Fabiana Alexandrino

Possui graduação em Biomédicas pelo Centro Universitário Herminio Ometto de Araras (1998), mestrado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Estadual de Campinas (2003) e doutorado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Estadual de Campinas (2008). Possui PosDoc - Laboratório de Biologia Molecular Ambiental - CBMEG/UNICAMP. Atualmente é Tecnologista de Desenvolvimento do Instituto de Biologia Molecular do Paraná.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Genética e Biologia Molecular

2004 - 2008

Universidade Estadual de Campinas
Título: Estudo molecular de genes envolvidos em distúrbios de queratinização e perda auditiva
Profa Dra. Edi Lúcia Sartorato. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Genética e Biologia Molecular

2001 - 2003

Universidade Estadual de Campinas
Título: Estudo de mutações no gene GJB3 como causa de deficiência auditiva não-sindrômica,Ano de Obtenção: 2003
Orientador: Profa Dra. Edi Lúcia Sartorato
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: surdez conexina31.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Outro.

Especialização em Capacitação Técnica

2000 - 2001

Universidade Estadual de Campinas
Orientador: Profa Dra. Edi Lúcia Sartorato
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Aperfeiçoamento em Aprimoramento Para Profissionais de Nível Superior

1999 - 2000

Universidade Estadual de Campinas
Ano de finalização: 2000;

Graduação em Biomédicas

1995 - 1998

Centro Universitário Herminio Ometto de Araras
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2008 - 2011

Pós-Doutorado. , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Apoio à Ciência, Tecnologia e Educação, FACTE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica/Especialidade: Biologia Molecular.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Chemical Probe based Open Science. 2014. (Simpósio).

Advanced Topics Genomics and Cell Biology. 2013. (Congresso).

São Paulo School of Advanced Science. 2011. (Outra).

1ª Semana de Pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas.Análise molecular do gene FBLN4 em pacientes com cutis laxa autossômica recessiva tipo II, ?síndrome da pele enrugada? ou gerodermia osteodisplástica. 2007. (Encontro).

I Workshop de Biotecnologia. Seqüenciamento Genômico. 2006. (Congresso).

XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Estudo molecular de genes conexinas relacionados à genodermatoses. 2006. (Congresso).

Programa Ciências e Arte nas Férias.Estudo de mutações em genes mitocondriais em indivíduos portadores de surdez neurossensorial não-sindrômica candidatos ou submetidos a implante coclear. 2005. (Outra).

XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Deletions involving GJB6 gene associated with mutations in the GJB2 gene in subjects with DFNB1 deafness. 2005. (Congresso).

Programa Ciências e Arte nas Férias.Rastreamento neonatal de deficiência auditiva: teste genético. 2004. (Outra).

17o Encontro Internacional de Audiologia. 2002. (Encontro).

47o Congresso Brasileiro de Genética. Molecular study of connexin 31 gene in nonsyndromic hearing impairment. 2001. (Congresso).

II Encontro de Profissionais da Área de Aconselhamento Genético. 2000. (Encontro).

XII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Carrier frequency of the 35delG mutation in Brazilian neonates. 2000. (Congresso).

Disciplina de Genética Molecular - UNIARARAS.Estágio na Disciplina de Genética Molecular - UNIARARAS. 1999. (Outra).

Disciplina de Biologia Molecular - UNIARARAS.Monitoria na Disciplina de Biologia Molecular - UNIARARAS. 1998. (Outra).

Disciplina de Genética Humana - UNIARARAS.Atividade de monitoria em laboratório da Disciplina de Genética Humana - UNIARARAS. 1998. (Outra).

Faculdade Aberta - UNIARARAS.Faculdade Aberta - UNIARARAS. 1998. (Outra).

Disciplina de Genética Molecular - UNIARARAS.Monitoria em Laboratório da Disciplina de Genética Molecular - UNIARARAS. 1997. (Outra).

III Jornada Integrada de Farmácia e Biomedicina. 1996. (Encontro).

II Jornada Integrada de Farmácia e Biomedicina. 1995. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Stella Maris Firmino

BEVILAQUA, D.;Alexandrino, F.; LEAO, V. A.. Biossolubilização da calcopirita na presença de íons cloreto. 2013. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Leonardo Prado Stuchi

Ferraz, LFCAlexandrino, F.; Bertoncin MDS. Identificação e caracterização de genes do sistema de captação de ferro regulados pelo repressor FUR em Klebsiella pneumoniae. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade São Francisco.

Aluno: João Batista Henrique

Ferraz, LFC; Bertoncin MDS;Alexandrino, F.. Identificação e validação de potenciais genes endógenos adequados para análise de PCR em tempo real em Klebsiella pneumoniae. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade São Francisco.

Aluno: Marcelo Sousa Santos

BEVILAQUA, D.; TEIXEIRA, M. C.;Ferraz, LFCAlexandrino, F.; RUIZ, M.. Interação Galvânica nos Processos Minerais. 2011. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: José Luiz Rosenberis Cunha Jr

Mello MP; Paulino LC; AZZONI AR;ALEXANDRINO, F.; RIBEIRO, M. L.. Análises de mutações e de seus efeitos na expressão do gene SRY em casos de Disgenesia Gonadal XY. 2010. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Paulo Maurício do Amor Divido Miranda

SARTORATO, E. L.OLIVEIRA, C. A.; MELO, M. B.; RIBEIRO, M. L.;ALEXANDRINO, F.. Estudo molecular da neuropatia óptica hereditária de Leber em pacientes brasileiros. 2010. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Diana Marcela Ossa Henao

BEVILAQUA, D.; BERTOLINI, M. C.;Ferraz, LFCALEXANDRINO, F.; RULLER, R.. Estudo de genes envolvidos no processo de adesão de Acidithiobacillus ferrooxidans com calcopirita.. 2010. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Rogério Marins Alves

MORELLE, C. V. M.;Alexandrino, F.; MELO, M. B.. Otimização de rastreamento simultâneo das principais mutações mitocondriais envolvidas na surdez neurossensorial não sindrômica usando espectrometria de massa. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcela Scabello Amaral Fernandes

ARIETA, C. E. L.; CARVALHO, K. M. M.;Alexandrino, F.. Análise comparativa clínica e molecular da neuropatia óptica hereditária de Leber (LHON) em pacientes com neuropatia óptica. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Maria Carolina Costa Melo Svidnicki

Alexandrino, F.; MELO, M. B.;OLIVEIRA, C. A.. Desenvolvimento de painel diagnóstico para rastreamento simultâneo das principais mutações envolvidas na perda auditiva. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Sueli M da Silva Costa

MELO, M. B.;MACIEL GUERRA, A. T.Alexandrino, F.. Estudo de regiões envolvidas na regulação da expressão da conexina 26. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Vanessa de Moraes

MELO, M. B.;MACIEL GUERRA, A. T.Alexandrino, F.. Análise molecular do gene relacionado à Síndrome de Pendred (SLC26A4) em indivíduos com surdez sensorioneural não-sindrômica. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Daniel Zanetti Scherrer

Alexandrino, F.; TORRES, F. R.; VASCONCELLOS, J. F.. Estudo das bases moleculares em cultura de células para cutis laxa autossômica recessiva tipo II. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Caio Augusto Cavenatti

Ferraz, LFCAlexandrino, F.; RIBEIRO, M. L.. Investigação do papel do ferro e do repressor Fur na co-regulação de expressão de genes que codificam fímbrias e cápsulas em Klebsiella peneumoniae. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde) - Universidade São Francisco.

Aluno: Leonardo Prado Stuchi

Ferraz, LFC; Bertoncin MDS;Alexandrino, F.. Identificação e caracterização de genes do sistema de captação de ferro regulados pelo repressor FUR em Klebsiella pneumoniae. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde) - Universidade São Francisco.

Aluno: Matcela Scabello Amaral Fernandes

Lira RPC;Alexandrino, F.; Costa MN. Análise da incidência de mutações primárias para Neuropatia Óptica Hereditária de Leber (LHON) em pacientes com neuropatia óptica e consumo abusivo de tabaco e álcool. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: João Batista Henrique

Ferraz, LFCAlexandrino, F.; Bertoncin MDS. Identificação de genes endógenos adequados para análise de PCR em tempo real em Klebsiella pneumoniae. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde) - Universidade São Francisco.

Mello MP;ALEXANDRINO, F.; AZZONI AR. Análise de mutações e polimorfismos no gene PAX6 em pacientes com aniridia e em controles não relacionados.. 2009. Universidade Estadual de Campinas.

SARTORATO, E. L.; MELO, M. B.;ALEXANDRINO, F.. Estudo molecular da neuropatia óptica de Leber em pacientes brasileiros.. 2009. Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Valeriana Leme de Moura Ribeiro

MOURA-RIBEIRO, M. V. L.. Análise da correlação entre o tono muscular e as funções motoras em crianças com paralisia cerebral tetraparética espástica devido a lesôes hipóxico isquêmicas. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Ana Cláudia Lessinger

LESSINGER, A. C.; Cabral, D. F.; Steiner, C. E.; Sartorato, E. L.. Estudo de mutações no gene GJB3 como causa de deficiência auditiva não sindrômica. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Edi Lúcia Sartorato

SARTORATO, E. L.; MACIEL, Andréa Trevas; MELO, M.; PILOTTO, R. F.;PINA NETO, J. M.. Estudo molecular de genes conexinas relacioandos a genodermatoses. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Rui Fernando Pilotto

Alexandrino, F;PILOTTO, R. F.. Estudo Molecular de Genes Conexias Relacionados a Genodermatoses. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Maricilda Palandi de Mello

DE MELLO, M. P.; Melo, MB; STEINER, C. E.. Estudo Molecular em Pacientes com Neuropatia Auditiva. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Vera Lucia Gil da Silva Lopes

Gil-da-Silva-Lopes, VL. Exame de Qualificação para Mestrado. 2002. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Claudia Vianna Maurer Morelli

SARTORATO, E. L.; PILOTTO, R. F.; PINA NETO, J. M.; GUERRA, A. T. M.; MELO, M B;MAURER-MORELLI, C. V.. Estudo molecular de genes conexinas relacionados a genodermatoses. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Mônica Barbosa de Melo

MELO, Mônica Barbosa de; SARTORATO, E. L.; PILOTTO, RF; PINA NETO, J. M.; GUERRA, ATM. Estudo molecular de genes conexinas relacionados a genodermatoses. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Mônica Barbosa de Melo

MELO, Mônica Barbosa de. Estudo molecular em pacientes com neuropatia auditiva. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Carlos Eduardo Steiner

STEINER, C. E.; CABRAL, D. F.;SARTORATO, E. L.. Estudo de mutações no gene GJB3 como causa de deficiência auditiva neurossensorial não sindrômica. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Carlos Eduardo Steiner

STEINER, C. E.. Qualificação de doutorado. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Maria de Fatima Sonati

SONATI, MF. Exame de Qualificação de Mestrado. 2002. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

Daniela Farias Cabral

CABRAL, D. F.. Estudo de mutações no gene GJB3 como causa de deficiências auditivas não sindrômicas. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

LAURA MARIA MARISCAL OTTOBONI

Engenharia plasmidial e transformação de Acidithiobacillus ferrooxidans; 2011; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Apoio a Ciência Tecnologia e Educação; Laura Maria Mariscal Ottoboni;

Edi Lúcia Sartorato

Estudo de mutações no gene GJB3 como causa da deficiência auditiva neurossensorial não sindrômica; 2003; 80 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edi Lúcia Sartorato;

Edi Lúcia Sartorato

Estudo molecular de genes conexinas relacionados a genodermatoses; 2008; Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edi Lúcia Sartorato;

Edi Lúcia Sartorato

Aplicação das técnicas de biologia molecular no diagnóstico etiológico da deficiência auditiva; 2000; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Edi Lúcia Sartorato;

Luis Gustavo Morello

Bolsista DTI-A: Desenvolvimento de teste molecular para detecção e monitoramento de presença microbiana em concentrados de plaquetas; 2015; Orientação de outra natureza - Instituto de Biologia Molecular do Paraná; Orientador: Luis Gustavo Morello;

Andréa Trevas Maciel-Guerra

Estudo de mutações no gene GJB3 como causa de deficiência auditiva neurossensorial não sindrômica; ; 2003; 0 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Andréa Trevas Maciel-Guerra;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • TASCA RIBEIRO, VICTORIA STADLER ; TUON, FELIPE FRANCISCO ; KRAFT, LETÍCIA ; SUSS, PAULA HANSEN ; WOLLMANN, LUCIANA CRISTINA ; RODERJAN, JOÃO GABRIEL ; BRITO, DIEGO ARMANDO ; ALEXANDRINO, FABIANA ; MALGARIN, JULIANE SOLDI ; MORELLO, LUIS GUSTAVO ; DA COSTA, FRANCISCO DINIZ AFFONSO ; PILLONETTO, MARCELO . Conventional culture method and qPCR using 16S rDNA for tissue bank: a comparison using a model of cardiac tissue contamination. JOURNAL OF MEDICAL MICROBIOLOGY , v. -, p. 1, 2018.

  • Carlos C ; ALEXANDRINO, F. ; Vieira MAM ; STOPPE, N. C. ; Sato MI ; GOMES, T. A. ; Ottoboni, LMM . Prevalence of virulence factors in isolated from healthy animals and water sources in Brazil. Journal of Water and Health , v. 9, p. 138, 2011.

  • Ossa, D.M.H. ; Oliveira, R.R. ; Murakami, M.T. ; Vicentini, R. ; Costa-Filho, A.J. ; ALEXANDRINO, F. ; Ottoboni, L.M.M. ; Garcia, O. . Expression, purification and spectroscopic analysis of an HdrC: An iron sulfur cluster-containing protein from Acidithiobacillus ferrooxidans. Process Biochemistry (1991) , v. 46, p. 1335-1341, 2011.

  • Nivoloni KAB ; de Moraes, VCS ; ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; SARTORATO, E. L. . Newborn hearing screening and genetic testing in 8974 Brazilian neonates. International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology. International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology (Print) , v. 00, p. 00-00, 2010.

  • Ferraz, LFC ; Vincentini R ; FELICIO, A. P. ; RIBEIRO, M. L. ; ALEXANDRINO, F. ; NOVO, M. T. M ; GARCIA JR, O. ; OTTOBONI, L. M. M. . Ferric iron uptake genes are differentially expressed in the presence of copper sulfides in Acidithiobacillus ferrooxidans strain LR. Antonie van Leeuwenhoek (Gedrukt) , p. 00-00, 2010.

  • Ferraz, LFC ; REIS, F. C. ; ALEXANDRINO, F. ; FELICIO, A. P. ; NOVO, M. T. M ; GARCIA JR, O. ; OTTOBONI, L. M. M. . Gene expression modulation by chalcopyrite and bornite in Acidithiobacillus ferrooxidans. Archives of Microbiology , v. 00, p. 00-00, 2010.

  • de Moraes, VCS ; ALEXANDRINO, F. ; ANDRADE, P. B. ; CAMARA, M. ; SARTORATO, E. L. . Study of modifiers factors associated to mitochondrial mutations in individuals with hearing loss.. Biochemical and Biophysical Research Communications (Print) , v. 381, p. 135-300, 2009.

  • ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; MAGALHAES, R. F. ; FLORENCE, M. E. B. ; SOUZA, E. M. ; SARTORATO, E. L. . Connexin mutations in Brazilian patients with deafness and skin disorders. American Journal of Medical Genetics. Part A , v. 149A, p. 681-684, 2009.

  • SCHERRER, D. Z. ; ALEXANDRINO, F. ; SARTORATO, E. L. ; STEINER, C. E. . Type II autosomal recessive cutis laxa, ?wrinkly dkin syndrome? or gerodermia osteodyspasica: report of another patient and molecular studies concerning three candidate genes. American Journal of Medical Genetics. Part A , v. 146, p. 2740-45, 2008.

  • OLIVEIRA, C. A. ; PIMPINATI, C. J. ; ALEXANDRINO, F. ; MAGNA, L. A. ; MACIELGUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Allelic freqencies of the 35delG mutation of the GJB2 gene in different Brazilian regions. Genetic Testing , v. 11, p. 1-3, 2007.

  • OLIVEIRA, C. A. ; ALEXANDRINO, F. ; Christiani TV ; STEINER, C. E. ; Cunha J.L.R. ; MACIEL GUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Molecular genetics study of deafness in Brazil: 8-year experience. American Journal of Medical Genetics. Part A , v. 143, p. 1574-1579, 2007.

  • Christiani TV ; ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; Amantini R.B. ; Bevilacqua M.C. ; Costa Filho O.A. ; Porto P. . Molecular study in Brazilian cochlear implant recipients. American Journal of Medical Genetics. Part A , v. 143, p. 1580-1582, 2007.

  • AUADA,, M. P. ; MB, Puzzi ; ML, Cintra. ; EDUARDO S, C. ; ALEXANDRINO, F. ; RIZZO, W. B. . Sjogren-Larsson syndrome in Brazil is caused by a common c.1108-1G-->C splice-site mutation in the ALDH3A2 gene.. Br J Dermatol., v. 154, n.4, p. 770-773, 2006.

  • ALEXANDRINO, F. ; Marques-de-Faria ; SARTORATO, E. L. ; EDUARDO S, C. . G59S mutation in the GJB2 (connexin 26) gene en a patient with Bart-Pumphrey syndrome. american journal of medical genetics, research letter, v. 136A, n.3, p. 282-284, 2005.

  • Piatto, VB ; Nascimento, E.C ; ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; SARTORATO, E. L. ; Maniglia JV . Molecular genetics of non-syndromic deafness.. revista brasileira de otorrinolaringologia, v. 71, n.2, p. 216-223, 2005.

  • Piatto, VB ; OLIVEIRA, C. A. ; PIMPINATI, C. J. ; ALEXANDRINO, F. . Prospects for genetic hearing loss screening: 35delG mutation tracking in a newborn population. Jornal de pediatria, v. 81, p. 139-142, 2005.

  • REIS, F. C. ; EDUARDO S, C. ; Norato DYJ ; Cavalcanti DP ; ALEXANDRINO, F. . Molecular findings in Brazilian patients with osteogenesis imperfecta. journal of applied genetics, v. 46, n.1, p. 105-108, 2005.

  • ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; REIS, F. C. ; MACIEL GUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Screening for mutations in the GJB3 gene in Brazilian patients with non-syndromic deafness.. Journal Of Applied Genetics, v. 45, p. 249-254, 2004.

  • 2004 ALEXANDRINO, F. ; ABE-SANDES, K. ; SILVA JR, W. A. ; MAGNA, L. A. ; MACIELGUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Frequency of 35delG mutation in the GJB2 gene in samples of Caucasians, Asians and Africans Brazilians. Human Biology , v. 76, n.2, p. 313-316, 2004.

  • SCHERRER, D. Z. ; ALEXANDRINO, F. ; SARTORATO, E. L. ; STEINER, C. E. . Molecular analysis of fibulin-4 gene in patient with type II autosomal recessive cutis laxa, ?wrinkly dkin syndrome? or gerodermia osteodyspasica. In: IXX Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2007, Rio de Janeiro. 3rd international conference on birth defects and disabilities in the developing world, 2007. p. 53.

  • SCHERRER, D. Z. ; ALEXANDRINO, F. ; SARTORATO, E. L. ; STEINER, C. E. . Estudos com genes candidatos para cutis laxa autossômica recessiva tipo II, "síndrome da pele enrugada" ou gerodermia osteodisplástica. In: XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2006, Guarujá. XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. p. 42.

  • ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; STEINER, C. E. ; MAGALHAES, R. F. ; SOUZA, E. M. ; SARTORATO, E. L. . Estudo molecular de genes conexinas relacionados à genodermatoses. In: XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2006, Guarujá. XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. p. 72.

  • de Moraes, VCS ; ANDRADE, P. B. ; BERGMANN, J. ; ALEXANDRINO, F. ; MACIEL GUERRA, A. T. . Estudo de genes moduladores associados a mutações em genes mitocondriais em indivíduos com surdez não-sindrômica. In: XX Congresso Brasileiro de Genética Médica, 2008, Gramado. XX Congresso Brasileiro de Genética Médica, 2008.

  • de Moraes, VCS ; BERGMANN, J. ; ANDRADE, P. B. ; MACIELGUERRA, A. T. ; ALEXANDRINO, F. . Fatores modificadores da manifestação fenotípica de mutações mitocondriais em indivíduos com surdez não-sindrômica. IX Simpósio Nacional de Biologia Molecular Aplicada à Medicina. In: IX Simpósio Nacional de Biologia Molecular Aplicada à Medicina, 2008, São Paulo. Sociedade Brasileira de Genética, 2008.

  • ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; Christiani TV ; Cunha J.L.R. ; MACIEL GUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Genetic deafness in Brazil: 1998-2007. In: IXX Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2007, Rio de Janeiro. 3rd international conference on birth defects and disabilities in the developing world, 2007. p. 48.

  • Christiani TV ; ALEXANDRINO, F. ; ANDRADE, P. B. ; SARTORATO, E. L. . Mitochondrial mutations in non-syndromic and age-reolated deafness. In: IXX Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2007, Rio de Janeiro. 3rd international conference on birth defects and disabilities in the developing world, 2007. p. 47.

  • FLORENCE, M. E. B. ; ALEXANDRINO, F. ; MAGALHAES, R. F. . Mutação no gene da conexina X eritroqueratodermia simétrica progressiva. In: 61º Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia, 2006, Curitiba. Sociedade Brasileira de Dermatologia, 2006.

  • OLIVEIRA, C. A. ; PIMPINATI, C. J. ; ALEXANDRINO, F. ; MACIEL GUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Neonatal hearing screening versus 35delG mutation.. In: XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2005, Curitiba. CDR do XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica - 2005, 2005.

  • OLIVEIRA, C. A. ; MACIELGUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Deletions involving GJB6 gene associated with mutations in the GJB2 gene in subjects with DFNB1 deafness. In: XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2005, Curitiba. CDR XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica - 2005, 2005.

  • AUADA,, M. P. ; EDUARDO S, C. ; ALEXANDRINO, F. ; SARTORATO, E. L. ; RIZZO, W. B. . Sjögren-Larson syndrome in Brazil caused by a common splice-site mutation in ADLH3A2 gene. XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. In: XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica, 2005, Curitiba. CDR XVII Congresso Brasileiro de Genética Clínica - 2005, 2005.

  • ALEXANDRINO, F. ; OLIVEIRA, C. A. ; REIS, F. C. ; MACIEL GUERRA, A. T. ; SARTORATO, E. L. . Screening for mutations in connexin 31 gene in brazilian patients with nonsyndromic deafness.. In: 49o Congresso Nacional de Genética, 2003, Águas de LIndóia, 2003.

  • REIS, F. C. ; OLIVEIRA, C. A. ; SARTORATO, E. L. . COL1A1 mutation analysis in brazilian patients with osteogenesis imperfecta. In: 49o Congresso Nacional de Genética, 2003, Águas de Lindóia. Genetics and Molecular Biology, São Paulo - SP Sociedade Brasileira de Genética, 2003. v. 23. p. 53-53.

  • Cavalcanti DP ; ALEXANDRINO, F. . Molecular study of osteogenesis imperfecta in Brazilian patients. In: 54th Annual Meeting of American Society of Human Genetics, 2003, Toronto. The Americar Society of Human Genetics, 2003.

  • MACIEL GUERRA, A. T. ; ALEXANDRINO, F. . Importância da triagem auditiva genética neonatal em diferentes regiões do Brasil. In: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia Neonatal, 2003, São Paulo. Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia Neonatal, 2003.

  • Christiani TV ; ALEXANDRINO, F. . . Deleção del(GJB2-D13S1830) como segunda causa principal de surdez de origem genética. In: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia Neonatal, 2003, São Paulo. Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia Neonatal, 2003.

  • SARTORATO, E. L. ; OLIVEIRA, C. A. ; MACIEL GUERRA, A. T. . Clinical heterogeneity in a family with M34T variant in the GJB2 gene.. In: EUROPEAN HUMAN GENETICS CONFERENCE 2002, 2002, Strasbourg. European Journal of Human Genetics, 2002. v. 10. p. 248-248.

  • ALEXANDRINO, F. . Molecular study of connexin 31 gene in nonsyndromic hearing impairment.. In: 47o Congresso Nacional de Genética, 2001, Águas de Lindóia. Genetics and Molecular Biology, 2001.

  • SARTORATO, E. L. ; OLIVEIRA, C. A. ; MACIEL GUERRA, A. T. . Defness resulting from mutations in the GJB2 (connexin26) gene in Brazilian patients.. In: The American Society of Human Genetics, 2000, Philadelphia, Pennsylvania. The American Journal of Humana Genetics, 2000. v. 67. p. 2057-2057.

  • Ottoboni, LMM ; ALEXANDRINO, F. ; Christ, AP . Microbiologia Ambiental 2009 (Apoio didático a disciplina de pós-graduação NG110 (Tópicos especiais em Genética) - Microbiologia).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ALEXANDRINO, F. . Sequenciamento Genômico. 2006. (Palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2009 - 2011

    Engenharia plasmideal e transformação de Acidithiobacillus ferrooxidans, Descrição: A bactéria acidofílica Acidithiobacillus ferrooxidans, em consórcio com outras bactérias, possui uma importante aplicação como agente biolixiviador de metais existentes em minérios de interesse econômico. Todos os processos biológicos desempenhados por ela dependem da atividade de oxidação do ferro. Sendo assim, uma perspectiva bastante promissora para a utilização desta bactéria seria aumentar a atividade de oxidação realizada por ela e, consequentemente, tornar mais efetivo o processo de biolixiviação de metais. Para tanto, uma alternativa plausível seria a utilização de ferramentas de manipulação genética, capazes de tornar a bactéria mais eficiente em relação à atividade biolixiviante.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Christ - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Integrante / Oswaldo Garcia Jr - Coordenador / Diana Marcela Ossa - Integrante., Financiador(es): Companhia Vale do Rio Doce - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Estudo de genes moduladores associados a mutações em genes mitocondriais em indivíduos com surdez não sindrômica, Descrição: Atualmente acredita-se que o background genético do indivíduo e a associação ao uso de ototóxicos podem predispor indivíduos à surdez. De fato, o uso de medicamentos aminoglicosídeos somado a mutações em genes mitocondriais com eventual associação a genes moduladores nucleares estão intimamente relacionados à modulação da expressividade e penetrância da surdez. O presente projeto tem como objetivo o estudo das mutações em genes mitocondriais, genes moduladores nucleares e suas interações com o uso de antibióticos aminoglicosídeos e/ou drogas ototóxicas. As correlações fenótipo/genótipo poderão fornecer informações importantes a respeito dos mecanismos fisiopatológicos da perda auditiva relacionada a mutações em genes mitocondriais, bem como poderá trazer benefícios ao indivíduo ouvinte submetido ao tratamento com drogas ototóxicas, aos indivíduos já afetados e seus familiares.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Camila Andrea de Oliveira - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador / Vanessa de Moraes - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2006 - 2008

    Estudos com genes candidatos para Cutis Laxa autossômica recessiva tipo II (Cutis laxa com défict de crescimentos e desenvolvimento), Descrição: Cutis laxa é o nome dado a um grupo heterogêneo de distúrbios da pele, podendo ser adquirida ou congênita. As formas geneticamente determinadas apresentam heterogeneidade genética, seguindo herança autossômica dominante, autossômica recessiva e ligada ao X. Dentre as formas autossômicas recessivas, recentemente sugeriu-se que o tipo II ou cutis laxa com déficit de crescimento e de desenvolvimento seja a mesma entidade descrita também com as denominações de "síndrome da pele enrugada" e gerodermia osteodisplástica. Tal confusão quanto é nomenclatura é, em parte, causada pela desconhecimento de suas bases biológicas. Dados recentes da literatura definiram que algumas formas de cutis laxa são decorrentes de alterações da lisil oxidase, codificada pelo gene LOX no cromossomo 5. Por outro lado, recentemente se definiu que a cutis laxa autossômica recessiva tipo I é causada por mutações no gene FBLN5, no cromossomo 14. Deste modo, tais genes mostram-se como genes candidatos para a cutis laxa autossômica recessiva tipo II. O presente estudo visa estudar duas famílias não aparentadas com quadro típico de cutis laxa autossômica recessiva tipo II, "síndrome da pele enrugada" ou gerodermia osteodisplástica para mutações nos genes LOX e FBLN5. Para tanto, serão colhidas amostras de sangue (para obtenção de DNA genômico a partir de linfócitos do sangue periférico) e de pele (para obtenção de RNA a partir de fibroblastos) para estudos desses genes, seguindo metodologia baseada na literatura pertinente. Objetiva-se confirmar que um desses genes seja responsável pela doença ou descartar ambos como relacionados à mesma. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador / Daniel Z. Scherrer - Integrante / Carlos E. Steiner - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2005 - 2008

    Análise molecular de genes conexinas em pacientes com genodermatoses, Descrição: As vias de comunicação das conexinas estão implicadas na regulação do crescimento, migração e diferenciação celular, funções que contribuem para disfunções nos tecidos ectodérmicos observados nas genodermatoses. Diferentes padrões de expressão dos genes de conexinas podem refletir no grau e extensão da doença. Considerando que outras conexinas não conseguem compensar a perda da função de uma conexina alterada, acredita-se que exista uma interação gênica entre as conexinas que estão se expressando no tecido ectodérmico que possam modular o fenótipo ou manter o estado normal da epiderme. Dessa forma, a análise molecular dos genes GJB2, GJB3, GJB6 e GJA1 em pacientes previamente avaliados clinicamente com diferentes genodermatoses poderá contribuir não só para o conhecimento geral nessa área, mas também atuar em nível individual na investigação diagnóstica e no aconselhamento genético.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Camila Andrea de Oliveira - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2004 - 2006

    Estudo molecular da síndrome de Sjogren-Larsson, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador / Mariam Patrícia Auada, - Integrante / Carlos E. Steiner - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2005

    Incidência de mutações em genes responsáveis pela deficiência auditiva e correlação da performance da fala em indivíduos submetidos ao implante coclear, Descrição: A deficiência auditiva neurossensorial está presente em cerca de 1 em cada 1000 crianças, e em muitos casos é difícil estabelecer sua origem. A incorporação de métodos moleculares rápidos e precisos, assim como estudos epidemiológicos da prevalência de determinadas mutações, devem tornar a investigação e o desenvolvimento de pesquisas nessa área mais direcionada e homogênea com relação aos mecanismos envolvidos em distintas formas de surdez. A avaliação dos pacientes candidatos ao implante coclear é realizada por uma equipe multidisciplinar e considera tanto os fatores audiológicos como psicológicos e sociais do pacientes e sua família. Assim este projeto tem como objetivos principais averiguar a incidência de surdez genética nos indivíduos que tiveram a surdez diagnosticada supostamente como idiopática, a fim de esclarecer a etiologia, para aconselhamento genético e orientação familiar e correlacionar dos parâmetros que influenciam a uma melhor performance da fala em indivíduos adultos com implante coclear.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Camila Andrea de Oliveira - Integrante / Andrea Trevas Maciel Guerra - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador / Thalita Vitachi Christiani - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2001 - 2005

    Determinação da freqüência dos alelos 35delG no gene GJB2 em amostras da população brasileira, Descrição: A deficiência auditiva neurossensorial está presente em cerca de 1 em cada 1000 crianças, e em muitos casos é difícil estabelecer sua origem. Isso se deve a sua grande diversidade etiológica, e também ao fato do ouvido interno ser inacessível a procedimentos diagnósticos discriminantes. Embora não se saiba com exatidão o número de loci envolvidos na surdez com etiologia não esclarecida, é certo que a recente comprovação de que mutações no gene da conexina 26 (GJB2 ou Cx26) estão envolvidas em 80% dos casos de surdez pré-lingual não-sindrômica de herança autossômica recessiva mudou a prática do aconselhamento genético nessa área. Em particular, a mutação 35delG está presente em 70% dos casos em que esse gene está envolvido. Esta mutação tem sido também detectada em casos aparentemente esporádicos de surdez. Quando se considera indivíduos com surdez hereditária e esporádica, freqüência relativa da mutação 35delG tem sido estimada em 40%, sendo assim uma alta freqüência de portadores heterozigotos é esperada. De fato, a freqüência de portadores na Europa em geral foi determinada como 1 em 51 indivíduos. Assim sendo, este projeto tem por objetivo a avaliação da ocorrência da mutação 35delG em amostras da população em geral provenientes de diversas regiões do país. Desse modo, será possível não só contribuir para o conhecimento global nessa área, mas também atuar em nível individual na investigação diagnóstica e no aconselhamento genético. O aconselhamento genético, por sua vez, não deverá ser diretivo nem coercivo, mas sim realizado em moldes estritamente éticos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Camila Andrea de Oliveira - Integrante / Andrea Trevas Maciel Guerra - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador / Carla J. Pimpinati - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2001 - 2003

    Estudo de mutações no gene da conexina 31 como causa da deficiência auditiva neurossensorial não sindrômica, Descrição: A deficiência auditiva neurossensorial está presente em cerca de 1 em cada 1000 crianças, e em muitos casos é difícil estabelecer sua origem. Isso se deve a sua grande diversidade etiológica, e também ao fato do ouvido interno ser inacessível a procedimentos diagnósticos discriminantes. Embora não se saiba com exatidão o número de loci envolvidos na surdez com etiologia não esclarecida, é certo que mutações no gene da conexina 26 (GJB2 ou Cx26) estão envolvidas em 80% dos casos de surdez pré-lingual não-sindrômica de herança autossômica recessiva mudou a prática do aconselhamento genético nessa área. Recentemente, entretanto, observou-se que, outro gene da família de conexinas, GJB3, que codifica a conexina 31 (Cx31), está relacionado como causa de surdez não sindrômica principalmente com padrão de herança autossômico recessivo. Este projeto, portanto, tem como objetivo, o rastreamento de mutações no gene GJB3 em indivíduos com surdez neurossensorial de etiologia não esclarecida, em casos com padrão de herança determinados (recessivo ou dominante) e em casos esporádicos, onde não foram encontradas mutações no gene GJB2, ou onde foram encontradas mutações somente em um dos alelos desse gene. Desse modo, será possível não só contribuir para o conhecimento global nessa área, mas também atuar em nível individual na investigação diagnóstica e no aconselhamento genético.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Camila Andrea de Oliveira - Integrante / Andrea Trevas Maciel Guerra - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2000 - 2010

    Aplicações de técnicas de biologia molecular no diagnóstico etiológico da deficiência auditiva, Descrição: O fenótipo da surdez é facilmente reconhecido nos seres humanos, entretanto, em muitos casos a etiologia é desconhecida. Embora algumas causas congênitas possam ser diagnosticadas como resultado de infecção pré-natal (rubéola), drogas durante a gravidez (talidomida), entre outras. A surdez pré-lingual não-sindrômica afeta um em 1000 nascimentos sendo 60% dos casos de origem genética. Assim, este trabalho tem por objetivo avaliar a ocorrência da mutação 35delG em indivíduos com surdez de etiologia não esclarecida e na população geral, assim como, determinar as causas moleculares envolvidas em famílias com padrões de herança determinados, ou mesmo que apresentem consangüinidade. O rastreamento de genes envolvidos na surdez não-sindrômica, facilita o diagnóstico, aconselhamento genético e rastreamento das causas de surdez esporádicas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Camila Andrea de Oliveira - Integrante / Andrea Trevas Maciel Guerra - Integrante / Edi Lucia Sartorato - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Caracterização por pirosequenciamento da microbiota de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo, Descrição: Estudos têm demonstrado a importância da microbiota associada aos corais na resistência a doenças e estresses. Apesar de não existirem recifes de corais no litoral do Estado de São Paulo, duas espécies de corais escleractíneos (ou corais-pétreos), formadores de recifes, são encontradas na forma de colônias isoladas. Estas duas espécies, Mussismilia hispida e Madracis decactis, são importantes na manutenção do equilíbrio da fauna bentônica no estado. Não existe nenhum estudo de comunidade microbiana destas espécies no Estado de São Paulo. Sendo assim, o objetivo deste projeto é caracterizar a microbiota associada ao muco de corais escleractíneos do litoral do Estado de São Paulo por pirosequenciamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Fabiana Alexandrino - Integrante / Laura M. M. Ottoboni - Coordenador / Camila Carlos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2006

Melhor artigo original publicado no Jornal de Pediatria durante o ano de 2005., Academia Brasileira de Pediatria..

2002

1o Lugar do II Prêmio Mostra PUC-Rio, PUC.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Instituto de Biologia Molecular do Paraná

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Tecnologista de Desenvolvimento Tecnológico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2014 - 2015

Unigen Tecnologia do DNA

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenadora Técnica, Regime: Dedicação exclusiva.

2011 - 2014

Exxtend Biotecnologia

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenação Técnica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2004 - 2008

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: Bolsista Doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Desenvolvimento da tese de Doutorado e atividades relacionadas com Biologia Molecular

2001 - 2003

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de Mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Dissertação de Mestrado e atividades práticas em biologia molecular

2000 - 2001

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de Capacitação Técnica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Técnicas de Biologia Molecular

1999 - 2000

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de Aprimoramento, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Técnicas de Biologia Molecular e Citogenética