Emerson José Venancio

Graduado em Ciências Biológicas, Universidade Estadual de Londrina (UEL, 1991), com mestrado em Microbiologia, UEL (1995), doutorado em Biologia Molecular, Universidade de Brasília (2002) e pós-doutorado em Imunoquímica, Instituto Butantan (2012). Atualmente é professor associado da disciplina de Imunologia do Departamento de Ciências Patológicas da UEL e trabalha em projetos que investigam a produção e o desenvolvimento de aplicações biotecnológicas para os anticorpos IgY; a relação da imunidade e nutrição em aves; e a resistência a antimicrobianos em bactérias.

Informações coletadas do Lattes em 21/04/2024

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular)

1998 - 2002

Universidade de Brasília, UnB
Título: Expressão Diferencial e Caracterização de Genes no Dimorfismo do Fungo Patogênico Paracoccidioides brasiliensis
, Ano de obtenção: 2002. Maria Sueli Soares Felipe. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Paracoccidioides brasiliensis; DDRT-PCR; Differentially expressed genes; Pbkex2.Grande área: Ciências Biológicas

Mestrado em Microbiologia

1992 - 1995

Universidade Estadual de Londrina
Título: Estudo da Resistência Sérica de Escherichia coli Aviária, Ano de Obtenção: 1995
Orientador: Eiko Nakagawa Itano
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Resistência sérica; Avian Escherichia coli; Escherichia coli aviária.Grande área: Ciências Biológicas

Graduação em Ciências Biológicas

1987 - 1991

Universidade Estadual de Londrina

Pós-doutorado

2011 - 2012

Pós-Doutorado. , Instituto Butantan, IBU, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação Araucária, FUNDAÇÃO ARAUCÁR, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Formação complementar

2015 - 2015

Workshop de Revisão Sistemática I, Curso Básico. (Carga horária: 8h). , Centro Cochrane do Brasil, CCB, Brasil.

2015 - 2015

Workshop de Revisão Sistemática II, Curso Básico. (Carga horária: 8h). , Centro Cochrane do Brasil, CCB, Brasil.

2013 - 2013

Curso de Capacitação para Avaliadores de Cursos de. (Carga horária: 64h). , Governo do Estado do Paraná, GOVERNO/PR, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos.

Organização de eventos

Venancio, EJ . II Congresso de Imunologia Aplicada. 2023. (Congresso).

VENANCIO, E. J. ; COSTA, Ivete Conchon ; WATANABE, Maria Angélica Ehara . VII Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde e III Simpósio Paranaense de Patologia Experimental. 2007. (Congresso).

VENANCIO, E. J. . I Workshop de Tópicos Atuais em Imunologia do Curso de Zootecnia. 2006. (Outro).

VENANCIO, E. J. . I Workshop de Tópicos Atuais em Imunologia do Curso de Biomedicina. 2006. (Outro).

VENANCIO, E. J. . I Workshop de Tópicos Atuais em Imunologia do Curso de Biologia. 2006. (Outro).

VENANCIO, E. J. . IV Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e IV Mostra de Painéis em Biomedicina. 2006. (Outro).

VENANCIO, E. J. . I Workshop Paranaense de Micologia Médica. 2006. (Outro).

VENANCIO, E. J. . II Simpósio Paranaense de Patologia Experimental. 2005. (Outro).

VENANCIO, E. J. ; CASASANTA, Thaciana Gomes . IV Mostra de Painéis de Imunologia do Curso de Ciências Biológicas. 2003. (Outro).

VENANCIO, E. J. . I Congresso Paranaense de Biologia Aplicada à Saúde; V Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde; II Encontro Paranaense de Biomedicina. 2002. (Congresso).

Participação em eventos

III International Symposium of Experimental Pathology.Avaliador. 2019. (Simpósio).

III International Symposium of Experimental Pathology.Minicurso Western blotting: principles and applications. 2019. (Simpósio).

V Simpósio de Pós-graduação em Patologia Experimental. 2015. (Simpósio).

3 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas. Avaliador de paínes e Corretor de Resumos. 2013. (Congresso).

I Curso de Inverno de Imunologia Celular e Molecular da UEL.Ontogenia dos linfócitos T e B. 2013. (Outra).

I Curso de Inverno de Imunologia Celular e Molecular da UEL.Mecanismos de Geração da Diversidade dos Receptores de Antígeno dos Linfócitos T e B. 2013. (Outra).

II Simpósio de Pós-Graduação em Patologia Experimental. 2013. (Simpósio).

VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica.Detecção Molecular do Fungo Paracoccidioides brasiliensis por Semi-Nested PCR. 2007. (Outra).

II Simpósio: Tendências da Biologia Contemporânea: Aplicações da Genômica no Cotidiano.Imunobiologia Aplicada na Era Pós-Genômica. 2006. (Simpósio).

IV Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e IV Mostra de Painéis em Biomedicina. 2006. (Simpósio).

A importância das citocinas para o estudo das enfermidades autoiunes e/ou neurodegenerativas. 2005. (Outra).

III Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e III Mostra de Painéis em Biomedicina. 2005. (Simpósio).

Grupo de Estudos em Psiconeuroimunologia e sono - Ano 7. 2004. (Outra).

VI Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde. VI Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde. 2004. (Congresso).

VII Encontro Paranaense de Genética.VII Encontro Paranaense de Genética. 2004. (Encontro).

Grupo de Estudos em psiconeuroimunologia e sono - Ano6. 2003. (Outra).

Participação em bancas

Aluno: Jackson Gabriel Miyamoto

KWASNIEWSKI, F. H.; DIONISIO, A. F. M.;Venancio, E.J.. Lesão pulmonar aguda no escorpionismo experimental: comparativo entre peçonhas de dois representantes da família Buthidae da escorpiofauna brasileira. 2018. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Cláudia Poletto

Venancio, E.J.; ANDRELLO, A. C.; INAGAKI, L. T.. Elementos traços na saliva e cárie dentária em crianças pré-escolares. 2018. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rosario Mamani Barri

Venancio, E.J.; INAGAKI, L. T.;RAMOS, S. P.. Anticorpos anti-Streptococcus mutans e anti-Streptococcus sobrinus e cárie dentária em pré-escolares: uma revisão sistemática. 2018. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Renata Fernandes Sanches

Venancio, E.J.FERNANDES, E.V.; PAULA, S. B.. Análise da atividade sinérgica entra beta-lactâmicos e anticorpos IgY específicos contra Pseudomonas aeruginosa multirresistentes. 2018. Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Laboratorial) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Janneth Josefina Escobar Arcos

ITANO, E. N.Venancio, E.J.ONO, M. A.. Avaliação da infecção por Paracoccidioides brasiliensis Pb18 e Paracoccidioides lutzii LDR2 no modelo de Galleria mellonela. 2018. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: João Paolo Assolini

ITANO, E. N.; TATIBANA, Berenice Tomoko;Venâncio, E.J.. Diferentes padrões de reconhecimento de antígenos de Paracoccidioides brasiliensis e Paracoccidioides lutzii Por IgE e IgG na Paracoccidioidomicose Humana. 2016. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Dayla Thyeme Higashi

RAMOS, S. P.VENANCIO, E. J.; CUOCHI, O. A.. Avaliação da Dose de ledterapia sobre a inibição da reabsorção dentária inflamatória experimental em ratos - análise microtomográfica. 2015. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Carolina Navarro dos S

VENANCIO, E. J.ITANO, E. N.; CARRARA, F. E.. Ferraro. Análise da atividade antimicrobiana in vitro de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos. 2015. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Kelly Limi Aida

RAMOS, S. P.; GARBELINI, C. C. D.;VENANCIO, E. J.. Experiência de cárie em adultos jovens que receberam atenção odontológica precoce. 2014. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Franqueline Reichert Lima

SCHREIBER, A. Z.;VENANCIO, E. J.; TRABASSO, P.. Espécies de Cryptococcus obtidas de isolados clínicos e ambientais da cidade de Campinas - SP: genotipagem e avaliação da susceptibilidade in vitro frente a agentes antifúngicos isolados e em diferentes combinações. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Danielle Kian

LIONI, Lucy Megumi Yamauchi;VENANCIO, E. J.; IZUMI, E.. Análise da organização e expressão da região c-terminal do gene Tc8.2 que codifica um antígeno expesso diferencialmente em Trypanosoma cruzi. 2013. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Endrigo Ribeiro Marino

SILVA, C. A.OBA, AlexandreVENANCIO, E. J.. Fitase em rações de baixo fósforo disponível, sobre o desempenho, qualidade de carne, componentes sanguíneos e imunológicos de frango de corte. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Miriele Caroline da Silva

VENANCIO, E. J.; PEIXOTO, J. O.;ONO, M. A.. Avaliação da Resposta Imune em Linhagens de Galinhas Desenvolvidas pela EMBRAPA Suínos e Aves. 2013. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sandymary Dechechi Chambo

VENANCIO, E. J.Loyola, W.; ALMEIDA, R. S. C.. Avaliação da Especificidade e Atividade Antifúngica In Vitro e In Vivo de Anticorpos IgY Contra Dois Tipos Morfológicos (Hifa e Livedura) de Candida albicans. 2013. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Aniele Pissinati

OBA, AlexandreVENANCIO, E. J.; BRUNO, L. D. G.. Características Produtivas, Imunológicas e de Qualidade de Carne de Frangos de Corte Suplementados com Vitamina E e/ou Selênio. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Eliandro Reis Tavares

LIONI, Lucy Megumi Yamauchi; BARROS, T.F.;Venancio, E.J.. Diferenciação entre Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo real. 2012. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Marco Aurélio Chiara Silva

VENANCIO, E. J.RAMOS, Solange de PaulaLoyola, W.; PANAGIO, Luciano A.;ONO, M. A.. Parâmetros hematológicos e morfológicos associados à alta produção de anticorpos e efeito de agentes imunoduladores em galinhas poedeiras. 2012. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Eduardo Vignoto Fernandes

VENANCIO, E. J.MOREIRA, Estefânia G; VERRI JUNIOR, W. A.. Avaliação da resposta imune humoral de ratos wistar submetidos a natação e tratados com fluoxetina. 2012. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Silvia Emanoele Cestari

PELAYO, Jacinta Sanchez; SARIDAKIS, Halha Ostrensky;VENANCIO, E. J.. Detecção dos genes de hemolisinas em isolados uropatogênicos de Proteu mirabilis e caracterização físico-química da hemolisna HpmA. 2011. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Amanda de Fáveri Pitz

VENANCIO, E. J.; TELLES FILHO, F. Q.;ITANO, E. N.. Padronização de uma semi-nested em única etapa para detecção molecular de fungos patogênicos. 2011. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alexandre Cesar Pelloso

SOUZA, A. P.;Venancio, E.J.; DIAS, S. M. G.. Caracterização de três fatores de transcrição pertecentes à família LysR de Xylella fastidiosa. 2011. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Danyel Bueno Dalto

SILVA, C. A.BRIDI, A. M.VENANCIO, E. J.. Efeito do plasma sanguíneo desidratado na recuperação de leitões leves ao desmame. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Deyze Alencar Soares

PETROFEZA, Silvana Silva; JESUÍNO, Rosália S;VENANCIO, E. J.. Ação da fosfolipase B extracelular de Paracoccidioides brasiliensis na interação ex vivo com macrófagos alveolares. 2010. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade Federal de Goiás.

Aluno: Renata Lumi Konoshiki

DIAS, BP; Yamaguchi, M.U.;VENANCIO, E. J.. Influência do fluconazol sobre a expressão gênica de Candida tropicalis. 2010. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fernanda Patrícia Brito Darpassolo

GOMEZ, R. J. H. C.; CUNHA, M. A. A.;VENANCIO, E. J.. Extração e caracterização da manoproteína de parede celular de Saccharomyces uvarum: efeito na modulação da resposta imune em camundongos. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência de Alimentos) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Heloísa Maria Cotta Pires de Carvalho

ESTANISLAU, C. R.; COSTA, C. E.;VENANCIO, E. J.. Behavior of male and female rats submitted to chronic forced swin sessions and i a subsequent elevated plus-maze test. 2009. Dissertação (Mestrado em Análise do Comportamento) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Thiago Yuiti Castilho Massuda

ITANO, E. N.; TELLES FILHO, F. Q.;VENANCIO, E. J.. Efeito terapêutico da ciclosporina A em camundongos BALB/c infectados com Paracoccidioides brasiliensis. 2009. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Patrícia Sayuri Suzuki

WATANABE, Maria Angélica EharaVENANCIO, E. J.; VISENTAINER, J. E. L.. Torque Teno Vírus (TTV) em pacientes com colpocitologia oncótica sugestiva para infecção pelo papilomavírus humano: estudo da sua associação com carcinoma cervical uterino. 2008. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Karen de Castro Bauab

PELAYO, Jacinta Sanchez; SARIDAKIS, Halha Ostrensky;VENANCIO, E. J.. Estudo de fatores de virulência e perfil de susceptibilidade a antimicrobianos em cepas de Escherichia coli enteroagregativa isoladas de água para consumo humano. 2008. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Débora Fonseca Vituri Rodriguez da Silva

ITANO, Eiko Nakagawa; OGATTA, Sueli Fumie Yamada;VENANCIO, E. J.. Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis em lesões orais. 2008. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Juliana Laino de Val Carneiro

SFORCIN, J. M.VENANCIO, E. J.WATANABE, Maria Angélica Ehara. Níveis plasmáticos do malondialdeído e expressão do RNAm CXC4 em células do sangue periférico de pacientes com câncer de mama. 2008. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Thiago Franco Nasser

WATANABE, Maria Angélica Ehara; BORELLI, Sueli;VENANCIO, E. J.. Detecção do Torque Teno Vírus (TTV) em pacientes infectados e indivíduos não infectados expostos ao HIV na região Norte do Paraná. 2007. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Kathelin Melo e Silva Lascowski

PELAYO, Jacinta Sanchez; SARIDAKIS, Halha Ostrensky;VENANCIO, E. J.. Caracterização genotípica e fenotípica de fatores de virulência de Escherichia coli diarreiogênica isoladas de água para consumo humano. 2007. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: JULIANA RUBIRA GEREZ

ITANO, Eiko Nakagawa; NAKAMURA, Carlos Vataru;VENANCIO, E. J.. Resposta Imune Humoral em Camundongos à Sub-fração Obtida por Digestão Enzimática (Tripsina) do Antígeno de Alta Massa Molecular de Paracoccidioides brasiliensis. 2007. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Raquel Girardello

PELAYO, Jacinta SanchezVENANCIO, E. J.TOGNIM, Maria Cristina Bronharo. Estudo da formação de biofilme por cepas de Pseudomonas aeruginosa isoladas de pacientes com infecção urinária. 2007. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fernanda Bovo

ONO, Mario Augusto; Saldiva, P.H.N.;VENANCIO, E. J.. Avaliação do efeito de ROFA e de materiais particulados provenientes da queima de Biomassa na resposta imune humoral de camundongos. 2007. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ligiane de Lourdes da Silva

VENANCIO, E. J.; SARIDAKIS, Halha Ostrensky. Mycobacterium sp.: Identificação bioquímica e molecular e perfis de resistência. 2006. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Leila Maria Duarte

VENANCIO, E. J.DAHER, Bruno SahiumITANO, Eiko Nakagawa. Produção e Caracterização de Anticorpos IgY anti-Paracoccidioides brasiliensis. 2006. Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rita de Cássia Simões

VENANCIO, E. J.VIDOTTO, Marilda Carlos; PROTASIO, Luis Felipe Pereira. Clonagem e caracterização do gene da hemaglutinina temperatura sensível (tsh) de uma amostra de Escherichia coli patogênica aviária. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Dorismey Vieira Tokano

VENANCIO, E. J.; FERREIRA, A. J. P.; GAZIRI, L. C. J.;VIDOTTO, Marilda Carlos. Clonagem e caracterização do iutA responsável pela captação de ferro em Escherichia coli avária. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Franciele Ayumi Semencio Chiyoda-Rodini

ITANO, E. N.; HIROOKA, E. Y.; VIDAL, A. L.;Venancio, E.J.ONO, M. A.. Antigenúria, níveis de anticorpos específicos e análise histopatológica de pulmões em ratos experimentalmente infectados com Paracoccidioides lutzii e Paracoccidioides brasiliensis. 2020. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Adriane Lenhard Vidal

ITANO, E. N.; MARQUEZ, A. S.; TATIBANA, Berenice Tomoko;Venancio, E.J.ONO, M. A.. Análise da reatividade de IgG/IgG2 à epitópos de carboidratos de diferentes cepas de Paracoccidioides spp. e detecção de casos de Paracoccidioidomicose infecção na população de Guarapuava, PR. 2018. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Miriele Caroline da Silva

Venancio, E.J.FERNANDES, E.V.ITANO, E. N.ONO, M. A.Loyola, W.. Produção e aplicação de anticorpos IgY anti-nucleoproteína para detecção do vírus influenza a em suínos. 2018. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Amanda de Fáveri Pitz

Venancio, E.J.; SILVA, C. C.; CARRARA, F. E.; PANAGIO, Luciano A.; LIONI, L. M. Y.. Detecção molecular de espécies de Candida por semi-nested PCR. 2017. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Flavia Imanishi Ruzon

GOMEZ, R. J. H. C.; SILVA, C. C.; UENO, C. T.;Venancio, E.J.; GARCIA, S.. Desenvolvimento de ingrediente alimentar em pó à base de canela, cúrcuma, manoproteína e proteína isolada de soro de leite com Bifidobacterium lactis HN019: verificação de efeitos biológicos em estudo preliminar com ratos wistar e em estudo de suplementação da dieta com homens sadios. 2017. Tese (Doutorado em Ciência de Alimentos) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Thamara Alves

GUARNIER, F. A.;Venancio, E.J.; LUIZ, R. C.; CHECCHINI, R.;RAMOS, S. P.. Papel da inflamação e estresse oxidativo na adaptação pós-exercício. 2017. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Suelen Balero de Paula

OGATTA, S. F. Y.;GIONCO, B.VENANCIO, E. J.PELAYO, J. S.PICÃO, R.C.. Caracterização fenotípica e molecular de mecanismos de resistência aos antimicrobianos e de fatores de virulência em isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa. 2017. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Angélica Tieme Ishikawa

ITANO, E. N.VENANCIO, E. J.; Ono, Elisabete Yurie Sataque; COSTA, M. C.;KOBAYASHI, R. K. T.. Avaliação da exposição humana a aflatoxina B1 e M1 em lactantes e infantes e efeito imunotoxicopatológico de aflatoxina B1 em camundongos C57BL/6. 2016. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fabiana Felipin Rigobello

ITANO, E. N.; MARQUEZ, A. S.; Ono, Elisabete Yurie Sataque;VENANCIO, E. J.; KWASNIEWSKI, F. H.. Análise quantitativa de ocratoxina A (OTA) em plasma humano por ensaio imunoenzimático e efeito citotóxico in vitro de OTA em linhagem celular jurkat e P3U1. 2015. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Karla Fabiana Goessler

POLITO, M. D.; MARTINS-PINGE, M. C.;Venancio, EJ; FORJAZ, C. L. M.; SILVA, B. M.. Relação do sistema renina angiotensina aldosterona com as respostas cardiovasculares ao exercício. 2015. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Luiz Gustavo Alessi Aristides

OBA, Alexandre; ALFIERI, Amauri A.;SILVA, C. A.VENANCIO, E. J.; BORGES, S. A.. Desempenho, imunologia e qualidade de carne de frangos alimentados com produto fermentado a base de Saccharomyces cerevisiae. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Roberta Abrami MOnteiro Silva

Silva, Caio Abercio da;OBA, AlexandreVENANCIO, E. J.; YAMASAKI, L.; TSE, M. L. P.. Avaliação da sanguinarina sobre o intestino de suínos através de diferentes modelos experimentais (in vitro, ex vivo e in vivo). 2014. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Márcia Regina Pizzo de Castro

NUNES, Sandra Odebrecht Vargas; REICHE, Edna Maria Vissoci;VENANCIO, E. J.MOREIRA, Estefânia G; GUEMBAROVSKI, R. L.. Estudo de associação envolvendo o polimorfismo STin2 VNTR do gene transportador de serotonina (SCL6A4) em pacientes com transtorno por uso de tabaco e transtornos do humor. 2014. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Carlos Eduardo de Oliveira Lima

ITANO, E. N.VENANCIO, E. J.; ONO, E.; ITO, F. A. N.; HIDALGO, Mirian Marubayashi. Níveis séricos de citocinas IL-4, IL-10, IL-12, Il-17 e TNFalfa e de IgG/IgE aos antígenos dentinários em pacientes submetidos a tratamento ortodôntico. 2013. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Arturo Pardo Lozano

SILVA, C. A.BRIDI, A. M.; HOSHI, E. H.;VENANCIO, E. J.; SANTOS, J. M. G.. Desempenho e parâmetros hematológicos de leitões desmamados, suplementados com diferentes níveis de glutamina na ração e dasafiados com lipopolissacarídeo de E. coli. 2013. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Heber Odebrecht Vargas

NUNES, S. O. V.; FUNGARO, M. H. P.;MOREIRA, Estefânia GVENANCIO, E. J.; VERRI JUNIOR, W. A.. Associação de Marcadores de Estresse Oxidativo e Inflamatórios em Fumantes e em Depressivos. 2013. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Vinícius Pires Rincão

MONTOVANI, M. S.;VENANCIO, E. J.; OGATTA, Sueli Fumie Yamada; NOZAWA, C.; LINHARES, Rosa Elisa Carvalho. Atividade Antiviral de Polissacarídeos Modificados na replicação de Herpesvírus e Poliovírus. 2012. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fábio Goulart de Andrade

VENANCIO, E. J.RAMOS, S. P.Loyola, W.ITANO, E. N.; PAVANELLI, W. R.. Análise da produção de anticorpos IgY e das características histológicas do baço e da medula óssea de galinhas poedeiras inoculadas com venenos de serpentes. 2011. Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Marcelo Tempesta de Oliveira

FURLANETO, Márcia Cristina; SVIDZINSKI, T. I. E.; FURLANETO-MAIA, L.; ANDRADE, C. G. T. J.;VENANCIO, E. J.. Candida não albicans: avaliação de fatores de virulência e perfil no estudo epidemiológico de candidúria. 2011. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Berenice Tomoko Tatibana

LINHARES, Rosa Elisa Carvalho;HIROOKA, E. Y.ONO, Mario AugustoVENANCIO, E. J.ITANO, E. N.. Diagnóstico Molecular da Paracoccidioidomicose pela técnica LAMP e avaliação de nova formulação anti-fúngica complexo anfotericina B-7-Dehidrocolesterol. 2009. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Floristher Elaine Carrara Marroni

PELAYO, J. S.; GARCIA, L. B.;VENANCIO, E. J.; OGATTA, S. F. Y.; NOBREGA, G. M. A.. Caracterização fenotípica e molecular de isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa produtores de metalo-beta-lactamases. 2009. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Caroline Maria Calliari

GOMEZ, R. J. H. C.; CUNHA, M. A. A.; DINIZ, A.;VENANCIO, E. J.; DOI, S. M. O.. Produção, caracterização e aplicação de biopolímero de Agrobacterium radiobacter k84 como substituto de gordura. 2009. Tese (Doutorado em Ciência de Alimentos) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fernanda Akemi Nakanishi

ITANO, Eiko NakagawaWATANABE, Maria Angélica EharaHIROOKA, E. Y.PELAYO, Jacinta SanchezVENANCIO, E. J.. Atividade Biológica e dosagme de proetase à imunoglobulina G de Aggregatibacter actinomycetemcomitans em amostras humana e de camundongo. 2008. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Solange de Paula Ramos

ITANO, Eiko Nakagawa; RAMOS, A. L.;VENANCIO, E. J.ONO, Mario Augusto; Ferrari, O.. Resposta Imune Humoral Contra Antígenos Dentinários em Pacientes com Reabsorções Dentárias Submetidos a Tratamento Ortodôntico. 2008. Tese (Doutorado em Medicina e Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Flora Satiko Kano

VIDOTTO, Marilda Carlos; Machado. Rosângela Zacarias;VENANCIO, E. J.; ALFIERI, Amauri A.; GARCIA, João Luis. Anaplasma marginale: Análise da variabilidade do gene msp1alfa e avaliação imunogênica da vacina de DNA contendo genes para MSP1a, MSP1b e MSP5 em camundongos BALB/c. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Audrey de Souza Marquez

ITANO, Eiko NakagawaONO, Mario Augusto; MENDES, Nelson Figueiredo; FURLANETO, Márcia Cristina;VENANCIO, E. J.. Dosagem de imunoglobulinas IgG e IgE totais e específicas, proteínas séricas, HDL colesterol e imunocomplexos na paracoccidioidomicose aguda e crônica. 2007. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Renata Katsuko Takayama Kobayashi

VENANCIO, E. J.; SARIDAKIS, Halha Ostrensky; FELIPE, Ionice;VIDOTTO, Marilda CarlosGAZIRI, Luis Carlos Jabur. Análise da Expressão e Caracterização Funcional da Hemaglutinina Temperatura Sensível de Escherichia coli. 2006. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Claudia Ross

SARIDAKIS, Halha Ostrensky;PELAYO, Jacinta Sanchez; OGATTA, Sueli Fumie Yamada;VENANCIO, E. J.; BEDENDO, João. Análise Microbiológica de Pontes de Cateteres Venosos Centrais de Pacientes do Hospital Universitário - Londrina - Paraná. 2006. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sandra Odebrecht Vargas Nunes

BORELLI, Sueli;VENANCIO, E. J.ITANO, Eiko Nakagawa. Alterações Imunológicas em Pacientes Esquizofrênicos e Esquizoafetivos e Familiares Biológicos. 2004. Tese (Doutorado em Medicina e Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Suelen Balero de Paula

OGATTA, S. F. Y.;GIONCO, B.Venancio, E.J.TAVARES, E. R.. Mecanismos de ação e resistência aos antimicrobianos. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Shahzad Akbar Khan

Venancio, EJHIROOKA, E. Y.. Efeito imunotoxicopatológico de ocratoxina A (OTA) e associado a fumonisina B (FB1) em modelo experimental em pintainhos. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Luiz Gustavo Alessi Aristides

OBA, Alexandre; FORTALEZA, A. P. S.;VENANCIO, E. J.; MEDICI, K. C.. Desempenho, Imunologia e Qualidade de Carne de Frangos Alimentados com Produto Fermentado à Base de Saccharomyces cerevisiae. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Heber Odebrecht Vargas

NUNES, S. O. V.;VENANCIO, E. J.MOREIRA, Estefânia G; FUNGARO, M. H. P.; VERRI JUNIOR, W. A.. Marcadores de estresse oxidativo e inflamatórios em fumantes e depressivos de um centro de referência de abordagem e tratamento de tabagismo. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Carlos Eduardo de Oliveira Lima

VENANCIO, E. J.; ITO, F. A. N.. Níveis de IgG saliva, IgE sérica aos antígenos dentinários e de citocinas IL-4, IL-10, IL-12, IL-17 e TNF alfa circulantes em pacientes submetidos a tratamento ortodôntico. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Floristher Elaine Carrara Marroni

PELAYO, J. S.VENANCIO, E. J.; OGATTA, S. F. Y.. Caracterização fenotípica e molecular de isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa produtores de metalo-beta-lactamases. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Solange de Paula Ramos

ITANO, Eiko NakagawaVENANCIO, E. J.; HIDALGO, Mirian Marubayashi. Resposta Imune Humoral contra Antígeno Dentinários em Pacientes com Reabsorções Dentárias Sumetidos a Tratamento Ortodôntico. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina e Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Caroline Maria Calliari

UENO, C. T.;VENANCIO, E. J.. In vitro and in vivo toxicity of Agrobacterium radiobacter k84. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência de Alimentos) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Flora Satiko Kano

VIDOTTO, Marilda CarlosVIDOTTO, Odilon; GARCIA, João Luis; ALFIERI, Amauri A.;VENANCIO, E. J.. Análise do Polimorfismo o gene msp1alfa das amostras paranaense de Anaplasma marginale e avaliação da expressão e imunogenicidade das MSPs (MSP1a, MSP1b e MSP5) na imunização genética de camundongos Balb/c. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sandra Odebrecht Vargas Nunes

VENANCIO, E. J.ITANO, Eiko Nakagawa. Alterações Imunológicas a Pacientes Esquizofrênicos e Esquizoafetivos e Familiares Biológicos.. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina e Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Renata Fernandes Sanches

Venancio, E.J.FERNANDES, E.V.; CARRARA, F. E.; PAULA, S. B.. Análise da atividade sinérgica entre beta-lactâmicos e anticorpos IgY específicos contra Pseudomonas aeruginosa multirresistentes. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Fisiopatologia Clínica e Laboratorial) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rosario Mamani Barri

Venancio, E.J.; GARBELINI, C. C. D.;RAMOS, S. P.. Anticorpos anti-Streptococcus mutans e anti-Streptococcus sobrinus e cárie dentária em pré-escolares: uma revisão sistemática. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Jackson Gabriel Miyamoto

Venancio, E.J.; DIONISIO, A. F. M.. Fisiopatologia do escorpionismo induzido por peçonhas dos Tityus serrulatus e Rhopalurus rochai em ratos. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Flávia Campos

DEMINICE, R.;Venancio, E.J.; FREITAS, V. H.. Efeito de um período de treinamento pré-competitivo sobre os níveis de IgA salivar de atletas de Jiu Jitsu. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: João Paulo Assolini

TATIBANA, Berenice Tomoko;Venâncio, E.J.. Diferentes padrões de reconhecimento de antígenos de Paracoccidioides brasiliensis e Paracoccidioides lutzii na paracoccidioidomicose. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

VENANCIO, E. J.; BREGANO, R. M.. Estudo Molecular de Giardia duodenalis Isoladas de amostras de fezes Humanas e de cães domésticos da região norte do Paraná. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Danielle Kian

LIONI, Lucy Megumi Yamauchi;VENANCIO, E. J.; NAKAZATO, G.. Análise da organização e expressão da região c-terminal do gene Tc8.2 que codifica um antígeno expesso diferencialmente em Trypanosoma cruzi. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Eliandro Reis Tavares

LIONI, Lucy Megumi Yamauchi; NAKAZATO, G.;VENANCIO, E. J.. Diferenciação entre Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gatti usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo real. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Adriane Oliveira Schivitts

ITANO, E. N.VENANCIO, E. J.ONO, M. A.. Imunodiagnóstico para paracoccidioidomicose. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Leila Sanae Kato

ITANO, E. N.ONO, M. A.VENANCIO, E. J.. Aflatoxina e os problemas de saúde. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Gisele Ferreira

ITANO, E. N.; TATIBANA, Berenice Tomoko;VENANCIO, E. J.. Reabsorção Dentária: uma resposta imunopatológica. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Michele Pagliari Oliveira Montini

VENANCIO, E. J.; CARRARA, F. E.; PERUGINI, M. R. E.. Detecção fenotípica de carbapenemases (MBL) em isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Nilson de Jesus Carlos

ITANO, E. N.VENANCIO, E. J.ONO, M. A.. Paracoccidioides brasiliensis high molecular mass antigens: analysis at different periods and culture medium by western blotting. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Carolina Cassaroti Passos

VENANCIO, E. J.; ESTANISLAU, C. R.; NUNES, S. O. V.. Transtorno do pânico e imunidade. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Eduardo Vignoto Fernandes

VENANCIO, E. J.; ESTANISLAU, C. R.; NUNES, S. O. V.. Efeito da fluoxetina no comportamento e na imunidade humoral de ratos wistar submetidos ao nado forçado. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Daiana de Fatima Militao de Souza

VENANCIO, E. J.ITANO, E. N.; NUNES, S. O. V.. Distúrbio bipolar e o sistema imune. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Melina Bertolla Galvão

ONO, M. A.VENANCIO, E. J.WATANABE, M.A.E.. Produção de anticorpos IgY anti-Paracoccidioides brasiliensis em galinhas poedeiras. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Eva Cristina Aurélio Menezes

VENANCIO, E. J.ONO, M. A.; DIAS, S. M. G.. Antidepressivos e imunidade. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Edilamar de Andrade Rivas

NUNES, S. O. V.;ITANO, E. N.VENANCIO, E. J.. Aplicação da matriz fpeeea de construção de indicadores para monitoramento das intoxicações por agrotóxicos agrícolas. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Silvana da Silva Santos Delgado

NUNES, S. O. V.;ITANO, E. N.VENANCIO, E. J.. Abuso sexual em crianças e adolescentes: mito e realidade - uma revisão bibliográfica. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Roseanne Iamarino Marin

VENANCIO, E. J.ONO, Mario AugustoITANO, Eiko Nakagawa. Anticorpos IgY: suas estruturas e funções. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Vanilda Rodrigues Pereira

NUNES, Sandra Odebrecht VargasITANO, Eiko NakagawaVENANCIO, E. J.. Investigação acerca da prevalência de uso de substâncias psicoativas entre adolescentes que freqüentam uma escola pública do município de Cambé. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Virgínia Carla de Almeida Falcão

ONO, Mario Augusto; Ono, Elisabete Yurie Sataque;VENANCIO, E. J.. Produção de exoantígeno do fungo entomopatogênico Nomurae riley. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Elisangela Pedroso

NUNES, Sandra Odebrecht VargasVENANCIO, E. J.ITANO, Eiko Nakagawa. Sobrecarga enfrentada pelo cuidador de pacientes com cuidados paliativos. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: RAFAEL RANALI

FELIPE, Ionice;Oliveira, Karen BrajãoVENANCIO, E. J.. Estratégias para o tratamento contra cadidíase. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ilmara Varotto Roma Neto

PELAYO, Jacinta SanchezVENANCIO, E. J.; SARIDAKIS, Halha Ostrensky. Perfil de sensibilidade a drogas antimicrobianas em cepas isoladas de água para consumo humano. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Erica Akemi Kavati

VENANCIO, E. J.ONO, Mario AugustoVIDOTTO, Marilda Carlos. Análise de biodisponibilidade de anticorpos IgY em camundongos. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Elisângela de Marge Ribeiro

PINGE FILHO, Phileno;VENANCIO, E. J.; LIONI, Lucy Megumi Yamauchi. Interferons tipo I. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Amanda Lopes Bueno

ITANO, Eiko Nakagawa; Dutra de Menezes, Maria Cláudia Noronha;VENANCIO, E. J.. Aspectos imunológicos da paracoccidioidomicose. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Danielle Lima de Santis

PINGE FILHO, Phileno;VENANCIO, E. J.; LIONI, Lucy Megumi Yamauchi. Caspases. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Edna Mari Milan Mathias

VENANCIO, E. J.ITANO, Eiko NakagawaNUNES, Sandra Odebrecht Vargas. O Transtorno do Pânico e a Imunidade. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Marcela Yaemi Ogo

VENANCIO, E. J.; FELIPE, Ionice;ONO, Mario Augusto. Ação de Anticorpos IgY anti-Candida albicans. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: JULIANA RUBIRA GEREZ

ITANO, Eiko NakagawaVENANCIO, E. J.ONO, Mario Augusto. Ação da Anfotericina B-7 dehydrocholesterol complexo - Ad na infecção experimental de camundongos com Paracoccidioides brasiliensis. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ivone Gall Trevisan

ITANO, Eiko NakagawaVENANCIO, E. J.RAMOS, Solange de Paula. Aspectos Imunológicos da Síndrome de Charcot - Marie - Tooth. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Andreia Aparecida Cofani Bianchini

ONO, Mario AugustoVENANCIO, E. J.WATANABE, Maria Angélica Ehara. Determinação da Atividade Hemolítica (CH50) em Soros de Cães Normais. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: WARLEY SERGIO COFANI

VENANCIO, E. J.; CARVALHO, M.; CASASANTA, Thaciana Gomes. Levantamento de Conceitos Básicos Empregados na Disciplina de Imunologia Abordados em Livros Didáticos de Biologia, Utilizados por Alunos do Ensino Médio de Estabelecimentos Particulares e Públicos da Cidade de Londrina - PR. 2004 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Wilson Ribeiro

VENANCIO, E. J.ITANO, Eiko NakagawaONO, Mario Augusto. Levantamento das Aulas Práticas de Imunologia Ministradas em Instituições de Ensino de Londrina. 2004. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rosângela Cabral Ferreira

VENANCIO, E. J.; SARIDAKIS, Halha Ostrensky; FELIPE, Ionice. Infecções Fúngicas Sistêmicas em Pacientes Hospitalizados. 2004. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sandra Leite Neves

VENANCIO, E. J.. Paracoccidioidomicose em animais. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Berenice Maria Bachega montovani

VENANCIO, E. J.ONO, Mario AugustoITANO, Eiko Nakagawa. Antígeno Somático e Antígeno Solúvel no Estudo Sorológico da Paracoccidioidomicose. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Beatriz Santana Codognoto

Venancio, E.J.; KWASNIEWSKI, F. H.;ONO, M. A.. Produção de antivenenos em aves: uma scoping review. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Virginia Prezzi Santos

VENANCIO, E. J.; PANAGIO, Luciano A.. Diferenciação molecular entre as espécies de Candida albicans e Candida tropicalis utilizando o DNA ribossomal. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Narciso Junior Vieira

FELIPE, Ionice; PANAGIO, Luciano A.;VENANCIO, E. J.. Estudo in vitro do efeito de anticorpos IgY contra o fungo Candida albicans. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Paula Cheirubim

Loyola, W.; Tamehiro, C.Y.;VENANCIO, E. J.. Padronização de um ensaio imunoenzimático (ELISA) para a determinação da avidez de anticorpos IgY. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Aluno: Marcus Vinícius Stuqui Mastine

PELAYO, Jacinta Sanchez; LIONI, Lucy Megumi Yamauchi;VENANCIO, E. J.. Determinação fenotípica da produção de fatores hemolíticos e identificação dos genes hpma, hpmb e hlya em Proteus ssp. de infecção urinária. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Bárbara Gionco

CARRARA, F. E.;PELAYO, Jacinta SanchezVENANCIO, E. J.. Acinetobacter baumannii isolados no Hospital Universitário de Londrina: caracterização fenotípica e detecção de carbapenemases. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Igor Alexandre Campos Damiani

LIONI, L. M. Y.;VENANCIO, E. J.KOBAYASHI, R. K. T.. Clonagem e expressão do gene 8.2 de Trypanosoma cruzi em sistema heterólogo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Jean Alcantara Freitas

VENANCIO, E. J.; PINHEIRO, J. W.;ONO, M. A.. Estudo do efeito da própolis sobre o sistema imune de galinhas poedeiras. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Silas Fernades Eto

VENANCIO, E. J.. Avaliação histológica dos órgãos e tecidos linfóides de galinhas poedeiras (Gallus gallus). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Vetrinária) - Fundação Faculdade de Agronomia Luiz Meneghel.

Aluno: Rafaela Araujo Vicentini

PELAYO, Jacinta SanchezVENANCIO, E. J.. Caracterização do modelo de adesão em células Vero e MA-104 em Pseudomonas aeruginosa uropatogênica. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Jaqueline Carvalho de Oliveira

WATANABE, Maria Angélica EharaVENANCIO, E. J.. Prevalência do TTV entre pacientes com alterações bioquímicas e doadores saudáveis de sangue. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Mateus Nobrega Aoki

WATANABE, Maria Angélica EharaVENANCIO, E. J.. Análise do Polimorfismo genético e relação entre o receptor de quimiocina CCR5 e o gene supressor de tumor p53 em pacientes com câncer de mama. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alexandre Tadachi Morey

Ono, Elisabete Yurie Sataque;WATANABE, Maria Angélica EharaVENANCIO, E. J.. Polimorfismo no gene FUM6 de cepas de Fusarium verticillioides. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fernanda Patrícia Brito Darpasolo

Gomez, Raul Jorge Hernan CastroOBA, AlexandreVENANCIO, E. J.. Beta-glucana na Resposta Imune de Aves e Suínos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Andrea C Koishi

VENANCIO, E. J.WATANABE, Maria Angélica EharaITANO, Eiko Nakagawa. Diagnóstico Molecular da Paracoccidioidomicose. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alexandre Cesar Pelloso

VENANCIO, E. J.; FELIPE, Ionice; PINGE FILHO, Phileno. Produção de anticorpos IgY anti-IFN gama de camundongo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Thiago Yuiti Castilho Massuda

ITANO, Eiko NakagawaWATANABE, Maria Angélica EharaVENANCIO, E. J.. Nível Sérico de Imunoglobulina G Anti-Arthrographis kalrae em Pacientes com Esquizofrenia. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Paola Fernanda fedatto

ONO, Mario AugustoVENANCIO, E. J.VIDOTTO, Marilda Carlos. Desenvolvimento de um método imunológico rápido e sensível para detecção de Escherichia coli patogênica para aves. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Jaqueline Carvalho de Oliveira

WATANABE, Maria Angélica EharaVENANCIO, E. J.; LINHARES, Rosa Elisa Carvalho. Prevalência do TTV entre pacientes com alterações bioquímicas e doadores saudáveis de sangue. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Thiago Yuiti Castilho Massuda

ITANO, Eiko NakagawaVENANCIO, E. J.. Análise de anticorpos anti-Arthrographis kalrae em amostras de sangue de pacientes com esquizofrenia. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Marisa Emiko Kawaichi

VIDOTTO, Marilda CarlosONO, Mario AugustoVENANCIO, E. J.. Avaliação da capacidade imunoprotetora dos anticorpos IgY anti-iutA, felA e Tsh de Escherichia coli. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sabrina Francesca de Souza Lisboa

VENANCIO, E. J.MOREIRA, Estefânia G; NAME, Claudete Faiad. Avaliação comportamental e imunológica de camundongos machos expostos à fluoxetina durante a gestação e lavtação. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Adriane Feijó Evangelista

VENANCIO, E. J.WATANABE, Maria Angélica EharaVIDOTTO, Marilda Carlos. Genômica comparativa dos genes kex2 e snx4 em fungos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Erica Akemi Kavati

VENANCIO, E. J.VIDOTTO, Marilda CarlosONO, Mario Augusto. Análise da produção de anticorpos IgY anti-tsh em ovos de galinhas (Gallus gallus domesticus) imunizada com plasmídeo recombinante pcDNA 3.1/tsh. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Carolina Matos Zidko

VENANCIO, E. J.ITANO, Eiko NakagawaNUNES, Sandra Odebrecht Vargas. Efeito da administração crônica de fluoxetina sobre a resposta imune humoral de camundongos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Erica Miyuki Endo

ITANO, Eiko NakagawaVENANCIO, E. J.. Análise da Reatividade de soros de pacientes com paracoccidioidomicose com gp43 de Paracoccidioides brasiliensis tratada com metaperiodato de sódio. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Kathelim M

PELAYO, Jacinta Sanchez; SARIDAKIS, Halha Ostrensky;VENANCIO, E. J.. E. S. Lascowski.Identificação e Caracterização de Bactérias Gram-negativas não Fermentadoras Isoladas de Água e Dialisados em uma Unidade de Hemodiálise em Ponta Grossa - PR. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Alexandre Augusto Sasaki

VENANCIO, E. J.ONO, Mario AugustoITANO, Eiko Nakagawa. Efeito da fluoxetina sobre o sistema imune em camundongos. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Karen Brajão de Oliveira

VENANCIO, E. J.WATANABE, Maria Angélica EharaONO, Mario Augusto. Análise do Polimorfismo Genético de Quimiocina SDF-1 em Pacientes co Leishmaniose. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Helen Cristina Miranda

VENANCIO, E. J.ITANO, Eiko NakagawaWATANABE, Maria Angélica Ehara. Análise Molecular do RNA do vírus da Doença de borna e Análise Imunológica em Pacientes com Esquizofrenia e Depressão Grave. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Sérgio Paulo Dejato da Rocha

VENANCIO, E. J.; SARIDAKIS, H. O.;PELAYO, Jacinta Sanchez. Inibição da Atividade Hemolítica de Proteus mirabilis Uropatogênico na Presença de Soro Humano. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Andréia Corrêa Corte

VENANCIO, E. J.ONO, Mario AugustoITANO, Eiko Nakagawa. Paracoccidioidomicose-Infecção em cães e cavalos da Região Norte do Estado do Paraná. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Geizecler Tomazetto

VENANCIO, E. J.; SARIDAKIS, H. O.;VIDOTTO, Marilda Carlos. Caracterização Genotípica e Fenotípica de Amostras de Escherichia coli Isoladas de Hemocultura Humana. 2003 - Universidade Estadual de Londrina.

COSTA, Ivete Conchon;VENANCIO, E. J.; GULHERME, A. L. F.. Concurso Público para Provimento no Cargo de Professor de Ensino Superior. 2008. Universidade Estadual de Londrina.

Venancio, E.J.; CUSTODIO, L. A.;GIONCO, B.. Avaliação docente para mudança interclasses de professor adjunto para professor associado. 2018. Universidade Estadual de Londrina.

UCHIMURA, N. S.; ABREU FILHO, B. A.;VENANCIO, E. J.. Avaliação do pedido de promoção do Professor Adjunto nível D para Professor Associado nível A. 2015. Universidade Estadual de Maringá.

Comissão julgadora das bancas

Regina Lúcia dos Santos

SANTOS, R. L.. Exame de Qualificação do Curso de Mestrado. 1992. Dissertação (Mestrado em Microbiologa) - Universidade Estadual de Londrina.

Silvana Petrofeza da Silva

SILVA, S. P. / PETROFEZA, S.SFELIPE, Maria Sueli Soares; ARARIPE, Fernando; BAGAGLI, Eduardo. ;;. 2002. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular)) - Universidade de Brasília.

Maria Sueli Soares Felipe

VENANCIO, Emerson JoseFelipe, MSSTORRES, Fernando Araripe GonçalvesBAGAGLI, E.; ROSSI, Nilce Maria Martinez; SILVA, S. P.. Expressão diferencial e caracterização de genes no dimorfismo do fungo patogenico Paracoccidioides brasiliensis. 2002. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular)) - Universidade de Brasília.

Maria Sueli Soares Felipe

VENÂNCIO, Emerson JoséFelipe, MSS; TORRES, Fernando Araripe G; RESENDE, R. O.. Expressão diferencial de genes durante o início da transição morfológica M-L de Paracoccidioides brasiliensis.. 2001 - Universidade de Brasília.

EIKO NAKAGAWA ITANO

ITANO, E. N.. Obtenção de reagente imunológico: Obtenção de soro de coelho abti-IgG humana e anti-IgG de galinha. 1992. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Orientou

Larissa dos Santos Fávaro

Mapeamento Ambiental de Patógenos Multirresistentes e Perfil de Distribuição dos Genes de Resistência Aos Antimicrobianos em Bactérias Isoladas de Efluentes Hospitalares, Amostras das Estações de Tratamento de Esgoto e de Águas Superficiais da Região de Londrina-Pr; Início: 2019; Tese (Doutorado em Fisiopatologia Clínica e Laboratorial) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Aline Miquelin do Nascimento

Impacto da suplementação de curcumina sob parâmetros immunofisiológicos intestinais de ratas Wistar submetidas à dieta de cafetaria; 2020; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Thiago Bordinhão

Ocorrência de Trichosporon spp no ambiente hospitalar de Londrina; 2020; Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Laboratorial) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

JULIANA GUTSCHOW GAMEIRO

Avaliação do sinergismo entre beta-lactâmicos e anticorpos IgY contra Acinetobacter spp; e Pseudomonas aeruginosa multirresistentes a antimicrobianos; 2020; Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Laboratorial) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Kamila Falchetti Damasco

Efeito de ovo em pó hiperimunes sobre o tecido linfóide associado ao intestino de ratos wistar; 2019; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Cláudia Poletto

Avaliação da Relação dos níveis de elementos traço na saliva e cárie dentária em pré-escolares; 2018; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Rosario Mamani Barri

Anticorpso anti-Streptococcus mutans e anti-Streptococcus sobrinus e cárie dentária em pré-escolares: uma revisão sistemática; 2018; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Emerson José Venancio;

Renata Fernandes Sanches

Análise da atividade sinérgica entre beta-lactâmicos e anticorpos IgY específicos para Pseudomonas aeruginosa multirresistente; 2018; Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Laboratorial) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Navarro dos Santos Ferraro

Análise da atividade antimicrobiana in vitro de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Denise Turini Gonzales Marioto

Estudo da expressão diferencial de microRNAs no tecido pulmonar de camundongos submetidos a infecção experimental por Paracoccidioides brasiliensis; 2014; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Paula Cheirubim

Produção e caracterização imunoquímica da atividade biológica de anticorpos anti-proteínas recombinantes K88 E F41; 2014; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Michele Pagliari Oliveira Montini

Efeito da via de inoculação e da dose do antígeno na produção de anticorpos IgY em galinhas poedeiras; 2014; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Miriele Caroline da Silva

Avaliação da resposta imune em linhagens de galinhas poedeiras desenvolvidas pela Embrapa Suínos e Aves; doc Avaliação da resposta imune em linhagens de galinhas poedeiras desenvolvidas pela Embrapa Suínos e Aves; 2013; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Sandmary Dechechi Chambó

Avaliação da Especificidade e Atividade Antifúngica In Vitro e In Vivo de Anticorpos IgY Contra Dois Tipos Morfológicos (Hifa e Livedura) de Candida albicans; 2013; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Eduardo Vignoto Fernandes

Efeito da fluoxetina no comportamento e na imunidade humoral de ratos wistar submetidos ao nado forçado; 2012; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Marco Aurélio Chiara Silva

Parâmetros hematológicos e morfológicos associados à alta produção de anticorpos e efeito de agentes imunomoduladores em galinhas poedeiras; 2012; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Michele Pagliari Oliveira Montini

Imunidade a bactérias multirresistentes; 2012; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Amanda de Fáveri Pitz

Padronização de uma semi-nested PCR em única etapa para a Detecção Molecular de Fungos Patogênicos; 2011; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Silas Fernandes Eto

Avalição da resposta imune humoral em galinhas poedeiras; 2010; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Andrea Cristine Koishi

SEMI-NESTED PCR PARA A DETECÇÃO MOLECULAR DO FUNGO Paracoccidioides brasiliensis; 2009; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Débora Fonseca Vituri Rodrigues da Silva

Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis em lesões orais; 2008; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Leila Maria Duarte

Produção e Caracaterização de Anticorpos IgY anti-Paracoccidioides brasiliensis; 2006; 27 f; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Miriele Caroline da Silva

Produção e aplicação de anticorpos IgY anti-nucleoproteina para detecção do vírus influenza em suínos; 2018; Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Amanda de Fáveri Pitz

Detecção molecular de espécies Candida por semi-nested PCR; 2017; Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Eduardo Vignoto Fernandes

Efeito do treinamento físico sobre as adaptações imunofisiológicas ao estresse crônico; 2016; Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Fábio Goulart de Andrade

Análise da produção de anticorpos IgY e das características histológicas do baço e da medula óssea de galinhas poedeiras inoculadas com venenos de serpentes; 2011; Tese (Doutorado em Patologia Experimental) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Emerson José Venancio;

Michele Pagliari Oliveira Montini

Detecção fenotípica de carbapenemases (MBL) em isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Miriele Caroline Silva

Efeito do zinco sobre a produção de anticorpos naturais em frangos de corte; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Vanessa Marques Goulart

IgY e suas aplicações na imunoterapia passiva; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Eduardo Vignoto Fernandes

Efeito da fluoxetina no comportamento e na imunidade humoral de ratos Wistar submetidos ao nado forçado; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Eva Cristina Aurélio Menezes

Antidepressivos e Imunidade; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Roseanne Iamarino Marin

IgY: estrutura molecular, biologia e evolução; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Erica Akemi Kavati

Análise da Biodisponibilidade de Anticorpos IgY em Camundongos; 2006; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Edna Mari Milan Mathias

Transtorno do pânico e a imunidade; 2006; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Marcela Ogo

Ação de anticorpos IgY contra Candida albicans; 2005; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Wilson Ribeiro

Ensino de Imunologia: Aulas Práticas; 2004; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Adriane de Lima Cardeal Cunha

Drenagem Linfática; 2004; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Beatriz Santana Codognoto

Produção de antivenenos em aves: uma scoping review; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Aline Miquelin do Nascimento

Atividade antimicrobiana de anticorpos naturais presentes na gema de ovos comerciais contra bacilos gram-negativos nosocomiais; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Flávia Maria Cheffer Nory

Avaliação da fototerapia na regeneração do tecido periodontal de ratos; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Gladson Nobre Gomez Guarche

Investigação dos níveis de SIgA salivar anti-dentina em pacientes pediatricos na dentição decídua; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Denise Turini Gonzales Marioto

Análise imunohistoquímica para quantificação de células produtoras de IgY de órgãos linfóides de galinhas poedeiras em resposta à inoculação de venenos botrópico e crotálicoOM OS VENENOS BOTRÓPICO E CROTÁLICO; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Navarro dos Santos Ferraro

Análise morfométrica e imunohistolóogica de órgãos linfóides de galinhas poedeiras inoculadas com venenos botrópico e crotálico; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Narciso Junior Vieira

Estudo in vitro do Efeito de Anticorpos IgY contra o Fungo Candida albicans; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Jean Alcantara Freitas

Estudo do efeito da própolis sobre o sistema imune de galinhas poedeiras; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Eliandro Reis Tavares

Padronização de uma semi-nested PCR para detecção Molecular do Fungo Histoplasma capsulatum; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Lucimila Luchesi Jorge

Produção de anticorpos anti-IgG e anti-IgM de camundongos; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Silas Fernandes Eto

Análise Histológica dos Órgãos Linfóides de Galinhas Poedeiras; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Vetrinária) - Fundação Faculdade de Agronomia Luiz Meneghel; Orientador: Emerson José Venancio;

Alexandre Cesar Pelloso

Produção de anticorpos IgY anti-IFN gama de camundongo; 2006; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Andrea C Koishi

Diagnóstico Molecular da Paracoccidioidomicose; 2006; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Erica Akemi Kavati

Análise da produção de anticorpos IgY anti-tsh em ovos de galinhas (Gallus gallus domesticus) imunizadas com plasmídeo recombinante pcDNA 3; 1 / tsh; 2005; 38 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Adriane Feijó Evangelista

Genômica comparativa dos genes kex2 e snx4 em fungos; 2005; 40 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Matos Zidko

Efeito da administração crônica de fluoxetina sobre a respota imune humoral de camundongos swiss; 2005; 55 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Alexandre Augusto Sasaki

Efeitos da fluoxetina sobre o sistema imune em camundongos; 2004; 40 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Silvana Pedroso de Góes

Papel de anticorpos Anti-polissacarídeos de LPS na Resistência Sérica de Escherichia coli Aviária; 1996; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Bianca Lisley Barboza Pacheco

Produção e caracterização imunoquímica de anticorpos igy anti- nucleoproteína de sars-cov-2; 2023; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Natália Maria Ferreira Dias

Óleos Essências E O Sistema Imune De Frangos, Uma Mapping Review; 2023; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Raquel Gonçalves Fujisawa

) Produção E Caracterização Imunoquímica De Anticorpos Igy Anti-Igg Humana; ; 2023; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Camila Parada Nogueira

Comparação de metodologias para determinação da avidez de anticorpos igy na resposta imune primária; ; 2022; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Raquel Gonçalves Fujisawa

O papel da iga anti-sars cov-2 no diagnóstico da covid 19, uma mapping review sobre a metodologia utilizada; ; 2022; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Louise De Paula Salomão

O papel da iga anti-sars cov-2 no diagnóstico da covid 19, uma mapping review sobre a sensibilidade e Especificidade; ; 2022; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Bianca Lisley Barboza Pacheco

Comparação de metodologias para a determinação da avidez de anticorpos igy anti-permease ftr1 de candida albicans; 2021; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Bianca Lisley Barboza Pacheco

Comparação de metodologias para determinação da avidez de anticorpos IgY; ; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Camila Parada Nogueira

Comparação de metodologias para determinação da avidez de anticorpos IgY na resposta imune primária; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Lucas Ricardo Ferreira Domingues

Análise da atividade antimicrobiana de anticorpos IgY anti-Pseudomonas aeruginosa e anti-Acinetobacter baumannii; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Beatriz Santana Codognoto

Análise imunoquímica de anticorpos IgY anti nucleoproteina do vírus da influenza suína H1N1; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Aline Miquelin do Nascimento

Avaliação in vivo da atividade antimicrobiana de anticorpos naturais presentes na gema de ovos de galinhas poedeiras; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Renata Pitoni

Avaliação de fatores de risco para insucesso em implantes dentários; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Odontologia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Aline Miquelin do Nascimento

Caracterização imunoquímica e avaliação da atividade antimicrobiana de anticorpos naturais presentes na gema de ovos de galinhas poedeiras; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Francielle Eleodoro de Oliveira

Análise da atividade antimicrobiana de anticorpos IgY anti-Pseudomonas aeruginosa e anti-Acinetobacter baumannii multirresistentes a antimicrobianos; 2015; Iniciação Científica - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Lucas D'Amico de Alcântara

Desenvolvimento de um processo integrado de purificação de proteínas da clara do ovo; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Weslei Alexander Monari da Silva

Avaliação da atividade antimicrobiana de proteínas isoladas a partir da clara de ovos de galinhas poedeiras; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Fabiano Cardoso da Silva

Efeito da dose do antígeno sobre a avidez de anticorpos da classe IgY em galinhas poedeiras; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Mayara de Alencar Almeida

Avaliação do efeito da via de inoculação sobre a avidez de anticorpos IgY; ; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Francielle Eleodoro de Oliveira

Caracterização molecular de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii resistentes aos carbapenêmicos isolados de amostras de efluente hospitalar e de um sistema de tratamento de esgoto municipal; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Fabiano Cardoso da Silva

Efeito da via de inoculação sobre a produção de anticorpos da classe IgY em galinhas poedeiras; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Navarro dos Santos Ferraro

Análise histológica e morfométrica da glândula de harder de galinhas poedeiras inoculadas com venenos botrópico e crotálico; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Denise Turini Gonzales Marioto

Análise histológica e imunohistoquímica de medula óssea de galinhas poedeiras em resposta à inoculação com os venenos Botrópico e Crotálico; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Denise Turini Gonzales

Análise histológica e imunohistoquímica dos órgãos e tecidos linfóides de galinhas poedeiras em resposta a inoculação com os venenos botrópico e crotálico; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Navarro dos Santos Ferraro

Estudo das características histológicas dos orgãos e tecidos linfóides de galinhas poedeiras submetidas à estímulação antigênica; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Narciso Junio Vieira

Estudo in vitro do Efeito de Anticorpos IgY contra o Fungo Candida albicans; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Eliandro Reis Tavares

Padronização de uma semi-nested PCR para detecção Molecular do Fungo Histoplasma capsulatum; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Narciso Junio Vieira

Estudo in vitro do efeito de anticorpos IgY específicos contra fungos patogênicos para o homem; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Navarro dos Santos Ferraro

ANÁLISE HISTOLÓGICA E MORFOMÉTRICA DOS ÓRGÃOS E TECIDOS LINFÓIDES DE GALINHAS POEDEIRAS EM RESPOSTA À INOCULAÇÃO COM OS VENENOS BOTRÓPICO E CROTÁLICO; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Denise Turini Gonzales Marioto

Análise histológica e imunohistoquímica dos órgãos e tecidos linfóides e medula óssea de galinhas poedeiras em resposta à inoculação com os venenos Botrópico e Crotálico; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Josiane da Silva Quirino

ANÁLISE DA VARIAÇÃO DA SEQUÊNCIA NUCLEOTÍDICA DAS REGIÕES ITS1, 5; 8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGÊNICOS PARA O HOMEM; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Lucimilla Luchesi Jorge

Produção e purificação de anticorpos de galinha anti-igg e anti-igm de camundongo; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Luana Silva Soares

Determinação da Afinidade de Anticorpos IgY; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Lucimilla Luchesi Jorge

Produção e Purificação de Anticorpos de Coelho anti-imunoglobulina Y (IgY) de galinha; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Denise Kitamura

Identificação de genes para o diagnóstico molecular do fungo patogênico para o homem Paracoccidioides brasilienis; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Eliandro Reis Tavares

Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis em lesões orais; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Alexandre Augusto Sasaki

Isolamento do Gene snex4 do Fungo Patogênico para o Homem Paracoccidioides brasiliensis; ; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emerson José Venancio;

Ana Carolina Matos Zidko

Efeito da Fluoxetina na Resposta Imune Humoral de Camundongos; 2004; Iniciação Científica - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Adriane Feijó Evangelista

Indentificação de Genes Expressos Diferencialmente no Fungo Paracoccidioides brasiliensis; 2004; Iniciação Científica - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Erica Akemi Kavati

Efeito da Fluoxetina na Resposta Imune Humoral de Camundongos; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Leonardo Raffa Quintana

Indentificação de Genes Expressos Diferencialmente no Fungo Paracoccidioides brasiliensis; 2003; Iniciação Científica - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Emerson José Venancio;

Foi orientado por

Maria Sueli Soares Felipe

Expressão diferencial e caracterização de genes no dimorfismo do fungo patogêncico Paracoccidioides brasiliensis; 2002; 200 f; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular)) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria Sueli Soares Felipe;

EIKO NAKAGAWA ITANO

Estudo de fatores de resistência sérica de Escherichia coli aviária; 1994; 0 f; Dissertação - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Eiko Nakagawa Itano;

Produções bibliográficas

  • DE SOUZA, PATRICIA CANTERI ; CORRÊA, ALANA ELKE DO NASCIMENTO ; GAMEIRO, JULIANA GUTSCHOW ; DE OLIVEIRA JÚNIOR, ADMILTON GONÇALVES ; PANAGIO, LUCIANO APARECIDO ; Venancio, Emerson José ; ALMEIDA, RICARDO SERGIO . Production of IgY against iron permease Ftr1 from Candida albicans and evaluation of its antifungal activity using Galleria mellonella as a model of systemic infection. MICROBIAL PATHOGENESIS , v. 1, p. 106166, 2023.

  • PACHECO, BIANCA LISLEY BARBOZA ; NOGUEIRA, CAMILA PARADA ; Venancio, Emerson José . IgY Antibodies from Birds: A Review on Affinity and Avidity. ANIMALS , v. 13, p. 3130, 2023.

  • TAVARES, ELIANDRO REIS ; DE LIMA, THIAGO FERREIRA ; BARTOLOMEU-GONÇALVES, GUILHERME ; DE CASTRO, ISABELA MADEIRA ; DE LIMA, DANIEL GAIOTTO ; BORGES, PAULO HENRIQUE GUILHERME ; NAKAZATO, GERSON ; Kobayashi, Renata Katsuko Takayama ; Venancio, Emerson José ; TARLEY, CÉSAR RICARDO TEIXEIRA ; DE ALMEIDA, ELAINE REGINA DELICATO ; PELISSON, MARSILENI ; VESPERO, ELIANA CAROLINA ; SIMÃO, ANDREA NAME COLADO ; PERUGINI, MÁRCIA REGINA ECHES ; KERBAUY, GILSELENA ; FORNAZIERI, MARCO AURÉLIO ; TOGNIM, Maria Cristina Bronharo ; GÓES, VIVIANE MONTEIRO ; SOUZA, TATIANA DE ARRUDA CAMPOS BRASIL DE . Development of a Melting-Curve-Based Multiplex Real-Time PCR Assay for the Simultaneous Detection of Viruses Causing Respiratory Infection. Microorganisms , v. 11, p. 2692, 2023.

  • PETROLI, SUELEN BALERO DE PAULA ; FÁVARO, LARISSA DOS SANTOS ; DE MOURA, CAMILA FELIPE ; TOGNIM, M.C.B ; VENANCIO, E. J. ; MARRONI, FLORISTHER ELAINE CARRARA . Molecular and phenotypic characteristics of a blaOXA-58-carrying Acinetobacter colistiniresistens bloodstream isolate from Brazil. Journal of Global Antimicrobial Resistance , v. 28, p. 264-266, 2022.

  • SANCHES, RENATA FERNANDES ; DOS SANTOS FERRARO, ANA CAROLINA NAVARRO ; MARRONI, FLORISTHER ELAINE CARRARA ; Venancio, Emerson José . Synergistic activity between beta-lactams and igy antibodies against Pseudomonas aeruginosa in vitro. MOLECULAR IMMUNOLOGY , v. 148, p. 1-5, 2022.

  • RICCI, F. G. ; VENANCIO, E. J. ; BAPTISTA, A. A. S. ; FLAIBAN, K. M.C. ; Bracarense, Ana Paula F.R.L. ; OBA, A. ; HIROOKA, Elisa Y ; Itano, E N . Acute intoxication with single oral dose of ochratoxin A (OTA) causes leukopenia, heteropenia, lymphopenia and lymphoid depletion in the bursa of Fabricius in broiler chicks. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 43, p. 2437-2447, 2022.

  • RUZON-CAMARGO, F. I. ; FERNANDES, E.V. ; BOCCHI, M. ; OLIVEIRA, D. M. ; Venancio, E.J. ; GOMEZ, R. J. H. C. . Effect of dietary plants on the production of immunoglobulins A in healthy Wistar rats. SEMINA. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE (ONLINE) , v. 43, p. 119, 2022.

  • RICCI, FERNANDO GALDINO ; TERKELLI, LETICIA RODRIGUES ; Venancio, Emerson José ; JUSTINO, LARISSA ; DOS SANTOS, BEATRIZ QUEIROZ ; BAPTISTA, ANA ANGELITA SAMPAIO ; OBA, Alexandre ; DE OLIVEIRA SOUZA, BIANCA DORANA ; BRACARENSE, ANA PAULA FREDERICO RODRIGUES LOUREIRO ; HIROOKA, ELISA YOKO ; ITANO, Eiko Nakagawa . Tryptophan Attenuates the Effects of OTA on Intestinal Morphology and Local IgA/IgY Production in Broiler Chicks. Toxins , v. 13, p. 5, 2021.

  • OLIVEIRA, G. ; CAVENAGO, H. F. ; GOLDBERG, T. B. L. ; Venâncio, E.J. ; TEIXEIRA, A. S. ; SILVA, C. C. . Intervención escolar con actividad motriz recreativa para nios con sobrepeso. APUNTS. EDUCACIÓN FÍSICA Y DEPORTES , p. 17-25, 2021.

  • FERNANDES, E.V. ; CARMONA, L. F. ; FERREIRA, M.C.B. ; MACHADO, F.A. ; BALARIN, M.R.S. ; RAMOS, Solange de Paula ; ESTANISLAU, C. R. ; Venancio, E.J. . Impact of interaction between chronic variable stress and moderate intensity physical exercise on antibody production in Wistar rats. INDIAN JOURNAL OF EXPERIMENTAL BIOLOGY , v. 59, p. 406-414, 2021.

  • DA SILVA, MIRIELE CAROLINE ; COSTA, Ivete Conchon ; NAKAZATO, G. ; Loyola, W. ; LEDUR, M. C. ; PINHEIRO, J. W. ; Venâncio, E.J. . Innate immunity in chicken lines developed by EMBRAPA Suínos e Aves: antimicrobial activity of macrophages and serum. REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA , v. 50, p. e20200229, 2021.

  • SILVA, M.A.C. ; SILVA, M.C. ; PINHEIRO, J. W. ; GOMEZ, R. J. H. C. ; Murakami, A.E. ; Loyola, W. ; Venancio, E.J. . Immunomodulatory action of jacalin from Artocarpus integrifolia and mannoprotein from Saccharomyces uvarum on the humoral immunity of laying hens. CIÊNCIA RURAL , v. 50, p. e20190700, 2020.

  • FERNANDES, E.V. ; FILGUEIRAS, G. B. ; ESTANISLAU, C. ; Venancio, E.J. . Effects of chronic sleep restriction on anxiety-like behavior and the immune system of rats. SABIOS (FACULDADE INTEGRADO DE CAMPO MOURÃO. ONLINE) , v. 15, p. 49-54, 2020.

  • POLETTO, A. C. ; SINGI, P. ; BARRI, R. M. ; CASANOVA, A. A. ; GARBELINI, C. C. D. ; SILVA, C. C. ; Venancio, EJ . Relationship of levels of trace elements in saliva and dental caries in preschool children using total reflection X-ray fluorescence technique (TXRF). JOURNAL OF TRACE ELEMENTS IN MEDICINE AND BIOLOGY , v. 63, p. 126663, 2020.

  • CHIYODA-RODINI, F. A. S. ; SOUZA, B. D. O. ; ARCOS, J. J. E. ; LENHARD-VIDAL, A. ; ONO, M. A. ; VENANCIO, E. J. ; ITANO, E. N. . Aspectos imunológicos da paracoccidioidomicose. BIOSAUDE , v. 22, p. 34-47, 2020.

  • KHAN, S. A. ; Venancio, E.J. ; Ono, M.A. ; FERNANDES, E.V. ; HIROOKA, E. Y. ; SHIMIZU, C. F. ; OBA, A. ; FLAIBAN, K. K. M. C. ; ITANO, E. N. . Effects of Subcutaneous Ochratoxin-A Exposure on Immune System of Broiler Chicks. Toxins , v. 11, p. 264, 2019.

  • FERNANDES, E. V. ; RAMOS, A. C. ; Santos, A.H. ; LONGHINI, R. ; GERARDIN, D. C. C. ; VENANCIO, E. J. . Effects of maternal exposure to extract of Trichilia catigua on antibody production in the offspring of Wistar rats. NATURAL PRODUCT RESEARCH , v. 33, p. 763-766, 2019.

  • MIYAMOTO, JACKSON G. ; ANDRADE, FABIO B. ; FERRAZ, CAMILA R. ; CÂNDIDO, DENISE M. ; KNYSAK, IRENE ; VENANCIO, ÉMERSON J. ; VERRI, WALDICEU A. ; LANDGRAF, MARISTELLA A. ; LANDGRAF, RICHARDT G. ; KWASNIEWSKI, FÁBIO H. . A comparative study of pathophysiological alterations in scorpionism induced by Tityus serrulatus and Tityus bahiensis venoms. TOXICON , v. 141, p. 25-33, 2018.

  • ARISTIDES, L. G. A. ; Venancio, EJ ; ALFIERI, A. ; OBA, Alexandre . Carcass characteristics and meat quality of broilers fed with different levels of Saccharomyces cerevisiae fermentation product. POULTRY SCIENCE , p. 3337-3342, 2018.

  • FERNANDES, E.V. ; ESTANISLAU, C. R. ; Venancio, E.J. . MODERATE INTENSITY PHYSICAL EXERCISE: PSYCHONEUROIMMUNOLOGICAL ASPECTS. REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE (ONLINE) , v. 24, p. 395-398, 2018.

  • DA SILVA, MIRIELE CAROLINE ; SCHAEFER, REJANE ; GAVA, DANIELLE ; SOUZA, CARINE KUNZLER ; DA SILVA VAZ, ITABAJARA ; BASTOS, ANA PAULA ; Venancio, Emerson José . Production and application of anti-nucleoprotein IgY antibodies for influenza A virus detection in swine. JOURNAL OF IMMUNOLOGICAL METHODS , v. 461, p. 100-105, 2018.

  • KHAN, S. A. ; Venancio, E.J. ; FERNANDES, E.V. ; HIROOKA, E. Y. ; OBA, Alexandre ; MARQUES, K. K ; ITANO, E. N. . Low Doses of Ochratoxin-A Decrease IgY and IgA Production in Broiler Chicks. Toxins , v. 10, p. 316, 2018.

  • SILVA, C. C. ; SILVA, L. ; SANTOS, C. ; GOLDBERG, T. ; RAMOS, S. P. ; Venancio, E.J. . Genetic polymorphism on the flexibility of elite rhythmic gymnasts: State of art. APUNTS. MEDICINA DE L'ESPORT (ONLINE) , v. 54, p. 27-35, 2018.

  • MONTINI, MICHELE PAGLIARI OLIVEIRA ; FERNANDES, E. V. ; FERRARO, ANA CAROLINA NAVARRO DOS SANTOS ; ALMEIDA, MAYARA ALENCAR ; DA SILVA, FABIANO CARDOSO ; VENANCIO, E. J. . Effects of inoculation route and dose on production and avidity of IgY antibodies. Food and Agricultural Immunology , v. 29, p. 306-315, 2018.

  • MONTINI, MICHELE PAGLIARI OLIVEIRA ; FERNANDES, E. V. ; FERRARO, ANA CAROLINA NAVARRO DOS SANTOS ; ALMEIDA, MAYARA ALENCAR ; DA SILVA, FABIANO CARDOSO ; VENANCIO, E. J. . Effects of inoculation route and dose on production and avidity of IgY antibodies. Food and Agricultural Immunology , v. 29, p. 306-315, 2018.

  • MATSUCHITA, H. L. ; PITZ, A.F. (Amanda de Faveri Pitz) ; MELANDA, F. N. ; BREGANO, R. M. ; MORI, F. M. R. L. ; Dutra de Menezes, Maria Cláudia Noronha ; COSTA, I. N. ; PAVANELLI, W. R. ; GOMES, M. ; COLLI, C. M. ; Venancio, E.J. ; COSTA, Ivete Conchon . Descriptive molecular epidemiology study of Giardia duodenalis in children of Paraná State, Brazil. International Journal of Epidemiologic Research , v. 4, p. 1-9, 2017.

  • MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; ANDRADE, F. G. ; OLIVEIRA, M. B. ; ITANO, E. N. ; SILVA, S. P. ; Venâncio, E.J. . Study of differential expression of miRNAs in lung tissue of mice submitted to experimental infection by Paracoccidioides brasiliensis. MEDICAL MYCOLOGY , p. myw135, 2017.

  • BARBOSA FILHO, J. A. ; SOARES, A. L. ; SANTOS, M. C. ; Venancio, E.J. ; ALMEIDA, M. ; BUENO, F. R. ; Shimokomaki, M. ; OBA, A. . Características produtivas, carcaça, cortes e resposta imune humoral de frangos de corte alimentados com diferentes fontes de óleo e vitamina E. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA , v. 69, p. 497-504, 2017.

  • FERNANDES, E.V. ; RAMOS, A. C. ; SANTOS, A. H. ; GERARDIN, D. C. C. ; Venancio, E.J. . Effects of maternal exposure to antidepressant fluoxetine in humoral immunity in 2 rat pups. INDIAN JOURNAL OF EXPERIMENTAL BIOLOGY , v. 55, p. 675-679, 2017.

  • LOBATO, L. P. ; FERNANDES, E. V. ; JULIANI, L. C. ; Ferrari, O. ; RAMOS, S. P. ; GEREZ, J. R. ; VANAT, N. ; BALARIN, M.R.S. ; Venancio, E.J. ; GROSSMANN, M. V. E. . The Effects of Oat Bran and Soy Flour on Humoral Immune Response in Rats Fed Hypercholesterolaemic Diets. SEMINA: CÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE , v. 38, p. 165-174, 2017.

  • TAVARES, ELIANDRO REIS ; AZEVEDO, CAROLINE SOUZA ; PANAGIO, LUCIANO APARECIDO ; PELISSON, MARSILENI ; PINGE-FILHO, PHILENO ; Venancio, Emerson José ; BARROS, TÂNIA FRAGA ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI . Accurate and sensitive real-time PCR assays using intergenic spacer 1 region to differentiate Cryptococcus gattii sensu lato and Cryptococcus neoformans sensu lato. MEDICAL MYCOLOGY , v. 54, p. 89-96, 2016.

  • SIQUEIRA, CLÁUDIA PATRÍCIA CARDOSO MARTINS ; DE PAULA RAMOS, SOLANGE ; GOBBI, CYNTHIA A. A. ; SHIGAKI, LEONARDO ; KASHIMOTO, ROBERTO K. ; VENÂNCIO, EMERSON JOSÉ ; DE OLIVEIRA TOGINHO FILHO, DARI ; CASTALDIN, ANDRÉ G. ; FELINTO, ALAN S. ; SILVA, FRANCISCO PEREIRA ; SILVA, RICARDO B. ; DIAS, IVAN FREDERICO LUPIANO . Effects of weekly LED therapy at 625nm on the treatment of chronic lower ulcers. LASERS IN MEDICAL SCIENCE , v. 30, p. 367-373, 2015.

  • SEIXAS, G. F. ; VENANCIO, E. J. ; RAMOS, S. P. . Anti-dentine Salivary SIgA in young adults with a history of dental trauma in deciduous teeth. Brazilian oral research , v. 29, p. 1-8, 2015.

  • CARRARA-MARRONI, FLORISTHER ELAINE ; CAYÔ, RODRIGO ; STRELING, ANA PAULA ; SILVA, ANA CAROLINA RAMOS DA ; PALERMO, RAQUEL LIMA ; ROMANIN, PRISCILA ; VENANCIO, EMERSON ; PERUGINI, MÁRCIA REGINA ECHES ; PELISSON, MARSILENI ; GALES, ANA CRISTINA . Emergence and spread of KPC-2-producing Pseudomonas aeruginosa isolates in a Brazilian teaching hospital. J GLOB ANTIMICROB RE , v. 3, p. 304-306, 2015.

  • DE JESUS CARLOS, NILSON ; PINTO, DÉBORA ALVES ; ONO, Mario Augusto ; Venancio, Emerson Jose ; DE CAMARGO, ZOILO PIRES ; SANO, AYAKO ; ITANO, Eiko Nakagawa . Immunoblotting of soluble antigens in Paracoccidioides brasiliensis culture. Microbiology and Immunology , v. 58, p. 212-214, 2014.

  • KHAN, S. A. ; VENANCIO, E. J. ; HIROOKA, E. Y. ; RIGOBELLO, F. ; ISHIKAWA, A. ; NAGASHIMA, L. A. ; OBA, Alexandre ; ITANO, Eiko Nakagawa . Avian ochratoxicosis: A review. AFRICAN JOURNAL OF MICROBIOLOGY RESEARCH , v. 8, p. 3216-3219, 2014.

  • LOZANO, A. P. ; PARRA, A. R. P. ; SILVA, C. A. ; SANTOS, A. ; VENANCIO, E. J. ; ARANTES, V. ; NOGUEIRA, E. . Effect of L-glutamine levels in piglets diets challenged with Escherichia coli lipopolysacharides. MVZ Cordoba , v. 19, p. 4328, 2014.

  • DALTO, D. B. ; GAVIOLI, D.F. ; OLIVEIRA, E. R. ; SILVA, R. A. M. ; TARSITANO, M. A. ; ALTMANN, A. H. S. ; BRAZ, D. B. ; KOBAYASHI, R. K. T. ; VENANCIO, E. J. ; BRIDI, A. M. ; BRACARENSE, A. P. F. R. L. ; SILVA, C. A. . Efeito de dietas contendo plasma sanguíneo desidratado sobre características microbiológicas, imunológicas e histológicas de leitões leves ao desmame. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , v. 65, p. 189-197, 2013.

  • PITZ, A.F. (Amanda de Faveri Pitz) ; Koishi, Andrea Cristine ; TAVARES, E. R. ; ANDRADE, Fábio Goulart ; LOTH, Eduardo Alexandre ; GANDRA, R. F. ; Venancio, Emerson José . An optimized one-tube, semi-nested PCR assay for Paracoccidioides brasiliensis detection. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 00, p. 00-00, 2013.

  • ANDRADE, Fábio Goulart ; Eto, S.F. ; Ferraro, A.C.N.S. ; MARIOTO, D.T.G. ; VIEIRA, N. J. ; CHEIRUBIM, A. P. ; RAMOS, Solange de Paula ; Venancio, Emerson José . The production and characterization of anti-bothropic and anti-crotalic IgY antibodies in laying hens: A long term experiment. TOXICON , v. 66, p. 18-24, 2013.

  • VENANCIO, EMERSON J. ; PORTARO, FERNANDA C.V. ; KUNIYOSHI, ALEXANDRE K. ; CARVALHO, DANIELA CAJADO ; PIDDE-QUEIROZ, GISELLE ; TAMBOURGI, DENISE V. . Enzymatic properties of venoms from Brazilian scorpions of Tityus genus and the neutralisation potential of therapeutical antivenoms. TOXICON , v. 69, p. 180-190, 2013.

  • SOARES, D. ; OLIVEIRA, M. ; EVANGELISTA, Adriane Feijó ; VENANCIO, E. J. ; ANDRADE, R. V. ; FELIPE, M. S. S. ; PETROFEZA, Silvana Silva . Phospholipase gene expression during Paracoccidioides brasiliensis morphological transition and infection. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 108, p. 808-811, 2013.

  • Xavier, A.M. ; SERAFIM, K.G.G. ; HIGASHI, D.T. ; Vanat, N. ; Flaiban, K.K.M. da C. ; Siqueira, C.P.C.M. ; VenÃncio, E.J. ; Ramos, S. de P. . Simvastatin improves morphological and functional recovery of sciatic nerve injury in Wistar rats. Injury , v. 43, p. 284-289, 2012.

  • DARPOSSOLO, F. P. B. ; Eto, S.F. ; VENANCIO, E. J. ; Gomez, Raul Jorge Hernan Castro . Saccharomyces uvarum mannoproteins stimulate a humoral immune response in mice. BRAZILIAN ARCHIVES OF BIOLOGY AND TECHNOLOGY , v. 55, p. 597-602, 2012.

  • Eto, SF ; Andrade, FG ; Pinheiro, JW ; Balarin, MR ; Ramos, SP ; Venancio, EJ . Effect of inoculation route on the production of antibodies and histological characteristics of the spleen in laying hens. Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Science , v. 14, p. 63-66, 2012.

  • FERNANDES, E.V. ; RAMOS, S. P. ; ESTANISLAU, C. ; Venancio, E.J. . Efeitos comportamentais e imunológicos da fluoxetina em ratos submetidos ao nado forçado. Psicologia: Teoria e Pesquisa (UnB. Impresso) , v. 28, p. 409-415, 2012.

  • PICÃO, R.C. ; Carrara-Marroni, F. E. ; GALES, A.C. ; VENANCIO, E. J. ; XAVIER, D.E. ; TOGNIM, Maria Cristina Bronharo ; PELAYO, Jacinta Sanchez . Metallo--lactamase-production in meropenem-susceptible Pseudomonas aeruginosa isolates: risk for silent spread. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 107, p. 747-751, 2012.

  • GIONCO, B. ; PELAYO, J. S. ; VENANCIO, E. J. ; Cayo, R. ; Gales, A. C. ; Carrara-Marroni, F. E. . Detection of OXA-231, a new variant of blaOXA-143, in Acinetobacter baumannii from Brazil: a case report. Journal of Antimicrobial Chemotherapy (Online) , v. 67, p. 2531-2532, 2012.

  • Freitas, J. A. ; Vanat, N. ; Pinheiro, J. W. ; Balarin, M. R. S. ; SFORCIN, J. M. ; VENANCIO, E. J. . The effects of propolis on antibody production by laying hens. Poultry Science (Print) , v. 90, p. 1227-1233, 2011.

  • Dalto, Danyel Bueno ; Silva, Caio Abercio da ; Bridi, Ana Maria ; Gavioli, David Fernades ; Oliveira, Eduardo Raele de ; Silva, Roberta Abrami Monteiro da ; Tarsitano, Marina Avena ; Altmann, Alvaro Henrique de Sousa ; Braz, Debora Barbosa ; Kobayashi, Renata Katsuko Takayama ; Venancio, Emerson Jose . Plasma sanguíneo desidratado na recuperação de leitões leves ao desmame: desempenho zootécnico, perfil hematológico, freqüência de diarréia e viabilidade econômica. Semina. Ciências Agrárias (Impresso) , v. 32, p. 1989-2000, 2011.

  • Massuda, T. Y. C. ; Nagashima, L. A. ; Leonello, P. C. ; Kaminami, M. S. ; Mantovani, M. S. ; Sano, A. ; Uno, J. ; VENANCIO, E. J. ; Camargo, Z. P. ; ITANO, E. N. . Cyclosporin A Treatment and Decreased Fungal Load/Antigenemia in Experimental Murine Paracoccidioidomycosis. Mycopathologia (1975. Print) , v. 171, p. 161-169, 2011.

  • DARPOSSOLO, F. P. B. ; QUINTANA, Leonardo Raffa ; MAGNANI, Marciane ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. ; Gomez, Raul Jorge Hernan Castro . Avaliação do potencial imunoestimulante da Carboximetil-glucana de Saccharomyces cerevisiae em frangos de corte (Gallus domesticus). Semina. Ciências Agrárias (Impresso) , v. 31, p. 231-240, 2010.

  • Koishi, Andrea Cristine ; Vituri, Débora Fonseca ; Dionízio Filho, Pedro Sebastião Raimundo ; SASAKI, Alexandre Augusto ; FELIPE, Maria Sueli Soares ; Venancio, Emerson José . A semi-nested PCR assay for molecular detection of Paracoccidioides brasiliensis in tissue samples. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 43, p. 728-730, 2010.

  • Baptista, A.A.S. ; KOBAYSHI, R. K.T. ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, M. C. . Cloning, expression and sequence diversity of iss gene from avian pathogenic Escherichia coli (APEC) isolated in Brazil. Semina. Ciências Agrárias (Impresso) , v. 31, p. 723-732, 2010.

  • FERNANDES, E.V. ; GOESSLER, K. F. ; RAMOS, Solange de Paula ; ALTIMARI, L. R. ; VENANCIO, E. J. ; ANDRADE, F. G. . Efeitos da ingestão alcoólica crônica e do exercício físico na massa corporal, no consumo alimentar e na ingestão líquida de ratos Wistar. Revista da Educação física/UEM (Online) , v. 21, p. 000-000, 2010.

  • Bianchini, A.A.C. ; Petroni, T.F. ; Fedatto, P.F. ; Bianchini, R.R. ; Venancio, E.J. ; Itano, E.N. ; Ono, M.A. . Activation of the alternative complement pathway in canine normal serum by Paracoccidioides brasiliensis. Brazilian Journal of Microbiology , v. 40, p. 234-237, 2009.

  • VIDOTTO, M. C. ; LIMA, N. C. S. ; FRITZEN, J. T. T. ; Freitas, J.C. ; VENANCIO, E. J. ; ONO, M. A. . Prevalence of virulence genes in Escherichia coli strains isolated from piglets with diarrhea in the Paraná, South Brazil. BRAZILIAN JOURNAL OF MICROBIOLOGY , v. 40, p. 199-204, 2009.

  • VENANCIO, E. J. ; TOKANO, D. V. ; KAWAICHI, Marisa Emiko ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Cloning and characterization of the iron uptake gene iutA from avian Escherichia coli. Brazilian Archives of Biology and Technology (Impresso) , v. 51, p. 473-482, 2008.

  • VIDOTTO, Marilda Carlos ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, Odilon . Cloning, sequencing and antigenic characterization of rVirB9 of Anaplasma marginale isolated from Paraná State, Brazil. GENETICS AND MOLECULAR RESEARCH , v. 7, p. 460-466, 2008.

  • TAMEKUNI, K ; KANO, F ; ATALIBA, A ; MARANA, E ; VENANCIO, E ; VIDOTTO, M ; GARCIA, J ; HEADLEY, S ; VIDOTTO, O . Cloning, expression, and characterization of the MSP1a and MSP1b recombinant proteins from PR1 Anaplasma marginale strain, Brazil. Research in Veterinary Science , v. 86, p. 98-107, 2008.

  • WATANABE, Maria Angélica Ehara ; MIQUELÃO, A.K.M.B. ; OLIVEIRA, C.E.C. ; Oliveira, Karen Brajão ; NASSER, T.F. ; SUZUKI, O.S. ; AMARANTE, M.K. ; VENANCIO, E. J. ; AZEVEDO, E.M.M. . Detection of GBV-C/HGV RNA in cervico-vaginal smears from healthy individuals. BRAZILIAN ARCHIVES OF BIOLOGY AND TECHNOLOGY , v. 51, p. 917-922, 2008.

  • VENANCIO, E. J. ; KOBAYSHI, R. K.T. ; GAZIRI, Luis Carlos Jabur ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Detection of Tsh protein mucinolytic activity by SDS-PAGE. Journal of Microbiological Methods , v. 68, p. 654-655, 2007.

  • Lisboa, S.F. ; Oliveira, P.E. ; Costa, L.C. ; VENANCIO, E. J. ; MOREIRA, Estefânia G . Behavioral evaluation of male and female mice pups exposed to fluoxetine during pregnancy and lactation. Pharmacology , v. 80, p. 49-56, 2007.

  • KITAMURA, D. H. ; VENANCIO, E. J. . Detecção molecular de Paracoccidioides brasiliensis por PCR. Biosaúde (Londrina) , v. 9, p. 1-10, 2007.

  • EVANGELISTA, Adriane Feijó ; VENANCIO, E. J. . Análise Estrutural e Funcional dos genes KEX2 e SNX4 em fungos. Biosaúde (Londrina) , v. 8, p. 1-10, 2006.

  • DAHER, B. S. ; VENANCIO, E. J. ; FREITAS, Sonia Maria ; BAO, Sonia Nair ; VIANNEY, Paulo V R ; ANDRADE, R V ; DANTAS, Alessandra ; SOARES, C M A ; PEREIRA, I Silva ; Felipe, MSS . The highly expressed yeast gene pby20 from Paracoccidioides brasiliensis encodes a flavodoxin - like protein.. Fungal Genetics and Biology (Print) , v. 42, n.5, p. 434-443, 2005.

  • Bisio, Laura C. ; Silva, Silvana P. ; PEREIRA, Ildinete Silva ; XAVIER, MAURO A. S. ; XAVIER, M. A. S. ; VENANCIO, E. J. ; PUCCIA, Rosana ; Soares, Célia M. A. ; Felipe, Maria Sueli S. . A new Paracoccidioides brasiliensis 70-kDa heat shock protein reacts with sera from paracoccidioidomycosis patients. Medical Mycology (Oxford. Print) , v. 43, p. 495-503, 2005.

  • VENANCIO, E. J. ; FELIPE, M. S. S. ; ANDRADE, R. V. ; PETROFEZA, Silvana Silva ; MARANHÃO, Andréa ; TORRES, Fernando A ; ALBUQUERQUE, Patrícia ; ARRAES, F B ; ARRUDA, M ; AZEVEDO, M O ; BATISTA, A J ; BATAUS, L A ; BORGES, C L ; CAMPOS, e G ; CRUZ, M R ; DAHER, Bruno Sahium ; DANTAS, A ; FERREIRA, M A ; GHIL, G V ; JESUÍNO, Rosália S . Transcriptome characterization of the dimorphic and pathogenic fungusParacoccidioides brasiliensis by EST analysis. Yeast (Chichester, England. Print) , Inglaterra, v. 20, n.3, p. 263-271, 2003.

  • VENANCIO, E. J. ; KYAW, C. M. ; MELLO, C. V. ; SILVA, S. P. ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. ; PEREIRA, I.S. . Identification of differentially expressed transcripts in the human pathogenic fungus by differential display. Medical Mycology (Oxford. Online) , Inglaterra, v. 40, n.1, p. 45-51, 2002.

  • VENANCIO, E. J. ; DAHER, Bruno Sahium ; ANDRADE, R. V. ; SOARES, C. M. A. ; PEREIRA, I.S. ; FELIPE, M. S. S. . Thekex2 gene from the dimorphic and human pathogenic fungusParacoccidioides brasiliensis. Yeast (Chichester, England. Print) , Inglaterra, v. 19, n.14, p. 1221-1231, 2002.

  • VENANCIO, E. J. ; MIQUELÃO, Ana Karina ; DUARTE, Leila Maria ; FELIPE, Maria Sueli Soares . Dimorfismo em fungos patogênicos. Biosaúde (Londrina) , Londrina, v. 3, n.1, 2002.

  • NUNES, Sandra Odebrecht Vargas ; KAMINAMI, Mari S ; MATSUO, Tiemi ; WATANABE, M.A.E. ; VENANCIO, E. J. ; ITANO, Eiko Nakagawa . Análise de auto-anticorpos à mielina em pacientes com esquizofrenia. Biosaúde (Londrina) , Londrina, v. 4, n.1, p. 29-36, 2002.

  • MOTOYAMA, A. B. ; VENANCIO, E. J. ; BRANDÃO, G. O. ; SILVA, S. P. ; PEREIRA, I.S. ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. . Molecular Identification of Paracoccidioides brasiliensis by PCR Amplification of Ribosomal DNA. JOURNAL OF CLINICAL MICROBIOLOGY , v. 38, n.8, p. 3106-3109, 2000.

  • FERREIRA, C. S. A. ; HAMID, D. A. ; TRAIN, D. R. ; VENANCIO, E. J. ; ITANO, Eiko Nakagawa . Correlation Between Rubino's Reaction and soluble sheep erytrocyte receptors in Hansen's Patients. Semina (Londrina) , Londrina, v. 15, n.2, p. 117-120, 1994.

  • FERNANDES, T. A. B. ; Venancio, E.J. ; SAKANAKA, L. S. ; SHIRAI, M. A. ; UENO, C. T. . Desenvolvimento de Processo de Encapsulamento de Anticorpos IGY Visando Manutenção da Viabilidade. Tópicos em Ciências e Tecnologia de Alimentos: Resultados de Pesquisas Acadêmicas. 5ed.: , 2020, v. , p. 135-.

  • FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. ; ESTANISLAU, C. . Behavioral and humoral immune response of rats chronically treated with fluoxetine and submitted to repeated forced swimming sessions. In: Ru-Band Lu. (Org.). Effects of Antidepressants. 1ed.Rijeka: InTech, 2012, v. , p. 1-22.

  • NUNES, Sandra Odebrecht Vargas ; ITANO, Eiko Nakagawa ; VENANCIO, E. J. ; BORELLI, Sueli ; WATANABE, Maria Angélica Ehara . Tópicos envolvidos na Esquizofrenia. In: Watanabe, M.A.E.; Ono, M.A.; Cecchini, R.; Itano, E.N.. (Org.). Tópicos em Patologia Experimental. 1ed.Londrina: UEL, 2008, v. , p. 215-227.

  • VENANCIO, E. J. ; RODRIGUES, D. F. V. ; KOISHI, Andrea C . Detecção Molecular do Fungo Paracoccidioides brasiliensis. In: Watanabe, M.A.E.; Ono, M.A.; Cecchini, R.; Itano, E.N.. (Org.). Tópicos em Patologia Experimental. 1ed.Londrina: EDUEL, 2008, v. , p. 37-53.

  • ITANO, E. N. ; VENANCIO, E. J. ; MORIMOTO, H. K. . Células do sistema imune e sistema neuroendócrino.. In: Siqueira, J.E.; Nunes, S.O.V.. (Org.). A emoção e as doenças: psiconeuroimunologia, a influência das emoções na saúde e na doença.. Londrina: Editora Universidade de Londrina, 1998, v. 24, p. 59-86.

  • REICHE, E. M. V. ; INOUYE, M. M. Z. ; VENANCIO, E. J. . Interações moleculares na psiconeuroimunologia: peptídeos hormonais, neuropeptídeos e citocinas.. In: Siqueira, J.E.; Nunes, S.O.V.. (Org.). A emoção e as doenças: psiconeuroimunologia, a influência das emoções na saúde e na doença.. Londrina: Editora Universidade de Londrina, 1998, v. 24, p. 87-121.

  • TOKANO, D. V. ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Clonagem e sequenciamento do gene iutA do sistema de captação de ferro em Escherichia coli aviária. In: XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia 2003, 2003, Londrina. XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia 2003, 2003.

  • TOKANO, D. V. ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Expressão da proteína IUTA recombinante em cepas de E.coli BL21 e análise de sua atividade biológica. In: XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia 2003, 2003, Florianópolis. XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia 2003, 2003.

  • NASCIMENTO, A. M. ; Venâncio, E.J. . CARACTERIZAÇÃO IMUNOQUÍMICA E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA IN VIVO DE ANTICORPOS NATURAIS PRESENTES NA GEMA DE OVOS COMERCIAIS. In: ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEL, 2016, Londrina. ANAIS DO ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEL. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2016.

  • OLIVEIRA, F. E. ; CARRARA-MARRONI, F. E. ; Venancio, E.J. . Análise da atividade antimicrobiana de anticorpos IgY anti-Pseudomonas aeruginosa e anti-Acinetobacter baumannii multirresistentes a antimicrobianos. In: 24.o Encontro Anual de Iniciação Científica, 2015, Londrina. Anais do encontro anual de iniciação científica da uel, 2015. p. 1-4.

  • ALCANTARA, L. D. ; Venâncio, E.J. . Desenvolvimento de um processo integrado de purificação de proteínas do clara do ovo. In: 5° EAITI (Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação), 2015, Bandeirantes. 5° EAITI (Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação). Bandeirantes, 2015.

  • SILVA, W. A. M. ; Venâncio, E.J. . Avaliação da atividade antimicrobiana de proteínas isoladas a partir da clara de ovos de galinhas poedeiras. In: 5° EAITI (Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação), 2015, Bandeirantes. 5° EAITI (Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação), 2015.

  • NASCIMENTO, A. M. ; Ferraro, A.C.N.S. ; Venancio, E.J. . Caracterização imunoquímica e avaliação da atividade antimicrobiana de anticorpos naturais presentes na gema de ovos comerciais. In: 24.o Encontro Anual de Iniciação Científica, 2015, Londrina. ANAIS DO ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEL, 2015.

  • ALMEIDA, M. A. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação do efeito da via de inoculação sobre a avidez de anticorpos IgY. In: 23 Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014, Londrina. 23 Encontro Anual de Iniciação Científica. Londrina: UEL, 2014. v. 0. p. 0.

  • SILVA, F. C. ; VENANCIO, E. J. . Efeito da dose do antígeno em relação a avidez de anticorpos da classe IgY em galinhas poedeiras. In: 23 Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014, Londrina. 23 Encontro Anual de Iniciação Científica. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2014. v. 0. p. 0-0.

  • OLIVEIRA, F. E. ; VENANCIO, E. J. . Caracterização molecular de pseudomonas aeruginosa e acinetobacter baumannii resistentes aos carbapenêmicos isolados de amostras de efluente hospitalar e de um sistema de tratamento de esgoto. In: 23 Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014, Londrina. Anais do 23 Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014.

  • BARROS, J. M. ; LOZANO, A. P. ; PARRA, A. R. P. ; SANTOS, A. L. ; SILVA, C. A. ; VENANCIO, E. J. ; OLIVEIRA, E. R. ; NOVAES, A. K. . Efeito da Suplementação de glutamina em leitões desafiados com LPS de Escherichia coli sobre o cortisol. In: XXIII Congresso Brasileiro de Zootecnia, 2013, Foz de Iguaçú. XXIII Congresso Brasileiro de Zootecnia, 2013.

  • SILVA, F. C. ; MONTINI, M. P. O. ; SILVA, M.C. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Efeito da via de inoculação e da dose do antígeno sobre a produção e dose de anticorpos da classe IgY em galinhas poedeiras. In: 22 EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2013, Foz do Iguaçu. 22 EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2013.

  • Loyola, W. ; CHEIRUBIM, A. P. ; VENANCIO, E. J. ; Eto, S.F. ; ANDRADE, F. G. ; Tamehiro, C.Y. . Standardization of an enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) for determination of avidity of avian IgY immunoglobulin. In: XXIV World's Poultry Congress 2012, 2012, Salvador. World's Poultry Science Journal. Cambridge: Cambridge University Press, 2012. v. 68.

  • Ferraro, A.C.N.S. ; MARIOTO, D.T.G. ; Eto, S.F. ; ANDRADE, F. G. ; VENANCIO, E. J. . Análise histológica e morfométrica da glândula de harder de galinhas poedeiras inoculadas com venenos botrópico e crotálico. In: 21 Encontro Anual de iniciação Científica, 2012, Maringá. Anais do 21 Encontro Anual de iniciação Científica, 2012.

  • SOUZA, M. N. B. ; VENANCIO, E. J. . Estudo in vitro do efeito de anticorpos IgY específicos contra fungos patogênicos para o homem. In: 21 Encontro Anual de iniciação Científica, 2012, Maringá. Anais do 21 Encontro Anual de iniciação Científica, 2012.

  • FERNANDES, E.V. ; SILVA, M. A. C. ; SILVA, M.C. ; CHAMBÓ, S.D. ; Ferraro, A.C.N.S. ; MARIOTO, D.T.G. ; ANDRADE, F. G. ; ESTANISLAU, C. R. ; RAMOS, Solange de Paula ; VENANCIO, E. J. . Avaliação crônica do estresse e do tratamento com fluoxetina nos parâmetros psicoimunológicos de ratos Wistar. In: 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011, Londrina. 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011.

  • SILVA, M. A. C. ; FERNANDES, E.V. ; MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.C. ; ANDRADE, F. G. ; FILGUEIRAS, G.B. ; ESTANISLAU, C. R. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação da modulação da resposta imune humoral sobre a privação de crônica do sono em ratos Wistar.. In: 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011, Londrina. 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011.

  • MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.C. ; SILVA, M.A.C. ; FERNANDES, E.V. ; ANDRADE, F. G. ; VENANCIO, E. J. . Estudo histológico e análise imunohistoquímica da medula óssea de galinhas poedeiras inoculadas com venenos de serpentes do gênero bothrops e crotalus. In: 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011, Londrina. 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011.

  • CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.C. ; SILVA, M.A.C. ; FERNANDES, E.V. ; MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; ANDRADE, F. G. ; ALMEIDA, M. ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. . Avaliação do efeito de diferentes fontes e níveis de zinco sobre os componentes sanguíneos de frangos de corte.. In: 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011, Londrina. 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011.

  • Chiconi, C.A. ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. . Análise do efeito da suplementação de zinco (zn) quelatado sobre os órgãos linfóides de frangos. In: XX Encontro Anual de iniciação Científica, 2011, Ponta Grossa. Anais do XX Encontro Anual de iniciação Científica, 2011.

  • Ferraro, A.C.N.S. ; MARIOTO, D.T.G. ; ANDRADE, F. G. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação da participação da medula óssea na produção de anticorpos por galinhas poedeiras inoculadas com veneno de serpentes. In: XX Encontro Anual de iniciação Científica, 2011, Ponta Grossa. Anais do XX Encontro Anual de iniciação Científica, 2011.

  • MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; ANDRADE, F. G. ; VENANCIO, E. J. . Caracterização histológica e quantificação de células produtoras de igy da medula óssea de galinhas poedeiras inoculadas com venenos de serpentes. In: XX Encontro Anual de iniciação Científica, 2011, Ponta Grossa. Anais do XX Encontro Anual de iniciação Científica, 2011.

  • MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; Eto, S.F. ; ANDRADE, F. G. ; Venancio, E.J. . Caracterização histológica e quantificação de células produtoras de IgY do baço de galinhas podeiras inoculadas com venenos de cobras dos gêneros botrópico e crotálico. In: XIX Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010, Guarapuava. XIX Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010.

  • Ferraro, A.C.N.S. ; MARIOTO, D.T.G. ; Eto, S.F. ; ANDRADE, F. G. ; VENANCIO, E. J. . Análise quantitativa e morfométrica dos elementos histológicos constituintes do baço de galinhas poedeiras inoculadas com venenos botróico e crotálico. In: XIX Encontro Anual de iniciação Científica, 2010, Guarapuava. Anais do XIX Encontro Anual de iniciação Científica, 2010.

  • JORGE, L. L. ; ONO, Mario Augusto ; VENANCIO, E. J. . Produção e purificação de anticorpos de galinha anti-IgG e anti-IgM de camundongo. In: XIX Encontro Anual de iniciação Científica, 2010, Guarapuava. Anais do XIX Encontro Anual de iniciação Científica, 2010.

  • VIEIRA, N. J. ; FELIPE, Ionice ; ANDRADE, F. G. ; VENANCIO, E. J. . Estudo in vitro do efeito de anticorpos IgY específicos contra fungos patogênicos para o homem. In: XIX Encontro Anual de iniciação Científica, 2010, Guarapuava. Anais do XIX Encontro Anual de iniciação Científica, 2010.

  • Pitarello, A.S. ; SILVA, M.C. ; ALMEIDA, M. ; Moreira, C.A. ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. . Avaliação da resposta imune humoral em frangos de corte alimentados com dietas contendo diferentes fontes e níveis de zinco. In: Conferência FACTA 2010, 2010, Santos. Anais da Conferência FACTA 2010, 2010.

  • Pitarello, A.S. ; SILVA, M.A.C. ; Medeiros, L.G. ; Moreira, C.A. ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. . Avaliação do peso dos órgãos linfóides de frangos de corte alimetnados com diferentes fontes e níveis de zinco.. In: Conferência FACTA 2010, 2010, Santos. Anais da Conferência FACTA 2010, 2010.

  • SILVA, M.C. ; SILVA, M.A.C. ; Souza, M.N.B. ; Chiconi, C.A. ; Pitarello, A.S. ; Moreira, C.A. ; VENANCIO, E. J. ; OBA, Alexandre . Avaliação dos títulos de anticorpos naturais em frangos de corte tratados com zinco quelatado. In: Conferência FACTA 2010, 2010, Santos. Anais da Conferência FACTA 2010, 2010.

  • SOARES, L. S. ; ONO, Mario Augusto ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; VENANCIO, E. J. . Determinação da Avidez de Anticorpos IgY Presentes na Gema de Ovos de Galinhas Poedeira. In: XVII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2008, Foz do Iguaçu. XVII EAIC, 2008.

  • DAHER, Bruno Sahium ; VENANCIO, E. J. ; ANDRADE, R. V. ; VIANNEY, P. V. R. ; CARVALHO, M. J. A. ; SOARES, C. M. A. ; PEREIRA, I.S. ; FELIPE, Maria Sueli Soares . The expression of recombinant protein PbY20 from Paracoccidioides brasiliensis. In: Congreso Virtual de Micologia, 2003, Caracas. Congreso Virtual de Micologia, 2003.

  • MATIAS, A. P. ; ZORTEA JUNIOR, A. J. ; POLETTO, A. C. ; Venancio, E.J. ; CAMPOS, M. R. ; RAMOS, S. P. . Variáveis associadas ao insucesso de implantes osseointegrados orais: estudo retrospectivo. In: Congresso Odontológico da Universidade Estadual de Londrina, 2016, Londrina. 5 COUEL Congresso Odontológico da Universidade Estadual de Londrina. São José dos Pinhais: EditoraPlena, 2016. v. 1. p. 1-96.

  • POLETTO, A. C. ; LUCAS, B. B. ; CAMPOS, M. R. ; RAMOS, S. P. ; Venancio, E.J. ; ZORTEA JUNIOR, A. J. . Influência do tempo de instalação nos insucessos dos implantes osseointegrados: análise restrospectiva. In: 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina, 2016, Londrina. 5 COUEL. São José dos Pinhais: EditoraPlena, 2016. v. 1. p. 90-91.

  • CAMPOS, M. R. ; DUARTE, T. N. ; PITONI, R. ; RAMOS, S. P. ; Venancio, E.J. ; ZORTEA JUNIOR, A. J. . Influência da idade, gênero, condições de saúde, hábitos parafuncionais e números de dentes remanescentes no inaucesso de implantes dentários: estudo retrospectivo.. In: 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina, 2016, Londrina. 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina. São José dos Pinhais: EditoraPlena, 2016. v. 1. p. 86-87.

  • SESTARIO, C. S. ; RAMOS, S. P. ; Venancio, E.J. ; ZORTEA JUNIOR, A. J. . A história prévia de doença periodontal não está associada a falha de implantes osseointegrados: estudo retrospectivo. In: 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina, 2016, Londrina. 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina. São José dos Pinhais: EditoraPlena, 2016. v. 1. p. 83-84.

  • PITONI, R. ; ZORTEA JUNIOR, A. J. ; POLETTO, A. C. ; Venancio, E.J. ; MONTOVANI, J. A. P. ; RAMOS, S. P. . Influência do escore de saúde do paciente, hipertensão, números de dentes remanecentes e comprimento do implante nos insucessos dos implantes dentars: coorte retrospectiva.. In: 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina, 2016, Londrina. 5 Congresso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrina. São José dos Pinhais: EditoraPlena, 2016. v. 1. p. 46-46.

  • Ferraro, A.C.N.S. ; SILVA, M.C. ; NASCIMENTO, A. M. ; OLIVEIRA, F.E. ; SCARONE, M. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Produção e avaliação do efeito antimicrobiano de anticorpos IgY contra Pseudomonas aeruginosa e multirresistente a drogas in vitro. In: VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015, Londrina. VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015.

  • NASCIMENTO, A. M. ; Ferraro, A.C.N.S. ; OLIVEIRA, F.E. ; SILVA, M.C. ; SCARONE, M. ; VENANCIO, E. J. . Determinação dos níveis de anticorpos IgY anti-P. aeruginosa e Anti-A.baumanni de ovos comerciais por ELISA. In: VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015, Londrina. VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015.

  • SILVA, M.C. ; Ferraro, A.C.N.S. ; NASCIMENTO, A. M. ; OLIVEIRA, F.E. ; SCARONE, M. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Produção e atividade in vitro de anticorpos IgY anti-Acinetobacter baumannii multirresistentes. In: VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015, Londrina. Anais do VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015.

  • SILVA, C. C. ; NAKAMURA, F. ; RAMOS, S. P. ; Venancio, EJ . IMPACT OF ACE I/D POLYMORPHISM ON HEART RATE VARIABILITY AFTER 10 WEEKS OF AEROBIC TRAINING IN CHILDREN. In: 20 th annual Congress of the EUROPEAN COLLEGE OF SPORT SCIENCE, 2015, Malmo. 20 th annual Congress of the EUROPEAN COLLEGE OF SPORT SCIENCE. Malmo: Radmann, A., Hedenborg, S., Tsolakidis, E., 2015. p. 1-628.

  • PAULA, S. B. ; Bocchi, M. ; OLIVEIRA, F.E. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; OGATTA, S. F. Y. ; Carrara-Marroni, F. E. . Diversidade de carbapenemases em isolados clínicos dePseudomonas aeruginosarecuperadas no Hospital Universitário de Londrina. In: 4 Simpósio Internacional de Microbiologia Clínica, 2014, João Pessoa. Anais SIMC 2014, 2014.

  • PAULA, S. B. ; Bocchi, M. ; PERUGINI, M. R. E. ; VENANCIO, E. J. ; CARRARA-MARRONI, F. E. ; OGATTA, S. F. Y. . Monitoramento das taxas de resistência aos antimicrobianos e detecção de genes codificidadores de carbapenemases em isolados clínicos deAcinetobacterspp. do Hospital Universitário de Londrina. In: 4 Simpósio Internacional de Microbiologia Clínica, 2014, João Pessoa. Anais SIMC 2014, 2014.

  • PAULA, S. B. ; ROMANIN, P. ; PALERMO, R. L. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; CARRARA-MARRONI, F. E. . Escherichia coli produtoras de diferentes grupos de genes codificadores de CTX-M isoladas de efluente hospitalar e de amostras de estação de tratamento de esgoto municipal. In: XIV Encontro Nacional de Microbiologia Ambiental, 2014, João Pessoa. ANAIS :: ENAMA 2014, 2014.

  • MONTINI, M. P. O. ; SILVA, M.C. ; CHEIRUBIM, A. P. ; CHAMBÓ, S.D. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Efeito da dose do antígeno sobre a produção de anticorpos IgY. In: VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013, Curitiba. Anais dos trabalhos apresentados durante o VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013. v. 1. p. 22-22.

  • MONTINI, M. P. O. ; SILVA, M.C. ; CHEIRUBIM, A. P. ; CHAMBÓ, S.D. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Efeito das vias de inoculação sobre a produção de anticorpos IgY. In: VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013, Curitiba. Anais dos trabalhos apresentados durante o VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013. v. 1. p. 23-23.

  • SILVA, M.C. ; MONTINI, M. P. O. ; CHEIRUBIM, A. P. ; FERNANDES, E.V. ; Ferraro, A.C.N.S. ; CHAMBÓ, S.D. ; MARIOTO, D.T.G. ; Loyola, W. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação da resposta imune humoral em linhagens de galinhas desenvolvidas pela EMBRAPA Suínos e Aves. In: VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013, Curitiba. Anais dos trabalhos apresentados durante o VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013. v. 1. p. 24-24.

  • SILVA, M.C. ; MONTINI, M. P. O. ; CHEIRUBIM, A. P. ; FERNANDES, E.V. ; SILVA, M.A.C. ; COSTA, Ivete Conchon ; Loyola, W. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação da imunidade em linhagens de galinhas desenvolvidas pela EMBRAPA suínos e aves. In: VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013, Curitiba. Anais dos trabalhos apresentados durante o VI Simpósio Sul de Imunologia, 2013. v. 1. p. 25-25.

  • CARRARA-MARRONI, F. E. ; ROMANIM, P. ; PALERMO, R. L. ; PELISSON, M. ; VENANCIO, E. J. . Diversity of Carbapenemase Encoding Genes in Gram-negative Bacteria Isolated from Watewater in Londrina, Parana, Brazil. In: 2nd ICOPHAI - International Congress on Pathogens at the Human-Animal Interface, 2013, Porto de Galinhas. 2nd ICOPHAI - International Congress on Pathogens at the Human-Animal Interface, 2013. p. 0-00.

  • ROMANIN, P. ; PALERMO, R. L. ; GOMES, L. V. P. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; PELISSON, M. ; OGATTA, S. F. Y. ; CARRARA-MARRONI, F. E. . Emergence of a a Van-A-Type Glycopeptide Resistant Enterococcus Faecium Isolated from Teaching Hospital Sewage, Inflow and Effluent from Municipal Sewage Water Treatment Plants in Brazil. In: 2nd ICOPHAI - International Congress on Pathogens at the Human-Animal Interface, 2013, Porto de Galinhas. 2nd ICOPHAI - International Congress on Pathogens at the Human-Animal Interface, 2013.

  • CARRARA-MARRONI, F. E. ; CAYÔ, R. ; PALERMO, R. L. ; ROMANIN, P. ; STRELING, A. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; PELISSON, M. ; GALES, A.C. . Emergence and Spread of KPC-2 in a Multidrug-Resistant (MDR) Pseudomonas aeruginosa (PSA) Isolates from a Brazilian Teaching Hospital. In: 53rd Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC), 2013, Denver. 53rd Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC), 2013.

  • MONTINI, M. P. O. ; VENANCIO, E. J. . Effect of dose and route of innoculation of antigen on production of IgY antibodies. In: XXXVIII Congress of the Brazilian Society of Immunology, 2013, Natal. XXXVIII Congress of the Brazilian Society of Immunology. Natal: Brazilian Society of Immunology, 2013.

  • CARLOS, Nilson de Jesus ; Pinto, D.A. ; ONO, Mario Augusto ; Venancio, EJ ; ITANO, E. N. . Paracoccidioides brasiliensis high molecular mass antigens: analysis at different periods and culture medium by western blotting. In: 18th Congress of the International Society for Human and Animal Mycology, 2012, Berlim. Mycoses (Berlin. Internet). Berlim: Blackwell Verlag Gmbh, 2012. v. 55. p. 181-181.

  • VENANCIO, E. J. ; PORTARO, F. C.V. ; KUNIYOSHI, A. K. ; CARVALHO, D. C. ; PIDDE-QUEIROZ, G. ; TAMBOURGI, D. V. . Identification of a Dynorphin-Degrading Metallopeptidase Releasing Leu-Enkephalin in Brazilian Tityus spp. Scorpion Venoms. In: 17th World Congress of the International Society on Toxinology & Venom Week 2012, 4th International Scientific Symposium on All Things Venomous, 2012, Honolulu. Toxicon (Oxford). Amsterdam: Elsevier Science B.V., 2012. v. 60. p. 182-183.

  • FERNANDES, E.V. ; FILGUEIRAS, G.B. ; CARVALHO-NETTO, E. ; ESTANISLAU, C. R. ; VENANCIO, E. J. . Effect of chronic sleep loss on the organs weights, body mass, behavior and humoral immunity in rats Wistar. In: II Congresso Luso-Brasileiro de Patologia Experimental (XII International Symposium on Experimental Techniques), 2012, Coimbra. Experimental Pathology and Health Sciences. Coimbra, 2012. v. 60. p. 74-74.

  • Ferraro, A.C.N.S. ; PITZ, A. F. ; MARIOTO, D.T.G. ; ANDRADE, F. G. ; SILVA, M.C. ; CHAMBÓ, S.D. ; FERNANDES, E.V. ; SILVA, M.A.C. ; VENANCIO, E. J. . Histologia e morfometria da glândula de Harder de galinhas poedeiras inoculadas com veneno botrópico e crotálico.. In: 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012, Londrina. Anais do 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012.

  • PITZ, A. F. ; KOISHI, A. C. ; Fares, J.A ; ANDRADE, F. G. ; CHAMBÓ, S.D. ; MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; SILVA, M.C. ; FERNANDES, E.V. ; SILVA, M.A.C. ; VENANCIO, E. J. . Padronização de uma semi-nested PCR em única etapa para a detecção molecular de fungos patogênicos.. In: 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012, Londrina. Anais do 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012.

  • SILVA, M.C. ; CHAMBÓ, S.D. ; CHEIRUBIM, A. P. ; Ferraro, A.C.N.S. ; SILVA, M.A.C. ; MARIOTO, D.T.G. ; FERNANDES, E.V. ; MONTINI, M. P.O. ; PITZ, A. F. ; Pinheiro, J. W. ; VENANCIO, E. J. . Comparação da produção de anticorpos IgY por diferentes vias de inoculação.. In: 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012, Londrina. Anais do 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012.

  • CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.C. ; CHEIRUBIM, A. P. ; FERNANDES, E.V. ; Ferraro, A.C.N.S. ; Almeida, R.S. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação do efeito antifúngico de anticorpos igy contra dois tipos morfológicos de Candida albicans in vivo, utilizando um modelo invertebrado de infecção.. In: 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012, Londrina. Anais do 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012.

  • FERNANDES, E.V. ; CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.C. ; Santos, A.H. ; Paschoal, S. G. ; LONGHINI, R. ; Mello, J.C.P. ; GERARDIN, D. C. C. ; VENANCIO, E. J. . Avaliação da exposição materna ao extrato bruto de Trichilia catigua (catuaba) na produção de anticorpos na prole de ratos Wistar.. In: 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012, Londrina. Anais do 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012.

  • FERNANDES, E.V. ; SILVA, M.C. ; CHAMBÓ, S.D. ; RAMOS, A. C. ; Camin, N. A ; GERARDIN, D. C. C. ; VENANCIO, E. J. . Tratamento materno com fluoxetina e sua relação na produção de anticorpos nas proles de ratos Wistar.. In: 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012, Londrina. Anais do 2 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2012.

  • CARLOS, Nilson de Jesus ; Pinto, D.A. ; ONO, M. A. ; VENANCIO, E. J. ; ITANO, E. N. . Paracoccidioides brasiliensis high molecular mass antigens: analysis at different periods and culture medium by western blotting. In: 18th Congress of the International Society for Human and Animal Mycology, 2012, Berlim. Abstracts of 18th Congress of the International Society for Human and Animal Mycology, 2012. v. 55. p. 181-181.

  • MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; ANDRADE, F. G. ; CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.C. ; SILVA, M.A.C. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Estudo histológico e quantificação de células produtoras de IgY da medula óssea de galinhas poedeiras inoculadas com venenos de serpentes dos gêneros Bothrops e Crotalus. In: 1ª Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2011, Londrina. 1ª Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2011.

  • GIONCO, B. ; CARRARA, F. E. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; Nomura, P.R. ; PELAYO, J. S. . Prevalência de Acinetobacter baumannii produtores de carbapenemas isolados no Hospital Universitário(HU) de Londrina. In: II Congresso Latino-Americano de Resistência Microbiana, 2011, Gramado. Revista da AMRIGS. Porto Alegre: ASSOCIAÇÃO MÉDICA DO RIO GRANDE DO SUL, 2011. v. 55. p. 001-73.

  • Nomura, P.R. ; GIONCO, B. ; Silva, N.O. ; Passos , S. M. ; VENANCIO, E. J. ; PELAYO, Jacinta Sanchez ; CARRARA, F. E. . Altas taxas de resistência aos antimicrobianos em Acinetobacter baumannii isolados no Hospital Universitário de Londrina. In: II Congresso Latino - Americano de Resistêmcia Microbiana, 2011, Gramado. Revista da AMRIGS. Porto Alegre: Revista da AMRIGS, 2011. v. 55. p. 18-18.

  • GIONCO, B. ; CAYÔ, R. ; GALES, A.C. ; VENANCIO, E. J. ; PELAYO, Jacinta Sanchez ; CARRARA, F. E. . Emergência de uma nova variante de OXA-143 em um isoldo clínico de Acinetobacter baumannii resistente aos carbapenêmicos no Hospital Universitário de Londrina. In: 26 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011, Foz do Iguaçú. Anais do 26 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011.

  • SILVA, M.C. ; CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M. A. C. ; FERNANDES, E.V. ; MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; ANDRADE, Fábio Goulart ; ALMEIDA, M. ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. . Efeitos da suplementação de diferentes fontes e níveis de zinco sobre a produção de anticorpos naturais em frangos de corte.. In: 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011, Londrina. 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária / 14 Encontro de Atividades Científicas da Unopar, 2011.

  • SILVA, M.C. ; CHAMBÓ, S.D. ; SILVA, M.A.C. ; FERNANDES, E.V. ; MARIOTO, D.T.G. ; Ferraro, A.C.N.S. ; ANDRADE, F. G. ; ALMEIDA, M. ; OBA, Alexandre ; VENANCIO, E. J. . Estudo da utilização de diferentes fontes e níveis de zinco sobre o peso dos órgãos linfóides de frangos de corte. In: 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária, 2011, Londrina. Anais do 5 Congresso Nacional de Extensão Universitária, 2011.

  • GIONCO, B. ; CARRARA, F. E. ; Silva, N.O. ; Nomura, P.R. ; MONTINI, M. P.O. ; VENANCIO, E. J. ; PELAYO, Jacinta Sanchez . Alta prevallência de Acinetobacter spp portadores de genes codificadores de OXA-carbapenemases no Hospital Universitário de Londrina. In: 26 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011, Foz do Iguaçú. Anais do 26 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011.

  • QUEIROZ, P. M. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. ; ESTANISLAU, C. R. ; RAMOS, S. P. . Efeito da Fluoxetina em diferentes concentraçÕes sobre glândulas salivares maiores. In: XVIII Congresso Internacional de Odontologia de Ponta Grossa, 2010, Ponta Grossa. Anais do 18 Congresso Internacional de Odontologia de Ponta Grossa, 2010. p. 254-254.

  • GIONCO, B. ; PELAYO, J. S. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; CARRARA, F. E. . Diversidade de carbapenemases em Acinetobacter baumannii Isolados do Hospital Universitário de Londrina. In: 2 Simpósio Internacional de Microbiologia, 2010, Florianópolis. Anais do 2 Simpósio Internacional de Microbiologia, 2010.

  • Pinheiro, J.W. ; Eto, S.F. ; BALARIN, M.R.S. ; ANDRADE, F. G. ; FERREIRA, G.C. ; ONO, Mario Augusto ; VENANCIO, E. J. . Níveis Séricos de Anticorpos contra hemácias de carneiro em galinhas poedeiras. In: ZOOTEC, 2009, Águas de Lindóia. ANAIS DO ZOOTEC 2009, 2009.

  • Pinheiro, J.W. ; Eto, S.F. ; BALARIN, M.R.S. ; STIVALETTI, E. L. T. ; VANAT, Niara ; FERREIRA, G.C. ; VENANCIO, E. J. . Produção de Anticorpos Séricos Contra Hemácias de Carneiro em Galinhas Poedeiras Submetitdas a Muda Forçada. In: ZOOTEC, 2009, Águas de Lindóia. ANAIS DO ZOOTEC 2009, 2009.

  • FERNANDES, E.V. ; ESTANISLAU, C. ; RAMOS, Solange de Paula ; VENANCIO, E. J. . Efeito da fluoxetina na imunidade e no comportamneto em um modelo animal de depressão em ratos. In: 8 Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde, 2009, Londrina. Biosaúde, 2009. v. 11. p. 97-97.

  • GIONCO, B. ; VENANCIO, E. J. ; CARRARA, F. E. . Acinetobacter baumanni sensíveis aos carbapenêmicos e portadores do gen blaoxa-23: potencial para disseminação silenciosa?. In: 2 Encontro Paranaense de Ciências Biomédicas, 2009, Londrina. 2 EPCB. Londrina, 2002. v. 1. p. 40-40.

  • KOISHI, Andrea C ; RODRIGUES, D. F. V. ; VENANCIO, E. J. . Detecção Molecular do Fungo Paracoccidioides brasiliensis: comparação entre semi-nested PCR, Histologia e Cultura Celular. In: 6 Congresso Paulista de Infectologia, 2008, Atibaia. Revista Oficial: 6 Congresso Paulista de Infectologia, 2008.

  • FRITZEN, J. T. ; KAVATI, Erica Akemi ; SASAKI, Alexandre Augusto ; KAWAICHI, Marisa Emiko ; KOBAYSHI, R. K.T. ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; ONO, Mario Augusto ; VENANCIO, E. J. . Análise da Produção de Anticorpos IgY anti-tsh em ovos de galinhas imunizadas com plasmídeo recombinante (pcDNA3.1/TSH). In: 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007, Brasília. 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007.

  • FRITZEN, J. T. ; LIMA, N. C. S. ; FREITAS, J. C. ; VENANCIO, E. J. ; ONO, Mario Augusto ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Prevalence of virulence genes in Escherichia coli strains isolated from piglets with diarrhea in south Brazil. In: 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007, Brasília. 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007.

  • PETRONI, T. F. ; BIANCHINI, A. A. C. ; VENANCIO, E. J. ; ITANO, Eiko Nakagawa ; ONO, Mario Augusto . Ativação da via alternativa do complemento de cão pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis. In: INFOCUS - VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica, 2007, Curitiba. INFOCUS - VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica, 2007.

  • RODRIGUES, D. F. V. ; CARRILHO NETO, A. ; ITO, F. ; VENANCIO, E. J. . Paracoccidioidomicose oral: estudo retrospectivo de 70 pacientes. In: INFOCUS - VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica, 2007, Curitiba. INFOCUS - VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica, 2007.

  • KOISHI, Andrea C ; RODRIGUES, D. F. V. ; SASAKI, Alexandre Augusto ; VENANCIO, E. J. . Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis por semi-nested PCR. In: INFOCUS - VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica, 2007, Curitiba. INFOCUS - VI Fórum de Infecções Fúngicas na Prática Clínica, 2007.

  • PELAYO, Jacinta Sanchez ; GIRARDELLO, R. ; VICENTINI, R. A. ; VENANCIO, E. J. ; CARRARA, F. E. . Formação de Biofilme por Cepas de Pseudomonas Aeruginosa Isolads de Infecção Urinária. In: 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007, Brasília. 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007.

  • FRITZEN, J. T. ; LENZI, R. M. ; FERRARI, B. R. ; KAVATI, Erica Akemi ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; ONO, Mario Augusto . Produção de Imunoglobulina Y (IgY) contra fímbrias de Escherichia coli. In: 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007, Brasília. 24 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2007.

  • KITAMURA, D. H. ; KOISHI, Andrea C ; VENANCIO, E. J. . Molecular detection of Paracoccidioides brasiliensis by PCR. In: CIFARP - 6 Internationl Congress of Pharmaceutical Sciences, 2007, Ribeirão Preto. CIFARP - 6 Internationl Congress of Pharmaceutical Sciences, 2007.

  • KITAMURA, D. H. ; KOISHI, Andrea C ; VENANCIO, E. J. . Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis por reação em cadeia da polimerase (PCR). In: XVI Encontro Anual de Iniciação Científica PIBIC/CNPq, 2007, Maringá. XVI Encontro Anual de Iniciação Científica PIBIC/CNPq, 2007.

  • DUARTE, Leila Maria ; KAVATI, Erica Akemi ; ONO, Mario Augusto ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; VENANCIO, E. J. . Production and Characterization of IgY antibodies Anti- Paracoccidioides. In: XXXI Meeting of the Brazilian Society for Immunology, 2006, Búzios. XXXI Meeting of the Brazilian Society for Immunology, 2006.

  • EVANGELISTA, Adriane Feijó ; VENANCIO, E. J. . Análise de sequências de Paracoccidioides brasiliensis obtidas por DDRT-PCR. In: XIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2005, Guarapuava. EAIC Unicentro, 2005.

  • VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; KAWAICHI, Marisa Emiko . Avaliação da atividade biológica do anticorpo IgY anti-IutA.. In: XIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2005, Guarapuava, 2005.

  • ZIDKO, Ana Carolina Matos ; VENANCIO, E. J. ; KAVATI, Erica Akemi ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; ONO, Mario Augusto . Análise da Biodisponibilidade da Imunoglobulina Y (IgY) Inoculada por Via Oral em Camundongos. In: XIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2005, Guarapuava. EAIC - Unicentro, 2005.

  • VENANCIO, E. J. ; NISHIKAWA, Caroline Yuki . Comparação de Métodos de Purificação de IgY. In: XIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2005, Guarapuava. EAIC - Unicentro, 2005.

  • BISCOLA, Franciele Tafarello ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; VENANCIO, E. J. . Produção de anticorpos anti-adesinas de Escherichia coli envolvidas na diarréia pós-desmame de suínos. In: XXIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2005, Santos. CBM 2005, 2005.

  • KAWAICHI, Marisa Emiko ; BISCOLA, Franciele Tafarello ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; VENANCIO, E. J. . Caracterização da proteína IutA de Escherichia coli patogênica para aves. In: XXIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2005, Santos. CBM 2005, 2005.

  • KAVATI, Erika Akemi ; NISHIKAWA, Carolina Y. ; SANADA, Lina T. ; ARAI, Ana Elisa ; ATHAYDE, Fabiane M. ; VENANCIO, E. J. . Purificação de IgY: uma comparação entre dois métodos.. In: XIII Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC/UEL., 2004, Londrina. XIII Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC/UEL., 2004.

  • SASAKI, Alexandre Augusto ; EVANGELISTA, Adriane Feijo ; MIQUELÃO, Ana Karina ; VENANCIO, E. J. . Isolamento do gene SNX4 do fungo patogênico para o homem paracoccidioides. In: XIII Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC/UEL., 2004, Londrina, 2004.

  • SASAKI, Alexandre Augusto ; KAVATI, Erika Akemi ; MIZOGUCHI, Flávio Massao ; YOSHIDA, Thiago Silva ; VENANCIO, E. J. . Efeito de drogas anti-depressivas sobre o sistema imune. In: XIII Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC/UEL., 2004, Londrina, 2004.

  • EVANGELISTA, Adriane Feijo ; QUINTANA, Leonardo Raffa ; FELIPE, Maria Sueli Soares ; VENANCIO, E. J. . Análise de sequências expressas diferencialmente em um fungo patogênico para o homem - Paracoccidioides brasiliensis.. In: VII Encontro Paranaense de Genética, 2004, Londrina, 2004.

  • SASAKI, Alexandre Augusto ; MIZOGUCHI, Flávio Massao ; YOSHIDA, Thiago Silva ; KAVATI, Erika Akemi ; NUNES, Sandra Odebrecht Vargas ; ITANO, Eiko Nakagawa ; VENANCIO, E. J. . Effects of fluoxetine on humoral immunity in mice. In: XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Imunologia - International Meeting on Cytokines, 2004, Ouro Preto, 2004.

  • SASAKI, Alexandre Augusto ; MIZOGUCHI, Flávio Massao ; YOSHIDA, Thiago Silva ; KAVATI, Erika Akemi ; VENANCIO, E. J. . Análise do Efeito da Fluoxetina Sobre o Sistema Imune em Camundongos. In: 56ª Reunião Anual SBPC, 2004, Cuiabá. Anais da 56ª Reunião Anual SBPC, 2004. p. 86-86.

  • KAWAICHI, Marisa Emiko ; BISCOLA, Franciele Tafarello ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Produção e Purificação de Anticorpos IgY a partir de Ovos de Galinhas Imunizadas com a Proteína IutA. In: XIII EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2004, Londrina. Anais do XIII EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2004.

  • Evangelista, AF ; QUINTANA, L. R. ; VENANCIO, E. J. . Análise de Sequências Expressas Diferencialmente no Fungo Patogênico Humano ? Paracoccidioides brasiliensis. In: I Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e I Mostra de Painéis em Biomedicina, 2003, Londrina. I Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e I Mostra de Painéis em Biomedicina, 2003.

  • FEIJO, A. E. ; MOREY, A. T. ; MOTTA, A. M. ; COSTA, A. G. ; KAVATI, E. A. ; ENDO, E. M. ; PENHA, H. A. ; SANTINONI, I. A. ; VENANCIO, E. J. ; TSUDA, J. R. . Influência da Concentração do Antígeno Sobre a Resposta Imune Humoral. In: I Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e I Mostra de Painéis em Biomedicina, 2003, Londrina. I Simpósio Integrado dos Bacharelandos em Biomedicina e I Mostra de Painéis em Biomedicina, 2003.

  • VENANCIO, E. J. ; DAHER, Bruno Sahium ; ANDRADE, R. V. ; SOARES, C. M. A. ; PEREIRA, I.S. ; FELIPE, M. S. S. . Identification of an early expressed gene in dimorphic fungi Paracoccidioides brasiliensis.. In: VIII Encontro Internacional sobre Paracoccidioidomicose., 2002, Pirenópolis. Annual Review Of Biomedical Sciences, 2002. p. 42-42.

  • VENANCIO, E. J. ; DAHER, Bruno Sahium ; ANDRADE, R. V. ; SOARES, C. M. A. ; PEREIRA, I.S. ; FELIPE, M. S. S. . The kex gene from the dimorphic and human pathogenic fungus Paracoccidioides brasiliensis. In: VIII Encontro Internacional sobre Paracoccidioidomicose., 2002, Pirenópolis. Annual Review Of Biomedical Sciences, 2002. p. 41-41.

  • DAHER, Bruno Sahium ; VENANCIO, E. J. ; ANDRADE, R. V. ; VIANNEY, P. V. R. ; CARVALHO, M. J. A. ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. . Identification and characterization of a gene that encodes the stage-especific protein Y20 from the dimorphic fungus Paracoccidioides brasiliensis. In: VIII Encontro Internacional sobre Paracoccidioidomicose., 2002, Pirenópolis. Annual Review of Biomedical Sciences, 2002. p. 40-40.

  • DAHER, Bruno Sahium ; VENANCIO, E. J. ; PEREIRA, I.S. ; ANDRADE, R. V. ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. . Identification and characterization of a partial sequence of the gene that encodes the stage-specific protein PbY20 from the dimorphic fungus Paracoccidioides brasiliensis.. In: XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 2001, Foz do Iguaçu. Rio de Janeiro: Armazém das Letras, 2001. p. 288-288.

  • ALBUQUERQUE, P. ; KYAW, C. M. ; SALDANHA, R. R. ; VENANCIO, E. J. ; ANDRADE, R. V. ; DAHER, Bruno Sahium ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. ; PEREIRA, I.S. . Isolation and characterization of a phase especific cDNA that encodes a hydrophobin from the dimorphic pathogenic fungus Paracoccidioides brasiliensis.. In: XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 2001, Foz do Iguaçu. Rio de Janeiro: Armazém das Letras, 2001. p. 288-288.

  • BISIO, L. C. ; SILVA, S. P. ; PEREIRA, I.S. ; VENANCIO, E. J. ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. . The cDNA cloning, heterologous expression and purification of a immunoreactive 70 kDa heat shock protein of the dimorphic fungus Paracoccidioides brasiliensis.. In: XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 2001, Foz do Iguaçú. Rio de Janeiro: Armazém das Letras, 2001. p. 289-289.

  • VENANCIO, E. J. ; PEREIRA, I.S. ; SOARES, C. M. A. ; FELIPE, M. S. S. . Identification of early expressed gene in the dimorphic process of Paracoccidioides brasiliensis. In: XXVII Reunião de Genética de Microrganismos, 2000, Viçosa, 2000.

  • VENANCIO, E. J. . Identificação de genes expressos diferencialmente durante o processo dimórfico de Paracoccidioides brasiliensis utillizando a técnica de DDRT-PCR. In: VII Encontro Internacional sobre Paracoccidioidomicose, 1999, Campos do Jordão, 1999.

  • VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, M. C. ; ITANO, E. N. . Análise do papel de anticorpos anti-LPS de Escherichia coli aviária na resistência sérica. In: XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Imunologia - International Meeting on Cytokines, 1996, Angra dos Reis, 1996.

  • VENANCIO, E. J. ; CAMPOS, M. J. A. ; NAKAGAWA, R. I. ; YAMADA, F. A. ; HIDALGO, M. M. ; ITANO, Eiko Nakagawa . Obtenção de Anticorpos policlonais a leucotoxina de Actinobacillus Actnmycetemcomitans.. In: XXI REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNOLOGIA, 1996, Angra dos Reis. Anais da XXI REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNOLOGIA, 1996.

  • VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, M. C. ; SARIDAKIS, H. O. ; ITANO, E. N. . Relevância de lipopolissacarideo de Escherichia coli aviária na resistência sérica.. In: XVIII Congresso Brasileiro de Microbiologia., 1995, Santos, 1995.

  • VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, M. C. ; ITANO, E. N. . Análise de proteínas de membrana externa de Escherichia coli aviária resistentes e sensíveis ao soro de coelho.. In: XVIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 1995, Santos, 1995.

  • NAKAGAWA, R. I. ; NISHIMURA, C. S. ; ITANO, E. N. ; VENANCIO, E. J. . Análises de antigenos de Actinobacillus Actinmycetemcomitans (Aa) reconhecidos pelos soros imune de coelho, por western blotting.. In: V ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 1995, Londrina. Anais da V ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 1995.

  • FAVARO, L. S. ; CARRARA-MARRONI, F. E. ; Venâncio, E.J. . Molecular and phenotypic characteristics of a blaOXA-58-carrying Acinetobacter colistiniresistens bloodstream isolate from Brazil. Journal of Global Antimicrobial Resistance , 2022.

  • NASCIMENTO, A. M. ; Ferraro, A.C.N.S. ; OLIVEIRA, F.E. ; SILVA, M.C. ; SCARONE, M. ; VENANCIO, E. J. . Determinação dos níveis de anticorpos IgY anti-P.aeruginosa e anti-A.baumanni de ovos comercias por ELISA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Ferraro, A.C.N.S. ; SILVA, M.C. ; NASCIMENTO, A. M. ; OLIVEIRA, F.E. ; SCARONE, M. ; FERNANDES, E.V. ; VENANCIO, E. J. . Produção e avaliação do efeito antimicrobiano de anticorpos IgY contra Pseudomonas aeruginosa multirresistente à drogas in vitro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PAULA, S. B. ; Bocchi, M. ; OLIVEIRA, F.E. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; OGATTA, S. F. Y. ; CARRARA-MARRONI, F. E. . 4o Simpósio Internacional de Microbiologia Clínica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • ROMANIN, P. ; PALERMO, R. L. ; GOMES, L. V. P. ; VENANCIO, E. J. ; PERUGINI, M. R. E. ; PELISSON, M. ; OGATTA, S. F. Y. ; CARRARA-MARRONI, F. E. . Emergence of a van-a-type glycopeptide-resistant Enterococcus faecium isolated from teaching hospital sewage, inflow and effluent from municipal sewage water treatment plants in Brazil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PALERMO, R. L. ; ROMANIN, P. ; VENANCIO, E. J. ; PITZ, A. F. ; MONTINI, M. P. O. ; PERUGINI, M. R. E. ; PELISSON, M. ; CARRARA-MARRONI, F. E. . Diversity of carbapenemase-encoding genes in gram-negative bacteria isolated from wastewater in Londrina, Paraná, Brazil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PETRONI, T. F. ; FRITZEN, J. T. ; FERREIRA, J.B. ; ITANO, E. N. ; VENANCIO, E. J. ; VIDOTTO, M. C. ; ONO, Mario Augusto . Production of IgY Antibodies in Laying Hens Immunized With a DNA Vaccine to GP43 (pcDNAGP43). 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • VENANCIO, E. J. . O efeito de drogas anti-depressivas sobre o sistema imune. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • VENANCIO, E. J. . Dimorfismo em Fungos Patogênicos. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • VENANCIO, E. J. . Depressão, Estresse e Imunodepressão. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções

Venancio, E.J. . Produção de Anticorpos IgY em galinhas poedeiras. 2020.

Venancio, E.J. . Análise do Relatório Técnino da chamada 09/2016 - Programa de Pesquisa Básica e Aplicada. 2019.

Venancio, E.J. . Análise de projeto para Comissão de Ética de Uso de Animais da Universidade Estadual do Norte Fluminense. 2019.

Venancio, E.J. . Análises em amostras biológicas de cavalos. 2019.

VENANCIO, E. J. . Aumento da produção industrial de biocelulose. 2014.

VENANCIO, E. J. . Avaliador ad hoc. 2013.

VENANCIO, E. J. . Avaliação Sorológica da Vacina Contra Mycoplasma (Vencofarma). 2013.

VENANCIO, E. J. . Estudo genético da cepa de Acetobacter xylinum. 2012.

VENANCIO, E. J. . Caracterização da atividade biológica do produto Canis Globulin. 2011.

Venancio, EJ . BUSCA E LEITURA DE ARTIGOS CIENTÍFICOS PARA GRADUAÇÃO. 2023. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Venancio, EJ . Curso de quantificação de proteína. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VENANCIO, E. J. ; PINGE FILHO, Phileno ; ONO, M. A. ; WATANABE, M.A.E. ; ITANO, E. N. ; FELIPE, Ionice ; Oliveira, Karen Brajão . I Curso de Inverno de Imunologia Celular e Molecular da UEL - Mecanismos Celulares e Moleculares da Resposta Imunológica na Saúde e na Doença. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

VENANCIO, E. J. . Curso de Capacitação para Formação de Técnicos de Laboratório. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

VENANCIO, E. J. ; ITANO, E. N. ; ONO, Mario Augusto . Paracoccidioidomicose: imunologia, imunodiagnóstico e biologia molecular. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Projetos de pesquisa

  • 2020 - 2023

    Desenvolvimento de testes diagnóstico para o enfrentamento da COVID-19: estratégias de diferenciação de outras síndromes respiratórias agudas graves aplicadas ao SUS, Descrição: Atualmente, a COVID-19 tem desafiado os sistemas de saúde e a economia no mundo todo. A doença é causada por SARSCoV-2 (Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2) [1], um vírus envelopado de RNA fita simples [2] com altas taxasde transmissão e infecção. Desde sua identificação em 2019, COVID-19 contabiliza mais de 3 milhões de casos no mundo, emais de 200 mil mortes; no Brasil, mais de 60 mil casos, com mais de 4 mil mortes até a data de submissão da proposta. Atransmissão do vírus ocorre pelo contato direto com gotículas contaminadas expelidas por pacientes infectados, ou comsuperfícies contaminadas [3]. Estudos mostram que pacientes sintomáticos e assintomáticos apresentam alta carga viral nasnarinas logo após contágio, indicando o papel crucial na cadeia de transmissão do vírus [4]. O sucesso na contenção dadisseminação da pandemia em alguns países tem sido relacionado, além do isolamento social, ao elevado número de testesrealizados para detecção de SARS-CoV-2 na população. De fato, o diagnóstico precoce é essencial para o rápidoestabelecimento de tratamento adequado e de medidas preventivas para o controle da doença. Clinicamente, sinais esintomas de COVID-19 podem ser similares aos apresentados por outros agentes virais associados às síndromes respiratóriasagudas graves (SRAG)[5]. O diagnóstico específico de SARS-CoV-2 é baseado em amplificação do ácido nucleico viral, e emgeral os métodos preconizados utilizam sondas como sistema de detecção e necessitam de um equipamento sofisticado, quejuntos, elevam o custo da reação. Os testes rápidos disponíveis baseiam-se na detecção de antígeno viral ou anticorpo contrao vírus. Os antígenos detectados dependem da replicação ativa do vírus, sendo recomendados para infecções agudas ouprecoces. Por outro lado, estudos indicam que a detecção de anticorpos anti-SARS-CoV-2 em pacientes infectados ocorra emtorno de 7-14 dias após o surgimento dos sintomas [1] limitando o uso precoce desses testes.Assim, um dos desafios atuais da comunidade científica é a busca por diagnósticos rápidos e específicos para SARS-CoV-2.Nesta perspectiva, este projeto visa o desenvolvimento de metodologias inovadoras de baixo custo para diagnóstico deCOVID-19 baseadas em diferentes estratégias. Esta proposta contribuirá para o desenvolvimento científico, tecnológico e deinovação que poderão ser utilizados pelo SUS para o enfrentamento de COVID-19 e outras doenças infecciosas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Renata Katsuko Takayama Kobayashi - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Sueli Fumie Yamada Ogatta - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2020 - Atual

    Comparação de metodologias para determinação da avidez de anticorpos IgY, Descrição: Imunoglobulina y (igy) é uma das classes de imunoglobulinas presentes em aves, répteis, anfíbios e mesmo em mamíferos monotremados (ornithorhynchus anatinus). Os anticorpos da classe igy têm funções semelhantes as igg e ige de mamíferos. Diversos estudos mostram que os anticorpos igy podem ser utilizados para imunoterapia, imunodiagnóstico e pesquisa em substituição aos anticorpos produzidos em mamíferos. A utilização de igy, representa um refinamento na produção de anticorpos uma vez não ser necessária a obtenção de sangue periférico para a extração e purificação de anticorpos. Isso permite a produção de anticorpos com menor dano e sofrimento ao animal, quando comparada a produção em mamíferos. Uma característica particularmente importante para ação de anticorpos é a avidez. A avidez é uma medida da estabilidade da ligação entre o anticorpo e o antígeno. Ela é influenciada pela afinidade, pelas valências do anticorpo e do antígeno e pela geometria da interação entre o antígeno e o anticorpo. Existem poucos estudos sobre a avidez de anticorpos igy e resultados discrepantes são observados. Alguns estudos mostram claramente uma maturação da avidez ao longo de um período de imunização enquanto outros estudos falham em mostrar esse efeito. Por isso, nesse projeto iremos avaliar diferentes metodologias baseadas em ensaios imunoenzimáticos utilizadas para a avaliação da avidez de anticorpos igy. O projeto poderá resultar na identificação da metodologia mais adequada para determinação da avidez de anticorpos igy. Com isso permitirá o desenvolvimento de projetos de otimização dos protocolos de produção de anticorpos igy em galinhas poedeiras e de projetos sobre o efeito de nutrientes na produção de anticorpos em galinhas e frangos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Alexandre Oba - Integrante / Juliana Gutschow Gameiro - Integrante.

  • 2017 - 2020

    Mapeamento ambiental de patógenos multirresistentes e perfil de distribuição dos genes de resistência aos antimicrobianos em bactérias isoladas de efluentes hospitalares, amostras de estações de tratamento de esgoto e águas superficiais da região, Descrição: Na atualidade, os hospitais e as demais instituições de assistência à saúde não são considerados as únicas fontes de resistência aos antimicrobianos. Os efluentes gerados por estas instituições e as estações de tratamento de esgoto (ete) são cada vez mais reconhecidos como compartimentos ambientais propícios para desenvolvimento e disseminação da resistência suprindo permanentemente o meio ambiente com bactérias multirresistentes e seus genes de resistência, contaminando águas superficiais que os recebem e, assim, representando riscos à saúde pública em uma pesquisa anterior onde o efluente hospitalar do hospital universitário de londrina (hu) e amostras ambientais associadas da ete-sul/londrina foram estudadas, verificou-se o potencial de contaminação ambiental que estes locais apresentam para a saúde pública da nossa região uma vez que, em todos eles, mesmo no efluente tratado, foram identificadas bactérias portadoras de genes de resistência. Diante disso, este estudo objetiva ampliar a pesquisa inicial investigando os efluentes hospitalares de mais cinco hospitais que, conjuntamente com o hu, estão integrados ao sus, além de duas ete municipais, mapeando bactérias multirresistentes e quantificando genes de resistência aos antimicrobianos nestes locais. Para isto, serão realizadas coletas de efluente de seis hospitais de londrina, e de amostras ambientais das duas etes municipais (ete-norte e ete-sul). A quantificação de genes de resistência nas amostras coletadas será avaliada por pcr em tempo real as quais também, serão cultivadas para a contagem e identificação de bactérias multirresistentes (testes fenotípicos e matrix-assisted laser desorption/ionization - maldi-tof). O perfil de resistência aos antimicrobianos será avaliado por disco difusão e bactérias multirresistentes serão investigadas para a presença de genes de resistência por técnicas já padronizadas. A tipagem molecular por enterobacterial repetitive intergenic consensus (eric-pcr), pulsed field gel eletrophoresis (pfge) e multi locus sequence typing (mlst) será realizada em bactérias multirresistentes isoladas. Um software será desenvolvido e abastecido de informações relativas aos pontos de coleta e seus respectivos genes de resistência e bactérias multirresistentes aos antimicrobianos. Com este projeto pretende-se verificar a inter-relação entre os locais de coleta para determinar as principais zonas de poluição ambiental da resistência aos antimicrobianos que oferecem risco à saúde pública em nossa região e se os mesmos constituem rotas para a disseminação destes patógenos ao meio ambiente. Por fim, uma vez padronizado e implantado este projeto poderá fornecer subsídios que possam ser utilizados futuramente por outros centros de pesquisa ou órgãos interessados no monitoramento, vigilância e controle ambiental de bactérias e genes de resistência em compartimentos associados à captação, tratamento de esgotos e águas superficiais que recebam seus efluentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Floristher Elaine Carrara - Coordenador / Gerson Nakazato - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2017 - 2020

    Uso de algas na alimentação de frangos de corte e seus efeitos sobre a microbiota intestinal, desempenho, qualidade de carne e imunologia., Descrição: Esta pesquisa tem por objetivo avaliar o uso de diferentes níveis de inclusão de farinha de algas na nutrição de frangos de corte e verificar seus efeitos na microbiota intestinal, desempenho, qualidade de carne e resposta imune. Serão criadas 832 pintainhos de corte macho, com um dia de idade, os quais serão alimentados com quatro níveis de inclusão de farinha de algas (0, 1,5, 3,0 e 4,5 de inclusão), sendo as dietas isoproteicas e isoenergéticas. Serão avaliados os seguintes parâmetros: desempenho (ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, viabilidade criatória e índice de eficiência produtiva), qualidade de carne (ph, cor, capacidade de retenção de água, perdas de peso por cocção, força de cisalhamento), microbiota intestinal (composição e identificação da bactérias) e resposta imune (peso de órgãos linfóides, título de anticorpos totais e resposta imune humoral). Através deste estudo espera-se verificar se a farinha de alga e o nível de inclusão desta que pode melhorar o desempenho das aves. Determinar as alterações microbiológicas que a utilização da farinha de alga pode proporcionar e também a diferença de bactérias que existem em animais com desempenho superior e inferior. Além disto, determinar a influencia da farinha de alga sobre a resposta imune e a qualidade de carne dos frangos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Alexandre Oba - Coordenador / Caio Abércio da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2017 - 2020

    Estudo clínico prospectivo sobre a reação inflamatória e ativação de osteoclastos em pacientes submetidos ao tratamento ortodôntico convencional ou invisalign: prevenção de reabsorções radiculares, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 29/03/2020., Descrição: Prevalente do tratamento ortodôntico. Em pacientes com maior risco de reabsorção radicular, detectou-se na saliva a presença de auto anticorpos contra os antígenos dentinários, níveis aumentados de mediadores inflamatórios, fator de necrose tumoral #945; (tnf#945;), interleucina-1#946; (il-1#946;), il-6, il-12 e a il-10 foram encontrados na saliva e no fluido crevicular gengival (fcg). Os marcadores de ativação dos osteoclastos e da remodelação óssea, como o ativador de receptores do fator nuclear kappa-#946; (rankl) e seus ligantes (rankl e osteoprotegerina) e íons e minerais foram alterados nos fluidos orais durante o tratamento ortodôntico e o desenvolvimento de oiirr. O objetivo deste trabalho é investigar os níveis salivares de auto anticorpos contra antígenos dentinários (um marcador de susceptibilidade individual a oiirr) e os níveis salivares e fcg de minerais e íons, citocinas inflamatórias (tnfa, il-1#946;, il-6, il-12, il-12) e marcadores de rotatividade óssea de ativação osteoclástica (rank / rankl / eixo osteoprotegerina) em pacientes sob terapia ortodôntica. Esses marcadores serão correlacionados com o desenvolvimento radiográfico de oiirr. Os pacientes serão examinados antes do tratamento (pré t0), após 90 dias (t1) e após 120 dias (t2) para exame radiográfico e amostragem de saliva e gfc. Radiografias periapicais de incisivos superiores serão tomadas para análise de reabsorção de raiz e tipo de raiz. Três grupos serão analisados: a) pacientes invisalign (n = 50), b) pacientes convencionais tratados (n = 50) e c) controle pacientes (n = 50), não submetidos ao tratamento ortodôntico). Os níveis de anticorpos e mediadores inflamatórios serão determinados por ensaio de imunoabsorção enzimática e análise de inoculação de westerm. Minerais e íons serão detectados pela fluorescência total de raios-x. As diferenças serão consideradas no nível de significância de 5 entre os grupos. O estudo pretende avaliar se os aparelhos invisalign podem ser usados de forma segura em pacientes com alto risco de oiirr e como os tecidos periodontais reagem ao tratamento invisalign. A hipótese do presente trabalho é devido aos movimentos ortodônticos mais controlados alcançados pelo invisalign provocam níveis mais baixos de inflamação e ativação osteoclástica e, consequentemente, menos oiirr do que os aparelhos fixos convencionais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Cassia Cilene Dezan Garbelini - Integrante.

  • 2016 - 2019

    Impacto de exposição das micotoxinas no sistema imunológico, na microbiota intestinal e sistema., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 27/03/2020., Descrição: O Brasil é o maior exportador mundial de carne de frango, sendo o estado do paraná um dos maiores produtores do brasil. A vacinação é um importante instrumento para o controle de diversas doenças aviárias, principalmente no início da vida. As micotoxinas comumente encontradas em alimentos podem induzir imunossupressão e interferir nas respostas às vacinas, principalmente na fase inicial da vida quando o seu sistema imune não está totalmente desenvolvido. As micotoxinas também podem interferir com a microbiota intestinal, que por sua vez pode afetar o sistema imune e sistema nervoso central, acarretando em efeito microimunopatológico. O presente projeto propõe avaliar o efeito de micotoxinas no sistema imune de pintos de corte (Gallus gallus), analisando-se o efeito na resposta imune a vacinação, efeito na comunidade microbiana intestinal e sistema nervoso central. Além disso, com o objetivo de minimizar os possíveis efeitos microimunopatológicos será introduzida dieta alimentar rica em triptofano. Será feita contaminação via oral de pintinhos com micotoxinas (ocratoxina a-ota ou ota + fumonisina 1-fb1), associado ou não a vacinação contra eimeria, tratados ou não com triptofano, avaliando-se: os níveis séricos e fecais de IgA e IgY totais, IgY específico antieimeria e resposta linfoproliferativa in vitro (cultura células de baço estimulados com antígeno). Será feita também análise histológica/imunohistoquímica de fígado, baço e mucosa intestinal e determinação de ifn-#947; (th1) e il-4 (th2) em amostras de sangue e de mucosa intestinal, além de análise de comunidade microbiana intestinal. Para avaliar o efeito no sistema nervoso central, será feita a determinação de nível sérico de cortisol e observação de comportamento (p. Ex., rejeição de alimentos). Os resultados obtidos poderão contribuir para melhor compreensão do efeito microimunotoxicopatológico oriunda de contaminação por micotoxinas, principalmente a respeito de comunidade microbiana intestinal, resposta imune localizada (mucosa intestinal), associação com o sistema nervoso central e possível reversão pela dieta rica em triptofano. Além disso, contribuirá para a formação de recursos humanos por envolvimento de alunos de graduação e pós-graduação, para a internacionalização decorrente da colaboração de pesquisadores estrangeiros e também para a economia do país/estado pela maior produtividade do granjeiro/indústria produtora do alimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Wagner Loyola - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Alexandre Oba - Integrante.

  • 2016 - 2019

    Perfil de antígenos de Streptococcus mutans reconhecidos por anticorpos presentes na saliva de crianças atendidas na Bebê-Clínica da UEL., Descrição: A cárie é uma doença infecciosa crônica multifatorial, onde os micro-organismos desempenham um papel crítico nas etapas iniciais e no seu desenvolvimento. Streptococcus mutans é considerado um agente importante e primário na iniciação e progressão das lesões cariosas. O presente trabalho pretende caracterizar o perfil de antígenos de S. mutans reconhecidos por anticorpos presentes na saliva de crianças com e sem cáries. Primeiramente será realizada uma revisão sistemática a partir dos critérios propostos pela Cochrane, e posteriormente será realizado um estudo de coorte retrospectivo com 100 crianças de 3 a 5 anos atendidos nos anos 2013 a 2015 na Bebê-Clínica da UEL. As crianças selecionadas serão alocadas em dois grupos, um com lesão de cárie (n=50) e outro sem lesão de cárie (n=50), avaliados pelo Sistema internacional de detecção e avaliação de lesões de cárie (ICDAS). Serão coletados dados dos prontuários odontológicos e informações obtidas na anamnese das crianças por meio de questionário aplicado aos pais e/ou responsáveis, com informações das condições sociodemográficos e comportamentais, condições de saúde e hábitos, história médica pregressa, cuidados com saúde bucal e traumatismos dentários. Os níveis de anticorpos das classes IgAs (secretora), IgA, IgG e IgM anti-S. mutans presentes na saliva serão determinados por ELISA, e análise do perfil proteico do S. mutans UA159 sorotipo C será feita por SDS-PAGE. Com esse estudo será possível a caracterização dos antígenos do S. mutans reconhecidos por anticorpos presentes na saliva em crianças com e sem cáries. Além disso, esse estudo será a oportunidade para o desenvolvimento de uma dissertação de mestrado no programa de pós-graduação em Odontologia, um trabalho de iniciação científica, apresentação em eventos de divulgação científica, publicação de dois artigos científicos em revistas indexadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Cláudia Poletto - Integrante / Rosario Mamani Barri - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2016 - 2019

    Avaliação de fatores de risco para insucesso em implantes dentário, Descrição: O presente projeto tem como objetivo avaliar os fatores de risco associados a falhas imediatas e tardias de osseointegraçãoem implantes dentários, por meio de ensaio de coorte retrospectiva e análise de plomorfismos genéticos associados aformação de matriz de tecido ósseo e mediadores inflamatórios.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Solange de Paula Ramos - Integrante / Ana Cláudia Poletto - Integrante / Alberto João Zortéa Junior - Integrante., Número de produções C, T & A: 5

  • 2015 - 2018

    Estudo experimental dos efeitos da fototerapia sobre o tratamento periodontal, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A periodontite é uma doença inflamatória crônica, que afeta predominantemente pacientes adultos, com alta prevalência (42 a 47) na população. A doença caracteriza-se pela destruição das estruturas de suporte dentário (epitélio juncional, ligamento periodontal, osso alveolar e cemento), com a formação de bolsas periodontais, aumento da mobilidade dentária e perda do elemento dentário. O tratamento consiste em técnicas de raspagem, para remoção da placa bacteriana e descontaminação da superfície radicular, podendo ou não requerer tratamento cirúrgico para reconstituição da morfologia dos tecidos periodontais e indução de regeneração tecidual. No entanto, a regeneração dos tecidos periodontais de suporte após a destruição por doença perodontal é irreversível, na maioria dos casos, devido à limitada capacidade de reconstituição do cemento, ligamento periodontal e ossos alveolar. A fototerapia é uma modalidade terapêutica com atividade anti-inflamatória, e que promove a regeneração e reparo dos tecidos conjuntivos por meio da estimulação da síntese de matriz extracelular e proliferação celular. A aplicação da fototerapia pode, potencialmente, promover a reduzir o quadro inflamatório e estimular o reparo dos tecidos periodontais. O objetivo deste trabalho é avaliar o processo de reparo do tecido periodontal irradiado com ledterapia a 940nm. Serão utilizados 60 ratos wistar machos, pesando aproximadamente 350 gramas, divididos em 4 grupos: controle (sem nenhum tratamento), p (com indução de periodontite), pr (com indução de periodontite e raspagem), prl ( com indução de periodontite, submetido a raspagem e ledterapia) e pl (com periodontite e submetido a periodontite). Os animais dos grupos p, pr, prl e pl serão anestesiados e será realizada a amarria subgengival dos primeiros molares superiores direito e esquerdo com fios de amarria ortodôntica. O fio será mantido em posição durante 14 dias. Após este período, os animais serão novamente anestesiados para a remoção da amarria e realização dos procedimentos de raspagem e ledterapia. Seis animais de cada grupo serão sacrificados nos dias 16 e 28 após o início da experimentação. As maxilas do lado direito serão utilizadas para análise histológica de áreas de inflamação, presença de lesões periodontais, presença de osteoclastos, a presença de células imunomarcadas para il-1beta, tnf-alfa, rank e rankl. Os níveis de proteína c reativa em sangue serão avaliados em ensaio bioquímico. O risco de lesão vascular será avaliado pela função contrátil e relaxante da aorta isolada. Diferenças entre os grupos serão avaliados por teste de anova (pós-teste de tukey) para dados com distribuição normal, ou teste de kruskal-wallis (pós-teste de dunn). Dados categóricos serão avaliados com teste de qui-quadrado com correção de yates ou teste exato de fisher. As diferenças entre os grupos serão consideradas sugnificantes quando p<0.05.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador.

  • 2013 - 2015

    Extrato de própolis no desempenho, expressã o gênica, histologia muscular, imunologia e parasitologia da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) criada em tanque - rede, Descrição: As tilápias são as primeiras colocadas na produção brasileira de peixes. São animais que se adaptam a diversos climas, sistemas de produção e salinidade devido a sua variada fisiologia adaptativa, biologia reprodutiva, plasticidade genética, além de fácil domesticação e comercialização. A própolis possui ação antibacteriana, antiviral, antioxidante, antifúngica, anti-inflamatória, hepatoprotetora, antitumoral, imunomodulador e antiprotozoária, sendo atualmente utilizada em tratamentos de animais e seres humanos. Este projeto será conduzido com o objetivo geral de verificar o efeito do extrato de própolis sobre o desempenho, expressão gênica, histologia muscular, imunologia e parasitologia da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) criada em tanque-rede. Para tanto, serão realizados dois experimentos. Experimento 1: análise da estabilidade da própolis através do tempo: será pesquisada a inclusão de 4% de própolis na ração através de emulsão em óleo vegetal e aspersão manual. Com o objetivo de conferir a quantidade/qualidade de própolis que resta na ração através do tempo, será realizada análise de cromatografia liquida de alta eficiência a cada 30 dias por 90 dias. Experimento 2: experimento de campo: serão utilizados 600 machos revertidos da espécie tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) linhagem GIFT, com um peso inicial de 60 g aproximadamente. Os peixes serão condicionados em 10 tanques-rede de 1 m3, sendo 60 peixes por tanque. O período experimental será de 105 dias. Durante todo o experimento os parâmetros de qualidade da água serão monitorados. A dieta será composta por ração comercial extrusada contendo 4% de extrato de própolis. Dois tratamentos serão avaliados: o Tratamento 1: controle (ração extrusada sem própolis), com 5 repetições (5 tanques-rede) e o Tratamento 2: com própolis (5 repetições ? 5 tanques-rede) através de um delineamento experimental inteiramente casualizado, totalizando 300 peixes por tratamento e 600 no total para o experimento. A biome. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Nelson Mauricio Lopera Barrero - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2015

    Efeitos da fumonisina b1 (fb1) e ocratoxina-a (ota) no sistema imune/resposta imune e níveis séricos de fb1 e ota em frangos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 06/07/2016., Descrição: O Brasil é o maior exportador mundial de carne de frango sendo o estado do paraná um dos maiores produtores do brasil. A vacinação é um importante instrumento para o controle de diversas doenças aviárias, principalmente no início da vida. Considerando que as micotoxinas podem induzir imunossupressão e interferir nas respostas às vacinas, principalmente na fase inicial da vida quando o seu sistema imune não está totalmente desenvolvido, o presente projeto propõe avaliar efeito de micotoxinas no sistema imune de recém natos de aves (gallus gallus) e verificar efeito na imunização/vacinação. Será feita a análise de influência de contaminação de pintinhos com micotoxinas (ota ou ota + fb1) via dieta (oral) e via inoculação sub-cutanea avaliando-se a produção da igy circulante e iga lacrimal; a resposta th1 (inf- e il-18) e th2 (il-4) no baço. Será feita também análise de efeito dessas micotoxinas em processos de imunização/vacinação (se), avaliando-se resposta linfoproliferativa, citocinas th1 e th2; análise histológica/ imunohistoquímica dos órgãos do sistema imune e resposta imune humoral sistêmica e local em pintinhos, alem de avaliar os níveis de ota e fb1 sérico em frangos de corte/ poedeiras na região norte do paraná, brasil. Para avaliação de micotoxinas serão utilizados anticorpos monoclonais específicos por metodologia de elisa tendo como padrão a cromatografia líquida de alta eficiência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Shahzad Akbar Khan - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Efeitos do estresse crônico variável sobre adaptações imunofisiológicas e comportamentais de ratos wistar exercitados cronicamente, Descrição: O estresse é constituído por um conjunto de alterações em resposta a desafios que ameacem a integridade do organismo. Essas alterações têm dimensões comportamentais, endócrinas, imunológicas e neurais. Embora adaptativo, quando crônico, o estresse pode ter efeito adverso, comprometendo todas aquelas dimensões. Além das mudanças comportamentais, o estresse crônico provoca inúmeras alterações sistêmicas ao indivíduo, como aumento dos níveis de cortisol e imunossupressão. O estresse crônico está associado ao desenvolvimento de uma série de transtornos de humor, como a ansiedade e a depressão. Um dado importante, é que transtornos como ansiedade e depressão, parecem ter seus sintomas reduzidos em virtude da prática habitual de exercícios físicos. Assim, o presente projeto tem como objetivo avaliar os efeitos do estresse crônico variável sobre adaptações imunofisiológicas e comportamentais de ratos wistar submetidos a exercício físico regular. A hipótese de estudo é que o exercício físico previne as alterações fisiopatológicas provocadas pelo estresse. Serão utilizados ratos wistar adultos de ambos os gêneros. Em cada gênero os animais serão divididos randomicamente em grupo exercício estresse; grupo exercício controle; grupo sedentário estresse; grupo sedentário controle. As adaptações comportamentais serão avaliadas por teste do labirinto em cruz elevado, preferências por sacarose e campo aberto. As adaptações fisiológicas e imunológicas ao estresse e ao exercício serão avaliadas por dosagem de lactato sérico, corticosterona, creatina quinase, produção de citocinas pró e anti-inflamatórias (inf-y,il-4 e il-6), anticorpos (igm, igg2a, igg1), análise das glândulas supra-renais, testes bioquímicos e mensuração dos subtipos ltcd4+ e ltcd8+. O índice de significância mínimo adotado será p<0,05.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Eduardo Vignoto Fernandes - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Expressão diferencial de mirnas na infecção experimental por paracoccidioides brasiliensis e paracoccidioides lutzii, Descrição: No Brasil, a infecção por P. brasiliensis é uma das principais causas de mortalidade em pacientes acometidos por micoses sistêmicas e um dos mais importantes modelos de estudo sobre micoses profundas. Diversos grupos de pesquisa tem se dedicado ao estudo da paracoccidioidomicose nos seus mais diferentes aspectos, como epidemiologia, ecologia, variabilidade genética, dimorfismo e os mecanismos de imunidade associados a resistência ou a susceptibilidade a infecção. Os esforços empreendidos por estes grupos tem resultado na identificação de diferentes espécies geneticamente definidas de p. Brasiliensis, de genes expressos diferencialmente e do papel dos diferentes tipos de imunidade na resistência ao fungo. Acredita-se que o processo inflamatório associado a presença do fungo no tecido pulmonar seja o resultado de uma complexa interação entre os diferentes tipos de linfócitos, em especial dos diferentes tipos de células t cd4+. Neste projeto iremos investigar a expressão diferencial de mirnas e a sua relação com a modulação da resposta imune. Para isso usaremos os isolados p18 e ldn1 que correspondem as espécies crípticas s1 e p. Lutzii do complexo p. Brasiliensis, em um modelo de infecção experimental em camundongos que simula a infecção pulmonar, principal sítio de infecção no hospedeiro humano. Com esse modelo iremos identificar mirnas com expressão diferencial durante as diferentes fases do processo infeccioso e investigar a relação destes mirnas com a expressão das principais citocinas e com a presença de diferentes linfócitos no sítio inflamatório. Este estudo poderá resultar na identificação de genes envolvidos na resposta imune contra p. Brasiliensis e contribuir para o melhor entendimento da fisiopatologia da paracoccidioidomicose. Além disso, até o momento nenhum estudo sobre a participação de mirnas na infecção por p. Brasiliensis foi publicado na literatura, portanto este projeto por ser o início de uma nova linha de investigação sobre a resposta imune na paracoccidioidomicose.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise Turini Gonzales Marioto - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Detecção molecular de fungos patogênicos para seres humanos por semi-nested pcr em um só tubo, Descrição: A incidência de infecções causadas por fungos tem aumentado muito nas últimas décadas e representa um grande desafio para medicina. Este aumento está relacionado ao uso de drogas terapêuticas e o aumento do número de indivíduos com o sistema imune comprometido. As infecções causadas por fungos são uma importante causa de mortalidade e morbidade em pacientes hospitalizados. Estes pacientes têm um alto risco de infecção por fungos devido à ampla distribuição deste patógeno no ambiente hospitalar. A grande mortalidade e morbidade associada à infecção fúngica pode ser atribuída, ao menos em parte, a rápida progressão da doença e as dificuldades no diagnóstico. O diagnóstico rápido de infecções causadas por fungos é fundamental para o tratamento adequado do paciente e tem um profundo impacto no prognóstico da doença. O diagnóstico de infecções fúngicas é geralmente feito pela observação direta do fungo, pela cultura celular, por análises histopatológicas ou, ainda, por testes sorológicos. Porém todas estas metodologias apresentam limitações que dificultam o diagnóstico rápido. Por isso, diversos métodos moleculares têm sido propostos. O objetivo deste projeto é avaliar a utilização de uma reação de semi-nested pcr (snpcr) em um só tubo para o diagnóstico molecular de infecções fúngicas em humanos, recentemente desenvolvida por nosso grupo e que foi submetida ao processo de patente no instituto nacional de propriedade intelectual (inpi). Para isso, serão determinados os limites de sensibilidade da reação de snpcr em um só tubo para a detecção de fungos patogênicos dos gêneros aspergillus, candida e cryptococcus. A reação também será avaliada quanto a sua capacidade de detecção da presença de fungos em espécimes clínicas obtidas de pacientes. Com este projeto espera-se padronizar uma metodologia para o diagnóstico molecular de infecções fúngicas; obter um conjunto de sequências nucleotídicas de fungos que permita a construção de um banco de dados público que possa ser utilizado em futuros estudos; construir uma micoteca com amostras de fungos patogênicos isolados de pacientes. Além disso, este projeto será a oportunidade para a formação de recursos humanos na área de micologia médica e para a disseminação do conhecimento adquirido. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Amanda de Faveri Pitz - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Avaliação da especificidade, avidez e atividade antifúngica in vitro e in vivo de anticorpos igy contra dois tipos morfológicos (hifa e levedura) de candida albicans, Descrição: As infecções causadas por são um importante problema clínico, em número e severidade, principalmente devido ao aumento do número de indivíduos em grupos de risco, como pacientes imunossuprimidos, indivíduos submetidos à cirurgia de grande porte e submetidos a antibioticoterapia de longa duração. Além disso, o aumento de cepas resistentes a antifúngicos tem sido observado. Por isso, existe a necessidade do desenvolvimento de novas metodologias terapêuticas. Diversos estudos têm mostrado a ação de anticorpos da classe igy contra parasitas, bactérias e fungos, inclusive uma ação direta, independente da ação do sistema complemento ou de células fagocíticas. Este projeto será a oportunidade para avaliarmos a ação in vitro e in vivo de anticorpos igy contra c. Albicans.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Sandmary Dechechi Chambó - Integrante.

  • 2012 - 2014

    AVALIAÇÃO DA RESPOSTA IMUNE EM LINHAGENS DE GALINHAS POEDEIRAS DESENVOLVIDAS PELA EMBRAPA SUÍNOS E AVES, Descrição: A avicultura é uma das mais importantes atividades da agroindústria. As aves têm mecanismos de defesa contra a invasão por agentes infecciosos e para resistir à sua proliferação. Estes mecanismos têm sido estudados dentro do contexto de resistência em modelos doenças como colibacilose e salmonelose. O estudo dos mecanismos moleculares relacionados com a resposta imune é de fundamental importância para a identificação de marcadores genéticos que possam ser utilizados para o desenvolvimento de novas linhagens de frangos de corte e galinhas poedeiras com maior resistência aos patógenos. O objetivo deste projeto é avaliar a resposta imune de galinhas poedeiras das linhagens cc, cc controle (ccc), tt, gg e mm desenvolvidas pela embrapa suínos e aves. O experimento será realizado no galpão experimental da fazenda escola da universidade estadual de londrina (uel). Serão utilizados 240 animais, sendo 40 de cada uma das linhagens desenvolvidas pela embrapa suínos e aves e 40 animais de linhagem comercial white leghorn em três experimentos independentes. Experimento i será feito para a determinação da dinâmica da produção de anticorpos naturais e do perfil hematológico de galinhas poedeiras. Colheitas de sangue periférico serão realizadas na 2ª, 10ª, 18ª, 25ª, 45ª e 70ª e ao final do experimento os animais serão sacrificados e os pesos relativos dos órgãos linfóides serão determinados. A caracterização da dinâmica de anticorpos naturais será feita por elisa utilizando lipopolissacarídeo (lps) de e. Coli e fração protéica de hemácia de coelho. Para a determinação do perfil hematológico serão realizados esfregaços sanguíneo e hemograma. O experimento ii tem como objetivo a avaliação da atividade fagocítica, a produção de o-2 e a atividade microbicida de macrófagos peritoniais. No vigésimo sexto dia de vida os pintainhos receberão uma injeção intra-abdominal (i.a.) De de sephadex a 3% para promover a ativação peritoneal dos macrófagos. Após dois dias, os animais serão sacrificados e os macrófagos abdominais serão coletados e processados para as análises fagocíticas, produção de o-2 e atividade microbicida. No experimento iii será determinada a cinética de produção de anticorpos específicos e anticorpos naturais. Os animais do grupo experimental serão inoculados com hemácias de carneiro a 5% em tampão fosfato-salina (pbs 0,15 m ph 7,2), enquanto os animais do grupo controle serão apenas com pbs 0,15 m ph 7,2. Amostras de sangue periférico serão colhidas quinzenalmente durante a 18ª e a 45ª semana de vida. Ao final da 45ª semana de vida, os animais serão sacrificados e os órgãos linfóides serão coletados e os seus pesos relativos determinados. A cinética de produção de anticorpos anti-hemácia de carneiro e da produção de anticorpos naturais será realizada por elisa. Com a realização deste trabalho espera-se identificar diferenças na resposta imune entre as linhagens de galinhas poedeiras estudadas e com isto levar a estudos que permitam a identificação de características genéticas que podem ser utilizadas para o desenvolvimento de novas linhagens de galinhas poedeiras e frangos de corte com características imunológicas que favoreçam a produção.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Miriele Caroline Silva - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Características produtivas, imunológicas e de qualidade de carne de frangos de Corte alimentados com dietas contendo óleo essencial e prebiótico, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Alexandre Oba em 21/02/2013., Descrição: A avicultura tem apresentado índices produtivos inimagináveis há algumas décadas atrás. A evolução acelerada deste desempenho foi em função principalmente do melhoramento genético,manejo, nutrição e sanidade. Dentro da nutrição a utilização de antibióticos como promotores de crescimento vinha apresentando grande destaque, visto que a utilização deste proporcionava condições para o bom aproveitamento dos nutrientes e evitava que os animais ficassem doentes. Entretanto seu uso tem sido questionado, visto que o mesmo possibilita o desenvolvimento de resistência bacteriana, além de haver indícios crescente de resistência aos antibióticos por parte de bactéria patogênica ao homem (toledo et al. 2007). Assim é necessário que se busque alternativas para a substituição dos antibióticos como promotores de crescimento. Desta forma o presente trabalho tem por objetivo avaliar o efeito do produto a base de óleo essencial e prebióticos na alimentação de frangos de corte, sobre características produtivas, imunológicas, histológicas das vilosidades intestinais, qualidade da carne e produção de amônia da cama. Para isto será realizado um experimento no qual as aves serão submetidas a 3 tratamentos: a)controle negativo (sem o uso de promotores de crescimento); b) controle positivo (com o uso de promotor de crescimento - avilamicina até a dieta de crescimento); c) tratamento controle negativo + aditivo a base de óleo essencial e probiótico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Alexandre Oba - Coordenador / João Waine Pinheiro - Integrante / Caio Abércio da Silva - Integrante.

  • 2011 - 2014

    Aplicação de PCR em tempo real na detecção e identificação de agentes causadores de infecções fúngicas., Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Coordenador / Eliandro Reis Tavares - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Terapia com diodos emissores de luz no tratamento de úlceras em indivíduos com insuficiência venosa, Descrição: O emprego de fontes de luz de baixa potência, como diodos emissores de luz-leds, promovem efeitos biológicos nos tecidos que favorecem o processo cicatricial e/ou reparativo e controlam o processo inflamatório. é considerado um recurso terapêutico opcional aos convencionais ou ser utilizado em conjunto com estes, com as vantagens do baixo custo, facilidade operacional e comprovada eficiência no tratamento de úlceras e outras enfermidades. o objetivo deste trabalho é avaliar a eficiência do led no tratamento de úlcera crônicas, avaliando os parâmetros de cicatrização e redução do processo inflamatório e a variabilidade da implementação deste recurso terapêutico no ambiente ambulatorial. espera-se, usando esta técnica, reduzir a dor e melhorar a taxa de cicatrização das lesões com a consequente diminuição do tempo de tratamento e de custos econômicos e sociais.o desenvolvimento deste projeto trará para a universidade estadual de londrina a possibilidade de introduzir um campo de pesquisa recente e de amplas possibilidades no desenvolvimento de tecnologias de grande alcance social na área de saúde. além disso, operacionalizar o uso de recurso terapêutico a ser aplicado futuramente em outras enfermidades crônico gegenarativas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (13) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Integrante / Claudia Patricia Cardoso Martins Siqueira - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado a possibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2010 - 2014

    Pesquisa de bactérias multirresistentes e gene de resistência aos antimicrobianos em amostras de efluente hospitalar, Descrição: As águas residuárias provenientes de estabelecimentos de assistência à saúde, denominadas efluentes hospitalares, podem conter inúmeras substâncias tóxicas incluindo desinfetantes, medicamentos, antimicrobianos e bactérias resistentes e/ou multirresistentes aos antimicrobianos constituindo em fonte de contaminação importante dos corpos hídricos e da microbiota ambiental. Além disso, ambientes altamente seletivos e ricos em nutrientes como os efluentes oferecem ótimas condições para promover os processos de transferência horizontal de genes, envolvendo frequentemente a disseminação de plasmídeos ou transposons que codificam resistência aos antimicrobianos. Sendo assim, o objetivo deste trabalho será avaliar se efluentes coletados do esgoto do Hospital Universitário de Londrina (HU) apresentarão bactérias patogênicas e genes codificadores de resistência aos principais antimicrobianos utilizados na prática clínica para o tratamento de doenças infecciosas e se estas bactérias serão encontradas, também, antes e após o tratamento do esgoto municipal. As amostras serão coletadas das caixas de inspeção de esgoto bruto dentro do HU, e em mais dois pontos situados em local imediatamente anterior e posterior à estação de tratamento de esgoto doméstico da companhia de saneamento do Paraná (SANEPAR) que recebe efluentes do HU. Para cultivo das amostras e isolamento de bactérias serão utilizados procedimentos microbiológicos padronizados e meios de cultivo específicos. A identificação das bactérias e os testes de sensibilidade aos antimicrobianos serão realizados através de sistema automatizado, por provas bioquímicas e metodologias preconizadas. A interpretação dos testes de sensibilidade aos antimicrobianos bem como a realização de testes fenotípicos adicionais utilizados para confirmação da resistência a estes fármacos obedecerão aos critérios determinados por documentos elaborados pelo clinical and laboratory standards institute ? CLSI. Técnicas de PCR single e multiplex PC. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Floristher Elaine Carrara - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2014

    Estudo da correlação entre atividade do sistema nervoso autônomo e a resposta inflamatória em atletas submetidos a treinamento durante a pré-temporada, Descrição: O presente projeto está enquadrado na modalidade C de financiamento. A baixa atividade do sistema parassimpático pode contribuir para hiperatividade da resposta inflamatória que, associada às lesões provocadas pelo excesso de carga durante o treinamento e ao estresse, sustentam a produção de marcadores inflamatórios. Os marcadores inflamatórios descritos em situações de overtraining, fadiga e estresse em atletas também são marcadores de baixa regulação autonômica em indivíduos não atletas, sugerindo que há uma interação entre o sistema nervoso autônomo e a resposta inflamatória. A sobrecarga de trabalho durante o treinamento pode resultar em desequilíbrio da atividade autonômica e este fenômeno pode favorecer a produção de mediadores da resposta inflamatória associados à queda de desempenho em atletas. O objetivo do presente estudo é analisar as alterações nas cargas de treinamento de atletas em fase competitiva, bem como a variabilidade da freqüência cardíaca e a presença de marcadores inflamatórios, e relacionar as alterações nas cargas com as aletraçÕes no estado fisiológico (autonômico e imunológico) de atletas de futebol. Os indivíduos serão submetidos à análise da variabilidade da freqüência cardíaca e dosagem da concentração e da taxa de secreção de IgA salivar como marcadores de regulação autonômica. Durante o período de treinamento, a carga será calculada a partir de percepção de esforço pela escala de Borg e pela distância percorrida nos treinos, utilizada como marcador externo de carga. Antes e após o período de estudo, a concentração de marcadores inflamatórios em repouso será avaliada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2013

    Suplementação de projeto : programa de melhorias tecnológicas da cadeia produtiva de frango - PRONEX, Descrição: O núcleo é constituído por 13 pesquisadores, 3 bolsistas, pq/cnpq dos quais 2 são nível 1. Temos 5 alunos de pós-graduação, 1 bolsista dti-cnpq 1 at e 3 ic do cnpq. Nove pesquisadores são do paraná sendo 6 da uel, 1 da uem, 2 da ufpr, 1 da utfpr e 1 de são paulo (unesp-jaboticabal). Os alunos são do programa de pós-graduação em ciências dos alimentos da uel, conceito 5, e há participação de alunos da graduação. Considerando a importância da atividade avícola no cenário nacional e o aumento crescente no consumo da carne de frango, entender ocorrência de fenômenos que diminuem a qualidade da carne e derivados, torna-se indispensável. A continuidade do projeto intitulado: programa de melhorias tecnológicas da cadeia produtiva de frango faz-se importante neste sentido. Com término previsto para 2011, este projeto gerou até o momento 9 artigos que Foram publicados em periódicos científicos e mais 6 que foram aceitos e estão no prelo, gerando conhecimento empregável na cadeia produtiva da carne de frangos que podem minimizar ou eliminar problemas relacionados com perda da qualidade desse produto e seus derivados, em especial devido às carnes pse (pale, soft and exudatrive) em frangos. O nosso grupo vem pesquisando esse tema (carnes pse) há mais de 10 anos, com o intuito de desenvolver etodologias para diminuir sua incidência. Portanto, o objetivo deste projeto é dar continuidade ao programa de melhorias tecnológicas da cadeia produtiva de carne de frango trazendo benefícios para o desenvolvimento científico e tecnológico deste setor.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Alexandre Oba - Integrante / Massami Shimokomaki - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2012

    Características produtivas, imunológicas e de qualidade de carne de frangos de Corte machos e femeas alimentados com dietas contendo diferentes níveis de selênio queletado, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Alexandre Oba - Coordenador / João Waine Pinheiro - Integrante / Mara Regina Stipp Balarin - Integrante.

  • 2010 - 2011

    Características produtivas, imunológicas e de qualidade de carne de frangos alimentados com diferentes níveis de zinco., Descrição: A avicultura moderna tem se caracterizado em produzir frangos cada vez mais precoces e com elevado ganho de peso. Para sustentar o desenvolvimento de toda a cadeia produtiva avícola, muitas pesquisas nas áreas de melhoramento genético, nutrição, sanidade e manejo tem sido realizadas (fukayama e. H., 2005). Dentro da nutrição animal, os minerais são de grande importância para o desenvolvimento das espécies, podendo atuar como componentes estruturais de órgãos e tecidos do corpo, como constituinte de fluidos na forma de eletrólitos e como catalizadores de processos enzimáticos e hormonais. Os minerais são adicionados a dieta na sua forma inorgânica, entretanto atualmente tem-se procurado utilizar minerais quelatados, que apresentam uma melhor biodisponibilidade desses nutrientes. Dentre os inúmeros minerais, o zinco tem apresentado grande destaque, visto que este participa da estrutura de cerca de 160 enzimas (metaloenzimas) em diferentes espécies animais, maximizando as respostas aos desafios encontrados a campo (kidd et al., 1996). O zinco é importante na síntese, no armazenamento e na secreção de hormônios. É um dos constituintes da metaloenzima anidrase carbônica e atua no equilíbrio ácido-base do organismo e na calcificação óssea (leeson e summers, 2001). Outras funções atribuídas ao zinco são a proteção de membranas, efeito antioxidante, metabolismo das prostaglandinas e metabolismo lipídico. Segundo darnenne e bach (1993) a nutrição adequada de zinco é crucial para o desenvolvimento, manutenção e função normais do sistema imunológico e as células a ele associadas, incluindo os heterófilos, basófilos, macrófagos e linfócitos t. Assim este trabalho tem por objetivo avaliar o desempenho, características imunológicas, e de qualidade de carne de frangos machos e fêmeas alimentados com diferentes níveis de zinco quelatado. Serão utilizados rações que atenderão as exigências mínimas preconizadas por rostagno et al. (2005), sendo específicas para cada sexo. Para cada f. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Alexandre Oba - Coordenador.

  • 2009 - 2011

    Detecção de paracoccidioidomicose-doença em animais domésticos, Descrição: O Brasil é o país qe apresenta o maior número de pacientes com paracoccidioidomicose, uma micose sistêmica causada pelo fungo dimórfico paracoccidioides brasiliensis. A doença pode ser fatal quando o diagnóstico e a terapia não são realizados adequadamene. Um aspecto ainda a ser esclarecido é o papel de outras espécies animais na ecologia do fungo. Este trabalho tem como objetivo detectar a infecção por p. Brasiliensis, por meio de sorologia utilizando antígenos gp43 e gp43 recombinante, em cães, gatos, cavalos, bovinos, ovinos e aves do estado do paraná. Amostras de tecidos de animais positivos nos testes sorológicos e/ou de pcr e animais abatidos em frigoríficos serão submetidos a exame histopatológico e micológico para detecção e isolamento do fungo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Coordenador / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Maria Angélica Ehara Watanabe - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Purificação, caracterização e obtenção de antígenos para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Nos trabalhos anteriores foram obtidos anticorpos (Acs) monoclonais/policlonais e introduzida a metodologia de detecção de antígenos (Ags) solúveis para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas, periodontite associada Agregatibacter actinomycetemcomitans e adicionalmente anticorpos para investigação de rebsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto obter novos Ags ou sub-frações de Ags bem como novos Acs para melhor caracterização dos Ags envolvidos nas infecções por fungos (Paracoccidioides brasiliensis, Histoplasma capsulatun, Arthrographis kalrae e Cândida parapsilosis) e A. actinomycetemcomitans associado a periodontite. As pesquisas com os Ags de agentes infecciosos em geral enfocam Ags presentes no microorganismo. Todavia consideramos importante o estudo de Ags que são liberados na forma solúvel, pois os mesmos poderiam ser utilizados como marcadores importantes tanto para diagnóstico, acompanhamento e para o prognóstico da doença. Os agentes a serem investigados apresentam em comum Ags solúveis imunogênicos que induzem a produção de Acs e portanto com potencial para induzir a formação de imunocomplexos (IC) circulantes e além disso apresentam atividade hemolítica e ou hemaglutinante que poderiam estar envolvidos na patogenia dessas doenças. Para caracterização de antígenos e análise de IC circulantes serão utilizadas as metodologias como de precipitação, ensaioimunoenzimático, western blotting, dot blotting, cromatografias de gel filtração/afinidade. Além disso, serão realizados ensaios biológicos envolvendo células humanas ou via infecção de camundongos. Adicionalmente pretende-se caracterizar melhor os antígenos dentinários, imunogenicos, envolvidos na reabsorção dentária, bem como a investigação de níveis de citocinas, de isótipos de imunoglobulinas e de resposta imune celular durante tratamento ortodôntico em pacientes com reabsorção dentária.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Semi-nested PCR para a detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis, Descrição: Paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose sistêmica com alta prevalência na américa latina causada pelo fungo termo-dimórfico paracoccidioides brasiliensis cujo microhabitat permanece desconhecido. O diagnóstico da PCM é relativamente simples, podendo ser feito pela observação direta das células do fungo, por cultura celular ou ainda por métodos sorológicos. Entretanto, estas técnicas apresentam limitações que podem resultar em erros ou atrasos para o início do tratamento. a padronização de uma reação de semi-nested PCR (snPCR) para a detecção do DNA do fungo P. brasiliensis. a reação de sNPCR poderá ser um método alternativo para a rápida, sensível e específica detecção de P. brasiliensis, em diferentes fontes, inclusive o solo, tecido de camundongos experimentalmente infectados e mesmo amostras clínicas de pacientes com PCM. A metodologia proposta é baseada em uma reação de snpcr, utilizando a seqüência genômica entre as regiões intergênicas ITS1 e ITS2 do rDNA como alvo. a primeira reação da snPCR será feita com os oligonucleotídeos externos its1 e its4, e a segunda com os oligonucleotídeos ITS1 e MJ03, específico para P. brasiliensis. Inicialmente, será feita a extração de dna dos fungos P. brasiliensis das cepas pb18 e ldr1, Histoplasma capsulatum, Sporothrix schenckii e Candida albicans, que serão utilizados para a determinação da especificidade e sensibilidade da reação. Além disso, será feita a snpcr de amostras de solo e extratos de tecido pulmonar de 5 camundongos experimentalmente infectados com P. brasiliensis e 2 controles. os resultados serão comparados com cultura direta e histologia do pulmão.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Andrea C Koishi - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2010

    Utilização de anticorpos monoclonais/policlonais para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Descrição: Os imunoreagentessão técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. no presente trabalho é proposto utilizar anticorpos monoclonais obtidos pelos projetos anteriores, bem como obter novos anticorpos monoclonais/policlonais para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (Paracoccidioidomicose (PCM), Histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae), periodontite e reabsorção dentária. Assim, pretende-se analisar o efeito protetor ou patogênico de ~gp380 e sub-frações na PCM e verificar efeito de imunização associada a tratamento com drogas anti-fúngicas. obter e analisar frações antigênicas/imunogênicas e anticorpos específicos a Histoplasma capsulatum, para fins de diagnóstico e estudo de interação parasito-hospedeiro. obter anticorpos policlonais a A.kalrae )ak) e analisar as frações antigênicas/imunogênicas e investigar os fatores de virulência, bem como determinar nível de igg a componentes de ak em amostras de sangue de pacientes com esquizofrenia e em pacientes com aids. obter e caracterizar anticorpos monoclonais a protease de aa e determinar nível em amostras biológicas de pacientes com periodontites e em isolados de aa. Introduzir nova metodologia de diagnóstico precoce de reabsorção dentária e investigar os papéis de anticorpos envolvidos na patogênese da referida doença.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Efeitos do exercicio fisico na recuperação de alterações teciduais induzidas em ratos por ingestão alcoólica, Descrição: Avaliação morfológica das alterações e lesões teciduais provocadas pela ingestão de álcool em ratos wistar e o efeito do exercício sobre estas. serão avaliados o músculo estriado esquelético, músculo estriado cardíaco, fígado, baço, linfonodos e placas de peyer. Também serão avaliadas as alterações provocadas sobre o sistema imunológico, através de análise quantitativa e qualitativa de leucócitos do sangue periférico, avaliação de reação de DTH e concentração plasmática de anticorpos. o projeto pretende demonstrar um possível papel do exercício físico na promoção da recuperação ou melhora das condições dos tecidos alterados pelo álcool e da resposta imunológica dos animais. O projeto pretende fornecer dados para apresentação de trabalhos de iniciação científica em eventos científicos, elaboração de 2 trabalhos de conclusão de curso e publicações científicas em revistas especializadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Integrante / Osni Ferrari - Coordenador / Fábio Goulart Andrade - Integrante.

  • 2007 - 2010

    Escherichia coli isoladas de água para consumo: caracterização genotípica de fatores de virulência associados a diarréia e padrão de adesão em células, Descrição: Segundo a World Health Organization (WHO) (2002), cerca de 2,4 bilhões de indivíduos vivem em locais sem saneamento básico e aproximadamente 250 milhões de pessoas são infectadas, por ano, com algum patógeno através da água, resultando em 4 milhões de morte, principalmente, nos países em desenvolvimento. Estudos de infecções causadas pela ingestão de águas contaminadas, em especial por Escherichia coli, são importantes para definir o papel dessas bactérias em casos de gastroenterites. E. coli está naturalmente presente na microbiota intestinal de humanos e outros animais de sangue quente proporcionando benefícios para seu hospedeiro. Embora comensal, algumas cepas dessa espécie podem causar gastroenterites, representando assim um dos principais agentes causais de diarréia em crianças e em adultos nos países em desenvolvimento. Acredita-se que a ampla disseminação de e. coli no meio ambiente representa a ligação entre a contaminação de água e alimentos, com infecções desse patógeno no homem. Muitos patógenos entéricos além de e. coli vêm sendo isolados destes ambientes, como Salmonella spp., Shigella spp., Vírus da hepatite A, Rotavírus e todos resultantes da contaminação fecal. E. coli também é utilizada como parâmetro de controle da qualidade da água para consumo, tendo em vista todas as implicações que a presença desse microrganismo pode causar à saúde do homem. A presença de E. coli em alimentos e na água constitui uma preocupação significante para saúde pública. a transmissão de fatores de virulência entre cepas de E. coli contribui para sua patogenicidade, e aumenta sua diversidade no ambiente. Numerosos surtos de doenças, devido à contaminação da água de rede municipal, poços artesiano e raso e minas com microrganismos, como e. coli vem sendo reportados no mundo, principalmente em países em desenvolvimento. assim sendo, este estudo visa à pesquisa de genes de fatores de virulência como stx1, stx2, eae, bfp, saa, hlya, elta, stia, stibi, ast. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Jacinta Sanchez Pelayo - Coordenador.

  • 2006 - 2008

    Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis em lesões orais, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Andrea C Koishi - Integrante / Débora F. Vituri Rodrigues - Integrante / Eliandro Reis Tavares - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2005 - 2010

    Detecção e caracterização das principais adesinas de Escherichia coli envolvidas na diarréia pós-desmame, Descrição: Importantes fatores de patogenicidade como as fímbrias e outas adesinas não fimbriais de Escherichia coli, são responsáveis pela adesão da bactéria à mucosa intestinal provocando colonização e, juntamente com a produção de toxinas, a diarréia em leitões após o desmame. Serão detectadas as principais adesinas, isoladas de leitões recém desmamados das regiões norte e sudoeste do Paraná. Os 500 isolados de E. coli, provenientes das fezes de 100 leitões com diarréia, serão analisados através da técnica da pcr e sondas moleculares marcadas com digoxigenina para detecção de vários fatores de colonização. As fimbrias e outras adesinas mais frequentes nos isolados da região serão selecionadas para a clonagem dos genes envolvidos. A produção e purificação das adesinas em larga escala será realizada para o estudo da resposta imune em animais e caracterização destas adesinas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Coordenador / Franciele Tafarello Biscola - Integrante / Erica Akemi Kavati - Integrante / Juliana Tomazi Fritzen - Integrante / LUANA SILVA SOARES - Integrante / Lucimila Luchesi Jorge - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2008

    Aspectos epidemiológicos, laboratoriais e clínicos da Toxoplasmose congênita, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / ITALMAR TEODORICO NAVARRO - Coordenador / REGINA MITSUKA BREGANO - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Interferência dos fatores de virulência da Candida albicans na resposta imunológica, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Ionice Felipe - Coordenador.

  • 2004 - 2008

    Identificação de genes expressos diferencialmente, Descrição: Este trabalho busca a identificação e a caracterização de genes envolvidos com o processo dimórfico do fungo patogênico para o homem P. brasilensis, agente etiológico da paracoccidioidomicose (pcm), micose sistêmica e endêmica na américa latiana. Em P. brasilensis são raras as informações sobre os processos moleculares que resultam na tranformação dimórfica, apesar dos recentes avanços obtidos por trabalhos desenvolvidos na área de genômica funcional. considerando que a transformação dimórfica está relacionada a capacidade de P. brasiliensis em causar a PCM, o principal objetivo geral deste trabalho é a identificação e a caracterização de genes de expressão diferencial durante as primeiras 24h da transição micélio para levedura do fungo p. brasiliensis. Os objetivos específicos são sequenciar e analisar fragmentos de cdna obtidos por ddrt-pcr (Venancio et al. 2002); identificar; caracterizar a expressão dos genes correspondentes a estes fragmentos de cDNA.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Maria Sueli Soares Felipe - Integrante / Leonardo Raffa Quintana - Integrante / Adriane Feijó Evangelista - Integrante / Ana Karina Miquelão - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2006

    Efeito de Drogas Anti-Depressivas Sobre o Sistema Imune, Descrição: A depressão é uma doença que tem uma prevalência estimada de 10 a 20% entre as mulheres e de 5 a 12% entre os homens, o que a faz ser uma das mais prevalentes na população, com profundas implicações sociais e econômicas. atualmente diversas drogas são utilizadas para o tratamento da depressão, porém, existem poucas informações sobre o efeito destas drogas sobre o sistema imune dos pacientes. uma das drogas de escolha para o tratamento da depressão é a fluoxetina, cujo efeito sobre o sistema imunológico tem sido investigado por vários autores. Contudo, os estudos sobre o efeito de fluoxetina sobre o sistema imune tem se concentrado sobre a modulação da resposta imune celular e pouca atenção tem sido dada as alterações na resposta imune humoral. Este projeto tem como objetivos específicos a análise do efeito da administração aguda e crônica de fluoxetina sobre a resposta imune humoral e o peso de camundongos swiss e contribuirá para uma melhor compreensão do efeito da droga fluoxetina sobre a resposta imune humoral de camundongos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Eiko Nakagawa Itano - Integrante / Sandra Odebrecht Vargas Nunes - Integrante / Alexandre Augusto Sasaki - Integrante / Erika Akemi Kavati - Integrante / Ana Carolina Matos Zidko - Integrante / Sabrina Francesca de Souza - Integrante., Número de produções C, T & A: 3

  • 2004 - 2006

    Detecção do RNA do Vírus da Borna e IL-6 em Pacientes com Depressão, Descrição: A preocupação com o estudo da esquizofrenia sempre esteve presente, através dos tempos. Sintomas relativos à esquizofrenia têm sido relatados desde a antiguidade. As alterações imunológicas dessa doença tem sido observadas desde o início do século por muitos autores no entanto, muito pouco sobre o sistema imune era entendido naquela época. Evidências sugerem que muitos casos de esquizofrenia são acompanhados de alterações do sistema imune . É conhecido que alterações diretas ou indiretas no sistema imune provocam a predisposição para doenças psiquiátricas, especialmente psicoses graves como esquizofrenia. Numerosas interações entre o sistema imune e o sistema nervoso central (CNS) foram descritas com o passar dos anos. Este trabalho consiste de uma revisão sobre alterações imunológicas envolvidas na patofisiologia da esquizofrenia. Presença de reações auto imunes, aumento da produção de IL-6 e produção de neurotransmissores tem sido relatado em diferentes estudos. Tem sido sugerido a teoria viral na etiologia das psicoses e doenças afetivas ou alternativamente, o estresse e a desordem mental, próprias destas patologias, produziriam alterações imunológicas, que levariam à susceptibilidade à infecção por estes agentes. A hipótese viral como causa desta enfermidade estava sob consideração há mais de 60 anos e baseava-se em evidências circunstanciais, no entanto, recentemente, inúmeros trabalhos realizados por diferentes pesquisadores em diversos países apoiam uma possível relação entre a esquizofrenia e o vírus da doença da Borna (BDV).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Sandra Odebrecht Vargas Nunes - Integrante / Maria Angélica Ehara Watanabe - Coordenador.

  • 2003 - 2005

    Isolamento e caracterização do gene snex4 do fungo patogênico para o homem Paracoccidioides brasiliensis, Descrição: Este projeto tem como objetivo o isolamento, a caracterização e a análise da expressão do gene snex4 do fungo Paracoccidioides brasiliensis. para isto serão utilizadas técnicas de biologia molecular, como por exemplo, Southern e Northern blot, RT-PCR e PCR. Este projeto deve resultar na identificação e caracterização do gene snex4, o que será uma importante contribuição para o estudo da biologia celular e do dimorfismo de P. brasiliensis, agente etiológico da Paracoccidioidomicose, micose sistemica que atinge o homem e eé endêmica na América Latina, sendo o Brasil o país com o maior número de casos. Além disso, este trabalho também resultará em uma dissertação de mestrado dentro do programa de patologia experimental contribuindo, portanto, para o desenvolvimento científico e tecnológico do nosso pais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Alexandre Augusto Sasaki - Integrante / Leonardo R Quintana - Integrante / Adriane Feijó Evangelista - Integrante / Ana Karina Miquelão - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2004

    Análise de Fator Supressor de Soros de Pacientes com Paracoccidioidomicose, Descrição: Este projeto tinha como objetivo analise a presença de um fator supressor da resposta imune no soro de pacientes com paracoccidioidomicose.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari Sumigawa Kaminami - Integrante / Fernanda Akemi Nakanishi - Integrante / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Dirceu Estevao - Integrante / Leonardo Oba - Integrante / Adriana Kazue Wassano - Integrante / Alexandre Augusto Sasaki - Integrante / Andrea Mayumi Sera - Integrante / Berenice Tomoko Tatibana - Integrante / Christine Grutzmann Faustino - Integrante / Danielle Alessandra Erdei Dagu - Integrante / Fernando Imbriani - Integrante / Flavio Hiroshi itano - Integrante / Graziela Gorete Romagnoli - Integrante / Hugo Vinicius Crescencio - Integrante / Marcia Maria Magro - Integrante / Maria Angélica Ehara Watanabe - Integrante / Marina Okuyana Kishima - Integrante / Nadia Hizuru Kamiji - Integrante / Narjara do Carmo Oliveira - Integrante.

  • 1998 - 2001

    Depressão, Estresse e Sistema Imune, Descrição: Este projeto tem como objetivo analisar as relações entre o estresse, a depressão e a imunidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (22) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Lauriane Giselle de Abreu - Integrante / Marta Matsumi Zaha Inouye - Integrante / Adileia Vicenti Menoli - Integrante / Ana Ines Ribeiro P de Carvalho - Integrante / Ana Paula de Oliveira - Integrante / Beatriz Azevedo dos Anjos - Integrante / Celso Ricardo Bueno - Integrante / Cristiana Kuniko Urahama - Integrante / Cristiane makie Yamashita - Integrante / Daniel Martins Neto - Integrante / Doumit Camilios Neto - Integrante / Edna Maria Vissoci Reiche - Integrante / Emanuelle Cristina Dias Xavier - Integrante / Fabio Luis Valerio da Silva - Integrante / Fabio Nunes Trevisan - Integrante / Fernanda Benquerer Costa - Integrante / Fernando Vissoci Reiche - Integrante / Heber Odebrecht Vargas - Integrante / Helena Kaminami Morimoto - Integrante / Hugo Verenhitach - Integrante / Ines Ogai Nakamoto - Integrante / Juliana Carolina Sicuro Sardi - Integrante / Leonardo Celeste Mangili - Integrante / Luciana Oba Onishi - Integrante / Monica Marcos de Souza - Integrante / Ricardo Salem Ribeiro - Integrante / Robson Rocha de Oliveira - Integrante / Rogério Luiz Aires Lima - Integrante / Sandra Odebrecht Vargas Nunes - Integrante / Sandra Salviano da Silva - Integrante / Tiemi Matsuo - Integrante / Vanilza Rodrigues Vieira - Integrante.

  • 1997 - 2001

    Análise de Imunoglobulinas Assimétricas em Soros de Pacientes com Paracoccidioidomicose, Descrição: Este projeto analisou a presença de anticorpos assimétricos no soro de pacientes com Paracoccidioidomicose.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Mari Sumigawa Kaminami - Integrante / Ricardo Takeshi Takahashi - Integrante / Thaciana Gomes Casasanta - Integrante / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Ana Silva Machado - Integrante / Dirceu Estevao - Integrante / Elias Arcenio Neto - Integrante / Henrique Cesar Miranda Ventura - Integrante / Ivete Conchon Costa - Integrante / Leonardo Oba - Integrante / Marina Okuyama Kishima - Integrante / Marta Matsumi Zaha Inouye - Integrante / Miguel Morita Fernandes da Silva - Integrante / Rosália Hernandes Fernandes - Integrante / Rubens Pontello - Integrante / Vanessa Alvarse Rodrigues - Integrante / Zoilo Pires de Camargo - Integrante.

  • 1994 - 1998

    Obtenção de Anticorpos Monoclonais a Receptores Solúveis para Hemácia de Carneiro, Descrição: Este projeto tinha como objetivo a obtenção de anticorpos monoclonais para receptores solúveis para hemácia de carneiro (Rs).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante / Lucy Vana Koga - Integrante / Cristina Sayuri Nishimura - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Ricardo Takeshi Takahashi - Integrante / Roberto Issamu Nakagawa - Integrante.

  • 1993 - 1997

    Purificação e Caracterização Parcial de Moléculas Regulatórias da Ativação do Sistema Complemento de E. coli Aviária, Descrição: Este trabalho tinha como objetivo a purificação e a caracterização de moléculas de E. coli aviária com atividade modulatória da ativação do sistema complemento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Silvana Pedroso de Góes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Odete Lima Pimenta de Oliveira - Integrante / Eliza Midori makita - Integrante / Teresa Cristina Caramori Tonio - Integrante.

  • 1991 - 1995

    Obtenção de Anticorpos Monoclonais, Análise de Rs1 e Rs2 sérico e Resposta Linfoproliferativa em Hanseníase, Descrição: Este projeto tinha como objetivo a obtenção de anticorpos monoclonais anti-Rs1 e anti-Rs2 para estudo futuro do efeito dos receptores solúveis sobre a resposta linfoproliferativa em pacientes com hanseníase. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari Sumigawa Kaminami - Integrante / Lucy Vana Koga - Integrante / Serafin H Vangarini - Integrante / Carlos Alexandre Koguishi - Integrante / João Fernando Ferrari - Integrante / Marco Antonio Silva Thomaz - Integrante / Mariza Cecília Janeiro - Integrante.

  • 1990 - 1994

    Receptores Solúveis para E de Soros de Pacientes com Hanseníase e Resposta Proliferativa de Linfócitos, Descrição: Este projeto tinha como objetivo a análise dos níveis de Rs em soros de pacientes bem como a resposta linfoproliferativo destes pacientes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante / Ailton Frare Andreoli - Integrante / Jony Ossamu Yoshida - Integrante / Lucy Vana Koga - Integrante / Marilza Celina da Silva - Integrante / Naemi Takasu - Integrante / Rosana Marta Kolb - Integrante / Serafin H Vangarini - Integrante.

  • 1989 - 1990

    Correlação entre os Receptores Solúveis para E de diferentes Pesos Moleculares e Inibição de Transformação Blástica de Linfócitos em Cultura, Descrição: Neste projeto procurava-se observar uma correlação entre os receptores solúveis para hemácia de carneiro e a inibição da transformação básticas de linfócitos em cultura. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador / Odete Lima Pimenta de Oliveira - Integrante / Ailton Frare Andreoli - Integrante.

Projetos de desenvolvimento

  • 2013 - Atual

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de processo integrado de purificação de proteínas do ovo uma alternativa para proteínas purificadas importadas, Descrição: O ovo de galinha é uma fonte protéica barata e de fácil acesso. Porém aqui no Brasil somente são exploradas o potencial alimentício do ovo em si ou de suas frações como clara e gema pasteurizados ou desidratados. Muitas das frações protéicas do ovo (imunoglobulinas, lisozima, ovotransferrina, albuminas) podem ser fracionadas e gerar um grande valor agregado. Todas essas frações que são utilizadas principalmente pela medicina e industrias de suplementos alimentares são adquiridas de empresas que importam o produto, o Brasil não possui empresas especializadas que fracionem, desenvolvam tecnologias para obtenção de imunoglobulinas (anticorpos) por ex. que poderiam eliminar a dependência do país de produtos importados. Nesse cenário a justificativa para esse projeto está no desenvolvimento de metodologias e técnicas de baixo custo que permitam fracionar, purificar frações de proteínas de ovo de galinha de interesse médico e industrial, permitindo que a industria nacional tenha competitividade e produzir essas frações em território nacional. Atualmente os ovos de galinha (Gallus gallus) são utilizados quase que exclusivamente para o consumo humano, sendo seu conteúdo líquido completo uma excelente fonte de nutrientes. Por outro lado, diversos estudos têm mostrado que os componentes do ovo possuem propriedades de interesse bio-tecnológico como atividade antimicrobiana, imunomoduladora, antitumoral e anti-hipertensiva. Porém as metodologias utilizadas nestes estudos para a purificação das biomoléculas são metodologias de baixo rendimento e alto custo, portanto, inviáveis em escala industrial. Os componentes da clara de ovo serão separados de acordo com Cohn, E. J. et al. 1947, onde utiliza-se etanol em diferentes concentrações, o principio deste método baseia-se na propriedade desidratante do etanol que remove a água que solubiliza as proteínas e ocasiona a sua precipitação. Trata-se de um procedimento relativamente barato que pode ser aplicado em grande escala se devidame. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Cláudio Takeo Ueno - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria A. actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis, micotoxinas, A. actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari S kaminami - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - Atual

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Diagnóstico laboratorial e monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose, Descrição: O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de alternativas para o diagnóstico e monitoramento do tratamento da paracoccidioidomicose. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de processo integrado de purificação de proteínas do ovo uma alternativa para proteínas purificadas importadas, Descrição: O ovo de galinha é uma fonte protéica barata e de fácil acesso. Porém aqui no Brasil somente são exploradas o potencial alimentício do ovo em si ou de suas frações como clara e gema pasteurizados ou desidratados. Muitas das frações protéicas do ovo (imunoglobulinas, lisozima, ovotransferrina, albuminas) podem ser fracionadas e gerar um grande valor agregado. Todas essas frações que são utilizadas principalmente pela medicina e industrias de suplementos alimentares são adquiridas de empresas que importam o produto, o Brasil não possui empresas especializadas que fracionem, desenvolvam tecnologias para obtenção de imunoglobulinas (anticorpos) por ex. que poderiam eliminar a dependência do país de produtos importados. Nesse cenário a justificativa para esse projeto está no desenvolvimento de metodologias e técnicas de baixo custo que permitam fracionar, purificar frações de proteínas de ovo de galinha de interesse médico e industrial, permitindo que a industria nacional tenha competitividade e produzir essas frações em território nacional. Atualmente os ovos de galinha (Gallus gallus) são utilizados quase que exclusivamente para o consumo humano, sendo seu conteúdo líquido completo uma excelente fonte de nutrientes. Por outro lado, diversos estudos têm mostrado que os componentes do ovo possuem propriedades de interesse bio-tecnológico como atividade antimicrobiana, imunomoduladora, antitumoral e anti-hipertensiva. Porém as metodologias utilizadas nestes estudos para a purificação das biomoléculas são metodologias de baixo rendimento e alto custo, portanto, inviáveis em escala industrial. Os componentes da clara de ovo serão separados de acordo com Cohn, E. J. et al. 1947, onde utiliza-se etanol em diferentes concentrações, o principio deste método baseia-se na propriedade desidratante do etanol que remove a água que solubiliza as proteínas e ocasiona a sua precipitação. Trata-se de um procedimento relativamente barato que pode ser aplicado em grande escala se devidame. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Cláudio Takeo Ueno - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria A. actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis, micotoxinas, A. actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari S kaminami - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - Atual

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Diagnóstico laboratorial e monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose, Descrição: O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de alternativas para o diagnóstico e monitoramento do tratamento da paracoccidioidomicose. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (pSituação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de processo integrado de purificação de proteínas do ovo uma alternativa para proteínas purificadas importadas, Descrição: O ovo de galinha é uma fonte protéica barata e de fácil acesso. Porém aqui no Brasil somente são exploradas o potencial alimentício do ovo em si ou de suas frações como clara e gema pasteurizados ou desidratados. Muitas das frações protéicas do ovo (imunoglobulinas, lisozima, ovotransferrina, albuminas) podem ser fracionadas e gerar um grande valor agregado. Todas essas frações que são utilizadas principalmente pela medicina e industrias de suplementos alimentares são adquiridas de empresas que importam o produto, o Brasil não possui empresas especializadas que fracionem, desenvolvam tecnologias para obtenção de imunoglobulinas (anticorpos) por ex. que poderiam eliminar a dependência do país de produtos importados. Nesse cenário a justificativa para esse projeto está no desenvolvimento de metodologias e técnicas de baixo custo que permitam fracionar, purificar frações de proteínas de ovo de galinha de interesse médico e industrial, permitindo que a industria nacional tenha competitividade e produzir essas frações em território nacional. Atualmente os ovos de galinha (Gallus gallus) são utilizados quase que exclusivamente para o consumo humano, sendo seu conteúdo líquido completo uma excelente fonte de nutrientes. Por outro lado, diversos estudos têm mostrado que os componentes do ovo possuem propriedades de interesse bio-tecnológico como atividade antimicrobiana, imunomoduladora, antitumoral e anti-hipertensiva. Porém as metodologias utilizadas nestes estudos para a purificação das biomoléculas são metodologias de baixo rendimento e alto custo, portanto, inviáveis em escala industrial. Os componentes da clara de ovo serão separados de acordo com Cohn, E. J. et al. 1947, onde utiliza-se etanol em diferentes concentrações, o principio deste método baseia-se na propriedade desidratante do etanol que remove a água que solubiliza as proteínas e ocasiona a sua precipitação. Trata-se de um procedimento relativamente barato que pode ser aplicado em grande escala se devidame. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Cláudio Takeo Ueno - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria A. actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis, micotoxinas, A. actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari S kaminami - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - Atual

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Diagnóstico laboratorial e monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose, Descrição: O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de alternativas para o diagnóstico e monitoramento do tratamento da paracoccidioidomicose. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (pSituação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de processo integrado de purificação de proteínas do ovo ? uma alternativa para proteínas purificadas importadas, Descrição: O ovo de galinha é uma fonte protéica barata e de fácil acesso. Porém aqui no Brasil somente são exploradas o potencial alimentício do ovo em si ou de suas frações como clara e gema pasteurizados ou desidratados. Muitas das frações protéicas do ovo (imunoglobulinas, lisozima, ovotransferrina, albuminas) podem ser fracionadas e gerar um grande valor agregado. Todas essas frações que são utilizadas principalmente pela medicina e industrias de suplementos alimentares são adquiridas de empresas que importam o produto, o Brasil não possui empresas especializadas que fracionem, desenvolvam tecnologias para obtenção de imunoglobulinas (anticorpos) por ex. que poderiam eliminar a dependência do país de produtos importados. Nesse cenário a justificativa para esse projeto está no desenvolvimento de metodologias e técnicas de baixo custo que permitam fracionar, purificar frações de proteínas de ovo de galinha de interesse médico e industrial, permitindo que a industria nacional tenha competitividade e produzir essas frações em território nacional. Atualmente os ovos de galinha (Gallus gallus) são utilizados quase que exclusivamente para o consumo humano, sendo seu conteúdo líquido completo uma excelente fonte de nutrientes. Por outro lado, diversos estudos têm mostrado que os componentes do ovo possuem propriedades de interesse bio-tecnológico como atividade antimicrobiana, imunomoduladora, antitumoral e anti-hipertensiva. Porém as metodologias utilizadas nestes estudos para a purificação das biomoléculas são metodologias de baixo rendimento e alto custo, portanto, inviáveis em escala industrial. Os componentes da clara de ovo serão separados de acordo com Cohn, E. J. et al. 1947, onde utiliza-se etanol em diferentes concentrações, o principio deste método baseia-se na propriedade desidratante do etanol que remove a água que solubiliza as proteínas e ocasiona a sua precipitação. Trata-se de um procedimento relativamente barato que pode ser aplicado em grande escala se devidame. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Cláudio Takeo Ueno - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria A. actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis, micotoxinas, A. actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari S kaminami - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - Atual

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2010 - Atual

    Diagnóstico laboratorial e monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose, Descrição: O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de alternativas para o diagnóstico e monitoramento do tratamento da paracoccidioidomicose. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (pSituação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de processo integrado de purificação de proteínas do ovo ? uma alternativa para proteínas purificadas importadas, Descrição: O ovo de galinha é uma fonte protéica barata e de fácil acesso. Porém aqui no Brasil somente são exploradas o potencial alimentício do ovo em si ou de suas frações como clara e gema pasteurizados ou desidratados. Muitas das frações protéicas do ovo (imunoglobulinas, lisozima, ovotransferrina, albuminas) podem ser fracionadas e gerar um grande valor agregado. Todas essas frações que são utilizadas principalmente pela medicina e industrias de suplementos alimentares são adquiridas de empresas que importam o produto, o Brasil não possui empresas especializadas que fracionem, desenvolvam tecnologias para obtenção de imunoglobulinas (anticorpos) por ex. que poderiam eliminar a dependência do país de produtos importados. Nesse cenário a justificativa para esse projeto está no desenvolvimento de metodologias e técnicas de baixo custo que permitam fracionar, purificar frações de proteínas de ovo de galinha de interesse médico e industrial, permitindo que a industria nacional tenha competitividade e produzir essas frações em território nacional. Atualmente os ovos de galinha (Gallus gallus) são utilizados quase que exclusivamente para o consumo humano, sendo seu conteúdo líquido completo uma excelente fonte de nutrientes. Por outro lado, diversos estudos têm mostrado que os componentes do ovo possuem propriedades de interesse bio-tecnológico como atividade antimicrobiana, imunomoduladora, antitumoral e anti-hipertensiva. Porém as metodologias utilizadas nestes estudos para a purificação das biomoléculas são metodologias de baixo rendimento e alto custo, portanto, inviáveis em escala industrial. Os componentes da clara de ovo serão separados de acordo com Cohn, E. J. et al. 1947, onde utiliza-se etanol em diferentes concentrações, o principio deste método baseia-se na propriedade desidratante do etanol que remove a água que solubiliza as proteínas e ocasiona a sua precipitação. Trata-se de um procedimento relativamente barato que pode ser aplicado em grande escala se devidame. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Cláudio Takeo Ueno - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    Introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria A. actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis, micotoxinas, A. actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari S kaminami - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - Atual

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2010 - Atual

    Diagnóstico laboratorial e monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose, Descrição: O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de alternativas para o diagnóstico e monitoramento do tratamento da paracoccidioidomicose. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Desenvolvimento de processo integrado de purificação de proteínas do ovo ? uma alternativa para proteínas purificadas importadas, Descrição: O ovo de galinha é uma fonte protéica barata e de fácil acesso. Porém aqui no Brasil somente são exploradas o potencial alimentício do ovo em si ou de suas frações como clara e gema pasteurizados ou desidratados. Muitas das frações protéicas do ovo (imunoglobulinas, lisozima, ovotransferrina, albuminas) podem ser fracionadas e gerar um grande valor agregado. Todas essas frações que são utilizadas principalmente pela medicina e industrias de suplementos alimentares são adquiridas de empresas que importam o produto, o Brasil não possui empresas especializadas que fracionem, desenvolvam tecnologias para obtenção de imunoglobulinas (anticorpos) por ex. que poderiam eliminar a dependência do país de produtos importados. Nesse cenário a justificativa para esse projeto está no desenvolvimento de metodologias e técnicas de baixo custo que permitam fracionar, purificar frações de proteínas de ovo de galinha de interesse médico e industrial, permitindo que a industria nacional tenha competitividade e produzir essas frações em território nacional. Atualmente os ovos de galinha (Gallus gallus) são utilizados quase que exclusivamente para o consumo humano, sendo seu conteúdo líquido completo uma excelente fonte de nutrientes. Por outro lado, diversos estudos têm mostrado que os componentes do ovo possuem propriedades de interesse bio-tecnológico como atividade antimicrobiana, imunomoduladora, antitumoral e anti-hipertensiva. Porém as metodologias utilizadas nestes estudos para a purificação das biomoléculas são metodologias de baixo rendimento e alto custo, portanto, inviáveis em escala industrial. Os componentes da clara de ovo serão separados de acordo com Cohn, E. J. et al. 1947, onde utiliza-se etanol em diferentes concentrações, o principio deste método baseia-se na propriedade desidratante do etanol que remove a água que solubiliza as proteínas e ocasiona a sua precipitação. Trata-se de um procedimento relativamente barato que pode ser aplicado em grande escala se devidame. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Cláudio Takeo Ueno - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria A. actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae e C. Parapsilosis, micotoxinas, A. actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Mari S kaminami - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - Atual

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Diagnóstico laboratorial e monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose, Descrição: O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de alternativas para o diagnóstico e monitoramento do tratamento da paracoccidioidomicose. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Mario Augusto Ono - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase-α salivar), inflamatórios (il-6, tnf-α), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas ´por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase- salivar), inflamatórios (il-6, tnf-), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase- salivar), inflamatórios (il-6, tnf-), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2022 - Atual

    Avaliação de formas planctônica e de biofilme dos fungos patogênicos paracoccidioides brasiliensis, p. Lutzii e arthrographis kalrae na susceptibilidade a agentes anti-fúngicos, produção de componentes antigênicos/imunogênicos e interação com as células d, Descrição: Um importante fator de virulência dos microorganismos é a capacidade de formar biofilme o que pode contribuir tanto para maior resistência às drogas antifúngicas como interferir na resposta imune do hospedeiro.a paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelos fungos paracoccidioides brasiliensis e p. Lutzii, responsáveis por graves danos à saúde humana. O seu tratamento é longo, em geral com agentes antifúngicos que são nefrotóxicos/hepatotóxicos. O fungo arthrographis kalrae é considerado um patógeno raro e oportunista porém este fungo já foi descrito em diferentes manifestações clínicas, incluindo pacientes imunodeficientes como imunocompetentes. Neste projeto é proposto analisar efeito de drogas anti-fúngicas sobre os fungos p. Brasiliensis, p. Lutziie a.kalrae nas suas formas planctônicas e de biofilmes bem como analisar componentes antigênicos/imunogênicos produzidos e o efeito dos mesmos na interação com as células do sistema imune.será feita a determinação da concentração inibitória mínima (mic) utilizando agentes de uso corrente (itraconazol, anfotericina b) e novos produtos (nanopartículas de ouro ligadas ou não aos anticorpos) sobre as os fungos p. Brasiliensis (pb18), p. Lutzii(ldr2) e a.kalrae nas suas formas planctônicas e de biofilmes. Oscomponentes antigênicos/imunogênicos produzidos serão analisados por western blotting e por icelisa. Para a análise de interação destes fungos com as células do sistema imune, serão utilizadas as linhagens celulares jurkat e raw264.7 que serão incubadas com componentes solúveis das células planctônicas e de biofilme em meio rpmi (370c, com 5 de co2) durante 24 horas, seguida de avaliação de viabilidade celular (mtt) e os sobrenadantes coletados serão analisados quanto a concentração de citocina il-4 e óxido nítrico. Adicionalmente, os fungos tratados com diferentes agentes e também de experimento de interação celular com as células do sistema imune serão avaliados por microscopia eletrônica. Os resultados obtidos poderão contribuir para um melhor compreensão de patogênese causadas por estes fungos, além da possibilidade de geração de novo agente anti-fúngico mais eficaz e de contribuir com a formação de recursos humanos por envolver alunos graduação e de pós-graduação. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2013 - 2017

    Diagnóstico laboratorial/monitoramento de tratamento da paracoccidioidomicose na região norte e oeste do estado do paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: A paracoccidioidomicose (pcm) é uma micose sistêmica causada pelo fungo paracoccidioides brasiliensis, doença que afeta principalmente trabalhadores rurais. De acordo com bittencourt et al (2005), no período de 1980 a 1998, no estado do paraná, ocorreram 551 óbitos por pcm, destacando-se como a quinta causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias predominantemente crônicas, apresentando a mais alta taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. O estudo por mesorregiões, demonstrou maior número de óbitos no norte central e o maior coeficiente de mortalidade no oeste do paraná. Não há no mercado reagentes e metodologias padronizadas de ensaios imunológicos comerciais eficientes para diagnóstico sorológico, monitoramento e ou tratamento dessa doença. Considerando que existe a possibilidade de ocorrer reação falso negativo na pcm por imunodifusão é essencial a associação com outros métodos de diagnóstico como elisa e western blotting. Além disso, trabalhos recentes demonstram a existência de p. Brasiliensis de três espécies filogenéticos distintos (s1, ps2 e ps3) e nova espécie p. Lutzii, sendo necessária a análise de cepas regionais e preparo de antígenos mais específicos. No projeto anterior foram introduzidas as técnicas de imunodifusão radial, ensaioimunoenzimático e western blotting utilizando antígenos de p.brasiliensis s1, sp2 e p. Lutzii para diagnóstico da pcm, sendo evidenciada melhor reatividade de soros com antígeno proveniente do fungo p. Brasiliensis s1, com amostras de soros de pacientes predominantemente da região norte do pr. No entanto o isolamento do fungo foi em número muito reduzido, requerendo ampliação de amostragem. Assim, dando continuidade ao trabalho é proposto ampliar a amostragem de análise incluindo a região de foz do iguaçu e guarapuava, pr e adicionalmente introduzindo novas metodologias alternativas de diagnóstico.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador / Nilson de Jesus Carlos - Integrante / Maria Cláudia Noronha Dutra de Menezes - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Produção e caracterização da atividade antimicrobiana in vitro e in vivo de anticorpos IgY contra bactérias multirresistentes aos antimicrobianos, Descrição: : As infecções hospitalares causadas por Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii tem aumentado nos últimos anos e são motivo de preocupação para os profissionais da saúde em todo o mundo. Estes microrganismos já foram isolados em diversos locais nos hospitais, como leitos, aparelhos de ventilação mecânica, cateteres e até mesmo nas mãos dos profissionais. Além disso eles têm grande capacidade de desenvolver mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a ação de anticorpos IgY contra cepas de P.aeruginosa e A.baumannii resistentes a diversas classes de antimicrobianos. Os anticorpos IgY serão obtidos a partir da gema de ovos de galinhas poedeiras inoculadas com cepas de P.aeruginosa e A.baumannii multirresistentes a drogas. Para avaliar a ação dos anticorpos IgY inicialmente será feita a caracterização imunoquímica de anticorpos IgY, por ensaio imunoenzimáticos (ELISA, Avidez e Western blotting). A seguir será feita a determinação da atividade antimicrobiana pelo método da concentração inibitória mínima e pelo modelo de infecção em larvas do inseto de G.mellonella. A utilização deste modelo de infecção e uma alternativa a utilização de camundongos e representa um avanço significativo para a redução de vertebrados em modelos de infecção. Espera-se que com o desenvolvimento deste projeto seja possível determinar a ação antimicrobiana dos anticorpos IgY sobre cepas multirresistentes de P.aeruginosa e A.baumannii. Além disso os resultados obtidos podem fornecer subsídios para novas pesquisas sobre a utilização de anticorpos IgY como uma alternativa para o tratamento de infecções por bacilos gram-negativos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Floristher E Carrara-Marroni - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento de estratégias e produtos compostos por nanopartículas conjugadas na atividade antimicrobiana, Descrição: Nos últimos anos, com o surgimento de cepas resistentes aos diversos antimicrobianos, novas alternativas para o controle de infecções têm sido propostas, resultando em melhores efeitos antimicrobianos, diminuição de custos associados ao tratamento dos pacientes, e menores efeitos adversos ao hospedeiro. Diferentes tipos de micro e nanopartículas, como por exemplo, de prata e as poliméricas, têm sido estudados no combate de vários micro-organismos, causadores de importantes doenças humanas e de outros animais. Nosso grupo de pesquisa vem estudando há anos, alternativas para o uso de antimicrobianos convencionais, como as nanopartículas de prata e poliméricas (alginato/quitosana) conjugadas com outros antimicrobianos, produzindo patentes e artigos científicos sobre o assunto. Vinculado a esse aspecto, nosso grupo de pesquisa também tem estudado a resistência destes micro-organismos, assim como os aspectos epidemiológicos de importantes infecções, como as hospitalares. Por isso, nosso projeto propõe o uso de nanopartículas de prata e poliméricas conjugadas com outros antimicrobianos (com resultados iniciais), no controle de infecções causadas por bactérias (incluindo as multirresistentes), fungos (leveduriformes e filamentosos) e protozoários (trypanossoma cruzi). Essas nanopartículas serão conjugadas com outras substâncias de potencial atividade antimicrobiana, como a fenazina-carboxamida (patente depositada br1020130148776 em 14/06/2013), paternolídeo, sinvastatina e liberadoras de óxido nítrico. Diversos ensaios serão realizados para verificar a eficiência destes compostos contra os micro-organismos: determinação da concentração inibitória mínima, curva de crescimento-morte (cinética), testes de interação de fármacos (sinergismo), microscopia eletrônica de varredura e transmissão (identificação de alvos), e testes in vivo (incluindo modelos alternativos aos camundongos). Testes de citotoxicidade em cultura de células também serão realizados para o uso seguro dos antimicrobianos. Este projeto resultará no desenvolvimento de novas composições de antimicrobianos eficientes no controle de micro-organismos, assim como determinar novas estratégias (liberação lenta de fármacos) associadas aos sistemas biológicos. Algumas doenças como doença de chagas que ainda não há cura, e outras doenças envolvidas na área da veterinária e de alimentos também estarão envolvidos no projeto, mostrando o seu caráter multidisciplinar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Célia Guadalupe Tardeli de Jesus Andrade - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Modelos alternativos de infecção e teste de substâncias: larvas de galleria mellonella e tenebrio molitor, Descrição: A experimentação com animais vertebrados, principalmente camundongos, tem alto custo de manutenção e realização, necessita de pessoal especializado e da aprovação por um comitê de ética. Além disso, camundongos são animais sencientes, caracterizados por possuírem um sistema nervoso e um cérebro desenvolvidos, e desta forma os experimentos geram sofrimento a esses animais. Assim, existe um interesse crescente na utilização de modelos alternativos de infecção e no desenvolvimento de novos modelos. Hospedeiros invertebrados, incluindo drosophila melanogaster (mosca de fruta), caenorhabditis elegans (nematódeo) e galleria mellonella (mariposa), tem sido utilizados para o estudo da patogênese de fungos e bactérias. Embora muito utilizados fora do país, esses modelos são pouco utilizados no brasil. Aqui, nós iremos explorar a biotecnologia das larvas de g. Mellonella para desenvolver modelos de infecção com diversos microrganismos patogênicos, um método de detecção de endotoxinas e modelos para teste de substâncias. Além disso, desenvolveremos um novo modelo de infecção e teste de antimicrobianos utilizando larvas do besouro tenebrio molitor. Deste modo, nosso projeto disponibilizará testes e ensaios para vários projetos do departamento de microbiologia da uel, bem como de outros departamentos e instituições. Assim, a utilização de larvas nestes projetos, diminuirá ou até mesmo abolirá o uso de camundongos, reduzindo custos e tempo de obtenção dos resultados. Ainda, estes modelos alternativos eliminam a necessidade de avaliação de um comitê de ética, por utilizar animais invertebrados.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi Lioni - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    Impacto da prática de exercícios físicos extra-escolares sobre a saúde bucal e composição salivar em crianças de 7 a 10 anos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Solange de Paula Ramos em 10/08/2015., Descrição: A prática de exercícios físicos em atividades extra-escolares pode contribuir para melhoria das condições de saúde de crianças, reduzindo fatores de risco para doenças crônicas. A melhoria na regulação da atividade dos sistemas nervoso autonômico, endócrino e imunológico podem provocar alterações na composição salivar. No entanto, a prática de atividades do tipo futebol pode aumentar o risco de traumatismo dentário. O objetivo deste estudo é avaliar, durante um período de 16 semanas (um semestre escolar) se a prática de atividade física extra-escolar do tipo futebol de campo pode alterar a composição da saliva, particularmente sobre mediadores de imunidade (siga salivar, proteína c reativa, amilase- salivar), inflamatórios (il-6, tnf-), e endócrinos (testosterona, cortisol, gh e igf-1) e aumentar o risco de traumatismo dentário. Serão selecionados 165 meninos que não praticam atividade física extra-escolar e 165 meninos praticantes de futebol de campo em escolinha de futebol em horário extra-escolar, com idade entre 7 e 10 anos. As crianças serão submetidas ao um exame clínico bucal para avaliação de cpod, índice gengival e índice de higiene oral; avaliação de índice de massa corporal; coleta de amostra de saliva; teste progressivo de campo; avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca; questionário para avaliação da atividade física; no início do semestre letivo e após 16 semanas. Na oitava semana serão coletadas amostra de saliva, análise de variabilidade da freqüência cardíaca (vfc) e índice de massa corporal (imc). Durante o período de 16 semanas, as crianças serão monitoradas quanto a eventos de traumatismo bucal. Diferenças entre os momentos de análise serão avaliadas por meio dos testes t pareado ou anova de medidas repetidas (dados paramétricos), ou teste de wilcoxon ou friedman (dados não-paramétricos). As correlações dos índices de saúde bucal, marcadores bioquímicos salivares, aptidão cardiorrespiratória e vfc e imc serão avaliadas pelo teste correlação de pearson (dados de distribuição paramétrica) ou teste de spearman (dados com distribuição não-paramétrica). Será calculadas a incidência de traumatismo bucal durante a prática esportiva. A significância estatística será estipulada em 5% (p< 0,05) e todas as análises serão realizadas por intenção de tratar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Carla Cristiane da Silva - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Desenvolvimento de teste de imunocromatografia de fluxo lateral para detecção dos vírus suínos h1n1 e circovírus suíno tipo 2 (pcv2), Descrição: Agentes infecciosos são os que mais ameaçam a estabilidade dos sistemas produtivos, causando um impacto que excede 20% das perdas na produção de animais em todo o mundo. A influenza representa uma ameaça à economia e à saúde de humanos e animais. O subtipo h1n1 afeta suínos, ocasionando problemas respiratórios, baixas taxas de mortalidade, mas com taxa de morbidade elevada. A doença é altamente contagiosa e pode acometer todos os animais de uma granja. Os suínos participam do ciclo da influenza como hospedeiros intermediários e um reservatório do vírus h1. Outra doença importante para a suinocultura é a síndrome multissistêmica do definhamento dos suínos (smd), causada pelo circuvírus suíno tipo 2 (pcv2) e caracterizada por perda de peso progressiva, sintomas respiratórios e digestivos, aumento de volume dos linfonodos e necrose do tecido linfoide com consequente redução na resistência dos animais à outras doenças, podendo a taxa de mortalidade variar de 1 a 2% até 30% em casos complicados. Smd é endêmica em muitos países produtores de suínos e tem um impacto econômico importante na indústria suinícola mundial, sendo necessário o diagnóstico rápido com eliminação dos animais positivos um método de controle para esta síndrome. O teste de imunocromatografia de fluxo lateral vem sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico rápido para doenças humanas e de animais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um teste de imunocromatografia de fluxo lateral (ifl) para o diagnóstico e controle da influenza a/h1n1 suína e pcv2. Para isto, as proteínas recombinantes np de h1n1 e orf2 de pcv2 serão produzidas e utilizadas para imunização de galinhas poedeiras para a produção de anticorpos igy específicos. Estes anticorpos serão caracterizados imunoquimicamente por elisa e western blotting, e purificados por colunas de afinidade com as proteínas recombinantes para obtenção de anticorpos igy monoespecíficos. Os anticorpos igy anti-np ou orf2 serão acoplados ao ouro coloi. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Ana Paula Cheirubim - Integrante.

  • 2012 - Atual

    introdução de metodologias alternativas utilizando anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos solúveis para fins de diagnóstico e ou estudo da patogenia de micoses sistêmicas, periodontite e reabsorção dentária, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eiko Nakagawa Itano em 23/02/2016., Descrição: Os imunoensaios são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. Nos projetos anteriores foram obtidos vários anticorpos monoclonais/policlonais e antígenos de interesse para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis) e adicionalmente insumos imunológicos para as micotoxinas, para a bactéria a. Actinomycetemcomitans associado a periodontite e também anticorpos envolvidos a reabsorção dentária. Dando continuidade ao trabalho é proposto introduzir metodologias alternativas de diagnóstico detectando-se antígenos solúveis por meio de teste de inibição de aglutinação utilizando hibridomas e ou imunocromatografia. É proposto também analisar efeito de antígenos solúveis e de anticorpos em testes biológicos (hemólise, hemaglutinação, em linhagens celulares (p3u1 e jurkat) em relação aos agentes infecciosos ou micotoxinas (ocratoxina e fumonisina). Em adição é proposto investigar efeito de interação desses anticorpos/antígenos em modelos murinos (paracoccidioidomicose, histoplasmose, micose causada pelo fungo a. Kalrae e c. Parapsilosis, micotoxinas, a. Actinomycetemcomitans e reabsorção dentária) o que poderá contribuir para melhor compreensão de mecanismos patogênicos das referidas doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Eiko N Itano - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Validação do método pse da sessão e monitoramento do efeito da carga de Treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse em esportes coletivos, Descrição: A grande maioria dos atletas de alto rendimento, praticantes das mais diversas modalidades esportivas são expostos a altas cargas e volumes de treinamento durante sua temporada na intenção de melhorar o desempenho e obter o sucesso desportivo. Existe a necessidade de quantificar as respostas internas geradas por essas cargas de treino, podendo ser tanto através de medidas biológicas sangüíneas e salivares quanto psicofísicas (percepção subjetiva de esforço e questionários). Dessa forma, o estudo tem como objetivo validar o método de percepção subjetiva de esforço (pse da sessão) com base nos métodos de quantificação de cargas de treinamento baseados na fc e concentração de lactato para atletas de modalidades coletivas (handebol, basquetebol, voleibol, futebol e futsal), de ambos os sexos, e monitorar o efeito da carga de treinamento sobre o desempenho e marcadores de estresse durante um ciclo treinamento com duração de 30-32 semanas, contemplando as diferentes etapas de preparação (etapa geral, etapa especial) e durante toda a etapa de competição. Serão avaliados um total de 100 sujeitos, todos atletas de modalidades coletivas de alto rendimento (handebol, futsal, futebol, voleibol e basquetebol). Coletas bioquímicas e salivares serão realizadas, bem como, testes motores, quantificação das cargas de treinamento externas (gps e pedômetro) e medidas de controle da carga interna de treinamento (pse e questionário) em momentos específicos no ciclo de treinamento das equipes. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento do impacto gerado pelas cargas de treinamento no sistema fisiológico dos atletas de alto rendimento, além de verificar a fidedignidade do método pse da sessão em monitorar as respostas internas de treinamento. Além disso, caso o questionário dalda juntamente com a pse apresentem boas correlações com as medidas biológicas diretas, os mesmos podem ser utilizados como uma ferramenta fidedigna e extremamente prática para treinadores e preparado. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Solange de Paula Ramos - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.

  • 2011 - 2015

    Desenvolvimento e aprimoramento de métodos e insumos para o diagnóstico, prevenção e controle de doenças virais de suínos, Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em 21/04/2013., Descrição: O objetivo deste trabalho é desenvolver e aprimorar métodos e insumos para o diagnóstico e controle de agentes infecciosos causadores de doenças virais em suínos no Brasil. Os insumos irão auxiliar na prevenção da entrada de vírus exóticos, desenvolvimento de kits de diagnóstico rápido e vacinas para controle de doenças zoonóticas ou endemicas. Além disso, irão apoiar a pesquisa em saúde animal e fornecer subsídeos para tomada de decisão para controle de zoonoses por autoridades de vigilancia oficiais e de saúde pública. O domínio da tecnologia de clonagens, expressão de proteínas virais recombinantes, produção de vacinas e anticorpos, além de diagnóstico por métodos moleculares quantitativos vão abrir caminhos para outros produtos que poderão ser desenvolvidos. Esses métodos serão aplicados numa plataforma de trabalho em rede de sanidade animal para outros agentes além dos contemplados aqui, importantes para a pecuária brasileira. A eleição destes patógenos baseou-se na sua importancia para a suinocultura mundial e na dificuldade em investigar agentes até então considerados exóticos no Brasil como o vírus da sindrome reprodutiva e respiratória dos suínos (PRRSV) e o vírus da influenza suína (VIS). Outros agentes contemplados aqui são o circovírus suíno tipo 2 (PCV2) e o parvovírus suíno 1 (PVS1), que apesar de endemicos ainda são considerados causadores de doença de maiores perdas no Brasil. Vírus emergentes de DNA de cadeia simples, como os torque teno virus suíno 1 e 2 (TTV1 e TTV2) e o parvovírus suíno 4 (PVS4) também serão investigados, ao propor uma técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) multiplex para detectar todos esses vírus em co-infecção com o PCV2 e PVS1. Para detecção de possíveis efeitos dos vírus nos espermatozóides, essa PCR multiplex associada a caracterização espermática apoiarão centrais de inseminação artificial para previnir a transmissão destes agentes para femeas suínas. Insumos para desenvolvimento de kits de diagnóstico ou vacinas. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Wagner Loyola - Integrante / Janice Reis Ciacci Zanella - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    Produção e caracterização de anticorpos IgY anti-venenos escorpiônicos, Projeto certificado pela empresa Instituto Butantan em 17/04/2014., Descrição: O escorpionismo é um importante problema de saúde pública no Brasil, onde o número de acidentes supera em muito os acidentes com outros animais peçonhentos, inclusive com serpentes. Os indivíduos entre 20 a 49 são os que mais sofrem acidentes, porém o maior número de óbitos é observado em indivíduos menores de 14 anos. É, especialmente, preocupante o fato de que a maioria dos óbitos ocorra nas primeiras três horas após o acidente. No Brasil as principais espécies relacionadas aos acidentes são do gênero Tityus. Em Minas Gerais, o estado com maior número de casos, os acidentes são causados, principalmente, por Tityus serrulatus, enquanto em São Paulo e no nordeste brasileiro há predomínio de acidentes com Tityus bahiensis e Tityus stigmurus, respectivamente. Os acidentes causados por T. serrulatus são, geralmente, mais graves do que os causados por T. bahiensis, sendo que a maioria das mortes ocorre em acidentes com T. serrulatus. O tratamento mais eficiente para os acidentes com escorpião é a inoculação de antiveneno o mais rápido possível. Atualmente, a maioria dos antivenenos utilizados no tratamento é produzida em cavalos. A produção do antiveneno envolve a obtenção de veneno por estimulação elétrica das glândulas de veneno seguida da sua inoculação em cavalos. Porém, este procedimento pode causar injuria ao animal inoculado devido a toxicidade do veneno e aos métodos para obtenção de títulos significativos de anticorpos. Como alternativa de produção de antissoros em cavalos, outras espécies animais têm sido testadas e diversos estudos têm mostrado apossibilidade da produção de antivenenos em aves, especialmente em galinhas poedeiras. O presente projeto pretende avaliar a cinética de produção, em galinhas poedeiras, dos anticorpos IgY anti-venenos de T. serrulatus, T. bahiensis e T. stigmurus; a avidez e a reatividade antigênica dos anticorpos IgY frente aos venenos específicos; a reatividade antigênica e do potencial neutralizante dos anticorpos IgY em compar. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Emerson José Venancio - Coordenador / Denise V. Tambourgi - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2007

    Geração de Novos Empreendimentos em Software, Informação e Serviços - Gene Norte do Paraná. Subprojeto: Produção e Purificação de Imunoglobulina Y a partir da gema de ovos de galinhas matrizes de linhagem leve, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver uma tecnologia para obtenção e purificação de anticorpos de aves da classe IgY. O domínio da tecnologia da produção e purificação de anticorpos específicos a partir da gema do ovo é uma oportunidade para a criação de um serviço de produção de anticorpos específicos a partir das necessidades da comunidade científica brasileira que, com o estabelecimento dos projetos genomas/proteomas, necessita de ferramentas para a análise na caracterização molecular e bioquímica das proteínas identificadas por estes projetos. Soma-se a esta demanda a dos programa nacionais de vigilância sanitária na saúde pública e animal, que dispendem vultosos recursos na importação de kit para diagnóstico. a produção de anticorpos específicos em galinhas, devido à alta produção e a não utilização de métodos invasivos, é uma alternativa para suprimento de um mercado consumidor que atualmente encontra como opção a importação de anticorpos específicos, arcando com o seu alto custo, ou a produção in house (caseira) o que muitas vezes representa uma baixa eficiência e é inviável quando se demanda grande quantidade de anticorpos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Emerson José Venancio - Integrante / Mario Augusto Ono - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Integrante / Ivens Gomes Guimarães - Integrante / Dirceu Moreira Guazzi - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas. , AC Jardim Bandeirantes, Jardim Portal de Versalhes 1, 86057970 - Londrina, PR - Brasil - Caixa-postal: 6001, Telefone: (43) 33714616, Fax: (43) 33714267, URL da Homepage:

Experiência profissional

2010 - Atual

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2002 - 2010

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

1996 - 2002

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40

1995 - 1995

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar, Carga horária: 40

1994 - 1994

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar, Carga horária: 40

1987 - 1991

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Discente, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Durante este período fui aluno do curso de graduação em Ciências Biológicas

Atividades

  • 03/2014

    Direção e administração, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Chefe do Departamento de Ciências Patológicas.

  • 03/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas.,Cargo ou função, Membro do Conselho do Centro de Ciências Biológicas.

  • 02/2005

    Ensino, Patologia Experimental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Mecanismos celulares e moleculares da resposta imune, Tópicos em Biologia Molecular

  • 02/2004

    Ensino, ZOOTECNIA, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IMUNOLOGIA

  • 08/2002

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia

  • 08/2002

    Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IMUNOLOGIA

  • 08/2002

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia

  • 08/2002

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia

  • 03/2002

    Ensino, Biologia Aplicada à Saúde, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Imunologia

  • 01/1996

    Pesquisa e desenvolvimento, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Linhas de pesquisa

  • 03/2013 - 02/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria Geral dos Órgãos Colegiados Superiores.,Cargo ou função, Membro da Câmara de Pós Graduação.

  • 03/2013 - 02/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria Geral dos Órgãos Colegiados Superiores.,Cargo ou função, Membro do Conselho Ensino Pesquisa e Extensão.

  • 03/2013 - 02/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenadoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Diretoria de Pós-Graduação.,Cargo ou função, Coordenador do Colegiado Lato Sensu Área Básica.

  • 03/2013 - 02/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria Geral dos Órgãos Colegiados Superiores.,Cargo ou função, Membro suplente do Conselho Universitário.

  • 03/2013 - 02/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas.,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas.

  • 03/2008 - 02/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Membro do colegiado do Curso de Ciências Biológicas.

  • 03/2008 - 02/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Membro do Conselho do Centro de Ciências Biológicas.

  • 03/2008 - 02/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Membro da câmara de pós-graduação.

  • 03/2007 - 02/2011

    Direção e administração, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Coordenador de Programa de Pós-Graduação Lato Sensu Biologia Aplicada à Saúde.

  • 03/2007 - 02/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Membro do colegiado de pós-graduação lato sensu áreas básicas.

  • 03/2006 - 02/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Membro da Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Biomedicina.

  • 03/2006 - 12/2006

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos em Neuromodulação

  • 05/2004 - 03/2006

    Direção e administração, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.

  • 05/2004 - 02/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Estadual de Londrina.,Cargo ou função, Membro de conselho de centro.

  • 10/2003 - 02/2004

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Patológicas.,Cargo ou função, Comissão Examinadora de Seleção do Curso de Especialização em Biologia Aplicada a Saúde.

  • 02/2003 - 12/2003

    Ensino, Patologia Experimental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminários em Patologia Experimental

  • 02/1995 - 12/1995

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia

  • 02/1994 - 12/1994

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia