Vânia Carvalho Pinto

Sou Professora Associada do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília, Pesquisadora do Centro de Estudos Globais (UnB), Coordenadora do Centro de Estudos em Gênero e Relações Internacionais (CEGRI), e Coordenadora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI- Capes 6). Fiz a graduação nas Universidades de Coimbra (Portugal) e Leiden (Holanda) em Relações Internacionais; o Mestrado em Estudos do Oriente Médio na Universidade de Exeter (Reino Unido); e o Doutorado em Ciência Política/Relações Internacionais na Universidade de Hildesheim (Alemanha). Realizei Pós-Doutorados nas Universidade de Brasília (2010) e de Coimbra (2017). Fui Professora Visitante na Universidade de Coimbra em Portugal (2014); e nos Emirados Árabes Unidos fui Pesquisadora Visitante no Conselho Supremo para Assuntos da Família em Sharjah (2007-2008), e no Gulf Research Center (2007) no Dubai. A minha formação inicial foi em estudos do Oriente Médio, especificamente Golfo Árabe e Emirados Árabes Unidos. O meu projeto actual incide sobre a estratégia de de busca de status por parte de Portugal junto às instituições europeias e FMI durante a crise do euro. Paralelamente, interessa-me também a inter-relação entre gênero e política internacional, assim como métodos de pesquisa em relações internacionais.

Informações coletadas do Lattes em 03/07/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciência Política

2007 - 2009

Universidade de Hildesheim
Título: Nation Building, State, and the Genderframing of Women's Rights in the United Arab Emirates, 1971-2009
Orientador: Claudia Derichs
Bolsista do(a): Stiftung Universität Hildesheim, SUH, Alemanha. Palavras-chave: Emirados Árabes Unidos; Framing; Gênero e Nação.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas. Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.

Mestrado em Estudos do Oriente Médio

2002 - 2003

Universidade de Exeter
Título: The Oil-Dynamics of Gender? The Case of Kuwait,Ano de Obtenção: 2003
Orientador: Nadje Al-Ali
Palavras-chave: Gênero; Kuwait; Estado rentier.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Política Contemporânea do Médio Oriente/Golfo Árabe.

Especialização em Direitos Humanos e Democratização

2001 - 2001

Universidade de Coimbra
Título: não se aplica

Graduação em Relações Internacionais

1997 - 2001

Universidade de Coimbra

Graduação em Relações Internacionais

1999 - 2000

Universidade de Leiden
Bolsista do(a): Programa Erasmus-UE, ERASMUS, Portugal.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2017

Pós-Doutorado. , Universidade de Coimbra, UC, Portugal.

2009 - 2010

Pós-Doutorado. , Universidade de Brasília, UnB, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 -

Norueguês (C2.3). (Carga horária: 20h). , Folium, FO, Noruega.

2020 - 2020

Maths Refresher. (Carga horária: 4h). , Otto-Friedrich-Universität Bamberg, OFUB, Alemanha.

2020 - 2020

Automated Web Data Collection with R. (Carga horária: 15h). , Otto-Friedrich-Universität Bamberg, OFUB, Alemanha.

2020 - 2020

Linear Regression with R: Estimation, Interpretation and Presentation. (Carga horária: 15h). , Otto-Friedrich-Universität Bamberg, OFUB, Alemanha.

2019 - 2019

C1.2. (Carga horária: 20h). , Folium, FO, Noruega.

2019 - 2019

Norueguês (nível C1.3). (Carga horária: 20h). , Folium, FO, Noruega.

2019 - 2019

Qualitative Comparative Analysis (QCA). (Carga horária: 24h). , Universitaet St. Gallen, USG, Suiça.

2019 - 2019

Noruguês (C2.2). (Carga horária: 20h). , Folium, FO, Noruega.

2019 - 2019

Maths for Social Scientists. (Carga horária: 4h). , Central European University, CEU, Hungria.

2019 - 2019

Norueguês (C2.1). (Carga horária: 20h). , Folium, FO, Noruega.

2019 - 2019

Norueguês (nível C1.1). (Carga horária: 20h). , Folium, FO, Noruega.

2019 - 2019

Introduction to Inferential Statistics: What You Need to Know Before you Ta. (Carga horária: 15h). , Central European University, CEU, Hungria.

2019 - 2019

Mathematics for social scientists. (Carga horária: 35h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2018 - 2018

Norueguês (nível B2.2). (Carga horária: 30h). , Folium, FO, Noruega.

2018 - 2018

Causalidade/Equações estruturais. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2018 - 2018

Bayesian data analysis. (Carga horária: 24h). , Universitaet St. Gallen, USG, Suiça.

2018 - 2018

Norueguês (nível B1.2). (Carga horária: 30h). , Folium, FO, Noruega.

2018 - 2018

Norueguês (nível B2.1). (Carga horária: 30h). , Folium, FO, Noruega.

2018 - 2018

Norueguês (nível B1.1). (Carga horária: 30h). , Folium, FO, Noruega.

2017 - 2017

Curso intensivo de norueguês A1. (Carga horária: 60h). , Universidade de Lisboa, UL, Portugal.

2017 - 2017

Norueguês B1.1. (Carga horária: 30h). , Folium, FO, Noruega.

2017 - 2017

Norueguês A2. (Carga horária: 60h). , Universidade de Lisboa, UL, Portugal.

2012 - 2012

International workshop 'Monarchy-Republic Gap'. (Carga horária: 19h). , Philipps Universitaet Marburg, UM, Alemanha.

2011 - 2011

Sexto Workshop Anual sobre Israel e Oriente Médio. (Carga horária: 110h). , Universidade de Tel Aviv, TAU, Israel.

2008 - 2008

Docência superior. , Universidade Técnica de Braunschweig, UTB, Alemanha.

2008 - 2008

Língua alemã. , Universidade de Duisburg-Essen, UDE, Alemanha.

2008 - 2008

Ac. de Verão: Democracy, Identity and Power. , Universidade da Europa Central, Budapeste, CEU, Hungria.

2005 - 2005

Managing, Teaching and Learning Programme. , Universidade de Exeter, UE, Grã-Bretanha.

2003 - 2004

Curso de Língua Francesa. , Aliança Francesa, Lisboa, AFL, Portugal.

2003 - 2003

Língua árabe. , Academia de Estudos de Pós-Graduação, Tripoli, AEPG, Líbia.

1998 - 1999

Curso de língua inglesa - nível ´proficiency`. , Cambridge School, Coimbra, CS, Portugal.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Alemão

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Norueguês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Pequenos estados: políticas de busca de status.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estudos de Gênero.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Carvalho Pinto, Vânia . I Feira Solidária de Troca de Livros usados do IREL. 2019. .

Carvalho Pinto, Vânia . Segundo Colóquio Solidário do IREL. 2019. (Outro).

Carvalho Pinto, Vânia . Primeiro Colóquio Solidário do IREL. 2016. (Outro).

Carvalho Pinto, Vânia . The Asia and Middle East Seminar Series. 2013. (Outro).

Carvalho Pinto, Vânia . Escola de Verão de Relações Internacionais. 2011. (Outro).

Carvalho Pinto, Vânia . Conferência de Farida Shaheed sobre os Direitos Culturais. 2011. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Dandara Araújo

Carvalho Pinto, Vânia; jatobá, D.; Flores, Fidel. A política externa brasileira e os direitos das mulheres: efeitos da atuação da secretaria especial de políticas para as mulheres da presidência da república. 2017. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Paola de Orte

Vaz, A.; MANZUR, T.;Carvalho Pinto, Vânia. A midia como arma de guerra e a batalha no campo ideacional: o conflito entre árabes e israelenses. 2016. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Laura Delamonica

Carvalho Pinto, Vânia; HAMID, S.; MANZUR, T.. Mulheres Diplomatas Brasileiras. 2014. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Guilherme Teixeira

Carvalho Pinto, Vânia. A República Popular da China e o FMI: de Coadjuvante a Ator protagônico (1945-2011). 2013. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Danillo Allarcon

Carvalho Pinto, Vânia. George W. Bush e a Operação Liberdade Duradoura: Os meandros da Política Externa dos Estados Unidos para o Afeganistão. 2012. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Marcella Pontes de Campos

Carvalho Pinto, Vânia. Ascensão ou Queda das Grandes Religiões: Conflitos entre Discursos nas Relações Internacionais. 2012. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Ana Carolina Mauad

Carvalho Pinto, Vânia. A Participação dos Governos Locais na Segunda Conferência das Nações Unidas sobre Assentamentos Humanos (Habitat II) e seus Desdobramentos Internacionais e Nacionais. 2011. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Raquel Fernandez Naili

Carvalho Pinto, Vânia. Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade: O Lugar dos Países em Desenvolvimento. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Diplomacia) - Instituto Rio Branco.

Aluno: Bruno Rizzi Razente

Carvalho Pinto, Vânia. Sanções seletivas: Origem, Eficácia e Aplicação no Caso Iraniano. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Diplomacia) - Instituto Rio Branco.

Aluno: Luisa Gimenez Cerioli

Carvalho Pinto, Vânia; Araújo, S.; jatobá, D.. Os papéis nacionais e as performances de papel do Irã e da Arábia Saudita na competição por hegemonia no Golfo Pérsico: os casos da Primavera Árabe no Bahrain e no Iémen. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Matheus Augusto Soares

Vaz, A.;Carvalho Pinto, Vânia; Tedéia, Gilberto. Uma análise arqueogenealógica e ética das relações internacionais: os saberes, os poderes e os sujeitos que orbitam os domínios da paz. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: FLÁVIA SILVA

Manzur, Tânia; Lessa, Antônio;Carvalho Pinto, Vânia. MEGAEVENTOS ESPORTIVOS COMO FERRAMENTAS DE SOFT POWER E DE PROJEÇÃO INTERNACIONAL: O BRASIL E A COPA DO MUNDO DE FUTEBOL DE 2014. 2018 - Universidade de Brasília.

Aluno: Luana Alessandra Roeder

Carvalho Pinto, Vânia; SANTOS, M. H. C.; Teixeira, Ulysses Tavares. A Primavera Árabe na Literatura de democratização: os casos Barein e Tunísia. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Gustavo Pereira Vidigal

Carvalho Pinto, Vânia. Cultura e Integração na América do Sul. Um estudo crítico do caso da concepção, formação e operacionalização do Mercosul. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Aluno: Lorrayne Bezerra Porciuncula

Carvalho Pinto, Vânia. #Liberdade: Uma Análise da Globalização e das Novas Mídias Sociais como Ferramentas para o Desenvolvimento em Contextos Autoritários. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Lessa, Antônio; Becard, Danielly Ramos; SANTOS, M. H. C.;Carvalho Pinto, Vânia. Comissão de selecção do Doutorado PPGRI, UnB. 2019. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; jatobá, D.; MANZUR, T.. Uma perspectiva de gênero aplicada ao Japão pós-guerra(1945-1989). 2017. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; HAMID, S.; Farias, Rogério. Civilization and masculinity in the late 19th and early 20th centuryBrazil: the life of Joaquim Nabuco (1849-1910). 2017. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; jatobá, D.; Flores, Fidel. Poder legislativo, gênero e política externa: a desigualdade de gênero no congresso nacional e a formulação da política externa brasileira. 2016. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; Arraes, Virgílio; SANTOS, M. H. C.. Território, Terrorismo e Ressentimento; formação e expansão do Estado ISlâmico. 2016. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; Baeza, Cecília; MANZUR, T.. Poder no conflito Israelo-palestino:análise de Mordechai's Moustache and his wife's cats e as RI no contexto da ocupação. 2016. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Comissão de Seleção do mestrado em relações internacionais. 2015. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Os papéis nacionais e as performances de papel do Irã e da Arábia Saudita na competição por hegemonia no Golfo Pérsico: os casos da Primavera Árabe no Bahrain e no Iêmen. 2015. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Uma análise aqueogenealógica e ética das relações internacionais: os saberes, os poderes e os sujeitos que orbitam os domínios da paz. 2015. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Assimetrias comerciais e a presença chinesa so setor de telecomunicações no Brasil. 2013. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. O tráfico internacional de mulheres ao longo do século XX através da análise de gênero e dos dispositivos internacionais. 2013. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Comissão de seleção para o Mestrado em Relações Internacionais. 2013. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; BRUN, E.; MANZUR, T.. Política externa brasileira para o Oriente Médio. 2013. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia; MANZUR, T.; HAMID, S.. O Islão político na Turquia. 2013. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. A República Popular da China e o FMI: A emergência econômica e o exercício do poder internacional (1991-2011). 2012. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Comissão de Seleção para o Curso de Mestrado em Relações Internacionais. 2012. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. O conceito de 'interesse das mulheres' e sua relação com a presença feminina na diplomacia brasileira. 2012. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. A influência da religião na política internacional de 1979 a 2010. 2011. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. O princípio da subsidiariedade e a governança global: um estudo a partir do caso europeu. 2011. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. De Reagan à Operação Liberdade Duradoura: os meandros das relações Estados Unidos ? Afeganistão. 2011. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. A exportação da democracia norte-americana pelo uso da força após a II Guerra Mundial e a mobilização da sociedade civil na Primavera Árabe ? Uma análise comparada entre os casos da Alemanha, Japão, Afeganistão, Iraque, Tunísia e Egito.. 2011. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. A reconstrução do Haiti e a exportação da democracia: da intervenção norte-americana de 1994 ao terremoto de 2010. 2011. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. A proteção civil em situações de atrocidades em massa: o genocídio em Darfur à luz do discurso oficial do Conselho de Segurança das Nações Unidas. 2011. Universidade de Brasília.

Carvalho Pinto, Vânia. Globalização e Blocos Econômicos como feudos de poder: A Medievalização do Século XXI.. 2011.

Carvalho Pinto, Vânia. Comissão de Seleção para o Curso de Mestrado em Relações Internacionais. 2010. Universidade de Brasília.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Sara Domingos

Dinâmicas de status e estigma nas políticas externas do Qatar e Emirados Árabes Unidos; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Nicole Minvielle

Violência de gênero: o caso do campo de refugiados Zaatari; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Paula Lazzari

O Ártico como arena para busca de status da Noruega; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; (Orientador);

Ana Luci Paz Lopes

Participação da sociedade civil organizada na construção da posição do governo brasileiro para a IV Conferência Mundial sobre as Mulheres em relação à temática de violência contra as mulheres (1993-2015); Início: 2019; Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Humberto Mayese Correa

Gendered civilizational discourse and the Brazilian Monarchical Regime crisis (1870-1889); 2019; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Rafael Diógenes Marques

A Primavera Árabe na Palestina: a escolha pela união nacional a partir das privações relativas; 2018; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília,; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Fernanda de Medeiros

Feminizando a diplomacia: um estudo das histórias, ,memórias e narrativas de Mulheres Diplomatas; 2017; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Lais Reis

Nation Building no Japão a partir de uma perspectiva de gênero; 2017; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Juliana Albers

Securitização de identidade e conflitos étnicos: antecedentes à guerra da Bósnia (1992-1995); 2017; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Luíza Gimenez Ceriolli

A rivalidade entre Irã e Arábia Saudita através da teoria dos papéis após a Primavera Árabe: os casos do Bahrain e do Iêmen; 2016; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Laura Delamonica

Mulheres Diplomatas Brasileiras; 2014; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília,; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Aline Alencar

Islã Político e mobilização social na República da Turquia: Uma análise discursiva; 2014; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília,; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Beatriz Manso

A União Europeia e o enfrentamento ao Tráfico Sexual de Mulheres: A Eficácia das Medidas Preventivas e de combate implementadas pelos países membros, especificamente pela Alemanha e Polônia; ; 2020; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Angelita Castro

SOME ASPECTS OF THE BRAZILIAN SCIENCE DIPLOMACY; 2020; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Paulo Rocha

NEGOCIANDO SEM NEGOCIADORES: análise do modelo de resolução de conflitos adotado por FARC e Colômbia em 2016 e de seus potenciais efeitos para o acordo e a cultura de paz no país; ; 2020; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Patrícia Pereira

BOLSONARO IMITA TRUMP? Um estudo sobre a semelhança do polêmico comportamento dos dois presidentes; ; 2020; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Bruna Aguiar Ribeiro

O CRESCIMENTO DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS NO GRUPO LGBT: UMA CONSEQUÊNCIA DA HETENORMATIVIDADE; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Victória Albuquerque Camara

O uso do véu na Turquia: uma análise das políticas de gênero à luz da construção da identidade nacional turca; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Ana Carolina Seixas

O vizinho malquisto: a ideia de crescente xiita como forma de contenção do Irã na sua busca pela liderança no Golfo; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Maria Alves Garcia

Imigração Haitiana no Brasil: Discursos securitizantes do Brasil e relação com o Acre; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Carollina Passos Cúgula

Processo de integração na América do Sul: perspectivas e desafios para a construção da identidade regional do Mercosul; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Ana Raquel Coelho Santos

REFUGIADOS AMBIENTAIS: NECESSIDADE DE RECONHECIMENTO E PROTEÇÃO INTERNACIONAL; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Monica Freitas

A ?excepcionalidade nórdica? : uma forma de imposição de ?standard de civilização? ?; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Sara Domingos

A Crise do Golfo Pérsico: a estigmatização do Qatar no contexto da política regional; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Raquel Bennet Fagundes

EMPODERAMENTO FEMININO E POLÍTICA EXTERNA À LUZ DA TEORIA DOS PAPÉIS: O PAPEL DO GÊNERO NA ESTRATÉGIA DE PROJEÇÃO INTERNACIONAL MARROQUINA; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Pedro Amorim

A securitização da expressão religioso-cultural muçulmana no espaço público dinamarquês; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Mirella Vaz de Castro

A OTAN na opinião pública sueca: a influência do discurso do partido moderado; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Débora Hanna Figueiredo de Lima

Literatura e RI: A agência feminina através do véu em Neve, de Orhan Pamuk; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Raíssa Vitório Pereira

Securitization of Human Trafficking: The case of the Chibok Girls; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Pedro de Souza Melo

A ploítica externa Qatari e a al-Jazeera: o caso das revoltas egípcias; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Fernanda de Medeiros

Feminismo estatal e nation-building no regime Pahlavi (1921-1979); 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Marina Pontes

A questão nuclear iraniana e o projeto de governo Netanyahu: Vitória eleitoral através de um discurso de segurança (2009-2014); 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Humberto Mayese Correia

Legitimidade como estratégia: Legitimidade política nos Emirados Árabes Unidos (EAU); 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Jaqueline Azevedo de Amorim Rêgo

Liderança política feminina sul-asiática, representação e gênero: Os casos de Indira Gandhi e Benazir Bhutto; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Pedro Henrique Nascimento

Do outro lado de Jerusalém: Narrativas israelenses; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Luan Costa

Esporte e Relações Internacionais; O Qatar como meca do esporte?; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Paula Coury

A polítca externa da Arábia Saudita no contexto da Primavera Árabe; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Lígia Galletti

O feminismo estatal na Arábia Saudita: mudanças no pós 11 de setembro; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Ana Carolina Sousa

A legitimidade da Intervenção Humanitária: uma análise da operação 'Protector Unificado'; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Vanessa Andrade

Kuwait: Movimentações políticas internas em um período marcado pela Primavera Árabe; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Sara Domingues

A estigmatização do Qatar; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Sara Rodrigues

Desperate in Dubai: Agência na esfera privada da elite Emirati; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Luan Macedo

Women Without Men: Agência e Sexualidade Feminina; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Luca Pisano

Pequenos Estados e a busca de status internacional: os casos do Qatar e da Noruega; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Veronica Veloso

Agência internacional e o Capital Moral: os casos da Sheikha Mozah do Qatar e da Rainha Rania da Jordânia; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Fernanda de Medeiros

A participação das mulheres no nacionalismo indiano: uma questão de civilização; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Humberto Mayese Correa

Desgaste nas relações entre a Turquia e Israel? A nova política externa turca e seus efeitos na relação Turquia-Israel; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

João Paulo Melo Nacarate

O papel do gênero na construção da auto-Imagem dos Estados; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Graziela Streit Rodrigues da Silva

O papel da Ética na construção da auto-imagem dos Estados; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Pedro Melo

A política externa de pequenos estados: Qatar e Brunei comparados; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Danilo Garrido

Porque não houve Primavera Árabe no Golfo Pérsico?; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Luan Vitor Miranda da Costa

Intromissão iraniana nas questões internas bahreinitas? Possível interferência do Irã nas recentes manifestações pró-democracia no Bahrein; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Inayara de Oliveira

Atuação política feminina no Oriente Médio; 2013; Orientação de outra natureza; (Ciências Políticas) - Universidade de Brasília; Orientador: Vânia Carvalho Pinto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Carvalho Pinto, Vânia . Signalling for a higher status: the UAE's strategy towards women's rights. CONTEXTO INTERNACIONAL (ON-LINE) , v. 41, p. 345-363, 2019.

  • Carvalho Pinto, Vânia . The Ideational Elements of Brazil?s Arab Strategy: An Assessment (2002-2010). Journal of Middle Eastern and Islamic Studies (in Asia) , v. 9, p. 100-120, 2018.

  • Carvalho Pinto, Vânia ; CORREA, H. ; De Medeiros, Fernanda . O caso prático como método de ensino em teoria das relações internacionais: o programa nuclear iraniano segundo os níveis de análise. MERIDIANO 47 (UNB) , v. 18, p. 1-18, 2017.

  • Carvalho Pinto, Vânia . Teaching gender within International Relations: Experiences from a Brazilian University Classroom. Kvinder, Kn & Forskning , p. 32-42, 2016.

  • Carvalho Pinto, Vânia . From ?follower? to ?role model?: studying the transformation to the UAE?s international self-image. Journal of Arabian Studies: Arabia, the Gulf, and the Red Sea , v. 4, p. 231-243, 2014.

  • PINTO, VÂNIA CARVALHO . Exploring the interplay between Framing and Securitization theory: the case of the Arab Spring protests in Bahrain. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso) , v. 57, p. 162-176, 2014.

  • Carvalho Pinto, Vânia . O mundo árabe em perspectiva. CIÊNCIA E CULTURA , v. 64, p. 18-18, 2012.

  • Carvalho Pinto, Vânia . A revolução que não começou: as particularidades da Primavera Khaleeji. CIÊNCIA E CULTURA , v. 64, p. 30-33, 2012.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Carvalho Pinto, Vânia . Parecer cnpq. 2017.

Carvalho Pinto, Vânia . Palgrave Macmillan, 11.05.2015. 2015.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    De ?patinho feio? a ?cisne resplandecente?: Portugal e as suas estratégias de aquisição e manutenção de status (2011-), Descrição: Os qualificativos acima, proferidos pelo Presidente da República Portuguesa Marcelo Rebelo de Sousa em Dezembro de 2017, sintetizam a sensação gerada no país pelas vitórias diplomáticas do governo. Em Outubro de 2016, Antônio Guterres foi eleito secretário-geral da ONU; e em Dezembro de 2017, Mário Centeno, ministro das finanças português, foi eleito Presidente do Eurogrupo. Além disso, cerca de um ano e meio mais tarde, em Junho de 2018, o português António Vitorino foi eleito diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), a segunda vez em 50 anos que um não-estadunidense assume esta agência. Apesar das três eleições assumirem contornos de importância distintos, estas evidenciam uma dinâmica relevante da diplomacia portuguesa: as suas estratégias de busca e aquisição de status a nível internacional. Enquanto que as eleições para a ONU e para a OIM devem ser entendidas no âmbito da posição relativa de Portugal em hierarquias internacionais amplas; a eleição para o Eurogrupo ocorre dentro de um grupo mais pequeno, o dos 28 membros da UE. Neste contexto, assume particular relevância investigar como é que um pequeno país, sujeito desde 2010 a um processo de resgate financeiro no contexto da crise da zona euro; e que era comumente referido, juntamente com os seus vizinhos da Europa do Sul e Irlanda, pelo acrônimo derrogativo PIIGs (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia), foi catapultado para a liderança do Grupo de Ministros das Finanças da zona euro. Naturalmente que as melhorias exibidas pela economia portuguesa desde então, fornecem algum do substrato para esta melhoria de status, mas por si só são insuficientes para explicar o enorme ganho de credibilidade por parte de Portugal junto dos seus parceiros europeus. Este projeto visa colmatar esta lacuna, e simultaneamente contribuir para a teorização de estratégias de busca de status por parte de pequenos países. A análise será dividida em dois momentos: 1) o do pedido de resgate em 2010 e saída do procedimento europeu por défice excessivo em 2014, que corresponde aos anos do governo social democrata de Pedro Passos Coelho; e 2) o anunciado ?virar da página da austeridade?, do governo socialista de António Costa de 2015 em diante. A literatura sobre o primeiro é já relativamente ampla e incide sobre os processos de negociação e de implementação do pedido de resgate, assim como as consequências sociais dos anos de ?austeridade?. Sobre o segundo momento, não existe ainda literatura secundária. Em nenhum dos casos são estes períodos estudados à luz do marco teórico da busca de status. Baseado na tipologia proposta por Debora Larson/Alexei Svechenko (2010a, 2010b, 2014), sugere-se que ao longo destes dois momentos distintos da política portuguesa, Portugal empreendeu estratégias que assentaram em combinações variadas de competição social, criatividade social, e diferenciação social. A pesquisa será conduzida mediante a análise de conteúdo de fontes primárias e secundárias. Entre as primeiras, incluem-se documentos oficiais emitidos pela UE, Portugal, FMI, Banco Central Europeu e outros que venham a ser identificados como relevantes ?, assim como artigos de imprensa portuguesa e internacional. Prevê-se também a condução de entrevistas com diplomatas portugueses residentes em Brasília. A literatura secundária incidirá sobre politicas de busca de status em geral, a crise da zona euro e o processo de europeização de Portugal desde o acesso à UE em 1986 até aos dias de hoje.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2019 - Atual

    Gender, status, activism and international responsibility: national, regional and transregional perspectives, Descrição: In cooperation with Andrea Fleschenberg (Humboldt University, Germany).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador / andrea fleschenberg - Integrante., Financiador(es): Universidade de Brasília - Cooperação / Universitaet Humboldt zu Berlin - Cooperação., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 4

  • 2017 - 2017

    Gendered micro-dynamics of power: a comparative study of Brazilian and Portuguese women diplomats, Descrição: Esta proposta visa contribuir para o desenvolvimento do campo de pesquisa em Relações Internacionais sobre mulheres diplomatas, propondo os casos brasileiro e português como estudos empíricos. No geral, a literatura sobre esta temática é ainda muito limitada, particularmente se considerarmos o franco desenvolvimento de pesquisas sobre mulheres no legislativo e, em menor grau, no executivo. Quanto à carreira diplomática propriamente dita, existe muito pouca literatura que conecte as mudanças de regime político com os seus reflexos na prática diplomática. No caso de Portugal, as mudanças radicais de regime político em Portugal nos últimos quarenta anos (da ditadura a uma democracia); e de inserção internacional do país (da defesa do Império colonial à inserção na UE), certamente geraram impactos até hoje não mensurados. Paralelamente a estas questões, o acesso das mulheres à carreira diplomática e a sua inserção numa profissão que é ainda hoje predominantemente masculina, também se encontram sub-estudados. Os poucos trabalhos dedicados ao tema analisa as diplomatas enquanto grupo, sem levar em consideração diferenças geracionais e de contexto político, lacunas essas que este projeto se propõe preencher. O objetivo deste trabalho, portanto, é o de construir um conceito de agência aplicado às mulheres diplomatas embebido nas dimensões acima, e que ajude a iluminar dinâmicas sociais e pessoais, além de espaços estruturais que facilitam/inibem a ação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador / Ferreira, Virgínia - Integrante., Número de orientações: 8

  • 2015 - 2016

    Gênero e Política Externa nas monarquias árabes do Golfo Pérsico, Descrição: Os países do Golfo têm, desde os atentados do 11 de setembro, se esforçado no sentido de demonstrar as suas credenciais progressivas e modernas de modo a contornar críticas internacionais ao seu sistema político. A expansão dos direitos das mulheres, em particular os políticos, tem sido parte importante dessa estratégia, devido à associação que é feita entre direitos das mulheres e 'grau de civilização' desse país. Os sucessos educacionais e profissionais de certos grupos de mulheres são amplamente publicitados tanto interna como externamente, e transformados em estatísticas que são colocados em comparação regional e utilizados como parte da estratégica legitimadora dos estados. Tendo em vista o exposto, a pergunta que norteia este projeto é a seguinte: de que forma é que os sucessos das mulheres intelectuais nos seus respectivos países são utilizados de forma estratégica na construção de uma política externa de modernidade e progresso pelos seus respectivos países? Estudos de caso: Arábia Saudita, Qatar, Kuwait e Emirados Árabes Unidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (5) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 6

  • 2015 - Atual

    A Política Externa Feminista Sueca: Aplicações para além do Ocidente, Descrição: O estabelecimento de uma política externa feminista em Março 2015 pelo governo sueco atraiu bastante atenção mediática. Baseada na tríade representação, direitos e recursos; esta visa ser utilizada como um instrumento de avaliação da efetiva participação feminina em processos decisórios. Pergunta de pesquisa: Até que ponto é estes critérios são capazes de reconhecer modos de agência distintos daqueles favorecidos pela tradição política liberal? Exame destes critérios à luz do conceito de 'gendered agency' aplicado aos Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Pesquisa - Bolsa / Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 3

  • 2013 - 2015

    Auto e Hetero-Imagens internacionais: as relações entre os Emirados Árabes Unidos e o mundo, Descrição: Novas concepções de papel nacional na política externa Emirati. Análise da recepção das imagens da política externa Emirati em audiências selecionadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador., Número de orientações: 3

  • 2011 - 2013

    Nação, Cultura e Auto-Imagem: Novas Dinâmicas na Política Externa dos Emirados Árabes Unidos, Descrição: O foco analítico reside no estudo da inter-relação entre o ?conceito auto-imagem? e política externa nos EAU. Projeto apoiado pelo Edital Universal 14/2011. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Vânia Carvalho Pinto - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Universidade de Brasília - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 14 / Número de orientações: 10

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Cnpq Bolsa de Produtividade nível 2, Cnpq.

2016

Edital de Demanda Espontânea, FAP-DF.

2015

Produtividade em Pesquisa Cnpq nível 2, Cnpq.

2013

Programa de Bolsas Ibero-Americanas Jovens Professores e Pesquisadores Santander Universidades, Banco Santander.

2011

Edital Universal, Cnpq.

2011

Edital 10/2011- Apoio à Pesquisa de Novos Docentes, UnB.

2009

Bolsa de Pós-Doutorado Júnior, Cnpq.

2007

Auxílio de pesquisa, Society for Arabian Studies, Reino Unido.

2007

Prince Al-Waleed Scholarship for Fieldwork Research, Universidade de Exeter, Reino Unido.

2007

Bolsa de pesquisa de campo, Supreme Council for Family Affairs, Sharjah, Emirados Árabes Unidos.

2007

Bolsa de doutorado, Universidade de Hildesheim, Alemanha.

2006

Bolsa de curta duração (Fellowship), do projeto de pesquisa 'O humanismo na época da globalização', Instituto de Altos Estudos em Humanidades, Essen; Fundação Mercator, Alemanha.

2006

Bolsa de curta duração, Fundação Calouste Gulbenkian, Portugal.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais. , Campus Universitário Darcy Ribeiro- Gleba A Caixa Postal: 04306, 70904-970 - Brasilia, DF - Brasil, Telefone: () 31070746, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2017 - 2017

Universidade de Coimbra

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisadora visitante

2014 - 2014

Universidade de Coimbra

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante

Outras informações:
Estadia de dois meses (Fevereiro e Março) na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) no âmbito do Programa 'Bolsas Ibero-Americanas' Jovens Pesquisadores 2013 Banco Santander. Colaboração nas seguintes disciplinas: Direitos Humanos (graduação); Políticas externas das grandes potências (graduação); Atores e dinâmicas regionais (mestrado).

2010 - Atual

Universidade de Brasília, UnB

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2016

Universidade de Brasília, UnB

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Teoria das Relações Internacionais I (Graduação) Gênero e Relações Internacionais (Graduação)

Atividades

  • 08/2019

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Métodos e Técnicas de pesquisa em Relações Internacionais

  • 04/2018

    Direção e administração, Instituto de Relações Internacionais, .,Cargo ou função, Vice coordenação do Programa de Pós Graduação em Relações Internacionais (Capes 6).

  • 11/2015

    Direção e administração, Instituto de Relações Internacionais, .,Cargo ou função, Membro suplente da Câmara de Pós- Graduação.

  • 08/2015

    Direção e administração, Instituto de Relações Internacionais, .,Cargo ou função, Vice-Coordenadora da Pós-Graduação.

  • 08/2019 - 10/2019

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Relações Internacionais, .,Linhas de pesquisa

  • 03/2019 - 07/2019

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário avançado em pesquisa em relações internacionais

  • 03/2019 - 07/2019

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Métodos e Técnicas de pesquisa em Relações Internacionais

  • 01/2019 - 02/2019

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Semestre de Verão: Métodos e Técnicas de pesquisa em relações internacionais

  • 03/2018 - 06/2018

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Técnicas e métodos de pesquisa em relações internacionais

  • 03/2018 - 06/2018

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário Avançado em técnicas de pesquisa

  • 09/2017 - 12/2017

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Gênero e Relações Internacionais

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Gênero e Relações Internacionais

  • 03/2016 - 07/2016

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria das Relações Internacionais 1 (Turmas A e B)

  • 08/2015 - 12/2015

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, teoria das relações internacionais 1

  • 08/2015 - 12/2015

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente Médio (e da Escandinávia)

  • 02/2012 - 11/2015

    Direção e administração, Instituto de Relações Internacionais, .,Cargo ou função, Coordenadora de Extensão do Instituto de Relações Internacionais.

  • 03/2015 - 07/2015

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente Médio

  • 03/2015 - 07/2015

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria das Relações Internacionais I

  • 03/2014 - 07/2014

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente Médio, Teoria das Relações Internacionais I

  • 10/2013 - 04/2014

    Ensino, Curso de Especialização em Relações Internacionais, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Política Internacional Contemporânea

  • 08/2013 - 12/2013

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria das Relações Internacionais I

  • 08/2013 - 12/2013

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente Médio

  • 04/2013 - 07/2013

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria da Relações Internacionais I (Turmas A e B)

  • 10/2012 - 03/2013

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria das Relações Internacionais I

  • 10/2012 - 03/2013

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente Médio

  • 09/2012 - 12/2012

    Ensino, Curso de Especialização em Relações Internacionais, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Política Internacional Contemporânea

  • 03/2012 - 09/2012

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução ao Estudo das Relações Internacionais, Teoria das Relações Internacionais I, Tópicos Especiais em Política Internacional I: A Primavera Árabe e a ascensão das Monarquias do Golfo

  • 08/2011 - 12/2011

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria das Relações Internacionais I

  • 08/2011 - 12/2011

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente: Política Internacional do Oriente Médio Contemporâneo

  • 09/2011 - 10/2011

    Ensino, Curso de Especialização em Relações Internacionais, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Política Internacional Contemporânea

  • 03/2011 - 06/2011

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais do Oriente Médio, Teoria das Relações Internacionais I

  • 02/2011 - 02/2011

    Extensão universitária , Instituto de Relações Internacionais, .,Atividade de extensão realizada, Curso de Extensão em Relações Internacionais do Oriente Médio (07-11.02.2011).

  • 10/2010 - 02/2011

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria das Relações Internacionais I

  • 10/2010 - 02/2011

    Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário Avançado em Política Internacional e Comparada/Seminário em Relações Internacionais

2007 - 2009

Universidade de Hildesheim

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista

Atividades

  • 04/2009 - 08/2009

    Ensino, Ciência Política, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Gender and Politics (em co-docência com Andrea Fleschenberg)

  • 04/2009 - 08/2009

    Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Gender and Politics (em co-docência com Andrea Fleschenberg)

2005 - 2006

Universidade de Exeter

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor horista

Atividades

  • 10/2005 - 05/2006

    Ensino, Estudos do Oriente Médio, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Gender and Identity in the Middle East (em co-docência com a Prof. Dra. Nadje Al-Ali), Politics and Economy of the Contemporary Middle East (em co-docência com Clive Brown)

  • 10/2005 - 01/2006

    Ensino, Estudos do Oriente Médio, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Reconstructing Selves in the Middle East I (teaching assistant), Reconstructing Selves in the Middle East II (teaching assistant), Resistance and Transnationalism in the Middle East (teaching assistant)

2006 - 2009

Instituto de Altos Estudos em Humanidades, Essen

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Research Fellow

Outras informações:
Bolsa de curta duração do projecto 'O humanismo na época da globalização', (Outubro- Dezembro 2006). Membro associado do colégio de doutorandos do projecto de Janeiro 2007-Novembro 2009.

2007 - 2007

Gulf Research Center, Dubai, GRC, Emirados Árabes

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora visitante

Outras informações:
Apoio logístico e acesso a infra-estrutura para pesquisa de campo do doutorado.

2007 - 2008

Universidade de Sharjah, US, Emirados Árabes

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora visitante

Outras informações:
Apoio logístico e financeiro para a condução do trabalho de campo do doutorado.

2007 - 2008

Supreme Council for Family Affairs, Sharjah, SCFA, Emirados Árabes

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora visitante, bolsista

Outras informações:
Apoio logístico e financeiro para a condução de trabalho de campo.

2003 - 2004

Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais, Lisboa

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiária de pesquisa, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Actividades de investigação, gestão e secretariado na Secretaria da Comissão de Estudos Euro-Mediterrânicos (EuroMeSCo), sediada no IEEI-Lisboa.

2002 - 2003

Rede Portuguesa para a Igualdade de Oportunidades, Lisboa

Vínculo: Trabalho voluntário, Enquadramento Funcional: Gerente de projeto; voluntária

Outras informações:
Gerente portuguesa do Projeto 'Raising Awareness on Gender Balance Among Young People', financiado pelo Programa Juventude, da União Europeia. Participação nas várias actividades, e cursos de formação da organização.

2002 - 2002

Plataforma de ONGs, Comissão para a Igualdade e Direitos das Mulheres,

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiária de pesquisa

Outras informações:
Levantamento e constituição de uma base de dados bibliográfica acerca dos instrumentos legais, portugueses e internacionais, referentes aos direitos das mulheres.