Elizeu Batista Borloti

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1992), mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1998), sob a orientação da Dra. Zeidi Araújo Trindade, doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003), sob a orientação da Dra. Maria do Carmo Guedes - com parte desenvolvida nos Estados Unidos da América (Bolsa Sandwich), para coleta de dados na West Virginia University, na Harvard University e The B. F. Skinner Foundation, sob orientação da Dra. Julie Skinner Vargas - e pós-doutorado em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo (2008), sob a orientação da Dra. Martha Hübner. Realizou curso de Especialização latu sensu em Terapia Cognitivo-Comportamental (USP, 1999), curso de Aperfeiçoamento em Terapia Comportamental de Grupo (PUC-SP, 1999) e curso de especialização latu sensu em Dependência Química (UFES, 2011). É membro da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (ABPMC) e da Rede Nacional de Pesquisa sobre Drogas (SENAD - Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas). Desde 1995 é professor-pesquisador do Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento da UFES atuando na Graduação; e desde 2003, no Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Desenvolve atividade de ensino, extensão e pesquisa em Análise do Comportamento e em Dependência Química. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Análise Experimental do Comportamento e Prevenção e Tratamento Psicológico, atuando principalmente nos seguintes temas: comportamento verbal, transtornos psicológicos, stress, análise comportamental da cultura, comportamento e saúde e dependência química. Foi bolsista CAPES e CNPq. Atualmente é bolsista FAPES.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Psicologia (Psicologia Social)

1999 - 2003

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Título: O DISCURSO DE SKINNER: uma análise funcional do citar no Verbal Behavior
Orientador: em West Virginia University ( Dra. Julie Skinner Vargas)
com Maria do Carmo Guedes. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Comportamento verbal; Comunidades verbais; Conhecimento social; História da Psicologia.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental. Setores de atividade: Educação Superior.

Mestrado em Psicologia

1994 - 1998

Universidade Federal do Espírito Santo
Título: Regras e identidade na condição de portador do HIV/AIDS: integrando a Análise do Comportamento e a Psicologia Social,Ano de Obtenção: 1998
Zeidi Araujo Trindade.Palavras-chave: Comportamento governado por regras; Identidade social; Controle social; Comportamento verbal; Comunidade verbal.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social / Especialidade: Processos Psicossociais. Setores de atividade: Saúde Humana.

Especialização em Dependência Química

2010 - 2011

Universidade Federal do Espírito Santo
Título: MUDAR PARA PODER MUDAR Programa Comportamental de Treinamento das Habilidades de Intervenção Motivacional na Dependência Química
Orientador: Marluce Miguel de Siqueira

Especialização em Terapia Cognitivo Comportamental

1999 - 1999

Universidade de São Paulo
Título: Regras na Terapia Comportamental
Orientador: Jaide Regra

Aperfeiçoamento em Terapia Comportamental de Grupo

1999 - 1999

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Título: Relatório de Terapia Comportamental de Grupo. Ano de finalização: 1999
Orientador: Maly Delitti

Graduação em Psicologia

1987 - 1992

Universidade Federal do Espírito Santo

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2008 - 2008

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Análise do Comportamento.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2014 - 2015

Estudos de Licença Capacitação. , Universidad de Sevilla, US, Espanha.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental/Especialidade: Análise Experimental do Comportamento.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social/Especialidade: Processos Psicossociais.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Tratamento e Prevenção Psicológica.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Dependência Química.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BORLOTI, E. . IV Encontro Nacional de Práticas Institucionais e III Encontro Regional de Psicologia Social. 2003. (Congresso).

BORLOTI, E. . Simpósio Internacional "Biologia e Comportamento: uma perspectiva histórica e tendências contemporâneas. 2003. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Congresso Brasileiro de Pesquisa do Relacionamento Interpessoal. Comportamento Verbal em Relações Interpessoais: Ciúme, Ironia e Propósito. 2009. (Congresso).

IX Congresso Nacional XII Encontro Nacional Gestal-Terapia. Gestalt-Terapia e Behaviorismo Radical: Encontros e Desencontros Epsitemológicos. 2009. (Congresso).

Semana de Psicologia: "Diálogos na Multiplicidade".Psicologia e Atendimento Psicoterápico. 2009. (Outra).

XVIII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental. A auto-edição sob controle da audiência preconceituosa. 2009. (Congresso).

X Seminário Interno do Curso de Psicologia da UVV.Psicologia Experimental e Comportamento do Consumidor. 2008. (Seminário).

XVII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.Análise Funcional da Poesia. 2008. (Simpósio).

XVII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.Análise Comportamental do Discurso: estudos empíricos de registros verbais escritos e verbais vocais transcritos. 2008. (Encontro).

II Congresso Capixaba de formação e Atuação do Psicólogo: Das Abordagens Clássicas às Dimensões Atuais da Psicologia. Das Abordagens Clássicas às Dimensões Atuais da Psicologia. 2007. (Congresso).

XVI Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental. Sintomas de Depressão em Funcionários de Hospital Público. 2007. (Congresso).

XVI Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.Uma Terapia Comportamental em Verso e Prosa. 2007. (Encontro).

I Congrresso Capixaba de Formação e Atuação do Psicólogo: ampliando nossos Saberes e Fazeres. Análise Funcional do Comportamento da Personagem Christiane F. (Filme: "Eu, Christiane F., 13 Anos, Drogada e Prostituída"). 2006. (Congresso).

XV Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.UMA ANÁLISE COMPORTAMENTAL DO MÉTODO CLÍNICO DE PIAGET. 2006. (Encontro).

IV CICLO DE DEBATES EM PSICOLOGIA HOSPITALAR.IV CICLO DE DEBATES EM PSICOLOGIA HOSPITALAR. 2005. (Outra).

IV Encontro Regional de Psicologia Social.IV Encontro da ABRAPSO. 2005. (Encontro).

XIV Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.Quebrando Resistências: Um guia para o Leitor Iniciante do Livro "O Comportamento Verbal". 2005. (Encontro).

XIV Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.Análise Comportamental do Discurso: Aspectos Teóricos e Diretrizes Metodológicas. 2005. (Encontro).

Evento do Núcleo de Análise Comportamental do Espírito Santo.Evento do NACES. 2004. (Outra).

II Congress of The Association for Behavior Analysis ABA Brazil. II Congress of The Association for Behavior Analysis. 2004. (Congresso).

XIII Encontro da Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental.XIII Encontro da ABPMC. 2004. (Encontro).

Simpósio Internacional "Biologia e Comportamento: uma perspectiva histórica e tendências contemporâneas.Simpósio Internacioanl "Biologia e Comportamento: uma perspectiva histórica e tendências contemporâneas". 2003. (Simpósio).

XII Encontro da Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental.XII Encontro da ABPMC. 2003. (Encontro).

14a Annual Convention of the International Society of Behaviorology.14a Annual Convention of the International Society of Behaviorology. 2002. (Encontro).

Projeto de Intercâmbio Internacional PUC-SP/UNAM.Reunião do Projeto de Intercâmbio PUC-SP/UNAM. 2001. (Outra).

1 Encontro Interinstitucional de Pesquisadores em História da Psicologia.1 Encontro Interinstitucional de Pesquisadores em História da psicologia. 2000. (Encontro).

IX Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.IX Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental. 2000. (Encontro).

Colóquio 99 História e Historiografia da Psicologia.Colóquio 99 - História e Historiografia da Psicologia. 1999. (Outra).

VIII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental.VIII Encontro Brasileiro de Psicoterapia e Medicina Comportamental. 1999. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Mário Gomes de Figueirêdo

BORLOTI, E.; GARCIA, A.; HUBNER, M. M.. Comportamento verbal em discussão familiar para resolução de problemas na atenção ambulatorial de transtornos mentais. 2005. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Milena Fiorim de Lima

BORLOTI, E.; GARCIA, A.; GUEDES, M. C.. Nos caminhos da psicologia capixaba: notas para a história da psicologia, da psiquiatria e da saúd epública no Estado do Espírito Santo. 2005. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Mylena Pinto Lima Ribeiro

BORLOTI, E.; ENUMO, Sonia Regina Fiorim; MENANDRO, Paulo Rogério Meira; SOUZA, L.. Comportamento matemático: relações ordinais e inferência transitiva em crianças com risco psicossocial para dificuldades de aprendizagem. 2004. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Luciano Sousa Cunha

BORLOTI, E.; CHEQUER, M. A. A.; MARTINELLI, Joao Carlos Muniz. Tacto de Eventos Privados: Estudo de Relatos Verbais sob Efeito de Contingências de Reforçamento. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade Vale do Rio Doce.

BORLOTI, E.; SOUZA, Fabrício de; CHEQUER, M. A. A.. Concurso Público de Provas e Títulos para professor auxiliar da UNIVASF. 2004. Universidade Vale do São Francisco.

BORLOTI, E.; ENUMO, Sonia Regina Fiorim; NUNES, L.. Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Adjunto da Dep. de Psic. Social e do Desenv. da UFES. 2004. Universidade Federal do Espírito Santo.

BORLOTI, E.. Concurso público simplificado para professor substituto. 2003. Universidade Federal do Espírito Santo.

BORLOTI, E.; ENUMO, Sonia Regina Fiorim; AVELLAR, L. Z.. Concurso Público para Contratação de Professor Substituto. 2003. Universidade Federal do Espírito Santo.

MALERBI, F. E. K.; PEREIRA, M. E. M.;BORLOTI, E.. Banca de qualificação do Mestrado - Anorexia Nervosa e Internet: uma análise comportamental de um blog ?pro-ana?. 2011. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Rachel Nunes da Cunha

da CUNHA, R. N.; GUEDES, Maria Do Carmo; HÜBNER, Maria Martha Costa; LANE, Sílvia Tatiana Maurer; ANDERY, Maria Amália. O Discurso de Skinner: Uma Análise Funcional do Citar no Verbal Behavior. 2003. Tese (Doutorado em Psicologia (Psicologia Social)) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Zeidi Araujo Trindade

TRINDADE, Z. A.. Regras e identidade na condição de portador do HIV/AIDS: integrando a análise do comportamento e a psicologia social. 1998. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Paulo Rogério Meira Menandro

MENANDRO, P. R. M.TRINDADE, Zeidi Araújo; PRETTE, A.. Regras e identidade na condição de portador do HIV/AIDS: integrando a análise do comportamento e a psicologia social. 1998. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Paulo Rogério Meira Menandro

TRINDADE, Zeidi Araújo; PRETTE, A.;MENANDRO, P. R. M.. Comportamento governado por regras e identidade social de portadores do Hiv/Aids: uma análise (psicossocial) do comportamento.. 1996. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Almir del Prette

Trindade, Z.; Borloti, E. B.;DEL PRETTE, Almir; Menandro, P. R.. Comportamento governado por regras e identidade social de portadores de HIV/AIDS, integrando a Análise do Comportamento e a Psicologia Social. 1998. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Rubens José Loureiro

LOUREIRO, R. J.. MUDAR PARA MUDAR: PROGRAMA COMPORTAMENTAL DE TREINAMENTO DAS HABILIDADES DE INTERVENÇÃO MOTIVACIONAL NA DEPENDÊNCIA QUÍMICA. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Claudinei Pereira Gonçalves

Negócios Sociais como prática cultural: um olhar comportamental sobre o Reino Unido; Início: 2013; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Aparecida da Penha Andrade

Em construção; Início: 2012; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Stéfani Siqueira Rodrigues

ELEMENTOS DE EFICACIA DA PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS EM PROJETOS EDUCACIONAIS; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Jaqueline Vago Ferrari

Contingências de (re)ocorrências do uso de substâncias psicoativas no curso do relacionamento conjugal; 2019; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Eduardo Coelho Abreu

CONTINGÊNCIAS ESTABELECEDORAS E ABOLIDORAS DO USO DE DROGAS: DESCRIÇÕES DE USUÁRIOS DE UM CAPSad; 2015; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Caroline de Paula Corrêa Bezerra

Argumentando sobre a Argumentação na Entrevista Motivacional: Uma discussão pela Análise do Comportamento; 2014; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Igor Eduardo Coutinho Madeira

Aprendizagem musical e manutenção de Classes de Estímulos Equivalentes; 2012; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Aline Hessel de Araujo

Qualidade de vida, saúde mental e medo de dirigir sob o enfoque analítico-comportamental; 2012; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Karyne Mariano Lira Correia

Psicodermatologia e abordagem cognitivo-comportamental: contribuições para o enfrentamento do vitiligo; 2011; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Filipe Moreira Vasconcelos

O Ciúme na Análise do Comportamento: contribuições teórico-empíricas; 2011; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Luciana Chequer Saraiva Messa

Análise Funcional da Ironia verbal em ambiente jurídico; 2011; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Tatiana Amaral Nunes

Comportamento interpessoal de agentes de saúde na prática cultural "Programa Municipal de Controle da Dengue/GV-MG"; 2010; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Felipe de Carvalho Pimentel

Bem dirtos e mal ditos em debates religiosos: uma análise funcional da auto-edição do comportamento verbal; 2009; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Alex Roberto Machado

Formação de Classes Funcionais de Estímulos Musicais; 2008; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Luciano de Sousa Cunha

Análise de eventos privados do tipo sentir sob controle de contingências programadas em um software; 2007; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Mario Gomes Figueiredo

Análise do Comportamento Verbal de Familiares diante do Surto Psicótico de um de seus Membros; 2003; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Rafael Rubens de Queiroz Balbi Neto

Comunicação e linguagem nas relações interpessoais: Conceitos e métodos comportamentais no estudo do autoclítico Lexical; 2016; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Luciana Chequer Saraiva Messa

Produção e compreensão da ironia: aproximações conceituais e empíricas entre a linguística e a análise do comportamento; 2016; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Luciano de Sousa Cunha

Análise do comportamento e exclusão social: um estudo experimental a partir de situações programadas em um software; 2014; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Alex Roberto Machado

O Comportamento Verbal Musical: Conceitos e Dados Experimentais; 2014; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Ana Lúcia Barreto da Fonsêca

Gravidez, maternidade e análise comportamental da cultura: crenças e atitudes de agentes comunitárias de saúde e adolescentes grávidas do sertão do Brasil; 2011; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Thiago Folz Oliveira

Revisão integrativa de artigos empíricos sobre sonhos na Psicologia e na Psicoterapia; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Thales Fortes Diniz

Efeitos da terapia de exposição à realidade virtual em transtornos de ansiedade; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Amanda Martins Passos

Perfil de pais e cuidadores processados por cometimento de atos de violência contra crianças e adolescentes; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

João Victor Britto

AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE TREINAMENTO DE HABILIDADES MOTIVACIONAIS EM SAÚDE MENTAL ? ÁLCOOL E DROGAS COM AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Léia Da Conceição Pereira

Jovens Mediadores da Prevenção do Uso de Drogas; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Gabriela Leonídio

Jovens Mediadores da Prevenção do Uso de Drogas; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Charleni Lopes Andrade

Comportamentos definidores da Entrevista Motivacional em grupos de acolhimento em CAPS-AD; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Kalvin Fonseca

Investigando correspondência entre configurações de elementos musicais e o julgamento emocionais de ouvintes sem treino formal em música; ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Renata Aparecida Bressamini

Comportamento verbal secundário em repertórios interpessoais agressivos e passivos de pessoas do sexo masculino; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Charleni Lopes Andrade

Comportamento verbal secundário em repertórios interpessoais agressivos e passivos de pessoas do sexo feminino; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Naiara ferreira Castello

A saúde mental na superação da fobia de dirigir; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Barbara Ribeiro Malacarne Paiva

Fobia de dirigir: correlações entre qualidade de vida e saúde mental; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Anna Maria Souza Marques Cunha

Arranjando contingências de reforço para o intraverbal no ensino programado da Análise do Comportamento: um estudo a partir do Software Belief 3; 0; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Anna Carolina Guimaraes Gaudereto

Análise funcional dos comportamentos verbais do discurso de advogados em júri popular; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Antônio Tadeu Cezana Piva Júnior

Abordagem analítico-comportamental dos lapsos verbais (ou atos falhos) no Verbal Behavior de B; F; Skinner; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Ana Carolina Marins Bezerra

Estratégias femininas de enfrentamento de problemas; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

RENATA DANIELLE MOREIRA SILVA

RELAÇÕES ENTRE OPERANTES ESSENCIAIS, GRUPOS TEMÁTICOS INTRAVERBAIS E PROCESSOS AUTOCLÍTICOS EM CONVERSAS INFORMAIS; 2004; Iniciação Científica - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Camila Mattedi Dalvi

Análise do Comportamento Verbal em Conversas Informais com a Presença de um Mediador; 2004; Iniciação Científica - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Elizeu Batista Borloti;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Lidio de Souza

Linchamentos no Brasil: uma análise a partir de dados obtidos através da imprensa escrita (1853-1990); 1987; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lidio de Souza;

Maria do Carmo Guedes

O discurso de Skinner: uma análise funcional do citar no Verbal behavior; 2003; 0 f; Tese (Doutorado em Psicologia (Psicologia Social)) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,; Orientador: Maria do Carmo Guedes;

Zeidi Araujo Trindade

Regras e identidade na condição de portador do HIV/AIDS: integrando a análise do comportamento e a psicologia social; ; 1998; 0 f; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Orientador: Zeidi Araujo Trindade;

Paulo Rogério Meira Menandro

Uma análise psicossocial de ocorrências de linchamentos e de tentativas de linchamento no Brasil; 1990; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Rogério Meira Menandro;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MESSA, LUCIANA CHEQUER SARAIVA ; BORLOTI, ELIZEU ; BENDER HAYDU, VERÔNICA . Estudos empíricos da ironia: revisão sistemática e implicações para uma análise funcional. AVANCES EN PSICOLOGIA LATINOAMERICANA , v. 38, p. 218-236, 2020.

  • ZACARIN, M. R. J. ; BORLOTI, E. ; HAYDU, V. B. . Behavioral Therapy and Virtual Reality Exposure for Public Speaking Anxiety. Temas em Psicologia , v. 27, p. 491-507, 2019.

  • ZACARIN, MARCELA ROBERTA JACYNTHO ; HAYDU, VERÔNICA BENDER ; BORLOTI, ELIZEU . Evaluation of a Brazilian simulator for virtual reality behavior therapy. REVISTA BRASILEIRA DE TERAPIA COMPORTAMENTAL E COGNITIVA (ONLINE) , v. 21, p. 62-75, 2019.

  • CARNEIRO, LUCIANO ; HAYDU, VERÔNICA BENDER ; BORLOTI, ELIZEU BATISTA ; DE SOUZA, SILVIA REGINA . PREVENÇÃO DA DENGUE: EFEITOS DE PROPAGANDAS E DE UM JOGO DE TABULEIRO. REVISTA BRASILEIRA DE ANÁLISE DO COMPORTAMENTO , v. 15, p. 15-25, 2019.

  • BORLOTI, ELIZEU ; GARCÍA, MARIA VICTORIA HIDALGO ; JIMÉNEZ, VIRGINIA SANCHEZ ; SUDBRACK, MARIA FÁTIMA OLIVER . Drug use prevention projects in schools in Vitória, Brazil: quality analysis and improvement proposals. PSICOLOGIA: REFLEXÃO E CRÍTICA , v. 30, p. 1-12, 2018.

  • Nascimento, A. R. ; BORLOTI, E. ; HAYDU, V. B. . Prevenc-a-o da dengue na infa-ncia: efeitos da participac-a-o em um campeonato com um jogo educativo. REVISTA PERSPECTIVAS EM ANÁLISE DO COMPORTAMENTO , v. 9, p. 90-109, 2018.

  • dos Santos ; Borloti, E. ; HAYDU, V. B. . Terapia com exposição à realidade virtual e avaliação funcional para fobia de dirigir: um programa de intervenção. Avances en Psicología Latinoamericana , v. 36, p. 234-251, 2018.

  • FREITAS, FLÁVIA VITORINO ; BARBOSA, WAGNER MIRANDA ; SILVA, LAÍZ APARECIDA AZEVEDO ; GAROZI, MARIANNA JUNGER DE OLIVEIRA ; PINHEIRO, JÚLIA DE ASSIS ; BORÇOI, ALINE RIBEIRO ; CONTI, CATARINE LIMA ; ARPINI, JULIANA KRÜGER ; PAULA, HEBERTH DE ; OLIVEIRA, MAYARA MOTA DE ; ARCHANJO, ANDERSON BARROS ; FREITAS, ÉRIKA APARECIDA SILVA DE ; OLIVEIRA, DANIELA RODRIGUES DE ; BORLOTI, ELIZEU BATISTA ; LOURO, IURI DRUMOND ; ALVARES-DA-SILVA, ADRIANA MADEIRA . Psychosocial stress and central adiposity: A Brazilian study with a representative sample of the public health system users. PLoS One , v. 13, p. e0197699, 2018.

  • MADEIRA, IGOR ; BORLOTI, ELIZEU ; HAYDU, VERÔNICA BENDER . Teaching Conditional Relations Between Musical Stimuli by means of a Computer Program. PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO (ONLINE) , v. 1, p. 25-36, 2017.

  • ZACARIN, M. R. J. ; Borloti, E. ; dos Santos ; PERANDRE, Y. H. T. ; de Melo, C. M. ; HAYDU, V. B. . Senso de presença: proposta de uma definição analítico-comportamental. ACTA COMPORTAMENTALIA , v. 25, p. 249-262, 2017.

  • HAYDU, V. B. ; de Paula, M. B. ; ZACARIN, M. R. J. ; dos Santos ; BORLOTI, E. ; FORNAZARI, S. A. . Terapia por meio de exposição à realidade virtual para fobia de dirigir: uma revisão da literatura. AVANCES EN PSICOLOGIA LATINOAMERICANA , v. 34, p. 67-81, 2016.

  • de Araújo, A. H. ; Borloti, E. ; HAYDU, V. B. . Ansiedade em Provas: um Estudo na Obtenção da Licença para Dirigir. Psicologia: Ciência e Profissão (Online) , v. 36, p. 34-47, 2016.

  • HAYDU, V. B. ; ZACARIN, M. R. J. ; Domingos, A. P. de S. ; Borloti, E. . Medidas comportamentais de presença em ambientes virtuais. CES Revista Psicologia , v. 9, p. 1-18, 2016.

  • HAYDU, V. B. ; Kochhann, J. ; BORLOTI, E. . Estratégias de terapias de exposição à realidade virtual: uma revisão discutida sob a ótica analítico-comportamental. Psicologia Clínica , v. 28, p. 15-34, 2016.

  • BORLOTI, E. ; HAYDU, V. B. ; MACHADO, A. R. . Crack: Análise comportamental e exemplos das funções da dependência. Acta Comportamentalia , v. 23, p. 323, 2015.

  • HAYDU, V. B. ; FORNAZARI, S. A. ; BORLOTI, E. ; HAYDU, N. B. . Facetas da Exposição In Vivo e por Realidade Virtual na Intervenção Psicológica no Medo de Dirigir. Psico (PUCRS. Online) , v. 45, p. 136, 2014.

  • MESSA, L. ; BORLOTI, E. ; CARMELINO, A. C. . Linguistics and Behaviour Analysis in the Functional Conceptualization of Verbal Irony. European Journal of Child Development, Education and Psychopathology , v. 3, p. 97-121, 2014.

  • CORREIA, K. M. L. ; BORLOTI, E. . Convivendo com o vitiligo: uma análise descritiva da realidade vivida pelos portadores.. Acta Comportamentalia , v. 21, p. 227-240, 2013.

  • BORLOTI, E. ; CALIXTO, F. C. ; HAYDU, V. B. . Análise comportamental de um discurso de autoajuda. Perspectivas em Análise do Comportamento , v. 4, p. 92-105, 2013.

  • BORLOTI, E. ; HAYDU, V. B. ; El RAFIHI-FEREIRA, R. ; FORNAZARI, S. A. . Análise comportamental do discurso: uma entrevista com uma paciente oncológica. Perspectivas em Análise do Comportamento , v. 3, p. 102-116, 2012.

  • BORLOTI, E. ; LIRA . Mulher e depressão: uma análise comportamental-contextual. Acta Comportamentalia , v. 19, p. 359-373, 2011.

  • SANTANA, L. S. ; MENANDRO, L. S. ; HERMES, R. ; BEZERRA, R. F. ; VASCONCELOS, F. ; CUNHA, L. DE S. ; CORREA, C. P. ; BORLOTI, E. . O efeito de contingências de interação social programadas sobre o relato de eventos privados. Revista Científica Faesa , v. 6, p. 41-50, 2010.

  • BORLOTI, E. ; BEZERRA, A. C. M. ; BALBI NETO, R. R. Q. . Mulheres, estressores no relacionamento interpessoal e seu enfrentamento. Interpersona : an International Journal on Personal Relationships , v. 4, p. 127-156, 2010.

  • CUNHA, L. S. ; Corrêa, C. P. ; Menandro, L. S. ; Santana, L. S. ; Hermes, R. ; Bezerra, R. F. ; VASCONCELOS, F. M. ; BORLOTI, E. . O EFEITO DE CONTINGÊNCIAS DE INTERAÇÃO SOCIAL PROGRAMADAS SOBRE O RELATO DE EVENTOS PRIVADOS. Revista Científica da FAESA , v. 6, p. 41-50-50, 2010.

  • CADE, Nagela Valdão ; BORLOTI, E. ; VIEIRA ; Silveira ; FERRAZ ; BERGAMIN, M. . Efeitos de um treinamento em autocontrole aplicado em obesos.. Cogitare Enfermagem (UFPR) , v. 14, p. 65-72, 2009.

  • BORLOTI, E. ; Machado . Formação de classes funcionais de estímulos musicais. Paidéia (USP. Ribeirao Preto. Impresso) , v. 19, p. 47-58, 2009.

  • BORLOTI, E. ; FONSECA, K. A. ; CHARPINEL ; LIRA . Uma análise etimológico-funcional de nomes de sentimentos. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva , v. XI, p. 77-95, 2009.

  • CUNHA, L. DE S. ; BORLOTI, E. . O efeito de contingências de reforçamento programadas sobre o relato de eventos privados. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva , v. XI, p. 209-230, 2009.

  • FONSECA, A. L. B. ; BORLOTI, E. ; MARIANO, M. S. S. ; SILVA, E. G. . Variáveis contextuais na gravidez adolescente que minam as politicas públicas de saúde e educação.. Psicologia em Foco (Aracaju) , v. 3, p. 14-19, 2009.

  • BORLOTI, E. ; IGLESIAS, A. ; DALVI, Camila Mattedi ; SILVA, R. D. M. . Análise comportamental do discurso: fundamentos e método. Psicologia: Teoria e Pesquisa (UnB. Impresso) , v. 24, p. 101-109, 2008.

  • BORLOTI, E. . O comportamento verbal de Skinner: funções do citar em Verbal Behavior. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva , v. 9, p. 199-216, 2007.

  • BORLOTI, E. . Skinner? verbal behavior: functions of quoting in Verbal Behavior. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva , v. IX, p. 43-59, 2007.

  • BORLOTI, E. ; FIGUEIREDO, M. G. . Resolução de Problemas na Atenção Ambulatorial da Esquizofrenia. Psicologia. Teoria e Prática , São Paulo, v. 7, n.2, p. 207-238, 2005.

  • BORLOTI, E. . As Relações Verbais Elementares e o Processo Autoclítico. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva , São Paulo, v. VI, n.2, p. 221-236, 2004.

  • BORLOTI, E. ; TRINDADE, Z. A. . A análise do comportamento e as proposições da construção social do conhecimento. Estudos de Psicologia (Campinas) , Campinas-SP, v. 17, n.2, p. 41-51, 2000.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BORLOTI, E. ; PIMENTAL, F. de C. . Self-editing. 2008.

BORLOTI, E. . Análise de Fatores de Risco e de Proteção para o uso de drogas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BORLOTI, E. ; MACHADO, A. R. ; BALBI NETO, R. R. Q. . Intervenções Motivacionais na Dependência Química. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BORLOTI, E. ; CÉSAR, B. . Estratégias de Prevenção de Recaída no uso de drogas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BORLOTI, E. ; BALBI NETO, R. R. Q. ; BAPTISTA, G. L. . Treinamento de Habilidades Sociais para acompanhantes terapêuticos. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

BORLOTI, E. ; BALBI NETO, R. R. Q. ; MORAES, L. G. ; BAPTISTA, G. L. . Treinamento de Habilidades Sociais: expressando desgosto e enfrentando críticas. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

BORLOTI, E. ; BALBI NETO, R. R. Q. ; BAPTISTA, G. L. ; Rodrigues, Anna Beatriz Carnielli Howat ; MORAES, L. G. ; ZORTEA, T. C. ; PRATTI, G. A. ; VIEIRA, MARIANA MARCARINI . Treinamento de acompanhante terapêutico com técnicas de manejo de stress, depressão e ansiedade.. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

BORLOTI, E. ; BALBI NETO, R. R. Q. ; MACIEL, M. G. ; BAPTISTA, G. L. . ANSIEDADE E ESTRESSE NO AMBIENTE DE TRABALHO: PERFIL E RESULTADOS PARCIAIS DE UM GRUPO DE TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL DE FUNCIONÁRIOS DE UM HOSPITAL PÚBLICO. 2005 (Palestra) .

BORLOTI, E. ; BALBI NETO, R. R. Q. ; MACIEL, M. G. ; BAPTISTA, G. L. . O TREINAMENTO EM AUTOCONTROLE APLICADO EM OBESOS. 2005 (Palestra) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Tecnologia de realidade virtual no tratamento de transtornos de ansiedade: uma investigação analítico-comportamental, Descrição: Projeto de avaliação de tecnologia inovadora associada a intervenção psicológica para transtornos de ansiedade: terapia de exposição por meio de realidade virtual (VRET). A partir de revisão de literatura será criado um programa de intervenção psicológico (analítico-comportamental) que utilizará um equipamento de realidade virtual. Serão avaliados o programa de intervenção quanto a seus efeitos terapêuticos, a usabilidade clínica do equipamento sua capacidade de evocar senso de presença nos cenários de realidade virtual. Características peculiares de cada transtorno indicarão testes tecnológicos diferentes que, associados a dados de senso de presença e de usabilidade clínica, permitirão o aperfeiçoamento da tecnologia e a disseminação de um manual para sua aplicação clínica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Fabiana Ramos - Integrante / Verônica Bender Haydu - Integrante / Silvia Aparecida Fornazari - Integrante / Luciano de Sousa Cunha - Integrante / luciana Messa - Integrante / Carlos Henrique Vieira - Integrante / Bruna Mozer Barina - Integrante / Pedro Paulo Coutinho Toribio - Integrante / Thiago Folz Oliveira - Integrante / Karina da Silva Cajaiba - Integrante / Ana Paula Monteiro Coutinho - Integrante / Gabriele Izaguirres Ortiz - Integrante / Thales José Carneiro Fortes DIniz - Integrante / Bruna Zolin Canali - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Familiares de Dependentes químicos na rede de atenção psicossocial, Descrição: O uso de substâncias psicoativas é um comportamento selecionado no repertório humano que se mantém ao longo da história das sociedades. Os problemas a ele relacionados têm se intensificado na atualidade; entre estes, se destacam os impactos sobre as famílias, cujos membros têm sido chamados à função de apoiadores do tratamento dos usuários nas políticas públicas. Neste contexto, a família tem sofrido abalos de diversas ordens. São suscetíveis a problemas físicos, psicológicos, desequilíbrio nas finanças, piora no relacionamento interpessoal, abuso e violência doméstica. Há uma demanda por assistência que considere o grau de envolvimento e adoecimento de um contingente crescente dos seus familiares. É preciso explorar a temática do atendimento aos familiares de dependentes químicos na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), de modo a responder algumas questões: qual o panorama atual do atendimento a familiares de dependentes químicos na RAPS? De que forma as famílias estão sendo integradas às intervenções propostas? O atendimento aos familiares está considerando seu grau de adoecimento e de envolvimento no problema do usuário? Qual a relação entre sobrecarga e falta de habilidades interpessoais para a colaboração com o tratamento do familiar usuário? A proposta é conhecer as intervenções disponíveis para atendimento de famílias de usuários dependentes químicos na RAPS de território do Espírito Santo, identificando relações entre características das famílias atendidas, sobrecarga do cuidado ao usuário e habilidades sociais de familiares. Este estudo se justifica por sua relevância social, pela extensão do problema do uso arriscado e da dependência química na saúde pública e importância da família para o tratamento da dependência de drogas. Será útil ainda por sua relevância técnico-científica, pela possibilidade de gerar conhecimento sobre as estratégias de intervenções familiares produzidas pelos serviços da RAPS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Silvia Campos Brunetti Spagnol - Integrante.

  • 2015 - 2017

    Jovens Mediadores da Prevenção do Uso de Drogas, Descrição: Usar drogas é um problema grave vivenciado em especial por jovens em vulnerabilidade, e cada vez mais cedo. O Ensino Médio predispõe a experimentação. Dentre os alunos brasileiros, 5% usam drogas antes dos 10 anos, e o uso pesado é mais frequente entre os alunos de baixo nível socioeconômico de escolas públicas. A despeito do consenso sobre efetividade no estado da arte da prevenção, há discordâncias e contradições sobre alguns elementos de efetividade, por exemplo, o elemento ?alunos como mediadores?. O objetivo desta pesquisa é descrever os efeitos de uma intervenção escolar em prevenção do uso de drogas coletivamente construída para a escola ? com foco no elemento ?alunos como mediadores? ? sobre fatores de risco e proteção para o uso e sobre danos do uso. Serão participantes 712 alunos e 67 profissionais de uma escola estadual de Ensino Médio do município de Serra-ES. Além dos projetos educacionais em andamento na escola como fonte de dados, os participantes fornecerão dados por meio de instrumentos de análise de fatores de risco e proteção, de redes sociais e de danos do uso (e.g., questionário da rede escolar, checklist de danos do uso e outros). Esses dados indicarão os elementos para o planejamento da intervenção a partir de elementos de eficácia, em especial, o elemento ?alunos como mediadores?. A pesquisa está delineada em três fases: pré-intervenção, intervenção e pós-intervenção. O procedimento de coleta pré-intervenção envolverá a aplicação de instrumentos de descrição de fatores de risco e proteção para o uso e sobre danos do uso, conforme orientações de aplicação. Esses instrumentos indicarão o contexto do problema (e.g., características do alunado que o mostram ou turnos/turmas que o apresentam) que apontarão os métodos de intervenção (quem fará, o quê, para quê, quando, como, com o quê) sobre essas características. O procedimento de execução na fase intervenção dependerá do planejamento e se definirá como atividades em sessões semanais de duas horas, com os componentes de eficácia da prevenção escolar, sendo o ?conhecimento sobre drogas? ensinado em atividades interativas entre alunos e alunos mediadores e entre esses últimos e pesquisadores brasileiros da área de álcool e drogas. A fase pós-intervenção é a avaliação do resultado da prevenção e se dará pela reaplicação dos instrumentos aplicados na fase pré-intervenção e por dados qualitativos de processo, registrados nas sessões semanais de intervenção e nas descrições delas pelos participantes. Os dados pré e pós-intervenção serão analisados a partir das instruções de análise dos instrumentos de coleta. Os componentes ativos dos projetos educacionais da escola serão comparados aos elementos de qualidade de projetos de prevenção. Os dados de danos do uso de drogas serão analisados considerando frequência e tipo de dano por aluno/turno/turma. O processo da intervenção será analisado qualitativamente no andamento da execução, enfatizando a compreensão da vivência dos participantes com a intervenção e com seus impactos. A análise integrativa dos dados quantitativos será processada por técnicas estatísticas. As qualitativas serão analisadas por seu conteúdo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Fabiana Ramos - Integrante / Maria Fátima Olivier Sudbrack - Integrante / Yago Ramalho Silva - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    ?BPS Perfil? (Perfil biopsicossocial dos servidores da 12ª Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal: 12ª SRPRF/ES), Descrição: Esta é uma proposta para a prestação de serviços de pesquisa técnico-científica, objeto descrito no Termo de Referência da Comissão Regional de Direitos Humanos da 12ª Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal ? 12ª SRPRF/ES ? para ser executada via Termo de Cooperação entre a 12ª SRPRF/ES e a Instituição de Ensino Superior UFES. O projeto tem os pressupostos teórico-conceituais da Análise Aplicada do Comportamento (Applied Behavior Analysis) em culturas organizacionais: o Gerenciamento Comportamental de Organizações, OBM (Organizational Behavior Management; Mawhinney, 1992). Foca-se, especificamente, na subárea Segurança Comportamental (Behavior-Based Safety; Geller,1998; Sulzer-Azaroff, Loafman, Merante & Hlavacek, 1990; Olson & Austin, 2001), da qual advém o Modelo de Engenharia Comportamental (The Behavior Engineering Model; Gilbert, 1967; 1978) que indica alvos de intervenção comportamental a partir de necessidades do ambiente de trabalho. A Segurança Comportamental analisa o comportamento no seu contexto ambiental que impacta a saúde no trabalho (Wilder, Austin & Casella, 2009). Com estes pressupostos, o objetivo desta proposta é descrever o perfil biopsicossocial dos servidores da 12ª SRPRF/ES e, a partir dele, elaborar projeto com proposta(s) de intervenção para a melhoria da qualidade de vida desses servidores. Serão participantes deste estudo os servidores da 12ª SRPRF/ES em subamostras, ainda a ser definidas por demanda, de acordo com critérios técnicos, organizacionais e objetivos específicos. Os dados serão obtidos por meio de um conjunto de instrumentos, padronizados e não padronizados, quantitativos e qualitativos, dentre eles o PCL-M ? PTSD CheckList ? Military Version [Lista de verificação de sintomas do Transtorno do Estresse Pós Traumático TEPT ? versão militar] (Weathers et al, 1993) e o WPQ - Work Performance Questionaire [Questionário de Desempenho no Trabalho] (Kessler et al., 2003). O conjunto de instrumentos visa à avaliação das dimensões biológicas, psicológicas e sociais da saúde e suas relações com o contexto de trabalho do policial rodoviário federal, de acordo com as variáveis indicadas pelas raras e recentes pesquisas com essa categoria (Pôrto, 2013; Gaspary, Selau & Amaral, 2008). E serão interpretados de modo integrativo em procedimentos de análise quanti-qualitativos. O procedimento será executado em quatro Fases: (1) Fase de planejamento da sensibilização e da mobilização da participação; (2) Fase de desenvolvimento/execução da proposta; (2) Fase de análise integrativa dos dados quali-quantitativos; e (4) Fase de redação e discussão coletiva do perfil biopsicossocial e do projeto com proposta(s) de intervenção.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Rafael Rubens de Queiroz Balbi Neto - Integrante / Aparecida da Penha Andrade - Integrante / Janine Andrade Moscon - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Avaliação de um programa de treinamento de habilidades motivacionais em saúde mental - álcool e drogas com agentes comunitários de saúde (ACS), Descrição: O objetivo do estudo consiste em descrever os efeitos: (1) de um treinamento de habilidades para intervenção motivacional sobre o repertório comportamental de Agentes Comunitários de Saúde; e, (2) desse repertório, sobre usuários de drogas. Metodologia: Participantes diretos: 20 ACS (e 20 usuários de drogas, participantes indiretos). Os ACSs responderão à Escala de Atitudes e Crenças em relação ao uso e ao usuário de drogas (EAC-D); Escala de Verificação de Domínio do Conhecimento Básico em Dependência Química (EVC-D); e Checklist de Habilidades Motivacionais (CHM). Os usuários responderão à Escada da Contemplação e à Checklist de Comportamentos do Usuário de Drogas (CCO). Fases do Procedimento: (1) recrutamento/seleção de ACSs, (2) medição pré-treinamento no território, (3) execução e avaliação do treinamento e (4) medição pós-treinamento no território. Análise: ocorrências de comportamentos definidores de habilidades motivacionais e de comportamentos verbais do tipo crença/atitude/conhecimento serão analisadas estatisticamente pelo SPSS. A interpretação das mudanças em crenças/atitudes/conhecimento considerará o reforçamento social desse repertório, mantido pela comunidade verbal e a interpretação das habilidades motivacionais, o controle por regra ou por contingência. Resultados do treinamento, como mudanças no usuário de drogas, serão avaliados segundo as conclusões da combinação dos modelos ROLE (Modelo de Avaliação da Conexão Papel-Resultado) e ?Menos regra, Mais contingência?, da perspectiva analítico-funcional da entrevista motivacional e o que preconiza o ?Plano Crack? e a Política Nacional de Educação Permanente para o SUS ao perfil da atenção à SM-AD.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Rafael Rubens de Queiroz Balbi Neto - Integrante / Fabiana Ramos - Integrante / Verônica Bender Haydu - Integrante., Financiador(es): Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas - Ministério da Justiça - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2017

    MOBILIZAÇÃO DA REDE DE ESCOLAS PÚBLICAS DE VITÓRIA-ES PARA A PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS, Descrição: Usar drogas é comum entre adolescentes, a quem preferencialmente deve ser dirigida a prevenção (Calleja, García-Seorán & González, 1996). Educadores deveriam atuar na prevenção especialmente no momento da transição dos estudantes do Ensino Fundamental para o Médio, nível que predispõe a experimentação (Piko & Kovács, 2010). Pesquisas sobre fatores de risco/proteção ao uso (e.g., Guimarães, Hochgraf, Brasiliano & Ingberman, 2009) e modelos teóricos do uso pelos adolescentes (Becoa, 1999) baseiam guias de elaboração de programas preventivos (NIDA, 2003), contribuindo para a efetividade da prevenção. A relevância científica da prevenção nas escolas está, principalmente, no desafio da sua avaliação (Holder, 2010) e na sua comparação, pois há muita diversidade de práticas (Jackson, Geddes, Haw & Frank, 2012). Estudos com estudantes brasileiros em geral (Carline, Noto & Sanchez, 2010), baianos (Matos, Carvalho, Costa, Gomes & Santos, 2010), catarinenses (Giacomozzi, Itokasu, Luzardo, Figueiredo & Vieira, 2012) e capixabas (Miranda, Gadelha & Szwarcwald, 2002), em particular, são unânimes em indicar a relevância da prevenção nas escolas. Entretanto, políticas públicas para isto são incipientes (Bertoni & Adorni, 2010), exceto o ?Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas? do Programa Saúde na Escola (PSE/PRODEQUI). 4.302 educadores de 510 escolas públicas do Espírito Santo foram capacitados a redigir projetos de prevenção para a escola. Entretanto, não se sabe se eles estão executando esses projetos; se não estão, quais são as variáveis do contexto escolar/comunitário que justificam essa não execução; e, se estão executando, quais dificuldades/facilidades/resultados observam. Assim, visando avaliar a eficácia das intervenções preventivas realizadas até o momento no âmbito da saúde pública, este estudo objetiva identificar e analisar as formas de mobilização/participação dos educadores de Vitória-ES na implantação de projetos de prevenção ao uso de drogas. Os participantes serão 127 educadores, de ambos os sexos, funcionários de 22 escolas de Vitória-ES, capacitados e aprovados nas cinco versões anteriores do curso do PSE/PRODEQUI. Serão fontes de dados projetos de prevenção elaborados por eles no curso, registros governamentais sobre os bairros onde estão suas escolas e seus relatos em grupos focais (GF). Os dados serão digitados em Formulários de Análise Focal Estratégica e de Análise de Documentos ? do governo e dos projetos (em suas justificativas, Eixos e Componentes Preventivos). Após aprovações e consentimentos, projetos preventivos e documentos governamentais serão localizados (no PSE/PRODEQUI e em órgãos específicos) e submetidos à análise documental. GF?s durarão 90-150 minutos (Nogueira-Martins & Bogus, 2004; Gatti, 2005), em local e horário a combinar. Serão gravados e transcritos (Preti, 1988). Os focos estratégicos grupais serão: experiência de projetar a prevenção, situação atual da prevenção, potencialidades/fragilidades do contexto intraescolar e oportunidades/desafios do contexto extraescolar ao projeto. Os dados quali-quantitativos serão submetidos à análise de conteúdo (Bardin, 2009) e à estatística descritiva e inferencial (SPSS). A interpretação será guiada pelas teorias da análise focal estratégica (Backes, Colomé, Erdmann & Lunardi, 2011), análise de fatores de risco e proteção ao uso de drogas (Becoa, 2002) e análise de componentes da prevenção efetiva do uso de drogas (Becoa & Martín, 2004).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Rosana Suemi Tokumaru - Integrante / Bernardete César - Integrante / Maria Fátima Olivier Sudbrack - Integrante / Marina Peruzza Queiroz - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Análise da qualidade de projetos de prevenção escolar do uso de drogas, Descrição: Estudo de revisão sistemática da literatura sobre prevenção escolar do uso de drogas com o objetivo de construir um instrumento de análise da qualidade de projetos de prevenção elaborados por professores de 22 escolas da cidade de Vitória-ES que foram cursistas da 5a. Edição do Curso de Prevenção do uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas, ofertado através de parceria entre a Universidade de Brasília/PRODEQUI/PCL/IP, a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação/SEB/MEC e a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas/SENAD/MJ. Financiamento: FAPES; Fundación Carolina (ES).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Maria Fátima Olivier Sudbrack - Integrante / Maria Victoria Hidalgo García - Integrante / Virginia Sanchez Jiménez - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Impacto da quinta edição do curso de Prevenção do Uso de Drogas para educadores de Escolas públicas e mobilização da rede de escolas no território em 10 polos estaduais - POLO Espírito Santo, Descrição: Pesquisa-ação de avaliação do curso de prevenção do uso de drogas para educadores de escolas públicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Integrante / Maria Fátima Olivier Sudbrack - Coordenador / Marina Peruzza Queiroz - Integrante.

  • 2013 - Atual

    O uso de Entrevista Motivacional e a ocorrência de comportamentos argumentativos no acolhimento em CAPS-AD (registro 4279/2013), Descrição: Assunto discutido desde os tempos de Aristóteles, a argumentação se destaca como exposição de ideias, razões e teses na interação entre pessoas por meio do seu comportamento verbal. O presente estudo irá focar a análise das funções verbais do processo de argumentação em grupos de acolhimento de CAPS AD?s ? Centros de Atenção Psicossocial ? Álcool e Drogas, na Grande Vitória. A escolha destes grupos se deve ao seu objetivo em motivar os pacientes usuários de drogas para o tratamento, em geral, a partir da técnica da Entrevista Motivacional, que afirma o caráter contraproducente da argumentação com esses pacientes. Para a realização da pesquisa serão contatados CAPS-AD?s e nesses, serão selecionados dois profissionais de Psicologia que realizam o acolhimento desses pacientes. Os dados serão gravações das sessões de grupo, das quais o pesquisador realizará a transcrição dos comportamentos (verbais [áudio] e o motores [vídeo]) emitidos no acolhimento. Das gravações também serão descritas as variáveis que indicarão as funções do argumentar: mando, tato ou intraverbal. Tais funções serão contrapostas aos conceitos de persuasão e convencimento, a fim de confirmar ou não a hipótese de que, durante o acolhimento, aplicando a técnica da EM, são emitidos operantes verbais com função de argumentação visando convencer e persuadir os pacientes a aderirem ao tratamento no CAPS-AD. O objetivo geral do presente trabalho consiste em descrever as funções do comportamento verbal argumentativo pela Entrevista Motivacional em situação de acolhimento em CAPS-AD. Os objetivos específics são: descrever as variáveis antecedentes e consequentes da argumentação (comportamento do falante) em grupos de acolhimento, identificando as funções operantes a elas relacionadas; e relacionar as funções da argumentação nos grupos de acolhimento com a técnica da entrevista motivacional (em especial com a regra ?a argumentação é contraproducente? [p.67]).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Caroline de Paula Corrêa - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Redefinindo o conceito de Comportamento Verbal em outras modalidades de repertórios: O caso da música (registro 3836/2012), Descrição: O conceito analítico-comportamental de Comportamento Verbal, apresentado por Skinner em 1957 foi refinado pelo próprio autor, que enfatizou a importância da história de treino comum para falante e ouvinte nesse conceito. Por outro lado, apesar do conceito abranger diversas modalidades verbais, o livro Verbal Behavior ateve-se, principalmente, às modalidades falada e escrita. Diante disso, o presente projeto tem como objetivo propor uma discussão do conceito analítico-comportamental de 1957 de Comportamento Verbal, a partir de estudos da literatura atual da Análise do Comportamento e estudos empíricos com outras modalidades verbais (além da vocal e da escrita) na Psicologia e na Linguística. Será realizado um paralelo entre os conceitos de comportamento verbal, seus operantes primários e secundários, com correlatos em elementos musicais. O julgamento emocional de 10 ouvintes sem treino formal de música será investigado em 10 trechos musicais, metade de canções profissionais prontas e metade trechos compostos especialmente para este projeto, mediante solicitação de efeitos emocionais a serem eliciados nos ouvintes. Objetivos: Geral: Propor uma ampliação no conceito analítico-comportamental de 1957 de Comportamento Verbal, a partir de estudos da literatura atual da Análise do Comportamento e estudos empíricos com outras modalidades verbais (além da vocal e da escrita). Específicos: a) Estabelecer um paralelo descritivo entre operantes verbais (básicos e secundários) e elementos musicais (básicos e secundários); b) Investigar a ocorrência de correspondência configurações de elementos musicais de composições prontas e o relato sobre reações emocionais por parte de ouvintes sem treino formal de música; c) Investigar a ocorrência de correspondência configurações de elementos musicais em trechos compostos a partir de solicitação de efeitos emocionais a compositores e o relato sobre reações emocionais por parte de ouvintes sem treino formal de música.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Alex Roberto Machado - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Simulador de realidade virtual para tratamento de medos e fobias: uma investigação analítico-comportamental, Descrição: É considerável a parcela da população que desempenha papel limitado na sociedade por conta de fobias que em certos casos pode forçar o individuo a restringir consideravelmente sua capacidade de interagir com o meio em que vive. Este projeto tem por objetivo testar simuladores de realidade virtual de situações que desencadeiam fobias, por meio de procedimentos de exposição à realidade virtual. Os participantes serão convocados da comunidade a participar de sessões terapêuticas durante as quais serão expostos a estímulos fóbicos de forma gradual e serão registradas respostas de senso de presença e, por meio de aparelho de biofeedback, respostas galvânicas da pele. Espera-se poder validar os simuladores de realidade virtual como recursos terapêuticos de exposição.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Integrante / Verônica Bender Haydu - Coordenador / Nícholas Bender Haydu - Integrante / Marcela Roberta Jacyntho Zacarin - Integrante / Andressa Santos - Integrante / Yhann Hafael Trad Perandré - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Qualidade de vida após terapia comportamental da fobia de direção (registro 2819/2011), Descrição: O conceito de qualidade de vida é amplo e genérico, sendo difícil delimitar entre saúde/doença. A OMS propõe um conceito de qualidade de vida subjetivo, multidimensional e que inclui elementos positivos e negativos. Este projeto parte do pressuposto que a fobia específica de dirigir prejudica a qualidade de vida em dois aspectos: pela ansiedade em si e pela imobilidade. Considerando os componentes da qualidade de vida, (autonomia, autoconfiança e mobilidade), e tendo como referencial a perspectiva comportamental de Skinner, o presente trabalho tem o objetivo de descrever as consequências da fobia de dirigir e da sua superação na qualidade de vida. Para isso será realizada a aplicação do questionário de qualidade de vida da OMS num grupo de 20 pessoas antes e depois do tratamento comportamental dessa fobia. Os dados serão analisados e interpretados segundo o manual do questionário e o SPSS 14.0; serão descritas correlações entre variáveis discretas e intervalares comparando os participantes com eles mesmos e com os demais. Espera-se que este estudo aponte a importância da condição de sofrimento psicológico na fobia de dirigir a partir da descrição de suas relações com a autonomia, mobilidade, autoconfiança e, consequentemente, qualidade de vida. Dada a hipótese de que a FD interfere na QV, o objetivo geral deste estudo é descrever as consequências da FD e da superação desta fobia na QV. O objetivo específico é identificar, antes e depois do tratamento da FD, os domínios da QV das pessoas com FD avaliados pelo OMSQDV-100: físico, psicológico, nível de independência, relações sociais, meio ambiente e espiritualidade/ religiosidade/crenças pessoais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Aline Hessel - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Extensões e fusões verbais na vida cotidiana (Registro 10404/2009), Descrição: A maior parte das investigações empíricas do comportamento verbal tem focalizado os operantes de controle puro cujas variáveis são mais fáceis de isolar num controle experimental. Estudos de respostas verbais sob controle múltiplo ou estendido, mesmo os descritivos ou teóricos, são escassos. O objetivo deste projeto é (auto)descrever as variáveis múltiplas controladoras de uma amostra de 20 (vinte) fusões e/ou extensões verbais espontâneas e inéditas emitidas no ambiente natural e cotidiano. Os participantes serão chamados de observadores (alunos e pesquisador) e observados, uma vez que o dado poderá advir de auto-observação do comportamento. Os observadores-alunos serão treinados na identificação dos controles múltiplos em fusões e extensões verbais. As respostas verbais e as fontes do seu controle contextual serão indicadas em um protocolo de registro de relações verbais múltiplas. Os estímulos contextuais antecedentes e consequentes serão categorizados de acordo com a as funções presentes nas extensões e nas fusões verbais, considerando o seu efeito sobre um ouvinte presente no contexto de sua emissão. O objetivo geral deste projeto de pesquisa é (auto)descrever as variáveis múltiplas controladoras de operantes verbais de uma amostra de 20 (vinte) fusões e/ou extensões verbais espontâneas e inéditas emitidas no ambiente natural e cotidiano. O objetivo específico é classificar essas 20 (vinte) respostas de acordo com a taxonomia skinneriana dos operantes de controles estendidos ou fundidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador.

  • 2009 - 2010

    Arranjando contingências de reforço para o intraverbal no ensino programado da Análise do Comportamento: um estudo a partir do Software Belief 3.0, Descrição: As contribuições skinnerianas continuam pertinentes e atuais para o desenvolvimento de propostas para a educação fundamentadas por meio dos princípios básicos da Análise Experimental do Comportamento (AEC). O presente estudo teve por objetivo descrever o efeito da exposição a um sistema de ensino programado em um software sobre o repertório intraverbal de estudantes de Psicologia na aprendizagem de conceitos básicos da AEC. Participaram deste estudo 20 estudantes do curso de Psicologia da UFES, que cursavam a disciplina Psicologia Geral e Experimental I. Os participantes foram distribuídos em dois grupos de 10 estudantes ? Grupo A (Grupo Experimental) e Grupo B (Grupo Controle), que executaram um procedimento programado no software Belief 3.0. O software controlou intraverbais do tipo definição, exemplificação e identificação de exemplo, e solicitou a descrição do comportamento intraverbal de exemplificar, para que o experimentador pudesse identificar os aspectos referentes ao controle múltiplo desse comportamento. Os resultados demonstram que os participantes do Grupo A apresentaram um desempenho 10,8% acima do que os participantes do Grupo B. Avaliou-se que ações de ensino desse tipo podem ser consideradas como um recurso didático complementar, principalmente em relação ao ensino de AEC. Mesmo com as dificuldades de acesso às variáveis de controle múltiplo do comportamento verbal, estudos desse tipo são relevantes para inferi-las de modo mais aproximado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / Luciano de Sousa Cunha - Integrante / Verônica Bender Haydu - Integrante / Ana maria de Souza marques Cunha - Integrante.

  • 2006 - 2007

    O conceito de amor na Análise do Comportamento, Descrição: Pesquisa teórica de revisão bibliográfica. O estudo iniciou-se com buscas com operadores booleanos em bases de dados disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES (Web of Science, PUBMED, Scielo etc) com os descritores love, private event, behavior analysis, que foram combinados por interseção e união dos três considerando o objetivo do estudo. Também se buscou fontes em estudos atuais na Filosofia. Não se fez restrições nos dados das buscas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Coordenador / TIAGO CARLOS ZORTEA - Integrante / Gleison Pessoa Machado - Integrante.

  • 1998 - 1998

    PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO GRADUAÇÃO-PÓS-GRADUAÇÃO PROIN/CAPES, Descrição: Edital 01/1998. Proposta financiada pela CAPES, para compra de equipamentos, produção de materiais instrucionais (livros, vídeos etc.), bibliografias, material de consumo e outros. O PROIN tem objetivo de incrementar a integração da pós-graduação com a graduação em Psicologia inovando as práticas pedagógicas de ensino da metodologia da pesquisa na graduação pela reorganização curricular, em disciplinas básicas do curso.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Elizeu Batista Borloti - Integrante / Paulo Rogério Meira Menandro - Coordenador / Zeidi Araujo Trindade - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciencias Humanas e Naturais, Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento. , Universidade Federal do Espírito Santo, Goiabeiras, 29075910 - Vitória, ES - Brasil, Telefone: (27) 33352505, Ramal: 2505, Fax: (27) 33352505, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2013 - Atual

Universidade de Brasília, UnB

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Pesquisador

Outras informações:
Pesquisador Colaborador da subação de extensão CURSO DE PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS PARA EDUCADORES DE ESCOLAS PÚBLICAS ? 6ª EDIÇÃO 2013/2014, oferta de formação continuada online, com prioridade para municípios com maior índice de vulnerabilidade social, segundo metas do governo federal. É formalizado por meio de Termo de Cooperação entre o Ministério da Educação/Programa de Saúde na Escola e FUB/ Fundação Universidade de Brasília, sob a responsabilidade técnica do Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas/PRODEQUI, do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia /UnB, sob a coordenação da Professora Doutora Maria Fátima Oliver Sudbrack. Pesquisador Colaborador na subação de pesquisa-ação IMPACTO DO CURSO DE PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS PARA EDUCADORES DE ESCOLAS PÚBLICAS E MOBILIZAÇÃO DA REDE DE ESCOLAS NOS TERRITÓRIOS.

2010 - Atual

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro de equipe

Outras informações:
Membro de Projeto de Pesquisa

2017 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor da disciplina Estudos Complementares em Psicologia Social II Professor do PPGP Estudos Orientados

2017 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor da disciplina Processos Básicos II Professor do PPGP Estudos Orientados

2016 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor da disciplina Estudos em Psicologia I Professor do PPGP Estudos Orientados

2016 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor da disciplina Tópicos Especiais em Psicologia Social II Professor do PPGP Estudos Orientados

2015 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Coordenador de Projeto de Ensino (Laboratório de Análise Experimental do Comportamento) Coordenador de Projeto de Extensão (CRRESCES) Coordenador de Projeto de Pesquisa Atividades Administrativas Professor supervisor (Estágio Básico III) Professor Orientador (Mestrado e Doutorado) Professor da disciplina Processos Básicos II

2015 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor supervisor Estágio Básico III Professor do PPGP Estudos Orientados

2014 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Coordenador de Projeto de Ensino (Laboratório de Análise Experimental do Comportamento) Coordenador de Projeto de Extensão (CRRESCES) Coordenador de Projeto de Pesquisa Atividades Administrativas Professor (Processos Básicos II - Aprendizagem)

2013 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor associado, Carga horária: 40

Outras informações:
Coordenador de Projeto de Ensino (Laboratório de Análise Experimental do Comportamento) Coordenador de Projeto de Extensão (CRRESCES) Coordenador de Projeto de Pesquisa Atividades Administrativas Professor (Processos Básicos II - Aprendizagem)

2009 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor

Outras informações:
Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Coordenador de Projeto de Ensino (Processos Básicos II - Aprendizagem) Coordenador de Projeto de Pesquisa

Atividades

  • 11/2012

    Extensão universitária , Centro de Ciencias Humanas e Naturais, .,Atividade de extensão realizada, Centro Regional de Referência em Crack e outras Drogas de Serra e de Cariacica (CRRESCES).

  • 01/2003

    Ensino, Psicologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário de Pesquisa em Metodologia Científica IV, Etologia e Comportamento Social

  • 07/1995

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Gerais, Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento.,Linhas de pesquisa

  • 06/1995

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio Supervisionado em Psicologia, Processos Básicos II, Psicologia Comportamental, Psicologia Geral e Experimental I

  • 06/2005 - 06/2007

    Extensão universitária , Centro de Ciencias Humanas e Naturais, Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento.,Atividade de extensão realizada, Serviço de Psicologia do GAM (Grupo de Apoio à Mulheres).

  • 09/1998 - 02/1999

    Direção e administração, Centro de Estudos Gerais, Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento.,Cargo ou função, Chefe do departamento.

  • 09/1998 - 02/1999

    Direção e administração, Centro de Estudos Gerais, Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento.,Cargo ou função, Chefia do departamento.

  • 07/1995 - 02/1999

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Método científico em psicologia, Métodos e técnicas de pesquisa, Psicologia comportamental, Psicologia geral e experimental

  • 07/1995 - 02/1999

    Estágios , Centro de Estudos Gerais, Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento.,Estágio realizado, Estágio supervisionado I e II (terapia comportamental).

2012 - Atual

Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas - Ministério da Justiça

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de projeto de política pública, Carga horária: 10, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Atuação como coordenador geral do Centro Regional de Referência em Crack e outras Drogas de Serra e de Cariacica/ES (CRRESCES) e Centro Regional de Referência em Prevenção, Atenção e Reinserção - Álcool e Drogas (CRRESCES). O CRRESCES é financiado com recursos de uma Política Pública Federal interministerial e dedica-se ao exercício de atividades de pesquisa e extensão universitária em Dependência Química. Os recursos financeiros do CRRESCES são advindos do crédito extraordinário da SENAD/MJ em favor de diversos órgãos do Poder Executivo. Esse crédito foi criado pela Medida Provisória 498, de 29 de julho de 2010 para atender à programação do ?Plano Crack?, instituído pelo Decreto número 7.179, de 20 de maio de 2010.