André de Lima Aires

Graduado em Ciências Biológicas (2007) pela Universidade Federal de Pernambuco/UFPE. Mestre (2010) e Doutor (2013) em Medicina Tropical pela UFPE, ênfase em Doenças Infecciosas e Parasitárias. Atualmente é professor adjunto IV, lotado no Centro de Ciências Médicas - Área Acadêmica Medicina Tropical da UFPE, onde ministra as disciplinas de Parasitologia e Exames Parasitológicos. Pesquisador do Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami-LIKA no setor de Imunorregulação das Doenças Infecto-Parasitárias e dos Fármacos Antiparasitários. Vice-coordenador e membro Permanente do Programa de Pós-graduação em Morfotecnologia (PPGM) da UFPE. Membro da Pós-graduação Lato sensu em Doenças Tropicais do Departamento de Medicina Tropical da UFPE. Membro do Comitê de Ética de Uso Animal ? CEUA do Centro de Biociências da UFPE. Membro do Colegiado do Curso de Bacharelado em Nutrição da UFPE. Membro da Comissão Setorial das Ações de Extensão do Centro de Ciências da Saúde.Tem experiência na área de Parasitologia, com ênfase em Esquistossomose Experimental atuando na análise farmacológica e parasitológica, in vivo e in vitro, de compostos (naturais e sintéticas) com potencial atividade esquistossomicidas sobre o Schistosoma mansoni e imunomodulação e estudo das alterações histopatológico e histomorfométrico de granulomas esquistossomóticos. Além de pesquisar por novos candidatos a agentes moluscicidas biosseguros e seletivos no controle de Biomphalaria glabrata. Coordena e participar de programas e projetos de extensão com o objetivo de construir conhecimento sobre o processo saúde-doença e em Educação em Saúde e Educação para Saúde no controle de epidemias e endemias parasitárias e doenças infecciosas e contribuir com a formação humanizada dos discentes, prestando serviços e atividade educativas no fortalecendo o vinculo da UFPE com a Sociedade.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Medicina Tropical

2010 - 2013

Universidade Federal de Pernambuco
Título: Susceptibilidade, in vitro e in vivo, de estágios evolutivos de Schistosoma mansoni frente á -lapachona
Dra. Valdênia Maria Oliveira de Souza. Coorientador: Dra. Mônica Camelo Pessoa de Azevedo Albuquerque. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil. Palavras-chave: Esquistossomose; Parasitologia; Schistosoma.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Esquistossomicidas. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Mestrado em Medicina Tropical

2008 - 2010

Universidade Federal de Pernambuco
Título: AVALIAÇÃO DA N-ACETILCISTEÍNA NA IMUNOPATOLOGIA DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI EXPERIMENTAL,Ano de Obtenção: 2010
Elizabeth Malagueño de Santana.Coorientador: Mõnica Camelo de Azeverdo Albuquerque. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação interrompida em 2009 em Enfermagem

2007 - Atual

Universidade Federal de Pernambuco
Ano de interrupção: 2009

Graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura)

2004 - 2008

Universidade Federal de Pernambuco
Bolsista do(a): Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Extensão universitária em Capacitação no Uso e Manejo de Animais de Laboratório. (Carga horária: 60h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2020 - 2020

Acesso e uso de informação científica em Saúde - BIREME. (Carga horária: 45h). , Organizacão Pan-Americana da Saude/Organizacão Mundial da Saude, OPAS/OMS, Brasil.

2020 - 2020

Leishmanioses Tegumentar no Brasil: diagnóstico e tratamento - Módulo II. (Carga horária: 40h). , Organizacão Pan-Americana da Saude/Organizacão Mundial da Saude, OPAS/OMS, Brasil.

2020 - 2020

Leishmanioses Visceral no Brasil: diagnóstico e tratamento - Módulo I. (Carga horária: 40h). , Organizacão Pan-Americana da Saude/Organizacão Mundial da Saude, OPAS/OMS, Brasil.

2017 - 2017

CENSO PET UFPE. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2017 - 2017

Empreendedorismo Social. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Curso de Atualização no Combate Vetorial ao Aedes aegypti. (Carga horária: 22h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRG, Brasil.

2015 - 2015

Conceptos Básicos en Parasitologia. (Carga horária: 6h). , Sociedade Brasileiro de Parasitologia e Sociedade Latinoamericano de Parasi, SBP E SLP, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Avaliação da Aprendizagem. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2011 - 2011

Inflamação passo-a-passo. (Carga horária: 3h). , Federação da Sociedade Brasileira de Biológia Experimental, FESBE, Brasil.

2010 - 2010

Plantas tóxicas e medicinais. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2010 - 2010

Biomarcadores de câncer. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2010 - 2010

Biossegurança para laboratórios de aulas práticas. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2010 - 2010

Update in methods for diagnosing schistosomiasis. (Carga horária: 8h). , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

2010 - 2010

Invalidade e Ineficiência em Trabalhos com Animais. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2009 - 2009

Seminários Integrados em Enfermagem/Curativos. (Carga horária: 8h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2009 - 2009

Química médica e desenvolvimento anti-inflamatório. (Carga horária: 4h). , Univesidade Fedaral de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2008 - 2008

Educação em Saúde no Ensino de Ciências e Biologia. (Carga horária: 3h). , Associação Brasileira de Ensino de Biologia, EREBIO, Brasil.

2007 - 2007

Projeto Piloto visando Controle da Esquistossomose. (Carga horária: 20h). , Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães, CPQAM/FIOCRUZ, Brasil.

2007 - 2007

Processamento de Imagens Digitais Aplicadas a Saúd. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2007 - 2007

Terapia Gênica. (Carga horária: 3h). , Federação da Sociedade Brasileira de Biológia Experimental, FESBE, Brasil.

2006 - 2006

Epidemiologia e Controle das Infecções á Saúde. (Carga horária: 8h). , Univesidade Fedaral de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2006 - 2006

Biologia Molecular Para Estudos de Microbiológicos. (Carga horária: 15h). , Univesidade Fedaral de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2006 - 2006

III Sensibilização e Informação em Biossegurança. (Carga horária: 15h). , Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães, CPQAM/FIOCRUZ, Brasil.

2006 - 2006

Experimentação e Tecnologia no Ensino de Ciências. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

2004 - 2006

Criação de Culicideos em Insetário Entomológico. (Carga horária: 240h). , Centro de Vigilância Ambiental, CVA-PE, Brasil.

2005 - 2005

Histotecnologia e Coloracões Especias Histologicas. (Carga horária: 30h). , Universidade Federall de Pernambuco, UFPE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Esquistossomicidas.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Química Farmacêutica Medicinal.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

AIRES, ANDRÉ . I Colóquio Regional em Formotecnologia da UFPE. 2019. (Outro).

AIRES, A. L. . VIII Sinater- Simpósio Internacional de Diagnóstico e Terapêutica e X Jornada Científica do LIKA. 2017. (Outro).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA . VI Congresso Luso Brasileiro de Patologia Experimental. 2016. (Congresso).

AIRES, A. L. . VII Sinater- Simpósio Internacional de Diagnóstico e Terapêutica e X Jornada Científica do LIKA. 2016. (Outro).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA . IX Semana da Pós-Graduação em Medicina Tropical da UFPE. 2014. (Outro).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA . IV Simpósio Internacional de Diagnóstico e Terapêutica e VII Jornada Científica do LIKA. 2013. (Congresso).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA . VII Semana da Pós-Graduação em Medicina Tropical. 2012. (Outro).

AIRES, A. L. . I Workshop de Ciência, Biodiversidade e Biotecnologia: Um olhar no passado, a um passo do futuro.. 2010. (Outro).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA . XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. 2007. (Congresso).

AIRES, A. L. . II Congresso Norte-Nordeste de Multirressistência Bacteriana, I Workshop Sulamericano de Ciências e Tecnologias Farmacêuticas e I Jornada Prè-Congresso de Ensino Básico: Universidade para Todos.. 2006. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXIV Congresso Brasileiro de Parasitologia e XXIII Congreso Latinoamericano de Parasitología ? FLAP. Modulation of hepatic damage, oxidative stress and parasitological parameters by N-acetylcysteine in acute experimental schistosomiasis, -cyclodextrin improves the schistosomicidal activity of -lapachone against different stages of Schistosoma mansoni. 2015. (Congresso).

XIV Encontro de Extensão (ENEXT) Universidade/Sociedade em Diálogo: Ensino/Pesquisa/Extensão: indissociabilidade possível e necessária.Avaliador de trabalhos Científicos. 2014. (Encontro).

IV Simpósio Internacional em Diagnóstico e Terapêutica e VII Jornada Científica do do LIKA. 2013. (Simpósio).

XIII Encontro de Extensão (ENEXT) Universidade/Sociedade em Diálogo: Tradição e inovação na extensão universitária.Avaliador de trabalhos Científicos. 2013. (Encontro).

XVIII Encontro Nacional dos Grupos PET - ENAPET.Avaliador de trabalhos Científicos. 2013. (Encontro).

III Simpósio Internacional de Diagnóstico e Terapêutica - III SINATER / VI Jornada Científica do LIKA. 2012. (Simpósio).

VII Semana da Pós-graduação em Medicina Tropical da UFPE. 2012. (Simpósio).

XXVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE). ANTIFIBROTIC EFFECT OF N-ACETYLCYSTEINE ON HEPATIC SCHISTOSOMAL GRANULOMA. 2011. (Congresso).

"I Workshop de Ciências, Biodiversidade e Biotecnologia". 2010. (Outra).

I Simpósio de bioterismo da Fiocruz Pernambuco. 2010. (Simpósio).

XII International Symposium on Schistosomiasis. 2010. (Simpósio).

I Encontro Brasileiro para Inovação Terapêutica. 2009. (Encontro).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2009. (Congresso).

III Erebio NE - I Erebes. Saúde da População infantil: conhecimentos e práticas de educadores sobre as parasitoses intestinais. 2008. (Congresso).

2 Simpósio Integrado de Ciências da Saúde e Biológicas e 1° Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão. 2007. (Simpósio).

II Reunião Regional da Federação de Sociedade de Biologia Experimental-FeSBE. 2007. (Congresso).

I Workshop de Modelagem Matemático-Computacional Aplicada à Saúde Pública. 2007. (Outra).

XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. 2007. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro de Parasitologia. pôster. 2007. (Congresso).

"Semana para Reflexão Ambiemtal: construindo um novo olhar sobre a natuireza". 2006. (Encontro).

II Congresso Norte-Nordeste de Multirresistência Bacteriana, I Worshop Sulamericano de Ciências e Tecnologia Farmacêuticas e I Jornada Pré-congresso do Ensino Básico: Universidade Para Todos. II Congresso Norte-Nordeste de Multirresistência Bacteriana, I Worshop Sulamericano de Ciências e Tecnologia Farmacêuticas e I Jornada Pré-congresso do Ensino Básico: Universidade Para Todos. 2006. (Congresso).

II Encontro de Extensão e Pesquisa Discentes em Ciências Biológicas.Atividade Inibitoria do Extrato Aquoso de Folhas de Indigofera Suffruticosa na Eclosao de ovos de Aedes Aegypti. 2006. (Encontro).

II EREBIO/NE- Encontro Regional de Ensino de Biologia do Nordeste V EPEC- Encontro Paraibano de Ensino de Ciências. A experimentação e a Tecnologia no Ensino de Ciências. 2006. (Congresso).

II Exposição de Zoologia para o Ensino Básico.Aranhas: Abordagem Criativa e Ludica para Ensino Básico. 2006. (Outra).

I Seminário de Propriedade Intelectual e Inovação Tecnológica do CPqAM-Fiocruz. 2006. (Seminário).

VI CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UFPE. VI CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UFPE. 2006. (Congresso).

XIV Congresso de Iniciação Científica da UFPE. 2006. (Congresso).

III Semana de Biologia Animal. 2005. (Encontro).

Semináios Avançados em Nutriçao. 2005. (Seminário).

XIII Congresso De Iniciação Cinetífica da UFPE. 2005. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro de Histotecnoligia e V Jornada do Mercosul de Histitecnologia. Padronizaçaõ da Tecnica de Descalcificação de cabeça de rato realizada no Mestrado em Patologia-HC. 2005. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Deyzi Caroline da Silva Barbosa

SILVA, A. P. S.; CORREIA, M. T. S.;AIRES, AL. Avaliação do potencial biológico do óleo essencial da casca do fruto de Myrciaria floribundo (H. WEST EX WILLD.) O. BREG. 2020. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Romildo luciano da silva

AIRES, A.L.; MAIA, L. M. S. S.; MAIA, C. S.. Expressão imunohistoquímica da metaloproteínase de matriz-26 na hiperplasia nodular e carcinoma prostático. 2019. Dissertação (Mestrado em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Raul Penaforte Correia da Silva

AIRES, ANDRÉ; Costa VMA; FERNANDES, M. P.. Efeito da associação do extrato solúvel de Ascaris suum e N-Acetil-L-Cisteína no estresse oxidativo na hepatite autoimune experimental.. 2018. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Hianna Arely Milca Fagundes Silva

AIRES, A. L.. Atividade moluscicida e cercaricida do ácido divaricático extraído de Ramalina aspera. 2016. Dissertação (Mestrado em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Gabriela Calixto Ribeiro de Holanda

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; Costa VMA; MONTENEGRO, S. M. L.. Avaliação de macrófagos produtores de óxido nítrico e grau da reação granulomatosa em camundongos adultos descendentes de mães esquistossomóticas sob infecção pós-natal. 2016. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Hallyson Douglas Andrade de Araujo

LIMA, V. L. M.; Paiva PMG;AIRES, A. L.. Atividade moluscicida do ácido úsnico e do usnato de potássio sobre a Biomphalaria glabrata. 2016.

Aluno: Roeckson Carlos Peixoto Silva

AIRES, A. L.; Santos FAB; Montenegro SML. MECANISMOS DE IMUNORREGULAÇÃO DO EXTRATO SOLÚVEL DE Ascaris suum E DE SUA ASSOCIAÇÃO COM N-ACETIL-L-CISTEÍNA NA HEPATITE AUTOIMUNE EXPERIMENTAL. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

AIRES, A. L.. Estudo da associação da infecção ativa por Trichuris Trichiuras, a reatividade de teste cutâneo e a asma alérgica em crianças da região metropolitana do Recife, Pernambuco.. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: José Luiz Ferreira Sá

AIRES, ANDRÉ; CORREIA, M. T. S.; PAIVA, P. M. G.; CABRAL FILHO, P. E.; DUARTE, D. A.. Ação esquistossomicida, moluscicida e antitumoral do extrato bruto e suas frações da casca de Schinus terebintefolia (Reddi). 2020. Tese (Doutorado em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Roeckson Carlos Peixoto Silva

Souza VMO;AIRES, ANDRÉ; LORENA, V. M. B.; Costa VMA; NASCIMENTO, W. R. C.. Efeitos imunorregulatórios do extrato de Ascaris suun e de sua associação com N-acetil-L-cisteina sobre perfil de ativação de linfócitos hepáticos e expressão de genes fibrogênicos na hepatite autoimune experiemental. 2020. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Luanne Eugênio Nunes

ALBUQUERQUE, M. C. P. A.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA; SOUTO-MAIOR, A. M.; CATAO, R. M. R.; LIMA, K. O.. Atividade Antimicrobiana e anti-biofilme de naftoquinonas frente a Enterococcus faecalis multidroga resistentes. 2019. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Hianna Arely Milca Fagundes Silva

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; PONTUAL, E. V.; NAPOLEAO, T. H.; AMANCIO, F. F.; SILVA, N. H.. Avaliação da susceptibilidade in vitro de Schistosoma mansoni e Biomphalaria glabrata frente a compostos liquênicos. 2019. Tese (Doutorado em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Bernardo do Rego Belmonte

PAIVA, P. M. G.; CORREIA, M. T. S.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Avaliação de atividade antimicrobiana, amebicida e esquistossomicida de metabólitos secundários e de lectina de origem vegetal. 2019. Tese (Doutorado em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Paula Fernanda Alcântara de Souza Melo

AIRES, ANDRÉ; LORENA, V. M.; Santos FAB; BONFIM, C. V.; CAIRES, S. F. F. S.. Desenvolvimento e validação de um ensaio imunoenzimático utilizando o antígeno recombinante Wb123 paravigilância da infecção por Wuchereria bancrofti em área endêncicas. 2018. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Ana Virginia Matos Sá Barreto

AIRES, A.L.; MOURA, P. M. M. F.; VASCONCELOS, L. R. S.; OLIVEIRA, S. A.; FONCESCA, C. N. L. M.. Estudo de Biomarcadores para morbidade e acompanhamento pós-terapêutica em paciente com esquistossomose. 2018. Tese (Doutorado em Biociências e Tecnologia em Saúde) - Instituto Aggeu Magalhães.

Aluno: DANIELLY CANTARELLI DE OLIVEIRA

AIRES, A. L.; Costa VMA; GALVAO, B. H. A.; CASTRO, C. M. M. B.; MACEDO, E. M. C.. Infecção pelo Schistosoma mansoni associada a dieta hiperlipídica: Resposta imune, Patologia hepática e microbiota intestinal de camundongos. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Antônio Sérgio Alves de Almeida Júnior

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; MOURA, R. O.; OLIVEIRA, J. F.; LIMA, M. C. A.; OLIVEIRA, T. B.. SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL E AVALIAÇÃO ANTIPARASITÁRIA DE DERIVADOS INDÓLICOS-CARBOTIOAMIDAS. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Aline de Paulo Caetano Pereira

AIRES, A. L.. Caracterização e aplicações biológicas de metabólitos secundários de Commiphora leptophloes. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Ana Lúcia Arruda Fontenele

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO; Costa VMA; Souza VMO; Peixoto DM. Estudo da associação entre infecção por Giardia lamblia e as alergias das vias aéreas respiratórias: Avaliação da resposta imune celular e humoral em crianças de área urbana de Recife, Pernambuco, período de 2012-2014.. 2015. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Fabiana Letícia da Silva

AIRES, A. L.. Efeito da amamentação em camundongos esquistossomóticos na imunidade anti-ovalbumina, de descendentes adultos deficientes na produção das citocinas IL-12/IL-23,. 2014. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Alexsandra Nascimento de Cravalho Alves

AIRES, AL; NAPOLEAO, T. H.; SILVA, N. H.. Potencial biológico do ácido úsnico no controle da esquistossomose. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Hallysson Douglas Andrade de Araujo

AIRES, ANDRÉ L.; ALBUQUERQUE, M. C. P. A.; FONSECA, C. S. M.. Toxicidade aguda e susceptibilidade do sal de potássio do ácido úsnico sobre diferentes fases evolutivas do Schistosoma mansoni e do seu hospedeiro intermediário. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Camila Marques Queiroz

AIRES, A.L.; Costa VMA; FEITOSA, A. P. S.. Avaliação da atividade antiparasitária in vitro e in vivo de novos compostos heterocíclicos pertencentes à classe Tiossemicarbazona e Tiazól frente a Leishmania infantum. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Thiago Gomes de Figueiredo Gondim

AIRES, A.L.; Costa VMA; FEITOSA, A. P. S.. Polimorfismos do receptor e nível sério da vitamina D em formas clínicas da hanseníase. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Roeckson Carlos Peixoto Silva

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; Costa VMA; NASCIMENTO, W. R. C.. Efeito imunoregulatórios do extrato solúvel de Ascaris suum e da sua associação da N-acetil-L-cisteína sobre os mecanismos intracelulares da população de macrófagos (M1 e M2) e de linfócitos T na hepatite autoimune experimental. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: LIANY BARROS RIBEIRO

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Tuberculose latente: Prevalência, fatores de risco e avaliação da concordância entre IGRA e o teste tuberculínico. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Antônio Sérgio Alves de Almeida Júnior

Leite ACL;AIRES, A. L.; Costa VMA. Síntese e caracterização estrutural de derivados Indólicos-carbotioamidas com atividade antiparasitária. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Beatriz da Cunha Costa Souza

AIRES, A. L.. Hanseníase: papel das células T regulatórias e de receptores de quimiocinas.. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Ana Lúcia Arruda Fontenele

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Estudo da associação entre infecção por Giardia lamblia e as alergias das vias aéreas respiratórias: Avaliação da resposta imune celular e humoral em crianças de área urbana de Recife, Pernambuco, período de 2012-2014.. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Mayza Costa Brizeno

LOPES, I. M. S. S.; SILVA, T. C.;AIRES, AL. Esporotricose felina: um problema de saúde pública na cidade do Recife - PE. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Marcos Aurélio Santos da Costa

MAIA, L. M. S. S.; TENORIO, B. M.;AIRES, ANDRÉ. EFEITO DA MELATONINA EXÓGENA FRENTE AO TRATO DIGESTÓRIO DA PROLE DE RATOS SUBMETIDOS AO DESMAME PRECOCE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Leyllane Rafael Moreira

AIRES, A.L.; Costa VMA; FEITOSA, A. P. S.. Efeito do benzonidazol sobre as células mononucleares submetidas à infecção in vitro com uma cepa de Trypanosoma cruzi resistente ao tratamento. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Lucas Portela Silva

AIRES, A.L.; Costa VMA; FEITOSA, A. P. S.. Prevalência de infecção por Leishmania spp. em Doadores de Sangue do Hemocentro de Recife-PE. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: KAMILA KÁSSIA DOS SANTOS OLIVEIRA

AIRES, A.L.; Costa VMA; FEITOSA, A. P. S.. Investigação sobre a resposta imune induzida por veneno de Bothrops erythromelas em cultura de células mononucleares infectadas com Trypanosoma cruzi. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Raul Penaforte Correia da Silva

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Efeito da Associação do Extrato Solúvel de Ascaris suum e da N-acetil-L-Cisteína no Estresse oxidativo na Hepatite Autoimune Experimental. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Ana Maria do Nascimento Costa

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Sequela Pulmonar Relacionada à Tuberculose. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Maria da Conceição Silva

AIRES, A. L.. AVALIAÇÃO DO PERFIL E CAPACIDADE ESTIMULADORA DE MACRÓFAGOS (M1 e M2) DE CAMUNDONGOS ADULTOS DESCENDENTES DE MÃES ESQUISTOSSOMÓTICAS SOB INFECÇÃO POS-NATAL.. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Roeckson Carlos Peixoto Silva

AIRES, A. L.. MECANISMOS DE IMUNORREGULAÇÃO DO EXTRATO SOLÚVEL DE Ascaris suum E DE SUA ASSOCIAÇÃO COM N-ACETIL-L-CISTEÍNA NA HEPATITE AUTOIMUNE EXPERIMENTAL. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Glaydes Maria Torres de Lima

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Estudo de validação da razão contagem de plaquetas/diâmetro longitudinal do baço para predição de varizes do esôfago em pacientes esquistossomóticos na forma hepatoesplênica. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Roeckson Carlos Peixoto Silva

Costa VMA;AIRES, AL; NASCIMENTO, W. R. C.. Avaliação dos mecanismos da imunorregulação de extrato solúvel de Ascaris suum e da sua associação com a N-acetil-L-cisteína na hepatite autoimune experimental. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: ALBERON RIBEIRO DE ARAÚJO

AIRES, AL; MELO AS. Fatores de risco associados à leishmaniose tegumentar americana em área endêmica do estado de Pernambuco, brasil.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Iana Rafaela Fernandes Sales

AIRES, AL; MELO AS. Avaliação in vitro do efeito imunomodulador do leite materno de camundongongos esquistossomóticos. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Cassia Giselle de Oliveira Nóbrega

AIRES, AL; MELO AS. Estudo da associação entre níveis de IgE anti-Ascaris e a frequência de crises de asma: avaliação da resposta imune celular em crianças moradoras da região metropolitana do Recife, Pernambuco.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Glaydes Maria Torres de Lima

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Estudo de validação da razão contagem de plaquetas/diâmetro longitudinal do baço para predição de varizes de esôfago em pacientes esquistossomóticos na forma hepatoesplênica. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Karla Viviane da Costa Silva

AIRES, ANDRÉ L.; SILVA, H. A. M. F.; SANTOS, V. H. B.. Sífilis, uma velha epidemia: tendência temporal histórica-epidemiológica entre 2008 a 2017 e a educação em saúde no controle e preveção da sífilis. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Brunna Araújo de Oliveira

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; ARAUJO, H. D. A.; SANTOS, V. H. B.. Infecção por Giardia lamblia versus aleitamento materno: revisão narrativa da literatura. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Luana Souza de Oliveira

AIRES, ANDRÉ L.; ARAÚJO, HALLYSSON D.A.; SANTOS, V. H. B.. Infecção pelo Trichomonas vaginalis versus aborto e parto prematuro: revisão narrativa da literatura. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: João Victor Ritinto da Rocha

NASCIMENTO, W. R. C.; SANTOS, V. H. B.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA. AVALIAÇÃO ESQUISTOSSOMICIDA, in vivo, DO PLUMBAGIN (5-HYDROXY-2-METHYL-1,4-NAPHTHOQUINONE) CONTRA Schistosoma mansoni. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Wilza Wanessa Melo França

FAGUNDES, H. A. M.; ARAUJO, H. D. A.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA. MODULAÇÃO HISTOPATOLÓGICA E HISTOMORFOMÉTRICA DE TECIDO E GRANULOMA ESQUISTOSSOMÓTICO INTESTINAL APÓS TERAPÊUTICA COM BACILLUS CLAUSII. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Elisabete Deyse Batista de Melo

SANTOS, V. H. B.; ARAUJO, H. D. A.;AIRES, ANDRÉ. Surto da forma aguda da doença de Chagas através do consumo de alimentos ? Brasil, 2009-2019. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Thierry Wesley de Albuquerque Aguiar

SANTOS, V. H. B.; SILVA, H. A. M. F.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Avaliação do potencial bioterapêutico do Bacillus clausii sobre o perfil hematológico e bioquímico na esquistossomose experimental. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Débora Verônica Sarmento Pereira da Silva

SANTOS, V. H. B.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA. REDIRECIONAMENTO DE MEDICAMENTOS COM POTENCIAL ESQUISTOSSOMICIDA. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Yngrid da Rocha Fernandes

AIRES, A.L.; FONSECA, D. V.; SILVA, A. L.. Avaliação Epidemiológica da Doença de Chagas em uma comunidade Rural de Paulo Afonso - Bhaia.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Elizângela Nunes de Souza

AIRES, A.L.; FONSECA, D. V.; Silva AL. Perfil entomológico de triatomíneos transmissores da doença de Chagas no municipío de Paulo Afonso - Bhaia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Olivia Maria Silvia de Jesus

AIRES, A.L.; FRANCISCO, I. F.; Silva AL. A Aprendizagem baseada em problemas no ensino médico: a percepção dos estudantes da UNIVASF Campus Paulo Afonso - BA sobre seu processo de aquisição de conhecimento.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Juliana Lima da Silva

AIRES, A.L.; SOUZA, M. A. A.; OLIVEIRA, D. C.. Associação da infecção pelo Trichomonas vaginalis com câncer de próstata: uma revisão narrativa da literatura. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Camilla Mielly Gomes da Silva

AIRES, A.L.; SAYAO, S. C.; OLIVEIRA, J. S.. Compartilhando saberes através da educação em saúde na universidade: construção do conhecimento sobre tricomoníase junto a estudantes do sexo masculino. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Débora Ellen dos Anjos Vasconcelos

AIRES, A.L.; SANTOS, V. H. B.; ARAUJO, H. D. A.. Avaliação esquistossomicida, in vitro, do plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) frente a vermes jovens de Schistosoma mansoni. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Lucas Matheus Nascimento Silva

AIRES, A.L.; HOLANDA, G. C. R.; SILVA, H. A. M. F.. Potencial bioterapêutico do probiótico Bacillus claussi sobre as alterações sorológicas de marcadores de danos hepáticos na esquistossomose experimental. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Clênio Silva da Cruz

AIRES, A.L.; SILVA, M. C.. Potencial bioterapêutico do Bacillus clausii: avaliação ponderal, translocação bacteriana e atividade esquistossomicida.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Clênio Silva da Cruz

AIRES, ANDRÉ L.; SILVA, M. C.; NUNES, L. E.. POTENCIAL BIOTERAPÊUTICO DO Bacillus clausii: AVALIAÇÃO PONDERAL, TRANSLOCAÇÃO BACTERIANA E ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Lucas Matheus Nascimento Silva

AIRES, A.L.; HOLANDA, G. C. R.; SILVA, H. A. M. F.. POTENCIAL BIOTERAPÊUTICO DO BACILLUS CLAUSII SOBRE OS NÍVEIS PLASMÁTICOS DE TRANSAMINASES E PROTEÍNAS HEPÁTICAS NA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI AGUDA EXPERIMENTAL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Diogenes Galdino da Silva

AIRES, A. L.. Investigação das Atividades Leishmanicida e Embriotóxica de folhas de Conocarpus erectus. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Victor José Torres Teodósio

NOBREGA, C. G. O.;AIRES, A. L.. Expressão do RNAm de IL-33 Humana em Pacientes alérgicos e com esquistossomose mansoni. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Raul Penaforte Correia da Silva

FERNANDES, E. S.;AIRES, A. L.. Avaliação dos efeitos imunomodulatórios do extrato solúvel de Ascaris suum em modelo de hepatite autoimune. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Danielle De Souza Gouveia Monteiro

AIRES, A. L.; ALBUQUERQUE, M. C. P. A.; Costa VMA. Ocorrência de Cryptosporidium em Praia do Bairro Novo - Olinda - PE.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Prycilla Layanna Bezerra de Carvalho

AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Avaliação de criptosporidiose infantil e parasitoses associadas em ambiente escolar.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Rebeka Macedo Ribeiro

AIRES, A.L.. Alta Frequência de Parasitas com potencial Zoonótico em solo de Praças e Parques públicos da região metropolitana do Recife-PE.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Renan Andrade Fernandes de souza

AIRES, A.L.; NASCIMENTO, W. R. C.. Pontencial antioxidante da N-Acetil-L-Cisteína sobre o estresse oxidativo na esquistossomose experimental crônica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Larissa Pereira da Costa

NASCIMENTO, W. R. C.;AIRES, A. L.. Aspectos Clínicos-Epidemiológicose de Diagnóstico da Leishmaniose Tegumentar Americana em Vicência, Pernambuco. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Aristóteles Gomes Costa e Silva

AIRES, A. L.; Larrazábal ME. Detecção de parasitos nas hortaliças Rúcula e Almeirão comercializadas na Ceasa de Recife, Pernambuco. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Univesidade Fedaral de Pernambuco.

Aluno: Jony de Oliveira Santos

de Lima Aires, André; Fontenele ALA. AVALIAÇÃO PARASITOLÓGICA DAS HORTALIÇAS ALFACE(Lactuca sativa) E COUVE FOLHA(Brassica oleracea) COMERCIALIZADAS NO CEASA/PE. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Univesidade Fedaral de Pernambuco.

Aluno: Ingridd Ayslane Torres de Araújo Ribeiro

Filho AML; Santos IP;AIRES, A. L.. Isolamento, identificação e atividade antimicrobiana de fungos endofíticos de Moringa citrifolia Linnaeus. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas/Ciências Ambientais) - Universidade Federall de Pernambuco.

Aluno: Paula Angélica Burgo Ferreira

Neto RGL; Morais NG;AIRES, A. L.. Prevalência de Giardia lamblia em crianças de uma creche no Recife e sua correlação com aspectos socioeconômicos e nutricionais. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federall de Pernambuco.

Aluno: Wisley Carla Rodrigues de Oliveira

AIRES, A. L.; Morais MS. Atividade antimicrobiana utilizando extratos dos fungos endofiticos (Trichoderma harzianum e Aspergillus niger), isolados de Hancornia speciosa Gomes, contra fitopatógenos.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas/Ciências Ambientais) - Universidade Fedral de Pernambuco.

Aluno: Iris Farias Fernandes

Costa VMA; Andrade LAS;AIRES, A. L.. Pesquisa de parasitas intestinais na água consumida e nas fezes de idosos de asilos na região metropolitana do Recife. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Fedral de Pernambuco.

Aluno: Maria da Conceição Silva

AIRES, AL; Fernandes ES. Avaliação do efeito do leite materno de canundongos esquistossomóticos na expressão de moléculas co-estimulatórias (CD80, CD86 e CD40) em linfócitos B. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Antônio Francisco de Oliveira Filho

AIRES, A. L.; Barros AF. Produção de INFy e IL-17 em pacientes com hanseníase antes e após início de tratamento. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federall de Pernambuco.

Aluno: Danilo Felix de Oliveira

GOMES, E. C. S.; Cruz RRG;AIRES, AL. Estudo retrospectivo de doenças infecciosas e parasitárias assinaladas em pacientes com AIDS notificados no NEPI/HC/ Universidade Federal de Pernambuco. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Julyana Viegas Campos

AIRES, A. L.; REHN, V. N. C.; GOMES, E. C. S.. Investigação da ocorrência de parasitoses no distrito sanitário III, Recife - PE. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federall de Pernambuco.

Aluno: Dannielly Alexssandra da Silva Rodrigues

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; Lira MCC; Martins RD. Inquérito Helmintológico em Crianças de 0 a 2 anos que Consomem diariamente a farinha de Curcubita sp (Abóbora). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Karlla Priscila Monteiro Viana & Isabela Regina Alvares da S

Paula Valença;AIRES, A. L.; GOMES, E. C. S.. Análise Geoespacial dos Focos de Transmissão da Esquistossomose em Porto de Galinhas-PE. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco.

SILVA, E. C.; AMORIM, R. V. S.;AIRES, ANDRÉ L.. Comissão de Seleção e Admissão para o Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Morfotecnologia. 2019.

MEDEIROS, J. P.; TENORIO, F. C. A. M.; SOUZA, I. A.; VIEIRA, J. R. C.;AIRES, ANDRÉ DE LIMA. Comissão de Seleção e Admissão para o Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Morfotecnologia. 2019. Univesidade Fedaral de Pernambuco.

BRITO, C. A. A.; MELO, H. R. L.; NEVES, R. P.; LORENA, V. M. B.;AIRES, ANDRÉ. Comissão de Seleção e Admissão para o Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco.. 2019. Univesidade Fedaral de Pernambuco.

AIRES, A.L.; Leite, S. P.. Comissão de Seleção e Admissão para o Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Morfotecnologia. 2018. Universidade Federal de Pernambuco.

AIRES, ANDRÉ DE LIMA; WEBER SOBRINHO, C.; Costa VMA; MOURA, L. C. R. V.. Comissão de Seleção e Admissão para o Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical. 2018. Universidade Federal de Pernambuco.

AIRES, ANDRÉ; Costa VMA. Comissão de Seleção e Admissão para o Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco.. 2017. Universidade Federal de Pernambuco.

de Lima Aires, André; Souza VMO; GOMES, A. V.; LACERDA, H. R.; SILVA, T. T.. Comissão de Seleção e Admissão para o Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco.. 2016. Universidade Federal de Pernambuco.

AIRES, A. L.; Santos, BK; Gomes, AV. Área de Saúde, subárea Parasitologia e Imunologia edital n 89. 2015. Universidade Federal de Pernambuco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Jeymesson Raphael Cardoso Vieira

VIEIRA, J. R. C.; DOMINGUES, A. L. C.; COSTA, V. M. A.; NEVES, J. K. A. L.; LIMA, K. M.. Susceptibilidade in vitro e in vivo de estágios evolutivos de schitosoma mansoni frente a b-lapachona. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado) - Universidade Federal de Pernambuco.

Juliana Kelle de Andrade Lemoine Neves

Neves, Juliana K.A.L.; Costa, Vlaúdia. SUSCEPTIBILIDADE in vitro E in vivo DE ESTÁGIOS EVOLUTIVOS DE Schistosoma mansoni FRENTE A β-LAPACHONA. 2013. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Nicodemos Teles de Pontes Filho

Domingues, A.L.C.; Silva, T.G.;Pontes-Filho, Nicodemos Teles. Avaliação da n-acetilcisteína na imunopatologia da esquistossomose mansoni experimental. 2010. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Teresinha Gonçalves da Silva

Pontes filho, N.T; Domingues, A.L.C;SILVA, T. G.. Avaliação da N-acetilcisteína na imunopatologia da esquistossomose mansoni experimental. 2010. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Teresinha Gonçalves da Silva

SILVA, T. G.; Domingues, A.L.C; Pontes filho, N.T. Avaliação da N-acetilcisteína nas alterações hepáticas na esquistossomose mansônica experimental. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

VLAUDIA MARIA ASSIS COSTA

Costa, Vlaudia Maria Assis; VIEIRA, J.R.C.; LIMA, K.M. SUSCEPTIBILIDADE IN VITRO E IN VIVO DE ESTÁGIOS EVOLUTIVOS DE S. mansoni FRENTE A BETA LAPACHONA. 2013. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Kedma de Magalhães Lima

MAGALHÃES, K.. SUSCEPTIBILIDADE in vitro E in vivo DE ESTÁGIOS EVOLUTIVOS DE Schistosoma mansoni FRENTE A -LAPACHONA. 2013. Tese (Doutorado em PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL) - Universidade Federal de Pernambuco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

João Victor Ritinto da Rocha

Avaliação esquistossomicida in vitro e in vivo da plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) sobre diferentes estágios de desenvolvimento do Schistosoma mansoni; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Débora Verônica Sarmento Pereira da Silva

Novos derivados tiazolidínicos candidatos a fármacos esquistossomicida: avaliação esquistossomicida e análise ultraestrutural de vermes imaturos e casais adultos de Schistosoma mansoni; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco; (Orientador);

Wilza Wanessa Melo França

Toxicidade da Plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-Naphthoquinone) contra estágios embrionários e caramujos adultos Biomphalaria glabrata, cercárias de Schistosoma mansoni e Artemia Salina; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

ANA JHOICE DE SANTANA FERREIRA

Avaliação da atividade leishmanicida e do mecanismo de açãoda lectina de Bothropsleucurus (BlL) sobre Leishmania infantum; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco; (Coorientador);

Yener Cristyell Valle Aranda

Efeito imuno-modulador das cepas de enterogermina na fibrose intestinal e hepática em esquistossomose mansonica experimental; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco; (Coorientador);

Juliana Florentino Mané

Implicação do tratamento com probiótico enterogermina sobre a regulação in situ de CD25+FOXP3+ e IL17 em fígado e intestino na infecção experimental por Schistosoma mansoni; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco; (Coorientador);

Paulo Henrique Valença Nunes

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA DA JUGLONA FRENTE AO SCHISTOSOMA MANSONI; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Renan Andrade Fernandes de souza

Resposta imune celular e histopatologia intestinal frente à associação probiótica no tratamento da esquistossomose experimental crônica; Início: 2020; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Victor Hugo Barbosa dos Santos

EFEITOS DOBACILLUS CEREUSSOBRE A ESQUISTOSSOMOSE MANSONI: ESTUDO DA RESPOSTA IMUNOLÓGICA E ALTERAÇÕES INTESTINAIS; Início: 2018; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; (Coorientador);

Emily Gabriele Marques Diniz

Avaliação esquistossomicida in vivo da plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) sobre estágios imaturos do Schistosoma mansoni; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco; (Orientador);

Rhayane Oliveira de Araujo

Análise das fibras elásticas em tecido e granuloma hepático na esquistossomose mansoni experimental empregando a coloração de Weigert resorcina-fucsina com prévia oxidação; Início: 2019 - Centro Universitário Brasileiro; (Orientador);

Adriana Maria da Silva

Toxicidade da Plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-Naphthoquinone) sobre estágios embrionários e caramujos adultos Biomphalaria glabrata, cercárias de Schistosoma mansoni e Artemia Salina; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; (Orientador);

Renan Andrade Fernandes de souza

VALIAÇÃO DO POTENCIAL ESQUISTOSSOMICIDA DA ASSOCIAÇÃO DO COMPOSTO HEXADECILFOSFOCOLINA COM O PRAZIQUANTEL; ; 2018; Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Clênio Silva da Cruz

AVALIAÇÃO DO EFEITO IMUNOMODULATÓRIO DE BACTÉRIAS PROBIÓTICAS NA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA; 2018; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Lucas Matheus Nascimento Silva

Potencial esquistossomicida do Plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) em camundongos infectados com Schistosoma mansoni; 2018; Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Victor Hugo Barbosa dos Santos

Avaliação da atividade esquistossomicida da associação beta lapachona-praziquantel; ; 2016; Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Emanuela Paz Rosas

Influência dos produtos finais de glicação sobre a produção de óxido nítrico e a viabilidade celular em macrófagos; 2015; Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Sérgio Dourado Magalhães Filho

Screening fitoquímico e avaliação esquistossomicida in vitro do extrato metanólico de folhas frescas de Rhizophora mangle L; ; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Morfotecnologia) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Risoleta Nogueira Soares

Atividade esquistossomicida in vivo da -lapachona complexada em ciclodextrina; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Luana Maria Mariz Gomes da Silva

; Luana Maria Mariz Gomes da Silva; ; 2019; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Antônio Sérgio Alves de Almeida Júnior

SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL E AVALIAÇÃO ANTIPARASITÁRIA DE DERIVADOS INDÓLICOS-CARBOTIOAMIDAS; 2017; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Hallysson Douglas Andrade de Araujo

oxicidade Aguda e Susceptibilidade do Sal de Potássio do Ácido Úsnico sobre Diferentes Fases Evolutivas do Schistosoma mansoni e do seu Hospedeiro Intermediário; 2016; Tese (Doutorado em Bioquímica e Fisiologia) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Luana Maria Mariz Gomes da Silva

Novos Agentes Esquistossomicidas: Síntese e Caracterização Estrutural de Benzotiofênicos (LQIT/NT); ; 2014; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Andre de Lima Aires;

Karla Viviane da Costa Silva

Sífilis, uma velha epidemia: tendência temporal histórica-epidemiológica entre 2008 a 2017 e a educação em saúde no controle e preveção da sífilis; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Brunna Araújo de Oliveira

Infecção por Giardia lamblia versus aleitamento materno: revisão narrativa da literatura; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Luana Souza de Oliveira

Infecção pelo Trichomonas vaginalis versus aborto e parto prematuro: revisão narrativa da literatura; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Débora Verônica Sarmento Pereira da Silva

Redirecionamento e reaproveitamento de fármacos com potencial esquistossomicida; ; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Thierry Wesley de Albuquerque Aguiar

Perfil hematológico e sorológico de camundongos esquistossomóticos e tratados com Bacillus clausii; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Elisabete Deyse Batista de Melo

Surto da forma aguda da doença de Chagas através do consumo de alimentos ? Brasil, 2009-2019; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Univesidade Fedaral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Wilza Wanessa Melo França

MODULAÇÃO HISTOPATOLÓGICA E HISTOMORFOMÉTRICA DE TECIDO E GRANULOMA ESQUISTOSSOMÓTICO INTESTINAL APÓS TERAPÊUTICA COM BACILLUS CLAUSII; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Univesidade Fedaral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

João Victor Ritinto da Rocha

AVALIAÇÃO ESQUISTOSSOMICIDA, in vivo, DO PLUMBAGIN (5-HYDROXY-2-METHYL-1,4-NAPHTHOQUINONE) CONTRA Schistosoma mansoni; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Univesidade Fedaral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Juliana Lima da Silva

Associação da infecção pelo Trichomonas vaginalis com câncer de próstata: uma revisão narrativa da literatura; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Camilla Mielly Gomes da Silva

Compartilhando saberes através da educação em saúde na universidade: construção do conhecimento sobre tricomoníase junto a estudantes do sexo masculino; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Débora Ellen dos Anjos Vasconcelos

Avaliação esquistossomicida, in vitro, do plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) frente a vermes jovens de Schistosoma mansoni; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Clênio Silva da Cruz

POTENCIAL BIOTERAPÊUTICO DO Bacillus clausii: AVALIAÇÃO PONDERAL, TRANSLOCAÇÃO BACTERIANA E ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Lucas Matheus Nascimento Silva

POTENCIAL BIOTERAPÊUTICO DO BACILLUS CLAUSII SOBRE OS NÍVEIS PLASMÁTICOS DE TRANSAMINASES E PROTEÍNAS HEPÁTICAS NA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI AGUDA EXPERIMENTAL; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Renan Andrade Fernandes de souza

Potencial antioxidante da N-avetil-L-cisteína sobre o estresse oxidativo na Esquistossomose experimental crônica; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andre de Lima Aires;

Rebeka Macedo Ribeiro

Alta Frequência de Parasitas com potencial Zoonótico em solo de Praças e Parques públicos da região metropolitana do Recife-PE; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Victor Hugo Barbosa dos Santos

Avaliação da atividade esquistossomicida dos derivados 1,3-benzodioxo; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andre de Lima Aires;

Lucas Matheus Nascimento Silva

Potencial bioterapêutico do probiótico Bacillus claussi sobre as alterações sorológicas de marcadores de danos hepáticos na esquistossomose experimental; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Joicy Kelly Alves da Silva

Efeito da N-acetilcisteína sobre o Schistosoma mansoni e o granuloma hepático na esquistossomose aguda experimental; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Juliana Florentino Mané

AVALIAÇÃO DA N-ACETILCISTEINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO E MARCADORES DE DANOS HEPÁTICO NA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA AGUDA EXPERIMENTAL; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Anderson de Souza

Avaliação da N-acetil-L-Cisteína nos marcadores bioquímicos de função hepática na esquistossomose aguda experimetal; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura)) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Renata Alexandre Ramos da Silva

Avaliação da N-acetilcisteína na esquistossomose mansoni experimental aguda; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federall de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Tiago Moreira Alves Feitosa

Avaliação da susceptibilidade in vivo do Schistosoma mansoni frente ao óleo essencial de Mentha crispa; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Wilza Wanessa Melo França

Potencial bioterapêutico do Bacillus clausii sobre esquistossomose mansoni aguda experimental: estudo histopatológico e histomorfométrico de tecido e de granuloma intestinal; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

João Victor Ritinto da Rocha

Avaliação esquistossomicida, in vivo, do Plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) contra Schistosoma mansoni; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Clênio Silva da Cruz

POTENCIAL BIOTERAPÊUTICO DO BACILLUS CLAUSII SOBRE TRANSLOCAÇÃO BACTERIANA NA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI CRÔNICA EXPERIMENTAL; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Daniel Francisco Pereira Junior

Potencial bioterapêutico do probiótico Bacillus claussi sobre a microbiota entérica na esquistossomose mansoni crônica experimental; ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Renan Andrade Fernandes de souza

Potencial antioxidante da N-acetil-L-cisteína sobre o estresse oxidativo na esquistossomose experimental crônica; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federall de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Clênio Silva da Cruz

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA DOS NOVOS DERIVADOS 2- INDOL-N-FENIL-HIDRAZINA-TIAZOLIN-4-ONA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andre de Lima Aires;

Daniel Francisco Pereira Junior

AVALIAÇÃO ESQUISTOSSOMICIDA DE -LAPACHONA COMPLEXADA EM 2-O-DIMETIL--CICLODEXTRINA FRENTE O SCHISTOSOMA MANSONI; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andre de Lima Aires;

Renata Alexandre Ramos da Silva

Avalição da N-acetilcisteína na esquistossomose mansoni experimental; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Camilla Mielly Gomes da Silva

Monitoria - MT217 - PARASITOLOGIA; 2018; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Maria Aparecida Pereira Cassimiro

Monitoria - MT217 - PARASITOLOGIA; 2018; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Andresa Mayara da Silva Santos

Monitoria - MT210 - PARASITOLOGIA; 2018; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Débora Maria Santana da Silva

Monitoria - MT210 - PARASITOLOGIA; 2018; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Samara Souza Vieira

Monitoria - MT210 - PARASITOLOGIA; 2018; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Bruno Edberg Alves de Lira

Monitoria - MT217 - PARASITOLOGIA; 2018; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Camilla Mielly Gomes da Silva

Moitoria MT242 - EXAMES PARASITOLOGICOS; 2018; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Lucas Matheus Nascimento Silva

Monitoria de Exames Parasitológicos - MT242; 2017; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Arianne Gueiros Ferreira

Monitoria de Parasitologia - 210; 2017; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Patrícia Soares da Silva

Monitoria de Parasitologia - MT210; 2017; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Ana Carla da Silva

Monitoria de Exames Parasitológicos - MT271; 2016; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Débora Ellen dos Anjos Vasconcelos

Monitoria de Exames Parasitológicos - MT271; 2016; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Adriele da Silva Lira

Monitoria de Parasitologia; 2016; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Patrícia Soares da Silva

Monitoria de Parasitologia - MT - 210; 2016; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Diego Henrique Menezes da Cunha

Monitoria de Parasitologia - 210; 2016; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Adriele da Silva Lira

Monitoria de Parasitologia - 210; 2016; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Flaviani Diogo Reis Augusto

Monitoria em Parasitologia - MT210; 2015; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Julyane Monteiro Gouveia

Monitoria em Parasitologia - MT210; 2015; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Flaviani Diogo Reis Augusto

Monitoria de Parasitologia - MT210; 2015; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Julyane Monteiro Gouveia

Monitoria de Parasitologia - MT210; 2015; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Flaviani Diogo Reis Augusto

Monitoria de Parasitologia - MT-201; 2015; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Bianca Rodrigues Costas

Monitoria de Parasitologia - MT-210; 2015; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Thais Carvalho de Amorim

Monitoria em Parasitologia - MT210; 2014; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Consuello Maria de Souza Oliveira

Monitoria em Parasitologia - MT210; 2014; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Victor Hugo Barbosa dos Santos

Monitoria de Exames Parasitológicos - MT271; 2014; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Marcelle Maria Silva Nogueira

Monitoria em Exames Parasitológicos - MT242; 2014; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Patrícia Pereira Vasconcelos

Monitoria em Parasitologia - MT210; 2013; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Paula Stephanne Pacheco Soares

Monitoria em Parasitologia - MT210; 2013; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Gabriela da Silva Freitas

Bolsista de Extensão do projeto: Biologia ao Alcance das Escolas Públicas; 2011; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas (Licenciatura)) - Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Fedral de Pernambuco; Orientador: Andre de Lima Aires;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Elizabeth Malagueno de Santana

AVALIAÇÃO DA N-ACETILCISTEÍNA NA IMUNOPATOLOGIA DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI EXPERIMENTAL; 2010; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Elizabeth Malagueno de Santana;

MARIA DO CARMO CARVALHO DE ABREU-E-LIMA

Padronização da técnica de descalcificação de cabeça de rato realizada no Mestrado em Patologia - HC - UFPE; 2005; 25 f; Iniciação Científica; (Graduando em Iniciação Científica) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Maria do Carmo Carvalho de Abreu-e-Lima;

PALOMA LYS DE MEDEIROS

Programa de Monitoria/2006 para a disciplina Histologia e Embriologia Especial (Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas); 2006; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Paloma Lys de Medeiros;

PALOMA LYS DE MEDEIROS

Programa de Monitoria/2005 para a disciplina Histologia e Embriologia Especial (Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas); 2005; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Paloma Lys de Medeiros;

Valdênia Maria Oliveira de Souza

AVALIAÇÃO DA N-ACETILCISTEÍNA NAS ALTERAÇÕES HEPÁTICAS NA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA EXPERIMENTAL; 2013; Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Orientador: Valdenia Maria Oliveira de Souza;

Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque

AVALIAÇÃO DO EFEITO DA N-ACETILCISTEINA SOBRE AS ALTERAÇÕES HEPATICAS NA ESQUISTOSSOMOSE EXPERIMENTAL; 2010; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Mônica Camelo Pessoa de Azevedo Albuquerque;

Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque

Susceptibilidade in vitro e in vivo de Estagios Evolutivos de Schistosoma mansoni Frente a B Lapachona; 2013; Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Mônica Camelo Pessoa de Azevedo Albuquerque;

Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque

EFEITO DA N-ACETILCISTEÍNA SOBRE O DANO HEPATICO E IMUNOLOGICO NA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI CRÔNICA EXPERIMENTAL; 2010; Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Mônica Camelo Pessoa de Azevedo Albuquerque;

Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque

Supervisão de estagio Docência do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical; 2009; Orientação de outra natureza; (Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Mônica Camelo Pessoa de Azevedo Albuquerque;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ARAÚJO, HALLYSSON D.A. ; SANTOS, VICTOR H.B. ; BRAYNER, FÁBIO A. ; ALVES, LUIZ C. ; SILVA, NICÁCIO H. ; Albuquerque, Mônica C.P.A. ; AIRES, ANDRÉ L. ; LIMA, VERA L.M. . In vitro activity of usnic acid potassium salt against different developmental stages of Schistosoma mansoni: An ultrastructural study. ACTA TROPICA , v. 201, p. 105159-11, 2020.

  • SILVA, H.A.M.F. ; AIRES, A.L. ; SOARES, C.L.R. ; SÁ, J.L.F. ; MARTINS, M.C.B. ; ALBUQUERQUE, M.C.P.A. ; SILVA, T.G. ; BRAYNER, F.A. ; ALVES, L.C. ; MELO, A.M.M.A. ; SILVA, N.H. . Barbatic acid from Cladia aggregata (lichen): Cytotoxicity and in vitro schistosomicidal evaluation and ultrastructural analysis against adult worms of Schistosoma mansoni. TOXICOLOGY IN VITRO , v. 65, p. 104771, 2020.

  • ARAUJO, H. D. ; SILVA, N. H. ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. ; AIRES, AL ; LIMA, V. L. M. . Potassium usnate, a water-soluble usnic acid salt, shows enhanced activityagainstSchistosoma mansoni in vitro. EXPERIMENTAL PARASITOLOGY , v. 208, p. 1-5, 2020.

  • MAGALHAES, L. P. M. ; RAMOS, B. A. ; SILVA, M. V. ; CORREIA, M. T. S. ; SENA, K. X. F. R. ; SILVA, T. D. ; AIRES, ANDRÉ ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. ; MILITAO, G. C. G. ; SILVA, T. G. ; ARAUJO, R. M. ; ALBUQUERQUE, J. F. C. ; XIMENES, R. M. . Antibacterial, cytotoxic, and schistosomicidal activities of the methanolic extract from Cassia grandis L.f. (Fabaceae) stem bark and its fractions. JOURNAL OF MEDICINAL PLANT RESEARCH , v. 14, p. 265-282, 2020.

  • ARAÚJO, HALLYSSON D.A. ; AIRES, ANDRÉ L. ; SOARES, CAROLINE L.R. ; BRITO, THAÍSE G.S. ; NASCIMENTO, WEBER M. ; MARTINS, MÔNICA C.B. ; SILVA, TERESINHA G. ; BRAYNER, FÁBIO A. ; ALVES, LUIZ C. ; SILVA, NICÁCIO H. ; Albuquerque, Mônica C.P.A. ; LIMA, VERA L.M. . Usnic acid potassium salt from Cladonia substellata (Lichen): Synthesis, cytotoxicity and in vitro anthelmintic activity and ultrastructural analysis against adult worms of Schistosoma mansoni. ACTA TROPICA , v. 192, p. 1-10, 2019.

  • LIRA, DANIELLE GUEDES DANTAS ; OLIVEIRA, DANIELLY CANTARELLI DE ; BRAYNER, FÁBIO ANDRÉ ; AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSOA A. ; VIEIRA, LEUCIO DUARTE ; CASTRO, CÉLIA MARIA MACHADO BARBOSA DE ; PAIXÃO, ANA DURCE . Superimposing a high-fat diet on Schistosoma mansoni infection affects renin-angiotensin system components in the mouse kidney. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 52, p. 1-8, 2019.

  • ARAÚJO ; SILVA JÚNIOR ; SATURNINO OLIVEIRA ; HELENA M. L. RIBEIRO ; C. BARROSO MARTINS ; CAVALCANTI BEZERRA ; LIMA AIRES ; C. P. AZEVEDO ALBUQUERQUE ; MELO-JÚNIOR ; PONTES FILHO ; PEREIRA ; RAPOSO SILVA ; DOS ANJOS ; FALCÃO ; SILVA ; MENEZES LIMA . Usnic Acid Potassium Salt: Evaluation of the Acute Toxicity and Antinociceptive Effect in Murine Model. MOLECULES , v. 24, p. 2042, 2019.

  • SILVA, HIANNA ARELY MILCA FAGUNDES ; SÁ, JOSÉ LUÍS FERREIRA ; SIQUEIRA, WILLIAMS NASCIMENTO DE ; LIMA, MAÍRA DE VASCONCELOS ; MARTINS, MÔNICA CRISTINA BARROSO ; AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSOA DE AZEVEDO ; FALCÃO, EMERSON PETER DA SILVA ; BURIL, MARIA DE LOURDES LACERDA ; PEREIRA, EUGÊNIA C. ; MELO, ANA MARIA MENDONÇA DE ALBUQUERQUE ; SILVA, NICÁCIO HENRIQUE DA . Toxicological effects of Ramalina aspera (lichen) on Biomphalaria glabrata snails and Schistosoma mansoni cercariae. ACTA TROPICA , v. 196, p. 172-179, 2019.

  • SILVA, H.A.M.F. ; SIQUEIRA, W.N. ; SÁ, J.L.F. ; SILVA, L.R.S ; MARTINS, M.C.B. ; AIRES, A.L. ; AMÂNCIO, F.F. ; PEREIRA, E.C. ; ALBUQUERQUE, M.C.P.A ; MELO, A.M.M.A. ; SILVA, N.H. . Laboratory assessment of divaricatic acid against Biomphalaria glabrata and Schistosoma mansoni cercariae. ACTA TROPICA , v. 178, p. 97-102, 2018.

  • SCHVER, GIOVANNA C.R.M. ; SUN, DAJUN D. ; COSTA, SALVANA P.M. ; SILVA, KEYLA E.R. ; OLIVEIRA, JAMERSON F. ; ROLIM, LARISSA ARAUJO ; DE AZEVEDO ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA ; de Lima Aires, André ; LIMA, MARIA DO CARMO A. ; PITTA, IVAN R. ; LEE, PING I. ; ROLIM-NETO, PEDRO J. . Solid dispersions to enhance the delivery of a potential drug candidate LPSF/FZ4 for the treatment of schistosomiasis. EUROPEAN JOURNAL OF PHARMACEUTICAL SCIENCES , v. 112, p. 1, 2018.

  • MARIZ GOMES DA SILVA, LUANA MARIA ; DE OLIVEIRA, JAMERSON FERREIRA ; SILVA, WILLAMS LEAL ; DA SILVA, ANEKECIA LAURO ; DE ALMEIDA JUNIOR, ANTÔNIO SÉRGIO ALVES ; BARBOSA DOS SANTOS, VICTOR HUGO ; ALVES, LUIZ CARLOS ; BRAYNER DOS SANTOS, FÁBIO ANDRÉ ; Costa, Vlaudia Maria Assis ; AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; DE LIMA, MARIA DO CARMO ALVES ; ALBUQUERQUE, MONICA CAMELO PESSOA DE AZEVEDO . New 1,3-benzodioxole derivatives: Synthesis, evaluation of in vitro schistosomicidal activity and ultrastructural analysis. CHEMICO-BIOLOGICAL INTERACTIONS , v. 283, p. 20-29, 2018.

  • SILVA, H.A.M.F. ; SIQUEIRA, W.N. ; SÁ, J.L.F. ; SILVA, L.R.S. ; MARTINS, M.C.B. ; AIRES, A.L. ; AMÂNCIO, F.F. ; PEREIRA, E.C. ; ALBUQUERQUE, M.C.P.A. ; MELO, A.M.M.A. ; SILVA, N.H. . Data set of the toxic effects of divaricatic acid depside on Biomphalaria glabrata and Schistosoma mansoni cercariae. DATA IN BRIEF , v. 19, p. 1393-1397, 2018.

  • AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; CRUZ, CLÊNIO SILVA DA ; NASCIMENTO-SILVA, LUCAS MATHEUS ; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO . Comércio ambulante de alimentos na universidade: uma questão de segurança alimentar e prevenção de parasitoses intestinais / Food trade in the university: a question of food safety and prevention of intestinal parasites. Saúde e Meio Ambiente - Revista Interdisciplinar , v. 7, p. 20-31, 2018.

  • DE ARAÚJO, HALLYSSON D.A ; MELO, ANA M.M.A. ; SIQUEIRA, WILLIAMS N. ; MARTINS, MÔNICA C.B. ; AIRES, ANDRÉ L. ; Albuquerque, Mônica C.P.A. ; DA SILVA, NICÁCIO H. ; LIMA, VERA L.M. . Potassium usnate toxicity against embryonic stages of the snail Biomphalaria glabrata and Schistosoma mansoni cercariae. ACTA TROPICA , v. 188, p. 132-137, 2018.

  • ARAUJO, H. D. A. ; MELO, A. M. M. A. ; SIQUEIRA, W. N. ; MARTINS, M. C. B. ; AIRES, ANDRÉ L. ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. ; SILVA, N. H. ; LIMA, V. L. M. . Dataset on schistosomiasis control using potassium usnate against Biomphalaria glabrata at different developmental stage and Schistosoma mansoni cercariae. DATA IN BRIEF , v. 188, p. 1347-1351, 2018.

  • MARTINS, MÔNICA ; SILVA, MONIQUE ; SILVA, HIANNA ; SILVA, LUANNA ; ALBUQUERQUE, MÔNICA ; AIRES, ANDRÉ ; FALCÃO, EMERSON ; PEREIRA, EUGÊNIA ; DE MELO, ANA ; DA SILVA, NICÁCIO . Barbatic Acid Offers a New Possibility for Control of Biomphalaria Glabrata and Schistosomiasis. Molecules (Basel. Online) , v. 22, p. 568, 2017.

  • OLIVEIRA, D. C. ; GALVAO, B. H. A. ; CRUZ, C. S. ; AIRES, A. L. ; Costa VMA ; Castro CMMB . Downregulation of INF-Y and IL-10 in mice submitted to neonatal malnutrition and exposed to infection by S. mansoni. Experimental Pathology and Health Sciences , v. 8, p. 41-44, 2016.

  • NASCIMENTO, G. A. F. ; SILVA, A. P. F. ; AIRES, A. L. ; MELO-JUNIOR, M. R. ; CARVALHO JUNIOR, L. B. . Digital morphometric analyses of collagen fibers in granulomas on liver from mice infected by Schistoso - ma mansoni. Experimental Pathology and Health Sciences , v. 4, p. 41-42, 2016.

  • LIMA, KEDMA DE MAGALHÃES ; NEGRO-DELLACQUA, M. ; AIRES, A. L. ; LUCENA, L. R. R. ; De CASTRO, C. M. M. B. . Influence of Total Splenectomy on Intestinal Microbiota, Bacterial Translocation and Sepsis Evolution in Experimental Model. Journal of Health Sciences , v. 18, p. 278-285, 2016.

  • AIRES, AL ; Ximenes EC, ; BARBOSA, V. X. ; GOES, A. J. S. ; Souza VMO ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. . -Lapachone: A naphthoquinone with promising antischistosomal properties in mice. Phytomedicine (Stuttgart) , v. 21, p. 261-267, 2014.

  • AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; XIMENES, EULÁLIA CAMELO PESSOA AZEVEDO ; Silva, Renata Alexandre Ramos ; BARBOSA, VANESSA XAVIER ; GÓES, ALEXANDRE JOSÉ DA SILVA ; PEIXOTO, CHRISTINA ALVES ; Souza, Valdênia Maria Oliveira ; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO . Ultrastructural analysis of -lapachone-induced surface membrane damage in male adult Schistosoma mansoni BH strain worms. Experimental Parasitology , v. 142, p. 83-90, 2014.

  • AIRES, A. L. ; Azevedo Albuquerque, Mônica Camelo Pessôa ; Silva, Renata Alexandre Ramos ; Schirato, Giuliana Viegas ; Pontes Filho, Nicodemos Teles ; Araújo, Sidcley Bernardino ; Souza, Valdênia Maria Oliveira ; Costa, Vlaudia Maria Assis ; Malagueo, Elizabeth . Immunohistopathological changes in murine Schistosomiasis mansoni under the influence of N-acetyl-L-cysteine. Parasitology Research (1987. Print) , v. xx, p. xx, 2012.

  • LIMA, K. M. ; AIRES, AL ; Leandro RiRL ; Almeida TM ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. ; Castro CMMB . Factors influencing the bacterial translocation in mice with chronic schistosomiasis. Acta Gastroenterológica Latinoamericana , v. 42, p. 309-320, 2012.

  • Siqueira, Luciana T. ; Ferraz, Álvaro Antônio B. ; Campos, Josemberg M. ; De Lima Filho, José Luiz ; Albuquerque, Mônica C.P.A. ; AIRES, A. L. ; Ribeiro, Maria Helena M. Lima ; Cavalcanti, Maria Taciana H. ; De Lima B. Cavalcanti, Carmelita ; Ferraz, Edmundo Machado . Analysis of Plasma Citrulline and Intestinal Morphometry in Mice with Hepatosplenic Schistosomiasis. Surgical Infections , p. 100722133347008, 2010.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; Costa VMA ; Coutinho AL . Alterações imunohistopatológicas em esquistossomose experimental sobre tratamento vom Nacetil-L-cisteína. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

AIRES, A. L. . Protozoários e Helmintos de interesse médico. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

AIRES, A. L. . Endemias parasitárias: entender, apreender e assistir.. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

AIRES, AL . PARASITOLOGIA CLÍNICA: EXAMES COPROPARASITOLÓGICOS. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

AIRES, A. L. . Impacto das Doenças Tropicais Negligenciadas. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

AIRES, AL ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. . Novos esquistosomicidas: estudoin vitroein vivo. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

AIRES, AL ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. . Técnicas Aplicas na Esquistossomose Experimental. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Santos AFS ; AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO ; REHN, V. N. C. ; GOMES, E. C. S. . Métodos de Estudo na Esquistossomose Experimental. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO . Métodos de Estudo na Esquistossomose Experimental. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

AIRES, ANDRÉ DE LIMA ; ALBUQUERQUE, M. C. P. A. . Métodos de pesquisa na parasitologia: Diagnóstico, tratamento e modelos experimentais.. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Toxicidade da Plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-Naphthoquinone) sobre estágios embrionários e caramujos adultos Biomphalaria glabrata, cercárias de Schistosoma mansoni e Artemia Salina, Descrição: No Brasil, a esquistossomose acomete cerca de 5-6 milhões de pessoas e Pernambuco é o um dos estados mais prevalente, especialmente na Zona da Mata e mais recentemente nas Regiões Litorânea e Metropolitana do Recife. Pernambuco apresenta cerca de 1.5 milhões de infectados, distribuídos em 102 (55%) dos 185 municípios, alta taxa de internação hospitalar e a maior taxa de mortalidade por esquistossomose do país. A esquistossomose é causada por helmintos do gênero Schistosoma e tem como principais agentes etiológicos as espécies S. mansoni, S. haematobium e S. japonicum. No Brasil, a única espécie prevalente é o S. mansoni e sua transmissão depende do contato humano com coleções hídricas onde habitam caramujos vetores infectados, que diariamente liberam milhares de cercárias, forma infecciosa para o homem. Brasil encontramos as seguintes espécies de caramujos vetores do S. mansoni: Biomphalaria tenagophila, B. straminea e B. glabrata, sendo esta última o principal vetor, especialmente na Região Nordeste do Brasil. Em Pernambuco, há áreas que a positividade para caramujos eliminando cercárias de S. mansoni chega a 80%. Na ausência de vacina biossegura e medidas sanitárias efetivas, umas das estratégias utilizadas para reduzir a prevalência e incidência da esquistossomose é o controle da população de caramujos vetores através de produtos moluscicidas. Moluscicidas são substâncias usadas para controlar/exterminar moluscos, principalmente os de importância econômica agrícola, como Também para controlar caramujos vetores de parasitos com importância médica humana. A niclosamida é o moluscicida recomendado pela OMS, já que demonstrou ser mais efetivo e menos danoso ao meio ambiente que outros moluscicidas inorgânicos ou sintéticos. Porém, a niclosamida apresenta baixa seletividade biocida, elevado custo para aplicação e dificuldade de seu transporte. Assim, há uma necessidade de investimento em pesquisas que contribuam com novas alternativas moluscicida que apresentem de ação eficaz, biossegura e alta seletividade e que sejam de baixo curto e de fácil aplicação. Este cenário encoraja nosso grupo de pesquisa na busca de produtos naturais e semi-naturais com atividade moluscicidas contra estágios embrionários e caramujos adultos B. glabrata, cercárias de S. mansoni e a toxicidade ambiental desses produtos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Mônica C P A Albuquerque - Integrante / Renan Andrade Fernandes de Souza - Integrante / Victor Hugo Barbosa dos Santos - Integrante / Clenio Silva da Cruz - Integrante / HIANNA ARELY MILCA FAGUNDES SILVA - Integrante / HALLYSSON DOUGLAS ANDRADE DE ARAUJO - Integrante / Lucas Matheus Nascimento Silva - Integrante / Wilza Wanessa Melo Franca - Integrante / João Victor Ritinto da Rocha - Integrante / ADRIANA MARIA DA SILVA - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Avaliação esquistossomicida in vivo da plumbagin (5-hydroxy-2-methyl-1,4-naphthoquinone) sobre estágios imaturos do Schistosoma mansoni, Descrição: Esquistossomose é uma infecção fatal que acomete fígado, baço e intestino com a inflamação granulomatosa, hipertensão portal e fibrose. Praziquantel é a única droga usada para tratar a esquistossomose, no entanto não atua contra vermes imaturos. Assim, existe a necessidade de outras drogas que possam ser usadas para o controle de vermes imaturos. Produtos naturais representam importantes fontes de candidatos a novos antiparasitários. Plumbagin, uma produto natural, tem ação in vitro contra vermes adultos de S. mansoni. No entanto, não há estudo da plumbagin in vivo contra vermes imaturos. Assim, nosso objetivo é avaliar a atividade esquistossomicida in vivo da plumbagin contra esquistossômulo de pele, esquistossômulo pulmonar e vermes jovens de S. mansoni. Este projeto vai criar resultados científicos, através de uma nova alternativa para o tratamento da esquistossomose, em resultados econômicos efetivos, com impactos na saúde humana, e consequentemente importantes impactos sociais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante / Lucas Matheus Nascimento Silva - Integrante / Emily Gabriele Marques Diniz - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Avaliação terapêutica de novos derivados tiazólicos e tiossemicarbazônicos candidatos a compostos esquistossomicidas, Descrição: Sendo a esquistossomose um grave problema de saúde pública com agravos que podem levar o paciente a graves condições de saúde, há a necessidade da busca de novas formas de tratamento no combate a esta parasitose. O principal tratamento atualmente é representado pela quimioterapia, embora se encontre no ponto crucial em busca de novos fármacos devido à falta de fármacos eficientes e principalmente por causa do aparecimento de uma possível resistência das cepas do Schistosoma mansoni ao único composto utilizado atualmente, o praziquantel. Um dos maiores problemas relacionado a essa escassez de novos fármacos esquistossomicidas está diretamente relacionado à falta de incentivos mundiais no setor de pesquisa de fármacos e em outros setores básicos de saúde. Esse descaso se deve ao fato de ser essa doença uma parasitose encontrada principalmente nos trópicos, sendo distribuídas quase que exclusivamente pelos países tropicais e subtropicais em desenvolvimento onde a pobreza e a falta de saneamento básico ainda fazem parte do cenário social. Nesse cenário, fica evidente a tamanha necessidade pela obtenção de novos derivados esquistossomicidas mais eficientes no tocante ao alvo biológico em questão, além de formulações que apresentem poucos efeitos colaterais e sejam mais disponíveis ao público infectado. Diversas pesquisas vêm analisando o potencial terapêutico de novos compostos orgânicos e dentre eles, destacam-se os tiazois e as tiossemicarbazonas, classe orgânica vastamente presente na literatura, estando atreladas a diversas atividades biológicas, tais como anticâncer, antibacteriana, antimalárica, antichagásica e antileishmania. Baseado nessa eficácia antiparasitária já demonstrada pelos tiazois e tiossemicarbazonas, este projeto tem por finalidade desenvolver pesquisas in vitro, a fim de verificar o papel dessas moléculas quanto ao seu perfil esquistossomicida frente a vermes jovens e casais de vermes adultos de S. mansoni.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Maria Do Carmo Alves de Lima - Integrante / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante / Anekecia Lauro da Silva - Integrante / Wilza Wanessa Melo Franca - Integrante / João Victor Ritinto da Rocha - Integrante / Débora Verônica Sarmento Pereira da Silva - Integrante / Rafael de Souza Bezerra - Integrante / Yandra Flaviana Siqueira de Souza - Integrante.

  • 2018 - 2019

    INQUÉRITO DE GEO-HELMINTÍASES e ESQUISTOSSOMSE, Descrição: O inquérito amostral de avaliação da prevalência das geo-helmintíases e esquistossomose, realizado no a partir de período de setembro de e 2018, em 108 municípios prioritários, tem como público alvo os escolares na faixa etária de 05-14 anos da rede pública. A amostra calculada consiste em aproximadamente 34 mil exames. Para a IV região de saúde, a amostra é de cerca de 6.000 exames. A parceria entre a disciplina de parasitologia do departamento de Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde da SES-PE foi formalizada para realização destes exames.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Integrante / Reginaldo Gonçalves de Lima Neto - Integrante / Francisca Janaina Soares Rocha - Integrante / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante / ANA VIRGINIA MATOS SÁ BARRETO - Coordenador.

  • 2018 - Atual

    ?EFEITO DO PROBIÓTICO ENTEROGERMINA SOBRE A IMUNOPATOLOGIA DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI EXPERIMENTAL, Descrição: As células Th17 e Treg são encontradas, particularmente na mucosa intestinal, onde elas funcionam para proteger o hospedeiro de microrganismos patogênicos e para restringir as respostas excessivas de células T efetoras, respectivamente, sendo reguladas na maior parte pelos microrganismos entéricos. Estudos demostraram que alterar a composição da microbiota intestinal pode ser uma nova forma de tratar e prevenir determinadas enfermidades com impacto na saúde e bem-estar do indivíduo. Uma das formas de alteração da microbiota consiste no uso de microrganismos probióticos. Visto que o equilíbrio entre células Th17/Tregs é crítico no desenvolvimento de formas graves da esquistossomose, e que esses perfis de células são regulados também pela microbiota intestinal; bactérias probióticas poderiam ser utilizadas na imunomodulação dos perfis Th17 e Treg, como uma provável alternativa terapêutica no controle da imunopatologia associado a formação dos granulomas e no controle da carga parasitária durante a infecção experimental com S. mansoni. O presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito imunomodulatório de probióticos no tratamento profilático e terapêutico da infecção experimental pelo Schistosoma mansoni. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / XIMENES, EULÁLIA CAMELO PESSOA AZEVEDO - Integrante / Vlaudia Maria Assis Costa - Coordenador / CRUZ, CLÊNIO SILVA DA - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Perfil de resposta imune de camundongos nascidos ou amamentados em mães infectadas pelo Schistosoma mansoni frente à implantação tumoral, Descrição: Descendente gerados em mães infectadas com S. mansoni apresentam potencial supressor via IL-10 e alterações de APCs e aqueles amamentados apresentam mais Treg, IL-10 e IL-17 e melhoras as resposta de linfócitos B, o presente projeto se propõe avaliar a influência via utero, bem como o contato prévio com o leite de mães esqusitossomóticas, no peso e alterações histológicas do tumor, na frequência de linfócitos T regulatórios, na frequência de macrófagos classicamente e alternativamente ativados, na capacidade de apresentação antigênica das APCs, e no perfil dos linfócitos B em camundongos adultos submetidos a implantação tumoral. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante / VALDÊNIA MARIA OLIVEIRA SOUZA - Coordenador / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante / Maria da Conceição da Silva - Integrante / Virginia Maria Barros de Lorena - Integrante / Gabriela Calixto R Holanda - Integrante.

  • 2016 - 2019

    Aplicação Biotecnológica de Compostos Liquênicos na Terapêutica Experimental da Esquistossomose Mansônica, Descrição: Em Pernambuco, a esquistossomose, doença infecciosa parasitária causada pelo trematódeo Schistosoma mansoni, atinge 79% dos municípios, cometendo a população mais pobre, carente de saneamento e políticas públicas adequadas. Atualmente, a Organização Mundial de Saúde recomenda apenas o praziquantel como droga de escolha para o tratamento da doença e a niclosamida para o combate aos hospedeiros intermediários do ciclo, moluscos Biomphalaria glabrata. A niclosamida apresenta baixa seletividade, sendo tóxica para outros organismos. Sendo assim, nota-se a importância de pesquisas direcionadas para a busca de novos compostos naturais, menos tóxicos e mais seletivos para o combate ao verme e ao molusco hospedeiro. Diversos compostos com atividade biológica são encontrados em líquens, dentre estes há o ácido divaricático. Através do presente projeto de pesquisa, esperamos contribuir com novas alternativas para o combate à esquistossomose, através da busca por uma nova substância que venha a eliminar o parasito causador da doença e o molusco, hospedeiro intermediário do ciclo do parasito. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / HIANNA ARELY MILCA FAGUNDES SILVA - Integrante / ANA MARIA MENDONÇA DE ALBUQUERQUE MELO - Coordenador / NICÁCIO HENRIQUE DA SILVA - Integrante / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante.

  • 2016 - Atual

    AVALIAÇÃO ESQUISTOSSOMICIDA DA ASSOCIAÇÃO -LAPACHONA/PRAZIQUANTEL COMPLEXADOS EM -CICLODEXTRINA, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Eulalia Camelo Pessoa Azevedo Ximenes - Integrante / ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO - Integrante / Victor Hugo Barbosa dos Santos - Integrante / Pedro José Rolim Neto - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Investigação da Toxicidade Aguda e Atividade Antinociceptiva do Sal de Potássio do Ácido Ácido Úsnico (PS-UA) em Modelo Murino, Descrição: Pesquisas etnofarmacológicas enumeraram o uso de liquens e dos seus derivados na medicina popular para um amplo espectro de atividades farmacológicas, demonstrando propriedades adstringentes, laxantes, anticonvulsivantes, antieméticos, antiasmáticos, anti-inflamatórios, antibióticas, antidiarréia, doenças de pele, antiepilepsia, anticonvulsões, contra dores de garganta e de dente e também para o tratamento de doenças cardiovasculares, respiratórias e gástricas. Dentre os metabolitos secundários de liquens temos o ácido úsnico (USN) (2,6-diacetil-7,9-dihidroxi-8-9b-dimetil-1,3(2H,9/H) - dibenzofuranos; C 18 H 16 O 7 de cor amarela, metabolizado por várias espécies amplamente distribuídas nos países tropicais e subtropicais. O USN é encontrado naturalmente em duas formas racêmicas, diferenciados na orientação do grupo metil angular localizado na posição 9b, sendo também atribuído ao USN um enorme potencial farmacológico, tais como atividades gastroprotetora, imunoestimulatória, antiviral, antimicrobiana, anti-inflamatória, antiprotozoária e antitumoral. Além disso, estudos farmacológicos foram realizados para testar e desenvolver compostos naturais isolados de líquen para uso humano relacionados a dor, que é um sinal neurológico com percepção nociceptiva decorrente das sensações desagradáveis estimuladas pelos fatores subjetivos e objetivos do sistema. Tanto um fator quanto o outro estão diretamente relacionados aos mecanismos de resposta a dor em estimulação às respostas de nervos periféricos (dor nos primeiros minutos) ou estimulação mais acentuadas (dor com durabilidade 10 min após a lesão). Com esse raciocínio Okuyama et al. avaliaram o ácido difractaico e o USN sobre a dor em modelo murino e observaram que o USN apresentou um efeito bastante considerável quando foi utilizado o método de contorção utilizando ácido acético. No entanto, o USN tem a desvantagem de apresentar baixa solubilidade aquosa e alta toxicidade decorrente de suas características hidrofóbicas relacionados com as suas propriedades físico-químicas. Portanto, é importante introduzir novos métodos eficazes para aumentar a taxa de solubilidade e dissolução dos candidatos a fármacos, visando melhorar sua biodisponibilidade oral, aumentando a previsibilidade da resposta e/ou reduzindo a dose. Assim, umas das alternativas para aumentar a biodisponibilidade do USN é modifica-lo quimicamente em forma de sal de potássio do ácido úsnico (PS-UA), o que proporciona um ganho, otimizando não só a sua solubilidade, mas também a sua toxicidade sem diminuir o seu potencial biológico. Embora as substâncias liquênicas sejam bastante mencionadas na medicina popular, estudos com suas moléculas bioativas quimicamente modificadas são incipientes, assim como sua toxicidade aguda ainda não foram reportados. Nesse sentido, o objetivo desde estudo foi avaliar pela primeira vez a atividade antinociceptiva do PS-UA, e o seu mecanismo de ação através da via nociceptiva, quanto a sua toxicidade aguda em modelo murino, avaliando os sinais tóxicos através da análise comportamental e pelos parâmetros hematológicos, bioquímicos e histológicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / HALLYSSON DOUGLAS ANDRADE DE ARAUJO - Integrante / MÔNICA CRISTINA BARROSO MARTINS - Integrante / NICÁCIO HENRIQUE DA SILVA - Integrante / VERA LUCIA DE MENEZES LIMA - Coordenador / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante / MARIO RIBEIRO DE MELO-JÚNIOR - Integrante / Eugenia Cristina Goncalves Pereira - Integrante / José Guedes da Silva Júnior - Integrante / João Ricardhis Saturnino de Oliveira - Integrante / Maria Helena Madruga Lima Ribeiro - Integrante / Marcos André Cavalcanti Bezerra - Integrante / Nicodemos Teles de Pontes Filho - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Efeitos imunorregulatórios do extrato solúvel de Ascaris suum e de sua associação com N-acetil-L-cisteína sobre os mecanismos intracelulares da população macrófagos (M1 e M2) e linfócitos T na hepatite autoimune experimental, Descrição: Avaliar, em modelo de hepatite autoimune experimental (HAE), os mecanismos de imunorregulação induzidos pelo extrato solúvel do Ascaris suum (Asc) e por sua associação com a N-acetil-L-cisteína sob a frequência de macrófagos (M1 e M2) e a capacidade de ativação da resposta imune através da expressão de moléculas regulatórias em linfócitos e células apresentadoras de antígenos no tecido hepático de camundongos isogênicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Integrante / Valdênia Maria Oliveira Souza - Coordenador / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante / Wheverton Ricardo Correia do Nascimento - Integrante / Raul Penaforte Correia da Silva - Integrante / Roeckson Carlos Peixoto Silva - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Infecção crônica pelo Schistosoma mansoni associada à obesidade: resposta imune e patologia hepática em camundongos, Descrição: A obesidade é considerada um problema de saúde mundial e o aumento de sua incidência, riscos e consequências são cada vez mais preocupantes . Caracterizada por gerar prejuízos ao estado normal do hospedeiro, modificando funções vitais como a endócrina e imune, pode acarretar prejuízos à competência imunológica, com aumento da susceptibilidade a infecções e inflamações . Doenças tropicais negligenciadas e desordens nutricionais tem representado um impasse na saúde pública, devido a afetar populações vulneráveis. Poucos estudos avaliam a associação da obesidade com a esquistossomose, doença infecciosa de caráter crônico, cuja patogênese é fortemente determinada pelo padrão alimentar do hospedeiro. Os resultados sugerem que a obesidade produz mudanças no curso da infecção esquistossomótica, contudo não foram encontradas abordagens imunológicas da associação. Em virtude do contingente de pacientes obesos encontrados em áreas endêmicas para esquistossomose, torna-se relevante o desenvolvimento de estudos que visem o entendimento de mecanismos imunopatogênicos gerais desencadeados durante a infecção pelo S. mansoni associada à obesidade. Logo, pretende-se com esse estudo avaliar parâmetros da função imune e patologia hepática na infecção crônica pelo S. mansoni, em camundongos obesos e eutróficos. Para isso, foi elaborada a seguinte questão: Existem diferenças entre hospedeiros obesos e eutróficos, quanto a parâmetros imunes (níveis séricos de citocinas IL-10 e IFN- , proteína C reativa, leucócitos totais e diferenciais) e a patologia hepática, durante a infecção crônica pelo Schistosoma mansoni? Os resultados deste trabalho poderão auxiliar na compreensão do comportamento dos mecanismos de defesa do indivíduo, esclarecendo possíveis sequelas trazidas pela obesidade, altamente prevalente em nosso meio, quando associada à esquistossomose. O estudo poderá ainda, contribuir no sentido de alertar a população para os efeitos da obesidade, principalmente quando associada a outra doença, e assim auxiliar no estabelecimento de estratégias adequadas de prevenção, tratamento e prognóstico nesses indivíduos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Célia Maria Machado Barbosa de Castro - Coordenador / Danielly Cantarelli de Oliveira - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Efeitos do Bacillus claussi sobre a esquistossomose mansoni: estudo da resposta imunologica, alterações intestinais e parametros parasitologicos, Descrição: As alterações fisiopatológicas na esquistossomose são decorrentes da deposição de ovos nos tecidos desencadeando a reação inflamatória granulomatosa mediada por células T CD4. A imunodeficiência sistêmica ou localizada no trato gastrointestinal tem sido estudada como um dos principais promotores das alterações do epitélio intestinal. O Bacillus claussi comercialmente disponível, será utilizado no presente estudo para avaliar seus efeitos sobre a resposta imunológica e os danos da mucosa intestinal em camundongos, cronicamente, infectados com Schistosoma mansoni. Será realizado estudo experimental de intervenção utilizando camundongos Swiss webster (Mus musculus) nascidos e mantidos no biotério do Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami ? LIKA/UFPE, infectados aos 35 dias de nascidos, por via percutânea com 50 cercárias de S. mansoni (cepa BH). Os animais serão divididos em cinco grupos com 10 camundongos fêmeas. Grupo 1: Animais não infectados recebendo veículo (Meio de Cultura) do 80° ao 185° dia de nascidos Grupo 2: Animais não infectado e tratado com Bacillus claussi do 80° ao 185° dia de nascidos. Grupo 3: Animais infectado recebendo veículo (Meio de Cultura) do 45° aos 150° dia de infecção. Grupo 4: Animais que receberão Bacillus claussi cinco dias antes da exposição cercariana até o 150° dia de infecção. Grupo 5: Animais infectado e tratado com Bacillus claussi do 45° aos 150° dia de infecção. Para avaliação da atividade do B. claussi células vegetativas e os esporos serão obtidos do medicamento Enterogermina Sanofiaventiswinthrop cultivados e mantidos no Laboratório de Fisiologia e Bioquímica de Microorganismos do Departamento de Antibióticos - UFPE. O efeito do Bacillus claussi sobre a resposta imunológica será investigada a partir da cultura de células esplênicas onde serão realizadas dosagens de citocinas INF-, IL-10, IL-13 e IL-4 e nitritos. As alterações intestinais serão investigadas através da dosagem plasmática de citrulina e análise histopatológicas e histomorfométricas da mucosa jejunal. Os parâmetros parasitológicos serão avaliados através da redução da carda parasitaria de vermes recuperados durante a perfusão do sistema porta hepático e mesentérico, do oograma e da contagem de ovos do tecido hepático. Ao final deste estudo, espera-se que a utilização do Bacillus claussi em pacientes portadores da esquistossomose constitua-se em uma boa estratégia, podendo contribuir junto à terapia esquistossomicida do praziquantel com a recuperação da mucosa intestinal, muitas vezes comprometida de forma irreversível.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Eulalia Camelo Pessoa Azevedo Ximenes - Integrante / ALBUQUERQUE, MÔNICA CAMELO PESSÔA DE AZEVEDO - Integrante / Clenio Silva da Cruz - Integrante / Daniel Francisco Pereira Junior - Integrante / Renata Pinto Ramos - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E APLICAÇÕES BIOTECNOLÓGICAS DE SUBSTÂNCIAS OBTIDAS DE FUNGOS LIQUENIZADOS EM VETORES E PARASITAS DA ESQUISTOSSOMOSE, LEISHMANIOSE, E COMO RADIOPROTETORES, Descrição: O ponto central desta pesquisa foca na avaliação e no potencial biológico das substâncias obtidas dos liquens sobre os vetores de doenças negligenciáveis, como esquistossomose e leishmaniose, bem como o potencial radioprotetor das substâncias liquênicas Sabe-se que as substâncias produzidas pelos liquens apresentam papel ecológico fundamental para manutenção do talo na natureza. Algumas destas substâncias atuam como antibióticos naturais agindo sobre bactérias, fungos e protozoários protegendo os liquens contra o ataque destes microrganismos ou pequenos invertebrados como lesmas e caracóis. Algumas destas substâncias podem agir diretamente sobre a microbiota intestinal destes predadores ou interagir com organelas de fundamental importância para sobrevivência destes organismos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Paloma Lys de Medeiros - Integrante / MÔNICA CRISTINA BARROSO MARTINS - Integrante / NICÁCIO HENRIQUE DA SILVA - Integrante / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante / Ana Maria Mendonça Albuquerque de Melo - Integrante / Rocío Santiago Tejero - Integrante / Eliete Cavalcanti da Silva - Integrante / Eugenia Cristina Goncalves Pereira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA DE NOVOS DERIVADOS 2-[(INDOL-3-ILMETILENO)-AMINO]-BENZOTIOFÊNICOS, Descrição: A esquistossomose é uma doença parasitária causada por vermes tremátodas do gênero Schistosoma acometendo cerca de 243 milhões de pessoas no mundo, mas medidas profiláticas e terapêuticas vêm sendo estudadas em todo mundo para o seu tratamento. Atualmente, o fármaco de escolha é o praziquantel, sendo eficaz, de baixo custo e menos tóxico, porém já há relatos de uma possível resistência, tendo assim, a necessidade da busca de novos agentes esquistossomicidas. Com isso, surge o desenvolvimento crescente da Química Medicinal no planejamento e desenvolvimento de novos fármacos. A hibridação molecular, uma das estratégias da Química Medicinal, entre o núcleo tiofênico e núcleo indólico representa a união de dois grupos farmacofóricos importantes, devido às suas importantes propriedades químicas e biológicas, tais como anti-chagásica, antitumoral, anti-inflamatória, esquistossomicida e outros. Esse projeto tem como objetivo sintetizar novos derivados 2-[(Indol-3-Ilmetileno)-Amino]-Benzotiofênicos utilizando a Síntese de Gewald; purificar e identificar estruturalmente esses novos compostos, através de análises espectrofotométricas no infravermelho, ressonância magnética nuclear, bem como por espectrometria de massas; avaliar a citotoxicidade desses novos derivados 2-[(Indol-3-Ilmetileno)-Amino]-Benzotiofênicos; Avaliar a suscetibilidade in vitro e in vivo de vermes adultos de Schistosoma mansoni (CEPA BH) frente aos novos derivados 2-[(Indol-3-Ilmetileno)-Amino]-Benzotiofênicos, estudar o potencial imunomodulador destes derivados na dosagem de citocinas IFN-, TNF- IL-10 e Óxido Nítrico; avaliar a carga parasitária através de contagem de vermes e ovos dos animais submetidos à terapia; averiguar histopatologicamente o comportamento da fibrose e quantificar depósitos de tecido fibroso no fígado através de técnica morfométrica e verificar ultraestruturalmente os danos causados com a terapia desses derivados 2-[(Indol-3-Ilmetileno)-Amino]-Benzotiofênicos em microscopia eletrônica (MEV e MET).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Integrante / Maria Do Carmo Alves de Lima - Coordenador / Clenio Silva da Cruz - Integrante / Luana Maria Mariz Gomes da Silva - Integrante / Antônio Sérgio Alves de Almeida Júnior - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Novos Agentes Esquistossomicidas: Síntese e Caracterização Estrutural de Benzotiofênicos-4-fenil-acilhidrazônicos (LqIT/NT), Descrição: Sendo a esquistossomose considerada um grave problema de saúde pública, há a necessidade da busca de novas formas de tratamento no combate a esta parasitose. O tratamento mais evidenciado é representado pela quimioterapia, apesar da mesma está atualmente, no seu ponto crucial em busca de novos fármacos devido à falta de quimioterápicos eficientes e principalmente por causa do aparecimento de uma possível resistência das cepas do Schistosoma ao único fármaco utilizado atualmente, o praziquantel (PZQ). Um dos maiores problemas relacionado a essa escassez de novos fármacos esquistossomicidas está diretamente relacionado à falta de incentivos mundiais no setor da saúde e em outros setores envolvidos. Esse descaso se deve ao fato de ser essa doença uma parasitose encontrada principalmente nos trópicos, sendo distribuídas quase que exclusivamente pelos países subtropicais em desenvolvimento onde a pobreza e a falta de saneamento básico ainda fazem parte do cenário social. Dessa forma, surge a necessidade do desenvolvimento de novos fármacos eficientes no tratamento da parasitose, possuindo ao mesmo tempo, uma menor taxa de efeitos colaterais e um menor custo, tornando-se acessível ao maior público infectado. Portanto, baseando-se nessa necessidade, este projeto tem por finalidade desenvolver pesquisas tornando os compostos Benzotiofênicos-4-fenil-acilhidrazônicos (LqIT/NT) candidatos a novos fármacos esquistossomicidas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Coordenador / Maria Do Carmo Alves de Lima - Integrante / Clenio Silva da Cruz - Integrante / Luana Maria Mariz Gomes da Silva - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Avaliação da atividade do complexo de inclusão -lapachona em -ciclodextrina frente ao Schistosoma mansoni, Descrição: Na inexistência de vacina e ações eficazes em saúde pública a quimioterapia é o único recurso capaz de reduzir a prevalência e incidência da esquistossomose. Atualmente o praziquantel (PZQ) é a droga de escolha por ser efetiva contra todas as espécies de Schistosoma. Apesar de seguro e eficaz, é preocupante a disponibilidade de apenas uma droga empregada no tratamento de uma doença que afeta milhões de pessoas. Além disto, o PZQ apresenta baixa atividade contra vermes jovens e estudos alertam para possível seleção de cepas resistentes e/ou tolerantes. Este quadro, não apenas justifica, mas aponta a necessidade de planejamento, desenvolvimento e pesquisas com novos fármacos com potencial esquistossomicida. -Lapachona (-lap) uma orto-naftoquinona lipofílica de ocorrência natural, análogo semi-sintético do lapachol, quinona extraída da casca de Bigoniaceae e Verbenaceae, apresenta diversas atividades biológicas incluindo atividades antiparasitárias contra Trypanosoma cruzi, Plasmodium e Schistosoma. Com relação às propriedades anti-Schistosoma temos verificado que a -lap apresenta-se como um promissor composto esquistossomicida, mas devido a sua baixa solubilidade em água a taxa de redução de carga parasitária ainda não é satisfatoria para obtenção da cura. O desenvolvimento de formulações farmacêuticas que incrementem a sua solubilidade garantirá maior biodisponibilidade e melhor atividade biológica, utilização de menores doses e de via de administração mais conveniente, além de menores efeitos adversos. As propriedades complexantes da ciclodextrina aumentam a solubilidade e consequentemente a taxa de dissolução de fármacos pouco solúveis. O emprego de complexos de inclusão da -lap em ciclodextrina levará a novas perspectivas de estudos permitindo aumentar sua atividade esquistossomicida e elucidar seu mecanismo de ação, além de utilizá-la como protótipo para a síntese de novos derivados naftoquinonicos com potencial esquistossomicida.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Coordenador / Alexandre José da Silva Góes - Integrante / Risoleta Nogueira Soares - Integrante / José Lourenço de Freitas Neto - Integrante / Pedro José Rolim Neto - Integrante / Daniel Francisco Pereira Junior - Integrante / Eliana Domingues Nunes - Integrante.

  • 2014 - Atual

    EDITAL AUXÍLIO JOVEM PESQUISADOR N01/2015 - Avaliação do complexo de inclusão -lapachona em 2-O-dimetil--ciclodextrina sobre o Schistosoma mansoni, Descrição: A esquistossomose é uma das dez doenças mais negligenciadas do mundo, uma vez que pouco investimento financeiro é empregado na pesquisa e desenvolvimento de novos medicamentos, testes diagnósticos, vacinas e outras tecnologias para controle e prevenção. Atualmente, o praziquantel (PZQ), desenvolvido na década de 70, é o único medicamento para o tratamento da esquistossomose. É preocupante a disponibilidade de apenas uma droga para o controle de uma doença em expansão, que acomete cerca de 239 milhões de pessoas e causa a morte de 280.000 de pessoas todos os anos. Além disto, estudos alertam para o desenvolvimento de resistência e/ou tolerância de cepa de Schistosoma frente ao PZQ. Esse cenário tem motivado nosso grupo a contribuir com a pesquisa e o desenvolvimento de novos fármacos esquistossomicida e no monitoramento do S. mansoni frente ao PZQ. Diversos estudos têm contribuído para o entendimento de compostos esquistossomicidas, naturais e sintéticos, e de tecnologias em formulações farmacêuticas que possam aumentar a eficácia desses compostos quando apresentam baixa solubilidade em água. Nesse sentido o Laboratório de Imunologia das Doenças Parasitárias e Esquistossomose Experimental - LIKA-UFPE (LIDPEEx) tem explorado o potencial esquistossomicida, in vitro e in vivo, da -lapachona (3,4-di-hidro-2,2-dimetil-2H-naftol [1,2-b] piran-5,6-diona, (-lap)) uma orto-naftoquinona de baixa solubilidade em água (0.038 mg?mL1) e o Laboratório de Tecnologia dos Medicamentos (LTM) tem desenvolvido formulações hidrossolúveis, em complexos de inclusão, contendo -lap.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador / Mônica C P A Albuquerque - Integrante / Victor Hugo Barbosa dos Santos - Integrante / Risoleta Nogueira Soares - Integrante / Clenio Silva da Cruz - Integrante / Pedro José Rolim Neto - Integrante / Eliana Domingues Nunes - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos Mecanismos de Imunorregulação do Extrato Solúvel de Ascaris suum e de sua Associação com N-acetil-L-cisteína na Hepatite Autoimune Experimental, Descrição: Avaliar, em modelo de hepatite autoimune experimental (HAE), os mecanismos de imunorregulação induzidos pelo extrato solúvel do A. suum (Asc) sob o influxo de células T regulatórias e células estreladas no tecido hepático, e a produção de citocinas envolvidos nesse processo. Além de verificar se associação entre o Asc e a N-acetil-L-cisteína é capaz de prevenir/reduzir o efeito adverso (fibrose) induzido pelo Asc durante o tratamento da HAE em camundongos isogênicos. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Integrante / Valdênia Maria Oliveira Souza - Coordenador / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante / Wheverton Ricardo Correia do Nascimento - Integrante / Raul Penaforte Correia da Silva - Integrante / Roeckson Carlos Peixoto Silva - Integrante.

  • 2012 - Atual

    EFEITO DA N-ACETILCISTEINA SOBRE O DANO HEPATICO NA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI CRÔNICA EXPERIMENTAL, Descrição: Além da cura parasitária o reparo das alterações hepáticas na esquistossomose é desejável. A grande preocupação na terapia esquistossomótica refere-se à inexistência de drogas que atuem sobre a fibrose. Ainda não existe uma droga eficaz, embora muitas tenham sido ensaiadas. Desde 1990 pesquisas são desenvolvidas na tentativa de identificar terapêuticas antifibróticas, porém ainda não existe nenhuma droga segura. Este quadro, não apenas justifica, mas aponta a necessidade de planejamento, desenvolvimento e pesquisas com novas drogas com propriedades hepatoprotetoras. Os ovos estimulam a defesa imune a liberar radicais reativos do oxigênio, potenciais agentes lesivos ao tecido. A intensa exposição a esses compostos compromete a função do órgão com alterações na anatomia e fisiologia do mesmo frente ao aparecimento de fibrose tecidual. Considerando a propriedade antioxidante da N-acetilcisteina, um fármaco amplamente utilizado na clinica, sobretudo como agente desintoxicante hepático, através de sua ação em manter os níveis saudáveis de glutationa, nosso objetivo é investigar o uso da N-acetilcisteina sobre os processos lesivos hepáticos na esquistossomose cronica avançada, como o estresse oxidativo e as lesões patológicas desencadeadas pela formação do granuloma esquistossomótico, esperando contribuir junto à terapia esquistossomicida do praziquantel com a recuperação do fígado, muitas vezes comprometido de forma irreversível.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Coordenador / Nicodemos Teles de Pontes Filho - Integrante / Valdênia Maria Oliveira Souza - Integrante / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante.

  • 2012 - Atual

    PERFIL DE ATIVAÇÃO DOS LINFÓCITOS E CÉLULAS APRESENTADORAS DE ANTÍGENOS DE CAMUNDONGOS DESCENDENTES DE MÃES ESQUISTOSSOMÓTICAS EM RESPOSTA À OVALBUMIA E AO LEITE MATERNO, Descrição: Infecção pelo Schistosoma mansoni pode induzir imunossupressão a antígenos homólogos e heterólogos no hospedeiro. É sabido que gestantes cronicamente infectadas são comuns em áreas endêmicas. Em um modelo experimental de imunização com ovalbumina, em adjuvante, observamos que descendentes nascidos de mães esquistossomóticas adquirem um potencial supressor, enquanto descendentes apenas amamentados tem potencializada resposta imune humoral. Pretendemos investigar a produção em linfócitos T, B e macrófagos das citocinas IL-2 e IL-10 em resposta á imunização com ovalbumina de camundongos adultos nascidos e/ou amamentados em mães esquistossomóticas, assim como caracterizar a capacidade estimulatória de células apresentadoras de antígenos na presença, in vitro, do leite de mães esquistossomóticas e a avaliar a presença de componentes imunomodulatórios neste leite.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Valdênia Maria Oliveira Souza - Coordenador / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante / Mônica Camelo Pessôa de Azevedo Albuquerque - Integrante / Virginia Maria Barros de Lorena - Integrante / Patrícia d`Emery Alves Santos - Integrante / Yara Miranda Gomes - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Susceptibilidade in vitro e in vivo de estágios evolutivos de Schistosoma mansoni frente a -lapachona, Descrição: Uma a cada trinta pessoas é portadora de esquistossomose ao redor do mundo. Atualmente, o praziquantel (PZQ) é o único medicamento recomendado para o tratamento e controle da esquistossomose. Embora seguro e eficaz, é preocupante a disponibilidade de apenas uma droga para o tratamento de uma doença que afeta milhões de pessoas. Além disso, o PZQ apresenta baixa atividade contra esquistossômulos, vermes jovens e vermes fêmeas adultas e diversos estudos alertam para uma possível seleção de cepas Schistosoma-resistentes e/ou tolerantes a esse fármaco. Isso nos encoraja a contribuir com novos estudos para preservar o PZQ. Inicialmente desenvolvida como droga anti-tumoral, -lapachona (-lap), orto-naftoquinona lipofílica de ocorrência natural, análogo semi-sintético do lapachol, tem recebido muita atenção da comunidade científica devido a sua ampla atividade biológica. As naftoquinonas, incluindo -Lap, têm se mostrado ativas contra o S. mansoni bloqueando a penetração cercariana quando aplicados topicamente, inibindo a glicólise aeróbica de vermes adultos; alterando a motilidade e superfície do tegumento dos vermes e atuando como cercaricida e moluscicida contra adulto e massas de ovos de Biomphalaria glabrata. Diante do exposto e considerando as propriedades farmacológicas da -lap, torna-se necessária uma investigação direcionada a sua análise sobre o S. mansoni, empregando modelos in vivo e in vitro, aplicando uma abordagem mais ampla dos aspectos parasitológicos antes ainda não estudados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Mônica C P A Albuquerque - Coordenador / Valdênia Maria Oliveira Souza - Integrante / Eulalia Camelo Pessoa Azevedo Ximenes - Integrante / Alexandre José da Silva Góes - Integrante.

  • 2008 - 2012

    AVALIAÇÃO DO EFEITO DA N-ACETILCISTEINA SOBRE AS ALTERAÇÕES HEPATICAS NA ESQUISTOSSOMOSE EXPERIMENTAL, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Mônica Camelo Pessoa de Azevedo Albuquerque em 30/07/2013., Descrição: Embora o praziquantel esteja disponível para tratamento especifico da esquistossomose, este não tem atividade sobre as alterações hepáticas decorrente da presença de antígenos de ovos que estimulam a defesa imune a liberar radicais reativos do oxigênio, potenciais agentes lesivos ao tecido. A intensa exposição a esses compostos compromete a função do órgão com alterações na anatomia e fisiologia do mesmo frente ao aparecimento de fibrose tecidual. Considerando a propriedade antioxidante da N-acetilcisteina, um fármaco amplamente utilizado na clinica, sobretudo como agente desintoxicante hepático, através de sua ação em manter os níveis saudáveis de glutationa, propomos nesta oportunidade investigar o uso da N-acetilcisteina sobre os processos lesivos hepáticos que ocorrem nessa doença, como o estresse oxidativo e as lesões patológicas desencadeadas pela formação do granuloma esquistossomótico, quando administrada nas diferentes fases de evolução da doença, quer atuando diretamente ou por modulação da resposta imune. Podendo desta forma contribuir junto à terapia esquistossomicida do praziquantel com a recuperação do fígado, muitas vezes comprometido de forma irreversível.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre de Lima Aires - Integrante / Renata A R Silva - Integrante / Elizabeth M A Santana - Integrante / Albuquerque, Mônica C.P.A. - Coordenador / Nicodemos Teles de Pontes Filho - Integrante / Valdênia Maria Oliveira Souza - Integrante / Vlaudia Maria Assis Costa - Integrante.

  • 2003 - 2007

    Embriotoxicidade in vitro de especies de Indigofera suffruticosa do Estado de Pernambuco no controle de aedes aegypti, Descrição: O projeto visar a valiar os efeitos da embriotoxicidade in vitro dos extratos de indigofera e principios ativos das especies de indigofera (Fabeceae) ocorrentes no estado de Pernambuco no controle do Aedes aegypti que subsidiem a avaliação de risco para a saude humana e para o ecosistema. Diante da tendencia de aumento da incidencia desta doença ja verificada nos ultimos dois anos e a introdução de um novo sorotipo (DEN3) que pronuncia um elevado risco de epidemias do Dengue e de aumento nos casos de Febre Hemorragica da Dengue (FHD), o presente trabalho propõe um nova metodologia de investigação, pioneira para Saúde Ambiental. O estudo da Embriotoxicidade in vitro podera contribuir na fundamentação do Programa Nacinal de Controle da Dengue (PNCD), visto que não existe qualquer evidencia tecnica de que a erradicção do musquito seja possivel, em curto prazo. O carater cooperativo dessa proposta contara com a colaboração do Centro de Vigilancia Ambietal do Distrito Sanitario VI da Prefeitura da Cidade do Recife do Estado de Pernambuco.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andre de Lima Aires - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

MENÇÃO HONROSA - BENEFÍCIOS DO PET NA FORMAÇÃO ACADÊMICA DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO, I CONGRESSO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DO NORDESTE.

2019

1° Lugar na modalidade oral, categoria MEIO AMBIENTE com o trabalho: ?Avaliação do sal de potássio do ácido úsnico sobre embriões da Biomphalaria glabrata?, I colóquio Regional em Morfotecnologia da UFPE.

2019

2° lugar na modalidade painel - Ciências da Saúde e Biológicas com o trabalho : ?Avaliação in vitro do potencial esquistossomicida da -Lapachona no complexo de inclusão -ciclodextrina?, I colóquio Regional em Morfotecnologia da UFPE.

2019

3 lugar na modalidade painel - Ciências da Saúde e Biológicas com o trabalho: ?USNATO DE POTÁSSIO, UM SAL DO ÁCIDO ÚSNICO SOLÚVEL EM ÁGUA, MOSTRA ATIVIDADE PROMISSORA SOBRE DIFERENTES ESTÁGIOS EVOLUTI, I colóquio Regional em Morfotecnologia da UFPE.

2019

MENÇÃO HONROSA - 1. ?Exposição aguda ao limoneno altera a fecundidade e fertilidade dos Biomphalaria glabrata, hospedeiro intermediário do Schistosoma mansoni?, I colóquio Regional em Morfotecnologia da UFPE.

2019

MENÇÃO HONROSA - Modulação histopatológica e histomorfométrica de tecido e granuloma esquistossomótico intestinal após terapêutica com Bacillus clausii, I colóquio Regional em Morfotecnologia da UFPE.

2017

3° lugar - Apresentação de trabalho na comunicação oral., VII SINATER ? International Symposium on Diagnostics and Therapeutics.

2017

Menção Honrosa Programa de Educação Tutorial - PET PARASITOLOGIA, UFPE, Universidade Federal de Pernambuco.

2016

Menção Honrosa para o trabalho: PARASITOLOGIA ALÉM DOS MUROS, comunicação oral, em sessão temática da área SAÚDE, no ?II Encontro de Extensão e Cultura ? ENEXC, .

2015

2 lugar do Prêmio Parasitologia Geral - Prof. Adalto José G. de Araújo -, Sociedade Brasileiro de Parasitologia e Sociedade Latinoamericano de Parasitología.

2015

3 lugar do Prêmio Helmintologia - Prof. Pirajá da Silva, Sociedade Brasileiro de Parasitologia e Sociedade Latinoamericano de Parasitología.

2015

3 Lugar na Sessão Oral da X Semana da Pós-Graduação em Medicina Tropical, Universidade Federal de Pernambuco.

2007

1 Colocado na seleção da Monitoria da disciplina de Parasitologia Humana, Universidade Federal de Pernambuco - Centro Acadêmico Vitória de Santo Antão.

2005

Trabalho premiado em segundo lugar na categoria painel no XIV Congresso Brasileiro de Histotecnologia e V Jornada do Mercosul de Histotecnologia, Sociedade Brasileira de Histotecnologia..

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências Médicas, Área Acadêmica Medicina Tropical. , Universidade Federal de Pernambuco, Cidade Universitária, 50670901 - Recife, PE - Brasil, Telefone: (081) 21268000, Ramal: 8525

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Federal de Pernambuco

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Morfotecnologia (PPGM) da UFPE.

2010 - 2011

Universidade Federal de Pernambuco

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

Atividades

  • 06/2018

    Ensino, Morfotecnologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, PPGM903 - METOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA, 45h

2013 - Atual

Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami - LIKA/UFPE

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Pesquisador do Setor de Imunologia das Doenças Parasitárias e Esquistossomose Experimental.

2010 - 2013

Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami - LIKA/UFPE

Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

2008 - 2010

Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami - LIKA/UFPE

Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Mestrando, Regime: Dedicação exclusiva.

2008 - 2008

Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami - LIKA/UFPE

Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 40

Outras informações:
Monitor do T'ópico de Esquistossomose do XIII Curso Internacional sobre Doenças Tropicais, com suporte da JICA e ABC - Ministério das Relações Exteriores do Brasil do Projeto `Third Country Training Programme`

2006 - 2007

Centro de pesquisa Aggeu Magalhães

Vínculo: Iniciação Cientifica, Enquadramento Funcional: Aluno - Estagiario, Carga horária: 20

2003 - 2007

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação cientifica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.