Denise Pinheiro da Costa

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Úrsula (1984), mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade de São Paulo (1999) e Pós-doutorado na Duke University, Biology Department (2010/2011) e no Museu de História Natural de Paris (2013). É pesquisador titular do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro (IPJBRJ) e bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Orientador de mestrado e doutorado da Escola Nacional de Botânica Tropical (ENBT/IPJBRJ), membro da Species Survival Comission/IUCN (grupo de briófitas), membro e ex presidente da Sociedad Latinoamericana de Briologia (SLB), membro da Internacional Association of Bryologist (IAB), Membro do comitê de nomenclature do IAPT (grupo de briófitas e comitê geral). Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Taxonomia de briófitas neotropicais, atuando principalmente nos seguintes temas: taxonomia, ecologia, fitogeografia e conservação de briófitas.

Informações coletadas do Lattes em 01/12/2018

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)

1995 - 1999

Universidade de São Paulo
Título: Metzgeriaceae (Metzgeriales, Hepatophyta) no Brasil
Olga Yano. Palavras-chave: Hepática; Metzgeriaceae; taxonomia; brasil.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.

Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)

1993 - 1995

Universidade de São Paulo
Título: Musgos do Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil,Ano de Obtenção: 1995
Olga Yano.Palavras-chave: Musgos; Rio de Janeiro; Florística.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.

Graduação em Ciências Biológicas

1980 - 1984

Universidade Santa Úrsula

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2013 - 2013

Pós-Doutorado. , Muséum National d'Histoire Naturelle, MNHN, França. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

2010 - 2011

Pós-Doutorado. , Duke University, DUKE, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Como elaborar artigo científico. (Carga horária: 40h). , Publicase, PUBLICASE, Brasil.

2017 - 2017

Como elaborar artigo científico. (Carga horária: 16h). , Publicase, PUBLICASE, Brasil.

2015 - 2015

estudo das coleções de Schuster da amzônia. (Carga horária: 112h). , Field Museum, DEP. OF BOTANY, Estados Unidos.

2014 - 2014

Treinamento Pré-Antártico. (Carga horária: 90h). , Marinha do Brasil, MB, Brasil.

2009 - 2009

Introdução ao ArcGis 9. (Carga horária: 30h). , Threetek Centro de Treinamento, THREETEK, Brasil.

2009 - 2009

Workshop Checklist of liverworts and hornworts of the world. (Carga horária: 40h). , Field Museum, DEP. OF BOTANY, Estados Unidos.

2008 - 2008

WORKSHOP DE MUSGOS PLEUROCÁRPICOS DO BRASIL. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2008 - 2008

Estudo das famílias Pottiaceae e Sphagnaceae. (Carga horária: 160h). , New York Botanical Garden, NYBG, Estados Unidos.

2007 - 2007

Panorama do genero Lejeunea na América Tropical. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2005 - 2005

Estudo das coleções de Raddi no Brasil. (Carga horária: 24h). , Università de Pisa, PI, Itália.

2005 - 2005

estudo das coleções de Raddi no Brasil. (Carga horária: 40h). , Università degli Studi di Firenze, UNIFI, Itália.

2002 - 2002

estudo da família Metzgeriacaea no Neotrópico. (Carga horária: 160h). , New York Botanical Garden, NYBG, Estados Unidos.

1997 - 1997

Bolsa sanduíche de doutorado. (Carga horária: 640h). , Georg-August-Universität Göttingen, GZG, Alemanha.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Taxonomia Vegetal/Especialidade: Taxonomia de Criptógamos.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Fitogeografia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

REIS, R. P. ; COSTA, D. P. ; BAUMGRATZ, J. F. . XXVI Seminário PIBIC - JBRJ. 2018. (Outro).

COSTA, D. P. ; REIS, Renta Perpétuo ; BAUMGRATZ, J. F. . XXV Seminário PIBIC. 2017. (Outro).

Costa, D.P. ; PRESSEL, S. ; PERALTA, D. F. ; Carvalho-Silva, M. ; CÂMARA, P. E. A. S. ; SALINAS, A. ; DUCKETT, J. ; SCHNNEIDER, H. ; MORAES, F. C. ; FARIA, A. L. A. ; D.K. Henriques . WORKSHOP UNDERSTANDING THE CRYPTOGAMIC DIVERSITY AND BIOGEOGRAPHY OF SOUTH ATLANTIC OCEAN ISLANDS. 2015. (Outro).

COSTA, D. P. ; Allen S., N. ; DUQUE, J. C. B. ; León, Y. ; Schiavnoe, M.M. ; SASTRE-DE-JÉSUS, I. . VIII SYMPOSIO DE LA SOCIEDAD LATINOAMERICANA DE BRIOLOGÍA (SLB). 2010. (Congresso).

COSTA, D. P. ; PORTO, K. C. . Reunião Satélite do Guia de Musgos do Brasil. 2008. (Outro).

COSTA, D. P. . 1º Workshop do Guia de Musgos no Brasil. 2006. (Outro).

COSTA, D. P. . Coordenadora do comitê técnico-científico: Taxonomia e Evolução de Criptógamas. 1996. (Congresso).

COSTA, D. P. . XIII Jornada Fluminense de Botânica. 1993. (Outro).

COSTA, D. P. . XII Jornada Fluminense de Botânica. 1992. (Outro).

COSTA, D. P. . XI Jornada Fluminenese de Botânica. 1991. (Outro).

COSTA, D. P. . IX Jornada Fluminense de Botânica. 1989. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Diversity, evolution and conservation of the South Atlantic Islands floras.Physical structure, plant diversity, and affinities of the archipelagos of Fernando de Noronha and Trindade. 2017. (Simpósio).

Mudança Climática e Biodiversidade. 2017. (Seminário).

Congresso Nacional de Botanica. Flora de Briófitas do Brasil. 2015. (Congresso).

Workshop Flora do Brasil on-line. 2015. (Oficina).

Workshop Flora do Brasil on-line. 2015. (Oficina).

64 Congresso Nacional de Botânica. Biologia reprodutiva de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle (Jamesoniellaceae): uma espécie de distribuição disjunta ntre as elevadas montanhas Neotropicais. 2013. (Congresso).

64 Congresso Nacional de Botânica. Flora das Montanhas da Amazônia Brasileira: P.E. Serra do Aracá. 2013. (Congresso).

63 Congresso Nacional de Botânica. Como as briófitas respondem a um curto gradiente de altitude nuam montanha tropical?. 2012. (Congresso).

Reunião Técnica: Conservação Ex Situ no Brasil (Target 8). 2012. (Oficina).

V Workshop Guia de Musgos do Brasil.Guia de Musgos do Brasil: situação atual. 2012. (Outra).

Workshop Desenvolvimento Econômico e Conservação da Biodiversidade de Plantas. 2012. (Oficina).

Colóquio de Espécies Ameaçadas de Extinção. 2011. (Outra).

III Workshop do Guia de Musgos do Brasil.Situação das famílias para o guia. 2011. (Oficina).

XVIII International Botanical Congress. The Plant List: the contribution from liverworts and hornworts ? a model and community-driven system.. 2011. (Congresso).

XXXIII Jornadas Argentinas de Botanica. Ultraestrutura de los esporos en cinco species del genero Riccia l. (Ricciaceae, Marchantiales) en lo Rio Grande do Sul. 2011. (Congresso).

61 Congresso Nacional de Botânica. Plantas da Floresta Atlântica. 2010. (Congresso).

Workshop de espécies da flora ameaçadas de extinção. 2010. (Oficina).

X Congreso Latinoamericanod e Botanica. Aspectos brioflorísticos e fitogeográficos de duas formações costeiras de Floresta Atlântica da Serra do Mar (Ubatuba, SP, Brasil). 2010. (Congresso).

3º Reunion Inciciativa de Plantas (LAPI).Representante do herbário RB na terceira reunião da LAPI (Latin American Plants Iniciative). 2009. (Seminário).

60 Congresso Nacional de Botânica.Guia de Musgos do Brasil: GT5. 2009. (Simpósio).

60º Congresso Nacional de Botânica.Hepáticas: indicadoras das fitofisionomias da mata atlântica?. 2009. (Oficina).

Early Land Plants (Encyclopedia of Life - Biodiversity Synthesis Group).www.early-land-plants-today.org. 2009. (Oficina).

Workshop de Elaboração do Programa Nacional de Pesquisa e Conservação de Ecossistemas de Montanhas.Elaboração do Programa de Pesquisa e Conservação de Ecossistemas de Montanhas. 2009. (Oficina).

59° Congresso Nacional de Botânica. Atualidades, desafios e perspectivas da Briologia no Brasil: Hepáticas e Antóceros. 2008. (Congresso).

Workshop Musgos Pleurocárpicos do Brasil. 2008. (Oficina).

58° Congresso Nacional de Botânica. Hepáticas da Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro: padrões de distribuição. 2007. (Congresso).

58° Congresso Nacional de Botânica. Estrutura das comunidades de briófitas corticícolas na formação arbustiva aberta de Ericaceae, Parna-Jurubatiba, RJ. 2007. (Congresso).

58° Congresso Nacional de Botânica. Briófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Carapebus, RJ, Brasil. 2007. (Congresso).

Revisão das Listas das Espécies da Flora e Fauna ameaçadas de extinçao do estado de MG.Briófitas. 2007. (Oficina).

Workshop Estratégias e ações da biodiversidade da Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro.Flora - Briófitas. 2007. (Outra).

XXVI Jornada Fluminense de Botânica.Brioflora de Itatiaia: diversidade e conservação. 2007. (Encontro).

57º Congresso Nacional de Botânica. O status de conservação da brioflora brasileira: um estudo de caso. 2006. (Congresso).

57º Congresso Nacional de Botânica. Briófitas de duas formações vegetais no PARNA-Jurubatiba, RJ, Brasil. 2006. (Congresso).

Briófitas - Revisão da lista vermelha das espécies da flora ameaçadas de extinção em Minas Gerais.Revisão da lista vermelha das espécies da flora ameaçadas de extinção em Minas Gerais. 2006. (Oficina).

COP8 Associated Meeting (Biodiversity - The Megascience in Focus).COP8 Associated Meeting (Biodiversity - The Megascience in Focus). 2006. (Encontro).

Seminário de Ilustração Botânica.A ilustração botânica: perspectivas e profissionalização - O ponto de vista do taxonomista. 2006. (Seminário).

Seminário Técnico JBRJ/MMA. 2006. (Seminário).

56° Congresso Nacional de Botânica. Diagnóstico do status de conservação das espécies de briófitas do estado do Rio de Janeiro. 2005. (Congresso).

56º Congresso Nacional de Botânica. Brioflora do Estado do Rio de Janeiro: um guia prático de identificação.. 2005. (Congresso).

Reunião da Área de Ciências Biológicas I - CAPES.Reunião de Coordenadores de Pós-Graduação. 2005. (Outra).

Revisão da lista de espécies da flora de Minas Gerais ameaçada de extinção.1ª Reunião para revisão da lista de espécies da flora de Minas Gerais ameaçadas de extinção. 2005. (Outra).

Workshop da lista de espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção.Workshop científico do Projeto de revisão da lista de espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção. 2005. (Oficina).

XVII International Botanical Congress. The family Metzgeriaceae (Hepaticae) in the Tropical America.. 2005. (Congresso).

XXIV Jornada Fluminense de Botanica.Panorama da Briolfora no Estado do Rio de Janeiro. 2005. (Outra).

55° Congresso Nacional de Botânica. Diversidade e Importância das Briófitas para a Conservação does Ecossistemas do Estado do Rio de Janeiro. 2004. (Congresso).

56º Congresso Nacional de Botânica. Diversidade de Hepáticas no Brasil. 2004. (Congresso).

Encontro de especialistas em briófitas.55º Congresso Nacional de Botânica, Encontro de especialistas em briófitas. 2004. (Encontro).

III Congreso Colombiano de Botánica, Botánica, Diversidad y Cultura. Simposio de Briologia - Diversidade de hepáticas no Brasil. 2004. (Congresso).

Palestra no PPG do Museu Paraense Emílio Goeldi.Diversidade de Hepáticas no Brasil. 2004. (Outra).

Reunião da Comissão Flora do Brasil - SBB. 55º Congresso Nacional de Botânica, Comissão Flora dso Brasil. 2004. (Congresso).

54º Congresso Nacional de Botânica. Diversidade de Briófitas na Amazônia: Acre. 2003. (Congresso).

54º Congresso Nacional de Botânica. O Estado da Arte das Coleções de Briófitas no Brasil.. 2003. (Congresso).

21º Jornada Fluminense de Botânica.Briófitas da reserva biológica do Tinguá, RJ: dados preliminares.. 2002. (Outra).

53 º Congresso Nacional de Botânica. Diversidade de musgos ao longo de um gradiente altitudinal na mata atlântica do estado do Rio de Janeiro.. 2002. (Congresso).

Trends and development in biodiversity informatics. 2002. (Seminário).

52º Congresso nacional de Botânica. 52 º Congresso Nacional de Botânica. Mesa Redonda Avanços da Briologia no Brasil. 2001. (Congresso).

52 º Congresso Nacional de Botânica. A vegetação dos salões da Amazônia ocidental: primeira abordagem.. 2001. (Congresso).

52º Congresso Nacional de Botânica, 2001, João Pessoa - PB, 2001.. Contribuição a brioflora do Acre.. 2001. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 52 º Congresso Nacional de Botânica. Contribuição a Briolfora do estado do Acre. Painel apresentado. 2001. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 52 º Congresso Nacional de Botânica. A Vegetação dos Salões da Amazônia ocidental: Primeira Abordagem. Painel apresentado em co-autoria com Daly, D. C. & Melo, A. W. F.. 2001. (Congresso).

Taller Internacional de Fitogeografia Y Corologia Neotropical. 2001. (Outra).

Congresso Nacional de Botânica. 51 º Congresso Nacional de Botânica. Briófitas do arboreto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (Painel apresentado junto com Molinaro, L. C.). 2000. (Congresso).

50 º Congresso Nacional de Botânica. 50 º Congresso Nacional de Botânica. Metzgeriaceae (Metzgeriales, Hepatophyta) no Brasil. (Painel apresentado). 1999. (Congresso).

7 º Congresso Latinoamericano de Botânica.V Simposio Latinoamericano de Briologia. Epiphytic bryophyte diversity in primary and secondary lowland rain forest in southeastern Brazil (apresentação oral). 1999. (Simpósio).

Congresso Nacional de Botânica. 49 º Congresso Nacional de Botânica. Diversidade das briófitas epífitas em mata atlântica de baixada, primária e secundária, no sudeste do Brasil. (Painel apresentado com Lima, F. M.). 1998. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 48 º Congresso Nacional de Botânica. 1997. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 47 º Congresso Nacional de Botânica. Musgos do Município de Nova Friburgo, RJ, Brasil. (Painel apresentado). 1996. (Congresso).

Seminario Taller Las Briofitas Indicadores de Biodiversidad.Seminario Taller Las Briofitas Indicadores de Biodiversidad. 1996. (Seminário).

Congresso Nacional de Botânica. 46 º Congresso Nacional de Botânica. Briófitas da Restinga de Macaé, Rio de Janeiro (Pianel em co-autoria com Yano. O.). 1995. (Congresso).

XV Colóquio da Sociedade Brasileira de Microscopia Eletrônica e 3 º Congresso Interamericano de Microscopia Eletrônica.XV Colóquio da Sociedade Brasileira de Microscopia Eletrônica e 3 º Congresso Interamericano de Microscopia Eletrônica. Morphology of the family Metzgeriaceae in Brazil, Subgenus Metzgeria Section Metzgeria: Metzgeria convoluta Steph. and M. myriopoda Lindb. (Painelo em co-autoria com Dodsworth, R. M.). 1995. (Outra).

Congresso Nacional de Botânica. 45 º Congresso Nacional de Botânica. 1994. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 44 º Congresso Nacional de Botânica. 1993. (Congresso).

Simpósio de Ecossistemas da Costa Brasileira.III Simpósio de Ecossistemas da Costa Brasileira. 1993. (Simpósio).

Congresso Internacional de Conservação em Jardins Botânicos. Terceiro Congresso Internacional de Conservação em Jardins Botânicos. 1992. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 43 º Congresso Nacional de Botânica. Hepáticas do Pico da Caledônea, Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil. Projeto Flora do RJ - Listagem preliminar das espécies da APA-Cairuçu, Município de parati, criptógamas. (Painéis apresentado). 1992. (Congresso).

Seminário de Botânica.IV Seminário de Botânica. 1992. (Seminário).

Simpósio latinoamericano de Briologia.III Simpósio Latinoamericano de Briologia. Ocorrência da família Pleuroziaceae (Hepaticopsida) no Brasil. Detalhes da morfologia de metzgeria conjugata Lindb. (Metzgeriales, Hepaticopsida). Paineís apresentados. 1992. (Simpósio).

Congresso Nacional de Botânica. 42 º Congresso Nacional de Botânica. Brioflora do estado de Goiás: bryopsida (Painel em co-autoria com Olga Yano). 1991. (Congresso).

Seminário de Botânica.III Seminário de Botânica. 1991. (Seminário).

Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo. VII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo. Novas ocorrências de briófitas no Brasil (Painel em co-autoria com Olga Yano). 1990. (Congresso).

Congresso Latinoamericano de Botânica. V Congresso latinoamericano de Botânica. 1990. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 41 º Congresso Nacional de Botânica. Metzgeriaceae (Hepaticopsida, Metzgeriales) no Brasil. (Painel apresentado). 1990. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 40 º Congresso Nacional de Botânica. Brioflora do Pico da Caledônea, Nova Fribuego, RJ (Painel apresentado). 1989. (Congresso).

Seminário de Botânica.I Seminário de Botânica. 1989. (Simpósio).

Congresso Nacional de Botânica. 39 º Congresso Nacional de Botânica. Leucobryaceae do Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro, Brasil (Painel em co-autoria com Yano, O.). 1988. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 38 º Congresso Nacional de Botânica. Hepáticas Talosas do Parque Nacional da Tijuca, RJ (Painel apresentado). 1987. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 37 º Congresso Nacional de Botânica. Ocorrência de Lunularia cruciata (Lunulariaceae) no Rio de Janeiro, Brasil. (Painel em co-autoria Yano, O.). 1986. (Congresso).

Congresso Nacional de Botânica. 36 º Congresso Nacional de Botânica. 1985. (Congresso).

Encontro de Curadores e responsáveis de Herbários no Rio de Janeiro.I Encontro de Curadores e responsáveis de Herbários no Rio de Janeiro. 1984. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Jade Ayres Barbedo Martins

CARVALHO JUNIOR, A.; YEPES, M. S.; REIS, R. P.;COSTA, D. P.. Diversidade taxonômica de Puccinales no P.E. Serra da Tiririca, RJ, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical.

Aluno: Fernanda Cervi dos Santos

AMADO FILHO, Gilberto Menezes; MORAES, F.; MOURA, R.;COSTA, D. P.. Avaliação espaço temporal da composição e abundância das esponjas perfurantes nos recifes rasos do Banco dos Abrolhos, BA, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical.

Aluno: Thamara Rodrigues dos Reis

COSTA, D. P.. Diversidade, distribuição e conservação de Riccia L. (Ricciaceae, Marchantiophyta) no semiárido nordestino do Brasil. 2015. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Allan Laid Alkimin Faria

COSTA, D. P.; CÂMARA, Paulo e A S; Silva, Micheline Carvalho. Levantamento da brioflora na Ilha da Trindade, Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade de Brasília.

Aluno: Ana Gabriela Duarte Silva

COSTA, D. P.CÂMARA, P. E. A. S.; Silva, Micheline Carvalho. Morfologia e desenvolvimento de papilas em Pilotrichaceae Kindb.. 2011. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade de Brasília.

Aluno: Silvana Brito Vilas Bôas Bastos

COSTA, D. P.; BASTOS, C. J. P.; PORTO, K. C.. Musgos pleorocárpicos dos fragmentos de Mata Atlântica da Reserva Ecológica da Michelin, Município de Igrapiúna, Bahia, Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Nívea Dias dos Santos

COSTA, D. P.; PORTO, K. C.; SCARANO, F. R.. Hepáticas da Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro: diversidade, fitogeografia e conservação. 2008. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Aluno: Sara Lopes de Sousa Winter

COSTA, D. P.Prado, J.; SYLVESTRE, L. D. S.. O gênero Adiantum L (Pteridaceae) no Estado do Rio de Janeiro. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-garduação em Ciências Biológicas) - Museu Nacional - UFRJ.

Aluno: Lisi Damaris Pereira Alvarenga

COSTA, D. P.; PÔRTO, Kátia Cavalcanti; REINER-DREHWALD, M. E.. Estrutura espacail e ecologia de briófitas epífilas e epífitas de remanescentes de floresta atlântica na estação ecológica de Murici, Alagoas.. 2007. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Julians Rosa do Pará Marques de Oliveira

COSTA, D. P.; PÕRTO, K. C.; SANTOS, A. M. M.. Efeitos da fragmentação e perda de habitat sobre brioflora epifita de sub-bosque de floresta atlântica: um estudo de caso na estação ecológica de Murici, Alagoas.. 2007. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Carla Gabriela Vragas Ramos

COSTA, D. P.; SYLVESTRE, L. D. S.; LABIAK, P. E.. A família Lycopodiaceae no Parque Nacional do Itatiaia. 2007. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical.

Aluno: Lucas Matheus da Rocha

COSTA, D. P.; LUIZIPONZO, A.; FERNANDES, L. D. R. S.. Palinotaxonomia de Polytrichaceae Schwaegr. (Bryophyta) ocorrentes no Estado de Minas Gerais (Brasil). 2006. Dissertação (Mestrado em Musue Nacional) - Museu Nacional - UFRJ.

Aluno: Denilson Fernandes Peralta

COSTA, D. P.YANO, Olga; GUIMARÃES, Sílvia Maria B. Musgos (Bryophyta) do Parque Estadual da Ilha Anchieta (PEIA), São Paulo, Brasil. 2005. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente) - Instituto de Botânica.

Aluno: Filipe de Carvalho Victoria

COSTA, D. P.; PÔRTO, Kátia Cavalcanti; REIS, Renta Perpétuo. Composição e distribuição das formações de musgos das áreas de degelo adjacentes à Baía do Almirantado, Ilha Rei George, Antártica.. 2005. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical.

Aluno: João Paulo Santos Condack

COSTA, D. P.. Pteridófitas ocorrentes na região elevada do Parque Nacional do Itatiaia: análise fitogeográfica e estrutural. 2005. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical.

Aluno: Adriana Paula da Silva Souza

COSTA, D. P.; LISBOA, R. C. L.; SECCO, R. S.; CARREIRA, L. M. M.. Inventário da Diversidade de Musgos (Bryophyta) do Município de Barcarena (PA), Brasil. 2004 - Universidade Federal Rural do Pará e Museu Paraense Emílio Goeldi.

Aluno: Paulo Eduardo Aguiar Saraiva Camara

COSTA, D. P.; Filgueiras; Novelino. Levantamento de Brioflora das Matas de Galeria da Reserva Ecológica do IBGE Brasília - DF, Brasil. 2002. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade de Brasília.

Aluno: Sylvia Mota de Oliveira

COSTA, D. P.; SANTOS, P. J. P.; PORTO, K. C.. Ecologia de populações de três espécies de musgos acrocárpicos em remanescentes de floresta atlântica, Recife, Pernambuco, Brasil. 2001. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Fabiana Regina Nonato

COSTA, D. P.MENEZES, M.; BARROS, I. C. L.. Vittariaceae (Pteridophyta) na região sudeste do Brasil, Rio de Janeiro. 2000. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Marcelo Guerra Santos

COSTA, D. P.; SCARANO, F. R.; WINDISCH, P. G.. Pteridófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil. 1999. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Ana Gabriela Duarte Silva

COSTA, D. P.. Revisão taxonômica e filogenia molecular da Callicostella (Müll.Hal.) Mitt. para a região neotropical. 2016. Tese (Doutorado em Botânica) - Universiade de Brasília.

Aluno: Abel Eustaquio Rocha Soares

Costa, D.P.CÂMARA, P. E. A. S.PERALTA, D. F.; MINHOZ, C. B. R.; SIMON, M. F.. A família Thuidiaceae Schimp. no Brasil, um estudo taxonômico, filogenético e morfológico. 2015. Tese (Doutorado em Botânica) - Universidade de Brasília.

Aluno: Lisi Damaris Pereira Alvarenga

COSTA, D. P.; PORTO, K. C.. DINÂMICA METAPOPULACIONAL E BIOLOGIA REPRODUTIVA DO MUSGO EPÍFILO CROSSOMITRIUM PATRISIAE (BRID.) MÜLL. HAL. EM FLORESTA ATLÂNTICA.. 2011.

Aluno: Thaís de Freitas Vaz Imbassahy

COSTA, D. P.; Churchill;CÂMARA, P. E. A. S.; SYLVESTRE, L. D. S.;MENEZES, M.. REVISÃO TAXONÔMICA DE HOOKERIOPSIS SENSU LATO (PILOTRICHACEAE, BRYOPHYTA). 2009. Tese (Doutorado em Botânica) - Museu Nacional do Rio de Janeiro - UFRJ.

Aluno: Ana Claudia Caldeira Tavares Martins

PÕRTO, K. C.;CÂMARA, P. E. A. S.; REIS, R. P.; Rodrigues, P.J.F.P.;COSTA, D. P.. Florística e Ecologia das Comunidades de Briófitas em uma Floresta de Terra Firme no Estado do Pará, Amazônia, Brasil. 2009. Tese (Doutorado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical.

Aluno: Marcelo Guerra Santos

COSTA, D. P.. Riqueza, distribuição e conservação de pteridófitas nas restingas fluminenses, Brasil. 2007. Tese (Doutorado em Botânica) - Museu Nacional - UFRJ.

Aluno: Maria Jaciane de Alemida Campelo

COSTA, D. P.; RANGEL, Shirley Germano; PÔRTO, Kátia Cavalcanti; MAIA, Leonor Costa. Briófitas Epífitas e Epífilas de Floresta Atlântica, Pernambuco, Brasil. 2005. Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Adriana Quintella Lobão

COSTA, D. P.. Revisão taxonômica e filogenia de Guatteria Secções Asterantha e Austroguatteria (Annonaceae). 2005. Tese (Doutorado em Escola Nacional de Botânica Tropical) - Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Aluno: Shirley Rangel Germano

COSTA, D. P.PÔRTO, K. C.; BARROS, I. C. L.; MAIA, Leonor Costa. Florística e ecologia das comunidades de briófitas em um remanescente de floresta atlântica (Reserva ecológica do Gurjaú, Pernambuco, Brasil). 2003. Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Lana da Silva Sylvestre

COSTA, D. P.; SANO, P. T.; ROSSI, L.;YANO, Olga; WINDISCH, P. G.. Revisão Taxonômica da Família Aspleniaceae. 2001. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Felipe Juliani de Souza Christo

COSTA, D. P.; SILVA, D. M.; BARBOSA, F. C. R.. Levantamento das Espécies de Briófitas na área urbana do centro da cidade de Petrópolis, RJ, Brasil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciencias Biológicas) - Estácio de Sá - Campus Petrópolis.

Aluno: Lisi Damaris Pereira Alvarenga

COSTA, D. P.. Composição, riqueza e diversidade de briófitas em fragmentos florestais de mata atlântica em Pernambuco, Brasil. 2004 - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Fernanda Martins Lima

COSTA, D. P.SYLVESTRE, Lana da Silva. Diversidade de musgos ao longo de um gradiente altitudinal na Floresta Atlântica do estado do Rio de Janeiro. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Castelo Branco.

Aluno: Claudine Massi Mynssen

COSTA, D. P.; EDITH. Pteridófitas das matas de encosta do Jardim Botânico e da vertente leste do Morro Novo Mundo. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula.

Aluno: concurso público para professor titular de Plantas avasculares e Pteridófitas na UFRGS

COSTA, D. P.. 2003. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

COSTA, D. P.YANO, Olga; SECCO, R.. Membro da comissão organizadora do concurso público, Pesquisador Adjunto I - Taxonomia de criptógamas. 2009. Museu Paraense Emílio Goeldi.

Alexandre Salino; Ana Maria Goulart de Azevedo Tozzi;Luiza Sumiko KinoshitaYANO, OlgaCOSTA, D. P.. Presidente da banca examinadora de concurso público para Pesquisador Adjunto I, vaga 3, Taxonomia Fanerógamas, INPA. 2008. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Alexandre Salino; Ana Maria Goulart de Azevedo Tozzi;COSTA, D. P.Luiza Sumiko KinoshitaYANO, Olga. Presidenteda banca examinadora de concurso público, Pesquisador Adjunto I, Taxonomia de Criptógamas, vaga 4, INPA. 2008. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

COSTA, D. P.; KANAGAWA, A. I.; SIMABUKURO, E. A.. MembroTitular da Banca Examinadora de concurso para Professor Adjunto de Criptógamas, Universidade Federal da Paraíba. 2004. Universidade Federal da Paraíba.

COSTA, D. P.SYLVESTRE, Lana da Silva; Yoneshigue-Valentin; WINDISCH, P. G.; Schezy. Presidente da Banca do Concurso Público do JBRJ - Cargo - Assistente de Pesquisa I - Sistemática e Taxonomia Vegetal de Pteridófitas. 2002. Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

COSTA, D. P.. III Seminário Interno de Pesquisa Aplicada a Extensão. 2018. Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

KONRAT, M. V.;COSTA, D. P.; LANG, A.; AH-PENG, C.; HIGUCHI, M.. Membro da comissão do prêmio Stanley Greene. 2018. International Association of Bryology.

COSTA, D. P.; REIS, R. P.; BARROS, C. F.; BAUMGRATZ, J. F.. Membro do comitê PIBIC do IPJBRJ. 2017. Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Costa, D.P.; HIGUCHI, M.; SCHAFER-VERWIMP, A.. Membro da comissão do prêmio Ricleff Grolle_IAB. 2017. International Association of Bryology.

COSTA, D. P.. Membro da câmara de Pós-graduaçao do PPG da ENBT. 2017.

COSTA, D. P.. Avaliador externo do PIBIC e outros ICs da UFRRJ. 2017. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Pinheiro da Costa, Denise. Presidente da comissão de seleção de doutorado da ENBT. 2016. Escola Nacional de Botânica Tropical.

COSTA, D. P.. Membro da câmara de pós-graduação PPG ENBT. 2016. Escola Nacional de Botânica Tropical.

COSTA, D. P.; BARROS, C. F.; SALGADO, L.. Membro da comissão de seleção de mestrado do PPG da ENBT/JBRJ. 2015. Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

COSTA, D. P.; CÂMARA, Paulo e A S; Silva, Micheline Carvalho. Comissão Examinadora de aula de qualificação. 2011. Universidade de Brasília.

COSTA, D. P.; Baumgratz, J.F.; Huszar, V.; Andrade, A.C.. Coordenadora da comissão de seleção de doutorado do PPG da ENBT. 2011. Escola Nacional de Botânica Tropical.

COSTA, D. P.. Avaliação de projetos_UFRN. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

COSTA, D. P.; Mansano, V. F.; Huszar, V.; FERNANDES, L. D. R. S.. Seleção de doutorado do PPG do Museu Nacional-UFRJ. 2010. Museu Nacional do Rio de Janeiro - UFRJ.

COSTA, D. P.; Churchill;PERALTA, D. F.; URIBE, J.. Comissão julgadora de posters - X Congreso Latinoamericano de Botanica. 2010. Sociedade Latinoamericana de Briologia.

COSTA, D. P.. Comissão Examinadora de exame de qualificação_ENBT. 2010. Instituto de Botânica.

COSTA, D. P.. Comitê Externo de Avaliação do CNPq/PIBIC - Univ. Fed. São João Del Rey. 2009. Universidade Federal de São João Del-Rei.

COSTA, D. P.. Presidente de comissão de seleção de mestrado. 2008. Escola Nacional de Botânica Tropical.

COSTA, D. P.; Coelho, M.A.N.; RICARDO, D.. Membro da Comissão de Ensino. 2007. Escola Nacional de Botânica Tropical.

COSTA, D. P.; SCARANO, Fábio R; FRANCO, Augusto César; FISCHER, Erich Arnold; MIOTTO, Silvia T S. Comissão Julgadora do Prêmio Verde, promovido pela Sociedade Botânica do Brasil, durante o 56° Congresso Nacional de Botânica. 2005. Sociedade Botanica do Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Regina Célia Lobato Lisboa

LISBOA, R. C. L.YANO, O.; PLASTINO, E. M.. MUSGOS DO MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO, RIO DE JANEIRO, BRASIL. 1995. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Edison Jose de Paula

PAULA, E. J.. Metzgeriaceae no Brasil. 1999. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Rosely Ana Piccolo Grandi

GRANDI, R. A. P.. A família Metzgeriaceae (Hepatophyta) no Brasil. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Estela Maria Plastino

PLASTINO, E. M.. Musgos do município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil.. 1995. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Estela Maria Plastino

PLASTINO, E. M.. Musgos do município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil.. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Flavio Augusto de Souza Berchez

BERCHEZ, Flavio. A Família Metzgeriaceae (Hepatophyta) no Brasil (Presidente). 1998. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências da USP.

Jefferson Prado

Prado, J.; Costa, D.P.; Milanez, A.I.; Plastino, E.M.. A família Metzgeriaceae (Hepatophyta) no Brasil. 1998 - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

José Augusto dos Santos Silva

BRIÓFITAS DA MATA ITAMACAOCA, CHAPADINHA, MARANHÃO, BRASIL; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Maranhão; (Orientador);

Emily Da Silva Arnou

A importância de UCs em centros urbanos: um estudo de caso com os musgos do parque da cidade de Niterói; Início: 2018 - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro; (Orientador);

Lucas Vieira Maudonet

Brioflora das Ilhas Oceânicas do Atlântico Sul: Ilha de Santa Helena; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Maria Alice de Rezende

Cryptogamic diversity, biology and conservation on South Atlantic Islands; Início: 2018; Orientação de outra natureza; Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro; Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; (Orientador);

Renato X

A; Prudencio; RIQUEZA DE ESPÉCIES E COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA DAS HEPÁTICAS DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO MAR, NÚCLEO ITUTINGA-PILÕES, SÃO PAULO, BRASIL; 2016; Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Tainan Messina

Conservação e diversidade de musgos (Sphagnaceae) com potencial de uso na Reserva Particular do Patrimônio Natural Serra do Caraça (Minas Gerais) e no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (Goiás); ; 2013; Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Maria Alice de Rezende

CONSERVAÇÃO DE HEPÁTICAS NA MATA ATLÂNTICA DO SUDESTE DO BRASIL: UMA ANÁLISE DAS ESPÉCIES ENDÊMICAS E/OU AMEAÇADAS DO PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA; 2013; Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Nívea Dias dos Santos

Hepáticas da Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro: Diversidade, Fitogeografia e Conservação; 2008; Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Caio Amitrano Alencar Imbassahy

Briófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Carapebus, RJ, Brasil; 2007; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-garduação em Ciências Biológicas) - Museu Nacional - UFRJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Thais de Freitas Vaz

A Família Pilotrichaceae no estado do Rio de Janeiro; 2005; 111 f; Dissertação (Mestrado em Botânica) - Museu Nacional do Rio de Janeiro - UFRJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Filipe de Carvalho Victoria

Composição e distribuição das formações de musgos das áreas de degelo asdjacentes a Baía do Almirantado, Ilha rei George, Antártica; 2005; 103 f; Dissertação (Mestrado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical,; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Daniel Martins Ayub

Anatomia e Morfologia da Família Ricciaceae (Marchantiales) no Rio Grande do Sul; 2014; Tese (Doutorado em Botânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Denise Pinheiro da Costa;

Nívea Dias dos Santos

ZONAÇÃO ALTITUDINAL DE BRIÓFITAS EPÍFITAS NA MATA ATLÂNTICA; 2011; Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Denise Pinheiro da Costa;

Ana Claudia Caldeira Tavares Martins

Estudo comparativo da diversidade de briófitas em áreas de florestas secundárias no nordeste Paraense, Amazônia, Brasil; 2009; 0 f; Tese (Doutorado em Botânica) - Escola Nacional de Botânica Tropical, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Thaís de Freitas Vaz Imbassahy

Revisão de Hookeriopsis sensu lato (Pilotrichaceae, Bryophyta); 2009; Tese (Doutorado em Botânica) - Museu Nacional do Rio de Janeiro - UFRJ, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Priscila Quintela Pinto Paiva

REVISÃO TAXONÔMICA DA FAMÍLIA SPHAGNACEAE NO BRASIL: SEÇÃO ACUTIFOLIA; ; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade Veiga de Almeida, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Nívea Dias dos Santos

Hepáticas e antóceros da RPPN-El Nagal, Magé, RJ; 2005; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas) - Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Lianna de Castro Molinaro

Briófitas do arboreto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro; 2002; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Fernanda Martins Lima

Diversidade de musgos ao longo de um gradiente altitudinal na Floresta Atlântics do Estado do Rio de Janeiro, Brasil; 2002; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade Castelo Branco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Maria Sulamita Dias

Brioflora do Parque Natural Municipal São Francisco de Assis, Município de Blumenau, Santa Catarina, Brasil; 2002; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Filipe Marron Ribeiro

Brioflora de uma ilha oceânica do Atlântico Sul ? Ilha de Santa Helena; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Gabriel Politzer

Padrões fitogeográficos das briófitas ao longo do gradiente altitudinal numa Floresta Atlântica no sudeste do Brasil; 2016; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Ellis Marie Figueiredo da Silva

Atividade da enzima P450 e os terpenos de Syzygiella rubricaulis (Nees) Steph; (Marchantiophyta); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em QUÍMICA) - iNSTITUIÇÃO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Tayná Martins Murta

Riqueza de espécies de briófitas da flora das montanhas da Amazônia brasileira: Serra do Aracá, Serra da Neblina, Serra do Caburaí; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Flora de Apoio à Botânica; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Bruna Pernas Fonseca dos Santos

Riqueza de espécies de briófitas da flora das montanhas da Amazônia brasileira: Serra do Aracá, Serra da Neblina, Serra do Caburaí; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Flora de Apoio à Botânica; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Filipe Juliani

Levantamento das espécies de briófitas na área urbana do centro da cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estácio de Sá, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Nizandra Sagioro

Riqueza de espécies de briófitas da flora da Serra do Aracá e do Parque Nacional da Neblina, Amazônia, Brasil; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estácio de Sá, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Fagner PInheiro

?Biologia Reprodutiva de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle (Jamesoniellaceae, Marchantiophyta): uma espécie de distribuição disjunta entre as elevadas montanhas neotropicais; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Priscila Quintela Pinto Paiva

Extração de DNA e otimização das condições de amplificação de regiões do genoma do cloroplasto de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Veiga de Almeida, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Allan Jorge Ribeiro

Extração de DNA e otimização das condições de amplificação do genoma de cloroplasto de Selaginella P; Beauv; subgênero Stachygynadrum (P; Beauv; ex Mirb; ) Baker; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Veiga de Almeida, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Cínthia Cristina Cabral da Cruz

Riqueza de espécies de briófitas da flora da Serra do Aracá, Amazônia, Brasil; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Gama Filho, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Amanda Gomes Gonçalves

Biologia reprodutiva de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle (Jamesoniellaceae, Marchantiophyta): uma espécie de distribuição disjunta entre as elevadas montanhas neotropicais; ; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Veiga de Almeida, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Elisângela Pestana Gaspar

Biologia Reprodutiva de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle (Jamesoniellaceae, Marchantiophyta): uma espécie de distribuição disjunta entre as elevadas montanhas neotropicais; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Vanessa Tavares de Lima

O ensino da anatomia, morfologia e taxonomia através de um laminário didático: um estudo de caso com briófitas; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Veiga de Almeida, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Tania Mara de Souza

O ensino da anatomia, morfologia e taxonomia através de um laminário didático: um estudo de caso com briófitas; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Veiga de Almeida; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Felipe Sodré Mendes Barros

Fitogeografia e conservação de Pottiaceae e Sphagnaceae; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Danilo Salim

Fitogeografia e conservação de Pottiaceae e Sphagnaceae no Brasil; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Felipe Sodré Mendes Barros

Modelagem da distribuição geográfica potencial de cinco espécies de Metzgeria no Brasil, visando à conservação; 2010; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Florence Malvão

Fitogeografia e Conservação de Pottiaceae e Sphagnaceae no Brasil; 2009; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Fernando Antonio de Luca Feitosa

A família Sphagnaceae no Brasil; 2009; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Camila Paiva Oliveira Soares

A família Pottiaceae no Brasil; 2009; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Stephanye Almeida Leita

Fitogeografia e conservação de Pottiaceae e Sphagnaceae no Brasil; 2009; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Camila Rodrigues dos Santos

A família Pottiaceae no Brasil; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biologicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Jozy Souza dos Santos de Almeida

Manual de Briologia; 2007; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Daina Flaeschen Fares

A família Sphagnaceae no Brasil; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biologicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Walace Leal de Castro

Crittogamae Brasiliane, a study of Guiseppe Raddi bryophyte collections in Rio de Janeiro state: 183 years after; 2006; Iniciação Científica - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Camila Azeredo Campos

Projeto Flora do Estado do Rio de Janeiro: Briófitas (banco de dados e mapa digital); 2005; 0 f; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Nívea Dias dos Santos

Manual de Briologia; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Mônica Domingues Monteiro

Briolfora do estado do Rio de Janeiro: Mapa digital e home-page; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Caio Amitrano de Alencar Imbassahy

Diversidade e importância das espécies de briófitas na conservação dos ecossistemas do estado do Rio de Janeiro; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciênicias Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Victor Paulo Azevedo Valente da Silva

Diversidade e importâncias das espécies de briófitas na conservação dos ecossistemas do estado do Rii de Janeiro; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciênicias Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Mônica Domingues Monteiro

Projeto Flora do estado do Rio de Janeiro: Briófitas (Banco de dados, home-page e mapa digital); 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Alessandra Gomes da Silva

Briófitas da Reserva Natural da Vale do Rio Doce, Linhares, estado do Rio de Janeiro; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Botânica) - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Fernanda Martins Lima

Diversidade de msugos ao longo de um gradiente altitudinal na mata atlântica do estado do Rio de Janeiro; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Botânica) - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Lianna de Castro Molinaro

Briófitas do Arboreto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Shalla Miamone

A famílai Pottiaceae no Brasil; 2000; Iniciação Científica - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Alexandre C de Moura

Brioflora da Mata Atlântica de Baixada, Reserva Biológica nacional de Poço das Antas, RJ; ; 1995; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Alexandre C de Moura

Brioflora do Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil - Família Metzgeriaceae; 1994; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Alexandre C de Moura

Família Metzgeriaceae do Município de Nova Friburgo, estado do Rio de Janeiro; ; 1993; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Denise Pinheiro da Costa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Olga Yano

Musgos do Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil; 1995; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Olga Yano;

Olga Yano

Metzgeriaceae (Metzgeriales, Hepatophyta) no Brasil; ; 1999; 0 f; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Olga Yano;

Amanda Gomes Gonçalves

Biologia reprodutiva de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle (Jamesoniellaceae, Marchantiophyta): uma espécie de distribuição disjunta entre as elevadas montanhas neotropicais; ; Início: 2012; Iniciação científica (Graduando em biologia) - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GRADSTEIN, S. R. ; Costa, D.P. . Plagiochila lamyana, a new liverwort species from the Guayana Highland of Brazil. CRYPTOGAMIE BRYOLOGIE , v. 39, p. 147-153, 2018.

  • COSTA, D. P. ; COUTO, G. P. ; SIQUEIRA, M. F. ; Churchill . Bryofloristic affinities betwwen Itatiaia National Park and tropical Andean countries. Phytotaxa (on-line) , v. 346, p. 203-220, 2018.

  • Costa, D.P. . New synonyms for Brazilian Sphagnaceae, Subgenus Acutifolia (Bryophyta). Phytotaxa , v. 347, p. 292-296, 2018.

  • COSTA, D. P. ; AMADO FILHO, Gilberto Menezes ; PREREIRA, R. C. ; PARADAS, W. C. ; MIYATAKA, H. ; OKAMOTO, Y. ; ASAKAWA, Y. . Diversity of Secondary Metabolites in the Liverwort Syzygiella rubricaulis (Nees) Steph. (Jamesoniellaceae, Marchantiophyta) from Neotropical High Mountains. Chemistry & Biodiversity , v. 15, p. 1-15, 2018.

  • SILVA, J. A. S. ; FERNANDES, R. S. ; Costa, D.P. . Species diversity of the genus Riccia L. (Marchantiales, Ricciaceae) in Maranhão State, Brazil. CHECK LIST, JOURNAL OF SPECIES LIST AND DISTRIBUTION , v. 14, p. 763-769, 2018.

  • SHAW, A. J. ; CARTER, B. E. ; SHAW, B. ; COSTA, D. P. ; CROWL, A. A. . Range change evolution of peatmosses ( ) within and between climate zones. GLOBAL CHANGE BIOLOGY , v. 25, p. 1-48, 2018.

  • BFG 2018 ; COSTA, D. P. . Brazilian Flora 2020: Innovation and collaboration to meet Target 1 of the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC). Rodriguesia , v. 69, p. 1513-1527, 2018.

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; Costa, D.P. ; Luiza Sumiko Kinoshita ; SHEPERD, G. J. . Variations in Bryophyte Communities in a Short Elevational Gradient in Atlantic Forest of Southeastern Brazil. CRYPTOGAMIE BRYOLOGIE , v. 38, p. 191-211, 2017.

  • COSTA, D. P. . Bryophyte results from a botanical expedition to Serra do Aracá, State Amazonas, Brazil: diversity, distribution, and endemism. The Bryologist (College Station, TX) , v. 120, p. 45-50, 2017.

  • COSTA, D. P. ; PERALTA, D. F. ; BUCK, W. R. ; LARRAIN, J. ; KONRAT, M. V. . SERRA DO CURICURIARI, AMAZONAS STATE, BRAZIL: THE FIRST BRYOFLORISTIC ANALYSIS FOR A BRAZILIAN MOUNTAIN IN THE AMAZONIAN FOREST. Phytotaxa (print) , v. 303, p. 201-217, 2017.

  • Costa, D.P. ; ZANDER, R. H. . Ptychomitrium standleyi H.A.Crum, an interesting and new record to Brazil. BRYOPHYTE DIVERSITY AND EVOLUTION , v. 39, p. 57-58, 2017.

  • Câmara, P.E.A.S. ; COSTA, D. P. ; KURBATOVA, L. ; AFONSINA, O. ; Carvalho-Silva, M. . typII petropolItanum brasIlIensIum ?a catalog of brazIlIan types of bryophyta deposIted at Komarov botanIcal InstItute (le) In st. petersburg, russIa. Boletin de la Sociedad Argentina de Botanica , v. 52, p. 257-260, 2017.

  • COSTA, D. P. . Sphagnum squarrosum Crome, subgenus Squarrosa (Russow) Schimp. (Bryophyta: Sphagnaceae), in South America. CHECK LIST, JOURNAL OF SPECIES LIST AND DISTRIBUTION , v. 13, p. 147-151, 2017.

  • Söderström, L. HAGBORG, A. KONRAT, M. V. BARTHOLOMEW-BEGAN, S. BELL, D. BRISCOE, L. BROWN, E. CARGILL, D. C. COSTA, D. P. CRANDALL-STOTLER, B. J. COOPER, E. D. DAUPHIN, G. ENGEL, J. J. FELDBERG, K. GLENNY, D. GRADSTEIN, S. R. HE, X. ILKIU-BORGES, A. L. HEINRICHS, J. HENTSCHEL, J. KATAGIRI, T. KONSTANTINOVA, N. A. LARRAIN, J. LONG, D. G. NEBEL, M. , et al. POCS, T. PUCHE, F. REINER-DREHWALD, E. RENNER, M. A. SASS-GYARMATI, A. SCHAFER-VERWIMP, A. MORAGUES, J. G. S. STOTLER, R. E. SUKKHARAK, P. THIERS, B. M. URIBE, J. VAŇ VILLARREAL, J. C. WIGGINTON, M. ZHANG, L. ZHU, R. ; World checklist of hornworts and liverworts. PhytoKeys , v. 59, p. 1-828, 2016.

  • COSTA, D. P. ; PERALTA, D. F. ; Carvalho-Silva, M. ; CÂMARA, P. E. A. S. . Types of the moss names based on Glaziou's collections from Brazil. Taxon , v. 65, p. 839-861, 2016.

  • COSTA, D. P. . A Synopsis of the family Pottiaceae in Brazil. Phytotaxa (Online) , v. 251, p. 1-66, 2016.

  • GRADSTEIN, S. R. ; COSTA, D. P. . A new species of Syzygiella subg. Cryptochila (Marchantiophyta) from Brazil. Nova Hedwigia , v. 103, p. 13-14, 2016.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Metzgeria saccata Mitt.. Journal of Bryology , v. 36, p. 6-6, 2016.

  • CÂMARA, P. E. A. S. ; KURBATOVA, L. ; AFONINA, O. ; COSTA, D. P. ; Silva, Micheline Carvalho . A catalogue of Sematophyllaceae types deposited at bryological herbarium of the Komarov Botanical Institute in St. Petersburg, Russia. Arctoa , v. 25, p. 89-95, 2016.

  • MACIEL-SILVA, ADAÍSES SIMONE ; GASPAR, ELISÂNGELA PESTANA ; DA CONCEIÇÃO, FAGNER PINHEIRO ; DIAS DOS SANTOS, NIVEA ; Pinheiro da Costa, Denise . Reproductive biology of Syzygiella rubricaulis (Nees) Steph. (Adelanthaceae, Marchantiophyta) , a liverwort disjunctly distributed in high-altitude Neotropical mountains. PLANT BIOLOGY , v. 18, p. n/a-n/a, 2016.

  • Costa, D.P. ; SANTOS, Nivea Dias dos ; RESENDE, M. A. ; BUCK, W. R. ; SCHAFER-VERWIMP, A. . Bryoflora of the Itatiaia National Park along an elevational gradient: diversity and conservation. Biodiversity and Conservation , v. 24, p. 2199-2212, 2015.

  • COSTA, D. P. . Diversity and conservation of Pottiaceae (Pottiales) in the Atlantic Rainforest. Acta Botanica Brasilica , v. 29, p. 354-374, 2015.

  • COSTA, D. P. . Vanaea plagiochiloides (Inoue and Gradst.) Inoue and Gradst.. Journal of Bryology , v. 37, p. 322-322, 2015.

  • COSTA, D. P. ; PERALTA, D. F. . Bryophytes diversity in Brazil. Rodriguésia (Online) , v. 66, p. 1063-1071, 2015.

  • COSTA, D. P. . Eucamptodontopsis pilifera (Mitt.) Broth.. Journal of Bryology , v. 37, p. 315-316, 2015.

  • COSTA, D. P. . New synonyms for South American/Brazilian Pottiaceae (Bryophyta) . Phytotaxa (Online) , v. 167, p. 137-140, 2014.

  • Santos, N.D. ; COSTA, D. P. ; Luiza Sumiko Kinoshita ; SHEPERD, G. J. . Windborne: Can liverworts be used as indicators of altitudinal gradient in the Brazilian Atlantic Forest?. Ecological Indicators , v. 36, p. 431-440, 2014.

  • TAVARES, Ana Cláudia Caldeira ; LOBATO, R. C. ; COSTA, D. P. . Bryophyte flora in upland forests at different successional stages and in the various strata of host trees in northeastern Pará, Brazil. Acta Botanica Brasílica (Impresso) , v. 28, p. 46-58, 2014.

  • AYUB, D. M. ; SANTOS, R. P. ; COSTA, D. P. . Additions to the Ricciaceae flora of Rio Grande do Sul, including two remarkable records for the Brazilian liverwort flora . Phytotaxa (Online) , v. 161, p. 294, 2014.

  • FORZZA, R. C. Baumgratz, J.F. Bicudo, C.E.M. Canhos, D.A.L. Carvalho Jr., A.A. Costa, A. COSTA, D. P. Hopkins, M. Leitman, P.M. Lohmann, L.G. Lughadha, E.N. Maia, L.C. MARTINELLI, G. MENEZES, M. Morim, M.P Coelho, M.N. Peixoto, A.L. Pirani, J.R. Prado, J. Queiroz, L.P. Souza, S. Souza, V.C. Stehmann, J.R. SYLVESTRE, Lana da Silva Walter, B.M.T. , et al. Zappi, D. ; Brazil as a biodiversity hotspot. Bioscience (Washington. Print) , v. 62, p. 39-45, 2012.

  • COSTA, D. P. ; Fares, D.F. . New synonyms in South American/Brazilian Sphagnaceae (Bryophyta). Nova Hedwigia , v. 94, p. 479-486, 2012.

  • Barros, F.S.M. ; Siqueira, M.F. ; COSTA, D. P. . Modeling the potential geographic distribution of five species of Metzgeria Raddi in Brazil, aiming at their conservation. The Bryologist (College Station, TX) , v. 115, p. 341-349, 2012.

  • FARIA, A. L. A. ; Carvalho-Silva, M. ; COSTA, D. P. ; CÂMARA, P. E. A. S. . The bryophytes of Trindade Island, South Atlantic, Brazil. Acta Botanica Brasílica (Impresso) , v. 26, p. 785-795, 2012.

  • Pinheiro da Costa, Denise . Validation of the New Species of <I>Streptopogon</I> (Pottiaceae, Bryophyta) and a Synopsis of the Genus for Brazil. Systematic Botany , v. 37, p. 583-586, 2012.

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. ; KINOSHITA, L. S. ; SHEPERD, G. J. . Aspectos brioflorísticos e fitogeográficos de duas formações costeiras de Floresta Atlântica da Serra do Mar (Ubatuba, SP).. BIOTA NEOTROPICA (EDIÇÃO EM PORTUGUÊS. IMPRESSO) , v. 11, p. 1-14, 2011.

  • COSTA, D. P. ; Pôrto, K.C. ; Luizi-Ponzo, A.P. ; Ilkiu-Borges, A.L. ; Bastos, C.J.P. ; Câmara, P.E.A.S. ; Peralta, D.F. ; Bôas-Bastos, S.B.V. ; Imbassahy, C.A.A. ; Henriques, D.K. ; Gomes, H.C.S. ; Rocha, L.M. ; Santos, N.D. ; Siviero, T.S. ; Vaz-Imbassahy, T.F. ; Churchill, S.P. . Synopsis of the Brazilian moss flora: checklist, distribution and conservation. Nova Hedwigia , v. 93, p. 277-334, 2011.

  • FUSELIER, L. C. ; SHAW, B. ; Engel, J.J. ; Konrat, M. von ; COSTA, D. P. ; SHAW, A. J. . The status and phylogeography of liverworts in the genus Apometzgeria Kuwah. (Metzgeriaceae). The Bryologist (College Station, TX) , v. 114, p. 92-101, 2011.

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. . Phytogeography of the liverwort flora of the Atlantic Forest of south-eastern Brazil. Journal of Bryology , v. 32, p. 9-22, 2010.

  • dos Santos, Nivea Dias ; Da Costa, Denise Pinheiro ; COSTA, D. P. . Altitudinal zonation of liverworts in the Atlantic Forest, Southeastern Brazil. The Bryologist (College Station, TX) , v. 113, p. 631-645, 2010.

  • Leal, E.S. ; D. P. Da Costa ; FORZZA, R. C. . Lectotypification of the taxa of Adolpho Ducke from the Brazilian Amazon. Phytotaxa (on-line) , v. 13, p. 49, 2010.

  • COSTA, D. P. ; VANA, J. ; Ochyra, R. ; Cykowska, B. . Metzgeria violacae - New National and regional bryophyte records. Journal of Bryology , v. 32, p. 314-315, 2010.

  • IMBASSAHY, Caio Amitrano de Alencar ; COSTA, D. P. ; Araújo . Briófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil. Acta Botanica Brasílica (Impresso) , v. 23, p. 558-570, 2009.

  • Vaz-Imbassahy, T.F. ; COSTA, D. P. . New combinations and new synonyms in Pilotrichaceae II. Nova Hedwigia (Berlin) , v. 10, p. 465-474, 2009.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Conservação de hepáticas na Mata Atlântica do sudeste do Brasil: uma análise regional no Estado do Rio de Janeiro. Acta Botanica Brasilica , v. 23, p. 913-922, 2009.

  • Da Costa, Denise Pinheiro ; COSTA, D. P. . <I>Crittogame brasiliane</I>, a review of Giuseppe Raddi bryophyte collections in the state of Rio de Janeiro. Journal of Bryology , v. 31, p. 222-233, 2009.

  • VICTORIA, Filipe de Carvalho ; PEREIRA, Antonio Batista ; COSTA, D. P. . Composition and distribution of moss formations in the ice-free areas adjoining the Arctowski region, Admiralty Bay, King George Island,, Antarctica. Iheringia. Série Botânica , v. 64, p. 81-91, 2009.

  • VICTORIA, Filipe de Carvalho ; COSTA, D. P. ; PEREIRA, Antonia Batista . Life-forms of moss species in defrosting areas of King George Island, South Shetland Islands, Antarctica. Bioscience Journal (UFU) , v. 25, p. 151-160, 2009.

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. . A Importância de Reservas Particulares do Patrimônio Natural para a conservação da brioflora da Mata Atlântica: um estudo em El Nagual, Magé, RJ, Brasil. Acta Botanica Brasílica (Impresso) , v. 22, p. 359-372, 2008.

  • COSTA, D. P. ; Farias, C. P. . Conservation prioritiesfor the bryophytes of Rio de janeiro state, Brazil. Journal of Bryology , v. 30, p. 133-142, 2008.

  • COSTA, D. P. ; DIAS, Nivea dos Santos ; VANA, J. . A new species of Cylindrocolea (Cephaloziellaceae) from Brazil. The Bryologist (College Station, TX) , v. 111, p. 667-669, 2008.

  • Vaz-Imbassahy, T.F. ; COSTA, D. P. . The Pilotrichaceae (Hookeriales) of Rio de Janeiro, Brazil. The Bryologist (College Station) , v. 111, p. 1-25, 2008.

  • Vaz-Imbassahy, T.F. ; COSTA, D. P. . New combinations and new synonyms in Pilotrichaceae (Brazil). Nova Hedwigia (Berlin) , v. 87, p. 237-246, 2008.

  • Vaz-Imbassahy, T.F. ; IMBASSAHY, Caio A A ; COSTA, D. P. . Synopse da família Pilotrichaceae (bryophyta) no Brasil. Rodriguesia , v. 59, p. 765-797, 2008.

  • DALY, Douglas C ; COSTA, D. P. ; MELO, Antônio William F . The "salão" vegetation of Southwestern Amazonia. Biodiversity and Conservation , Holanda, v. 15, p. 2905-2923, 2006.

  • CÂMARA, P. E. A. S. ; COSTA, D. P. . Hepáticas e antóceros das matas de galeria da Reserva ecológica do IBGE, RECOR, Distrito Federal,Brasil.. Hoehnea (São Paulo) , Sâo Paulo, v. 33, n.1, p. 41-49, 2006.

  • COSTA, D. P. ; IMBASSAHY, Caio Amitrano de Alencar ; Almeida, J.S.S. ; SANTOS, Nivea Dias dos ; VAZ, Thaís de Freitas . Diversidade das Briófitas nas Restingas do Estado do Rio de Janeiro. Boletim do Instituto de Botânica (São Paulo) , v. 18, p. 131-147, 2006.

  • VAZ, Thaís de Freitas ; COSTA, D. P. . Os gêneros Brymella, Calliscotella, Crossomitrium, Cyclodictyon, Hookeriopsis, Hypnella e Trachyxiphium (Pilotrichaceae, Bryophyta) no estado do Rio de Janeiro, Brasil.. Acta Botanica Brasilica , v. 20, p. 955-973, 2006.

  • VAZ, T. F. ; COSTA, D. P. . Os gêneros Lepidopilidium, Lepidopilum, Pilotrichum e Thamniopsis (Pilotrichaceae, Bryophyta) no estado do Rio de Janeiro, Brasil. Acta Botanica Brasilica , v. 20, p. 975-993, 2006.

  • COSTA, D. P. ; IMBASSAHY, Caio Amitrano de Alencar ; SILVA, Victor Paulo Azevedo Valente da . Checklist and distribution of mosses, liverworts and hornworts of Rio de Janeiro state, Brazil. Journal of the Hattori Botanical Laboratory , Japão, v. 98, p. 259-299, 2005.

  • COSTA, D. P. ; IMBASSAHY, Caio A A ; SILVA, Victor P A V da . Diversidade e importância das espécies de briófitas para a conservação dos ecossistemas do estado do Rio de Janeiro. Rodriguesia , Rio de Janeiro, v. 56, n.87, p. 13-49, 2005.

  • COSTA, D. P. ; LIMA, Fernanda Martins . Moss diversity in the tropical rainforest of Rio de Janeiro, southeastern Brazil. Revista Brasileira de Botânica , São Paulo, v. 28, n.4, p. 671-685, 2005.

  • GRADSTEIN, S. R. ; SCHAFER-VERWIMP, A. ; COSTA, D. P. . The Liverworts (Marchantiophyta) of the state of Goiás, Brazil. Revista de Biologia Neotropical , Goiânia, v. 2, n.2, p. 75-108, 2005.

  • COSTA, D. P. ; SILVA, A. G. . Briófitas da Reserva Natural da Vale do Rio Doce, Linhares, Espírito Santo, Brasil.. Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão , Minas Gerais - Belo Horizonte, v. 16, p. 21-38, 2003.

  • COSTA, D. P. . Floristic composition and diversity of Amazonian rainforest bryophytes in the state of Acre, Brazil. ACTA AMAZONICA , Amazonas, v. 33, n.2, p. 399-414, 2003.

  • MOLINARO, Lianna de Castro ; COSTA, D. P. . Briófitas do arboreto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Rodriguesia , Rio de Janeiro, v. 52, n.81, p. 107-124, 2001.

  • COSTA, D. P. ; GRADSTEIN, S. R. . On status of Metzgeria angusta Steph., a poorly known neotropical taxon.. BRYOLOGIST , Estados Unidos, v. 103, n.4, p. 757-759, 2000.

  • YANO, Olga ; COSTA, D. P. . Flora dos Estados de Goiás e Tocantins - Criptógamas: Briófitas.. Flora de Goiás, Universidade Federal de Goiás, v. 5, p. 1-33, 2000.

  • COSTA, D. P. ; PÔRTO, K. C. ; GRADSTEIN, S. R. ; YANO, Olga ; GERMANO, S. R. . New and interesting records of Brazilian bryophytes. Tropical Bryology , Alemanha, v. 17, p. 39-45, 1999.

  • COSTA, D. P. . Epiphytic bryophyte diversity on primary and secondary rainforests in southeastern Brazil. The Bryologist (College Station) , Estados Unidos, v. 102, n.2, p. 320-326, 1999.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Briófitas da restinga de Macaé, Rio de Janeiro, Brasil.. Hoehnea (São Paulo) , São Paulo, v. 25, n.2, p. 99-119, 1998.

  • COSTA, D. P. . Bryophyta e Hepatophyta, In: Marques, M.C.M. Mapeamento da cobertura vegetal e listagem das espécies ocorrentes na APA-Cairuçu, Parati, RJ. Série Estudos e Contribuições, Rio de Janeiro, v. 13, p. 37-43, 1997.

  • COSTA, D. P. ; MOURA, A. C. . Metzgeriacea (Hepaticopsida) de Nova Friburgo, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Hoehnea (São Paulo) , São Paulo, v. 23, n.1, p. 103-122, 1996.

  • COSTA, D. P. . Musgos do Pico da Caledônea, Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil. Acta Botanica Brasilica , Brasília, v. 8, n.2, p. 141-191, 1995.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Musgos do Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil. Arquivos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro , Rio de Janeiro, v. 33, n.1, p. 99-118, 1995.

  • CRUM, H. ; COSTA, D. P. . A new Brazilian Sphagnum related to S. molle Sull.. CRYPTOGAMIE BRYOLOGIE , França, v. 15, n.2, p. 111-115, 1994.

  • COSTA, D. P. . Nova ocorrência de Pleuroziaceae, Eopleurozia paradoxa (Hepaticopsida) no Brasil. Acta Amazonica , Manaus, v. 23, n.2-3, p. 141-145, 1993.

  • COSTA, D. P. . Hepáticas do Pico da Caledônea, Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil.. Acta Botanica Brasilica , Brasília, v. 6, n.1, p. 3-39, 1992.

  • COSTA, D. P. ; MACHADO, R. D. . Morphology of Metzgeria conjugata Lindb. (Metzgeriales, Hepaticopsida). Tropical Bryology , Alemanha, v. 6, p. 65-69, 1992.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Novas ocorrências de briófitas no Brasil. Rodriguesia , Rio de Janeiro, v. 68/70, n.42/44, p. 93-96, 1990.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Ocorrência de Lunularia cruciata (Lunulariaceae, Hepaticae) nos Estados do Rio de Janeiro e Sâo Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Botânica , Sâo Paulo, v. 11, p. 67-69, 1988.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Hepáticas talosas do Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro, Brasil.. Acta Botanica Brasilica , v. 1, n.2, p. 73-82, 1988.

  • COSTA, D. P. . Leucobryaceae do Parque Nacional da Tijuca, Estado do Rio de Janeiro (Brasil). Rodriguesia , Rio de Janeiro, v. 64/66, n.40/41, p. 41-48, 1986.

  • COELHO, M. A. N. ; Costa, D.P. ; MARTINELLI, G. ; MORAES, M. A. ; FORZZA, R. C. . Expedições as montanhas da Amazônia. 1. ed. Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio Editorial, 2015. v. 1. 244p .

  • COSTA, D. P. ; Almeida, J.S.S. ; SANTOS, Nivea Dias dos ; GRADSTEIN, S. R. ; Churchill . Manual de Briologia. Rio de Janeiro: Interciencia, 2010. 207p .

  • Stehmann, J.R. ; FORZZA, R. ; SOBRAL, M. ; COSTA, D. P. ; Kamino, L.H.Y. . Plantas da Floresta Atlântica. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 516p .

  • COSTA, D. P. . Flora Neotropica - Monografia - Metzgeriaceae. New York: The New York Botanical Garden press, 2008. v. 102. 170p .

  • GRADSTEIN, S. R. ; COSTA, D. P. . The Hepaticae and Anthocerotae of Brazil. Memoirs of The New York Botanical Garden.. New York: The New York Botanical Garden Press, 2003. v. 87. 318p .

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MONTEIRO, N. P. ; MESSINA, T. . Arnelliaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 198-199.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MONTEIRO, N. P. ; MESSINA, T. . Bruchiaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 397-397.

  • COSTA, D. P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MONTEIRO, N. P. ; MESSINA, T. . Dicranaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 477-478.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MONTEIRO, N. P. ; MESSINA, T. . Ditrichaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 485-485.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MONTEIRO, N. P. ; MESSINA, T. . Hedwigiaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 566-566.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MONTEIRO, N. P. ; MESSINA, T. . Jungermanniaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 578-578.

  • Costa, D.P. ; JUDICE, D. M. ; FERNANDEZ, E. P. ; ALMEIDA, T. S. ; MESSINA, T. . Lejeuneaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 612-613.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; ALMEIDA, T. S. ; MESSINA, T. . Lepidoziaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 616-616.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; MESSINA, T. ; ALMEIDA, T. S. . Marchantiaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 671-671.

  • Costa, D.P. ; JUDICE, D. M. ; FERNANDEZ, E. P. ; REIS JUNIOR, J. S. ; ABREU, M. B. ; MESSINA, T. . Metzgeriaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 702-702.

  • Costa, D.P. ; JUDICE, D. M. ; FERNANDEZ, E. P. ; ALMEIDA, T. S. ; MESSINA, T. . Pallaviciniaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 829-829.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; REIS JUNIOR, J. S. ; ABREU, M. B. ; MESSINA, T. . Plagiochilaceae. In: G. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 852-853.

  • Costa, D.P. ; FERNANDEZ, E. P. ; Barros, F.S.M. ; MESSINA, T. . Pottiaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 898-899.

  • Costa, D.P. ; JUDICE, D. M. ; FERNANDEZ, E. P. ; Barros, F.S.M. ; MESSINA, T. . Ricciaceae. In: G. Martinelli & M.A. Moraes. (Org.). In Livro vermelho da Flora do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 921-921.

  • COSTA, D. P. . Antóceros. in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. 1, p. 452-.

  • COSTA, D. P. . Hepáticas. in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 453-.

  • COSTA, D. P. . Musgos. in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.. 1ed.Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013, v. , p. 480-.

  • COSTA, D. P. . Lista de espécies da flora do Brasil: Hepáticas. Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010, v. 1, p. 453-479.

  • COSTA, D. P. ; CÂMARA, P. E. A. S. ; PÔRTO, K. C. ; LUIZIPONZO, Andrea P ; Ilkiu-Borges, A.L. . Lista de espécies da flora do Brasil: Musgos. Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil:. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010, v. 1, p. 480-521.

  • COSTA, D. P. ; LUIZIPONZO, A. . As briófitas do Brasil. Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010, v. 1, p. 6168-.

  • COSTA, D. P. . Lista de espécies da flora do Brasil: Antóceros. Catálogo de Plantas e Fungos do Brasi. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010, v. 1, p. 452452-.

  • SCARANO, Fábio R ; COSTA, D. P. ; Freitas, L. ; LIMA, H. C. ; MARTINELLI, G. ; NASCIMENTO, M. T. ; SA, C. F. C. ; SALGUEIRO, F. . Conservação da Flora do estado do Rio de Janeiro: até onde a ciência pode ajudar. In: Helena Godoy Bergallo, Elanie Cristina Cardosos Fidalgo, Carlos Frederico Duarte Rocha, Mariella Camardelli Uzeda, Marta Bebiano Costa, Maria Alice S. Alves, Monique Van Sluys, Marcos Antonio Santos, Thomaz Correa e Castro da Costa e Antonio Carlos R. Coz. (Org.). Estratégias e ações para a conservação da biodiversidade no estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Instituto Biomas, 2009, v. , p. 221-233.

  • FIDALGO, E. ; ESBERARD, C.. ; COSTA, D. P. ; PAZ, R. ; DIAS, J. ; PERES, W. . Região Serra de Economia Agropecuária. In: Helena Godoy Bergallo, Elanie Cristina Cardosos Fidalgo, Carlos Frederico Duarte Rocha, Mariella Camardelli Uzeda, Marta Bebiano Costa, Maria Alice S. Alves, Monique Van Sluys, Marcos Antonio Santos, Thomaz Correa e Castro da Costa e Antonio Carlos R. Coz. (Org.). Estratégias e ações para a conservação da biodiversidade no estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Instituto Biomas, 2009, v. , p. 287-292.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos ; LOPES, D. J. ; IMBASSAHY, Caio A A . Lista de Briófitas (Anthocerotophyta e Marchantiophyta). In: Stehmann, J.R.; Forzza, R.C.; Salino, A., Sobral, M., Costa, D.P. & Kamino, L.H.Y. (Eds.). Plantas de Floresta Atlântica. Listagem das espécies publicada on-line.. Plantas de Floresta Atlântica (Listagem das espécies publicada on-line).. Riode Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009, v. , p. 43-56.

  • COSTA, D. P. ; PORTO, K. C. ; LUIZIPONZO, Andrea P ; Ilkiu-Borges, A.L. ; BASTOS, Cid José Passos ; CÂMARA, P. E. A. S. ; BOASBASTOS, S. B. V. ; Vaz-Imbassahy, T.F. ; IMBASSAHY, Caio A A ; LOPES, D. J. . Lista de Briófitas (Bryophyta). In: Stehmann, J.R.; Forzza, R.C.; Salino, A.; Sobral, M., Costa, D.P. & Kamino, L.H.Y. (Eds.). Plantas da Floresta Atlântica. Lista das espécies publicada on-line.. Plantas de Floresta Atlântica. Listagem das espécies publicada on-line.. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009, v. , p. 57-80.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Briófitas/Bryophytes. In Primeiro catálogo da Flora do Acre, Brasil/First catalogue of flora of Acre, Brazil.. In: Daly, D.C., Silveira, M. & Colaboradores. (Org.). (Org.). Primeiro catálogo da Flora do Acre, Brasil/First catalogue of flora of Acre, Brazil.. 405ed.Rio Branco: EDUFAC, 2009, v. , p. -389.

  • COSTA, D. P. . Briófitas. In: Stehmann, J.R.; Forzza, R.C.; Salino, A.; Sobral, M., Costa, D.P. & Kamino, L.H.Y. (Eds.). Plantas da Floresta Atlântica.. Plantas da Floresta Atlântica. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009, v. , p. 13-17.

  • Stehmann, J.R. ; FORZZA, R. ; Alexandre Salino ; SOBRAL, M. ; COSTA, D. P. ; Kamino, L.H.Y. . Introdução. In: Stehmann, J.R.; Forzza, R.C.; Salino, A.; Sobral, M., Costa, D.P. & Kamino, L.H.Y. (Eds.). Plantas da Floresta Atlântica.. Plantas da Floresta Atlântica. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009, v. , p. 3-12.

  • COSTA, D. P. ; PORTO, K. C. ; YANO, Olga ; SANTOS, Nivea Dias dos . Briófitas Ameaçadas de Extinção em Minas Gerais. In: Gláucia M. Drummond; Angelo B.M. Machado; Cássio S. Martins; Miriam P. Mendonça; João R. Stehmann. (Org.).. (Org.). Listas Vermelhas de espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção em Minas Gerais. Belo Horizonte: Fundação Biodiversitas,, 2008, v. , p. -.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Briófitas. In : Primeiro catálogo da Flora do Acre/First Catalogue of the flora of Acre. In: DALY, D. C. ; SILVEIRA, M.. (Org.). Primeiro catálogo da Flora do Acre/First Catalogue of the flora of Acre, Brasil. Rio Branco, AC: EDUFAC, 2008, v. , p. 384-405.

  • COSTA, D. P. . Status de conservação da brioflora brasileira: um estudo de caso.. In: J.E.A. Mariath & R.P. Santos. (Org.). Os avanços da Botânica no início do século XXI: morfologia, fisiologia, taxonomia, ecologia e genética: Conferências Plenárias e Simpósios. Porto Alegre: Sociedade Botânica do Brasil, 2006, v. 1, p. 726-727.

  • COSTA, D. P. . Metzgeria In: Gradstein, S.R. & Costa, D. P. The Hepaticae and Anthocerotae of Brazil. In: Stephan Robbert Gradstein; Denise Pinheiro da Costa. (Org.). The Hepaticae and Antocerotae of Brazil. New York: New York Botanical Garden Press, 2003, v. 87, p. 245-252.

  • COSTA, D. P. ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Estado da arte das coleções de briófitas no Brasil. In: Ariane Luna Peixoto. (Org.). Coleções Biológicas de Apoio ao Inventário, Uso Sustentável e Conservação da Biodiversidade.. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2003, v. , p. 75-98.

  • COSTA, D. P. . A riqueza do acervo - Briófitas. In: Nilda Marquete ferreira da Silva; Lúcia d'Ávila Freire de Carvalho; José Fernando Andrade Baumgratz. (Org.). O herbário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro um expoente na história da flora brasileira. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura - Exped Ltda, 2001, v. , p. 41-53.

  • COSTA, D. P. . Preciosas coleções: particularidades e importância. In: Nilda Marquete Ferreira da Silva; Lúcia d'Ávila Freire de Carvalho; José Fernando Andrade Baumgratz. (Org.). O herbário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro um expoente na história da flora brasileira. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura - Exped Ltda, 2001, v. , p. 55-95.

  • COSTA, D. P. ; D.K. Henriques ; Silva, Micheline Carvalho ; DUCKETT, J. ; PRESSEL, S. . BRYOPHYTES ON FERNANDO DE NORONHA ISLAND, SOUTH ATLANTIC. Field Bryology, Inglaterra, p. 1 - 15, 02 out. 2018.

  • Coelho, M.A.N. ; COSTA, D. P. ; MARTINELLI, G. ; FORZZA, R. C. . Expedições as montanhas da Amazônia. Ciência Hoje das Crianças, Rio de Janeiro, p. 2 - 5, 01 jun. 2016.

  • Costa, D.P. . Estudo das coleções brasileiras de briófitas realizadas por Glaziou depositadas no herbário do Museu de História Natural de Paris (PC).. INCT/Herbário Virtual da Flora e dos Fubngos/NOTICIAS, p. 1 - 4, 01 jan. 2014.

  • COSTA, D. P. . Panorama da Briologia no Brasil. Herbário RB Notícias, Rio de Janeiro, , v. 2, p. 5 - 6.

  • COSTA, D. P. . Bryophyte conservation in Brazil. Bryological Times, Estados Unidos, p. 2 - 4.

  • YANO, Olga ; COSTA, D. P. . Briófitas da Restinga de Massambaba, Rio de Janeiro. In: III Simpósio de Ecossistemas da Costa Brasileira, 1993, Serra Negra. Anais do III Simpósio de Ecossistemas da Costa Brasileira, 1993. v. 87. p. 144-154.

  • YANO, Olga ; COSTA, D. P. . Novas ocorrências de briófitas no Brasil. In: VIII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo, 1992, Campinas. Anais do VIII Congresso da SBSP, 1992. p. 33-45.

  • FORZZA, R. ; Baumgratz, J.F. ; Bicudo, C.E.M. ; Canhos, D.A.L. ; Costa, A. ; COSTA, D. P. ; Hopkins, M. ; Leitman, P.M. ; Lohmann, L.G. ; Lughadha, E.N. ; Maia, L.C. ; MARTINELLI, G. ; MENEZES, M. ; Morim, M.P ; Coelho, M.N. ; Peixoto, A.L. ; Prado, J. ; Queiroz, L.P. ; Pirani, J.R. ; Souza, S. ; Souza, V.C. ; Stehmann, J.R. ; SYLVESTRE, Lana da Silva ; Walter, B.M.T. ; Zappi, D. . Preparation of a list of Brazilian plant and fungal species: methods and results. In: 4th Global Botanic Gardens Congress, 2010, Londres. Proceedings of the 4th Global Botanic Gardens Congress, 2010. p. 1-4.

  • COSTA, D. P. . Hepáticas e Antóceros: Estado atual do conhecimento no Brasil e pirnicpais demandas de estudos. In: 59° Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal. Atualidades, desafios e perspectivas da Botânica no Brasil. Natal: Imagem Gráfica, 2008. v. 1. p. 165-167.

  • COSTA, D. P. . Diagnóstico do status de conservação das briófitas do estado do Rio de Janeiro. In: 56º Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba. resumos - 56° Congresso Nacional de Botânica, Curitiba, Paraná, 2005.

  • COSTA, D. P. ; VICTORIA, Filipe de Carvalho ; PEREIRA, Antonia Batista . Charcterization of plant communities in ice-free areas adjoining the Polish Station H. Arctowski, Admiralty Bay, King George Island (Isla 25 de Mayo), Antarctic.. In: V Simposio Argentino y 1° Simposio latinoamericano sobre investigaciones Antárticas., 2004, Buenos Aires, Argentina. Actas del V Simposio Argentino y 1° Latinoamericano sobre investigaciones Antárticas.. Buenos Aires, 2004. v. CD-ROM. p. 1-4.

  • COSTA, D. P. ; MACHADO, Aul D . Morphology of the family Metzgeriaceae in Barzil, subgenus Metzgeria Section Metzgeria, Metzgeria convoluta Steph. and M. myriopoda Lindb.. In: XV Colóqui da Sociedade Brasileira de Microscopia Eletrônica e 3 º Congresso Interamericano de Microscopia Eletrônica, 1995, Caxambu - MG, 1995.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Conservação de hepáticas na mata atlântica do SE do Brasil: uma análise regional no RJ. In: 59° Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal - RN. Anais do 59° Congresso Nacional de Botânica. Natal - RN: Imagem Gráfica, 2008.

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. . Diversidade de hepáticas na mata atlântica do estado do Rio de Janeiro. In: 59° Congresso nacional de Botânica, 2008, Natal - RN. Anais do 59° Congresso Nacional de Botânica. Natal - RN: Imagem Gráfica, 2008.

  • IMBASSAHY, Caio A A ; Araújo ; COSTA, D. P. . Briófitas de duas formações vegetais no PARNA-Jurubatiba, RJ, Brasil. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica. Porto Alegre: SBB, 2006.

  • COSTA, D. P. ; IMBASSAHY, Caio Amitrano de Alencar ; Almeida, J.S.S. ; SANTOS, Nivea Dias dos ; VAZ, Thaís de Freitas . Diversidade de briófitas nas restingas do estado do Rio de Janeiro. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica. Porto Alegre: SBB, 2006.

  • COSTA, D. P. ; CAMPOS, Camila Azeredo . Projeto Flora do estado do Rio de Janeiro: Briófitas (Banco de Dados e Mapa Digital). In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica. Porto Alegre: SBB, 2006.

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. . A importância das RPPNs para a conservação da briolfora da mata atlântica do estado do Rio de Janeiro: um estudo de caso na RPPN El-Nagal. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica. Porto Alegre: SBB, 2006.

  • COSTA, D. P. . The family Metzgeriaceae (Hepaticae) in the Tropical America. In: XVII International Botanical Congress, 2005, Vienna. XVII International Botanical Congress 2005 - Abstracts, 2005. v. 1. p. 380-380.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Brioflora do Estado do Rio de Janeiro: um guia prático de identificação. In: 56° Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, 2005.

  • COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos . Brioflora do Estado do Rio de Janeiro: um guia prático de identificação.. In: 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba. 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, 2005., 2005.

  • COSTA, D. P. . The family Metzgeriaceae (Hepaticae) in the Tropical America.. In: XVII International Botanical Congress, 2005, Vienna. XVII International Botanical Congress 2005 - Abstracts, 2005. v. 1. p. 380-380., 2005. v. 1. p. 380-380.

  • COSTA, D. P. ; VAZ, Thaís de Freitas . A Família Pilotrichaceae no estado do Rio de Janeiro - resultados preliminares. In: 55° Congresso Nacional de Botânica, 2004, Viçosa. 55º Congresso Nacional de Botânica, 2004.

  • COSTA, D. P. ; SILVA, Victor Paulo A V da ; IMBASSAHY, Caio Amitrano de Alencar . Diversidade e Importância das Briófitas para a Conservação des Ecossistemas do Estado do Rio de Janeiro. In: 55° Congresso Nacional de Botânica, 2004, Viçosa. 56º Congresso Nacional de Botânica, 2004.

  • COSTA, D. P. ; DIAS, Marai Sulamita . Novas ovcorrências para a brioflora de Santa Catarina. In: 55º Congresso nacional de Botânica, 2004, Viçosa, 2004.

  • COSTA, D. P. ; VCSTORIA, Filipe de Carvalho ; PEREIRA, Antonio Batista . Formas de crescimento dos musgos em áreas de degelo adajacentes a Baía do Almirantado, Ilha Rei George, Antártica. In: 55º Congresso nacional de Botânica, 2004, Viçosa, 2004.

  • COSTA, D. P. ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . O Estado da Arte das Coleções de Briófitas no Brasil. In: 54º Congresso Nacional de Botânica, 2003, Belém - Pará. 54º Congresso Nacional de Botânica., 2003.

  • COSTA, D. P. ; LIMA, Fernanda Martins . Diversidade de musgos ao longo de um gradiente altitudinal na mata atlântica do estado do Rio de Janeiro. In: 53º Congresso Nacional de Botânica, 2002, Recife - PE, 2002.

  • COSTA, D. P. ; SALAMENE, Samara . Briófitas da reserva biológica do Tiunguá, RJ: dados preliminares. In: 21º Jornada Fluminense de Botânica, 2002, Seropédica - RJ, 2002.

  • COSTA, D. P. ; DALY, Douglas ; MELO, William F . A vegetação dos salões da Amazônia ocidental: primeira abordagem. In: 52º Congresso Nacional de Botânica, 2001, João Pessoa - PB, 2001.

  • COSTA, D. P. . Contribuição a briolfora do Acre. In: 52º Congresso Nacional de Botânica, 2001, João Pessoa - PB, 2001.

  • COSTA, D. P. ; MOLINARO, Lianna de Castro . Briófitas do arboreto do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. In: 51º Congresso Nacional de Botânica, 2000, Brasília - DF, 2000.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Metzgeriaceae (Metzgeriales, Hepatophyta) no Brasil. In: 50º Congresso Nacional de Botânica, 1999, Blumenau, 1999.

  • COSTA, D. P. . Diversidade das briófitas epífitas em Mata Atlântica de Baixada, primária e secundária, no sudeste do Brasil. In: 49º Congresso Nacional de Botânica, 1998, Salvador - BA, 1998.

  • COSTA, D. P. . Epiphytic bryophyte diveersity in primary and secindary lowland rain forest in southeastern Brazil. In: VII Congresso Latinomaericano de Botânica e V Simposio Latinoamericano de Briologia, 1998, México - México, 1998.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Musgos do Município de Nova Friburgo, RJ, Brasil. In: 47º Congresso Nacional de Botânica, 1996, Nova Friburgo - RJ, 1996.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Briófitas da restinga de Macaé, RJ. In: 46º Congresso Nacional de Botânica, 1995, Riberião Preto - SP, 1995.

  • COSTA, D. P. . Flora do estado do Rio de Janeiro - APA Cairuçu - Município de Parati. In: 44º Congresso Nacional de Botânica, 1993, São Luiz - Maranhão, 1993.

  • COSTA, D. P. . Ocorrencia da família Pleuroziaceae (Hepaticopsida) no Brasil. In: III Simpósio de latinoamericano de Briologia, 1992, México - México, 1992.

  • COSTA, D. P. ; MACHADO, Raul . Detalhes da morfologia de Metzgeria conjugata Lindb. (Metzgeriaceae, Hepaticopsida). In: III Simpósio Latinoamericano de Briologia, 1992, México - México, 1992.

  • COSTA, D. P. ; KLEIN, Vera Lúcia Gomes ; AMADO FILHO, Gilberto Menezes ; SYLVESTRE, Lana da Silva ; FIGUEIREDO, Márcia A O ; REISSANTOS, Renata Pérpetuo . Projeto Flora do Estado do Rio de Janeiro - Listagem das espécies da APA-Cairuçu, Município de Parati - Criptógamas. In: 43º Congresso Nacional de Botânica, 1992, Aracaju - Sergipe, 1992.

  • COSTA, D. P. . Hepáticas do Pico da Caledônea, Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil. In: 43º Congresso Nacional de Botânica, 1992, Aracaju - Sergipe, 1992.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Briolfora do Estado de Goiás: Bryopsida. In: 42º Congresso Nacional de Botânica, 1991, Goiânia - GO, 1991.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Novas ocorrências de briófitas no Brasil. In: 8º Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo, 1990, Campinas - SP, 1990.

  • COSTA, D. P. . Metzgeriaceae Heapticopsida, (Metzgeriales) no Brasil. In: 41º Congresso Nacional de Botânica, 1990, Fortaleza - CE, 1990.

  • COSTA, D. P. . Brioflora do Pico da Caledônea. In: 40º Congresso Nacional de Botânica, 1989, Cuiabá - MT, 1989.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Leucobryaceae do Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro, Brasil. In: 39º Congresso Nacional de Botânica, 1988, Belém - Pará, 1988.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Hepáticas talosas do Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro, Brasil. In: 38º Congresso Nacional de Botânica, 1987, São Paulo - SP, 1987.

  • COSTA, D. P. ; YANO, Olga . Ocorrência de Lunularia cruciata (Lunulariaceae) no Rio de Janeiro, Brasil. In: 37º Congresso Nacional de Botânica, 1986, Curitiba - Paraná, 1986.

  • PRUDENCIO, R. A. ; MELLO, Z. R. ; COSTA, D. P. . A new species of Diplasiolejeunea (Lejeuneaceae, Marchantiophyta) from Brazil. Phytotaxa , 2018.

  • COSTA, D. P. ; PÕRTO, K. C. ; LUIZIPONZO, A. ; PERALTA, D. F. ; BASTOS, C. J. P. ; CÂMARA, P. E. A. S. ; ILKIU-BORGES, A. L. ; Churchill . Guia de Musgos do Brasil. Memoirs of the New York Botanical Garden , 2018.

  • COSTA, D. P. . Physical structure, plant diversity, and affinities of the archipelagos of Fernando de Noronha and Trindade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . A importância dos encontros e de apoio para a carreira científica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Flora de Briófitas do Brasil. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. ; COELHO, M. C. M. ; LIMA, R. O. ; FORZZA, R. C. . Flora das Montanhas da Amazônia Brasileira: P.E. Serra do Aracá. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • COSTA, D. P. ; DIAS, Nivea dos Santos . Como as briófitas respondem a um curto gradiente de altitude nuam montanha tropical?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. ; KINOSHITA, L. S. ; SHEPERD, G. J. . Aspectos brioflorísticos e fitogeográficos de duas formaçoes costeiras de Floresta Atlântica da Serra do Mar (Ubatuba, São Paulo). 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • COSTA, D. P. . Conservação de briófitas no Brasil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, Nivea Dias dos ; COSTA, D. P. ; KINOSHITA, L. S. ; SHEPERD, G. J. . Atlantic forest and global warming: basis for the monitoring of btyophytes. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • COSTA, D. P. . Guia de Musgos do Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • COSTA, D. P. . Atualidades, desafios e perspectivas da Briologia no Brasil: Hepáticas e Antóceros.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. ; CÂMARA, P. E. A. S. ; Churchill . Entendendo melhor a biodiversidade briológica e seu status de conservação. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • COSTA, D. P. . Diagnóstico do status de conservação das espécies de briófitas do estado do Rio de janeiro. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Diagnóstico do status de consevração das espécies de briófitas no estado do Rio de Janeiro. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Diversidade de Hepáticas no Brasil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Estado da Arte das Coleções de Briófitas no Brasil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Diversidade de hepaticas no Brasil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Diversidade de Briófitas na Amazônia: Acre. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Avanços da Briologia no Brasil - Diversidade de Hepáitcas no Brasil. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. ; GRADSTEIN, S. R. . Um Supplemento da Flora Brasiliensis: Hepáticas e Antóceros. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. ; GRADSTEIN, S. R. . Um Suplemento da Flora Brasiliensis. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Aspectos da Ecologia do Pantanal. 1996. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • COSTA, D. P. . Panorama da Briologia no Brasil. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Musgos do Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • COSTA, D. P. . Ciclo de plestras sobre herbário. 1992. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • RESENDE, M. A. ; COSTA, D. P. . THREATENED LIVERWORTS of ITATIAIA NATIONAL PARK, RIO DE JANEIRO, BRAZIL. Chicago: Field Museum, 2016 (Guia).

  • COSTA, D. P. ; PERALTA, D. F. . Coleções de briófitas realizadas por Glaziou no Brasil e depositadas no herbário de Paris (PC) 2015 (Capíitulo de Projeto).

  • COSTA, D. P. . Antóceros. In Lista de espécies da Flora do Brasil. Rio de janeiro: Jardim Botânico do Rio de janeiro, 2014 (Capíitulo de Projeto).

  • COSTA, D. P. . Hepáticas. In Lista de espécies da Flora do Brasil. RIO DE JANEIRO: Jardim Botânico do Rio de janeiro, 2014 (Capíitulo de Projeto).

  • COSTA, D. P. ; PERALTA, D. F. . Musgos. In Lista de espécies da Flora do Brasil. Rio de janeiro: Jardim Botânico do Rio de janeiro, 2014 (Capíitulo de Projeto).

  • COSTA, D. P. . Catálogo das Espécies de Plantas Vasculares e Briófitas do Estado do Rio de Janeiro.. Rio de Janeiro: Inst. pesq Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2014 (Capíitulo de Projeto).

  • COSTA, D. P. . Biology of Plants, Chapter 16, Bryophytes. São Paulo: Editora Guanabara Koogan, 2007. (Tradução/Livro).

  • LUIZIPONZO, Andrea P ; BASTOS, Cid J Passos ; COSTA, D. P. ; PORTO, K. C. ; CÂMARA, P. E. A. S. ; LISBOA, R. C. L. ; BOASBASTOS, S. B. V. . Glossarium Polygglottum Bryologiae. Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora, 2006. (Tradução/Livro).

  • COSTA, D. P. . Coleções de plantas avasculares e fungos como base de conhecimento para a diversidade biológica brasileira: uma reavaliação (Briófitas). São Paulo: CRIA - publicação on-line, 2005 (Capíitulo de Projeto).

  • COSTA, D. P. ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Estado do Arte das Coleções da Briófitas no Brasil. Rio de Janeiro: Projeto Mobilizador de Coleções Biológicas, 2002 (Capíitulo de Projeto).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

COSTA, D. P. . Consultor AdHoc CNPq. 2018.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPQ. 2017.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPq. 2016.

Costa, D.P. . Consultor Ad-hoc FACEPE. 2015.

COSTA, D. P. . FAPESP. 2011.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2011.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2011.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2011.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2011.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2010.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPq. 2008.

COSTA, D. P. . Consultor ad-Hoc do CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor ad-Hoc do CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor ad-Hoc do CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor ad-Hoc do CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc do CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . Journal of Bryology. 2018.

COSTA, D. P. . Cryptogamie, bryologie et Lichenologie. 2018.

Costa, D.P. . Check List. 2018.

Costa, D.P. . Brazilian Journal of Botany. 2018.

COSTA, D. P. . Phytotaxa. 2018.

COSTA, D. P. . Rodriguésia. 2018.

COSTA, D. P. . Flora. 2017.

COSTA, D. P. . Lilloa. 2017.

COSTA, D. P. . Phyotaxa. 2017.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2017.

COSTA, D. P. . Field Guide. 2017.

COSTA, D. P. . Caldasia. 2017.

COSTA, D. P. . Cryptogamie Bryologie. 2017.

COSTA, D. P. . PhytoKeys. 2016.

COSTA, D. P. . Darwiniana. 2016.

COSTA, D. P. . Check List. 2016.

Costa, D.P. . Biota Neotropica. 2015.

Costa, D.P. . Journal of Bryology. 2014.

Costa, Denise P . Hoehnea. 2012.

Costa, Denise P . Iheringia. 2012.

COSTA, D. P. . Hohenea. 2011.

Costa, D.P. . Bryologist. 2011.

COSTA, D. P. . Bryologist. 2010.

COSTA, D. P. . consultor Ad-Hoc CNPQ. 2010.

COSTA, D. P. . Revista de Ciências Agro-Ambientais. 2010.

COSTA, D. P. . consultor ad-hoc CNPq. 2009.

COSTA, D. P. . Consultor ad-Hoc CNPq. 2009.

COSTA, D. P. . Consultor ad-hoc CNPq. 2009.

COSTA, D. P. . parecer em projeto de doutorado UFPE. 2009.

COSTA, D. P. . consultor do Journal of Bryology. 2009.

COSTA, D. P. . consultor da Acta Botanica Brasilica. 2009.

COSTA, D. P. . consultor do Boletim do Museu Goeldi. 2009.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2008.

COSTA, D. P. . Boletin de la Sociedad Argentina de Botanica. 2008.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2008.

COSTA, D. P. . Revista Brasileira de Botânica. 2008.

COSTA, D. P. . Acta Botânica Brasilica. 2008.

COSTA, D. P. . Revista Brasileira de Botânica. 2008.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPq. 2008.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2008.

COSTA, D. P. . Revista brasileira de Botânica. 2008.

COSTA, D. P. . Revista Brasileira de Botânica. 2007.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2007.

COSTA, D. P. . Caldasia. 2007.

COSTA, D. P. . Iheringia. 2007.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2007.

COSTA, D. P. . Rodriguésia. 2007.

COSTA, D. P. . Consultor ad-hoc do CNPq. 2007.

COSTA, D. P. . Consultor ad-hoc do CNPq. 2007.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc FAPEAM. 2007.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2007.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2007.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2007.

COSTA, D. P. . Acat Botanica Brasilica. 2007.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2007.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2007.

COSTA, D. P. . Rodriguésia. 2007.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2006.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor ad-hoc CNPq. 2006.

COSTA, D. P. . The Bryologist. 2006.

COSTA, D. P. . Bios - cadernos do departamento de ciências biológicas PUC - Minas Geais. 2006.

COSTA, D. P. . Rodriguésia. 2006.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2006.

COSTA, D. P. . Rodriguésia. 2006.

COSTA, D. P. . Defesa de Projetos de dissertação e tese. 2006.

COSTA, D. P. . Revista Brasileira de Botânica. 2006.

COSTA, D. P. . Iheringia. 2006.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPq - APV. 2006.

COSTA, D. P. . projeto de doutorado MN-UFRJ. 2006.

COSTA, D. P. . Biological Conservation. 2005.

COSTA, D. P. . Projeto de mestrado. 2005.

COSTA, D. P. . Projeto de doutorado. 2005.

COSTA, D. P. . Plano de doutorado. 2005.

COSTA, D. P. . Plano de doutorado. 2005.

COSTA, D. P. . Plano de doutorado. 2005.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2005.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CAPES. 2005.

COSTA, D. P. . Boletim de Botânica da USP. 2005.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPq. 2005.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2005.

COSTA, D. P. . Rodriguésia. 2005.

COSTA, D. P. . Iheringia. 2005.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2005.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2005.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc do CNPq. 2005.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2004.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2004.

COSTA, D. P. . PROBIO-MMA. 2004.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2004.

COSTA, D. P. . Boletim de Botânica da USP. 2004.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2004.

COSTA, D. P. . Projeto de dissertação, Museu Nacional/UFRJ. 2004.

COSTA, D. P. . Capítulo de livro - Reserva Biológica do Alto de Paranapiacaba. 2004.

COSTA, D. P. . Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. 2004.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2004.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2004.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPq. 2004.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2004.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2003.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2003.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2003.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2003.

COSTA, D. P. . Hoehnea. 2003.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2003.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc CNPQ. 2002.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-hoc CNPq. 2002.

COSTA, D. P. . Consultor Ad-Hoc do CNPq. 2001.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2001.

COSTA, D. P. . Boletim do Instituto de Botanica de São Paulo. 2001.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 2000.

COSTA, D. P. . Projeto de tese de doutorado, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, Universidade Federal de Pernambuco. 1999.

COSTA, D. P. . Boletim do Instituto de Botânica. 1999.

COSTA, D. P. . Consultor da FACEPE. 1996.

COSTA, D. P. . Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. 1996.

COSTA, D. P. . Acta Botanica Brasilica. 1993.

Coelho, M.A.N. ; COSTA, D. P. ; MARTINELLI, G. ; MORAES, M. D. ; FORZZA, R. C. ; Azoury, R. . Lançamento do livro EXPEDIÇÕES AS MONTANHAS DA AMAZÔNIA. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

Costa, D.P. ; MARTINELLI, G. ; Coelho, M.A.N. ; FORZZA, R. C. ; Azoury, R. . Lançamento do DVD do Projeto Montanhas da Amazônia. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

COSTA, D. P. . PILOTRICHACEAE - MONOGRAFIA FLORA DO BRASIL 2020. 2017. (MONOGRAFIA FLORA DO BRASIL ON LINE 2020).

Costa, D.P. . METZGERIACEAE - MONOGRAFIA FLORA DO BRAIL 2020. 2017. (MONOGRAFIA FLORA DO BRASIL 2020).

COSTA, D. P. . Diversidade de hepáticas no Brasil. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. ; ILKIU-BORGES, A. L. ; LUIZIPONZO, Andrea P ; Bastos, C.J.P. ; Câmara, P.E.A.S. ; Churchill, S.P. ; PERALTA, D. F. ; D.K. Henriques ; PÔRTO, K. C. ; L. M. ROCHA ; BÔASBASTOS, S. B. V. . Guia de Musgos do Brasil. 2016. (Editoração/Livro).

COSTA, D. P. ; SANTOS, Nivea Dias dos ; PÕRTO, K. C. ; YANO, Olga . Briófitas. Revisão das listas das espécies da flora e da fauna ameaçadas de extinção do estado de Minas Gerais. Relatório Final. Volume 2. 2007. (Relatório de pesquisa).

COSTA, D. P. . Membro suplente do Conselho Superior da SBB. 2007. (Sociedade Botânica do Brasil).

COSTA, D. P. . Diversidade de Hepáticas no Brasil. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. . Tópicos avançados em biologia vegetal: identificação de alguns grupos complexos de Marchantiophyta, disciplina do PPG da UFPE. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. ; REIS, R. P. . Seminários I, disciplina do curso de pós-graduação da Escola Nacional de Botânica Tropical. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. . Biologia de Briófitas, disicplina do PPG do Museu Nacional. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. . Diversidade de Hepáticas no Brasil, disciplina ministrada no curso de pós-graduação do JBRJ. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. ; REIS, R. P. . Seminários I, disciplina ministrada no curso de pós-graduação do JBRJ. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. . Disciplina Ministrada no Programa de Pós-graduação da UFPe, Diversidade de Hepáticas no Brasil. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

COSTA, D. P. . Subcuradora da coleção de criptógamas do herbario RB. 1996. (Subcuradoria).

COSTA, D. P. . Disciplina no Curso de Biologia Vegetal I e II. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, D. P. . Estudos Botânicos em Mata Atlântica - Organografia e Sistemática de Briófitas. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

COSTA, D. P. . Taxonomia de Criptógamas - Módulo I: Briófitas. 1992. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

COSTA, D. P. . Secretária Sociedade Botânica do Brasil - RJ. 1992. (Sociedade Botânica do Brasil - Seccional Rio de Janeiro).

COSTA, D. P. . Morfologia dos Vegetais Inferiores. 1988. .

COSTA, D. P. . Curso de orientação a professores do 1º e 2º grau da rede pública. 1986. .

COSTA, D. P. ; LUIZIPONZO, A. ; BASTOS, Cid José Passos ; PÔRTO, K. C. ; CÂMARA, P. E. A. S. ; LISBOA, R. C. L. ; BOASBASTOS, Silvana Vilas . Glossarium Polyglottum Bryologiae. 2005 (tradução) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    Flora do Brasil online 2020, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rafaela Campostrini Forzza em 10/03/2018., Descrição: Elaborar monografias para as famílias, Metzgeriaceae (27 espécies), Pilotrichaceae (51 espécies), Pottiaceae (64 espécies) e Sphagnaceae (72 espécies). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2014 - 2016

    Evolução e Dispersão de Espécies Antárticas Bipolares de Briófitas e Líquens, Descrição: Embora a flora de musgos Antárticos seja relativamente bem conhecida, pouco se sabe sobre a sua diversidade genética e seus padrões de evolução, se existem espécies crípticas, se as espécies são ou não monofiléticas e suas relações com seus pares bipolares. O mesmo, de modo geral, acontece com os líquens. O presente projeto objetiva estudar as populações de musgos e líquens selecionados, espécies-alvo, a fim de melhor entender o valor evolutivo e utilidade taxonômica das variações morfológicas encontradas entre as populações antárticas com distribuição bipolar. Numa escala macroevolutiva, propõe-se esclarecer a posição filogenética das espécies-alvo, bem como investigar: 1) A monofilia das espécies de musgos antárticos e seus pares árticos, 2) como os haplótipos em diferentes partes do mundo se relacionam entre si, 3) o que os diferentes haplótipos podem nos revelar sobre a história evolutiva desses organismos, 4) como a diversidade de haplótipos é dividida nas espécies com distribuição bipolar selecionadas, e 5) a distribuição geográfica bipolar é refletida nos padrões de distribuição dos haplótipos? Para tal, nos propomos realizar estudos filogenéticos e filogeográficos com a espécies de distribuição bipolar com uso de marcadores moleculares (DNA).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2014 - Atual

    Cryptogamic diversity, biology and conservation on South Atlantic Islands, Descrição: The mains objectives: ? The overarching long-term goal is to increase understanding of the cryptogamic diversity and biogeography of the South Atlantic Ocean Islands, thus we will: ? Establish new networks between the applicants and their collaborators leading to a long term partnership and major collaborative grant proposals and research outputs. ? Share expertise between partners and provide training in taxonomy, microscopy and molecular techniques for Brazilian early career scientists through two shared workshops in Brazil (Rio de Janeiro and Fernando de Noronha). A symposium in the UK will provide further networking opportunities with UK and other European scientists working on island biogeography to discuss future joint research programmes and applications for funding. ? Produce a full inventory of the cryptogams (bryophytes and pteridophytes) of the South Atlantic Oceanic Islands through joint field surveys integrated with data from recent collections by both partners. ? Publish illustrated Floras for the Islands complemented by popular works to increase public awareness.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Paulo E A S Câmara - Integrante / Micheline Carvalho-Silva - Integrante / Silvia Pressel - Integrante / Harald Schnneider - Integrante / Jeffrey Duckett - Integrante.Financiador(es): Newton Fund -Research Councils UK - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2015

    Distribuição, avaliação do risco de extinção e planejamento de ações para a conservação: um estudo de caso com quatro espécies endêmicas de Sphagnum L. no Brasil, Descrição: Briófitas é um termo artificial muito utilizado para três distintas linhagens musgos, hepáticas e antóceros, que atualmente estão nas divisões Bryophyta, Marchantiophyta e Anthocerotophyta. São organismos sensíveis às condições ambientais, porque não apresentam cutícula (poiquilohídricas) e, por isso, realizam trocas gasosas e de nutrientes por todo o gametófito, revelando-se como bioindicadoras de condições climáticas, ambientais e ecológicas. A família Sphagnaceae possui apenas o gênero Sphagnum L. com 300-500 espécies, ocorrendo no Neotrópico ca. 160 e no Brasil 83. As espécies são encontradas em áreas abertas, geralmente em habitats úmidos, com a maior diversidade ocorrendo nas regiões montanas, entre 1000-2500 m. O gênero Sphagnum se destaca por apresentar alta capacidade de absorção de água e por esse motivo apresenta uso potencial, sendo considerado o único musgo com valor econômico, e tendo sido as turfeiras utilizadas por séculos. As espécies deste gênero possuem uma textura macia devido aos filídios formados por uma trama de leucocistos e clorocistos, que podem armazenar até 20 vezes do valor do seu peso seco. ESTUDOS COM O GÊNERO Sphagnum O tratamento da família Sphagnaceae para o mundo realizado por Warnstorf (1909, 1911) é o único para a América do Sul. Posteriormente, duas outras contribuições para o Neotrópico foram realizadas por Crum, uma para o México e outra para a América Central. No Brasil o gênero ainda é pouco estudado em relação à taxonomia, fitogeografia e conservação, e assim em 2007, foi iniciado o tratamento taxonômico das espécies de Sphagnum para o país como uma contribuição ao "Guia de Musgos do Brasil" , com os primeiros dados publicados na "Lista de Espécies da Flora do Brasil" e na "Synopsis of the Brazilian moss flora: checklist, distribution and conservation". Paradoxalmente para Sphagnaceae no Brasil, são reconhecidas apenas três espécies ameaçadas de extinção e cerca de 30% como Deficientes de Dados. Destas quatro espécies foram selecionadas neste estudo, todas apresentando distribuição restrita e conhecimento baseado em poucas coleções. Uma das quatro espécies é categorizada como ameaçada de extinção e as outras três como Deficientes de Dados, todas com ocorrência nos dois hotspots reconhecidos para o Brasil, Mata Atlântica e Cerrado. JUSTIFICATIVA Por muitos anos as briófitas foram negligenciadas em programas de conservação, pela falta de conhecimento da distribuição e ecologia dessas plantas (Costa & Santos 2009). O primeiro trabalho foi publicado pela IUCN e é direcionado a cientistas, tomadores de decisão e interessados em conservação de briófitas. Esta publicação é uma contribuição para o planejamento de ações do grupo onde além de prever diversas ações, aponta a problemática em relação conservação, pesquisa e falta de carisma dessas espécies. No Brasil, a maioria dos esforços conservacionistas são realizados por meio da inclusão de táxons em Listas Vermelhas. A Lista Oficial de Espécies Ameaçadas da Flora do Brasil (MMA IN°06/2008) conta com 17 espécies de briófitas, nenhuma pertencente ao gênero Sphagnum, apesar de muitas das espécies serem endêmicas e restritas a Mata Atlântica. Nste estudo será avaliado o estado de conservação e o risco de extinção de quatro espécies de Sphagnaceae, verificando o estado das populações nas regiões de ocorrência, a incidência de ameaças e um aumento no esforço de coleta. Serão propostas ações efetivas de conservação para salvaguardar espécies ameaçadas ou deficientes de dados aumentando o grau de conhecimento e a chance de sobrevivência dessas na natureza.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Gustavo Martinelli - Integrante / Tainan Messina - Integrante.Número de orientações: 1

  • 2013 - 2015

    CONSERVAÇÃO DE HEPÁTICAS NA MATA ATLÂNTICA DO SUDESTE DO BRASIL: UMA ANÁLISE DAS ESPÉCIES ENDÊMICAS E/OU AMEAÇADAS DO PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA, Descrição: O Brasil como país signatário da CDB assumiu perante a comunidade internacional o compromisso da elaboração de uma lista das espécies de plantas para o país. Assim em 2008 o JBRJ coordenou a realização do "Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil", cuja primeira versão foi publicada em papel e on-line em 2010. Atualmente a lista vem sendo atualizada e os dados disponibilizados on-line (http://floradobrasil.jbrj.gov.br), sendo reconhecidas para a flora do Brasil, 44.263 espécies, sendo 4.237 de algas, 32.654 de angiospermas, 1.531 de briófitas, 4.565 de fungos, 26 de gimnospermas, e 1.250 de samambaias e licófitas. O país abriga seis biomas, dos quais a Mata Atlântica e o Cerrado apresentam um elevado número de espécies e alto grau de ameaça, sendo considerados como dois dentre os 34 hotspots mundiais prioritários para a conservação da biodiversidade. As briófitas são importantes na dinâmica das florestas tropicais, pois auxiliam no balanço hídrico do ecossistema, contribuindo na captação e manutenção da umidade, e na prevenção da perda de água, por possuírem grande capacidade de retenção de água da chuva. Estão diretamente relacionadas com a dinâmica da maioria dos ecossistemas terrestres, sendo importantes na retenção da umidade do solo, na ciclagem de nutrientes e em interações ecológicas, servindo de habitat para outros organismos. São bioindicadoras por serem vulneráveis a distúrbios ambientais, sendo excelentes indicadoras climáticas. Constituem um componente característico das florestas tropicais úmidas, onde se desenvolvem principalmente como epífitas, ocupando diferentes nichos. No Brasil, as florestas Amazônica e Atlântica constituem aquelas com maior riqueza de hepáticas, porém, quando comparadas, verifica-se uma maior riqueza específica na Mata Atlântica, devido principalmente à variação altitudinal e latitudinal desta. A brioflora do Brasil é rica quando comparada com os dados para o mundo e América Tropical. São estimadas 13.000 espécies para o mundo, 4.000 para o Neotrópico e 1.650 para o Brasil, representando um elemento importante dos ecossistemas tropicais.O PARNA-Itatiaia é uma das áreas no estado do RJ que conta com um grande número de espécies de hepáticas ameaçadas, concentrando uma alta diversidade e elevado número de táxons endêmicos. Porém, o parque sofre com degradação, questão fundiária não resolvida, além de pastagem e culturas mistas cíclicas, que constituem permanentes ameaças. O Rio de Janeiro apresentava 97% da sua área original recoberta pela Mata Atlântica e atualmente, essa cobertura encontra-se reduzida a 19% da original. O resultado do contínuo processo de destruição das áreas florestadas é a formação de fragmentos de diferentes tamanhos, vem causando a insularização de grande parte das populações animais e vegetais. A perda e degradação de habitat são sérias ameaças às briófitas em todo o mundo, visto que a degradação reduz a qualidade do habitat, causando o desaparecimento de espécies sensíveis, enquanto a fragmentação conduz ao isolamento das comunidades, afetando diretamente a dispersão e parte da reprodução. Ambas representam as maiores ameaças para espécies com distribuição restrita ou endêmica. Esse projeto objetiva contribuir para o conhecimento das espécies endêmicas e/ou ameaçadas do estado do Rio de Janeiro, estudando e ilustrando os táxons de hepáticas do Parque Nacional do Itatiaia que se encontram nestas categorias. Assim como despertar a consciência pública para a necessidade da valorização a conservação da flora.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Maria Alice de Resende - Integrante.Número de orientações: 1

  • 2012 - 2015

    Briófitas da Ilha da Trindade, um estudo biogeográfico, Descrição: Este projeto visa dar continuidade aos estudos iniciados no edital anterior. Pretende-se desenvolver estudos filogeneticos em três espécies vegetais que ocorrem na Ilha da Trindade a fim de esclarecer suas relações com as espécies continentais. Diversos marcadores moleculares serão usados para esse fim. Marcadores microssatélites serão usados para esclarecer áreas fontes de diásporos para a Ilha.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2012 - 2014

    Mata Atlântica: ações para integrar pesquisas e instituições., Descrição: A Mata Atlântica é o bioma brasileiro que mais sofreu modificações antrópicas desde a época do descobrimento. A história da ocupação da Mata Atlântica acompanha os diferentes ciclos econômicos brasileiros e a fundação da maioria das grandes cidades do país. Como um bioma que teve sua história de devastação associada ao crescimento do país, a maioria das instituições de ensino e pesquisa está localizada dentro do domínio da Mata Atlântica. Consequentemente, é bastante grande o conhecimento acumulado para o bioma. Com tanto produzido, esperava-se que a compreensão dos processos, as listas de espécies, a indicação de áreas prioritárias para conservação e as formas de utilização racional dos recursos da Mata Atlântica já fossem conhecidas ou bem estabelecidas. Entretanto, o número de novas espécies descobertas por ano, a carência de estudos em diversas áreas do bioma e a escassez de estudos integrados, multidisciplinares e de longa duração demonstram que muito ainda se tem por estudar e fazer na Mata Atlântica. Considerando a premência da conservação da biodiversidade na Mata Atlântica, fica claro que apenas o desenvolvimento do conhecimento científico não é suficiente. São necessárias ações pragmáticas que venham a potencializar as estratégias e ações de conservação e a prover ao poder público, as ferramentas e subsídios básicos e fundamentais para estas ações. Com a experiência prévia na integração de pesquisadores através do RAPELD e com o gerenciamento e a disponibilização de dados em repositórios, os integrantes deste núcleo decidiram preparar a presente proposta de rede de pesquisa para a Mata Atlântica adotando os protocolos padronizados de coleta, inventário e monitoramento do PPBio, bem como a política de dados. O objetivo geral desta proposta é criar uma rede de pesquisa para a Mata Atlântica, e ecossistemas que pertencem ao Complexo Vegetacional Atlântico tais como restingas, campos de altitude, brejos e afloramentos rochosos, que integre as diversas competên. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2012 - Atual

    Filogeografia de Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle (Jamesoniellaceae, Marchantiophyta): uma espécie de distribuição disjunta entre as elevadas montanhas neotropicais, Descrição: As espécies de briófitas apresentam, em geral, padrões fitogeográficos amplos, com muitos casos de distribuição disjunta. Contudo, estudos filogeográficos têm revelado que a uniformidade morfológica exibida por essas espécies pode mascarar uma complexidade genética ainda não aflorada morfologicamente, sendo descritos diversos casos de especiação críptica na literatura. Neste projeto, análises filogeográficas associadas à modelagem de distribuição de espécies em ambientes paleoclimáticos, serão utilizadas para testar hipóteses sobre os processos que originaram a distribuição disjunta da hepática Jamesoniella rubricaulis (Nees) Grolle, uma espécie típica das elevadas montanhas neotropicais. Pretende-se avaliar a ocorrência de dispersão a longa distância ou vicariância como explicação plausível para a atual distribuição do táxon. Além disso, será verificada a existência de estruturação genética das populações localizadas em diferentes montanhas, como um indicativo da ocorrência de especiação críptica. Este trabalho será o primeiro estudo filogeográfico a tratar de um táxon de briófita com amplitude de distribuição Neotropical e a relacionar a distribuição atual da espécie com mudanças climáticas ocorridas no passado e características biológicas e populacionais do táxon.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Nivea Dias dos Santos - Integrante / Adaíses Simone Maciel da Silva - Integrante / Priscila Quintella Pinto Paiva - Integrante / Elisangela Gaspar Pestana - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Conhecimento e conservação da Flora Brasileira: os futuros desafios das coleções biológicas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rafaela Campostrini Forzza em 21/12/2012., Descrição: O herbário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (RB) foi fundado em 1890, sendo hoje o maior acervo de amostras botânicas do Brasil. O conjunto de coleções que atualmente integra o ?acervo do herbário RB? vai além das suas exsicatas (fig. 1), incluindo cerca de 600 mil espécimes que permite múltiplas utilizações de seus dados primários. Do total de amostras, cerca de 500 mil estão disponíveis desde 2004 para consulta ampla nos site do JBRJ (www.jbrj.gov.br/jabot) e specieslink (splink.cria.org.br). Apesar de todos os esforços empreendidos nos últimos anos para digitalizar e tornar disponível as imagens e os dados deste acervo, ainda hoje permanece algumas lacunas na captura destas informações. Além disto, muitos grupos com alta diversidade na flora brasileira e com muitos espécimes no acervo do RB não estão determinados. Isto ocorre pela ausência no conjunto de taxonomistas do JBRJ de especialistas que atendam a todos os grupos de plantas presentes na flora nacional. Assim, a presente proposta tem como objetivo principal dar continuidade ao processo de captura e de disponibilização dos dados e imagens de todas as coleções associadas ao herbário RB; e também qualificar os seus dados através da visita de especialistas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2011 - 2016

    Resgate e tratamento dos dados das coleções brasileiras de briofitas feitas por Glaziou, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Paulo Eduardo Aguiar Saraiva Camara em 17/12/2012., Descrição: O herbário do MNHN-Paris (PC) é um centro de referência em coleções botânicas, particularmente em briologia, pois alí trabalharam alguns dos especialistas em briologia mais importantes do século XIX, e também do século XX. Entre os coletores encontrados em Paris, o foco dessa proposta será Auguste François Marie Glaziou. Em 1893, Glaziou participou da Comissão de Estudos do Planalto Central do Brasil chefiada pelo astrônomo Louis Cruls (conhecida como expedição Cruls) que demarcou a área do futuro Distrito Federal e esteve, portanto,coletando no Planalto Central, em particular nas cercanias da região onde hoje se encontra a cidade de Brasília. Sabe-se que grande parte das localidades em que Glaziou coletou nesse período são hoje grandes centros urbanos o que torna essas coletas de um valor inestimável, em especial para o melhor conhecimento de uma das regiões menos conhecidas do ponto de vista briológico, o Centro-Oeste brasileiro. Glaziou também coletou, por mais de 30 anos, na região do Rio de Janeiro onde a cobertura original de Mata Atlântica tem sofrido drástica redução e perda de biodiversidade, tornando, uma vez mais, as suas coleções de suma importância para a briologia no Brasil. Neste contexto, propomos um projeto de resgate das informações localizadas no MNHN-Paris, com foco nas Coleções de Glaziou. Pretende-se localizar as coleções feitas por ele, atualizar as identificações, georreferenciá-las, localizar e determinar tipos nomenclaturais e digitalizar rótulos e imagens das plantas. Serão produzidos também mapas de distribuição dos taxa encontrados e das rotas das expedições. Toda a informação obtida será disponibilizada através da internet. Os mesmos objetivos poderão ser alcançados com relação a outras coleções briológicas importantes que estão depositadas no herbário PC... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Integrante / Paulo Eduardo Aguiar Saraiva Câmara - Coordenador / Denilson Fernandes Peralta - Integrante / Micheline Carvalho Silva - Integrante / Allan Laid - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    Riqueza de espécies em regiões montanhosas da Amazônia brasileira: diversidade e conservação, Descrição: A importância das montanhas se expressa, pela decisão dos 158 países que assinaram a Convenção da Diversidade Biológica, de considerar montanhas como um ponto focal e estratégico para a conservação da biodiversidade. Esta grande importância foi demonstrada nos conceitos de evolução e especiação e avançou com a teoria de biogeografia de ilhas, ampliando a visão sobre centros de endemismos, fragmentação de habitats e importância para a conservação. Montanhas são consideradas ecossistemas prioritários para pesquisas científicas por diversas instituições no mundo. Na América do Sul, o conhecimento sobre a diversidade de montanhas, se concentra nos estudos de trechos dos Andes (Páramos), principalmente na Bolívia, no Peru, e no Escudo das Guianas (Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa). No Brasil, os principais estudos concentram-se no bioma Mata Atlântica, junto à cadeia costeira da Serra do Mar, e no bioma Cerrado, na Cadeia do Espinhaço. Por outro lado, é sabido que o conhecimento da biodiversidade das regiões montanhosas da Amazônia brasileira ainda é incipiente. Assim, o Projeto aqui apresentado visa ampliar o conhecimento da flora destas áreas, gerando listas de espécies, considerando que o conhecimento das espécies é um elemento básico para programas de manejo e conservação, indicando táxons raros e endêmicos, além de novas o ocorrências em território brasileiro. Serão realizadas coletas nas áreas de alta diversidade biológica segundo as recomendações do Ministério do Meio Ambiente (Pico da Neblina, Serra do Aracá, Serra da Mocidade e Monte Caburaí). O material testemunho será incorporado ao herbário RB e principais herbários da Amazônia. Além disto, serão coletadas amostras para o Banco de DNA e para as coleções vivas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Os resultados obtidos serão disponibilizados através de relatórios, banco de dados do JBRJ, apresentação em eventos científicos e publicações em revistas científicas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2010 - 2015

    Flora do Distrito Federal: Briófitas, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Integrante / Olga Yano - Integrante / Paulo Eduardo Aguiar Saraiva Câmara - Coordenador / Andréa LuiziPonzo - Integrante / Juçcara Bordin - Integrante / Abel Eustáquio - Integrante / Allan Laid - Integrante / Gabriela Duarte - Integrante.

  • 2009 - 2014

    Lista de espécies da flora do Brasil - Briófitas, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2009 - 2014

    Early Land Plants Today: Toward Uniting Liverwort Taxonomy, Nomenclature, & Geography., Descrição: Liverworts (Marchantiophyta) are pivotal in our understanding of early land plant evolution. Although this obscure and elusive group of green plants is generally small in size, they form a conspicuous and important component in many terrestrial ecosystems throughout the world. Estimates of liverwort species numbers range from 5000-8000, they exhibit a remarkable diversity in structure, and include extremely ancient lineages as well as more recent radiations of species-rich crown group assemblages. The proposed meeting is timely as it will provide a unique opportunity to enhance capacity building and increase synergistic activities between several current NSF and GBIF funded projects as well as various international collaborative research and databasing efforts. The meeting will thus aid in cementing existing collaborative efforts as well as help forge new partnerships. Two significant international efforts include: Working towards a synthesis of core data on nomenclature, taxonomy, and geography on a global scale for liverworts (see the following url for further information http://www.early-land-plants-today.org; Reconstructing the Liverwort Tree of Life (LiToL) by combining data from conservative ultrastructural features, gametophyte and sporophyte development and anatomy, organellar genome structure, and multilocus DNA sequencing (see http://www.biology.duke.edu/bryology/LiToL). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2008 - 2015

    A família Pottiaceae no Brasil, Descrição: O Brasil conta com uma brioflora rica, porém o conhecimento encontra-se disperso em poucas publicações como catálogos, listas de espécies, algumas flórulas e poucas revisões taxonômicas. Este estudo representa uma contribuição ao ?Projeto Guia de Musgos do Brasil? que vem sendo elaborado desde 2005, pelo Núcleo de Especialistas em Briófitas (NEB). Objetiva o tratamento taxonômico das espécies brasileiras da família, Pottiaceae (ca. 63 spp.), fornecendo uma ferramenta para identificação dos gêneros e espécies dessa importante família no país, bem como incentivando o estudo e conhecimento das espécies, no que se refere a sua morfologia, taxonomia e ecologia. O tratamento taxonômico para as 63 espécies dessas famílias ocorrentes no país, conta atualmente com: descrição para família e gêneros; chave para identificação de subfamílias e gêneros; para cada táxon informações sobre as obras originais, sinônimos utilizados como nomes válidos no país. Assim sendo, falta elaborar as chaves de espécies, adicionar informações para cada táxon sobre formações vegetais onde estas ocorrem no país, distribuição no Brasil e mundo, comentários, ilustrações, glossário e referências bibliográficas. O tratamento taxonômico em questão representa a primeira ferramenta para o estudo dos gêneros e espécies de Pottiaceae no país e uma importante colaboração ao projeto ?Guia de Musgos do Brasil?, que também será o primeiro produzido no país tratando de todas as famílias, gêneros e espécies de musgos, com chaves e ilustrações. Como todas as espécies de Pottiaceae ocorrentes no Brasil serão abordadas no tratamento, este poderá ser útil para outros países do Neotrópico, visto que o Brasil abriga metade das espécies de briófitas da América tropical. Espera-se que o tratamento taxonômico para essa importante família de musgos, seja de grande utilidade para o estudo dos musgos no Brasil, auxiliando no conhecimento desse importante grupo vegetal (briófitas) carente de taxonomistas no país e na América. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Camila Piava Oliveira Soares - Integrante / Felipe Sodré Mendes Barros - Integrante / Danilo Salim - Integrante / Alberto André Albernaz Soares da Cunha - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2007 - Atual

    A família Sphagnaceae no Brasil, Descrição: O Brasil conta com uma brioflora rica, porém o conhecimento encontra-se disperso, em publicações como catálogos, listas de espécies, algumas flórulas e poucas revisões taxonômicas. A família Sphagnaceae tem ca. 300 espécies no mundo, nove seções, uma ordem, Sphagnales e uma classe, Sphagnopsida. No Neotrópico apresenta ca. 160 espécies das quais 94 (31%) ocorrem no Brasil, correspondendo a 5% das espécies de briófitas do país (1.650 spp.). Até o momento, o único trabalho publicado no país com chaves, descrições e ilustrações trata das 14 espécies de Sphagnaceae para as regiões sudeste e sul. O único especialista da família no Neotrópico, em seus trabalhos para o Brasil descreveu 48 espécies, morreu recentemente sem publicar a monografia para sua Flora Neotropica. Assim sendo não existe uma revisão taxonômica para a família no país. Este projeto tem como objetivos realizar o tratamento taxonômico dos táxons de Sphagnaceae ocorrentes no Brasil e contribuir com o projeto ?Guia de Musgos do Brasil?. As 94 espécies estão distribuídas em 5 seções, Section Acutifolia (15 spp.), Section Cuspidata (6 spp.), Section Rígida (1 sp.), Section Sphagnum (31 spp.) e Section Subsecunda (41 spp.), sendo as mais representativas as duas últimas que totalizam 76% das espécies. Setenta e seis porcento das espécies são endêmicas. No tratamento taxonômico foram realizadas, até o momento, as seguintes etapas: descrições para família, gênero e seções; chave para identificação das seções e espécies; para os táxons informações sobre obra original, formações vegetacionais, distribuição no Brasil e no mundo, e comentários taxonômicos. A chave elaborada será checada através do exame do material depositado em diferentes herbários. Os tipos foram localizados e estão sendo estudados. Paralelamente vem sendo elaborado um banco de imagens para as espécies e o levantamento das ilustrações disponíveis na literatura.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Daina Flaeschen Fares - Integrante / A. Jonathan Shaw - Integrante / Felipe Sodré Mendes Barros - Integrante / Danilo Salim - Integrante / Alberto André Albernaz Soares da Cunha - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2004 - 2017

    Projeto Guia de Musgos do Brasil, Descrição: O livro objetiva fornecer informações sobre a morfologia dos musgos ; diferenças entre musgos, hepáticas e antóceros; e características do gametófito e esporófito; fitogeografia e diversidade dos musgos, no Brasil, com dados para as principais regiões fitogeográficas do país e seus elementos florísticos, distribuição das espécies por estado e zonação altitudinal. O tratamento taxonômico, conterá chaves para as ordens, famílias, gêneros e espécies; descrições para ordens, famílias e gêneros; e ilustrações para metade das espécies. Tal conteúdo representa uma ferramenta fundamental para a briologia no país e em outros países neotropicais, visto que metade das espécies da América tropical será abordada no livro. Para as espécies, são fornecidas informações sobre a ecologia; a variação altitudinal no Brasil; a distribuição, no país e no mundo; além de uma breve discussão, quando necessária, sobre as características e afinidades taxonômicas importantes. A flora de musgos do Brasil é calculada em ca. 1500 espécies. Alguns gêneros ainda estão pouco estudados, logo, esta flora auxiliará no estudo dos musgos no Brasil, fornecendo uma ferramenta básica para a identificação e multiplicadora para o estudo destes, identificando gêneros pouco conhecidos ou pobremente estudados do ponto de vista taxonômico, bem como regiões do país estão pouco exploradas do ponto de vista da briologia. Este trabalho é o resultado da cooperação científica entre os especialistas em briófitas do Barsil, envolvendo diferentes instituições com seus respectivos professores e alunos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Kátia Cavalcanti Pôrto - Integrante / Thais de Freitas Vaz - Integrante / Caio Amitrano de Alencar Imbassahy - Integrante / Nivea Dias dos Santos - Integrante / Andreá LuiziPonzo - Integrante / Paulo E A S Câmara - Integrante / Silvana Vilas BoasBastos - Integrante / Camila Azeredo Campos - Integrante / Cid José Passos bastos - Integrante / Steven Paul Churchill - Integrante.

  • 2001 - 2014

    Projeto Flora do Estado do Rio de Janeiro: Briófitas, Descrição: O Brasil apresenta uma brioflora rica quando comparada com os dados existentes na literatura para o mundo e para a América Tropical. São estimadas ca. 13.000 espécies de briófitas (musgos, hepáticas e antóceros) para o mundo, 4.000 para o Neotrópico e 2.200 para o Brasil, o que representa 17% das espécies mundiais e 55% das neotropicais. Em relação as hepáticas, o Brasil apresenta uma brioflora rica (700-750 espécies), com mais da metade das espécies existentes no Neotrópico (1.350 espécies), quase duas vezes o número de espécies da Europa (420 espécies) e ca. 15% das conhecidas para o mundo. Em relação aos musgos, o país também apresenta uma brioflora rica (ca. 2.000 espécies), o que representa 66% das espécies neotropicais (ca. 3.000) e 15% daquelas conhecidas para o mundo (ca.13.000 espécies). Durante muito tempo, o conhecimento das briófitas do Brasil, esteve restrito aos catálogos com dados compilados da literatura. A partir dos anos 70, houve um incremento de flórulas regionais no país, como a elaborada para as campinas amazônicas; Manaus; Guajará-Mirim (Roraima); Amapá; Pará; Acre; Pernambuco; Paraíba; Bahia; Goiás e Tocantins; São Paulo; Espírito Santo; Rio de Janeiro; Rio Grande do Sul, entre outras. Para o estado do Rio de Janeiro, até o presente momento, não existe uma ferramenta que auxilie na identificação das espécies de briófitas. Recentemente, as instituições do estado, visando suprir esta e outras lacunas no conhecimento da sua flora, elaboraram o "Projeto Flora do Estado do Rio de Janeiro", que na primeira etapa objetiva a realização de um diagnóstico ambiental do estado, e numa etapa posterior, o tratamento básico para as espécies da flora do estado, com chaves de identificação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Thais de Freitas Vaz - Integrante / Caio Amitrano de Alencar Imbassahy - Integrante / Camila Azeredo Campos - Integrante / Walace Leal de Castro - Integrante / Nivea dos Santos Dias - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 31 / Número de orientações: 11

  • 1998 - 2000

    The Hepaticae and Anthocerotae of Brazil., Descrição: 2 - Projeto: Contribuição ao conhecimento das hepáticas neotropicais Subprojeto: The Hepaticae and Anthocerotae of Brazil. Período: 1998-2000 A flora de hepáticas e antóceros do Brasil é pouco estudada e o trabalho clássico de Spruce, Hepaticae Amazoniae et Andinae, foi o primeiro para a América do Sul. Posteriormente, pouca atenção foi dada a este grupo de plantas no Brasil. Atualmente, o conhecimento restringe-se a catálogos, flórulas regionais e poucas revisões taxonômicas. Apesar destas publicações, não existia um tratamento básico como o apresentado neste livro para as espécies de hepáticas e antóceros do Brasil. O livro inicia com informações sobre a morfologia das hepáticas e antóceros; diferenças entre os principais grupos de briófitas (musgos, hepáticas e antóceros); e características do gametófito e esporófito de hepáticas e antóceros; fitogeografia e diversidade das hepáticas, no Brasil, com dados para as principais regiões fitogeográficas do país e seus elementos florísticos, distribuição das espécies por estado e zonação altitudinal. Além de uma síntese sobre como estudar as hepáticas e antóceros. O tratamento taxonômico apresenta chaves para as ordens, famílias, gêneros e espécies; descrições para ordens, famílias e gêneros; e ilustrações para metade das espécies. Tal conteúdo representa uma ferramenta fundamental para a briologia no país e em outros países neotropicais, visto que metade das espécies da América tropical está abordada no livro. Para as espécies, são fornecidas informações sobre a ecologia; a variação altitudinal no Brasil; a distribuição, no país e no mundo; além de uma breve discussão, quando necessária, sobre as características e afinidades taxonômicas importantes. Os termos específicos utilizados podem ser consultados no Glossário. A flora de hepáticas e antóceros é calculada em ca. 700 espécies, em 140 gêneros e 39 famílias, com ca. 220 espécies pouco conhecidas ou duvidosas não incluídas no livro.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Stephan Robbert Gradstein - Integrante / Lianna de Castro Molinaro - Integrante / Aline Souza de Oliveira - Integrante / Maria Elena reinerDrehwald - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Fundação Boticário de Proteção a Natureza - Auxílio financeiro / Volkswagen Stiftung - Auxílio financeiro / Fundação Botânica Margaret Mee - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 1987 - Atual

    Contribuição ao conhecimento das briófitas neotropicais, Descrição: Os objetivos deste estudo são: 1) Fornecer uma ferramenta taxonômica para o estudo de famílias de hepáticas no Neotrópico, contribuindo para o conhecimento das espécies, incluindo chaves de identificação, análise florística e fitogeográfica; 2) Suprir a carência de revisões taxonômicas no Neotrópico de famílias de hepáticas consideradas importantes pela representatividade dos seus táxons, embora pouco conhecidas taxonomicamente; 3) Fornecer suporte para estudos de biodiversidade, ecologia e conservação dos ecossistemas neotropicais ameaçados; 4) Contribuir para a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais nas florestas tropicais; 5) Incentivar a inclusão de estudos briológicos na avaliação de áreas naturais, de modo a serem utilizados em decisões relacionadas a conservação e uso sustentável das florestas tropicais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Denise Pinheiro da Costa - Coordenador / Thais de Freitas Vaz - Integrante / Caio Amitrano de Alencar Imbassahy - Integrante / Nivea Dias dos Santos - Integrante / Ana Cláudia Caldeira Tavares - Integrante / Camila Azeredo Campos - Integrante / Walace Leal de Castro - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra., Número de produções C, T & A: 26

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2008

Prêmio no Bicentenário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Diretoria de Pesquisas do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Ministério do Meio Ambiente. , RUA PACHECO LEAO 915, JARDIM BOTANICO, 22460030 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil, Telefone: (21) 32042080, Fax: (21) 32042071, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2011 - Atual

    International Association for Plant Taxonomy

    Vínculo: membro de Committe, Enquadramento Funcional: Committee on Nomenclature for Bryophytes, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    International Code of Botanical Nomenclature - Committee for Bryophyta

  • 2010 - 2013

    Cenargen

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: especialista em hepáticas

  • 2010 - Atual

    Universidade de Brasília, UnB

    Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: pesquisador colaborador

  • 2009 - Atual

    Field Museum

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

  • 2015 - 2015

    Field Museum

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Colaboração em projeto, Carga horária: 40

  • 2015 - Atual

    Sociedad Latinoamericana de Briologia

    Vínculo: membro do comitê, Enquadramento Funcional: Nomenclature Committee for Bryology _IAPT

  • 2010 - Atual

    Sociedad Latinoamericana de Briologia

    Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Internacional Association of Bryologist

  • 2010 - Atual

    Sociedad Latinoamericana de Briologia

    Vínculo: membro do comitê, Enquadramento Funcional: Species Survival Commission_IUCN (Bryophyte)

  • 2007 - Atual

    Sociedad Latinoamericana de Briologia

    Vínculo: Presidente, Enquadramento Funcional: Membro e ex presidente da sociedade

  • 2008 - 2010

    Sociedad Latinoamericana de Briologia

    Vínculo: Presidente, Enquadramento Funcional: Sociedade Latinoamerica de Briologia

  • 2005 - Atual

    International Union For Conservation Of Nature And Nature Resources

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Species Survival Comission bryophyte group, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Atividades dos membros do SSC/IUCN comitê de briófitas: 1) relatório anual das espécies de briófitas ameaçadas e raras e seus habitats no Brasil; 2) compartilhar com o comitê experiências no campo de conservação de briófitas; 3) atuar de forma local e global em favor das briófitas raras e ameaçadas e riqueza de seus habitats. Homepage: www.artdata.slu.se/GUEST/SSCBryo/SSCBryo.htm.

    Atividades

    • 10/2005

      Serviços técnicos especializados , International Union For Conservation Of Nature And Nature Resources, .,Serviço realizado, membro de comitê.

    • 10/2005

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Iucn Ssc Bryophyte Specialists Group, Swedish University Of Agricultural Sciences.,Cargo ou função, Membro de comitê assessor.

  • 2018 - Atual

    Escola Nacional de Botânica Tropical

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 40

  • 2003 - Atual

    Escola Nacional de Botânica Tropical

    Vínculo: Professor do corpo docente, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Professor do Programa de Pós-Graduação da Escola Nacional de Botânica Tropical, Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, desde março de 2003.

  • 2004 - 2006

    Escola Nacional de Botânica Tropical

    Vínculo: Coordenador de Pós-graduação, Enquadramento Funcional: Coordenador de Pós-graduação, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Coordenador de Programa de Pós-Graduação da Escola Nacional de Botânica Tropical, Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Programa Diversidade Vegetal: Conhecer e Conservar, início 10/2004

    Atividades

    • 10/2004

      Direção e administração, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, .,Cargo ou função, Coordenador de Programa.

    • 03/2003

      Pesquisa e desenvolvimento , Ministério do Meio Ambiente, Jardim Botânico do Rio de Janeiro.,Linhas de pesquisa

    • 01/2003

      Ensino, Botânica, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Diversidade de Hepáticas no Brasil, Seminários I, Biologia de Briófitas

  • 2003 - 2012

    Museu Nacional do Rio de Janeiro - UFRJ

    Vínculo: Docente em pós-graduação, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Professor do Programa de Pos-Graduação em Botânica do Museu nacional, Universidade Federal do Rio de janeiro, desde março de 2003.

    Atividades

    • 03/2003

      Ensino, Botânica, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Biologia de Briófitas

  • 2003 - Atual

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Bolsista PQ - Produtividade em, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Projeto: Contribuição ao conhecimento das briófitas neotropicais Subprojeto: Projeto Flora do estado do Rio de Janeiro: Briófitas. Período: 2003-2007 - Flora do estado do Rio de Janeiro: Briófitas (banco de dados, lista de espécies e diagnóstico da brioflora). Período: 2002-2004 - Flora do estado do Rio de Janeiro: Briófitas (mapa digital, prioridades para conservação e homepage). Período: 2003-2006 - Guia taxonômico das espécies de musgos pleurocárpicos do estado. Período: 2003-2005 - Flora do estado do Rio de Janeiro: Manual de Briologia. Período: 2005-2007 - Brioflora da RPPN El-Nagal, Floresta Ombrófila Densa Submontana, município de Magé, Rio de Janeiro. Período: 2005-2007 - Crittogame brasiliane, estudo das coleções de briófitas de Giuseppe Raddi no estado do Rio de Janeiro: 183 anos depois. Período: 2005-2006 digital, prioridades para conservação e homepage). Período: 2003-2006

  • 2001 - 2004

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Bolsista PQ - Produtividade em, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40

    Outras informações:
    PROJETO: Contribuição ao conhecimento das briófitas Neotropicais. SUBPROJETO: A família Metzgeriaceae (Metzgeriales) na América Tropical. Objetiva a revisão criteriosa das espécies de Metzgeriaceae no Neotrópico, visando fornecer uma ferramenta taxonômica consistente para esta importante família de hepáticas. A revisão será publicada na forma de uma monografia, como uma contribuição a série de monografias da Flora Neotropica (The New York Botanical Garden), tendo sida submetida em outubro de 2004, estando em revisão. Os seguintes tópicos são abordados na monografia: 1) Resumo; 2) Introdução; 3) Histórico; 4) Morfologia ; 5) Evolução; 6) Distribuição e Dispersão; 7) Ecologia; 8) Conservação; 9) Terminologia; 10) Tratamento Sistemático; 11) Nomes duvidosos e Táxons excluídos; 11) Agradecimentos; 12) Bibliografia; 13) Lista dos táxons; 14) Lista das exsicatas; 15) Índice de Nomes Científicos. São fornecidos para cada táxon: dados sobre a morfologia do gametófito e esporófito; distribuição geográfica; substrato, altitude e formação vegetacional; material examinado; comentários sobre semelhanças e diferenças com espécies afins; mapa com a distribuição geográfica; status de conservação do táxon; ilustrações das principais características. Objetiva-se neste estudo incentivar novas revisões taxonômicas para o Neotrópico, de famílias de hepáticas consideradas importantes pela grande representatividade de seus táxons, embora pouco conhecidas do ponto de vista taxonômico. Bem como, incentivar a inclusão de estudos briológicos na avaliação de áreas naturais, de modo que possam ser utilizados em decisões relacionadas a conservação e uso sustentável das florestas tropicais.

  • 2001 - 2003

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Membro do Comitê PIBIC/CNPQ no, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 0

    Outras informações:
    Membro do comitê do programa PIBIC/CNPq no Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro

  • 1998 - 2000

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Bolsista PQ - Produtividade em, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Projeto: Contribuição ao conhecimento das hepáticas neotropicais Subprojeto: The Hepaticae and Anthocerotae of Brazil. A flora de hepáticas e antóceros do Brasil é pouco estudada e o trabalho clássico realizado de Spruce (1885), Hepaticae Amazoniae et Andinae, foi o primeiro para a América do Sul. Posteriormente, pouca atenção foi dada a este grupo de plantas no país. Atualmente, o conhecimento da flora restringe-se a catálogos de espécies, flórulas regionais e poucas revisões taxonômicas, não existindo um tratamento básico para as espécies de hepáticas e antóceros do país. O livro inicia com informações sobre a morfologia das hepáticas e antóceros; dados sobre as diferenças entre os principais grupos de briófitas (musgos, hepáticas e antóceros); e características do gametófito e esporófito de hepáticas e antóceros. Também são fornecidas informações sobre a fitogeografia e diversidade das hepáticas, no Brasil, com dados para as principais regiões fitogeográficas do país e seus elementos florísticos, distribuição das espécies por estado e zonação altitudinal. Além disso, uma síntese sobre como estudar as hepáticas e antóceros. O tratamento taxonômico, parte central do livro apresenta chaves para as ordens, famílias, gêneros e espécies; descrições para ordens, famílias e gêneros; e ilustrações para metade das espécies. Tal conteúdo representa uma ferramenta fundamental para a briologia no país e em outros países neotropicais, visto que metade das espécies da América tropical está abordada no livro. Para as espécies, são fornecidas informações sobre a ecologia; a variação altitudinal no Brasil; a distribuição, no país e no mundo; além de uma breve discussão, quando necessária, sobre as características e afinidades taxonômicas importantes. Os termos específicos utilizados ao longo do livro, podem ser consultados no Glossário elaborado. A flora de hepáticas e antóceros do

    Atividades

    • 01/2003

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Diretoria de Pesquisas.,Linhas de pesquisa

  • 2001 - 2004

    Sociedade Botânica do Brasil

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 0

    Outras informações:
    Membro da Comissão Flora do Brasil

    Atividades

    • 07/2001 - 07/2004

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Sociedade Botanica do Brasil, .,Cargo ou função, Membro de comissão Flora do Brasil.

  • 2000 - Atual

    Organização de Flora Neotropica

    Vínculo: Flora Neotropica, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão Organizadora, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/2001

      Serviços técnicos especializados , Organização de Flora Neotropica, .,Serviço realizado, Incentivar os tratamentos monográficos de famílias de briófitas neotropicais.

  • 1987 - Atual

    Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisador Titular III, Carga horária: 40

    Atividades

    • 10/2004

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Ministério do Meio Ambiente, Escola Nacional de Botânica Tropical.,Cargo ou função, Coordenador de Programa de Pós-graduação.

    • 11/2003

      Treinamentos ministrados , Ministério do Mieo Ambiente, Escola Nacional de Botânica Tropical.,Treinamentos ministrados, Bolsista de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq)

    • 08/2002

      Outras atividades técnico-científicas , Diretoria de Pesquisas, Diretoria de Pesquisas.,Atividade realizada, Coordenador substituto.

    • 05/2002

      Outras atividades técnico-científicas , Curadoria do Herbário Rb, Curadoria do Herbário Rb.,Atividade realizada, Curadora substituta.

    • 01/1996

      Outras atividades técnico-científicas , Ministério do Mieo Ambiente, Ministério do Mieo Ambiente.,Atividade realizada, Pareceres em Projetos e Planos de Trabalho.

    • 01/1993

      Outras atividades técnico-científicas , Ministério do Mieo Ambiente, Ministério do Mieo Ambiente.,Atividade realizada, Assessorias a períodicos nacionais.

    • 03/1987

      Pesquisa e desenvolvimento , Ministério do Mieo Ambiente, Diretoria de Pesquisa.,Linhas de pesquisa

    • 09/2002 - 06/2004

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Cprg Comissão Permanente de Coleções e Acesso a Recursos Genéticos, Presidência.,Cargo ou função, Membro de comissão.

    • 04/2001 - 04/2002

      Pesquisa e desenvolvimento , Cnpq Pibic, .,Linhas de pesquisa

  • 2010 - Atual

    Duke University

    Vínculo: colaboração em projetos, Enquadramento Funcional: pesquisador colaborador