Mirelle Vieira Moreira

Fisioterapeuta graduada pela Universidade de Pernambuco - UPE. Mestranda em Ciências no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde e Biológicas (PPGCSB) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), na linha de pesquisa: Saúde, Sociedade e Ambiente. Atua nos seguintes temas: treinamento intervalado de alta intensidade, hipertensão, controle autonômico, respostas afetivas ao exercício físico. Bolsista da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE. Atualmente é membro do Grupo de Estudos do Desempenho Humano e das Respostas Fisiológicas do Exercício - GEDeRFE / Divisão Nordeste (UNIVASF) e do Grupo de Estudo em Fisioterapia Cardiorrespiratória - GEFIC (UPE). Tem experiência na área de fisioterapia e no método Pilates. Durante a graduação foi monitora das disciplinas de Fisioterapia Cardiovascular I e Fisioterapia Cardiovascular II. Além disso, foi bolsista de iniciação científica da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE, atuando no Grupo de Estudo em Fisioterapia Cardiorrespiratória - GEFIC, da Universidade de Pernambuco campus Petrolina.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Ciências da Saúde e Biológicas

2019 - Atual

Universidade Federal do Vale do São Francisco
Título: Controle autonômico, percepção de esforço, ativação, afeto básico, foco atencional e intenção futura ao exercício aeróbio continuo e intervalado de alta intensidade em adultos hipertensos,Orientador:
Sérgio Rodrigues Moreira.Coorientador: Victor Ribeiro Neves. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil.

Graduação em Fisioterapia

2013 - 2017

Universidade de Pernambuco
Título: Estudo dos índices não lineares da variabilidade da frequência cardíaca durante a mudança postural em jovens saudáveis
Orientador: Victor Ribeiro Neves
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2009 - 2011

Colégio Ari Amorim de Moura

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Estabilização Segmentar Lombar. (Carga horária: 3h). , Instituto de Ensino e Saúde, CEFISA, Brasil.

2017 - 2017

My English Online. (Carga horária: 60h). , Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2017 - 2017

Formação no Método Pilates. (Carga horária: 200h). , Qualitus Saúde, QUALITUS, Brasil.

2016 - 2016

Oficina: Parto Humanizado. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2016 - 2016

Abordagem de Enfermagem no Pré-Natal de Alto Risco. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2016 - 2016

Cuidados ao Recém Nascido de Alto Risco. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2016 - 2016

Treinamento Muscular Inspiratório: Da Terapia Intensiva ao Desporto. (Carga horária: 12h). , Associação Brasil. Fisiot. Cardiorrespiratória e Fisiot. Terap. Intensiva, ASSOBRAFIR, Brasil.

2016 - 2016

Noções de Balance Terapêutico. (Carga horária: 8h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2016 - 2016

Vivência em Treinamento Funcional para o Desempenho Humano. (Carga horária: 2h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2016 - 2016

Fisioterapia em Uroginecologia. (Carga horária: 5h). , Sociedade Brasileira de Fisioterapia, SBF, Brasil.

2015 - 2015

Oficina: Memória. (Carga horária: 2h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2015 - 2015

Oficina: Esclerose Múltipla. (Carga horária: 2h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2015 - 2015

Fisioterapia em Terapia Intensiva Neo/Pediátrica. (Carga horária: 10h). , Associação Brasil. Fisiot. Cardiorrespiratória e Fisiot. Terap. Intensiva, ASSOBRAFIR, Brasil.

2014 - 2014

Urgências e Emergências Neonatais. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2014 - 2014

Dor nas disfunções osteomusculares e viscerais. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2013 - 2013

Bases de Cinesioterapia. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2013 - 2013

Anatomia Palpatória. (Carga horária: 4h). , Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.

2007 - 2008

Curso Avançado de Informática. (Carga horária: 72h). , Dataprint Informática, DATAPRINT, Brasil.

2006 - 2007

Curso Básico de Informática. (Carga horária: 72h). , Dataprint Informática, DATAPRINT, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MOREIRA, M. V. ; MOURA, A. R. L. I. ; GOMES, I. M. P. V. ; PEREIRA, J. P. ; OLIVEIRA II, A. C. ; ANDRADE, I. Y. T. P. ; ALMEIDA, J. G. F. ; CAMPOS, I. R. A. ; CARVALHO, L. P. C. ; CARDOZO, J. ; RAMOS, C. A. B. R. ; CAVALCANTI, I. I. M. . I Seminário sobre Estresse e Qualidade de Vida no Ambiente Acadêmico. 2019. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Congresso de Oncologia do Hospital Dom Tomás. 2016. (Congresso).

I Feira Internacional de Fisioterapia. 2016. (Feira).

II Ciclo de Palestras - Doenças Crônicas Degenerativas. 2016. (Encontro).

I Jornada da ABRAz - Associação Brasileira de Alzheimer. 2016. (Encontro).

I Jornada de Radiologia do Vale do São Francisco. 2016. (Encontro).

I Simpósio de Fisioterapia. 2016. (Simpósio).

VIII Congresso Internacional de Fisioterapia. 2016. (Congresso).

VII Semana de Enfermagem. 2016. (Encontro).

III Congresso de Fisioterapia Cardiovascular, Respiratória e Terapia Intensiva do Vale São Francisco. 2015. (Congresso).

II Simpósio de Neurociências do Sertão de Pernambuco. 2015. (Simpósio).

Indicadores de gerenciamento para medir o produto do processo de trabalho em saúde na Atenção Básica. 2014. (Seminário).

I Simpósio de Urgências e Emergências. 2014. (Simpósio).

V Semana de Enfermagem. 2014. (Encontro).

I Jornada de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. 2013. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ferdinando Oliveira Carvalho

NEVES, V. R.;CARVALHO, F. O.; SOUZA, F. T.. Estudo dos índices não lineares da variabilidade da frequência cardíaca durante a mudança postural em jovens saudáveis. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Universidade de Pernambuco.

Francis Trombini de Souza

TROMBINI-SOUZA, Francis; CARVALHO, F. O.; NEVES, V. R.. Estudo dos índices não lineares da variabilidade cardíaca durante a mudança postural em jovens saudáveis. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Universidade de Pernambuco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Sérgio Rodrigues Moreira

CONTROLE AUTONÔMICO, PERCEPÇÃO DE ESFORÇO, ATIVAÇÃO, AFETO BÁSICO, FOCO ATENCIONAL E INTENÇÃO FUTURA AO EXERCÍCIO AERÓBIO CONTINUO E INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE EM ADULTOS HIPERTENSOS; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde e Biológicas) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; (Orientador);

Victor Ribeiro Neves

Estudos dos índices não lineares da variabilidade da frequência cardíaca durante a mudança postural de jovens saudáveis; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Fisioterapia) - Universidade de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Orientador: Victor Ribeiro Neves;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Controle autonômico, percepção de esforço, ativação, afeto básico, foco atencional e intenção futura ao exercício aeróbio continuo e intervalado de alta intensidade em adultos hipertensos, Descrição: A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial (PA). Apesar de reconhecida a importância do exercício físico tanto na prevenção quanto no tratamento da HAS, ainda são consideravelmente baixos os índices de participação e engajamento entre os pacientes. As principais barreiras citadas são a percepção de esforço, falta de motivação e falta de tempo. Portanto, visando o aumento da participação dos pacientes com HAS na prática do exercício físico, torna-se importante avaliar quais modalidades ou métodos de exercício estão associados a melhores experiências subjetivas de esforço, bem como de afeto básico (prazer-desprazer), ativação, foco atencional e intenção futura na prática do exercício. Apesar de estudos já demonstrarem que respostas afetivas positivas durante o exercício contínuo (EC) em intensidade moderada estão ligadas a um comportamento mais ativo no futuro, pouco se sabe sobre a magnitude desses efeitos aplicados a diferentes métodos de exercício aeróbio (Exercício intervalado de alta intensidade vs Exercício contínuo) em populações com HAS, bem como se existe alguma relação desses efeitos perceptuais com o controle autonômico a partir da variabilidade da frequência cardíaca (VFC).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Mirelle Vieira Moreira - Integrante / Victor Ribeiro Neves - Integrante / Fabrício Olinda Souza Mesquita - Integrante / Hugo José Cavalcanti Coêlho Pereira - Integrante / Sérgio Rodrigues Moreira - Coordenador / Joice de Souza Batista - Integrante / Thádyla Caroline Almeida Lima - Integrante / Lanay Silva Santos - Integrante / Júlio Cesar Agostinho Freire - Integrante / Valéria Pereira Nunes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    Efeito do treinamento físico intervalado de alta intensidade na capacidade física, na composição corporal, na qualidade de vida e no controle autonômico cardíaco de hipertensos, Descrição: O treinamento físico intervalado de alta intensidade (TIAI) e uma modalidade de tratamento na reabilitação que contribui para melhora do condicionamento cardiorrespiratório em diversas condições clínicas. Há poucos trabalhos que demonstram o efeito do TIAI sobre a pressão arterial e o controle autonômico cardíaco de indivíduos hipertensos. Dessa forma, o objetivo do estudo é avaliar o efeito do treinamento intervalado de alta intensidade (TIAI) versus treinamento contínuo de moderada intensidade (TCMI) sobre a capacidade funcional, a qualidade de vida, composição corporal e o controle autonômico cardíaco de indivíduos com hipertensão arterial essencial limítrofe ou estágio I.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Mirelle Vieira Moreira - Integrante / Victor Ribeiro Neves - Coordenador / Aparecida Maria Catai - Integrante / Paulo Adriano Schwingel - Integrante / Fabrício Olinda Souza Mesquita - Integrante / Hugo José Cavalcanti Coêlho Pereira - Integrante / Sérgio Rodrigues Moreira - Integrante / Joice de Souza Batista - Integrante / Thádyla Caroline Almeida Lima - Integrante / Lanay Silva Santos - Integrante / Júlio Cesar Agostinho Freire - Integrante / Valéria Pereira Nunes - Integrante / Rodrigo Souza Teixeira - Integrante / Herculano Ribeiro da Silva Neto - Integrante / Pâmela Beatriz Pereira da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    Estudo da influência da frequência respiratória, do sexo e da mudança postural sobre o controle autonômico cardíaco de jovens saudáveis, Descrição: O controle autonômico da frequência cardíaca sofre influência do ambiente interno e externo por meio de quimioceptores, de baroceptores e de mecanoceptores presentes no corpo. O estudo do comportamento do sistema nervoso autonômico sobre o coração pode ser realizado por meio da variabilidade da frequência cardíaca (VFC). A VFC é um método simples, de baixo custo, não invasivo e de fácil aplicação a fim de avaliar a modulação simpática e parassimpática sobre o coração. O estudo da VFC pode ser realizado por meio dos métodos lineares, domínio do tempo e da frequência, e não lineares, análise simbólica, entropia de Shannon e entropia condicional. Adicionalmente, o controle autonômico cardíaco modifica de acordo com a frequência ventilatória, com o sexo e a idade. Portanto, esse projeto visa caracterizar o comportamento da variabilidade da frequência cardíaca de indivíduos aparentemente saudáveis, de 18 a 30 anos de ambos os sexos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Mirelle Vieira Moreira - Integrante / Victor Ribeiro Neves - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Universidade Federal do Vale do São Francisco

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40

Outras informações:
Bolsista de Mestrado da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE.

2018 - 2019

Incorpore Pilates

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Fisioterapeuta, Carga horária: 20

Outras informações:
Atendimento Fisioterapêutico na área de Pilates.

2017 - 2017

Universidade de Pernambuco

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 8

Outras informações:
Monitora das disciplinas de Fisioterapia Cardiovascular I e Fisioterapia Cardiovascular II.

2016 - 2017

Universidade de Pernambuco

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista de Iniciação Científica Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE.

2017 - 2017

HOSPITAL DOM MALAN

Vínculo: Interno, Enquadramento Funcional: Estagiário

Outras informações:
Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e Pediátrica; Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) Neonatal e Enfermaria Pediátrica; Ambulatório de Neuropediatria e Ambulatório de Uroginecologia.

2017 - 2017

Hospital Regional de Juazeiro

Vínculo: Interno, Enquadramento Funcional: Estagiário

Outras informações:
Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).