Roberta Vial Giacobone

Graduada em Psicologia (PUCRS/2004). Psicanalista com especialização no Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre (CEPdePA/2008). Mestre em Psicologia Clínica pelo Programa de Pós Graduação em Psicologia da PUCRS (2012) com bolsa CNPq. Atualmente é psicóloga clínica e docente nos cursos de Pós Graduação em Psicoterapia Psicanalítica (Unochapecó) e Psicanálise e Contemporaneidade (UniRitter). Coordena a Comissão de Investigação e Pesquisa em Psicanálise do CEPdePA, instituição em que realiza atividade docente em Curso de Especialização. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em psicologia clínica, psicanálise, psicopatologia e pesquisa.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Pós Graduação em Psicologia

2010 - 2012

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Título: O sujeito e as drogas: marcas identitárias e contemporaneidade,Ano de Obtenção: 2012
Mônica Kother Macedo.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Toxicomania, contemporaneidade e psicanálise.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicanálise.

Especialização em Teoria e Técnica Psicanalítica

2004 - 2008

Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre
Título: Pela Sobrevivência psíquica: caçando palavras
Orientador: Denise Costa Hausen

Graduação em Faculdade de Psicologia

1999 - 2004

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Título: As Influências da Cultura sobre a hiperssexualização dos jovens Latentes
Orientador: Jane Kinijnik

Ensino Médio (2º grau)

1994 - 1998

Colégio Marista Assunção

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2011 - 2011

Estágio de Docência em curso de graduação. (Carga horária: 60h). , Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Inquietudes Clínicas: reflexões sobre o fazer em P. (Carga horária: 10h). , Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Clínica Psicanalítica Contemporânea: espaço de cui. (Carga horária: 15h). , Pontificia Universidade Católica do rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em Depressões. (Carga horária: 10h). , Pontificia Universidade Católica do rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

2005 - 2008

Especialização em Teoria e Técnica Psicanalítica. (Carga horária: 960h). , Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre, CEPPA, Brasil.

2005 - 2007

Revisitando a Metapsicologia Freudiana. (Carga horária: 135h). , Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre, CEPPA, Brasil.

2002 - 2005

Técnica Freudiana. (Carga horária: 132h). , Professora Denise Hausen, DENISEHAUSEN, Brasil.

2003 - 2004

Revisitando Winnicott. (Carga horária: 2h). , Instituto de Terapias Integradas, ITI, Brasil.

2003 - 2003

Extensão universitária em A Educação Familiar Em Evolução o Desafio da Diver. (Carga horária: 15h). , Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

2002 - 2002

Curso de Formação de equipes. (Carga horária: 3h). , Departamento Municipal de Limpeza Urbana de POA, DMLU, Brasil.

2002 - 2002

Psicanálise na Adolescência. (Carga horária: 8h). , Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre, CEP-PA, Brasil.

2002 - 2002

Revisitando a Clínica de Freud. (Carga horária: 12h). , Núcleo de Estudos Sigmund Freud, SIG, Brasil.

2001 - 2001

Qualificação e desenvolvimento de coord. de equipe. (Carga horária: 60h). , Departamento Municipal de Limpeza Urbana de POA, DMLU, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em Temas de Psiquiatria. (Carga horária: 26h). , Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

1999 - 1999

Psicanálise da Família. (Carga horária: 8h). , Instituto Contemporâneo, IC*, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicanálise.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia do Desenvolvimento Humano.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Tratamento e Prevenção Psicológica/Especialidade: Intervenção Terapêutica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

HAUSEN, D. ; GIACOBONE, Roberta Vial ; WEINNMAN, A. ; DREHMER, L. . Psicanálise: método Investigativo. 2016. (Outro).

HAUSEN, D. ; EIZIRIK, C. ; DALLAZEN, L. ; GAGEIRO, A. ; SANTOS, S. ; DUNKER, C. ; GIACOBONE, Roberta Vial . Colóquio de Pesquisa Psicanalítica. 2014. (Outro).

GIACOBONE, Roberta Vial . VII Jornada da Pós-Graduação em Psicologia da PUCRS. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Psicanálise: método Investigativo.O inconsciente em escuta: implicações ao método. 2016. (Encontro).

A clínica do mal-estar - VII Simpósio do Programa de Pós-graduação em Psicanálise da UERJ.Sobre ética em Psicanálise e Consumo de drogas: a subjetividade em questão. 2011. (Simpósio).

O prazer e a realidade.A dor psiquica no sujeito da drogadição. 2011. (Simpósio).

Psicoanalisis: una experiencia de fronteras. O feitiço de Farmakon: reflexões sobre toxicomanias e psicanálise. 2011. (Congresso).

Realidades: estrategias psicoanaliticas. el dolor psiquico en el sujeto de la adiccion. 2010. (Congresso).

VII Jornada da Pós-graduação em psicologia da PUCRS.O sujeito da dependência químca: um olhar psicanalítico acerca da alquimia dos humores. 2010. (Outra).

A escuta das zonas psíquicas a partir da clínica. 2009. (Encontro).

Setting Analítico.Édipo, uma criação freudiana: de enigma a esfinge. 2008. (Simpósio).

Vínculo Analítico Criativo na Clínica e na Formação. A Pesquisa Psicanalítica é uma possibilidade de aplicação do método da psicanálise?. 2008. (Congresso).

"As experiências arcaicas e suas linguagens. 2007. (Outra).

Psicanálise: Teoria, Método Investigativo e Processo Terapêutico.E afarda virou fardo? Da clínica a metapsicologia. 2007. (Simpósio).

Uma Epistemologia para a Psicanálise. 2007. (Seminário).

VI Congresso da FLAPPSIP. Terrorismo e Genocídio: a violência contra as massas. 2007. (Congresso).

VI Congresso da FLAPSSIP. 2007. (Congresso).

Ciclo de Estudos com Luis Hans: O Recalque. 2006. (Outra).

Desconstruções em Psicanálise. 2006. (Encontro).

Ética e Identificações na Psicanálise e na Cultura. 2006. (Congresso).

Transferências: como trabalha um psicanalista.O desvendar e o construir em psicanálise. 2006. (Simpósio).

Ciclos da vida: a saúde da gestação a velhice. O luto matrimonial na perspectiva de senhoras da terceira idade. 2004. (Congresso).

Jornada de Abertura: "A Diferença Entre os Sexos".. 2004. (Outra).

Uma ou Várias Psicanálises. Sociedade do Irrepresentável. 2004. (Congresso).

V Salão de Iniciação Científica.Pesquisa em Psicanálise. 2004. (Outra).

XII Jornada Anual do Instituto de Terapias Integradas de Porto Alegre. Sociedade do Irrepresentável. 2004. (Congresso).

XII Jornada Anual do Instituto de Terapias Integradas de Prto Alegre. 2003. (Simpósio).

XIX Congresso Brasileiro de Psicanálise. 2003. (Congresso).

Doenças da Alma na Contemporaneidade. 2002. (Congresso).

VIII Jornada Científico Acadêmica da Faculdade de Psicologia da PUCRS. 2001. (Simpósio).

Cilco de Palestra Sobre Temas Atuais Em Família. 2000. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Sandra Djambolakdjian Torossian

TOROSSIAN, S. D.; MACEDO, M.; CONTE, Bárbara. O sujeito e as drogas: marcads identitárias na contemporaneidade. 2012. Dissertação (Mestrado em PPG Psicologia) - Psico (PUCRS).

Bárbara de Souza Conte

CONTE, Bárbara de Souza. O sujeito e as drogas: Marcas identitárias e contemporaneidade. 2012. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-Graduação em Psiologia PUCRS.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Adriana Fatima Port

VÍNCULO MÃE-BEBÊ: SENTIMENTOS NA SEPARAÇÃO AO FINAL DA LICENÇA MATERNIDADE; Início: 2017; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; (Orientador);

Kaline Marcon

Psicanálise e Feminilidade; Início: 2017; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; (Orientador);

Luan Mattos

Perfil Psicopatológico do Coringa; Início: 2016; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; (Orientador);

Magda Martins

Psicanálise e Literatura- decorrências do amor em Dom Casmurro; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicanálise e Contemporaneidade) - Centro Universitário Ritter dos Reis; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Cesar Augusto Kampff

A TRANSFERENCIA NA RELAÇÃO ALUNO/PROFESSOR FORA DA SDALA DE AULA; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicanálise e Contemporaneidade) - Centro Universitário Ritter dos Reis; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Karina Predebon

A SALA DE AULA COMO UM ESPAÇO POTENCIAL: INTERLOCUÇÃO ENTRE PSICANÁLISE E EDUCAÇÃO; ; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicanálise e Contemporaneidade) - Centro Universitário Ritter dos Reis; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Giovana Fiorentin

DE FREUD À ATUALIDADE-NUANCES ENTRE O AMOR E A CASTRAÇÃO: A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE INFANTIL A PARTIR DA FUNÇÃO MATERNA E PATERNA; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Bruna Vicenzi

NARCISISMO MATERNO: meu filho ideal; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Eliane Capeletto

ASPECTOS ASSOCIADOS AO TRANSTORNO DE COMPULSÃO ALIMENTAR PERIÓDICA: uma perspectiva psicanalítica; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Tânia Mara Valentini

O PERVERSO - A PRESA DO OLHAR EM DON JUAN; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Cristiane Eichelberger

A Relação do Adoecimento Materno com o desenvolvimento psíquico da criança; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Alcidete Bielak

Estruturas Narcisistas: manejo na clínica psicanalítica; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Salete Damian

A Psicossomática e a Escolha do órgão: aportes psicanalíticos; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Rosa Taisa Urnau Sguissardi

Considerações sobre a Função Anaitica na clínica do Autismo; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Roberto Deitos

Facebook e constituição da Autoimagem/Aceitação Social na contemporaneidade; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu em PSICOTERAP) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Roberta Vial Giacobone;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

MÔNICA MEDEIROS KOTHER MACEDO

O sujeito e as drogas: marcas identitárias e contemporaneidade; 2012; Dissertação (Mestrado em Pós Graduação em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Mônica Medeiros Kother Macedo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2017 MARTINS, M. ; GIACOBONE, Roberta Vial . Literatura e Psicanálise - decorrências do amor em Dom Casmurro. Revista do CEP-PA , v. 24, p. 13-26, 2017.

  • 2017 GIACOBONE, Roberta Vial ; ROCHA, B. M. ; TERRA, C. ; SEMENSATO, M. ; ANTONIAZZI, S. . Entre ciencia e singularidade - o inconsciente. Revista do CEP-PA , v. 24, p. 155-162, 2017.

  • 2013 GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, Mônica Kother . Cultura e desejo: a construção da identidade adicta no contexto contemporâneo. Revista Ágora (Rio de Janeiro) , v. xvi, p. 57-70, 2013.

  • 2012 Dallazen, Lizana ; GIACOBONE, Roberta Vial ; Kother, Mônica Macedo ; Kuppermann, D. . Sobre a ética em pesquisa na psicanálise. Psico (PUCRS. Impresso) , v. 43, p. 43-56, 2012.

  • 2011 GIACOBONE, Roberta Vial ; Greff, Bruno . Marcas do Contemporâneo na Subjetivação: uma pedra no caminho da Psicanálise?. Revista do CEP-PA , v. VI, p. 22-31, 2011.

  • 2009 GIACOBONE, Roberta Vial . Pela Sobreviviência Psiquica: caçando palavras. Revista do CEP-PA , v. 15, p. 23-28, 2009.

  • 2008 Dallazen, Lizana ; GIACOBONE, Roberta Vial . Fazer Pesquisa Psicanalítica: possibilidades de aplicalção do método da Psicanálise. Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul , v. 7, p. 108-118, 2008.

  • 2008 GIACOBONE, Roberta Vial . Mais que tu: o amor ao avesso. Revista do CEP-PA , v. 14, p. 13-20, 2008.

  • 2007 ACCIOLY, A. ; CAMPOS, I. ; GIACOBONE, Roberta Vial ; Paim, Ignácio ; SOUZA, C. ; SANTOS, A. ; MENEZES, L. . A constituição do eu entre a imortalidade de Narciso e a mortalidade de Édipo. Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul , v. 6, p. 102-111, 2007.

  • 2006 GIACOBONE, Roberta Vial ; ACCIOLY, A. ; CAMPOS, I. ; CORREA, J. ; MENEZES, L. ; Paim, Ignácio ; SANTOS, A. ; SOUZA, C. . E a farda, virou fardo? Da clínica à metapsicologia. Revista do CEP-PA , v. 13, p. 23-37, 2006.

  • 2004 GIACOBONE, Roberta Vial . A dor de não poder ser. Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul , v. 1, p. 47-52, 2004.

  • KRALIK, P. ; GIACOBONE, Roberta Vial . Literatura e Subjetividade: as formas de ficção do si. In: Paulo Kralik. (Org.). A Criação da Memória. 1ed.Porto Alegre: EdiPUCRS, 2014, v. 1, p. 01-65.

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Proteção Narcísica ou Abandono Egóico: reflexões sobre subjetividades drogadictas. In: Tais Starling, Marcia Semensato e Rosana Nora. (Org.). Para uma Introdução ao Narcisismo: reflexos e reflexões. 1ed.Porto Alegre: CepdePA, 2014, v. 1, p. 33-380.

  • DOCKHORN, C. N. B. F. ; GIACOBONE, Roberta Vial ; RIGONI, M. ; MACEDO, M. M. K. . Complexidades no campo das adições: para pensar a subjetividade na toxicomania. In: Macedo, M.M.K; Werlang, B.S. (Org.). Psicanálise e Universidade: reflexões no cenário da pesquisa. 1ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2012, v. 1, p. 320-335.

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; PETRACCO, Milene Mabilde . Sobre metáforas delirantes: reflexões acerca das travessias na experiência clínica das psicoses. In: PAIM, Ignácio; ALMEIDA, Renata. (Org.). Entre Freud, Schreber e a Clínica: escritos da alma. 1ed.Porto Alegre: Sulina, 2012, v. , p. 49-64.

  • Dal Pra, Alexandra ; Detoni, Felipe ; GIACOBONE, Roberta Vial ; Baumgart, Rosana ; Detoni, Elise ; Souto, Viviane . O Tempo da Trans-forma-ação Psicanalítica. In: Souto, Viviane. (Org.). Formação Psicanalítica: fatos e versões. 1ed.PORTO ALEGRE: Letra e vida, 2010, v. , p. 7-171.

  • GIACOBONE, Roberta Vial . O Interjogo desejo e cultura. PSICO, São Paulo, p. 8 - 12, 04 maio 2016.

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Depoimento de Roberta Giacobone. Boletim Informativo CEPdePA, PORTO ALEGRE, p. 3 - 3, 01 jul. 2011.

  • GIACOBONE, Roberta Vial . As perspectivas futuras da terapêutica analítica: a clínica das toxicomanias. Boletim Informativo do CEPde PA, Porto Alegre, 15 jul. 2010.

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Psicanálise: transmissão, transição. Boletim informativo do CEPdePA, p. 11 - 11, 01 jul. 2009.

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; Dal Pra, Alexandra ; Detoni, Felipe . Onde está o divã?. Boletim Informativo do CEPPA, 01 nov. 2007.

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, Mônica Kother . O Feitiço de Farmakon: Reflexões sobre toxicomanias eo corpo. In: VI COngresso Latinoamericano - Psicoanalisis: una experiencia de fronteras, 2011, Buenos Aires. Psicoanalisis: una experiencia de fronteras, 2011. p. 403-408.

  • Dallazen, Lizana ; GIACOBONE, Roberta Vial ; Kother, Mônica Macedo . Ética, Pesquisa e Psicanálise. In: VI Congresso Latinoamericano da FLAPPSIP, 2011, Buenos Aires. Psicoanalisis: una experiencia de fronteras, 2011. p. 395-402.

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; Kother, Mônica Macedo . El dolor psiquico en el sujeto de la adiccion. In: Realidades: estrategias psicoanaliticas, 2010, Buenos Aires. Realidades: estrategias Psicoanaliticas. buenos aires: Escuela Argentina de Psicoanalisis para pos grados, 2010. v. 1. p. 11-294.

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; Kother, Mônica Macedo . O sujeito da dependência química: um olhar psicanalítico acerca da alquimia dos humores. In: VII Jornada da Pós-graduação em psicologia da PUCRS, 2010, Porto Alegre. Construções da Pesquisa em Psicologia, 2010.

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; ROCHA, B. M. ; TERRA, C. ; POLETTO, M. ; SEMENSATO, M. ; DREMER, L. ; ANTONIAZZI, S. ; KRUG, U. . Entre Imagens e Palavras: sobre as possíveis representações de psicanálise. Revista do CEP-PA , 2015.

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Diferenças e Semelhanças entre Psicoterapia de Apoio, Psicoterapia por insight e Psicanalise. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . A História e as Características da Psicoterapia Breve. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Discutindo um caso clínico Borderline sob a perspectiva da psicoterapia breve. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Psicanálise e Drogadição: intersecções possíveis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, Mônica Kother . A Dor Psíquica no sujeito da drogadição. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, Mônica Kother . O Feitiço de Farmakon: reflexões sobre toxicomanias e o corpo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Dallazen, Lizana ; GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, Mônica Kother . Ética, Pesquisa e Psicanálise. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, M. M. K. . A dor psíquica no sujeito da drogadição. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Pais e filhos: A avaliação das crianças. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Dallazen, Lizana ; GIACOBONE, Roberta Vial ; Kother, Mônica Macedo ; Kuppermann, D. . Sobre a ética em Psicanálise. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; DOCKHORN, C. N. B. F. ; Santos,, Rafael ; Ondere, Jorge ; MACEDO, Mônica Kother . Consumo de Drogas: a subjetividade em questão. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; Dallazen, Lizana ; Kother, Mônica Macedo ; Kuppermann, D. . Ética, Psicanálise e Pesquisa. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . A clínica com crianças: minha experiência. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Adições. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Drogas: uma escuta psicanalítica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MACEDO, Mônica Kother . O sujeito da dependência química: um olhar psicanalítico acerca da alquimia dos humores. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Drogas: uma escuta psicanalítica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Adicções. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Adições. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . A luta pela sobrevivência: caçando palavras. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Sobre o início do tratamento. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Apresentação de Caso clínico. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Dallazen, Lizana ; GIACOBONE, Roberta Vial . Fazer pesquisa psicanalítica: uma possibilidade de aplicação do método da psicanálise. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; CAMPOS, I. ; ACCIOLY, A. ; Paim, Ignácio ; SOUZA, C. . Édipo, uma criação freudiana: de enigma a esfinge. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • ACCIOLY, A. ; CAMPOS, I. ; CORREA, J. ; GIACOBONE, Roberta Vial ; MENEZES, L. ; Paim, Ignácio ; SOUZA, C. . A constituição do eu entre a imortalidade de narciso e a mortalidade de édipo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • ACCIOLY, A. ; CAMPOS, I. ; GIACOBONE, Roberta Vial ; Paim, Ignácio ; SOUZA, C. . E a farda virou fardo? da clínica a metapsicologia. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Partilhando Experiências e trajetória do recém formado. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; Dal Pra, Alexandra . O desvendar e o construir em psicanálise: sobre as dores e as delícias de sermos o que somos. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • ALEXANDRA, ; GIACOBONE, Roberta Vial ; BUSNELLO, R. ; RIBAS, F. . A Sociedade do Irrepresentável. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • BUSNELLO, R. ; Dal Pra, Alexandra ; GIACOBONE, Roberta Vial ; RIBAS, F. . Sociedade do Irrepresentável. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; POLI, Maria Cristina ; SALVADOR, Fernanda . Pesquisa em Psicanálise. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MOUSSALLE, Daniela . O Luto Matrimoinial na perspectiva de Senhoras da Terceira Idade. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GIACOBONE, Roberta Vial ; MOUSSALLE, Daniela . O luto matrimonial na perspectiva de senhoras da terceira idade. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Apresentação de estudo de Caso. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Experiência de estágio: projeto Ilha Grande dos Marinheiros. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIACOBONE, Roberta Vial . Inteligência Musical. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

GIACOBONE, Roberta Vial ; HAUSEN, Denise Costa . Subjetividade e dependência química: contribuições psicanalíticas. 2011. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2010 - 2012

    O sujeito da dependência química: contribuições psicanalíticas, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva evidenciar as contribuições que a teoria psicanalítica pode porporcionar no entendimento da subjetivação de indivíduos que sofrem de dependência química. O método que norteia esse estudo é de cunho qualitativo. Participarão 3 sujeitos de 15 a 25 anos que tenham buscado atendimento em uma insituição de atendimento para dependência química. O participante, após ter assinado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), fará parte de uma série de 4 entrevistas semidirigidas, gravadas em áudio para posterior transcrição. O projeto contará também com a realização de uma entrevista com os familiares/cuidadores de cada um destes sujeitos. A análise dos dados obtidos será feita pelo método de Análise Interpretativa, proposto por Frederick Erickson. Com isso pretende-se, além da compreensão do fenômeno, que os resultados auxiliem em políticas preventidas frente a epidemia de drogadição na atualidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / MACEDO, Mônica Kother - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    O Usuário de Crack: perfil e subjetividade de uma condição de assujeitamento, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa procura descrever e compreender o perfil e os motivos que levam alguns sujeitos ao uso abusivo de crack, bem como explorar em profundidade os fatores relacionados aos eventos da história destes sujeitos associados a sua dependência química. Com isso pretende-se contribuir com as políticas preventivas e de tratamento para dependentes químicos. Para tal, serão aplicados, com o objetivo de caracterizar a amostra, além de uma Ficha Sociodemográfica elaborada pelo Grupo de Pesquisa Fundamentos e Intervenções em Psicanálise, os instrumentos contidos no software ADM:Full Set New Purchase, o Inventário de Comportamento da Infância e Adolescência (CBCL), o Youth Self Report (YSR), o Adult Self-Report (ASR) e o Adult Behavior Check List (ABCL) respondidos por todos os participantes, bem como por seus familiares/cuidadores, de acordo com a faixa-etária. Também será realizada uma série de 05 entrevistas, quatro com o participante e uma com seus familiares/cuidadores. O conjunto destes dados irá compor o Estudo de Caso de cada participante. O método utilizado é qualitativo conforme o proposto por Frederick Erickson (1997) e denominado Análise Interpretativa. Este método permite ao pesquisador descobrir os diferentes estratos de universalidade e particularidades presentes no caso específico estudado, valendo-se da generalização lógica e não estatística.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / MACEDO, Mônica Kother - Coordenador / Carolina Neumann de Barros Falcão Dockhorn - Integrante / Maísa Rigoni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2004

    Castração: um conceito revisitado, Descrição: Colaboradora no projeto de Pesquisa entitulado " Castração: um conceito revisitado", desenvolvido pela prof. Denise Costa Hausen no Pós Graduação da Faculdade de Psicologia, no grupo da Prof. Doutora Neuza Guareschi. A assistência ocorre no sentido de discussões teóricas com a professora, leitura crítica do marterial pertinente ao trabalho, resumos teóricos de material pertinente, formatação do trabalho, bem como o seu enquadramento dentro das Normas da APA.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Denise Costa Hausen - Coordenador / Neuza Guareschi - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

  • 2004 - 2006

    A Construção da fantasia: a representação do originário na clínica das neuroses e no laço social, Descrição: Descrição: Propor como tema de pesquisa a construção da fantasia representa abordar o cerne da experiência psicanalítica. A fantasia constitui, ao lado do conceito de inconsciente, o fundamento tanto da teoria como da técnica e do método psicanalítico. Ela fundamenta o pressuposto epistemológico da psicanálise, na medida em que se apóia na concepção de "realidade psíquica". Mas é, também, um preceito ético, pois visa à produção de sujeito, incluindo-o em uma estrutura que a priori lhe é estrangeira. Trata-se aí do processo de subjetivação que a construção da fantasia em análise permite. Esta pesquisa tem como objetivos: pesquisar o processo de construção da fantasia, tanto no sentido do estudo sobre a origem das representações quanto das condições de representação das origens nos indivíduos e nas coletividades; estudar os fundamentos epistemológicos da pesquisa em psicanálise, de modo a precisar conceitualmente o tema do originário e da representação no âmbito de uma pesquisa sobre a "construção da fantasia"; analisar os enlaces entre a clínica das neuroses e o laço social na construção da fantasia. A pesquisa comportará a realização de uma revisão conceitual sobre o tema da fantasia, desde Freud aos trabalhos mais atuais. Como já é tradição no campo psicanalítico, dedicar-se-á também parte dos estudos conceituais ao diálogo interdisciplinar. O estudo da fantasia será pautado, igualmente, por uma noção ampliada de clínica, própria a uma metodologia de pesquisa da psicanálise. A análise de livros de literatura, de filmes, mas também de recortes da psicopatologia da vida cotidiana - como relatos de sonhos ou de atos falhos - poderão ser mencionados e analisados. As hipóteses de trabalho são, portanto, construídas na intersecção entre individual e social: é neste enlace que as produções singulares - abarcadas pela noção ampla de "formações do inconsciente" - tentam dar conta da produção de um registro de sujeito. (de 03/2004 a 06/2006).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Roberta Vial Giacobone - Integrante / Maria Cristina Poli - Coordenador / Diogo Watson - Integrante / Bruna Campos Pinto - Integrante / Fernanda Salvador - Integrante / Carla de Barros Menegat - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - 2016

    Universidade Comunitária da Região de Chapecó

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular

    Outras informações:
    Professora Titular da Disciplina Teoria da técnica II - Interpretação no Curso de Pós graduação em Psicoterapia Psicanalítica Lato Senso

  • 2015 - 2015

    Universidade Comunitária da Região de Chapecó

    Vínculo: Prestador de Serviço, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Disciplina Ministrada: Fundamentos do Processo Psicoterápico (30horas/aula)

  • 2014 - 2015

    Universidade Comunitária da Região de Chapecó

    Vínculo: Prestador de Serviço, Enquadramento Funcional: Orientador de TCC

    Outras informações:
    Disciplina Ministrada: Orientação de Trabalho de Conclusão de Curso

  • 2014 - 2014

    Universidade Comunitária da Região de Chapecó

    Vínculo: Prestador de Serviço, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Disciplinas Ministradas: Estruturas Narcisistas (30 horas/aula)

  • 2014 - 2014

    Universidade Comunitária da Região de Chapecó

    Vínculo: Prestador de Serviço, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Disciplina Ministrada: Técnica III: Fatores Terapêuticos e Antiterapêuticos

  • 2016 - 2016

    Centro Universitário Ritter dos Reis, UniRITTER

    Vínculo: Prestador de serviço, Enquadramento Funcional: Professor titular

    Outras informações:
    Professora Titular na disciplina de Pesquisa Psicanalítica I no curso de Pós-graduação Psicanálise e Contemporaneidade Lato Senso

  • 2016 - 2016

    Centro Universitário Ritter dos Reis, UniRITTER

    Vínculo: Prestador de Serviço, Enquadramento Funcional: Professor titular

    Outras informações:
    Professora Titular na disciplina de Pesquisa Psicanalítica II no curso de Pós-graduação Psicanálise e Contemporaneidade Lato Senso

  • 2017 - Atual

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora titular, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Professora Titular na Disciplina de Psicopatologia I.

  • 2012 - Atual

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Coordenadora da Comissão, Enquadramento Funcional: Coordena Comissão de Investigação e Pesquisa, Carga horária: 3

    Outras informações:
    Comissão de carater civil e não governamental que se dedica ao desenvolvimento de Pesquisas nas seguintes temáticas: ética, psicanálise, pesquisa, cultura.

  • 2015 - 2015

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora titular, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Disciplina Ministrada: Psicopatologia I

  • 2014 - 2014

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Auxiliar de ensino, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Ensino no Curso de Especialização, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Auxiliar no seminário de Lacan I

  • 2013 - 2013

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Membro da Comissão Científica, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão Científica, Carga horária: 2

  • 2011 - 2011

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Membro Associado, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Ensino do Curso de Especialização, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Auxiliar de Ensino do Curso de Especialização em Psicanálise. Disciplina ministrada: Seminário de Freud II

  • 2009 - 2009

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Membro Associado, Enquadramento Funcional: Auxiliar de ensino do curso de especialização, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Auxiliar de ensino do curso de especialização em Psicanálise. Disciplina ministrada: Seminário de Freud III

  • 2008 - 2008

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Auxiliar de ensino no curso de Especialização, Carga horária: 1

    Outras informações:
    Grupo de estudos CEP estudante: As Grandes Estruturas Psiíquicas: Neurose, Psicose e Perversão coordenado pela psicanalista Clarice Tesch

  • 2005 - 2006

    Centro de estudos Psicanalíticos de Porto Alegre

    Vínculo: Membro Associado, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão de Grupos de Estudos, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Elaboração de atividades de caráter científico destinadas aos estudantes do curso de especialização em Psicanálise da instituição e aos membros da comunidade.

  • 2004 - Atual

    Consultório Particular

    Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Psicanalista, Carga horária: 30

  • 2006 - Atual

    Espaço Analítico

    Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Psicóloga clínica - Infância e Adultez, Carga horária: 10

    Outras informações:
    Serviço Realizado Atendimento Psicoterápico

  • 2012 - 2012

    Espaço Analítico

    Vínculo: DOcente, Enquadramento Funcional: Curso de Curta duração, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Docente no Curso de Curta Duração "Subjetividade e Dependência Química: contribuições Psicanalíticas" (6 horas/aula)

  • 2013 - 2015

    CLIN

    Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Psicanalista, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Atendimento clínico

  • 2013 - 2014

    Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Editora da Revista Diaphora, Enquadramento Funcional: Editora da Revista Diaphora, Carga horária: 6

  • 2010 - 2012

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista de Mestrado CNPq, Enquadramento Funcional: Mestranda em Psicologia Clínica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista CNPq

  • 2011 - 2011

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio de Docência, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Estágio de Docência Acadêmica realizado na Disciplina de Metapsicologia Psicanalítica I ministrada pela Professora Mônica Kother Macedo. Trabalho realizado durante o mestrado em psicologia clínica, subsidiado pelo CNPq.

  • 2004 - 2004

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Livre, Carga horária: 20

    Outras informações:
    O grupo de pesquisa em psicanálise vem se estruturando no setor do pós-graduação desde março de 2004. A partir do mês de abril iniciaram as discussões teóricas acerca da proposta de se pesquisar dentro do enfoque psicanalítico, através de um grupo que se reune semanalmente e que é composto pela prof. Doutora Maria Cristina Poli, responsável pelo grupo, uma mestrando, dois alunos do curso de graduação em psicologia - auxiliares de pesquisa - e dois alunos formandos do curso de graduação em psicologia - colaboradores do grupo. .

  • 2002 - 2004

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Iniciação científica, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Colaboradora no projeto de pesquisa entitulado " Castração: um conceito revisitado", tese que foi desenvolvida pela professora Denise Costa Hausen no Programa de Pós Graduação da Faculdade de Psicologia, no grupo de pesquisa da Professora Doutora Neuza Guareschi. A assistência ocorre no sentido de discussões teóricas com a professora, leitura crítica do marterial pertinente ao trabalho, resumos teóricos de material pertinente, formatação do trabalho, bem como o seu enquadramento dentro das Normas da APA. .

  • 2002 - 2004

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Monitora, Enquadramento Funcional: Monitora de Disciplina na Graduação em Psico

    Outras informações:
    Monitora da disciplina de psicologia Clínica II, ministrada pela prof. Denise Hausen. Monitora da disciplina de psicologia clínica III, ministrada pela prof. Denise Hausen. Monitora da disciplina de Teorias e Técnicas Psicoterápicas I, ministrada pela prof. Denise Hausen. Monitora da discipliina de psicologia aplicada e acompanhamento IV, no curso de Ciências aeronáuticas, ministrada pela prof. Itala Puga.

  • 2002 - 2002

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Colaboradora em pesquisa, Enquadramento Funcional: Pesquisadora V/oluntária, Carga horária: 10

    Outras informações:
    Voluntária para coleta de dados da pesquisa entitulada "Interação Família-Escola: a perspectiva de técnicos em educação", realizada pelo grupo de pesquisa " Dinâmica das relações familiares" do Programa de Pós-Graduação em psicologia .

  • 2002 - 2002

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Monitora, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Monitoria na disciplina Teorias e Técnicas Psicoterápicas I

    Atividades

    • 08/2002 - 06/2004

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Psicologia, Faculdade de Psicologia.,Atividade realizada, Monitora da disciplina de Teorias e Técnicas Psicoterápicas I, ministrada pela prof. Denise Hausen..

    • 08/2002 - 06/2004

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Psicologia, Faculdade de Psicologia.,Atividade realizada, Monitor da disciplina de psicologia Clínica II, ministrada pela prof. Denise Hausen..

    • 03/2003 - 08/2003

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Psicologia, Faculdade de Psicologia.,Atividade realizada, Monitora da discipliina de psicologia aplicada e acompanhamento IV, no curso de Ciências aeronáuticas, ministrada pela prof. Itala Puga..

    • 03/2003 - 07/2003

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Psicologia, Faculdade de Psicologia.,Atividade realizada, Monitora da disciplina de psicologia clínica III, ministrada pela prof. Denise Hausen..

  • 2005 - 2006

    Estágio Sul

    Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor RH, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Atividade Realizada: Acompanhamento funcional de estagiários e profissionais cadastrados na Estágio Sul e contratados por empresas conveniadas.

  • 2003 - 2004

    Instituto de Terapias Integradas

    Vínculo: estagiária, Enquadramento Funcional: estagiária de psicologia clínica, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Atendimento ambulatorial de pacientes em psicoterapia psicanalítica.

    Atividades

    • 03/2003 - 01/2004

      Estágios , Instituto de Terapias Integradas, .,Estágio realizado, estagio em psicologia clínica - curricular.

  • 2001 - 2001

    Hospital espírita de Porto Alegre

    Vínculo: estágio, Enquadramento Funcional: estagiária de psicopatolgia, Carga horária: 12

    Atividades

    • 03/2001 - 07/2001

      Estágios , Setor de Psicologia, 3º E.,Estágio realizado, Estágio de psicopatolgia.

  • 2003 - 2004

    Empresa Pública de Transporte e Circulação

    Vínculo: estagiária, Enquadramento Funcional: estagiária de psicologia institucional, Carga horária: 20

    Outras informações:
    - Realização de grupos Opertivos; - Colaboradora e coordenadora do projeto RHOTA- RH Otimizando o trabalho dos agentes; - Realização de acompanhamento psicológico aos agentes de fiscalização de trânsito e transporte do município de Porto Alegre.

    Atividades

    • 07/2003 - 06/2004

      Estágios , Recursos Humanos, Coordenação de Avaliação e Acompanhamento.,Estágio realizado, Estágio em psicologia institucional - curricular.

  • 2001 - 2003

    Departamento Municipal de Limpeza Urbana

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: estagiária de psicologia comunitária, Carga horária: 20

    Atividades

    • 10/2002 - 02/2003

      Estágios , Coordenação de Relações Exteriores, Assessoria Comunitária.,Estágio realizado, Projeto Agente: reduzindo resíduos, recilcnado idéias. Colaboradora e palestrante dos cursos de qualificação profissional dos agentes de saúde do muncípio de Porto Alegre..

    • 05/2001 - 02/2002

      Estágios , Coordenação de Relações Exteriores, Assessoria Comunitária.,Estágio realizado, Estagiária no Programa Coletivo de Trabalho/Projeto na Ilha Grande dos Marinheiros.

  • 2017 - Atual

    Instituto Contemporâneo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora titular, Carga horária: 22

    Outras informações:
    Professora Titular da disciplina Freud I.

  • 2017 - 2017

    Instituto Contemporâneo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora Titular, Carga horária: 22

    Outras informações:
    Professora titular na disciplina Freud I.

  • 2016 - 2016

    Instituto Contemporâneo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora Titular, Carga horária: 22

    Outras informações:
    Professora Titular na disciplina de Freud III

  • 2016 - 2016

    Instituto Contemporâneo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Supervisora Clinica, Carga horária: 2

  • 2015 - 2015

    Instituto Contemporâneo

    Vínculo: Colaboradora, Enquadramento Funcional: Professora Titular, Carga horária: 22

    Outras informações:
    Professora na Disciplina de Freud III.