André Fabiano Voigt

Professor Associado do Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Pesquisa aspectos da obra de Jacques Rancière em sua relação entre a história, a estética e a política. Publicou o livro "Jacques Rancière e a história: palavras, regimes, cenas" pelo Clube de Autores em 2019, como um dos resultados de mais de 10 anos de pesquisas na área de Teoria da História e Historiografia. Iniciou em 2020 o projeto "A historicidade da música: entre regimes e cenas", no qual pretende analisar acontecimentos relacionados à música moderna e contemporânea à luz de critérios teórico-metodológicos inspirados em conceitos extraídos da obra de Jacques Rancière.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em História

2005 - 2008

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: A invenção do teuto-brasileiro
Maria Bernardete Ramos Flores. Palavras-chave: Brasil, ciências humanas, séc. XX; Brasil contemporâneo; Imigração; teuto-brasileiro.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.

Mestrado em História

1998 - 1999

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Imigrantes entre a cruz e a espada: imigração alemã, confissão religiosa e cidadania no Vale do itajaí (1847-1863),Ano de Obtenção: 1999
João Klug.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Colonização alemã - Blumenau; Vale do Itajaí, século XIX; Brasil, século XIX.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História da imigração européia no sul do Brasil. Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Império.

Graduação em História

1994 - 1997

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Imigração alemã, confissão religiosa e cidadania no Vale do Itajaí (1847-1863)
Orientador: João Klug
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

1995 - 1996

Extensão universitária em Programa Especial de Treinamento - PET. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Alemão

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Grego

, Lê Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria e Filosofia da História.

Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História e Música.

Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História e Estética.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

VOIGT, A. F. . Coordenação do Simpósio Temático "Arte, história, acontecimento: perspectivas de abordagem das artes na historiografia atual". 2012. (Congresso).

VOIGT, A. F. ; CASTELO BRANCO, E. A. . Coordenação do Simpósio Temático "HIstória, arte e invenção: modalidades de escrita da História. 2011. (Congresso).

VOIGT, A. F. . II Colóquio Nacional Michel Foucault : o governo da infância. 2011. (Outro).

VOIGT, A. F. . Coordenação do Simpósio Temático "Memória, imaginação e consciência nas práticas historiográficas atuais", do XVII Encontro Regional de História da ANPUH-MG. 2010. (Outro).

VOIGT, A. F. ; CRUZ, H. F. ; REINATO, E. J. ; CARDOSO, H. H. P. . Coordenação da Mesa-redonda " História e Mídia: os sentidos das comemorações", do XVII Encontro Regional de História. 2010. (Outro).

VOIGT, A. F. . Membro da Comissão Científica do VII Encontro Nacional Perspectivas para o Ensino de História. 2009. (Outro).

VOIGT, A. F. . Coordenador de Grupo de Trabalho (GT10) do VII Encontro Nacional Perspectivas para o Ensino de História. 2009. (Outro).

VOIGT, A. F. . Coordenação do Simpósio Temático "Arte, história, acontecimento: perspectivas de abordagem das artes na historiografia atual". 2012. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Presença dos anos 80: fantasmas, esperanças e historiografia.Qual a importância de uma época: anacronismo e história. 2016. (Encontro).

XIII Semana de História e II Colóquio Nacional - entre a história e as ciências humanas: ensino e pesquisa.Tempo e escrita na obra de Gaston Bachelard. 2014. (Outra).

7 Seminário Nacional de História da Historiografia.HISTÓRIA, ARTE, POLÍTICA: O CONCEITO DE REGIME ESTÉTICO DA ARTE NA OBRA DE JACQUES RANCIÈRE. 2013. (Seminário).

XXVII Simpósio Nacional de História.UM DIÁLOGO SOBRE A DESCONTINUIDADE TEMPORAL: FERNAND BRAUDEL E GASTON BACHELARD. 2013. (Simpósio).

XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG) ?Dimensões do Poder na História?.O acontecimento na obra de Gaston Bachelard: descontinuidade e ritmo. 2012. (Encontro).

1 Colóquio - Circularidades Políticas e Culturais: Percursos Investigativos.Gaston Bachelard e Michel Foucault: a linguagem, o tempo e o espaço. 2011. (Outra).

I Semana de Licenciatura em História do IFG - História, Trabalho e Educação. O trabalho do historiador. 2011. (Congresso).

XXVI Simpósio Nacional de História.Ritmanálise e poético-análise em Gaston Bachelard: a palavra literária e a história. 2011. (Simpósio).

4. Seminário Nacional de História da Historiografia.A imaginação em Gaston Bachelard: uma comparação com Kant e o Romantismo. 2010. (Seminário).

XVII Encontro Regional de História.A imaginação em Bachelard: Kant e a literatura romântica. 2010. (Encontro).

3 Seminário Nacional de História da Historiografia.Imaginação e história em Bachelrd: entre o olho e a mão. 2009. (Seminário).

IV Simpósio Internacional de História: Cultura e Identidades.Imaginação e ocularidade na história: a crítica de Gaston Bachelard. 2009. (Simpósio).

IV Simpósio Nacional de História Cultural.Os Colóquios de Estudos Teuto- Brasileiros (1963 - 1974): as vitrines acadêmicas da cultura teuto-brasileira. 2008. (Simpósio).

III Simpósio Internacional Cultura e Identidades.Giralda Seyferth e o discurso da persistência da identidade teuto-brasileira, através do conceito de etnicidade. 2007. (Simpósio).

II Simpósio sobre Imigração e Cultura Alemãs da Grande Florianópolis.Mesa redonda: a chegada dos primeiros imigrantes a Santa Catarina. 2007. (Simpósio).

IV Encontro Regional Sul de História Oral: Culturas, Identidades e Memórias. 2007. (Encontro).

XXIV Simpósio Nacional de História.A ?batalha historiográfica? entre Oberacker, Freyre e Buarque de Holanda: o início de uma convergência sobre o teuto-brasileiro. 2007. (Simpósio).

III Simpósio Nacional de História Cultural.III Simpósio Nacional de História Cultural. 2006. (Simpósio).

II Simpósio Internacional de História: Cultura e Identidade.II Simpósio Internacional de História: Cultura e Identidade. 2005. (Simpósio).

I Simpósio sobre imigração e cultura alemãs na Grande Florianópolis.I Simpósio sobre imigração e cultura alemãs na Grande Florianópolis. 2005. (Simpósio).

VIII Simpósio em História: História, Poder e Práticas Sociais.VIII Simpósio em História: História, Poder e Práticas Sociais. 2005. (Simpósio).

I Simpósio Internacional de História: Cultura e Identidades.I Simpósio Internacional de História. 2003. (Simpósio).

IX Encontro Estadual de História.IX Encontro Estadual de História. 2002. (Encontro).

X Congresso Nacional da Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil. X Congresso Nacional da Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil. 2000. (Congresso).

XIV Simpósio de história da Imigração e Colonização.XIV Simpósio de história da Imigração e Colonização. 2000. (Simpósio).

IX Congresso Nacional da Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil. IX Congresso Nacional da Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil. 1999. (Congresso).

III Congresso Internacional de Estudos Ibero-Americanos. III Congresso Internacional de Estudos Ibero-Americanos. 1998. (Congresso).

VI encontro Estadual de História.VI Encontro Estadual de História. 1996. (Encontro).

I Simpósio de Estudos Teuto - Catarinenses. 1994. (Simpósio).

V Encontro Estadual de História. 1994. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Miriam Mendonça Martins

VOIGT, A. F.; HERING, F. A.; MORAIS, S. P.. O senso comum na resistência ao fascismo: a força da tradição da classe operária inglesa e espanhola representada na obra de George Orwell. 2019. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Carlos Henrique Rodrigues de Moraes

BAIA, S. F.;VOIGT, A. F.; GOMES, M. S.. O Rock Progressivo depois de 1990. 2018. Dissertação (Mestrado em Música) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Aline Pimentel Romani

MORAIS, S. P.; LIMA, G. T. N.;VOIGT, A. F.. Ruídos do mau gosto: cuspes, conflitos e perspectivas urbanas na seção de cartas da Revista Chiclete com Banana (1985-1990). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Eduardo Gerber Júnior

VOIGT, A. F.; PEREIRA, M. H. F.; FREIXO, A. L.; ABREU, M. S.. Anita Leocádia Prestes e a Historiografia brasileira dos anos 1980: entre a história e a memória. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Ouro Preto.

Aluno: Márcio Henrique Guimarães

VOIGT, A. F.; NUNES, L. J.; COSTA, R. F.. Representações de imaginário na ficção científica como despertadores de reflexões políticas em "O dia em que a Terra parou", de Robert Wise. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Camila de Deus Pereira

FARIA, D. B. A.; GUIMARÃES, J. O. N.;VOIGT, A. F.. Artificialidades do paraíso moderno: ideações da embriaguez em Baudelaire. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

Aluno: André Luís Bertelli Duarte

RAMOS, R. P.; RAMOS, A. F.;VOIGT, A. F.. Cyrano de Bergerac no Brasil (1985): a ressignificação teatral nas mãos da Companhia Estável de Repertório (Exame de Qualificação de Mestrado). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Daniele Reiter Chedid

VOIGT, A. F.; MARIN, J. R.; PAZ, C. D.; PERLI, F.; RAMOS, A. D.. A categoria de tempo com a trilogia De Volta para o Futuro: possibilidades estéticas de utilização da arte cinematográfica na História. 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal da Grande Dourados.

Aluno: Rodrigo de Freitas Costa

RAMOS, A. F.; RAMOS, R. P.;VOIGT, A. F.; CAPEL, H. S. F.; MATE, A. L.. Brecht, nosso contemporâneo? O engajamento como prática intelectual e como opção artística da Companhia do Latão. 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Frederico Osanan Amorim Lima

RAMOS, A. F.; RAMOS, R. P.; REINATO, E. J.;VOIGT, A. F.; COSTA, R. F.. É que Glauber acha feio o que não é espelho: a invenção do cinema brasileiro moderno e a configuração do debate sobre o ser cinema nacional. 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Frederico Osanan Amorim Lima

VOIGT, A. F.; RAMOS, R. P.; RAMOS, A. F.. É que Glauber acha feio o que não é espelho: a invenção do Cinema Brasileiro Moderno e a configuração do debate sobre o ser cinema nacional. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Rodrigo de Freitas Costa

RAMOS, R. P.; RAMOS, A. F.;VOIGT, A. F.. Entre ensaios e cenas: uma visão sobre a Companhia do Latão. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Aline Pimentel Romani

VOIGT, A. F.; MORAIS, S. P.; NORONHA, G. C.. Ruídos do mal gosto: hegemonia, incorporação e resistência na revista Chclete com Banana (1985-1990). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Carlos Rodrigues Júnior de Aguiar

BAIA, S. F.;VOIGT, A. F.; TOMAS, L. V.. A estética "não-tonal" a partir de Uberlândia: a concepção musical e a formação do gosto no começo do século XXI. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Música) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Miriam Mendonça Martins

VOIGT, A. F.; MORAIS, S. P.; CARNEIRO, D. F.. O indivíduo e a comunidade na construção da sociedade utópica de George Orwell. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Ivana Borges Barcelos

VOIGT, A. F.; SOARES, L. F.; MORAIS, S. P.. HISTÓRIA, LITERATURA E CINEMA: UM DEBATE SOBRE A HISTORICIDADE DAS IMAGENS DE PIRATARIA. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Márcio Henrique Guimarães

VOIGT, A. F.; NUNES, L. J.; PAULA, D. A.. O cinema de ficção científica como catalisador de discussões: uma análise de "O dia em que a Terra parou", de Robert Wise. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Éberton Diego Santos

VOIGT, A. F.; RAMOS, R. P.; BAIA, S. F.. Um olhar historiográfico sobre a arte de Raul Seixas. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Maurício José de Sousa Júnior

VOIGT, A. F.; RAMOS, R. P.; BOSSLER, A. P.. O cinema e a Grande Guerra (1914-1918: os filmes sob a perspectiva do regime estético da arte de jacques Rancière e da dromologia de Paul Virilio. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Markus Felipe de Oliveira Salles

VOIGT, A. F.; SEIXAS, J. A. de.; PINHO, A.. Subjetividade e verdade na escrita da história. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

PAULA, D. A.;VOIGT, A. F.; BARBOSA, M. O.L.. A Agência Nacional de Energia Elétrica: conflitos e acordos na história da regulação do setor elétrico brasileiro. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Natasja landim Ferreira Alves

CARNEIRO, D. F.;VOIGT, A. F.; SILVEIRA, D. M.. Modernismo Brasileiro: Oswald de Andrade, da Poesia Pau-Brasil à Antropofagia. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Munís Pedro Alves

SEIXAS, J. A. de.; MONTEIRO, F. P.;VOIGT, A. F.. Anarquia Polissêmica: práticas discursivas de objetivação e subjetivação do anarquismo. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Kássius Kennedy Clemente Batista

RAMOS, R. P.; RAMOS, A. F.;VOIGT, A. F.. Movimento negro norte-americano através do filme Panteras Negras (Mario Van Peebles, 1995).. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Rodrigo Francisco Dias

RAMOS, A. F.; RAMOS, R. P.;VOIGT, A. F.. Cinema e História: um estudo da redemocratização brasileira a partir do filme "Céu Aberto" (1985), de João Batista de Andrade. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Rafael Augusto de Miranda

VOIGT, A. F.; CARNEIRO, D. F.; ALMEIDA, P. R. de. Valores e Práticas dos Crimes de Homicídio: Uberlândia (1954-1964). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Guilherme Bertoldo Miranda

VOIGT, A. F.; MAHL, M. L.; SPINI, A. P.. Heavy Metal: uma expressão cultural do século XX.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Anderson Rodrigues Neves

VOIGT, A. F.; RAMOS, A. F.; RAMOS, R. P.. O Cangaço no Cinema Brasileiro: um estudo de O Cangaceiro, de Lima Barreto, de Deus e o Diabo na Terra do Sol e O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro, de Glauber Rocha. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Cleber Vinícius do Amaral Felipe

LUZ, G. A.; CERASOLI, J. F.;VOIGT, A. F.. Para aquém do heroísmo e para além da adulação servil: espelhos de virtude na propaganda política ultramarina portuguesa. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Ana Flávia Rodrigues

CERASOLI, J. F.;VOIGT, A. F.; PAULA, D. A.. A narrativa de Thomas Davatz: relato de memória e documento histórico, sentimentos e ressentimentos na História (1850-1888). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Pablo Lacerda Bueno

PEREIRA, M. H. F.;VOIGT, A. F.; CALDAS, P. S. P.. A cultura de massa (massiva?) na época da reprodutibilidade técninca: pirataria e fetiche (Camelódromo de Uberlândia, 2001-2006). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Luciano Alves Ferreira

LEHMKUHL, L.;VOIGT, A. F.; RIBEIRO JUNIOR, F. P.. Da mitologia para o mundo do entretenimento: o mito de Aquiles na Iliada e no filme Tróia. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Tamara de Oliveira Sanches

LUZ, G. A.;VOIGT, A. F.; CERASOLI, J. F.. A institucionalização da Igreja Luterana. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Altemir Arely Schlemper

VOIGT, A. F.; SAMAGAIA, J.; ANGIONI, M.. Participação do idoso na vida comunitária - a participação do idoso na comunidade de Presidente Getúlio. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Evandro Cristofolini

VOIGT, A. F.. Arquivo e História: o Arquivo/Centro de Memória Universitária da FURB. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Mariana Taube Romero

VOIGT, A. F.; KLUG, J.; SOUZA, R. L.. "Lá vem o povo da leléia": migração e adesão pentecostal na Armação do Pântano do Sul (1949-1987). 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Carmem Regiane Pereira

VOIGT, A. F.; KLUG, J.; NOTZOLD, A. L. V.. As impressões dos Viajantes Estrangeiros sobre os índios e negrosque habitavam a cidade de Desterro nos séculos XVIII e XIX. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

VOIGT, A. F.; FERREIRA, Cristina; PETRY, Sueli. Processo Seletivo Público Sumário para provimento de 01 vaga de docente, na categoria de Professor - na matéria/disciplina História (História Moderna e História Contemporânea). 2003. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

VOIGT, A. F.; FERREIRA, Cristina; PETRY, Sueli. Processo Seletivo Público Sumário para provimento de 01 vaga de docente, na categoria de Professor - na matéria/disciplina História (História Moderna e Medieval).. 2002. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

VOIGT, A. F.; FERREIRA, Cristina; ZENDRON, Rute. Processo Seletivo Público Sumário para provimento de 01 vaga de docente, na categoria de Professor - na matéria/disciplina História (História Antiga e Medieval).. 2002. Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luiz Felipe Falcão

FLORES, M. B. R.;FALCÃO, Luiz Felipe; NODARI, Eunice Sueli; ALBUQUERQUE, Durval Miniz de; Souza, Rogério Luiz de. A invenção do teuto-brasileiro. 2008. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

João Klug

KLUG, J.; DIRKSEN, V.;NODARI, Eunice Sueli. Imigrantes entre a e cruz e a espada : imigração alemã, confissão religiosa e cidadania no Vale do Itajaí (1847-1863). 1999. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Eunice Sueli Nodari

João KlugNODARI, E. S.; Valberto Dirksen. Imigrantes entre a Cruz e a Espada. Imigração Alemã, Confissão Religiosa e Cidadania no Vale do Itajaí (1847-1863). 1999. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Eunice Sueli Nodari

FLORES, M. B. R.; ALBUQUERQUE JUNIOR, D. M.; FALCÃO, LUIZ F.;NODARI, E. S.. A Invenção do Teuto - Brasileiro. 2008. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Reinaldo Lindolfo Lohn

FLORES, M. B. R.; ALBUQUERQUE JR., D. M.; NODARI, E. S.; FALCÃO, L. F.; SOUZA, Rogério Luiz de;LOHN, R. L.. A invenção do teuto-brasileiro. 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História da UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Rogério Luiz de Souza

RAMOS FLORES, Maria Bernardete;SOUZA, Rogério Luiz de; ALBUQUERQUE Jr., Durval Muniz de; NODARI, E. S.; FALCAO, L. F.. A invenção do teuto-brasileiro. 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Rogério Luiz de Souza

SOUZA, Rogério Luiz de; RAMOS FLORES, Maria Bernardete; GUIMARÃES, Manuel Luiz Salgado. A invenção do teuto-brasileiro: ciências humanas e inclusão cultural no Brasil (1930-2005). 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Glênio Augusto Mundim

A presença indígena no Brasil; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; (Orientador);

Luan Ferreira dos Santos

Jacques Rancière e a História; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; (Orientador);

Javan Moisés Girardi

O "singular-plural": discussões teórico-metodológicas acerca da abordagem historiográfica de Arnaldo Daraya Contier e Marcos Napolitano sobre a música brasileira; 2017; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Gabriel Passold

Samplers, videoclipes e letras: um debate sobre as possibilidades de abordagem com músicas de rap na Universidade; 2017; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Emanuelle Garcia Gomes

Fantasia e História: uma abordagem teórica em J; R; R; Tolkien; 2017; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Ivana Borges Barcelos

HISTÓRIA, LITERATURA E CINEMA: UM DEBATE SOBRE A HISTORICIDADE DAS IMAGENS DE PIRATARIA; 2016; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Éberton Diego Santos

Um cowboy fora da lei: Raul Seixas, uma revolução molecular na música brasileira; 2015; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Maurício José de Sousa Júnior

O cinema e a Grande Guerra (1914-1918): os filmes sob as perspectivas do regime estético das artes de Jacques Rancière e dromologia em Paul Virilio; 2014; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia,; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Anderson Rodrigues Neves

ENTRE O WESTERN E O NORDESTERN: OS POSSÍVEIS DIÁLOGOS ENTRE LIMA BARRETO E GLAUBER ROCHA NO CINEMA DE CANGAÇO (O CANGACEIRO ? 1953 E DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL ? 1964); 2013; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Íkaro Fabrício Moreira Soares

FOTOJORNALISMO EM TEMPOS DE CRISE: UMA COMPARAÇÃO ENTRE A OBRA ?ELOGIEMOS OS HOMENS ILUSTRES? DE JAMES AGEE E WALKER EVANS E A REVISTA FORTUNE; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Thalles Valente de Paiva

A Tragédia e o Trágico: Nelson Rodrigues e "Avida como ela é; ; ; "; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Alessandro Teixeira de Oliveira

O suicídio como resposta a uma imposição de desigualdade; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Miriam Mendonça Martins

Lietratura e História: diálogos entre Erich Auerbach e Jacques Rancière; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Victor Hugo Soliz

O voo da borboleta - um registro da memória estudantil dentro da reforma curricular frente á institucionalidade; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Giovanni Barbon de Oliveira

Literatura e História na obra de C; S; Lewis; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Karoline Almeida Borges

Tempo, história e estética no filme "Meia-noite em Paris" de Woody Allen; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Adriana Ramos Dantas

Paganismo e Cristianismo em Paul Veyne: a conversão de Constantino; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Cleber do Couto Freitas Junior

Somos todos ciborgues? Análise do híbrido humano/máquina de Donna Haraway, escrito no fim do século XX; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Ivana Borges Barcelos

Piratas e pirataria: uma história possível pelos caminhos da literatura; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Nairana Zanuto de Oliveira

História antiga no Brasil: um possível perfil do ensino nas universidades brasileiras; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

André Feliciano Garcia de Queiroz

Al-Qaeda e Bin Laden: asectos sobre a militância islâmica radical; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Wagner Alves Araújo

Brasil: nunca mais; A tortura no regime militar; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Larissa Alcântara Venâncio

Pio XII e o Holocausto: um ensaio; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Jaqueline Peixoto Vieira da Silva

Imagens do movimento comunista na obra literária "Os Subterrâneos da Liberdade", do autor Jorge Amado; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Carolina Luiza Damiana Chieratto

A heteronímia de Fernando Pessoa como expressão da modernidade; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Daniela Barbosa da Silva

Moral, retórica e narrativa em Guerra Catilinária de Salústio; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Eder Rosemberg Cardoso

Cultura popular e publicidade: um ensaio; 2004; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Comunicação Social) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Daniel Ern

O uso da imagem do negro na publicidade; 2004; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Comunicação Social) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Luís Cláudio são Thiago de Melo Altenburg

Lobos em pele de cordeiro: o discurso católico sobre o espiritismo na imprensa blumenauense de 1952; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Ilze Zirbel

Da Nova História Cultural aos estudos de gênero na Brasil; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Raquel Reis e Silva

A televisão e o Brasil: ensaio sobre mídia e cultura no Brasil contemporâneo; 2002; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Comunicação Social) - Fundação Universidade Regional de Blumenau; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Bruno Braga de Biaso

O conceito de cena em Jacques Rancière como ferramenta teórico-metodológica para a análise da arte; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Miriam Mendonça Martins

HIstória, Arte, Imagem: o conceito de regime estético da arte na obra de Jacques Ranciére; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Íkaro Fabrício Moreira Soares

História, Arte, Imagem: o conceito de regim estético da arte na obra de Jacques Rancière; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em História - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Vinícius Alexandre Rocha Piassi

Tempo e Escrita: Ritmanálise e Poético-análise em Gaston Bachelard; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Fernando César dos Santos

TEMPO E ESCRITA: RITMANÁLISE E POÉTICO-ANÁLISE EM GASTON BACHELARD; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Larissa Alcântara Venâncio

O Holocausto, entre o realismo e o relativismo historiográfico: uma introdução ao estudo do Holocausto; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Federal de Uberlândia; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Ivana Borges Barcelos

A imaginação em Bachelard: entre o olho e a mão; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Andre Fabiano Voigt;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Cynthia Machado Campos

"Música e história: o dodecafonismo e a escola de Viena"; 1993; Orientação de outra natureza; (Curso de Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: Cynthia Machado Campos;

João Klug

Imigração Alemã, Confissão Religiosa e Cidadania no Vale do Itajaí (1847-1863); 1999; 0 f; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: João Klug;

João Klug

Imigração Alemã, Confissão Religiosa e Cidadania no Vale do Itajaí; ; 1997; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: João Klug;

Maria Bernardete Ramos Flores

A invenção do teuto-brasileiro; 2008; Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria Bernardete Ramos Flores;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para os Cadernos do Instituto de Letras da UFRGS, n.56. 2018.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para os Cadernos do Instituto de Letras da UFRGS. 2017.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a revista Kriterion (UFMG). 2017.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a revista A MARgem (ILEEL-UFU), n.13. 2017.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a revista Kínesis (UNESP), vol. 8, n. 16. 2016.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a Revista História & Perspectivas. 2015.

VOIGT, A. F. . Parecerista ad hoc para a revista História & Perspectivas. 2014.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a revista História & Perspectivas. 2013.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a revista História & Perspectivas. 2012.

VOIGT, A. F. . Parecerista ad hoc para a revista História & Perspectivas. 2011.

VOIGT, A. F. . Parecer ad hoc para a Revista Cadernos de Pesquisa do CDHIS. 2011.

VOIGT, A. F. . Parecerista da revista Ars Historica. 2010.

VOIGT, A. F. . Parecerista ad hoc para a Revista História & Perspectivas. 2009.

VOIGT, A. F. . Curso ministrado: Breve Historia de Brasil, desde el descubrimiento y la colonización hasta la actualidad.. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    A historicidade da música: entre regimes e cenas, Descrição: O presente projeto pretende analisar o conceito de historicidade da música, fundamentado na aplicação de aspectos teórico-metodológicos do pensamento do filósofo francês Jacques Rancière, sobretudo nas noções de regimes de identificação da arte e de cenas como escolhas narrativas inerentes a tal perspectiva teórico-metodológica. Nossa hipótese inicial acerca da historicidade da música é a seguinte: diferentemente de fazer coincidir diversas expressões musicais conforme um tempo, época ou sociedade específicos (servindo como contextos gerais de base para identificar as especificidades históricas de tais expressões musicais) a historicidade da música pode ser atrelada a diferentes regimes de pensamento e identificação da arte. Os regimes, por sua vez, não seguem uma noção de temporalidade amplamente utilizada até então pelos historiadores da música (temporalidade esta definida segundo quadros estabelecidos como condições a priori para sua definição ou importância histórica) mas formas de pensar e de sentir que criam um tecido sensível em torno de cada expressão musical, combinando o singular da experiência estética a diferentes concepções de identificação da arte. Projeto DIRPE-PSFE 0014/2020, registrado na Universidade Federal de Uberlândia. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Jacques Rancière e a história, Descrição: O objetivo do presente projeto é elaborar um livro a respeito da relação entre a obra de Jacques Rancière e a história, abrangendo esta dupla faceta de seus trabalhos: em primeiro lugar, o de uma ?arqueologia? da nova história; em segundo, o de esboçar novas possibilidades de trabalho que não se prendem a elementos consolidados pela tradição acadêmica vigente, a partir de conceitos como o de "cena", "regime", "anacronismo" e outros, elaborados pelo autor.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2016 - 2019

    O conceito de cena em Jacques Rancière como ferramenta teórico-metodológica para a análise histórica da arte, Descrição: O presente projeto, aprovado pelo Edital 01/2015 FAPEMIG, pretende compreender o conceito de ?cena?, da obra de Jacques Rancière, em suas aplicações como ferramenta teórico-metodológica para a análise histórica da arte, em contraposição às metodologias que empregam a noção de ideologia, representação e correlatas para a compreensão da arte.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 3

  • 2013 - 2016

    História, arte, imagem: o conceito de regime estético da arte na obra de Jacques Rancière, Descrição: O presente projeto, aprovado pelos Editais 43/2013 CNPq, 01/2013 FAPEMIG e 009/2013 PIVIC/UFU, pretende fazer uma análise concernente à relação entre o fazer do historiador e o uso concomitante de ideias e imagens, considerando-a no interior do regime estético da arte, conceito presente na obra do filósofo francês Jacques Rancière. Entendemos que este conceito centraliza um conjunto complexo de relações entre história e ficção, história e arte, história e imagem, relações as quais nossa referência anterior à obra de Gaston Bachelard não tornava possível entrever com tal minúcia e precisão teórico-metodológica. Por isso, nossa intenção é analisar o conceito de regime estético da arte como noção relevante para aplicá-la, sobretudo, nas relações acima descritas, as quais envolvem um diálogo entre história, arte e imagem que fogem ao escopo teórico-metodológico da obra de outros autores que discutem o mesmo tema.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador / Miriam Mendonça Martins - Integrante / Íkaro Fabrício Moreira Soares - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro / Universidade Federal de Uberlândia - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 4

  • 2012 - 2014

    Tempo e Escrita: Ritmanálise e Poético-análise em Gaston Bachelard, Descrição: Esta pesquisa, aprovada pelo Edital Universal 01/2011 FAPEMIG, pretende relacionar os conceitos de ritmanálise e de poético-análise ? presentes na obra de Gaston Bachelard para pensar a relação entre tempo e escrita ? às práticas historiográficas, sobretudo no debate existente entre temporalidade e escrita da história. Se o historiador não é tão-somente um racionalista produtor de ideias e de ciência ? mas também um arquiteto de sua própria textualidade, nas tramas ficcionais de suas criações e na novidade de suas imagens ?, talvez seja possível analisar a obra de historiadores a partir da influência da ritmanálise e da poético-análise bachelardianas. A análise do trabalho dos historiadores, sob a influência do pensamento de Bachelard, não coincide apenas com a identificação das origens e a perscrutação dos significados de seus mecanismos linguísticos e retóricos, mas também o de reconhecer o seu caráter imagético e criador de novas realidades, incorporando ou questionando as imagens legadas pela tradição. Ao contrário de como tem sido apontada por toda uma tradição racionalista, a dimensão imaginativa do ofício do historiador não deveria ser reduzida ao engano e à mentira, mas sim, ampliada para o uso dinâmico de imagens literárias, colocadas em movimento pela escrita do historiador. Destarte, podemos afirmar que a possibilidade de capturar os diversos ritmos e imagens literárias existentes nas obras de historiadores pode representar um grande desafio ? e ao mesmo tempo uma novidade ? para a análise historiográfica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador / Fernando Cesar dos Santos - Integrante / Vinícius Alexandre Rocha Piassi - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 2

  • 2009 - 2011

    A imaginação em Bachelard: entre o olho e a mão, Descrição: Esta pesquisa, fomentada por recursos oriundos do Edital 21/2008 FAPEMIG, pretende realizar uma prospecção inicial acerca da construção conceitual de imaginação na obra de Bachelard, procurando captar ? dentre os múltiplos elementos que gravitam em torno deste conceito ? os aspectos mais contundentes de seu pensamento, relacionando-os posteriormente às reflexões atuais acerca da história. É possível notar em Bachelard uma divisão que o autor estabelece entre a imaginação formal ? reprodutora da realidade, essencialmente ocularista e que despreza a força criadora ? e a imaginação material, que não está centrada na ocularidade, mas na articulação entre o olho e a mão. Assim, o filósofo francês propõe um conceito de imaginação que não a reduz à categoria de mera subsidiária da percepção, formando imagens sempre secundárias, irreais ou falsas. A imaginação bachelardiana cria novas formas, inventa uma vida nova, dá a importância devida à criação humana como maneira de escapar as amarras do idealismo formal ? o qual cristaliza a realidade em quadros descritivos sem conexão com a realidade. A criação artística, que nunca abdicou do trabalho manual de seu criador, pode trazer muitos elementos concretos para pensar a realidade, em contraponto ao pensamento científico, que se afastou bastante do contato direto com a matéria.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador / Ivana Borges Barcelos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1

  • 2009 - 2010

    O Holocausto, entre o realismo e o relativismo historiográfico: uma introdução ao estudo do Holocausto, Descrição: Este projeto foi aprovado pelo Programa Institucional de Apoio à Iniciação Científica - PIAIC/UFU/2009-2010, sem remuneração ou bolsa de qualquer natureza.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador / Larissa Alcântara Venâncio - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2008 - 2008

    O sul do Brasil: a invenção de uma região, Descrição: Esta pesquisa pretende realizar uma investigação histórica da noção de sul do Brasil, colocando-a como foco central da problemática, a partir da análise de três momentos distintos: a convergência conceitual entre clima, imigração branca e progresso, durante o século XIX; a associação histórica linear entre a imigração branca do século XIX e o desenvolvimento industrial do século XX; a caracterização do Sul, no início do século XXI, como região turística, mediante a constatação de seu exotismo cultural.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Remuneração.

  • 2005 - 2007

    A historiografia brasileira e os discursos de inclusão das populações teuto-brasileiras, Descrição: Este trabalho pretende investigar como as populações de origem européia, especialmente os teuto-brasileiros, têm sido incluídos na historiografia brasileira, a partir da década de 1940, através da construção de um discurso sobre a contribuição do trabalho destas populações à formação histórico-cultural do Sul do Brasil, comparando-a a das outras regiões do país como exemplo de progresso e desenvolvimento.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andre Fabiano Voigt - Coordenador., Número de produções C, T & A: 6

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

1997

Diploma de mérito estudantil, Universidade Federal de Santa Catarina.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de História. , Av. João Naves de Ávila, 2121, Santa Mônica, 38400-902 - Uberlandia, MG - Brasil, Telefone: (34) 32394130

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado 2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2019

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2014 - 2016

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor adjunto 4, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2014

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 3, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2012

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2008 - 2010

Universidade Federal de Uberlândia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2020

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga (matutino e noturno)

  • 10/2019

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de História.,Linhas de pesquisa

  • 09/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de História.,Cargo ou função, Conselheiro.

  • 02/2013 - 02/2020

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de História.,Linhas de pesquisa

  • 08/2019 - 12/2019

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África (noturno)

  • 08/2019 - 12/2019

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História e Ciência (matutino)

  • 03/2019 - 07/2019

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga (matutino e noturno)

  • 08/2018 - 12/2018

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos Especiais em História Medieval

  • 08/2018 - 12/2018

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África (noturno)

  • 03/2018 - 07/2018

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Romano (diurno e noturno)

  • 12/2010 - 06/2018

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em História.,Linhas de pesquisa

  • 10/2017 - 04/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em História.,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação.

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África

  • 08/2017 - 12/2017

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 04/2017 - 08/2017

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Romano (diurno)

  • 03/2017 - 07/2017

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Historiografia (mestrado)

  • 08/2016 - 03/2017

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África

  • 08/2016 - 12/2016

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 03/2016 - 07/2016

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Romano (diurno e noturno)

  • 08/2015 - 12/2015

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África (noturno)

  • 08/2015 - 12/2015

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 03/2015 - 07/2015

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História e Música (optativa)

  • 03/2015 - 07/2015

    Ensino, História - Licenciatura Ou Bacharelado, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Romano

  • 09/2014 - 02/2015

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África (diurno)

  • 08/2014 - 12/2014

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 04/2014 - 08/2014

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Grego (diurno e noturno)

  • 10/2013 - 03/2014

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África (diurno)

  • 08/2013 - 12/2013

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 05/2013 - 09/2013

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Grego (diurno e noturno)

  • 11/2012 - 04/2013

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África

  • 11/2012 - 02/2013

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 08/2009 - 02/2013

    Direção e administração, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de História.,Cargo ou função, Coordenador do Núcleo de Estudos em Historiografia, Ficção e Ensino (NEHFEN).

  • 03/2012 - 11/2012

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Grego (diurno e noturno)

  • 05/2009 - 05/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de História.,Cargo ou função, Comissão Permanente de Espaço Físico.

  • 08/2011 - 01/2012

    Ensino, História, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, História e Hermenêutica

  • 08/2011 - 12/2011

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África

  • 03/2011 - 07/2011

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Grego (diurno e noturno)

  • 11/2010 - 12/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em História.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Bolsas do Programa de Pós-Graduação em História da UFU.

  • 08/2010 - 12/2010

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História das Sociedades Monoteístas: Cristianismo e Islamismo, Introdução à História da África

  • 03/2010 - 07/2010

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Grego (diurno e noturno)

  • 08/2009 - 01/2010

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à História da África, Tópicos Especiais em História Moderna

  • 03/2009 - 07/2009

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Antiga do Mundo Grego (diurno e noturno)

  • 09/2008 - 12/2008

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estudos Alternativos em História do Brasil

  • 09/2008 - 12/2008

    Ensino, Economia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Econômica Geral

2006 - 2008

Fundação Universidade Regional de Blumenau

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do quadro - Tempo integral 40 horas, Carga horária: 40

Outras informações:
Tempo Integral 40 horas conforme Portaria FURB 521/2006.

2005 - 2006

Fundação Universidade Regional de Blumenau

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do quadro - tempo parcial 20 horas, Carga horária: 20

Outras informações:
Tempo parcial 20 horas conforme Portaria FURB 512/2005, de 12 de setembro de 2005.

2001 - 2005

Fundação Universidade Regional de Blumenau

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do quadro - horista, Carga horária: 20

2000 - 2001

Fundação Universidade Regional de Blumenau

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor substituto, Carga horária: 8

Atividades

  • 03/2008 - 09/2008

    Direção e administração, Centro de Ciências Humanas e da Comunicação, .,Cargo ou função, Coordenador do Colegiado do Curso de História.

  • 08/2006 - 09/2008

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Contemporânea I, História Contemporânea II, História Contemporânea III, História do Brasil I, História do Brasil II, História do Brasil III

  • 07/2004 - 01/2007

    Direção e administração, Centro de Ciências Humanas e da Comunicação, .,Cargo ou função, Coordenador de Curso.

  • 03/2003 - 01/2007

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Unidade - Centro de Ciências Humanas e da Comunicação, .,Cargo ou função, Conselheiro.

  • 10/2001 - 07/2006

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Formação Sócio-Histórica do Brasil I - II, História do Brasil I - II - III, Teoria da História

  • 03/2002 - 07/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Permanente de Carreira do Magistério Superior, .,Cargo ou função, Membro da comissão.

  • 08/2000 - 09/2001

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História Econômica Geral, História da Ásia e da África, História Contemporânea, História Econômica do Brasil, História das Idéias Políticas e Sociais

2000 - 2000

Instituto Blumenau 150 Anos

Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 4