Jessica Oliveira de Almeida

Sou psicóloga e pós graduanda em saúde coletiva. Hoje atuo na gestão da secretaria municipal de saúde do município de Palmas. Anteriormente exerci a profissão como educadora em gestão da qualidade. Minha graduação como bacharel em psicologia foi no estado de Santa Catarina, pela Universidade do Vale do Itajaí (2016), mas, metade do curso foi na Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, da qual fiz transferência externa no ano de 2013. Fui responsável técnica em grupo de pesquisa-ação em ecologia social na Faculdade São Salvador e atuo também nos conselhos comunitários para a construção de políticas públicas.

Informações coletadas do Lattes em 22/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização - Residência médica em andamento

2018 - Atual

Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas
Residência médica em: Saúde ColetivaNúmero do registro: 181010761-7. Bolsista do(a): Ministério da Saúde, MS, Brasil. Palavras-chave: Vigilância em saúde; Promoção da saúde; construção de linha de cuidado; análise situacional.

Especialização em andamento em Promoção e Vigilância em Saúde, Ambiente e Trabalho

2018 - Atual

Escola Fiocruz de Governo (EFG)

Graduação em Psicologia

2013 - 2016

Universidade do Vale do Itajaí
Título: O processo de Trabalho no CAPS: tecendo o olhar para a desistitucionalização
Orientador: Carlos Eduardo Máximo

Graduação em Psicologia

2010 - 2013

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Ensino Médio (2º grau)

2007 - 2009

Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Aprender a Aprender: Uma Introdução à Psicologia Social. (Carga horária: 20h). , Centro Interdisciplinar de Estudos Grupais Enrique Pichon-Riviére, CIEG, Brasil.

2016 - 2016

Dança-Teatro. (Carga horária: 70h). , Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.

2016 - 2016

Financiamento de Empreendimentos Culturais. (Carga horária: 8h). , Incubadora Bahia Criativa, ICB, Brasil.

2012 - 2012

Extensão universitária em Programa Brinquedistas: Uma atividade de Humanização ambulatorial. (Carga horária: 2012h). , Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, EBMSP, Brasil.

2012 - 2012

Capacitação: A atuação das(o) psicologa(o) na area de emergencia e desastre. (Carga horária: 8h). , Conselho Regional de Psicologia Terceira Região, CRP 03 BA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ALMEIDA, J. O. . Semana da Luta Antimanicomial: loucura, o que voce tem a ver com isso?. 2015. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Mulheres negras transversais do tempo: Negras jovens contra o racismo, a violência e pelo bem vivers.Racismo Ambiental e o Feminicídio. 2017. (Outra).

Roda Dialogada: A crise do sistema carcerário. 2017. (Seminário).

Colóquio Educação e Psicologia Social - Uma aliança exitosa. 2016. (Outra).

V Seminário de Ciências Prisionais do Patronato de Presos e Egressos da Bahia. 2016. (Seminário).

XV Caruru de Ibeji e as pedagogingas: as imagens da menina preta. 2016. (Encontro).

II Mostra de Cinema e Criminologia. 2015. (Seminário).

O guarani e a psicologia na contemporaneidade.O guarani e a psicologia na contemporaneidade. 2015. (Encontro).

Semana da Luta Antimanicomial: Loucura, o que voce tem a ver com isso?.Loucura, o que voce tem a ver com isso?. 2015. (Encontro).

Uma visão humanista do suicídio. 2015. (Seminário).

XXIX Semana de Trabalhos de Iniciação Cientifica e XXIX Seminário de Estagios do Curso de Psicologia. 2015. (Seminário).

Orientação e fiscalização. 2014. (Oficina).

Psicologia Positiva: Uma ciencia do bem viver. 2014. (Seminário).

Assembléia sobre projeto de decreto legislativo nº 234 de 2011. 2013. (Seminário).

Saude Mental: loucuras e pelejas cotidianas. 2013. (Seminário).

Troca Intelectual sobre saude mental e comunitária: a experiencia da psicologia no canada e pró saude / Peti. 2013. (Seminário).

Ciranda Reflexiva Medicalização na educação infantil. 2012. (Simpósio).

I Encontro diálogos em psicologia e direitos humanos. 2012. (Encontro).

II Curso de Direitos Humanos. 2012. (Oficina).

Seminário A pessoa negra com deficiencia. 2012. (Seminário).

Seminário de preparação para estagio e trabalho. 2012. (Seminário).

Dia Internacional da Pessoa com Deficiencia. 2011. (Seminário).

I Simpósio Redução de Danos e os Desafios frente às Políticas Públicas. 2011. (Simpósio).

Redução de Danos como prática de Educação Popular: reiventando o método de Pa Paulo Freire. 2011. (Seminário).

VI Seminário Nacional Psicologia e Politicas Públicas: democracia promoção de direitos. 2011. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Micheline Ramos de Oliveira

OLIVEIRA, Micheline Ramos de. O PROCESSO DE TRABALHO NO CAPS: TECENDO O OLHAR PARA DESINSTITUCIONALIZAÇÃO?". 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade do Vale do Itajaí.

Carlos Eduardo Máximo

MÁXIMO, Carlos Eduardo; LENZI, M. C. R.; OLIVEIRA, M. R.. O processo de trabalho no CAPS: tecendo o olhar para a desinstitucionalização. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade do Vale do Itajaí.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria Celina Ribeiro Lenzi

O Processo de Trabalho no CAPS : tecendo o olhar para a desinstitucionalização; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Maria Celina Ribeiro Lenzi;

Carlos Eduardo Máximo

O processo de trabalho no CAPS: tecendo o olhar para desinstitucionalização?; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Carlos Eduardo Máximo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ALMEIDA, J. O. ; ARAUJO, J. S. ; CONCEICAO, M. M. S. . Forjando o Território: A Experiência da Comunidade de Cajazeiras no Processo de Construção do Hospital Municipal. In: SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, ESTADO E SOCIEDADE: Democracia e Desigualdades Regionais, 2018, Palmas. ANAIS IV SEDRES SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, ESTADO E SOCIEDADE: Democracia e Desigualdades Regionais. Palmas: Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Tocantins - SISBIB, 2018. v. IV. p. 278-273.

  • ALMEIDA, I. O. ; ALMEIDA, J. O. ; PACHECO, S. S. Q. M. . Programa de Integração academia serviço e comunidade (PIASC) como um modelo Inovador pedagógico. In: 13° Congresso Internacional Rede Unida, 2018, Manaus. PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO ACADEMIA SERVIÇO E COMUNIDADE (PIASC) COMO UM MODELO INOVADOR PEDAGÓGICO. Porto Alegre: Rede Unida, 2018. v. 4. p. 1-1.

  • ALMEIDA, J. O. . O Processo de trabalho no município de Santa Catarina: Tecendo olhar para desinstitucionalização. In: Congresso Internacional Rede Unida, 2018, Manaus. 13º Congresso Internacional Rede Unida. Porto Alegre: Rede Unida, 2018. v. 4. p. 1-1.

  • ALMEIDA, I. O. ; ALMEIDA, J. O. ; PACHECO, S. S. Q. M. . A importância do Nutricionista no acolhimento ao usuário do SUS no NASF. In: Congresso Internacional Rede Unida, 2018, Manaus. 13º Congresso Internacional Rede Unida. Porto Alegre: Rede Unida, 2018. v. 4. p. 1-1.

  • ALMEIDA, J. O. . Loucura, o que voce tem a ver com isso?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ALMEIDA, J. O. . Seminário Desconstruindo a psicologiazação e patologização da questão social. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ALMEIDA, J. O. . Família Escola e o Serviço Social. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ALMEIDA, J. O. . A interdisciplinaridade pelo fim dos hospitais psiquiátricos: Cuidar em liberdade é possível. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ALMEIDA, J. O. ; ALMEIDA, I. O. . Diabetes tipo 1: prevenção e tratamento atraves do estilo de vida vegetariano. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Secretaria Municipal de Saúde de Palmas. , Quadra 1302 Sul Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Plano Diretor Sul, 77024650 - Palmas, TO - Brasil, Telefone: (63) 32185106, Ramal: 5106, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - Atual

    Centro de Estudos Grau Técnico

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Psicóloga, Carga horária: 44, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Residência no programa de saúde coletiva. Atualmente estou no grupo condutor da linha de cuidado Materno Infantil na Secretaria Municipal de Saúde de Palmas. Desenvolvo atividades de composição de projetos para captação de recursos financeiros, projetos de orientação em relação a agravos e fluxogramas para o antedimento, além de análise situacional de saúde: microcefalia, gravidez na adolescência e etc.

  • 2017 - 2017

    Centro de Estudos Grau Técnico

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora em Gestão da Qualidade, Carga horária: 24

    Outras informações:
    Aulas ministradas no curso técnico de administração de empresas, turmas do matutino e noturo. Gestão da qualidade total aplicada a empresas privadas e públicas, de pequeno e grande porte, além da prestação de serviços e aspectos que tangem saúde do trabalhador.

  • 2016 - Atual

    Faculdade São Salvador

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Responsável técnica, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Grupo de pesquisa-ação em ecologia social se propõe a estudar os conflitos socioambientais de Salvador, sobretudo defendendo a segurança hídrica, tendo em vista a atual degradação do Rio Ipitanga (último manancial de água doce da cidade) que ainda abastece Salvador e região metropolitana. Através de pesquisas semiestruturadas e grupos focais, pretende-se conhecer a população que margeia o rio, ao mesmo tempo em que são realizadas formações com estudantes da faculdade São Salvador (integrantes do grupo de pesquisa) e intervenções em uma escola de nível médio localizada em cajazeiras, visando formar um grupo de militância por afinidade.

  • 2016 - 2017

    Associação de Moradores do Conjunto Santa Luzia

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenadora de projeto/Educadora social, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Capacitação e organização de um grupo de moradores e lideranças para a melhoria das condições ambientais, de saneamento dos espaços domiciliares e públicos para combate ao mosquito Aedes Egyptis da comunidade de Águas Claras. Através de oficinas intermediadas por mim e outros profissionais, ensinamos o de manejo de resíduos sólidos, técnicas de agricultura urbana para cultivo de de espécies frutíferas, hortaliças e medicinais, promovendo um manejo sustentável de quintais e áreas públicas ( igrejas, escolas e espaços públicos) com isso melhorar as condições alimentares e nutricionais das crianças e das famílias. Promovi um debate entre poder público e lideranças sobre a qualificação das encostas e áreas inadequadas para habitação, visando favorecer a adequação dos espaços urbanos privados e públicos ás necessidades e demandas das crianças, das famílias e dos cidadãos na linha do saneamento e agricultura urbana. As atividades foram basicamente: Formação de lideranças comunitárias, mediação de conflitos e mobilização de sujeitos para divisão de tarefas de melhorias sanitárias na comunidade. Para tanto, foi realizada a identificação de espaços públicos institucionais (Escolas, Igrejas, Centros de Saúde) e espaços urbanos vagos para as práticas de Agricultura Urbana e estabelecimento de acordo para sua utilização. Diagnóstico dos quintais e das áreas públicas da intervenção ? levantamento das espécies vegetais já existentes nos quintais domiciliares e áreas públicas e das expectativas das famílias e dos participantes em relação aos cultivos e otimização dos espaços de Agricultura Urbana. Elaboração dos croquis destas áreas. Planejamento das áreas e das práticas de agricultura e de manejo a serem desenvolvidas e preparação dos Plantios e cultivos das áreas de acordo com planejamento, estimulando as práticas coletivas, mutirões e o intercâmbio. Busca de parceiros (a exemplo da compostagem Francisco, que forneceu insumos para adubar as hortas).

  • 2013 - 2014

    Clínica de Psicologia da UNIVALI

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Na clínica da UNIVALI realizamos atendimentos individuais terapêuticos que inclui anamnese, relatórios, aplicação de testes psiológicos e encaminhamentos para outros profissionais da rede de saúde.

  • 2013 - 2015

    Centro de Convivência e Atenção Psicosocial

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Além do atendimento individual, eram realizados grupos terapêuticos com música e artes, tais como contação de história e etc . Ademais, atividades voltadas para desenvolvimento de economia solidária: como feiras de exposição de artesanatos, eventos culturais, hortas comunitárias e etc.

  • 2013 - 2013

    Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 60, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Total:120 horas. Capacitação de Educadores Populares, realização de Extensão Universitária e problematização por parte da comunidade sobre sua realidade e seus problemas em uma perspectiva transformadora. Para isso, o estágio é dividido em 3 momentos pedagógicos complementares: capacitação e formação política; vivência nas áreas e comunidades camponesas; avaliação e encaminhamentos. São cinco dias em formação, num processo de capacitação teórica sobre a questão agrária no Brasil, como funciona a sociedade, educação popular, feminismo, questão racial, dentre outros pontos. No segundo momento, são realizadas as vivências nas comunidades do MST localizadas na região de São Sebastião do Passé e Mata de São João; comunidades do MPA nos municípios no norte da Bahia e comunidades de crédito fundiário, na região de Cruz das Almas. Os estagiários são adotados pelas famílias camponesas que juntos compartilham a vivência cotidiana em cada lar, assim como, contribui no fortalecimento da organização na comunidade, na luta pelos direitos básicos e na reafirmação da identidade camponesa. Nos dois últimos dias o EIVI completa seu ciclo na avaliação, um momento em que os participantes podem compartilhar as experiências, as expectativas pós-estágio e expressar o que significou esses dias vividos. No EIVI é possível aprender a sabedoria popular que vem sendo esmagada e desvalorizada pelo sistema capitalista ao alimentar conhecimentos burgueses e elitistas. Os movimentos sociais participam ativamente de todos os momentos, trazendo à tona suas pautas e a realidade do campo brasileiro. Coordenadores do MPA, por exemplo, atuam como monitores do Estágio. A universidade, em seu projeto filosófico, visa a formação de sujeitos capazes de pensar e atuar para a transformação e desenvolvimento social do meio em que estão inseridos ? o que inclui as dimensões técnicas, culturais, artísticas sócio-políticas, entre outras. Neste sentido é o EIVI, um instrumento para a formação dos profission