José Rodrigues da Silva

Atualmente é técnico de laboratório da Universidade Federal de São Carlos. Tem experiência na área de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Cerâmicos

Informações coletadas do Lattes em 30/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização em Especialização em Engenharia de Produção

2011 - 2012

Fatec internacional
Título: A IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO E DA TECNOLOGIA DE FABRICAÇÃO DE LOUÇA SANITÁRIA
Orientador: Airton Neubauer Filho

Graduação em Tecnologia em Gestão da Produção Industrial

2008 - 2011

Fatec internacional

Curso técnico/profissionalizante em Técnico Em Química

1990 - 1994

Centro Educacional Diocesano La Salle

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Materiais Não-Metálicos/Especialidade: Cerâmicos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marcelo Ribeiro Rosa

ROSA, M. R.. O processo de humanização do homem enquanto dondição para a passagem do estado de natureza para o estado civil em Thomas Hobbes. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Faculdade Apucarana Cidade Educação.

Maria de Assunção Ribeiro Franco

FRANCO, M. A. R.. Desenho Ambiental para o Parque Linear Urbano dos Canais do Jurubatuba e Guarapiranga. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Desenho Ambiental e Arquitetura da Paisagem) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria de Assunção Ribeiro Franco

Desenho Ambiental; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Desenho Ambiental e Arquitetura da Paisagem) - Universidade Presbiteriana Mackenzie; Orientador: Maria de Assunção Ribeiro Franco;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2008 - Atual

    Processos Cinéticos em Vidros e Vitrocerâmicas, Descrição: O objetivo geral das pesquisas no LaMaV é estudar detalhadamente e contribuir para a solução de diversos problemas relevantes, correntes na literatura internacional, sobre os aspectos de transporte (difusionais) controladores da nucleação e crescimento de cristais, fluxo viscoso, sinterização e condutividade iônica em vidros e vitrocerâmicas. Portanto, a cristalização é o tema focalizado. Os objetivos principais, específicos, desta proposta encontram-se divididos em quatro subprojetos correntes, fundamentados tanto em pesquisas básicas (1-3) quanto tecnológicas (2-4), a saber: 1. PROCESSOS DIFUSIONAIS EM VIDROS ÓXIDOS: NUCLEAÇÃO, CRESCIMENTO DE CRISTAIS E FLUXO VISCOSO: a partir de determinações experimentais das cinéticas dos diferentes processos (nucleação e crescimento de cristais, bem como fluxo viscoso) pretendemos comparar os respectivos coeficientes de difusão efetivos com coeficientes de autodifusão de elementos formadores e modificadores constituintes dos vidros utilizados para verificar os mecanismos difusionais em amplos intervalos de temperatura, desde a fusão (ou liquidus) até a faixa de transição vítrea. 2. SINTERIZAÇÃO COM CRISTALIZAÇÃO CONCORRENTE: estudaremos teórica e experimentalmente a competição entre a sinterização e a cristalização simultânea de vidros particulados para definir as condições que favorecem um ou outro fenômeno. Utilizaremos partículas vítreas esféricas e irregulares, de idênticos volumes, especialmente produzidas para esta finalidade. A idéia principal é efetuar um teste rigoroso do modelo de Clusters anteriormente desenvolvido por nosso grupo. 3. CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE VIDROS & VITROCERÂMICAS PARCIALMENTE CRISTALIZADOS: realizaremos estudos sistemáticos para compreender a dinâmica de íons portadores de cargas em vidros e vitrocerâmicas com diferentes frações cristalizadas e assim contribuir para o entendimento dos processos de condução iônica nestes sistemas. 4. DESENVOLVIMENTO DE VITROCERÂMICAS DO SISTEMA LAS (Li2O-Al2O. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: José Rodrigues da Silva - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Coordenador / Marcio Luis Ferreira Nascimento - Integrante / Oscar Peilt Filho - Integrante / Ana Candida Martins Rodrigues - Integrante / Luciana Ghussn - Integrante / Guilherme Parente Souza - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2008

    Cristalização de Diopsídeo e outros Silicatos, Descrição: A cristalização superficial de vidros é muito mais freqüente do que a cristalização interna, mas, paradoxalmente, tem sido muito menos estudada. Uma possível razão para o pequeno número de estudos detalhados é a dificuldade inerente de controle e caracterização das propriedades da superfície dos vidros. Do ponto de vista tecnológico, o estabelecimento de uma firme compreensão e a habilidade de controlar a cinética de nucleação e crescimento de cristais na superfície de vidros pode levar ao desenvolvimento de uma ampla variedade de dispositivos e outras aplicações de alta tecnologia(1). Ainda, o controle da cristalização superficial tem mostrado ser um efetivo método de aumento da resistência mecânica dos vidros. A importância da cristalização superficial foi reconhecida pelo Comitê de Devitrificação (?Technical Committee 7?  TC 7) da Comissão Internacional sobre Vidros (?International Commission on Glass?  ITC). E assim, o entendimento da cristalização superficial de vidros obteve seu maior sucesso, nestes últimos dez anos, com ênfase na cordierita (2MgO*2Al2O3*5SiO2), tanto em trabalhos experimentais(2-6) quanto teóricos(7-11). Neste projeto de pesquisa pretende-se obter cristais macroscópicos (da ordem de mm) a partir da cristalização superficial, utilizando-se da textura dos mesmos, em sistemas baseados no diopsídeo (CaO*MgO*2SiO2). Salientamos a originalidade do trabalho, devido à inexistência de literatura específica sobre este assunto com o vidro acima relacionados. A nucleação superficial é ainda pouco compreendida e muito importante no desenvolvimento de vitrocerâmicas monolíticas ou sinterizadas. Os objetivos cruciais são compreender a natureza dos sítios ativos da nucleação superficial, a formação de textura e obter cristais milimétricos em vidros cristalizados superficialmente. (1) ZANOTTO, E. D. - Ceramic Transactions 30 (1993) 65-72. (2) YURITSYN, N. S., FOKIN, V. M., KALININA, A. M., and FILIPOVICH, V. N. ? Glass Physics and Chem. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (4) . , Integrantes: José Rodrigues da Silva - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Coordenador / Marcio Luis Ferreira Nascimento - Integrante / Oscar Peilt Filho - Integrante / Ana Candida Martins Rodrigues - Integrante / Eduardo Bellini Ferreira - Integrante / Paulo Cesar Soares Junior - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de São Carlos, Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais. , Rod Washington Luiz, km 235, Monjolinho, 13565905 - São Carlos, SP - Brasil - Caixa-postal: 676, Telefone: (016) 33518556, Ramal: 8556, Fax: (016) 33615404, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 1993 - Atual

    Universidade Federal de São Carlos

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico de Laboratório, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    A fusão de vidros e preparação de amostras são etapas essenciais, não triviais, para o bom andamento dos projetos de pesquisa em andamento no LaMaV. A confecção de cadinhos de ZAS ou alumina, fabricação de fornos de tratamentos térmicos e manutenção, recuperação e reforma de fornos de fusão também são atribuições importantes do técnico, que, além disso, deverá colaborar nas demais etapas de preparação e caracterização de amostras por várias técnicas, para as quais deverá possuir experiência e domínio. O técnico José Rodrigues da Silva, ao longo dos anos que vem trabalhando no DEMa/UFSCar e mais especificamente do Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV), desenvolveu competência em todas essas técnicas e é um auxiliar valioso para os trabalhos e projetos do grupo.

    Atividades

    • 06/1994

      Ensino, Formulação de Materiais Cerâmicos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Auxílio Experimental na Disciplina "Formulação de Materiais Cerâmicos"

    • 06/1994

      Ensino, Processamento de Materiais Cerâmicos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Auxílio Experimental na Disciplina "Processamento de Materiais Cerâmicos"

    • 06/1994

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Serviço realizado, Confeccao de Cadinhos Ceramicos de Baixo Custo à base de Zircônia, Alumina e Sílica.

    • 06/1994

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Serviço realizado, Polimento de Amostras Vítreas de Grau Ótico.

    • 06/1994

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Serviço realizado, Limpeza de Cadinhos de Platina utilizando Ácido Fluorídrico à 70%.

    • 06/1994

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Serviço realizado, Medidas de Viscosidade de Vidros utilizando Viscosimetro Theta - Altas Temperaturas.

    • 06/1993

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Serviço realizado, Montagem e Manutencao de Fornos de Resistencias Kanthal para Tratamentos Térmicos.

    • 06/1993

      Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Serviço realizado, Fusao de Materais Vitreos utilizando Fornos de Alta Temperatura (até 1650oC).

    • 03/1993

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Linhas de pesquisa

    • 03/1993

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Auxílo nas Aulas Experimentais do Departamento de Engenharia de Materiais (Introdução a Materiais Cerâmicos)

    • 01/1997 - 06/1997

      Estágios , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Estágio realizado, Estágio no Laboratório de Vidros da Quimica da USP - Sao Carlos.

    • 02/1997 - 03/1997

      Estágios , Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Materiais.,Estágio realizado, Estágio no Laboratório da Wheaton.

  • 1985 - 1993

    Refratários São Carlos

    Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: técnico de laboratório, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 05/1985 - 03/1993

      Pesquisa e desenvolvimento , Refratários São Carlos, .,Linhas de pesquisa