Lucas Gonçalves Ferreira

Possui graduação em Biomedicina pelo Centro Universitário de Araraquara (2001-2004), mestrado (2006-2008), doutorado (2008-2012) e pós-doutorado (2013-2015) pela Universidade de São Paulo (USP) na Faculdade de Ciências Farmacêuticas - Análises Clínicas. Foi professor substituto dos cursos de Farmácia e Ciências Ambientais da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) (2015). Atualmente é coordenador do curso de Biomedicina e professor dos cursos de Farmácia, Biomedicina, Biologia, Odontologia, Nutrição, Enfermagem e Engenharia de Alimentos do Centro Universitário Facvest (UNIFACVEST). Tem experiência nas áreas de Biologia Molecular, Microbiologia e Imunologia.

Informações coletadas do Lattes em 28/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)

2008 - 2012

Universidade de São Paulo
Título: O papel da flagelina e do sistema de secreção de Escherichia coli enteroinvasora na resposta imune inata dos macrófagos
Sandro Rogério de Almeida. Coorientador: Marina Baquerizo Martinez. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Escherichia coli enteroinvasora; flagelina; sistema de secreção; macrófago.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.

Mestrado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)

2006 - 2008

Universidade de São Paulo
Título: Caracterização da Resposta Inflamatória induzida por Escherichia coli enteroinvasora (EIEC) e Shigella flexneri em células epiteliais intestinais,Ano de Obtenção: 2008
Marina Baquerizo Martinez.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Escherichia coli enteroinvasora; Shigella flexneri; Células Caco-2; Resposta Inflamatória; Diarréia.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Aplicada. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.

Graduação em Biomedicina

2001 - 2004

Universidade de Araraquara
Título: Frequência de Infecções do Trato Urinário na Santa Casa de Misericórdia de Araraquara no período de um ano
Orientador: Adilson César Abreu Bernardi

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2013 - 2015

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2011 - 2011

Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE/USP) - Fisiopatologia. (Carga horária: 40h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2010 - 2010

Aplicações da Citometria de Fluxo em Modelos Experimentais. (Carga horária: 40h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2007 - 2007

Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE/USP) - Microbiologia Clínica. (Carga horária: 40h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2004 - 2004

Interações Medicamentosas. (Carga horária: 12h). , SENAC ARARAQUARA, SENAC ARARAQUARA, Brasil.

2004 - 2004

Fundamentos Clínicos da Gasometria. , Universidade de Araraquara, UNIARA, Brasil.

2004 - 2004

Leucemias. , Universidade de Araraquara, UNIARA, Brasil.

2003 - 2003

Citometria de Fluxo. (Carga horária: 3h). , Universidade de Araraquara, UNIARA, Brasil.

2002 - 2002

Urinálise. (Carga horária: 3h). , Universidade de Araraquara, UNIARA, Brasil.

2001 - 2001

Reprodução Humana e Mesas Redondas. (Carga horária: 8h). , Conselho Regional de Biomedicina - São Paulo, CRBM-SP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Microbiologia Básica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Microbiologia Clínica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

FERREIRA, L. G. . IV Simpósio de Pós-graduação em Análises Clínicas - FCF/USP. 2012. (Outro).

FERREIRA, L. G. . III Feira de Cursos da UNIARA. 2002. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

27 Congresso Brasileiro de Microbiologia. Fonsecaea pedrosoi induz a ativação de caspase-1 em macrófagos murinos. 2013. (Congresso).

V Simpósio de Pós-Graduação em Análises Clínicas. 2013. (Simpósio).

XVIII Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia.Caspase-1 activation and IL-1 release in Fonsecaea pedrosoi-infected macrophages. 2013. (Simpósio).

IV Encontro sobre Escherichia coli patogênica. 2012. (Encontro).

IV Simpósio de Pós-Graduação em Análises Clínicas. 2012. (Simpósio).

III Simpósio de Pós-Graduação em Análises Clínicas. 2011. (Simpósio).

2° Encontro Paulistano sobre Escherichia coli patogênica.Infecção por Escherichia coli enteroinvasora: o papel dos macrófagos na resposta imune inata. 2010. (Encontro).

II Simpósio de Pós-graduação em Análises Clínicas.Resposta inflamatória induzida por E. coli enteroinvasora e S. flexneri em células epiteliais intestinais. 2010. (Simpósio).

25 CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA. Maior produção de NO por células epiteliais intestinais infectadas por EIEC em relação à Shigella Flexineri: uma evidência de diferença na patogenicidade?. 2009. (Congresso).

XXXIV Congress of the Brazilian Society for Immunology and International on Allergy and Clinical Immunology. 2009. (Congresso).

Innate Immunity Workshop BH. 2008. (Outra).

XXXIII Meeting of the Brazilian Society for Immunology and Extra Section of Clinical Immunology. 2008. (Congresso).

24 Congresso Brasileiro de Microbiologia. Expressão de genes de virulência de Escherichia coli enteroinvasora durante infecção em células intestinais Caco-2. 2007. (Congresso).

I Simpósio Interação Parasito-Hospedeiro - Modelos de Estudo. 2007. (Simpósio).

VI Simpósio de Biossegurança e Descartes de Produtos Químicos perigosos em Instituições de Ensino e Pesquisa. 2006. (Simpósio).

VI Reunião Científica do Instituto Butantan. 2005. (Encontro).

IV Jornada Biomédica. 2004. (Simpósio).

VI Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde. Frequência de Infecções do Trato Urinário em mulheres em diferentes faixas etárias. 2004. (Congresso).

IV Semana da Biomedicina e III Jornada de Biomedicina. 2003. (Simpósio).

II Jornada de Biomedicina. 2002. (Simpósio).

I Conferência Regional de Biomedicina. 2001. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Valeska Tscherne e Pastrelo

FERREIRA, L. G.; FERREIRA, K. S.; BATISTA, W. L.. Resistências a antifúngicos: um problema emergente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia e Bioquímica) - Universidade Federal de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Emerson Freitas Mello

FREITAS, A. M.;MELLO, E. F.; ARAUJO, S. G.. PROJETO PARA DESENVOLVIMENTO E OTIMIZAÇÃO DO SETOR E DAS IMPORTAÇÕES DA HIPOLABOR. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Negócios Internacionais) - Centro Universitário Newton Paiva.

MONAMARIS MARQUES BORGES

ALMEIDA, Sandro Rogério de; Ferreira, L.C.S; LIMA, M. R. D.; Martins, J.O;BORGES, M. MPIAZZA, R. M. F.. O papel da flagelina e do sistema de secreção de Escherichia coli enteroinvasora na resposta imune inata dos macrófagos. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade de São Paulo.

Andrea Melissa Grigowski

GRIGOWSKI, A. M.. Reestruturação do Arquivo Físico e Digital da empresa Bonatto e Bonatto Advogados Associados. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Secretariado Executivo) - Centro Universitário Internacional.

Simone Gelmini Araújo

ARAÚJO, S. G.; MELLO, E. F.; FREITAS, A. M.. Projeto para desenvolvimento e otimização do setor e das importações da Hipolabor.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Negócios Internacionais) - Centro Universitário Newton Paiva.

Maria Regina D'Imperio Lima

Império Lima, Maria Regina. O papel da flagelina e do sistema de secreção de Escherichia coli enteroinvasora na resposta inata de macrófagos. 2012. Tese (Doutorado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo.

WALDIR PEREIRA ELIAS JUNIOR

ELIAS, W. P.. Caracterização da resposta inflamatória induzida por Escherichia coli enteroinvasora (EIEC) e Shigella flexneri em células epiteliais intestinais da linhagem Caco-2. 2008. Dissertação (Mestrado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo.

WALDIR PEREIRA ELIAS JUNIOR

ELIAS, W. P.. O papel dos receptores de macrófagos no reconhecimento da flagelina de Escherichia coli enteroinvasora e sua importância na resposta inflamatória. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo.

Joilson de Oliveira Martins

MARTINS JO; FERREIRA, L. C. S.; LIMA, M. R. D.; BORGESE, M. M.; ALMEIDA, S. R.. O papel da flagelina e do sistema de secreção de Escherichia coli enteroinvasora na resposta imune inata dos macrófagos. 2012. Tese (Doutorado em Doutorado) - Faculdades de Ciências Farmacêuticas - USP.

Rosa Maria Silva

SILVA, R. M.; Almeida, S R; MARTINEZ, M. B.. Caracterização da resposta inflamatória induzida por Escherichia coli enteroinvasora e Shigella flexneri em células epiteliais intestinais humanas da linhagem Caco-2. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Adrianna Almeida da Silva

Diabetes mellitus na gestação; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; (Orientador);

Vivian Malverde do Prado

Biofilmes em Cateteres: Caracterização, Importância Clínica e Métodos de Detecção; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Análises Clínicas) - Universidade Paulista; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Priscila Martins dos Santos

Resistência bacteriana - Diagnóstico laboratorial à -Lactamase de Espectro Estendido (ESBL); 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Análises Clínicas) - Universidade Paulista; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Thamylle Tuane Gomes Batista

A fisiopatologia e as manifestações clínicas em pacientes com fibrose cística; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Amanda Bertoncelli Borges

O uso de terapia empírica em infecções bacterianas no trato urinário; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Andreza Moraes Branco

Prevalência e características gerais sobre o uso medicamentos na gravidez; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Marinês Felini

Canabidiol como tratamento para crises epilépticas; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Ydilla Ketlen da Silva Ferreira

Prevalência de parasitas intestinais em crianças do CEIM da cidade de Lages, Santa Catarina; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Marina Camargo Lunardi

Estudo diferencial do sistema imunológico de crianças nascidas via cesárea em comparação à nascidas via parto normal; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Luciana Lucas de Mello

Infecção urinária na gestação complicações, diagnóstico e tratamento; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Carolina Pereira

Irradiação transcutânea do sangue com laser na melhora dos sintomas da asma ? uma série de casos; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Isadora Becker de Sene

Incidência de sarampo no brasil; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Cassia Sameli Fogassa da Silva

Prevalência de klebsiella spp; Isoladas de urocultura de comunidade do município de Lages SC no período de 2017 ? 2019; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Karolina Varela Souza

Relato de caso de toxoplasmose congênita complicações e tratamento; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Bruna Pinter Subtil

O uso da toxina botulínica tipo ?a? no retardo do envelhecimento cutâneo facial associada a nutracêuticos orais; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Diovana de Souza Vargas

Os benefícios da pitaya para saúde humana; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Willian Moraes Chaves

Aflatoxina M1 no leite bovino e derivados no brasil nos últimos 15 anos; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Fabiane Maidanchen

Impacto do uso do anticoagulante fluoreto de sódio no exame de glicemia na rotina laboratorial; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Larissa Della Vecchia Becker

Comportamento sexual dos jovens universitários e o nível de conhecimento de IST, HIV/AIDS e hepatites virais; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Bruna Silveira de Oliveira

A prevalência e os motivos relacionados ao uso de drogas de abuso por acadêmicos em Lages/SC; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Bruna Balatka

Prevalência de distúrbios tireoidianos em um laboratório de análises clínicas na serra catarinense; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Izabel Carolina de Araújo Souza

Investigação da relação de casos entre fusariose e pacientes leucêmicos; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Andressa Rocha da Silva

O câncer de mama e sua terapia com anticorpo monoclonal trastuzumab; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Bruna Tainá Weber

Doenças transmitidas por alimentos e seus principais agentes etiológicos; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Pedro Weidson Freires Dias

Prevalência de hepatites B e C em pacientes atendidos pelo laboratório municipal da cidade de Lages/SC; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

ANTONIA QUESIA SOUSA ALENCAR

Aspectos clínicos, epidemiológicos e laboratoriais da Leishmaniose visceral humana na região sul do Brasil; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Bianca Ferreira dos Santos

Ayahuasca: seus efeitos e a segurança para o consumo; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Manoela Scramocim De Andrade

Prevalência de infecções por Klebsiella pneumoniae em um laboratório de análises clínicas de Lages/SC; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

ELIARA GABRIEL DE OLIVEIRA

Transtorno do Espectro Autista e sua relação com a terapêutica nutricional; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Joyce Cristiane Hrinhevicz

Levantamento de exames de pacientes de um laboratório de análises clínicas de Correia Pinto/SC para fins de acompanhamento de pacientes diabéticos; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Tatiane Antunes dos Santos

Prevalência de sífilis na região da serra catarinense; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Camila Camargo Wolff

A relevância da biologia molecular na elucidação de casos de crimes sexuais; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Priscyla Keith Scariot

Gonadotrofina coriônica humana como marcador tumoral; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Leyse Dhyeniffer Moreira da Luz

Síndrome de down - Desordem genética e o impacto da familia; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Daniela da Silva Vargas

Índices de adesão e conhecimento acerca do exame Papanicolau por acadêmicas na serra catarinense; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Guilherme Saurin

Prevalência de vitamina D na população da serra catarinense; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Anderson Gabriel Couto

Uso da biologia molecular no diagnóstico e tratamento da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS); 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Sheila Ramos Arruda

Prevalência da anemia ferropriva em crianças na serra catarinense; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Facvest; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Ydilla Ketlen da Silva Ferreira

Prevalência do câncer de mama na região serrana de santa catarina; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST, Fundo de Apoio à Pesquisa e Extensão; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Thauana Freitas da Rosa

Sangue como sinônimo de vida: projeto de conscientização da comunidade e captação de novos doadores de sangue na região da serra catarinense; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Mariana Mendes Savi Mondo

Propriedades probióticas in vitro de Lactobacillus spp; isolados de queijos artesanais produzidos na serra catarinense; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST, UNIEDU; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Karolayne Carvalho de Souza

Analise microbiológica de queijos artesanais produzidos na região da serra catarinense; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST, UNIEDU; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Andressa Rocha da Silva

Prevalência, prevenção e tratamento de câncer de colo de útero na região da serra gaúcha; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Caroline Cabral

Prevalência das infecções do trato urinário em pacientes hospitalares na serra gaúcha; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Tatiane Antunes dos Santos

Soroprevalência de sífilis, HIV, hepatite B e hepatite C em gestantes atendidas na serra catarinense; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário FACVEST; Orientador: Lucas Gonçalves Ferreira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marina Baquerizo Martinez

Caracterização da cinética de expressão de Mediadores Inflamatórios modulados por Shigella e Escherichia coli enteroinvasora (EIEC) em células intestinais da linhagem Caco-2; 2008; 0 f; Dissertação (Mestrado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Marina Baquerizo Martinez;

Marina Baquerizo Martinez

O papel dos receptores de macrófagos no reconhecimento da flagelina de Escherichia coli enteroinvasora e sua importância na resposta inflamatória; 2012; Tese (Doutorado em AnálisesClínicas) - Faculdade de Ciencias Farmacêuticas - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Marina Baquerizo Martinez;

Emerson Freitas Mello

PROJETO PARA DESENVOLVIMENTO E OTIMIZAÇÃO DO SETOR E DAS IMPORTAÇÕES DA HIPOLABOR; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Negócios Internacionais) - Centro Universitário Newton Paiva; Orientador: Emerson Freitas Mello;

Yuri Firmeza

O SEXO DO CIBORGUE; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Cinema e Audiovisual) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Yuri Firmeza;

Tiago do Prado Paim

PRODUÇÃO DE SILAGEM EM SISTEMAS CONSORCIADOS DE MILHO (Zea mays), GUANDU (Cajanus cajan) E BRAQUIÁRIA (Urochloa brizantha); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agropecuária) - Instituto Federal Goiano; Orientador: Tiago do Prado Paim;

Edson José Vidal da Silva

Graduação: Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ecologia e Manejo de Florestas Tropicais - GEPEM; 2018; Orientação de outra natureza; (Engenharia Florestal) - Universidade de São Paulo; Orientador: Edson José Vidal da Silva;

Edson José Vidal da Silva

Estudo do manejo e potencial produtivo não madeireiro de espécies vegetais da Amazônia e da Mata Atlântica; 2018; Orientação de outra natureza; (Engenharia Florestal) - Universidade de São Paulo, USP - Programa Unificado de Bolsas de Estudos - Pró-Reitoria de Graduação; Orientador: Edson José Vidal da Silva;

Sandro Rogério de Almeida

O papel dos receptores intracelulares no reconhecimento da flagelina de Escherichia coli enteroinvasora e sua importância na resposta inflamatória; 2012; Tese (Doutorado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sandro Rogério de Almeida;

Sandro Rogério de Almeida

2013; Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Sandro Rogério de Almeida;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ROSSATO, LUANA ; SANTOS, SUELEN SILVANA DOS ; FERREIRA, LUCAS GONÇALVES ; DE ALMEIDA, SANDRO ROGÉRIO . The importance of Toll-like receptor 4 during experimental Sporothrix brasiliensis infection. MEDICAL MYCOLOGY , v. 1, p. 1-6, 2018.

  • ROSSATO, LUANA ; SILVANA DOS SANTOS, SUELEN ; FERREIRA, LUCAS GONÇALVES ; ROGÉRIO DE ALMEIDA, SANDRO . The impact of the absence of Toll-like receptor-2 during Sporothrix brasiliensis infection. JOURNAL OF MEDICAL MICROBIOLOGY , v. 68, p. 87-94, 2018.

  • YOSHIKAWA, FABIO SEITI YAMADA ; FERREIRA, LUCAS GONÇALVES ; DE ALMEIDA, FERNANDO GONÇALVES ; DE ALMEIDA, SANDRO ROGERIO . An In Vitro Model for the Study of the Macrophage Response Upon Trichophyton rubrum Challenge. Mycopathologia (1975. Print) , v. 1, p. 1-10, 2016.

  • YOSHIKAWA, FÁBIO SEITI YAMADA ; FERREIRA, LUCAS GONÇALVES ; DE ALMEIDA, SANDRO ROGÉRIO . IL-1 signaling inhibits Trichophyton rubrum conidia development and modulates the IL-17 response in vivo. VIRULENCE , v. 6, p. 00-00, 2015.

  • BOGSAN, C.S.B. ; FERREIRA, L. ; MALDONADO, C. ; PERDIGON, G. ; ALMEIDA, S.R. ; OLIVEIRA, M.N. . Fermented or unfermented milk using Bifidobacterium animalis subsp. lactis HN019: Technological approach determines the probiotic modulation of mucosal cellular immunity. Food Research International , v. 64, p. 283-288, 2014.

  • Moreno, A. C. R. ; FERREIRA, K. S. ; FERREIRA, L. G. ; ALMEIDA, S. R. ; MARTINEZ, M. B. . Recognition of enteroinvasive Escherichia coli and Shigella flexneri by dendritic cells (DCs): distinct DC activation states. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , v. 107, p. 138-141, 2012.

  • FERREIRA, L. G. ; SANTOS, H. C. A. S. ; MARTINEZ, M. B. . Escherichia coli enteroinvasora: caracteristicas, fatores de virulência e relação parasita-hospedeiro. Microbiologia in Foco , v. 19, p. 5-11, 2012.

  • Moreno, A. C. R. ; FERREIRA, L. G. ; Baquerizo Martinez, Marina . Enteroinvasive Escherichia coli versus Shigella flexneri: how different patterns of gene expression affect virulence. FEMS Microbiology Letters , v. 301, p. 156-163, 2009.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

FERREIRA, L. G. . Conexão Saúde: Uso de medicamentos a base de maconha no Brasil. 2019.

Oliveira, B. S. ; RIBEIRO FILHO, A. A. ; FERREIRA, L. G. . Unifacvest em foco: Uso de drogas de abuso por universitários de Lages/SC. 2019.

Ferreira, Y.K.S. ; FERREIRA, L. G. . Prevalência de parasitas intestinais em crianças do CEIM da cidade de Lages (SC). 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    ETIOLOGIA, PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO DE DOENÇAS CRÔNICAS, INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS, Descrição: A teoria da transição epidemiológica considera as transformações do perfil predominante de mortalidade e morbidade de uma população e seus determinantes demográficos e sociais, e preconiza a ocorrência de uma mudança no padrão de alta taxa de mortalidade por doenças transmissíveis para outro, que predominam as doenças não transmissíveis. No entanto, esta teoria tem sido questionada especialmente pela emergência da AIDS, assim como, com o aumento do número de espécies de microrganismos multirresistentes aos fármacos, a emergência de doenças infecciosas e a reemergência de agentes etiológicos infecciosos em locais onde eles haviam sido erradicados. A separação entre doenças crônicas e infecciosas está sendo revista, pois muitos microrganismos como vírus, bactérias, parasitos e fungos estão sendo associados à causalidade de doenças cardíacas, de Alzheimer, em muitas formas de câncer e outras doenças crônicas. Portanto, a amplitude do escopo que abrange o tema da saúde demanda o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de pesquisas de caráter interdisciplinar, as quais devem integrar-se na busca de atender ao conceito de saúde da Organização Mundial de Saúde, a saber: a saúde é definida ?como um estado de completo bem-estar estar físico, mental e social, e não meramente a ausência de doença ou enfermidade?. As pesquisas científicas no âmbito da saúde devem também atender ao amplo escopo de atuação da vigilância epidemiológica, que, além de utilizar os métodos tradicionais de notificação dos agravos, ampliou os objetos de vigilância ao incorporar áreas como a nutrição, o ambiente, a saúde mental, as relações entre saúde e trabalho e a violência. O processo de vigilância inclui a identificação dos fatores de riscos a que determinadas populações vulneráveis estão expostas, como, por exemplo, aqueles que abrangem desde a exposição ao consumo de alimento até a exposição de grandes impactos naturais e ambientais. O aprofundamento do conhecimento biológico e etiológico sobre os microrganismos demanda, principalmente, o entendimento dos seus ciclos de vida a partir das suas relações ecológicas, o desvelamento das suas características moleculares no âmbito da bioquímica e da genética e os processos metabólicos envolvidos. Esses conhecimentos podem subsidiar ações no campo da saúde coletiva relacionadas à implementação de medidas de controle e de prevenção e discriminar características específicas dos microrganismos que irão auxiliar na produção de gerações mais avançadas de métodos de diagnóstico e de fármacos. No âmbito das doenças crônicas, os estudos envolvidos demandam interdisciplinaridade, pois tais doenças caracterizam-se por apresentarem relações multifatoriais em suas causalidades. O estado de Santa Catarina acompanha as características particulares da transição epidemiológica que ocorreu no Brasil. A partir de 1980, as doenças não infecciosas passaram a dominar as taxas de mortalidade no estado, sendo as principais causas de óbito as doenças do aparelho circulatório (30%), neoplasias (15%) e causas externas (12%). Com relação às doenças transmissíveis, o estado apresenta incidência de AIDS superior à do Brasil, sendo que a disseminação da doença passou por um processo de interiorização, de tal maneira que o planalto serrano catarinense aumentou a sua incidência nos últimos anos. Para as demais doenças infecciosas os dados apresentam uma melhoria no controle, na prevenção e no tratamento desses agravos. Este projeto de pesquisa tem como objetivos sistematizar o levantamento do perfil epidemiológico das populações do planalto catarinense e desenvolver estudos de caráter interdisciplinar, envolvendo diferentes áreas do conhecimento, que possam subsidiar ações que contribuam para a contínua melhoria da qualidade de saúde destas populações.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Coordenador / ALEXANDRE ANTUNES RIBEIRO FILHO - Integrante / JADER BETSCH RUCHEL - Integrante / CHRISTIANO DE FIGUEIREDO SPINDLER - Integrante / RAFAEL MARIANO DE BITENCOURT - Integrante / MARIA MARTA AMANCIO AMORIM - Integrante.

  • 2013 - Atual

    O Papel da caspase-1 na resposta imune inata e na ativação de células Th1 e Th17 na infecção experimental por Fonsecaea pedrosoi, Descrição: A cromoblastomicose é uma infecção fúngica subcutânea crônica adquirida por via traumática, através da penetração de conídios e fragmentos de hifas do fungo pela solução de continuidade da pele. A maioria dos casos relatados de cromoblastomicose tem como agente etiológico a F. pedrosoi e acometem principalmente os países de regiões tropicais e subtropicais. O tratamento da cromoblastomicose constitui um desafio terapêutico, de modo que, embora diversos métodos e antimicrobianos sejam utilizados em tentativas de cura ou controle da doença, muitos são os casos de recidivas e poucos foram os relatos de cura definitiva, não existindo ainda um padrão terapêutico eficaz no combate dessa infecção. Acreditamos que uma terapia especifica isolada não atue na resposta imune celular e o tratamento administrado não é eficaz, principalmente devido ao surgimento de recidivas freqüentes. Sugerimos que a imunoterapia possa ser uma chave para auxiliar no tratamento dos pacientes com cromoblastomicose, principalmente aqueles que não respondem a uma terapia convencional administrada atualmente. Trabalhos recentes têm salientado a importância dos inflamassomas no controle das infecções. Esses inflamassomas possuem a função de recrutar e ativar a protease caspase-1, resultando em uma resposta imune caracterizada pela secreção de citocinas (IL-18 e IL-1) envolvidas na indução da resposta celular Th1 e Th17. Os estudos que abordam os agentes infecciosos da cromoblastomicose e o hospedeiro são praticamente inexistentes. Portanto, tendo em vista a importancia da cromoblastomicose no Brasil e considerando-se a necessidade de estudos para tentar controlar ou solucionar as dificuldades clínicas relacionadas ao tratamento da doença, nosso trabalho tem como objetivo avaliar a participaçao da caspase-1 na resposta imune celular na cromoblastomicose experimental.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Integrante / Sandro Rogerio de Almeida - Coordenador / Fabio Yoshikawa - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Papel de receptores de reconhecimento padrão (PRRs) na ativação de macrófagos nas infecções fúngicas cutâneas causadas por Fonsecaea pedrosoi, Sporothrix schenckii e Trichophyton rubrum, Descrição: Os fungos causadores de micoses cutâneas, como o Trychophyton rubrum, Fonseacaea pedrosoi e Sporothrix schenckii vêm ganhando destacada importância clínica devido ao seu caráter refratário às abordagens terapêuticas atuais e ao acometimento de imunossuprimidos, nos quais a patologia é mais grave. Grande parte deste quadro deve-se ao pouco conhecimento que se tem sobre os mecanismos imunopatológicos envolvidos na doença, o que dificulta a compreensão da mesma, a elaboração de novas estratégias terapêuticas e a detecção de possíveis alvos farmacológicos. Recentemente, vários trabalhos tem demonstrado a participação de receptores da resposta imune inata no controle de doenças infecciosas. Os receptores de reconhecimento padrão (PRRs) como Nod (NLRs), TOLLs e lectinas do tipo C, são elementos da resposta imune inata relacionadas à sondagem do ambiente intra e extracelular, reconhecendo padrões moleculares associados a patógenos (PAMPs) ou a dano ao hospedeiro (DAMPs). Ao serem ativados, os receptores podem formar inflamassomos, plataformas multiprotéicas envolvidas na ativação da caspase-1 e, subsequentemente, das citocinas pró-inflamatórias como TNF-, IL-1 e IL-18. A atividade dos PRRs / Inflamassomos foi vinculada a diversos processos fisiopatológicos, como diabetes, obesidade e doenças infecciosas (bacterianas, virais e fúngicas). Particularmente no caso das micoses, as informações ainda são incipientes, porém sinalizam um papel fundamental dos inflamassomos no controle e na definição de uma resposta adaptativa protetora (TH1 e TH17). Portanto, esse projeto visa esclarecer os mecanismos imunologicos envolvidos na interação dos PRRs com importantes fungos patogenicos, e desta forma possibilitar mais conhecimento da fisiopatologia da cromoblastomicose, esporotricose e dermatofitose.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Coordenador / Sandro Rogerio de Almeida - Integrante / Luana Rossato - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Caracterização molecular dos genes ospC1, ospG e ospF em diferentes sorotipos de Escherichia coli enteroinvasora, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Marina Baquerizo Martinez em 08/04/2020., Descrição: Em estudos com células epiteliais intestinais humanas, demonstrou que os fatores de virulência de EIEC são menos expressos que os de Shigella tanto no curso da invasão como no curso da disseminação. O fenótipo de disseminação bacteriana foi avaliado pela formação de placas de lise, onde se verificou que EIEC é menos eficiente do que Shigella (MORENO et al., 2009). Ferreira (2008) mostrou que EIEC estimula uma maior produção de NO em células epiteliais intestinais em relação à Shigella. Mais ainda, não observou diferenças na secreção de IL-8 e MCP-1 após infecção das células epiteliais com as duas bactérias. Entretanto, uma diferença importante foi observada na expressão do receptor intracelular Nod1, que foi mais expresso por células infectadas por EIEC em relação à infectadas por Shigella, sugerindo o papel essencial dos receptores intracelulares NLR na infecção por essas bactérias (FERREIRA, 2008). Também foi observada a ativação de células dendríticas murinas após infecção com EIEC e Shigella. Neste estudo, foi demonstrado que as células dendríticas intestinais não apresentaram capacidade de apresentação de antígenos aos linfócitos T virgens; contudo, os antígenos de Shigella foram eficientemente apresentados aos linfócitos T. Mais ainda, o perfil de secreção de citocinas e expressão de moléculas co-estimulatórias sugeriram que a resposta das CDs à infecção por EIEC é uma resposta protetora ao organismo hospedeiro (artigo submetido). As diferenças de patogenicidade e respostas do hospedeiro observadas entre EIEC e Shigella ainda não foram elucidadas. Para uma melhor compreensão sobre a doença causada por EIEC, a nossa proposta é caracterizar a presença das proteínas ospF, ospC1, ospG, icsA e icsB nos diferentes sorotipos de EIEC, e avaliar o seu papel na resposta inflamatória induzida por EIEC.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Integrante / MARINA BAQUERIZO MARTINEZ - Coordenador / Hadassa Cristhina de Azevedo Soares dos Santos - Integrante / Renee de Nazaré Oliveira da Silva - Integrante.

  • 2008 - 2012

    O papel dos receptores de macrófagos no reconhecimento de Escherichia coli enteroinvasora e sua importância na resposta inflamatória, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Coordenador / MARINA BAQUERIZO MARTINEZ - Integrante / Sandro Rogerio de Almeida - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2006 - 2008

    Biologia da Escherichia coli enteroinvasora IV: Efeitos da ativação das células dendríticas intestinais na resposta inflamatória, Descrição: A disenteria bacilar causada por Escherichia coli enteroinvasora (EIEC) é desencadeada pela destruição do epitélio intestinal, como conseqüência da invasão bacteriana e do influxo de células do sistema imune para o sítio de infecção. EIEC possui características bioquímicas e genéticas semelhantes às de Shigella, porém para que ocorra um processo infeccioso são necessárias 102 células de Shigella em contraste a 106 células de EIEC. Estudos comparativos entre Shigella e EIEC conduzidos em nosso laboratório têm mostrado que há diferenças: (i) na cinética de invasão em células J774 e Caco-2; (ii) na expressão de alguns genes de virulência após ensaios de invasão em J774, (iii) na cinética de expressão de mediadores inflamatórios de J774, (iv) na cinética de migração das células mononucleares e polimorfonucleares para o peritônio de camundongos infectados. Estes resultados sinalizam que as células do hospedeiro, envolvidas no processo inflamatório, respondem de forma diversificada frente a essas espécies bacterianas. A célula dendrítica é uma potente célula apresentadora de antígenos, com habilidade única de ativar linfócitos T naïve. Sua presença nas placas de Peyer é fundamental para a manutenção da homeostase intestinal e defesa imunológica. O processo de maturação das células dendríticas é influenciado por citocinas e/ou bactérias ou seus produtos. Assim, células dendríticas que sofreram uma maturação num contexto fagocítico e/ou inflamatório influenciam a qualidade da resposta das células T. Em vista da importância das células dendríticas na condução do processo inflamatório intestinal, este estudo propõe-se a caracterizar os efeitos da ativação destas células após desafio com EIEC e Shigella.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Integrante / Ana Carolina Ramos Moreno - Integrante / MARINA BAQUERIZO MARTINEZ - Coordenador / Sandro Rogerio de Almeida - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2008

    Caracterização da Resposta Inflamatória induzida por Escherichia coli enteroinvasora e Shigella flexneri em células epiteliais intestinais da linhagem Caco -2, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Coordenador / Ana Carolina Ramos Moreno - Integrante / Joze Antonio Tavares de Albuquerque - Integrante / MARINA BAQUERIZO MARTINEZ - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2008

    Biologia de Escherichia coli enteroinvasora III: expressão dos genes de virulência e a modulação da resposta inflamatório em enterócitos, Descrição: Para melhor entendimento da patogênese da infecção por EIEC, este estudo propõe-se a comparar o nível de transcrição de genes envolvidos na invasão, escape e disseminação de EIEC e Shigella em células epiteliais intestinais da linhagem Caco-2. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Integrante / Ana Carolina Ramos Moreno - Integrante / MARINA BAQUERIZO MARTINEZ - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2007

    Biologia de Escherichia coli enteroinvasora II: Estudo da resposta imune celular induzida no processo inflamatório, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) . , Integrantes: Lucas Gonçalves Ferreira - Integrante / Ana Carolina Ramos Moreno - Integrante / Joze Antonio Tavares de Albuquerque - Integrante / MARINA BAQUERIZO MARTINEZ - Coordenador / Juliana Mota Khalil Amhaz - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2013

Menção Honrosa, XVIII Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia.

2007

Melhor trabalho da pós-graduação - Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas, XII Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia, Faculdade de Ciências Farmacêuticas - USP.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Centro Universitário Facvest. , Avenida Marechal Floriano, 947, Centro, 88501103 - Lages, SC - Brasil, Telefone: (49) 32254141, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - Atual

Centro Universitário FACVEST

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 06/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Unifacvest, .,Cargo ou função, Membro titular da Comissão de Ética no Uso de Animais.

  • 03/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Unifacvest, .,Cargo ou função, Membro titular do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Engenharia de Alimentos.

  • 02/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Unifacvest, .,Cargo ou função, Membro titular do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Nutrição.

  • 02/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Unifacvest, .,Cargo ou função, Membro titular do Comitê de Ética em Pesquisa.

  • 05/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Unifacvest, .,Cargo ou função, Membro titular do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Radiologia.

  • 02/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Unifacvest, .,Cargo ou função, Presidente do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Biomedicina.

  • 01/2016

    Direção e administração, Unifacvest, .,Cargo ou função, Coordenador do curso de Biomedicina.

  • 08/2019 - 12/2019

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bacteriologia Clínica, Imunologia Clínica, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática, Trabalho de Conclusão de Curso I, Trabalho de Conclusão de Curso II

  • 08/2019 - 12/2019

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia II

  • 08/2019 - 12/2019

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática

  • 08/2019 - 12/2019

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática

  • 02/2019 - 07/2019

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, MIcrobiologia I, Microbiologia I - Prática, Trabalho de Conclusão de Curso I, Trabalho de Conclusão de Curso II

  • 02/2019 - 07/2019

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática

  • 02/2019 - 07/2019

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia II, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática

  • 02/2019 - 07/2019

    Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia de Alimentos, Laboratório de Microbiologia

  • 02/2019 - 07/2019

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia I - Pratica

  • 02/2019 - 07/2019

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I

  • 08/2018 - 12/2018

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia Clínica, Bacteriologia Clínica, Trabalho de Conclusão de Curso I, Estágio Supervisionado I, Trabalho de Conclusão de Curso II, Estagio Supervisionado II

  • 08/2018 - 12/2018

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia

  • 08/2018 - 12/2018

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia II

  • 02/2018 - 07/2018

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bacteriologia Clínica, Imunologia Clínica, Imunologia I, Imunologia I - Prática, Trabalho de Conclusão de Curso I e II, Estagio Supervisionado I e II

  • 02/2018 - 07/2018

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia II

  • 02/2018 - 07/2018

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia I, Imunologia I - Prática

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática, Imunologia Clínica, Imunologia I, Imunologia I - Prática, Trabalho de Conclusão de Curso I, Estágio Supervisionado I

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia I, Imunologia I - Prática

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia de Alimentos, Laboratório de Microbiologia

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I

  • 02/2017 - 07/2017

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia I, Imunologia I - Prática, Trabalho de Conclusão de Curso I, Imunologia Clínica

  • 02/2017 - 07/2017

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia I, Imunologia II, Imunologia I - Prática

  • 02/2017 - 07/2017

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I

  • 02/2017 - 07/2017

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia I, Microbiologia I - Prática

  • 02/2017 - 07/2017

    Ensino, Engenharia Ambiental e Sanitária, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Laboratório de Microbiologia, Microbiologia I

  • 08/2016 - 12/2016

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia II, Microbiologia II - Prática

  • 08/2016 - 12/2016

    Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia de Alimentos (Prática e Teórica)

  • 08/2016 - 12/2016

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bacteriologia Clínica, Trabalho de Conclusão de Curso II

  • 02/2016 - 07/2016

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia Clínica, Microbiologia I, Trabalho de Conclusão de Curso I

  • 02/2016 - 07/2016

    Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Laboratório de Microbiologia

  • 02/2016 - 07/2016

    Ensino, Tecnólogo em Radiologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia I

2015 - 2015

Universidade Federal de São Paulo

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Substituto Adjunto I, Carga horária: 40

2013 - 2013

Universidade de São Paulo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor

Outras informações:
Aula Ministrada: "Imunomodulação na Infecção Intestinal" Disciplina de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo: "Trato gatrointestinal: imunomodulação da colonização e infecção bacteriana".

2008 - 2012

Universidade de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2011 - 2011

Universidade de São Paulo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor

Outras informações:
Aula Ministrada: "Imunomodulação na Infecção Intestinal" Disciplina de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo: "Trato gatrointestinal: imunomodulação da colonização e infecção bacteriana".

2011 - 2011

Universidade de São Paulo

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 6

Outras informações:
Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) - Etapa de estágio em docência junto a disciplina de graduação FBC0415 - "Fisiopatologia I".

2006 - 2008

Universidade de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2007

Universidade de São Paulo

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 6

Outras informações:
Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) - Etapa de estágio em docência junto a disciplina de graduação FBC0502 - "Microbiologia Clínica".

2010 - 2012

Universidade Paulista

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor

Outras informações:
Aulas ministradas na disciplina de Bacteriologia Clínica do Curso de Especialização em Análises Clinicas.

2005 - 2005

Instituto Butantan

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 40

Outras informações:
Laboratório de Virologia

2004 - 2004

Laboratório de Análises Clínicas Abi Jaudi

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 12

Outras informações:
Atividades realizadas nas seguintes áreas: lavagem de material; coleta e processamento de material biológico; preparação de soluções e meios de cultura; análises realizadas em hematologia, microbiologia, bioquímica, imunologia, parasitologia e líquidos corporais.