David Siqueira da Costa

Graduado em Farmácia pela UNINORTE e Analista Clínico pela UNIP (2015), foi estagiário na Fundação de Medicina Tropical - Dr. Heitor Vieira Dourado, e no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA. Tem experiência na área de diagnóstico laboratorial em Análises Clínicas e em pesquisa em derivados de extratos de plantas com potencial antimalárico e testes em laboratório in vitro e in vivo.

Informações coletadas do Lattes em 28/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Especialização em Análises Clínicas

2015 - 2015

Universidade Paulista

Aperfeiçoamento em Microscopia em Hemoparasitos

2015 - 2015

Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas
Título: .. Ano de finalização: 2015

Graduação em Farmácia

2010 - 2015

Centro Universitário do Norte
Título: A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA NO TRATAMENTO DE TUBERCULOSE PULMONAR EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA DO ESTADO DO AMAZONAS
Orientador: MsC DANIELLE RACHEL SILVA DOS SANTOS

Formação complementar

2011 - 2011

V Treinamento de Manejo Clínico da Dengue na FMTAM. (Carga horária: 4h). , Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado, FMT-HVD, Brasil.

2011 - 2011

VI Jornada de Farmácia Evento - Geral. (Carga horária: 16h). , Centro Universitário do Norte, UNINORTE, Brasil.

2011 - 2011

II Seminário Municipal de Assistência Farmacêutica. (Carga horária: 24h). , Prefeitura Municipal de Manaus.

2011 - 2011

I Simpósio de Virologia do Amazonas. (Carga horária: 8h). , Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado, FMT-HVD, Brasil.

2010 - 2010

Levantameto de Aspectos e Impactos Ambientais. (Carga horária: 2h). , Super Terminais.

2006 - 2006

Curso de Informática Fundamental. (Carga horária: 60h). , Fundação Rede Amazônica.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análise Toxicológica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Hematologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.

Participação em eventos

4º Simpósio de Imunologia - UFAM.4º Simpósio de Imunologia. 2012. (Simpósio).

V Treinamento de Manejo Clínico da Dengue na FMT-HVD.V Treinamento da mAnejo Clínico da Dengue na FMT-HVD. 2011. (Seminário).

II Seminário Municipal de Assistência Farmacêutica.II Seminário Municipal de Assistência Farmacêutica. 2011. (Seminário).

I Simpósio de virologia do Amazonas.I Simpósio de virologia do Amazonas. 2011. (Simpósio).

VII Jornada de Farmácia - Evento Geral.VII Jornada de Farmácia - Evento Geral. 2011. (Outra).

Levantamento de Aspectos Impactos Ambientais.Levantamento de Aspectos Impactos Ambientais. 2010. (Seminário).

VI Jornada de Farmácia - Evento Geral.VI Jornada de Farmácia - Evento Geral. 2010. (Outra).

Comissão julgadora das bancas

Sabrina Silva de Brito

SILVA, S. S.; MAUES, F.. ' A importância da Atenção Farmacêutica mo Tratamento de Tuberculose Pulmonar em um Hospital de Referência do Estado do Amazonas". 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Centro Universitário do Norte.

Orientou

Dr

Adrian Martin Pohlit PhD; Estudo da atividade antimalárica in vitro de produtos naturais isolados de planta Amazônica e de seus derivados semi-sintéticos; ; Início: 2011; Iniciação científica (Graduando em Farmácia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; (Orientador);

Foi orientado por

Adrian Martin Pohlit

Estudo da atividade antimalárica in vitro de produtos naturais isolados de planta Amazônica e de seus derivados semi-sintéticos; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Centro Universitário do Norte, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Adrian Martin Pohlit;

Adrian Martin Pohlit

Estudo da atividade antimalárica in vitro de produtos naturais isolados de planta Amazônica e de seus derivados semi-sintéticos; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Centro Universitário do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Martin Pohlit;

Produções bibliográficas

  • MONTOIA, ANDREIA ; ROCHA E SILVA, LUIZ F. ; TORRES, ZELINA E. ; COSTA, DAVID S. ; HENRIQUE, MARYCLEUMA C. ; LIMA, EMERSON S. ; VASCONCELLOS, MARNE C. ; SOUZA, RITA C.Z. ; COSTA, MONICA R.F. ; GRAFOV, ANDRIY ; GRAFOVA, IRYNA ; EBERLIN, MARCOS N. ; TADEI, WANDERLI P. ; AMORIM, RODRIGO C.N. ; POHLIT, ADRIAN M. . Antiplasmodial activity of synthetic ellipticine derivatives and an isolated analog. Bioorganic & Medicinal Chemistry Letters (Print) , v. 2631-4, p. 24813729, 2014.

  • SILVA, LUIZ FRANCISCO ROCHA E ; LIMA, EMERSON SILVA ; VASCONCELLOS, MARNE CARVALHO DE ; ARANHA, ELLEN SUZANY PEREIRA ; COSTA, DAVID SIQUEIRA ; MUSTAFA, ELBA VIEIRA ; MORAIS, SABRINA KELLY REIS DE ; ALECRIM, MARIA DAS GRACAS COSTA ; NUNOMURA, SERGIO MASSAYOSHI ; STRUWE, LENA ; ANDRADE-NETO, VALTER FERREIRA DE ; POHLIT, ADRIAN MARTIN . In vitro and in vivo antimalarial activity and cytotoxicity of extracts, fractions and a substance isolated from the Amazonian plant Tachia grandiflora (Gentianaceae). Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 108, p. 501-507, 2013.

  • ROCHA E SILVA, L.F. ; MONTOIA, A. ; AMORIM, R.C.N. ; MELO, M.R. ; HENRIQUE, M.C. ; NUNOMURA, S.M. ; COSTA, M.R.F. ; ANDRADE NETO, V.F. ; COSTA, D. S. ; DANTAS, G. ; LAVRADO, J. ; MOREIRA, R. ; PAULO, A. ; PINTO, A.C. ; TADEI, W.P. ; ZACARDI, R.S. ; EBERLIN, M.N. ; POHLIT, A.M. . Comparative in vitro and in vivo antimalarial activity of the indole alkaloids ellipticine, olivacine, cryptolepine and a synthetic cryptolepine analog. Phytomedicine (Stuttgart) , v. 20, p. 71-76, 2012.

  • Luis Francisco R Silva ; COSTA, D. S. ; ANA CRISTINA DA SILVA PINTO ; VALTER FERREIRA ANDRADE-NETO ; FRANCISCO CÉLIO MAIA CHAVES ; YONNE FRANCIS CHEHUAN ; WANDERLI PEDRO TADEI ; Adrian M Pohlit . Atividade antimalárica in vitro e in vivo de um derivado semi-sintético do 4-nerolidilcatecol.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Adrian M Pohlit ; COSTA, D. S. ; Luis Francisco R Silva ; WANDERLI PEDRO TADEI ; VALTER FERREIRA ANDRADE-NETO ; YONNE FRANCIS CHEHUAN ; PINTO, A. C. ; AMORIM, R. C. N. ; MONTOIA, A. . Atividade antimalárica in vivo da elipticina e olivacina. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Projetos de pesquisa

  • 2012 - 2013

    Estudo da atividade antimalárica in vitro de produtos naturais isolados de planta Amazônica e de seus derivados semissintéticos., Descrição: A malária é a doença parasitária de maior impacto socioeconômico do Brasil, sobretudo na região Amazônica, constituindo um sério problema de saúde pública. Um dos principais problemas desta endemia é a resistência que o parasita vem adquirindo aos antimaláricos tradicionais. Isto reforça a importância de se encontrar drogas alternativas para o tratamento e cura de pacientes portadores de cepas multirresistentes de P. falciparum. Através do conhecimento popular, as plantas podem indicar o caminho para a descoberta de novas drogas para o combate de diversas doenças. As plantas Piper peltata e Picrolemma sprucei popularmente utilizadas para o tratamento da malária na região amazônica produzem substâncias que apresentam alto poder inibitório in vitro frente a cepas de P. falciparum (Andrade-Neto et al. 2007). Alguns derivados destes produtos naturais estão sendo produzidos com o objetivo de melhorar as propriedades farmacológicas dos compostos (Pinto et al. 2009). O objetivo do presente trabalho é avaliar a atividade antimalárica in vitro de substâncias extraídas de plantas Amazônicas e seus derivados semissintéticos. Este trabalho será realizado mediante parceria interdisciplinar e interinstitucional entre a Fundação de Medicina Tropical do Amazonas FMT-AM, (Gerência de Malária), e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia INPA, (Laboratório de Princípios Ativos da Amazônia/LAPAAM ex-CPPN), onde será feito o estudo químico de isolamento das substâncias e produção dos derivados semissintéticos. Os estudos utilizando culturas de P. falciparum in vitro serão realizados na FMTAM. A metodologia de cultivo in vitro de P.falciparum a ser utilizada será uma modificação da técnica de Trager e Jensen (1976) adaptada pelo laboratório de malária da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas e baseia-se no desenvolvimento laboratorial dos estágios eritrocitários desta espécie parasitária. Serão utilizadas as cepas K1 e 3D7 de P. falciparum. As substâncias isoladas e seus der. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: David Siqueira da Costa - Integrante / Adrian Martin Pohlit - Coordenador / Luiz Francisco Rocha Silva - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Estudo da atividade antimalárica in vitro de produtos naturais isolados de planta Amazônica e de seus derivados semi-sintéticos., Descrição: A malária é a doença parasitária de maior impacto socioeconômico do Brasil, sobretudo na região Amazônica, constituindo um sério problema de saúde pública. Um dos principais problemas desta endemia é a resistência que o parasita vem adquirindo aos antimaláricos tradicionais. Isto reforça a importância de se encontrar drogas alternativas para o tratamento e cura de pacientes portadores de cepas multirresistentes de P. falciparum. Através do conhecimento popular, as plantas podem indicar o caminho para a descoberta de novas drogas para o combate de diversas doenças. As plantas Piper peltata e Picrolemma sprucei popularmente utilizadas para o tratamento da malária na região amazônica produzem substâncias que apresentam in vitro alto poder inibitório frente a cepas de P. falciparum (Andrade - Neto et al. 2007). Alguns derivados destes produtos naturais estão sendo produzidos com o objetivo de melhorar as propriedades farmacológicas dos compostos (Pinto et al. 2009). Identificar substâncias e extratos com atividade antimalárica a partir de plantas regionais pode delinear novos horizontes para a terapêutica da doença. Os testes antimaláricos in vitro com o P. falciparum, são ótimos indicadores para a atividade plasmodicida. Faz-se necessário a implementação destes testes, para que se possa biomonitorar o isolamento das substâncias responsáveis pela atividade antimalárica nas plantas. Desta forma, este trabalho pode contribuir diretamente para a revelação de novas substâncias naturais com potencial atividade antimalárica e eventual leads para drogas terapêuticas. . , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: David Siqueira da Costa - Integrante / Adrian Martin Pohlit - Coordenador / Luiz Francisco Rocha Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Experiência profissional

2012 - 2014

Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista em Análises Clínicas, Carga horária: 30

2011 - 2013

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Outras informações:
O projeto consiste no estudo da atividade antimalárica in vitro de produtos naturais isolados de planta Amazônica e de seus derivados semi-sintéticos, com objetivo de avaliar a atividade antimalárica com testes de extratos, substâncias extraídas de plantas Amazônicas.