Maurício Novaes Souza

Capixaba de Castelo, Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Viçosa (1981), Mestre em Recuperação de Áreas Degradadas, Avaliação de Impactos Ambientais, Economia e Gestão Ambiental pela Universidade Federal de Viçosa (2004) e Doutor em Engenharia de Água e Solos pelo Departamento de Engenharia Agrícola e Ambiental da Universidade Federal de Viçosa (2008). É Professor Efetivo do Instituto Federal do Espírito Santo campus de Alegre. Tem experiência na área de Recuperação de Áreas Degradadas, Manejo de Bacias Hidrográficas, Saneamento e Planejamento Ambiental, Agrometeorologia,Economia Ambiental, Elaboração e Avaliação de Projetos Sociais e Ambientais, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento, conservação, recuperação, manejo e gestão. Foi Coordenador durante 9 anos dos cursos Técnico Meio Ambiente Presencial e em EAD e da Pós-graduação em Agroecologia do IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Diretor Geral dos Institutos Federais campus de Araçuaí e São João del-Rei, Conselheiro do COPAM (Conselho de Política Ambiental de Minas Gerais), co-fundador do CIEA (Centro Interministerial de Educação Ambiental), Assesor da Câmara de Recursos Naturais, Ciências e Tecnologias Ambientais da FAPEMIG (Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais), Conselheiro Técnico da Agência Delegatária da Baía da Ilha Grande, Conselheiro do CODEMA (Conselho Muncipal de Meio Ambiente), Perito da Promotoria do Ministério Público de Minas Gerais; e Membro do Comitê de Coordenação do Plano Municipal de Saneamento Básico do município de Rio Pomba.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia Agrícola

2004 - 2008

Universidade Federal de Viçosa
Título: Dinâmica do Uso dos Recursos Hídricos nas Bacias do Ribeirão Entre Ribeiros e do Rio Preto, afluentes do rio Paracatu
Everardo Chartuni Mantovani. Palavras-chave: Gestão Ambiental; manejo da irrigação; Recursos Hídricos; Dinâmica de Sistemas; Programa STELLA.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola / Subárea: Engenharia de Água e Solo. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Recursos Hídricos. Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.

Mestrado em Impactos Ambientais e Recup de Áreas Degradadas

2002 - 2004

Universidade Federal de Viçosa
Título: Degradação e Recuperação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável,Ano de Obtenção: 2004
James Jackson Griffith.Palavras-chave: Gestão Ambiental; Recuperação de pastagens; Impactos Ambientais; Recuperação de Nascentes; Ecologia; Recuperação de Áreas Degradadas. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza / Especialidade: Conservação de Áreas Silvestres. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza / Especialidade: Conservação de Bacias Hidrográficas. Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Desenvolvimento Rural.

Graduação em Engenharia Agronômica

1977 - 1981

Universidade Federal de Viçosa

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Oficina de Reciclagem sobre o ambiente virtual de aprendizagem para profess. (Carga horária: 8h). , IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba, IF SUDESTE MG, Brasil.

2013 - 2013

Oficina Capacitação Comitês Bacias Hidrográficas. (Carga horária: 15h). , Prefeitura Municipal de Rio Pomba, PMRP, Brasil.

2013 - 2013

Expedição Oceanog NATUREZA VIVA P N Fernando Noron. (Carga horária: 4h). , Projeto NAVI, NAVI, Brasil.

2013 - 2013

1a Conferência Municipal Saneamento Básico. (Carga horária: 5h). , Prefeitura Municipal de Rio Pomba, PMRP, Brasil.

2012 - 2012

Moodle para professores e tutores. (Carga horária: 20h). , Techspot web agency, TECHSPOT, Brasil.

2012 - 2012

Meio Ambiente - Poluição e reciclagem. (Carga horária: 2h). , Buzzero.com, BUZZERO, Brasil.

2012 - 2012

Como elaborar e desenvolver projetos sociais. (Carga horária: 30h). , Cresça Brasil, CRESÇA BRASIL, Brasil.

2012 - 2012

Treinamento Web Conferência para professores e tutores. (Carga horária: 20h). , IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba, IF SUDESTE MG, Brasil.

2011 - 2011

Água: a importância da utilização correta da água. (Carga horária: 80h). , Buzzero.com, BUZZERO, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Recuperação de Areas Degradadas.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Impactos Ambientais.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Sistema de Gestão Ambiental.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Ecologia.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Cafeicultura.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Viveiricultura.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Visita técnica ao Sítio Santa Rita, Pedra Menina. 2018. (Outro).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos socioambientais. 2016. (Outro).

SOUZA, M. N. . IV Jornadas Iberoamericanas Recursos Humanos y Responsabilidade Social Corporativa. 2015. (Congresso).

SOUZA, M. N. . Fórum Regional de Educação Ambiental. 2014. (Outro).

SILVA, M. A. A. ; SOUZA, M. N. . III Aula inaugural do campus São João del-Rei. 2011. (Outro).

SOUZA, M. N. . II Simpósio Nacional sobre Produção Animal e Ambiente. 2010. (Congresso).

SILVA, M. A. A. ; SOUZA, M. N. . Aula inaugural do campus São João del-Rei. 2010. (Outro).

SILVA, M. A. A. ; SOUZA, M. N. . II Aula Inaugural do campus São João del-Rei. 2010. (Outro).

SOUZA, M. N. . VI Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente do CEFET-RP. 2009. (Outro).

SOUZA, M. N. . V Semana do Meio Ambiente. 2009. (Outro).

FURTADO, F. ; SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . Concurso para professores do IF São João del-Rei. 2009. (Concurso).

SOUZA, M. N. . Estágio Pico da Bandeira. 2009. (Outro).

SOUZA, M. N. ; BRAGA, S. P. . Estágio complementar para alunos de Meio Ambiente e Agroecologia. 2009. (Outro).

SOUZA, M. N. . Intercâmbio cultural-sócio-ambiental - programa de estágio CEFET-ELETRONUCLEAR-IACV. 2009. (Outro).

MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SOUZA, M. N. . MANEJO DA IRRIGAÇÃO - IRRIGA. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. ; PEIXOTO, S. . Intercâmbio cultural-sócio-ambiental - programa de estágio CEFET-ELETRONUCLEAR-IACV. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . VIII Viagem Técnica ao Parque Estadual do Ibitipoca. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . IX Viagem Técnica ao Parque Estadual do Ibitipoca. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . V Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente do CEFET-RP. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . Estágio ELETRONUCLEAR. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem ao COMBIO e Parque Estadual do Rola Moça. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . Estágio no Ibitipoca. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . Estágio no Ibitipoca. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . Estágio Ibitipoca 8. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. ; FONTANETTI ; FURTADO, A. F. ; GONÇALVES, F. C. . Semana Técnica. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. ; FERNANDES, A. F. ; FURTADO, A. F. . VI Semana Técnica. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. ; FERNANDES, A. F. ; FONTANETTI ; FURTADO, A. F. ; GARCIA, C. P. ; REIS, B. E. . VI Seman Técnica e II mostra cultura e arte. 2008. (Exposição).

SOUZA, M. N. . III Semana Técnica e V Ciclo de Palestras do meio ambiente. 2008. (Outro).

ANTUNES, N. C. ; BARELLA, T. P. ; BARREIRA, T. F. ; CAMPOS, S. A. ; COELHO, S. P. ; COSTA, A. T. ; SOUZA, M. N. ; OLIVEIRA, R. F. . I Fórum de Agroecologia. 2008. (Outro).

SOUZA, M. N. . Ciclo de palestras do curso Técnico em Meio Ambiente. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica Angra-Parati. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica PARQUE ESTADUAL IBITIPOCA. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica PARQUE ESTADUAL IBITIPOCA - AGRONEGÓCIO. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. ; PEIXOTO, S. . II INTERCÂMBIO SÓCIO-AMBIENTAL. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. . SEMINÁRIO DE MEIO AMBIENTE. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. ; PETRA, G. . IV Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente do CEFET-RP. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. ; FERNANDES, A. F. ; FURTADO, A. F. ; GARCIA, C. P. ; LANDIM, F. ; MIRANDA, C. ; REIS, B. E. ; SILVA, R. R. . I Mostra Cultural. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. ; REIS, E. . I INTERCÂMBIO SÓCIO-AMBIENTAL CEFET/CIEP. 2007. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica Angra-Parati. 2006. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica PARQUE ESTADUAL IBITIPOCA. 2006. (Outro).

SOUZA, M. N. ; VIDIGAL . III Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente do CEFET-RP. 2006. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica Angra-Parati. 2005. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica PARQUE ESTADUAL IBITIPOCA. 2005. (Outro).

MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SOUZA, M. N. . MANEJO DA IRRIGAÇÃO - IRRIGA. 2005. (Outro).

SOUZA, M. N. ; RESENDE, A. . II Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente do CEFET-RP. 2005. (Outro).

SOUZA, M. N. . Viagem Técnica Angra-Parati. 2004. (Outro).

MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SOUZA, M. N. . CURSO IRRIGA DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO. 2004. (Outro).

SOUZA, M. N. ; RESENDE, A. . I Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente do CEFET-RP. 2004. (Outro).

SOUZA, M. N. ; FERNANDES, A. F. ; FURTADO, A. F. ; GONÇALVES, F. C. ; REIS, B. E. ; VIDIGAL . II mostra cultura E ARTE. 2000. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Círculo de Palestras do Ifes campus Alegre.Tendência do Agronegócio no Brasil e no Mundo: Agricultura Familiar e Agroecologia. 2019. (Outra).

Encontro Anual de Agroecologia.EFEITO DE ADUBOS VERDES EM CONSÓRCIO COM CAFEEIRO E SUA VIABILIDADE ECONÔMICA. 2019. (Encontro).

I Semana da Família Rural do Ifes Centro-Serrano.Desafios e Tendências do Agronegócio. 2019. (Simpósio).

VI Congresso Online - Agronomia. EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PLÂNTULAS DE Coffea Arábica E CoffeaCanephora EM DIFERENTES SUBSTRATOS ALTERNATIVOS. 2018. (Congresso).

XII Simpósio de Cafés das Matas de Minas de Manhuaçu. 2018. (Simpósio).

II Encontro de Educadores Ambientais do IFES. 2017. (Encontro).

II Simpósio Capixaba de Ciências Biológicas.Produção orgânica de mudas do quiabeiro. 2017. (Simpósio).

XXI Simpósio sobre cafeicultura das matas de minas. 2017. (Simpósio).

I Seminário da Cafeicultura do Sul do Espírito Santo.Cafeicultura sustentável. 2016. (Seminário).

I Seminário da Cafeicultura do Sul do Espírito Santo.Cafeicultura sustentável. 2016. (Seminário).

XXVII SEAGRO-CCAE-UFES.Métodos físicos de conservação de água no solo. 2016. (Simpósio).

XXVII Semana agronômica do CCAE/UFES.Métodos físicos de conservação de água no solo. 2016. (Encontro).

XXVII Semana agronômica do CCAE/UFES.Métodos físicos de conservação de água no solo. 2016. (Encontro).

CONMAS. 2015. (Congresso).

FOREA - Interatividade sócio-ambiental - Lima Duarte.Recuperação e Conservação de NASCENTES: Manejo de Bacias Hidrográficas e a Produção de Água. 2015. (Simpósio).

II Congresso Nacional do Meio Ambiente e Sustentabilidade - CONMAS.. 2015. (Congresso).

IV Jornadas Iberoamericanas Recursos Humanos y Responsabilidade Social Corporativa. O direito ao ambiental salubre e a política nacional de resíduos sólidos no município de Tocantins, MG. 2015. (Congresso).

IV Jornadas Iberoamericanas Recursos Humanos y Responsabilidade Social Corporativa. Análise da implantação da disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos no município de Rio Pomba, MG. 2015. (Congresso).

Oficina de Reciclagem sobre o ambiente virtual de aprendizagem para profess. 2015. (Oficina).

Planejamento participativo para construção do plano de atividades do CBH-BIG para 2015 e 19a reunião plenária ordinária do CBH-BIG.Atuação da FADUC. 2015. (Oficina).

VIII Simpósio de Ciência, Inovação & Tecnologia ? IF Sudeste MG - Campus Rio Pomba.Elaboração e avaliação de projetos socioambientais. 2015. (Simpósio).

1a Semana de Prevenção de acidentes e educação ambiental da IMBEL.Questões ambientais no Brasil e no Mundo - Tendências. 2014. (Encontro).

Congresso Latinoamericano de botânica. Recuperação de uma APP na zona da Mata de Minas Gerais: avaliação da sobrevivência de mudas de espécies nativas. 2014. (Congresso).

Congresso nacional de botânica. Recuperação de uma APP na zona da Mata de Minas Gerais: avaliação da sobrevivência de mudas de espécies nativas. 2014. (Congresso).

Congresso Nacional de Meio Ambiente e Sustentabilidade. 2014. (Congresso).

Encontro regional de botânicos.Recuperação de uma APP na zona da Mata de Minas Gerais: avaliação da sobrevivência de mudas de espécies nativas. 2014. (Encontro).

Fórum Regional de Educação Ambiental.Recuperação de Áreas Degradadas. 2014. (Oficina).

Fórum Regional de Educação Ambiental do entorno do Parque Estadual do Ibitipoca.Produção e conservação de águas em propriedades rurais. 2014. (Simpósio).

I Encontro dos Técnicos Agrícolas da Zona da mata mineira.As ações oficiais de fisclização e a gestão da propriedade rural. 2014. (Encontro).

I Feira de Literatura de Castelo. Livros diversos. 2014. (Feira).

Sustainability in Progress: The case of one handred thousand strong in the Americas in Minas Gerais.Gestão de Recursos Hídricos e Recuperação de Áreas Degradadas. 2014. (Oficina).

V Fórum Florestal. 2014. (Encontro).

VIII Encontro Nacional dos Técnicos Agrícolas.As ações oficiais de fisclização e a gestão da propriedade rural. 2014. (Encontro).

XII Semana Acadêmica de Engenharia Agrícola e Ambiental.A Reinvenção do Meio Rural: A Tecnologia como Protagonista. 2014. (Simpósio).

XII Semana Acadêmica de Engenharia Agrícola e Ambiental da UFV.A Reinvenção do Meio Rural: A Tecnologia como Protagonista. 2014. (Simpósio).

1a Semana PET de Ciências Agrárias.O agricultor produtor de água. 2013. (Oficina).

Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande.Eleição da presidência do Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande. 2013. (Outra).

CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação. 2013. (Congresso).

II Congresso Internacional de Agricultura Sustentável. Painel. 2013. (Congresso).

IV Forum de Florestas do IF Sudeste de MInas campus Rio Pomba.Gestão de Recursos Hídricos. 2013. (Outra).

IV Fórum Florestal.Gestão de Recursos Hídricos. 2013. (Oficina).

Marina Silva no IETEC. 2013. (Encontro).

Plano de contingência para o rio Paraíba do Sul. 2013. (Oficina).

V Simpósio Brasileiro de Agricultura Sustentável.Painel. 2013. (Simpósio).

Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande.Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande. 2012. (Encontro).

Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande.Manejo de recursos hídricos. 2012. (Encontro).

Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande.Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande. 2012. (Encontro).

Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande.Assinatura de convênio para administrar o Comitê de Bacias Hidrográficas da Baía da Ilha Grande. 2012. (Outra).

FOREA 2012 - Fórum regional de educação ambiental.Preservação e revitalização de nascentes. 2012. (Simpósio).

III Semana Multidisciplinar FUPAC/UNIPAC UBÁ.Questões ambientais no Brasil e no Mundo - Tendências. 2012. (Oficina).

II Semana PROEJA.Questões ambientais no Brasil e no Mundo. 2012. (Encontro).

SUSTENTABILIDADE EM CADEIAS DE PRODUÇÃO DE ALIMENTOS E BIOENERGIA: SOLUÇÕES INOVADORAS.Produção de biodisel na agricultura familiar: desafios e perspectivas. 2012. (Oficina).

Treinamento Web Conferência para Professores e Tutores.Participante. 2012. (Outra).

VII Congresso Brasileiro de Agroecologia.. Poster. 2011. (Congresso).

58a Reunião COPAM.PCHS, urbanização e seus impactos ambientais. 2010. (Encontro).

59a reunião ordinária do COPAM.QUESTÕES AMBIENTAIS E O COPAM. 2010. (Outra).

60a reunião COPAM.O COPAM e o papel dos conselheiros. 2010. (Outra).

61a COPAM - reunião extraordinária.O papel dos conselheiros do COPAM. 2010. (Outra).

62a COPAM - Reunião ordinária.O equívoco do licenciamento ambiental no Brasil e em minas Gerais. 2010. (Outra).

63a COPAM - reunião ordinária.Aterro Sanitário e Hidrelétricas. 2010. (Outra).

64a COPAM.Fontes alternativas de energia. 2010. (Outra).

65a Reunião Ordinária do COPAM.Hidrelétricas e seus impactos. 2010. (Encontro).

66a COPAM.Questões sociais e impactos das PCHs. 2010. (Encontro).

67a COPAM.Rodovias urbanas e seus impactos sobre ecossistemas aquáticos. 2010. (Encontro).

68a COPAM.IMPACTOS ambientais urbanos. 2010. (Encontro).

69a COPAM.Impactos da construção de PCHs. 2010. (Encontro).

Bate-papo ambiental.Taxa de controle e fiscalização ambiental e cadastro técnico federal. 2010. (Outra).

Entrega de placa de inauguração do IF São João.Mérito por direção. 2010. (Encontro).

I Congresso brasileiro de gestão ambiental. Uso da modelagem como ferramenta de gestão; o caso do rio Preto, afluente do rio Paracatu. 2010. (Congresso).

I Congresso brasileiro de gestão ambiental. Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IF SUDESTE MG - campus RIO POMBA. 2010. (Congresso).

I Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental. Uso da modelagem como feramenta de gestão: o caso do rio preto, afluente do rio Paracatu. 2010. (Congresso).

I Congresso sobre planejamento urbano. Mudanças climáticas, Agroecologia e Desenvolvimento sustentável. 2010. (Congresso).

II Encontro de gestão e negócios.GESTAÕ AMBIENTAL. 2010. (Encontro).

III Fórum Regional de Agroecologia. 2010. (Simpósio).

III Seminário de Administração, I Seminário de contabilidade e I Fórumde Desenvolvimento Teritoial Sustentável da UFV / RIO PARANAÍBA.Gestão ambiental como ferramenta para atingir o desenvolvimento sustentável. 2010. (Seminário).

III Simpósio de Ciência, Inovação e tecnologia.Ciência para o Desenvolvimento Sustentável. 2010. (Simpósio).

II Seminário Internacional sobre Revitalização de Rios. 2010. (Seminário).

II Simpósio Nacional sobre proudção animal e ambiente.Perfil Profissional e Técnicas de Recuperação sócio-ambiental de áreas degradadas. 2010. (Simpósio).

Inauguração campus são joão del-rei.Inauguração campus são joão del-rei. 2010. (Outra).

I Semana de Administração.Gestão ambiental no agronegócio. 2010. (Encontro).

I Simpósio de Engenharia Sanitária e Meio Ambienta da Zona da Mata Mineira. 2010. (Simpósio).

MINTER - Abertura.Palestrante. 2010. (Encontro).

Seminário Internacional - Revitalização de Rios.Revitalização de rios. 2010. (Seminário).

VIII Simpósio Nacional sobre Recuperação de Áreas Degradadas - Biomas Brasileiros. 2010. (Simpósio).

VI Semana do Meio Ambiente.Manejo de microbacias hidrográficas. 2010. (Encontro).

XXI Encontro Técnico ACASBPE.Uso racional da água: uma revisão bibliográfica. 2010. (Encontro).

XXi FENASAN - Feira Nacional de Materiais e Equipamentos para Saneamento.Modelagem dos recursos hídricos na bacia do rio preto com o sftware Stella: sanemaento e gestão ambiental. 2010. (Encontro).

XXI FENASAN - Feira Nacional de Materiais e Equipamentos para Saneamento.Avaliação do comportamento hidrológico de bacias hidrográficas em cenários de mudanças climáticas com o uso de modelagem: caso reibeirão entre ribeiros. 2010. (Encontro).

45a COPAM - reunião ordinária.Impactos socioambientais da suinocultura. 2009. (Outra).

46a COPAM - reunião ordinária.Impactos ambientais das PCHs. 2009. (Encontro).

47a REUNIÃO COPAM.O PAPEL DO CONSELHEIRO EM MEIO AMBIENTE. 2009. (Outra).

48a REUNIÃO COPAM.QUESTÕES AMBIENTAIS. 2009. (Outra).

49a REUNIÃO COPAM.Questões ambientais. 2009. (Outra).

50a REUNIÃO COPAM.QUESTÃO AMBIENTAL. 2009. (Outra).

51a REUNIÃO COPAM.IMPACTOS AMBIENTAIS DE HIDRÉLICAS. 2009. (Outra).

52a REUNIÃO COPAM.ATERRO SANITÁRIO E HIDRÉLETRICAS - IMPACTOS AMBIENTAIS. 2009. (Outra).

53a REUNIÃO COPAM.ATERRO SANITÁRIO - JUIZ DE FORA, MG. 2009. (Outra).

54a Reunião do COPAM.QUESTÕES AMBIENTAIS. 2009. (Outra).

55a Reunião COPAM.O Absurdo das PCHs. 2009. (Encontro).

56a Reunião COPAM.Relação dicotômica meio ambiente e economia. 2009. (Encontro).

57a Reunião COPAM.Avaliação ambiental integrada dos aproveitamentos hudrelétricos na bacia do rio Doce. 2009. (Outra).

Câmara de vereadores de Mercês.Impactos Ambientais da mineração de areia em cursos d'água. 2009. (Outra).

Construção de Barraginhas.Barraginhas e a Recuperação de Recursos Hídricos. 2009. (Encontro).

Dia do servidor público: Tema - Escolha ser feliz. 2009. (Encontro).

Elaboração de material didático em educação à distância - V semana de meio ambiente - IFET RIO POMBA. 2009. (Oficina).

Encontro de coordenadores da região sudeste. 2009. (Encontro).

Encontro Regional e-Tec de Coordenadores da Região Sudeste. 2009. (Encontro).

II Fórum de agroecologia. 2009. (Encontro).

III Semana de Geografia da FIC.Estudos de caso ? I) Recuperação de nascentes e áreas de proteção permanente; II) Tratamento de resíduos e geração de biogás.. 2009. (Seminário).

Reunião Ordinária do COPAM ZONA DA MATA.Impactos ambientais das PCHs. 2009. (Outra).

Semana Meio Ambiente de Piraúba, MG.Mudanças Climáticos e os impactos na agricultura. 2009. (Encontro).

V semada do meio ambiente.Crises Econômica, Ambiental e de Percepção. 2009. (Oficina).

V Semana do Meio Ambiente.Crises econômica, ambiental e de percepção. 2009. (Encontro).

1o Fórum de Agroecologia "Agroecologia: da proposta a prática.Recuperação de áreas degradadas. 2008. (Outra).

39a COPAM - reunião ordinária.Princípios básicos para atingir o desenvolvimento sustentável. 2008. (Outra).

40a COPAM - reunião ordinária.Licenciamento Ambiental: procedimentos. 2008. (Outra).

41a COPAM - Reunião ordinária.Desenvolvimento Sustentável. 2008. (Outra).

42a COPAM - reunião ordinária.O licenciamento ambiental no Brasil e em Minas Gerais. 2008. (Outra).

43a COPAM - reunião ordinária.Impactos Ambientais: soluções???. 2008. (Outra).

44a COPAM - reunião ordinária.Avaliação de Impactos Ambientais: o caso das indústrias canavieiras. 2008. (Outra).

Audiência Pública - PCH Pontal.Estudo de Impacto Ambiental e seu RIMA da PCH Pontal. 2008. (Outra).

Ciclo de debates da Agroecologia.Água Virtual. 2008. (Encontro).

Debate sobre o futuro das águas de MG.Recuperação de nascentes. 2008. (Oficina).

II Fórum Regional de Laticínios e I Fórum Regional de Alimentos.O papel do profissional da área de alimentos e sua contribuição para o desenvolvimento sustentável.. 2008. (Outra).

I Seminário de Segurança do Trabalho. 2008. (Seminário).

I Seminário de Silvicultura do Centro nordeste Mineiro.Sustentabilidade socioambiental de empreendimentos florestais. 2008. (Seminário).

I Seminário de Silvicultura do Centro nordeste Mineiro.Manejo e conservação hídrica e do solo e as contribuições da silvicultura. 2008. (Seminário).

Programa de Integração Cultural -sócio-ambiental do Litoral Sul Fluminense.Agricultura orgânica. 2008. (Oficina).

Semana ELETRONUCLEAR do Meio Ambiente.Agricultura Orgânica. 2008. (Oficina).

75 SEMANA DO FAZENDEIRO.RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES. 2007. (Encontro).

FHIDRO.SOS RIO UBÁ. 2007. (Encontro).

Fundo de recuperação, proteção e desenvolvimento sustentável das bacias hidrográficas do estado de Minas Gerais - FHIDRO.SOS RIO UBÁ: disposição dos resíduos sólidos da construção civil. 2007. (Oficina).

I Debate do Instituto Ambiental Sol do Campo.Área de Preservação Permanente e teserva Legal. 2007. (Encontro).

II Semana Acadêmica de Gestão do Agronegócio. 2007. (Simpósio).

II SEMANA TÉCNICA SOBRE MEIO AMBIENTE.EROSÃO: TÉCNICAS DE RECUPERAÇÃO. 2007. (Oficina).

Intercâmbio cultural CEFET-RP/CIEP-RJ dos cursos de meio ambiente e agroecologia.Recuperação e conservação de nascentes e sistemas agroflorestais. 2007. (Encontro).

SEMANA DE MEIO AMBIENTE ELETRONUCLEAR.Mudanças climáticas: impactos sócio-econômicos e ambientais. 2007. (Encontro).

V CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA. 2007. (Congresso).

V SEMANA DE GEOGRAFIA - UNIPAC, BARBACENA.MUDANÇAS CLIMÁTICAS: IMPACTOS AMBIENTAIS E SÓCIOECONÔMICOS E MEDIDAS MITIGADORAS. 2007. (Seminário).

Curso de Capacitação Panorama da Educação Ambiental. 2006. (Oficina).

Estágio na Unidade de Conservação do Saco de Tarituba.Recuperação e Conservação de Áreas Degradadas. 2006. (Oficina).

Fórum de Educação Ambiental - Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental Regional. 2006. (Oficina).

I Seminário Internacional de Mudanças Climáticas e Seus Impactos na Agricultura. 2006. (Seminário).

IV Semana Técnica do CEFET / RP.Manejo de Irrigação. 2006. (Oficina).

IV Semana Técnica do CEFET / RP.Manejo de Irrigação. 2006. (Oficina).

IV Semana Técnica do CEFET / RP.Recuperação e Conservação de Nascentes. 2006. (Oficina).

IV Semana Técnica do CEFET / RP.Recuperação e Conservação de Nascentes. 2006. (Oficina).

Workshop Integração e Desenvolvimento da CIEA. 2006. (Oficina).

Curso de Educação Ambiental e Recuperação de Áreas Degradadas em Ambientes Marinhos. 2005. (Encontro).

Curso Manejo de irrigação: otimização do uso da água e energia utilizando o programa IRRIGA.Curso Manejo de irrigação: otimização do uso da água e energia utilizando o programa IRRIGA. 2005. (Outra).

Defesa de Tese. 2005. (Outra).

Defesa de Tese- Doutorado. 2005. (Outra).

Defesa de Tese - Mestrado. 2005. (Outra).

GESAI.A importância do Manejo da Irrigação na sustentabilidade do agronegócio. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação. Atlas das bacias hidrográficas do Estado de Minas Gerais. 2005. (Congresso).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Irrigação de pastagens pelo sistema de aspersão em malha. 2005. (Oficina).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Irrigação de paisagismo. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Água e o desenvolvimento fenológico do cafeeiro. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Irrigação da cultura da cana-de-açúcar e os principais sistemas utilizados. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Curso de utilização do GPS. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Café: da produção à comercialização. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Aspectos de fertilidade do solo nos projetos de irrigação. 2005. (Outra).

GESAI - Rodadas sobre Irrigação.Outorga do direito de uso da água. 2005. (Outra).

I WORKSHOP do CEFET.Tendências da Agroecologia. 2005. (Outra).

I WORKSHOP do CEFET - Rio Pomba.Tendências Ambientais: Controle Preventivo da Poluição e a Agroecologia. 2005. (Outra).

Legislação da cobrança de água para irrigação. FENICAFÉ - Araguari: NETAFIM. 2005. (Outra).

Manejo de água e fertirrigação do cafeeiro. FENICAFÉ - Araguari: NETAFIM. 2005. (Outra).

Movimento dos atingidos por barragens. 2005. (Outra).

Simpósio de irrigação. 2005. (Outra).

VIII Feira de Irrigação em Café do Brasil. 2005. (Encontro).

VII Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada. 2005. (Simpósio).

X Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura Irrigada no Cerrado. 2005. (Encontro).

Defesa de Tese.Estudo da variabilidade espacial da capacidade de armazenamento de água no solo. Defesa de Tese. 2004. (Outra).

II Seminário do Agronegócio / XVI Seminário Internacional de Política Econômica: competitividade do agronegócio brasileiro em mercados globalizados.II Seminário do Agronegócio / XVI Seminário Internacional de Política Econômica: competitividade do agronegócio brasileiro em mercados globalizados. 2004. (Seminário).

Jornada de Administração.Palestra: Gestão Ambiental Florestal do Setor de Papel e Celulose do Grupo Votorantim. 2004. (Outra).

Semana do Fazendeiro.Tendências do Cooperativismo Agropecuário. 2004. (Encontro).

SEmana do Fazendeiro.Papel dos Vídeocursos na Extensão Rural. 2004. (Encontro).

Semana Técnica.Formação e Recuperação de pastagens em áreas de relevo acidentado e em áreas de topografia suave degradada. 2004. (Encontro).

Semana Técnica.Sistemas de irrigação e seu manejo. 2004. (Outra).

VI Encontro Sobre Produção de Café com Qualidade: efeito da irrigação sobre a qualidade e produtividade do café.VI Encontro Sobre Produção de Café com Qualidade: efeito da irrigação sobre a qualidade e produtividade do café. 2004. (Outra).

WORKSHOP Manejo de irrigação e novas cultivares de gramíneas para pastagens.WORKSHOP Manejo de irrigação e novas cultivares de gramíneas para pastagens. 2004. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Isabel Inácio de Moraes Souza

ARAUJO, E. S.; SIMAO, J. B. P.; ROUWS, J. R. C.;SOUZA, MAURÍCIO N. Aspectos qualitativos de café arábica em cultivo arborizado e a pleno sol na região do Caparaó. 2020. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Agroecologia e Sustentabilidade) - IFES de Alegre.

Aluno: Rebyson Bissaco Guidinelle

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES; RANGEL, O. J. P.; PASSOS, R. R.; BAPTESTINI, J. C. M.. ÁGUA RESIDUÁRIA DE SUINOCULTURA E SISTEMA PLANTIO DIRETO NO DESENVOLVIMENTO DO MILHO PARA PRODUÇÃO DE SILAGEM. 2019. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Cooperativa dos Alunos do IFES Campus de Alegre.

Aluno: Afranio Aguiar de Oliveira

FERRARI, J. L.; AMARAL, A. A.; BENTO, C. S.;SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. PANORAMA ATUAL DA PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E ORNAMENTAÇÃO DE FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS DO MUNICÍPIO DE ALEGRE, ESPÍRITO SANTO. 2019.

Aluno: Maxwel Rodrigues Nascimento

COELHO, F. C.;SOUZA, M. N.. AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO EM SISTEMA ORGÂNICO. 2017. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

Aluno: Silvane de Almeida Campos

LANA, R. P.;SOUZA, M. N.; GALVAO, J. C. C.; ANDRADE, F. M. C.; VELOSO, C. M.. RESÍDUOS AVÍCOLAS NA PRODUÇÃO DE MILHO E QUALIDADE DA SILAGEM. 2015. Dissertação (Mestrado em AGROECOLOGIA) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Thiago Martins da Silva

ROCHA, C. H. B.; MALTA, V. F.;SOUZA, M. N.. Uso da terra e qualidade da água na bacia de contribuição da represa Dr. João Penido, Juiz de Fora, MG. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

Aluno: Alexandre Furtado Fernandes

MELO, F. L. B.;SOUZA, M. N.; MAGALHAES, C. M.;SOUZA, M. N.. Desafios de controle da evasão em curso técnico a distância: um estudo de caso no IF Sudeste MG - Campus Rio Pomba. 2012. Dissertação (Mestrado em Gestão social, educação e desenvolvimento local) - centro universitário UNA.

Aluno: Sílvia Augusta do Nascimento

FERREIRA NETO, J. A.;SOUZA, M. N.; FIUZA, A. L. C.. O mercado de terras e as intervenções públicas na ocupação das áreas periurbanas. 2012. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Mauro César Martins

ROMARCO, M. L.;SOUZA, M. N.; CARVALHO, C. M.. Uma Análise da Implantação da Integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF) na Microrregião de Viçosa Minas Gerais. 2012. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Daniela Alencar Pinto

MANTOVANI, Everardo Chartuni; SEDIYAMA, G. C.; MELO, E. C.; SANTOS, R. H. S.;SOUZA, M. N.. Efeitosde lâminas de irrigação sobre características de crescimento, produção e qualidade de óleo essencialde capim limão. 2010. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Alessandra Furtado Fernandes

SOUZA, M. N.; FERREIRA, W. R.; BAHIA, E. T.. Análise emergética dos sistemas de produção de cafeicultura convencional e agroecológico - Rio Pomba/MG. 2010. Dissertação (Mestrado em Turismo e Meio Ambiente) - Centro Universitário UNA.

Aluno: Sebastião Tomas Carvalho

SABARÁ, M. G.; HELENO, G. V. R.;SOUZA, M. N.. Avaliação do uso de áreas construídas de superfície alagada (SAL) para tratamento de efluentes superficiais de pátios de compostagem da indústria de celulose. 2010. Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Alessandra Furtado Fernandes

FERREIRA, W. R.;SOUZA, M. N.; BAHIA, E. T.; FORTES, M.. Análise emergética dos sistemas de produção de cafeicultura convencional e agroecológica - Rio Pomba/MG.. 2010. Dissertação (Mestrado em Turismo e Meio Ambiente) - Centro Universitário UNA.

Aluno: Silvane de Almeida Campos

SOUZA, M. N.; GALVAO, J. C. C.; TROGELLO, E.; COELHO, S. P.; BARELLA, T. P.. Diferentes sistemas de manejo da aveia preta na cultura do milho. 2019. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: ROSELIR RIBEIRO DA SILVA

NOGUEIRA, I. S.; OLIVEIRA, L. G.; OLIVEIRA, L. G.; JARDIM, F. A.;SOUZA, M. N.. Bacia do Rio Pomba (MG): uso e ocupação do solo e impactos ambientais nos recursos hídricos. 2014. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás.

Aluno: BRASILINA ELISETE REIS DE OLIVEIRA

RIBEIRO, F. L.; MELO, D.; MIZIARA, F.; SOUZA, C. B.;SOUZA, M. N.. Desenvolvimento rural sustentável e as condições de vida dos agricultores familiares na Zona da Mata Mineira: os casos comparados de Tombos e Araponga. 2014. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás.

Aluno: FL ÁVIO BITTENCOURT

MANTOVANI, Everardo ChartuniSOUZA, M. N.; SEDIYAMA, G. C.; SILVA, J. G. F.; PALARETTI, L. F.. Função de produção e espacialização da precipitação efetiva: estudo de caso em fazendas de algodão e soja da região oeste da Bahia nas safras 2008/09 e 2009/10. 2013. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Guilherme Lanna Reis

LANA, A. M. Q.; BORGES, I.; ALVARENGA, R. C.; GONÇALVES, L. C.;SOUZA, M. N.; LEMOS FILHO, J. P.. Sombreamento e fertlização nitrogenada sobre atributos de solo e produtivos da Brachiaria brizantha cv. Marandu. 2011. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Ciência Animal) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Ronald Assis Fonseca

SOUZA, MAURICIO NOVAES; MENDONCA, P. P.; CARDOSO, L. D.. "Alternativas agroecológicas para mitigação dos impactos ambientais no setor de aquicultura do Ifes - Campus de Alegre - ES". 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Acacio Nascimento da Silva

SOUZA, MAURICIO NOVAES; SILVEIRA, L. F. V.; PELUZIO, T.. FRACIONAMENTO QUÍMICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO E ESTOQUE DE C EM UMA CLIMOSSEQUENCIA DA REGIÃO ALTIMONTANA DA FLORESTA ATLÂNTICA. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Anderson Luiz Kruger

SOUZA, MAURICIO NOVAES; AMARAL, A. A.; PELUZIO, T.. CONTRIBUIÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS REALIZADAS PELO PARQUE ESTADUAL CACHOEIRA DA FUMAÇA NA ZONA DE AMORTECIMENTO. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Cooperativa dos Alunos do IFES Campus de Alegre.

Aluno: Carlos Eduardo de Oliveira Roberto

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES; RANGEL, O. J. P.; BAPTESTINE, J.. DIAGNÓSTICO DO ESTADO NUTRICIONAL DO CAFEEIRO. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Cooperativa dos Alunos do IFES Campus de Alegre.

Aluno: Marina Gomes de Figueiredo

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Desenvolvimento Rural Sustentável: Agroecologia e Políticas Públicas para Mulheres. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Cooperativa dos Alunos do IFES Campus de Alegre.

Aluno: Tatiana Pizetta Dias

SOUZA, MAURICIO NOVAES; PEDRA, K.. ANÁLISE FLORÍSTICA E ESTRUTURAL DE UMA ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE RECUPERADA COM SISTEMAS AGROFLORESTAIS, ALEGRE, ES. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Cooperativa dos Alunos do IFES Campus de Alegre.

Aluno: Gilson de Souza Trulli

AMARAL, A. A.;SOUZA, M. N.. Artrópodes do solo eu um pomar de manga sob manejo convencional. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: ADRIANO DO ESPIRITO SANTO CAMPOS

SOUZA, M. N.; LORENZETTI, E.. Recuperação de Nascente e Mata ciliar: estudo de caso do córrego do Grama. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Camila Francelino Souza

SOUZA, M. N.; LORENZETTI, E.. Apicultura: vida das abelhas Benefícios oferecidos e Desafios enfrentados. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Christiane Lombarde de Castro Rocha

SOUZA, M. N.; LORENZETTI, E.. USINA DE TRIAGEM, COMPOSTAGEM E ATERRO CONTROLADO DO MUNICÍPIO DE PIRAÚBA. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Francilene Teodoro Tinti

SOUZA, M. N.; LORENZETTI, E.. RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS E SUA IMPORTÂNCIA NO REGIME HIDROLÓGICO NA INVERNADA: IFSUDESTEMG CAMPUS RIO POMBA. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Rafaela Aparecida Silva Venina

SOUZA, M. N.; LORENZETTI, E.. Exemplos de Sucesso em Projetos de Educação Ambiental. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Sonia Maria dos Santos

SOUZA, M. N.; LORENZETTI, E.. CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE ATERRO SANITÁRIO NA MICRORREGIÃO DE RIO POMBA: ATENDENDO A NOVA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Janáine Vieira da Silva Donini

SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.; MIRANDA, C.. PROCESSO DE ANTROPIZAÇÃO DE NASCENTES EM SÃO VICENTE DA SERRA ? MT. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Harvey Silva Ramos

BARELLA, T. P.; BASTIANI, M. L. R.;SOUZA, M. N.. Adubação orgânica em fruteiras temperadas e tropicais. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Kleberson Cordeiro Araujo

SOUZA, M. N.; BASTIANI, M. L. R.; FONTANETTI. Transição da técnica de manejo da cafeicultura convencional para sistema orgânico no Colégio Técnico Agrícola Ildefonso Bastos Borges. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Maria Angélica Alves da Silva

SOUZA, M. N.; FONTANETTI; FURTADO, A.. Ética Ambiental ? Percepção dos Alunos do Curso de Agroecologia do CEFET - Rio Pomba. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Alberto Jorge Farias Falcão

SOUZA, M. N.; MIRANDA, C.; VIEIRA, M. S. C.. Diagnóstico da necessidade de implantação de pequenas fábricas de rapadura e açúcar mascavo para a Zona da Mata Sul de Pernambuco. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Arnaldo Ribeiro

SOUZA, M. N.; CAMPOS, S. R. M.; BASTIANI, M. L. R.. Perspectiva para implantação de uma biofábrica de produção do trichograma, para o controle biológico nas culturas de milho e cana-de-açúcar, no município de Bambuí-MG. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Daniella Oliveira Prates Vargas

SOUZA, M. N.; BASTIANI, M. L. R.; BARELLA, T. P.. A Agroecologia como ferramenta de sustentabilidade sócio-econômica e ambiental: um Estudo de Caso da UNIDADE DE CONSERVAÇÃO DA MATA ESCURA, MUNICÍPIO DE JEQUITINHONHA ? MG. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Eliseo Salvatierra Gimenes

SOUZA, M. N.; FERNANDES, A. F.; FURTADO, A. F.. Alternativas no Controle das Formigas Cortadeiras. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: José Borges de Jesus Filho

SOUZA, M. N.; FONTANETTI; FURTADO, A.. Administração rural: fator determinante no alcance de resultados positivos na agroecologia. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Leiliane Chaves Mageste de Almeida

SOUZA, M. N.; CAMPOS, S. R. M.; FERNANDES, A. F.. Identificação de oportunidades de implementação de produção mais limpa em consultório odontológico. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Márcio José de Santana

SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.; FONTANETTI. Cultivo orgânico da alface americana (lactuca sativa l.): métodos alternativos para o manejo da irrigação. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Marcio Luiz Nobre

SOUZA, M. N.; CAMPOS, S. R. M.; LANDIM, F.. A importância do técnico em meio-ambiente na gestão pessoal de empresas florestais. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Moacir Gubert Tavares

SOUZA, M. N.; GARCIA, C. P.; MIRANDA, C.. Construção do ?novo? ou adequação do ?velho?: reflexões sobre a proposta curricular do curso técnico em agroecologia. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Roberta Marcelino de Oliveira Amaral

SOUZA, M. N.; FONTANETTI; MIRANDA, C.. O movimento orgânico e a agroecologia em benefício da humanidade. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Ronald Grossi

SOUZA, M. N.; CAMPOS, S. R. M.; BARELLA, T. P.. Ecologia aplicada à agricultura. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: BRASILINA ELISETE REIS DE OLIVEIRA

SOUZA, M. N.; FERNANDES, A. F.; FONTANETTI. Economia e Agriecultura Familiar. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Dilberto Alves Machado

SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.; BASTIANI, M. L. R.. Formação de Pastagens Consorciadas (gramíneas e leguminosas ). 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Edilson Rezende Cappelle

SOUZA, M. N.; FONTANETTI; GONÇALVES, F. C.. Boi ecológico. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Maria Angélica Alves da Silva

SOUZA, M. N.; CAPELLI, R.; FONTANETTI. Ética Ambiental ? Percepção dos Alunos do Curso de Agroecologia, CEFET Rio Pomba. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

Aluno: Eliseo Salvatierra Gimenes

SOUZA, M. N.; RIBAS; BARELLA, T. P.. Métodos Alternativos no Controle de Formigas Cortadeiras. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: BRASILINA ELISETE REIS DE OLIVEIRA

SOUZA, M. N.; FONTANETTI; Trivellato. O papel do CEFET de RIO POMBA no ensino e na prática da nova extensão rural. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

Aluno: Luís Carlos Arruda Júnior

SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.; FONTANETTI. Implantação e manejo de pastagens em sistema de produção agroecológico. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

Aluno: Manoel Tadeu Teixeira

SOUZA, M. N.; GONÇALVES, F. C.; JESUS, E. L.. Influência de adubação verde sobre estado nutricional do café ?Oeiras? (Coffea arabica) cultivado no sistema orgânico. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

Aluno: Marília Carla de Mello Gaia

VIEIRA, M. S. C.;SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.. AGROECOLOGIA: A Resistência do Camponês e da Camponesa Sem Terra. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Marília Rodrigues da Silva

SOUZA, M. N.; Trivellato; BARELLA, T. P.. A agroecologia na formação do Técnico em agropecuária do Colégio agrícola NILO PEÇANHA ? CANP/UFF. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Rui Fernando da Silva

SOUZA, M. N.; CAPELLI, R.; BASTIANI, M. L. R.. Produção de substrato para cultivo de cogumelos comestíveis e seu reaproveitamento para produção de suporte em sementeira. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: José Alberto Lima da Paixão

SOUZA, M. N.; BASTIANI, M. L. R.; FONTANETTI. Sistemas de produções Agroecológicos e a recuperação de áreas de periferias urbanas degradadas. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: João Batista L

VIEIRA, M. S. C.;SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.. Correa. Aspectos técnicos, sociais e ambientais da transição agroecológica. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: JOSÉ JUSCELINO DE OLIVEIRA

BARELLA, T. P.; BASTIANI, M. L. R.;SOUZA, M. N.. Extensão rural agroecológica. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia e Des Rural) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG.

Aluno: Antonio Carlos Pinheiro Cani

SOUZA, M. N.; BARELLA, T. P.; BASTIANI, M. L. R.. Avaliação da necessidade do reuso de águas residuarias. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

Aluno: Beatriz Rodrigues Nicácio e Daiane Rangel Angelete

FERRARI, J. L.; PELUZIO, J. B. E.;SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. MAPEAMENTO DO USO DA TERRA E OCUPAÇÃO DO SOLO E CARACTERIZAÇÃO TOPOGRÁFICA DA CAFEICULTURA, BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ALEGRE - ALEGRE, ES. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Lhaís Karla Alves

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Eficiência de diferentes anteparos para a colheita de café arábica em lavoura de montanha. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Edvan Lino da Silva

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Crescimento vegetativo de mudas seminais podadas de conilon. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Italo Fonseca Werner e Kaick Milanez Borges

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Efeito da fermentação e armazenamento na emergência de sementes de café arábica. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Afonso Daniel Carreiro e Bruno Guimarães do Nascimento

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Panorama das indicações geográficas no estado do Espírito Santo. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Joice Kelle Lima Batista

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Caracterização e mapeamento das lavouras de café no IFES-Campus de Alegre. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Lorena Aparecida Paulucio

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES. Eficiência de diferentes anteparos para a colheita de café conilon em cafezal de montanha. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre.

Aluno: Rodrigo Fernandes Oliveira

SOUZA, M. N.; CUNHA, A. C. M. C. M.; CORREA, J. B. L.; Trivellato. Diagnóstico ambiental da invernada localizada no Campus Rio Pomba, IF Sudeste MG. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Samuel da Silva Vieira

FERREIRA, F. M. C.;SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Recuperação de áreas degradadas: estudo de caso da empresa Granito Imperiale. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Suzane Paiva Melo

COELHO, F. M.;SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Desenvolvimento de mudas de goiabeira (Psidium guajava L.) em área de recuperação ambiental. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Paulo Sérgio Zacharias

SOUZA, M. N.; CORREA, J. B. L.; FERREIRA, F. M. C.. Técnicas e procedimentos de manejo de microbacias hidrográficas: adequação ambiental e conservação de solo e água. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Samuel da Silva Vieira

COELHO, F. M.;SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Recuperação de áreas degradadas: estudo de caso da empresa Granito Imperiale. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Rodrigo Fernandes de Oliveira

CUNHA, A. C. M. C. M.; CORREA, J. B. L.;SOUZA, M. N.; Trivellato. Diagnóstico ambiental da microbacia da invernada localizada no IF SUDESTE MG campus Rio Pomba. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Samuel Lopes Fialho

CORREA, J. B. L.; GONÇALVES, F. C.;SOUZA, M. N.. Conhecimento dos produtores de Bom Jardim, município de Rio Pomba, sobre áreas de preservação permanente e reserva legal. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Samuel Silva Vieira

BITTENCOURT, F.;SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.;SOUZA, M. N.. Avaliação do estádio de degradação das pastagens: estudo de caso do Ribeirão dos Oratórios. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Celso da Silveira de Barros

CORREA, J. B. L.;SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Diagnóstico e prognostico de propriedades da bacia do rio Piraúba visando o planejamento ambiental. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Alex Vinícius de Almeida

CARVALHO, C. M.;SOUZA, M. N.; BASTIANI, M. L. R.. Produção de biodisel na agricultura familiar: desafios e perspectivas. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Samuel Lopes Fialho

CORREA, J. B. L.;SOUZA, M. N.; GONÇALVES, F. C.. Áreas de Preservação Permanente e Reservas legais. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Samuel Ladislau Monteiro

BITTENCOURT, F.;SOUZA, M. N.; GONÇALVES, F. C.. Bacia hidrográfica do Ribeirão dos Oratórios: diagnóstico da nascente à foz. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: Celso da Silveira Barros

CORREA, J. B. L.;SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Plano de manejo para propriedades rurais localizadas na microbacia de Piraúba, Minas Gerais. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

Aluno: KAMILA MANIEZZI FERNANDES

SOUZA, M. N.. Área de proteção ambiental da serra do relógio: um estudo de viabilidade. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Ana Paula da Mata Belinato

SOUZA, M. N.; CORREA, J. B. L.; COELHO, F. M.. Implantação de programa de educação ambiental e de sistema de gestão dos resíduos sólidos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais campus Rio Pomba- MG. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Silvane de Almeida Campos

SOUZA, M. N.; NEIVA JÚNIOR, A. P.; JESUS, E. L.. Diagnóstico sobre uso, conservação e estádios de degradação das pastagens do município Rio Pomba, MG.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharel em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sudeste de MG Rio Pomba.

Aluno: Ana Paula da Mata Belinato

SOUZA, M. N.. Implantação de programa de educação ambiental e de um SGA do IFSEMG campus Rio Pomba. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Willian Guilherme Rosa

SOUZA, M. N.. Educação ambiental e a recuperação das áreas da nascente e dos açudes do IFSEMG campus Rio Pomba. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Ana Paula da Mata Belinato

SOUZA, M. N.. Implantação de programa de educação ambiental e de um SGA do IFSEMG campus Rio Pomba. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Tibério Fontenele Barreira

SOUZA, M. N.. Banheiro seco: tempo de compostagem e diferentes substratos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Jhennifer Alves Pereira Mata

Trivellato;SOUZA, M. N.. Avaliação de espécies arbóreas e suas relação com o conforto térmico urbano. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

Aluno: Vanessa Schiavon Lopes

MIRANDA, C.;SOUZA, M. N.; VIDIGAL. Avaliação e recuperação de sistemas de irrigação do IFET Rio Pomba e desenvolvimento de tecnologias de difusão tecnológica de práticas de manejo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Aline Toledo da Costa

FONTANETTI;SOUZA, M. N.; GONÇALVES, F. C.. BIOFERTILIZANTE: alternativa para o fornecimento de N para culturas orgânicas sob o método de plantio direto. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Willian Guilherme Rosa

SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.; MIRANDA, C.. Educação ambiental e a recuperação das áreas da nascente e dos açudes do IF Sudeste de Minas Gerais campus Rio Pomba. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

Aluno: Natan Camillo Antunes

SOUZA, M. N.. O mercado consumidor e as tendências dos produtos orgânicos na cidade de Juiz de Fora, MG.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Aline Toledo Costa

SOUZA, M. N.. Biofertilizante: uma alternativa para o fornecimento de nutrientes em sistema de plantio direto orgânico. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Jhennifer Alves Pereira Mata

SOUZA, M. N.. Espécies arbóreas e sua relação com o conforto térmico urbano. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Vanessa Schiavon Lopes

SOUZA, M. N.. Recuperação e avaliação dos sistemas de irrigação e difusão de tecnologias e manejo do IFSEMG campus Rio Pomba. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba.

Aluno: Natan Camillo Antunes

SOUZA, M. N.; RIBAS; FURTADO, A. F.. O MERCADO CONSUMIDOR E AS TENDÊNCIAS DOS PRODUTOS ORGÂNICOS NA CIDADE DE JUIZ DE FORA. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; SILVA, J. G. F.. Professor Titular na área de Processamento de Dados Ambientais e Agroecologia da UFRJ. 2014. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SOUZA, M. N.. Concurso Público de Provas e títulos para provimento de cargos de carreira de professor de educação superior da universidade do estado de minhas gerais - UEMG. 2013. Universidade do Estado de Minas Gerais.

SOUZA, M. N.. Professor efetivo de processamento de dados ambientais e agroecologia. 2013. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

SOUZA, M. N.. Professor da Universidade do Estado de Minas Gerais. 2012. Universidade do Estado de Minas Gerais.

SOUZA, M. N.; SENA, J. C.; SOUZA, S. P.. Presidente da banca para professor titular Engenharia Ambiental IF MURIAÉ. 2012. Instituto Federal Sudeste de Minas campus Muriaé.

SOUZA, M. N.SILVA, M. A. A.; CAMPOS, S. R. M.; RODRIGUES, J. C.. Professor titular área DIREITO IFET campus São João del-Rei. 2009. IFET campus São João del-Rei.

SOUZA, M. N.; CAMERINO, L. C.; SILVA, V. J. A.; SANTOS, M. J.. Professor Titular área Filosofia, Sociologia e Artes IFET São João del-Rei. 2009. IFET campus São João del-Rei.

ZIVIANI, A.; RODRIGUES, C. H.;SOUZA, M. N.; RODRIGUES, C.. Professor Titular área Administração campus Rio Pomba. 2009. IFET campus Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; VALE, I. G. R.; CAMPOS, S. R. M.; MESQUITA, V.. Professor Titular área Direito IFET campus Muriaé. 2009. IFET Muriaé.

SOUZA, M. N.; BASTIANI, M. L. R.; RIBAS. Professor Titular área Agroecologia campus Muriaé. 2009. IFET Muriaé.

SOUZA, M. N.. Elaboração das Provas de Agroecologia I e II. 2005. Universidade Federal de Viçosa.

SOUZA, M. N.. Membro da banca do concurso público para Professor do CEFET/RP - área Agroecologia I. 2005. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

SOUZA, MAURICIO NOVAES. EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 03/2016 para provimentos de vagas de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (Docentes Mestres e Doutores) do IFES. 2017. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

SOUZA, M. N.; MANSUR, U.. Coordenador de CAR. 2014. Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; MANSUR, U.. Sub-coordenador de CAR. 2014. Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba.

LORENZETTI, E.; FERREIRA, F. M. C.;SOUZA, M. N.. Professor Temporário e Substituto Meio Ambiente. 2013. IFET campus Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; FURTADO, A.. Tutor EAD IFET SE campus RIO POMBA. 2009. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; FURTADO, A. F.; FURTADO, A.. Professor EAD IFET SE campus RIO POMBA. 2009. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; MIRANDA, C.;SOUZA. Tutor EAD IFET SE campus RIO POMBA. 2008. Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

SOUZA, M. N.. Professor Agropecuária. 2007. CEFET/RP.

SOUZA, M. N.; MIRANDA, C.. ENGENHEIRO AGRÔNOMO. 2007. CENTRO DE FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS.

SOUZA, M. N.; REIS, B. E.; GARCIA, C. P.. Professor Substituto Direito e Legislação Ambiental. 2007. Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais.

SOUZA, M. N.. Contratação prof. substit. edital 08-2007. 2007.

SOUZA, M. N.. Concurso Professor Zootecnica. 2006. CEFET/RP.

SOUZA, M. N.; FURTADO, A. F.; RIBAS. Professor EAD IFET SE campus RIO POMBA. 2008. Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba.

SOUZA, M. N.. Estágio na Prefeitura de Rio Pomba.. 2012. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Tutor em EAD campus Rio Pomba - Unidade Alfenas. 2012. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Tutor em EAD campus Rio Pomba. 2011. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

SOUZA, M. N.; JESUS, E. L.. Tutor em EAD campus Rio Pomba - Unidade Rio Branco. 2011. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba.

DIAS, M. M.;SOUZA, M. N.; OLIVEIRA, M. L. R.. Programa agricultura de baixo carbono (ABC): um estudo de propriedade familiar e os mitos da agricultura. 2011. Universidade Federal de Viçosa.

SOUZA, M. N.. Seleção Estagiários Parque Serra do Rola Moça. 2007. CEFET/RP.

SOUZA, M. N.. Seleção Estagiários Parque Serra do Rola Moça. 2007. Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais.

SOUZA, M. N.. Seleção Estagiários Parque Serra do Rola Moça. 2006. CEFET/RP.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

James Jackson Griffith

MANTOVANI, E. C.; SILVA JUNIOR, A. G.;GRIFFITH, J. J.; RAMOS, M. M.; MATOS, A. T.. Exame de Qualificação. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado Engenharia Agricola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aziz Galvão da Silva Júnior

MANTOVANI, E. C.; NEVES, J. C. L.;SILVA JÚNIOR, A. G.; CARVALHO, D. F.; RAMOS, M. M.. Dinâmica do uso dos recursos hídricos nas bacias do ribeirão Entre Ribeiros e do rio Preto, afluentes do rio Paracatu. 2008. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aziz Galvão da Silva Júnior

MANTOVANI, E. C.; GRIFFITH, J. J.; MATOS, A. T.;SILVA JÚNIOR, A. G.. Planejamento e gerenciamento do uso do solo e dos recursos hídricos nas bacias do rio Preto e ribeirão Entre Ribeiros, MG: gestão ambiental com enfoque na dinâmica de sistemas. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Daniel Fonseca de Carvalho

MANTOVANI, E. C.; SILVA JUNIOR, A.G.; NEVES, J.C.L.;RAMOS, M. M.CARVALHO, Daniel Fonseca de. Dinâmica do uso do solo e dos recursos hídricos nas bacias do rio Preto e do ribeirão Entre Ribeiros, afluentes do Rio Parcatu. 2008. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Júlio César Lima Neves

GRIFFITH, James Jackson;NEVES, J. C. L.PAIVA, Haroldo Nogueira de; JACOVINE, Laércio Antônio Gonçalves; SILVA, Elias. Degradação e recuperação ambiental e desenvolvimento sustentável. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa.

Haroldo Nogueira de Paiva

GRIFFITH, James Jackson; SOUZA, M. N.; SILVA, Elias;PAIVA, H. N.JACOVINE, Laércio Antônio GonçalvesNEVES, Júlio César Lima. Degradação e recuperação ambiental e desenvolvimento sustentável. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa.

Antônio Teixeira de Matos

GRIFFITH, J.J.; SILVA JUNIOR, A. G.;MATOS, A. T.MANTOVANI, Everardo Chartuni; RAMOS, Márcio Mota. Impacto ambiental da irrigação. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

BRASILINA ELISETE REIS DE OLIVEIRA

A AGROECOLOGIA COMO FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL: o caso do IF Sudeste de MG ? Campus Rio Pomba; Início: 2011; Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás; (Coorientador);

Manoel Vaillant

Avaliação e Recuperação de nascentes no IFES campus Alegre; Início: 2017; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM AGROECOLOGIA) - IFES de Alegre; (Orientador);

Tatiana Pizetta

Licenciamento ambiental no ES; Início: 2017; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM AGROECOLOGIA) - IFES de Alegre; (Orientador);

Lhaís Karla Alves

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES CRIOULAS DE MILHO EM SISTEMA DE CULTIVO ORGÂNICO; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; (Orientador);

Regiane Vieira Curty

FORRAGEM HIDROPÔNICA DE MILHO CULTIVADO EM DIFERENTES TIPOS DE SUBSTRATOS; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; (Orientador);

José Inácio Coelho Pires

Uso de abelhas como bioindicadores de qualidade ambiental na recuperação de uma área de preservação permanente; Início: 2013; Iniciação científica (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; (Orientador);

Álvaro Antônio Campos

; Recuperação de áreas de preservação permanente e adequação ambiental de microbacia hidrográfica do Instituto Federal Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Início: 2013; Iniciação científica (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; (Orientador);

Felipe Lelis

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE E ADEQUAÇÃO AMBIENTAL DE MICROBACIA HIDROGRÁFICA DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA; Início: 2013; Iniciação científica (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais; (Orientador);

Isabela Carvalho Costa

Avaliação das propriedades químicas e microbianas em Latossolo Vermelho-Amarelo submetido a pastejo alternado com a utilização de Brachiaria brizanta cv; marandu após aplicação de diferentes doses de DLS; Início: 2013; Iniciação científica (Graduando em Zootecnia) - IFET campus Rio Pomba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Amanda Vieira da Silva

Recuperação de Recurso Hídricos; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Edson Francisco de Souza

Gestão Ambiental no Aterro Sanitário Controlado Municipal de Cataguases; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Marília Aparecida Emerink

Prefeitura de Durandé: um estudo de caso sobre a disposição de resíduos sólidos; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Antonio Luiz Guimarães

Recuperação de Ecossistemas aquáticos; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Everaldo Nascimento

Prefeitura de Durandé 3: um estudo de caso sobre a disposição de resíduos sólidos; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Edson Francisco de Souza

Reativação e recuperação do aterro sanitário municipal de Cataguases; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Marília Acirp

Prefeitura de Durandé 2: um estudo de caso sobre a disposição de resíduos sólidos; Início: 2013; Orientação de outra natureza; IFET campus Rio Pomba; (Orientador);

Maria Angélica Alves da Silva e Souza

Informalidade e redes sociais: famílias produtoras de cachaça do município de Rio Pomba, MG; 2012; Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Maurício Novaes Souza;

Sílvia Augusta do Nascimento

O Processo de Urbanização no Brasil e as Formas de Ocupação de Áreas Periurbanas; 2011; Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Maurício Novaes Souza;

Mauro César Martins

O PAPEL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS (IF-SUDESTE MG) NO DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO MUNICÍPIO DE RIO POMBA-MG; 2011; Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Maurício Novaes Souza;

Tatiana Pizetta Dias

ANÁLISE FLORÍSTICA E ESTRUTURAL DE UMA ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE RECUPERADA COM SISTEMAS AGROFLORESTAIS, ALEGRE, ES; 2019; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável) - Cooperativa dos Alunos do IFES Campus de Alegre; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Cristina Santos Siqueira Tavares

O manejo de microbacias nas propriedades agrícolas no domínio dos ?mares de morros?; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Direito) - Universidade Paranaense; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Maria Angélica Alves da Silva e Souza

Tecnologias de informação - percepção dos educandos PROEJA / IF SEMG campus Rio Pomba: novos rumos? Novos processos?; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação lato sensu em Programa PROEJA) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Janáine Vieira da Silva Donini

Processo de antropização de nascentes em SÃO VICENTE DA SERRA ? MT; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Maria Angélica Alves da Silva e Souza

Tecnologias da Informação e Comunicação: Percepção dos Educandos PROEJA/IF SEMG, Campus Rio Pomba: Novos processos? Novas Práticas?; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Cleide Marques de Oliveira

A gestão de resíduos da construção civil na cidade de ALFENAS-MG; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Fabrício Sales Pinto

Sub-bacia hidrográfica como unidade ideal de conservação dos recursos hídricos e de gestão das atividades agropecuárias de forma sustentável; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Manejo do Solo e Conservação de Bacias Hidrográfic) - Universidade Federal de Lavras; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Ana Amélia Ávila Borges

Estudo de Viabilidade de um Projeto Integrado de Usina de Triagem e Compostagem de Lixo ? UTCL, Agricultura Urbana e Educação Ambiental; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia Ambiental Integrada) - Instituto de Educação Tecnológica; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Carolina Silva Peres

Estudo de Viabilidade de um Projeto Integrado de Usina de Triagem e Compostagem de Lixo ? UTCL, Agricultura Urbana e Educação Ambiental; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia Ambiental Integrada) - Instituto de Educação Tecnológica; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Leonardo de Castro Teixeira

Estudo de Viabilidade de um Projeto Integrado de Usina de Triagem e Compostagem de Lixo ? UTCL, Agricultura Urbana e Educação Ambiental; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia Ambiental Integrada) - Instituto de Educação Tecnológica; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Janáine Donini

Processo de antropização de nascentes em SÃO VICENTE DA SERRA - MT; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

José Roberto Madeira

Educação ambiental nas áreas em recuperação das APPs e das nascentes do IF SEMG campus RIO POMBA; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão e Educação Ambiental) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Fabiana Ramos dos Santos

Sistema de produção Agroecológico: Um estudo de caso da avicultura caipira; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação em Agroecologia e Desenv Sustentável) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luiz Carlos Arruda Júnior

Implantação e manejo de pastagens em sistema de produção Agroecológico; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação em Agroecologia e Desenv Sustentável) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

José Alberto Lima da Paixão

Sistemas de produções Agroecológicos e a recuperação de áreas de periferias urbanas degradadas; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Márcio José de Santana

Cultivo Orgânico da Alface Americana (Lactuca sativa L; ): Métodos Alternativos para o manejo da irrigação; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Daniella Oliveira Prates Vargas

A Agroecologia Como ferramenta de sustentabilidade sócio-econômica e ambiental: Um estudo de caso da UNIDADE DE CONSERVAÇÃO DA MATA ESCURA, MUNICIPIO DE JUQUITINHONHA ? MG; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

José Borges de Jesus Filho

Administração Rural: Fator determinante para o alcance de resultados na Agroecologia; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Fátima Landim Souza

Abordagem gerencial para o desenvolvimento da agricultura familiar com base no sistema de produção agroecológico; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Antonio Carlos Pinheiro Cani

Avaliação e Importância na Gestão das águas residuárias: O caso da Prefeitura de São Caetano do Sul e da SABESP, SP; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização lato sensu em Agroecologia e Desenv) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Alessandra Riani Olmi

GEOPROCESSAMENTO DA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DE ?ÁGUA LIMPA? ? CATAGUASES/MG; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação em Agroecologia e Desenv Sustentável) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Lhaís Karla Alves

Eficiência de diferentes anteparos para a colheita de café arábica em lavoura de montanha; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rodrigo Fernandes Oliveira

Diagnóstico ambiental da invernada localizada no Campus Rio Pomba, IF Sudeste MG; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Paulo Sérgio Zacharias

Técnicas e procedimentos de manejo de microbacias hidrográficas: adequação ambiental e conservação de solo e água; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Ana Paula da Mata Belinato

Implantação de programa de educação ambiental e de sistema de gestão dos resíduos sólidos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais campus Rio Pomba- MG; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Ana Paula da Mata Belinato

IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E DE SISTEMA DE GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS RIO POMBA- MG; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Silvane de Almeida Campos

Diagnóstico da degradação de pastagens no município de Rio Pomba; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Willian Guilherme Rosa

Educação Ambiental e a Recuperação das Áreas da Nascente e dos Açudes do IF Sudeste de Minas Gerais campus Rio Pomba; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aline Toledo da Costa

; BIOFERTILIZANTE: alternativa para o fornecimento de N para culturas orgânicas sob o método de plantio direto; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

William Guilherme Rosa

Educação Ambiental e a recuperação das áreas degradadas das nascentes do IFSEMG Campus Rio Pomba; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - CEFET-RP; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Silvane de Almeida Campos

Recuperação de Pastagens Degradadas na Região da Zona da Mata Mineira por intermédio de Manejo Ecológico; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnólogo em Agroecologia) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Natan Camillo Antunes

O Mercado Consumidor e as Tendências dos Produtos Orgânicos na Cidade de Juiz de Fora, MG; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agroecologia) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Sandy Queiroz Espinoso

RENDIMENTO DE TRÊS GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO SUBMETIDOS À ADUBAÇÃO VERDE COM FEIJÃO-DE-PORCO (Canavalia ensiformis L; ); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre, FAPES; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Lhaís Karla Alves

RENDIMENTO DE QUATRO GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO EM SISTEMA DE ADUBAÇÃO VERDE COM CROTALÁRIA (Crotalaria juncea L; ); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre, FAPES; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luize Zonta

Avaliação do processo de recuperação de APPs com espécies arbóreas nativas na microbacia hidrográfica da invernada do Instituto Federak Sudeste de Minas campus Rio Pomba; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jennifer Rodrigues

Avaliação do processo de recuperação de APPs com espécies arbóreas nativas na microbacia hidrográfica da invernada do Instituto Federak Sudeste de Minas campus Rio Pomba; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Nairon Ribeiro de Almeida

AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE APPs COM ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS NA MICROBACIA HIDROGRÁFICA DA ?INVERNADA? DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Clóvis Paulino

RENDIMENTO DE QUATRO GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO EM SISTEMA DE ADUBAÇÃO VERDE COM CROTALÁRIA (Crotalaria juncea L; ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre, FAPES; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Clóvis Paulino

RENDIMENTO DE QUATRO GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINILHO EM SISTEMA DE ADUBAÇÃO VERDE; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Cafeicultura) - IFES de Alegre, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Náiron Almeida

Avaliação do processo de recuperação de APPs com espécies arbóreas nativas na microbacia hidrográfica da invernada do Instituto Federak Sudeste de Minas campus Rio Pomba; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rodrigo Fernandes Oliveira

Diagnóstico ambiental da invernada localizada no Campus Rio Pomba, IF Sudeste MG; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Paulo Sergio Zacarias

Avaliação do processo de recuperação de APPs com espécies arbóreas nativas na microbacia hidrográfica da invernada do Instituto Federal Sudeste de Minas campus Rio Pomba; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Álvaro Antônio Campos

Avaliação do processo de recuperação de APPs com espécies arbóreas nativas na microbacia hidrográfica da invernada do Instituto Federal Sudeste de Minas campus Rio Pomba; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Thyago Valente Teixeira

FUNDEP-RP como entidade Delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luize Virgínea Zonta

Recuperação de um trecho da mata ciliar do córrego São Manoel em área urbana do município de Rio Pomba, MG; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Isis Soares e Silva

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE E ADEQUAÇÃO AMBIENTAL DE MICROBACIA HIDROGRÁFICA DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Naiara Oliveira Figueiredo

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE E ADEQUAÇÃO AMBIENTAL DE MICROBACIA HIDROGRÁFICA DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Pauline Zonta de Lima

AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE APPs COM ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS NA MICROBACIA HIDROGRÁFICA DA ?INVERNADA? DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Álvaro Antônio Campos

DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS FRAGMENTOS DE MATA ATLÂNTICA DO IFSUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Izabela Silveira Freitas

Efeitos da adubação orgânica e quantificação da respiração basal utilizando (DLS) em um sistema de pastejo alternado em solo do tipo Latossolo Vermelho-Amarelo no município de Rio Pomba; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - IFET campus Rio Pomba, CNPq; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luana Carvalhaes Coutinho

Efeitos da adubação orgânica e quantificação da respiração basal utilizando (DLS) em um sistema de pastejo alternado em solo do tipo Latossolo Vermelho-Amarelo no município de Rio Pomba; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Leonardo Antonio Andrade dos Santos

Projeto de Reflorestamento Manta Verde - Tabuleiro, MG; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Roberto Carlos Alves da Costa

Projeto de Reflorestamento Manta Verde - Tabuleiro, MG; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Gabriela Marquete

Recuperação de Áreas Degradadas; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Instituto Federal do Triângulo Mineiro; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rodrigo Fernandes de Oliveira

Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto da nascente do IFET/Campus Rio Pomba; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Raony Alysson de Freitas

Implantação de Programa de educação ambiental e de sistema de gestão de resíduos sólidos do IF SEMG campus Rio Pomba; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tibério Fontenele Barreira

Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e métodos alternativos de compostagem e manejo de resíduos sólidos humanos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rodrigo Fernandes Oliveira

Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Márcio Soares Santos

ALOJAMENTO ECOLÓGICO DO IFET-SEMG CAMPUS RIO POMBA - Projeto Reviver; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jhennifer Alves Pereira Mata

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS E PAISAGISMO URBANO: ESPÉCIES ARBÓREAS E O CONFORTO TÉRMICO; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharel em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sudeste de MG Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tibério Fontenele Barreira

Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Érica dos Reis Squeto

Ecoturismo e montanhismo consciente; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jhennifer Alves Pereira Mata

Paisagismo urbano; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jhennifer Alves Pereira Mata

Recuperação de áreas degradadas e paisagismo urbano: espécies arbóreas e conforto térmico; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tibério Fontanele Barreira

Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jhénnipher Alves da Mata

Recuperação de Áreas Degradadas e Paisagismo Urbano: espécies arbóreas e o conforto térmico; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rodrigo de Paula Ferreira

ALOJAMENTO ECOLÓGICO DO IFET-SEMG CAMPUS RIO POMBA - Projeto Reviver; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Ricardo Duque de Souza e Vitor Ramalho Caldas

ALOJAMENTO ECOLÓGICO DO IFET-SEMG CAMPUS RIO POMBA - Projeto Reviver; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jhennifer Alves

Será que árvores influenciam o conforto térmico?; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Nívia Carolina Lopes

Avaliação do Desempenho da Estação de Tratamento de Efluente; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Vanessa Schiavon Lopes

Difusão Tecnológica sobre Manejo de Irrigação para Professores, Técnicos e Estudantes do Centro de Educação Tecnológica de Rio Pomba, Zona da Mata Mineira; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Lucas Oliveira Rodrigues

Arquitetura sustentável; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Técia Batista Carvalho

Horta na escola: nutrindo e educando as crianças para o meio ambiente; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tamires Simião Coutinho

Melhorando vidas, alimentando mentes!!!; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aline Luzia de Oliveira

Reutilização de Plásticos, Papéis e Papelões: Uma ação à favor do Meio Ambiente; ; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Francielle Aparecida Couto Pires

Implantação do sistema de Gestão Ambiental; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Hadassa Hapuk de Paula Pereira

?Mais Árvores e Menos Desmatamento: lápis ecológico de jornais velhos?; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jean Felipe Ferreira Gonçalves

ImplantaÇão De Lixeiras Seletivas na Comunidade De Visconde Do Rio Branco; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jefferson Antônio Xavier Gonçalves

IMPACTOS AMBIENTAIS E SUAS CONSEQUÊNCIAS À SAÚDE HUMANA; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Livia Moreira

Sabão ecologico uma alternativa sustentavel; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Livia Moreira

Sabão ecologico uma alternativa sustentavel; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Lucilene Bernardino Castro

Classificação adotada para os tipos de lixo doméstico; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Marcos Vinícius de Mendonça

Produção de alimentos orgânicos e conscientização da população sobre a forma correta de se alimentar; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Juliana Maria Ferreira Lourenço

EDUCAÇÃO AMBIENTAL INFANTIL; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aline Luzia de Oliveira

Tratamento de Resíduos Sólidos; 2015; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

ADRIANO DO ESPIRITO SANTO CAMPOS

Recuperação de Nascente e Mata ciliar: estudo de caso do córrego do Grama; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Alan Silva Oliveira

Aquecedor Solar; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

BERENICE DIAS MORAIS

AVALIAÇÃO DE COMPOSTAGEM; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Camila Francelino Souza

Apicultura: vida das abelhas Benefícios oferecidos e Desafios enfrentados; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Carlos Roberto Mendonça Marques

Implantação de viveiros florestais; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Christiane Lombarde de Castro Rocha

USINA DE TRIAGEM, COMPOSTAGEM E ATERRO CONTROLADO DO MUNICÍPIO DE PIRAÚBA; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Francilene Teodoro Tinti

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS E SUA IMPORTÂNCIA NO CICLO HIDROLÓGICO NA INVERNADA IFSUDESTEMG CAMPUS RIO POMBA; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

JÉSUS MENDES DE LIMA

PROPOSTA DE BAIXO CUSTO PARA TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS URBANAS: ALTERNATIVA PARA CIDADES DE PEQUENO PORTE DA REGIÃO DA ZONA DA MATA DE MINAS GERAIS; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

JUSSIE DA SILVA COSTA

Parque Estadual do Ibitipoca; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luana Lopes Pereira

Poluição do ar e seus efeitos na saúde humana; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

MARINA MOREIRA LOPES

RECICLAVEIS E REAPROVEITAMENTOS DE GARAFAS PET; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jefferson Antônio Xavier Gonçalves

IMPACTOS AMBIENTAIS E SUAS CONSEQUÊNCIAS À SAÚDE HUMANA; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Marcos Vinícius de Mendonça

Produção de alimentos orgânicos: conscientização da população e alimentação saudável; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Alexandra Dias

Paisagismo Urbano: Uma opção sustentável; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Mariana das Mercês Costa

Explotação de areia em leito de rios: aspectos positivos e negativos; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Nádia Loures Lanzoni

Destinação final dos resíduos sólidos em Rio Novo-MG; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tatiane Ribeiro Silva

Reciclagem: Um Processo de Transformação; ; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Alhena Cassandra Gomes

Terra preta de índio; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

ADRIANO DO ESPIRITO SANTO CAMPOS

Recuperação de Nascente e Mata ciliar: estudo de caso do córrego do Grama; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Christiane Lombarde de Castro Rocha

USINA DE TRIAGEM, COMPOSTAGEM E ATERRO CONTROLADO DO MUNICÍPIO DE PIRAÚBA; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Francilene Teodoro Tinti

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS E SUA IMPORTÂNCIA NO REGIME HIDROLÓGICO NA INVERNADA: IFSUDESTEMG CAMPUS RIO POMBA; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rafaela Aparecida Silva Venina

Exemplos de Sucesso em Projetos de Educação Ambiental; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Sonia Maria dos Santos

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE ATERRO SANITÁRIO NA MICRORREGIÃO DE RIO POMBA: ATENDENDO A NOVA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

JOSÉ BRAZ FERNANDES JÚNIOR

REVITALIZAÇÃO DE TOPOS DE MORROS, ENCOSTAS E DA MATA CILIAR COMO MEDIDA DE PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E COMO BARREIRA NATURAL ÀS ENCHENTES: ESTUDO DE CASO DO RIO MEIA PATACA, DA NASCENTE À FOZ; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Edson Francisco de Souza

Prefeitura Municipal de Cataguases MG; Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente; Aterro Sanitário Controlado; 2013; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luiza Beth Lopes Moreira

Impactos da silvicultura sobre os recursos hídricos; 2011; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

DENIZE PORTELA RIGHINI

Instalação de uma usina de triagem e compostagem no município de CATAGUASES, MG; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Lydio Bernardes de Oliveira

Instalação de uma usina de triagem e compostagem no município de CATAGUASES, MG; ; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

JOSÉ BRAZ FERNANDES JÚNIOR

Revitalização de topos de morros, encostas e da mata ciliar como medida de preservação, conservação e como barreira natural às enchentes: estudo de caso do rio Meia Pataca, da nascente à foz; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aline Moraes de Carvalho

Gestão de resíduos sólidos na zona rural: o caso do distrito da Glória; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rodrigo Fernandes de Oliveira

Programa de Integração Cultural-sócio-ambiental do Litoral Sul Fluminense; 2010; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Helena Soares da Silva

O uso da água e sua escassez no município de Porteirinha, MG; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aldelci Maria de Jesus

O uso da água e sua escassez no município de Porteirinha, MG; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Cleide Marques de Oliveira

A gestão de resíduos da construção civil na cidade de ALFENAS-MG; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

João Íris Silveira Vieira

Unidades de Conservação: Roteiro básico para criação, função ambiental e valor econômico; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Renan de Carvalho Becari

Recursos Hídricos do Brasil e de Minas Gerais; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tibério Fontenele Barreira

Bioindicadores da qualidade da água; 2010; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Juliana Soares Crispin

Reciclagem no município de Rio Pomba; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Érica dos Reis Squeto

A importância do cultivo e propagação das arbóreas nativas do Brasil; 2010; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Matheus Bigonha Minatelli

Mudanças Climáticas; 2010; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Carla Cristina Gomes Lourenço

Manejo Sustentável: Boas Práticas Ambientais de Produção da Cachaça; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Débora de Freitas Rezende

Visões do Aquecimento global: Antropogênica e Cética; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Heverson Vieira Marangon

Recuperação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jarbas Costa Vargas

Desenvolvimento Sustentável em Plantio de Eucalipto; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rosani Martins de Miranda

Disposição dos Resíduos Sólidos no Município de Rio Pomba, MG; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tadeu Guimarães de Castro

Mudanças Climáticas e seus Efeitos Sobre o Meio Ambiente; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Kelly Mayra Silva Pascoal

Impactos da Mineração na Região Sudeste e a Recuperação de Áreas Degradadas; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jhennifer A

P; Mata; Projeto BEMAR; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Cauê Trivellato

Projeto BEMAR e a recuperação de ecossistemas marinhos; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Natan Camillo Antunes

Fazenda Salvaterra Orgânica Ltda; ; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

João Lucas Caldas Tavares Paiva

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO-SAAE; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

João Batista dos Santos

ONG Associação Amigos de Iracambi; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Sthefani Gonçalves de Oliveira

Técnicas de cultivo e de proteção marinha: Projeto BEMAR; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aline Toledo da Costa

Espécies e procedimentos utilizados no enriquecimento de capoeiras; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Bianca de Jesus Souza

Implantação de corredores ecológicos; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Cauê Trivellato

Base de sustentabilidade dos sistemas naturais: biodiversidade, fluxo de energia e ciclagem de nutrientes; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Emílio Batista Durso

Zoneamento agroecológico: estabilidade e sustentabilidade das atividades agropecuárias; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Felipe Antonio Mendes Ferreira

Produção de alimentos, crescimento populacional e a degradação dos solos; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Érica dos Reis Squeto

O ecoturismo em Descoberto, MG; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Lília Teixeira Lopes

Massas de ar, Formação de nuvens e precipitação, Índices pluviométricos; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luana Ribeiro de Oliveira

Estação Ecológica de Água Limpa; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luana Ribeiro de Oliveira

Fundamentos para gestão de recursos hídricos; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luana Ribeiro de Oliveira

O clima e o cenário mundial; 2009; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Natan Camillo Antunes

Política, planejamento e gestão ambiental pública; 2009; Orientação de outra natureza; (Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Roberta Vieira Dutra

Usina de triagem e compostagem delixo em Guarani, MG; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Olinda Chaves Macêdo

A SEAMA e o programa de fomento Florestal; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - IFET campus Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tuane Pereira Narciso

Indústria Química Cataguases; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Anna Carolina de Carvalho

Aproveitamento de resíduos da suinocultura; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Mirianne Groppo Pinto

Resíduos da Avicultura; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Carine de Souza Maciel

Recuperação de pastagens; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Beatriz Gomes Pinto Coelho

Recuperação de nascentes: um estudo de caso do CEFET-RP; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Eduardo de Oliveira Mendonça

Recuperação de Matas Ciliares; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Nair Maria Silva Bernardino

Licenciamento ambiental; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Nair Maria Silva Bernardino

Geoprocessamento como ferramenta de Outorga; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tony Carlos Marques dos Santos

Reflorestamento e a recuperação de áreas degradadas; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Josyane Cristine Pascoal Alfredo

Meristema e a multiplicação controlada; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Juliana Bitencourt de Lima

Avaliação dos níveis de contaminação por mercúrio no município de Descoberto, MG; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rudson de Souza R

da Silva; SAAE Rio Pomba: um estudo de caso sobre o tratamento de água; 2008; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aniger Carvalho Lemos

IRRIGAÇÃO e seu manejo; 2007; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rafael Soares Monteiro

Lavanderia Cinco Estrelas - São João Nepomuceno ? MG; 2007; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Josyane Cristine Pascoal Alfredo

Reprodução e mudas de plantas no laboratório de Meristema do CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO POMBA (CEFET-RP); 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jefferson dos Santos Oliveira

Agricultura Orgânica e seu Desenvolvimento; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

John Henrique Souza Lopes

Agroecologia: Desenvolvimento sustentável para o CEFET-RP; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Pablo Siqueira

Aquecimento Global; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Bruno Milagre Dias Guizilini

Orientações para funcionamento e operação de usina de triagem e compostagem de lixo; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Aniger Carvalho Lemos

A irrigação no CEFET-RP; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Jordana Aline Nogueira Corrêa

Disposição de resíduos sólidos e o processo da Usina de Reciclagem, Triagem e Compostagem de Lima Duarte?MG; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

MAIARA CAMPOS

Áreas Favelizadas Sobre a Visão da Temática Ambiental: O Meio Ambiente da Vila São José, em Belo Horizonte ? MG; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Winicius Marlon

Meio Ambiente e Humanidade; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Paula de Souza Magalhães

Produção de Energia na Usina Hidrelétrica de Ituerê, Rio Pomba - MG; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Eduardo de Oliveira Mendonça

Recuperação de Mata Ciliar da Usina Triunfo; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Álvaro Antônio Campos

Recuperação e preservação de áreas afetadas por águas residuárias de suinocultura; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Josyane Cristine Pascoal Alfredo

Estudo de caso das Indústrias Moveleira do pólo de Ubá; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Dalila Gonçalves Coelho

Impactos causados pelos Agrotóxicos sobre o Meio Ambiente e o Homem; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Zaine Maria Dias da Fonseca

Impactos da mineração na agricultura familiar e Zona da Mata Mineira; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Vitor do Carmo Vilela

Recuperação e Conservação de Nascentes; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Claudinei Íris de Paiva

Recuperação de pastagens; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Renata Prudente Araújo

Recuperação de ambiente aquático de rios; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Maria de Fátima Nascimento

Recuperação de Áreas Degradadas do Parque Estadual da Serra do Rola Moça; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Victor Teixeira dos Santos

Reflorestamento: como proceder?; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Tony Carlos Marques dos Santos

Modelo de uma Fazenda Auto Sustentável e Energias; 2007; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba, MG; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Roberto Carlos Alves da Costa

Resíduos Sólidos: Usina de Reciclagem e Compostagem de Lixo de Tabuleiro; 2006; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Reliquias A Souza Inácio

A IMPORTÂNCIA DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA SUINOCULTURA DO CEFET-RP; 2006; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rita de Cássia dos Santos Miranda

A certificação ambiental como garantia de sucesso em programas de recuperação ambiental; 2006; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO MEIO AMBIENTE) - Centro Federal de Educação Tecnológica; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Wagner de Souza Pereira

Recuperação de pastagens degradadas; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Leonardo Antonio A

dos Santos; Resíduos Sólidos & Usina de Reciclagem e Compostagem de Lixo em Tabuleiro, MG; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Fagner José de Carvalho Lourenço

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA SUINOCULTURA DO CEFET-RP; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Germano Luis A

de Paiva; Auto posto GAL: comprometimento com o meio ambiente e gestão ambiental; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luiz Guilherme dos S

Nascimento; Abatedouro de suínos; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

SEBASTIAO NUNES FILHO

A Legislação Ambiental Brasileira e o Uso de Caução Como Garantias de Recursos Para a RAD Pela Atividade da Mineração; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luciana Braga de Mello

Adubação Verde e RAD; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rosiléia Ferreira Pinto

Descontaminação e RAD por Derramamento de Derivados de Petróleo; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Roberto Carlos Alves da Costa

Educação Ambiental Como Medida Preventiva de Degradação e no Monitoramento de Áreas Recuperadas; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luciano Lima Marcelino

SAFs como práticas de conservação e recuperação de solos degradados; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

João Batista Martins

Proposta de implantação do sistema de gestão ambiental para o setor de suinocultura do CEFET- RP; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Gestão do Agronegócio) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Diego Berlamindo Toledo

Gestão de resíduos sólidos; 2006; Orientação de outra natureza; (Técnico em Gestão do Agronegócio) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Camila Isabel S

Martins; DESENVOLVIMENTO DO AGRONÉGOCIO SUSTENTÁVEL; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Daniela Carla Folhaça

Efeitos Do Desmatamento Sobre O Clima; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Eliane Bárbara Ferreira

Gestão Ambiental na Avicultura; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Fabiana Bernardino Marcelino

Gestão Ambiental: um estudo de caso na SOMA Indústria de Rações; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Feliphe Homem B

da Costa; Gestão Ambiental e Administração de Resíduos Agroindustriais; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Éden Lúcio de Oliveira

Sistema de Gestão Ambiental: ISO 14; 001; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Thamiris Lisboa da Silva

Crescimento econômico e seus efeitos ambientais; 2005; Orientação de outra natureza; (GESTÃO DO AGRONEGÓCIO) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Rogério M

P; Farage; Avaliação de Impactos Ambientais; 2005; Orientação de outra natureza; (Técnico em Meio Ambiente) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Adriana Barbosa Lopes

Impactos da construção sobre manguesais; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luciana Braga de Mello

IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELA EXPANSÃO URBANA; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Narcísio Ferreira

AIA, Outorga e a Gestão dos Recursos Hídricos como Instrumento da Prevenção da Degradação dos Ecossistemas Aquáticos e de Monitoramento de Áreas Recuperadas; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Leonardo Antonio Andrade dos Santos

Avaliação Ambiental Estratégica; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Isabel Soares de Souza

Avaliação de Impactos Ambientais em Áreas de Garimpo e Mineração; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Thiago Ferreira Rocha

Avaliação de Impactos Ambientais em Projetos de Irrigação; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Roberto Carlos Alves da Costa

Medidas Preventivas, Compensatórias e Mitigadoras de Impactos Ambientais; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Adriana Barbosa Lopes

Energia Renovável e seus efeitos sobre o clima e a qualidade do ar; 2005; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Fabiana Bernardino Marcelino

Implantação de um SGA na Soma Indústria e Comércio Ltda; 2005; Orientação de outra natureza; (Técnico em Gestão do Agronegócio) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Beatriz de Souza

Sistema de Gestão Ambiental: ISO 14000; 2004; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Josué Almeida Júnior

Gestão Ambiental como ferramenta de competitividade; 2004; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Luíz Fernado Godinho

Crescimento econômico e efeitos ambientais; 2004; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Roberto Carlos Alves

Monitoramento ambiental; 2004; Orientação de outra natureza; (TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE) - Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais; Orientador: Maurício Novaes Souza;

CAMILA ISABEL SOUZA MARTINS

DESENVOLVIMENTO DO AGRONÉGOCIO SUSTENTÁVEL; 2004; Orientação de outra natureza; (Técnico em Gestão do Agronegócio) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Daniela Carla Folhaça

EFEITOS DO DESMATAMENTO SOBRE O CLIMA; 2004; Orientação de outra natureza; (Técnico em Gestão do Agronegócio) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Éden Lúcio de Oliveira

Sistema de Gestão Ambiental - ISO 14000; 2004; Orientação de outra natureza; (Técnico em Gestão do Agronegócio) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba; Orientador: Maurício Novaes Souza;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

James Jackson Griffith

Degradação e recuperação ambiental e desenvolvimento sustentável; 2004; Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: James Jackson Griffith;

Aziz Galvão da Silva Júnior

Planejamento e gerenciamento do uso do solo e dos recursos hídricos nas bacias do Rio Preto e Ribeirão Entre Rios, MG: gestão ambiental com enfoque na dinâmica de sistemas; 2008; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Aziz Galvão da Silva Júnior;

Rafael Coll Delgado

PLANEJAMENTO E GERENCIAMENTO DO USO DO SOLO E DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS BACIAS DO RIO PRETO E DO RIBEIRÃO ENTRE RIBEIROS: GESTÃO AMBIENTAL COM ENFOQUE NA DINÂMICA DE SISTEMAS; 2008; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Rafael Coll Delgado;

Haroldo Nogueira de Paiva

Degradação e recuperação ambiental e desenvolvimento sustentável; 2004; 371 f; Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Coorientador: Haroldo Nogueira de Paiva;

Everardo Chartuni Mantovani

Dinâmica do uso dos recursos hídricos nas bacias do ribeirão Entre Ribeiros e do rio Preto, afluentes do rio Paracatu; 2008; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Everardo Chartuni Mantovani;

Everardo Chartuni Mantovani

Dinâmica de sistemas aplicados em projetos de irrigação; 2005; 0 f; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Everardo Chartuni Mantovani;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PEREIRA, I. M. ; JAEGGI, M. E. P. C. ; ROCHA, R. S. ; ENTRINGER, G. C. ; CRUZ, D. P. ; LIMA, W. L. ; SOUZA, M. N. ; GRAVINA, G. A. ; OLIVEIRA, T. R. A. ; SANTANNA, C. Q. S. S. . Morphological Characterization ofStrains ofBean Pod Promising South Capixaba. American International Journal of Agricultural Studies , v. 3, p. 14-18, 2020.

  • LIMA, KÍSSILA FRANÇA ; SOUZA, MAURÍCIO NOVAES ; MATOS, MARIZE BASTOS DE . Produção de Aves em Sistema de Base Agroecológica. VÉRTICES , v. 21, p. 205-219, 2019.

  • CAMPOS, SILVANE DE ALMEIDA ; LANA, ROGÉRIO DE PAULA ; GALVÃO, JOÃO CARLOS CARDOSO ; COELHO, STELIANE PEREIRA ; TROGELLO, EMERSON ; TAVARES, VALDIR BOTEGA ; SOUZA, MAURICIO NOVAES ; VELOSO, CRISTINA MATTOS . USO DE CAMA AVIÁRIA NA PRODUÇÃO DE MILHO E QUALIDADE DA SILAGEM. Revista Brasileira de Milho e Sorgo , v. 16, p. 373-387, 2018.

  • AZEVEDO, L. S. ; STURIAO, A. P. ; LOPES, C. M. ; ZACARIAS, A. J. ; SOUZA, MAURICIO NOVAES . EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PLÂNTULAS DE Coffea Arábica E CoffeaCanephora EM DIFERENTES SUBSTRATOS ALTERNATIVOS. VI Online Conference - Agronomy , v. 1, p. 1, 2018.

  • NASCIMENTO, MAXWEL R ; SANTOS, PAULO RICARDO ; COELHO, FÁBIO C ; JAEGGI, MÁRIO EUCLIDES PC ; COSTA, KLEYTON DANILO S ; SOUZA, MAURÍCIO N . Biometric analysis in maize genotypes suitable for baby corn production in organic farming system. HORTICULTURA BRASILEIRA , v. 36, p. 419-425, 2018.

  • NASCIMENTO, M. R. ; JAEGGI, M. E. P. C. ; SOUZA, M. N. . EFEITO DA ADUBAÇÃO VERDE NA CULTURA DO MILHO (Zea mays L.). Revista UniVap , v. 22, p. 698, 2017.

  • CAMPOS, S. A. ; LANA, R. P. ; GALVAO, J. C. C. ; SOUZA, M. N. ; TAVARES, V. B. . Efeito do esterco de galinha poedeira na produção de milho e qualidade da silagem. REVISTA CERES , v. 64, p. 274-281, 2017.

  • SOUZA, M. N. . Produção Agroecológica e Políticas Públicas no Assentamento Loiva Lourdes- Borebi-SP. Revista Alamedas , v. 4, p. 1, 2017.

  • NASCIMENTO, M. R. ; JAEGGI, M. E. P. C. ; SALUCI, J. C. G. ; ZACARIAS, A. J. ; GUIDINELLE, R. B. ; PEREIRA, I. M. ; RODRIGUES, R. R. ; SILVA, S. F. ; SOUZA, M. N. . DIFERENTES GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO. Revista UniVap , v. 22, p. 140, 2016.

  • ESPINOSO, SANDY QUEIROZ ; ROCHA, RICHARDSON SALES ; OLIVEIRA, LOUSLANY ALMEIDA ; PEREIRA, EDUARDO SUDRE ; SOUZA, MAURÍCIO NOVAES ; FREITAS, ISMAEL LOURENÇO DE JESUS . LEVANTAMENTO FITOSSOCIOLÓGICO DE PLANTAS DANINHAS EM ÁREAS DE CULTIVO DE CAFÉ LOCALIZADAS NO SUL DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO. REVISTA UNIVAP , v. 22, p. 320, 2016.

  • SOUZA, M. N. . Análise da implantação da disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos no município de Rio Pomba, MG. Holos (Natal. Online) , v. 3, p. 37-45, 2015.

  • OLIVEIRA, R. F. ; SOUZA, M. N. ; Trivellato . REVEGETAÇÃO DE TALUDES E ÁREAS CILIARES DA REPRESA DO HORTO E DA NASCENTE DO IF Sudeste MG ? CAMPUS RIO POMBA. Revista Eletronica do IBEAS , v. 1, p. 58-64, 2015.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. ; SOUZA, Maria A. A. S. . Dynamic o systems and the modelling with the use STELLA. ACADEMIC JOURNALS DATABASE , v. 4, p. 23-37, 2014.

  • SOUZA, M. N. . O direito ao ambiental salubre e a política nacional de resíduos sólidos no município de Tocantins, MG. Holos (Natal. Online) , v. 3, p. 23-32, 2014.

  • SOUZA, M. N. ; MATA, J. A. P. ; MARTINS, M. C. . Paisagismo urbano e recuperação de áreas degradadas. ESPECIALIZE , v. 1, p. 1-16, 2014.

  • SOUZA, M. N. . MYCORRHIZAL ASSOCIATION AS A STRATEGY FOR THE ESTABLISHMENT OF SPECIES IN IMPACTED SURFACE. Journal of Bioenergy and Food Science , v. 1, p. 33, 2014.

  • SOUZA, M. N. . Avaliação do comportamento hidrológico de bacias hidrográficas em cenários de mudanças climáticas com o uso da modelagem: caso ribeirão Entre Ribeiros. Revista Saneas , v. 38, p. 24-28, 2014.

  • SILVA, M. A. A. ; SILVA, D. M. ; SILVA, J. M. M. ; COSTA, L. R. ; SOUZA, M. N. . Informalidade e redes sociais: famílias produtoras de cahaça no município de Rio Pomba, MG. Por Extenso: Boletim de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural , v. 4, p. 127-135, 2013.

  • NASCIMENTO, S. A. ; FERREIRA NETO, J. A. ; SOUZA, M. N. . Mercado de terras e intervenções públicas nas orientações das ocupações das áreas periurbas. Por Extenso: Boletim de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural , v. 4, p. 187-195, 2013.

  • MARTINS, M. C. ; ROMARCO, M. L. ; SOUZA, M. N. . Uma análise da implantação da integração lavoura pecuária floresta (ILPF) na microrregião de Viçosa, Minas Gerais. Por Extenso: Boletim de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural , v. 4, p. 154-163, 2013.

  • SABARA, M. G. ; SOUZA, M. N. ; SOUZA, M. N. ; CARNEIRO, A. A. ; PEREIRA, T. T. C. . VAZÂO E CONCENTRAÇÔES DE N E P EM RIOS DE MENOR ORDEM DRENANDO EUCALYPTUS E CERRADO DEGRADADO NOS VALES DO RIO SÃO FRANCISCO E JEQUITINHONHA, MG. III Workshop Internacional sobre Planejamento e Desenvolvime , v. 4, p. 1867-1867, 2013.

  • SABARA, M. G. ; SOUZA, M. N. . VARIAÇÕES ESPACIAIS E SAZONAIS DO ESTADO TRÓFICO NO POTAMAL DO RIO PIRACICABA, VALE DO AÇO, LESTE DE MINAS GERAIS. Anais do IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS , v. 5, p. 1856-1866, 2013.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . Avaliação do comportamento hidrológico na bacia do ribeirão Entre Ribeiros, afluente do rio Paracatu, em cenário de mudança climática com o uso do software STELLA. http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v18n04a08 , v. 1, p. 32-47, 2013.

  • REIS, B. E. ; SOUZA, M. N. ; GARCIA, C. P. . O ensino da agroecologia como estratégia para o desenvolvimento rural sustentável: o caso do curso superior em agroecologia do campus rio Pomba do IF Sudeste de MG. Cadernos de Agroecologia , v. 8, p. 456-461, 2013.

  • MARTINS, M. C. ; SOUZA, M. N. . Uma análise das variáveis do desenvolvimento rural sustentável no uso da Integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF) em municípios da Zona da Mata de Minas Gerais. Multifuncionalidades sustentáveis no campo: Agricultura, pecuária e florestas , v. 5, p. 10-15, 2013.

  • MARTINS, M. C. ; SOUZA, M. N. . II CONGRESSO INTERNACIONAL DE AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL. Simpósio Brasileiro de Agropecuária Sustentável , v. 5, p. 10-15, 2013.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. ; SILVA, M. A. A. . Software STELLA and the hydrologic behavior in the basin of the Entre Ribeiros river, Paracatu river tributary, in scnery of climatic change. Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso) , v. 84, p. 67-79, 2012.

  • SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . Desafios da construção civil: sustentabilidade e responsabilidade socioambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental (Impresso) , v. 67, p. 34-37, 2012.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . Avaliação do comportamento hidrológico na bacia do ribeirão entre ribeiros, afluente do rio Parcatu, em cenário de mudança climática com o uso do software STELLA. Sistema Aberto e Integrado de Informação em Agricultura , v. 107, p. 1-3, 2012.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . Water resources use dynamics in watersheds of ribeirão Entre Ribeiros and rio Preto, tributaries of the Paracatu river. Boletim de Ciências Geodésicas (Impresso) , v. 17, p. 35-46, 2012.

  • SILVA, M. A. A. ; SOUZA, M. N. ; SILVA, D. M. . A informalidade na produção da cachaça no município de Rio Pomba, MG. Extensão Rural (Santa Maria) , v. 19, p. 75-104, 2012.

  • SOUZA, M. N. . As unidades básicas de saúde no espaço urbano de Juiz de Fora e sua conectividade com áreas de especial interesse social. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso) , v. 34, p. 23-34, 2012.

  • SOUZA, Maria A. A. S. ; SOUZA, M. N. ; SOUZA, M. N. . A Informalidade na Produção da Cachaça no Município de Rio Pomba, MG. Extensão Rural (Santa Maria) , v. 19, p. 75-104-167, 2012.

  • SOUZA, Maria A. A. S. ; SOUZA, M. N. ; SOUZA, M. N. . A Informalidade na Produção da Cachaça no Município de Rio Pomba, MG. Extensão Rural (Santa Maria) , v. 19, p. 75-104-167, 2012.

  • SOUZA, M. N. ; SOUZA, Maria A. A. S. . Spring and dams of the IFET MG SOUTHEAST - CAMPUS RIO POMBA: a space to promote environmental. International Journal of Sociology of Agriculture and Food , v. 20, p. 127-146-146, 2012.

  • REIS, B. E. ; SOUZA, M. N. ; RIBEIRO, F. L. . A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA AGROECOLOGIA NA VISÃO DOS ALUNOS DO INSTITUTO FEDERAL DO SUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2012) , v. 1, p. 12587-12591, 2012.

  • SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. ; NOVAES . Sustentabilidade das Organizações: gestão ética e sustentabilidade social. Revista Competência , v. 59, p. 12-13, 2011.

  • SOUZA, M. N. . Hidrelétricas: energia limpa?. Informe RSE - SESI , v. 02, p. 8-10, 2011.

  • SOUZA, M. N. . Crescimento urbano: a economia e a sustentabilidade. REDAE (Salvador) , v. 12310, p. 1-2, 2011.

  • CAMPOS, S. A. ; SOUZA, M. N. ; OLIVEIRA, R. F. . Nascente e Açudes do IF Sudeste MG - Campus Rio Pomba: um espaço para promover a Educação Ambiental. Cadernos de Agroecologia , v. 2, p. 45-51, 2011.

  • CAMPOS, S. A. ; SOUZA, M. N. ; JESUS, E. L. ; OLIVEIRA, R. F. . Diagnóstico sobre uso, conservação e estádios de degradação das pastagens do município de Rio Pomba, MG. revista brasileira de agroecologia , v. 46, p. 57-64, 2011.

  • REIS, G. L. ; LANA, A. M. Q. ; SOUZA, M. N. . SOMBREAMENTO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA SOBRE ATRIBUTOS QUÍMICOS DE SOLO EM UMA PASTAGEM DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MARANDU. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável (RBAS) , v. 2, p. 50-58, 2011.

  • REIS, G. L. ; LANA, A. M. Q. ; LANA, R. M. Q. ; SOUZA, M. N. . SOMBREAMENTO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA SOBRE ATRIBUTOS QUÍMICOS DE SOLO EM UMA PASTAGEM DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MARANDU. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável (RBAS) , v. 1, p. 76-87, 2011.

  • SOUZA, M. N. ; OLIVEIRA, R. F. ; SOUZA, Maria A. A. S. ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. . USO DA MODELAGEM COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DE COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DE ECOSSISTEMAS AQUÁTICOS: O CASO DO RIO PRETO, AFLUENTE DO RIO PARACATU. Revista Eletronica do IBEAS , v. 1, p. 58-65, 2011.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. ; SILVA, M. A. A. . Dynamc of systems and the modelling with the use STELLA program of the hydrologic resources in the rio Preto basin, Parcatu river tributary. Sistema Aberto e Integrado de Informação em Agricultura , v. 21796, p. 23-35, 2011.

  • SOUZA, M. N. ; GONÇALVES, W. F. . Mudanças climáticas, agroecologia e desenvolvimento sutentável. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental , v. 5, p. 1-5, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . DINÂMICA DE SISTEMAS E MODELAGEM DOS RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PRETO, AFLUENTE DO RIO PARACATU, COM O USO DO PROGRAMA STELLA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO. Diário Oficial da União. Seção 3 (Online) , v. 2, p. 257-273, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . USO DA MODELAGEM PARA AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO HIDROLÓGICO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS EM CENÁRIOS DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS: o caso do ribeirão Entre Ribeiros, afluente do rio Paracatu. Diário Oficial da União. Seção 3 (Online) , v. 3, p. 234-245, 2010.

  • SOUZA, M. N. . Mercado e ambiente: perfil profissional e desafios para a sua formação. Diário Oficial da União. Seção 1 (Online) , v. 29, p. 1-5, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . Avaliação do comportamento hidrológico na bacia do ribeirão Entre Ribeiros, afluente do rio Paracatu, em cenário de mudança climática com o uso do software STELLA. Engenharia na Agricultura , v. 18, p. 339-351, 2010.

  • SOUZA, M. N. . Desafios atuais para a formação dos gestores ambientais. Agrocampo , v. 1, p. 30-31, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SILVA JUNIOR, A. G. ; GRIFFITH, James Jackson ; delgado, r. c. . Dinâmica de sistemas e modelagem dos recursos hidricos da bacia do rio preto com o uso do programa STELLA. Engenharia na Agricultura , v. 17, p. 346-353, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. ; SILVA, M. A. A. . Software STELLA e o comportamento hidrológico na bacia do ribeirão Entre Ribeiros, afluente do rio Paracatu, em cenário de mudança climática. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais , v. 1, p. 43-66, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MARTINS, S. V. . Cultivo do palmiteiro juçara. Revista DAE , v. 182, p. 13-23, 2010.

  • OLIVEIRA, R. F. ; SOUZA, M. N. ; Trivellato ; ROSA, W.G. . Revegetação de Taludes e áreas ciliares da represa do horto eda nascente do IF SUDESTEMG - CAMPUS RIO POMBA. Revista Eletronica do IBEAS , v. 4, p. 43-49, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; OLIVEIRA, R. F. ; SILVA, M. A. A. ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. . Uso da modelagem como ferramenta de gestão de ecossistemas aquáticos: o caso do rio Preto, afluente do rio Paracatu. Revista Eletronica do IBEAS , v. 4, p. 57-65, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. ; SILVA, M. A. A. . DINÂMICA DE SISTEMAS E A MODELAGEM COM O USO DO PROGRAMA STELLA DOS RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PRETO, AFLUENTE DO RIO PARACATU. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais , v. 1, p. 16-42, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; ORELLANA GONZÁLEZ, A. M. G. ; SANCHEZ ROMAN, R. M. ; SOUZA, Maria A. A. S. . DINÂMICA DE SISTEMAS E A MODELAGEM COM O USO DO PROGRAMA STELLA DOS RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PRETO, AFLUENTE DO RIO PARACATU. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais , v. 1, p. 16-42-42, 2010.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; GRIFFITH, James Jackson ; SILVA JUNIOR, A. G. ; delgado, r. c. . DINÂMICA DE SISTEMAS E MODELAGEM DOS RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PRETO COM O USO DO PROGRAMA STELLA. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA , v. 17, p. 353-366, 2009.

  • SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni ; GRIFFITH, James Jackson ; SILVA JUNIOR, A. G. ; delgado, r. c. . Avaliação do comportamento hidrológico na bacia do ribeirão Entre Ribeiros em cenário de mudança climática com o uso do software STELLA. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA , v. 18, p. 45-49, 2009.

  • SOUZA, M. N. . A economia, o ambiente e os limites do crescimento. Revista DAE , v. 15, p. 1-1, 2009.

  • SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . A superpopulação, o modelo de crescimento e a importância da consciência ambiental. Revista da Academia Brasileira de Direito Constitucional , v. 456, p. 1-4, 2009.

  • SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . Superpopulação, modelo de crescimento e consciência ambiental. Instituto Águas Serra da Bodoquenha , v. 3949, p. 1-3, 2009.

  • SOUZA, M. N. ; VIEIRA, M. F. A. . Barraginhas: pela revitalização do Ribeirão Ubá. Boletim da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica , v. 1345, p. 1-6, 2009.

  • ANTUNES, N. C. ; SOUZA, M. N. ; RIBAS . Mercado consumidor e tendências dos produtos orgânicos na cidade de Juiz de Fora, MG. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 4, p. 2376-2379, 2009.

  • SOUZA, M. N. . Agroecologia e a crise energética. Getulio (FGV) , v. 430, p. 45-56, 2009.

  • SOUZA, M. N. . A economia e o ambiente. Revista DAE , v. 957, p. 1-2, 2009.

  • SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . Degradação socioambiental: opulência, miséria e perspectivas. APMP Revista , v. 13, p. 55-57, 2008.

  • SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . Transposição das águas do São Francisco. Jornal do Biólogo , v. 40, p. 1/40-2, 2008.

  • SOUZA, M. N. . O mercado e o ambiente: perfil profissional e os desafios atuais para a sua formação. Instituto Águas Serra da Bodoquenha , v. 346, p. 1-5, 2008.

  • SOUZA, M. N. . A crise energética e as políticas públicas. Getulio (FGV) , v. 1186, p. 1-4, 2008.

  • SOUZA, M. N. ; SOUZA, Maria A. A. S. . Degradação sócio-ambiental. APMP Revista , v. 11, p. 55-57-57, 2008.

  • SOUZA, M. N. . Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável. Instituto das Águas da Serra da Bodoquena , v. 2953, p. 3-6, 2007.

  • CONTIM, F. S. ; VICENTI, Marcelo Rossi ; SOUZA, M. N. ; MANTOVANI, Everardo Chartuni . Produtividade do cafeeiro irrigado por diferentes sistemas de irrigação na região da zona da mata de minas gerais. Comunicado Técnico. Embrapa Instrumentação Agropecuária , v. 345, p. 67/5690-69, 2004.

  • REIS, G. L. ; LANA, A. M. Q. ; SOUZA, M. N. . The determination of chromic oxide in faeces samples by atomic absorption spectrophotometry. Journal of Agricultural Science (Online) , v. 59, p. 381, 1962.

  • SOUZA, M. N. . Manejo e Formação de Pastagens. Informativo Agropecuárrio Cacal, Castelo - ES, 1985.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Núcleo Docente Estruturante do Curso Superior de Tecnologia em Cafeicultura do Ifes - Campus de Alegre. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Colegiado Acadêmico do Curso Superior de Tecnologia em Cafeicultura do Ifes - Campus de Alegre. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Comissão de Estudos e Planejamento da Qualidade de Ensino do Ifes Campus de Alegre. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2016/2017-CNPq do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais. 2017.

SOUZA, MAURICIO NOVAES . Comissão científica do III EBIO - Encontro de Ciências Biológicas do Campus de Alegre. 2016.

SOUZA, M. N. ; PEREIRA, J. A. . CBH BIG - Angra dos Reis. 2014.

SOUZA, M. N. . IRRIGAÇÃO E ESTAÇÕES ANUAIS NA COMPOSIÇÃO BROMATOLÓGICA E DIGESTIBILIDADE DE CAPINS CULTIVADOS SOB PASTEJO. 2013.

SOUZA, M. N. . VI Fórum Regional de Agroecologia. 2013.

SOUZA, M. N. . Empresas recicladoras. 2013.

SOUZA, M. N. . Reunião em Piraúba sobre a Usina de Reciclagem. 2013.

SOUZA, M. N. . Avaliador científico do XI ENECIT / XI ENPPG / V SIMPIT do IFCE campus em Iguatu. 2013.

SOUZA, M. N. . Consultor científico. 2012.

SOUZA, M. N. . Consultor científico. 2012.

SOUZA, M. N. ; SOUZA, M. N. . Não se diz tudo ao marido!!!. 2012.

SOUZA, M. N. . Jornal do aluno exemplar. 2011.

SOUZA, M. N. . Jornal do aluno consciente. 2011.

SOUZA, M. N. . Conselho científico da coleção Ambientalismo da Editora Appris. 2011.

SOUZA, M. N. . Consultor científico. 2011.

SOUZA, M. N. . Visita técnica Reginaldo Lopes .... campus do IFET São João del-Rei. 2010.

SOUZA, M. N. . Visita Reginaldo Lopes no IFET e Encontro com Reitor da UFSJ. 2010.

SOUZA, M. N. . IFET agora é campus avançado. 2010.

SOUZA, M. N. . Reginaldo Lopes visita campus do IFET em São João del-Rei. 2010.

SOUZA, M. N. . Reginaldo Lopes visita campus do IF SUDESTE MG em São João del-Rei. 2010.

SOUZA, M. N. . Consultor científico. 2010.

SOUZA, M. N. . 448 fazem vestibular para o IFET. 2009.

SOUZA, M. N. . Concurso IFET. 2009.

SOUZA, M. N. . Consultor científico. 2009.

SOUZA, MAURÍCIO N . Espaçamento entre linhas e colheitas interferem na produção do jiló e almeirão sob cultivo consorciado. 2020.

SOUZA, MAURÍCIO N . Cultivo do tomateiro em ambiente protegido sob diferentes tensões de água no solo. 2020.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . FERTIRRIGAÇÃO COM NITROGÊNIO NA CULTURA DO BRÓCOLIS. 2019.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . 'AVALIAÇÃO DA VARIAÇÃO ESPECTRAL DO CERRADO POR SENSOR REMOTO PASSIVO'. 2019.

SOUZA, MAURICIO NOVAES . Monitoramento da seiva xilemática em cana-de-açúcar através da TDR. 2019.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . SOWING SYSTEMS AND SOIL MANAGEMENT IN THE DEVELOPMENT OF SOYBEAN CROP. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . PROJETO: DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL PARA O IFPE. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . TAMANHO DE RECIPIENTES NA FORMAÇÃO DE MUDAS DE Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert (Fabaceae). 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA E TEMPERATURA NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . XII Simpósio de Cafés das Matas de Minas de Manhuaçu. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . VARIABILIDADE DAS CLASSES DE ÁGUA E ÍNDICE DE ESTADO TRÓFICO BASEADO NO FÓSFORO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIACHO QUEIMA PÉ. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . MONITORAMENTO DO CARBONO E NITROGÊNIO EM UM SISTEMA DE COMPOSTAGEM NO IFPE. 2018.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . AJUSTE DE MODELO DE PREDIÇÃO DE ÁREA FOLIAR DO FEIJOEIRO EM FUNÇÃO DE MEDIDAS LINEARES. 2018.

SOUZA, MAURICIO NOVAES . MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA E TEMPERATURA NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. 2018.

SOUZA, MAURICIO NOVAES . Decomposição da palhada de Urochloa ruziziensis em diferentes sistemas de semeadura e correção do solo. 2018.

SOUZA, M. N. . MÉTODOS DE ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DOS CANAIS DA TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO. 2017.

SOUZA, M. N. . VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DA CULTURA DO MILHO (ZEA MAYS ). 2017.

SOUZA, M. N. . SIMILARIDADE DE EUTROFIZAÇÃO DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS DA BACIA DO ALTO ...... 2017.

SOUZA, M. N. . ANÁLISE MORFOMÉTRICA DE UMA SUB-BACIA DO RIO PIRACICABA (MG) UTILIZANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA. 2017.

SOUZA, M. N. . 'EQUAÇÕES DE INTENSIDADE, DURAÇÃO E FREQUÊNCIA DE CHUVAS MÁXIMAS PARA O ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL'. 2017.

SOUZA, M. N. . Workshop de Projetos e TCCs e Encontro de Iniciação a Docência. 2017.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . FETECMS 2015 (Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul). 2017.

SOUZA, MAURICIO NOVAES . SIMILARIDADE DE EUTROFIZAÇÃO DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS DA BACIA DO ALTO JAGUARIBE, CEARÁ. 2017.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Visita técnica à Celina. 2017.

SOUZA, M. N. . PROGRAMA COMPUTACIONAL PARA ESTIMATIVA DAS TEMPERATURAS DO AR NO NORDESTE BRASILEIRO UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. 2016.

SOUZA, M. N. . INTERFERÊNCIA DO MANEJO NOS PROCESSOS HIDROLÓGICOS EM MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS NO SEMIÁRIDO CEARENSE. 2016.

SOUZA, M. N. . Estudo sobre as Treliças aplicadas à Engenharia de Transportes. 2016.

SOUZA, M. N. . Construção de modelos matemáticos para os circuitos de Chua e RLC com base em Identificação de Sistemas. 2016.

SOUZA, M. N. . Síntese e Caracterização de Nanopartículas de Metais de Transição. 2016.

SOUZA, M. N. . Plataforma Web Solidária: pensando uma ferramenta de promoção e ação junto às instituições de caridade de Luziânia/GO. 2016.

SOUZA, M. N. . Conflitos decorrentes da ocupação do solo nas margens da represa Guarapiranga, no município de Embu Guaçu, em consonância com a legislação ambiental vigente. 2016.

SOUZA, M. N. . Conceitos básicos para o desenvolvimento de uma mão robótica. 2016.

SOUZA, M. N. . Educação Profissional e Gênero no Mundo do Trabalho. 2016.

SOUZA, M. N. . ESTUDO DA VIABILIDADE TÉCNICA NA IMPLANTAÇÃO DO TELHADO VERDE NO INSTITUTO FEDERAL DE GOIÁS ? CAMPUS INHUMAS, PARA REDUÇÃO DO ESCOAMENTO PLUVIOMÉTRICO E MELHOR CONFORTO TÉRMICO.. 2016.

SOUZA, M. N. . Estudo das Práticas Sustentáveis para o Descarte de Equipamentos Eletrônicos no contexto do Instituto Federal de Goiás, campus Luziânia.. 2016.

SOUZA, M. N. . Sistema de Gestão dos Atendimentos da Coordenação de Apoio Pedagógico ao Discente. 2016.

SOUZA, M. N. . A educação em saúde como ferramenta estratégica no desenvolvimento de ações de prevenção da transmissão do HIV.. 2016.

SOUZA, M. N. . CARACTERIZAÇÃO DAS VARIÁVEIS HIDROQUÍMICAS COM AUXÍLIO DE ANÁLISE MULTIVARIADA DA BACIA DO ALTO JAGUARIBE, CEARÁ. 2016.

SOUZA, M. N. . Sistema de Irrigação automatizado. 2016.

SOUZA, M. N. . VI Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2015/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016108382999419. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016116618688674. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016116509660264. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016110569793699 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016110603054917 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016111594938227 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016115461553119 submetido ao Edital PIBIC-AF 06/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016110620058544 submetido ao Edital PIBIC-AF 06/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016110429393058 submetido ao Edital PIBIC-AF 06/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016108313494900 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016116465430469 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016116752255909 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2016110569793699 submetido ao Edital PIBIC-EM 07/2016. 2016.

SOUZA, M. N. . FETECMS 2016 (Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul). 2016.

SOUZA, M. N. . Ecologia Aplicada do VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2016/2017-CNPq do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais. 2016.

SOUZA, M. N. . Engenharia de Água e Solo - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2016/2017-CNPq do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais. 2016.

SOUZA, M. N. . Engenharia Agrícola e Engenharia Ambiental - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2016/2017-CNPq do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais.. 2016.

SOUZA, MAURICIO NOVAES . FETECMS 2016 (Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul). 2016.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Visita técnica a Martins Soares, Manhuaçu, Manhumirim. 2016.

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Visita técnica à Celina. 2016.

SOUZA, M. N. . Dos filhos deste solo és mãe gentil? ? um estudo sobre o candomblé. 2016.

SOUZA, M. N. . Análise Comparativa dos Sistemas Nacionais de Áreas Protegidas. 2015.

SOUZA, M. N. . DETERMINAÇÃO DA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO DE ÁGUA DA MICRORREGIÃO DA BACIA DO ALTO PARAGUAI ? MT. 2015.

SOUZA, M. N. . FOTOSSÍNTESE EM EUCALYPTUS SOB DIFERENTES CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS. 2015.

SOUZA, M. N. . Escritório Modelo de Assistência Técnica. 2015.

SOUZA, M. N. . Educação Ambiental nas escolas públicas. 2015.

SOUZA, M. N. . Fotossíntese em Eucalyptus sob diferentes condições edafoclimáticas. 2015.

SOUZA, M. N. . Utilizando a robótica como mecanismo de acessibilidade .... 2015.

SOUZA, M. N. . Caracterização hidrogeoquímica das águas superficiais .... 2015.

SOUZA, M. N. . JORNAL ONLINE DO IFMS - CÂMPUS CORUMBÁ: viabilização, criação e implantação. 2015.

SOUZA, M. N. . Estudo das principais bibliotecas de Realidade Aumentada e sua contribuição no auxílio do aprendizado. 2015.

SOUZA, M. N. . EVOLUÇÃO TEMPORAL DO DESMATAMENTO NA BACIA DO RIACHO DA ESTIVA, PIAUÍ. 2015.

SOUZA, M. N. . Avaliação das Tecnologias Desenvolvidas no Projeto Sustentabilidade no Sertão. 2015.

SOUZA, M. N. . Estudo fitossociológico de fragmento de área de preservação permanente no entorno do açude de. 2015.

SOUZA, M. N. . Desenvolvimento de um aplicativo com mapeamento de postos de descarte de pilhas e baterias.... 2015.

SOUZA, M. N. . Desenvolvimento de um aplicativo com mapeamento de postos de descarte de pilhas e baterias.... 2015.

SOUZA, M. N. . Identificação de galhadores em mandioca (Manihot esculenta Crantz). 2015.

SOUZA, M. N. . ?Sanitizantes E Formulado Biológico Para O Manejo Da Podridão Mole Na Batata Em Pós Colheita?. 2015.

SOUZA, M. N. . Projeto n. 20151144. 2015.

SOUZA, M. N. . 1 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 2 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 3 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 4 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 7 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 5 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 6 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 8 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . 9 - VII Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2015.

SOUZA, M. N. . Adubos verdes na germinação e produção de olerícolas. 2015.

SOUZA, M. N. . Edital 001/2015 ? Programa Institucional de Apoio a Projetos de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. 2015.

SOUZA, M. N. . Projeto N° 2015114436921575. 2015.

SOUZA, M. N. . Comportamento agroclimático e efeito de épocas da aplicação de adubação nitrogenada em arroz de terras altas no Estado de Mato Grosso. 2014.

SOUZA, M. N. . EDITAL N 02/2014 - PRPI PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC CNPq/FUNCAP/IFCE.. 2014.

SOUZA, M. N. . EDITAL N 001/2014 - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO DO IFCE. 2014.

SOUZA, M. N. . Produção de celulase por fungos utilizando casca de coco como material indutor. 2014.

SOUZA, M. N. . Produção de novos polímeros a partir de resíduos industriais. 2014.

SOUZA, M. N. . Farmácia verde: cultivando vegetais para colher saúde. 2014.

SOUZA, M. N. . Introdução à Fruticultura. 2014.

SOUZA, M. N. . Evolução temporal do desmatamento e expansão agrícola entre 1984 a 2010 na sub-bacia do rio Uruçuí-preto, Piauí. 2014.

SOUZA, M. N. . EDITAIS de N 001/2014 e 002/2014 ? PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO IFMS (PITEC). 2014.

SOUZA, M. N. . Evolução temporal do desmatamento e expansão agrícola entre 1984 a 2010 na sub-bacia do rio Uruçuí-preto, Piauí. 2014.

SOUZA, M. N. . O ESTRESSE E A QUALIDADE DE VIDA DE MULHERES AGRICULTORAS NA ZONA DA MATA DE MINAS GERAIS. 2014.

SOUZA, M. N. . Estresse e qualidadde de vida. 2014.

SOUZA, M. N. . VI Fórum Regional de Agroecologia. 2014.

SOUZA, M. N. . Probabilidade de ocorrência da evapotranspiração de referência mensal no sertão do CEARÁ. 2014.

SOUZA, M. N. . IV FETECMS (Feira de tecnologias, engenharias e ciências de Mato Grosso do Sul). 2014.

SOUZA, M. N. . EDITAL N 04/2014 - PRPI PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBITI/CNPq e PIBITI/IFCE.. 2014.

SOUZA, M. N. . UTILIZAÇÃO DE ADUBOS VERDES NA CULTURA DO SORGO. 2014.

SOUZA, M. N. . Potencialidade na Produção de Biogás por Biodigestão Anaeróbica de Dejetos de Herbivoros de Pequeno e Medio Porte. 2014.

SOUZA, M. N. . Agricultor Familiar. 2014.

SOUZA, M. N. . Uniformidade de distribuição na irrigação por gotejamento com água residuária de processamento de mandioca. 2014.

SOUZA, M. N. . Produção e conservação de águas em propriedades rurais. 2014.

SOUZA, M. N. . V Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2014/2015. 2014.

SOUZA, M. N. . PRECIPITAÇÃO PLUVIAL MÉDIA MENSAL E ANUAL NAS REGIÕES POLÍTICO-ADMINISTRATIVAS DO BRASIL. 2014.

SOUZA, M. N. . Edital n.001/2014. 2014.

SOUZA, M. N. . ESTUDO COMPARATIVO DE MÉTODOS PARA ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA PARA CHAPADÃO DO SUL, MS. 2013.

SOUZA, M. N. . 'REDUÇÃO DA VIABILIDADE DE OVOS DE HELMINTOS EM LODO DE ESGOTO DOMÉSTICO CALEADO'. 2013.

SOUZA, M. N. . Manejo de Águas. 2013.

SOUZA, M. N. . Análise espectral e avaliação de índices de vegetação para o mapeamento da caatinga. 2013.

SOUZA, M. N. . MONITORAMENTO DA SECA NO NORDESTE BRASILEIRO A PARTIR DOS DADOS DO SPOT-VEGETATION E DO TRMM. 2013.

SOUZA, M. N. . Vulnerabilidade socioambiental na bacia do rio Japaratuba em Sergipe a partir da álgebra de mapas. 2013.

SOUZA, M. N. . ANÁLISE DA FERTILIDADE DOS SOLOS DE ATERRO SANITÁRIO. 2013.

SOUZA, M. N. . PRODUÇÃO DE SERAPILHEIRA EM BOSQUES DE MANGUE COM DIFERENTES NÍVEIS DE PERTURBAÇÃO ANTRÓPICA NO ESTUÁRIO DO RIO ACARAÚ. 2013.

SOUZA, M. N. . O PAPEL DOS MACRODETRITÍVOROS NA DECOMPOSIÇÃO FOLIAR EM BOSQUES DE MANGUE COM DIFERENTES NÍVEIS DE PERTUBAÇÃO ANTRÓPICA NAS ESTAÇÕES SECA E CHUVOSA.. 2013.

SOUZA, M. N. . REVESTIMENTO COM POLISSACARÍDEO DE Adenanthera pavonina EM ACEROLA: CARACTERÍSTICAS FÍSICAS. 2013.

SOUZA, M. N. . A POSIÇÃO DO CAPITALISMO E A VISÃO DA ECONOMIA NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E NO ECODESENVOLVIMENTO. 2013.

SOUZA, M. N. . Diversas. 2013.

SOUZA, M. N. . Manejo da água - irrigação. 2013.

SOUZA, M. N. . Avaliador científico do XI ENECIT / XI ENPPG / V SIMPIT do IFCE campus em Iguatu. 2013.

SOUZA, M. N. . Consultor científico. 2012.

SOUZA, M. N. . Parecer Técnico. 2012.

SOUZA, M. N. . Parecer Técnico. 2012.

SOUZA, M. N. . Energia elétrica e resultado econômico em cultura do feijoeiro irrigado por pivô central, afetado pelo manejo da irrigação e sistemas de cultivo. 2012.

SOUZA, M. N. . Water use efficiency in sesame depending on soil water availability. 2012.

SOUZA, M. N. . Seleção aleatória de elementos amostrais como recurso à redução do número de amostras para a construção de mapas temáticos de resistência do solo a penetração. 2012.

SOUZA, M. N. . Qualidade das águas residuárias do processo de armazenagem prévia, por imersão, de frutos do cafeeiro. 2012.

SOUZA, M. N. . Desempenho agronômico e estado nutricional do capim mombaça fertirrigado com águas residuárias de curtume. 2012.

SOUZA, M. N. . Estimativa da temperatura de globo negro (TGN) a partir da temperatura de bulbo seco (TBS). 2011.

SOUZA, M. N. ; SILVA, M. A. A. . Aula de acolhimento de alunos. 2011.

SOUZA, M. N. . Avaliação da relação C/N e da qualidade do composto produzido em leiras de compostagem de carcaça e diferentes camas de criatório de frangos. 2011.

SOUZA, M. N. . INFLUÊNCIA DO PONTO DE AMOSTRAGEM EM PERFIL TRANSVERSAL DO RIO TURVO SUJO - MG VISANDO A QUANTIFICAÇÃO DE VARIÁVEIS DE QUALIDADE DA ÁGUA. 2011.

SOUZA, M. N. . MODELOS EMPÍRICOS PARA ESTIMATIVA DE PERDA CARGA EM TUBULAÇÕES DE PVC CONDUZINDO ÁGUA RESIDUÁRIA DE AVICULTURA. 2011.

SOUZA, M. N. . CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ALGODÃO SOB ADUBAÇÃO NITROGENADA E IRRIGAÇÃO COM ÁGUA RESIDUÁRIA. 2011.

SOUZA, M. N. . Regulamentação de criação do curso técnico em meio ambiente - campus Muriaé. 2011.

SOUZA, M. N. ; THILMANN, C. . Técnico em Meio Ambiente. 2010.

SOUZA, M. N. . Assessoria FAPEMIG. 2010.

SOUZA, M. N. . USO DO IRRIGÂMETRO PARA ESTIMAR A EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA COM BASE NO MÉTODO DO LISÍMETRO DE LENÇOL FREÁTICO CONSTANTE. 2010.

SOUZA, M. N. . Equações de perda de carga contínua para tubulações comercias de aço zincado conduzindo água residuária. 2010.

SOUZA, M. N. . IF São João realiza vestibular para mais três cursos. 2010.

SOUZA, M. N. . Campus de Barbacena recebe visita de Reginaldo Lopes. 2010.

SOUZA, M. N. . INFLUÊNCIA DA PRESENÇA DA BORDADURA E DOS NÍVEIS DE ÁGUA NA EVAPORAÇÃO OBTIDA NOS MINIEVAPORÍMETROS OPERANDO COM IRRIGÂMETRO MODIFICADO. 2010.

SOUZA, M. N. . Influência dos elementos do clima na evapotranspiração estimada pelo irrigâmetro na região do Alto Paranaíba-MG. 2010.

SOUZA, M. N. . Lopes é paraninfo da 1a turma d o IF SÃO JOÃO. 2010.

SOUZA, M. N. . Novos cursos do IF São João del-Rei. 2010.

SOUZA, M. N. . IF São João del-Rei forma a primeira turma. 2010.

MANTOVANI, Everardo Chartuni ; SOUZA, M. N. . Curso de irrigação: sistemas, manejo e gestão em condições de campo. 2009.

SOUZA, M. N. . ANÁLISE DE FREQUÊNCIA DE CHUVAS MÁXIMAS NAS SUB-BACIAS DO MÉDIO E BAIXO RIO DOCE. 2009.

SOUZA, M. N. . ALTERAÇÃO NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, QUÍMICAS E BIOQUÍMICAS DA ÁGUA NO PROCESSO DE LAVAGEM, DESPOLPA E DESMUCILAGEM DE FRUTOS DO CAFEEIRO. 2009.

SOUZA, M. N. . INFLUÊNCIA DA PRESENÇA DA BORDADURA E DOS NÍVEIS DE ÁGUA NA EVAPORAÇÃO OBTIDA NOS MINIEVAPORÍMETROS OPERANDO COM IRRIGÂMETRO MODIFICADO. 2009.

SOUZA, M. N. . Bromatologia e digestibilidade de gramíneas manejadas por corte submetidas a diferentes lâminas de irrigação. 2009.

SOUZA, M. N. . POTENTIAL USE OF SOLAR RADIATION TO DESINFECT DOMESTIC WASTEWATER IN BRAZIL. 2009.

SOUZA, M. N. . WATER RESOURCES SUSTAINABILITY AT SÃO MIGUEL DO ANTA COUNTY, MINAS GERAIS, BRAZIL: A SYSTEM DYNAMICS APPROACH. 2009.

SOUZA, M. N. . EVAPOTRANSPIRAÇÃO REGIONAL UTILIZANDO O SEBAL EM CONDIÇÕES DE RELEVO PLANO E MONTANHOSO. 2009.

SOUZA, M. N. . Qualidade dos frutos de tomateiro submetidos a fertirrigação com água residuária da suinocultura. 2009.

SOUZA, M. N. . DESEMPENHO DE FILTROS CONSTITUÍDOS POR FIBRA DE COCO NO TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS DE SUINOCULTURA. 2009.

SOUZA, M. N. . MODELOS PARA DETERMINAÇÃO DE FOSFORO E NITRATO EM NEOSSOLO QUARTZARÊNICO E LATOSSOLO VERMELHO USANDO TDR. 2009.

SOUZA, M. N. . RELAÇÃO ENTRE O LIMITE DE PLASTICIDADE E A UMIDADE ÓTIMA DE COMPACTAÇÃO DE UM LATOSSOLO VERMELHO-ESCURO EM DIFERENTES CONDIÇÕES DE USO. 2009.

SOUZA, M. N. . COMPARAÇÃO DOS VALORES DA Q7,10 ESTIMADOS POR DIFERENTES MÉTODOS DE REGIONALIZAÇÃO DE VAZÕES. 2009.

SOUZA, M. N. . V Semana do Meio Ambiente. 2009.

SOUZA, M. N. . 1o Fórum de Agroecologia "Agroecologia: da proposta a prática. 2008.

SOUZA, M. N. . PARÂMETROS DE TRANSPORTE DE METAIS PESADOS EM RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS. 2008.

SOUZA, M. N. . Programa Meio Ambiente por Inteiro. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SOUZA, M. N. . VIII Encontro Nacional de Técnicos Agrícolas. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

SOUZA, M. N. . I Encontro Regional de Técnicos Agrícolas da Zona da Mata Mineira. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

SOUZA, M. N. . XII Semana de Engenharia Agrícola e Ambiental da UFV. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

SOUZA, M. N. . Enchentes no Vale do Paraíba. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SOUZA, M. N. . Mudanças Climáticas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SOUZA, M. N. . Transposição do rio São Francisco. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SOUZA, MAURICIO NOVAES . A insustentabilidade e os descaminhos do consumismo revelados em o ?Estado do Mundo?. 2020; Tema: Artigo Ambiental e político. (Blog).

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . As Leis Ambientais Brasileiras e a clássica impunidade. 2018; Tema: Legislação Ambiental. (Blog).

SOUZA, M. N. . mauriciosnovaes.blogspot.com.br. 2017; Tema: Artigos. (Blog).

SOUZA, MAURÍCIO NOVAES . Crise hídrica: qual a culpabilidade da pecuária e da agricultura?. 2017. (Blog).

OLIVEIRA, A. A. ; FERRARI, J. L. ; BENTO, C. S. ; AMARAL, A. A. ; SOUZA, MAURÍCIO N . Cultivo artesanal de antúrios ? Guia prático. 2020. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Didático).

OLIVEIRA, A. A. ; FERRARI, J. L. ; BENTO, C. S. ; AMARAL, A. A. ; SOUZA, MAURICIO NOVAES . Cultivo artesanal de orquídeas Phalaenopsis ? Guia prático. 2020. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Didático).

SOUZA, M. N. . Recuperação de Áreas Degradadas. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Recuperação e Conservação de NASCENTES: Manejo de Bacias Hidrográficas e a Produção de Água. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Questões Ambientais no Brasil e no Mundo: TENDÊNCIAS. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos socioambientais. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Introdução ao estudo do meio ambiente. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidático).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Produção e conservação de águas em propriedades rurais. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Gestão de Recursos Hídricos e Recuperação de Áreas Degradadas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Questões Ambientais no Brasil e no Mundo: TENDÊNCIAS. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Recuperação de Áreas Degradadas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidático).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidático).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Elaboração de Projetos. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Elaboração e Análise de Projetos Socioambientais. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidático).

SOUZA, M. N. . Introdução ao estudo do meio ambiente. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Recursos Hídricos. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidático).

SOUZA, M. N. . Elaboração e Análise Econômica em Projetos Sócio-ambientais. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidático).

SOUZA, M. N. . Agrometeorologia: terminologias, aplicações e mudanças climáticas. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Revitalização de nascentes e manejo de bacias hidrográficas. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Economia dos recursos naturais e renováveis: elaboração e avaliação de projetos ambientais. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Introdução ao estudo do meio ambiente. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Recurso Hídricos. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Avaliação econômica de projetos ambientais. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Técnicas de recuperação de áreas degradadas. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SOUZA, M. N. . ANÁLISE ECONÔMICA EM PROJETOS AMBIENTAIS. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Análise econômica em projetos ambientais. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos. 2010. .

SOUZA, M. N. . Análise econômica de projetos ambientais. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Avalição econômica de projetos ambientais. 2010. .

SOUZA, M. N. ; PETRA, G. . Tratamento e disposição de resíduos sólidos e líquidos: SANEAMENTO AMBIENTAL. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Introdução ao estudo do meio ambiente. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Elaboração e avaliação de projetos sócio-ambientais. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Procedimentos básicos na recuperação de áreas degradadas. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Avaliação econômica de projetos ambientais. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Noções Básicas de recuperação de áreas degradadas. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. ; MEDEIROS, N. ; VIANA, S. ; DEMARTINI, G. P. ; OLIVEIRA, D. C. F. . Informativo Ambiental - Bacharelado em Zootecnia. 2009. (Editoração/Outra).

SOUZA, M. N. ; MIRANDA, C. . Informativo Ambiental. 2009. (Editoração/Outra).

SOUZA, M. N. ; MIRANDA, C. . Jornal Ambiente Verde. 2009. (Editoração/Outra).

SOUZA, M. N. ; MIRANDA, C. . Boletim Informativo Meio Ambiente EAD Cataguases. 2009. (Editoração/Outra).

SOUZA, M. N. . Agrometeorologia e mudanças climáticas. 2009. (Tema para redação).

SOUZA, M. N. . Mudanças Climáticas. 2009. (Tema para redação).

SOUZA, M. N. . Agricultura Orgânica e Paisagismo Urbano. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Ecologia e Manejo de Ecossistemas. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Manejo de Microbacias Hidrográficas. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Introdução à Análise Econômica da Gestão Ambiental na Empresa: uma Abordagem Sistêmica. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. ; CORRÊA, J. A. N. . Informativo Ambiental - Meio Ambiente. 2008. (Editoração/Outra).

SOUZA, M. N. . Implantação de Sistemas Agroflorestais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Análise Econômica em Projetos Ambientais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SOUZA, M. N. . Erosão - conservação e recuperação do solo. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Análise Econômica em Projetos Ambientais II. 2007. .

SOUZA, M. N. . RECUPERAÇÃO, MANEJO E CONSERVAÇÃO DE SOLOS. 2007. .

SOUZA, M. N. . RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE NASCENTES. 2007. .

SOUZA, M. N. . RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . MANEJO DA IRRIGAÇÃO. 2007. .

SOUZA, M. N. . RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. ; MARTINS, S. V. . RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS COM ENFOQUE EM MATAS CILIARES. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . ENGENHARIA AMBIENTAL INTEGRADA. 2007. .

SOUZA, M. N. . Economia Aplicada e Sistemas de Gestão Ambiental: Modelos Aplicados à Promoção do Desenvolvimento Sustentável. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. ; PETRA, G. . Disposição de águas residuárias no solo e na água. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Análise Econômica em Projetos Ambientais. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Análise Econômica em Projetos Ambientais II. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Gestão de Recursos Hídricos. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Abordagens em Economia Ambiental: Introdução à análise econômica da gestão ambiental na empresa. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Geografia. 2007. (Prova de Geografia).

SOUZA, M. N. . História. 2007. (Prova).

SOUZA, M. N. . Geografia. 2007. (Prova).

SOUZA, M. N. . Sistemas de Gestão Ambiental e Economia Aplicada. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Economia Aplicada e Sistemas de Gestão Ambiental. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Economia Aplicada e Sistemas de Gestão Ambiental: Modelos Aplicados à Promoção do Desenvolvimento Sustentável. 2006. .

SOUZA, M. N. . Economia Aplicada e Sistemas de Gestão Ambiental. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Sistemas de Gestão Ambiental e Economia Aplicada. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Climatologia agrícola e qualidade do ar. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Noções gerais de agrometeorologia. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Recuperação de Áreas Degradadas. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Economia Aplicada e Sistemas de Gestão Ambiental: Modelos Aplicados à Promoção do Desenvolvimento Sustentável. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Integração de Políticas Econômica, Social e Ambiental. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Abordagens em Economia Ambiental. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Economia Aplicada e Sistemas de Gestão Ambiental: Modelos Aplicados à Promoção do Desenvolvimento Sustentável. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Climatologia e Qualidade do Ar. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Recuperação de áreas degradadas. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Apostila Abordagens em Economia Ambiental. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Apostila Integração de Políticas Econômica, Social e Ambiental. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Apostila Recuperação de Áreas Degradadas. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Sistemas Agroflorestais e a Recuperação de Áreas Degradadas. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Agricultura Orgânica. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SOUZA, M. N. . Política e gestão ambiental. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Política e gestão ambiental. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais / Gestão Ambiental: como implementar?. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Análise e avaliação de projetos socioambientais / Gestão Ambiental: como implementar?. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SOUZA, M. N. . Drenagem de águas pluviais. 2010.

LOPES, R. ; SOUZA, M. N. ; VIEIRA, M. S. C. . Deputado Reginaldo Lopes e liberação de recursos. 2009 (Lançamento Edital e Licitação).

SOUZA, M. N. . Manejo da Irrigação. 2010 (Entrevista) .

SOUZA, M. N. . A irrigação e suas tendências. 2010 (Entrevista) .

LOPES, R. ; SOUZA, M. N. . Lançamento IFET SÃO JOÃO. 2009 (Busca de Recursos) .

SOUZA, M. N. . Programação Plano de Expansão ETEC - 2010. 2009 (Mesa Redonda) .

SOUZA, M. N. . Ecossistemas Marinhos. 2008 (Mesa Redonda) .

SOUZA, M. N. . O papel do COPAM. 2008 (Mesa Redonda) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Eficiência agronômica de fertilizante organomineral fosfatado a base de biocarvões, Descrição: Biocarvões, quando adicionados ao solo, podem reduzir a adsorção de fosfato. Contudo, o uso de forma isolada do biocarvão torna-se inviável e pouco provável para atender grandes áreas de cultivos, desta forma, a integração do biocarvão aos fertilizantes fosfatados seria uma alternativa para viabilizar seu uso em larga escala e proporcionar uma possível melhora na eficiência destes fertilizantes de forma a minimizar os efeitos da rápida adsorção deste ânion pelo solo e poupar recursos não renováveis. Neste sentido, objetiva-se com este trabalho, estudar a influência do biocarvão na disponibilidade de P no solo e, produzir fertilizante organomineral fosfatado baseado em biocarvão visando reduzir a adsorção de P pelo solo e aumentar a eficiência do uso de P em relação a fontes solúveis. Para isso, será produzido biocarvões a partir de palha de café e casca de eucalipto, os quais serão lavados com água deionizada e solução de HCl para retirada de cinzas. Os biocarvões puros e lavados serão caracterizados química e fisicamente e, avaliado a sua interferência na adsorção de P no solo através de experimento em condições controladas. Para a produção de fertilizantes será utilizado o superfosfato triplo (ST) como fonte de P e avaliado a adição de biocarvões ao ST na forma de mistura homogênea e encapsulamento em diferentes proporções. Os fertilizantes produzidos serão caracterizados quimicamente. Posteriormente será avaliado a eficiência dos fertilizantes organominerais comparados ao ST em experimentos de casa de vegetação e de campo utilizando milho como planta teste.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / Renato Ribeiro Passos - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Levantamento e identificação da incidência de pragas em linhagens e cultivares comerciais de feijão-de-vagem implantado no município de Alegre, ES., Descrição: As pragas vêm aumentando a cada ano na cultura do feijão, podendo estar relacionado com o uso incorreto de defensivos e principalmente do aumento da área cultivada. Por esse motivo, o objetivo desse projeto é realizar um levantamento e Identificação da incidência de pragas em linhagens e cultivares de feijão-vagem, obtidas em programas nacionais de melhoramento genético, e cultivares existentes no mercado, nas condições do município de Alegre, ES. O experimento será conduzido no Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) campus de Alegre, (latitude 2045?44? Sul e longitude 4127?43? Oeste), as plantas serão dispostas em fileiras, tutoradas pelo método de varas cruzadas, no espaçamento de 1,00 m x 0,20 m, em parcelas com vinte plantas, no delineamento experimental em blocos casualizados (DBC) com vinte e três tratamentos (quinze linhagens e oito cultivares). Espera-se, com esse projeto, identificar as pragas que incidem em cada genótipo, bem como apresentar o nível de dano econômico de cada praga presente na cultura, proporcionando os melhores métodos de controle, além de se saber as cultivares que melhor atendem o perfil de cultivo na região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante.

  • 2017 - Atual

    POTENCIAL DE LINHAGENS DE MILHO-PIPOCA ORIUNDAS DA CULTIVAR UENF-14 PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO, Descrição: Agroecologia; Biometria; Sustentabilidade; Desenvolvimento vegetativo; Produção orgânica; Viabilidade econômica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Wallace Luís Lima - Coordenador / Otacílio José Passos Rangel - Integrante.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DE CULTIVARES CRIOULAS DE MILHO EM SISTEMA DE CULTIVO ORGÂNICO, Descrição: Grande parte dos alimentos que abastecem a mesa dos brasileiros é produzida por pequenos e médios agricultores do modelo de produção familiar. No Espírito Santo, o milho é cultivado em uma área de 40 mil hectares e utilizado principalmente no consumo doméstico. Contudo, em condições que se empregam baixas tecnologias, tais como aração realizada por tração animal; adubação e calagem deficientes ou inexistentes; manejo de pragas e doenças ineficientes; no cultivo, em condições de campo, as variedades comerciais podem apresentar desempenho próximo ou mesmo inferior às variedades crioulas, que apresentam baixo custo de produção e ganho ambiental superior, por manter a diversidade genética das espécies, além de poder produzir e utilizar as sementes para as safras seguintes. A utilização de adubos orgânicos de origem animal é uma prática útil e econômica. O objetivo do presente projeto é avaliar variedades crioulas e o híbrido duplo comercial para produção de milho grão em sistema de cultivo orgânico, avaliar as características morfológicas e agronômicas, desempenho e a viabilidade técnica dessas variedades em relação a cultivar comercial. Será implantado um experimento com a cultura do milho nos meses de agosto de 2017 a julho de 2018 na área experimental do IFES campus Alegre. Os tratamentos consistirão de sete variedades crioulas de milho: Aliança, Fortaleza, Palha Roxa, Cateto, Cunha, Caiano e BR da Várzea, e um híbrido duplo comercial: AG 1051. O delineamento experimental será em blocos casualizados (DBC) com oito cultivares e três repetições, totalizando 24 unidades experimentais. A adubação orgânica será feita com cama aviária. Para o controle da lagarta-do-cartucho e da lagarta-da-espiga, será utilizado bactericida biológico a base de Bacillus thuringiensis. Em caso de significância, será realizado o teste de Tukey a 1 e 5% de probabilidade para a comparação das médias entre os tratamentos utilizando o aplicativo computacional SISVAR 5.6.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante.

  • 2017 - Atual

    POTENCIAL DE LINHAGENS DE MILHOPIPOCA ORIUNDAS DA CULTIVAR UENF-14 PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO, Descrição: Serão avaliados o POTENCIAL DE LINHAGENS DE MILHO de PIPOCA ORIUNDAS DA CULTIVAR UENF-14 PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO. O experimento será implementado no IFES campus de Alegre.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Wallace Luís Lima - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: Uso de Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem. Serão testadas 5 diferentes dosagens e uma parcela testemunha. Em duas oportunidades subsequentes, serão realizados os plantios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Avaliação de características morfológica e agronômicas de linhagens e cultivares comerciais de feijão-de-vagem implantado no município de Alegre, ES, Descrição: A produção de feijão-vagem no Brasil é conduzida por pequenos produtores, utilizando principalmente cultivares de crescimento indeterminado, pois a produção destina-se ao consumo fresco e em pequenas quantidades. Diante desse contexto, torna-se de grande relevância científica estudos relacionados à produção de feijão-vagem na região do Caparaó. O experimento será realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - Campus de Alegre, localizada no município de Alegre-ES. O Campus está localizado na latitude 2045?44? Sul, longitude 4127?43? Oeste e altitude de 134 m e com precipitação anual em torno de 1.200 mm. O delineamento experimental será em blocos casualizados (DBC), totalizando vinte e três tratamentos (quinze linhagens e oito cultivares) e três repetições. As plantas serão dispostas em fileiras, tutoradas pelo método de varas cruzadas. Será feito 10 colheitas durante o período de condução do experimento, que terá duração aproximada de 120 dias. Durante a condução do experimento serão avaliados os caracteres morfológicos e agronômicos, nos estádios de germinação, plântulas, floração, maturação, colheita e pós-colheita. Espera-se, com os resultados obtidos, identificar cultivares que melhor representem o cultivo na região, proporcionando uma contribuição técnica-cientifica para os produtores da cultura do feijão-vagem na região Sul do Estado do Espírito Santo, contribuindo, também, com o meio científico e acadêmico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante.

  • 2017 - Atual

    FORRAGEM HIDROPÔNICA DE MILHO CULTIVADO EM DIFERENTES TIPOS DE SUBSTRATOS, Descrição: No Brasil, a área de pastagem ocupa cerca de 180 milhões de hectares. Porém, a oferta de pastagem de qualidade decresce em regiões de baixo índice pluviométrico ou distribuição irregular das chuvas. Muitos produtores não dispõem de área suficiente de pastagens, nem quantidade suficiente de alimentos para fornecer aos animais. A produção de forragem por hidroponia é utilizada como tecnologia racional para otimização do uso da água, do espaço, do tempo, dos nutrientes e da mão de obra. No entanto, para pequenos produtores do modelo de produção familiar, comprar sementes comerciais pode inviabilizar tal cultivo, dado seu alto custo. As variedades crioulas de milho são materiais genéticos portadores de alta rusticidade, podem ser plantadas nas safras seguintes, são fontes de variabilidade genética, adaptadas às condições edafoclimáticas adversas e ao sistema de cultivo de baixo nível tecnológico, além de possuir outras vantagens ligadas à sustentabilidade da produção, tais como resistência às pragas e às doenças e eliminarem o uso de defensivos agrícolas. Dada a escassez de informações deste modelo de produção, o objetivo deste projeto é avaliar o rendimento de três variedades crioulas de milho quanto à produção e a qualidade de forragem hidropônica. O experimento será conduzido em casa de vegetação no IFES Campus Alegre. Será utilizado o esquema fatorial 3 x 3 x 2, em que serão avaliados o desempenho de três variedades crioulas de milho, cultivados em três substratos alternativos: bagaço de cana-de-açúcar, capim elefante e palha de café conilon. O delineamento experimental será em blocos casualizados (DBC) com quatro repetições. Para análise dos resultados, serão realizadas as análises de variância. Em caso de significância, será realizado o teste de Tukey a 1 e 5% de probabilidade para a comparação das médias entre os tratamentos utilizando o aplicativo computacional SISVAR 5.6.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante.

  • 2016 - 2017

    RENDIMENTO DE QUATRO GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO EM SISTEMA DE ADUBAÇÃO VERDE COM CROTALÁRIA (Crotalaria juncea L.), Descrição: Minimilho é o nome dado à inflorescência feminina do milho (Zea mays L.) antes da polinização. Seu cultivo tem ciclo curto, podendo se tornar uma alternativa promissora para os pequenos produtores para diversificar a produção e aumentar a rentabilidade na propriedade. O custo com adubação nitrogenada pode ser minimizado com a utilização de leguminosas, como a crotalária (Crotalaria juncea L.). Apresenta potencial produtivo que varia de 6 a 8 t ha-1 de MS e fixa entre 180 a 300 kg ha-1 de N por ciclo. O presente projeto tem como objetivos avaliar as características agronômicas, desempenho e a viabilidade técnica de cultivares comerciais e crioulas de milho para a produção de espigas de minimilho e utilizar a crotalária para o aporte de nitrogênio. Será implantado um experimento com a cultura do milho na área experimental do IFES campus de Alegre, em duas etapas: a primeira com o plantio de cobertura da crotalária, como pré-cultivo para formação da palhada; na segunda, será realizado o cultivo do milho para obtenção do minimilho. Os tratamentos consistirão de quatro (4) cultivares de milho. O delineamento experimental será em blocos casualizados (DBC) com quatro repetições, totalizando 16 unidades experimentais. No pleno florescimento da crotalária, será realizado o corte e a sua incorporação. Também, será incorporada cama aviária na proporção de 6 t ha-1. Para a segunda fase do experimento serão semeadas as cultivares de milho para colheita do minimilho, com nova adubação de cama aviária. As espigas serão avaliadas em onze (11) características agronômicas. Para a análise estatística, será realizada análise de variância para avaliar o efeito das cultivares de milho em nível de 5% de probabilidade. Em caso de efeito significativo, será realizado o teste de média de Duncan a 5% de probabilidade. A análise será realizada com auxílio do programa estatístico SAEG-DOS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante.

  • 2016 - 2017

    RENDIMENTO DE TRÊS GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO SUBMETIDOS À ADUBAÇÃO VERDE COM FEIJÃO-DE-PORCO (Canavalia ensiformis L.), Descrição: Minimilho é o nome dado à inflorescência feminina do milho (Zea mays L.) antes da polinização. Seu cultivo tem ciclo curto, sendo uma alternativa promissora para os pequenos produtores para diversificar a produção e aumentar a rentabilidade. O custo com adubação nitrogenada pode ser minimizado com a utilização de leguminosas. O feijão-de-porco (Canavalia ensiformis L.) é uma fabácea bastante utilizada como adubo verde, cuja produção de massa verde varia de 20 a 40 t ha-1 e fixa entre 120 a 280 kg ha-1 de N por ciclo. O presente projeto tem como objetivos avaliar as características agronômicas, desempenho e a viabilidade técnica de cultivares comerciais e crioulas de milho para a produção de espigas de minimilho e utilizar o feijão-de-porco para o aporte de nitrogênio. Para isso, será implantado um experimento com a cultura do milho na área experimental do IFES campus de Alegre. O experimento será realizado em duas etapas: a primeira será constituída pelo plantio do feijão-de-porco (Canavalia ensiformis L.), como pré-cultivo para formação da palhada; na segunda será realizado o cultivo do milho para produção do minimilho. O delineamento experimental será em blocos casualizados (DBC) com três cultivares, dois sistema de cultivo (monocultivo de milho com adubação verde e monocultivo de milho com adubação mineral) e quatro repetições, totalizando 24 unidades experimentais. Em agosto de 2016 será realizado o preparo do solo com uma operação de aração e outra de gradagem, e instalado o sistema de irrigação por aspersão. Em seguida, o feijão-de-porco será semeado manualmente. Para a análise estatística, será realizada análise de variância para avaliar o efeito das cultivares de milho em nível de 5% de probabilidade. Em caso de efeito significativo, será realizado o teste de média de Duncan a 5% de probabilidade. A análise será realizada com auxílio do programa estatístico SAEG-DOS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Análise Sensorial de Café com Diferentes Tipos de Água, Descrição: O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de café, como também o segundo maior consumidor do produto. Apresenta, atualmente, um parque cafeeiro estimado em 2,25 milhões de ha e cerca de 287 mil produtores, predominando mini e pequenos. Possui importante papel socioeconômico, além de contribuir para a fixação do homem no campo. De janeiro a dezembro de 2015, o café representou 7% das exportações do agronegócio brasileiro. Devido à diversidade de regiões ocupadas pela cultura do café, o Brasil produz os mais variados tipos de grãos, fato que possibilita atender a diferentes demandas. Nos dias atuais, a qualidade do café está se mostrando indispensável para a atividade, estando os consumidores mais preocupados com sabor e aroma, principalmente entre os consumidores com maior renda, destacadamente a procura por cafés especiais. A classificação do café é a parte mais importante para o processo de comercialização do produto, especialmente em arábica. A determinação da qualidade dos cafés brasileiros compreende três fases: a classificação por tipos e defeitos; a classificação pelas características dos grãos e; a classificação pela qualidade da bebida. A análise sensorial (prova de xícara) é realizada para determinação da qualidade da bebida, tendo como matéria-prima o café torrado e moído, diluído em água e assim, avaliado. Desses elementos base, a água, veículo, não deveria ser fonte de variação, pois segundo a literatura é um líquido incolor, insípido e inodoro; mas, devido a sua origem e composição, variadas, impurezas, pode proporcionar alterações perceptíveis, influenciando nas notas parciais e finais das amostras. Assim, a presença de água padronizada, possível de ser utilizado em todo o mundo, reduziria parte importante das fontes de variação. Diante deste contexto, a proposta deste trabalho será analisar diferentes tipos de água e suas interferências na análise sensorial do café arábica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Coordenador / João Batista Pavesi Simão - Integrante / Telma Machado de O. Peluzio - Integrante.

  • 2016 - Atual

    RENDIMENTO DE QUATRO GENÓTIPOS DE MILHO PARA PRODUÇÃO DE MINIMILHO EM SISTEMA DE ADUBAÇÃO VERDE, Descrição: Minimilho é o nome dado à inflorescência feminina do milho (Zea mays L.) antes da polinização. Seu cultivo tem ciclo curto, podendo se tornar uma alternativa promissora para os pequenos produtores para diversificar a produção e aumentar a rentabilidade na propriedade. O custo com adubação nitrogenada pode ser minimizado com a utilização de leguminosas, como a crotalária (Crotalaria juncea L.). Apresenta potencial produtivo que varia de 6 a 8 t ha-1 de MS e fixa entre 180 a 300 kg ha-1 de N por ciclo. O presente projeto tem como objetivos avaliar as características agronômicas, desempenho e a viabilidade técnica de cultivares comerciais e crioulas de milho para a produção de espigas de minimilho e utilizar a crotalária para o aporte de nitrogênio. Será implantado um experimento com a cultura do milho na área experimental do IFES campus de Alegre, em duas etapas: a primeira com o plantio de cobertura da crotalária, como pré-cultivo para formação da palhada; na segunda, será realizado o cultivo do milho para obtenção do minimilho. Os tratamentos consistirão de quatro (4) cultivares de milho. O delineamento experimental será em blocos casualizados (DBC) com quatro repetições, totalizando 16 unidades experimentais. No pleno florescimento da crotalária, será realizado o corte e a sua incorporação. Também, será incorporada cama aviária na proporção de 6 t ha-1. Para a segunda fase do experimento serão semeadas as cultivares de milho para colheita do minimilho, com nova adubação de cama aviária. As espigas serão avaliadas em onze (11) características agronômicas. Para a análise estatística, será realizada análise de variância para avaliar o efeito das cultivares de milho em nível de 5% de probabilidade. Em caso de efeito significativo, será realizado o teste de média de Duncan a 5% de probabilidade. A análise será realizada com auxílio do programa estatístico SAEG-DOS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Wallace Luís Lima - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Integrante / João Batista Esteves Peluzio - Integrante / Maxwel Rodrigues Nascimento - Integrante / Sandy Queiroz Espinoso1 - Integrante / Lhais Karla Alves - Integrante / Regiane Vieira Curty - Integrante / Geraldo de Amaral Gravina - Integrante.

  • 2016 - Atual

    PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS RECUPERADORAS E CONSERVACIONISTAS E METODOLOGIAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO SÍTIO JAQUEIRA, ALEGRE, ES, Descrição: O município de Alegre, no estado do Espirito Santo, região sul do território do Caparaó capixaba, em 1987, inicia-se a recuperação de uma área particular inteiramente degradada, utilizando práticas agroecológicas recuperadoras e conservacionistas. A ocupação do local teve início nos anos 1920, com o desmatamento de toda área da propriedade e instalação da monocultura de café. Nos anos da década de 1960, tal atividade cedeu lugar às pastagens solteiras para criação de gado de corte e muares, intensificando a degradação ambiental do local. Em 1983, o atual gestor da propriedade rural, Sr. Newton Campos, inicia os trabalhos de recuperação ambiental da propriedade com técnicas adaptáveis às condições edafoclimáticas locais, visando a restauração da biodiversidade, por meio de práticas agroecológicas de conservação e manejo de bacias hidrográficas. O presente projeto se utilizará do relato de experiência, pesquisa observatória, exploratória e descritiva, bem como trabalhos de campo para medição de erosão, determinação de estádios de recuperação, identificação de indicadores biológicos de recuperação e avaliação de trilhas ecológicas como prática de Educação Ambiental e Extensão. Cabe considerar que, dentre os fenômenos ligados ao ciclo hidrológico, a erosão ocupa papel de destaque, sendo diretamente intensificada pela interferência humana. São raros os trabalhos que tratam do escoamento superficial em áreas sob diferentes coberturas vegetacionais, como pastagens recuperadas e áreas de SAFs. Visarão demonstrar a viabilidade e a aplicabilidade das práticas agroecológicas adotadas no Sítio Jaqueira e sua contribuição na recuperação ambiental do local, principalmente no que se refere ao alteamento de lençol freático e recarga de aquífero. Tais resultados transformaram o sítio Jaqueira em um laboratório de estudo e instrumento de saberes agroecológicos, sendo repassados a produtores rurais e estudantes por intermédio de visitações em trilhas ecológicas que trabalham as questões relativas à educação ambiental. O estudo será realizado por estudantes do Mestrado em Agroecologia do Instituto Federal do Espirito Santo, Campus de Alegre, a partir de 1 de março de 2016.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2013 - 2016

    AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE APPs COM ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS NA MICROBACIA HIDROGRÁFICA DA ?INVERNADA? DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA., Descrição: O desenvolvimento de atividades agropecuárias, ao longo do tempo, promoveu a alteração e degradação de ambientes considerados importantes por cumprirem funções ecológicas necessárias à manutenção da vida. Assim, foram instituídas leis para proteger ambientes frágeis ou especiais, pelas suas características e importância ecológica. As Áreas de Preservação Permanente (APPs) foram criadas em lei com a finalidade de evitar a degradação ambiental do ecossistema, conservar o meio ambiente e manter a qualidade de vida. Na maioria das vezes, APPs previamente degradadas que necessitam ser recuperadas com espécies nativas, são áreas, até então, utilizadas como pastagem para o rebanho bovino. Essas áreas, quando ocupadas pela gramínea Brachiaria spp., oferecem grande resistência ao desenvolvimento das espécies arbóreas nativas, criando grande dificuldade à efetivação dessas APPs. Nesse estudo, buscar-se-á avaliar o desenvolvimento de espécies arbóreas nativas, plantadas em diferentes sistemas de manejo e espaçamento. Os resultados obtidos permitirão inferências sobre a capacidade de desenvolvimento, regeneração e sobrevivência das espécies nativas em áreas ocupadas por Brachiaria spp... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Ana Catarina Monteiro Carvalho Mori da Cunha - Integrante / André Narvaes da Rocha - Integrante / Flávia Monteiro Coelho Ferreira - Integrante., Financiador(es): IFET campus Rio Pomba - Cooperação.

  • 2013 - 2016

    Efeitos da adubação orgânica e quantificação da respiração basal utilizando (DLS) em um sistema de pastejo alternado em solo do tipo Latossolo Vermelho-Amarelo no município de Rio Pomba, Descrição: O Brasil, país que tem sua economia sustentada pela agricultura e pecuária, vem ao longo do tempo sofrendo com o processo de degradação do solo, que acarretou em queda de sua fertilidade e da produtividade do sistema. De forma geral, o produtor ao implantar áreas de pastagens, não consegue ter renda e assistência técnica suficientes para manejá-las adequadamente, por meio de adubações de manutenção e práticas de manejo, provocando o sobrepastejo e agravando o processo de degradação. Neste sentido, um componente importante para os sistemas de produção é o aproveitamento dos dejetos/efluentes/resíduos gerados pelos animais. Dentre eles, o ?Dejeto Líquido de Suíno? (DLS), efluente encontrado em grande quantidade na Zona da Mata Mineira, é uma alternativa que vem se mostrando viável para melhorar as condições físicas e químicas do solo, reduzindo os custos e conservando o meio ambiente. Um fator importante também é a atividade microbiana do solo, que é influenciada pela aplicação do DLS. O experimento será realizado no setor de Forragicultura e Pastagem do Setor de Zootecnia do IF Sudeste MG, de agosto de 2013 a julho de 2014, tendo como base a utilização de DLS como fonte de nutrientes na adubação de pastagem. Terá por objetivo avaliar as propriedades químicas e microbianas em um Latossolo Vermelho-Amarelo, submetido ao pastejo alternado com a utilização de Brachiaria brizanta cv marandu, após aplicação de diferentes doses de DLS. Será utilizado o delineamento experimental de blocos ao acaso com 3 tratamentos e 3 repetições. Os tratamentos consistirão na comparação da utilização de 3 diferentes doses de DLS na forma de adubação de manutenção da pastagem. As doses serão 0, 75 e 150 kg de N ha-1 ano-1 fornecido por intermédio do DLS. Antes de cada aplicação será quantificado o teor de nitrogênio para posterior cálculo da dose a ser aplicada em cada tratamento. Espera-se que este trabalho avalie a utilização do DLS como um fertilizante, que poderá substituir o adubo mineral. Paralelamente, comparará o aumento da atividade microbiana do solo com as diferentes doses de dejetos aplicadas. A utilização do DLS poderá melhorar a produtividade agropecuária da região de Rio Pomba e demais regiões do estado de Minas Gerais onde se tenha predominância deste solo e disponibilidade deste efluente. Palavras-chave: Degradação do solo. Pastagens e Atividade microbiana. Águas residuárias.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / André Narvaes da Rocha - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Avaliação do processo de recuperação de APPs com espécies arbóreas nativas na microbacia hidrográfica da invernada do Instituto Federak Sudeste de Minas campus Rio Pomba, Descrição: O desenvolvimento de atividades agropecuárias, ao longo do tempo, promoveu a alteração e degradação de ambientes considerados importantes por cumprirem funções ecológicas necessárias à manutenção da vida. Assim, foram instituídas leis para proteger ambientes frágeis ou especiais, pelas suas características e importância ecológica. As Áreas de Preservação Permanente (APPs) foram criadas em lei com a finalidade de evitar a degradação ambiental do ecossistema, conservar o meio ambiente e manter a qualidade de vida. Na maioria das vezes, APPs previamente degradadas que necessitam ser recuperadas com espécies nativas, são áreas, até então, utilizadas como pastagem para o rebanho bovino. Essas áreas, quando ocupadas pela gramínea Brachiaria spp., oferecem grande resistência ao desenvolvimento das espécies arbóreas nativas, criando grande dificuldade à efetivação dessas APPs. Nesse estudo, buscar-se-á avaliar o desenvolvimento de espécies arbóreas nativas, plantadas em diferentes sistemas de manejo e espaçamento. Os resultados obtidos permitirão inferências sobre a capacidade de desenvolvimento, regeneração e sobrevivência das espécies nativas em áreas ocupadas por Brachiaria spp... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / João Batista Lucio Correa - Integrante / Ana Catarina Monteiro Carvalho Mori da Cunha - Integrante / André Narvaes da Rocha - Integrante.

  • 2013 - 2016

    DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS FRAGMENTOS DE MATA ATLÂNTICA DO IFSUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA, Descrição: Geral: Conhecer a diversidade florística dos fragmentos de Mata Atlântica presentes no IFSudeste MG, campus Rio Pomba a fim de obter informações para a conservação e futuras propostas de trabalho . Específicos: 1. Identificar as espécies arbóreas da flora presente nos fragmentos de Mata Atlântica da APP da Invernada. 2. Estimar a diversidade florística nos fragmentos de Mata Atlântica 3. Compreender alguns dos processos ecológicos de recuperação da área a partir da estruturação da comunidade lá presente e do seu estágio sucessional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / João Batista Lucio Correa - Integrante / André Narvaes da Rocha - Integrante / Flávia Monteiro Coelho Ferreira - Coordenador.

  • 2013 - 2016

    RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE E ADEQUAÇÃO AMBIENTAL DE MICROBACIA HIDROGRÁFICA DO INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS CAMPUS RIO POMBA, Descrição: O desenvolvimento de atividades agropecuárias, ao longo do tempo, promoveu a alteração e degradação de ambientes considerados importantes por cumprirem funções ecológicas necessárias à manutenção da vida. Assim, foram instituídas leis para proteger ambientes frágeis ou especiais, pelas suas características e importância ecológica. As Áreas de Preservação Permanente (APPs) foram criadas em lei com a finalidade de evitar a degradação ambiental do ecossistema, conservar o meio ambiente e manter a qualidade de vida. Na maioria das vezes, APPs previamente degradadas que necessitam ser recuperadas com espécies nativas, são áreas, até então, utilizadas como pastagem para o rebanho bovino. Essas áreas, quando ocupadas pela gramínea Brachiaria spp., oferecem grande resistência ao desenvolvimento das espécies arbóreas nativas, criando grande dificuldade à efetivação dessas APPs. Nesse estudo, buscar-se-á avaliar o desenvolvimento de espécies arbóreas nativas, plantadas em diferentes sistemas de manejo e espaçamento; e acompanhar a comunidade de abelhas nativas como indicadores de qualidade ambiental. Os resultados obtidos permitirão inferências sobre a capacidade de desenvolvimento, regeneração e sobrevivência das espécies nativas em áreas ocupadas por Brachiaria spp. e a importância da comunidade de abelhas nativas como indicadoras de qualidade ambiental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / João Batista Lucio Correa - Integrante / Ana Catarina Monteiro Carvalho Mori da Cunha - Integrante / André Narvaes da Rocha - Integrante / Flávia Monteiro Coelho Ferreira - Integrante., Financiador(es): (FAPEMIG) Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Cooperação.

  • 2009 - 2010

    Implantação de Programa de educação ambiental e de sistema de gestão de resíduos sólidos do IF SEMG campus Rio Pomba, Descrição: Devido ao grande volume de lixo produzido pela população em quantidades cada vez maiores, a destinação final adequada dos Resíduos Sólidos Urbanos - RSU, atualmente, é considerada como um dos principais problemas de qualidade ambiental das áreas urbanas no Brasil. O problema tende a se agravar à medida que a população urbana e a quantidade de resíduos gerada diariamente aumentam a taxas significativas, enquanto diminuem as alternativas de áreas para sua disposição. Do ponto de vista metodológico a cidade de Rio Pomba apresenta uma característica ímpar em relação à disposição e tratamento dos resíduos sólidos. A Prefeitura, por intermédio de financiamento proposto ao Fundo de recuperação, proteção e desenvolvimento sustentável das bacias hidrográficas do estado de Minas Gerais - FHIDRO, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, está solicitando recursos para a implantação do aterro sanitário da cidade, com todas as características ambientais exigidas pela Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM). O IFET RIO POMBA dispõe de uma Usina de Reciclagem dos Resíduos inertes de valor econômico. De fato, o que falta, é que o IFET RIO POMBA equacione um modelo de gestão dos resíduos produzidos no campus, fazendo funcionar a sua usina ? trata-se de administração e operacionalização - para procedimentos de triagem, reciclagem e compostagem.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2008 - 2010

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e metodos alternativos de compostagem e manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante.

  • 2008 - 2009

    Recuperação de Áreas Degradadas e Paisagismo Urbano: espécies arbóreas e o conforto térmico, Descrição: A perturbação e a degradação do solo, resultantes das atividades antrópicas, ocorre desde tempos remotos, sendo que as causas que produziram tais distúrbios foram as mais variadas. Entre eles, podem-se destacar o desmatamento, para o desenvolvimento de atividades como a pecuária e a agricultura, e o acelerado processo de urbanização: todos causam problemas severos de degradação ambiental. Na verdade, principalmente em face do acelerado crescimento populacional, faz com que a demanda cada vez mais acentuada por terras férteis, planas e agricultáveis, reduza de forma acentuada as formações vegetais, pressionando drasticamente os recursos naturais. define-se conforto térmico como sendo uma condição que expresse satisfação com o ambiente térmico. Do ponto de vista ambiental, é confortável o ambiente cujas condições permitam a manutenção da temperatura interna sem a necessidade de serem acionados os mecanismos termo reguladores, ou seja, quando o organismo humano se encontra em balanço térmico com o meio ambiente. O objetivo geral deste projeto é verificar quais as características físicas das árvores que favoreçam a recuperação de áreas degradadas e influenciam o conforto térmico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Carla Ribas - Integrante / Jhennifer Alves Pereira Mata - Integrante.

  • 2007 - 2009

    Diagnóstico Ambiental Inicial do CEFET-RP, Descrição: Levantamento para implantação de ETE. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2006 - 2007

    CONTRIBUIÇÃO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO POMBA (CEFET/RP) À CONSTRUÇÃO DE POLÍTICAS PARA O ENSINO AGRÍCOLA DA REDE FEDERAL VINCULADA AO MEC/SETEC, Descrição: A proposta educacional adotada pelo CEFET-RP pretende atender as necessidades microrregionais, regionais, nacionais e até mesmo internacionais da formação de um novo profissional agrícola, diferenciado do modelo das escolas agrárias atuais (Universidades, CEFETs e Escolas Agrotécnicas), que acompanhe a mudança do paradigma do desenvolvimento agrícola reducionista para um novo modelo de agricultura, com uma visão sistêmica e holística.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante / Mário Sérgio Costa Vieira - Integrante.

  • 2005 - 2008

    Planejamento e gerenciamento do uso do solo e dos recursos hídricos nas bacias do Rio Preto e Ribeirão Entre Rios, MG: gestão ambiental com enfoque na dinâmica de sistemas., Descrição: Determinar índice de sustentabilidade e modificações no regime de vazões dos recursos hídricos; modelar a dinâmica de sistemas aplicada aos recursos hídricos; elaborar e validar um modelo matemático; simular o comportamento do sistema hídrico sob diferentes cenários de oferta e demanda.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / James Jackson Griffith - Integrante / Aziz Galvão da Silva Júnior - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2004 - 2006

    Cafeicultura irrigada: proposta para estabilização de renda no modelo de agricultura familiar, Descrição: Minas Gerais é o estado maior produtor de café arábica, respondendo por mais da metade da produção brasileira. A Zona da Mata de Minas Gerais é caracterizada por possuir propriedades do modelo de produção familiar, de áreas reduzidas, muitas com cafezais já implantados, porém com baixa produtividade. Este trabalho tem como função estudar e relacionar os efeitos de diversos sistemas de irrigação e a sua operacionalidade e viabilidade econômica. Visa o aumento de produtividade do cafeeiro para agricultores do modelo de produção familiar... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Integrante.

  • 2002 - 2004

    Avaliação temática das atividades de recuperação ambiental no Brasil e desenvolvimento de mateiral didático para ensino "Stricto Sensu"., Descrição: Este estudo objetiva, principalmente, fazer uma avaliação da situação atual do processo de recuperação ambiental no Brasil, delimitando quais são as principais instituições e diretrizes básicas de pesquisa, detectando as principais deficiências e possibilitando tornar visíveis lacunas existentes para novas pesquisas. A partir dessa realidade, pretende-se elaborar material didático sobre recuperação ambiental, atualizado e com informações referentes aos problemas ambientais brasileiros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / James Jackson Griffith - Integrante / Elias Silva - Integrante / Sebastião Venâncio Martins - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba CEFET-RP, compromete-se a: Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba CEFET-RP, compromete-se a: Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba CEFET-RP, compromete-se a: Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: H uma escassez de informações científicas sobre a viabilidade técnica e ambiental do uso da água residuária de suinocultura (ARS) na irrigação de culturas agrícolas no Estado. Verifica-se a necessidade de disponibilizar aos produtores rurais tecnologias sustentáveis para a destinação adequada da ARS, que se caracteriza como um resíduo com elevada carga poluidora e com potencial de afetar sobremaneira os mananciais hídricos e o solo. No Espírito Santo as áreas agrícolas com cultivos de espécies de ciclo anual são caracterizadas pelo manejo do solo com aração e gradagem, práticas que deterioram a estrutura do solo e favorecem e emissão de C-CO2 para a atmosfera. Associar o uso agrícola de um resíduo oriundo da produção animal, como a ARS, com o manejo conservacionista do solo, em sistema plantio direto, pode ser uma alternativa para redução do consumo de água e emissão de gases e recuperação de áreas com solos degradados no Espírito Santo. O objetivo geral do projeto é avaliar o potencial de uso agrícola da ARS na irrigação da cultura do milho, cultivado sob diferentes sistemas de manejo do solo e lâminas de irrigação, e caracterizar as alterações em atributos químicos e físicos do solo e nos teores foliares de macro e micronutrientes em trabalho desenvolvido a campo, durante quatro ciclos de cultivo do milho visando a produção de silagem. A ARS, proveniente do processo de digestão anaeróbia, será coletada no setor de suinocultura do IFES-Campus de Alegre. Antes da instalação do experimento, uma amostra da ARS será coletada para análise química dos seguinte parâmetros; amônio, nitrato, fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, pH e condutividade elétrica. O experimento será conduzido a campo nos anos agrícolas 2017/2018 e 2018/2019. Em cada ano agrícola serão efetuados dois ciclos de cultivo, safra a safrinha. O plantio do milho safra ocorrerá entre os meses de outubro e novembro. O milho safrinha será semeado entre os meses de março e abril, após a colheita do milho safra. Os experimentos serão instalados a campo num arranjo em esquema fatorial 2x5 (sistemas de manejo do solo x lâminas de irrigação), em parcelas subdivididas, num delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com três repetições. Cada parcela (bloco) será composta por cinco subparcelas experimentais separadas entre si por ruas de 5,0 m de largura. A subparcela será constituída de 12 linhas de 10 metros de comprimento, espaçadas em 0,8m de largura (96 m2). Como área útil das subparcelas, para fins de amostragens de solo e planta, serão consideradas as seis linhas centrais da subparcela, desconsiderando um metro de cada uma das extremidades das linhas de plantio, portanto, as amostras serão obtidas numa área de 38,4 m2. O experimento será montado na seguinte maneira: nas parcelas serão dispostos os dois sistemas de manejo do solo (sistema plantio direto-SPD e o sistema plantio convencional-SPC) e nas subparcelas as diferentes lâminas de irrigação (equivalentes a 50%, 75%, 100%, 125 e 150% da evapotranspiração real da cultura-ETc do milho). O SPD será caracterizado pelo plantio sem revolvimento do solo; plantio de adubo verde (mucuna-preta) nos períodos de pousio e; presença de cobertura morta oriunda do corte do adubo verde. O SPC será caracterizado pelo cultivo com revolvimento do solo (aração+gradagem na profundidade de 15 a 20 cm); ausência de adubos verdes e cobertura morta nas parcelas experimentais. As parcelas e subparcelas experimentais serão demarcadas a campo permanentemente, de forma que os tratamentos sejam aplicados nos mesmos locais nos diferentes ciclos de cultivos do milho. Todo o maqu vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante.Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante.Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: H uma escassez de informações científicas sobre a viabilidade técnica e ambiental do uso da água residuária de suinocultura (ARS) na irrigação de culturas agrícolas no Estado. Verifica-se a necessidade de disponibilizar aos produtores rurais tecnologias sustentáveis para a destinação adequada da ARS, que se caracteriza como um resíduo com elevada carga poluidora e com potencial de afetar sobremaneira os mananciais hídricos e o solo. No Espírito Santo as áreas agrícolas com cultivos de espécies de ciclo anual são caracterizadas pelo manejo do solo com aração e gradagem, práticas que deterioram a estrutura do solo e favorecem e emissão de C-CO2 para a atmosfera. Associar o uso agrícola de um resíduo oriundo da produção animal, como a ARS, com o manejo conservacionista do solo, em sistema plantio direto, pode ser uma alternativa para redução do consumo de água e emissão de gases e recuperação de áreas com solos degradados no Espírito Santo. O objetivo geral do projeto é avaliar o potencial de uso agrícola da ARS na irrigação da cultura do milho, cultivado sob diferentes sistemas de manejo do solo e lâminas de irrigação, e caracterizar as alterações em atributos químicos e físicos do solo e nos teores foliares de macro e micronutrientes em trabalho desenvolvido a campo, durante quatro ciclos de cultivo do milho visando a produção de silagem. A ARS, proveniente do processo de digestão anaeróbia, será coletada no setor de suinocultura do IFES-Campus de Alegre. Antes da instalação do experimento, uma amostra da ARS será coletada para análise química dos seguinte parâmetros; amônio, nitrato, fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, pH e condutividade elétrica. O experimento será conduzido a campo nos anos agrícolas 2017/2018 e 2018/2019. Em cada ano agrícola serão efetuados dois ciclos de cultivo, safra a safrinha. O plantio do milho safra ocorrerá entre os meses de outubro e novembro. O milho safrinha será semeado entre os meses de março e abril, após a colheita do milho safra. Os experimentos serão instalados a campo num arranjo em esquema fatorial 2x5 (sistemas de manejo do solo x lâminas de irrigação), em parcelas subdivididas, num delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com três repetições. Cada parcela (bloco) será composta por cinco subparcelas experimentais separadas entre si por ruas de 5,0 m de largura. A subparcela será constituída de 12 linhas de 10 metros de comprimento, espaçadas em 0,8m de largura (96 m2). Como área útil das subparcelas, para fins de amostragens de solo e planta, serão consideradas as seis linhas centrais da subparcela, desconsiderando um metro de cada uma das extremidades das linhas de plantio, portanto, as amostras serão obtidas numa área de 38,4 m2. O experimento será montado na seguinte maneira: nas parcelas serão dispostos os dois sistemas de manejo do solo (sistema plantio direto-SPD e o sistema plantio convencional-SPC) e nas subparcelas as diferentes lâminas de irrigação (equivalentes a 50%, 75%, 100%, 125 e 150% da evapotranspiração real da cultura-ETc do milho). O SPD será caracterizado pelo plantio sem revolvimento do solo; plantio de adubo verde (mucuna-preta) nos períodos de pousio e; presença de cobertura morta oriunda do corte do adubo verde. O SPC será caracterizado pelo cultivo com revolvimento do solo (aração+gradagem na profundidade de 15 a 20 cm); ausência de adubos verdes e cobertura morta nas parcelas experimentais. As parcelas e subparcelas experimentais serão demarcadas a campo permanentemente, de forma que os tratamentos sejam aplicados nos mesmos locais nos diferentes ciclos de cultivos do milho. Todo o maqu vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: H uma escassez de informações científicas sobre a viabilidade técnica e ambiental do uso da água residuária de suinocultura (ARS) na irrigação de culturas agrícolas no Estado. Verifica-se a necessidade de disponibilizar aos produtores rurais tecnologias sustentáveis para a destinação adequada da ARS, que se caracteriza como um resíduo com elevada carga poluidora e com potencial de afetar sobremaneira os mananciais hídricos e o solo. No Espírito Santo as áreas agrícolas com cultivos de espécies de ciclo anual são caracterizadas pelo manejo do solo com aração e gradagem, práticas que deterioram a estrutura do solo e favorecem e emissão de C-CO2 para a atmosfera. Associar o uso agrícola de um resíduo oriundo da produção animal, como a ARS, com o manejo conservacionista do solo, em sistema plantio direto, pode ser uma alternativa para redução do consumo de água e emissão de gases e recuperação de áreas com solos degradados no Espírito Santo. O objetivo geral do projeto é avaliar o potencial de uso agrícola da ARS na irrigação da cultura do milho, cultivado sob diferentes sistemas de manejo do solo e lâminas de irrigação, e caracterizar as alterações em atributos químicos e físicos do solo e nos teores foliares de macro e micronutrientes em trabalho desenvolvido a campo, durante quatro ciclos de cultivo do milho visando a produção de silagem. A ARS, proveniente do processo de digestão anaeróbia, será coletada no setor de suinocultura do IFES-Campus de Alegre. Antes da instalação do experimento, uma amostra da ARS será coletada para análise química dos seguinte parâmetros; amônio, nitrato, fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, pH e condutividade elétrica. O experimento será conduzido a campo nos anos agrícolas 2017/2018 e 2018/2019. Em cada ano agrícola serão efetuados dois ciclos de cultivo, safra a safrinha. O plantio do milho safra ocorrerá entre os meses de outubro e novembro. O milho safrinha será semeado entre os meses de março e abril, após a colheita do milho safra. Os experimentos serão instalados a campo num arranjo em esquema fatorial 2x5 (sistemas de manejo do solo x lâminas de irrigação), em parcelas subdivididas, num delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com três repetições. Cada parcela (bloco) será composta por cinco subparcelas experimentais separadas entre si por ruas de 5,0 m de largura. A subparcela será constituída de 12 linhas de 10 metros de comprimento, espaçadas em 0,8m de largura (96 m2). Como área útil das subparcelas, para fins de amostragens de solo e planta, serão consideradas as seis linhas centrais da subparcela, desconsiderando um metro de cada uma das extremidades das linhas de plantio, portanto, as amostras serão obtidas numa área de 38,4 m2. O experimento será montado na seguinte maneira: nas parcelas serão dispostos os dois sistemas de manejo do solo (sistema plantio direto-SPD e o sistema plantio convencional-SPC) e nas subparcelas as diferentes lâminas de irrigação (equivalentes a 50%, 75%, 100%, 125 e 150% da evapotranspiração real da cultura-ETc do milho). O SPD será caracterizado pelo plantio sem revolvimento do solo; plantio de adubo verde (mucuna-preta) nos períodos de pousio e; presença de cobertura morta oriunda do corte do adubo verde. O SPC será caracterizado pelo cultivo com revolvimento do solo (aração+gradagem na profundidade de 15 a 20 cm); ausência de adubos verdes e cobertura morta nas parcelas experimentais. As parcelas e subparcelas experimentais serão demarcadas a campo permanentemente, de forma que os tratamentos sejam aplicados nos mesmos locais nos diferentes ciclos de cultivos do milho. Todo o maqu vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: H uma escassez de informações científicas sobre a viabilidade técnica e ambiental do uso da água residuária de suinocultura (ARS) na irrigação de culturas agrícolas no Estado. Verifica-se a necessidade de disponibilizar aos produtores rurais tecnologias sustentáveis para a destinação adequada da ARS, que se caracteriza como um resíduo com elevada carga poluidora e com potencial de afetar sobremaneira os mananciais hídricos e o solo. No Espírito Santo as áreas agrícolas com cultivos de espécies de ciclo anual são caracterizadas pelo manejo do solo com aração e gradagem, práticas que deterioram a estrutura do solo e favorecem e emissão de C-CO2 para a atmosfera. Associar o uso agrícola de um resíduo oriundo da produção animal, como a ARS, com o manejo conservacionista do solo, em sistema plantio direto, pode ser uma alternativa para redução do consumo de água e emissão de gases e recuperação de áreas com solos degradados no Espírito Santo. O objetivo geral do projeto é avaliar o potencial de uso agrícola da ARS na irrigação da cultura do milho, cultivado sob diferentes sistemas de manejo do solo e lâminas de irrigação, e caracterizar as alterações em atributos químicos e físicos do solo e nos teores foliares de macro e micronutrientes em trabalho desenvolvido a campo, durante quatro ciclos de cultivo do milho visando a produção de silagem. A ARS, proveniente do processo de digestão anaeróbia, será coletada no setor de suinocultura do IFES-Campus de Alegre. Antes da instalação do experimento, uma amostra da ARS será coletada para análise química dos seguinte parâmetros; amônio, nitrato, fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, pH e condutividade elétrica. O experimento será conduzido a campo nos anos agrícolas 2017/2018 e 2018/2019. Em cada ano agrícola serão efetuados dois ciclos de cultivo, safra a safrinha. O plantio do milho safra ocorrerá entre os meses de outubro e novembro. O milho safrinha será semeado entre os meses de março e abril, após a colheita do milho safra. Os experimentos serão instalados a campo num arranjo em esquema fatorial 2x5 (sistemas de manejo do solo x lâminas de irrigação), em parcelas subdivididas, num delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com três repetições. Cada parcela (bloco) será composta por cinco subparcelas experimentais separadas entre si por ruas de 5,0 m de largura. A subparcela será constituída de 12 linhas de 10 metros de comprimento, espaçadas em 0,8m de largura (96 m2). Como área útil das subparcelas, para fins de amostragens de solo e planta, serão consideradas as seis linhas centrais da subparcela, desconsiderando um metro de cada uma das extremidades das linhas de plantio, portanto, as amostras serão obtidas numa área de 38,4 m2. O experimento será montado na seguinte maneira: nas parcelas serão dispostos os dois sistemas de manejo do solo (sistema plantio direto-SPD e o sistema plantio convencional-SPC) e nas subparcelas as diferentes lâminas de irrigação (equivalentes a 50%, 75%, 100%, 125 e 150% da evapotranspiração real da cultura-ETc do milho). O SPD será caracterizado pelo plantio sem revolvimento do solo; plantio de adubo verde (mucuna-preta) nos períodos de pousio e; presença de cobertura morta oriunda do corte do adubo verde. O SPC será caracterizado pelo cultivo com revolvimento do solo (aração+gradagem na profundidade de 15 a 20 cm); ausência de adubos verdes e cobertura morta nas parcelas experimentais. As parcelas e subparcelas experimentais serão demarcadas a campo permanentemente, de forma que os tratamentos sejam aplicados nos mesmos locais nos diferentes ciclos de cultivos do milho. Todo o maqu vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: H uma escassez de informações científicas sobre a viabilidade técnica e ambiental do uso da água residuária de suinocultura (ARS) na irrigação de culturas agrícolas no Estado. Verifica-se a necessidade de disponibilizar aos produtores rurais tecnologias sustentáveis para a destinação adequada da ARS, que se caracteriza como um resíduo com elevada carga poluidora e com potencial de afetar sobremaneira os mananciais hídricos e o solo. No Espírito Santo as áreas agrícolas com cultivos de espécies de ciclo anual são caracterizadas pelo manejo do solo com aração e gradagem, práticas que deterioram a estrutura do solo e favorecem e emissão de C-CO2 para a atmosfera. Associar o uso agrícola de um resíduo oriundo da produção animal, como a ARS, com o manejo conservacionista do solo, em sistema plantio direto, pode ser uma alternativa para redução do consumo de água e emissão de gases e recuperação de áreas com solos degradados no Espírito Santo. O objetivo geral do projeto é avaliar o potencial de uso agrícola da ARS na irrigação da cultura do milho, cultivado sob diferentes sistemas de manejo do solo e lâminas de irrigação, e caracterizar as alterações em atributos químicos e físicos do solo e nos teores foliares de macro e micronutrientes em trabalho desenvolvido a campo, durante quatro ciclos de cultivo do milho visando a produção de silagem. A ARS, proveniente do processo de digestão anaeróbia, será coletada no setor de suinocultura do IFES-Campus de Alegre. Antes da instalação do experimento, uma amostra da ARS será coletada para análise química dos seguinte parâmetros; amônio, nitrato, fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, pH e condutividade elétrica. O experimento será conduzido a campo nos anos agrícolas 2017/2018 e 2018/2019. Em cada ano agrícola serão efetuados dois ciclos de cultivo, safra a safrinha. O plantio do milho safra ocorrerá entre os meses de outubro e novembro. O milho safrinha será semeado entre os meses de março e abril, após a colheita do milho safra. Os experimentos serão instalados a campo num arranjo em esquema fatorial 2x5 (sistemas de manejo do solo x lâminas de irrigação), em parcelas subdivididas, num delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com três repetições. Cada parcela (bloco) será composta por cinco subparcelas experimentais separadas entre si por ruas de 5,0 m de largura. A subparcela será constituída de 12 linhas de 10 metros de comprimento, espaçadas em 0,8m de largura (96 m2). Como área útil das subparcelas, para fins de amostragens de solo e planta, serão consideradas as seis linhas centrais da subparcela, desconsiderando um metro de cada uma das extremidades das linhas de plantio, portanto, as amostras serão obtidas numa área de 38,4 m2. O experimento será montado na seguinte maneira: nas parcelas serão dispostos os dois sistemas de manejo do solo (sistema plantio direto-SPD e o sistema plantio convencional-SPC) e nas subparcelas as diferentes lâminas de irrigação (equivalentes a 50%, 75%, 100%, 125 e 150% da evapotranspiração real da cultura-ETc do milho). O SPD será caracterizado pelo plantio sem revolvimento do solo; plantio de adubo verde (mucuna-preta) nos períodos de pousio e; presença de cobertura morta oriunda do corte do adubo verde. O SPC será caracterizado pelo cultivo com revolvimento do solo (aração+gradagem na profundidade de 15 a 20 cm); ausência de adubos verdes e cobertura morta nas parcelas experimentais. As parcelas e subparcelas experimentais serão demarcadas a campo permanentemente, de forma que os tratamentos sejam aplicados nos mesmos locais nos diferentes ciclos de cultivos do milho. Todo o maqu vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG Nº 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - 2015

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Desativado; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Água residuária de suinocultura e sistema plantio direto no desenvolvimento do milho para produção de silagem, Descrição: H uma escassez de informações científicas sobre a viabilidade técnica e ambiental do uso da água residuária de suinocultura (ARS) na irrigação de culturas agrícolas no Estado. Verifica-se a necessidade de disponibilizar aos produtores rurais tecnologias sustentáveis para a destinação adequada da ARS, que se caracteriza como um resíduo com elevada carga poluidora e com potencial de afetar sobremaneira os mananciais hídricos e o solo. No Espírito Santo as áreas agrícolas com cultivos de espécies de ciclo anual são caracterizadas pelo manejo do solo com aração e gradagem, práticas que deterioram a estrutura do solo e favorecem e emissão de C-CO2 para a atmosfera. Associar o uso agrícola de um resíduo oriundo da produção animal, como a ARS, com o manejo conservacionista do solo, em sistema plantio direto, pode ser uma alternativa para redução do consumo de água e emissão de gases e recuperação de áreas com solos degradados no Espírito Santo. O objetivo geral do projeto é avaliar o potencial de uso agrícola da ARS na irrigação da cultura do milho, cultivado sob diferentes sistemas de manejo do solo e lâminas de irrigação, e caracterizar as alterações em atributos químicos e físicos do solo e nos teores foliares de macro e micronutrientes em trabalho desenvolvido a campo, durante quatro ciclos de cultivo do milho visando a produção de silagem. A ARS, proveniente do processo de digestão anaeróbia, será coletada no setor de suinocultura do IFES-Campus de Alegre. Antes da instalação do experimento, uma amostra da ARS será coletada para análise química dos seguinte parâmetros; amônio, nitrato, fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, pH e condutividade elétrica. O experimento será conduzido a campo nos anos agrícolas 2017/2018 e 2018/2019. Em cada ano agrícola serão efetuados dois ciclos de cultivo, safra a safrinha. O plantio do milho safra ocorrerá entre os meses de outubro e novembro. O milho safrinha será semeado entre os meses de março e abril, após a colheita do milho safra. Os experimentos serão instalados a campo num arranjo em esquema fatorial 2x5 (sistemas de manejo do solo x lâminas de irrigação), em parcelas subdivididas, num delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com três repetições. Cada parcela (bloco) será composta por cinco subparcelas experimentais separadas entre si por ruas de 5,0 m de largura. A subparcela será constituída de 12 linhas de 10 metros de comprimento, espaçadas em 0,8m de largura (96 m2). Como área útil das subparcelas, para fins de amostragens de solo e planta, serão consideradas as seis linhas centrais da subparcela, desconsiderando um metro de cada uma das extremidades das linhas de plantio, portanto, as amostras serão obtidas numa área de 38,4 m2. O experimento será montado na seguinte maneira: nas parcelas serão dispostos os dois sistemas de manejo do solo (sistema plantio direto-SPD e o sistema plantio convencional-SPC) e nas subparcelas as diferentes lâminas de irrigação (equivalentes a 50%, 75%, 100%, 125 e 150% da evapotranspiração real da cultura-ETc do milho). O SPD será caracterizado pelo plantio sem revolvimento do solo; plantio de adubo verde (mucuna-preta) nos períodos de pousio e; presença de cobertura morta oriunda do corte do adubo verde. O SPC será caracterizado pelo cultivo com revolvimento do solo (aração+gradagem na profundidade de 15 a 20 cm); ausência de adubos verdes e cobertura morta nas parcelas experimentais. As parcelas e subparcelas experimentais serão demarcadas a campo permanentemente, de forma que os tratamentos sejam aplicados nos mesmos locais nos diferentes ciclos de cultivos do milho. Todo o maqu vinculado ao PPE -Agropecuária 006/2015, desenvolvido no Instituto: Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Espirito Santo (IFES ALEGRE) - Edital: EDITAL FAPES/SEAG N 06/2015 - PPE AGROPECUÁRIA, com duração de 36 meses .. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Otacílio José Passos Rangel - Coordenador.

  • 2012 - 2015

    FUNDEP-RP como entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande (CBH BIG), Descrição: A Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico e Profissionalizante de Rio Pomba (FUNDEP-RP) vai funcionar como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Ilha Grande, dando apoio técnico e administrativo para proporcionar mais eficiência à ação do comitê.. , Situação: Desativado; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Charles Okama de Souza - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante / José Alcides Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Revegetação de taludes e áreas ciliares da represa do horto e da nascente do IFET/campus RIO POMBA, Descrição: Áreas de nascentes são muito susceptíveis à erosão, e devem ser mantidas recobertas com vegetação permanente, proporcionando seu uso sustentável e a sua conservação. O objetivo geral desse Projeto é o de efetuar a revegetação dos barramentos e dos taludes de duas (2) represas, visando recuperar e conservar as condições físicas, químicas e biológicas dos recursos naturais disponíveis na nascente e nos ecossistemas aquáticos do IFET/Campus Rio Pomba. Para reverter os processos erosivos serão adotadas práticas de conservação/manejo do solo. O trabalho de recuperação dos taludes das barragens que acumulam as águas da nascente e do córrego será feito com o plantio de mudas nativas da região. Serão escolhidas mudas de fácil aquisição e baixo custo, após o estudo fitossociológico, relacionando, dessa forma, os aspectos sociais, econômicos e ambientais que caracterizam um ecossistema preservado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Rodrigo Fernandes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Rio Pomba - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Implantação e modernização de laboratórios utilizados pelos cursos profissionalizantes do CEFET-RP, Descrição: O presente projeto tem por objetivo implantar e modernizar os laboratórios utilizados pelos principais cursos profissionalizantes do CEFET-RP, principalmente aqueles voltados para a área agropecuária, incluindo a informática como importante ferramenta de suporte na interpretação de resultados e, conseqüentemente, na geração de dados para a elaboração de programas e aplicativos que otimizem os setores de produção na agropecuária. A modernização e implantação de laboratórios, por intermédio da aquisição de equipamentos, visam proporcionar aos alunos, funcionários, professores e diversos segmentos do setor produtivo, competências e aptidões necessárias ao desenvolvimento do controle de qualidade na produção agropecuária. O controle de qualidade, requisito considerado obrigatório em toda cadeia produtiva, requer um profissional capacitado para selecionar matérias-primas, avaliar a qualidade dos produtos, analisar a qualidade da água e as características químicas e físicas do solo, desenvolver novos produtos e insumos; incrementando atividades de planejamento e gestão do agronegócio, principalmente com o apoio da informática, que auxiliará na elaboração, desenvolvimento e implantação de aplicativos gerenciais voltadas para este setor. Esse processo passa por transformações e melhorias das práticas didático-pedagógicas desenvolvidas pelos profissionais do CEFET-RP. Para isso, existe a necessidade de implantação e modernização de laboratórios interdisciplinares, com a aquisição de novos equipamentos para os laboratórios de solos e água, informática, microbiologia e análise físico-química de alimentos, biologia vegetal, e obtenção de equipamentos para o laboratório de proteção de plantas. Além disso, o aperfeiçoamento das atividades didático-pedagógicas e o estímulo às práticas adequadas, relacionadas à produção agropecuária, proporcionarão aos alunos uma educação profissional diferenciada, qualificando-os para o mundo do trabalho cada vez mais competitivo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Maurício Henriques Louzada Silva - Integrante / Bruno Gaudereto Soares - Integrante / Cláudia Aparecida de Oliveira e Silva - Integrante / Paulo Rogério Fontes - Integrante / Roselir Ribeiro da Silva - Integrante / Arnaldo Prata Neiva Júnior - Integrante / Alexandre Furtado Fernandes - Integrante / Marcos Luiz Rebouças Bastiani - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2009

    Poluição e saneamento ambiental: implantação de banheiro seco e desenvolvimento de métodos alternativos de compostagem para manejo de resíduos sólidos humanos, Descrição: Não bastasse a negligência por parte de nosso governo, com relação a investimentos na área de saneamento básico, negligência que nos legou boa parte dos problemas de saúde pública e de saneamento que experimentamos atualmente, somos, ainda, submetidos a constantes atropelamentos do bom senso, quando companhias de água e saneamento apresentam absurdas atitudes ambientais como iniciativas louváveis. No município de Rio Pomba, MG, tais problemas também existem. O meio rural é totalmente desprovido de iniciativas na área de saneamento básico, sendo que o uso de banheiros secos poderá ser uma alternativa acessível aos produtores rurais dessa região. O banheiro seco consiste em um sanitário no qual o vaso não possui descarga de água. As fezes são cobertas com serragem (para compensar a relação carbono/nitrogênio), formando um material que após compostado não polui o ambiente, podendo ainda, ser utilizado na forma de adubo. O sistema funciona a partir da integração da cabine de uso a uma câmara de compostagem aerada, a qual elimina os agentes patogênicos e transforma os resíduos humanos em composto orgânico utilizável na agricultura ou mesmo para a produção de húmus se manejado para minhocários. Um sistema de ventilação em termosifão garante a boa aeração do material e a eliminação de qualquer odor produzido. Este projeto tem como objetivo principal a construção de um banheiro seco nas instalações do CEFET-RP visando reduzir o problema de ausência de saneamento básico na área rural e para que se possa analisar a eficiência da compostagem e a viabilidade do seu uso em culturas diversas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / Tibério Fontenele Barreira - Integrante., Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba - Bolsa.

  • 2007 - 2007

    Projeto de Curso Técnico à Distância de Gestão Ambiental, Descrição: O Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Pomba ? CEFET-RP, compromete-se a: ? Ministrar o Curso Técnico em Gestão Ambiental na modalidade a distância; ? Coordenar o processo de elaboração e de implementação do curso; ? Disponibilizar o corpo docente com formação específica para desenvolver o Projeto; ? Administrar o orçamento disponibilizado para o projeto; ? Implementar medidas corretivas e eficientes para o desenvolvimento e aprimoramento do curso; ? Avaliar as ações durante o funcionamento do curso no âmbito deste Centro e nos pólos de apoio presencial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador / CARLOS MIRANDA - Integrante / CARLA PATRÍCIA GARCIA - Integrante / Maria Angélica Alves da Silva - Integrante / Carla Ribas - Integrante / Alessandra Fernandes Furtado - Integrante / Maria Dalva Trivellato - Integrante / Alexandre Furtado - Integrante / Anastácia Fontanetti - Integrante / Fátima Landim - Integrante / Tatiana Pires Barrella - Integrante., Financiador(es): Ministério da Educação - Bolsa.

  • 2005 - 2008

    Fertirrigação na cultura do cafeeiro: efeito do parcelamento da adubação e avaliação da aplicação, Descrição: Dentro da linha de raciocínio da Política Nacional de Recursos Hídricos, um conceito importante e muito comentado, mas pouco utilizado é o de que a agricultura irrigada é diferente da agricultura de sequeiro mais água. Deve-se considerar a agricultura irrigada como uma nova agricultura, em que o fato de aplicar água no momento certo (um dos insumos essencial) permite e exige mudanças de posturas importantes, questionando-se e mudando conceitos como, por exemplo: o quê plantar, como plantar, época de plantio, espaçamento, adubação (quantidade, produto, época e forma de aplicação), tratamento fitossanitário, comercialização, política de preço, produção integrada, etc. Na cultura do cafe, é necessário implantar um programa que tenha uma visão integrada, e que os questionamentos (de quando e quanto irrigar) estejam dentro de um conceito mais amplo, que permita a consideração de outros componentes, além do aspecto de versatilidade e operacionalidade, considerando a avaliação e manutenção do sistema de irrigação, a fertirrigação, o controle fitossanitário, o manejo e a condução da cultura etc. É importante frisar que implementar um programa de manejo significa, entre outras coisas, implantar um sistema de monitoramento, que pode ser via solo, clima, planta, ou associação entre dois deles. A presente proposta está relacionada com o monitoramento climático (balanço hídrico), com medidas de ajuste via determinação (esporádicas) da umidade do solo e parcelamento da adubação em áreas de cultivo do café sob ferirrigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Coordenador / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Validação e difusao de cultivares de café portadores de resistência à ferrugem (Hemileia vastatrix, Berk) paa agricultura familiar., Descrição: Como tem sido historicamente registrado, os pequenos agricultores enquadram-se no setor produtivo unicamente como sobreviventes. Descapitalizados, não têm chance de sustentabilidade nos seus negócios, posto que a permanência do agricultor no campo é viabilizada pela harmonia entre a condução de sua cultura e a estabilidade sócio-econômica. Sem essa condição, deslocam-se para alguma atividade urbana, onde sua chance de sucesso é muito menor. Por esse motivo, os investimentos atuais devem estimular sistemas de produção que visem o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. Entretanto, faltam projetos de difusão tecnológica necessária à certificação destes sistemas dentro das propriedades. Para a sociedade, a permanência da família no campo representa menor custo com encargos sociais, com o desemprego, com a saúde pública e com o combate à criminalidade. Considerando a significativa representatividade da AGRICULTURA FAMILIAR na região da Zona da Mata de Minas Gerais, o processo de desenvolvimento sustentado dos municípios passa, necessariamente, pelo fortalecimento deste modelo de agricultura. Isso requer a intervenção de agentes de mudanças para encaminhamento de soluções para os principais problemas dos pequenos produtores rurais, das agroindústrias, do comércio e dos consumidores urbanos regionais. A ferrugem é a principal doença que atinge essa cultura e cultivares resistentes é a melhor opção ambiental e econômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Integrante / Everardo Chartuni Mantovani - Integrante / Marcelo Rossi Vicenti - Integrante / Antônio de Pádua Alvarenga - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Desenvolvimento de material didático para ensino "stricto sensu" de recuperação ambiental, Descrição: Com o intuito de auxiliar nos procedimentos de capacitação em recuperação ambiental, este projeto preve a elaboração de uma apostila para, principalmente, descrever a questão da degradação e recuperação ambiental no Brasil, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Serão referenciadas as principais práticas e ferramentas utilizadas atualmente nos procedimentos de recuperação, as instituições de pesquisa envolvidas e as suas limitações, além das políticas públicas que se fazem necessárias. Pretende-se, dessa forma, possibilitar tornarem visíveis lacunas existentes, indicando diretrizes básicas para novas pesquisas e maior cooperação entre elas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maurício Novaes Souza - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Professor Homenageado da Tecnologia em Cafeicultura - 2019, IFES campus Alegre.

2019

Global Conference on Plant Science and Research (GPR 2019), Plant Science and Research, Valência, Espanha.

2018

Paraninfo Turma Técnico em Agropecuária, IFES campus Alegre.

2018

Professor Homenageado da Tecnologia em Cafeicultura - 2018, IFES campus Alegre.

2017

Patrono da Turma de Meio Ambiente pólo Barroso, IF Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

2016

Patrono da Turma de Meio Ambiente do IF Sudeste MG pólo Lima Duarte, IF Sudeste de Minas.

2015

Paraninfo da turma de Técnico em Meio Ambiente, Instituto Federal do Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

2015

Amigos do Museu e do rio Pomba, Prefeitura de Rio Pomba - 13ª Semana de Museus de Rio Pomba.

2015

Paraninfo da turma de Técnico em Meio Ambiente, Instituto Federal do Sudeste de Minas campus Alfenas, Instituto Federal do Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

2014

Paraninfo da Turma do Curso Técnico em Meio Ambiente Presencial de Rio Pomba, Instituto Federal Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

2014

Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia em Minas Gerais, FAPEMIG.

2014

Menção Honrosa - Protetor das Florestas, GREENPEACE.

2013

Paraninfo da turma de meio ambiente, IF SEMG campus RIO POMBA.

2013

Paraninfo da Turma de Meio Ambiente - Pólo Manhumirim 2012/2013, Instituto Federal Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

2013

COMENDA ULTIMO DE CARVALHO - Personalidades que contribuem para o ensino, pesquisa e extensão, Fundação Apoio Ensino Tecnol / Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia campus Rio Pomba.

2013

Paraninfo da turma do curso técnico em Meio Ambiente, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas campus Rio Pomba.

2013

Menção Honrosa - Ciberativista da Anistia Internacional, GREENPEACE.

2012

Professor Homenageado curso Técnico em Meio Ambiente, IF SUDESTE DE MINAS campus RIO POMBA.

2011

Pai homenageado dos formandos de 2011, UFV.

2011

Destaque Ambiental, Congresso de Gestão Ambiental.

2011

Parceiro da educação, Organização dos Estados Ibero-americanos.

2011

Paraninfo da turma - Diretor geral do IF Sudeste de Minas campus São João del-Rei, IF Sudeste de Minas campus São João del-Rei.

2010

Professor Homenageado Técnico em Meio Ambiente IF SEMG RP - 2009, IF SEMG RIO POMBA.

2010

Paraninfo da Turma de Tecnólogo em Agroecologia do IF SEMG Rio Pomba, IF SEMG Rio Pomba.

2010

Professor Homenageado, IF SEMG campus Rio Pomba - EAD Porteirinha, MG - Curso Técnico em Meio Ambiente.

2010

Inclusão no catálogo nacional de autoridades e autores, FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL.

2010

Menção honrosa - Especialização em enfermagem do IF Sudeste de Minas campus São João del-Rei, IF Sudeste de Minas campus São João del-Rei.

2009

Professor Homenageado Agroecologia, IFET SE campus Rio Pomba.

2009

Professor Homenageado Técnico em Meio Ambiente IF SEMG RP - 2009, IF SEMG RIO POMBA.

2009

Membro Benemérito, Instituto Ambiental Costa Verde.

2009

Parceiro do Meio Ambiente, Instituto Ambiental Costa Verde e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tec Sudeste de Minas.

2008

Professor Homenageado do Curso Técnico em Segurança do Trabalho, CEFET-RP.

2008

Professor homenageado curso Técnico em Meio Ambiente, CEFET-RP.

2008

Membro Benemérito, Instituto Ambiental Sol do Campo.

2008

Vídeo mais acessado, YouTube.

2007

Paraninfo da Turma de Técnico em Meio Ambiente, Colégio Sagrado Coração de Maria - Ubá, MG.

2007

Paraninfo da Turma de Meio Ambiente, CEFET - RP.

2007

Professor homenageado do curso de Técnico em Meio Ambiente, CEFET-RP.

2006

Paraninfo da Turma de Gestão do Agronegócio, CEFET.

2006

Trabalho em prol da Sociedade Brasileira - Diploma comemorativo Bodas de Prata de Formatura, Universidade Federal de Viçosa.

2006

Paraninfo do curso de Técnico em Meio Ambiente, CEFET-RP.

2005

Professor homenageado Gestão do Agronegócio, CEFET-RP.

2005

Professor Homenageado Meio Ambiente, CEFET-RP.

1994

"The best of the Year" 1994 - atuação profissional em Brasília, DF, HAAG - Empresa jornalística e publicitária.

1988

Diploma de Mérito pela Organização da XII Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo, ES.

1987

Diploma de Mérito pela Organização da XI Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo, ES.

1986

Diploma de Mérito pela Organização da X Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo, ES.

1985

Diploma de Mérito pela Organização da IX Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo, ES.

1984

Diploma de Mérito pela Organização da VIII Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo, ES.

1983

Diploma de Mérito pela Organização da VII Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo, ES.

1982

Diploma de Mérito pela Organização da VI Exposição Agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo / Sindicato Rural.

1981

Diploma de Mérito pela Coordenação da Organização da V Exposição agropecuária de Castelo, Prefeitura Municipal de Castelo / Sindicato Rural.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, Instituto Federal do Espírito Santo - Campus de Alegre. , Rodovia Cachoeiro de Itapemirim X Alegre, km 46 Distrito de Rive - Alegre-ES, Fazenda Caixa D?água, 29520000 - Alegre, ES - Brasil, Telefone: (28) 35528131, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Universidade Federal do Espírito Santo Campus Alegre

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2013 - 2013

    (FAPEMIG) Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Coordenador e Membro da Comissão Especial

    Outras informações:
    Parceria FAPEMIG-CEMIG. Edital 15/2012

  • 2017 - Atual

    IFES de Alegre

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Mestrado e Especialização Agroecolo, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Professor dos cursos de Mestrado e Especialização em Agroecologia do IFES Campus Alegre.

  • 2016 - Atual

    IFES de Alegre

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2006 - 2016

    Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador do Curso Técnico em Meio Ambiente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2013 - 2015

    Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador Técnico Projeto BIG - Baía Ilha G, Carga horária: 3

  • 2009 - 2010

    Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor São João del-Rei, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2010

    Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão do Conselho Superior, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2009

    Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor Muriaé, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2009

    Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor Rio Pomba, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2013 - 2016

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do CODEMA

  • 2013 - 2015

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comitê Coordenação Plano Municipal Saneamento

  • 2009 - 2010

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Comissão Institucional Elab Reg Ger Cons Sup

  • 2006 - 2010

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: COPAM - Conselheiro, Carga horária: 2

  • 2005 - 2010

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador curso de Meio Ambiente, Carga horária: 12

  • 2009 - 2009

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Elabor prov História Geografia Vest Ex S, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2009

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2009

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2009

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador curso de Meio Ambiente Mod. EAD, Carga horária: 12

  • 2006 - 2009

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador Curso Especialização Agroecologia, Carga horária: 8

  • 2008 - 2008

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Elabor prov História Geografia Vest Ex S, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bancas de concurso professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2008

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefe de Gabinete, Carga horária: 12

  • 2006 - 2008

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Organização pós Lato sensu agroecologia, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2005 - 2007

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do SE de MG c Rio Pomba

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador Projeto Recuperação de Nascente, Carga horária: 5

  • 2011 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro equipe organiz aula inaugural I 2011, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Superior, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Membro do Colégio dos Dirigentes, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Presidente do Conselho do Campus de são joão, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro Processo Seletivo 2010 II semestre, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Diretor geral, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenação da criação cursos do IF São João, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2011

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão de Obras e Reformas, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro Processo Seletivo 2010 I semestre, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Organização da I Formatura do campus, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro equipe organiz aula inaugural I 2010, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro equipe organiz aula inaugural II 2010, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2010 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão de captação de recursos, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro de banca de concurso professor, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2010

    Instituto Federal Sudeste de Minas campus avançado São João del-Rei

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro Processo Seletivo 2009, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2010

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Conselheiro COPAM - Conselho de Política Amb, Carga horária: 5

  • 2007 - 2010

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Contr recuperação nascentes - presid, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Funcionário Público, Enquadramento Funcional: Diretor do IFET ARAÇUAÍ

  • 2008 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador EAD Meio Ambiente Pólo Alfenas, Carga horária: 4

  • 2008 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador EAD Meio Ambiente Pólo Cataguases, Carga horária: 4

  • 2008 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador EAD Meio Ambiente Pól Porteirinha, Carga horária: 4

  • 2008 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Planejamento Técnico do CEFET-RP, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Conselho Curador

  • 2007 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessor do Diretor geral, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2006 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Conselho Diretor

  • 2006 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Subst. gerência educac. tecnol agropecuária, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2005 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Coordenador do curso técnico em Meio Ambiente, Carga horária: 8

  • 2005 - 2009

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselho diretor, Carga horária: 2, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Organização Semana Técnica, Carga horária: 4, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Exame de seleção e vestibular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão seleção assistentes técnicos ATEC, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Organ VI Semana Técnica e II mostra cultural, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão VI ST e II Mostra cult arte, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Seleção assist técn empr júnior, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Programa EAD E-TEC, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Decreto 5.940/2006, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2006 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador curso pós-graduação Agroecologia, Carga horária: 6

  • 2003 - 2008

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor efetivo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2007

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comissão Ex Seleção e Vestibular, Carga horária: 6, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2007

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Organização I Mostra Cultural, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2007

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Elaboraç Ensino Agríc - Presidente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2007

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Criaç Curso Superior Zootecnia, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2007

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Concurso técnci admin em educação, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2007

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Proecsso seletivo contr prof substituto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2006 - 2006

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Exame de seleção e vestibular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2005 - 2005

    Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Exame de seleção e vestibular, Carga horária: 40

    Atividades

    • 02/2008

      Conselhos, Comissões e Consultoria, COPAM, .,Cargo ou função, Conselheiro.

    • 11/2007

      Conselhos, Comissões e Consultoria, CEFET/RP, .,Cargo ou função, Conselheiro.

    • 02/2007

      Direção e administração, CEFET/RP, .,Cargo ou função, Membro do Conselho Diretor.

    • 11/2006

      Direção e administração, CEFET/RP, .,Cargo ou função, Coordenador do Curso Técnico em Meio Ambiente.

    • 11/2006

      Direção e administração, CEFET/RP, .,Cargo ou função, Suplente Coordenador de Ensino.

    • 07/2006

      Direção e administração, CEFET/RP, .,Cargo ou função, Coordenador do Curso de Pós-graduação lato sensu em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável.

    • 08/2005 - 08/2005

      Outras atividades técnico-científicas , Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba, Centro Federal de Ensino Tecnológica de Rio Pomba.,Atividade realizada, Palestra: Gestão Ambiental: Exigência no novo mercado globalizado, a contribuição da pesquisa e a necessidade de parcerias público-privadas.

    • 02/2004 - 04/2005

      Ensino, Técnico em Meio Ambiente, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Avaliação de Impactos Ambientais, Climatologia e Qualidade do Ar, Desenvolvimento Sustentável, Ecologia - Módulo I - Curso Técnico em Meio Ambiente, Ética Ambiental e Desenvolvimento Sustentável, Gestão dos Recursos Hídricos, Irrigação e Drenagem, Meteorologia Agrícola, Noções de Pedologia, Perfil do Profissional em Meio Ambiente, Planejamento Rural, Poluição Ambiental e Recuperação de Áreas Degradadas, Química e Fertilidade dos Solos

  • 2002 - 2008

    Universidade Federal de Viçosa

    Vínculo: Projeto, Enquadramento Funcional: Doutorado

    Outras informações:
    Avaliação temática das atividades de recuperação ambiental no Brasil e desenvolvimento de mateiral didático para ensino "Stricto Sensu".

  • 2005 - 2006

    Universidade Federal de Viçosa

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40

  • 2004 - 2005

    Universidade Federal de Viçosa

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Coordenador Operacional do Grupo de Estudos e Soluções para Agricultura Irrigada - GESAI/DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

    Atividades

    • 04/2005

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Viçosa, .,Cargo ou função, Coordenação do Grupo de Pós-graduação do Professor Everardo Mantovani.

    • 05/2004

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Viçosa, .,Cargo ou função, Coordenação do Grupo de Estudos e Soluções para a Agricultura Irrigada.

    • 10/2005 - 10/2005

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Viçosa, .,Cargo ou função, Coordenação do Curso Manejo de irrigação: otimização do uso da água e energia utilizando o programa IRRIPLUS. GESAI/DEA/UFV.

    • 06/2005 - 06/2005

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Viçosa, .,Cargo ou função, Coordenação do Curso Manejo de irrigação: otimização do uso da água e energia utilizando o programa IRRIGA. GESAI/DEA/UFV.

    • 11/2004 - 11/2004

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Viçosa, .,Cargo ou função, Coordenação do Curso Manejo de irrigação: otimização do uso da água e energia utilizando o programa IRRIGA. GESAI/DEA/UFV.

    • 10/2004 - 10/2004

      Ensino, Agronegócio, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ERU 680 - Economia dos Recursos Renováveis - Palestra sobre Mecanismo de Desenvolvimento Limpo e Viabilização de um Projeto para Seqüestro de Carbono

    • 10/2004 - 10/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 391 - Recuperação de Áreas Degradadas - Técnicas de revegetação

    • 10/2004 - 10/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 391 - Recuperação de Áreas Degradadas - Prática de amostragem do solo em áreas degradadas

    • 09/2004 - 09/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 339 Sivicultura Geral - Importância dos Remanescentes Florestais na Produção de Água e a Recuperação de Nascentes em Áreas de Pastagens Degradadas

    • 09/2004 - 09/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 680 - Gestão Ambiental - Metodologias para Avaliação de Impactos Ambientais

    • 09/2004 - 09/2004

      Extensão universitária , Universidade Federal de Viçosa, .,Atividade de extensão realizada, Palestra Avaliação dos Impactos Ambientais em Grandes Projetos de Irrigação: o Caso do Jaíba. II Ciclo de Palestras do GESAI.

    • 07/2004 - 07/2004

      Extensão universitária , Universidade Federal de Viçosa, .,Atividade de extensão realizada, Instrutor do curso "Recuperação de pastagens em áreas de relevo acidentado".

    • 07/2004 - 07/2004

      Extensão universitária , Universidade Federal de Viçosa, .,Atividade de extensão realizada, Instrutor do curso "Recuperação de áreas degradadas pelo uso intensivo de agroquímicos".

    • 07/2004 - 07/2004

      Extensão universitária , Universidade Federal de Viçosa, .,Atividade de extensão realizada, Instrutor do curso "Agricultura orgânica e a recuperação de áreas de degradadas".

    • 07/2004 - 07/2004

      Extensão universitária , Universidade Federal de Viçosa, .,Atividade de extensão realizada, Instrutor do curso "Agrossilvicultura e a recuperação de áreas degradadas".

    • 05/2004 - 05/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 448 - Recursos Naturais e Manejo de Ecossistemas - 16. Princípios da Recuperação de Ecossistemas Degradados

    • 05/2004 - 05/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 398 - Gestão Ambiental - Desenvolvimento Sustentável

    • 03/2004 - 03/2004

      Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, ENF 395 - Silvicultura Geral - Práticas sobre recuperação de nascentes

  • 2006 - 2006

    União de Ensino Superior de Viçosa Ltda.

    Vínculo: professor convidado, Enquadramento Funcional: coordenador, Carga horária: 12

  • 2006 - 2006

    Instituto de Educação Tenológica

    Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

  • 2006 - 2006

    Instituto de Educação Tenológica

    Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

  • 2004 - 2006

    Instituto de Educação Tenológica

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 8

  • 2005 - 2005

    Instituto de Educação Tenológica

    Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

  • 2005 - 2005

    Instituto de Educação Tenológica

    Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

  • 2004 - 2004

    Instituto de Educação Tenológica

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor convidado

    Outras informações:
    Curso de economia Ambiental integrada - outubro 2006

    Atividades

    • 09/2005 - 09/2005

      Ensino, Gestão Ambiental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Módulo III - Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentáve. Curso de Pós-graduação em Engenharia Ambiental Integradal, Módulo II - Introdução à análise econômica do meio ambiente. Curso de Pós-graduação em Engenharia Ambiental, Módulo II - Abordagens em Economia Ambiental. Curso de aperfeiçoamento Pós-graduação Lato Sensu Engenharia Ambiental Integrada. Instituto de Educação Tecnológica, Módulo III - Integração de Políticas Econômica, Social e Ambiental. Curso MBA - Política e Gestão Ambiental. Instituto de Educação Tecnológica, Módulo VI - MBA em Administração e Desenvolvimento de Habilidades para a Gestão em Meio Ambiente: Política e Gestão Ambiental. Instituto de Educação Tecnológica

  • 2004 - 2004

    Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: INTEGRANTE, Carga horária: 2

  • 2005 - 2005

    Empresa Viçosence de Assessoria Técnica

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 5

    Atividades

    • 09/2005 - 11/2005

      Ensino, Recuperação de Áreas Degradadas, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Recuperação de Áreas Degradadas

  • 2004 - 2005

    Colégio Sagrado Coração de Maria

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 5

    Atividades

    • 10/2004 - 04/2005

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Gestão Ambiental

  • 2005 - 2015

    Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

    Vínculo: professor convidado, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 10

  • 2002 - 2004

    Departamento de Engenharia Florestal

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor visitante

    Outras informações:
    Avaliação temática das atividades de recuperação ambiental no Brasil e desenvolvimento de mateiral didático para ensino "Stricto Sensu".

  • 2007 - 2015

    Instituto Ambiental Sol do Campo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor

  • 2013 - 2013

    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: ASSESSORIA

    Outras informações:
    Edital 29/2012

  • 2008 - 2008

    Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Técnico Ambiental, Carga horária: 4

  • 2004 - 2005

    Pbpd Café

    Vínculo: Líder do grupo de pesquisa, Enquadramento Funcional: Líder, Carga horária: 0

    Atividades

    • 05/2004 - 04/2005

      Pesquisa e desenvolvimento , Pbpd Café, .,Linhas de pesquisa

    • 05/2004 - 04/2005

      Serviços técnicos especializados , Pbpd Café, .,Serviço realizado, Diagnóstico da agricultura irrigada no Brasil e seus impactos ambientais.

    • 05/2004 - 04/2005

      Serviços técnicos especializados , Pbpd Café, .,Serviço realizado, Cafeicultura irrigada: proposta para estabilização de renda no modelo de agricultura familiar.

    • 05/2004 - 04/2005

      Serviços técnicos especializados , Pbpd Café, .,Serviço realizado, Avaliação de sistemas de irrigação para agricultores do modelo de produção familiar da Zona da Mata Mineira (Projeto de extensão).

    • 05/2004 - 04/2005

      Serviços técnicos especializados , Pbpd Café, .,Serviço realizado, Difusão tecnológica para técnicos, professores e estudantes do CEFET/RP para a recuperação e utilização de sistemas de irrigação (Projeto de Extensão).

    • 05/2004 - 04/2005

      Serviços técnicos especializados , Pbpd Café, .,Serviço realizado, Captação de Recurso (FINEP) - Cursos: Manejo de irrigação - otimização do uso da água e energia utilizando o programa IRRIGA; curso IRRIGA para estudantes; e Ciclo de Seminários para estudantes.

    • 05/2004 - 04/2005

      Serviços técnicos especializados , Pbpd Café, .,Serviço realizado, Desenvolvimento de um sistema de manejo simplificado da irrigação para produtores do modelo familiar.

  • 2013 - 2015

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenador Técnico

  • 2013 - 2015

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

    Outras informações:
    Participação de reunião preparatória para o XV Encontro Nacional de Comitês de Bacia Hidrográfica

  • 2013 - 2015

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

    Outras informações:
    EDITAL 006/2013 - Resolução 005/2013 - Conselho de administração da FUNDEP-RP, ao lado do presidente José Alcides Pereira. Objetivo: coordenar a comissão organizadora do certame previsto no contrato INEA 002/2012.

  • 2013 - 2015

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor convidado

    Outras informações:
    Reunião Plenária em Mambucaba, Paraty, RJ

  • 2013 - 2013

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

    Outras informações:
    Visita técnica a Angra dos Reis - 30 E 31 de julho de 2012

  • 2013 - 2013

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Assessoria Técnica

    Outras informações:
    Assinatura do contrato da FUNDEP-RP como agência de águas do Comitê de Bacia Hidrográfica de Ilha Grande.

  • 2013 - 2013

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor convidado

    Outras informações:
    Apresentação de relatório técnico - 11a reunião extraordinária do CERHI-RJ

  • 2013 - 2013

    Fundação de Apoio ao Ensino Técnico e Profissionalizante de Rio Pomba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor convidado

    Outras informações:
    Participação no primeiro Seminário de qualidade da água para consumo humano.

  • 2009 - 2010

    Prefeitura Municipal de Rio Pomba

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 4

  • 2009 - 2012

    Prefeitura municipal de Tabuleiro

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Co-orientador

  • 1988 - 2001

    Brunela Produtos Alimentícios Ind e Com Ltda

    Vínculo: Sócio Proprietário, Enquadramento Funcional: Gerenciamento, Carga horária: 60

  • 1982 - 1996

    Brunela Produtos Alimentícios Ind e Com Ltda

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Extensionista Rural, Carga horária: 20

  • 1982 - 1988

    Brunela Produtos Alimentícios Ind e Com Ltda

    Vínculo: Diretor, Enquadramento Funcional: Diretor Secretário, Carga horária: 24

  • 1981 - 1988

    Brunela Produtos Alimentícios Ind e Com Ltda

    Vínculo: Gerente, Enquadramento Funcional: Gerente Geral, Carga horária: 60

    Atividades

    • 09/1988 - 04/2001

      Direção e administração, Brunela Produtos Alimentícios Ind e Com Ltda, .,Cargo ou função, Sócio Proprietário.

    • 09/1988 - 04/2001

      Serviços técnicos especializados , Brunela Produtos Alimentícios Ind e Com Ltda, .,Serviço realizado, Cursos Especializados na Área de Alimentação.

  • 1988 - 2001

    Empresas Setor Alimentação

    Vínculo: Sócio - proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio - proprietário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/1988

      Direção e administração, Empresas Setor Alimentação, .,Cargo ou função, Cargo administrativo.

  • 1982 - 1992

    Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Espirito Santo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Extensionista Rural, Carga horária: 20

    Atividades

    • 04/1982 - 04/1992

      Pesquisa e desenvolvimento , Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Espirito Santo, .,Linhas de pesquisa

    • 04/1982 - 04/1992

      Serviços técnicos especializados , Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Espirito Santo, .,Serviço realizado, Recuperação de Áreas Degradadas.

    • 04/1982 - 04/1992

      Treinamentos ministrados , Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Espirito Santo, .,Treinamentos ministrados, Curso de Manejo e Formação de Pastagens, Manejo de Gado de Leite, Irrigação, Adubação Verde, Plantio Direto

    • 04/1982 - 04/1992

      Outras atividades técnico-científicas , Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Espirito Santo, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Espirito Santo.,Atividade realizada, Pesquisa Sobre Ganho de Peso em Gado de Corte.

  • 1982 - 1988

    Cooperativa Agrária de Castelo

    Vínculo: Diretor, Enquadramento Funcional: Diretor-Secretário, Carga horária: 20

    Atividades

    • 04/1982 - 08/1988

      Direção e administração, Cooperativa Agrária de Castelo, .,Cargo ou função, Conselho de administração.

    • 04/1982 - 08/1988

      Treinamentos ministrados , Cooperativa Agrária de Castelo, .,Treinamentos ministrados, Curso de Formação e Manejo de Pastagens, Manejo de Gado de Leite e Corte, Adubação Orgânica em Café e Capineiras, Silagem, Palestras mensais com técnicos de áreas diversas: educação cooperativista, inovações tecnológicas e práticas conservacionistas

    • 01/1982

      Direção e administração, Cooperativa Agrária de Castelo, .,Cargo ou função, Conselho Fiscal.

  • 1992 - 2001

    Plantas Ornamentais Produção e Comércio

    Vínculo: Sócio - proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio - proprietário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/1992

      Direção e administração, Plantas Ornamentais Produção e Comércio, .,Cargo ou função, Cargo administrativo.

  • 1984 - 1986

    Novaes Café Ltda

    Vínculo: Sócio - proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio - proprietário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/1984

      Direção e administração, Novaes Café Ltda, .,Cargo ou função, Cargo administrativo.

  • 1982 - 1988

    Viveiro Fim do Mundo

    Vínculo: Sócio - proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio - proprietário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/1982

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Viveiro Fim do Mundo, .,Cargo ou função, Consultor.

  • 1986 - 1988

    Selaria E Veterinária Novaes

    Vínculo: Sócio - proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio - proprietário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/1986

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Selaria E Veterinária Novaes, .,Cargo ou função, Consultor.

  • 1988 - 1999

    Agropecuária Novaes

    Vínculo: Sócio - proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio - proprietário, Carga horária: 0

    Atividades

    • 01/1988

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Agropecuária Novaes, .,Cargo ou função, Consultor.

  • 1981 - 1988

    Agropecuária Fim do Mundo

    Vínculo: Gerente, Enquadramento Funcional: Gerente Geral, Carga horária: 60

    Atividades

    • 12/1981 - 08/1988

      Direção e administração, Agropecuária Fim do Mundo, .,Cargo ou função, Gerência e Administração.

    • 12/1981 - 08/1988

      Pesquisa e desenvolvimento , Agropecuária Fim do Mundo, .,Linhas de pesquisa

    • 12/1981 - 08/1988

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Experimentos de Plantio Direto.

    • 12/1981 - 08/1988

      Treinamentos ministrados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Treinamentos ministrados, Curso de Inseminação Artificial, Curso de Manejo e Formação de Pastagens, Curso de Recuperação de Nascentes

    • 12/1981 - 08/1988

      Outras atividades técnico-científicas , Agropecuária Fim do Mundo, Agropecuária Fim do Mundo.,Atividade realizada, Adubação Orgânica em Café e Capineiras.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Piqueteamento, Recuperação e manejo de pastagens (260 ha).

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Melhoramento genético do gado de leite (produtividade média em 5 anos: de 3,5 litros para 17,2 litros/vaca/dia).

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Recuperação de várzeas degradadas (24,5ha).

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Recuperação de nascentes e recomposição de matas ciliares.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Recuperação e proteção das APP e ARL.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Recuperação de área degradada em local de extração de argila (antiga olaria).

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Introdução da prática de plantio direto.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Controle da prática de queimadas anuais.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Recuperação de 7 ha de café em área de relevo acidentado.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Plantio de 15 ha de café orgânico.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Formação de 10 ha de capineira e 5 ha de cana-de-açúcar irrigada por aspersão convencional e com manutenção exclusiva por meio de adubação orgânica.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Recomposição da vegetação ciliar e construção de represas na proximidade das nascentes.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Reforma de 21 casas de colonos: eletrificação, construção de banheiros e fossas sépticas.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Construção e recuperação de 15Km de estradas.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Diversificação das atividades produtivas com a introdução e criação de aves de corte e postura, suínos, eqüinos, coelhos, ovinos e caprinos.

    • 01/1981

      Serviços técnicos especializados , Agropecuária Fim do Mundo, .,Serviço realizado, Sistema automatizado de pulverização por alta pressão.