Carlos Alves do Nascimento

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (1995), mestrado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e doutorado em Economia Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Atualmente é Professor do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia. Ministra as disciplinas Economia Agrária I e Economia Marxista I na graduação e a disciplina Teorias do Desenvolvimento na pós-graduação. É parecerista de periódicos científicos do Brasil. Pesquisa nas áreas de economia rural e do desenvolvimento, tendo como temas a agricultura familiar, as mudanças no mercado de trabalho rural e a pluriatividade das famílias rurais, as políticas públicas, a pobreza rural e a reprimarização da economia nacional. Recebeu, da SOBER, prêmio de Honra ao Mérito pela Dissertação de Mestrado. A Tese de Doutorado foi publicada em livro.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Economia Aplicada

2002 - 2005

Universidade Estadual de Campinas
Título: Pluriatividade, Pobreza Rural e Políticas Públicas
José Francisco Graziano da silva. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Mestrado em Ciência Econômica

1999 - 2002

Universidade Estadual de Campinas
Título: Evolução das Famílias Rurais no Brasil e Grandes Regiões: Pluriatividade e Trabalho Doméstico, 1992-1999.,Ano de Obtenção: 2002
José Francisco Graziano da Silva.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Pluriatividade; Ocupações rurais agrícolas e não-agrícolas; Trabalho doméstico remunerado.Grande área: Ciências Sociais AplicadasSetores de atividade: Desenvolvimento Rural.

Graduação em Ciências Econômicas

1988 - 1995

Universidade Federal do Ceará

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais/Especialidade: Economia Agrária.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

O Novo Rural: Seminário Regional NE.Agricultura familiar no NE: pluriatividade e alternativas tecnológicas de produção. 2005. (Seminário).

O Novo Rural: Seminário Regional NE.Autoconsumo e dinâmica da agricultura familiar: segurança alimentar, pluriatividade e outras. 2005. (Seminário).

IX Encontro de Economia Política.IX Encontro de Economia Política. 2004. (Encontro).

III Seminário do Novo Rural Brasileiro.III Seminário do Novo Rural Brasileiro. 2003. (Seminário).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. 2003. (Congresso).

Seminário Internacional sobre.Seminário Internacional sobre. 2002. (Seminário).

XL Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. XL Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. 2002. (Congresso).

II Seminário sobre o Novo Rural Brasileiro.II Seminário sobre o Novo Rural Brasileiro. 2001. (Seminário).

XXXIX Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. XXXIX Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. 2001. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Filipe Prado Macedo da Silva

ORTEGA, A. C.;NASCIMENTO, C. A.; SPINOLA, N. D.. Desenvolvimento Territorial: a experiência do Território do Sisal na Bahia. 2012. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Michael Gonçalves da Silva

XAVIER, C. L.;NASCIMENTO, C. A.; GARCIA, R.. Inserção comercial externa e doença holandesa no Brasil no período recente (2002-2008).. 2011. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Fernanda Ferreira Fernandes

CORREA, V. P.;NASCIMENTO, C. A.; AMITRANO, C. R.. Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF): análise da distribuição dos recursos entre 1999 e 2009.. 2011. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Roberta Maria Amaral de Castro Pinto Penna

MARTA, J. M. C.;NASCIMENTO, C. A.; FIGUEIREDO, A. M. R.. Uma avaliação do planejamento para o desenvolvimento do Estado de Mato Grosso. 2011. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Agronegócios e Desenv. Regional) - Universidade Federal de Mato Grosso.

Aluno: Pedro Henrique Evangelista Duarte

GRACIOLLI, E. J.; CARCANHOLO, M.;NASCIMENTO, C. A.. Superexploração da Força de Trabalho e Política Sindical no Brasil.. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Débora Juliene Pereira Lima

NASCIMENTO, C. A.; RAMOS, P.;ALMEIDA FILHO, N.. Indústria sucroalcooleira e emprego: evolução recente e perspectivas.. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: César Ricardo Leite Piorski

ORTEGA, A. C.; GOMES Jr., N. N.;NASCIMENTO, C. A.. Desenvolvimento Territorial em Extrema Pobreza: o caso do território rural dos Lençóis Maranhenses/Munim. 2008. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Francisco do O' de Lima Júnior

ALMEIDA FILHO, N.; MOTA, F. C. M.;NASCIMENTO, C. A.. Sudene e Forças Sociais Nordestinas: papel institucional face ao novo marco regulatório de intervenção estatal e de desenvolvimento nos anos 2000. 2008. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Iandra de Souza Maldaner

STADUTO, J. A. R.NASCIMENTO, C. A.; LIMA, J. F.. Decomposição dos diferenciais de rendimento do trabalho na região metropolitana de Curitiba e região não metropolitana do Estado do Paraná. 2007. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Aluno: Bianca Aires Imbiriba di Maio Bonente

ALMEIDA FILHO, N.; AUGUSTO, A. G.;NASCIMENTO, C. A.. A Economia do Desenvolvimento em Perspectiva Histórica: novos rumos da disciplina. 2007. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Sabrina Faria de Queiroz

NEDER, H. D.;NASCIMENTO, C. A.STADUTO, J. A. R.. Evolução, Decomposição e Caracterização da Pobreza no Brasil, Período 1995-2004.. 2007. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Gabriel José Barbosa

ORTEGA, A. C.; TAKAGI, M.;NASCIMENTO, C. A.. Representação de interesses no setor agrícola pós-desregulamentação: o clube dos amigos da terra de Uberlândia. 2006. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Sidinéia Maria de Souza

ORTEGA, A. C.; RODRIGUES, L.; RIBEIRO, E. M.;NASCIMENTO, C. A.ALMEIDA FILHO, N.. Territorialidade e empreendimentos econômicos solidários no Norte de Minas Gerais. 2015. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: João Carneiro Filho

Orientador: Marcelino Souza;NASCIMENTO, C. A.. Níveis das Fontes de Privações e a Expansão das Liberdades dos Agricultores Familiares do Semi-Árido Mineiro: Uma Análise dos Efeitos dos Programas de Convivência e do Agroamigo no município de Januária/MG. 2013. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Priscila Santos de Araújo

ALMEIDA FILHO, N.; ARAUJO, E. S.; LUCE, M. S.;NASCIMENTO, C. A.; GARLIPP, J. R. D.. Desenvolvimento dependente latino-americano no século XXI - desigualdade e padrão de reprodução. 2013. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Michelle da Silva Borges

ORTEGA, A. C.; BALSADI, O. V.; BELIK, W.;NASCIMENTO, C. A.; HOFF, D. N.. Organização Mundial do Comércio e Codex Alimentarius: a institucionalização da qualidade no mercado internacional de alimentos. 2013. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Joelson Gonçalves de Carvalho

CANO, W.; BERGAMASCO, S.; PIMENTEL, A. E. B.; RAMOS, P.;NASCIMENTO, C. A.. Questão agrária e assentamentos rurais no estado de São Paulo: o caso da região administrativa de Ribeirão Preto. 2011. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Econômico) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Jair Antunes

NASCIMENTO, C. A.; SAMPAIO JR., Plínio de Arruda; NAVES, Márcio Bilharinho; BRAGA NETO, Ruy Gomes; BENOIT, Alcidez Hector Rodriguez. Marx e a América para além da história do capitalismo. 2007. Tese (Doutorado em Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Wagner Faria de Oliveira

ANDRADE, D. C.;ALMEIDA FILHO, N.NASCIMENTO, C. A.. Economia Ecológica, Capitalismo e Crises Econômicas: notas sobre reorientação de políticas. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Camila Fernandes de Oliveira

FERNANDES FILHO, J. F.;NASCIMENTO, C. A.; AMAZONAS, M. C.. A Nova Dinâmica da Inserção Externa da Agricultura Brasileira. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Fernando Jesus da Silva

FERNANDES FILHO, J. F.;NASCIMENTO, C. A.; AMAZONAS, M. C.. Evolução Recente do Complexo Soja no Brasil e na Argentina e a Questão da Tributação. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Humberto Flores de Oliveira

BIAGE, M.;NASCIMENTO, C. A.; AMAZONAS, M. C.. Análise da Volatilidade do Mercado Futuro de Commoditties utilizando Métodos VaR e GARCH. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Janine Ferreira Borges

COUTO, E. P.; COELHO, L.;NASCIMENTO, C. A.. A Implantação do Manejo Florestal e os Interesses da Iniciativa Privada: o caso Aracruz. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Marcela de Castro Mouro

ORTEGA, A. C.;NASCIMENTO, C. A.; FERNANDES FILHO, J. F.. Impactos Recentes da Mecanização sobre o Emprego na Cafeicultura do Cerrado Mineiro. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Pedro Henrique Evangelista Duarte

GRACIOLLI, E. J.;NASCIMENTO, C. A.; AMARAL, M. S.. A dialética do desenvolvimento periférico: a nova CEPAL à luz da teoria marxista da dependência. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: MÁYRA BARBOSA CREMASCHI

FERNANDES FILHO, J. F.; COUTO, E. P.;NASCIMENTO, C. A.. O Segmento Agrícola do Setor Canavieiro Paulista e sua Dinâmica Recente. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Renata Gomes Pereira

RIBEIRO, R. A.;NASCIMENTO, C. A.; NEDER, H. D.. O debate sobre os determinantes da distribuição de renda no Brasil no período 1970-2004. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Gleyce Alves de Faria

GUIMARÃES, E. N.;NASCIMENTO, C. A.; MARTINS, H. E. P.. Desenvolvimento regional e interação territorial em Minas Gerais: triângulo muneiro como um estudo de caso. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Sandra Costa Medeiros

COUTO, E. P.;NASCIMENTO, C. A.ALMEIDA FILHO, N.. Segurança alimentar e desenvolvimento no Brasil: uma análise do Programa Fome Zero. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Paula Travaglia

AMAZONAS, M. C.; FERNANDES FILHO, J. F.;NASCIMENTO, C. A.. Biodiesel, uma nova estratégia econômica para o Brasil. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Victor Hugo de Oliveira e Silva

AMAZONAS, M. C.; FERNANDES FILHO, J. F.;NASCIMENTO, C. A.. Impactos da soja geneticamente modificada sobre o cenário sócio-econômico nacional. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Logan Lee Gomes

MARTINS, H. E. P.; COUTO, E. P.;NASCIMENTO, C. A.. Desenvolvimento nas regiões italianas: heterogeneidades sócio-econômicas no desenvolvimento das regiões italianas. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Elisângela Simões Borges

RIBEIRO, R. A.; RIBEIRO, A. A.;NASCIMENTO, C. A.. A Exploração da Mão de Obra Infantil. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Lucila Prado Araújo

BOTELHO, M. R. A.; FERNANDES FILHO, J. F.;NASCIMENTO, C. A.. A Importância do Setor Agropecuário de Carne Bovina na Economia Brasileira nos Anos Recentes. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Roberto Paula de Freitas Campos

VIEIRA, F. V.; VASCONCELOS, T. A. C.;NASCIMENTO, C. A.. Política Tributária e Crescimento Econômico no Brasil Pós-Plano Real. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia.

NASCIMENTO, C. A.. Professor Substituto - Área de teoria Econômica (IE/UFU). 2006. Universidade Federal de Uberlândia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

ALDENOR GOMES DA SILVA

GOMES DA SILVA, A.; GRAZIANO DA SILVA, J.; RAMOS, P.; HOFFMANN, R.; ANJOS, F. S.. Pluriatividade, Pobreza Rural e Políticas Públicas. 2005. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) - Universidade Estadual de Campinas.

PEDRO RAMOS

RAMOS, Pedro. Pluriatividade, pobreza rural e políticas públicas. 2005. Tese (Doutorado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

PEDRO RAMOS

RAMOS, Pedro. Famílias rurais, pluriatividades e políticas públicas - 06-12-2004. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

Eugenia Troncoso Leone

LEONE, E. T.; SILVA, J. F. G.; ARAUJO, H. P. M. H.; GROSSI, M. E.. Evolução das Famílias Rurais no Brasil e Grandes Regiões: Pluriatividade e Trabalho doméstico, 1992-1999. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Walter Belik

BELIK, Walter. Pluriatividade, pobreza rural e políticas públicas - 09/05/2005 -SUPLENTE. 2005. Tese (Doutorado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

Walter Belik

BELIK, Walter. Famílias rurais, pluriatividade e políticas públicas - 06/12/2004. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Economia) - Instituto de Economia da Unicamp.

Rodolfo Hoffmann

HOFFMANN, Rodolfo. Pluriatividade, pobreza rural e políticas públicas - 09/05/2005. 2005. Tese (Doutorado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

Bastiaan Philip Reydon

NASCIMENTO, Carlos Alves do;REYDON, Bastiaan Philip. Evolução das famílias rurais no Brasil e grandes regiões: Pluriatividade e trabalho doméstico (Defendida em 19/02/2002). 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

Mauro Eduardo Del Grossi

GRAZIANO DA SILVA, J.; LEONE, E. T.; ARAUJO, H. P. M. H.;DEL GROSSI, M. E.. Evolução das Famílias Rurais no Brasil e Grandes Regiões: pluriatividade e trabalho doméstico, 1992-99. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Matheus Batista Ferreira Eugênio

A transformação das políticas sociais de habitação no Brasil: financeirização do acesso à moradia; Início: 2020; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Francisco Diétima da Silva Bezerra

As novas formas de ocupação e renda na amazônia rural: uma análise para o período de 2004-2015; Início: 2020; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia; (Orientador);

DAIANE FELIX SANTIAGO MESQUITA

A influência das atividades não agrícolas nas condições sociais dos domicílios rurais do Nordeste e Sul do Brasil; Início: 2020; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Paulo Henrique Costa Lima

O capital nos EUA: um estudo sobre a tendência da taxa de lucro americana (1945 ? 2010); 2020; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Douglas Dias Braz

Termos de Troca, Preço das Commodities e o Crescimento Brasileiro: uma análise sob o prisma da restrição externa; 2016; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Samantha Rezende Mendes

Modernização, Fragilização e a Apropriação da Renda Agrícola pela Agricultura Familiar de Minas Gerais nos Anos 2000; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Sérgio Borges Fonseca Júnior

Uma avaliação das condições de trabalho dos empregados na cafeicultura mineira e no cultivo da cana-de-açúcar em São Paulo, nos anos de 2004, 2006 e 2008; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Alanna Santos Oliveira Pimenta

Celso Furtado e sua Compreensão do Subdesenvolvimento: uma análise da evolução de seu pensamento; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Tarik Marques do Prado Tanure

Desenvolvimento Territorial Rural: Políticas Públicas no Território da Cidadania do Noroeste de Minas; ; 2012; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Érica Patente Nascimento

Restrição Externa, Dependência Estrutural de Commodities Primárias e o Investimento Direto Externo no Brasil; ; 2011; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Betanea Pereira Silva

Brasil: Desnacionalização e Dependência de Commodities Agrícolas e Minerais; 2008; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Alanna Santos de Oliveira

Uma Análise do (Sub)Desenvolvimento Brasileiro: Um Modelo de Crescimento com Distribuição de Renda de Regime ?Profit-Led?; 2019; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Renato Nataniel Wasques

Estado e Planejamento na obra de Celso Furtado; 2018; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Maria Raquel Caixeta Gandolfi

Qualidade do Emprego e Condições de Vida dos Empregados assalariados rurais agrícolas e não agrícolas das mesorregiões mais e menos modernizadas do Estado de Minas Gerais: um estudo entre os anos 2000 a 2010; ; 2016; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Alzemar José Delfino

O Produtor Familiar na Pecuária Leiteira: limites e potencialidades; 2016; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Fábio André Teixeira

O processo de expansão da cana-de-açúcar e seus impactos sobre a qualificação do trabalhador: análise comparativa para os estados de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Paraná e Mato Grosso Do Sul; ; 2015; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Jucyene das Graças Cardoso

Agricultura Familiar, Pluriatividade e Políticas Públicas na Região Nordeste e Sul do Brasil, nos Anos 1990 e 2000: Trajetórias e Desafios; ; 2013; Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Douglas Dias Braz

A Solução da Questão Agrária e o Desenvolvimento Brasileiro na Interpretação de Caio Prado Jr; ; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Marco Túlio Silva Siqueira

Análise da distribuição regional de recursos do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar no período do governo Lula (2003-2010); ; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Hermes de Campos Lima

A modernização do cultivo da cana-de-açúcar e os impactos nas condições de trabalho no estado de São Paulo; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Samantha Rezende Mendes

O impacto da modernização das estruturas produtivas no campo: a tendência de crescente proletarização da agricultura familiar do município de Canápolis-MG; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Sérgio Borges Fonseca Júnior

A evolução das condições de trabalho dos empregados na Cafeicultura no Estado de Minas Gerais em período recente, 2003, 2006 e 2009; ; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Polliany Aparecida Lopes de Carvalho

A dependência estrutural de commodities primárias da Argentina; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

DIEGO MOTA DO NASCIMENTO

Evolução do setor de lácteos no Brasil: uma análise pós-abertura comercial e desregulamentação do mercado; ; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Irlene José Gonçalves Souto

Pluriatividade na Agricultura e as Novas Formas de Inserção e Manutenção dos Agricultores de Coromandel; Um Estudo de Caso; ; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Celi Donisete Alves Borges

A modernização da produção alimentar e seu impacto na agricultura familiar; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Guilherme Carrijo Rodovalho Rodrigues Martins

Evolução recente da qualidade do emprego na cana-de-açúcar: uma análise comparativa entre Nordeste, Minas Gerais e São Paulo; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Katiucy Lemes Nascimento

Contribuição do agronegócio na balança comercial brasileira: uma análise empírica; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Mariana Nunes de Paula

A Certificação de Origem do Café do Cerrado no estado de Minas Gerais; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Leandra Cristina Cardoso

A Evolução das Famílias Rurais de Minas Gerais entre 1992 e 2004; ; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Mário Romano Neto

Políticas Macroeconômicas e o Desempenho do Setor Sucroalcooleiro: uma análise do período 1994-2004; ; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Renata Igídio Bento

Distribuição dos recursos e número de contratos do PRONAF-C: uma análise comparativa 1999-2002 e 2003-2006; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Régis Borges de Oliveira

A Qualidade do Emprego Rural no Estado do Rio de Janeiro (2002 e 2006); 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Rafael Cesar da Silva

O mercado de crédito de carbono; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Lucas Caixeta de Melgaco Faria

O Projeto Rurbano e a diversificação de linhas de crédito do PRONAF; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Célia Lúcia Nascimento Maciel

O Setor Sucroalcooleiro em Minas Gerais e sua Participação no Setor Sucroalcooleiro Nacional no Período de 1990 a 2004; ; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

JANAÍNA SOUSA DE OLIVEIRA FARIA

A Modernização do Cerrado Mineiro: o processo de filiação e certificação dos produtores de café do cerrado; ; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Mariana Gonçalves Mota

A Apropriação do Aumento da Renda Agrícola por parte dos Agricultores Familiares na Macrorregião Sudeste, e nos Estados de Minas Gerais e São Paulo nos Anos 2000 (Proc; PIBIC/CNPQ/UFU 2013-0294); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Camilla Paula de Oliveira

A Apropriação do Aumento da Renda Agrícola por parte dos Agricultores Familiares nas Macrorregiões Nordeste e Sul e nos Estados do Rio Grande do Sul e do Rio Grande do Norte nos Anos 2000 [IC-FAPEMIG2011-0294]; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Laura Ferreira Marquez

Reprimarização, Transações Correntes e IDE na Argentina (PIBIC/FAPEMIG, Processo n SAP 28/2010); 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Laura Ferreira Marquez

Reprimarização, Balanço de Pagamentos e IDE na Argentina e no Chile; (PIBIC/FAPEMIG, Processo n SAP 39/2011); 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Samuel Moraes Ferreira

Evolução das condições de trabalho dos empregados rurais nas lavouras de soja e milho e dos trabalhadores da construção civil: uma análise comparativa entre Minas Gerais, Paraná, Rio grande do Sul, Mato Grosso e Goiás, 2002 e 2007 (PIBIC/FAPEMIG/UFU, Processo Nr F-022/2009); 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Polliany Aparecida Lopes de Carvalho

Reprimarização e Dependência de Commodities Primárias no Brasil, Argentina, México e Chile; (PIBIC/CNPq/UFU, Processo Nr F-023/2009); 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Guilherme Carrijo Rodovalho Rodrigues Martins

Evolução das condições de trabalho dos empregados rurais na Cana-de-açúcar e dos trabalhadores da construção civil: uma análise comparativa entre Nordeste, Minas Gerais e São Paulo, 2002 e 2006; (PIBIC/CNPq/UFU Processo F-024/2008); 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Samantha Rezende Mendes

O impacto da modernização das estruturas produtivas no campo: a tendência de crescente proletarização da agricultura familiar no município de Canápolis, MG; (Programa de Bolsa Institucional de Iniciação Científica (PBIIC) do CNPq/UFU, Processo F-033/2007); 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Régis Borges de Oliveira

A Qualidade do Emprego Rural no Rio de Janeiro nos Anos Recentes, 2002 e 2006 (PIBIC/FAPEMIG/UFU Processo F-018/2007); 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Irlene José Gonçalves Souto

Características do Emprego Rural no Estado de Minas Gerais nos Anos Recentes, 2002-2004; (Programa de Bolsa Institucional de Iniciação Científica (PBIIC) da PROPP/UFU, Processo F-011/2006); 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Samantha Rezende Mendes

A Qualidade do Emprego Rural na região Sudeste nos Anos Recentes, 2002 a 2004; (Programa de Bolsa Institucional de Iniciação Científica (PBIIC) do CNPq/ UFU, Processo F-014/2006); 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carlos Alves do Nascimento;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

JOSE FRANCISCO GRAZIANO DA SILVA

Evolução das famílias rurais no Brasil e grandes regiões: pluriatividade e trabalho doméstico, 1992-1999 - Defendida em 19/02/2002; 2002; 0 f; Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Econômico) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Jose Francisco Graziano da Silva;

JOSE FRANCISCO GRAZIANO DA SILVA

Pluriatividade, pobreza rural e políticas públicas - 09/05/2005; 2005; 180 f; Tese (Doutorado em Economia Aplicada) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Jose Francisco Graziano da Silva;

FAGNO DA SILVA SOARES

MEMÓRIA DOCENTE: A formação do professor de história em Bacabal; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Pedagogia) - Universidade Regional do Cariri; Orientador: Fagno da Silva Soares;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • AQUINO, J. R. ; NASCIMENTO, CARLOS ALVES DO . A Grande Seca e as Fontes de Ocupação e Renda das Famílias Rurais no Nordeste do Brasil (2011-2015). revista economica do nordeste , v. 51, p. 81-97, 2020.

  • AQUINO, J. R. ; NASCIMENTO, C. A. . Heterogeneidade e dinâmicas das fontes de ocupação e renda das famílias rurais nos estados do Nordeste brasileiro. REVISTA GRIFOS , v. 29, p. 126-148, 2020.

  • NASCIMENTO, C. A. ; SOUZA, M. ; STADUTO, J. A. R. ; PAULI, R. I. P. . Occupation and Pluriactivity of the Families in the Southern Region of Brazil. AGROCIENCIA URUGUAY , v. 23, p. 1-13, 2019.

  • NASCIMENTO, C. A. ; AQUINO, J. R. . Superexploração da Força de Trabalho na Agropecuária Brasileira: Aspectos Teóricos-Metodológicos e a Produção de Dados Empíricos. Raízes , v. 38, p. 145-161, 2018.

  • STADUTO, JEFFERSON RAMUNDO ; ALVES DO NASCIMENTO, CARLOS ; DE SOUZA, MARCELINO . Ocupações e Rendimentos de Mulheres e Homens nas Áreas Rurais no Nordeste do Brasil: uma análise para primeira década do século XXI. MUNDO AGRARIO (LA PLATA) , v. 18, p. 056, 2017.

  • EDER, HECTOR AUGUSTUS SANTIAGO ; SOUZA, MARCELINO DE ; NASCIMENTO, CARLOS ALVES DO . A APROPRIAÇÃO DAS RENDAS AGRÍCOLAS POR PARTE DOS GRUPOS OCUPACIONAIS FAMILIARES RURAIS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL NOS ANOS 2000. Análise Econômica (UFRGS) on line , v. 35, p. 289-315, 2017.

  • NASCIMENTO, C. A. ; DILLENBURG, F. F. ; SOBRAL, F. M. . O Capital: um drama para ser lido, relido e ... ouvido. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política , v. 44, p. 31-44, 2016.

  • SAKAMOTO, C. S. ; NASCIMENTO, C. A. ; MAIA, A. G. . As Famílias Pluriativas e Não Agrícolas no Rural Brasileiro: condicionantes e diferenciais de renda.. Revista de economia e sociologia rural , v. 54, p. 553-574, 2016.

  • NASCIMENTO, C. A. ; DILLENBURG, F. F. ; SOBRAL, F. M. . Teoria da Exploração e da Superexploração da Força de Trabalho em O Capital (Livro I) de Marx. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política , v. 40, p. 105-132, 2015.

  • AQUINO, J. R. ; NASCIMENTO, C. A. . O ?novo? rural do Rio Grande do Norte revisitado. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas (UESB) , v. 12, p. 135-157, 2015.

  • NASCIMENTO, C. A. ; MAIA, A. G. ; MENDES, S. R. . A Apropriação do Aumento da Renda Agrícola no Brasil por Parte dos Grupos Ocupacionais Familiares nos Anos 2000. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas (UESB) , v. 18, p. 149-174, 2014.

  • STADUTO, J. A. R. ; NASCIMENTO, C. A. ; SOUZA, M. . Ocupações e renda das mulheres e homens no rural do estado do Paraná, Brasil: uma perspectiva de gênero.. Cuadernos de Desarrollo Rural , v. 10, p. 91-115, 2013.

  • NASCIMENTO, C. A. ; DILLENBURG, F. F. ; SOBRAL, F. M. . Exploração e Superexploração da Força de Trabalho no Livro I de O Capital de Marx. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas , v. 16, p. 107-128, 2013.

  • SOUZA, M. ; NASCIMENTO, C. A. ; STADUTO, J. A. R. . Análise das Formas de Ocupação e Rendimentos de Homens e Mulheres nas Áreas Rurais do Estado do Rio Grande do Sul no período 2001-2007. Análise Econômica (UFRGS) , v. 29, p. 259-284, 2011.

  • NASCIMENTO, C. A. ; MENDES, S. R. ; Cardoso, J. G. . A subordinação da Agricultura Familiar aos capitais industrial e mercantil: dois estudos de caso em Araguari e Indianópolis, MG, Brasil.. Agenda social (UENF) , v. 5 (3), p. 57-79, 2011.

  • NASCIMENTO, C. A. ; AQUINO, J. R. . Ocupação e renda das famílias rurais do Rio Grande do Norte no início do século XXI (2002-2008). Economia Política do Desenvolvimento , v. 3 (8), p. 7-27, 2010.

  • NASCIMENTO, C. A. ; ALMEIDA FILHO, N. ; MARTINS, G. C. R. R. . As condições do trabalho não especializado na cana-de-açúcar e na construção civil.. Economia Ensaios (UFU. Impresso) , v. 24 (2), p. 69-80, 2010.

  • NASCIMENTO, C. A. . A pluriatividade das famílias rurais no Nordeste e no Sul do Brasil: pobreza rural e políticas públicas. Economia e Sociedade (UNICAMP. Impresso) , v. 18(36), p. 317-348, 2009.

  • NASCIMENTO, C. A. ; OLIVEIRA, R. B. ; SOUTO, I. J. G. ; MENDES, S. R. . A qualidade das condições de trabalho dos empregados no meio rural na Região Sul (2002 e 2005). Ensaios FEE , v. 30, p. 113-134, 2009.

  • NASCIMENTO, C. A. . A política agrícola na União Europeia e no Brasil: uma análise comparada de seus efeitos sobre a pluriatividade das famílias rurais. Economia & Tecnologia (UFPR) , v. 16, p. 67-78, 2009.

  • NASCIMENTO, C. A. ; MENDES, S. R. . Modernização agrícola, agricultura familiar e pluriatividade: um estudo de caso em Canápolis, MG. Economia & tecnologia (UFPR) , v. 19, p. 121-128, 2009.

  • NASCIMENTO, C. A. ; MENDES, S. R. ; Cardoso, J. G. ; SOUTO, I. J. G. . Modernização, pluriatividade e agricultura familiar: um estudo de caso comparado em Canápolis e Coromandel, MG, Brasil. Agenda social (UENF) , v. 3, n.1, p. 45-68, 2009.

  • NASCIMENTO, C. A. ; OLIVEIRA, R. B. ; SOUTO, I. J. G. ; MENDES, S. R. . A Qualidade do Emprego Rural na Região Nordeste (2002 e 2005). Revista da ABET , v. VII, p. 76-95, 2008.

  • NASCIMENTO, C. A. . Pluriatividade e Políticas Públicas: o caso do Sul do Brasil. Revista de Economia Política , v. 27, p. 452-471, 2007.

  • NASCIMENTO, C. A. ; CARDOZO, S. A. . Redes Urbanas Regionais e a Pluriatividade das Famílias Rurais no Nordeste e no Sul do Brasil, 1992-1999 e 2001-2005. Revista Econômica do Nordeste , v. 38, p. 637-658, 2007.

  • SOUZA, M. ; NASCIMENTO, C. A. . Ocupações e Rendas das Famílias Rurais e Agrícolas no Estado do Paraná. Revista Paranaense de Desenvolvimento , v. 112, p. 73-91, 2007.

  • NASCIMENTO, C. A. . Aspectos da agricultura familiar regional: Nordeste e Sul (1996-1999 e 2001-2004). Parcerias Estratégicas (Brasília) , v. 1, p. 317-346, 2006.

  • NASCIMENTO, C. A. . A Política Agrícola Comum da CEE e a ocupação das famílias rurais em atividades agrícolas e não-agrícolas: lições para a política agrícola no Brasil.. Economia e Sociedade (UNICAMP) , Instituto de Economia Unicamp, v. 14, n.25, p. 263-285, 2005.

  • NASCIMENTO, C. A. . Pluriatividade, Pobreza Rural e Serviço Doméstico Remunerado. Revista de Economia e Sociologia Rural , Brasília-DF, v. 42, n.2, p. 341-364, 2004.

  • NASCIMENTO, C. A. . Pluriatividade e Serviço Doméstico Remunerado. Economia Ensaios , Uberlândia-MG, v. 16, n.1, p. 63-90, 2001.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

NASCIMENTO, C. A. . O impacto da modernização das estruturas produtivas no campo: a tendência de crescente proletarização da agricultura familiar nos municípios de Coromandel e Canápolis, MG. (CNPq Processo 479430/2007-1). 2009.

SILVA, J. G. ; GROSSI, M. E. ; KAGEYAMA, Ângela Antonia ; LAURENTI, A. C. ; CAMPANHOLA, C. ; NASCIMENTO, C. A. ; BOTELHO FILHO, F. B. ; BALSADI, O. V. . Estudos de caso para avaliação dos impactos do PRONAF, 2002.. 2002.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2011 - 2013

    A Apropriação do Aumento da Renda Agrícola por Parte dos Grupos Ocupacionais Familiares nos Anos 2000, Descrição: Projeto financiado pelo CNPq (Proc. 474694/2011-9 Edital Universal 14/2011). Considerando o crescimento do produto agropecuário brasileiro dos últimos anos, e considerando que se observou em duas pesquisas (Processos CNPq: 479430/2007-1 e 473705/2009-5), anteriormente coordenadas pelo coordenador do atual projeto, que a maior tecnificação dos pequenos produtores familiares não se traduziu em sua maior capitalização, propôs-se investigar no presente projeto, como Problemas de Pesquisa: i) a baixa capitalização da agricultura familiar amostrada reflete a realidade do conjunto da agricultura familiar macrorregional brasileira, ou essa é apenas uma particularidade da agricultura familiar presente nos municípios investigados nas duas pesquisas anteriores?; e ii) se a situação anteriormente investigada refletir a realidade da agricultura familiar macrorregional brasileira, então, qual é o (ou quais são os) grupo(s) ocupacional(is) familiares que está(ão) se apropriando dos ganhos de produtividade do avanço da modernização agropecuária do país? A Hipótese de Trabalho da atual pesquisa é a de que o grupo familiar que menos se apropria da renda agropecuária gerada pelo crescimento do produto agropecuário nacional nos anos 2000, é o grupo familiar de agricultores por conta-própria.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador / Samantha Rezende Mendes - Integrante / Jucyene das Graças Cardoso - Integrante / Alexandre Gori Maia - Integrante / Sérgio Borges Fonseca Júnior - Integrante., Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2013

    A modernização das estruturas produtivas no campo e seu impacto sobre a agricultura familiar nos municípios de Araguari e Indianópolis, MG. (Proc. 302368/2009-4 - Edital/Chamada: Produtividade em Pesquisa - PQ), Descrição: Este projeto de pesquisa tem o apoio do CNPq: i) (Proc. 302368/2009-4 - Edital/Chamada: Produtividade em Pesquisa - PQ); e ii) Edital MCT/CNPq 14/2009 - Universal - Faixa A (processo: 473705/2009-5). Este projeto dará continuidade a uma outra pesquisa (apoiada também pelo CNPq, Proc. 479430/2007-1, e pela FAPEMIG, Proc. SHA-PPM-00388-08) realizada junto a agricultores familiares em dois municípios mineiros (Canápólis e Coromandel). O objetivo principal da atual pesquisa consiste em analisar as transformações na organização do trabalho e da produção entre os agricultores familiares dos municípios selecionados, Araguari e Indianópolis, em Minas Gerais. Essas mudanças são decorrentes, por um lado, do efeito da modernização da agricultura (que tem impacto negativo sobre a força de trabalho agrícola e sobre os pequenos produtores familiares), e, de outro lado, do recurso às atividades não agrícolas dos membros das famílias rurais. Nossa hipótese principal de trabalho é a de que em decorrência desses elementos apontados, existe uma tendência das famílias rurais de pequenos produtores a abandonarem as atividades agrícolas. Buscar-se-á entender não somente as motivações individuais ou familiares que impulsionaram os membros dessas famílias a recorrer a fontes de renda fora da propriedade, mas também os efeitos da modernização da agricultura e da crescente atração que o mercado de trabalho vem exercendo sobre essas unidades familiares. Além disso, também serão analisadas as razões e as causas que fazem com que um determinado conjunto de unidades familiares resistam a tais mudanças, como é o caso das famílias estritamente agrícolas (não pluriativas), que residem nas mesmas localidades e contam com as mesmas características sociais e culturais das famílias pluriativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador., Financiador(es): CNPq - Bolsa.

  • 2009 - 2011

    A modernização das estruturas produtivas no campo e seu impacto sobre a agricultura familiar nos municípios de Araguari e Indianópolis, MG. (Proc. 473705/2009-5 - Edital/Chamada: Edital MCT/CNPq 14/2009 ? Universal), Descrição: Este projeto de pesquisa tem o apoio do CNPq - Edital MCT/CNPq 14/2009 - Universal - Faixa A (processo: 473705/2009-5). Esta pesquisa dará continuidade a uma outra pesquisa (apoiada também pelo CNPq, Proc. 479430/2007-1, e pela FAPEMIG, Proc. SHA-PPM-00388-08) realizada junto a agricultores familiares em dois municípios mineiros (Canápólis e Coromandel). O objetivo principal da atual pesquisa consiste em analisar as transformações na organização do trabalho e da produção entre os agricultores familiares dos municípios selecionados, Araguari e Indianópolis, em Minas Gerais. Essas mudanças são decorrentes, por um lado, do efeito da modernização da agricultura (que tem impacto negativo sobre a força de trabalho agrícola e sobre os pequenos produtores familiares), e, de outro lado, do recurso às atividades não agrícolas dos membros das famílias rurais. Nossa hipótese principal de trabalho é a de que em decorrência desses elementos apontados, existe uma tendência das famílias rurais de pequenos produtores a abandonarem as atividades agrícolas. Buscar-se-á entender não somente as motivações individuais ou familiares que impulsionaram os membros dessas famílias a recorrer a fontes de renda fora da propriedade, mas também os efeitos da modernização da agricultura e da crescente atração que o mercado de trabalho vem exercendo sobre essas unidades familiares. Além disso, também serão analisadas as razões e as causas que fazem com que um determinado conjunto de unidades familiares resistam a tais mudanças, como é o caso das famílias estritamente agrícolas (não pluriativas), que residem nas mesmas localidades e contam com as mesmas características sociais e culturais das famílias pluriativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador / Samantha Rezende Mendes - Integrante / Jucyene das Graças Cardoso - Integrante., Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    O Impacto da Modernização das Estruturas Produtivas no Campo: A Tendência de Crescente Proletarização da Agricultura Familiar nos Municípios de Coromandel e Canápolis, MG. (EDITAL 03/2008 - PROGRAMA PESQUISADOR MINEIRO - VERSÃO II Proc. SHA-PPM-00388-08), Descrição: Este projeto de pesquisa tem o apoio da FAPEMIG - EDITAL 03/2008 - PROGRAMA PESQUISADOR MINEIRO - VERSÃO II (PPM) (processo: SHA - PPM-00388-08). O objetivo principal desta pesquisa consistirá em analisar as transformações na organização do trabalho e da produção entre os agricultores familiares dos municípios selecionados, Coromandel e Canápolis, em Minas Gerais. Essas mudanças são decorrentes, por um lado, do efeito da modernização da agricultura (que tem impacto negativo sobre a força de trabalho agrícola e sobre os pequenos produtores familiares), e, de outro lado, do recurso às atividades não agrícolas dos membros das famílias rurais. Nossa hipótese principal de trabalho é a de que em decorrência desses elementos apontados, existe uma tendência das famílias rurais de pequenos produtores a abandonarem as atividades agrícolas. Buscar-se-á entender não somente as motivações individuais ou familiares que impulsionaram os membros dessas famílias a buscar fontes de renda fora da propriedade, mas também os efeitos da modernização da agricultura e da crescente atração que o mercado de trabalho vem exercendo sobre essas unidades familiares. Além disso, também serão analisadas as razões e as causas que fazem com que um determinado conjunto de unidades familiares resistam a tais mudanças, como é o caso das famílias estritamente agrícolas (não pluriativas), que residem nas mesmas localidades e contam com as mesmas características sociais e culturais das famílias pluriativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2011

    A Qualidade do Emprego Rural (agrícola e não agrícola) nas Regiões Nordeste e Sul, nos anos 2002 a 2004, Descrição: Esse projeto de pesquisa pretende analisar em que medida os empregos não-agrícolas dos membros das famílias rurais (agrícolas, pluriativas e não agrícolas), que compõem a PEA empregada rural não agrícola, representam, ou não, uma melhor alternativa de trabalho vis-à-vis os empregos tradicionais na agropecuária, das regiões Nordeste e Sul. Em outras palavras, pretende-se investigar se os empregos não-agrícolas dos empregados residentes rurais ? motivo de diversificação de atividades das famílias rurais agrícolas que se tornam ou famílias pluriativas (casos crescentes no Nordeste) ou famílias não agrícolas (caso crescente no Sul) ?, implicam, de fato, uma melhoria salarial e nas condições de trabalho em relação ao emprego na agropecuária ? além de verificar como essa questão se apresenta em cada uma das regiões em foco. O crescimento da pluriatividade das famílias rurais na região Nordeste se deve a uma combinação de predomínio de práticas agrícolas tradicionais (ou mesmo com técnicas rudimentares: ?broca, derrubada e queima da vegetação?) com economias locais pobres e pouco diversificadas, com baixíssimo dinamismo econômico, de modo que, nessas condições, a pluriatividade só pode ser entendida como uma estratégia das inúmeras famílias rurais pobres nordestinas em busca de sobreviver nessa realidade de pobreza, através da diversificação de atividades em diferentes setores econômicos precarizados. Na região Sul, o declínio do contingente de famílias rurais pluriativas e o crescente número de famílias rurais não agrícolas (ex-famílias agrícolas ou pluriativas) derivam ? ao contrário da realidade da região Nordeste ? basicamente, entre outros elementos, da conjugação de dois fatores importantes (apontados pela pesquisa do projeto ?Pluriatividade, Pobreza Rural e Políticas Públicas?): i) existência de uma agricultura altamente moderna, cuja lógica interna de funcionamento redunda continuamente em exclusão de uma crescente gama de pequenos produtores familiares que não log. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador / Irlene José Gonçalves Souto - Integrante / Samantha Rezende Mendes - Integrante / Régis Borges de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Cooperação.Número de orientações: 1

  • 2007 - 2009

    Trabalho das Mulheres das Famílias Rurais nos Estados do Paraná e Rio Grande do Sul: Ocupação, Qualidade e Renda. (Edital MCT/CNPq 50/2006 - Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicada; Nr. Processo: 400339/2007-2), Descrição: Esse projeto de pesquisa tem o apoio do CNPq - Edital MCT/CNPq 50/2006 - Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (processo: 400339/2007-2). O objetivo central dessa pesquisa é examinar o trabalho da mulher residente em áreas rurais nos Estados do Paraná e do Rio Grande do Sul no período de 2002 a 2005, quanto aos aspectos da ocupação, qualidade do trabalho e a renda, considerando a perspectiva da transformação das ocupações rurais que estão em curso. Esse objetivo central estará inserido na discussão de desenvolvimento rural e gênero, e mais especificamente nas relações de gênero na ?nova ruralidade?.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Integrante / Marcelino Souza - Integrante / Jefferson Andronio Ramundo Staduto - Coordenador / Yonissa Marmitt Wadi - Integrante., Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    O impacto da modernização das estruturas produtivas no campo: a tendência de crescente proletarização da agricultura familiar nos municípios de Coromandel e Canápolis, MG. (Edital MCT/CNPq 15/2007 - Universal - Faixa A; Nr. Processo: 479430/2007-1), Descrição: Este projeto de pesquisa tem o apoio do CNPq - Edital MCT/CNPq 15/2007 - Universal - Faixa A (processo: 479430/2007-1). O objetivo principal desta pesquisa consistirá em analisar as transformações na organização do trabalho e da produção entre os agricultores familiares dos municípios selecionados, Coromandel e Canápolis, em Minas Gerais. Essas mudanças são decorrentes, por um lado, do efeito da modernização da agricultura (que tem impacto negativo sobre a força de trabalho agrícola e sobre os pequenos produtores familiares), e, de outro lado, do recurso às atividades não agrícolas dos membros das famílias rurais. Nossa hipótese principal de trabalho é a de que em decorrência desses elementos apontados, existe uma tendência das famílias rurais de pequenos produtores a abandonarem as atividades agrícolas. Buscar-se-á entender não somente as motivações individuais ou familiares que impulsionaram os membros dessas famílias a buscar fontes de renda fora da propriedade, mas também os efeitos da modernização da agricultura e da crescente atração que o mercado de trabalho vem exercendo sobre essas unidades familiares. Além disso, também serão analisadas as razões e as causas que fazem com que um determinado conjunto de unidades familiares ?resistam? a tais mudanças, como é o caso das famílias estritamente agrícolas (não pluriativas), que residem nas mesmas localidades e contam com as mesmas características sociais e culturais das famílias pluriativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador / Irlene José Gonçalves Souto - Integrante / Samantha Rezende Mendes - Integrante / Régis Borges de Oliveira - Integrante., Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2007

    Estudo sobre Desenvolvimento Territorial, Pobreza Rural e Ocupação das Famílias do Meio Rural, Descrição: O presente Projeto realizará uma pesquisa sobre desenvolvimento territorial, pobreza rural e ocupação e renda das famílias do meio rural brasileiro, cujo estudo terá abrangência nacional, incluindo análises em nível de Unidades da Federação, para as áreas rurais do País. Os trabalhos tratarão da utilização de dados secundários das Pesquisas por Amostra de Domicílios ? PNADs do IBGE, e Censos, e de documentos e projetos oficiais. Contemplará três vetores de pesquisa: i) atualização das Tabulações Especiais do Projeto Rurbano, para o período 2001 a 2004; ii) construção de indicadores sociais para as áreas rurais, tais como proporção de pobres, indicadores de intensidade de pobreza, taxas de desocupação, taxas de analfabetismo, escolaridade media, rendimento médio do trabalho, índices de distribuição de renda. Calculo de indicadores referentes à segurança alimentar e caracterização dos domicílios beneficiários das políticas de transferência de renda do Governo Federal; e iii) estudo do desenvolvimento territorial a partir da implementação dos territórios rurais implementados pelo MDA no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador / Henrique Dantas Neder - Integrante / Clésio Marcelino de Jesus - Integrante / Marlene M. Camargos Borges - Integrante / Ana Alice B. P. Damas Garlipp - Integrante / Ester William Ferreira - Integrante / Luiz Bertolucci Júnior - Integrante., Financiador(es): Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2005

    Pluriatividade, Pobreza Rural e Políticas Públicas, Descrição: Também integrante da Fase III do Projeto Rurbano (FAPESP, Processo 99/10890-4). Também financiado pela FAPESP (Processo 01/13172-7). O projeto teve como questão central a discussão acerca do futuro da pluriatividade das famílias rurais no seio da agricultura familiar no Brasil. Por esta razão, privilegiou-se a análise sobre as duas macrorregiões do país (Nordeste e Sul) que concentram quase 80% do total da agricultura familiar nacional. O estudo das especificidades da pluriatividade em si mesma não foi o ponto central da tese, senão qual será seu futuro no Brasil, particularmente nas duas regiões em foco. A conclusão mais geral consistiu em que a pluriatividade, no Brasil, só tem perspectivas de crescimento em áreas rurais de regiões pobres como o Nordeste. E, pior, nessas áreas a pluriatividade cresce, mas sem contribuir para que os produtores familiares sejam alçados para cima da linha de pobreza estipulada (renda per capita familiar média de salário mínimo). Na região Nordeste, portanto, a pluriatividade cresce combinando proletarização com pobreza. Na região Sul, por seu lado, a pluriatividade apresenta uma tendência (sentido estatístico) de declínio, juntamente com o conjunto da agricultura familiar da região. Defendeu-se que nessa região a pluriatividade só apresentará uma trajetória de crescimento se houver políticas públicas que a promovam, e que essa promoção passa não somente pelo fomento de oportunidades ocupacionais não-agrícolas nos entornos rurais, mas, sobretudo, pelo incentivo ao não abandono das atividades agrícolas ?tradicionais? por parte dos inúmeros pequenos produtores familiares que se vêem alijados do processo acelerado de modernização das atividades agrícolas. A tese mostra que na região Sul os pequenos produtores familiares agrícolas e pluriativos estão se tornando, paulatinamente, em famílias não agrícolas. Ou seja, nessa região a pluriatividade não tem evitado o processo de proletarização completa de parcelas crescentes de pequenos pro. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa., Número de produções C, T & A: 7

  • 2000 - 2002

    Evolução das Famílias Rurais no Brasil e Regiões: Pluriatividade e Trabalho Doméstico, 1992-1999, Descrição: Integrante da Fase III do Projeto Rurbano ? Projeto Temático de equipe, em vigor desde 1997. O Projeto Rurbano é coordenado desde seu início pelo Professor José Graziano da Silva e, na Fase III, também pelo Professor Rodolfo Hoffmann, ambos da UNICAMP. O Projeto Rurbano como um todo reuniu o esforço de um grupo de pesquisadores de diversos Estados brasileiros que pretende analisar as principais transformações ocorridas no meio rural brasileiro nas últimas décadas. A hipótese central do projeto é de que o meio rural brasileiro não pode mais ser tomado apenas como o lugar das atividades agropecuárias. À semelhança do que ocorre em outras partes do mundo desenvolvido, o meio rural brasileiro mostra uma crescente diversificação de atividades agrícolas e não-agrícolas. As pesquisas desenvolvidas pelo grupo podem ser divididas em três fases. Na Fase I, iniciada em 1997 e concluída em 1999, o trabalho consistia em analisar as características da população economicamente ativas (PEA) a partir da ocupação em atividades agrícolas ou não-agrícola. A principal conclusão da Fase I foi que o emprego agrícola reduziu-se sistematicamente desde meados da década de 1980 e a população rural ocupada (PEA rural) cresceu no mesmo período. A Fase II do projeto Rurbano contou com o apoio do PRONEX-CNPQ/FINEP e da SDR/MAA. Nesta etapa alterou-se a metodologia original introduzindo-se as famílias como unidade de análise. A Fase III do Projeto Rurbano iniciou-se em meados do ano de 2000 e contou com ao apoio da FAPESP (Processo 99/10890-4), sendo concluída em junho de 2003 com a realização de um Seminário de discussão dos resultados. Nesta etapa, realizaram-se pesquisas de campo (estudos de caso) com levantamento de dados primários buscando qualificar melhor as tendências apontadas nos dados secundários em relação às ocupações e rendas das famílias das diferentes regiões do país. Atualmente o Projeto Rurbano se encontra na Fase IV. Acesso à memória do Projeto consultar www.eco.unicamp.br/nea/r. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Carlos Alves do Nascimento - Coordenador / Christian Freitas Pereira - Integrante., Número de produções C, T & A: 10

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2002

Prêmio de Honra ao Mérito à Dissertação de Mestrado, Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural - SOBER.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Uberlândia. , João Naves de Ávila, 2121, Santa Mônica, 38400-902 - Uberlandia, MG - Brasil, Telefone: (34) 32394167, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2005 - Atual

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2007

    Ensino, Economia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Teorias do Desenvolvimento Econômico

  • 08/2005

    Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Desenvolvimento Sócio Econômico, Economia Agrária I, Economia Marxista I, Economia Rural

  • 06/2007 - 05/2009

    Direção e administração, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de Economia.,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Economia (Mestrado e Doutorado).

  • 08/2006 - 12/2007

    Ensino, Economia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Agricultura Brasileira e Agroindustrialização

2004 - 2004

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Estágio Docente, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 2

2004 - 2004

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Estágio Docente, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 4

Atividades

  • 08/2004 - 12/2004

    Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Economia de Empresas

  • 03/2004 - 07/2004

    Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Contabilidade e Análise de Balanço

2005 - 2005

Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 14

Outras informações:
É professor nas disciplinas de Macroeconomia B - no curso de Ciências Econômicas - e de Economia B - no curso de Administração de Empresas.

Atividades

  • 02/2005 - 07/2005

    Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Economia B para Administração de Empresas, Economia para o Curso de Nutrição, Macroeconomia B para Ciências Econômicas, Política e Planejamento Econômico

1989 - 2001

Caixa Econômica Federal

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Escriturário (Caixa Executivo), Carga horária: 30

Outras informações:
O desligamento de Carlos Alves do Nascimento junto à CEF ocorreu em 10/2001.

Atividades

  • 03/1989 - 10/2001

    Serviços técnicos especializados , Agência Bancária, Agência Francisco Sá.,Serviço realizado, Caixa Executivo.