Renato Reis Caixeta

Mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Brasília, na linha de Constituição e Democracia. Graduou-se em Direito pela mesma faculdade e em Filosofia pelo Departamento de Filosofia da Universidade de Brasília. É docente no Instituto Federal de Brasília (IFB) e advogado. Possui interesses pelas áreas de Filosofia Social e Política, Filosofia do Direito, Biopolítica, Violência, Direito Constitucional.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Direito

2019 - Atual

Universidade de Brasília, UnB
Orientador: Miroslav Milovic

Mestrado em Direito

2016 - 2018

Universidade de Brasília, UnB
Título: PODER CONSTITUINTE E POTÊNCIA DESTITUINTE: aporias entre Antonio Negri e Giorgio Agamben,Ano de Obtenção: 2018
Miroslav Milovic.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Potência; Poder Constituinte; Potência Destituinte; Política; Giorgio Agamben; Antonio Negri. Grande área: Ciências Sociais AplicadasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.

Graduação em Direito

2012 - 2016

Universidade de Brasília, UnB
Título: Antonio Negri e o poder constituinte: o conceito de uma crise
Orientador: Miroslav Milovic

Graduação em Filosofia

2009 - 2012

Universidade de Brasília, UnB
Título: O Conceito do Político em Carl Schmitt: a distinção entre amigo-inimigo como a relação política genuína.
Orientador: Alex Sandro Calheiros de Moura

Ensino Médio (2º grau)

2006 - 2008

Centro de Ensino Médio de Taguatinga Norte

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Carl Schmitt & Os desafios do direito.Direito e Violência - olhar teórico sobre a ação policial enquanto meio garantidor do Estado/Estado. 2013. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Cristiano Otávio Paixão Araújo Pinto

PAIXÃO, CRISTIANO; MILOVIC, M.; SOUZA, H. P.. Poder constituinte e potência destituinte: aporias entre Antonio Negri e Giorgio Agamben. 2018. Dissertação (Mestrado em Direito, Estado e Constituição) - Universidade de Brasília.

Cristiano Otávio Paixão Araújo Pinto

PAIXÃO, Cristiano; MILOVIC, M.; MARTINS, A. C. M.. Antonio Negri e o poder constituinte: o conceito de uma crise. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade de Brasília.

Alex Sandro Calheiros de Moura

Calheiros, AlexSOUZA, H. P.. O Conceito do Político em Carl Schmitt: a distinção entre amigo-inimigo como a relação política genuína. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade de Brasília.

Bruno Costa Simões

SOUZA, H.MOURA, A. S. C.SIMÕES, B. C.. O Conceito do Político em Carl Schmitt: a distinção entre amigo-inimigo como a relação política genuína. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade de Brasília.

Herivelto Pereira de Souza

CALHEIROS, Alex;SOUZA, H.. O Conceito do Político em Carl Schmitt: a distinção entre amigo-inimigo como a relação política genuína. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade de Brasília.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alex Sandro Calheiros de Moura

O conceito do político em Carl Schmitt: a distinção entre amigo-inimigo como a relação política genuína; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Filosofia) - Universidade de Brasília; Orientador: Alex Sandro Calheiros de Moura;

Miroslav Milovic

Agamben; Início: 2019; Tese (Doutorado em Direito) - Universidade de Brasília; (Orientador);

Miroslav Milovic

PODER CONSTITUINTE E POTÊNCIA DESTITUINTE: aporias entre Antonio Negri e Giorgio Agamben; 2018; Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade de Brasília,; Orientador: Miroslav Milovic;

Herivelto Pereira de Souza

Normatização a partir dos conceitos de Estado de Exceção e Soberania; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Filosofia) - Universidade de Brasília; Orientador: Herivelto Pereira de Souza;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CAIXETA, R. R. . Estudo sobre a ?Crítica do Poder como Violência?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2011 - 2012

    Normatização a partir dos conceitos de Estado de Exceção e Soberania, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Herivelto Pereira de Souza em 07/04/2017., Descrição: A questão do direito está sendo muito articulada com certas ideias políticas as quais o pensamento jurídico toma posse para fazer o seu discurso da normatização. Tais operadores políticos ? no caso aqui a soberania e o estado de exceção ? vão possibilitar uma nova forma teórica de se perceber a política contemporaneamente: a biopolítica. Com efeito, é visível no próprio termo que o pressuposto em jogo é o da vida, da sua entrada nos cálculos do poder ? aqui, poder soberano ?, e que a partir dessa primeira direção se busca instituir normas ? que aqui se dá pelo movimento que o estado de exceção cria ao ser instaurado ?, que resultam em uma normatização da própria vida. Veremos a questão da biopolítica como palco onde essas articulações entre todos esses conceitos se fazem, que a interação que acontece entre eles de fato é evidenciada, de modo que a percepção que fazemos dos seus mecanismos tornem-se mais claras para nós. O rumo que seguiremos para o aprofundamento teórico desses conceitos será o do debate que envolve os pensadores Carl Schmitt e Walter Benjamin, assim como os comentadores mais importantes que entraram na discussão. Com Schmitt teremos a definição do soberano como aquele que ?decide sobre o estado de exceção?, essa passagem ? que consta na primeira linha do livro Teologia Política ? define muito daquilo que deveremos pesquisar e é o mote para o debate entre ele e Walter Benjamin ? que liga a questão da vida e a da ?violência? intrínseca ao direito jurisprudencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renato Reis Caixeta - Integrante / Herivelto Pereira de Souza - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Honra ao Mérito, Universidade de Brasília.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - 2017

Secretaria de Educação do Distrito Federal

Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Temporário de Filosofia, Carga horária: 40

Outras informações:
Contrato de Temporário de Professor Substituto

2018 - Atual

Instituto Federal de Brasília

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.