Fábio Castanheira

Possui graduação em Letras português e espanhol e respectivas literaturas. Pós-graduado em Línguas Estrangeiras Modernas pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Mestre em Integração Contemporânea da América Latina pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). Atuou como professor colaborador no Centro de Línguas da Universidade Federal do paraná (CELIN). Foi professor do curso de Língua Espanhola EAD da Universidade da Indústria, Sistema FIEP no estado do Paraná e também professor concursado do Quadro Próprio do Magistério (QPM) do Governo do estado do Paraná. Foi membro do Tribunal Examinador Vocal do DELE - Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira e professor do Instituto Cervantes, da Rede Bom Jesus de Ensino e da Faculdade Passionista de Ensino. Atuou na formação de professores de espanhol do Instituto Cervantes de Curitiba. Atualmente é professor efetivo de língua portuguesa 40h/DE, do Instituto Federal Catarinense. Atua também na graduação e na pós- graduação do IFC em temas como diversidade, sexualidade, gênero e inclusão. Presidiu a Comissão institucional de Aferição para a auto-declaração de pessoas PPI para fins de ingresso na carreira pública do IFC. Coordenou o grupo de trabalho do IFC que resultou na criação das Políticas Institucionais de Inclusão e Diversidade. Coordenador do comitê de inclusão e diversidade do IFC campus Camboriú.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Integração Contemporânea da America Latina

2015 - 2017

Universidade Federal da Integração Latino-Americana
Título: O AMBIENTE ACADÊMICO DA UNILA E AS ESTRATÉGIAS DE COMBATE À HOMOFOBIA, 2010 - 2015,Ano de Obtenção: 2017
Gerson galo Ledezma Meneses.Palavras-chave: Homofobia. Colonialidades. Universidade Violência..Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.

Especialização em Ensino de Línguas Estrangeiras Modernas

2006 - 2007

Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Título: Ensino-Aprendizagem de Língua Estrangeira: Desafios na Aquisição de Língua Espanhola por alunos Brasileiros.
Orientador: Márcia dos Santos lopes

Graduação em Letras português e espanhol e respectivas literatu

2002 - 2005

Centro de Ensino Superior de Maringá

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

CASTANHEIRA, Fabio . ?III Ciclo de Debates: Desigualdades de classe e de gênero: por uma síntese pró-teórica?. 2014. (Outro).

CASTANHEIRA, Fabio . ?II Ciclo de Debates: A Crise Internacional, os BRICs e seus reflexos na América Latina?. 2014. (Outro).

CASTANHEIRA, Fabio . V COSLE - Congreso Sudbrasileño de Lengua Española. 2003. (Congresso).

CASTANHEIRA, Fabio ; Fernandes, João Estevão . Organizador do V COSLE - CONGRESO SUDBRASILEÑO DE LENGUA ESPAÑOLA. 2003. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

IV ENPAIF - Encontro Nacional de Professores de Arte dos Institutos Federais. 2019. (Encontro).

XIV Congresso Nacional de Educação - EDUCERE, V Seminário Internacional de Representações Socias , Subjetividades e Educação. 2019. (Congresso).

IV Parada Cultural.Monitor do Evento. 2018. (Encontro).

I Seminário de Educação Profisional Integrada ao Ensino Médio. 2017. (Seminário).

Projeto de extensão diálogos com o cinema.Minitor no evento. 2017. (Oficina).

Semana de Ensino Pesquisa e Extensão.Introdução à Teoria Decolonial. 2017. (Seminário).

VIII FICE. 2017. (Feira).

VIII FICE. Coordenação Geral. 2017. (Feira).

X Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar (MICTI) e III IFCultura.Monitor e Comissão Organizadora. 2017. (Seminário).

34 Seminário de extensão universitária da região sul (SEURS).Organizador. 2016. (Seminário).

III Workshop Nacional da Rede Ibero-Americana sobre educação Profissional e Evasão escolar (RIMEPES). 2016. (Congresso).

VII FICE. Coordenação Geral. 2016. (Feira).

El Regionalismo Latinoamericano: Post-Hegemonía y Fragmentación. 2015. (Encontro).

?IV Ciclo de Debates: Guía de Ruta Para Acceder Al Conocimiento De La Historia Cultural Y Visual De La América Latina. Tres escenario y un epílogo?. 2014. (Seminário).

CÁTEDRA LATINO-AMERICANA PAULO FREIRE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Videoconferência: Políticas para a Formação de Professores da Educação Não Formal na América Latina. 2014. (Encontro).

I Ciclo de Debates: Integração Contemporânea da América Latina?. 2014. (Seminário).

II Ciclo de Debates: A Crise Internacional, os BRICs e seus reflexos na América Latina?. 2014. (Seminário).

III Ciclo de Debates: Desigualdades de classe e de gênero: por uma síntese pró-teórica. 2014. (Simpósio).

II Seminário Integrado de Ensino Pesquisa e Extensão. 2014. (Seminário).

I Seminário Intermunicipal Camboriú e Balneário Camboriú de Mobilidade Ciclística. 2013. (Seminário).

VI MICTI - VI Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar. Avaliador dos trabalhos apresentados. 2013. (Congresso).

El Aprendizaje y la (auto) evaluación a través del portfolio. 2009. (Oficina).

El Aula Virtual de espaol. 2009. (Oficina).

El componente lúdico en la clase de E/LE. 2009. (Oficina).

El espaol no es tan fácil: ventajas y desventajas de la proximidad entre el espaol y el portugués. 2009. (Oficina).

Expresar tiempo, condición e impedimento. 2009. (Oficina).

II Simposio Internacional de Lengua Espaola. 2009. (Simpósio).

La Enseanza del Vocábulário. 2009. (Oficina).

La evaluación de las destrezas productivas (expresión escrita y oral). 2009. (Oficina).

la gramática según el enfoque por tareas. 2009. (Oficina).

Mil y una forma de disfrutar haciendo dictados: dale vida a tus clases. 2009. (Oficina).

Romper el hielo: actividades para el primer día de clases. 2009. (Oficina).

Buscas motivación para tus clases? Taller de espaol Santillana 2008. 2008. (Oficina).

Curso: El Cortometraje en la clase de E/LE.. 2008. (Oficina).

Curso: El Espaol Coloquial. 2008. (Oficina).

Curso: El humor en los tiempos de cólera...y en la clase de E/LE.. 2008. (Oficina).

Curso: El uso del Diccionario en la clase de E/LE.. 2008. (Oficina).

Curso: La lectura en clase de E/LE. 2008. (Oficina).

Curso: Reflexión acerca de los errores en la expresión escrita de los alumnos brasileos.. 2008. (Oficina).

Curso de El desarollo Profesional y los instrumentos para la reflexión docente en la clase de E/LE. 2008. (Oficina).

Curso de Estratégias para Fomentar un Ambiente Motivador en la Clase de Espaol. 2008. (Oficina).

Curso de internet como material real en la clase de E/LE.. 2008. (Oficina).

Enfoque diferenciado en la enseanza de E/LE para grupos de la tercera edad. 2008. (Oficina).

Escribimos con los sentidos: estimulos para la escritura creativa en la clase de espaol. 2008. (Oficina).

Espanhol para negócios.Monitor no curso à distância. 2008. (Outra).

Estrategias para fomentar un ambiente motivador en la clase de espaol. 2008. (Oficina).

Hola muchachos, qué tal comunicarnos con competencia?. 2008. (Oficina).

La gramática cognitiva en la clase de espaol. 2008. (Oficina).

Las TIC y la web 2.0 en la aula de espaol. 2008. (Oficina).

Los usos y abusos del género textual. 2008. (Oficina).

Seminario de Examinadores del DELE. 2008. (Seminário).

Trabajar con textos en la clase de E/LE. 2008. (Oficina).

III Seminário Multidisciplinar de Educação. 2005. (Seminário).

Mini-curso em Tradução Literária. 2005. (Oficina).

VIII Mostra de Profissões. 2005. (Outra).

XIII EPLE - Encontro de professores de línguas estrangeiras do Paraná. Monitor no evento. 2005. (Congresso).

V COSLE - Congreso Sudbrasileo de Lengua Espaola. 2003. (Congresso).

VII Revel. 2003. (Encontro).

1ª Jornada de Estudos do CAPPLLI - Centro de Apoio Pedagógico e Pesquisa em Línguas e Literaturas. 2002. (Encontro).

1ª Noite Cultural Anglo-Espanhola.Organizador. 2002. (Encontro).

Didática e Ensino de Línguas: Reflexão sobre o Enfoque por Tarefas. 2002. (Encontro).

IV ESLE - Encuentro Suerbrasileo de lengua Espaola. 2002. (Encontro).

VI Semana de Letras. 2002. (Encontro).

1ª Conferencia de Estudios de la Lengua Espaola da Universidade Estadual de Maringá. 2001. (Simpósio).

A importancia da Língua espanhola no contexto mundial. 2001. (Outra).

Aprendiendo Practicando... Practicando lo que Aprendemos. 2001. (Encontro).

II Encuentro de la APENNPAR. 2001. (Encontro).

III Encuentro Surbrasileo de Lengua Espaola. 2001. (Encontro).

Metodologia do ensino de Espanhol. 2001. (Oficina).

I Encuentro de la APENNPAR - El Profesor y la Enseanza del Espaol como Lengua Extranjera. 2000. (Encontro).

XI Semana de Letras da Universidade Estadual de Maringá. 1998. (Encontro).

X semana de letras da Universidade Estadual de Maringá. 1997. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

CASTANHEIRA, Fabio; Velazquez R., Iván; Jorba R.; Pérez. Membro Vocal del Tribunal de Examen para las pruebas de la Convocatoria Ordinaria de los niveles inicial, intermedio y superior del DELE. 2007. Instituto Cervantes.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Élen Cristiane Schneider

MENESES, G. G. L.;Élen Cristiane Schneider; NAME, L.. O ambiente Acadêmico da Unila e as estratégias de Combate a Homofobia (2010 - 2015). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Integração Contemporânea da América Latina - Ical) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Leonardo dos Passos Miranda Name

LEDEZMA, G;Name, Leonardo dos Passos Miranda; JARA, D.F.E.. O ambiente acadêmico da UNILA e as estratégias de combate à homofobia: 2010-2015. 2017. Dissertação (Mestrado em Integração Contemporânea da América Latina - Ical) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Leonardo dos Passos Miranda Name

LEDEZMA, G; SCHNEIDER, E.C;Name, Leonardo. O ambiente acadêmico da UNILA e as estratégias de combate à homofobia, 2010-2015. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Integração Contemporânea da América Latina - Ical) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

DEBORA DE FATIMA EINHARDT JARA

CASTANHEIRA, F.; MENESES, G. G. L.;JARA, D. F. E.; NAME, L. P. M.. O AMBIENTE ACADÊMICO DA UNILA E AS ESTRATÉGIAS DE COMBATE À HOMOFOBIA, 2010-2015. 2017. Dissertação (Mestrado em Integração Contemporânea da América Latina - Ical) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Thaís Barbosa Marochi

Lopes, M.;MAROCHI, T. B.; Romanelli, E.. Ensino-aprendizagem de língua estrangeira: desafios na aquisição de língua espanhola por alunos brasileiros. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especilização em Ensino de Linguas Estran) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Gustavo do Carmo Machado, Marcos Antonio Cardoso, Mirian Alv

Diversidade sexual: um olhar inclusivo da rede hoteleira de Balneário Camboriú e a perspectiva da inclusão das pessoas LGBTQI+ nos hotéis brasileiros; 2018; Iniciação Científica - Instituto Federal Catarinense; Orientador: Fábio Castanheira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marcia dos Santos Lopes

Ensino-aprendizagem de língua estrangeira: desafios na aquisição de língua espanhola por alunos brasileiros; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ensino de Línguas Estra) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná; Orientador: Marcia dos Santos Lopes;

Gerson Galo Ledezma Meneses

O ambiente acadêmico da UNILA e as estratégias de combate à Homofobia 2010-2015; 2017; Dissertação (Mestrado em Integração Contemporânea de América Latina ICAL) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana,; Orientador: Gerson Galo Ledezma Meneses;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

CASTANHEIRA, Fabio . Curso espanhol para negócios. 2008. (Programa de rádio ou TV/Outra).

Castanheira, Fabio et al ; CASTANHEIRA, Fabio . GT de inclusão e Diversidade. 2018. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Grupo de trabalho para instituir a política de diversidade e inclusão do IFC).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    O Ciberbullyng e suas implicações na evasão escolar no ensino médio: o desvelamento sobre a exclusão social na crise civilizatória a partir das pedagogias decoloniais., Descrição: Essa proposta para projeto dá segmento ao projeto de pesquisa "Narrartivas virtuais sobre a opressão, o silenciamento e a invisibilidade na crise civilizatória: entrelaçamentos entre a educação ambiental e as pedagogias decoloniais" pelo fato de que o projeto ao ser desenvolvido apresentou relevante complexidade, logo o grupo de pesquisadores entendeu que era necessário ampliar as discussões e a coleta de dados. Sendo assim, o projeto anterior que tratava do racismo e homofobia nessa nova versão tratará também sobre misoginia sexismo. Para isso, esta investigação estará ancorada nos estudos socioambientais em três categorias da educação ambiental: Critica, Humanística e Etnográfica (SAUVÉ, 2004) em interlocução com a teoria da decolonialidade (LUGONES, 2008). A partir desses autores, objetivamos compreender como vêm se formando os discursos de ódio e negação dos direitos humanos de grupos entendidos como minoritários, a partir de narrativas virtuais coletadas em sites abertos e grupos na redes sociais da internet para compreender se esses discursos podem influenciar na evasão escolar na escola básica. Algumas pesquisas já vêm dando destaque as questões da evasão escolar a partir da problemática do racismo e da homofobia. A homofobia na escola vem sendo investigada por autores como Pereira (2012), Dinis (2011), Seffener (2011) e Santos (2012) e o racismo por Santos (1990) e Borges & Garcia (S/D) e a partir desses autores pretendemos compreender as relações dos jovens a partir do convívio nas redes sociais e como essa relação e os enfrentamos que ocorrem nela podem influenciar na desistência escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (5) Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Castanheira - Integrante / Leonardo Caparroz cangussu - Integrante / Gabriela Nunes de Deus Oliveira - Integrante / DEBORA DE FATIMA EINHARDT JARA - Coordenador / LIVIA DA SILVA PERENHA VETTER - Integrante / LILIAM CARINE DA SILVA LIMA - Integrante.

  • 2020 - Atual

    A Micropolítica na escola: questões de gênero e sexualidade em expressões contemporâneas., Descrição: pesquisa procura investigar as manifestações micropolíticas contemporâneas ligadas às discussões de gênero e sexualidade aos diálogos sobre o tema na escola. A curiosidade epistemológica sobre o tema surge do desconforto diante do movimento de censura ocorrido durante a XIX Bienal do Livro do Rio de Janeiro, em 2019 que proibiu a venda de uma HQ que trazia a imagem de dois jovens se beijando. Deste fato, a reflexão sobre as produções estéticas e as narrativas em sala de aula sobre o cenário LGBTQI+ e, consequentemente, a discussão das questões sobre homofobia, intrínsecas e relacionadas a esse grupo, apresentam-se como grande oportunidade de construção de uma educação humanista e libertadora, que promova a emancipação dos sujeitos (FREIRE, 2002), possível dentro de uma proposição de liberdade de expressão e de diálogo em sala. A pesquisa irá investigar a partir da censura da HQ "Vingadores: A cruzada das crianças" (Heinberg & Cheung, 2017), as frentes de combate que foram desencadeadas. Para isso, será realizada a análise de materiais jornalísticos e de redes sociais que trataram do tema trazendo posicionamentos diversos para compor uma discussão crítica sobre o ocorrido. Neste contexto, será descrito um histórico desta Bienal a fim de identificar se houveram outros momentos de intervenção e censura. A pesquisa sobre questões relacionadas a gênero em HQ irá evidenciar as possibilidades da linguagem como campo de militância das questões LGBTQI+, pois detecta-se pelo cenário atual que este tema precisa ser discutido nos espaços educacionais já que, segundo Borrillo (2009), a homofobia é a atitude de hostilidade para com os homossexuais, rejeição irracional ou mesmo o ódio em relação a gays e lésbicas, uma manifestação arbitrária que consiste em qualificar o outro como contrário, inferior ou anormal. Diante disso, percebe-se cada vez mais, uma sociedade submetida a uma falsa igualdade, uma falsa liberdade e a um condicionamento colonial que de acordo com Dussel (1993), foi ao longo do tempo, excluindo muitos rostos, sujeitos históricos e oprimidos. Essa discussão, por tanto, se faz necessária e urgente. Assim esta pesquisa irá dialogar com as narrativas e produções de um estudante do Ensino Médio Integrado do IFC, que aproximam-se ao material censurado e que evidenciam as possibilidades e a necessidade de expressão na escola de registros homoafetivos como valorização de grupos existentes e que precisam de visibilidade no ambiente escolar. Destas análises e investigações procura-se pensar as questões micropolíticas (GUATARRI e ROLNIK, 1986) na escola e sua importância para a juventude (BAUMAN, 2012). A metodologia da pesquisa será a A/r/tografia (DIAS, IRWIN, 2013) e pesquisa exploratória. O resultado esperado é o entendimento da escola como um espaço de liberdade e de possibilidade de diálogo e que o direcionamento do Estado de direcionar as informações que devem ser consumidas está no caminho inverso à proposição de comunicar, presente na arte e na literatura da contemporaneidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (5) . , Integrantes: Fábio Castanheira - Integrante / Leonardo Caparroz cangussu - Integrante / Andréia Bazzo - Coordenador / Gabriela Nunes de Deus Oliveira - Integrante / Eliane Dutra de Armas - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Esses jovens não gostam de ler? Perfis do leitor do ensino técnico integrado ao médio do IFc Camboriú., Descrição: Este projeto de pesquisa se propõe a investigar os perfis do leitor do ensino técnico integrado ao ensino médio do Instituto Federal Catarinense (IFC), campus Camboriú, refletindo se esses alunos estão se constituindo como sujeitos letrados, preparados para uma vivência plena em sociedade. A investigação proposta configura-se não só como uma maneira de conhecer a realidade dos discentes no que tange a seus hábitos de leitura, mas também como um modo de analisar de que forma a instituição tem contribuído para a formação do sujeito como leitor. O estudo constituir-se-á como pesquisa exploratória descritiva de abordagem quali-quantitativa (GIL, 2008; MINAYO, 2000) dividida em três etapas: pesquisa bibliográfica acerca das temáticas leitura e sociedade, formação do leitor no ensino médio, letramento e letramento literário, com base no referencial teórico proveniente de Cosson (2014), Paulino (2001; 2010), Soares (2006), Barbosa (2011); levantamento de dados por meio de aplicação de questionário para as turmas do ensino técnico integrado ao médio do IFC Camboriú; tabulação dos dados e análise dos resultados. Com esta proposta de pesquisa, espera-se obter informações suficientes para se delinear o comportamento dos leitores da educação básica do IFC Camboriú, além de se chegar ao entendimento da escola como uma instituição central para a formação desses jovens leitores.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Fábio Castanheira - Integrante / Andréia Bazzo - Integrante / Gabriela Nunes de Deus Oliveira - Coordenador / Eliane Dutra de Armas - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Esta investigação estará ancorada nos estudos socioambientais em três categorias da educação ambiental: Critica, Humanística e Etnográfica (SAUVÉ, 2004) em interlocução com a teoria da decolonialidade (LUGONES, 2008). Objetivamos compreender como vêm se f, Descrição: Esta investigação estará ancorada nos estudos socioambientais em três categorias da educação ambiental: Critica, Humanística e Etnográfica (SAUVÉ, 2004) em interlocução com a teoria da decolonialidade (LUGONES, 2008). Objetivamos compreender como vêm se formando os discursos de ódio e negação dos direitos humanos de grupos entendidos como minoritários, a partir de narrativas virtuais coletadas em sites abertos da internet para compreender se esses discursos podem influenciar na evasão escolar na escola básica. Algumas pesquisas já vem dando destaque as questões da evasão escolar a partir da problemática do racismo e da homofobia. A homofobia na escola vem sendo investigada por autores como Pereira (2012), Dinis (2011), Seffener (2011) e Santos (2012) e o racismo por Santos (1990) e Borges & Garcia (S/D) e com isto pretendemos compreender as relações dos jovens a partir do convívio nas redes sociais como essa relação e os enfrentamos que ocorrem nela podem influenciar na permanência ou desistência escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Castanheira - Integrante / Leonardo Caparroz cangussu - Integrante / Gabriela Nunes de Deus Oliveira - Integrante / DEBORA DE FATIMA EINHARDT JARA - Coordenador.

  • 2019 - Atual

    Grupo de Pesquisa Consciência e Humanidades em Educação - CHE -, Descrição: O grupo CHE, realiza pesquisas na área da educação tendo como linhas de pesquisa os seguintes temas: Desigualdades, Identidades, Preconceito, Racismos, Cultura, Política, Educação Emancipatória, Arte e Ecologia, Gêneros Bibliográficos, Filosofia, Projetos de Pesquisa em Lukács e o debate das artes nos anos 1930, Investigação do teatro como metodologia de ensino de história, Trabalho e Trabalhadores, Vox Tribalis: Índios e Mestiços num vale Europeu? Este Grupo de pesquisa é do Instituto Federal Catarinense com registro no CNPQ.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (7) Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Castanheira - Coordenador / Leonardo Caparroz cangussu - Integrante / Andréia Bazzo - Integrante / Gabriela Nunes de Deus Oliveira - Integrante / RODOLFO AUGUSTO BRAVO DE CONTO - Integrante / Fabio Alves dos Santos Dias - Integrante / Ivan Carlos Serpa - Integrante / Everson Deon - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Esta investigação estará ancorada nos estudos socioambientais em três categorias da educação ambiental: Critica, Humanística e Etnográfica (SAUVÉ, 2004) em interlocução com a teoria da decolonialidade (LUGONES, 2008). Objetivamos compreender como vêm se f, Descrição: Esta investigação estará ancorada nos estudos socioambientais em três categorias da Educação Ambiental: Critica, Humanística e Etnográfica (SAUVÉ, 2004) em interlocução com a Teoria Decolonial (LUGONES, 2008). A problemática do estudo está na formação os discursos de ódio e negação dos direitos humanos de grupos entendidos como minoritários, a partir de narrativas virtuais coletadas em sites abertos da internet.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Castanheira - Integrante / Leonardo Caparroz cangussu - Integrante / Gabriela Nunes de Deus Oliveira - Integrante / DEBORA DE FATIMA EINHARDT JARA - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - Atual

Instituto Federal Catarinense, IF-Catarinense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2016

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Língua Portuguesa, Literatuta e Redação

2013 - 2014

Instituto Federal Catarinense

Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Substituto, Carga horária: 40

Atividades

  • 08/2016 - 12/2018

    Ensino, Pós-graduação em Educação Lato Sensu, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Gênero, Sexualidade, Educacação Ambiental, Ciências Políticas

2007 - 2010

Instituto Cervantes

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor de espanhol, Carga horária: 16

Outras informações:
Contrato de 22 de outubro de 2007 a 30 de dezembro de 2009 pela Empresa Adecco top Services RH S/A para trabalhar no Instituto Cervantes de Curitiba como Professor de Espanhol. De 02 de janeiro de 2010 a março de 2010 fomos contratados definitivamente pelo Instituto Cervantes seguindo normativa do Governo Espanhol para os professores atuantes no Brasil.

2007 - 2008

Colégio Expoente

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

2009 - 2010

Governo do Estado do Paraná

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor de espanhol e língua portuguesa, Carga horária: 40

2006 - 2007

Governo do Estado do Paraná

Vínculo: Temporário, Enquadramento Funcional: Professor de espanhol e língua portuguesa, Carga horária: 40

2006 - 2009

Sociedade São José de Ensino Limitada

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Espanhola, Carga horária: 20

2006 - 2007

Associação Protetora da Infância Província do Paraná

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de espanhol e língua portuguesa, Carga horária: 20

2000 - 2003

Colégio Marista de Maringá

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 30

2000 - 2001

Colégio Santo Inacio de Maringá

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Espanhola, Carga horária: 30

1996 - 1999

Colégio Regina Mundi

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Espanhola, Carga horária: 30