente a Pedreira Ouro Preto, Ltda.. In: VII Seminário Integrado de Iniciação Científica, 2001, Blumenau. Anais, 2001. p. 97.

  • KLAUBERG FILHO, O. ; BAGGIO, M. R. ; STÜRMER, S. L. ; SANTOS, J. C. P. . Micorrização arbuscular do alho (Allium sativum) em diferentes sistemas de manejo da fertilidade do solo. In: FERTBIO2000, 2000, Santa Maria, RS. Anais do Congresso, FERTBIO2000 Biodinamica do Solo, 2000. p. 3.

  • LOVATO, P. E. ; KUNZE, A. ; STÜRMER, S. L. . Fungos micorrízicos no Brasil: potencial de utilização. In: II Simposio de Recursos Geneticos para a America Latina e Caribe - SIRGEALC, 1999, Brasilia. Anais do Congresso em CD-ROM, 1999.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Developmental patterns in three species of Acaulosporaceae redefining interpretation of morphological character sets.. In: 2nd International Conference on Mycorrhizae, 1998, Uppsala, Suécia. Anais do Congresso, 1998. p. 162.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Patterns of sporulation of AMF in sand dunes systems after successive cycles of trap cultures.. In: 2nd International Conference on Mycorrhizae, 1998, Uppsala, Suécia. Anais do Congresso, 1998. p. 162.

  • STÜRMER, S. L. . Análise das comunidades de fungos micorrizicos arbusculares - estrutura e função. In: II Congresso Brasileiro de Micologia, 1998, Rio de Janeiro, RJ. II Congresso Brasileiro de Micologia. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Micologia, 1998.

  • STÜRMER, S. L. . O papel da morfologia na interpretação dos padrões e processos evolutivos em FMA. In: FERTBIO 98, 1998, Caxambu, MG. Interrelação Fertilidade, Biologia do Solo e Nutrição de Plantas: Consolidando um Paradigma. Lavras, MG: Universidade Federal de Lavras, 1998. p. 34-35.

  • STÜRMER, S. L. ; MORTON, J. B. . Spore differentation sequences among isolates of Glomus etunicatum and Glomus intraradices.. In: V Reunião Brasileira sobre Micorrizas, 1994, Florianópolis, SC, Brasil. Anais do Congresso, 1994. p. 136.

  • KLAUBERG FILHO, O. ; BELLEI, M. M. ; STÜRMER, S. L. . Ecology of endomycorrhizal (AM) fungi in South Brazil.. In: 9th North American Conference on Mycorrhizae, 1993, Guelph, ON, Canada. Anais do Congresso, 1993. p. 18.

  • STÜRMER, S. L. ; BELLEI, M. M. ; KLAUBERG FILHO, O. . Occurrence of endomycorrhizal fungi in soils and on roots of 3 successional stages in the development of Atlantic Forest in Brazil.. In: 9th North American Conference on Mycorrhizae, 1993, Guelph ON Canada. Anais do Congresso, 1993. p. 25.

  • STÜRMER, S. L. ; BELLEI, M. M. . Seasonal variation of arbuscular mycorrhizal fungi populations on dune soils in the Island of Santa Catarina (South Brazil).. In: The International Symposium on Management of Mycorrhizas in Agriculture, Horticulture and Forestry, 1992, Perth, WA, Australia, 1992.

  • STÜRMER, S. L. ; BELLEI, M. M. . Ecologia de fungos micorrizicos vesicular-arbuscular em dunas da Ilha de Santa Catarina. In: IV Reunião Brasileira sobre Micorrizas, 1991, Mendes, RJ. Program e Resumos do Congresso, 1991. p. 137.

  • STÜRMER, S. L. ; BELLEI, M. M. . Variacao sazonal de fungos micorrizicos vesiculo-arbusculares em dunas na Ilha de Santa Catarina. In: III Encontro de Botanicos do Parana e Santa Catarina, 1991, Florianopolis. Anais do Congresso, 1991.

  • STÜRMER, S. L. . Sistemática de Glomeromycota: uma filogenia compreensivel ou um catálogo de nomes?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • STÜRMER, S. L. ; SIQUEIRA, J. O. . Diversidade de Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) em ecossistemas agricolas e naturais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • STÜRMER, S. L. . Aspectos da evolução, sistemática e biogegrafia de fungos micorrízicos arbusculares. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SOUZA, F. A. ; SCHLEMPER, THIAGO ROBERTO ; STÜRMER, S. L. . A importância da tecnologia de inoculação de fungos micorrízicos para a sustentaibilidade na olericultura. Brasilia, DF: EMBRAPA, 2017 (Capitulo em "Texto para Discussão").

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Applied Soil Ecology. 2019.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Arid Land Research and Development. 2019.

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Soil and Tillage Research. 2018.

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Fungal Ecology. 2018.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Environmental Science and Pollution Research. 2018.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Canadian Journal of Forest Research. 2018.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Journal of Soil Science and Plant Nutrition. 2018.

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Revista de Estudos Ambientais. 2017.

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Mycological Progress. 2017.

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Diversity and Distributions. 2017.

STÜRMER, S.L. . Revisor do periódico Fungal Ecology. 2017.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Acta Botânica Brasilica. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Acta Botânica Brasilica. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Agriculture, Ecosystem and Environment. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Brazilian Journal of Microbiology. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Fungal Ecology. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Mycorrhiza. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Rhizosphere. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico South African Journal of Botany. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Symbiosis. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Mycorrhiza. 2016.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Agriculture, Ecosystem and Environment. 2015.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Brazilian Journal of Botany. 2015.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Mycorrhiza. 2015.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Mycorrhiza. 2012.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Mycorrhiza. 2012.

STÜRMER, S. L. . Revisor do periódico Mycorrhiza. 2012.

STÜRMER, S. L. . Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota CICG. 2011; Tema: Coleção de culturas de fungos micorrízicos arbusculares. (Site).

STÜRMER, S. L. . VII Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. . VI Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S.L. . V Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S.L. . IV Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. . III Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. . II Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. . Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S.L. . Taxonomia e Cultivo de HMAs. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S.L. . I Curso de Taxonomia e Cultivo de Glomeromycota. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S.L. . Taxonomia de FMAs. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. . Aspectos básicos da biologia, sistemática e taxonomia de fungos micorrízicos arbusculares. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

STÜRMER, S.L. . Curso de Taxonomia e Sistemática de FMAs. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. ; SANTOS, C. F. T. . Reconhecimento de Curso de Graduação. 2008. (Comitê de avaliação).

STÜRMER, S. L. . Sistemática e Taxonomia de Fungos Micorrízicos Arbusculares. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

STÜRMER, S. L. ; VARELA, L. . Curso Internacional Teórico-Práctico de Biología e Identificación de Hongos Micorrizógenos Arbusculares. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

STÜRMER, S.L. . Workshop em Taxonomia de FMAs. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S.L. . Curso de Taxonomia de Hongos Micorrizogenos Arbusculares. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

STÜRMER, S. L. . Edital no. 01/2007 FFM/FURB - Apoio a Projeto de Pesquisa. 2007. (Comitê de avaliação).

STÜRMER, S. L. . International Training Course on AM Fungi & Ectomycorrhiza Taxonomy (Morphological & Molecular). 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

STÜRMER, S. L. . Biologia e identificacion de hongos micorrizico arbusculares. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

STÜRMER, S. L. . Taxonomia de Micorrizas. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MORTON, J. B. ; SNYDER, M. ; STÜRMER, S. L. ; HELDRETH, K. ; NICHOLS, K. ; WHEELER, W. . Workshop on the Identification of Arbuscular Endomycorrhizal Fungi in the Glomales. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MORTON, J. B. ; SNYDER, M. ; STÜRMER, S. L. ; HELDRETH, K. ; NICHOLS, K. ; WHEELER, W. . Classification and Identification of Arbuscular Mycorrhizal Fungi. 1996. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual).

MORTON, J. B. ; STÜRMER, S. L. . Taxonomia de Fungos Endomicorrizicos Arbusculares. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    O conceito de reconhecimento de espécies em fungos micorrízicos arbusculares (Filo Glomeromycota): estudos morfológicos e moleculares comparativos, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) são fungos do solo que se associam com as raízes das plantas terrestres e fornecem importantes serviços ecossistêmicos. Apesar dos avanços recentes na sistemática molecular, no aumento na descoberta de novas espécies e nos estudos de ecologia, estudos sobre o conceito de reconhecimento de espécie é praticamente inexistente para este grupo de fungos. O objetivo desta proposta é avaliar o Genealogical Concordance Phylogenetic Species Recognition como critério de reconhecimento de espécie para FMAs através de estudos morfológicos e moleculares comparativos. Para cumprir este objetivo, isolados de sete espécies do clado referido como mellea (Acaulospora mellea, A. dilatata, A. rugosa, A. delicata, A. morrowiae, A. lacunosa, e A. colombiana) e de cinco espécies do clado claroideum (Claroideoglomus claroideum, C. luteum e C. lamellosum, C. etunicatum, e comparado com Entrophospora infrequens) serão usados. Dados morfológicos dos esporos (tamanho, forma, cor, espessura da parede) serão mensurados em 100 esporos de cada isolado e testes realizados para determinar a variabilidade intra e interespecífica. Para cada isolado será amplificado e sequenciado o gene da RNA polimerase II (rpb-1) seguindo os primers e protocolo estabelecido na literatura. As sequencias de rpb1 de espécies de Acaulospora e Claroideoglomus que não fazem parte do clado ?mellea? e ?claroideum? e sequencias de LSU para as espécies de ambos os gêneros serão obtidas do GenBank e alinhadas usando ClustalX As análises filogenéticas serão conduzidas independentes para os genes de rpb1 e LSU em MrBayes usando os método de reconstrução de filogenia Bayesiano e ?maximum likelihood? para acessar o suporte de bootstrap (1000 repetições). MEGA7 será usado para determinar o melhor modelo evolutivo e padrão de substituição de nucleotídeo. Os resultados das análises morfológicas e da filogenia molecular para ambos os genes independentes fornecerão subsídios para a discussão e determinação de um critério para reconhecimento de espécies em FMAs, usando como modelo o Genealogical Concordance Phylogenetic Species Recognition. Este projeto permitirá o aperfeiçoamento e a formação em conceitos em métodos de analises filogenéticas por parte do proponente, bem como o uso de ferramentas da biologia molecular para estudos em sistemática de FMAs. Os resultados deste projeto permitirão estabelecer um conceito de reconhecimento de espécie para FMAs, o qual é importante para estudos de taxonomia, diversidade e para identificação adequada de espécies presentes em inoculantes comerciais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Débora Cristina Hammes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Aplicação de inoculantes em áreas degradadas pela mineração de carvão e avaliação de atributos microbiológicos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares em 31/07/2018., Descrição: Descrição: A atividade de mineração de carvão, especialmente no estado de Santa Catarina, ocasionou avançado grau de degradação do solo devido à falta de planejamento adequado e padrões de recuperação para a manutenção da qualidade do meio ambiente. Somente no sul deste estado, aproximadamente 5.700 hectares encontram-se impactados por esta atividade, cujos substratos são caracterizados por elevado grau de desestruturação, pH ácido, toxicidade de elementos-traço e textura friável, sendo suscetível a processos erosivos. Tal situação culminou em exigências legais para a recuperação destas áreas, de acordo com o Projeto Executivo elaborado pelo Ministério Público Federal, as quais encontram-se em estágios iniciais de implantação na região. Dentre as atividades propostas encontra-se a revegetação, mas, devido ao estágio avançado de degradação, há sérios comprometimentos no suprimento de nutrientes essenciais ao desenvolvimento vegetal. Desta forma, há a necessidade de adubações frequentes para que o processo de revegetação seja satisfatório. Neste contexto, as simbioses radiculares representam importante ferramenta na revegetação destes locais, pois contribuem para o crescimento e estabelecimento das plantas, aumentam a eficiência no uso de água e nutrientes e podem facilitar o processo de sucessão vegetal, além de promoverem maior agregação do solo, contribuindo na redução dos processos erosivos. O emprego de condicionadores do solo como o biocarvão podem também contribuir para a melhoria das condições físico-químicas das áreas impactadas. Assim, espera-se que a aplicação de microrganismos selecionados via inoculação de sementes e produção de mudas possam contribuir eficientemente para a recuperação das áreas impactadas. No entanto, ferramentas são necessárias para monitorar a recuperação dessas áreas, sendo os atributos microbiológicos e bioquímicos do solo sensíveis aos impactos das atividades antrópicas e capazes de fornecer respostas rápidas em função do grau de alteração dos ecossistemas e, portanto, podem ser empregados no monitoramento das áreas degradadas ou em processos de recuperação. Deste modo, o objetivo deste projeto é introduzir inoculantes a base de rizóbios e fungos micorrízicos arbusculares (FMA) na revegetação de áreas degradadas pela mineração de carvão e avaliar atributos microbiológicos como indicadores da recuperação ambiental.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Coordenador / Admir José Giachini - Integrante / Edilaine Rocha Nicoleite - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    Metagenômica e caracterização morfológica e molecular de fungos micorrízicos arbusculares em ecossistemas brasileiros, Descrição: O solo representa uma das últimas fronteiras como fonte de biodiversidade microbiana e da fauna, a qual precisa ser conhecida para prover subsídios para sua preservação, recuperação e uso. Entre os grupos funcionais de organismos do solo, destacam-se os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) que exercem diversos serviços de ecossistemas importantes para a produção vegetal e qualidade do solo. Estudos de diversidade desta biota do solo são fundamentais para obter-se um inventário de espécies e identificar potenciais grupos importantes para fins de conservação e obtenção de produtos de interesse biotecnológico. Os objetivos deste projeto são determinar a diversidade e estrutura de comunidade de fungos micorrízicos arbusculares e a diversidade de organismos do solo pela análise metagenômica em ecossistemas brasileiros. Serão escolhidas três áreas em savanas estépicas (Roraima) e campos rupestres (Minas Gerais), áreas de mineração (Minas Gerais) e duas áreas de canga (Pará) e dunas (Santa Catarina). Em cada área, uma parcela de 75 m2 será instalada e 9 amostras de solo coletadas por parcela. Esporos de FMAs serão extraídos de cada amostra, montados em lâminas e identificados. Parte do solo será usado para montar culturas armadilhas para revelar espécies crípticas de FMAs. Para a identificação molecular, DNA do solo será extraído com kits específicos e a subunidade maior do gene rRNA (LSU rRNA) amplificada e sequenciada em plataforma Ilumina. Para cada área amostradas, uma amostra de solo composta será utilizada para análise metagenômica dos fragmentos dos genes 16S e 18S gerados por PCR, os quais serão submetidos ao sequenciamento de alto desempenho utilizando-se um sequenciador Ion Personal Genome Machine. Os resultados deste projeto contribuirão para o conhecimento da diversidade da biota do solo e da estrutura das comunidades de FMAs em alguns ecossistemas brasileiros pouco estudados e servirão de subsídios para políticas de preservação e recuperação destes ecossistemas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Kássia Gisele Hackbarth Heinz - Integrante / Matheus Nicoletti Marascalchi - Integrante / Caroline Krug Vieira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2015 - 2018

    Caracterização morfológica e molecular de fungos micorrízicos arbusculares em área de Restinga e pertencentes a Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota (CICG), Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Filo Glomeromycota) são componentes ubíquos dos ecossistemas terrestres, estando associados com as raízes das plantas formando a associação endomicorrízica arbuscular. Os FMAs auxiliam a planta no seu estabelecimento, crescimento e nutrição por aumentar a absorção de nutrientes do solo, especialmente o fósforo, representando um enorme potencial para serem utilizados como biofertilizantes em programas de revegetação. Em geral, os estudos de diversidade de FMAs são caracterizados pela ausência de estudos de longa duração, e carência no uso de diferentes abordagens metodológicas para identificar o maior número possível de espécies em uma determinada área. Neste sentido, uma abordagem holistica (uso de metodologicas clássicas e moleculares) e comparativa (uso de material de referência de uma coleção de cultura) será utilizada neste projeto para capacitar recursos humanos em taxonomia morfológica e molecular de FMAs. Os objetivos desta proposta são: 1) Determinar a diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em área de restinga herbácea-arbustiva, e 2) Caracterizar a morfologia dos esporos e obter seqüências do gene ribossomal 28S de isolados de fungos micorrízicos arbusculares pertencentes a Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota. Parcelas (75 m2 cada) serão estabelecidas em áreas de Restinga herbácea e arbustiva e amostras de solo e raízes serão coletadas durante dois anos em cada estação. Esporos serão extraidos diretamente do solo, e identificados pela análise das caracteristicas morfológicas e contados para averiguar a variação sazonal na abundância dos mesmos. Culturas armadilhas serão estabelecidas com diferentes hospedeiros (Brachiaria brizantha e três espécies de Apiaceae) para maximizar a esporulação de diferentes espécies cripticas de FMAs que não estão esporulando no momento da coleta. Kits comerciais serão utilizados para extrair DNA do solo e de raízes de espécies hospedeiras. PCR com o uso de primers especificos para FMAs amplificará o gene ribossomal 28S, o qual será enviado para sequenciamento e posterior comparação com sequencias ja existentes em bancos de dados públicos para determinar as espécies de FMAs. Os resultados obtidos serão disseminados via publicações científicas, participações em congressos bem como via jornal e televisão. O desenvolvimento desta proposta contribuirá para o treinamento de bolsistas em taxonomia molecular e morfologica de FMAs. Os resultados contribuirão para o conhecimento da taxonomia e distribuição dos FMA neste sistema, proverá informações relevantes sobre o número de espécies que compõem uma comunidade de FMA, e validará o uso de metodologias distintas e complementares para o estudo da diversidade deste importante grupo de fungos do solo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Rafael Dutra de Armas - Integrante / Kássia Gisele Hackbarth Heinz - Integrante / Matheus Nicoletti Marascalchi - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2015 - 2017

    Atributos funcionais e moleculares de fungos micorrízicos arbusculares pertencentes a Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota (CICG), Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares desempenham importante papel nos ecossistemas não apenas pelo aumento na nutrição vegetal, mas na agregação do solo e proteção contra fitopatógenos. A Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota (CICG) possui um grande número de FMAs em culturas puras, fornecendo assim o material biológico necessário para a caracterização de atributos funcionais e para a caracterização molecular dos mesmos. O Objetivo desta proposta é avaliar a diversidade funcional e molecular de isolados de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) pertencentes a Coleção Internacional de Cultura de Glomeromycota. Três estudos são propostos para atingir este objetivo. O primeiro se refere a comparação do potencial de inóculo e estrutura dos esporos em isolados provenientes de cultivo in vitro comparado com o cultivo em vaso e posteriormente teste da eficiência do inóculo de FMAs cultivado neste dois sistemas. O segundo estudo se refere a atributos funcionais e efeito dos FMAs nas comunidades microbianas em modelos de ecossistemas terrestres (mesocosmos) em condições controladas utilizando-se as culturas de macieira e cebola. O terceiro se refere ao estudo da variabilidade intra e inter especifica da eficiência de isolados geográficos pertencentes a mesma espécie fúngica bem como a caracterização molecular destes isolados. Os estudos aqui elaborados servirão para compreender diversos aspectos funcionais de espécies de FMAs isolados de solos brasileiros, provendo subsídios básicos para a escolha de espécies de FMAs para comporem um inoculante micorrízico a ser utilizado em culturas agrícolas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Sonia Purin - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2012 - 2015

    Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG): diversidade morfológica e funcional de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Filo Glomeromycota) estabelecem a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas terrestres em ecossistemas naturais e agrícolas e possuem o potencial de serem utilizados como biofertilizantes, diminuindo a adubação fosfatada. A Coleção Internacional de Culturas de Glomeromycota (CICG) tem como principal objetivo estabelecer e manter em cultivo isolados de FMAs provenientes de diferentes ecossistemas brasileiros, para a conservação da diversidade taxonômica, fisiológica e genética deste importante grupo de fungos. A presente proposta tem como objetivos: 1) Manter e ampliar uma coleção biológica de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) originados de ecossistemas naturais e agrícolas brasileiros e 2) avaliar a contribuição relativa de diferentes isolados de FMAs na provisão conjunta de serviços de ecossistemas. Estes objetivos serão alcançados por diversas ações e experimentos. A informatização e divulgação desta coleção ocorrerá via montagem de um banco de dados para gerenciamento da mesma bem como pela disponibilização de informações no sistema species Link. A caracterização morfológica das espécies (estrutura dos esporos e padrão de colonização micorrízica) será realizada e os dados serão disponibilizados em páginas especificas na homepage da coleção. Experimentos serão conduzidos para testar técnicas de culturas armadilhas, estabelecer protocolos de multiplicação in vitro com raízes transformadas e relacionar aspectos da diversidade morfológica e funcional de isolados fúngicos com a prestação de serviços de ecossistema utilizando modelos de ecossistemas terrestres. Duas técnicas de culturas armadilhas, referidas como técnica de diluição e de transplante, serão testadas com solos oriundos de diferentes ecossistemas brasileiros para induzir a esporulação de diferentes espécies de FMAs. Os esporos extraídos destas culturas armadilhas serão separados por morfotipos e inoculados em plantas pré-germinadas de sorgo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Sonia Purin - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 7

  • 2012 - 2014

    Diversidade taxonômica e molecular de fungos micorrízicos arbusculares em ecossistemas exóticos no Brasil, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) são componentes ubíquos dos ecossistemas terrestres, estando associados com as raízes das plantas formando a associação endomicorrízica arbuscular. Os FMAs auxiliam a planta no seu estabelecimento, crescimento e nutrição por aumentar a absorção de nutrientes do solo, especialmente o fósforo, representando um enorme potencial para serem utilizados como biofertilizantes em programas de revegetação. No Brasil, os estudos de diversidade de FMAs tem demonstrado: 1) uma grande quantidade de espécies não identificadas e que podem ser novas para a ciência, 2) carência de estudos de diversidade em determinados ecossistemas. Assim, o objetivo desta proposta é caracterizar taxonomicamente e molecularmente FMAs ocorrendo em ecossistemas exóticos, bem como estabelecer culturas puras de espécies de FMA para iniciar um banco de germoplasma de fungos nativos. Ecossistemas exóticos são definidos aqui aqueles cujos estudos são praticamente inexistentes e que possuem uma característica de vegetação e localização peculiar relativo aos ecossistemas próximos (campos de murunduns, savanas estépicas, campos de altitude, areiões). Para cumprir esse objetivo, três parcelas serão estabelecidas em cada ecossistema e 10 amostras de solos serão coletadas em cada parcela, em diversas regiões brasileiras pelos participantes deste projeto. De cada amostra, os esporos de FMA serão extraídos para sua identificação e culturas armadilhas também serão estabelecidas para detectar espécies crípticas de FMA, utilizando-se braquiária e trevo (ou outra leguminosa) como hospedeiros. Após 3-4 meses em casa-de-vegetação, os esporos serão extraidos dessas culturas, identificados e utilizados para estabelecimento de culturas puras de FMA. Essas culturas servirão de base para o estabelecimento de um banco de germoplasma desses fungos. A caracterização molecular das comunidades e de isolados fúngicos obtidos serão feitos com a técnica de PCR-DGGE. Os resultados obt. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Marco Aurélio Carbone Carneiro - Integrante / Karl Kemmelmeyer - Integrante / Bruno Coutinho Moreira - Integrante / Denis Amilton dos Santos - Integrante / Gilmara Duarte Pereira - Integrante / Krisle da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 7

  • 2011 - 2016

    Diversidade de plantas e de organismos dos solos com potencial biotecnológico e indicadores de impacto ambiental em Minas Gerais, Descrição: O grande desafio atual da Humanidade é continuar suprindo as necessidades da população crescente e das gerações futuras em um cenário no qual os recursos naturais são cada vez mais escassos. Diante deste fato, torna-se necessário investir em ações que contribuam para o uso sustentável dos recursos naturais, visando atender as demandas atuais e garantir às futuras gerações condições adequadas ao atendimento de suas necessidades. Primar pela conservação da biodiversidade é o primeiro passo para tomadas de ações relacionadas ao melhor manejo dos ecossistemas, nos quais atuamos, incluindo as atividades de mineração. Neste contexto, torna-se de fundamental importância a conservação e o incremento da contribuição dos processos biológicos na manutenção do equilíbrio e da diversidade nos ecossistemas. O grupo de pesquisa do CNPq BiosBrasil (www.biosbrasil.ufla.br; http://vsites.unb.br/ib/zoo/bios/) em 8 anos de experiência, internacional e nacional, atuando na avaliação da diversidade de grupos de organismos do solo denominados funcionais chave por atuarem em processos imprescindíveis para a manutenção da sustentabilidade dos ecossistemas. O estudo destes grupos num contexto holístico associado a caracterização físico-química do ambiente solo e da sua vegetação têm se mostrado uma ferramenta apropriada na indicação da qualidade dos ecossistemas incluindo o componente edáfico, bem como, para a sua reabilitação por meio da revegetação com plantas associadas a organismos funcionais. Além disso, o grupo de pesquisa do CNPq em microbiologia e bioquímica do solo da UFLA tem atuado há quase mais de 15 anos em diversos projetos em áreas de mineração e deposição de resíduos em parceria com empresas, tendo produzido um volume considerável de artigos científicos, teses e dissertações, que contribuíram para a formação de número expressivo de profissionais, e, cujos resultados possibilitaram a revegetação de áreas de mineração e o manejo mais adequado de resíduos. Projeto Fapemig/.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (16) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Integrante / Fatima Maria de Souza Moreira - Coordenador / Juvenil Cares - Integrante / Julio Louzada - Integrante / Mauricio Rizzato Coelho - Integrante / Alcides Moino Junior - Integrante / Elaine Fidalgo - Integrante / Ronald Zanetti - Integrante / José Welington de Morais - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Marco Aurélio Carbone Carneiro - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Helson M M Vale - Integrante / Humberto G Santos - Integrante / Fernanda Carvalho - Integrante / Moacir de Souza Dias Junior - Integrante / Daniel V Perez - Integrante / Fernando Zagury Vaz-de-Mello - Integrante / Rubens Manoel dos Santos - Integrante / Ary Teixeira Filho - Integrante / José Aldo Alves Pereira - Integrante / Warley Augusto Caldas Carvalho - Integrante / Cleber Furlanetto - Integrante / Luís Roberto Batista - Integrante / Nelson Lima - Integrante / Cledir Rodrigues dos Santos - Integrante / Ubiraci Gomes de Paula Lana - Integrante / Beatriz de Almeida Barros - Integrante / Matheus Nicoletti Marascalchi - Integrante / Caroline Krug Vieira - Integrante., Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 3

  • 2009 - 2014

    Programa de Recuperação Ambiental - PRA, Descrição: O presente projeto pertence ao Programa de Recuperação Ambiental (PRA) é fruto da parceira técnica e científica entre Bunge Alimentos S.A. e FURB - Universidade Regional de Blumenau. O PRA teve início em fevereiro de 2005, com atividades de produção de mudas para a recuperação ambiental na margem do rio Itajaí-Açu.O Programa neste próximos 4 anos tem como atividades produção de mudas, acampanhamento das unidades de pesquisa, auxílio a atividades ligadas a projetos de mestrado na Engenharia ambiental, doação das mudas a produtores e todo um programa de educação ambiental junto a escolas da rede municipal e estadual.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (5) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Rosete Pescador - Integrante., Financiador(es): Bunge Alimentos - Gaspar - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Ocorrência e caracterização fenotípica e molecular de fungos micorrízicos arbusculares em ambientes naturais e sob interferência antrópica, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) são componentes ubíquos dos ecossistemas terrestres, estando associados com as raízes das plantas formando a associação endomicorrízica arbuscular. Os FMAs auxiliam a planta no seu estabelecimento, crescimento e nutrição por aumentar a absorção de nutrientes do solo, especialmente o fósforo, representando um enorme potencial para serem utilizados como biofertilizantes em programas de revegetação. No Brasil, os estudos de diversidade de FMAs tem demonstrado: 1) uma grande quantidade de espécies não identificadas e que podem ser novas para a ciência, 2) carência de estudos de diversidade em determinados ecossistemas. Assim, o objetivo desta proposta é caracterizar taxonomicamente e molecularmente FMAs ocorrendo em áreas degradadas por mineração, dunas e cerrado (DMDC) bem como estabelecer culturas puras de espécies de FMA para iniciar um banco de germoplasma de fungos nativos. Para cumprir esse objetivo, 10 amostras de solos de áreas DMDC serão coletadas em diversas regiões brasileiras pelos participantes deste projeto. De cada amostra, os esporos de FMA serão extraídos para sua identificação e culturas armadilhas também serão estabelecidas para detectar espécies crípticas de FMA, utilizando-se braquiária e trevo (ou outra leguminosa) como hospedeiros. Após 3-4 meses em casa-de-vegetação, os esporos serão extraidos dessas culturas, identificados e utilizados para estabelecimento de culturas puras de FMA. Essas culturas servirão de base para o estabelecimento de um banco de germoplasma desses fungos. A caracterização molecular das comunidades e de isolados fúngicos obtidos serão feitos com a técnica de PCR-DGGE. Os resultados obtidos serão disseminados via publicações científicas, participações em congressos bem como via jornal e televisão. O conhecimento da taxonomia e distribuição dos FMA nestes sistemas proverá informações relevantes sobre a biogeografia desses organismos e proverá os subsídios básicos para obtenção. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Gladstone A. Silva - Integrante / Paulo Henrique Grazziotti - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Leonor Maia - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Marco Aurélio Carbone Carneiro - Integrante / Bruno Tomio Goto - Integrante / Paula Camylla Ramos Assis - Integrante / Karl Kemmelmeyer - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de espécies arbóreas florestais, seqüestro de carbono e a recuperação de ambientes fluviais na Bacia do rio Itajaí-açu, Descrição: As florestas fluviais da bacia do Itajaí são quase que completamente inexistentes. Recompor estas florestas é um importante passo para garantir a qualidade da água na bacia. Embora a recuperação seja possível através dos métodos tradicionais, estes não consideram o papel dos pedoambientes na determinação do crescimento das espécies empregadas na recuperação. O propósito do presente projeto é analisar o desenvolvimento das espécies florestais nativas a fim de propor modelos para a recuperação de ambientes fluviais, visando ainda pesquisar informações a respeito do seqüestro de carbono na biomassa viva e no solo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (5) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Integrante / Alexandre Uhlmann - Coordenador / Lucia Sevegnani - Integrante / Rosete Pescador - Integrante / Gustavo Ribas Curcio - Integrante / Franklin Galvão - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 4

  • 2007 - 2008

    Desenvolvimento de espécies florestais nativas do Vale do Itajaí como estratégias para o incremento do seqüestro de carbono, Descrição: Projeto submetido e aprovado no edital FAPESC 02/3005 - Redução dos Gases de Efeito Estufa (GEE). O projeto pretende determinar o potencial de espécies florestais arbóreas para seqüestrar carbono atmosférico e quantificar os níveis de carbono do solo em três classes de solos ao longo do Rio Itajaí. Duas estratégais serão utilizadas para atender os objetivos desse projeto. Experimentos em casa de vegetação serão estabelecidos para estudar o efeito dos diferentes tipos de solo na produção de biomassa vegetal, fotossíntese, teores de açúcares de espécies arbóreas associadas ou não com fungos micorrízicos arbusculares. Unidades experimentais a campo também serão instaladas para inferir sobre a influência das espécies vegetais sobre a quantidade de carbono no solo. Além disso, medidas de carbono no solo serão efetuadas levando-se em consideração os distintos tipos de solos e sistemas de uso da terra ocorrendo no Vale do Itajaí. Os resultados desse projeto permitirão avaliar a eficiência de cada uma das espécies vegetais consideradas na fixação do carbono atmosférico na forma de biomassa vegetal e na incorporação de carbono no solo quando na implantação de florestas fluviais bem como proverá estimativas das quantidades de carbono e nitrogênio estocados em solos ao longo do rio Itajaí.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Alexandre Uhlmann - Integrante / Rosete Pescador - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 5

  • 2004 - 2006

    Diversidade de Fungos Micorrizicos Arbusculares em Ecossistemas Naturais e Agricolas no Estado de Santa Catarina, Descrição: Projeto submetido e aprovado no edital Jovem Pesquisador - Ano 2003 - da FUNCITEC, SC. O projeto pretende obter um levantamento das especies e abordar a estrutura das comunidades de fungos micorrizicos arbusculares em ecossistemas agricolas e naturais do estado de SC. Alem disso, pretende isolar fungos micorrizicos para o estabelecimento de um banco de germoplasma.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Diego Pasqualini - Integrante / Rosilda dos Santos Formento - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 7

  • 2002 - 2009

    Conservation and Sustainable Management of Below-Ground Biodiversity, Descrição: Projeto multinacional (7 países), multiinstitucional e multidisciplinar. Financiado pelo GEF (Global Environmental Facility) e UNEP (United Nations Environmental Program) num total de US$9.029.770.000,00, a ser realizado em sete países tropicais. .Coordenação geral TSBF/CIAT. Coordenacao Nacional: Dra. Fatima Maria de Souza Moreira (UFLA).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Integrante / José Oswaldo Siqueira - Integrante / Fatima Maria de Souza Moreira - Integrante / Juvenil Cares - Integrante / Sonia Alfaia - Integrante / Julio Louzada - Integrante / Ludwig Pfenning - Integrante / Mauricio Rizzato Coelho - Integrante / Reginaldo Constantino - Integrante / Sandra do Nascimento Noda - Integrante / Alcides Moino Junior - Integrante / Elaine Fidalgo - Integrante / Neliton Marques - Integrante / Ronald Zanetti - Integrante / José Welington de Morais - Integrante / Hiroshi Noda - Coordenador., Financiador(es): United Nations Environmental Programme - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 22 / Número de orientações: 2

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2010 - Atual

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2010 - Atual

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - Atual

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2012 - 2016

    Inoculantes micorrízicos para o setor agricola e florestal: consolidando a pesquisa com fungos micorrízicos arbusculares em Santa Catarina, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) formam a associação micorrízica arbuscular com a maioria das plantas nos ecossistemas naturais e agrícolas. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes, principalmente o fósforo, e água pelas raízes micorrizadas. Desta forma, os mesmos possuem um grande potencial biotecnológico, para serem utilizados na forma de um inoculante, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil e a produção de inóculo de FMA é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo produzir inoculante de fungo micorrízico arbuscular e testar sua eficiência em culturas agrícolas e espécies florestais em viveiro e a campo. A equipe é composta por sete pesquisadores de 4 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina que propõem ações concatenadas para a produção de inoculante à base de FMAs. O projeto esta dividido em quatro etapas. Etapa 1 envolve o isolamento de FMAs em cultura pura nos sistemas em vasos e in vitro, com esporos obtidos a partir de culturas armadilhas originadas de solos catarinenses. A Etapa 2 envolve a multiplicação massal destes isolados em três sistemas: em vaso com substrato composto de solo:areia:argila expandida, in vitro com raízes de trevo em placa de Petri e meio de cultivo específico, e on farm em sacos plásticos de 20 L com solo:casca de arroz: vermiculita em condições ambientais. A Etapa 3 envolve o teste do inoculante micorrízico produzido na etapa anterior na promoção de crescimento e nutrição em espécies de interesse agrícola e florestal para o estado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / Paulo Emilio Lovato - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares - Integrante / Klauberg Filho, Osmar - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / Murilo Dalla Costa - Integrante., Financiador(es): Fund. Apoio à Pesquisa Cientif. e Tecnol. do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2015

    Rede Glomeronet - Produção e Aplicação de Inoculante Micorrízico on farm, Descrição: As plantas de interesse agrícola e florestal estabelecem associações micorrízicas arbusculares com os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ? Divisão Glomeromycota). Estes fungos têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Em 2009 foi proposta uma série de ações que resultaram na criação da Rede Glomeronet, com a participação de pesquisadores de 7 instituições integradas em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os resultados e metas apresentados pela Rede Glomeronet estão sendo cumpridas e foram determinantes para a proposta ora apresentada visando o fortalecimento desta rede. Nesta proposta temos três objetivos principais, quais sejam, 1) o teste das formulações de inoculantes em espécies arbóreas, culturas extensivas e frutiferas, 2) o desenvolvimento de protocolos para a produção de inoculante on farm e posterior teste deste inoculante em espécies arbóreas e culturas extensivas, e 3) o teste do efeito de herbicidas sobre este inoculante em condições de campo. Como impacto, esperamos consolidar o desenvolvimento de uma tecnologia para a produção de inóculo de FMAs, com testes a campo em diversas culturas e condições edáficas e a difusão dos resultados entre empresas do setor de inoculante e produção de mudas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Aldo Villares Trindade - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - 2014

    Produção de Inoculante Micorrízico e de Plantas Micorrizadas de Qualidade - Rede Glomeronet, Descrição: Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) têm grande potencial biotecnológico, contribuindo para aumento da produtividade agrícola e eficiência de uso de fertilizantes e água. Estes fungos potencializam o crescimento de plantas, principalmente, através do aumento na capacidade de absorção de nutrientes e água pelas raízes micorrizadas. O principal obstáculo à utilização prática destes fungos está na dificuldade de se produzir inoculantes que atendam as especificações do mercado, em termos de custo, pureza, quantidade e qualidade. Os FMAs necessitam de raízes de plantas compatíveis e metabolicamente ativas para que possam se multiplicar, não sendo possível até o momento, seu cultivo na ausência de plantas. Esta característica dificulta a produção em larga escala de inoculante. Atualmente, não existe nenhum registro de inoculante para FMA no Brasil. A produção de inóculo de FMA no Brasil é feita apenas de forma artesanal, em pequena escala, por universidades e institutos de pesquisa. Este projeto tem por objetivo desenvolver inoculates de FMAs a partir da otimização de métodos de produção massal e formulações, testes de campo e controle de qualidade de inoculante comercial de Fungos Micorrízicos Arbusculares. A equipe é composta por pesquisadores de 7 instituições integrados em uma rede estruturada em 6 subprojetos, distribuídos em três regiões do país. Os subprojetos focam na produção massal de diversas espécies de FMA in planta e in vitro, aprimoramento sistema de produção e emprego de substâncias estimulantes da micorrização, desenvolvimento de formulações de inoculantes, protocolos para controle de qualidade, protocolos de inoculação, conservação e armazenamento de inóculo, e testes dos inoculantes em diversas culturas importante para o agronegócio brasileiro e distintas condições de campo. Como impacto, esperamos finalizar uma tecnologia para a produção de inóculo de FMA e de produção de mudas micorrizadas de qualidade no Brasil e a difusão dos resultados entre. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante / Sonia Purin - Integrante / Francisco Adriano de Souza - Integrante / Maria Catarina Megumi Kasuya - Integrante / Eliane Aparecida Gomes - Integrante / Ivanildo Evódio Marriel - Integrante / Fernando Hercos Valicente - Integrante / Andréa Almeida Carneiro - Integrante / José Carlos Polidoro - Integrante / David Vilas Boas de Campos - Integrante / Wagner Campos Otoni - Integrante / Mauricio Dutra Costa - Integrante / Elza Fernandes de Araújo - Integrante / Denise Mara Soares Bazzolli - Integrante / Marliane de Cássia Soares da Silva - Integrante / Crislene Viana da Silva - Integrante / Muriel da Silva Folli - Integrante / Bruno Moreira Coutinho - Integrante / Paulo Roberto Ernani - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Álvaro Luiz Mafra - Integrante / James Rodrigo Mariotto - Integrante / Ieda Maria Baade dos Santos - Integrante / Anelize Nunes Neves - Integrante / Priscilla Stocco - Integrante / José Barbosa dos Santos - Integrante / André Cabral França - Integrante / Evander Alves Ferreira - Integrante / Jaeveson Silva - Integrante / Vanderlei da Silva Santos - Integrante / Clóvis Oliveira de Almeida - Integrante / Luciano Ricardo Braga Pinheiro - Integrante / Aldo Vilar Trindade - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Estabelecimento e manutenção de um banco de germoplasma de fungos micorrízicos arbusculares, Descrição: Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) podem ser utilizados como biofertilizantes pois aumentam a absorção de nutrientes pela plantas possuindo assim um papel importante na nutrição mineral e desenvolvimento das plantas. O presente projeto pretende estabelecer um banco de germoplasma de FMAs para a conservação da diversidade taxonomica, fisiológica e genética desse importante grupo de fungos do solo. Esse banco será estabelecido a partir da obtenção de culturas monoespecíficas de FMAs provenientes de ecossistemas naturais e agrícolas de Santa Catarina ou provenientes de coleções mantidas por pesquisadores da área. Solos de ecossistemas naturais (e.g., floresta, dunas, campo nativo) e agricolas (e.g., maçã, trigo, arroz) serão utilizados para estabelecer culturas armadilhas, utilizando-se Brachiaria decumbens como espécie hospedeira, para aumentar a quantidade e qualidade dos esporos que servirão para o estabelecimento das culturas monoespecíficas. As culturas monoespecíficas serão estabelecidas com esporos inoculados em plântulas pré-germinadas de Sorghum bicolor e crescidas em cones (270 ml) com substrato esterilizado. Cada isolado fúngico obtido nas culturas monoespecíficas receberá um código alfa-numérico, a identificação da espécie será efetuada e "vouchers" dos esporos preparados em lâminas e também estocados em azido sódica. A quantidade de cada cultura monoespecífica será aumentada em vasos de 1,5 Kg, consistituíndo-se assim inóculo micorrízico o qual poderá ser utilizado para fins experimentais. O controle da qualidade desse inóculo será feita pela contagem de esporos e detecção de contaminantes. A eficiência simbiótica de comunidades micorrízicas e de isolados fúngicos serão testadas utilizando como inóculo as culturas armadilhas e as culturas monoespecíficas, respectivamente. Esse teste de eficiência será realizado em duas plantas hospedeiras (Brachiaria decumbens e Schinus terebinthifolius) crescidas em solo esterelizado em cones de 270ml.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Sidney Luiz Stürmer - Coordenador / O Klauberg Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Fundação Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciencias Exatas e Naturais, Departamento de Ciencias Naturais. , Rua Antonio da Veiga, 140, Centro, 89012900 - Blumenau, SC - Brasil - Caixa-postal: 1507, Telefone: (47) 33210200, Ramal: 470, Fax: (47) 33210233

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2002 - Atual

    Fundação Universidade Regional de Blumenau

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

  • 2000 - 2002

    Fundação Universidade Regional de Blumenau

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor substituto, Carga horária: 32

    Atividades

    • 02/2019

      Direção e administração, Centro de Ciencias Exatas e Naturais, Departamento de Ciencias Naturais.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.

    • 02/2011

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Interações planta-organismos do solo

    • 01/2009

      Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia do Solo, Uso do Solo e Qualidade Ambiental

    • 08/2000

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciencias Exatas e Naturais, Departamento de Ciencias Naturais.,Linhas de pesquisa

    • 08/2000

      Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biogeografia, Botânica Estrutural I, Botanica III (Taxonomia de Algas, Briofitas, Pteridofitas e Fungos), Botânica Sistemática I (Taxonomia de Briófitas, Pteridófitas e Gimnospermas), Micologia, Trabalho de Conclusão de Curso (TCC I e TCC II), Biologia do Solo

    • 02/2016 - 03/2017

      Direção e administração, Centro de Ciências Tecnológicas, .,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental.

    • 08/2000 - 12/2010

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Botanica de Plantas Inferiores (Taxonomia de Briofitas, Pteridofitas e Fungos), Botanica III (Taxonomia de Algas, Briofitas, Pteridofitas e Fungos)

    • 02/2007 - 10/2010

      Direção e administração, Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduacão e Extensão, .,Cargo ou função, Chefe da Divisão de Apoio a Pesquisa - DAP.

    • 08/2000 - 08/2006

      Ensino, Farmacia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Botanica Geral e Sistematica (Morfologia e Anatomia de Magnoliophyta)

    • 07/2002 - 04/2005

      Direção e administração, Centro de Ciencias Exatas e Naturais, Departamento de Ciencias Naturais.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.