Alexandre Maia de Farias

Doutor e mestre em Neurociências e Biologia Celular pela Universidade Federal do Pará . Especializado em Musculação (IAE - RJ),Exercícios Aplicados à Cardiopatas e a grupos especiais (UGF -RJ) e Treinamento Desportivo (UVA - RJ). Graduado em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (2001). Professor de cursos de graduação e pós-graduação a nível de especialização, palestrante de cursos de extensão, simpósios e congressos. Tem experiência na área das ciências biológicas, da saúde, e do esporte, com ênfase nos seguintes temas: Neuroimunologia, virologia Cinesiologia, Fisiologia, Exercícios aplicados a grupos especiais .

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Neurociências e Biologia Celular

2015 - 2019

Universidade Federal do Pará
Título: Impacto do ambiente enriquecido em modelo de encefalite aguda em murino senil: ensaios neuropatológicos e comportamentais
José Antônio Picanço Diniz Junior.

Mestrado em Neurociências e Biologia Celular

2011 - 2014

Universidade Federal do Pará
Título: Neuropatologia da encefalite induzida pelo vírus Marabá em modelo murino jovem,Ano de Obtenção: 2014
JOSÉ ANTONIO DINIZ.

Especialização em Treinamento Desportivo

2009 - 2010

Universidade Veiga de Almeida
Título: EFEITOS DOS TREINAMENTO DE FORÇA SOBRE OS NÍVEIS DE CITOCINAS PRO-INFLAMATORIAS

Especialização em Musculação

2005 - 2005

Instituto Academia Escola
Título: Treinamento Resistido para HIV/Positivo
Orientador: Ney Pereira

Especialização em Exercícios Aplicados à Reabilitação Cardiaca e a G

2004 - 2005

Universidade Gama Filho

Aperfeiçoamento em Especialização Profissional em Musculação

2005 - 2005

Projeto Academia Escola- especialização Profissional
Título: Sem trabalho de monografia. Ano de finalização: 2005

Graduação em Educação Física

1997 - 2001

Universidade do Estado do Pará

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

'Redação e publicação de trabalhos científicos'. (Carga horária: 3h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2017 - 2017

MICROSCOPIA OPTICA TRIDIMENSIONAL. (Carga horária: 2h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2017 - 2017

COMO ESCREVER UM ARTIGO E UM PROJETO PARA PUBLICAÇÃO E FINANCIAMENTO. (Carga horária: 2h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2017 - 2017

FISIOLOGIA NO FUTEBOL. (Carga horária: 15h). , UNISPORT BRASIL, UNISPORT, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Bioestatística - Comparando Amostras.. (Carga horária: 3h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Fisiologia do Exercício. (Carga horária: 5h). , 39° Simpósio Internacional de ciências do Esporte, CELAFISC, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Treinamento esportivo. (Carga horária: 5h). , 39° Simpósio Internacional de ciências do Esporte, CELAFISC, Brasil.

2016 - 2016

ELETROMIOGRAFIA E ETABILOMIOGRAFIA. (Carga horária: 16h). , INSTITUTO VITA CLINICA DE FISIOTERAPIA E FISIOLOGIA DO SÃO PAULO FUTEBOL C, VITA, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Musculação feminina. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Carreira profissional e gestão de conhecimento. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em gestante elaboração de programas de exercício. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Emagrecimento: Exercícios de força x aeróbio. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em periodização: passo a passo na estruturação do treinamento. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Organização de Eventos esportivos. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Aplicações estatística usando o Exel. (Carga horária: 20h). , Governo do estado do Pará, PA, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Aplicações práticas da Eletromiografia de Superfície e Biofeedback. (Carga horária: 5h). , Congresso Paraense de Fisioterapia, CPF, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Biomecânica da Coluna - debilidades posturais e exercícios corretivos. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em MUSCULAÇÃO AVANÇADA. (Carga horária: 12h). , ENCONTRO NORTE NORDESTE DE FITESS, 19° ENORFF, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em BIOMECÂNICA NA MUSCULAÇÃO. (Carga horária: 50h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Periodização e repetições, séries e cargas em nível avançado. (Carga horária: 4h). , INSTITUTO PHORTE DE EDUCAÇÃO, IPE, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Programa de atualização em cardiologia. (Carga horária: 8h). , Sociedade Brasileira de Cardilogia, SBC, Brasil.

2004 - 2004

Extensão universitária em Fisioterapia do Esporte. (Carga horária: 12h). , Fisioword Fisioterapia, FF, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em Métodos de Treinamento Física. (Carga horária: 30h). , ciência e conhecimento ltda, C & C, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em Personal Trainer para a saúde. (Carga horária: 20h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Musculação em Academia. (Carga horária: 20h). , Convenção norte de atividade física, CNTAT -PA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física / Subárea: Biomecânica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Neurociências.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física / Subárea: Fisiologia do Exercício.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia de Órgãos e Sistemas/Especialidade: Cinesiologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Maia de Farias. A . II JOGOS DE INTEGRAÇÃO DA UEPA. 2014. .

Maia de Farias. A . I JOGOS DE INTEGRAÇÃO DA UEPA. 2009. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XIII Reunião Regional da FeSBE. EFEITOS DO AMBIENTE ENRIQUECIDO SOBRE ASPECTOS NEUROIMUNES E NA DISCRIMINAÇÃO DE ODORES EM MURINO SENIL SUBMETIDO A MENINGOENCEFALITE INDUZIDA PELO VÍRUS MARABÁ. 2019. (Congresso).

XIII Reunião Regional da FeSBE. FeSBE integrando biociências na região Norte. 2019. (Congresso).

XXXII REUNIÃO ANUAL DA FEDERAÇÃO DE SOCIEDADES DE BIOLOGIA EXPERIMENTAL. IMPACTO DO AMBIENTE ENRIQUECIDO SOBRE A EXPRESSÃO DE MODULADORES INFLAMATÓRIOS E A DISSEMINAÇÃO VIRAL EM ANIMAIS SUBMETIDOS A UMA ENCEFALITE VIRAL. 2017. (Congresso).

XXXII REUNIÃO ANUAL DA FEDERAÇÃO DE SOCIEDADES DE BIOLOGIA EXPERIMENTAL. 2017. (Outra).

39° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Impacto do Ambiente enriquecido sobre a expressão de óxido nítrico e ativação astrocitária em camundongos jovens submetidos a uma encefalite. 2016. (Simpósio).

CONGRESSO MÉDICO AMAZÔNICO. IMPACTO DA ENCEFALITE INDUZIDA PELO VÍRUS MARABÁ SOBRE A RESPOSTA MICROGLIAL EM MODELO MURINO JOVEM. 2016. (Congresso).

CONGRESSO MÉDICO AMAZÔNICO. ANÁLISE DOS ANTÍGENOS VIRAIS E DA EXPRESSÃO DOS NÍVEIS DE MCP-1 EM CÉREBROS DE CAMUNDONGOS SUBMETIDOS À INFECÇÃO EXPERIMENTAL PELO VÍRUS MARABÁ. 2016. (Congresso).

FÓRUM DE PÓS GRADUAÇÕES DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICA DA UFPA.Aspectos neuroimunes relacionados à encefalite induzida pelo vírus Marabá em modelo murino. 2016. (Outra).

REUNIÃO ANUAL DS FEDERAÇÃO DAS SOCIEDADES DE BIOLOGIA EXPERIMENTAL. ANÁLISE DA EXPRESSÃO DE CITICINAS, MCP-1 E ÓXIDO NÍTRICO NO ENCÉFALO DE CAMUNDONGOS SUBMETIDOS A ENCEFALITE INDUZIDA PELO VÍRUS MARABÁ. 2016. (Congresso).

9th World Congress International Brain Research Organization. GLIAL RESPONSE IN VIRAL ENCEPHALITIS INDUCED MARABÁ VIRUS. 2015. (Congresso).

9th World Congress International Brain Research Organization. 2015. (Congresso).

VI SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE NEUROCIÊNCIAS DA UFMG. 2012. (Simpósio).

Congresso Paraense de Cardiologia. 2008. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Paulo Marcelo Lopes Rios

Barreto, B.A.P.; Magno, I.M.N.;Maia de Farias. A. Perfil do nível de realização de atividade físicas em estudantes do curso de Medicina do Centro Universitário do Estado do Pará. 2019. Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Profissional em ensino em saúde) - Centro Universitário do Estado do Pará.

Aluno: Paulo Allan da Silva Sanches

Maia de Farias. A; Magno, I.M.N.; Gomes, P.A.F.. Percepção dos Profissionais de Educação física acerca do Suporte Básico de Vida (SBV). 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Mestrado Profissional em ensino em saúde) - Centro Universitário do Estado do Pará.

Aluno: Arianny Nazaré Ribeiro dos Santos, Mateus Ribeiro Cabral

Maia de Farias. A; ALMEIDA, K. S.. Treinamento Resistido x Treinamento aeróbio: Análise comparativa do controle glicêmico da Diabetes Mellitus tipo II. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade da Amazônia.

Aluno: Fabiola de Jesus Monteiro Novaes, Marcus Thadeu Diniz Martin

Maia de Farias. A; ALMEIDA, K. S.. Impacto do exercício físico na amplitude de movimento da articulação glenoumeral em idosas da unidade municipal de saúde do conjunto Providência da cidade de Belém. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade da Amazônia.

Aluno: Gilvan S

Maia de Farias. A. DE OLIVEIRA; JORGE C. F. JUNIOR; THIAGO M. DE ARAUJ.A PRÁTICA DO JIU-JITSU COMO FORMA DE EMAGRECIMENTO: APLICAÇÃO EM UMA TURMA DO 1° BATALHÃO DA PM, NO MUNICÍPIO DE BELÉM-PARÁ. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Educação Física) - Faculdade Metropolitana da Amazônia.

Aluno: Adilson G

Maia de Farias. A. P. Júnior, Pedro H. M. Rocha, Adam D. S. Lobato.Efeitos do Treinamento Resistido no Crescimento e Desenvolvimento de Crianças e adolescentes. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Educação Física) - Faculdade Metropolitana da Amazônia.

Aluno: Marlon Diego Oliveira Feio

Maia de Farias. A. A INFLUENCIA DA PRÁTICA DA MUSCULAÇÃO EM IDOSOS NA PREVENÇÃO DA SARCOPENIA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade do Estado do Pará.

Aluno: Diego Martins Furtado

Maia de Farias. A. Mapeamento das produções científicas no período de 2004 a 2014 na Universidade do Estado do Pará sobre o Futsal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade do Estado do Pará.

Aluno: Elderson Adryel do Vale Sousa

Maia de Farias. A. Futebol somente aos fins de semana: benefícios ou riscos para a saúde?. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade do Estado do Pará.

Aluno: RODRIGO ANDRADE DE CASTRO

Maia de Farias. A. Saúde e qualidade de vida dos ex-atletas do futebol profissional. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade do Estado do Pará.

Maia de Farias. A. avaliador ad hoc do comitê científico dos projetos do Programa Campus Avançado. 2018. Universidade do Estado do Pará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ana Paula Drummond Rodrigues

RODRIGUES, A. P. D.; SANTOS, E. M. N.; DINIZ JUNIOR, J. A. P.. Estudo da neuropatologia induzida pelo vírus Marabá em modelo murino. 2014. Dissertação (Mestrado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará.

Cristiane do Socorro Ferraz Maia

OLIVEIRA, K.R.M;Maia, C.S.F.; CHIANG, J.O. Impacto do ambiente enriquecido em modelo de encefalite aguda induzida pelo vírus Marabá em murino senil: ensaios comportamentais e neuropatológicos. 2018.

Enio Maurício Nery dos Santos

SANTOS, Enio Maurício Nery dos; RODRIGUES, A. P. D.. Estudo da Neuropatologia Induzida pelo Vírus Marabá em Modelo Murino. 2014. Dissertação (Mestrado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará.

Enio Maurício Nery dos Santos

SANTOS, Enio Maurício Nery dos; RODRIGUES, A. P. D.; CHIANG, J. O.. Impacto do Ambiente Enriquecido em Modelo de Encefalite Aguda Induzida pelo Vírus Marabá em Murino Senil: Ensaios Comportamentais e Neuropatológicos.. 2019. Tese (Doutorado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará.

Enio Maurício Nery dos Santos

SANTOS, Enio Maurício Nery dos; RODRIGUES, A. P. D.. Efeitos de uma Encefalite Induzida pelo Vírus Marabá em Modelo Murino. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará.

Jannifer Oliveira Chiang

DINIZ, J.A.P.; SANTOS, E. M.; Rodrigues, A P D;CHIANG, JANNIFER OLIVEIRA. Impacto do ambiente enriquecido em modelo de encefalite aguda induzida pelo Vírus Marabá em murino senil: Ensaios comportamentais e neuropatológicos. 2019. Tese (Doutorado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará.

Jannifer Oliveira Chiang

Jannifer Chiang; Oliveira, K R M; Maia C S F;DINIZ, J.A.P.. Impacto do ambiente enriquecido em modelo de encefalite aguda induzida pelo vírus Marabá em murino senil: ensaios comportamentais e neuropatológicos. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Roni Barbosa Rodrigues, Daniel Cristian Marques Azulay

Futebol feminino: dificuldades dentro do contexto brasileiro; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Patrick Damasceno, Thiago Pacheco

Efeito do Treinamento de Força sobre o ganho de massa muscular em idosos; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Pablo Campos Araneda, Moisés Campos Vieira

O impacto do exercício físico sobre inflamação crônica de baixo grau; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Edson Rodrigo Ferreira da Silva, Henrique Mamede da Costa

Análise do impacto do Treinamento Resistido e combinado sobre a hipertensão arterial sistêmica; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Kerolen Monique da Silva Bentes, Maíra Brito Teixeira

Os efeitos do exercício físico no tratamento da Diabetes Mellitus gestacional; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Joel Silva Ferreira, Jorge Antônio Rodrigues Pereira

Análise de diferentes exercícios resistidos uniarticulares para isquiotibiais; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Hugo Melo Nogueira, Dênis Pereira Brito

Efeitos do Treinamento Resistido na redução dos fatores de risco associados a quedas em idosos; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Andrey José Pereira Dantas, José Florêncio Neto

Força muscular: Uma análise da influência das fses do ciclo menstrual nos níveis de força muscular de mulheres entre 18 a 30 anos; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Alexandre de Castro Lopes, João Augusto Pereira de Souza Net

Os efeitos do Treinamento de Força para atletas amadores de corrida com síndrome do estresse tibial medial; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Bruna Mayara Teixeira Pereira, Eduardo Silva Melo

Treinamento Resistido no Tratamento de pessoas que sofreram acidente vascular encefálico: Uma revisão sobre os efeitos do Treinamento resistido após AVE; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Brendo Coutinho de Lima, Diego Aviz da Silva

Efeito do treinamento resistido sobre os níveis de força na fase senil da vida; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Andrey Jonhy Gama da Silva, Anderson Alexandre da Silva

Impacto da atividade física em portadores de esclerose lateral amiotrófica; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Douglas Augusto Monteiro da Silva, José Everaldo S

O; Junior; Periodizacão no futsal e seus efeitos nas capacidades físicas: uma revisão da literatura sobre os benefícios do modelo de cargas seletivas para a melhora das capacidades físicas de resistência aeróbia, força e velocidade; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Uninassau - Belém; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Ítalo Trancredi Pereira e Osvaldo Henrique Costa Nogueira

Capacidades Físicas inerentes ao Jiu-jitsu; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Bacharelado em Educação Física) - Faculdade Metropolitana da Amazônia; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Daniel Moraes Rodrigues Siqueira

Inatividade Física e Sarcopenia; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Bacharelado em Educação Física) - Faculdade Metropolitana da Amazônia; Orientador: Alexandre Maia de Farias;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

JOSÉ ANTONIO PICANÇO DINIZ JUNIOR

ESTUDO DA NEUROPATOLOGIA INDUZIDA PELO VÍRUS MARABÁ EM MODELO MURINO; 2014; Dissertação (Mestrado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará,; Orientador: José Antonio Picanço Diniz Junior;

JOSÉ ANTONIO PICANÇO DINIZ JUNIOR

IMPACTO DO AMBIENTE ENRIQUECIDO EM MODELO DE ENCEFALITE AGUDA INDUZIDA PELO VÍRUS MARABÁ EM MURINO SENIL: ENSAIOS COMPORTAMENTAIS E NEUROPATOLÓGICOS; 2019; Tese (Doutorado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará,; Orientador: José Antonio Picanço Diniz Junior;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MAIA-FARIAS, A. ; LIMA, C.M. ; FREITAS, P.S.L. ; DINIZ, D.G. ; RODRIGUES, A.P.D. ; QUARESMA, J.A.S. ; DINIZ, C.W. PICANÇO ; DINIZ, J.A. . Early and late neuropathological features of meningoencephalitis associated with Maraba virus infection. Brazilian Journal of Medical and Biological Research (on line) , v. 53, p. 1-10, 2020.

  • MARTINS, M. T. D. ; NOVAES, F. J. M. ; GOMES, D. C. ; CAMARGO, L. B. ; MARTINS, G. C. ; LIMA, B. N. ; VILELA JUNIOR, G. B. ; Maia de Farias. A ; ALMEIDA, K. S. . Comparação da amplitude de movimento e da percepção de dor entre idosas participantes e não participantes de um programa de exercícios. REVISTA CPAQV , v. 12, p. 1-10, 2020.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Maia de Farias. A . CAMINHOS DA UEPA - NÚCLEO DE DESPORTO. 2013.

Maia de Farias. A . MÉTODOS INTENSIFICADORES DE HIPERTROFIA. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . Biomecânica aplicada à Musculação. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . Biomecânica aplicada à Musculação. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO APLICADAS À CARDIOPATAS. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . EXERCÍCIO FÍSICO APLICADO AO PORTADOR DE CONDROMALÁCIA. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO APLICADA À CARDIOPATAS. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO APLICADA À CARDIOPATAS. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . NEUROCIÊNCIAS APLICADA AOS EXERCÍCIO FÍSICOS. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . NEUROCIÊNCIAS APLICADA AOS EXERCÍCIO FÍSICOS. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . CINESIOLOGIA. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO APLICADA À CARDIOPATAS. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . NEUROCIÊNCIAS APLICADA À ATIVIDADE FÍSICA. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . NEUROCIÊNCIAS APLICADA À ATIVIDADE FÍSICA. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . NEUROCIÊNCIAS APLICADA À ATIVIDADE FÍSICA. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO APLICADO À CARDIOPATAS. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO APLICADA A GRUPOS ESPECIAIS. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Maia de Farias. A . MUSCULAÇÃO AVANÇADA. 2010. .

Maia de Farias. A . 1° De Setembro dia do Profissional de Educação Física. 2015 (Organização de Evento Prossional).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    IMPACTO DO AMBIENTE ENRIQUECIDO EM MODELO DE ENCEFALITE AGUDA INDUZIDA PELO VÍRUS MARABÁ EM MURINO SENIL: ENSAIOS COMPORTAMENTAIS E NEUROPATOLÓGICOS., Descrição: O ambiente enriquecido é descrito como um fator que induz neuroproteção contra infecções, neurodegenerações além de retardar processos associados à imunossenescência. No entanto, sob condições de envelhecimento, o impacto do enriquecimento ambiental sobre as mudanças de comportamento induzidas pela infecção viral e a neuropatologia da encefalite ainda são pouco estudadas. O objetivo deste trabalho é testar a hipótese de que o ambiente enriquecido diminua a invasão do rhabdovirus Marabá (BE AR 411459) no sistema nervoso central (SNC) de camundongos senis; as mudanças comportamentais em tarefas hipocampo-dependentes; induza menor expressão de moléculas pró-inflamatória, além de promover uma menor ativação microglial e astrocitária quando comparado aos animais criados em ambientes empobrecidos. Para tanto, serão realizados processamentos de amostras para análise immunohistoquímica para marcação de microglia, astrócitos e do antígeno viral; testes de quantificação de citocinas e NO; análises estatísticas; e estimativas baseadas em estereologia de microglia e astrócitos ativados na região CA3 do hipocampo, correlacionado-as com mudanças de comportamento em modelo Marabá rhabdovirus de encefalite em camundongo albino Balb/c de 18 meses de idade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Alexandre Maia de Farias - Coordenador.

  • 2011 - 2103

    Neuropatologia do Vírus Marabá, Descrição: O vírus Marabá (Be AR 411459) é um Vesiculovírus (VSV), membro da família Rhabdoviridae, isolado em 1983, de um pool de flebotomíneos capturado em Serra Norte (Marabá-Pará, Brasil) pela Seção de Arbovírus do Instituto Evandro Chagas. Na literatura pouco se tem sobre neuropatologia experimental induzida pelo vírus Marabá, apesar dos 30 anos de isolamento. Um único estudo, porém, revelou que a infecção viral em camundongos recém-nascidos provoca necrose de neurônios em várias regiões do sistema nervoso central (SNC) incluindo cerebelo, hipocampo e Striatum. O objetivo do presente trabalho foi investigar a infecção viral no SNC, ativação microglial e astrocitária, aspectos histopatológicos, expressão de citocinas, MCP-1 e de óxido nítrico (NO), na encefalite induzida pelo vírus Marabá in vivo. Para tanto, foram realizados processamentos de amostras para análise histopatologica; immunohistoquímica para marcação de microglia, astrócitos e do antígeno viral; testes de quantificação de citocinas, NO e análises estatísticas. Os resultados demontraram que os animais infectados (Ai) 3 dias após a inoculação (d.p.i.) apresentam discreta marcação do antígeno viral, bem como quanto a ativação microglia e astrócitos . Por outro lado, nos Ai 6 d.p.i. a marcação do antígeno viral foi observada em quase todas regiões encefálicas, observando-se intensa ativação microglial nestes locais, embora a astrogliose tenha sido menor. Edema, necrose e apoptose de neurônios foram observados principalmente no bulbo olfatório, septum, e córtex frontal dos Ai 6 d.p.i. Estes dados estão em linha com os resultados da quantificação de citocinas e NO. As amostras dos Ai 6 d.p.i apresentaram maior expressão de IL-12p40, IL-6, TNF- , INF-, MCP-1 e de NO, assim como da citocina antinflamatória IL-10 (expressa como um mecanismo de retroalimentação negativo), quando comparados aos animais controles e Ai 3 d.p.i. Por outro lado, a expressão de TGF-, importante imunossupressor, não foi significativo em todos os grupo e tempos avaliados (3 e 6 d.p.i.). Estes resultados indicam que a infecção induzida pelo vírus Marabá em camundongo Balb/c adulto 6 d.p.i. produz uma forte resposta imune inflamatória que pode ser letal para o animal.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alexandre Maia de Farias - Coordenador / Jose antonio picanço diniz - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Impacto do Ambiente Enriquecido sobre o Curso Temporal do Glioblastoma Multiforme em Modelo Murino: Ensaios Comportamentais e Neuropatológicos., Descrição: A inflamação crônica tem sido reconhecida como um fator de risco para a maioria dos tipos de câncer e a imunosenescência associada ao grau reduzido de inflamação sistêmica que caracteriza o envelhecimento parece contribuir para a incidência aumentada de câncer na idade avançada (Provinciali, Barucca et al., 2010). No caso específico dos glioblastomas experimentais em modelo murino foi demonstrado uma redução de proliferação na zona subventricular em animais de 90 dias mas não nos de 30 dias, sugerindo que a ação antitumoral desempenhada pelos precursores neurais que migram para os tumores com a finalidade de extinguí-los é dependente da idade (Walzlein, Synowitz et al., 2008).Mais recentemente tem sido demonstrado entretanto que camundongos vivendo em ambiente enriquecido mostram redução de crescimento tumoral e maior número de remissões em modelos de melanoma e câncer de colon. E que, além disso, o soro desses animais inibem o crescimento in vitro das células tumorais (Cao, Liu et al., 2010). Para explicar esses achados os autores propõem que os camundongos vivendo em condições enriquecidas aumentam os níveis de BDNF circulante no hipotálamo e que através do eixo simpato-adipócito os níveis de leptina decaem e essa supressão seria responsável pelo efeito anti-câncer. Tomados em conjunto, é razoável supor que o ambiente enriquecido aumentando a neurogênese e seus precursores possa afetar favoravelmente a evolução dos glioblastomas reduzindo o seu crescimento e diminuindo seu poder de invasão. É essa a hipótese que iremos investigar na presente proposta. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Alexandre Maia de Farias - Integrante / Jose antonio picanço diniz - Coordenador.

  • 2011 - Atual

    Impacto do Ambiente enriquecido em Modelo Murino jovem submetido à neuropatia induzida pelo vírus Marabá, Descrição: O ambiente enriquecido simula condições de vida ativa contrapondo hábitos de vida mais sedentário. Cientificamente tem se demonstrado que este ambiente cria condições neuroprotetoras que garantem aos animais respostas imunes adequadas quando expostos à processos patológicos. Em nosso estudo estamos utilizando o vírus Marabá, que estudos anteriores nossos mostraram causar sérios danos no encéfalo dos animais, criando um ambiente pró-inflamatório no parênquima cerebral que agrava intensamente a doença. Portanto, neste estudo, será realizado o imunohistoquimica viral, de GFAP e de IBA-1, para observar respectivamente os locais de infecção do agente viral no encéfalo do animal e as alterações morfológicas de Astrócitos e Microglias em virtude da resposta viral. Serão também realizadas análises de citocinas pró-inflamatórias, anti-inflamatórias, e expressão de óxido nítrico, além dos testes comportamentais open-field e de discriminação olfatória, para verificar as alterações do status inflamatório do encéfalo e os déficits do comportamento instintivo do animal respectivamente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alexandre Maia de Farias - Integrante / Jose antonio picanço diniz - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

CONCURSO DE MELHOR TRABALHO CIENTÍFICO DO CURSO DE DOUTORADO APRESENTADO NO I FÓRUM DE PÓS-GRADUAÇÕES DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UFPA, INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UFPA.

2016

Terceiro lugar nos Jogos universitários brasileiros como técnico da equipe de futsal feminino da UEPA em 2016, Terceiro lugar nos Jogos universitários brasileiros como técnico da equipe de futsal feminino da UEP.

2015

Campeão da liga universitária de futebol de Campo na condição de Fisiologista, Federação de esportes universitários do Pará.

2014

Campeão da liga universitária de futebol de Campo na condição de Fisiologista, Federação de esportes universitários do Pará.

2013

Terceiro lugar nos Jogos universitários brasileiros como técnico da equipe de futsal feminino da UEPA em 2013, Confederação brasileira de Desportos Universitários.

2013

Campeão dos jogos universitários paraense de Futsal feminino na condição de técnico, Federação de esportes universitários do Pará.

2013

Campeão da liga universitária desportiva paraense de Futsal feminino na condição de técnico, Federação de esportes universitários do Pará.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2008 - Atual

Universidade do Estado do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador do Núcleo de Desporto, Carga horária: 150

2014 - 2016

Faculdade Metropolitana da Amazônia

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: PROFESSOR, Carga horária: 20

Outras informações:
Ministrou aulas ao curso de Bacharelado de Educação Física, nas disciplinas de Atividade física e Promoção à Saúde e Esportes coletivos I, Cinesiologia, Fisiologia do Exercício, Fisiologia do Aparelho locomotor e Treinamento Desportivo.

2007 - Atual

Secretaria de Estado de Educação do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSOR, Carga horária: 200

2015 - Atual

Centro Universitário do Estado do Pará

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor da pós graduação, Carga horária: 20

Outras informações:
Professor da especialização em Fisiologia do Exercício, módulo de Neurociências aplicada aos Exercícios físicos

2015 - Atual

Escola Superior da Amazônia

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor da pós graduação, Carga horária: 20

Outras informações:
Professor da pós graduação em Fisiologia do Exercício, módulo de Neurociências aplicada ao Exercício físico

2002 - 2004

Academia Performance

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação e Avaliação Física, Carga horária: 20

2010 - 2010

Academia Evolution

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação, Carga horária: 20

2004 - 2005

Academia ATP

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação e Personal Trainner, Carga horária: 20

2004 - 2005

Academia Keeping Fit

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação, Avaliador Físico, Carga horária: 20

2005 - 2005

academia staff

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação e Personal Trainner, Carga horária: 20

2005 - 2005

Academia Romulo Arantes

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação e Personal Trainner, Carga horária: 20

2006 - 2008

Academia A & P Wellness

Vínculo: Sócio-proprietário, Enquadramento Funcional: Coordenador da Musculação e Avaliador Físico, Carga horária: 40

2012 - 2012

Programa de Reabilitação Psicomotora

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador do polo de assistência da UEPA, Carga horária: 20

2011 - 2012

Academia Bodytech

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Musculação, Carga horária: 20

2017 - Atual

Uninassau - Belém

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

2017 - 2019

Instituto Valorize

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor de Pós graduação - Especialização, Carga horária: 16