João Guilherme Ribeiro Pinho

João Guilherme Ribeiro Pinho é Licenciado Pleno em Teatro pela Universidade Federal do Pará, Bacharel em Direito pela Escola Superior Madre Celeste, Especialista em Educação Ambiental pelo Núcleo de Meio Ambiente - NUMA / UFPA, servidor público da Secretária de Estado de Cultura do Pará na função de Cenotécnico, ator de teatro e professor de artes, já participou de alguns comercias de Tv, vídeos documentários e cinema (longa metragem), mas é no teatro que tem feito a maioria de seus trabalhos. Como instrutor de oficinas tem utilizado o teatro como linguagem para uma mediação teórico e metodológica de uma Educação para o Desenvolvimento Sustentável por acreditar ser a arte uma linguagem eficaz para dialogar com os saberes através de um enfoque humanista, holístico e democrático que considere o meio ambiente em sua totalidade. Ao longo de sua trajetória tem atuado como ator em diversos espetáculos e grupos como o Vivência, Palhaços Trovadores, (co-fundador) e Cia dos Notáveis Clowns, (co-fundador), fez a direção cênica de vários espetáculos, dentre eles: Em busca de um lugar na corda o olhar do Clown, espetáculo que inicia suas experiências como pesquisador em artes cênicas, com bolsa do Instituto de Artes do Pará (2003); Queijo com Goiabada Shekespeare nas Aparelhagens, uma pesquisa que propõe uma releitura de Romeu e Julieta de Shakespeare no universo das aparelhagens de brega e technobrega de Belém. A pesquisa foi contemplada com a bolsa de Criação, Experimentação e Difusão Artística 2015 da Casa das Artes. Coordenou diversas produções e circulações, dentre eles o projeto Mambembear Palhaço contemplado pelo prêmio Caravana Funarte 2004. Edital de Fomento às Artes Cênicas, da Fundação Nacional de Arte que fez circular o espetáculo Amor de Picadeiro por dez municípios da região amazônica, (Pará, Amazonas e Roraima), oferecendo também oficinas de teatro de rua e técnicas circenses, o projeto aconteceu também no eixo sul/sudeste visitando cinco municípios em três estados (S. Paulo, Paraná e S. Catarina); projeto Notável circulação do Oiapoque ao Chuí a gente enfia o Nariz, levou em 2014 espetáculos e oficinas de técnicas de clown por 17 cidades do Brasil de norte a sul; projeto Norte Notáveis Circulando Sorrisos, circulando em 2014 por seis cidades de três estados da região norte Pará, Amazonas e Acre com o espetáculo e oficinas; projeto Notável Marajó ? Navegando em Sorrisos percorreu em 2016, 8 cidades que estão incluídas entre os piores IDHs do Brasil, no arquipélago do Marajó, são essas: Afuá, Anajás, Bagre, Breves, Curralinho, Chaves, Melgaço e Portel; Projeto Notavél Marajó II Navegar é Preciso, circulou por 5 municípios do Arquipélago do Marajó com espetáculos e oficina de educação Ambiental, atualmente está no ar na web série Clownzinha de Palhaço que mistura palhaçaria, culinária e linguagem áudio visual.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização em Educação Ambiental e Sustentabilidade

2016 - 2017

Núcleo de Meio Ambiente - Numa UFPA
Título: Educação Ambiental, Sustentabilidade e o Teatro do Oprimido ?Reflexões sobre questões socioambientais?
Orientador: Nívia Magalhães da Silva Freitas.

Graduação em Direito

2010 - 2015

Escola Superior Madre Celeste
Título: O Direito da tragedia ou a tragedia do Direito
Orientador: Luiz Otávio Pereira

Graduação em Teatro

2010 - 2013

Universidade Federal do Pará
Título: O UNIVERSO FEMININO NA DRAMATURGIA DE FEDERICO GARCÍA LORCA 'A POÉTICA DA LIBERDADE'
Orientador: . ALBERTO CUNHA E SILVA NETO

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Oficina de Palhaçaria. (Carga horária: 37h). , Las Cabacas, LC, Brasil.

2016 - 2017

Direito Constitucional. (Carga horária: 90h). , Anhanguera Educacional e Participações S.A, LFG, Brasil.

2011 - 2011

Direito e Literatura. (Carga horária: 20h). , Centro de Formação Cristã da Arquidiocese de Belém, CFC, Brasil.

2003 - 2003

Processo de encenação. (Carga horária: 20h). , Instituto de Artes do Pará, IAP, Brasil.

2003 - 2003

O Clown e a utilização do corpo cômico. (Carga horária: 20h). , Instituto de Artes do Pará, IAP, Brasil.

2001 - 2001

Teatro de Rua. (Carga horária: 30h). , Instituto de Artes do Pará, IAP, Brasil.

1999 - 1999

Dramaturgia da Cena. (Carga horária: 15h). , Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará, ETDUFPA, Brasil.

1997 - 1997

Oficina Estudo do texto teatral. (Carga horária: 30h). , Federação Estadual de Atores, Autores e Técnicos de Teatro, FESAT, Brasil.

1997 - 1997

Paul Valéry e a Filosofia da Arte. (Carga horária: 20h). , Fundação Nacional de Artes, FUNARTE, Brasil.

1995 - 1995

Kant: publicidade e modernidade. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.

1993 - 1993

Interpretação. (Carga horária: 30h). , Instituto Brasileiro de Arte e Cultura, IBAC, Brasil.

1993 - 1993

Vivência da encenação. (Carga horária: 30h). , Instituto Brasileiro de Arte e Cultura, IBAC, Brasil.

1993 - 1993

Técnica Corporal e vocal para o trabalho do ator. (Carga horária: 24h). , Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.

1991 - 1991

Voz e dicção. (Carga horária: 16h). , Escola de Teatro de Anápolis - GO, ETA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Educação.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Teatro.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.

Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Fundamentos e Crítica das Artes.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

RIBEIRO, J. G ; LIMA NETO, B. R. ; BARROSO, A. . I Mostra de Teatro de Belém - Aplauso. 1999. (Outro).

RIBEIRO, J. G . II Mostra Regional de Teatro. 1998. (Outro).

RIBEIRO, J. G ; ANDRADE, J. H. ; PIRAJA, R. N. . XIV Mostra Estadual de Teatro. 1998. (Outro).

RIBEIRO, J. G ; ANDRADE, J. H. ; PIRAJA, R. N. . I Conferência Estadual de Teatro. 1997. (Congresso).

RIBEIRO, J. G ; ANDRADE, J. H. ; PIRAJA, R. N. . XIII Mostra de Teatro do Pará. 1995. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

23° FEIRA PAN- AMAZÔNICA DO LIVRO E DAS MULTIVOZES. Cada Qual em Seu Barril. 2019. (Exposição).

Dia Mundial do Meio Ambiente: Política Nacional de Resíduos Sólidos.Política Nacional de Resíduos Sólidos. 2019. (Outra).

Mostra de Teatro Nilza Maria.Cada Qual em Seu Barril. 2019. (Outra).

Seminário Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental. 2017. (Seminário).

Seminário de pesquisa em Andamento.Queijo com Goiabada - Shakespeare nas Aparelhagens. 2016. (Seminário).

VIII SEMINÁRIO DE PESQUISA EM TEATRO - Teatro na Escola como eu prático?.O Direito da Tragédia ou a Tragédia do Direito em Antígona. 2016. (Seminário).

VIII SEMINÁRIO DE PESQUISA EM TEATRO - Teatro na Escola como eu prático?. 2016. (Seminário).

XIX Feira Pan- Amazônica do livro. Fernão Clownpreto Gaivota. 2015. (Feira).

Ciclo de Palestras de Direito. 2014. (Seminário).

III Congresso Internacional de Justiça Global e Educação em Direitos Humanos na Amazôniaaia. 2014. (Congresso).

III Fórum de Direitos Humanos e Cidadania na Amazônia. 2014. (Outra).

Semana de Arte e Cultura Um dialogo entre o Direito e a Cultura. 2014. (Seminário).

Encontro Estadual do Teatro Paraense.Rir é o melhor remédio. 2013. (Encontro).

IV Encontro Estadual de Teatro Paraense. 2013. (Encontro).

IV Seminário de Dramaturgia Amazônida. 2013. (Seminário).

XVII Feira Pan - Amazônica do livro. Rir é o melhor remédio. 2013. (Feira).

XVI Feira Pan - Amazônica do livro. Cada qual em seu barril. 2012. (Feira).

1ª Jornada de Direito Material e Processual. 2011. (Outra).

Circuito cultural Nazaré em todo canto.Em Busca de Um Lugar na Corda. 2011. (Outra).

III SEMINÁRIO DE PESQUISA EM TEATRO.Terra de mulheres de fogo com almas de vento: o universo feminino na dramaturgia de Lorca. 2011. (Seminário).

II Seminário de Dramaturgia Amazônida. 2011. (Seminário).

I Simpósio Jurídico da ESMAC. 2011. (Simpósio).

Ciclo de Palestras Crimes eleitorais, ética e Direito. 2010. (Outra).

III Salão do livro da região do lago de Túcuruí. Um Novo Circo. 2010. (Feira).

Seminário Jurídico: "Temas de Direito Civil a Luz da Constituição ". 2010. (Seminário).

V Semana Acadêmica Integrada da ESMAC - 2010. 2010. (Outra).

Festival Territórios De Teatro Edição 2.Em Busca de Um Lugar na Corda. 2009. (Outra).

XIII Feira Pan - Amazônica do livro. Um Novo Circo. 2009. (Feira).

1 Salão do livro da região do lago de Tucuruí. Puporindo. 2008. (Feira).

Encena Sesc 2008.Um Novo Circo. 2008. (Outra).

Festival Territórios De Teatro.Amor de Picadeiro. 2008. (Encontro).

XIi Feira Pan-Amazônica Do Livro. A ARTE DA MÍMICA. 2008. (Feira).

Encontro Nacional de Cultura - SESC PARÁ.Em Busca de Um Lugar na Corda - O olhar do Clown. 2007. (Encontro).

I Mostra de Teatro do Marajó.Arte circense. 2007. (Oficina).

Pará em Cena as Linguagens.Quem Tem Riso vai à Lona. 2007. (Outra).

15 Festival de Teatro de Curitiba.Amor de Picadeiro. 2006. (Outra).

X Feira Pan-Amazônica do livro. Arte da Mímica. 2006. (Feira).

9 Festival Nacional de Teatro Infantil de Blumenau.Amor de Picadeiro. 2005. (Outra).

II Pará em cena -O Ator.Em buca de um lugar na corda. 2005. (Encontro).

3 Festival Paraense de Teatro.Amor de Picadeiro. 2004. (Outra).

XV Congresso Brasileiro de Teatro. 2004. (Congresso).

Arte Final - Mostra IAP 2003.Em Busca de Um Lugar na Corda - O olhar do Clown. 2003. (Outra).

III Fórum de Artes Cênicas da Amazônia. 2001. (Outra).

18 Festiminas/Festival Mineiro Nacional de Teatro.O Mendigo ou o cachorro morto. 1998. (Outra).

II Mostra Regional de Teatro.O Mendigo ou o cachorro morto. 1998. (Outra).

I Mostra Estadual de Teatro - Tocatins. 1998. (Outra).

Seminário Leis de Incentivo a Cultura. 1998. (Seminário).

XV Festiminas Festival Mineiro de Teatro.A Farsa da Farsa. 1995. (Outra).

I Fórum de Artes Cênicas da Amazônia. 1994. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

RIBEIRO, J. G; GOIANO, E.; SOUZA, I. R. S.. I Mostra de Teatro do Estado do Tocantins. 1998. Federação de Atores, Autores e Técnicos de teatro do Estado do Tocantins.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Josyane Barros Abreu

da Silva Freitas, N. M.; COSTA, C. M.;ABREU, J. B.. Educação Ambiental, Sustentabilidade e o Teatro do Oprimido: reflexões sobre questões socioambientais. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Ambiental e Sustentabilidade) - Universidade Federal do Pará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alberto da Cunha e Silva Neto

O universo feminino na dramaturgia de Frederico García Lorca: a poética da liberdade; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Licenciatura Plena em Teatro (114952)) - Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará; Orientador: Alberto da Cunha e Silva Neto;

Nívia Magalhães da Silva Freitas

Educação ambiental; sustentabilidade e o teatro do oprimido: reflexões sobre questões ambientais; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Educação Ambiental e Sustentabilidade) - Universidade Federal do Pará; Orientador: Nívia Magalhães da Silva Freitas;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FREITAS, NÍVIA MAGALHÃES DA SILVA ; RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; VIEIRA, EDUARDO PAIVA DE PONTES ; FREITAS, NADIA MAGALHÃES DA SILVA . Conflitivas sociocientíficas no ensino de ciências: proposições ao biodireito e a dignidade humana. REVISTA BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA , v. 12, p. 187-201, 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SANTOS JUNIOR, P. T. N. ; RIBEIRO, J. G ; SILVA, E. F. S. ; FREITAS, W. B. S. . Teatro, Escola ou Teatro Escola ?. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

LIRA, L. ; RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MARQUES, A. B. . Clownzinha De Palhaço. 2020; Tema: Programa de Culinária amazônica. (Site).

RIBEIRO, J. G . O Teatro como forma de atuação na Educação Ambiental e Sustentabilidade. 2019. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Anajás). 2015. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Afuá). 2015. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Breves). 2015. .

NEVES, A. C. ; RIBEIRO, J. G . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Bagre). 2015. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Curralinho). 2015. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Melgaço). 2015. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Portel). 2015. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Santarém). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Bragança). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? Um convite ao direito de errar (Oiapoque). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Florianópolis). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Manaus). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Macapá). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Rondonópolis). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'Um convite ao direito de errar' (Brasília). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Salvador). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Recife). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Rio de Janeiro). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (S. Paulo). 2014. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Onde eu meto meu nariz? 'um convite ao direito de errar' (Rio Branco). 2014. .

RIBEIRO, J. G . Iniciação Teatral - Colônia de Férias. 2011. .

RIBEIRO, J. G . A Arte da Mimica. 2011. .

RIBEIRO, J. G . Oficina Arte do Clown. 2010. .

RIBEIRO, J. G . Oficina Arte da Mímica. 2008. .

RIBEIRO, J. G . Oficina de Clown. 2008. .

RIBEIRO, J. G . Mini-oficina Arte da Mímica. 2006. .

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MONTEIRO, C. W. S. . Oficina de Teatro de Rua e Técnicas Circenses - (Santarém-PA).. 2005. .

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. . Oficina de Teatro de Rua e Técnicas Circenses - (Jacarei - SP). 2005. .

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. . Oficina de Teatro de Rua e Técnicas Circenses - (Boa Vista - RR). 2005. .

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. . Oficina de Teatro de Rua e Técnicas Circenses - (Itacoatiara-AM). 2005. .

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. . Oficina de teatro de Rua e Técnicas Circenses - (Manaus- AM). 2005. .

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Oficina de Jogos Circenses - (Paragominas-PA). 2003. .

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Oficina de Jogos Circenses - (Castanhal-PA). 2003. .

RIBEIRO, J. G . Técnicas de Experimentação e expressão de atores. 2002. .

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Temporada Margarida Schivasappa). 2019. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . Um novo circo - A farsa da sustentabilidade (Ponta de Pedras). 2019. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Ponta de Pedras). 2019. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Teatro Gasômetro). 2019. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . Um novo circo - A farsa da sustentabilidade. (TEWH). 2018. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; LIRA, L. ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. . Queijo com Goiabada (Temporada Margarida Schivasapp). 2017. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; LIRA, L. ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. . Queijo com Goiabada (Estação Gasômetro). 2017. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; LIRA, L. ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. . Queijo com Goiabada (Estação Gasometro). 2017. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (temporada SESC Boulevard). 2016. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (TEWH). 2016. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Gran Circo Curro Velho). 2016. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Casa dos Palhaços Trovadores). 2016. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Temporada TEG). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Melgaço). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Breves). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Anajás). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Curralinho). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Portel). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Melgaço). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Anajás). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Curralinho). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Afuá). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Breves). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Portel). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda (Bagre). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Afuá). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Bagre). 2015. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Seiva Cotijuba). 2015. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Seiva/ Centur). 2015. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Seiva Ananindeua Cidade nova). 2015. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Seiva Ananindeua 40 horas). 2015. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Seiva / Marituba). 2015. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Seiva / Castanhal). 2015. Teatral.

ARNAUD, J. A. C. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; LIRA, L. . Trio Limpeza Pura (Mangal das garças). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (TEG). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Parauapebas). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Canaã Dos Carajás). 2015. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (SESC Boulevard). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Belém). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Rio Branco). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / São Paulo). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Recife). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Rondonópolis). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Macapá). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Manaus). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Salvador). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Florianópolis). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Rio de Janeiro). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Porto Alegre). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Chuí). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Brasília). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Oiapoque). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Santarém). 2014. Teatral.

LIRA, L. ; RIBEIRO, J. G ; MARQUES, A. B. . Fernão Clownpreto Gaivota ( Circulação / Rio Branco). 2014. Teatral.

LIRA, L. ; RIBEIRO, J. G ; MARQUES, A. B. . Fernão Clownpreto Gaivota ( Circulação / Santarém). 2014. Teatral.

LIRA, L. ; RIBEIRO, J. G ; MARQUES, A. B. . Fernão Clownpreto Gaivota ( Circulação / Florianópolis). 2014. Teatral.

LIRA, L. ; RIBEIRO, J. G ; MARQUES, A. B. . Fernão Clownpreto Gaivota ( Circulação / Belém). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Belém). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Macapá). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Rio Branco). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Recife). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Rio de Janeiro). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Porto Alegre). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Chuí). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Santarém). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Brasília). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Florianópolis). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / São Paulo). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Sesc Boulevard). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G . Fernão Clownpreto Gaivota ( Circulação / Bragança). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Bragança). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Oiapoque). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Manaus). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Circulação / Bragança). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Salvador). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (Circulação / Cuiabá). 2014. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Rir é o melhor remédio (XVII Feira Pan - Amazônica do livro). 2013. Teatral.

LIRA, L. ; RIBEIRO, J. G ; MARQUES, A. B. . Fernão Clownpreto Gaivota. 2013. Teatral.

FREITAS, A. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; MARQUES, A. B. ; LIRA, L. . O Galo de Belém (Temporada Pará 2000). 2013. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril ( Estação das Docas). 2013. Teatral.

ARNAUD, J. A. C. ; RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. ; LIRA, L. . Trio Limpeza Pura (Mangal das Garças). 2013. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (Santo Antônio do Tauá). 2013. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; NEVES, A. C. . Cada qual em seu barril (XVI Feira Pan - Amazônica do Livro). 2012. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. ; REIS, N. C. . Um Novo Circo. 2008. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; REIS, N. C. . Quem tem riso vai à lona. 2008. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; REIS, N. C. ; BRITO, A. S. O. . Quem tem riso vai à lona. 2007. Teatral.

RODRIGUES NETO, B. ; RIBEIRO, J. G ; BRITO, A. S. O. . Arlequin servidor de dois amos. 2007. Teatral.

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Amor de Picadeiro (15° Festival de Teatro de Curitiba). 2006. Teatral.

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME . Amor de Picadeiro (9° Festival Nacional de Teatro Infantil de Blumenau - Fenatib). 2005. Teatral.

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MONTEIRO, C. W. S. ; GONCALVES, A. R. P. . Amor de Picadeiro (Circulação Jacareí-SP, 05/07). 2005. Teatral.

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MONTEIRO, C. W. S. ; GONCALVES, A. R. P. . Amor de Picadeiro (Circulação Jacareí-SP, 06/07). 2005. Teatral.

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MONTEIRO, C. W. S. ; GONCALVES, A. R. P. . Amor de Picadeiro (Circulação Jacareí-SP, 07/07). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; GONCALVES, A. R. P. . Amor de Picadeiro (Circulação Jacareí-SP, 11/07). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; GONCALVES, A. R. P. . Amor de Picadeiro (Circulação Jacareí-SP, 12/07). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; GONCALVES, A. R. P. . Amor de Picadeiro (Circulação Jacareí-SP, 13/07). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; RIBEIRO, S. ; REIS, N. C. . Amor de Picadeiro (Circulação/ Alter do Chão 07, 08, 09/01). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; RIBEIRO, S. . Amor de Picadeiro (Circulação/Belterra 14, 15, 16 /01). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; RIBEIRO, S. ; REIS, N. C. . Amor de Picadeiro (Circulação/Santarém 21, 22, 23 /01). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; RIBEIRO, S. ; REIS, N. C. . Amor de Picadeiro (Circulação / Manaus 28, 29, 30/ 01 e 13/02). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; RIBEIRO, S. ; REIS, N. C. . Amor de Picadeiro (Circulação / Itacoatiara 04, 05, 06/ 02). 2005. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Amor de Picadeiro (3° Festival Paraense de Teatro). 2004. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Amor de Picadeiro (1° Temporada). 2003. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Em Busca de Um Lugar na Corda - O olhar do Clown. 2003. Teatral.

RIBEIRO, JOÃO GUILHERME ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Amor de Picadeiro (Circuito Amazônia Celular - Castanhal). 2003. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Amor de Picadeiro (2° temporada). 2003. Teatral.

RIBEIRO, J. G ; MONTEIRO, C. W. S. ; BRITO, A. S. O. . Amor de Picadeiro (Circuito Amazônia Celular - Paragominas - PA). 2003. Teatral.

FREITAS, E. J. ; RIBEIRO, J. G ; BRITO, A. S. O. . A Cigarra e a Formiga. 2002. Teatral.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2017

    Queijo com Goiabada ? Shekespeare nas Aparelhagens, Descrição: Ao transpor a história de amor de dois jovens apaixonados para o contexto da cultura popular paraense, o espetáculo realiza um cruzamento entre o clássico Romeu e Julieta e as aparelhagens da cidade de Belém. Sob o olhar generoso do palhaço, Montequios e Capuletos rivalizam a partir dos estilos de músicas tocadas em suas aparelhagens. Julieta vem do tecnobrega e nosso Romeu é um amante dos bailes da saudade e nessa festa Clown vai tocar de tudo um pouco. Este enredo clássico tão envolvente que geralmente esquecemos o fato dela ser um alerta sobre os males da guerra civil. A Guerra das Rosas certamente influenciou Shakespeare na escrita desta dramaturgia, portanto a obra tem um contexto e uma preocupação política que nos remete aos tempos atuais e nos faz compreender que os protagonistas são vítimas de uma tragédia tão em voga na contemporaneidade: as disputas políticas que se sustentam a partir do discurso de ódio e intolerância.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) . , Integrantes: João Guilherme Ribeiro Pinho - Coordenador / Artur Coelho das Neves - Integrante / Luciano Lira - Integrante / Adhara Belo Marques - Integrante., Número de produções C, T & A: 3

  • 2003 - 2003

    Em Busca de Um Lugar na Corda - O olhar do Clown, Descrição: Projeto de pesquisa, experimentação e criação cênica para montagem de espetáculo teatral. A pesquisa mergulha na manifestação religiosa popular mais conhecida do povo paraense retratando o universo lírico que está presente na chegada do romeiro a Belém, na forma em que se prepara para a romaria (descalço, madrugando em frente à Igreja da Sé em busca de um lugar na corda). Todo este argumento é encenado a partir da linguagem do ?Clown? experimentando rituais populares circenses, esquetes tradicionais e misturando isso ao comportamento cotidiano do romeiro, criando uma sociologia comovente e bem humorada, sem distinção entre realidade e fantasia. O espetáculo utiliza-se de signos simples, como a corda, os brinquedos de Miriti. Cada um desses adereços são utilizados para criar uma comunicação sem ruídos entre clowns e platéia, a fim de que a identificação e o re-conhecimento sejam completos. O Círio de Nazaré é a maior festa religiosa popular do Brasil. Nessa manifestação o sagrado e o profano misturam-se num universo de signos e emoções, neste sentido, a manifestação popular tornou-se um campo fértil para o fazer teatral. A construção deste insólito espetáculo surgiu com alguns desafios: desvendar a alma simples e devota do romeiro, seu comportamento cotidiano, sua fé, suas crendices, e a partir do olhar do clown (palhaço) trazer para esse universo teatral o lirismo, a poesia e o humor para homenagear o Círio de Nazaré.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: João Guilherme Ribeiro Pinho - Coordenador / Charles Wesley Silva Monteiro - Integrante / Antonia Suely Oliveira Brito - Integrante / Nilton Cézar dos Reis - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

Prêmio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo 2015., Fundação Nacional de Artes - Ministerio da Cultura.

2013

Prêmio Funarte De Teatro Myriam Muniz 2013, Fundação Nacional de Artes - Ministerio da Cultura.

2004

Prêmio de melhor roteiro, Espetáculo ?Amor de Picadeiro? III Festival Paraense de Teatro 2004, Festival Paraense de Teatro.

1995

Comenda de Mérito Cultural, Federação Estadual de Atores, Diretores e Técnicos de Teatro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Secretaria de Estado de Cultura do Pará, Teatro Estação Gasômetro. , Avenida Governador Magalhães Barata - de 522/523 ao fim, São Brás, 66060281 - Belém, PA - Brasil, Telefone: (091) 40098721, Ramal: 8721

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2007 - Atual

Secretaria de Estado de Cultura do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assistente Administrativo Cenotécnico, Carga horária: 30

Outras informações:
A Secretaria Executiva de Estado de Cultura - SECULT, criada através da Lei n 4.589, de 18 de novembro de 1975 como órgão da administração direta do Estado, modificada pela Lei n 6.574, de 19 de agosto de 2003, vinculada à Secretaria Especial de Estado de Promoção Social, tem como missão institucional coordenar, promover, incentivar, difundir e executar ações ligadas à cultura em geral, incluindo teatros, patrimônio histórico e artístico, bem como gerenciar os Sistemas de Museus, Teatros e Arquivo Público do Estado do Pará.

1998 - Atual

Cia dos Notáveis Clowns

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenação, Carga horária: 20

Outras informações:
A Cia dos Notáveis Clowns foi criada no ano de 1998, com o nome de Associação Cultural Grupo Gente de Teatro. Após uma reestruturação, em 2003 assume o nome Cia dos Notáveis Clowns, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n° 03.025.167/0001- 03, com utilidade pública estadual. Ao longo desses anos a Cia vem se destacando por uma intensa produção cultural que tem como princípios indutores o Palhaço e a Cultura popular, ocupamos o palco a rua o Picadeiro e até às plataformas virtuais, buscando de forma incessante a descentralização, a difusão e o intercâmbio da nossa produção queremos partilhar os saberes adquiridos ao longo da jornada, porque a democratização do bem cultural é a nossa obsessão...

1999 - 2002

Centro Artístico Cultural Brasil Amazônia Radio Margarida

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Arte educador, Carga horária: 30

Outras informações:
O Centro Artístico Cultural Belém Amazônia ? ONG Rádio Margarida ? é uma organização não governamental, sem finalidade de lucro, de utilidade pública municipal, estadual e federal, instituída sob a forma de Associação Civil, que conta com personalidade jurídica própria, desde 1992, com sede na cidade de Belém (PA), mas com atuação no estado do Pará, região Norte e outras regiões do país. Como educador popular, participei do Projeto de Macrodrenagem da bacia do UNA em parceria com a COSANPA, Pacto pela vida no transito em parceria com o DETRAN, Implantação da Coleta Seletiva de lixo na Vila dos Cabanos Barcarena-Pa em parceria com a COOPSAI/ ALBRAS, Programa Maria, Maria em parceria com o governo do Estado do Pará.

2003 - 2003

Instituto de Artes do Pará

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

Outras informações:
O Instituto de Artes do Pará (IAP) desenvolve o conhecimento através do aperfeiçoamento das artes no âmbito estadual, através da pesquisa, experimentação e integração das linguagens artísticas, através de editais de bolsas de pesquisa e trabalho artísticos de processos de criação e manutenção Artística. O IAP preza pela qualificação artística, democratização do acesso à cultura, o desenvolvimento de ações pedagógicas que possibilitem o aperfeiçoamento no campo das artes cênicas, música, dança, artes plásticas, audiovisuais, literária e de expressão de identidades.um espaço para discussão, reflexão e questionamentos acerca do fazer artístico. Construção de um diálogo da arte relacionada com a ciência, tecnologia e outras áreas. Espaço para a experimentação do processo artístico e aperfeiçoar a ligação da discussão teórica à prática. É aberto ao público e todos os que participam desejam discutir sobre experimentos, políticas públicas, espetáculos, métodos pedagógicos, questões culturais, aperfeiçoamento crítico e didático da pesquisa em arte. Por tanto, o IAP trata por desenvolver processos criativos e o aperfeiçoamento das artes. Propõe mecanismos que trabalham com reflexões críticas e intervenções, onde os esforços possam responder às demandas das regiões mais periféricas, de locais distantes, dos artistas que produzem com mais dificuldades. Enfim, o IAP preza pela valorização do fazer artístico independente de sua linguagem.