Daniel Pérez Duarte

Possui graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Sistemas de Potência pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2003), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (2008) e doutorado em Engenharia Elétrica também pela Universidade de São Paulo (2013). Experiência consolidada na área de projetos elétricos de sistemas de proteção, controle e serviços auxiliares de Usinas Hidrelétricas, Pequenas Centrais Hidrelétricas e Subestações e também na área de consultoria em sistemas de distribuição, principalmente nos temas de Redes Elétricas Inteligentes (Smart|Grid), Planejamento, Automação, Proteção de Redes de Distribuição e Projetos Otimizados de Subestações. Atualmente é sócio-diretor da empresa Sinapsis Inovação em Energia, especializada em disponibilizar e adaptar soluções inovadoras ao mercado energético, considerando as exigências regulatórias e as necessidades de eficiência e rentabilidade dos negócios deste setor, tendo como principais especialidades: distribuição de energia elétrica, redes inteligentes, regulação da indústria de energia, comercialização de energia, redes subterrâneas e desenvolvimento de software para análise de redes elétricas.

Informações coletadas do Lattes em 06/07/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia Elétrica

2009 - 2013

Universidade de São Paulo
Título: Modelo de Avaliação de Políticas de Implementação de Funcionalidades de Redes Inteligentes em Sistemas com Alto Grau de Heterogeneidade
Nelson Kagan. Palavras-chave: Redes Inteligentes; Automação da Distribuição; Roadmap.Grande área: EngenhariasGrande Área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência / Especialidade: Medição, Controle, Correção e Proteção de Sistemas Elétricos de Potência. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência / Especialidade: Geração da Energia Elétrica. Setores de atividade: Eletricidade, gás e outras utilidades.

Mestrado em Engenharia Elétrica

2005 - 2008

Universidade de São Paulo
Título: Automação como Recurso de Planejamento de Redes de Distibuíção de Energia Elétrica,Ano de Obtenção: 2008
Marcos Roberto Gouvêa.Palavras-chave: Automação; Redes de distribuição; Planejamento; Energia não distribuída.Grande área: EngenhariasSetores de atividade: Produção e Distribuição de Energia Elétrica.

Graduação em Engenharia Elétrica

1998 - 2003

Universidade Presbiteriana Mackenzie
Título: Retrofit e Upgrade de Hidrogeradores
Orientador: Gustavo Perez Alvarez

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência/Especialidade: Medição, Controle, Correção e Proteção de Sistemas Elétricos de Potência.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência/Especialidade: Transmissão da Energia Elétrica, Distribuição da Energia Elétrica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013, São Paulo. IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013. Brazilian Smart Grid Roadmap - An innovative methodology for proposition and evaluation of Smart Grid functionalities for highly heterogeneous distribution networks. 2013. (Congresso).

V Seminário Internacional de Smart Grid.Automação da Distribuição sob a Perspectiva de Redes Elétricas Inteligentes. 2013. (Seminário).

VI CITENEL - Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica. Diretrizes e Critérios de Planejamento para Expansão da Oferta em Centros Urbanos com Alta Densidade de Carga e Restrições Urbanísticas. 2011. (Congresso).

XXI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica - SNPTEE.Viabilização da Implantação de Subestações em Locais com Restrições de Ocupação. 2011. (Seminário).

SENDI 2010 - Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica.Metodologia de Localização de Defeitos Utilizando Cálculo de Curto-Circuito Considerando as Incertezas dos Parâmetros Envolvidos. 2010. (Seminário).

XIX CIRED - Internacional Conference on electricity distribution. Automation as Resource for Distribution Systems Planning. 2007. (Congresso).

Transmission and Distribution Conference and Exposition: Latin America, 2004 IEEE/PES. Distributed Substation: An Innovative Solution of Low Impact. 2004. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

André Luiz de Carvalho Valente

KAGAN, Nelson;GOUVÊA, Marcos Roberto; MARTINI, J. S. C.;VALENTE, André Luiz de Carvalho; DELGADO, M. A. P.. Modelo de avaliação de políticas de implementação de funcionalidades de redes elétricas inteligentes em sistemas com alto grau de heterogenidade. 2013. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica) - Universidade de São Paulo.

Jaime Luiz Dilburt

DILBURT, J. L.. Retrofit e Upgrade de hidrogeradores. 2003 - Instituto Presbiteriano Mackenzie.

Daniel Benítez Barrios

Pérez A. G.;BARRIOS, D. B.; Dilburt J. L.. Retrofit e Upgrade de Hidrogeradores. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Alden Uehara Antunes

GOUVÊA, Marcos Roberto; KAGAN, Nelson;ANTUNES, A. U.. Automação como Recurso de Planejamento de Redes de Distribuição de Energia Elétrica. 2008. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica) - Universidade de São Paulo.

José Sidnei Colombo Martini

KAGAN, N.; GOUVEA, M. R.;MARTINI, J. S. C.; VALENTE, A. L. C.; DELGADO, M. A. P.. Modelo de avaliação de políticas de implementação de funcionalidades de redes elétricas inteligentes em sistemas com alto grau de heterogeneidade. 2013. Tese (Doutorado em Sistemas de Potência) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

Marcos Roberto Gouvêa

GOUVEA, M. R.KAGAN, Nelson; ANTUNES, Alden Uehara. Automação como Recurso de Planejamento de Redes de Distribuição de Energia Elétrica. 2008. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marcos Roberto Gouvêa

Automação como Recurso de Planejamento de Redes de Distribuição de Energia Elétrica; 2008; Dissertação (Mestrado em Sistema de Potencia) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo,; Orientador: Marcos Roberto Gouvêa;

Gustavo Pérez Alvarez

; Retrofit e Upgrade de Hidrogeradores; ; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Presbiteriana Mackenzie; Orientador: Gustavo Pérez Alvarez;

Nelson Kagan

Modelo de avaliação de políticas de implementação de funcionalidades de redes elétricas inteligentes em sistemas com alto grau de heterogeneidade; 2013; Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Nelson Kagan;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; LIMA, I. K. ; CAPARROZ, S. L. ; LOPES, J. C. R. ; GOULART, L. C. ; SUPRIZZI, A. . Subestações distribuídas: uma nova solução de baixo impacto.. Eletricidade Moderna , v. 378, p. 146-155, 2005.

  • CORTEZ, A. N. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; TORRES, A. F. ; SODRE, B. R. ; DUARTE, D. P. ; GUARNIER, E. ; COUTO, E. C. ; CARVALHO, J. C. M. ; OLIVEIRA, J. J. S. ; SOUZA, J. A. D. ; VAZ, L. E. P. ; NASCIMENTO FILHO, M. M. ; PELEGRINI, M. A. ; BRUNHEROTO, P. A. ; F. FILHO, R. P. . Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica. 1. ed. Rio de Janeiro: Synergia Editora, 2014. v. 1. 228p .

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, N. ; GOUVÊA, M. R. ; LABRONICI, J. ; BARRETO NETO, A. ; MAIA, F. C. ; GUIMARAES, D. S. ; PARTICELLI, F. ; SILVA, J. F. R. . Redes Elétricas Inteligentes no Brasil ? Analise de custos e benefícios de um Plano Nacional de Implantação. 1. ed. Rio de Janeiro: Synergia, 2013. v. 1. 269p .

  • DUARTE, D. P. ; NAKATA, B. H. ; KAGAN, H. ; GUARALDO, J. C. ; PELEGRINI, M. A. . Planejamento e Implantação de um Sistema que Executa a Função FLISR em Redes de Distribuição. In: Conferência Brasileira sobre Qualidade da Energia Elétrica (CBQEE), 2017, Curitiba. Conferência Brasileira sobre Qualidade da Energia Elétrica (CBQEE), 2017.

  • DUARTE, D. P. ; NAKATA, B. H. ; MARTINELLI, M. . DASHBOARD AND SMARTPHONE APPLICATION TO SUPPORT OPERATION AND PLANNING OF ELECTRIC DISTRIBUTION SYSTEMS. In: CIRED ? International Conference on Electricity Distribution, 2017, Glasgow. CIRED ? International Conference on Electricity Distribution, 2017.

  • DUARTE, D. P. ; KONDO, D. V. ; SOUZA, M. F. ; GUARALDO, J. C. ; ROSS, R. P. D. ; KAGAN, N. . IDENTIFICATION AND EVALUATION OF ENERGY THEFT USING THE STATE ESTIMATOR IN MV AND LV GRIDS WITH EXOGENOUS PARAMETERS FOR PLANNING EXPANSION. In: CIRED ? International Conference on Electricity Distribution, 2017, Glasgow. CIRED ? International Conference on Electricity Distribution, 2017.

  • DUARTE, D. P. ; NAKATA, B. H. ; GUARALDO, J. C. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; PRANSKEVICIUS, P. C. ; MARTINELLI, M. . Sistema Inteligente de Apoio à Operação de Sistemas Subterrâneos Reticulados. In: Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica ? CITENEL, 2017, João Pessoa. Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica ? CITENEL, 2017.

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, H. ; GUARALDO, J. C. ; NAKATA, B. H. ; PRANSKEVICIUS, P. C. ; MARTINELLI, M. ; HOSHINA, M. S. . Substation-based Self-healing System with Advanced Features for Control and Monitoring of Distribution Systems. In: 17th International Conference on Harmonics and Quality of Power (ICHQP), 2016, Belo Horizonte. 17th International Conference on Harmonics and Quality of Power (ICHQP), 2016.

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, N. ; SOUZA, M. F. ; ROSS, R. P. D. . Ferramenta para Definição de Carga Base para Planejamento Através da Análise de Medições de Curvas de Demanda com Aplicação de Técnicas de Clusterização para Identificação de Sazonalidades. In: XXII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica, 2016, Curitiba. XXII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica, 2016.

  • DUARTE, D. P. ; NAKATA, B. H. ; MARTINELLI, M. ; PRANSKEVICIUS, P. C. . Desenvolvimento de Portal Web de Automação e Aplicativo para Smartphone para Auxílio à Operação, Manutenção e Planejamento da Expansão de Sistemas Elétricos. In: XXII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica, 2016, Curitiba. XXII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica, 2016.

  • DUARTE, D. P. ; GUARALDO, J. C. ; KAGAN, H. ; NAKATA, B. H. ; PRANSKEVICIUS, P. C. ; SUEMATSU, A. K. ; MARTINELLI, M. ; HOSHINA, M. S. . Solução de Auto Reconfiguração de Rede com Funcionalidades Avançadas para o Controle e Monitoramento de Sistemas de Distribuição. In: Conferência Brasileira sobre Qualidade da Energia Elétrica 2015, 2015, Campina Grande. Conferência Brasileira sobre Qualidade da Energia Elétrica 2015, 2015.

  • DUARTE, D. P. ; PELEGRINI, M. A. ; KAGAN, N. ; GOUVÊA, M. R. ; SOUZA, M. F. ; BRITO, R. B. S. ; PEIXOTO, W. ; ALMEIDA, C. ; GUARNIER, E. ; ROSS, R. P. D. . DEVELOPMENT TOOL FOR REGULATORY EVALUATION OF INVESTMENT IN EXPANSION OF BRAZILIAN DISTRIBUTION SYSTEMS. In: 23rd International Conference on Electricity Distribution, 2015, Lyon. 23rd International Conference on Electricity Distribution, 2015.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; KAGAN, N. ; LABRONICI, J. ; MAIA, F. C. ; GUIMARAES, D. S. ; BARRETO NETO, A. ; BONINI, A. ; CESAR, L. S. ; SILVA, J. F. R. . Brazilian Smart Grid Roadmap - An innovative methodology for proposition and evaluation of Smart Grid functionalities for highly heterogeneous distribution networks. In: IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013, São Paulo. IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013.

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, H. ; LABRONICI, J. ; GOUVÊA, M. R. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; MELLO, C. E. H. ; DOMINGUES, I. T. ; PENIN, C. A. S. ; PRADO, A. B. . Intelligent System to Management of Reclosers and Proposition of Maneuvers in Distribution Network. In: IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013, São Paulo. IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013.

  • DUARTE, D. P. ; ANTUNES, A. U. ; TAHAN, C. M. V. ; RUFATO JUNIOR, E. ; LANGE, F. L. . Use of Fuzzy Logic in Calculation of Short- Circuit for Locating Faults in Distribution Networks. In: IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013, São Paulo. IEEE PES Conference on Innovative Smart Grid Technologies - Latin America - 2013, 2013.

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, H. ; GOUVÊA, M. R. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; MELLO, C. E. H. ; DOMINGUES, I. T. ; PENIN, C. A. S. ; PRADO, A. B. . INTELLIGENT SYSTEM FOR MANAGEMENT OF RECLOSERS AND MANEUVER PROPOSITION TO SUPPORT OPERATIONS TEAMS. In: 22nd International Conference on Electricity Distribution - CIRED, 2013, Estocolmo. 22nd International Conference on Electricity Distribution, 2013.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; KAGAN, N. ; LABRONICI, J. ; MAIA, F. C. ; BARRETO NETO, A. . DIAGNOSIS OF ADVANCED DISTRIBUTION AUTOMATION IN THE BRAZILIAN ELECTRIC SECTOR DISTRIBUTION. In: 22nd International Conference on Electricity Distribution - CIRED, 2013, Estocolmo. 22nd International Conference on Electricity Distribution, 2013.

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, N. ; GOUVÊA, M. R. ; LABRONICI, J. ; MAIA, F. C. ; BARRETO NETO, A. ; BONINI, A. ; CESAR, L. S. ; GUIMARAES, D. S. ; SILVA, J. F. R. . PLANO BRASILEIRO DE REDES INTELIGENTES ? UMA METODOLOGIA INOVADORA PARA PROPOSTA E AVALIAÇÃO DE ROADMAPS TECNOLÓGICOS EM SISTEMAS COM ALTO GRAU DE HETEROGENEIDADE. In: X SIMPÓSIO DE AUTOMAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS, 2013, Belo Horizonte. X SIMPÓSIO DE AUTOMAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS, 2013.

  • DUARTE, D. P. ; ANTUNES, A. U. ; TAHAN, C. M. V. ; LANGE, F. L. ; RUFATO JUNIOR, E. . Concepção e Implementação de um Sistema para Localização de Faltas em Alimentadores Primários a partir da Aquisição Automática de Oscilografias de equipamentos de Proteção. In: PAC World Conference - Latin América 2012, 2012, Florianópolis. Concepção e Implementação de um Sistema para Localização de Faltas em Alimentadores Primários a partir da Aquisição Automática de Oscilografias de equipamentos de Proteção, 2012.

  • DUARTE, D. P. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; GUARALDO, J. C. ; GOUVÊA, M. R. ; SILVA, D. G. ; GALVAO, J. V. ; KONDO, D. V. ; ZAMORA, F. H. P. . Simulação e Análise de Alternativas no Planejamento de Redes de Subtransmissão, Estudo de Caso. In: XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica, 2012, Rio de Janeiro. Simulação e Análise de Alternativas no Planejamento de Redes de Subtransmissão, Estudo de Caso, 2012.

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; GOUVÊA, M. R. ; PIERGALLINI, Ricardo ; DUARTE, D. P. . Diretrizes e Critérios de Planejamento para Expansão da Oferta em Centros Urbanos com Alta Densidade de Carga e Restrições Urbanísticas. In: VI CITENEL - Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica, 2011, Fortaleza. VI CITENEL - Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica, 2011.

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; PELEGRINI, M. A. ; DUARTE, D. P. ; KOBAYASHI, G. M. T. . Viabilização da Implantação de Subestações em Locais com Restrições de Ocupação. In: XXI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, 2011, Florianópolis. XXI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, 2011.

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; GOUVÊA, M. R. ; GONÇALVES FILHO, Francisco André ; SIMÕES, Marcos Eduardo ; DOMINGUES FILHO, G. C. ; DUARTE, D. P. . Desenvolvimento e implantação de subestações na faixa de passagem de linhas 88(138) kV. In: XXI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, 2011, Florianópolis. XXI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, 2011.

  • ANTUNES, A. U. ; DUARTE, D. P. ; SILVEIRA, C. S. ; Oliveira C. C. B. ; KOEHLER, M. ; LANGE, F. L. . Metodologia de Localização de Defeitos Utilizando Cálculo de Curto-Circuito Considerando as Incertezas dos Parâmetros Envolvidos. In: SENDI 2010, 2010, São Paulo. Metodologia de Localização de Defeitos Utilizando Cálculo de Curto-Circuito Considerando as Incertezas dos Parâmetros Envolvidos, 2010.

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; DUARTE, D. P. ; GONÇALVES FILHO, Francisco André ; GOUVÊA, M. R. ; SIMÕES, Marcos Eduardo . Desenvolvimento e implantação de subestações na faixa de passagem de linhas 88(138) kV. In: CIDEL 2010 - Congreso Internacional de Distribución Eléctrica, 2010, Buenos Aires. CIDEL 2010 - Congreso Internacional de Distribución Eléctrica, 2010.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; DOMINGUES, Ivo Teixeira . Automation as resource for distribution system planning. In: XIX CIRED - Internacional Conference on electricity distribution, 2007, Viena. XIX CIRED - Internacional Conference on electricity distribution, 2007. v. 0640. p. 01-04.

  • DUARTE, D. P. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; UEHARA, Alden Antunes ; Oliveira C. C. B. ; GUARALDO, J. C. ; PIOLI, Dener ; QUEIROGA, Rodrigo . Avaliação de Desempenho e Possíveis Ajustes do Sistema de Proteção para Sistema Desequilibrado com Neutro Multi-Aterrado. In: IV CITENEL - Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica, 2007, Araxá. IV CITENEL - Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica, 2007.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; GONÇALVES FILHO, Francisco André ; SIMÕES, Marcos Eduardo ; LOPES, J. C. R. . Implementação de subestações na faixa de passagem de linhas de transmissão. In: IV Congresso de Inovação Tecnológica em energia Elétrica, 2007, Araxá - MG. IV Congresso de Inovação Tecnológica em energia Elétrica, 2007.

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; DOMINGUES, Ivo Teixeira ; GOUVÊA, M. R. ; DUARTE, D. P. . Melhoria da Qualidade pela Integração da Automação no Planejamento da Distribuição. In: VII CBQEE 2007 - CONFERÊNCIA BRASILEIRA SOBRE QUALIDADE DE ENERGIA ELÉTRICA, 2007, Santos. Melhoria da Qualidade pela Integração da Automação no Planejamento da Distribuição, 2007.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; LIMA, I. K. ; CAPARROZ, S. L. ; LOPES, J. C. R. ; GOULART, L. C. ; SUPRIZZI, A. . Aplicação de Subestações Distribuídas como Solução para Restrições Ambientais e Racionalização da Reserva de Capacidade. In: XVIII Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, 2005, Curitiba. XVIII Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, 2005. v. 03. p. 25-25.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; LOPES, J. C. R. ; CAPARROZ, S. L. ; LIMA, I. K. ; GOULART, L. C. ; SUPRIZZI, A. . Distributed Substation: An Innovative Solution of Low Impact. In: IEEE Transmission & Distribution Latin America, 2004, São Paulo, 2004.

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; KAGAN, N. ; LABRONICI, J. ; MAIA, F. C. ; GUIMARAES, D. S. ; BARRETO NETO, A. ; BONINI, A. ; CESAR, L. S. ; SILVA, J. F. R. . Brazilian Smart Grid Roadmap - An innovative methodology for proposition and evaluation of Smart Grid functionalities for highly heterogeneous distribution networks. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DUARTE, D. P. ; KAGAN, H. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; GOUVÊA, M. R. ; LABRONICI, J. ; MELLO, C. E. H. ; DOMINGUES, I. T. ; PENIN, C. A. S. ; PRADO, A. B. . Intelligent System to Management of Reclosers and Proposition of Maneuvers in Distribution Network. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DUARTE, D. P. . Redes Elétricas Inteligentes. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; DUARTE, D. P. ; KOBAYASHI, G. M. T. ; PELEGRINI, M. A. . Viabilização da Implantação de Subestações em Locais com Restrições de Ocupação. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CUNHA, Antônio Paulo da ; DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; PIERGALLINI, Ricardo . Diretrizes e Critérios de Planejamento para Expansão da Oferta em Centros Urbanos com Alta Densidade de Carga e Restrições Urbanísticas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ANTUNES, A. U. ; DUARTE, D. P. ; KOEHLER, M. ; Oliveira C. C. B. ; LANGE, F. L. . Metodologia de Localização de Defeitos Utilizando Cálculo de Curto-Circuito Considerando as Incertezas dos Parâmetros Envolvidos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; CUNHA, Antônio Paulo da ; DOMINGUES, Ivo Teixeira . Automation as resource for distribution system planning. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DUARTE, D. P. ; GOUVÊA, M. R. ; LIMA, I. K. ; CAPARROZ, S. L. ; LOPES, J. C. R. ; GOULART, L. C. ; SUPRIZZI, A. . Distributed Substation: An Innovative Solution of Low Impact. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

DUARTE, D. P. ; PELEGRINI, M. A. ; TAHAN, C. M. V. . Serviços Técnicos Especializados em Engenharia Elétrica sobre Indicadores de Continuidade no Fornecimento de Energia Elétrica. 2012.

DUARTE, D. P. . Curso de Especialização em Proteção de Sistemas Elétricos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

DUARTE, D. P. . Curso de Extensão em Automação e Smart Grid. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2018

    Sistema para identificação e previsão de violações de níveis de tensão em redes de distribuição (MT e BT), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Nelson Kagan em 20/09/2018., Descrição: O projeto tem por objetivo a estimação de indicadores de tensão em regime permanente (longa duração), baseados em metodologias de análise de redes elétricas de média e baixa tensão e em curvas de carga típicas de consumidores. Os indicadores a serem estimados são aqueles especificados pelo módulo 8 dos Procedimentos da Distribuição, cujos limites para os consumidores primários e secundários são especificados, permitindo desta forma o estabelecimento de riscos de violações de níveis de tensão ao longo da rede. Nesse projeto foram utilizadas ferramentas de econometria espacial e aprendizado de máquinas para melhorar a estimativa das simulações realizadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / Henrique Kagan - Integrante / Nelson Kagan - Coordenador / Mariana Fulan de Souza - Integrante / Karina Nascimento Teixeira - Integrante / Ivo Ordonha Cyrillo - Integrante / Marcelo da Mota Lopes - Integrante / Pedro Paulo Bezerra Machado - Integrante / Willian Ferreira Peixoto - Integrante / Renan Machado Sales - Integrante / Felipe Ribeiro Miranda - Integrante / Felipe Kenndy Matsuzaki - Integrante / Hector de Moura Luz - Integrante., Financiador(es): Eletrobras Distribuição Rondônia - Outra.

  • 2016 - 2018

    Desenvolvimento de Tecnologia Nacional para Redes Elétricas Inteligentes Módulo 2- Tecnologia da Informação, Descrição: Desenvolver metodologia e ferramenta que permita a co-simulação do desempenho da rede elétrica de distribuição integrada a redes de telecomunicações, em relação aos aspectos de confiabilidade e avalia de forma integrada por meio da ferramenta desenvolvida e estudos de caso o desempenho de funcionalidades de automação Avançada de distribuição e de tecnologias de telecomunicação considerando aspectos técnicos, econômicos e regulatórios.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / Daniela Vinci Kondo - Integrante / Henrique Kagan - Integrante / Mariana Fulan de Souza - Integrante / João Carlos Guaraldo - Integrante / Diogo Serra Baldissin - Integrante / Francisco Pereira Júnior - Integrante / Karina Nascimento Teixeira - Integrante / Ivo Ordonha Cyrillo - Integrante / Pedro Paulo Bezerra Machado - Integrante / Renan Machado Sales - Integrante / Ricardo Petta de Andrade - Integrante / Gabriel Albieri Quiroga - Integrante / Gustavo de Góis Himeno - Integrante / Fabio Sobottka Sarracini - Integrante / Lucas Izumi Ferraz Yamamoto - Integrante / Ana Gabriela Benitez - Integrante / Daniel Szente Fonseca - Integrante / Pedro França de Oliveira Caputo - Integrante., Financiador(es): Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - Outra.

  • 2014 - 2019

    Cabeça de Série e Lote Pioneiro de Medidores Eletrônicos Inteligentes e Conjuntos de Medição para Balanço de Energia, Projeto certificado pela empresa Eletropaulo Metropolitana em 27/05/2019., Descrição: O projeto tem os seguintes objetivos: - Industrializar e produzir Medidores Eletrônicos Inteligentes desenvolvidos e prototipados no "Projeto Estruturante de Redes Elétricas Inteligentes em Regiões Metropolitanas visando Desenvolvimento e Demonstração de Soluções Inovadores utilizando o conceito de Living Labs", através da realização das fases de inovação Cabeça de Série e Lote Pioneiro. - Industrializar na fase de Cabeça de Série e produzir Lote Pioneiro de Conjuntos de Medição visando Balanço de Energia para aplicação em estações transformadoras da AES Eletropaulo, visando a melhor identificação e consequente redução de perdas não-técnicas. - Desenvolver um modelo de "roadmap" para planejamento da expansão da solução de medição desenvolvida e produzida no projeto, na área de concessão da AES Eletropaulo, considerando as especificidades desta área (região metropolitana com alta densidade de clientes) a partir dos resultados de testes da solução em campo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Coordenador / Daniela Vinci Kondo - Integrante / Bruno Hideki Nakata - Integrante / Alberto Baldissin Neto - Integrante / Diogo Serra Baldissin - Integrante / Francisco Pereira Júnior - Integrante / Karina Nascimento Teixeira - Integrante / Ivo Ordonha Cyrillo - Integrante / Renan Machado Sales - Integrante / Felipe Ribeiro Miranda - Integrante / Ricardo Petta de Andrade - Integrante., Financiador(es): Eletropaulo Metropolitana - Outra.

  • 2014 - Atual

    Identificação e avaliação de perdas não-técnicas usando estimação de estados em redes MT e BT e técnicas de ?clusterização? com parâmetros exógenos, para a utilização no planejamento da expansão, Descrição: Metodologia automatizada em software de determinação da carga base para estudos de planejamento através da correta representação da demanda e da alocação das perdas não técnicas de forma setorizada na rede, utilizando balanço energético, conhecimento tácito e técnicas de estimação de estado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / Carlos Márcio Vieira Tahan - Integrante / Nelson Kagan - Integrante / Julio Labronici - Integrante / Mariana Fulan de Souza - Integrante / João Carlos Guaraldo - Integrante / Rubem Bastos Sanches de Brito - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Metodologia para Otimização Multicritério e Dinâmica de Sistemas Rurais de Distribuição, Considerando Investimentos em Novos Elementos de Redes Inteligentes sob Critérios Técnicos e Regulatórios, Descrição: Atualmente as empresas de distribuição têm se deparado com cenários técnicos e regulatórios que fazem com que busquem cada vez mais a eficientização do serviço, com infraestrutura adequada às novas demandas tecnológicas e de maneira que garanta a sua saúde financeira. Este panorama ganha aspectos particulares quando a área atendida envolve região rural, com sazonalidade anual relevante na demanda por energia. Dado o desafio, o presente projeto visa o desenvolvimento de metodologia para otimização do sistema elétrico de empresas de distribuição que atendam áreas rurais, considerando aspectos referentes a pontos ótimos de suprimento e topologia de alimentadores em face de recursos inovadores como funcionalidades avançadas de automação e possibilidade de integração de unidades de geração distribuída na rede. A metodologia deverá propor e avaliar alternativas considerando tanto aspectos técnicos (carregamento, tensão, perdas, indicadores de qualidade) como regulatórios (penalidades, contratos de suprimento etc.). A validação da metodologia será realizada através de estudos de caso em todas as cooperativas financiadoras do projeto a fim de garantir sua aplicabilidade a todas as realidades existentes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / José Carlos Guaraldo - Integrante / Carlos Márcio Vieira Tahan - Integrante / Daniela Vinci Kondo - Integrante / Henrique Kagan - Integrante / Mariana Fulan de Souza - Integrante.

  • 2013 - 2017

    Projeto Estruturante de Redes Inteligentes em Regiões Metropolitanas visando Desenvolvimento e Demonstração de soluções Inovadoras utilizando o conceito de living Labs, Descrição: Participação no Projeto de P&D (0390-1070/2012) - Projeto Estruturante de Redes Inteligentes em Regiões Metropolitanas visando Desenvolvimento e Demonstração de Soluções Inovadoras de Redes Inteligentes utilizando o conceito de Living Labs, nos anos de 2013 a 2017, atuando em atividades de Pesquisa & Desenvolvimento para os Blocos de Pesquisa Governança, Automação de Distribuição, Medição Inteligente, Telecomunicações, Interação com Clientes e Geração Distribuída.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Daniela Vinci Kondo - Integrante / Franz Henry Pereyra Zamora - Integrante / Henrique Kagan - Integrante / Nelson Kagan - Coordenador / Mariana Fulan de Souza - Integrante / João Carlos Guaraldo - Integrante / Bruno Hideki Nakata - Integrante / Alberto Baldissin Neto - Integrante / Diogo Serra Baldissin - Integrante / Francisco Pereira Júnior - Integrante / Karina Nascimento Teixeira - Integrante / Ewerton Guarnier - Integrante / Marcelo da Mota Lopes - Integrante / Willian Ferreira Peixoto - Integrante / Renato Grigoletto De Biase - Integrante / Gabriel Albieri Quiroga - Integrante / Carlos Frederico Meschini Almeida - Integrante / Fernanda Gabriela Borger - Integrante / Roberto Lopes Duarte - Integrante / Takao Jaime Kondo - Integrante / Marina Romano Victorino da Silva - Integrante / Leticia Bernadete Hatsuko Sugano - Integrante / Laiz de Carvalho Souto - Integrante / Wellington Ferreira de Sousa - Integrante / Gustavo Almeida Araujo - Integrante., Financiador(es): Eletropaulo Metropolitana - Remuneração.

  • 2013 - 2014

    Metodologias de Revisão Tarifária Periódica das Distribuidoras de Energia Elétrica: análises críticas e novas proposições ? Subprojeto Qualidade, Descrição: O escopo de trabalho contemplado por esta proposta se refere ao o tema ?Qualidade Técnica e Comercial? do ?Subprojeto 5: Modelos de Engenharia?, abrangendo os tópicos assim relacionados no termo de referência: ? ?A definição de qualidade setorial, reavaliando e repensando índices técnicos e comerciais de atendimento;? ? ?O diagnóstico da eficácia dos atuais instrumentos regulatórios, objetivando o mapeamento das possíveis abordagens alternativas?; ? ?Identificação de variáveis descritoras com relação causal com os índices de qualidade, de forma a construir um banco de dados aplicável ao problema da determinação de metas. Neste estudo, espera-se a correta determinação dos limites tecnológicos de confiabilidade e continuidade (DEC e FEC) para os padrões de rede: i) aéreo e ii) subterrâneo?; ? ?A reavaliação das relações qualidade x vida útil x custos operacionais x investimento.? ? ?A proposição de métodos referenciais para a determinação de metas de qualidade técnica e comercial, a partir de modelos expeditos de confiabilidade, teoria das filas, dentre outros.?. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / Carlos Márcio Vieira Tahan - Integrante / Henrique Kagan - Integrante / Nelson Kagan - Coordenador.

  • 2013 - Atual

    Sistema Inteligente de Apoio à Operação de Sistemas Subterrâneos Reticulados Utilizando Recursos Avançados de Automação da Distribuição, Descrição: As atuais redes de distribuição subterrânea brasileiras são, em sua maior parte, do tipo reticulado secundário, caracterizadas por uma capacidade de reserva que permita sua operação automática em caso de contingência. A observabilidade do reticulado se limita ao conhecimento do estado do disjuntor da SED (ligado/desligado) que protege os alimentadores principais. Recentemente foram introduzidas tecnologias para monitoramento das condições de câmaras transformadoras - como temperatura, intrusão ou estado do protetor de reticulado - que melhoram a capacidade de detecção remota de problemas, mas ainda não permitem a tomada de decisões operativas avançadas, sem o envio de equipes do campo. Os desafios técnicos do presente projeto envolvem, inicialmente, o aperfeiçoamento dos sensores para instalações submersíveis e autonomia para situações de contingências, além de inclusão de elementos de localização de defeitos direcionais. A partir dessa configuração de sensores, será desenvolvido produto invoador composto de sistema de gestão em tempo real para, a partir das informações monitoradas, gerar os conhecimentos necessários à garantia da redução do tempo de localização de faltas, simultaneamente com o gerenciamento da capacidade de condução em contingência, além de fundamentar políticas de manutenção focada na condição, produzindo medidas necessárias para reduzir o OPEX associado com as redes de distribuição subterrâneas e limitar ainda mais os desligamentos em caso de faltas. O produto final caracteriza-se por permitir o apoio à operação e manutenção em tempo real e a gestão remota da rede, com análise inteligente das grandezas medidas e tratamento centralizado para tomada de decisões.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / José Carlos Guaraldo - Integrante / Daniela Vinci Kondo - Integrante / Franz Henry Pereyra Zamora - Integrante / Bruno Hideki Nakata - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Método de dimensionamento de transformadores que atendem a prédios residenciais multi-familiares em RDA e RDS, Descrição: Desenvolvimento de programa computacional para a determinação da capacidade do transformador para fornecimento de energia a prédios residenciais multi-familiares. A metodologia a ser implementada prevê a análise de curvas de demanda, obtidas através de medições, para determinação de novos fatores de carga e demanda, a agregação de curvas de demanda baseada em consumos e curvas típicas de consumidores e o cálculo da demanda baseado na potência instalada e aplicação de fatores. O aplicativo permitirá, também, avaliar a entrada de micro-geração distribuída e seu impacto no gerenciamento do pico de demanda e otimização da capacidade do transformador.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante / Carlos Márcio Vieira Tahan - Coordenador.

  • 2012 - 2014

    Planejamento da Expansão de Sistemas de Distribuição Considerando Novos Elementos de Redes Inteligentes e Análise Regulatória Integrados em Ambiente Procedimental, Descrição: O presente projeto possui como objetivo principal a concepção e o desenvolvimento de um Ambiente de Planejamento integrado para a expansão do sistema de distribuição, contemplando gestão regulatória, procedimentos, ferramentas computacionais e demais recursos, de forma a integrar elementos de projeto e de operação. O Ambiente apresenta um caráter inovador na medida que propõe a integração de atividades e a presença de um Bloco Gestor , que monitora e supervisiona atividades e produtos críticos. Citado ambiente permite a avaliação de cada processo envolvido no planejamento do sistema, através da concepção de algoritmos apropriados e ferramentas para elaboração do Plano de Obras, do Plano de Investimentos e demais requisitos técnicos, econômicos e regulatórios referentes à expansão do sistema. Desses Processos resultam os Produtos necessários para o planejamento da expansão do sistema, inclusive os de exigidos pelo Órgão Regulador, além de outros correlatos. A especificação dos insumos, processos e produtos de cada Bloco que compõem o Ambinete de Planejamento, bem como o desenvolvimento de alguns módulos (softwares) e a utilização de ferramentas disponíveis no mercado, são objetos desta pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / Nelson Kagan - Coordenador.

  • 2012 - 2014

    Produção de Energia Elétrica a Partir de Energia Solar no Brasil - Oportunidades Tecnológicas e Aplicações, Descrição: O objetivo da presente pesquisa é prospectar, identificar e caracterizar soluções e correspondentes benefícios para o incremento da produção de geração de energia elétrica a partir de energia solar fotovoltaica, na matriz energética brasileira. O produto final do projeto proposto consiste em documento contendo "Diagnóstico e Diretrizes para Aplicação, Fabricação e Aspectos Regulatórios para a Produção de Energia Elétrica a partir de Energia Solar no Brasil". , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante.

  • 2012 - 2012

    Alternativas para viabilização da implementação de redes subterrâneas no Brasil, Descrição: O objetivo principal do projeto de pesquisa consiste na viabilização do enterramento de redes aéreas considerando aspectos técnicos, regulatórios, econômico-financeiro bem como o apelo da sociedade por uma melhoria na qualidade de fornecimento de energia.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Coordenador / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante.

  • 2011 - 2014

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Coordenador / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante / Franz Henry Pereyra Zamora - Integrante / João Carlos Guaraldo - Integrante / Karina Nascimento Teixeira - Integrante / Ewerton Guarnier - Integrante / João Carlos Martins de Carvalho - Integrante / Ricardo Petta de Andrade - Integrante / Renato Grigoletto De Biase - Integrante., Financiador(es): LIGHT Serviços de Eletricidade - Outra.

  • 2011 - 2013

    Avaliação dos possíveis cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos elétricos nos sistemas de distribuição da Bandeirante e da Escelsa, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): EDP - Energias do Brasil - Remuneração.

  • 2011 - 2012

    Projeto Estratégico Abradee / Aptel - Pesquisa e Desenvolvimento Sobre Redes Elétricas Inteligentes - Bloco de Pesquisa 03 ? Automação da Distribuição, Descrição: O presente projeto tem como objetivo a elaboração do Plano Brasileiro de Redes Inteligentes no que se refere à Automação da Distribuição, envolvendo as seguitnes atividades: - Estado atual de implantação da automação no segmento de distribuição de energia elétrica, frente às diferentes realidades das distribuidoras e por meio das seguintes tarefas. - Estabelecimento, dentro da visão da Rede Inteligente, um conjunto de funcionalidades, básicas e avançadas, contempladas em horizontes de tempo diferenciados, de acordo com cenários e tendências, visando a garantir a otimização dos investimentos e a agregação de valor à cadeia de geração ? transmissão ? distribuição ? consumo - Avaliação, sob a ótica do Smart Grid, da necessidade e da oportunidade de aperfeiçoamento ou alteração dos atuais sistemas de informações das distribuidoras, bem como a implementação de novos sistemas e a integração de informações entre eles. - Proposição de conjunto de alternativas em infra-estrutura de comunicação de dados, considerando cenários de curto, médio e longo prazos, para a automação da distribuição. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador.

  • 2010 - 2013

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Coordenador / Ermínio César Belvedere - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Coordenador / Henrique Kagan - Integrante., Financiador(es): AES Eletropaulo - Remuneração.

  • 2009 - 2012

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: Desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Uehara Antunes - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Coordenador.

  • 2009 - 2011

    Viabilização da Implantação de Subestações em Locais com Restrições de Ocupação, Descrição: O projeto tem como objetivo propor e desenvolver soluções para implementação de subestações 69kV ou 138kV com tempo de construção reduzido e necessidades mínimas de terreno. O estabelecimento de critérios para integração entre subestações pela rede de distribuição primária, utilizando recursos da automação e o desenvolvimento de critérios para análise de custo-benefício das alternativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Alternativas tecnológicas para a disponibilização de blocos de potência em locais congestionados, Descrição: Este projeto tem como objetivos a proposição e avaliação de novas alternativas tecnológicas para o atendimento de áreas com alta carga e dificuldade de acesso por obras tradicionais. Assim são estudadas neste projeto alternativas de compartilhamento com obras públicas, o aumento de fontes disponíveis, estruturas de distribuição conjuntas com transmissão, recursos de automação para contingência e otimização no atendimento de potências intermediárias.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador.

  • 2009 - 2010

    Diretrizes e Critérios de Planejamento para Expansão da Oferta em Centros Urbanos com Alta Densidade de Carga e Restrições Urbanísticas, Descrição: Desenvolver metodologia para estabelecer diretrizes básicas de planejamento da expansão da oferta de energia elétrica a centros urbanos com alta densidade de carga, que apresentam restrições na instalação de novas linhas e de subestações de energia, seja por razões ambientais, seja pela indisponibilidade de terrenos imposta pela dinâmica urbana. O projeto estuda modelos de melhor utilização dos ativos existentes, melhoria dos ativos, monitoração e desenvolvimento de índices de fator de utilização adequados, bem como novas tecnologias voltadas para o problema de grandes demandas em gargalos do sistema.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante.

  • 2007 - 2008

    Avaliação dos Critérios de Sensibilidade dos Equipamentos de Proteção da Distribuição, Descrição: Desenvolver pesquisa para reavaliar os métodos de cálculo das correntes de curto-circuito em redes de distribuição primária, considerando incertezas nos principais parâmetros de cálculo: potências de curto-circuito, impedâncias de linhas e impedâncias de defeito. A partir destes estudos, serão propostos novos critérios e reavaliados os coeficientes de segurança normalmente utilizados nestes cálculos e nos estudos de coordenção da proteção, o que caracteriza o avanço científico decorrente da execução deste projeto. Os modelos teóricos serão ajustados a partir do acompanhamento do desempenho do sistema de proteção de uma área piloto, com a análise dos registros oscilográficos dos eventos ocorridos na rede.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Alden Antunes Uehara - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2011 - 2013

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante., Financiador(es): CEMIG Distribuidora - Outra / Light - Outra.

  • 2011 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2011 - 2012

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2010 - 2011

    Técnicas e Equipamentos para Reconfiguração Emergencial Otimizada de Redes Primárias de Distribuição, Descrição: O objetivo principal deste projeto consiste em conceber metodologia científica que visa: (i) Priorizar os alimentadores primários mais críticos em termos dos respectivos indicadores de continuidade de modo a elencar os circuitos mais indicados para estudo de instalação de chaves telecomandadas; (ii) Otimizar a instalação de chaves telecomandadas nos alimentadores de distribuição priorizados em termos da quantidade, tipo (seccionamento ou manobra) e pontos mais apropriados. Além disso, constitui-se em objetivo do projeto o desenvolvimento de software de automação das concepções metodológicas especificadas, bem como o estudo das tecnologias de comunicação mais apropriadas para viabilizar o telecomando das chaves remotamente a partir de uma central.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: O presente projeto tem como objetivo desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação e Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento Indicativo da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado na Análise Espacial do Comportamento da Carga, Descrição: O principal objetivo do projeto é desenvolver um modelo de planejamento estratégico fundamentado em análises espaciais da projeção da carga numa determinada área em estudo. Deseja-se que o modelo espacial se fundamente em análises de quadrículas com dimensões pré-definidas (por exemplo, 500 x 500 m; 1000 x 1000 m) nas quais sejam viáveis a implementação de mapas temáticos que espelhem diferentes condições de densidade de carga elétrica. Entretanto, deseja-se introduzir conceitos novos e inovadores que se constituam em instrumentos efetivos de apoio à análise de planejamentos estratégicos, como vetores de migração espacial da carga, pólos de atração da demanda; identificação de áreas ociosas atendidas pelo sistema de distribuição, entre outros. Além disso, será estudada a correlação destes novos conceitos a variáveis não elétricas como crescimento demográfico, industrial, sazonalidade comercial e outros, sempre relativos à análise da carga por uso final, ou seja, por classe de consumo (residencial, comercial, industrial, rural, outros), por nível de tensão (baixa e média tensão) e por uso do solo. Esses tópicos viabilizarão a especificação de um modelo de planejamento estratégico que forneça como principais resultados: - Indicação cronológica da data de inserção de novas obras no sistema de distribuição; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações de gerenciamento pelo lado da demanda e/ou gerenciamento pelo lado da oferta; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações indutivas. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2006 - 2008

    Automação como Recurso de Planejamento para Alocação da Reserva de Capacidade para Contingências, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica, sobretudo em centros urbanos de alta densidade de carga, envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, dispõe de capacidade de reserva para atender a demanda através dos alimentadores (rede primária) projetados para operar em condição normal e de primeira contingência. A construção dessas subestações, no padrão usual, envolve grande investimento em equipamentos, sendo que parte de sua capacidade é dedicada à reserva requerendo um grande espaço físico, o que torna-se crítico em áreas com alta taxa de ocupação do solo e com restrições urbanas. Por outro lado, os conceitos utilizados usualmente em planejamento de redes e distribuição são fundamentados no critério N-1, onde o sistema deve ser capaz de atender a carga quando um de seus componentes está fora de serviço. Isso conduz a baixos fatores de utilização das instalações com os consequentes investimentos em expansão onerando a concessionária e produzindo reflexos negativos na tarifa. A aplicação da automação considerando os procedimentos convencionais utilizados em planejamento e projetos de subestações e de redes, bem como as práticas operativas em redes não automatizadas sub-utilizam as vantagens que a automação pode oferecer, desperdiçam reserva de capacidade e ainda, podem complicar a especificação do sistema de automação. Este projeto de pesquisa propõe novos conceitos de planejamento e projeto, que de um lado consideram os recursos que a automação pode oferecer e de outro minimiza a reserva instalada em estruturas do sistema, quer seja capacidade transformadora das subestações quer seja alimentadores. Esses conceitos de planejamento e projeto devem orientar a especificação e a aplicação da automação, uma vez que a presença desse recurso introduz novas facilidades, recomendando a utilização de novas técnicas e procedimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Edson da Silva Santos - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de desempenho e possíveis ajustes do sistema de proteção para sistema desequilibrado com neutro multi-aterrado, Descrição: A proteção contra sobrecorrentes no sistema de distribuição de energia elétrica tem dois grandes compromissos: segurança de pessoas e equipamentos e garantia da continuidade de fornecimento da energia elétrica. As características do sistema de distribuição da Eletropaulo, com a utilização de transformadores monofásicos e em ligação delta aberto, resultam na circulação de correntes de neutro que podem assumir valores elevados, dificultando sobremaneira a definição dos ajustes e calibrações dos dispositivos de proteção de neutro dos alimentadores primários. Este fato se agrava com as incertezas existentes em relação aos possíveis valores de impedância de defeito e das correntes transitórias de inrush. O desconhecimento dos possíveis valores de impedância de defeito para defeitos que envolvam a terra torna os cálculos de correntes de curto-circuito muito imprecisos, comprometendo os estudos de coordenação da proteção, podendo mesmo levar à completa inexistência de proteção contra defeitos que envolvam a terra. Nos cálculos de correntes de curto-circuito fase-terra, usualmente assume-se um valor para a resistência de defeito (em geral de 20 a 40 ohms), que é determinante para o estabelecimento das correntes mínimas que devem sensibilizar os dispositivos de proteção de neutro (religadores e relés de sobre-corrente). Não existem estudos publicados que justifiquem a adoção de tais valores de impedância, e algumas verificações práticas indicam a ocorrência de valores muito superiores. As correntes de inrush, por sua vez, são decorrentes de transitório eletromagnético de energização de transformadores. Embora de curta duração (da ordem de 100 ms), podem atingir valores muito elevados, podendo ocasionar atuação indevida de dispositivos de proteção contra sobre-correntes e, conseqüentemente, desligamentos indesejados da rede. O cálculo de sua intensidade é muito complexo, pois é função de diversos parâmetros, como o magnetismo residual dos transformadores no i. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Alden Antunes Uehara - Coordenador / Dener Pioli - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de metodologia de implementação de subestações na faixa de passagem de LT`s, Descrição: Constantemente observa-se, em grandes centros urbanos, a penetração de linhas de transmissão que abastecem os mesmos. Estas linhas exigem a demarcação de uma faixa de passagem sob as mesmas, sendo estes terrenos desapropriados por razões de segurança. Atualmente, devido ao aumento da densidade populacional nos grandes centros urbanos, terrenos para implementação de subestações de energia elétrica estão cada vez mais difíceis de serem conseguidos. Quando encontrados, os terrenos, muitas vezes, possuem tamanho reduzido, não comportando a implementação de subestações convencionais. Desta maneira, o desenvolvimento de subestações compactadas se faz necessário visando uma menor área de implantação requerida. As áreas constantes nas faixas de passagem das linhas de transmissão, que são desapropriadas, surgem como boas soluções para locação destas subestações. Contudo, estudos são necessários para análise dos riscos existente e proteções necessárias para a implementação de empreendimentos desta natureza. O referido projeto tem como motivação realizar e apresentar os resultados para aplicação desta alternativa. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Francisco André Gonçalves Filho - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e aplicação de soluções operativas e de transformação de potência para mini-subestações confinadas distribuídas, Descrição: A construção de subestações convencionais em regiões urbanas densamente povoadas, urbanização consolidada e com forte restrição ambiental e de disponibilidade de terrenos é um problema que demanda novos padrões e alternativas de solução que minimizem os impactos sociais e reduzam os custos e prazos de implementação para a concessionária. A pesquisa proposta prevê o desenvolvimento de novas topologias e tecnologias de transformação de potência em áreas, com essas características, onde a restrição para construção de novas subestações é muito severa. O problema formulado é a expansão de capacidade transformadora de 34,5/13,8 kV, em módulos de oferta de cerca de 25 MVA, em regiões preferencialmente com tensão não-padronizada. A solução convencional seria a implantação de uma subestação de 2 x 20 MVA, em 34,5/13,8 kV que ofereceria uma potência firme de 24 MVA, de alto custo, considerando que subestações em áreas dessa natureza devem ser abrigadas, terem projetos arquitetônicos diferenciados, contarem com proteção ambiental contra ruído e campos eletromagnéticos, e ainda disporem de entradas subterrâneas de AT e de tensão primária. Por outro lado, as áreas objeto do estudo têm disponibilidade de várias câmaras transformadoras subterrâneas, ativas e inativas, localizadas em praças, que poderiam ter sua utilização redirecionada para sua transformação em mini-subestações subterrâneas, através da instalação de transformadores de maior potência, especialmente desenvolvidos para trabalho em locais confinados (submersíveis), em conjunto com equipamentos de manobra, proteção e controle especialmente adaptados para o conjunto. A utilização das câmaras transformadoras como mini-subestações subterrâneas será possível através da concepção de uma topologia de operação que coordene as funções das câmaras em situações de contingência. Prevê-se, para aplicação na pesquisa, o estudo para transformação de 4 câmaras existentes, das cerca de 15 disponíveis na região. Em ca. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Nilce Gushikem - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e otimização de padrões de conexão em baixa e média tensões, Descrição: A aplicação dos procedimentos usuais no dimensionamento dos materiais e equipamentos dedicados ao suprimento de consumidores específicos tem causado preocupantes níveis de superdimensionamento e ociosidade nessas instalações. A otimização dessas especificações, através da consideração de critérios de cálculo da demanda baseados em registros históricos de requisitos de carga previstos e realizados, certamente recomendará a procura de soluções mais econômicas, bem como a adoção de nova metodologia para cálculo da demanda de uma nova instalação consumidora. O advento da universalização e a nova resolução da ANEEL sobre a permissão de instalar medidores fora das instalações consumidoras também criam novas oportunidades para busca de soluções de conexão que sejam mais econômicas para a empresa, visto que ela passa a arcar com a maior parte do custo da instalação, e atraentes para o consumidor. Entre as possibilidades, está o uso de instalações de transformação de consumidores, já existentes e em muitos casos superdimensionadas, como parte integrante do sistema de distribuição, possibilitando o atendimento de consumidores próximos em tensão secundária usando preferencialmente sistemas subterrâneos ou mistos aéreo/subterrâneo. Novas aplicações de dispositivos existentes também devem ser testadas para verificar a necessidade de adaptações e/ou novos desenvolvimentos, visando a possibilidade de padronização na empresa. Nesse ponto, a interação com fabricantes é desejável e prevista no decorrer do projeto. O projeto prevê a instalação de algumas alternativas piloto , cujos custos estimados de implementação fazem parte do projeto. O resultado final a ser buscado é a formação de um portfólio de padrões de conexão, postos à disposição da empresa e dos consumidores, que sejam possíveis de se adequar às várias situações existentes. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Simulador de desempenho termodinâmico de transformadores, Descrição: Em toda área de concessão da Eletropaulo temos atualmente instaladas aproximadamente 3700 câmaras transformadoras. Em algumas áreas, como por exemplo todo o Centro Velho de São Paulo, são atendidas por redes de distribuição subterrânea. Os custos envolvidos na manutenção e expansão desses sistemas é bastante elevado não só pelas estruturas e obras civis necessárias, mas também porque abrigam uma rede elétrica com componentes de alto custo, como transformadores submersíveis, cabos e dispositivos protetores contra a presença de fluxo inverso de potência. Por ano são instaladas aproximadamente 30 câmaras, entre radiais e do sistema "network", com um custo médio de R$200.000,00/câmara. Com essas cifras, temos um gasto anual de aproximadamente R$6MM/ano na instalação dessas câmaras. Há também uma grande expectativa de crescimento de carga das regiões com redes subterrâneas da Eletropaulo motivada pela revitalização do centro velho e imposições urbanísticas, exigindo a utilização mais intensiva das instalações existentes e requerendo, inclusive, a expansão das atuais redes subterrâneas. Existe também uma expectativa de crescimento econômico do país, decorrendo também maior consumo de energia elétrica. Assim uma utillização mais eficiente dessas instalações se faz necessária, visando a otimização do custo do MWh atendido por real investido, apresentando retornos compensadores quando se aumenta a capacidade da rede melhorando o desempenho dos transformadores e cabos. Este projeto de pesquisa, incluindo software e experimento em campo com protótipo, tem o objetivo de otimizar o fator de utilização das redes subterrâneas e se propõe desenvolver de um ambiente de simulação que permite ao usuário analise de diversos condicionantes que determinam o carregamento máximo de uma câmara transformadora tais como: - dimensões internas; - condições termodinâmicas de operação; - tipos e condições de resfriamento natural e forçado; - material de construção da câmara e. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Subestação Compacta Distribuída, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, agregam uma grande capacidade que é distribuída através dos alimentadores (rede primária). A construção dessas subestações, no padrão atual, envolve grandes investimentos em equipamentos e demandam uma quantidade de espaço físico que torna-se crítica em áreas com alta densidade populacional. Além disso, em áreas periféricas de grandes cidades, de crescimento acelerado e desordenado, mas que não demandam grande potência instalada, torna-se necessário a pesquisa e implantação de soluções de baixo custo adequadas a este ambiente. O projeto proposto visa pesquisar a adoção de subestações compactas que possam, através da locação da capacidade transformadora de forma pulverizada ao longo da rede primária de 34,5 kV, minimizar as restrições de custo e espaço físico existentes. A rede de 34,5 kV é escolhida por constituir um padrão disponível em determinadas áreas da empresa e que é subutilizada como meio transmissor de energia. A aplicação de equipamentos com simplificações em sua especificação, bem como novos usos de equipamentos existentes e o desenvolvimento de equipamentos tradicionais com características diferenciadas devem constituir parte importante dos estudos para a definição do padrão da subestação. Nesse sentido, a interação com fabricantes de equipamentos é também desejável e importante para o desenvolvimento da pesquisa. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Ivo Kleber de Lima - Integrante / Luiz Carlos Goulart - Integrante / Alexandre Suprizzi - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Desenvolvimento de soluções tecnológicas para viabilização da implantação de redes subterrâneas em áreas urbanas densamente ocupadas, Descrição: Na região urbana da cidade de São Paulo e de outras metrópoles brasileiras, há centros comerciais com densidade de cargas media e alta, que se caracterizam por serem locais confinados, pela inexistência de espaços na superfície (áreas totalmente ocupadas, calçadas estreitas, inexistências de praças, etc), por subsolos congestionados e por demora ou problemas de licenciamento do uso do solo. Nestas condições o atendimento por rede aérea vai deixando de ser uma alternativa técnica adequada, bem como deixando de atender aos anseios da população. De forma a solucionar esse problema, estão surgindo proposições de legislações com obrigatoriedade do emprego de redes subterrâneas, acrescenta-se ainda, o estabelecimento, pelos órgãos municipais, do conceito de galerias técnicas subterrâneas e a cobrança do uso do solo que estão sendo estudadas. As concessionárias necessitam, portanto, desenvolver novas ferramentas para fazer frente a esta realidade. Para que a Eletropaulo possa enfrentar adequadamente estes desafios, torna-se necessário desenvolver um padrão econômico, compatível com essa realidade e que apresentem custos que viabilizem sua implantação gradativa, que não é o caso dos padrões atuais da Eletropaulo que consideram sistemas reticulados, de altos custos, em pedestal ou quiosques, devido à inexistência de espaço para instalação. No entanto para a viabilidade deste novo padrão há necessidade dos seguintes desenvolvimentos: - Obra civil - estudar formas de perfuração do solo com o uso de métodos indestrutíveis para a instalação de dutos de passagem, ou para instalação dos cabos diretamente enterrados ou ainda para construção de galerias menores e mais resistentes que possam acondicionar os cabos de forma segura; - Cabos e acessórios - elaborar estudos visando a definição dos cabos de alta e baixa tensão e acessórios a serem utilizados, como por exemplo: instalação trenchless sem duto com cabo Air Bag, para BT e MT; cabo. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Walter Pinheiro - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2011 - 2013

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante., Financiador(es): CEMIG Distribuidora - Outra / Light - Outra.

  • 2011 - 2012

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2011 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2010 - 2011

    Técnicas e Equipamentos para Reconfiguração Emergencial Otimizada de Redes Primárias de Distribuição, Descrição: O objetivo principal deste projeto consiste em conceber metodologia científica que visa: (i) Priorizar os alimentadores primários mais críticos em termos dos respectivos indicadores de continuidade de modo a elencar os circuitos mais indicados para estudo de instalação de chaves telecomandadas; (ii) Otimizar a instalação de chaves telecomandadas nos alimentadores de distribuição priorizados em termos da quantidade, tipo (seccionamento ou manobra) e pontos mais apropriados. Além disso, constitui-se em objetivo do projeto o desenvolvimento de software de automação das concepções metodológicas especificadas, bem como o estudo das tecnologias de comunicação mais apropriadas para viabilizar o telecomando das chaves remotamente a partir de uma central.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação e Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento Indicativo da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado na Análise Espacial do Comportamento da Carga, Descrição: O principal objetivo do projeto é desenvolver um modelo de planejamento estratégico fundamentado em análises espaciais da projeção da carga numa determinada área em estudo. Deseja-se que o modelo espacial se fundamente em análises de quadrículas com dimensões pré-definidas (por exemplo, 500 x 500 m; 1000 x 1000 m) nas quais sejam viáveis a implementação de mapas temáticos que espelhem diferentes condições de densidade de carga elétrica. Entretanto, deseja-se introduzir conceitos novos e inovadores que se constituam em instrumentos efetivos de apoio à análise de planejamentos estratégicos, como vetores de migração espacial da carga, pólos de atração da demanda; identificação de áreas ociosas atendidas pelo sistema de distribuição, entre outros. Além disso, será estudada a correlação destes novos conceitos a variáveis não elétricas como crescimento demográfico, industrial, sazonalidade comercial e outros, sempre relativos à análise da carga por uso final, ou seja, por classe de consumo (residencial, comercial, industrial, rural, outros), por nível de tensão (baixa e média tensão) e por uso do solo. Esses tópicos viabilizarão a especificação de um modelo de planejamento estratégico que forneça como principais resultados: - Indicação cronológica da data de inserção de novas obras no sistema de distribuição; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações de gerenciamento pelo lado da demanda e/ou gerenciamento pelo lado da oferta; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações indutivas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: O presente projeto tem como objetivo desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2006 - 2008

    Automação como Recurso de Planejamento para Alocação da Reserva de Capacidade para Contingências, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica, sobretudo em centros urbanos de alta densidade de carga, envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, dispõe de capacidade de reserva para atender a demanda através dos alimentadores (rede primária) projetados para operar em condição normal e de primeira contingência. A construção dessas subestações, no padrão usual, envolve grande investimento em equipamentos, sendo que parte de sua capacidade é dedicada à reserva requerendo um grande espaço físico, o que torna-se crítico em áreas com alta taxa de ocupação do solo e com restrições urbanas. Por outro lado, os conceitos utilizados usualmente em planejamento de redes e distribuição são fundamentados no critério N-1, onde o sistema deve ser capaz de atender a carga quando um de seus componentes está fora de serviço. Isso conduz a baixos fatores de utilização das instalações com os consequentes investimentos em expansão onerando a concessionária e produzindo reflexos negativos na tarifa. A aplicação da automação considerando os procedimentos convencionais utilizados em planejamento e projetos de subestações e de redes, bem como as práticas operativas em redes não automatizadas sub-utilizam as vantagens que a automação pode oferecer, desperdiçam reserva de capacidade e ainda, podem complicar a especificação do sistema de automação. Este projeto de pesquisa propõe novos conceitos de planejamento e projeto, que de um lado consideram os recursos que a automação pode oferecer e de outro minimiza a reserva instalada em estruturas do sistema, quer seja capacidade transformadora das subestações quer seja alimentadores. Esses conceitos de planejamento e projeto devem orientar a especificação e a aplicação da automação, uma vez que a presença desse recurso introduz novas facilidades, recomendando a utilização de novas técnicas e procedimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Edson da Silva Santos - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de metodologia de implementação de subestações na faixa de passagem de LT`s, Descrição: Constantemente observa-se, em grandes centros urbanos, a penetração de linhas de transmissão que abastecem os mesmos. Estas linhas exigem a demarcação de uma faixa de passagem sob as mesmas, sendo estes terrenos desapropriados por razões de segurança. Atualmente, devido ao aumento da densidade populacional nos grandes centros urbanos, terrenos para implementação de subestações de energia elétrica estão cada vez mais difíceis de serem conseguidos. Quando encontrados, os terrenos, muitas vezes, possuem tamanho reduzido, não comportando a implementação de subestações convencionais. Desta maneira, o desenvolvimento de subestações compactadas se faz necessário visando uma menor área de implantação requerida. As áreas constantes nas faixas de passagem das linhas de transmissão, que são desapropriadas, surgem como boas soluções para locação destas subestações. Contudo, estudos são necessários para análise dos riscos existente e proteções necessárias para a implementação de empreendimentos desta natureza. O referido projeto tem como motivação realizar e apresentar os resultados para aplicação desta alternativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Francisco André Gonçalves Filho - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Simulador de desempenho termodinâmico de transformadores, Descrição: Em toda área de concessão da Eletropaulo temos atualmente instaladas aproximadamente 3700 câmaras transformadoras. Em algumas áreas, como por exemplo todo o Centro Velho de São Paulo, são atendidas por redes de distribuição subterrânea. Os custos envolvidos na manutenção e expansão desses sistemas é bastante elevado não só pelas estruturas e obras civis necessárias, mas também porque abrigam uma rede elétrica com componentes de alto custo, como transformadores submersíveis, cabos e dispositivos protetores contra a presença de fluxo inverso de potência. Por ano são instaladas aproximadamente 30 câmaras, entre radiais e do sistema "network", com um custo médio de R$200.000,00/câmara. Com essas cifras, temos um gasto anual de aproximadamente R$6MM/ano na instalação dessas câmaras. Há também uma grande expectativa de crescimento de carga das regiões com redes subterrâneas da Eletropaulo motivada pela revitalização do centro velho e imposições urbanísticas, exigindo a utilização mais intensiva das instalações existentes e requerendo, inclusive, a expansão das atuais redes subterrâneas. Existe também uma expectativa de crescimento econômico do país, decorrendo também maior consumo de energia elétrica. Assim uma utillização mais eficiente dessas instalações se faz necessária, visando a otimização do custo do MWh atendido por real investido, apresentando retornos compensadores quando se aumenta a capacidade da rede melhorando o desempenho dos transformadores e cabos. Este projeto de pesquisa, incluindo software e experimento em campo com protótipo, tem o objetivo de otimizar o fator de utilização das redes subterrâneas e se propõe desenvolver de um ambiente de simulação que permite ao usuário analise de diversos condicionantes que determinam o carregamento máximo de uma câmara transformadora tais como: - dimensões internas; - condições termodinâmicas de operação; - tipos e condições de resfriamento natural e forçado; - material de construção da câmara e. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e otimização de padrões de conexão em baixa e média tensões, Descrição: A aplicação dos procedimentos usuais no dimensionamento dos materiais e equipamentos dedicados ao suprimento de consumidores específicos tem causado preocupantes níveis de superdimensionamento e ociosidade nessas instalações. A otimização dessas especificações, através da consideração de critérios de cálculo da demanda baseados em registros históricos de requisitos de carga previstos e realizados, certamente recomendará a procura de soluções mais econômicas, bem como a adoção de nova metodologia para cálculo da demanda de uma nova instalação consumidora. O advento da universalização e a nova resolução da ANEEL sobre a permissão de instalar medidores fora das instalações consumidoras também criam novas oportunidades para busca de soluções de conexão que sejam mais econômicas para a empresa, visto que ela passa a arcar com a maior parte do custo da instalação, e atraentes para o consumidor. Entre as possibilidades, está o uso de instalações de transformação de consumidores, já existentes e em muitos casos superdimensionadas, como parte integrante do sistema de distribuição, possibilitando o atendimento de consumidores próximos em tensão secundária usando preferencialmente sistemas subterrâneos ou mistos aéreo/subterrâneo. Novas aplicações de dispositivos existentes também devem ser testadas para verificar a necessidade de adaptações e/ou novos desenvolvimentos, visando a possibilidade de padronização na empresa. Nesse ponto, a interação com fabricantes é desejável e prevista no decorrer do projeto. O projeto prevê a instalação de algumas alternativas piloto , cujos custos estimados de implementação fazem parte do projeto. O resultado final a ser buscado é a formação de um portfólio de padrões de conexão, postos à disposição da empresa e dos consumidores, que sejam possíveis de se adequar às várias situações existentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de desempenho e possíveis ajustes do sistema de proteção para sistema desequilibrado com neutro multi-aterrado, Descrição: A proteção contra sobrecorrentes no sistema de distribuição de energia elétrica tem dois grandes compromissos: segurança de pessoas e equipamentos e garantia da continuidade de fornecimento da energia elétrica. As características do sistema de distribuição da Eletropaulo, com a utilização de transformadores monofásicos e em ligação delta aberto, resultam na circulação de correntes de neutro que podem assumir valores elevados, dificultando sobremaneira a definição dos ajustes e calibrações dos dispositivos de proteção de neutro dos alimentadores primários. Este fato se agrava com as incertezas existentes em relação aos possíveis valores de impedância de defeito e das correntes transitórias de inrush. O desconhecimento dos possíveis valores de impedância de defeito para defeitos que envolvam a terra torna os cálculos de correntes de curto-circuito muito imprecisos, comprometendo os estudos de coordenação da proteção, podendo mesmo levar à completa inexistência de proteção contra defeitos que envolvam a terra. Nos cálculos de correntes de curto-circuito fase-terra, usualmente assume-se um valor para a resistência de defeito (em geral de 20 a 40 ohms), que é determinante para o estabelecimento das correntes mínimas que devem sensibilizar os dispositivos de proteção de neutro (religadores e relés de sobre-corrente). Não existem estudos publicados que justifiquem a adoção de tais valores de impedância, e algumas verificações práticas indicam a ocorrência de valores muito superiores. As correntes de inrush, por sua vez, são decorrentes de transitório eletromagnético de energização de transformadores. Embora de curta duração (da ordem de 100 ms), podem atingir valores muito elevados, podendo ocasionar atuação indevida de dispositivos de proteção contra sobre-correntes e, conseqüentemente, desligamentos indesejados da rede. O cálculo de sua intensidade é muito complexo, pois é função de diversos parâmetros, como o magnetismo residual dos transformadores no i. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Alden Antunes Uehara - Coordenador / Dener Pioli - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e aplicação de soluções operativas e de transformação de potência para mini-subestações confinadas distribuídas, Descrição: A construção de subestações convencionais em regiões urbanas densamente povoadas, urbanização consolidada e com forte restrição ambiental e de disponibilidade de terrenos é um problema que demanda novos padrões e alternativas de solução que minimizem os impactos sociais e reduzam os custos e prazos de implementação para a concessionária. A pesquisa proposta prevê o desenvolvimento de novas topologias e tecnologias de transformação de potência em áreas, com essas características, onde a restrição para construção de novas subestações é muito severa. O problema formulado é a expansão de capacidade transformadora de 34,5/13,8 kV, em módulos de oferta de cerca de 25 MVA, em regiões preferencialmente com tensão não-padronizada. A solução convencional seria a implantação de uma subestação de 2 x 20 MVA, em 34,5/13,8 kV que ofereceria uma potência firme de 24 MVA, de alto custo, considerando que subestações em áreas dessa natureza devem ser abrigadas, terem projetos arquitetônicos diferenciados, contarem com proteção ambiental contra ruído e campos eletromagnéticos, e ainda disporem de entradas subterrâneas de AT e de tensão primária. Por outro lado, as áreas objeto do estudo têm disponibilidade de várias câmaras transformadoras subterrâneas, ativas e inativas, localizadas em praças, que poderiam ter sua utilização redirecionada para sua transformação em mini-subestações subterrâneas, através da instalação de transformadores de maior potência, especialmente desenvolvidos para trabalho em locais confinados (submersíveis), em conjunto com equipamentos de manobra, proteção e controle especialmente adaptados para o conjunto. A utilização das câmaras transformadoras como mini-subestações subterrâneas será possível através da concepção de uma topologia de operação que coordene as funções das câmaras em situações de contingência. Prevê-se, para aplicação na pesquisa, o estudo para transformação de 4 câmaras existentes, das cerca de 15 disponíveis na região. Em ca. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Nilce Gushikem - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Desenvolvimento de soluções tecnológicas para viabilização da implantação de redes subterrâneas em áreas urbanas densamente ocupadas, Descrição: Na região urbana da cidade de São Paulo e de outras metrópoles brasileiras, há centros comerciais com densidade de cargas media e alta, que se caracterizam por serem locais confinados, pela inexistência de espaços na superfície (áreas totalmente ocupadas, calçadas estreitas, inexistências de praças, etc), por subsolos congestionados e por demora ou problemas de licenciamento do uso do solo. Nestas condições o atendimento por rede aérea vai deixando de ser uma alternativa técnica adequada, bem como deixando de atender aos anseios da população. De forma a solucionar esse problema, estão surgindo proposições de legislações com obrigatoriedade do emprego de redes subterrâneas, acrescenta-se ainda, o estabelecimento, pelos órgãos municipais, do conceito de galerias técnicas subterrâneas e a cobrança do uso do solo que estão sendo estudadas. As concessionárias necessitam, portanto, desenvolver novas ferramentas para fazer frente a esta realidade. Para que a Eletropaulo possa enfrentar adequadamente estes desafios, torna-se necessário desenvolver um padrão econômico, compatível com essa realidade e que apresentem custos que viabilizem sua implantação gradativa, que não é o caso dos padrões atuais da Eletropaulo que consideram sistemas reticulados, de altos custos, em pedestal ou quiosques, devido à inexistência de espaço para instalação. No entanto para a viabilidade deste novo padrão há necessidade dos seguintes desenvolvimentos: - Obra civil - estudar formas de perfuração do solo com o uso de métodos indestrutíveis para a instalação de dutos de passagem, ou para instalação dos cabos diretamente enterrados ou ainda para construção de galerias menores e mais resistentes que possam acondicionar os cabos de forma segura; - Cabos e acessórios - elaborar estudos visando a definição dos cabos de alta e baixa tensão e acessórios a serem utilizados, como por exemplo: instalação trenchless sem duto com cabo Air Bag, para BT e MT; cabo. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Walter Pinheiro - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Subestação Compacta Distribuída, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, agregam uma grande capacidade que é distribuída através dos alimentadores (rede primária). A construção dessas subestações, no padrão atual, envolve grandes investimentos em equipamentos e demandam uma quantidade de espaço físico que torna-se crítica em áreas com alta densidade populacional. Além disso, em áreas periféricas de grandes cidades, de crescimento acelerado e desordenado, mas que não demandam grande potência instalada, torna-se necessário a pesquisa e implantação de soluções de baixo custo adequadas a este ambiente. O projeto proposto visa pesquisar a adoção de subestações compactas que possam, através da locação da capacidade transformadora de forma pulverizada ao longo da rede primária de 34,5 kV, minimizar as restrições de custo e espaço físico existentes. A rede de 34,5 kV é escolhida por constituir um padrão disponível em determinadas áreas da empresa e que é subutilizada como meio transmissor de energia. A aplicação de equipamentos com simplificações em sua especificação, bem como novos usos de equipamentos existentes e o desenvolvimento de equipamentos tradicionais com características diferenciadas devem constituir parte importante dos estudos para a definição do padrão da subestação. Nesse sentido, a interação com fabricantes de equipamentos é também desejável e importante para o desenvolvimento da pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Ivo Kleber de Lima - Integrante / Luiz Carlos Goulart - Integrante / Alexandre Suprizzi - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2011 - 2013

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante., Financiador(es): CEMIG Distribuidora - Outra / Light - Outra.

  • 2011 - 2012

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2011 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2010 - 2011

    Técnicas e Equipamentos para Reconfiguração Emergencial Otimizada de Redes Primárias de Distribuição, Descrição: O objetivo principal deste projeto consiste em conceber metodologia científica que visa: (i) Priorizar os alimentadores primários mais críticos em termos dos respectivos indicadores de continuidade de modo a elencar os circuitos mais indicados para estudo de instalação de chaves telecomandadas; (ii) Otimizar a instalação de chaves telecomandadas nos alimentadores de distribuição priorizados em termos da quantidade, tipo (seccionamento ou manobra) e pontos mais apropriados. Além disso, constitui-se em objetivo do projeto o desenvolvimento de software de automação das concepções metodológicas especificadas, bem como o estudo das tecnologias de comunicação mais apropriadas para viabilizar o telecomando das chaves remotamente a partir de uma central.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: O presente projeto tem como objetivo desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação e Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento Indicativo da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado na Análise Espacial do Comportamento da Carga, Descrição: O principal objetivo do projeto é desenvolver um modelo de planejamento estratégico fundamentado em análises espaciais da projeção da carga numa determinada área em estudo. Deseja-se que o modelo espacial se fundamente em análises de quadrículas com dimensões pré-definidas (por exemplo, 500 x 500 m; 1000 x 1000 m) nas quais sejam viáveis a implementação de mapas temáticos que espelhem diferentes condições de densidade de carga elétrica. Entretanto, deseja-se introduzir conceitos novos e inovadores que se constituam em instrumentos efetivos de apoio à análise de planejamentos estratégicos, como vetores de migração espacial da carga, pólos de atração da demanda; identificação de áreas ociosas atendidas pelo sistema de distribuição, entre outros. Além disso, será estudada a correlação destes novos conceitos a variáveis não elétricas como crescimento demográfico, industrial, sazonalidade comercial e outros, sempre relativos à análise da carga por uso final, ou seja, por classe de consumo (residencial, comercial, industrial, rural, outros), por nível de tensão (baixa e média tensão) e por uso do solo. Esses tópicos viabilizarão a especificação de um modelo de planejamento estratégico que forneça como principais resultados: - Indicação cronológica da data de inserção de novas obras no sistema de distribuição; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações de gerenciamento pelo lado da demanda e/ou gerenciamento pelo lado da oferta; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações indutivas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2006 - 2008

    Automação como Recurso de Planejamento para Alocação da Reserva de Capacidade para Contingências, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica, sobretudo em centros urbanos de alta densidade de carga, envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, dispõe de capacidade de reserva para atender a demanda através dos alimentadores (rede primária) projetados para operar em condição normal e de primeira contingência. A construção dessas subestações, no padrão usual, envolve grande investimento em equipamentos, sendo que parte de sua capacidade é dedicada à reserva requerendo um grande espaço físico, o que torna-se crítico em áreas com alta taxa de ocupação do solo e com restrições urbanas. Por outro lado, os conceitos utilizados usualmente em planejamento de redes e distribuição são fundamentados no critério N-1, onde o sistema deve ser capaz de atender a carga quando um de seus componentes está fora de serviço. Isso conduz a baixos fatores de utilização das instalações com os consequentes investimentos em expansão onerando a concessionária e produzindo reflexos negativos na tarifa. A aplicação da automação considerando os procedimentos convencionais utilizados em planejamento e projetos de subestações e de redes, bem como as práticas operativas em redes não automatizadas sub-utilizam as vantagens que a automação pode oferecer, desperdiçam reserva de capacidade e ainda, podem complicar a especificação do sistema de automação. Este projeto de pesquisa propõe novos conceitos de planejamento e projeto, que de um lado consideram os recursos que a automação pode oferecer e de outro minimiza a reserva instalada em estruturas do sistema, quer seja capacidade transformadora das subestações quer seja alimentadores. Esses conceitos de planejamento e projeto devem orientar a especificação e a aplicação da automação, uma vez que a presença desse recurso introduz novas facilidades, recomendando a utilização de novas técnicas e procedimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Edson da Silva Santos - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e aplicação de soluções operativas e de transformação de potência para mini-subestações confinadas distribuídas, Descrição: A construção de subestações convencionais em regiões urbanas densamente povoadas, urbanização consolidada e com forte restrição ambiental e de disponibilidade de terrenos é um problema que demanda novos padrões e alternativas de solução que minimizem os impactos sociais e reduzam os custos e prazos de implementação para a concessionária. A pesquisa proposta prevê o desenvolvimento de novas topologias e tecnologias de transformação de potência em áreas, com essas características, onde a restrição para construção de novas subestações é muito severa. O problema formulado é a expansão de capacidade transformadora de 34,5/13,8 kV, em módulos de oferta de cerca de 25 MVA, em regiões preferencialmente com tensão não-padronizada. A solução convencional seria a implantação de uma subestação de 2 x 20 MVA, em 34,5/13,8 kV que ofereceria uma potência firme de 24 MVA, de alto custo, considerando que subestações em áreas dessa natureza devem ser abrigadas, terem projetos arquitetônicos diferenciados, contarem com proteção ambiental contra ruído e campos eletromagnéticos, e ainda disporem de entradas subterrâneas de AT e de tensão primária. Por outro lado, as áreas objeto do estudo têm disponibilidade de várias câmaras transformadoras subterrâneas, ativas e inativas, localizadas em praças, que poderiam ter sua utilização redirecionada para sua transformação em mini-subestações subterrâneas, através da instalação de transformadores de maior potência, especialmente desenvolvidos para trabalho em locais confinados (submersíveis), em conjunto com equipamentos de manobra, proteção e controle especialmente adaptados para o conjunto. A utilização das câmaras transformadoras como mini-subestações subterrâneas será possível através da concepção de uma topologia de operação que coordene as funções das câmaras em situações de contingência. Prevê-se, para aplicação na pesquisa, o estudo para transformação de 4 câmaras existentes, das cerca de 15 disponíveis na região. Em ca. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Nilce Gushikem - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de desempenho e possíveis ajustes do sistema de proteção para sistema desequilibrado com neutro multi-aterrado, Descrição: A proteção contra sobrecorrentes no sistema de distribuição de energia elétrica tem dois grandes compromissos: segurança de pessoas e equipamentos e garantia da continuidade de fornecimento da energia elétrica. As características do sistema de distribuição da Eletropaulo, com a utilização de transformadores monofásicos e em ligação delta aberto, resultam na circulação de correntes de neutro que podem assumir valores elevados, dificultando sobremaneira a definição dos ajustes e calibrações dos dispositivos de proteção de neutro dos alimentadores primários. Este fato se agrava com as incertezas existentes em relação aos possíveis valores de impedância de defeito e das correntes transitórias de inrush. O desconhecimento dos possíveis valores de impedância de defeito para defeitos que envolvam a terra torna os cálculos de correntes de curto-circuito muito imprecisos, comprometendo os estudos de coordenação da proteção, podendo mesmo levar à completa inexistência de proteção contra defeitos que envolvam a terra. Nos cálculos de correntes de curto-circuito fase-terra, usualmente assume-se um valor para a resistência de defeito (em geral de 20 a 40 ohms), que é determinante para o estabelecimento das correntes mínimas que devem sensibilizar os dispositivos de proteção de neutro (religadores e relés de sobre-corrente). Não existem estudos publicados que justifiquem a adoção de tais valores de impedância, e algumas verificações práticas indicam a ocorrência de valores muito superiores. As correntes de inrush, por sua vez, são decorrentes de transitório eletromagnético de energização de transformadores. Embora de curta duração (da ordem de 100 ms), podem atingir valores muito elevados, podendo ocasionar atuação indevida de dispositivos de proteção contra sobre-correntes e, conseqüentemente, desligamentos indesejados da rede. O cálculo de sua intensidade é muito complexo, pois é função de diversos parâmetros, como o magnetismo residual dos transformadores no i. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Alden Antunes Uehara - Coordenador / Dener Pioli - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Simulador de desempenho termodinâmico de transformadores, Descrição: Em toda área de concessão da Eletropaulo temos atualmente instaladas aproximadamente 3700 câmaras transformadoras. Em algumas áreas, como por exemplo todo o Centro Velho de São Paulo, são atendidas por redes de distribuição subterrânea. Os custos envolvidos na manutenção e expansão desses sistemas é bastante elevado não só pelas estruturas e obras civis necessárias, mas também porque abrigam uma rede elétrica com componentes de alto custo, como transformadores submersíveis, cabos e dispositivos protetores contra a presença de fluxo inverso de potência. Por ano são instaladas aproximadamente 30 câmaras, entre radiais e do sistema "network", com um custo médio de R$200.000,00/câmara. Com essas cifras, temos um gasto anual de aproximadamente R$6MM/ano na instalação dessas câmaras. Há também uma grande expectativa de crescimento de carga das regiões com redes subterrâneas da Eletropaulo motivada pela revitalização do centro velho e imposições urbanísticas, exigindo a utilização mais intensiva das instalações existentes e requerendo, inclusive, a expansão das atuais redes subterrâneas. Existe também uma expectativa de crescimento econômico do país, decorrendo também maior consumo de energia elétrica. Assim uma utillização mais eficiente dessas instalações se faz necessária, visando a otimização do custo do MWh atendido por real investido, apresentando retornos compensadores quando se aumenta a capacidade da rede melhorando o desempenho dos transformadores e cabos. Este projeto de pesquisa, incluindo software e experimento em campo com protótipo, tem o objetivo de otimizar o fator de utilização das redes subterrâneas e se propõe desenvolver de um ambiente de simulação que permite ao usuário analise de diversos condicionantes que determinam o carregamento máximo de uma câmara transformadora tais como: - dimensões internas; - condições termodinâmicas de operação; - tipos e condições de resfriamento natural e forçado; - material de construção da câmara e. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e otimização de padrões de conexão em baixa e média tensões, Descrição: A aplicação dos procedimentos usuais no dimensionamento dos materiais e equipamentos dedicados ao suprimento de consumidores específicos tem causado preocupantes níveis de superdimensionamento e ociosidade nessas instalações. A otimização dessas especificações, através da consideração de critérios de cálculo da demanda baseados em registros históricos de requisitos de carga previstos e realizados, certamente recomendará a procura de soluções mais econômicas, bem como a adoção de nova metodologia para cálculo da demanda de uma nova instalação consumidora. O advento da universalização e a nova resolução da ANEEL sobre a permissão de instalar medidores fora das instalações consumidoras também criam novas oportunidades para busca de soluções de conexão que sejam mais econômicas para a empresa, visto que ela passa a arcar com a maior parte do custo da instalação, e atraentes para o consumidor. Entre as possibilidades, está o uso de instalações de transformação de consumidores, já existentes e em muitos casos superdimensionadas, como parte integrante do sistema de distribuição, possibilitando o atendimento de consumidores próximos em tensão secundária usando preferencialmente sistemas subterrâneos ou mistos aéreo/subterrâneo. Novas aplicações de dispositivos existentes também devem ser testadas para verificar a necessidade de adaptações e/ou novos desenvolvimentos, visando a possibilidade de padronização na empresa. Nesse ponto, a interação com fabricantes é desejável e prevista no decorrer do projeto. O projeto prevê a instalação de algumas alternativas piloto , cujos custos estimados de implementação fazem parte do projeto. O resultado final a ser buscado é a formação de um portfólio de padrões de conexão, postos à disposição da empresa e dos consumidores, que sejam possíveis de se adequar às várias situações existentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de metodologia de implementação de subestações na faixa de passagem de LT`s, Descrição: Constantemente observa-se, em grandes centros urbanos, a penetração de linhas de transmissão que abastecem os mesmos. Estas linhas exigem a demarcação de uma faixa de passagem sob as mesmas, sendo estes terrenos desapropriados por razões de segurança. Atualmente, devido ao aumento da densidade populacional nos grandes centros urbanos, terrenos para implementação de subestações de energia elétrica estão cada vez mais difíceis de serem conseguidos. Quando encontrados, os terrenos, muitas vezes, possuem tamanho reduzido, não comportando a implementação de subestações convencionais. Desta maneira, o desenvolvimento de subestações compactadas se faz necessário visando uma menor área de implantação requerida. As áreas constantes nas faixas de passagem das linhas de transmissão, que são desapropriadas, surgem como boas soluções para locação destas subestações. Contudo, estudos são necessários para análise dos riscos existente e proteções necessárias para a implementação de empreendimentos desta natureza. O referido projeto tem como motivação realizar e apresentar os resultados para aplicação desta alternativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Francisco André Gonçalves Filho - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Subestação Compacta Distribuída, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, agregam uma grande capacidade que é distribuída através dos alimentadores (rede primária). A construção dessas subestações, no padrão atual, envolve grandes investimentos em equipamentos e demandam uma quantidade de espaço físico que torna-se crítica em áreas com alta densidade populacional. Além disso, em áreas periféricas de grandes cidades, de crescimento acelerado e desordenado, mas que não demandam grande potência instalada, torna-se necessário a pesquisa e implantação de soluções de baixo custo adequadas a este ambiente. O projeto proposto visa pesquisar a adoção de subestações compactas que possam, através da locação da capacidade transformadora de forma pulverizada ao longo da rede primária de 34,5 kV, minimizar as restrições de custo e espaço físico existentes. A rede de 34,5 kV é escolhida por constituir um padrão disponível em determinadas áreas da empresa e que é subutilizada como meio transmissor de energia. A aplicação de equipamentos com simplificações em sua especificação, bem como novos usos de equipamentos existentes e o desenvolvimento de equipamentos tradicionais com características diferenciadas devem constituir parte importante dos estudos para a definição do padrão da subestação. Nesse sentido, a interação com fabricantes de equipamentos é também desejável e importante para o desenvolvimento da pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Ivo Kleber de Lima - Integrante / Luiz Carlos Goulart - Integrante / Alexandre Suprizzi - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Desenvolvimento de soluções tecnológicas para viabilização da implantação de redes subterrâneas em áreas urbanas densamente ocupadas, Descrição: Na região urbana da cidade de São Paulo e de outras metrópoles brasileiras, há centros comerciais com densidade de cargas media e alta, que se caracterizam por serem locais confinados, pela inexistência de espaços na superfície (áreas totalmente ocupadas, calçadas estreitas, inexistências de praças, etc), por subsolos congestionados e por demora ou problemas de licenciamento do uso do solo. Nestas condições o atendimento por rede aérea vai deixando de ser uma alternativa técnica adequada, bem como deixando de atender aos anseios da população. De forma a solucionar esse problema, estão surgindo proposições de legislações com obrigatoriedade do emprego de redes subterrâneas, acrescenta-se ainda, o estabelecimento, pelos órgãos municipais, do conceito de galerias técnicas subterrâneas e a cobrança do uso do solo que estão sendo estudadas. As concessionárias necessitam, portanto, desenvolver novas ferramentas para fazer frente a esta realidade. Para que a Eletropaulo possa enfrentar adequadamente estes desafios, torna-se necessário desenvolver um padrão econômico, compatível com essa realidade e que apresentem custos que viabilizem sua implantação gradativa, que não é o caso dos padrões atuais da Eletropaulo que consideram sistemas reticulados, de altos custos, em pedestal ou quiosques, devido à inexistência de espaço para instalação. No entanto para a viabilidade deste novo padrão há necessidade dos seguintes desenvolvimentos: - Obra civil - estudar formas de perfuração do solo com o uso de métodos indestrutíveis para a instalação de dutos de passagem, ou para instalação dos cabos diretamente enterrados ou ainda para construção de galerias menores e mais resistentes que possam acondicionar os cabos de forma segura; - Cabos e acessórios - elaborar estudos visando a definição dos cabos de alta e baixa tensão e acessórios a serem utilizados, como por exemplo: instalação trenchless sem duto com cabo Air Bag, para BT e MT; cabo. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Walter Pinheiro - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2011 - 2013

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2011 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2011 - 2012

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2010 - 2011

    Técnicas e Equipamentos para Reconfiguração Emergencial Otimizada de Redes Primárias de Distribuição, Descrição: O objetivo principal deste projeto consiste em conceber metodologia científica que visa: (i) Priorizar os alimentadores primários mais críticos em termos dos respectivos indicadores de continuidade de modo a elencar os circuitos mais indicados para estudo de instalação de chaves telecomandadas; (ii) Otimizar a instalação de chaves telecomandadas nos alimentadores de distribuição priorizados em termos da quantidade, tipo (seccionamento ou manobra) e pontos mais apropriados. Além disso, constitui-se em objetivo do projeto o desenvolvimento de software de automação das concepções metodológicas especificadas, bem como o estudo das tecnologias de comunicação mais apropriadas para viabilizar o telecomando das chaves remotamente a partir de uma central.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2009 - 2011

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: O presente projeto tem como objetivo desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2009 - 2011

    Conceituação e Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento Indicativo da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado na Análise Espacial do Comportamento da Carga, Descrição: O principal objetivo do projeto é desenvolver um modelo de planejamento estratégico fundamentado em análises espaciais da projeção da carga numa determinada área em estudo. Deseja-se que o modelo espacial se fundamente em análises de quadrículas com dimensões pré-definidas (por exemplo, 500 x 500 m; 1000 x 1000 m) nas quais sejam viáveis a implementação de mapas temáticos que espelhem diferentes condições de densidade de carga elétrica. Entretanto, deseja-se introduzir conceitos novos e inovadores que se constituam em instrumentos efetivos de apoio à análise de planejamentos estratégicos, como vetores de migração espacial da carga, pólos de atração da demanda; identificação de áreas ociosas atendidas pelo sistema de distribuição, entre outros. Além disso, será estudada a correlação destes novos conceitos a variáveis não elétricas como crescimento demográfico, industrial, sazonalidade comercial e outros, sempre relativos à análise da carga por uso final, ou seja, por classe de consumo (residencial, comercial, industrial, rural, outros), por nível de tensão (baixa e média tensão) e por uso do solo. Esses tópicos viabilizarão a especificação de um modelo de planejamento estratégico que forneça como principais resultados: - Indicação cronológica da data de inserção de novas obras no sistema de distribuição; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações de gerenciamento pelo lado da demanda e/ou gerenciamento pelo lado da oferta; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações indutivas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2006 - 2008

    Automação como Recurso de Planejamento para Alocação da Reserva de Capacidade para Contingências, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica, sobretudo em centros urbanos de alta densidade de carga, envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, dispõe de capacidade de reserva para atender a demanda através dos alimentadores (rede primária) projetados para operar em condição normal e de primeira contingência. A construção dessas subestações, no padrão usual, envolve grande investimento em equipamentos, sendo que parte de sua capacidade é dedicada à reserva requerendo um grande espaço físico, o que torna-se crítico em áreas com alta taxa de ocupação do solo e com restrições urbanas. Por outro lado, os conceitos utilizados usualmente em planejamento de redes e distribuição são fundamentados no critério N-1, onde o sistema deve ser capaz de atender a carga quando um de seus componentes está fora de serviço. Isso conduz a baixos fatores de utilização das instalações com os consequentes investimentos em expansão onerando a concessionária e produzindo reflexos negativos na tarifa. A aplicação da automação considerando os procedimentos convencionais utilizados em planejamento e projetos de subestações e de redes, bem como as práticas operativas em redes não automatizadas sub-utilizam as vantagens que a automação pode oferecer, desperdiçam reserva de capacidade e ainda, podem complicar a especificação do sistema de automação. Este projeto de pesquisa propõe novos conceitos de planejamento e projeto, que de um lado consideram os recursos que a automação pode oferecer e de outro minimiza a reserva instalada em estruturas do sistema, quer seja capacidade transformadora das subestações quer seja alimentadores. Esses conceitos de planejamento e projeto devem orientar a especificação e a aplicação da automação, uma vez que a presença desse recurso introduz novas facilidades, recomendando a utilização de novas técnicas e procedimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Edson da Silva Santos - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de desempenho e possíveis ajustes do sistema de proteção para sistema desequilibrado com neutro multi-aterrado, Descrição: A proteção contra sobrecorrentes no sistema de distribuição de energia elétrica tem dois grandes compromissos: segurança de pessoas e equipamentos e garantia da continuidade de fornecimento da energia elétrica. As características do sistema de distribuição da Eletropaulo, com a utilização de transformadores monofásicos e em ligação delta aberto, resultam na circulação de correntes de neutro que podem assumir valores elevados, dificultando sobremaneira a definição dos ajustes e calibrações dos dispositivos de proteção de neutro dos alimentadores primários. Este fato se agrava com as incertezas existentes em relação aos possíveis valores de impedância de defeito e das correntes transitórias de inrush. O desconhecimento dos possíveis valores de impedância de defeito para defeitos que envolvam a terra torna os cálculos de correntes de curto-circuito muito imprecisos, comprometendo os estudos de coordenação da proteção, podendo mesmo levar à completa inexistência de proteção contra defeitos que envolvam a terra. Nos cálculos de correntes de curto-circuito fase-terra, usualmente assume-se um valor para a resistência de defeito (em geral de 20 a 40 ohms), que é determinante para o estabelecimento das correntes mínimas que devem sensibilizar os dispositivos de proteção de neutro (religadores e relés de sobre-corrente). Não existem estudos publicados que justifiquem a adoção de tais valores de impedância, e algumas verificações práticas indicam a ocorrência de valores muito superiores. As correntes de inrush, por sua vez, são decorrentes de transitório eletromagnético de energização de transformadores. Embora de curta duração (da ordem de 100 ms), podem atingir valores muito elevados, podendo ocasionar atuação indevida de dispositivos de proteção contra sobre-correntes e, conseqüentemente, desligamentos indesejados da rede. O cálculo de sua intensidade é muito complexo, pois é função de diversos parâmetros, como o magnetismo residual dos transformadores no i. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Alden Antunes Uehara - Coordenador / Dener Pioli - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e aplicação de soluções operativas e de transformação de potência para mini-subestações confinadas distribuídas, Descrição: A construção de subestações convencionais em regiões urbanas densamente povoadas, urbanização consolidada e com forte restrição ambiental e de disponibilidade de terrenos é um problema que demanda novos padrões e alternativas de solução que minimizem os impactos sociais e reduzam os custos e prazos de implementação para a concessionária. A pesquisa proposta prevê o desenvolvimento de novas topologias e tecnologias de transformação de potência em áreas, com essas características, onde a restrição para construção de novas subestações é muito severa. O problema formulado é a expansão de capacidade transformadora de 34,5/13,8 kV, em módulos de oferta de cerca de 25 MVA, em regiões preferencialmente com tensão não-padronizada. A solução convencional seria a implantação de uma subestação de 2 x 20 MVA, em 34,5/13,8 kV que ofereceria uma potência firme de 24 MVA, de alto custo, considerando que subestações em áreas dessa natureza devem ser abrigadas, terem projetos arquitetônicos diferenciados, contarem com proteção ambiental contra ruído e campos eletromagnéticos, e ainda disporem de entradas subterrâneas de AT e de tensão primária. Por outro lado, as áreas objeto do estudo têm disponibilidade de várias câmaras transformadoras subterrâneas, ativas e inativas, localizadas em praças, que poderiam ter sua utilização redirecionada para sua transformação em mini-subestações subterrâneas, através da instalação de transformadores de maior potência, especialmente desenvolvidos para trabalho em locais confinados (submersíveis), em conjunto com equipamentos de manobra, proteção e controle especialmente adaptados para o conjunto. A utilização das câmaras transformadoras como mini-subestações subterrâneas será possível através da concepção de uma topologia de operação que coordene as funções das câmaras em situações de contingência. Prevê-se, para aplicação na pesquisa, o estudo para transformação de 4 câmaras existentes, das cerca de 15 disponíveis na região. Em ca. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Nilce Gushikem - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e otimização de padrões de conexão em baixa e média tensões, Descrição: A aplicação dos procedimentos usuais no dimensionamento dos materiais e equipamentos dedicados ao suprimento de consumidores específicos tem causado preocupantes níveis de superdimensionamento e ociosidade nessas instalações. A otimização dessas especificações, através da consideração de critérios de cálculo da demanda baseados em registros históricos de requisitos de carga previstos e realizados, certamente recomendará a procura de soluções mais econômicas, bem como a adoção de nova metodologia para cálculo da demanda de uma nova instalação consumidora. O advento da universalização e a nova resolução da ANEEL sobre a permissão de instalar medidores fora das instalações consumidoras também criam novas oportunidades para busca de soluções de conexão que sejam mais econômicas para a empresa, visto que ela passa a arcar com a maior parte do custo da instalação, e atraentes para o consumidor. Entre as possibilidades, está o uso de instalações de transformação de consumidores, já existentes e em muitos casos superdimensionadas, como parte integrante do sistema de distribuição, possibilitando o atendimento de consumidores próximos em tensão secundária usando preferencialmente sistemas subterrâneos ou mistos aéreo/subterrâneo. Novas aplicações de dispositivos existentes também devem ser testadas para verificar a necessidade de adaptações e/ou novos desenvolvimentos, visando a possibilidade de padronização na empresa. Nesse ponto, a interação com fabricantes é desejável e prevista no decorrer do projeto. O projeto prevê a instalação de algumas alternativas piloto , cujos custos estimados de implementação fazem parte do projeto. O resultado final a ser buscado é a formação de um portfólio de padrões de conexão, postos à disposição da empresa e dos consumidores, que sejam possíveis de se adequar às várias situações existentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de metodologia de implementação de subestações na faixa de passagem de LT`s, Descrição: Constantemente observa-se, em grandes centros urbanos, a penetração de linhas de transmissão que abastecem os mesmos. Estas linhas exigem a demarcação de uma faixa de passagem sob as mesmas, sendo estes terrenos desapropriados por razões de segurança. Atualmente, devido ao aumento da densidade populacional nos grandes centros urbanos, terrenos para implementação de subestações de energia elétrica estão cada vez mais difíceis de serem conseguidos. Quando encontrados, os terrenos, muitas vezes, possuem tamanho reduzido, não comportando a implementação de subestações convencionais. Desta maneira, o desenvolvimento de subestações compactadas se faz necessário visando uma menor área de implantação requerida. As áreas constantes nas faixas de passagem das linhas de transmissão, que são desapropriadas, surgem como boas soluções para locação destas subestações. Contudo, estudos são necessários para análise dos riscos existente e proteções necessárias para a implementação de empreendimentos desta natureza. O referido projeto tem como motivação realizar e apresentar os resultados para aplicação desta alternativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Francisco André Gonçalves Filho - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Simulador de desempenho termodinâmico de transformadores, Descrição: Em toda área de concessão da Eletropaulo temos atualmente instaladas aproximadamente 3700 câmaras transformadoras. Em algumas áreas, como por exemplo todo o Centro Velho de São Paulo, são atendidas por redes de distribuição subterrânea. Os custos envolvidos na manutenção e expansão desses sistemas é bastante elevado não só pelas estruturas e obras civis necessárias, mas também porque abrigam uma rede elétrica com componentes de alto custo, como transformadores submersíveis, cabos e dispositivos protetores contra a presença de fluxo inverso de potência. Por ano são instaladas aproximadamente 30 câmaras, entre radiais e do sistema "network", com um custo médio de R$200.000,00/câmara. Com essas cifras, temos um gasto anual de aproximadamente R$6MM/ano na instalação dessas câmaras. Há também uma grande expectativa de crescimento de carga das regiões com redes subterrâneas da Eletropaulo motivada pela revitalização do centro velho e imposições urbanísticas, exigindo a utilização mais intensiva das instalações existentes e requerendo, inclusive, a expansão das atuais redes subterrâneas. Existe também uma expectativa de crescimento econômico do país, decorrendo também maior consumo de energia elétrica. Assim uma utillização mais eficiente dessas instalações se faz necessária, visando a otimização do custo do MWh atendido por real investido, apresentando retornos compensadores quando se aumenta a capacidade da rede melhorando o desempenho dos transformadores e cabos. Este projeto de pesquisa, incluindo software e experimento em campo com protótipo, tem o objetivo de otimizar o fator de utilização das redes subterrâneas e se propõe desenvolver de um ambiente de simulação que permite ao usuário analise de diversos condicionantes que determinam o carregamento máximo de uma câmara transformadora tais como: - dimensões internas; - condições termodinâmicas de operação; - tipos e condições de resfriamento natural e forçado; - material de construção da câmara e. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Desenvolvimento de soluções tecnológicas para viabilização da implantação de redes subterrâneas em áreas urbanas densamente ocupadas, Descrição: Na região urbana da cidade de São Paulo e de outras metrópoles brasileiras, há centros comerciais com densidade de cargas media e alta, que se caracterizam por serem locais confinados, pela inexistência de espaços na superfície (áreas totalmente ocupadas, calçadas estreitas, inexistências de praças, etc), por subsolos congestionados e por demora ou problemas de licenciamento do uso do solo. Nestas condições o atendimento por rede aérea vai deixando de ser uma alternativa técnica adequada, bem como deixando de atender aos anseios da população. De forma a solucionar esse problema, estão surgindo proposições de legislações com obrigatoriedade do emprego de redes subterrâneas, acrescenta-se ainda, o estabelecimento, pelos órgãos municipais, do conceito de galerias técnicas subterrâneas e a cobrança do uso do solo que estão sendo estudadas. As concessionárias necessitam, portanto, desenvolver novas ferramentas para fazer frente a esta realidade. Para que a Eletropaulo possa enfrentar adequadamente estes desafios, torna-se necessário desenvolver um padrão econômico, compatível com essa realidade e que apresentem custos que viabilizem sua implantação gradativa, que não é o caso dos padrões atuais da Eletropaulo que consideram sistemas reticulados, de altos custos, em pedestal ou quiosques, devido à inexistência de espaço para instalação. No entanto para a viabilidade deste novo padrão há necessidade dos seguintes desenvolvimentos: - Obra civil - estudar formas de perfuração do solo com o uso de métodos indestrutíveis para a instalação de dutos de passagem, ou para instalação dos cabos diretamente enterrados ou ainda para construção de galerias menores e mais resistentes que possam acondicionar os cabos de forma segura; - Cabos e acessórios - elaborar estudos visando a definição dos cabos de alta e baixa tensão e acessórios a serem utilizados, como por exemplo: instalação trenchless sem duto com cabo Air Bag, para BT e MT; cabo. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Walter Pinheiro - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Subestação Compacta Distribuída, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, agregam uma grande capacidade que é distribuída através dos alimentadores (rede primária). A construção dessas subestações, no padrão atual, envolve grandes investimentos em equipamentos e demandam uma quantidade de espaço físico que torna-se crítica em áreas com alta densidade populacional. Além disso, em áreas periféricas de grandes cidades, de crescimento acelerado e desordenado, mas que não demandam grande potência instalada, torna-se necessário a pesquisa e implantação de soluções de baixo custo adequadas a este ambiente. O projeto proposto visa pesquisar a adoção de subestações compactas que possam, através da locação da capacidade transformadora de forma pulverizada ao longo da rede primária de 34,5 kV, minimizar as restrições de custo e espaço físico existentes. A rede de 34,5 kV é escolhida por constituir um padrão disponível em determinadas áreas da empresa e que é subutilizada como meio transmissor de energia. A aplicação de equipamentos com simplificações em sua especificação, bem como novos usos de equipamentos existentes e o desenvolvimento de equipamentos tradicionais com características diferenciadas devem constituir parte importante dos estudos para a definição do padrão da subestação. Nesse sentido, a interação com fabricantes de equipamentos é também desejável e importante para o desenvolvimento da pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Ivo Kleber de Lima - Integrante / Luiz Carlos Goulart - Integrante / Alexandre Suprizzi - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante.Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2011 - 2013

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante., Financiador(es): CEMIG Distribuidora - Outra / Light - Outra.

  • 2011 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2011 - 2012

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2010 - 2011

    Técnicas e Equipamentos para Reconfiguração Emergencial Otimizada de Redes Primárias de Distribuição, Descrição: O objetivo principal deste projeto consiste em conceber metodologia científica que visa: (i) Priorizar os alimentadores primários mais críticos em termos dos respectivos indicadores de continuidade de modo a elencar os circuitos mais indicados para estudo de instalação de chaves telecomandadas; (ii) Otimizar a instalação de chaves telecomandadas nos alimentadores de distribuição priorizados em termos da quantidade, tipo (seccionamento ou manobra) e pontos mais apropriados. Além disso, constitui-se em objetivo do projeto o desenvolvimento de software de automação das concepções metodológicas especificadas, bem como o estudo das tecnologias de comunicação mais apropriadas para viabilizar o telecomando das chaves remotamente a partir de uma central.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: O presente projeto tem como objetivo desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação e Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento Indicativo da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado na Análise Espacial do Comportamento da Carga, Descrição: O principal objetivo do projeto é desenvolver um modelo de planejamento estratégico fundamentado em análises espaciais da projeção da carga numa determinada área em estudo. Deseja-se que o modelo espacial se fundamente em análises de quadrículas com dimensões pré-definidas (por exemplo, 500 x 500 m; 1000 x 1000 m) nas quais sejam viáveis a implementação de mapas temáticos que espelhem diferentes condições de densidade de carga elétrica. Entretanto, deseja-se introduzir conceitos novos e inovadores que se constituam em instrumentos efetivos de apoio à análise de planejamentos estratégicos, como vetores de migração espacial da carga, pólos de atração da demanda; identificação de áreas ociosas atendidas pelo sistema de distribuição, entre outros. Além disso, será estudada a correlação destes novos conceitos a variáveis não elétricas como crescimento demográfico, industrial, sazonalidade comercial e outros, sempre relativos à análise da carga por uso final, ou seja, por classe de consumo (residencial, comercial, industrial, rural, outros), por nível de tensão (baixa e média tensão) e por uso do solo. Esses tópicos viabilizarão a especificação de um modelo de planejamento estratégico que forneça como principais resultados: - Indicação cronológica da data de inserção de novas obras no sistema de distribuição; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações de gerenciamento pelo lado da demanda e/ou gerenciamento pelo lado da oferta; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações indutivas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2006 - 2008

    Automação como Recurso de Planejamento para Alocação da Reserva de Capacidade para Contingências, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica, sobretudo em centros urbanos de alta densidade de carga, envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, dispõe de capacidade de reserva para atender a demanda através dos alimentadores (rede primária) projetados para operar em condição normal e de primeira contingência. A construção dessas subestações, no padrão usual, envolve grande investimento em equipamentos, sendo que parte de sua capacidade é dedicada à reserva requerendo um grande espaço físico, o que torna-se crítico em áreas com alta taxa de ocupação do solo e com restrições urbanas. Por outro lado, os conceitos utilizados usualmente em planejamento de redes e distribuição são fundamentados no critério N-1, onde o sistema deve ser capaz de atender a carga quando um de seus componentes está fora de serviço. Isso conduz a baixos fatores de utilização das instalações com os consequentes investimentos em expansão onerando a concessionária e produzindo reflexos negativos na tarifa. A aplicação da automação considerando os procedimentos convencionais utilizados em planejamento e projetos de subestações e de redes, bem como as práticas operativas em redes não automatizadas sub-utilizam as vantagens que a automação pode oferecer, desperdiçam reserva de capacidade e ainda, podem complicar a especificação do sistema de automação. Este projeto de pesquisa propõe novos conceitos de planejamento e projeto, que de um lado consideram os recursos que a automação pode oferecer e de outro minimiza a reserva instalada em estruturas do sistema, quer seja capacidade transformadora das subestações quer seja alimentadores. Esses conceitos de planejamento e projeto devem orientar a especificação e a aplicação da automação, uma vez que a presença desse recurso introduz novas facilidades, recomendando a utilização de novas técnicas e procedimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Edson da Silva Santos - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e aplicação de soluções operativas e de transformação de potência para mini-subestações confinadas distribuídas, Descrição: A construção de subestações convencionais em regiões urbanas densamente povoadas, urbanização consolidada e com forte restrição ambiental e de disponibilidade de terrenos é um problema que demanda novos padrões e alternativas de solução que minimizem os impactos sociais e reduzam os custos e prazos de implementação para a concessionária. A pesquisa proposta prevê o desenvolvimento de novas topologias e tecnologias de transformação de potência em áreas, com essas características, onde a restrição para construção de novas subestações é muito severa. O problema formulado é a expansão de capacidade transformadora de 34,5/13,8 kV, em módulos de oferta de cerca de 25 MVA, em regiões preferencialmente com tensão não-padronizada. A solução convencional seria a implantação de uma subestação de 2 x 20 MVA, em 34,5/13,8 kV que ofereceria uma potência firme de 24 MVA, de alto custo, considerando que subestações em áreas dessa natureza devem ser abrigadas, terem projetos arquitetônicos diferenciados, contarem com proteção ambiental contra ruído e campos eletromagnéticos, e ainda disporem de entradas subterrâneas de AT e de tensão primária. Por outro lado, as áreas objeto do estudo têm disponibilidade de várias câmaras transformadoras subterrâneas, ativas e inativas, localizadas em praças, que poderiam ter sua utilização redirecionada para sua transformação em mini-subestações subterrâneas, através da instalação de transformadores de maior potência, especialmente desenvolvidos para trabalho em locais confinados (submersíveis), em conjunto com equipamentos de manobra, proteção e controle especialmente adaptados para o conjunto. A utilização das câmaras transformadoras como mini-subestações subterrâneas será possível através da concepção de uma topologia de operação que coordene as funções das câmaras em situações de contingência. Prevê-se, para aplicação na pesquisa, o estudo para transformação de 4 câmaras existentes, das cerca de 15 disponíveis na região. Em ca. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Nilce Gushikem - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Simulador de desempenho termodinâmico de transformadores, Descrição: Em toda área de concessão da Eletropaulo temos atualmente instaladas aproximadamente 3700 câmaras transformadoras. Em algumas áreas, como por exemplo todo o Centro Velho de São Paulo, são atendidas por redes de distribuição subterrânea. Os custos envolvidos na manutenção e expansão desses sistemas é bastante elevado não só pelas estruturas e obras civis necessárias, mas também porque abrigam uma rede elétrica com componentes de alto custo, como transformadores submersíveis, cabos e dispositivos protetores contra a presença de fluxo inverso de potência. Por ano são instaladas aproximadamente 30 câmaras, entre radiais e do sistema "network", com um custo médio de R$200.000,00/câmara. Com essas cifras, temos um gasto anual de aproximadamente R$6MM/ano na instalação dessas câmaras. Há também uma grande expectativa de crescimento de carga das regiões com redes subterrâneas da Eletropaulo motivada pela revitalização do centro velho e imposições urbanísticas, exigindo a utilização mais intensiva das instalações existentes e requerendo, inclusive, a expansão das atuais redes subterrâneas. Existe também uma expectativa de crescimento econômico do país, decorrendo também maior consumo de energia elétrica. Assim uma utillização mais eficiente dessas instalações se faz necessária, visando a otimização do custo do MWh atendido por real investido, apresentando retornos compensadores quando se aumenta a capacidade da rede melhorando o desempenho dos transformadores e cabos. Este projeto de pesquisa, incluindo software e experimento em campo com protótipo, tem o objetivo de otimizar o fator de utilização das redes subterrâneas e se propõe desenvolver de um ambiente de simulação que permite ao usuário analise de diversos condicionantes que determinam o carregamento máximo de uma câmara transformadora tais como: - dimensões internas; - condições termodinâmicas de operação; - tipos e condições de resfriamento natural e forçado; - material de construção da câmara e. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de metodologia de implementação de subestações na faixa de passagem de LT`s, Descrição: Constantemente observa-se, em grandes centros urbanos, a penetração de linhas de transmissão que abastecem os mesmos. Estas linhas exigem a demarcação de uma faixa de passagem sob as mesmas, sendo estes terrenos desapropriados por razões de segurança. Atualmente, devido ao aumento da densidade populacional nos grandes centros urbanos, terrenos para implementação de subestações de energia elétrica estão cada vez mais difíceis de serem conseguidos. Quando encontrados, os terrenos, muitas vezes, possuem tamanho reduzido, não comportando a implementação de subestações convencionais. Desta maneira, o desenvolvimento de subestações compactadas se faz necessário visando uma menor área de implantação requerida. As áreas constantes nas faixas de passagem das linhas de transmissão, que são desapropriadas, surgem como boas soluções para locação destas subestações. Contudo, estudos são necessários para análise dos riscos existente e proteções necessárias para a implementação de empreendimentos desta natureza. O referido projeto tem como motivação realizar e apresentar os resultados para aplicação desta alternativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Francisco André Gonçalves Filho - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e otimização de padrões de conexão em baixa e média tensões, Descrição: A aplicação dos procedimentos usuais no dimensionamento dos materiais e equipamentos dedicados ao suprimento de consumidores específicos tem causado preocupantes níveis de superdimensionamento e ociosidade nessas instalações. A otimização dessas especificações, através da consideração de critérios de cálculo da demanda baseados em registros históricos de requisitos de carga previstos e realizados, certamente recomendará a procura de soluções mais econômicas, bem como a adoção de nova metodologia para cálculo da demanda de uma nova instalação consumidora. O advento da universalização e a nova resolução da ANEEL sobre a permissão de instalar medidores fora das instalações consumidoras também criam novas oportunidades para busca de soluções de conexão que sejam mais econômicas para a empresa, visto que ela passa a arcar com a maior parte do custo da instalação, e atraentes para o consumidor. Entre as possibilidades, está o uso de instalações de transformação de consumidores, já existentes e em muitos casos superdimensionadas, como parte integrante do sistema de distribuição, possibilitando o atendimento de consumidores próximos em tensão secundária usando preferencialmente sistemas subterrâneos ou mistos aéreo/subterrâneo. Novas aplicações de dispositivos existentes também devem ser testadas para verificar a necessidade de adaptações e/ou novos desenvolvimentos, visando a possibilidade de padronização na empresa. Nesse ponto, a interação com fabricantes é desejável e prevista no decorrer do projeto. O projeto prevê a instalação de algumas alternativas piloto , cujos custos estimados de implementação fazem parte do projeto. O resultado final a ser buscado é a formação de um portfólio de padrões de conexão, postos à disposição da empresa e dos consumidores, que sejam possíveis de se adequar às várias situações existentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de desempenho e possíveis ajustes do sistema de proteção para sistema desequilibrado com neutro multi-aterrado, Descrição: A proteção contra sobrecorrentes no sistema de distribuição de energia elétrica tem dois grandes compromissos: segurança de pessoas e equipamentos e garantia da continuidade de fornecimento da energia elétrica. As características do sistema de distribuição da Eletropaulo, com a utilização de transformadores monofásicos e em ligação delta aberto, resultam na circulação de correntes de neutro que podem assumir valores elevados, dificultando sobremaneira a definição dos ajustes e calibrações dos dispositivos de proteção de neutro dos alimentadores primários. Este fato se agrava com as incertezas existentes em relação aos possíveis valores de impedância de defeito e das correntes transitórias de inrush. O desconhecimento dos possíveis valores de impedância de defeito para defeitos que envolvam a terra torna os cálculos de correntes de curto-circuito muito imprecisos, comprometendo os estudos de coordenação da proteção, podendo mesmo levar à completa inexistência de proteção contra defeitos que envolvam a terra. Nos cálculos de correntes de curto-circuito fase-terra, usualmente assume-se um valor para a resistência de defeito (em geral de 20 a 40 ohms), que é determinante para o estabelecimento das correntes mínimas que devem sensibilizar os dispositivos de proteção de neutro (religadores e relés de sobre-corrente). Não existem estudos publicados que justifiquem a adoção de tais valores de impedância, e algumas verificações práticas indicam a ocorrência de valores muito superiores. As correntes de inrush, por sua vez, são decorrentes de transitório eletromagnético de energização de transformadores. Embora de curta duração (da ordem de 100 ms), podem atingir valores muito elevados, podendo ocasionar atuação indevida de dispositivos de proteção contra sobre-correntes e, conseqüentemente, desligamentos indesejados da rede. O cálculo de sua intensidade é muito complexo, pois é função de diversos parâmetros, como o magnetismo residual dos transformadores no i. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Alden Antunes Uehara - Coordenador / Dener Pioli - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Desenvolvimento de soluções tecnológicas para viabilização da implantação de redes subterrâneas em áreas urbanas densamente ocupadas, Descrição: Na região urbana da cidade de São Paulo e de outras metrópoles brasileiras, há centros comerciais com densidade de cargas media e alta, que se caracterizam por serem locais confinados, pela inexistência de espaços na superfície (áreas totalmente ocupadas, calçadas estreitas, inexistências de praças, etc), por subsolos congestionados e por demora ou problemas de licenciamento do uso do solo. Nestas condições o atendimento por rede aérea vai deixando de ser uma alternativa técnica adequada, bem como deixando de atender aos anseios da população. De forma a solucionar esse problema, estão surgindo proposições de legislações com obrigatoriedade do emprego de redes subterrâneas, acrescenta-se ainda, o estabelecimento, pelos órgãos municipais, do conceito de galerias técnicas subterrâneas e a cobrança do uso do solo que estão sendo estudadas. As concessionárias necessitam, portanto, desenvolver novas ferramentas para fazer frente a esta realidade. Para que a Eletropaulo possa enfrentar adequadamente estes desafios, torna-se necessário desenvolver um padrão econômico, compatível com essa realidade e que apresentem custos que viabilizem sua implantação gradativa, que não é o caso dos padrões atuais da Eletropaulo que consideram sistemas reticulados, de altos custos, em pedestal ou quiosques, devido à inexistência de espaço para instalação. No entanto para a viabilidade deste novo padrão há necessidade dos seguintes desenvolvimentos: - Obra civil - estudar formas de perfuração do solo com o uso de métodos indestrutíveis para a instalação de dutos de passagem, ou para instalação dos cabos diretamente enterrados ou ainda para construção de galerias menores e mais resistentes que possam acondicionar os cabos de forma segura; - Cabos e acessórios - elaborar estudos visando a definição dos cabos de alta e baixa tensão e acessórios a serem utilizados, como por exemplo: instalação trenchless sem duto com cabo Air Bag, para BT e MT; cabo. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Walter Pinheiro - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Subestação Compacta Distribuída, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, agregam uma grande capacidade que é distribuída através dos alimentadores (rede primária). A construção dessas subestações, no padrão atual, envolve grandes investimentos em equipamentos e demandam uma quantidade de espaço físico que torna-se crítica em áreas com alta densidade populacional. Além disso, em áreas periféricas de grandes cidades, de crescimento acelerado e desordenado, mas que não demandam grande potência instalada, torna-se necessário a pesquisa e implantação de soluções de baixo custo adequadas a este ambiente. O projeto proposto visa pesquisar a adoção de subestações compactas que possam, através da locação da capacidade transformadora de forma pulverizada ao longo da rede primária de 34,5 kV, minimizar as restrições de custo e espaço físico existentes. A rede de 34,5 kV é escolhida por constituir um padrão disponível em determinadas áreas da empresa e que é subutilizada como meio transmissor de energia. A aplicação de equipamentos com simplificações em sua especificação, bem como novos usos de equipamentos existentes e o desenvolvimento de equipamentos tradicionais com características diferenciadas devem constituir parte importante dos estudos para a definição do padrão da subestação. Nesse sentido, a interação com fabricantes de equipamentos é também desejável e importante para o desenvolvimento da pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Ivo Kleber de Lima - Integrante / Luiz Carlos Goulart - Integrante / Alexandre Suprizzi - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2011 - 2013

    Alternativas de Aprimoramento Tecnológico das Atuais e Futuras Redes de Distribuição Subterrâneas de Energia Elétrica, Descrição: Reavaliação das diretrizes e critérios de concepção, planejamento e padronização de redes subterrâneas considerando-se impactos de novas tecnologias, inclusive conceitos e técnicas associadas com redes elétricas inteligentes, incluindo aspectos como redefinição dos critérios de aplicabilidade de redes com cabos isolados no confronto com redes nuas e compactas, elaboração de cenários futuros de custos, cargas e restrições ambientais para orientar o Planejamento, definição de topologias com menor custo unitário de construção e elevada confiabilidade pelo equilíbrio entre redundâncias de conexão e Automação, revisão crítica dos padrões de rede com inclusão de aprimoramentos e novos conceitos, considerando a criticidade da operação, tempos de restabelecimento e OPEX, melhor utilização dos ativos e análise abrangente de custo-benefício, considerando-se externalidades e aspectos regulatórios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante., Financiador(es): CEMIG Distribuidora - Outra / Light - Outra.

  • 2011 - 2012

    Sistema de Gestão de Chaves Automáticas para Apoio à Operação, Descrição: O objetivo deste projeto foi desenvolver um sistema de gestão dessas chaves automáticas e religadores capaz de: identificar tipos de situações operativas que requerem o telecomando das chaves e buscar a solução topológica de melhor desempenho lançando mão de inteligência local ou centralizada quando for o caso, identificar possíveis locais de defeito na rede primária considerando medições das condições de falta, pré-falta e da topologia da rede e avaliar os resultados das ações da gestão das chaves nos indicadores de duração e de frequência de interrupção para priorizar providências operativas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2011 - 2012

    Desenvolvimento de metodologias para a operação de sistemas subterrâneos de distribuição com primários ligados em anel fechado, Descrição: Desenvolvimento de novas topologias de operação da rede subterrânea de distribuição, priorizando a redução de interrupções em situações de contingência e transferência de carga, através da operação em anel fechado nos primários do sistema, incluindo a implantação de uma rede piloto em anel fechado, prevendo a principio a instalação de chaves disjuntoras submersíveis e equipamento de supervisão e controle, também submersíveis. As novas instalações devem ter como princípio aproveitar os equipamentos e a infraestrutura já disponíveis, sem a necessidade de substituição extensiva de componentes ou reformas. Para viabilização da operação e a partir da proposta de topologia, deve ser desenvolvido um sistema de monitoramento instalado numa aplicação piloto, compreendendo novos sensores submersíveis, meios de comunicação e/ou registro dos valores medidos, bem como software para supervisão, gerenciamento e prognóstico do estado operativo, bem como do carregamento dos cabos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2010 - 2011

    Técnicas e Equipamentos para Reconfiguração Emergencial Otimizada de Redes Primárias de Distribuição, Descrição: O objetivo principal deste projeto consiste em conceber metodologia científica que visa: (i) Priorizar os alimentadores primários mais críticos em termos dos respectivos indicadores de continuidade de modo a elencar os circuitos mais indicados para estudo de instalação de chaves telecomandadas; (ii) Otimizar a instalação de chaves telecomandadas nos alimentadores de distribuição priorizados em termos da quantidade, tipo (seccionamento ou manobra) e pontos mais apropriados. Além disso, constitui-se em objetivo do projeto o desenvolvimento de software de automação das concepções metodológicas especificadas, bem como o estudo das tecnologias de comunicação mais apropriadas para viabilizar o telecomando das chaves remotamente a partir de uma central.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): AES Eletropaulo - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação e Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento Indicativo da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado na Análise Espacial do Comportamento da Carga, Descrição: O principal objetivo do projeto é desenvolver um modelo de planejamento estratégico fundamentado em análises espaciais da projeção da carga numa determinada área em estudo. Deseja-se que o modelo espacial se fundamente em análises de quadrículas com dimensões pré-definidas (por exemplo, 500 x 500 m; 1000 x 1000 m) nas quais sejam viáveis a implementação de mapas temáticos que espelhem diferentes condições de densidade de carga elétrica. Entretanto, deseja-se introduzir conceitos novos e inovadores que se constituam em instrumentos efetivos de apoio à análise de planejamentos estratégicos, como vetores de migração espacial da carga, pólos de atração da demanda; identificação de áreas ociosas atendidas pelo sistema de distribuição, entre outros. Além disso, será estudada a correlação destes novos conceitos a variáveis não elétricas como crescimento demográfico, industrial, sazonalidade comercial e outros, sempre relativos à análise da carga por uso final, ou seja, por classe de consumo (residencial, comercial, industrial, rural, outros), por nível de tensão (baixa e média tensão) e por uso do solo. Esses tópicos viabilizarão a especificação de um modelo de planejamento estratégico que forneça como principais resultados: - Indicação cronológica da data de inserção de novas obras no sistema de distribuição; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações de gerenciamento pelo lado da demanda e/ou gerenciamento pelo lado da oferta; - Indicação de áreas nas quais sejam cabíveis ações indutivas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Marcus Rodrigo Carvalho - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2009 - 2011

    Conceituação, Desenvolvimento e Implementação de um Modelo de Planejamento Estratégico da Expansão de Sistemas de Distribuição Fundamentado no Gerenciamento do Carregamento de Transformadores de Subestações e Equipamentos Associados., Descrição: O presente projeto tem como objetivo desenvolver concepção metodológica e correspondente implementação em software computacional de um modelo estratégico de planejamento da expansão do sistema de distribuição da CPFL tendo-se como principais tópicos de análise: - Caracterização adequada da demanda máxima de cada transformador de força, bem como dos critérios de planejamento (carregamento limite tolerado) visando avaliar o diagnóstico técnico correspondente; - Análise consistente da evolução da carga durante o período de planejamento (envolvendo o crescimento vegetativo, entrada de clientes de maior porte e informações de remanejamentos de carga) por meio de curvas de cargas avaliadas em cada transformador de força, ou em número adequado de patamares de referência; - Concepção de um modelo de geração de alternativas de obras e ações a serem contempladas no planejamento da expansão a partir do diagnóstico técnico dos transformadores de força; - Concepção de um modelo de priorização de alternativas, possibilitando a indicação de planos de obras diferenciados em conformidade com a disponibilidade orçamentária, ou questões estratégicas; - Concepção de modelo de análise de risco e incertezas no contexto do planejamento da expansão, relativos a consolidação de cada cenário de simulação e as conseqüências decorrentes em termos de desempenho técnico; - Estudos efetivos por meio de aplicações práticas dos produtos desenvolvidos em área piloto da distribuidora.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Alden Antunes Uehara - Integrante / Cristiano da Silva Silveira - Coordenador., Financiador(es): Companhia Paulista de Força e Luz - Outra.

  • 2006 - 2008

    Automação como Recurso de Planejamento para Alocação da Reserva de Capacidade para Contingências, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica, sobretudo em centros urbanos de alta densidade de carga, envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, dispõe de capacidade de reserva para atender a demanda através dos alimentadores (rede primária) projetados para operar em condição normal e de primeira contingência. A construção dessas subestações, no padrão usual, envolve grande investimento em equipamentos, sendo que parte de sua capacidade é dedicada à reserva requerendo um grande espaço físico, o que torna-se crítico em áreas com alta taxa de ocupação do solo e com restrições urbanas. Por outro lado, os conceitos utilizados usualmente em planejamento de redes e distribuição são fundamentados no critério N-1, onde o sistema deve ser capaz de atender a carga quando um de seus componentes está fora de serviço. Isso conduz a baixos fatores de utilização das instalações com os consequentes investimentos em expansão onerando a concessionária e produzindo reflexos negativos na tarifa. A aplicação da automação considerando os procedimentos convencionais utilizados em planejamento e projetos de subestações e de redes, bem como as práticas operativas em redes não automatizadas sub-utilizam as vantagens que a automação pode oferecer, desperdiçam reserva de capacidade e ainda, podem complicar a especificação do sistema de automação. Este projeto de pesquisa propõe novos conceitos de planejamento e projeto, que de um lado consideram os recursos que a automação pode oferecer e de outro minimiza a reserva instalada em estruturas do sistema, quer seja capacidade transformadora das subestações quer seja alimentadores. Esses conceitos de planejamento e projeto devem orientar a especificação e a aplicação da automação, uma vez que a presença desse recurso introduz novas facilidades, recomendando a utilização de novas técnicas e procedimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Edson da Silva Santos - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento de metodologia de implementação de subestações na faixa de passagem de LT`s, Descrição: Constantemente observa-se, em grandes centros urbanos, a penetração de linhas de transmissão que abastecem os mesmos. Estas linhas exigem a demarcação de uma faixa de passagem sob as mesmas, sendo estes terrenos desapropriados por razões de segurança. Atualmente, devido ao aumento da densidade populacional nos grandes centros urbanos, terrenos para implementação de subestações de energia elétrica estão cada vez mais difíceis de serem conseguidos. Quando encontrados, os terrenos, muitas vezes, possuem tamanho reduzido, não comportando a implementação de subestações convencionais. Desta maneira, o desenvolvimento de subestações compactadas se faz necessário visando uma menor área de implantação requerida. As áreas constantes nas faixas de passagem das linhas de transmissão, que são desapropriadas, surgem como boas soluções para locação destas subestações. Contudo, estudos são necessários para análise dos riscos existente e proteções necessárias para a implementação de empreendimentos desta natureza. O referido projeto tem como motivação realizar e apresentar os resultados para aplicação desta alternativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Francisco André Gonçalves Filho - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Simulador de desempenho termodinâmico de transformadores, Descrição: Em toda área de concessão da Eletropaulo temos atualmente instaladas aproximadamente 3700 câmaras transformadoras. Em algumas áreas, como por exemplo todo o Centro Velho de São Paulo, são atendidas por redes de distribuição subterrânea. Os custos envolvidos na manutenção e expansão desses sistemas é bastante elevado não só pelas estruturas e obras civis necessárias, mas também porque abrigam uma rede elétrica com componentes de alto custo, como transformadores submersíveis, cabos e dispositivos protetores contra a presença de fluxo inverso de potência. Por ano são instaladas aproximadamente 30 câmaras, entre radiais e do sistema "network", com um custo médio de R$200.000,00/câmara. Com essas cifras, temos um gasto anual de aproximadamente R$6MM/ano na instalação dessas câmaras. Há também uma grande expectativa de crescimento de carga das regiões com redes subterrâneas da Eletropaulo motivada pela revitalização do centro velho e imposições urbanísticas, exigindo a utilização mais intensiva das instalações existentes e requerendo, inclusive, a expansão das atuais redes subterrâneas. Existe também uma expectativa de crescimento econômico do país, decorrendo também maior consumo de energia elétrica. Assim uma utillização mais eficiente dessas instalações se faz necessária, visando a otimização do custo do MWh atendido por real investido, apresentando retornos compensadores quando se aumenta a capacidade da rede melhorando o desempenho dos transformadores e cabos. Este projeto de pesquisa, incluindo software e experimento em campo com protótipo, tem o objetivo de otimizar o fator de utilização das redes subterrâneas e se propõe desenvolver de um ambiente de simulação que permite ao usuário analise de diversos condicionantes que determinam o carregamento máximo de uma câmara transformadora tais como: - dimensões internas; - condições termodinâmicas de operação; - tipos e condições de resfriamento natural e forçado; - material de construção da câmara e. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e otimização de padrões de conexão em baixa e média tensões, Descrição: A aplicação dos procedimentos usuais no dimensionamento dos materiais e equipamentos dedicados ao suprimento de consumidores específicos tem causado preocupantes níveis de superdimensionamento e ociosidade nessas instalações. A otimização dessas especificações, através da consideração de critérios de cálculo da demanda baseados em registros históricos de requisitos de carga previstos e realizados, certamente recomendará a procura de soluções mais econômicas, bem como a adoção de nova metodologia para cálculo da demanda de uma nova instalação consumidora. O advento da universalização e a nova resolução da ANEEL sobre a permissão de instalar medidores fora das instalações consumidoras também criam novas oportunidades para busca de soluções de conexão que sejam mais econômicas para a empresa, visto que ela passa a arcar com a maior parte do custo da instalação, e atraentes para o consumidor. Entre as possibilidades, está o uso de instalações de transformação de consumidores, já existentes e em muitos casos superdimensionadas, como parte integrante do sistema de distribuição, possibilitando o atendimento de consumidores próximos em tensão secundária usando preferencialmente sistemas subterrâneos ou mistos aéreo/subterrâneo. Novas aplicações de dispositivos existentes também devem ser testadas para verificar a necessidade de adaptações e/ou novos desenvolvimentos, visando a possibilidade de padronização na empresa. Nesse ponto, a interação com fabricantes é desejável e prevista no decorrer do projeto. O projeto prevê a instalação de algumas alternativas piloto , cujos custos estimados de implementação fazem parte do projeto. O resultado final a ser buscado é a formação de um portfólio de padrões de conexão, postos à disposição da empresa e dos consumidores, que sejam possíveis de se adequar às várias situações existentes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ernesto João Robba - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Desenvolvimento e aplicação de soluções operativas e de transformação de potência para mini-subestações confinadas distribuídas, Descrição: A construção de subestações convencionais em regiões urbanas densamente povoadas, urbanização consolidada e com forte restrição ambiental e de disponibilidade de terrenos é um problema que demanda novos padrões e alternativas de solução que minimizem os impactos sociais e reduzam os custos e prazos de implementação para a concessionária. A pesquisa proposta prevê o desenvolvimento de novas topologias e tecnologias de transformação de potência em áreas, com essas características, onde a restrição para construção de novas subestações é muito severa. O problema formulado é a expansão de capacidade transformadora de 34,5/13,8 kV, em módulos de oferta de cerca de 25 MVA, em regiões preferencialmente com tensão não-padronizada. A solução convencional seria a implantação de uma subestação de 2 x 20 MVA, em 34,5/13,8 kV que ofereceria uma potência firme de 24 MVA, de alto custo, considerando que subestações em áreas dessa natureza devem ser abrigadas, terem projetos arquitetônicos diferenciados, contarem com proteção ambiental contra ruído e campos eletromagnéticos, e ainda disporem de entradas subterrâneas de AT e de tensão primária. Por outro lado, as áreas objeto do estudo têm disponibilidade de várias câmaras transformadoras subterrâneas, ativas e inativas, localizadas em praças, que poderiam ter sua utilização redirecionada para sua transformação em mini-subestações subterrâneas, através da instalação de transformadores de maior potência, especialmente desenvolvidos para trabalho em locais confinados (submersíveis), em conjunto com equipamentos de manobra, proteção e controle especialmente adaptados para o conjunto. A utilização das câmaras transformadoras como mini-subestações subterrâneas será possível através da concepção de uma topologia de operação que coordene as funções das câmaras em situações de contingência. Prevê-se, para aplicação na pesquisa, o estudo para transformação de 4 câmaras existentes, das cerca de 15 disponíveis na região. Em ca. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Ivo Teixeira Domingues - Integrante / Nilce Gushikem - Integrante / Marcos Eduardo Simões - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de desempenho e possíveis ajustes do sistema de proteção para sistema desequilibrado com neutro multi-aterrado, Descrição: A proteção contra sobrecorrentes no sistema de distribuição de energia elétrica tem dois grandes compromissos: segurança de pessoas e equipamentos e garantia da continuidade de fornecimento da energia elétrica. As características do sistema de distribuição da Eletropaulo, com a utilização de transformadores monofásicos e em ligação delta aberto, resultam na circulação de correntes de neutro que podem assumir valores elevados, dificultando sobremaneira a definição dos ajustes e calibrações dos dispositivos de proteção de neutro dos alimentadores primários. Este fato se agrava com as incertezas existentes em relação aos possíveis valores de impedância de defeito e das correntes transitórias de inrush. O desconhecimento dos possíveis valores de impedância de defeito para defeitos que envolvam a terra torna os cálculos de correntes de curto-circuito muito imprecisos, comprometendo os estudos de coordenação da proteção, podendo mesmo levar à completa inexistência de proteção contra defeitos que envolvam a terra. Nos cálculos de correntes de curto-circuito fase-terra, usualmente assume-se um valor para a resistência de defeito (em geral de 20 a 40 ohms), que é determinante para o estabelecimento das correntes mínimas que devem sensibilizar os dispositivos de proteção de neutro (religadores e relés de sobre-corrente). Não existem estudos publicados que justifiquem a adoção de tais valores de impedância, e algumas verificações práticas indicam a ocorrência de valores muito superiores. As correntes de inrush, por sua vez, são decorrentes de transitório eletromagnético de energização de transformadores. Embora de curta duração (da ordem de 100 ms), podem atingir valores muito elevados, podendo ocasionar atuação indevida de dispositivos de proteção contra sobre-correntes e, conseqüentemente, desligamentos indesejados da rede. O cálculo de sua intensidade é muito complexo, pois é função de diversos parâmetros, como o magnetismo residual dos transformadores no i. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Antônio Paulo da Cunha - Integrante / Alden Antunes Uehara - Coordenador / Dener Pioli - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Subestação Compacta Distribuída, Descrição: As atuais configurações dos sistemas de distribuição de energia elétrica envolvem a construção de subestações que, em sua maioria, agregam uma grande capacidade que é distribuída através dos alimentadores (rede primária). A construção dessas subestações, no padrão atual, envolve grandes investimentos em equipamentos e demandam uma quantidade de espaço físico que torna-se crítica em áreas com alta densidade populacional. Além disso, em áreas periféricas de grandes cidades, de crescimento acelerado e desordenado, mas que não demandam grande potência instalada, torna-se necessário a pesquisa e implantação de soluções de baixo custo adequadas a este ambiente. O projeto proposto visa pesquisar a adoção de subestações compactas que possam, através da locação da capacidade transformadora de forma pulverizada ao longo da rede primária de 34,5 kV, minimizar as restrições de custo e espaço físico existentes. A rede de 34,5 kV é escolhida por constituir um padrão disponível em determinadas áreas da empresa e que é subutilizada como meio transmissor de energia. A aplicação de equipamentos com simplificações em sua especificação, bem como novos usos de equipamentos existentes e o desenvolvimento de equipamentos tradicionais com características diferenciadas devem constituir parte importante dos estudos para a definição do padrão da subestação. Nesse sentido, a interação com fabricantes de equipamentos é também desejável e importante para o desenvolvimento da pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Coordenador / Marcos Roberto Gouvêa - Integrante / Júlio César Ramos Lopes - Integrante / Ivo Kleber de Lima - Integrante / Luiz Carlos Goulart - Integrante / Alexandre Suprizzi - Integrante / Rodrigo Queiroga - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

  • 2004 - 2006

    Desenvolvimento de soluções tecnológicas para viabilização da implantação de redes subterrâneas em áreas urbanas densamente ocupadas, Descrição: Na região urbana da cidade de São Paulo e de outras metrópoles brasileiras, há centros comerciais com densidade de cargas media e alta, que se caracterizam por serem locais confinados, pela inexistência de espaços na superfície (áreas totalmente ocupadas, calçadas estreitas, inexistências de praças, etc), por subsolos congestionados e por demora ou problemas de licenciamento do uso do solo. Nestas condições o atendimento por rede aérea vai deixando de ser uma alternativa técnica adequada, bem como deixando de atender aos anseios da população. De forma a solucionar esse problema, estão surgindo proposições de legislações com obrigatoriedade do emprego de redes subterrâneas, acrescenta-se ainda, o estabelecimento, pelos órgãos municipais, do conceito de galerias técnicas subterrâneas e a cobrança do uso do solo que estão sendo estudadas. As concessionárias necessitam, portanto, desenvolver novas ferramentas para fazer frente a esta realidade. Para que a Eletropaulo possa enfrentar adequadamente estes desafios, torna-se necessário desenvolver um padrão econômico, compatível com essa realidade e que apresentem custos que viabilizem sua implantação gradativa, que não é o caso dos padrões atuais da Eletropaulo que consideram sistemas reticulados, de altos custos, em pedestal ou quiosques, devido à inexistência de espaço para instalação. No entanto para a viabilidade deste novo padrão há necessidade dos seguintes desenvolvimentos: - Obra civil - estudar formas de perfuração do solo com o uso de métodos indestrutíveis para a instalação de dutos de passagem, ou para instalação dos cabos diretamente enterrados ou ainda para construção de galerias menores e mais resistentes que possam acondicionar os cabos de forma segura; - Cabos e acessórios - elaborar estudos visando a definição dos cabos de alta e baixa tensão e acessórios a serem utilizados, como por exemplo: instalação trenchless sem duto com cabo Air Bag, para BT e MT; cabo. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Daniel Perez Duarte - Integrante / Marcos Roberto Gouvêa - Coordenador / Sérgio Lúcio Salomon Cabral - Integrante / Rafael Ferreira Costa - Integrante / Plácido Antônio Brunheroto - Integrante / Anderson Villela - Integrante / Ermínio César Belvedere - Integrante / Walter Pinheiro - Integrante / Marcelo Aparecido Pelegrini - Integrante., Financiador(es): Eletricidade de São Paulo S/A - Outra.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

1º Lugar - Melhor Trabalho Comunicação Oral - "Solução de Auto Reconfiguração de Rede com Funcionalidades Avançadas para o Controle e Monitoramento de Sistemas de Distribuição", XI CBQEE - Conferência Brasileira sobre Qualidade de Energia Elétrica.

2011

2º Melhor Trabalho Técnico do Grupo GSE do XXI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica, Cigré-Brasil.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Sinapsis Inovação em Energia. , Alameda Jaú, 48, 5º andar, Jardim Paulista, 01420000 - São Paulo, SP - Brasil, Telefone: (11) 50510744, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2011 - Atual

    Sinapsis Inovação em Energia

    Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - Atual

    Sinapsis Inovação em Energia

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Mestre

    Atividades

    • 02/2011

      Pesquisa e desenvolvimento , Sinapsis, .,Linhas de pesquisa

  • 2004 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

    Atividades

    • 02/2004

      Pesquisa e desenvolvimento , Escola Politécnica, Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétrica.,Linhas de pesquisa

    • 12/2004 - 12/2004

      Treinamentos ministrados , Escola Politécnica, .,Treinamentos ministrados, Software de Estudos de Proteção de Sistemas de Distribuição - INTERPROTE - CELESC

    • 10/2004 - 10/2004

      Treinamentos ministrados , Escola Politécnica, .,Treinamentos ministrados, Software de Estudos de Proteção de Sistemas de Distribuição - INTERPROTE - AES Eletropaulo

  • 2007 - 2011

    THEMAG Engenharia Ltda.

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Engenheiro de Projeto

  • 2001 - 2003

    THEMAG Engenharia Ltda.

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 03/2009

      Serviços técnicos especializados , Themag Engenharia Ltda., .,Serviço realizado, Elaboração do projeto executivo de controle e proteção do AHE JIRAU.

    • 10/2007 - 03/2009

      Serviços técnicos especializados , Themag Engenharia Ltda., .,Serviço realizado, Projeto executivo da UHE RONDON II.

    • 09/2001 - 07/2003

      Estágios , Themag Engenharia Ltda., .,Estágio realizado, Estágio em projetos elétricos de usinas hidrelétricas e subestações de energia elétrica.

  • 2007 - 2010

    Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Mestre

  • 2012 - Atual

    Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Doutor

  • 2009 - 2011

    Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Mestre

  • 2009 - 2011

    Daimon Engenharia e Sistemas

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor

  • 2005 - Atual

    RDE Engenharia Elétrica S/S Ltda

    Vínculo: Sócio Administrativo, Enquadramento Funcional: Sócio, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 07/2009

      Pesquisa e desenvolvimento , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Linhas de pesquisa

    • 03/2009

      Pesquisa e desenvolvimento , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Linhas de pesquisa

    • 01/2009

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Elaboração do projeto executivo de comando, controle e proteção da Usina Hidrelétrica de Jirau - Parceiria com a empresa THEMAG Engenharia e Gerenciamento Ltda..

    • 05/2008

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Participação no projeto executivo da PCH ANHANGÜERA - TECHNA Engenharia e Gerenciamento.

    • 03/2008

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Participação no projeto executivo da PCH Malagone - TECHNA Engenharia e Gerenciamento.

    • 10/2007

      Pesquisa e desenvolvimento , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Linhas de pesquisa

    • 10/2007 - 12/2008

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Participação na elaboração do projeto executivo da UHE RONDON II - THEMAG Engenharia e Gerenciamento Ltda..

    • 01/2008 - 03/2008

      Conselhos, Comissões e Consultoria, RDE Engenharia S/S Ltda., .,Cargo ou função, Participação na elaboração de Manual de Procedimentos e Diretrizes para Maximização de Benefícios em PCHs - Companhia Energética de Petrolina / ENERQ.

    • 07/2007 - 09/2007

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Elaboração de projeto básico elétrico da PCH Piedade.

    • 08/2007 - 08/2007

      Treinamentos ministrados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Treinamentos ministrados, Sistema de Planejamento Agregado de Investimentos em Redes Distribuição de Baixa Tensão - SISPAI-BT - Ministrado na USP para engenheiros da COPEL

    • 08/2006 - 12/2006

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Elaboração de projeto executivo de comando e controle da ESD Guianas - AES Eletropaulo.

    • 04/2006 - 07/2006

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Elaboração de projeto executivo de comando e controle da ESD Raposo - AES Eletropaulo.

    • 12/2005 - 04/2006

      Serviços técnicos especializados , RDE Engenharia S/S Ltda., .,Serviço realizado, Elaboração de projeto executivo de comando e controle da ESD Represinha - AES Eletropaulo.

  • 2003 - 2004

    Conceito Engenharia S C Ltda

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Engenheiro, Carga horária: 0

    Atividades

    • 10/2003 - 02/2004

      Serviços técnicos especializados , Conceito Engenharia S C Ltda, .,Serviço realizado, Realização de projetos residenciais, comerciais e industriais de baixa e média tensão..

  • 2018 - Atual

    iAPTEL - Instituto APTEL

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Projeto

  • 2018 - Atual

    Centro de Excelência em Energia do Acre

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Projetos