Danillo de Souza Pimentel

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2005), mestrado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2009) e doutorado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2012). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal de Alagoas e membro ativo da Sociedade Brasileira de Anatomia (SBA) atuando na área de Morfologia Animal, com ênfase nas técnicas anatômicas e histológicas.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Medicina Veterinária

2009 - 2012

Universidade Federal Rural de Pernambuco
Título: DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA NO MUNICÍPIO DE PETROLINA, ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL
Leucio Câmara Alves. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil. Palavras-chave: Doenças Parasitárias; SAUDE PUBLICA.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.

Mestrado em Medicina Veterinária

2007 - 2009

Universidade Federal Rural de Pernambuco
Título: ALTERAÇÕES ESTRUTURAIS E ANÁLISE IMUNO-HISTOQUÍMICA DO CORAÇÃO E PULMÕES DE CÃES (Canis familiaris, LINNAEUS, 1758) NATURALMENTE INFECTADOS POR Leishmania (Leishmania) chagasi (CUNHA e CHAGAS, 1937),Ano de Obtenção: 2009
Leucio Câmara Alves.Coorientador: Wagner Luiz Tafuri. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Doenças Parasitárias; SAUDE PUBLICA; Calazar Canino.Grande área: Ciências Agrárias

Graduação em Medicina Veternária

2000 - 2005

Universidade Federal Rural de Pernambuco
Título: Avaliação histopatológica em fígado e baço de cães (Canis familiares, Linnaeus, 1758) naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) chagasi (Cunha e Chagas, 1937) provenientes da Região Metropolitana do Recife.
Orientador: Leucio Câmara Alves

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

XVIII CURSO DE TÉCNICAS ANATÔMICAS-PROF. HILDEGARDO RODRIGUES. (Carga horária: 60h). , Sociedade Brasileira de Anatomia, SBA, Brasil.

2018 - 2018

Osteotécnicas:técnicas de preparo de osso para estudo e montagem de esquelo. (Carga horária: 8h). , Centro Universitário CESMAC, FEJAL, Brasil.

2018 - 2018

Intensivo de Neuroanatomia Animal (Teórico e prático). (Carga horária: 12h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2018 - 2018

Ensino em Morfologia: experiências e inovações I. (Carga horária: 4h). , Sociedade Brasileira de Anatomia, SBA, Brasil.

2018 - 2018

Estrutura e dinâmica de cães. (Carga horária: 2h). , Sociedade Brasileira de Anatomia, SBA, Brasil.

2017 - 2017

Curso Moodle Básico. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2017 - 2017

Programa de Inserção do Novo Servidor Público. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Medicina Veterinária. (Carga horária: 288h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2006 - 2006

INGLÊS INSTRUMENTAL. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2005 - 2005

III CURSO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA. (Carga horária: 24h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2004 - 2004

Extensão universitária em Medicina Veterinária. (Carga horária: 144h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2004 - 2004

II CURSO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA MONITORES. (Carga horária: 24h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2002 - 2002

OSTEOTOMIA TRIPLA EM CÃES. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Anatomia/Especialidade: ANATOMIA ANIMAL.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Histologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PIMENTEL, D. S. ; SANTOS, T. R. ; SOUZA, M. O. L. ; LIMA, L. S. ; SANTOS, M. S. P. . UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO ITINERANTE DE ANATOMIA ANIMAL COMO FERRAMENTA DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO SOCIOAMBIENTAL. 2019. (Exposição).

PIMENTEL, D. S. . V Simpósio de Medicina Veterinaria do Centro Universitário Cesmac (V SIMVET). 2015. (Outro).

PIMENTEL, D. S. . IV SIMPÓSIO DE MEDICINA VETERINÁRIA (IV SIMVET). 2014. (Outro).

JÚNIOR, J. A. ; FILHO, G. V. A. ; SOUTO, S. ; PIMENTEL, D. S. . CAMPANHA DE VACINÇÃO CONTRA A RAIVA DE CÃES E GATOS. 2003. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Disciplina de Ética no Mestrado em Enfermagem da UFAL.Ética na utilização de animais na exerimentação científica. 2019. (Seminário).

Disciplina de Modulação da Resposta Inflamatória em Infecções Parasitárias no Programa de Pós Graduação em Biociência Animal da Universidade Federal Rural de Pernambuco.Papel do macrófago nas infecções parasitarias. 2019. (Seminário).

I ENCONTRO NORDESTINO DE ATUALIZAÇÃO EM ANATOMIA PATOLÓGICA VETERINÁRIA.Estudo das alterações estruturaisem pulmõesde bovinos procedentes de frigorífico no Município de Arapiraca-Alagoas. 2019. (Encontro).

I ENCONTRO NORDESTINO DE ATUALIZAÇÃO EM ANATOMIA PATOLÓGICA VETERINÁRIA.Mal Formação do Plexo Braquial em Ovino (Relato de caso). 2019. (Encontro).

I SIMPÓSIO SERGIPANO DE ANIMAIS SILVESTRES.ESTUDO MORFOMÉTRICO DA GLÂNDULA ADANAL NA RAPOSA-DO- CAMPO (Lycalopex vetulus). 2019. (Simpósio).

I SIMPÓSIO SERGIPANO DE ANIMAIS SILVESTRES (I SIMPAS).DESCRIÇÃO MACROSCÓPICA DOS COMPONENTES ANATÔMICOS MUSCULARES, GLANDULARES E NERVOSOS IDENTIFICADOS NA LATERAL DA FACE DA RAPOSA-DO-CAMPO (LYCALOPEX VETULUS). 2019. (Simpósio).

I SIMPÓSIO SERGIPANO DE ANIMAIS SILVESTRES (I SIMPAS).ESTUDO MORFOMÉTRICO DA CAVIDADE OROFARÍNGEA DA RAPOSA-DO-CAMPO (Lycalopex vetulus, LUND, 1842) E DO CÃO DOMÉSTICO (Canis familiaris, LINNAEUS 1758) (MAMMALIA: CARNIVORA: CANIDAE). 2019. (Simpósio).

I SIMPÓSIO SERGIPANO DE ANIMAIS SILVESTRES (I SIMPAS).MORFOMETRIA DENTÁRIA DA RAPOSA-DO- CAMPO (Lycalopex vetulus, LUND, 1842) (MAMMALIA: CARNIVORA: CANIDAE). 2019. (Simpósio).

IX Simpósio de Medicina Veterinária do Cesmac.MIOLOGIA DESCRITIVA DAS REGIÕES GLÚTEA E FEMORAL DA RAPOSA-DO-CAMPO (Lycalopex vetulus, LUND, 1842) (MAMMALIA: CARNIVORA: CANIDAE). 2019. (Simpósio).

IX Simpósio de Medicina Veterinária do Cesmac.OSTEOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL DO BOTO-CINZA (SOTALIA GUIANENSIS): pesquisa. 2019. (Simpósio).

IX Simpósio de Medicina Veterinária do Cesmac.SÍNDROME DA DISFUNÇÃO COGNITIVA EM CANINOS: UMA REVISÃO DE LITERATURA. 2019. (Simpósio).

Encontro Nordestino de Grupos de Estudos de Animais Selvagens (ENGEAS).MIOLOGIA DO MEMBRO PÉLVICO DE CORUJA (Tyto furcata, Linnaeus, 1758). 2018. (Encontro).

V Semana de Veterinária da UFAL.FIBROMA CUTÂNEO EM PSITACÍDEO DA ESPÉCIE Amazona aestiva: RELATO DE CASO. 2018. (Outra).

X Seminário Prático de Anatomia Veteriária - SEMPRAVET.Peças Anatômicas. 2018. (Seminário).

XXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANATOMIA XXXIX CONGRESSO CHILENO DE ANATOMIA IV ENCONTRO DAS LIGAS ESTUDANTIS DE MORFOLOGIA. 2018. (Congresso).

XXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANATOMIA XXXIX CONGRESSO CHILENO DE ANATOMIA IV ENCONTRO DAS LIGAS ESTUDANTIS DE MORFOLOGIA. MORFOMETRIA DO APARELHO REPRODUTOR MASCULINO DE CETÁCEOS DA ESPÉCIE Sotalia guianensis PROVENIENTES DE ENCALHES NO LITORAL ALAGOANO. 2018. (Congresso).

Disciplina de Ética no Mestrado em Enfermagem da UFAL.Ética na experimentação animal. 2017. (Seminário).

Disciplina de modulação da resposta inflamatória em infecções parasitárias na Pós Graduação em Biociência Animal na UFRPE.O papel do macrófago no processo inflamatório. 2017. (Seminário).

Disciplina de modulação da resposta inflamatória em infecções parasitárias na Pós Graduação em Biociência Animal na UFRPE.Apoptose na modulação da resposta inflamatória em infecções parasitárias.. 2017. (Seminário).

52 CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA TROPICAL. Frequência de sinais clínicos da Leishmaniose Visceral em cães de áreas endêmicas. 2016. (Congresso).

52 CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA TROPICAL. Frequência das hemoparasitoses em cães atendidos na clínica escola do Centro Universitário Cesmac, Marechal Deodoro - AL. 2016. (Congresso).

52 CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA TROPICAL. Análise da frequência de Leishmaniose Tegumentar Americana por três técnicas de diagnóstico em Municípios do estado de Alagoas. 2016. (Congresso).

52 CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA TROPICAL. Perfil epidemiológico da Leishmaniose Visceral Canina em Marechal Deodoro ? AL. 2016. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária / 8th Novel Approaches To The Control of HelminTh Parasites of Livestock. DEMODICIDOSE GENERALIZADA CAUSADA POR DEMODEX INJAI EM CÃO (CANIS LÚPUS FAMILIARIS): RELATO DE CASO. 2016. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária / 8th Novel Approaches To The Control of HelminTh Parasites of Livestock. PRESENÇA DE OZOBRANCHUS SPP EM TARTARUGAS-VERDES (CHELONIA MYDAS). 2016. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária / 8th Novel Approaches To The Control of HelminTh Parasites of Livestock. PRESENÇA DE DIROFILARIA IMMITIS EM MEDULA ÓSSEA DE CÃO (CANIS LÚPUS FAMILIARIS). 2016. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária / 8th Novel Approaches To The Control of HelminTh Parasites of Livestock. INFECÇÃO POR ISOSPORA SP EM UM GATO (FELIS CATUS). 2016. (Congresso).

51 Congresso Brasileiro da Sociedade de Medicina Tropical. REAÇÃO CRUZADA POR Leishmania infantum e Trypanosoma cruzi EM CÃES. 2015. (Congresso).

51 Congresso Brasileiro da Sociedade de Medicina Tropical. ALTERAÇÕES HEMATOLÓGICAS EM CÃES INFECTADOS NATURALMENTE POR Ehrlichia canis. 2015. (Congresso).

51 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. FREQUÊNCIA DE Dirofilaria immitis E ALTERAÇÕES HEMATOLÓGICAS OBSERVADAS EM CÃES SOROPOSITIVOS ORIUNDOS DO LITORAL SUL ALAGOANO. 2015. (Congresso).

51 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. A PRESENÇA DE Rhipicephalus sanguineus E A INFECÇÃO POR HEMOPARASITAS EM CÃES. 2015. (Congresso).

XI Congresso Brasileiro e XVII Congresso Latino Americano de Buiatria. ANÁLISE DO PESO DE BEZERROS DA RAÇA NELORE INFECTADOS NATURALMENTE POR EIMERIA SP. 2015. (Congresso).

XI Congresso Brasileiro e XVII Congresso Latino Americano de Buiatria. FREQUÊNCIA DE HELMINTOS GASTRINTESTINAIS EM VACAS LEITEIRAS DE UMA PROPRIEDADE DA PERIFERIA DE MACEIÓ-ALAGOAS.. 2015. (Congresso).

VI Encontro Pedagógico dos Professores do Cesmac. 2014. (Encontro).

Disciplina de Citopatologia e Imuno-histoquímica na Pós Graduação em Ciência Veterinária da Universidade Federal Rural de Pernambuco.Imuno-histoquímica aplicada ao diagnóstico de doenças parasitárias: Teórica e Prática.. 2011. (Outra).

II CONGRESSO NORDESTE DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. AVALIAÇÃO DOCENTE EM SAÚDE NA ESCOLA: UMA ABORDAGEM SOBRE A LEISHMANIOSE VISCERAL AMERICANA OU CALAZAR. 2010. (Congresso).

I SIMPOSIO BRASIL COLÔBIA EM PERNAMBUCO.I SIMPOSIO BRASIL COLÔBIA EM PERNAMBUCO. 2010. (Simpósio).

VII SIMPOSIO INTERNACIONAL DE LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA. 2010. (Simpósio).

X JORNADA DE PESQUISA ENSEINO E EXTENSÃO, SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO.SESSÃO DE PÔSTER DA X JORNADA DE PESQUISA ENSEINO E EXTENSÃO. 2010. (Outra).

XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA VETERRINÁRIA. OCORRÊNCIA DE TRYPANOSSOMA VIVAX EM BOVINOS PROVENIENTES DO MUNICIPIO DE ITAMBÉ, ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL. 2010. (Congresso).

XXI CONGRESSO BARSILEIRO DE PARASITOLOGIA E II ENCONTRO DE PARASITOLOGIA DO MECOSUL. 2009. (Congresso).

I SIMPÓSIO REGIONAL SOBRE CARRAPATOS. 2008. (Simpósio).

V WORSHOP DE TERAPÊUTICA VETERINÁRIA.Workshop de Terapêutica Veterinária. 2007. (Simpósio).

XX CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. 2007. (Congresso).

XX CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. DIAGNÓSTICO. 2007. (Congresso).

XX CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. HELMINTOLOGIA. 2007. (Congresso).

XX CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. ENTOMOLOGIA. 2007. (Congresso).

VI JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. 2006. (Congresso).

II Curso de Oncologia Veterinária. 2005. (Simpósio).

III Curso de Iniciação à Docência para Monitores. 2005. (Oficina).

V JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. 2005. (Congresso).

CONTROLE DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS NO AMBIENTE URBANO, LEGISLAÇÃO SOBRE CRIAÇÃO E MANEJO, SUAS ZOONOSES E NOÇÕES DE BIOSSEGURANÇA. 2004. (Seminário).

I Curso de Oncologia Veterinária. 2004. (Simpósio).

II Curso de Iniciação a Docência para Monitores da UFRPE. 2004. (Simpósio).

IV JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. 2004. (Congresso).

SEMIOLOGIA DOS DIAGNÓSTICOS POR IMAGEM. 2003. (Seminário).

51 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. REAÇÃO CRUZADA POR Leishmania infantum e Trypanosoma cruzi EM CÃES. 2001. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Fernanda Thaís de Vasconcelos Nobre

PIMENTEL, D. S.; RAMOS, R. A. N.; SILVA, K. P. A.. Estudo das alterações anatomopatológicas e do parasitismo identificadas no aparelho reprodutivo de cadelas infectadas naturalmente por Leishmania infantum procedentes do estado de Alagoas. 2019. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

ALVES, L. C.;PIMENTEL, D. S.CARVALHO, G. A.FAUSTINO, M. A. G.; Rafael Antonio do Nascimento Ramos. Avaliação da técnica de FLOTAC na recuperação de larvas infectantes (L3) de estrongilídeos parasitos de equinos na pastagem. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós graduação em ciência animal tropical) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: KATH FREIRE DE VASCONCELOS

NOBREGA NETO, P. I.; SOUZA, A. P.; MEDEIROS, G. X.;PIMENTEL, D. S.; ARAUJO, A. L.. Bases anatômicas para o bloqueio dos nervos pélvico e pudendo em gatos. 2019. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Carina Scanoni Maia

PIMENTEL, D. S.ALVES, L. C.; DALENCAR, A. S.. Leishmaniose visceral americana: percepção do conhecimento, distribuição espacial e avaliação morfológica da pele de cãe com infecção na tural por Leishmania infantum (NICOLE, 1908).. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Biociência Animal) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: Evelyne Hildegard Marques de Melo

PIMENTEL, D. S.. Acompanhamento do tempo de involução, ao estado fisiológico, do tecido mamário de gatas diagnosticadas com hiperplasia fibroepitelial mamária benigna. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Jéssica Danielle Barosa Rocha

PIMENTEL, D. S.. Prolapso uretral em cães: relato de caso.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Denis Aurélio Melo da Rocha

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Claudia Ávila Mendonça de Lyra

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Bárbara Maria Lisboa Rodrigues

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Marcius Talys Kodomano Dantas e Silva

PIMENTEL, D. S.. Demodicose canina generalizada: Relato de caso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Fúvio Dantas Ribeiro

PIMENTEL, D. S.. Aspectos gerais e de prevalência do mormo no Estado de Alagoas: Revisão de literatura. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Layanne Cristina Lima Gouveia

PIMENTEL, D. S.. Frequencia de cães soropositivos para Erlichia canis e Dirofilária immitis atendidos na Clínica Escola de Medicina Veterinária de Marechal Deodoro-AL. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Priscilla Nogueira de Melo Omena

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Carlos Humberto Silva Torres

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Manoel Maia Gomes Neto

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Maria Eduarda Brasilino de Abreu Araujo

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Leverson Elias Neri Rocha

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Evelyne de Holanda Lima

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Heloísa Carvalho Cruz

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Bárbara Figeuiredo Torres

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Riclayne Barbosa Silva

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Keziah de Melo Sant´Ana

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Mariane Santana Brandão

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Jarbas Correia dos Santos Junior

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: David Valente de Melo

PIMENTEL, D. S.; ROCHA, L. P.. Brucelose em ovinos: uma análise acadêmico científica do impacto econômico na ovinocultura brasileira - Revisão de literatura.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Vanine Lima de Menezes

PIMENTEL, D. S.OLIVEIRA, G. A.. Principais helmintos gastrointestinais e sua importância para suínos em fase de terminação: revisão de literatura.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Carolina Gomes Marques

PIMENTEL, D. S.; ROCHA, L. P.. Prevalência da Brucella abortus em cães do Município de Murici - AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Shimênia de Albuquerque Pereira

PIMENTEL, D. S.; ROCHA, L. P.. Prevalência da Brucella abortus em cães do Município de Murici - AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Maria Suzyene de Sandes Filho

PIMENTEL, D. S.ANDERLINI, G. A.. Levantamento das espécies de ectoparasitos e helmintos em equinos no Município de Girau do Ponciano - AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Carolina Gomes Marques

PIMENTEL, D. S.; SILVA, R. R. F.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Flávia Novaes Santos

PIMENTEL, D. S.; SILVA, R. R. F.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Kellimany Lopes da Silva Santos

PIMENTEL, D. S.; TELES, J. A. A.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Vanine Lima de Menezes

PIMENTEL, D. S.; SILVA, R. R. F.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Cleydeanne Edithe Henrique de Oliveira

PIMENTEL, D. S.. Importância da inclusão do médico veterinário no NASF: Revisão de literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em medicina veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Luciana Guimarães

PIMENTEL, D. S.. Importância da inclusão do médico veterinário no NASF: Revisão de literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: José Lucas Laurindo Oliveira Albuquerque

PIMENTEL, D. S.. Incidência de leucose enzoótica bovina no rebanho leiteiro do sertão alagoano. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Rennan Cosmo da Costa

PIMENTEL, D. S.. Incidência de leucose enzoótica bovina no rebanho leiteiro do sertão alagoano. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Rusley Queiroz Barbosa

PIMENTEL, D. S.. Fatores de risco associados á linfadenite caseosa: Reisão de literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Sidney Sampaio de Araújo

PIMENTEL, D. S.. Lavagem traqueobronquica pela técnica de traqueocentese em ovinos. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: David Valente de Melo

PIMENTEL, D. S.. Brucelose em ovinos: Uma análise acadêmico científico do impacto econômico na ovinocultura brasieira-Revisão de literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Vanine Lima de Menezes

PIMENTEL, D. S.. Principais helmintos gastrintestinais e sua importância para suínos em fase de terminação: Revisão de literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Carolina Gomes Marques

PIMENTEL, D. S.. PREVALÊNCIA DA BRUCELLA ABORTUS EM CÃES DO MUNICÍPIO DE MURICI- AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Shimênia de Albuquerque Pereira

PIMENTEL, D. S.. PREVALÊNCIA DA BRUCELLA ABORTUS EM CÃES DO MUNICÍPIO DE MURICI- AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Maria Suzyene de Sandes Filho

PIMENTEL, D. S.. Levantamento das espécies de ectoparasitas e helmintos em equinos no Município de Giral do Ponciano-AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Mayara Navarro Pedrosa

PIMENTEL, D. S.. Levantamento das espécies de ectoparasitas e helmintos em equinos no Município de Giral do Ponciano-AL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Deborah Rodrigues Kivitis Nogueira

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Regina Stein Ferreira Paiva

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Luciana Guimarães

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Cleydeanne Edithe Henrique de Oliveira

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Suyllane Kristiny Ricarno Rocha

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Nilcea Cristina de Oliveira

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Rusley Queiroz Barbosa

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Carolina Gomes Marques

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Ana Flávia Novaes Santos

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Bárbara Maria Lins de Magalhães

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Kellmany Lopes da Silva Santos

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Vanine Lima de Menezes

PIMENTEL, D. S.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Bárbara Maria Lins de Magalhães

PIMENTEL, D. S.; TELES, J. A. A.. Relatório de estágio supervisionado na área de clínica e cirurgia animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Rafael Antônio do Nascimento Ramos

Rafael Antonio do Nascimento Ramos;Leucio Câmara AlvesFAUSTINO, M. A. G.PIMENTEL, D. S.; Silva, J. C. R. da. Comparação entre os métodos de Ensaio de Imunoadsorção Enzimática (ELISA), Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) e Reação da Cadeia em Polimerase (PCR) para o diagnóstico da Leishmaniose Visceral Canina. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veternária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: RENATA VAZ DE FIGUEIRÊDO

FIGUEIREDO, R. V. de; SANTOS, E. M. de Sá; ALMEIDA, E. L. de;PIMENTEL, D. S.Leucio Câmara Alves. ESPOROTRICOSE CANINA: RELATO DE CASO. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veternária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: Rita de Cássia do Nascimento Siva

Silva, R. C. N. S.;Leucio Câmara AlvesPIMENTEL, D. S.; SANTOS, E. M. de Sá. Freqüência de anticorpos anti-Leishmania chagasi em felinos provenientes de Petrolina e da Cidade do Recife. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veternária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: Guido Gomes Wanderley

WANDERLEY, G. G.;Leucio Câmara AlvesPIMENTEL, D. S.FAUSTINO, M. A. G.. FATORES DE RISCO ASSOCIADOS À PREVALÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-Toxoplasma gondii. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veternária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

PIMENTEL, D. S.; SA, S. G.; HOLANDA, S. C.. Concurso público para área da Medicina Veterinaria Preventiva. 2018. Universidade Federal de Alagoas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Geovânia Maria da Silva Braga

ALVES, L. C.;BRAGA, G. M. S.; RAMADINHA, R.; RAMOS, C. A. N.; FAUSTINO, M. A. G.. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA NO MUNICIPIO DE PETROLINA, ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL. 2012. Tese (Doutorado em CIÊNCIA VETERINÁRIA) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Maria Aparecida da gloria Faustino

ALVES, L. C.FAUSTINO, M. A. G.; MAIA, F. C. L.;BRITO, F.L.C; TAFURI, W. L.. . Alterações estruturais e do parasitismo em amostras de tecido cardíaco e pulmonar de cães (Canis familiaris, LINNAEUS, 1758) naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) chagasi (Cunha & Chagas, 1937) através da técnica de hematoxilina-eosina e imunohistoquímica.. 2009. Dissertação (Mestrado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA VETERINÁRIA) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO.

Maria Aparecida da gloria Faustino

ALVES, L. C.FAUSTINO, M. A. G.; SANTOS, J. P.; BARBOSA, M. A. G.. Distribuição espacial da leishmaniose visceral canina no município de Petrolina, Estado de Pernambuco, nordeste do Brasil. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pos-graduação em Ciência Veterinária) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO.

Maria Aparecida da gloria Faustino

ALVES, L. C.FAUSTINO, M. A. G.; SILVA, G. A. C.. Distribuição espacial da leishmaniose visceral canina no município de Petrolina, Estado de Pernambuco, nordeste do Brasil. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pos-graduação em Ciência Veterinária) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO.

Marco Antônio Granja Barbosa

ALVES, L C; BRAGA, Geovânia Maria da Silva; RAMADINHA, R; RAMOS, C. A. N.; FAUSTINO, M. A. G.;Barbosa, M.A.G.. Epidemiologia da leishmaniose visceral canina através da análise especial, no município de Petrolina Estado de Pernambuco Brasil.. 2012. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Wagner Luiz Tafuri

Alves, L C; Brito, F.L.C.; Maia, F.C.L.;TAFURI, W.L.. Alterações Estruturais e do Parasitismo em amostras de tecido cardíaco e pulmonar de cães naturalmente infetcados por Leishmania (Leishmania) chagasi através das técnicas de hematoxilina-eosina e imuno-histoquimica. 2009. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Leucio Câmara Alves

ALVES, L. C; TAFURI, W. L.;BRITO, Fábio Luiz da Cunha; MAIA, Frederico Celso Lyra;FAUSTINO, Maria Aparecida da Gloria. Alterações estruturais e do parasitismo em amostras de tecido cardíaco e pulmonar de cães (Canis familiaris, LINNAEUS, 1758) naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) chagasi (Cunha & Chagas, 1937) através da técnica de hematoxilina-eosina e imunohistoquímica. 2009. Dissertação (Mestrado em Programa de Pos Graduação Em Ciencia Veterinaria) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO.

Leucio Câmara Alves

ALVES, L. C.; TAFURI, W. L.; BRITO, Fábio Luiz da Cunha; MAIA, Frederico Celso Lira;FAUSTINO, M. A. G.. ALTERAÇÕES ESTRUTURAIS E DO PARASITISMO EM AMOSTRAS DE TECIDO CARDÍACO E PULMONAR DE CÃES (Canis familiares, LINNAEUS, 1758) NATURALMENTE INFECTADOS POR Leishmania (Leishmania) chagasi ( CUNHA & CHAGAS, 1937) ATRAVÉS DAS TÉCNICAS DE HEMATOXILINA EOSINA E IMUNOHISTOQUÍMICA. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Leucio Câmara Alves

ALVES, L. C.; BRAGA, Geovânia Maria da Silva; RAMADINHA, R.;RAMOS, C. A. N.FAUSTINO, M. A. G.BARBOSA, Marco Antônio GranjaSILVA, G.A.C.. Epidemiologia da leishmaniose visceral canina através da análise especial, no município de Petrolina Estado de Pernambuco Brasil. 2012. Tese (Doutorado em Pós Graduação em Ciência Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Leucio Câmara Alves

ALVES, L. C. Distribuição sazonal da Lutzomyia longipalpis (Lutz & Neiva, 1912) (Diptera Psychodidae; Phlebotominae) nas mesorregiões da Zona da MAta, Agreste e Sertão do Estado, Brasil. 2007. Tese (Doutorado em Pós Graduação em Ciência Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Leucio Câmara Alves

ALVES, L. C; ALBUQUERQUE, E. R. C.. Avaliação Histopatológica em Fígado e Baço de Cães (Canis familiaris) Naturalmente Infectados por Leishmanai (L) chagasi (Cunha e Chagas, 1937) Provenientes da Região Metropolitana do Recife. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO.

Carlos Alberto do Nascimento Ramos

ALVES, Leucio CamaraFAUSTINO, Maria Aparecida da Gloria; Ramadinha R; Braga G;Ramos, Carlos A.N.. EPIDEMIOLOGIA DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPACIAL, NO MUNICIPIO DE PETROLINA, ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL. 2012. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Marcia de Figueiredo Pereira

ALVES, Lêucio Câmara;PEREIRA, M. F.. Avaliação Histopatológica em Fígado e Baço de cães (Canis familiaris) naturalmente infectados por Leishmania (L) chagasi provenientes da Região Metropolitana do Recife. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Fábio Luiz da Cunha Brito

BRITO, F. L. C.. Alterações estruturais e do parasitismo em amostras de tecido cardíaco e pulmonar de cães (Canis familiaris, LINNAEUS 1758) naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) chagasi (Cunha e Chagas, 1937) através das técnicas de hematoxilina-eosina e imunohistoquimica. 2009. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Mariana Medeiros de Aguiar

ESTUDO MORFOLÓGICO DO ESTÔMAGO DE CETÁCEOS PROCEDENTES DE ENCALHES NO LITORAL DE ALAGOAS, ATRAVÉS DO USO DA ESPLANCTOTÉCNICA DE INSUFLAÇÃO MODIFICADA; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Inovação e Tecnol Integradas à Medicina Veterinária para o Desenv Regional) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Mik Suelen Pereira Santos

MORFOMETRIA DA ARTÉRIA TRONCO CELÍACA, MESENTÉRICA CRANIAL, MESENTÉRICA CAUDAL E SEUS PRINCIPAIS RAMOS EM CANINOS DOMÉSTICOS (Canis Lupus familiaris) PROVENIENTES DO ESTADO DE ALAGOAS, BRASIL; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Inovação e Tecnol Integradas à Medicina Veterinária para o Desenv Regional) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

KATH FREIRE DE VASCONCELOS

Métodos anestésico para sondagem vesical em gatos domésticos: Revisão de literatura; Início: 2019; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Anestesia Locorregional) - Instituto PAV Medicina Veterinária; (Orientador);

Thaynná Joseilda do Nascimento dos Santos

Morfologia e morfometria do coração e vasos da base do jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris - Daudin, 1802) procedente de criatório; ; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Mayara Oliveira Lúcio de Souza

Estudo Morfológico e morfométrico do pulmão e traquéia do jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris - Daudin, 1802) procedente de criatório; ; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Tabatha de Oliveira Cavalcante

Estudo Morfológico e morfométrico do fígado do jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris - Daudin, 1802) procedente de criatório; ; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

William Gomes Guedes

Estudo Morfológico e morfométrico do baço do jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris - Daudin, 1802) procedente de criatório; ; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Tabatha de Oliveira Cavalcante

Avaliação clínico e citopatológica das estomatites felinas tratadas com ozonioterapia, através do uso de swabs orais e análise em microscopia óptica; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

William Gomes Guedes

Caracterização clínico e citopatológica das estomatites felinas, através do uso de swabs orais e análise em microscopia óptica; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Fernanda Thaís de Vasconcelos Nobre

Estudo descritivo das alterações anatomopatológicas e do parasitismo identificadas no aparelho reprodutivo de cadelas infectadas naturalmente por Leishmania sp provenientes do Estado de Alagoas; 2017; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas,; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Fabiano Rocha Prazeres Júnior

RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE-LATO SENSU; 2019; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE-LATO SENSU) - Universidade Federal Rural do Semi-Árido; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Mayara Brandão Silva

TROMBOEMBOLISMO AÓRTICO EM FELINO (Felis catus, Linnaeus, 1758): RELATO DE CASO; 2014; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Peq) - Ensino e qualificação superior; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Agatha Alves Fontan

HIPOTIREOIDISMO EM CÃES: revisão de literatura; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Uylla Hipper Lopes

CERATOCONJUNTIVITE SECA EM CÃES: REVISÃO DE LITERATURA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Fábio Azevedo da Silva Junior

CERATOCONJUNTIVITE SECA EM CÃES: REVISÃO DE LITERATURA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Juliana Nascimento Santos

Avaliação estatística comparativa de estudos da morfometria e histomorfometria da uretra longiudinal de gato domésticos (Felis catus Linnaeus, 1758); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

REBECCA EKKLECIA DA COSTA OLIVEIRA

Análise Morfometrica da uretra longitudinal de gatos domésticos (Felis catus Linnaeus, 1758); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Rafael Barbosa da Silva

Estudo histomorfométrico da uretra logitudinal de gatos domésticos (Felis catus Linnaeus, 1758); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Rafael Barbosa da Silva

Avaliação das alterações estruturais observadas no pulmão de bovinos (Bos taurus, Linnaeus, 1758) procedentes de frigorífico no Município de Arapiraca no Estado de Alagoas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Alisson Luiz da Costa

Estudo bioestatístico de comparações múltiplas entre a presença de alterações macroscópicas e microscópicas identificadas no parênquima pulmonar de bovinos (Bos taurus, Linnaeus, 1758) procedentes de frigorífico no Município de Arapiraca no Estado de Alagoas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Mariana Horácio da Silva

Avaliação da presença de fibrose intersticial no pulmão de bovinos (Bos taurus, Linnaeus, 1758) procedentes de frigorífico no Município de Arapiraca no Estado de Alagoas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Taíne Cris Soares da Silva

Estudo descritivo das alterações anatomopatológicas identificadas no parênquima pulmonar de bovinos (Bos taurus, Linnaeus, 1758) procedentes de frigorífico no Município de Arapiraca no Estado de Alagoas; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Edvânia Grayce Romeiro Melo dos Santos

CORRELAÇÃO DO PERFIL CLÍNICO COM AS ALTERAÇÕES HISTOPATOLÓGICAS ENCONTRADAS NOS RINS DE CÃES (CANIS LUPUS FAMILIARES, LINNAEUS, 1758) NATURALMENTE INFECTADOS POR LEISHMANIA INFANTUM (NICOLLE, 1908); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Natália Borsato Oliveira

FREQUÊNCIA DAS ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS E CLASSIFICAÇÃO HISTOMORFOLÓGICA DAS NEOPLASIAS MAMÁRIAS EM CADELAS; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Luciano Rocha de Oliveira

PREVALÊNCIA DA BRUCELLA CANIS E BRUCELLA ABORTUS EM CÃES DO MUNICÍPIO DE ARAPIRACA, AL; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Centro Universitário CESMAC, Programa Semente de Iniciação Científica; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Juliana Nascimento Santos

Monitoria na discplina de anatomia veterinária; 2017; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Rebecca Klécia da C

Oiveira; Monitoria na discplina de anatomia veterinária; 2017; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Noelia Layslla Costa Barros

Monitoria na discplina de anatomia veterinária; 2017; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Alagoas, Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Danillo de Souza Pimentel;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Wagner Luiz Tafuri

Avaliação imuno-histoquímica nos pulmões e coração de cães naturalemnte infetados com L; chagasi; 2008; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco; Orientador: Wagner Luiz Tafuri;

Leucio Câmara Alves

DISTRIBUIÇÃO SAZONAL DA Lutzomyia longipalpis (LUTZ & NEIVA, 1912) (DÍPTERA PSYCHODIDAE; PHLEBOTOMINAE) NAS MESOREGIÕES DA ZONA DA MATA, AGRESTE E SERTÃO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL; 2007; Dissertação (Mestrado em Programa de Pos Graduação Em Ciencia Veterinaria) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO,; Orientador: Leucio Camara Alves;

Leucio Câmara Alves

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA LEISHMANIOSE VISCERAL NO MUNICÍPIO DE PETROLINA ATRAVÉS DO USO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS (SIG); 2009; Tese (Doutorado em Programa de Pos Graduação Em Ciencia Veterinária) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Orientador: Leucio Camara Alves;

Leucio Câmara Alves

Avaliação Histopatológica em Fígado e Baço de Cães (Canis familiaris) Naturalmente infectados por Leishmania (L) chagasi ( Cunha e Chagas, 1937) Provenientes da Região Metropolitana do Recife; 2005; 39 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO; Orientador: Leucio Camara Alves;

Leucio Câmara Alves

Avaliação Histopatológica em Fígado e Baço de Cães (Canis familiares) Naturalmente Infectados por Leishmania (L) Chagasi (Cunha e Chagas, 1937) Provenientes da Região Metropolitana do Recife; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco; Orientador: Leucio Camara Alves;

Hernande Pereira da Silva

Vigilância Epidemiológica da Leishmaniose Visceral no município de Petrolina através do uso de Sistemas de Informações Geográficas (SIG); ; 2011; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Hernande Pereira da Silva;

Marcia de Figueiredo Pereira

Patologia Especial; 2004; 15 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal Rural de Pernambuco; Orientador: Márcia de Figueiredo Pereira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PIMENTEL, D. S. ; RAMOS, R. A. N. ; Santana, M. A. ; ALVES, L. C. . Prevalence of zoonotic visceral leishmaniasis in dogs in an endemic area of Brazil. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 48, p. 491-493, 2015.

  • SILVA, RITA DE CÁSSIA NASCIMENTO ; RAMOS, RAFAEL ANTONIO NASCIMENTO ; Pimentel, Danillo de Souza ; OLIVEIRA, GÊNOVA MARIA DE AZEVEDO ; CARVALHO, GÍLCIA APARECIDA DE ; SANTANA, MARÍLIA DE ANDRADE ; FAUSTINO, MARIA APARECIDA DA GLÓRIA ; Alves, Leucio Câmara . Detection of antibodies against Leishmania infantum in cats (Felis catus) from the State of Pernambuco, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 47, p. 108-109, 2014.

  • Maia, C. S. ; PIMENTEL, D. S. ; Santana, M. A. ; FAUSTINO, M. A. G. ; ALVES, L. C. . ANÁLISE ESPACIAL DA LEISHMANIOSE VISCERAL AMERICANA NO MUNICÍPIO DE PETROLINA, PERNAMBUCO, BRASIL. Hygeia : Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde (Uberlândia) , v. 10, p. 167-176, 2014.

  • SANTOS, J. P. ; ALVES, L. C. ; RAMOS, R. A. N. ; PIMENTEL, D. S. ; CARVALHO, G. A. ; MONTEIRO, M. F. M. ; FAUSTINO, M. A. G. . Histological changes and immunolabeling of Leishmania infantum in kidneys and urinary bladder of dogs. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária (Online) , v. 22, p. 420, 2013.

  • Maia, C. S. ; PIMENTEL, D. S. ; Santana, M. A. ; FAUSTINO, M. A. G. ; ALVES, L. C. . The perception of the risk factors associated with American Visceral Leishmaniasis in Petrolina, Pernambuco, Brazil. Medicina Veterinária (UFRPE) , v. 7, p. 19-25, 2013.

  • Rafael Antonio do Nascimento Ramos ; PIMENTEL, D. S. ; LIRA, N. M. S. ; Santana, Marilia ; FAUSTINO, M. A. G. ; ALVES, L. C. . AVALIAÇÃO DA BIÓPSIA DE MEDULA ÓSSEA ESTERNAL E ILÍACA NO DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA. Ciencia Animal (UECE) , v. 22, p. 13, 2012.

  • DE SOUZA PIMENTEL, DANILLO ; DO NASCIMENTO RAMOS, CARLOS ALBERTO ; RAMOS, RAFAEL ANTÔNIO DO NASCIMENTO ; DE ARAÚJO, FLÁBIO RIBEIRO ; Borba, Mario Lins ; DA GLORIA FAUSTINO, MARIA APARECIDA ; Alves, Leucio Câmara . First report and molecular characterization of Trypanosoma vivax in cattle from state of Pernambuco, Brazil. Veterinary Parasitology (Print) , v. 185, p. 286-289, 2012.

  • GHINATO, L. ; MAIA, F. C. L. ; ALVES, L. C. ; FIGUEIREDO, M. M. ; TORRES, S. M. ; PIMENTEL, D. S. ; PIMENTEL, D. S. . Alterações estruturais e marcação imunohistoquímica do parasitismo no intestino de cães (Canis familiaris) (Linnaeus, 1758) naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) infantum (Nicolle, 1908)(1). Medicina Veterinária (UFRPE) , v. 5, p. 9-13, 2011.

  • PIMENTEL, D. S. ; Ramos, Carlos ; Araújo, Flábio ; Oliveira, Renato ; Souza, Ingrid ; Pimentel, Danillo ; Galindo, Mariana ; Santana, Marilia ; Rosas, Eduardo ; Faustino, Maria ; Alves, Leucio . Molecular survey and genetic characterization of tick-borne pathogens in dogs in metropolitan Recife (north-eastern Brazil). Parasitology Research , p. 01, 2010.

  • LIRA, N. M. S. ; PIMENTEL, D. S. ; Rafael Antonio do Nascimento Ramos ; Leucio Câmara Alves ; FAUSTINO, M. A. G. . ASPECTOS FÍSICOS, QUIMICOS E MICROBIOLÓGICOS DE URINA DE CÃES NATURALMENTE INFECTADOS POR Leishmania (Leishmania) chagasi. Medicina veterinária (UFRPE) , v. 03, p. 12, 2009.

  • RAMOS, C. A. N. ; Rafael Antonio do Nascimento Ramos ; Araújo, F. R. ; PIMENTEL, D. S. ; Eduardo Oliveira Rosas ; FAUSTINO, M. A. G. ; Leucio Câmara Alves . Comparação de nested-PCR com o diagnóstico direto na detecção de Ehrlichia canis e Anaplasma platys em cães. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária , v. 18, p. 00-00, 2009.

  • Rafael Antonio do Nascimento Ramos ; PIMENTEL, D. S. ; RAMOS, C. A. N. ; FAUSTINO, M. A. G. ; Leucio Câmara Alves . Eficácia do extrato contendo Sacharum officinarum L. Poaceae, Azadirachta indica A. Juss Meliaceae e Eucaliptus spp Myrtaceae sobre Pediculus capitis De Geer (Anoplura: Pediculae).. Revista Brasileira de Farmacognosia (Impresso) , v. 19, p. 839-841, 2009.

  • PIMENTEL, D. S. ; ALBUQUERQUE, E. R. C. ; FAUSTINO, M. A. G. ; Frederico Celso Lira Maia ; Leucio Câmara Alves ; Rafael Antonio do Nascimento Ramos . Alterações estruturais hepáticas e esplênicas em cães (Canis familiares, Linnaeus, 1758) naturalmente infectados por Leishmania (L.) chagasi (Cunha e Chagas, 1937).. Medicina Veterinária (UFRPE) , v. 02, p. 23-27, 2008.

  • LIMA, A. M. A. ; ALVES, C. A. ; FAUSTINO, M. A. G. ; LIRA, N. M. S. ; PIMENTEL, D. S. ; MAGALHÃES, A ; LIMA, M. M. ; TEIXEIRA, W. C. ; BORGES, J. C. G. . Búsqueda de huevos de anquilostomideos y toxocarídeos en el suelo de residencias y escuelas en el barrio de dois irmãos, Recife-PE (Brasil). Parasitología Latinoamericana , v. 62, p. 89-93, 2007.

  • NOVAES, B. C. B. ; Leucio Câmara Alves ; Frederico Celso Lira Maia ; LIMA, A. M. A. ; ALBUQUERQUE, E. R. C. ; PIMENTEL, D. S. . Alterações estruturais em rins de canino naturalmente infectados por Leishmania (L.) chagasi.. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , v. 14, p. 03, 2007.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PIMENTEL, D. S. . UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO ITINERANTE DE ANATOMIA ANIMAL COMO FERRAMENTA DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO SOCIOAMBIENTAL. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PIMENTEL, D. S. . O uso da imuno-histoquímica no diagnóstico da leishmaniose visceral canina. 2018. (Palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    ESTUDO MORFOLÓGICO E MORFOMÉTRICO DO CORAÇÃO, PULMÃO, FÍGADO E BAÇO DO JACARÉ-DE-PAPOAMARELO (Caiman latirostris - Daudin, 1802) PROCEDENTE DE CRIATÓ, Descrição: O jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris), apresenta registros de sua presença em grande parte do sudeste da América do Sul, com reconhecida distribuição geográfica nas regiões litorâneas do nordeste do Brasil, como, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e bacias dos rios São Francisco, além de regiões alagadiças do Paraná e do Rio Grande do Sul. No que diz respeito ao estudo da anatomia dos órgãos internos de répteis de grande porte, destaca-se, Bartolomeo Panizza que em 1833 estudou o coração desses animais e reportou a presença do forame de Panizza, no Alligator mississipiensis. Estudos mais atuais descreveram que o coração desses animais é compostos por quatro câmaras com a presença de um septo interventricular completo, semelhante ao que se observa nas aves e nos mamíferos. Por outro lado, os estudos anatômicos demonstram que os pulmões limitam dorsalmente o coração, sendo dividido em pulmão esquerdo e direito. O Fígado e baço, tem localização mediana na cavidade pleuroperitonial, e com relação direta de sintopia com o ventrículo gástrico, duodeno, pâncreas e cólon transverso. Contudo, em função da carência e discordâncias entre os estudos anatomo-morfométricos de crocodilianos, sobretudo nos da espécies C. latirostris, aliado ao fato do animal já ter sido ameaçada de extinção, e de que pesquisas anatômicas podem fornecer conhecimentos morfológicos aplicados as técnicas cirúrgicas de patologias da cavidade pleuroperitonial desses crocodilianos, objetivou-se com a realização deste trabalho, descrever os aspectos anatômicos e morfométricos do coração, pulmão, fígado e baço do jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris), proveniente de criatório. Para tanto, serão utilizados vísceras doadas pelo Criatório Mr.Cayman, como: corações, pulmões, fígados e baços. O trabalho será conduzido no Laboratório de Anatomia Animal da Unidade Acadêmica de Viçosa da UFAL e no Criatório Mr.Cayman que fica localizado na região metropolitana da grande Maceió-AL. No Laboratório de Anatomia Animal da UFAL, os órgãos coletados serão fixados em solução de formaldeído a 10%, e posteriormente, destinadas as práticas de dissecação e estudos morfológicos. Para uma melhor descrição da vascularização dos órgãos será instituída angiotécnica anatômica, que se baseia na canulação de veias e artérias, para perfusão de solução de metil metacrilanto corado com pigmento específico, sendo vermelho para artérias azul para veias e amarelado para traquéia e brônquios. As análises morfométricas dos órgãos será feita com auxílio de paquímetro digital profissional ZAAS 150mm 0,1mm e fita métrica milimetrada de 1,5 metros nos eixos cranio-caudal e latero-lateral, além das margens dorsal, ventral, direita e esquerda. Para análise estatística os dados do trabalho serão submetidos ao teste de normalidade de Kolmogorov e Smirnov e comparações múltiplas serão feitas pela análise de variância (ANOVA) e pós teste de Tukey. Sendo admitido o valor de p.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Mayara Oliveira Lucio de Souza - Integrante / William Gomes Guedes - Integrante / Tabatha de Oliveira Cavalcante - Integrante / Thaynná Joseilda do Nascimento dos SANTOS - Integrante.

  • 2019 - Atual

    ESTUDO DESCRITIVO DAS ALTERAÇÕES CITOPATOLÓGICAS IDENTIFICADAS NAS ESTOMATITES FELINAS TRATADAS POR OZONIOTERAPIA, Descrição: A gengivo-estomatite crônica felina ou estomatite gengivite linfocítica plasmocítica é uma afecção úlcero-proliferativo com lesões na cavidade oral, lábios, gengiva, arco palatino, palato duro, palato mole e língua. A doença é caracterizada por uma resposta inflamatória local ou proliferativa e difundida nos tecidos moles da cavidade oral que progridem com lesões orolabiais simétricas e bilaterais, geralmente ulceradas, friáveis e hemorrágicas. A doença tem origem multifatorial causada por vírus, bactérias, desordens auto-imunes, deficiências nutricionais ou alterações genéticas. Dentre os vírus envolvidos nos casos da doença, observam-se os vírus da imunodeficiência felina, vírus da leucemia felina calicivírus felino e herpesvírus felino 1. Clinicamente é observado que o animais apresentam sinais clínicos variados, e que transcorrem de acordo com a gravidade da doença, sendo descritos casos de apatia, perda de peso, anorexia, disfagia, halitose e sialorréia sanguinolenta. O diagnóstico pode ser feito com base nos dados da anamnese e exame físico do animal, sendo importante, reportar que o exame físico detalhado do vestíbulo da boca e da cavidade oral podem elucidar casos suspeitos. Contudo, refere-se que apenas a histopatologia aplicada a biópsia das lesões orolabiais podem confirmar casos suspeitos. A terapêutica das enfermidade não é padronizada e muito variável entre os clínicos veterinários de pequenos animais, em geral associam-se procedimentos alopáticos clássicos com intervenções cirúrgicos, sendo as respostas aos tratamentos variáveis e com durações indeterminadas. Na busca por novas formas de tratamento de infecções em áreas de mucosa, com caráter crônico e tratamento controversos a ozonioterapia vem apresentando destaque, pois pesquisas atuais tem demonstrado que o ozônio é sintetizado na formação do complexo antígeno-anticorpo, comprovando a utilização dessa molécula nas vias fisiológicas sistema imune. Para realização do presente estudo, serão utilizados felinos do sexo masculino e feminino, de raças e idades variadas, atendidos em ambulatório clínico do Hospital Universitário Veterinário da Unidade de Ensino de Viçosa da Universidade Federal de Alagoas no período de agosto de 2019 a maio de 2020. Contudo, para realização do exame clínico, os animais serão submetidos a anamnese e exame físico, sendo observados dados referentes ao estado geral dos animais, a raça, a idade e a evolução clínica da doença. A coleta das amostras se baseará na raspagem da superfície da área lesionada com um swab e posterior esfregaço desta sobre uma lâmina de vidro que após secagem ao ar serão coradas pelo kit panótico, sendo as análises das lâminas feitas em microscopia óptica. A ozonioterpia será realizada com óleo de girassol ozonizado nas regiões lesionadas. Sendo importante ressaltar, que serão realizadas citologias esfoliativas nos animais em tratamento nos intervalos de 7, 14, 21 e 28 dias com posterior elaboração de esfregaços em lâminas de vidro, os quais serão secos ao ar, fixados e corados com o kit panótico para análise posterior em microscopia de luz. Para análise estatística os dados do trabalho serão submetidos ao teste de normalidade de Kolmogorov e Smirnov e comparações múltiplas serão feitas pela análise de variância Anova e pós teste de Tukey. Sendo admitido o valor de p. Diante da carência de formas alternativas de tratamento e de técnicas menos invasivas de diagnóstico nos casos de gengivoestomatite crônica felina, objetivou com o presente estudo caracterizar as alterações citopatológicas identificadas na estomaties felinas tratadas por ozonioterapia. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / William Gomes Guedes - Integrante / Tabatha de Oliveira Cavalcante - Integrante.

  • 2019 - Atual

    ESTUDO MORFOLÓGICO DO ESTÔMAGO DE CETÁCEOS PROCEDENTES DE ENCALHES NO LITORAL DE ALAGOAS, ATRAVÉS DO USO DA ESPLANCTOTÉCNICA DE INSUFLAÇÃO MODIFICADA, Descrição: Os cetáceos são mamíferos aquáticos subdivididos em duas ordens: Odontocetos, caracterizados pela presença de dentes, incluídos os golfinhos e os botos; e os misticetos, as baleias verdadeiras que apresentam cerdas bucais. no Brasil, é reconhecido que estudos que relacionam achados anatomopatológicos em órgãos e sistemas de cetáceos procedentes de encalhes no nordeste brasileiro são muito escassos na literatura, sendo essas informações necessárias para o planejamento e desenvolvimento de estratégias de conservação e melhor entendimento da anatomia desses mamíferos marinhos. Na atualidade é observado um aumento significativo na presença de resíduos sólidos, no ambiente aquático que podem impactar de forma significativa as espécies da fauna marinha de diversas formas, seja pela ingestão, enroscamento ou enredamento, causando injúrias físicas e morte. Reporta-se que no estômago de um mamífero marinho da espécie Mesoplodon densirostris (baleia bicuda de blainville) encontrado morto na Praia do Mar Grosso, São José do Norte, Rio Grande do Sul foram encontrados um amontoado de tiras de plástico azulado, Sacos plásticos também foram encontrados no estômago de um cetáceo da espécie Steno bredanensis, encalhado vivo, na Praia do Poço da Draga, em Fortaleza-Ceará. Em função da grande carência de estudos morfológicos com cetáceos provenientes de encalhes no litoral alagoano, associado ao fato de que o estômago desses animais são fortemente acometidos pela presença de resíduos sólidos plásticos, dispersos no ambiente aquático, objetivou-se com o presente estudo, estudar a morfologia do estômago de cetáceos procedentes de encalhes no litoral de Alagoas, através do uso da esplanctotécnica de insuflação modificada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Mariana Medeiros de Aguiar - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Estudo morfométrico da uretra longitudinal de felinos domésticos (Felis catus Linnaeus, 1758) do sexo masculino, Descrição: A obstrução uretral em gatos machos abrange as doenças do trato urinário inferior dos felinos (DTUIF) com maior incidência na rotina clínica de pequenos animais. As DTUIF progridem para quadros graves de oligúria ou anúria, ou seja, da diminuição ou supressão da eliminação de urina, caracterizando-se por sinais clínicos de hematúria, estrangúria, disúria, perirúria, polaciúria e obstrução uretral. Dentre as diversas manifestações da afecção do trato urinário inferior dos felinos, as consequências da obstrução uretral recebem as maiores atenções, pois tendem a causar alterações renais, ureterais, vesicais e uretrais com potencial de levar o paciente ao óbito pelas alterações metabólicas e do equilíbrio hidroeletrolítico e ácido-básico que são potencialmente fatais, pois favorecem o desenvolvimento de hipercalemia, acidose metabólica, hiponatremia e hipocalcemia ionizada. Diante da alta incidência das obstruções uretrais em gatos domésticos e das graves consequências sistêmicas dessa enfermidade, aliado a carência de estudos que descrevam a morfometria da uretra de machos nas diferentes raças de felinos, objetivou-se com o presente estudo descrever a morfometria longitudinal e a histomorfometria da uretra de felinos machos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Rafael Barbosa da Silva - Integrante / REBECCA EKKLECIA DA COSTA OLIVEIRA - Integrante / Juliana Nascimento Santos - Integrante.

  • 2018 - Atual

    MORFOMETRIA DA ARTÉRIA CELÍACA, MESENTÉRICA CRANIAL E CAUDAL EM CANINOS DOMÉSTICOS (Canis familiaris, LINNAEUS 1758) (MAMMALIA: CARNIVORA: CANIDAE), Descrição: Na angiologia descreve-se que as artérias possuem primordial papel de conduzir sangue oxigenado e rico em nutrientes para todos os órgãos e regiões do corpo. No que diz respeito ao trato gastrointestinal, a anatomia clássica discorre que as artérias celíacas, mesentérica cranial e caudal possuem grande importância na condução do sangue arterial para o estômago, fígado, baço, pâncreas, intestino delgado e grosso. Contudo, em função da carência de estudos anatomo-morfométricos das artérias que irrigam os órgãos gastrointestinais em caninos domésticos, aliado a possibilidade do fornecimento de resultados anatômicos aplicadas a angiologia médica e práticas clínico-cirúrgicas dos órgãos abdominais, objetivou-se com a realização desse trabalho, realizar a morfometria da artéria celíaca e de seus ramos em caninos domésticos. Para realização do presente estudo serão utilizados 20 cadáveres de canídeos, da espécie Canis familiaris, de ambos os sexos, e raças e idades variadas, doados pela Unidade de Vigilância em Zoonose de Maceió para realização de estudos anatômicos no Laboratório de Anatomia Animal (LAA) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). No LAA da UFAL será procedida a fixação dos cadáveres através de infusão de solução de formaldeído a 10% pela artéria carótida comum esquerda, seguida de aplicações intramusculares, subcutâneas e submersão em tanque contendo a mesma solução fixadora, por período de 48 horas. Após o tempo de fixação, os animais serão colocadas em decúbito lateral esquerdo, sendo realizada laparotomia por incisão paramediana longitudinal xifo-púbica da pele com divulsão dos músculos oblíquo abdominal externo, interno e reto do abdômen até visualização da aorta abdominal e artéria celíaca, mesentérica cranial e caudal. Com auxílio de paquímetro digital será realizado a morfometria das artérias.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Mayara Oliveira Lucio de Souza - Integrante / Tiago Rodrigues dos Santos - Integrante / Mik Suelen Preira Santos - Integrante / Jaine da Silva Bispo - Integrante / Juliana Lopes Prieto - Integrante / Alvaro Domingos Sales Lima - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Estudo descritivo das alterações anatomopatológicas e do parasitismo identificados no aparelho reprodutivo de cadelas infectadas naturalmente por Leishmania infantum, procedentes do Estado de Alagoas., Descrição: Considerando a importância de vias alternativas de transmissão para o controle da doença, este estudo tem como objetivos avaliar as alterações anatomopatológicas e o parasitismo identificados no aparelho reprodutor de 100 caninos do sexo feminino em idade acima de seis meses de raças variadas, não castradas, soropositivos para leishmaniose visceral pelo método ELISA, procedentes do Estado de Alagoas e mantidos sob responsabilidade da Unidade de Vigilância de Zoonoses da Prefeitura Municipal de Maceió ? AL.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / LEUCIO CAMARA ALVES - Integrante / Rafael Antonio Nascimento Ramos - Integrante / Fernanda Thaís de Vasconcelos Nobre - Integrante.

  • 2017 - 2018

    Estudo das alterações anatomopatológicas identificadas no parênquima pulmonar de bovinos (Bos taurus, Linnaeus, 1758) procedentes de frigorífico no Município de Arapiraca, Estado de Alagoas., Descrição: A bovinocultura de corte tem se destacado na economia do agronegócio no Brasil, segundo ABIEC, 2011, esse mercado cresce anualmente, desde 1974, em média 2,34% representando a maior parte do agronegócio nacional. Vale ressaltar, que esse crescimento foi responsável por tornar o país um dos maiores líderes no mercado mundial de carnes. Contudo, observa-se que nas últimas décadas a criação de bovinos sofreu profundas modificações técnicas com a instituição de novas práticas de manejo e nutrição, além da implementação de novos métodos de manipulação genética, associados a uma seleção de animais cada vez mais aptos a produção de carne no mundo, e em todo território brasileiro. Devido a substancial importância econômica da pecuária para o comércio de carne bovina, destinada ao consumo humano, faz-se necessário o conhecimento das enfermidades que acometem esses animais, bem como da observação e registro das doenças de maior incidência, especificamente as que apresentam potencial zoonótico. O objetivo desta pesquisa será de avaliar e descrever as alterações anatomopatológicas identificadas no parênquima pulmonar de bovinos abatidos em frigorífico no Município de Arapiraca no Estado de Alagoas. Para tanto, serão utilizados 400 pulmões de bovinos abatidos no frigorífico Frigovale, os quais serão, inicialmente, avaliados macroscopicamente na linha de inspeção de vísceras. Posteriormente, serão retirados pequenos fragmentos dos pulmões de áreas com lesões e sem lesões, os quais serão imediatamente acondicionadas em frascos plásticos de polietileno, devidamente identificados, contendo solução tamponada de formalina a 10%, sendo reservados em caixas de isopor, e encaminhados para processamento histológico no Laboratório de Histologia do Campus Arapiraca, Unidade de Ensino de Viçosa da Universidade Federal de Alagoas, seguindo-se a desidratação, a diafanização, o banho e a inclusão em parafina histológica para cortes em micrótomo com secções de 3-4 m de espessura e coloração pela hematoxilina-eosina (HE) e Tricrômio de Azan, com finalidade de avaliar as alterações estruturais e a presença de infiltrado fibroso no parênquima pulmonar por uso da microscopia de luz convencional em objetiva de imersão. Para análise estatística os dados serão submetidos ao teste de normalidade de Kolmogorov e Smirnov e comparações múltiplas serão feitas pela análise de variância (ANOVA) e pós teste de Tukey. Sendo admitido o valor de p. Espera-se com a realização do presente projeto de pesquisa a obtenção de resultados que possam contribuir para o crescimento da bovinocultura de corte no Estado de Alagoas pelo fornecimento de dados que possibilitem o desenvolvimento de medidas profiláticas para doenças detectadas na região de realização do estudo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Rafael Barbosa da Silva - Integrante / Alisson Luiz da Costa - Integrante / Mariana Horácio da Silva - Integrante / Taíne Cris Soares da Silva - Integrante., Número de orientações: 4

  • 2015 - 2016

    Frequência das alterações citológicas e classificação histomorfológica das neoplasias mamárias em cadelas, Descrição: Os neoplasmas mamários são relatados com grande frequência em caninos, felinos e humanos, sendo considerados as neoplasias mais comuns em fêmeas da espécie canina (LOAR, 1992; PIRES et al., 2003; MULAS et al., 2005) ocorrendo o diagnóstico tanto de neoplasias benignas como de malignas (CASSALI, 2000; HELLMEN et al., 2000). Em função dos diversos aspectos de semelhança histomorfológicas com os tumores de mama da mulher, estudos que visem caracterizar as neoplasias mamárias em animais podem fornecer informações importantes para um melhor entendimento da biologia do câncer na espécie humana (ELSTON C & ELLIS, 1991; CASSALI, 2000). Atualmente, verifica-se um aumento na expectativa de vida dos animais de companhia, sobretudo dos caninos, em função de avanços da medicina veterinária. Neste sentido, ocorre um aumento na população de cães idosos, e desta forma um aumento significativo na taxa de doenças degenerativas, de onde se destacam os cânceres (PIRES et al., 2003; KARAYANNOPOULOU et al., 2005). A incidência de tumores mamários em cadelas tem aumentado notavelmente, entre as neoplasias dos canídeos fêmeas, o tumor mamário atinge cerca de 52% das cadelas, dentre esses tumores, 50% se apresentam de forma maligna com prognóstico reservado (MISDORP et al., 1999; MISDORP, 2002). Alguns dos fatores relacionados com o surgimento dessas neoplasias seriam os fatores genéticos e hormonais (MISDORP & HART, 1979). Contudo, não se observam fatores que sejam específicos para a sua prevenção (CASSALI, 2000). Por outro lado, as medidas mais eficientes para diminuir a frequência de neoplasias em caninos são relacionadas com a castração pois quanto mais cedo o animal for submetido à cirurgia menor será a probabilidade em se desenvolver tumores mamários (PIRES et al., 2003; KARAYANNOPOULOU et al., 2005). De acordo com MISDORP et al., (1999) a castração realizada antes do primeiro cio da cadela reduz o risco da doença em 0,5%, no segundo cio esse risco aumenta para 8% e no terceiro cio para 26%, tornando assim a prevenção mais eficaz (KARAYANNOPOULOU et al., 2005). Um exame físico das mamas é suficiente para a constatação de uma alteração na cadeia mamária, deve ser observado o número de tumores, sua consistência, aderência, dor, hiperemia e/ou ulcerações na pele (LANA, 2007). As neoplasias mamarias acometem com maior frequência as fêmeas entre 9 e 12 anos de idade e as raças nas quais se observa maior incidência são: Poodle, Pastor Alemão e Cocker Spaniel e os animais sem raça definida. A maior parte das neoplasias detectadas são carcinomas (PIRES et al., 2003). A etiologia dos tumores mamários podem também estar ligadas com a obesidade, pois se observou correlação entre tumores de mama e dieta com alto teor de gordura em animais obesos (PÉREZ ALENZA et al., 1997). A citologia aspirativa por agulha fina (CAAF) é um eficiente método para diagnostico, e pode ser indicada como meio de diagnóstico diferencial, implicando um procedimento rápido, barato e seguro. A CAAF induz injúria tecidual mínima, não havendo necessidade de anestesiar o animal, e permite a obtenção de resultados confiáveis na maioria dos casos (ABELLE et al., 1983). O sucesso da CAAF depende das diversas fases de condução da técnica, desde a obtenção da amostra, da preparação da lâmina e sua coloração, até o exame citoscópico do material aspirado (HELLMÉN et al., 2000). A adequada interpretação da preparação citoscópica é primordial, já que algumas características são extremamente úteis na discriminação entre tumores benignos e malignos (TAKEDA, et al., 1997). Os critérios de malignidade aplicáveis na avaliação da citologia de um esfregaço, segundo análise de Allen et al. são: células de grande densidade celular no esfregaço, com baixo grau de coesão e presença de células ?nuas? em abundância, anisocariose, padrões irregulares de distribuição de cromatina (granular ou reticula. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Gilsan Aparecida de Oliveira - Integrante / Natalia Borsato Oliveira - Integrante / Bruna Higino de Souza Silva - Integrante / Roberta Bruna Fidelis Lins Peixoto - Integrante / Mik Suelen Pereira dos Santos - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Correlação do perfil clínico com as alterações anatomopatológicas encontradas nos rins de cães (Canis Lupus familiares, Linnaeus, 1758) naturalmente infectados por Leishmania infantum (Nicolle, 1908), Descrição: A leishmaniose visceral (LV) é uma antropozoonose causada pelo protozoário Leishmania infantum (MAURICIO et al., 2000), onde os cães representam o principal reservatório no ambiente urbano, particularmente em função da frequência e abundância da carga parasitária na pele, sobretudo, em regiões onde a doença é endêmica (COSTA et al., 2008; PIMENTEL et al., 2015). Nos cães, na dependência da imunocompetência do hospedeiro vertebrado, a infecção por Leishmania sp usualmente evolui para a forma crônica (FERRER, 1999; NOLI, 1999), onde ocorrem sinais sistêmicos associados à proliferação do agente no sistema fagocítico mononuclear (FEITOSA et al., 2000). De um modo geral, após um período de incubação da doença (SANTA ROSA e OLIVEIRA, 1997; NOLI, 1999) o quadro clínico dos cães infectados podem variar do aparente estado sadio a um severo estágio final (FERRER, 1999). Sendo assim, em função do perfil clínico apresentados, os cães podem ser agrupados em duas categorias distintas: caninos assintomáticos e caninos sintomáticos (FERRER et al., 1988; FEITOSA et al., 2000; CIARAMELA e CORONA, 2003). Classicamente os cães com LV apresentam sinais clínicos inespecíficos, como linfadenopatia, hepatoesplenomegalia, hipergamaglobulinemia (FERRER, 1999; PIMENTEL et al., 2008), alterações dermatológicas (FERRER, 1999; BLAVIER et al., 2001; CIARAMELLA e CORONA, 2003), onicogrifose e emagrecimento progressivo (MARZOCHI et al., 1984; SANTA ROSA e OLIVEIRA, 1997). Outros sinais como diarréia (FERRER, 1999; BLAVIER et al., 2001; CIARAMELLA e CORONA, 2003), febre irregular, apatia, lesões oculares (FERRER, 1999; CIARAMELLA e CORONA, 2003; BRITO et al., 2006), epistaxe e anemia (KOUTINAS et al., 1999) tem sido descritos. Além destes sinais típicos, quadros atípicos, incluindo desordens neurológicas, músculo esqueléticas (FEITOSA et al., 2000; BLAVIER et al., 2001), falhas e alterações morfofuncionais renais (TAFURI et al., 1989), têm sido relatadas em cães infectados naturalmente por Leishmania infantum. Contudo, o envolvimento renal tem sido apontado como a principal causa de óbito em cães infectados com o protozoário, sendo freqüentemente associado com a evolução da doença nos animais provenientes de regiões endêmicas (TAFURI et al., 1989; NOLI, 1999), reportando-se que a presença de infiltrado inflamatório e a deposição de imunocomplexos (NOVAES, 2005) são as principais causas das lesões nos rins dos animais doentes. Mediante ao crescente número de casos de LV canina no Estado de Alagoas (MARTINS, 2008) e ao potencial zoonótico desta importante enfermidade parasitária (SANTA ROSA e OLIVEIRA,1997; PIMENTEL et al., 2015), aliado as controversas e imprecisões que ocorrem na descrição das alterações anatomopatológicas renais reportadas tanto no cão, como no homem (TAFURI et al., 1989; NOVAES, 2005), que este projeto objetivou classificar as lesões renais, detectar a presença de formas amastigotas de Leishmania sp no parênquima renal e correlacionar esses achados com o perfil clínico de caninos naturalmente infectados por Leishmania infantum, através de avaliação clínica e análise histopatológica do rim de caninos provenientes do Município de Maceió-AL.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / Gilsan Aparecida de Oliveira - Integrante / EDVÂNIA GRAYCE ROMEIRO MELO DOS SANTOS - Integrante / DANIELLE PINTO MONTE - Integrante.

  • 2014 - 2015

    PREVALÊNCIA DA Brucella canis e Brucella abortus EM CÃES DO MUNICÍPIO DE ARAPIRACA, AL, Descrição: Considerando a importância da brucelose para saúde pública e devido ao caráter zoonótico, e a ausência de dados epidemiológicos regionais, elaborou-se esse projeto, visando detectar a presença de animais reagentes a B. canis e B. abortus no município de Arapiraca, AL.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Coordenador / José Andrey Almeida Teles - Integrante / Luciano Rocha de Oliveira - Integrante.

  • 2009 - 2013

    Epidemiologia da Leishmaniose Visceral e da Doença de Chagas através da análise Espacial, no município de Petrolina, Estado de Pernambuco, Brasil, Descrição: Em função da cidade de Petrolina registrar um aumento no número casos de LV, nos últimos anos (SES - Fundação Nacional de Saúde) e apresentar registros de casos clínicos da DC, aliado a escassez de estudos que correlacionem dados espaciais da LV e da DC na região Nordeste e análise dos fatores de risco associados à infecção por Leishmania (Leishmania) chagasi e Trypanosma cruzii, este projeto tem como objetivo avaliar a vigilância epidemiológica destas antropozoonoses no município de Petrolina através do uso de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) em base territorial, redirecionando as estratégias de controle atualmente adotadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Integrante / LEUCIO CAMARA ALVES - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    AVALIAÇÃO HISTOPATOLÓGICA E IMUNOHISTOQUÍMICA EM AMOSTRAS DE TECIDO CARDÍACO E PULMONAR DE CÃES (Canis familiares, Linnaeus, 1758) INFECTADOS NATURALMENTE POR Leishmania (Leishmania) chagasi, Descrição: As alterações estruturais, grau de parasitismo, serão estudados através dos métodos histopatológicos e imunohistoquímicos em amostras do coração e pulmão de cães naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) chagasi na Região metropolitana do Recife. Para tanto, serão utilizadas amostras coletadas de 43 cães, sendo todos os animais com diagnóstico parasitológico positivo e/ou sorologia positiva ao teste Enzyme Linked Immuno Sorbent Assay (ELISA) para Leishmania (Leishmania) chagasi.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danillo de Souza Pimentel - Integrante / LEUCIO CAMARA ALVES - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Mérito Acadêmico com o trabalho intitulado OSTEOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL DO BOTO-CINZA (SOTALIA GUIANENSIS), IX Simpósio Medicina Veterinária do CESMAC.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, Pólo Viçosa. , Fazenda São Luís, Zona Rural, 57700000 - Viçosa, AL - Brasil, Telefone: (82) 32141905, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2014 - 2014

Faculdade CESMAC do Sertão

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 20

Outras informações:
Professor na disciplina de histologia e embriologia humana no curso de enfermagem na Faculdade Cesmac do sertão em Palmeira dos Índios.

2013 - 2017

Centro Universitário CESMAC

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 35

Outras informações:
Professor nas disciplinas de: Patologia geral e técnica de necropsia, patologia especial veterinária, histologia e embriologia, imunologia veterinária, histologia veterinária e anatomia descritiva e topográfica dos animais domésticos no curso de graduação em medicina veterinária. E Professor nas disciplinas de: Patologia geral, histologia e embriologia nos cursos de graduação em: Nutrição, farmácia, fisioterapia e odontologia.

Atividades

  • 08/2013

    Ensino, medicina veterinária, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Patologia geral veterinária, patologia especial veteriária, histologia e embriologia, hitologia veterinária, imunologia veterinária e anatomia

2013 - 2013

Centro Universitário Maurício de Nassau - Recife

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 2

Outras informações:
Professor de Deontologia no curso de graduação em medicina veterinária.

2012 - 2013

Faculdade Integrada de Pernambuco

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Outras informações:
Professor de radiologia veterinária no curso de tecnólogo em radiologia.

2011 - 2013

Hospital Veterinário Harmonia

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Médico Veterinário, Carga horária: 20

Outras informações:
Participação no atendimento emergencial na clínica e cirurgia de caninos e felinos. Realização de exames necroscópicos em animais que vinham a óbito de causas desconhecidas.

2009 - 2011

Clinica Veterinária Amigo Fiel Vet Center

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Médico Veterinário, Carga horária: 20

Outras informações:
Participação na cínica emergencial de caninos e felinos.

2008 - 2008

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio na área de Patologia Geral do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) no Laboratório de Neuro Imuno Patologia Experimental (NIPE) da UFMG, com enfase nas técnicas de Imunohistoquímica e histopatologia, aplicadas no diagnóstico da Leishmaniose Visceral Canina (LVC) sob a orientação do Prof. Dr. Wagner Tafuri.

2007 - 2012

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Aluno de Pós Graduação, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2010

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor Substituto da Disciplina de: Deontologia e Medicina Veterinária Legal no Curso de Graduação em Medicina Veterinária na área de Patologia no Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal Rural de Pernambuco.

2004 - 2005

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Vínculo: Monitor bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor de disciplina da Graduação, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Monitor da Disciplina de Patologia Geral e Técnica de Necrópsia dos Aniamis Domésticos, perfazendo carga horária total de 718 horas.

2002 - 2004

Prefeitura Municipal de Recife, PM/Recife

Vínculo: ESTÁGIO- BOLSISTA, Enquadramento Funcional: ESTAGIÁRIO, Carga horária: 40

Outras informações:
SUPERVISÃO EM CAMPANHAS DE VACINAÇÃO CONTRA A RAIVA DE CÃES E GATOS; AUXÍLIO NA EUTANÁSIA DE ANIMAIS CAPTURADOS E/ OU SUSPEITOS DE RAIVA; CONHECIMENTO DE MÉTODOS DE CONTENÇAÕ DE ANIMAIS; REALIZAÇÃO DE INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA RAIVA; PARTICIPAÇÃO EM PALESTRAS EDUCATIVAS SOBRE ZOONOSES; PARTICIPAÇÃO EM VISITAS ZOO-SANITÁRIAS; ATENDIMENTO CLÍNICO VETERINÁRIO; CONHECIMENTO EM CONTROLE DE ANIAMIS SINANTRÓPICOS E PEÇONHENTOS.

Atividades

  • 10/2002 - 01/2004

    Estágios , Secretaria de Saúde do Recife, CENTRO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL.,Estágio realizado, ESTAGIO EXTRACURRICULAR.

2017 - Atual

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor do magistério superior no curso de graduação em medicina veterinária da Universidade Federal de Alagoas, nas disciplinas de anatomia veterinária, anatomia topográfica veterinária, bases anátomo-fisiológicas e histologia e embriologia geral,

Atividades

  • 05/2017

    Ensino, Mestrado em Medicina Veterinária, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, DIAGNÓSTICO CLÍNICO E ANATOMOPATOLÓGICO DE ENFERMIDADES DE RUMINANTES., DIAGNÓSTICO IMUNOLÓGICO, MOLECULAR E HISTOPATOLÓGICO DE ENFERMIDADES INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS

  • 01/2017

    Pesquisa e desenvolvimento , Campus Arapiraca, Unidade Educacional de Viçosa.,Linhas de pesquisa

  • 01/2017

    Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Anatomia Veterinária, Anatomia Veterinária Topográfica, Bases Anato-Fisiológicas e Histologia e Embriologia.

  • 06/2019 - 07/2019

    Direção e administração, Universidade Federal de Alagoas - Campus Sertão, Unidade Educacional de Viçosa.,Cargo ou função, Diretor do Hospital Veterinário Universitário da UE Viçosa da UFAL.

  • 06/2017 - 06/2017

    Direção e administração, Campus Arapiraca, Unidade Educacional de Viçosa.,Cargo ou função, Coordenadoria da Unidade Educacional Viçosa da UFAL em função das férias regulamentares de CHIARA RODRIGUES DE AMORIM LOPES, Professora Adjunta da UFAL, no período de 05/06 a 28/06/2017, em virtude de suas férias regulamentares..