Guilherme Viggiano Fonseca

Licenciado em Língua Portuguesa e Literaturas de língua portuguesa pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Atua como professor de língua portuguesa e redação, em preparatórios para vestibulares e concursos. Durante a graduação, foi bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa no Espírito (FAPES), desenvolvendo parte do projeto "Ensino de Latim: formas e conteúdos", além de ter desenvolvido subprojeto vinculado ao projeto "Permanência e recepção do clássico". Além disso, participou do projeto de extensão "Recursos didáticos e sua contribuição para o ensino de gramática na escola". Tem interesse acadêmico pelos temas: ensino de língua materna; gramática e suas utilizações na escola e em espaços não-formais de aprendizagem; estudos sintáticos; análise do discurso; ensino de latim; recepção do clássico; literatura e intertextualidade; literatura do Espírito Santo; Reinaldo Santos Neves, dentre outros.

Informações coletadas do Lattes em 21/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Letras - Português

2011 - 2018

Universidade Federal do Espírito Santo
Título: Do intratextual ao intertextual: uma leitura de Kitty aos 22: divertimento aos pés de Kitty, Cinderela e Clarice
Orientador: Prof. Dr. Wilberth Claython Ferreira Salgueiro
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo, FAPES/ES, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2012 - 2012

Extensão universitária em Grupo de estudos em ensino de língua portuguesa. (Carga horária: 36h). , Centro de Línguas para a Comunidade - UFES, CLC\UFES, Brasil.

2012 - 2012

Extensão universitária em introdução aos estudos culturais. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.

2012 - 2012

Ensino de latim: a literatura com mero pretexto?. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.

2012 - 2012

Linguagem e tradição gramatical na Antiguidade. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.

2012 - 2012

Reminiscências clássicas na obra de Machado.... (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.

2011 - 2011

Improvisação teatral. (Carga horária: 10h). , Escola de Teatro, Dança e Música FAFI, FAFI, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Língua Portuguesa.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Clássicas.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Línguas Clássicas.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

II Congresso Brasileiro de Retórica. 2012. (Congresso).

III Encontro de Professores de Latim. O Ensino de latim: perspectivas e realidades.Sessão de debates. 2012. (Encontro).

III Encontro do LEIR - Laboratório de Estudos sobre o Império Romano - Seção\ES - Representação, identidade e práticas culturais. 2012. (Encontro).

III Jornada de Estudos Clássicos - Fama e Infâmia no Mundo Antigo - Universidade Federal do Espírito Santo. 2012. (Congresso).

II JELE - Jornada sobre o ensino de línguas estrangeiras. O Ensino de Latim na Antiguidade: Institutio Oratoria, de Quintliano. 2012. (Congresso).

XXII Semana de Estudos Clássicos. Escritas da Antiguidade: Quintiliano e a formação da elite letrada imperial - por que educar?. 2012. (Congresso).

I CONEL - Congresso Nacional de Estudos Linguísticos. 2011. (Congresso).

II Jornada de Estudos Clássicos - "Rito e Celebração na Antiguidade". 2011. (Outra).

XIII CEL - Congresso de Estudos Literários - UFES - Que autor sou eu?. 2011. (Congresso).

XI MINI - ONU - Modelo Intercolegial das Nações Unidas para estudantes de ensino médio.UNESCO: Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura - OCDE (Organização para a cooperação e desenvolvimento econômico) - obtenção de menção honrosa. 2010. (Outra).

X MINI - ONU - Modelo intercolegial das Nações Unidas para estudantes de ensino médio.OCHA: Alto Secretariado das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários - ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados) - obtenção de menção honrosa. 2009. (Outra).

IX MINI - ONU - Modelo Intercolegial das Nações Unidas para estudantes de ensino médio.PNUMA: Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente - Paquistão. 2008. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Wilberth Claython Ferreira Salgueiro

DO INTRATEXTUAL AO INTERTEXTUAL: UMA LEITURA DE KITTY AOS 22: DIVERTIMENTO, AOS PÉS DE KITTY, CINDERELA E CLARICE; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Wilberth Claython Ferreira Salgueiro;

Leni Ribeiro Leite

A formação da elite letrada na Roma Imperial: a leitura e a escrita no projeto educacional de Quintiliano; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Leni Ribeiro Leite;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FONSECA, G. V. . Católico do meu jeito?. Informativo da Paróquia São Francisco de Assis, Vitória - ES, p. 13 - 13.

  • FONSECA, G. V. . O Ensino de Latim na Antiguidade: Institutio Oratoria, de Quintliano. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • FONSECA, G. V. . Escritas da Antiguidade: Quintiliano e a formação da elite letrada imperial - por que educar?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2012 - Atual

    Permanência e Recepção do Clássico, Descrição: A partir da última década do século XX, a princípio de forma tímida, pesquisadores da área dos estudos clássicos começaram a debruçar seu olhar sobre os estudos de recepção. Sem dúvida pelo influxo da teoria da recepção, mas rapidamente dela se afastando, os estudos clássicos passaram a encampar estudos de uma vasta gama de material pós-clássico tradicionalmente estudado em outras áreas sob diversas nomenclaturas: história da leitura/do livro, estudos de tradução, estudos pós-coloniais, medievais, novilatinos. Na prática, ganhou-se a percepção de que o profissional conhecedor do mundo antigo, em especial aqui o grego e o latino, tinha algo a contribuir no estudo de outros objetos que não os da antiguidade per se, porque o clássico e o antigo, longe de morrer e desaparecer, haviam deixado uma marca, haviam permanecido de alguma forma na sociedade ocidental e em seus produtos culturais. Assim, os estudos clássicos, na virada do milênio, vê sua área de atuação ampliada: o estudo do clássico agora inclui Milton e Erasmo, o filme Gladiador e um romance publicado em 2005; o próprio conceito de clássico, e portanto de estudos clássicos, sofreu uma transformação. Reflexos dessa nova atitude frente à área são, para citar alguns exemplos, a presença de uma linha de estudos de recepção reconhecida pela American Philological Association; a subárea reception, acrescida em 2001 ao Research Assessment Exercise no Reino Unido; o lançamento do Companion to Classical Receptions em 2008, como parte da respeitada coleção Blackwell Companions to the Ancient World; o lançamento da revista acadêmica Classical Receptions Journal pela Oxford, em 2009. No Brasil, a área vem despertando algum interesse, ainda incipiente. Nossa pesquisa busca, num primeiro momento, levantar as diversas teorias subjacentes a esta mudança do conceito de clássico e dos estudos de sua permanência e recepção, aplicando,em um segundo momento, estes conceitos a objetos culturais em língua portuguesa.. Situação. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2012 - Atual

    Ensino de Língua Latina: formas e conteúdos, Descrição: A pesquisa que este projeto busca explicitar tem como objetivo o estudo de novas metodologias de ensino da língua latina, que vêm sendo desenvolvidas em outros países e que ainda não foram implementadas de forma consistente no Brasil. Essas novas formas de ensinar a língua latina, ainda que diversas entre si, têm entre as principais características que as unem o uso do latim de forma mais ativa do que nas metodologias tradicionais, bem como a extensão do objeto de estudo, que, além de contemplar o Latim Clássico, compreendido como o idioma utilizado nas obras literárias produzidas na área de dominação romana entre os séculos II a.C. e III d.C., também abarca o Latim Pós-Clássico e o Neolatim, dando a estes a mesma senão maior importância no currículo básico em relação ao Latim Clássico. Estas metodologias surgem de uma mudança na compreensão do que seja o escopo do ensino do latim e de sua relação com as línguas vernáculas. Pretendemos, com nossa pesquisa, conhecer os fundamentos das novas metodologias, observar e analisar sua aplicação, e refletir acerca da possibilidade e benefícios de sua adaptação à realidade dos Estudos Clássicos no Brasil. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Guilherme Viggiano Fonseca - Integrante / Leni Ribeiro Leite - Coordenador / kátia regina giesen - Integrante / Marihá Barbosa e Castro - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Menção Honrosa - X MINI ONU, PUC MINAS.

2009

Menção Honrosa - IX MINI ONU, PUC MINAS.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciencias Humanas e Naturais. , Avenida Fernando Ferrari, Goiabeiras, 29060-900 - Vitoria, ES - Brasil, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - Atual

    META - Soluções em Educação

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretor Pedagógico, Carga horária: 20

  • 2012 - Atual

    META - Soluções em Educação

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Portuguesa e Redação, Carga horária: 10

  • 2013 - Atual

    CENTRO DE EVOLUÇÃO PROFISSIONAL

    Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Portuguesa e Redação, Carga horária: 9

  • 2017 - 2017

    Centro de Ensino Cachoeirense Charles Darwin

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de língua portuguesa, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Ministrou as disciplinas de língua portuguesa, compreensão textual e artes

  • 2012 - 2013

    Centro de Línguas para a Comunidade - UFES

    Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 3

    Atividades

    • 02/2013

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Português para concursos

    • 08/2012 - 12/2012

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Português para concursos

  • 2012 - 2013

    Universidade Federal do Espírito Santo

    Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica (PIVIC), Carga horária: 20

  • 2011 - 2013

    Universidade Federal do Espírito Santo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 10

    Atividades

    • 08/2012

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciencias Humanas e Naturais, .,Linhas de pesquisa

    • 08/2011

      Extensão universitária , Centro de Ciencias Humanas e Naturais, Departamento de Línguas e Letras.,Atividade de extensão realizada, Monitoria das disciplinas de Latim I e Latim II.

  • 2012 - 2013

    Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

  • 2015 - 2015

    União de Professores

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Portuguesa, Carga horária: 4