Aguedo Aragones

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Santa Maria (1985), mestrado (1993) e doutorado (1997) em Odontologia Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo. Fundador da empresa Bionnovation Produtos Biomédicos S.A., Sócio proprietário e Pesquisador do Instituto de Biotecnologias Aplicadas e Centro Odontológico - BioCentro. Pós doutorado REUNI 2012/2013. Desenvolve pesquisas em parcerias, coorientando alunos de mestrado e doutorado no CEPID da UFSC, InteLab da Engenharia Química UFSC, no CERMAT e no USICOM do Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC. Atua como consultor em Gestão P&D,I com ênfase em implantes dentários e biomateriais cerâmicos, metálicos, poliméricos, e agregação e liberação de proteínas aos veículos de liberação lenta. É conselheiro de Administração certificado pelo IBGC. Membro executivo do Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde (COMSAUDE) da FIESP.

Informações coletadas do Lattes em 02/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Odontologia (Odontopediatria)

1994 - 1997

Universidade de São Paulo
Título: Hidroxiapatita microgranular em pulpotomias de molareas decíduos de humanos: avaliação clínica e radiográfica
José Eduardo de Oliveira Lima. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Grande área: Ciências da Saúde

Mestrado em Odontologia (Odontopediatria)

1989 - 1993

Universidade de São Paulo
Título: Hidroxiapatita microgranular em pulpotomias de dentes permanentes de humanos,Ano de Obtenção: 1993
José Eduardo de Oliveira Lima.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências da Saúde

Especialização em Curso de especialização em Odontopediatria

1987 - 1988

Universidade de Marília

Graduação em Odontologia

1982 - 1985

Universidade Federal de Santa Maria

Ensino Médio (2º grau)

1975 - 1977

Colégio Estadual Prof Maria Rocha

Ensino Fundamental (1º grau)

1972 - 1974

Colégio Evangélico Augusto Pestana

Ensino Fundamental (1º grau)

1967 - 1971

Colégio Estadual Ruy Barbosa

Pós-doutorado

2012 - 2013

Pós-Doutorado. , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil. , Bolsista do(a): UFSC, REUNI, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde

Formação complementar

2006 - 2006

Gerenciamento de Projetos. (Carga horária: 20h). , PM Tech, PM TECH, Brasil.

2004 - 2004

Extensão universitária em Curso para conselheiros de administração. (Carga horária: 64h). , Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, IBGC, Brasil.

2001 - 2001

Orthoanchor course: conceito e aplicação. (Carga horária: 8h). , Trianeiro, TRIANEIRO, Brasil.

1999 - 1999

Laboratório de marketing e comunicação. (Carga horária: 12h). , SSJ de Angeli, SSJ, Brasil.

1999 - 1999

Cirurgia ortognática: o que o ortodontista precisa. (Carga horária: 5h). , Sociedade Paulista de Ortodontia, SPO, Brasil.

1998 - 1998

Ancoragem ortodôntica reforçada implan orthosystem. (Carga horária: 6h). , 11º Congresso Brasileiro de Ortodontia, CBO, Brasil.

1998 - 1998

Terapia bioprogressiva, o sistema Bio-Orthos [...]. (Carga horária: 7h). , 11º Congresso Brasileiro de Ortodontia, CBO, Brasil.

1997 - 1997

Extensão universitária em Curso de aperfeiçoamento em ortodontia corretiva. (Carga horária: 582h). , Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas da Região de Ribeirão Preto, APCD/RP, Brasil.

1996 - 1996

Ortodontia. (Carga horária: 12h). , Sociedade Paulista de Ortodontia, SPO, Brasil.

1996 - 1996

Ortopedia funcional dos maxiliares. (Carga horária: 6h). , Sociedade Paulista de Ortodontia, SPO, Brasil.

1995 - 1995

Terapia Bioeficiente. (Carga horária: 4h). , Faculdade Odontologia de Bauru, FOB, Brasil.

1995 - 1995

Utilização de radiografia de mão e punho no diagn. (Carga horária: 4h). , Faculdade Odontologia de Bauru, FOB, Brasil.

1993 - 1993

Extensão universitária em Curso de diagnóstico e planej. em ortodontia. (Carga horária: 48h). , Sociedade de Promoção Social do Fissurado Lábio Palatal, PROFIS, Brasil.

1992 - 1992

Extensão universitária em Curso de Typodont. (Carga horária: 120h). , Sociedade de Promoção Social do Fissurado Lábio Palatal, PROFIS, Brasil.

1990 - 1990

Diagnóstico e tratamento dda cárie dental como uma. (Carga horária: 7h). , Fundação Baruense de Estudos Odontológicos, FBEO, Brasil.

1990 - 1990

Dentística Restauradora. (Carga horária: 8h). , Grupo Brasileiro de Professores de Dentística, GBPD, Brasil.

1989 - 1989

Abordagens comunitárias da odontologia preventiva. (Carga horária: 12h). , Fundação Baruense de Estudos Odontológicos, FBEO, Brasil.

1989 - 1989

Odontopediatria clínica simplificada. (Carga horária: 12h). , Fundação Baruense de Estudos Odontológicos, FBEO, Brasil.

1988 - 1988

Extensão universitária em Ortodontia preventiva e interceptora. (Carga horária: 160h). , Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas da Região de Ribeirão Preto, APCD/RP, Brasil.

1987 - 1987

Extensão universitária em Malformações congenitas lábio-palatais. (Carga horária: 21h). , Hospital de pesquisa e reabilitação de lesões lábio-palatais, HPRLP, Brasil.

1986 - 1986

Linguagem Basic. (Carga horária: 40h). , Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência, FATEC/RS, Brasil.

1985 - 1985

Prótese fixa. (Carga horária: 12h). , Associação Brasileira de Odontologia, ABORGS, Brasil.

1985 - 1985

Odontopediatria. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1985 - 1985

Ortodontia Preventiva. (Carga horária: 8h). , Associação Brasileira de Odontologia, ABORGS, Brasil.

1985 - 1985

Cirurgia e traumatologia buco-maxilo facial. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1985 - 1985

Ortodontia preventiva e interceptiva. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1984 - 1984

Periodontia. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1984 - 1984

Terapeutica aplicada á clínica odontológica. (Carga horária: 8h). , Associação Brasileira de Odontologia, ABORGS, Brasil.

1983 - 1983

Periodontia. (Carga horária: 12h). , Associação Brasileira de Odontologia, ABORGS, Brasil.

1983 - 1983

Endodontia. (Carga horária: 8h). , Associação Brasileira de Odontologia, ABORGS, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia.

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Engenharia Médica/Especialidade: Biomateriais e Materiais Biocompatíveis.

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Implantodontia.

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Bioengenharia.

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Polímeros, Aplicações.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: ortopedia.

Organização de eventos

MAGINI, R. S. ; ARAGONES, A. . I Encontro Científico da Revista PEReO. 2009. (Outro).

ARAGONES, A. . Encontro Científico. 1997. (Outro).

ARAGONES, A. . VIII Jornada Odontológica de Bauru. 1995. (Congresso).

ARAGONES, A. . Hidroxiapatita microgranular em pulpotomias de dentes permanentes humanos. 1994. (Outro).

ARAGONES, A. . VI Jornada Odontológica de Bauru. 1993. (Congresso).

Participação em eventos

Brazilian Congress on Stem Cells and Cell Therapy. Fabrication Method of Scaffolds for Guided Bone Regeneration. 2012. (Congresso).

Challenge of Innovation Thinking out of the Box With MIT.Thinking Out of Box whit MIT. 2012. (Seminário).

II CONCENSO 2012 - II Simpósio sobre Biomateriais em Implantodontia e Periodontia. 2012. (Simpósio).

XI Brazilian MRS Meeting. Fabriacation Method of Scaffolds for Guided Bone Regeneration. 2012. (Congresso).

Congresso de |Odontologia do Centenário da APCD. 2011. (Congresso).

II Simpósio Regional de Atualização em Terapias Regenerativa com Células Tronco.Biomateriais na Regeneração óssea Guiada. 2011. (Simpósio).

27 Encontro Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica.Inserção Social na Pós-Graduação - Critérios e Mestrado Profissionalizante. 2010. (Encontro).

27 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica.Análise do Grau de proliferação e viabilidade de Fibroblastos humanos gengivais cultivas sobre membranas absorvíveis. 2010. (Outra).

27 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica.. 2010. (Encontro).

COLAOB The 6th Latin American Congress of Artificial Organs and Biomaterials.. AUTO-REFORÇO DE POLÍMERO BIORREABSORVÍVEL. 2010. (Congresso).

COLAOB The 6th Latin American Congress of Artificial Organs and Biomaterials.. 2010. (Congresso).

III Meeting Internacional de Implantodontia. 2010. (Encontro).

III MOSTRA DE BIOENGENHARIA.ABIMO - O Setor industrial da Saúde no Brasil. 2010. (Outra).

Isolamento e cultivo de Células Tronco Mesenquimais em Condições GMP.. 2010. (Outra).

NANOTECNOLOGIAS - Expectativas da Indústria Brasileira. 2010. (Outra).

V Congresso Brasileiro de Células Tronco e Terapia Celular. 2010. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Células Tronco e Terapia Celular. Avaliação do efeito de dois métodos de esterilização sobre a Massa Molar do Poli L-co-DL Ácido Lático usado como membrana na Regeneração Tecidual Guiada.. 2010. (Congresso).

WEBCurso teórico e Prático demonstrativo: Células Tronco Mesenquimas (MSCs) e Engenharia de Tecidos.Células Tronco Mesenquimas (MSCs) e Engenharia de Tecidos. 2010. (Outra).

Workshop de Lançamento dos projetos de Cooperação Bilateral Brasil-Alemanha.Fortalecimento do Cluster Brasileiro Produtor de Próteses, Implantes e Instrumental Cirúrgico. 2010. (Outra).

1 feira do Inventor da UFSC.1 Feira do Inventor UFSC.Dispositivo "parafuso-porca" de osso bovino liofilizado para implantes ortopédicos e processo de esterilização do dispositivo.. 2009. (Outra).

Bioceramics. Interação entre células osteoblásticas e arcabouços do compósito de PLGA com Hidroxiapatita.. 2008. (Congresso).

Osseofix. 2008. (Congresso).

IMPLANTAR 2007. Worshop. 2007. (Congresso).

IMPLANTAR 2007. Workshop. 2007. (Congresso).

Congreso internacional de ortodontia. 1999. (Congresso).

Todos os caminhos da ortodontia e ortopedia facial. 11 Congresso Brasileiro de Ortodontia. 1998. (Congresso).

.Encontro Científico. 1997. (Encontro).

.III Simpósio de Informática na Ortodontia e Ortopedia no Maxilares. 1996. (Simpósio).

Todas as cores da ortodontia e da ortopediatria. 1996. (Congresso).

.VIII Jornada Odontológica de Bauru. 1995. (Simpósio).

. I Jornada Internacional de Ortodontia da Fob; III Encontro de ex-alunos da Pós-Graduação em Ortodontia; I Encontro de ex-alunos da Especialização em Ortodontia. 1994. (Congresso).

. VI Jornada Odontológica de Bauru. 1993. (Congresso).

.Workshop/Cutting-Grinding-Technique. 1993. (Seminário).

.I Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação das Faculdades de Odontologia da Universidade de São Paulo. 1991. (Simpósio).

.4 Encontro Paulista de Ortodontia Preventiva; 2 Encontro Paulista de Odontopediatria. 1989. (Encontro).

Universidade e o compromisso com a saúde bucal.Atividades Científico-Culturais da Pós-Graduação. 1989. (Seminário).

. VIII Semana de Fonoaudiologia da UFSM. 1986. (Congresso).

.II Encontro Paulista de Ortodontia Preventiva e Interceptiva. 1986. (Encontro).

. I Semana de prevenção. 1985. (Congresso).

Participação em bancas

Aluno: Gustavo Javier Salazar Littuma

MAGINI, R. S.;ARAGONES, A.; MULLER, C. M. O.; Cruz, A.C. C da. Análise de Liberação in vitro da Sinvastatina associada ao PLGA na superfície de Titânio.. 2017. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Mariane Beatriz Sordi

MAGINI, R. S.; PORTO, L. M.; Cruz, A.C. C da;ARAGONES, A.. Efeito da Sinvastatina associada a arcabouços de PLGA+HA/bTCP no potencial de diferenciação osteoblástica de células-tronco da Polpa dentária: Um estudo in vitro.. 2017. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Thaíse Cristina Geremias

MAGINI, R. S.;ARAGONES, A.; PIMENTA, A.; SOUZA, A. A. U.. Desenvolvimento e Caracterização de Membranas de Nanofibras de PLGA Bioativas Aoociadas a Antibiofilme.. 2017. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Nathalia Peres Jordão Pinto

ARAGONES, A.; Cruz, A.C. C da; MAGINI, R. S.; BAZZO, G. C.. Síntese, Caracterização e Liberação in vitro de Sinvastatina encapsulada por microesferas de PLGA. 2017. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Patrícia Medeiros Araújo

ARAGONES, A.; GIL, J. N.; MAGINI, R. S.; Benfatti, C. A. M.; MARIN, C.. Análise Clínica de Substituto ósseo em bloco para aumento horizontal e influência no sucesso dos implantes osteointegrados - estudo em humano.. 2016. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Gisele Luz Bustamante

ARAGONES, A.; BIANCHINI, M. A.; BOABAID, F.; MAGINI, R. S.. O Papel da Proteína derivada da matriz do esmalte (Straumann Emdogain) no processo de cicatrização de defeitos periimplantares. 2008. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Fabrício Dingee

Fredel, M.Celso; Salmoria G.Vitor; Barra, G, M, de Oliveira; Rambo, C, R; Dingee, F.;ARAGONES, A.. Fabricação de Matrizes tridimensionais:Aplicação em regeneração guiada de tecido ósseo. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Artur Breno Wanderley Alécio

ARAGONES, A.; MAGINI, R. S.; VOLPATO, C. A. M.; MAGALHAES JUNIOR, E. B.. Liberação de Doxiciclina por Implantes Dentários com Superfície nano tratada, revestidos com PLGA para Liberação prolingada de Fármacos.. 2018. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Juan Felipe Dumes Montero

ARAGONES, A.; Benfatti, C. A. M.; MAGINI, R. S.; PISONI, M. G. P.. Estudo do comportamento celular e Bacteriano sobre PEEK Sulfonado (sPEEK) com agentes Antibiofilme.. 2018. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ariadne Cristine Cabral da Cruz

ARAGONES, A.; SIMOES, C. M. O.; Benfatti, C. A. M.; ZIMMERMANN, G. S.; MAGINI, R. S.. Efeito do Ácido Retinoico na Diferenciação Osteogênica de Células-Tronco derivadas de tecido adiposo humano.. 2017. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Carlos Clessius Ferreira Xavier

ARAGONES, A.; GIL, J. N.; MAGINI, R. S.; CORREA, M.; Benfatti, C. A. M.; ZIMMERMANN, G. S.; MARIN, C.. Avaliação Clínica. Tomográfica e histomorfométrica após elevação da membrana do seio maxilar utilizando cerâmica bifásica VS Substituto ósseo Xenógeno: Estudo clínico randomizado e acompanhamento de 3 anos.. 2016. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Charles Kondageski

RAMBO, C. R.; LIN, K.; LINHARES, M. N.;ARAGONES, A.; MILANO, G. B.; BERTI, F. V.; PORTO, L. M.. Compósito Polimérico de Nanocelulose Bacteriana e Poli(ácido L-Lático-co-Trimetileno Carbonato) para aplicações Biomédicas.. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Karina Cesca

MULLER, D.;ARAGONES, A.; SOARES, C.; PILLA, P. D.; CASTRO, G. R.; CASTRO, J. V.. Sistema de Liberação de Fármaco Desenvolvido em Matriz de Nanocelulose Bacteriana para o tratamento da Recidiva do Câncer de Mama.. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ricardo Hochheim Neto

ARAGONES, A.; Benfatti, C. A. M.; MAGINI, R. S.; Neto, R. H.; TRAMONTE, R.. Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos Confeccionados em Fêmures de Coelhos. 2010. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Steferson Luiz Stares

Stares. S. L.;ARAGONES, A.; Boehs, L.;Fredel, M.Celso; MAGINI, R. S.. Fabricação de Implantes Odontológicos Biorreabsorvível.. 2010. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Guilherme Colla

ARAGONES, A.; PORTO, L. M.; POLETTO, P.; CAMPESTRINI, L. H.. Estruturas Tubulares de Nanocelulose Bacteriana para Aolicações em Engenharia de Tecido Vascular.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Charles Kondageski

ARAGONES, A.; SOARES, C.; RAMBO, C. R.; LIN, K.; PORTO, L. M.. Blenda de Nanocelulose Bacteriana-PLLA/TMC para Aplicações Biomédicas.. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Carolina Schäffer Morsch

Benfatti, C. A. M.; PIMENTA, A.;ARAGONES, A.; MAGINI, R. S.. Multi-Species biofilm accumulation on bioactive materials containing anti - biofilm compounds.. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Artur Breno Wanderley Alécio

ARAGONES, A.; Benfatti, C. A. M.; MAGINI, R. S.; PIMENTA, A.. Eficiência dos Implantes Tratados com Nanotubos e Carregados com Antibióticos.. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ernesto Barquero Cordero

MAGINI, R. S.; Benfatti, C. A. M.;ARAGONES, A.. Avaliação da Formação óssea nos Implantes Dentários Estimulados Eletricamente. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Steferson Luis Stares

ARAGONES, A.; MAGINI, R. S.; Barra, G, M, de Oliveira; Schoeter, Rolf B.. Fabricação de parafusos Biorreabsorvíveis. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ricardo Hochheim Neto

BIANCHINI, M. A.;ARAGONES, A.; Cardoso, A.C; MAGINI, R. S.. Avaliação de Arcabouços de PLGA e PLGA + Hidroxiapatita. Estudo Histomorfométrico em coelhos.. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ana Paula Marzagão Casadei

ARAGONES, A.; Barra, G, M, de Oliveira;Fredel, M.Celso. ESTUDO DO COMPORTAMENTO IN VIVO DO COMPÓSITO POLI-ÁCIDO LÁCTICO/HIDROXIAPATITA (PLLA/HA) COM PROTEÍNA ÓSSEA MORFOGÊNICA (BMP) COMO ELEMENTO DE SUBSTITUIÇÃO TEMPORÁRIA DE TECIDO ÓSSEO. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Paulo Ribeiro Junior

ARAGONES, A.. Carga Imediata. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Ézio Bache

ARAGONES, A.. Aplicação do osso xenógeno em Implantodontia. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Daniel Tombosi

ARAGONES, A.. Manipulação de Tecido Mole para Obtenção de Estética Perimplantar. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Eduardo Gustavo Preuss

ARAGONES, A.. A Evolução do Diagnóstico por Imagem Aplicado á Implantodontia. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Odontologia) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Joana Beatriz Germiniani da Silva

ARAGONES, A.. Estágio Atual do Enxerto Ósseo Autógeno Aplicado á Implantodontia. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Odontologia) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Daniel Maccarini

ARAGONES, A.. Miniimplante. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Odontologia) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Antonio Neves

ARAGONES, A.. Banco de Tecidos Músculos-Esqueléticos. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Odontologia) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: Jason José Bras

ARAGONES, A.. Laser na Odontologia. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Odontologia) - Centro Universitário Ingá.

Aluno: FERNANDA BOABAID

ARAGONES, A.; MAGINI, R. S.; BIANCHINI, M. A.. O uso das proteínas derivadas da matriz do esmalte (Emdogain - Straumann) associado á implantodontia. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Emiliana Antunes Menegazzo

MAGINI, R. S.;ARAGONES, A.; PIMENTA, A.. AVALIAÇÃO DA BIOCOMPATIBILIDADE DAS MEMBRANAS ABSORVÍVEIS DE PLGA + LACTAMAS E PLGA + NANOPARTÍCULAS DE PRATA EM TECIDO SUBCUTÂNEO DE RATOS.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

MAGINI, R. S.; Benfatti, C. A. M.;ARAGONES, A.. EFICIÊNCIA DOS IMPLANTES TRATADOS COM NANOTUBOS E CARREGADOS COM ANTIBIÓTICOS. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

ARAGONES, A.; MAGINI, R. S.; CORDERO, M. E. B.. Efeito da Sinvastatina Associada a Arcabouços de PLGA+HA/bTCP no potencial de diferenciação osteoblástica de Células Tronco da Polpa Dentária.. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

PORTO, L.; BERTI, F. V.; PILLA, P. D.;ARAGONES, A.. Sistema de Liberação de Fármaco Desenvolvido em Matriz de Nanocelulose Bacteriana para o Tratamento da Recidiva do Câncer de Mama.. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

Benfatti, C. A. M.; MAGINI, R. S.; GIL, J. N.;ARAGONES, A.. Avaliação Histologica e histomorfométrica após elevação da membrana do seio maxilar utilizando cerâmica bifásica VS substituto ósseo Xenógeno em Humanos.. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

ARAGONES, A.. Uso de PLGA como veículo para proteínas. 2007. Universidade Federal de Santa Catarina.

Comissão julgadora das bancas

Ruy Cesar Camargo Abdo

ABDO, R. C. C.. Curso de Pós-Graduação em Odontopediatria. 1997. Tese (Doutorado em Odontopediatria) - Faculdade de Odontologia de Bauru.

Sebastião Luiz Aguiar Greghi

GREGHI, S. L. A.. Hidroxiapatita micro-granular em pulpotomias de dentes permanentes humanos. 1993. Dissertação (Mestrado em Odontopediatria) - Faculdade de Odontologia de Bauru - USP.

Maria Salete Nahás Pires Corrêa

CORRÊA, M. S. N. P.. Prova de Defesa de Tese - Doutorado. 1997. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo.

Orientou

Débora Amgarten Ribeiro

Análise da Resposta Inflamatória à Implantação de Membranas de PLGA+Nanopartículas de Prata no Tecido subcutâneo de Ratos; ; 2016; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira

Preservação de Cristas Ósseas Pós-extração de Terceiros Molares Superiores com Arcabouços de PLGA/HA/b-TCP, com e sem Sinvastatina: um estudo clínico e Radiográfico em Humanos; ; 2016; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Isis Carvalho Encarnação

Análise do Uso de Sinvastatina e Arcabouços de PLGA+HA no Reparo Ósseo de Defeitos Criados na Calota Craniana de Ratos; ; 2012; Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Isis Carvalho Encarnação

Análise das Propriedades Físico-Químicas e Mecânicas de Arcabouços Poroso Composto de PLGA, Cerâmica Bifásica e Sinvastatina de Liberação Lenta para Engenharia de Tecido Ósseo; ; 2016; Tese (Doutorado em Pós-Graduação em odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Steferson Luiz Stares

Fabricação de Implante Odontológico Biorreabsorvível; 2010; Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Ricardo Hochheim Neto

Avaliação de diferentes tipos de Arcabouços na regeneração óssea - Estudo Histomorfométrico em cães; ; 2007; Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Ariadne Cristiane Cabral da Cruz

Avaliação dos efeitos da associação de biovidros e proteína óssea morfogenética recombinante humana (rhBMP-2) na diferenciação de células mesenquimais indiferenciadas em osteoblastos; 2007; Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Ana Paula Marzagão Casadei

Fabricação caracterização e estudo in vivo de Scaffolds compósitos à base de PLLA/HA para Reconstrução de Tecido Ósseo; 2007; Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Aguedo Aragones;

Ana Paula Marzagão Casadei

2009; Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Aguedo Aragones;

Emiliana Antunes Menegazzo

Avaliação da Biocompatibilidade das Membranas Absorvíveis de PLGA; PLGA+Lactamas; PLGA+Nanopartículas de Prata em Tecido subcutâneo de Ratos; ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Aguedo Aragones;

Cássia Machado

Avaliação dos efeitos dos métodos de esterilização por Raio gama e Óxido de etileno na degradação do copolimero PLDLA; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: Aguedo Aragones;

André Dutra Messias

Avaliação de efetividade de diferentes cargas de radiação gama na esterilização de PLGA; 2010; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Aguedo Aragones;

Diego Vieira Santos

Associação de reforço de titânio em membranas de politetrafluoretileno expandido; ; 2008; Orientação de outra natureza; (engenharia mecanica) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: Aguedo Aragones;

Ernesto Barquero Cordero

Avaliação Clínica do uso de membranas e arcabouços de poli lático-co-glicólico ácido (PLGA); 2007; Orientação de outra natureza; (Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: Aguedo Aragones;

Foi orientado por

José Eduardo de Oliveira Lima

Hidroxiapatita microgranular em pulpotomias de dentes permanentes de humanos; 1993; 0 f; Dissertação (Mestrado em Odontopediatria) - Faculdade de Odontologia de Bauru,; Orientador: José Eduardo de Oliveira Lima;

José Eduardo de Oliveira Lima

Hidroxiapatita Microgranular Em Pulpotomias de Dentes Decíduos de Humanos; Avaliação Clínica e Radiográfica; 1997; Tese (Doutorado em Odontologia (Odontopediatria)) - Faculdade de Odontologia de Bauru,; Orientador: José Eduardo de Oliveira Lima;

Produções bibliográficas

  • DOS SANTOS, VIVIAN INÊS ; MERLINI, CLAUDIA ; ARAGONES, ÁGUEDO ; CESCA, KARINA ; FREDEL, MÁRCIO CELSO . In vitro evaluation of bilayer membranes of PLGA/hydroxyapatite/-tricalcium phosphate for guided bone regeneration. Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications , v. 112, p. 110849, 2020.

  • CASTRO, VANESSA OLIVEIRA ; FREDEL, MÁRCIO CELSO ; ARAGONES, ÁGUEDO ; DE OLIVEIRA BARRA, GUILHERME MARIZ ; CESCA, KARINA ; MERLINI, CLAUDIA . Electrospun fibrous membranes of poly (lactic-co-glycolic acid) with -tricalcium phosphate for guided bone regeneration application. POLYMER TESTING , v. 86, p. 106489, 2020.

  • ENCARNAÇÃO, ISIS C. ; SORDI, MARIANE B. ; ARAGONES, ÁGUEDO ; MÜLLER, CARMEN MARIA OLIVERA ; MOREIRA, ANDERSON C. ; FERNANDES, CELSO P. ; RAMOS, JEFERSON V. ; CORDEIRO, MABEL M. R. ; FREDEL, MÁRCIO C. ; MAGINI, RICARDO S. . Release of simvastatin from scaffolds of poly(lactic-co-glycolic) acid and biphasic ceramic designed for bone tissue regeneration. JOURNAL OF BIOMEDICAL MATERIALS RESEARCH PART B-APPLIED BIOMATERIALS , v. 107B, p. 2152-2164, 2019.

  • SANTOS, DANIEL FACÓ DA SILVEIRA ; FRANCO, JÉFERSON MARTINS PEREIRA LUCENA ; XAVIER, FELIPE GOMES ; ARAGONES, AGUEDO ; XAVIER, CARLOS CLESSIUS FERREIRA ; MONTAGNER, ANTONIO MARCOS . CELL growth and viability analysis in poli membranes (L-lactic acid-CO-glycolic acid): an in vitro study. RGO. REVISTA GAÚCHA DE ODONTOLOGIA (ONLINE) , v. 67, p. 0024-0031, 2019.

  • LITTUMA, GUSTAVO J. S. ; SORDI, MARIANE B. ; BORGES CURTARELLI, RAISSA ; ARAGONÊS, ÁGUEDO ; CRUZ, ARIADNE C. C. ; MAGINI, RICARDO S. . Titanium coated with poly(lactic-co-glycolic) acid incorporating simvastatin: Biofunctionalization of dental prosthetic abutments. JOURNAL OF PERIODONTAL RESEARCH , v. 55, p. 116-124, 2019.

  • BRUM, RENATA ; DIAS, SUZÉLI ; SILVA, CHRISTOPHER ; ALÉCIO, ARTUR ; ARAGONES, ÁGUEDO ; MAGINI, RICARDO . In vivo analysis of novel synthetic membranes for guided bone regeneration. CLINICAL ORAL IMPLANTS RESEARCH , v. 29, p. 214-214, 2018.

  • NORONHA OLIVEIRA, MIGUEL ; RAU, LEVY HERMES ; MARODIN, ALINE ; CORRÊA, MÁRCIO ; CORRÊA, LETÍCIA RUHLAND ; ARAGONES, AGUEDO ; MAGINI, RICARDO DE SOUZA . Ridge Preservation After Maxillary Third Molar Extraction Using 30% Porosity PLGA/HA/-TCP Scaffolds With and Without Simvastatin. Implant Dentistry , v. 26, p. 1-5, 2017.

  • MENDES JUNIOR, DARIO ; DOMINGUES, JULIANA A. ; HAUSEN, MOEMA A. ; CATTANI, SILVIA M.M. ; ARAGONES, AGUEDO ; OLIVEIRA, ALEXANDRE L.R. ; INÁCIO, RODRIGO F. ; BARBO, MARIA L.P. ; DUEK, ELIANA A.R. . Study of mesenchymal stem cells cultured on a poly(lactic-co-glycolic acid) scaffold containing simvastatin for bone healing. Journal of Applied Biomaterials & Functional Materials , v. 15, p. 133-141, 2017.

  • ENCARNACAO, I. C. ; XAVIER, C. C. F. ; BOBINSKI, F. ; ARAGONES, A. ; CORREA, M. ; SANTOS, A.R.S ; FREITAS, S. F. T. D. ; GOLDFEDER, E. M. ; CORDERO, M. E. B. . Analysis of bone repair and inflammatory process caused by simvastatin combined with PLGA+HA+TCP scaffold.. Implant Dentistry , v. 25, p. 1-9, 2016.

  • ARAGONES, A. ; Benfatti, C. A. M. ; SOUZA, J. G. O. ; MAGINI, R. S. ; MENEGAZO, E. ; SCHIOCHETT, C. ; AMGARTEN, D. . Pesquisa a serviço da sociedade: área de concentraçao de Implantodontia do PPGO/UFSC.. Implant News & Views (Print) , v. 12, p. 603-604, 2016.

  • CRUZ, ARIADNE CRISTIANE CABRAL ; CAON, THIAGO ; MENIN, ÁLVARO ; GRANATO, RODRIGO ; ARAGONÊS, ÁGUEDO ; BOABAID, FERNANDA ; SIMÕES, CLÁUDIA MARIA OLIVEIRA . Adipose-derived stem cells reduced the bone morphogenetic protein type 2-induced inflammation in vivo. Journal of Oral and Maxillofacial Surgery (Print) , v. 74, p. 505-514, 2015.

  • PEREIRA, RAFAELA DO VALE ; SALMORIA, GEAN VITOR ; MOURA, MARCELA OLIVEIRA CALDEIRA DE ; ARAGONES, ÁGUEDO ; FREDEL, MÁRCIO CELSO . Scaffolds of PDLLA/bioglass 58S produced via selective laser sintering. Materials Research (São Carlos. Impresso) , v. 17, p. 33-38, 2014.

  • SOUSA, B. G. B. ; PEDROTTI, G. ; SPONCHIADO, A. P. ; CUNALI, R. S. ; ARAGONES, A. ; SAROT, J. R. ; ZIELAK, J. C. ; ORNAGHI, B. P. ; LEAO, M. P. . Analysis of tensile strength of poly(lactic-coglycolic acid) (PLGA) membranes used for guided tissue regeneration.. RSBO. Revista Sul-Brasileira de Odontologia , v. 11, p. 59-65-65, 2014.

  • PEREIRA NETO, ARMANDO ; PIAIA, LYA ; PAES, CAMILA ; ARAGONES, AGUEDO ; SOUZA MAGINI, RICARDO ; PORTO, LUISMAR ; PEREIRA, ULISSES ; ALMEIDA BARBOSA, LUIZ ; LIMA PIMENTA, ANDREA . Effects of antibiofilm compounds on the cellular and bacterial colonization of polimeric surfaces: a step towards biofunctionalization of implantable devices. BMC Proceedings , v. 8, p. P71, 2014.

  • STARES, STEFERSON LUIZ ; FREDEL, MÁRCIO CELSO ; ARAGONES, AGUEDO ; GUTMANAS, ELAZAR Y. ; GOTMAN, IRENA ; GREIL, PETER ; TRAVITZKY, NAHUM . PLLA/HA Composite Laminates. Advanced Engineering Materials (Print) , v. n/a, p. n/a-n/a, 2013.

  • SANTOS, DIEGO VIEIRA ; CASADEI, ANA PAULA MARZAGÃO ; PEREIRA, R.V. ; ARAGONES, A. ; SALMORIA, G.V. ; FREDEL, M.F. . Development of Polymer/Nanoceramic Composite Material with Potential Application in Biomedical Engineering. Materials Science Forum (Online) , v. 727-728, p. 1142-1146, 2012.

  • Stares. S. L. ; Boehs, L. ; Fredel, M.Celso ; ARAGONES, A. . ASSESSING THE POSSIBILITY OF MACHINING OF THE SELF-REINFORCED BIORESORBABLE POLYMER P(L/DL)LA 70:30. MACHINING SCIENCE AND TECHNOLOGY , v. 15, p. 392-414, 2011.

  • Maccarini, D. ; Hoccheim Neto, R. ; Bez, L. V. ; ARAGONES, A. . Mini-implante: um novo conceito em ancoragem ortodontica.. Ortho Science: Orthodontic Science and Practice , v. 3, p. 139-144, 2010.

  • MESSIAS, A. D. ; ARAGONES, A. ; DUEK, E. A. R. . PLGA-Hydroxyapatite Composite Scaffolds for Osteoblastic-Like Cells. Key Engineering Materials , v. 396, p. 461-464, 2009.

  • PERCINOTO, C. ; CUNHA, R. F. ; DELBEM, A. C. B. ; ARAGONES, A. . Penetration of a light-cured glass ionomer and a resin sealant into occlusal fissures and etched enamel. American Journal of Dentistry, Weston, FL, v. 8, n.1, p. 2-22, 1995.

  • ARAGONES, A. ; LIMA, J. E. O. ; MACHADO, M. A. A. M. ; CUNHA, R. F. . Fusão na dentição decídua: apresentação de caso clínico e alternativa de tratamento. Revista da Fob, Bauru, SP, v. 2, n.3, p. 2-4, 1994.

  • ARAGONES, A. ; SILVA, S. M. B. ; LIMA, J. E. O. . Coroas de aço inoxidável em odontopediatria. Revista da Fob, Bauru, SP, v. 2, n.3, p. 23-25, 1994.

  • ARAGONES, A. ; CONSOLARO, A. ; MARTINS, D. R. ; TAGA, E. M. ; LIMA, J. E. O. ; GRANJEIRO, J. M. . Uso da hidroxiapatita em pulpotomias. RGO, S. l., v. 40, n.5, p. 349-350, 1992.

  • ARAGONES, A. . Bioengenharia no tecido ósseo. www.pereo.com.br, Internet, 08 ago. 2009.

  • ARAGONES, A. ; CONSOLARO, A. ; LIMA, J. E. O. . Hidroxiapatita microgranular em pulpotomias de dentes permanentes humanos. In: X Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisas Odontológicas, 1993, São Pedro, SP. Anais.... São Pedro, SP: SBPqO, 1993.

  • MAGINI, R. S. ; BIANCHINI, M. A. ; Benfatti, C. A. M. ; Cardoso, A.C ; ENCARNACAO, I. C. ; ARAGONES, A. . Guided bone regeneration by poly lactic-co-glycolic acid membrane with hydroxyapatite.. In: IADR International Association Dental Research, 2014, Dubrovinik. Journal of Dental Research.

  • ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. ; SANTOS, A. R. S. ; XAVIER, C. C. F. ; ENCARNACAO, I. C. . Avaliação do reparo ósseo após implantação de arcabouços de PLGA+HA+TCP e sinvastatina em defeitos da calota craniana.. In: 30a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa odontológica., 2013, Águas de Lindóia. Brazilian Oral Research, 2013. v. 27. p. 261-261.

  • ENCARNACAO, I. C. ; SANTOS, A. R. S. ; XAVIER, C. C. F. ; ARAGONES, A. ; CORDERO, M. E. B. . Effect of simvastatin and PLGA+HA scaffolds on bone healing.. In: 90th General session IADR Latinn Amrican Regional Meeting., 2012, Foz do Iguaçu. IADR 90th General session., 2012.

  • ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. ; PEREIRA NETO, A. R. ; Cardoso, A.C ; BIANCHINI, M. A. ; Benfatti, C. A. M. ; OLIVEIRA, M. A. P. P. N. . Silver Nanoparticles Bacteriological Inhibitory Effect on PLGA-HA: In Vitro Study.. In: IADR- International Association Dental Research, 2014, Dubrovnik. Journal of Dental Research (Special Issue C), 2014. v. 93.

  • PIMENTA, A. ; ARAGONES, A. ; Benfatti, C. A. M. ; MAGINI, R. S. ; PEREIRA NETO, A. R. ; BIANCHINI, M. A. ; Cardoso, A.C ; PORTO, L. ; OLIVEIRA, M. A. P. P. N. . Antibiofilm Effect and Cell Viability of Lactams on Polymeric Surfaces.. In: IADR-International Association Dental Reserach, 2014, Dubrobnik. Journal of Dental Research (Special Issue C). Thousand Oaks: Sage Publications, 2014. v. 93.

  • ENCARNACAO, I. C. ; PEREIRA NETO, A. R. ; Cruz, A.C. C da ; Simões, C.M.O ; ARAGONES, A. ; SELLA, G. C. ; CORDERO, E. B. ; Luna, M.P. . Análise do grau de proliferação e viabilidade de fiblastos humanos gengivais cultivados sobre membranas absorvíveis. In: 27 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, 2010, Águas de Lindóia. Brazilian Oral Research. São Paulo: Imprensa Cintífica, 2010. v. 24. p. 247-283.

  • SANTOS, V. I. ; MERLINI, C. ; ARAGONES, A. ; CESCA, K. ; Fredel, M.Celso . Influence of calcium phosphates incorporation into poly(lactic-co-glycolic acid) electrospun membranes for guided bone regeneration. POLYMER DEGRADATION AND STABILITY , 2020.

  • ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. . Titanium coated with PLGA incorporating simvastatin: biofunctionalization of dental prosthetic abutments. JOURNAL OF PERIODONTAL RESEARCH , 2019.

  • ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. ; ALECIO, A. B. W. ; ENCARNACAO, I. C. . Guided bone regeneration by poly lactic-co-glycolic acid membrane with hydroxyapatite.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAGONES, A. ; PEREIRA NETO, A. R. ; Cardoso, A.C ; BIANCHINI, M. A. ; MAGINI, R. S. ; Benfatti, C. A. M. ; PIMENTA, A. ; OLIVEIRA, M. A. P. P. N. . Silver Nanoparticles Bacteriological Inhibitory Effect on PLGA-HA: In Vitro Study.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAGONES, A. ; Cardoso, A.C ; PEREIRA NETO, A. R. ; BIANCHINI, M. A. ; MAGINI, R. S. ; PIMENTA, A. ; PORTO, L. ; OLIVEIRA, M. A. P. P. N. . Antibiofilm Effect and Cell Viability of Lactams on Polymeric Surfaces.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAGONES, A. ; CORDERO, M. E. B. ; XAVIER, C. C. F. ; SANTOS, A. R. S. ; ENCARNACAO, I. C. . Avaliação do reparo ósseo após implantação de arcabouços de PLGA+HA+TCP e sinvastatina em defeitos da calota craniana.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAGONES, A. ; DESCCHAMPS, IS. ; MAGINI, R. S. ; Fredel, M.Celso . Fabrication Method of Scaffolds for Guide Bone Regeneration. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DESCCHAMPS, IS. ; Fredel, M.Celso ; MAGINI, R. S. ; SAROT, J. R. ; ARAGONES, A. . Fabrication Method of Scaffolds for Guided Bone Regeneration. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ARAGONES, A. ; SANTOS, A. R. S. ; XAVIER, C. C. F. ; CORDERO, M. E. B. ; ENCARNACAO, I. C. . Effect of simvastatin and PLGA+HA scaffolds on bone healing.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PEREIRA NETO, A. R. ; Cruz, A.C. C da ; SELLA, G. C. ; ARAGONES, A. ; Simões, C.M.O ; SOUZA, J. G. O. . Proliferation and viability of gingival human fibroblast cultured on membranes.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ENCARNACAO, I. C. ; PEREIRA NETO, A. R. ; Cruz, A.C. C da ; SIMOES, C. M. O. ; ARAGONES, A. ; SELLA, G. C. ; CORDERO, E. B. ; Luna, M.P. . Análise do Grau de Proliferação e Viabilidade de Fibroblastos Humanos Gengivais Cultivados sobre Membranas Absorvíveis.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA-JUNIOR, J. M. ; PEREIRA NETO, A. R. ; SIMOES, C. M. O. ; Cruz, A.C. C da ; MAGINI, R. S. ; ARAGONES, A. ; MELO, E. ; SOUZA, J. G. O. . Caracterização Estrutural de quatro Tipos de Membranas Absorvíveis por Meio de Microscopia Eletrônica de Varredura.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Stares. S. L. ; Boehs, L. ; Fredel, M.Celso ; ARAGONES, A. . AUTO-REFORÇO DE POLÍMERO BIORREABSORVÍVEL. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Stares. S. L. ; Boehs, L. ; MAGINI, R. S. ; ARAGONES, A. . FABRICAÇÃO DE IMPLANTE DE OSSO BOVINO. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAGONES, A. ; Stares. S. L. ; Santos, D.V. ; DUEK, E. A. R. ; MAGINI, R. S. ; Fredel, M.Celso . DESENVOLVIMENTO DE TÉCNICAS PARA FABRICAÇÃO DE PARAFUSOS E PLACAS BIOABSORVÍVEIS, BIODEGRADÁVEIS, RADIOPACAS E COLORIDAS.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA-JUNIOR, J. M. ; PEREIRA NETO, A. R. ; Simões, C.M.O ; Cruz, A.C. C da ; MAGINI, R. S. ; ARAGONES, A. ; MELO, E. ; SOUZA, J. G. O. . Caracterização Estrutural de Quatro tipos de Membranas absorvíveis por meio de Microscopia Eletrônica de Varredura.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ENCARNACAO, I. C. ; PEREIRA NETO, A. R. ; Cruz, A.C. C da ; Simões, C.M.O ; ARAGONES, A. ; SELLA, G. C. ; CORDERO, E. B. ; Luna, M.P. . Análise do Grau de Proliferação e Viabilidade de Fibroblastos Humanos Gengivais Cultivados sobre Membranas Absorvíveis.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Machado, C. G. ; ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. ; MESSIAS, A. D. ; DUEK, E. A. R. ; Camargo, L. M. A. Q. . Avaliação do efeito de dois métodos de esterilização sobre a Massa Molar do Poli L-co-DL Ácido Lático usado como membrana na Regeneração Tecidual Guiada.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Freire, D.C.L. ; Más, B.A. ; MESSIAS, A. D. ; ARAGONES, A. ; Barbo, M.L.P. ; DUEK, E. A. R. . Implante de arcabouços de poli(L-co-D,L-ácido lático), PLDLA, previamente cultivados com osteoblastos em calota craniana de ratos.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MAS, B. A. ; MESSIAS, A. D. ; ESPOSITO, A. R. ; ARAGONES, A. ; DUEK, E. A. R. . Cultura de Osteoblastos sobre arcabouços de PLDLA. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ESPOSITO, A. R. ; MAS, B. A. ; MESSIAS, A. D. ; ARAGONES, A. ; DUEK, E. A. R. . Cultura de fibrocondrócitos sobre arcabouços de PLDLA. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MESSIAS, A. D. ; ARAGONES, A. ; DUEK, E. A. R. . PLGA-Hydroxyapatite Composite Scaffolds for Osteoblastic-Like Cells.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções

ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. ; PIMENTA, A. ; Fredel, M.Celso . Avaliação Clínica do uso de membranas de poli lático-co-glicólico ácido (PLGA). 2015.

ARAGONES, A. ; PIMENTA, A. ; DUEK, E. A. R. ; FREDEL, M.F. ; ENCARNACAO, I. C. ; MAGINI, R. S. . Dispositivo Hibrido Reabsorvível para Regeneração Tecidual Guiada. 2014.

ARAGONES, A. ; Cruz, A.C. C da ; Simões, C.M.O ; DUEK, E. A. R. ; FREDEL, M.F. ; Boehs, L. ; MAGINI, R. S. ; Stares. S. L. . Síntese de Placas e Parafusos reabsorvíveis Radiopacos e Coloridos.. 2007.

ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. . Dispositivo Híbrido para Regeneração Óssea Guiada. 2014.

Boehs, L. ; MAGINI, R. S. ; PEREIRA, F. S. ; ARAGONES, A. . IMPLANTE COM ENXERTO DE OSSO BOVINO QUE TEM NO MESMO CORPO O DISPOSITIVO DE ENCHIMENTO E O DE FIXAÇÃO.. 2013.

ARAGONES, A. ; Fredel, M.Celso ; MAGINI, R. S. ; DUEK, E. A. R. . Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia.. 2012.

ARAGONES, A. ; Boehs, L. ; DUEK, E. A. R. ; Cruz, A.C. C da ; Fredel, M.Celso ; MAGINI, R. S. ; Simões, C.M.O ; Stares. S. L. . POLÍMERO REABSORVÍVEL, COLORIDO E RADIOPACO UTILIZADO NA FABRICAÇÃO DE DISPOSITIVOS CIRÚRGICOS IMPLANTÁVEIS.. 2010.

ARAGONES, A. ; BIANCHINI, M. A. ; Cruz, A.C. C da ; Fredel, M.Celso ; MAGINI, R. S. ; Stares. S. L. ; Benfatti, C. A. M. ; Boehs, L. ; RUDOLPH, W. ; Cardoso, A.C . APARELHO PARA TÉCNICAS CIRÚRGICAS DE ENXERTO GENGIVAL LIVRE E CONJUNTIVO SUB-EPITELIAL. 2008.

ARAGONES, A. ; Argenta, L.C ; CAMPOS JUNIOR, A. . IMPROVEMENT IN DENTAL IMPLANTS AND THEIR COMPONENTS. 2005.

ARAGONES, A. ; Argenta, L.C ; CAMPOS JUNIOR, A. . PROCESSO PARA OBTENÇÃO DE COMPOSTO CERÂMICO ODONTOLÓGICO, PROCESSOS DE FABRICAÇÃO DE COMPONENTES CERÂMICOS. 2004.

ARAGONES, A. ; Argenta, L.C ; CAMPOS JUNIOR, A. . MELHORAMENTO EM IMPLANTES DENTÁRIOS E SEUS COMPONENTES. 2004.

ARAGONES, A. ; Argenta, L.C ; CAMPOS JUNIOR, A. . Linha de implantes odontológicos. 1997.

MAGINI, R. S. ; Casadei, A. P. M ; Fredel, M.Celso ; DUEK, E. A. R. ; ARAGONES, A. . Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida.. 2011.

Sperandio, J.A. ; ARAGONES, A. . Reabilitação do Edentulismo Total e/ou Parcial por Meio de Próteses Sobre Implantes Osseointegrados de Servidores Ativos da Universidade Estadual de Londrina.. 2010. (Parecer Técnico).

ARAGONES, A. ; MAGINI, R. S. . Periódico Eletrônico de Reabilitação Oral. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Científica).

ARAGONES, A. . Prevenção em odontopediatria. 1989. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

ARAGONES, A. . Prevenção em odontologia. 1985. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Projetos de pesquisa

  • 2014 - Atual

    Clinical evaluation of bone repair of post- extraction sockets of third molars with PLGA/HA Scaffolds with and without simvastatin ., Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 09/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    CLINICAL VALIDATION OF SYNTHETIC MEMBRANE biopolymer ABSORBABLE ., Projeto certificado pela empresa Instituto de Biotecnologias Aplicadas e Centro Odontológico em 13/07/2015., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Artur B. W Alecio - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Analysis of guided bone regeneration standard , using polylactic -co- glycolic acid membranes ( PLGA ) with or without hydroxyapatite (PLGA / HA ) in bone defects in the skull of rats., Descrição: O objetivo do estudo é avaliar, in vivo, o reparo ósseo no uso de membranas barreiras de ácido polilático-co-glicólico (PLGA) associado ou não hidroxiapatita (HA) na regeneração óssea. Serão utilizados 58 ratos (Rattusnorvegicusalbinus, Wistar) adultos machos (20 24 semanas) pesando aproximadamente 180g. Os animais serão distribuídos em 4 grupos: Naïve, grupo controle positivo em que os animais receberão somente os procedimentos cirúrgicos sem a execução do defeito ósseo; Sham, grupo no qual serão realizados os defeitos ósseos sem recobrimento com membrana; PLGA e PLGA+HA, grupos nos quais os defeitos ósseos serão recobertos com membrana de PLGA e PLGA+HA, respectivamente. Em cada animal será realizado um defeito circular de 5 mm de diâmetro em cada osso parietal. O defeito será tratado aleatoriamente de acordo com os grupos propostos, totalizando 116 defeitos, considerando 9 sítios o número de amostra para cada grupo em cada período experimental. Serão colhidas amostras nos períodos experimentais de 7, 15, 30 e 60 e processadas para análise da densitometria óssea de imagens radiográficas, análise histomorfométrica para observar a formação de novo osso, células osteoblásticas, osteoclásticas, vascularização, deposição de matriz extracelular, depósito de cálcio e colágeno bem como presença e localização de células inflamatórias, verificando assim o reparo ósseo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Artur B. W Alecio - Integrante.

  • 2010 - 2013

    ANALYSIS OF SIMVASTATIN AND USE OF Scaffolds PLGA / HA ON REPAIR OF BONE DEFECTS CREATED IN cap Cranial OF RATS ., Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 08/07/2015., Descrição: A proposição deste estudo é avaliar, in vitro e in vivo, a resposta tecidual de reparo de defeitos ósseos tratados com arcabouços de PLGA+HA e sinvastatina, alterações inflamatórias e alterações sistêmicas associadas ao seu uso.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Coordenador / Carlos Cléssius Ferreira Xavier - Integrante / Adair Roberto Soares dos Santos - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Clinical Analysis and histomorphometric SUBSTITUTE BONE IN BLOCK FOR HORIZONTAL AND INCREASE THE INFLUENCE ON THE SUCCESS OF THE IMPLANTS OSSEOINTEGRADOS- STUDY IN HUMAN., Descrição: O estudo se propõe a comparar a técnica de enxerto onlay utilizando osso autógeno e osso xenógeno em bloco, avaliando clínica e histomorfométricamente o reparo dessas áreas e a influência no sucesso do tratamento com implantes osseointegrados instalados nessas regiões.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Carlos Cléssius Ferreira Xavier - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante.

  • 2008 - 2011

    Evaluation of the association of synthetic scaffolds and recombinant human bone morphogenetic protein ( rhBMP -2 ) in the differentiation of mesenchymal stem cells into osteoblasts : standardization of cell differentiation methodology., Descrição: Pretende-se através deste trabalho encontrar um substituto ósseo que alie propriedades osteocondutoras, osteoidutoras, que seja biocompatível e prontamente disponíel, culminando com o reparo do tecido ósseo sem a necessidade de um procedimento cirúrgico adicional para remoção de osso autógeno.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Agal Consultoria e Assessoria - Cooperação., Número de produções C, T & A: 3

  • 2007 - 2009

    IMPLANT FOR BONE GRAFTING lyophilized Bovine AND FIXING bone, Descrição: O objetivo principal dessa pesquisa foi pesquisar a viabilidade de utilização de osso cortical bovino em aplicaçõesaplicações ortopédicas, tendo em vista que os processos de esterilização do osso podem diminui a sua resistência mecânica. Para cumprir este objetivo as amostras de material foram submetidas a diferentes intensidades de irradiação gama.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / STEFERSON LUIZ STARES - Integrante / LOURIVAL BOEHS - Integrante / Edison Rosa - Integrante / Sergio Eirado Ribeiro de Almeida - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

Projetos de desenvolvimento

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração.

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador.Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante.Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa Faculdade Avantis em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa CENTRO UNIVERSITARIO AVANTIS em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Avaliação Clínica do reparo ósseo de alvéolos pós-extração de terceiros molares com arcabouços de PLGA+HA com e sem Sinvastatina., Projeto certificado pela empresa CENTRO UNIVERSITARIO AVANTIS em 14/07/2015., Descrição: A engenharia tecidual tem trabalhado para desenvolver alternativas promissoras, como o uso de fatores de crescimento, células tronco e arcabouços (HÄMMERLE & KARRING 1998; BUSER et al., 2000; CORDEIRO, et al., 2008; SAKAI, et al., 2010). Os arcabouços têm um papel de osteocondutores no reparo ósseo, devendo, por isso, apresentar: resistência mecânica, para impedir compressão e movimentação sobre a área; porosidade, capaz de permitir a migração, adesão e proliferação celular; biocompatibilidade, para serem reabsorvidos pelo organismo sem provocar qualquer tipo de alteração funcional ou estrutural; e capacidade de carrear fatores de crescimento (EBERLI, et al., 2009; SAITO, et al., 2010). Entre os tipos de arcabouços disponíveis, a literatura mostra uma enorme gama desses materiais, como hidroxiapatita (HA), fosfato de cálcio, fosfato tricálcio, colágeno do tipo I, ácido poli lático (PLA), ácido poli-glicólico (PGA), entre outros (MIYAMOTO et al., 1992). O ácido poli lático coglicólico (PLGA) tem sido muito estudado devido às suas excelentes propriedades físico-químicas e biológicas, biocompatibilidade, fácil absorção, controle da sua macro e microestrutura, e incorporação e liberação de proteínas com substantividade (LANSMAN, et al., 2006; GÓMEZ, et al., 2006). Estas características fazem dele um bom osteocondutor. A associação das características físicas do polímero (PLGA) às químicas da HA (PLGA+HA) possibilita um maior crescimento de osteoblastos, adesão celular e síntese de colágeno, quando comparado ao uso apenas dos arcabouços de PLGA, sem a HA (SUI et al, 2007; MESSIAS et al., 2009). Tal como os fatores de crescimento, a sinvastatina requer um meio condutor adequado que controle a sua liberação local para permitir a formação óssea. Estudos recentes testaram o efeito da aplicação local de sinvastatina associada a diferentes carreadores, como a gelatina (OZEC, et al., 2008), ácido poli láctico-co-glicólico (WU, et al., 2008), nanopartículas adicionadas ao PLGA (HO, et al., 2011), sulfato de cálcio (NYAN, et al., 2007; HUANG, et al., 2014) e beta tricálcio fosfato (NYAN, et al., 2009). Os estudos feitos em animais onde se utilizou sinvastatina mostraram potencial em aumentar a formação óssea (PARK, 2009; HUANG, et al., 2014; PULLISAAR, et al., 2014). A maior limitação à sua aplicação clínica é o meio apropriado de entrega e liberação. (THYLIN, et al., 2002; STEIN, et al., 2005; NYAN, et al., 2007). Estudos realizados recentemente avaliaram o potencial osteogênico da sinvastatina em células estaminais humanas adultas derivadas da membrana do seio maxilar (YUN, et al., 2013) e do tecido adiposo (PULLISAAR, et al., 2014), demonstrando bons resultados. No entanto, a literatura ainda é escassa quanto à utilização da sinvastatina como material de enxerto para a estimulação da regeneração óssea em humanos. Este estudo tem como objetivo avaliar, em humanos, a capacidade osteoindutora do PLGA+HA, utilizado isoladamente ou em associação com a sinvastatina, e possíveis reações inflamatórias relacionadas com o uso da sinvastatina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Isis Carvalho Encarnação - Integrante / Miguel Alexandre Pereira Pinto Noronha de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Tecidos e Órgãos Artificiais - Engenharia de Tecidos Moles e Duros, protótipos Funcionais e Cirurgia Robótica, Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva criar e desenvolver novos biomateriais e protótipos inovadores para aplicações médico-odontológicas de grande impacto para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este desenvolvimento será realizado a partir da caracterização genômica-molecular da biossíntese de nanofibras de celulose bacteriana e outros polímeros biocompatíveis para a produção de tecidos moles e duros. O potencial de aplicação é diverso, incluindo dispositivos diagnósticos avançados tais como vasos artificiais e biorreatores tubulares celularizados e materiais reabsorvíveis de uso odontológico, como membranas e tubo vaso-protetores. As atividades incluem ensaios clínicos, desenvolvimento de dispositivos terapêuticos antitumorais, e protótipos de órgãos artificiais celularizados avançados para o treinamento de robôs para intervenções cirúrgicas minimamente invasivas. Paralelamente, o projeto contribuirá para a consolidação do Grupo de Pesquisa em Engenharia Genômica e Engenharia Tecidual (CNPq) da Universidade Federal de Santa Catarina, e para a formação multidisciplinar em engenharia biomédica de estudantes e profissionais das áreas de ciências exatas, engenharias, ciências biológicas, medicina e odontologia. Entre os resultados esperados estão a apropriação da produção intelectual (publicações, registros e patentes) e a oferta de novos materiais, produtos, protótipos e serviços de interesse científico-tecnológico e comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Carlos Renato Rambo - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Andréa Pimenta - Integrante / Fernanda Vieira Berti - Integrante / Luismar Marques Porto - Coordenador / Lizette Feuzer - Integrante / Daliana Muller - Integrante / Daniel Martins - Integrante / Edson Roberto De Peiri - Integrante / Henrique Simas - Integrante / Leandro Antunes Berti - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise e desenvolvimento de biomateriais em Implantodontia e Periodontia., Descrição: Este macroprojeto tem como objetivo geral desenvolver e caracterizar biomateriais e sistemas de implantes considerando aspectos químicos, mecânicos e biológicos assim como avaliar técnicas de tratamentos odontológicos nas áreas de Implantodontia e Periodontia. Este projeto permitirá de forma direta formar pesquisadores, técnicos e alunos em âmbito multidisciplinar e formação de redes de pesquisas, publicações científicas e disseminação de informações, de forma indireta permitirá a criação de um núcleo de pesquisa organizado e estruturado que facilitará a obtenção de financiamentos públicos e privados, bem como demonstrar capacidade científica para realização de convenios internacionais com outras Universidades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / J. G. O. Souza - Integrante / Luismar Marques Porto - Integrante / Bruno Henriques - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA DE MEMBRANA SINTÉTICA DE BIOPOLÍMEROS ABSORVÍVEIS., Descrição: O projeto apresenta objetivos de tratamento odontológico com caráter científico, acadêmico e mercadológico. Visa avaliar clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto). Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de regeneração de defeitos ósseos empregando a engenharia de biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas, fomentando conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, e assim buscando formar novos pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico, esse projeto tem como objetivo avaliar e comprovar o êxito do biomaterial, que poderá ser indiretamente distribuído para regeneração óssea, nas áreas médica e odontológica. O tamanho total da amostra será de 50 casos que irão participar da pesquisa. Dentro de cada indicação do uso das membranas de PLGA e respeitando os critérios de inclusão e exclusão, os pacientes serão submetidos ao procedimento cirúrgico. As membranas de PLGA, objeto deste estudo, não estão disponíveis no mercado. Este estudo é parte do desenvolvimento dessas membranas, porém já foi realizado um teste de similaridade da membrana de PLGA com outra denominada SurgiTime da empresa Bionnovation S.A. (disponível comercialmente). Os testes de similaridade entre as 9 membranas de PLGA e SurgiTime foram realizados através de caracterização química por meio da cromatografia de permeação em gel (GPC). As massas molares numérica média (Mn) e ponderal média em massa (Mw) e o índice de polidispersão (IP) foram determinados através de um cromatógrafo de permeação em gel (Waters), e coluna modelo C18 (Waters) aquecidas a temperatura de 40oC, utilizou-se o tetrahidrofurano (THF - Tedia) como fase móvel numa concentração de 3,00 mg/mL e sob um fluxo de 1 mL/min. Os padrões utilizados para calibração da curva foram os de poliestireno, utilizando o detector de índice de refração modelo 410 (Waters). Quando se planeja a obtenção de polímeros para aplicações em regeneração e fixação óssea é interessante, em termos de propriedades do material, que a massa molar (Mw) atinja valores da ordem de 105 g/mol (MOTTA & DUEK, 2007). Com o teste de similaridade, pode se observar uma pequena diferença entre os valores médios de ambas as amostras, porém, tanto amostras PLGA como SurgiTime estão com as Massas Molares dentro do aceitável para serem utilizados como material de fixação óssea ou em técnicas regenerativas, de acordo com as propriedades necessárias descritas por MOTTA & DUEK, 2007. O Projeto visa finalizar o desenvolvimento de dispositivo para Regeneração Óssea Guiada. Nesta fase final do desenvolvimento desse produto, será avaliado clinicamente o comportamento das membranas de poli acido lático-co-glicólico (PLGA) aplicadas em regeneração de defeitos ósseos de 2, 3 ou 4 paredes, aumento vertical de rebordo alveolar, aumento horizontal de rebordo alveolar, elevação de assoalho de seio maxilar e em exposição de roscas de implantes, (associadas ou não a materiais de enxerto).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Mabel E. B. Cordero - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Integrante / Isis Carvalho Encarnação - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - 2014

    USO DE POLÍMEROS BIORREABSORVÍVEIS COMO AGENTES CARREADORES DA SINVASTATINA NO TRATAMENTO REGENERATIVO DO TECIDO ÓSSEO., Descrição: A Sinvastatina, um fármaco cujo principio ativo atua na diminuição do colesterol, tem sido alvo de estudo na engenharia de tecido por induzir o crescimento do tecido ósseo e diminuir a atuação dos osteoclastos. A proposta desse trabalho é verificar a influência da sinvastatina contida num arcabouço de polímero biorreabsorvível, no crescimento do tecido ósseo, após estudo in vivo e in vitro através da cultura de osteoblastos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Maria de Lourdes Quaresma de Araújo - Coordenador., Financiador(es): Genius Tech - Remuneração., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2011 - Atual

    Funcionalização de materias de uso clínico com inibidores de biofilme bacteriano., Descrição: Inclusão de inibidoresde biofilmes bacterianos em materiais utilizados em próteses médicas e odontológicas visando a inibição da infecção bacteriana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Armando Rodrigues Pereira Neto - Integrante / Andréa Pimenta - Coordenador / Josiane Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2011 - Atual

    Fabricação de dispositivos implantáveis utilizando-se a técnica de prototipagem rápida., Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Coordenador / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante / Fernando Peixoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de dispositivos de polímeros biorreabsorvíveis aplicados a ortopedia., Descrição: O objetivo deste projeto é a produção de polímeros biorreabsorvíveis em escala industrial, procurando fornecer às indústrias da área médica uma alternativa de matéria-prima economicamente viável em relação aos similares importados. Os polímeros fabricados deverão atender as exigências tanto de biocompatibilidade como de resistência mecânica para seu propósito de uso. Está prevista a utilização de tais polímeros biorreabsorvíveis na produção de implante para ortopedia como parafusos e placas, para áreas da odontologia e implantodontia como membranas para regeneração óssea guiada, para a área de farmacologia como dispositivo para liberação controlada e para a engenharia de tecidos como arcabouço para o crescimento celular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

  • 2009 - 2014

    Fabricação de implantes para uso médico e odontológico utilizando-se a técnica de prototipagem rápida, Projeto certificado pela empresa Agal Consultoria e Assessoria em 28/10/2014., Descrição: O projeto apresenta objetivos de caráter científico-tecnológico, acadêmico e mercadológico. Como objetivo científico-tecnológico visa analisar o comportamento in vitro e in vivo de implantes compósitos de polímero e cerâmica produzidos pelo processo de prototipagem rápida. Como objetivo acadêmico visa ampliar a pesquisa na área de conhecimento de engenharia de materiais com ênfase em biomateriais, estabelecendo novas frentes de pesquisas com materiais biorreabsorvíveis, fomentado conexões de caráter interdisciplinar entre as ciências biológicas, médicas e de engenharia de materiais, buscando formar, a partir da zona de intersecção entre essas ciências, pesquisadores no campo da biotecnologia. Do ponto de vista mercadológico esse projeto tem como objetivo desenvolver tecnologia de fabricação de produtos com alto valor agregado para alimentar o setor produtivo de materiais para implantes de uso nas áreas médica e odontológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante / Ana Paula M. Casadei - Integrante., Financiador(es): Agal Consultoria e Assessoria - Auxílio financeiro / Biontech Polímeros Degradáveis Ltda - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Baumer S.A. - Outra., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2012

    Aceleração de processo de regeneração óssea e osteointegração utilizando biomateriais osteocondutores tratados com proteína angiogênica purificada do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis., Descrição: Avaliar a viabilidade dos compósitos de materiais osteocondutores e co-polímeros de ácido lático/glicólico associados à proteínas angiogênica purificadas do látex da seringueira como substituto de osso de ação osteocondutora e osteoindutora.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Eulázio M. Taga - Integrante / Paulo Perri - Integrante / Joaquim Coutinho Netto - Coordenador / Rumio Taga - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Baumer S.A. - Cooperação.

  • 2008 - 2010

    Análise do Comportamento de Fibroblastos Gengivais Cultivados sobre deferentes tipos de Membranas Reabsovíveis., Descrição: Foram utilizadas quatro Membranas rebsorvíveis, OSSEOGUARD, GENDERM, PLGA, E PLGA + HA EM CULTURA PRIMÁRIA DE FIBROBLASTOS HUMANOS GENGIVAIS. Testes de proliferação, análise da degradação através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de viabilidade celular (MTT) e análise de PH do meio de cultura, foram os métodos utilizados para avaliar as membranas. A membrana de PLGA + HA é a que apresenta melhores características biológicas e estruturais para funcionar como arcabouço para a engenharia de tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Ariadne Cristiane Cabral da Cruz - Integrante / Cláudia Maria Oliveira Simões - Integrante / Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    Desenvolvimento de placas e parafusos biorreabssorviveis, Descrição: Desenvolvimento da rota de fabricação dos dispositivos reabsorviveis para uso em ortopedia e cirurgias buco maxilo facial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Coordenador / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Eliana Aparecida de Rezende Duek - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação do Ensino da Engenharia em Santa Catarina - Cooperação / Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Florianópolis - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Análise Comparativa da Regeneração Óssea de Diferentes Arcabouços em Defeitos confeccionados em fêmures de coelho., Descrição: Foi avaliado comparativamente com enxerto autógeno e coagulo, o comportamento de quatro diferentes arcabouços BIO-OSS, ORTHOGEN, PLGA, e PLGA + HA implantados em fêmures de coelho. Usando o método de esteorologia a avaliação microscópica mostrou que o enxerto com PLGA + HA teve o comportamento mais favorável estatistivamente.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Aguedo Aragones - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / CESAR AUGUSTO MAGALHAES BENFATTI - Integrante / Hochheim Neto, Ricardo - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

Prêmios

1993

Prêmio A. P. G. de Pesquisa Científica, Associação dos Pós-Graduados.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • AGAL Consultoria e Assessoria Ltda. , Rua Irmãos Vieira 300, 1 andar, conj-108, Campinas, 88101290 - São José, SC - Brasil, Telefone: (048) 99172717

Experiência profissional

2008 - Atual

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Membro de GRUPO de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

Outras informações:
Membro Colaborador nos projetos de pesquisa do Departamento de Odontologia e da Engenharia Mecânica da UFSC. Membro do Grupo de Pesquisa do CERMAT (Materiais Cerâmicos) - Engenharia de Materiais do Departamento de Eng. Mecânica. Centro de Inovação em Manufatura e Bens de Capital.

2012 - 2013

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Estagiário de Pós Doutorado, Enquadramento Funcional: Pos doutorando REUNI, Carga horária: 40

2011 - 2012

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Pós Doutorado, Enquadramento Funcional: Estagiário de Pós Doutorado, Carga horária: 40

Atividades

  • 04/2012

    Pesquisa e desenvolvimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Odontologia.,Linhas de pesquisa

  • 05/2005

    Pesquisa e desenvolvimento, CEPID-Centro de Estudos e Pesquisa em Implantes Dentários.,Linhas de pesquisa

2010 - Atual

Instituto de Biotecnologias Aplicadas e Centro Odontológico

Vínculo: Sócio Proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio Proprietário, Carga horária: 10

2004 - Atual

Agal Consultoria e Assessoria

Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Sócio Proprietário, Carga horária: 20

2009 - Atual

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo

Vínculo: Membro Efetivo, Enquadramento Funcional: colaborador

Outras informações:
Membro efetivo do COMSAUDE (Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde) da FIESP

2007 - 2017

Associação dos Fabricantes de Produtos Médicos e Odontológicos.

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Diretor Regional

2007 - Atual

Baumer S.A.

Vínculo: Consultor Científico, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 4

Outras informações:
Atua como pesquisador e consultor científico em biomateriais em parcerias no desenvolvimento de novos produtos em editais de fomento à pesquisa e desenvolvimento tecnolócicos.

Atividades

  • 05/2007

    Pesquisa e desenvolvimento, Genius.,Linhas de pesquisa

2007 - Atual

Genius Tech

Vínculo: Outro (especifique) Consultor, Enquadramento Funcional: Autônomo, Carga horária: 4

Outras informações:
Atua como Assessor e Consultor em Pesquisa e Desenvolvimento de Biomateriais Sintéticos para Regeneração Óssea.

2007 - 2015

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 4

2009 - 2014

Biontech Polímeros Degradáveis Ltda

Vínculo: Proprietário, Dono, Enquadramento Funcional: Administrador e responsável legal, Carga horária: 4

1988 - 1990

Universidade de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Associado, Carga horária: 20

Outras informações:
Projeto de pesquisa: "Tratamento químico de raízes para a obtenção de reinserção: utilização de várias substâncias". Coordenação: Prof. Aguinaldo Campos Junior.

1989 - 1989

Universidade de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 12

Outras informações:
Faculdade de Odontologia de Bauru. Programa de Treinamento em Utilização de Pessoal Auxiliar. Coordenação: Prof. Ernesto Pilotto Gomes de Medeiros.

1993 - 2005

Bionnovation Produtos Biomédicos S/A, Bionnovation

Vínculo: Sócio Fundador, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Foi sócio fundador, diretor executivo, e membro do conselho de administração.

Atividades

  • 11/1993 - 04/2005

    Direção e administração, Bionnovation.,Cargo ou função, Pesquisa e desenvolvimento.

  • 11/1993 - 04/2005

    Pesquisa e desenvolvimento, Bionnovation.,Linhas de pesquisa

2006 - 2007

Gedalis Biotecnologias Ltda

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Gestor de PD&I, Carga horária: 20

Outras informações:
Consultoria para montar e estruturar a empresa de Pesquisa e desenvolvimento em Biotecnologia, coordenação na eleboração de projeto de pesquisa encaminhado e aprovado na FINEP, edital 07/2006.

1993 - 2003

Implant Center - Clínica Odontológica Privada

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Ortodontista/Ortopediatra, Carga horária: 20

1995 - 1999

Associação Cooperativa de Technologia Odontológica de Bauru

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Sócio Fundador

1995 - 1998

Associação Cooperativa de Technologia Odontológica de Bauru

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Tesoureiro, Carga horária: 20

1975 - 1997

Banco do Brasil - Direção Geral

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Posto Efetivo, Carga horária: 30

Outras informações:
Além das atividades técnicas, desenvolveu um programa de saúde bucal institucional, com ênfase na prevenção, para a Caixa de Assistência dos Funcionárioa do Banco do Brasil-CASSI

1999 - 2005

Instituto de Biotecnologia Aplicada

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Sócio Fundador, Carga horária: 40

1999 - 2005

Instituto de Biotecnologia Aplicada

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Diretor

1999 - 2005

Instituto de Biotecnologia Aplicada

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

Propriedade Intelectual

Patentes (3)