Letícia Ribes de Lima

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (Bacharelado - 1998 e Licenciatura - 2000), Mestrado em Ciências Biológicas, na área de Botânica, pela Universidade de São Paulo (2001) e Doutorado em Ciências Biológicas, na área de Botânica, pela Universidade de São Paulo (2006). Trabalhou como Pesquisadora Científica do Instituto de Botânica, na seção de Curadoria do Herbário, de 2005 a 2009 e como Professora Adjunta da Universidade Federal de São Carlos de 2009 a 2012. Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal de Alagoas e Coordenadora do Curso de Ciências Biológicas, modalidade Bacharelado. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Sistemática Vegetal e Florística Geral. Atuou também em Projetos de Recuperação de Áreas Degradadas, na área de levantamentos florísticos.

Informações coletadas do Lattes em 22/05/2023

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)

2002 - 2006

Universidade de São Paulo
Título: Estudos Taxonômicos em Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae)
Orientador: em University of Wiskonsin-Milwaukee ( Paul Edward Berry)
com , Ano de obtenção: 2006. José Rubens Pirani. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Botânica; Euphorbiaceae; Filogenia; Taxonomia; Croton; Biologia Molecular. Grande área: Ciências Biológicas

Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)

1999 - 2001

Universidade de São Paulo
Título: O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais, Brasil
Orientador: José Rubens Pirani
, Ano de Obtenção: 2001.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Croton.Grande área: Ciências Biológicas

Especialização em andamento em Direito Ambiental

2011 - Atual

Universidade Metodista de Piracicaba
Título: A ser definido
Orientador: A ser definido

Graduação em Ciências Biológicas (Botânica)

1995 - 1998

Universidade de São Paulo
Título: Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Burseraceae, Caricaceae e Pedaliaceae.
Orientador: José Rubens Pirani
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Formação complementar

2021 - 2021

YouTube e suas potencialidades como ferramenta educacional. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2020 - 2020

Competência Transversal - Educação Ambiental. (Carga horária: 14h). , SENAI - Departamento Regional de São Paulo, SENAI/DR/SP, Brasil.

2020 - 2020

Moodle Básico. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2020 - 2020

Produção de vídeo-aulas. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2020 - 2020

Sala de aula inovadora: como elaborar uma aula remota interativa?. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2018 - 2018

Curricularização da Extensao na UFAL. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2018 - 2018

Educação Inclusiva. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2018 - 2018

Novas estratégias para o ensino de Botânica inclusiva. (Carga horária: 16h). , Sociedade Botânica do Brasil - DF, SBB, Brasil.

2008 - 2008

Modelagem de nicho e mudanças climáticas. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2007 - 2007

Recursos digitais para monografia botânica. (Carga horária: 40h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Introdução às técnicas de cultivo "in vitro". (Carga horária: 10h). , Instituto de Botânica, IBT, Brasil.

2005 - 2005

Extensão universitária em Cultivo de Bonsai. (Carga horária: 4h). , Instituto de Botânica, IBT, Brasil.

2002 - 2002

Sistemática Filogenética. (Carga horária: 5h). , Sociedade Botânica do Brasil - DF, SBB, Brasil.

1999 - 1999

A teoria dos refúgios. (Carga horária: 10h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Taxonomia Vegetal.

Grande área: Ciências Biológicas.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Fitogeografia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Morfologia Vegetal/Especialidade: Morfologia Externa.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Florística.

Organização de eventos

LIMA, L. R. ; Justino, G.C. ; CURY, G. ; PINTO, A. V. F. ; Guedes, E.A. . 70 Congresso Nacional de Botânica. 2019. (Congresso).

LIMA, L. R. . Trekking CT&I. 2018. (Outro).

LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Botânica: Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas. 2018. (Exposição).

LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . XIII Fim de Semana no Museu. 2017. (Outro).

LIMA, L. R. ; CURY, G. ; Bastos, L.T. . XXXII Semana de Biologia ICBS-UFAL. 2017. (Outro).

LIMA, L. R. . Reconhecendo as árvores do Museu e seu entorno. 2017. (Outro).

LIMA, LETÍCIA RIBES DE ; Correia, C.J.S. . III Fim de Semana no Museu. 2016. (Outro).

LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Plantecidades. 2016. (Outro).

LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Oficina: Meu Primeiro Herbário. 2016. (Outro).

LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Oficina: Botânica para Crianças. 2016. (Outro).

Duzzioni, M. ; Bastos, L.T. ; Rosa, G.R. ; LIMA, L. R. . XXX Semana de Biologia do ICBS/UFAL. 2015. (Outro).

Duzzioni, M. ; LIMA, L. R. . XXIX Semana de Biologia do ICBS UFAL. 2014. (Congresso).

CAMPESATO, E. ; AYRES, S. ; LIMA, L. R. ; Bastos, L.T. . I Alagoas CAIITE Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia. 2013. (Congresso).

Bastos, L.T. ; LIMA, L. R. . XVIII Semana de Biologia. 2013. (Congresso).

Bastos, L.T. ; Calado, T. ; LIMA, L. R. . XXVII Semana da Biologia: "Vida: sustentabilidade, comprometimento e consciência". 2012. (Congresso).

LIMA, L. R. ; Lavorenti, N. . Jornada Acadêmica do Centro de Ciências Agrárias da UFScar. 2009. (Congresso).

Rodrigues, R.R. ; BONONI, V. L. R. ; LIMA, L. R. . Workshop Diretrizes para Conservação e Restauração da Biodiversidade no Estado de São Paulo. 2007. (Congresso).

Rodrigues, R.R. ; BONONI, V. L. R. ; LIMA, L. R. . Workshop Áreas Prioritárias para Conservação e Restauração da Biodiversidade no Estado de São Paulo. 2007. (Congresso).

BARBOSA, L. M. ; Santos Junior, N.A. ; TAMAKI, V. ; LIMA, L. R. . 58 Congresso Nacional de Botânica. 2007. (Congresso).

PUPO, D. ; ZAIDAN, L. ; LIMA, L. R. . 13 Reunião Anual do Instituto de Botânica. 2006. (Congresso).

BARBOSA, L. M. ; Santos Junior, N.A. ; LIMA, L. R. . 12 Reunião Anual do Instituto de Botânica. 2005. (Congresso).

JORDÃO, R. ; GATTAMORTA, M. ; LIMA, L. R. . VIII Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia. 2002. (Congresso).

Participação em eventos

II Reunião Anual de Tecnologias Digitais e Metodologias Ativas da UFAL. 2021. (Outra).

Seminário sobre Recuperação de Áreas Degradadas do Bioma Caatinga. 2021. (Seminário).

III Jornada Botânica. 2020. (Encontro).

70 Congresso Nacional de Botânica. "LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DO ESTRATO ARBUSTIVO-ARBÓREO DA RESERVA EXTRATIVISTA MARINHA LAGOA DO JEQUIÁ, ALAGOAS. 2019. (Congresso).

69 Congresso Nacional de Botânica. 2018. (Congresso).

XII Congreso Latinoamericano de Botánica. 2018. (Congresso).

68 Congresso Nacional de Botânica. 2017. (Congresso).

IV Congresso Nacional de Educação. Metodologias ativas no ensino de temas relacionados à etnobotânica. 2017. (Congresso).

XXXII Semana de Biologia ICBS-UFAL.A viagem de von Martius pelo Brasil e o conhecimentoda fflora e fitogeografia do país. 2017. (Encontro).

XXXII Semana de Biologia ICBS-UFAL.A produção de atividades diferenciadas como proposta para o ensino de Botânica. 2017. (Encontro).

XXXII Semana de Biologia ICBS-UFAL.Fim de Semana no Museu de História Natural da UFAL: relato de atividades de extensão do Herbário MUFAL. 2017. (Encontro).

Interação entre Pós-Graduação e Educação Básica: O Ensinode Biologia em Evidência em. 2016. (Encontro).

Reunião dos Curadores dos Herbários Participantes do Projeto Reflora. 2016. (Encontro).

66 Congresso Nacional de Botânica. FLORA FANEROGÂMICA DO ESTADO DE ALAGOAS: O GÊNERO RICHARDIA L. (RUBIACEAE JUSS.)(. 2015. (Congresso).

66 Congresso Nacional de Botânica. FLORA FANEROGÂMICA DO ESTADO DE ALAGOAS: O GÊNERO MITRACARPUS ZUCC. EX SCHULTES & SCHULTES F. (RUBIACEAE JUSS.). 2015. (Congresso).

65 Congresso Nacional de Botânica. Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: a família Onagraceae. 2014. (Congresso).

65 Congresso Nacional de Botânica. Levantamento das espécies de árvores da Universidade Federal de Alagoas, campus A.C. Simões. 2014. (Congresso).

65 Congresso Nacional de Botânica. Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Croton L. (Euphorbiaceae). 2014. (Congresso).

UFAL Debate Grandes Temas.Águas e Florestas: Desafios para a Gestão Sustentável. 2014. (Seminário).

UFAL Debate Grandes Temas - Águas e Florestas: Desafios para a Gestão Sustentável.Novo Código Florestal Brasileiro. 2014. (Seminário).

VI International Rubiaceae and Gentianales Conference. Phanerogamic Flora of the State of Alagoas: the genus Spermacoce L. (Rubiaceae). 2014. (Congresso).

VI International Rubiaceae and Gentianales Conference. Phanerogamic Flora of the State of Alagoas: the genus Diodella Small (Rubiaceae). 2014. (Congresso).

63 Congresso Nacional de Botânica. Levantamento do gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) no Estado do Rio de Janeiro. 2012. (Congresso).

63 Congresso Nacional de Botânica. Levantamento do gênero Spermacoce L. (Rubiaceae) no Estado de Alagoas. 2012. (Congresso).

63 Congresso Nacional de Botânica. Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). 2012. (Congresso).

62 Congresso Nacional de Botânica. O gênero Croton na região Sudeste do Brasil. 2011. (Congresso).

Simpósio Internacional Rumo à Conferência da ONU sobre Meio Ambiente, Rio 2012. 2011. (Simpósio).

XVIII International Botanical Congress. The Genus Croton L. (Euphorbiaceae) Of Southeast Region Of Brazil. 2011. (Congresso).

Impactos potenciais das alterações no Código Florestal Brasileiro na biodiversidade e nos serviços ecossistêmicos. 2010. (Encontro).

16 Reunião Anual do Instituto de Botânica.O gênero Phyllanthus L. (Euphorbiaceae s.l.) na Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. 2009. (Encontro).

26 Encontro sobre temas de genética e melhoramento. 2009. (Encontro).

I Congreso Colombiano de Restauración Ecológica. 2009. (Congresso).

I Encontro de Pesquisa do Cerrado.Biodiversidade e Conservação. 2009. (Encontro).

III Congresso Latinoamericando de Ecologia e IX Congresso de Ecologia do Brasil. A florística como base para restauração florestal com elevada diversidade. 2009. (Congresso).

III Semana Acadêmica da UFLA.A importância da florística nos programas de adequação ambiental de propriedades rurais. 2009. (Simpósio).

I Jornada Acadêmica do Centro de Ciências Agrárias.A importância da florística na Recuperação de Áreas Degradadas. 2009. (Encontro).

I Jornada Acadêmica do Centro de Ciências Agrárias.Extrativismo Vegetal: o caso das sempre-vivas. 2009. (Encontro).

Workshop Biota + 10: definindo metas para 2020.Inventários, DNA Barcoding & Estudos filogeográficos. 2009. (Encontro).

59 Congresso Nacional de Botânica. Avanços na Taxonomia de Euphorbiaceae. 2008. (Congresso).

59 Congresso Nacional de Botânica. Padrões de distribuição geográfica em Croton sect. Lamprocroton (Euphorbiaceae s.s.). 2008. (Congresso).

59 Congresso Nacional de Botânica. Levantamento florístico dos estratos arbóreo e arbustivo do Parque Ecoturístico Municipal do ABC, Ribeirão Pires, SP. 2008. (Congresso).

Seminário de apresentação do Projeto Ambiental Estratégico "Cenários Ambientais 2020".Cadernos da Biodiversidade. 2008. (Seminário).

VI Simpósio e VI Avaliação do Programa BIOTA/FAPESP.Taxonomic aspects of Croton L. (Euphorbiaceae s.s.) of Southeast region of Brazil. 2008. (Simpósio).

58 Congresso Nacional de Botânica. Estudo palinotaxoômico em Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae) e suas implicações taxonômicas. 2007. (Congresso).

Workshop Áreas Continentais Prioritárias para Conservação e Restauração da Biodiversidade no Estado de São Paulo.Participação no grupo temático: Fanerógamas. 2007. (Simpósio).

Workshop Diretrizes para Conservação e Restauração da Biodiversidade no Estado de São Paulo.Participação no grupo temático: Fanerógamas. 2007. (Simpósio).

Workshop Regulamentação da Colheita de Sementes em Unidades de Conservação.Partipação em grupo de trabalho. 2007. (Simpósio).

13 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica.Três novas espécies de Croton L. (Euphorbiaceae) do Brasil. 2006. (Encontro).

IX Congreso Latinoamericano de Botanica. IX Congreso Latinoamericano de Botanica. 2006. (Congresso).

Simpósio sobre Recuperação de Áreas Degradadas com Ênfase em Matas Ciliares.Participação em grupo de trabalho. 2006. (Simpósio).

Workshop Áreas Prioritárias para Conservação e Restauração da Biodiversidade no Estado de São Paulo.Participação no grupo temático: Fanerógamas. 2006. (Simpósio).

Workshop sobre Modelos Alternativos para Recuperação de Áreas Degradadas (RAD) em Matas Ciliares no Estado de São Paulo.Participação em grupo de trabalho. 2006. (Simpósio).

12 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica.12 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica. 2005. (Encontro).

56 Congresso Nacional de Botânica. 56 Congresso Nacional de Botânica. 2005. (Congresso).

XVII International Botanical Congress. XVII International Botanical Congress. 2005. (Congresso).

LII Congresso Nacional de Botânica e XXV Reunião Nordestina de Botânica. LII Congresso Nacional de Botânica e XXV Reunião Nordestina de Botânica. 2002. (Congresso).

VII EPEB - Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia.VII EPEB - Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia. 2002. (Encontro).

30 Anos de Pós- Graduação do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo.30 Anos de Pós-Graduação do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo. 2001. (Encontro).

XXII RESEM - Reunião Anual sobre Evolução, Sistemática e Ecologia Micromoleculares. 2001. (Congresso).

54 Congresso Nacional de Botânica e 3 Reunião Amazônica. 54 Congresso Nacional de Botânica. 2000. (Congresso).

XII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo. 2000. (Congresso).

XLIX Congresso Nacional de Botânica. XLIX Congresso Nacional de Botânica. 1999. (Congresso).

L Congresso Nacional de Botânica. L Congresso Nacional de Botânica. 1998. (Congresso).

I Conferência Nacional de Educação Ambiental. 1997. (Congresso).

I Congresso de Extensão das Universidades Públicas da Região Sudeste. 1997. (Congresso).

IV Fórum de Educação Ambiental - Encontro da Rede Brasileira de Educação Ambbiental. 1997. (Congresso).

Sétimo Congresso Nordestino de Ecologia. 1997. (Congresso).

Workshop em Biologia Molecular. 1997. (Oficina).

Participação em bancas

Aluno: Givaldo Paulo Barbosa

LIMA, L. R.; Justino, G.C.; CAVALCANTE, V. C.. Proposta de ensino investigativo para a sistematização e aprendizagem de conceitos biológicos relacionados à biodiversidade. 2023. Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: JAIRO SILVA NUNES

Rodarte, R.; CURY, G.;LIMA, L. R.. Uso popular de plantas medicinais: um levantamento por alunos da rede pública de ensino. 2023. Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: DIMAS FERREIRA DA SILVA JUNIOR

LIMA, L. R.; MOTA, M. D. A.; Justino, G.C.. Jogo didático como estratégia para o ensino de Fisiologia Vegetal. 2021. Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Alexei Vinícius da Silva

LIMA, L. R.; BASTOS, A. P. S.; Justino, G.C.. Aulas de campo como proposta de ensino investigativo para o tema diversidade das plantas terrestres. 2020. Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Marbyo José da Silva

LIMA, L. R.; Justino, G.C.; Rodriguez, M.B.. Biologia no Ensino Médio: uma proposta de ensino por meio da produção de games. 2019. Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: NEIREVANE NUNES FERREIRA DE SOUZA

SOVIERZOSKI, H. H.;LIMA, L. R.; SANTOS, A. C.; BASTOS FILHO, J. B.. Célula no Ensino de Ciências na Educação de Jovens e Adultos. 2017. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Geadelande Carolino Delgado Junior

LIMA, L. R.; ALVES, M. V.; BARBOSA, M. R. V.. Flora de plantas trepadeiras do Parque Nacional do Catimbau. 2014. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Erika Ramos Martins

ROSSI, L.; KOCH, I.;LIMA, L. R.. O gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) na região Sudeste do Brasil. 2013. Dissertação (Mestrado em AGRICULTURA E AMBIENTE) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Allan Carlos Pscheidt

LIMA, L. R.CORDEIRO, I.; Affonso, P.. A tribo Hippomaeae A. Juss. (Euphorbiaceae s.s.) no Estado de São Paulo. 2011. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente) - Instituto de Botânica.

Aluno: Diego Amaral de Feliu

LIMA, L. R.; Santos, D.Y.A.C.; Bacchi, E.M.. Análise de terpenoides de espécies de Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2011. Dissertação (Mestrado em BotÂnica) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Estela Maris Inacio

LIMA, L. R.. Biologia e manejo de Buva (Conyza bonariensis e C. canadensis). 2011. Dissertação (Mestrado em AGRICULTURA E AMBIENTE) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Jussara Fernanda Santos

LIMA, L. R.. Disponibilidade de recursos florais e redes de interação entre abelhas e espécies arbóreas em uma área restaurada. 2011. Dissertação (Mestrado em AGRICULTURA E AMBIENTE) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Denis Storani

LIMA, L. R.. Desenvolvimento de ferramenta computacional para aplicação de Código Florestal Brasileiro ? Lei Federal 4771 de 15 de setembro de 1965. 2011. Dissertação (Mestrado em AGRICULTURA E AMBIENTE) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Cintia Vieira da Silva

BIANCHINI, R. S.; Proença, C.;LIMA, L. R.. O gênero Evolvulus L. (Convolvulaceae) no Estado de São Paulo e no Distrito Federal, Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente) - Instituto de Botânica.

Aluno: Maria Beatriz Rossi Caruzo

LIMA, L. R.; Melo-Silva, R.; GROPPO JUNIOR, M.; ROSSI, L.;CORDEIRO, I.. Sistemática de Croton seção Cleodora (Euphorbiaceae s.s.). 2010. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Valquíria da Silva

LIMA, L. R.; PRATA, A. P.; PREDES, R. C.. O gênero Stigmaphyllon (Malpighiaceae) em Alagoas. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Proteção de Plantas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Sabrina Ferreira Laurito

Lima, M.I.S.; Souza, A.L.T.;LIMA, L. R.. O banco de sementes de um fragmento de Floresta Estacional Semidecídua e sua relação com a conservação do fragmento. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pos Graduação em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: PRISCILA CRUZ MELO PEDREIRA

LIMA, L. R.; ARAUJO, L. A.; MOTA, M. D. A.. Uso de plantas alimentícias não convencionais (PANCs) no ensino de Botânica. 2023.

Aluno: Aline Araujo Fontes Melo

LIMA, L. R.; CASTRO, O. W.; Rodarte, R.. Uma proposta lúdica para auxiliar no ensino sobre as adaptações das plantas terrestres ao bioma Caatinga. 2022. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Givaldo Paulo Barbosa

LIMA, L. R.; Ximenes, A.; CASTRO, O. W.. Proposta de ensino investigativo para a sistematização e aprendizagem de conceitos biológicos relacionados à biodiversidade. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: JAIRO SILVA NUNES

LIMA, L. R.; GITAI, D. L. G.; Rodarte, R.. Catalogação do uso popular de plantas medicinais em aplicativo digital por alunos da rede pública de ensino. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: JAIRO SILVA NUNES

LIMA, L. R.; Rodarte, R.; GITAI, D. L. G.. CATALOGAÇÃO DO USO POPULAR DE PLANTAS MEDICINAIS EM APLICATIVO DIGITAL POR ALUNOSDA REDE PÚBLICA DE ENSINO. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Givaldo Paulo Barbosa

LIMA, L. R.; CASTRO, O. W.; Ximenes, A.. PROPOSTA DE ENSINO INVESTIGATIVO PARA A SISTEMATIZAÇÃO E APRENDIZAGEM DE CONCEITOSBIOLÓGICOS RELACIONADOS À BIODIVERSIDADE. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Bruna Gomes LIsboa

LANDELL, M. F.; Justino, G.C.;LIMA, L. R.. Utilização de plantas nativas da caatinga com estratégia metodológica para o ensino de Botânica. 2019.

Aluno: DIMAS FERREIRA DA SILVA JUNIOR

LANDELL, M. F.; Justino, G.C.;LIMA, L. R.. Experimentação como estratégia para o ensino de Fisiologia Vegetal. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Alexei Vinícius da Silva

LIMA, L. R.; Justino, G.C.; GITAI, D. L. G.. O uso de aulas de campo no ensino do tema "Diversidade morfológica das plantas terrestres". 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Paula Roberta Galvão Simplício

LIMA, L. R.; SOUZA, S. P.; SANTOS, A. C.. Infecções virais na Educação de Jovens e Adultos: saberes emergentes das representações socais. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Danielle Barbosa Bezerra

SANTOS, A. C.;LIMA, L. R.; SOVIERZOSKI, H. H.. Ensino de Ciências na Educação de Jovens e Adultos: uma intervenção pedagógica de (re)leitura dos impactos ambentais. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: NEIREVANE NUNES FERREIRA DE SOUZA

SOVIERZOSKI, H. H.; SANTOS, A. C.;LIMA, L. R.; BASTOS FILHO, J. B.. Célula - Descoberta do Segredo da Vida: proposta de sequência didática para a Educação de Jovens e Adultos. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: RAQUEL ELVIRA COLA

BRANDAO, C. F. L. E. S.; PINTO, A. V. F.;LIMA, L. R.. Análise estrutural e ecológica do componente arbóreo adulto de um fragmento florestal em Garanhus, PE. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Jhullyrson Osman Ferreira de Brito

LIMA, L. R.; Guedes, E.A.; CURY, G.. Família Rhodomelaceae (Florideophyceae, Ceremiales) do Litoral de Alagoas, Nordeste do Brasil. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Ludimilla Stefanie Alves da Silva

LIMA, L. R.; Santos, L.C.L.; PINTO, A. V. F.. Estratégias didáticas no processo de ensino da Botânica. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: ALINE DE BARROS LIMA ROCHA

LIMA, L. R.; Guedes, E.A.; SILVA, D. W.. Macrofungos do Parque Municipal deMaceió, Alagoas, Brasil. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Lucas Henrique Santos Barbosa

CURY, G.; Guedes, E.A.;LIMA, LETICIA R.. Espessamento de raízes aéreas de espécies de Pandanus Parkinson (Pandanaceae). 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Renato Alexandre da Silva Barbosa

LIMA, L. R.; PRATA, A. P.; CURY, G.. Composição florística de um remanescente de floresta ombrófila densa atlântica do município de Rio Largo, AL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Gabriela Santos da Silva

CURY, G.;LIMA, L. R.; ENDRES, L.. Anatomia foliar de genótipos de Saccharum e espécies ancestrais como subsídio ao uso preconizado na indústria. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Sarah Seco Marques da Silva Leite

NUNES, J. V. C.; BOTANICO, M. P.;LIMA, L. R.. Morfoanatomia de folha, pecíolo e caule e sua aplicação taxonômica em Passiflora L. (Passifloraceae). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Adenilsa Aparecida Rodrigues Lima

LIMA, L. R.. Levantamento de Leandra Raddi (Melastomataceae) no Parque Estadual da Serra do Mar - Núcleo Curucutu. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Santo Amaro.

Aluno: Érka de Mello

LIMA, L. R.. Levantamento de Melastomataceae (pro parte) no Parque Estadual da Serra do Mar - Núcleo Curucutu - São Paulo. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Santo Amaro.

CALVENTE, A.; LICHSTON, J.;LIMA, L. R.. Docente Efetivo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2015. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

LIMA, L. R.; Martins, J.R.; Nascimento, H.H.C.. Docente Efetivo da Universidade Federal de Alagoas, campus Arapiraca. 2014. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Rodarte, R.. Aplicação de Atividade em Sala de Aula - Tema 2 - ProfBio/UFAL. 2021. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Justino, G.C.; KAMIYA, R. U.; Rodarte, R.. Aplicação de Atividade em Sala de Aula - Tema 1 - ProfBio/UFAL. 2020. Universidade Federal de Alagoas.

Guedes, E.A.;LIMA, L. R.. Processo Seletivo das Monitorias do Setor de Botânica. 2019. Universidade Federal de Alagoas.

WANDERLEI, D. M.;LIMA, L. R.. Avaliação de desempenho de servidor técnico. 2016. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Justino, G.C.. Seleção de Monitores (Disciplina: Botânica Sistemática 2). 2015. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Justino, G.C.. Seleção de Monitores (Disciplina: Biologia e Taxonomia de Fanerógamas). 2015. Universidade Federal de Alagoas.

MAGENTA, M. A.; PONSO, A. P. L.; ASSIS, F.; POLO, M.;LIMA, L. R.. Prêmio Verde. 2015. Sociedade Botânica do Brasil - DF.

Guedes, E.A.;LIMA, L. R.. Seleção de Monitores (Disciplina: Biologia e Taxonomia de Criptógamos). 2014. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Guedes, E.A.. Seleção de Monitores (Disciplina: Biologia e Taxonomia de Fanerógamos). 2014. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Guedes, E.A.. Seleção de Monitores (Disciplina: Botânica Sistemática 2). 2014. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.; Silva, D.M.W.; Leite, A.B.. Avaliação de Desempenho de Servidor Técnico. 2014. Universidade Federal de Alagoas.

LIMA, L. R.. Seleção de Monitores (Disciplina: Biologia e Taxonomia de Criptógamas). 2013.

LIMA, L. R.. Seleção de Monitores (Disciplina: Morfologia e Anatomia Vegetal). 2013. Universidade Federal de Alagoas.

Comissão julgadora das bancas

Vidal de Freitas Mansano

Lohmann, Lucia G.; Queiroz, Luciano P.;Pirani, J.R.; Mamede, Maria C. H.;MANSANO, V. F.. Estudos taxonômicos em Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Lúcia garcez Lohmann

Pirani, J.R.Mamede, M.C.H.Mansano, V.F.Queiroz, L.P.Lohmann, L.G.. Estudos taxonômicos em Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Deborah Yara Alves Cursino dos Santos

SANTOS, D. Y. A. C.SALATINO, Maria Luiza Faria; MELLOSILVA, Renato de. Revisão taxonômica e filogenia de Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae).. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Em Botânica) - Instituto de Biociências.

Renato de Mello-Silva

Mello-Silva, R.. Revisão taxonômica e filogenia de Croton seção Lamprocroton (Müll.Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Maria Candida Henrique Mamede

PIRANI, J. R.;MAMEDE, M. C. H.; LOHMANN, L. G.; MANSANO, V. F.; QUEIROZ, L. P.. Estudos Taxonômicos em Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

MARIA DO CARMO ESTANISLAU DO AMARAL

AMARAL, M. C. E.. Letícia Ribes de Lima (suplente; IB-USP). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

INES CORDEIRO

PIRANI, J. R.;CORDEIRO, I.. O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais, Brasil. 2001 - Universidade de São Paulo.

Vinicius Castro Souza

SOUZA, V. C.. O Gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais - Brasil. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Luciano Paganucci de Queiroz

PIRANI, J. R.QUEIROZ, L. P.; CORDEIRO, I.. Estudos Taxonômicos em Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Orientou

PRISCILA CRUZ MELO PEDREIRA

Uso de plantas alimentícias não convencionais (PANCs) no ensino de Botânica; Início: 2022; Dissertação (Mestrado profissional em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Aline Araujo Fontes Melo

Uma proposta lúdica para auxiliar no ensino sobre as adaptações das plantas terrestres ao bioma Caatinga; Início: 2022; Dissertação (Mestrado profissional em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Steve de Oliveira Costa

O Ensino por investigação como estratégia pedagógica para a aprendizagem de Botânica nos anos finais do Ensino Fundamental; Início: 2021; Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas; (Coorientador);

Elizabeth Maria dos Santos

O gênero Manihot Mil; (Euphorbiaceae)l na Flora Fanerogâmica de Sergipe; Início: 2017; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Amanda Soraya de Barros

Levantamento de Malvaceae Juss; na Área de Proteção Ambiental (AAPA) do Marituba do Peixe, Alagoas, Brasil; Início: 2023; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Arthur Marques da Silva

Levantamento florístico das Zingiberales no estado de Alagoas; Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Givaldo Paulo Barbosa

Proposta de ensino investigativo para a sistematização e aprendizagem de conceitos biológicos relacionados à biodiversidade; 2020; Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

JAIRO SILVA NUNES

Uso popular de plantas medicinais: um levantamento por alunos da rede pública de ensino; 2020; Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas,; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Alexei Vinícius da Silva

O uso de aula de campo no ensino do tema; 2018; Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Marbyo José da Silva

Uso de mídias no processo ensino-aprendizagem de Botânica no Ensino Médio; 2017; Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas,; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Tácia Michelle dos Santos Silva

Metodologia Ativa: avaliação da utilização de projetos no Ensino Médio; 2017; Dissertação (Mestrado em Profissional em Biologia) - Universidade Federal de Alagoas,; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Steve de Oliveira Costa

Avaliação da efetividade ambiental e socioeconômica de um Programa de Adequação Ambiental e Agrícola em Mata Atlântica (São Paulo, Brasil); 2017; Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Letícia Ribes de Lima;

Ana Paula Schitkoski Sabino

Levantamento da Diversidade Arbórea de Fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual Inseridos em Matrizes de Cana-de-açúcar e Pastagem, na Região de Araras (SP); 2012; Dissertação (Mestrado em Agricultura e Ambiente) - Centro de Ciências Agrárias da UFSCar, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Erika Ramos Martins

O gênero Phyllanthus L; (Phyllanthaceae) na região Sudeste do Brasil; 2011; Dissertação (Mestrado em Agricultura e Ambiente) - Centro de Ciências Agrárias da UFSCar, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

STEÓFANES ALVES CANDIDO

A Educomunicação como estratégia no ensino de botânica; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Renato Alexandre da Silva Barbosa

Composição florística de um remanescente de floresta ombrófila densa atlântica do município de Rio Largo (AL); 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Edite Santos Siqueira

Inventário florístico da Reserva Extrativista Marinha Lagoa de Jequiá; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Thiago Guimarães de Oliveira

Mapeamento dos Brejos de Altitude do Estado de Alagoas; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Wictor Thomas Corrêa Costa dos Santos

Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: a tribo Spermacoceae latu senso (Rubiaceae Juss; ); 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Benildo Lima Larangeira Junior

O gênero Croton L; (Euphorbiaceae) na Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Camila Bruna de Araújo Leite

A Família Onagraceae Juss; nas Floras Fanerogâmicas dos Estados de Alagoas e Sergipe; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

AMANDA DE OLIVEIRA ARAÚJO

Levantamento florístico das angiospermas arbustivas do Parque do Horto (Maceió, AL) e elaboração de um guia para identificação das espécies; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Ludimilla Stefanie Alves da Silva

Estratégias didáticas no processo de ensino da Botânica; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Benildo Lima Larangeira Junior

O gênero Croton L; (Euphorbiaceae) na Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Camila Bruna de Araújo Leite

A Família Onagraceae Juss; nas Floras Fanerogâmicas dos Estados de Alagoas e Sergipe; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Steve de Oliveira Costa

Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Licenciatura em Ciências Biológicas) - Centro de Ciências Agrárias da UFSCar, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Priscila Orlandini

Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: o gênero Manihot Mill; (Euphorbiaceae s; l; ); 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Erika Ramos Martins

Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: o gênero Phyllanthus L; (Euphorbiaceae s; l; ); 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto de Botânica, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Raul de Freitas Lopez

Levantamento florístico dos estratos arbóreo e arbustivo do Parque Municipal Ecoturístico do ABC; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto de Botânica, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

AMANDA SORAYA DE BARROS LOURENCO

Levantamento florístico das Angiospermas das áreas de restinga da Área de Preservação Ambiental (APA) do Marituba do Peixe, Alagoas, Brasil; 2019; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Thayane Borges da Cruz

Identificação e inclusão do material coletado nas áreas de restinga da Área de Preservação Ambiental do Marituba do Peixe no acervo do Herbário Professor Honório Monteiro (MUFAL), do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHNUFAL); 2019; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Karine Gabriela Santos Silva

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Melyssa Monteiro de Oliveira

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Luiz Gustavo Cardoso dos Santos

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

ERIKA SINTHIA TELES DE MORAES

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Edite Santos Siqueira

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Arthur Gomes Lima da Silva

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Arthur Gomes de Lima da Silva

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Edite dos Santos Siqueira

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

ERIKA SINTHIA TELES DE MORAES

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Luiz Gustavo Cardoso dos Santos

Coleta e preparação de material botânico; 2017; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Edite dos Santos Siqueira

Coleta e preparação de material botânico; 2016; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Arthur Gomes Lima da Silva

Coleta e preparação de material botânico; 2016; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Edite Santos Siqueira

Coleta e preparação de material botânico; 2016; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Arthur Gomes Lima da Silva

Coleta e preparação de material botânico; 2016; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Maria Ivete Quirino da Silva

Coleta e preparação de material botânico; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Leomar da Silva de Lima

Coleta e preparação de material botânico; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Renato Alexandre da Silva Barbosa

Coleta e preparação de material botânico; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas, Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Wictor Thomas Côrrea dos Santos

Coleta e preparação de material botânico; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Ana Cecília Marques dos Santos

Guia de Árvores e Arbustos da Universidade Federal de Alagoas: campus A; C; Simões; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Priscila Orlandini

Preparação e Montagem de Material Botânico para Incremento do Acervo do Herbário do CCA-UFSCar; 2010; Orientação de outra natureza; (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Centro de Ciências Agrárias da UFSCar, Universidade Federal de São Carlos - Pró-Reitoria de Graduação; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Marila Pinto de Oliveira

Coleta, Preparação e Montagem de Material Botânico para Incremento do Acervo do Futuro Herbário do CCA-UFSCar; 2009; Orientação de outra natureza; (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Centro de Ciências Agrárias da UFSCar, Universidade Federal de São Carlos - Pró-Reitoria de Graduação; Orientador: Letícia Ribes de Lima;

Foi orientado por

José Rubens Pirani

O gênero Croton L; (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais, Brasil; ; 2001; 0 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Jose Rubens Pirani;

José Rubens Pirani

Estudos taxonômicos em Croton seção Lamprocroton (Euphorbiaceae); ; 2006; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Jose Rubens Pirani;

José Rubens Pirani

Burseraceae, Caricaceae e Pedaliaceae do Estado de São Paulo; 1998; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Jose Rubens Pirani;

Produções bibliográficas

  • COSTA, STEVE DE OLIVEIRA ; ORLANDINI, PRISCILA ; LIMA, LETÍCIA RIBES DE ; RODRIGUES, RICARDO RIBEIRO . Efetividade ambiental e socioeconômica de 20 anos do Programa de Adequação Ambiental e Agrícola (LERF/LCB/ESALQ/USP) no Estado de São Paulo, Brasil. HOEHNEA , v. 47, p. 1-24, 2020.

  • B F G ; LIMA, L. R. . Brazilian Flora 2020: innovation and collaboration to meet Target 1 of the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC). Rodriguesia , v. 69, p. 1513-1527, 2018.

  • COSTA, S. O. ; LIMA, L. R. ; SEBASTIANI, R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Elaboração de material paradidático para o treinamento de futuros guias a Trilha dos Jequitibás da Universidade Federal de São Carlos (campus Araras - SP). EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO , v. 62, p. 1-24, 2018.

  • COSTA, S. O. ; LIMA, L. R. ; SEBASTIANI, R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Elaboração de material paradidático para o treinamento de futuros guias da Trilha dos Jequitibás da Universidade Federal de São Carlos (campus Araras - SP). EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO , v. 62, p. 1-20, 2018.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. ; SEBASTIANI, R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Elaboração de material paradidático para o treinamento de futuros guias à Trilha dos Jequitibás da Universidade Federal de São Carlos. EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO , v. 62, p. 1-20, 2017.

  • MARTINS, ERIKA RAMOS ; LIMA, LETÍCIA RIBES DE ; CORDEIRO, INÊS . Flora do Espírito Santo: Phyllanthus (Phyllanthaceae). Rodriguesia , v. 68, p. 1813-1828, 2017.

  • LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Botânica no Fim de Semana: relato de atividades extensionistas do Museu de História Natural da UFAL. UNISANTA BIOSCIENCE , v. 6, p. 80-85, 2017.

  • LIMA, L. R. ; CORREIA, Carlos Jorge da Silva . Botânica no fim de semana: relato de atividades extensionistas do Museu de História Natural da UFAL. UNISANTA BIOSCIENCE , v. 6, p. 80-85, 2017.

  • Correia, C.J.S. ; LIMA, L. R. . Herbário Professor Honório Monteiro, Alagoas (MUFAL). Unisanta Bioscience , v. 4, p. 89-92, 2015.

  • ZAPPI, DANIELA C. FILARDI, FABIANA L. RANZATO LEITMAN, PAULA SOUZA, VINÍCIUS C. WALTER, BRUNO M.T. PIRANI, JOSÉ R. MORIM, MARLI P. QUEIROZ, LUCIANO P. CAVALCANTI, TACIANA B. MANSANO, VIDAL F. FORZZA, RAFAELA C. ABREU, MARIA C. ACEVEDO-RODRÍGUEZ, PEDRO AGRA, MARIA F. ALMEIDA JR., EDUARDO B. ALMEIDA, GRACINEIDE S.S. ALMEIDA, RAFAEL F. ALVES, FLÁVIO M. ALVES, MARCCUS ALVES-ARAUJO, ANDERSON AMARAL, MARIA C.E. AMORIM, ANDRÉ M. AMORIM, BRUNO ANDRADE, IVANILZA M. ANDREATA, REGINA H.P. , et al. ANDRINO, CAROLINE O. ANUNCIAÇÃO, ELISETE A. AONA, LIDYANNE Y.S. ARANGUREN, YANI ARANHA FILHO, JOÃO L.M. ARAÚJO, ANDREA O. ARAÚJO, ARICLENES A.M. ARAÚJO, DIOGO ARBO, MARÍA M. ASSIS, LEANDRO ASSIS, MARTA C. ASSUNÇÃO, VIVIAN A. ATHIÊ-SOUZA, SARAH M. AZEVEDO, CECILIA O. BAITELLO, JOÃO B. BARBERENA, FELIPE F.V.A. BARBOSA, MARIA R.V. BARROS, FÁBIO BARROS, LUCAS A.V. BARROS, MICHEL J.F. BAUMGRATZ, JOSÉ F.A. BERNACCI, LUIS C. BERRY, PAUL E. BIGIO, NARCÍSIO C. BIRAL, LEONARDO BITTRICH, VOLKER BORGES, RAFAEL A.X. BORTOLUZZI, ROSELI L.C. BOVE, CLÁUDIA P. BOVINI, MASSIMO G. BRAGA, JOÃO M.A. BRAZ, DENISE M. BRINGEL JR., JOÃO B.A. BRUNIERA, CARLA P. BUTURI, CAMILA V. CABRAL, ELZA CABRAL, FERNANDA N. CADDAH, MAYARA K. CAIRES, CLAUDENIR S. CALAZANS, LUANA S.B. CALIÓ, MARIA F. CAMARGO, RODRIGO A. CAMPBELL, LISA CANTO-DOROW, THAIS S. CARAUTA, JORGE P.P. CARDIEL, JOSÉ M. CARDOSO, DOMINGOS B.O.S. CARDOSO, LEANDRO J.T. CARNEIRO, CAMILA R. CARNEIRO, CLÁUDIA E. CARNEIRO-TORRES, DANIELA S. CARRIJO, TATIANA T. CARUZO, MARIA B.R. CARVALHO, MARIA L.S. CARVALHO-SILVA, MICHELINE CASTELLO, ANA C.D. CAVALHEIRO, LARISSA CERVI, ARMANDO C. CHACON, ROBERTA G. CHAUTEMS, ALAIN CHIAVEGATTO, BERENICE CHUKR, NÁDIA S. COELHO, ALEXA A.O.P. COELHO, MARCUS A.N. COELHO, RUBENS L.G. CORDEIRO, INÊS CORDULA, ELIZABETH CORNEJO, XAVIER CÔRTES, ANA L.A. COSTA, ANDREA F. COSTA, FABIANE N. COSTA, JORGE A.S. COSTA, LEILA C. COSTA-E-SILVA, MARIA B. COSTA-LIMA, JAMES L. COTA, MARIA R.C. COUTO, RICARDO S. DALY, DOUGLAS C. DE STEFANO, RODRIGO D. DE TONI, KAREN DEMATTEIS, MASSIMILIANO DETTKE, GRETA A. DI MAIO, FERNANDO R. DÓREA, MARCOS C. DUARTE, MARÍLIA C. DUTILH, JULIE H.A. DUTRA, VALQUÍRIA F. ECHTERNACHT, LÍVIA EGGERS, LILIAN ESTEVES, GERLENI EZCURRA, CECILIA FALCÃO JUNIOR, MARCUS J.A. FERES, FABÍOLA FERNANDES, JOSÉ M. FERREIRA, D.M.C. FERREIRA, FABRÍCIO M. FERREIRA, GABRIEL E. FERREIRA, PRISCILA P.A. FERREIRA, SILVANA C. FERRUCCI, MARIA S. FIASCHI, PEDRO FILGUEIRAS, TARCISO S. FIRENS, MARCELA FLORES, ANDREIA S. FORERO, ENRIQUE FORSTER, WELLINGTON FORTUNA-PEREZ, ANA P. FORTUNATO, RENEÉ H. FRAGA, CLÉUDIO N. FRANÇA, FLÁVIO FRANCENER, AUGUSTO FREITAS, JOELCIO FREITAS, MARIA F. FRITSCH, PETER W. FURTADO, SAMYRA G. GAGLIOTI, ANDRÉ L. GARCIA, FLÁVIA C.P. GERMANO FILHO, PEDRO GIACOMIN, LEANDRO GIL, ANDRÉ S.B. GIULIETTI, ANA M. A.P.GODOY, SILVANA GOLDENBERG, RENATO GOMES DA COSTA, GÉSSICA A. GOMES, MÁRIO GOMES-KLEIN, VERA L. GONÇALVES, EDUARDO GOMES GRAHAM, SHIRLEY GROPPO, MILTON GUEDES, JULIANA S. GUIMARÃES, LEONARDO R.S. GUIMARÃES, PAULO J.F. GUIMARÃES, ELSIE F. GUTIERREZ, RAUL HARLEY, RAYMOND HASSEMER, GUSTAVO HATTORI, ERIC K.O. HEFLER, SONIA M. HEIDEN, GUSTAVO HENDERSON, ANDREW HENSOLD, NANCY HIEPKO, PAUL HOLANDA, ANA S.S. IGANCI, JOÃO R.V. IMIG, DANIELA C. INDRIUNAS, ALEXANDRE JACQUES, ELIANE L. JARDIM, JOMAR G. KAMER, HILTJE M. KAMEYAMA, CÍNTIA KINOSHITA, LUIZA S. KIRIZAWA, MIZUÉ KLITGAARD, BENTE B. KOCH, INGRID KOSCHNITZKE, CRISTIANA KRAUSS, NATHÁLIA P. KRIEBEL, RICARDO KUNTZ, JULIANA LAROCCA, JOÃO LEAL, EDUARDO S. LEWIS, GWILYM P. LIMA, CARLA T. LIMA, HAROLDO C. LIMA, ITAMAR B. LIMA, LAÍCE F.G. LIMA, LAURA C.P. LIMA, LETICIA R. LIMA, LUÍS F.P. LIMA, RITA B. LÍRIO, ELTON J. LIRO, RENATA M. LLERAS, EDUARDO LOBÃO, ADRIANA LOEUILLE, BENOIT LOHMANN, LÚCIA G. LOIOLA, MARIA I.B. LOMBARDI, JULIO A. LONGHI-WAGNER, HILDA M. LOPES, ROSANA C. LORENCINI, TIAGO S. LOUZADA, RAFAEL B. LOVO, JULIANA LOZANO, EDUARDO D. LUCAS, EVE LUDTKE, RAQUEL LUZ, CHRISTIAN L. MAAS, PAUL MACHADO, ANDERSON F.P. MACIAS, LEILA MACIEL, JEFFERSON R. MAGENTA, MARA A.G. MAMEDE, MARIA C.H. MANOEL, EVELIN A. MARCHIORETTO, MARIA S. MARQUES, JULIANA S. MARQUETE, NILDA MARQUETE, RONALDO MARTINELLI, GUSTAVO MARTINS DA SILVA, REGINA C.V. MARTINS, ÂNGELA B. MARTINS, ERIKA R. MARTINS, MÁRCIO L.L. MARTINS, MILENA V. MARTINS, RENATA C. MATIAS, LIGIA Q. MAYA-L., CARLOS A. MAYO, SIMON MAZINE, FIORELLA MEDEIROS, DEBORA MEDEIROS, ERIKA S. MEDEIROS, HERISON MEDEIROS, JOÃO D. MEIRELES, JOSÉ E. MELLO-SILVA, RENATO MELO, ALINE MELO, ANDRÉ L. MELO, EFIGÊNIA MELO, JOSÉ I.M. MENEZES, CRISTINE G. MENINI NETO, LUIZ MENTZ, LILIAN A. MEZZONATO, A.C. MICHELANGELI, FABIÁN A. MILWARD-DE-AZEVEDO, MICHAELE A. MIOTTO, SILVIA T.S. MIRANDA, VITOR F.O. MONDIN, CLÁUDIO A. MONGE, MARCELO MONTEIRO, DANIELE MONTEIRO, RAQUEL F. MORAES, MARTA D. MORAES, PEDRO L.R. MORI, SCOTT A. MOTA, ALINE C. MOTA, NARA F.O. MOURA, TANIA M. MULGURA, MARIA NAKAJIMA, JIMI N. NARDY, CAMILA NASCIMENTO JÚNIOR, JOSÉ E. NOBLICK, LARRY NUNES, TEONILDES S. O'LEARY, NATALY OLIVEIRA, ARLINE S. OLIVEIRA, CAETANO T. OLIVEIRA, JULIANA A. OLIVEIRA, LUCIANA S.D. OLIVEIRA, MARIA L.A.A. OLIVEIRA, REGINA C. OLIVEIRA, RENATA S. OLIVEIRA, REYJANE P. PAIXÃO-SOUZA, BRUNO PARRA, LARA R. PASINI, EDUARDO PASTORE, JOSÉ F.B. PASTORE, MAYARA PAULA-SOUZA, JULIANA PEDERNEIRAS, LEANDRO C. PEIXOTO, ARIANE L. PELISSARI, GISELA PELLEGRINI, MARCO O.O. PENNINGTON, TOBY PERDIZ, RICARDO O. PEREIRA, ANNA C.M. PEREIRA, MARIA S. PEREIRA, RODRIGO A.S. PESSOA, CLENIA PESSOA, EDLLEY M. PESSOA, MARIA C.R. PINTO, LUIZ J.S. PINTO, RAFAEL B. PONTES, TIAGO A. PRANCE, GHILLEAN T. PROENÇA, CAROLYN PROFICE, SHEILA R. PSCHEIDT, ALLAN C. QUEIROZ, GEORGE A. QUEIROZ, RUBENS T. QUINET, ALEXANDRE RAINER, HEIMO RAMOS, ELIANA RANDO, JULIANA G. RAPINI, ALESSANDRO REGINATO, MARCELO REIS, ILKA P. REIS, PRISCILA A. RIBEIRO, ANDRÉ R.O. RIBEIRO, JOSÉ E.L.S. RIINA, RICARDA RITTER, MARA R. RIVADAVIA, FERNANDO ROCHA, ANTÔNIO E.S. ROCHA, MARIA J.R. RODRIGUES, IZABELLA M.C. RODRIGUES, KARINA F. RODRIGUES, RODRIGO S. RODRIGUES, VINÍCIUS T. RODRIGUES, WILLIAM ROMANIUC NETO, SÉRGIO ROMÃO, GERSON O. ROMERO, ROSANA ROQUE, NÁDIA ROSA, PATRÍCIA ROSSI, LÚCIA SÁ, CYL F.C. SAAVEDRA, MARIANA M. SAKA, MARIANA SAKURAGUI, CÁSSIA M. SALAS, ROBERTO M. SALES, MARGARETH F. SALIMENA, FATIMA R.G. SAMPAIO, DANIELA SANCHO, GISELA SANO, PAULO T. SANTOS, ALESSANDRA SANTOS, ÉLIDE P. SANTOS, JULIANA S. SANTOS, MARIANNA R. SANTOS-GONÇALVES, ANA P. SANTOS-SILVA, FERNANDA SÃO-MATEUS, WALLACE SARAIVA, DEISY P. SARIDAKIS, DENNIS P. SARTORI, ÂNGELA L.B. SCALON, VIVIANE R. SCHNEIDER, ÂNGELO SEBASTIANI, RENATA SECCO, RICARDO S. SENNA, LUISA SENNA-VALLE, LUCI SHIRASUNA, REGINA T. SILVA FILHO, PEDRO J.S. SILVA, ANÁDRIA S. SILVA, CHRISTIAN SILVA, GENILSON A.R. SILVA, GISELE O. SILVA, MÁRCIA C.R. SILVA, MARCOS J. SILVA, OTÁVIO L.M. SILVA, RAFAELA A.P. SILVA, SAURA R. SILVA, TANIA R.S. SILVA-GONÇALVES, KELLY C. SILVA-LUZ, CÍNTIA L. SIMÃO-BIANCHINI, ROSÂNGELA SIMÕES, ANDRÉ O. SIMPSON, BERYL SINISCALCHI, CAROLINA M. SIQUEIRA FILHO, JOSÉ A. SIQUEIRA, CARLOS E. SIQUEIRA, JOSAFÁ C. SMITH, NATHAN P. SNAK, CRISTIANE SOARES NETO, RAIMUNDO L. SOARES, KELEN P. SOARES, MARCOS V.B. SOARES, MARIA L. SOARES, POLYANA N. SOBRAL, MARCOS SODRÉ, RODOLFO C. SOMNER, GENISE V. SOTHERS, CYNTHIA A. SOUSA, DANILO J.L. SOUZA, ELNATAN B. SOUZA, ÉLVIA R. SOUZA, MARCELO SOUZA, MARIA L.D.R. SOUZA-BUTURI, FÁTIMA O. SPINA, ANDRÉA P. STAPF, MARÍA N.S. STEFANO, MARINA V. STEHMANN, JOÃO R. STEINMANN, VICTOR TAKEUCHI, CÁTIA TAYLOR, CHARLOTTE M. TAYLOR, NIGEL P. TELES, ARISTÔNIO M. TEMPONI, LÍVIA G. TERRA-ARAUJO, MÁRIO H. THODE, VERONICA THOMAS, W.WAYT TISSOT-SQUALLI, MARA L. TORKE, BENJAMIN M. TORRES, ROSELI B. TOZZI, ANA M.G.A. TRAD, RAFAELA J. TREVISAN, RAFAEL TROVÓ, MARCELO VALLS, JOSÉ F.M. VAZ, ANGELA M.S.F. VERSIEUX, LEONARDO VIANA, PEDRO L. VIANNA FILHO, MARCELO D.M. VIEIRA, ANA O.S. VIEIRA, DIEGO D. VIGNOLI-SILVA, MÁRCIA VILAR, THAISA VINHOS, FRANKLIN WALLNÖFER, BRUNO WANDERLEY, MARIA G.L. WASSHAUSEN, DIETER WATANABE, MAURÍCIO T.C. WEIGEND, MAXIMILIAN WELKER, CASSIANO A.D. WOODGYER, ELIZABETH XIFREDA, CECILIA C. YAMAMOTO, KIKYO ZANIN, ANA ZENNI, RAFAEL D. ZICKEL, CARMEM S ; Growing knowledge: an overview of Seed Plant diversity in Brazil. Rodriguesia , v. 66, p. 1085-1113, 2015.

  • ORLANDINI, PRISCILA ; LIMA, LETÍCIA RIBES DE . Sinopse do gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae) no Estado de São Paulo, Brasil. Hoehnea , v. 41, p. 51-60, 2014.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. ; CORDEIRO, I. . Phyllanthus (Phyllanthaceae) do estado do Rio de Janeiro. Rodriguésia (Impresso) , v. 65, p. 405, 2014.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. ; CORDEIRO, I. . Phyllanthus ( Phyllanthaceae ) no estado do Rio de Janeiro. Rodriguésia (Impresso) , v. 65, p. 405-424, 2014.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. ; SEBASTIANI, R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Avaliação da visitação à Trilha dos Jequitibás, do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). Educação Ambiental em Ação , v. 49, p. 1-12, 2014.

  • Secco, R. ; CORDEIRO, I. ; Senna-Vale, L. ; Sales, M.F. ; LIMA, L. R. ; Medeiros, D. ; Haiad, B.S. ; Oliveira, A.S. ; CARUZO, M. B. R. ; Carneiro-Torres, D.S ; Bigio, N.C. . An overview of recent taxonomic studies on Euphorbiaceae s.l. in Brazil. Rodriguesia , v. 63, p. 227-242, 2012.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Sinopse do gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) do Estado de São Paulo. Hoehnea (São Paulo) , v. 38, p. 123-133, 2011.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Three new species of Croton (Euphorbiaceae) from Brazil. Kew Bulletin , v. 63, p. 121-129, 2008.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Revisão taxonômica de Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae s.s.). Biota Neotropica , v. 8, p. 1-56, 2008.

  • P.E. Berry ; CARUZO, M. B. R. ; CORDEIRO, I. ; Esser, H.J. ; Fernandez-Casas, F.J. ; Levin, G.A. ; LIMA, L. R. ; Riina, R. ; Wurdack, K.J. . Catálogo de las Plantas Vasculares del Cono Sur (Argentina, Sur de Brasil, Chile, Paraguay y Uruguay): Euphorbiaceae. Monographs in Systematic Botany from the Missouri Botanical Garden , v. 107, p. 2010-2078, 2008.

  • LIMA, L. R. ; M.A. Vitorino-Cruz ; PIRANI, J. R. ; CORREA, A. M. S. . Pollen morphology of Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae) and its taxonomic implications. Nordic Journal of Botany , v. 25, p. 206-216, 2007.

  • LIMA, L. R. ; CORDEIRO, I. ; P.E. Berry ; M.A. Vitorino-Cruz . Brasiliocroton, a New Crotonoid Genus of Euphorbiaceae s.s. from Eastern Brazil.. Systematic Botany, v. 30, n.2, p. 357-365, 2005.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Burseraceae. Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, v. 4, p. 163-168, 2005.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Pedaliaceae. Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, v. 4, p. 317-319, 2005.

  • LIMA, L. R. ; CORDEIRO, I. ; PIRANI, J. R. . Flora de Grão Mogol, Minas Gerais: Croton (Euphorbiaceae). Boletim de Botânica da Universidade de São Paulo, v. 22, n.2, p. 109-131, 2004.

  • LIMA, L. R. ; DIAS, P. ; SAMPAIO, P. S. P. . Flora da Serra do Cipó, Minas Gerais: Flacourtiaceae. Boletim de Botânica da Universidade de São Paulo, v. 22, n.1, p. 19-23, 2004.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora do Distrito Federal, Brasil: Burseraceae. Flora do Distrito Federal, Brasil, v. 3, p. 127-138, 2003.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Caricaceae. Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, São Paulo - Brasil, v. 2, p. 79-82, 2002.

  • LIMA, L. R. . Revisão da família Burseraceae para o projeto Flora Fanerogâmica do Distrito Federal. Listagem e Nível de Proteção das Espécies de Fanerógamas do Distrito Federal Brasil, Distrito Federal - Brasil, v. 1, p. 89-359, 2001.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais, Brasil. Boletim de Botânica da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 21, n.2, p. 299-344, 2000.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Burseraceae. Flora Fanerogâmica da Ilha do Cardoso. São Paulo-Brasil. Flora Fanerogâmica da Ilha do Cardoso, São Paulo - Brasil, v. 6, p. 155-157, 1999.

  • LIMA, L. R. ; Rodrigues, R.R. . Cenários Ambientais 2020. São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente, 2009.

  • Leite, C.B.A. ; LIMA, L. R. . Onagraceae. In: Ana Paula do Nascimento Prata; Marta Cristina Vieira Farias; Myrna Friederichs Landim. (Org.). Flora de Sergipe. 2ed.Aracaju: Criação Editora, 2015, v. 2, p. 203-211.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. ; CORDEIRO, I. . Phyllanthaceae. Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. São Paulo: , 2012, v. 7, p. -.

  • CORDEIRO, I. ; Secco, R. ; Cardiel, J.M. ; Steinmann, V. ; CARUZO, M. B. R. ; Riina, R. ; LIMA, L. R. ; Maya-L., C.A ; P.E. Berry ; Pscheidt, A.C. . Euphorbiaceae. In: Forzza, R.C. et al.. (Org.). Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010, v. 2, p. 963-989.

  • Rodrigues, R.R. ; LIMA, L. R. . Síntese do documento "Diretrizes para conservação e restauração da biodiversidade no Estado de São Paulo". In: Bononi, V.L.R; Santos Junior, N.A.. (Org.). Memórias do Conselho Científico da Secretaria do Meio Ambiente: a síntese de um ano de conhecimento acumulado. São Paulo: Instituto de Botânica, SMA, 2009, v. 1, p. 20-30.

  • Durigan, G. ; MAMEDE, M. C. H. ; Ivanauskas, N.M. ; LIMA, L. R. ; et al. . Fanerógamas. In: Rodrigues, R.R.; Bononi, V.L.R.. (Org.). Diretrizes para a conservação e restauração da biodiversidade no Estado de São Paulo. São Paulo: Instituto de Botânica & FAPESP, 2008, v. 1, p. 102-109.

  • LIMA, L. R. . Arborização urbana planejada garante conforto e segurança. Gazeta de Alagoas, Alagoas, 29 nov. 2015.

  • LIMA, L. R. . Herbário do Museu de História Natural documenta diversidade da flora alagoana. Cada Minuto, 23 abr. 2015.

  • CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; LIMA, L. R. . Educomunicação como recusro didático no processo de ensino-aprendizagem de conteúdos de Ecologia Vegetal. In: V Congresso Nacional de Educação, 2018, Pernambuco. Anais do V Congresso Nacional de Educação. Pernambuco, 2018.

  • SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. ; LIMA, L. R. . Botânica no Ensino Médio e o uso de metodologias alternativas no seu processo de ensino-aprendizagem. In: V Congresso Nacional de Educação, 2018, Olinda. Anais do V CONEDU, 2018. v. 1.

  • LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Atividades extensionistas do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas: um foco no ensino de Botânica. In: IV Congresso Nacional de Educação, 2017, João Pessoa. Anais do IV Congresso Nacional de Educação, 2017. v. 1.

  • SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. ; LIMA, L. R. . Estratégias didáticas como métodos facilitadores para o ensino e aprendizagem de temas relacionados à Botânica na Educação Básica. In: IV Congresso Nacional de Educação, 2017, João Pessoa. Anais do IV Congresso Nacional de Educação, 2017. v. 1.

  • CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; LIMA, L. R. . Metodologias ativas no ensino de temas relacionados à etnobotânica. In: IV Congresso Nacional de Educação, 2017, João Pessoa. Anais do IV Congresso Nacional de Educação, 2017.

  • CARUZO, M. B. R. ; LIMA, L. R. ; Carneiro-Torres, D. ; CORDEIRO, I. ; SILVA, O. L. M. . Tribe Crotoneae in Brazil: present and future. In: 66o Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos. Anais do 66o Congresso Nacional de Botânica, 2015. p. 529-536.

  • SILVA, M. J. ; LIMA, L. R. ; PIMENTEL, F. S. . Botânica no Ensino Médio: uma proposta de ensino-aprendizagem por meio da produção de games. In: Virtual Educa, 2018, Salvador. Actas do Virtual Educa. Salvador: Virtual Educa, 2018. v. 1. p. 1-13.

  • CURY, G. ; LIMA, L. R. ; Justino, G.C. ; MOTA, M. D. A. . Viabilidade de transformar o Arboretum do ICBS (UFAL) em espaço não formal de educação. In: XI ENPEC - Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2017, Florianópolis. Anais do XI ENPEC - Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2017.

  • SANTOS, W. T. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o Gênero Spermacoce L. (Rubiaceae Juss.). In: Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia, 2014, Maceió. Anais do Caiite 2014, 2014.

  • CARUZO, M. B. R. ; Carneiro-Torres, D. ; CORDEIRO, I. ; LIMA, L. R. ; SILVA, O. L. M. ; Secc, R.S. . Tribe Crotonae in Brasil: Present and Future. In: 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014, Salvador. Anais do 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014.

  • Mangueira, J.R.S. ; Rodrigues, R.R. ; Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. . Natural Regeneration of Fragments Embedded in Different Agricultural Landscapes in the Countryside of São Paulo State, Brasil. In: I Simpósio Internacional de Ecologia, 2011, São Carlos. Anais do I Simpósio Internacional de Ecologia, 2011.

  • Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. ; Mangueira, J.R.S. ; FERRAZ, K. M. P. M. B. ; Rodrigues, R.R. . Floristic Composition of Forest Remmants in the Corumbataí River Basin. In: I Simpósio Internacional de Ecologia, 2011, São Carlos. Anais do I Simpósio Internacional de Ecologia, 2011.

  • Eltink, M. ; OLIVEIRA, A. S. ; Renó, I.P. ; Souza, A.C.O. ; Ohira-Bressani, M.S. ; Castro, P.B.L. ; Benedito, J.F. ; Ramos, E. ; Torres, R.B. ; JUNG-MENDACOLLI, S. L. ; LIMA, L. R. ; ABRAMIDES, P. L. G. ; Veiga, R.F.A. ; BERNACCI, L. C. . Herbário IAC: uma coleção com amostras de plantas mais antigas que o centenário. In: I Encontro de Museus da Região Metropolitana de Campinas, 2008, Campinas. I Encontro de Museus da Região Metropolitana de Campinas, 2008.

  • SANTOS, E. M. ; CURY, G. ; LIMA, L. R. . Análise anatômica do gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae). In: 70 Congresso Nacional de Botânica, 2019, Maceió. Anais do 70 Congresso Nacional de Botânica. Maceió: Sociedade Botânica do Brasil & Universidade Federal de Alagoas, 2019. p. 293-293.

  • CAJE, S. O. S. ; MELO, J. D. ; MONTE-OLIVEIRA, B. ; LIMA, L. R. ; LYRA, R. P. ; LIMA, I. M. M. . Primeiro registro da interação entre Strymon sp. cf. (Lepidoptera: Lycaenidae: Eumaeini) e Waltheria indica L. (Malvaceae) no Estado de Alagoas, Brasil. In: 70 Congresso Nacional de Botânica, 2019, Maceió. Anais do 70 Congresso Nacional de Botânica. Maceió: Sociedade Botânica do Brasil & Universidade Federal de Alagoas, 2019. p. 429-430.

  • SILVA, M. J. ; LIMA, L. R. . Proposta de ensino do tema 'Biomas Terrestres' por meio da produção de um game por alunos do Ensino Médio. In: 70 Congresso Nacional de Botânica, 2019, Maceió. Anais do 70 Congresso Nacional de Botânica. Maceió: Sociedade Botânica do Brasil & Universidade Federal de Alagoas, 2019. p. 509-510.

  • SIQUEIRA, E. S. ; LIMA, L. R. . Levantamento florístico do estrato arbustivo-arbóreo da Reserva Extrativista Marinha Lagoa do Jequiá, Alagoas. In: 70 Congresso Nacional de Botânica, 2019, Maceió. Anais do 70 Congresso Nacional de Botânica. Maceió: Sociedade Botânica do Brasil & Universidade Federal de Alagoas, 2019. p. 720-721.

  • SANTOS, E. M. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae). In: 69 Congresso Nacional de Botânica, 2018, Cuiabá. Anais do 69 Congresso Nacional de Botânica. Cuiabá, 2018.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. ; SEBASTIANI, R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Atividades de Educação Ambiental para o treinamento de guias da Trilha Ecológica da UFSCar (Centro de Ciências Agrárias). In: 69 Congresso Nacional de Botânica, 2018, Cuiabá. Anais do 69 Congresso Nacional de Botânica, 2018.

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Novas ocorrências da tribo Spermacoceae Bercht. & J.Presl. sensu lato (Rubiaceae) no Estado de Alagoas, Brasil. In: XII Congreso Latinoamericano de Botánica, 2018, Quito. Anais do XII Congreso Latinoamericano de Botánica, 2018.

  • Costa, S.O. ; FERNANDES, R. D. M. ; PENHA, A. S. ; LIMA, L. R. . Espécies arbóreas e arbustivas de uma floresta semidecídua, Araras, Brasil. In: XII Congreso Latinoamericano de Botánica, 2018, Quito. Anais do XII Congreso Latinoamericano de Botánica, 2018.

  • SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. ; LIMA, L. R. . Investigação de métodos lúdicos para o ensino de Botânica em Escolas Estaduais de Alagoas. In: 35a Reunião Nordestina de Botânica, 2017, Recife. Anais da 35a Reunião Nordestina de Botânica, 2017.

  • OLIVEIRA, T. G. ; LIMA, L. R. ; SIQUEIRA, E. S. . Mapeamento dos Brejos de Altitude do Estado de Alagoas. In: 35a Reunião Nordestina de Botânica, 2017, Recife. Anais da 35a Reunião Nordestina de Botânica, 2017.

  • LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Botânica no fim de semana: relato de atividades extensionistas do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas. In: 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017, Rio de Janeiro. Anais do 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017.

  • LIMA, L. R. ; SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. . A produção de atividades recreativas como proposta para o ensino de Botânica. In: 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017, Rio de Janeiro. Anais do 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017.

  • LIMA, L. R. ; OLIVEIRA, T. G. ; CURY, G. . Registro da ocorrência de Brejos de Altitude em Alagoas. In: 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017, Rio de Janeiro. Anais do 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017.

  • LIMA, L. R. ; CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; PINTO, A. V. F. ; PRATA, A. P. . A Botânica inserida na Biologia - intervenções sobre problemas e soluções. In: I Encontro Nordestino das Licenciaturas em Ciências Biológicas, 2017, Penedo, AL. Anais do I Encontro Nordestino das Licenciaturas em Ciências Biológicas, 2017. p. 43-43.

  • CURY, G. ; LIMA, L. R. ; Justino, G.C. ; MOTA, M. D. A. . Viabilidade de transformar o Arboretum do ICBS (UFAL) em espaço não formal para educação. In: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2017, Florianópolis. Anais do XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis, 2017.

  • SANTOS, W. T. ; LIMA, L. R. . A tribo Spermacoceae Bercht. & J.Presl. sensu lato (Rubiaceae Juss.) no Estado de Alagoas. In: 67 Congresso Nacional de Botânica, 2016, Vitória. Anais do 67 Congresso Nacional de Botânica, 2016.

  • BARBOSA, R. A. S. ; LIMA, L. R. . Por que insistir na tradição. O método de ponto-quadrante como alternativa para estudos de flora. In: 67 Congresso Nacional de Botânica, 2016, Vitória. Anais do 67 Congresso Nacional de Botânica, 2016.

  • FEIO, A. C. ; SOUZA, K. F. ; VITARELLI, N. C. ; SILVA, O. L. M. ; CORDEIRO, I. ; Secc, R.S. ; RIINA, R. ; LIMA, L. R. ; CARUZO, M. B. R. . Non-gandular trichomes in Crotonae(Euphorbiaceae): first steps towards a new classification. In: 67 Congresso Nacional de Botânica, 2016, Vitória. Anais do 67 Congresso Nacional de Botânica, 2016.

  • BARBOSA, R. A. S. ; LIMA, L. R. . Composição florística de um remanescente de floresta ombrófila densa atlântica do município de Rio Largo (AL). In: Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia, 2015, Maceió. Anais do Caiite 2015. Maceió, 2015.

  • BARBOSA, R. A. S. ; LIMA, L. R. ; LIMA, L. R. . Composição florística de um remanescente de floresta ombrófila densa atlântica do município de Rio Largo (AL). In: XII Congresso de Ecologia do Brasil, 2015, São Lourenço. Anais do XII Congresso de Ecologia do Brasil, 2015.

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Richardia L. (Rubiaceae). In: 66o Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos. Anais do 66o Congresso Nacional de Botânica, 2015.

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Mitracarpus Zucc. ex Schultes & Schultes f. (Rubiaceae). In: 66o Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos. 66o Congresso Nacional de Botânica, 2015.

  • SANTOS, W. T. ; LIMA, LETÍCIA RIBES DE . Phanerogamic Flora of the State of Alagoas: the genus Diodella Small (Rubiaceae). In: VI International Rubiaceae and Gentianales Conference, 2014, Slavador. Annals of the VI International Rubiaceae and Gentianales Conference, 2014.

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Phanerogamic Flora of the State of Alagoas: the genus Spermacoce L. (Rubiaceae). In: VI International Rubiaceae and Gentianales Conference, 2014, Salvador. Annals of the VI International Rubiaceae and Gentianales Conference, 2014.

  • Larangeira Júnior, B.L. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Croton L. (Euphorbiaceae). In: 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014, Salvador. Anais do 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014.

  • SANTOS, A. C. M. C. ; LIMA, L. R. . Levantamento das espécies de árvores da Universidade Federal de Alagoas, campus A.C. Simões. In: 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014. Anais do 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014.

  • Leite, C.B.A. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: a família Onagraceae. In: 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014, Salvador. Anais do 65 Congresso Nacional de Botânica, 2014.

  • Larangeira Júnior, B.L. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Croton L. (Euphorbiaceae) no Estado de Alagoas. In: XXIV Encontro de Iniciação Científica da UFAL, 2014, Maceió. Anais do XXIV Encontro de Iniciação Científica da UFAL, 2014.

  • Larangeira Júnior, B.L. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Croton L. (Euphorbiaceae). In: XXIX Semana de Biologia do ICBS/UFAL, 2014, Maceió. Anais da XXIX Semana de Biologia do ICBS/UFAL, 2014.

  • Costa, S.O. ; SEBASTIANI, R. ; LIMA, L. R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Implantação de trilha interpretativa guiada como subsídio para conservação da agrobiodiversidade em Araras (SP). In: III Simpósio Agroambiental, 2013, Araras, SP. Anais do III Simpósio Agroambiental, 2013.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). In: XX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2013, São Carlos, SP. Anais do XX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2013.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Implantação de trilha interpretativa guiada como subsídio para conservação da agrobiodiversidade em Araras (SP). In: XX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2013, São Carlos, SP. Anais do XX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2013.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) no Estado do Rio de Janeiro. In: 63 Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville, SC. Anais do 63 Congresso Nacional de Botânica, 2012.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). In: 63 Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville, SC. Anais do 63 Congresso Nacional de Botânica, 2012.

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Spermacoce L. (Rubiaceae) no Estado de Alagoas. In: 63 Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville, SC. Anais do 63 Congresso Nacional de Botânica, 2012.

  • Sabino, A.P.S. ; Rodrigues, R.R. ; LIMA, L. R. ; FERRAZ, K. M. P. M. B. ; PENHA, A. S. . Floristic similarity between semideciduous seasonal forests inserted in different agricultural. In: 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology, 2012, Bonito, MS. Annals of the 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology, 2012.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). In: II Simpósio Agroambiental, 2012, Araras, SP. Anais do II Simpósio Agroambiental, 2012.

  • LIMA, L. R. . O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na região Sudeste do Brasil. In: 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011, Fortaleza. Anais do 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011.

  • Orlandini, P. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: o gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae). In: 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011, Fortaleza. Anais do 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011.

  • Sabino, A.P.S. ; Rodrigues, R.R. ; LIMA, L. R. . Composição arbustivo-arbórea de fragmentos florestais inseridos em matrizes agrícolas. In: 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011, Fortaleza. Anais do 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) no Estado de Minas Gerais. In: 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011, Fortaleza. Anais do 62 Congresso Nacional de Botânica, 2011.

  • LIMA, L. R. . The Genus Croton L. (Euphorbiaceae) of Southeast Region of Brazil. In: XVIII International Botanical Congress, 2011, Melbourne. Annals of XVIII International Botanical Congress, 2011.

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). In: XIX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2011, São Carlos, SP. Anais do XIX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2011.

  • Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. . Avaliação Florística de Remanescentes Florestais em Matrizes de Cana-de-açúcar e Pastagem na Bacia do Rio Corumbataí. In: I Simpósio Agroambiental, 2011, Araras, SP. Anais do I Simpósio Agroambiental, 2011.

  • Machado, W.J. ; LIMA, L. R. ; PRATA, A. P. . Levantamento do gênero Croton L. (Euphorbiaceae s.s.) no Estado de Sergipe, Brasil. In: XXXIII Reunião Nordestina de Botânica, 2010, Aracaju. Anais da XXXIII Reunião Nordestina de Botânica. Aracaju, 2010.

  • Machado, W.J. ; LIMA, L. R. ; PRATA, A. P. ; Gomes, L.A. ; Santos, V. ; Lima, T.M. . Levantamento preliminar da família Euphorbiaceae s.s. na Serra da Guia, Poço Redondo, Sergipe. In: XXXIII Reunião Nordestina de Botânica, 2010, Aracaju. Anais da XXXIII Reunião Nordestina de Botânica. Aracaju, 2010.

  • Sabino, A.P.S. ; Rodrigues, R.R. ; LIMA, L. R. . Importância da diagnose ambiental para a recuperação de áreas degradadas. In: III Simpósio de Ecologia da Universidade Federal de São Carlos, 2009, São Carlos. Anais do III Simpósio de Ecologia da Universidade Federal de São Carlos. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2009.

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: o gênero Phylanthus L. (Euphorbiaceae s.l.). In: 60 Congresso Nacional de Botânica, 2009, Feira de Santana. Anais do 60 Congresso Nacional de Botânica, 2009.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Padrões de distribuição geográfica de Croton sect. Lamprocroton (Euphorbiaceae s.s.). In: 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal. Anais do 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008.

  • Lopez, R.F. ; Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Levantamento dos estratos arbóreo e arbustivo do Parque Municipal Ecoturístico do ABC (Ribeirão Pires, SP). In: 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal. Anais do 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008.

  • LIMA, L. R. ; M.A.V. da Cruz-Barros ; PIRANI, J. R. ; CORREA, A. M. S. . Estudo palinotaxonômico em Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae) e suas implicações taxonômicas. In: 58 Congresso Nacional de Botânica, 2007, São Paulo. Anais do 58 Congresso Nacional de Botânica. São Paulo, 2007.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Três novas espécies de Croton L. (Euphorbiaceae) do Brasil. In: IX Congresso Latinoamericano de Botânica, 2006, Santo Domingo. IX Congreso LAtinoamericano de Botanica, 2006. p. 698-699.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Três novas espécies de Croton L. (Euphorbiaceae) do Brasil. In: 13 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica, 2006, São Paulo. Anais da 13 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica. São Paulo: Instituto de Botânica, 2006.

  • COSTA, S. M. S. ; LIMA, L. R. ; PRATA, A. P. . Euphorbiaceae s.l. no Estado de Sergipe, Brasil. In: 57 Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado. Anais do 57 Congresso Nacional de Botânica. Gramado, 2006.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Taxonomic Revision of Croton section Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). In: XII International Botanical Congress, 2005, Viena. Anals of XII International Botanical Congress, 2005.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Revisão taxonômica de Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). In: 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba. Anais do 56 Congresso Nacional de Botânica, 2005.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Revisão Taxonômica de Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). In: 12 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica, 2005, São Paulo. Resumos da 12 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica, 2005.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Revisão taxonômica de Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). In: XVII International Botanical Congress, 2005, Viena. Anals of the XVII International Botanical Congress, 2005.

  • JORDÃO, R. ; LIMA, L. R. ; GATTAMORTA, M. . Uma nova perspectiva para a utilização de experimentos em aulas de Biologia. In: VII EPEB - Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia, 2002, São Paulo. VII EPEB - Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia, 2002. p. 102-102.

  • LIMA, L. R. ; GATTAMORTA, M. . Jogo Digeriu - trabalhando com a fixação e relação de conceitos de digestão. In: VII EPEB - Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia, 2002, São Paulo. VII EPEB - Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia, 2002. p. 56-56.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, L. R. L. J. ; O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais. In: 53 Congresso Nacional de Botânica e 25 Reunião Nordestina de Botânica, 2002, Recife. 53 Congresso Nacional de Botânica e 25 Reunião Nordestina de Botânica, 2002. p. 464-465.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Croton L. (Euphorbiaceae) na flora de Grão Mogol, Minas Gerais. In: 30 Anos de Pós-Graduação do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, 2001, São Paulo. 30 Anos de Pós-Graduação do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, 2001. p. 18-18.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Burseraceae: Flora Fanerogâmica do Distrito Federal. In: 54 Congresso Nacional de Botânica, 2000, Belém, 2000.

  • LIMA, L. R. . Flacourtiaceae: Flora Fanerogâmica da Serra do Cipó, Minas Gerais, Brasil. In: 54 Congresso Nacional de Botânica, 2000, Belém. Anais do 54 Congresso Nacional de Botânica, 2000.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Caricaceae e Pedaliaceae. In: L Congresso Nacional de Botânica, 1999, Blumenau. L Congresso Nacional de Botânica - Resumos, 1999. p. 57-57.

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Burseraceae. In: XLIX Congresso Nacional de Botânica, 1998, Salvador. XLIX Congresso Nacional de Botânica - Resumos, 1998. p. 98-98.

  • Silva, T.M.S. ; LIMA, L. R. . Iniciação científica com projetos de botânica no ensino médio. 2019. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SANTOS, E. M. ; CURY, G. ; LIMA, L. R. . Análise anatômica do gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae). 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, E. M. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Sergipe: o gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae). 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SIQUEIRA, E. S. ; LIMA, L. R. . Levantamento florístico do estrato arbustivo-arbóreo da Reserva Extrativista Marinha Logoa do Jequiá, Alagoas. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SILVA, M. J. ; LIMA, L. R. . Proposta de ensino do tema biomas terrestres por meio da produção de um game por alunos do Ensino Médio. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAJE, S. O. S. ; MELO, J. D. ; OLIVEIRA, B. F. M. ; LYRA, R. P. ; LIMA, I. M. M. ; LIMA, L. R. . Primeiro registro da interação entre Strymon sp. cf. (Lepidoptera: Lycaenidae: Eumaeini) e Waltheria indica (Malvaceae) no Estado de Alagoas. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Silva, T.M.S. ; LIMA, L. R. . Metodologia ativa de ensino: utilização de projetos de pesquisa no Ensino Médio. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. . Pensamento ecológico: por uma educação ambiental transformadora. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. ; LIMA, L. R. . Botânica no Ensino Médio e o uso de metodologias alternativas no seu processo de ensino-aprendizagem. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; LIMA, L. R. . Educomunicação como recurso didático no processo d ensino-aprendizagem de conteúdos de Ecologia Vegetal. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Novas ocorrências da tribo Spermacoceae Bercht. & J.Presl. sensu lato (Rubiaceae) no Estado de Alagoas, Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; FERNANDES, R. D. M. ; PENHA, A. S. ; LIMA, L. R. . Espécies arbóreas e arbustivas de uma floresta semidecídua, Araras, Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; SILVA, M. J. ; PIMENTEL, F. S. . Biologia: uma proposta de ensino-aprendizagem por meio da produção de games digitais por alunos do Ensino Médio. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. ; LIMA, L. R. . Estratégias didáticas como métodos facilitadores para o ensino e aprendizagem de temas relacionados à Botânica na Educação Básica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; LIMA, L. R. . Metodologias ativas no ensino de temas relacionados à etnobotânica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, T. G. ; LIMA, L. R. . Registro da ocorrência dos Brejos de Altitude em Alagoas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; LIMA, L. R. . A produção de atividades diferenciadas como proposta para o ensino de Botânica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. ; Correia, C.J.S. . Fim de Semana no Museu de História Natural da UFAL: relato de atividades de extensão do Herbário MUFAL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • OLIVEIRA, T. G. ; LIMA, L. R. ; CURY, G. . Registro da ocorrência dos Brejos de Altitude em Alagoas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CANDIDO, S. A. ; SILVA, L. S. A. ; LIMA, L. R. ; PINTO, A. V. F. ; PRATA, A. P. . A Botânica inserida na Biologia - intervenção sobre problemas e soluções. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, L. S. A. ; CANDIDO, S. A. ; LIMA, L. R. . Plantas tóxicas e plantas medicinais como método facilitador ao ensino de Botânica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Larangeira Júnior, B.L. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: o gênero Croton L. (Euphorbiaceae). 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, A. C. M. C. ; LIMA, L. R. . Levantamento das Espécies de Árvores da Universidade Federal de Alagoas, Campus A.C. Simões. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Leite, C.B.A. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas: a família Onagraceae. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. ; FIGUEIREDO, R. A. . Implantação de trilha interpretativa guiada como subsídio para conservação da agrobiodiversidade em Araras (SP). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. ; FIGUEIREDO, R. A. ; SEBASTIANI, R. . Implantação de trilha interpretativa guiada como subsídio para conservação da agrobiodiversidade em Araras (SP). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Sabino, A.P.S. ; Rodrigues, R.R. ; LIMA, L. R. ; FERRAZ, K. M. P. M. B. ; PENHA, A. S. . Floristic similarity between semideciduous seasonal forests inserted in different agricultural. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) no Estado do Rio de Janeiro. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Santos, W.T.C.C. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Spermacoce L. (Rubiaceae) no Estado de Alagoas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo e conservação do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos (Araras, SP). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. . The Genus Croton L. (Euphorbiaceae) Of Southeast Region Of Brazil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Mangueira, J.R.S. ; Rodrigues, R.R. ; Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. . Natural Regeneration of Fragments Embedded in Different Agricultural Landscapes in the Countryside of São Paulo State, Brazil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. ; Mangueira, J.R.S. ; FERRAZ, K. M. P. M. B. ; Rodrigues, R.R. . Floristic Composition of Forest Remmants in the Corumbataí River Basin. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. . Avaliação Florística de Remanescentes Florestais em Matrizes de Cana-de-açúcar e Pastagem na Bacia do Rio Corumbataí. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Phyllanthus L. (Phyllanthaceae) no Estado de Minas Gerais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Orlandini, P. ; LIMA, L. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: o gênero Manihot Mill. (Euphorbiaceae). 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Costa, S.O. ; LIMA, L. R. . Estrutura e composição florística como subsídio para manejo do remanescente florestal do campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. . O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na região Sudeste do Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Sabino, A.P.S. ; LIMA, L. R. ; Rodrigues, R.R. ; FERRAZ, K. M. P. M. B. ; Mangueira, J.R.S. . Composição arbustivo-arbórea de fragmentos florestais inseridos em matrizes agrícolas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATA, A. P. ; LIMA, L. R. . Levantamento preliminar da família Euphorbiaceae s.s. na Serra da Guia, Poço Redondo, Sergipe. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATA, A. P. ; LIMA, L. R. . Levantamento do gênero Croton L. (Euphorbiaceae s.s.) no Estado de Sergipe, Brasil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . O gênero Phyllanthus L. (Euphorbiaceae s.l.) na Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Martins, E.R. ; LIMA, L. R. . O gênero Phyllanthus (Euphorbiaceae s.l.) na Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. . Taxonomic aspects of Croton L. (Euphorbiaceae s.s.) of Southeast region of Brazil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • LIMA, L. R. ; M.A.V. da Cruz-Barros ; PIRANI, J. R. ; CORREA, A. M. S. . Estudo palinotaxonômico em Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae) e suas implicações taxonômicas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; M.A.V. da Cruz-Barros ; PIRANI, J. R. ; CORREA, A. M. S. . Estudo palinotaxonômico em Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae) e suas implicações taxonômicas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Três novas espécies de Croton L. (Euphorbiaceae) do Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Três novas espécies de Croton L. (Euphorbiaceae) do Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • COSTA, S. M. S. ; LIMA, L. R. ; PRATA, A. P. . Euphorbiaceae s.l. no Estado de Sergipe, Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Taxonomic Revision of Croton section Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Revisão taxonômica de Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Revisão Taxonômica de Croton seção Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae). 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • JORDÃO, R. ; LIMA, L. R. ; GATTAMORTA, M. . Uma nova perspectiva para a utilização de experimentos em aulas de Biologia. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . O gênero Croton L. (Euphorbiaceae) na Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; GATTAMORTA, M. . Jogo Digeriu - trabalhando com a fixação e relação de conceitos de digestão. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Croton L. (Euphorbiaceae) na flora de Grão Mogol, Minas Gerais. 2001. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, L. R. ; DIAS, P. ; SAMPAIO, P. S. P. ; PIRANI, J. R. . Flacourtiaceae: Flora Fanerogâmica da Serra do Cipó, Minas Gerais, Brasil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Burseraceae: Flora Fanerogâmica do Distrito Federal. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; SAMPAIO, P. S. P. ; DIAS, P. . Flacourtiaceae: Flora Fanerogâmica da Serra do Cipó, Minas Gerais, Brasil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Burseraceae: Flora Fanerogâmica do Distrito Federal. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Caricaceae e Pedaliaceae. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Caricaceae e Pedaliaceae. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Burseraceae. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. R. ; PIRANI, J. R. . Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Burseraceae. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CORDEIRO, I. ; Secco, R. ; Cardiel, J.M. ; Steinmann, V. ; CARUZO, M. B. R. ; Riina, R. ; LIMA, L. R. ; Maya-L., C.A ; P.E. Berry ; Pscheidt, A.C. . Lista de espécies da flora do Brasil: Euphorbiaceae. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010 (on line).

Outras produções

LIMA, L. R. ; BICUDO, C. E. ; BICUDO, D. ; GUARATINI, M. T. G. ; MARTINS, S. E. . Caderno de Biodiversidade. 2008.

LIMA, L. R. . Florística e Fitossociologia. 2007.

LIMA, L. R. . Aplicação de Atividade em Sala de Aula do Tema 2. 2021.

LIMA, L. R. . Aplicação de Atividade em Sala de Aula do Tema 3. 2021.

LIMA, L. R. . Aplicação de Atividade em Sala de Aula do Tema 1. 2020.

LIMA, L. R. . Avaliação do EIA-RIMA referente ao trecho sul do Rodoanel Mário Covas. 2005.

Bizzo, N.M.V. ; COSTA, R. C. F. ; Sano, P.T. ; LIMA, L. R. . Guia de Livros Didáticos, volume 2, Matemática e Ciências. 2004.

LIMA, L. R. . O papel dos bambus na diversidade alagoana. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

AMORIM, B. M. F. C. ; LIMA, L. R. . Barbeleta: do ancestral comum à construção de cladograma. 2019. (Desenvolvimento de material didático).

VERAS, L. P. S. ; LIMA, L. R. . Diversidade e evolução das plantas. 2019. (Desenvolvimento de material didático).

SILVA, A. V. ; LIMA, L. R. . Diversidade e evolução das plantas. 2019. (Desenvolvimento de material didático).

SILVA, M. J. ; LIMA, L. R. . Relacionando as características dos diferentes grupos de plantas com a evolução. 2018. (Desenvolvimento de material didático).

LIMA, L. R. ; NUNES, J. V. C. ; PIRANI, L. R. L. J. ; LIMA, L. R. . Florística da Caatinga de Alagoas. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Rodrigues, R.R. ; Souza, V.C. ; Tamashiro, J. ; Ivanauskas, N.M. ; LIMA, L. R. . Taxonomia de Campo. 2009. (Monitoria de Disciplina de Pós-Graduação).

KIKUCHI, C. N. T. ; PIVARI, D. ; COSTA, F. N. ; LIMA, L. R. . Jogo para Conceitos de Cadeia Alimentar. 2001. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Instrumentação para o Ensino de Ciências).

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    O uso da aula de campo no ensino do tema "Diversidade morfológica das plantas terrestres", Descrição: Estudos recentes revelam que o ensino de Botânica, muitas vezes, se dá por uma metodologia tradicional e baseada na memorização de termos, o que o torna desinteressante e cansativo comprometendo a aprendizagem. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo verificar o desempenho dos alunos submetidos a diferentes estratégias didáticas, utilizando, além de aulas expositivas tradicionais, aulas em ambientes não formais, na abordagem de temas relacionados à diversidade morfológica das plantas terrestres, dentro do conteúdo de Botânica. Para isso, será realizado um estudo comparativo entre duas turmas do 2 ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Reis Magalhães, localizado no Município de Glória (BA). O 2 ano A será denominado ?Grupo Teste? e o 2 ano B denominado ?Grupo Controle?. No 2 ano A, além das aulas expositivas será realizada uma aula de campo, ou seja, uma aula em um ambiente não formal enquanto o 2 ano B contará apenas com aulas expositivas. A aula de campo acontecerá na Serra do Umbuzeiro, localizada no povoado Riacho, a cerca de 30 km da unidade escolar. A pesquisa utilizada será quali-quantitativa que apesar de serem distintas em suas formas de análise, quando trabalhadas em conjunto não se excluem, mas se complementam. A análise dos resultados será realizada mediante comparativo entre o antes e o depois da aplicação das aulas, utilizando pré e pós-testes, respectivamente, bem como observação da participação, comportamento, postura e desenvoltura dos alunos. O produto deste trabalho será uma sequência didática, que demonstrará toda a metodologia utilizada neste estudo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / ALEXEI VINÍCIUS DA SILVA - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Biologia no Ensino Médio: uma proposta de ensino por meio da produção de games, Descrição: A utilização da Tecnologia Digital de Informação e Comunicação (TDIC) em sala de aula, com alunos do Ensino Médio, pode ser uma ferramenta que auxilia na motivação desses alunos e na melhoria do processo de ensino e aprendizagem de diferentes temas. Nesse contexto, esse trabalho teve como objetivo principal estimular o desenvolvimento de um game por alunos do Ensino Médio, bem como analisar como sua produção contribuiu para uma melhor percepção das relações físicas e biológicas encontradas nos biomas Mata Atlântica e Caatinga. Esse trabalho foi desenvolvido sob uma perspectiva da Metodologia Ativa, na qual o aluno atua como protagonista do processo e o professor como mediador. A metodologia utilizada foi de cunho exploratório, qualitativa e a abordagem foi a de pesquisa-ação. Durante o trabalho, foi oferecido aos alunos um maior contato com a TDICs, além de facilitar e auxiliar no processo de ensino-aprendizagem de temas relacionados à Biologia, tendo em vista que os alunos tiveram posse de uma ferramenta a que estão mais familiarizados. A execução da presente pesquisa também buscou oferecer uma reflexão acerca da necessidade dos professores de incorporar as TDICs no contexto da sala aula a fim de minimizar algumas distâncias com entre a vida cotidiana do aluno. A coleta de dados foi efetuada durante todo o processo por meio de fotografias e diário de campo. Na análise dos dados foi realizada uma reflexão acerca do game produzido pelos alunos, buscando identificar os elementos inerentes ao conteúdo que o game deve retratar, bem como seu nível de complexidade. Os alunos foram protagonistas, aprenderam novos programas, criaram o nome do grupo e uma logo e isso proporcionou uma sensação de pertencimento, conseguiram reproduzir no game um acontecimento observado na aula de campo. Foi observado que a construção do game pelos alunos permitiu uma maior interação e colaboração entre eles, além do desenvolvimento de novas habilidades como fazer resumos, manipular imagens, programar jogos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Marbyo J Silva - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Iniciação Científica com projetos de Botânica no Ensino Médio, Descrição: A Iniciação Científica (IC) é o processo no qual é fornecido ao estudante um conjunto de técnicas e normas peculiares da Ciência. Nesse sentido, as ações são sistemáticas, pois se deseja a formação de habilidades de pesquisa, assim como a introdução de novos conhecimentos. A produção de projetos de pesquisa, idealizados e desenvolvidos pelos alunos, pode ser um dos meios de se trabalhar a IC no Ensino Médio. Nesse contexto, são utilizados os princípios das Metodologias Ativas, já que os alunos assumem o papel central no processo e atual como agentes ativos e reflexivos na produção do conhecimento. Na Biologia, a Botânica tem seu valor reconhecido, sendo essencial para a sobrevivência dos seres vivos, no entanto, diversos textos ressaltam a dificuldade no processo de ensino e aprendizagem dessa área da Ciência, utilizando diferentes argumentos para explicar essa dificuldade, como a não formação específica de professores, a complexidade dos conteúdos, a descontextualização com o cotidiano, a nomenclatura, entre outros, que geram pouco ou nenhum interesse por parte dos alunos. O estudo teve por objetivo principal utilizar a pesquisa científica, por meio do desenvolvimento de projetos idealizados e executados por alunos do Ensino Médio, como meio de abordar temas relacionados à Botânica, indo de encontro ao que é preconizado pelas Metodologias Ativas. A pesquisa foi desenvolvida em uma escola estadual de ensino integral e profissionalizante, na cidade de Teotônio Vilela (AL), com alunos dos três anos do Ensino Médio. Foram, ao final do trabalho, desenvolvidos cinco projetos: Carpoteca, Plantas Medicinais e Tóxicas, Horta Suspensa, Plantas Ornamentais e um Blog. Constatou-se uma melhora bastante acentuada no nível de interesse dos alunos pelo objeto de estudo e por conteúdos diretamente relacionados à Botânica. Durante todo o processo os alunos trabalharam com pesquisa, de modo que estiveram inseridos cotidianamente, na IC, desenvolvendo habilidades como protagonismo, liderança, autonomia, colaboração, cooperação, trabalho em equipe, resolução de problemas, gerenciamento de tempo, entre outras. Deste modo, acredita-se que se trata de uma metodologia que pode ser utilizada de modo bastante eficiente, especialmente, quando o objetivo maior é desenvolvimento de diferentes habilidades no indivíduo e não um conteúdo específico da disciplina. É importante ressaltar os desafios da carga horária, da descentralização da figura do professor e da dinâmica da escola e da sua coordenação pedagógica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Tacia Michelle dos Santos Silva - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Flora do Brasil OnLine 2020, Descrição: O projeto reunirá, pela primeira vez em mais de um século, o conhecimento sobre a flora do Brasil, com descrições, chaves e ilustrações. O objetivo do projeto é consolidar uma flora nacional, incluindo algas, fungos e plantas, em uma plataforma que possa ser integrada com a Flora do Mundo Online (World Flora Online - WFO). Esse objetivo engloba também o cumprimento de acordos internacionais assinados pelo Brasil, atendendo a metas da Estratégia Global para Conservação de Plantas/Convenção da Diversidade Biológica (GSPC/CDB). Podem se candidatar pesquisadores com experiência comprovada em Sistemática Vegetal e Micológica, com propostas individuais ou coletivas. - See more at: http://www.jbrj.gov.br/node/386#sthash.f9bPe7oN.dpuf. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Maria Beatriz Rossi Caruzo - Integrante / Ricardo de S. Secco - Integrante / Daniela Carneiro-Torres - Integrante / Daniela Zappi - Integrante / Rafaela Campostrini Forzza - Integrante / Vinícius Castro Souza - Integrante.

  • 2015 - Atual

    REFLORA, Descrição: O estudo de espécies da flora do Brasil, reconhecida como a mais rica do mundo (Forzza et al. 2012) tem uma longa trajetória. Nos séculos 18 e 19, naturalistas estrangeiros, visitantes ou residentes no país, ou mesmo alguns poucos botânicos brasileiros coletavam as amostras vegetais e as remetiam aos herbários europeus. O objetivo principal deste período era estudar a flora e o seu potencial de utilização. Grande parte das coleções destes naturalistas foi utilizada na descrição de novos táxons (tipos nomenclaturais) ou integraram o conjunto de amostras que serviram de base para descrição das mais de 22.000 espécies da Flora brasiliensis (Martius, Eichler & Urban 1840 ?1906). O Programa REFLORA/CNPq, uma iniciativa do governo brasileiro, tem como objetivo principal o resgate de imagens dos espécimes da flora brasileira e das informações a eles associadas, depositados nos herbários estrangeiros para a construção do Herbário Virtual Reflora. Os primeiros parceiros desta iniciativa foram o Royal Botanic Gardens de Kew (K) e no Muséum National d?Histoire Naturelle de Paris (P). A partir de 2014, com apoio do SiBBr (Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira), outros herbários europeus e americanos foram incluídos na iniciativa, são eles: Missouri Botanical Gadens (MO), The New York Botanical Garden (NY), Naturhistorisches Museum Wien (W) e Naturhistoriska Riksmuseet (S). A base física do Herbário Virtual REFLORA está instalada no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que é responsável pelo recebimento das imagens e transcrição dos dados. Assim, tanto as imagens e informações textuais provenientes do repatriamento, quanto as imagens e os dados textuais do acervo do herbário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (RB) estão sendo disponibilizadas para a comunidade científica e para o público em geral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Carlos Jorge da Silva Correia - Integrante / Rafaela Campostrini Forzza - Coordenador.

  • 2010 - Atual

    Contribuições para a Sistemática de Malpighiales da Região Neotropical, com ênfase nas famílas Euphorbiaceae, Phyllanthaceae e Malpighiaceae, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Inês Cordeiro em 14/05/2013., Descrição: No Núcleo de Pesquisa Curadoria do Herbário do Instituto de Botânica de São Paulo temos orientado estudantes em projetos de Taxonomia em nível de iniciação científica, mestrado e doutorado, dentro de nosso programa de Pós-graduação em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente. Continuando nessa linha de atuação, pretendemos desenvolver estudos nas seguintes famílias da ordem Malpighiales: Euphorbiaceae s.s., Phyllanthaceae e Malpighiaceae. A ordem é morfologicamente e ecologicamente muito diversa, com aproximadamente 16.000 espécies distribuídas em 42 famílias , o que representa cerca de 8% da diversidade de Eudicotiledôneas . Segundo Wurdack & Davis, a ordem é um dos clados mais surpreendentes descobertos graças ao estudo filogenético das Angiospermas e, apesar de ser monofilético, carece de sinapomorfias morfológicas. É particularmente importante nas florestas tropicais e possui várias espécies de interesse econômico, dentre as quais destacam-se: Linum usitatissimum L. (Linaceae, o linho ), Malpighia emarginata DC. (Malpighiaceae, a acerola ), Hevea brasiliensis Müll.Arg. (Euphorbiaceae s.s., a seringueira ), Manihot esculenta Crantz (Euphorbiaceae s.s, a mandioca ), Ricinus communis L. (Euphorbiaceae s.s., a mamona ) e Phyllanthus spp. (Phyllanthaceae, quebra-pedra).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Inês Cordeiro - Coordenador / Paul Berry - Integrante / Maria Candida Henrique Mamede - Integrante / Maria Beatriz Rossi Caruzo - Integrante / Érika Ramos Martins - Integrante / Pscheidt, A.C. - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Quimiotaxonomia, filogenia molecular e potencial farmacológico de Croton (Euphorbiaceae), com ênfase nas espécies nativas, Descrição: O presente projeto tem como objetivos ampliar o conhecimento sobre a química e farmacologia de Croton, ampliar a amostragem de espécies na filogenia molecular do gênero e testar a hipótese de restrição de ocorrência em determinadas regiões geográficas das espécies portadoras de alcalóides e óleos voláteis.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Inês Cordeiro - Integrante / Antônio Salatino - Coordenador / Débora Yara A. C. Santos - Integrante / Maria Luiza F. Salatino - Integrante / Giuseppina Negri - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Estudos Sistemáticos e Filogenéticos em Euphorbiaceae s.s. e Phyllanthaceae do Brasil, Descrição: Tem como objetivos realizar o levantamento florístico das espécies de Euphorbiaceae s.s. e Phyllanthaceae no Brasil. Três projetos que visam o cumprimento deste objetivo já estão em andamento entre eles a confeccção da monografia de Euphorbiaceae s.l. no Projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, a realização do tratamento taxonômico das espécies do gênero Croton da região Sudeste e a revisão de Croton seção Cleodora. Vale ressaltar que está previsto um estudo filoegenético do grupo por meio de dados morfológicos e moleculares.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Inês Cordeiro - Integrante / Maria Beatriz Rossi Caruzo - Integrante.

  • 2007 - 2009

    Digitalização dos tipos das espécies latinoamericanas do Herbário SP, Descrição: A flora brasileira inclue aproximadamente 50.000 espécies de fanerógamas. A maioria dos tipos destas espécies estão depositados em herbários da Europa ou dos Estados Unidos. O Herbário do Instituto de Botânica abriga aproximadamente 1.900 tipos. O presente projeto visa digitalizar e informatizar seu acervo de tipos e participar do "Latin American Plant Initiative", o que facilitará a pesquisa da flora do Brasil, proverá acesso à informação aos botânicos ao redor do mundo, e incrementará oportunidades de treinamento no país.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Inês Cordeiro - Integrante / Lucia Rossi - Integrante / Jefferson Prado - Integrante / Maria das Graças Lapa Wanderley - Integrante / Fabio de Barros - Integrante / Gerleni Lopes Esteves - Integrante / Rosângela Simão Bianchini - Integrante / Maria Candida Henrique Mamede - Coordenador / Sérgio Romaniuc Neto - Integrante / Vanderlei Perez Canhos - Integrante., Financiador(es): Centro de Referência em Informação Ambiental - Auxílio financeiro / The Andrew W. Mellon Foundation - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Aspectos taxonômicos em Croton (Euphorbiaceae s.s.) da região Sudeste do Brasil, Descrição: Os objetivos do presente projeto são complementar o levantamento florístico e taxonômico das espécies de Croton da região Sudeste do Brasil a fim de contribuir para o tratamento completo do gênero no Brasil; coletar e georeferenciar material botânico das espécies da região Sudeste para incrementar as coleções dos herbários paulistas e contribuir com o banco de dados do Projeto BIOTA/FAPESP (SinBiota); prover uma detalhada análise morfológica das espécies dessa região, descrevendo-as e ilustrando-as, levantando caracteres morfológicos, inclusive anatômicos, que contribuam para a delimitação dos táxons e para análise filogenética; coletar e acondicionar material botânico, de modo adequado, para aumentar a amostragem do gênero em trabalhos filogenéticos envolvendo biologia molecular e para prospecção de seqüência(s) que possa(m) ser utilizada(s) como ?barcode?; documentar a distribuição geográfica das espécies o mais precisamente possível e tentar interpretar os padrões de distribuição observados; levantar informações ecológicas e de distribuição geográfica dos membros do gênero Croton para subsidiar futuras ações conservacionistas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2007

    Flora Fanerogâmica do Distrito Federal, Descrição: Dentro deste projeto temático que visa realizar o tratamento taxonômico das espécies de fanerógamas que ocorrem no Distrito Federal foi publicada a monografia da família Burseraceae e está em andamento a confecção da monografia do gênero Croton (Euphorbiaceae).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Taciana Barbosa Cavalcanti - Coordenador.

  • 2005 - 2006

    Lista de espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção, Descrição: Neste projeto foi realizado o levantamento das espécies nativas do Brasil e, por meio de uma consulta ampla a especialistas, confeccionada uma lista das espécies ameaçadas com a respectiva categoria de extinção.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / José Rubens Pirani - Integrante / Inês Cordeiro - Integrante / Maria Candida Henrique Mamede - Integrante / Glaucia Moreira Drumond - Coordenador., Financiador(es): Fundação Biodiversitas - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Flora da Serra do Ouro Branco, MG, Descrição: Este projeto visa realizar o levantamento das espécies de fanerógamas na Serra do Ouro Branco, região localizada na porção sul da Cadeia do Espinhaço, em Minas Gerais. Tem como coordenadores docentes da Universidade Federal de Viçosa.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador.

  • 2004 - 2005

    Lista de Espécies da Flora de Importância Econômica da Região Sudeste, Descrição: O presente projeto tem por objetivo realizar estudos para a identificação de espécies vegetais nativas, no Estado de São Paulo, que possuam potencial, atual ou futuro, para serem exploradas economicamente, visando principalmente, o benefício de comunidades rurais localizadas. Será realizado o levantamento de informações sobre o uso e exploração de espécies vegetais. As espécies serão agrupadas de acordo com o tipo de uso indicado para a mesma, tendo sido estabelecidas as seguintes categorias de uso: Paisagístico ou Ornamental, Indústria Farmacêutica, Medicinal, Madeireiro, Artesanato, Atividade Biológica e Alimentício. Os estudos temáticos irão gerar uma lista prévia de espécies candidatas a compor a lista final, que circulará através do maior número possível de especialistas, de forma a colher subsídios em forma de uma ampla consulta. Para cada uma das espécies que comporão essa lista de candidatas, será realizado um levantamento bibliográfico detalhado, objetivando subsidiar as discussões do grupo de cientistas que irão definir a composição da Lista final. As informações levantadas serão sistematizadas em bancos de dados, que poderão subsidiar um programa de monitoramento das espécies nele contidas. O produto final será a publicação de um portifólio com espécies da região Sudeste.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Lucia Rossi - Integrante / Jefferson Prado - Integrante / Maria das Graças Lapa Wanderley - Integrante / Fabio de Barros - Integrante / Gerleni Lopes Esteves - Integrante / Rosângela Simão Bianchini - Integrante / Luiz Mauro Barbosa - Integrante / Marco Antonio Rego - Integrante / Bruna Cersózimo Arenque - Integrante / Miriam Pimentel Mendonça - Integrante / Milton Groppo Júnior - Integrante / Fábio Augusto Vitta - Integrante / Sonia Aragaki - Integrante / Maria Candida Henrique Mamede - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Cooperação / Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro / Fundação Biodiversitas - Cooperação.

  • 2002 - 2006

    Estudos Taxonômicos em Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax (Euphorbiaceae s.s.), Descrição: Foi realizada uma revisão taxonômica de Croton sect. Lamprocroton (Müll. Arg.) Pax. Trata-se de um grupo neotropical com a maioria das espécies ocorrendo nas regiões Sudeste e Sul do Brasil e sul da América do Sul. Seus representantes caracterizam-se por serem plantas arbustivas ou subarbustivas, monóicas ou dióicas, com indumento lepidoto presente em pelo menos parte da folhagem e folhas inteiras e sem glândulas. São reconhecidas 26 espécies na seção sendo três novas para a ciência. Propôs-se a exclusão de quatro táxons por não apresentarem os caracteres morfológicos diagnósticos da seção. Quatro espécies não foram incluídas no tratamento taxonômico por falta de informação sobre as mesmas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2001 - 2003

    Fauna e Flora do Campus, Descrição: O objetivo deste projeto foi a confecção de material didático sobre a flora e a fauna do campus da Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, da Universidade de São Paulo. Para isso foram coletadas amostras de material botânico para posterior identificação e descrição. Como fruto deste projeto foi publicado um livro homônimo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jane Elizabeth Kraus - Coordenador / Elizabeth Hofling - Integrante / Maria Ruth Amaral de Sampaio - Integrante / Miguel Trefaut - Integrante / Vahan Agopyan - Integrante., Financiador(es): Universidade de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2005

    Flora dos Campos Rupestres da Cadeia do Espinhaço, MG, Descrição: Foram realizados estudos taxonômicos e florísticos dos representantes da família Euphorbiaceae nos campos rupestres da Serra do Cipó e de Grão Mogol, ambas serras localizadas em Minas Gerais, Brasil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / José Rubens Pirani - Integrante / Inês Cordeiro - Integrante / Ana Maria Giulietti - Coordenador.

  • 1995 - 2000

    Flora Fanerogâmica de Grão Mogol, MG, Descrição: Foram realizados estudos taxonômicos e florísticos dos representantes da família Euphorbiaceae nos campos rupestres de Grão Mogol, Minas Gerais, Brasil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / José Rubens Pirani - Coordenador / Inês Cordeiro - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1994 - Atual

    Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, Descrição: Este projeto visa realizar o levantamento da Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. Foram realizadas expedições para coleta de material que cobriram boa parte do território paulista. Foram realizados levantamentos dos materiais depositados nos herbários paulistas (SP, SPF, UEC, etc.), elaborados catálogos de municípios, principais coletores no Estado, e listagens das espécies ocorrentes. As monografias estão sendo publicadas, estando já disponíveis Poaceae (vol. 1), 57 famílias (vol. 2) da série "Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo", além de outras famílias publicadas nos 2 volumes subseqüentes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / José Rubens Pirani - Integrante / Inês Cordeiro - Integrante / Lucia Rossi - Integrante / Jefferson Prado - Integrante / Maria das Graças Lapa Wanderley - Coordenador / Fabio de Barros - Integrante / Gerleni Lopes Esteves - Integrante / Rosângela Simão Bianchini - Integrante / Maria Candida Henrique Mamede - Integrante / Sérgio Romaniuc Neto - Integrante / Sandra Jules Gomes da Silva - Integrante / Maria Margarida da Rocha Fiuza de Melo - Integrante / Ana Maria Giulietti - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1987 - 2007

    Flora Fanerogâmica do Parque Estadual da Ilha do Cardoso, SP, Descrição: A Ilha do Cardoso situa-se no litoral sul do Estado de São Paulo, no município de Cananéia. A topografia da ilha é predominantemente montanhosa, sendo a região central dominada por um maciço montanhoso que atinge mais de 800 m. A Ilha do Cardoso representa uma amostra em pequena escala de todos os tipos de vegetação: pioneira de dunas, restinga, floresta pluvial tropical da encosta e da planície, e mangue. O presente projeto tem como objetivo principal realizar o levantamento florístico das Fanerógamas, resultando na presença de 134 famílias e 986 espécies.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / José Rubens Pirani - Integrante / Inês Cordeiro - Integrante / Lucia Rossi - Integrante / Jefferson Prado - Integrante / Maria das Graças Lapa Wanderley - Integrante / Gerleni Lopes Esteves - Integrante / Sérgio Romaniuc Neto - Integrante / Sandra Jules Gomes da Silva - Integrante / Maria Margarida da Rocha Fiuza de Melo - Coordenador / Maria Alice Corrêa - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Projetos de desenvolvimento

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dis acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL): organização dos dados e a sua integração nos Sistemas de Informações, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, em sua função de extensão o Museu atua como um espaço de educação não formal. No que tange à pesquisa, o Museu possui um rico acervo da diversidade botânica, zoológica, fossilífera e geológica do Estado de Alagoas. Entretanto nenhuma das suas coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo portanto urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre a representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento no estado. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo principal a informatização do acervo do Museu para melhor sistematizar os dados sobre sobre a diversidade alagoana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Ana Paula Lopes da Silva - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Integrante / Tami Mott - Integrante / Tereza Cristia dos Santos Calado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dis acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL): organização dos dados e a sua integração nos Sistemas de Informações, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, em sua função de extensão o Museu atua como um espaço de educação não formal. No que tange à pesquisa, o Museu possui um rico acervo da diversidade botânica, zoológica, fossilífera e geológica do Estado de Alagoas. Entretanto nenhuma das suas coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo portanto urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre a representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento no estado. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo principal a informatização do acervo do Museu para melhor sistematizar os dados sobre sobre a diversidade alagoana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Ana Paula Lopes da Silva - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Integrante / Tami Mott - Integrante / Tereza Cristia dos Santos Calado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dis acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL): organização dos dados e a sua integração nos Sistemas de Informações, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, em sua função de extensão o Museu atua como um espaço de educação não formal. No que tange à pesquisa, o Museu possui um rico acervo da diversidade botânica, zoológica, fossilífera e geológica do Estado de Alagoas. Entretanto nenhuma das suas coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo portanto urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre a representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento no estado. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo principal a informatização do acervo do Museu para melhor sistematizar os dados sobre sobre a diversidade alagoana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Ana Paula Lopes da Silva - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Integrante / Tami Mott - Integrante / Tereza Cristia dos Santos Calado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dis acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL): organização dos dados e a sua integração nos Sistemas de Informações, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, em sua função de extensão o Museu atua como um espaço de educação não formal. No que tange à pesquisa, o Museu possui um rico acervo da diversidade botânica, zoológica, fossilífera e geológica do Estado de Alagoas. Entretanto nenhuma das suas coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo portanto urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre a representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento no estado. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo principal a informatização do acervo do Museu para melhor sistematizar os dados sobre sobre a diversidade alagoana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Ana Paula Lopes da Silva - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Integrante / Tami Mott - Integrante / Tereza Cristia dos Santos Calado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dis acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL): organização dos dados e a sua integração nos Sistemas de Informações, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, em sua função de extensão o Museu atua como um espaço de educação não formal. No que tange à pesquisa, o Museu possui um rico acervo da diversidade botânica, zoológica, fossilífera e geológica do Estado de Alagoas. Entretanto nenhuma das suas coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo portanto urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre a representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento no estado. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo principal a informatização do acervo do Museu para melhor sistematizar os dados sobre sobre a diversidade alagoana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Ana Paula Lopes da Silva - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Integrante / Tami Mott - Integrante / Tereza Cristia dos Santos Calado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dis acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL): organização dos dados e a sua integração nos Sistemas de Informações, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, em sua função de extensão o Museu atua como um espaço de educação não formal. No que tange à pesquisa, o Museu possui um rico acervo da diversidade botânica, zoológica, fossilífera e geológica do Estado de Alagoas. Entretanto nenhuma das suas coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo portanto urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre a representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento no estado. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo principal a informatização do acervo do Museu para melhor sistematizar os dados sobre sobre a diversidade alagoana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Coordenador / Ana Paula Lopes da Silva - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Integrante / Tami Mott - Integrante / Tereza Cristia dos Santos Calado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m², apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m², apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m², apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m², apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m², apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m², apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m, apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m, apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Adequação e modernização da infra-estrutura dos acervos biológicos, paleontológico e geológico do Museu de História Natural da UFAL, Descrição: O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL), campus A. C. Simões de Maceió, foi criado em 1991 com duas atribuições: extensão e pesquisa. Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL), em sua função de extensão, o museu atua como um espaço de educação não formal. Uma exposição de longa duração, instalada em área de 230 m, apresenta informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas e encontra-se aberta a professores e alunos do ensino público e privado. Além disso, uma exposição itinerante representativa do estado de Alagoas percorre a capital e interiores do referido estado. Desse modo, este espaço auxilia os educadores a abordarem conteúdos curriculares. No que tange à pesquisa, o museu possui um riquíssimo acervo da diversidade botânica zoológica, fossilífera e geológica do estado, correspondendo a coleções extremamente importantes e representativas. Nenhuma das Coleções apresenta suas informações disponíveis no formato digital, sendo, portanto, urgente a sua informatização para facilitar sua gestão e gerar dados acessíveis sobre representatividade taxonômica, espacial e lacunas do conhecimento do estado. Atualmente o MHN-UFAL é composto por um quadro de pesquisadores, em sua maioria, docentes adjuntos com grande competência nos quesitos ensino e pesquisa, principalmente sobre os temas taxonomia, sistemática, evolução e morfologia. Com esta equipe, todos os acervos biológicos do museu apresentam grande potencial para crescimento, podendo se tornar um centro de referência de pesquisa em Alagoas e no país. Entretanto, a grande limitação de espaço físico para a ampliação das coleções provoca o êxodo do material coletado no estado para outros acervos no país, retardando o desenvolvimento local. Esse quadro também gera consequências nas políticas públicas locais relativas às ações conservacionistas, pois os gestores e os tomadores de decisões necessitam ter acesso às informações sobre a biodiversidade e geodiversidade local. A solução para contornar este cenário implica na modernização do mobiliário do museu para melhor aproveitamento do espaço e aumento da eficiência na organização. Informatizar para sistematizar os dados sobre diversidade irá evidenciar as lacunas de conhecimento e desse modo orientar a direção de novas coletas. A disponibilização destes dados (organizados e devidamente qualificados) sobre a diversidade incorporada ao acervo do MHN-UFAL, no Sistema de Informações sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) e afins, poderá ser complementada com informações sobre a diversidade de Alagoas incorporada em outros acervos mais antigos depositados em outras instituições. Esta integração gerará informações mais realistas sobre o estado de conhecimento da diversidade estadual. A relevância da organização dos acervos do MHN-UFAL deve-se principalmente ao fato de que o estado de Alagoas possui porções significativas de dois importantes biomas brasileiros, a Floresta Atlântica (um hotspot mundial da biodiversidade, representada aqui pela sua região de endemismo mais setentrional, o centro Pernambuco) e a Caatinga (negligenciada por muitas décadas por ter sido considerada um bioma pobre em diversidade e endemismo).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Letícia Ribes de Lima - Integrante / Jorge Luiz Lopez da Silva - Coordenador / Tami Mott - Integrante.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Alagoas, Universidade Federal de Alagoas, Campus Maceió. , Avenida Lourival Melo Mota sn, Cidade Universitária, 57072-900 - Maceio, AL - Brasil, Telefone: (82) 32235613, Ramal: 236, Fax: (82) 32212501, URL da Homepage:

Experiência profissional

2020 - Atual

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenadora ProfBio, Carga horária: 16

2012 - Atual

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

2019 - 2020

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Vice-Coordenadora do ProfBio, Carga horária: 16

Atividades

  • 07/2017

    Ensino, Profissional em Biologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos atuais em Biologia Vegetal

  • 07/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal de Alagoas, Campus Maceió.,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Mestrado Profissional em Biologia.

2009 - 2012

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 10/2009

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Agrárias da UFSCAR.,Cargo ou função, Membro da Comissão para Adequação Ambiental do CCA.

  • 12/2010 - 12/2010

    Ensino, AGRICULTURA E AMBIENTE, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo e Recuperação Florística de Sistemas Agrícolas

  • 07/2010 - 12/2010

    Ensino, Licenciatura em Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Sistemática Vegetal, Morfologia e Anatomia Vegetal

  • 07/2009 - 11/2009

    Ensino, Licenciatura em Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Anatomia Vegetal

  • 03/2009 - 06/2009

    Ensino, Licenciatura em Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Instrumentação em Química, Física e Biologia, Introdução às Licenciaturas de Química, Física e Biologia

  • 03/2009 - 06/2009

    Ensino, Licenciatura em Química, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Instrumentação em Química, Física e Biologia, Introdução às Licenciaturas em Química, Física e Biologia

  • 03/2009 - 06/2009

    Ensino, Licenciatura em Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Instrumentação em Química, Física e Biologia, Introdução às Licenciaturas de Química, Física e Biologia

2005 - 2009

Instituto de Botánica

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Regime: Dedicação exclusiva.

2006 - 2008

Instituto de Botánica

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessora Técnica de Direção, Carga horária: 20

Atividades

  • 09/2006

    Direção e administração, Assessoria Técnica de Direção.,Cargo ou função, Assessora Técnica de Programação.

  • 01/2005

    Pesquisa e desenvolvimento, Divisão de Fitotaxonomia.,Linhas de pesquisa

  • 01/2005

    Pesquisa e desenvolvimento, Divisão de Fitotaxonomia.,Linhas de pesquisa

  • 01/2005

    Treinamentos ministrados , Divisão de Fitotaxonomia.,Treinamentos ministrados, Iniciação Científica

1999 - 2004

Universidade de São Paulo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pós-Graduando

2004 - 2004

Universidade de Wisconsin-Madison, UW-Madison

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Bolsista da CAPES para colaboração no projeto Tacking a giant genus: Croton, coordenado pelo Prof. Paul E. Berry e financiado pela National Science Foundation, com o objetivo de realizar estudos moleculares com fins filogenéticos de algumas espécies de Croton (Euphorbiaceae) do Brasil.

2009 - 2009

Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Atividades

  • 04/2009 - 04/2009

    Ensino, Ecologia Aplicada, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Auxílio na disciplina Taxonomia de Campo

2006 - Atual

International Association for Plant Taxonomy

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Sócio

Atividades

  • 01/2006

    Outras atividades técnico-científicas , International Association for Plant Taxonomy, International Association for Plant Taxonomy.,Atividade realizada, Sócio.

2004 - 2005

Royal Botanic Gardens, Kew

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Bolsista da Fundação Botânica Margaret Mee. Visita aos Herbários de Londres (K, BM), Paris (P), Genebra (G), Viena (W), Munique (M) e Berlim (B). Responsável pela identificação das coleções do gênero Croton (Euphorbiaceae) do Brasil.

2016 - Atual

Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Vínculo: , Enquadramento Funcional: