Miguel Ângelo Montagner

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas UNICAMP (2000), Mestre (2003) e Doutor em Saúde Coletiva (2007) pela UNICAMP, Departamento de Medicina Preventiva e Social, além de Doutor no Centre Maurice Halbwachs - École normale supérieure de Paris ? ENS (2006). Realizou Pós-Doutorado no IRIS - Institut de recherche interdisciplinaire sur les enjeux sociaux (Sciences sociales, Politique, Santé), da EHESS e Universidade Paris XIII. É Professor Associado da Universidade de Brasília - Campus Ceilândia e orientador no Programa de Pós-Graduação da Cátedra Unesco de Bioética da Faculdade da Saúde da UnB. Coordenou o Curso de Graduação em Saúde Coletiva. Coordenador do Observatório de Saúde de Populações em Vulnerabilidade ObVUL. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da Saúde. Especialista na teoria bourdieusiana e em métodos de pesquisa social. Trabalha principalmente com saúde coletiva, sociologia da saúde e bioética. Version en français: Diplômé en sciences sociales par l'Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - Brésil (2000), Master (2003) et Doctorat en Santé Publique (2007) - UNICAMP et un doctorat partielle au Centre Maurice Halbwachs - École normale supérieure de Paris - ENS (2006). A fait un Séjour de recherche au IRIS - Institut de recherche interdisciplinaire sur les enjeux sociaux (Sciences sociales, Politique, Santé), lié à EHESS et Université Paris XIII. Actuellement professeur à l'Université de Brasília - UnB et directeur de thèses dans le programme d'études supérieures de la Chaire UNESCO de Bioéthique de la Faculté des sciences de la santé. Travaille dans le domaine de la sociologie, principalement la santé publique, sociologie de la santé et de la bioéthique, ainsi comme dans les méthodes de recherche en sciences sociales autour de la théorie bourdieusienne. A coordonné le programme de premier cycle en santé publique.

Informações coletadas do Lattes em 14/11/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Saúde Coletiva

2003 - 2007

Universidade Estadual de Campinas
Título: A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas das práticas científicas na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.
Orientador: em Ecole Normale Supérieure Paris ( Me Marie Jaisson)
com Everardo Duarte Nunes. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: biografia coletiva; HABITUS; PIERRE BOURDIEU; grupo primário; vanguarda; persona coletiva. Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina.

Doutorado em Centro Maurice HAlbwachs

2005 - 2006

Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris
Título: A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas das práticas científicas na Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP
Orientador: Marie Jaisson
com Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: corpo; HABITUS; PIERRE BOURDIEU; sociologia da saúde; SOCIOLOGIA MEDICA; Ciências Sociais. Grande área: Ciências Humanas

Mestrado em Saúde Coletiva

2001 - 2003

Universidade Estadual de Campinas
Título: A Teoria da prática de Bourdieu e a sociologia da saúde:revisitando as Actes de la Recherche en Sciences Sociales,Ano de Obtenção: 2003
EVERARDO DUARTE NUNES.Palavras-chave: SOCIOLOGIA MEDICA; HABITUS; PIERRE BOURDIEU; SAUDE COLETIVA; CAMPO; MEDICINA SOCIAL. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva. Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas; Cuidado À Saúde das Pessoas; Educação Superior.

Graduação em Ciencias Sociais

1998 - 2000

Universidade Estadual de Campinas
Título: PIERRE BOURDIEU:PEQUENA GENEALOGIA DO HABITUS
Orientador: RITA DE CASSIA L MORELLI

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2013 - 2014

Pós-Doutorado. , Institut de recherche interdisciplinaire sur les enjeux sociaux, IRIS, França. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde, Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Sociologia da Saúde. , Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2018

« Corps » et sciences sociales. (Carga horária: 30h). , École des hautes études en sciences sociales, EHESS, França.

2017 - 2017

Certificat de langue française Niveau C1. (Carga horária: 120h). , Cours de Civilisation Française de la Sorbonne, CCFS/Sorbonne, França.

2017 - 2017

Capacitação de Docentes - Instrumentos de Avaliação de Cursos de Graduação. (Carga horária: 18h). , Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.

2017 - 2017

Cours de Civilization Française de la Sorbonne. (Carga horária: 90h). , Cours de Civilisation Française de la Sorbonne, CCFS/Sorbonne, França.

2017 - 2017

Corps et sciences sociales. (Carga horária: 27h). , École des hautes études en sciences sociales, EHESS, França.

2009 - 2009

I SEMINARIO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA FCE. (Carga horária: 80h). , Universidade de Brasília, UnB, Brasil.

2005 - 2006

"Corps" et sciences sociales. (Carga horária: 45h). , Maison des Sciences de l'Homme Paris Nord, MSH, França.

2005 - 2006

Mathématiques et sciences sociales en histoire. (Carga horária: 18h). , École des hautes études en sciences sociales, EHESS, França.

2005 - 2006

Pratiques de Sociologie. (Carga horária: 94h). , École des hautes études en sciences sociales, EHESS, França.

2005 - 2006

Cycle Maurice Halbwachs. (Carga horária: 24h). , Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris, França.

2005 - 2006

Etudes halbwachsiennes. (Carga horária: 24h). , Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris, França.

2004 - 2004

Introduction to Qualitative Health Research. , Faculdade de Ciências Médicas, FCM UNICAMP, Brasil.

2004 - 2004

Pratiques de Sociologie. (Carga horária: 30h). , École des hautes études en sciences sociales, EHESS, França.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da Saúde.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Conhecimento.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Montagner, Miguel Ângelo . Saúde Coletiva e Políticas de Equidade. 2019. (Outro).

Montagner, Miguel Ângelo . Sistema de Gestão de Acolhimento da UBS 17. 2019. (Outro).

Montagner, Miguel Ângelo . Direitos Humanos e Questões Raciais: onde está a equidade?. 2019. (Outro).

Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez . Roda de Conversa: Secretaria de Políticas para a Juventude e Jovens Estudantes. 2019. (Outro).

Montagner, Maria Inez ; MONTAGNER, M. A. . I Encontro de Promoção da Saúde da UBS 04. 2017. (Outro).

MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . II Seminário Internacional de Populações em Vulnerabilidade. 2017. (Outro).

Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez . Oficina de Capacitação em Pesquisa em Saúde de Jovens e Adolescentes. 2017. (Outro).

MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . I Seminário Internacional de Populações em Vulnerabilidade. 2016. (Outro).

MONTAGNER, M. A. . Fórum Violência contra a Mulher: o que os profissionais de saúde tem a ver com isso?. 2016. (Outro).

MONTAGNER, M. A. . Curso: Povos Romani - os assim chamados Ciganos: da invisibilidade à cidadania. 2016. (Outro).

Montagner, Miguel Ângelo . IX Congresso Brasileiro de Bioética. 2011. (Congresso).

MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . 3ª Conferência Distrital de Políticas para as Mulheres do Distrito Federal. 2011. (Outro).

Montagner, Miguel Ângelo . I Seminário de Ciências SOciais e Saúde da FCE. 2010. (Outro).

MONTAGNER, M. A. ; Gondim, A.P. . Seminário de Ciências Humanas e Sociais. 2008. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Direitos Humanos e Questões Raciais : onde está a equidade?. 2019. (Encontro).

I Congresso Internacional de Políticas Públicas e Desenvolvimento Social. Vulnerabilidades Contemporâneas. 2019. (Congresso).

Sistema de Gestão de Acolhimentos da UBS 17. 2019. (Oficina).

Encontro de Pós-Graduação da Faculdade de Medicina de Botucatu.Intelectuais e sociedade. 2018. (Encontro).

VII Congreso Internacional de la Redbioética UNESCO. El aceso a la salud como un derecho humano. 2018. (Congresso).

II Seminário Internacional de Populações em Vulnerabilidade.Apresentação do Observatório. 2017. (Seminário).

IV Fórum de Educação profissional e Tecnologia Inclusiva CONECTA IF.Saúde da População Negra em diálogos: superação do racismo e da intolerância religiosa na formação discente. 2017. (Seminário).

Oficina de Capacitação para Pesquisa em Saúde de Jovens e Adolescentes - Minicurso.Pesquisa Social em Saúde. 2017. (Oficina).

VI Fórum de Educação Profissional e Tecnológica CONECTA IF.Saúde da população Negra em Diálogos: superação do racismo e da intolerância religiosa na formação discente. 2017. (Encontro).

VII CONGRESO LATINOAMERICANO DE CIRUGÍA BARIÁTRICA Y METABÓLICA (IFSO LAC). FINANCIAL IMPACT OF CARE OF BARIATRIC SURGERIES BETWEEN 2003-2012. 2017. (Congresso).

VII CONGRESO LATINOAMERICANO DE CIRUGÍA BARIÁTRICA Y METABÓLICA (IFSO LAC). PROFILE OF PARENTS OF PEOPLE UNDERGOING BARIATRIC SURGERY. 2017. (Congresso).

VII CONGRESO LATINOAMERICANO DE CIRUGÍA BARIÁTRICA Y METABÓLICA (IFSO LAC). BARIATRIC SURGERIES CARRIED OUT IN BRAZIL BETWEEN THE YEARS OF 2003 TO 2012. 2017. (Congresso).

3º World Congress of Health Research. Profile of Teachers in Morbidness University of Brasília UnB. 2016. (Congresso).

11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2015. (Congresso).

31 Congresso Nacional de Secretarias Municipais de saúde. 2015. (Congresso).

II Seminário: Construindo uma Educação para Igualdade Raci. 2014. (Seminário).

I Simpósio Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde.Ciências Humanas e Sociais e a graduação em saúde coletiva. 2014. (Simpósio).

IX Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Mesa redonda: a graduação em saúde coletiva. 2014. (Congresso).

COLLOQUE INTERNATIONAL PENSER LA VILLE AUJOURD?HUI DANS LA LITTÉRATURE ET LES ARTS. 2013. (Seminário).

13th World Congress on Public Health. Survey about the Sexuality of College Students From a Faculty of University of Brasilia- DF, Brazil. 2012. (Congresso).

8ª International Conference on Clinical Ethics & Consutation. Consentimento e diversidade na Bioética Brasileira. 2012. (Congresso).

II Jornada Científica das Ligas Acadêmicas de Geriatira e Gerontologia do Distrito Federal.Candidatos idosos, capitalismo e democracia: resultados alcançados nas eleições nacionais de 1994, 1998, 2002 e 2006. 2012. (Outra).

II Jornada Científica das Ligas Acadêmicas de Geriatira e Gerontologia do Distrito Federal.Perfil socioeconômico do idoso no mercado de trabalho brasileiro. 2012. (Outra).

3a Conferência Distrital de Políticas para as Mulheres do Distrito Federal. 2011. (Outra).

IX Congresso Brasileiro de Bioética. Respeito às diferenças: a atenção à saúde indígena é uma política bioética?. 2011. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Bioética. Vulnerabilidade e Teoria Social: alguns apontamentos à luz da obra de Pierre Bourdieu. 2011. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde. O CORPO E A SEXUALIDADE ADOLESCENTE: HABITUS E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS ACERCA DO ENSINO SEXUAL NA ESCOLA E A FAMÍLIA. 2011. (Congresso).

VII Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública.Bioética e Vulnerabilidade Social vis-à-vis a Cooperação Sul-Sul. 2011. (Encontro).

XXVII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde e VII Congresso Brasileiro de Saúde, Cultura de Paz e Não-Violência. Relatoria Geral do Congresso. 2011. (Congresso).

III Congresso Internacional de la REDBIOÉTICA UNESCO para AMérica Latina y el Caribe. Ética e principialismo uma discussão entre universalidade e pluralidade. 2010. (Congresso).

I Seminário de Avaliação da Pós-Graduação da UnB. 2010. (Seminário).

I Seminário de Ciências Sociais e Saúde da FCE.Facetas da saúde na Ceilândia. 2010. (Seminário).

12th World Congress on Public Health. Symbolic Violence Experienced by the Masculine Homosexuals in the Health Services: Negotiating the Identity over Stigma. 2009. (Congresso).

I Seminário Nacional em Promoção da Saúde.Pierre Bourdieu: contribuições para a Saúde. 2007. (Seminário).

As Ciências Sociais na Saúde Coletiva: um habitus no campo.A construção social da ciência e do saber. 2006. (Seminário).

Dialogue avec la sociologie de Maurice Halbwachs. A l'occasion du 60ème anniversaire de sa disparition.. 2006. (Seminário).

The Concept of Randomness. 2006. (Seminário).

I Encontro Paulista de Ciências Sociais e Humanas em Saúde.Pierre Bourdieu e a Sociologia da Saúde no Brasil. 2005. (Encontro).

I Encontro Paulista de CIências Sociais e HUmanas em Saúde. 2005. (Encontro).

I Seminário Interno de Pesquisa Qualitativa em Saúde - Múltiplos Olhares. 2005. (Seminário).

XLII Congresso Brasileiro de Educação Médica. A experiênca do Módulo Saúde e Sociedade do Segundo ano de Medicina e da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. 2004. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Lorena Priscila Oliveira Rocha

Montagner, Miguel Ângelo; Zeredo, JLL. Fatores de risco para a depressão em mulheres no climatério. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Márcio André Kao Yien

Montagner, Miguel Ângelo; Reid dos Santos, A F; Pazó, CG. Profissões médicas e violência obstétrica: expertises, monopólios, autoridades e medicalização. 2016. Dissertação (Mestrado em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

Aluno: Cristina Hamester

MONTAGNER, M. I.; DELDUQUE, M. C.;MONTAGNER, M. A.. A hanseníase na experiência de vida de pessoas atendidas em ambulatório de referência no DF. 2016. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Kelly Gonçalves Meira Arruda

Montagner, Maria InezMONTAGNER, M. A.. Violência contra a mulher no parto:um olhar sobre a pesquisa da rede cegonha. 2015. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Kelly Gonçalves Meira Arruda

MONTAGNER, M. A.. Violência contra a mulher no parto: um olhar sobre a pesquisa da Rede Cegonha. 2015. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Sylvio Torres da Motta

Montagner, Miguel Ângelo. Decisão quanto aos cuidados de fim de vida nas unidades de terapia intensiva do Distrito Federal: Análise de discurso. 2015. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Patricia Chagas Neves

Montagner, Miguel Ângelo. Análise da Linguagem utilizada pela ouvidoria geral do SUS na disseminação das informações. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Fabiana Carneiro de Araujo Costa

MONTAGNER, M. A.. Análise da implementação do Projeto de Gestão da Informação e da Comunicação em Ciência e Tecnologia em Saúde - Lógicos, para a tomada de decisão dos gestores do SUS. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Maria Vilma Bonifacio de Almeida

Montagner, Miguel Ângelo; Sousa, MF. Caminhos da política nacional de saúde da população negra:ideias, atores, interesses e institucionalidade. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Juliana Cardoso Alvares

MONTAGNER, M. A.; Sousa, MF; MENDONCA, A. V.; Lima, M G. Percepção dos agentes comunitários de saúde sobre as práticas de saúde mental na unidade básica de saúde da família do Paranoá no Distrito Federal. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Aline Grasielli Monçale

MONTAGNER, M. A.; Castro, SP; Costa, ALR. A doença como vento: representações sociais dos diabéticos moradores da Comunidade São Gonçalo Beira Rio - Cuiabá - MT. 2012. Dissertação (Mestrado em Saude Coletiva) - Universidade Federal de Mato Grosso.

Aluno: Antonio Sergio de Freitas Ferreira

Montagner, Miguel Ângelo; Sousa, MF; MENDONCA, A. V.. Análise do processo de comunicação nas práticas dos Agentes Comunitários de Saúde no Distrito Federal. 2012. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Ena de Araújo Galvão

Montagner, Miguel Ângelo; Sousa, MF. As escolas técnicas do SUS: que projetos político-pedagógicos as sustentam?. 2012. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Rodrigo Dornelas do Carmo

Montagner, Miguel Ângelo; Sousa, MF; MENDONCA, A. V.. Olhares e concepções sobre as campanhas de voz no contexto da informação, educação e comunicação em saúde do distrito Federal. 2012. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Natalia Maria Soares Carreiro

MONTAGNER, M. A.. Mediação Bioética: busca de soluções compartilhadas para a resolução de conflitos bioéticos. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB.

Aluno: Sheila Pereira Soares

Montagner, Miguel Ângelo; Garrafa, Volnei. . Uma análise bioética sobre o processo de empoderamento do usuário como ferramenta de inclusão na saúde. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB.

Aluno: Luana Palmieri França Pagani

Montagner, Miguel Ângelo. Fundamentos Bioéticos e Jurídicos do Princípio da Responsabilidade Social e Saúde sob a perspectiva dos Direitos Humanos. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB.

Aluno: Thiago Rocha da Cunha

MONTAGNER, M. A.. Pagamento a sujeitos de pesquisa: uma análise interdiscrusisva das perspectivas éticas de membros do Sistema CEP/CONEP. 2011. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Faculdade da Saúde UnB.

Aluno: Vladimir Andrei Rodrigues Arce

MONTAGNER, M. A.; Sousa, MF. A integralidade co cuidado no âmbito da estratégia saúde da família no Distrito Federal: um estudo de caso. 2011. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Faculdade da Saúde UnB.

Aluno: Ana Carolina Rocha Peixoto

MONTAGNER, M. A.; Landim, FLP; Valdés, MTM. Redes sociais, saberes e práticas no cotidiano do ex-hanseniano. (Qualificação). 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza.

Aluno: Ana Ampelia da Rocha Lopes

MONTAGNER, M. A.. Práticas maternas na alimentação da criança: investigação etnográfica. (Qualificação). 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza.

Aluno: Leon Gonzaga de Vasconcelos Lopes

MONTAGNER, M. A.. Epistemologia da cura por sugestão: a hipnose e a saúde coletiva (Qualificação). 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza.

Aluno: Virginia Costa Lima Verde Leal

MONTAGNER, M. A.. Cultura da beleza: corpo ideal, cirurgia estética e a promoção da saúde de jovens universitários. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza.

Aluno: Ana Karine de Figueiredo Moreira

Zélia Santos; Joselany Caetano;MONTAGNER, M. A.. Adesão do trabalhador hipertenso ao tratamento: uma tecnologia educativa em saúde com enfoque no modelo de crença. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza.

Aluno: Marcos Antonio dos Santos

Montagner, Miguel Ângelo; Garrafa, Volnei. Ciência e Mercado: Estudo Bioético do tratamento das metástases ósseas. 2016. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Luciana Melo de Moura

Montagner, Miguel Ângelo. Capacidade das instâncias institucionalizadas de participação social em saúde da RIDE-DF: potencialidades e fragilidades para influenciar a melhoria da atenção básica. 2015. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Eder Torres Tavares

MONTAGNER, M. A.. Uma abordagem bioética sobre a moralidade das nanotecnologias do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e sua governança. 2015. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Cláudia Reinoso Araújo de Carvalho

MONTAGNER, M. A.HENNINGTON, E. A.. A inserção da temática "saúde do idoso" em cursos superiores da área da saúde de universidades públicas do Rio de Janeiro. 2015. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Saulo Ferreira Feitosa

MONTAGNER, M. A.. O processo de territorialização epistemológica da bioética de intervenção: por uma prática bioética libertadora. 2015. Tese (Doutorado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB.

Aluno: Maria Josenilda Gonçalves da Silva

MONTAGNER, M. A.. A vulnerabilidade programática ao HIV/Aids em comunidades remanescentes de quilombos no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Faculdade da Saúde UnB.

Aluno: Ana Maria Tapajós

Garrafa, Volnei;MONTAGNER, M. A.. Bioética e armas biológicas no contexto internacional. 2011. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Wanderson Flor do Nascimento

MONTAGNER, M. A.. Por uma vida descolonizada: diálogos entre a bioética de intervenção e os estudos de colonialidade. 2010. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Raquel Turci Pedroso

Montagner, Miguel Ângelo. Diretrizes nacionais para prevenção escolar do uso de álcool e outras drogas. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Denise Osório Severo

Shimizu, HE; Sousa, MF;MONTAGNER, M. A.. Análise das formas de expressão dos movimentos sociais:potencialidades e fragilidades na construção da participação social em saúde. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Flávia Reis de Andrade

Montagner, Miguel Ângelo; Garrafa, Volnei; ROCHA, D. G.; LORENZO, C.. A dimensão da ética em um inquérito populacional em saúde. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Thais Branquinho de Oliveira Fragelli

MONTAGNER, M. A.; Sousa, MF; Shimizu, HE. Formação de competência em núcleo de apoio da família. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Faculdade da Saúde UnB.

Aluno: NATAN MONSORES DE SÁ

Montagner, Miguel Ângelo. Apropriação social dos discursos morais:o caso das células tronco. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Bioética) - Universidade de Brasília.

Aluno: Luciana Melo de Moura

Montagner, Miguel Ângelo. Capacidade de formulação de políticas públicas pelas instâncias de participação social em saúde: uma experiência dos municípios da RIDE-DF. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Faculdade da Saúde UnB.

Aluno: Sérgio de Castro Lessa

Montagner, Miguel Ângelo; Garrafa, Volnei; Shimizu, HE; DOREA, J. G.. Vacinação Infantil universal e os eventos adversos pós-vacinais no Brasil: uma abordagem bioética pela via das controvérsias. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB.

Aluno: Costa, JVMT; Silva, LMN; Gerbase, LG; Silva, RJ

MONTAGNER, M. A.; CHAGAS, C. P.; ALMEIDA, L. L.. POLÍTICAS PÚBLICAS EM SAÚDE:A qualificação dos servidores públicos que integram a cadeia de compras públicas da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas como norte para contratações mais eficazes. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Direito Sanitário) - Diretoria Regional da Fundacao Oswaldo Cruz.

Aluno: Lameira K; Oliveira RB; Castro RGL; Lima TCR; Fontenele TM

MONTAGNER, M. A.; GOMES, T. R.; RAGGIO, A. M. B.. Projeto de Intervenção em Educação Permanente na Secretaria de Saúde do Estado do Acre - SESACRE. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Direito Sanitário) - Diretoria Regional da Fundacao Oswaldo Cruz.

Aluno: Monike Inglyd Freitas Dias

MONTAGNER, M. I.Montagner, Miguel Ângelo. Estratégias para mudança de comportamento dos pacientes diabéticos: a importância de protocolos médicos e de material informativos. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão de Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Rosane Maria F

Montagner, Miguel Ângelo. Pinto. A integralidade das ações em saúde. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão de Saúde) - Universidade de Brasília.

Aluno: Paula Lorrany Alves de Oliveira

Montagner, Miguel ÂngeloMontagner, Maria Inez. A fé como recurso de cura: uma revisão integrativa. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Daniela Ketlyn Porto de Sousa

MONTAGNER, M. A.MONTAGNER, M. I.; DELDUQUE, M. C.. As experiências e estratégias das mulheres ciganas com o nascimento de seus filhos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Bárbara Gonçalves Formiga

Montagner, Miguel Ângelo. Programa Saúde da Família, as potencialidades e limitações para o Sistema ùnico de Saúde> ma revisão integrativa. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Raianne Leal Meneses

MONTAGNER, M. A.. Estratégias desenvolvidas por muheres mastectomizadas para o enfrentamento do câncer de mama> uma revisão sistemática. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Rúbia Maria Mendes do Nascimento

MONTAGNER, M. A.MONTAGNER, M. I.; Badim, Sílvia. Homens trans: revisão bibliográfica e políticas públicas voltadas ao processo transexualizador. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Fernanda Santos Lanini

MONTAGNER, M. I.MONTAGNER, M. A.. Bullying, drogas e violência:análise em uma escola pública de Ceilândia. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

Aluno: Jéssica de Souza Lopes

Montagner, Miguel ÂngeloMONTAGNER, M. I.; Badim, Sílvia. Humanização do acolhimento à mulher vítima de violência doméstica: revisão sistemática a partir da promulgação da Lei Maria da Penha. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília.

MONTAGNER, M. A.; Daroit, Doriana; Sancho, Leila. Concurso Público para Professor Adjunto Universidade de Brasília Economia e Financiamento em Saúde. 2012. Universidade de Brasília.

Montagner, Miguel Ângelo. Concurso de seleção para Professor Assistente. 2012. Universidade Federal de Mato Grosso.

MONTAGNER, M. A.. Concurso Público para Professor Adunto UnB - Ciências Sociais em Saúde. 2009. Universidade de Brasília.

Montagner, Miguel Ângelo. Comissão de Análise e Julgamento do Prêmio CAPES de Tese Edição 2019. 2019. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

MONTAGNER, M. A.. Avaliação de Trabalhos 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2018. Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

Montagner, Miguel Ângelo. Comissão Examinadora de Promoção e Progressão Funcional da classe D (Associado). 2017. Universidade de Brasília.

Montagner, Miguel Ângelo. Avaliação de Periódicos (Parecerista ad-hoc) da área de Ciências da Saúde - XVIII Reunião do Comitê de Avaliação e Seleção de Periódicos LILACS Brasil. 2017. Biblioteca Regional de Medicina.

Montagner, Miguel Ângelo. Avaliação das Propostas de GTs pela Comissão Científica do 7º CBCSHS ABRASCO. 2016. Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

MONTAGNER, M. A.. Prêmio Capes de Tese. 2015. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Montagner, Miguel Ângelo. Avaliação de Resumos e Trabalhos para o 11 Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2015. Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

Montagner, Miguel Ângelo. Comissão de Avaliação de Progressão Funcional Docente - ATO Direção 049/2011. 2011. Universidade de Brasília.

Montagner, Miguel Ângelo. Comissão de Avaliação de Relatório Parcial de Estágio Probatório 18º Mês ATO Direção 039/2011. 2011. Universidade de Brasília.

MONTAGNER, M. A.. Comissão de Avaliação de Progressão Funcional Docente - ATO Direção 058/2011. 2011. Universidade de Brasília.

MONTAGNER, M. A.. Comitê de Seleção de Bolsas do Programa de Iniciação Científica PROBIC/UNIFOR. 2008. Universidade de Fortaleza.

MONTAGNER, M. A.. Avaliação dos trabalhos do VIII Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa. 2008. Universidade de Fortaleza.

MONTAGNER, M. A.. Seleção para o Mestrado em Saúde Coletiva CCS MSC. 2007. Universidade de Fortaleza.

Montagner, Miguel Ângelo. Comissão de Avaliação do Prêmio. 2000. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marcos Artemio Fischborn Ferreira

NUNES, E. D.; MINAYO, M. C. S.; GOMES, M. H. A.; GONTIJO, J. A. R.; FIGUEROA, S. F. M.;FERREIRA, M. A. F.; BARROS, M. B. A.. A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas das práticas científicas na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp. 2007. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas.

José Antonio Rocha Gontijo

Nunes, ED; Minayo, MC de Souza; Figueirôa, SF de Mendonça; Gomes, MH de Andréa;GONTIJO, J. A. R.. A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas das práticas científicas na FCM/UNICAMP?. 2007. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Faculdade de Ciências Médicas/UNICAMP.

Everardo Duarte Nunes

Nunes, Everardo Duarte. A teoria da prática de Bourdieu e a sociologia da saúde: revisitando as Actes de la Recherche en Sciences Sociales. 2003. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Faculdade de Ciências Médicas/Unicamp.

Everardo Duarte Nunes

Nunes, Everardo Duarte. A teoria da prática de Bourdieu e a sociologia da saúde: revisitando as Actes de la Recherche en Sciences Sociales. 2003. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Faculdade de Ciências Médicas/Unicamp.

Everardo Duarte Nunes

Nunes, Everardo Duarte; Maria Cecilia de SouzanMinayp; Gontijo J. A. R.; Mara Helena de andreia Gomes; Figueiroa S F M. A consagração das vanguardas: memória e biogragfia coletivas das práticas científicas na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp. 2007. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Faculdade de Ciências Médicas/Unicamp.

Nelson Filice de Barros

BARROS, N. F.NUNES, E. D.; LABBATE, S.; CORREA, C. R. S.; FRAZAO, L.. A teoria da prática de Bourdieu e a sociologia da saúde: revisitando as "actes de la recherche en sicences sociales". 2003. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas.

Silvia Fernanda de Mendonça Figueiroa

NUNES, E. D.; GOMES, M. H. A.; MINAYO, M. C. S.; GONTIJO, J. A. R.;FIGUEIRÔA, Silvia Fernanda de Mendonça. A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas das práticas científicas na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.. 2007. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas.

Solange L'Abbate

L'ABBATE, S.; MONTAGNER, M. A.. A teoria da prática de Bourdieu e a sociologia da saúde: revisitando as actes de la recherche en sciences sociales. 2003. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas.

Maria Cecilia de Souza Minayo

MINAYO, M. C. S.; GOMES, Maria Helena de Andrea; GONTIJO, José Antônio Rocha; FIGUERÔA, Sílvia Fernanda de Mendonça. A consagração das vanguardas: memória e biografias coletivas das práticas científicas na Faculdade de Ciencias Médicas da UNICAMP. 2007. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas.

Marilisa Berti de Azevedo Barros

NUNES, Everardo Duarte; Gomes MHA; GONTIJO, José Antonio Rocha; MINAYO, Maria Cecília de Souza; Figueiroa SFM;BARROS MBA; FERREIRA, M. A. F.. A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas das práticas científicas na Faculdade de ciências Médicas da Unicamp (suplente). 2007. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Rodrigo Hernan García Alarcon

RELACION DEL PRINCIPIO DE RESPONSABILIDAD SOCIAL DE LA DECLARACION UNIVERSAL SOBRE BIOETICA Y DERECHOS HUMANOS (DUBDH) Y LA BIOÉTICA DE INTERVENCIÓN (BI) EN EL ANÁLISIS COMPARATIVO DE LOS SISTEMAS DE SALUD BRASIL, CHILE Y COLOMBIA; Início: 2015; Tese (Doutorado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB; (Orientador);

Eliana Maria Dias Santiago

Produção Pública para os componentes da Assistência Farmacêutica - 2003 a 2013; 2015; Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

linconl agudo oliveira benito

Habitus e ruptura biográfica de pessoas submetidas à cirurgia bariátrica; 2015; Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva UnB,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Rafaela Mendes Medeiros

As Políticas Sociais de Saúde de HIV/Aids e Autonomia de Decisão de Tratamento para Pessoas em Contexto de Maior Vulnerabilidade Social ao HIV no Distrito Federal; 2014; Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Cristina Hamester

A hanseníase na experiência de vida de pessoas atendidas em ambulatório de referência no DF; 2014; Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Adriana Modesto de Sousa

O perdil de adoecimento docente na Universidade de Brasília no período de 2006 a 2011; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Sheila Pereira Soares

Uma análise bioética sobre o processo de empoderamento do usuário como ferramenta de inclusão na saúde; 2012; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Bioética) - Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB,; Coorientador: Miguel Ângelo Montagner;

Mário Roberto Castellani

Subsistema de saúde indígena: alternativa bioética de respeito às diferenças; 2012; Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Jackeline Barcelos Pontes

Ortorexia em estudantes de Nutrição: a hipercorreção incorporada ao HABITUS profissional?; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Andréa Stopiglia Guedes Braide

Gordura saturada: significados e "carga" cultural da obesidade mórbida para homens nordestinos; 2009; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza,; Coorientador: Miguel Ângelo Montagner;

Crisitiani Nobre de Arruda

Inscrita no corpo, gravada na carne: experiência de ser queimada em mulheres nordestinas; 2009; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza,; Coorientador: Miguel Ângelo Montagner;

Leon Gonzaga de Vasconcelos Lopes

Saúde, poder e cura : concepções sobre hipnose e a saúde coletiva; 2008; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade de Fortaleza, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Miguel Ângelo Montagner;

Rosana Príncipe Passini

IMPLICAÇÕES ÉTICAS DO PRINCÍPIO DA PRIVACIDADE NA INTERAÇÃO MÉDICO-PACIENTE; 2015; Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Luziana Carvalho de Albuquerque Maranhão

A bioética na formação do terapeuta ocupacional no Brasil; 2015; Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Flávia Reis de Andrade

A dimensão da ética em um inquérito populacional em saúde; 2014; Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Marcelo Moreira Corgozinho

Estudo bioético sobre a repercussão dos acidentes de trânsito motociclístico na saúde pública brasileira; 2014; Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Gabriela Seixas Ivo Santos

AVALIAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DA REGIÃO ADMINISTRATIVA DA SAMAMBAIA ? DISTRITO FEDERAL; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão de Saúde) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Flávia Reis de Andrade

INQUÉRITOS POPULACIONAIS COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO E OS MODELOS DE ATENÇÃO À SAÚDE; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão de Saúde) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Hugo Leonardo de Oliveira Rocha

AVALIAÇÃO DA EQUIDADE DE ACESSO AO DIAGNÓSTICO DE DST/HIV NO CENTRO DE TESTAGEM E ACONSELHAMENTO DE PLANALTINA-GO; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão de Saúde) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Alysson Feliciano Lemos

A abordagem bioética da exposição dos trabalhadores a contaminantes químicos: O caso Shell, Cyanamid e Basf; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Bioética) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Cíntia Engel

Doença de Alzheimer e autonomia frágil; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Bioética) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Sarah Layanne Silva Olimpio

As estratégias das pessoas frente à doença falciforme: do estigma à cura; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Ione Silva Barros

Mapeamentos dos locais e das condições do exame de prevenção do câncer de colo de útero no Centro de Saúde 11 da Ceilândia: a estratégia das mulheres para romper com os estigmas; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Jéssica Resende de Aguiar

Prevenção de agravos e redução da mortalidade materna por meio de consulta puerperal; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Iasmine Lorena Silva de Jesus

Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Luciana Cristina Sousa Das Mercês

Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Jéssica Resende Aguiar

O corpo e a sexualidade adolescente: habitus e representações sociais acerca do ensino sexual na escola e a família; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Larissa Renata de Oliveira Mazépas

Inquérito Quantitativo sobre o Perfil dos Alunos do Reuni na UNB; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Gestão em Saúde) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Jéssica Resende Aguiar

Pesquisa por Grupos focais e entrevistas sobre as representações dos alunos acerca das cotas e da implantação das Faculdades dentro do Reuni na UNB; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Gestão em Saúde) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Adriana Modesto de Sousa

Pesquisa por Grupos focais e entrevistas sobre as representações dos alunos acerca das cotas e da implantação das Faculdades dentro do Reuni na UNB; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Gestão em Saúde) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Aline Vieira de Lima

Saúde Coletiva em Diálogos; 2016; Orientação de outra natureza; (Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília, Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Bruna Gomes Coimbra da Silva

Saúde Coletiva em Diálogos; 2016; Orientação de outra natureza; (Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília, Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Giuliane Braga Lourenço

Disciplina Saúde e Sociedade II; 2011; Orientação de outra natureza; (Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Mariana Cristina da Silva Souza

Saúde e Sociedade II; 2011; Orientação de outra natureza - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Mônica Oliveira da Cruz

Disciplina Saúde e Sociedade II; 2011; Orientação de outra natureza - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Nármada Divina Fontenele Garcia

Disciplina Saúde e Sociedade II; 2011; Orientação de outra natureza; (Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Tayana Silva de Carvalho

Disciplina Saúde e Sociedade II; 2011; Orientação de outra natureza; (Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Rafaela Vilasboa Oliveira

Disciplina Saúde e Sociedade II; 2011; Orientação de outra natureza; (Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Miguel Ângelo Montagner;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Everardo Duarte Nunes

A teoria da prática de Bourdieu e a Sociologia da Saúde: revisitando as Actes de la recherche en sciences sociales; 2003; Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Everardo Duarte Nunes;

Everardo Duarte Nunes

A consagração das vanguardas: memória e biografias coletivas das práticas científicas na FCM/Unicamp; 2007; Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Faculdadade de Ciências Médicas/Unicamp,; Orientador: Everardo Duarte Nunes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Corgozinho, MM ; MONTAGNER, M. A. . Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos: perspectiva de ação moral diante das macrodesigualdades sociais e saúde. RBB. REVISTA BRASILEIRA DE BIOÉTICA , v. 14, p. 1-17, 2019.

  • Lima, M A ; Montagner, Miguel Ângelo . Conflitos de interesses e autonomia na relação entre adolescente grávida e o responsável legal: a antecipação terapêutica na gestação de feto anencefálico. CADERNOS IBERO-AMERICANOS DE DIREITO SANITÁRIO , v. 8, p. 110-118, 2019.

  • Corgozinho, MM ; MONTAGNER, M. A. ; RODRIGUES, M. A. C. . Vulnerabilidade sobre duas rodas: tendência e perfil demográfico da mortalidade decorrente da violência no trânsito motociclístico no Brasil, 2004-2014. CADERNOS SAÚDE COLETIVA (UFRJ) , v. 26, p. 92-99, 2018.

  • Andrade, F R ; Narvai, P C ; MONTAGNER, M. A. . Dificuldades éticas na realização da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal 2010. REVISTA BIOÉTICA (IMPRESSO) , v. 26, p. 617-625, 2018.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; GUGELMIN, SILVIA ANGELA ; MAGALHÃES JÚNIOR, ALDO BRAZ BRAZ . Adoecimentos e sofrimentos de longa duração. Ciencia & Saude Coletiva , v. 23, p. 673-674, 2018.

  • Passini, R.P. ; Guimaraes, M.S.P. ; Montagner, Miguel Ângelo . Declaração de Helsinque: flexibilização do uso do placebo um interesse do mercado farmacêutico. RBB. REVISTA BRASILEIRA DE BIOÉTICA , v. 14, p. 1-20, 2018.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Jaisson, Marie . Apresentação. Sociologia da saúde em França e Brasil: afinidades estruturais e genéticas. Saude e Sociedade , v. 27, p. 651-653, 2018.

  • ALARCON, R. H. G. ; MONTAGNER, M. A. . Epistemología de la bioética: ampliación a partir de la perspectiva latinoamericana. REVISTA LATINOAMERICANA DE BIOETICA , v. 17, p. 107-122, 2017.

  • Corgozinho, MM ; Montagner, Miguel Ângelo . Vulnerabilidade humana no contexto do trânsito motociclístico. Saude e Sociedade , v. 26, p. 545-555, 2017.

  • Andrade, F R ; Narvai, P C ; Montagner, Miguel Ângelo . Implicações éticas de inquéritos populacionais epidemiológicos. Physis (UERJ. Impresso) , v. 27, p. 475-489, 2017.

  • Andrade, F R ; MONTAGNER, M. A. ; Narvai, P C . Conflitos éticos em um inquérito populacional em saúde bucal. Saúde em Debate , v. 41, p. 848-859, 2017.

  • ANDRADE, FLÁVIA REIS DE ; NARVAI, PAULO CAPEL ; Montagner, Miguel Ângelo . Eticidade da calibração in vivo em inquéritos de saúde bucal. Revista Brasileira de Epidemiologia (Online) , v. 19, p. 812-821, 2016.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez . How to become a health intellectual: the necessary illusio and its torments. Saúde e Sociedade (USP. Impresso) , v. 25, p. 837-846, 2016.

  • MONTAGNER, M. A. . Eram os deuses biografados?. ComCiência (UNICAMP) , v. 155, p. 1-3, 2014.

  • PONTES, J. B. ; MONTAGNER, M. I. ; MONTAGNER, M. A. . ORTOREXIA NERVOSA: ADAPTAÇÃO CULTURAL DO ORTO-15. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde , v. 9, p. 533-548, 2014.

  • Andrade, F R ; Narvai, P C ; MONTAGNER, M. A. . Responsabilidade etica no SBBrasil 2010 sob o olhar dos gestores do inquerito populacional. Revista de Saúde Pública (Impresso) , v. 47, p. 12-18, 2013.

  • IVO, G. S. ; Montagner, Maria Inez ; MONTAGNER, M. A. . Análise Qualitativa da implantação das Unidades de Pronto Atendimento no Distrito Federal: um Estudo de Caso. Participação (UnB) , v. 23/24, p. 57-68, 2013.

  • Castelani, M ; MONTAGNER, M. A. . Saúde indígena: a bioética como instrumento de respeito às diferenças. Revista Bioética (Impresso) , v. 20, p. 349-359, 2012.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; MONTAGNER, M. I. . A teoria geral dos campos de Pierre Bourdieu: uma leitura. Tempus: Actas de Saúde Coletiva , v. 5, p. 255-273, 2011.

  • MONTAGNER, M. I. ; Montagner, Miguel Ângelo . Ruptura biográfica, trajetórias e habitus: a miséria do mundo é um câncer. Tempus: Actas de Saúde Coletiva , v. 5, p. 193-216, 2011.

  • PONTES, J. B. ; Montagner, Miguel Ângelo . RESENHA: Health Food Junkies ? Overcoming the Obsession with Healthful Eating. Tempus: Actas de Saúde Coletiva , v. 5, p. 283-285, 2011.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Fleischer, Soraya . Apresentação: Ciências Sociais em Saúde: novas tendências. Tempus: Actas de Saúde Coletiva , v. 5, p. 7-11, 2011.

  • Leal, Virginia Costa Lima Verde ; Catrib, Ana Maria Fontenelle ; Amorim, Rosendo Freitas de ; Montagner, Miguel Ângelo . O corpo, a cirurgia estética e a Saúde Coletiva: um estudo de caso. Ciência & Saúde Coletiva , v. 15, p. 77-86, 2010.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Santos, C.E. ; Fleischer, Soraya ; Montagner, Maria Inez ; Karnikowski, M.G.O. . A graduação em Saúde Coletiva no Brasil: um estudo de caso da UnB - Ceilândia. Saúde Coletiva (Barueri) , v. 42, p. 167-172, 2010.

  • MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. ; Hoehne, E L . Scientific recognition in numbers: analysis of the profile of a vanguard from lattes curricula vitae. Interface (Botucatu. Impresso) , v. 5, p. 1-16, 2010.

  • MONTAGNER, M. I. ; Montagner, Maria Inez ; MONTAGNER, M. A. . Mulheres e trajetórias na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp: vozes singulares e imagens coletivas. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso) , v. 17, p. 379-397, 2010.

  • Araújo, Maria Alix Leite ; Montagner, Miguel Ângelo ; da Silva, Raimunda Magalhães ; Lopes, Fagner Liberato ; de Freitas, Maria Michele . Symbolic Violence Experienced by Men Who Have Sex with Men in the Primary Health Service in Fortaleza, Ceará, Brazil: Negotiating Identity Under Stigma. AIDS patient care and STDs , v. 23, p. 663-668, 2009.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez ; Hoehne, Eduardo Luiz . A consagração científica em números: análise do perfil de uma vanguarda pelos currículos Lattes. Interface. Comunicação, Saúde e Educação , v. 13, p. 181-195, 2009.

  • Montagner, Miguel Ângelo . Biografia coletiva, engajamento e memória: a miséria do mundo. Tempo Social (USP. Impresso) , v. 21, p. 259-282, 2009.

  • MONTAGNER, M. A. ; Amorim, R. F. ; SILVA, J. G. E. ; Lira, S. V. G. . Violência e Saúde (Resenha). Ciência & Saúde Coletiva , v. 13, p. 805-806, 2008.

  • MONTAGNER, M. A. . (Resumo) A consagração das vanguardas: memória e biografia coletivas na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (Resumo). Interface. Comunicação, Saúde e Educação , v. 25, p. 460-460, 2008.

  • MONTAGNER, M. A. . Sociologia médica, sociologia da saúde ou medicina social? Um escorço comparativo entre França e Brasil. Saúde e Sociedade , v. 17, p. 193, 2008.

  • MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . Olhares socioantropológicos sobre os adoecidos crônicos: um recente campo de estudos (Resenha). Interface. Comunicação, Saúde e Educação , v. 12, p. 455-457, 2008.

  • MONTAGNER, M. A. . Pierre Bourdieu e a saúde: uma sociologia em Actes de la Recherche en Sciences Sociales. Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ) , v. 24, p. 1588-1598, 2008.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez . Ciências Sociais e Saúde: uma análise in vivo. Physis (UERJ. Impresso) , v. 18, p. 829-835, 2008.

  • MONTAGNER, M. A. . Consecration of vanguards: collective memory and biography of scientific practices in the Faculty of Medical Sciences at UNICAMP (Resumo em inglês). Interface (Botucatu. Impresso) , v. 4, p. 1-1, 2008.

  • MONTAGNER, M. A. . Trajetórias e Biografias: notas para uma análise bourdieusiana. Sociologias (UFRGS) , v. 17, p. 240-265, 2007.

  • MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. ; Silva, Lucas Frazão ; Roselino, J. A. . O panoptismo e as novas tecnologias: o biocontrole como ideologia moderna. Organizações & Sociedade (Online) , v. 14, p. 31-44, 2007.

  • FRAZAO, L. ; MONTAGNER, M. A. ; Roselino, J. A. . O Taylorismo sob controle: o lugar das novas e velhas tecnologias na ordem mundial. RAM. Revista de Administração Mackenzie , v. 7, p. 136-156, 2006.

  • MONTAGNER, M. A. . Pierre Bourdieu, o corpo e a saúde: algumas possibilidades teóricas. Ciência & Saúde Coletiva , v. 11, p. 515-526, 2006.

  • MONTAGNER, M. A. ; Nunes, E. D. . Sociologia da Saúde na França. História, Ciências, Saúde-Manguinhos , Rio de Janeiro, v. 11, n.2, p. 417-424, 2004.

  • Nunes, Everardo Duarte ; Hennington, E.A. ; BARROS, N. F. ; MONTAGNER, M. A. . O ensino de ciências sociais nas escolas médicas: revisão de experiências. Ciência & Saúde Coletiva , Fiocruz - RJ, v. 8, n.1, p. 209-225, 2003.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez . Manual de Saúde Coletiva. 1. ed. Curitiba: CRV, 2018. v. 1. 250p .

  • SOARES, S. ; GARRAFA, V. ; MONTAGNER, M. A. . Empoderamento do usuário como ferramenta para inclusão na Saúde: Análise Bioética. 1. ed. Berlim: Novas Edições Acadêmicas, 2015.

  • Montagner, Maria Inez ; MONTAGNER, M. A. . Câncer de mama: rupturas, estratégias e disposições para gerenciar a vulnerabilidade genética. In: Lídia de Oliveira Xavier, Carlos F. Domínguez Avila,Vicente Fonseca. (Org.). DIREITOS HUMANOS, CIDADANIA E VIOLÊNCIA NO BRASIL: estudos interdisciplinares. 1ed.Curitiba: CRV, 2019, v. 7, p. 429-446.

  • COSTA, J. L. ; Montagner, Maria Inez ; Montagner, Miguel Ângelo . Análise da Toxicidade derivada do tratamento farmacológico com hidroxiureia para ciranças e adolescentes com doença falciforme. In: Jorge Luís de Souza Riscado, Jarbas Ribeiro de Oliveira. (Org.). Relações étnicos raciais, deigualdade de gênero,PNSIPN: competências culturais no contexto do ensino e nas práticas de saúde. 1ed.EDUFAL: Maceió, 2019, v. 1, p. 253-271.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Montagner, Maria Inez . Desigualdades Sociais e o Pensamento Social em Saúde: vulnerabilidade social na sociedade pós-moderna. In: Miguel Angelo Montagner; Maria Inez Montagner. (Org.). Manual de Saúde Coletiva. 1ed.Curitiba: CRV, 2018, v. 1, p. 13-33.

  • Corgozinho, MM ; MONTAGNER, M. I. ; MONTAGNER, M. A. . Violência no Trânsito no Brasil: a motocicleta e o mito do erro humano. In: Lídia de Oliveira Xavier, Carlos F Domínguez Avila, Vicente Fonseca. (Org.). Direitos Humanos, Cidadania e Violência no Brasil: estudos interdisciplinares. 1ed.Curitiba: CRV, 2018, v. 6, p. 323-346.

  • Arruda, K.G. M. ; MONTAGNER, M. I. ; Montagner, Miguel Ângelo . A VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA: o que nos contam alguns números da pesquisa da rede Cegonha no Sistema Único de Saúde-SUS. In: Lídia de Oliveira Xavier, Carlos Federico Dominguez Avila, Vicente Fonseca. (Org.). DIREITOS HUMANOS, CIDADANIA E VIOLÊNCIA NO BRASIL: estudos interdisciplinares. 1ed.Curitiba: CRV, 2017, v. 5, p. 297-312.

  • MONTAGNER, M. A. ; Montagner, Maria Inez . O corpo e a sexualidade adolescente: habitus e representações sociais acerca do ensino sexual nas escolas públicas da Ceilândia. In: Lídia de Oliveira Xavier; Carlos F Domínguez Avila; Vicente Fonseca. (Org.). Direitos Humanos, Cidadania e Violência no Brasil. 1ed.Curitiba PR: CRV, 2015, v. 3, p. 133-144.

  • Nunes, Everardo Duarte ; BARROS, N. F. ; HENNINGTON, E. A. ; MONTAGNER, M. A. . O Ensino de Ciências Sociais nas Escolas Médicas: revisão de experiências.. In: VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2003, Brasília. Ciência e Saúde Coletiva Livro de Resumos II. Rio de Janeiro: ABRASCO, 2003. v. 8. p. 129-129.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; PONTES, J. B. . ORTOREXIA E PROFISSIONAIS DE NUTRIÇÃO: A HIPERCORREÇÃO ALIMENTAR INCORPORADA AO HABITUS PROFISSIONAL?. In: V Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, 2011, São Paulo. O lugar das Ciências Sociais e Humanas no campo da Saúde Coletiva, 2011.

  • ALVES, J. ; MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . Rastreamento do câncer de mama: um caminho que percorremos. In: 10º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2012, Porto Alegre. 10 º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2012.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Bernardes, C ; Ossege, Albany . Consentimento e DIversidade na Bioética Brasileira. In: 8ª International Conference on Clinical Ethics & Consutation, 2012, São Paulo. 8º Congresso Internacional de Bioética Clínica, 2012. p. 176-176.

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Mesquita, MS ; Santos, J K . A INCLUSÃO DE DEFICIENTES AUDITIVOS NA ESCOLA: ESTUDO DO CASO DO CENTRO DE ENSINO MÉDIO 06 DO DISTRITO FEDERAL. In: V Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, 2011, São Paulo. V Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde O lugar das Ciências Sociais na Saúde Coletiva, 2011.

  • MONTAGNER, M. A. ; Nunes, Everardo Duarte . Pierre Bourdieu e a Sociologia da Saúde no Brasil: uma primeira aproximação. In: III Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, 2005, Florianópolis. III Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, 2005.

  • Nunes, Everardo Duarte ; LABBATE, S. ; BARROS, N. F. ; SERGIO, C. ; MONTAGNER, M. A. ; Nascimento, J L . Relationships between health and society in projects by second year medical students at the Faculty of Medical Sciences of UNICAMP. In: IV CCPH National Conference, 2004, Atlanta. GA. Abstracts from International Conference on Overcoming Health Disparities:Global Experiences of Partnerships Between Communities, Health Services and Health Professionals Schools, 2004. v. 1. p. 175-175.

  • MONTAGNER, M. A. ; LABBATE, S. ; BARROS, N. F. ; Nunes, Everardo Duarte ; SERGIO, C. . A experiência do Módulo Saúde Sociedade do Segundo Ano de Medicina da FCM- UNICAMP.. In: XLII Congresso Brasileiro de Educação Médica, 2004, Vitória ES. XLII Congresso Brasileiro de Educação Médica, 2004.

  • MONTAGNER, M. A. . A TEORIA DA PRATICA DE BOURDIEU E A SOCIOLOGIA DA SAUDE: REVISITANDO AS ACTES DE LA RECHERCHE EN SCIENCES SOCIALES. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE SAÚDE COLETIVA, 2003, BRASÍLIA. SAÚDE, JUSTIÇA, CIDADANIA. RIO DE JANEIRO: ABRASCO, 2003. v. 8. p. 185-186.

  • MONTAGNER, M. A. ; Nunes, Everardo Duarte ; LABBATE, S. ; HENNINGTON, E. A. . Módulo "Saúde Sociedade" na Reforma Curricular do Curso de Graduação de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP. In: VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2003, Brasília. Saúde, Justiça, Cidadania - Livro de Resumos I. Rio de Janeiro: ABRASCO, 2003. v. 8. p. 191-191.

  • MONTAGNER, M. A. ; HENNINGTON, E. A. ; Nunes, Everardo Duarte ; BARROS, N. F. . O ensino de Ciências Sociais nos cursos médicos: revisão de experiências.. In: III Congresso Paulista de Ensino Médico, 2002, Campinas. III Congresso Paulista de Ensino Médico, 2002.

  • Benito, L.A.O ; Montagner, Miguel Ângelo ; SILVA, I. C. R. . Tráfico de seres humanos em âmbito global: direitos humanos, bioética e saúde pública. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Benito, L.A.O ; Montagner, Miguel Ângelo ; SILVA, I. C. R. . Jurisprudência da cirurgia bariátrica no Brasil na última década. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Benito, L.A.O ; Montagner, Miguel Ângelo . Pôster: Gastos com cirurgias bariátricas no Brasil entre 2008 a 2011. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Benito, L.A.O ; Montagner, Miguel Ângelo . Pôster: Processo Histórico da Cirurgia Bariátrica no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Montagner, Miguel Ângelo ; SANTOS, L. C. . Transplantes de medula óssea realizados no Brasil entre os anos de 2001 a 2010. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Montagner, Miguel Ângelo ; Benito, L.A.O . Tráfico de seres humanos para captação de órgãos e tecidos para transplantes: um olhar bioético. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Benito, L.A.O ; Montagner, Miguel Ângelo . Perfil sócio-econômico do idoso no mercado de trabalho brasileiro. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Benito, L.A.O ; Montagner, Miguel Ângelo . Candidatos idosos, capitalismo e democracia: resultaods alcançados nas eleições nacionias de 1994, 1998, 2002 e 2006. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Montagner, Miguel Ângelo ; MONTAGNER, M. I. . O CORPO E A SEXUALIDADE ADOLESCENTE: HABITUS E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS ACERCA DO ENSINO SEXUAL NA ESCOLA E A FAMÍLIA.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Montagner, Miguel Ângelo . A inclusão de deficientes auditivos na escola: estudo de caso do Centro de Ensino Médio 06 do Distrito Federal. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • MONTAGNER, M. A. . Relatoria Geral do Congresso. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MONTAGNER, M. A. ; Castelani, M . Respeito às diferenças: a atenção à saúde indígena é uma política bioética?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Benito, L.A.O ; Psnisset, Juliana ; Montagner, Miguel Ângelo . Operação bisturi: análise bioética do tráfico de órgãos para transplantes. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Castelani, M ; MONTAGNER, M. A. . Ética e principialismo uma discussão entre universalidade e pluralidade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Araújo, M A ; MONTAGNER, M. A. ; Silva, R M ; Lopes, Fagner Liberato ; Freitas, M M . Symbolic Violence Experienced by the Maculine Homosexuals in the Health Services: Negotiating the Identity over Stigma. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MONTAGNER, M. A. . Pierre Bourdieu e a Saúde. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • MONTAGNER, M. A. . La médecine dans la sociologie de Pierre Bourdieu. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Montagner, Miguel Ângelo . Comitê de Avaliação dos Programas PVE/EAE/PGCI. 2017.

Montagner, Miguel Ângelo . Grupo de Trabalho da área das Ciências Humanas e Sociais CONEP Minuta de Resolução sobre 'Especificidades Eticas das Pesquisas nas Ciências Humanas e Sociais e de outras que se utilizam de metodologias próprias dessas áreas'. 2016.

MONTAGNER, M. A. . Comissão responsável pela seleção, adequação e compra de equipamentos para os laboratórios de ensino da Faculdade de Ceilândia. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Periódico para LILACS Brasil. 2018.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Revista Movimento. 2017.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito: Revista Bioética. 2017.

Montagner, Miguel Ângelo . Parecer Projeto de Pesquisa 65095717.1.0000.8093. 2017.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito Revista Bioética. 2017.

MONTAGNER, M. A. . Departamento de Ciência e Tecnologia, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (DECIT/SCTIE/MS). 2016.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Revista Bioética. 2016.

MONTAGNER, M. A. . Departamento de Ciência e Tecnologia, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (DECIT/SCTIE/MS) 20.06.2016. 2016.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito: Revista Cadernos de Saúde Pública. 2016.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito Revista Movimento. 2016.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Resumos Submetidos 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva da ABRASCO. 2015.

Montagner, Miguel Ângelo . Parecer Manuscrito Revista Interface. 2015.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Periódico para a base LILACS. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Editoração Manuscrito Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação Manuscrito Editor Associado Revista Saúde e Sociedade. 2015.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação Manuscrito Revista Ciadernos de Saúde Pública. 2015.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Revista Cadernos de Saúde Pública. 2014.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Revista Saúde e Sociedade. 2014.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Revista Movimento. 2014.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Editora UFBA. 2014.

MONTAGNER, M. A. . Parecer de Revalidação de Diploma Emitido pela Universidade do Porto. 2014.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação Manuscrito Revista Quaestio Iuris. 2014.

MONTAGNER, M. A. . Revista Participação: Avalliação de manuscrito. 2013.

MONTAGNER, M. A. . Revista Participação: Avalliação de manuscrito. 2013.

MONTAGNER, M. A. . Revista Participação: Avalliação de manuscrito. 2013.

MONTAGNER, M. A. . Revista Participação: Avalliação de manuscrito. 2013.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Revista Movimento. 2013.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito: Revista Interface. 2013.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito: Revista ParticipAção UnB. 2013.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito; Revista Interface. 2013.

MONTAGNER, M. A. . Livro em forma de manuscrito Editora UFPR. 2012.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito Revista Cadernos de Saúde Pública. 2012.

Montagner, Miguel Ângelo . Avaliação de Manuscrito Revista Interface: Comunicação, Saúde e Educação. 2012.

MONTAGNER, M. A. . Parecer sobre emissão de diploma de Mestrado. 2012.

Montagner, Miguel Ângelo ; Shimizu, HE ; DOREA, J. G. . Revalidação de Diploma de Mestrado em Éica da Vida Universidade de Açores Portugal. 2011.

Montagner, Miguel Ângelo . Revalidação de Diploma da Universidad Pablo de Olavid Espanha. 2011.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito Revista Movimento. 2010.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito Revista Movimento. 2010.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Manuscrito Revista Interface. 2010.

MONTAGNER, M. A. . Revista Interface Avaliação de manuscrito. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Interface Avaliação de manuscrito. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Saúde e Sociedade. Avaliação de manuscrito. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Physis Avaliação de Manuscrito. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Movimento Avaliação de manuscrito. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Cadernos de Pesquisa USP. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Elaboração da Proposta da Faculdade de Ceilândia para submissão à Edital CT-INFRA do CNPq. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Saúde e Sociedade Avaliação de MAnuscrito. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de Projeto de Pesquisa Comitê de Ética IH UnB. 2009.

MONTAGNER, M. A. . Revista Brasileira de Promoção em Saúde Parecer. 2008.

MONTAGNER, M. A. . Cadernos de Saúde Pública Avaliação de manuscrito. 2008.

MONTAGNER, M. A. . Projeto Político Pedagógico do curso de Gestão em Saúde da Faculdade de Ceilândia FCE UnB. 2008.

MONTAGNER, M. A. . Elaboração dos Editais para concurso público Prof. Adjunto em Saúde Coletiva. 2008.

MONTAGNER, M. A. . Cadernos de Saúde Pública Avaliação de manuscrito. 2007.

MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . Exercício da Sexualidade Adolescente: habitus pessoais e percepção acerca dos serviços de saúde, da escola e da família. 2007.

MONTAGNER, M. A. ; MONTAGNER, M. I. . O biocontrole como uma ideologia moderna: o governo dos indivíduos por meio da biomedicina, dos corpos, da memória e da identidade coletiva dos grupos. 2007.

Montagner, Miguel Ângelo ; MONTAGNER, M. I. . Curso de Especialização em Direito Sanitário PRODISA/Fiocruz Brasília: DETERMINANTES SOCIAIS DA SAÚDE. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

MONTAGNER, M. A. . Avaliação de manuscrito: Revista Interface 07.06.07. 2013. (Avaliação de Manuscrito).

Montagner, Miguel Ângelo . As Contribuições de Pierre Bourdieu para o campo da Saúde Coletiva. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MONTAGNER, M. A. . As Contribuições de Pierre Bourdieu para o campo da Saúde Coletiva. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Montagner, Miguel Ângelo . As Contribuições de Pierre Bourdieu para o campo da Saúde Coletiva. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Montagner, Miguel Ângelo . As Contribuições de Pierre Bourdieu para o campo da Saúde Coletiva. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MONTAGNER, M. A. . Pierre Bourdieu e a Saúde. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MONTAGNER, M. A. . Aquariu. 1993 (Livro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2018

    A saúde de populações vulneráveis: pesquisas sobre dados populacionais e qualitativos como forma de dar visibilidade, prevenir e promover a saúde, Descrição: Saúde populações vulneráveis Este projeto de pesquisa atua na perspectiva da promoção, prevenção e atenção à saúde das populações vulneráveis. Nessa linha de raciocínio, queremos valorizar a prevenção dos agravos à saúde por meio de pesquisas que tenham como foco populações em situação de vulnerabilidade social, como a população negra, a cigana, a quilombola, a indígena, adolescente e jovem, LGBT, dentre outros grupos. Objetivo Geral: Construir um Observatório de Saúde das Populações Vulneráveis, para monitorar e acompanhar as várias formas pelas quais as políticas voltadas às populações vulneráveis são implementadas e seus impactos na saúde destes segmentos. Para alimentar o Observatório de Saúde de Populações Vulneráveis, realizar pesquisas que colaborem no desenvolvimento, implementação, avaliação e no fornecimento de novas informações que subsidiem as políticas voltadas às populações vulneráveis. Desenvolver pesquisas que apoiem o sistema de indicadores e índices para mensurar a saúde das populações vulneráveis. Na primeira fase, prestaremos atenção especial à Saúde do Adolescente e do Jovem.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (20) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador / Maria Inez Montagner - Integrante / Denise Rinehart - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2016

    O corpo e a sexualidade adolescente: habitus e representações sociais acerca do ensino sexual na escola e a família., Descrição: O objetivo deste projeto é de desvelar e dar visibilidade a assuntos que envolvem a mudança social de posturas e disposições dos indivíduos, adquiridos por meio da educação e da família. O pano de fundo de todas estas questões é compreender o papel das instituições sociais na chamada modernidade tardia, e que poder de controle social elas ainda possuem, baseando-nos na esteira das discussões sobre os micropoderes e as instituições de Foucault (1988). No fulcro da idéia de controle está e sempre esteve o corpo individual, assumido como objeto de estudo nas ciências sociais em geral, mais especialmente na sociologia da saúde (Montagner, 2006).Em suma, nosso arcabouço teórico será o exame das biopolíticas modernas e a relação destas com o Estado brasileiro, tanto por via das políticas de saúde (Ministério da Saúde) como por via das políticas educacionais (MEC).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador / Maria Inez Montagner - Integrante., Financiador(es): Universidade de Brasília - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Qualidade de Vida e Promoção à Saúde na comunidade da Faculdade de Ceilândia: aspectos gerais e específicos do bem-estar social das pessoas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria Inez Montagner em 14/12/2012., Descrição: Trata-se de um projeto mais amplo sobre a comunidade de alunos, professores e servidores da Faculdade de Ceilândia, com subprojetos específicos a serem desenvolvidos. Justifica-se por um interesse crescente, traduzido em muitos novos trabalhos, tem sido desenvolvido recentemente sobre a graduação em áreas da saúde. Todos eles apontam para problemas parecidos. A formação de um profissional na área de saúde é um processo longo, de muitos anos e que requer, da parte do indivíduo, um esforço pessoal e subjetivo muito intenso. As mudanças pelas quais passa um aluno de graduação, desde o período de vestibular e de intenso estudo, seguidas pelas mudanças profundas no estilo de vida que ocorrem a partir da aprovação e entrada na faculdade, trazem dificuldades pouco estudadas no Brasil. Essas mudanças significativas na trajetória de vida dos alunos representam uma nova formação de identidade e a interiorização de uma nova forma de ver o mundo, ou seja, a interiorização de uma personalidade renovada e alterada, com novos valores e novas disposições mentais. O mesmo acontece com os professores e servidores que participam deste processo formativo, com suas motivações e problemas específicos. Objetivos do Projeto: O objetivo central deste projeto é diagnosticar a qualidade de vida da comunidade FCE, em suas diversas vertentes. Subprojetos serão desenvolvidos, como objetivos específicos, com vistas a aprofundar esse diagnóstico, a partir dos resultados obtidos na primeira fase da pesquisa, de cunho mais geral. A intenção será descrever os aspectos gerais e específicos do bem-estar social das pessoas. Nessa primeira fase, faremos uma descrição socioeconômica dos alunos e professores, bem como uma classificação das suas dificuldades declaradas em relação ao período de graduação ou seu trabalho. O interesse maior é o de realizar um diagnóstico geral dos problemas enfrentados pelos alunos e professores durante o processo de formação de seus habitus de profissionais da saúde, e as. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (20) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Integrante / Maria Inez Montagner - Coordenador.

  • 2010 - 2017

    O corpo e a moderna governança: as formas de biointervenção e a construção da identidade moderna, Descrição: O presente projeto representa uma proposta de ampliação e desenvolvimento de um Programa de Pesquisas, de um Grupo de Pesquisas e de linhas de pesquisa na saúde coletiva, em especial na perspectiva da sociologia da saúde e sociologia do corpo. Nosso interesse é abordar o estatuto e o papel do corpo nas sociedades contemporâneas, como suporte da subjetividade, da identidade, da sexualidade e da memória dos indivíduos e dos grupos sociais. A intenção não é estudar o corpo pelo corpo, mas sim explorá-lo como veículo transversal e interdisciplinar de análise do mundo social e da saúde, com especial ênfase em seu caráter de dominação e de distinção entre os grupos e os indivíduos, logo, como expressão concreta das desigualdades sociais. Dentro deste grande escopo, interessa analisar os espaços sociais de interlocução entre os saberes entendidos como conhecimentos dóxicos, portadores de uma racionalidade específica - e as práticas sociais e suas legitimações. O marco teórico está embasado nas praxiologia de Pierre Bourdieu e genealogia dos saberes de Michel Foucault, ambas enraizadas no corpo como veículo da ação do mundo social sobre a subjetividade do indivíduo. Como perspectiva importante, consideramos o olhar de gênero balizador de todas as discussões sobre a corporeidade na sociedade contemporânea, seja como construção de diferenças seja como norteador das identidades. Nosso método de pesquisa será tanto quantitativo como qualitativo, apesar da primazia dada ao segundo método na compreensão destes objetos. Como estratégia específica, procuraremos compreender o papel dos diversos saberes no desenvolvimento de aparatos de controle e de conformação das identidades dos sujeitos, focando o corpo como objeto transversal capaz de funcionar como instrumento heurístico privilegiado para analisar a modernidade e suas novas estruturas sociais em formação e as novas sociabilidades em curso. Palavras-chave: habitus, governança, gênero, Bourdieu, Foucault, corporeidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador / Maria Inez Montagner - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Análise comparativa do perfil discente e docente dos novos campi no Reuni da UnB., Descrição: A proposta desta pesquisa é realizar um estudo sobre a implantação pela UnB de novos cursos em campi avançados, no âmbito regional do Distrito Federal. O objetivo central é compreender se os objetivos do Reuni e dessa implantação conseguiu atingir seus fins, ou seja, incluir novos estratos sociais e um número maior de alunos em situação de desigualdade, realizando assim a inclusão social almejada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador / Maria Inez Montagner - Integrante / Margô Gomes de Oliveira Karnikowski - Integrante., Número de orientações: 2

  • 2008 - 2011

    O corpo e a sexualidade adolescente: habitus e representações sociais acerca do ensino sexual na escola e a família, Descrição: A proposta desta pesquisa é realizar um estudo com adolescentes alunos do ensino fundamental, perscrutando a sua relação com o próprio corpo, permeado pelo ensino da educação sexual pelas escolas, na família e no contato com os colegas. O objetivo central é compreender o controle das instituições sociais sobre o corpo e o processo de formação de sua hexis corporal e seus habitus.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador / Maria Inez Montagner - Integrante.

  • 2007 - 2008

    O biocontrole como uma ideologia moderna: tendências recentes em biomedicina, governo dos indivíduos por meio dos corpos, da memória e da identidade coletivas dos grupos., Descrição: Bolsa CNPq/Funcap - Desenvolvimento Científico Regional DCR.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 2

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

  • 2010 - 2011

    Criação, implantação e aperfeiçoamento do novo curso de Saúde Coletiva na Faculdade de Ceilândia: projeto político pedagógico, fixação dos alunos, novas metodologias de ensino e novas práticas de aprendizado., Descrição: O objetivo é fomentar a melhora no nível da graduação do curso de Saúde Coletiva, que conta com 240 alunos matriculados, com quatro turmas de graduação iniciadas no 2º semestre de 2008, e prevê uma entrada via vestibular de 60 alunos por semestre. Com o uso de novos métodos de ensino, e por meio de um projeto de médio prazo de acompanhamento da implementação desta Faculdade, esperamos diminuir a evasão e promover uma maior identificação do aluno à área, seja pela participação em projetos inovadores no campo da saúde (com o uso de tecnologias de informática e de informação) seja pelo apoio pedagógico da coordenação e dos professores do curso. Esperamos contribuir fortemente com os objetivos presentes neste edital e nos princípios do REUNI, isto é, tornar mais flexíveis os currículos de graduação e fortalecer a perspectiva interdisciplinar dos cursos, propor novas possibilidades de formação profissional (o bacharel em saúde coletiva), compondo metodologias e práticas em que concorrem diversas habilidades oriundas de várias áreas de formação tradicional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Miguel Ângelo Montagner - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2012

Paraninfo da 1º Turma de Alunos de Graduação em Saúde Coletiva da UnB, Univrsidade de Brasília.

2008

Aprovação em 1o lugar Concurso Público UNB Faculdade de Ciências da Saúde, UnB Departamento de Saúde Coletiva.

2005

Menção Honrosa pelo Pôster: Pierre Bourdieu e a Sociologia da Saúde no Brasil: uma primeira aproximação., ABRASCO: III Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde.

2005

Classificação 1° Lugar: Concurso Público Professor Auxiliar Departamento Medicina Preventiva, Faculdade de Medicina de Jundiaí.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia. , QNN 14 Área Especial, Ceilândia Sul, 72220-140 - Brasilia, DF - Brasil, Telefone: (61) 33766042, Fax: (61) 33767487, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2011 - Atual

    Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva UnB

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado II, Carga horária: 2, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Professor orientador

  • 2009 - 2012

    Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Faculdade da Saúde UnB

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Programa Pós-graduação em Ciências da Saúde, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Área de concentração: Saúde Coletiva

  • 2013 - 2015

    Associação Brasileira de Saúde Coletiva

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Nenhum

    Outras informações:
    Representante do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UnB na Comissão de Ciências Sociais e Humanas da ABRASCO

  • 2008 - Atual

    Universidade de Brasília, UnB

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2008

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

    Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador Bolsista DCR, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Pesquisador Bolsista DCR CNPq - FUNCAP Projeto: O biocontrole como ideologia pós-moderna

  • 2009 - 2011

    CEP/IH Comitê de Ética em Pesquisa Instituto de Ciências Humanas IH UnB

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro de Conselho

    Outras informações:
    Participação nas reuniões mensais do Comitê e avaliação de projetos de pesquisa quanto aos quesitos relacionados aos aspectos éticos.

  • 2008 - 2011

    Faculdade de Ciências Médicas

    Vínculo: Professor Convidado, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 10

    Outras informações:
    Convidado a ministrar no curso de pós-graduação aula sobre a teoria de Pierre Bourdieu, semestralmente.

  • 2004 - 2004

    Faculdade de Ciências Médicas

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor estagiário Docente, Carga horária: 10

    Atividades

    • 07/2007 - 12/2007

      Ensino, Saúde Coletiva, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, SC 387 ELEMENTOS TEÓRICOS DE SAÚDE E SOCIEDADE

    • 03/2004 - 11/2004

      Ensino, Módulo Medicina e Sociedade, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, MD342 e MD 442

    • 03/2004 - 06/2004

      Ensino, Especialização em Saúde Pública, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Modulo de Ciências Sociais: Estado, Instituições, Cultura e Saúde

  • 2007 - 2007

    Faculdade de Medicina de Jundiaí

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Departamento de Saúde Coletiva

    Atividades

    • 03/2007 - 07/2007

      Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ações em Saúde Pública, Internato em Saúde Coletiva, Introdução à Saúde Coletiva, Metodologia Científica

  • 2003 - 2005

    Faculdade de Americana

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 8

    Atividades

    • 07/2006 - 06/2007

      Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Sociologia Geral e Organizacional I e II

    • 01/2003 - 12/2005

      Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, SOCIOLOGIA GERAL E ORGANIZACIONAL II, SOCIOLOGIA GERAL E ORGANIZACIONAL I

    • 01/2005 - 06/2005

      Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Sociologia da Nutrição

  • 2007 - 2007

    Universidade de Fortaleza

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor orientador

    Outras informações:
    Professor Visitante do Mestrado em Saúde Coletiva

    Atividades

    • 08/2008

      Ensino, Mestrado em Saúde Coletiva, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tecnologias em Saúde, Saúde, Cultura e Sociedade, Epistemologia das Ciências Sociais em Saúde

  • 2010 - Atual

    Programa de Pós-Graduação em Bioética Cátedra Unesco de Bioética FS UnB

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Orientador, Carga horária: 2

  • 2016 - 2017

    Comitê em Ética em Pesquisa UnB Campus Ceilândia

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro, Carga horária: 3

  • 2017 - Atual

    Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

    Vínculo: Avaliador, Enquadramento Funcional: Avaliador de Cursos de Graduação e IES, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Avaliador de Cursos de Graduação e Instituições de Educação Superior

  • 2017 - 2018

    Comitê de Ética em Pesquisa - FCE/CEP

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro de Comitê de Ética, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Ceilândia

  • 2016 - Atual

    Conselho Universitário da UnB

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Universitário da UnB

    Outras informações:
    Membro eleito como representante dos Professores da FCE no CONSUNI