Marcelo Vitor da Silveira

Marcelo Vitor Silveira possui graduação em Psicologia pelo Centro Universitário do Norte Paulista (UNORP) e graduação em Letras pela União das Faculdades Integradas de Mirassol (UniFaimi). Mestre em Psicologia Experimental pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP-USP). Doutor em Psicologia pelo Laboratório de Estudos do Comportamento Humano da Universidade Federal de São Carlos (LECH-UFSCar) com período de estágio em pesquisa no exterior na instituição New England Center for Children, vinculado à University of Massachusetts Medical School (UMASS/UMMS) e ao Eunice Kennedy Shriver Center, sob supervisão do Dr. Harry Allan Mackay. Possui pós-doutorado em neurofisiologia da linguagem pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e em neurociências pelo Centro de Matemática, Computação e Cognição da Universidade Federal do ABC [Campus São Bernardo do Campo (CMCC/UFABC)] com período de atuação como pesquisador visitante no Departament of Behavioral Sciences da Oslo Metropolitan University, sob supervisão do Dr. Erik Arntzen. Foi membro do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia sobre Comportamento, Cognição e Ensino (MCT/CNPq/FAPESP). É coordenador de pesquisa no projeto Guias Digitais (PNLD/TED9838) no Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas (CEDU-UFAL). Atua no campo da cognição animal e humana, com ênfase em processos neurológicos e comportamentais envolvidos na aquisição e manutenção de relações de controle de estímulos. Desenvolveu pesquisas sobre Equivalência de Estímulos, Comportamento Verbal, Controle Aversivo e Comportamento Disruptivo em indivíduos com TEA. Atualmente é Editor Chefe da Revista Perspectivas em Análise do Comportamento, além de atuar como Editor Associado de periódicos nacionais e internacionais.

Informações coletadas do Lattes em 15/09/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psicologia

2012 - 2016

Universidade Federal de São Carlos
Título: CONSEQUÊNCIAS ESPECÍFICAS COMO NÓDULOS PARA A FORMAÇÃO DE CLASSES DE EQUIVALÊNCIA E TRANSFERÊNCIA DE FUNÇÃO
Orientador: em University of Massachusetts Medical School ( Harry A. Mackay)
com Julio Cesar Coelho de Rose. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Equivalência de estímulos; Transferência de função; Diferencial semântico; Estímulo reforçador específico.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental / Especialidade: Processos de Aprendizagem, Memória e Motivação.

Mestrado em Psicologia Experimental

2008 - 2010

Universidade de São Paulo
Título: Procedimento go/no go e controle por identidade em pombos (Columba livia)
, Ano de Obtenção: 2010.Paula Debert.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental / Especialidade: Processos Cognitivos e Atencionais. Setores de atividade: Educação; Atividades de atenção à saúde humana.

Graduação em Letras

2003 - 2006

União das Faculdades Integradas de Mirassol

Graduação em Psicologia

2002 - 2006

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA

Pós-doutorado

2017 - 2021

Pós-Doutorado. , Universidade Federal do ABC, UFABC, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Fisiológica / Especialidade: Neurologia, Eletrofisiologia e Comportamento.

2016 - 2016

Pós-Doutorado. , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas

Formação complementar

2009 - 2009

Introdução à análise experimental do comportamento. (Carga horária: 4h). , Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental, ABPMC, Brasil.

2009 - 2009

Tolerância aprendida às drogas. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2009 - 2009

Aspéctos orgânicos da aprendizagem. (Carga horária: 4h). , Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental, ABPMC, Brasil.

2008 - 2008

John Watson e o estudo do comportamento. (Carga horária: 30h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2008 - 2008

Tópicos Avançados em Análise do Comportamento. (Carga horária: 20h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2008 - 2008

Análise funcional de problemas psicopatológicos. (Carga horária: 4h). , Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental, ABPMC, Brasil.

2008 - 2008

A geração de comportamentos novos. (Carga horária: 4h). , Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental, ABPMC, Brasil.

2007 - 2007

modelos de depressão animal e humana. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2006 - 2006

Psicose na clínica comportamental. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2005 - 2005

Gestão comporamental de organizações. , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2004 - 2004

Terapia por Contingências. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2003 - 2003

Manejo do comportamento obssessivo-compulsivo. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Análise Experimental do Comportamento.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Processos de Aprendizagem, Memória e Motivação.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Neurociências.

Participação em eventos

XXV Reunião da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental. 2016. (Congresso).

Annual Conference of the Berkshire Association for Behavior Analysis and Therapy. 2015. (Congresso).

Assossiation for Behavior Analysis 40th Annual Convention. 2014. (Congresso).

Seminário semanal de Neurociência e Cognição da UFABC.Estudo de comportamentos complexos: Substitutabilidade, transferência de função e durabilidade do comportamento simbólico.. 2014. (Seminário).

XV Simpósio de Pesquisa e Intercâmbio Científico da ANPEPP. 2014. (Encontro).

XX Encontro Brasileiro da ABPMC. 2013. (Congresso).

XXI Encontro Brasileiro da ABPMC. 2012. (Congresso).

Jornada de Análise do Comportamento - Ufscar. 2009. (Congresso).

XVIII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental. 2009. (Encontro).

Inatísmo e Empirismo: imprlicações para a explicação do comportamento humano.Inatísmo e Empireismo: imprlicações para a explicação do comportamento humano. 2008. (Outra).

John B. Watson e o estudo do comportamento. 2008. (Outra).

Tópicos Avançados em Análise do Comportamento. 2008. (Outra).

XVII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental. 2008. (Encontro).

A inclusão no âmbito escolar. 2007. (Outra).

XXXVII Reunião anual de Psicologia - Sociedade Brasileira de Psicologia. 2007. (Congresso).

I Jornada de Recursos Humanos do Noroeste Paulista. 2006. (Encontro).

Jornada de Análise do Comportamento da UFSCar. 2006. (Congresso).

Jornada de Análise do Comportamento da Universidade Federal de São Carlos. 2006. (Congresso).

Tópicos Especiais. 2006. (Outra).

V Seminário sobre abordagens terapêuticas humanistas e fenomenológicas de São José do Rio Preto. 2006. (Simpósio).

Elementos Fabulosos no Cinema. 2005. (Outra).

II Encontro de Biologia Forense. 2005. (Congresso).

Jornada de Análise do Comportamento da UFSCar. 2005. (Congresso).

Jornada de Autualização em psicologia clínica de Rio Preto. 2005. (Simpósio).

Maratona 12 horas. 2005. (Outra).

Regressus Discipulorum. 2005. (Outra).

Segunda Semana Acadêmica. 2005. (Outra).

Simpósio: Transtorno Bipolar: O que é? Como tratar?. 2005. (Simpósio).

Simpósio sobre jogo patológico e outros transtornos de controle no auditório do hospital Dr. Adolfo Bezerra de Manezes. 2005. (Simpósio).

XII Encontro de Abordagens Terapêuticas Humanistas e Fenomenológicas com a temática: obesidade, transtornos alimentares, e terapias da infância e adolescência.. 2005. (Congresso).

XIV encontro das abordagens terapêuticas humanistas e fenomenológicas "Mão-Bebê: Vínculo e Relação - Introdução à psicoterapia infantil".. 2005. (Congresso).

Jornada de Análise do Comportamento. 2004. (Simpósio).

Jornada de Análise do Comportamento - Ufscar. 2004. (Congresso).

Momento cinematográfico. 2004. (Seminário).

VI Encontro Regional de Estudantes de Psicologia do Estado de São Paulo na UFSCar. 2004. (Encontro).

X Encontro de Abordagens Terapêuticas Humanistas e Fenomenológicas e I Encontro da Abordagem Gestaltica do Interior Paulista. 2004. (Encontro).

XXIII Semana Científica de Psicologia da UNORP. 2004. (Outra).

A Origem da Tragédia. 2003. (Outra).

II Jornada de Análise do Comportamento. 2003. (Encontro).

O Educador e o agricultor. 2003. (Outra).

Participação em bancas

Aluno: Larissa Coutens de Menezes

HUZIWARA, EDSON M.; SCHMIDT, A.;SILVEIRA, M. V.. Equivalência de Estímulos e Paradigma da Falsa Informação: Uma possível explicação analítico comportamental para o fenômeno de Falsas Memórias?. 2021. Dissertação (Mestrado em Psicologia: Cognição e Comportamento) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Gustavo Coelho Belleza Dias

HUZIWARA, EDSON M.; BORTOLOTI, R.;SILVEIRA, M. V.. Relações Nome-Objeto Como Condição Para a Modulação do Componente N400 em Experimentos Sobre Equivalência de Estímulos. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia: Cognição e Comportamento) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Margarete Schmidt

BORTOLOTI, RENATO;SILVEIRA, M. V.; de ALMEIDA, J. H.; OLIVEIRA, T. P.; RICO, VIVIANE VERDU; JAEGER, A.. INVESTIGAÇÃO DE PROPRIEDADES RELACIONAIS E FUNCIONAIS DE ESTÍMULOS A PARTIR DA RELATIONAL FRAME THEORY. 2021. Tese (Doutorado em Neurociências) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Comissão julgadora das bancas

Gérson Aparecido Yukio Tomanari

DEBERT, P.;BENVENUTI, M. F.TOMANARI, G. Y.. Procedimento go/no-go e controle por identidade em pombos (Columba livia). 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Gérson Aparecido Yukio Tomanari

DEBERT, P.;BENVENUTI, M. F.TOMANARI, G. Y.. Procedimento go/no-go e controle por identidade em pombos (Columba Livia). 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Paula Debert

Benvenuti, M. F.; TOMANARI, GERSON YUKIO;DEBERT, P.. Procedimento go/no go e controle por identidade em pombos (Columba livia). 2010. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

Lidia Maria Marson Postalli

DE ROSE, J. C. C.; MELO, R. M.; BORTOLOTI, R.;POSTALLI, L. M. M.; ALMEIDA, J. H.. Consequências específicas como nódulos para estabelecimento de classes de equivalência e transferência de função. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos.

Renato Bortoloti

BORTOLOTI, R.. CONSEQUÊNCIAS ESPECÍFICAS COMO NÓDULOS PARA O ESTABELECIMENTO DE CLASSES DE EQUIVALÊNCIA E TRANSFERÊNCIA DE FUNÇÃO. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos.

Marcelo Frota Lobato Benvenuti

Debert, P;BENVENUTI, M. F.TOMANARI, G. Y.. Procedimento go/no go e controle por identidade em pombos (Columba Livia). 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Marcelo Frota Lobato Benvenuti

Debert, P;TOMANARI, G. Y.BENVENUTI, M. F.. Procedimento go/no go e controle por identidade em pombos (Columba Livia). 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

João Henrique de Almeida

DE ROSE, JULIO C.; MELO, R. M.;BORTOLOTI, R.; POSTALLI, L. M. M.;ALMEIDA, J. H.. Consequências Específicas como nódulos para o estabelecimento de classes de equivalência e transferência de função. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos.

João Henrique de Almeida

DE ROSE, J. C. C.; MELO, R. M.;ALMEIDA, J. H.. TRANSFERÊNCIA DE FUNÇÃO ENTRE ESTÍMULOS EQUIVALENTES MEDIADA POR ESTÍMULOS REFORÇADORES ESPECÍFICOS. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos.

Orientou

Alceu Regaço dos Santos

É possível avaliar percepção de movimento por meio de um procedimento comportamental? Um estudo sobre transferência de função; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos; Orientador: Marcelo Vitor da Silveira;

Giovan Willian Ribeiro

Efeitos do treino de reversão utilizando matching to sample com atraso sobre a reorganização de classes de estímulos equivalentes; ; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos; Orientador: Marcelo Vitor da Silveira;

Foi orientado por

Júlio César Coelho de Rose

Transferência de função entre estímulos equivalentes mediada por estímulos reforçadores específicos; 2016; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Julio Cesar Coelho de Rose;

Júlio César Coelho de Rose

2016; Universidade Federal de São Carlos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Julio Cesar Coelho de Rose;

Paula Debert

Procedimento go/no-go e Controle por Identidade em pombos (Columba Livia); 2010; Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paula Debert;

Marcelo Salvador Caetano

2017; Universidade Federal do ABC, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Marcelo Salvador Caetano;

Produções bibliográficas

  • DIAS, GUSTAVO C. B. ; SILVEIRA, MARCELO V. ; BORTOLOTI, RENATO ; HUZIWARA, EDSON M. . Electrophysiological analysis of stimulus variables in equivalence relations. JOURNAL OF THE EXPERIMENTAL ANALYSIS OF BEHAVIOR , v. 115, p. 296-308, 2021.

  • SILVEIRA, MARCELO V. ; SILVESTRIN, MATEUS ; VILELA, EDUARDO C. ; DE ROSE, JULIO C. ; ARNTZEN, ERIK ; CAETANO, MARCELO S. . Equivalence relations do exist before they are tested: Confirmatory evidence revealed by EEG measurements. JOURNAL OF THE EXPERIMENTAL ANALYSIS OF BEHAVIOR , v. 115, p. 284-295, 2021.

  • SILVEIRA, MARCELO V. ; CAMARGO, JULIO C. ; AGGIO, NATÁLIA M. ; RIBEIRO, GIOVAN W. ; CORTEZ, MARIÉLE DINIZ ; YOUNG, MICHAEL E. ; DE ROSE, JULIO C. . The influence of training procedure and stimulus valence on the long-term maintenance of equivalence relations. BEHAVIOURAL PROCESSES , v. 185, p. 104343, 2021.

  • AGGIO, NATÁLIA M. ; CARDOSO, M. A. ; ZAPPAROLI, H. R. ; SILVEIRA, M. V. ; CORTEZ, M. D. . Formação de classes de equivalência e transferência de função em adultos com depressão. ACTA COMPORTAMENTALIA , v. 29, p. 155-174, 2021.

  • CORTEZ, MARIÉLE DINIZ ; DOS SANTOS, LETÍCIA ; QUINTAL, ANA ELISA ; SILVEIRA, MARCELO V. ; DE ROSE, JULIO C. . Learning a foreign language: Effects of tact and listener instruction on the emergence of bidirectional intraverbals. JOURNAL OF APPLIED BEHAVIOR ANALYSIS , v. 53, p. 484-492, 2019.

  • SILVEIRA, M. V. ; SBROCCO, G. ; SARMENTO, R. S. ; CORTEZ, M. D. ; RAMOS, C. F. ; de ROSE, J. C. . The use of N400 in studies of stimulus equivalence: A review of methods and parameters.. Revista Brasileira de Análise do Comportamento , v. 14, p. 91, 2018.

  • RICO, VIVIANE VERDU ; CARVALHO NETO, M. B. ; SILVEIRA, M. V. ; BARROS, R. S. . AVERSIVE CONTROL IN BEHAVIOR ANALYSIS: AN ANALYSIS OF JEAB AND JABA PUBLICATIONS (1958-2018). REVISTA BRASILEIRA DE ANÁLISE DO COMPORTAMENTO , v. 14, p. 199-206, 2018.

  • SILVEIRA, M. V. ; DE ROSE, JULIO C. ; MACKAY, H. A. . Estabelecimento e reorganização de relações arbitrárias derivadas após o treino em matching-to-sample de identidade com consequências específicas. REVISTA BRASILEIRA DE ANÁLISE DO COMPORTAMENTO , v. 13, p. 1-18, 2018.

  • DUBE, WILLIAM V. ; THOMPSON, BROOKS ; SILVEIRA, MARCELO V. ; NEVIN, JOHN A. . The Role of Contingencies and Stimuli in a Human Laboratory Model of Treatment of Problem Behavior. PSYCHOLOGICAL RECORD , v. 67, p. 463-471, 2017.

  • SILVEIRA, MARCELO V. ; MACKAY, HARRY A. ; DE ROSE, JULIO C. . Measuring the -transfer of meaning- through members of equivalence classes merged via a class-specific reinforcement procedure. LEARNING & BEHAVIOR , v. 46, p. 157, 2017.

  • RIBEIRO, GIOVAN W. ; SILVEIRA, MARCELO V. ; MACKAY, HARRY A. ; DE ROSE, JULIO C. . The Effect of Conditional Discrimination Reversals with SMTS and DMTS on Reorganization of Equivalence Classes. The Psychological Record , v. 66, p. 589-597, 2016.

  • SILVEIRA, M. V. ; SANTOS, A. R. ; DE ROSE, JULIO C. . Emergencia de relacoes equivalentes a partir do treino de discriminacao simples simultanea com estimulos compostos. REVISTA PERSPECTIVAS EM ANÁLISE DO COMPORTAMENTO , v. 7, p. 303-318, 2016.

  • SILVEIRA, MARCELO VITOR ; AGGIO, NATALIA MARIA ; CORTEZ, MARIÉLE DINIZ ; BORTOLOTI, RENATO ; RICO, VIVIANE VERDU ; DE ROSE, JULIO C. . Maintenance of Equivalence Classes and Transfer of Functions: The Role of the Nature of Stimuli. The Psychological Record , v. 66, p. 65-74, 2015.

  • SILVEIRA, M. V. ; DE ROSE, JULIO C. . Consequências específicas arbitrárias em Matching de Identidade são efetivas para o estabelecimento de classes de equivalência?. Revista Brasileira de Análise do Comportamento , v. 11, p. 61-69, 2015.

  • AGGIO, N. M. ; VARELLA, A. G. B. ; SILVEIRA, M. V. ; RICO, V. V. ; ROSE, J. C. C. . Memória sob a ótica analítico comportamental. In: Chistian Vichi, Edson Huziwara, Hérika Sadi e Lidia Postalli. (Org.). Comportamento em Foco 3. 3ed.São Paulo: Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental, 2014, v. 2014, p. 421-432.

  • SILVEIRA, M. V. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. . Transfer of Functions Through Merged Equivalence Classes Established via Class-Specific Outcomes. In: 41th Annual Convention of the Association for Behavior Analysis International, 2015, San Antonio. 41th Annual Convention of the Association for Behavior Analysis International, 1015.

  • SILVEIRA, M. V. ; MACKAY, H. A. ; ROSE, J. C. C. . Emotional Functions Transferred Through Members of Equivalence Classes Merged via Class-Specific Outcome Procedure.. In: 36th Berkshire Association for Behavior Analysis and Therapy, 2015, Amherst, MA. 36th Berkshire Association for Behavior Analysis and Therapy, 2015.

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Transfer of Emotional Meanings to Abstract Stimuli After Simple and Conditional Discrimination Training With Class-Specific Outcome. In: 40th Annual Convention of the Association for Behavior Analysis International, 2014, Chicaco, Il. 40th Annual Convention of the Association for Behavior Analysis International, 2014.

  • Huziwara, E. M. ; SILVEIRA, M. V. ; TOMANARI, G. ; de Souza, D. G. ; ROSE, J. C. C. . The interaction between the eye movements and response topographies in a matching-to-sample task: Preliminary results. In: 4th Conference of the European Association for Behaviour Analysis, 2008, Madrid. Proceedings of the 4th Conference of the Association for Behaviour Analysis. Madrid: UNED, 2008. v. v. 1. p. 113-113.

  • REGACO, A. ; ZAPPAROLI, H. R. ; AGGIO, NATÁLIA M. ; SILVEIRA, M. V. ; ARNTZEN, ERIK . Maintenance of equivalence relations: A bibliographic review. PSYCHOLOGICAL RECORD , 2022.

  • DIAS, GUSTAVO C. B. ; BORTOLOTI, RENATO ; SILVEIRA, M. V. ; Huziwara, E. M. . Investigation of Stimulus Equivalence Based on 'Name-Object' Relations. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; CAMARGO, JULIO C. ; AGGIO, N. M. ; RIBEIRO, GIOVAN W. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. ; YOUNG, M. E. . Maitenance of equivalence relations as a function of stimulus valence.. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. . A Análise Neuro-Operante do Comportamento Humano. 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVEIRA, M. V. ; CAMARGO, JULIO C. ; AGGIO, N. M. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. . Efeitos do procedimento DMTS e SMTS sobre a manutenção das relações de equivalência e da transferência de função: análises preliminares.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • CARDOSO, M. A. S. ; AGGIO, NATÁLIA M. ; SILVEIRA, M. V. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. . Formação e manutenção de classes de equivalência e transferência de função em participantes com depressão.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SILVEIRA, M. V. ; SBROCCO, G. ; SARMENTO, R. S. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. . The use of N400 in studies of stimulus equivalence: A methodological review.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • REGACO, A. ; SILVEIRA, M. V. . Equivalence relations as possible basis of aesthetic experience. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CARDOSO, M. A. S. ; AGGIO, NATÁLIA M. ; SILVEIRA, M. V. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. . Formation and Maintenance of Equivalence Classes and Transfer of Functions in Individuals Diagnosed With Depression.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. . Equivalence relations and naturally ocurring semantic: homologous or not?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVEIRA, M. V. . Quando eventos encobertos se tornam observáveis: construindo conexões entre a análise do comportamento e as neurociências.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; AGGIO, N. M. ; SANTOS, S. ; ROSE, J. C. C. . Equivalência e transferência de função.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVEIRA, M. V. ; AGGIO, N. M. . Equivalência e transferência de função. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVEIRA, M. V. . Potenciais relacionados a eventos (ERPs) no estudo do comportamento simbólico.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. ; MACKAY, HARRY A. . Transfer of the Affective Valence From Emotional Faces to Abstract Forms Stimuli Following an Identity Matching-To-Sample Training With Class-Specific Reinforcers Procedure. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CORTEZ, M. D. ; SANTOS, L. ; Quintal, A. E. ; SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Using an Alternating Treatment Design to Evaluate the Effects of Tact and Listener Training on the Emergence of Bidirectional Intraverbal Relations. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • REGACO, A. ; SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Avaliação da aquisição de atributos de movimento por estímulos abstratos equivalentes às bailarinas de Edgar Degas por meio do treino em Matching to Sample de relações congruentes e incongruentes.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. . Equivalência de estímulos e transferência de função. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • AGGIO, NATÁLIA M. ; PEREZ, W. F. ; SILVEIRA, M. V. . Equivalência de estímulos e expressões faciais de emoções.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; CAMARGO, JULIO C. ; RIBEIRO, GIOVAN W. ; AGGIO, NATÁLIA M. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. ; BORTOLOTI, RENATO . Efeitos do treino SMTS e DMTS sobre a estabilidade de classes de equivalência de transferência de função: resultados preliminares.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. . O estudo do comportamento simbólico pela análise do comportamento.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; AGGIO, N. M. ; CORTEZ, M. D. ; BORTOLOTI, R. ; RICO, VIVIANE VERDU . Manutenção de classes de equivalência e transferência de função: as vantagens de expressões alegres. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; MACKAY, H. A. ; ROSE, J. C. C. . Emotional Functions Transferred Through Members of Equivalence Classes Merged via Class-Specific Outcome Procedure.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; CORTEZ, M. D. ; ROSE, J. C. C. . Transfer of Functions Through Merged Equivalence Classes Established via Class-Specific Outcomes. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. . Estudo de comportamentos complexos: Substitutabilidade, transferência de função e durabilidade do comportamento simbólico.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Transfer of Emotional Meanings to Abstract Stimuli After Simple and Conditional Discrimination Training With Class-Specific Outcome. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Melo, C. M. ; SILVEIRA, M. V. ; PIMENTEL, N. S. . Suscetibilidade às consequêncais: O que mais temos a saber acerca dos reforçadores primários?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Formação de classes de equivalência mediada por estímulos reforçadores específicos: Revisão da literatura atual.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Transferência de função simbólica mediada por estímulos reforçadores específicos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Emergência de desempehos em MTS arbitrário a partir de um treino MTS de identidade com estímulos reforçadores específicos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RICO, V. V. ; CARVALHO NETO, M. B. ; SILVEIRA, M. V. ; HUNZIKER, M. H. L. ; BARROS, R. S. . Contingências aversivas na análise do comportamento: Mapeamento das publicações do JEAB e JABA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; RICO, V. V. ; BORTOLOTI, R. ; ROSE, J. C. C. . Efeitos da Passagem do tempo sobre a estabilidade de classes de equivalência e classes funcionais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROSE, J. C. C. . Transferência de função simbólica mediada por estímulos reforçadores específicos: resultados preliminares. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • AGGIO, N. M. ; VARELLA, A. G. B. ; SILVEIRA, M. V. ; RICO, V. V. ; ROSE, J. C. C. . Memória sob a ótica comportamental: Questões conceituais, metodológicas e empíricas.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. ; CAMPOS, H. C. ; TOMANARI, G. ; FRANCA, V. ; NEGRINI, F. . Investigando ressurgência em contingências de reforçamento positivo, negativo e punição sobre três respostas de escolha de pronomes. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Brandão, L. C. ; Santos, A. D. L. ; SILVEIRA, M. V. . Efeitos da exposição contígua a cores e sequências de leitura de anagramas sobre o padrão de leitura. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Rivera, M. ; Richter, I. ; Suzuki, F. ; Moscaritolo, A. ; SILVEIRA, M. V. . Mudando preferências por estímulos por meio de um procedimento de matching de identidade com estímulos compostos.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVEIRA, M. V. . A ciência do comportamento na era das máquinas 2017 (Post no Blog Boletim Behaviorista).

  • SILVEIRA, M. V. ; ROCHA, C. A. A. . UMA COMPARAÇÃO DE PRÁTICAS EXPLANATÓRIAS DO MENTALISMO E DA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO, 2017. (Tradução/Artigo).

  • SILVEIRA, M. V. . Determinando os efeitos das fofocas 2016 (Post no Blog Boletim Behaviorista).

  • SILVEIRA, M. V. . O paradigma de equivalência de estímulos precisa de ajustes? 2016 (Post no Blog Boletim Behaviorista).

  • SILVEIRA, M. V. . O papel e o funcionamento da visão na aprendizagem de discriminações simples 2015 (Post no Blog Boletim Behaviorista).

  • SILVEIRA, M. V. . De Morogoro para o mundo. Ou, a saga dos Ratos Farejadores Africanos continua! 2015 (Post no Blog Boletim Behaviorista).

  • SILVEIRA, M. V. . Análise do Comportamento em Campo Minado! 2014 (Post no Blog Boletim Behaviorista).

  • SILVEIRA, M. V. . Controle por identidade em pombos (Columba Livia) 2009 (Dissertação de Mestrado).

Outras produções

SILVEIRA, M. V. ; BORTOLOTI, R. ; Maldonado, E. C. F. . Mirazamba: registro e mensuração de propriedades semânticas. 2011.

Projetos de pesquisa

  • 2021 - Atual

    Declínios de funções perceptuais e cognitivas em pessoas que desenvolveram diferentes quadros de Covid-19, Descrição: Pessoas recuperadas de formas moderada e grave da Covid-19 podem ter sua qualidade de vida afetada por sintomas da doença que persistem mesmo após a recuperação. Os sintomas persistentes são características de uma síndrome pós-viral causada pelo vírus SARS-Cov 2. Os sintomas podem ser manifestar em praticamente todos os órgãos do corpo, mas há uma correlação forte entre formas graves da doença e declínios de funções cognitivas. Estima-se que aproximadamente 30% da população mundial apresentarão declínios cognitivos em decorrência de sequelas neurológicas causadas pelo vírus. Por isso, é urgente compreendermos e dimensionarmos os tipos mudanças biológicas causadas pelo SARS-CoV 2 que produzem desordens cerebrais e que levam aos declínios cognitivos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Coordenador / SILVESTRIN, MATEUS - Integrante / CAETANO, MARCELO S. - Integrante / Leonardo Brandão Marques - Integrante.

  • 2020 - Atual

    INSTITUTO NACIONAL DE CIENCIA E TECNOLOGIA SOBRE COMPORTAMENTO, COGNIÇÃO E ENSINO: APRENDIZAGEM RELACIONAL E COMPORTAMENTO SIMBÓLICO, Descrição: Esta é uma proposta de continuidade do atual Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia sobre Comportamento, Cognição e Ensino (INCT-ECCE). O atual INCT-ECCE é um grupo de pesquisadores multi-institucional e multidisciplinar que vem se mantendo ativo por quase duas décadas, tendo sido previamente financiado pelo programa PRONEX (Programa de Apoio a Grupos de Excelência). As pesquisas do Instituto têm enfocado a análise comportamental do funcionamento simbólico, com base no Paradigma de Equivalência de Estímulos (do inglês, SEP). O SEP define relações simbólicas como relações de equivalência entre estímulos, de forma que estímulos equivalentes podem se substituir uns aos outros e, portanto, levanta a possibilidade de se simular a aquisição de função simbólica por estímulos arbitrários. É então possível examinar como os estímulos arbitrários se tornam símbolos e adquirem significado e, adicionalmente, é possível investigar variáveis relacionadas a esse processo. O SEP também torna possível estabelecer ou melhorar repertórios simbólicos, particularmente (mas não só) quando há deficiência nesse funcionamento. O Instituto proposto continuará este trabalho com o principal objetivo de desenvolver programas de ensino ou intervenção para três principais tipos de repertório simbólico: linguagem, competências sociais e habilidades acadêmicas (com foco em alfabetização, matemática, segunda língua e música). Esse é um esforço em andamento e se espera que, durante a vigência do Instituto proposto, os programas já desenvolvidos aumentem em eficiência e atratividade, além de atingirem maior parcela da população, e que novos programas sejam desenvolvidos e cientificamente avaliados. Esses programas enfocam desafios relacionados a populações (particularmente crianças) com atraso no desenvolvimento de alguns repertórios simbólicos. Os principais desafios enfrentados serão os atrasos ou limitações de repertório simbólico devidos a: transtornos do espectro do autismo, distúrbios de comunicação, deficiência intelectual, déficit visual ou auditivo, implante coclear e desempenho escolar insuficiente. Outra população alvo enfocada pelo Instituto é a de crianças pequenas (12 a 36 meses): mesmo quando não apresentam qualquer atraso ou transtorno de desenvolvimento, seu repertório e condições motivacionais configuram considerável desafio para programas de pesquisa e intervenção. O Instituto também continuará a conduzir pesquisa básica sobre processos subjacentes ao funcionamento simbólico de forma geral. Espera-se que a pesquisa básica contribua para aumentar a efetividade de programas de ensino e intervenção. A pesquisa básica continuará abordando o desenvolvimento de relações de equivalência e seus precursores, particularmente o controle de estímulos e a aprendizagem relacional. Comportamento de observação, como pré-requisito para aprendizagem, será também um dos focos principais. Programas de ensino e intervenção terão muito a ganhar com a pesquisa básica de variáveis que influenciam a observação dos estímulos, o controle de estímulos e a aprendizagem relacional. Tanto a pesquisa básica quanto a aplicada farão uso da tecnologia assistiva que tem se tornado economicamente acessível e progressivamente poderosa, e que pode, atualmente, tornar laboratórios científicos mais efetivos e informativos, além de apoiar aplicações dessa ciência para superar ou contornar desafios aos quais nossos programas são dirigidos. Enquanto processos e repertórios simbólicos têm seu interesse intrínseco, nossa principal preocupação passou a ser o grau no qual os repertórios-alvo contribuem para a solução de problemas da sociedade. Espera-se que os programas desenvolvidos pelo Instituto aumentem gradualmente em escala, atingindo progressivamente amostras maiores de aprendizes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (24) / Doutorado: (10) . , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Integrante / Gerson Tomanari - Integrante / Huziwara, Edson Massayuki - Integrante / Deisy das Graças de Souza - Coordenador / Paula Debert - Integrante / Viviane Verdu Rico - Integrante / Romaiz da Silva Barros - Integrante / André Gustavo Borges Varella - Integrante / CORTEZ, MARIÉLE DINIZ - Integrante / BORTOLOTI, RENATO - Integrante / DE ROSE, JULIO C. - Integrante / CAETANO, MARCELO S. - Integrante / CAMARGO, JULIO C. - Integrante / AGGIO, NATÁLIA M. - Integrante / Thaís Porlan de Oliveira - Integrante / Antônio Jaeger - Integrante / William Ferreira Perez - Integrante / Andreia Schmidt - Integrante / Deisy das Graças de Souza - Integrante / Camila Graciella Santos Gomes - Integrante / Julia Zanette Rocca - Integrante / Carol A. Pilgrim - Integrante / Adriana C. Soares Sampaio - Integrante / William J. McIlvane - Integrante / rmando D. Batista Machado - Integrante / Maria Stella Coutinho de Alcantara Gil - Integrante / Ana Claudia Almeida-Verdu - Integrante / Zilda Aparecida Pereira Del Prette - Integrante / Carlos Barbosa - Integrante / Marcelo Frota L. Benvenuti - Integrante / Raquel Maria de Melo - Integrante / Daniela Mendonça Ribeiro - Integrante / Adriana L. Mortari Moret - Integrante / Lidia Maria Marson Postalli - Integrante / Marcos Cupani - Integrante / Leonardo Brandão Marques - Integrante / Katherina Lukasova - Integrante / Maria Teresa Carthery-Goulart - Integrante.

  • 2017 - 2021

    Efeitos de diferentes parâmetros de treino em MTS arbitrário sobre as assinaturas de N400 evocados por membros de classes de equivalência distintos em comparação com o N400 evocados por palavras da linguagem natural., Descrição: Estudos recentes observaram que pareamentos de estímulos arbitrários de classes de equivalência diferentes podem evocar efeitos de N400 análogo àqueles que são comumente evocados por palavras da linguagem natural que não são semanticamente relacionadas. Apesar das diferenças nas assinaturas de N400 para pares de estímulos abstratos de classes de equivalência e para pares de palavras, tais resultados têm sido interpretados como evidências de que as relações de equivalência estabelecidas pelo procedimento matching to sample são análogas às relações semânticas que são formadas por contingencias extra experimentais. Assim como tais diferenças que estão relacionadas às diferentes histórias de treino, é possível que as assinaturas de N400 também possam variar em função de alguns parâmetros de MTS.O presente estudo tem por objetivos verificar os efeitos de diferentes parâmetros de treino em matching to sample (quantidade de treino; atraso) sobre as assinaturas de N400 evocadas por estímulos de classes de estímulos equivalentes que derivam deste treino. O Estudo 1 visa replicar em estudantes universitários os efeitos de N400 evocados por estímulos de classes de equivalência diferentes que foram descritos no estudo de Bortoloti, Pimentel e de Rose (2014). Para estabelecer controles melhores para a comparação dos efeitos de N400, medidas de EEG serão coletadas a partir de pareamentos de palavras da linguagem nativa dos participantes. Os procedimentos empregados no Estudo 1 serão utilizados nos Estudos 2 e 3. No Estudo 2 as discriminações condicionais de linha de base serão supertreinadas antes dos testes de eletrofisiologia. Contrastando-se os resultados do Estudo 2 com os do Estudo 1, será possível determinar os efeitos da quantidade de treino sobre as assinaturas de N400. Por fim, no Estudo 3, os efeitos de treinos em matching to sample com atraso ou sem atraso sobre as assinaturas de N400. Estes estudos permitirão determinar quais as características de treino em matching to sample que produzem tipos de relacionamentos semânticos entre estímulos de classes de equivalência mais similares às relações semânticas da linguagem natural.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Coordenador / Marcelo Salvador Caetano - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Transferência de função entre estímulos equivalentes mediada por estímulos reforçadores específicos., Descrição: Dois experimentos foram formulados com o objetivo de averiguar a Transferência de função mediada por estímulos reforçadores específicos. No Experimento 1 será verificado se a Transferência de função simbólica ocorre quando novos estímulos integrados às classes de equivalência via estímulos reforçadores específicos em procedimento MTS arbitrário. Os estímulos reforçadores específicos serão empregados para treinar relações entre faces humanas expressando emoções (conjunto A) e estímulos abstratos (Conjuntos B e C). Em seguida os estímulos reforçadores específicos serão empregados no treino MTS de identidade envolendo outro conjunto de estímulos abstratos (conjunto D). A formação de classes de equivalência será avaliada e, em seguida os estímulos D serão avaliados por meio da técnica de diferencial semântico. As relações entre os estímulos do conjunto D e os estímulos reforçadores específicos serão rearranjadas em um novo treino MTS de identidade. Os efeitos do rearranjo das contingências serão verificados em novos testes de formação de classes e novas avaliações dos estímulos do conjunto D por meio do diferencial semântico. No Experimento 2 será verificado se a Transferência de função simbólica ocorre quando classes de equivalência são estabelecidas no contexto de MTS de identidade combinado com o uso de estímulos reforçadores específicos. As relações entre os estímulos Bs e Cs e os estímulos reforçadores específicos e os estímulos As e os estímulos reforçadores específicos serão estabelecidas separadamente. Testes em verificarão a emergência de classes de estímulos e, em seguida os estímulos B e C serão avaliados por meio do diferencial semântico. As relações entre os estímulos A e os estímulos reforçadores específicos serão rearranjadas em um novo treino MTS de identidade. Os efeitos do rearranjo das contingências serão verificados em novos testes de formação de classes e novas avaliações dos estímulos do conjunto B e C por meio do diferencial semânti. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Coordenador / Julio Cesar Coelho de Rose - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Estabilidade de Classes de Equivalência e Transferência de Funções, Descrição: Grande parte das interações humanas em situações sociais e comunicativas acontem por meio de operações simbólicas. O símbólo pode ser considerado como uma ferramenta de natureza relacional (pois diz respeito às relações arbitrárias estabelecidas entre dois ou mais eventos) e, além disso, é importante notar que para ser útil nas atividades interativas e sociais o significado agregado às ferramentas simbólicas devem permanecer inalteradas ao longo do tempo. O modelo de equivalência de estímulos, criado e desenvolvido dentro de uma perspectiva analítico-comportamental, vem sendo utilizado com bastante sucesso para o estudo da natureza relacional do comportamento com características simbólicas. No entanto a estabilidade desse tipo de comportamento ao longo do tempo recebeu pouquíssima atenção da comunidade científica. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Coordenador / DE ROSE, JULIO C. - Integrante / Mariéle Diniz Cortez - Integrante / CAMARGO, JULIO C. - Integrante / AGGIO, NATÁLIA M. - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Variáveis que afetam a manutenção das relações de equivalência e da transferência de função., Descrição: O paradigma da equivalência de estímulos vem sendo amplamente utilizado como um modelo analítico comportamental para o estudo de comportamento simbólico. Muitas pesquisas se dedicaram a investigar parâmetros experimentais envolvidos na formação das classes de equivalência, utilizando, principalmente, tentativas de matching-to-sample. Variáveis envolvidas na manutenção de longo prazo dessas classes, porém, são pouco conhecidas. Desse modo, o presente projeto tem como objetivo medir a influência, na manutenção de classes de equivalência, de dois parâmetros experimentais que são conhecidamente relevantes para a formação dessas classes. O Experimento 1 manipulará a quantidade de treino durante a formação das classes de equivalência e o Experimento 2, irá comparar o uso de matching-to-sample simultâneo (SMTS) ou com delay (DMTS) para formação das classes. Ambos os experimentos contarão com dois grupos experimentais compostos de 15 participantes cada e um grupo controle, composto de 10 participantes cada. Para os participantes dos grupos experimentais serão ensinadas três classes de equivalência com quatro estímulos e cada classe. Os estímulos serão faces com expressão de alegria, raiva e neutralidade em cada uma das classes, assim como figuras abstratas. A diferença entre os grupos experimentais será a quantidade de treino a formação das classes (Experimento 1) e o uso DMST ou SMTS (Experimento 2). Ao fim da fase de formação das classes, os participantes dos grupos experimentais avaliarão os estímulos abstratos por meio do diferencial semântico e, após 30 dias, realizarão novo teste de equivalência e nova avaliação dos estímulos abstratos. Os grupos controle avaliarão, com o mesmo instrumento, as faces e os estímulos abstratos. Serão comparados os desempenhos no teste de manutenção das relações equivalência entre o os grupos com quantidade de treino diferentes e DTMS e SMTS, assim como as avaliações são dos estímulos abstratos imediatamente após a formação e após 30 dias, comparados com as avaliações do grupo controle.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Coordenador / AGGIO, NATALIA MARIA - Integrante / CORTEZ, MARIÉLE DINIZ - Integrante / DE ROSE, JULIO C. - Integrante / Juilo César Camargo - Integrante / Giovan William Ribeiro - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Procedimento go/no-go e Controle por Identidade em pombos (Columba livia)., Descrição: Diversos estudos que utilizaram o procedimento matching-to-sample indicaram que estabelecimento de controle pela posição em detrimento ao controle pela relação entre estímulos. Zentall e Hogan (1975) utilizaram um procedimento alternativo ao matching- to-sample com o qual respostas são emitidas ou não em uma única chave (procedimento go/no-go) para estabelecer relações de identidade ou singularidade. Nesse procedimento, o disco circular de respostas era longitudinalmente seccionado de maneira que cada metade do disco poderia ser iluminada independentemente por cores iguais ou diferentes. Os resultados dos testes indicam que quando novas cores foram apresentadas os pombos responderam sob controle da identidade. Carter e Werner (1978), no entanto, levantam a possibilidade de que os sujeitos estivessem respondendo sob controle de um campo homogêneo (formado por duas metades iguais), o que refletiria controle discriminativo simples e não condicional que seria necessário para atestar estabelecimento de controle pela identidade. O objetivo do presente estudo foi verificar se após um treino similar ao conduzido por Zentall e Hogan (1975), pombos responderiam sob controle da identidade quando as duas metades fossem apresentadas espacialmente separadas sem a possibilidade de configurarem um campo homogêneo. Os resultados dos testes indicaram ausência de discriminação. Mas, quando os pombos foram submetidos a novas sessões de treinos em que os semicírculos eram apresentados juntos, os resultados dos três pombos indicaram discriminação. Essas diferenças entre os resultados do primeiro e do segundo teste indicam que provavelmente pombos respondem sob controle de um campo homogêneo, o que confirmaria a hipótese de Carter e Werner (1978).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Vitor da Silveira - Integrante / Paula Debert - Coordenador.

Histórico profissional

Experiência profissional

2017 - 2021

Universidade Federal do ABC

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pós-Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2016

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2015

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2017 - 07/2017

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Prática em Pesquisa Psicológica II

  • 08/2016 - 12/2016

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Práticas em Pesquisa Psicológica

  • 03/2013 - 07/2013

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Psicologia Geral

  • 04/2013 - 06/2013

    Estágios , Centro de Educação e Ciências Humanas.,Estágio realizado, Estágio Supervisionado em Capacitação Docente. Disciplina: Manejo de Sintomas do Estresse.

2008 - 2010

Universidade de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2008 - 07/2008

    Ensino, Psicologia - Formação de Psicólogo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Análise Experimental do Comportamento

2020 - 2020

Oslo Metropolitan University, OsloMet

Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (#19/14661-5)

2015 - 2015

New England Center for Children/Eunice Kennedy Shriver Center

Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (#15/08332-8)

2022 - Atual

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: Coordenador Científico, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 6