Rodolfo Assis de Oliveira

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal da Paraíba (2012) (Bolsa do Cnpq) e têm mestrado em Agroecossitemas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2015) (Bolsa Capes). Atua principalmente nos seguintes temas: Dinâmica de nitrogênio no solo, Sistema de Plantio Direto de Hortaliças e Fracionamento de Fósforo. Tem experiência na área de química e fertilidade do solo e manejo e conservação do solo e água.

Informações coletadas do Lattes em 03/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Agroecossistemas

2015 - Atual

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: DINÂMICA DE NITROGÊNIO E EFICIÊNCIA AGRONÔMICA DE TIPOS DE COMPOSTO EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO AGROECOLOGICO DE CEBOLA,
Jucinei José Comin. Coorientador: Gustavo Brunetto e Claudinei Kürtz. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Allium cepa L; Ciclagem de Nutrientes.Grande área: OutrosSetores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.

Mestrado em Agroecossistemas

2013 - 2015

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: DECOMPOSIÇÃO DE PLANTAS DE COBERTURA E EFEITO NO RENDIMENTO DA CEBOLA E NA BIODISPONIBILIDADE DE FÓSFORO EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO,Ano de Obtenção: 2015
Jucinei José Comim.Coorientador: Gustavo Brunetto e Luciano Colpo Gatiboni. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Ciclagem de Nutrientes; Fracionamento de Fósforo; Allium cepa L.Grande área: OutrosSetores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.

Graduação em Agronomia

2007 - 2012

Universidade Federal da Paraíba
Título: DESEMPENHO DO ALGODOEIRO BRS SAFIRA EM CONSÓRCIOS AGROECOLÓGICOS NO SEMIÁRIDO
Orientador: Melchior Naelson Batista da Silva
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Curso técnico/profissionalizante em Técnico em Agropecuária

2003 - 2005

Colégio Agrícola de Floriano

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Extensão universitária em Princípios e Limitações da Análise de Isótopos Estáveis em Alimentos. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2016 - 2016

Perfil Cultural e Avaliação Visual da Estrutura do Solo. (Carga horária: 4h). , Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, SBCS, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em Curso avanço de Agroecologia e Sistema de Plantio Direto de Hortaliças-SPDH. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Curso Extracurricular de Francês 1. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Capacitação Citação, Referência e Portal CAPES. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2012 - 2012

Ensino de Língua Francesa A1.1. (Carga horária: 50h). , Alianca Francesa - Delegação Geral, AF/RJ, Brasil.

2012 - 2012

Tecnologia de Produção de Sementes de Hortaliças. (Carga horária: 30h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2012 - 2012

Capacitação em Inovação Tecnológica. (Carga horária: 52h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, IFPB, Brasil.

2011 - 2011

Vamos Empreender no Agronegócio?. (Carga horária: 8h). , Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, PAQTCPB, Brasil.

2011 - 2011

Fertirrigação. (Carga horária: 28h). , Centro de Pesquisa do Trópico Semiárido, CPATAS, Brasil.

2010 - 2010

Estágio 1 de Francês. (Carga horária: 35h). , Wizard Brasil, WIZARD, Brasil.

2009 - 2009

Consultor na Área Agrícola e Produção Animal. (Carga horária: 51h). , Instituto Biodinâmico, IBD, Brasil.

2009 - 2009

Metologias Participativas em Projetos. (Carga horária: 24h). , Centro Nacional de Pesquisa do Algodão, CNPA, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em Analise Computacional de Dados Experimentais: SAEG. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

2008 - 2008

Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Famíliar. (Carga horária: 16h). , Companhia Nacional de Abastecimento, CONAB, Brasil.

2008 - 2008

V Estágio Interdisciplinar de Vivência do Estado da Paraíba. (Carga horária: 304h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

2006 - 2006

Curso Sobre Defensivos Naturais. (Carga horária: 5h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2006 - 2006

Manejo Cultural do Algodoeiro. (Carga horária: 1412h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2006 - 2006

Curso Sobre Defensivos Naturais. (Carga horária: 5h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2006 - 2006

Curso Sobre Defensivos Naturais. (Carga horária: 5h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2005 - 2005

Extensão universitária em Construção, Instalação e Operação de Tensiômetros para Manejo da Irrigação. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2005 - 2005

Bem Estar Animal. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2005 - 2005

Conservação de Forragem. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2005 - 2005

Sistema de Produção de Mudas e Hortaliças. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2005 - 2005

Apicultura para Iniciantes. (Carga horária: 5h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2005 - 2005

Noções Básicas de Meliponicultura. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2005 - 2005

Situação do Conhecimento da Vegetação do Piauí. (Carga horária: 12h). , Instituto Federal do Piauí, IFPI, Brasil.

2005 - 2005

Beginner da Lingua Inglesa. (Carga horária: 200h). , Excellent, Assessoria e Cursos Ltda, EXCELLENT, Brasil.

2005 - 2005

Manejo Sanitário, Alimentar e Profilático de Caprinos e Ovinos. (Carga horária: 20h). , Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Empresas do Piauí, SEBRAE/PI, Brasil.

2005 - 2005

Curso Prático de Inseminação Artificial de Caprinos e Ovinos. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2004 - 2004

Corte Padronizado em Carcaças de Ovinos e Caprinos. (Carga horária: 16h). , Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Empresas do Piauí, SEBRAE/PI, Brasil.

2003 - 2003

Semana da Agricultura Famíliar de Floriano. (Carga horária: 30h). , Centro Educacional São Francisco de Assis, CEFAS, Brasil.

2003 - 2003

I Seminário de Gestão Participativa. (Carga horária: 30h). , Centro Educacional São Francisco de Assis, CEFAS, Brasil.

2002 - 2002

Informatica Básica. (Carga horária: 50h). , Companhia Hidro Elétrica do São Francisco, CHESF, Brasil.

2001 - 2001

Cooperativismo. (Carga horária: 40h). , Governo do Estado da Paraíba, GOVERNO/PB, Brasil.

2000 - 2000

Informatica Básica. (Carga horária: 200h). , Companhia Hidro Elétrica do São Francisco, CHESF, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Francês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Manejo e Conservação do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciclagem de Nutrientes.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fracionamento de Fósforo do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Agricultura Familiar.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Plantio Direto.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

OLIVEIRA, R. A. . III Ciclo de palestras em Agroecologia. 2009. (Outro).

OLIVEIRA, R. A. . II Encontro Regional de Estudantes de Agronomia do Nordeste. 2009. (Outro).

OLIVEIRA, R. A. . Seminário sobre Transposição do Rio São Francisco e Convivência com o Semiárido. 2008. (Outro).

OLIVEIRA, R. A. . V Estágio Interdisciplinar de Vivência em Áreas de Assentamentos Rurais da Reforma Agrária e Comunidades Rurais do Estado da Paraíba. 2008. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Workshop sobre Frutificação e Adubação de Pereiras.Uso de plantas de cobertura de inverno e ciclagem de nutrientes em pomares de pereira. 2017. (Outra).

VI Congresso Latino-Americano de Agrecologia. Acúmulo de formas de fósforo em solo cultivado com cebola sob sistema plantio direto de hortaliças. 2017. (Congresso).

V Seminário de Agroecologia do DF e entorno.Acúmulo de formas de fósforo em solo cultivado com cebola sob sistema plantio direto de hortaliças. 2017. (Seminário).

X Congresso Brasileiro de Agroecologia. Acúmulo de formas de fósforo em solo cultivado com cebola sob sistema plantio direto de hortaliças. 2017. (Congresso).

XVI Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.Transição agroecológica como metodologia de capacitação de agricultores familiares, jovens rurais e agentes de assistência técnica e extensão rural e estudantes universitários. 2017. (Encontro).

XV Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.Núcleo de ensino, pesquisa e extensão em agroecologia, NEPEA-SC. 2016. (Encontro).

XX Reunião de Manejo e Conservação de Solo e da Água. Liberação de formas de fósforo dos resíduos de plantas de cobertura em plantio direto agroecológico. 2016. (Congresso).

XIV Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.Consolidação e formalização do núcleo de ensino, pesquisa e extensão em agroecologia - NEPEA-SC. 2015. (Encontro).

XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Decomposição e liberação de nutriente da matéria seca de plantas de cobertura e alteração na produção da cebola em sistema de plantio direto. 2015. (Congresso).

Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo. Produção de matéria seca por plantas de cobertura, monitoramento de plantas espontâneas e rendimento de cebola em sistema plantio direto. 2014. (Congresso).

XIII Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.Núcleo de ensino, pesquisa e extensão em agroecologia, NEPEA-SC. 2014. (Encontro).

IV Congreso Latinoamericano de Agroecología. Agricultores avaliando desempenho de consórcios agroecológicos com algodoeiro colorido no semiárido brasileiro?. 2013. (Congresso).

XX Encontro de Iniciação Cientifica.Escoamento superficial de erosão do solo em entressulcos em solo sob diferente condições de uso. 2012. (Encontro).

VII Congresso Brasileiro de Agroecologia. Distribuição dos Custos de Produção de algodão-colorido orgânico BRS Topázio consorciado no Agreste da Paraíba. 2011. (Congresso).

I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas.Análise energética do cultivo do algodão orgânico consorciado com culturas alimentares. 2010. (Simpósio).

IV Congresso Brasileiro de Mamona. Análise Energéticado Cultivo do Algodão Orgânico Consorciado com Culturas Alimentares. 2010. (Congresso).

VIII Congresso da Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção. Conservação on farm de variedades de mandiocas e macaxeiras em Tururu-CE. 2010. (Congresso).

II Congresso Latinoamericano de Agroecologia. Desempenho agronômico na avaliação do consórcio de algodão herbáceo+feijão e coentro sob sistema orgânico. 2009. (Congresso).

Seminário de Construção do Conhecimento Agroecológico.Seminário de Construção do Conhecimento Agroecológico. 2009. (Seminário).

VI Congresso Brasileiro de Agroecologia. Desenpenho Agroeconômico do Consórcio de Algodão + Feijão e Coentro sob sistema Orgânico. 2009. (Congresso).

Congresso Cearence de Agroecologia. Avaliação de sistemas de cultivo de algodão agroecológico no Agreste paraibano. 2008. (Congresso).

II Ciclo de Palestras em Agroecologia.Ciclo de palestras em agroecologia. 2008. (Outra).

IV Seminario de Floricultura e Plantas Ornamentais. 2008. (Seminário).

Seminário Estadual sobre a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba.Política nacional de assistência técnica e extensão rural da Paraíba. 2008. (Seminário).

Seminário sobre Transposição do São Francisco e Convivência com o Semiárido.Transposição do Rio São Francisco e convivência com o semiárido. 2008. (Seminário).

I Econtro de Produção Cientifica da Emrapa Algodão.Avaliação das Culturas de Gergelim e Amendoim no Cariri Paraíbano.. 2006. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Leossávio César de Souza

SILVA, M.N.B.da; ALBUQUERQUE, F.A. de;SOUZA, L. C.. DESEMPENHO DO ALGODOEIRO BRS SAFIRA EM CONSÓRCIO AGROECOLÓGICO NO SEMIÁRIDO. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba.

Arcângelo Loss

LOSS, ARCÂNGELOCOMIN, J. J.; Lourenzi, C. R.; Mafra, Alvaro Luiz. Decomposição e liberação de nutrientes da matéria seca de plantas de cobertura, rendimento da cebola e biodisponibilidade das formas de fósforo no solo sob sistema de plantio direto. 2015. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Arcângelo Loss

LOSS, ARC'NGELOCOMIN, J. J.; Ferreira, P. A. A.. DECOMPOSIÇÃO DE PLANTAS DE COBERTURA EM SISTEMAS DE PLANTIO DIRETO DE CEBOLA SOB MANEJO AGROECOLÓGICO.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Paulo Ademar Avelar Ferreira

COMIN, J. J.FERREIRA, P. A. A.; LOSS, A.. Decomposição de matéria seca de plantas de cobertura em sistemas de plantio direto de cebola sob manejo agroecológico.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Cledimar Rogério Lourenzi

COMIN, J. J.;LOURENZI, C. R.; LOSS, A.; MAFRA, A. L.. DECOMPOSIÇÃO E LIBERAÇÃO DE NUTRIENTES DA MATÉRIA SECA DE PLANTAS DE COBERTURA: EFEITOS NA BIODISPONIBILIDADE DAS FORMAS DE FÓSFORO NO SOLO SOB PLANTIO DIRETO DE CEBOLA. 2015. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Cledimar Rogério Lourenzi

LOURENZI, C. R.; COMIN, JUCINEI JOSÉ; INACIO, C. T.; CANTU, R. R.. Compostos orgânicos no cultivo de cebola: mineralização, produtividade e qualidade de bulbo. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Alvaro Luiz Mafra

COMIN, J. J.;MAFRA, A. L.; LOSS, A.; LOURENZI, C. R.. Decomposição e liberação de nutrientes da matéria seca de plantas de cobertura: efeitos na biodisponibilidade das formas de fósforo no solo sob plantio direto de cebola. 2015. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Rafael Ricardo Cantu

CANTU, R. R.; COMIN, J. J.; LORENZI, C. R.; INACIO, C. T.. COMPOSTOS ORGÂNICOS NO CULTIVO DE CEBOLA: MINERALIZAÇÃO, PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE BULBO. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Melchior Naelson Batista da Silva

Avaliação de Consorcio de Algodão orgânico com culturas alimentares; Início: 2008; Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Jucinei José Comin

Dinâmica de nitrogênio e eficiência agronômica de tipos de composto em sistema de plantio direto agroecologico de cebola; Início: 2015; Tese (Doutorado em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Jucinei José Comin

Decomposição de plantas de cobertura e efeito no rendimento da cebola e na biodisponibilidade de fósforo em sistema de plantio direto; 2015; Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Jucinei José Comin;

Gustavo Brunetto

Decomposição e liberação de nutrientes da matéria seca de plantas de cobertura, rendimento da cebola e biodisponibilidade das formas de fósforo no solo sob sistema de plantio direto; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas) - UFSC, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Gustavo Brunetto;

Flávio Pereira de Oliveira

Escoamento Superficial e Erosão do Solo em Entressulcos em Solo sob Diferentes Condições de Uso; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba; Orientador: Flávio Pereira de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • OLIVEIRA, R. A. ; COMIN, J. J. ; TIECHER, T. ; KURTZ, C. ; PICCIN, R. ; SOMAVILLA, L. M. ; LOSS, A. ; LOURENZI, C. R. ; KURTZ, C. ; BRUNETTO, G. . Release of phosphorus forms from cover crop residues in agroecological no-till onion production. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 41, p. 1, 2017.

  • OLIVEIRA, R. A. ; BRUNETTO, G. ; LOSS, A. ; GATIBONI, L. C. ; KURTZ, C. ; MULLER JUNIOR, V. ; LOVATO, P. E. ; OLIVEIRA, B. S. ; SOUZA, M. ; COMIN, J. J. . Cover Crops Effects on Soil Chemical Properties and Onion Yield. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online) , v. 40, p. 1-17, 2016.

  • LOSS, A. ; BASSO, A. ; OLIVEIRA, B. S. ; KOUCHER, L. P. ; OLIVEIRA, R. A. ; KURTZ, C. ; LOVATO, P. E. ; CURMI, P. ; BRUNETTO, G. ; COMIN, J. J. . CARBONO ORGÂNICO TOTAL E AGREGAÇÃO DO SOLO EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO AGROECOLÓGICO E CONVENCIONAL DE CEBOLA. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online) , v. 39, p. 1212-1224, 2015.

  • LIMA, A. R. ; SILVA, M. N. B. ; SANTOS, D. P. ; OLIVEIRA, R. A. ; JÚNIOR, F. R. . Desempenho Agroeconômico do Consórcio de Algodão+Feijão e Coentro sob Sistema Orgânico. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 4, p. 4422-4425, 2013.

  • SILVA, G. S. ; OLIVEIRA, R. A. ; QUEIROZ, N. L. ; SILVA, M. N. B. ; SOUSA, M. F. ; SILVA, S.A. . Desempenho agronômico de algodão orgânico e oleaginosas consorciados com palma forrageira. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental (Online) , v. 17, p. 975-981, 2013.

  • SILVA, G. S. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; NASCIMENTO, B. L. M. ; BEZERRA, M. A. F. ; COSTA, J. S. ; ARAUJO, L. M. . Crescimento e Produção de Cultivares de Algodão Herbáceo Consorciados no Cariri Cearense. Agropecuária Científica no semi-árido , v. 9, p. 104-109, 2013.

  • COMIN, J. J. ; OLIVEIRA, R. A. ; CIOTTA, M. N. ; SALUME, J. A. ; SETE, P. B. ; MULLER JUNIOR, V. ; VENTURA, B. S. ; SOUZA, M. ; NAVA, G. ; LOSS, A. ; LOURENZI, C. R. ; FERREIRA, P. A. A. ; SOARES, C. R. F. S. ; LOVATO, P. E. ; MELO, G. W. B. ; BRUNETTO, G. . Uso de plantas de cobertura de inverno e ciclagem de nutrientes em pomares, Documentos n° 276. In: Marlise Nara Ciotta, Gustavo Brunetto, Jucinei José Comin, Mateus da Silva Pasa, Paula Beatriz Sete. (Org.). I Workshop sobre frutificação e adubação de pereiras. 1ed.Florianópolis: Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina, 2017, v. , p. 87-102.

  • LAZZARI, C. J. R. ; BARBOSA, T. M. ; BENEDET, L. ; OLIVEIRA, R. A. ; LOURENZI, C. R. . Atributos da acidez em solo cultivado com cebola sob diferentes sistemas de manejo. In: XII Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo, 2018, Xanxerê. RSBCS. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2018. p. 1-5.

  • OLIVEIRA, R. A. ; COMIN, J. J. ; GATIBONI, L. C. ; KURTZ, C. ; LOURENZI, C. R. ; BRUNETTO, G. . Acúmulo de formas de fósforo em solo cultivado com cebola sob sistema plantio direto de hortaliças. In: VI Congresso Latino-Americano de Agroecologia, X Congresso Brasileiro de Agroecologia, V Seminário de Agroecologia do DF e entorno, 2017, Brasilia. Agroecologia na Transformação dos Sistemas Agroalimentares na América Latina: Memórias, Saberes e Caminhos para o Bem Viver. Porto Alegre: Cadernos de Agroecologia, 2017. p. 1-5.

  • BARBOSA, T. M. ; LOURENZI, C. R. ; COMIN, J. J. ; SOUZA, M. ; OLIVEIRA, R. A. ; MULLER JUNIOR, V. . Frações químicas da matéria orgânica do solo influenciadas por plantas de cobertura em sistemas de cultivo de cebola. In: XII Encontro Brasileiro de Substâncias Húmicas e da Matéria Orgânica Natural, 2017, Sinop. Matéria orgânica e sua multifuncionalidades. Sinop: Embrapa Agrossilvipastoril, 2017. p. 1-5.

  • OLIVEIRA, R. A. ; COMIN, J. J. ; TIECHER, T. ; KURTZ, C. ; BRUNETTO, G. . Liberação de formas de fósforo dos resíduos de plantas de cobertura em plantio direto agroecológico. In: XX Reunião de Manejo e Conservação de Solo e da Água, 2016, Foz do Iguaçu. O solo sob ameaça: conexões necessárias ao manejo e conservação do solo e da água. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2016.

  • OLIVEIRA, R. A. ; LOVATO, P. E. ; MULLER JUNIOR, V. ; KURTZ, C. ; BRUNETTO, G. ; COMIN, J. J. . Decomposição e liberação de nutriente da matéria seca de plantas de cobertura e alteração na produção de cebola em sistema de plantio direto. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções. Viçosa: UFV, 2015.

  • MARTINS, C. P. ; SOUZA, M. ; LIMA, A. P. ; OLIVEIRA, R. A. ; COMIN, J. J. ; KURTZ, C. . Quantificação de polifenóis e flavanoides de Avena strigosa L. antes e após o acamamento em Sistema de Plantio Direto Agroecológico. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções. Viçosa: UFV, 2015.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SOUZA, M. ; KURTZ, C. ; LOVATO, P. E. ; BRUNETTO, G. ; COMIN, J. J. . Produção de matéria seca de plantas de cobertura de inverno e rendimento de cebola ao longo de cinco anos sob Sistema de Plantio Direto Agroecológico. In: IX Congresso Brasileiro de Agroecologia, 2015, Bélem. Diversidade e sabedoria na construçao do bem viver. Porto Alegre: Cadernos de Agroecologia, 2015.

  • OLIVEIRA, R. A. ; COMIN, J. J. ; KURTZ, C. ; SOUZA, M. ; LOVATO, P. E. ; BRUNETTO, G. ; VENTURA, B. S. ; MARTINS, C. P. . Produção de matéria seca por plantas de cobertura, monitoramento de plantas espontâneas e rendimento de cebola em sistema plantio direto. In: Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Fatos e Mitos em Ciência do Solo. Pelotas: UFPEL, 2014. p. 1-4.

  • LIMA, A. P. ; OLIVEIRA, R. A. ; KURTZ, C. ; MORA, C. ; GATIBONI, L. C. ; COMIN, J. J. ; KOUCHER, L. P. . Monitoramento da relação C/N de resíduos de plantas de cobertura em sistema plantio direto de cebola. In: Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Fatos e Mitos em Ciência do Solo. Pelotas: UFPEL, 2014. p. 1-4.

  • MULLER JUNIOR, V. ; KURTZ, C. ; MORA, C. ; SOUZA, M. ; OLIVEIRA, R. A. ; LOVATO, P. E. ; COMIN, J. J. ; BRUNETTO, G. . Atributos químicos do solo em sistema plantio direto de cebola ao longo de três anos. In: Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Fatos e Mitos em Ciência do Solo. Pelotas: UFPEL, 2014. p. 1-4.

  • KOUCHER, L. P. ; LOSS, A. ; COMIN, J. J. ; BASSO, A. ; OLIVEIRA, B. S. ; MACHADO, L. N. ; OLIVEIRA, R. A. ; KURTZ, C. . Índice de sensibilidade e análise de componentes principais com atributos edáficos em sistema plantio direto agroecológico da cebola, Ituporanga, SC. In: Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Fatos e Mitos em Ciência do Solo. Pelotas: UFPEL, 2014. p. 1-4.

  • SANTOS, L. H. ; LOSS, A. ; COMIN, J. J. ; BASSO, A. ; OLIVEIRA, B. S. ; KOUCHER, L. P. ; OLIVEIRA, R. A. ; LOURENZI, C. R. ; KURTZ, C. . Distribuição de macro e microagregados do solo em sistema plantio direto agroecológico da cebola, Ituporanga, SC. In: Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Fatos e Mitos em Ciência do Solo. Pelotas: UFPEL, 2014. p. 1-4.

  • SILVA, R. B. ; SOUZA, M. ; OLIVEIRA, R. A. ; KURTZ, C. ; MULLER JUNIOR, V. ; COMIN, J. J. ; LOVATO, P. E. ; BRUNETTO, G. . Produção de matéria seca de plantas de cobertura de inverno durante cinco anos em sistema plantio direto de cebola. In: Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Fatos e Mitos em Ciência do Solo. Pelotas: UFPEL, 2014. p. 1-4.

  • OLIVEIRA, R. A. ; BASSO, A. ; COMIN, J. J. ; KURTZ, C. ; BRUNETTO, G. ; LOVATO, P. E. ; SOUZA, M. ; MULLER JUNIOR, V. ; VENTURA, B. S. ; PICCOLI, J. H. . Monitoramento da fertilidade num Cambissolo sob plantio direto de cebola em Santa Catarina. In: VIII Congresso Brasileiro de Agroecologia, 2013, Porto Alegre. Cuidando da Saúde do Planeta. Porto Alegre: Cadernos de Agroecologia, 2013. p. 1-5.

  • BASSO, A. ; OLIVEIRA, R. A. ; OLIVEIRA, F. P. . Erosão do solo em entressulcos em Luvissolo Crômico sob diferentes condições de uso. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis. Ciência do Solo: Para que e para quem? Programa & Resumos. Florianópolis: Epagri e SBCS, 2013. v. 4. p. 1-5.

  • BASSO, A. ; MELO, G. W. B. ; SETE, P. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; MAGRO, R. D. ; BRUNETTO, G. . Interferência do manejo de plantas de cobertura do solo sobre o estado nutricional e composição de frutos de pessegueiros. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis. Ciência do Solo: Para que e para quem? Programa & Resumos. Florianópolis: Epagri e SBCS, 2013. v. 3. p. 1-5.

  • OLIVEIRA, R. A. ; COMIN, J. J. ; MEZZARI, C. P. ; SEVERINO, R. B. ; COUTO, R. R. ; BENEDET, L. . Monitoramento de P e K em Argissolo em função da adubação com dejeto de suínos em Braço do Norte - Santa Catarina. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis. Ciência do Solo: Para que e para quem? Programa & Resumos. Florianópolis: Epagri e SBCS, 2013. p. 1-5.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; KOURI, J. ; SILVA, J. C. C. ; SILVA, G. S. . Avaliação da produtividade do algodão colorido-orgânico BRS Topázio consorciado no Agreste Paraibano. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 2011, Fortaleza. Ética na Ciêcia:Agroecologia como paradigma para o desenvolvimento rural. Cruz Alta: Cadernos de Agroecologia, 2011. v. 6. p. 1-5.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; KOURI, J. ; SILVA, J. C. C. ; SILVA, G. S. . Distribuição dos custos de produção de algodão-colorido orgânico BRS Topázio consorciado no Agreste da Paraíba. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 2011, Fortaleza. Ética na Ciêcia:Agroecologia como paradigma para o desenvolvimento rural. Cruz Alta: Cadernos de Agroecologia, 2011. v. 6. p. 1-5.

  • COSTA, J. S. ; ARAÚJO, L. M. ; SILVA, M. N. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, G. S. ; SANTOS, D. P. . Influência do uso de barreiras vegetais na produção na qualidade de fibra do algodão agroecológico cultivado no SemiÁrido Paraibano. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 2011, Fortaleza. Ética na Ciêcia:Agroecologia como paradigma para o desenvolvimento rural. Cruz Alta: Cadernos de Agroecologia, 2011. v. 6. p. 1-5.

  • QUEIROZ, N. L. ; SILVA FILHO, J. L. ; SILVA, M. N. B. ; VIDAL NETO, F. C. ; OLIVEIRA, R. A. . Capacidade de combinação entre genótipos de algodoeiro de diferentes bases genéticas para características de fibra. In: CONGRESSO BRASILEIRO DO ALGODÃO, 8.; COTTON EXPO, 1, 2011, São Paulo. Evolução da cadeia para construção de um setor forte: Anais. Campina Grande, PB: Embrapa Algodão, 2011. p. 1321-1325.

  • ALBUQUERQUE, F. A. ; SILVA, M. N. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; TAVARES, M. S. . Análise energética do cultivo do algodão orgânico consorciado com culturas alimentares. In: IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Enérgeticas, 2010, Jão Pessoa, Anais, 1 CD-ROM. Inclusão Social e Energia. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. p. 1-5.

  • OLIVEIRA, R. A. ; QUEIROZ, N. L. ; SILVA, M. N. B. ; SILVA, G. S. ; MANTOVANI, A. L. B. . Conservação on farm de variedades de mandioca e macaxeira em Tururu-CE. In: VIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 2010, São Luis, Anais...Anais. Agricultura Familiar: Crise Alimentar e Mudanças Climáticas Globais. Fortaleza: Embrapa Agroindustria Tropical, 2010.

  • SOUTO, A. G. L. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. F. ; SOUSA, T. A. F. ; SOARES, E. B. S. ; BARACHO, D. C. ; RAPOSO, R. W. C. . Análise do crescimento inicial de mudas de maracujazeiro-amarelo submetido a dose de boro. In: FERTIBIO, 2010, Belo Horizonte. Fontes de Nutrienes e Produção Agricola:modelando o futuro. Viçosa: SBCS, 2010.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SOUTO, A. G. L. ; SILVA, M. F. ; SOUSA, T. A. F. ; SOARES, E. B. S. ; BARACHO, D. C. ; RAPOSO, R. W. C. . Análise da translocação de boro em maracujazeiro-amarelo. In: FERTIBIO, 2010, Belo Horizonte. Fontes de Nutrientes e Produção Agricola: modelando o futuro. Viçosa: SBCS, 2010.

  • SANTOS, J. A. T. ; SANTOS, D. ; CAVALCANTE, L. F. ; SANTOS, S. R. N. ; VIEIRA, D. V. G. ; SILVA, S. A ; OLIVEIRA, R. A. . Doses de biofertilizante e frequência de aplicação e sua influência no crescimento vegetativo do algodoeiro colorido BRS Rubi. In: FERTIBIO, 2010, Belo Horizonte. Fontes de Nutrientes e Produção Agrícola: modelando o futuro. Viçosa: SBCS, 2010.

  • SOUSA, M. F. ; SILVA, M. N. B. ; SILVA, G. S. ; SANTOS, A. F. ; OLIVEIRA, R. A. ; QUEIROZ, N. L. . Quantificação de biomassa em consórcios de palma forrageira com oleaginosas integrada ao agroecossistema pecuário no Cariri paraibano. In: 8 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 2010, SÃO LUÍS. Agricultura familiar: Crise alimentar e mudanças climáticas globais : anais. São Luís: UEMA: Embrapa, 2010.

  • LUCENA, E. H. L. ; PEREIRA, W. E. ; SOUZA, T. A. F. ; OLIVEIRA, R. A. ; LEONARDO, F. A. P. ; GUIMARAES, G. H. C. . Teores foliares de N, P e K em mudas de gravioleira sob adubação fosfatada e potássica. In: XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010, Natal. Anais...Anais. Vitoria da Conquista: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010.

  • FERREIRA, M. A. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, S. A ; SILVA, M. N. B. ; ALVES, J. C. G. . Incorporação de ramos de gliricídia (Gliricidia sepium) em solo cultivado com algodão safrinha. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciências do Solo, 2009, Fortaleza. O solo e a Produção de Bioenergia Perpectivas e Desafios. Viçosa: SBCS, 2009.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; WANDERLEY, M. J. R. ; RAMOS, H. S. F. V. ; NASCIMENTO, R. S. . Monitoramento da qualidade de fibra e fio do algodão agroecológico no Semiárido. In: VII Congresso Brasileiro do Algodão, 2009, Foz do Iguaçú. VII Congresso Brasileiro do Algodão, 2009.

  • SILVA, M. N. B. ; SANTOS, D. P. ; LIMA, A. R. ; OLIVEIRA, R. A. ; QUEIROZ, N. L. . Rendimento do algodão agroecológico em consórcios intercalares no Semiárido Paraibano. In: VII Congresso Brasileiro do Algodão, 2009, Foz do Iguaçú. VII Congresso Brasileiro do Algodão. Brasília: Embrapa, 2009. p. 12-18.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; BELTRAO, N. E. M. ; QUEIROZ, N. L. ; GALVAO, P. N. N. . Produtividade do algodoeiro BRS Safira em sistemas agroecológico no Semiárido. In: VII Congresso Brasileiro do Algodão, 2009, Foz do Iguaçú. VII Congresso Brasileiro do Algodão. Campina Grande: Embrapa, 2009.

  • TAVARES, M. S. ; ALBUQUERQUE, F. A. ; OLIVEIRA, R. A. ; NASCIMENTO, R. S. ; QUEIROZ, N. L. . Análise energética de consórcios agroecológicos de algodão com culturas alimentares no agreste paraibano. In: I SIMPÓSIO REGIONAL DE AGROECOLOGIA, 2009, Areia. Areia...Anais. Areia: UFPB, 2009. p. 1-4.

  • PONTES, I. V. A. F. ; TORRES, J. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. . Comunidade de herbívoros em sistema de cultivo consorciado-orgânico de algodão colorido. In: IX JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UFRPE, 2009, Recife. Anais...Recife. Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 2009.

  • TAVARES, M. S. ; ALBUQUERQUE, F. A. ; OLIVEIRA, R. A. ; FERREIRA, V. C. S. ; QUEIROZ, N. L. . Análise energética de um sistema agroecológico de agricultura familiar, no assentamento de Queimadas, no município de Remígio-PB. In: 1 SIMPÓSIO REGIONAL DE AGROECOLOGIA, 2009, Areia. Anais. UFPB: Anais...Anais, 2009.

  • TAVARES, M. S. ; ALBUQUERQUE, F. A. ; SILVA, M. N. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; COSTA, J. S. . Análise energética de algodão orgânico consorciado com culturas alimentares. In: 7, CONGRESSO BRASILEIRO DO ALGODÃO, 2009, Foz do Iguaçu. Sustentabilidade da cotonicultura brasileira e expansão dos mercados: anais.. Campina Grande, PB, 1 CD ROM: Embrapa Algodão, 2009.

  • SANTOS, D. P. ; SILVA, M. N. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; LIMA, A. R. ; NETO, J. F. B. ; LIMA, C. Q. . Produção de algodão orgânico no Semiárido Paraibano com a utilização de sistemas alternativos (barreiras vegetais). In: III Semana Acadêmica de Ciências Agrárias, 2008, Catolé do Rocha. III Semana Academica de Ciências Agrárias. Catolé do Rocha, 2008.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; SANTOS, D. P. ; LIMA, A. R. . Desenvolvimento e produtividade do algodão orgânico submetido a diferentes sistemas de plantio no Semiárido Paraibano. In: Fertibio, 2008, Londrina. Desafios para o uso do solo com eficiência e qualidade ambiental. Viçosa: SBCS, 2008. p. 1-4.

  • TASSINARI, A. ; ZALAMENA, J. ; SCHWALBERT, R. A. ; MELO, G. W. B. ; KRUG, A. V. ; CERETTA, C. A. ; FERREIRA, P. A. A. ; COUTO, R. R. ; OLIVEIRA, R. A. ; BRUNETTO, G. . Decomposition and nutrient release from cover crops residues of different species growing in peach orchards under subtropical climate. In: 21st World Congress of Soil Science, 2018, Rio de Janeiro. RIO18 - 21st World Congress of Soil Science, 2018. p. 1.

  • COMIN, J. J. ; LOSS, A. ; KURTZ, C. ; BASSO, A. ; OLIVEIRA, B. S. ; KOUCHER, L. P. ; OLIVEIRA, R. A. ; LIMA, J. W. C. . Carbono orgânico e índices de agregação do solo em sistema plantio direto agroecológico de cebola. In: FERTIBIO, 2014, Araxá. Fertilidade e biologia do solo: integração de tecnologias para todos. Viçosa: UFV, 2014. p. 1.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; BELTRAO, N. E. M. ; SILVA, G. S. ; QUEIROZ, N. L. . Agricultores avaliando desempenho de consórcios agroecológicos com algodoeiro colorido no Semiárido Brasileiro?. In: IVCongreso Latinoamericano de Agroecologia, 2013, Lima. La pequeña agricultura: base de la agricultura del siglo XXI. Lima: Universidad Nacional Agraria La Molina, 2013. p. 1-1.

  • MELO, D. N. ; OLIVEIRA, R. A. ; CASTELLANO, F. O. . Certificação participativa na produção orgânica do Sul do Brasil. In: III Encontro Internacional de Agroecologia, 2013, Botucatu. Redes para a Transição Agroecológica no Brasil e América Latina. Botucatu: UNESP. p. 1-1.

  • SILVA, E. R. ; GOMES, R. S. S. ; OLIVEIRA, R. A. ; PAIVA, A. P. R. ; RAPOSO, R. W. C. . Análise da translocação de potássio em girassol. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 58-58.

  • SILVA, E. R. ; GOMES, R. S. S. ; OLIVEIRA, R. A. ; PAIVA, A. P. R. ; RAPOSO, R. W. C. . Potencial de biomassa de plantas de girassol submetidas a doses de potássio. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 97-97.

  • SILVA, J. L. C. E. ; BELTRAO, N. E. M. ; OLIVEIRA, R. A. ; ROCHA, M. S. ; MENDES, B. S. S. . Avaliação dos teores foliares de clorofila em plântulas de algodoeiro cultivadas em altas temperaturas sob diferentes concentrações de sais. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 121-121.

  • SILVA, J. L. C. E. ; BELTRAO, N. E. M. ; SILVA, J. F. ; ROCHA, M. S. ; OLIVEIRA, R. A. . Avaliação dos teores foliares de clorofila em plântulas de mamoneira cultivadas em altas temperaturas sob diferentes concentrações de sais. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 122-122.

  • SILVA, J. L. C. E. ; BELTRAO, N. E. M. ; MENDES, B. S. S. ; ROCHA, M. S. ; OLIVEIRA, R. A. . Crescimento e potencial de biomassa da raiz e plântulas de algodoeiro submetido a estresse termico e salino. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 141-141.

  • SILVA, J. L. C. E. ; BELTRAO, N. E. M. ; SILVA, J. F. ; ROCHA, M. S. ; OLIVEIRA, R. A. . Extravasamento de eletrólitos em plântulas de algodoeiro cultivada em altas temperaturas sob diferentes concentrações de sais. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 159-159.

  • SILVA, J. L. C. E. ; BELTRAO, N. E. M. ; SILVA, J. F. ; ROCHA, M. S. ; OLIVEIRA, R. A. . Extravasamento de eletrólitos em plântulas de mamoneira cultivadas em altas temperaturas sob diferentes concentrações de sais. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 160-160.

  • GOMES, R. S. S. ; SILVA, F. J. A. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, E. R. ; NASCIMENTO, L. C. . Percentual de fungos potencialmente patogênicos associados a sementes de Ricinus communis L.. In: V Congresso Brasileiro de Mamona / II Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas & I Fórum Capixaba de Pinhão Manso, 2012, Guarapari. Desafios e Oportunidades:Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2012. p. 220-220.

  • OLIVEIRA, R. A. ; OLIVEIRA, F. P. . Escoamento superficial e erosão do solo em entressulcos em solo sob diferentes condições de uso. In: XX Encontro de Iniciação Científica, 2012, João Pessoa. Anais...Anais. João Pessoa: UFPB, 2012.

  • SILVA, G. S. ; OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. . Avaliação da produtividade de óleo em consórcios agroecológicos de algodão gergelim e amendoim. In: VI Encontro de Produção Cientiífica da Embrapa Algodão, 2011, Campina Grande. Anais. Campina Grande, PB: Anais...Anais, 2011.

  • SILVA, M. N. B. ; LIMA, A. R. ; OLIVEIRA, R. A. ; SANTOS, D. P. ; JÚNIOR, F. R. . Avaliação de sistemas de cultivo de algodão agroecológico no Agreste Paraibano. In: Congresso Cearense de Agroecologia, 2008, Fortaleza. Agricultura Familiar e Sustentabilidade. Fortaleza: Associação Científica de Estudos Agrários, 2008.

  • SOUSA, M. F. ; SILVA, M. N. B. ; CARDOSO, G. D. ; SILVA, J. C. A. ; OLIVEIRA, R. A. . Ganho de peso de ovinos alimentados com mucilage de sizal (Agave sisalana, Perrine) fenada em diferentes níveis. In: Congresso Cearence de Agroecologia, 2008, Fortaleza. Agricultura Familiar e Sustetabilidade. Fortaleza: Associação Científica de Estudos Agrários, 2008.

  • OLIVEIRA, R. A. ; QUEIROZ, N. L. ; SILVA, M. N. B. ; SOUSA, M. F. ; MARC, P. . Uso de ramos de Gliricidia sepium para melhoria da fertilidade de solo cultivado com feijão no território da Borborema. In: Congresso Cearense de Agroecologia, 2008, Fortaleza. Agricultura Familiar e Sutentabilidade. Fortaleza: Associação Científica de Estudos Agrários, 2008.

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; ALVES, I. . Avaliação participativa das culturas do amendoim e gergelim em sistemas consorciados da agricultura familiar do cariri paraibano. In: I Encontro de Produção Científica da Embrapa Algodão, 2006, Campina Grande. Anais. Anais...Anais: Embrapa Algodão, 2006.

  • OLIVEIRA, R. A. ; OLIVEIRA, F. P. . Escoamento superficial e erosão do solo em entressulcos em solo sob diferentes condições de uso. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, D. P. ; SILVA, M. N. B. ; OLIVEIRA, R. A. ; LIMA, A. R. ; NETO, J. F. B. ; LIMA, C. Q. . Produção de algodão orgânico no Semiárido Paraibano com a utilização de sistemas alternativos (barreiras vegetais). 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; SANTOS, D. P. ; LIMA, A. R. . Desenvolvimento e produtividade do algodão orgânico submetido a diferentes sistemas de plantio no Semiárido Paraibano. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

FREITAS, G. M. A. ; SANTOS, M. S. ; LIMA, J. C. F. ; FURRIER, M. ; OLIVEIRA, R. A. . Caracterização geomorfológica com enfoque pedológico e análise da rede de drenagem da área correspondente à folha Alhandra 1:25.000 ? estados da Paraíba e Pernambuco ? Nordeste do Brasil. 2012. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

FREITAS, G. M. A. ; SANTOS, M. S. ; LIMA, J. C. F. ; FURRIER, M. ; OLIVEIRA, R. A. . Caracterização geomorfológica com enfoque pedológico e análise da rede de drenagem da área correspondente à folha Alhandra 1:25.000 ? estados da Paraíba e Pernambuco ? Nordeste do Brasil. 2012. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. . Curso sobre Defensivos Naturais. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. . Curso sobre Defensivos Naturais. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

OLIVEIRA, R. A. ; SILVA, M. N. B. ; MACEDO, R.C. . Curso sobre Defensivos Naturais. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Compostos Orgânicos no Cultivo de Cebola: Mineralização, Produtividade e Qualidade de Bulbo, Descrição: Os estados de Rio Grande do Sul e Santa Catarina destacam-se por serem grandes produtores de cebola. O manejo predominante utiliza intenso revolvimento do solo com utilização de arações e gradagens o que tem gerado grandes perdas de solos e consequentemente nutrientes. Alternativamente tem surgido o Sistema Plantio Direto de Hortaliças, que preconiza o não revolvimento do solo, ou restrito a linha de plantio, e tem minimizado a utilização de adubos minerais e agrotóxicos, devido as funções que as plantas de cobertura exercem nesse sistema. A recomendação da adubação nitrogenada para a cultura da cebola é baseada na análise dos teores de matéria orgânica do solo. Quando estabelecida a necessidade de nitrogênio (N) durante o ciclo do cultivo da cebola é fornecida através da aplicação de cama de aves. Somado a isso, espécies de plantas de cobertura, solteiras ou consorciadas são mantidas sob a superfície do solo, mas seus resíduos podem permanecer na superfície do solo que ao se decomporem podem ser incorporados ao solo, afetando a resposta das plantas. A cama de ave é uma mistura de fezes e urina, caracterizado pela baixa relação C:N, sendo assim, essa forma de N aplicado é rapidamente mineralizada. Como estratégia para minimizar a rápida mineralização é feito o parcelamento da dose a ser aplicada, no momento do plantio e outra aos 30 dias. Outra estratégia é a utilização de composto de origem vegetal, de gramíneas ou leguminosas, que se associadas às plantas de cobertura podem ajustar a relação C:N dos resíduos depositados sob a superfície do solo, permitindo um melhor sincronismo de liberação de N e a demanda nutrientes pela planta de cebola. O projeto objetivou avaliar a mineralização de N de fontes orgânicas, associado a resíduos de plantas de cobertura, e o impacto sobre a produtividade e qualidade de cebola cultivada sob sistema plantio direto.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Jucinei José Comin - Coordenador / Claudinei Kürtz - Integrante / Gustavo Brunetto - Integrante / Monique Souza - Integrante / Vilmar Müller Júnior - Integrante / Bárbara Santos Ventura - Integrante / Rafael da Rosa Couto - Integrante / Andria Paula Lima - Integrante / Cledimar Rogério Lourenzi - Integrante / Rafael Ricardo Cantú - Integrante / Euclides Shallenberger - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Produtividade, Atributos do Solo e Manejo de Plantas Espontâneas no Sistema de Plantio Direto Agroecológico de Cebola, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jucinei José Comin em 15/02/2019., Descrição: Santa Catarina (SC) é o maior produtor nacional de cebola, hortaliça de importância econômica e social para o estado em razão do número de empregos e da renda gerada em sua cadeia produtiva. O SPC utilizado nas principais regiões brasileiras de cultivo da cebola e, principalmente em SC, caracteriza-se pelo excessivo revolvimento do solo e sua consequente degradação física e química. A redução dos danos ocasionados pelo mau uso do solo pode ser alcançada através do preparo mínimo do solo, ou seja, utilizando-se a técnica do SPD e, no caso do plantio de hortaliças, tais como a cebola, designa-se sistema plantio direto de hortaliças (SPDH). O objetivo geral do projeto é avaliar os efeitos de plantas de coberturas em sistema plantio direto agroecológico de cebola sobre a produtividade, os atributos químicos e físicos do solo e o controle de plantas espontâneas. O projeto é dividido em cinco estudos. Estudo 1, atributos químicos e os teores de carbono orgânico total do solo. Estudo 2, agregação do solo e sua estabilidade por meio dos índices de agregação diâmetro médio geométrico e ponderado. Estudo 3, produção, teores de nutrientes na matéria seca, e taxa de decomposição e liberação de nutrientes de plantas de cobertura de inverno. Estudo 4, quantidade de N aproveitado e a sua distribuição em órgãos de cebola, usando o isótopo N15. Estudo 5, quantificação de compostos polifenólicos da parte aérea de plantas de cobertura ao longo da decomposição. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Jucinei José Comin - Coordenador / Claudinei Kürtz - Integrante / Gustavo Brunetto - Integrante / Paulo Emílio Lovato - Integrante / Monique Souza - Integrante / Vilmar Müller Júnior - Integrante / Andria Paula Lima - Integrante / Luciano Colpo Gatiboni - Integrante / Leôncio de Paula Koucher - Integrante / Arcângelo Loss - Integrante / Cledimar Rogério Lourenzi - Integrante / Renata Bernardo da Silva - Integrante / Talita Trapp - Integrante / Shirley Kuhnen - Integrante / Elano dos Santos Júnior - Integrante / Bruna Franciny Kamers - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Decomposição, Ciclagem de Nutrientes de Plantas de Cobertura e Produtividade da Cebola em Sistemas de Plantio direto sob Manejo Agroecológico, Descrição: O cultivo de espécies de plantas de cobertura do solo contribui para a ciclagem de nutrientes, podendo melhorar os atributos químicos do solo, especialmente o teor de P e o rendimento da cebola (Allium cepa L.) em sistema de plantio direto. O objetivo do projeto é avaliar a decomposição e liberação de nutrientes de plantas de cobertura de inverno, seus efeitos no rendimento da cebola, e nos atributos químicos do solo, nas formas de P, em sistema de plantio direto. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Coordenador / Jucinei José Comin - Integrante / Claudinei Kürtz - Integrante / Gustavo Brunetto - Integrante / Paulo Emílio Lovato - Integrante / Vilmar Müller Júnior - Integrante / Bárbara Santos Ventura - Integrante / Rafael da Rosa Couto - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Consolidação e Formalização do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Agroecologia, Descrição: O projeto integra atividades de pesquisa, educação e extensão para a construção e socialização de conhecimentos e práticas relacionados à Agroecologia e aos sistemas orgânicos de produção, compreendendo a manutenção de um Núcleo de Estudo em Agroecologia - NEPEA-SC.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Alex Basso - Integrante / Jucinei José Comin - Coordenador / Claudinei Kürtz - Integrante / Gustavo Brunetto - Integrante / Paulo Emílio Lovato - Integrante / Monique Souza - Integrante / Vilmar Müller Júnior - Integrante / Bárbara Santos Ventura - Integrante / José Henrique Piccoli - Integrante / Rafael da Rosa Couto - Integrante / Lucas Benedet - Integrante / Arcângelo Loss - Integrante / Bruno Salvador Oliveira - Integrante / Jamil Abdalla Fayad - Integrante / Vitor Gabriel Ambrosine - Integrante / Talita Trapp - Integrante / Matheus Ademir dos Santos - Integrante / Cleiton Junior Ribeiro Lazzari - Integrante / Elano dos Santos - Integrante / Daniela Schmitz - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Predição do Escoamento Superficial e da Erosão Hídrica de Áreas Agrícolas do Estado da Paraíba em Processo de Desertificação, Descrição: Os ecossistemas são naturalmente bem estruturados funcionalmente e apresentam forte resiliência. Entretanto, por não serem infalíveis, estão sempre sujeitos à degradação. Neste caso, alguma interferência sobre a vegetação ou que cause alterações que modifiquem as propriedades do solo pode comprometer a estrutura e o funcionamento dos ecossistemas, levando-os a um estado inicial de disfunção que pode atingir um processo degenerativo de suas funções que culmina com a degradação. Os objetivos deste projeto serão determinar a erodibilidade do solo em entressulcos sob condição de laboratório por meio de chuva simulada em solo proveniente de áreas agrícolas atingidas pelo processo de desertificação sob diferentes condições de uso e manejo e caracterizar algumas variáveis hidráulicas do escoamento, tais como, velocidade e altura do escoamento, sob solo descoberto, que são determinantes das relações de desagregação de solo nas áreas de entressulcos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Coordenador / Flávio Pereira de Oliveira - Integrante / Haron Salvador Reinaldo - Integrante / Denízia Ribeiro da Silva - Integrante / Anna Carolina Carvalho de Lima - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Cultivo Orgânico do Algodoeiro Herbáceo: Suplantando Limitações e Aprimorando Potencialidades, Descrição: O projeto objetiva gerar informações que permitam sobrepujar as limitações atuais que restringem o cultivo orgânico do algodoeiro no Semiárido do Nordeste. Para tal, serão realizados ensaios de forma a selecionar variedades adaptadas a esse cultivo, testando arranjos de plantas que potencializem os rendimentos e reduzam o problema do ataque de pragas, otimizadas as dosagens de fertilizantes orgânicos que maximizem os gastos, selecionando métodos de controle alternativo de insetos-pragas que permitam a convivência com esses organismos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / José Wellington dos Santos - Integrante / Lourival Ferreira Cavalcante - Integrante / Francisco Assis de Oliveira - Integrante / Fábio Aquino de Albuquerque - Integrante / Fábio Akyoshi Suinaga - Integrante / Herbert Álvaro Abreu de Siqueira - Integrante / Jacinto Luna Batista - Integrante / Joffre Kouri - Integrante / Jorge Braz Torres - Integrante / Napoleão Esberard de Macêdo Beltrão - Coordenador / Nair Helena Catro Arriel - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Consórcios Agroecológicos: Integrando Oleaginosas ao Sistema Pecuário do Semiárido, Descrição: As oleaginosas com potencial para biodiesel têm sido indicado com alternativa de desenvolvimento para a agricultura familiar do Semiárido. No entanto esse modelo é alvo de constantes questionamentos, principalmente no que concerne ao desafio de produção de energia sem prejuízo a produção familiar de alimentos. O objetivo do projeto é avaliar a viabilidade econômica de consórcios agroecológicos de palma forrageira (Opuntia ficus) e culturas oleaginosas de ciclo curto (algodão, gergelim, amendoim e girassol) em sistemas agropecuários de produção familiar. O estudo será, conduzido em cultivo de sequeiro nos anos agrícolas de 2008 e 2009 na Estação Agroecológica de Vila Maria Rita, no município de Taperoá Semiárido Paraibano, envolvendo 3 (três) agroecossistemas consorciados e 05 (cinco) solteiros. Serão avaliados o Índice de Uso e Eficiência da Terra, produção de óleo, biomassa total e produção de forragem, avaliação participativa, eficiência energética e atributos químicos do solo dos agroecossistemas estudados. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Fábio Aquino de Albuquerque - Integrante / Manoel Francisco de Sousa - Integrante / Napoleão Esberard de Macêdo Beltrão - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante / Ailton Francisco dos Santos - Integrante / Severino Pereira de Sousa Júnior - Integrante / Rômulo Simões Cézar Meneses - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Sistema de Produção Agroecológico para o Algodoeiro no Estado da Paraíba, Descrição: A condição sócio-econômica do agricultor nordestino tem sido calamitosa por anos. Esta condição persiste, principalmente, devido a propagação da agricultura conduzida segundo moldes convencionais. Este tipo de agricultura, nos moldes atuais, requer escala de produção, adoção intensiva de insumos e tecnologia moderna, para ser competitiva, o que está fora do alcance deste tipo de produtor. A evolução do cultivo do algodoeiro nas últimas décadas visando maximização dos lucros levou ao abandono de técnicas que tornavam o agroecossistema autosustentável, chegando a gerar casos de desastre na exploração desta cultura dado o ataque de pragas e perda da qualidade do solo (abandono das áreas, empobrecimento, êxodo rural, contaminação ambiental, etc). Devido as circunstâncias climáticas da região, é comum a obtenção de baixa produtividade, não sendo na maioria das vezes equivalente aos investimentos realizados, o que tem dificultado o retorno dos investimentos, mesmo dentro de programas específicos como o da agricultura familiar. Uma das alternativas para o produtor do Semiárido nordestino é a produção de produtos com características especiais, de alto valor agregado, dirigida para nichos de mercados específicos, como o mercado de produtos agroecológicos. A agricultura agroecológica não é sinônimo de adoção de pouca tecnologia ou que a tecnologia não seja necessária, mas representa o manejo dos cultivos com tecnologias adaptadas e de baixo custo, visando atender a condição específica deste agricultor, contribuindo para manter a sua condição sócio-econômica, agregando valor ao produto, que pode superar o produto convencional em até 70%. O projeto objetiva desenvolver tecnologias/informações que possibilitem fortalecer a implantação/disseminação do cultivo agroecológico do algodoeiro no semiárido do Nordeste. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Fábio Aquino de Albuquerque - Integrante / Manoel Francisco de Sousa - Integrante / José Rodrigues Pereira - Integrante / Ísaias Alves - Integrante / Nichola Lucena Queiroz - Integrante., Financiador(es): Centro Nacional de Pesquisa do Algodão - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2009

    Sistema de Produção Familiar para Convivência com o Semiárido Brasileiro, Descrição: A Agricultura Familiar no Semiárido está caracterizada pela diversidade de explorações em uma área limitada de terras, o que torna necessária a maximização do espaço existente na propriedade e a adoção de sistemas de produção capazes de responder as necessidades das famílias sem desconsiderar os fatores culturais e ambientais. A modernização da agricultura forçou a unidade familiar a dependência de insumos e principalmente de alimentos. Somem-se a isso os enormes prejuízos ambientais oriundos de técnicas inadequadas de produção, como as usadas nas monoculturas do algodão, sisal, algaroba e pastagens, onde os projetos preconizavam o desmatamento total das áreas a serem cultivadas, o que provocou ao longo dos anos a exaustão quase que total dos recursos naturais. O projeto Sistema de Produção Familiar no Semiárido Brasileiro tem por objetivo geral desenvolver, valorizar e potencializar sistemas de produção familiares para convivência com o Semiárido Brasileiro, de modo a permitir o progresso social por meio da definição de sistemas de produção que contribuam com a geração de ocupação e renda em bases sustentáveis. A metodologia utilizada será a de pesquisa-ação, na qual os agricultores (as) participam diretamente na definição, condução e tomada de decisões dentro das áreas experimentais. Dessa forma, têm-se um projeto de pesquisa e desenvolvimento participativo, que agrega os conhecimentos técnicos-científicos e as experiências vivenciadas no dia-a-dia dos agricultores. A partir de diagnósticos participativos, serão definidas e construídas as experimentações com os sistemas de produção capazes de compor o bojo de estratégias de convivência com o Semiárido. Essas áreas experimentais servirão como unidades de demonstração, que terão importância fundamental enquanto campos de aprendizagem sobre as dinâmicas ambientais e sócio-culturais do Semiárido. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Manoel Francisco de Sousa - Integrante / Joffre Kouri - Integrante / Damon Pereira dos Santos - Integrante / Ísaias Alves - Integrante / Daniel Duarte Pereira - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante / Klérisson Vidal de Negreiros - Integrante / Fabio Akiyoschi Suinaga - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante., Financiador(es): Centro Nacional de Pesquisa do Algodão - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante.Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante.Financiador(es): CENTRO NACIONAL DE PESQUISA DO ALGODÃO - Auxílio financeiro.

  • 2003 - Atual

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2010

    Algodão gerando renda e cidadania no território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): Centro Nacional de Pesquisa do Algodão - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento participativo de campos de aprendizagem em manejo sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do semi-árido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel D. P. - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): Centro Nacional de Pesquisa do Algodão - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on farm no Assentamento Mulungu, CE.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

  • 2005 - 2010

    Algodão Gerando Renda e Cidadania no Território da Borborema, Descrição: O algodoeiro ainda se constitui em uma das principais culturas, fonte de matéria-prima para a indústria têxtil nacional, principalmente para a da região Nordeste. É uma cultura que gera ocupação de mão-de-obra, pois envolve pessoas no cultivo, no beneficiamento, na industrialização e no comércio de seus produtos e subprodutos. No Nordeste quase todo algodão é produzido por pequenos agricultores, onde se tem observado que o rendimento é baixo, indicando, portanto, existir fatores limitantes à adoção de tecnologia e, dentre eles sempre foi atribuído ao baixo nível de escolaridade dos mesmos. Por outro lado, a globalização veio contribuir para elevação da competitividade, forçando os agricultores a produzirem mais e melhor evitando o êxodo rural. Em função do exposto, o projeto tem por objetivo dotar os agricultores de base familiar não só da tecnologia em si, mas despertar o interesse pelo associativismo, ampliando a capacidade de reflexão e produção desse contingente de agricultores. Para tanto, adotar-se-á a escola de campo participativa como metodologia de capacitação sempre buscando a conscientização dos agricultores para a realidade humana e social da qual fazem parte. As ações do projeto serão desenvolvidas em municípios do território da Borborema aptos ao plantio da cultura do algodão, onde serão instaladas as escolas de campo participativas. Espera-se com o projeto a profissionalização dos agricultores para o cultivo do algodoeiro, melhoria na produtividade e na renda, via agregação de valor e vivência dos princípios do associativismo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Cristina Schetino Bastos - Integrante / José Sales Alves Wanderley Júnior - Integrante., Financiador(es): Centro Nacional de Pesquisa do Algodão - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2008

    Desenvolvimento Participativo de Campos de Aprendizagem em Manejo Sustentável da Caatinga, Descrição: O uso inadequado da Caatinga consiste em um dos principais problemas enfrentados na zona rural do Cariri paraibano, pois a ausência de fontes de renda e de sistemas de produção ecológicos, tem obrigado os (as) assentados (as) a recorrerem a extração ilegal de madeira para combustível (carvão e lenha) e a praticarem formas de exploração do solo incompatíveis com a realidade edafoclimática do Semiárido. Esse problema tem conseqüências negativas não só na esfera ecológica (extinção de espécies, erosão do solo, assoreamento dos rios), como também nas esferas social e econômica (destruição de fontes potenciais de renda sustentável, conflito entre as famílias, empobrecimento dos assentamentos, descrédito na reforma agrária). Espera-se como resultados desse projeto o desenvolvimento participativo de sistemas de produção capazes de contribuir com os processos organizativos e permitir a geração de renda via utilização racional dos recursos naturais em áreas de assentamento da reforma agrária do Cariri paraibano. A ação foge a simples apropriação de conteúdos e está caracterizada por seu caráter de fortalecimento dos valores locais e pela promoção do diálogo entre os saberes e fazeres dos (as) camponeses (as) com os existentes no meio técnico-científico, obrigando todos os envolvidos à vivenciarem a realidade cotidiana dos beneficiados (agricultores (as) familiares). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Ísaias Alves - Integrante / Daniel Duarte Pereira - Integrante / Alexandre Eduardo Araújo - Integrante., Financiador(es): Centro Nacional de Pesquisa do Algodão - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade nos Biomas Cerrado e Caatinga., Descrição: Este projeto tem como principal estratégia, viabilizar o desenvolvimento do meio rural, em especial dos agricultores familiares e assentados de reforma agrária em bases sustentáveis, a partir da promoção de processos de pesquisa participativa, resgatando, caracterizando e avaliando variedades sob manejo agroecológico e adaptadas á realidade da agricultura familiar. Avaliação de variedades de mandioca em sistemas diversificados visando geração de renda, autoconsumo e conservação on-farm no Assentamento Mulungu, Ceará.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Rodolfo Assis de Oliveira - Integrante / Melchior Naelson Batista da Silva - Coordenador / Nichola Lucena Queiroz - Integrante / Altair Toledo Machado - Integrante / Anderson Cássio Sevilha - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Honra ao mérito pela qualidade técnico científica, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária/Embrapa Algodão.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Santa Catarina, Reitoria, Centro de Ciêcias Agrárias. , Rodovia Admar Gonzaga, Itacorubi, 88034000 - Florianópolis, SC - Brasil, Telefone: (48) 98015129, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2015 - Atual

    Universidade Federal de Santa Catarina

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2013 - 2015

    Universidade Federal de Santa Catarina

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2012

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Graduando em Agronomia, Enquadramento Funcional: Aluno, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Universidade Federal da Paraiba - UFPB

  • 2010 - 2011

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

  • 2008 - 2012

    Embrapa Algodão

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2013 - 2016

    Colégio Agrícola de Floriano

    Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2003 - 2006

    Colégio Agrícola de Floriano

    Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluno de Ensino Médio, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2010

    Associação de Apoio à Política de Melhoria da Qualidade de Vida

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico em Agropecuária, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Realização de atividades de consultoria no cultivo de algodão colorido orgânico em propriedades rurais do Curimataú paraibano. Organização de seminários e oficinas, dias de campos e colheita de algodão. Elaboração de projetos de desenvolvimento, relatórios técnicos de pesquisa e acompanhamento de atividades de extensão rural.

  • 2008 - 2009

    Instituto Cultural Padre Josimo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico em Agropecuária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Realização de atividades de pesquisa e extensão rural em comunidade rurais e assentamentos assistidos pelo Movimento dos Pequenos Agricultores

  • 2007 - 2007

    Cooperativa de Apoio Às Organizações de Gestão e Produção

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico em Agropecuária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Realização de atividades de assistência técnica e extensão rural. Elaboração de relatórios de atividades de campo, reuniões, mini-cursos e participação na campanha estadual da vacinação contra a febre aftosa