Alberto Novaes Ramos Júnior

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 1995), especialização (Residência Médica) em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela UFRJ (1999), especialização (Título de Especialista) em Medicina de Família e Comunidade pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade & Associação Médica Brasileira (2004), mestrado em Saúde Coletiva (Epidemiologia) pela UFRJ (2001) e doutorado em Ciências Médicas (Epidemiologia e Avaliação em Saúde) pela Universidade Federal do Ceará (UFC, 2011). Professor Associado I da UFC (Faculdade de Medicina, Departamento de Saúde Comunitária). Coordenador do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública (mestrado acadêmico) da UFC (2012-2014, 2019-2021). Coordenador do Doutorado em Saúde Coletiva pela UFC (2016-2019) modalidade associação ampla (UECE/UFC/UNIFOR) do qual foi membro do colegiado desde 2012. Membro do colegiado do Doutorado em Saúde Pública da UFC desde 2015. Atuação em Comitês Técnicos de Assessoramento ao Ministério da Saúde desde 2001 (IST/AIDS, Hanseníase, Doença de Chagas, Doenças Tropicais Negligenciadas, Hemovigilância e Desenvolvimento de Pesquisas Operacionais em Saúde no Brasil). Especialista-convidado em reuniões internacionais da Iniciativa Intergovernamental dos Países do Cone Sul para controle da doença de Chagas. Coordenação e desenvolvimento do modelo IntegraHans de pesquisas operacionais no Brasil. Membro e ex-coordenador (2011-2012, 2013-2014, 2015-2016) da Rede Brasileira de Atenção e Estudos em Co-Infecção Trypanosoma cruzi e HIV. Consultor técnico-científico em iniciativas de organizações internacionais: Netherlands Leprosy Relief (NLR-Amsterdã), Netherlands Hanseniasis Relief (NHR-Brasil), Médecins Sans Frontières (MSF), Universities Allied for Essential Medicines (UAEM), e Drugs for Neglected Diseases initiative (DNDi). Membro da Associação Brasileira de Saúde Coletiva. Atuação nos GTs de Educação Médica, Atenção Primária à Saúde e Comunicação da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT), da qual é sócio e ex-membro da Diretoria 2015-2017. Membro Fundador da Associação Cearense de Medicina de Família e Comunidade. Compôs o colegiado de coordenação do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade e do Internato em Saúde Coletiva da UFC. Membro do Observatório de Políticas Públicas do Ceará (OPP-CE). Supervisor do Programa de Valorização da Atenção Básica (PROVAB) da UFC (2012-2015), e coordenador do mesmo programa (2015-2016). Supervisor do Programa Mais Médicos para o Brasil no Ceará (2017-2019). Coordenador da Área de Saúde Coletiva dentro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) da UFC desde 2016. Membro de Comitês de Avaliação de Cursos de Pós-graduação pela CAPES (2016-2019) e do Prêmio CAPES de Teses na área de Saúde Coletiva (2018). Membro da Comissão Assessora de Avaliação da Formação Médica no Brasil do INEP no âmbito do REVALIDA. Editor Associado das revistas Cadernos de Saúde Pública (ENSP-Fiocruz), Cadernos Saúde Coletiva (IESC-UFRJ), e Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC). Membro do Conselho Editorial da Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção (UNISC) e membro do Corpo Editorial da Revista de Medicina da UFC e da Revista de Saúde Digital e Tecnologias Educacionais (UFC). Tem experiência no campo da Saúde Coletiva (com ênfase em Epidemiologia, e Políticas e Avaliação em Saúde) e Medicina (ênfase em Medicina Tropical, Infectologia e Medicina de Família e Comunidade), atuando principalmente nos seguintes temas: doenças negligenciadas (atenção à saúde, epidemiologia, vigilância e controle), dinâmica de transmissão de processos infecciosos/parasitários e interfaces ambiente e saúde, atenção primária à saúde e ensino de doenças infecciosas e parasitárias. Temas contemplados nas principais linhas de pesquisa: doença de Chagas, hanseníase, esquistossomoses, leishmanioses, parasitoses intestinais, infecção por HIV/aids e ectoparasitoses.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Médicas

2007 - 2011

Universidade Federal do Ceará
Título: Padrões e Tendências de Morbimortalidade e Sobrevida em Crianças com AIDS no Brasil
Jörg Heukelbach. Palavras-chave: Morbidade; Mortalidade; Síndrome da Imunodeficiência Adquirida; Crianças; Brasil; Sobrevida. Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Doenças Infecciosas e Parasitárias. Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.

Mestrado em Saúde Coletiva

1999 - 2001

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: Epidemiologia da Endemia Chagásica no Município de João Costa, Sudeste do Piauí, Brasil,Ano de Obtenção: 2001
Diana Maul de Carvalho.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Doença de Chagas; Epidemiologia; Espaço; Controle; Piauí; Endemia. Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Doenças Infecciosas e Parasitárias. Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas; Cuidado À Saúde das Pessoas; Políticas, Planejamento e Gestão em Saúde.

Especialização - Residência médica

1996 - 1999

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Residência médica em: Doenças Infecciosas e ParasitáriasNúmero do registro: CNRM / MEC - 21163/3. Bolsista do(a): Ministério da Educação, MEC, Brasil. Palavras-chave: Doenças Infecciosas e Parasitárias.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.

Especialização em Medicina de Família e Comunidade

2004 - 2004

Sociedade Brasileira de Medicina de Familia e Comunidade
Título: Título de Especialista em Medicina de Família e Comunidade (SBMFC / AMB)

Graduação em Medicina

1990 - 1995

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Revisão Sistemática Cochrane do Registro à Publicação. (Carga horária: 16h). , Universidade de Fortaleza, UNIFOR, Brasil.

2007 - 2007

Ética e Boas Práticas Clínicas. (Carga horária: 14h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

2005 - 2006

Tutoria - Processos Educação Permanente em Saúde. (Carga horária: 266h). , Escola Nacional de Saúde Pública - FIOCRUZ, ENSP, Brasil.

2004 - 2004

Atualização em Formação Pedagógica em EAD. (Carga horária: 40h). , Escola Nacional de Saúde Pública - FIOCRUZ, ENSP, Brasil.

2002 - 2002

Técnicas de Regressão Logística Multinomial. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2002 - 2002

Planos Locais para a Eliminação da Hanseníase. (Carga horária: 4h). , International Leprosy Association, ILA, Brasil.

2002 - 2002

Avaliação da Implementação de Programas de Saúde. (Carga horária: 4h). , International Leprosy Association, ILA, Brasil.

2002 - 2002

Educação em Saúde para a Eliminação da Hanseníase. (Carga horária: 4h). , International Leprosy Association, ILA, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em Métodos em Educação Ambiental para a Saúde. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

1999 - 1999

Geoprocessamento em Saúde. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

1999 - 1999

Estudos Regionais e de Comunidades. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

1997 - 1997

Estagiário do Setor de Bacteriologia. (Carga horária: 70h). , Instituto Adolfo Lutz, IAL, Brasil.

1996 - 1996

Vigilância Epidemiológica de Infecção Hospitalar. (Carga horária: 8h). , Associação Brasileira de Profissionais Em Controle de Infecção Hospitalar, ABIH, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Doenças Infecciosas e Parasitárias.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Medicina de Família e Comunidade.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

LINDOSO, J. A. L. ; RAMOS JR., A. N. ; SOUSA, A. S. ; REIS, A. B. ; HUEB, M. . XXXIV Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XXII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses - ChagasLeish2019. 2019. (Congresso).

RAMOS JR., A. N. ; SOUZA, E. A. ; BARBOSA, J. C. ; SILVA, J. A. M. ; SOUSA, M. S. ; CERTO, M. ; OLIVEIRA, H. X. ; SILVA, R. A. ; MENDONCA, T. B. ; BARBEITAS, M. M. . Fórum Social Brasileiro para Enfrentamento de Doenças Infecciosas e Negligenciadas ? 2019 4º Encontro Brasileiro de Movimentos Sociais de Luta Contra Doenças Negligenciadas - 2019. 2019. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; CARRAZZONE, C. F. V. ; CERTO, M. ; OLIVEIRA JÚNIOR, W. A. ; RAMOS, V. P. . Fórum Social Brasileiro para Enfrentamento de Doenças Infecciosas e Negligenciadas ? 2018 3º Encontro Brasileiro de Movimentos Sociais de Luta Contra Doenças Negligenciadas - 2018. 2018. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; BARRÊTO, I. C. H. C. . 1º Encontro Nordeste de Saúde da Família: em Defesa do SUS e da ESF. 2018. (Outro).

GOTO, H. ; RAMOS JR., A. N. ; LINDOSO, J. A. L. ; CORREIA, DALMO . XXXII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XX Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2017. (Congresso).

RAMOS JR., A. N. . Fórum Social Brasileiro para Enfrentamento de Doenças Infecciosas e Negligenciadas ? 2017, 2º Encontro Brasileiro de Movimentos Sociais de Luta Contra Doenças Negligenciadas - 2017. 2017. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; SOUZA, E. A. ; FERNANDES, T. A. ; HINDERS, D. C. ; ALENCAR, M. J. F. . International Workshop - Evaluation of the Bridges project in Brazil: Building Responses in Diverse Global Enbling Settings to Inclusive Development. 2016. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; SOUZA, E. A. ; FERNANDES, T. A. ; ALENCAR, M. J. F. . International Seminar: Building National Responses in Brazilian Enbling Settings to Inclusive Development - Bridges Project. 2016. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; DIAS, J. C. P. . Presidente da XXXI Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XIX Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2016. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; BEZERRA, F. S. M. ; PONTES, R. J. S. ; FROTA, C. C. . I Seminário de Integração dos Programas de Pósgraduação em Patologia e Saúde Coletiva. 2016. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; OLIVEIRA, M. F. F. . Doenças Negligenciadas. 2016. (Outro).

RAMOS JR., A. N. . Fórum Social Brasileiro para Enfrentamento de Doenças Infecciosas e Negligenciadas ? 2016, 1º Encontro Brasileiro de Movimentos Sociais de Luta Contra Doenças Negligenciadas - 2016. 2016. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; RAMOS JR., A. N. SOUSA, A. Q. CARVALHO, B. M. ALENCAR, C. H. M. TAKEDA, C. F. V. LIMA, D. M. ROLIM, D. B. ARRUDA, E. A. G. GIRAO, E. S. BEZERRA, F. S. M. HENN, G. A. L. TEXEIRA, J. M. RODRIGUES, J. L. N. COLARES, K. TAVORA, L. KERR, L. R. F. S. CAVALCANTI, L. P. G. POMPEU, M. M. L. MEDEIROS, M. FAÇANHA, M. C. VALE, O. ROSA, P. B. SANTOS, R. PIRES-NETO, R. J. LEITÃO, T. M. J. S. , et al. COELHO, Z. C. B. ; Membro da Comissão Organizadora do 51o Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2015. (Congresso).

RAMOS JR., A. N. . I Simpósio Cearense em Doença de Chagas. 2015. (Outro).

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Organizadora do 50o Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. 2014. (Congresso).

RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, C. H. M. ; ROMANHOLO, H. S. B. . Membro da Comissão Organizadora do I Simpósio Internacional de Hanseníase em Cacoal, Rondônia. 2014. (Congresso).

RAMOS JR., A. N. ; ROMANHOLO, H. S. B. ; HINDERS, D. C. ; VIANA, T. C. T. ; ALENCAR, M. J. F. ; HENZ, N. L. F. B. ; FERNANDES, T. A. . I Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde - Municípios de Cacoal e Rolim de Moura - Rondônia - Etapa de Análise de Dados e Elaboração do Relatório Final. 2014. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa Intermediária 2. 2013. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde em DST/HIV/AIDS do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa de Análise de Dados e Elaboração do Relatório Final. 2013. (Outro).

RAMOS JR., A. N. ; LIMA, A. A. M. ; ROMANHOLO, H. S. B. ; BARBOSA, J. C. ; HINDERS, D. C. ; ALENCAR, M. J. F. . I Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde - Municípios de Cacoal e Rolim de Moura - Rondônia - Etapa de Elaboração do Protocolo de Pesquisa. 2013. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa Intermediária 1. 2012. (Outro).

SHIKANAI-YASUDA, M. A. RAMOS JR, A. N. CRUZ, A. M. RODRIGUES, A. M. ASSIS, A. M. J. SILVA, A. R. CASTRO, C. COSTA, C. H. N. MARINHO, C. C. PEDROSA, C. M. S. TAVARES, C. FONTES, C. J. F. GONCALVES, E. G. R. SANTANA FILHO, F. S. FERREIRA, L. C. L. BARBOSA, M. G. V. FREITAS, M. R. GOMES, P. L. OLIVEIRA, W. K. OSTERMAYER, A. L. DIAS, J. C. P. BOULOS, M. LACERDA, M. V. BASILE, M. A. OLIVEIRA, M. R. F. , et al. TAUIL, P. L. ALVES, R. V. RABONI, S. M. OLIVEIRA JÚNIOR, W. A. ; SBMT & Ministério da Saúde - Ensino de Doenças Tropicais na Graduação em Escolas Médicas. 2011. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . Oficina de Redação de Artigos Vinculada à I Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde em DST/HIV/AIDS do Município de Vitória da Conquista - Bahia. 2011. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa de Elaboração do Protocolo de Pesquisa. 2011. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . I Congresso Baiano de DST/AIDS e Hepatites Virais. 2010. (Congresso).

RAMOS JR, A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; SOUZA, E. A. . I Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde em DST/HIV/AIDS do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa de Análise de Dados e Elaboração do Relatório Final. 2009. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; SCHREUDER, P. A. M. ; HINDERS, D. C. ; OLIVEIRA, M. L. W. . Avaliação da Estratégia de Pesquisas Operacionais (Investigações em Sistemas de Saúde) em Hanseníase no Brasil: Avaliação da Experiência Brasileira em Parceira com Organizações da Federação Internacional de Associações contra a Hanseníase [ILEP] após 8 anos de Desenvolvimento da Estratégia. 2008. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . I Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde em DST/HIV/AIDS do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa de Elaboração do Protocolo de Pesquisa. 2008. (Outro).

RAMOS JR, A. N. ; SOUZA, E. A. . I Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde em DST/HIV/AIDS do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa de Elaboração Intermediária. 2008. (Outro).

RAMOS JR, A. N. . III Conferência Municipal de Saúde de São João do Piauí, sob o tema: Promoção da Saúde - Estratégia para o Desenvolvimento da Eqüidade e Justiça Social. 2001. (Outro).

RAMOS JR, A. N. . Treinamento Introdutório dos Agentes Comunitários de Saúde do Município de São João do Piauí, Piauí. 2001. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Taller de construcción del Consorcio del Proyeto Fiocruz - UNITAID-Chagas. 2020. (Oficina).

16a EXPOEPI - Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Atenção aos portadores de doença de Chagas na Atenção Primária à Saúde. 2019. (Outra).

2a Reunião do Fórum de coordenadores de programa de pós-graduação de Saúde Coletiva 2019. 2019. (Outra).

34ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (CHAGASLEISH 2019). Mesa Redonda: Doença de Chagas e Imunossupressão. 2019. (Congresso).

34ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (CHAGASLEISH 2019). Mesa Redonda: Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para Doença de Chagas: análise de barreiras para implementação no SUS. 2019. (Congresso).

34ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (CHAGASLEISH 2019). Reunião Técnica: Rede Brasileira de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi / HIV e Outras Condições de Imunossupressão. 2019. (Congresso).

34ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (CHAGASLEISH 2019). Conferência: A epidemiologia frente aos desafios para a construção de agenda e respostas às doenças negligenciadas no Brasil. 2019. (Congresso).

34ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (CHAGASLEISH 2019).Oficina: Protocolos para estabelecimento da vigilância epidemiológica de casos de doença de Chagas em sua fase crônica. 2019. (Outra).

55 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MEDTROP2019), XXVI Congresso Brasileiro de Parasitologia e 34a Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (CHAGASLEISH 2019). A epidemiologia frente aos desafios para a construção de agendas e respostas às Doenças Tropicais Negligenciadas no Brasil. 2019. (Congresso).

9ª Conferência Municipal de Saúde, Democracia e Saúde.Consolidação dos Princípios do SUS: Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS. 2019. (Outra).

Ciclo Carlos Chagas de Palestras do Instituto Oswaldo Cruz ? 7a edição, 100+10 anos da descoberta da doença de Chagas: o tempo não para - 110 da publicação do ciclo da doença de chagas.Agendas inconclusas para doença de Chagas: contextos epidemiológicos e perspectivas em um mundo em rápida transformação. 2019. (Outra).

I Simpósio IntegraDTN-Bahia - Integração da Atenção à Saúde e da Vigilância para Controle da Hanseníase e da Doença de Chagas.Abordagem integrada de DTNs no Estado da Bahia. 2019. (Simpósio).

I Simpósio IntegraDTN-Bahia - Integração da Atenção à Saúde e da Vigilância para Controle da Hanseníase e da Doença de Chagas.Coordenador da Mesa-Redonda: Integração entre atenção à saúde e vigilâncias para controle de DTNs. 2019. (Simpósio).

Oficina Piloto para Implantação de Teste Rápido e Tratamento com Tempo Reduzido com Benznidazol para Doença de Chags na Atenção Primária em Saúde - Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. 2019. (Oficina).

Workshop de Quimioprofilaxia de Contatos em Hanseníase - Coordenação Geral de Doenças em Eliminação, Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde. 2019. (Outra).

Workshop sobre linhas de cuidado das doenças negligenciadas do Piauí.Debatedor no grupo sobre doença de Chagas. 2019. (Outra).

1a Oficina de Elaboração dos Módulos Educacionais do Projeto Formação Integral em Saúde.Integrante do Grupo de Elaboração. 2018. (Oficina).

1o Encontro Nordeste de Saúde da Família.Membro de Comissão Científica. 2018. (Encontro).

2a Oficina de Elaboração dos Módulos Educacionais do Projeto Formação Integral em Saúde.Integrante do Grupo de Elaboração. 2018. (Oficina).

2a Oficina de Elaboração dos Módulos Educacionais do Projeto Formação Integral em Saúde.Integrante do Grupo de Elaboração. 2018. (Oficina).

5a Reunião Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida.Membro da Comissão Assessora de Avaliação - REVALIDA. 2018. (Outra).

6a Reunião Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida.Membro da Comissão Assessora de Avaliação - REVALIDA. 2018. (Outra).

I Encontro Internacional de Estomaterapia do Piauí.Doenças negligenciadas no Brasil: cenários de vulnerabilidade e contextos epidemiológicos. 2018. (Encontro).

IV Simpósio Brasileiro de Doenças Negligenciadas.Conferência de Abertura: Doenças Negligenciadas no Brasil: Vulnerabilidades e Desafios. 2018. (Simpósio).

Mesa Redonda do Seminário de Qualificação do Curso de Especialização em Saúde Pública.Papel das pesquisas no Campo da Saúde Coletiva. 2018. (Outra).

Oficina de Construção da Política Estadual de Assistência Farmacêutica do Ceará.Participação em grupos de trabalho da oficina. 2018. (Oficina).

UNE Volante - 2018 Fortaleza, Ceará.Acolhida e abertura do evento em representação da reitoria da Universidade Federal do Ceará. 2018. (Outra).

X Encontro Anual do Programa de Pesquisa Translacional em Doença de Chagas - FioChagas 2018.Situação atual dos imigrantes no Brasil: possibilidades de aumento de casos de doença de Chagas. 2018. (Encontro).

15ª EXPOEPI - Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Doenças relacionadas à pobreza: uma agenda inconclusa. 2017. (Outra).

3a Reunião Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida.Comissão Assessora de Avaliação - REVALIDA. 2017. (Outra).

4a Reunião Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida.Membro da Comissão Assessora de Avaliação - REVALIDA. 2017. (Outra).

53° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Doença de Chagas - Drugs for Neglected DIseases Initiative (DNDi). Acesso em Doença de Chagas: Integrando a atenção à rede de atenção primária à saúde. 2017. (Congresso).

53° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Abordagem integrada para enfrentamento das doenças negligenciadas no Brasil. 2017. (Congresso).

53° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Reunião 2017 - Rede Brasileira de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi / HIV e outras condições de imunossupressão. 2017. (Congresso).

Conexões MSF - Diagnóstico e tratamento para a doença de Chagas no Brasil.Cenário político-institucionais para diagnóstico e tratamento para a doença de Chagas no Brasil. 2017. (Outra).

I Conferência Livre de Vigilância em Saúde com Ênfase em Hanseníase.Doenças Negligenciadas no Brasil. 2017. (Outra).

III Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Piauí: Projeto de Tese de Doutorado em Enfermagem.Avaliação do projeto: Qualidade de vida em pessoas com hanseníase. 2017. (Seminário).

Oficina de Composição da Diretoria ONDAS: Organização Nacional Ação e Saúde e S.Participantes nos debates e no processo de contrução da proposta. 2017. (Oficina).

Oficina de elaboração de estratégias de implementação do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) em Doença de Chagas.PCDT em Doença de Chagas. 2017. (Oficina).

Oficina de trabalho: construção de redes de atenção integral em saúde mental no município de Vitória da Conquista.Facilitador da oficina de trabalho na construção de redes. 2017. (Oficina).

Oficina para o desenvolvimento das análises do Livro Saúde Brasil 2017. 2017. (Oficina).

Reunião de Coordenadores de Hanseníase e outras Doenças em Eliminação.Doenças negligenciadas: reflexões para o trabalho integrado. 2017. (Outra).

Reunião de Coordenadores de Hanseníase e outras Doenças em Eliminação.Adoção da pesquisa operacional no aprimoramento dos serviços de saúde. 2017. (Outra).

Reunião de Planejamento para Prioridades e Estratégias na Hanseníase.Determinantes sociais do processo saúde-doença e contextos de vulnerabilidade para doenças negligenciadas no Brasil. 2017. (Outra).

Simpósio em Saúde Coletiva: Caminhos da Pesquisa no Interior do Brasil.I Fórum Desafios na conformação das redes de saúde mental coordenada pela Atenção Básica. 2017. (Simpósio).

X Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Mesa Redonda: Desafios para o enfrentamento das doenças negligenciadas no Brasil com o tema Doença de Chagas: desafios para o SUS em diferentes contextos e dimensões de vulnerabilidade. 2017. (Congresso).

XIII Reunião Anual de Doença de Chagas e Leishmaniose Visceral do Estado do Tocantins.II Consenso Brasileiro em Doença de Chagas. 2017. (Outra).

XIV Encontro do Programa de Pesquisa Translacional em Doença de Chagas - FIO-CHAGAS 2017.Novas perspectivas na doença de Chagas: atualização do consenso Brasileiro e a notificação dos pacientes crônicos. 2017. (Encontro).

DNDi 2016 - Innovation & Access - Partners' Meeting.Interface entre Movimentos Sociais e ONGs no Enfrentamento de Doenças Negligenciadas: Prospecção de Limites e Possibilidades. 2016. (Encontro).

III SBDN - Simpósio Brasileiro de Doenças Negligenciadas.Conferência de abertura: Agendas Inconclusas para Controle de Doenças Tropicais Negligenciadas: Cenários e Desafios no Brasil. 2016. (Simpósio).

International Seminar: Building National Responses in Brazilian Enabling to Inclusive Development - Brides Project.Integrante do grupo de coordenação: International Seminar: Building National Responses in Brazilian Enabling to Inclusive Development - Brides Project. 2016. (Seminário).

International Workshop - Evaluation of the Bridges Project in Brazil: Building Responses in Diverse Global Enabling Settings to Inclusive Development.Integrante do grupo de coordenação: International Workshop - Evaluation of the Bridges project in Brazil: Building Responses in Diverse Global Enbling Settings to Inclusive Development. 2016. (Oficina).

I Oficina de Implantação do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (COAPES). 2016. (Oficina).

Oficina de Revisão do Projeto Pedagógico do Curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará.Trabalhos em Grupos. 2016. (Oficina).

Reunião do Comitê Gestor para constituição de PCDT da doença de Chagas - Brasília.Membro do Comitê Gestor para constituição de PCDT da doença de Chagas - Brasília. 2016. (Outra).

VIII Reunião Anual da Plataforma de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas.Reunião - movimentos sociais em doenças negligenciadas. 2016. (Outra).

XXII Reunión de la Comisión Intergubernamental (CI) de la Iniciativa Subregional Cono Sur de Eliminación de Triatoma infestans y la Interrupción de la Transmission Transfusional de la Tripanosomiasis Americana (INCOSUR/Chagas).Consensos, regulaciones, normas y guías para la atención de la Enfermedad de Chagas. 2016. (Outra).

51° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Consenso Brasileiro em Doença de Chagas de 2015 e os Desafios para a atenção integral no SUS. 2015. (Congresso).

51° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Moderados do Tema Livre: Doenças Transmitidas por vírus/DST/Aids. 2015. (Congresso).

51° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Curso Pré-Congresso: Doenças Tropicais na Atenção Básica. 2015. (Congresso).

51° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Modelos de intervenção em Chagas: Contextos, epidemiologia e experiências. 2015. (Congresso).

51° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Moderador do Tema Livre: Doenças transmitidas por bactérias. 2015. (Congresso).

Forúm de Coordenadores dos Programas de Pós-graduação em Saúde Coletiva da ABRASCO. 2015. (Outra).

I Reunión del Grupo Consultivo en Acceso de la DNDi America Latina.Acceso y Organización de los Servicios de Salud. 2015. (Outra).

I Simpósio Cearense em Doença de Chagas.Doença de Chagas no Brasil: Situação atual, consensos e perspectivas - João Carlos Pinto Dias. 2015. (Simpósio).

I Simpósio Cearense em Doença de Chagas.Desafios e Perspectivas na Atenção e Cuidado às Pessoas com Doença de Chagas: Quem são e Onde estão?. 2015. (Simpósio).

Reunión de la Plataforma de Investigación en Enfermedad de Chagas.Conclusiones del evento y los futuros desafíos. 2015. (Outra).

Seminário de Abertura da Liga Acadêmica em Doenças Estigmatizantes - Conceituar e Desmistificar.Epidemiologia e controle da hanseníase no Brasil e no Mundo. 2015. (Seminário).

XXI Reunión de la Comisión Intergubernamental (CI) de la Iniciativa Subregional Cono Sur de Eliminación de Triatoma infestans y la Interrupción de la Transmission Transfusional de la Tripanosomiasis Americana (INCOSUR/Chagas). 2015. (Outra).

1 Encontro Científico de Pesquisas Aplicadas à Vigilância em Saúde.Membro da Comissão Avaliadora dos temas: leishmanioses, doença de Chagas, arboviroses. 2014. (Encontro).

I Simpósio Internacional de Hanseníase, Cacoal/RO.Organização evento, palestrante e conferencista. 2014. (Simpósio).

IX Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Prospecção de pesquisas epidemiológicas em doença de Chagas: questões atuais e desafios. 2014. (Congresso).

Oficina de atendimento humanizado ao doador e candidato à doação de sangue - DAHU/SAS/MS S.Aspectos epidemiológicos da infecção por HIV e hepatites virais. 2014. (Oficina).

Oficina de capacitação docente em elaboração de itens para o teste de progress. 2014. (Oficina).

Oficina de potencialização das ações da CCE PROVAB/Mais Médicos - Ceará. 2014. (Oficina).

Reunião Satélite: Doença de Chagas Crônica ? Desafios e Perspectivas.POR ONDE COMEÇAR??? QUEM SÃO DE FATO E ONDE ESTÃO ESTAS PESSOAS???. 2014. (Outra).

XXXI The Network - TUFH Educational Meeting. 2014. (Encontro).

XXX Reunião sobre Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XVIII Reunião sobre Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Reunião Satélite: Doença de Chagas Crônica ? Desafios e Perspectivas. 2014. (Outra).

Oficina de Repasse Metodológico de Investigações em Sistemas de Saúde.Condução do processo de repasse. 2013. (Oficina).

Oficina Nacional de Coordenadores do PROVAB-2013.Representação da Coordenação da Faculdade de Medicina da UFC. 2013. (Oficina).

Oficina para Seleção de Prioridades PPSUS 2012/2013.Coordenador do Grupo de Pesquisas em Doenças Infecciosas e Parasitárias. 2013. (Oficina).

Oficina Regional do PROVAB-2013. 2013. (Oficina).

Reunião do Fórum de Coordenadores de Pós-graduação em Saúde Coletiva. 2013. (Outra).

REUNIÃO TÉCNICA 2013: Rede de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi / HIV e Outras Condições de Imunossupressão.Coordenador da reunião da Rede de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi / HIV e Outras Condições de Imunossupressão. 2013. (Encontro).

Reunião Técnica para Editoração e Publicação do Consenso de Doença de Chagas.Assessor-coordenador da reunião - 19 e 20 de junho de 2013. 2013. (Outra).

Semana Chagas - Enfermedad Desatendida - Bolivia. 2013. (Encontro).

Seminário de monitoramento e Avaliação do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica no Estado do Ceará. 2013. (Seminário).

XLIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Coordenador de mesa-redonda: Trypanosoma cruzi e HIV: evidências, avanços e desafios. 2013. (Congresso).

Reunião Nacional de Supervisores do PROVAB-2012.Supervisão do PROVAB. 2012. (Outra).

Oficina de Desenvolvimento da Política Nacional da NLR no Brasil.Participante / consultor. 2011. (Oficina).

Reunião Técnica do Subcomitê de Doenças Endêmicas do Comitê Assessor em Terapia Antirretroviral para Adultos Infectados pelo HIV - Ministério da Saúde.Elaboração da parte específica do Consenso em Terapia Antirretrociral para Adultos Infectados pelo HIV - Doenças Endêmicas. 2011. (Outra).

Seminário Estadual e Reunião Científica sobre Doença de Chagas - Pará.Reunião Técnico-Científica em Doença de Chagas. 2011. (Seminário).

XLVII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. A SBMT e o Ensino de Medicina Tropical na Graduação, Especialização na Residência e Educação Continuada. 2011. (Congresso).

XLVII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Situação Atual e Desafios no Controle da Hanseníase em Centros Urbanos. 2011. (Congresso).

XLVII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Interfacesentre a Medicina Tropical e a Medicina de Família e Comunidade no Brasil: Limites e Possibilidades. 2011. (Congresso).

XLVII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. XII Reunião da Rede Brasileira de Atenção e Estudos em Co-Infecção T. cruzi / HIV e Outras Condições de Imunossupressão. 2011. (Congresso).

26ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas & 14ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.O papel da pesquisa operacional e os desafios para a integração da assistência e do controle da doença de Chagas no SUS. 2010. (Simpósio).

I Congresso Baiano de DST/AIDS e Hepatites Virais. Coordenação de Mesa: Transmissão Vertical da Sífilis, o que fazer?. 2010. (Congresso).

I Congresso Baiano de DST/AIDS e Hepatites Virais. Territórios Vulneráveis e Atenção Primária à Saúde: o Caso das DST/AIDS e Hepatites Virais. 2010. (Congresso).

I Simpósio sobre Doenças Negligenciadas em Atenção Primária à Saúde.IEstratégias para Encaminhamentos de Atenção às Doenças Negligenciadas em Atenção Primária à Saúde. 2010. (Simpósio).

Oficina de Avaliação de Pesquisas Operacionais em Hanseníase no Espírito Santo - Fiocruz/RJ.Avaliador de Pesquisas Operacionais em Hanseníase. 2010. (Oficina).

Oficina de Trabalho: Definição das Diretrizes para a Vigilância em Doença de Chagas - Ministério da Saúde.Participante da oficina como membro do Comitê Técnico Assessor Nacional - 26a Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas & 14a Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2010. (Oficina).

Oficina de Trabalho em Doença de Chagas - Ministério da Saúde.Membro do Comitê Técnico-Assessor. 2010. (Oficina).

Oficina de trabalho para elaboração de proposta de agenda de saúde e quadro de metas específicos para atenção, prevenção e controle de doenças sexualmente transmissíveis e doenças transmissíveis pelo sangue, com ênfase para sífilis e infecção por HIV/AIDS.Facilitador da oficina. 2010. (Oficina).

Reunião de pesquisadores em hanseníase: quimioprofilaxia e rede de vigilância de recidiva e resistência medicamentosa - Ministério da Saúde.Assessoria para discussão sobre quimioprofilaxia e rede de vigilância de recidiva e resistência medicamentosa. 2010. (Outra).

XI Reunião da Rede Nacional de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi/HIV, Brasil.Coordenação e apresentador da Reunião - 26a Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas & 14a Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2010. (Outra).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. AIDS e Doença de Chagas. 2010. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliação de Posteres - Comissão Científica. 2010. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Peste: Sistema de Vigilância Epidemiológica. 2010. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Debatedor do Curso Pré-Congresso: Abordagem Prática de Doenças Endêmicas em Pacientes com AIDS. 2010. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Estudos Nacionais de Sobrevida em Crianças com Aids no Brasil. 2010. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Genética Molecular e Transgenia em Vetores. 2010. (Congresso).

X Reunião da Rede Nacional de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi/HIV, Brasil.Coordenação da Reunião da Rede Nacional de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi/HIV, Brasil - XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2010. (Outra).

10° Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade. Manejo de doença de chagas na atenção básica. 2009. (Congresso).

25ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas & 13ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.IX Reunião da Rede de Atenção e Estudos em Co-Infecção Trypanosoma cruzi / HIV (e outras condições de imunossupressão). 2009. (Outra).

Capacitação em Hemovigilância - Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina - Gerência de Toxicovigilância, Tecnovigilância, Farmacovigilância e Hemovigilância.Doenças Infecciosas e Parasitárias com Transmissão Sangüínea no Brasil / Reações Transfusionais Tardias. 2009. (Outra).

Oficina: Co-Infecção Trypanosoma cruzi e Vírus da Imunodeficiência Humana.Rede Nacional de Atenção e Pesquisa da Co-Infecção T. cruzi e HIV. 2009. (Oficina).

Oficina de Planejamento para 2010 da Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Hanseníase, Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde.Assessor. 2009. (Oficina).

Oficina Internacional sobre Vigilância, Prevenção e Controle da Doença de Chagas Aguda como Enfermidade Trasmitida por Alimentos.Vigilância, Prevenção e Controle da Doença de Chagas Aguda como Enfermidade Trasmitida por Alimentos na América Latina. 2009. (Oficina).

Oficina preparatória para elaboração de currículo integrado em vigilância epidemiológica de DST.Membro assessor. 2009. (Oficina).

Reunião Nacional dos Programas Estaduais de Controle da Doença de Chagas.Rede de co-infecção HIV-Chagas. 2009. (Outra).

Semana Comemorativa dos 100 anos da descoberta da Doença de Chagas.Doença de Chagas. 2009. (Outra).

Workshop: Estado da Arte da Saúde Silvestre no Brasil.Participação em Reuniões Técnicas. 2009. (Outra).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 3o Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul, 4o Congresso de Medicina Tropical dos Países de Língua Portuguesa, Simpósio Internacional sobre Vacinas para Leishmaniose. Co-Infecção Chagas e AIDS. 2009. (Congresso).

11o Congresso Brasileiro de Hansenologia. Cenários atuais: desenvolvimento da estratégia de investigações em sistemas de serviços de saúde para hanseníase no Brasil. 2008. (Congresso).

24ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 12ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Coordenador da Sessão: Sustentabilidade dos Programas de Controle da Doença de Chagas e Leishmaniioses, Reflexões. 2008. (Outra).

44 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 2o Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul, , 3o Encontro de Medicina Tropical dos Países de Língua Portuguesa. Uso de pesquisas operacionais na gestão do PNCH: experiência brasileira. 2008. (Congresso).

8ª EXPOEPI - Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças. 2008. (Outra).

Capacitação em Hemovigilância - Segunda Turma.Situação epidemiológica das doenças infecciosas e parasitárias com transmissão sangüínea no Brasil. 2008. (Outra).

Curso de Capacitação para Técnicos de Vigilância Sanitária na Área de Hemovigilância.Palestrante abordando a Temática Epidemiologia e Controle de Doenças Transmissíveis pelo Sangue e Princípios dos Métodos Diagnósticos. 2008. (Outra).

Integração e Implementação da Vigilância Epidemiológica da Doença de Chagas no Estado do Ceará.Consenso Brasileiro da Doença de Chagas & Co-Infecção HIV/Trypanosoma cruzi. 2008. (Seminário).

Oficina de Avaliação e Prospecção de Pesquisas em Hanseníase - DECIT & PNCH, Ministério da Saúde.Investigações em Serviços de Saúde: Lições Aprendidas e Projeções. 2008. (Oficina).

Oficina de Elaboração de Estratégia de Futuro para a Associação Netherlands Leprosy Relief do Brasil.Consultoria para a Construção de Documento Técnico sobre Plano de Atuação da NLR do Brasil nos Próximos Dez Anos. 2008. (Oficina).

Oficina de Planejamento do Programa Nacional de Controle da Hanseníase 2008/2009.Membro do corpo de assessoria técnica do Programa Nacional deControle da Hanseníase, Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde. 2008. (Oficina).

Oficina de Prioridades de Pesquisa em Doenças Negligenciadas - Secretarias de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE) e de Vigilância em Saúde (SVS) e Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) - CNPq.http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/opnd2907.pdf. 2008. (Oficina).

Oficina para Atualização do Manual de Diretrizes e Normas Técnicas do Programa Nacional de Controle da Doençade Chagas.Membro do grupo técnico-assessor. 2008. (Oficina).

Reunião Anual da International Federation of Anti Leprosy Associations (ILEP) do Brasil.Desenvolvimento da Estratégia de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde para Hanseníase no Brasil: Cenários Atuais. 2008. (Outra).

Reunião Anual de Monitoramento e Avaliação do Programa Nacional de Controle da Hanseníase - Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde.Implementação de Resultados de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Estratégia de oficinas de Capacitação em Investigação em Sistemas e Serviços de Saúde. 2008. (Outra).

Reunião Técnica do Grupo de Trabalho para elaboração do conteúdo técnico do CBVE/DST.Membro do grupo técnico-assessor. 2008. (Outra).

1o Forum Científico da Hanseníase da Microrregional de Fortaleza, Ceará.Participante-Convidado.. 2007. (Outra).

30o Congresso da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Reunião Técnica sobre Hemovigiância - Lançamento de Manual Técnico. 2007. (Congresso).

3 Simpósio Brasileiro de Hansenologia.PNECH & Pesquisa: Contribuições da Pesquisa Operacional. 2007. (Simpósio).

7a EXPOEPI - Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Participação na Reunião Técnica: Métodos Epidemiológicos Usados para Classificação de Áreas Prioritárias para as Ações de Controle da Tuberculose. 2007. (Outra).

Conferência Internacional da UNILURIO, Moçambique.A Formação Profissional e o Sistema Nacional de Saúde do Brasil. 2007. (Outra).

I Encontro sobre Pesquisa em Hanseníase no Ceará.Seven Years of Brazilian Experience with Health Systems Research (HSR) on Hansen?s Disease. 2007. (Encontro).

IV Congresso Científico e Ético do CREMEC & IV Congresso das Câmaras Técnicas e Comissões de Ética do CREMEC. Calazar. 2007. (Congresso).

Oficina de Planejamento, Monitoramento e Avaliação do PNCH - 2007/2008.Integrante do corpo de colaboradores do PNCH. 2007. (Outra).

Reunião entre Coodenadores de Projetos Apoiados pela Netherlands Leprosy Relief.Experiências com Pesquisas Operacionais no Brasil e Planos Futuros. 2007. (Outra).

Reunião Nacional de Avaliação e Atualização na Área de Prevenção e Incapacidades - Hanseníase.Pesquisas Operacionais em Hanseníase ? Investigações em Sistemas de Saúde. 2007. (Outra).

Seminário Estadual de Avaliação Epidemiológica e Operacional em Hanseníase, Ceará.Participante-convidado. 2007. (Seminário).

1 Congresso Cearense de Medicina de Família e Comunidade. Membro da Comissão Científica do 1 Congresso Cearense de Medicina de Família e Comunidade. 2006. (Congresso).

22a Reunião Anual de Pesquisa em Doença de Chagas e 10a Requnião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Moderador da Reunião Técnica: Co-Infecção T. cruzi-HIV: Lançamento do Manual de Recomendações para o Diagnóstico e Proposta para Formação de Rede. 2006. (Outra).

29o Congresso Congresso da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Participante na reunião técnica do Grupo Técnico Assessor de Hemovigilância. 2006. (Congresso).

6a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Representante convidado do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará. 2006. (Outra).

8o Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade & 2o Encontro Luso-Brasileiro de Medicina Geral, Familiar e Comunitária. Apresentação de Trabalhos Científicos. 2006. (Congresso).

8th Brazilian Congress on Collective Health and the 11th World Congress on Public Health. Membro da Comissão Científica do Congresso. 2006. (Congresso).

Fourth Global Scientific Conference of the Training Programs in Epidemiology and Public Health Interventions Network (TEPHINET). Membro Convidado do Grupo de Avaliação do EPISUS, Brasil. 2006. (Congresso).

II Amostra de Saúde da Família do Ceará, II Mostra em Vigilância Sanitária do Ceará, IV Fórum e II Mostra da Residência Médica do Ceará, I Fórum de Responsabilidade Social e I Mostra de Arte e Cultura em Saúde Pública.Facilitador da Oficina de Trabalho A Saúde do Trabalhador do SUS: Cuidando de Si para Cuidar dos Outros durante a II EXPOESP - II Amostra de Saúde da Família do Ceará, II Mostra em Vigilância Sanitária do Ceará, IV Fórum e II Mostra da Residência Médica do Ceará, I Fórum de Responsabilidade Social e I Mostra de Arte e Cultura em Saúde Pública. 2006. (Outra).

Oficina de Hemovigilância do Distrito Federal.Palestrante e facilitador durante a Oficina de Hemovigilância do Distrito Federal com abordagem dos temas: História Natural e Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis pelo Sangue e Princípios dos Métodos Diagnósticos de Triagem e Confirmação. 2006. (Oficina).

Programa de Educação Tutorial (PET) de Recepção de Calouros do Curso Médico.Palestrante com o Tema Dilemas e Perspectivas da Saúde Comunitária no Brasil dentro do Programa de Educação Tutorial (PET) de Rcepção de Calouros do Curso Médico. 2006. (Encontro).

Reunião de Status do Projeto de Implementação da Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV, AIDS, Sífilis na Gestação e Sífilis Congênita & no CBVE de Transmissão Vertical do HIV/Sífilis.Participante na Reunião de Status do Projeto de Implementação da Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV, AIDS, Sífilis na Gestação e Sífilis Congênita & no CBVE de Transmissão Vertical do HIV/Sífilis. 2006. (Outra).

Seminário de Planejamento de Ações em Hanseníase e Tuberculose para o Ano de 2006 pelos Municípios Prioritários do Estado de Mato Grosso do Sul.Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde em Hanseníase e Tuberculose. 2006. (Seminário).

VI Congresso Brasileiro da SBDST e II Congresso Brasileiro de AIDS. Uso Racional da Penicilina no SUS. 2006. (Congresso).

XLII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, I Congresso de Medicina Tropical dos Países de Língua Portuguesa, II Encontro Brasileiro de Coccidioidomicose, Fórum de Propriedade Intelectual e Tratamento do HIV/AIDS e de Doenças Infecciosas. Renião do Grupo Assessor para Elaboração do Manual: Doença de Chagas e Infecção pelo HIV. 2006. (Congresso).

XV Reunião da Comissão Intergovernamental do Cone Sul para a Eliminação do Triatoma infestans e a Interrupção da Transmissão da Tripanossomíase Transfusional.Membro do grupo assessor do Programa Nacional de Controle da Doença de Chagas. 2006. (Encontro).

XXXVI Encontro Científico dos Estudantes de Medicina.Atuação dos Médicos Sem-Fronteiras no Brasil e no Mundo. 2006. (Encontro).

10o Congresso Brasileiro de Hansenologia. Coordenador e Palestrante da Mesa-Redonda: Experiência Brasileira com Pesquisas Operacionais em Hanseníase, realizada durante o 10o Congresso Brasileiro de Hansenologia. 2005. (Congresso).

21a Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 9a Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses: Doença de Chagas e Leishmanioses, Origens Sertanejas.Coordenador da Oficina sobre Doença de Chagas e Imunodepressão, com Ênfase em AIDS durante a XXI Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e Leishmanioses em Uberaba: Doença de Chagas e Leishmanioses, Origens Sertanejas. 2005. (Outra).

57a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.Participante na 57a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência realizada em Fortaleza de 18 a 21 de Julho de 2005. 2005. (Outra).

5a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Membro da Comissão Científica da Mostra. 2005. (Outra).

8o Simpósio Internacional sobre HTLV no Brasil. 2005. (Congresso).

II Fórum de Residência em Medicina de Família e Comunidade. 2005. (Outra).

Oficina sobre Hemovigilância do Estado de Santa Catarina: Operacionalização Integrada para Ações de Hemovigilância no Estado de Santa Catarina.Instrutor e Palestrante durante a Oficina sobre Hemovigilância do Estado de Santa Catarina: Operacionalização Integrada para Ações de Hemovigilância no Estado de Santa Catarina. 2005. (Oficina).

Treinamento para Investigação da Suspeita de Transmissão de Infecções/Doenças pelo Sangue no Estado de São Paulo. Palestrante e Facilitador durante o Treinamento para Investigação da Suspetia de Transmissão de Infecções/Doenças pelo Sangue no Estado de São Paulo. 2005. (Congresso).

VII Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade & II Congresso Mineiro de Medicina de Família e Comunidade. Congressista e Facilitador da Oficina sobre o Uso da Penicilina na Atenção Primária à Saúde: Controle da Sífilis Materna e da Sífilis Congênita durante o VII Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade & II Congresso Mineiro de Medicina de Família e Comunidade. 2005. (Congresso).

XIV Congresso Brasileiro de Infectologia Pediátrica e III Jornada Paranaense de Infectologia Pediátrica. Participante do XIV Congresso Brasileiro de Infectologia Pediátrica e III Jornada Paranaense. 2005. (Congresso).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e do I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul. Congressista Convidado, Coordenador e Ministrante do Curso Pré-Congresso: Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue dentro das Ações de Hemovigilância no XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e do I Encontro de Medicina Tropi. 2005. (Congresso).

20a Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 8a Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Participante e Membro da Oficina sobre Centros de Referência para a Doença de Chagas e Prioridades de Pesquisas na XX Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e VIII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2004. (Outra).

4a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Membro da Comissão Científica da Mostra. 2004. (Outra).

6o Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade e 6o Congresso de Medicina Familiar, Região Conesul, CIMF/WONCA. Participante no 6o Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade e 6o Congresso de Medicina Familiar, Região Conesul, CIMF/WONCA. 2004. (Congresso).

I Conferência de DST/AIDS do Maranhão, I Congresso Maranhense de AIDS, I Seminário de Cidadãos Posithivos.Coordenador da Oficina de Trabalho com Representantes Municipais sobre as novas Definições de Casos de Aids (Adultos e Crianças) e de Sífilis Congênita na I Conferência de DST/AIDS do Maranhão, I Congresso Maranhense de AIDS, I Seminário de Cidadãos Posit. 2004. (Oficina).

I Conferência de DST/AIDS do Maranhão, I Congresso Maranhense de AIDS, I Seminário de CIdadãos Posithivos.Conferencista na I Conferência de DST/AIDS do Maranhão, I Congresso Maranhense de AIDS, I Seminário de Cidadãos Posithivos. 2004. (Outra).

I Congresso Brasileiro de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV e Outras DST e do I Fórum Brasileiro das Cidadãs PositHIVas. Integrante da Comissão Avaliadora e Participante do I Congresso Brasileiro de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV e Outras DST e do I Fórum Brasileiro das Cidadãs PositHIVas. 2004. (Congresso).

II Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família.Apresentação de Trabalho Científico. 2004. (Outra).

Oficina de Hemovigilância do Estado do Amapá.Palestrante da Oficina de Hemovigilância do Estado do Amapá. 2004. (Oficina).

Seminário de Vigilância e Atenção à Saúde.Palestrante no Seminário de Vigilância e Atenção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde do Piauí. 2004. (Seminário).

V Congresso da Sociedade Brasileira de DST (DST.5), V Congresso Brasileiro de Prevenção em DST e AIDS e I Congresso Brasileiro de AIDS. Coordenador e Professor do Curso de Investigação de DST pelo Sangue dentro das Ações de Hemovigilância durante o V Congresso da Sociedade Brasileira de DST (DST.5), V Congresso Brasileiro de Prevenção em DST e AIDS e I Congresso Brasileiro de AIDS. 2004. (Congresso).

VI Congresso Brasileiro de Epidemiologia & 6a Reunião Científica da América Latina e Caribe. Congressista Convidado e Apresentador do Curso Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue e as Ações de Hemovigilância no VI Congresso Brasileiro de Epidemiologia & 6a Reunião Científica da América Latina e Caribe. 2004. (Congresso).

VI Reunião Nacional de Epidemiologia da Infecção pelo HIV e da aids do Programa Nacional de DST/AIDS.Integrante do Comitê Assessor de Epidemiologia durante a VI Reunião Nacional de Epidemiologia da Infecção pelo HIV e da aids do Programa Nacional de DST/AIDS. 2004. (Outra).

3a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Participante na 3a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças. 2003. (Outra).

III Oficina Nacional em Hemovigilância: Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue - Regiões Centro-Oeste e Norte.Monitor e Palestrante da III Oficina Nacional em Hemovigilância - Regiões Centro-Oeste e Norte. 2003. (Oficina).

II Oficina Nacional em Hemovigilância: Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue - Regiões Sul e Sudeste.Monitor e Palestrante da II Oficina Nacional em Hemovigilância - Regionais Sudeste e Sul. 2003. (Oficina).

I Oficina Nacional em Hemovigilância: Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue - Região Nordeste.Monitor e Palestrante da I Oficina Nacional em Hemovigilância - Regional Nordeste. 2003. (Oficina).

Pré-Conferência Municipal de Saúde de Fortaleza das Regionais I e III.Participante da Pré-Conferência Municipal de Saúde de Fortaleza - Regionais I e III. 2003. (Outra).

Reunião do Comitê Assessor de Vigilância Epidemiológica.Participante da Reunião do Comitê Assessor de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV e da AIDS - Coordenação Nacional de DST/AIDS - Ministério da Saúde. 2003. (Outra).

Reunião do Comitê Assessor de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV e da AIDS.Participante da Reunião do Comitê Assessor de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV e da AIDS - Coordenação Nacional de DST/AIDS - Ministério da Saúde. 2003. (Outra).

VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Congressista Convidado no VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2003. (Congresso).

V Reunião Nacional de Epidemiologia da Infecção pelo HIV e da aids.Palestrante e Integrante do Comitê Assessor de Epidemiologia durante a V Reunião Nacional de Epidemiologia da Infecção pelo HIV e da aids do Programa Nacional de DST/AIDS. 2003. (Outra).

XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Participante do XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2003. (Congresso).

16th International Leprosy Congress. Participante do 16th International Leprosy Congress. 2002. (Congresso).

2a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças. 2002. (Outra).

IV Conferência Internacional sobre Infecção pelo HIV em Mulheres e Crianças. 2002. (Outra).

IV Fórum de Atualidades sobre AIDS do Campus do PICI-UFC.Palestrante no IV Fórum de Atualidades sobre AIDS do Campus do PICI-UFC, com o tema: Dados epidemiológicos, novas drogas e efeitos colaterais. 2002. (Outra).

Reunião Nacional de Vigilância Epidemiológica.Assessor na IV Reunião Nacional de Vigilância Epidemiológica de DST/AIDS do Ministério da Saúde. 2002. (Outra).

XL Congresso Brasileiro de Educação Médica. 2002. (Congresso).

III Conferência Municipal de Saúde de São João do Piauí, sob o tema ?Promoção da Saúde ? Estratégia para o Desenvolvimento da Eqüidade e Justiça Social?.Organizador e moderador da III Conferência Municipal de Saúde de São João do Piauí, sob o tema ?Promoção da Saúde ? Estratégia para o Desenvolvimento da Eqüidade e Justiça Social?. 2001. (Outra).

Seminário sobre Acidentes com Materiais Biológicos e Profissionais de Saúde.Palestrante no Seminário sobre Acidentes com Materiais Biológicos e Profissionais de Saúde do Município de Parnaíba, Piauí. 2001. (Seminário).

XXXVII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Participante do XXXVII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2001. (Congresso).

FÓRUM 2000, I Fórum e II Conferência de Cooperação Técnica Horizontal da América Latina e do Caribe em HIV/Aids e DST.Participante do FÓRUM 2000, I Fórum e II Conferência de Cooperação Técnica Horizontal da América Latina e do Caribe em HIV/Aids e DST. 2000. (Outra).

I Seminário Nacional sobre Saúde e Ambiente no Processo de Desenvolvimento.Apresentação de trabalho científico. 2000. (Seminário).

Simpósio Latino-Americano sobre Pesquisa Interprofissional em Serviços de Doenças Infecciosas e Parasitárias. 2000. (Simpósio).

VI Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Participante do VI Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2000. (Congresso).

Curso de Psicologia Médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro.Professor do Curso de Psicologia Médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, ministrando a aula Sexualidade na Prática Médica. 1999. (Outra).

Curso Internacional de Especialização em Epidemiologia e Controle de Endemia Chagásica.Monitor do Curso Internacional de Especialização em Epidemiologia e Controle de Endemia Chagásica. 1999. (Outra).

III Congresso Brasileiro de Prevenção em DST/AIDS. Participante do III Congresso Brasileiro de Prevenção em DST/AIDS. 1999. (Congresso).

I Seminário Glaxo Wellcome sobre Pesquisa Clínica. 1999. (Seminário).

Mesa-Redonda: Dinâmica de transmissão de doenças infecciosas: o caso da AIDS.Participante da Mesa-Redonda: Dinâmica de transmissão de doenças infecciosas: o caso da AIDS. 1999. (Outra).

AIDS - Acidentes de Trabalho com Material Biológico. 1998. (Seminário).

II Conferência Internacional sobre Infecção pelo HIV em Mulheres e Crianças.Participante da II Conferência Internacional sobre Infecção pelo HIV em Mulheres e Crianças. 1998. (Outra).

IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Apresentação de trabalho científico. 1998. (Congresso).

Prevenção da Transmissão Vertical do HIV.Participante do Evento: Prevenção da Transmissão Vertical do HIV. 1998. (Outra).

XXXIV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Participante do XXXIV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 1998. (Congresso).

Conferência Internacional sobre HIV/AIDS. 1997. (Outra).

I Simpósio de Atualização em Medicina Interna do HUCFF/UFRJ. 1997. (Simpósio).

Jornada Científica do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, com o tema:. 1997. (Outra).

VIII Congresso Pan-Americano e X Congresso Brasileiro de Infectologia. Participante no VIII Congresso Pan-Americano e X Congresso Brasileiro de Infectologia (Infecto 97). 1997. (Congresso).

Conferência Internacional sobre Infecção pelo HIV em Mulheres e Crianças. 1996. (Outra).

International Seminar on Dengue, 1st Dengue-Rio. 1996. (Seminário).

IX Congresso Brasileiro de Infectologia. Participante do IX Congresso Brasileiro de Infectologia (Infecto 96). 1996. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Controle de Infecção Hospitalar. 1996. (Congresso).

XVIII Jornada Interna de Iniciação Científica, VIII Jornada Interna de Iniciação Artística e Cultural da UFRJ.Participante da XVIII Jornada Interna de Iniciação Científica, VIII Jornada Interna de Iniciação Artística e Cultural da UFRJ. 1996. (Outra).

III Congresso Brasileiro, II Congresso Ibero-Americano e I Congresso Pan-Americano de Epidemiologia. Participante do III Congresso Brasileiro, II Congresso Ibero-Americano e I Congresso Pan-Americano de Epidemiologia. 1995. (Congresso).

I Jornada de Atualização em Doenças Infecto-Parasitárias (DIP) em Pediatria do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ). 1995. (Outra).

Simpósio Internacional sobre AIDS. 1995. (Simpósio).

XVII Jornada Interna de Iniciação Científica, VII Jornada Interna de Iniciação Artística e Cultural da UFRJ.Participante da XVII Jornada Interna de Iniciação Científica, VII Jornada Interna de Iniciação Artística e Cultural da UFRJ. 1995. (Outra).

XVI Jornada de Iniciação Científica, VI Jornada de Iniciação Artística e Cultural da UFRJ.Participante da XVI Jornada de Iniciação Científica, VI Jornada Interna de Iniciação Artística e Cultural da UFRJ. 1994. (Outra).

Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) da empresa Aeroquip Vickers do Brasil.Palestrante na Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) da empresa Aeroquip Vickers do Brasil. 1992. (Outra).

Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) da empresa Fischer do Brasil.Palestrante na Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) da empresa Fischer do Brasil. 1992. (Outra).

Conferência do professor Albert B. Sabin - Meu testamento científico: a erradicação da poliomielite e do sarampo pela vacinação em massa. 1991. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Danelle da Silva Nascimento

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.ALENCAR, M. J. F.PEREIRA, T. M.. Padrões e fatores associados à limitação de atividade e restrição à participação social em pessoas acometidas por hanseníase no período de 2001 a 2014 em Picos-PI. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Anderson Fuentes Ferreira

RAMOS JR., A. N.OLIVEIRA, M. L. W.; BRAGA, J. U.;CORONA, F.SOUZA, E. A.. Hanseníase em territórios das regiões Norte e Nordeste do Brasil: contextos epidemiológicos e operacionais de controle. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Adriana da Silva dos Reis

RAMOS JR., A. N.OLIVEIRA, M. L. W.ARAUJO, O. D.BEZERRA, S. M. G.SOUZA, E. A.. Vulnerabilidade em redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase em municípios dos Estados do Piauí e de Rondônia. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Reagan Nzundu Boigny

RAMOS JR., A. N.OLIVEIRA, M. L. W.; NOBRE, M. L.;SOUZA, E. A.SANTOS, A. M.. Padrões epidemiológicos, sociodemográficos, clínicos e operacionais da sobreposição de hanseníase em redes de convívio domiciliar nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Héllen Xavier Oliveira

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.; XIMENES, L. B.; ALMEIDA, P. C.;PEREIRA, Z. B. S.. Adaptação transcultural das escalas de estigma Explanatory Model Interview Catalogue (EMIC) na perspectiva de pessoas acometidas pela hanseníase e da comunidade para o contexto brasileiro. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Erica de Alencar Rodrigues Neri

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.; NOGUEIRA, L. T.; CAMPELO, V.. Fatores associados ao desempenho da vigilância de contatos de hanseníase em áreas hiperendêmicas no Estado do Piauí. 2018. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Bruna Fabrícia Barboza Leitão

RAMOS JR, A. N.BOSI, M. L. M.; DIMENSTEIN, M. D. B.. Residência multiprofissional em cancerologia: expressões da integralidade do cuidado. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Jonas Alves Cardoso

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.; NOGUEIRA, L. T.; BORGES, J. W. P.. Limitação de atividade funcional e participação social em hanseníase: fatores associados em área hiperendêmica do Nordeste brasileiro. 2018. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Priscila do Nascimento Rosa

RAMOS JR., A. N.LANA, F. C. F.; RIBEIRO, K. G.;BARBOSA, J. C.. Padrões de qualidade de vida e fatores associados em pessoas diagnosticadas com hanseníase entre 2001 e 2014, nos municípios de Vitória da Conquista e Tremedal, Bahia. 2017. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Guilherme Alves de Lima Henn

RAMOS JR., A. N.FAÇANHA, M. C.; SOUSA, A. Q.; COLARES, J. K. B.. Caracterização e fatores associados a óbito e recidiva da leishmaniose visceral em pacientes coinfectados por HIV. 2016. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Camila Alves Soares

RAMOS JR., A. N.BOSI, M. L. M.; JUCA, V. J. S.. Experiências de crise: narrativas autobiográficas de sujeitos em sofrimento psíquico. 2016. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Mauricélia da Silveira Lima

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.PIRES-NETO, R. J.CAVALCANTI, M. G.. Padrões espço-temporais da mortalidade relacionada à coinfecção tuberculose e HIV/Aids no Brasil, 2000-2011. 2015. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Carlos Francisco Oliveira Nunes

RAMOS JR., A. N.MIRANDA, A. S.; ALBUQUERQUE, F. B.;MOTA, M. V.. Judicialização do direito à saúde no estado do Ceará, Brasil: cenários e desafios. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Kellyanne Abreu Silva

RAMOS JR., A. N.MACHADO, M. M. T.; CARDOSO, M. V. L. M. L.; LOPES, M. M. C. O.. Experiência paterna no cuidado alimentar do filho nascido prematuro com muito baixo peso nos dois primeiros anos de vida. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Guilherme Alves de Lima Henn

RAMOS JR., A. N.FAÇANHA, M. C.; COLARES, J. K. B.. Fatores de risco para recidiva e óbito da leishmaniose visceral em pacientes coinfectados por HIV em hospital de referência em doenças infecciosas no estado do Ceará. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lígia Gomes Rodrigues Erbereli

RAMOS JR, A. N.; LINHARES, A. M. B.; RODRIGUES, L. V. B. P.; RODRIGUES, M. S. S.. Fluidoterapia como racionalidade em saúde: um estudo sobre a produção de saber do Grupo Espírita Casa da Sopa no contexto do cuidado para com o sujeito em situação de rua. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Carlos Eduardo Menezes Amaral

BOSI, M. L. M.PONTES, R. J. S.; TORRENTE, M. O. N.;RAMOS JR, A. N.. Compreendendo a rede de atenção em saúde mental do município de Fortaleza: uma análise multidimensional na perspectiva de profissionais de diferentes dispositivos. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Raimunda Rosilene Magalhães Gadelha

RAMOS JR, A. N.PIRES-NETO, R. J.LEITÃO, T. M. J. S.; CARDOSO, K. V. V.. Mortalidade por tuberculose associada em portadores de infecção por HIV/Aids na Cidade de Fortaleza: epidemiologia e fatores de risco. 2012. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Vívian da Silva Gomes

RAMOS JR, A. N.; KATZ, N.; BARBOSA, C. S.;BEZERRA, F. S. M.. A Esquistossomose mansoni e o risco de dispersão nos municípios do Estado do Ceará, envolvidos no projeto de interligação de bacias do Nordeste Setentrional. 2012. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Andrea Carvalho Araujo Moreira

RAMOS JR, A. N.MACHADO, M. M. T.; DIAS, M. S. A.; LINDSAY, A. C.. Limites e possibilidades do Programa Bolsa Família, na percepção de mulheres assistidas em Sobral-CE: ?Eu quero é encher a barriga dos meus filhos, que nós já passemos muita necessidade?. 2011. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lisandra Serra Damasceno

RAMOS JR, A. N.PIRES-NETO, R. J.LEITÃO, T. M. J. S.; TAVORA, L. G. F.. Morbimortalidade após o Primeiro evento de Histoplasmose Disseminada em Pacientes com Aids Atendidos em Unidades de Referência de Fortaleza, Ceará. 2011. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Samila Torquato Araújo

RAMOS JR, A. N.MONTENEGRO JÚNIOR, R. M.; BARROS, A. R. S.; SANTOS, Z. M. S. A.. Adesão Terapêutica dos Portadores de Diabetes Mellitus Atendidos na Rede Pública de Saúde no Município de Fortaleza, Ceará. 2011. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Francisco Rogerlândio Martins de Melo

RAMOS JR, A. N.HEUKELBACH, J.ARAÚJO, A. J. G.LEITÃO, T. M. J. S.; CAVALCANTI, L. P. G.. Epidemiologia e distribuição espacial da mortalidade relacionada à doença de Chagas no Brasil, 1999 a 2007. 2011. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Angela Deyva Gomes da Silva

RAMOS JR, A. N.PONTES, R. J. S.; LIMA, J. W. O.. Programa de Controle Vetorial da Doença de Chagas no Estado do Ceará - 1975 a 2002. 2005. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Liana de Moura Ariza

RAMOS JR, A. N.ARAÚJO, A. J. G.; MELLO, M. G. S.;HEUKELBACH, J.. Situações de Vulnerabilidade em Saúde para Viajantes: Estudo de Caso em Parque Nacional do Brasil. 2005. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Heloisy Alves de Medeiros Leano

RAMOS JR., A. N.LANA, F. C. F.; MELENDEZ, J. G. V.; NOGUEIRA, J. A.; BARRETO, A. J. R.. Análise epidemiológica da hanseníase no Nordeste brasileiro: vulnerabilidade individual, programática e social. 2019. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Francisco Marto Leal Pinheiro Júnior

RAMOS JR., A. N.KERR, L. R. F. S.; ALMEIDA, R. L. F.; MOTA, R. M. S.; LIMA NETO, A. S.. Disparidades em saúde entre mulheres da população privada de liberdade e da população geral do Brasil. 2018. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Arduina Sofia Ortet de Barros Vasconcelos Fidalgo

RAMOS JR., A. N.; OLIVEIRA, M. F. F.;BEZERRA, F. S. M.; ALVES, R. S.; RIBEIRO, A. L.. Situação da doença de Chagas em municipio do Ceará: soroepidemiologia em humanos e animais e índice de infecção em triatomíneos. 2018. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Nádia Vicência do Nascimento

NICHIATA, L. Y. I.; BERTOLOZZI, M. R.; SILVA NETO, N. M.; LIMA, Y. M. S.; CIOSAK, S.; GIORDANI, A. T.;RAMOS JR., A. N.. Vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis de mulheres privadas de liberdade em Santarém, Pará. 2018. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Cláudia Mendonça Bezerra

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.DIOTAIUTI, L. G.; BELISARIO, C. J.;BARBOSA, J. C.. Ecoepidemiologia de Triatomíneos após controle químico residual em Tauá (CE), semiárido do Ceará, nordeste do Brasil. 2018. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Giovanna de Oliveira Libório Dourado

RAMOS JR., A. N.; NOGUEIRA, L. T.; BORGES, J. W. P.; AQUINO, D. M. C.;ARAUJO, T. M. E.; FIGUEIREDO, M. L. F.; CAMPELO, V.. Qualidade de vida de pessoas acometidas por hanseníase em uma área endêmica do Nordeste brasileiro: avaliação longitudinal. 2018. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Eliana Amorim de Souza

RAMOS JR., A. N.OLIVEIRA, M. L. W.ALENCAR, M. J. F.SANTOS, A. M.BARBOSA, J. C.; ALENCAR, C. H. M.. Hanseníase, risco e vulnerabilidade: perspectiva espaço-temporal e operacional de controle no Estado da Bahia, Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Ana Paula Mendes Carvalho

RAMOS JR., A. N.LANA, F. C. F.; BARRETO, J. G.; IGNOTTI, E.. Testes sorológicos específicos para Mycobacterium Leprae: implicações para a vigilância epidemiológica de casos de hanseníase e contatos domiciliares. 2017. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Olívia Dias de Araújo

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.; NOGUEIRA, L. T.; GOMES, K. R. O.; MASCARENHAS, M. D. M.; CAMPELO, V.; AQUINO, D. M. C.. Vulnerabilidades relacionadas à hanseníase entre contatos/cohabitantes e sua interface com a detecção de casos novos. 2017. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Francisco Rogerlândio Martins de Melo

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.OLIVEIRA, M. L. W.; ALENCAR, C. H. M.;LEITÃO, T. M. J. S.. Mortalidade relacionada às doenças tropicais negligenciadas no Brasil, 2000-2011: magnitude, padrões espaço-temporais e fatores associados. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em Saúde Coletiva (Associação Ampla)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Suziana Martins de Vasconcelos

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; SILVA NETO, F. U.;MOTA, M. V.; AVILA, M. M. M.. A face (in)visível da extrema pobreza: experiências de vida no contexto urbano. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em Saúde Coletiva (Associação Ampla)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aglaêr Alves da Nóbrega

RAMOS JR., A. N.; TAUIL, P. L.; OLIVEIRA, M. R. F.; CASTRO, C. N.; ARAUJO, W. N.; DUARTE, E. C.. Carga da cardiomiopatia chagásica no Brasil. 2014. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade de Brasília.

Aluno: Maria Solange Araújo Paiva Pinto

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.; CASTRO, S. S.; CAPRARA, A.; GROSSI, M. A. F.;OLIVEIRA, M. L. W.. Escala de empoderamento: adaptação transcultural e análise integrada à escala de estigma em pessoas acometidas pela hanseníase no contexto brasileiro. 2020. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Joelma Maria Costa

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.ARAUJO, O. D.TAVARES, C. M.; NOGUEIRA, L. T.; MONTEIRO, C. F. S.; FERNANDES, M. A.. Transtorno mental comum em pessoas acometidas por hanseníase. 2020. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Eriza de Oliveira Parente

RAMOS JR., A. N.KERR, L. R. F. S.PIRES-NETO, R. J.; ALMEIDA, R. L. F.. Suspeita clínica de hanseníase e hanseníase autorreferida entre presidiárias brasileiras. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Cláudia Mendonça Bezerra

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.DIOTAIUTI, L. G.; LIMA, J. W. O.; BELISARIO, C. J.. Dinâmica da reinfestação por Triatoma brasiliensis (hemiptera, reduviidae, triatominae) na caatinga cearense, após borrifação com inseticida residual. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Giovanna de Oliveira Libório Dourado

RAMOS JR., A. N.; NOGUEIRA, L. T.; AQUINO, D. M. C.;ARAUJO, T. M. E.; BORGES, J. W. P.. Qualidade de vida de pessoas acometidas por hanseníase em uma área endêmica do Nordeste brasileiro. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Nádia Vicência do Nascimento Martins

RAMOS JR., A. N.; NICHIATA, L. Y. I.; BERTOLOZZI, M. R.; LIMA, Y. M. S.; MAERRAWI, I. E.; GIORDANI, A. T.. Vulnerabilidades às infecções sexualmente transmissíveis de mulheres privadas de liberdade em Santarém-Pará. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Eliana Amorim de Souza

RAMOS JR., A. N.OLIVEIRA, M. L. W.ALENCAR, M. J. F.; ALENCAR, C. H. M.. Hanseníase, risco e vulnerabilidade: perspectiva espaço-temporal e operacional de controle no Estado da Bahia, Brasil. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Olívia Dias de Araújo

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.; GOMES, K. R. O.; NOGUEIRA, L. T.; CAMPELO, V.. Risco e vulnerabilidade de contatos e coabitantes no contexto do domicílio de pessoas atingidas pela hanseníase. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Francisco Rogerlândio Martins de Melo

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.LEITÃO, T. M. J. S.; ALENCAR, C. H. M.. Mortalidade relacionada às doenças tropicais negligenciadas no Brasil: magnitude, padrões espaço-temporais e fatores associados. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Saúde Coletiva (Associação Ampla)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Suziana Martins de Vasconcelos

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; AVILA, M. M. M.;MOTA, M. V.; SILVA NETO, F. U.. A Batalha na Vida Cotidiana das Pessoas em Situação de Extrema Pobreza. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Saúde Coletiva (Associação Ampla)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aglaêr Alves de Nóbrega

RAMOS JR., A. N.; OLIVEIRA, M. R. F.; CASTRO, C. N.; ARAUJO, W. N.. Carga de doença associada à cardiomiopatia chagásica no Brasil. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade de Brasília.

Aluno: Ottorino Bonvini

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; XIMENES, V. M.; RUIZ, E. M.;BOSI, M. L. M.. Estratégias e ações de promoção de saúde mental do MSMC, Organização não governamental na periferia de Fortaleza: fundamentos teóricos e práxis da abordagem sistêmica comunitária. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Saúde Coletiva (Associação Ampla)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Keylla Márcia Menezes de Souza

RAMOS JR, A. N.LEITE, Á. J. M.; ALMEIDA, N. M. G. S.; LIMA, J. W. O.. Acessibilidade e utilização da atenção à saúde ofertada a crianças egressas de cuidados intensivos neonatais no município de Fortaleza-Ceará. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Coletiva - Uece - Ufc) - Universidade Estadual do Ceará.

Aluno: Thainá Isabel Bessa de Andrade

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.; ALVARENGA, A. V. M.;PEREIRA, T. M.. Territórios estigmatizados pela hanseníase: estratégias para a redução do estigma relacionado à hanseníase em ambiente escolar e comunitário no município de Floriano, Piauí. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Sheila Paloma de Sousa Brito

RAMOS JR., A. N.SOUZA, E. A.; BARREIRA FILHO, E. B.;ARAUJO, O. D.BARBOSA, J. C.. Morbimortalidade por doenças tropicais negligenciadas no estado do Piauí: padrões espaço-temporais e fatores associados, 2001?2018. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Nayla Rochele Nogueira de Andrade

RAMOS JR., A. N.; ALBUQUERQUE, F. B.;MIRANDA, A. S.; MARIANO, C. M.;ARAUJO, C. E. L.. Judicialização da saúde pública na justiça estadual do Piauí, Nordeste do Brasil: magnitude e elementos caracterizadores de 2000 a 2019. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Larice Costa Lourenço

RAMOS JR., A. N.PIRES-NETO, R. J.; ALMEIDA, P. C.; CUNHA, G. H.; ROCHA, H. A. L.. Distribuição espacial e tendências temporais da morbimortalidade por hepatite B no estado do Ceará, de 2009 a 2018. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Bárbara Morgana da Silva

RAMOS JR., A. N.BEZERRA, F. S. M.SOUZA, E. A.; DOMINGUES, A. L. C.;BARBOSA, J. C.. Morbimortalidade por esquistossomose e aspectos operacionais de controle: análise integrada na região Nordeste do Brasil, 2001 a 2017. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lourdes Amélia de Oliveira Martins

RAMOS JR., A. N.; CARDOSO, A. M.; RODRIGUES, D. A.. Padrões espaciais e temporais da morbimortalidade dos indígenas aldeados do Ceará, 2012 a 2018. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Gerlania Maria Martins de Melo Soares

RAMOS JR., A. N.OLIVEIRA, M. L. W.ALENCAR, M. J. F.SOUZA, E. A.BARBOSA, J. C.. Vigilância de contatos da hanseníase no estado do Ceará: fatores epidemiológicos e operacionais associados à cobertura de 2008-2019. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lívia Freitas Campos Valença

RAMOS JR., A. N.MACHADO, M. M. T.; AMARAL, J. J. F.; DAMASCENO, A. K. C.. Dislipidemia e fatores associados em crianças obesas na primeira infância. 2019.

Aluno: Elaine Lopes Pedrosa Bomfim

RAMOS JR., A. N.VIEIRA, A. P. G. F.; BENEVIDES, B. S.; NUTO, S. A. S.. Linhas de cuidado ao paciente com hanseníase: ações realizadas por médicos e cirurgião dentista da estratégia de saúde da família. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional em Saúde da Família) - Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

Aluno: Danelle da Silva Nascimento

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.ALENCAR, M. J. F.; ALENCAR, O. M.. Padrões e fatores associados à limitação de atividade e restrição à participação em pessoas acometidas por hanseníase no período de 2001-2014 em Picos/PI. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Erica de Alencar Rodrigues Neri

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.; NOGUEIRA, L. T.; CAMPELO, V.. Fatores associados ao desempenho da vigilância de contatos de hanseníase em áreas hiperendêmicas no estado do Piauí. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Adriana da Silva dos Reis

RAMOS JR., A. N.SOUZA, E. A.; MATOS, C. S.;OLIVEIRA, M. L. W.ARAUJO, O. D.. Vulnerabilidade em redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase em municípios do norte e nordeste brasileiro. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Rosa Maria Duarte Veloso

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.PEREIRA, T. M.PINTO, M. S. A. P.. Estigma da hanseníase e empoderamento das pessoas acometidas no município de Floriano-PI, período de 2008 a 2017. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Anderson Fuentes Ferreira

RAMOS JR., A. N.CORONA, F.SOUZA, E. A.; BRAGA, J. U.; MATOS, C. S.. Hanseníase em territórios das regiões Norte e Nordeste do Brasil: contextos epidemiológicos e operacionais de controle. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Jonas Alves Cardoso

RAMOS JR., A. N.ARAUJO, T. M. E.; NOGUEIRA, L. T.; BORGES, J. W. P.. Limitação de atividade funcional, consciência de risco, participação social associados à hanseníase em área hiperendêmica do Nordeste Brasileiro. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Martha Cerqueira Reis

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.; RAPOSO, M. T.; MONTEIRO, L. D.. Padrões e fatores associados a incapacidades físicas em sujeitos em pós-alta da poliquimioterapia (PQT) para hanseníase, no município de Vitória da Conquista-BA, no período de 2001-2014. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Andréia Alves Castilhano

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.SAMPAIO, P. P.ALENCAR, M. J. F.. Restrição à participação social e significados do estigma em pessoas afetadas pela hanseníase no município de Vitória da Conquista-BA, no período de 2001 a 2014. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Priscila do Nascimento Rosa

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.; RIBEIRO, K. G.; GALVÃO, M. T. G.. Padrões de qualidade de vida e fatores associados em pessoas diagnosticadas com hanseníase entre 2001 e 2014 nos municípios de Vitória da Conquista e Tremedal, Bahia. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Thayanne Pastro Loth

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.ALENCAR, M. J. F.; RAPOSO, M. T.. Episódios reacionais em pessoas acometidas pela hanseníase em Cacoal-RO, 2001-2012: caracterização e fatores associados. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Dalila Augusto Peres

RAMOS JR., A. N.; CUNHA, G. H.;FAÇANHA, M. C.. Coinfecção Tuberculose/HIV uma análise a partir dos Sistemas de Informação em Saúde. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Thayse Andrade Fernandes

RAMOS JR., A. N.PEREIRA, Z. B. S.BARBOSA, J. C.SAMPAIO, P. P.. A participação social de pessoas acometidas pela hanseníase e pessoas vivendo com HIV/aids em Vitória da Conquista - BA. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Verdiane de Araújo Verdiano

RAMOS JR., A. N.; LIMA, J. W. O.; ALENCAR, C. H. M.; CAVALCANTI, L. P. G.. Fatores associados à incidência de dengue no Estado do Ceará. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Camila Alves Soares

RAMOS JR., A. N.BOSI, M. L. M.; GERMANA, I.; JUCA, V. J. S.. Experiência de crise: narrativas autobiográficas dos sujeitos em sofrimento psíquico. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Livia de Andrade Marques

RAMOS JR., A. N.; FILHO, J. G. B.; LIRA, S. V. G.. Violência sexual contra adolescentes em uma metrópole brasileira. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Mauricélia da Silveira Lima

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.PIRES-NETO, R. J.OLIVEIRA, F. A. S.. Mortalidade relacionada à co-infecção tuberculose e HIV/aids no Brasil: padrões espaço-temporais e fatores associados. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Abigail de Paulo Andrade

RAMOS JR., A. N.; PORDEUS, A. M. J.; FROTA, V. M. A.; FILHO, J. G. B.. Caracterização da subnotificação de violência contra o idoso nos serviços de saúde do município de Sobral, Ceará. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Kellyane Abreu Silva

RAMOS JR., A. N.; CARDOSO, M. V. L. M. L.; ROLIM, K. M. C.;MACHADO, M. M. T.. Experiência paterna diante das práticas de cuidados dos filhos nascidos prematuros com muito baixo peso nos primeiros dois anos de vida. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Carlos Francisco Oliveira Nunes

RAMOS JR., A. N.MIRANDA, A. S.; ALBUQUERQUE, F. B.;MOTA, M. V.BARBOSA, J. C.. Padrões e Tendências da Judicialização do Direito à Saúde Pública no Ceará - Brasil. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Carlos Eduardo Menezes Amaral

RAMOS JR., A. N.BOSI, M. L. M.; TOFOLI, L. F. F.. Articulação em rede na saúde mental: perspectivas e usuários para o cuidado a pessoa com sofrimento psíquico grave. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Francisco Marto Leal Pinheiro Júnior

RAMOS JR., A. N.; MARTINS, M. R. A.;PIRES-NETO, R. J.. Magnitude e fatores associados às doenças crônicas não transmissíveis entre presidiárias brasileiras. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Adriano Ferreira Martins

RAMOS JR., A. N.; VIEIRA, L. J. E. S.; FILHO, J. G. B.. Epidemiologia da violência doméstica contra crianças e adolescentes em Fortaleza. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Jocélia Maria de Oliveira

RAMOS JR., A. N.; GALVÃO, M. T. G.;MACHADO, M. M. T.. O processo ético e comunicativo do agente comunitário de saúde diante da abordagem com gestantes e puérperas soropositivas para o HIV. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Cláudia Mendonça Bezerra

RAMOS JR., A. N.DIOTAIUTI, L. G.; CAVALCANTI, L. P. G.. Papel dos reservatórios dométicos, peridomiciliares e silvestres na dinâmica de transmissão do Trypanosoma cruzi na zona rural do município de Tauá-CE. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Neulânio Francisco de Oliveira

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; ALMEIDA, N. M. G. S.; LAGO, P. M.. Condutas médicas que antecedem o óbito de pacientes em fase terminal em UTI pediátrica e neonatal: um estudo antes e após intervenção educativa. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Eugênia Marques de Oliveira

RAMOS JR., A. N.; KENDALL, C.;KERR, L. R. F. S.; VALE, A. F. C.. (Des)Motivações de Homens que Fazem Sexo com Outros Homens em Relação ao Teste Anti-HIV. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Samila Torquato Araújo

RAMOS JR., A. N.ALENCAR, M. J. F.BARBOSA, J. C.MONTENEGRO JÚNIOR, R. M.. Avaliação da Adesão Terapêutica nos Portadores de Diabetes Mellitus Atendidos na Rede Primária à Saúde no Município de Fortaleza. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Rochelle Pinheiro Ribeiro

RAMOS JR., A. N.MONTENEGRO JÚNIOR, R. M.RODRIGUES SOBRINHO, C. R. M.. Perfil epidemiológico do infarto agudo do miocárdio em pacientes jovens submetidos à angioplastia coronariana primária em Fortaleza, Ceará. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Raimunda Rosilene Magalhães Gadelha

RAMOS JR., A. N.PIRES-NETO, R. J.FAÇANHA, M. C.. Mortalidade por Tuberculose em Portadores de Infecção por HIV/AIDS na Cidade de Fortaleza: Aspectos Epidemiológicos e Fatores de Risco. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lisandra Serra Damasceno

RAMOS JR., A. N.PIRES-NETO, R. J.LEITÃO, T. M. J. S.; MOTA, R. M. S.. Evolução Clínica de Pacientes com Aids e Histoplasmose Disseminada em Unidade de Referência do Ceará. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Osmar José do Nascimento

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; LIMA, J. W. O.. Dengue em Fortaleza, Ceará, de 1986-2008: Epidemiologia e desafios para o controle. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Olivan Silva Queiroz

RAMOS JR., A. N.BARRÊTO, I. C. H. C.; BRUNO, Z. V.; SUCUPIRA, A. C. S. L.. Fatores que influenciam a ocorrência de gravidez na adolescência: um estudo caso-controle. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Ricristhi Gonçalves de Aguiar Gomes

RAMOS JR., A. N.BEZERRA, F. S. M.; FILHO, J. G. B.. Distribuição espacial de focos de Esquistossomose Mansônica através de Sistemas de Informações Geográficas ? SIG ao longo do Canal da Integração, Ceará. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Magda Moura de Almeida

RAMOS JR., A. N.MONTENEGRO JÚNIOR, R. M.CARVALHO, F. H. C.; GALERA, S. C.. Avaliação do risco cardiometabólico, atitudes e cuidados em famílias de diabéticos tipo 2. 2009.

Aluno: Dalila Augusto Peres

RAMOS JR., A. N.FAÇANHA, M. C.PIRES-NETO, R. J.; MACHADO, C. B.. Desempenho do Sistema de Informação de Vigilância da Tuberculose e Co-Infecção por HIV no Ceará. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria Vilma Neves de Lima

RAMOS JR., A. N.BARRÊTO, I. C. H. C.ANDRADE, L. O. M.. Estudo de morbidade registrada em estabelecimentos hospitalares do SUS em município da região Nordeste do Brasil no período de 2001 a 2005. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Valeska Vieira Camurça

RAMOS JR., A. N.ALMEIDA, M. E. L.; ALMEIDA, A. S. L.. História de Vida do Paciente com AIDS: Saúde Bucal, Acesso e Qualidade dos Serviços de Saúde. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Carlos Henrique Morais de Alencar

RAMOS JR., A. N.HEUKELBACH, J.PONTES, R. J. S.; LIMA, J. W. O.. Determinantes da Infestação pelo Aedes albopictus (Skuse) em Áras Verdes da Cidade de Fortaleza. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria Lucy Landim Tavares Ferreira

RAMOS JR., A. N.KERR, L. R. F. S.MIRANDA, A. S.. A Demanda de um Centro de Referência Nacional para Hanseníase no Nordeste Brasileiro: Por Que o Excesso de Pacientes?. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria de Jesus Freitas de Alencar

RAMOS JR., A. N.GONÇALVES, M. L. C.HEUKELBACH, J.. Efetividade da Neurolise em Indivíduos com Hanseníase no Estado de Rondônia de 2000 a 2003. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Perpétua Maria Eduardo Bezerra de Castro

RAMOS JR., A. N.; ALMEIDA, N. M. G. S.;LEITE, Á. J. M.. Características das Crianças Asmáticas Atendidas no Programa de Atenção Integral à Saúde da Criança com Asma (PROAICA) da Rede Pública de Fortaleza. 2005. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Luciano Pamplona de Góes Cavalcanti

RAMOS JR., A. N.; LIMA, J. W. O.; POMPEU, M. M. L.. Avaliação do Potencial de Cinco Espécies de Peixe como Método de Controle Biológico de Larvas de Aedes aegypti, em Criadouros Domiciliares no Ceará. 2005. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria Francielze Holanda Lavor

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; ALMEIDA, N. M. G. S.. Aspectos Epidemiológicos do Trauma Mecânico em Crianças e Adolescentes em um Hospital Público Terciário do Município de Fortaleza. 2005. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Viviane Carvalho da Silva

RAMOS JR., A. N.; SILVA, L. F. F.;LEITE, Á. J. M.. Avaliação da Qualidade de Vida em Crianças com Distúrbios Obstrutivos do Sono Pré e Pós Adenoidectomia e/ou Adenotonsilectomia. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Liana de Moura Ariza

RAMOS JR., A. N.IGREJA, R. P.; SILVA, L. F. F.; MELLO, M. G. S.. Viajantes e Parques Nacionais: Uma Proposta para Promoção da Saúde. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Josué de Oliveira Moreira

RAMOS JR., A. N.; RIGOTTO, R. M.; SILVA, L. F. F.. Riscos à Saúde do Trabalhador da Carcinicultura e ao Meio Ambiente do Litoral Leste do Ceará por Metabissulfito de Sódio. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aglaêr Alves da Nóbrega

RAMOS JR., A. N.KERR, L. R. F. S.; AMARAL, C. C. G.; LIMA, J. W. O.. Reprodução, Sexualidade, HIV/AIDS e Mulheres. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Elza Tereza Costa Domingos

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; RIGOTTO, R. M.; MELLO, M. G. S.. Reestruturação do Setor Elétrico no Ceará e a Ocorrência de Acidentes de Trabalho Fatais. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria de Lourdes Bandeira de Melo Viana

RAMOS JR., A. N.; LIMA, J. W. O.;PONTES, R. J. S.. Características Epidemiológicas de um Foco de Leishmaniose Tegumentar em Área não Serrana no Estado do Ceará. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Giovana Bezerra do Carmo

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; FROTA, L. M. C. P.. Adequação no Encaminhamento e a Influência na Evolução dos Casos de Paralisia Cerebral em um Serviço de Referência. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Dione Bezerra Rolim

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; MELLO, M. G. S.. Malária e seu Contexto no Estado do Ceará. 2003. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Elaine Fernandes dos Santos

RAMOS JR., A. N.PONTES, R. J. S.; MELLO, M. G. S.. Estudo da Inserção da Saúde Auditiva na Atenção Básica na Zona Oeste da Cidade de Fortaleza-Ceará. 2003. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Clara Maria Nantua Evangelista

RAMOS JR., A. N.KERR, L. R. F. S.; LIMA, J. W. O.. Fatores Sócioeconômicos, Culturais e Ambientais Relacionados à Hanseníase no Estado do Ceará. 2003. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria Alice Rocha Maia

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.PINTO, M. S. A. P.. Saúde mental & qualidade de vida na população da Unidade Básica de Saúde de Pitombeiras (Cascavel-CE): perspectivas de transtornos de ansiedade. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Rafael Feitosa de Menezes

RAMOS JR., A. N.FAÇANHA, M. C.PINTO, M. S. A. P.. Saúde mental: ações de promoção à saúde para desmame do uso crônico e redução da dependência de benzodiazepínicos. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Carolina Militão Teixeira

RAMOS JR., A. N.FAÇANHA, M. C.PINTO, M. S. A. P.. Educação popular em saúde aplicada como alternativa preventiva ao uso de tabaco entre adolescentes. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Iana Lara Pereira Maia

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.PINTO, M. S. A. P.. A importância do aleitamento materno exclusivo até os primeiros seis meses de idade no município de Pindoretama, Ceará. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lara Ribeiro Antunes

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.PINTO, M. S. A. P.. Implantação da rotina médica de puericultura na Unidade Básica de Saúde do Alto Luminoso, Cascavel-CE. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Antônio Carlos Chaves Gomes Filho

RAMOS JR., A. N.PINTO, M. S. A. P.; MEDINA, M. L. N. P.. PROVAB 2016 - Estratégia para mobilização de agentes comunitários de saúde para o controle do tracoma no bairro Bom Jardim, Fortaleza-CE. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Luiz Eduardo Lima Ciríaco

RAMOS JR., A. N.PINTO, M. S. A. P.; MEDINA, M. L. N. P.. PROVAB 2016 - Implantação da rotina médica de puericultura na Unidade Básica de Saúde do Alto Luminoso, Cascavel-CE. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Camila Monteiro Veras

RAMOS JR., A. N.; PINTO, A. C. S.; LUNA, I. T.. Enfrentamento da prática de prescrição indevida e do uso indiscriminado de benzodiazepínicos. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aline Menezes Sampaio

RAMOS JR., A. N.; LUNA, I. T.; PINTO, A. C. S.. Intervenção educativa para prevenção de quedas de idosos no ambiente domiciliar. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Árdala Ariane Triburtino de Sousa

RAMOS JR., A. N.; LUNA, I. T.; PINTO, A. C. S.. Horta comunitária: proposta de capacitação da comunidade para o combate a obesidade. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Ana Lucíola Borges Pinheiro Façanha

RAMOS JR., A. N.; LUNA, I. T.; PINTO, A. C. S.. Implementação de programa para aumentar a adesão ao aleitamento materno em menores de seis meses na unidade de saúde Waldemar Alcântara. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Natália Martins Falcão

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; REY, L. C.. Introdução da caderneta do diabético e do hipertenso na UBSF Buenos Aires I. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Camila Rodrigues Saboia

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; REY, L. C.. Câncer de mama: prevenção e diagnóstico. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Pedro Ivo de Oliveira Gouveia

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; REY, L. C.. Projeto de intervenção contra o tabagismo na atenção básica, Unidade de Saúde Vila Nascimento, Horizonte, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Jennifer de Melo Rocha

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; REY, L. C.. Prevenção secundária do câncer de mama: uma responsabilidade da atenção básica. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Waldemir Feitosa de Albuquerque Lima Filho

RAMOS JR, A. N.LEITE, Á. J. M.; REY, L. C.. Prescrição e uso de benzodiazepínicos na atenção primária: estratégia de intervenção para acompanhamento de pacientes em Horizonte, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Daniel Eduardo Garcia Bezerra

RAMOS JR., A. N.LEITE, Á. J. M.; REY, L. C.. Avaliação da eficácia na utilização de vídeo educativo para difusão de conhecimentos em saúde: intervenção realizada em uma unidade básica de saúde no município de Horizonte, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Danielle Mourão Martins

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Abordagem educativa multidisciplinar no manejo dos pacientes com diabetes mellitus: uma estratégia com enfoque na prevenção e promoção à saúde. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: EBERSON DE ALCÂNTARA CRUZ

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Utilização da avaliação multidimensional rápida da pessoa idosa nas consultas em atenção básica: em busca da integralidade no atendimento. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Edson Bulamarque Lopes Neto

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Análise sobre o uso e dependência de benzodiazepínicos na atenção primária. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: João Ivo Xavier Rocha

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Ambulatório dos agentes comunitários de saúde: uma estratégia de corresponsabilidade e controle de danos. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Rafael Machado Mendes

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Avaliação do programa de planejamento familiar com base na atenção pré-natal. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Nyvia Maria Barroso Portela

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Enfrentando o tabagismo na atenção básica: experiência de equipe de saúde da família no município de Cascavel, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Talita Viana de Oliveira

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Gestão e planejamento da visita domiciliar na atenção básica: protocolo de uma equipe de saúde da família no município de Cascavel, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Jaqueline Freire Soares

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. Implantação de plano de cuidado familiar para pessoas com epilepsia no território de atuação da Equipe II da Unidade Básica de Saúde da Sede em Cascavel, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Felippe dos Santos Ribeiro

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Desempenho do exame de contatos familiares de casos de hanseníase em territórios da atenção básica do município de Cascavel, Ceará - 2007 a 2013. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Andrezza Marques Fernandes

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Ampliando a cobertura e qualidade na triagem do câncer de cólo do útero: experiência do Centro de Saúde do Planalto no município de Cascavel, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Francisco Yuri Pinto Dantas

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Implementando protocolos de manejo da dor crônica na atenção básica no município de Cascavel, Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Mariana Macedo da Costa

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Hanseníase: avaliação do conhecimento sobre a doença em unidade básica de saúde. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Dafne Gonçalves de Lima Castro

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Educação em saúde no combate ao tabagismo em uma unidade básica de saúde no interior do Ceará. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Davi Gregório Pita

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Tuberculose: rastreamento e busca ativa de novos casos no Pratiús II. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Caroline Barbosa Lima

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Intervenção educacional para promoção e apoio ao aleitamento materno exclusivo até 6 meses. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Ana Luiza Sá Pinto da Nóbrega Lucena

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Gravidez na adolescência: ações de educação em saúde em escola do município de Cascavel/CE. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Renata Felix da Justa

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; CARVALHO, L. V.. Educação em planejamento familiar prevenindo gravidez na adolescência. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Rebeca Soares de Oliveira

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.; GOMES, J. M. A.. O impacto de grupos de intervenção educacional e terapêutica no controle de diabetes mellitus em uma unidade básica de saúde. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Thiago Santana Feitosa

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Estratégias para diagnóstico precoce do câncer de próstata em comunidade rural do litoral cearense: um relato de experiência. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Tábata Natasha Almeida Rodrigues

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Dermatoses na atenção básica: relato de experiência de campanha realizada na localidade de Juazeiro, Município de Beberibe-CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Stella Catunda Pinho

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Ações de saúde reprodutiva na atenção primária: relato de experiência no município de Cascavel/CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Saulo Lacerda Borges de Sá

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Abordagem integrada do Diabetes mellitus em área de atuação de equipe de saúde da família do Município de Cascavel-CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Samuel Ximenes Feijão

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Ações de controle do dengue em territórios da atenção primária: relato de experiência no município de Cascavel, Ceará. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Leonardo Rodrigues Melo

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Implantação de grupo de saúde mental na equipe II do Centro de Saúde do Módulo Esportivo, Cascavel - CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Lara Gonçalves Fernandes

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Perfil nutricional de ecolares acompanhados na unidade básica de saúde de Itapeim, em Beberibe, Ceará. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Johann Vargas Silva

RAMOS JR, A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Google Earth: uma ferramenta para territorialização dinâmica no contexto da estratégia de saúde da família do município de Beberibe, Ceará. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: João Paulo Fernandes

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Trabalhando a prevenção da sífilis congênita na unidade de saúde da Caponga-CE: PROVAB 2012 e 2013. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Amanda Maria Menezes Dantas

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Prática de aleitamento materno em mulheres acompanhadas na unidade básica de saúde de caetanos, Município de Beberibe-CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Wilrama Barbosa Magalhães

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Oficinas de educação em saúde: importante instrumento na detecção precoce da hanseníase. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Márcio Vasconcelos dos Santos

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Rodas de conversa como estratégia educativa para pessoas portadoras de diabetes: relato de experiência no município de Pindoretama, Ceará. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Leonardo de Paula Rocha Aguiar

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. O uso de estratégias lúdicas na promoção do uso correto de medicação anti-hipertensiva. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Ítalo Crisóstomo Rebouças da Silva

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Controle da tuberculose pulmonar na atenção básica: relato de experiências de equipe no município de Pindoretama-CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Andréa Pereira de Freitas

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Capacitação da equipe de saúde da família no controle da hipertensão arterial sistêmica: relato de experiência no Município de Pindoretama, Ceará. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Aloizio Veras Mourao Junior

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Prevenção primária e secundária do Diabetes mellitus tipo II em Amontada-CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Priscila Lopes Studart da Fonseca

RAMOS JR., A. N.RAMOS, A. V. A.CARVALHO, F. H. C.. Efeito da promoção em saúde na prevalência de aleitamento materno exclusivo em Garças, Amontada-CE. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Maria Eugênia Baltazar Guimarães

COELHO FILHO, J. M.;RAMOS JR, A. N.; GOMES, K. W. L.. Análise do encaminhamento de idosos realizados por médicos da atenção básica às especialidades de média complexidade do município de Fortaleza. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Medicina de Família e Comunidade) - Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza.

Aluno: Verônica Riquet de Siqueira

RAMOS JR, A. N.; ALCÂNTARA, C. C. S.; COELHO FILHO, J. M.; GOMES, K. W. L.. Estratégia para detecção de casos de tuberculose pulmonar em Centro de Saúde da Família em Fortaleza, Ceará. 2009. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência em Medicina de Família e Comunidade) - Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Aluno: Maria Angélica Gomes Carneiro

RAMOS JR., A. N.BARBOSA, J. C.FERREIRA, A. F.. Redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase: análise de recorrência intergeracional baseada em genograma. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará.

Aluno: Thainá Isabel Bessa de Andrade

RAMOS JR., A. N.SOUZA, E. A.BARBOSA, J. C.. Análise integrada da mortalidade por Doenças Tropicais Negligenciadas no Estado do Ceará no período de 2000 a 2015. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR., A. N.; FERREIRA, P. R.; PINTO, L. L. S.. Membro titular da Banca Examinadora do Concurso Público para Docente do Magistério Superior - Edital N 02/2018 na área do conhecimento de Medicina de Família e Comunidade/Internato. 2019. Universidade Federal da Bahia.

RAMOS JR., A. N.; PINTO, L. L. S.; FERREIRA, P. R. S.. Membro titular da Banca Examinadora do Concurso Público para Docente do Magistério Superior - Edital N 01/2019 na área do conhecimento de Medicina de Família e Comunidade/Internato. 2019. Universidade Federal da Bahia.

RAMOS JR., A. N.WERNECK, G. L.; PILOTTO, J. H. S.. Membro da Comissão Examinadora - Concurso Público Fiocruz 2016 - Perfil PE5012 - Ecopedemiologia de doenças infecciosas - Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). 2017. Fundação Oswaldo Cruz.

RAMOS JR., A. N.MEDIANO, M. F. F.; TEIXEIRA, J. A. C.. Membro da Comissão Examinadora - Concurso Público Fiocruz 2016 - Perfil PE5034 - Pesquisa Clínica em Reabilitação Cardiovascular em doença de Chagas - Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz). 2017. Fundação Oswaldo Cruz.

RAMOS JR., A. N.; BENEVIDES, B. S.; MAGALHAES, F. P. M.. Membro da Comissão Julgadora no Concurso Público para provimento de cargo do Magistério Superior, classe A de Professor Auxiliar, UNILAB. 2016. Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

RAMOS JR., A. N.; CARDOSO, L. G. V.; HOFFMAN, L. M. A.. Membro da Comissão Julgadora no Concurso Público para provimento de cargo de Docente do Magistério Superior, classe A de Professor Assistente, UFBA. 2016. Universidade Federal da Bahia.

RAMOS JR., A. N.; RIBEIRO, M. T. A. M.; FIUZA, T. M.. Membro da Comissão Julgadora no Concurso Público para provimento de cargo de Professor substituto. 2016. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR., A. N.MOTA, M. V.; PORTO, M. M. A.. Membro da Comissão Julgadora na Seleção Pública para Professor Temporário na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. 2016. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.; MENEGHEL, S. N.; TOMASI, E.; ABEGG, C.; NJAINE, K.. Membro da Comissão Examinadora do Concurso Público de Títulos e Provas para Provimento de Cargo na Classe de Professor Adjunto, do Departamento de Assistência e Orientação Profissional da Escola de Enfermagem, na Área de Saúde Coletiva, Subárea: Vigilância da Saúde e Análise da Situação de Saúde. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

RAMOS JR., A. N.CARVALHO, F. H. C.PIRES-NETO, R. J.. Coordenador da Comissão de Seleção para o Mestrado Acadêmico em Saúde Pública da Universidade Federal do Ceará- Turma 2013. 2013. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.CARVALHO, F. H. C.PIRES-NETO, R. J.. Coordenador da Comissão de Seleção para o Mestrado Acadêmico em Saúde Pública da Universidade Federal do Ceará- Turma 2013. 2012. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.MONTENEGRO JÚNIOR, R. M.CARVALHO, F. H. C.. Membro Efetivo da Banca de Seleção de Médicos-Residentes na Especialidade de Medicina de Família e Comunidade da Universidade Federal do Ceará. 2009. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS, A. V. A.RAMOS JR, A. N.; GOMES, K. W. L.. Membro Efetivo da Banca de Seleção de Médicos-Residentes na Especialidade de Medicina de Família e Comunidade da Secretaria Municipa de Saúde de Fortaleza. 2008. Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza.

MACHADO, M. M. T.; SOUSA, J. R. P.; CORREIA, L. L.;RAMOS JR, A. N.; OLIVEIRA, J. C.; VASCONCELOS, E. V.. Participação em banca para seleção de Professor Auxiliar para as disciplinas: Saúde da Família e Internato - Faculdade de Medicina de Sobral, Universidade Federal do Ceará. 2008. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.MONTENEGRO JÚNIOR, R. M.; GOMES, K. W. L.. Membro Efetivo da Banca de Seleção de Médicos-Residentes na Especialidade de Medicina de Família e Comunidade da Universidade Federal do Ceará. 2007. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.BARBOSA, J. C.. Coordenador do Concurso de Monitoria da Disciplina Diagnóstico de Saúde da Comunidade do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. 2003. Universidade Federal do Ceará.

MELLO, M. G. S.;PONTES, R. J. S.KERR, L. R. F. S.; LINHARES, A. M. B.;RAMOS JR, A. N.; GOMES, J.. Integrante da Comissão Examinadora do Processo Seletivo do Mestrado em Saúde Pública do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. 2002. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR., A. N.; HORTA, B. L.; MORAES, C. L.; TRAD, L. A. B.; CAETANO, R.; ANDRADE, E. L. G.; RIBEIRO, K. C. B.. Membro do Comitê para Avaliação de Propostas de Cursos Novos (APCNs) profissionais e acadêmicos da área de Saúde Coletiva da CAPES. 2019. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

RAMOS JR., A. N.. Membro do Comitê para Avaliação de Propostas de Cursos Novos (APCNs) profissionais da área de Saúde Coletiva da CAPES. 2018. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

RAMOS JR., A. N.; SANTOS, M. S.; BALDISSEROTTO, J.; OLIVEIRA, S. M. V. L.; MATTOS, I. E.; CALVO, M. C. M.; PASSOS, M. F. D.; RAFAEL, R. M. R.; MARTINS, C. L.; SILVA, K. S.; ROSA, D. O. S.;WERNECK, G. L.; CESSE, E. A. P.;VIEIRA, A. P. G. F.; GAMA, S. G. N.; ALVES, S. V.; MENGUE, S. S.; CAETANO, R.; SAMICO, I. C.. Membro da Comissão de Avaliação Quadrienal CAPES de Mestrados Profissionais da Área de Saúde Coletiva. 2017. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

RAMOS JR., A. N.. Membro da Comissão de Avaliação - Aplicativo de Propostas de Cursos Novos - APCN CAPES - Mestrado Profissional, MINTER e DINTER da Área de Saúde Coletiva. 2014. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

RAMOS JR., A. N.; NOGUEIRA, P. S. F.. Membro da Comissão Julgadora do 2 Prêmio NHR Brasil de Jornalismo. 2019. Netherlands Hanseniasis Relief Brasil.

RAMOS JR., A. N.; ALMEIDA, A. S. O.; ROCHA, C. M. S.; MAIA, C. V. A.; MUNIZ, C. R.; MORAES, C. R. F.; SILVA, D. R.; LIMA, D. S. S. S.; ABREU, F. L.; PINTO, F. A. R.; MOREIRA JUNIOR, F. A.; SENA, A. P.; SILVA JUNIOR, F. C. G.; SILVA, F. A. R.; CARVALHO JUNIOR, F. H.; FREITAS, F. R. S.; SANTOS, F. S. M.; FREITAS, G. F. G.; CASCON, H. M.; ALMEIDA, I. C. S.; HILUY FILHO, J. J.; LEITE, J. S.; ALVES, A. R.; SILVEIRA NETO, J. W.; CANDIDO, L. A.; ARAUJO, L. F. P.; FERREIRA, M. J. M.; ANDRADE, M. V. F.; SILVA, M. A. M.; HORTEGAL, M. S.; CRUZ, M. L. B.; AVILA, M. M. M.; MATOS, M. V. B.; BRILHANTE, A. C. O.; BARBOSA, M. M. C.; VIANA, M. B.; ARAUJO, N. M. C.; OLIVEIRA, P. C. C.; LOPES, R. L.; CAVALCANTE, R. F.; SILVA, R. A. C.; SILVEIRA, R. B.; COSTA JUNIOR, V. G.; ARAUJO, A. C. U.; SILVA, A. P. P.; GOMES, A. V. M.; LIMA, A. E. F.; SILVA, A. K. M.. Membro do grupo de avaliadores externos na seleção pública de candidatos para ingresso em 2018.1 no curso de Mestrado Acadêmico em Tecnologia e Gestão Ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. 2018. Instituto Federal do Ceará - Reitoria.

RAMOS JR., A. N.; FERNANDES, K. B.; LIMA, M. A. M. A.; NOGUEIRA, P. S. F.. Membro da Comissão Julgadora da Primeira Edição do Prêmio NHR de Jornalismo. 2018. Netherlands Hanseniasis Relief Brasil.

RAMOS JR., A. N.. Membro da comissão avaliadora de trabalhos científicos do 12 Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2018. Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

RAMOS JR., A. N.. Independent reviewer of international research on leprosy and related issues in Leprosy Research Initiative (LRI). 2018. Leprosy Research Initiative.

RAMOS JR., A. N.; PEREIRA, M. L. G.; DESLANDES, S. F.; IRIART, J. A. B.; RIBEIRO, K. C. B.; WEHRMEISTER, F. C.; BOING, A. C. S.. Comissão de Análise e Julgamento do Prêmio CAPES de Tese Edição 2018, das teses defendidas no ano de 2017, na área de Saúde Coletiva. 2018. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

RAMOS JR., A. N.. Parecerista ad hoc do Edital do Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS. 2017. Ministério da Saúde.

RAMOS JR., A. N.. Membro da Comissão avaliadora do 1 Encontro Científico de Pesquisas Aplicadas à Vigilância em Saúde - Doença de Chagas, Leishmanioses e Febre amarela e outras zoonoses. 2014. Ministério da Saúde.

RAMOS JR, A. N.BOSI, M. L. M.PONTES, R. J. S.; XIMENES, V. M.;MACHADO, M. M. T.. Membro Efetivo da banca de Pré-defesa do Doutorando Ottorino Bonvini intitulado: Estratégias e ações de promoção de saúde mental do MSMC, organização não governamental na periferia de Fortaleza: fundamentos teóricos e práxis da abordagem sistêmica comunitária - Doutorado em Saúde Coletiva - UECE/UFC/UNIFOR. 2013.

RAMOS JR, A. N.BARBOSA, J. C.HEUKELBACH, J.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto da Mestranda Laura Brito de Souza intitulada: Fatores determinantes para a baixa cobertura e qualidade na avaliação de contatos de hanseníase nas unidades de saúde da família da Secretaria Executiva Regional III no município de Fortaleza - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2011. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.. Membro da Comissão Científica do XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2010. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

RAMOS JR, A. N.. Membro da Comissão Científica do I Congresso Baiano de DST/AIDS. 2010. Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.

RAMOS JR, A. N.FAÇANHA, M. C.PIRES-NETO, R. J.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto da Mestranda Dalila Augusto Peres intitulada: Prevalência da Co-Infecção HIV e Tuberculose no Estado do Ceará - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2009. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.MATIDA, L. H.; VERAS, M. A. S. M.; SARACENI, V.; LAURIA, L. M.. Membro da Comissão Científica da 7a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças para Seleção de Experiências Bem-Sucedidas em Vigilância, Prevenção e Controle de DST/AIDS Realizada em Brasília, Novembro de 2007. 2007. Ministério da Saúde.

RAMOS JR, A. N.PONTES, R. J. S.; LIMA, J. W. O.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto da Mestranda Antônia Ivoneida Aragão intitulada: Epidemiologia e Controle da Peste no Estado do Ceará, de 1980 a 2007 - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2007. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.PONTES, R. J. S.; LIMA, J. W. O.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto do Mestrando Osmar José do Nascimento intitulada: O Controle do Dengue em Fortaleza/Ceará no Contexto da Descentralização: um Estudo a partir da Percepção dos Profissionais de Saúde - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2007. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.LEITÃO, T. M. J. S.; LIMA, J. W. O.;FAÇANHA, M. C.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto da Mestranda Fabricia Salvador Bezerra intitulada: Epidemiologia da Histoplasmose Infecção em Pacientes HIV Positivos na Cidade de Fortaleza, Ceará - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2007. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.HEUKELBACH, J.; MELLO, M. G. S.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto da Mestranda Maria de Jesus Freitas de Alencar Intitulada: Efetividade da Neurolise em Indivíduos com Hanseníase no Estado de Rondônia de 2000 a 2003 - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2006. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.ALENCAR, M. J. F.; HINDERS, D. C.. Membro Efetivo da Banca de Avaliação de Projetos de Pesquisas Operacionais na Etapa de Análise de Dados da III Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase. 2006. The Leprosy Relief Association.

RAMOS JR, A. N.PONTES, R. J. S.; LIMA, J. W. O.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto do Mestrando Carlos Henrique de Morais intitulada: Determinantes de Infestação e Disseminação pelo Aedes (Stegomyia) albopictus (Skuse), em Depósitos Naturais na Cidade de Fortaleza, Ceará - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2006. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.MIRANDA, A. S.; COELHO FILHO, J. M.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Defesa do Objeto do Mestrando Pedro Cavalcante intitulada: Opiniões de Estudantes de Graduação em Medicina sobre a Especialidade Medicina de Família e Comunidade - Mestrado em Saúde Pública - Universidade Federal do Ceará. 2006. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.. Membro da Comissão de Avaliação de Trabalhos Técnicos do 1° Congresso Cearense de Medicina de Família e Comunidade. 2006. Associação Cearense de Medicina de Família e Comunidade.

RAMOS JR, A. N.MATIDA, L. H.PEREIRA, G. F. M.; MEDEIROS, M. G. P. F.. Membro Titular da Comissão Julgadora da Chamada para Elaboração de Artigos sobre DST/HIV/AIDS no Brasil - 1 de Junho de 2005. 2005. Programa Nacional de Dst e Aids.

RAMOS JR, A. N.MATIDA, L. H.PEREIRA, G. F. M.; BRITO, A. M.; ALVIM, M. F. S.. Membro da Comissão Científica da 5a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças para Seleção de Experiências Bem-Sucedidas em Vigilância, Prevenção e Controle de DST/AIDS a ser realizada em Brasília, em Dezembro de 2005. 2005. Secretaria de Vigilância Em Saúde Ministério da Saúde.

RAMOS JR, A. N.. Parecerista do Concurso Nacional de Artigos Científicos para a Revista HIV do Programa Nacional de DST/AIDS da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde do Brasil. 2004. Ministério da Saúde.

RAMOS JR, A. N.DANTAS, T. O.; BRITO, A. M.;PEREIRA, G. F. M.MATIDA, L. H.. Membro da Comissão Científica da 4a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças para Seleção de Experiências Bem-Sucedidas em Vigilância, Prevenção e Controle de DST/AIDS Realizada em Brasília, Novembro de 2004. 2004. Secretaria de Vigilância Em Saúde Ministério da Saúde.

RAMOS JR, A. N.. Integrante da Banca de Comissão Julgadora do II Prêmio Germana Amaral de Moraes para Jovens Cientistas no I Congresso Cearense de Estudantes de Medicina. 2003. Universidade Federal do Ceará.

RAMOS JR, A. N.KERR, L. R. F. S.. Integrante da Banca de Avaliação do Pedido de Aproveitamento de Estudos para a Obtenção do Título de Mestre em Saúde Pública - Processo 1461/03-10. 2002. Universidade Federal do Ceará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luiza Harunari Matida

HEUKELBACH, J.MATIDA LH. Padrões e Tendências de Morbimortalidade e Sobrevida em Crianças com Aids no Brasil. 2011. 2011. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Ceará.

Marcelo Luiz Carvalho Gonçalves

GONÇALVES, Marcelo Luiz Carvalho; HEUKELBACH, J.; MATILDA, L. H.; MEDRONHO, R. A.; LEITE, A. J. M.. Padrões e tendências de mortimortalidade e sobrevida em crianças com aids no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Médicas) - Universidade Federal do Ceará.

Roberto de Andrade Medronho

Heukelbach, J.; Matida LH; Gonçalves MLC; Leite AJM;MEDRONHO, Roberto de Andrade. Padrões e tendências de morbimortalidade e sobrevida em crianças com aids no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Ceará.

Álvaro Jorge Madeiro Leite

HEUKELBACH, J.LEITE, Álvaro Jorge Madeiro; LEITÃO, T. M. J. S.. Padrões de Morbimortalidade e Sobrevivência em Crianças com AIDS no Brasil. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Ceará.

Guilherme Loureiro Werneck

WERNECK, G. L.; MAGUIRE, J. H.; JANSEN, A. M.. Epidemiologia da Doença de Chagas no município de João Costa, Piauí. 2001. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Terezinha do Menino Jesus Silva Leitão

DO MENINO JESUS SILVA LEITAO, TEREZINHA; HEUKELBACH, J.; LEITE, Álvaro Jorge Madeiro. Padrões de morbimortalidade e sobrevida em crianças com AIDS no Brasil.. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Ceará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Patricia do Nascimento Silva

Conhecimentos, Atitudes, Práticas e Percepções Relativos à Hanseníase no Estado do Ceará; Início: 2020; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Bárbara Morgana da Silva

Avaliação da efetividade do Programa de Controle da esquistossomose em municípios de diferentes níveis de endemicidade no estado do Ceará; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Nayla Rochele Nogueira de Andrade

Judicialização do direito à saúde no Estado do Piauí: perspectivas frente a Doenças Tropicais Negligenciadas; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Thainá Isabel Bessa de Andrade

Estigma relativo à hanseníase em áreas hiperendêmicas do Brasil: magnitude e fatores associados em comunidades e em pessoas acometidas; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Coorientador);

Sheila Paloma de Sousa Brito

Determinantes sociais da hanseníase no Estado do Piauí: perspectivas espaço-temporais de 2001 a 2018; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Gerlania Maria Martins de Melo Soares

Avaliação das ações de controle da hanseníase no estado do Ceará: contextos e perspectivas; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Anderson Fuentes Ferreira

Estratégia para priorização de municípios para controle e prevenção da hanseníase no Brasil, 2001 a 2018; Início: 2020; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

José Damião da Silva Filho

Doenças Tropicais Negligenciadas em trabalhadores das áreas impactadas pelo Projeto de Transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará; Início: 2019; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Vyna Maria Leite

Processo de implantação da ampliação do conceito de contatos na operacionalização da vigilância e controle da hanseníase no Cea; Início: 2018; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Gabriela Soledad Márdero García

Integração de ações de vigilância, prevenção e controle de doenças tropicais negligenciadas: perspectivas epidemiológicas e operacionais para hanseníase e doença de Chagas no sudoeste do estado da Bahia; Início: 2018; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Mauricélia da Silveira Lima

Carga Epidemiológica, Impacto Econômico e Fatores Associados à Ocorrência da Hanseníase no Estado do Ceará, 2001-2016; Início: 2017; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Maria Solange Araújo Paiva Pinto

Empoderamento e estigma em pessoas acometidas pela hanseníase no Brasil e na Indonésia: limites e possibilidades rumo ao desenvolvimento inclusivo; Início: 2016; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Isaac Mendes Donato

Conhecimentos, atitudes, práticas e percepções relativos à hanseníase em áreas hiperendêmicas do Brasil; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Jeanne de Paula Bessa Sousa

Programa de Iniciação à Docência - Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; Início: 2020; Orientação de outra natureza; Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Thais de Sousa Leite

Programa de Iniciação à Docência - Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; Início: 2020; Orientação de outra natureza; Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Adriana da Silva dos Reis

Vulnerabilidade em redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase em municípios dos Estados do Piauí e de Rondônia; 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Anderson Fuentes Ferreira

Hanseníase em territórios da região Norte do Brasil: contextos epidemiológicos e operacionais de controle; 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Reagan Nzundu Boigny

Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no Nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade; 2018; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará,; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Mauricélia da Silveira Lima

Mortalidade relacionada à co-infecção Tuberculose e HIV/aids no Brasil: padrões espaço-temporais e fatores associados; 2015; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Helizandra Simoneti Bianchini Romanholo

Vigilância de contatos intradomiciliares de casos de hanseníase: perspectiva do usuário em município hiperendêmico do Norte do Brasil; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual,; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Zilanda Martins de Almeida

Condição clínica, percepção da saúde bucal e acesso a serviços de saúde em pessoas com história de hanseníase em área da Amazônia brasileira; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual,; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Carlos Francisco Oliveira Nunes

Judicialização do Direito à Saúde no Estado do Ceará: Cenários e Desafios; 2012; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Francisco Rogerlândio Martins de Melo

Epidemiologia e distribuição espacial da mortalidade relacionada à doença de Chagas no Brasil,1999 a 2007; 2011; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Antonia Ivoneida Aragao

Peste no estado do Ceará (1900-2008): Epidemiologia, Vigilância e Ações de Controle; 2009; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará,; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Valeska Vieira Camurça

Assistência Odontológica a Pessoas Portadoras de HIV/Aids na Rede Pública de Saúde de Fortaleza: Política de Atenção e Auação do PSF; 2008; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará,; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Sandra Solange Leite Campos

Hanseníase no Município de Sobral, Ceará: Análise Epidemiológica da Integração das Ações de Controle na Atenção Básica no Período de 1997 a 2003; 2005; 92 f; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Maria do Socorro Cavalcante

Identificação das Gestantes Infectadas pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e Análise das Condutas Utilizadas na Prevenção da Transmissão Vertical do HIV em Fortaleza, Ceará, no Período de 1999 a 2001; 2003; 123 f; Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Cláudia Mendonça Bezerra

Ecoepidemiologia de Triatomídeos após controle químico residual em Tauá (CE), semiárido do Ceará, nordeste do Brasil; 2018; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará,; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Marta Cristhiany Cunha Pinheiro

Ecoepidemiologia da esquistossomose mansoni em áreas da transposição do Rio São Francisco no estado do Ceará; 2017; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará,; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Eliana Amorim de Souza

Hanseníase, risco e vulnerabilidade: perspectiva espaço-temporal e operacional de controle no Estado da Bahia, Brasil; 2017; Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Geziel dos Santos de Sousa

Desenvolvimento de Sistema para Monitoramento de Casos de Dengue, Chikungunya e Zika; 2016; Tese (Doutorado em Doutorado em Saúde Coletiva (Associação Ampla)) - Universidade Federal do Ceará,; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Francisco Rogerlândio Martins de Melo

Mortalidade relacionada às doenças tropicais negligenciadas no Brasil, 2000-2011: magnitude, padrões espaço-temporais e fatores associados; 2015; Tese (Doutorado em Saúde Coletiva - Uece - Ufc) - Universidade Estadual do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Sarah Maria Fraxe Pessoa

2015; Universidade Federal do Ceará,; Alberto Novaes Ramos Júnior;

Maria Alice Rocha Maia

Saúde mental & qualidade de vida na população da Unidade Básica de Saúde de Pitombeiras (Cascavel-CE): perspectivas de transtornos de ansiedade; 2018; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Ministério da Educação; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Janaina Leitão Vilar

PROVAB 2016 - Estado nutricional de estudantes do ensino fundamental I da Escol do Dsitrito Capim da Roça, Pindoretama-CE; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

lana Lara Pereira Maia

PROVAB 2016 - A importância do aleitamento materno exclusivo até os primeiros seis meses de idade no município de Pindoretama, Ceará; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Lara Ribeiro Antunes

PROVAB 2016 - Implantação da rotina médica de puericultura na Unidade Básica de Saúde do Alto Luminoso, Cascavel-CE; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Luiz Eduardo Lima Ciríaco

PROVAB 2016 - Construção de protocolos de atenção e vigilância da febre Chikungunya em Cascavel, Ceará; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Epidemiologia e Vigilância em Saúde) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Antônio Carlos Chaves Gomes Filho

PROVAB 2016 - Estratégia para mobilização de agentes comunitários de saúde para o controle do tracoma no bairro Bom Jardim, Fortaleza-CE; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Priscila Brandão Santos de Vasconcelos

PROVAB 2014 - Criando estratégias para melhorar a qualidade de vida dos usuários infectados por HIV da Unidade de Saúde da Família Planalto, Cascavel-CE; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Johann Vargas Silva

PROVAB 2013 - Google Earth: uma ferramenta para territorialização dinâmica no contexto da estratégia de saúde da família do município de Beberibe, Ceará; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Lara Gonçalves Fernandes

PROVAB 2013 - Perfil nutricional de ecolares acompanhados na unidade básica de saúde de Itapeim, em Beberibe, Ceará; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Tábata Natasha Almeida Rodrigues

PROVAB 2013 - Dermatoses na atenção básica: relato de experiência de campanha realizada na localidade de Juazeiro, Município de Beberibe-CE; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thiago Santana Feitosa

PROVAB 2013 - Estratégias para diagnóstico precoce do câncer de próstata em comunidade rural do litoral cearense: um relato de experiência; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Amanda Maria Menezes Dantas

PROVAB 2013 - Prática de aleitamento materno em mulheres acompanhadas na unidade básica de saúde de caetanos, Município de Beberibe-CE; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Leonardo Rodrigues Melo

PROVAB 2013 - Implantação de grupo de saúde mental na equipe II do Centro de Saúde do Módulo Esportivo, Cascavel - CE; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Samuel Ximenes Feijão

PROVAB 2013 - Ações de controle do dengue em territórios da atenção primária: relato de experiência no município de Cascavel, Ceará; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Saulo Lacerda Borges de Sá

PROVAB 2013 - Abordagem integrada do Diabetes mellitus em área de atuação de equipe de saúde da família do Município de Cascavel-CE; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Stella Catunda Pinho

PROVAB 2013 - Ações de saúde reprodutiva na atenção primária: relato de experiência no município de Cascavel/CE; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

João Paulo Fernandes

PROVAB 2013 - Trabalhando a prevenção da sífilis congênita na unidade de saúde da Caponga-CE: PROVAB 2012 e 2013; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pequisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF)) - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Lidiane Maria de Brito Macedo Ferreira

Envelhecimento e Qualidade de Vida: Olhares sobre Transtornos Relacionados ao Zumbido em População do Nordeste Brasileiro; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Geriatria) - Escola de Saúde Pública do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Ellana Paula Felipe de Queiroz Castro

A Terapia Ocupacional nas Ações de Controle da Hanseníase no Ceará: Análise Epidemiológica de Possibilidades; 2005; 51 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Epidemiologia e Vigilância em Saúde) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Adriana Valéria Assunção Ramos

Transmissão Vertical do Vírus da Imunodeficiência Humana e do Treponema pallidum no Ceará: Avaliação de Aspectos Relativos à Atenção Básica; 2005; 45 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Rosanira Oliveira Pires

Risco Biológico e Biossegurança no Trabalho da Equipe de Saúde Bucal no Contexto do Programa de Saúde da Família; 2005; 30 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Mônica Cardoso Novaes

Integração das Ações de Saúde Bucal no Programa de Saúde da Família: Possibilidades e Limites a partir de um Estudo no Ceará; 2005; 36 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Jansen Pereira Negrão Silva

Estudo Clínico-Epidemiológico da Leishamniose Tegumentar Americana no Município de Caucaia, Ceará, no Período de 1998 a 2002; 2004; 41 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Alvaro Diogenes Leite Fechine

Susceptibilidade às Doenças Imunopreviníveis em Profissionais que Atuam em Unidades de Atenção Primária à Saúde no Município de Cedro, Ceará, 2003; 2004; 43 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Adriana Severiano de Freitas

Tracoma: Perfil Epidemiológico no Município de Mulungu, Ceará, no Ano de 2003; 2004; 43 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Lindelvânia da Silva Matias

Epidemiologia e Controle do Dengue no Município de Russas, Ceará, 2003; 2004; 31 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Cid Carlos Soares de Alcântara

Perfil Vacinal dos Profissionais de uma Unidade Básica de Saúde da Periferia de Fortaleza, Ceará - 2003; 2004; 86 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência em Saúde da Família e Comunidade) - Universidade Federal do Ceará, Ministério da Saúde; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Maria Angélica Gomes Carneiro

Redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase: análise de recorrência intergeracional baseada em genograma; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thainá Isabel Bessa de Andrade

Aspectos clínico-epidemiológicos dos núcleos familiares com recorrência de hanseníase no estado da Bahia no período de 2001 a 2014; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Ismália Oliveira da Silva

Protocolo para ampliação da detecção de casos de hanseníase em famílias atingidas em área hiperendêmica do município de Cacoal ? Rondônia; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Suwany Ismail

Protocolo para ampliação da detecção de casos de hanseníase em famílias atingidas em área hiperendêmica do município de Cacoal ? Rondônia; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Valdemar Ramos Moura Neto

Protocolo para ampliação da detecção de casos de hanseníase em famílias atingidas em área hiperendêmica do município de Cacoal ? Rondônia; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Marianne Santos Florencio

Conhecimentos, atitudes, práticas e percepções relativos à hanseníase em áreas hiperendêmicas do Brasil; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thainá Isabel Bessa de Andrade

Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Maria Angélica Gomes Carneiro

Ferramenta genérica para avaliação e monitoramento de morbidade e incapacidade relacionadas a Doenças Tropicais Negligenciadas no Brasil: desenvolvimento e potencial com foco na integralidade - DTN-TOOLKIT-BRASIL; 2018; Iniciação Científica - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Léia Gadelha Teixeira

Ferramenta genérica para avaliação e monitoramento de morbidade e incapacidade relacionadas a Doenças Tropicais Negligenciadas no Brasil: desenvolvimento e potencial com foco na integralidade - DTN-TOOLKIT-BRASIL; 2018; Iniciação Científica - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Maria Angélica Gomes Carneiro

Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Rayane Lima da Silva

Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Sinara de Menezes Lisboa Freire

Atenção à saúde para hanseníase em áreas de alta endemicidade em estados do Norte e Nordeste do Brasil: abordagem integrada de aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço-temporais), clínicos e psicossociais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Suellen Menezes Lisboa Freire

Atenção à saúde para hanseníase em áreas de alta endemicidade em estados do Norte e Nordeste do Brasil: abordagem integrada de aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço-temporais), clínicos e psicossociais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thainá Isabel Bessa de Andrade

Limites e possibilidades do desenvolvimento inclusivo de pessoas com deficiência ou incapacidade: prospecção no Brasil a partir de iniciativas integradas às políticas públicas nacionais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thalita Caroline Costa Façanha

Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Débora Mota Cordeiro Praciano

Atenção à saúde para hanseníase em áreas de alta endemicidade em estados do Norte e Nordeste do Brasil: abordagem integrada de aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço-temporais), clínicos e psicossociais; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thalita Caroline Costa Façanha

Atenção à saúde para hanseníase em áreas de alta endemicidade em estados do Norte e Nordeste do Brasil: abordagem integrada de aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço-temporais), clínicos e psicossociais; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Reagan Nzundu Boigny

Mortalidade Relacionada à Co-Infecção Tuberculose e HIV/AIDS no Brasil: Padrões Espaço-Temporais e Fatores Associados; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Vanessa Damasceno Jales

Mortalidade Relacionada à Co-Infecção Tuberculose e HIV/AIDS no Brasil: Padrões Espaço-Temporais e Fatores Associados; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thaissa Pinto de Melo

Epidemiologia e controle da hanseníase em áreas hiperendêmicas no Brasil; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Germana Neves de Alencar

Mortalidade Relacionada à Co-Infecção Tuberculose e HIV/AIDS no Brasil: Padrões Espaço-Temporais e Fatores Associados; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Reagan Nzundu Boigny

Padrões epidemiológicos e operacionais de controle da hanseníase no município de Fortaleza, Ceará, 2001-2012; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Priscyla Ferreira Araripe

Padrões epidemiológicos e operacionais de controle da hanseníase no município de Fortaleza, Ceará, 2001-2012; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Alline Ramos Araújo

Integralidade das ações de controle da hanseníase no território das equipes de saúde da família: contextos epidemiológicos, clínicos, psicossociais e operacionais da abordagem de contatos no município de Fortaleza, Ceará; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Ana Rebeca de Sousa Ponce

Integralidade das ações de controle da hanseníase no território das equipes de saúde da família: contextos epidemiológicos, clínicos, psicossociais e operacionais da abordagem de contatos no município de Fortaleza, Ceará; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Léia Gadelha Teixeira

Programa de Iniciação à Docência - Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2019; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Antonio Lucas Delerino

Programa de Iniciação à Docência - Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2019; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Tamires Aparecida Cavalcante Rodrigues

Programa de Iniciação à Docência - Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2019; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Isaac Mendes Donato

Programa de Iniciação à Docência - Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2018; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Amanda Moura da Silva

Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2017; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Mayara Maria Silva da Cruz Alencar

Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2017; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Eduardo Rodrigues Mota

Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2016; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thalita Pereira de Oliveira

Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2016; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Sinara de Menezes Lisboa Freire

Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2015; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Anna Van`t Noordende

Developing a toolkit to assess and monitor NTD-related morbidity and disability; 2015; Orientação de outra natureza; (Masters in International Public Health) - Vrije Universiteit; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Heleen Kuiper

Developing a toolkit to assess and monitor NTD-related morbidity and disability; 2015; Orientação de outra natureza; (Masters in International Public Health) - Vrije Universiteit; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Nathaly Bianka Moraes Froes

Monitoria para Graduação em Enfermagem, diciplina Epidemiologia Especial; 2014; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Andrezza Marques Fernandes

PROVAB 2014 - Ampliando a cobertura e qualidade na triagem do câncer de colo do útero: experiência do centro de saúde do planalto no município de Cascavel, Ceará; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Felippe dos Santos Ribeiro

PROVAB 2014 - Desempenho do exame de contatos familiares de casos de hanseníase em territórios da atenção básica do município de Cascavel, Ceará - 2007 a 2013; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Nyvia Maria Barroso Portela

PROVAB 2014 - Enfrentando o tabagismo na atenção básica: experiência de equipe de saúde da família no município de Cascavel, Ceará; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Jaqueline Freire Soares

PROVAB 2014 - Implantação de plano de cuidado familiar para pessoas com epilepsia no território de atuação da Equipe II da Unidade Básica de Saúde da Sede em Cascavel, Ceará; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Talita Viana de Oliveira

PROVAB 2014 - Gestão e planejamento da visita domiciliar na atenção básica: protocolo de uma equipe de saúde da família no município de Cascavel, Ceará; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Francisco Yuri Pinto Dantas

PROVAB 2014 - Implementando protocolos de manejo da dor crônica na atenção básica no município de Cascavel, Ceará; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde - Ministério da Saú; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Methee Schreuder

Estágio/vivência supervisionada no Brasil; 2014; Orientação de outra natureza; (Medicina) - Universiteit van Amsterdam; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Thaissa Pinto de Melo

Monitoria da Disciplina Epidemiologia Especial do Curso de Graduação em Enfermagem da UFC; 2013; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Emanuelle Araujo Belarmino

PROVAB-2012 - Avaliação do estado nutricional em escolares da comunidade Nova Barreiras, Aracati, Ceará; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Epitácio Feitosa de Oliveira Castro Júnior

PROVAB-2012 - Promoção à Saúde abrangendo adolescentes com obesidade/sobrepeso em uma escola municipal no distrito de Sucatinga, Beberibe ? Ceará; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Georgia Barroso Marques

PROVAB-2012 - Avaliação da pressão arterial na faixa etária escolar na Unidade Básica de Saúde Alto da Cheia, Aracati, Ceará; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

João Paulo Fernandes

PROVAB 2012 - Trabalhando a prevenção da sífilis congênita na unidade de saúde da Caponga: propostas para todo o município de Cascavel, Ceará; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Larissa Pinheiro Beserra Sales

PROVAB 2012 - Acuidade visual em crianças da rede pública de ensino: avaliação contextual e proposta de intervenção em Beberibe, Ceará; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Nayana Holanda de Oliveira

PROVAB 2012 - Dor crônica na atenção básica ? alternativas para um melhor controle deste sintoma no município de Pindoretama, Ceará; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Átila Almeida de Lima Nogueira

PROVAB 2012 - Aplicação de penicilina nas unidades básicas de saúde de Beberibe-CE: análise contextual e recomendações para a atenção primária; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Verônica Riquet de Siqueira

Estratégia para detecção de casos de tuberculose pulmonar em Centro de Saúde da Família em Fortaleza, Ceará; 2009; Orientação de outra natureza; (Residência em Medicina de Família e Comunidade) - Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Diana Maul de Carvalho

Epidemiologia da endemia chagásica no município de João Costa, sudeste do Piauí, Brasil; 2001; 159 f; Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Diana Maul de Carvalho;

Jorg Heukelbach

Padrões e Tendências de Morbimortalidade e Sobrevida em Crianças com Aids no Brasil; 2011; Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Ceará,; Orientador: Jorg Heukelbach;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SOUZA, E. A. ; HEUKELBACH, J. ; OLIVEIRA, M. L. W. ; FERREIRA, A. F. ; SENA NETO, S. A. ; RAPOSO, M. T. ; RAMOS JR., A. N. . Baixo desempenho de indicadores operacionais de controle da hanseníase no estado da Bahia: padrões espaçotemporais, 2001-2014. REVISTA BRASILEIRA DE EPIDEMIOLOGIA , v. 23, p. e200019, 2020.

  • RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. ; OLIVEIRA, M. L. W. . A conditional cash transfer programme in Brazil improves leprosy treatment outcomes. LANCET INFECTIOUS DISEASES , v. 20, p. 522-523, 2020.

  • FERREIRA, ANDERSON FUENTES ; AMORIM DE SOUSA, ELIANA ; SOLEDAD MÁRDERO GARCÍA, GABRIELA ; SILVA DOS REIS, ADRIANA ; CORONA, FRANCESCO ; SILVEIRA LIMA, MAURICÉLIA ; SILVA NASCIMENTO ANDRADE, ELAINE ; RIBEIRO FILHA, CARMELITA ; ALVES DE SENA NETO, SEBASTIÃO ; MENDES DONATO, ISAAC ; NOVAES RAMOS JR, ALBERTO . Leprosy in the North and Northeast regions of Brazil: an integrated spatiotemporal approach. TROPICAL MEDICINE & INTERNATIONAL HEALTH , v. 25, p. 193-208, 2020.

  • NASCIMENTO, D. S. ; RAMOS JR., A. N. ; ARAUJO, O. D. ; MACEDO, S. F. ; SILVA, G. V. ; LOPES, W. M. P. S. ; BARBOSA, J. C. . Limitação de atividade e restrição à participação social em pessoas com hanseníase: análise transversal da magnitude e fatores associados em município hiperendêmico do Piauí, 2001 a 2014. EPIDEMIOLOGIA E SERVICOS DE SAUDE , v. 29, p. e2019543, 2020.

  • TEIXEIRA, C. S. S. ; MEDEIROS, D. S. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Aspectos nutricionais de pessoas acometidas por hanseníase, entre 2001 e 2014, em municípios do semiárido brasileiro. Ciencia & Saude Coletiva , v. 24, p. 2431-2441, 2019.

  • BOIGNY, R. N. ; SOUZA, E. A. ; ROMANHOLO, H. S. B. ; ARAUJO, O. D. ; HENZ, N. L. F. B. ; GRIJO, M. D. F. ; CARNEIRO, M. A. G. ; ARAUJO, T. M. E. ; REIS, A. S. ; PINTO, M. S. A. P. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. . Persistência da hanseníase em redes de convívio domiciliar: sobreposição de casos e vulnerabilidade em regiões endêmicas no Brasil. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA , v. 35, p. e00105318, 2019.

  • BRAGA, L. L. C. ; RAMOS JR., A. N. ; BRAGA NETO, M. B. ; FERREIRA, A. F. ; QUEIROZ, D. M. M. ; MAIA, D. C. C. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Unequal burden of mortality from gastric cancer in Brazil and its regions, 2000-2015. Gastric Cancer , v. 22, p. 675-683, 2019.

  • REIS, A. S. ; SOUZA, E. A. ; FERREIRA, A. F. ; CRUZ, J. R. ; ARAUJO, O. D. ; MACEDO, S. F. ; SILVA, G. V. ; GARCIA, G. S. M. ; CARNEIRO, M. A. G. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. . Sobreposição de casos novos de hanseníase em redes de convívio domiciliar em dois municípios do Norte e Nordeste do Brasil, 2001-2014. Cadernos de Saude Publica , v. 35, p. e00014419, 2019.

  • FERREIRA, A. F. ; SOUZA, E. A. ; LIMA, M. S. ; GARCIA, G. S. M. ; CORONA, F. ; ANDRADE, E. S. N. ; SENA NETO, S. A. ; FILHA, C. R. ; REIS, A. S. ; TEIXEIRA, L. G. ; RAMOS JR., A. N. . Mortalidade por hanseníase em contextos de alta endemicidade: análise espaço-temporal integrada no Brasil. REVISTA PANAMERICANA DE SALUD PUBLICA-PAN AMERICAN JOURNAL OF PUBLIC HEALTH , v. 43, p. 1, 2019.

  • SOUZA, E. A. ; FERREIRA, A. F. ; PINTO, M. S. A. P. ; HEUKELBACH, J. ; OLIVEIRA, H. X. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. . Desempenho da vigilância de contatos de casos de hanseníase: uma análise espaço-temporal no Estado da Bahia, Região Nordeste do Brasil. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA , v. 35, p. e00209518, 2019.

  • SOUZA, E. A. ; FERREIRA, A. F. ; BOIGNY, R. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. ; MARTINS-MELO, F. R. ; BARBOSA, JAQUELINE C. ; RAMOS JR., A. N. . Leprosy and gender in Brazil: trends in an endemic area of the Northeast region, 2001-2014. REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA (ONLINE) , v. 52, p. 20, 2018.

  • SOUZA, E. A. ; BOIGNY, R. N. ; FERREIRA, A. F. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. ; OLIVEIRA, M. L. W. ; RAMOS JR., A. N. . Vulnerabilidade programática no controle da hanseníase: padrões na perspectiva de gênero no Estado da Bahia, Brasil. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA , v. 34, p. e00196216, 2018.

  • ROMANHOLO, H. S. B. ; SOUZA, E. A. ; RAMOS JR., A. N. ; KAISER, A. C. G. C. B. ; SILVA, I. O. ; BRITO, A. L. ; VASCONCELLOS, C. . Surveillance of intradomiciliary contacts of leprosy cases: perspective of the client in a hyperendemic municipality. REBEN - REVISTA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM , v. 71, p. 163-169, 2018.

  • BEZERRA, F. S. M. ; LEAL, J. K. F. ; SOUSA, M. S. ; PINHEIRO, M. C. C. ; RAMOS JR., A. N. ; MORAES, V. S. ; KATZ, N. . Evaluating a Point-of-Care Circulating Cathodic Antigen test (POC-CCA) to detect Schistosoma mansoni infections in a low endemic area in north-eastern Brazil. ACTA TROPICA , v. 182, p. 1, 2018.

  • HENN, G. A. L. ; RAMOS JR., A. N. ; LIMA, A. ; AIRES, B. ; COLARES, J. K. B. ; SILVEIRA, J. G. C. ; MENDES, L. ; FAÇANHA, M. C. . Is Visceral Leishmaniasis the same in HIV-coinfected adults?. Brazilian Journal of Infectious Diseases , v. 22, p. 92-98, 2018.

  • MARTINS-MELO, FRANCISCO ROGERLÂNDIO ; CARNEIRO, MARIÂNGELA ; RAMOS, ALBERTO NOVAES ; Heukelbach, Jorg ; RIBEIRO, ANTONIO LUIZ PINHO ; WERNECK, GUILHERME LOUREIRO . The burden of Neglected Tropical Diseases in Brazil, 1990-2016: A subnational analysis from the Global Burden of Disease Study 2016. PLoS Neglected Tropical Diseases , v. 12, p. e0006559, 2018.

  • SOUZA, E. A. ; BOIGNY, R. N. ; OLIVEIRA, H. X. ; OLIVEIRA, M. L. W. ; HEUKELBACH, J. ; ALENCAR, C. H. M. ; MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. . Tendências e padrões espaço-temporais da mortalidade relacionada à hanseníase no Estado da Bahia, Nordeste do Brasil, 1999-2014. CADERNOS SAÚDE COLETIVA , v. 26, p. 191-202, 2018.

  • BEZERRA, FERNANDO SCHEMELZER DE MORAES ; PINHEIRO, MARTA CRISTHIANY CUNHA ; SILVA FILHO, JOSÉ DAMIÃO DA ; CASTRO, ISSIS MARIA NOGUEIRA DE ; CALDEIRA, ROBERTA LIMA ; SOUSA, MARIANA SILVA ; CAVALCANTE, ALBENIZA BARBOSA ; RAMOS JÚNIOR, ALBERTO NOVAES . Identification of Biomphalaria sp. and other freshwater snails in the large-scale water transposition project in the Northeast of Brazil. REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO , v. 60, p. e41, 2018.

  • AMORIM DE SOUZA, ELIANA ; FUENTES FERREIRA, ANDERSON ; Heukelbach, Jorg ; NZUNDU BOIGNY, REAGAN ; ALENCAR, CARLOS ; NOVAES RAMOS, ALBERTO . Epidemiology and Spatiotemporal Patterns of Leprosy Detection in the State of Bahia, Brazilian Northeast Region, 2001-2014. Tropical Medicine and Infectious Disease , v. 3, p. 79, 2018.

  • BEZERRA, C. M. ; BARBOSA, S. E. ; SOUZA, R. C. M. ; BAREZANI, C. P. ; GURTLER, R. E. ; RAMOS JR., A. N. ; DIOTAIUTI, L. G. . Triatoma brasiliensis Neiva, 1911: food sources and diversity of Trypanosoma cruzi in wild and artificial environments of the semiarid region of Ceará, northeastern Brazil. Parasites & Vectors , v. 11, p. 642, 2018.

  • REIS, M. C. ; RAPOSO, M. T. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Incapacidades físicas em pessoas que concluíram a poliquimioterapia para hanseníase em Vitória da Conquista, Bahia, Brasil. Acta Fisiatrica (USP) , v. 25, p. 78-85, 2018.

  • RAMOS JR., A. N. ; SOUSA, A. S. . Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas em doença de Chagas: perspectivas e desafios para o Brasil. REVISTA DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ , v. 58, p. 6-7, 2018.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTI, MARTA GUIMARÃES ; ALENCAR, C. H. M. ; Heukelbach, Jorg . Reprint of -Neurocysticercosis-related mortality in Brazil, 2000-2011: Epidemiology of a neglected neurologic cause of death-. Acta Tropica , v. 165, p. 170-178, 2017.

  • PARENTE, CYNARA CARVALHO ; BEZERRA, FERNANDO S. M. ; PARENTE, PLUTARCO I. ; DIAS-NETO, RAIMUNDO V. ; XAVIER, SAMANTA C. C. ; RAMOS, ALBERTO N. ; CARVALHO-COSTA, FILIPE A. ; LIMA, MARLI M. . Community-Based Entomological Surveillance Reveals Urban Foci of Chagas Disease Vectors in Sobral, State of Ceará, Northeastern Brazil. Plos One , v. 12, p. e0170278, 2017.

  • MARTINS-MELO, FRANCISCO R. ; RAMOS, ALBERTO N. ; ALENCAR, CARLOS H. ; LIMA, MAURICÉLIA S. ; Heukelbach, Jorg . Epidemiology of soil-transmitted helminthiases-related mortality in Brazil. PARASITOLOGY , v. 144, p. 1-11, 2017.

  • ALMEIDA, ZILANDA MARTINS DE ; RAMOS JR, ALBERTO NOVAES ; RAPOSO, MARCOS TÚLIO ; MARTINS-MELO, FRANCISCO ROGERLÂNDIO ; VASCONCELLOS, CIDIA . Oral health conditions in leprosy cases in hyperendemic area of the Brazilian Amazon. REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SAO PAULO , v. 59, p. e50, 2017.

  • FILHO, JOSÉ DAMIÃO DA SILVA ; PINHEIRO, MARTA CRISTHIANY CUNHA ; SOUSA, MARIANA SILVA ; GOMES, VIVIAN DA SILVA ; CASTRO, ISSIS MARIA NOGUEIRA DE ; RAMOS JÚNIOR, ALBERTO NOVAES ; BEZERRA, FERNANDO SCHEMELZER DE MORAES . Detection of schistosomiasis in an area directly affected by the São Francisco River large-scale water transposition project in the Northeast of Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , v. 50, p. 658-665, 2017.

  • RAMOS-JUNIOR, ALBERTO NOVAES ; SOUSA, ANDRÉA SILVESTRE DE . The continuous challenge of Chagas disease treatment: bridging evidence-based guidelines, access to healthcare, and human rights. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 50, p. 745-747, 2017.

  • HAFNER, K. ; WALTHER, F. ; CHICHAVA, O. A. ; ARIZA, L. M. ; ALENCAR, C. H. M. ; ALENCAR, M. J. F. ; RAMOS JR., A. N. ; RICHTER, J. ; HEUKELBACH, J. . High occurrence of disabilities caused by leprosy: census from a hyperendemic area in Brazil's savannah region. LEPROSY REVIEW , v. 88, p. 520-532, 2017.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; CAVALCANTI, M. G. ; HEUKELBACH, J. . Neurocysticercosis-related mortality in Brazil, 2000-2011: Epidemiology of a neglected neurologic cause of death. Acta Tropica , v. 153, p. 128-136, 2016.

  • LIMA, M. S. ; MARTINS-MELO, F. R. ; HEUKELBACH, J. ; ALENCAR, C. H. M. ; BOIGNY, R. N. ; RAMOS JR., A. N. . Mortality related to tuberculosis-HIV/AIDS co-infection in Brazil, 2000-2011: epidemiological patterns and time trends. Cadernos de Saúde Pública (Online) , v. 32, p. e00026715, 2016.

  • QUEIROZ, M. I. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; MONTEIRO, L. D. ; SENA, A. L. ; BARBOSA, J. C. . Clinical and epidemiological profile of leprosy patients attended at Ceará, 2007-2011. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online) , v. 91, p. 311-317, 2016.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Mortality from neglected tropical diseases in Brazil, 2000-2011. Bulletin of the World Health Organization (Print) , v. 94, p. 103-110, 2016.

  • BRITO, A. L. ; MONTEIRO, L. D. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. ; ALENCAR, C. H. M. . Tendência temporal da hanseníase em uma capital do Nordeste do Brasil: epidemiologia e análise por pontos de inflexão, 2001 a 2012. Revista Brasileira de Epidemiologia (Online) , v. 19, p. 194-204, 2016.

  • DIAS, J. C. P. RAMOS JR., A. N. GONTIJO, E. D. OSTERMAYER, A. L. SHIKANAI-YASUDA, M. A. COURA, J. R. TORRES, R. M. MELO, J. R. C. ALMEIDA, E. A. OLIVEIRA JUNIOR, W. SILVEIRA, A. C. REZENDE, J. M. PINTO, F. S. FERREIRA, A. W. RASSI, A. FRAGATA FILHO, A. A. SOUSA, A. S. CORREA FILHO, D. JANSEN-FRANKEN, A. M. ANDRADE, G. M. Q. BRITTO, C. F. P. C. PINTO, A. Y. N. RASSI JUNIOR, A. CAMPOS, D. E. ABAD-FRANCH, F. , et al. CHIARI, E. MORENO, A. M. H. MOREIRA, E. F. MARQUES, D. S. O. SILVA, E. L. MARIN-NETO, J. A. GALVAO, L. M. C. XAVIER, S. S. VALENTE, S. A. S. CARVALHO, N. B. CARDOSO, A. V. COSTA, V. M. VIVALDINI, S. M. OLIVEIRA, S. M. VALENTE, V. C. LIMA, M. M. ALVES, R. V. ; II Consenso Brasileiro em Doença de Chagas, 2015. Epidemiologia e Servicos de Saude , v. 25, p. 1-10, 2016.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Trends and spatial patterns of mortality related to neglected tropical diseases in Brazil. Parasite Epidemiology and Control , v. 1, p. 56-65, 2016.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Mortalidade relacionada às doenças tropicais negligenciadas no Brasil, 2000-2011: magnitude, padrões espaço-temporais e fatores associados. Universidade Federal do Ceará. Centro de Ciências da Saúde. Revista de Medicina , v. 56, p. 79, 2016.

  • NUNES, C. F. O. ; RAMOS JR., A. N. . Judicialização do direito à saúde na região Nordeste, Brasil: dimensões e desafios. Cadernos Saúde Coletiva , v. 24, p. 192-199, 2016.

  • VAN 'T NOORDENDE, ANNA T. ; KUIPER, HELEEN ; RAMOS, ALBERTO N. ; MIERAS, LIESBETH F. ; BARBOSA, JAQUELINE C. ; PESSOA, SARAH M. F. ; SOUZA, ELIANA A. ; FERNANDES, THAYSE A. ; HINDERS, DUANE C. ; PRACIANO, MARGARIDA M. A. ; VAN BRAKEL, WIM H. . Towards a toolkit for cross-neglected tropical disease morbidity and disability assessment. International Health , v. 8, p. i71-i81, 2016.

  • DIAS, JOÃO CARLOS PINTO RAMOS JR., ALBERTO NOVAES GONTIJO, ELIANE DIAS LUQUETTI, ALEJANDRO SHIKANAI-YASUDA, MARIA APARECIDA COURA, JOSÉ RODRIGUES TORRES, ROSÁLIA MORAIS MELO, JOSÉ RENAN DA CUNHA ALMEIDA, EROS ANTONIO DE OLIVEIRA JR., WILSON DE SILVEIRA, ANTÔNIO CARLOS REZENDE, JOFFRE MARCONDES DE PINTO, FABIANE SCALABRINI FERREIRA, ANTONIO WALTER RASSI, ANIS FRAGATA FILHO, ABÍLIO AUGUSTO SOUSA, ANDRÉA SILVESTRE DE CORREIA, DALMO JANSEN, ANA MARIA ANDRADE, GLAUCIA MANZAN QUEIROZ BRITTO, CONSTANÇA FELÍCIA DE PAOLI DE CARVA PINTO, ANA YECÊ DAS NEVES RASSI JR., ANIS CAMPOS, DAYSE ELISABETH ABAD-FRANCH, FERNANDO , et al. SANTOS, SILVANA ELOI CHIARI, EGLER HASSLOCHER-MORENO, ALEJANDRO MARCEL MOREIRA, ELIANE FURTADO MARQUES, DIVINA SEILA DE OLIVEIRA SILVA, ELIANE LAGES MARIN-NETO, JOSÉ ANTONIO GALVÃO, LÚCIA MARIA DA CUNHA XAVIER, SERGIO SALLES VALENTE, SEBASTIÃO ALDO DA SILVA CARVALHO, NOÊMIA BARBOSA CARDOSO, ALESSANDRA VIANA SILVA, RAFAELLA ALBUQUERQUE E COSTA, VERUSKA MAIA DA VIVALDINI, SIMONE MONZANI OLIVEIRA, SUELENE MAMEDE VALENTE, VERA DA COSTA LIMA, MAYARA MAIA ALVES, RENATO VIEIRA ; 2 nd Brazilian Consensus on Chagas Disease, 2015. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Revista , v. 49, p. 3-60, 2016.

  • RAMOS JR, ALBERTO NOVAES ; DIAS, JOÃO CARLOS PINTO ; CORREIA, DALMO . Towards control of Chagas disease: the contribution of the new brazilian consensus. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Revista , v. 49, p. 1-2, 2016.

  • SOUZA, T. R. C. ; RAMOS JR., A. N. ; SANTOS, M. T. F. ; SPARINGER, W. ; SILVA, M. A. ; PLACCO, A. L. ; LAMASTRO, S. M. ; PONGELUPI, S. M. ; DOMINGUES, C. S. B. ; GIANNA, M. C. . Prevalence of HIV infection among imprisoned women in Brazil: a crosssectional survey in the State Prison System of Sao Paulo (P023). Journal of the International AIDS Society , v. 19, p. 21083, 2016.

  • RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Yellow fever risk assessment in the Central African Republic. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , p. 231-232, 2015.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS, A. V. A. ; RAMOS JR, A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; MONTENEGRO JÚNIOR, R. M. ; OLIVEIRA, M. L. W. ; HEUKELBACH, J. . Leprosy-related mortality in Brazil: a neglected condition of a neglected disease. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 109, p. 643-652, 2015.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; PINHEIRO, M. C. C. ; RAMOS JR, A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; BEZERRA, F. S. M. ; HEUKELBACH, J. . Spatiotemporal Patterns of Schistosomiasis-Related Deaths, Brazil, 2000-2011. Emerging Infectious Diseases (Online) , v. 21, p. 1820-1823, 2015.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; LIMA, M. S. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. ; CAMPO, M. O. C. . Modalidade de educação a distância na formação profissional em saúde da família: relato de experiência. Revista Brasileira de Medicina de Familia e Comunidade , v. 9, p. 89-95, 2014.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; LIMA, M. S. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; CARVALHO, F. H. C. ; MACHADO, M. M. T. ; HEUKELBACH, J. . Temporal trends and spatial distribution of unsafe abortion in Brazil, 1996-2012. Revista de Saúde Pública (Impresso) , v. 48, p. 508-520, 2014.

  • DAMASCENO, L. S. ; RAMOS, ALBERTO NOVAES ; ALENCAR, C. H. M. ; GONÇALVES, M. V. F. ; MESQUITA, J. R. L. ; SOARES, A. T. D. ; COUTINHO, A. G. N. ; DANTAS, C. C. ; LEITÃO, T. M. J. S. . Disseminated histoplasmosis in HIV-infected patients: determinants of relapse and mortality in a north-eastern area of Brazil. Mycoses (Berlin) , v. 57, p. 406-430, 2014.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; LIMA, M. S. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Epidemiological patterns of mortality due to visceral leishmaniasis and HIV/AIDS co-infection in Brazil, 2000-2011. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 108, p. 338-347, 2014.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; LIMA, M. S. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Mortality and Case Fatality Due to Visceral Leishmaniasis in Brazil: A Nationwide Analysis of Epidemiology, Trends and Spatial Patterns. Plos One , v. 9, p. e93770, 2014.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; LIMA, M. S. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Prevalence of Chagas disease in pregnant women and congenital transmission of Trypanosoma cruzi in Brazil: a systematic review and meta-analysis. TM & IH. Tropical Medicine and International Health (Print) , v. 19, p. 943-957, 2014.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS, ALBERTO NOVAES ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Prevalence of Chagas disease in Brazil: A systematic review and meta-analysis. Acta Tropica , v. 130, p. 167-174, 2014.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; PINHEIRO, M. C. C. ; RAMOS JR, ALBERTO NOVAES ; ALENCAR, C. H. M. ; BEZERRA, F. S. M. ; HEUKELBACH, J. . Trends in schistosomiasis-related mortality in Brazil, 2000-2011. International Journal for Parasitology , v. 44, p. 1055-1062, 2014.

  • MATIDA, L. H. ; LATTARI, M. C. T. ; RAMOS JR, A. N. ; PLACCO, A. L. ; SANTOS, M. T. F. ; SILVA, M. A. ; GIANNA, M. C. ; LAMASTRO, S. M. ; SOUZA, T. R. C. ; SPARINGER, W. . O HIV e a sífilis no Sistema Prisional Feminino do estado de São Paulo. BEPA. Boletim Epidemiológico Paulista (Impresso) , v. 11, p. 3-24, 2014.

  • BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, O. M. ; SILVA, S. M. M. ; CASTRO, C. G. J. . Atenção pós-alta em hanseníase no Sistema Único de Saúde: aspectos relativos ao acesso na região Nordeste. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 22, p. 351-358, 2014.

  • PIRES-NETO, R. J. ; LEMOS, D. R. Q. ; CAVALCANTI, L. P. G. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; FAÇANHA, M. C. ; BARROSO, M. I. C. ; VILAR, D. C. L. F. ; FONSECA NETO, M. D. . Pandemic influenza A (H1N1) 2009: epidemiological analysis of cases in a tropical/semi-arid region of Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 46, p. 141-146, 2013.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEARST, N. G. ; HEUKELBACH, J. . Late-stage diagnosis of HIV infection in Brazilian children: evidence from two national cohort studies. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 29, p. 1291-1300, 2013.

  • DAMASCENO, L. S. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; LIMA, D. T. ; SIDRIM, J. J. C. ; GONÇALVES, M. V. F. ; MESQUITA, J. R. L. ; LEITÃO, T. M. J. S. . Disseminated histoplasmosis and aids: relapse and late mortality in endemic area in north-eastern Brazil. Mycoses (Berlin) , v. 56, p. 520-526, 2013.

  • DOMINGOS, A. ; COELHO, E. ; LUCIO, J. M. ; ITO, L. S. ; MATIDA, L. H. ; RAMOS JR., A. N. . Seroprevalence of Toxoplasma gondii IgG antibody in HIV/AIDS-infected individuals in Maputo, Mozambique. Revista de Saúde Pública (Impresso) , v. 47, p. 890-896, 2013.

  • BEZERRA, F. S. ; ZANCOPE-OLIVEIRA, R. M. ; BRILHANTE, R. S. N. ; WANKE, B. ; MOTA, R. M. S. ; RAMOS, A. P. G. ; RAMOS JR., A. N. ; FAÇANHA, M. C. ; LEITÃO, T. M. J. S. . HISTOPLASMIN SURVEY IN HIV-POSITIVE PATIENTS: RESULTS FROM AN ENDEMIC AREA IN NORTHEASTERN BRAZIL. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (Impresso) , v. 55, p. 261-265, 2013.

  • CAMURÇA, V. V. ; ALMEIDA, M. E. L. ; ALENCAR, C. H. M. ; CAMURÇA, V. V. ; RAMOS JR., A. N. . Saúde bucal na agenda da política de DST/AIDS no Brasil, Ceará e Fortaleza. REVISTA DE APS (IMPRESSO) , v. 16, p. 416-428, 2013.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; HEARST, N. G. ; HEUKELBACH, J. . High occurrence of HIV-positive siblings due to repeated mother-to-child-transmission in Brazil. AIDS Care (Print) , v. 24, p. 601-605, 2012.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Epidemiology of Mortality Related to Chagas' Disease in Brazil, 1999-2007. Plos Neglected Tropical Diseases , v. 6, p. e1508, 2012.

  • ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR, A. N. ; BARBOSA, J. C. ; KERR, L. R. F. S. ; OLIVEIRA, M. L. W. ; HEUKELBACH, J. . Persisting leprosy transmission despite increased control measures in an endemic cluster in Brazil: The unfinished Agenda. Leprosy Review , v. 83, p. 344-353, 2012.

  • ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR, A. N. ; SANTOS, E. S. ; RICHTER, J. ; HEUKELBACH, J. . Clusters of leprosy transmission and of late diagnosis in a highly endemic area in Brazil: focus on different spatial analysis approaches. TM & IH. Tropical medicine and international health (Print) , v. 17, p. 518-525, 2012.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR, A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Mortality due to Chagas? disease in Brazil from 1979 to 2009 : trends and regional differences. Journal of Infection in Developing Countries (Online) , v. 6, p. 817-824, 2012.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR, A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; LANGE, W. ; HEUKELBACH, J. . Mortality of Chagas? disease in Brazil: spatial patterns and definition of high risk areas. TM & IH. Tropical Medicine and International Health (Print) , v. 17, p. 1066-1075, 2012.

  • ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR, A. N. ; SENA NETO, S. A. ; MURTO, C. ; ALENCAR, M. J. F. ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. . Diagnóstico da hanseníase fora do município de residência: uma abordagem espacial, 2001 a 2009. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 28, p. 1685-1698, 2012.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Multiple causes of death related to Chagas? disease in Brazil, 1999 to 2007. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 45, p. 591-596, 2012.

  • MARTINS-MELO, F. R. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; HEUKELBACH, J. . Mortality related to Chagas? Disease and HIV/AIDS co-infection in Brazil. Journal of Tropical Medicine , v. 2012, p. Article ID 5346, 2012.

  • MATIDA, L. H. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. ; SAUDO, A. ; SUCCI, R. C. M. ; MARQUES, H. H. S. ; NEGRA, M. D. ; HEARST, N. G. ; Brazilian Study Group on Survival of Children with AIDS . Improving Survival in Children with AIDS in Brazil: Results of the Second National Study, 1999-2002. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 27, p. S93-S103, 2011.

  • CHICHAVA, O. A. ; ARIZA, L. M. ; OLIVEIRA, A. R. ; GARCIA, A. C. F. M. ; SILVA, L. F. M. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Reasons for interrupting multidrug therapy against leprosy: the patients? point of view. Leprosy Review , v. 82, p. 78-79, 2011.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; HEARST, N. G. ; HEUKELBACH, J. . AIDS in Brazilian Children: History, Surveillance, Antiretroviral Therapy and Epidemiological Transition, 1984-2008. AIDS patient care and STDs , v. 25, p. 245-255, 2011.

  • MATIDA, L. H. ; SANTOS, N. J. S. ; RAMOS JR., A. N. ; GIANNA, M. C. ; SILVA, M. H. ; DOMINGUES, C. S. B. ; POSSAS, C. A. ; HEARST, N. G. . Eliminating Vertical Transmission of HIV in São Paulo, Brazil: Progress and Challenges. Journal of Acquired Immune Deficiency Syndromes (1999) , v. 57, p. S164-S170, 2011.

  • HEUKELBACH, J. ; CHICHAVA, O. A. ; OLIVEIRA, A. R. ; HAFNER, K. ; WALTHER, F. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; GARCIA, A. C. F. M. ; ARIZA, L. M. . Interruption and Defaulting of Multidrug Therapy against Leprosy: Population-Based Study in Brazil's Savannah Region. Plos Neglected Tropical Diseases , v. 5, p. e1031, 2011.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; HEARST, N. G. ; HEUKELBACH, J. . AIDS morbidity and mortality in Brazilian children before and after HAART implementation: an assessment of regional trends. The Pediatric Infectious Disease Journal , v. 30, p. 773-777, 2011.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; HEARST, N. G. ; HEUKELBACH, J. . Mortality in Brazilian Children with HIV/AIDS: the Role of Non-AIDS Related Conditions After HAART Introduction. AIDS patient care and STDs , v. 25, p. 713-718, 2011.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; HEARST, N. G. ; HEUKELBACH, J. . Opportunistic illnesses in Brazilian children with AIDS: results from two national cohort studies, 1983-2007. AIDS research and therapy , v. 8, p. 23, 2011.

  • MAGALHÃES, M. C. C. ; SANTOS, E. S. ; QUEIROZ, M. L. ; LIMA, M. L. ; BORGES, R. C. M. ; SOUZA, M. S. ; RAMOS JR, A. N. . Migração e hanseníase em Mato Grosso. Revista Brasileira de Epidemiologia (Impresso) , v. 14, p. 386-397, 2011.

  • ALMEIDA, E. A. ; RAMOS JR., A. N. ; CORREIA, D. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. . Co-infection Trypanosoma cruzi/HIV: systematic review (1980 - 2010). Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 44, p. 762-770, 2011.

  • CAMURÇA, V. V. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; CAMURÇA, V. V. ; ALMEIDA, M. E. L. . Assistência Odontológica a Portadores de HIV na Rede de Serviços do Sistema Único de Saúde: Foco na Atenção Primária à Saúde em Fortaleza, Ceará. Revista de APS (Impresso) , v. 13, p. 18-25, 2010.

  • PONTES, R. J. S. ; FILHO, F. F. D. ; ALENCAR, C. H. M. ; REGAZZI, A. C. F. ; CAVALCANTI, L. P. G. ; RAMOS JR., A. N. ; LIMA, J. W. O. . Impact of water renewal on the residual effect of larvicides in the control of Aedes aegypti. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 105, p. 220-224, 2010.

  • RAMOS JR., A. N. ; CORREIA, D. ; ALMEIDA, E. A. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. . History, Current Issues and Future of the Brazilian Network for Attending and Studying Trypanosoma cruzi/HIV Coinfection. Journal of Infection in Developing Countries (Online) , v. 4, p. 682-688, 2010.

  • SANTOS, E. S. ; MAGALHÃES, M. C. C. ; QUEIROZ, M. L. ; BORGES, R. C. M. ; LIMA, M. L. ; SOUZA, M. S. ; RAMOS JR., A. N. . Distribuição Espaço-Temporal da Hanseníase em Mato Grosso. Hygeia : Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde (Uberlândia) , v. 5, p. 1-13, 2010.

  • RAMOS JR., A. N. ; MARTINS-MELO, F. R. ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. . O Papel da Pesquisa Operacional e os Desafios para Integração da Assistência e do Controle da Doença de Chagas no Sistema Único de Saúde. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 43, p. Supl. II, 2010.

  • RAMOS, A. V. A. ; RAMOS JR, AN . Transmissão vertical de doenças: aspectos relativos ao vírus da imunodeficiência humana e ao Treponema pallidum em Fortaleza, Ceará, Brasil. Revista de APS , v. 12, p. 194-203, 2009.

  • FERREIRA, L. M. B. M. ; RAMOS JR., A. N. ; MENDES, E. P. . Caracterização do zumbido em idosos e de possíveis transtornos relacionados. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , v. 75, p. 249-255, 2009.

  • ALMEIDA, E. A. ; RAMOS JR., A. N. ; CORREIA, D. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. . Resposta brasileira aos desafios da doença de Chagas: constituição da Rede Nacional de Atenção e Estudos em Co-Infecção Trypanosoma cruzi/HIV. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 42, p. 605-608, 2009.

  • LESSHAFFT, H. ; HEUKELBACH, J. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. ; FELDMEIER, H. . A História e a Vida Atual em um Antigo Hospital-Colônia no Estado do Ceará, Brasil: Seqüelas Sociais e Físicas da Hanseníase. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 175-194, 2009.

  • GARCIA, A. C. F. M. ; SULEIMAN, C. B. C. ; SILVA, L. F. M. ; SILVA, S. M. M. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. . Conhecimentos e Condutas Práticas dos Profissionais de Saúde da Atenção Primária a Respeito da Hanseníase no Estado do Tocantins, Brasil. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 39-50, 2009.

  • MOLLERI, H. A. ; LOPES, M. E. V. ; TARDIN, R. T. ; LINO, C. R. G. ; RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, M. J. F. ; MELLO, M. G. S. ; HINDERS, D. C. . Prevenção de Incapacidades Físicas em Hanseníase: Integração da Rede do SUS no Município do Rio de Janeiro. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 67-86, 2009.

  • MELLO, M. G. S. ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. ; RAMOS JR., A. N. . Rede Social e Rede Básica de Saúde: o Papel Formador da Pesquisa Operacional em Hanseníase. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 103-114, 2009.

  • SAMPAIO, P. P. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, M. J. F. ; HEUKELBACH, J. ; HINDERS, D. C. ; MAGALHÃES, M. C. C. ; RAMOS JR., A. N. . Ações de Controle da Hanseníase na Perspectiva dos Profissionais de Saúde. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 272-288, 2009.

  • MATIDA, L. H. ; RAMOS JR., A. N. ; HEUKELBACH, J. ; HEARST, N. G. ; Brazilian Study Group on Survival of Children with AIDS . Continuing Improvement in Survival for Children with Acquired Immunodeficiency Syndrome in Brazil. The Pediatric Infectious Disease Journal , v. 28, p. 920-922, 2009.

  • SILVA, A. D. G. ; PONTES, R. J. S. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; LIMA, J. W. O. . Avaliação do Programa de Controle da Doença de Chagas no Estado do Ceará: Período de Gestão Federal, 1975 a 2002. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 873-892, 2009.

  • RAMOS JR., A. N. ; CARVALHO, D. M. . Doença de Chagas: Passado, Presente e Futuro. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17, p. 787-794, 2009.

  • SAMPAIO, P. P. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, M. J. F. ; HEUKELBACH, J. ; HINDERS, D. C. ; MAGALHÃES, M. C. C. ; RAMOS JR, A. N. . Programa de Controle da Hanseníase no Brasil: avaliação por profissionais de saúde. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 17(1), p. 273-287, 2009.

  • CAVALCANTE, M. S. ; SILVEIRA, A. C. B. ; RIBEIRO, A. M. S. ; RAMOS JR, AN . Prevenção da Transmissão Vertical do Vírus da Imunodeficiência Humana: Análise da Adesão às Medidas de Profilaxia em uma Maternidade de Referência em Fortaleza, Ceará. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil (Impresso) , v. 8, p. 473-479, 2008.

  • RAMOS JR, AN ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; HINDERS, D. C. ; SCHREUDER, P. A. M. . Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde como Ferramenta para o Alcance de Programas de Controle da Hanseníase mais efetivos no Brasil. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 16, p. 147-168, 2008.

  • ALENCAR, M. J. F. ; BARBOSA, J. C. ; FILHA, C. R. ; RAMOS JR, AN ; SCHREUDER, P. A. M. ; AMARAL, R. C. G. ; HEUKELBACH, J. . Satisfação de Indivíduos Atingidos pela Hanseníase a Respeito de Neurolise no Estado de Rondônia. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 16, p. 205-216, 2008.

  • ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR, AN ; ALBUQUERQUE, L. M. ; AQUINO, T. M. F. ; SOARES, C.B. ; LIMA, J. W. O. ; PONTES, R. J. S. . Potencialidades do Aedes albopictus como vetor de arboviroses no Brasil: um desafio para a atenção primária. Revista de APS , v. 11, p. 11-23, 2008.

  • ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR, AN ; BRAGA, L. Q. V. ; LIMA, J. W. O. ; PONTES, R. J. S. . Distribuição e Biologia do Aedes albopictus no Brasil: Um Problema em Potencial de Saúde Pública. Jornal Brasileiro de Medicina , v. 94, p. 33-38, 2008.

  • BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR, AN ; MOTA, M. V. ; HINDERS, D. C. ; MELLO, M. G. S. . Olhares Sobre o Programa de Controle da Hanseníase no Brasil: a Perspectiva dos Profissionais de Saúde no Brasil. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 16, p. 273-292, 2008.

  • BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR, AN ; ALENCAR, M. J. F. ; CASTRO, C. G. J. . Pós-alta em Hanseníase no Ceará: limitação da atividade funcional, consciência de risco e participação social. Revista Brasileira de Enfermagem (Impresso) , v. 61, p. 726-732, 2008.

  • ALENCAR, C. H. M. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR, AN ; ALENCAR, M. J. F. ; PONTES, R. J. S. ; CASTRO, C. G. J. ; HEUKELBACH, J. . Hanseníase no município de Fortaleza, CE, Brasil: aspectos epidemiológicos e operacionais em menores de 15 anos no período de 1995 a 2006. Revista Brasileira de Enfermagem (Impresso) , v. 61, p. 694-700, 2008.

  • MATIDA, L. H. ; RAMOS JR., A. N. ; MARQUES, H. H. S. ; NEGRA, M. D. ; SUCCI, R. C. M. ; HEARST, N. G. ; Grupo Brasileiro de Estudo Sobrevida Criança com AIDS . Ampliação da sobrevivência de crianças com AIDS: uma resposta brasileira sustentável. Boletim Epidemiológico AIDS , v. 5, p. 34-34, 2008.

  • SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; CORREIA, D. ; ALMEIDA, E. A. ; RAMOS JR., A. N. ; GOMES, A. C. F. ; LEITE, R. M. ; CARVALHO, N. B. ; TUPINAMBÁS, U. ; PEDROSA, F. ; VIVALDINI, S. M. ; CASTRO, C. N. . Relatório Técnico de Reunião Satélite: Rede Nacional de Atenção e Pesquisa da Co-Infecção Vírus da Imunodeficiência Humana/ Trypanosoma cruzi. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 41, p. 175-177, 2008.

  • QUEIROZ, M. L. ; SANTOS, E. S. ; LIMA, M. L. ; BORGES, R. C. M. ; SOUZA, M. S. ; MAGALHÃES, M. C. C. ; RAMOS JR., A. N. . Hansen's disease spaces in Mato Grosso state, Brazil: relationships between migration, environment and health. Hansenologia Internationalis (Impresso) , v. 33, p. 59-59, 2008.

  • ARIZA, L. M. ; MELLO, M. G. S. ; RAMOS JR, A. N. ; LEGGAT, P. ; HEUKELBACH, J. . Survey of visitors to a National Park in the Savannah region of Northeast Brazil: practices, incidents and hazardous situations. Travel Medicine and Infectious Disease , London, v. 5, p. 1-6, 2007.

  • TAYRA, Â. ; MATIDA, L. H. ; SARACENI, V. ; PAZ, L. C. ; RAMOS JR, AN . Duas Décadas de Vigilância Epidemiológica da Sífilis Congênita no Brasil: A Propósito das Definições de Caso. DST. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis , v. 19, p. 111-119, 2007.

  • FILHA, C. R. ; ALENCAR, M. J. F. ; SANTANA, S. C. ; SENA NETO, S. A. ; RAMOS JR., A. N. . Fatores que influenciaram a inadequação do diagnóstico e do acompanhamento dos estados reacionais em hanseníase no Estado de Rondônia, Brasil. Hansenologia Internationalis (Impresso) , v. 32, p. 185-196, 2007.

  • MATIDA, L. H. ; RAMOS JR., A. N. ; MONCAU, J. E. C. ; MARCOPITO, L. F. ; MARQUES, H. H. S. ; SUCCI, R. C. M. ; NEGRA, M. D. ; HEARST, N. G. ; Grupo Brasileiro de Estudo Sobrevida Criança com AIDS . AIDS by mother-to-child transmission: survival analysis of cases followed from 1983 to 2002 in different regions of Brazil. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 23, p. S435-S444, 2007.

  • RAMOS JR., A. N. ; MATIDA, L. H. ; SARACENI, V. ; VERAS, M. A. S. M. ; PONTES, R. J. S. . Control of mother-to-child transmission of infectious diseases in Brazil: progress in HIV/AIDS and failure in congenital syphilis. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , v. 23, p. S370-S378, 2007.

  • GRUMACH, A. S. ; MATIDA, L. H. ; HEUKELBACH, J. ; COÊLHO, H. L. L. ; RAMOS JR., A. N. . A (Des)Informação Relativa à Aplicação da Penicilina na Rede do Sistema de Saúde do Brasil: o Caso da Sífilis. DST. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis , v. 19, p. 120-127, 2007.

  • TATTO, E. ; PADILHA, E. M. ; FERNANDES, S. B. ; RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; REIS-JUNIOR, A. G. ; DIAS, J. C. P. ; MELO, L. B. B. B. ; SANTOS, S. O. . Doença de Chagas aguda, aspectos epidemiologicos, diagnóstico e tratamento: Guia de consulta rápida para profissionais de saúde. Revista de Patologia Tropical (Impresso) , v. 36, p. Anexo, 2007.

  • RAMOS JR, A. N. ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; HINDERS, D. C. ; SCHREUDER, P. A. M. . Health systems research training as a tool for more effective Hansen's disease control programmes in Brazil. Leprosy Review , England, v. 77, n.2, p. 175-188, 2006.

  • LIMA, E. P. ; OLIVEIRA FILHO, A. M. ; LIMA, J. W. O. ; RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTI, L. P. G. ; PONTES, R. J. S. . Resistência do Aedes aegypti ao Temefós em Municípios do Estado do Ceará. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , Uberaba, v. 39, n.3, p. 259-263, 2006.

  • RAMOS JR., A. N. ; TATTO, E. ; ROCHA, A. ; SARTORI, A. M. ; CORREIA, D. ; GONTIJO, E. D. ; ALMEIDA, E. A. ; PEREIRA, G. F. M. ; SILVA, J. C. ; FIGUEIREDO, J. F. C. ; FERREIRA, M. S. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; PONTES, R. J. S. ; SANTOS, S. O. . Recomendações para diagnóstico, tratamento e acompanhamento da co-infecção Trypanosoma cruzi: vírus da imunodeficiência humana. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 39, p. 392-415, 2006.

  • OLIVEIRA, F. A. S. ; HEUKELBACH, J. ; MOURA, R. C. S. ; ARIZA, L. M. ; RAMOS JR., A. N. ; MELLO, M. G. S. . Grandes Represas e seu Impacto em Saúde Pública: I. Efeitos a Montante. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 14, p. 575-596, 2006.

  • CAVALCANTE, M. S. ; RAMOS JR, A. N. ; KERR, L. R. F. S. . Relacionamento de sistemas de informação em saúde: uma estratégia para otimizar a vigilância das gestantes infectadas pelo HIV. Epidemiologia e Serviços de Saúde , Brasília, v. 14, n.2, p. 127-133, 2005.

  • PAZ, L. C. ; PEREIRA, G. F. M. ; MATIDA, L. H. ; SARACENI, V. ; RAMOS JR, A. N. . Vigilância Epidemiológica da Sífilis Congênita no Brasil: Definição de Casos, 2004. Boletim Epidemiológico AIDS , Brasília, v. 1, n.Ano I, p. 12-17, 2005.

  • PAZ, L. C. ; PEREIRA, G. F. M. ; MEDEIROS, M. G. P. F. ; PINTO, V. M. ; MATIDA, L. H. ; SARACENI, V. ; RAMOS JR, A. N. . Nova Definição de Casos de Sífilis Congênita para Fins de Vigilância Epidemiológica no Brasil, 2004. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , Uberaba, v. 38, n.5, p. 446-447, 2005.

  • MELLO, M. G. S. ; ARIZA, L. M. ; RAMOS JR, A. N. . Atenção Primária em Saúde Ambiental: A Estratégia da Educação Ambiental na Formação de Professores Municipais no Estado do Piauí, Brasil. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , Rio de Janeiro, v. 13, n.3, p. 673-686, 2005.

  • ALCÂNTARA, C. C. S. ; FONSECA, F. G. C. ; ALBUQUERQUE, A. B. B. ; RAMOS JR, A. N. . Riscos Ocupacionais na Atenção Primária à Saúde: Susceptibilidade às Doenças Imunopreviníveis dos Profissionais que Atuam em uma Unidade Básica de Saúde de Fortaleza, Ceará - 2003. Revista de APS , Juiz de Fora, v. 8, n.2, p. 143-150, 2005.

  • RAMOS JR, A. N. . Resenha do livro: Epidemiologia, de Roberto de Andrade Medronho, Diana Maul de Carvalho, Kátia Vergetti Bloch, Ronir Raggio Luiz, Guilherme L. Werneck (Editores). São Paulo: Atheneu, 2002. 493 p.. Revista de APS , Juiz de Fora, v. 8, n.2, p. 220-221, 2005.

  • PAZ, L. C. ; PEREIRA, G. F. M. ; PINTO, V. M. ; MEDEIROS, M. G. P. F. ; MATIDA, L. H. ; SARACENI, V. ; RAMOS JR, A. N. . Nova Definição de Casos de Sífilis Congênita para Fins de Vigilância Epidemiológica no Brasil, 2004. DST. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis , Rio de Janeiro, v. 17, n.1, p. 79-80, 2005.

  • MS, SVS ROCHA, A. RAMOS JR, A. N. OSTERMAYER, A. L. MORENO, A. M. H. PRATA, A. SILVA, Â. M. RASSI, A. CARLOS, A. L. F. SILVEIRA, A. C. FERREIRA, A. G. P. RIBEIRO, A. L. P. TEXEIRA, A. FERREIRA, A. W. BOTELHO, C. A. O. CASTRO, C. N. BRITTO, C. F. P. C. LEDEBOUR, C. C. D. CORREIA, D. CAMPOS, D. E. MARQUES, D. S. O. CHIARI, E. BELO, E. D. MOREIRA, E. F. GONTIJO, E. D. , et al. SILVA, E. L. OLIVEIRA, Ê. C. TATTO, E. ALMEIDA, E. A. LUZ, F. C. O. ANDRADE, G. M. Q. SILVA, G. R. SILVA, J. C. DIAS, J. C. P. CARVALHO, J. L. S. REZENDE, J. M. PEREIRA, J. B. MELO, J. R. C. COURA, J. R. GALVÃO, L. C. ROCHA, M. O. C. FERREIRA, M. S. OBARA, M. T. FABBRO, M. D. SHIKANAI-YASUDA, M. A. GUARIENTO, M. E. GONÇALVEZ, N. FERNANDES, O. BRASIL, P. E. A. A. TORRES, R. M. VALENTE, S. A. S. XAVIER, S. S. SANTOS, S. M. E. ANDRADE, S. G. SANTOS, S. O. MENEGHELLI, U. G. MACEDO, V. O. OLIVEIRA JÚNIOR, W. A. GOMES, Y. M. ANDRADE, Z. A. ; Consenso Brasileiro em Doença de Chagas. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , Uberaba, v. 38, n.Supl. III, p. 7-29, 2005.

  • PAZ, L. C. ; PEREIRA, G. F. M. ; PINTO, V. M. ; PEREIRA, M. G. S. ; MATIDA, L. H. ; SARACENI, V. ; RAMOS JR, A. N. . Nova Definição de Casos de Sífilis Congênita para Fins de Vigilância Epidemiológica no Brasil, 2004. Revista Brasileira de Enfermagem , v. 58, p. 486-487, 2005.

  • CAMPOS, S. S. L. ; RAMOS JR., A. N. ; KERR, L. R. F. S. ; HEUKELBACH, J. . Epidemiologia da Hanseníase no Município de Sobral, Estado do Ceará-Brasil, no Período de 1997 a 2003. HANSENOLOGIA INTERNATIONALIS (IMPRESSO) , v. 30, p. 167-173, 2005.

  • RAMOS JR, A. N. . Inclusão da reativação da doença de Chagas como uma condição definidora de AIDS para fins de vigilância epidemiológica no Brasil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , Minas Gerais, v. 37, n.2, p. 192-193, 2004.

  • CAVALCANTE, M. S. ; RAMOS JR, A. N. ; LEITÃO, T. M. J. S. ; KERR, L. R. F. S. . Transmissão Vertical do HIV em Fortaleza: Revelando a Situação Epidemiológica em uma Capital do Nordeste. RBGO. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia , v. 26, n.2, p. 131-138, 2004.

  • RAMOS JR, A. N. ; MACEDO, H. W. ; RODRIGUES, M. C. ; MARQUES, M. C. ; ALVES, J. R. ; PAES, A. N. ; CASTRO, J. A. F. ; ARAÚJO, A. J. G. ; PERALTA, J. M. . Estudo Soroepidemiológico da Cisticercose Humana em um Município do Estado do Piauí, Região Nordeste do Brasil. Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ) , Rio de Janeiro, v. 20, n.6, p. 1545-1555, 2004.

  • FRAGATA, A. ; RAMOS JR, A. N. ; MORENO, A. M. H. ; CAMPOS, D. E. ; GONTIJO, E. D. ; ALMEIDA, E. A. ; PEREIRA, G. F. M. ; JANUZZI, J. H. ; IBRAHIM, K. V. ; SANTOS, S. O. ; OLIVEIRA JÚNIOR, W. A. . Centros de Referência para a Doença de Chagas e Prioridades de Pesquisas para a Investigação das Questões de Assistência ao Chagásico. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , Uberaba, v. 37, n.Supl III, p. 10-12, 2004.

  • ALVES, J. R. ; MACEDO, H. W. ; RAMOS JR, A. N. ; FERREIRA, L. F. ; GONÇALVES, M. L. C. ; ARAÚJO, A. J. G. . Parasitoses Intestinais em Região Semi-Árida do Nordeste do Brasil - Resultados Distintos de Prevalências Esperadas. Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ) , Rio de Janeiro, v. 19, n.2, p. 667-670, 2003.

  • GALLO, M. E. N. ; RAMOS JR, A. N. ; ALBUQUERQUE, E. C. A. ; NERY, J. A. C. ; SALES, A. M. . Alocação do Paciente Hanseniano na Poliquimioterapia: Correlação da Classificação Baseada no Número de Lesões Cutâneas com os Exames Baciloscópicos. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 78, n.4, p. 415-424, 2003.

  • RAMOS JR, A. N. ; CARVALHO, D. M. . Os Diferentes Significados da Certificação Conferida ao Brasil como Estando Livre da Doença de Chagas. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso) , Rio de Janeiro, v. 17, p. 1403-1412, 2001.

  • RAMOS JR, A. N. . Controle da Malária no Brasil. Jornal Brasileiro de Medicina , São Paulo, v. 80, n.5, p. 24-28, 2001.

  • RAMOS JR., A. N. ; CARVALHO, D. M. . Epidemiologia da Endemia Chagásica no Município de João Costa, Sudeste do Piauí, Brasil. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ) , v. 9, p. 82-83, 2001.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; GOMES, A. P. ; BERTOCCHI, A. P. F. ; RAMOS JR, A. N. ; COSTA, V. C. ; MAYA, T. C. . Doença renal na infecção pelo vírus da imunodeficiência humana. Jornal Brasileiro de Medicina , Rio de Janeiro, v. 81, p. 56-63, 2001.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; GOMES, A. P. ; RAMOS JR, A. N. ; ALMEIDA, M. P. S. ; GOUVÊA, E. F. ; GUIMARÃES, A. P. O. ; CERBINO NETO, J. ; FONSECA, M. S. ; GONÇALVES, M. L. C. ; TRUJILLO, W. F. C. . Malária - Parte 2 - Epidemiologia, Etiologia, Imunologia e Patogênese. Jornal Brasileiro de Medicina , Rio de Janeiro, v. 78, p. 52-75, 2000.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; BERTOCCHI, A. P. F. ; GOMES, A. P. ; RAMOS JR, A. N. ; COSTA, V. C. ; MAYA, T. C. . Nefropatia associada à infecção pelo vírus da imunodeficiência humana. RBM. Revista Brasileira de Medicina (Rio de Janeiro) , São Paulo, v. 57, p. 169-179, 2000.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; GOMES, A. P. ; IGREJA, R. P. ; RAMOS JR, A. N. ; FONSECA, M. S. ; CRAVO, V. S. ; TROPE, B. M. ; BASTO, S. T. . Neurossífilis em pacientes com SIDA. Ars Cvrandi , Rio de Janeiro, v. 33, p. 33-36, 2000.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; GOMES, A. P. ; RAMOS JR, A. N. ; ALMEIDA, M. P. S. ; GOUVÊA, E. F. ; GUIMARÃES, A. P. O. ; CERBINO NETO, J. ; FONSECA, M. S. ; GONÇALVES, M. L. C. ; TRUJILLO, W. F. C. . Malária - Parte 1 - Epidemiologia, Etiologia, Imunologia e Patogênese. Jornal Brasileiro de Medicina , Rio de Janeiro, v. 77, p. 30-37, 1999.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; ALMEIDA, M. P. S. ; RAMOS JR, A. N. ; FONSECA, M. S. ; VIEIRA, M. . Febre Amarela. RBM. Revista Brasileira de Medicina (Rio de Janeiro) , São Paulo, v. 56, n.4, p. 230-235, 1999.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; GOMES, A. P. ; RAMOS JR, A. N. ; TRUJILLO, W. F. C. . Epidemiología y control de la malaria. Una perspectiva brasilea. Revista Medica de Costa Rica y Centroamerica , San José, v. 547, n.1, p. 53-58, 1999.

  • ALMEIDA, M. P. S. ; FONSECA, M. S. ; SIQUEIRA-BATISTA, R. ; RAMOS JR, A. N. ; RIBEIRO, C. M. G. . Varicela. Jornal Brasileiro de Medicina , Rio de Janeiro, v. 74, n.4, p. 50-61, 1998.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; RAMOS JR, A. N. ; PESSANHA, B. S. ; ALMEIDA, M. P. S. ; POTCH, D. V. . Chloroquine and Cardiac Arrhythmia: Case Report. East African Medical Journal , África do Sul, v. 75, n.2, p. 117-119, 1998.

  • RAMOS JR, A. N. ; SIQUEIRA-BATISTA, R. . Impacto das doenças infecciosas no cenário internacional às portas do terceiro milênio. ABRAMET. Associação Brasileira de Medicina de Tráfego , São Paulo - Brasil, v. 22, p. 35-42, 1997.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; RAMOS JR, A. N. ; FARIA, E. C. ; FARINAZZO, R. J. M. ; HUGGINS, D. W. . Esquistossomose mansoni em sua forma crônica: aspectos clínicos. RBM. Revista Brasileira de Medicina (Rio de Janeiro) , São Paulo, v. 54, n.10, p. 835-839, 1997.

  • FARINAZZO, R. J. M. ; SIQUEIRA-BATISTA, R. ; LOPES, F. ; RAMOS JR, A. N. ; QUINTAS, L. E. M. ; CORRÊA, A. D. . Bases patológicas da esquistossomose mansoni. Arquivos Brasileiros de Medicina , Rio de Janeiro, v. 71, n.12, p. 107-110, 1997.

  • RAMOS JR, A. N. ; CARVALHO-NETTO, M. A. L. ; SIQUEIRA-BATISTA, R. . Dengue. Jornal Brasileiro de Medicina , Rio de Janeiro, v. 72, n.3, p. 53-64, 1997.

  • RAMOS JR, A. N. ; LOUREIRO, A. M. V. ; SIQUEIRA-BATISTA, R. ; CORRÊA, A. D. ; HUGGINS, D. W. ; QUINTAS, L. E. M. . Biologia dos triatomíneos. Arquivos Brasileiros de Medicina , Rio de Janeiro, v. 70, n.12, p. 623-625, 1996.

  • SIQUEIRA-BATISTA, R. ; RAMOS JR, A. N. . Biologia da infeção pelo vírus da imunodeficiência humana. Arquivos Brasileiros de Medicina , Rio de Janeiro, v. 70, n.11, p. 573-576, 1996.

  • RAMOS JR, A. N. ; QUINTAS, L. E. M. . Bases terapêuticas da quimioterapia na esquistossomose mansoni. Arquivos Brasileiros de Medicina , Rio de Janeiro, v. 70, n.11, p. 577-578, 1996.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista ad hoc de projetos de pesquisa submetidos aos editais n.os 003, 004, 005/2016-DP/PROPEG/UERN para o Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica nas modalidades PIBIC, PIBIC-EM e PIBITI da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - 2017/2018. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Membro do Comitê Gestor do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Hanseníase no Brasil. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Consultor para avaliação de projetos submetidos ao Edital N 006/2014-DP/PROPEG/UERN - Fluxo Contínuo para Institucionalização de Projetos. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Assessor-coordenador para Editoração e Publicação do Consenso Brasileiro de Doença de Chagas - Equipe Técnica de Vigilância da Donça de Chagas - Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis, Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde. 2013.

RAMOS JR, A. N. . Consultor para o Brazilian Swiss Joint Research Programme (BSJRP) - Joint Research Projects 2011-2012. 2011.

RAMOS JR., A. N. ; ALMEIDA, E. A. ; CARVALHO, N. B. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. . Colaborador para o Desenvolvimento e Debate do Curso Pré Congresso (XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) Abordagem Prática de Doenças Endêmicas em Pacientes com Aids. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Doenças Infecciosas e Parasitárias: Guia de Bolso, 8a edição. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Membro do grupo técnico assessor para elaboração do currículo integrado em vigilância epidemiológica de DST. 2009.

RAMOS JÚNIOR, A. N. ; MARQUES, D. O. R. ; CARMO, G, M. ; DIAS, J. C. P. ; VALENTE, S. A. S. ; SANTOS, S. O. ; GUTIERREZ, E. P. ; OSTERMAYER, A. L. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; ROQUE, A. L. R. ; OLIVEIRA, A. R. ; SILVEIRA, A. C. ; OLIVEIRA, D. C. A. N. ; COSTA, E. G. ; TATTO, E. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; SORO, M. J. V. ; SAMPAIO, P. B. ; SALAZAR, P. R. ; OLIVEIRA, S. M. ; SALVATELLA, R. ; ELKHOURY, M. ; FIGUEROA, R. . Doença de Chagas: Guia para Vigilância, Prevenção, Controle e Manejo Clínico da Doença de Chagas Aguda Transmitida por Alimentos. 2009.

RAMOS JR., A. N. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; GONTIJO, C. A. R. ; GALVÃO, C. ; WANDERLEY, D. M. V. ; MOREIRA, E. F. ; CAVALCANTE, K. R. L. J. ; OBARA, M. T. ; FLORES SOBRINHO, M. C. ; VALENTE, S. A. S. ; VIVALDINI, S. M. . Cadernos de Atenção Básica 22: Vigilância em Saúde: zoonoses - Doença de Chagas. 2009.

RAMOS JÚNIOR, AN . Consultor Ad-Hoc da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. 2008.

PONTES, R. J. S. ; NASCIMENTO, O. J. ; GURGEL, H. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, M. J. F. ; BARROSO, A. C. S. . Colaborador Técnico para Elaboração do Informe Epidemiológico: Hanseníase da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza. 2008.

RAMOS JR, A. N. ; TATTO, E. ; ROCHA, A. ; SARTORI, A. M. ; CORREIA, D. ; GONTIJO, E. D. ; ALMEIDA, E. A. ; PEREIRA, G. F. M. ; SILVA, J. C. ; FIGUEIREDO, J. F. C. ; FERREIRA, M. S. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; PONTES, R. J. S. ; SANTOS, S. O. ; LAMMERHIRT, C. B. ; BEZERRA, C. M. ; MORAIS, E. A. B. ; COSTA, E. G. ; CAMPOS, F. N. M. . Recomendações para Diagnóstico, Tratamento e Acompanhamento da Co-Infecção Trypanosoma cruzi - Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). 2007.

SPINDEL, R. ; KOZAK, A. N. ; COZAC, A. P. C. N. C. ; SIMÕES, B. J. ; PINTO, C. A. D. ; VIEIRA, E. C. ; CARVALHO, H. B. ; KUTNER, J. M. ; ADDAS-CARVALHO, M. ; FERNANDES, M. F. A. ; WEICHERT, M. A. ; NUKUI, Y. ; RAMOS JR, AN ; NOGUEIRA, C. M. . Hemovigilância: Manual Técnico de Hemovigilância - Investigação das Reações Imediatas e Tardias não Infecciosas. 2007.

RAMOS JR, AN ; OSTERMAYER, A. L. ; REIS-JUNIOR, A. G. ; TATTO, E. ; PADILHA, E. M. ; DIAS, J. C. P. ; MELO, L. B. B. B. ; SANTOS, S. O. . Doença de Chagas Aguda: Aspectos Epidemiológicos, Diagnóstico e Tratamento - Guia de Consulta Rápida para Profissionais de Saúde. 2007.

TATTO, E. ; PADILHA, E. M. ; FERNANDES, S. B. ; RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; REIS-JUNIOR, A. G. ; DIAS, J. C. P. ; MELO, L. B. B. B. ; SANTOS, S. O. . Doença de Chagas aguda, aspectos epidemiologicos, diagnóstico e tratamento: Guia de consulta rápida para profissionais de saúde. 2007.

RAMOS JR, A. N. . Consultor Ad-Hoc da Comissão Científica do 8 Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e 11 Congresso Mundial de Saúde Pública. 2006.

RAMOS JR, A. N. . Membro da Comissão Científica do 1 Congresso Cearense de Medicina de Família e Comunidade. 2006.

RAMOS JR, A. N. ; PONTES, R. J. S. ; MIRANDA, A. S. ; MONTENEGRO JÚNIOR, R. M. ; GONÇALVES, M. L. C. . Integrante do Núcleo de Pesquisas e Avaliação da Residência Médica da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza. 2006.

RAMOS JR, A. N. ; VASCONCELOS, A. L. R. ; FERREIRA, C. ; OLIVEIRA, E. C. ; PEREIRA, G. F. M. ; BRÍGIDO, H. A. ; PAZ, L. C. ; SILVA, M. G. ; OLIVEIRA JÚNIOR, S. A. ; PINTO, V. M. ; SOUTO, A. S. ; SSTAJNBOK, D. C. N. ; LIMA, G. ; SILVA, L. T. C. ; MATIDA, L. H. ; SAMPAIO, M. G. ; BAZZO, M. L. ; SUCCI, R. C. M. ; GUINSBURG, R. ; SARACENI, V. ; TAYRA, Â. ; BERNARDO, E. F. . Membro da Equipe de Elaboração do Manual Técnico: Sífilis Congênita - Diretrizes para o Controle. 2005.

RAMOS JR, A. N. ; BRITO, A. M. ; DHALIA, C. B. C. ; ALVIM, M. F. S. ; PEREIRA, G. F. M. ; PAZ, L. C. ; OLIVEIRA JÚNIOR, S. A. ; CAMINADA, S. ; PEDROSA, V. L. . Membro da Equipe Técnica de Elaboração do Documento Referencial da Assessoria na Área de Vigilância Epidemiológica das DST - infecção pelo HIV e AIDS. 2005.

RAMOS JR, A. N. ; BRITO, A. M. ; PEDROSA, V. L. . Monitor durante o Seminário de Padronização de Assessorias Técnicas na Área de Vigilância das Regiões Norte e Nordeste. 2005.

RAMOS JR, A. N. . Membro do Comitê Assessor de Epidemiologia do Programa Nacional de DST/AIDS e instrutor na Reunião Macrorregional Nordeste de Vigilância Epidemiológica do HIV/AIDS e Sífilis na Gestação e Sífilis Congênita. 2005.

RAMOS JR, A. N. ; ALVIM, M. F. S. . Membro Integrante da Equipe Técnica do Ministério da Saúde do Brasil (Programa Nacional de DST/AIDS) durante Visita da Missão ao Equador dentro das Ações de Cooperação Brasil/Equador na Área de Vigilância Epidemiológica das DST/HIV/AIDS. 2005.

RAMOS JR, A. N. ; RAMOS JR, A. N. CARDOSO, A. J. C. DHALIA, C. B. C. BARREIRA, D. AMARAL, E. PINTO, J. A. SANTOS, N. J. S. SUCCI, R. C. M. PAZ, L. C. CARVALHO, M. F. ALVIM, M. F. S. MEDEIROS, M. G. P. F. SANTANA, R. S. SILVA, A. E. O. M. BRITO, A. M. FERREIRA, J. LAURIA, L. M. MATIDA, L. H. VERAS, M. A. S. M. DOURADO, M. I. C. CAMINADA, S. CAPITANI, C. M. BUCHALA, C. M. GAIO, D. S. M. CARVALHO, D. M. , et al. SOUZA, E. S. LIMA, J. N. LEMOS, K. R. V. BOURROL, M. L. M. RAMOS FILHO, C. F. TUPINAMBÁS, U. ; Assessor do Comitê de Epidemiologia do Programa Nacional de DST/AIDS para Elaboração, Organização, Redação e Revisão do Manual: Critérios de Definição de Casos de AIDS em Adultos e Crianças. 2004.

RAMOS JR, A. N. ; ABIB, A. R. ; CARVALHO, M. F. ; FERNANDES, M. F. A. ; MACEDO, M. M. L. ; FERREIRA JR, O. C. ; OLIVEIRA, R. M. R. ; PROIETTI, A. B. F. C. ; PINTO, C. A. D. ; SILVA, C. J. M. ; PEREIRA, J. E. ; LARA, L. T. R. ; POLITE, M. B. C. ; REZENDE, M. A. M. . Membro da Equipe Técnica Responsável pela Elaboração do Manual Técnico para Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue. 2004.

RAMOS JR, A. N. . Membro do Comitê Assessor de Epidemiologia do Programa Nacional de DST/AIDS na Reunião Nacional de Vigilância Epidemiológica. 2004.

RAMOS JR, A. N. . Elaboração do Artigo Institucional: Nova Definição de Caso de aids em Adultos e Crianças - 2004 - para o Boletim Epidemiológico de aids do Ministério da Saúde. Ano XVII no 1 - 01 a 52 Semanas Epidemiológicas - Janeiro a Dezembro de 2003 - ISSN 1517-1159. 2004.

RAMOS JR, A. N. . Consultor Ad-Hoc da Comissão Científica do VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2003.

RAMOS JR, A. N. . Membro do Comitê Assessor de Epidemiologia do Programa Nacional de DST/AIDS na Reunião Nacional de Vigilância Epidemiológica. 2003.

CARDOSO, A. J. C. ; DHALIA, C. B. C. ; BARREIRA, D. ; MOHERDAUI, F. ; CARVALHO, M. F. ; SANTANA, R. S. ; RAMOS JR, A. N. ; SILVA, A. E. O. M. ; KERR, L. R. F. S. ; MATIDA, L. H. . Revisor Técnico do Documento: Vigilância do HIV no Brasil: Novas Diretrizes. 2002.

RAMOS JR, A. N. . Membro do Comitê Assessor de Epidemiologia da Coordenação Nacional de DST/AIDS na Reunião Nacional de Vigilância Epidemiológica. 2002.

RAMOS JR, A. N. . Consultor Ad-Hoc da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente do Estado de Pernambuco. 2002.

MARTINS JUNIOR, A. J. RAMOS JR., A. N. LEAO, A. C. OSTERMAYER, A. L. SEGURADO, A. A. C. ELKHOURY, A. N. S. M. SIQUEIRA, A. M. WANKE, B. SCHLEMPER JUNIOR, B. R. TEIXEIRA, C. G. COSTA, C. H. N. CARVALHO FILHO, E. M. FIGUEIRA, E. A. G. MACIEL, E. NAVECA, F. G. TELLES FILHO, F. Q. WERNECK, G. L. COELHO, I. C. B. COSTA, J. M. SHAW, J. J. LEITE, J. P. G. CRODA, J. H. R. LUZ, K. G. CAVALCANTI, L. P. G. MARTINS, L. C. , et al. FIGUEIREDO, L. T. BARRAL NETO, M. FERREIRA, M. S. HUEB, M. LACERDA, M. V. G. BOULOS, M. SHIKANAI-YASUDA, M. A. MARZOCHI, M. C. A. REIS, M. G. SILVA, P. A. TAUIL, P. L. TORRES, R. M. LUZ, S. L. B. BRANDAO FILHO, S. P. SANTOS, V. G. V. MONTEIRO, W. M. ; Membro da Comissão Científica do 56o Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - MedTrop 2020. 2020.

RAMOS JR., A. N. ; RAMOS JR., A. N. SATO, A. P. S. BOING, A. F. LIMA NETO, A. S. GOULART, B. N. G. KENDALL, B. C. ARAUJO, E. M. YOKOO, E. M. MARQUEZE, E. MARQUES, E. S. WEHRMEISTER, F. C. REZENDE, F. SILVA JUNIOR, G. B. MAIA, H. F. BARRÊTO, I. C. H. C. MORAES, J. C. CESAR, J. A. MAGNO, L. ARAUJO, L. F. GARCIA, L. P. KERR, L. R. F. S. GONCALVES, L. G. PORTO, M. M. A. OLIVEIRA, M. S. VERAS, M. A. S. M. , et al. VIANA, M. C. BRAGA, M. C. FONSECA, M. J. M. M. PERES, M. F. CORDEIRO, M. R. D. ALVES, M. T. S. S. B. E. CARVALHO, M. S. FURQUIM, M. BARROS, P. S. ROSSI, P. M. MOREIRA, R. S. LEVY, R. FERNANDES, R. C. P. MEDRONHO, R. A. MEUCCI, R. D. ALMEIDA, R. L. F. PEIXOTO, S. V. ARAUJO, T. M. MOREIRA, T. M. M. PANIZ, V. M. V. SANTANA, V. OLIVEIRA, W. K. ; Membro da Comissão Científica do 11o Congresso Brasileiro de Epidemiologia - EPI 2020. 2020.

SOARES, G. M. M. M. ; FERREIRA, A. F. ; PINHEIRO, A. B. M. ; SANTOS, M. A. M. ; MAGALHAES, R. C. L. ; SOUZA, E. A. ; RAMOS JR., A. N. . Boletim Epidemiológico Hanseníase 2020 - Secretaria de Saúde do Estado do Ceará. 2020.

RAMOS JR., A. N. . Presidente do Comitê de Enfrentamento à COVID-19 da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. 2020.

MACIEL, A. M. S. ; MATOS, T. L. ; OLIVEIRA, D. R. S. ; SILVA, M. C. ; FERREIRA, A. F. ; DELERINO, A. L. ; RAMOS JR., A. N. ; PIRES-NETO, R. J. . Boletim Epidemiológico - Doença pelo novo Coronavírus (COVID-19) Russas-Ceará. 2020.

RAMOS JR., A. N. . Coordenador da Área de Saúde Coletiva dentro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Universidade Federal do Ceará. 2019.

RAMOS JR., A. N. ; PIRES-NETO, R. J. ; FAÇANHA, M. C. ; CORREIA, L. L. . Membro da Comissão de Avaliação do Estágio Probatório Final Docente - Portaria 06/2019/DSC/FAMED/REITORIA. 2019.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista de projetos do Edital N 002/2019- GB/PROPEG/UERN - Fluxo Contínuo para Institucionalização de Projetos ? Edição 2018/2019 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. 2019.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC 2019/2020 - Edital 2019 da Universidade Federal do Ceará. 2019.

ROCHA, A. MELO, A. L. RAMOS JR., A. N. OSTERMAYER, A. L. GUARNERI, A. A. REIS, A. B. BARBOSA, A. P. JESUS, A. R. RABELLO, A. L. T. SIQUEIRA, A. M. TALVANI, A. MACEDO, A. M. SOUSA, A. S. JUNQUEIRA, A. C. V. COSTA, C. H. N. BONFIM, C. BARTHOLOMEU, D. BARBOSA, D. S. LEMOS, D. LEMOS, E. SILVA, E. L. SILVA, E. D. DUARTE, E. PEDROSO, E. R. P. BRAGA, E. M. , et al. COUTO, E. M. AMANCIO, F. F. PEREIRA, G. F. M. FONTES, G. ASSIS, G. F. M. WERNECK, G. L. PINTO, H. A. GERMANO, J. DIAS, J. C. P. GUERRA, J. A. O. LINDOSO, J. A. L. PERALTA, J. M. SILVA, J. R. M. E. MINEO, J. R. COURA, J. R. BARCANTE, J. M. P. SILVEIRA, J. A. G. ESTANISLAU, J. CRODA, J. H. R. VIZCAYCHIP, K. A. PEREIRA, L. S. DIOTAIUTI, L. G. BUENO, L. L. GALVAO, L. M. C. DINIZ, L. ANDRADE, L. O. MAGALHAES, L. M. D. CARVALHO, L. H. ROCHA, M. O. C. HUEB, M. MEDEROS, M. SANTOS, M. A. V. GOMES, M. A. SHIKANAI-YASUDA, M. A. HORTA, M. F. M. NUNES, M. C. P. BAHIA, M. T. LANA, M. SANTANNA, M. R. V. REIS, M. G. MARTINS-FILHO, O. A. BACELLAR, O. VINAS, P. A. VASCONCELOS, P. F. C. CALIGIORNE, R. B. NEVES, R. H. ALVES, R. V. CORREA, R. A. GONCALVES, R. CALDEIRA, ROBERTA LIMA PACHECO, R. TORRES, R. M. TEIXEIRA, R. ARAUJO, S. MIRANDA, S. S. MURTA, S. ANDRADE, S. L. BRANDAO FILHO, S. P. SANTOS, S. L. BRITO, S. M. F. GEIGER, S. M. CHAVES, T. S. S. MAGALHAES, T. V. B. FERRARI, T. C. A. TUPINAMBÁS, U. AUGUSTO, V. M. DUTRA, W. O. OLIVEIRA, W. K. MEIRA, W. S. F. SAVINO, W. MEDEIROS, Z. M. ; Membro da Comissão Científica do Medtrop-Parasito 2019. 2019.

RAMOS JR., A. N. ; CRUZ, A. M. ; OSTERMAYER, A. L. ; REIS, A. B. ; ELKHOURY, A. N. S. M. ; RABELLO, A. L. T. ; PINTO, A. Y. N. ; SOUSA, A. S. ; RIBEIRO, A. L. P. ; CORREA FILHO, D. ; CASTRO, D. B. ; DIAS, E. ; RANGEL, E. ; SILVA, I. T. B. Q. E. ; RODE, J. F. ; GUERRA, J. A. O. ; DIOTAIUTI, L. G. ; HUEB, M. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; CARNEIRO, MARIÂNGELA ; LUNARDI, R. ; NEVES, V. C. . Membro da Comissão Científica da Reunião de Pesquisa Aplicada ChagasLeish 2019. 2019.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista externo ad hoc - projetos de pesquisa submetidos aos editais 001, 002, 003/2018-PROPEG/UERN no Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica nas modalidades PIBIC, PIBITI e PIBI-EM da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. 2019.

RAMOS JR., A. N. . Avaliador Ad hoc de projetos de pesquisa no âmbito da Chamada FAPT/SES/TO-Decit/SCTIE/MS-CNPq/ n 01/2018 PPSUS. 2019.

NOVAES, A. ; RAMOS JR., A. N. ; RESENDE, B. ; FUKS, B. ; SOTO, C. ; DANOWSKI, D. ; DERDYK, E. ; SOUSA, E. L. A. ; DINIZ, E. ; O, E. ; CASTRO, E. V. ; TESSLER, E. ; HOLLANDA, H. B. ; CARDOSO JUNIOR, H. R. ; BRANCO, L. C. ; ORLANDI, L. ; MADUREIRA, M. ; BECHLER, R. ; GALLO, S. ; OLASCOAGA, S. ; DEBS, S. ; SAFATLE, V. . Membro do Conselho Lusófono do 17, Instituto de Estudios Críticos. 2019.

LIRA, M. L. A. ; TRAVASSOS, D. K. ; FERREIRA, A. F. ; CRUZ, R. R. L. ; PESSOA, J. R. L. ; SILVA, J. D. T. M. ; MORAIS, I. I. ; ANDRADE, E. S. N. ; RAMOS JR., A. N. ; ABATH, M. B. . Hanseníase no estado de Pernambuco: perspectivas de detecção, cura, abandono e incapacidade física no período de 2007 a 2017. 2019.

CARDOSO, A. V. ; RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; GALVÃO, C. ; WANDERLEY, D. M. V. ; MOREIRA, E. F. ; LIMA, M. M. ; OBARA, M. T. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; REIS, P. O. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; ALVES, R. V. ; VALENTE, S. A. S. ; NISHIOKA, S. A. ; VALENTE, VERA DA COSTA ; COSTA, V. M. . Doença de Chagas: Guia de Vigilância em Saúde (3a edição 2019 - volume único). 2019.

KRITSKI, A. L. RAMOS JR., A. N. CRUZ, A. M. OSTERMAYER, A. L. SEGURADO, A. A. C. ELKHOURY, A. N. S. M. RABELLO, A. L. T. SIQUEIRA, A. SOUSA, A. S. SCHUBACH, A. WANKE, B. SCHLEMPER JUNIOR, B. TEIXEIRA, C. G. COSTA, C. H. N. RIBEIRO, C. CARVALHO FILHO, E. M. CARMO, E. H. CUPOLILLO, E. TELLES FILHO, F. Q. WERNECK, G. L. ROMERO, G. A. S. COELHO, I. C. B. SHAW, J. J. DIAS, J. C. P. LEITE, J. P. G. , et al. COURA, J. R. CRODA, J. H. R. LUZ, K. G. CAVALCANTI, L. P. G. BARRAL NETO, M. FERREIRA, M. S. HUEB, M. BOULOS, M. LACERDA, M. V. SHIKANAI-YASUDA, M. A. LOPES, M. H. MARZOCHI, M. C. A. REIS, M. G. KATZ, N. PIMENTA, P. F. P. TAUIL, P. L. VASCONCELOS, P. F. C. CHIEFFI, P. P. BRAZIL, R. P. DIETZE, R. OLIVEIRA, R. C. JERONIMO, S. M. B. LUZ, S. L. B. CHAVES, T. S. S. SANTOS, V. G. V. TADEI, W. P. MONTEIRO, W. M. ; Membro da Comissão Científica Nacional do 54 Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. 2018.

ARAUJO, T. M. E. ; ARAUJO, O. D. ; RAMOS JR., A. N. ; CARDOSO, J. A. ; FERREIRA, A. F. ; MIRANDA, C. E. T. R. ; NERI, E. A. R. ; FARIAS, F. F. ; GARCIA, G. S. M. ; SENA, I. V. O. ; COSTA, J. M. ; VELOSO, R. M. D. ; MOREIRAS, F. S. ; SILVA JUNIOR, M. B. ; ALMEIDA, P. D. ; DOURADO, G. O. L. ; COSTA, T. T. ; FELINTO, D. A. ; SENA NETO, S. A. ; SOUSA, A. L. G. ; GUIMARAES, H. C. L. ; SOUSA, L. S. ; SOUSA, K. A. A. ; ALVES, E. S. . Boletim de vigilância em saúde no município de Floriano/PI: hanseníase 2016 - IntegraHans. 2018.

ARAUJO, T. M. E. ; ARAUJO, O. D. ; RAMOS JR., A. N. ; CARDOSO, J. A. ; SENA, I. V. O. ; ALMEIDA, P. D. ; FARIAS, F. F. ; GARCIA, G. S. M. ; FERREIRA, A. F. ; COSTA, T. T. ; LOPES, W. M. P. S. ; MACEDO, S. F. ; SILVA, G. V. ; NERI, E. A. R. ; SENA NETO, S. A. ; COSTA, J. M. ; GUIMARAES, H. C. L. ; SOUSA, L. S. ; SOUSA, K. A. A. ; ALVES, E. S. . Boletim de vigilância em saúde no município de Picos/PI: hanseníase 2016 - IntegraHans. 2018.

ARAUJO, T. M. E. ; ARAUJO, O. D. ; RAMOS JR., A. N. ; CARDOSO, J. A. ; ALMEIDA, P. D. ; SENA, I. V. O. ; BARROS, H. N. ; MIRANDA, C. E. T. R. ; COSTA, J. M. ; NERI, E. A. R. ; GARCIA, G. S. M. ; FERREIRA, A. F. ; FARIAS, F. F. ; COSTA, T. T. ; GUIMARAES, H. C. L. ; SOUSA, L. S. ; SOUSA, K. A. A. ; ALVES, E. S. . Boletim de vigilância em saúde no município de Parnaíba/PI: hanseníase 2016 - IntegraHans. 2018.

ARAUJO, T. M. E. ; ARAUJO, O. D. ; RAMOS JR., A. N. ; CARDOSO, J. A. ; ALMEIDA, P. D. ; SENA, I. V. O. ; MIRANDA, C. E. T. R. ; NERI, E. A. R. ; COSTA, J. M. ; LOPES, W. M. P. S. ; FERREIRA, A. F. ; FARIAS, F. F. ; GARCIA, G. S. M. ; COSTA, T. T. ; VELOSO, R. M. D. ; DOURADO, G. O. L. ; FELINTO, D. A. ; SENA NETO, S. A. ; MACEDO, S. F. ; SILVA, G. V. ; SOUSA, A. L. G. ; GUIMARAES, H. C. L. ; SOUSA, L. S. ; SOUSA, K. A. A. ; ALVES, E. S. . Boletim de vigilância em saúde do estado do Piauí: hanseníase 2016 - IntegraHans. 2018.

RAMOS JR., A. N. . Coordenador da Área de Saúde Coletiva dentro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Universidade Federal do Ceará. 2018.

DIAS, J. C. P. ; RAMOS JR., A. N. ; SOUSA, A. S. ; MEDIANO, M. F. F. ; ANDRADE, V. L. A. ; LIGOCKI, C. G. ; LEHMAN, L. F. . Membro do grupo elaborador do Chapter 5: Care in Chagas Disease (American trypanosomiasis). 2018.

RAMOS JR., A. N. . Consultor ad-hoc - Editais N 002, 003, 004/2017-PROPEG/UERN - Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica - PIBIC, PIBIC-EM e PIBITI da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte em parceria com o CNPq para a edição 2018/2019. 2018.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC 2018/2019 - Edital 2018 da Universidade Federal do Ceará. 2018.

RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; SOUSA, A. S. ; ZICKER, F. ; DIAS, J. C. P. ; NISHIOKA, S. A. ; SOSA-ESTANI, S. ; COSTA, V. M. . Revisor técnico-científico do relatório sobre Doença de Chagas - Estudos estratégicos para inovação e desenvolvimento tecnológico em diagnóstico e terapêutica de doenças negligenciadas. 2018.

RAMOS JR., A. N. ; RAMOS JR., A. N. VARGAS, A. DELACIO, A. S. FERREIRA, A. F. CASTRO, A. P. B. DANTAS, A. P. C. FILHA, C. R. GOMEZ, D. V. F. FREIRE, D. B. C. S. OLIVEIRA, E. R. MORELO, E. F. ANDRADE, E. S. N. ALMEIDA, E. C. LIMA JUNIOR, F. E. F. FERREIRA, I. P. S. MARCELINO, J. M. R. TOLEDO, J. P. BRANDAO, J. G. FIORILLO, K. S. DONATO, L. E. DOURADO, L. R. M. P. SILVA, L. A. LEVANTEZI, M. SOUSA-GOMES, M. L. ROCHA, M. C. N. , et al. LOPES, M. F. C. LIMA, M. M. MOURA, N. F. O. SILVA, R. A. ALVES, R. V. SENA NETO, S. A. NISHIOKA, S. A. ROCHA, S. M. PEREIRA, S. V. C. ESASHIKA, S. N. G. S. LIMA, T. F. P. MOTA, T. A. A. COSTA, V. M. OLIVEIRA, W. T. G. H. ; Capítulo 5: Doenças negligenciadas no Brasil: vulnerabilidade e desafios - Saúde Brasil 2017: uma análise da situação de saúde e os desafios para o alcance dos objetivos de desenvolvimento sustentável. 2018.

RAMOS JR., A. N. . Consultor ad-hoc - Edital N 006/2015-DPI/PROPEG/UERN - Fluxo Contínuo para Institucionalização de Projetos - DPI/PROPEG/UERN, que seleciona projetos de pesquisa para cadastro junto ao Comitê Institucional de Pesquisa e Inovação - Edição 2016/2017. 2017.

RAMOS JR., A. N. ; SOUSA, A. S. ; DIAS, J. C. P. ; ALMEIDA, E. A. ; OSTERMAYER, A. L. ; CORREA FILHO, D. ; BATISTA, C. ; MATOS, C. S. ; DIOTAIUTI, L. G. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; VINAS, P. A. ; ALVES, R. V. ; TORRES, R. M. ; OLIVEIRA JUNIOR, W. ; DUTRA, W. O. . Coordenador da Comissão Científica da XXXII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XX Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses - ChagasLeish2017. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão de Avaliação no Seminário Parcial de Acompanhamento dos projetos apoiados no âmbito do Edital FACEPE-FIOCRUZ 19/2015 (PROEP). 2017.

RAMOS JR., A. N. . Coordenador da Área de Saúde Coletiva dentro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Universidade Federal do Ceará. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Terceira Reunião da Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Quarta Reunião da Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC 2017/2018 - Edital 03/17 da Universidade Federal do Ceará. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comisssão Científica do 53° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Consultor ad-hoc - Edital N 003, 004, 005/2016-DPI/PROPEG/UERN - Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica nas modalidades PIBIC, PIBIC-EM e PIBITI da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte em parceria com o CNPq - Edição 2017/2018. 2017.

RAMOS JR., A. N. ; FILHA, C. R. . Membro do Comitê Gestor do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Hanseníase. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Consultor ad hoc - Editais N 003, 004, 005/2015-DPI/PROPEG/UERN - Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica (PIBIC, PIBICEM e PIBITI) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), em parceria com o CNPq para a edição 2016/2017. 2017.

RAMOS JR., A. N. ; LIMA, M. M. ; OSTERMAYER, A. L. ; SIRIANO, L. R. . Apoiador Técnico do Processo de Descentralização do Atendimento ao Portador da Doença de Chagas no Estado de Goiás. 2017.

RAMOS JR., A. N. . Coordenação e organização do capítulo 5 intitulado ?Doenças negligenciadas no Brasil: vulnerabilidade e desafios? no ?Saúde Brasil 2017: uma análise da situação de saúde e os desafios para o alcance dos objetivos de desenvolvimento sustentável? Brasília: Ministério da Saúde, 2018. 99-142 p.. 2017.

RAMOS JR., A. N. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; SOUSA, A. S. ; DIAS, J. C. P. ; OSTERMAYER, A. L. ; OLIVEIRA JUNIOR, W. . Membro do Comitê Elaborador do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas em Doença de Chagas. 2017.

CARDOSO, A. V. ; RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; GALVÃO, C. ; WANDERLEY, D. M. V. ; MOREIRA, E. F. ; LIMA, M. M. ; OBARA, M. T. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; REIS, P. O. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; ALVES, R. V. ; VALENTE, S. A. S. ; NISHIOKA, S. A. ; VALENTE, VERA DA COSTA ; COSTA, V. M. . Doença de Chagas: Guia de Vigilância em Saúde 2017 (1a edição - volume 3). 2017.

CARDOSO, A. V. ; RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; GALVÃO, C. ; WANDERLEY, D. M. V. ; MOREIRA, E. F. ; LIMA, M. M. ; OBARA, M. T. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; REIS, P. O. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; ALVES, R. V. ; VALENTE, S. A. S. ; NISHIOKA, S. A. ; VALENTE, V. C. ; COSTA, V. M. . Doença de Chagas: Guia de Vigilância em Saúde 2017 (2a edição - volume único). 2017.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Científica do 19th International Leprosy Congress (ILC2016) - Unfinished Business: stopping transmission, preventing disability, promoting inclusion. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad Hoc - Edital n. 006/2014-DP/PROPEG/UERN - Fluxo Contínuo para Institucionalização de Projetos. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista ad hoc de projetos de pesquisa - Editais nos 003, 004, 005/2015-DPI/PROPEG/UERN. 2016.

RAMOS JR., A. N. ; MOUTINHO, L. ; ALMEIDA, J. ; AZEVEDO, M. N. S. . Membro do Comitê de Avaliação do Prêmio Gilberto Velho de Tese 2015 - Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ - Ciências Sociais & Humanas. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-hoc - Edital 03/2016 - Demanda Espontânea (FAPDF). 2016.

RAMOS JR., A. N. ; CERTO, M. . Coordenador do 1 Encontro Brasileiro de Movimentos Sociais de Luta Contra Doenças Negligenciadas - 'Desafios, avanços, perspectivas e articulações dos movimentos sociais na defesa da vida, do SUS e da luta contra as doenças negligenciadas'. 2016.

RAMOS JR., A. N. ; SOUSA, A. S. ; ALMEIDA, E. A. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. . Coordenador da Reunião Técnica 'Rede Brasileira de Atenção e Estudos em Coinfecção Trypanosoma cruzi/HIV e outras condições de Imunossupressão' durante o 52 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL, realizado no período de 21 a 24 de agosto, no Centro Cultural e de Exposição Ruth Cardoso em Maceió/AL. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Banca do Concurso Fiocruz 2016 para o cargo de Pesquisador em Saúde Pública. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Coordenador da Área de Saúde Coletiva dentro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Universidade Federal do Ceará. 2016.

RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; PONTES, R. J. S. . Membro da Comissão de coordenação do processo seletivo do PPGSP-UFC. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC 2016/2017 - Edital 02/16 da Universidade Federal do Ceará. 2016.

RAMOS JR., A. N. ; TEIXEIRA, C. F. ; MOTA, E. L. A. ; KUBIAK, F. ; CARVALHOB, F. M. ; TOCANTINS, F. R. ; COSTA, M. C. N. ; MEDINA, M. G. ; FERNANDES, R. C. P. ; JESUS, W. L. A. ; MAIA, Z. P. G. . Membro do Conselho Temático da Revista Bahia: Análise & Dados. 2016.

CARDOSO, A. V. ; RAMOS JR., A. N. ; OSTERMAYER, A. L. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; GALVÃO, C. ; WANDERLEY, D. M. V. ; MOREIRA, E. F. ; LIMA, M. M. ; OBARA, M. T. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; REIS, P. O. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; ALVES, R. V. ; VALENTE, S. A. S. ; VALENTE, V. C. ; COSTA, V. M. . Doença de Chagas: Guia de Vigilância em Saúde 2016. 2016.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Organizadora do 51o Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. 2015.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Científica do 51 Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. 2015.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Avaliadora dos Trabalhos Científicos do 51 Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. 2015.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-hoc no Edital: Seleção pública de projetos de pesquisa científica, tecnológica e inovação - demanda espontânea - FAPDF. 2015.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - 2a rodada - EDITAL FAPESB 020/2013 - PROGRAMA PESQUISA PARA O SUS: GESTÃO COMPARTILHADA EM SAÚDE - PPSUS/BA. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista The Pediatric Infectious Disease Journal. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Plos One. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Brasileira de Epidemiologia. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista International Journal of Infectious Diseases. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. 2014.

RAMOS JR., A. N. ; COELHO FILHO, J. M. ; MONTENEGRO JÚNIOR, R. M. . Presidente da Comissão de Avaliação para reconhecimento do título de pós-graduação no exterior. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Organizadora do 50o Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. 2014.

RAMOS JR., A. N. ; LEITE, Á. J. M. ; PONTES, R. J. S. . Presidente da Comissao de Avaliação de Estagio Probatório na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Parecerista ad-hoc do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde - BIREME/OPAS/OMS. 2014.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Pan-Amazônica de Saúde. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Journal of HIV/AIDS - Research and Palliative Care. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Plos One. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - Segunda Rodada EDITAL FACEPE 13/2012 - PESQUISA PARA O SUS: GESTÃO COMPARTILHADA EM SAÚDE - PPSUS-REDE MS. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - CHAMADA FAMEMAT 002/3013 - PROGRAMA PESQUISA PARA O SUS: GESTÃO COMPARTILHADA EM SAÚDE - PPSUS-2013-MS. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - CHAMADA FUNDECT/DECIT-MS/CNPq/SES No 04/2013 - PPSUS-MS. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - EDITAL FAPESB 020/2013 - PROGRAMA PESQUISA PARA O SUS: GESTÃO COMPARTILHADA EM SAÚDE - PPSUS/BA. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - Edital FAPEPI/SESAPI/MS/CNPq No 003/2013 - PROGRAMA PESQUISA PARA O SUS: GESTÃO COMPARTILHADA EM SAÚDE - PPSUS/PI. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de projeto de pesquisa para o Departamento de Saúde Comunitária, Universidade Federal do Ceará. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer sobre pedido de transferência de aluno de doutorado a patir de programa internacional - Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva - Doutorado em Saúde Coletiva, Modalidade Associação Ampla de IES (UECE/UFC/UNIFOR). 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - Chamada de Projetos MS/CNPq/FAPITEC/SE/SES ? N 02/2013 - PPSUS Sergipe. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista The Pediatric Infectious Disease Journal. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos Saúde Coletiva. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista AIDS & Clinical Research. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista International Journal of Women's Health. 2013.

RAMOS JR., A. N. ; SHIKANAI-YASUDA, M. A. ; ALMEIDA, E. A. . Doença de Chagas: coinfecção Trypanossoma cruzi e HIV. 2013.

OLIVEIRA, M. L. W. ; TROPE, B. M. ; PEREIRA, G. F. M. ; RAMOS JR., A. N. . Hanseníase: Co-Infecção Mycobacterium leprae e HIV. 2013.

MONTEIRO, L. D. ; RAMOS JR, A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; SANTOS, S. O. ; PICOLI, J. O. A. ; GARCIA, H. F. ; MELO, T. C. C. . Boletim Epidemiológico de Hanseníase 2013 - Estado do Tocantins. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer do Projeto: Estudos clínico-epidemiológicos da hanseníase em área endêmica do nordeste brasileiro. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer do Projeto: Uso de redes sociais no estudo da transmissão da hanseníase. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad Hoc - Edital FAPEAM/SUSAM-SES-AM/MS/ CNPq. 001/2013-PPSUS. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad Hoc - Edital PPSUS/FAPEMA n 016/2013. 2013.

RAMOS JR., A. N. ; RAMOS JR., A. N. COSTA, A. R. SOSSAI, B. B. REMIGIO, F. BERNAL, H. RIBEIRO, J. E. ABREU, K. HAANWINCKEL, R. Z. HALLAL, R. DIAZ, R. S. KNOLL, R. K. BIANCO, R. TUPINAMBÁS, U. SANTOS, V. G. V. CAVALCANTI, V. SANTOS, A. L. G. SILVA, A. C. C. M. E. LIMA, A. L. L. M. MALBERGER, A. OLIVEIRA, A. C. P. TROPE, B. M. CARAMELLI, B. SCHIMTZ, C. W. RUMEL, D. MOLINA, E. M. O. , et al. ALMEIDA, E. A. KALLAS, E. G. NUNES, E. P. COSTA, F. D. AZEVEDO, F. R. ZAMBRINI, H. LINDOSO, J. A. L. BERMUDEZ, J. E. V. PINTO NETO, L. F. S. SHIKANAI-YASUDA, M. A. CORREA, M. C. J. M. OLIVEIRA, M. L. W. SILVEIRA, O. S. DIAS, P. L. FERREIRA, P. R. A. HAYDEN, R. L. MARTINEZ, R. TENORE, S. B. TANURI, A. LOMAR, A. V. KALICHMAN, A. O. GRINSZTEJN, B. G. J. DUROVNI, B. ROSENTHAL, C. RAMOS FILHO, C. F. ESTEVAM, D. L. ARRUDA, E. A. G. HAGSTROM, H. ANDRADE NETO, J. L. MADRUGA, J. V. R. LACERDA, M. C. R. MORAES, M. J. BARCELLOS, N. T. LEITE, O. H. M. KUCHEMBECKER, R. S. ; Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para manejo da infecção pelo HIV em adultos. 2013.

RAMOS JR., A. N. . Consultor Ad-Hoc - Chamada Pública FAPESC/MS-DECIT/CNPq/SES-SC 003/2012 ? PPSUS. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Científica do 6o Simpósio Brasileiro de Hansenologia - Sociedade Brasileira de Hansenologia. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Pan-Amazônica de Saúde. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista AIDS Care. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista HIV/AIDS - Research and Palliative Care. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Plos One. 2012.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Pan-Amazônica de Saúde. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos Saúde Coletiva. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Journal of Infection in Developing Countries. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Journal of Pediatric Infectious Diseases. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista RECIIS: Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde. 2011.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Epidemiologia e Serviços de Saúde (SVS/MS). 2011.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão Científica do XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical de 2010 - Mudanças Ambientais e as Doenças Tropicais: Desafios do Milênio. 2010.

MATIDA, L. H. ; RAMOS JR., A. N. ; DOMINGUES, C. S. B. ; HANADA, H. ; SILVA, M. H. . Relatório do Projeto de Pesquisa: Avaliação da Transmissão Vertical do HIV no Estado de São Paulo, Brasil. 2010.

RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; SOUZA, E. A. . Boletim Epidemiológico de DST/AIDS e Hepatites Virais de Vitória da Conquista - AIDS em Adultos e Crianças. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Pan-Amazônica de Saúde. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista de Psicologia da IMED. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos Saúde Coletiva. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Journal of Infection in Developing Countries. 2010.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Arquivos de Ciências da Saúde (FAMERP). 2010.

RAMOS JR., A. N. . Membro da Comissão de avaliação de trabalhos científicos do 10o Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade. 2009.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Epidemiologia e Serviços de Saúde (SVS/MS). 2009.

RAMOS JR., A. N. ; JANSEN-FRANKEN, A. M. ; PINTO, A. Y. N. ; GONTIJO, C. A. R. ; GALVÃO, C. ; WANDERLEY, D. M. V. ; MOREIRA, E. F. ; MARTINS, E. C. ; CAVALCANTE, K. R. L. J. ; OBARA, M. T. ; FLORES SOBRINHO, M. C. ; ALVES, R. V. ; VALENTE, S. A. S. ; VIVALDINI, S. M. ; SANTOS, S. O. ; SILVA, V. L. C. . Doença de Chagas: Guia de Vigilância Epidemiológica (Caderno 10). 2009.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2008.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a Revista Brasileira de Enfermagem. 2008.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2007.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Indian Journal of Medical Microbiology. 2007.

RAMOS JR, A. N. ; MATIDA, L. H. . Assistente de Coordenação de Pesquisa do Estudo Nacional de Sobrevida de Crianças com AIDS no Brasil - 1999 a 2003. 2006.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Cadernos de Saúde Pública. 2006.

RAMOS JR, A. N. . Elaboração do Artigo Institucional: Perspectiva Histórica das Definições de Caso de aids no Brasil Vigentes até 2003 - para o Boletim Epidemiológico de aids do Ministério da Saúde. Ano XVII no 1 - 01 a 52 Semanas Epidemiológicas - Janeiro a Dezembro de 2003 - ISSN 1517-1159. 2004.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Hansenologia Internationalis. 2004.

RAMOS JR, A. N. . Coordenador do Projeto Global de Iniciação à Docência do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará. 2003.

PONTES, R. J. S. ; RAMOS JR, A. N. . Análise do Plano Estadual de Saúde do Ceará. 2003.

RAMOS JR., A. N. ; LAVOR, M. C. ; MAIA, J. N. ; COELHO, G. B. A. ; CORDEIRO NETO, F. ; LIMA, M. C. G. ; NOGUEIRA, C. ; VIEIRA, V. P. M. ; FEIJAO, A. M. M. ; COSTA, M. N. A. ; MOTA, M. R. T. . Membro da Comissao Estadual de Análise e Acompanhamento do PROFORMAR - "Programa de Formacao de Agentes Locais de Vigilancia Sanitaria em Saude". 2003.

RAMOS JR., A. N. . Emissão de parecer de artigo para a revista Hansenologia Internationalis. 2003.

RAMOS JR, A. N. ; ROSA, J. L. F. ; FERREIRA, J. B. ; ABREU, E. S. ; MODESTO, C. ; MOUTINHO, M. E. H. ; SOUZA, B. P. ; MACEDO, H. L. S. ; MAGALHÃES, A. C. G. ; ISSA, L. ; SILVA, J. V. B. ; PINTO, L. P. . Integrante do Grupo de Trabalho para Inspeção dos Contratos de Permissão de Uso do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 1997.

RAMOS JR., A. N. ; SILVA, F. B. S. N. ; PEREIRA, C. A. ; ARAUJO-JORGE, T. C. . Como combater as doenças tropicais - Programa de debates: Tema Livre da Rádio Nacional do Rio de Janeiro (EBC). 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

RAMOS JR., A. N. . Debates do Povo sobre: Conexões Médicos Sem Fronteiras (Ao Vivo) - Rádio O POVO CBN. 2016.

COSTA, C. H. N. ; RAMOS JR., A. N. ; WERNECK, G. L. ; SIQUEIRA, A. ; REIS, M. G. ; QUADROS, D. . Newsletters of the Brazilian Society of Tropical Medicine - 2020. 2020. (Editoração/Outra).

RAMOS JR., A. N. ; FERREIRA, A. F. ; BERTONCINI, B. V. ; BARREIRA FILHO, E. B. ; OLIVEIRA NETO, F. M. ; SOUSA, G. S. ; SANTOS, J. O. ; OLIVEIRA, J. L. A. ; BRAGA, J. U. ; CASTRO NETO, M. M. ; FREIRE, R. M. C. ; CASTELO, V. T. F. ; LACERDA, V. M. . Relatório Técnico: Propensão à epidemia grave de COVID-19 da população residente em bairros do Município de Fortaleza. 2020. (Relatório de pesquisa).

PINTO, M. S. A. P. ; OLIVEIRA, H. X. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JR., A. N. . Guia de Aplicação da Escala de Empoderamento. 2019. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Guia prático).

OLIVEIRA, H. X. ; PINTO, M. S. A. P. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. . Guia Prático para Aplicação de Escalas de Estigma. 2019. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Guia prático).

COSTA, C. H. N. ; RAMOS JR., A. N. ; WERNECK, G. L. ; SIQUEIRA, A. ; REIS, M. G. ; QUADROS, D. . Newsletters of the Brazilian Society of Tropical Medicine - 2019. 2019. (Editoração/Outra).

RAMOS JR., A. N. ; BEZERRA, S. M. G. . Oficina de produção científica do Centro de Ciências de Saúde da Universidade Estadual do Piauí. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. . Cenário da produção do conhecimento em Saúde pública: desafios e perspectivas. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

RAMOS JR., A. N. ; BRAGA, J. U. ; FERREIRA, A. F. ; CASTRO, D. B. . Coordenador do Curso Técnicas de Análise Espacial Aplicadas à Investigação de Surtos - Ceará - 2018. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, C. H. N. ; RAMOS JR., A. N. ; WERNECK, G. L. ; SIQUEIRA, A. ; REIS, M. G. ; QUADROS, D. . Newsletters of the Brazilian Society of Tropical Medicine - 2018. 2018. (Editoração/Outra).

OLIVEIRA, L. R. ; CAVALCANTE, L. E. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; SANTOS, A. S. O. ; COUTINHO, G. F. ; COUTINHO, A. J. F. ; SILVA, E. S. ; OLIVEIRA, M. L. G. ; FERREIRA, M. M. V. ; GOMES, P. ; CAVALCANTE, L. D. P. ; WENCESLAU, L. E. F. ; ARAUJO, W. N. B. ; SILVA, M. G. C. . Estudar e aprender metodologia cientifica (Parte II). 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Acervo de Recursos Educacionais em Saúde).

OLIVEIRA, L. R. ; CAVALCANTE, L. E. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; COUTINHO, G. F. ; SANTOS, A. S. O. ; COUTINHO, A. J. F. ; GOMES, P. ; FERREIRA, M. M. V. ; SILVA, E. S. ; OLIVEIRA, M. L. G. ; TAVARES, D. R. ; CAVALCANTE, L. D. P. ; WENCESLAU, L. E. F. ; ARAUJO, W. N. B. ; SILVA, M. G. C. . Etapas de Pesquisas. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Acervo de Recursos Educacionais em Saúde).

OLIVEIRA, L. R. ; CAVALCANTE, L. E. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; SANTOS, A. S. O. ; COUTINHO, G. F. ; COUTINHO, A. J. F. ; SILVA, E. S. ; OLIVEIRA, M. L. G. ; FERREIRA, M. M. V. ; GOMES, P. ; TAVARES, D. R. ; CAVALCANTE, L. D. P. ; WENCESLAU, L. E. F. ; ARAUJO, W. N. B. ; SILVA, M. G. C. . Origens do pensamento cientifico, ciência e comunicação. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Acervo de Recursos Educacionais em Saúde).

OLIVEIRA, L. R. ; CAVALCANTE, L. E. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; SANTOS, A. S. O. ; COUTINHO, G. F. ; COUTINHO, A. J. F. ; SILVA, E. S. ; GOMES, P. ; FERREIRA, M. M. V. ; OLIVEIRA, M. L. G. ; TAVARES, D. R. ; CAVALCANTE, L. D. P. ; WENCESLAU, L. E. F. ; SILVA, M. G. C. ; ARAUJO, W. N. B. . Procedimentos Metodológicos da Investigação. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Acervo de Recursos Educacionais em Saúde).

OLIVEIRA, L. R. ; CAVALCANTE, L. E. ; RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; SANTOS, A. S. O. ; COUTINHO, G. F. ; COUTINHO, A. J. F. ; SILVA, E. S. ; OLIVEIRA, M. L. G. ; FERREIRA, M. M. V. ; GOMES, P. ; TAVARES, D. R. ; CAVALCANTE, L. D. P. ; WENCESLAU, L. E. F. ; ARAUJO, W. N. B. ; SILVA, M. G. C. . Desenvolvimento de Propostas de Pesquisas. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Acervo de Recursos Educacionais em Saúde).

COSTA, C. H. N. ; RAMOS JR., A. N. ; WERNECK, G. L. ; SIQUEIRA, A. ; REIS, M. G. ; QUADROS, D. . Newsletters of the Brazilian Society of Tropical Medicine - 2017. 2017. (Editoração/Outra).

RAMOS JR., A. N. ; ARAUJO, T. M. E. . Oficina de elaboração e desenvolvimento de projetos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

COSTA, C. H. N. ; RAMOS JR., A. N. ; WERNECK, G. L. ; SIQUEIRA, A. ; REIS, M. G. ; QUADROS, D. . Newsletters of the Brazilian Society of Tropical Medicine - 2016. 2016. (Editoração/Outra).

COSTA, C. H. N. ; RAMOS JR., A. N. ; WERNECK, G. L. ; SIQUEIRA, A. ; REIS, M. G. . Newsletters of the Brazilian Society of Tropical Medicine - 2015. 2015. (Editoração/Outra).

RAMOS JR., A. N. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa Intermediária 2. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa Intermediária 1. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. . II Oficina Municipal de Investigações em Sistemas de Serviços de Saúde do Município de Vitória da Conquista - Bahia - Etapa de Elaboração do Protocolo de Pesquisa. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, C. H. M. ; ALENCAR, O. M. ; PEREIRA, T. M. ; VASCONCELOS, S. M. . Oficina para a Formação de Recursos Humanos em Pesquisa Operacional - Hanseníase. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. ; BARBOSA, J. C. ; RAPOSO, M. T. ; ALENCAR, O. M. ; VASCONCELOS, S. M. ; PEREIRA, T. M. . I Oficina Estadual de Pesquisa Operacional em Hanseníase (Investigação em Sistemas de Saúde) do Tocantins - Etapa II: Análise de Dados e Elaboração do Relatório Final. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. ; ALENCAR, C. H. M. . Curso Pré-Congresso (I Congresso Baiano de DST/AIDS e Hepatites Virais): Manejo de Dados Epidemiológicos no Controle das DST/AIDS e Hepatites Virais. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, AN ; HEUKELBACH, J. ; BARBOSA, J. C. ; MBOFANA, F. . I Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Lepra de Moçambique - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração de Relatório. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR., A. N. . Práticas Clínicas em Saúde da Família - Módulo Saúde do Adulto e Idoso - Tema: Doenças Prevalentes no Adulto e no Idoso - Panorama Geral. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

RAMOS JR., A. N. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, M. J. F. ; ALENCAR, C. H. M. ; RAPOSO, M. T. ; SAMPAIO, P. P. ; ARIZA, L. M. ; ALENCAR, O. M. ; MAGALHÃES, M. C. C. . V Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração de Relatórios. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, AN ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. ; ALENCAR, M. J. F. ; ALENCAR, C. H. M. ; ARIZA, L. M. ; ALENCAR, O. M. ; RAPOSO, M. T. . I Oficina Estadual de Pesquisa Operacional em Hanseníase (Investigação em Sistemas de Saúde) do Tocantins - Etapa I: Desenvolvimento do Protocolo de Pesquisa. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MALCHER, J. J. S. ; PINHEIRO, M. T. ; DANIN, I. I. S. ; ALENCAR, C. H. M. ; ROCHA, M. N. A. ; PINHEIRO, B. V. ; MAGALHÃES, M. C. C. ; RAMOS JR., A. N. . Relatório de Pesquisa: Hanseníase no Pará: fatores que interferem na manutenção dos elevados coeficientes de detecção. 2009. (Relatório de pesquisa).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; HINDERS, D. C. ; BARBOSA, J. C. ; MELLO, M. G. S. ; ALENCAR, M. J. F. ; MAGALHÃES, M. C. C. . IV Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração de Relatórios. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; BARBOSA, J. C. ; ALENCAR, M. J. F. ; HINDERS, D. C. ; MAGALHÃES, M. C. C. ; SAMPAIO, P. P. . V Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN . I Oficina Municipal de Investigações em Serviços de Saúde - Pesquisas Operacionais - em DST/HIV/AIDS de Vitória da Conquista. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, AN ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. ; SAMPAIO, P. P. ; MELLO, M. G. S. ; SILVA, S. C. A. ; SCHREUDER, P. A. M. ; HINDERS, D. C. . Relatório Técnico da Avaliação da Experiência Brasileira em Parceria com Organizações da Federação Internacional de Associações contra a Hanseníase [ILEP] após 7 anos de Desenvolvimento da Estratégia [2001-2007]. 2008. (Relatório de pesquisa).

MATIDA, L. H. ; RAMOS JR, AN ; SAUDO, A. ; HEUKELBACH, J. ; HEARST, N. G. ; ALVES, M. C. G. P. . Relatório Técnico do Estudo Nacional de Sobrevivência em Crianças (Menores de 13 Anos de Idade) com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida - 1999 a 2002. 2008. (Relatório de pesquisa).

RAMOS JR., A. N. ; BOSI, M. L. M. ; PONTES, R. J. S. . Relatório final do componente Avaliação e Monitoramento da atenção básica no estado do Ceará. 2008. (Relatório de pesquisa).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; MBOFANA, F. . I Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Lepra de Moçambique - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; BARBOSA, J. C. . IV Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; SILVA, B. F. ; DHALIA, C. B. C. ; OLIVEIRA, E. C. ; ARAÚJO, E. C. ; BERNARDO, E. F. ; PEREIRA, G. F. M. ; BRÍGIDO, H. A. ; ARHENS, H. ; PAZ, L. C. ; MATIDA, L. H. ; ALVIM, M. F. S. ; OLIVEIRA JÚNIOR, S. A. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica - Sífilis Congênita, Sífilis em Gestantes, Infecção pelo HIV em Gestantes e Crianças Expostas. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Desenvolvimento de Material Didático).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; BARBOSA, J. C. ; KERR, L. R. F. S. . III Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração do Relatório. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; PONTES, R. J. S. ; BOSI, M. L. M. ; VASCONCELOS, S. M. . Relatório Técnico da Avaliação dos Programas de Treinamento em Serviço da Cooperação entre Centers for Disease Control and Prevention - USA e a Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde, Brasil. 2006. (Relatório de pesquisa).

RAMOS JR, A. N. ; AMARAL, P. M. ; ZENERE, W. R. A. . I Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV/AIDS do Estado de Santa Catarina. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; BARREIRA, D. ; DOURADO, M. I. C. ; AMARAL, P. M. ; MATTOS, E. F ; SILVA, I. B. . II Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV/AIDS do Estado de Santa Catarina. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; MATTOS, E. F . I Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV/AIDS do Estado do Rio Grande do Sul. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

RAMOS JÚNIOR, AN ; BARBOSA, J. C. ; HEUKELBACH, J. ; KERR, L. R. F. S. ; MELLO, M. G. S. . III Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; BARBOSA, J. C. ; MELLO, M. G. S. ; KERR, L. R. F. S. . II Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistemas de Saúde - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração do Relatório. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; BARBOSA, J. C. ; MELLO, M. G. S. . I Oficina Estadual de Pesquisas Opercionais em Hanseníase - Estado de Rondônia - Investigações em Sistemas de Sáude - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração do Relatório. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; PAZ, L. C. ; PEREIRA, G. F. M. ; ALVIM, M. F. S. ; BRITO, A. M. ; SILVA, A. E. O. M. ; MATIDA, L. H. ; SANTANA, R. S. ; CAMINADA, S. ; ARAÚJO, L. M. ; LAURIA, L. M. ; SARACENI, V. ; BRÍGIDO, H. A. ; VASCONCELOS, A. L. R. ; TAYRA, Â. ; CYRINO, J. N. C. B. ; AIKAWA, M. A. C. ; AMARAL, P. M. . Membro da Equipe Técnica de Elaboração e Validação do Manual de Vigilância Epidemiológica Sífilis Congênita e Sífilis em Gestantes & Infecção pelo HIV em Gestantes e Crianças Expostas - Curso Básico de Vigilância Epidemiológica de Sífilis Congênita e Sífilis em Gestantes & Infecção pelo HIV em Gestantes e Crianças Expostas. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Validação de Material Formativo do Programa Nacional de DST/AIDS).

RAMOS JR, A. N. ; DHALIA, C. B. C. ; SILVA, A. E. O. M. ; SILVA, G. A. ; BRÍGIDO, H. A. ; PAZ, L. C. ; SILVA, L. P. ; CARVALHO, M. F. ; VENTURA, M. V. M. ; CRUZ, M. M. ; SANTANA, R. S. . Membro da Equipe Técnica de Revisão do Manual do Curso Básico de Vigilância Epidemiológica do HIV/AIDS do Programa Nacional de DST/AIDS - Ministério da Saúde (2a edição). 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Revisão Técnica do Manual do Curso Básico de Vigilância Epidemiológica do HIV/AIDS).

RAMOS JR, A. N. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV/AIDS do Estado do Espírito Santo. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . I Curso Básico de Vigilância Epidemiológica (CBVE/AIDS) do Estado do Rio Grande do Norte - Regional de Caicó. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . I Curso de Atualização em Medicina de Família e Comunidade da Sociedade Cearense de Medicina de Família e de Comunidade. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; HEUKELBACH, J. ; MELLO, M. G. S. ; BARBOSA, J. C. ; KERR, L. R. F. S. . II Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistema de Saúde - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; ABIB, A. R. ; BRANCO, C. A. C. ; SILVA, G. A. ; CARVALHO, M. F. ; FERNANDES, M. F. A. ; MACEDO, M. M. L. . Membro da Equipe Técnica Responsável pela Elaboração do Caderno Pedagógico da Capacitação para Investigação da Transmissão de Doenças pelo Sangue. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Desenvolvimento de Manual Técnico em Hemovigilância no Brasil).

MELLO, M. G. S. ; RAMOS JR, A. N. . Educação Sanitária e Saúde de Viajantes Instituto ECOBRASIL, Programa MPE, 2004. 58p. : il ; 21 cm. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Desenvolvimento de Material Didático).

RAMOS JR, A. N. ; ARAÚJO, L. M. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica em DST/HIV/aids e Sífilis Congênita do Estado do Piauí. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Treinamento para Supervisores e Entrevistadores da Pesquisa com Profissionais do Sexo no Ceará, 2003 (Projeto Parceiros(as) da Vida). 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV e da AIDS do Município de Natal. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; KERR, L. R. F. S. ; PONTES, R. J. S. ; BARBOSA, J. C. . Coordenador do Curso Pré-Congresso (VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva) - Epidemiologia e Vigilância em Saúde. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; MELLO, M. G. S. . I Oficina Estadual de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Estado de Rondônia - Investigações em Sistemas de Saúde - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; PONTES, R. J. S. ; MACHADO, M. M. T. ; NOGUEIRA, M. B. . Relatório Técnico da Avaliação dos Programas de Treinamento em Serviço da Cooperação entre Centers forDisease Control and Prevention - USA e a Fundação Nacional da Saúde, Ministério da Saúde , Brasil. 2003. (Relatório de pesquisa).

RAMOS JR, A. N. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica do HIV/aids do Município do Rio de Janeiro. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTE, M. S. ; TAVARES, C. M. . Curso de Vigilância Epidemiológica do HIV/aids do Município de Fortaleza, Ceará. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTE, M. S. ; TAVARES, C. M. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica em DSTs/AIDS do Estado do Ceará. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTE, M. S. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica em DSTs/AIDS do Município de Juazeiro do Norte, Ceará. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTE, M. S. ; TAVARES, C. M. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica em DSTs/AIDS do Estado do Ceará. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTE, M. S. ; TAVARES, C. M. . Curso de Vigilância Epidemiológica do HIV/aids do Estado do Ceará. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Treinamento para Supervisores e Entrevistadores do Estudo sobre Conhecimento, Práticas Sexuais e Prevalência de HIV e Sífilis entre HSH no Ceará - 2002. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; TURA, L. F. R. T. ; COSTA, A. J. L. ; ARRUDA, A. ; BLOCH, K. V. . I Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigações em Sistemas de Saúde - Etapa 2: Análise de Dados e Elaboração do Relatório. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; CAVALCANTE, M. S. ; TAVARES, C. M. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica em DSTs/AIDS do Estado do Ceará. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; ARAÚJO, L. M. . Curso de Capacitação em Vigilância Epidemiológica do HIV/aids do Estado do Piauí. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; MELLO, M. G. S. . Curso de Capacitação em Melhores Práticas para o Ecoturismo (Programa MPE). 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Treinamento Nacional em Vigilância Epidemiológica do HIV/aids. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JÚNIOR, AN ; BLOCH, K. V. ; WERNECK, G. L. ; MELLO, M. G. S. . I Oficina Nacional de Pesquisas Operacionais em Hanseníase - Investigação em Sistema de Saúde - Etapa 1: Desenvolvimento do Protocolo e do Trabalho de Campo. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Membro da Equipe Técnica de Validação do Manual de Vigilância Epidemiológica do HIV/aids - Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Infecção pelo HIV e da AIDS. 2001. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual Técnico).

RAMOS JR, A. N. . III Treinamento em Vigilância do HIV/AIDS do Município do Rio de Janeiro. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Treinamento em Epidemiologia de DST/AIDS do Estado do Rio de Janeiro. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . II Treinamento em Vigilância do HIV/AIDS do Município do Rio de Janeiro. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . I Treinamento em Vigilância da Infecção pelo HIV/AIDS do Município do Rio de Janeiro. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; GONÇALVES, M. L. C. ; CHAVES, S. S. ; BRITO, E. . Curso de Formação de Professores Ticuna do Alto Solimões (Etapa I). 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; GONÇALVES, M. L. C. ; SIQUEIRA-BATISTA, R. ; ALMEIDA, M. M. . Curso de Formação de Professores Ticuna do Alto Solimões (Etapa II). 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. ; NOGUEIRA, S. A. . Curso de Atualização em HIV/AIDS do Município de Leopoldina, Minas Gerais. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Curso de Doenças Sexualmente Transmissíveis da Academia Nacional de Medicina. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

RAMOS JR, A. N. . Curso de Pós Graduação Médica, em nível de Especialização em Tocoginecologia - Universidade Gama Filho. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

RAMOS JR, A. N. ; GONÇALVES, M. L. C. ; CHAVES, S. S. ; ALMEIDA, M. M. ; BRITO, E. ; GRUBER, J. G. ; ATAÍDE, G. N. ; CONCEIÇÃO, F. ; ANACLETO, H. ; ANTÔNIO, P. ; GUILHERME, O. Â. ; GARCIA, F. M. . Assessor para Elaboração do Guia de Saúde: Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS. 1998. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Elaboração de Material Didático para Populações Indígenas).

RAMOS JR, A. N. . Treinamento em Assistência Integrada no Pré-Natal de Gestantes Infectadas pelo HIV (Transmissão Materno-Infantil) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 1997. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Epidemiologia, vigilância e controle de hanseníase e doença de Chagas no nordeste do Brasil - IntegraDTN-Nordeste, Descrição: Introdução: Os desafios para o alcance do controle de doenças tropicais negligenciadas (DTN) têm sido amplamente debatidos em agendas internacionais e nacionais. Para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (2015-2030), um elemento crítico e básico para este grupo de doenças tem sido reconhecer as pessoas acometidas e aquelas sob risco de desenvolver, pelo contexto de vulnerabilidade a que estão submetidas. Outro desafio crítico é a integração das ações de atenção à saúde, vigilância e controle para estas doenças, a partir do reconhecimento das realidades locais no âmbito da Saúde Pública. Na realidade, este conjunto de doenças expressa contextos de vulnerabilidade individual, social e programática nos sistemas de saúde locais, em espaços socialmente organizados, tanto como causa e consequência da pobreza, pois mantêm pessoas, famílias, populações e países em um círculo sustentado e perpetuador de limitações de potências de vida. A hanseníase e a doença de Chagas, como condições crônicas, destacam-se no Brasil pela elevada expressão epidemiológica e pelo impacto inerente à morbimortalidade. O País tem uma grande responsabilidade por gerar evidências científicas, mas também por debate-las com a sociedade, em especial das regiões com maior endemicidade e vulnerabilidade, como o Nordeste do Brasil. Objetivo: A presente proposta reconhece a importância destas questões e tem como objetivo caracterizar de forma integrada os padrões epidemiológicos e de vigilância, prevenção e controle de hanseníase e doença de Chagas no Sistema Único de Saúde em municípios endêmicos da região Nordeste do Brasil. Procedimentos Metodológicos: O presente projeto de pesquisa reflete uma abordagem integrada incluindo estudos epidemiológicos com referencial transversal com dados primários e agregados com dados secundários, além de estudos de natureza operacional, todos com foco em hanseníase e doença de Chagas. A população do estudo inclui pessoas com estas DTN, suas famílias e comunidades. Como cenários inclui municípios da região do Sudoeste do estado da Bahia com diferentes perfis sociodemográficos e epidemiológicos: Tremedal, Encruzilhada, Anagé, Barra do Choça e Vitória da Conquista. Para melhor organização do desenho, o projeto foi estruturado em diferentes etapas. Como etapa de base para o projeto, delineou-se estudo ecológico misto para caracterização de tendências temporais e padrões espaciais de detecção e morbimortalidade de cada DTN no estado da Bahia no período de 2001 a 2019. As demais etapas, dentro de um desenho transversal, visam: 1- caracterização do perfil sociodemográfico e do acesso à rede de atenção à saúde de casos com DTN, familiares /contatos /comunicantes domiciliares ou sociais; 2- estimativa da prevalência de cada DTN (suas formas clínicas e classificações operacionais) isoladamente e em associação de doenças (comorbidades, sobreposição de doenças), segundo ocorrência de deficiências e outras complicações secundárias; 3- caracterização de aspectos epidemiológicos e operacionais da abordagem / vigilância de familiares /contatos /comunicantes domiciliares ou sociais pela rede de serviços de saúde a partir de territórios da atenção primária à saúde; 4- caracterização do estigma individual associado a DTN, além do estigma nas comunidades envolvidas em diferentes contextos socioculturais; 5- caracterização de padrões entomológicos territoriais e de controle vetorial para doença de Chagas. Ao final pretende-se compor uma análise integrada de dimensões de vulnerabilidade social, ambiental, institucional/programática e individual em territórios e famílias com presença de casos de hanseníase e/ou com doença de Chagas. A produção de conhecimento científico em DTN é essencial na tomada de decisão, monitoramento e avaliação de políticas públicas e o presente estudo poderá subsidiar discussões baseadas em evidências.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Camila Pereira Jardim - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Lucinéia Oliveira - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Josilene Silva Oliveira - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Gabriela Soledad Márdero García - Integrante / Monique Dutra Fonseca Grijó - Integrante / Jose Alexandre Menezes da Silva - Integrante / Robson Amaro Augusto da Silva - Integrante / Suzana Cristina Silva Ribeiro - Integrante / Leandro Martins de Freitas - Integrante / Ana Fábia Fernandes de Araújo - Integrante / Luiz Antonio Botelho Andrade - Integrante / Maria Cristina Soares Guimarães - Integrante / Fred Luciano Neves Santos - Integrante / Gilmar José da Silva Ribeiro Junior - Integrante / Gabriel Muricy Cunha - Integrante / Cristiane Medeiros Moraes de Carvalho - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Projeto-Piloto - Acesso à detecção e tratamento da doença de Chagas no âmbito da atenção primária à saúde no Brasil - IntegraChagas-Brasil, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Andréa Silvestre de Sousa em 16/02/2020., Descrição: Introdução: A restrição do acesso à detecção e tratamento antiparasitário e das complicações da fase crônica da doença de Chagas persiste como grande desafio, em particular para os países endêmicos. Um elemento crítico e básico tem sido reconhecer as pessoas acometidas e aquelas sob risco de desenvolver a doença, diante dos inúmeros contextos de vulnerabilidade a que estão submetidas. Outra importante limitação remete-se à ausência de integração das ações de atenção à saúde, vigilância e controle nas redes existentes. A doença de Chagas, como condição crônica, destaca-se no Brasil pela elevada expressão epidemiológica e pelo impacto inerente à morbimortalidade. No processo de estruturação das redes de atenção, a atenção primária à saúde (APS) deve se constituir como a principal porta de entrada para pessoas acometidas, atuando como elo de integração entre ações de vigilância e cuidado integral. Objetivo: A presente proposta tem como objetivo ampliar o acesso a detecção e tratamento da doença de Chagas no âmbito da atenção primária integrada à vigilância em saúde no Brasil. Procedimentos Metodológicos: O projeto de pesquisa reflete uma abordagem integrada incluindo estudos epidemiológicos como referencial transversal, além de estudos de natureza avaliativa e operacional, todos com foco em doença de Chagas. A população do estudo inclui pessoas da comunidade que buscam os serviços de saúde por demanda espontânea e/ou organizada, incluindo grupos de interesse específico como mulheres em idade fértil, gestantes e pessoas com HIV/aids. A demanda organizada visa identificar pessoas a partir de condições de risco/vulnerabilidade ou com diagnóstico prévio de doença de Chagas. Os territórios incluídos correspondem a municípios das macrorregiões Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste do Brasil, mais especificamente nos estados de Goiás, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. Para melhor organização do desenho, o projeto foi estruturado em estudos de base, subestudos e outras etapas integradoras. ESTUDOS DE BASE: Etapa 1. Descrição dos perfis sociodemográfico e econômico que tipificam os principais determinantes sociais para a doença de Chagas nos estados, regiões de saúde e municípios selecionados (Estudo de Base 1); Etapa 2. Avaliação da implementação do programa de controle da doença de Chagas nos municípios selecionados e as suas interfaces com as regiões de saúde e o Estado (Estudo de Base 2); Etapa 3. Análise dos padrões de morbimortalidade por doença de Chagas e risco epidemiológico nos estados, regiões de saúde e municípios selecionados no período de 2001-2018 (Estudo de Base 3). SUBESTUDOS: Etapa 4 - Subestudo 1: Ampliar a detecção de doença de Chagas através da realização de teste rápido da população que chega aos serviços de saúde por demanda espontânea (Subestudo 1.1) e por demanda organizada (Subestudo 1.2), incluindo rastreamento universal em populações estratégicas, como mulheres em idade fértil (Subestudo 1.2.1) e gestantes (Subestudo 1.2.2), visando à eliminação da transmissão congênita nos territórios avaliados, além de avaliação do risco de coinfecção com HIV/aids (Subestudo 1.2.3). Etapa 5 - Subestudo 2: Avaliação dos casos de doença de Chagas diagnosticados antes do projeto (Subestudo 2.1) e aqueles diagnosticados através da demanda organizada (Subestudo 2.2). Etapa 6 ? Subestudo 3: Estimativa de novos casos de doença de Chagas em populações sob risco/vulnerabilidade, incluindo pessoas com vínculo epidemiológico (Subestudo 3.1) e aquelas identificadas a partir de unidades domiciliares vulneráveis (Subestudo 3.2). Etapa 7 ? Subestudo 4: identificação de territórios vulneráveis, com presença de vetores (Subestudo 4.1), incluindo unidade domiciliar com risco definido (Subestudo 4.1.1) e com risco desconhecido (Subestudo 4.1.2), permitindo o reconhecimento de microáreas de risco/vulnerabilidade na APS (Subestudo 4.2).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Alejandro Luquetti Ostermayer - Integrante / Alejandro Marcel Hasslocher Moreno - Integrante / Antônio Gomes Pinto Ferreira - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Lileia Gonçalves Diotaiuti - Integrante / Mayara Maia Lima - Integrante / Veruska Maia da Costa - Integrante / Marli Maria Lima - Integrante / Wilson Alves de Oliveira Júnior - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Coordenador / Constança Felícia De Paoli de Carvalho Britto - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Tania Cremonini de Araújo-Jorge - Integrante / Rita de Cássia Moreira de Souza - Integrante / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Gilberto Marcelo Sperandio da Silva - Integrante / Mauro Felippe Felix Mediano - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Juliana de Meis - Integrante / Angela Cristina Veríssimo Junqueira - Integrante / Júlio Henrique Rosa Croda - Integrante / Gabriela Soledad Márdero García - Integrante / Rafaella Albuquerque e Silva - Integrante / Liliane da Rocha Siriano - Integrante / Jose Alexandre Menezes da Silva - Integrante / Mittermayer Galvão dos Reis - Integrante / Luiz Antonio Botelho Andrade - Integrante / Maria Cristina Soares Guimarães - Integrante / Fred Luciano Neves Santos - Integrante / Gabriel Muricy Cunha - Integrante / Cristiane Medeiros Moraes de Carvalho - Integrante / Edimilson Domingos da Silva - Integrante / Gênova Maria de Azevedo Oliveira - Integrante / Marcelo Yoshito Wada - Integrante / Otacílio da Cruz Moreira - Integrante / Stefania dos Santos Gazzinelli - Integrante / Carlos José de Carvalho Moreira - Integrante / Carolina Branco Dale Coutinho - Integrante / Cicílio Alves de Moraes - Integrante / Cléber Galvão Ferreira - Integrante / Daniele Pereira de Castro - Integrante / Edvar Yuri Pacheco Schubach - Integrante / Fernanda Alvarenga Cardoso Medeiros - Integrante / Flavia Mazzoli da Rocha - Integrante / Genimar Rebouças Julião - Integrante / Israel Molina Romero - Integrante / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Integrante / Jacqueline Araújo Domingos Iturra - Integrante / José Iranilson Oliveira Gomes - Integrante / Rubem Figueiredo Sadok Menna Barreto - Integrante / Tycha Bianca Sabaini Pavan - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Ensaio clínico de fase III para a avaliação de Benznidazol em dose reduzida como tratamento de adultos na fase crônica da doença de Chagas no Brasil - BenBrasil, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes em 18/05/2020., Descrição: Os resultados preliminares de um dos ensaios clínicos fase II apontam que um tratamento mais curto com BZN sustentou efetivamente a resposta parasitológica, foi bem tolerado e tem potencial para ser um novo esquema terapêutico para os pacientes com DC. Por conseguinte, parece razoável avaliar um regime terapêutico com maior número de pacientes para confirmar a eficácia e segurança do novo regime de BZN 300mg por 15 dias em comparação com benznidazol 300mg/dia por 60 dias, curso atualmente usado como tratamento de primeira linha em adultos com DC crônica. Objetivo geral: Comparar a eficácia do benznidazol em tratamento reduzido com uma dose fixa via oral de 300mg/dia durante 15 dias em relação ao tratamento padrão de 300mg/dia durante 60 dias no tratamento da doença de Chagas em fase crônica, em sua forma indeterminada ou cardíaca leve em relação a efeitos adversos, critérios de cura e de progressão da doença.Trata-se de um estudo de ensaio clínico em fase III de não inferioridade em paralelo, randomizado, duplo-cego, multicêntrico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Antonio Luiz Pinho Ribeiro - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Integrante / Constança Felícia De Paoli de Carvalho Britto - Integrante / Mauro Felippe Felix Mediano - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Coordenador / Otacílio da Cruz Moreira - Integrante / Israel Molina Romero - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Toolkit Educacional para Fortalecimento de Ações de Atenção à Saúde, Vigilância & Controle da Doença de Chagas no Brasil com Base no Desenvolvimento Inclusivo, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Andréa Silvestre de Sousa em 16/02/2020., Descrição: A despeito das ações do Estado para enfrentamento da doença de Chagas, persistem no país áreas de elevada vulnerabilidade decorrente do limitado acesso ao diagnóstico, tratamento e cuidado longitudinal. As ações de educação e mobilização social sempre se colocam como estratégias potentes para contribuir na reversão desse quadro. No entanto, essas ações, no geral, sempre se desenvolvem de forma fragmentada por entre os diferentes atores que têm um papel fundamental a desempenhar nesse desafio. Deste modo, este projeto propõe o desenvolvimento de Toolkit Educacional para fortalecimento de ações de atenção à saúde, vigilância & controle da doença de Chagas, orientado para uma ação de formação integrada e concomitante direcionada a três perfis/públicos: profissionais de saúde, profissionais da educação e sociedade civil. Inserem-se no Toolkit Educacional: 1- Módulo para profissionais de saúde, com foco na integração das ações de vigilância e cuidado no território; 2- Módulo para profissionais da educação com foco na valorização do olhar para o território, identificando condições de vulnerabilidade e risco; 3- Módulo para sociedade civil, com foco na formação de lideranças comunitárias (direitos humanos e sociais) 4- Módulo para a comunidade com abordagem ecossistêmica e bioconstruções. O processo formativo se dará na lógica da educação permanente, com o desenvolvimento de material educativo na perspectiva construtivista. O Toolkit será desenvolvido em versão impressa e virtual. A expectativa é que o processo formativo desses vários atores se desenvolvam em um período de 6 meses, culminando em uma atividade conjunta para proposição e desenho de uma campanha para o cuidado integral em doença de Chagas. Ao final, também serão disponibilizados um documentário, além de outros materiais audiovisuais produzidos ao longo do conjunto de atividades realizadas nestes territórios vulneráveis e de resiliência.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Ricardo Evangelista Fraga - Integrante / Lucinéia Oliveira - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Coordenador / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Mauro Felippe Felix Mediano - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Gabriela Soledad Márdero García - Integrante / Jose Alexandre Menezes da Silva - Integrante / Maria do Socorro Sousa - Integrante / Robson Amaro Augusto da Silva - Integrante / Paulo Rogers da Silva Ferreira - Integrante / Luiz Antonio Botelho Andrade - Integrante / Maria Cristina Soares Guimarães - Integrante / João Omar de Carvalho Mello - Integrante / Dannilo Duarte de Oliveira - Integrante / Rubens Jesus Sampaio - Integrante / Leandro Ricardo dos Santos Souza - Integrante / Patricia de Araujo de Abreu Cara - Integrante / Adilson Amorim de Souza - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Protocolos clínicos baseados em ações voltadas para prevenção terciária e quaternária em doença de Chagas no Brasil, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Andréa Silvestre de Sousa em 31/03/2019., Descrição: O presente projeto visa a elaboração e publicação do Protocolo de Reabilitação Cardiovascular, Digestiva e Socioeconômica, com conteúdo que permita, com base em evidências, reduzir a carga de morbimortalidade associada à doença de Chagas, além de readequar a pessoa cronicamente infectada, tanto do ponto de vista físico quanto social, minimizando a incapacidade já instalada, bem como prevenindo iatrogenias. Para tanto, estão previstas as seguintes atividades: realização de revisão sistemática sobre reabilitação cardiovascular em doença de Chagas; realização de revisão sistemática sobre tratamento cirúrgico das complicações digestivas crônicas em doença de Chagas; realização de revisão sistemática sobre instrumentos e estratégias que possibilitem reconhecimento de estigma, empoderamento e qualidade de vida e seu impacto em doença de Chagas; elaboração de protocolo de prevenção terciária e quaternária relativo ao manejo clínico e cirúrgico da cardiopatia chagásica crônica nas três grandes síndromes: disfunção sistólica/insuficiência cardíaca, síndromes arrítmicas e tromboembolismo; elaboração de protocolo de prevenção terciária e quaternária relativo ao manejo clínico e cirúrgico de complicações digestivas da doença de Chagas; e elaboração de protocolo de prevenção terciária e quaternária baseado em ações voltadas para reabilitação socioeconômica, com empoderamento das pessoas afetadas e superação de dimensões de estigma e preconceito, tendo em perspectiva a melhora da qualidade de vida.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Alejandro Marcel Hasslocher Moreno - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Coordenador / Maria Solange Araújo Paiva Pinto - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Gilberto Marcelo Sperandio da Silva - Integrante / Mauro Felippe Felix Mediano - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Gabriela Soledad Márdero García - Integrante / Paula Simplício da Silva - Integrante / Erica Rodrigues Maciel - Integrante., Financiador(es): Organizacão Pan-Americana da Saude/Organizacão Mundial da Saude - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Avaliação da implementação do uso das coleiras impregnadas com inseticida em cães em municípios prioritários para o controle da leishmaniose visceral humana e canina no Brasil, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Guilherme Loureiro Werneck em 29/12/2019., Descrição: Esse projeto que visa avaliar a implementação do uso das coleiras impregnadas com inseticida em cães em municípios prioritários para o controle da leishmaniose visceral humana e canina no Brasil, considerando seus potenciais efeitos na infecção humana e canina, na incidência de casos humanos, na densidade vetorial, na taxa de infecção e no hábito alimentar de flebotomíneos. Além disso pretende-se avaliar aspectos operacionais relacionados ao próprio processo de implementação da estratégia assim como avaliar a percepção da população sobre os riscos e benefícios dessa intervenção vis-a-vis a eutanásia canina e o controle vetorial com inseticidas de ação residual. Objetivo geral: Avaliar a implementação do uso das coleiras impregnadas com deltametrina 4% em cães em municípios prioritários para a ações de controle da leishmaniose visceral humana e canina no Brasil. Objetivos específicos: 1- Estimar o impacto da implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4% na densidade populacional de Lutzomyia longipalpis; 2- Avaliar mudanças no padrão de alimentação (hábito alimentar) de Lutzomyia longipalpis associadas à implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4%; 3- Avaliar o impacto da implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4% na dispersão e sobrevivência de Lu. longipalpis; 4- Analisar o efeito da implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4% na taxa de infecção natural de Le. infantum em flebotomíneos; 5- Estimar o impacto da implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4% na redução da prevalência e incidência de infecção canina por Leishmania infantum; 6- Analisar o efeito da implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4% na circulação de Le. infantum em cães; 7- Estimar o efeito da implementação de um programa de intervenção baseado no uso de coleiras impregnadas com deltametrina 4% na redução da incidência de infecção e de casos clínicos de leishmaniose visceral em humanos; 8- Avaliar a frequência de reações adversas e de perda de coleiras impregnadas com deltametrina 4% ao longo do estudo e os principais fatores associados; 9- Avaliar o grau e qualidade da informação que a população tem sobre as coleiras impregnadas com inseticida para controle da LV assim como a aceitabilidade e a percepção sobre os riscos e benefícios dessa intervenção vis-a-vis a eutanásia canina e o controle vetorial com inseticidas de ação residual. Nosso estudo de implementação usará dois tipos de desenho, dependendo dos desfechos de interesse e das condições locais para realização da pesquisa. O primeiro, é um estudo ?não-controlado do tipo antes-depois?, em que o desempenho é medido a partir das diferenças nos desfechos de interesse antes e depois da introdução de uma intervenção nos mesmos locais de estudo, assumindo-se que as diferenças observadas no desempenho decorrem da intervenção. O segundo é um estudo ?controlado do tipo antes-depois?. Aqui o procedimento é similar ao estudo ?não-controlado do tipo antes-depois?, exceção feita ao fato de que as avaliações são realizadas também em ?populações controle? com características similares aos da população alvo da intervenção. A análise compara grupos de intervenção e controle em relação as diferenças pré- e pós-intervenção do desfecho de interesse. Em ambas as situações pode ser preciso incluir nas análises um período intermediário entre as aferições pré- e pós- intervenção (período ?durante? ou washout period).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Guilherme Loureiro Werneck - Coordenador.

  • 2019 - Atual

    Inquérito de cobertura vacinal nas capitais de 19 Estados e no Distrito Federal em crianças nascidas em 2017 e residentes na área urbana, Descrição: Introdução Observa-se nos últimos anos uma queda da cobertura vacinal das vacinas incluídas no Programa Nacional de Imunização (PNI). Várias hipóteses são levantadas sucesso do Programa e perda de medo, movimento antivacina, problemas logísticos na aplicação da vacina e mudança do Sistema de informação. Nota-se também em algumas capitais o ressurgimento de doenças imunopreveníveis. Objetivo geral: estimar a cobertura vacinal aos 12 meses, aos 18 meses e aos 24 meses de idade, de residentes nas áreas urbanas de 19 capitais e em Brasília. Metodologia: A partir dos registros de nascimentos das crianças nascidas em 2017 e residentes na área urbana das 19 capitais e Distrito Federal serão sorteadas para cada inquérito 452 crianças. O número de inquéritos a ser realizado poderá variar de 1 (capitais menos populosas) a 4 (capitais mais populosas) totalizando em nível nacional 72 inquéritos. As crianças serão visitadas em sua residência para se conhecer sua situação vacinal, estrato social e as dificuldades para o cumprimento do calendário de vacinação. Resultados esperados: Estimativa da cobertura vacinal para o esquema completo e para cada vacina incluída no calendário do PNI para crianças aos 12, aos 18 meses de idade e aos 24 meses. Acesso ao programa nacional de imunizações e adesão até os 24 meses de idade. Diferença entre a cobertura vacinal estimada pelos inquéritos e os dados administrativos obtidos pelo sistema de informação do Programa Nacional de Imunização. Interferência das condições de vida na cobertura vacinal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jose Cássio de Moraes - Coordenador / Wildo Navegantes de Araújo - Integrante / Silvana Granado Nogueira da Gama - Integrante / Sandra Maria do Valle Leone de Oliveira - Integrante / Rita de Cassia Barradas Barata - Integrante / Maria da Glória Lima Cruz Teixeira - Integrante / Consuelo Silva de Oliveira - Integrante / João Batista Francalino da Rocha - Integrante / Simone Perufo Opitz - Integrante / Andréia Nazaré Marvão de Oliveira - Integrante / Ione Aquemi Guibu - Integrante / Claudia Luciana de Sousa Mascena Veras - Integrante / Rejane Christine de Sousa Queiroz - Integrante / Isabelle Ribeiro Barbosa Mirabal - Integrante / Luisa Helena de Oliveira Lima - Integrante / Maria Bernadete de Cerqueira Antunes - Integrante / Maria Denise Castro Teixeira - Integrante / Ricardo Queiroz Gurgel - Integrante / Ethel Leonor Noia Maciel - Integrante / Tayana Cesar Simões - Integrante / Antonio Fernando Boing - Integrante / Karin Regina Luhm - Integrante / Jaqueline Costa Lima - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Doenças Tropicais Negligenciadas em Trabalhadores das Áreas Impactadas pelo Projeto de Transposição do Rio São Francisco, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra em 14/11/2018., Descrição: O Projeto de Integração das águas do São Francisco com as bacias hidrográficas do Nordeste setentrional pode criar mudanças eco-bio-sociais que podem possibilitar o aumento e/ou o surgimento de doenças entre as populações locais assim como no contingente populacional que se deslocará em busca de oportunidades de trabalho. Neste cenário, figuram as Doenças Tropicais Negligenciadas, merecendo destaque a Esquistossomose, a doenças de Chagas e a Hanseníase, que afetam principalmente populações que vivem na pobreza, com saneamento básico deficiente e com acesso deficiente a cuidados médicos. Estas patologias apontam uma necessidade médica importante que ainda não foi abstraída de forma incisiva. Diante disso, entende-se ser de grande importância o desenvolvimento de ações intervencionistas nas áreas impactadas pela transposição, de forma a subsidiar ferramentas para a prevenção e para o controle dessas patologias. Para tanto, almeja-se como metodologia um estudo epidemiológico, com base em dados primários de inquéritos parasitológico, sorológico e imunocromatográfico para a doença de Chagas, Esquistossomose e Hanseníase em trabalhadores dos canteiros de obras e das Vilas Produtivas Rurais do Projeto de Integração do Rio São Francisco no estado do Ceará, bem como ecológico, baseado no estudo de planorbídeos e triatomíneos, e intervencionista, baseado na capacitação e formação de profissionais da rede pública local. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Cláudia Mendonça Bezerra - Integrante / Vivian da Silva Gomes - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / José Damião da Silva Filho - Integrante / Marta Cristhiany Cunha Pinheiro - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Coordenador / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Thiago Miranda Alves - Integrante / Gerlânia Maria Martins de Melo Soares - Integrante / Maria Aparecida Alexandre de Sousa - Integrante / Danielle de Freitas Bezerra - Integrante / Rosangela Lima de Freitas Galvão - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Conhecimentos, atitudes, práticas e percepções relativos à hanseníase em áreas hiperendêmicas do Brasil, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jaqueline Caracas Barbosa em 31/03/2019., Descrição: Este projeto busca analisar conhecimentos, atitudes, práticas e percepções relativos à hanseníase em diferentes populações de estudo em áreas hiperendêmicas delimitadas na região Nordeste do Brasil. De forma específica busca: descrever aspectos sociodemográficos de membros de comunidades, pessoas afetadas pela hanseníase e seus contatos, residentes em áreas hiperendêmicas delimitadas, bem como de profissionais de saúde atuantes nestas áreas; caracterizar conhecimentos, atitudes e práticas relativos à hanseníase entre membros de comunidades, pessoas afetadas pela doença e seus contatos, bem como entre profissionais de saúde ; analisar percepções de distanciamento social relacionadas à hanseníase entre membros de comunidades, contatos de pessoas afetadas pela doença e profissionais de saúde; analisar percepções de estigma (comunidade) relacionado à hanseníase entre membros de comunidade sem diagnóstico estabelecido da doença, incluindo profissionais de saúde de nível superior, Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e contatos de pessoas afetadas pela hanseníase incluídos no estudo, residentes nas áreas destas comunidades; e analisar percepções de estigma (individual) relacionado à hanseníase e de empoderamento entre pessoas afetadas pela doença nestas áreas hiperendêmicas delimitadas. Trata-se de estudo transversal, com abordagem descritiva, quanti-qualitativa, de aspectos relativos à conhecimento, atitudes, práticas e percepções (estigma e empoderamento) frente à hanseníase, com dois momentos como pontos de corte. Considera-se que o reconhecimento de conhecimentos, atitudes, práticas e percepções relativos à hanseníase é fundamental para o controle e enfrentamento das questões inerentes ao estigma em hanseníase e o estímulo ao empoderamento. Focalizando o olhar sobre a hanseníase, reverte-se de especial consideração a possibilidade de se promover canais para atenção integral às pessoas e suas famílias com vistas à longitudinalidade do cuidado, mesmo após a alta da PQT.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Coordenador / Sandra Solange Leite Campos - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Olga Maria Alencar - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayza Miranda Pereira - Integrante / Geziel dos Santos de Sousa - Integrante / Sarah Maria Fraxe Pessoa - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Liesbeth F Mieras - Integrante / Maria Solange Araújo Paiva Pinto - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Anna T Van 'T Noordende - Integrante / Wim H van Brakel - Integrante / Adriana da Silva dos Reis - Integrante / Carmelita Ribeiro Filha - Integrante / Gabriela Soledad Márdero García - Integrante / Nayla Rochele Nogueira de Andrade - Integrante / Maria Angélica Gomes Carneiro - Integrante / Gerlânia Maria Martins de Melo Soares - Integrante / Jose Alexandre Menezes da Silva - Integrante / Danielle Christine Moura dos Santos - Integrante / Ida Korfage - Integrante / Jan Richardus - Integrante / Rejane Pereira de Almeida - Integrante / Thaís Brito Mendonça - Integrante / Natália Régia Farias da Silva - Integrante / Francisca Juelita Gomes - Integrante / Luciana Carvalho de Albuquerque - Integrante / Geórgia Maria Viana Brasileiro - Integrante / Carine de Oliveira Franco Morais - Integrante / Lyvia Patrícia Soares Mesquita - Integrante / Samilly Girão de Oliveira - Integrante / Marize Conceição Ventin Lima - Integrante / Cláudia da Silva Morais - Integrante / Luiza de Marilac Rocha de Oliveira - Integrante / Rayane Lima da Silva - Integrante., Financiador(es): Netherlands Leprosy Relief - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Data at the heart of improving health and care: The Brazil-UK Secure Data Sharing Network, Descrição: In Brazil, the problem of integrating health data systems is compounded by the geo-political, economic and social issues. The size of the country (and the distribution of municipalities in densely as well as sparsely populated areas), the differences among regions in terms of wealth (e.g., São Paulo has the largest GDP in the Southern Hemisphere, whereas some municipalities in the Northeast of the country are economically deprived), and disparate levels of social inequality as well as racial/ethnic heterogeneity (e.g., a largely white European population in the South, mixed-race in the Northeast, the largest Japanese community outside Japan in São Paulo) make Brazil a very challenging country to achieve such integration. UK has developed a method for sharing data across jurisdictions. Pioneered in Scotland, a network of federated trusted research environments (fTRE) across multiple cities and rural communities has been established. Led from Aberdeen (with Edinburgh and São Paulo) computing science and healthcare colleagues recently submitted an application to demonstrate that, in principle, the fTRE model for data sharing could be applied to São Paulo, one of the largest cities in the world (>12M citizens), with major healthcare challenges (growing demand, health inequalities) to improve chronic disease care, at the same time as safeguarding individual confidentiality. This proposal will establish a new multidisciplinary Brazil-UK Network uniting expertise from the UK Farr Institute of Health Informatics Research and Brazil, and spanning the disciplines of: Public Health, Health Policy, Clinical Health Science, Computing Science and Social Science. This proposal is to crystallise and expand our established academic partnership between Aberdeen, Edinburgh and São Paulo to include partners from Rio Grande do Sul, in south Brazil, and in Ceará, in the north, to reflect the diverse social demographic across the country. Outcomes: Knowledge exchange for mutual benefit is central to our network proposal. Research project funded under the British Academy of Medical Sciences Gobal Challenges Research Fund Netowrking Grant Scheme.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Geziel dos Santos de Sousa - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Lúcia Yasuko Izumi Nichiata - Integrante / Francesco Corona - Integrante / Flávio Soares Corrêa da Silva - Coordenador / Wamberto Weber Vasconcelos - Integrante / Corri Black - Integrante / Despoina Kaloriti - Integrante / Adenilza Alves - Integrante / Siladitya Bhattacharya - Integrante / Junior Barrera - Integrante / Lislaine Aparecida Fracolli - Integrante / Ricardo Melo Czekster - Integrante / Guilherme Redeker - Integrante., Financiador(es): British Academy of Medical Sciences - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Integração de ações de vigilância, prevenção e controle de Doenças Tropicais Negligenciadas: perspectivas epidemiológicas e operacionais para hanseníase e doença de Chagas no SUS no sudoeste do estado da Bahia, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eliana Amorim de Souza em 30/07/2019., Descrição: Algumas das Doenças Tropicais Negligenciadas (DTN) mantém-se no Brasil com elevada carga de morbimortalidade, acometendo principalmente populações em situação de maior vulnerabilidade social, institucional e individual. A hanseníase e a doença de Chagas compõem esta relação, inclusive no interior do estado da Bahia. Considerando que entre as DTNs, a hanseníase é a doença com maior potencial de causar incapacidades e estigma e a doença de Chagas apresenta as maiores taxas de mortalidade, optou-se por desenvolver este estudo com objetivo de analisar padrões epidemiológicos e operacionais relativos à vigilância, prevenção e controle da hanseníase e da doença de Chagas em municípios do Sudoeste do Estado da Bahia, 2001 a 2018. O projeto terá uma abordagem integrada incluindo estudos epidemiológicos quantitativos de base populacional e de intervenção além de estudos de natureza qualitativa. Aspectos referentes à vigilância epidemiológica e ambiental serão contemplados, incluindo medidas relacionados a vigilância de animais domésticos e vigilância entomológica. Por estas razões, definiu-se pela sua organização em sub-estudos. O Sub-estudo 1 de base populacional, utilizará dados secundários para caracterizar os municípios quanto aos indicadores de morbimortalidade por hanseníase e/ou doenças de Chagas e indicadores operacionais, compondo uma série histórica de 16 anos com análise de tendência espaço-temporal. O Sub-estudo 2 englobará a caracterização de famílias e territórios com ocorrência de hanseníase e/ou doença de Chagas, quanto aos diferentes aspectos de vulnerabilidade. Nesta etapa, também serão avaliadas as dimensões relacionadas à ocorrência de novos casos de hanseníase e/ou doença de Chagas, incluindo aspectos alusivos a coprevalência. Tratará de dimensões qualitativas referentes ao reconhecimento das fragilidades do acesso às ações e serviços direcionados a atenção integral a partir da construção do itinerário terapêutico de usuários. Também pretende-se reconhecer o estigma vinculado à hanseníase em comunidades e indivíduos, utilizando escalas validades no Brasil. Considerando o diagnóstico precoce um elementos essencial para quebra da cadeia de transmissão da hanseníase, o sub-estudo 2 pretende desenvolver e implementar estratégias que ampliem o percentual de contatos avaliados/acompanhados. O Sub-estudo 3 abordará dimensões relacionadas à vigilância entomológica, onde será contemplada análise dos padrões de infestação por T. cruzi em triatomíneos e seus padrões alimentares. A pesquisa acontecerá nos municípios de Vitória da Conquista, Tremedal, Encruzilhada, Anagé e Barra do Choça, todos localizados no sudoeste do estado da Bahia. O estudo de base utilizará dados secundários de bases nacionais (Sistema de Informação de Agravos de Notificação, Sistema de Informação de Mortalidade e o Sistema de Informação de Intenção Hospitalar. Os sub-estudo 2 e 3 utilizará dados primários coletados a partir da abordagem domiciliar de famílias com ocorrência de casos de hanseníase notificadas no SINAN entre os anos 2013 a 2017 e residentes nos municípios sede do estudo. A identificação de novos casos de hanseníase e de doença de Chagas ocorrerá segundo diretrizes do Ministério da Saúde. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Coordenador / Camila Pereira Jardim - Integrante / Lucinéia Oliveira - Integrante / Josilene Silva Oliveira - Integrante / Gabriela Soledad Márdero García - Integrante / Monique Dutra Fonseca Grijó - Integrante / Hebert Luan Pereira Campos dos Santos - Integrante / Kênia Rocha Santos - Integrante / Daniela Arruda Soares - Integrante / Nívea Maria Silveira de Almeida - Integrante / Maria de Lourdes Lacerda Lemos - Integrante / Hildebrando Antunes de Carvalho Neto - Integrante / Rosélly Mascarenhas Amaral de Andrade - Integrante / Ana Paula de Freitas Oliveira - Integrante / Fernanda Beatriz Melo Maciel - Integrante / Roberta Neves Azevedo de Oliveira - Integrante / Robson Amaro Augusto da Silva - Integrante / Gabriela Romão Queiróz Araújo - Integrante / Tayane Costa Santiago - Integrante / Taise de Alcantara Amancio - Integrante / Jamille Amorim Carvalho Paiva - Integrante / Mariana Sousa Santos Macedo - Integrante / Isabela Sousa Prado - Integrante / Grigorio Siqueira Novaes - Integrante / Lael Andrade Menezes Filho - Integrante / Suzana Cristina Silva Ribeiro - Integrante / Leandro Martins de Freitas - Integrante / Adaiana Marta Andrade Santos - Integrante / Kaic Santos Silva Pereira - Integrante / Gabriel Doretto Gobbo - Integrante / Leonardo Francisco Lima Júnior - Integrante / Alefe Santos Brito - Integrante / Paulo José Oliveira de Souza - Integrante / Ikaro Cerqueira Suzarte dos Santos - Integrante / Raily de Jesus Oliveira - Integrante / Brenda Cástia Cardoso Malheiro - Integrante / Paulo Rogers da Silva Ferreira - Integrante / Ana Fábia Fernandes de Araújo - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Incidência, fatores de risco e características clínicas de infecção por Zika vírus em adolescentes do Rio de Janeiro e de Fortaleza no Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes ? ERICA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Guilherme Loureiro Werneck em 20/09/2017., Descrição: O presente estudo tem como objetivo principal avaliar o papel de fatores socioeconomicos, nutricionais e infecções prévias por vírus da dengue (DENV) e chikungunya (CHIKV) na incidência e curso clínico de infecção por Zika vírus (ZIKV) em uma coorte de adolescentes avaliados no Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes - ERICA. Trata-se de uma oportunidade particular em que se poderá utilizar amostras de soro armazenadas obtidas em um período anterior ao da atual epidemia de ZIKV, 2013-2014, para descrever padrões de coinfecção por CHIKV, DENV e ZIKV, com ênfase nas repercussões clínicas da infecção por ZIKV. Para o alcance dos objetivos previstos, a presente proposta combina dois delineamentos de estudo interrelacionados: um estudo de coorte e um estudo caso-controle do tipo caso-coorte. O estudo de coorte terá como população de estudo 2.200 adolescentes avaliados no ERICA nas cidades de Fortaleza/CE e Rio de Janeiro/RJ. Serão realizadas, no contato inicial da etapa 2 do Estudo ERICA, dosagens de IgG e IgM em sangue armazenado para diagnóstico de infecção pregressa e recente por Zika vírus (ZIKV), vírus da dengue (DENV) e chikungunya (CHIKV) (casos prevalentes). Estes adolescentes serão, então, acompanhados e monitorados por 1 ano para detecção de síndromes febris agudas compatíveis com infecção por ZIKV, DENV e/ou CHIKV. Os casos suspeitos de infecção aguda por ZIKV, DENV e CHIKV provenientes da coorte serão investigados por meio de entrevista e exames clínico-laboratoriais para confirmação diagnóstica. Para tal serão realizadas novas dosagens de IgG e IgM para ZIKV, DENV e CHIKV, assim como teste para detecção de RNA viral por reação da transcriptase reversa (RT-PCR) e, nas situações com resultados conflitantes e necessidade de discriminar entre infecções por DENV e ZIKV, será realizado o teste de neutralização por redução de placas (PRNT). Com base nestes resultados os casos suspeitos serão classificados como ?descartados? ou ?confirmados? para infecção por ZIKV, DENV e CHIKV (casos incidentes). Os casos confirmados serão submetidos à avaliação clínica especializada para caracterização das formas de apresentação clínica das infecções por estes arbovírus e da gravidade de síndromes neurológicas, oftalmológicas e reumatológicas associadas, sendo submetidas à tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde. No estudo caso-coorte, os casos incidentes de infecção por ZIKV oriundos do estudo de coorte (n = 150) serão definidos como aqueles casos suspeitos com confirmação laboratorial por RT-PCR e/ou sorologia IgM para ZIKV e/ou PRNT positivo para ZIKV. Os controles (n = 300) serão selecionados aleatoriamente entre os adolescentes da coorte com teste negativo para ZIKV na avaliação inicial. Os resultados deste estudo vão contribuir para preencher lacunas no conhecimento sobre a história natural da infecção por ZIKV, em especial sobre seus possíveis fatores determinantes, que se configuram em entraves para a implementação de medidas efetivas para seu controle no âmbito populacional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Guilherme Loureiro Werneck - Coordenador / Pauline Lorena Kale - Integrante / Roberto de Andrade Medronho - Integrante / Paulo Feijó Barroso - Integrante / Antônio José Leal Costa - Integrante / Katia Vergetti Bloch - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Integrante / Gerusa Belo Gibson dos Santos - Integrante / Luís Cristóvão de Moraes Sobrino Pôrto - Integrante / Marcia Caldas de Castro - Integrante / Maria Cristina Caetano Kuschnir - Integrante / Moyses Szklo - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Uso da educação para identificar fatores facilitadores e barreiras para institucionalização do uso da evidência científica na formulação, implementação e avaliação das políticas de saúde na doença de Chagas aguda e crônica no Estado do Pará, Descrição: O perfil epidemiológico atual da DC aguda vem exigindo novo olhar e o delineamento de novas medidas de vigilância e controle. De fato, os surtos e casos de DC aguda, que ocorrem em diversas regiões do país principalmente na Amazônia, constituem cenário epidemiológico bem distinto da clássica transmissão vetorial contaminativa intradomiciliar por Triatoma infestans que a Iniciativa do Cone Sul logrou controlar. A transmissão oral do Trypanosoma cruzi por ingestão de alimentos se tornou a via mais frequente de infecção no Brasil. Além disso, os casos de DC aguda ocorrem também devido a invasão de domicílios por triatomíneos nativos infectados atraídos pela luz. Os surtos recorrentes demonstram que ainda não foram adotadas medidas de controle efetivas dentro deste novo perfil epidemiológico. No contexto atual da DC, estratégias educacionais e de comunicação visando a sensibilização e capacitação de profissionais de saúde para o manejo de pessoas afetadas pela DC de forma aguda ou crônica é um fator de impacto positivo na redução da morbimortalidade associada a DC e do número de casos novos da doença. Neste projeto, pretendemos atuar no estado do Pará devido ao grande número de casos agudos notificados no estado. Além disso, estimamos que grande número de pacientes crônicos possa viver na região sem ter o conhecimento do seu estado de saúde. O estado é composto de 144 municípios e dividido em 13 regionais de saúde. Em cada uma delas, pretendemos administrar cursos de capacitação para profissionais de saúde, principalmente médicos, com o intuito de melhorar o diagnóstico e o tratamento de pacientes tanto em fase aguda quanto crônica. Paralelamente, aplicaremos questionários aos participantes para identificar fatores facilitadores e principais barreiras para institucionalização do uso da evidência científica na implementação das políticas de saúde no cuidado ao paciente com doença de Chagas. A partir desses resultados iremos propor junto às Secretarias Estadual e Municipais de saúde um planejamento estratégico para o cuidado integral da pessoa afetada pela doença de Chagas aguda e crônica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ana Maria Jansen-Franken - Integrante / Alejandro Marcel Hasslocher Moreno - Integrante / João Carlos Pinto Dias - Integrante / José Rodrigues Coura - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Marli Maria Lima - Integrante / Wilson Alves de Oliveira Júnior - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Integrante / Roberto Magalhães Saraiva - Coordenador / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Pedro Emmanuel Alvarenga Americano do Brasil - Integrante / Henrique Horta Veloso - Integrante / Gilberto Marcelo Sperandio da Silva - Integrante / Mauro Felippe Felix Mediano - Integrante / Fernando de Barros - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Andréa Rodrigues da Costa - Integrante / Liane de Castro - Integrante / Juliana de Meis - Integrante / Désio Aurélio Farias de Oliveira - Integrante / Rubem Figueiredo Sadok Menna-Barreto - Integrante / Mariana Caldas Waghabi - Integrante / Angela Cristina Veríssimo Junqueira - Integrante / André Luiz Rodrigues Roque - Integrante / Jacenir Santos-Mallet - Integrante / José Jurberg - Integrante / Virginia Lorena - Integrante / Marcos André Vannier-dos Santos - Integrante / Dilma Souza - Integrante / Luiz Carlos Soares - Integrante / Cristina de Fátima Velloso Carrazzone - Integrante / Fred Luciano Neves Santos - Integrante.

  • 2016 - 2019

    Adaptação transcultural das Escalas de Estigma (EMIC) e Empoderamento para a versão Português-Brasil: avaliação integrada em busca do desenvolvimento inclusivo no contexto da hanseníase, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jaqueline Caracas Barbosa em 02/03/2016., Descrição: A hanseníase mantém-se como um processo infeccioso de elevada magnitude, assumindo caráter de doença negligenciada, que demanda ações integradas para desenvolvimento inclusivo das populações acometidas. Considerando-se a especificidade de Mycobacterium leprae pelo acometimento de nervos periféricos bem como o potencial de geração de alterações motoras e sensoriais potenciais, impactos significativos do ponto de vista físico, psicológico, social e econômico ampliam os impactos em indivíduos, famílias e comunidades. Por sua natureza incapacitante, a baixa gravidade e o estigma relacionado, um grande contingente de pessoas que vivem com a hanseníase apresenta necessidades marcantes ao longo de suas vidas. Ampliar o empoderamento destas pessoas representa estratégia chave para superar o estigma, percebido ou sentido, bem como os diferentes contextos de vulnerabilidade. Este projeto busca ampliar a capacidade de intervenção na composição de estratégias para o desenvolvimento inclusivo. A proposta visa explorar o estigma como categoria analítica amplificadora da vulnerabilidade social, do preconceito e da restrição à participação social, além de geradora de impactos no perfil de ocorrência e de atenção/cuidado da hanseníase em áreas endêmicas do Norte e Nordeste do Brasil. Assim, tomando como base referencial a integralidade do cuidado como um dos princípios norteadores do SUS, o objetivo geral deste projeto é adaptar transculturalmente para o Brasil as escalas de estigma Explanatory Model Interview Catalogue (EMIC ? individual e para comunidade) e de empoderamento em pessoas acometidas pela hanseníase. O projeto estrutura-se nos seguintes objetivos específicos: verificar a presença de publicações técnico - científicas oriundas do país de origem da elaboração das escalas e no Brasil; avaliar a pertinência e a adequação do formato das questões e do instrucional, do cenário de administração das escalas e do modo de aplicação; verificar a equivalência semântica por tradução e retrotradução, e entre a retrotradução e as escalas originais; verificar questões gerais referentes a adequação das escalas para possíveis ajustes finais junto à população-alvo e a especialistas; realizar pré-teste da versão final das escalas adaptadas e verificar a equivalência funcional das escalas por meio de análise psicométrica. O projeto é fundamentado em estudo epidemiológico de adaptação transcultural, com base em escalas multidimensionais, com módulos abarcando um ou mais construtos. Inclui um processo combinado entre um componente de tradução literal de palavras e frases do inglês para o português, e um processo cuidadoso de harmonização que contemple o contexto cultural e estilo de vida da população-alvo nos diferentes cenários incluídos no projeto. O desenho do estudo inclui ainda a verificação da equivalência conceitual, de itens, semântica, operacional, de mensuração e funcional das escalas. O estudo será desenvolvido nos Estados da Bahia (Vitória da Conquista), Rondônia (Cacoal), Piauí (Floriano) e Ceará (Redenção). Os participantes do estudo para adaptação das escalas EMIC (indivíduo e comunidade) e Escala de Empoderamento serão pessoas acometidas pela hanseníase, em diferentes momentos em relação à poliquimioterapia (tratamento ativo ou pós-alta), independentemente do sexo, podendo apresentar incapacidades ou deficiências (ou nenhuma das duas). Também será incluída abordagem à comunidade somente para escala EMIC - comunidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Coordenador / Duane Charles Hinders - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Klécia Nascimento Mendes da Silva - Integrante / Andréia Alves Castilhano - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Teresinha Cicera Teodora Viana - Integrante / Sarah Maria Fraxe Pessoa - Integrante / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / José Mário Barbosa dos Santos - Integrante / Danusa de Araujo Felinto - Integrante / Maria Solange Araújo Paiva Pinto - Integrante / Priscila do Nascimento Rosa - Integrante / Eduardo Rodrigues Mota - Integrante / Thainá Isabel Bessa de Andrade - Integrante / Wim H van Brakel - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2016 - 2019

    Ferramenta genérica para avaliação e monitoramento de morbidade e incapacidade relacionadas a doenças tropicais negligenciadas no Brasil: desenvolvimento e potencial com foco na integralidade --- DTN-TOOLKIT-BRASIL, Descrição: O Global Forum for Health Research define doenças tropicais negligenciadas (DTN) como um grupo de enfermidades intrinsecamente associadas à condição de pobreza, como causa ou como consequência. Apesar de responsáveis por quase 1/2 da carga de doença em países em desenvolvimento, com amplas dimensões associadas ? social, psicológica, estigma, etc ?, desconhece-se o padrão geral de expressão de incapacidade nesta população. Incapacidade aqui remete-se a termo genérico que inclui não apenas deficiência física, mas também limitações de atividades e restrições à participação. Denota aspectos negativos da interação entre indivíduo com uma condição de saúde e fatores ambientais, sociais e pessoais. Morbidade remete-se à frequência de doença, gravidade percebida e duração da incapacidade, tanto em indivíduos quanto em grupos. Existe, portanto, uma significativa lacuna técnico-científica, nacional e internacionalmente, de reconhecimento destas questões em DTNs. Este projeto tem como objetivo geral avaliar a aplicabilidade de conjunto de instrumentos validados como ?kit de ferramentas? genérico para abordagem de morbidade e incapacidade relacionadas a múltiplas DTNs (hanseníase, doença de chagas, leishmaniose visceral, esquistossomose mansoni) em diferentes cenários brasileiros. Para tanto, busca-se: desenvolver ?kit? e identificar áreas prioritárias para a rede de atenção e cuidado às DTNs; validar este ?kit? em diferentes cenários brasileiros; conhecer as percepções das pessoas com DTNs envolvidas na pesquisa em relação à experiência e aplicabilidade deste ?kit de ferramentas? e delinear proposta de módulo de educação permanente brasileiro voltada para a implementação do ?kit? em protocolos piloto. Como questões iniciais para o enfrentamento destes desafios inserem-se: qual deveria ser o conteúdo deste ?kit de ferramentas? genérico para múltiplas DTN? Em que medida este ?kit de ferramentas? seria adequado e aplicável em diferentes contextos e realidades demográficas, sociais, culturais, econômicas e epidemiológicas de áreas endêmicas e não endêmicas? De forma preliminar, foi desenvolvido estudo utilizando o método Delphi com a participação de experts de várias partes do mundo para identificação e reconhecimento deste conjunto de ferramentas. Após rodadas no painel de especialistas, estruturou-se uma proposta preliminar de ?kit?, contendo uma série de instrumentos que integram as seguintes dimensões: funcionalidade e incapacidade relacionada às condições de saúde; distúrbios psiquiátricos; incapacidades nas atividades diárias (cognição, mobilidade, autocuidado, convivência com as pessoas, atividades de vida e participação na sociedade); restrições percebidas à participação das pessoas afetadas; estigma; barreiras atitudinais, políticas e físicas; qualidade de vida geral; qualidade de vida associada à incapacidade; e empoderamento. Trata-se de estudo transversal descritivo, com abordagens quantitativa e qualitativa, para avaliação de 9 instrumentos ou escalas a serem integrados no ?kit de ferramentas?: WHO ICF Checklist; Self-Reporting Questionnaire (SRQ); World Health Organization Disability Assessment Schedule (WHODAS); Participation scale (P-scale); Explanatory Model Interview Catalogue (EMIC) - individual; EMIC ? em comunidade; Craig Hospital Inventory of Environmental Factors (CHIEF) scale e WHOQOL-BREF com o modulo WHOQOL-DIS (disability); e Empowerment Scale. O estudo será desenvolvido nas cidades de Fortaleza (Ceará) e do Rio de Janeiro (RJ), a partir de instituições e serviços de referência de atenção e cuidado a DTNs. Serão incluídas pessoas atingidas por pelo menos uma das DTNs, que tenham 18 anos de idade ou mais. Além da aplicação do ?kit de ferramentas?, será avaliada a perspectiva sobre o instrumento e a experiência no processo, das pessoas que participaram no estudo. Com a finalidade de compor, além do ?kit? e seu instruci. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Marta Guimarães Cavalcanti - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Maria Iranilda de Queiroz - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Sarah Maria Fraxe Pessoa - Coordenador / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Marta Cristhiany Cunha Pinheiro - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Integrante / Maria Solange Araújo Paiva Pinto - Integrante / Eduardo Rodrigues Mota - Integrante / Thainá Isabel Bessa de Andrade - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Wim H van Brakel - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no Nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade, Descrição: A hanseníase representa condição crônica e negligenciada que persiste com elevados níveis de detecção de casos novos e de morbimortalidade em vários países, incluindo o Brasil. Os indicadores epidemiológicos e operacionais apontam para manutenção de níveis elevados de endemicidade nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A detecção precoce de casos impacta não apenas na dinâmica de transmissão de Mycobasterium leprae, mas também na redução do grau 2 de incapacidade. Nesta perspectiva, a recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares pode ser traduzida em indicadores de natureza operacional e epidemiológica com potencial significativo no contexto da vigilância à saúde no território da atenção primária, revelando de forma sensível dimensões de vulnerabilidade nos microespaços. No entanto, há um desconhecimento da magnitude deste evento bem como dos padrões e contextos de vulnerabilidade associados à manutenção da hanseníase em diferentes gerações da mesma família e nas redes sociais relacionadas a estas famílias. Explorar estes aspectos em diferentes cenários de endemicidade na região Nordeste, traz elementos importantes para o controle. Objetivo: Analisar a magnitude da recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares, bem como padrões e contextos de vulnerabilidade, em municípios dos Estados da Bahia e do Piauí com diferentes perfis de endemicidade, no período de 2001 a 2014. De forma específica, pretende-se caracterizar os aspectos clínicos, epidemiológicos e sociodemográficos dos casos de hanseníase nos núcleos familiares com recorrência transgeracional; descrever os tipos de família com recorrência de hanseníase e suas relações intrafamiliares e sociais com o meio e a comunidade onde habitam; caracterizar as diferentes gerações acometidas pela hanseníase, incluindo densidade de casos confirmados, itinerário diagnóstico-terapêutico e tempo transcorrido para diagnóstico entre os casos; determinar a magnitude de casos de hanseníase entre contatos intradomiciliares, coabitantes residentes e coabitantes sociais vinculados aos núcleos familiares com recorrência transgeracional.; identificar padrões de distribuição espaço-temporal de famílias com recorrência transgeracional de hanseníase nos municípios em estudo e descrever os contextos de vulnerabilidade individual, programática e social associados à manutenção da ocorrência de novos casos de hanseníase em um mesmo núcleo familiar. Procedimentos Metodológicos: estudo transversal, com abordagens descritiva e analítica, a ser realizado a partir de núcleos familiares com recorrência transgeracional de hanseníase residentes no Estado do Bahia (nos municípios de Vitória da Conquista e Tremedal), e no Estado do Piauí (nos municípios de Picos e Floriano), a partir de casos referência diagnosticados e notificados no período de 2001 a 2014. Está estruturado em 6 etapas. Nas primeiras 4, são abordadas diferentes dimensões do núcleo familiar. Compreende-se núcleo familiar como o conjunto de casos-referências, contatos intradomiciliares, coabitantes residentes e coabitantes sociais. Estima-se que existam aproximadamente 250 casos-referências vinculados a núcleos familiares com recorrência transgeracional de hanseníase nos municípios selecionados dos 2 estados, previamente identificados a partir de estudos conduzidos ou apoiados pela Universidade Federal do Ceará. A coleta de dados acontecerá por intermédio de entrevista estruturada com profissionais e gestores da atenção primária e vigilância epidemiológica, o caso referência, e caso tenha a autorização expressa por ele, será abordado os demais componentes do núcleo familiar também acometido pela hanseníase. Para entrada de dados será utilizado o programa EpiInfo Versão 7.1.5; a construção do genograma e ecomapa será feito no software GenoPro, versão 3.0.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Klécia Nascimento Mendes da Silva - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Josilene Silva Oliveira - Integrante / José Mário Barbosa dos Santos - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Telma Maria Evangelista de Araújo - Integrante / Danusa de Araujo Felinto - Integrante / Eduardo Rodrigues Mota - Integrante / Thainá Isabel Bessa de Andrade - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Thalita Caroline Costa Façanha - Integrante / Sinara de Menezes Lisboa Freire - Integrante / Suellen Menezes Lisboa Freire - Integrante / Olívia Dias de Araújo - Integrante / Hilda Beatriz Miranda-Galarza - Integrante / Suyanne Freire de Macêdo - Integrante / Walquirya Maria Pimentel Santos Lopes - Integrante / Gilberto Valentim da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2015 - 2019

    Limites e Possibilidades da Reabilitação Baseada em Comunidades como Estratégia para Inclusão Social: Prospecção no Brasil a partir de Iniciativas com Pessoas Acometidas pela Hanseníase, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jaqueline Caracas Barbosa em 09/03/2016., Descrição: Considerando-se a especificidade de Mycobacterium leprae pelo acometimento de nervos periféricos e pele bem como o potencial de geração de alterações motoras e sensoriais potenciais, impactos significativos do ponto de vista físico, psicológico, social e econômico ampliam o impacto deste processo infeccioso. Por sua natureza incapacitante, a baixa gravidade e o estigma relacionado, um grande contingente de pessoas que vivem com hanseníase apresenta necessidades marcantes com vistas à reabilitação ao longo de suas vidas. Nessa abordagem, questões como deficiência, limitação de atividade e restrição de participação social são fundamentais e devem ser consideradas. Essas dimensões foram definidas na Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde como componentes significativos do estado de saúde de uma pessoa. Na perspectiva dos fundamentos da pesquisa transdisciplinar, considerando a disponibilidade limitada de serviços institucionais especializados, a OMS introduziu uma estratégia chamada Reabilitação Baseada na Comunidade (RBC). Representa uma estratégia ampla e integrada dentro do modelo de desenvolvimento geral da comunidade para reabilitação, igualdade de oportunidades e inclusão social de pessoas com incapacidades. Ela enfatiza a participação comunitária e o empoderamento dos indivíduos envolvidos. Os princípios da RBC são baseados nos princípios da Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Além disso, dois novos princípios foram propostos, empoderamento, que inclui autodefesa (veja o componente Empoderamento), e sustentabilidade. Esses princípios devem ser usados como guias em todos os aspectos do trabalho em RBC. Reforça-se nesta proposta, para além das ações e estratégias voltadas para incorporação de ações de RBC reconhecidas internacionalmente, buscar resgatar a importância da participação das pessoas com deficiência no processo de construção de modelo brasileiro a partir de ?escuta? qualificada de experiências locais. Ademais, insere-se também a etapa de implementação das atividades deste potencial ?modelo brasileiro?, reforçando a necessidade de integração mais estreita com todos os setores que, de forma direta ou indireta, têm interfaces no desenvolvimento de ações ou iniciativas para (e com protagonismo) das pessoas com deficiência. Para tanto, na realidade brasileira, é clara a necessidade de apoio do estado brasileiro, com vistas ao desenvolvimento de estratégias e políticas nacionais que integrem os diferentes elementos de RBC, relacionando-as diretamente aos direitos humanos e à redução da pobreza entre as pessoas com deficiência, com vistas ao desenvolvimento humano e social de base comunitária. Objetivo Geral évaliar ações desenvolvidas que integrem dimensões de RBC em pessoas acometidas pela hanseníase no país e seu potencial para inclusão social em diferentes realidades brasileiras como estratégia e política nacional. C bjetivos Específicos: caracterizar iniciativas locais no Brasil voltadas para pessoas acometidas pela hanseníase que integrem diferentes dimensões de RBC, verificar se referenciais teórico-conceituais e estratégias de implementação utilizados internacionalmente podem ser base para o processo de construção de modelo brasileiro, identificar limites e possibilidades destas iniciativas em termos da implementação de uma proposta nacional de RBC, delinear proposta brasileira de RBC voltada para a abordagem de pessoas acometidas pela hanseníase, verificar o potencial de implementação desta proposta em diferentes contextos no país, integrada a programas de controle da hanseníase existentes em municípios, desenvolver processo de educação permanente e formação de multiplicadores para a implantação da estratégia no país, desenvolver sistema eletrônico para cadastro de iniciativas identificadas e formação de banco de dados/portfolio de iniciativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Coordenador / Duane Charles Hinders - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Klaas Hendrik Eggens - Integrante / Zoica Bakirtzief da Silva Pereira - Integrante / Rejane de Almeida Silva - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Artur Custódio Sousa - Integrante / Beatriz Miranda-Galarza - Integrante / Kerstin Beise - Integrante / Abdul Mujib - Integrante / Iwan Irwanto - Integrante / Geer van Hove - Integrante / José Mário Barbosa dos Santos - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): Netherlands Leprosy Relief - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2019

    Avaliação e Monitoramento de Morbidade e Incapacidade Relacionadas a Doenças Tropicais Negligenciadas: Desenvolvimento de Ferramenta Genérica no Brasil, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jaqueline Caracas Barbosa em 09/03/2016., Descrição: O Global Forum for Health Research define doenças negligenciadas como um conjunto de enfermidades intrinsecamente associadas à condição de pobreza. As precárias condições de vida e as iniquidades em saúde representam, portanto, os principais fatores responsáveis pela maior incidência destas doenças. Mesmo sendo responsáveis por quase metade da carga de doença em países em desenvolvimento, os investimentos transferidos para ações de pesquisa e desenvolvimento não têm priorizado essa área. Embora a OMS reconheça a importância dos fatores ambientais sobre a funcionalidade e incapacidade, a escassez de instrumentação padronizada para documentar tais fatores restringe a investigação direta e empírica de barreiras e facilitadores associados à participação social de pessoas com deficiência. Aspectos como estigma, e qualidade de vida devem ser necessariamente integrados. Ademais, a despeito da relevância de ampliar os olhares para morbidade e incapacidades em DTNs, uma das questões urgentes para resposta da comunidade científica remete-se à necessidade de desenvolvimento de ferramentas que possibilitem avaliar e monitorar estas dimensões a partir de diferentes perspectivas. O objetivo geral do projeto é avaliar a aplicabilidade de conjunto de instrumentos validados como ?kit de ferramentas? genérico para abordagem de morbidade e incapacidade relacionadas a múltiplas DTN (hanseníase, doença de chagas, leishmaniose visceral esquistossomose mansoni, neurocisticercose). Como objetivos específicos, inserem-se: desenvolver ?kit de ferramentas? para avaliar as DTNs e identificar áreas prioritárias para os serviços de gestão de morbidade e incapacidade (GMI), validar este ?kit de ferramentas? em DTNs (hanseníase, doença de chagas, leishmaniose visceral esquistossomose mansoni, neurocisticercose) em projeto piloto no contexto brasileiro, e delinear proposta de módulo de educação permanente brasileiro voltada para a implementação do ?kit de ferramentas? nos protocolos de abordagem destas DTNs.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Coordenador / Duane Charles Hinders - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Maria Iranilda de Queiroz - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Sarah Maria Fraxe Pessoa - Integrante / Heleen Kuiper - Integrante / Liesbeth F Mieras - Integrante / Anna T Van 'T Noordende - Integrante / Wim H van Brakel - Integrante.

  • 2013 - 2017

    Atenção à saúde para hanseníase em áreas de alta endemicidade nos estados de Rondônia, Tocantins e Bahia: abordagem integrada de aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço-temporais), clínicos e psicossociais, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jorg Heukelbach em 03/12/2013., Descrição: O projeto IntegraHans Norte / Nordeste tem como objetivo central caracterizar os aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço-temporais), clínicos e psicossociais que influenciam a atenção à saúde para o controle da hanseníase em áreas de alta endemicidade em municípios dos estados de Rondônia, Tocantins e Bahia. O presente projeto é uma abordagem integrada incluindo estudos epidemiológicos quantitativos de base populacional, além de estudos operacionais e qualitativos. Está organizado em: - estudos de base incluindo a abordagem de: 1) padrões e tendências de aglomerados espaço-temporais dos casos de hanseníase diagnosticados no período de 2001 a 2012 em relação a variáveis sócias, demográficas, econômicas, ambientais, clínico-epidemiológicas e operacionais e 2) fatores de risco (operacionais ? rede de atenção, clínicos, epidemiológicos, sociais, econômicos, demográficos, ambientais) associados aos padrões de: detecção de casos, desempenho de avaliação de contatos, ocorrência de incapacidades físicas / episódios reacionais dos casos de hanseníase diagnosticados no período de 2001 a 2012 - sub-estudos que englobam como dimensões: 1) aspectos epidemiológicos e operacionais da abordagem de contatos domiciliares pelos serviços de saúde de casos com hanseníase no período de 2007 a 2012, 2) padrões de completitude e consistência do SINAN como fonte de dados sobre avaliação de contatos domiciliares de casos com hanseníase no período de 2007 a 2012 ? confrontação do SINAN com dados primários, 3) aspectos clínicos (perfil clínico geral, comprometimento neural, episódios reacionais, limitação de atividade e consciência de risco) de casos com hanseníase no período de 2007 a 2012, 4) acesso à rede de atenção à saúde de casos com hanseníase diagnosticados no período de 2007 a 2012 ? confronto entre residência e local de notificação, 5) perfil socioeconômico e demográfico dos casos de hanseníase diagnosticados no período de 2007 a 2012 e seus familiares ? necessidades sociais e em saúde, 6) Estigma associado à hanseníase em casos novos e antigos de hanseníase, 7) qualidade de vida de casos com hanseníase no período de 2007 a 2012, 8) redes sociais que permeiam profissionais, programas e usuários do serviço de saúde relativos ao controle da hanseníase Todo o processo desenvolvimento dos estudos operacionais, epidemiológicos e qualitativos será aninhado a partir dos estudos de base. Indubitavelmente, essa abordagem ampla incorpora necessariamente o conceito de integralidade. A integralidade aqui é reconhecida em termos de diferentes sentidos, a partir da afirmação de que a integralidade é um dos princípios constitucionais e um dos pilares do SUS que se refere tanto às pessoas quanto ao sistema de saúde e suas redes. Projeto financiado pelo Edital MCTI/CNPq/MS-SCTIE-Decit N40/2012 ? Pesquisa em Doenças Negligenciadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Márcia Maria Tavares Machado - Integrante / Sebastião Alves de Sena Neto - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Maria Helena Aguado Conus - Integrante / Marcos Túlio Raposo - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Emerson Soares dos Santos - Integrante / Carina Rodrigues Garcia Lino - Integrante / Olga Maria Alencar - Integrante / Adriana Cavalcante Ferreira Morciego Garcia - Integrante / Marlene Salete dos Santos - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Thayza Miranda Pereira - Integrante / Mauricélia da Silveira Lima - Integrante / Aline Lima Brito - Integrante / Amanda Lima Sena - Integrante / Patrícia Passos Sampaio - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Integrante / Lorena Dias Monteiro - Integrante / Penélope Vounatsou - Integrante / José Andrade Louzado - Integrante / Klaas Hendrik Eggens - Integrante / Ana Virgínia de Queiroz Caminha - Integrante / Maria da Conceição de Luna Alves Cunha - Integrante / Erika Priscilla Lisboa Muller Langer - Integrante / Zoica Bakirtzief da Silva Pereira - Integrante / Linda Faye Lehman - Integrante / Ricardo Evangelista Fraga - Integrante / Rejane de Almeida Silva - Integrante / Albanete Araújo de Almeida Mendonça - Integrante / Soraya Rafaela Rodrigues Coelho da Silva - Integrante / Ângela Antunes de Morais Lima - Integrante / Jennyfer Martins de Sena - Integrante / Jéssyca Martins de Sena - Integrante / Aline Cruz dos Santos - Integrante / Andréia Alves Castilhano - Integrante / Dayane Brito Gomes - Integrante / Juliana de Oliveira Souza - Integrante / Lucas Bezerra Santos - Integrante / Marco Aurelio Fernandes de Araujo - Integrante / Suzy Anne Ribeiro Hassem - Integrante / Jorg Heukelbach - Coordenador / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Integrante / Carmelita Ribeiro Filha - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2013 - 2017

    Avaliação sócio-ambiental e eco-epidemiológica da transmissão do Trypanosoma cruzi e caracterização da cepa isolada de triatomíneos e animais domésticos em Sobral- Ceará, Descrição: Devido a presença das espécies Triatoma pseudomaculata, Triatoma brasiliensis, Rhodnius nasutus, Panstrongylus lutzi, Panstrongylus megistus na cidade de Sobral e tendo em vista o potencial destas espécies como vetores do T. cruzi, busca-se investigar a presença do agente etiológico da doença de Chagas em possíveis reservatórios, como animais domésticos que se encontram no domicílio e peridomicílio afim de avaliar a infecção natural pelo T. cruzi que ocorre entre estes animais e qual o papel destes animais como reservatório. Embora haja uma grande quantidade de estudos sobre a diversidade genética de populações de T. cruzi. A caracterização das diferentes cepas existentes em uma determinada área geográfica é crucial para o estudo do papel da diversidade do parasito na patogênese local da doença de Chagas. É provável que o predomínio de um dado tipo de cepa em uma determinada área esteja relacionado com as principais manifestações da doença naquela área. Considerando os vários aspectos da infecção por T. cruzi, a presença do mesmo padrão biológico e bioquímico de cepa em uma área endêmica é importante, não somente para observação do tipo predominante de manifestações clínicas e envolvimento de órgãos, mas também em relação à resposta à quimioterapia, já que se sabe que cepas de diferentes DTUs mostram suscetibilidade diferente às drogas disponíveis para tratamento da doença. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Cynara Carvalho Parente - Coordenador / Filipe Anibal Carvalho Costa - Integrante / Raimundo Vieira Dias Neto - Integrante / Marli Maria Lima - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Integrante / Plutarco I Parente - Integrante / Samanta Cristina das Chagas Xavier - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Morbimortalidade e controle de doenças negligenciadas no Brasil, Descrição: Engloba estudos de padrões de morbimortalidade de doenças tropicais negligenciadas no Brasil, integrando abordagens espaciais, temporais e espaço-temporais. Adicionalmente, insere análises operacionais das ações de controle desenvolvidas no SUS. A abordagem epidemiológica insere análises relativas a doenças como doença de Chagas, hanseníase, esquistossomose, leishmanioses, parasitoses intestinais, dentre outras.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Marta Guimarães Cavalcanti - Integrante / Sebastião Alves de Sena Neto - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Eros Antonio de Almeida - Integrante / Maria Aparecida Shikanai Yasuda - Integrante / Cláudia Mendonça Bezerra - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Carlos Francisco Oliveira Nunes - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Adriana Valéria Assunção Ramos - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Marta Cristhiany Cunha Pinheiro - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Integrante / Telma Maria Evangelista de Araújo - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Integrante / Eduardo Rodrigues Mota - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Olívia Dias de Araújo - Integrante / Érica de Alencar Rodrigues Neri - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2013 - 2015

    Vigilância e controle da esquistossomose mansoni em áreas da transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará, Descrição: O estado do Ceará tem 93% de seu território inserido na região do semi-árido brasileiro, todos os rios são intermitentes e a disponibilidade de recursos hídricos subterrâneos é limitada (TEIXEIRA, 2003). Os principais fatores que contribuíram para propagação da esquistossomose foram os movimentos migratórios, a exploração inadequada de recursos hídricos, a ampla distribuição dos hospedeiros intermediários, a longevidade da doença, problemas sanitários e a falta de educação sanitária. No Ceará, dois grandes projetos hídricos em fase de construção envolvendo mais de 25 municípios, levarão água do Rio São Francisco entrando em Jati, extremo sul do estado até o Complexo Industrial-Portuário do Pecém (CIPP) no município de São Gonçalo do Amarante. Diante disso, nosso objetivo é descrever a situação epidemiológica e ecológica da dinâmica da transmissão da Esquistossomose mansoni nas áreas que serão abrangidas pelo eixo norte do projeto de transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará. Como metodologia faremos um estudo ecológico analítico, com base em dados primários do inquérito malacológico, coproscópico e sorológico que será realizado nas coleções hídricas e na população da proximidade dos canais dos municípios do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará. Após o mapeamento das coleções hídricas e a identificação dos criadouros, a equipe de campo marcará os pontos das coordenadas geodésicas em GPS de todas as coleções pesquisadas, em seguida será realizada a coleta sistemática de molusco por varredura. O Inquérito Coproscópico e Sorológico será realizado em 1.744 escolares, dos 21 municípios de 7 a 14 anos, matriculados nas escolas escolhidas de modo que pertençam ao perímetro determinado. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Luciano Pamplona de Góes Cavalcanti - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlile Holanda Lavor - Integrante / Mariana da Silva Sousa - Integrante / Joames Kauffimann Freitas Leal - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Marta Cristhiany Cunha Pinheiro - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Coordenador., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2015

    Ética na Atenção Integral à Saúde de Pessoas e Famílias Acometidas pela Hanseníase: Desenvolvimento e Aplicação de Protocolos Inovadores em Sistemas de Saúde a partir da Cooperação Brasil-Espanha, Descrição: A presente proposta tem como objetivo geral analisar de forma integrada aspectos operacionais, epidemiológicos, clínicos e psicossociais da hanseníase para desenvolvimento de protocolos éticos voltados para atenção/cuidado à saúde em áreas de alta endemicidade no Brasil em municípios dos estados de Rondônia e Bahia, bem como em área não endêmica, Espanha. A presente proposta trata de abordagem ampla e integradora, estruturante do ponto de vista técnico, uma vez que perpassa questões da epidemiologia, bioética, da gestão do programa em termos operacionais, da educação permanente, da abordagem integral do portador, bem como de fortalecimento da rede de atenção a partir da incorporação de dimensões mais amplas da hanseníase pelos serviços de saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Sebastião Alves de Sena Neto - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Marcos Túlio Raposo - Integrante / Olga Maria Alencar - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Thayza Miranda Pereira - Integrante / Aline Lima Brito - Integrante / Amanda Lima Sena - Integrante / Patrícia Passos Sampaio - Integrante / Lorena Dias Monteiro - Integrante / Ana Rebeca de Sousa Ponce - Integrante / Alline Ramos Araújo - Integrante / Miguel Angel Sánchez González - Integrante / José Miguel Hernández Mansilla - Integrante / José Andrade Louzado - Integrante / Klaas Hendrik Eggens - Integrante / Ana Virgínia de Queiroz Caminha - Integrante / Dominik Garcia Araújo Fontes - Integrante / Maria da Conceição de Luna Alves Cunha - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Carmelita Ribeiro Filha - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Transmissão e diagnóstico tardio da hanseníase no estado do Ceará: Identificação de áreas de risco, 2001-2012, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Carlos Henrique Morais de Alencar em 08/04/2014., Descrição: A hanseníase mantém-se como um processo infeccioso crônico de elevada magnitude em vários países. Apesar disto, de uma forma ampliada, o caráter de doença negligenciada compromete sistematicamente o seu controle, onde se sustenta com uma elevada carga nos países endêmicos, considerando-se o número de casos novos detectados e as complexas repercussões que gera nos planos individual e coletivo. Uma das questões importantes pouco abordadas não apenas no Brasil, mas em outros países endêmicos, é o padrão epidemiológico desigual de ocorrência da hanseníase (e de outras endemias) nos territórios. As análises das relações entre saúde e espaço precisam fazer uso de estudos que abordem escalas ecológicas para identificar os fatores que possam estar envolvidos nestas relações. Objetivos: Caracterizar os padrões epidemiológicos/operacionais, espaciais e temporais da hanseníase em um município de alto risco de transmissão para hanseníase no estado do Ceará no período de 2001 a 2012. De forma mais específica, pretende-se caracterizar os padrões epidemiológicos/operacionais e tendência temporal da hanseníase na área do estudo de 2001 a 2012, descrever o fluxo de pessoas afetadas pela hanseníase, entre o município de residência e de diagnóstico, definir e classificar aglomerados espaço-temporais de alto risco de detecção da hanseníase, de transmissão recente e de diagnóstico tardio na área endêmica utilizando quatro métodos de análise espacial para detectar agregados. Métodos: Este estudo será composto por três sub-estudos, cada um apresentando método e desenho de estudo específicos. Sub-estudo 1: Estudo descritivo e analítico sobre os indicadores epidemiológicos e operacionais da hanseníase com base em dados secundários. Trata-se de uma construção das séries históricas dos indicadores epidemiológicos e operacionais de ocorrência da hanseníase em cada um dos 12 anos do estudo e do período completo de 2001 a 2012. Sub-estudo 2: Análise de fluxo para o primeiro atendimento (diagnóstico da hanseníase). Realizar-se-á estudo transversal com ênfase espacial. Serão quantificados e mapeados os casos novos de hanseníase nos municípios de Ceará, comparando-se o registro do município de residência com o município da unidade de saúde de notificação dos casos. Sub-estudo 3: Análise de padrões espaciais com recortes temporais de transmissibilidade e diagnóstico da hanseníase. Nesta será comparada a variabilidade espacial dos indicadores epidemiológicos e operacionais relacionados à hanseníase nos períodos de 2001 a 2003, 2004 a 2006, 2007 a 2009 e 2010 a 1012, bem como o período completo (2001 a 2012) por meio de mapas temáticos, tendo como unidade de análise os municípios. Como hipótese central do estudo tem-se que a distribuição espacial heterogênea da hanseníase no município de Ceará não se dá por acaso, mas está relacionada a fatores geográficos e sociais, como ocupação do espaço urbano, perfil socioeconômico, ocupação, acesso à rede de atenção à saúde bem como a características ambientais diversas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Luciano Pamplona de Góes Cavalcanti - Integrante / Aline Lima Brito - Integrante / Lorena Dias Monteiro - Integrante / Geziel dos Santos de Sousa - Integrante / Dominik Garcia Araújo Fontes - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Francisco Rogerlândio Martins de Melo - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Coordenador.

  • 2013 - 2015

    Morbimortalidade relacionada à co-infecção tuberculose e HIV/aids no estado do Ceará: padrões espaço-temporais e fatores associados, Descrição: A co-infecção Mycobacterium tuberculosis e HIV se configura como um grave problema de saúde pública no Brasil, com elevada carga morbimortalidade para as pessoas atingidas. No estado do Ceará, a magnitude e os padrões de distribuição desta condição ainda são pouco estudados. Adicionalmente, há escassez de estudos epidemiológicos que incorporem o espaço como categoria analítica. Na presente proposta, objetiva-se caracterizar os padrões espaço-temporais da morbimortalidade relacionada à co-infecção tuberculose e HIV/aids no estado do Ceará, entre 2000 e 2012. Será realizado estudo ecológico de séries temporais e análise espacial, baseado em dados secundários. Terá como referência todos os óbitos e casos da co-infecção tuberculose e HIV/aids registrados/notificados e residentes no estado do Ceará, no período de 2000 a 2012. Será realizada ainda análise da distribuição espacial, com quantificação da dependência espacial e investigação da associação entre indicadores epidemiológicos e operacionais de morbimortalidade da co-infecção e fatores socioeconômicos, demográficos, ambientais e de assistência à saúde. Os dados de morbimortalidade serão provenientes das bases de dados SIM e SINAN. Os dados socioeconômicos, demográficos, ambientais e de atenção à saúde serão provenientes do IBGE e de outras fontes (IPEA, INPE e DATASUS). Este estudo será composto por quatro etapas, cada uma apresentando método e desenho de estudo específicos. Etapa 1: Estudo descritivo e analítico sobre indicadores epidemiológicos da co-infecção tuberculose e HIV/aids com base em dados secundários; Etapa 2: Análise de padrões espaço-temporais de morbimortalidade da co-infecção tuberculose e HIV/aids; Etapa 3: Análise dos fatores socioeconômicos, demográficos e ambientais associados aos aglomerados espaciais de alta detecção da co-infecção tuberculose e HIV/aids, através de regressão linear simples e múltipla; Etapa 4: Análise da subnotificação de casos e óbitos relacionados à co-infecção tuberculose e HIV/aids no estado do Ceará por meio de relacionamento probabilístico entre as bases de dados oficiais, bem como comparar a sensibilidade/desempenho dos sistemas de informações relacionados à co-infecção TB/HIV no estado do Ceará. Espera-se com este estudo contribuir para ampliar a cobertura e a qualidade das ações voltadas para o controle da co-infecção em áreas prioritárias no estado do Ceará, em especial, para as ações de atenção em saúde à população atingida, colaborando para aumentar a capacidade dos sistemas locais de saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Mauricélia da Silveira Lima - Integrante / Alline Ramos Araújo - Integrante / Sheila Maria Santiago Borges - Integrante / Telma Alves Martins - Integrante / Terezinha do Menino Jesus Silva Leitão - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Vanessa Damasceno Jales - Integrante / Francisco Rogerlândio Martins de Melo - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Inquérito Nacional de Saúde na População Penitenciária Feminina e de Servidoras Prisionais, Descrição: O projeto tem como objetivos gerais: (1) avaliar as condições de saúde no que diz respeito às doenças transmissíveis e não transmissíveis mais prevalentes na população de mulheres privadas de liberdade e servidoras prisionais nas penitenciárias e presídios brasileiros; (2) subsidiar a implantação do Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário, bem como contribuir para o controle e redução dos agravos mais frequentes à saúde desses segmentos sociais. O projeto visa ainda articular as unidades e equipes de saúde do sistema penitenciário com as unidades e equipes de saúde do SUS, incentivando a adoção de estratégias multiprofissionais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Coordenador / Francisco Marto Leal Pinheiro Júnior - Integrante / Deborah Gurgel Freire - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2015

    Modelo de governança, regionalização e redes de atenção à saúde no estado do Ceará: contexto, condicionantes, implementação e resultados, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ricardo José Soares Pontes em 05/12/2013., Descrição: A descentralização foi uma política prioritária na agenda federal da saúde durante a primeira década de implantação do Sistema Único de Saúde. Ao final da década de 1990, os avanços da municipalização revelaram-se altamente dependentes das condições prévias locais. Evidenciaram-se problemas relativos à desintegração territorial de instituições, serviços e práticas, e dificuldades para a conformação de arranjos cooperativos entre governos que garantam o acesso integral a saúde. É nesse cenário que a regionalização ganha relevo na política nacional de saúde. Novas diretrizes e a divisão de funções e responsabilidades entre os entes federativos na condução do sistema, como as Normas Operacionais de Assistência a Saúde, o Pacto pela Saúde, a portaria Federal 4.279 e o Decreto Presidencial n. 7508 nos permitem a identificação de elementos de continuidade e mudanças no conteúdo normativo da regionalização da saúde no Brasil. O Ceará é um estado com longa tradição de pioneirismo na descentralização da saúde. Estudos recentes mostram que a governança coordenada e cooperativa da regionalização da saúde no estado está relacionada ao relativamente bom funcionamento das instâncias de pactuação e negociação, mostrando as estruturas regionais consolidadas, legitimadas e atuantes. O presente projeto de pesquisa visa avaliar o processo e os resultados da implantação da regionalização da saúde no estado do Ceará, destacando o período pós implementação dos Contratos Organizativos da Ação Pública de Saúde - COAP nas regiões de saúde, particularmente no período de 2012 a 2014, objetivando: a) caracterizar as regiões e as redes de atenção à saúde configuradas no estado; b) avaliar as Comissões Intergestores Regionais (CIR); c) avaliar o modelo de governança nas regiões de saúde; e d) avaliar o impacto da regionalização no acesso às ações e serviços de saúde no estado do Ceará. A pesquisa avaliativa utilizará principalmente a metodologia da pesquisa qualitativa em saúde através das técnicas de grupo focal, entrevistas abertas e análise documental; de forma complementar e articulada, a investigação utilizará também a metodologia quantitativa naqueles aspectos quantificáveis e objetiváveis do processo de regionalização. Os informantes chave (sujeitos) da pesquisa serão os técnicos de nível central e regional da Secretaria de Saúde do Estado, os membros do COSEMS, os técnicos dos municípios e os membros dos conselhos de saúde envolvidos no processo de regionalização. As fontes documentais serão as atas, relatórios e todos os documentos constitutivos dos COAP. As dimensões a serem inicialmente exploradas como roteiro da pesquisa serão - Dimensão1: o processo de regionalização no plano estadual; Dimensão 2: caracterização das regiões e redes de atenção à saúde; Dimensão 3: avaliação das Comissões Intergestores Regionais e do modelo de governança nas regiões de saúde; e Dimensão 4: avaliação do impacto da regionalização. Em conclusão, os resultados, produtos e avanços esperados consistirão na identificação de elementos de continuidade e mudanças na política de regionalização no estado, além de fragilidades e aspectos positivos do processo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria do Socorro Vieira Lopes - Integrante / Eurivaldo Sampaio de Almeida - Integrante / Ana Mattos Brito de Almeida - Integrante / Cristiani Vieira Machado - Integrante / Luciana Dias de Lima - Integrante / Cristiani Vieira Machado - Integrante / Hudson Pacífico Silva - Integrante / Ana Luiza d'Ávila Viana - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Padrões Epidemiológicos e Operacionais de Controle da Hanseníase no município de Fortaleza, Ceará, 2001-2012, Descrição: Introdução: A hanseníase mantém-se como um processo infeccioso crônico de elevada magnitude em vários países. Apesar disto, de uma forma ampliada, o caráter de doença negligenciada compromete sistematicamente o seu controle, onde se sustenta com uma elevada carga nos países endêmicos, considerando-se o número de casos novos detectados e as complexas repercussões que gera nos planos individual e coletivo. Uma das questões importantes pouco abordadas não apenas no Brasil, mas em outros países endêmicos, é o padrão epidemiológico desigual de ocorrência da hanseníase (e de outras endemias) nos territórios. As análises das relações entre saúde e espaço precisam fazer uso de estudos que abordem escalas ecológicas para identificar os fatores que possam estar envolvidos nestas relações. Objetivos: Caracterizar os padrões epidemiológicos/operacionais, espaciais e temporais da hanseníase em um município de alto risco de transmissão para hanseníase no estado do Ceará no período de 2001 a 2012. De forma mais específica, pretende-se caracterizar os padrões epidemiológicos/operacionais e tendência temporal da hanseníase na área do estudo de 2001 a 2012, descrever o fluxo de pessoas afetadas pela hanseníase, entre o bairro de residência e de diagnóstico, definir e classificar aglomerados espaço-temporais de alto risco de detecção da hanseníase, de transmissão recente e de diagnóstico tardio na área endêmica utilizando quatro métodos de análise espacial para detectar agregados. Métodos: Este estudo será composto por três sub-estudos, cada um apresentando método e desenho de estudo específicos. Sub-estudo 1: Estudo descritivo e analítico sobre os indicadores epidemiológicos e operacionais da hanseníase com base em dados secundários. Trata-se de uma construção das séries históricas dos indicadores epidemiológicos e operacionais de ocorrência da hanseníase em cada um dos 12 anos do estudo e do período completo de 2001 a 2012. Sub-estudo 2: Análise de fluxo para o primeiro atendiment. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Luciano Pamplona de Góes Cavalcanti - Integrante / Victor Emanuel Pessoa Martins - Integrante / Aline Lima Brito - Integrante / Amanda Lima Sena - Integrante / Laura Brito de Souza - Integrante / Lorena Dias Monteiro - Integrante / Ekaterine Araújo Dias - Integrante / Penélope Vounatsou - Integrante / Geziel dos Santos de Sousa - Integrante / Ana Rebeca de Sousa Ponce - Integrante / Alline Ramos Araújo - Integrante / Dominik Garcia Araújo Fontes - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Francisco Rogerlândio Martins de Melo - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Judicialização do Direito à Saúde: Padrões e Tendências no Estado do Ceará, Descrição: A judicialização do direito à saúde é um fenômeno político-jurídico que tem preocupado magistrados e gestores públicos por todo o país. Entretanto, sua real dimensão é desconhecida, com situação ampliada por dúvidas relativas à confiabilidade dos registros eletrônicos disponíveis, incluindo aqueles do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Esse cenário tem dificultado o planejamento estratégico do judiciário e do executivo. O presente projeto tem como obetivo central verificar os padrões e tendências das demandas judiciais em saúde no Estado do Ceará, atribuídos ao CNJ.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Ana Rebeca de Sousa Ponce - Integrante / Alline Ramos Araújo - Integrante / Carlos Francisco Oliveira Nunes - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Integralidade das ações de controle da hanseníase no território de equipes de saúde da família: contextos epidemiológicos, clínicos, psicossociais e operacionais da abordagem de contatos no município de Fortaleza, Ceará, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Mauricélia da Silveira Lima - Integrante / Aline Lima Brito - Integrante / Amanda Lima Sena - Integrante / Ana Rebeca de Sousa Ponce - Integrante / Alline Ramos Araújo - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Francisco Rogerlândio Martins de Melo - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Novos avanços no conhecimento da tungíase no Brasil: aspectos epidemiológicos, entomológicos, paleoparasitológicos e terapêuticos, Descrição: O presente projeto é composto por estudos laboratoriais, epidemiológicos e ecológicos a serem realizados em três estados de distintas regiões do Brasil (Alagoas, Minas Gerais e Rio Grande do Sul), onde a tungíase é conhecida como problema de saúde pública. Serão realizadas as seguintes etapas: - Avaliação in vitro da eficácia de inseticidas químicos e biológicos contra a pulga T. penetrans em seus diferentes estágios de desenvolvimento (ovo, larva, adulto), após estabelecimento do ciclo de vida em laboratório - Identificação de possíveis novas espécies de Tunga presentes no ambiente e in situ, infestando animais e humanos através de amostras coletadas em campo - Detecção de infestação por T. penetrans e possivelmente outras espécies de Tunga em múmias pré-colombianas, através de exame clínico e de PCR de amostras de pele dos pés - Aplicação de métodos epidemiológicos rápidos (elaborados pelo grupo de pesquisa em estudos anteriores), para estimar a prevalência da tungíase e mapear comunidades de alto risco em áreas endêmicas - Identificação, em estudo transversal, dos fatores ambientais, geográficos, sócio-demográficos e comportamentais associados à distribuição da tungíase em áreas endêmicas (através de exame clínico e aplicação de questionário em amostras representativas de populações endêmicas) - Descrever a distribuição espacial da ocorrência da tungíase em grandes áreas endêmicas brasileiras (através de questionários encaminhados para as secretarias de saúde) Os resultados, além de aumentar o conhecimento científico sobre a doença, vão ser utilizados para o planejamento de medidas de controle efetivas e sustentáveis. Em cooperação com as respectivas secretarias de saúde, a elaboração de ferramentas práticas e de baixo custo facilitarão ainda a estimar a gravidade do problema e a monitorar o andamento de medidas de intervenção. Será criado um grupo nacional de pesquisa em tungíase, envolvendo as quatro Universidades Federais participantes do projeto, a FI. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Hermann Feldmeier - Integrante / Cláudia Maria Lins Calheiros - Integrante / Onilda Santos da Silva - Integrante / Júlio Mendes - Integrante / Jean Ezequiel Limongi - Integrante / Cynthia da Silveira - Integrante / Alcides de Assis e Silva - Integrante / Rick Speare - Integrante / Heinz Mehlhorn - Integrante / Sven Klimpel - Integrante / Joachim Richter - Integrante / Pedro Marcos Linardi - Integrante / Daniel Pilger - Integrante / Sam Ugbomoiko - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Integrante / Jorg Heukelbach - Coordenador / Adauto José Gonçalves Araújo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2012

    A esquistossomose mansoni e o risco de dispersão nos municípios do Estado do Ceará envolvido no projeto de interligação de bacias do Nordeste Setentrional, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricristhi Gonçalves de Aguiar Gomes - Integrante / Vivian da Silva Gomes - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Coordenador.

  • 2010 - 2012

    Sustentabilidade das ações de controle da hanseníase, enfoque em vigilância de contatos, na atenção básica do município de Fortaleza-Ceará, Descrição: O projeto visa fortalecer as ações de controle da hanseníase com foco na vigilância de contatos e a garantia da longitudinalidade do cuidado a pessoas com hanseníase e seus familiares. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Coordenador / Olga Maria Alencar - Integrante / Thayza Miranda Pereira - Integrante / Aline Lima Brito - Integrante / Amanda Lima Sena - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante., Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Epidemiologia e distribuição espacial da mortalidade relacionada à doença de Chagas no Brasil, 1999 a 2007, Descrição: A doença de Chagas continua sendo uma Doença Tropical Negligenciada e um problema de saúde pública, com significativas implicações socioeconômicas na maioria dos países latino-americanos, incluindo o Brasil. A real magnitude da mortalidade pela doença pode ser subestimada nas estatísticas de mortalidade que consideram apenas a causa básica de morte. Objetivou-se caracterizar a magnitude e os padrões da mortalidade relacionada à doença de Chagas no Brasil. Foi realizado um estudo descritivo e analítico com dados de mortalidade obtidos do Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/DATASUS/MS), e uma análise espacial utilizando os municípios como unidades de observação. Foram analisados todos os óbitos ocorridos no Brasil entre 1999 e 2007, na qual a doença de Chagas foi mencionada como causa básica ou associada de morte. Foram calculados coeficientes de mortalidade e mortalidade proporcional para analisar as tendências temporais por meio de regressão polinomial. Investigaram-se os fatores associados ao óbito pela doença de Chagas, comparando-as com os óbitos gerais. Foram descritas as causas de morte que frequentemente se associaram com a doença de Chagas. Para análise de autocorrelação espacial foram utilizados os seguintes métodos: Moran global, Getis-Ord General G, Moran local e estatística Gi*.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jorg Heukelbach - Coordenador / Francisco Rogerlândio Martins de Melo - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante.

  • 2009 - 2012

    IntegraHans-MAPATOPI: Padrões Epidemiológicos, Clínicos, Psicossociais e Operacionais da Hanseníase nos Estados do Maranhão, Pará, Tocantins e Piauí: Uma Abordagem Integrada, Descrição: A proposta geral do Projeto Integrahans-MAPATOPI tomou como base todos os elementos centrais da estratégia global de controle. De forma complementar, o acompanhamento dos indicadores e as suas inter-relações são orientações centrais do PNCH do Ministério da Saúde, para o desenvolvimento de análises epidemiológicas e pesquisas operacionais. Buscou-se inserir abordagens a questões que estão presentes em todos os eixos estruturantes das ações de controle da hanseníase: 1- epidemiologia (sistema de informação e análise de dados); 2- gestão (planejamento; monitoramento e avaliação; descentralização na APS, referência e contra-referência e desenvolvimento pessoal); 3- atenção integral ao portador de hanseníase e seus familiares (diagnóstico, tratamento e vigilância de contatos; prevenção de incapacidades físicas e reabilitação; resgate social de ex-pacientes isolados); 4- comunicação e educação (comunicação social e educação); 5- pesquisa (centros de referência e pesquisa operacional); Nesse sentido, trata-se de uma proposta com abordagem ampla e integradora, estruturante do ponto de vista técnico, uma vez que perpassa questões da epidemiologia, da gestão do programa em termos operacionais, da educação permanente, da abordagem integral do portador bem como de fortalecimento da rede de atenção. Uma aproximação investigativa dos clusters de maior risco para ocorrência da hanseníase, abordando os diversos aspectos da complexidade biológica e social da doença, é reconhecida como um aspecto prioritário do PNCH. Ao nível operacional, as ações do programa estão sendo pensadas, desenvolvidas e direcionadas integrando regiões e estados a partir da conformação e abrangência dos clusters. O projeto Integra-HANS MAPATOPI engloba sete dos onze objetivos definidos como prioritários neste edital de pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Marcelo Luiz Carvalho Gonçalves - Integrante / Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Mônica Cardoso Novaes - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Olga Maria Alencar - Integrante / Patrícia Passos Sampaio - Integrante / Terezinha do Menino Jesus Silva Leitão - Integrante / Jorg Heukelbach - Coordenador / Adriana Valéria Assunção Ramos - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Mortalidade Relacionada à Hanseníase e sua Associação com Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial Sistêmica na População Brasileira de 1999 a 2007, Descrição: A hanseníase representa um processo infeccioso crônico com elevado potencial de dano dermato-neurológico, gerando sequelas físicas e psicossociais. A sua elevada magnitude demarca sua relevância como problema de saúde pública. Adicionalmente, a sua baixa letalidade amplia a carga de morbimortalidade em associação ou não a doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). O objetivo deste trabalho é caracterizar os padrões de mortalidade relacionada à hanseníase e sua associação com diabetes mellitus (DM) e hipertensão arterial sistêmica (HAS) no Brasil. Desenvolveu-se estudo quantitativo de natureza descritiva e analítica baseado nos dados oficiais das declarações de óbito inseridos no Sistema de Informação de Mortalidade; todos os óbitos por hanseníase como causa básica, associada e múltipla, registrados entre 1999-2007, foram incluídos. O estudo foi composto por 4 etapas: 1) caracterização geral dos óbitos segundo tipo de causas de morte e construção de mapas temáticos pelo método cartograma; 2) caracterização dos óbitos segundo variáveis demográficas e clínicas e análise de coeficientes de mortalidade específica (CME, por 100.000 habitantes) e proporcional (CMP) por hanseníase como causa básica, associada e múltipla; 3) caraterização e verificação de associação de causas de morte associadas nos óbitos por hanseníase como causa básica; 4) verificação da interação entre DCNT, DM e HAS nos óbitos por hanseníase como causa básica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Adriana Valéria Assunção Ramos - Coordenador / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Integrante.

  • 2009 - 2011

    PROJETO ERICA - Estudo de Risco Cardiovascular em Adolescentes, Descrição: As doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade em todas as regiões do Brasil, assim como na maioria dos países desenvolvidos e em desenvolvimento. Os custos associados ao excesso de peso são enormes, não só os diretos e indiretos relacionados a hospitalizações e dias de trabalho perdidos por doenças cardiovasculares e diabetes, como também os de mensuração mais difícil, associados a pior qualidade de vida e problemas psicológicos. As prevalências de sobrepeso e obesidade são crescentes no mundo todo, atingindo todas as faixas etárias. A prevalência de sobrepeso/obesidade na infância é preditiva de sobrepeso/obesidade no adulto e considerando-se a dificuldade do controle/tratamento das doenças crônicas no adulto, torna-se imperativa a prevenção dessas doenças ainda na infância. A resposta ao tratamento da obesidade tem sido pequena em adultos, e resultados semelhantes têm sido obtidos para crianças/adolescentes. Ações dirigidas aos jovens de forma individual podem não ser adequadas, pois pertencer a um grupo na adolescência significa assumir comportamentos semelhantes que desafiem normas e regras. Uma possível explicação para o insucesso das intervenções nos jovens seria que a maior parte dos estudos de intervenção avaliou jovens já obesos. Se tomarmos como exemplo o tabagismo, as ações que realmente impactam em jovens são as que levam a não iniciação. Buscar soluções mais amplas pode ser a saída. O papel da sociedade é cobrar essas ações envolvendo governo, empresas de alimentação e de produção de alimentos, visando uma alimentação mais saudável, pois modificar hábitos alimentares não tem se mostrado uma tarefa fácil entre jovens. A escola, por ser um ambiente educativo, tem que ser uma aliada e oferecer não só informação, mas também, alimentos saudáveis. Os resultados do estudo contribuirão para o conhecimento sobre fatores de risco para aterosclerose em uma população jovem, ainda escassos em países como o Brasil. Poderão ser utilizados na orienta. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Daniely Lima Braga - Integrante / Annelise Barreto - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Fatores de Risco para Óbitos por Tuberculose em Pacientes Co-Infectados com Hiv/Aids na Cidade de Fortaleza, Descrição: Fortaleza, capital do Ceará, é um dos centros urbanos com maior carga de tuberculose no Brasil. A incidência neste município é elevada, em torno de 40 casos/100.000 habitantes, e cerca de 2.000 casos novos são diagnosticados a cada ano. A doença acomete principalmente indivíduos vivendo em condições sócio-econômicas precárias e/ou portadores de alguma imunodeficiência. Pessoas vivendo com HIV/Aids são mais suscetíveis, devido à imunodeficiência celular presente nestes pacientes. Além disso, estudos apontam para uma maior letalidade por tuberculose nestes indivíduos. A letalidade da tuberculose em portadores de HIV/Aids em Fortaleza é desconhecida, assim como seus fatores preditores. O presente projeto tem como objetivo avaliar fatores de risco relacionados a óbito por tuberculose em indivíduos portadores de HIV/Aids, maiores que 12 anos, residindo em Fortaleza, capital do Ceará. Será realizado estudo retrospectivo. Pacientes com tuberculose ativa acompanhados nos quatro ambulatórios de referência para HIV/Aids em Fortaleza entre os anos de 2004 e 2008 (5 anos) terão informações revisadas em prontuários. Dados disponíveis no SINAN e no SIM também serão cruzados e analisados. Dados institucionais da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará sugerem que neste período tenham sido diagnosticados cerca de 400 casos de tuberculose ativa em portadores de HIV/Aids, com aproximadamente 50 óbitos. Os fatores preditores destes casos de óbito serão pesquisados. Os resultados deste estudo poderão ser úteis para o desenvolvimento de ações voltadas para a redução da mortalidade por tuberculose nos pacientes com infecção por HIV/Aids.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Mônica Cardoso Façanha - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Coordenador / Dalila Augusto Peres - Integrante / Valéria Goes Ferreira Pinheiro - Integrante / Thaís Lobo Herzer - Integrante / Clauny Nobre Holanda - Integrante / Ana Lúcia Sudário Dias Branco - Integrante / Christiana Maria Oliveira Nogueira - Integrante / Terezinha do Menino Jesus Silva Leitão - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal do Ceará - Outra / Fundação para o Desenvolvimento Científicio e Tecnológico em Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2011

    Projeto Integra-Hans: Fortalecendo as Ações de Controle da Hanseníase na Atenção Básica do Município de Fortaleza - Ceará, Descrição: Fortalecer as ações de controle da atenção básica na hanseníase com aplicação de protocolos clínicos de acompanhamento de casos novos e antigos residentes na Secretaria Executiva Regional III do Município de Fortaleza - Ceará, no período de 2008 e 2010. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Coordenador / Mônica Cardoso Novaes - Integrante / Maria Eneide Leitão de Almeida - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Jorgiana de Oliveira Mangueira - Integrante / Maria do Socorro Araujo Silva - Integrante / Gustavo Regis Sobreira Vasques - Integrante / Iana Lícia Araújo de Melo - Integrante / Jéssica dos Santos Queiroz - Integrante / Patrícia Passos Sampaio - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): British Empire Leprosy Relief Association - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Avaliação da Transmissão Vertical do HIV no Estado de São Paulo, Brasil, Descrição: Esse estudo visa ampliar o conhecimento a respeito da magnitude, da dinâmica e dos aspectos epidemiológicos relacionados à transmissão vertical da infecção pelo HIV no estado de São Paulo. Procura entender os entraves operacionais em termos da organização, da atenção à saúde da mulher e da criança na rede do SUS e do ?não-SUS?, com vistas ao controle desse agravo no estado de São Paulo. O estudo foi realizado nos municípios do ESP que apresentaram casos diagnosticados e notificados, em 2006, de gestantes HIV positivas e de crianças com AIDS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Naila Janilde Seabra Santos - Integrante / Luiza Harunari Matida - Coordenador / Maria Clara Gianna - Integrante / Carmen Silvia Bruniera Domingues - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2008 - 2010

    Estudos complementares para subisidiarem intervenções visando o controle da hanseníase em municípios do cluster n. 4 (ES, BA e MG), Descrição: Descrição: Conhecer a história de ocupação desses municípios e a situação epidemiológica da área de interesse em relação à hanseníase, definindo e aplicando metodologia para cálculo e acompanhamento da prevalência oculta, relacionando os resultados com os aspectos operacionais observados a partir da avaliação dos serviços prestados à população. A integração das ações de controle da hanseníase na atenção básica, como objeto da estratégia de saúde da família, é aspecto fundamental a ser contemplado. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Maria Eugênia Noviski Gallo - Integrante / José Augusto da Costa Nery - Integrante / Philip Noel Suffys - Integrante / Euzenir Nunes Sarno - Integrante / Alice de Miranda Machado - Integrante / Elizabeth Pereira Sampaio - Integrante / Milton Ozório Moraes - Integrante / Nadia Cristina Duppre - Integrante / Edson Cláudio Araripe de Albuquerque - Integrante / Leila de Mendonça Lima - Integrante / Samira Buhrer-Sekula - Integrante / Maria Lúcia Fernandes Penna - Integrante / Mariana de Andrea Vilas Boas Hacker - Integrante / Adriana Kelly Santos - Integrante / Aryon de Almeida Barbosa Júnior - Integrante.

  • 2007 - 2011

    Padrões e Tendências de Morbimortalidade e Sobrevida em Crianças com Aids no Brasil, Descrição: A infecção pelo HIV/aids em crianças vem sendo eliminada como problema de saúde pública em países desenvolvidos, mas mantém elevada carga de morbimortalidade naqueles em desenvolvimento. O Brasil se destaca pela política consistente de controle, especialmente pela adoção universal/gratuita da HAART em 1996. Esta tese visa caracterizar padrões e tendências de morbimortalidade e sobrevida em crianças com aids no país. Foram estruturados dois blocos analíticos: 1) estudos nacionais de morbimortalidade por aids em crianças, 2) estudos nacionais de sobrevida em crianças com aids. No primeiro bloco realizou-se estudo ecológico do tipo série temporal (1984-2008) de casos (14.314) e óbitos (5.041) por aids no Brasil, regiões e grupos etários (0-12 e 0-4 anos), baseado na análise dos respectivos coeficientes por modelos de regressão polinomial, diferença percentual e razões nas eras pré-HAART e HAART. Adicionalmente, realizou-se análise de tendência temporal (1999-2007) da mortalidade por causas múltiplas relacionadas à infecção pelo HIV/aids em crianças infectadas no Brasil (2.191/680.736) pela estimativa da razão de chances de mortalidade (MOR). No segundo bloco, realizou-se estudo de coorte retrospectiva, multicêntrico-nacional, de sobrevida em crianças com aids (920 crianças, 1999-2002, até 2007) e fatores associados, com análise integrada ao primeiro estudo nacional (914 crianças, 1983-1998, até 2002) para verificação de tendências de sobrevida e padrões de ocorrência de diagnóstico tardio e doenças definidoras de aids.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Luiza Harunari Matida - Integrante / Norman George Hearst - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Cooperação., Número de produções C, T & A: 22

  • 2006 - 2010

    Tuberculose Infecção e Doença entre Sintomáticos Respiratórios, Contatos Intra-Domiciliares e Validação / Custo-Efetividade de Diferentes Técnicas Diagnósticas em Diferentes Cenários Clínico-Epidemiológicos, Descrição: O objetivo geral é o de melhorar a estratégia para controle de TB atualmente recomendada pela Organização Mundial de Saúde para países de média e baixa renda (PMBR).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Cid Carlos Soares de Alcântara - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Antônio Ruffino Netto - Integrante / Afrânio Lineu Kritski - Coordenador / Basílio Bragança Pereira - Integrante / Tereza Scatena Villa - Integrante / Anete Trajman - Integrante / José Roberto Lapa e Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2009

    Sentidos do Momento do Pós-Alta em Hanseníase no Brasil: Olhares sobre Políticas, Rede de Atenção à Saúde e Participação Social das Pessoas Atingidas no Ceará, Descrição: Sentidos do Momento do Pós-Alta em Hanseníase no Brasil: Olhares sobre Políticas, Rede de Atenção à Saúde e Participação Social das Pessoas Atingidas no Ceará.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Ronaldo Braga de Araújo - Integrante / Lara Moraes Rosado de Oliveira e Souza - Integrante / Carla Pinho Romero Vieira - Integrante / Natália Pontes Aires - Integrante / Marcos Fábio dos Santos Pinheiro - Integrante / Cláudio Gastão Junqueira de Castro - Coordenador / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): Universidade de São Paulo - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2009

    Estudo de Sobrevida da AIDS Pediátrica no Brasil - 1999 a 2002, Descrição: OBJETIVOS GERAIS: 1) Conhecer o tempo de sobrevida em crianças de 0 a 12 anos de idade, segundo os casos diagnosticados e notificados ao Sistema de Vigilância Epidemiológica do Programa Brasileiro de DST/AIDS no período de 01/01/1999 a 30/12/2002, de acordo com: categoria de transmissão; ano do diagnóstico; sexo; ano do nascimento; idade da criança ao diagnóstico; principais doenças indicativas; terapêutica utilizada e local de atendimento, com o estudo nacional que analisou os casos diagnosticados no período de 1983 a 1998; 2) Conhecer o tempo de sobrevida de crianças infectadas pelo HIV, diagnosticadas no período de 01/01/1999 a 30/12/2002, de acordo com: categoria de transmissão, ano do diagnóstico, sexo, ano do nascimento, idade da criança ao diagnóstico, medidas profiláticas adotadas na mãe (no caso de transmissão vertical), intervenções profiláticas utilizadas. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: 1) Avaliar a sobrevida de acordo com fatores demográficos, epidemiológicos , clínicos e diagnósticos; 2) Avaliar possível impacto dos esquemas de intervenção terapêuticas e profiláticas na sobrevida; 3) Avaliar a possível repercussão do grau de complexidade dos serviços notificantes, na sobrevida dos doentes; 4) Avaliar a sobrevida a partir da data de nascimento, no caso das crianças notificadas como casos de AIDS por transmissão vertical; 5) Avaliar o tempo decorrido entre a data de nascimento e a data de diagnóstico de AIDS, no caso das crianças notificadas como casos de AIDS por transmissão vertical; 6) Avaliar o tempo de sobrevida das crianças infectadas pelo HIV, identificadas nos serviços selecionados; 7) Revisar e avaliar comparativamente: as datas de nascimento, de diagnóstico, de óbito notificados no Banco de Dados Nacional de AIDS ? SINAN com as mesmas datas coletadas nos prontuários hospitalares/ambulatoriais; 8) Avaliar o tempo de sobrevida das crianças observadas como vivas no estudo de sobrevida anterior (casos diagnosticados entre janeiro de 1987 a dezembro de 1998. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Regina Célia de Menezes Succi - Integrante / Luiza Harunari Matida - Coordenador / Heloísa Helena de Souza Marques - Integrante / Marinella Della Negra - Integrante / Norman George Hearst - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante., Financiador(es): Programa Nacional de Dst e Aids - Auxílio financeiro / Universidade de São Paulo - Cooperação / Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura - Auxílio financeiro / Universidade Federal do Ceará - Cooperação / Universidade Federal de São Paulo - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1

  • 2006 - 2009

    Controle Sustentável da Hanseníase em Moçambique por meio da Realização de Pesquisas Operacionais (Investigação em Serviços de Saúde) e da Formação de Recursos Humanos em Saúde, Descrição: Objetivo geral: Desenvolver a metodologia de oficinas de pesquisa operacional (Investigação em Serviços de Saúde) na perspectiva do controle sustentável da hanseníase e da formação de recursos humanos em saúde em Moçambique. Objetivos específicos: Realizar um diagnóstico da situação atual do perfil epidemiológico e operacional da hanseníase bem como do desenvolvimento das ações do programa de controle da hanseníase em Moçambique; Capacitar técnicos da área da saúde, professores universitários e pesquisadores para elaborar, implementar, executar, monitorar e avaliar projetos pesquisa operacional (investigações em sistemas de saúde) para o controle da hanseníase em Moçambique; Analisar, dentro do processo de construção e desenvolvimento das propostas de pesquisas operacionais, a evolução dos grupos de profissionais envolvidos nas oficinas; Ampliar a capacidade de divulgação de dados epidemiológicos e operacionais obtidos a partir das pesquisas operacionais em hanseníase em Moçambique; Monitorar e potencializar a aplicação dos resultados e recomendações da pesquisa na realidade de Moçambique como medidas de intervenção para transformação da situação identificada inicialmente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Francisco Mbofana - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Integrante / Jorg Heukelbach - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Coordenação Nacional de Lepra de Moçambique - Cooperação / Netherlands Leprosy Relief - Auxílio financeiro / Universidade Federal do Ceará - Cooperação / Ministério da Saúde de Moçambique - Cooperação.

  • 2006 - 2008

    Programa de Controle da Hanseníase no Estado do Ceará: Contexto e Possibilidades, Descrição: Programa de Controle da Hanseníase no Estado do Ceará: Contexto e Possibilidades.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Cláudio Gastão Junqueira de Castro - Coordenador., Financiador(es): Universidade de São Paulo - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2008

    Avaliação dos Programas de Treinamento em Serviço da Cooperação entre Centers for Disease Control and Prevention - USA e a Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde - Brasil, Descrição: Avaliação dos Programas de Treinamento em Serviço da Cooperação entre Centers for Disease Control and Prevention - USA e a Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde - Brasil. PERÍODO AVALIADO: Julho de 2003 a Abril de 2006.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Vigilância Em Saúde Ministério da Saúde - Auxílio financeiro / Centers for Disease Control and Prevention - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2006 - 2008

    Avaliação e monitoramento da atenção básica em saúde no estado do ceará (brasil):explorando concepções e experiências no nível central, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria Lúcia Magalhães Bosi em 24/01/2018., Descrição: O modelo de atenção básica operacionalizado pela Estratégia Saúde da Família, ainda não dispõe de mecanismos sistematizados e validados para seu monitoramento e avaliação. Derivado de uma experiência concreta, este estudo objetivou compreender experiências e explorar concepções de técnicos e gestores da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará em relações às práticas de avaliação e monitoramento por ela desenvolvidas. A metodologia inscreve-se na tradição qualitativa, tendo sido a amostra teórica composta pelo grupo responsável pela atenção básica em nível estadual. Para a obtenção do material empírico utilizamos como principal técnica o grupo focal. Na etapa interpretativa, dentre os temas centrais destacam-se: natureza e finalidades da avaliação e experiências com avaliação.Ambos são focalizados neste artigo, evidenciando que os atores informantes não participam do processo de discussão das avaliações de programas e serviços de saúde, o que faz com que o conceito de avaliação seja pouco compreendido, tornando-o desgastado no processo de operacionalização das atividades. Nas experiências avaliativas, prevalece o modelo normativo, tradicional, revelando-se uma distancia nos planos conceitual e praxiológico, em relação às propostas que confluem para o enfoque qualitativo-participativo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Coordenador / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Remuneração.

  • 2004 - 2008

    Avaliação da Integração das Ações de Controle da Hanseníase na Rede Assistencial do Sistema Único de Saúde em Estados do Nordeste do Brasil por meio da Investigação em Serviços de Saúde, Descrição: Avaliação da Integração das Ações de Controle da Hanseníase na Rede Assistencial do Sistema Único de Saúde em Estados do Nordeste do Brasil por meio da Investigação em Serviços de Saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Pieter Aloysius Maria Schreuder - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Coordenador / Jorg Heukelbach - Integrante., Financiador(es): Netherland Leprosy Relief - Cooperação / The Leprosy Relief Association - Cooperação / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2007

    Epidemiologia Ambiental e Molecular no Estudo da Dinâmica da Transmissão do Mycobacterium leprae no Estado no Ceará, Descrição: Epidemiologia Ambiental e Molecular no Estudo da Dinâmica da Transmissão do Mycobacterium leprae no Estado no Ceará. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Guilherme Loureiro Werneck - Integrante / Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr - Coordenador / Maurício Lima Barreto - Integrante / Adalberto Rezende Santos - Integrante / Philip Noel Suffys - Integrante / Cristiane Cunha Frota - Integrante / José Júlio Costa Sidrim - Integrante / Hermann Feldmeier - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Integrante., Financiador(es): Freie Universität Berlin - Cooperação / Fundação Oswaldo Cruz - Cooperação / Secretaria Estadual de Saúde do Ceará - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação / Universidade Federal da Bahia - Cooperação / Universidade Federal do Ceará - Cooperação / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação / Secretaria Municipal de Saúde de Sobral - Cooperação.Número de orientações: 1

  • 2002 - 2003

    Avaliação dos Programas de Treinamento em Serviço da Cooperação entre Centers for Disease Control and Prevention - USA e a Fundação Nacional da Saúde, Ministério da Saúde - Brasil, Descrição: Avaliação dos Programas de Treinamento em Serviço da Cooperação entre Centers for Disease Control and Prevention - USA e a Fundação Nacional da Saúde, Ministério da Saúde - Brasil. PERÍODO AVALIADO: Julho de 2000 a Junho de 2003.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Edgar Merchan Hamann - Integrante / James Mendlein - Integrante / Jose Cássio de Moraes - Integrante / Luis Gerardo Castellanos - Integrante / Marcelo Bezerra Nogueira - Integrante / Maria Regina Fernandes de Oliveira - Integrante / Margarita Urdaneta - Integrante / Rubina Imtiaz - Integrante / Carmen Sanchez Vargas - Integrante / Karen Wilkins - Integrante / Jay Mcauliffe - Integrante., Financiador(es): Fundação Nacional da Saúde - Auxílio financeiro / Centers for Disease Control and Prevention - Cooperação / Universidade de Brasília - Cooperação / Organizacao Pan-Americana da Saude - Cooperação.

  • 2001 - 2003

    Estudo dos Fatores que Influenciaram a Inadequação do Diagnóstico e do Acompanhamento das Reações em Pacientes com Hanseníase em Rondônia, Brasil, Descrição: Estudo dos Fatores que Influenciaram a Inadequação do Diagnóstico e do Acompanhamento das Reações em Pacientes com Hanseníase em Rondônia, Brasil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Sônia Carvalho de Santana - Integrante / Gerson Flôres Nascimento - Integrante / Sebastião Alves de Sena Neto - Integrante / Pieter Aloysius Maria Schreuder - Integrante / Carmelita Ribeiro Filha - Coordenador / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante., Financiador(es): Governo do Estado de Rondônia - Outra / Netherland Leprosy Relief - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2000 - 2004

    Ecologia da Paisagem, Dinâmica dos Agro-Ecossistemas e Complexos Eco-Patogênicos: a Definição do Risco Eco-Epidemiológico no Caso da Tripanossomíase Americana, Descrição: Ecologia da Paisagem, Dinâmica dos Agro-Ecossistemas e Complexos Eco-Patogênicos: a Definição do Risco Eco-Epidemiológico no Caso da Tripanossomíase Americana.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Marcelo Moreno - Integrante / Diana Maul de Carvalho - Integrante / Ana Maria Jansen-Franken - Integrante / Laure Emperaire - Coordenador / Cristiane Varella Lisboa - Integrante / Paulo Sérgio D'andrea - Integrante / Jaime Santana - Integrante / Manuel Cesário - Integrante / Diana Marcela Morales - Integrante / Márcia Chame dos Santos - Integrante / François Noireau - Integrante / Frédéric Lardeaux - Integrante / Myriam Harry - Integrante / Christina Agueda Romaa - Integrante / Fabiano Pimenta - Integrante / Márcio Costa Vinhaes - Integrante / Alba Lucy Giraldo Figueroa - Integrante / Rafael Sanzio Araújo dos Santos - Integrante / Claúdia Andreoli Galvão - Integrante / Donald Sawyer - Integrante / Maria Jesus Rodal - Integrante / Francis Kahn - Integrante / Guy Couturier - Integrante / Anne Collin Delavaud - Integrante / Yves Thomas - Integrante / Pascal Handscumacher - Integrante / Adauto José Gonçalves Araújo - Integrante., Financiador(es): Institut de Recherche pour le Développement - Cooperação / Universidade de Brasília - Cooperação / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação / Fundação Oswaldo Cruz - Cooperação / Universidade Federal de Pernambuco - Cooperação / Ministério da Saúde - Cooperação / Instituto Sociedade Populações Natureza - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2004

    Parque Nacional Serra da Capivara: Saúde e Doença - da Pré-História aos Dias Atuais, Descrição: Parque Nacional Serra da Capivara: Saúde e Doença - da Pré-História aos Dias Atuais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Marcelo Luiz Carvalho Gonçalves - Integrante / Guilherme Loureiro Werneck - Integrante / Diana Maul de Carvalho - Integrante / José Borges Pereira - Integrante / José Adail Ferreira de Castro - Integrante / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Niède guidon - Integrante / Anne Marie Pessis - Integrante / Ana Maria Jansen-Franken - Integrante / Heloísa Werneck Macedo - Integrante / Pedro Paulo Chieffi - Integrante / José Mauro Peralta - Integrante / Laure Emperaire - Integrante / Márcia Chame dos Santos - Integrante / Maura Selvaggi Soares - Integrante / Andrea Lessa Pinto - Integrante / Pedro Cabello - Integrante / Carlos Henrique Nery Costa - Integrante / François Bouchet - Integrante / Claude Pirmez - Integrante / Marta Guimarães Cavalcanti - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Integrante / Liana de Moura Ariza - Integrante / Adauto José Gonçalves Araújo - Coordenador., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro / Fundação Museu do Homem Americano - Cooperação / Universidade Federal do Piauí - Cooperação / Universidade Federal Fluminense - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação / University of Nebraska Administration - Cooperação / Université Claude Bernarde Lyon 1 - Cooperação / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação., Número de produções C, T & A: 12

  • 2000 - 2002

    Relações entre o Trabalho e a Saúde no Instituto Vital Brazil: Processo de Trabalho, Riscos e Conseqüências para a Saúde, Descrição: Relações entre o Trabalho e a Saúde no Instituto Vital Brazil: Processo de Trabalho, Riscos e Conseqüências para a Saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Anamaria Testa Tambellini - Coordenador / Ana Paula Abreu Fialho Campos da Paz - Integrante / Marisa Palacios da C Melo de A Rego - Integrante / Ronaldo Arino Marques dos Santos - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação / Fundação Oswaldo Cruz - Cooperação / Instituto Vital Brazil - Cooperação / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 1999 - 2003

    Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável nos Municípios do Entorno do Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí, Descrição: Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável nos Municípios do Entorno do Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Marcelo Luiz Carvalho Gonçalves - Integrante / Guilherme Loureiro Werneck - Integrante / Diana Maul de Carvalho - Integrante / José Borges Pereira - Integrante / José Adail Ferreira de Castro - Integrante / José Henrique Campos Furtado - Integrante / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Ana Maria Jansen-Franken - Integrante / Heloísa Werneck Macedo - Integrante / Pedro Paulo Chieffi - Integrante / José Mauro Peralta - Integrante / Regina Helena Saramago Peralta - Integrante / Laure Emperaire - Integrante / Paulo Sérgio D'andrea - Integrante / Maura Selvaggi Soares - Integrante / Carolina Pucú Araújo - Integrante / Leonardo Castro - Integrante / Christina Agueda Romaa - Integrante / Márcia Gomide da Silva Mello - Integrante / Adauto José Gonçalves Araújo - Coordenador., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação / Universidade Federal Fluminense - Cooperação / Fundação Museu do Homem Americano - Cooperação / Universidade Federal do Piauí - Cooperação / Universidade Estadual do Piauí - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação / Fundação Oswaldo Cruz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 27

  • 1998 - 2003

    Epidemiologia da Doença de Chagas no Semi-Árido do Piauí, Brasil, Descrição: Epidemiologia da Doença de Chagas no Semi-Árido do Piauí, Brasil. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Coordenador / Diana Maul de Carvalho - Integrante / José Borges Pereira - Integrante / José Adail Ferreira de Castro - Integrante / Ana Maria Jansen-Franken - Integrante / Adauto José Gonçalves Araújo - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação Museu do Homem Americano - Cooperação / Fundação Oswaldo Cruz - Cooperação / Ministério da Saúde - Cooperação / Universidade Federal do Piauí - Cooperação / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jörg Heukelbach - Integrante.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziane Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jörg Heukelbach - Integrante.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziane Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jörg Heukelbach - Integrante.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziane Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziane Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador / Jorg Heukelbach - Integrante.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    Observatório de Políticas Públicas do Estado do Ceará: Núcleo Temático de Saúde, Descrição: Objetivo: Estruturar um sistema de avaliação das políticas públicas implementadas pelos governos federal, estadual e municipal, no Ceará, denominado Observatório , na Universidade Federal do Ceará 1) Congregar pesquisadores e instituições interessadas na realização de estudos, levantamentos e mapeamentos relacionados aos objetos dos núcleos-temáticos; 2) Organizar e divulgar a base de dados obtidos ou fornecidos por órgãos governamentais e não governamentais ou aqueles produzidos pelo Observatório; 3) Propor critérios, variáveis e indicadores que sirvam como referencial para avaliação das políticas públicas nos municípios do Ceará; 4) Contribuir para a organização de instrumentos e meios que potencializem o controle social das políticas públicas; 5) Favorecer a indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade. ESTRUTURA ATUAL: SEIS NÚCLEOS E UMA COORDENAÇÃO GERAL 1) Núcleo Saúde; 2) Núcleo Economia, Trabalho e Renda; 3) Núcleo Educação; 4) Núcleo Assistência Social, Violência, Justiça e Cidadania; 5) Núcleo Desenvolvimento Rural; 6) Núcleo Desenvolvimento Urbano. http://opp.hd1.com.br/.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Suziana Martins de Vasconcelos - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Francisco Nepomuceno Neto - Integrante / Fernando José Pires de Sousa - Integrante.

  • 2007 - Atual

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2019 - Atual

    ?Música, Luz, Câmera e Educação?: Revelando a Vigilância em Saúde da Doença de Chagas e da Hanseníase em Cenários do Sistema Único de Saúde no Sudoeste da Bahia - DivulgAção DTNs, Descrição: A presente proposta reconhece a importância da divulgação científica entre pesquisadores e a sociedade, em particular aquela mais vulnerável no país. Nesta perspectiva, tem como objetivo central promover espaços de promoção e educação em saúde além de mobilização social que transversalizem vigilância e controle integrados para doença de Chagas e hanseníase com ações contextualizadas de informação, comunicação e expressão artística diversificada em contextos de áreas rurais e rurourbanas do sudoeste da Bahia. A presente proposta encontra-se inserida a projeto em que o INI-Fiocruz atua estrategicamente em parceria com diversas instituições no País, sob coordenação da UFBA na região do Sudoeste do estado da Bahia dentro de um projeto financiado por edital PPSUS, envolvendo cinco municípios com diferentes perfis sociodemográficos e epidemiológicos: Tremedal, Encruzilhada, Anagé, Barra do Choça e Vitória da Conquista. Ciente de sua responsabilidade e de modo condizente com a história da instituição, o INI-Fiocruz mobilizou-se para fortalecer o seu protagonismo na mediação da divulgação científica e incrementar seu diálogo com cidadãos em áreas endêmicas rurais e rurourbanas do País. Para a sua execução este projeto foi estruturado em etapas: 1- Produção de documentário e outros materiais audiovisuais pertinentes e pactuados para promoção e educação em saúde em comunidades rurais e rurourbanas dentro de seus contextos de vulnerabilidade e resiliência; 2- Promoção de espaços e momentos de mobilização social com troca de experiências e educação comunitária com base em ações que integrem a música e outras expressões artísticas para fortalecimento da participação social e do empoderamento; 3- Elaboração de materiais/peças de informação, comunicação e educação em saúde de forma participativa e contextualizada às realidades socioculturais locais para fortalecimento de vigilância e controle de modo integrado para doença de Chagas e hanseníase; e 4- Desenvolvimento de estratégias para integração de ações do setor saúde voltadas para doenças tropicais negligenciadas, com ênfase em doença de Chagas e hanseníase, a movimentos artístico-culturais do sudoeste da Bahia. A proposta visa troca de experiências e saberes de modo contínuo em diferentes contextos (casas, escolas, ambientes de trabalho, igrejas, dentre outros espaços coletivos) com utilização de diferentes meios (música, cinema, livros, material didático-informativo, etc.), sendo a música/sonoridade ?ferramenta? de comunicação fortemente integrada a esta proposta. O desafio de comunicação para apresentação e debate sobre evidências científicas gerais e locorregionais para doença de Chagas e hanseníase será integrado aos produtos e movimentos construídos dialogicamente, estabelecendo comunicação que de fato produza cidadania a partir de sentidos. Para tanto pretende-se fortalecer o uso de estratégias participativas de comunicação para grupos populacionais específicos com linguagem adequada capaz provocar mobilização de sentimentos, desejos e vontades para o cuidado de si, da família e da comunidade, e em maior âmbito para luta continua por melhores condições de vida. Ressalta-se nesta proposta que a promoção da saúde exige uma abordagem a partir das comunidades, no sentido de favorecer práticas mais plurais de acordo com a realidade local, fortalecendo a autonomia e a identidade de indivíduos e comunidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (3) Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Coordenador / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Luiz Antonio Botelho Andrade - Integrante / Maria Cristina Soares Guimarães - Integrante / João Omar de Carvalho Mello - Integrante / Ricardo Castro - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2007 - 2012

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (0) Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2019 - Atual

    ?Música, Luz, Câmera e Educação?: Revelando a Vigilância em Saúde da Doença de Chagas e da Hanseníase em Cenários do Sistema Único de Saúde no Sudoeste da Bahia - DivulgAção DTNs, Descrição: A presente proposta reconhece a importância da divulgação científica entre pesquisadores e a sociedade, em particular aquela mais vulnerável no país. Nesta perspectiva, tem como objetivo central promover espaços de promoção e educação em saúde além de mobilização social que transversalizem vigilância e controle integrados para doença de Chagas e hanseníase com ações contextualizadas de informação, comunicação e expressão artística diversificada em contextos de áreas rurais e rurourbanas do sudoeste da Bahia. A presente proposta encontra-se inserida a projeto em que o INI-Fiocruz atua estrategicamente em parceria com diversas instituições no País, sob coordenação da UFBA na região do Sudoeste do estado da Bahia dentro de um projeto financiado por edital PPSUS, envolvendo cinco municípios com diferentes perfis sociodemográficos e epidemiológicos: Tremedal, Encruzilhada, Anagé, Barra do Choça e Vitória da Conquista. Ciente de sua responsabilidade e de modo condizente com a história da instituição, o INI-Fiocruz mobilizou-se para fortalecer o seu protagonismo na mediação da divulgação científica e incrementar seu diálogo com cidadãos em áreas endêmicas rurais e rurourbanas do País. Para a sua execução este projeto foi estruturado em etapas: 1- Produção de documentário e outros materiais audiovisuais pertinentes e pactuados para promoção e educação em saúde em comunidades rurais e rurourbanas dentro de seus contextos de vulnerabilidade e resiliência; 2- Promoção de espaços e momentos de mobilização social com troca de experiências e educação comunitária com base em ações que integrem a música e outras expressões artísticas para fortalecimento da participação social e do empoderamento; 3- Elaboração de materiais/peças de informação, comunicação e educação em saúde de forma participativa e contextualizada às realidades socioculturais locais para fortalecimento de vigilância e controle de modo integrado para doença de Chagas e hanseníase; e 4- Desenvolvimento de estratégias para integração de ações do setor saúde voltadas para doenças tropicais negligenciadas, com ênfase em doença de Chagas e hanseníase, a movimentos artístico-culturais do sudoeste da Bahia. A proposta visa troca de experiências e saberes de modo contínuo em diferentes contextos (casas, escolas, ambientes de trabalho, igrejas, dentre outros espaços coletivos) com utilização de diferentes meios (música, cinema, livros, material didático-informativo, etc.), sendo a música/sonoridade ?ferramenta? de comunicação fortemente integrada a esta proposta. O desafio de comunicação para apresentação e debate sobre evidências científicas gerais e locorregionais para doença de Chagas e hanseníase será integrado aos produtos e movimentos construídos dialogicamente, estabelecendo comunicação que de fato produza cidadania a partir de sentidos. Para tanto pretende-se fortalecer o uso de estratégias participativas de comunicação para grupos populacionais específicos com linguagem adequada capaz provocar mobilização de sentimentos, desejos e vontades para o cuidado de si, da família e da comunidade, e em maior âmbito para luta continua por melhores condições de vida. Ressalta-se nesta proposta que a promoção da saúde exige uma abordagem a partir das comunidades, no sentido de favorecer práticas mais plurais de acordo com a realidade local, fortalecendo a autonomia e a identidade de indivíduos e comunidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (3) Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Coordenador / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Luiz Antonio Botelho Andrade - Integrante / Maria Cristina Soares Guimarães - Integrante / João Omar de Carvalho Mello - Integrante / Ricardo Castro - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2007 - 2012

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (0) Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

  • 2019 - Atual

    ?Música, Luz, Câmera e Educação?: Revelando a Vigilância em Saúde da Doença de Chagas e da Hanseníase em Cenários do Sistema Único de Saúde no Sudoeste da Bahia - DivulgAção DTNs, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Andréa Silvestre de Sousa em 16/02/2020., Descrição: A presente proposta reconhece a importância da divulgação científica entre pesquisadores e a sociedade, em particular aquela mais vulnerável no país. Nesta perspectiva, tem como objetivo central promover espaços de promoção e educação em saúde além de mobilização social que transversalizem vigilância e controle integrados para doença de Chagas e hanseníase com ações contextualizadas de informação, comunicação e expressão artística diversificada em contextos de áreas rurais e rurourbanas do sudoeste da Bahia. A presente proposta encontra-se inserida a projeto em que o INI-Fiocruz atua estrategicamente em parceria com diversas instituições no País, sob coordenação da UFBA na região do Sudoeste do estado da Bahia dentro de um projeto financiado por edital PPSUS, envolvendo cinco municípios com diferentes perfis sociodemográficos e epidemiológicos: Tremedal, Encruzilhada, Anagé, Barra do Choça e Vitória da Conquista. Ciente de sua responsabilidade e de modo condizente com a história da instituição, o INI-Fiocruz mobilizou-se para fortalecer o seu protagonismo na mediação da divulgação científica e incrementar seu diálogo com cidadãos em áreas endêmicas rurais e rurourbanas do País. Para a sua execução este projeto foi estruturado em etapas: 1- Produção de documentário e outros materiais audiovisuais pertinentes e pactuados para promoção e educação em saúde em comunidades rurais e rurourbanas dentro de seus contextos de vulnerabilidade e resiliência; 2- Promoção de espaços e momentos de mobilização social com troca de experiências e educação comunitária com base em ações que integrem a música e outras expressões artísticas para fortalecimento da participação social e do empoderamento; 3- Elaboração de materiais/peças de informação, comunicação e educação em saúde de forma participativa e contextualizada às realidades socioculturais locais para fortalecimento de vigilância e controle de modo integrado para doença de Chagas e hanseníase; e 4- Desenvolvimento de estratégias para integração de ações do setor saúde voltadas para doenças tropicais negligenciadas, com ênfase em doença de Chagas e hanseníase, a movimentos artístico-culturais do sudoeste da Bahia. A proposta visa troca de experiências e saberes de modo contínuo em diferentes contextos (casas, escolas, ambientes de trabalho, igrejas, dentre outros espaços coletivos) com utilização de diferentes meios (música, cinema, livros, material didático-informativo, etc.), sendo a música/sonoridade ?ferramenta? de comunicação fortemente integrada a esta proposta. O desafio de comunicação para apresentação e debate sobre evidências científicas gerais e locorregionais para doença de Chagas e hanseníase será integrado aos produtos e movimentos construídos dialogicamente, estabelecendo comunicação que de fato produza cidadania a partir de sentidos. Para tanto pretende-se fortalecer o uso de estratégias participativas de comunicação para grupos populacionais específicos com linguagem adequada capaz provocar mobilização de sentimentos, desejos e vontades para o cuidado de si, da família e da comunidade, e em maior âmbito para luta continua por melhores condições de vida. Ressalta-se nesta proposta que a promoção da saúde exige uma abordagem a partir das comunidades, no sentido de favorecer práticas mais plurais de acordo com a realidade local, fortalecendo a autonomia e a identidade de indivíduos e comunidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (3) Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Coordenador / Luiz Henrique Conde Sangenis - Integrante / Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes - Integrante / Luiz Antonio Botelho Andrade - Integrante / Maria Cristina Soares Guimarães - Integrante / João Omar de Carvalho Mello - Integrante / Ricardo Castro - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Implantação do Laboratório de Fisioterapia Metabólica e de Pé Diabético da UFC, Descrição: A proposta de implantação de um Laboratório de Fisioterapia Metabólica com ênfase em Pé Diabético surgiu da tentativa de suprir a escassez de centros que congreguem assistência, ensino (capacitação profissional) e pesquisa, e que incluam a atuação da fisioterapia junto ao portador de diabetes, tanto no âmbito da reabilitação, quanto da prevenção, principalmente direcionado para ações que extrapolam a esfera individual (educação de comunidades e populações de risco). Na área metabólica, em especial no diabetes, a fisioterapia tem por objetivo: realizar ações preventivas como a reeducação postural, restauração da força e da amplitude de movimento, adequação da distribuição da carga plantar que resultem em redução das complicações da doença, em especial, a neuropatia, a doença vascular periférica e o consequente risco de feridas e lesões em extremidades; atenuação dos sintomas relacionados e reabilitação das incapacidades decorrentes da diminuição de funcionalidade em membros inferiores. Assim, levando em consideração a escassez de laboratórios que atuem em fisioterapia metabólica, direcionado em especial para estudos das repercussões funcionais do diabetes, e em estratégias preventivas e assistenciais que beneficiem a população do Estado do Ceará, justifica se a proposta de implantação deste laboratório, pois a prevenção e a reabilitação são fundamentais para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o diabético e reduzir as seqüelas deixadas por essa enfermidade, além de investigar recursos tecnológicos e fisioterapêuticos que possam auxiliar na construção e aprimoramento do conhecimento nessa área de atuação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Maria Vaudelice Mota - Integrante / Roberto da Justa Pires Neto - Integrante / Virginia Oliveira Fernandes - Integrante / Ana Paula Abreu Martins Sales - Integrante / Ana Paula Dias Rangel Montenegro - Integrante / Ana Rosa Pinto Quidute - Integrante / Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho - Integrante / Samuel Brito de Almeida - Integrante / Emanuel Veras de Albuquerque - Integrante / Otoni Cardoso do Vale - Integrante / Vânia Lucia Cabral Rebouças - Integrante / Fabíola Monteiro de Castro - Integrante / Marivaldo Loyola Aragão - Integrante / Samila Torquato Araújo - Integrante / Renan Magalhães Montenegro - Integrante / Jorg Heukelbach - Integrante / Renan Magalhães Montenegro Júnior - Coordenador.

  • 2007 - 2012

    Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), Descrição: Em 2007, a partir de discussões entre pesquisadores de diversas instituições e áreas acadêmicas, com objetivo de contribuir para melhoraria da formulação de políticas de saúde, é criada a Rede Interdisciplinar de Pesquisa e Avaliação em Sistemas de Saúde (RIPASS), que tem como proposta desenvolver pesquisas que possibilitem repensar as reformas que vem sendo implementadas na área de saúde bem como compreender quais os fatores que influenciam no desempenho do SUS. A RIPASS surgiu da constatação da necessidade de intercâmbio entre as diversas áreas que atuam em pesquisas no campo da saúde pública. Assim a Rede é a ligação entre cinco grupos de pesquisas: Determinantes Sociais, Equidade e Promoção da Saúde, Educação em Sistemas de Saúde e Desenvolvimento de Tecnologias em Estratégia Saúde da Família , Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas, Socioculturais e Ambientais em Saúde, Investigação Qualitativa e Avaliação de Programas e Serviços de Saúde e o Poiésis- Comunidade de Estudos e Pesquisas sobre políticas e gestão em saúde todos certificados no Diretório de Grupos de Pesquisa no CNPQ. Ao agrupar uma equipe interdisciplinar de pesquisadores envolvidos na condução de diversas linhas de pesquisa em saúde, a RIPASS permite o desenvolvimento concomitante de artigos e textos científicos em diferentes áreas do campo da saúde, contribuindo para divulgar a produção científica nessa área e a formulação de políticas públicas. O objetivo final é buscar estratégias de ação conjunta que contribuam para a formulação de referenciais teórico-metodológicos de natureza interdisciplinar, que envolve os campos das ciências sociais e humanas em saúde, para estudos de experiências sobre avaliação e desenvolvimento de políticas de saúde. Realizar projetos interdisciplinares de pesquisa, com ênfase na construção de teorias, metodologias e ferramentas inovadoras relacionadas à organização e funcionamento de sistemas de saúde e à determinação da saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (0) Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alberto Novaes Ramos Júnior - Integrante / Maria Zélia Rouquayrol - Integrante / Ricardo José Soares Pontes - Coordenador / José Wellington de Oliveira Lima - Integrante / Ivana Cristina de Holanda Cunha Barrêto - Integrante / Ângela Maria Bessa Linhares - Integrante / Maria Lúcia Magalhães Bosi - Integrante / Alcides Silva de Miranda - Integrante / Luiz Odorico Monteiro de Andrade - Integrante / Ana Cecília Silveira Lins Sucupira - Integrante / Maria Rocineide Ferreira da Silva - Integrante / Vera Lúcia de Azevedo Dantas - Integrante / Rosani Pagani - Integrante / Regiane Rezende - Integrante / Regianne Leila Rolim Medeiros - Integrante / Raimunda Félix de Oliveira - Integrante / Pedro Gomes Cavalcante Neto - Integrante / Ondina Maria Chagas Canuto - Integrante / Maristela Inês Osawa Chagas - Integrante / Maria Socorro de Araújo Dias - Integrante / Maria das Graças Barbosa Peixoto - Integrante / Luis Fernando Farah de Tófoli - Integrante / Juliana Paula de Braga - Integrante / Geison Vasconcelos Lira - Integrante / Izabelle Mont'Alverne Napoleão Albuquerque - Integrante / Francisco Antônio Loiola - Integrante / Fernando Antonio Cavalcante Dias - Integrante / Francisco Javier Mercado Martinez - Integrante / Eliany Nazaré de Oliveira - Integrante / Cilis Aragão Benevides - Integrante / Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas - Integrante / Carlos André Monteiro do Amaral - Integrante / Alexandre de Moura Barbosa - Integrante / Adriana Xavier de Santiago - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2020

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2, Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico.

2020

Carta de congratulações pelo reconhecimento do CNPq como bolsas de produtividade em pesquisa no cenário nacional, Universidade Federal do Ceará.

2019

Premiação de melhor trabalho em Epidemiologia & Controle durante o 10 Simpósio Brasileiro de Hansenologia - orientação de Anderson Fuentes Ferreira, Sociedade Brasileira de Hansenologia.

2019

Premiação de melhor trabalho em História, Direitos Humanos e Ciências Sociais durante o 10 Simpósio Brasileiro de Hansenologia - orientação de Adriana da Silva dos Reis, Sociedade Brasileira de Hansenologia.

2018

"Crush" Intelectual da Vez - Saúde é a radicalização da democracia, Universities Allied for Essential Medicines.

2017

Trabalho Finalista sob Orientação: Francisco Rogerlândio Martins de Melo, Prêmio Jovem Pesquisador - Categoria Doutorado, 53 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - MedTrop 2017, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

2016

Prêmio CAPES de Teses 2016: coorientação de Francisco Rogerlândio Martins de Melo, Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva, Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

2015

Prêmio Gílson Carvalho - 14 Congresso Paulista de Saúde Pública - trabalho: Inquérito de HIV e SIFILIS na População Feminina do Sistema Prisional do Estado de São Paulo, Associação Paulista de Saúde Pública.

2014

Melhor Trabalho da Área Saúde Coletiva VII Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação: "Transposição do Rio São Francisco e Transmissão da Esquistossomose no Estado do Ceará: Análise de Potencialidades", Universidade Federal do Ceará.

2014

Premiação durante I Simpósio Internacional de Hanseníase: "Instrumentalização de agentes comunitários de saúde para abordagem à hanseníase em um município do interior do nordeste", Comissão Científica do I Simpósio Internacional de Hanseníase em Cacoal.

2013

Premiação Médicos PROVAB 2012 - Projetos de Intervenção sob Orientação: Trabalhando a Prevenção da Sífilis Congênita na Unidade de Saúde da Caponga: Propostas para Todo o Município de Cascavel, CE, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará.

2013

Concurso Cultural Prêmio Baldacci, Publicação Científica, Ano I, Tema: Doença de Chagas. Trabalho publ em PLoS Negl Trop Dis, v.6 n.2, e1508, 2012, selecionado entre 10 melhores de 405 avaliados, Baldacci.

2012

Prêmio de Menção Honrosa - Hot Abstract: Tendências dos Indicadores da Hanseníase no Município de Fortaleza - CE, 2001-2010, Sociedade Brasileira de Hansenologia.

2010

Menção Honrosa pelo trabalho: Distribuição de casos de hanseníase por unidade de notificação e bairro de residência da cidade de Fortaleza nos anos de 2001 a 2008, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

2010

Premiação - ?Município-Mundo de Boas Práticas de Prevenção? - Município de Vitória da Conquista, Bahia - trabalho orientado: nvestigações em Sistemas de Saúde - DST/HIV/AIDS, Ministério da Saúde - Secretaria de Vigilância em Saúde - Departamento Nacional de DST/AIDS.

2010

Homenagem durante I Congresso Baiano de DST/AIDS e Hepatites Virais, Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.

2010

Premiação - ?10a EXPOEPI? - Município de Vitória da Conquista, Bahia - Inovação na gestão da vigilância epidemiológica, com ênfase na articulação intrassetorial - trabalho orientado, Ministério da Saúde - Secretaria de Vigilância em Saúde.

2009

Reconhecimento por colaboração junto ao Centro de Referência DST/AIDS David Capistrano Filho, em Vitória da Conquista, Bahia, Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, Bahia.

2005

Premiação e Menção Honrosa pela Colocação Destacada no Concurso de Título de Especialista em Medicina de Família e Comunidade, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade.

2005

Premiação pelo Trabalho: Infecção pelo HIV na Gestação: Aspectos Relativos à Atenção Básica em Fortaleza, Ceará, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade.

2004

Premiação pelo Trabalho: Riscos Ocupacionais na Atenção Primária: Avaliação da Susceptibilidade às Doenças Imunopreviníveis dos Profissionais que Atuam em uma Unidade Básica de Saúde da Periferia de Fortaleza, Ceará - 2003, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade.

2004

Honra ao Mérito pelo Trabalho: Human Immunodeficiency Virus Transmission from Mother to Infant: Revealing the Epidemiological Situation in a Fortaleza/Ceara, Brazil, Comissão Científica do I Congresso Brasileiro de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV.

2004

Premiação no Concurso Nacional de Artigos Científicos para a Revista HIV do Programa Nacional de DST/AIDS da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde do Brasil, Programa Nacional de DST/AIDS - Ministério da Saúde.

1999

Membro da International Society of Travel Medicine - 1999 a 2000, International Society of Travel Medicine.

1998

Menção Honrosa pelo trabalho: Educação Indígena Visando o Controle de Doenças Emergentes: a Experiência Ticuna para a Prevenção das DST e AIDS; (RAMOS JR, A. N., et al.) durante o IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia, Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Medicina, Departamento de Saúde Comunitária. , Rua Professor Costa Mendes 1608 - Bloco Didático 5o andar (Programa de Pós-graduação em Saúde Pública), Rodolfo Teófilo, 60430140 - Fortaleza, CE - Brasil - Caixa-postal: 68037, Telefone: (85) 33668045, Fax: (85) 33668045, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Universidade do Estado do Rio de Janeiro

    Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 2

    Atividades

    • 06/2017

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro Biomédico, Instituto de Medicina Social.,Linhas de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

    Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 2

    Atividades

    • 09/2019

      Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Saúde Coletiva, .,Linhas de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 2

    Atividades

    • 01/2018

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Matemática e Estatística, Departamento de Ciência da Computação.,Linhas de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Universidade Federal da Bahia

    Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 2

    Atividades

    • 01/2018

      Pesquisa e desenvolvimento , Reitoria, Instituto Multidisciplinar em Saúde - Campus Anísio Teixeira.,Linhas de pesquisa

  • 2008 - 2014

    Centro de Referência e Treinamento em DST/AIDS do Estado de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 2

  • 2016 - Atual

    Fundação Oswaldo Cruz

    Vínculo: Banca de concurso público, Enquadramento Funcional: Membro de banca, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Concurso público Fiocruz 2016: Pesquisador em Saúde Pública. Site: https://concurso.fiotec.org.br/Fiocruz.2016/Pesquisador.asp

  • 2008 - 2010

    Fundação Oswaldo Cruz

    Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador de campo, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Pesquisador colaborador em atividades de campo no nordeste brasileiro

  • 2019 - Atual

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2017 - 2019

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Portaria n. 1831 de 12 de maio de 2017, processo n. 23067.008503/2017-19

  • 2015 - 2017

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Portaria n. 3631 de 28 de setembro de 2016 - processo 017867/2016-09

  • 2013 - 2015

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2011 - 2013

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Portaria no. 368 de 7 de fevereiro de 2012

  • 2010 - 2011

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Portaria 3467 de 15 de outubro de 2010

  • 2008 - 2010

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2006 - 2008

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2004 - 2006

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Participação em Projetos de Pesquisa e Colaborador na Graduação e na Pós-Graduação do Departamento de Saúde Comunitária.

  • 2002 - 2004

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Aprovado no concurso para provimento de vagas para Professor Substituto (40 horas) do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), realizado nos dias 24 e 25 de Junho de 2002 (Edital 39/2002).

    Atividades

    • 03/2020

      Direção e administração, Faculdade de Medicina, .,Cargo ou função, Comitê de Enfrentamento do Coronavírus da FAMED-UFC.

    • 08/2019

      Direção e administração, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Saúde Pública.,Cargo ou função, Coordenação do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública, Faculdade de Medicina.

    • 03/2016

      Ensino, Mestrado Profissional em Saúde da Mulher e da Criança, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Professor Colaborador - Epidemiologia & Métodos e Técnicas

    • 01/2013

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Linhas de pesquisa

    • 10/2011

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Cargo ou função, Membro de Comissão de Bolsas do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Ceará (PPGSC-UFC).

    • 09/2006

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Linhas de pesquisa

    • 09/2006

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Linhas de pesquisa

    • 09/2003

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Linhas de pesquisa

    • 09/2003

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Linhas de pesquisa

    • 07/2016 - 04/2019

      Direção e administração, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva.

    • 05/2015 - 06/2016

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Cargo ou função, Coordenação do Programa de Valorização da Atenção Básica - FAMED-UFC.

    • 08/2015 - 09/2015

      Ensino, Patologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos Avançados em Parasitologia Humana

    • 08/2015 - 08/2015

      Ensino, Patologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Professor Colaborador no Módulo: Tópicos Avançados em Parasitologia Humana, com o tema Doenças Negligenciadas

    • 01/2012 - 04/2015

      Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências da Saúde, Centro de Ciências da Saúde.,Atividade realizada, Supervisor pela Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Medicina, do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica - 2012, 2013, 2014.

    • 10/2014 - 11/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Cargo ou função, Presidente de Comissão de Avaliação de Estagio Probatório - Professor Assistente, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará - PORTARIA NÚMERO 009 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014.

    • 03/2014 - 05/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, .,Cargo ou função, Coordenação da área de Saúde Coletiva do Programa de Inicição Científica da Universidade Federal do Ceará.

    • 03/2014 - 04/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Cargo ou função, Comissão de Avaliação para reconhecimento de título de pós-graduação no exterior - portaria 0020 de 28 e março de 2014.

    • 02/2012 - 03/2014

      Direção e administração, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva - Mestrado em Saúde Pública.

    • 10/2003 - 03/2013

      Ensino, Saúde Pública, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Epidemiologia das Doenças Transmissíveis e Não-Transmissíveis, Métodos e Técnicas em Epidemiologia

    • 03/2009 - 03/2012

      Ensino, Saúde Pública, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia da Pesquisa em Saúde Coletiva (SDP-750), Tópicos Especiais em Saúde Pública (SDP762)

    • 03/2005 - 03/2010

      Ensino, Especialização Epidemiologia e Vigilância em Saúde, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Epidemiologia das Doenças Infecciosas e Parasitárias

    • 02/2006 - 03/2009

      Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Colaboração na disciplina Saúde Comunitária - Etnias e sua Importância na Saúde Pública, Epidemiologia Especial - Curso de Enfermagem (Coordenação), Internato em Saúde Coletiva, Saúde, Trabalho, Ambiente e Cultura

    • 06/2005 - 08/2005

      Ensino, Odontologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Epidemiologia Geral (FCP706)

    • 02/2003 - 03/2005

      Extensão universitária , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Comunitária.,Atividade de extensão realizada, Saúde da Criança em Fortaleza - Projeto Criança Feliz.

    • 09/2002 - 09/2004

      Ensino, Residência em Saúde da Família e Comunidade, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Vigilância Epidemiológica, Clínica Médica, Doenças Infecciosas e Parasitárias, Planejamento em Saúde, Vigilância em Saúde

    • 07/2002 - 08/2004

      Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Diagnóstico de Saúde em Comunidades, Medicina Preventiva, Saúde, Ambiente e Trabalho

    • 10/2002 - 11/2003

      Ensino, Especialização em Saúde da Família, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Epidemiologia de Doenças Infecciosas e Parasitárias, Vigilância em Saúde, Epidemiologia Geral

  • 2017 - Atual

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Supervisor do Programa Mais Médicos, Carga horária: 8

  • 2010 - Atual

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica à CGPNCDCh

    Outras informações:
    Portaria n 175 de 24 de Março de 2010, no DOU n 57 de 25 de Março de 2010 - republicada no DOU n 58 de 26 de Março de 2010 - até 2011. Assessoria técnica para elaboração de Manuais Técnicos (Guia de Vigilância Epidemiológica, Guia de Vigilância em Saúde, Cadernos de Atenção Básica). Assessoria técnica para coordenação técnico-científica do I e II Consensos Brasileiros em Doença de Chagas, publicados, respectivamente, em 2005 e 2016. Membro do Comitê Gestor do PCDT em doença de Chagas

  • 2017 - 2017

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria Técnica à CGPNCH, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica à CGPNCH, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Assessoria Técnica à CGPNCH - hanseníase. SVS/MS

  • 2016 - 2017

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Supervisor do PROVAB pela UFC, Enquadramento Funcional: Supervisor do PROVAB pela UFC, Carga horária: 2

  • 2015 - 2016

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenador do PROVAB-MS pela UFC, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Coordenador do Programa de Valorização da Atenção Básica, sob gestão do Ministério da Saúde (SGTES), sob responsabilidade da Universidade Federal do Ceará

  • 2012 - 2015

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Supervisor do PROVAB-MS pela UFC, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Supervisor do Programa de Valorização da Atenção Básica, sob gestão do Ministério da Saúde (SGTES), sob coordenação da Universidade Federal do Ceará

  • 2011 - 2015

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica ao DN DST/Aids/Hepatites

    Outras informações:
    Membro do Subcomitê de Doenças Endêmicas do Comitê Assessor em Terapia Antirretroviral para Adultos Infectados pelo HIV

  • 2003 - 2012

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica à ANVISA

    Outras informações:
    Membro da Comissão Temática em Hemovigilância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Ministério da Saúde. Assessoria técnica formalizada no DOU n 38 de 26/02/07, por meio da Portaria n 134, de 23 de Fevereiro de 2006

  • 2010 - 2011

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica à CGPNCH

    Outras informações:
    Membro do Comitê Técnico de Assessor de Hanseníase - Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Hanseníase - Representação da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

  • 2006 - 2011

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica ao PNCH

    Outras informações:
    Assessoria ao Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Programa Nacional de Controle da Hanseníase - desenvolvimento da estratégia de Pesquisas Operacionais em Saúde no Brasil

  • 2001 - 2007

    Ministério da Saúde

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica ao PN DST/AIDS

    Outras informações:
    Membro do Comitê Assessor de Epidemiologia do Programa Nacional de DST/AIDS do Ministério da Saúde. Vinculação formalizada em 29/09/2005 no DOU n 188 da Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde, Portaria n 47, de 28 de Setembro de 2005

    Atividades

    • 03/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa Nacional de Controle da Doença de Chagas, .,Cargo ou função, Membro do Comitê Técnico Assessor da Área Técnica de Vigilância e Controle da Doença de Chagas.

    • 03/2006

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa Bacional de Controle da Hanseníase, .,Cargo ou função, Assessoria Técnica.

    • 06/2003

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Gerência Geral de Sangue Outros Tecidos e Órgãos.,Cargo ou função, Membro da Comissão Temática em Hemovigilância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde.

    • 05/2001 - 10/2008

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa Nacional de Dst e Aids, Unidade de Epidemiologia.,Cargo ou função, Membro do Comitê Assessor de Epidemiologia do Programa Nacional de DST/AIDS.

    • 04/2005 - 10/2007

      Serviços técnicos especializados , Programa Nacional de Dst e Aids, Unidade de Informação e Vigilância.,Serviço realizado, Coordenador do projeto de Implementação da Vigilância Epidemiológica de DST/Aids na Região Nordeste (Estados: MA, PI, CE, RN).

  • 1999 - 2001

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Mestrado em Saúde Coletiva com área de concentração em Epidemiologia, Departamento de Medicina Preventiva - Universidade Federal do Rio de Janeiro

  • 1996 - 1999

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Médico Residente, Carga horária: 60, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Residência Médica em Doenças Infecciosas e Parasitárias do Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho - Universidade Federal do Rio de Janeiro

  • 1995 - 1995

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor Disciplina Diagnóstico Microscópico, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Monitor da Disciplina Diagnóstico Microscópico em Doenças Infecciosas e Parasitárias - Departamento de Medicina Preventiva - Faculdade de Medicina - Universidade Federal do Rio de Janeiro

  • 1993 - 1995

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor Departamento de Medicina Preventiva, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitor do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro - Disciplina: Medicina Preventiva (Ênfase em Epidemiologia).

    Atividades

    • 09/1998 - 03/2003

      Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva, Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva.,Linhas de pesquisa

    • 03/1996 - 03/1999

      Pesquisa e desenvolvimento , Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, .,Linhas de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Editor Newsletter SBMT, Carga horária: 2

  • 2003 - Atual

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Sócio

  • 2015 - 2017

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Membro do Conselho Fiscal SBMT, Enquadramento Funcional: Conselho Fiscal, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Membro do Conselho Fiscal da Diretoria da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT), 07/2015-07-2017

  • 2016 - 2016

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro Comissão Científica MEDTROP2016, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Membro da Comissão Científica do 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT/MEDTROP 2016), que será realizado em Maceió (AL).

  • 2016 - 2016

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Coordenação, Enquadramento Funcional: Presidente de Reuniões de Pesquisa Aplicada, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Presidente da XXXI Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e da XIX Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses, Maceió - Alagoas.

  • 2011 - 2016

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Coordenador da Rede Brasíleira HIV/Chagas, Carga horária: 2

  • 2015 - 2015

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro Comissão Científica MEDTROP2015, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Membro da Comissão Científica do 51 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT/MEDTROP 2015), realizado em Fortaleza (CE).

  • 2011 - 2015

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Coordenador do GT: Ensino de Medicina Tropica, Carga horária: 2

  • 2014 - 2014

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro Comissão Científica MEDTROP2014, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Membro da Comissão Científica do 50 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT/MEDTROP 2014), realizado em Rio Branco (AC).

  • 2008 - 2013

    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

    Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Coordenador do GT: Atenção Básica à Saúde, Carga horária: 2

    Atividades

    • 05/2013 - 06/2013

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - Regional Ceará, .,Cargo ou função, Presidente Comissão Eleitoral.

    • 04/2010 - 05/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - Regional Ceará, .,Cargo ou função, Presidente de Comissão Eleitoral.

  • 2003 - Atual

    Associação Cearense de Medicina de Família e Comunidade

    Vínculo: Sócio-Fundador, Enquadramento Funcional: Sócio-Fundador

    Outras informações:
    Associação Cearense de Medicina de Família e Comunidade ? ACEMFC foi fundada em 25 de janeiro de 2003. É uma entidade civil, sem fins lucrativos, de tempo indeterminado, de caráter científico, que se propõe a promover o desenvolvimento da especialidade ?Medicina de Família e Comunidade? e o intercâmbio científico, técnico, cultural e social entre os seus profissionais e de áreas afins. A ACEMFC é a filiada no estado do Ceará da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

    Atividades

    • 01/2003

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Sócios-Fundadores, .,Cargo ou função, Sócio-Fundador - Associação Cearense de Medicina de Família e Comunidade.

    • 01/2007 - 02/2009

      Direção e administração, Diretoria de Pesquisa, .,Cargo ou função, Diretor de Pesquisas.

  • 2003 - 2009

    Sociedade Brasileira de Medicina de Familia e Comunidade

    Vínculo: Médico Sócio, Enquadramento Funcional: Sócio

  • 2016 - Atual

    Drugs For Neglected Diseases América Latina, DNDi

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Científico de la Plataforma de Chagas, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Membro do Comitê Científico da Plataforma de Investigação Clínica em Chagas, http://www.dndi.org/2016/media-centre/events/dndi-innovation-access-partners-meeting-2016/

  • 2015 - Atual

    Drugs For Neglected Diseases América Latina, DNDi

    Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Grupo Consultivo en Acceso - DNDi, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Integrante do Grupo Consultivo en Acceso para la Enfermedad de Chagas (CCA) - DNDi

  • 2017 - Atual

    Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

    Vínculo: Assessoria, Enquadramento Funcional: Membro Comissão Assessora REVALIDA, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Nomeado pela Portaria Inep n 345, de 25 de abril de 2017, publicada no DOU de 26 de abril de 2017 ? Seção 2 ? Pág. 31 para integrar a Comissão Assessora de Avaliação para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira ? Revalida, para assessoramento à área de Medicina de Família e Comunidade do ciclo avaliação referente ao Revalida 2017. Nomeado pela Portaria Inep n 215, de 27 de março de 2018, publicada no DOU n. 61 de 29 de março de 2018, Seção 2, Pág. 28 para integrar a Comissão Assessora de Avaliação da Formação Médica - CAAFM, com o intuito de estabelecer diretrizes de avaliação do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2018.

  • 2016 - Atual

    Instituto René Rachou - Fiocruz Minas Gerais

    Vínculo: Membro de Grupo de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Membro do Grupo de Pesquisas em Triatomíneos, Carga horária: 2

    Outras informações:
    http://www.cpqrr.fiocruz.br/pg/pesquisa/grupos-de-pesquisa/22-2/

  • 2017 - Atual

    Conselho Municipal de Saúde de Fortaleza-CE

    Vínculo: Conselheiro Suplente, Enquadramento Funcional: Conselheiro Suplente, Carga horária: 2

    Outras informações:
    cmsf.sms.fortaleza.ce.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/22022018_decreto.pdf - Decreto 14073 de 22 de agosto de 2017

  • 1998 - 1998

    Organização Geral dos Professores Ticuna Bilíngües

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Curso promovido pela Organização Geral dos Professores Ticuna Bilíngües (OGPTB) ? com o apoio do Ministério da Saúde do Brasil. Aulas sobre: Biologia e Doenças Sexualmente Transmissíveis/AIDS ? de 12 a 22 de Junho de 1998

  • 1998 - 1998

    Organização Geral dos Professores Ticuna Bilíngües

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Curso promovido pela Organização Geral dos Professores Ticuna Bilíngües (OGPTB) ? com o apoio do Ministério da Saúde do Brasil. Aulas ministradas sobre: Biologia e Doenças Sexualmente Transmissíveis/AIDS ? Amazonas, de 20 de Janeiro a 01 de Fevereiro de 1998

  • 2019 - Atual

    17, Instituto de Estudos Críticos, 17

    Vínculo: Consultor Científico, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Lusófono, Carga horária: 2

    Outras informações:
    https://17edu.org/pt-pt/quem-somos/#1507143028597-2e74cc72-d3fd

    Atividades

    • 01/2019

      Outras atividades técnico-científicas , 17, Instituto de Estudos Críticos, 17, Instituto de Estudos Críticos.,Atividade realizada, Membro de conselho científico.