José Ribeiro de Araújo Neto

Possui graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Iguatu (2010), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal do Ceará (2012) e doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal do Ceará com período sanduíche na Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal (2017). Graduando em Direito pela Universidade Regional do Cariri (URCA) campus Iguatu. Atualmente é servidor técnico do Laboratório de Análises de Água, Solos e Tecidos Vegetais ? (LABAS) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Iguatu (IFCE) atuando como Professor colaborador do Curso de Tecnologia em Irrigação e Drenagem. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola com ênfase em hidrologia e manejo de bacias hidrográficas, atuando principalmente nos seguintes temas: Irrigação e Drenagem; Hidrologia; Erosão; Hidrometria; Manejo e Conservação de Bacias Hidrográficas; Geoprocessamento aplicado a Hidrologia; Salinidade do Solo; Qualidade de água; Análises físico-químicas de Água e Solo; Direito Ambiental e Gestão de Recursos Hídricos.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia Agrícola

2014 - 2017

Universidade Federal do Ceará
Título: Impacto de alterações físico-climáticas sobre a reposta hidrossedimentológica de uma bacia semiárida: uso do modelo SWAT - Soil and Water Assessement Tool
Orientador: em Universidade Fernando Pessoa ( Maria João Simas Guerreiro)
com Pedro Henrique Augusto Medeiros. Coorientador: Maria João Simas Guerreiro. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Engenharia Agrícola

2010 - 2012

Universidade Federal do Ceará
Título: Efeito de diferentes manejos sobre o escoamento superficial em microbacias experimentais no semiárido tropical,Ano de Obtenção: 2012
Eunice Maia de Andrade.

Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem

2008 - 2010

Instituto Federal do Ceará - Reitoria
Título: Avaliação da qualidade das águas superficiais do açude Orós por técnicas multivariadas
Orientador: Helba Áraujo de Queiros Palácio

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Reúso de Água Agrícola e Florestal. (Carga horária: 60h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2016 - 2016

Práticas Mecânicas e Conservação de Água e Solo. (Carga horária: 50h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Planejamento, Manejo e Gestão de Bacias. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Codificação de Bac. Hidro. pelo Met. Otto Pfafstet. (Carga horária: 12h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Água em Curso. (Carga horária: 12h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Outorga do Direito de Uso dos Recursos Hídricos. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Plano de Rec. Híd. e Enquadra. de Corpos de Água. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Hidrologia Básica. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Qualidade de Água em Reservatórios. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Alternativas Organizacionais para Gestão de R. H.. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Governança da Água na América Latina. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Comitês de Bacias: práticas e procedimentos. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Comitê de Bacia: O que é e o que faz?. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Lei das Águas. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Água em Jogo. (Carga horária: 12h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Hidrometria - Medição de Descarga Sólida e Líquida. (Carga horária: 8h). , Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE), IFCE, Brasil.

2013 - 2013

Educação Ambiental. (Carga horária: 180h). , Centro de Educação Profissional - Unidade de Aperfeiçoamento e Qualificação, CENED, Brasil.

2012 - 2012

SIG ? APLICAÇÕES PRÁTICAS DESTINADAS AO PLANEJAM. (Carga horária: 8h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins, IFTO, Brasil.

2012 - 2012

Soil and Water Assessment Tool - Swat. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Curso de Inglês Instrumental para Fins Acadêmicos. (Carga horária: 150h). , Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE), IFCE, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Curso de Inglês Básico I. (Carga horária: 70h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - CE, SENAC/CE, Brasil.

2008 - 2009

Extensão universitária em Capacitação em Hidrometria. (Carga horária: 400h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2008 - 2008

Garantia da Qualidade em Laboratório de Nutrientes. (Carga horária: 18h). , Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará, COGERH/CE, Brasil.

2008 - 2008

Coleta, Perfil e Interpretação de Análises de Solo. (Carga horária: 8h). , Sindicato dos Técnicos Agrícolas de Nível Médio do Estado do Ceará, SINTACE, Brasil.

2007 - 2007

Curso Profissionalizante de Informática. (Carga horária: 120h). , HR Moreira Informática, HRMI, Brasil.

2004 - 2004

Curso de Informática Básica. (Carga horária: 138h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - CE, SENAC/CE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ARAÚJO NETO, J. R. . I Simpósio Brasileiro de Recursos Naturais no Semiárido - SBRNS. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Congresso de Agroecologia do Semiárido e VII Simpósio Brasileiro sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Semiárido. ESCOAMENTO SUPERFICIAL VERSUS CLASSES DE CHUVA EM MICROBACIA SEMIÁRIDA COM MANEJO ALTERNATIVO DA CAATINGA. 2015. (Congresso).

III INOVAGRI INTERNATIONAL MEETING. APLICAÇÃO DO ALGORITMO SEBAL PARA O CÁLCULO DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO NA BACIA DO AÇUDE TRUSSU, CEARÁ. 2015. (Congresso).

II Simpósio Brasileiro de Recursos Naturais do Semiárido ? SBRNS.DETERMINAÇÃO DE VARIÁVEIS BIOFÍSICAS NA BACIA DO AÇUDE TRUSSU PELO EMPREGO DO SENSORIAMENTO REMOTO. 2015. (Simpósio).

XI Encontro Nacional de Engenharia de Sedimentos - XI ENES.EFEITO DA MODIFICAÇÃO DA COBERTURA VEGETAL NAS PERDAS DE ÁGUA E SOLO NO SEMIÁRIO CEARENSE. 2014. (Encontro).

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE.SIMILARIDADE DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS DE UM GRANDE RESERVATÓRIO NO SEMIÁRIDO. 2014. (Simpósio).

I Simpósio Brasileiro de Recursos Naturais no Semiárido.NÚMERO DE CURVA (CN-NRCS) VERSUS UMIDADE ANTECEDENTE EM SOLO COM COBERTURA VEGETAL MODIFCADA NO SEMIÁRIDO. 2013. (Simpósio).

I Workshop Internacional Sobre Água no Semiárido Brasileiro - WISAB. GERAÇÃO DE ESCOAMENTO SUPERFICIAL EM DIFERENTES ESCALAS ESPACIAIS COM COBERTURA VEGETAL MODIFICADA NO SEMIÁRIDO. 2013. (Congresso).

XI Encontro de Iniciação Científica e Tecnológica do IFCE.SIMILARIDADE DA SALINIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E SUBTERRÂNEAS POR TÉCNICA MULTIVARIADA. 2013. (Encontro).

XLII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola. VALIDAÇÃO DO MODELO MUSLE E DO FATOR C EM UMA MICROBACIA NO SEMIÁRIDO SUBMETIDA A QUEIMA E CULTIVO DE PASTAGEM. 2013. (Congresso).

IV WORKSHOP INTERNACIONAL DE INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS NA IRRIGAÇÃO & II CONFERÊNCIA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS DO SEMIÁRIDO.ANÁLISE DE CONFIABILIADE DO MODELO SCS PARA UMA MICROBACIA UTILIZANDO OS MÉTODOS DE MONTE CARLO E LHS. 2012. (Outra).

VII Congresso Norte e Nordeste de Pesquisa e Inovaçãp. INFLUÊNCIA DA AÇÃO ANTRÓPICA NAS PERDAS DE ÁGUA E SOLO EM MICROBACIAS EXPERIMENTAIS NO SEMIÁRIDO CEARENSE. 2012. (Congresso).

III Workshop Internacional Sobre Planejamento e Desenvolvimento Sustentável em Bacias Hidrográfica.AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO DA PRODUÇÃO DE SERAPILHEIRA EM ÁREAS DA CAATINGA CEARENSE POR TÉCNICAS MULTIVARIADAS. 2011. (Outra).

FÓRUM MUNDIAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA, EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E INCLUSÃO... 2010. (Outra).

III WORKSHOP INTERNACIONAL DE INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS NA IRRIGAÇÃO & II CONFERÊNCIA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS DO SEMIÁRIDO.AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO AÇUDE ORÓS PARA USO NA IRRIGAÇÃO APLICANDO UM ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA. 2010. (Outra).

X Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste.Ceará. 2010. (Simpósio).

IX Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação e IX Encontro de Iniciação Cientifica e Tecnológica do IFCE.APLICAÇÃO DOS ÍNDICES DE ESTADO TRÓFICO E DE QUALIDADE PARA ÁGUAS SUPERFICIAIS DO AÇUDE ORÓS- CE. 2009. (Encontro).

XXXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. MODELAGEM DA CONCENTRAÇÃO DE CLORETO E BICARBONATO NAS ÁGUAS SUPERFICIAIS DA BACIA DO ACARAÚ. 2009. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Anatarino Torres da Costa

PALÁCIO, H. A. Q.; ALBUQUERQUE, F. N. B.;ARAÚJO NETO, J. R.. ANÁLISE SOCIOAMBIENTAL E RECUPERAÇÃO DE LAGOA URBANA: O CASO DA LAGOA DA BASTIANA, IGUATU-CE. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: ELbert Figueira Araújo Santos

Arraes;ARAÚJO NETO, J. R.; ALMEIDA, J. R. F.. CONTRATAÇÃO DE PROJETO PARA ADEQUAÇÃO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DA SEDE MUNICIPAL DE JENIPAPO DE MINAS. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Philippe Batista Caldeira

Arraes;ARAÚJO NETO, J. R.; DANTAS, M. J. F.. PROJETO DE TRATAMENTO E REUTILIZAÇÃO DO EFLUENTE GERADO NA LAVAGEM DE VEÍCULOS NA CIDADE DE CAMPINAS-SP. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Felipe Noboru Matsuda Kondo

Arraes;ARAÚJO NETO, J. R.; FONTENELE, S. B.. DISPONIBILIDADE HÍDRICA: NECESSIDADES E LIMITAÇÕES PARA ABASTECIMENTO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ILHABELA/SP. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: João Felix de Luca Lino

Arraes;ARAÚJO NETO, J. R.; FONTENELE, S. B.. METODOLOGIA BASEADA NAS RELAÇÕES INTENSIDADE-DURAÇÃO-FREQUÊNCIA PARA RETROANÁLISE E MONITORAMENTO EM TEMPO REAL DE CHUVAS INTENSAS. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Francisco Irlam Sá Sampaio

PALÁCIO, H. A. Q.; REBOUCAS, J. A.;ARAÚJO NETO, J. R.. REMOÇÃO DE FÓSFORO SOLÚVEL REATIVO E CONTROLE DE CIANOBACTÉRIAS TÓXICAS EM UM ECOSSISTEMA LACUSTRE DE FORTALEZA ? CE: LAGOA DE PARANGABA. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Djalma Mourão Albano

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; ELOI, W. M.. DESSALINIZAÇÃO DA ÁGUA SUBTERRÂNEA NO MUNICÍPIO DE GUAIÚBA NO ESTADO DO CEARÁ. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Anthony Rafael Soares Maia

PALÁCIO, H. A. Q.; ELOI, W. M.;ARAÚJO NETO, J. R.. MONITORAMENTO COMUNITÁRIO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE UM RESERVATÓRIO ESTRATÉGICO DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Marden Strini Machado

FERNANDES, C. N. V.; SILVA, A. R. A.;ARAÚJO NETO, J. R.. PROJETO DE BARRAMENTO COMO OBRA DE COMBATE ÀS ENCHENTES, NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO-SP. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Matheus das Neves Moura

FERNANDES, C. N. V.;ARAÚJO NETO, J. R.; CANIZARES, L. A.. ESTUDO DE VIABILIDADE PARA IMPLANTAÇÃO DE DISPOSITIVOS DE DRENAGEM VERDE NO SISTEMA DE DRENAGEM URBANA DE PORTO VELHO - RO. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: RAFAELA ROSSI DE CAMARGO FREITAS

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; PINHEIRO NETO, L. G.. PROJETO DE INTERVENÇÃO: ADEQUAÇÃO DO SANEAMENTO AMBIENTAL- SISTEMA DE TRATAMENTO DE ESGOTO DA FAZENDA SÃO JOÃO DO ATIBAIA. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: DORIVAL HERNANDES

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; SILVA, L.. PROJETO DE INTERVENÇÃO NO PROCESSO DE TRATAMENTO DA ETA ? ATIBAIA NA ESCASSEZ HIDRICA DA BACIA DO PCJ. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão de Recursos Hídricos) - Instituto Federal do Ceará/Agência Nacional de Águas.

Aluno: Matheus Magalhães Silva Moura

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; Arraes. ANÁLISE DA DINÂMICA HIDROSSEDIMENTOLÓGICA EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação Ciencia e Tecnologia.

Aluno: Marcos Makeison Moreira de Sousa

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; COELHO, M. E. H.. CARACTERÍSTICAS DA CHUVA E RELAÇÃO COM OS PROCESSOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS EM MICROBACIA COM CAATINGA RALEADA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação Ciencia e Tecnologia.

Aluno: Tatiana Belo de Sousa Custódio

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; CARMO, G. A.. SIMILARIDADE E FATORES DETERMINANTES NA SALINIDADE DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS NA BACIA DO FAÉ, QUIXELÔ, CEARÁ. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação Ciencia e Tecnologia.

Aluno: Camila Alves de Souza

ARAÚJO NETO, J. R.PALÁCIO, H. A. Q.; SILVA, A. R. A.. QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E SUBTERRÂNEAS PARA IRRIGAÇÃO NA BACIA DO RIO TRUSSU, IGUATU, CEARÁ. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: Jacques Carvalho Ribeiro Filho

PALÁCIO, H. A. Q.Santos, J.C.N.ARAÚJO NETO, J. R.; OLIVEIRA, J. B.. PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS EM MICROBACIAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO SUBMETIDA A DIFERENTES MANEJOS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu.

Aluno: José Bandeira Brasil

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; Mendonça; Arraes. VARIAÇÃO SAZONAL DA INTERCEPTAÇÃO DA CHUVA EM UMA ÁREA DE CAATINGA NO SEMIÁRIDO CEARENSE. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: Eldir Bandeira da Silva

ARAÚJO NETO, J. R.; PALÁCIO, HELBA ARAÚJO DE QUEIROZ; CARMO, G. A.; OLIVEIRA FILHO, R. L.. USO DA TERRA E INFLUÊNCIA NO ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA NO VALE DO RIO TRUSSU. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: MARIA MONALIZADE DE SALES

ARAÚJO NETO, J. R.PALÁCIO, H. A. Q.; CARMO, G. A.; SAMPAIO, M. B.. DINÂMICA DA EUTROFIZAÇÃO EM DOIS SISTEMAS HÍDRICOS SUPERFICIAIS NO SEMIÁRIDO TROPICAL BRASILEIRO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: Jayme Welton Bezerra Holanda

MILHOME, M. A. L.;ARAÚJO NETO, J. R.; SALES, F. A. M.. DIAGNÓSTICO DA CONTAMINAÇÃO DE METAIS NO SOLO DO ENTORNO DO LIXÃO DA CIDADE DE IGUATU - CE. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: Pedro Herlleyson Gonçalves Cardoso

MILHOME, M. A. L.;ARAÚJO NETO, J. R.; CASTRO, A. H. S.. PRODUÇÃO DE METANO A PARTIR DO TRATAMENTO DO ESGOTO SANITÁRIO EM REATOR UASB, NA FAIXA MESÓFILA DE TEMPERATURA, VISANDO ENERGIA ALTERNATIVA NO SEMIÁRIDO CEARENSE. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: José Rêmulo Cruz dos Santos

FERNANDES, C. N. V.; SILVA, A. R. A.;ARAÚJO NETO, J. R.. ADUBAÇÃO NITROGENADA E COBERTURA DO SOLO NO CULTIVO DA ALFACE. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: Bruno Eduardo Alves Barros

ARAÚJO NETO, J. R.; PALÁCIO, H.A.Q.; CARMO, G. A.; BATISTA, M. A. V.. ANÁLISE DOS RISCOS DE SALINIDADE DO SOLO EM ÁREA IRRIGADA NO VALE DO RIO TRUSSU. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu.

Aluno: Paulilo Palacio Brasil

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.Santos, J.C.N.. AVALIAÇÃO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL E NÚMERO DE CURVA EM MICROBACIA SEMIÁRIDA COM COBERTURA VEGETAL MODIFCADA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará.

Aluno: Francisco Emanoel Firmino Gomes

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.Santos, J.C.N.. IMPACTO DA IRRIGAÇÃO NA SALINIDADE DO SOLO EM DIFERENTES CULTIVOS NO TRECHO PERENIZADO DO TRUSSU. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará.

Aluno: Rafael do Nascimento Rodrigues

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; Arraes. RELAÇÃO CHUVA-DEFLÚVIO E PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS EM UMA MICROBACIA SEMIÁRIDA COM COBERTURA VEGETAL MODIFICADA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará.

Aluno: Antonio Gebson Pinheiro

PALÁCIO, H. A. Q.ARAÚJO NETO, J. R.; OLIVEIRA, J. B.;Santos, J.C.N.. EFICIÊNCIA DA COBERTURA COM ANDROPOGON GAYANUS (KUNT) NAS PERDAS DE ÁGUA E SOLO NO SEMIÁRIDO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Gilcimar Alves do Carmo

CARMO, G. A.. Avaliação das águas do açude Orós por técnicas multivariadas.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem.) - Instituto Federal do Ceará - Reitoria.

Helba Araújo de Queiroz Palácio

PALÁCIO, Helba Araújo de QueirozMEDEIROS, P. H. A.TEIXEIRA, Adunias dos Santos. Processos hidrológicos em microbacias experimentais no semiárido submetido a diferentes manejos. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Helba Araújo de Queiroz Palácio

Araújo Neto, J. R.PALÁCIO, Helba Araújo de QueirozANDRADE, Eunice Maia de. Avaliação das águas do açude Orós por técnicas multivariadas. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto federal de Educação, Ciência e Tecnoçlogia do Ceará, Campus Iguat.

Eunice Maia de Andrade

ANDRADE, E. M.; GUERREIRO, M. J. S.;COSTA, Alexandre Cunha. Efeitos de diferentes manejos sobre o escoamento superficial em microbacias experimentais no semiárido tropical. 2012. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Eunice Maia de Andrade

MEDEIROS, P. H. A.; GUERREIRO, M. J. S.;ANDRADE, E. M.; MONTENEGRO, A. A. A.;MEIRELES, A.C.M. Impacto de alterações físico-climáticas sobre a resposta hidrossedimentológica de uma bacia semiárida: uso do modelo SWAT - Soil and Water Assessement Tool. 2017. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Alexandre Cunha Costa

ANDRADE, E. M.Costa, A. C.; Guerreio, M. J. S.. Efeito de Diferentes Manejos sobre o Escoamento Superficial em Microbacias Experimentais no Semiárido Tropical. 2012 - Universidade Federal do Ceará.

Pedro Henrique Augusto Medeiros

Medeiros, P.H.A.; Guerreiro, M.J.S.;Andrade, E.M.; Montenegro, A.A.A.; Meireles, A.C.M.. Impacto de alterações físico-climáticas sobre a reposta hidrossedimentológica de uma bacia semiárida: uso do modelo SWAT - Soil and Water Assessement Tool. 2017. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Pedro Henrique Augusto Medeiros

Medeiros, P.H.A.Araújo, J.C.; Meireles, A.C.M.. Impacto do manejo do solo sobre os fluxos de água e sedimentos para diferentes escalas em bacia semiárida. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Pedro Henrique Augusto Medeiros

Palácio, H.A.Q.Medeiros, P.H.A.Teixeira, A.S.. Processos hidrológicos em microbacias experimentais no semiárido submetidas a diferentes manejos. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Ana Célia Maia Meireles

MEDEIROS, P. H. A.; GUERREIRO, M. J. S.; ANDRADE, E. M.;MEIRELES, A. C. M.; MONTENEGRO, A.A.A.. Impacto das alterações fisico-climáticas sobre a resposta hidrossedimentológica de uma bacia semiárida: uso do modelo SWAT -Soil and Water Assessment Tool. 2017. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Ana Célia Maia Meireles

MEDEIROS, P. H. A.; ARAÚJO, J.C.;MEIRELES, A. C. M.. Impacto do manejo de solo sobre os fluxos de água e sedimentos para diferentes escalas em bacias semiáridas. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará.

Ana Célia Maia Meireles

PALACIO, H. A. Q.;MEIRELES, A. C. M.ANDRADE, Eunice Maia de; CARMO, G.A.. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS DO AÇUDE ORÓS POR TÉCNICAS MULTIVARIADAS. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso Superior de Tecnologia de Irrigação e Drenag) - Instituto Federal do Ceará - Reitoria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Camila Alves de Souza

Qualidade das águas superficiais e subterrâneas para irrigação na bacia do rio Trussu, Iguatu, Ceará; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Yara Rodrigues Araujo

Variabilidade da qualidade das águas superficiais e subterrâneas na bacia do Trussu, Ceará; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Maria Monaliza de Sales

Dinâmica da eutrofização em dois sistemas hídricos superficiais no semiárido tropical brasileiro; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Bruno Eduardo Alves Barros

Análise dos riscos de salinidade do solo em área irrigada no vale do rio Trussu; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Eldir Bandeira da Siva

Uso do solo e influência no índice de qualidade de água no vale do rio Trussu; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Izabel Cristina Lima de Assis

Investigação dos recursos água e solo na bacia do Trussu, Ceará usando análise multivariada; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Camila Alves de Souza

Avaliação da qualidade da água e salinidade do solo pelo emprego de análise multivariada; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE); Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Maria Monaliza de Sales

Monitoramento dos recursos solo e água no reservatório e trecho perenizado do rio Trussu; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agropecuária) - Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE); Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Francisco Giovanni Pereira dos Santos

Monitoramento dos recursos solo e água no reservatório e trecho perenizado do rio Trussu; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Camila Alves de Souza

Qualidade das águas superficiais do trecho perenizado do rio Trussu para uso na irrigação; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Yara Rodrigues Araujo

Monitoramento dos recursos solo e água no reservatório e trecho perenizado do Rio Trussu; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE); Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Gabriel Bezerra Guedes

Avaliação da salinidade do solo associado ao estudo da qualidade das águas superficiais e subterrâneas; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu; Orientador: José Ribeiro de Araújo Neto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Eunice Maia de Andrade

Efeitos de diferentes manejos sobre o escoamento superficial em microbacias experimentais no semiárido tropical; 2012; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Eunice Maia de Andrade;

Pedro Henrique Augusto Medeiros

Impacto de alterações físico-climáticas sobre a reposta hidrossedimentológica de uma bacia semiárida: uso do modelo SWAT - Soil and Water Assessement Tool; 2017; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará,; Orientador: Pedro Henrique Augusto Medeiros;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PINHEIRO, A. G. ; Santos, J.C.N. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; Andrade, E.M. . Eficiência da cobertura vegetal na redução das perdas de água e solo no Semiárido brasileiro. IRRIGA , v. 23, p. 133-142, 2018.

  • Santos, J.C.N. ; Andrade, E.M. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; RIBEIRO FILHO, J. C. . Erosive process control in the Brazilian semiarid region. Revista Caatinga , v. 31, p. 695-703, 2018.

  • 2017 ARAÚJO NETO, J. R. ; Andrade, E.M. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; SALES, M. M. ; MAIA, A. R. S. . Influência do uso/ocupação da terra na qualidade das águas no vale do rio Trussu, Ceará. Revista Ciência Agronômica (UFC. Online) , v. 48, p. 59-69, 2017.

  • 2017 Santos, J.C.N. ; Andrade, E.M. ; MEDEIROS, P. H. A. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; ARAÚJO NETO, J. R. . Razão de aporte de sedimentos em pequena bacia hidrográfica semiárida em condições de baixa conectividade. Revista Ciência Agronômica (UFC. Online) , v. 48, p. 49-58, 2017.

  • Andrade, E.M. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; GUERREIRO, M. J. S. ; Santos, J.C.N. ; PALÁCIO, H. A. Q. . Land use effect on the CN model parameters in a tropical dry environment. WATER RESOURCES MANAGEMENT , v. 31, p. 10-23, 2017.

  • SILVA, ELDIR BANDEIRA DA ; NETO, JOSÉ RIBEIRO DE ARAÚJO ; PALÁCIO, HELBA ARAÚJO DE QUEIROZ ; SOUZA, CAMILA ALVES DE ; ANDRADE, EUNICE MAIA DE . VARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DA QUALIDADE DE ÁGUA NO VALE DO RIO TRUSSU, CEARÁ. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 11, p. 1420-1429, 2017.

  • SILVA, E. B. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; Andrade, E.M. . Fatores determinantes da qualidade das águas em dois períodos distintos separados por dez anos sem monitoramento no semiárido brasileiro. REVISTA ELETRÔNICA AMBIENTE: GESTÃO E DESENVOLVIMENTO , v. 10, p. 5-14, 2017.

  • MOURA, M. M. S. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; BATISTA, F. J. A. ; SOUSA, M. M. M. . Vulnerabilidade à erosão quanto aos aspectos solo e vegetação em uma bacia hidrográfica no semiárido. Entorno Geográfico , v. 13, p. 100-113, 2017.

  • LIMA, JOSÉ WELLINGTON CANUTO ; ARAÚJO, RINALDO DOS SANTOS ; PALÁCIO, HELBA ARAÚJO DE QUEIROZ ; ARAÚJO NETO, JOSÉ RIBEIRO DE ; SANTOS, JULIO CEZAR NEVES DOS . CUSTO DA EROSÃO HÍDRICA PARA DIFERENTES USOS DO SOLO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 11, p. 1772-1783, 2017.

  • RIBEIRO FILHO, J. C. ; Santos, J.C.N. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; LEMOS FILHO, L. C. A. ; BRASIL, J. B. . Estimativa das erosividades anuais e mapeamento para o estado do Ceará. Ravista Geonorte , v. 8, p. 01-30, 2017.

  • BRASIL, J. B. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; RIBEIRO FILHO, J. C. ; Andrade, E.M. . Características das chuvas e interceptação vegetal no bioma Caatinga. IRRIGA (UNESP. CD-ROM) , v. 22, p. 560-574, 2017.

  • 2016 ARAÚJO NETO, J. R. ; GOMES, F. E. F. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; SILVA, E. B. ; BRASIL . Similaridade de solos quanto a salinidade no vale perenizado do rio Trussu, Ceará. Irriga (UNESP Botucatu) , v. 21, p. 327-341, 2016.

  • 2016 SILVA, E. B. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; FRANCILINO, A. H. ; LIMA, A. E. O. ; LIMA, J. W. C. . LEVANTAMENTO DA FERTILIDADE DOS SOLOS DA REGIÃO DA REGIÃO CENTRO SUL DO CEARÁ. Tecnologia & Ciência Agropecuária , v. 10, p. 55-61, 2016.

  • 2016 Santos, J.C.N. ; Andrade, E.M. ; GUERREIRO, M. J. S. ; MEDEIROS, P. H. A. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; ARAÚJO NETO, J. R. . Effect of dry spells and soil cracking on runoff generation in a semiarid micro watershed under land use change. Journal of Hydrology (Amsterdam) , v. 541, p. 1-10, 2016.

  • 2016 SOUSA, M. M. M. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; RIBEIRO FILHO, J. C. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; MOURA, M. M. S. . Influência da cobertura vegetal nas perdas de água e solo em parcelas de erosão no semiárido brasileiro. Revista Geonorte , v. 7, p. 160-171, 2016.

  • 2016 ARAUJO, Y. R. ; SOUZA, C. A. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; RIBEIRO FILHO, J. C. ; LIMA, J. W. C. . Perda de nutriente e custo da erosão em microbacias no semiárido brasileiro. Revista Geonorte , v. 7, p. 206-219, 2016.

  • 2016 SILVA, E. B. ; MACEDO, K. G. ; FEITOSA, A. K. ; ARAÚJO NETO, J. R. . Variação espacial da precipitação das cidades do centro do sul do Estado do Ceará, Brasil. Perspectivas online: exatas e engenharias , v. 16, p. 27-33, 2016.

  • 2016 SILVA, E. B. ; ARAÚJO NETO, J. R. . Caracterização das variáveis hidroquímicas na sub-bacia do Alto Jaguaribe, Ceará utilizando análise multivariada e SIG. Engenharia na Agricultura , v. 24, p. 417-426, 2016.

  • 2016 MOURA, MATHEUS MAGALHÃES SILVA ; COSTA, GEOVANE BARBOSA REINALDO ; PALÁCIO, HELBA ARAÚJO DE QUEIROZ ; ARAÚJO NETO, JOSÉ RIBEIRO DE ; BRASIL, JOSÉ BANDEIRA . Produção de serapilheira e suas frações em área da Caatinga no Semiárido Tropical. Revista Brasileira de Gestão Ambiental e Sustentabilidade , v. 3, p. 199-208, 2016.

  • 2016 BATISTA, FRANCISCO JOHNSON ALBUQUERQUE ; ARAÚJO NETO, JOSÉ RIBEIRO DE ; PALÁCIO, HELBA ARAÚJO DE QUEIROZ ; COSTA, GEOVANE BARBOSA REINALDO ; SALES, MARIA MONALIZA DE . Impacto da ação antrópica na degradação da mata ciliar do trecho perenizado do Rio Trussu, Ceará, Brasil. Revista Brasileira de Gestão Ambiental e Sustentabilidade , v. 3, p. 189-197, 2016.

  • SOUZA, CAMILA ALVES DE ; ARAUJO, YARA RODRIGUES ; NETO, JOSÉ RIBEIRO DE ARAÚJO ; PALÁCIO, HELBA ARAÚJO DE QUEIROZ ; BARROS, BRUNO EDUARDO ALVES . ANALISE COMPARATIVA DA QUALIDADE DE ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO EM TRÊS SISTEMAS HÍDRICOS CONECTADOS NO SEMIÁRIDO. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada , v. 10, p. 1011-1022, 2016.

  • 2015 LOPES. J. W. B. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; PINHEIRO, E. A. R. . PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS E ASSOREAMENTO EM RESERVATÓRIO NO SEMIÁRIDO: O CASO DO AÇUDE MARENGO, CEARÁ. Geoambiente On-line , v. 24, p. 16-31, 2015.

  • 2015 ARAÚJO NETO, J. R. ; SALES, M. M. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; GOMES, FRANCISO EMANOEL FIRMINO ; CHAVES, LUIZ CARLOS GUERREIRO . DINÂMICA DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS PARA IRRIGAÇÃO EM RESERVATÓRIOS DO ESTADO DO CEARÁ, BRASIL. Revista Conexões - Ciência e tecnologia , v. 9, p. 51-60, 2015.

  • 2015 RIBEIRO FILHO, J. C. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; Andrade, E.M. ; BRASIL, J. B. ; ARAÚJO NETO, J. R. . PRODUTIVIDADE DE FITOMASSA HERBÁCEA EM DIFERENTES MANEJOS NO SEMIÁRIDO CEARENSE. Agro@mbiente On-line , v. 9, p. 386-396, 2015.

  • 2015 SILVA, E. B. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; PALÁCIO, H. A. Q. ; SALES, M. M. ; BARROS, B. E. A. . MODELAGEM DA CONCENTRAÇÃO IÔNICA EM ÁGUAS SUPERFICIAIS NA BACIA METROPOLITANA DO CEARÁ. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada , v. 9, p. 144-157, 2015.

  • 2014 Santos, J.C.N. ; Andrade, E.M. ; ARAÚJO NETO, J. R. ; MEIRELES, A.C.M. ; PALÁCIO, H. A. Q. . LAND USE AND TROPHIC STATE DYNAMICS IN A TROPICAL SEMI-ARID RESERVOIR. Revista Ciência Agronômica (UFC. Online) , v. 45, p. 35-44, 2014.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BARRETO, P. C. ; CISIAS, F. C. A. ; MACIEL, P. F. ; ARAÚJO NETO, J. R. . Coordenação para Revisão e Atualização do Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos do Município (PGIRS) ? Portaria nº 690/2015. 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    CONECTIVIDADE HIDROLÓGICA EM FUNÇÃO DA VARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DA UMIDADE EM DIFERENTES USOS DO SOLO, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helba Araújo de Queiroz Palácio em 18/09/2018., Descrição: Identificar o potencial da vegetação submetida ao raleamento em reter água no solo tanto no espaço quanto no tempo comparada a vegetação com Caatinga em Regeneração há 39 anos, com intuito de reduzir a produção de água e sedimentos ao longo dos eventos de precipitação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Integrante / Eunice Maia de Andrade - Integrante / Júlio César Neves dos Santos - Integrante / Helba Araújo de Queiroz Palácio - Coordenador / Jacques Carvalho Ribeiro Filho - Integrante / Joaquim Branco de Oliveira - Integrante / Maria João Simas Guerreiro - Integrante / Marcos Makeison Moreira de Sousa - Integrante / GEOVANE BARBOSA REINALDO COSTA - Integrante / DANIEL LIMA DOS SANTOS - Integrante / Jaedson Cláudio Anunciato Mota - Integrante.Financiador(es): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    ANÁLISE HIDROSSEDIMENTOLÓGICA EM UMA BACIA SEMIÁRIDA USANDO O MODELO SWAT ACOPLADO A UM SIG, Descrição: Para a previsão dos impactos de ações antrópicas sobre os processos hidrossedimentológicos, os modelos distribuídos e de base física têm sido bastante eficazes. Utilizando o modelo SWAT (Soil and Water Assessment Tool) acoplado a um SIG (Sistema de Informação Geográfica) em uma bacia hidrográfica semiárida e em sub-bacias aninhadas de microescala com diferentes manejos do solo, pretende-se avaliar os fluxos de água e sedimentos como ferramenta para avaliação e simulação de diferentes cenários de uso e ocupação do solo e de mudanças climáticas. A área de estudo é composta de uma bacia representativa semiárida Experimental em Iguatu (BEI), apresentando 14,72 km2 e três sub-bacias aninhadas a BEI de microescala com áreas variando entre 0,01 a 0,03 km2 com diferentes manejos de uso do solo. Uma das microbacias foi mantida com Caatinga em regeneração a 30 anos, outra submetida ao manejo do desmatamento seguido de queimada e cultivo de capim e na última foi realizado o desmatamento e enleiramento de restos vegetais. Na escala de bacia representativa, o escoamento superficial foi mensurado por meio de um vertedor e a produção de sedimentos através de um turbidímetro e coletas em campo. O escoamento superficial nas microbacias aninhadas foi quantificado através de calhas Parshall e as produções de sedimentos foram mensuradas através de torres e fossos coletores de sedimentos em suspensão e arraste. O período de estudo contará com o banco de dados já existente (2009 a 2016) e com o prosseguimento das coletas durante os anos de 2017 e 2018, perfazendo um total de nove anos de estudo. As principais contribuições pretendidas serão avaliar os fluxos hidrossedimentológicos em bacias hidrográficas na região semiárida e quantificar a degradação dos recursos solo e água em áreas de caatinga submetidas aos manejos tradicionais e agroflorestais, bem como, simular diferentes cenários de uso e ocupação da terra e de mudanças climáticas, na busca de avaliar os impactos causados aos processos hidrossedimentológicos para diferentes cenários de conservação e de degradação ambiental.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2016 - 2017

    INVESTIGAÇÃO DOS RECURSOS ÁGUA E SOLO NA BACIA DO TRUSSU, CEARÁ USANDO ANÁLISE MULTIVARIADA, Descrição: Para se conhecer a real qualidade da água dos corpos hídricos bem como investigar o status de salinidade de solos em áreas de irrigação é necessário a realização de um monitoramento. Esse é um dos principais instrumentos na sustentação de uma política de planejamento e gestão dos recursos naturais. Ele funciona como um sensor que possibilita o acompanhamento do processo de uso dos cursos hídricos e uso dos solos, apresentando seus efeitos sobre as características qualitativas, visando subsidiar as ações de controle ambiental. O resultado de monitoramentos é a produção de matrizes de dados proporções inadequadas à interpretação, devido ao grande número de parâmetros analisados. Há mais de duas décadas que pesquisadores de diferentes partes vêm empregando técnicas de estatística multivariada nas ciências naturais para auxiliar na interpretação de matrizes geradas pelo monitoramento dos processos naturais multivariados. Deste modo, esta pesquisa visa o desenvolvimento de estudos onde se possa avaliar a qualidade das águas superficiais do açude Trussu e das águas superficiais e subterrâneas do trecho perenizado pelo rio Trussu, bem como, investigar a salinidade de solos em áreas irrigadas, empregando técnicas de estatísticas multivariadas como ferramenta para interpretação do conjunto de dados. O estudo será desenvolvido no açude Trussu e no rio o qual o açude pereniza de 24 km de rio de mesmo nome Trussu, com a finalidade de fornecer água para o consumo humano, irrigação e pecuária da região. O açude Trussu está localizado no município de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará. Serão realizadas trimestralmente coletas em 14 estações amostrais, sendo 5 pontos de coletas superfície das águas do reservatório Trussu, e mais 9 pontos de coletas ao longo do trecho perenizado do rio Trussu, sendo 5 coletas nas aguas superficiais no trecho do rio perenizado e 4 coletas de águas subterrâneas em poços as margens do trecho do rio. Para caracterização do acúmulo e da mobilidade dos sais no solo serão realizadas coletas em 3 áreas: uma área com mata nativa no entorno do trecho perenizado do rio Trussu, uma área cultivada com pastagem e outra área cultivada com fruticultura ? goiaba, ambas irrigadas com as águas superficiais do trecho perenizado. Ainda serão realizados diagnósticos rurais rápidos e participativos em nível de campo a partir da aplicação de questionários para análise das condições agrícolas, ambientais, sociais e econômicas da região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Coordenador / IZABEL CRISTINA LIMA DE ASSIS - Integrante.

  • 2015 - 2017

    PROCESSOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS EM DIFERENTES ESCALAS ESPACIAIS E SUAS RELAÇÕES COM A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helba Araújo de Queiroz Palácio em 18/09/2018., Descrição: Identificar o principal agente limitante do transporte de sedimentos em diferentes escalas espaciais e usos do solo na região semiárida do Nordeste brasileiro, de forma a determinar os melhores manejos de uso do solo para o semiárido, objetivando reduzir a produção de sedimentos, e consequentemente, minimizar os problemas de assoreamento e eutrofização dos corpos hídricos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2014 - 2016

    MONITORAMENTO DOS RECURSOS SOLO E ÁGUA NO RESERVATÓRIO E TRECHO PERENIZADO DO RIO TRUSSU, Descrição: Em decorrência da condição climática do semiárido brasileiro, caracterizada pelo déficit hídrico, em que a precipitação é a única forma de entrada de água na região e há um elevado saldo positivo de energia solar que contribui para elevadas taxas evaporativas dos corpos hídricos, a preocupação foi sempre a quantidade em detrimento a qualidade da água. No entanto, disponibilidade de água significa que ela deve estar presente não somente em quantidade, mas também que sua qualidade seja satisfatória para suprir as necessidades de um determinado uso a que se destina. A disponibilidade hídrica superficial do Ceará, em quase sua totalidade é dependente dos reservatórios artificiais, sendo que as águas armazenadas nos açudes e a perenização de trechos de rios são a principal fonte de abastecimento para as grandes demandas oriundas do consumo humano, animal e, sobretudo, da agricultura irrigada. Ainda, em vista a escassez de água que atinge grande parte do semiárido brasileiro, os recursos hídricos subterrâneos tradicionalmente são uma importante alternativa de abastecimento no Estado. Para se conhecer a real qualidade da água de um corpo hídrico é necessária a realização de um monitoramento da qualidade da água. Esse é um dos principais instrumentos na sustentação de uma política de planejamento e gestão de recursos hídricos. Ele funciona como um sensor que possibilita o acompanhamento do processo de uso dos cursos hídricos, apresentando seus efeitos sobre as características qualitativas das águas, visando subsidiar as ações de controle ambiental. Deste modo, esta pesquisa visa o desenvolvimento de estudos onde se possa avaliar a qualidade das águas, superficiais e subterrâneas, bem como o seu potencial em vir a gerar problemas de salinização dos solos em áreas irrigadas. O estudo será desenvolvido no açude Trussu (Barragem Roberto Costa) e no rio o qual o açude pereniza de 24 km de rio de mesmo nome Trussu, com a finalidade de fornecer água para o consumo humano, irrigação e pecuária da região. O açude Trussu está localizado no município de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, possui uma capacidade de 301.000.000 m³. Serão realizadas bimestralmente coletas em 14 estações amostrais, sendo 5 pontos de coletas superfície das águas do reservatório Trussu, e mais 9 pontos de coletas ao longo do trecho perenizado do rio Trussu, sendo 5 coletas nas aguas superficiais no trecho do rio perenizado e 4 coletas de águas subterrâneas em poços as margens do trecho do rio. Para caracterização do acúmulo e da mobilidade dos sais no solo serão realizadas coletas bimestralmente de solo para análises de salinidade. As coletas serão realizadas em 3 áreas: uma área com mata nativa no entorno do trecho perenizado do rio Trussu, uma área cultivada com pastagem e outra área cultivada com fruticultura ? goiaba, ambas irrigadas com as águas superficiais do trecho perenizado. As profundidades exploradas serão de 0,00-0,30; 0,30-0,60 e 0,60-0,90 m na projeção da copa das plantas, formando uma amostra composta para cada profundidade. Ainda serão realizados diagnósticos rurais rápidos e participativos em nível de campo a partir da aplicação de questionários para análise das condições agrícolas, ambientais, sociais e econômicas da região, bem como, será aplicado aos dados técnicas de estatísticas multivariadas para interpretação do conjunto de dados de qualidade de água e de salinidade do solo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Coordenador / Yara Rodrigues Araújo - Integrante.

  • 2014 - 2016

    Monitoramento dos recursos solo e água no reservatório e trecho perenizado do rio Trussu no semiárido brasileiro, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helba Araújo de Queiroz Palácio em 04/04/2014., Descrição: Objetivo geral: Diagnosticar a qualidade das águas superficiais do açude Trussu e das águas superficiais e subterrâneas do trecho perenizado pelo rio Trussu, bem como, monitorar a salinidade de solos em áreas irrigadas, visando difundir informações científicas e tecnológicas na busca do desenvolvimento sustentável da agricultura irrigada na região. Instituição de Execução do Projeto: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará ? IFCE, Campus Iguatu Nome do Coordenador (a) do Projeto: Helba Araújo de Queiroz Palácio Área temática: Agropecuária (Pesquisa Aplicada) LINHA DE APOIO: Linha 2 FAIXA: Faixa A Instituição (ões) Colaboradora (s): Universidade Federal do Ceará ? UFC Edital: Chamada MEC/SETEC/CNPq N º 94/2013. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2014 - 2015

    MONITORAMENTO DOS RECURSOS SOLO E ÁGUA NO RESERVATÓRIO E TRECHO PERENIZADO DO RIO TRUSSU, Descrição: Em decorrência da condição climática do semiárido brasileiro, caracterizada pelo déficit hídrico, em que a precipitação é a única forma de entrada de água na região e há um elevado saldo positivo de energia solar que contribui para elevadas taxas evaporativas dos corpos hídricos, a preocupação foi sempre a quantidade em detrimento a qualidade da água. No entanto, disponibilidade de água significa que ela deve estar presente não somente em quantidade, mas também que sua qualidade seja satisfatória para suprir as necessidades de um determinado uso a que se destina. A disponibilidade hídrica superficial do Ceará, em quase sua totalidade é dependente dos reservatórios artificiais, sendo que as águas armazenadas nos açudes e a perenização de trechos de rios são a principal fonte de abastecimento para as grandes demandas oriundas do consumo humano, animal e, sobretudo, da agricultura irrigada. Ainda, em vista a escassez de água que atinge grande parte do semiárido brasileiro, os recursos hídricos subterrâneos tradicionalmente são uma importante alternativa de abastecimento no Estado. Para se conhecer a real qualidade da água de um corpo hídrico é necessária a realização de um monitoramento da qualidade da água. Esse é um dos principais instrumentos na sustentação de uma política de planejamento e gestão de recursos hídricos. Ele funciona como um sensor que possibilita o acompanhamento do processo de uso dos cursos hídricos, apresentando seus efeitos sobre as características qualitativas das águas, visando subsidiar as ações de controle ambiental. Deste modo, esta pesquisa visa o desenvolvimento de estudos onde se possa avaliar a qualidade das águas, superficiais e subterrâneas, bem como o seu potencial em vir a gerar problemas de salinização dos solos em áreas irrigadas. O estudo será desenvolvido no açude Trussu (Barragem Roberto Costa) e no rio o qual o açude pereniza de 24 km de rio de mesmo nome Trussu, com a finalidade de fornecer água para o consumo humano, irrigação e pecuária da região. O açude Trussu está localizado no município de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, possui uma capacidade de 301.000.000 m³. Serão realizadas bimestralmente coletas em 14 estações amostrais, sendo 5 pontos de coletas superfície das águas do reservatório Trussu, e mais 9 pontos de coletas ao longo do trecho perenizado do rio Trussu, sendo 5 coletas nas aguas superficiais no trecho do rio perenizado e 4 coletas de águas subterrâneas em poços as margens do trecho do rio. Para caracterização do acúmulo e da mobilidade dos sais no solo serão realizadas coletas bimestralmente de solo para análises de salinidade. As coletas serão realizadas em 3 áreas: uma área com mata nativa no entorno do trecho perenizado do rio Trussu, uma área cultivada com pastagem e outra área cultivada com fruticultura ? goiaba, ambas irrigadas com as águas superficiais do trecho perenizado. As profundidades exploradas serão de 0,00-0,30; 0,30-0,60 e 0,60-0,90 m na projeção da copa das plantas, formando uma amostra composta para cada profundidade. Ainda serão realizados diagnósticos rurais rápidos e participativos em nível de campo a partir da aplicação de questionários para análise das condições agrícolas, ambientais, sociais e econômicas da região, bem como, será aplicado aos dados técnicas de estatísticas multivariadas para interpretação do conjunto de dados de qualidade de água e de salinidade do solo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Coordenador / Bruno Eduardo Alves Barros - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Quantificação da sustentabilidade de distintos manejos agroflorestais pela análise emergética em microbacias do semiárido, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helba Araújo de Queiroz Palácio em 04/04/2014., Descrição: Objetivo geral: Dar continuidade aos estudos que vêm sendo desenvolvidos desde 2008 e que testam diferentes modelos de exploração das áreas de caatinga, quantificando a degradação dos recursos naturais (alterações no balanço de energia, estimativa da erosão, empobrecimento do solo, dinâmica da biomassa herbácea e arbórea, sedimentos em suspensão, alterações do regime hidrológico) e avaliar os níveis de sustentabilidade de cada modelo ao longo do tempo, através da análise emergética. Coordenador do Projeto: Helba Araújo de Queiroz Palácio Instituição Executora: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu Instituição (ões) Colaboradora (s): Universidade Federal do Ceará Edital: UNIVERSAL- MCTI/CNPq Nº 14/2013. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2013 - 2014

    MONITORAMENTO DOS RECURSOS SOLO E ÁGUA NO RESERVATÓRIO E TRECHO PERENIZADO DO RIO TRUSSU, Descrição: Em decorrência da condição climática do semiárido brasileiro, caracterizada pelo déficit hídrico, em que a precipitação é a única forma de entrada de água na região e há um elevado saldo positivo de energia solar que contribui para elevadas taxas evaporativas dos corpos hídricos, a preocupação foi sempre a quantidade em detrimento a qualidade da água. No entanto, disponibilidade de água significa que ela deve estar presente não somente em quantidade, mas também que sua qualidade seja satisfatória para suprir as necessidades de um determinado uso a que se destina. A disponibilidade hídrica superficial do Ceará, em quase sua totalidade é dependente dos reservatórios artificiais, sendo que as águas armazenadas nos açudes e perenização trechos de rios são a principal fonte de abastecimento para as grandes demandas oriundas do consumo humano, animal e, sobretudo, da agricultura irrigada. Em vista a escassez de água que atinge grande parte do semiárido brasileiro, os recursos hídricos subterrâneos tradicionalmente são uma importante alternativa de abastecimento no Estado. A qualidade das águas é determinada por atributos físicos, químicos e microbiológicos, sendo o conhecimento da composição das águas primordial quando se deseja avaliar sua adequabilidade de uso, seja ela para fins de consumo humano, ou para fins agronômicos e, mais especificamente, para uso na irrigação. Tal fato requer o desenvolvimento de estudos onde se possa avaliar a qualidade das águas, sejam elas superficiais ou subterrâneas, bem como o seu potencial em vir a gerar problemas de salinização dos solos nas áreas irrigadas. Sendo assim, para se conhecer a qualidade dos corpos hídricos, superficiais ou subterrâneas, é imprescindível a realização de monitoramento. No monitoramento se adotam medidas de múltiplos parâmetros, as quais são efetuadas em diferentes épocas e originadas de diferentes áreas, gerando uma complexa matriz multivariada de difícil interpretação, decorrente do grande número de informações interdependentes contidas na mesma. Para interpretar este grande conjunto de dados, técnicas de estatística multivariada vêm sendo largamente utilizadas nos últimos anos, tanto em dados de monitoramento das águas superficiais e subterrâneas, como em dados de salinidade do solo. Este tipo de análise reduz os dados de observação e permite a interpretação de diversos constituintes individualmente, uma vez que indica associações entre amostras e/ou variáveis e, ainda, possibilita identificar os possíveis fatores/fontes que influenciam os sistemas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Coordenador / Maria Monaliza de Sales - Integrante.Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnolog - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    MONITORAMENTO DOS RECURSOS SOLO E ÁGUA NO RESERVATÓRIO E TRECHO PERENIZADO DO RIO TRUSSU, Descrição: Projeto selecionado no EDITAL Nº 13/2013-PRPI ? PRÓ-INFRA/IFCE. O Projeto tem função de implantação de infraestrutura física e custeio que tem objetivo à modernização de infraestrutura de pesquisa e inovação bem como o aumento da produção científica no âmbito do Instituto Federal do Ceará. O objetivo do projeto é Diagnosticar a qualidade das águas superficiais do açude Trussu e das águas superficiais e subterrâneas do trecho perenizado pelo rio Trussu, bem como, monitorar a salinidade de solos em áreas irrigadas, visando difundir informações científicas e tecnológicas na busca do desenvolvimento sustentável da agricultura irrigada na região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Coordenador.Financiador(es): Instituto Federal do Ceará - Reitoria - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    AVALIAÇÃO DA SALINIDADE DO SOLO ASSOCIADO AO ESTUDO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E SUBTERRÂNEAS, Descrição: Em decorrência da condição climática do semiárido brasileiro, caracterizada pela pouca incidência de chuvas, responsável pela intermitência de quase toda a rede hidrográfica, com os cursos apresentando vazão mínima igual a zero em torno de 9 a 10 meses do ano, aliada a um elevado saldo positivo de energia solar que contribui para elevadas taxas evaporativas dos corpos hídricos, essas caraterísticas fazem da agricultura de sequeiro no semiárido uma atividade de grande risco, sendo a prática da agricultura irrigada necessária para o aumento da produção nas regiões semiáridas. No entanto, os mesmos problemas de salinidade que levaram a irrigação ao declínio há milhares de anos, continuam a ser identificados nas áreas irrigadas, principalmente nas regiões áridas e semiáridas, mas também em diferentes partes do globo. Em condições naturais, tanto os solos quanto as águas contém sais, entretanto, as condições de baixas alturas pluviométricas, agravada pelo elevado saldo de energia solar disponível ao processo de evapotranspiração, e, a combinação desses dois processos naturais com a adoção do manejo inadequado irrigação, tanto com águas oriundas de corpos hídricos superficiais como subterrâneos, tem contribuído para aceleração do processo de salinização nas regiões semiáridas. O conhecimento dos efeitos da salinidade sobre os solos e sobre as culturas são fundamentais. A implicação prática da salinidade sobre os solos pode ocorrer em danos inerentes à estrutura como dispersão dos colóides, com reflexos indesejáveis na taxa de infiltração, além da perda da fertilidade, aumento da susceptibilidade a erosão e possíveis contaminações dos lençóis freáticos e das reservas hídricas subterrâneas. Nas plantas, estes efeitos implicam na perda da produtividade e da qualidade, ou perda total da produção. Assim como outras características químicas e físicas, a salinidade do solo é uma propriedade bastante variável no espaço e no tempo devido a natureza dinâmica dos efeitos e interações de diversos fatores edáfico-climáticos. Tal fato requer o desenvolvimento de estudos que possam avaliar a salinidade de solos em áreas irrigadas, bem como, avaliar a qualidade das águas usadas na irrigação e o seu potencial em vir a gerar problemas de salinização dos solos, principalmente no semiárido onde as características climáticas favorecem o acumulo de sais. Dessa forma, tanto para se conhecer a salinidade dos solos como o potencial risco da qualidade das águas é imprescindível a realização de monitoramento. No monitoramento se adotam medidas de múltiplos parâmetros, as quais são efetuadas em diferentes épocas e originadas de diferentes áreas, gerando uma complexa matriz multivariada de difícil interpretação, decorrente do grande número de informações interdependentes contidas na mesma. Para interpretar este grande conjunto de dados, técnicas de estatística multivariada vêm sendo largamente utilizadas nos últimos anos, tanto em dados de salinidade do solo como no monitoramento das águas de irrigação. Este tipo de análise reduz os dados de observação e permite a interpretação de diversos constituintes individualmente, uma vez que indica associações entre amostras e/ou variáveis e, ainda, possibilita identificar os possíveis fatores/fontes que influenciam os sistemas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Coordenador / Yara Rodrigues Araújo - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Avaliação da sustentabilidade e dinâmica de nutrientes em diferentes modelos de exploração da caatinga no semiárido cearense, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eunice Maia de Andrade em 27/08/2014., Descrição: Objetivos: Dar continuidade aos estudos iniciados em 2007 na região Centro Sul do Estado do Ceará, que buscam definir um novo modelo de exploração do semiárido nordestino, tendo como fonte de suporte o sequestro de carbono, a ciclagem de nutrientes e a modificação mínima do ecossistema da caatinga, bem como quantificar a degradação dos recursos naturais (alterações no balanço de energia, estimativa da erosão, empobrecimento do solo, custo da erosão, sedimentos em suspensão, contaminação das águas, alterações do regime hidrológico). Instituição Executora: Universidade Federal do Ceará Instituição (ões) Colaboradora (s): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu Edital: EDITAL 06/2011- PROGRAMA ÁREAS ESTRATÉGICAS. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

  • 2010 - 2013

    Quantificação da degradação e modelo de recuperação dos recursos naturais presentes em micro-bacias do Semi-árido Nordestino, Descrição: O projeto, sitio 16 do PELD/2009, tem como objetivo geral dar continuidade aos estudos que vem sendo desenvolvidos desde 2008 e que buscam quantificar a degradação e alterações dos recursos naturais (mudanças no balanço de energia, estimativa do processo erosivo, empobrecimento do solo, custo da erosão, contaminação das águas, sedimentos em suspensão e arraste, produção de serrapilheira e aporte de nutrientes) em micro-bacias da Caatinga. Busca-se, também, definir um novo modelo de recuperação das áreas degradadas do semiárido nordestino tendo como fonte de suporte a serrapilheira produzida pela caatinga. Na adoção das estratégias para se atingir os objetivos busca-se responder as questões científicas: 1. Quais as mudanças de parâmetros climáticos como temperatura do ar, do solo, umidade do ar, umidade do solo, direção e velocidade do vento, evaporação e balanço hídrico na Caatinga em diferentes manejo de macias hidrográficas? 2. Qual a produção de serrapilheira em área da Caatinga para diferentes usos do solo? 3. Quais as alterações ocorridas no regime hidrológico em usos do solo diferenciados em áreas da Caatinga? 4. Quais as alterações ocorridas no aporte de nutrientes quando a cobertura vegetal é alterada? 5. Qual a capacidade de suporte da Caatinga como fonte de empréstimo para recuperação de áreas degradadas? 6. Qual o potencial da serrapilheira produzida pela Caatinga como fonte de recuperação de áreas degradadas?. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2009 - 2011

    Modelo de exploração do capital natural de forma sustentável no semi-árido cearense, Descrição: Este projeto visa desenvolver estudos que possam definir a resposta hidrológica em micro bacias do semi-árido nordestino onde seja considerada a peculiaridade do regime pluviométrico (chuvas de alta intensidade e curta duração), dos solos predominantes e a resiliência desses recursos; bem como promover a melhoria da qualidade de vida e o despertar da consciência crítica das pequenas comunidades rurais para o manejo e conservação dos recursos solo, água e vegetação do semi-árido cearense. A equipe executora caracterizada por sua formação multidisciplinar e interdisciplinar aplica uma metodologia de trabalho paritariamente exigindo uma contrapartida dos usuários na forma de mão de obra e materiais existentes na própria comunidade. Outro aspecto é a observância do potencial do capital natural utilizado nas atividades, educando os agricultores para a preservação e recuperação do mesmo. Uma atenção especial será dada a estudos de serrapilheira como opção para recuperação das áreas degradadas sem a perda da diversidade do bioma da Caatinga. Um outro ponto a ser dado maior ênfase é o treinamento dos atores da bacia em identificar as ações que degradam a qualidade da água e gerenciar as mesmas, promovendo assim, uma maior disponibilidade hídrica em termo de quantidade e qualidade. O projeto buscará em parceria com outras instituições gerenciadores, (Escola Agrotécnica Federal de Igautu e Prefeitura Municipal de General Sampaio) envolver nessas atividades o jovem morador, pois esses representam os atores atuantes do sistema nos próximos anos. Busca-se, também, identificar nas Escolas Técnicas do interior identificar jovens com potencial para a pesquisa. Finalmente, a garantia do sucesso deste projeto, reside nas parcerias formadas por instituições de diferentes especializações agindo em conjunto, abrangendo os diferentes elos da cadeia educativa aplicada aos moradores do semi-árido, promovendo suas auto-sustentabilidade e a recuperação e conservação do capital natural. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2008 - 2010

    Aplicabilidade de sensoriamento remoto como sistema de suporte ao monitoramento da qualidade das águas superficiais do semi-árido cearense, Descrição: A combinação do clima semi-árido, do regime hídrico, e do tipo de solo predominante no Ceará resulta em uma baixa infiltração e elevado runoff, favorecendo a técnica da açudagem, portanto as reservas hídricas do Ceará são lagos artificiais, com renovação e recarga durante a estação chuvosa, tornando-se necessário uma atenção maior no controle dos parâmetros determinantes da qualidade das águas. O conhecimento de fontes poluidoras e a identificação do tipo e concentração de substâncias lançadas nos corpos hídricos podem ser avaliados por meio do monitoramento. Este requer um grande número de variáveis e coletas, as quais são apontadas como uma das dificuldades no desenvolvimento deste processo, aliados aos altos custos das análises. O uso de sensoriamento remoto (SR) está sendo revolucionário no tocante ao planejamento espacial da superfície terrestre. Sua resolução temporal permite a coleta de informações em diferentes épocas do ano e em anos distintos facilitando os estudos dinâmicos de uma região; por outro lado sua resolução espectral permite a obtenção de informações sobre um alvo na natureza em distintas regiões do espectro, acrescentando assim uma infinidade de informações sobre o estado dele. No caso da água, o estudo da influência de variáveis relacionadas à qualidade, a partir de medidas provenientes do SR pode ser feita através da análise de feições espectrais da radiação solar refletida, permitindo distinguir diferentes assinaturas espectrais para cada tipo de água. Portanto, esse projeto tem como objetivo desenvolver um sistema de suporte ao monitoramento da qualidade de água pela aplicação do sensoriamento remoto e do algoritmo SEBAL na identificação da variação espacial e temporal das propriedades óticas dos componentes naturais e antropogênicos, lançados nos corpos das águas superficiais. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Integrante / Ana Célia Maia Meireles - Integrante / Eunice Maia de Andrade - Coordenador / Júlio César Neves dos Santos - Integrante / Luiz Carlos Guerreiro Chaves - Integrante / Cleisce Agostinho de Lima - Integrante / Adriana Alves Batista - Integrante / Helba Araújo de Queiroz Palácio - Integrante / GERLANGE SILVA SOARES - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2008

    Avaliação da conservação dos recursos de água e solo em microbacias, Descrição: A exploração dos recursos naturais, em geral, e particularmente na Região Nordeste, vem sendo executada sem considerar a capacidade de uso e aptidão dos mesmos, resultando em queda da produtividade, assoreamento e poluição dos mananciais, êxodo rural, perda da biodiversidade, entre outras, resumindo-se em perda total ou parcial do potencial de sustentabilidade. Os modelos clássicos da ação antrópica e do uso dos recursos naturais, geralmente, tem fracassado por dissociarem as questões socioeconômicas dos aspectos ambientais inerentes as bacias hidrográficas. Torna-se necessário o conhecimento das dinâmicas ambientais e socioeconômicas, bem como dos conflitos que possam existir entre as metas de desenvolvimento e a capacidade de suporte dos recursos. A bacia deve ser vista como a unidade de planejamento sem ocorrer a dissociação entre o homem e os recursos naturais. Os modelos de planejamento e gestão dos recursos naturais, tendo a bacia hidrográfica como unidade básica de trabalho, são mais adequados no ajuste da exploração dos recursos naturais e a preservação do meio ambiente, visto que as bacias hidrográficas apresentam características sociais e geofísicas interligadas e os problemas se manifestam primeiro em nível local. A bacia é, de fato, a integração natural de variáveis como precipitação, umidade do solo, evapotranspiração, escoamento superficial, vegetação, litologia, erosão, e descarga de sedimentos uma vez que estas variáveis definem as entradas e as saídas de um sistema hidrológico aberto. Pode-se dizer que o regime hídrico de uma bacia é definido pelas múltiplas combinações que podem ocorrer entre estas variáveis. O objetivo desta pesquisa é desenvolver estudos experimentais a nível de micro-bacias com o propósito de investigar os efeitos da derrubada e queima da caatinga no balanço hídrico, na erosão do solo, na perda de nutrientes, e na degradação do solo e cobertura vegetal .. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: José Ribeiro de Araújo Neto - Integrante / Ana Célia Maia Meireles - Integrante / Eunice Maia de Andrade - Coordenador / Júlio César Neves dos Santos - Integrante / Helba Araújo de Queiroz Palácio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE), Instituição: Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu (CE). , Rodovia CE-060 Iguatu - Várzea Alegre s/n, Cajazeiras, 63503790 - Iguatu, CE - Brasil, Telefone: (88) 35821000, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2010 - 2011

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: ITI-A INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INDUSTRIAL, Carga horária: 20

Outras informações:
Projeto de Pesquisa: Modelo de exploração do capital natural de forma sustentável no semiárido cearense Coordenador(a): Prof. Eunice Maia de Andrade

2009 - 2010

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: ATP-B APOIO TÉCNICO EM EXTENSÃO NO PAÍS, Carga horária: 20

Outras informações:
Projeto de Pesquisa: Modelo de exploração do capital natural de forma sustentável no semiárido Cearense Coordenador(a): Prof. Eunice Maia de Andrade

2013 - Atual

Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador, Carga horária: 8

Outras informações:
Disciplinas do curso superior de Tecnologia em Irrigação e Drenagem: 09.306.17 - HIDROLOGIA 09.306.26 - SALINIDADE DO SOLO E QUALIDADE DA ÁGUA DA IRRIGAÇÃO 09.306.35 - QUIMIGAÇÃO

2012 - Atual

Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico do Laboratório de Água e Solo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Técnico do Laboratório de Água, Solos e Tecidos Vegetais - LABAS

2008 - 2009

Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu

Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor do Laboratório de Água e Solos, Carga horária: 20

Outras informações:
Monitoria no Laboratório de Análises de Água, Solo e Tecidos Vegetais - LABAS

2014 - 2015

Instituto Federal do Ceará - Reitoria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsa de Produtividade PROAPP

Outras informações:
Bolsista de Produtividade pelo Instituto Federal do Ceará com o Projeto: Monitoramento dos recursos solo e água no reservatório e trecho perenizado do rio Trussu. Aprovado no edital Nº 001/2014-PRPI Programa de Apoio à Produtividade em Pesquisa - ProAPP/IFCE.

2009 - 2009

Instituto Federal do Ceará - Reitoria

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 56

Outras informações:
Estágio no Laboratório Integrado de Águas Mananciais e Águas Residuárias - LIAMAR

2008 - 2008

Instituto Federal do Ceará - Reitoria

Vínculo: Treinamento, Enquadramento Funcional: Estagiario, Carga horária: 56

Outras informações:
Estágio no Laboratório Integrado de Águas e Mananciais e Residuárias - LIAMAR, no período de 14 a 25 de julho de 2008, recebendo treinamento em coleta e análises fisico-químicas e microbiológicas da água.

2008 - 2008

Instituto Federal do Ceará - Reitoria

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 56

Outras informações:
Estágio no Laboratório Integrado de Águas e Mananciais e Residuárias - LIAMAR, no período de 07 a 13 de abril de 2008, recebendo treinamento em coleta e análises fisico-químicas e microbiológicas da água.

2008 - 2008

Escola Agrotécnica Federal de Iguatu - CE

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Outras informações:
Estágio no Laboratorio de Análises de Água e Solo - LABAAS

2006 - 2008

Escola Agrotécnica Federal de Iguatu - CE

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Outras informações:
Carga horária total de 1.746 h

2006 - 2008

Universidade Federal do Ceará

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador